Page 1

DIRECTOR Joaquim Duarte

SEMANÁRIO 22 de Maio de 2009 | Ano X XIII | N. 1229 | €0,80

(IVA 5% incluído)

243 309 600 Telefone 243 333 766 Fax · CNE - Quinta das Cegonhas - Apartado 355 - 2000 -471

Santarém Esgotos contaminaram a água de Pernes página 8

Abrantes Tecnopolo vai receber centro de empresas página 20

Santarém · info@oribatejo.pt · w w w.oribatejo.pt

Comissão do 10 de Junho fecha o programa das comemorações l página 6 e 7

Negócios Água é tema central da Feira da Agricultura página 28

Região Briga de vizinhos acaba com tiros aos polícias página 18

Cartaxo 14 reclusos traficavam droga na prisão página 17

Saramago com estátua na Azinhaga l página 22 a 25

Santarém Novela da TVI está a ser rodada na cidade páginas 13

Parlamento aprovou Samora Correia vai ser elevada a cidade páginas 48

ZONA DE GUERRA Torres Novas, 27 de Maio ALMOÇO DE 15 DE AGOSTO Cartaxo, 28 de Maio

(ver páginas 34 e 35)

O Ribatejo

dá bilhetes de cinema

Exclusivo O Ribatejo Pilar del Rio escreve sobre a Azinhaga e a Fundação José Saramago


O Ribatejo

2 PRAÇA PÚBLICA | OPINIÃO

22 | Maio | 2009

praçapública

eles dizem

r“A Igreja deveria

abrir mais na questão homossexual. Na moral sexual em geral sou contra: casamento, divórcio, anticonceptivos, a questão dos homossexuais”.

Paulo Rangel Diário “I”

rA última vez que

o governo distribuiu material pelos alunos, os Magalhães estavam cheios de erros. Espera-se que, desta vez, os preservativos não venham furados”

João Pereira Coutinho Correio da Manhã

rSe o PS não tiver

rDesejar um governo de

maioria absoluta, a viragem que poderá ser útil fazer não é rumar ao centro nem, muito menos, à direita, mas sim à esquerMário Soares da”

Bloco Central é como ser do Benfica e do Sporting. Trata-se de uma aberração política que merece, evidentemente, o mais profundo desdém.

Ricardo Araújo Pereira Visão

Diário de Notícias

O elogio Causou grande surpresa e algum alarido político o rasgado elogio de Moita Flores ao governador civil Paulo Fonseca, na coluna que costuma assinar aos domingos no “Correio da Manhã”. Como é sabido, Paulo Fonseca já anunciou que abandonará em breve o cargo de governador para abraçar a candidatura à

Câmara de Ourém. Considerando, embora, “o cargo de governador civil uma inutilidade”, Moita Flores reafirma o seu estatuto de independente para incensar o “jovem talentoso” que o “transformou num instrumento de mediação e governação eficaz”. E noutro passo, conclui: “Não po-

O deputado fotógrafo Em família O fórum social democrata “Portugal de Verdade” veio até Rio Maior falar de Agricultura. Pretexto também para dar uma mãozinha à candidata do PSD à Câmara local. A líder Manuel Ferreira Leite aqui de braço dado com Isaura Morais, num turístico passeio às Salinas para a foto de campanha.

Dentro do PS, há grandes diferenças na apresentação das candidaturas autárquicas. Por exemplo, a de Sónia Sanfona, em Alpiarça, foi maior que o próprio concelho. Extensíssima produção audiovisual, com retrospectiva da vida da candidata e infindáveis depoimentos de secretários de Estado, deputados e figuras de topo do aparelho socialista que com

ela têm convivido na Assembleia da República. Já Hélder Esménio, em Salvaterra de Magos, parece mais pobrezinho. A falta de dinheiro para luxos ou de conhecimentos na hierarquia socialista, tornou-se mais notada quando o próprio deputado Nuno Antão desempenhou, simultaneamente, a função de notável socialista e a de fotógrafo de serviço.

deria despedir-me dele sem este abraço público agradecido. Um exemplo, entre muitos outros, de que a política não é exclusivamente habitada por coirões e oportunistas sem escrúpulos”. Mais um desgosto para o PSD de Ourém, que acaba de anunciar a candidatura de Victor Frazão.

A ocasião faz o ladrão Qualquer entronização de confraria gastronómica é momento farto de comida e bebida. O capítulo da Confraria de Almeirim não fugiu à regra, e, este ano, até foi dedicado aos bons vinhos produzidos no concelho. De barriguinha cheia, confrades e convidados foram entrando para o cine-teatro, para assistir à cerimónia. Ficaram na rua os mirones de ocasião, de olho no desperdício que seria deixar ali tanta garrafinha aberta só para os senhores da gastronomia provarem os néctares. E foram levando, que vinho daquele não se bebe muitas vezes.

crónica de maldizer

Foi na praia da Nazaré Eurico H. Consciência

Naquele tempo, a Nazaré não era nada que se parecesse com a balbúrdia de agora. Terra pacata de pescadores, do mar comia. No Verão, mas só no Verão, lá apareciam uns tantos forasteiros – que lá assentavam arraiais durante um mês ou dois por uma de duas razões ou pelas duas ao mesmo tempo: dar oportunidades às filhas casadoiras e dar banho às crianças, para enrijarem. E os forasteiros, sendo quase sempre os mesmos todos os anos, já se conheciam com certa intimidade e já se perguntavam à chegada pelos negócios, pelos

cães e pelo resto dos parentes e, no fim da temporada, despediam-se com Até pró ano. E cantarolavam, numa brejeirice inocente, aquela quadra popular que dizia: Na praia da Nazaré / Vai grande burburinho / Com as moças, de roupão, / E D. Fuas de Roupinho. Um dos meus companheiros de férias na Nazaré era o pintor Guilherme Filipe, dono d’uma curiosidade que metia a minha num canto. A certa altura, constou-me que algumas nazarenas, quase todas raparigas novas, iam lavar roupa

num ribeiro que atravessava a Praia do Norte, formando como que um grande cannon antes de se perder no mar. Não era canhão que arremedasse, mal que fosse, o Grand Canyon do Colorado, mas não deixava de ser um rasgo profundo no areal. Mas não foi só isso que me constou. Quando me disseram que muitas raparigas lavavam a roupa no tal cannon, contaramme que, por vezes, algumas se despiam e se lavavam, com gestos lentos, por vezes lúbricos, nas águas do ribeiro. Quando transmiti a informa-

ção ao Guilherme Filipe, logo lhe luziram os olhos gulosos ( de pintor ) e disse Bora ! E lá fomos. Como que à procura de ninfas de bosques sem árvores. Quando nos aproximámos do cannon, ouvimos risos cristalinos e vozes jovens, com gritinhos femininos à mistura. Deitámo-nos apressadamente na areia e rastejámos lentamente e sem fazer o menor ruído – para não sermos vistos nem pressentidos. Chegados às bordas do rasgo, espreitámos, ansiosos, lá p’ra baixo: lá estavam de facto algumas dez ou doze raparigas a lavar roupa.

Fazia um sol radioso. E, a certo passo, uma das raparigas livrouse da pouca roupa que tinha e … Era uma rapariga nova, bonita e com um corpo de top-model (como se diria agora) com ancas generosas. E subiu alguns metros da encosta, tão nua como nascera, e disse p’r’ás outras, virada para o sol, de mãos na nuca, c’os seios empinados, como que para provocar o rei (astro): - Ah raparigas! Que dia! Que dia que está! Num dia assim só me apetece parir …


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 3

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Cartoon de António Maia

a pergunta da semana

De que forma é que foi afectado pela contaminação da água em Pernes?

Comecei a sentir-me mal na segunda-feira, com dores de cabeça. Depois tive dores de estômago e diarreia. Durante esta semana perdi mais de 5 quilos. Mais 3 pessoas da minha família também ficaram com alguns destes sintomas. Penso que a informação inicial neste processo não foi a suficiente. Sentimonos mal informados.

Eu não tive nada mas a minha filha teve que ir ao hospital de Torres Novas, na manhã de sábado, dia 9, com vómitos e diarreia. Durante dias esteve cheia de febre e tivemos que voltar ao hospital já depois da água ter sido reposta. Não sabíamos o que se tratava, mas depois ouvimos que haviam vários meninos da escola D. Manuel I de Pernes com os mesmo sintomas. Acho que houve muita falta de informação. Paula Pimenta Proprietária do café A Fonte

Jorge Carreira Engenheiro civil e professor

Tive que fazer mais de 8 quilómetros todos os dias, da minha terra até à fonte do Rossio em Pernes, para vir buscar porque não colocam um tanque para nos abastecer. Foi um transtorno. Não se podia tomar banho, não se podia lavar a loiça...e ninguém deu satisfação nenhuma. Manuel Tavares Habitante de Comeiras de Baixo

F editorial

À memória de Álvaro Brasileiro

Tive funcionárias que durante vários dias não puderam trabalhar, foi um problema com as lavagens das roupas e das loiços no lar de idosos e tivemos que comprar dezenas de garrafões de água numa grade superfície para termos água para beber.

Maria dos Anjos Patusco Provedora da Santa Casa da Misericórdia

Álvaro Brasileiro, o comunista de coração puro deixou-nos. Genuíno camponês de Alpiarça, foi um lutador anti-fascista que conheceu cedo a prisão e a tortura. Já em democracia, foi um dos raros, ou talvez o único operário agrícola a exercer o cargo de deputado. Por uns longos doze anos (entre 1979 e 91). O Parlamento recordou-o agora numa última homenagem. Há quatro anos atrás, concedeu-nos a sua última entrevista (O Ribatejo de 18-08-2005). Um balanço de vida recheado de intensas histórias de resistência política, feitas de coragem e de grandes gestos de solidariedade. Começou pelo MUD Juvenil antes de se tornar militante comunista, já na tropa. Integrou a comissão de apoio à candidatura oposicionista do general Humberto Delgado. Em 72 fez parte da comissão nacional do

congresso democrático de Aveiro. E, no ano seguinte, foi candidato nas listas do MDP-CDE à Assembleia Constituinte. Vigiado de perto pela Pide, acabaria preso e condenado em tribunal plenário, onde foi defendido pelo então jovem advogado Jorge Sampaio. Conheceu e conviveu com o general Vasco Gonçalves, que foi visita de sua casa em Alpiarça. Tal como se relacionou de perto com Álvaro Cunhal que algumas vezes lhe pediu a opinião em matéria de agricultura e na produção legislativa para o sector. Partiu no momento em que celebramos o centenário do nascimento do escritor Soeiro Pereira Gomes. O engenheiro e dirigente comunista que chegou a viver clandestino num moinho em Pernes onde, registe-se a curiosidade, editou o primeiro jornal “O Ribatejo”, impresso clandestinamente e dirigido ao

operariado agrícola da região. O conhecido autor de “Esteiros” escreveu também o notável panfleto político sobre as “praças de jorna” onde, contrariando de certo modo a tese então maioritária na direcção do seu partido, defendia a intervenção política de militantes comunistas nas “praças de jorna”, de modo a mais facilmente consciencializar e sublevar o operariado agrícola. E foi precisamente numa “praça de jorna” – o largo principal da vila onde há pouco mais de cinquenta anos atrás os operários agrícolas ainda se perfilavam como gado à espera que os capatazes dos grandes senhores agrários os escolhessem para um dia de trabalho a troco de magro salário – que Álvaro Brasileiro, então ainda um adolescente de 16 anos, viu cair o seu amigo Alfredo Lima, morto a tiro pela GNR.

Nesse dia ganhou a consciência de um caminho político que haveria de trilhar para o resto da vida. E a convicção de que era possível tornar o mundo mais justo e igual na partilha entre os homens. Ajudou o que pôde para o transformar. Mas deve ter partido triste com o estado do país e o rumo que o mundo entretanto tomou. Joaquim Duarte

Nota – Um estudo científico revela que Portugal é um dos quatro maiores exportadores de vírus da sida para a Europa, precisamente na mesma semana em que os jornais noticiam as resistências de alguns sectores da sociedade – com a igreja à cabeça – contra a distribuição de preservativo nas escolas. Entre uma moral duvidosa e o risco para saúde dos nossos jovens, não nos parece ser assim tão difícil a opção a tomar.


O Ribatejo

4 PRAÇA PÚBLICA | OPINIÃO

22 | Maio | 2009

Director Joaquim Duarte joaquim.duarte@oribatejo.pt CP. n.º 867

Redacção - 243 309 601 João Baptista (chefe) joao.baptista@oribatejo.pt - CP. n.º 1157 João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt - CP. n.º 6911 Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt- Tít. Prov. n.º 435 Jorge Guedes - CP. nº 2798 Maria João Ricardo - CP. nº 6383 (Abrantes)

Colunistas Armando Fernandes, Beja Santos, Carlos Chaparro, Daniel Abrunheiro; Eurico Heitor Consciência, Luís Eugénio Ferreira, Renato Campos, Rosalina Melro, António Maia (Cartoon)

Colaboradores António Branquinho Pequeno, António Brotas, Alexandre Manuel, André Lopes (desporto), Adolfo Luís (fotografia futebol), Carlos Alberto Cruz, Hélder Duque (fotografia futebol), Jerónimo Belo Jorge (Abrantes), Joaquim Dâmaso (fotografia), João Grego Esteves, José A. Costa (fotografia futebol), Júlio Freches, Nuno Abreu (fotografia futebol), Nuno Matos (fotografia futebol), , Rogério Rodrigues, Vítor Gomes (fotografia futebol)

Departamento Gráfico Vítor Arsénio (chefe), António Vieira

Projecto Gráfico

defrank - Comunicação Editorial defrank@interacesso.pt

Departamento Comercial - 243 309 602 Rita Duarte (directora comercial) 962 108 761 rita.duarte@oribatejo.pt Luís Silva - 962 108 756 Ana Marecos - 962 108 762 Sandra Amendoeira - 961 736 350

Secretariado - 243 309 600 Ana Sousa - 962 108 760

foto denúncia Como há sempre alguns condutores mais distraídos, a mensagem do sinal de trânsito está repetida na parede em letras garrafais. Se a moda pega, a qualidade urbanística de Almeirim cai a pique. Imaginese o que seria o “há melão” ou o “vende-se vinho” pintado nas paredes das casas dos agricultores locais, daqueles que até penduravam o garrafão de lixívia vazio ao portão para indicar que tinham lá um nectar feito com uvas.

Opinião

Sede: Centro Nacional de Exposições Quinta das Cegonhas Apartado 355 2000-471 Santarém Geral: 243 309 600

O voto e o veto

Publicidade 243 309 602 Fax: 243 333 766

E-mail info@oribatejo.pt

Internet www.oribatejo.pt

Serviços assinaturas 243 309 600

Paginação e montagem Jortejo, Lda. - Santarém telef.: 243 309 605

José Niza

Impressão Imprejornal, S.A. Rua Rodrigues Faria 103, 1300-501 Lisboa

Distribuição Vasp

Assinaturas (52 Números)

Portugal: 25 € Europa: 50 € Resto do Mundo: 75 € Preço Avulso 0.80 € (IVA incluído)

Editora e proprietária: Jortejo, Lda. Apartado 355 2002 SANTARÉM Codex

GERÊNCIA Francisco Santos, Ângela Gil, Albertino Antunes

Departamento Financeiro Ângela Gil (Direcção) Catarina Branquinho, Celeste Pereira, Gabriela Alves e João Machado info@lenacomunicacao.pt

Departamento de Marketing Patricia Duarte (Direcção), Catarina Fonseca e Catarina Silva. marketing@sojormedia.pt

Departamento Recursos Humanos Sónia Vieira (Direcção) drh@sojormedia.pt

Departamento Sist. Informação Tiago Fidalgo (Direcção) Hugo Monteiro dsi@sojormedia.pt Tiragem semanal 9.500 exemplares Depósito Legal 13 983/86 Sócios com mais de 10% de capital Sojormédia: 83% Nº Registo no ICS: 111209 (20.11.85) Nº Contribuinte: 501636110

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico envoi fermé autorisé par les PTT Portugais · Autorização - Autorisation: Nº 16 DE 001602 DCE pode abrir-se para verificação postal

A lei que mereceu a sorrateira unanimidade é sobre o financiamento dos partidos, sobre os carcanhóis que o Estado e os particulares lhes vão dar para inundarem as rotundas do país com poluição visual e dinheiro mal gasto.

1. Há dias, no Parlamento, foi aprovada uma lei. Uma lei que, coisa rara e nunca vista, foi votada unanimemente por todos os partidos. Todos. Sem excepção. Seria uma lei sobre a melhoria dos cuidados de saúde? Uma lei sobre as escolas, o ensino, os alunos, os professores? Não. Claro que não. A lei que mereceu a tal sorrateira unanimidade é sobre o financiamento dos partidos, sobre os carcanhóis que o Estado e os particulares lhes vão dar para inundarem as rotundas do país com poluição visual e dinheiro mal gasto. Bem sei – e concordo – que a Democracia, por ser um bem caro, tem de ser paga através de subvenções estatais para os partidos. Até aqui, tudo bem. A escandalosa novidade é que, com a nova lei, os partidos passam também a poder receber “dinheiro vivo”, em notas de banco, e sem qualquer controlo, até ao limite de um milhão e duzentos mil euros cada um. A proveniência destes dinheiros ficará no segredo dos deuses e dos tesoureiros dos partidos. Os donativos não serão controlados. Não se saberá quem deu o quê, e quanto, e a quem. O novo sistema – que todos os partidos parlamentares aprovaram em interesseira e unânime cumplicidade – é uma porta escancarada e um convite à corrupção. Como dizia o outro, “não há almoços grátis”. Há duas dúzias de anos eu fui o responsável político do PS no distrito de Santarém – Secretário Coordenador da Federação. Havia eleições à porta e era preciso organizar a campanha eleitoral e arranjar dinheiro. Um dia recebi

um telefonema do Coordenador Nacional do PS: “Ó Niza, tens de falar aí com uns construtores civis, ou com uns industriais, para angariar fundos para a campanha”. Fiquei bloqueado. Não fui capaz. Não tinha jeito. Para mim, a política não era um peditório. E o pior seria quando os “beneméritos”, um dia mais tarde, me viessem cobrar as suas dádivas e as minhas dívidas. 2. Os orçamentos dos diversos partidos que concorrem às próximas eleições europeias duplicam os de 2004. O que mais cresce é o do Bloco de Esquerda: 301 % ! (Não é gralha, são mesmo trezentos e um por cento a mais). Quem diria... O BE, que tanto prega! O PCP vem a seguir ao Bloco, com uma subida de 185 %. O PSD é o que mais vai gastar: 2,2 milhões de euros, mais 95 % do que há quatro anos. O CDS vai investir mais 27 %. E o PS é o que menos sobe: apenas 9 %, para um orçamento de cerca de um milhão de euros a menos do que o do

P S D . Tudo isto somado dá 8 milhões de euros. Contra os 3,8 milhões de 2004. O dobro! 3. Tudo isto se passa em Portugal, em Maio de 2009. Em plena crise. Num tempo em que a economia sufoca e asfixia. Num tempo em que, todos os dias, muitos portugueses perdem os seus empregos. Num

tempo em que grandes e pequenas empresas fecham as portas, muitas delas para nunca mais as abrirem. E é no epicentro deste terramoto que todos os partidos políticos da nossa democracia se sentam à mesa para conseguirem os dinheiros que vão esbanjar em campanhas milionárias e inúteis, numa afronta aos pobres que todos dizem querer ajudar e proteger. Não, meus amigos. O que aqui escrevo não é demagogia barata, é um grito de revolta contra a insensatez dos deputados. E, também, uma confissão de desencanto. E um aviso à navegação. Esta lei não dignifica o Parlamento, é uma provocação a Portugal e aos portugueses. E só espero é que o Presidente da República, com todas as canetas que tiver, a vete.


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 5

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

há vinte anos

Estava-se em campanha eleitoral para as europeias, como agora. O PSD apresentava António Capucho e Carlos Pimenta em Santarém. Na mesma corrida, a CDU tinha o economista Sérgio Ribeiro e o escritor José Saramago. Alcanede inaugurava o matadouro das “Carnes Valinho”. Em Tomar, a autarquia zangava-se com o promotor de um aldeamento turístico na Albufeira.

números

12%

Somos um país plantado à beira-mar. E este vulgar lugar comum vale muito dinheiro: 20 mil milhões de euros, cerca de 12% do PIB, é o potencial de todas as actividades económicas relacionadas com a zona marítima portuguesa, segundo um estudo do economista Ernâni Lopes, agora divulgado pelo Expresso. É só passar à acção. Contra a crise, navegar!

estrelas

Victor Guia é, talvez, o autarca mais influente junto do nosso nobel da literatura. Deveu-se a este presidente de Junta a reaproximação de José Saramago à sua terra natal, Azinhaga. Primeiro foi a atribuição do nome do escritor à biblioteca da aldeia ribatejana, depois a instalação de um pólo local da Fundação José Saramago e agora a inauguração para breve da primeira estátua do escritor em Portugal. (págs. 22 a 25)

A espuma dos dias

Armando Fernandes

O próspero Dias Loureiro e o procurador Lopes da Mota estão debaixo de suspeita. Os dois casos suscitam argumentos contrários, mas uma coisa é certa: para a maioria da opinião pública eles estão condenados.

A presidente da junta Isaura Morais é a aposta do PSD em Rio Maior para disputar a Câmara ao socialista Silvino Sequeira. E é forte a crença, pelo corrupio de dirigentes nacionais e regionais a caminho da cidade do desporto onde se passeiam ao lado da candidata. Neste entretanto, já preparam o anúncio de mais um trunfo: o nome de Pacheco Pereira como mandatário de Isaura. (pág. 16)

Manuel Afonso Vereador na Câmara de Santarém

O caso das águas inquinadas em Pernes tem origem remota, ao tempo da gestão socialista na Câmara, quando o vereador Manuel Afonso era simultaneamente responsável pelas obras e pelos Serviços Municipalizados. Alguém desse tempo perdeu o rasto às tampas dos esgotos domésticos, tapadas pelas obras do Instituto de Estradas na recuperação da EN-3. O que deu agora num desastre público. (pág. 8)

Opinião

Debaixo de suspeita O próspero Dias Loureiro e o procurador Lopes da Mota estão debaixo de suspeita. Influentes, mas suspeitos, o primeiro de não explicar cabalmente a sua posição nas negociatas do BPN, o segundo de ter sido expressivo em demasia junto de dois magistrados do Ministério Público a fim de arquivarem o processo Freeport. Não são culpados até prova em contrário, mas a desordem dos seus movimentos empresta à realidade das coisas um expectável sentido de transgressão a suscitar gáudio no cidadão comum esperançado em ver estes poderosos morderem o pó da rua. Os dois suspeitos são famosos, cada um à sua maneira, ocupam cargos de relevo parecendo desinteressados em os abandonarem até ao total esclarecimento dos insucessos em que se encontram envolvidos. Nenhum é inocente no referente à vida pública, certamente, têm em casa livros a narrarem atitudes de homens corajosos a ponto de imolarem a vida na defesa da honra, mas tais exemplos não passam disso mesmo e servem apenas para engrossar conversas na esfera das citações. A pressão dos jornais ou de pessoas do círculo de um e outro para os obrigar a deixarem os cargos não pode dar efeito pela simples razão de eles estarem há muitos anos na alcova do poder onde reina o sorriso postiço e o cinis-

Isaura Morais Presidente da Junta de Rio Maior

Victor Guia Presidente da Junta de Azinhaga

Uma história de mini saias mo é usado cirurgicamente. Eles adquiriram nome, influência e fama, o Dr. Loureiro a de ser um hábil negociante daí o proveito financeiro, o Dr. Lopes da Mota por ter sido acusado (e ilibado) de passar informações à fotogénica Fátima Felgueiras. Como secretário de Estado recebeu muitos elogios pelas suas qualidades de manobrador no remanso dos gabinetes. Sobre os dois casos há muitas opiniões más, Manuela Ferreira Leite não quer ter opinião acerca do antigo ministro laranjinha, Paulo Rangel defende o seu afastamento, Vital Moreira também gostava de ver Lopes da Mota na mesma situação, já a procuradora Cândida Almeida nas mesmas circunstâncias do magistrado suspeito teria o mesmo comportamento. Logo uma opinião boa relativamente ao presidente do Eurojust. Os dois casos suscitam argumentos contrários, mas uma coisa é certa: para a maioria da opinião pública eles estão condenados. Esta a grande verdade. Podendo estar inocentes o seu comportamento contraria a máxima: a mulher de César além de séria, tem de o parecer. Ao aferrarem-se aos cargos deixam transparecer uma enorme insegurança sustida pela protecção das imunidades subjacentes. As prerrogativas do poder são uma faca de dois gumes. Ou não?

Luís Eugénio Ferreira

Não deixa de ser curioso o facto de certos dirigentes se acharem no direito de pontificar sobre a roupa que vestimos. E aí podemos encontrar absurdos evidentes, que vão da perversão ao preconceituoso.

Que nós nos vestimos para resistir ao frio ou para nos adaptarmos às condições por vezes agressivas do meio ambiente, é um óbvio dado antropologicamente certo. Talvez seja mesmo o dado que precisamente nos afasta dos animais, isto é, deixamos a animalidade quando começamos a vestirnos. Tudo estaria assim biblicamente certo, a partir do momento em que Adão descobriu que estava nu (apesar de nunca ter estado vestido) e achou que estar nu constituía uma vergonha. A partir de então, começamos a vestir-nos não tanto para enfrentar a meteorologia, como também para ocultarmos o corpinho dos olhos por vezes atrevidos daqueles que nos olham. Depois disso veio o aproveitamento funcional da roupa que envergamos, relacionada com o estatuto social ou como evidência da autoridade. Um velho decreto do século XVIII estabelecia as normas por que havia de se reger as pessoas no tocante ao vestuário. Dizia então que estava vedado a quem não fosse nobre, o uso de fitas ou tarjas coloridas e de rendas, nem falar. Aceito hoje que a questão do vestuário é um assunto sério de mais para interessar apenas estilistas, modelos e outros comprometidos no negócio da roupa. Não deixa de ser curioso o facto de certos dirigentes se acharem no direito de pontificar sobre a roupa que vestimos. E aí podemos encontrar absur-

dos evidentes, que vão da perversão ao preconceituoso. Enquanto numa loja pública em Portugal um dirigente proíbe o uso de decotes pronunciados, daqueles que suscitam pensamentos pecaminosos, e ainda o uso de saias que exponham as tíbias por vezes bem harmoniosas das assistentes, numa clínica em Espanha, o dirigente multa as enfermeiras que se recusarem a usar mini saias que fazem parte do fardamento estabelecido naquela clínica. O problema coloca-se de igual forma quando se pretende a identificação pessoal daqueles que por razões diversas fazem parte de um todo grupal. O uso da capa e batina dos estudantes, é uma forma de nivelar os padrões sociais, onde se podiam evidenciar as origens urbanas ou rurais a partir da forma como cada um se apresentava. É evidente que hoje, por razão da democratização e da liberdade alcançada pelos cidadãos, torna-se complicado fazer diferenciações a partir do vestuário, questão pertinente no negócio da roupa, em que o pronto-a-vestir se insinua como uma forma normal de escolha. A escolha do vestuário apenas exigirá uma certa compostura sobretudo àqueles que por razões funcionais estão em contacto com a sociedade. O que exclui à partida a possibilidade de alguém impor regras que contrariem o bom senso e a liberdade de cada um.


6

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

10 de junho Salgueiro Maia vai ser homenageado O programa oficial das Comemorações do 10 de Junho, que este ano decorrem em Santarém, irá incluir uma homenagem a Salgueiro Maia, com a deposição de uma coroa de flores no monumento ao “capitão de Abril”. Segundo o programa oficial das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas divulgado pela Presidência da República, no dia 18, as primeiras iniciativas irão decorrer logo no dia 9 pelas 10h00, será inaugurada a Exposição “Portugal 12.21: Identidade”, na

Sala de Actos do Seminário de Santarém. De seguida, na Câmara Municipal de Santarém, terá lugar a cerimónia militar do Içar da Bandeira e Guarda de Honra Militar, decorrendo depois na autarquia a sessão solene de boas vindas. Pelas 18h00, na Igreja do Convento de Santa Clara, irá decorrer um concerto de música portuguesa. Ainda antes do banquete oferecido pelo Presidente da República no Convento de São Francisco, irá realizar-se uma sessão de cumprimentos do Corpo Diplomático, no edifício da

antiga Escola Prática de Cavalaria. Já no dia 10 de Junho, às 10h00, irá ser deposta uma coroa de flores no monumento a Salgueiro Maia. Pelas 10h15 decorrerá a cerimónia militar no Campo Infante da Câmara, seguida da Sessão Solene. O programa oficial das Comemorações do 10 de Junho irá terminar com um almoço oferecido pelo presidente da Câmara Municipal de Santarém na Casa do Campino. Francisco Moita Flores, presidente da Câmara de Santarém, congratulou-se

com a escolha de Salgueiro Maia pelo Presidente da República, entre 40 nomes de personalidades históricas ligadas a Santarém, uma vez que considera que Salgueiro Maia é uma das figuras de Santarém que marcam a história desta Cidade, por ter mudado a história deste País. Francisco Moita Flores apela a todas as pessoas que residem junto ao Monumento tenham as varandas engalanadas para a homenagem, assim como convida todos os Portugueses e Portuguesas a associaremse a este acto simbólico.

Embarcar n’ Os Lusíadas centou, apontando aquele homem de um só olho. Às vezes abria o livro e lia para eu ouvir. Acabei por saber de cor os primeiros versos, antes mesmo de aprender a ler: As armas e os barões assinalados Que de ocidental praia lusitano Por mares nunca dantes navegados Passaram ainda além do Taprobana, Em perigos e guerras esforçados Mais do que prometia a força humana, E entre gente remota edificaram Novo Reino, que tanto sublimaram;

Manuel Alegre Poeta e deputado

Quando eu era criança, lembro-me de ver na minha casa e nas casas de pessoas de família ou amigas, normalmente na sala de visitas, um livro grande, encadernado, que se destacava de todos os outros. Nem sempre era da mesma cor, mas em todos eles havia o desenho de um homem com uma coroa de louros na cabeça e uma pala num olho. Um dia perguntei que livro era. – Este livro chama-se Os Lusíadas, é o nosso livro – disse meu pai – o livro dos portugueses. Foi escrito por Luís Vaz de Camões, o maior poeta português, acres-

Eu não sabia o que aqueles versos queriam dizer, mas gostava da música, uma música que para sempre ficou no meu ouvido. Mais tarde ensinaram-me que a “ocidental praia lusitano” é Portugal, “os mares nunca dantes navegados”, aqueles mares que eram desconhecidos até as naus portuguesas terem revelado o seu segredo, “Taprobana”, o nome antigo dado por gregos e romanos à ilha de Ceilão, actual Sri Lanka, e o “Novo Reino”, aquele conjunto de terras onde os portugueses foram chegando e acabariam por constituir o império português. Nessa altura já eu tinha aprendido a diferença entre o ritmo dos versos de Os Lusíadas e dos sonetos e os de «Perdigão perdeu a pena». Os primeiros são decassílabos, versos de dez sílabas. Os segundos têm a

medida tradicional portuguesa, são versos de sete sílabas. A minha primeira relação com Camões foi uma relação de culto. Dizer Camões era a mesma coisa que dizer Poesia e dizer Portugal. Meu pai explicou-me que as figuras máximas de outros povos eram reis, santos, guerreiros. A nossa era um poeta.

A “O meu primeiro Camões”: de Manuel Alegre, com ilustrações de André Letria; da editora Dom Quixote

- Um país não se faz só com vitórias militares – dizia ele. Faz-se com livros. O território pode ser ocupado, um livro como Os Lusíadas não. Mesmo quando perdemos a independência, não deixámos de ser nós mesmos nem de falar a nossa língua. Já tínhamos Os Lusíadas. E um povo que tem um livro assim nunca deixa de ser um povo ssoberano. É o nosso bilhete de identidade, é o nosso livro. E dizia «o nosso livro» com os olhos húmidos, como se fosse o livro sagrado dos m portugueses. p No 5.º ano do liceu, que corresponde hoje aao 9.º ano, vi «o nosso livro» a ser dividido em orações. Era assim que se estudava: d ssujeito, predicado, complemento directo, oração assim, oração assado, uma chatice. o Em vez de se viajar com os versos de PoE eta, dividia-se Os Lusíadas em orações. E e matava-se a música, perdia-se o encanto e m o gosto de ler «o nosso livro». (…) Foram precisos alguns anos para me ree encontrar com Os Lusíadas. Li-os como q quem viaja de estrofe em estrofe. E é o que v vos convido a fazer: embarcar n’Os Lusíad das e descobrir outra vez, de verso em versso, com Vasco da Gama, o caminho maríttimo para a Índia. Mas não só. Viajar pela n nossa História. Os Lusíadas são uma epop peia, ou seja, uma narrativa de feitos históricos. Camões segue o modelo clássico, lati-


FALTAM 19 DIAS | COMEMORAÇÕES 7

Nove séculos de História na exposição 12.21 A adesão das escolas e jardins de infância às comemorações do Dia de Portugal e de Camões estão a superar todas as expectativas, com inúmeras iniciativas dedicadas à obra de Luís de Camões que serão apresentadas na cidade. Vai ser lançada em breve uma edição sobre Os Lusíadas de Luís de Camões, para ser distribuída pelos mais jovens. O livro é da autoria do conhecido autor de literatura infanto-juvenil José Jorge Letria, com ilustrações de Terumi Moriyama. A Exposição “Portugal 12.21: Identidade” vai ter

lugar na Sala dos Actos do Seminário. A exposição será dedicada a quatro grandes temas: identidade, território, cultura, religião e linguagem. Vamos poder observar um documento, acompanhado de um objecto de cada um dos séculos da nossa História, desde o século 12 ao século 21. O século XX terá a Constituição da República de 1911 e uma pintura em têmpera de Vieira da Silva sobre o 25 de Abril, e o século XXI estará representado pelo cunho da primeira moeda do Euro e, ao que apurámos, por um exemplar do Acordo Ortográfico.

no e grego. Mas, ao contrário dos poemas épicos de Homero e Virgílio, não conta uma história inventada de heróis que nunca existiram, propõe-se (e é assim que começa o Canto I) cantar “armas e os barões assinalados”, ou seja: os feitos e as navegações de homens verdadeiros. O herói d’Os Lusíadas é um herói colectivo, é o próprio povo português. Depois da proposição segue-se a invocação. Camões pede às ninfas do Tejo “um novo engenho ardente”, “um som alto e sublimado”, “um estilo grandíloquo e corrente”, “uma fúria grande e sonorosa”, para que a história que vai contar “se espalhe e

A cidade em obras Os principais espaços públicos da cidade onde vão decorrer as cerimónias do 10 de Junho estão a beneficiar de obras de melhoramentos. Por toda a cidade é visível a azáfama de trabalhadores no embelezamento e recuperação de edifícios. Isso mesmo foi observado pelo presidente das Comemorações do Dia de Portugal, António Barreto, que

se conte no universo”, “se tão sublime preço cabe em verso”. Dirige-se a D. Sebastião, a “bem nascida segurança / da lusitana antiga liberdade”. Não é propriamente uma dedicatória, mas um incitamento a que o Rei, “maravilha fatal do nossa idade”, siga o exemplo dos “feitos valorosos” que ele vai contar e, inspirado por eles, vá combater a “moura lança”. É inegável que o Poeta pretendeu estimular o Rei a lutar pelo “aumento da pequena Cristandade”. (…) Mas, no preciso momento em que termina o poema a que Cervantes, a maior figura da literatura espanhola, chamaria «o Tesouro do Luso», Camões parece adivinhar um vício que pelos séculos permanecerá: a mesquinhez, a Inveja, a ingratidão. Algo que está em contradição com a grandeza de História e que é bom que as novas gerações eliminem da nossa vida. Convém, por isso, fixar e meditar nestes versos de Camões, dos mais belos e tristes que em português se escreveram: Não mais, Musa, não mais, que a lira tenho Destemperada e a voz enrouquecida, E não do canto, mas de ver que venho Cantar a gente surda e endurecida. O favor com que mais se acende o engenho Não no dá a pátria, não, que está metida No gosto da cobiça e na rudeza Duma austera, apagada e vil tristeza.

veio a Santarém, esta quarta-feira, para se reunir com os elementos da Comissão Nacional Lurdes Asseiro, Pedro Canavarro e Garcia Correia, o presidente da Câmara Moita Flores e a comissão técnica local. Vítor Gaspar, coordenador geral da comissão técnica local das comemorações, disse a O Ribatejo que as maiores intervenções estão a ser realiza-

das nos locais estratégicos onde terão lugar as comemorações. “A maior parte das obras estão a ser realizadas pelo Município, mas também há alguns proprietários que estão a acompanhar este esforço”. A intervenção de maior vulto na cidade é o alcatroamento do Campo Infante da Câmara. Ali vai ter lugar a parada militar com 3000

tropas dos três ramos das Forças Armadas, perante uma bancada com cerca de 200 metros de comprimento. Vítor Gaspar sublinha que esta obra ficará para o futuro próximo, servindo para criar as condições há muito exigidas para o mercado quinzenal e para parque de estacionamento, em especial durante o Festival Nacional de Gastronomia.


O Ribatejo

8

22 | Maio | 2009

santarém

D DECO ensina a poupar energia

O novo espaço da DECO – Delegação Regional de Santarém vai ser inaugurado no dia 25, com uma sessão de informação e debate sobre energia e alterações climáticas, às 16 horas, com o apoio do Centro de Informação Europeia Jacques Delors.

ENCONTRÃO ACADÉMICO DO LICEU SÁ DA BANDEIRA

A A “velhinha” fonte do Rossio em Pernes foi de novo um importante ponto de abastecimento de água da freguesia e arredores

Esgotos contaminam água de Pernes “Negligência”∑ Moita Flores promete ser “impiedoso” a punir responsáveis dos serviços municipalizados A água potável voltou às torneiras das casas das populações de Pernes, S. Vicente do Paul e Achete. Depois de mais de uma semana a beber água de garrafões e sem poder quase tomar banho, estas populações estão de novo abastecidas com água potável. Quem o garante são o presidente da Câmara de Santarém, Moita Flores, assim como o delegado de saúde de Santarém, Hélder Mendes. O pesadelo destas populações começou no dia 10 quando vieram subitamente a água ser cortada. Tudo porque horas antes, no dia 9, tinha sido detectada uma contaminação do furo de água potável com águas provenientes dos esgotos. Mas a situação não era nova porque o mau cheiro, sobretudo na zona baixa de Pernes, já se fazia sentir há vários meses. Feitos os exames e detectada a situação, os técnicos da empresa Águas de Santarém descobriram que as águas dos esgo-

tos de Pernes tinham ido contaminar o furo de água potável. Após fecharem o furo e o abastecimento de água, procederam à limpeza de outros dois furos existentes na freguesia que passaram a abastecer a população entre terçafeira, dia 12 e quarta-feira, dia 13. O problema é que injectaram cloro em grande quantidade no sistema e isto provocou problemas de gastroenterites, diarreias e vómitos na população que acorreu em massa

aos centros de saúde e também ao hospital de Santarém. Mas já antes, no fimde-semana de 9 e de 10 de Maio existiram casos de pessoas com estes sintomas. Um problema de saúde pública que poderia ter tido outras consequências caso a água contaminada tivesse continuado a ser consumida. Com o agravar do número de casos, o delegado de saúde de Santarém, Hélder Mendes, ordenou o corte da água, já depois do abastecimento ter sido res-

tabelecido mas com cloro a mais na água, o que provocou diarreias e mal-estar.

“Evitou-se uma tragédia”

∑ “Evitou-se uma tragédia. Centenas ou mesmo milhares de pessoas estiveram em risco por uma negligência dos antigos serviços municipalizados da Câmara de Santarém”, afirmou Moita Flores em conferência de imprensa realizada esta semana. Por isto, o presidente da Câmara diz que já ordenou a abertura de um processo de averiguação para saber quem acompanhou o processo nos serviços municipalizados na altura. “Vou ser impiedoso com quem tiver culpa neste processo”, afirmou, acrescentando que exige a punição de “responsáveis políticos e técnicos”. “Houve negligência com dolo neste caso e não sou capaz de ser piedoso com tal maldade, com quem tratou com desprezo algo tão essencial como é o abastecimento de água”, disse ainda Moita Flores.

Entupimento dos esgotos causou o problema Tudo se deveu ao entupimento dos esgotos de Pernes o que acabou por provocar um refluxo dos detritos para dentro da zona do furo. Isto porque as chamadas “caixas de visita” (tampas) do sistema não estavam visíveis e não eram “visitadas” há muito tempo para se proceder

ao seu desentupimento. Uma situação que se arrasta desde 2002/2003 quando as empresa Estradas de Portugal fez obras na estrada N3 e tapou com uma camada de 20 centímetros as referidas tampas. “Nessa altura não acompanhámos o processo e deixámos que isto acontecesse. Descobrimos agora tampas que os nossos técnicos nem sabiam que existiam”, referiu o presidente. O furo contaminado foi fechado e são os outros dois que estão agora a fornecer as populações destas freguesias. Moita Flores exigiu também uma análise exaustiva a todo o sistema de águas do concelho para se certificar que casos como estes não se repetem. Vai ser ainda feito uma análise deste furo de Pernes que está inactivo para determinar o grau da sua contaminação.

O2º Encontrão Académico do Liceu/ Escola Secundária Sá da Bandeira em Santarém, vai realizar-se no sábado, dia 23. O evento é organizado por José Menino Cargas (telef. 214193365), Aristides Dias (telem.. 966095816) e Mário Cardoso (218514237). O programa começa às 10 horas com uma concentração no Largo do Seminário, seguindo-se a missa na Sé Patriarcal, por intenção de antigos professores e alunos falecidos, celebrada por monsenhor Manuel Maria Henriques. A cerimónia de abertura do encontro terá lugar na Sala dos Actos da Diocese, presidida pelo Prof. Veríssimo Serrão. Ao meio-dia, haverá uma visita ao Liceu/Escola Secundária, seguindo-se o almoço.

HOMENAGEM À PROFESSORA FÁTIMA PIRES A Escola Secundária de Sá da Bandeira vai realizar, no dia 29, pelas 20 horas, no Santarém Hotel, um Jantar de Homenagem à professora Maria de Fátima Oliveira Pires. As inscrições estão abertas através do Telefone: 243 304010 ou por e-mail: sa.bandeira@ essb.pt.

MARVILA VOTA NA ESCOLA GINESTAL MACHADO Os eleitores de Marvila vão votar, no dia 7 de Junho, nas eleições para o Parlamento Europeu, na Escola Secundária Ginestal Machado, em lugar do local habitual que é a Casa do Campino. A alteração do local de voto é a título excepcional, apenas neste acto eleitoral, devido à realização na Casa do campino das comemorações do 10 de Junho.


SANTARÉM 9

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

CONFERÊNCIA SOBRE DOENÇAS AUTO-IMUNES NO HOSPITAL

A O Governo respondeu às questões levantadas pela deputada Luísa Mesquita no Parlamento sobre a candidatura para obras no Hospital

Hospital à espera de obras Governo responde ∑ Candidatura para obras no Hospital continua à espera de aprovação A candidatura apresentada ao Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) pelo Hospital de Santarém para ampliação e remodelação do Serviço de Urgência, obra da ordem dos seis milhões de euros, ainda aguarda aprovação, confirmou o Ministério da Saúde. Em resposta a uma pergunta da deputada independente, Luísa Mesquita, o Ministério da Saúde afirma que a candidatura apresentada pelo Hospital Distrital de Santarém (HDS), que prevê uma comparticipação comunitária de 4,3 milhões de euros e 1,85 milhões de euros de financiamento nacional, aguarda ainda aprovação. No requerimento, que entregou em Fevereiro no Parlamento, a deputada lembrava que o Serviço de Urgência do HDS, construído em 1985, foi dimensionado para 150

atendimentos/dia, e actualmente ultrapassa, em média, os 300.Luísa Mesquita referia ainda o facto de o HDS possuir 416 camas para internamento, onde trata anualmente 17.000 doentes, muitos deles idosos que poderiam ficar em Unidades de Cuidados Continuados, pelo que questionou quantas destas camas estarão disponíveis este ano na região.

Serviço de urgência atende o dobro dos doentes

Segundo o Ministério da Saúde, na zona de influência do HDS existem apenas 47 camas de Unidades de Cuidados Continuados, 15 de média duração da Liga dos Amigos do Hospital de Santarém e 15 camas de convalescença e 17 de média duração da Misericórdia do Entroncamento. No âmbito do Projecto Modelar, foram aprovados

projectos de valor superior a dois milhões de euros para unidades das Misericórdias de Santarém, Coruche e Entroncamento, bem como para alargamento da unidade da Liga dos Amigos do Hospital, “totalizando mais 136 camas nas várias tipologias”, afirma o Ministério. Na resposta à deputada, o Ministério reafirma ter como prioridade para

∑ No requerimento, que entregou em Fevereiro no Parlamento, a deputada lembrava que o Serviço de Urgência do HDS, infra-estrutura construída em 1985, foi dimensionado para 150 atendimentos/dia, sendo que actualmente ultrapassa, em média, os 300. A deputada atribuiu a grande afluência ao Serviço de Urgência do HDS ao insuficiente número de recursos humanos dos cuidados básicos de saúde, sobretudo nos concelhos do Sul do distrito, questionando quantos utentes dos concelhos servidos pelo hospital de Santarém estão sem médico de família. Na resposta, o Ministério afirma que 36.217 pessoas dos concelhos de Almeirim, Alpiarça, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Rio Maior, Salvaterra de Magos e Santarém estavam sem médico de família no final de 2008.

este ano o reforço do apoio domiciliário, permitindo a recuperação dos utentes no seu meio familiar, acrescentando que actualmente 28 Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) têm equipas de Cuidados Continuados Integrados, sendo objectivo a existência de pelo menos uma equipa em cada ACES. A deputada quis ainda saber do projecto do HDS para a remodelação do serviço de consulta externa do Departamento de Cirurgia e a ampliação do Bloco de Partos, que integram a mesma estrutura do Serviço de Urgência. O Ministério assegura que, com a realização das obras no Serviço de Urgência, “será possível uma intervenção ao nível da consulta externa do Departamento de Cirurgia e no Bloco de Partos”, estando previsto que o hospital apresente uma candidatura para o efeito em 2010.

É O Hospital de Santarém vai ser palco da “I Reunião de Doenças Auto-Imunes do Hospital de Santarém”, no próximo dia 28. O encontro incluirá uma palestra pelo Dr. Jorge Custódio. O conhecido historiador de Santarém e ex-director do Convento de Cristo em Tomar irá proferir a conferência de abertura denominada “História Hospitalar de Santarém: da assistência à atitude médica”. Organizada pelos médicos da Consulta de Doenças Auto-Imunes do Serviço de Medicina Interna III do Hospital Distrital de Santarém, esta reunião de carácter científico é dedicada a médicos dos centros de saúde do distrito de Santarém e está em divulgação nos meios especializados e nos sites da internet em www.nedai.org e www. spmi.pt. A sessão de abertura está marcada para as 9h00 e estará a cargo de Margarida Cabrita, médica do Hospital de Santarém e presidente das jornadas. Entre as várias palestras, destaque para os temas “auto-imunidade, perspectiva histórica”, pelo Dr. Carlos Ferreira, da Faculdade de Medicina de Lisboa, “Quando pensar numa doença auto-imune?”, pela Drª Maria José Serra, do Hospital dos Capuchos de Lisboa, “A experiência da consulta externa de doenças autoimunes do Hospital de Santarém, pelo Dr. João Matos Costa, do Hospital de Santarém,, “Doenças hemato-oncológicas”, pelos Drs. José Pedro Andrade e Lucita Alvarez, do Hospital de Santarém, e “risco cardiovascular e doenças auto-imunes”, pelo Dr. José Delgado Alves, da Faculdade de Medicina de Lisboa.


O Ribatejo

10 SANTARÉM CENTENÁRIO DE SOEIRO PEREIRA GOMES EM PERNES A Comissão Concelhia do PCP de Santarém comemora o centenário do nascimento do escritor Soeiro Pereira Gomes, no dia 24, com uma visita ao Moinho dos Rodeados, onde o escritor viveu na clandestinidade, uma sessão solene e a inauguração de uma exposição sobre Soeiro Pereira Gomes na Biblioteca de Pernes.

ANTÓNIO CARMO APRESENTA CANDIDATURA O candidato do PS à Câmara Municipal de Santarém António Carmo vai apresentar a sua canddidatura na sexta-feira, dia 22, no IPJ em Santarém. A sessão deverá contar com as presenças de dirigentes naconais, distritais e concelhios do PS, entre os quais se destaca José Vieira da Silva, ministro do Trabalho, e o mandatário João Correia.

22 | Maio | 2009

Sapateiro aceita levar oficina para o mercado Acordo à vista ∑ Joaquim Rodrigues desiste de pedido de indemnização de 60 mil Joaquim Rodrigues decidiu aceitar a decisão da Câmara Municipal de Santarém no sentido de transferir a sua oficina de reparação de calçado e de duplicação de chaves no actual espaço no parque de estacionamento nas traseiras do seminário para uma loja no mercado diário de Santarém. Joaquim Rodrigues desiste do pedido de indemnização de 60 mil euros por abandonar o local conde exerce o ofício há 27 anos, mas coloca algumas condições à autarquia. Entre outras condições, Joaquim Rodrigues pretende manter a renda actual de 56 euros mensais, a loja terá de possuir instalação eléctrica trifásica,

boa iluminação, água canalizada, um balcão, portas com sistema de abertura eléctrico, devido à sua deficiência física (perdeu uma perna numa acidente de comboio), acesso na rua para os carros dos clientes e a mudança do recheio ficar por conta da autarquia. “Se não chegarmos a acordo, teremos de ir por outras vias, porque não se destrói a vida a ninguém, e mais grave ainda a uma pessoa portadora de uma grande deficiência, e que construiu a sua vida durante 27 anos e agora é confrontado com a necessidade de voltar à estaca zero”, escreveu Joaquim Rodrigues, na resposta à Câmara de Santarém.

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SANTARÉM

EDITAL 06/2009 ANTÓNIO JÚLIO PINTO CORREIA, PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DO CONCELHO DE SANTARÉM: TORNO PÚBLICO que, de harmonia com o artigo 91º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei 5-A/2002, de 11 de Janeiro, na Sessão Ordinária iniciada a 29 de Abril de 2009 e concluída no dia 8 de Maio de 2009, foram tomadas as seguintes deliberações: APROVAR A PROPOSTA “CENTRO ESCOLAR DO JARDIM DE BAIXO – DECLARAÇÃO DE INTERESSE PÚBLICO MUNICIPAL”. ¾APROVAR O CONTRATO PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE BENS FUTUROS A CELEBRAR ENTRE ESTAMO – PARTICIPAÇÕES IMOBILIÁRIAS, S.A. E O MUNICÍPIO – AQUISIÇÃO DO EXESTABELECIMENTO PRISIONAL DE SANTARÉM. ¾APROVAR A PROPOSTA DE CRITÉRIOS DE IMPUTAÇÃO DOS ENCARGOS COM PESSOAL DA CIMLT AOS MUNICÍPIOS ASSOCIADOS. ¾APROVAR A PROPOSTA DE REGULAMENTO DE AFIXAÇÃO DE PUBLICIDADE. ¾APROVAR A PROPOSTA DE REGULAMENTO DE OCUPAÇÃO DA VIA PÚBLICA COM ESPLANADAS E MOBILIÁRIO URBANO ¾APROVAR A PROPOSTA DE REGULAMENTO MUNICIPAL DE EDIFICAÇÃO E URBANIZAÇÃO (RMEU) DO MUNICÍPIO DE SANTARÉM. ¾APROVAR A PROPOSTA DE REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DO MUNICÍPIO DE SANTARÉM. ¾APROVAR O RELATÓRIO DE GESTÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM E BALANÇO SOCIAL REFERENTES AO ANO DE 2008. ¾APROVAR A PROPOSTA DE NOMEAÇÃO DE AUDITOR EXTERNO DO MUNICÍPIO DE SANTARÉM PARA O ANO DE 2009. ¾APROVAR A PRIMEIRA REVISÃO AO ORÇAMENTO E GRANDES OPÇÕES DO PLANO DO MUNICÍPIO DE SANTARÉM DE 2009. ¾APROVAR A PROPOSTA DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE DE REABILITAÇÃO URBANA (SRU) – LT, SOCIEDADE DE REABILITAÇÃO URBANA, EM. ¾ APROVAR A PROPOSTA DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE DE GESTÃO URBANA (SGU) – STR-URBHIS – SOCIEDADE DE GESTÃO URBANA DE SANTARÉM, EM, SA. ¾APROVAR A PROPOSTA DE CONSTITUIÇÃO DA EMPRESA MUNICIPAL DE CULTURA E TURISMO – CUL.TUR – EMPRESA MUNICIPAL DE CULTURA E TURISMO DE SANTARÉM, EEM. ¾APROVAR A PROPOSTA DE ACTUALIZAÇÃO DA TABELA DE TAXAS ANEXA AO REGULAMENTO DO COMPLEXO AQUÁTICO E PISCINAS MUNICIPAIS PARA O ANO DE 2009. PARA QUE CONSTE E DEVIDOS EFEITOS, será este EDITAL afixado nos locais do costume e publicado nos jornais da região. Assembleia Municipal de Santarém, 12 de Maio de 2009 O Presidente da Assembleia Municipal António Pinto Correia

A Joaquim Rodrigues aceita loja no mercado

TARDES DO EMPREGO JUNTA EMPRESAS E CANDIDATOS A Câmara Municipal de Santarém, através da Bolsa de Emprego, em parceria com a PMEConsult, vão lançar as “Tardes do Emprego”. Esta iniciativa, que tem início na próxima quarta-feira, dia 27, vai ter continuidade na última quarta-feira de cada mês, das 14h00 às 18h30, no espaço de exposições da Sala de Leitura Bernardo Santareno (antigo Ginásio do Seminário). O objectivo é promover o diálogo e uma relação mais estreita, entre potenciais candidatos a um emprego e entidades empregadoras. As Tardes do Emprego contam ainda com a parceria do Centro de Emprego e do Centro Regional de Segurança Social. Este evento tem como objectivo principal a promoção do emprego na região de Santarém.


SANTARÉM 11

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Semana africana anima Santarém

A Os acidentes ocorreram em S. Domingos e na Ponte D. Luís, sentido Santarém - Almeirim

Atropelamentos provocam mais duas vítimas mortais Risco ∑ Idosa tenta atravessar fora da passadeira e é colhida por viatura ligeira Dois atropelamentos ocorridos no espaço de 30 minutos provocaram duas vítimas mortais, na terça-feira, 19 de Maio. O primeiro acidente ocorreu às 9h50, quando uma mulher de 73 anos tentou atravessar a rua Actriz Alda Luís, entre as rotundas de S. Domingos e do Feira Nova, por baixo do viaduto da Rua O, onde não existe qualquer passadeira. Ermelinda Bento, que residia em Alcanede, teve morte imediata ao ser colhida por um Mercedes que, segundo uma testemunha ocular, não circulava em excesso de velocidade. “O carro até vinha devagar, mas o condutor, talvez por se tratar de um local escuro, não se apercebeu que a senhora estava a atravessar a estrada”, referiu o mesmo homem

ao nosso jornal, pedindo para não ser identificado. A septuagenária vinha do Feira Nova, onde tinha ido às compras, e ia ao encontro do marido e da neta, que foram a uma consulta ao hospital. No tabuleiro da ponte D. Luís, no sentido Santarém – Almeirim, às 10h13, o condutor de uma bicicle-

ta morreu atropelado por uma viatura ligeira. Francisco Sousa, de 62 anos, foi transportado em estado crítico ao Hospital de Santarém, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu duas horas depois. A condutora, que está grávida, ficou em estado de choque e foi também transportada ao hospital.

Idoso morre atropelado em Benavente

∑ No mesmo dia, às 7h50, Filipe Teles, um agricultor reformado de 82 anos morreu atropelado ao tentar atravessar a EN118 na Várzea de Benavente. Foi colhido com grande violência, tendo sofrido lesões muito graves na cabeça. O óbito foi declarado no local, que está referenciado como um dos pontos negros da EN118.

A violência do impacto provocou grandes estragos na dianteira da viatura e a bicicleta foi arrastada cerca de 100 metros. Ainda permanecia debaixo do carro à chegada dos elementos do Núcleo de Investigação Criminal da Brigada de Trânsito da GNR, que está a investigar as circunstâncias que deram origem ao acidente. A vítima residia na Ribeira de Santarém. O socorro foi prestado pela Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do hospital de Santarém e pelos bombeiros voluntários de Almeirim, que enviaram duas ambulâncias e uma viatura de desencarceramento ao local.

A Semana Africana, este ano intitulada “Abraço a África”, que decorrerá de 26 a 30 de Maio, no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém encerrando com um jantar africano, desfile e baile, no dia 31, pelas 20h00, na Casa da Chã. A Semana Africana é organizada pelos alunos da disciplina de Literatura e Cultura Africana dos PALOP da Universidade da Terceira Idade de Santarém com a colaboração dos alunos dos PALOP do Instituto Politécnico de Santarém. A inauguração da Semana Africana terá lugar no 26, às 17h00, terá lugar no Bar Galeria, com a abertura da exposição de artesanato e pintura dos alunos da UTIS, seguindo-se às um atelier de trancinhas e a projecção de DVD sobre as semanas africanas de 2006 a 2008, e às 21h00 haverá música africana com o grupo “Fidjo de Raíz” (Santarém) e Gastronomia Africana. No dia 27, quarta-feira, às 10h00, haverá contos africanos para escolas básicas e às 18h00 uma exposição de livros e CD´s de autores africanos.

No dia 28, às 10h00, haverá uma sessão de contos africanos para crianças de jardins-de-infância, e às 16h00 um atelier da oficina de máscaras, às 20h00 um atelier de dança africana e às 21h00 uma projecção de slides sobre África e comentários, seguindo-se às 21h30 um espectáculo de música africana com “Ivan e Jackilson (Lisboa) e Pepe” (Santarém) e gastronomia africana. No 29 , às 16h00 continuará o atelier oficina de máscaras às 17h00 um torneio de Oril e Damas, às 20h00 a projecção de vídeos sobre África, às 21h00 um concerto de música africana com “Lupi” (Coimbra); “Danilo” (Porto); “Lulas” (Caldas Rainha) e gastronomia africana. No dia 30, às 16h00 a tarde de literatura africana contará com a participação de escritores africano, às 17h00 música e dança pelas Senhoras Batucadeiras da Associação Moinho da Juventude do Bairro da Cova da Moura, às 21h45 um concerto de música africana com “Bilas” (Porto) e gastronomia africana.

Casa da Europa com debate sobre eleições europeias A Casa da Europa vai promover o único debate sobre as eleições europeias no distrito de Santarém para o qual foram convidados 13 candidatos às eleições para o Parlamento Europeu. A CER - Casa da Europa do Ribatejo vai promover, no dia 3 de Junho, pelas 21 horas, no auditório da Assembleia Distrital em Santarém, um debate sobre as eleições europeias para o qual foram convidadas todas as forças politicas candidatas ao PE, sem qualquer excepção.

Para o Presidente da CER, Bruno Antunes, este será “o contributo da Sociedade Civil para o esclarecimento do acto eleitoral que se avizinha” sobretudo “sobre a importância e o papel do Parlamento Europeu no quotidiano”. O objectivo da Casa da Europa é promover um debate pluralista sobre a eleição para o Parlamento Europeu, naquela que será a derradeira semana de campanha eleitoral, uma vez que a eleição se realiza a 7 de Junho. A entrada para o debate é livre.


O Ribatejo

12 SANTARÉM DIA DOS VIZINHOS EM SANTARÉM Santarém volta a aderir ao Dia Europeu dos Vizinhos. A festa realiza-se na próxima terçafeira, dia 26, na Ribeira de Santarém, a partir das 20h00, com a música de Pedro Melão. A Câmara Municipal de Santarém, entidade organizadora da Festa, que conta com a colaboração da Junta de Freguesia de Santa Iria da Ribeira de Santarém e do Teatro Clube Ribeirense, oferece um churrasco (carne e pão), dinamizado pelo Teatro Clube Ribeirense, e um insuflável onde os mais pequenos podem brincar, convidando os munícipes a associarem-se à iniciativa e levarem um doce, salgado, ou bebidas, para partilhar com os vizinhos. A autarquia organiza também uma festa do Dia dos Vizinhos, na freguesia da Azóia de Cima, no dia 26. No final do dia de trabalho, a população juntase para jantar e conviver, com animação musical para todos.

22 | Maio | 2009

Prova de dressage da Escola Superior Agrária de Santarém Equitação ∑ Primeira prova de dressage da ESAS serviu de divulgação à modalidade e ao cavalo Sorraia O cavaleiro Marco Boavida foi o vencedor da 1ª prova de dressage organizada, no sábado, pela Escola Superior Agrária de Santarém (ESAS). O cavaleiro venceu na categoria P3 (preliminar 3). O concurso contou com a participação de 23 concorrentes, dos quais 9 jovens em representação da escola de equitação da ESAS. No segundo lugar ficou Felipe Cunha, seguido de Inês Marques, Diogo Agostinho, Ana Frade, João Pardal, Maria Esteves, Giogo Agostinho, Inês Cunha, Luís Carvalho, Ricardo Melo, Inês França e Catarina Franca. Em P1 a vencedora foi Filipa Fidalgo, seguida de Maria Garrotes, Duarte Pardal, José Pardal, Daniel Nunes, Duarte Figueiredo, Adélia Nunes

e Margarida André. Paulo Pardal, professor da Escola Superior Agrária e responsável da escola de equitação a funcionar na ESAS, afirmou que o objectivo desta primeira prova foi a divulgação da modalidade da equitação e do cavalo Sorraia, raça equina mais ameaçada de extinção, com apenas 200 exemplares em todo o mundo, dos quais sete fazem parte do núcleo da Escola Superior Agrária que participa num projecto para a preservação desta raça portuguesa. “Foi também uma oportunidade de confraternização para os alunos e pais da escola de equitação que está aberta à comunidade, e os interessados podem inscrever-se através da página da Escola Superior

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

A A prova serviu para divulgar o cavalo Sorraia Agrária na internet”, afirmou o professor. “Além dos 50 alunos, a Escola tem ainda protocolos com a Escola EB 2,3 Alexandre Herculano, no âmbito do

desporto escolar, com a Associação Portuguesa dos Amigos do Cidadão Deficiente Mental, do Vale de Santarém, e ainda um acordo com a Mi-

sericórdia de Rio Maior, para crianças de 4 e 5 anos.

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 2089200501044265 AP

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 2089200301000896 AP

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

2ª PUBLICAÇÃO

2ª PUBLICAÇÃO

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes do executado OCTÁVIO MANUEL HORTA DA SILVA COTRIM, solteiro, maior, com domicílio fiscal na Rua Santo António – Grainho 2000-000 Santarém, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do bem a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art. 240º, CPPT) e que foi penhorado em 3 de Setembro de 2007 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas de Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e Coimas Fiscais (CF), dos anos 2003 a 2005, no montante actual de 6.079,94 €, sendo 4.622,13 € de quantia exequenda e 1.457,81 € de acréscimos legais.

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes do executado EDGAR RAMOS PEREIRA, divorciado, que foi casado com ANA MARIA PIRES DE MATOS PEREIRA, também executada nos autos, ele com domicílio fiscal na Rua General Humberto Delgado N 38 1 2005-154 Santarém e ela na Av. Bernardo Santareno N 25 3 Esq. 2005-177 Santarém, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do bem a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art. 240º, CPPT) e que foi penhorado em 25 de Outubro de 2006 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas de que são responsáveis respeitantes a Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS), Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e Coimas Fiscais (CF), dos anos 2000 e 2004, no montante actual de 36.273,75 €, sendo 29.809,70 € de quantia exequenda e 6.464,05 € de acréscimos legais.

BEM A VENDER Prédio urbano destinado a habitação sito na Rua 25 de Abril - Grainho, freguesia de S. Nicolau, concelho de Santarém, composto de casa de rés-do-chão com quatro assoalhadas, casa de banho, cozinha, com a área coberta de 110,00m2. Confronta de norte com serventia, de sul com Joaquim António, de nascente com Jacinta Rosa Horta e de poente com Maria Cidalina Afonso Horta Silva. Possui as seguintes CARACTERÍSTICAS: Afectação: HABITAÇÃO, Tipologia/ Divisões: T4, Nº de pisos: 1, Área total do terreno: 110,00m2, Área de implantação do edifício: 110,00m2, Área bruta de construção: 110,00m2, Área bruta dependente: 70,00m2, Área bruta privativa: 110,00m2. Inscrito na matriz em 1987 sob o artigo urbano nº 1721, da freguesia de S. Nicolau e está descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o nº 01676/20051007 – S. Nicolau. É depositário o Sr. Octávio Manuel Horta da Silva Cotrim, executado nos autos, o qual, nessa qualidade e depois de contactado na morada, o mostrará aos interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 8 de JULHO de 2009, pelas 15 horas, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art. 248º/1,CPPT) sendo o valor base para a venda de 23.653,00€, correspondente a 70% do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (art. 250º/4, CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 16 horas do dia anterior ao da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA Nº 2089.2007.105 – OCTÁVIO MANUEL HORTA DA SILVA COTRIM”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art. 892º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (art. 253º/c. CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço ou parte dele, não inferior a 1/3 do valor da venda, devendo a restante parte ser depositada no prazo de 15 dias, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se referem as verbas nºs 1 e 3 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos treze dias do mês de Maio do ano de dois mil e nove. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (João José Marcelino Tavares)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1229 de 22.05.2009)

BEM A VENDER Fracção autónoma designada pela letra J do prédio urbano constituído no regime de propriedade horizontal, sito na Praceta Augusto Brás Ruivo, Nº 1, na freguesia de S. Nicolau, concelho de Santarém, cuja fracção respeita ao TERCEIRO ANDAR ESQUERDO composto de hall, quatro divisões assoalhadas, cozinha, despensa, duas casas de banho, com a área de 91,325m2 e uma arrecadação na cave com a área de 7,29m2 identificada com a letra da mesma fracção. Tem as seguintes CARACTERÍSTICAS: Afectação: Habitação, Tipologia/Divisões: 4, Permilagem: 57,70, Nº de pisos: 1, Área do terreno integrante: 00,00m2, Área bruta privativa: 91,325m2, Área bruta dependente: 7,29m2, Tipo de prédio: Prédio em Regime de Propriedade Horizontal, Nº de pisos: 8, Área total do terreno: 234,00m2, Área de implantação do edifício: 181,25m2, Área bruta privativa total: 91,325m2, Área do terreno integrante das fracções: 00,00m2. Inscrito na matriz no ano de 1988 sob o artigo urbano nº 1777 – Fracção J, da freguesia de S. Nicolau. Acha-se descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o nº 00175/231286-J (S. Nicolau). É depositário o Sr. Edgar Ramos Pereira, executado nos autos, o qual, nessa qualidade e depois de contactado na morada, o mostrará aos interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 8 de JULHO de 2009, pelas 11 horas, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art. 248º/1,CPPT) sendo o valor base para a venda de 31.563,00€, correspondente a 70% do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (art. 250º/4, CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 16 horas do dia anterior ao da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA Nº 2089.2008.217 – EDGAR RAMOS PEREIRA”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto os executados, os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art. 892º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (art. 253º/c. CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço ou parte dele, não inferior a 1/3 do valor da venda, devendo a restante parte ser depositada no prazo de 15 dias, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se referem as verbas nºs 1 e 3 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos treze dias do mês de Maio do ano de dois mil e nove. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra) (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1229 de 22.05.2009)

O ESCRIVÃO, (João José Marcelino Tavares)


SANTARÉM 13

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Novela da TVI rodada na cidade Telenovela ∑ Joana Solnado, Ruy Carvalho, Joaquim Nicolau e Maria João Abreu fazem parte do elenco A próxima novela da TVI, que ainda não tem nome definido nem data de estreia confirmada, está a ser gravada em Santarém. Para já,o nome provisório é “Correntes”,mas o nome poderá ser alterado até à data da estreia em meados de Junho. A nova aposta da TVI tem um elenco de nomes conhecidos. Joana Solnado e Diogo Amaral são os dois protagonistas, mas a lista de 46 actores inclui nomes sonantes como Ruy de Carvalho, Bárbara Norton de Matos, Pedro Lima, São José Correia, Sofia Grillo, Fernando Luís, João Perry, Joaquim Nicolau, José Carlos Pereira, Luís Esparteiro, Margarida Vila-Nova e Maria João Abreu. A novela é da autoria de Tozé Martinho, actor e escritor com raízes em Benavente, no distrito de Santarém, onde viveu parte da sua infância. A produção da novela en-

A A régie de produção da nova novela da TVI está instalada no W Shopping em Santarém volve directamente quase oito dezenas de pessoas, a que se juntam mais cerca de 30 pessoas que fazem parte da estrutura da produtora Plural Entertainmente. As gravações da nova novela da TVI estão a decor-

rer em vários locais da cidade, a maior parte junto ao Centro Comercial W Shopping, onde está instalada a régie de produção de exteriores e onde são gravadas também algumas cenas. O responsável da equipa de exteriores, Edno Furta-

do, referiu a O Ribatejo que as gravações deverão prolongar-se até final do ano. “Oitenta por cento do que se passa a nível de exteriores passa-se aqui em Santarém”, garantiu o produtor, acrescentando que “a partir de 14 ou 15 de Junho,

algumas pessoas vão reconhecer o que se passa aqui em Santarém”. Jorge Guedes

“CORRENTES”: UMA HISTÓRIA DE AMOR E TRAIÇÃO NA TVI O enredo da nova novela que está a ser rodada em Santarém baseiase numa história de amor e traição. Joana Solnado (que será “Leonor”) e Margarida Vila-Nova serão as melhores amigas, sendo o personagem interpretado por Diogo Amaral o namorado da segunda. O protagonista masculino parte para Macau e acaba por quase morrer quando é atingido pelo “tsunami” que afectou o sudoeste asiático em 2004. Fica amnésico, não se recorda do seu passado e encontra Leonor, que entretanto partiu em busca da sua mãe biológica. É amor à primeira vista mas, de regresso a Portugal, a personagem de Margarida Vila-Nova fica perplexa pois não esperava a traição da amiga. O resto é para ver a partir de Junho, na TVI.


O Ribatejo

14

região

22 | Maio | 2009

D Debate com Pacheco Pereira

Pacheco Pereira vai ser o orador principal do debate “formas de participação democrática”, que se realiza na segunda-feira, 25 de Maio, às 21 horas, na biblioteca Laureano Santos, organizado pela candidatura do PSD e CDS/PP à Câmara de Rio Maior.

lezíria do tejo

Bombeiros ensinam a salvar vidas Os bombeiros municipais do Cartaxo vão ensinar aos munícipes do concelho como intervir em casos de paragem cardíaca ou respiratória, e noutras situações em que a acção precoce pode significar o salvamento da vítima. O curso de suporte básico de vida realiza-se no próximo dia 30 de Maio, às 9

LOUÇÃ VISITA CENTRO DE SAÚDE DE ALMEIRIM

horas, no centro cultural do Cartaxo, onde decorrerá uma palestra sobre o protocolo a seguir numa situação de emergência. Segue-se às 10h30, no estádio municipal, uma acção de formação prática sobre os procedimentos e técnicas a adoptar no socorro a vítimas. As inscrições são gratuitas.

Confraria da sopa da pedra entroniza novos confrades

A Vereador aceita liderar movimento independente

Francisco Maurício é candidato MICCA ∑ Vai apresentar listas a todos os órgãos locais

Especialmente dedicado aos vinhos produzidos no concelho, o IV capítulo da Confraria Gastronómica de Almeirim realizou-se no domingo, 17 de Maio, no cine-teatro da cidade, onde foram entronizados sete novos confrades. As três adegas cooperativas locais – Almeirim, Benfica do Ribatejo e Gouxa – são agora confrades de honra, tal como a eurodeputada Jamila Madeira, que recentemente organizou uma mostra de sopa da pedra no Parlamento Europeu, e Joaquim Rosa do Céu, ex-presidente da Câmara Municipal de Alpiarça e actual presidente da Região de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo. Como confrades efectivos, com direito a usar o traje oficial, o colar e a in-

sígnia, foram entronizados Luís Gonçalves e Hugo Martins. Durante a cerimónia, todos os novos membros provaram a sopa da pedra, um copo de branco e juraram defender e divulgar os propósitos da Confraria Gastronómica de Almeirim, fundada a 14 de Maio de 2004. “Esta é a nossa festa de aniversário e o momento mais alto do ano, pois não só acolhemos novos confrades, como recebemos amigos de confrarias de todo o país”, disse ao nosso jornal o grãomestre João Paulo Simões, adiantando que este acto foi presenciado por representantes de 43 organizações gastronómicas nacionais. O capítulo terminou com um grande almoço regional para todos os convidados no salão Moinho de Vento.

Depois de vários meses de especulação, Francisco Maurício anunciou oficialmente que será candidato à Câmara Municipal de Almeirim nas próximas eleições autárquicas, liderando o Movimento Independente de Cidadãos do Concelho de Almeirim (MICCA). A decisão foi tomada num jantar realizado na sexta-feira, 15 de Maio, onde marcaram presença cerca de 45 apoiantes do actual vereador independente na autarquia. Recorde-se que Francisco Maurício começou o actual mandato como vice-presidente da Câmara, eleito na lista do PS a convite do presidente José Sousa Gomes, com quem se incompatibilizou política e pessoalmente a meio do mandato, tendo mantido desde então uma posição de ruptura total com o autarca. Ainda não são conhecidos os restantes nomes da lista do MICCA, que,

em comunicado, afirma que pretende apresentar listas em todas as freguesias e Assembleia Municipal. No jantar, foi formada a comissão promotora do movimento, a quem cabe agora recolher as cerca de 800 assinaturas necessárias para formalizar a candidatura. No primeiro encontro, estiveram presentes os principais dinamizadores do Grupo de Cidadãos em Defesa da Ribeira de Muge, um movimento popular constituído para lutar contra a instalação do Estabelecimento Prisional do Vale do Tejo na Herdade dos Gagos, Fazendas de Almeirim, casos de Aquilino Fidalgo (que integrou as listas do PS nas últimas autárquicas), Manuel Evangelista e Armindo Bento, o ex-presidente da Assembleia Municipal de Almeirim, destituído pelo próprio grupo que o elegeu após várias quezílias políticas e pessoais com

Sousa Gomes. “A política diz respeito aos cidadãos, que não podem ficar calados, sem posição, acomodados perante o comodismo político paralisante que conduziu Almeirim a uma situação de asfixia social, económica e cultural”, afirma Francisco Maurício, professor de matemática na Escola Sá da Bandeira, em Santarém, no mesmo comunicado. “Acreditamos que é possível construir um projecto de boa-governação no município, apresentando uma alternativa à actual situação de marasmo, de resignação, e de completa ausência de ideias, projectos ou propostas”, adianta ainda o cabeça de lista, que promete ainda “colocar os interesses do concelho acima de tudo e subordinar os interesses particulares e partidários aos interesses públicos e gerais”. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

A carência de médicos de família é um grave problema do país, para o qual é preciso encontrar estratégias, sublinhou Francisco Louça durante uma visita ao centro de saúde de Almeirim, onde ficou ainda a conhecer a futura sede do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Sul do distrito de Santarém. O coordenador nacional do Bloco de Esquerda e o deputado João Semedo ouviram a directora do ACES, Luísa Portugal, afirmar que os concelhos abrangidos pelo agrupamento, com 118mil inscritos, têm cerca de 30 mil utentes sem médico de família, havendo uma carência de 10 a 12 clínicos. Entre as medidas propostas pelo BE, Francisco Louçã defendeu o estabelecimento de um período de 10 anos, a contar da data de conclusão do internato de especialidade, durante o qual os médicos não se possam desvincular do Serviço Nacional de Saúde (SNS). A suspensão de licenças de vencimento no SNS por um período de cinco anos, prorrogável por igual período, e o impedimento do recurso a empresas privadas de prestação de serviços, privilegiando a contratação directa desses profissionais, são outras propostas dos bloquistas. Francisco Louçã defendeu ainda que os cerca de 2 mil jovens portugueses que estão a estudar medicina no estrangeiro devem ser aliciados a vir trabalhar para Portugal, porque “são precisos no país”.


ALMEIRIM | SALVATERRA DE MAGOS | REGIÃO 15

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Helder Esménio quer menos desemprego e mais investimento Candidato do PS ∑ “Nota-se nas pessoas de Salvaterra uma vontade de mudança” O combate ao desemprego e a captação de investimento para Salvaterra de Magos são as duas grandes bandeiras eleitorais de Hélder Esménio, o cabeça de lista do PS nas autárquicas de Outubro. “A taxa de desemprego no concelho é quase o dobro da média nacional e cerca de 60% superior à do concelho vizinho de Benavente”, afirmou o candidato independente durante a apresentação oficial da sua candidatura, no sábado, 16 de Março, em frente aos Paços do Concelho. “A próx i m a gest ão autárquica tem que dedicar uma especial atenção a este flagelo”, alertou, explicando que a promoção do emprego passa necessariamente pela captação de investimentos e pela instalação de novas empresas em Salvaterra de Magos. “Ao contrário de outros concelhos vizinhos, parece que tem havido uma perseguição aos investidores, tal é o dinheiro que a Câmara pede a quem quer instalar uma empresa”, afirmou o candidato, defendendo a abolição de várias taxas cobradas pela autarquia na emissão das licenças.

APANHADO COM 3,58 DE ÁLCOOL NUM ACIDENTE A GNR de Almeirim deteve um condutor de 42 anos que acusou uma taxa de alcoolemia de 3,58 g/l, após ter provocado um acidente de viação, na madrugada de domingo, 17 de Maio. O homem ainda tentou fugir a pé, mas caiu ao chão pouco metros à frente, devido ao estado de embriaguez. O acidente, um embate frontal ocorrido na Rua de Coruche, provocou ainda um ferido ligeiro, que seguia no carro do condutor detido.

LADRÕES ASSALTAM MARCOS DE CORREIO

A Helder Esménio é engenheiro e trabalha na Câmara Municipal há 26 anos “Vivemos um momento de emergência e precisamos de medidas de emergência”, sublinhou Hélder Esménio, que se socorreu da “frieza” de indicadores e números estatísticos para demonstrar a realidade negra que se propõe a tentar alterar. O concelho, com cerca de 20 mil habitantes espalhados por seis freguesias, tem um poder de compra 20% inferior à média de Portugal, e mais de 30% menor que

o de Benavente. Em Salvaterra de Magos, a taxa de analfabetismo é duas vezes superior à média nacional, o número de licenciados anda pela metade, e o abandono escolar é 20% superior ao de Benavente. “São números devastadores, e demonstram a ineficácia de uma gestão que governa há 12 anos e não foi capaz de mais”, frisou o candidato, para quem “as pessoas procuram outro rumo”.

Hélder Esménio é engenheiro, trabalha na Câmara Municipal há 26 anos, e distinguiu-se a nível local no associativismo, tendo passado com sucesso pelo Clube Desportivo Salvaterrense, que praticamente salvou da falência, e pela Associação Desportiva de Salvaterra de Magos. “O currículo pessoal, profissional e associativo dá-nos todas as garantias que escolhemos o homem certo para unir as pessoas e lide-

rar um verdadeiro projecto de desenvolvimento”, afirmou Francisco Madelino, o presidente da comissão de honra da candidatura. “Este concelho vive a uma velocidade lenta, e as pessoas já não acreditam que os actuais responsáveis dos cargos públicos sejam capazes de provocar uma mudança, ao contrário do Helder Esménio”, frisou. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

Três marcos dos CTT em Coruche, Salvaterra de Magos e Porto Alto foram arrombados e assaltados, na madrugada de quinta-feira, 14 de Maio, no espaço de uma hora. O primeiro assalto ocorreu às quatro da madrugada junto à estação dos correios de Coruche, onde as câmaras de vigilância registaram dois indivíduos encapuzados a cometer o crime. A GNR acredita que os mesmos sujeitos terão assaltado marcos de correio em Salvaterra de Magos e Porto Alto, concelho de Benavente, este último poucos depois das cinco da manhã.

“Na hotelaria só não tem emprego quem não quer” Mais de duas dezenas de alunos finalistas do curso de Hotelaria e Restauração da Escola Profissional de Salvaterra de Magos apresentaram na quinta-feira, dia 14 de Maio, as suas provas de aptidão profissional. Deliciosas iguarias, à vista e ao paladar, foram servidas aos muitos convidados que assistiram à prova final dos. Desde a cozinha portuguesa à mexicana, passando pela espanhola e pelos sabores do mediterrâneo, da vegetariana e da biológica, as iguarias surpreenderam a directora Salomé Rafael e mereceram o aplauso dos convidados. A hotelaria e a restaura-

ção são áreas em expansão e todos estes alunos já têm estágio garantido, como explica Salomé Rafael: “apesar da crise, nesta área têm todos emprego, assim queiram trabalhar”. A aluna Raquel Mariano, de Coruche, está a pensar ir trabalhar para fora do país e arriscar a carreira internacional. “Em Junho vou estagiar para a Finlândia e depois posso regressar ou não. Se tudo correr bem por lá, gostava de ficar”, referiu a aluna. Actualmente, o maior problema da escola de Salvaterra é a falta de instalações para receber os muitos alunos que se querem

inscrever. Existe já um projecto para obras de alargamento e está a ser estudado o financiamento. Salomé Rafael está confiante que esta nova escola deve avançar em breve mas está igualmente satisfeita com a abertura do novo curso de Hotelaria e Turismo que vai funcionar em Santarém e que vai abrir ainda antes da criação das novas instalações. Salomé Rafael lamenta os “poucos apoios” do novo quadro comunitário para esta área. Presente neste jantar gourmet, o presidente do Turismo de Lisboa e Vale do Tejo afirmou que a gastronomia tem que ser qua-

A Alunos reinventaram pratos de cozinha portuguesa, mediterrânica, entre outras lificada como um produto estratégico. “A gastronomia é hoje identificada

como um produto estratégico na perspectiva nacional da estratégia de turis-

mo, para projectar o país nesta área”, explicou Rosa do Céu.


O Ribatejo

16 REGIÃO | RIO MAIOR

22 | Maio | 2009

AGRIS PAGA MELHORAMENTOS DE ESTRADAS A Câ m a ra de R io Maior vai lançar um concurso público para a pavimentação de estradas vicinais em várias freguesias do concelho, financiadas a 75% pelo programa AGRIS. Segundo uma nota de imprensa da autarquia, os caminhos rurais que serão beneficiados situam-se nas freguesias de Malaqueijo, Asseiceira, Vale de Óbidos, Rio Maior, Alcobertas e São Sebastião, estando também incluída a ligação do lugar do Espadanal à Estrada Nacional 361, num investimento global que ronda os 340 mil euros.

DUAS FREGUESIAS COMEMORARAM BODAS DE PRATA As freguesias de Ribeira de São João e São Sebastião, no concelho de Rio Maior, assinalaram no passado sábado, 16 de Maio, o seu 25º aniversário de elevação a freguesia. Em São Sebastião, a sessão solene ficou marcada por uma homenagem a todos os presidentes de Junta e Assembleias de Freguesia, onde foi descerrada uma lápide em homenagem a Custódio da Costa Nazaré. Na Ribeira de São João, foram homenageados vários munícipes e dirigentes do movimento associativo local, tendo-se seguido uma visita às mais recentes obras na localidade, com relevo para a beneficiação da estrada que faz a ligação a Arrouquelas.

CANIL MUNICIPAL PRESTA ATENDIMENTO PÚBLICO

A Manuela Ferreira Leite visitou Rio Maior a convite da candidatura autárquica de Isaura Morais

Agricultores unânimes nas críticas ao ministro Líder do PSD ∑ Reina uma “incompetência total” no Ministério da Agricultura “Se chegar a formar governo, arranje um ministro que perceba de agricultura”, pediu um agricultor de Rio Maior a Manuela Ferreira Leite durante a visita que a líder do PSD fez ao concelho, na segunda-feira, 18 de Maio. Segundo Norberto Marques, membro da direcção da Cooperativa Agrícola de Rio Maior, quem vive desta actividade “sente que o ministro não tem sensibilidade para as questões que realmente afectam os agricultores”. Jaime Silva diz “que há milhões de euros para distribuir, mas aos agricultores não chega nada”, continua o mesmo, lamentando que

haja cada vez mais gente “obrigada” a abandonar a actividade. Manuela Ferreira Leite disse que a acção de Jaime Silva fica marcada por uma “incompetência total” e acusou o ministro de ter “destruído a máquina do ministério ao tomar opções absolutamente erradas para o sector”. Em Rio Maior a convite da candidatura autárquica de Isaura Morais à Câmara, a líder social-democrata visitou uma plantação de tomate de um dos membros da cooperativa, que conta actualmente com cerca de 4.500 associados, esteve nas salinas e participou no debate

“agricultura: oportunidade, identidade, e coesão nacional”. Segundo a presidente do PSD, “a crise é tão grave que a agricultura já nem sequer está a absorver a mão-de-obra desempregada de outros sectores, como acontecia no passado”. “É inaceitável que, numa situação de crise, se estejam a perder milhões e milhões de euros que podiam entrar no país para ajudar este sector, e que poderia ser um escape para o que se está a passar nos restantes sectores da economia”, frisou ainda Manuela Ferreira Leite. Contundente nas críticas, a responsável sublinhou

que “mesmo que se mude o ministro, a orientação é a mesma”, por isso, “é necessário mudar de política e mudar de governo”. No debate moderado por Henrique Granadeiro, João Machado, o presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), acusou Jaime Silva de, apesar de ter tido todas as condições, “nada ter feito”, limitando-se “a governar contra os agricultores, as suas organizações, e contra os funcionários do Ministério”. No seu entender, nesta legislatura, o Ministério da Agricultura foi “destruído”, gerando um “desnorte total em todo o sector”.

O canil municipal de Rio Maior, que recentemente foi alvo de obras de requalificação, vai começar a prestar um serviço de atendimento ao público feito pelo veterinário municipal entre as 10 e as 12h30, todos os dias úteis. O espaço, situado na zona industrial da cidade, tem agora mais celas para os animais, uma nova área de armazenamento para alimentos, um gabinete veterinário e uma sala de adopção de animais.

NOVO ESTALEIRO EM RIO MAIOR O novo estaleiro da Câmara de Rio Maior situa-se à saída da cidade na direcção de Fráguas, junto à Estrada Nacional 361. Os serviços técnicos já foram transferidos para o novo espaço, que dispõe de áreas para os sectores das obras municipais, serralharia, carpintaria, pintura, sinalética, mecânica, e também o sector de águas e saneamento. Existe ainda um espaço exterior para o estacionamento das viaturas do município e para arrumo de materiais. O estaleiro está preparado para a instalação de uma ligação em fibra óptica ao edifício dos Paços do Concelho e da futura Loja do Cidadão, um investimento na “eficiência informática” que “vai acelerar todos os processos e reduzir custos muito significativos”, segundo uma nota de imprensa da autarquia.


CARTAXO | ALPIARÇA | RIO MAIOR | REGIÃO 17

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Linha ferroviária pode ser lançada a concurso em 2011

A Tribunal do Cartaxo vai julgar o alegado tráfico de estupefacientes na cadeia de Vale de Judeus

14 reclusos traficavam droga no interior da prisão Denúncia ∑ Carta ao director da cadeia trama alegados traficantes Sem que lhes tenha sido apreendido um grama de droga, 14 reclusos do Estabelecimento Prisional de Vale de Judeus vão responder no Tribunal Judicial do Cartaxo por crimes relacionados com tráfico e venda de estupefacientes no interior da cadeia. O julgamento já teve data marcada, mas foi adiado para Outubro porque o Ministério Público (MP) não conseguiu determinar o paradeiro de alguns dos arguidos, entretanto devolvidos à liberdade. A investigação começou a partir de uma carta escrita ao director da prisão, a 20 de Abril de 2005, por um presidiário, que se assume como ex-toxicodependente, e que andava a ser ameaçado de morte. Durante uma saída precária, o autor da carta devia ter arranjado 750 euros para saldar dívidas antigas relacionadas com a aquisição de drogas no interior da prisão, mas não conseguiu, o que lhe valeu a perseguição dos outros presidiários. Este recluso estava já em regime de isolamento,

afastado da restante população prisional, que já o tinha por “chibo”. A troco da transferência para outro estabelecimento prisional, dispõs-se a fornecer elementos sobre quem dominava o tráfico de heroína, cocaína e haxixe, que era vendida a troco de dinheiro, tabaco, cartões de telefone e quantias depositadas por vale postal na conta corrente dos traficantes. Na carta, identifica oito arguidos a quem devia dinheiro. Em Julho de 2005, foi transferido para outro estabelecimento prisional. A partir da denúncia, entra em campo a Direcção Central de Investigação ao

Tráfico de Estupefacientes (DCITE) da Polícia Judiciária, que recolheu elementos para acusar os restantes seis suspeitos. Do processo, a que o nosso jornal teve acesso, não consta nenhuma apreensão de quaisquer drogas ou substâncias ilícitas. A investigação da PJ centrou-se sobretudo na análise dos movimentos das contas correntes dos arguidos, onde eram depositados vales postais provenientes de familiares de outros reclusos, suspeitando-se que esse dinheiro servia para pagar a droga. Além dos acusados (que negaram em sede de inquérito qualquer envol-

Américo Piçarreira é um dos arguidos

∑ Um dos arguidos neste processo é Américo Piçarreira, que em Março deste ano foi condenado pelo Tribunal de Abrantes a sete anos e seis meses de prisão por crimes de furto, detenção de arma proibida e ofensas à integridade física, cometidos durante um período em que esteve evadido da prisão.

Foi capturado em no início de 2005, quando a sua fotografia chegou a abrir os telejornais. Recorde-se que, em Janeiro de 1994, Américo Piçarreira tinha sido condenado a 20 anos de prisão – a pena máxima aplicada em Portugal, na altura – pelo triplo homicídio de uma mãe e duas crianças, na freguesia de Mouriscas, Abrantes.

vimento no tráfico de estupefacientes), os inspectores da PJ ouviram cerca de 30 familiares de reclusos, que confirmaram ter depositado vales postais, sem saber com que finalidade, a pedido dos familiares que estavam a cumprir pena. Entre os 14 arguidos, que têm entre 26 e 50 anos, estão nove portugueses, dois cabo-verdianos, dois guineenses e um ucraniano. A maioria ainda permanece no Estabelecimento Prisional de Vale de Judeus, a cumprir penas bastante pesadas. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

O concurso público para a ligação ferroviária Santarém – Rio Maior – Caldas da Rainha poderá ser lançado em 2011, segundo uma resposta do Ministério das Obras Públicas a um requerimento do deputado do PSD Feliciano Barreiras Duarte. Para o ministério, esta é a data mais provável, pois o projecto deve ter “pressupostos de avaliação exigentes”, uma vez que se trata de “uma infra-estrutura complexa e de dimensão financeira significativa”. Na resposta, o gabinete do ministro Mário Lino

adianta ainda que, durante este ano, será feita “a preparação do processo de consulta para a execução do Estudo Prévio, Avaliação de Impacto Ambiental e Projecto de Execução”, prevendo-se que as declarações de impactes ambientais decorram em 2010 e 2011. Tal como já tínhamos noticiado, a fase inicial do projecto, que incidiu sobre os “corredores passíveis de estudo para optimização”, já está concluída, estando neste momento a decorrer os estudos de viabilidade financeira do futuro corredor ferroviário.

Faleceu Álvaro Brasileiro, antigo deputado do PCP

O antigo deputado do PCP Álvaro Brasileiro faleceu na quarta-feira, 13 de Maio, aos 74 anos. Álvaro Favas Brasileiro nasceu em Alpiarça, a 2 de Março de 1935, tendo-se destacado pela sua acção política durante o Estado Novo, regime contra o qual lutou activamente. Aos 16 anos, aderiu ao Movimento de Unidade Democrática (MUD), e, anos mais tarde, em 1958, contacta pela primeira vez com o PCP, altura em que integra a comissão de apoio à candidatura do General Humberto Delgado. Em 1963, foi preso pela GNR de Alpiarça e levado para o Aljube, de onde foi depois transferido para Caxias. Julgado pelo Tribunal Plenário da Boa Hora, é condenado a 16 meses de prisão cor-

reccional e a cinco anos de perda de direitos políticos. Depois da saída da prisão, volta novamente à política, fazendo parte, em 1969, da comissão de apoio à campanha eleitoral do MDP-CDE. Em 1973, é candidato pelo distrito de Santarém nas listas do MDP-CDE para a Assembleia Nacional. Seis anos mais tarde, em 1979, Álvaro Brasileiro é eleito pela primeira vez deputado pelo PCP na Assembleia da República, que, na passada sexta-feira, 15 de Maio, aprovou por unanimidade um voto de pesar pelo seu falecimento. Quando saiu do Parlamento, em 1991, prosseguiu a intervenção cívica e política, nomeadamente na Assembleia Municipal de Alpiarça, que integrou durante vários mandatos.


O Ribatejo

18

região

D Observação de morcegos

Para assinalar o dia internacional da diversidade biológica, o Centro de Ciência Viva do Alviela, em Alcanena, vai promover uma noite de observação dos morcegos cavernícolas, na sexta-feira, 22 de Maio. As inscrições são gratuitas.

médio tejo

PEDRO MARQUES AVANÇA COMO INDEPENDENTE EM TOMAR

Pedro Marques volta a liderar uma candidatura independente à Câmara de Tomar nas próximas eleições autárquicas, com o objectivo de conquistar o município ao PSD. “Independentes por Tomar” é o nome do movimento que tem como número dois Graça Costa, que chegou a ser líder da bancada do PSD na Assembleia Municipal local. Jorge Neves, antigo presidente da extinta Região de Turismo dos Templários, é o cabeça de lista dos independentes a este órgão. “Agora é para ganhar”, disse Pedro Marques à Lusa, lembrando que há quatro anos o movimento surgiu “em cima” das autarquias (três semanas antes) e conquistou dois vereadores. António Rosa Dias, que o acompanhou como vereador nestes quatro anos, é agora o mandatário do movimento. Rosa Dias foi eleito pela CDU ao longo de vários mandatos (esteve na autarquia, com algumas interrupções, desde 1984), tendo embarcado com Pedro Marques (que já liderou o município pelo PS entre 1989 e 1997) “na quase aventura de fazer nascer um projecto de independentes”. Em três semanas recolheram 3000 assinaturas, tendo concorrido à Câmara e à Assembleia Municipal. Pedro Marques disse estar a ter, desta vez, apoios de freguesias, pelo que, na apresentação da candidatura que hoje vai fazer anunciará as candidaturas a cerca de metade das 16 freguesias do concelho.

22 | Maio | 2009

ENCONTRO DE TÉCNICOS DE TURISMO CULTURAL

A Manuel Ferreira foi socorrer o vizinho e acabou retido em casa da vítima durante hora e meia

Briga de vizinhos acaba com tiros à GNR e PSP Atingidos ∑ Disparos provocam ferimentos ligeiros nos agentes da autoridade Um militar da GNR e um agente da PSP foram atingidos por chumbos de caçadeira durante uma briga de vizinhos em Carvalhal Pequeno, Tomar, na madrugada de quarta-feira, 13 de Maio. O autor dos tiros entregou-se desarmado por volta das 2 horas da manhã, depois de ter estado quatro horas refugiado num curral da sua casa, de onde efectuou mais de 10 disparos, alguns deles na direcção das autoridades. Segundo um morador da aldeia, Manuel Ferreira, as desavenças entre os vizinhos duram há mais de dois anos, desde que Fausto B., de 68 anos, se mudou para a propriedade contígua à de José A., o autor dos disparos. “Chatearam-se porque ele estava a cortar-lhe os cedros”, contou ao nosso jornal

Manuel Ferreira. Quando o sexagenário lhe chamou a atenção, José A., de 42 anos e funcionário dos serviços de higiene urbana da Câmara de Tomar, respondeu atirando-lhe pedras. Com medo, Fau s to B. tentou fugir, mas o agressor barrou-lhe o caminho. “Ele só gritava: acudam, acudam, e nós fomos lá ver o que se pas-

sava”, continua Manuel Ferreira. Entretanto, José A. pegou na caçadeira e disparou na direcção da casa do vizinho. Manuel Ferreira, a esposa e a filha, que tinham ido socorrer Fausto B., ficaram retidos no interior mais de uma hora. A GNR também foi recebida a tiro, quando o José A. se refugiou num curral da sua propriedade. Com-

Agressor tem fama de desordeiro

∑ Segundo alguns moradores na aldeia, Fausto B. é “muito boa pessoa” e uma pobre vítima do mau temperamento do vizinho, conhecido na aldeia pela alcunha de “Diabo”. “Ele bebe uns copos a mais e depois só arma zaragatas”, disse ao nosso jornal outro vizinho, pedindo para não ser identificado.

pletamente cercado, o homem disparou vários tiros e acabou por atingir, por ricochete, um soldado que se tentava aproximar. O militar sofreu ferimentos ligeiros e foi assistido no local pelos bombeiros. Um agente da PSP, que acorreu ao local quando foram pedidos reforços policiais, foi atingido por vários chumbos na cara e assistido no Hospital de Tomar. Esta não foi a primeira agressão de José A. Há cerca de ano e meio, Fausto B. apresentou queixa na GNR de Tomar após ter sido atingido num braço com um serra-juntas, uma ferramenta pesada utilizada na construção civil. O caso resolveu-se no tribunal, que condenou José A. a pagar uma indemnização ao vizinho. João Nuno Pepino

O I encontro nacional de técnicos de turismo cultural vai decorrer no próximo dia 30 de Maio, na biblioteca municipal de Tomar. Esta iniciativa é promovida pela Associação Portuguesa de Turismo Cultural (APTC), sediada em Tomar, e visa discutir o estatuto profissional do técnico superior de turismo cultural, até agora inexistente na legislação. A APTC criou uma comissão para elaborar o estatuto-perfil dos novos profissionais licenciados na área, com o objectivo de enviar uma proposta à Assembleia da República sobre o cariz específico da sua carreira profissional. O documento final será elaborado em resultado da discussão que será realizada no dia 30. A APTC foi criada em Novembro de 2006 por alunos e licenciados do curso de gestão turística e cultural do Instituto Politécnico de Tomar (IPT). O politécnico nabantino já formou mais de 150 novos profissionais e, inclui nos três anos da licenciatura, cerca de 100 estudantes.

TOMAR ACOLHE DOIS MILHÕES DE PEÇAS LEGO Uma catedral gótica com 80 mil peças será uma das estruturas feitas com peças da Lego em exposição na 2ª edição da “Tomarlego”, que decorre de 11 a 14 de Junho em Tomar. No interior do pavilhão municipal de Tomar, numa área com 1.200 metros quadrados, vão estar dois milhões de peças da Lego, num evento que permitirá aos milhares de visitantes esperados participarem em actividades lúdicas e em concursos e também adquirir produtos relacionados com o evento.


MAÇÃO | ABRANTES | OURÉM | REGIÃO 19

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Vítor Frazão candidata-se em Ourém Cerca de 1.500 pessoas marcaram presença no jantar de apresentação da candidatura de Vítor Frazão à Câmara Municipal de Ourém nas próximas autárquicas, entre as quais o cabeça de lista social-democrata

às europeias, Paulo Rangel. O objectivo é “reforçar a maioria”, disse o próprio presidente em exercício da autarquia, no passado sábado, 16 de Maio, data em que foram também apresentados os 18 can-

didatos às assembleias de freguesia do concelho. Segundo Vítor Frazão, as prioridades do seu programa eleitoral passam pela educação, os planos de ordenamento do território, o ambiente e a requalificação urbana.

Céu Albuquerque lança comissão de honra

A Apresentação decorreu no parque urbano de S. Lourenço Francisco Fernandes é o presidente da comissão de honra da candidatura de Maria do Céu Albuquerque à Câmara Municipal de Abrantes, nas próximas eleições autárquicas. A apresentação da comissão, composta por um total de 121 elementos, decorreu no passado sábado, 16 de Maio, no parque urbano de São Lourenço, onde se ouviram discursos de apoio à actual vice-presi-

dente do executivo. “Tenho a certeza que será a primeira mulher presidente da Câmara de Abrantes”, afirmou Francisco Fernandes, para quem a candidata “tem saber próprio, profissional e já experimentado. Tem fé nos valores sociais e éticos”. No seu discurso, o presidente da comissão de honra pediu-lhe atenção ao desenvolvimento económico do concelho, à equidade

social, e à valorização dos espaços urbanos e rurais. Para Nelson de Carvalho, o ainda presidente da Câmara que tomou a decisão de não se recandidatar, a candidata tem a “capacidade de estar com as pessoas, com as organizações, faz com que o seu projecto, seja um projecto dos nossos cidadãos, das nossas organizações e da nossa comunidade”.

Ciclo de conferências dedicado às crianças “Competências para uma parentalidade positiva” é o nome da primeira conferência promovida pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Mação, no âmbito do ciclo “Eu por Ti e Tu por Mim”. Esta iniciativa realiza-se no próximo dia 30 de Maio, às 16h30, no cine-tea-

tro de Mação, com a presença de Rute Agulhas, psicóloga clínica e psicoterapeuta familiar. A segunda, sobre os temas “ser pai, ser mãe, ser filho – que relações?” e “intervenção nos problemas de comportamento” realiza-se a 20 de Junho, a partir das 14h30, com as intervenções de

Rosa Amaral e Magda Alves, duas técnicas do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil. Este ciclo de debates tem como objectivo sensibilizar pais, técnicos e comunidade para a temática das competências parentais, promovendo uma melhoria na relação entre pais e filhos.

No discurso, o candidato garantiu aos simpatizantes e militantes do PSD que a acção não se vai esgotar nas competências da autarquia. “Tudo faremos para que os 14 mil utentes do concelho de Ourém que

não têm médico de família fiquem a ter”, assegurou. Vítor Frazão tem 56 anos, é licenciado em história e mora em Fátima. Foi presidente do Movimento Pró-Concelho de Fátima e da Junta de Freguesia de Fátima.


O Ribatejo

20 REGIÃO | ABRANTES | MAÇÃO MUSEU DE MAÇÃO RECEBE UM MILHÃO EM APOIOS A Comissão Europeia vai atribuir quase um milhão de euros ao Museu de Arte Pré-Histórica de Mação, para a organização, em parceria com o Instituto Politécnico de Tomar, de um conjunto de intervenções na área da arqueologia, antropologia visual, museografia e arte contemporânea. O apoio, através dos projectos “Transformations” e X-Op”, envolve diversos países europeus e os alunos de mestrado e doutoramento que estudam arqueologia e arte rupestre em Mação. O programa inclui diversos eventos artísticos internacionais, de que se destacam o simpósio de arte para o espaço público “NoWhere”, com a presença de agentes culturais de 9 países diferentes, ou o worskhop “Mutopia”, com a presença de 18 alunos de mestrado da faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto e da Universidade de Tartu.

22 | Maio | 2009

Tecnopólo de Abrantes vai acolher “InovPoint” Obras a decorrer ∑ Incubadora de empresas será inaugurada em Junho O InovPoint vai ser uma nova valência do Tecnopolo do Vale do Tejo, em Alferrarede, que funcionará como centro de inovação, incubação e desenvolvimento de empresas. Dos três pisos centrais do novo edifício (um investimento que ronda os 1,8 milhões de euros), o primeiro vai estar concluído até finais de Junho e desde logo pronto a receber empresas. O InovPoint terá capacidade para acolher 24 micro e pequenas empresas e disponibilizará meios logísticos, materiais e humanos necessários para o seu desenvolvimento e consolidação no mercado. A criação de espaços à medida de cada empresa foi uma das preocupações dos autores do pro-

jecto, desenhado pelo atelier de arquitectura Pedro & Cecília Costa. Segundo Pedro Costa, um dos sócios deste gabinete, este conceito presidiu à concepção de todo o edifício, inclusivamente no piso térreo, com 3 blocos dedicados à ocupação ofici-

nal. É neste local que serão instalados os laboratórios da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA), prestes a transferir-se para o Parque Tecnológico de Abrantes, um espaço inovador que pretende precisamente congregar realidades distin-

tas. “Com esta coabitação, tentámos criar uma cultura científica e tecnológica que permita uma circulação entre escola e empresas”, frisou o presidente da autarquia, Nelson de Carvalho, durante uma visita às obras que estão a decorrer.

CONCURSO PREMEIA INICIATIVAS EMPRESARIAIS A selecção de boas ideias de projectos empresariais é o objectivo do “Concurso Nacional Inovpoint”, que o Tecnopólo do Vale do Tejo vai lançar no final de Maio. Céu Albuquerque, presidente do TagusValley, explicou à Lusa que esta iniciativa “destina-se a apoiar ideias inovadoras de negócio e projectos com potencial de afirmação, desenvolvimento e aplicabilidade, que serão acompanhados e desenvolvidos no Tecnopólo, a partir do centro de inovação, incubação e desenvolvimento de empresas, a inaugurar em finais de Junho”. “Este concurso destina-se essencialmente a jovens que estejam a terminar os seus estudos, em universidades ou politécnicos, no centro do País, nomeadamente de Aveiro a Évora, e que apresentem ideias de projectos empresariais inovadores e manifestem disponibilidade para os desenvolver em Abrantes, nas instalações do Tecnopólo”, afirmou a responsável.

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

ÉDITOS E ANÚNCIO DE VENDA

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 2089200801025848

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL N.º 2089200401051407

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

CITAÇÃO, CONVOCAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

2ª PUBLICAÇÃO

2ª PUBLICAÇÃO

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes do executado ANTÓNIO JORGE, LDA, com sede em Praceta Augusto Costa, N 1 RC 2000 Santarém, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do bem a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art. 240º, CPPT) e que foi penhorado em 20 de Novembro de 2008 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas de Coimas Fiscais (CF), do ano de 2008, no montante actual de 46.386,94 €, sendo 45.048,00 € de quantia exequenda e 1.338,94 € de acréscimos legais. Findo o prazo dos éditos, no dia 7 de JULHO de 2009, pelas 11 HORAS, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art. 248º/1,CPPT) sendo o valor/preço base para a venda de 148.869,00 €, correspondente a 70% do valor atribuído em avaliação (Valor Patrimonial), não sendo consideradas as de valor inferior (art. 250º/4, CPPT).

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 30 (TRINTA) DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 3 do artigo 193º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), AZEVEDO FRANCISCO GOMES e mulher ROSINHA GOMES, ambos com última residência conhecida no sítio denominado Vale Flores – 2000-346 Achete Santarém, de que contra eles corre termos o processo de execução fiscal acima indicado, por dívidas de Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) do ano de 2000, na quantia exequenda total de 19.184,26 € (Dezanove mil, cento oitenta e quatro euros e vinte e seis cêntimos), pelo que deverão, no prazo de 30 (TRINTA) DIAS seguintes ao do final dos éditos, proceder ao seu pagamento, acrescido dos respectivos acréscimos relativos a juros de mora e custas processuais, mediante guias que deverão solicitar neste Serviço de Finanças, podendo, no mesmo prazo, deduzir oposição à execução (art.203º/ss, CPPT), requerer o pagamento em prestações (art.196º/ss, CPPT) ou solicitar dação em pagamento (art.201º/ss, CPPT). Nos termos do n.º 2 do artigo 239º do CPPT, são citados os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes dos executados para, no prazo de 15 (QUINZE) DIAS, findos os primeiros 30 (TRINTA) DIAS dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do imóvel a seguir descrito, o qual foi penhorado em 2 de Janeiro de 2006 no processo de execução fiscal acima identificado e sobre o qual tenham garantia real, Faz ainda saber que, se não fizerem o pagamento no prazo dos éditos, no dia 4 de AGOSTO de 2009, pelas 11 HORAS, se procederá à sua venda judicial por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art. 248º/1,CPPT), com o valor base para a venda de 17.897,00 €, correspondente a 70% do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (art. 250º/4, CPPT).

BEM A VENDER Lote de terreno destinado a construção urbana com a área de 382 m2, sito no lugar de Encosta das Cortezas, Lote 7, freguesia de S. Nicolau, concelho de Santarém, confrontando de norte com o próprio, de sul com Lote 6, de nascente com Rua A e de poente com o próprio. Tem as seguintes CARACTERÍSTICAS: Área total do terreno: 382,00m2, Área de implantação do edifício: 382,00m2, Área bruta de construção: 1.729,00m2, Área bruta dependente: 0m2. Inscrito na matriz no ano de 2003 sob o artigo urbano nº 3091 – S. Nicolau, descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o nº 01118/210998 – S. Nicolau. É depositária a firma executada na pessoa de um dos seus gerentes, o qual, nessa qualidade e depois de contactado na sede da firma sita na Praceta Augusto Costa N 1 RC Santarém, os mostrará aos interessados. As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 16 horas do dia anterior ao da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA Nº 2089.2008.243 – ANTÓNIO JORGE, LDA”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto o executado, os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art. 892º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (art. 253º/c. CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço ou parte dele, não inferior a 1/3 do valor da venda, devendo a restante parte ser depositada no prazo de 15 dias, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se referem as verbas nºs 1 e 3 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos sete dias do mês de Maio do ano de dois mil e nove. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (João José Marcelino Tavares)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1229 de 22.05.2009)

BEM A VENDER Prédio MISTO sito em VALE FLORES, freguesia de Achete, concelho de Santarém, com a área total de 6.680 m2, sendo composta a parte urbana de duas casas de habitação de rés-do-chão, possuindo a habitação nº 1 uma cozinha, arrecadação, dois quartos, sala, despensa e sanitário. Tem a área coberta de 72 m2. A habitação nº 2 tem cozinha, casa de banho e três assoalhadas e a área coberta de 50 m2. Têm ainda um logradouro comum com 438 m2 e as seguintes CARACTERÍSTICAS: Afectação: Habitação, Tipologia/Divisões: 5, Nº de pisos: 1, Área total do terreno: 560m2, Área de implantação do edifício: 122m2, Área bruta de construção: 122m2. Área bruta privativa: 122m2. A parte rústica é composta de cultura arvense com oliveiras e figueiras. Confronta de norte com José Lopes, de sul com José Maria Risota, de nascente e poente com estrada. Encontra-se inscrito na matriz urbana sob o artigo nº 1698 e rústica sob o artigo nº 14 da secção P, ambas da freguesia de Achete e acha-se descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém, sob o nº 00784/020395 – Achete. É depositário o Sr. Joaquim Júlio da Luz Saramago, Presidente da Junta de Freguesia de Achete, o qual, no cumprimento das suas obrigações o mostrará aos interessados. As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 16 horas do dia anterior ao da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA Nº 2089.2009.116–AZEVEDO FRANCISCO GOMES e mulher ROSINHA GOMES”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto os executados, os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art. 892º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (art. 253º/c. CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço ou parte dele, não inferior a 1/3 do valor da venda, devendo a restante parte ser depositada no prazo de 15 dias, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se referem as verbas nºs 1 e 3 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos oito dias do mês de Maio do ano de dois mil e nove. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra) (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1229 de 22.05.2009)

O ESCRIVÃO, (João José Marcelino Tavares)


O Ribatejo 22 | Maio | 2009

PUBLICIDADE 21


O Ribatejo

22 ROTA DAS FREGUESIAS

22 | Maio | 2009

azinhaga

texto e fotos ∑ João Baptista

VICTOR GUIA AINDA NÃO DECIDIU RECANDIDATURA

A Victor Guia defende a reactivação das antigas instalações fabris da SIC para uma nova agro-indústria que aproveite as potencialidades

Investidores precisam-se Prioridade ∑ O presidente da Junta de Freguesia elege a criação de emprego como prioridade “A nível de infra-estruturas, a Azinhaga já não tem muito mais a pedir, o que precisamos agora é de uma boa unidade industrial que dinamize a economia e o emprego na freguesia”, declarou Victor Guia, presidente da Junta de Freguesia da Azinhaga. O autarca recorda que “a aldeia já teve uma boa fábrica, a SIC - Sociedade Industrial de Concentrados, encerrada há 18 anos e que foi um grande motor de desenvolvimento da aldeia até ao encerramento”. Victor Guia tem-se empenhado em encontrar possíveis investidores interessados em reactivar as instalações fabris com uma nova agro-indústria, mas

não tem conseguido esse objectivo. Azinhaga é uma freguesia rural que tem conseguido manter a população, e resiste à tendência para o êxodo das zonas rurais para as cidades que se verifica noutras fregue-

Instalações fabris com 22.500 m2 disponíveis

sias. Victor Guia justifica este facto com a “boa qualidade de vida que as pessoas aqui desfrutam e que as leva a construírem e a manterem aqui as suas residências embora tenham de trabalhar noutros con-

celhos vizinhos”, afirma. O autarca teme, porém, que esta situação possa alterar-se e a freguesia possa perder população, porque para lá da agricultura, a aldeia não tem alternativas de emprego.

∑ O presidente da Junta de Freguesia de Azinhaga anda desesperadamente á procura de um investidor que instale uma nova unidade fabril nas nas antigas instalações na SIC - Sociedade Industrial de Concentrados. “Seria a melhor coisa que podia acontecer neste momento à freguesia, para a criação de emprego e fixação da população”, afirmou. A antiga fábrica dispõe de uma área de 35 mil metros quadrados, dos quais 22.500 de área coberta, e o preço está muito abaixo ao que está a ser pedido noutros concelhos da região. “Penso que estas instalações têm as condições ideiais para receberem uma agro-industria, aproveitando o facto de estarmos na zona com os terremos mais férteis do país”, adianta.

Victor Guia sublinha que “embora ainda não se estejam a sentir em força os efeitos do desemprego e da crise, já começaram a aparecer alguns casos, que a Junta tem procurado auxiliar, com apoios pontuais para o pagamento de rendas e cabazes de comida e medicamentos. A construção do novo centro escolar, com duas salas de pré-escolar e quatro salas do 1º ciclo do ensino básico deverá ficar concluída até final do ano. “Vai dar resposta ao crescimento do número de crianças na freguesia”, afirmou o autarca.

“Ainda não decidi se irei recandidatar-me, e a minha decisão vai depender dos candidatos que forem anunciados na freguesia”, afirmou a Ribatejo Victor Guia, eleito numa lista independente desde 2005, depois de ter conquistado, em 92, para o PS a Junta de Freguesia de Azinhaga que, juntamente com Alpiarça e o Couço eram os três grandes bastiões do Partido Comunista no Ribatejo. Foi reeleito presidente da Junta com maioria folgada até 98, ano em que trocou a Junta pelo cargo de vereador na Câmara da Golegã. O autarca de 53 anos confessa a sua estranheza pelo facto de ainda não ter sido ainda anunciado um único candidato à Junta de Azinhaga, assim como também não se conhecem os candidatos à Junta e à Câmara da Golegã. Victor Guia sublinha que “a Azinhaga neste momento está muito bem dotada de infraestruturas; tem piscinas, tem biblioteca, tem a obra social da Santa Casa da Misericórdia, tem campos de ténis, campo de futebol, pavilhão desportivo, e uma cobertura de saneamento básico de 100 por cento - quer no abastecimento de água, quer na rede de esgotos e respectivo tratamento na Etar (estação de tratamento de águas residuais), o que é ainda muito raro encontrarmos noutras freguesias da região e do país”, afirmou Victor Guia.


AZINHAGA | ROTA DAS FREGUESIAS 23

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Feira de Maio com toiros à corda A Feira de Maio vai estar de regresso a Azinhaga nos dias 29, 30 e 31 de Maio. A Feira era uma tradição centenária que se realizava juntamente com a Festa do Espírito Santo, e que não se realizou durante cerca de 30 anos, até que em 1990 o então presidente da Junta de freguesia Aureleano Alexandre reactivou o certame e manteve-o até à sua saída da autarquia. Após a sua eleição em 1992, Victor Guia juntou uma comissão dinamizadora da festa, em que se destaca a participação de José Rufino, e que conseguiu reactivar a Fei-

A Miguel Noras, Victor Guia e Armando Ferreira.

Estátua de Saramago na fundição Dia 31 ∑ Estátua de José Saramago será descerrada na Feira de Maio A inauguração da estátua de José Saramago vai ser um dos momentos altos da Feira de Maio da Azinhaga, a realizar nos dias 29, 30 e 31 de Maio. A estátua da autoria de Armando Ferreira, escultor de Alpiarça com um vasto trabalho na região, encontra-se já na Fundição no Porto, e será descerrada no dia 31, às 18h30, no Largo da Praça. A ideia partiu de José Miguel Noras, antigo presidente da Câmara de Santarém, grande admirador de José Saramago e amigo do presidente da Junta de Freguesia de Azinhaga Victor Guia. Foi Victor Guia que, valendo-se da sua relação de amizade com o escritor, se deslocou a Lanzarote para convencer José Saramago a aceitar a ideia: “Desde que não estraguem o Largo da Praça...” A proposta para a elaboração da estátua foi efec-

tuada em 2006 e recusada, pelo escritor, em 2007: “Francamente não consigo habituar-me à ideia. Sensibiliza-me, mas só de pensar numa estátua minha, em vida, sinto uma mal-estar terrível, uma mistura de pudor, vergonha e não sei que mais. Deixemo-la para mais tarde, para quando eu já cá não esteja” (correspondência de José Saramago para José Miguel Noras, em 12/05/2007). Esta posição só foi revista mais tarde como conta João Céu e Silva no seu livro Uma longa Viagem com José Saramago. Os leitores do Prémio Nobel ainda poderão associar-se a esta homenagem e ao esforço que a mesma envolve, fazendo chegar os seus contributos à Junta de Freguesia da Azinhaga, mediante cheque cruzado, à ordem da Junta de Freguesia da Azinhaga - Rua Pilar Del Río – 2150-006 Azinhaga).

ra de Maio, conferindo-lhe um novo figurino, no jardim público, com artesanato, gastronomia e uma forte componente cultural que ainda hoje se mantém. Os comes e bebes nas tasquinhas e restaurante estão entregues à responsabilidade da Fábrica da Igreja que, assim, pretende angariar fundos para o arranjo da cobertura da igreja. Um dos aspectos mais originais desta feira são os “touros à corda”, no dia 29, às 18h30, e dia 30 às 17h00. É uma tradição que só encontra semelhança com o que se faz na Ilha Terceira

nos Açores e em Ponte de Lima. “Dantes o espectáculo era com vacas bravas que, no final, eram mortas e a sua carne distribuída no bodo aos pobres e à população, durante a festa do Espírito Santo”, afirmou o presidente da Junta de Freguesia Victor Guia. Destaque no programa para o espectáculo “Dança do Mundo”, do Grupo Simpre a Bailar Paixão Latina, dia 29, às 21h30, seguindose um espectáculo musical com o Mega Grupo e a terminar a noite uma largada de touros.

No dia 30, haverá “Cantares d’Outrora” às 16h00, “touro à corda”, às 17h00, e uma homenagem aos juízes da festa do Bodo de 1973/1999/2003/2007. Segue-se um espectáculo musical “Alma Azinhaguense” às 22h00, e a terminar uma largada de touros. No dia 31, haverá uma recepção ao Prémio Nobel José Saramago e às entidades oficiais, um espectáculo com o Rancho de Folclore Os Campinos da Azinhaga. Às 18h30, será inaugurada a estátua a José Saramago e um apontamento cultural, no Largo da Praça.


O Ribatejo

24 ROTA DAS FREGUESIAS | AZINHAGA

22 | Maio | 2009

“Poluição do rio Almonda é uma vergonha”

A A peça já foi levada à cena em 19 espectáculos, todos eles com a lotação esgotada.

Teatro da Azinhaga renasceu para o êxito Casa da Comédia ∑ Peça O Sol das Lezírias sempre com lotação esgotada É muito antiga a tradição do teatro na aldeia da Azinhaga. O Grupo Cénico da Casa da Comédia da Azinhaga nasceu há 18 anos e manteve-se em actividade durante dois anos, tendo estreado a peça “O Duelo”, de Bernardo Santareno. “Depois estivemos parados 16 anos, até que em 2008, o presidente da Junta de freguesia Victor Guia nos desafiou e incentivou com o seu entusiasmo a levarmos à cena a peça “O Sol das Lezírias”, escrita em 1948 pelo critor da Azinhaga

Augusto Souto Barreiros”, disse a O Ribatejo José Rufino, bancário de profissão e actor amador que integrou a formação inicial do grupo e voltou agora a pisar os palcos. “Foi Victor Guia quem foi pedir a Augusto Barreiros o texto da peça e depois entusiasmou a presidente do grupo Maria José Mota e os restantes elementos para representarmos a peça”. Com encenação de João Coutinho, a peça foi um êxito retumbante na Azinhaga, onde foi acolhida com uma enorme emoção

não só por aqueles que assistiram há 50 anos à sua estreia, mas também por muitos jovens. José Rufino sublinha que a peça já foi representada em 19 espectáculos, sempre com lotação esgotada, na Azinhaga, Golegã, Riachos, Torres Novas, Chamusca e Alenquer. “Vamos manter a peça em cena e pretendemos levá-la a Almeirim, Santarém, Benavente, Cartaxo e outras terras do Ribatejo, onde pensamos que terá igual aceitação do público”, disse José Rufino.

O Grupo Cénico da Casa da Comédia da Azinhaga conta com 20 actores, entre os quais se contam bancários, estudantes, enfermeiros, pedreiros e economistas, com idades entre os 17 anos, do actor mais novo, filho de José Rufino, e os 77 anos de idade, do seu pai. Em todos, a mesma paixão pelo espectáculo em que são actores, bailarinos, cantores e músicos. O grupo prepara já uma nova opereta do mesmo autor, “Bodas de Sonho”, a estrear no final de Julho.

A poluição do rio Almonda que passa ao lado de toda a aldeia de Azinhaga é a maior dor de cabeça do presidnete da Junta de Freguesia, Victor Guia. Foi constituída uma comissão com representantes da Câmara da Golegã, Junta de Freguesia da Azinhaga e associaçãpo de Agericultores da Agrotejo e já apresentámos o problema ao secretário de Estado do Ambiente. “Já apresentámos o problema ao governador cicvil de Santarém e estamos a tentar que a secretaria de Estado do Ambiente interceda junto da Câmara Municipal de Torres Novas e da Câmara da Golegã, para que se encontre uma solução”, disse o autarca. “Neste

momento, estamos a viver uma situação crítica no rio, pois houve descargas de poluição recentes em Torres Novas e Riachos que provocaram a morte de centenas de peixes no rio”,afirmou o autarca, sublinhando que o problema agrava-se com a autorização dada pela Câmara de Torres Novas para as indústrias ligarem os esgotos á Etar de Riachos o que agrava a poluição do Almonda. Victor Guia considera “vergonhosa a descarga de esgotos na Vala das Cordas, a partir da Etar de Riachos, vala que atravessa a Reserva Natural do Paul do Boquilobo e que já recebeu a visita de vários membros do Governo, mas sem soluções”.


AZINHAGA | ROTA DAS FREGUESIAS 25

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Depoimento

Por Azinhaga, com Azinhaga

Pilar del Río (*)

A aldeia existia há muito tempo, tanto que a memória dos mais antigos não recorda quem a inventou, quem foi o primeiro que teve a ideia de juntar casas na margem de dois rios e, como à gente lhe vinha bem, viver da água doce e das terras ao redor, também saborosas, apesar das cheias ou talvez por causa delas. Outros foram chegando, e todos, os primeiros e os de depois, iam ficando no lugar, fizeram-no bonito e branco, abriram-lhe ruas e uma praça, logo outras, e assim, levantando-se cada dia, Azinhaga e os que nela vivem alcançaram o século XXI, este tempo incerto que é o nosso, o de quem escreve e o dos que lêem esta notícia em que se fala de pessoas e da terra que é sua. Pois bem, Azinhaga tinha vida própria, com gente, como ficou dito, rios, também já mencionados, como não podia deixar de ser, se eram o sustento de tantos, tinha fábricas de conservas, uma escola, lojas e com certeza muitos sonhos albergados em cada uma das pessoas que a habitavam, mas para que alguns déssemos pela aldeia ali junto aos dois rios foi necessário que em 1922 nascesse José Saramago e, também, que José Saramago falasse sempre das suas

origens, viesse ou não a propósito, como sucedeu em Estocolmo, quando lhe deram o Nobel, e ali, perante o mundo mundial, se tivesse posto a falar de Azinhaga, de Jerónimo e das suas árvores, de Josefa e das suas estrelas, que eram suas porque cada noite as olhava e olhar, às vezes, é tão suficiente como exibir um título de propriedade. E aqui, a este ponto, é onde queria chegar. Se é verdade que de Azinhaga são os nascidos em Azinhaga, não é menos certo que as pessoas que a ela voltam uma e outra vez, livremente, porque querem, para olhar e por ter olhado, por estar já comprometidas com o lugar, não é menos certo, dizia, que essas pessoas também são de Azinhaga, com os mesmos direitos e as mesmas responsabilidades. Isto é o que sucede à Fundação José Saramago, pessoa jurídica de utilidade pública, sim, mas sobretudo afectiva, que chegou aqui já nascida, que veio de Lisboa para ficar e ser mais um ao serviço de

todos. Para isso recuperou uma velha casa que havia tido diversas utilizações, abriua ao conhecimento através dos livros e da Internet, pôs à disposição dos visitantes uma amostra da vida na aldeia no tempo em que José Saramago nasceu e até deixou, para desfrute geral, que se visse a cama de Jerónimo e Josefa, essa que Saramago menciona no Discurso do Nobel porque nela os avós deitavam, para os proteger com o seu calor humano, nunca tão humano como nesse momento, os bacorinhos que a debilidade e o frio ameaçavam de morte certa. Com estas credenciais, com estas intenções e, sobretudo, com este amor, a Fundação José Saramago instalou-se em Azinhaga e ali ficou, como antes as famílias que iam chegando em busca de um porto ou de rostos amigos. E, como os pioneiros, a Fundação pretende crescer, estender-se pelas ruas de Azinhaga com actividades destinadas a quem nelas

habita, mas, sobretudo, quer, como fez José Saramago antes, falar da aldeia no mundo, simplesmente porque sim, porque nos dá prazer e nos parece bem. Vários milhões de pessoas já vieram até ao nosso sítio na rede, vários milhões de pessoas viram a Azinhaga ali reflectida. Saramago seria sempre Saramago fora de Azinhaga, mas decidiu vir e ficar com a sua Fundação. Para todos nós é uma responsabilidade, além de uma devoção. Uma devoção em que continuaremos a militar com esmero, com a mesma entrega de Jerónimo e Josefa, e todos os Jerónimos e Josefas de quem Saramago fala nos seus livros: eles abriram um caminho com o seu esforço e por ele avançaremos nós. Para ver as estrelas quando a noite começar a descer sobre a praça e saber, desde aí, que se nos empenharmos e tivermos acabado o trabalho, o mundo poderá ser tão bonito que dará pena morrer. * Presidente da Fundação José Saramago

Fundação traz milhares de visitantes

A Ana Cruz Hughes, funcionária da Fundação José Saramago na Azinhaga Inaugurada há quase um ano, a delegação da Fundação José Saramago é já um importante pólo cultural para os moradores da aldeia e um ponto de visita de muitos milhares de leitores de Saramago vindos de vários pontos do mundo. Ana Cruz Hughes é a funcionária da Fundação que mantém a casa de portas abertas de terça-feira a domingo. “O espaço de acesso grátis à Internet é muito frequentado, inicialmente pelos jovens, mas hoje também pelos menos jovens”, conta a nossa anfitriã, enquanto inicia a sessão da internet num dos computadores que nos remete logo para o “O Caderno de José Saramago”, o site da Fundação, onde José Saramago escreve uma crónica quase diariamente, em

http://caderno.josesaramago.org/. “Recebemos muitos visitantes de todo o país, muitos grupos de estudantes, e também muitos brasileiros, espanhóis, ingleses, alemães, argentinos, americanos, entre outros, o que nos deixa muito satisfeitos por ver que José Saramago tem tantos admiradores da sua obra e saber também que as pessoas têm um enorme carinho por ele”, afirmou Ana Hughes. “Depois de visitarem esta casa ficam encantados, com esta proximidade dos objectos expostos e que surgem no livro das “Pequenas Memórias” ou que foram mencionados no seu discurso quando recebeu o Prémio Nobel.


O Ribatejo

26

22 | Maio | 2009

emprego & formação “Tardes do Emprego”: os desafios de criar emprego

Florinda Matos(*)

O ano de 2009 tem sido marcado por um aumento crítico do desemprego em Portugal e no resto do mundo. Num relatório recente, o Fundo Monetário Internacional (FMI) aponta para um crescimento do desemprego em Portugal, que pode atingir, no final do ano de 2009, os 9,6%, perspectivando-se que continue a crescer, pelo menos, até 2011. Efectivamente, o cenário é pessimista e cabe a cada um de nós melhorá-lo ou, pelo menos, tentar evitar que os efeitos negativistas sejam devastadores para a economia nacional. Tendo presente este espírito de responsabilidade social, a Câmara Municipal de Santarém, através da Bolsa de Emprego, em parceria com a PMEConsult, vão lançar as “Tardes do Emprego”. Esta iniciativa, que tem início no próximo dia 27 de Maio e vai ter continuidade na última quarta-feira de cada mês, das 14h00 às 18h30, no espaço de exposições da Sala de Leitura Bernardo Santareno, tem como objectivo promover o emprego, atra-

PA R T-T IME EMPRESA JÁ CONSOLIDADA EM PORTUGAL PRETENDE INTEGRAR COLABORADORES/AS EM REGIME PART-TIME ÁREA SANTARÉM

PERFIL PRETENDIDO: - Facilidade de expressão - Boa apresentação - Honestidade

OFERECEMOS: - Excelente plano de remuneração - Horário flexível - Formação contínua

Marque a sua entrevista para: 910 340 532

vés da constituição de uma “rede” que aproxime empresas, entidades publicas e potenciais candidatos a novas oportunidades de emprego. Para as empresas e entidades participantes no evento, este será um espaço de dialogo e de desenvolvimento do conhecimento, em que cada um procura por ao serviço da comunidade as suas capacidades de gerar emprego. Será também um espaço onde os candidatos a novas soluções de emprego podem ter a oportunidade de contactar directamente com potenciais recrutadores. Apesar do evento ser totalmente gratuito, a sua realização tornou-se, para a PMEConsult e para a Câmara de Santarém, um grande desafio. Na verdade, algumas das empresas convidadas a participar no evento, embora reconheçam que é necessário travar o desemprego, quando são chamadas a participar, demonstram ter muito pouco interesse, dado que apenas se preocupam com os seus resultados imediatos e vêm este tipo de eventos com muita desconfiança. Ora, a competitividade empresarial relaciona-se, cada vez mais, com a capacidade que as empresas têm de entrar em “redes”, onde a troca de informação e a criação de conhecimento se tornam nas principais ferramentas de diferenciação. A dinamização da cooperação, dentro dessas redes, é hoje vista como um factor de desenvolvimento inter-

no que permite alcançar, mais rapidamente, as metas estratégicas das empresas. Por outro lado, se é certo que qualquer investimento tem como objectivo primário a obtenção de lucro, a responsabilidade social deve existir e permitir às empresas a transformação das suas obrigações legais num contributo para o desenvolvimento da sociedade. Segundo o livro verde da Comissão Europeia sobre a Responsabilidade Social das empresas: “É cada vez maior o número de empresas europeias que promovem estratégias de responsabilidade social como reacção a diversas pressões de natureza social, ambiental e económica. Pretendem, assim, dar um sinal às diversas partes interessadas com as quais interagem: trabalhadores, accionistas, consumidores, poderes políticos e ONG. Ao procederem desta forma, as empresas estão a investir no seu futuro e esperam que este compromisso voluntário contribua para um aumento da sua rendibilidade.”. É pena que muitas das nossas empresas aparentem desconhecer esta mensagem, pois está nas mãos de cada um dar um contributo para melhorar a sociedade em que nos inserimos. As “Tardes do Emprego” podem fazer parte desse contributo. Esperemos que sejam um sucesso! (*) Investigadora MRC /ISCTE Consultora PMEConsult


O Ribatejo

27

22 | Maio | 2009

politécnico

Instituto Politécnico de Santarém Integram o Instituto Politécnico a Escola Superior Agrária de Santarém, Escola Superior de Educação de Santarém, Escola Superior de Desporto de Rio Maior, Escola Superior de Saúde de Santarém e Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém

FÓRUM DE MEDIAÇÃO NA ESES

A O presidente da Escola, José Amendoeira, salientou a importância da investigação e das parcerias internacionais para o futuro da escola

Escola de Saúde festejou 36 anos Mestrado ∑ Escola reclama aprovação do mestrado para crescer A Escola Superior de Saúde de Santarém (ESSS) festejou 36 anos no dia 16 de Maio e o seu director, José Amendoeira, salientou que a escola está numa fase de “estabilização para o crescimento”. Com cerca de 530 alunos no ano lectivo de 2008/2009, a escola apresentou um crescimento de procura muito por causa da abertura de vários cursos de ensino pós-graduado. Fica a faltar a abertura do mestrado com cinco áreas de especialização que aguarda aprovação da tutela. O responsável da escola salientou ainda a importância do crescimento de alunos nos últimos anos, conseguido sobretudo através da diversificação da oferta formativa pós-graduada. “Passamos de 2 ofertas formativas em 2006 para 8 ofertas no próximo ano lectivo, estimando que 575 estudantes estarão a frequentar a escola em 2009/2010”, referiu José Amendoeira, destacando a consolidação das parcerias e o reforço da in-

vestigação como dois eixos prioritários de aposta da escola para os próximos anos. No âmbito das parcerias, e mais especificamente na área da mobilidade de alunos e docentes, a Escola Superior de Saúde vai reforçar protocolos com escolas da Finlândia, da Suíça e da Espanha, mais concretamente de Valladolid e de Salamanca. A escola já tem intercâmbio há vários anos com a Escuela de Enfermaria de Oviedo com

quem organizou este ano o primeiro congresso luso-espanhol de enfermagem (ver caixa). Também no âmbito das parcerias, o representante do Governo Civil, Carlos Catalão, se mostrou disponível para reforçar a ligação da escola aos hospitais e demais entidades do sector, assim como às IPSS. “O período que atravessamos é o mais difícil de todos, mas acredito que é também o mais

estruturante para a área da saúde”, frisou o director da escola, acrescentando no entanto que a escola está a preparar-se para a mudança.” “É por acreditarmos neste futuro que temos procurado implementar um estratégia assente em três pilares: qualificação dos recursos humanos, estabelecimento de parcerias com outras instituições de ensino e do mercado de trabalho e ainda numa terceira linha que assenta

na melhoria da qualidade dos nossos processos através da implementação de um sistema de gestão da qualidade conducente ao processo de certificação que se encontra em curso”, explicou José Amendoeira. O vereador de Santarém, António Valente, fez referência à importância dos enfermeiros na sociedade, considerando que ser “uma das mais lindas profissões do mundo”.

Escola recebeu 350 congressistas luso-espanhóis ∑ Durante três dias, a ESSS recebeu entre 300 a 350 congressistas no I Congresso Luso-Espanhol de estudantes de enfermagem, uma iniciativa orga-

nizada em conjunto com a Escuela Universitaria de Enfermeria y Fisyoterapia de Oviedo. Neste congresso foram debatidas novas temas

ligados à enfermagem e cuidados de saúde, assim como se realizaram diversos workshops que permitiram a alunos e docentes aprofundar e tro-

car conhecimentos nestas áreas. O tema dos novos sistemas de informações em enfermagem marcou a abertura dos trabalhos.

Depois de ser uma das primeiras escolas do país a abrir um curso de pósgraduação em Mediação Familiar que contou com 33 formandos na sua primeira edição que agora termina, a Escola Superior de Educação de Santarém (ESES) vai acolher, no próximo dia 29 de Maio, o I Fórum de Mediação. O dia começa com a intervenção da coordenadora do Sistema de Mediação Familiar, Luísa Inglez, seguindose uma abordagem da importância da mediação em adolescentes que cometem infracções, por Juan Carlos Vezulla. Ainda durante a manhã, intervém António Farinha, representante do Fórum Europeu de Mediação Familiar. Para a tarde, está prevista a presença do secretário de Estado da Justiça, João Tiago Silveira, na sessão de encerramento que coincide com a entrega de diplomas aos primeiros finalistas da pós-graduação em mediação familiar. O programa da tarde arranca às 14h30 com o mediador Pedro Martins a falar sobre experiências em contexto escolar, segue-se o primeiro juiz de paz português João Chumbinho que vai falar dos julgados de paz, e depois ainda a mediadora Anabela Quintanilha a falar sobre as práticas de mediação em contexto familiar. João Sebastião, docente na ESES e coordenador do Observatório Nacional da Segurança Escolar, vai intervir para abordar a importância do papel do educador social na mediação. A coordenadora desta área na ESES, Carla Lopes, explica-nos que o objectivo deste fórum é dar resposta às dúvidas e interesses dos alunos para conhecerem outras áreas da mediação para lá da mediação familiar. A inscrição pode ser feita no site da ESES e enviada para observatório@ese. ipsantarem.pt.


O Ribatejo

28

22 | Maio | 2009

D Jornadas tecnológicas na Nersant

negócios

A Nersant vai acolher em Torres Novas, de 27 a 29 de Maio, as Jornadas Tecnológicas, um evento de referência no ramo electrotécnico. Nestes dias vão ser abordados temas como a luminotecnia, telecomunicações, energias renováveis, entre outras.

Operários da Platex reclamam salários Mais de uma centena dos 260 trabalhadores da Platex, em Tomar, esteve esta semana concentrada à porta da empresa. Até à data de fecho desta edição, os operários mantinham-se em bloqueio e em protestos junto às instalações da fábrica, para assim impedir a entrada e saída de camiões com material. António Monteiro, da comissão de trabalhadores, afirma que os trabalhadores se vão manter nesta situação “por tempo indeterminado”. “Os trabalhadores querem saber se há dinheiro ou não para a empresa retomar a laboração e querem o salário de Abril que está em atraso. Há duas semanas, a empresa garantiu que pagava uma parte do salário e, na semana passada pagava o resto, mas não cumpriu”, contou à Lusa Aquilino Coelho, o coordenador distrital de Santarém do Sindicato da Construção, Madeiras, Mármores e Cortiças do Sul.

Estes trabalhadores não receberam o ordenado de Abril e o seu futuro é incerto porque a empresa parou a laboração a 11 de Abril, por falta de matéria-prima e falta de condições financeiras para a adquirir. O desespero está a chegar à vida destes trabalhadores que se confrontam com contas para pagar e, sobretudo, a prestação da casa ao banco. António Monteiro garante que “nunca faltaram encomendas” e o trabalho “é muito”, lembrando ainda que esta empresa “é a única do género no país e uma das maiores da Europa”. Só a “má gestão”, como lhe chama António Monteiro em declarações ao JN, pode ter causado este descalabro financeiro. O Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação, do Ministério da Economia, está já a fazer uma avaliação do pedido da empresa para ser apoiada na aquisição de matéria-prima.

Administração pede mais tempo para salvar Drink In O empresá rio Jorge Armindo pediu ao tribunal e à Assembleia de Credores da Drink In mais alguns dias ao tribunal para poder apresentar um plano que permita salvar a cervejeira de Santarém. Recorde-se que a Assembleia de Credores esteve reunida no passado dia 20 de Abril no Tribunal de Santarém e decidiu dar um prazo, que terminou a 15 de Maio, para que a administração da Drinkin apresentasse um plano de recuperação da fábrica da cervejas Cintra. A não ser apresentado este plano, a assembleia de credores determinaria o encerramento da empresa e punha-a à venda.

Jorge Armindo comunicou ao administrador de insolvência, Jorge Seiça Calvete, que a administração da Drink In está a realizar “negociações credíveis” e está a fazer “tudo por tudo para que a fábrica continue” a laborar. “Sempre disse que o problema desta fábrica é estrutural, sendo muito difícil estar neste mercado”, disse Jorge Armindo à Lusa. O empresário não quis revelar que negociações está a efectuar, adiantando apenas que os referidos contactos “credíveis” estão a ser realizados com empresas do sector, tanto nacionais como estrangeiras, e que em breve podem haver novidades.

MELBANDOS APOIA APICULTORES A DECLARAR EXISTÊNCIAS A cooperativa de apicultores de Mação, a Melbandos, está a prestar apoio aos seus associados na realização das declarações anuais de existências, que devem ser feitas entre 1 e 30 de Junho. A associação avisa que a falta de declaração implica uma contra-ordenação entre 100 a 3740 euros ou 44890 euros, consoante seja pessoa singular ou colectiva. Em 2008, inscreveram-se na Zona Controlada pela Melbandos cerca de 300 Apicultores que registaram mais de 10000 colmeias.

GUSTAVE EIFFEL EM PROJECTOS INTERNACIONAIS

A O ministro do Ambiente também esteve no ano passado na Feira

Água é tema central da Feira da Agricultura Seminário∑ Ministro do Ambiente na Feira no dia 8 de Junho O tema da água, e da sua gestão sustentável, é este ano forte da Feira Nacional da Agricultura. Durante os vários dias do certame vão haver debates, seminários e workshops sobre esta área. Um programa que culmina no dia 8 de Junho com a realização de uma grande seminário, organizado pela Associação Portuguesa de Recursos Hídricos, em que será debatido o tema “Os desafios da gestão da água”, onde serão abordadas as conclusões do Fórum Mundial da Água que decorreu entre 16 e 19 de Março em Instambul e de onde saiu uma importante conclusão de que “acabou o tempo em que a água chegava para todos”. É por isto que a Feira

este ano quer levar o mundo da agricultura a reflectir sobre esta escassez do recurso água e a importância da sua gestão sustentável. Neste seminário prevê-se a presença do ministro do Ambiente, Nunes Correia, que este ano será o mais alto representante do Governo a visitar a Feira. Em debate vão estar também temas como o Exame de Saúde da PAC, o desenvolvimento rural ou a utilização das energias renováveis na agricultura. A pensar no ambiente e também na carteira dos agricultores (até porque se vive um ano de crise), a feira vai também trazer à mostra alguns equipamentos que permitem não só poupar o ambiente

reduzindo o envio para a terra de produtos fitofarmacêuticos como também poupar na compra destes produtos. Destaque para um equipamento novo que permite telecomandar um tractor, isto é, colocá-lo a andar sem que seja necessário ter condutor. Além disso, este equipamento faz uma distribuição regular e uniforme dos produtos fitofarmacêuticos, sem sobrepor na terra o uso destes químicos. A alimentação saudável é também uma preocupação central nas últimas edições da Feira e este ano vai voltar a acontecer o Salão Nacional da Alimentação que colocará em destaque na feira produtos tradicionais portugueses e outros inovadores.

A Escola Profissional Gustave Eiffel, no Entroncamento, está a participar em dois projectos internacionais, um que passa pela criação de um site sobre alterações climáticas e energias, o SOS Earth, e o Campeonato Mundial de Robótica, Robocup. O envolvimento da escola nestes projectos foi apresentado hoje em conferência de imprensa, no âmbito da Semana da Comunidade que a escola promove ao longo desta semana. O projecto Comenius “SOS Earth” envolve igualmente escolas da Roménia (país coordenador), Finlândia e Reino Unido e passa pela criação de um site na Internet sobre alterações climáticas, energias e eficiência energética, de uma revista intitulada “SOS Earth”, de um CD com o registo de todas as actividades desenvolvidas e uma exposição sobre a evolução das formas de energia e iluminação, intitulada “From Candles to Lasers” (das velas ao laser). Alunos e professores têm estado a trabalhar temas como a iluminação eficiente dos edifícios.


INVESTIR & AGIR | NEGÓCIOS 29

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Castelo de Bode é “motor” da rede eléctrica em caso de “apagão” Barragem ∑ Alqueva superou capacidade de produção da barragem ribatejana A barragem de Castelo de Bode em Tomar é actualmente a segunda maior barragem portuguesa com 169 megawatts de capacidade de produção instalada, sendo só superado pela do Alqueva. Uma liderança que a barragem ribatejana manteve desde a sua fundação em 1951 e que hoje perdeu para a barragem ribatejana. Ainda assim, se existir uma situação de “apagão nacional”, se houver uma quebra de ligação entre a rede eléctrica nacional e a rede europeia, é à Barragem de Castelo de Bode que cabe a tarefa de ajudar a colocar todas as outras centrais e barragens a funcionar. Isto porque a Barragem de Castelo de Bode está dotada de geradores alternativos que permitem acumular energia para injectar no sistema e repor a corrente eléctrica em todas as outras barragens e assim colocá-las em funcionamento para que possa abastecer o país. “Este papel coloca o sistema do Tejo-Mondego, que tem 36 das 74 centrais de produção nacionais, no centro de uma estratégia de produção da EDP”, referiu José Franco, responsável da Direcção de Produção Hidráulica da eléc-

A José Franco, repsonsável da Direcção de Produção, e Carlos Rosário, director do Centro do Tejo-Mondego trica nacional, no âmbito da iniciativa “Dia da Central Aberta” que a EDP está a promover na Barragem de Castelo de Bode. Esta iniciativa decorreu no dia 20 de Maio para instituições e imprensa local, mas prossegue no dia 30 para o público em geral. Neste dia todos podem visitar a barragem e conhecer o seu funcionamento. A barragem produz em média 400 gigawatts de electricidade por ano mas em 2005 teve uma grande queda e apenas produziu 50 megawatts. A infra-es-

trutura foi intervencionada e foi “à revisão” entre 2001 e 2003 e agora não se prevêem para já outros investimentos ou reforço de potência instalada, conforme adiantou a O Ribatejo o director do Centro de Produção do Tejo-Mondego, Carlos Rosário. O responsável revelou ainda que a empresa está prestes a alcançar a certificação EMAS que garante o respeito pelas normas europeias do sector. A EDP tem também certificação no Sistema de Gestão e Prevenção de Segurança.

“Com estas certificações queremos ser também, e cada vez mais, uma empresa que divulga o seu funcionamento e que alerta em caso de qualquer problema ambiental, que controla o problema das cheias e que reúne mais regularmente com a comunidade local onde estão inseridos os nossos investimentos”, referiu José Franco. A gestão das cheias é também um dos importantes papéis da Barragem de Castelo de Bode que tem também respondido positivamente às solicitações

de autarquias e outras instituições para aumentar ou diminuir caudal do rio. A gestão das cheias é também um dos importantes papéis da Barragem de Castelo de Bode que tem também respondido positivamente às solicitações de autarquias e outras instituições para aumentar ou diminuir caudal do rio. A central de produção de Castelo de Bode é hoje telecomandada à distância e tem um vasto sistema de controlo de caudal que permite saber em cada momento a evolução da situação do rio.

PROJECTOS EMPREENDEDORES APOIADOS PELO TAGUSVALLEY A Tagusvalley, entidade gestora do Tecnopólo de Abrantes, e a Sines Tecnopolo iniciam em Junho um projecto de apoio ao empreendedorismo e à propriedade industrial designado Inovar em Rede. O projecto engloba as regiões da Beira Interior, do Médio Tejo e do Litoral Alentejano, e o objectivo central é estimular o aparecimento de novas empresas e a criação de condições de suporte ao espírito empresarial. O programa dirige-se a jovens qualificados (universitários ou outros jovens qualificados identificados pelo IEFP) e destina-se a apoiar essencialmente a criação de laboratórios de ideias, a realização de seminários temáticos, de mostras de resultados e ideias, a realização de diagnósticos e estudos, entre outros vertentes.

TRAMAGAL COM GABINETE DE INSERÇÃO PROFISSIONAL A Tagusvalley viu também ser aprovada a candidatura para a criação de Gabinetes de Inserção Profissional (GIP), promovidos pelo IEFP. Estes gabientes substituem as antigas UNIVA e o primeiro vai ser já instalado na Junta de Freguesia do Tramagal.

QREN, banca e PME Invest são apoios ao turismo A entidade regional de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo realizou no Santarém Hotel uma sessão de esclarecimento sobre apoios ao sector do turismo, dirigida a empresários e agentes do sector. As intervenções estiveram a cargo dos especialistas António Paquete e Arlindo Costa, que resumiram em três grandes pacotes financeiros os apoios a este sector do turismo: os fundos do QREN, sobretudo na área do Programa Operacional de Competitividade; os financiamentos decorrentes do protocolo com entre o Turismo de Portugal e

a banca; e ainda o programa PME Invest III. Na área do QREN, existem mudanças nos apoios: o incentivo passou de 35 para 45%, a necessidade de capitais próprias das empresas baixou de 25 para 20% , o rácio de autonomia baixou para 0,15 e os projectos bem classificados podem mesmo chegar a ter incentivos que chegam até aos 60% do valor elegível. Incentivos esses que podem mesmo ser a fundo perdido até 75% do seu valor. As candidaturas devem ser enquadradas dentro do Sistema de Incentivos à Inovação e ao Sistema de Qualificação

das PME. Para o primeiro caso, as candidaturas podem ser apresentadas até final de Maio, isto claro, para a esta fase de candidaturas, uma vez que vão haver outras. Quanto ao protocolo do Turismo de Portugal com a banca, as candidaturas estão abertas até 5 de Junho e os financiamentos pedidos à banca podem ter taxas de juro mais competitivas graças ao apoio deste organismo público. Estes apoios destinam-se a projectos até 6 ou a 8 milhões de euros e as taxas podem variar entre 1,375% e 1,687%. São apoios

cumuláveis com o QREN. Estão também ainda em vigor os apoios do PME Invest III até 12 de Julho. Destinam-se a dar incentivos a

projectos até 5 ou 6 milhões de euros. “Muito importante nestes três sistemas de apoio é que os empreendimentos a ser candidata-

dos já devem ter projectos de arquitectura aprovados e não podem ainda ter tido início”, explicou António Paquete.


O Ribatejo

30

22 | Maio | 2009

desporto Rio Maior perde na Madeira Para um clube não profissional, aplica-se o ditado “quanto mais alto se quer ir, maior será a queda”. O Rio Maior continuará em rota descendente, provavelmente durante o resto da época. Ao mesmo tempo que o sindicato corre em auxílio de jogadores desesperados, confirma-se o divórcio entre a direcção e a equipa, e não há notícias de melhorias no que diz respeito às receitas. O Sindicato dos Jogadores já interpôs mesmo um processo judicial ao clube, relativo à polémica dos contratos de dois jogadores camaroneses. Por esta e por outras adversidades, a situação ruinosa parece reflectir-se cada vez mais na faceta desportiva do clu-

Z

MANUTENÇÃO 9ª jornada F. Zêzere Mação U. Almeirim

1 4 3

Ferroviários Benavente Ouriense

1 2 0

10ª jornada (24 Maio) Benavente F. Zêzere Ouriense Mação Ferroviários U. Almeirim

Z

GOLOS

PONTOS

DERROTAS

EMPATADOS

JOGOS

1. 2. 3. 4. 5. 6.

APURAMENTO DO CAMPEÃO Atl. Riachense 9 6 2 1 18-7 U. Tomar 9 5 2 2 11-10 Fazendense 9 4 2 3 18-13 Amiense 9 3 2 4 11-14 Alcanenense 9 3 1 5 9-12 Samora 9 1 1 7 9-20

50 38 35 30 28 22

1. 2. 3. 4. 5. 6.

Mação U. Almeirim Ouriense Benavente Ferroviários F. Zêzere

MANUTENÇÃO 9 7 1 9 5 3 9 4 1 9 3 3 9 1 3 9 1 1

36 34 24 20 16 9

1 1 4 3 5 7

23-6 19-7 8-14 14-12 7-14 9-27

I DIVISÃO DISTRITAL - FASE FINAL

A Após uma excelente época o Ouriquense confirmou o título de campeão da 1ª distrital. Com o Pego também a subir de divisão a luta pelo terceiro lugar faz-se agora entre Alferrarede (na foto) e Assentis 1ª Divisão Distrital - Fase Final

Ouriquense confirma título

10ª jornada (24 Maio) Alferrarede Porto Alto Assentis Ouriquense Pego Vilarense

Z

1. 2. 3. 4. 5. 6.

APURAMENTO DO CAMPEÃO Ouriquense 9 4 5 0 21-13 Pego 9 3 5 1 14-13 Alferrarede 9 3 3 3 15-12 Assentis 9 3 4 2 14-13 Porto Alto 9 1 5 3 11-14 Vilarense 9 0 4 5 7-17

PONTOS

GOLOS

DERROTAS

EMPATADOS

JOGOS

0 1 2

42 35 31 30 27 25

III DIVISÃO NACIONAL - SÉRIE E - SUBIDA

7ª jornada

1. 2. 3. 4. 5. 6.

Sintrense Camacha Igreja Nova

Camacha Igreja Nova Rio Maior Portosantense Sintrense Casa Pia

7 7 7 7 7 7

4 5 3 2 0 0

2 1 2 1 5 3

1 1 2 4 2 4

13-6 9-4 8-9 7-10 7-10 9-14

II DIVISÃO NACIONAL - TERCEIRA FASE (MEIAS FINAIS) 1

Fátima

1

2ª Mão (24 Maio) Fátima

Carregado

PONTOS

GOLOS

DERROTAS

EMPATADOS

0 1 1

8ª jornada (24 Maio) Rio Maior Portosantense Casa Pia

JOGOS

Rio Maior Sintrense Portosantense

VITÓRIAS

Classificação 2 2 1

Já estava assente a promoção de ambas as equipas. No entanto, era o título de campeão que estava em disputa no jogo entre o Ouriquense e o Pego. A equipa de Vila Chã de Ourique era claramente favorita, e não deixou os créditos por mãos alheias, marcando meia dúzia de tentos ao seu perseguidor Pego. A seguir, continua o jogo da cadeira entre As-

sentis e Alferrarede. Na corrida por um único lugar vago no acesso à Divisão de Honra, ambas as equipas empataram, mantendo o Alferrarede a vantagem de um ponto sobre o Assentis, que ocupa o quarto lugar. Os dragões não conseguiram ultrapassar a equipa de Vilar dos Prazeres, deixando passar a oportunidade de aproveitar o em-

pate do Assentis nas Fontaínhas, em Porto Alto. Por seu lado, os homens da lezíria ainda sonhavam com a promoção, uma vez que na prática só dependiam de si próprios, esperançados que estavam em vir a disputar o terceiro lugar com o Alferrarede na última jornada. Essa possibilidade está agora posta de lado para o Porto Alto. Na última jornada, em

Assentis a concretização das aspirações passa por derrotar o campeão Ouriquense, enquanto em Alferrarede recebe-se o Porto Alto. Os resultados dependerão do nível de seriedade com que os adversários encaram os jogos, uma vez que as suas épocas já estão arrumadas. O Pego cumpre a última data do calendário com o Vilarense.

3 ª Divisão Nacional - Fase Final - Séries D e E

Classificação VITÓRIAS

APURAMENTO DO CAMPEÃO 9ª jornada Porto Alto 0 Assentis Vilarense 1 Alferrarede Ouriquense 6 Pego

1ª Mão Carregado

VITÓRIAS

Classificação 0 0 0

10ª jornada (24 Maio) Samora Riachense Alcanenense Fazendense Amiense U. Tomar

Z

be. Segundo a direcção, a disponibilidade financeira do clube voltou a restringir a viagem para a Madeira no próprio dia do jogo, uma situação nada propícia ao desempenho físico da equipa que perdeu com o líder Camacha, que assim garantiu a subida à 2ª Nacional. Apesar de ser matematicamente possível, o Rio Maior está já provavelmente arredado da possibilidade de conseguir chegar ao segundo lugar, mas essa era uma situação que já não era observada com muita viabilidade pelos técnicos e jogadores. Ainda há nove pontos em disputa e no domingo cumpre-se a antepenúltima jornada, com o Rio Maior a receber o Sintrense.

DIVISÃO DE HONRA DISTRITAL - FASE FINAL

APURAMENTO DO CAMPEÃO 9ª jornada Riachense 1 Alcanenense U. Tomar 1 Samora Fazendense 2 Amiense

Camacha Igreja Nova Casa Pia

A alverca do parque Equuspolis, na Golegã, vai ser palco de uma actividade de canoagem na manhã de sábado, 23 de Maio, a partir das 10h30, organizada pela Associação de Canoagem de Santarém.

Foto: André Lopes (arquivo)

2ª Divisão Nacional - Fase Subida

D Canoagem na Golegã

44 40 32 27 24 24

Jogo decisivo em Fátima O Fátima empatou o jogo da primeira mão da meiafinal com o Carregado, ficando a decisão reservada para o jogo em Fátima. Esta eliminatória reveste-se de maior importância para os clubes envolvidos, pois quem a vencer, além de ir disputar o título de campeão da 2ª Divisão Nacional, ganha também a promoção à Liga Vitalis, outrora conhecida por Liga de Honra. Quem passar à final, defrontará o vencedor da ou-

tra eliminatória, entre Penafiel e Chaves, cuja primeira mão terminou empatada a zeros. Quanto ao jogo propriamente dito, o Carregado entrou mais agressivo nos minutos iniciais, exprimindo claramente a vontade de levar a eliminatória em vantagem para Fátima. O primeiro golo foi marcado pela equipa da casa aos 12 minutos, por intermédio de Rente, como resultado directo da pressão exercida sobre a defesa fatimense.

Foi só à passagem da meia hora de jogo que o Fátima construiu o seu primeiro ataque, e logo com uma enorme eficácia, estabelecendo o empate. O golo traduziu-se por um cruzamento de Vasco Varão para Bruno Matias concretizar. Apesar de o Fátima ter conseguido equilibrar o resto do jogo, a nota mais alta vai para o Carregado, que fazendo uso do factor casa, arranjou motivação para pressionar continuamente o adversário.

Há a realçar ainda duas oportunidades flagrantes para o Carregado e, da parte do emblema da vila santa, houve um golo anulado por fora de jogo do avançado Heldon. Assim, um ano após ter terminado na última posição e ter sido despromovida, a equipa de Rui Vitória tem a oportunidade de regressar à Liga de Honra. Para isso tem que vencer ou empatar a zeros em casa ante o Carregado, já no domingo.


FUTEBOL | DESPORTO 31

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Divisão de Honra Distrital - Fase Final

Fazendense e Tomar aspiram pela vice-liderança nena, e esperar uma derrota do Tomar.

Foto: André Lopes

Na Divisão de Honra, todos os jogos serviram apenas para cumprir calendário, uma vez que todas as atribuições e considerações de mérito e demérito já estão feitas. Houve pois, em geral, espaço para fazer rodar os plantéis, vendo-se em campo jogadores que mal tiveram oportunidade de calçar as botas esta época. Em termos classificativos, a única dúvida que ainda permanece refere-se ao terceiro lugar; se fica para o Tomar ou se vai para o Fazendense, ainda com hipótese de ficar que à frente dos nabantinos. No entanto, a Associação de Futebol de Santarém ainda tem que se pronunciar acerca o processo disciplinar imposto ao Fazendense, que poderá culminar na remoção de três pontos ganhos num jogo em que houve a presença indevida de um delegado no banco. Em relação aos jogos da penúltima jornada; o Riachense defrontou em casa o Alcanenense, as mesmas equipas que vão disputar a final da Taça Ribatejo no dia 30 de Maio. Venceu a

Manutenção

A Fazendense-Amiense: O Fazendense ainda está na luta pelo honroso segundo lugar equipa da casa, pela vantagem tangencial. Ambas as equipas jogaram com reservas, devendo-se realçar o ex-júnior riachense Fábio Pereira, que foi lançado pela primeira vez e logo abrilhantou a prestação fazendo a assistência para o único golo da partida. De resto, para os lados de Riachos ainda não há fumo

branco acerca da decisão da subida. O Tomar recebeu o Samora e venceu, também por um a zero, num jogo que, segundo testemunhas, foi equilibrado mas cujo desenlace acabou influenciado pela expulsão do samorense Emanuel. Já o Fazendense venceu o Amiense, marcan-

do um golo em cada parte. O resultado já estava feito quando o treinador Afonso Alves colocou reservas em campo. Na mesma altura, no Amiense entravam peças habitualmente importantes, na tentativa de resgatar o jogo para o seu lado. Na última jornada, haverá provavelmente uma

partida descontraída em Samora Correia, onde vai jogar o Riachense. Já o Tomar, tem de pontuar para conservar o segundo lugar, que lhe dá apenas dignidade, mesmo que o campeão decida não subir ao nacional. Para ficar terminar em segundo, o Fazendense tem que vencer em Alca-

Na série de Manutenção também já está tudo decidido desde a semana passada. O Mação assegurou a tranquilidade e desta vez bateu o Benavente por números esclarecedores. O mesmo serve para o Almeirim que, num jogo que dominou do princípio ao fim, derrotou o Ouriense em casa. O Almeirim dá esta semana início às comemorações dos 75 anos do clube, que se prolongarão até Setembro. Houve ainda um empate a dar conta: o Ferroviários foi a Ferreira do Zêzere buscar um ponto, inútil nesta fase. Na última jornada, o Mação defende a liderança em Ourém, enquanto o Almeirim vai ao Entroncamento. Se quiser acabar como líder desta série, os almeirinenses têm que esperar pela derrota do Mação, o que não deve acontecer. Já o Benavente recebe nas Portas do Sol o Ferreira do Zêzere.

Após descida aos distritais

Torres Novas e Cartaxo preparam próxima época As duas equipas da região que foram despromovidas da 3ª Divisão Nacional, já começaram a engendrar a próxima época. O Torres Novas tem finalmente uma comissão administrativa, encarregue do

futuro do clube durante um ano, ou seja, até 15 de Maio de 2010. A nova comissão é liderada por João Paulo Martins, que foi presidente em 2006 e 2007. Ainda assim, a eleição e tomada de posse foi tudo menos pa-

cífica, culminando no pedido de demissão do presidente da Mesa da Assembleia, João Carlos Lopes, por alegada irregularidade do prazo de um ano de gerência exigido pela lista sufragada. Quanto a projec-

tos desportivos, ainda nada está definido, uma vez que a complicada situação financeira (6 meses de ordenados em atraso e processos judiciais) obriga, para já, a um período de reflexão. No Cartaxo já houve mais

tempo para tomadas de decisões. Os objectivos da recém-empossada direcção, presidida por Frederico Guedes, passam por vencer o distrital e reforçar o apoio às camadas jovens. No entanto, a direcção afir-

ma ter os pés bem assentes na terra, e por isso admite reduzir o orçamento para a nova época. Está também já na calha o novo treinador, mas até ao fecho de edição, ainda não tinha sido anunciado o seu nome.


O Ribatejo

32 DESPORTO | MODALIDADES Actividade física para seniores

Cartaxo cria clube das caminhadas O programa “viver mais – viver melhor”, da Câmara do Cartaxo criou um clube de caminhadas destinado a promover o convívio e a saúde dos munícipes com mais de 50 anos. O clube já iniciou a sua actividade com uma caminhada nas Salinas de Rio Maior, na semana passada, e tem já agendada para sexta-feira, 22 de Maio, uma outra caminhada nas praias de Peniche e Conso-

lação, na distância de quatro quilómetros. Seguemse depois iniciativas semelhantes na Serra de Aire e Candeeiros, a 29 de Maio, e no Cartaxo, a 6 de Junho, numa caminhada que assinala o dia mundial do ambiente e que se realiza em colaboração com o movimento ecologista Eco-Cartaxo. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na Casa da Juventude.

22 | Maio | 2009

“Alvitejo” vence por equipas em Tomar O C.C.D. “O Alvitejo”, de Vale de Figueira, venceu colectivamente o 11º grande prémio do Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas, que se disputou no domingo, 17 de Maio, em Tomar, com a presença de 150 atletas. O vencedor absoluto da prova masculina, de 12,5 quilómetros, foi Paulo Ferreira, do TB Suportes Pedagógicos, segui-

do por Carlos Carapeto e António Pais, ambos do Alvitejo, que fecharam o pódio. Na prova feminina, a mais rápida foi Elisabete Pereira, do Millenium BCP, ao passo que a prova de juniores masculinos teve como vencedor André Ferreira, do União de Tomar, equipa que ficou em 2º lugar na classificação geral colectiva.

Frederico Guedes é o presidente

SL Cartaxo tem nova direcção Depois de meses de instabilidade directiva, o Sport Lisboa e Cartaxo (SLC) tem uma nova direcção liderada por Frederico Guedes, eleita em assembleia-geral há cerca de uma semana. Frederico Guedes, que já pertenceu a outras direcções, terá a seu lado Marco Bruno como vice-presidente, Susana Valada como tesoureira, João Morgado como secretário, e João Anacleto,

Ribatejanos de regresso às provas distritais Chegou ao fim a participação das duas equipas do distrito de Santarém no campeonato nacional da 3ª divisão de futsal, uma prova que não correu de acordo com as expectativas iniciais de ambos os clubes. Os Patos, que na 26ª e última jornada perderam em casa por 3-1 com os campeões da série, o Grupo Desportivo de Loures, terminaram na 11ª posição da geral, com apenas 22 pontos, de seis vitórias, quatro empates e 16 derrotas. Esperavase bem mais da equipa do

Rossio ao Sul do Tejo, que na época passada teve uma participação brilhante na prova, acabando no 3º posto. Já o Achete / Macrofal, que no passado fim-de-semana venceu cara a derrota ao Recreativo do Arnal, por 3-2 (com o último golo a ser apontado a 17 segundos do fim), terminou esta sua primeira aventura numa prova nacional na 14ª e última posição, com 10 pontos, de três vitórias e um empate. Na próxima época, ambas regressam ao distrital.

Futsal

Achete organiza torneio em Santarém O Grupo Futsal Achete vai realizar o seu 3º torneio de futsal entre os dias 30 de Maio e 28 de Junho, no pavilhão gimnodesportivo municipal de Santarém. As inscrições estão abertas até ao dia 29 de Maio, pelos telefones 937 383 185

e 967 602 855, ou pelos emails paulogaspar09@ gmail.com e bfuzeiro@ gmail.com. Haverá prémios para todas as equipas participantes no torneio, que se divide pelos escalões de sub17, seniores e veteranos.

Marco Canadas e Miguel Ribeiro na condição de vogais. Pedro Caetano, Dionísio Pereira e Luís Pedro Coutinho são os suplentes de uma lista bastante jovem, que anunciou a conclusão das obras no campo das Pratas como um dos grandes objectivos para este mandato, por ser o recinto onde jogam os escalões de formação do clube, um dos maiores do distrito.

PASSEIO CICLOTURÍSTICO NA AZINHAGA

Futsal

Escola de Gestão a um ponto de conquistar o título A Escola de Gestão de Santarém está a um ponto de conquistar o campeonato distrital de futsal, a apenas duas jornadas do fim. No passado fim-de-semana, os estudantes receberam e venceram a Freixianda por 5-2 e mantêm assim a distância de seis pontos que os separa do 2º classificado, o CAD Coruche. Mesmo a jogar em casa, os coruchenses sentiram algumas dificuldades para levar de vencido o Riachense, por 4-3, depois de um empate a dois golos ao intervalo. Nos outros dois jogos da fase de apuramento de campeão, a Juventude Ouriense venceu por 3-1

no terreno do Ribeira do Fárrio, e o CD Fátima, a jogar em casa, venceu a Casa do Benfica da Golegã por 5-3. A Escola de Gestão pode fazer a festa do título já na sexta-feira, 22 de Maio, se vencer ou empatar no reduto da Casa do Benfica da Golegã, embora não se preveja uma deslocação fácil. O Coruche também está obrigado a vencer no pavilhão da Freixianda. Só para cumprir calendário, defrontam-se ainda Ribeira do Fárrio – Riachense, e Juventude Ouriense – Fátima. Na fase de apuramento da classificação final, o Carvalhos Figueiredo

venceu por 4-0 no terreno do Vitória Santarém, o Novas Oportunidades recebeu e venceu a UV Almeirim por 4-2, o Sporting de Tomar bateu em casa os Caixeiros por 2-0, e o Crucifixo venceu por 8-7 o Alferrarede, no “derby” do concelho de Abrantes. Na tabela, aparece em primeiro lugar o Carvalhos Figueiredo, com 31 pontos, seguido pela UV Almeirim, com 25. Na penúltima jornada, no sábado, 16 de Maio, jogam Carvalhos Figueiredo – Alferrarede, Crucifixo – Novas Oportunidades, UV Almeirim – Sp. Tomar, e Vitória Santarém – Caixeiros.

O Grupo de Cicloturismo da Azinhaga (Azybike) vai realizar o seu 3º passeio cicloturístico no dia 14 de Junho, com partida e chegada nesta freguesia do concelho da Golegã. As inscrições estão abertas até dia 4 de Junho, pelos telefones 962 317 570 e 965 642 448, pelo fax 249 957 110, ou pelo e-mail avelinobento@hotmail.com. A concentração está marcada para as 8h30, junto ao pavilhão desportivo da Azinhaga, e a partida será dada às 9 horas. No final, haverá um almoço de confraternização e lembranças para todos os participantes e para os cicloturistas mais velho e mais novo. O passeio tem uma extensão aproximada de 90 quilómetros.

QUINZENA DO DESPORTO EM CONSTÂNCIA A 8ª quinzena do desporto do município de Constância está a decorrer até ao próximo dia 31 de Maio, com actividades desportivas para todos os gostos a decorrer no pavilhão municipal, ginásio, piscinas, campo de ténis, campo de vólei de praia e na área dos percursos de observação e interpretação da natureza. Badminton, basquetebol, futebol, ginástica, karate, ténis de mesa, hidroginástica, natação, cardiofitness ou musculação são apenas algumas das modalidades à disposição dos participantes, que apenas têm que se inscrever juntos dos serviços de desporto da Câmara Municipal.


MODALIDADES | DESPORTO 33

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

“FINAL FOUR” DE HÓQUEI NO ENTRONCAMENTO Futebol Clube do Porto, Sport Lisboa e Benfica, Hóquei Clube de Barcelos e Associação Desportiva de Valongo são as quatro equipas que vão marcar presença na “final four” masculina da Taça de Portugal em hóquei em patins, que se disputa no pavilhão municipal do Entroncamento, nos próximos dias 13 e 14 de Junho.

VALADA RECEBE PROVA NACIONAL DE MOTONÁUTICA A aldeia ribeirinha de Valada, concelho do Cartaxo, vai receber uma etapa do campeonato nacional de motonáutica no fim-de-semana de 23 e 24 de Maio. Nas águas do rio Tejo, vão estar os melhores pilotos nacionais nas classes de S850, PR750 e T850. No sábado, as provas realizam-se entre as 16 e as 18 horas, ao passo que no domingo, dia 24, estão marcadas para as 10 e 18 horas.

Futebol do Inatel

Rugby Clube cilindra Loulé

Futebol do Inatel

Tigres do Cartaxo vencem, mas Azambujeira perde Os Tigres do Cartaxo são os únicos sobreviventes do distrito no campeonato de futebol de 11 do Inatel, depois de, no passado domingo, terem vencido o Santander Totta por 3-2, no campo dos Camarinhais, em Benavente. A Azambujeira, actual campeã distrital (e que derrotou os Tigres na final, por 3-0), vai falhar mais uma vez o objectivo de chegar à final nacional, depois de ter sido eliminada pelo C.C.D. Boa Es-

perança, também por 3-2. Num jogo muito disputado, faltou uma pitada de sorte no momento da finalização e alguma frescura física aos jogadores da equipa do concelho de Rio Maior para conseguir um resultado que lhes permitisse seguir em frente na prova. Quando à outra partida, “foi um jogo que nos obrigou a arregaçar as mangas, mas estivemos sempre à frente do marcador e vencemos com toda a jus-

tiça, na minha opinião”, disse ao nosso jornal o presidente do Tigres do Cartaxo, Alves Gomes, que não esconde o sonho de chegar ainda mais longe na prova. No próximo domingo, 24 de Maio, às 16 horas, em Benavente, os Tigres vão medir forças com o Boa Esperança. O vencedor desta partida vai disputar depois o acesso à final nacional com o vencedor das zonas de Setúbal, Alentejo e Algarve.

Em jogo de apuramento do 9º e 10º lugar do campeonato nacional da 2ª divisão, o Rugby Clube de Santarém (RCS) cilindrou autenticamente o Loulé por 78-3, num jogo em que a história se resume ao desnível do resultado. Ao longo da temporada, o RCS foi provando que tem valor para disputar a subida de divisão, mas os pontos perdidos no mau arranque do campeonato foram decisivos para a manutenção neste escalão. Antes do jogo dos seniores, jogaram os sub16, que ainda conseguiram um resultado mais

expressivo contra os seus congéneres de Loulé: 82-5. Quanto aos sub14, deslocaram-se a Coimbra para participar no torneio JP, onde conquistaram um brilhante 4º lugar. Refira-se que o jogo de apuramento do 3º e 4º lugar foi de tal maneira renhido que chegou ao prolongamento e morte súbita, algo pouco visto no rugby. A equipa feminina do RCS disputou a primeira jornada de rugby de sete na Vila da Moita, onde averbou apenas derrotas, que se devem a algumas lesões e à inexperiência do grupo.


O Ribatejo

34

22 | Maio | 2009

culturas fim-de-semana

Ciclo de Guitarra Portuguesa no teatrlo Sá da Bandeira No âmbito da iniciativa “Ciclo da Guitarra Portuguesa”, o Conservatório de Santarém promove este sábado, dia 23, às 21h45, no teatro Sá da Bandeira, um concerto com os Post Scriptum, formados pelos músicos Ricardo Marques, Isabel Bogalho e Rui Almeida. Vão interpretar peças originais e adaptações de peças de Niccolò Paganini, Leo Brower e Astor Piazolla.Bilhetes a 6 euros.

destaque

Cantautora americana em Torres Novas

Alela Diane é uma jovem cantautora norte-americana que vai actuar no Teatro Virgínia, este sábado, dia 23, às 21h30. . Na sua voz firme e bela, conseguese sentir a ruralidade da América profunda, com umas tonalidades de folk. Acompanhada da sua guitarra e da sua banda, Alela vai trazer os sons bem típicos da América. O bilhete custa 12,5 euros.

Nuno Guerreiro no miradouro em Santarém

O conhecido cantor Nuno Guerreiro (ex-Ala dos Namorados) vai estar presente no Vitorino´s Bar em Santarém esta sexta-feira 22 de Maio a convite do músico David Antunes e a Banda do Norte. Este primeiro espectáculo da banda marca o ínicio das noites de música ao vivo com convidados especiais que se prolongará até ao final de Setembro.

Cursos de Verão na Casa dos Patudos A Casa dos Patudos em Alpiarça vai ser palco de um conjunto de três cursos de verão nas áreas da poesia, da história de arte e da história da música. Os cursos de história de arte de poesia decorrem nos meses de Junho e Julho, enquanto que o curso de história da música está marcado para Setembro. Estes cursos estão marcados para horário pós-laboral, a partir das 19h, no pólo eno-turístico da Casa dos Patudos, incluindo naturalmente uma interacção e uma visita ao museu. As inscrições são gratuitas e acessíveis a todos. O objectivo, explica a presidente da Câmara, Vanda Nunes, é “democratizar o acesso à cultura, aproveitando o património cultural como o da Casa dos Patudos”. Estes cursos vão ser orientados por pesso-

as com vastos conhecimentos nestas três áreas e consistem em “conversas informais” em torno de diversos temas ligados à poesia, à arte e à música. José Carlos Pereira, docente da Faculdade de Belas-Artes de Lisboa é o responsável pelo curso de história de arte, que vai abordar temas como as correntes artísticas, as formas de ver a arte e os seus contextos sociais. A exploração do tema da poesia fica a cargo do bem conhecido José Fanha, escritor, professor, autor de músicas e co-autor de diversas antologias poéticas. O curso de história da música é coordenado por Teresa Castanheira, professora do Conservatório Nacional e autora de programas musicais. Em breve arrancam também as obras de requalificação da Casa dos Patudos, um projecto

que foi alvo de candidatura a fundos comunitários e que está orçado em 2,5 milhões de euros. A primeira fase, que vai custar cerca de um milhão de euros, contempla a intervenção do edifício principal, na ala norte, em locais que estão encerrados ao público, pelo que as obras não vão afectar o funcionamento normal do museu. A segunda fase prevê obras no espaço exterior e a construção nessa zona de uma cafetaria. O projecto da Casa dos Patudos prevê também a criação de um centro de investigação que recolha e torne acessível o património documental de José Relvas, nomeadamente, as suas cartas, os seus documentos, entre outros. Um património que Vanda Nunes espera que possa atrair o “mundo académico a Alpiarça”.

roteiro cinemas SANTARÉM W Shopping - Cinemas Tel: 707220220

Castello Lopes 1 Monsters vs. Aliens Animação (M6) - Sessões às 13h05, 15h05, 17h15 e 19h20. Ficção Científica (M16) - Com Nicholas Cage. Sessões às 21h25 e também às 00h de sexta e sábado.

Castello Lopes 2 X-Men Origens Wolverine Acção (M12) - Sessões às 13h20, 16h, 18h50 e 21h45. Às 00h15 de sexta e sábado.

Castello Lopes 3

Castello Lopes 5

Anjos e demónios Drama (M12) - Baseado no livro homónimo de Dan Brown. Sessões às 12h45, 15h35, 18h30, 21h30 e também às 00h20 de sexta e sábado.

Star Trek Ficção Científica - Sessões às 13h, 15h50, 18h40 e 21h20. Também às 00h10 de sexta e sábado.

Castello Lopes 4

À Noite no Museu Acção/Comédia (M12) - O maior museu do mundo recebe uma grande exposição dedicada aos faraós e aos seus poderes mágicos. Mas à noite, as figuras do museu ganham vida e o segurança Larry (de novo Ben Stiller) e os seus velhos amigos, entre os quais Roosevelt e o T-Rex. Sessões

Underworld - Revolta Acção/Thriller (M12) - Na Idade Média, o equilíbrio reina entre os vampiros, liderados pela mão-de-ferro de Victor, e os lobisomens, considerados seus servos. Com sessões às 13h30, 16h10, 19h, 21h50 e também às 00h30 de sexta e sábado.

Castello Lopes 6

às 13h10, 15h40, 18h20 e 21h40. Também às 00h25 de sexta e sábado.

TORRES NOVAS Torreshopping Sala 1 À noite no Museu Acção/Comédia (M12) - Sessões às 13h40, 16h10, 18h20 e 21h40. Também às 00h de sexta e sábado.

Sala 2 X-Men Origens Wolverine Acção (M12) -Sessões às 13h30,


35

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Jornadas da Juventude no Multiusos O local das Jornadas da Juventude de Rio Maior mudou para o Pavilhão Multiusos, onde decorrem habitualmente as Tasquinhas. Isto porque o estádio municipal vai receber jogos da selecção portuguesa. Os Blasted Mechanism actuam no dia 23.

Gonçalo Tavares em Abrantes Feira de época na Barquinha O autor Gonçalo M. Tavares vai estar presente no dia 22 de Maio, pelas 21h30 na Biblioteca Municipal de Abrantes, na iniciativa “Entre nós e as palavras”. Gonçalo Tavares é um escritor que escreve romances, poesia, teatro e ficções.

exposições

recomenda-se

Vaqueiros, onde o escritor e militante comunista esteve nos tempos de clandestinidade. Pelas 16h30 tem início a sessão evocativa e inauguração da exposição alusiva à efeméride na Biblioteca de Pernes.

Noite dos morcegos em Alcanena No próximo dia 22 de Maio, celebra-se o Dia Internacional da Diversidade Biológica e o Centro Ciência Viva do Alviela em Alcanena promove uma “Noite dos Morcegos” gratuita. Nesta acção, para além de visitarem os módulos interactivos do “Quiroptário”, os participantes podem acompanhar ao vivo a saída dos morcegos para caçar junto à entrada da Lapa da Canada, gruta que abriga cerca de 5.000 indivíduos, de 12 espécies diferentes (9 delas em perigo de extinção), constituindo uma das mais importantes colónias de criação em Portugal. A “Noite dos Morcegos” tem início às 19h30,

sendo a inscrição gratuita e obrigatória (telef.: 249 881 805).

Cinema

Animaio em Abrantes

Soeiro Pereira evocado em Pernes e em Vaqueiros O centenário do nascimento de Soeiro pereira Gomes vai ser assinalado pela concelhia de Santarém do PCP no domingo, 24 de Maio. Para as 15h está marcada uma visita ao moinho dos Rodeados, na freguesia de

PSP E GNR NO CARTAXO ∑Museu Rural

e do Vinho homenageia PSP e GNR com uma exposição em que podem ser apreciados vários equipamentos e materiais alusivos à história das forças de segurança, entre os quais, duas viaturas antigas que são o seu ex-libris: um Porsche da GNR e um Carocha da PSP. A R T E S A N AT O E CERÂMICA EM TREMEZ∑O recém-

inaugurado Espaço Fórum na localidade de Sinterra em Tremez acolhe durante o mês de Maio uma exposição de artesanato e de cerâmica e ainda outra de trapologia. SURREALIMO EM TOMAR ∑ Continua

patente até 13 de Setembro a exposição evocativa dos 60 anos da primeira, e única, exposição do Grupo Surrealista de Lisboa. No Núcleo de Arte Contemporânea de Tomar, para ver das 9h às 19h, de semana, e das 10h às 19h ao fim-de-semana.

O Espalhaf itas de Abrantes organiza durante a segunda metade do mês de Maio um ciclo de cinema designado Animaio. Desde animação para adultos a exibição de curtas-metragens realizadas por alunos da escola da região, esta mostra de cinema apresenta um programa bastante diversificado. Na próxima semana vão ser exibidos três filmes, com sessões às 21h30, no

21h30.

Ficção Científica - Sessões às 21h50 e também às 001h10 de sxta e sábado.

Velozes e Furiosos Drama (M12) - Às 21h30 de dia 22 de Maio.

Sala 3 Anjos e Demónios Drama (M12) - Sessões às 13h15, 16h, 18h45 e 21h30. Às 00h15 de sexta e sábado.

ABRANTES Centro Comercial MIllenium Anjos e demónios Drama (M12) - Sessões às

RIO MAIOR Cineteatro

CARTAXO Centro Cultural Quem quer ser bilionário Drama (M12) - Sessão às 21h30 de sexta e sábado e às 15h30 e 21h30 de domingo.

CONSTÂNCIA Cine-teatro municipal Pantera Cor-de-Rosa

Cine-Teatro S. Pedro: o “Sita Sings the Blues” (filme indiano de Nina Paley) no dia 25, o “Valsa Com Bashir” no dia 27 e o “Tru the Moebius Strip (um filme chinês de Glenn Chaika). A semana encerra no dia 29 com a ante-estreia de curtas-metragens realizadas por alunos de escolas do concelho, “Os Transformadores” da Escola da Chaínça, “A Vida por um Fósforo” da Troca-

tinas da Palha de Abrantes e “O Ciclo Escolar” da Escola do Rossio ao Sul do Tejo. Estes filmes são exibidos a partir das 10h. As curtas-metragens voltam a ser exibidas à noite, a partir das 21h30, seguindo-se o filme “Passeio de Domingo”, de José Miguel Ribeiro, e ainda os filmes “O Acidente”, “Living in The Trees” e o “Esperancia”.No final, vão haver conversas com os realizadores.

espectáculos

Dança contemporânea no Cartaxo “Ek-Statically” é o nome do espectáculo de dança que vai estar esta sexta e sábado, às 21h30, no Centro Cultural do Cartaxo. O espectáculo coloca em cena três diferentes espectáculos: um primeiro “The Who and The What”, estreado em Reutlingen, na Alemanha, tendo recebido louvores de público e crítica especializada; um segundo, “Lake”, solo de dança vencedor de dois prémios no International Solo-Tanz- Theater Festival 09, em Estugarda; um terceiro, na segunda

roteiro cinemas

16h10 e 18h30. Star Trek

O Barquinha Parque acolhe nos dias 23 e 24 de Maio mais uma Feira d’Época, um certame onde vão estar à venda produtos da terra, fruta da época, artesanato, gastronomia, chás, licores, mel e doçaria.

Animação (M6) - Com Steve Martin, Andy Garcia, Jean Reno Sessão às 21h30 de sábado.

TOMAR Cine-teatro Paraíso Internacional Drama (M12) - Um filme de espionagem. Sessões às 21h30 dos dias 23, 24, 27 e 28. De quarta a sexta às 21h30, e sábado e domingo às 15h30 e 21h30.

parte, “Made in Time”, em estreia absoluta n oCartaxo. Todo este espectáculo evoca a obra do filósofo francês JeanLuc Nancy, que reflecte sobre tudo o que é “corpo” e está para além do próprio corpo.

O Ribatejo oferece 3 bilhetes duplos para a sessão de sábado, dia 23, aos primeiros leitores que apresentaram esta edição no Centro Cultural do Cartaxo. Os bilhetes custam 9 euros e existem descontos de 50% para estudantes e maiores de 65 anos.

indy TORRES NOVAS Teatro Virgínia

CARTAXO Centro Cultural

Zona de Guerra Drama (M16) - Baseado no romance homónimo de Alexander Stuart, adaptado pelo próprio, Zona de Guerra mergulha na intimidade de uma família para expor uma história de incesto (do pai com a filha). Um filme de Tim Roth. Com Colin Farrel, Ray Winstone, Lara Belmont, entre outros. Sessão no dia 27, às 21h30. O Ribatejo oferece bilhetes aos primeiros leitores que apresentarem o jornal na bilheteira.

Almoço de 15 de Agosto Drama (M12) - Gianni é um homem de meia-idade, que vive com a mãe que lhe trata de tudo o que ele precisa. Mas, mesmo assim, Gianni vai acumulando dívidas.Porém, uma série de outros imprevistos deixa-o a braços, não com duas, mas com quatro velhas senhoras. Sessão na quintafeira, dia 28. O Ribatejo oferece 2 bilhetes duplos aos primeiros leitores que apresentarem o jornal na bilheteira do Centro.


O Ribatejo

36

22 | Maio | 2009

culturas

Concerto pela não violência em Santarém Os alunos do 9º A da escola E.B. 2,3 de Alexandre Herculano irão realizar um concerto, o Concerto pela Não Violência com a colaboração da Câmara Municipal de Santarém. o concerto decorre na escola, no Pátio da Alegria, esta sexta-feira, dia 22, pelas 21h30. Vai actuar a banda “90 Degrees”.

gala

Pedro Dyonysyo e Hyubris na Gala da Antena Livre A Antena Livre distingue personalidades e instituições esta sextafeira, dia 22, com mais um edição da sua Gala Anual, que decorre no Cine-teatro de S. Pedro, pelas 21h30, numa co-produção com o Jornal de Abrantes. Vão ser entregues város galardões nas categorias de Jovem Jornalista, Empresa, Cultura, Desporto, Social, Carreira/Prestígio e Nacional. No programa musical vão actu-

ar o músico Pedro Dyonysyo, que recentemente gravou 12 temas e os disponibilizou ao longo de 12 meses na Internet, mas também a banda Arrefinfa na Bilha, a fadista Ana Laíns, André Teixeira e os Hyubris. Pedro Dyonyso está em estúdio e prepara-se para lançar um álbum com os 12 temas gravados em 2008 e que deverá sair em Outubro deste ano. O músico do Entroncamento

Ana Lains é uma das fadistas mais internacionais de Portugal. Natural de Montalvo em Constância, Ana Laíns vai interpretar temas dos seus últimos trabalhos. André Teixeira participou nos “Dias da Música 2009” no CCB e é considerado um dos melhores acordeonistas de Portugal. Em 2009 passou também a fazer parte integrante da banda Hyubris, e participa também no projecto Kwantta.

das letras

Para os devidos efeitos, comunica-se que no próximo dia 24 de Maio de 2009 (Domingo), prevê-se o corte de corrente nos locais e períodos abaixo mencionados: DRC TEJO Concelho de Santarém Zona Urbana: Largo Alcaçovas, Largo S. Martinho, Rua Passos Manuel, Trav. S.Tiago, Rua Maestro Luis Silveira, Av. 5 de Outubro, Largo Santiago, Largo Engº Zeferin Sarmento, Trav. Judiaria, Largo Museu, Rua Santa Margarida, Largo Portas do Sol, Largo Cabaceiro, Largo Alcaçovas Lt. (das 08:00 às 12:00 horas) Zona Urbana: Rua Colégio Miliate, Rua das Figueiras, Prlg. Praceta J.Cortesão Lt., Calçada Junqueira, Rua Dr. Miguel Bombarda, Praceta Damião de Gois, Rua Olivença, Praceta S. Lazaro, Praceta Vila Teixeira Sousa, Calçada Junqueira Vila Gouveia, Rua Ant. Campo Leões, Praça Jaime Cortesão Lt, Praceta Jaime Cortesão. (das 07:00 às 11:00 horas) Concelho de Coruche Freguesia de Coruche: Rua Campinos do Sorraia, Rua Direita, Rua Fonte do Grilo, Rua Joana Isabel L.Dias, Rua S.João, Rua Santo António, Av.Sorraia, Rua Borralho, Trav. S.João, Rua Vasconcelos Porto, Largo Santo António, Rua Matadouro, Trav. St. António, Rua Santo Atanásio, Rua Salvaterra de Magos, Pat. Piedade, Av. Marginal, Av. Luís de Camões. (das 06:45 às 11:00 horas) Nota: Devido a situações imprevistas, os trabalhos poder-se-ão prolongar até às 15:00 horas. Por motivos de segurança e dado poder haver necessidade de proceder a ensaios ou ser feito o restabelecimento antecipado, as instalações deverão ser consideradas permanentemente em tensão.

Dona Abastança «A caridade é amor» Proclama dona Abastança Esposa do comendador Senhor da alta finança. Família necessitada A boa senhora acode Pouco a uns a outros nada «Dar a todos não se pode.»

Já se deixa ver Que não pode ser Quem O que tem Dá a pedir vem. O bem da bolsa lhes sai E sai caro fazer o bem Ela dá ele subtrai Fazem como lhes convém Ela aos pobres dá uns cobres

Ele incansável lá vai Com o que tira a quem não tem Fazendo mais e mais pobres. (...) Todo o que milhões furtou Sempre ao bem-fazer foi dado Pouco custa a quem roubou Dar pouco a quem foi roubado. Manuel da Fonseca

FAUSTINO SANTOS Acupunctura / Hipnoterapia Clínica Licenciado em Medicina Tradicional Chinesa Curso pós-graduado de aperfeiçoamento de Hipnose em Clínica Médica (componente de especialização) da Faculdade de Medicina de Lisboa

Rua Pedro de Santarém, nº 65, 1º andar (antiga Rua do Matadouro perto do W Shopping)

MARCAÇÕES - Telemóvel: 962 600 338 www.faustinosantos-acupunctura.com


37

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Mimo em cena no Sá da Bandeira em Santarém

Orquestra Molto Vivace em Alcanena

Mimo é um velho com a cabeça cheia de recordações. Dentro da sua cabeça as recordações são agitadas. Até que um dia, Mimo decide viajar em busca de um ou mais lugares onde deixar as suas memórias. Trata-se de um encontro entre o teatro e as artes visuais num espectáculo sem texto. Em cena no Sá da Bandeira, este domingo, às 16h. Bilhetes a 3 euros.

horóscopo carneiro 21/3 a 20/4

No amor, está muito favorecido e é natural que marque pontos e colha vantagens. É no convívio que podem estar oportunidades sentimentais muito promissoras. A semana é excelente para rebater críticas e libertar-se de pressões, podendo passar da defesa ao ataque.

Está sujeito a oscilações de sentimentos e mesmo balança 24/9 a 23/10 a paixões fortes que o podem levar a comporta-

touro 21/4 a 21/5

Esta semana, os sentimentos e as emoções surgem cheios de intensidade e, quando menos esperar, pode ser surpreendido por manifestações fortes ou pela necessidade de se expressar. Os resultados só surgem com persistência. Ponha capitais a circular.

escorpião 24/10 a 22/11

Denota uma grande lucidez ao enfrentar as questões da vida afectiva. Pode tomar decisões e é natural que opções de outros impendam sobre si. De uma maneira geral, saberá sempre adoptar as atitudes mais correctas.

gémeos 22/5 a 21/6

No sector amoroso necessita de tentar entrar num regime mais calmo, para poder definir melhor os seus sentimentos. Impõe-se uma reflexão sobre situações de constante decepção. Esta semana, necessita de actuar de forma muito consistente profissionalmente.

sagitário 23/11 a 20/12

Não parece ser uma semana fácil, na medida em que está um tanto desgastado e sem grande capacidade de compreensão ou tolerância. Poderá haver lugar a rupturas ou à criação de novos relacionamentos.

caranguejo 22/6 a 22/7

Sector amoroso bastante favorecido; sentir-se-á admirado e desejado. Ponha de lado preconceitos ou outros condicionalismos e tente novos relacionamentos. Todo o tempo que dedicar ao amor será bem empregue. Embora com realismo, deve aproveitar as oportunidades.

capricórnio 21/12 a 20/1

O momento é especialmente favorável à vida sentimental e à conquista. Neste período, não há lugar para reservas ou desânimo; é essencial manter uma atitude positiva. Esta semana deve colocar-se bastante no centro dos acontecimentos e chamar a si as iniciativas.

leão 23/7 a 23/8

Esta semana, encontrará facilidades no sector amoroso, fazendo assim com que toda a esperança seja lícita e a felicidade nos relacionamentos previsível. A vida profissional tende a revelar-se intensa, podendo mesmo trazer muitos transtornos à sua vida pessoal.

aquário 21/1 a 19/2

Está sujeito a influências bastante positivas e a conjuntura é-lhe favorável; apesar de tudo, nem sempre se sentirá satisfeito, já que atravessa uma fase de grande exigência. Boa semana para falar sobre assuntos, esclarecer pontos de vista e adquirir novos conhecimentos.

virgem 24/8 a 23/9

Não se sentirá muito satisfeito com a vida sentimental, por falta da correspondência e/ou compreensão desejadas ou necessárias. Depende de si dar uma volta à sua vida. Não conte, esta semana, com resultados imediatos. Morosidade nos processos e desenvolvimentos.

peixes 20/2 a 20/3

Os sentimentos estão muito agitados e tende a reagir com excessos de emotividade. Não encare comentários ou conversas banais como críticas. Também no aspecto profissional as emoções se fazem sentir.

LIVRO O Prazer da leitura Vários PVP: 4€ Cinco contos inéditos de cinco autores portugueses, Jacinto Lucas Pires, Richard Zimler, Jorge Reis-Sá, valter hugo mãe e Patrícia Reis. A totalidade das receitas deste livro reverte para a AMI.

A ilha RTP1 Sábado, 23 de Maio, 23h Ewan McGregor, Lincoln Six-Echo e Scarlett Johansson, Jordan Two-Delta, são dois fugitivos perseguidos por implacáveis agentes através de um mundo exterior, que nunca conheceram e mal compreendem.

Lendas do Jazz RTP2 CD Xinti Sara tavares PVP: 18,95€ O regresso de Sara Tavares aos discos com um álbum de 14 novas canções que convidam a descobrir o modo como o seu talento cresce com cada nova viagem, como a sua visão do mundo vai evoluindo. Um disco de “boa onda” .

Sexta-feira, 22 de Maio, 01h45 O compositor e pianista Ramsey Lewis, premiado com um Grammy, é o anfitrião desta excelente série de treze programas sobre “Jazz”. Cada episódio, apresenta magníficas interpretações de grandes nomes deste apreciado género de música, como Roy Hargrove, Ivan Lins, Chris Botti, Kurt Elling, Al Jarreau, Chick Corea, Benny Golson, Dave Valentin, Clark Terry, Marcus Miller, Jim Hall,Pat Metheny, o próprio Ramsey Lewis e ainda nones do jazz contemporâneo como George Duke,Lee Ritenour, entre outros.

sorte

palavras cruzadas Marcos Cruz - Rede Expresso

Concurso nº 19/2009

euromilhões 8 | 18 | 19 | 20 |42| 5 | 9

totobola

221211121xxx1 Super 14. Braga 1 - M Benfica

totoloto 4 | 21 | 33 | 38 |43| 45 | 36

JOGO Pokémon Platinum Plataforma: DS Nintendo PVP: 39,99€ Uma nova aventura passada na região de Sinnoh do mundo Pokémon, cheia de novas características. A história épica de Pokémon Platinum gira em torno do lendário Renegade Pokémon, Giratina, que aparece na sua nova Forme, a Origin Forme. Muitos outros Legendary Pokémon podem ser capturados em Pokémon Platinum Version - de Dialga e Palkia, ao poderoso trio Lake de Uxie, Azelf e Mesprit.

joker 2 .534 .967

loto2 1 | 3 | 16 | 17 | 23| 25 |44 Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

sudoku 4

2

3

9

7 2

3

1 7

1 8

6 7

5

3

5

4

HORIZONTAIS: 1 - Estudam mapas. 2 - Já não é. Capital das Astúrias. 3 - Lavado. Está nos braços de Morfeu. 4 - Antecedia o rei. Correia, deputado do PP. 5 - Estudado por hematologistas. Soprava na antiga Grécia. 6 – O quente sobe. Legislativa, a da Assembleia da República. 7 - Liderou uma revolta de escravos na antiga Roma. 8 - Mesmo de trás para a frente, deixou de ser. Termo de ténis. Não está doente. 9 - Fruto. Passado recente. 10 - Contracção com demonstrativo. Indispensável para jogar basebol. 11 - Branqueiam fontes. Pedras onde se gravam inscrições funerárias. VERTICAIS: 1 - Império que a China é. 2 - Fica debaixo do braço. Cidade toscana. 3 - Cidade italiana onde nasceu a Camorra. 4 - Fazem levantamentos. 5 - Não tem qualquer semelhança com o espeto. Implica um fim. 6 - Soldado americano. Aumenta com a calvície. Tem uma pinta. 7 - Nem tudo o que vem a ela é peixe. Um dos juízes do Inferno. 8 - Está em plena puberdade. 9 - Era D. Fernando. Estabelece uma ligação entre pai e filho. 10 - Reage quando comprimida. Árida. 11 - Liberte toxinas. Lago dos Pirinéus. Donos e senhores.

6 8

9 8

8 7

1

9

3 3

8

9

3

HORIZONTAIS: 1 - cartógrafos. 2 - ex; Oviedo. 3 - limpo; dorme. 4 - el; Telmo. 5 - sangue; Éolo. 6 - ar; sessão. 7 - Espartaco. 8 - iof; ace; sã. 9 - meloa; ontem. 10 - nesta; taco. 11 - cãs; estelas.

Ron Howard PVP: 29,99€ O filme que recria o livro homónimo de Dan Brown. Esta edição da FNAC em alta definição inclui 5 minutos do Filme “Anjos e Demónios”, que está agora nos cinemas. Esta versão contém ainda mais 25 minutos de filme “Código Da Vinci”. Contém ainda 10 reportagens detrás das câmaras incluindo, o primeiro dia de rodagem com Ron Howard, uma conversa com o realizador, o retrato de Langdon (o actor principal do filme) , os códigos de “O Código Da Vinci” e muito mais.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

VERTICAIS: 1 - celeste. 2 - axila; Siena. 3 - Nápoles. 4 - topógrafos. 5 - ovo; até. 6 - GI; testa; ás. 7 - rede; Eaco. 8 - adolescente. 9 - Formoso; tal. 10 - mola; seca. 11 - sue; Oo; amos.

DVD O Código Da Vinci - Versão Alargada

mentos inusitados. Assuma completamente as suas opções. Esta semana não poderá tomar os acontecimentos como certos nem actuar só com base em hipóteses.

Soluções

televisão

escaparate

A Orquestra do Conservatório Jaime Chavinha (Minde) apresenta-se no Cine-Teatro São Pedro de Alcanena, no próximo dia 23 de Maio, pelas 22h. A Orquestra Molto Vivacce é formada por alunos das classes mais avançadas.

4 6

1

5

1 2

7

9

4 9 8

6

8

9

3

7

2

9

5 4

2 5

4

8

1

1

Só há uma regra: completar a grelha, de modo a que cada linha, cada coluna e cada bloco de 3x3 incluam os números de 1 a 9, sem repetições!


O Ribatejo

38

22 | Maio | 2009

comeres & beberes Morreu o Sr. Isaías O escrito nesta crónica tem como objectivo prestar homenagem a Isaías António Parreiras, proprietário, mentor a animador de uma afamada casa de comeres em Estremoz, conhecida pelo seu próprio nome: O Isaías. Um espaço composto por enormes talhas de barro, preenchido com mesas compridas e bancos corridos, decorada com

elementos taurinos e alentejanos, dominado pela boa disposição e contagiante humor do Sr. Isaías sempre atarefado a grelhar carnes junto à entrada. Pela mão do filósofo Orlando Vitorino ali tomei a primeira refeição, bebi vinho em copos pequeninos (traiçoeiros), conversei amenamente com o Sr. Isaías de olhos curiosos protegidos por grossas len-

tes, piada certa a todo o tempo reforçada com um sorriso franco e acolhedor. Aquela casa de comeres não tinha pretensões a ser restaurante vaidoso, era isso sim, um centro de referência da cozinha popular alentejana marcada por pratos sápidos, logo bem confeccionados. Reinava ali alegria esfusiante (também se cantava o fado em

noites de fim de semana) pautada pelo seu constante vaivém, que ao contrário de alguns profissionais da restauração possuía o sentido da oportunidade evitando ser maçador, muito menos exibicionista. Em defesa e promoção dos genuínos comeres alentejanos andou por festivais e festas – esteve presente no Festival Nacional de Gastrono-

mia em Santarém – tendo ganho distinções e elogios. Sendo uma “força da natureza”, nos últimos anos tinha problemas de saúde, por isso na última vez que fui almoçar ao seu reino não estava lá, a refeição correu muito bem, mas faltou o sainete, a verve desse homem bom que era o Sr. Isaías. Armando Fernandes

Vinho espumante

Fita Azul, passion Antes da proliferação de marcas no domínio dos vinhos intranquilos em todas as regiões vinícolas do terrunho lusitano, a Fita Azul tinha grande número de admiradores, especialmente em terras nortenhas. Desde o início do século passado que a Sociedade de Vinhos Borges goza de justo prestígio junto dos consumidores de vinhos de qualidade e o seu espumante muito contribui para tal. Nesta altura desconheço qual é a sua quota de vendas no mercado, mas as gratas recordações levaram-me a adquirir algumas garrafas da sua versão rosé – os cor-de-rosa estão na moda – na categoria de bruto sem indicação de ano de co-

lheita. Denominado “passion” talvez por razões de marketing, este espumante na hora de prova revelouse brilhante num matizado rosa firme, com bolha muito fina, cordão persistente e comprido, no nariz prevaleceu a sobriedade de aromas provenientes de frutos em boa fase de maturação e/ ou de flores secas, na boca mostrou-se fresco, estrutura sólida com vincada vinosidade e adequado equilíbrio ácido. Agradável para fins de tarde enquanto aperitivo, adequado para acompanhar peixes, mariscos e pratos de carnes frias, sem esquecer morangos ao natural. Armando Fernandes


RESTAURANTES E ESPECIALIDADES | COMERES & BEBERES 39

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

Santarém

co da Mecheira, 20 - Santarém Tel. 243333110

A Grelha

Adega dos Sabores

Especialidades Peixe Fresco, Bacalhau Assado com Magusto, Espetadas de Lulas com Gambas, Espetadas de carne Barrosã com Gambas e Ananás, Espetadas Mistas, Arroz de Feijoca, Bons Vinhos da Região Folga 2ª Feira Morada R. Ateneu Comercial, 1 r/c Esq. – Santarém Telefone. 243333348/ 243322636/ 917604488

Adega do Bacalhau Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau assado com Magusto, Bife à Casa Folga Domingo Morada Travessa da Boleta, 2 e 4 (centro histórico) Santarém. Tel. 243306519964569837.

Quintal do Beco Especialidades Lulas fritas com camarão, Bife à Beco. Folga Domingo. Morada Beco dos Fiéis de Deus, nº 15, Santarém. Tel. 243391247.

Oh Vargas Especialidade Comida Tradicional Folga Sábado (excepto para serviços marcados) Morada EN 3 - Portela das Padeiras - Santarém Tel. 243351146.

O Salsa Especialidades Peixe Fresco, Carnes da Especialidade, Massinhas de Peixe, Açorda de Ovas Folga Domingo Aberto nos Feriados Morada EN 3 – Portela das Padeiras – Santarém Tel. 243351341

J F Restaurante Especialidades Folhado de Perdiz, Bacalhau frito com Gambas e Coentros, Camarão com Risotto 3 queijos, Bifes do lombo, Cozinha Tradicional portuguesa Folga 3ª Feira Morada Jardim de Cima - Santarém Tel. 243302200

Casa Condeço Especialidades Açorda de Bacalhau à Barrão, Molhinhos de Carneiro com Grão, Migas Ribatejanas c/ Bochechas de Porco Favas com Entrecosto Folga 2ª Feira Morada Rua do Alfageme, 41 – Ribeira de Santarém - Santarém Tel. 243326887

A Carroça Especialidades Bacalhau à Carroça; Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau à Brás, Carne de porco à Alentejana, Petiscos (amêijoas, moelas, picapau) - Aberto todos os dias Morada Rua Principal – Advagar - Achete Tel. 243478216

Luís do Leitões Especialidades Leitão assado à Bairrada, Bacalhau à Lagareiro, Grelhados variados Folga 2ª Feira Morada Rua Teófilo Braga, 10 - Santarém Tel. 243332102

O Bacalhau Especialidades Borrego à Casa, Bacalhau à Lagareiro, Peixe Fresco Folga 3ª feira à tarde Morada Rua S. Tiago - Tremez Tel. 243479196

Fonte Vale da Videira Especialidades Costeleta de Novilho, Ensopado de Galinha, Pernil no Forno, Carne de Porco Preto, Bacalhau c/Magusto e Batata a Murro. Pão Quente. Folga 2ªs feiras. Morada Rua José Júlio S Delgado, 37 – Póvoa de Isenta Tlm: 962559852.

Taberna do Quinzena Especialidades: Magusto com Bacalhau Assado, Pato Assado no Forno, Cozido à Portuguesa, Cabrito Assado no Forno, Pernil de Porco e Naco de Toiro Bravo Avinhado Folga Domingo Morada Taberna I - Rua Pedro Santarém, 93/95 - Santarém Tel. 243322804 Morada Taberna II – Cer-

Taberna do Gaio Especialidades Pratos Regionais e grelhados de peixe e carne. Jantares às sextas e sábados. Folga ao domingo. Estrada Nacional N3 - Cruz do Campo - Cartaxo. Telf: 243 759 883

Especialidades Cabrito Assado no Forno, Bacalhau assado com batata a murro, Polvo à Lagareiro. Folga 5ª feira e domingo ao Jantar. Morada Rua 25 de Abril, 27 – Casa dos Pinheirinhos- Casal da Charneca – Almoster – Santarém. Tlm 916845000

Charana Especialidades Mão de vaca c/grão, pernil no forno, entrecosto de novilho, chocos grelhados, grelhados no carvão. Folga domingo Morada Rua 25 Abril,131 – Vale da Pedra. Tlm. 912274197

O Cantinho da Bela Especialidades Bacalhau gratinado, bacalhau à casa, ensopado de borrego, lombo assado com migas, coelho à caçador Folga Domingo Morada Estrada Nacional 3, Lote 3, Pernes Tel. 243 449 514.

Coruche O Farnel Especialidades Bacalhau à Farnel; Bacalhau assado c/migas à moda de Coruche; cabrito frito à lavrador; migas de batata c/carne de porco; ensopado de borrego, grelhado de novilho bravo e porco preto na telha Folga 2ª feira Morada Sala p/banquetes no Monte da Barca. Rua Vasconcelos Porto – Coruche Tel. 243675436

Quinta dos Gravelhos Folga 3ª feira Morada: Rua do Comércio, 58 - Moçarria Tel. 243499300 Tlm. 967062629

Dom Tacho Especialidades Ensopado de Enguias, Feijoada de Gambas, Mar e Terra Morada Rua Marquesa da Ribeira Grande 53, Vale de Santarém Tel. 243 761078. Aberto todos os dias.

O Cantinho dos Sabores Especialidade Bacalhau Assado com Açorda de Grelos Folga: Domingo. Morada Estrada Nacional 3, Alto do Vale, Vale de Santarém Tel. 243761268

Taberna Rentini Especialidades Cozinha Tradicional, Grelhados no carvão Morada Casais do Quintão - Perofilho, 2005-021 Várzea - Santarém Tel. 243499254

Chafarica da Torre Especialidades Carne de Vitela Maronesa, Bacalhau na brasa, Camarão Tigre, Raia com molho de alcaparras Folga Domingo Morada Praceta João Caetano Brás, 9 - S. Domingos Santarém Telf. 243 372 649 - 96 6620790

O Tasco Especialidades Massa à Barrão, Bacalhau grelado com Magusto, Bife à Tasco, Entrecôte com Migas, Carnes de Porco Preto grelhadas Folga Domingo Morada EN 3 – S. Pedro (frente à JAE) – 2005 Santarém Tel. 243302740 Tlm. 917062391

Mina Velha Especialidades: Bacalhau Assado com Magusto, Bacalhau c/ Broa, Massa à Barrão, Bife à Mina Velha, Posta à Mina Velha. Folga : Domingo à Noite e 2ª Feira. Contacto 243 372 581. Morada : Urb. Quinta das Fontainhas – Santarém. Long. 08´42´20” O. Lat. 39´42´19” N

O Bernardo Especialidades: Bacalhau no forno com Broa de Milho, Polvo no forno, Ensopado de Borrego, Cabrito no Forno e Lombos de Fataça Grelhados Folga: 2ªas Feiras Morada: Loja Nova – S. Vicente do Paúl Contactos: 243428388 Telemóvel 9918939656

Abrantes O Fumeiro Especialidades Bife da casa, Fondue de Porco Preto, secretos com migalhana, Ovas na Brasa com Açorda de Ovas, Bacalhau à Fumeiro Folga Domingo Morada Rua do Pisco, 9 – Abrantes Tel. 938851963 Email restaurantefumeiro@clix.pt

Cristina Especialidades Bacalhau c/Broa, Polvo à Lagareiro, Cherne c/molho de coentros, cabrito assado no forno,

Arroz de Pato à Antiga, Perna de Borrego assada c/alecrim. Folga Domingo à tarde e 2ª feira Morada Rio Moinhos – Abrantes Tel. 241881177 Fax: 241881343 Email info@restaurantecristina.com Web www.restaurantecristina.com

Avenida

A Casinha Especialidades Ensopado de Enguias, Enguias Fritas, Picanha, Plumas de Porco Preto, Alheira, Caça Grelhada Folga Domingo Morada Av. Dr Roberto Ferreira da Fonseca 54 - Salvaterra de Magos Tel. 263504795

grupos Morada Rua Ilha da Madeira, 16 J - Almeirim Tel. 243579797

David Park Especialidades Arroz de Tamboril, Espetadas de Lombinhos c/ Gambas, Cozinha Tradicional, Peixe Fresco grelhado na Brasa Folga 4ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 15 - Almeirim Email: davidparkmail.telepac.pt. Tel. 243591475

Especialidades Polvo a Lagareiro, Bacalhau a Braga, Pescada Gratinada com Camarão, Bifes da vazia à Portuguesa com Pimenta ou com Alho. Reservas para grupo e Serviço de Take Away pelo 968486613 - Karaoke aos Sábados Morada Av. Forças Armadas - Abrantes

Dom Roberto

Barquinha

Especialidades Sopa da Pedra, Peixe Fresco, Carne Porto Preto e Grelhados Folga 3ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 23 - Almeirim Tel. 243592916

Salvaterra

Almourol

O Churrasco

Tira Picos Especialidades Grelhados Folga 2ª Feira Morada Foros de Salvaterra Salvaterra de Magos Tel. 263501447

Especialidades Enguias à Lagareiro, Grelhados Folga 5ª Feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 70/ 72 - Salvaterra de Magos Tel. 263504484

Especialidades Enguias, Sável e Lampreia Folga 3ª Feira Morada Tancos, Vila Nova da Barquinha Tel. 249 720 100. Mail: www.almourol. com

Preto & Branco Especialidades Bacalhau com natas, Porco Preto, Arroz de Pato, Enguias do Rio, Carne Mirandesa Folga 2ª feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 144 - Salvaterra de Magos Tel. 263507858 - 918675981

Parque Real Especialidades Cataplanas de Enguias e Mariscos. Mariscos e Peixe fresco durante todo o ano. Espetadas variadas. Folga à 5ª Feira. Tel.: 263505508; Telm: 969517664. Morada Estrada Nacional 118, nº51 – Val Queimado – Salvaterra de Magos

Adega da Rosa Especialidades Picanha, Bacalhau à Lagareiro, Chocos à Lagareiro, Espetada de lulas c/gambas, costeleta Mirandesa. Garrocheira – Foros de Salvaterra; Telf: 263 507 240

Cabana dos Parodiantes Especialidades Bife à Patilhas & Ventoinha, Molhata de Enguias (caldeirada típica avieira). Pode encomendar Barretes, Bolo Rei e outras especialidades. Folga 4ªs feiras à tarde. Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca. Mail: cabana.eventos@ gmail.com telf: 263504177 ; site: www.cabanadosparodiantes.com

Escaroupim Especialidades Enguias todo o ano, Açorda de Sável, Lampreia em época, Arroz de Bacalhau c/ Farinheira, Migas, Tarte de Perdiz Folga 5ª Feira e Domingo ao jantar Morada Largo do Avieiros - Escaroupim - Salvaterra de Magos Tel. 263107332 telemóvel: 912539228 e mail: rest.o.escaroupim@hotmail.com

O Forno

Especialidades Frango, Coelho, Carnes grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. 5 de Outubro, 115 - Almeirim Telem: 963458371

Sepúlveda

Golegã Central Especialidades: Bife à Central com Molho à Brogueira, Entrecosto à Goleganense, Açorda de Sável- Sobremesa: Toureiros Telefone : 249976345 Morada : Largo Imaculada Conceição 3 a 8 - 2150-125 Golegã. Reservas@cafecentral.pt www.cafecentral.pt

O Barrigas Especialidades: Buffet de entradas regionais, fritada de camarão com açorda e naco de boi no carvão.Folga: Domingo ao jantar e 2ª feira Morada: Largo 5º Outubro, nº 55 e 56 – Golegã Contacto: 240 717 631 Site: www.obarrigas.com Outras info: Zona para fumadores

Almeirim Retiro do Campino Especialidades Sopa da Pedra, Grelhados no Carvão Folga 3ª Feira Morada Largo da Praça de Toiros, 1 A Almeirim Tel. 243592528

Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Molhinhos c/ Grão, Entremeada de Vitela, Moelas estufadas c/ batata frita, Chocos e Grelhados Folga Não tem Morada Rua Vinha do Santíssimo, Bloco 32 - Almeirim Tel. 938732058

Alpiarça Tertúlia Especialidades Ensopado de enguias, bacalhau com broa, bacalhau com favas, bacalhau (frito) à marialva, porco preto, borrego à moda de Alpiarça, costeletas de borrego, espetada de javali, alheiras (caça/ mirandesa), coelho com molho de coentros. Bons vinhos da Região e de outras regiões. Ementas personalizadas para grupos e ocasiões especiais. Abrerto todos os dias Morada Rua Engº Álvaro da Silva Simões, 108 - Alpiarça Tel: 243558588 Reservas 935587920. Site http//tertulia-rest-bar.hi5.com Email:bernardos.inv.hot@sapo.pt

Cartaxo

Constantino das “Enguias”

QG

Especialidades: Enguias Fritas, Ensopado, Grelhados no carvão Folga à 2ª Feira. Aceita reservas Morada Foros de Benfica – Benfica do Ribatejo Tel. 243589156

Folga 3ª feira Morada: Praça 15 de Dezembro, 1 - Cartaxo Tel. 243499300 Tlm. 967062629

O Galinha Especialidades Sopa 3/1, Sopa da Pedra, Polvo à Lagareiro, Cozido à Portuguesa, Arroz de Tamboril, Massada de Cherne, Bife à Cortador Folga 3ª Feira. Aceita-se reservas para

O Churrasco Especialidades Frango, Coelho, Costeletas e Mistas grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. Dr. Gomes da Silva (Sociedade Filarmónica Cartaxense) - Cartaxo Telem: 963458371

Ó Manel Especialidades: Espetadas do Toiro Bravo. Dobrada e mão de vaca. Sopa de Rabo de boi. Grelhados: Rua de S Tomé, 4 – Bairro Novo. Tel: 243675878. Folga ao Domingo

Jakim Girassol Especialidades: Bacalhau c/ Migas, Feijoada de Chocos c/ Gambas, Borrego assado no forno, Pernil de Porco no Forno, Arroz de Pato, Bacalhau gratinado c/camarões. Petiscos variados. Morada: Estrada Nacional 119 (Área de serviço Repsol) – Biscainho . Telf: 243660333

A Tasca Especialidades Pernil de porco no forno, cozido à portuguesa. Carne Brava Folga Domingo Morada Mercado Municipal – Coruche Tel. Telef: 243675232

O Choupo Especialidades Bacalhau à Choupo; ensopado de enguias; cabrito assado à padeiro; medalhões de porco à Ti Fernanda Folga 2ª feira (após almoço) Morada Montinhos dos Pegos (1 Km cruz. Monte da Barca) – Coruche Tel. 243618875

Sal & Brasas Especialidade: Carnes na brasa Folga 2ª feira Morada Cruzamento Monte da Barca - Coruche Tel. 243618319

Ponte da Coroa Especialidades: Cozinha regional e grelhados no carvão Folga Domingo Morada Estrada Nacional 114 Coruche Tel. 243617390

Rio Maior Manjar do Parque Especialidades Leitão assado em forno de lenha, Picanha à Brasileira, Secretos de porco preto na brasa , Manjar de Gambas, Bacalhau Maravilha, Bife à Casa. Leitão assado para fora. Ementas para grupos Morada Rua Almirante Cândido Reis, 26 R/c (junto ao jardim) – Rio Maior Tel. 243997071 Email geral@manjardoparque.net

Palhinhas Gold Especialidades Alheira de caça, Carne mirandesa, Porco preto com migas, Picanha, Bacalhau com crosta de azeitona, Tiborna de bacalhau, Caril de gambas, Arroz de tamboril, , Pão de Ló caseiro. Folga Domingo à noite e 2ª Feira. Morada Trav. do Palhinhas (centro da cidade) - Rio Maior Tel. 963435547. Site www.palhinhasgold.pt


O Ribatejo

40 ADVOGADOS SANTARÉM A Dr. José Francisco Faustino; Drª. Cristina Alvarez; Dr. João Rafael; Dr. Pedro Goulão; Dr. Pedro Matos Barbosa; Dr. Francisco Lopes Leitão - Rua Capitão António Montez, 10 – Santarém - Tel. 243327159 Fax 243327160 - adv.santarem@mail. telepac.pt A Oliveira Domingos - Largo Cândido dos Reis, 3 -1º - Santarém Tel. 243326310 - Fax 243333587 oliveiradomingos-161e@adv.oa.pt A Sandra Alexandre - Rua do Colégio Militar, 10 - 2º esq. - 2000-230 Santarém - Telef./Fax: 243 322 268 A Dr. Francisco Antunes Luís - Av. D. Afonso Henriques, 89 - 2º Dtº - Santarém - Tel. 243321024/ 243321426 - Fax 243321425 advogados.s@mail.telepac.pt A Drª Sónia Bento - Av. do Brasil, 13 – 1º Andar – Santarém - Tel. 243372159 Fax 243372159 - sbentompires.adv@gmail.com

22 | Maio | 2009

A Dr. Morgado Ribeiro - Av. do Brasil – Edifício Scálabis, 1º Esq – Santarém - Tel. 243323143 Fax 243326144 - morgadoribeiro-185e@ adv.oa.pt A Drª Margarida Lencastre Fróis - Praça Sá da Bandeira, 22 – 1º Santarém - Tel. 243325178 Fax 243325178 - margarida.lencastre@ gmail.com A Drª Cristina Saldanha - Av. D. Afonso Henriques, 67 – 1º Esq – Santarém - Tel. 243323019 Fax 243333414 - cristinasaldanha1531e@adv.oa.pt A Dr.º Martins Carreto - Rua Dr. António José de Almeida, 17-2º Dto - 2000-238 Santarém - Telefone 243333519 Fax 243326531 e-mail: artinscarreto-1078C@adv.oa.pt A Dr.ª Helena Marques Duarte - Rua Pedro de Santarém - 2 – 2º A - Tel. 243 352 407 – Fax. 243 352 409 - 2000-223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) - hmduarte-16362l@adv.oa.pt

A Dr. Marco Pires - Av. do Brasil, 13 – 1º Andar – Santarém - Tel. 243372159 Fax 243372159 - sbentompires.adv@gmail.com

ORLANDO MENDES TERESA PINTO FERREIRA SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL Travessa do Fróis, 3 - 1º e 2º Tel: 243 328 444 - Fax: 243 391 079

2000-145 SANTARÉM E-mail: orlandomtpf_socadv.rl@mail.telepac.pt

Fernando Martinho Sofia Martinho José Carlos Pó

ALMEIRIM A Dr. Manuel Faustino Silva - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 - faustino-1239e@adv.oa.pt A Dr. Adriano de Melo Nazareth Barbosa - Praça da República, 29 – 1º Esq. – Almeirim - Tel. 243597997/8 Fax 243597999 A Drª Ana Sofia Casebre - Rua Dionísio Saraiva, Lote 1 – 1º Andar – Porta A – Almeirim - Tel. 243579134 Fax 243579134 TLM 936280534 A Dr. Sérgio Luís Coutinho dos Santos - Praça da República, 18 A 1º - Apartado 61 – 2080-044 Almeirim Tel. 2435991172 - Fax 243593224 sergiosantos - 365e@advogados.oa.pt A Dr. Vítor Sousa - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 A Drª Célia Sousa Pinhal - Praça Lourenço de Carvalho, 12 A 1º 2080-043 Almeirim - Tel. 243593737 Fax 243593737 TLM 966110936 Celiasp-1498e@adv.oa.pt

Francisco Pedrógão Armando Ferreira

A Drª Ana Oliveira Simões - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570092 Fax 243570099 - anaoliveirasimoes2078e@adv.oa.pt

A Norberto Timóteo - Advogado Praceta do Chafariz, Lote 6- 1º Esq. - Apartado 93 - 2204-909 Abrantes; Tel.: 241 363 484; Fax: 241 365 234; Email: norbertotimoteo-169e@ advogados.oa.pt

A Drª Ana Gomes Ribeiro - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570093 Fax 243570099 - anagomesribeiro2104e@adv.oa.pt

A Eurico Consciência & Associados - Abrantes - Apartado 37 Tel: 241372831 /2/3 - Fax: 241362645 - E-mail: consciencia-839c@adv.oa.pt

A Dr. Pedro Borrego - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim -Tel. 243570091 Fax 243570099 - pedroborrego-2083e@ adv.oa.pt

A António Pires de Oliveira - Rua de Santa Isabel, nº 1- 1º Dto. 2200-393 Abrantes Tel.: 241 360 540 - Fax: 241 372 481 E-mail: dr.a.oliveira-355e@adv.oa.pt - Cédula Prof. 355 Évora

A Drª América Cravo - R. Dr. Óscar da Costa Neves, 8 - 1º - 2080-130 Almeirim - Tel. 243597946/8 Fax 243597947 - americacravo-855e@ adv.oa.pt

ABRANTES A Mário P. Claro - Célia Cruz Rua Luís de Camões nºs 9 - 11, 1º Esq., 2200-421 Abrantes Tel 241 379 090 - Fax.: 241 363 364; Trv. da Batoca, 6 - 2140-149 Chamusca; Tel/fax: 249 760 058 E-mail: mclaro.ccruz.spa@mail. telepac.pt

CARTAXO A Drª Liliana Pita - R. Dr. Manuel Correia Ramalho, 9 – 2º Esqº 2070-095 Cartaxo - Tel 243703631 Fax 243703631- lilianapita-18943l@ adv.oa.pt

A Drª Rute Nunes - Rua Dr. Lopes Batista, 5 B -1º E – Cartaxo TLM 914177635 Fax 243120102 - rute.nunes@apoiojuridico.com - www.apoiojuridico.com A Drª Ana Fonseca e Silva - Praça 15 de Dezembro, 23ª - 2º A – 2070-049 Cartaxo - Tel. 243704323 Fax. 2437074328 - anafonsecaesilva1002e@advogados.oa.pt

LISBOA A Albertino Antunes - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa Tel. 213172720 Fax. 213172729 A Alexandre Oliveira - Telem.: 969 239 263 - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa - Tel. 213172720 - Fax. 213172729

ALBERTINO ANTUNES ALEXANDRE OLIVEIRA

ANA MARTINHO DO ROSÁRIO ISABEL ALVES DE MATOS VICTOR BAPTISTA

ADVOGADOS

Telem.: 969 239 263

Av. do Brasil - Edifício Scalabis - 1º F Tef.: 243326242 2000 SANTARÉM

Av. 5 de Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 LISBOA Tel. 213172720 Fax. 213172729

ADVOGADOS

MADEIRA LOPES FRANCISCO MADEIRA LOPES

ADVOGADOS

ADVOGADOS

ADVOGADOS

Rua Dr. António José de Almeida nº 17, 1º Esquerdo Tel.: 243326821 - Fax: 243333830 2005-238 SANTARÉM

Pcta. Pedro Escuro n. 2 1.º Esq. Telef.: 243333821 Fax: 243391021 2000 SANTARÉM

Tel.: 243323700 - Fax: 243332994 Rua Elias Garcia, 24 - 1º Apartado 173 2001-902 Santarém

assinatura anual por apenas 25 €

ADVOGADOS  Eurico Heitor Consciência  João Roboredo Consciência  Teresa Roboredo Consciência

 Rui Roboredo Consciência  Fernando Zuzarte Saraiva  Rita Teimão Figueiredo

ABRANTES: Rua de S. Domingos – 336-2º A - Apart. 37 Tel. 241 372 831/2/3 - Fax: 241 362 645 2200 - 397 ABRANTES SANTARÉM: Rua Pedro de Santarém - 2 – 2º A Tel. 243 352 407 – Fax. 243 352 409 2000-223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) LISBOA: Rua Braamcamp – 52 – 9º Esqº Tel. 213 860 963 – 213 862 922 – Fax: 213 863 923 1250–051 LISBOA E.Mail: consciencia-839c@adv.oa.pt

FARMÁCIAS DE SERVIÇO SANTARÉM

ALMEIRIM

TORRES NOVAS

Sexta

22 Confiança

Urb. Oliv. Arame - S. Domingos

243 306 410

Sexta

22 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Sexta

22 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

Sábado

23 Vitorino

Av.ª Bernardo Santareno, 24

243 326 704

Sábado

23 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Sábado

23 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

249 819 540 249 819 540

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 592 265

Domingo 24 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

249 819 540 249 830 180

Domingo 24 Helena

R. Dr. Jorge Sena, 12 - Alto do Bexiga 243 420 214

Domingo 24 Central

Segunda

25 Flama Vitae

Pç. Sá da Bandeira, 4 e 5

243 322 195

Segunda

25 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Segunda

25 Nicolau

Rua 25 de Abril, 7

Terça

26 Baptista

Rua Serpa Pinto, 101/3

243 322 072

Terça

26 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Terça

26 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

249 822 067

Quarta

27 Veríssimo

R. Capelo Ivens, 74

243 330 230

Quarta

27 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 592 265

Quarta

27 Central

Rua de São Pedro, 5

249 822 411

Quinta

28 S. Nicolau

R. Capelo Ivens, 38

243 325 067

Quinta

28 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Quinta

28 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

249 819 540

Sexta

29 Francisco Viegas

Rua Pedro Santarém, 2-A

243 330 570

Sexta

29 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Sexta

29 Nicolau

Rua 25 de Abril, 7

249 830 180

TOMAR

ALPIARÇA

CORUCHE

Sexta

22 Misericórdia

Rua Infantaria, 15, Nº 9

249 312 465

Sexta

22 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Sexta

22 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Sábado

23 Torres Pinheiro

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Sábado

23 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Sábado

23 Almeida

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

Domingo 24 Ribeiro dos Santos

Av. Norton de Matos

249 324 373

Domingo 24 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Domingo 24 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Segunda

Rua Serpa Pinto, 160-162

249 312 203

Segunda

25 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Segunda

25 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

25 Dias Costa

Terça

26 Nova

Rua Silva Magalhães, 77-79

249 310 360

Terça

26 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Terça

26 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Quarta

27 Central

Rua Marquês de Pombal, 16

249 312 329

Quarta

27 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Quarta

27 Almeida

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

Quinta

28 Misericórdia

Rua Infantaria, 15, Nº 9

249 312 465

Quinta

28 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Quinta

28 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Sexta

29 Torres Pinheiro

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Sexta

29 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Sexta

29 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

Sexta a Sexta

ABRANTES

SALVATERRA DE MAGOS

CARTAXO

Sexta

22 Silva

Rua José Estevão, 1

241 360 060

Sexta

22 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

243 702 653

Sábado

23 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Sábado

23 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

243 700 130 243 700 130

22 a 29 Carvalho

Domingo 24 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Domingo 24 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

Segunda

25 Duarte Ferreira

R. Tenente Cor. J. B. Camejo, 13

241 333 222

Segunda

25 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

Terça

26 Motta Ferraz

Largo Mota Ferraz, 7

241 360 520

Terça

26 Correia dos Santos Rua da República, 10

Quarta

27 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.s. Mart. 47

241 360 530

Quarta

27 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

243 700 130

BENAVENTE

Quinta

28 Silva

Rua José Estevão, 1

241 360 060

Quinta

28 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

243 702 653

Funciona 9 às 22 h

Sexta

29 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Sexta

29 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 770 997

Assegura serviço durante a noite Martins

243 702 653 243 770 997

R. Dr. Gregório Fernandes, 20/2 263 504 451

RIO MAIOR Sexta Sábado a Sexta

22 Cândido Barbosa Rua Serpa Pinto, 50 23 a 29 Almeida

Baptista

243 994 700

R. Almir. Cândido dos Reis, 19 243 992 255

Av. Dr. Francisco S. Dias, 8, 1º 263 580 108 R. do Diário de Notícias, 9-r/c

263 517 633


O Ribatejo 22 | Maio | 2009

saúde

DOs benefícios do consumo de ómega 3

Conhecidos por reduzirem os triglicéridos, os ómega 3 apresentam um efeito anti-arrítmico protector capaz de reduzir a morte súbita em 45%. Os grandes estudos que existem com ómega 3 são feitos, sobretudo, com suplementos na forma de comprimido, e são favoráveis, segundo Francisco Araújo, especialista de Medicina Interna do Hospital de Santa Maria. Também o aumento do consumo de peixe (mínimo 3 a 4 refeições por semana) traz benefícios substanciais em relação a quem não consome este tipo de alimento.

Disfunção eréctil com novo tratamento A idade limita-nos de modos muito diferentes. Nos homens tende a perturbar as suas vidas sexuais. Muitos homens apresentam problemas em atingir – e manter – uma erecção adequada e deste modo, são incapazes de desfrutar das relações sexuais. Não há razões para ser subtil neste assunto: à medida que os homens envelhecem surgem problemas na capacidade de obter uma erecção. Ou se o conseguem, a erecção pode não durar tanto tempo como gostariam. Estes são os factos. Também é um facto que pode fazer a diferença melhorando o seu fluxo sanguíneo, particularmente na zona genital. Um novo suplemento natural proporciona erecções mais fortes e intensas sem qualquer efeito secundário.

Extracto do pinheiro francês melhora a circulação O pinheiro marítimo francês é uma espécie que se desenvolve exclusivamente na costa sudoeste de França e de onde é extraído o Pycnogenol. Esta substância estimula a produção de óxido nítrico que relaxa os vasos sanguíneos, permitindo que mais sangue flua de modo a atingir, entre outros locais, o tecido eréctil do pénis. A combinação do Pycnogenol e da L-arginina - um aminoácido muito usado em comprimidos para a

disfunção eréctil - aumenta a capacidade do homem atingir uma erecção. Ambas as substâncias podem ser encontradas num suplemento, à venda em farmácias.

Efeito comprovado A combinação de Pycnogenol e L-arginina actua realmente. A investigação clínica desenvolvida por cientistas Americanos e publicada numa revista científica demonstra que os homens com disfunção eréctil tratados com esta combinação me-

Como escolher um bom produto? Existem vários produtos disponíveis nas farmácias que ajudam a tratar a disfunção eréctil. Um dos mais eficazes é o Prelox, à venda em farmácias, que tem a particularidade de não ter que ser tomado oportunamente “antes” da actividade sexual. A toma regular permite uma excitação sexual espontânea. Para além disso, este suplemento não apresenta efeitos secundários e pode reduzir o colesterol e a pressão arterial.

JOSÉ MANUEL PIRES TEIXEIRA

lhoraram substancialmente: - quase 70% dos homens afirmaram ser substancialmente mais fácil atingir uma erecção - 65% dos homens admitiram abertamente atingir erecções matinais - 78% dos homens afirmaram ser mais fácil atingir e manter uma erecção

Alcançar uma erecção espontânea em qualquer momento Ao contrário dos medicamentos disponíveis para tratar a disfunção eréctil, a combinaçã binação de Pycnogenol e Largini arginina deve ser utilizada diaria diariamente, e não apenas como ttratamento a ser tomado ime imediatamente antes da relação ssexual. Através da toma diária d do suplemento com estas dua duas substâncias activas p proporciona as condições ideais para obter e manter uma erecção – sempre se que desejar.

Dr. ARMANDO RODRIGUES LOPES

João Paulo Ribeiro

INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

PSICÓLOGO

DOENÇA DA MAMA - DIPLOMADO e MASTER em Senologia / / Pat. Mamária pela F. de Medicina da Un. de Barcelona

OSTEOPATIA

• Psicoclínico / Psicoterapeuta • Psicoterapia de Crianças, Adolescentes e Adultos

CONSULTÓRIO NA CLÍNICA “FERRO DE ENGOMAR” Rua do Quintino, 9 - A - Tel.: 243770939 - CARTAXO

Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243327546 - 2000 SANTARÉM

Surgimed - Tel. 243 305 780 • SANTARÉM

MÉDICO ESPECIALISTA - GINECOLOGISTA / OBSTETRA ASSISTENTE HOSPITALAR GRADUADO do HOSPITAL DE SANTARÉM

41


O Ribatejo

42 SAÚDE

22 | Maio | 2009

Drª MADALENA BARRETO INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243327546 - 2000 SANTARÉM

DR. JOSÉ LUÍS P. BARRETO UROLOGISTA Pela Ordem dos Médicos DOENÇAS DOS RINS, VIAS URINÁRIAS E APARELHO SEXUAL MASCULINO

F. RIBEIRO DE CARVALHO CIRURGIÃO PLÁSTICO Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética Cirurgia Estética e Reconstrutiva da Mama Cirurgia do Contorno Corporal Cirurgia Estética Facial Surgimed Pcta. Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6 - r/c SANTARÉM Marcações pelo Tel: 243 30 57 80

CONS. - SURGIMED

Pr. Eduardo Rosa Mendes n.º 6 R/C - Telef.: 243305780 2000 SANTARÉM

Dr. Martinho do Rosário

Médico de Urologia CONSULTAS 2ªs, 4ªs e 6ªfeiras a partir das 15 h. MARCAÇÕES todos os dias, a partir das 15 h. SANTARÉM

Sandra Silva

Dr. Rui Castro

PSICÓLOGA CLÍNICA

Médico Especialista de Clínica Geral

Avaliação Psicológica e Acompanhamento: Crianças, Adolescentes e Adultos Santarém - Climeco Rua do Colégio Militar lt. 10 1º Esq. Telefone 243 328 303

CONSULTÓRIO: Rua José Saramago, 17-1º

Rua José Saramago, 17 Telef.: 243327431 - 2005-185 SANTARÉM

CLIMECO - Clínica Médica de Eduardo Lopes Oftalmologia Dr. Eduardo Lopes Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

(edifícios atrás do Banco de Portugal)

Telef. e Fax: 243 327 431 Telemóvel: 917 770 678 CONSULTAS E MARCAÇÕES DIÁRIAS

Oftalmologia Pediátrica Drª Cristina Amorim Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Ortóptica Dr. Alfredo Sousa - Drª Ana Ascensão Neurocirurgia Dr. Bello da Silva Acordos c/ Multicare

Neurologia Drª Adelaide Palos Dermatologia Drª Maria João Reumatologia Drª Manuela Micaelo Acordos c/ Multicare

Psicologia Drª Edite Oliveira - Drª Isabel Baptista MARCAÇÕES PELO TELEFONE 243 328 303 Rua Colégio Militar, Lt. A - 1º Esquerdo (junto ao antigo Campo dos Leões) 2000 SANTARÉM


SAÚDE 43

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

CONSULTÓRIOS MÉDICOS DO JARDIM Praça da República, Nº 47 - 1.º - ALMEIRIM Junto à Farmácia Barreto do Carmo MEDICINA GERAL E FAMILIAR Dr.ª Emanuela Santos Andrade Dr. Generoso Barbosa Dr.ª Anabela Xavier de Basto PSIQUIATRIA Dr.ª Joana Alexandre CARDIOLOGIA Dr.ª Marisa Peres NEUROCIRURGIA Dr. Rui Bello Silva PSICOLOGIA Dr.ª Sandra Silva Dr. Ricardo Luciano (Avaliação Psicoterapia c/ crianças) ENDOCRINOLOGIA Dr. Carlos Fernandes PEDIATRIA Dr. Nuno Carvalho Dr.ª Teresa Barracha GINECOLOGIA/OBSTETRICIA Dr. Pedro Rocha (HDS) Dr.ª Lucília Gaspar (HDS) PODOLOGIA Dr.ª Sandrina Fortunato UROLOGIA Dr. António Oliveira ORTOPEDIA Dr. Joaquim Simões

CIRURGIA VASCULAR Dr. Edgar Berdeja FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA Fisioterapeuta Alexandra Claudino PNEUMOLOGIA Dr.ª Paula Cravo IMUNOALERGOLOGIA Dr. Abreu Nogueira DIETISTA/NUTRICIONISTA Dr.ª Helga Marques ACUPUNCTURA Dr.ª Alda Costa HOMEOPATIA/ FISIOTERAPIA Dr. Rui Pinto Dr. Raúl Silva TERAPIA DA FALA Terapeuta Dora Colaço SERVIÇOS DE ENFERMAGEM Enf.ª Ana SHIATSU Drª Mª Rosário Salavessa ELECTROCARDIOGRAMAS Com Técnico Especializado CTG - Grávidas Holter - 24 h Mapa (Tensão Arterial)

Acordos com ADVANCE CARE; MULTICARE e MÉDIS ANÁLISES CLÍNICAS - com todos os acordos

MARCAÇÕES

Tel 243 593 422 Tlm 919 086 048

CONSULTÓRIO DENTÁRIO - Nova morada -

DR. MARCÃO Médico especialista de ESTOMATOLOGIA (Doenças da boca e dentes) pela Ordem dos Médicos e pelo Hospital de Santa Maria

CLÍNICA - CIRURGIA - PRÓTESES DENTÁRIAS CONSULTAS TODOS OS DIAS Largo Cândido dos Reis, 11 - 1º Direito (junto à rotunda do hospital velho) Telef: 243 326 435 - 2000 SANTARÉM

CENTRO CLÍNICO DO CHOUPAL MED. FÍSICA E REABILITAÇÃO CONSULTAS

Fisiatria (Dr.ª Helena Martins) (Dr. José Miguel Pais) Ortopedia (Dr. A. Júlio Silva) Psicologia (Dr.ª Elsa Couchinho) (Dr.ª Teresa Molina) Clínica Geral e doenças do Coração (Dr.ª Liliana Aleksandrov) ACORDOS FISIOTERAPIA: ADSE, ADMFA, ADMA, C.G. DEPÓSITOS, CTT, SAMS, TELECOM e SEGURADORAS R. Capitão António Montês, 4-A (Rampa Ciclistas) Tel. 243326935 - Fax: 243326935 2000 SANTARÉM

DRA. MARISA PERES MÉDICA CARDIOLOGISTA

Drª ISABEL MONTEIRO Médica Cardiologista • Consultas de Cardiologia

Consultas e Exames de Cardiologia Santarém: GFS: 243 328 890 IMS: 962 567 961 Almeirim: Clínica do Jardim: 243 593 422 Enfercentro: 243 579 601 Aveiras de Cima: Centro Médico de Aveiras: 263 474 976

CLÍNICA OTORRINO DR. FLÁVIO DE SÁ

TODOS OS DIAS DAS 9.00 - 20.00 horas R. Dr. António José de Almeida, n.º 11 - 2.º Esq.º Tel./Fax 243 329 010 - SANTARÉM

• M.A.P.A.

C O N S U LTA S P O R M A R C A Ç Ã O

Rua Dr. António José de Almeida, nº 11, 4º Dt.º 2000 - SANTARÉM Telef. 243 326 957

PLAMEN NAIDENOV ASS. HOSP. IPOFG – COIMBRA ESPECIALISTA DE ENDOCRINOLOGIA METABOLISMO E DIABETES

- Doenças da tiróide - Diabetes

- Alterações hormonais - Obesidade

Centro Médico e de Enfermagem de Abrantes Largo de S. João, nº 1 – 2200 Abrantes Telef. 241 371 566 / 241 371 690

Santarém • Coruche • Rio Maior

Rosa Ferro

Dr. A. JÚLIO SILVA

Psicóloga Clínica

Médico Especialista

Avaliação e Acompanhamento Psicológico de Crianças, Adolescentes e Adultos. Orientação Escolar.

ORTOPEDIA

Consultório: Cartaxo e Lisboa Tlm: 914 646 937 E-mail: rosaferro@sapo.pt

M.A.P.A. Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial E. C. G. Holter 24 Horas Ecocardiograma Av.ª José Saramago, nº 17 - 1º SANTARÉM Telef.: 243327431

Largo de S. João, N.º 1 - Telefones 241 371 566 - 241 371 690 OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA Dr.ª Lígia Ribeiro, Dr. João Pinhel OFTALMOLOGIA Dr. Luís Cardiga ORTOPEDIA Dr. Matos Melo OTORRINOLARINGOLOGIA Dr. João Eloi PNEUMOLOGIA Dr. Carlos Luís Lousada PROV. FUNÇÃO RESPIRATÓRIA Patricia Gerra PSICOLOGIA Dr.ª Odete Vieira; Dr. Michael Knoch; Dr.ª Maria Conceição Calado PSIQUIATRIA Dr. Carlos Roldão Vieira; Dr.ª Fátima Palma UROLOGIA Dr. Rafael Passarinho NUTRICIONISTA Dr.ª Carla Louro SERVIÇO DE ENFERMAGEM Maria João TERAPEUTA DA FALA Dr.ª Susana Martins

918 732 116

Marcações pelo tmóvel -

CARDIOLOGISTA Electrocardiograma

e Doppler a cor

ACUPUNCTURA Dr.ª Elisabete Alexandra Duarte Serra ALERGOLOGIA Dr. Mário de Almeida; Dr.ª Cristina Santa Marta CARDIOLOGIA Dr.ª Maria João Carvalho CIRURGIA Dr. Francisco Rufino CLÍNICA GERAL Dr. Pereira Ambrósio - Dr. António Prôa DERMATOLOGIA Dr.ª Maria João Silva ENDOCRINOLOGIA Dr. Plamen Naidenov GASTROENTERELOGIA E ENDOSCOPIA DIGESTIVA Dr. Rui Mesquita; Dr.ª Cláudia Sequeira MEDICINA INTERNA Dr. Matoso Ferreira NEFROLOGIA Dr. Mário Silva NEUROCIRURGIA Dr. Armando Lopes NEUROLOGIA Dr.ª Isabel Luzeiro; Dr.ª Amélia Guilherme

Psicologia Clínica e Psicoterapia

JÚLIO ARANHA

CENTRO MÉDICO E DE ENFERMAGEM DE ABRANTES

(Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial)

Psicóloga Clínica

CONSULTAS • Otorrino • Pediatria • Alergologia • Clínica Geral • Cirurgia Geral EXAMES • Audiogramas • Timpanogramas • Endoscopia ORL • Electrocardiogramas

• Electrocardiogramas • Ecocardiogramas Modo M, 2D

Sílvia Lencastre Fróis

(Centro Clínico do Choupal) R. Capitão António Montez, 4-A Tel. 243326935 SANTARÉM

Surgimed Anat. Patológica Dra. Margarida Mendes

Gastroenterologia Dr. Júlio Veloso

Ortopedia Dr. D. Cadavez

Cir. Geral / Obesidade Dr. Joaquim Costa

Endocrinologia Dr. Luís Raposo

Otorrino. Dr. Flávio de Sá

Cirurgia Geral Dr. Paulo Alves

Medicina Interna Dra. Luísa Wandschneider

Pneumologia Dr. Marco da Costa e Silva

Cirurgia Plástica Dr. Ribeiro de Carvalho Cirurgia Vascular Dr. Mário Soares Clínica Geral Dra. Hélia Castro Dr. Benjamim Coimbra Dietética Dra. Célia Dias

Neurocirurgia Dr. Carlos Calado

Psicologia Dra. Elsa Martins Dr. João Paulo Ribeiro

Neurologia Dr. Jorge Becho

Psiquiatria Dr. Vítor Henriques

Oftalmologia Dr. Juan Palomares Dr. Castela Rodrigues Dr. Fábio Trindade

Reumatologia Dr. Teixeira Costa Urologia Dr. Luís Barreto

Exames Complementares e Outros: • • • • • • •

Endoscopia Digestiva Alta Colonoscopia Fibrorectosigmoidoscopia Polipectomia Endoscópica Citologia Aspirativa Urofluxometria E.C.G.

• Trat. varizes (esclerose e laser) • Sedação profunda c/apoio de Anest. p/ exames endoscópicos • Laser Cirúrgico • Internamento (Piso 10 – HDS) • M.A.P.A. • Holter 24 horas

Marcações das 9:00 às 19:00 de 2ª a 6ª Feira Telef: 243 305 780 Fax: 243 305 781 Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6-r/c 2005-174 SANTARÉM Email: surgimed@mail.telepac.pt


44 PUBLICIDADE

O seu novo diรกrio, jรก nas bancas. www.ionline.pt

O Ribatejo 22 | Maio | 2009


SERVIÇOS | PUBLICIDADE 45

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

CRÉDITOS PAU LO N I ZA INÍCIO DO SEU NEGÓCIO * CRÉDITO RÁPIDOTaegP/desde 20,35%

* CRÉDITO PARA MÁQUINAS INDUSTRIAIS, AGRÍCOLAS E VEÍCULOS PESADOS Taeg desde 6,06%

* CRÉDITO PESSOAL ATÉ 60.000€

COM ASSINATURA SÓ DE 1 TITULAR, SE CASADO Taeg desde 20,35%

SEM HIPOTECA * CRÉDITO CONSOLIDADO Taeg desde 12,00%

* CRÉDITO COM GARANTIA DO SEU AUTOMÓVEL E NEGÓCIOS AUTO ENTRE PARTICULARES Taeg desde 18,52%

* CRÉDITO HABITAÇÃO SEM FIADORES E COM REDUÇÃO DA SUA PRESTAÇÃO MENSAL PARA TRANSFERÊNCIAS Taeg desde 5,1994%

* CRÉDITO CONSOLIDADO MESMO P/ PESSOAS COM PROBLEMAS BANCÁRIOS, DÍVIDAS FISCAIS, S. SOCIAL E PENHORAS Todos os créditos num só, com redução Até 60% da prestação mensal Taeg desde 6,509%

Auxilia Portugueses e Estrangeiros: A iniciar o seu novo negócio ou empresa com créditos Para fundo de maneio, instalações e equipamento

AUXILIA A CONCRETIZAR SONHOS Urb. Vila das Taipas. Lt.4 – r/c Drt. 2080-067 Almeirim Telf.: 243 579 296 Fax: 243 591 298 Telm. 938 879 678


O Ribatejo

46

22 | Maio | 2009

imobiliário & classificados IMOBILIÁRIO arrenda-se A ESPAÇO comercial no centro do Cartaxo c/ 260 m2 de área total 1.250€ / mês www.remax.pt/ 121 871002-959 Tel: 961778995 AMI 6883 RE/MAX MILÉNIO – CARTAXO A ESCRITÓRIOS p/ serviçosno largo principal do Cartaxo. 175€ / mês www.remax.pt/ 12187 1014-69 Tel: 961334730 AMI 6883 RE/MAX MILÉNIO – CARTAXO A T1 mobilado a profissional liberal TLM 916488027 A MORADIAS com quintal - Ribeira de Santarém, Valores 150, 200, e 300 euros. RioMagic, Lda. AMI 5494. Tel.: 243997490. Telm. 968700832 A APARTAMENTO T3 Mobilado, 500 euros, Santarém zona sossegada. RioMagic, Lda. AMI 5494. Tel.: 243997490. Telm. 968700832 A T4 em Santarém/ Marvila c/ logradouro Preço: 400€ - Ref. A86 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A T4 em Santarém/ Marvila Remodelado, 2º andar s/ elevador. Preços: 350€ Ref. A85 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

A APT T2 – Marvila. Prédio c/ elevador. Bem localizado. Preço: 300€ Ref. A88 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A ESCRITÓRIOS em Marvila/ Str. Com roupeiro, serviço de recepção incluído. Excelente localização. Valor: 250€ CADA - Ref. A73/A77 Go Imobiliária AMI - 8191 Tlf – 915084892/243094092 A LOJA em Santarém. Av. Hospital 104m2, 3 divisões.2 wc Despensa. Estacionamento Preço: 800€ - Ref. A71 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A ARMAZÉM na Zona Industrial c/ cerca de 1.500m2. Valor: 2.500€ - Ref. A83 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A LOJA Junto ao Centro de Emprego Área 250m2 + 250m2 de cave. Preço: 2.000,00€ - Ref. A84 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

73.000€. AMI 7252 Localvoga, Lda TLM 961503152

IMOBILIÁRIO trespassa-se A BAR c/ grande afluência de clientes, no centro de Santarém, junto a escolas superiores. Todo Equipado. Em pleno funcionamento Ref. 3390 Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A SALÃO cabeleireiro recente c/ gab. estética, equipado, em funcionamento no centro de Santarém. renda 350€ ....Bom Preço TLM ........967873840 A LAVANDARIA em pleno funcionamento e amplamente equipada, situada numa das zonas nobres da cidade de Santarém. Grande oportunidade de negócio (30.000€) Ref; 001001008 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770

A APT T2 mobilado, no Cartaxo, 380€, AMI 7252, Localvoga, Lda TLM 961503151 A APT T2 semi-novo c/ 1 lugar de garagem, no Cartaxo, 350€, AMI 7252, Localvoga, Lda TLM 961503151 A APT T3 no centro do Cartaxo, 425€/mês, AMI 7252, Localvoga, Lda TLM 961503151

A APT T2 no Cartaxo, r/ ch, c/ acesso à A1, área útil 95m2, lareira, cozinha semi-equipada, despensa e varanda fechada, roupeiros. wc, videoporteiro, garagem c/ portão automático, elevador, 70.000€, AMI 7252, , Localvoga, Lda TLM 961503152. A ALCANHÕES moradia de R/c e 1º piso, recuperada e mobilada, c/ logradouro e terraço 160.000 € RE/MAX Milénio - AMI 6883 www.remax. pt/121871057-44 Tel: 961778997 A CARTAXO Apt T1 em zona central, c/ facilidade de estacionamento 57.500 € RE/MAX Milénio AMI 6883 www.remax. pt/121871044-8 Tel: 961725443 A CARTAXO Apt. T3 recente, quintal privativo e lugar garagem 92.500 € RE/MAX Milénio AMI 6883 www.remax. pt/121871030-8 Tel: 961535235 A CARTAXO Apt T2 novo c/ lugar garagem, lareira, ar condicionado, 107.500 € RE/MAX Milénio AMI 6883 www.remax. pt/121871014-33 Tel: 961334730

IMOBILIÁRIO vende-se A OU ALUGO Quintinha recuperada a 5 min.de Santarém e A1 TLM ........962469746 A APT T2 c/ terraço, r/ch alto, no Cartaxo, grandes áreas, pouco uso, varanda, 2 despensas, marquise,

A SANTARÉM, Casais Reimão Moradia V3 – lote de 2.240 m2 158.000 € RE/MAX Milénio AMI 6883 www.remax. pt/121871054-5 Tel: 961778965

assinatura anual

por apenas 25 €

A CARTAXO moradias novas (2 pisos + terraço), estilo contemporâneo 160.000 € RE/MAX Milénio AMI 6883 www.remax. pt/121871049-176 Tel: 969754602 A VALE DE SANTARÉM moradias novas em condomínio fechado167.500 € RE/MAX Milénio AMI 6883 www. remax.pt/121871002-862 Tel: 961311788 A CARTAXO moradia V4 isolada no centro da cidade 175.000 € RE/MAX Milénio AMI 6883 www.remax. pt/121871002-958 Tel: 961778995 A MORADIA V3 nas Faz. Almeirim, quartos c/ roupeiro, sala c/ lareira, garagem, tertúlia c/ cozinha, quarto e casa de banho. Boxes p/ cavalos, arrumos, picadeiro e jardim –149.500€ www.remax. pt/120431071-94 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 96 177 89 66 A APT T2 Jardim de Cima c/ 104 m2, aquec. e aspiração central, pré-instalação de ac, caldeira, quartos /roupeiro, varanda, arrecadação e lugar de parqueamento – 112.000€ www.remax. pt/120431071-9 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 96 214 94 22 A APT T2 como NOVO em Santarém, sala c/ lareira, pré-instalação de asp. central e Ar Cond., arrecadação, excelente oportunidade - 85.000€ www.remax. pt/120431071-27 AMI 5430 - RE/MAX SCALA Santarém. Tel: 96 177 89 98

A MORADIA V4 em Benavente, em construção c/ opção Escolha de acabamentos, zona privilegiada - 191.500€ www.remax.pt/ 120431071-28 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 96 862 35 34 A MORADIA c/ 2 quartos p/ recuperar em pleno Centro Histórico da Cidade de Santarém . Boa oportunidade de investimento! www.remax. pt/120431108-16 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 96 271 63 56 A APT T3 em Santarém, óptimo estado, boas áreas, sala c/lareira, equipado c/ pré-instalação de aquecimento central. Possui varandas na sala e no quarto e arrecadação. – 105.000€ www.remax. pt/120431071-21 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 96 214 94 24 A APT T3 c/ pouco tempo de uso. Possibilidade de espaço de garagem. Santarém – S. Domingos (95.000€) Ref; 001001018 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda. pt – 243306076/ 917 997770 A MORADIA geminada c/ 3 assoa., 2 pisos, terraço e logradouro. Centro da cidade. Bom preço. Calçada do monte – Santarém (95.000€) Ref; 001002002 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A V2, pré-instalação a.c., cozinha rústica c/ lareira, telheiro c/ barbecue e lavatório, parqueamento,

murado e possib. construção de 182m2. Frade de cima – (125.000€) Ref; 001003006 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A QUINTINHA c/ 10.200 m2, moradia c/ 4 quartos, sala comum (32.85 m2) c/ recup. calor, Cozinha semi-equipada, pré-instalação de aquec. central e garagem p/ 2 carros. Piscina (4.5mx9m). Achete (199.000€) Ref; 001004007 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A APT T2 em muito bom estado, situado na zona nobre de S. Domingos – Santarém (95.000 €) Ref; 001005001 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A TERRENO na Serra/ Tomar, c/ viab. De construção c/ 9040m2, frente p/ água da barragem c/30m – Preço 200.000€ www.Imoabrantes.com – AMI 2766 – Tm 966826474 A APT T1 praia da Areia Branca c/ estac., usado em muito bom estado, perto da praia. Preço 75.000€ (Negociável) www. Imoabrantes.com – AMI 2766 – Tm 966826474 A MORADIA V4+1 S. Lourenço/ Abrantes, em óptimo estado, terreno c/ 12.280m2- área coberta de 275m2. Preço 390.000€ www.Imoabrantes.com – AMI 2766 – Tm 966826474

A APT T2, Almeirim, coo novo, cozinha equipada, logradouro c/churrasqueira. Valor 90.000,00€ - Ref. A-327 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A TERRENO c/ 165m2, Almeirim, c/ moradia para demolir. Valor 27.500,00€ Ref A-326 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A APT T3, Almeirim, novo, lugar garagem, ar condicionado, cozinha equipada, excelentes. Valor 115.000,00€ - Ref. A-322 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A MORADIA T2 rural, na Várzea, 1900m2 terreno, zona sossegada. Valor 68.000,00€ - Ref. A-320 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915 A LOJA em Santarém, nova, 110m2, grandes montras. Valor 97.500,00€ - Ref. S-574 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915 A São Vicente Paúl Moradia T3, usada, como nova, c/ 2 quartos, suite , cozinha, sala, 2 wc, alpendre, garagem. 2 cadernetas urbana c/1.000m2 e rústica c/3.020m2. convida ao relax e qualidade de vida . ZEN , c/ a capital do gótico e entrada para A1 a 10 min. ZEN MOR.199 PREÇO 175.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – Jardim de Baixo Moradia T3, r/c e 1º, usada, soalheira, em ópt.


IMOBILIÁRIO & CLASSIFICADOS 47

O Ribatejo 22 | Maio | 2009

estado, pré-instal. p/ paneis solares, logradouro, alpendre, garagem indiv.. Zona residencial mtº aprazível, próx. entrada A1, zonas comercias, escolas e cidade de Santarém. ZEN MOR.198 PREÇO 165,000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Romeira Moradia T4+1. r/chão, cave e sótão. No r/ chão: hall, sala, quarto, suite, wc e alpendre; na cave: cozinha, despensa, casa máq., 2 quartos, casa jantar e wc. Sótão amplo. 2 cadernetas, urbana c/ 450m2, rústica c/ 11.680m2. ZEN MOR.130 PREÇO 199.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Alpiarça Moradia T5+1,usada ( cave, r/c e

1º), proj. numa construção e acab. Qualidade, zona habitacional privilegiada... Barragem, Museu dos Patudos e Reserva Natural do Cavalo Sorraia. ZEN MOR.168 PREÇO 280.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – S.Salvador Apt Duplex T2, usado, bem cons., bons acab., 2 quartos, sala, Wc ,cozinha, zona arrumos, garagem priv. c/acesso ao duplex, arrecadação, em zona calma, a 3 min. centro da cidade, e 5 min. acesso a A1 .ZEN APT.107 PREÇO 97.500€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Almeirim Apt T3, novo, hall (tecto falso c/ projec.) 2 quartos (roupeiros de correr), 1 suite( banheira

hidrom. wc c/ janela), sala, wc, cozinha semi-equipada c/ electrodom. INDESIT, garagem (box indiv. exterior, c/ água e luz ligado cada fracção), zona agradável, c/ jardim, bons acessos rodoviários ZEN APT.155 PREÇO 105.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Apt. usado T2 Almeirim c/ 1 lugar de garagem . 100.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Casa antiga em Ponte do Soleiro/ Santarém. 50.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A LOJA c/ + - 40 m2 em Santarém na zona

histórica. 42.500€ neg - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. usado T2 em Santarém. 65.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. novo T3 c/ garagem em Almeirim. 126.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A TERRENO c/ 3.600 m2 em Santarém. Índice de Construção de 540 m2. Aprovação 15% para Comércio e Serviços Excelente Localização. Ref. 3414 Preço: 325.000.00 € Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

A APT 5 assoa em Santarém. Arrecadação, despensa, varanda. Boas Áreas. A 2 minutos centro da cidade. Junto a Comércio e Serviços. Ref. 3413 Preço: 68.000.00 € Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A MORADIA Semi-nova 5 assoa. em Santarém c/ despensa, arrecadação, garagem, aquec. central, ar condicionado. Excelente Localização. Ref. 3412 Preço Sob Consulta Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A PRÉDIO r/c e 1º andar recuperado nos arredores de Santarém c/ 5 assoa. c/ 152 m2. Bons Acessos. Oportunidade de negócio. Ref. 3411 Preço:

100.000.00 € Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

nível universitário. Perto da Ginestal Machado. Contacto: 914626531

A MORADIA 4 assoa com 120 m2, dois anexos, arrecadação, logradouro c/ 200 m2. Nos arredores de Santarém Bons Acessos. Ref. 3410 Preço: 80.000.00 €

A VENDO sistema GPL muito barato TLM 914455866

A ACEITO part-time 2 dias/semana TLM 931711455 A SERVENTE pedreiro todo país TLM 965478731 927295726

A VENDO mobilias soltas TLM 963602594 ou 249103378 A ORGANIZAMOS viagens turismo País TLM 927295726

VEÍCULOS vende-se DIVERSOS geral A EXPLICAÇÕES de Matemática A e B; biologia, geologia, física, química, geografia, estatística e MACS aos 2º e 3º ciclos e

EMPREGO oferece-se

A VOLVO 850 GLT diverso material TLM 963063272

A CHURRASQUEIRO/ ajudante cozinha Albufeira TLM 965478731

Salão de Cabeleireiro TRESPASSA-SE

Recente, c/ Gabinete Estética, equipado - em funcionamento - Centro de Santarém, renda 350 euros. BOM PREÇO. Telef.: 967 873 840


tempo: nublado A chuva deve voltar em força este sábado e o tempo nublado vai manterse até segunda-feira. O resto da próxima semana deve trazer de volta o sol ainda que se prevejam de novo aguaceiros a partir de quarta-feira. 22 | MAIO | 2009

agenda

Sexta-feira

Santarém ∑Congresso de Avicultura na Escola Agrária, a partir da 9h30.

Sábado Rio Maior ∑Blasted Mechanism na Jornadas da Juventude em Rio Maior, no pavilhão multiusos.

Segunda-feira Rio Maior ∑Pacheco Pereira, vai estar em Rio Maior, às 21h, na Biblioteca Municipal, para participar na conferência “Formas de Participação Democrática”. O RIBATEJO OFERECE BILHETES PARA

“EK-STATICALLY” C. C, Cartaxo 22 de Maio, 21h30 ver página 42

Impresso em papel que incorpora 30 por cento de fibra reciclada, com tinta ecológica de base vegetal

rosário breve

ISLA entregou diplomas de Novas Oportunidades O ISLA de Santarém organizou, no dia 20, o II Seminário Novas O p or tunidades , no Cnema em Santarém, num dia em que foram entregues os diplomas de certificação escolar dos formandos do Centro de Novas Oportunidades desta instituição. A secretária de Est a d o d a R e a bi l it a ção Social, Idália Moniz, marcou presença e elogiou o esforço destes alunos que concluíram o processo de reconhecimento e validação de competências. “Estes são sempre momentos de afectos, porque percebemos que não é facil

Fluoxetina

terminar um ciclo como este. Esta entrega significa que a vida destes homens e destas mulheres mudaram para sempre, referiu Idália Moniz. A governante lembrou ainda que os centros RVCC era apenas 98

em 2008 e que em 2009 existem 456 Centros de Novas Oportunidades. Maria do Carmo Gomes, vice-presidente da Agência Nacional para a Qualificação, deixou um desafio à criação de agrupamentos de Centro

de Novas Oportunidades que articulem os mesmos objectivos. A responsável relevou ainda a importância de haver articulação entre os CNO e as entidades que ministrem curso de Educação e Formação de Adultos.

Parlamento aprova elevação de Samora a cidade A elevação de Samora Correia a cidade e a elevação do Olival, concelho de Ourém, a vila, foram aprovadas por unanimidade na terça-feira, 19 de Maio, na reunião da comissão de poder local

Daniel Abrunheiro

da Assembleia da República. Estas iniciativas, apresentadas pelos deputados do PSD eleitos pelo círculo de Santarém, ficam agora a aguardar a resolução de outras processos ainda pendentes

na comissão de poder local para que depois sejam agendadas em conjunto para a discussão e votação no plenário da Assembleia da República. Segundo as propostas apresentadas pelos

deputados Vasco Cunha, Miguel Relvas e Mário Albuquerque, ambas as localidades cumprem todos os requisitos legais para que seja feita a promoção na sua classificação.

A minha senhora e eu andamos a tomar fluoxetina mas não é por causa das tosses, é por causa da crise, mas não é da crise conjugal, que dessa não gastamos, é da outra, a de quase toda a gente menos os do costume, tomamos fluoxetina porque um médico nosso amigo nos disse para a gente tomar e a gente vai de a tomar como se a vida fosse Abrantes, por assim dizer. A fluoxetina é um medicamento que parece que faz passar a crise, não faz, mas a gente, a minha senhora e eu, não nos importamos tanto com ela, pois parece que lá em cima, nos nossos sótãos cranianos, as sinapses e a serotonina e a dopamina e outras ninas da neura trabalham melhor com a fluoxetina, é capaz. Levantamo-nos cedinho e fluoxetinamo-nos a meio da caneca de sucedâneo de café com imitação de leite, ainda a caneca não vai a meio já estamos os dois a sorrir um para o outro como se fôssemos monas-lisas, andamos a sorrir o dia todo como se fôssemos catarinas-furtados, quando à noite vou a sorrir buscá-la ao emprego ela sai do emprego a sorrir para mim e para o resto do mundo, que é onde se dá a crise. A fluoxetina é uma grande invenção dos laboratórios suíços ou suecos, agora não tenho preciso se de uns se de outros, também não faz diferença, a diferença está no sorriso, como qualquer candidato a poeta autárquico sabe, a coisa está no sorrir sempre e avante, mesmo com a crise ou até por causa dela, sorrir e andor, que se faz noite. Aquela professora de Espinho que aparece na TVI com voz de telemóvel se calhar também precisava de fazer como a minha senhora e eu fazemos, se calhar precisava, ela e os alunos de 12/13 anos por causa do sexo na Antiguidade e por causa da crise e da Margarida Moreira da DREN e assim, se calhar, por assim dizer, aqui quartel de Abrantes.


Edição 1229  

Edição 1229 do jornal O Ribatejo em PDF Inteligente

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you