Issuu on Google+

DIRECTOR Joaquim Duarte

SEMANÁRIO 24 de Setembro de 2010 | Ano X X V | N. 1299 | €0,80

(IVA incluído)

Telefone 243 309 600 · Fax 243 333 766 · Centro Nacional de Exposições - Quinta das Cegonhas - Apartado 355 - 2000-471 Santarém info@oribatejo.pt · www.oribatejo.pt

Santarém a pilhas Alguém consegue imaginar uma cidade sem o ruído e o fumo dos automóveis actuais? Pois, é essa mesmo a grande aposta da Câmara de Santarém, que é uma das cidades pioneiras das rede nacional da Mobilidade Eléctrica. Durante a semana europeia da mobilidade em Santarém, chegaram os primeiros carros eléctricos. | páginas 6 e 7

Fenómeno urbanístico no Entroncamento

Janela do vizinho abre para sala de aula | página 18

Santarém Os parquímetros da polémica na Assembleia página 8

Abrantes GNR trava pesca ilegal no açude do Tejo página 19

Região Governadora apoia combate à criminalidade rural página 20

Santarém Distrito já tem provedor para pessoas deficientes página 12

Politécnico Escolas preparadas para receber novos alunos página 22

Concerto Joana Amendoeira no Convento de S. Francisco página 36

Especial

nesta edição 12 páginas com tudo sobre ...


2

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

praçapública eles dizem

sopa da pedra

Coincidências jurídicas

r

“A justiça portuguesa é como uma teia de aranha: os fortes rompem-na facilmente e seguem em frente sem grandes problemas; mas os fracos ficam presos e enredados nela, às vezes para toda a vida”. A frase é da autoria do bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, e pode ser lida na página 7 do seu livro “Um Combate Desigual”. A coincidência é que o filósofo francês Voltaire atribui a Sólon uma citação muito parecida: “As leis são como as teias de aranha que apanham os pequenos insectos e são rasgadas pelos grandes”. Solón foi um jurista de renome e viveu entre os anos 638 e 558 antes de Cristo. Marinho Pinto está bastonário desde 2007 e é advogado desde os anos 70 do século passado.

O verdadeiro veículo ecológico

Fenómenos do Entroncamento

Custa apenas 49,90 euros, está disponível em 4 cores (vermelho, azul, verde, cor de rosa e amarelo) e suporta até 120 quilos. É o verdadeiro veículo ecológico que dá pelo nome de Ziggy car, um brinquedo para crianças e adultos que, segundo dizem os produtores, é fácil de manusear, não requer baterias nem pilhas, não tem pedais e não tem motor. Tudo o que é necessário para pôr este veículo a andar é mover o volante para a esquerda ou direita e ainda beneficia do facto de fazer exercício físico.

Já se sabia que o Entroncamento é terra de fenómenos. Acrescenta agora outro prodígio arquitectónico à vasta lista de insólitos fenómenos: uma janela da casa de banho de uma vivenda abre directamente para dentro da sala de aula de um infantário. Mais do que isso: basta esticar o braço para entrar pela referida sala adentro. Uma bizarria urbanística consentida e… legalizada.

“Se um cidadão do tempo do Marquês de Pombal viesse hoje a Santarém, se o levássemos ao interior da sala de audiências do Tribunal de Santarém ele sentir-se-ia à vontade porque nada mudou. A carpintaria, a cenografia, os actores são os mesmos, as vestes são as mesmas…a justiça não evoluiu.

Marinho Pinto Bastonário da Ordem dos Advogados

r

Estamos numa borrasca e o PSD quer vender óculos de sol.” Marcelo Rebelo de Sousa TVI

r

O SEF atacou o Elefante Branco. A Federação foi pedir a Mourinho uma esmolinha. As duas instituições – Elefante Branco e Mourinho – têm o mesmo tipo de clientes. Francisco Moita Flores

crónica de maldizer

Obras de reparação de ... Eurico H. Consciência

O Inverno rigoroso que tivemos, com chuvas constantes, foi um teste decisivo ao estado de inúmeras casas. Já terão atentado nas obras de reparação de telhados que foram sendo feitas (e que ainda decorrem) neste Verão. Pelo que me toca, as casas em que resido meteram água à fartazana. Tive que ordenar as necessárias reparações. Reparações por todo o lado, a

toda a hora. Que seca! Só não começaram ainda as obras da grande reparação de que está flagrantemente precisado este país adiado que, tarda não tarda, já não terá reparação – para gozo e proveito daquele Sr. Godinho sucateiro de face oculta que dava caixas de robalos ao Sr. Armando Vara, que já está de certeza a tentar comprar este país p’rá sucata.

País de poetas que libam néctares de deuses pagos com os suores dos analfabetos que trabalham. País de poetas e de oportunistas gulosos que alternam com ritmo quase certo na recolha das benesses do Poder e das suas proximidades: colaboradores, assessores, consultores e outros estupores, quase todos doutores, e avençados e adjuntos, to-

dos juntos. Todos encostados, na terminologia popular ( Oh! Aquele tá bem encostado!), recentemente recuperada pela jornalista Helena Matos: “ O filho do senhor do talho que se tornou vegetariano e fez um curso de computadores, mais a namorada que é psicóloga, a prima que é engenheira de relvados e aquele rapaz porreiro do call center que se tornou admi-

nistrador, para todos eles e para todos os outros o sonho é, como dizem satisfeitas as famílias dos admitidos, “encostar-se” ao Estado, à câmara, ao instituto, à direcção regional …”(Público de 29.7). Valha-nos saber que os povos resistem a todos os Governos, com todos os oportunistas que gerarem.


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 3

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Cartoon de António Maia

opinião

online

15 Medidas para salvar Portugal: Dirigin-

a pergunta da semana

O que pensa da escolha de Paulo Bento para seleccionador nacional? Paulo Bento parece-me um treinador válido, após o que fez com os juniores do Sporting e depois mais tarde com a equipa principal. No entanto, e quando falamos de selecção nacional, penso que é preciso um treinador com outros créditos e maior peso no seio do grupo. Pessoas com maior experiência como Manuel José ou o Cajuda.

Paulo Duarte Entroncamento

Parece-me uma boa escolha pois é um treinador que conhece bem o futebol português. Esperemos que nos leve ao mundial. Nesta altura penso que é a única solução, mas é uma solução de recurso. Acredito que o Paulo Bento, como treinador muito jovem que ainda é, vai querer mais experiência e prestígio a nível de clubes antes de entrar num projecto de selecções a longo prazo. Hugo Patrício Santarém

Interessa o aqui e o agora e não o passado de Paulo Bento. Não podemos rotular ninguém. O importante é irmos para a frente e ver o que dá esta escolha. Não posso dizer mal ou bem do que ainda não vi. Mas tenho confiança porque nós somos bons.

Penso que havia mais opções de treinadores com provas dadas. Mas Paulo Bento leva o benefício da dúvida. Acho que ficará apenas até ao Europeu, já que até lá a Federação poderá tomar outras alternativas, caso o rendimento não seja o que todos esperamos. Paulo Bento tem de é mudar a mentalidade dos jogadores para que eles joguem com amor à pátria e não aos interesses pessoais. Henrique Gaspar Abrantes

F editorial

O caso do cão que ladrava

Leitura integral deste artigos em

www.oribatejo.pt

Teresa Silva Cartaxo

Quem já andou metido em andanças de tribunais sabe que o respeitinho naquelas casas da justiça é uma coisa muito séria – embora nem sempre bonita de se ver. Sabem-no os jornais, por experiência própria, como assíduos clientes que são dos dois pratos da balança – ora pelo acompanhamento que fazem dos julgamentos de interesse público, que oferecem em prosa mais ou menos apaladada aos seus leitores; ora porque às vezes também os jornalistas tomam o lugar do acusado, quando constituídos arguidos, sob a invariável queixa de difamação. Faz parte das regras do jogo deste oficinal ofício da palavra, escrita ou falada, onde, por vezes, os sujeitos da notícia – sejam eles indivíduos ou instituições – se sentem melindrados na sua honorabilidade e decidem, muito legitimamente, recorrer à justiça. Portanto, a ida

do-se ao nosso cronista da última página, Daniel Abrunheiro, lastima o leitor Vítor Almeida, de Rio Maior, que “não é nada fácil aceder como cronista às páginas da imprensa regional”; tal como lamenta que “a liberdade de imprensa, para muitos autores portugueses com grande projecção internacional, seja ainda uma miragem.” Por isso, solicita a solidariedade do nosso cronista, não sem terminar com merecidos parabéns ao Daniel Abrunheiro “pelos seus sarcásticos artigos em O Ribatejo.” Não precisava de “cunha”, porque temos gosto em reproduzir no nosso jornal on-line o seu precioso texto sobre as “15 medidas para salvar Portugal” e resolver a crise que nos atinge. Ora vejam só dois exemplos para aguçar o apetite: “Redução do salário dos políticos em 30%; Encerramento das discotecas a partir das 22 horas e prémios a estudantes não frequentadores.

ao tribunal faz parte do calvário de qualquer jornalista. Mesmo daqueles que cumprem o seu dever com rigor ético e profissional. A experiência de quase vinte e cinco anos de existência de O Ribatejo é vasta neste campo, mas ainda assim há casos que o sistema judicial, mesmo entupido como está, se permite acolher e que, no intrincado das suas leis e garantias, nos continua a surpreender. Ainda há poucos dias vimos chegar ao fim o caso de uma incrível demanda contra o nosso jornal e que, ao cabo de cinco anos e meia dúzia de audiências de julgamento, terminou sem glória para a queixosa e no mais profundo auto-desrespeito ao reclamado direito ao bom nome, para já não falar da desconsideração que a própria fez ao tribunal. Uma notícia que aqui demos, há meia dúzia de anos, sobre um lar de

idosos a funcionar clandestinamente, sem as mais elementares condições e com grave desleixo nos cuidados prestados, foi o começo desta história. O lar acabaria encerrado pela segurança social, mas a queixa por difamação contra o jornal já estava em curso no tribunal. O ministério público, considerando que o jornal cumpriu com lisura e objectividade o seu dever de informar, não deu provimento à queixa. Mas a lei consente a demanda particular, pelo que a queixosa avançou com a nomeação de advogado próprio, e o caso fez o seu caminho. Foi o primeiro de três advogados que, sucessivamente, nomeou. Acabou sem advogado nenhum que aceitasse esta sua demanda contra o jornal, notoriamente por falta de pagamento. E o caso morreu de morte matada. Moral da história: alguém que

maltratou idosos e enganou a segurança social conseguiu, no garantismo do nosso sistema judicial, reclamar o direito ao bom nome que supostamente o jornal tinha atingido e ver essa queixa acolhida pelo tribunal (acompanhada pelo respectivo pedido de indemnização) para no fim enxovalhar a própria justiça. Será que os tribunais, entupidos como estão de assuntos sérios, terão que continuar a perder tempo com demandas particulares como esta? Ou então com recursos para a Relação a solicitar o julgamento (que a primeira instância recusou) contra este mesmo jornal, por causa da notícia de um cão abandonado numa varanda, para desassossego latido da vizinhança? Depois vos diremos também como terminou este transcendente caso da honra do canídeo. Joaquim Duarte


4 PRAÇA PÚBLICA | OPINIÃO

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Director Joaquim Duarte joaquim.duarte@oribatejo.pt CP. n.º 867

Redacção - 243 309 601 João Baptista (chefe) joao.baptista@oribatejo.pt - CP. n.º 1157 João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt - CP. n.º 6911 Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt - CP. nº 8754 Jorge Guedes - CP. nº 2798 Jerónimo Belo Jorge - CP. nº 1907 (Abrantes) Joana Margarida Carvalho (Estagiária - Abrantes) Vânia Clemente (Estagiária) Colunistas Armando Fernandes, Beja Santos, Carlos Chaparro, Daniel Abrunheiro; Eurico Heitor Consciência, José Niza, Luís Eugénio Ferreira, António Maia (Cartoon)

Colaboradores António Branquinho Pequeno, António Brotas, Alexandre Manuel, André Lopes (desporto), Adolfo Luís (fotografia futebol), Carlos Alberto Cruz, Hélder Duque (fotografia futebol), Joaquim Dâmaso (fotografia), João Grego Esteves, José A. Costa (fotografia futebol), Júlio Freches, Nuno Abreu (fotografia futebol), Nuno Matos (fotografia futebol), Renato Campos, Rogério Rodrigues, Rosalina Melro, Vítor Gomes (fotografia futebol)

Departamento Gráfico Vítor Arsénio (chefe), António Vieira

Projecto Gráfico

defrank - Comunicação Editorial defrank@interacesso.pt

Departamento Comercial - 243 309 602 Rita Duarte (directora comercial) 962 108 761 rita.duarte@oribatejo.pt Luís Silva - 962 108 756 Ana Marecos - 962 108 762 Sandra Amendoeira - 961 736 350

Secretariado - 243 309 600 Ana Sousa - 962 108 760

foto denúncia Os moradores do edifício da Enfis não vão ter problemas com o novo regulamento de estacionamento tarifado em Santarém. À volta do edifício foram plantadas placas de “estacionamento privado” que além de isentarem estes privilegiados moradores de qualquer pagamento de tarifa, ainda permitem estacionar em segunda e terceira fila, como se vê na foto. Iniciativa privada em espaço público...

Penso logo insisto

Sede: Centro Nacional de Exposições Quinta das Cegonhas Apartado 355 2000-471 Santarém Geral: 243 309 600

Essa do Queiroz

Publicidade 243 309 602 Fax: 243 333 766

E-mail info@oribatejo.pt

Internet www.oribatejo.pt

Serviços assinaturas 243 309 600

Paginação e montagem Jortejo, Lda. - Santarém telef.: 243 309 605

Impressão Imprejornal, S.A. Rua Rodrigues Faria 103, 1300-501 Lisboa

José Niza

Distribuição Vasp

Assinaturas (52 Números) Portugal: 25,50 € Europa: 50,50 € Resto do Mundo: 76 € Preço Avulso 0.80 € (IVA incluído) Editora e proprietária: Jortejo, Lda. Apartado 355 2002 SANTARÉM Codex

GERÊNCIA Francisco Santos, Ângela Gil, Albertino Antunes

Departamento Financeiro Ângela Gil (Direcção), Ana Rita Fonseca, Catarina Branquinho, Gabriela Alves e Patrícia Santos. info@lenacomunicacao.pt

Departamento de Marketing Patrícia Duarte (Direcção), Susana Santos (Coordenação) e Catarina Fonseca marketing@lenacomunicacao.pt

Departamento Recursos Humanos Nuno Silva (Direcção) e Sónia Vieira. drh@lenacomunicacao.pt

Departamento Sist. Informação Tiago Fidalgo (Direcção) e Hugo Monteiro. dsi@lenacomunicacao.pt

Unidade de Projectos Lúcia Silva (Direcção) e Joana Baptista (Coordenação) projectos@lenacomunicacao.pt Tiragem semanal 9.500 exemplares Depósito Legal 13 983/86 Sócios com mais de 10% de capital Sojormédia: 83% Nº Registo no ICS: 111209 (20.11.85) Nº Contribuinte: 501636110

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico envoi fermé autorisé par les PTT Portugais · Autorização - Autorisation: Nº 16 DE 001602 DCE pode abrir-se para verificação postal

Eram oito da manhã e uma caterva de médicos entrou pelo estágio da selecção adentro à procura dos dó pingues em tudo o que era sítio e o Queiroz começou aos gritos a dizer que os jogadores só tinham ordem para mijar depois das dez…

Esta história começa numa serra com o nome de um queijo amanteigado que tem um pano à cintura como os forcados ou como aquela menina do alto da serra da Tonicha eram oito da manhã e uma caterva de médicos entrou pelo estágio da selecção adentro à procura dos dó pingues em tudo o que era sítio e o Queiroz começou aos gritos a dizer que os jogadores só tinham ordem para mijar depois das dez e que a mãe do chefe dos médicos era uma senhora de vida fácil e a dita senhora não gostou sobretudo da parte da vida fácil nos tempos que correm e os jogadores ainda estavam a dormir como aliás continuaram a dormir na África do Sul que nem as vuvuzelas os acordaram enquanto o Queiroz ia mandando mails para o Mad Aíl para quem não saiba em inglês mad é maluco que é o que ele é mas disfarça a dizer que estava tudo OK e que a Costa do Marfim estava no papo mas o presidente não sabia onde era só sabia da Costa da Caparica e disseram-lhe para ir às páginas amarelas procurar na letra N de navegadores para ver se estava lá o Magalhães Magalhães este que não é o dos computadores mas não havia lá nada e só mais tarde é que o Amândio Cabeça de Polvo lhe disse que o Magalhães tinha fenecido e ponto final parágrafo não se falava mais nisso mas o pior é que mesmo com uma data de brasileiros na selecção a gente empatou com o Brasil e viu-se logo que o Queiroz era um empata blá blá blá blá blá e que se ganhássemos à Espanha o Cavaco até condecorava o Queiroz no 10 de Junho

sob proposta do Mad Aíl mas o Cavaco não se quis comprometer por causa das presidenciais sabia lá ele o que o campeonato daria e o pior para o Queiroz foi que para além de o Cavaco não o ter medalhado ainda foram lavar roupa suja e lembrar-se de que lá no alto da serra o homem tinha chamado senhora de má fama à mãe do chefe dos médicos que em vez de estarem a dar consultas nos hospitais andavam à procura do dó ping debaixo das camas dos jogadores e só encontraram preservativos e então salvo seja suspenderam o treinador e então o Mad Aíl disse na tv que não havia drama porque o piloto automático resolvia tudo mas a gaita é que o f.da p. do piloto apanhou uma grande bebedeira na véspera do jogo e

quando cá veio o Chipre dar-nos quatro já o Queiroz andava nos advogados e a chamar nomes ao Laurentino nas televisões e viu-se logo que ia dar uma volta ao bilhar grande ou treinar a selecção ucraniana e para ele tudo isto foi um traumatismo ucraniano onde é que já ouvi isto e de repente o Mad Aíl teve finalmente uma ideia e por causa do esforço até ficou com uma grande dor de cabeça e prometeu ir a Espanha buscar o Mourinho desde que ele não chamasse nomes à mãe do chefe dos médicos e foi a Madrid hablar con el especial-uane e que era só uma semanita e que eram só dois joguitos y que el entrenador le habia dicho que le gustaba mucho pero que no sabia lo que el Real haria y cosas así uma en el clavel y outra en la ferradura e telefonó entonces a nuestro hermano el presidente del Real e le ha dicho amigo Florentino yo necessito del special por unos diez dias e el Florentino que no y el Mad Aíl hasta hablou de Aljubarrota peor ainda que el Messi del Barça y Florentino que no que nunca que jàmé como dice el ministro de la OTA y el Mad Aíl súbito rumou a Roma a parlare com il Papa Paulo Bento prometendolhe que o próximo estágio da selecção seria em Fátima e que todos os jogadores logo de manhã em vez de irem mijar para o dó ping iriam confessar os seus pecados por exemplo parti a perna ao cabrão do ponta de lança cuspi nas trombas do guarda-redes e pecadilhos assim e o Papa Paulo Bento aceitou mas o pior é que o 13 de Maio já é depois dos jogos da selecção.


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 5

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

há vinte anos

números

12,8% Era anunciada a inauguração do novo Matadouro regional de Santarém, instalado na zona industrial, um investimento de 1,3 milhões de contos. O projecto de transformação em discoteca do velho matadouro municipal, apresentado por dois jovens, ganhava prémio internacional. Construtor civil de Tomar demolia a casa do lado. Lixeiras a céu aberto eram ainda um cancro municipal.

É o aumento das despesas com o Rendimento Social de Inserção face aos primeiros oito meses do ano passado. Ao seja, o Estado já gastou 378 milhões de euros desde o início do ano até Agosto, contra 330 milhões em igual período do ano passado. As despesas da segurança social continuam assim a aumentar, também nos apoios ao emprego e no subsídio de desemprego.

estrelas

Rui Reguinga Enólogo

Tributo 2008, é um grande vinho, produzido em Almeirim pelo enólogo Rui Reguinga, que acaba de receber o Trophy, o prémio mais importante do International Wine Challenge de Londres, onde foram provados mais de nove mil vinhos de cerca de 50 países. Esta é a primeira vez que um vinho da região Tejo recebe este troféu. Pena que só tenham sido produzidas duas mil garrafas.

A espuma dos dias

José Joaquim Leitão Director Regional de Educação

Sónia Sanfona Governadora Civil de Santarém

Há alguns meses a Governadora Civil ouviu queixas dos agricultores do Ribatejo por causa dos roubos nas suas propriedades. Em pouco tempo, conseguiu junto do Governo recolher apoios para instalar um sistema de detecção via GPS e, deste modo, responder aos roubos fazendo da nossa região a primeira a ter uma solução integrada para este problema. Um trabalho que mereceu o elogio geral. (Pág.20)

A Direcção Regional de Educação (DREL) concedeu uma autorização provisória de funcionamento ao Colégio dos Navegantes no Entroncamento, sem que os técnicos tenham ido ao local avaliar as condições do novo edifício do infantário. Ainda por cima, o infantário já começou a funcionar neste edifício que apenas tem licença de obra, mas não tem licença de utilização da autarquia. (pág. 18)

Opinião

Mais havera não ter nascido

Pessoa, correspondente comercial

A mulher alentada folheava o jornal de sangue e de aproveitamento de defuntos e repetia: mais havera não ter nascido! No Verão a casa de jornais do Sr. Mário enche facilmente, as empregadas ladiArmando Fernandes nas e libérrimas lançam piadas aos clientes antigos, não se coibindo de acentuar as inventivas das revistas do coração. A dita mulher avantajada Severamen- ao salmodiar – não houvera te punidos de ter nascido – obrigou-me ao longo de a reparar na causa do gritado séculos, os suspiro – tratava-se do matrimatricídios cídio cometido por um rapaz no mínimo desvairado, em sempre Coimbra. Os matricídios proforam moti- duzem tremendas ondas de vo de inspi- choque, ao longo dos séculos radores de os autores eram severamenromances, te punidos, sendo motivo de como tam- relatos sérios e inspiradores de romances, mas também a bém da chamada literatura de cordel chamada os aproveitava, pois além de literatura lograrem lágrima fácil os alde cordel, fabetizados e muitos analfapor logra- betos não resistiam à compra rem a lágri- do estendal no qual a monstruosidade era relatada com ma fácil. pormenores que muitas veAgora, tele- zes não passariam de invenvisão e jor- ção. Os ceguinhos tocavam e nais explo- cantavam em tom lamurienram o tema to o terrível sucesso, enquanto uma mulher e crianças redo filho colhiam o produto da venda que matou quantas vezes acrescentado à a mãe em laia de esmola. Agora, os jorCoimbra. nais sensacionalistas e as revistas do género perdem-se em considerações a insinua-

“Fernando Pessoa Empregado de Escritório”, (editado pela Assírio e Alvim), é um livro notável sobre os percursos profissionais do nosso poeta maior. Pessoa continua a ser um enigma, tal a riqueza das suas máscaras, das suas facetas de inBeja Santos telectual: poeta e pensador; o caudal dos seus heterónimos; o introspectivo e o polemista; o tradutor e o empreendedor; o dinâmico lançador de revistas, o poeta derreado Pessoa, o pelas crises de melancolia; o Pessoa nosso poe- combativo pela República, o Pessoa defensor da ditadura de Sidónio. ta maior Como observa o autor João Rui de inventou Sousa, a criatividade de Pessoa não slogans se manifestou apenas na poesia, na publicitáficção, no teatro ou no ensaio. Inrios, reflec- cessante semeador de múltiplas atitiu sobre tudes, máscaras, posturas, facetas e marketing personagens heteronímicas, todos e publicida- esses outros corresponderiam às realidades virtuais de um homem que de, teoricindiu em estilos as suas íntimas zou sobre contradições e versatilidades – foi economia, excepcionalmente único como foi comércio e tão exuberantemente muitos. Estamos a falar de um estudo que gestão, de todas essas nos leva ao conhecimento de um poeta genial que ganhava a vida como experiêncorrespondente comercial. Ainda cias falano Curso Superior de Letras (de que nos agora desistiu) procurou emprego como João Rui correspondente de línguas. Dominava perfeitamente o inglês e era de Sousa exímio no francês. Traduziu textos no livro literários ao longo da sua vida mas “Fernantambém em obras de natureza teodo Pessoa sófica. Montou diferentes negócios Empregado e não foi bem sucedido. de EscritóO que João Rui de Sousa pretende fazer é um inventário de todas rio”. estas andanças e a utilidade não é

rem tudo quanto lhes apetece no claro intuito de venda de papel. Mas também os canais de televisão especialmente nos programas da manhã e da tarde imitam os ceguinhos de antigamente, dispondo de melhores meios com o mesmo desígnio dos invisuais peregrinos de feira em feira, de festa em festa, a glosarem o macabro – pretendem o lucro. A assistência não falha ouvindo reverentemente mulheres e homens apresentados como entendidos na matéria, normalmente, nada lhes escapa. Daí não me parecer descabida a engraçada e agoniada exclamação da senhora: realmente, para vir a cometer tão sórdido crime mais valia não nascer. Noutro registo vai-se aceitando como inevitável o espancamento na cadeia dos acusados de terem cometido actos horrorosos, dando vazão à pulsão consubstanciada na máxima: olho por olho, dente por dente, ou: quem com ferros mata, com ferros morre. Ao tresloucado estudante os “justiceiros presos” propiciaram-lhe umas boas-vindas abundantes em socos e pontapés. Uma ou outra voz crítica, debalde, a maioria da opinião pública aceita quando não aplaude tal prática, valorada pela subterrânea ideia: pelo menos a sova já ninguém lha consegue retirar. Bem feito! A gozada ideia só deixa de o ser quando bate à nossa porta.

pequena. Nesses escritórios vazios onde ia aos sábados e domingos, quase todos na Baixa, usou máquinas de escrever e papel timbrado dessas empresas para escrever as suas obras-primas. A esses escritórios chegou-lhe correspondência. Dali partiram artigos que publicou na imprensa. Aproveita todos os pedaços de papel para escrever poesia, textos de reflexão ou textos em prosa. Era inevitável que a sua obra falasse da sua profissão que exerceu durante quase três décadas, trabalhando por conta de outrem, sem qualquer rigidez de horários, mas também dos seus empreendimentos comerciais. Basta referir Álvaro de Campos e Bernardo Soares. Veja-se a “Ode Triunfal”, poema publicado no primeiro número de Orpheu: “[…] Ó mostruário dos caixeirosviajantes, /Dos caixeiros-viajantes, cavaleiros-andantes da Indústria, /Prolongamentos humanos das fábricas e dos calmos escritórios! /Ó fazenda nas montras! ó manequins! ó últimos figurinos! /Ó artigos inúteis que toda a gente quer comprar! /Olá grandes armazéns com várias secções! /Olá anúncios eléctricos que vêm e estão e desaparecem! /Olá tudo com que hoje se constrói, /com que hoje se é diferente de /ontem! “ Pessoa inventou slogans publicitários, reflectiu sobre marketing e publicidade, teorizou sobre economia, comércio e gestão, de todas essas experiências João Rui de Sousa dá exemplos retirados de ambientes, de depoimentos de outros testemunhos ou da própria poesia do autor de Mensagem.


6

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

abertura

O futuro em Santarém é a pilhas Inovação ∑ Santarém é uma das primeiras cidades com carregamento de carros eléctricos Alguém consegue imaginar uma cidade sem o ruído e o fumo dos automóveis actuais? Pois, é essa mesmo a grande aposta da Câmara de Santarém, que é uma das cidades pioneiras das rede nacional da Mobilidade Eléctrica. Durante a semana europeia da mobilidade em Santarém, os cidadãos de Santarém tiveram um vislumbre do futuro, com a chegada dos primeiros carros eléctricos, que andam sem ruído e com zero emissões de gases. A culminar esta semana europeia, a quarta-feira foi um dia histórico para Santarém, segundo o presidente Moita Flores, presidente

da Câmara Municipal. “Há dias que vão marcar a nossa vida para sempre e este é um desses dias”, disse Moita Flores, dando ordem para guardar como documento históruico a bandeira usada na inauguração dos dois primeiros pontos de carregamento de veículos eléctricos no Largo do Município em Santarém. “Portugal paga uma factura tão grande pelos combustíveis fósseis que não tem outro caminho que não seja o de agarrar esta via das energias alternativas”, disse Moita Flores, sublinhando o seu orgulho por Santarém estar na primeira linha das autarquias que aderiram à rede de mobilidade eléctri-

ca, ao lado de Lisboa e mais meia dúzia de cidades. O presidente da Câmara Municipal de Santarém, Francisco Moita Flores, disse que o objectivo é “tornar Santarém numa das cidades do futuro”. Os primeiros pontos de abastecimento, cada um com capacidade para carregar duas viaturas em simultâneo,foram instalados no Largo do Município e no Largo de Marvila. “O nosso objetivo é criar uma cidade sem ruído, amiga do ambiente, que atraia pessoas pela qualidade”, afirmou Moita Flores. O autarca lembrou que quando aderiu ao projeto piloto Mobi.E a Câma-

ra de Santarém se comprometeu a incluir na sua frota automóvel pelo menos 20 por cento de veículos eléctricos já em 2011, devendo chegar a 40% no final deste mandato. Moita Flores disse que os camiões de recolha de resíduos serão movidos a eletricidade, pelo que a autarquia terá de instalar um novo ponto de carregamento adequado no parque de máquinas. Santarém terá ainda um comboio elétrico a circular no centro histórico, assegurou o autarca. Santarém assinalou a Semana Europeia da Mobilidade com uma série de iniciativas – como passeios pedes-

Um carro eléctrico mais rápido do que um Ferrari O jornal O Ribatejo teve a oportunidade de experimentar o Tesla Roadstar Sport, o primeiro carro eléctrico a superar as perfomances de um Ferrari, ao conseguir chegar aos 100 km/h em menos de 4 segundos. Segundo Samuel Roig, representante da Tesla na Península Ibérica, em Portugal já há enco-

mendas. Para fazer 340 quilómetros são precisos apenas 8 euros, embora o preço do carro atinja os 80 mil euros. O Tesla Roadster tem caixa de velocidade automática, é capaz de atingir a velocidade máxima de 210 km/h (limitada electronicamente), não tem de trocar o óleo do motor, sendo necessária apenas revi-

são de travões e pneus. É o que se pode chamar um carro do futuro e esteve em exposição no W Shopping em Santarém durante a Semana Europeia da Mobilidade, uma data aproveitada pela administração do centro comercial para mostrar o seu novo ponto de carregamento eléctrico.

tres, atividades desportivas, mostra de equipamentos de mobilidade sustentável, cedência de bicicletas - e conferências sobre “Ambiente, Saúde e Mobilidade”, que culminaram na quarta feira com uma conferência sobre “Mobilidade Elétrica e Acessibilidades”. Esta Semana, organizada pela Câmara Municipal de Santarém, contou com a parceria da Scalabisport,e das empresas ADENE – Agência para a Energia, Honda, Smart Mobility Systems, Toyota, Rox, Academia 100%, Decathlon, Permutauto, Soma – Grupo Auto Sueco, EDP – Distribuição, Roques – Comércio de Veículos, Equipamentos e Ser-

viços, S.A., Chevrolet, GIFTUR – Equipamentos de Lazer e Turismo, Jumbo, W-Shopping, ProEco e 2 R – BioRenovável. Durante esta semana da mobilidade foi também realizada uma monitorização da qualidade do ar por amostradores passivos de dióxido de azoto colocados em 25 pontos da cidade, cujos resultados serão representados num Mapa de Poluição. A Semana Europeia da Mobilidade pretendeu despertar as consciências para o impacto da poluição atmosférica, causada pelo aumento do tráfego motorizado no meio urbano, na qualidade de vida dos cidadãos.


MOBILIDADE | ABERTURA 7

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Autogirar recebe primeiros eléctricos Mega eléctrico em Dezembro ao serviço da Os primeiros modelos a chegar a Santarém

Câmara

Passadeiras com semáforos Segurança ∑ Avenida do Brasil já tem semáforos Após vários atropelamentos, a Avenida do Brasil em Santarém já tem instalados semáforos nas três passadeiras de peões. A Câmara Municipal de Santarém decidiu e instalar estes equipamentos, após vários acidentes nesta movimentada artéria da cidade. “Os semáforos vão começar a funcionar em breve, de forma a evitar mais acidentes com peões”, disse o vereador João Leite, sublinhando que estes equipamentos são accionados pelos peões quando pretendem atravessar a passadeira. Juntamente com os acessos à Rotunda do Shopping, esta Avenida é uma das zonas em que as passadeiras de peões registam mais problemas. E se na Avenida do Brasil o problemaé a segurança dos peões, já nas

ruas de acesso á rotunda do Shopping o problema é o congestionamento do trânsito provocado pelo anárquico atravessamento de peões. também aqui há quem defenda, há anos, a instalação de semáforos, mas a autarquia ainda não tomou medidas. No âmbito da Semana Europeia da Mobilidade que teve lugar em Santarém, o presidente Francisco Moita Flores anunciou a criação de um sistema de bicicletas de utilização gratuíta e a circulação de comboios eléctricos no centro histórico. O sistema de “bike sharing” (partilha de bicicletas) idêntico ao de Leiria, deverá começar a funcionar em Fevereiro de 2011, com a criação de quatro pontos de recolha das bicicletas no Largo do Município, Jardim da Liberdade, Instituto Politécnico e São Domingos.

Moita Flores volta à bicicleta... eléctrica Quando chegou à Câmara, Moita Flores deslocava-se de bicicleta entre a sua casa de então, no bairro de S. Bento e os Paços do Concelho. A mudança de casa, para a Avenida Bernardo Santareno obrigou-o a deixar a bicicleta de lado. “Não tenho pernas para a subida da Calçada do Monte (Rua Alexandre Herculano), mas com esta bicicleta eléctrica posso voltar a deixar o carro na garagem”, afirmou Moita Flores, comprador de uma das novas bicicletas eléctricas.

O presidente Moita Flores e os vereadores experimentaram durante a Semana Europeia da Mobilidade o primeiro carro eléctrico da Câmara. O Mega City, cedido pela empresa Roques, tem mudanças automáticas e comporta-se tão bem como qualquer utilitário citadino. “São carros completos e financeiramente acessíveis”, afirma o presidente Moita Flores rendido à mobilidade eléctrica.

Carros do lixo aderem à mobilidade eléctrica

Chama-se Nissan Leaf e é o primeiro veículo eléctrico de produção nacional da marca. Resulta do consórcio assinado com a Governo e com a Renault para a produção de veículos eléctricos em Portugal e, em Santarém, a concessionária da Nissan – a Autogirar – prevê começar a receber este novo modelo a partir de Dezembro. Maria Amélia, gerente da Autogirar, referiu ao nosso jor-

nal que já recebeu alguns pedidos e recomenda que os interessados se inscrevam para comprar este veículo no site da Nissan (www.nissan.pt). “Temos alguma expectativa de ver como se vai vender este carro mas acredito que, com este sistema de carregamento criado pelo Estado e também pela câmara de Santarém, vai ser um bom incentivo à comprar”, refere a responsável da Autogirar.

Roques espera 1º modelo em meados de 2011 Além dos veículos de passageiros das marcas Mega e Toyota, entre os três primeiros carros eléctricos ao serviço da Câmara Municipal de Santarém destaca-se um pequeno “camião”, com caixa basculante, que deverá servir para a recolha de cartões no centro histórico de Santarém. A autarquia assumiu o compromisso de ter 20 por cento de veículos eléctricos na sua frota automóvel em 2011 e 40% até final deste mandato.

A Roques Vale do Tejo, concessionário Renault em Santarém, espera receber o primeiro modelo eléctrico, o Fluence, em meados do próximo ano. Frederico Roque diz que já recebeu alguns pedidos de informação por parte de clientes particulares e também de empresas interessadas em constituir frotas de eléctricos. “A Renault vai ser a primeira marca a comercializar um solução integrada de carro e baterias, com possibilidade de também ter-

mos nos nossos pontos de venda baterias necessárias para substituir em casos de necessidade”, refere Frederico Roque. O empresário elogia o facto de Santarém ter pontos de carregamento e salienta a importância do desconto de 5 mil euros que é atribuído pelo estado aos primeiros clientes que derem o seu antigo carro para abate. A pré-reserva deste veículo e as suas características pode ser feita no site da marca em www. renault-ze.com/pt.


8

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

santarém FARMÁCIAS CONTRA FARMÁCIA

A A Assembleia Municipal estreou as novas instalações da antiga Escola Prática de Cavalaria.

Os parquímetros da polémica Tarifário∑ Assembleia Municipal aprovou regulamento do estacionamento pago na cidade A proposta do estacionamento tarifado na cidade provocou acesa polémica na Assembleia Municipal de Santarém, com a discussão a prolongar-se até às três e meia da madrugada de sábado. O regulamento e tarifário foram aprovados com os votos do PSD, CDS/PP e presidentes de juntas de freguesia independntes, e os votos contra do PS, CDU e Bloco de Esquerda. A Assembleia estreou a sua nova sala na antiga Escola Prática de Cavalaria, e pela primeira vez, o público pôde falar antes do início da sessão. Foram vários os moradores que fizeram ouvir os seus protestos. Moita Flores sublinhou ainda que persistem bolsas de estacionamento gratuito “a 50 metros do centro histórico”, nomeadamente nos largos do Choupal, Emílio Infante da Câmara. e Santa Clara. “Isto é tão ridículo quanto isto. Quem não quiser

pagar tem onde estacionar”, disse. Moita Flores disse ainda que a empresa paga à autarquia uma renda anual pelo parqueamento à superfície de 241 mil euros, e que construiu, sem qualquer custo para o município, o Jardim da Liberdade. “A discussão pública sobre o Jardim da Liberdade e o parque subterrâneo foi feita há cinco anos, com ampla divulgação, tudo foi debatido e aprovado no anterior mandato, e só não viu quem não

Parquímetros começam a contar no dia 1 de Outubro

quis”, declarou o presidente Moita Flores. “Todas estas questões sobre o parqueamento tarifado à superfície fazem parte do caderno de encargos submetido a concurso público internacional há 5 anos”. Em resposta às críticas dos moradores, Moita Flores disse que andou com “as pessoas nas ruas da cidade para ver os problemas, mas não podemos privilegiar interesses egoístas”. “Isto é um erro que Santarém vai pagar caro”, dis-

se Ricardo Segurado, do PS, recordando que “no tempo da gestão socialista na Câmara foi aberto um concurso para a construção de um parque subterrâneo que ficou deserto, porque as empresas não consideraram o negócio atractivo”. Ricardo Segurado criticou Moita Flores por ter “destruído a Avenida Sá da Bandeira, que era a única avenida digna desse nome na cidade”. Para o PS, agora, “com este regulamento, é privatizado o estacionamento à superfí-

∑ Os parquímetros, que nas últimas semanas foram instalados na cidade, começam a funcionar no dia 1 de Outubro. O presidente Moita Flores sublinha que os moradores com mais de 65 anos não pagam estacionamento e que os residentes pagam um valor anual de 25 euros por ano. “Os preços são simbólicos. É bom não esquecer que isto é uma alteração ao regulamento de uma cidade onde sempre houve parqueamento pago”, disse Moita Flores. À crítica feita pelo PS de que a população vai pagar a diferença entre os lugares de estacionamento subterrâneo inicialmente previstos (763) e os construídos (469), Moita Flores afirmou que esta foi uma opção da autarquia devido à adesão ao projeto piloto da mobilidade elétrica.

cie na cidade”. “Os primeiros 10 ou 15 minutos de estacionamento deviam ser gratuitos”, defendeu Carlos Nestal. Idália Moniz criticou “a marcação excessiva de lugares de estacionamento tarifados, e a redução da largura de alguns passeios que aumenta as barreiras arquitectónicas para as pessoas com dificuldades”. A eleita do PS afirmou que o “parque subterrâneo do W Shopping tem 4 pisos e só 2 estão a funcionar” e questionou os critérios de atribuição dos selos de estacionamento aos residentes, atendendo a que só estão previstos 500 selos no regulamento. O vereador João Leite disse que este número é apenas uma estimativa baseada no facto de actualmente apenas existirem 200 moradores com isenção do pagamento no centro histórico, sublinhando que este regulamento poderá no futuro ser corrigido.

Empresários de farmácias de Santarém reuniram-se e puseram uma acção em tribunal contra a Câmara Municipal de Santarém, por causa da possibilidade de abertura de uma nova fa rmácia junto ao restaurante MacDonalds, em Vale de Estacas. A directora técnica da Farmácia Flamma-Vitae apresenta-se como representante das farmácias de Santarém neste contencioso com a Câmara, afirmando que “já foram pedidas diversas reuniões a representantes da Câmara, mas estes ou vão empurrando de uns para os outros, ou então não conseguem explicar os factos”. Confrontado com esta questão, o presidente Moitra Flores disse a O Ribatejo ter entregue toda a documentação relativa a esta obra no Ministério Público, para que possa decidir se há ou não motivo para um processo. Os fa rmaceuticos afirmam que “a Câmara Municipal de Santarém prepara-se para dar licença de utilização a uma “obra que tem violações do PDM, estando construída na totalidade do terreno onde anteriormente existia uma barraca com um quintal, e invadiu o espaço público com construção de escadas nesse mesmo espaço, ao contrário do que está no projecto”. Em comunicado enviado à nossa redacção, os farmacêuticos dizem que “a entrada na futura farmácia se fazr por um terreno público pertencente á Câmara de Santarém, o qual estranhamente foi concedido para construção de um parque de estacionamento da futura farmácia, sem que tivesse sido posto sequer esse terreno a concurso”.


SANTARÉM 9

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Aquainvest é o novo parceiro das Águas Santarém A entrada da Aquainvest como parceiro privado na empresa municipal Águas de Santarém foi aprovada na Assembleia Municipal de Santarém, com os votos do PSD, CDS/PP e presidentes de junta de freguesia independentes, e os votos contra do PS, Bloco de Esquerda e CDU. Entre muitas questões, o eleito do PS Carlos Nestal minimizou o encaixe financeiro deste negócio para o Município, afirmando que “estamos perante um negócio de 800 milhões de euros e o Município só recebe 15 milhões de euros”. José Luís Cabrita, da CDU, afirmou que esta proposta significa a privatização da água em Santarém, e será gravosa para os cidadãos, com o Município a passar o controlo da gestão para o parceiro privado que irá deter a presidência do concelho executivo. “O Bloco de esquerda foi sempre contra este negócio, porque entendemos que a água é um bem público e deve ser mantida

no sector público”, disse Pedro Malaca, considerando que “este contrato é ruinoso para o Município a médio e longo prazo”. “A razão desta parceria é necessitarmos dos 50 milhões de investimento no saneameanto básico do concelho”, justificou Moita Flores, sublinhando que “este contrato representa 4 anos de negociações, de sofrimento e de trabalho”. A resposta, ponto a ponto, às questões técnicas coube ao advogado Tiago Palmeiro, representante da Aquainvest, o parceiro privado da empresa Águas de Santarém, seleccionado através de concurso público. Na declaração de voto, o PSD disse que “a proposta merece aprovação porque vai permitir uma gestão profissional e tecnicamente rigorosa da Águas de Santarém, com um parceiro idóneo que está presente em 24 outros municípios do país”. A proposta será agora submetida para o Tribunal de Contas.

Santa Casa da Misericórdia de Santarém

Concurso Externo para Psicólogo /a Clínico/a Para integrar a Equipa Técnica do Lar de Infância e Juventude e do Centro de Acolhimento Temporário de Crianças em Risco da Santa Casa da Misericórdia de Santarém, pretendemos recrutar Psicólogo/a Clínico/a, inscrito na Ordem dos Psicólogos, preferencialmente com experiência na área de apoio à infância/juventude.

Oferece-se: - Integração em equipa sólida e dinâmica - Contrato de trabalho a Termo Certo - Oportunidade de integrar projecto aliciante - Remuneração de acordo com o ACT, em vigor Documentos necessários para apresentação da candidatura: Carta de apresentação; Curriculum Vitae; Certificado das Habilitações Literárias; Comprovativo de Inscrição na Ordem dos Psicólogos; Cópia dos Documentos de Identificação e Registo Criminal. Inscrições abertas até dia 30 de Setembro 2010. Morada: Largo Cândido dos Reis n.º 17, 2001-901 Santarém Telefone: 243 305 260 E-mail: geral@scms.pt

Câmara já deve 83 milhões Crise ∑ Dívida da Câmara aumentou meio milhão de euros por mês em 2010 A dívida da Câmara de Santarém registou um aumento de meio milhão de euros por mês, durante este ano. Ou seja, a dívida total da Câmara de Santarém aumentou quatro milhões de euros, de 79 para 83 mi-

lhões, entre o final de 2009 e 31 de Agosto deste ano. Os números foram divulgados na informação da Câmara à Assembleia Municipal sobre a situação financeira do Município. “O que está a Câmara a fazer para con-

trolar a dívida?”, questionou a eleita do PS Catarina Campos, na última Assembleia Municipal. A vereadora das finanças Catarina Maia justificou o aumento das dívidas com a construção dos centros escolares e

serviços de educação. Referiu que “o grande esforço realizado para pagar a fornecedores, que se traduziu em cerca de 10 milhões de euros de pagamentos, e a redução das despesas correntes em 10 por cento”.

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM EDITAL Nº 110/10

FEIRA DA PIEDADE Teresa Catarina Pereira Maia, Vereador da Câmara Municipal de Santarém: TORNA PÚBLICO, de harmonia com a deliberação do Executivo Municipal de 20 de Setembro de 2010, se realiza nesta Cidade a FEIRA DA PIEDADE com a observância das seguintes disposições:

- INSCRIÇÃO 1.º - Os pedidos para marcação de lugares, devem ser enviados a esta Câmara Municipal, nos prazos abaixo indicados: Š Aqueles cuja autorização dependa da arrematação (pistas de automóveis, carroceis, rodas de aviões e outras diversões electromecânicas), deverão ser entregues até às 15 horas do dia 04 de Outubro de 2010. Š Prazo igualmente fixado, para restantes actividades. Os pedidos serão postos por escrito e instruídos com os seguintes elementos: Š Nome e morada do interessado; Š Natureza da actividade; Š Área a ocupar, com as medidas de frente e fundo; Š Apresentação de documentos comprovativos do cumprimento das obrigações fiscais. Š Valor proposto, para a arrematação. 2.º - Quanto aos pedidos que não forem atendidos, será dado conhecimento aos interessados.

são as constantes da Tabela de Taxas em vigor nesta Câmara Municipal, ou seja:

A CÂMARA RESERVA O DIREITO DE ADMISSÃO - ARREMATAÇÃO 3.º - A ocupação de terrenos com 1 pista de automóveis eléctricos, 1 roda de aviões, 1 carrocel e semelhantes diversões dependerá de arrematação, em hasta pública, entre os interessados que tenham entregue, na Secção de Receitas, carta nos termos do art.º 1.º. 4º- Apenas será autorizado a instalação de 1 divertimento idêntico destinado a adulto e crianças. A base de licitação para arrematação, das diversões indicadas no corpo deste artigo, é o seguinte: Š Circos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .250,00€ + IVA Š Pistas de Automóveis (Adultos). . .. . . . . .. . . . . .1750,00€ + IVA Š Carrocel (Adultos). . . . . . . . . . . . 250,00€ + IVA Š Aviões (Adultos). . . . . . . . . . . . . . 250,00€ + IVA Š Outras diversões (Adultos). . .. . . . . . . . . . .250,00€ + IVA Š Diversões Infantis. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 100,00€+ IVA 5º - A adjudicação far-se-á perante a Comissão formalmente criada para o efeito, nos termos da deliberação do Executivo Municipal, de 2010-0920, pelo valor e/ou o maior lance apresentado/obtido na praça, mas esta pode ser suspensa ou anulada desde que se verifiquem irregularidades que afectem a legalidade do acto ou interesses públicos do Município ou se descubra conluio entre os concorrentes. A adjudicação terá lugar no dia 2010-10-06, pelas 10:00 horas, no salão Nobre dos Paços do Concelho 6.º - O valor da arrematação não inclui as taxas de ocupação de terreno e IVA. Estes valores serão pagos na Tesouraria da Câmara Municipal, no acto da arrematação. A Câmara Municipal reserva-se o direito de não adjudicar, se as propostas apresentadas lhe não convierem. A Câmara reserva-se o direito de abrir licitação verbal entre os presentes concorrentes, se da abertura das propostas se concluir não ser de aceitar as apresentadas, se houver empates ou mesmo se não houver. Não são admitidos lanços inferiores a 25,00€ para as pistas de automóveis e de 5,00€ para os restantes.

- CONFIRMAÇÃO 8º - O pagamento das arrematações e das taxas de ocupação do terrado ficarão sujeitas a confirmação depois da montagem. 9.º - Os terrenos distribuídos, considerar-se-ão disponíveis, a partir do dia 07 de Outubro às 09.00 horas, se não forem ocupados, nãoterá o interessado direito ao reembolso de Taxas.

- IMPORTÂNCIA A PAGAR PELOS TERRADOS 7.º - As taxas de terrado a cobrar por m2, durante o período da Feira,

FEIRA ANUAL ( Piedade ) 1) Barracas de Comidas e Bebidas: - Taxa Semanal - por m2............................................1,25€ 2) Barracas de Diversões: - Taxa Semanal - por m2............................................1,25€ 3) Montanhas Russas, Pistas de Automóveis, Carroceis, Cavalinhos e idênticos: - Taxa Semanal - por m2.............................................0,35€ 4) Circos: - Taxa Semanal - por m2.............................................0,15€ 5) Restantes Instalações: -Fixas, Taxa Semanal - por m2..................................2,50€ - Moveis, Taxa Semanal – por m2...........................6,30€

- FUNCIONAMENTO 10.º - É proibida a circulação ou estacionamento de veículos e animais dentro do recinto da Feira entre as 10 e as 24 horas. O abastecimento de qualquer instalação, poderá ser efectuado fora destas horas. 11.º - Não é permitido, sem conhecimento da Câmara, a montagem de outros divertimentos em substituição de outros já arrematados. 12.º - A concessão de terrenos cinge-se apenas à área necessária para instalação dos locais de venda e dos diversos divertimentos. As viaturas de transporte e caravanas destinadas a dormitório serão colocadas fora do recinto da Feira. -ACTIVIDADES RUIDOSAS Não são permitidas quaisquer actividades ruidosas, que estejam em desacordo com o Código de Posturas Municipal e o Regulamento Geral sobre o Ruído -Decreto-Lei n.º 9/2007 de 17 de Janeiro, cuja licença deverá ser requerida nesta Câmara Municipal, com antecedência necessária. - DESMONTAGEM 13.º - Os terrenos devem ficar livres 48 horas após o encerramento da Feira, usando se necessário, a Câmara Municipal todos os meios ao seu alcance para fazer cumprir esta determinação. - PENALIZAÇÕES 14.º - As infracções ao disposto no presente EDITAL resultam na instauração de Processos de Contra-Ordenação e serão punidas nos termos do Decreto-Lei n.º 433/82, de 27 de Outubro e Lei n.º 2/2007 de 15 de Janeiro.

E para constar se passou o presente EDITAL e outros de igual teor, que vão ser afixados nos lugares públicos do costume, constituindo também objecto de publicação nos Jornais “ O RIBATEJO “ e “ Correio do Ribatejo “. SANTARÉM E PAÇOS DO CONCELHO, AOS VINTE E UM DE SETEMBRO DE 2010.

A Vereadora Teresa Catarina Pereira Maia


10 SANTARÉM

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

PREVENÇÃO DE DOENÇAS DE INVERNO

Nelson de Carvalho é mandatário de Fernando Nobre no distrito “Nelson de Carvalho é a pessoa da minha confiança pessoal no distrito de Santarém”: foi assim que o candidato à Presidência da República apresentou o ex-presidente da Câmara de Abrantes como o seu mandatário distrital. Nobre enalteceu as características de “trabalho, pessoa de bem e de profundo conhecedor do distrito de Santarém” de Nelson de Carvalho, frisando que tudo isto supera a sua militância política no Partido Socialista. No seu discurso, Fernando Nobre pediu e prometeu “muito trabalho” e disse que quer “catalisar as forças vivas do país para acreditarem que é possível que os cidadãos podem estar representados no topo da nação”. Em troca deste apoio, Nobre garantiu que continuará a ser ele próprio com “responsabilidade, independência e muito trabalho”. “Não vou para Belém para me sentar numa cadeira mas para fazer continuar a mobili-

A Unidade de Saúde Familiar do Planalto organiza a semana da porevenção das doenças de Inverno, entre os dias 27 de Setembbro e 1 de Outubro. O programa inclui acessibilidade dos utentes no receituário em caixas próprias, consultas médicas e de enfermagem. No dia 29 vai realizar-se também o Rastreio do “Olho Seco” e de Hidratação da Pele.

MONUMENTOS ABERTOS NO DIA DO TURISMO

A Fernando Nobre contou com a presença de alguns nomes ligados ao PS na sua passagem por Santarém zar o país e todos os portugueses neste esforço, porque a nossa nação merece ser respeitada e não está a sê-lo”, frisou ainda o candidato. A terminar a sua intervenção, Fernando Nobre deixou um apelo: “não tenham medo, nós vamos surpreender, vamos ganhar e mostrar que a cidadania portuguesa consegue dar resposta aos pro-

blemas do país”. Na sua intervenção, Nelson de Carvalho falou de Fernando Nobre como “um exemplo da nova cultura política que o país precisa” e elogiou o que considera ser “a grande experiência de participação e negociação” do candidato independente. O agora mandatário de Nobre frisou ainda que o traba-

lho do candidato “deu um novo sentido à vivência da democracia”. Nesta iniciativa no Jardim da República estiveram nomes ligados ao PS como Pedro Ribeiro, vice-presidente da Câmara de Almeirim, Carlos Catalão, chefe de gabinete do Governo Civil de Santarém e militante socialista, Carlos Nestal, advoga-

do e também militante do PS, João Lérias, dirigente distrital, o empresário Armando Rosa, entre outros. Foi referido que Fernando Nobre vai estar uma semana no distrito entre 18 e 23 de Outubro e que virá para dois encontros com apoiantes já nos dias 2 e 3 de Outubro. Bruno Oliveira

Santarém vai assinalar o Dia Mundial do Turismo, segunda-feira, dia 27, sob o lema “Turismo e Diversidade Biológica”. Os monumentos da cidade vão estar abertos ao público, excepcionalmente, e há entradas gratuitas na Torre das Cabaças, Museu S. João de Alporão e Convento de S. Francisco. O Convento de S. Francisco é palco de uma reconstituição histórica do momento criativo em que Giotto, artista italiano do séc. XIII, pelo artista italiano Mássimo Expósito, da Associação Pint’Arte.

CRÉDITOS PAU LO N I ZA * CRÉDITO RÁPIDO P/ INÍCIO DO SEU NEGÓCIO Taeg desde 7,00%

* CRÉDITO PESSOAL OU CARTÃO DE CRÉDITO C/ ASSINATURA DE 1 SÓ TITULAR, SE CASADO

DECLARAÇÃO DE UTILIDADE PúBLICA PARA EFEITOS DE EXPROPRIAÇÃO DA PARCELA NECESSÁRIA À “REQUALIFICAÇÃO DO ENTRONCAMENTO DEFINIDO PELAS RUAS PADRE EDUARDO RODRIGUES DA SILVA E DR. GUILHERME NUNES GODINHO, EM FAZENDAS DE ALMEIRIM” CÂMARA MUNICIPAL DE ALMEIRIM

EDITAL

Taeg desde 12,06%

* CRÉDITO CONSOLIDADO COM E SEM HIPOTECA C/ REDUÇÃO ATÉ 60% DO ENCARGO MENSAL Taeg desde 6,59%

* CRÉDITO COM GARANTIA DO SEU AUTOMÓVEL E NEGÓCIOS AUTO ENTRE PARTICULARES Taeg desde 18,52%

* LINHAS DE CRÉDITO COM APOIO DO ESTADO PARA INÍCIO DO SEU NEGÓCIO E PARA EMPRESAS JÁ EXISTENTES Taeg desde 2,50%

* CRÉDITO HABITAÇÃO E TRANSFERÊNCIAS COM REDUÇÃO DA SUA PRESTAÇÃO MENSAL E POSSIBILIDADE DE TAXA FIXA Taeg desde 5,1994%

* CONTACTE-NOS MESMO QUE TENHA

1ª Publicação Nos termos e para os efeitos previstos na parte final do nº1 e no nº 2 do artigo 17º do Código das Expropriações (Lei nº 168/99, de 18 de Setembro), ficam notificados os proprietários e demais interessados de que Sua Excelência o Secretário de Estado da Administração Local, por despacho de 27 de Julho de 2010, a pedido da Câmara Municipal de Almeirim, declarou a utilidade pública urgente da expropriação de urna parcela com 379,62 m2 de área, sita na freguesia de Fazendas de Almeirim, a desanexar do prédio descrito na Conservatória do Registo Predial sob o nº 2203 e omisso na matriz, propriedade dos herdeiros de Manuel Felicio Cocharro: António Manuel Florêncio Cocharro, Madalena Florêncio Cocharro Castelo da Silva, Osvaldo Florêncio Cocharro, Violeta Florêncio Cocharro Vieira, Vitor Manuel Florêncio Cocharro e Adilia Maria Simões. A expropriação destina-se à execução da «Requalificação do Entroncamento definido pelas Ruas Padre Eduardo Rodrigues da Silva e Dr. Guilherme Nunes Godinho, em Fazendas de Almeirim».

PROBLEMAS BANCÁRIOS, POIS EM MUITOS CASOS AINDA TEMOS A SOLUÇÃO

Aquele despacho foi publicado no Diário da República, 2ª série, nº 154, de 10 de Agosto de 2010

www.pauloniza.pt

DIRECÇÃO GERAL DAS AUTARQUIAS LOCAIS (03/09/2010)

Urb. Vila das Taipas. Lt.4 – r/c Drt. 2080-067 Almeirim

0 Subdirector Geral Paulo Maurifti

E-mail: geral@pauloniza.com

Telf.: 243 579 296

Telm. 938 879 678

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1299 de 24.09.2010)


SANTARÉM 11

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

PSD de Santarém vai a votos na sexta-feira

A Marinho Pinto veio a apresentar seu novo livro, “Um luta desigual”, em Santarém

Marinho Pinto quer juízes com “mais maturidade” Bastonário dos advogados∑ Defende que juízes “saem deformados da esc0la” O bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, veio a Santarém dar uma palestra em que teve na mira um alvo principal: os juízes. Para o bastonário, é preciso um “novo paradigma” de juízes em Portugal que esteja assente em “pessoas com mais maturidade e experiência de vida”. Marinho Pinto acha que “não podem haver juízes vitalícios” e que “não se pode ser magistrado com apenas 25 ou 26 anos de idade”. Para o bastonário, os jovens magistrados “saem deformados da escola”, como do Centro de Estudos Judiciários, onde lhes enchem a cabeça de tecnicidades jurídicas e pouca capacidade para julgar determinadas matérias, como o direito de família”. O bastonário disse ainda que “o ensino da justiça se degradou” e que “actualmente as universidades vendem diplomas, não chumbam ninguém”, aludindo ainda à reforma do Processo de Bolonha que, na opinião de Mari-

nho Pinto, veio “incentivar a fraca formação que é dada na área do direito”. “Há hoje jovens licenciados em direito que não sabem ler uma lei”, frisou, voltando a reforçar a sua ideia de que é necessário que os candidatos façam um exame para entrarem na Ordem dos Advogados. Para o advogado, “as reformas no sector são essenciais porque o problema central da democracia portuguesa é o mau funcionamento da justiça”. “Qualquer reforma só pode ser feita pelo legislador”, salientou, apelando aos presentes na sala para que “pressionem os deputados e exijam dos legisladores que façam as reformas para que a justiça funcione e se adapte à actualidade”. “A última grande reforma na justiça foi a do Marquês de Pombal. Desde lá até agora só se fizeram remendos e a justiça não acompanhou o desenvolvimento da sociedade”, continuou na sua análise o bastonário. O bastonário salientou ainda que, na sua opinião,

“é preciso acabar com a irresponsabilidade dos juízes” e que, para isso, são necessários “mecanismos de controlo e escrutínio” da actividade dos magistrados. “Não sou adepto da eleição dos juízes porque isso traria para a justiça alguns dos vícios da política”, disse ainda o bastonário, frisando que considera “vergonhoso” o fato dos juízes serem “um poder soberano que está organizado em sindicatos que até fazem greves”. “Os juízes tem regalias e direitos que escandalizam, como o subsídio de habitação. Porque é que outras classes profissionais, como os professores, não têm estas regalias?”,

Bastonário contra tribunal da relação em Santarém

questionou ainda Marinho Pinto. O bastonário criticou ainda o facto da execução das decisões judiciais nalguns sectores, como a cobrança de dívidas, ter passado para operadores privados, dando o exemplo dos solicitadores. “Hoje é mais fácil e barato deitar as mãos ao pescoço de um devedor do que recorrer aos tribunais para cobrar uma dívida”, disse Marinho Pinto, salientando que “quando os tribunais se demitem de administrar a justiça parece mais fácil às pessoas fazerem justiça pelas próprias mãos, o que é muito perigoso para a própria democracia”, salientou.

∑ Para Marinho Pinto “não se justifica” a criação de um Tribunal da Relação em Santarém. O bastonário alega que passariam a haver três tribunais da relação numa área entre Lisboa e Alentejo. Para Marinho Pinto seria preferível a criação de um tribunal de família.

Nuno Serra e Luís Arrais protagonizam as eleições à presidência do PSD de Santarém, que vão ter liugar esta sexta-feira, dia 24. Depois de Luís Arrais ter apresentado a sua lista na semana passada, Nuno Serra fez chegar à nossa redação a composição da sua lista: Rui Presúncia de Jesus, Carlos António Marçal, Marco Pombo, Ana Vicente, Cristina Martins, Fernando Azinheira, José Gandarez, José Pedro, Fernanda Azoia, Pedro Fernandes. A lista de Luís Arrais integra os nomes de João Leite, António Campos, Manuela Estevão, Nuno Ferreira, Paulo Pita Soares, João Lucas, Nuno Cardigos, César Rei, Jaime Santos, Ernes-

to Nobre, Luis Taborda, Luis Piedade, Marta Mexia, Francisco Fandango, Vitor Varejão, José Fernando, Luis Romão, João Raposo, Frederico Mota e Milene Menino, João Neves, Cristina Neves, António Duarte, Nuno Fonseca, e Ana Teresa Martins. Da comissão de honra fazem parte Susana Coelho Pita Soares, Abílio Ribeiro, António Liszt de Melo, Alexandre Pita Soares, Alípio Romão, António Melão, António Valente, Armindo Lino, Carlos Lopes, Carlos Santos, Cristina Campos, Diogo Gomes, Hermínio Martinho, Joaquim Faustino, José Alberto Roque, Luisa Féria, e Maria Emilia Massena.

Tardes do emprego na sala de leitura bernardo Santareno As “Tardes do Emprego” regressam no próximo dia 29, a partir das 14h00, à Sala de Leitura Bernardo Santareno. Esta edição conta com um Workshop “Como Elaborar um Curriculum Vitae”, que vai decorrer das 15h00 às 16h00, da responsabilidade do GIP - Gabinete de Inserção Profissional de Santarém, integrado na Divisão de Saúde e Acção Social da Câmara de Santarém. A participação neste

Workshop permite desenvolver competências para elaborar um Curriculum Vitae; conhecer e saber utilizar as técnicas de procura de emprego, tendo em conta que o currículo de cada candidato a um emprego é a sua publicidade pessoal, e um currículo bem feito pode abrir-lhe as portas para um emprego, a par duma atitude dinâmica, activa e positiva, fundamental para um plano de procura de emprego eficaz.

Casa dos Beirões festeja aniversário A Casa dos Beirões no Ribatejo comemora domingo, 26 de Setembro, o seu décimo aniversário. O programa começa com uma missa de homenagem aos associados, familiares e amigos falecidos, na Igreja de Santa Clara, em Santarém, pelas 10h30. O almoço

de convívio realiza-se num restaurante de Rio Maior a partir das 12h30. Durante a tarde há animação musical e provas gastronómicas de produtos do concelho de Castelo Branco. A jornada completa-se com um lanche volante a partir das 19h00.


12 SANTARÉM

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Santarém tem promotor para pessoas deficientes Igualdade ∑ “Há que limar arestas na sociedade e trabalhar em rede” Garcia Correia foi nomeado promotor distrital das Pessoas com Deficiência, numa cerimónia presidida por Idália Moniz, secretária de Estado Adjunta e da Reabilitação e pela governadora civil de Santarém, Sónia Sanfona, no dia 16. “Todos de mãos dadas faremos pontes e estradas”, assim começou a apresentação do novo promotor distrital, que contou com uma abertura musical dos utentes da APPACDM -Associação Poruguesa dos Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental. Garcia Correia, de 70 anos de idade, vai ocupar o cargo de provedor distrital, como voluntário, sem receber remuneração, representando os direitos e os deveres das pessoas com inapti-

A Aos 70 anos, coronel Garcia Correia foi nomeado Promotor Distrital das Pessoas com Deficiência dões. Durante a apresentação, Sónia Sanfona pediu ao coronel Garcia Correia que “incomode o Governo Civil, pois todos nós sa-

bemos que os problemas não se resolvem só com a existência de um promotor, mas há muito trabalho para fazer, no sentido de gerarmos inclusão”. Por

Município do Cartaxo l Assembleia Municipal

SESSÃO ORDINÁRIA DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL

EDITAL Nº 12/2010 Maria Manuel Baguinho Vitorino de Sousa Vicente Simão, Presidente da Assembleia Municipal do Cartaxo, nos termos dos n.º 1 e 2,do artigo 50 e da alínea b) do nº.1 artigo 5, da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, alterada e republicada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro e do nº1 do artigo 14.º do Regimento, CONVOCA uma Sessão Ordinária da Assembleia Municipal, a realizar no Salão Nobre do Edifício dos Paços do Concelho, às 17 horas, do próximo dia 28 de Setembro de 2010 (terça-feira), com a seguinte Ordem de Trabalhos: PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA PERÍODO DE INTERVENÇÃO DO PÚBLICO PERÍODO DA ORDEM DO DIA ORDEM DE TRABALHOS: 1. Apreciação do Relatório de Síntese da actividade e da Situação financeira da Câmara relativo a 1 de Janeiro a 31 de Agosto de 2010, ao abrigo da alínea e), do artigo 53.º, da Lei n.º 169/99, com as ulteriores alterações/ para conhecimento; 2. Informação semestral sobre a situação económica e financeira (1º Semestre 2010/ prestada pelo auditor externo/ para conhecimento; 3. Relatório semestral (1º Semestre 2010) sobre a execução do plano de saneamento financeiro/ para conhecimento; 4. 2.ª Revisão ao orçamento e às grandes opções do plano (PPI e AMR) – 2010/ para deliberação; 5. Rectificação dos valores do Transporte Urbano do Cartaxo indicados no artigo 4.º da Tabela de Taxas e Outras Receitas do Município do Cartaxo / para deliberação; 6. Fixação das taxas de Derrama para o ano de 2011/ para deliberação; 7. Proposta de participação no Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) relativamente aos rendimentos do ano de 2011, com cobrança efectiva no ano de 2012 / para deliberação; 8. Taxa de IMI – Imposto Municipal sobre Imóveis – 2011 / para deliberação; 9. Fixação da Taxa Municipal de Direitos de Passagem para o ano 2011 / para deliberação; 10. Acordo de Geminação entre Municípios do Cartaxo e Bento Gonçalves – Brasil/ para deliberação; 11. Acordo de geminação entre o Município do Cartaxo e a cidade de Penglai, na República Popular da China/ para deliberação; 12. Plano de Pormenor do Parque de Negócios do Cartaxo – ALE/ para deliberação; 13. Isenção de Imposto Municipal Sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis e Imposto Municipal sobre Imóveis à Valleypark – Parque de Negócios do Cartaxo/ para deliberação; 14. 2.ª Alteração ao mapa de pessoal de 2010/ para deliberação; 15. Ratificação dos procedimentos de contratação pública, referentes ao fornecimento de refeições para alunos do 1.º ciclo das Escolas Básicas das freguesias do Cartaxo e de Vila Chã de Ourique/ para deliberação; 16. Autorização do procedimento de contratação pública, referentes à aquisição de serviços de desenvolvimento de actividades de enriquecimento curricular e actividades de animação e apoio à família no Concelho do Cartaxo/ para deliberação. Assembleia Municipal do Cartaxo, 16 de Setembro 2010 P`la Presidente da Assembleia Primeiro Secretário da Assembleia Fernando Manuel Duarte dos Santos

sua vez, Garcia Correia considera que este é um cargo com maior dignidade, mas também de maior responsabilidade, que tem por objectivo “sensibilizar

todo o distrito e todas as autarquias para a necessidade de diminuir as barreiras arquitectónicas em relação às pessoas com deficiência e receber suges-

tões e criticas das instituições e famílias que vivem situações semelhantes.”. “Andamos a lutar contra o preconceito” , disse a secretária de Estado Idália Moniz, referindo-se à situação das pessoas com deficiência não só no distrito mas em todo o país. “Este é um sinal que as crianças com deficiência de Santarém, se não estavam, passam a estar bem representadas, pois o coronel é um homem activo, que muito tem dado, um homem de causas, de Abril e com sentido de justiça”. O cargo deverá dar visibilidade às pessoas com deficiência,dando às pessoas com necessidades especiais, “acessos simples, fáceis e intuitivos” em direitos fundamentais, como a saúde, educação e formação.


SANTARÉM 13

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Mulher assassinada na pastelaria Real vivia aterrorizada Julgamento ∑ Arguido acusado de homicídio, violência doméstica e detenção de arma proibida Maria Alice Duarte, a mulher que foi assassinada à queima-roupa na pastelaria Real, em Santarém, passou as últimas semanas de vida aterrorizada e a ser alvo de ameaças constantes por parte do ex-companheiro. Quem o disse foi o próprio filho da vítima, Diogo Moita, de 19 anos, durante a primeira sessão do julgamento, que se realizou na terça-feira, 21 de Setembro. O arguido, António de Sousa, 49 anos, está acusado pelo Ministério Público (MP) de um crime de homicídio qualificado na forma consumada, um de violência doméstica e três de detenção de arma proibida. Os factos remontam a 23 de Novembro de 2009, quando o homem entrou na pastelaria Real e disparou sem avisar um tiro fatal com uma caçadeira de canos serrados, por não aceitar o final do relacionamento entre ambos. De seguida, tentou o suicídio, mas o disparo sobre si próprio acertou-lhe de raspão. Acabou transportado para o Hospital de Santarém e encontra-se actualmente em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Leiria. Nesta primeira sessão, foram ouvidos ape-

A

António de Sousa escondeu a cara à entrada do tribunal e prestou declarações à porta fechada nas o filho da vítima mortal e o arguido, que requereu prestar declarações sobre o crime com exclusão de publicidade, solicitação que foi aceite pelo colectivo de juízes. Pedindo também para ser ouvido sem a presença de António de Sousa na sala de audiências, Diogo Moita relatou o calvário sofrido pela mãe desde o momento em que tentou colocar um ponto final na relação amorosa com o arguido até ao dia da sua morte. Possessivo, ciumento e muito desconfiado, António de Sousa perseguia

e mandava mensagens ameaçadoras a Maria Alice desde Agosto de 2009, altura em que a mulher terminou o relacionamento. Segundo a acusação do MP, a que o nosso jornal teve acesso, a 31 de Outubro, o agressor surpreendeu a vítima à entrada da sua residência, em São Domingos, e obrigou-a a entrar em casa com apontado um machado à cabeça. No interior, puxou de uma faca e de uma pistola, ameaçando matá-la. De seguida, obrigou a mulher a ter relações sexuais contra a sua vontade e pernoi-

tou na casa, tendo-a forçado a acompanhá-lo a Torres Novas no dia seguinte para que não apresentasse queixa na PSP. Maria Alice acabou por só relatar o caso à polícia e à APAV na segunda-feira seguinte, segundo Diogo Moita, que também contou ter sido ameaçado quando foi falar com António de Sousa para que acabasse com a violência física e psicológica que exercia sobre a mulher. A 5 de Novembro, a vítima viu o agressor a passar junto ao seu local de trabalho e alertou a PSP de Santarém, que o deteve

na posse do machado, de uma faca e de uma arma de fogo transformada, de calibre 6.35, pronta a disparar. O homem foi presente no Tribunal de Santarém, mas acabou por sair em liberdade com apresentações periódicas numa esquadra de polícia. Segundo o filho da vítima, nem o facto de ter sido travado pelas autoridades e constituído arguido acabou com as ameaças, feitas na sua maioria através de mensagens de telemóvel. Nos dias após a sua detenção, mostrou arrependimento e pediu desculpa por SMS, mas a fúria voltou quando percebeu que a mulher não iria voltar para ele. Três dias antes do crime, a 20 de Novembro, António de Sousa escreveu uma carta dirigida ao seu filho onde deixava antever que se poderia suicidar após matar Maria Alice. A 22 de Novembro escreveu a carta que deixou em cima do balcão da pastelaria Real, após ter assassinado Maria Alice e antes de disparar sobre si próprio, o que indicia a premeditação e a frieza com que o homicídio foi cometido. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

Santarém organiza ciclo de órgão de tubos A Santarém organiza o primeiro Ciclo de Órgão de Tubos do país. A iniciativa foi anunciada em conferência de imprensa, no dia 20, pelo vereador da cultura de Santarém, Vítor Gaspar, ladeado de José Valentim, administrador executivo da Cul.Tur e David Paccetti Correia, director artístico do I Ciclo de Órgão de Santarém. Depois de um investimento na ordem dos 400 mil euros para a recuperação dos seis órgãos de tu-

bos, estes vão voltar a ganhar vida, já a partir do dia 25, numa pré-apresentação do ciclo, na Igreja da Misericórdia, às 16h00. Uma iniciativa que diversifica as actividades culturais no município, expõe o valioso património instrumental de Santarém e que segundo Vítor Gaspar “ os seis órgãos restaurados não podem estar ao abandono. É preciso colocá-los a funcionar, até porque se estiverem parados podem cair novamente em degradação,

daí a organização deste ciclo”. Segundo David Correia este é um projecto que permite aumentar a qualidade da programação na cidade e dá “visibilidade a uma nova geração de músicos neste ciclo”, que vão poder tocar no grande dinossauro da música, o órgão. Quanto à programação, depois da pré-apresentação no dia 25, o ciclo inaugura com a iniciativa “Órgão non stop!, no dia 02 de Outubro, às 15h30, na Igreja do Convento de S. Francisco, sen-

do que a iniciativa seguinte acontece dia 02 de Novembro, às 19h00, na Sé Episco-

pal de Santarém. Este ciclo tem a duração de seis meses na cidade de Santarém.

RECOLHA DE MEDULA PODE SALVAR JOANA PEREIRA A brigada do CEDACE - Centro Nacional de Dadores de Células de Medula Óssea, Estaminais ou de Sangue do Cordão virá a Santarém no dia 10 de Outubro para fazer uma recolha de sangue destinada a encontrar possíveis dadores de medula óssea para a jovem Joana Pereira. A recolha terá lugar das 10h00 às 16h00, no edifício da antiga Escola Prática de Cavalaria em Santarém. Joana Pereira, de 18 anos de idade, foi finalista da Secundária Ginestal Machado este ano e, já está matriculada no Curso de Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa, foi-lhe diagnosticada leucemia, no dia 8 de Agosto.

CÂMARA FALA EM CRIME ECOLÓGICO NA QUINTA DA CALIFÓRNIA A Câmara de Santarém afirma ter tomado conhecimento de “operações urbanísticas ilegais a desenvolverem-se na Quinta da Califórnia, na freguesia do Vale de Santarém”, e “despoletou os procedimentos legais para a interrupção dessas operações e a reposição da legalidade”. Em nota à imprensa, na Câmara refere ter sido “confrontada com procedimentos evasivos e de clara má fé dos responsáveis pelo desenvolvimento dos trabalhos”, pelo que, “em sintonia com a ARHTEJO, remeteu para os seus consultores jurídicos este processo para que sejam accionados todos os procedimentos legais para a reposição da topografia do solo, de acordo com a situação anterior, penalizando os proprietários nos termos legais, considerando, entre outras violações, que foi cometido um crime ambiental uma vez que as operações urbanísticas foram executadas em terrenos pertencentes à Reserva Ecológica Nacional”.


14

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

região lezíria do tejo santarém DEBATE SOBRE ASSOCIATIVISMO EM BENAVENTE

PSD DE ALMEIRIM INAUGURA SEDE O PSD de Almeirim vai inaugurar a sua nova sede concelhia na sextafeira, 24 de Setembro, às 21 horas. O novo espaço situa-se na Rua Alexandre Herculano, nº 17, em Almeirim, e a cerimónia de inauguração será aberta a todos os militantes e simpatizantes do partido.

O c i n e - te a t r o d e Benavente vai ser palco do seminário “associativismo: que futuro?”, que se realiza no sábado, 25 de Setembro, a partir das 15h30, promovido pela Assembleia Municipal de Benavente. António José Ganhão, Carlos Alberto Pernes, Ludgero Mendes e Augusto Flor (presidente da Confederação das Colectividades de Cultura e Desporto) são alguns dos oradores que vão intervir no debate.

COLISÃO EM ALPIARÇA PROVOCOU CINCO FERIDOS Uma colisão entre dois veículos ligeiros em Frade de Cima, concelho de Alpiarça, provocou um ferido em estado grave e quatro ligeiros, entre os quais duas crianças. O acidente ocorreu na quinta-feira, 16 de Setembro, numa estrada municipal dentro da localidade. A vitima que inspirava mais cuidados era a condutora de um dos carros, que foi transportada para o Hospital de Santarém. No local estiveram duas ambulâncias dos bombeiros de Alpiarça, uma viatura de desencarceramento, a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Santarém e a GNR.

AUTOCARRO INCENDEIA-SE NA AUTO-ESTRADA Um autocarro que regressava de Espanha a Salvaterra de Magos incendiou-se e foi totalmente consumido pelas chamas na A3, perto de Ponte de Lima, no domingo, 19 de Setembro. Nenhum dos cerca de 40 excursionistas sofreu ferimentos porque o condutor conseguiu parar o pesado a tempo dos passageiros saírem, após ter sido alertado por outro automobilista que ultrapassou o autocarro. Contudo, grande parte das bagagens foi destruída pelo fogo, que cortou o trânsito na A3.

A Em Alcanede, por exemplo, os serviços estão “encerrados temporariamente” desde Abril

Segurança Social está a encerrar balcões no distrito Ourém ∑ Câmara “empresta” funcionários do município para manter serviços A Segurança Social está a encerrar uma parte dos 36 balcões de atendimento permanente que tem espalhados por todo o distrito, mas ainda não anunciou em concreto quais os que vão fechar portas. A falta de informações oficiais sobre este processo está a provocar grande apreensão em Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia e nas populações afectadas, que estão obviamente contra o encerramento destes serviços locais. A 30 de Agosto, o nosso jornal solicitou via e-mail esclarecimentos sobre este assunto ao Centro Distrital de Segurança Social de Santarém (CDSSS), mas o organismo presidido por Anabela Santos Rato não enviou qualquer resposta até à data de fecho desta edição. Questionámos em concreto que balcões já fecharam ao público, quais vão ser encerrados e quais os motivos que justificam esta reorganização da rede de serviços, e ainda aguar-

damos pelas explicações. No concelho de Ourém, os balcões de Caxarias e Freixianda foram encerrados há meses sem aviso prévio, mas vão reabrir em breve porque a Câmara Municipal vai colocar funcionários do município a assegurar o seu funcionamento. O presidente da autarquia, Paulo Fonseca, explicou ao nosso jornal que, quando foi informado do fecho dos balcões, solicitou uma reunião ao Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, onde deixou a proposta para que fosse a Câmara a responsabilizar-se pelo serviço, mediante delegação de competências. “A proposta já foi genericamente aceite, e falta discutir apenas algumas condições e dar formação aos funcionários”, explicou Paulo Fonseca, acrescentando não poder aceitar “que o segundo maior concelho do distrito tenha apenas uma técnica da Segurança Social e ainda por cima seja con-

frontado com o encerramento de serviços”. Já o balcão de Alcanede encontra-se “encerrado temporariamente” desde o passado mês de Abril, altura em que a única funcionária foi deslocalizada para Santarém, alegadamente para substituir uma colega que estaria de baixa. Quase seis meses depois, a técnica ainda não regressou e os utentes têm sido obrigados a deslocar-se à capital do concelho, que se situa a 26 quilómetros, ou a Rio Maior e Alcanena para tratar dos seus assuntos. Entre a população, cresce a desconfiança que o balcão já não voltará a funcionar. Segundo conseguimos apurar, vários moradores já contactaram o CDSSS via e-mail e até por carta registada, mas também não obtiveram qualquer resposta. No concelho de Salvaterra de Magos, o encerramento do balcão de Marinhais já deu origem a duas moções de contestação aprovadas por una-

nimidade, uma pela Câmara Municipal a 17 de Agosto, e outra pela Junta de Freguesia de Marinhais a 13 de Setembro. Segundo este documento, o encerramento do balcão “deixou surpresos todos os autarcas do município”, para quem “não é aceitável acabar com um serviço que serve grande parte da população do concelho”, concretamente das freguesias de Marinhais, Muge, Glória do Ribatejo e Granho. O executivo da Junta acrescenta ainda ser inaceitável que “o encerramento tenha sido feito sem qualquer possibilidade de diálogo” e pede que seja encontrada uma alternativa “para não prejudicar a população que necessita do serviço” A estes exemplos, somam-se os balcões de Riachos, no concelho de Torres Novas, e Minde, Alcanena, que foram também já encerrados. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

ÁGUAS DO RIBATEJO CONSTRÓI ARMAZÉM CENTRAL EM ALMEIRIM A empresa intermunicipal Águas do Ribatejo está a instalar o seu armazém central num pavilhão na zona industrial de Almeirim, em frente ao centro de inspecção automóvel. Este investimento “visa criar condições que permitam ter em stock um conjunto de equipamentos, peças e produtos imprescindíveis para o bom funcionamento dos sistemas de abastecimento de água e tratamento de águas residuais”, explica uma nota de imprensa da empresa, onde se explica que Almeirim foi a cidade escolhida por estar “num ponto central e ser servida por uma rede viária que permite um acesso fácil e rápido ao novo armazém central”. O espaço, com uma área total de 800 m2, está dotado de vários equipamentos e infra-estruturas que permitem a carga e descarga de peças, estruturas e equipamentos. A Águas do Ribatejo opera actualmente em seis municípios, Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche e Salvaterra de Magos, e com uma área territorial de intervenção superior a 3 mil km2.


CARTAXO | RIO MAIOR | ALMEIRIM | REGIÃO 15

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Cidadãos de Rio Maior contra nova cimenteira

A O condenado, José Vieira, diz-se “inocente” e vai interpor recurso para o Tribunal da Relação

Dez anos de prisão por extorsão a doente mental Almeirim ∑ Arguido foi um dos suspeitos dos tiros ao posto da GNR de Alpiarça O Tribunal de Almeirim condenou um homem a 10 anos de prisão por 11 crimes de roubo, extorsão e coacção, entre outros, cometidos sobre uma mulher que foi declarada doente do foro mental, residente em Fazendas de Almeirim. O arguido, José Alexandre Vieira, que foi um dos três suspeitos absolvidos no processo dos tiros disparados contra o posto da GNR de Alpiarça, vai interpor recurso desta decisão para o Tribunal da Relação, dizendo-se “inocente”. Neste processo, José Vieira, de 34 anos, estava também acusado de violação e rapto agravado, crimes dos quais foi absolvido. O colectivo de juízes deu como não provado que o arguido obrigou a queixosa a manter relações sexuais contra a sua vontade, como sustentava a acusação do Ministério Público (MP). Segundo o acórdão, a que o nosso jornal teve acesso, José Vieira chantageou a vítima dizendolhe que tinha filmado cenas íntimas entre ambos

com o seu telemóvel, e que as tornaria públicas caso a mulher não acedesse aos seus intentos. Na altura, em 2004, a queixosa era auxiliar de um lar de idosos em Alpiarça onde o irmão tetraplégico do arguido era utente, e foi esse o motivo que deu início aos contactos entre ambos. O acórdão descreve a vítima como alguém doente do foro mental, bastante crédula e facilmente manipulável, e que agiu sob coacção com medo das ameaças de José Vieira. Mesmo ganhando pouco mais que o salário mínimo, a queixosa começou por entregar-lhe 1.100 euros em dinheiro e os cartões multibanco das suas contas bancárias. Posteriormente, foi obrigada a entregar documentos pessoais (bilhete de identidade, número de contribuinte e declaração de IRS, entre outros) para contrair em seu nome dois créditos de 8.500 e 10 mil euros, utilizados para comprar duas motos de quatro rodas, num stand

em Alpiarça, e das quais se desconhece o paradeiro. De um rol inicial de 16 acusações, José Vieira acabou condenado por três crimes de coacção grave, quatro de extorsão agravada e simples, um de falsificação, dois de burla qualificada e um de roubo na forma tentada. Somadas, as condenações valiamlhe uma pena de 21 anos e dois meses de cadeia, que foi reduzida para 10 anos em cúmulo jurídico. Ouvido pelo nosso jornal, José Vieira diz-se “revoltado” e “indignado” com a pena

que lhe foi aplicada pelo Tribunal de Almeirim, e sente-se “perseguido pela justiça” desde que foi absolvido no processo dos tiros contra o posto da GNR de Alpiarça. “Fui condenado com testemunhos de pessoas que disseram não me conhecer de lado nenhum e sem outras provas que me liguem a estes crimes”, afirma o arguido, que está em liberdade enquanto o processo estiver em recurso no Tribunal da Relação de Évora. João Nuno Pepino

∑ No que se refere aos Tribunal pedidos de indemnização cível, José Vieira foi conatende a denado a pagar 5 mil euros por danos mopedidos de àraisqueixosa (que peticionou inicial75 mil euros), cerca indemnização mente de 8.650 euros a uma instituição financeira de crédito cível rápido por um dos empréstimos que nunca foi pago, e quase mil euros a uma operadora da rede móvel, por incumprimento de um contrato de um número telefónico de assinatura mensal.

Para que Rio Maior “não passe da cidade do desporto para a cidade do cimento”, o projecto de cidadania “dar a vez e a voz aos cidadãos”, que concorreu nas últimas eleições autárquicas com o apoio do Bloco de Esquerda, vai apresentar uma moção contra a construção de uma nova cimenteira na próxima reunião da Assembleia Municipal, que se realiza no sábado, 25 de Setembro. “Fundamentandose nas considerações do Estudo de Impacte Ambiental e nos pareceres negativos que foram apresentados no período de discussão pública do projecto, esta moção pretende unir vozes contra um projecto de consequências ambientais altamente negativas”, afirma esta força política em comunicado, onde acrescenta que o projecto “se tenta promover como promotor de emprego quando

a esmagadora maioria dos empregos apresentados serão na fase de construção e dizem certamente respeito a empregos temporários e precários”. A instalação de uma nova fábrica de cimento a poucos quilómetros de Rio Maior, nas proximidades do Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros (PNSAC) e inserida num local classificado pela Rede Natura como Sítio de Interesse Comunitário, foi denunciada pela Quercus, que considera o projecto “inaceitável”. A associação ambientalista emitiu um parecer negativo ao projecto apresentado pela empresa Tecnovia para a construção da cimenteira nos terrenos onde actualmente explora uma unidade de extracção e transformação de pedra. A fase de consulta pública ao Estudo de Impacte Ambiental terminou a 28 de Agosto.

Apanhados a vender material roubado na Net A PSP deteve em flagrante dois indivíduos que estavam a tentar vender peças de automóveis roubadas no Cartaxo, no passado dia 16 de Setembro. O material, painéis de instrumentos interiores completos e ópticas de várias marcas, tinha sido furtado dois dias antes em vários carros que estavam estacionadas no parque de uma oficina automóvel em Santarém. Segundo um comunicado de imprensa do Comando Distrital da PSP, o valor das peças totalizava mais de 11 mil euros. A polícia chegou aos autores do crime após ter tido conhecimento que a venda de produtos com as mesmas características estava a ser anunciada numa página da Internet. De imediato, os agentes contactaram através do site e marcaram

um encontro que se realizou nos arredores da cidade do Cartaxo, conta o mesmo comunicado. O anunciante acabou por comparecer com um segundo indivíduo, e ambos foram confrontados com o furto, após a PSP ter verificado que se tratavam das peças furtadas em Santarém. Sem nunca conseguirem apresentar qualquer explicação convincente, os homens acabaram por entregar às autoridades todo o material que estava a ser anunciado no site da Internet, e que estava armazenado na garagem da residência de um deles. Após a detenção, foram constituídos arguidos em primeiro interrogatório judicial e vão aguardar julgamento sujeitos a termo de identidade e residência.


16 REGIÃO| ALMEIRIM| CARTAXO

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

33 mil pessoas sem médico de família na Lezíria Francisco Louçã veio à região, ao centro de saúde de Almeirim, onde criticou a falta de médicos de família na zona da Lezíria. Segundo ouviu na reunião que teve com a directora do Agrupamento de Centros de Saúde Lezíria II (ACE), existem 33 mil pessoas sem médico de família nos seis concelhos abrangidos por este agrupamento – (Chamusca, Alpiarça, Almeirim, Coruche, Salvaterra de Magos e Benavente). Louçã ouviu ainda a garantia de que não vão encerrar centros de saúde nesta região mas que algumas extensões poderão vir mesmo a encerrar por falta de condições e de médicos. É o caso da extensão de Foros de Salvaterra, no concelho de Salvaterra de Magos. “Bater-nos-emos duramente para que haja um novo edifício e para que estas pessoas [de Foros de Salvaterra] tenham acesso a cuidados de saúde”, frisou o líder do BE à saída da reunião.

A Francisco Loução veio tomar conhecimento dos problemas na área da saúde “Não haverá um serviço nacional de saúde (SNS) sem que se cumpra o grande objectivo de ter um médico por cada família”, acrescentou Francisco Louça, no dia em que o Governo anunciou reduções nos preços dos medicamentos mas o fim da isenção no pagamento de remédios para os reformados. Em reacção a este anúncio, o líder do Bloco acusou o Governo de “estar a destruir o SNS com o que está a fazer na políti-

ca de preços dos medicamentos”. Louçã afirmou mesmo que “o Governo mentiu ao país porque os preços dos medicamentos para as famílias mais idosas estão a aumentar”. E deu exemplos: um antiinflamatório que subiu de 2,60 para 5,57 euros e um medicamento para as úlceras que subiu de 9,22 para 25,99 euros. “Precisamos de poupar em Portugal mas não é à conta dos preços dos medicamentos mais usados

pelos idosos”, salientou Francisco Louça, que defendeu “o combate ao desperdício para garantir que cada cêntimo gasto é útil para as pessoas”. Mas no fim Louçã sublinhou que “aquilo que o Governo está a fazer nada tem que ver com esta preocupação”. “O Governo quer impor à pobreza o custo agravado da saúde, num momento em que as pessoas estão mais vulneráveis. E é José Sócrates que o faz”, acusou ainda o líder do BE.

EDITAL Nº 07/2010 MIGUEL JORGE ANDRADE PITA MORA ALVES PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SARDOAL

FAZ PÚBLICO que, para efeitos do artº 91º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, na redacção dada pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro e, dando cumprimento ao artº 16º do Decreto – Lei nº 442/91, de 15 de Novembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 6/96, de 31 de Janeiro, se realiza no próximo dia 29 de Setembro de 2010, pelas 20 horas, no Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, a sessão ordinária da Assembleia Municipal, com a seguinte Ordem de Trabalhos: Período Antes da Ordem do Dia Ordem de Trabalhos 1. Informação do Presidente da Câmara, em cumprimento da alínea e) do n.º 1 do art.º 53º da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, com a nova redacção dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro; 2. Derrama/ Participação variável no IRS; 3. Taxas IMI – Imposto Municipal sobre Imóveis; 4. Nomeação de munícipes para o Conselho Municipal de Segurança. Período de Intervenção do Público E para constar, se lavrou o presente Edital e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares públicos de estilo. Paços do Município de Sardoal, 16 de Setembro de 2010 O Presidente da Assembleia Municipal Miguel Jorge Andrade Pita Mora Alves

Castas do Cartaxo na China Cerca de 40 hectares da casta touriga nacional do Cartaxo vão ser plantados na China em 2011, na primeira parceria do género entre produtores do concelho ribatejano e de Penglai, considerada a capital chinesa do vinho. “É um projecto envolvendo entidades públicas e privadas, que pode abrir a porta à cooperação noutras áreas”, afirmou à agência Lusa o presidente da Câmara municipal do Cartaxo, Paulo Caldas. Cartaxo e Penglai, um município da província de Shandong, na costa norte da China, assinaram na terça-feira um acordo de geminação. “Há uma grande identidade entre os dois municípios, assente no vinho, no turismo e na ruralidade”, afirmou Paulo Caldas. Para o autarca esta parceria deverá ser “alargada a outros países”, nome-

adamente Brasil, Angola e Moçambique.“Há um grande potencial de cooperação”, sublinhou. A produção vinícola de Penglai, 70% da qual tinto, é feita à base das castas Cabernet-Sauvignon, Merlot e Cardonnay, indicou o presidente da câmara de Cartaxo. “Queremos marcar aqui uma posição, que torne mais conhecida neste grande mercado a casta de vinho portuguesa”, disse Paulo Caldas, referindo que o projecto para plantar a touriga nacional em Penglai “é para concretizar em 2011”. Também no próximo ano, em Abril, os autarcas de Penglai deverão viajar até ao Cartaxo, para participarem na Festa do Vinho do concelho. Cartaxo é a sede da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho e detém actualmente a presidência da Rede Europeia das Cidades do Vinho.

NOTARIADO PORTUGUÊS CARTÓRIO DE SANTARÉM A CARGO DA NOTÁRIA ISABEL MARIA RAIMUNDO DE OLIVEIRA FILIPE BATISTA MARQUES. Eu Isabel Maria Raimundo de Oliveira Filipe Batista Marques, Notaria do Cartório Notarial de Isabel Marques, na cidade de Santarém, CERTIFICO, para efeitos de publicação que por escritura de dezasseis de Setembro de dois mil e dez, lavrada de folhas cinquenta e quatro a folhas cinquenta e cinco verso, no livro de notas para escrituras diversas número duzentos A ¬ JOAQUIM TEIXEIRA LEITE, contribuinte fiscal 109 226 771 e mulher MARIA LUISA MARINHO DE CARVALHO LEITE, contribuinte fiscal 215 080 610, casados sob o regime da comunhão de adquiridos, naturais ele da freguesia de Basto (Santa Tecla) e ela da freguesia de Amóia, ambas do concelho de Celorico de Basto, residentes na Rua Dr. Virgílio Arruda, nº 3, 7º direito, em Santarém, outorgaram uma escritura de RECTIFICAÇÃO DE JUSTIFICAÇÃO Que por escritura lavrada em dois de Dezembro de dois mil e nove, a folhas oito do livro de notas cento e oitenta e cinto A, deste Cartório, os outorgantes, justificaram a posse da fracção autónoma designada pela letra “P”, correspondente ao sétimo andar direito destinado a habitação e arrecadação no sótão, identificada com o nº 14, que faz parte do prédio urbano sito na Rua Dr. Virgílio Arruda, nº 3, Urbanização do Sacapeito, antigo lote 3, na freguesia de Santarém (Marvila), concelho de Santarém, descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o número CENTO E QUARENTA E UM/Santarém (Marvila), submetido ao regime de propriedade horizontal conforme Ap. 16, de 24/06/1988, lá registada a aquisição a favor de Rui Manuel Fradique dos Santos, solteiro, maior, conforme Ap. 2, de 23/01/1995, sobre a qual incidem duas hipotecas a favor do Banco de Fomento e Exterior, S. A., actualmente Banco BPI, S.A. pelas Ap. 3, de 23/01/1995 e Ap. 52, de 04/10/1996, inscrita na matriz respectiva sob o artigo 2027, com o valor patrimonial tributário de 24.327,95 €, à qual atribuíram o valor de VINTE E CINCO MIL EUROS Que o justificantes declararam por lapso, estar na posse da mencionada fracção desde mil novecentos e noventa e três, quando na realidade, o imóvel está na posse deles, justificantes, desde o início do ano de mil novecentos e noventa, declaração esta que os segundos outorgantes confirmaram. Assim pela presente escritura, os justificantes, rectificam aquela no sentido de que a fracção “P”, atrás identificada, se encontra na sua posse desde o ano de mil novecentos e noventa. Que mantêm aquela escritura em tudo mais. ESTÁ CONFORME Cartório Notarial de Isabel Marques, dezasseis de Setembro de dois mil e dez. A Notária, (Isabel Maria Raimundo de Oliveira Filipe Batista Marques) (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1299 de 24.09.2010)


GOLEGÃ | CHAMUSCA | REGIÃO 17

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

CHAMUSCA INVESTE EM QUADROS INTERACTIVOS A Câmara da Chamusca investiu 56 mil euros em quadros interactivos para equipar todas as 24 salas de aula das escolas do 1º ciclo e o centro de recursos educativos (CRE) no ano lectivo que agora se iniciou. Segundo uma nota de imprensa da autarquia, foram também “efectuadas intervenções de preparação e melhoria conducentes à instalações” destes equipamentos, “nomeadamente em electricidade e informática, com a reestruturação e adaptação das respectivas redes”. Os antigos quadros de ardósia foram substituídos por “modernos quadros cerâmicos de apoio, no sentido de optimizar os meios implementados”, acrescenta o mesmo documento. Este investimento foi financiado pelo QREN.

Descarga poluente mata milhares de peixes no Rio Almonda Azinhaga ∑ Habitantes queixam-se de cheiro putrefacto e insuportável Uma descarga poluente de grande volume matou milhares de peixes no leito do rio Almonda, em Azinhaga, concelho da Golegã, durante o passado fimde-semana. “No domingo à tarde, a água corria negra e cheia de espuma preta”, disse ao nosso jornal um morador, Manuel Oliveira, enquanto mostrava largas centenas de carpas, pimpões e outras espécies mortas que ainda estavam por recolher nas margens deste afluente do rio Tejo. No domingo à noite, “o cheiro pestilento que andava no ar era verdadeiramente insuportável. Nós estávamos numa esplanada a ver o Benfica

– Sporting e quase não conseguíamos respirar”, acrescentou Manuel Veiga, outro residente na aldeia onde nasceu o Prémio Nobel da Literatura José Saramago. A grande maioria dos peixes mortos foi encontrada entre as pontes da Broa e do Cação, numa zona do rio com pouco caudal nesta altura do ano e onde a existência de juncos e canaviais no leito dificulta a passagem das espécies, que não conseguiram fugir para jusante. A origem da descarga ainda não foi apurada, mas os moradores suspeitam que teve origem no concelho vizinho de Torres Novas, a

A A origem da descarga ainda está por apurar exemplo do que já se registou em ocasiões anteriores. “Há muitos anos que não havia uma mortandade como esta. É costume haver algumas descargas, mas não chamam tanto a atenção porque o rio cos-

tuma levar mais água”, disse ainda Manuel Oliveira. Este crime ambiental está a ser investigado pelo Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA) da GNR, que esteve no local na segunda-

feira, juntamente com técnicos da Administração Hidrográfica da Região do Tejo (ARH-Tejo), que recolheram amostras da água para análise. João Nuno Pepino


18

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

região médio tejo santarém Opinião

Abrantes, zona franca da criminalidade

A Da janela da casa de banho da vivenda ao lado pode estender-se um braço para dentro da sala do infantário (foto pequena)

Infantário abriu sem licença Entroncamento ∑ No 1º dia de aulas ainda haviam cabos eléctricos e canos provisórios O Infantário dos Navegantes, no Entroncamento, abriu portas na passada segunda-feira ainda sem licença de utilização do edifício passada pela Câmara Municipal e com cabos eléctricos e canos de água provisórios a passar na zona exterior onde as crianças brincam no recreio. O Ribatejo esteve no local nas primeiras horas do início do ano lectivo deste infantário e verificou que ainda existiam algumas obras em curso e que o edifício tinha a fachada envolta em cabos e canos, a atravessar para o outro lado da rua, para o edifício do Colégio. Cerca de uma hora depois, as crianças vieram ao recreio e brincaram numa área relativamente próxima dos tubos eléctricos provisórios e dos canos. Ouvido pelo nosso jornal, o director do colégio dos Navegantes, Rui Santos Tereso, explica que só poderá pedir licença de utilização do edifício à câmara municipal quando a obra estiver concluída. O responsável garante que “a segurança das crianças não está em risco e que os espaços por onde passam directamente os fios e os canos de água não são fre-

quentados pelas crianças”. “Não conseguimos concluir a obra porque a nossa vizinha continua a destruir a parede de algumas salas”, referiu o director, fazendo alusão a uma outra polémica que envolve a construção deste infantário e os proprietários da vivenda que fica ao lado do edifício (ver caixa em baixo). Além de não ter estas paredes concluídas, o edifício do novo infantário também não tem ainda instalação eléctrica aprovada pela EDP, uma situação que o director justifica

Vizinhos ficaram com frestas tapadas pelo novo edifício

com o atraso da empresa na ida ao local. Para justificar a abertura do espaço mesmo sem licença da câmara, o director mostrou ao nosso jornal uma autorização provisória de funcionamento, passada pela DREL a todo o Colégio dos Navegantes, mas que não especifica se abrange o novo edifício. A direcção já pediu uma vistoria da DREL ao novo edifício mas está a aguardar a ida dos técnicos ao local. “Não podíamos esperar mais para abrir porque os pais apostaram no nosso colégio e preci-

savam de cá deixar os seus filhos, até porque há muita falta de creches no Entroncamento”, explica o director. Rui Tereso garante ainda que já enviou o pedido de licença de utilização à câmara municipal. O presidente da autarquia, Jaime Ramos, afirmou ao nosso jornal que o pedido ainda não foi a reunião de câmara para ser aprovado. O autarca acrescentou que o projecto de obra foi aprovado pela autarquia. Bruno Oliveira

∑ Os moradores da Urbanização de Casal Vaz, onde está construído o infantário, já fizeram um abaixo-assinado contra a forma como foi construído o edifício. Um casal de jovens moradores, com vivenda mesmo ao lado do infantário, queixa-se que o edifício lhes tapou as janelas (frestas) de duas casas de banho. O mais caricato é que estas frestas passaram a dar directamente para dentro de uma das salas do novo infantário, isto é, estão incrustadas por detrás da parede nova que os proprietários do colégio construíram mesmo “à pele” da vivenda deste casal, que já aqui vive há 10 anos. Não se conformando com esta situação, a vizinha do infantário assume que abriu buracos na parede que lhe construíram mesmo colada à fresta da sua casa de banho. Por isso, a sua casa de banho passou a ter vista directa para dentro das salas de aula. O assunto tem gerado polémica porque, segundo o advogado do colégio, a lei permite que estas frestas sejam tapadas. O Tribunal Administrativo de Leiria indeferiu uma providência cautelar interposta por estes moradores a pedir a supensão da obra.

Há já muito tempo que tenho vindo a lançar sucessivos alertas para a situação absolutamente insustentável a que chegou a cidade de Abrantes, em termos Santana-Maia de segurança pública. Leonardo * Sendo certo que o direito à segurança, quer de pessoas, quer de bens, é um dos direitos fundamentais do cidadão e um dos pilares em que assenta o sistema democrático. Existem fortes indícios de já se viver em Abrantes situações de cariz mafioso, como é o caso de extorsão de dinheiro e de bens a comerciantes, através da intimidação física e da coação psicológica, e de esquemas de contratação de elementos de comunidades marginais para amedrontar e afugentar a clientela de estabelecimentos comerciais concorrentes. É, aliás, surpreendente como se consente que indivíduos que se dedicam a este tipo de actividade, se passeiem, com a maior das naturalidades, pelas ruas da nossa cidade armados, exibindo a arma e apontandoa a quem lhes apetecer, e em carros portadores de autênticos arsenais bélicos. E não se diga que não há queixas, porque todos sabemos que, nas cidades dominados por esquemas deste tipo, o silêncio é inevitável face às sanções extremamente violentas, perpetradas pelo grupo criminoso dominante, para quem denuncia. Face a este tipo de criminalidade, extremamente violenta, não se pode esperar que seja o cidadão individual, vítima da extorsão e da intimidação física, a levar a cabo a iniciativa de denunciar, pondo em risco a sua vida e dos seus familiares. Nestes casos, apenas a Câmara Municipal tem capacidade para intervir e denunciar esta situação de alarme público, designadamente, junto do ministro da Administração Interna, para que tome as medidas que se impõem para que a paz pública e a segurança retornem à cidade, nomeadamente, disponibilizar para patrulhamento da cidade de uma unidade da polícia de intervenção e levar a cabo acções que levem ao desarmamento dos grupos e das comunidades de marginais e ao fim dos esquemas de extorsão, tráfico de droga e intimidação da clientela de estabelecimentos concorrentes. De facto, não consigo compreender a passividade com que a Câmara assiste ao lavrar do incêndio pela cidade, sem um gesto público de indignação e sem ser capaz de liderar a comunidade abrantina que clama pelo direito de viver em paz e em segurança. (*) Advogado – Vereador da Câmara de Abrantes


TORRES NOVAS | ABRANTES | REGIÃO 19

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Canil celebra dia do animal Torres Novas ∑ Campanha de adopção e “cãominhada”

GNR trava pesca ilegal no açude de Abrantes O Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA) da GNR elaborou um total de 12 autos de notícia por prática de pesca em local proibido e utilização de meios e processos ilegais no açude insuflável de Abrantes, que foram entretanto remetidos para o Tribunal Judicial da Comarca de Abrantes. As acções de fiscalização que levaram à detecção dos infractores surgiram após uma denúncia da Quercus, apresentada no passado dia 21 de Junho, que alertava precisamente para a prática de pesca ilegal naquele local. “A Quercus felicita o SEPNA da GNR pelo empenho demonstrado na defesa das populações piscícolas, através de uma fiscalização eficaz, e espera agora que as instâncias judiciais procedam em conformidade e punam exemplarmente os responsáveis pelos delitos

cometidos”, afirmam a associação ambientalista em comunicado, onde lamenta também que a “componente de fiscalização por parte das autoridades policiais continue a ser claramente insuficiente”. “É um imperativo diminuir a pressão da pesca ilegal e o excesso de captura de espécies piscícolas, factores que estão a ser decisivos para o desaparecimento a prazo de algumas espécies”, defende a Quercus, acrescentando que a “intensificação da fiscalização sobre exercício da pesca ilegal, uma medida que apresenta custos reduzidos, é essencial para diminuir o excesso de captura de indivíduos reprodutores e aumentar o repovoamento de populações por novos indivíduos jovens, de forma a manter ou melhorar os stocks das populações piscícolas ameaçadas de extinção”.

Centro histórico recebe jornadas do património No âmbito das jornadas europeias do património 2010, a Câmara Municipal de Abrantes vai realizar uma visita guiada pelo centro histórico da cidade no sábado, 25 de Setembro, entre as 10 e as 13 horas. A concentração realizase junto ao Posto de Turismo. “Visita com alma especial” é o nome desta iniciativa, que tem como objectivo sensibilizar a população para a importância da pro-

tecção e da valorização do património, mostrando a relação entre os locais e os acontecimentos históricos que lhes estão associados. Durante o percurso, será explicado aos participantes a importância histórica de cada espaço. As jornadas europeias do património 2010 são organizadas pelo Conselho da Europa e pela União Europeia, sob a temática “património: um mapa da história”.

O canil intermunicipal de Torres Novas vai promover uma campanha de adopção de cães e gatos, um encontro de animais adoptados e uma “cãominhada” para assinalar o dia

do animal, no domingo, 3 de Outubro. Esta campanha de adopção decorre entre as 11 e as 17 horas, no Jardim das Rosas, no centro da cidade, ao passo que o passeio a pé com os

animais, que vai já na sua segunda edição, começa às 14h30 no mesmo local, passando pela Rua Alexandre Herculano, Praça 5 de Outubro, Castelo e Avenida Dr. João Martins

de Azevedo. O 3º encontro de animais adoptados terá lugar no canil / gatil intermunicipal que serve os concelhos de Torres Novas, Alcanena, Barquinha e Entroncamento.


20

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

negócios MISSÃO EMPRESARIAL À ROMÉNIA

A Os ministro da Administração Interna e da Agricultura vieram à região apoiar lançamento de projecto pioneiro no país

Agricultores apoiados no combate à criminalidade rural Segurança no meio rural ∑ Propriedades agrícolas vão ter sistema de alerta contra roubos Os roubos de cobre e de sistemas de rega têm preocupado os agricultores da região e a própria EDP. O alerta foi deixado pelo presidente da Câmara da Golegã ao Governo Civil de Santarém há alguns meses num fórum de segurança. O problema não foi esquecido e, no passado sábado, dia 18, o ministro da Administração Interna e o ministro da Agricultura vieram à Golegã anunciar o lançamento de um sistema de prevenção pioneiro no país que vai permitir alertar as autoridades locais para eventuais roubos. Desenvolvido numa parceria entre aqueles ministérios, Governo Civil de Santarém, forças de segurança, EDP e associações de agricultores, o projecto de se-

gurança rural – chamado “Ribatejo Seguro”- consiste num sistema de videovigilância e instalação de aparelhos de georeferenciação nos equipamentos de rega e nos equipamentos de abastecimento eléctrico da EDP. Na prática, este sistema vai permitir lançar um alerta

de roubo ou vandalismo, que é automaticamente enviado para os sistemas de informação geográfica centrais da GNR e PSP, assim como dos proprietários e do governo civil. Desta forma, os responsáveis pelo programa esperam que seja possível actu-

ar mais rapidamente na detecção dos ladrões e dos equipamentos roubados, assim como dissuadir eventuais roubos. “Queremos utilizar o factor segurança como instrumento de luta contra a desertificação” em Portugal, sublinhou o ministro da Administração

Associações e escolas de condução apoiam prevenção rodoviária

∑ Durante esta cerimónia de apresentação do projecto “Ribatejo Seguro”, foram assinados outros dois protocolos entre o Governo Civil e associações desportivas e escolas de condução de todo o distrito. No caso do protocolo com as associações desportivas – falamos sobretudo de clubes de motards, clubes de BTT, associações juvenis – está previsto que estas apoiem e divulguem as campanhas de prevenção rodoviária e as medidas de sensibilização para uma condução segura, junto dos seus associados e dos participantes nos eventos que realizarem. No protocolo com as escolas de condução – todas as escolas do distrito aderiram – o objectivo é que as forças de segurança (bombeiros e polícias) possam realizar módulos de formação para a prevenção rodoviária.

Interna, Rui Pereira (MAI). O governante referiu ainda que vai ser reforçado o patrulhamento destas áreas rurais e agrícolas. O seu colega de Governo, António Serrano, ministro da Agricultura, disse esperar por “resultados efectivos” e adiantou que, após a implementação e avaliação do funcionamento deste sistema no Ribatejo, o mesmo poderá ser “exportado” para outras zonas do país. O ministro lembrou que, devido a estes roubos, está em causa não só os bens dos agricultores e da EDP mas também a produtividade agrícola que fica prejudicada pela falta de rega durante o tempo em que os proprietários não conseguem substituir os equipamentos.

De 27 a 31 de Outubro de 2010, a Nersant irá realizar uma Missão Empresarial à Roménia com o objectivo de colocar empresárias da região em contacto com potenciais parceiros de negócios. Esta acção surge no seguimento da recepção a um grupo de empresários romenos que decorreu de 04 a 09 de Maio de 2010, organizada e promovida pela NERSANT, “com resultados muito positivos para ambas as partes”, refere a Nersant em comunicado. Como sectores de oportunidade, a Nersant identifica as áreas das máquinas e bens de equipamento, os bens de consumo, o mundo automóvel e componentes e a construção civil. Esta missão faz parte integrante de um projecto conjunto que a Nersant apresentou no âmbito do Sistema de Incentivos à Qualificação de PME (QREN), e que permitirá que as PME´s que participem aceder a um apoio a fundo perdido de, em média, 40%. As inscrições estão abertas até dia 30 de Setembro.

CURSOS TECNOLÓGICOS NA ESCOLA PROFISSIONAL DE RIO MAIOR Estão abertas até 27 de Setembro as candidaturas para os cursos de especialização tecnológica (CET) de Técnicas de restauração, Construção e Administração de Websites e de Serviço Social e Desenvolvimento Comunitário. Estes cursos são da Escola Profissional de Rio Maior.


OPINIÃO| NEGÓCIOS 21

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Emprego & Formação

“Tardes do Emprego”: O regresso Após uma paragem de dois meses, os dinamizadores das “Tardes do Emprego”, Câmara Municipal de Santarém e PMEConsult vão realizar, já no dia 29 de Setembro, mais uma edição deste evento. Iniciado em Maio de 2009, o evento tem como principal objectivo a promoção do emprego, na região de Santarém, através da aproximação entre potenciais empregadores e candidatos à procura de novas oportunidades de emprego. Com o desemprego nacional em números elevados, a região de Santarém, tal como como outras, confirma a tendência para a estagnação. As “Tardes do Emprego” são disso um exemplo. A oferta de emprego faz-se, maioritariamente, por empresas de trabalho temporário que, num mercado precarizado, vão sendo a solução para muitas empresas e para muitos trabalhadores. As outras empresas que se en-

contram na região, têm as suas contratações estagnadas ou mesmo decrescentes e têm excesso de procura, assim, quando necessitam de um novo trabalhador, têm a oferta de algumas dezenas. As empresas em processo de instalação, como é o caso da nova unidade do Grupo JJ Louro têm uma procura substancialmente superior às suas necessidades. Verifica-se contudo, uma situação preocupante, por um lado, muitas das empresas parceiras do evento “Tardes do Emprego” dizem que têm excesso de oferta, por outro lado, existe falta de oferta especializada em áreas mais técnicas. O perfil actual, de quem procura emprego na região, traduz-se em duas situações: pessoas, com baixos índices de qualificação, que são normalmente recrutadas para funções indiferenciadas; pessoas com elevados graus de qualificação (nomeadamente Licenciatu-

ras) em áreas que o mercado está saturado ou em áreas em que não existe mesmo qualquer oferta. Outra situação que se está a verificar na região, é a chamada “descapitalização de recursos humanos” qualificados. Na verdade, a estagnação empresarial da região e a falta de perspectivas a curto prazo tem feito com que muitos dos trabalhadores competentes e qualificados, em diversas áreas, abandonem a região e vão trabalhar para outras regiões na mesma área geográfica ou mesmo em áreas geográficas distintas. Assim, as empresas deparam-se com o dilema do excesso de oferta mas dum défice de qualificação, o que gera um elevado grau de rotatividade por inadaptação ao posto de trabalho. Nenhuma crise é eterna e por isso alimenta-nos a esperança que a crise económica que actualmente afecta Portugal possa ter uma recuperação, acarretan-

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

do com ela a retoma e algum investimento na região, pelo que se levanta a seguinte questão: Nessa altura, onde estarão os recursos humanos qualificados que agora estão a ser perdidos? Muitos dirão que estes irão regressar, eu digo que tenho as minhas dúvidas. Tal como tenho vindo a afirmar, Santarém está a perder a carruagem do desenvolvimento económico. O comércio que se tem implantado não é suficiente para garantir a prosperidade no futuro e não existem alicerces para um desenvolvimento industrial ou de serviços capaz e sustentável. A região continua a viver presa aos mitos do passado e não tem investido verdadeiramente numa estratégia de competitividade para o futuro, precisamos fazer mais e melhor! Fazendo uso das vantagens, derivadas de uma localização estratégica privilegiada e da existência de diversas ofertas de en-

Florinda Matos(*)

sino qualificante, Santarém tem que criar condições de atractividade para o investimento nacional e internacional, pois serão estes investimentos que podem absorver a população qualificada e gerar dinâmicas de qualificação para a população não qualificada, criando sustentabilidade económica e social. As “Tardes do Emprego” são um pequeno contributo para ajudar no desenvolvimento desta sustentabilidade. No âmbito deste evento decorrerá também um Workshop que tem como objectivo ensinar a elaborar, correctamente, um Curriculum Vitae. Informações sobre as “Tardes do Emprego”: PMEConsult: Tel. 243098016 (*) Docente /Investigadora - Consultora PMEConsult (florinda.matos@pmeconsult.pt)

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 2089199901024892 AP

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 2089200601057596 AP

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

1ª PUBLICAÇÃO

1ª PUBLICAÇÃO

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes do executado LUIS ANTÓNIO CASSIANO VIEIRA, casado com Maria João Severino Arrais Cassiano Vieira, ele com domicílio fiscal na Rua José Gomes Ferreira, N 10 – 3º A 2720-325 Amadora, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do bem a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art. 240º, CPPT) e que foi penhorado em 20 de Novembro de 2008 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas de que são responsáveis respeitantes a Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) do ano 2001, no montante actual de 2.279,51 €, sendo 1.496,40 € de quantia exequenda e 783,11 € de acréscimos legais.

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que, no processo de execução fiscal acima identificado em que é executada J L CARDOSO E FILHOS, UNIPESSOAL, LDA., que teve a sua sede em Zona Industrial – Quinta do Mocho – Santarém e que corre termos por dívidas à Administração Fiscal de Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e Coimas Fiscais (CF) dos anos de 2002 a 2008, foram penhorados em 20 de Novembro de 2008 os bens a seguir indicados, com vista a garantir o montante actual de 444.438,69 €, sendo 324.149,28 € de quantia exequenda e 120.289,40 € de acréscimos legais e que, no dia 12 de OUTUBRO de 2010, pelas 15,00 horas, se procederá à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art. 248º/1,CPPT) sendo o valor base para a venda o a seguir indicado, correspondente a 70% do valor atribuído a cada bem, não sendo consideradas as de valor inferior (art. 250º/4, CPPT).

BENS A VENDER

BENS A VENDER Fracção autónoma designada pela letra G do prédio urbano constituído no regime de propriedade horizontal, sito na Rua Vasco da Gama, N 39, na freguesia de Marvila, concelho de Santarém (Coordenada X: 152.385,00 e Coordenada Y: 251.626,00), cuja fracção respeita ao TERCEIRO ANDAR DIREITO destinado a habitação, composto de três assoalhadas, casa de banho, despensa, cozinha e marquise. Tem a área de 71,50m2 e as seguintes CARACTERÍSTICAS: Afectação: Habitação, Tipologia/Divisões: 3, Permilagem: 125,00, Nº de pisos: 1, Área bruta privativa: 71,50m2, Área bruta dependente: 00,00m2, Área total do terreno: 246,00m2, Área de implantação do edifício: 151,00m2, Área bruta privativa total: 71,50m2, Área do terreno integrante das fracções: 00,00m2. Inscrito na matriz no ano de 1989 sob o artigo urbano nº 2030 – Fracção G, da freguesia de Marvila. Acha-se descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o nº 00237/19880209-G (Marvila) É depositário o Sr. Luís António Cassiano Vieira, executado nos autos, o qual, nessa qualidade e depois de contactado no seu domicílio fiscal, o deverá mostrar aos interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 16 de NOVEMBRO de 2010, pelas 11,00 HORAS, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art. 248º/1,CPPT) sendo o valor base para a venda de 29.540,00€, correspondente a 70% do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (art. 250º/4, CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 16 horas do dia anterior ao da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA Nº 2089.2008.239 – LUIS ANTÓNIO CASSIANO VIEIRA”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto o executado, o seu cônjuge, os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art. 892º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (art. 253º/c. CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço ou parte dele, não inferior a 1/3 do valor da venda, devendo a restante parte ser depositada no prazo de 15 dias, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se refere a verba nº. 1 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos vinte e um dias do mês de Setembro do ano de dois mil e dez. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (Jorge Fernando Santos Morgado)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1299 de 24.09.2010)

VENDA Nº 2089.2010.294 – Valor base para as propostas de 1.400,00 € (Mil e quatrocentos euros): Um veículo automóvel pesado de mercadorias da marca DAF, modelo FAZ 2500 DHS, com a cilindrada de 8.207 cm3, consumindo gasóleo e com a matrícula SC – 96 – 52, de cor branca e outras, em mau estado de conservação e funcionamento, a que se atribui o valor de 2.000,00 euros (Dois mil euros). VENDA Nº 2089.2010.293 – Valor base para as propostas de 700,00 € (Setecentos euros): Um veículo automóvel pesado de mercadorias da marca IVECO, modelo 145.17 L/C, com a cilindrada de 5.301 cm3, consumindo gasóleo e com a matrícula QD – 86 - 92, de cor branca e outras, em mau estado de conservação e funcionamento, a que se atribui o valor de 1.000,00 euros (Mil euros).

É depositário dos bens o Sr. José Manuel Gonçalves Carvalho, com domicílio na Estrada Nacional 378 – Lote C – Quinta do Lago – 2865-000 Fernão Ferro, Telf. 212 128 250, o qual, no cumprimento das suas obrigações e depois de contactado, deverá mostrar os bens aos interessados. As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 16 horas do dia anterior ao da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA Nº 2089.2010.(nº da venda) – J L CARDOSO E FILHOS, UNIPESSOAL, LDA.”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto o legal representante da executada, bem como os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art. 892º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (art. 253º/c. CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço ou parte dele, não inferior a 1/3 do valor da venda, devendo a restante parte ser depositada no prazo de 15 dias, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos vinte e dois dias do mês de Setembro do ano de dois mil e dez. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (Jorge Fernando Santos Morgado)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1299 de 24.09.2010)


22

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Instituto Politécnico de Santarém

politécnico

Integram o Instituto Politécnico a Escola Superior Agrária de Santarém, Escola Superior de Educação de Santarém, Escola Superior de Desporto de Rio Maior, Escola Superior de Saúde de Santarém e Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém

APOIOS À SAÚDE E AO DESPORTO MUITO PROCURADOS

A Este é um dos quartos da residência Andaluz, com vista para o Tejo e para a lezíria

IPS prepara-se para novos alunos Apoios sociais ∑ Residências, bolsas de estudo, saúde e desporto Já cheira ao novo lectivo no Instituto Politécnico de Santarém. Tudo está a ser ultimado para receber os mais de 1000 novos alunos que deverão preencher as vagas que foram abertas este ano para os cursos de licenciatura.

Alojamento O Instituto dispõe de três residências de estudantes na cidade de Santarém, a do Complexo Andaluz, a residência de S. Pedro (na Escola Agrária) e a residência Pedro Álvares de Cabral no centro da cidade. São ao todo 281 ca-

mas disponíveis para receber estes novos alunos em Santarém. A residência Andaluz é a maior, com 153 camas e 72 quartos, salas de estudo, Internet, cozinhas equipadas, lavandaria e salas de convívio. A residência de S. Pedro tem 103 camas, 61 quartos, e as mesmas valências colectivas da anterior. A residência Pedro Álvares de Cabral, no centro da cidade, tem 25 camas e também as mesmas facilidades para os alunos. Além disso, na residência Pedro Álvares Cabral funciona um núcleo museológico

com vestígios do séc. XIII/ XIV encontrados aquando da remodelação deste edifício do séc. XVI. Os bolseiros têm prioridade no acesso a estas residências, mas existem também muitos alunos não bolseiros e foram reservadas 8 camas para os estudantes estrangeiros do programa Erasmus. A mensalidade paga pelos bolseiros é suportada por um suplemento mensal da bolsa, enquanto que os outros alunos pagam entre 97 e 112 euros por mês consoante o tipo de quarto. “São preços abai-

xo do mercado externo”, frisa o administrador dos Serviços de Acção Social (SAS), António Fonseca. O responsável acrescenta que em Rio Maior, os bolseiros têm apoio de 130 euros para se instalarem em quartos na cidade, visto que ainda não existe residência.

Prazos para bolsas As candidaturas às residências acompanham as candidaturas às bolsas de estudo. Para já, os SAS tencionam abrir ainda esta semana as candidaturas para as residências. Estas

Escola de Saúde acolheu novos alunos Os novos alunos da Escola Superior de Saúde foram recebidos na passada segunda-feira, dia 20. O director da Escola, José Amendoeira, apresentou a escola e os novos desafios de futuro e deixou alguns números que reflectem a dimensão desta instituição no panorama do ensino regional e nacional: frequentam a escola no presente ano lectivo cerca de

400 estudantes na licenciatura em Enfermagem; na 1ª fase de candidaturas concorreram 410 candidatos às 90 vagas disponibilizadas no concurso nacional; nesta fase foram colocados cerca de 90% de estudantes inscritos; para as 2ª e 3ª fases existem cerca de 100 novos estudantes, considerando os alunos Maiores de 23 e outros regimes de ingresso. No momento

actual, frequentam os cursos de mestrado mais de sete dezenas de enfermeiros e estão a decorrer as candidaturas para a 2ª edição destes mestrados. Durante este novo ano lectivo, a escola organizará também o III Congresso Luso-Espanhol de estudantes de Enfermagem e tem em curso preparação de um Mestrado Europeu em Enfermagem (Master Mundus).

podem ser feitas através do portal SIGARRA (www.ipsantarem.pt), assim como as candidaturas às bolsas de estudo. Em 2009/2010 foram atribuídas 1183 bolsas, com um valor entre os 90,20 euros e os 578 euros por mês. Valores que este ano podem baixar, alertou António Fonseca, devido ao novo método de cálculo do rendimento familiar. Segundo António Fonseca, os preços dos almoços vão manter-se nos 2,20 euros e os preços dos produtos mais consumidos nos bares vão ser ajustados.

Os SAS dinamizam também actividades desportivas para a comunidade académica e para a comunidade externa ao IPS. O Instituto dispõe de dois ginásios – na Agrária e na Gestão – e aqui podem ser frequentadas aulas de cardiofitness, musculação, cycling, hip hop, pilates, fitness, entre outras (horários e inscrições junto dos SAS). As aulas são ministradas por professores e estagiários da Escola de Desporto, mas também por estagiários da Escola Sá da Bandeira de Santarém. No ano passado, participaram nestas actividades 390 pessoas, e a procura externa foi de 45%, significando uma abertura do Instituto à cidade de Santarém. Os SAS criaram também um gabinete de saúde e acompanhamento psicopedagógico que tem sido muito procurado por alunos, professores e funcionários. Existem ainda consultas disponíveis para os alunos em várias unidades de saúde de Santarém e de Rio Maior. (detalhes em www.oribatejo.pt)


especial

Futebol

10/11 Coordenação: André Lopes Fotos: Élio Batista, Filipe Rego, Manuel Lopes e arquivo

As equipas, treinadores, jogadores, dirigentes, orçamentos, rankings e calendários dos clubes do distrito na Liga de Honra, 3ª Nacional - Série D e Divisão Principal


24 ESPECIAL FUTEBOL 10/11 | ABERTURA

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

O futebol no Distrito em 2010/2011 Apresentamos aqui as equipas do distrito de Santarém que participam em competições oficiais de futebol na época 2010/2011. Excepção feita para os clubes do campeonato distrital da Divisão Secundária (que começa a 3 de Outubro), um empreendimento que necessitaria de mais dois cadernos iguais a este, porque são cerca de trinta equipas. Tendo este caderno iniciado com a entrevista ao presidente da Associação de Futebol de Santarém, Rui Manhoso, na última edição de O Ribatejo, dá-se agora continuidade com um retrato geral de cada equipa, tomando o pulso ao estado das coisas: quais as propostas de cada clube para a nova época, a constituição dos plantéis e das equipas técnicas, passando pelos indispensáveis orçamentos ou tendências financeiras assumidas pelos dirigentes. São quinze as equipas apresentadas. Esta temporada há três equipas ribatejanas no Nacional, mais uma do que na época passada; o Atlético Riachense junta-se ao Monsanto na 3.ª Divisão Nacional (começou no dia 12 de Setembro) e ao Fátima na Liga Orangina (que começou a 28 de Agosto). Seguem-se as doze equipas da Divisão Principal da Associação de Futebol de Santarém, cujo calendário foi inaugurado no dia 5 de Setembro.

Liga de Honra

3.ª Divisão - Série D

Divisão Distrital Principal

O Centro Desportivo de Fátima chega pela primeira vez à segunda época consecutiva na Liga de Futebol Profissional com trouxa para se instalar definitivamente. Com o maior orçamento de sempre, quer definir-se como um clube profissional, tendo para isso de atingir um nível que cause impacto na sua massa associativa, nos adversários e nos patrocinadores.Para já, está a conseguir um feito insólito no distrito, que estava há muitas décadas sem representante nos escalões máximos do futebol. EQUIPAS: Fátima, GilVicente, Aves, Penafiel, Estoril, Leixões, Trofense, Moreirense, Covilhã, Oliveirense, Arouca, Feirense, Belenenses, Santa Clara – Freamunde, Varzim

O Monsanto, clube que há meia dúzia de épocas andava pelo distrital, tem despontado como um elemento estranho e extraordinário na região, dada a sua pequena dimensão. Depois de duas épocas na 2.ª Divisão Nacional, há quem considere que atingiu o ponto mais alto da sua história no jogo da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal com o Benfica na época passada. Agora o Monsanto regressa à 3.ª Divisão apostado em provar que a descida foi apenas um percalço. Olhando para a aposta na época que agora começa, só se pode deduzir que o clube já não se sente bem neste escalão, onde desta vez vai reencontrar o velho conhecido Atlético Riachense na série D. Três épocas e uma recusa de promoção depois, o Riachense regressa aos campeonatos nacionais para fazer o melhor possível. O clube alvi-negro tem-se destacado pela estabilidade que incute no plano desportivo, vencendo troféus atrás de troféus no Distrital. De facto, era difícil ter feito melhor; dos seis troféus das duas últimas épocas, só não ganhou um. Vamos ver como se sai num campeonato mais exigente, também em termos financeiros, uma vez que as equipas da série D, nenhuma fica aqui ao lado… Tal como na Divisão Principal do Distrital, este escalão nacional é disputado em séries de doze equipas, no sistema de duas fases, em que a segunda fase haverá seis equipas no grupo do apuramento de campeão e seis no da descida/manutenção. EQUIPAS: Monsanto, Atl. Riachense, Águias do Moradal, Ac. Viseu, Nogueirense, Oliveira do Bairro, Marinhense Tocha, Vigor da Mocidade, Sourense – Gândara, Benf. C. Brancow

A época 2010/2011 do campeonato distrital da Divisão Principal volta a ser disputado a doze equipas e duas fases, com jogos a duas voltas. A meio, o campeonato divide-se entre uma série de apuramento do campeão (seis equipas) e outra de manutenção (seis equipas). O discurso da contenção orçamental é transversal a todas as equipas que vão participar no campeonato. Contudo, não foi esse factor que impediu a constituição de equipas muito competitivas, fazendo antever mais um campeonato extremamente interessante e mesmo difícil de prever. Por outro lado, Torres Novas, Cartaxo e Fazendense são as equipas que sobressaem pela ambição renovada através de apostas fortes e propósitos de conquista anunciados, almejando criar, acima de tudo, um futebol predominante na Divisão Principal. Outras equipas, U. Tomar, Mação, Pego, Ouriquense, Ouriense, Benavente, Alcanenense, Samora Correia e Amiense, apresentam-se com propostas aparentemente mais terra-a-terra, com menos revoluções visíveis nos seus plantéis (com excepção para o Amiense), sempre dispostos a dar luta e conseguindo assegurar reforços que deixam adivinhar um ou outro brilharete, sem dúvida. Acima de tudo, que se jogue bem à bola ao domingo, para que ganhe também o espectador, o adepto e o associado. EQUIPAS: Torres Novas, U. Tomar, Mação, Pego , Fazendense, Ouriquense, Cartaxo, Ouriense, Benavente, Alcanenense, Samora Correia, Amiense


CALENDÁRIOS | ESPECIAL FUTEBOL 10/11 25

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

LIGA DE HONRA - LIGA VITALIS 1ª

JORNADA Varzim Santa Clara Feirense Covilhã Gil Vicente Moreirense Oliveirense Belenenses

JORNADA Arouca Penafiel Fátima Estoril Aves Trofense Freamunde Leixões

17ª

18ª

19ª

20ª

10ª

Aves Trofense Estoril Feirense Arouca Santa Clara Freamunde Leixões

22ª

12ª

23ª

13ª

24ª

14ª

25ª

15ª

Varzim Estoril Moreirense Penafiel Oliveirense Belenenses Aves Fátima

1ª 28ª

JORNADA

Águias Moradal Vigor Mocidade Marinhense Tocha Riachense BC Branco

30ª

Oliveirense Moreirense Gil Vicente Belenenses Covilhã Santa Clara Arouca Feirense

18ª

AC Viseu Nogueirense Oliveira Bairro Sourense Monsanto Riachense

JORNADA AC Viseu Nogueirense Oliveira Bairro Sourense Monsanto Riachense

17ª

19ª

BC Branco Gândara Águias Moradal Vigor Mocidade Marinhense Tocha

JORNADA

AC Viseu Gândara Águias Moradal Vigor Mocidade Marinhense BC Branco

BC Branco Águias Moradal Vigor Mocidade Marinhense Tocha Riachense

JORNADA

Gândara Águias Moradal Vigor Mocidade Marinhense Tocha BC Branco

16ª

Gândara AC Viseu Nogueirense Oliveira Bairro Sourense Monsanto

JORNADA Gândara AC Viseu Nogueirense Oliveira Bairro Sourense Monsanto

29ª

Leixões Freamunde Aves Trofense Estoril Fátima Penafiel Varzim

JORNADA Varzim Penafiel Fátima Estoril Aves Trofense Freamunde Leixões

3ª DIVISÃO NACIONAL – SÉRIE D

Moreirense Gil Vicente Covilhã Feirense Santa Clara Arouca Leixões Oliveirense

JORNADA Arouca Santa Clara Feirense Covilhã Gil Vicente Moreirense Oliveirense Belenenses

27ª

Aves Fátima Penafiel Oliveirense Varzim Belenenses Estoril Trofense

JORNADA Varzim Penafiel Fátima Estoril Aves Trofense Freamunde Belenenses

26ª

Covilhã Santa Clara Feirense Arouca Leixões Freamunde Moreirense Gil Vicente

JORNADA Arouca Santa Clara Feirense Covilhã Gil Vicente Moreirense Freamunde Leixões

Feirense Arouca Freamunde Leixões Trofense Gil Vicente Santa Clara Covilhã

JORNADA Arouca Santa Clara Feirense Covilhã Gil Vicente Trofense Freamunde Leixões

JORNADA Varzim Penafiel Fátima Estoril Aves Trofense Oliveirense Belenenses

Fátima Gil Vicente Oliveirense Moreirense Penafiel Estoril Belenenses Varzim

JORNADA Varzim Penafiel Fátima Estoril Aves Moreirense Oliveirense Belenenses

11ª

Santa Clara Freamunde Trofense Aves Covilhã Leixões Arouca Feirense

JORNADA Arouca Santa Clara Feirense Covilhã Aves Trofense Freamunde Leixões

21ª

Covilhã Belenenses Gil Vicente Varzim Fátima Oliveirense Moreirense Penafiel

JORNADA Varzim Penafiel Fátima Estoril Gil Vicente Moreirense Oliveirense Belenenses

Moreirense Covilhã Belenenses Penafiel Gil Vicente Feirense Varzim Oliveirense

JORNADA Varzim Penafiel Fátima Covilhã Gil Vicente Moreirense Oliveirense Belenenses

JORNADA Arouca Santa Clara Feirense Estoril Aves Trofense Freamunde Leixões

Trofense Fátima Santa Clara Freamunde Leixões Aves Estoril Arouca

JORNADA Arouca Santa Clara Fátima Estoril Aves Trofense Freamunde Leixões

Feirense Belenenses Varzim Covilhã Oliveirense Moreirense Gil Vicente Santa Clara

JORNADA Varzim Penafiel Feirense Covilhã Gil Vicente Moreirense Oliveirense Belenenses

16ª

Penafiel Arouca Freamunde Leixões Trofense Estoril Fátima Aves

JORNADA Nogueirense Oliveira Bairro Sourense Monsanto Riachense Tocha

22ª

Oliveira Bairro Sourense Monsanto Riachense Tocha Marinhense

JORNADA Oliveira Bairro Sourense Monsanto Riachense Tocha Marinhense

21ª

BC Branco AC Viseu Gândara Águias Moradal Vigor Mocidade Marinhense

JORNADA

Nogueirense AC Viseu Gândara Águias Moradal Vigor Mocidade BC Branco

20ª

Nogueirense Oliveira Bairro Sourense Monsanto Riachense Tocha

JORNADA

Oliveira Bairro Nogueirense AC Viseu Gândara Águias Moradal BC Branco

10ª

JORNADA

BC Branco Monsanto Riachense Tocha Marinhense Vigor Mocidade

11ª

25ª

Sourense Oliveira Bairro Nogueirense AC Viseu Gândara Águias Moradal

JORNADA

Sourense Oliveira Bairro Nogueirense AC Viseu Gândara Águias Moradal

24ª

Sourense Monsanto Riachense Tocha. Atl. Marinhense Vigor Mocidade

26ª

Monsanto Riachense Tocha Marinhense Vigor Mocidade BC Branco

23ª

BC Branco Nogueirense AC Viseu Gândara Águias Moradal Vigor Mocidade

CAMPEONATO DISTRITAL DE SANTARÉM • DIVISÃO PRINCIPAL – 1ª FASE 1ª

JORNADA

Cartaxo Pego Ouriense U. Tomar Samora Correia Amiense

Fazendense Alcanenense Ouriquense Benavente Mação Torres Novas

JORNADA Torres Novas Alcanenense Ouriquense Benavente Mação Fazendense

12ª

JORNADA

14ª

Torres Novas Fazendense Amiense Alcanenense Cartaxo Ouriquense Pego Benavente Ouriense Mação Samora Correia U. Tomar

13ª

Samora Correia Cartaxo Pego Ouriense U. Tomar Amiense

JORNADA

JORNADA

16ª

Fazendense Alcanenense Torres Novas Ouriquense Amiense Benavente Cartaxo Mação Pego U. Tomar Samora Correia Ouriense

15ª

Fazendense Samora Correia Alcanenense Torres Novas Ouriquense Amiense Benavente Cartaxo Mação Pego U. Tomar Ouriense

JORNADA Alcanenense Ouriquense Benavente Mação U. Tomar Ouriense

JORNADA

Alcanenense Fazendense Torres Novas Amiense Cartaxo Samora Correia

17ª

Samora Correia Fazendense Torres Novas Amiense Cartaxo Pego

JORNADA Ouriquense Benavente Mação U.Tomar Ouriense Pego

18ª

Ouriquense Benavente Mação U. Tomar Ouriense Pego

JORNADA

20ª

Ouriquense Benavente Alcanenense Mação Fazendense U. Tomar Torres Novas Ouriense Amiense Pego Samora Correia Cartaxo

19ª

Samora Correia Alcanenense Fazendense Torres Novas Amiense Cartaxo

10ª

JORNADA

Samora Correia Mação U. Tomar Atl.Ouriense Pego Cartaxo

Benavente Ouriquense Alcanenense Fazendense Torres Novas Amiense

11ª

JORNADA

22ª

Benavente Mação Ouriquense U. Tomar Alcanenense Ouriense Fazendense Pego Torres Novas Cartaxo Amiense Samora Correia

21ª


26 ESPECIAL FUTEBOL 10/11 | LIGA DE HONRA Fundado em 24 de Janeiro de 1966 Estádio Municipal de Fátima Relvado natural Lotação: 4000 espectadores Sócios: 900 Orçamento: 650 mil euros

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Centro Desportivo de Fátima

GRUPO DE TRABALHO Presidente: Luís Albuquerque Treinador: Diamantino Miranda

JOGADORES Filipe Leão( gr ex-Estoril), Sérgio (gr exu. Serra, Hugo Pinheiro (g.r.), Veríssimo, Hélio Neto, Jorge Neves, Kata, Miguel Neves, Nuno Sousa, Pina (ex-Carregado), Bruno Mestre (ex-Louletano), Varela (exEstoril), Rui Baião (ex-Olhanense), Pedro Moreira (ex- U.Leiria), Edson (ex-Gondomar) e Mauro Bastos (ex-R. Caália). Yartley, João Pereira, André Carvalhas, Abel Pereira, Mário Rui, Evandro Brandão, José Coelho, Leandro Pimenta e Rafael (todos emprestados pelo Benfica).

A época da afirmação

Treinador Diamantino Miranda

Presidente Luís Albuquerque

Em Fátima pretende-se que 2010/2011 seja uma época de mudança, assumindose definitivamente como um clube profissional, com presença permanente na Liga. O objectivo primeiro é dar ao emblema uma dimensão nacional através de uma forte e consolidada afirmação na Liga. Para isso, Luís Albuquerque providenciou um treinador de renome e com experiência na Liga, um aumento de orçamento (cerca de 100

mil euros) e uma reestruturação de fundo do plantel. Assentes os fundamentos da nova época, o presidente pediu a Diamantino Miranda uma posição na primeira metade da classificação, ao que o segundo respondeu que a ambição do Fátima não pode ter limites e que pode chegar ainda mais longe. Na base da escolha de Diamantino para técnico principal está o protocolo firmado

com o Benfica, que transforma o Fátima na sua equipa satélite. Uma das vantagens desta situação é o conhecimento que o treinador tem das características individuais da equipa, uma vez que também ele veio dos juniores do Benfica, sendo esta “a melhor forma de fazer evoluir estes ex-júniores , como o próprio o disse. Outra vantagem é o facto de os jovens jogadores encararem a aventura no Fáti-

ma como uma rampa de lançamento para voos mais altos e assim redobrarem a sua motivação. No total são nove jogadores que ficam esta temporada a título de empréstimo, dos quais dois (André Carvalhas e João Pereira) já alinharam de vermelho-tinto no ano passado. Para já, o Fátima ultrapassou a primeira meta, que era passar a fase de grupos da Taça da Liga.


3ª DIVISÃO NACIONAL - SÉRIE D | ESPECIAL FUTEBOL 10/11 27

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Fundado em 03 de Março de 1975 Estádio Joaquim Maria Batista, Alcanena (casa emprestada) Relvado natural Lotação: 4 000 Sócios: 300 Orçamento: 150 000

Grupo Desportivo e Recreativo de Monsanto

GRUPO DE TRABALHO Presidente: Rui Henriques Directores do futebol: João Pedro Filipe e José Torcato Treinador: Rui Gorriz Treinador-adjunto: Fernando Santos

JOGADORES Nuno Ribeiro (g.r. ex- Lourosa), Kléber (g.r. ex-Brasil), Pedro Fazenda, Ito, Filipe, Dani, Ba, Ragner, Bruno e Jamerson, Rui Figueiredo (ex-Onisilos, Chipre), Vivaldo (ex-Real Bétis), Pedro Mendes (ex-U. Serra), Pedro Gil (ex-Alcanenense), Wellington (ex-Alcanenense), Catita (ex-Amiense), Elton (ex-Portomosense), Pedro Emanuel (ex-Marinhense), Roberto (ex-júnior do Porto),Williams (ex-Vizela), Mirco (ex-Bragança), Neio (ex-Vigor).

Treinador Rui Gorriz

Director João Filipe

Fundado em 01 de Janeiro de 1932 Estádio Coronel Mário Cunha Relvado natural Lotação: 4 000 espectadores Orçamento: 40 mil euros

Objectivo elementar: ser o primeiro Mal tinha terminado a época passada, quando o Monsanto desceu à 3.ª Divisão Nacional, e já estavam alinhados os objectivos para a seguinte: regressar à 2.ª Nacional, como campeão da série D. Rui Gorriz, o treinador contratado no final da época passada na sequência de

uma chicotada psicológica, já mostrou ter pendor para o jogo de ataque, tendo em conta alguns resultados obtidos sob a sua batuta. O plantel à disposição de Górriz tem pouco a ver com o anterior, dado que foi feita uma remodelação profunda, com a ajuda

do novo director desportivo, José Torcato. Aos oito jogadores transitados da época passada junta-se um grupo de jogadores novos com origens muito diversas; desde o Alcanenense ao espanhol Bétis, havendo, ainda assim, maior incidência para clubes da região.

O Monsanto surge na série D como um dos favoritos à liderança da série D - juntando o forte investimento que foi feito na equipa à experiência e confiança do epíteto de equipa de 2.ª Divisão , o Monsanto tem os ingredientes necessários para acabar no topo.

Clube Atlético Riachense

GRUPO DE TRABALHO Director do Futebol: Miguel Cunha Treinador: Nando Costa Treinador-adjunto: Pedro Monserrate

JOGADORES Rui Galrinho (g.r.), Nelsón (g.r. ex-Torres Novas), Cláudio (g.r. ex-Ferroviários), Bruno Lemos, Carioca, Moita, Murcela, Nuno Paulo, Saúl, Pedro Galrinho, Paulito, Marco Gomes, Diogo Dias, Rafa, Miguel Luz, Mikael, Lucas, Fábio Pereira, Santana (ex-Gavionenses), Gonçalo (ex-Gavionenses), David (ex-U.Tomar), Emerson (ex-Sintrense) Sérgio (ex-júnior do Fátima), Bruno Araújo (exjúnior do Fátima).

Mesma qualidade, nova realidade

Treinador Nando Costa

Director Miguel Cunha

Depois de duas épocas históricas no distrital de Santarém, o objectivo da presença do Atlético Riachense na 3.ª Divisão Nacional não pode ser outro que a manutenção. Nando Costa, o treinador que foi promovido de adjunto a principal, conhece bem o plantel que tem à disposição, visto que 16

dos jogadores são os mesmos que ganharam tudo o que havia para ganhar a nível distrital na época passada. Mexeu-se pouco na equipa vencedora, contudo o desafio é outro; a 3.ª Divisão tem pesos-pesados como o Ac. Viseu, o Oliveira do Bairro ou o vizinho Monsanto, todas

equipas cujos orçamentos não se comparam com o do Riachense. Há três épocas fora das lides do campeonato nacional, o director Miguel Cunha foi o primeiro a assumir cautela para a nova aventura: estamos desfasados daquela realidade que agora tem menos equipas,

em princípio, mais fortes”. Nos dois primeiros jogos oficiais o Riachense teve sortes diferentes: venceu a Supertaça na final com o Alcanenense e foi eliminado da Taça de Portugal ante o Cesarense da 2ª Nacional, onde deixou a impressão de ser uma equipa muito combativa.


28 ESPECIAL FUTEBOL 10/11 | DISTRITAL - DIVISÃO PRINCIPAL

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Clube Desportivo Amiense Fundado em 01 Agosto de 1954 Campo da Azenha Relvado sintético Lotação: 1 500 Sócios: 600 Orçamento: 33 mil euros

GRUPO DE TRABALHO Directores Desportivos: João Serrote e Manuel Varanda Treinador: Gabriel Barra

O regresso às origens

JOGADORES Nuno Martins (g.r. ex-Monsanto), Fábio Santos (g.r. ex-júnior do Fátima), Rui Gaivoto, André Formiga, Carrapito, Cristiano, Ricardo Rei, Tiago Marinha, Luís Moleiro, Sérgio Mendes (ex-Cartaxo), Rui Zibaia (ex-Alcanenense), Cuba (ex-Alcanenense), Ivo Zibaia (ex-Alcanenense), Fojo (ex-Assentis), Hélder Casal (ex-Assentis), Amadeu (ex-U. Almeirim), Samuel (ex-Alcobertas), Parreira (inactivo), André Henriques (inactivo), João Torres (inactivo), João Filipe (ex-júnior), Mauro Garcia (ex-júnior), Sabiano (ex-júnior), Luís Nuno (ex-junior), Mauro Pulquério (ex-Rio Maior). E assim se faz uma equipa de raiz em três tempos. A prolongada indefinição directiva levou a que o Amiense perdesse quase toda a equipa. Quando foi decidida a par-

Director João Serrote

Treinador Gabriel Barra

ticipação, a duas semanas do começo do campeonato, os directores Serrote e Varanda tiveram de recorrer ao que estava mão. Tirando partido da forte envolvência criada

pela ligação da massa associativa aos atletas da formação - alguns parados há vários anos - o Amiense conseguiu reunir um plantel competitivo, onde se encontram, ainda

assim, várias referências da época passada. Já o guarda-redes Nuno Martins, que actuava no Monsanto na 2.ª Nacional, veio para se tornar uma delas. Gabriel Barra, que

treinou o Pontével, diz que ainda é muito cedo para avaliar o estado das coisas, mas tem a confiança de que os jogadores vão acabar por aparecer como equipa”.

à partida menos favorito do que no ano passado. Mas o dinheiro não é tudo e outras vertentes foram exploradas. O balneário sofreu uma pequena revolução, ficando apenas oito

jogadores do plantel anterior. Na base do planeamento está a descoberta de jovens talentos através da colaboração com o Monsanto, havendo vários jogadores estrangeiros ainda juniores que assina-

ram na esperança de dar nas vistas em Portugal. Como equipa, o novo colectivo é ainda uma incógnita, mas o veterano Paz Miguel veio de Torres Novas para se tornar capitão.

a uma dúzia de jogadores que fazem carreira na casa e à promoção de alguns juniores, juntam-se outros tantos vindos de fora para rejuvenescer e trazer mais-valias ao colectivo.

Contas feitas, o Cartaxo tem um plantel que oferece muitas e variadas opções ao técnico Cláudio Madruga, que vai assim tentar, ao seu segundo ano no clube, atingir o desejado equilíbrio entre experiência

e juventude, e sagrar-se campeão. A oferta qualitativa deste ano dá até margem de manobra suficiente para, do ponto de vista da táctica de jogo, baralhar os planos aos adversários.

AC Alcanenense Fundado em 01 de Janeiro de 1942 Estádio Joaquim Maria Batista Relvado natural Lotação: 4 000 Sócios: 550 Orçamento: 25 000

GRUPO DE TRABALHO Presidente: José Torcato Treinador: Alexandre Gama Treinadores Adjuntos: Pituxa e Nuno Vicente

Muita juventude

JOGADORES Ricardo Quaresma (g.r.), Danilo (g.r. júnior), Tóni, Peu, Eraldo, João Nuno, Hugo, Ismar, Soma, Alison, Diego (júnior, Brasil), Maicon (júnior, ex-Porto), Rodrigues (ex-júnior do Amiense), Filipe (ex-Torres Novas), Vinicius (ex-Monsanto), Fábio Pereira (ex-Torres Novas), Tiago Ferreira (ex-Torres Novas), Paz Miguel (ex-Torres Novas), Tiago Oliveira (ex-Ferroviários).

Presidente José Torcato

Treinador Alexandre Gama

Os objectivos do novo treinador, antigo adjunto de Torcato, é ficar entre os seis primeiros no campeonato e vencer a Taça do Ribatejo. “Talvez à terceira final consecutiva seja de vez”, diz Gama em relação à

Taça. Para já, outro objectivo ficou pelo caminho: a Supertaça perdida para o Riachense. Em parte graças à redução do apoio camarário, o Alcanenense reduziu o orçamento, parecendo

Sport Lisboa e Cartaxo Fundado em 08 de Maio de 1937 Estádio Municipal do Cartaxo Relvado natural Lotação: 3 000 Sócios: 800 (pagantes) Orçamento: 45 000

GRUPO DE TRABALHO Director desportivo: João Anacleto Treinador: Cláudio Madruga

Umas das equipas mais fortes

JOGADORES Peter (guarda-redes), Tiago Travessa, (exAmiense), Bernardo, Neves, Eduardo, Gil, Miguel Calisto, João Isidoro, Joel, Serginho, Bruno Brito, Nuno Casimiro, Ruas (ex-Monsanto), Júlio Baptista (ex-Monsanto), Bruno Ferreira (ex-Monsanto), Hugo Monteiro (ex-Amiense), Tiago Dias (ex-Torres Novas), Sudesh (ex-Torres Novas), Quim Frazão (exBeneditense), Ricardo Henriques (ex-júnior), Miguel Moreira (ex-júnior) e Rafael Barbosa (ex-júnior). Se no começo do campeonato do ano passado, o Cartaxo apresentava no seu leque de reforços um número maior de jogadores da formação, este ano, ao contrário, virou-se mais para outras bandas,

Director João Anacleto

Treinador Claudio Madruga

conseguindo aliciar vários jogadores que, de uma ou outra forma, deram nas vistas recentemente. A metodologia do Cartaxo é um bom exemplo do que tantos outros clubes distritais fazem, ou seja,


DISTRITAL - DIVISÃO PRINCIPAL | ESPECIAL FUTEBOL 10/11 29

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

GD Torres Novas Fundado em 01 de Janeiro de 1945 Estádio Municipal Dr. Alves Vieira Relvado natural Lotação: 15 000 Sócios: 500 (pagantes) Orçamento: 50 mil euros

JOGADORES

GRUPO DE TRABALHO Presidente Comissão Administrativa: João Paulo Martins Treinador: João Henriques Treinador Adjunto: Paulo Fernandes

Aposta forte para conquistar título

André Fojo (g.r.), Telmo (g.r. ex-Alcanenense), Rui Carvalho, Nelson Ramos, Paulo Nuno, Ricardo Branco, Cajú, Martin, André Luís, Pereira, Bruno Ferreira, David Vieira, Mário Nelson, Miranda, Renato (ex-Alcanenene), Tiago Vieira (ex-Alcanenense), e João Caetano (exAlcanenense), Fred (ex-U. Serra), Nelson Rato (U.Serra), Luis Carlos (ex-Riachense), Ayrton (ex-Riachense), Pelarigo (exAmiense), Pedro Nobre (ex-Amiense) e Denilson (ex-Marítimo). Apesar de as intenções do Torres Novas passarem por “impor o nome do clube através de uma equipa competitiva” e “atingir a final da Taça Ribatejo”, restam poucas dúvidas de que, na corrida ao

Presidente João Paulo Martins

Treinador João Henriques

título de campeão 2010/11, parte na pole position. Basta ver que no novo elenco, várias opções seriam facilmente aceites em qualquer equipa do distrital. Pescando nos melho-

res plantéis da época passada, como o Riachense, o Amiense ou o Alcanenense, a gestão de João Martins também já nos habituou às contratações bombásticas: depois dos jogadores da selecção de

futebol de praia na época passada, este ano chega Denilson, um extremo emprestado pelo Marítimo. Confiança dá também a permanência da equipa técnica com que os amarelos foram campeões pela

última vez, em 2006/07, dirigida por João Henriques. Para já, a préépoca foi animadora: os amarelos venceram o torneio de Riachos em que participaram equipas de escalões superiores.

o U. Tomar aproveita um acordo com um agente desportivo responsável por colocar jogadores a rodar em diversos clubes. Às duas únicas novas contratações já feitas, o U. Tomar vai adicionar mais

dois jogadores estrangeiros ainda por revelar, fruto desse acordo. Com a estabilidade da maior parte do plantel e da equipa técnica, o director Paulo Moura é assertivo quando afirma que os toma-

renses têm capacidade para honrar o emblema do mesmo modo que tem acontecido ultimamente, ou seja, terminando a primeira fase com tranquilidade entre os seis primeiros.

Nacional (Alex, Zé Miguel) e alguns regressos à casa de criação (Fábio, Liká, Matias e outra vez Zé Miguel). Mas Filipe Rego, o técnico que ingressou a meio da época passa-

da quando a manutenção parecia cada vez mais difícil, quer vencer o seu primeiro título de campeão, sabendo à partida que não será fácil, tendo em conta os fortes adversários que partilham o

objectivo. Tem às suas ordens cerca de metade do plantel que transitou da temporada passada, outros tantos são caras novas, e há ainda lugar para três novatos.

União de Tomar Fundado em 04 de Maio de 1914 Estádio 25 de Abril Relvado Sintético Lotação: 2 000 Sócios: 1 200 Orçamento: 25 000 euros

JOGADORES Ricardo (g.r.), André Pira (g.r.), João Pedro (g.r. ex. júnior), Roriz, Marinheiro, André Ferreira, Tiago Mendes, Rui Ferreira, Rui Henriques, Tiago Patrício, Marquito, Paulo Godinho, Fábio Marques, Nuno Veríssimo, Quim, Nelson Santos, Fernando Gerardo (sem clube), China (ex-Alferrarede), Gabriel (ex-Assentis), Pedro Figueiredo (ex-júnior), João Carvalheiro (ex-júnior), Mauro Santos (ex-júnior), Melo (ex-júnior), Rito (ex-júnior).

GRUPO DE TRABALHO Dep. Futebol: Paulo Moura Treinador: Eduardo Fortes Fisioterapeuta: João António

Honrar o clube com uma boa classificação

Com um orçamento assumidamente idêntico ao do ano passado, os nabantinos estão de volta com mais uma produção caseira. Que aquele terreno é fértil, já as épocas passadas o indica-

Director Paulo Moura

Treinador Eduardo Fortes

ram, e os seis juniores promovidos à equipa adulta este ano provamno mais uma vez. São a equipa do distrital que subiu mais juniores na corrente época. À semelhança de alguns clubes da região, também

AD Fazendense Fundada em 08 de Maio de 1944 Estádio José Sousa Gomes Relvado sintético Lotação: 2 000 Sócios: 300 Orçamento: 50 mil euros

GRUPO DE TRABALHO Presidente: Botas Moreira Treinador: Filipe Rego Treinador-adjunto: Carlitos

Voltar a correr pelo título

JOGADORES Pedro Miguel (g.r.), Palhoto, André Batata, Miguel Henriques, João Madeira, Tiago Capeto, Nuno Lucas, Valter Xaparro, Bruno Carrapato e Pedro Rebita. Sérgio Russo, (ex-Ouriquense), Ruben (ex-Atlético da Malveira), Kiko (ex-Académica de Santarém), Fábio Matias (ex-Académica de Santarém), Alex (ex-Monsanto), Liká (ex-Amiense), Fábio (ex-Cartaxo), Jorge Matias (ex-U. Almeirim), Zé Miguel (exU.Serra), João (ex-júnior), Nuno Ramos (exjúnior) e Fidalgo (ex-junior). Querer fazer do Fazendense um clube de divisão nacional é algo que já não passa pela cabeça dos dirigentes do clube de Fazendas de Almeirim. Contudo, o prestígio de conseguir ser a melhor equipa

Presidente Botas Moreira

Treinador Filipe Rego

do campeonato distrital é um desiderato que ninguém consegue esconder. Nem o plantel conseguido este ano. Repleto de bons valores, o grupo inclui jogadores de 2.ª Divisão


30 ESPECIAL FUTEBOL 10/11 | DISTRITAL - DIVISÃO PRINCIPAL

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

AD Mação Fundada em 19 Novembro de 1978 Estádio Agostinho Pereira Carreira Relvado sintético Lotação: 1 500 Sócios: 200 Orçamento: 40 000 euros

GRUPO DE TRABALHO Presidente: João Espírito Santo Treinador: Paulo Costa Treinador Adjunto: Paulo Esteves

Querer mais do que o mínimo

JOGADORES Mário Lopes (guarda-redes), Carlos Nabais (guarda-redes, ex-Ferroviários), Cláudio Marques (guarda-redes, ex-júnior), Pelé, Bruno Pita, Luís Esteves, Luís Vieira, Nuno Rodrigues, Pedro Fernandes, Seninho, Jorge Rosado, Gonçalo Santos (ex-Gavionenses), Pedro Roldão (ex-Pego), Vany (ex-Gavionenses), Rui Sousa (ex-Pego), José Santos (ex-Alferrarede), Marco Alemão (exFerroviários), Sérgio Salgado (ex-Ferroviários), João Victor (ex-júnior), João Miguel (ex-júnior) e Guilherme (ex-júnior do Benfica de Abrantes). Ser o melhor dos últimos nunca foi sossego para ninguém, nem ajuda ao espírito competitivo das equipas. Por isso, com o novo treinador, Paulo Costa, o Mação renova as ambições, almejando evitar

Presidente João Espírito Santo

Treinador Paulo Costa

a todo o custo as aflições por que tem passado nas últimas épocas para conseguir a manutenção. O novo treinador veio do Ferroviários, que no ano passado fez uma primeira fase da Divisão Secundá-

ria quase imaculada, e confessa querer fazer do Mação uma equipa inabalável em busca dos pontos. A distância geográfica dificulta o aliciamento de atletas de fora para jogar em Mação, ainda para

mais com o orçamento cada vez mais apertado, como postula João Espírito Santo. Apesar de tudo, são nove os reforços para a presente época, três dos quais seguiram o treinador do seu antigo clube.

Além do objectivo da manutenção, o Mação não quer perder a tradição recente de chegar longe na Taça, que conquistou há três épocas e onde chegou à meia-final na passada.

consecutiva na Principal, os pelados não podem voltar à competição. E, com esta, já vão duas. Mas o Pego acabou por reunir facilmente uma equipa onde se incluem vários bons reforços. En-

tre eles, velhas raposas que são referências distritais: o guardaredes Vítor Bernardes e o médio Telmo foram contratados para injectar experiência e confiança num plantel muito jovem, a maio-

ria com 18/20 anos. Os pegachos têm a estrelinha de causar surpresas nos jogos do campeonato e Fernando Costa, que tem mostrado saber do ofício, afirma que têm vantagem nos jogos em casa.

Quem também regressou ao Ouriense para dar um novo ânimo foi o presidente João Sousa, que para isso abandonou a Associação de Futebol, determinado a ajudar a progredir o clube da sua terra.

Carlos Jorge, um jovem treinador em evolução, há quatro anos como técnico principal, tem esta época à disposição um grupo de jogadores que conhece muito bem: a maioria dos quais são da

formação do clube e contam já com permanências prolongadas em Ourém. Estarão certamente muito motivados uma vez que, na época passada, foram campeões indiscutíveis.

GD Pego Fundado em 23 de Março de 1987 Parque Desportivo do Pego Pelado Lotação: 2000 Sócios: 350 Orçamento: 35 000 euros

GRUPO DE TRABALHO Presidente: Hermínio Rosado Treinador: Fernando Costa Treinador Adj: Sérgio Fontinha

Exemplo de resistência

JOGADORES Paulo Rosado (guarda-redes), Vítor Bernardes (guarda-redes, ex-Gavionenses), João Rosa (guarda-redes, ex-júnior do Eléctrico), João Ruivo, Nó, Hugo Emídio, Bechalha, Chippy, Vítor Lúcio (ex-Alferrarede), André Calor (ex-Bemposta), Bruninho (ex-Gavionenses), Telmo (ex-Ferroviários), Lucas (ex-Mação), Pedro Fernandes (ex-Arreciadas), Nuno Mateus (ex-Gavionenses), Gil (ex-futsal, dos Patos), Dani (ex-júnior do Eléctrico), João Oliveira (ex-júnior). “O importante é ficar neste campeonato, embora saibamos que não temos as mesmas condições que outras equipas”. Quem o diz é Hermínio Rosado, o dirigente que confessa ser “difícil atrair jo-

Presidente Herminio Rosado

Treinador Fernando Costa

gadores para jogar num pelado”. O Pego perdeu vários jogadores por causa do seu terreno de jogo, inclusivamente alguns que preferem a relva na Divisão Secundária. A verdade é que à quarta época

Atlético Ouriense Fundado em 27 de Junho de 1949 Campo da Caridade Relvado Sintético Lotação: 1 000 Sócios: 600 Orçamento: 40 000 euros

GRUPO DE TRABALHO Presidente: João Sousa Dep. Futebol: Pedro Simões Treinador: Carlos Jorge (Cajó)

Daqui ninguém nos tira

JOGADORES Nuno Batalha (g.r.), André (g.r.) e Filipe (g.r. ex-júnior do Fátima), Nuno Tordo, Joel, Diogo, Mika, Bolinhas, Nuno Reis, Dino, Célio, Dércio, João Simões, Jogui, Leandro, Ricky, Rui, Marco, Steven, Rodrigo (ex-Trafaria), Ricardo Coelho (ex-Sp. Pombal), Etienne (ex-Villemomble - França), André Pereira (ex-Ferroviários), João Silva (ex-júnior), Fabien (ex-júnior) e Tiago Crachat (ex-júnior do Fátima). O campeão distrital da Divisão Secundária regressa para o pé dos mais fortes com armas apontadas à intermitência competitiva do clube, que o tem levado a competir numa divisão diferente em cada

Director Pedro Simões

Treinador Carlos Jorge

uma das últimas quatro épocas. É Pedro Simões, de regresso à direcção do futebol depois de dois anos de interregno, quem afirma o principal objectivo para este ano: consolidar o clube na Principal.


DISTRITAL - DIVISÃO PRINCIPAL | ESPECIAL FUTEBOL 10/11 31

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Estrela Ouriquense Fundado em 01 de Julho de 1937 Complexo Desportivo Ribeiro Ferreira Relvado sintético Lotação: 2000 Sócios: 432 Orçamento: 25 000 euros

GRUPO DE TRABALHO Presidente: Carlos Albuquerque Treinador: Pedro Murteira

Fazer uma época tranquila

JOGADORES Ivo (g.r.), Fábio (g.r., ex-junior), Castanheira (g.r. ex-Pernes), Morais, Dani, Tiago Santos, Afonso, Sequeira, Serôdio, Gonçalo Francisco, Luís Oliveira, Roque, Jorge Antunes, César Costa, Aranha, Sacramento (ex-Ac. Santarém), Carlos Monteiro (ex-Moçarriense), João Rodrigues (exMoçarriense), Jorge Velez (ex-Emp. Comércio), Carlão (Ex-Pernes), José Santos (ex-Pernes), Gabi (ex-Cartaxo), Ricardo Godinho (ex-Cartaxo), Bernardo (júnior), Lisboa (ex-júnior do Cartaxo). Ao contrário do ano passado, o Estrela passa por um período de tranquilidade directiva e financeira. Com as contas pagas e a previsão de uma temporada tranquila

Presidente Carlos Albuquerque

Treinador Pedro Morteira

nesse aspecto, Carlos Albuquerque é assertivo quando se fala na preparação: quem quer quer, quem não quer então há muitos jogadores bons na região”. Este é um aspecto bem visível

grupo dos seis primeiros. Apesar de Murteira ser conhecedor dos fortes investimentos de alguns adversários, não se amedronta, partindo para todos os jogos com o objectivo da vitória.

no plantel, com 12 reforços, muito deles vindos da Divisão Secundária com vontade de vingar num clube da Principal, como são os casos daqueles que o treinador Pedro Murteira trouxe de Pernes.

De resto, Gabi e Ricardo Godinho podem ser considerados como reforços experientes. O objectivo da permanência emerge assim com mais naturalidade, com os olhos postos no

para colmatar algumas baixas no plantel. É o caso de Luís Semeano, 37 anos, que saiu do Atlético Clube de Portugal, militante da 2.ª Nacional, para ajudar a equipa da sua

terra natal, no terreno e no banco, acumulando as tarefas de treinador e jogador. O grande objectivo é passar ao grupo de apuramento de campeão sem peripécias, já na 1.ª

fase. Segundo o director desportivo Joaquim Ganhão, o Benavente está mais forte do que estava na época em que foi despromovido e tem capacidades para ombrear com os seis primeiros.

que para isso tenha alterado os seus planos prioritários de estabilidade financeira. No ano passado saíram vários jogadores, ficaram os da casa e João Bancaleiro foi promovido a treinador Principal.

Tudo isto foi bastante para conseguir a subida e agora ter a possibilidade de testar o grupo que é 90 e tal por cento formado na casa” na divisão máxima do distrital. Posto isto, o plantel está prati-

camente na mesma deste a época passada, tendo sido acrescentados apenas quatro ex-júniores e três reforços, dos quais Fábio Alves e Piri, como bons filhos que a casa tornam.

GD Benavente Fundado em 05 de Setembro de 1950 Estádio Portas do Sol Relvado natural Lotação 2 500 Sócios: 600 Orçamento: 30 000

GRUPO DE TRABALHO Dep. Futebol: Joaquim Ganhão Treinador/jogador: Luís Semeano

Capacidade para incomodar

JOGADORES Nuno Sebastião (guarda-redes), Marco Godinho (guarda-redes), Sérgio Antunes (guarda-redes ex-Arepa), Cação, Ganhão, Jorge Santinho, Cláudio Cardoso, Fábio Duarte, Lino Perdigão, Bruno Daniel, Formiga, Bruno Pedro, Vando, Nuno Teixeira, Luís Parracho, Márcio Semeano, Alexon Sousa, Nuno Gaiato, Semeano (Atlético C. P.), Franklin (exFazendense), Tocha (ex-Fazendense), Bruno Santinho (Bélgica). Como as outras equipas que foram promovidas, o Benavente executou apenas ligeiras alterações no plantel. Os poucos reforços são, ainda assim, jogadores com gran-

Director Joaquim Ganhão

Treinador Luís Semeano

de experiência futebolística e só podem acrescentar valor a uma equipa já de si competitiva, como a época passada provou, quando foi promovida. Os planeadores dizem que foram escolhidos a dedo

GD Samora Correia Fundado em 08 de Setembro de 1975 Estádio da Murteira Relvado natural Lotação: 3 000 Sócios: 500 pagantes Orçamento: 25 000

GRUPO DE TRABALHO Dep. Futebol: Jorge Martins Treinador: João Bancaleiro Teinadores-adjuntos: Luís Catarino

JOGADORES Carrelhas (g.r.), António Silva (g.r. exjúnior), Tavares, Valdo Oliveira, Luís Resende, Achim, Carlos, Paulo Sérgio, Caveira, Ricardo Esteves, Ivo, João Pernes, Pimenta, Nuno Matias, Cardoso, Tancredo, Victor Hugo, Andry Levchenko, Fábio Alves (ex-Benavente), Piri (ex-Benavente), Paiva (ex-Arepa), Ângelo Lopes (ex-júnior), Bruno Pernes (ex-júnior), Ernesto (ex-júnior).

Director Jorge Martins

Treinador João Bancaleiro

Um capricho do destino

Com uma redução para cerca de metade do orçamento relativamente à última vez que esteve nesta divisão (2008/2009), o regresso do Samora aparece na história quase como um acontecimento

inevitável. O clube que renunciou à presença na Divisão Principal no ano passado acabou por terminar num lugar de promoção da Secundária, regressando agora ao conjunto dos doze magníficos, sem


ESPECIAL FUTEBOL 09/10| RANKING


RANKINGS | ESPECIAL FUTEBOL 10/11 33

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Os clubes mais vitoriosos do distrito CAMPEÕES DISTRITAIS DA 1ª DIVISÃO

RANKING DOS CLUBES DO DISTRITO EM CAMPEONATOS NACIONAIS (Presenças entre 1938/39 e 2009/2010) CLUBES 1 C.D. TORRES NOVAS 2 U. TOMAR 3 U. D. SANTARÉM * 4 U. ALMEIRIM 5 C.D. FÁTIMA 6 A. C. ALCANENENSE 7 G. D. FERROVIÁRIOS 8 U.D. RIO MAIOR ** 9 S.L. CARTAXO 10 G.D. BENAVENTE 11 TRAMAGAL S.U. 12 G.D. O CORUCHENSE 13 G.D. SAMORA CORREIA 14 G.D. MATRENA 15 C.D. ALFERRAREDE 16 C.A. RIACHENSE 17 A.D. FAZENDENSE 18 C.D. AMIENSE 19 C.D. MARINHAIS 20 ABRANTES F. C. 21 MONSANTO 22 ACAD. SANTARÉM 23 ROSSIENSE 24 SPORTING TOMAR 25 U.F. ENTRONCAMENTO 26 C.D. OS ÁGUIAS ALPIARÇA 27 VASCO DA GAMA 28 OURIQUENSE

1ª DIV. 3 -

L. HONRA 2 -

2º DIV. 24 16 13 4 11 4 10 7 3 1 8 5 3 4 4 1 4 2 2 1 -

3ª DIV. 27 17 19 26 13 20 13 15 19 18 10 13 14 7 11 11 10 7 5 1 4 2 1 1 1

TOTAL 51 36 32 30 26 24 23 22 22 19 18 18 17 11 11 11 10 7 5 5 5 4 4 2 1 1 1 1

* Inclui sete participações na 3ª divisão do S.G.S. “Os Leões” de Santarém, que juntamente com Operário viriam a dar origem ao U. D. Santarém. ** Inclui uma participação na 2ª divisão (1945/146) do C. F. “Os Mineiros” de Rio Maior, clube que esteve na origem do U. D. R.io Maior.

1924/25 SGS Os Leões 1925/26 SGS Os Leões 1926/27 SGS Os Leões 1927/28 Torres Novas FC 1929/30 SGU Operária 1930/31 SGU Operária 1931/32 SGU Operária 1932/33 SGU Operária 1933/34 SGS Os Leões 1934/35 SGU Operária 1935/36 SGU Operária 1936/37 Ac. Santarém 1937/38 Ac. Santarém 1938/39 Ac. Santarém 1947/48 Rossiense 1948/49 Rossiense 1949/50 Torres Novas 1950/51 Ferroviários 1951/52 Ferroviários 1952/53 SGS Os Leões

1953/54 Torres Novas 1954/55 Torres Novas 1955/56 Torres Novas 1956/57 Torres Novas 1957/58 Torres Novas 1958/59 Torres Novas 1959/60 Tramagal 1960/61 Tramagal 1961/62 Tramagal 1962/63 Tramagal 1963/64 Tramagal 1964/65 U. Tomar 1965/66 Tramagal 1966/67 Tramagal 1967/68 Ferroviários 1968/69 Alcanenense 1969/70 Alferrarede 1970/71 Amiense 1971/72 Cartaxo 1972/73 Alferrarede

1976/77 1977/78 1978/79 1979/80 1980/81 1981/82 1982/83 1983/84 1984/85

1985/86 1986/87 1987/88 1988/89 1989/90 1990/91 1991/92 1992/93 1993/94

1973/74 Alcanenense 1974/75 Benavente 1975/76 Matrena 1976/77 Amiense 1977/78 Rio Maior 1978/79 Coruchese 1979/80 Alferrarade 1980/81 U. Almeirim 1981/82 Marinhais 1982/83 Samora Correia 1983/84 Fátima 1984/85 Ág. Alpiarça 1985/86 Cartaxo 1986/87 Marinhais 1987/88 U. Tomar 1988/89 Torres Novas 1989/90 Marinhais 1990/91 Benavente 1991/92 Rio Maior 1992/93 U. Almeirim

1993/94 Samora Correia 1994/95 Alcanenense 1995/95 Fazendense 1996/97 Samora Correia 1997/98 U. Tomar 1998/99 Ferroviários 1999/00 U. Almeirim 2000/01 Riachense 2001/02 Rio Maior 2002/03 Abrantes 2003/04 Monsanto 2004/05 Ouriquense 2005/06 Cartaxo 2006/07 Fazendense 2007/08 Torres Novas 2008/09 Riachense 2009/10 Riachense

VENCEDORES DA TAÇA RIBATEJO Amiense Não se disputou U. Santarém Riachense Tramagal Tramagal Samora Correia Cartaxo Ág. Alpiarça

Sardoal Ág. Alpiarça Pego Vasco da Gama Ferreira do Zêzere Benavente Alferrarede Alferrarede Samora Correia

1994/95 1995/96 1996/97 1997/98 1998/99 1999/00 2000/01 2001/02 2002/03

Tramagal Coruchense Coruchense Ferroviários Azinhaga Rio Maior Cartaxo Rio Maior Abrantes

2003/04 2004/05 2005/06 2006/07 2007/08 2008/09

Monsanto Amiense Fazendense Ouriquense Mação Riachense

2009/10 Riachense


34

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

desporto Distrital

Divisão Principal

Três séries na Secundária À semelhança da época passada, a Divisão Secundária está distribuída por três séries, obedecendo ao critério geográfico. A diferença é que em vez de 29 clubes, este ano há apenas 25, ficando assim duas séries com oito e uma com nove. Com nove equipas, a série A é constituída por Alferrarede, Tramagal, U. Abrantina, Atalaiense, Ferroviários, Meiaviense, Goleganense, U. Chamusca e Ferreira do Zêzere. Com oito, a série B: Assentis, Mindense, Vasco

Z

Samora Correia Torres Novas Amiense Cartaxo Pego Ouriense

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12.

Cartaxo Pego U. Tomar Torres Novas Benavente Amiense Ouriense Samora Correia Mação Ouriquense Fazendense Alcanenense

3 3 3 2 3 1 3 3 3 3 2 3

2 2 1 1 1 1 0 0 0 0 0 0

1 1 1 1 1 0 3 2 2 2 1 1

0 0 0 1 0 1 0 0 1 1 1 2

GOLOS

6-1 4-2 4-3 1-0 3-3 1-0 1-1 2-3 1-3 2-6 0-1 1-3

PONTOS

DERROTAS

EMPATADOS

0 0 1 0 1 0

JOGOS

Fazendense Ouriquense Benavente Mação U. Tomar Alcanenense

VITÓRIAS

Classificação 0 4 2 0 1 1

4ª jornada (26 Setembro) Fazendense Alcanenense Ouriquense Benavente Mação U. Tomar

da Gama (um regresso), Cercal, Caxarias, Pernes, Moçarriense, Emp. Comércio. A série C também tem oito equipas: Coruchense, Salvaterrense, Barrosense, Arepa, U. Almeirim, Glória, Marinhais, Pontével. O sorteio decorreu na passada segunda-feira, dia 20, estando programada a 1.ª jornada da série A para 3 de Outubro. Nas séries B e C, ambas com oito clubes, o campeonato começa uma semana mais tarde, no dia 10.

DISTRITAL - DIVISÃO PRINCIPAL

3ª jornada Torres Novas Cartaxo Pego Ouriense Samora Correia Amiense

Pego e Cartaxo na frente

7 7 4 4 4 3 3 2 2 2 1 1

As primeiras jornadas pautaram-se pela existência de alguns resultados bem interessantes. A 3.ª jornada deu continuidade a essa tendência e vemos agora o Cartaxo e o Pego na fuga do pelotão. Finalmente a conta dos golos subiu um pouco, muito graças à primeira goleada da época, imposta pelo Cartaxo ao Ouriquense. No dérbi concelhio, os cartaxenses bateram o Estrela por uns esclarecedores 4-0. O Pego continua na mó de cima, conseguindo atingir o seu objectivo para a época: vencer todos os jogos em casa. Depois da vitória sobre o Alcanenense e o empate fora com o Ouriquense, desta vez a vítima foi o Benavente. Mas houve outro resultado que salta à vista. Depois de uma pré-época tardia, o Amiense fez a sua estreia no campeonato da melhor forma, batendo em casa os vizinhos do Alcanenense. A turma alcanenense, orientada por Alexandre Gama está a ter um

A

Na vitória do Amiense, Ricardo Rei foi mais feliz do que Peu mau início de campeonato, tendo sofrido a segunda derrota em três jogos. O U. Tomar acumulou mais um ponto no difícil terreno do Samora Correia, depois de ter estado a vencer durante quase toda a partida. Dois candidatos à con-

quista do título marcaram passo na persecução do seu objectivo. Torres Novas e Fazendense, diz quem viu, protagonizaram um jogo nada abonatório do futebol, que terminou com o nulo no marcador. Ambas as equipas têm, contudo, um jogo a me-

nos. Outro nulo aconteceu em Ourém, onde o Mação foi empatar com o Atlético local. Na próxima jornada, domingo que vem, o Fazendense vai fazer o seu primeiro jogo em casa e também tentar vencer pela primeira vez, ante o Samora. O Cartaxo tem oportunidade de segurar a liderança no jogo em Benavente, enquanto o Pego joga em Mação, equipa que ainda não venceu. O Torres Novas vai tentar aproveitar a má forma do Alcanenense, contudo o jogo decorre em Alcanena. O U. Tomar recebe o Ouriense, que só tem empates e o Amiense quer continuar a surpreender em Vila Chã de Ourique. Na quarta-feira, dia 29, recupera-se ainda o calendário, com o jogo entre Amiense e Torres Novas. Como ainda estamos no princípio do campeonato, o vencedor deste jogo em atraso pode dar um salto significativo na tabela.

Taça de Portugal

Fátima passa, Monsanto arredado O Fátima é já o único representante ribatejano na Taça de Portugal. A 2.ª eliminatória correu mal ao Monsanto, que foi perder no reduto do Merelinense, uma equipa do concelho de Braga, a militar na 2.ª Divisão Nacional. O Monsanto, que ficou isento da 1.ª eliminatória, perdeu 3-1. Já o Fátima, protagonizou um jogo sofrido, caracterizado pelo encontro entre os conhecidos treinadores Diamantino Miranda e Carlos Manuel, este do Oriental, uma equipa do escalão abaixo do Fátima. Diamantino ainda sofreu um susto quando o Oriental se colocou em situação

A Yartey marcou o golo que colocou o Fátima na 3.ª eliminatória de vantagem no primeiro minuto do jogo. Mas à passagem dos 20 minutos, a estreia de Mauro Bastos pela equipa fatimense foi coroada de êxito de-

pois de ter aproveitado uma má marcação defensiva do Oriental para cabecear para o interior das redes. Já na 2.ª parte foi Yartey, um dos emprestados do

Benfica, quem sentenciou o jogo, colocando o Fátima na 3.ª eliminatória, que está marcada para os dias 16 e 17 de Outubro, já com as equipas da Primeira Liga.


MODALIDADES | DESPORTO 35

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Divisão Secundária

Hóquei em patins

Clubes desagradados com campeonato que termina em Fevereiro

Torneio das vindimas em Almeirim

O sorteio da Divisão Secundária, na passada segunda-feira, decorreu à margem da forte contestação de vários clubes participantes, ao ponto de o representante do Pontével abandonar a sala sob protesto. A curta duração da competição desagrada à grande maioria dos clubes, mas a distribuição das equipas pelas séries também é motivo de críticas, particularmente pelos clubes do norte do distrito, incluídos na série B. A primeira fase do campeonato de 2010/2011 vai terminar em meados de Fevereiro (dia 20 para a série A e dia 27 para a séries B e C), ficando 19 dos 25 clubes – todos os que não passarem à fase de apuramento do campeão - arredados da competição nesse momento. Nesta questão, participantes e organizadores (clubes e Associação de Futebol de Santarém) estão em consonância nos seus lamentos, uma vez que a época futebolística fica demasiado curta. Rui Manhoso aceita as críticas, mas o presidente da AFS defende que não havia nada a fazer, já que os regulamentos obrigam a que, com 25 clubes, haja três séries com oito ou nove equipas. A maioria dos clubes defende duas séries apenas, uma com 12 e outra com 13 equipas, o que levaria a mais dois meses de calendário antes da fase final, que terminaria em Junho. Para alterar o cenário das três séries, teria de existir a unanimidade dos clubes, ou seja, todos sem excepção teriam de aceitar o desvio excepcional das regras. O problema, confessa Rui Manhoso, é que quando a AFS colocou recentemente esta hipótese aos clubes, houve dois que recusaram peremptoriamente a constituição de duas séries, afirmando mesmo vir a impug-

nar esse processo, o que obrigaria a AFS a indemnizar os clubes discordantes. Assim, tudo ficou na mesma, com três séries e o calendário curto. Para resolver o problema, que levou por exemplo, o Assentis a anunciar que na próxima época não participará, Rui Manhoso já confirmou que vai levar a proposta de alteração dos regulamentos a Assembleia Geral em Dezembro, onde basta haver uma maioria a favor para ser aprovada. Mas ressalva que “para isso, é necessário que os clubes compareçam para conhecer os regulamentos e votar neles”. O que não tem acontecido. Série B polémica Os dirigentes do norte do distrito também discordam com o curto calendário. Nas palavras do presidente do Assentis, João Bacalhau, “é injusto os clubes pagarem 3000 euros de inscrição para um campeonato que dura apenas quatro meses”. Bacalhau diz também não compreender o calendário apertado, nomeadamente o facto de haverem jogos da Taça à quarta-feira. Mas o Assentis, o Cercal e o Caxarias contestam também a má distribuição das séries, especialmente a B, em que estão incluídos. Estes clubes preferiam ter ficado na série A onde estão Meiaviense, Ferreira do Zêzere e Atalaiense, que ficam geograficamente mais próximos e trazem mais gente, e “porque sempre jogámos com eles”, como diz João Bacalhau. Já os dirigentes do Cercal e o presidente do Caxarias, Quim Zé, não gostaram nada de saber que vão ter de se deslocar cerca de 90 km para ir a Moçarria ou a Alpiarça jogar com o Empregados do Comércio, quando qualquer clube da série A fica mais perto.

O pavilhão municipal Alfredo Bento Calado, em Almeirim, acolhe no sábado, 25 de Setembro, o torneio das vindimas em hóquei em patins, um quadrangular de preparação da nova época organizado pelo Hóquei Clube “Os Tigres”. O calendário dos jogos já está definido. A equipa da casa, que esta época va disputar a 2ª divisão

Ténis

nacional, joga às 12 horas frente à Associação Desportiva de Oeiras, ao passo que o Física de Torres Vedras e o Grupo Desportivo de Sesimbra defrontam-se às 15 horas. O jogo de apuramento do 3º e 4º lugar, entre as equipas vencidas nas partidas anteriores, está marcado para as 20h45, ao passo que a grande final disputa-se às 22 horas.

Marta Ferreira chega à final em Montemor Marta Ferreira, da Associação 20Kms de Almeirim, chegou à final do escalão sub16 no torneio de ténis de Montemor-oNovo, disputado no passado fim-de-semana. A jovem perdeu por 2-6 e 1-6 no jogo derradeiro frente a Sara Lança, mas alcançou o melhor resultado da comitiva almeirinense. Nos sub16 masculinos, José Miguel perdeu na 2ª ronda frente a Bruno Lança, 1º cabeça-de-série, pelos

parciais de 3-6 e 3-6, depois de ter derrotado António Santos por 6-1 e 7-5. Em Pares, José Miguel e José Forte perderam na ronda inaugural frente a Gonçalo Saúde e Marques por 2-6 e 0-6. Em Sub18 masculinos, Rui Calças defrontou Rodrigo Chamusca, e perdeu por 0-6 e 0-6. Miguel Vicente não teve melhor sorte e saiu derrotado frente a João Fialho Marques por 2-6, 6-3 e 2-6.

MIGUEL ARRAIOLOS REPRESENTA PORTUGAL NA COLÔMBIA

A Anterior melhor marca, de José Urbano, perdurava há 21 anos Em Pequim, na final do Challenge Mundial da IAAF

João Vieira bate recorde na marcha João Vieira, que se mudou recentemente do Clube de Natação de Rio Maior (CNRM) para o Sporting Clube de Portugal, bateu o recorde nacional dos 10 mil metros marcha na final do Challenge Mundial de Marcha da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), que se correu em Pequim, China, no sábado, 18 de Setembro. O atleta português conseguiu um tempo de 39m06s, marca que retira o recorde nacional a José Urbano, que em 1989 tinha feito 39m55s com a camisola do Benfica. Depois de ter sido terceiro nos Campeonatos da Europa de Barcelona, há

cerca de mês e meio, João Vieira classificou-se na oitava posição desta final do Challenge da IAAF, prova cujo pódio foi inteiramente ocupado por atletas chineses no sector masculino. No sector feminino, destaque para Inês Henriques, que terminou na quarta posição (43m09s) e foi a melhor portuguesa em Pequim, seguida Ana Cabecinha (5ª classificada, com 43m17s), Susana Feitor (6ª, com 43m41s), e Vera Santos (na 8ª posição, com 44m20s). Tatyana Sibileva, da Rússia, foi a atleta mais rápida em Pequim, mas não recebeu o prémio referente ao Challenge porque não

cumpriu a exigência de ter participado em pelo menos três provas desta competição mundial. A vencedora acabou por ser a chinesa Hong Liu, que gastou 42m30s, e arrecadou um prémio de 30.000 dólares (quase 23 mil euros). Completaram o pódio da final a alemã Melanie Seeger, com 42m36s (20.000 dólares, pouco mais de 15 mil euros), e a chinesa Yanfei Li, com 42m41s (14.000 dólares, cerca de 10.700 euros). As portuguesas receberam, respectivamente, 9.000 dólares (6.900 euros), 7.000 (5.300 euros), 6.000 (4.600 euros) e 4.000 (3.000 euros).

O triatleta de Alpiarça Miguel Arraiolos vai representar a selecção nacional de triatlo no Campeonato Iberoamericano da modalidade, que se realiza em Guatape, Colômbia, no dia 26 de Setembro. Além do título Iberoamericano, estão em jogo pontos para o ranking mundial, importantes para a qualificação olímpica, mas, com esta participação, o jovem fica sem quaisquer aspirações ao título nacional de sub23 e Absoluto, uma vez que esta competição se realiza no mesmo dia da 3ª etapa do campeonato nacional, em Setúbal. Miguel Arraiolos já faltou à 2ª etapa, disputada no Funchal, devido ao Campeonato do Mundo Universitário e vai faltar à finalíssima, a 10 de Outubro, para participar na Taça do Mundo de Huatulco, México.

ESCOLA ABERTA PARA PROMOVER TÉNIS Com o objectivo de atrair mais jovens para a prática deste desporto, a escola de ténis do Clube de Ténis de Santarém vai estar aberta no sábado, 25 de Setembro, entre as 10 e as 12 horas, com todos os courts disponíveis para quem quiser experimentar a modalidade. As actividades serão acompanhadas pelos professores da escola de ténis, dirigida por Pedro Monteiro.


36

O Ribatejo

Feira do desenho vivo no Entroncamento

culturas

24 | Setembro | 2010

Entroncamento organiza uma Feira do desenho vivo, dia 25 de Setembro, às 15h00, no Centro Cultural, numa iniciativa para os mais novos. As inscrições são limitadas e podem ser efectuadas nos serviços culturais.

destaques

Joana Amendoeira actua no Convento de S. Francisco Joana Amendoeira chega ao Convento de S. Francisco, dia 24 de Setembro, às 21h30, para um grandioso espectáculo de homenagem ao fado e à cidade de Santarém, cidade berço luz e que a viu nascer. “Sétimo Fado” é o último álbum da cantora que se deu a conhecer ao grande público em 1994, quando participou na Grande Noite do Fado de Lisboa. Desde então nunca mais parou de cantar, sendo que em 1998 gravou o seu primeiro álbum, intitulado “Olhos Garotos” e no ano de 2000 editou o segundo álbum, “Aquela Rua”. Actualmente, com sete discos gravados, a cantora de Santarém, que já recebeu inúmeros prémios nacionais, é reconhecida além fronteiras não só pela sua forma singular de cantar mas também por recordar as tradições do povo português. Este ano, a cantora através da sua raiz clássica e pela sua constante procura de novas linguagens musicais abraçou um novo projecto musical e aos 27 anos apresenta um trabalho de originais onde combina o fado tradicional com arranjos de acordeão, piano e violoncelo. Um momento único para ver e ouvir, dia 25 de Setembro, às 21h30, no Convento de S. Francisco, em Santarém.

No Cartaxo à conversa com José Raposo

I Ciclo de Órgão em Santarém

“Uma história de dois” Para rir em Abrantes

“José Raposo convida”, a nova rubrica de programação do Centro Cultural do Cartaxo, da autoria de José Raposo vai para o ar dia 26 de Setembro, às 21h30. Na primeira edição desta rubrica, o convidado de José Raposo será António Montez, actor e encenador nascido no Cartaxo, com uma vasta carreira, onde se destacam as suas interpretações nas telenovelas Vila Faia, Chuva na Areia e Cinzas. Assim, no último domingo de cada mês, José Raposo terá consigo uma personalidade que partilhará a sua história de vida, numa conversa intima mas animada. Entradas livres, no bar do Centro Cultural do Cartaxo.

Santarém realiza o primeiro Ciclo de Órgão sob a direcção artística de David Paccetti Correia. A iniciativa começa dia 25 de Setembro, na Igreja da Misericórdia, às 16h00, com o organeiro Dinarte Machado, numa pré-inauguração do ciclo e promete continuar nos seis meses seguintes, com uma iniciativa por mês, de modo a dar vida aos seis instrumentos antigos restaurados em 2009 e dar vida ao centro histórico.

‘Uma História de Dois’, sobe ao palco do cineteatro S. Pedro, dia 24 de Setembro, às 21h30.Com Teresa Guilherme e Guilherme Filipe, esta é sem duvida ‘’uma hilariante comédia sobre as relações sentimentais, com um olhar divertido e actual” que nos conta a história de uma mulher divorciada, Luísa, que trabalha como caixa de um supermercado e se apaixona por Carlos, um professor viúvo, que vive a pensar na reforma antecipada. Ele, professor, ela, encarregada de educação, de início vão se desentender mas o amor acaba por aparecer. Uma peça de teatro escrita por Eduardo Galán e encenada por Celso Cleto, para ver dia 24 de Setembro, às 21h30, no cineteatro S.Pedro, em Abrantes.

roteiro cinemas SANTARÉM W Shopping - Cinemas Tel: 707220220

Castello Lopes 1 Salt Aventura (M12) - Quando a sua lealdade é posta em causa, Salt foge e utiliza as suas aptidões e anos de experiência como agente secreta, de modo a não ser capturada.. Sessões às 13h30, 16h20 e 18h50.

Cartas para Julieta Comédia (M12) - Uma jovem americana viaja até à cidade de Verona e decide aderir a um grupo de voluntários que respondem a cartas endereçadas a Julieta, dando conselhos amorosos aos seus remetentes. Quando responde a uma carta datada de 1957, ela inspira a sua autora a viajar até Itália, em busca da sua paixão perdida.

Sessões às 21h10 e 23h50 (6ª e sábado)

Castello Lopes 2

∑ 000h30* (6ª e sábado).

Castello Lopes 3

Os Mercenários

Residente Evil: Ressurreição

Acção (M12) - A história de um grupo de mercenários contratado para uma perigosa missão que implica depor o Chefe de Estado de Vilena, numa pequena ilha da América do Sul. Sessões às 13h20, 16h00, 18h40, 21h50 e às

Terror (M12) -Num Mundo devastado por um vírus que torna as suas vítimas em zombies, a bela e mortal Alice continua a sua procura por sobreviventes. Sessões às 12h40, 14h50, 17h00, 19h10, 21h30 e 00h00(6ª e sábado)

Castello Lopes 4

Castello Lopes 5

Adoro-te...À distância

Karate Kid

Comédia (M12) - Erin e Garret conhecem-se, uma noite, num bar e acordam juntos na manhã seguinte. Ambos sentem uma enorme química, mas pensam que será apenas um romance de Verão. Sessões às 13h10, 15h50, 18h30, 21h40 e às 00h10* (6ª e sábado).

Acção (M12) - Dre Parker muda-se de Detroit para Pequim, devido ao novo emprego da sua mãe. Para Dre, a única coisa boa nesta mudança foi ter conhecido uma nova colega, Mei Ying. No entanto, esta relação leva-o a tornar-se inimigo de Cheng, o “bully” da turma. Sessões às


O Ribatejo

CULTURAS 37

Tertúlia “Poesias de Cá” na Chamusca

24 | Setembro | 2010

A Biblioteca Municipal da Chamusca Ruy Gomes da Silva, promove dia 25 de Setembro, às 15h30, uma tertúlia de poesia. Intitulada “Poesias de Cá”, esta edição pretende homenagear os poetas António Seixas e Emília Montalvo, que marcaram a história da Chamusca.

exposições

Maria João regressa ao Centro Cultural do Cartaxo

Alfabetização A Biblioteca Municipal Dr. Carlos Nunes Ferreira, em Alcanena, organiza uma exposição informativa sobre a alfabetização e o seu impacto no desenvolvimento social, numa altura em que se discute as principais causas da pobreza e exclusão social. A exposição é gratuita e estará patente entre os dias 8 de Setembro e 31 de Outubro de 2010.

Maria João regressa ao Centro Cultural do Cartaxo para um novo concerto, dia 24 de Setembro, às 22h30. A cantora de espírito rebelde na vida e na música descobriu os seus dotes vocais, ainda cedo ao integrar uma banda de rock como vocalista. Desafio que só durou um mês mas não a fez desistir do caminho da arte musical. Em 1982, depois de uma audição ingressou na Escola de Jazz do Hot Club e aí progrediu na música, aperfeiçoou a sua capacidade de improviso e formou o seu primeiro grupo – Maria João & Friends. Em 1983 saiu o primeiro disco, “Quinteto de Maria João”, recheado de standards americanos, participou num disco de Jorge Palma e um ano depois, foi a anfitriã de um programa televisivo de jazz, no qual foi galardoada com o prémio de revelação

Cartaxo

Naturalismo “À Solta e à Cega” é o nome atribuído à exposição que o designer e ilustrador Bruno Pereira vai levar ao Centro Cultural do Cartaxo. A exposição reúne trabalhos de pintura e instalação e será inaugurada dia 18 de Setembro, às 21h30, estando patente ao público até 31 de Outubro.

Constância

Pintura de Carlos Frederico

Vai acontecer...

Dança

Alcanena

do ano. Desde então nunca mais parou. Regressa agora ao Centro Cultural do Cartaxo, onde actuou em Janeiro, para mais um grande momento musical, ao lado de João Farinha no piano e André Nascimento na Electrónica, para dar vida ao projecto As Aventuras Amorosas das Abelhas.

Santarém

Pintura de crianças Exposição de trabalhos dos alunos que frequentaram os ateliers D’Arte, que funcionaram no espaço comercial “Ideias na Tela” e que foi ministrado pelo artista plástico Pedro Gon. São trabalhos de pintura em acrílico, em óleo e a pastel, passando também por alguns desenhos a carvão. Para ver até 3 de Outubro.

Salvaterra de Magos Helena Simas

Exposição com algumas das ilustrações da artista. Para ver na Biblioteca Municipal até 08 de Outubro.

Vila Nova da Barquinha recebe dia 25 de Setembro, a partir das 09h00, no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, as jornadas científicas dedicadas ao ambiente. Durante todo o dia a agua estará em destaque com várias palestras ambientais, começando a primeira às 10h00, com o tema “Efeitos da sedimentação: Da nascente à foz”, com José Nunes André, investigador do Instituto do Mar. Às 10h45 é a vez de debater os “Focos de poluição no rio Tejo”, com Domingos Patacho

da Quercus e às 11h45, o terceiro painel será dedicado à “Requalificação e Valorização do rio Tejo”. Pela tarde, Elsa Severino discute “A sobre exploração da água no Tejo: Causas e Medidas” e às 15h30 decorrerá uma mesa redonda com o tema “Proteger o Rio, Preservar a Água”. A festa da água do Tejo começa logo depois, a partir das 18h00 com a exposição “Proteger o Rio, Preservar a Água” e u ma ceri món ia de entrega de prémios do Concurso de Fotografia e de Pintura.

Anabela anima festas do Sardoal 2010

Câmara Lenta - por Francisco Maia

Exposição de pintura cujas obras reflectem tendências para o Clássico e o Naturalismo. Para ver no Posto de Turismo de Constância.

Festa da água em Vila Nova da Barquinha

Wall Street: O dinheiro não pára

Sardoal estará em festa de até 26 de Setembro, numa viagem às suas raízes culturais, com muitas actividades e animação musical, sem esquecer a mostra de artesanato e o 8ºFestival Hípico. Quanto à música Ana Lais será cabeça de cartaz dia 24 e dia 25, deixe-se levar ao som da música de Susana Félix. Para terminar o certame Anabela e Carlos Guilherme sobem ao palco para mais um grande momento musical prometendo fazê-lo cantar até ser dia e deixando saudades das festas do Sardoal, que terminam assim a sua edição 2010.

O que acontece quando se junta dois dos mais carismáticos actores de suas épocas e um dos mais icónicos realizadores de todos os tempos? O resultado é um filme, não... uma merecida sequela de um dos mais marcantes filmes dos anos 80, falo então de Wall Street. A sequela de subtítulo “O dinheiro não para”, é mais que uma actualização de época ao filme original de 1987. Neste filme realizado pelo lendário realizador Oliver Stone, Gordon Gekko é novamente protagonizado pelo carismático actor, Michael Douglas, e desta vez faz-se acompanhar pelo promissor jovem empresário, Jacob Moore, papel desempenhado por Shia LaBeouf. Concluindo, uma sequela de um grande filme, dois actores altamente galardoados e um realizador lendário... Qual é a duvida?

roteiro cinemas 12h35, 15h25, 18h25, 21h25 e às 00h25* (6ª e sábado).

Castello Lopes 6 Wall Street: O dinheiro não pára Drama (M12) - Ao sair de uma longa estadia na prisão, Gekko dá por si do lado de fora de um mundo que em tempos dominou. Com o objectivo de reparar a frágil relação que tem com a filha,

Winnie, Gekko forma uma aliança com o seu noivo Jacob. Sessões às 12h50, 15h35, 18h20, 21h20 e às 00h15* (6ª e sábado).

TORRES NOVAS TorreShopping

21h40 e 00h00 (6ª e sábado)

Sala 2 Wall Street: O Dinheiro Não Pára

Teatro Virgínia

Drama (M12) - Sessões às 12h30, 15h50, 18h30, 21h30 e às 00h10 *(6ª e sábado).

Drama (M12) - Inspirado nos diários do seu pai, como força da resistência, e pelas cartas da sua mãe enviadas aos familiares expatriados, Elia Suleiman reconstitui o quotidiano dos intitulados “árabes israelitas”, desde o momento em que escolheram perma-

Sala 1

Sala 3

Step Up 3D

Residente Evil: Ressurreição

Musical (M12) - Sessões às 13h10, 16h00, 18h10, 21h20 e às 23h50* (6ª e sábado).

Terror (M12) - Sessões às 12h40, 15h10, 17h20, 19h30,

O tempo que resta

necer na sua terra natal e passaram a viver como minoria. Sessão dia 29 de Setembro, às 21h30.

BENAVENTE

CONSTÂNCIA Biblioteca Os fura casamentos Comédia (M12)- Sessão dia 24 de Setembro, às 15h00.

Cine Teatro Benavente

CARTAXO

A Origem

Centro Cultural

Thriller (M12) - Com Leonardo DiCaprio e Michael Caine, realizado por Christopher Nolan. Sessão dia 25 de Setembro, às 21h30.

O último airbender Acção (M12) - De 24 a 26 de Setembro, às 21h30.


38 CULTURAS

televisão Projecto Moda

O Ribatejo

Casa dos Beirões festeja 10º aniversário

horóscopo carneiro 21/3 a 20/4

Conseguirá impor os seus pontos de vista e obter balança 24/9 a 23/10 melhorias na vida sentimental. Mudanças de re-

Esta semana a dualidade pode pautar as suas atitudes o que pode gerar conflitos ou agudizá-los. Instabilidade e insegurança tendem a repercutirse nas relações em curso. Muita agitação devido ao grande grau de exigência das tarefas da semana. Vida financeira estável.

escorpião 24/10 a 22/11

gémeos 22/5 a 21/6

Mantenha-se neutro em relação a conflitos alheios. Quanto aos seus relacionamentos evoluem de forma favorável; assiste-se a um reforço de laços afectivos. Aproximam-se momentos de grande plenitude. Algumas alterações ou situações de excepção podem agora ocorrer.

sagitário 23/11 a 20/12

Não estão favorecidos desenvolvimentos sentimentais podendo haver até diminuição na intensidade das paixões. Os resultados não serão os melhores sobretudo se proceder com excesso de confiança. Não avance com projectos que se possam apresentar mais problemáticos.

caranguejo 22/6 a 22/7

Possibilidade de novo amor ou boa evolução no actual estado sentimental; os seus sentimentos tendem a ser amplamente correspondidos. Esperam-no realizações importantes no plano profissional, de proveniência directa ou através de contactos.

capricórnio 21/12 a 20/1

Dê importância a tudo o que o rodeia, mesmo que lhe pareçam situações menores ou desinteressantes; não lhe cabe a si avaliar sentimentos ou opções dos outros. O sector profissional está muito favorecido. Bom desenvolvimento em negócios e na área financeira.

leão 23/7 a 23/8

No sector amoroso estão-lhe reservadas algumas surpresas na maioria dos casos, gratificantes. Para os que estão sós ou acabam de sair de uma ligação desgastante pode surgir novo romance. Esta semana os acontecimentos poderão precipitar-se mais num sentido definitivo.

aquário 21/1 a 19/2

As perspectivas são boas, mas sem grandes surpresas ou acontecimentos inesperados. Existe a possibilidade de alguns dos seus sonhos ganharem forma. Planifique com rigor a vida económica e profissional pois pode ser confrontado com algumas interferências.

As relações podem não evoluir inteiramente dentro da harmonia ambicionada mas dúvidas e confusão são despropositadas. O final da semana abre-lhe boas perspectivas de romance. Não fará grandes progressos mas algumas questões importantes podem ficar definidas.

peixes 20/2 a 20/3

RTP1 Domingo, 26 de Setembro, 21h00

A Torre de Babel Canal Odisseia Terça-feira, 28 de Setembro, 20h00

Em todo o planeta conservam-se ainda misteriosos e herméticos rituais assim como curiosas cerimónias de iniciação. O Odisseia apresenta-lhes uma série com a qual poderão conhecer os rituais baseados na música, na dança e nas pinturas de culturas tão ricas como díspares.

sorte

virgem 24/8 a 23/9

euromilhões 17 | 27 | 29 | 38 |50| 1 | 3

totobola

xxx1x2222x2x1 Super 14. Benfica-Sporting M:0

totoloto 23 | 27 |30 | 36 | 41| 49| 22

joker 8.776. 430

loto2

lacionamento durante o fim-de-semana, podem ser fonte de uma nova e grande paixão. O sucesso espreita-o nos negócios e em quase todas as suas actividades programadas.

palavras cruzadas Marcos Cruz - Rede Expresso

Concurso nº 38/2010

Tem perspectivas sentimentais auspiciosas e deve dar o máximo de si a este sector da sua vida. Possibilidade de iniciar novas relações ou desenvolver ao seu agrado relacionamentos em curso. Pode, esta semana, obter progressos e proventos merecidos, mas inesperados.

Boas influências amorosas, se bem que não sejam muito intensas; esperam-no bons momentos mas ainda com um travo a insatisfação. O passado recente poderá condicionar muito a sua disponibilidade sentimental. A conjuntura profissional e económica revela-se boa.

sudoku

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

6

9 6

3

5

7

4

3

1

6

1

8

1

2

Domingos Amaral PVP:17,01€ Lisboa, 1755: o Dia de Todos os Santos vai mudar a vida de 5 pessoas para sempre. A irmã Margarida, tenta enforcar-se. Hugh Gold, um capitão inglês, observa o rio e sonha. Na Igreja de São Vicente de Fora, um rapaz zanga-se com a sua mãe. Em Belém, um ajudante de escrivão assiste à missa e no Limoeiro, o pirata Santamaria envolvese numa luta feroz.

CD A Caruma A Caruma PVP:11,99€ A Caruma é a maisrecente revelação na música Portuguesa. Constituída por músicos de Leiria, dos quais se destaca Rui Costa (dos Silence 4 e Filarmónica Gil). Caracteriza-se pelo seu estilo e sonoriedade já chamada de “pop-marialva”, com composições mordazes e provocadoras.

8

7

4

6

2

8

1

DVD Robin Hood

6

8

9

2

3

6

2

8

9

HORIZONTAIS 1. Não conhece os prazeres da carne 2. Fixas são perigosas. Lua de noivos 3. Fácil de mastigar. A nacionalidade da princesa que casou recentemente com o professor de ginástica 4. Lago repartido pelos EUA e pelo Canadá. Ene grego 5. Conjuntos de bois e vacas 6. Levam pontos. Segrega a bílis 7. A Catalunha reclama-a 8. Quem a paga é proprietário. Meia bala. Permite todas as esperanças 9. Já foi dó. Ninguém quer ter as suas orelhas (pl.) 10. Relativo a convento. Dois romanos 11. A imaginação tem-nas. Pedra que serviu de chave para a decifração dos hieróglifos.

LIVRO Quando Lisboa Tremeu

9 7

1 9

5

8

6 5

9

JOGO F1 2010

4 5

3 3

3 2

8 6

7

4 2

7

8

Russel Crowe, Ridley Scott PVP: 19,99€ Uma história por contar do homem por detrás da lenda de Robin, um heróico guerreiro, que se transforma num salteador quando reúne um bando de saqueadores treinados para confrontar a injustiça e liderar a insurreição contra um fraco e corrupto Rei Inglês.

2

3 4

VERTICAIS: 1. Rainha inglesa. A vez das histórias da Carochinha 2. Paraíso. Podem fazer parar os soluços 3. Muita é multidão. Meia tina. Contração 4. Onde se quer o sol. Respiramos pelas do nariz 5. Comuna da Sicília 6. O melhor. Odioso personagem de Otelo. Lugar próprio para beber 7. Anda a dormir 8. Quase imune. Deixar para amanhã 9. Dão-se na Páscoa (sing.) 10. Letras tontas. Irmãos do pai (inv.) 11. Região industrial da Europa central.

1 | 4 | 13 | 18 | 29| 38 | 14 VERTICAIS: 1. Vitoria; uma 2. Éden; sustos 3. gente; ti; na 4. eira; fossas 5. Taormina 6. ás; lago; bar 7. sonâmbulo 8. imu; adiar 9. Amêndoa 10. nlcia; soit 11. Silésia HORIZONTAIS: 1. vegetariano 2. ideias; mel 3. tenro; sueca 4. Ontário; ni 5. manadas 6. is; fígado 7. autonomia 8. sisa; ba; se 9. ut; burros 10. monacal; II 11. asas; roseta Soluções

Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

24 | Setembro | 2010

escaparate

Está sujeito a algumas desilusões. Não vale a pena insistir em situações já gastas. Os factos convergem para que possa tirar conclusões importantes para o futuro. As suas opiniões podem ter peso determinante na evolução de assuntos do foro profissional.

touro 21/4 a 21/5

Apresentado pela modelo Nayma, Projecto Moda é um programa que dá a oportunidade a dez aspirantes a designers de moda portugueses de demonstrar a sua arte e criatividade no mundo da moda. Ao longo de oito desafios semanais, os participantes tiveram de conseguir provar que tinham talento e que mereciam ficar no programa semana após semana. Além de competirem uns contra os outros, os candidatos tiveram de evidenciar destreza e capacidade de improviso, uma vez que as provas eram desafiantes e, muitas vezes, inesperadas. (FINAL)

A Casa dos Beirões do Ribatejo festeja o seu 10º aniversário, dia 26 de Setembro, em Rio Maior. Os festejos têm início com um almoço no restaurante Gato Preto. A animação musical ficará a cargo do conjunto 2ª geração de Aranhas-Penamacor, dos Algarvios Tino Costa e Andreia Sofia e da acordeonista Eugénia Lima.

7

6

1

Só há uma regra: completar a grelha, de modo a que cada linha, cada coluna e cada bloco de 3x3 incluam os números de 1 a 9, sem repetições!

PC PVP: 49,99€ F1 2010 é o primeiro jogo de Formula 1 multi formato em alta definição da Codemasters, editor e produtor de galardoados jogos de corridas e sob o acordo de exclusividade mundial, com a Formula One Administration Limited. Compete com todos os pilotos oficiais, equipas e circuitos inseridos no aclamado 2010 Fia Formula One World Championship.


O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

“Contributos” de João Tordo em Ourém João Tordo chega à Biblioteca Municipal de Ourém, dia 25 de Setembro, às 17h00. “Contributos” assim se chama a iniciativa que dá a conhecer os livros do autor.

Vai acontecer...

Siga o “Manual de Instruções” em Torres Novas O Teatro Virgínia, em torres Novas recebe dia 25 de Setembro, às 21h30, o espectáculo “Manual de Instruções”, de Victor Hugo Pontes. Inserida no Festival Materiais Diversos, esta peça de teatro retrata os “gestos quotidianos e a acumulação de memórias que compõem as vidas de cada indivíduo”, uma tomada de consciência do lugar no mundo, ou seja, o percorrer do percurso onde cada um se torna aquilo que é na vida.Com a participação de 12 intérpretes da região, com um

elenco de 3 intérpretes, o autor faz um itinerário mental “através de um roteiro coreográfico mais frágil do que consistente”, onde mostra o poder da solidão e questiona a existência do Ser, quando o homem é habitualmente volátil no seu modo de estar e viver. “Não há verdadeira intimidade, há verdadeira solidão, e todos acabamos por nos tornar naquilo que somos.”. Uma peça única, repleta de interrogações, para ver dia 25 de Setembro, às 21h30, no Teatro Virgínia, em Torres Novas.

Património e História em Tomar Durante três dias, o Convento de Cristo, em Tomar recebe as Jornadas Europeias do Património. Jornadas em que o património se mostra como um mapa da história e por isso, Tomar leva-o a uma viagem pelo Convento de Cristo, com visitas especiais temáticas. Também a Capela de S. Lourenço lhe proporcionará uma caminhada e um itinerário cultural, com um almoço na Ponte de Peniche. Para terminar, dia 26 haverá musica no Claustro Principal do Convento com a Orquestra da Escola de Música do Canto Firme de Tomar. Para ver dias 24, 25 e 26 de Setembro.

Gala Carril Dourado no Entroncamento Entroncamento realiza dia 25 de Setembro, pelas 21h30, no Pavilhão Desportivo Municipal, a Gala Carril Dourado. Este é o quinto ano consecutivo que o Entroncamento homenageia os atletas, clubes, associações, personalidades e colectividades do seu concelho, sempre com uma gala única, com prémios, música e boa disposição.Este ano, a iniciativa contará com um espectáculo do grupo Ballet Flamenco de Madrid, uma companhia espanhola já actuou em diversos países, como Inglaterra, França, Argentina e países asiáticos.


40 COMERES & BEBERES | RESTAURANTES E ESPECIALIDADES SANTARÉM A GRELHA Especialidades Peixe Fresco, Bacalhau Assado com Magusto, Espetadas de Lulas com Gambas, Espetadas de carne Barrosã com Gambas e Ananás, Espetadas Mistas, Arroz de Feijoca, Bons Vinhos da Região Folga 2ª Feira Morada R. Ateneu Comercial, 1 r/c Esq. – Santarém Telefone. 243333348/ 243322636/ 917604488 ADEGA DO BACALHAU Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau assado com Magusto, Bife à Casa Folga Domingo Morada Travessa da Boleta, 2 e 4 (centro histórico) Santarém. Tel. 243306519964569837. QUINTAL DO BECO Especialidades Lulas fritas com camarão, Bife à Beco. Folga Domingo. Morada Beco dos Fiéis de Deus, nº 15, Santarém. Tel. 243391247. OH VARGAS Especialidade Comida Tradicional Folga Sábado (excepto para serviços marcados) Morada EN 3 - Portela das Padeiras - Santarém Tel. 243351146. O SALSA Especialidades Peixe Fresco, Carnes da Especialidade, Massinhas de Peixe, Açorda de Ovas Folga Domingo Aberto nos Feriados Morada EN 3 – Portela das Padeiras – Santarém Tel. 243351341 J F RESTAURANTE Especialidades Folhado de Perdiz, Bacalhau frito com Gambas e Coentros, Camarão com Risotto 3 queijos, Bifes do lombo, Cozinha Tradicional portuguesa Folga 3ª Feira Morada Jardim de Cima - Santarém Tel. 243302200 CASA CONDEÇO Especialidades Açorda de Bacalhau à Barrão, Molhinhos de Carneiro com Grão, Migas Ribatejanas c/ Bochechas de Porco Favas com Entrecosto Folga 2ª Feira Morada Rua do Alfageme, 41 – Ribeira de Santarém - Santarém Tel. 243326887 A CARROÇA Especialidades Bacalhau à Carroça; Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau à Brás, Carne de porco à Alentejana, Petiscos (amêijoas, moelas, pica-pau) - Aberto todos os dias Morada Rua Principal – Advagar - Achete Tel. 243478216 LUÍS DO LEITÕES Especialidades Leitão assado à Bairrada, Bacalhau à Lagareiro, Grelhados variados Folga 2ª Feira Morada Rua Teófilo Braga, 10 - Santarém Tel. 243332102 O BACALHAU Especialidades Borrego à Casa, Bacalhau à Lagareiro, Peixe Fresco Folga 3ª feira à tarde Morada Rua S. Tiago Tremez Tel. 243479196 TABERNA DO QUINZENA Especialidades: Magusto com Bacalhau Assado, Pato Assado no Forno, Cozido à Portuguesa, Cabrito Assado no Forno, Pernil de Porco e Naco de Toiro Bravo Avinhado Folga Domingo Morada Taberna I - Rua Pedro Santarém,93/95-SantarémTel.243322804 Morada Taberna II – Cerco da Mecheira, 20 - Santarém Tel. 243333110 ADEGA DOS SABORES Especialidades Cabrito Assado no Forno, Bacalhau assado com batata a murro, Polvo à Lagareiro. Folga 5ª feira e domingo ao Jantar. Morada Rua 25 de Abril, 27 – Casa dos PinheirinhosCasal da Charneca – Almoster – Santarém. Tlm 916845000 MINA VELHA Especialidades: Bacalhau Assado com Magusto, Bacalhau c/ Broa, Massa à Barrão, Bife à Mina Velha, Posta à Mina Velha. Folga : Domingo à Noite e 2ª Feira. Contacto 243 372 581. Morada : Urb. Quinta das Fontainhas – Santarém. Long. 08´42´20” O. Lat. 39´42´19” N O CANTINHO DA BELA Especialidades Bacalhau gratinado, bacalhau à casa, ensopado de borre-

go, lombo assado com migas, coelho à caçador Folga Domingo Morada Estrada Nacional 3, Lote 3, Pernes Tel. 243 449 514.

sextas e sábados. Folga ao domingo. Estrada Nacional N3 - Cruz do Campo - Cartaxo. Telf: 243 759 883 TABERNA DO ALFAIATE Especialidades Bacalhau assado no

QUINTA DOS GRAVELHOS Folga 3ª feira Morada: Rua do Comércio, 58 - Moçarria Tel. 243499300 Tlm. 967062629

forno com manja, Migas de bacalhau, Cabrito assado no forno, Naco de boi em vinho tinto com migas, Entrecosto de porco preto com arroz de feijoca, Porco preto assado no forno à padeiro. Folga Encerra às 2ª feiras e Domingos ao jantar. Morada Lapa, Cartaxo, telefone 243 790 005

DOM TACHO Especialidades Ensopado de Enguias, Feijoada de Gambas, Mar e Terra Morada Rua Marquesa da Ribeira Grande 53, Vale de Santarém Tel. 243 761078. Aberto todos os dias.

GOLEGÃ

O CANTINHO DOS SABORES Especialidade Bacalhau Assado com Açorda de Grelos Folga: Domingo. Morada Estrada Nacional 3, Alto do Vale, Vale de Santarém Tel. 243761268

CENTRAL Especialidades: Bife à Central com Molho à Brogueira, Entrecosto à Goleganense, Açorda de Sável- Sobremesa: Toureiros Telefone : 249976345 Morada : Largo Imaculada Conceição 3 a 8 - 2150-125 Golegã. Reservas@ cafecentral.pt www.cafecentral.pt

TABERNA RENTINI Especialidades Cozinha Tradicional, Grelhados no carvão Morada Casais do Quintão - Perofilho, 2005-021 Várzea - Santarém Tel. 243499254 CHAFARICA DA TORRE Especialidades Carne de Vitela Maronesa, Bacalhau na brasa, Camarão Tigre, Raia com molho de alcaparras Folga Domingo Morada Praceta João Caetano Brás, 9 - S. Domingos - Santarém Telf. 243 372 649 - 96 6620790 O TASCO Especialidades Massa à Barrão, Bacalhau grelhado com Magusto, Bife à Tasco, Entrecôte com Migas, Carnes de Porco Preto grelhadas Folga Domingo Morada EN 3 – S. Pedro (frente à JAE) – 2005 Santarém Tel. 243302740 Tlm. 917062391 O BERNARDO Especialidades: Bacalhau no forno com Broa de Milho, Polvo no forno, Ensopado de Borrego, Cabrito no Forno e Lombos de Fataça Grelhados Folga: 2ªas Feiras Morada: Loja Nova – S. Vicente do Paúl Contactos: 243428388 Telemóvel 9918939656 O CANTINHO DO AVÔ Especialidades: Queixadas de Porco no Forno, Molhinhos com Feijão Branco, Cozido à Portuguesa, Feijoada à Transmontana, Secretos de Porco Preto, Magusto com Bacalhau Assado, Polvo à Lagareiro. Folga Domingo. Morada Rua Paulino da Cunha e Silva nº 121 – 2000-369 Alcanhões. Tel. 243428303 CARAVANA Especialidades: Bife à Caravana, Bife de Pimenta, Lulas com camarão. Folga Domingo. Morada Rua Capelo Ivens, nº 102, Santarém. Tel. 243 306 437 CONSTÂNCIA FALCÕES Especialidades: Troxas de Sta. Madalena, Bife na Pedra, Terra e Mar, Maçã Romana Folga: Terça-Feira Morada: Rua Luís de Camões, 33 Abrantes Horário: 12h10m ás 15h00m e das 19h30m ás 22h30m Telefone: 249 098 875 E-mail: restaurantefalcoes@gmail.com SALVATERRA PRETO & BRANCO Especialidades Bacalhau com natas, Porco Preto, Arroz de Pato, Enguias do Rio, Carne Mirandesa Folga 2ª feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 144 - Salvaterra de Magos Tel. 263507858 - 918675981 CALIFÓRNIA Especialidades Enguias c/arroz de feijão, Ensopado de Enguias, Entrecosto Frito c/arroz de feijão, Vitela estufada, Chispe c/Feijão Branco. Serve Jantares. Fecha às terças. Telf: 263504643 . Foros de Salvaterra. O PINTO Especialidades Enguias fritas c/arroz de feijão, ensopado de enguias, polvo à lagareiro, Borrego à Alentejana. Fondue. Aberto todos os dias. Serve jantares. EN 118 KM54 – Marinhais

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

ADEGA DA ROSA Especialidades Picanha, Bacalhau à Lagareiro, Chocos à Lagareiro, Espetada de lulas c/gambas, costeleta Mirandesa. Garrocheira – Foros de Salvaterra; Telf: 263 507 240 CABANA DOS PARODIANTES Especialidades Bife à Patilhas & Ventoinha, Molhata de Enguias (caldeirada típica avieira). Pode encomendar Barretes, Bolo Rei e outras especialidades. Folga 4ªs feiras à tarde. Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca. Mail: cabana.eventos@gmail.com telf: 263504177 ; site: www.cabanadosparodiantes.com ESCAROUPIM Especialidades Enguias todo o ano, Açorda de Sável, Lampreia em época, Arroz de Bacalhau c/ Farinheira, Migas, Tarte de Perdiz Folga 5ª Feira e Domingo ao jantar Morada Largo do Avieiros - Escaroupim - Salvaterra de Magos Tel. 263107332 telemóvel: 912539228email:rest.o.escaroupim@ hotmail.com A CASINHA Especialidades Ensopado de Enguias, Enguias Fritas, Picanha, Plumas de Porco Preto, Alheira, Caça Grelhada Morada Av. Dr Roberto Ferreira da Fonseca 54 - Salvaterra de Magos Tel. 263504795 Aberto ao domingo durante o mês da enguia BARQUINHA

ALMEIRIM RETIRO DO CAMPINO Especialidades Sopa da Pedra, Grelhados no Carvão Folga 3ª Feira Morada Largo da Praça de Toiros, 1 A - Almeirim Tel. 243592528 O GALINHA Especialidades Sopa 3/1, Sopa da Pedra, Polvo à Lagareiro, Cozido à Portuguesa, Arroz de Tamboril, Massada de Cherne, Bife à Cortador Folga 3ª Feira. Aceita-se reservas para grupos Morada Rua Ilha da Madeira, 16 J - Almeirim Tel. 243579797 DAVID PARK Especialidades Arroz de Tamboril, Espetadas de Lombinhos c/ Gambas, Cozinha Tradicional, Peixe Fresco grelhado na Brasa Folga 4ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 15 - Almeirim Email: davidparkmail.telepac.pt. Tel. 243591475 SEPÚLVEDA Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Molhinhos c/ Grão, Entremeada de Vitela, Moelas estufadas c/ batata frita, Chocos e Grelhados Folga Não tem Morada Rua Vinha do Santíssimo, Bloco 32 - Almeirim Tel. 938732058 O FORNO Especialidades Sopa da Pedra, Peixe Fresco, Carne Porto Preto e Grelhados Folga 3ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 23 - Almeirim Tel. 243592916

ALMOUROL Especialidades Enguias, Sável e Lampreia Folga 3ª Feira Morada Tancos, Vila Nova da Barquinha Tel. 249 720 100. Mail: www.almourol.com

O CHURRASCO Especialidades Frango, Coelho, Carnes grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. 5 de Outubro, 115 - Almeirim Tel: 963458371

ABRANTES

CONSTANTINO DAS“ENGUIAS” Especialidades: Enguias Fritas, Ensopado, Grelhados no carvão Folga à 2ª Feira. Aceita reservas Morada Foros de Benfica – Benfica do Ribatejo Tel. 243589156

CRISTINA Especialidades Bacalhau c/Broa, Polvo à Lagareiro, Cherne c/molho de coentros, cabrito assado no forno, Arroz de Pato à Antiga, Perna de Borrego assada c/alecrim. Folga Domingo à tarde e 2ª feira Morada Rio Moinhos – Abrantes Tel. 241881177 Fax: 241881343 Email info@restaurantecristina.com Web www.restaurantecristina.com AVENIDA Especialidades Polvo a Lagareiro, Bacalhau a Braga, Pescada Gratinada com Camarão, Bifes da vazia à Portuguesa com Pimenta ou com Alho. Reservas para grupo e Serviço de Take Away pelo 968486613 - Karaoke aos Sábados Morada Av. Forças Armadas - Abrantes O FUMEIRO Especialidades Bife da casa, Fondue de Porco Preto, secretos com migalhana, Ovas na Brasa com Açorda de Ovas, Bacalhau à Fumeiro Folga Domingo Morada Rua do Pisco, 9 – Abrantes Tel. 938851963 Email restaurantefumeiro@clix.pt

CAMBÁIA Especialidades: Ensopado de Enguia e Enguias Fritas. Folga 4ª e 5ª feira (excepto feriados). Morada Rua do Campo da Bola - Foros de Benfica. Tel. 243580934 CARTAXO QG Folga 3ª feira Morada: Praça 15 de Dezembro,1-Cartaxo Tel.243499300 Tlm. 967062629 O CHURRASCO Especialidades Frango, Coelho, Costeletas e Mistas grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. Dr. Gomes da Silva (Sociedade Filarmónica Cartaxense) Cartaxo Telem: 963458371 TABERNA DO GAIO Especialidades Pratos Regionais e grelhados de peixe e carne. Jantares às

O BARRIGAS Especialidades: Buffet de entradas regionais, fritada de camarão com açorda e naco de boi no carvão.Folga: Domingo ao jantar e 2ª feira Morada: Largo 5º Outubro, nº 55 e 56 – Golegã Contacto: 240 717 631 Site: www. obarrigas.com Outras info: Zona para fumadores ALPIARÇA TERTÚLIA Especialidades Ensopado de enguias, bacalhau com broa, bacalhau com favas, bacalhau (frito) à marialva, porco preto, borrego à moda de Alpiarça, costeletas de borrego, espetada de javali, alheiras (caça/ mirandesa), coelho com molho de coentros. Bons vinhos da Região e de outras regiões. Ementas personalizadas para grupos e ocasiões especiais. Abrerto todos os dias Morada Rua Engº Álvaro da Silva Simões, 108 - Alpiarça Tel: 243558588 Reservas 935587920. Site http//tertulia-rest-bar.hi5.com Email:bernardos.inv.hot@sapo.pt CORUCHE Ó MANEL Especialidades: Espetadas do Toiro Bravo. Dobrada e mão de vaca. Sopa de Rabo de boi. Grelhados. Morada Rua de S Tomé, 4 – Bairro Novo. Tel. 243675878. Folga ao Domingo JAKIM GIRASSOL Especialidades: Bacalhau c/ Migas, Feijoada de Chocos c/ Gambas, Borrego assado no forno, Pernil de Porco no Forno, Arroz de Pato, Bacalhau gratinado c/camarões. Petiscos variados. Morada: Estrada Nacional 119 (Área de serviço Repsol) – Biscainho . Tel. 243660333 A TASCA Especialidades Pernil de porco no forno, cozido à portuguesa. Carne Brava Folga Domingo Morada Mercado Municipal – Coruche Tel. 243675232 O CHOUPO Especialidades Bacalhau à Choupo, enguias fritas e ensopado, medalhões de Maronesa, Posta Maronesa, Carnes de porco preto, cataplanas Folga 2ª feira (após almoço) Morada Montinhos dos Pegos (1 Km cruz. Monte da Barca) – Coruche Tel. 243618875. Tel. 917785703 O FARNEL Especialidades Bacalhau à Farnel;

Bacalhau assado c/migas à moda de Coruche; cabrito frito à lavrador; migas de batata c/carne de porco; ensopado de borrego, grelhado de novilho bravo e porco preto na telha Folga 2ª feira Morada Sala p/banquetes no Monte da Barca. Rua Vasconcelos Porto – Coruche Tel. 243675436 SAL & BRASAS Especialidade: Carnes na brasa Folga 2ª feira Morada Cruzamento Monte da Barca - Coruche Tel. 243618319 PONTE DA COROA Especialidades: Cozinha regional e grelhados no carvão Folga Domingo Morada Estrada Nacional 114 Coruche Tel. 243617390 RIO MAIOR MANJAR DO PARQUE Especialidades Leitão assado em forno de lenha, Picanha à Brasileira, Secretos de porco preto na brasa , Manjar de Gambas, Bacalhau Maravilha, Bife à Casa. Leitão assado para fora. Ementas para grupos Morada Rua Almirante Cândido Reis, 26 R/c (junto ao jardim) – Rio Maior Tel. 243997071 Email geral@manjardoparque.net PALHINHAS GOLD Especialidades Alheira de caça, Carne mirandesa, Porco preto com migas, Picanha, Bacalhau com crosta de azeitona, Tiborna de bacalhau, Caril de gambas, Arroz de tamboril, , Pão de Ló caseiro. Folga Domingo à noite e 2ª Feira. Morada Trav. do Palhinhas (centro da cidade) - Rio Maior Tel. 963435547. Site www.palhinhasgold. pt FÁTIMA SANTA RITA Madeirense e Açoriano Especialidades: Bacalhau Espiritual, Bacalhau com camarão, Bacalhau Nove Ilhas, Bife de Atum; Alcatra, Linguiça do Pico, Secretos Porco Preto, Vitela. Morada: R. Rainha Santa Isabel (em frente ao Hotel Cinquentenário) Fátima. Tel. 249098041/919822288. Site: http://santarita.no.comunidades.net. Oferta de 5% de desconto com a apresentação deste jornal. MAÇÃO O GODINHO Especialidades Café – Restaurante. Cozinha Regional. Quarta-Feira: Cozido à Portuguesa. Serve Almoços e Jantares. Encerra ao Domingo. Telf: 241572874;tlm 962536310 Rua da Republica – Mação O CANTINHO Especialidades Restaurante Marisqueira; Especialidades: Arroz de Marisco, Cataplana de Cherne, Bife à Cantinho na Frigideira e Maranho de Mação.Almoços e Jantares.Aberto todos os dias.Telf: 241107558.Tlm: 964677705. Rua Monsenhor Alvares de Moura - Mação TORRES NOVAS O BABALHAU BRASAS Especialidades: Arroz de Pato, Cabrito no Forno, Camarão Flamejado c/ manga, Peixe Fresco do Mar e Carne c/Qualidade. Folga ao Domingo à noite e Segunda. Ladeira da Enfermaria Militar, nº 21 – T Novas – Telf: 249183699. Reservas: 913125149


OPINIÃO | COMERES & BEBERES 41

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Soalheiro

Casa Mariazinha

Espumante ∑ verde

Restaurante ∑ Matosinhos Com a designação Casa Mariazinha existem dois restaurantes da mesma família na denominada marisqueira do Porto, ou seja em Matosinhos. Sala ampla, luminosa, mesas bem ataviadas ostentando alvas toalhas de guardanapos do mesmo tecido. Lista rotunda no sector de peixes e mariscos, magrizela no naipe das carnes, o que entende dada a realidade de Matosinhos ser um dos maiores portos pesqueiros portugueses. Em prateleiras a toda à volta um exército de garrafas em posição de sentido aguarda-nos. O que não é a melhor forma de estacionar os vinhos, alguns deles muito conceituados. A prova provada do erro apreciou-se quando foi aberta uma garrafa de tinto Rosário & Gouveia, da zona de Lamego, que denotava claros sinais de cansaço devido à posição ao alto durante anos. Uns percebes frescos e gordos, saborosos bolinhos de bacalhau e rotundo camarão grelhado foram agradáveis

entreténs de boca até à chegada de fresquíssimo peixe-galo. Em vez de frito veio grelhado no seu gordo e espesso casaco, na mesa despiu-o, exibindo brancura e revelando grata sapidez. Cálido e escorregadio arroz de tomate servido à parte coadjuvou da melhor forma o esplêndido peixe. Dada a circunstância do vinho necessitar arejamento, o peixe encontrou no espumante bruto Murganheira adequado coadjutor o que agradou aos amesendados. O

tinto não conseguiu o mesmo quando chegou o tempo de aquilatarmos da qualidade de um queijo serra, mas tal facto não constituiu surpresa. Serviço bem-humorado e expedito. Ao verificar o preçário dos peixes verifiquei o facto de o cliente ter largos motivos para regozijo, por assim ser as mesas regurgitavam deles. Armando Fernandes

Estacionamento difícil. Aceita cartões de crédito. Rua 1.º de Dezembro, 103. Telefone 229 384 615.

Este Soalheiro espumante de vinho verde oriundo da sub-região de Monção e Melgaço, colheita de 2007, provocou-me grata surpresa durante uma refeição ruidosa e bem-humorada mas pouco propícia a grandes apreciações do conjunto das suas qualidades. Na dita refeição o espumante produziu exclamações de louvor aos amesendados devido à frescura e persistente atrevimento na manutenção de grave vivacidade até ao fim do seu consumo. Pela exibição justificou degustação com a finalidade de escrever esta crónica opinativa sem pretensões a ser dogma de certeza absoluta. Confirmei as boas impressões colhidas anteriormente, estamos ante um espumante que não é mais um dos muitos que todos os

dias surgem nas prateleiras das casas da especialidade, é isso sim é, um digno representante do Alto Minho. No flûte exibiu brilhante e límpida cor amarelo-esverdeada, ao nariz chegaram aromas perfumados a fruta verde – maçãs, limas e notas a limão – enquanto que na boca a dita vivacidade voltou a impor-se, enquanto as bolhas finíssimas faziam cordão persistente. A.F.

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE TOMAR

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 2089200601077635 AP

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

EDITAL 4ª SESSÃO ORDINÁRIA Miguel Fernando Cassola de Miranda Relvas, Presidente da Assembleia Municipal de Tomar, Torna Público que de harmonia com a alínea b), do nº 1, do Artº 54º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com, as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro, e do Regimento convoca a Assembleia Municipal para a 4ª Sessão Ordinária, a realizar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, pelas 15 horas, do próximo dia 30 de Setembro de 2010 (quinta-feira) com a seguinte Ordem de Trabalhos: - PAOD - ORDEM DE TRABALHOS 1. Discussão e votação da Deliberação de Câmara tomada em reunião de 13.09.2010, sobre a “Alteração do Plano Director Municipal por adaptação do PROT-OVT”, ao abrigo alínea b), do nº 3, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; (Grelha B de Tempos a que se refere o número 4 do artigo 35º do Regimento da A.M.); 2. Discussão e votação da Deliberação de Câmara tomada em reunião de 09.09.2010, sobre o “Lançamento da Derrama”, ao abrigo da alínea f), do nº 2, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; (Grelha B de Tempos a que se refere o número 4 do artigo 35º do Regimento da A.M.); 3. Discussão e votação da Deliberação de Câmara tomada em reunião de 09.09.2010, sobre o “Imposto Municipal sobre Imóveis – IMI”, abrigo da alínea f), do nº 2, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; (Grelha B de Tempos a que se refere o número 4 do artigo 35º do Regimento da A.M.); 4. Discussão e votação da Deliberação de Câmara tomada em reunião de 09.09.2010, sobre o “Projecto de Regulamento e Tabela de Taxas Administrativas e Urbanísticas da Câmara Municipal de Tomar e respectivo estudo económico” ao abrigo da alínea a), do nº 2, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; (Grelha B de Tempos a que se refere o número 4 do artigo 35º do Regimento da A.M.); 5. Discussão e votação da Deliberação de Câmara tomada em reunião de 08.07.2010, sobre a “Requalificação Urbana – Conversão da área critica de recuperação e reconversão urbana (ACRRU) em área de reabilitação urbana (ARU) e constituição de uma sociedade de reabilitação urbana (SRU)”, ao abrigo do Artº 9º, Artº 10º, do nº 4º do Artº 37º, e do Artº 78º, do Dec.Lei nº 370/2009, de 23 de Outubro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; (Grelha C de Tempos a que se refere o número 4 do artigo 35º do Regimento da A.M.); 6. “Apreciação da Informação Escrita a apresentar pelo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Tomar”, ao abrigo da alínea e), do nº 1, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; 7. “Outros Assuntos de Interesse para a Autarquia”, ao abrigo da alínea r), do nº 1, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro. O Ponto 6 e o Ponto 7 terão discussão conjunta (Grelha C de Tempos a que se refere o número 4 artigo 35º do Regimento da A.M.). PARA CONSTAR E OS DEVIDOS EFEITOS, será este EDITAL afixado nos PAÇOS DO CONCELHO, nas JUNTAS DE FREGUESIA, e publicado nos Jornais “CIDADE DE TOMAR”, “O TEMPLÁRIO”, “O RIBATEJO” e “O MIRANTE”.

Assembleia Municipal de Tomar, 17 de Setembro de 2010 O Presidente da Assembleia Municipal, Miguel de Miranda Relvas

1ª PUBLICAÇÃO JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 30 (TRINTA) DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 3 do artigo 193º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), a executada J L CARDOSO E FILHOS, UNIPESSOAL, LDA., que teve a sua sede em Zona Industrial – Quinta do Mocho – Santarém, de que contra ela corre termos o processo de execução fiscal acima indicado, por dívidas à Administração Fiscal provenientes de Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (IRC) e Coimas Fiscais (CF) dos anos de 2004 e 2006, na quantia exequenda total de 318.530,53 € (Trezentos e dezoito mil, quinhentos e trinta euros e cinquenta e três cêntimos), pelo que deverá, no prazo de 30 (TRINTA) DIAS seguintes ao do final dos éditos, proceder ao seu pagamento, acrescido dos respectivos juros de mora e custas processuais, mediante guias que deverá solicitar neste Serviço de Finanças, podendo, no mesmo prazo, deduzir oposição à execução (art. 203º/ss, CPPT), requerer o pagamento em prestações (art. 196º/ ss, CPPT) ou solicitar a dação em pagamento (art. 201º/ss, CPPT). Faz ainda saber que, se a executada ou outra pessoa por ela não fizer o pagamento no prazo dos éditos, no dia 14 de DEZEMBRO de 2010, pelas 11,00 HORAS, se procederá à venda judicial por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art. 248º/1,CPPT), dos bens a seguir indicados, os quais foram penhorados em 1 de Junho de 2010 no processo de execução fiscal acima identificado, sendo o valor base para a venda o indicado em cada verba, correspondente a 70% do correspondente valor atribuído, não sendo consideradas as de valor inferior (art. 250º/4, CPPT).

BENS A VENDER VENDA Nº 2089.2010.286 – Valor base para as propostas de 53,00 € (Cinquenta e três euros): Uma balança para pesar ferro, com marca e modelo ilegível, sem uso e em mau estado de conservação, a que se atribui o valor de 75,00 euros. VENDA Nº 2089.2010.287 – Valor base para as propostas de 700,00 € (Setecentos euros): Doze caixas em madeira, contendo variado material em ferro galvanizado com o peso total aproximado de 2.100,00 Kg, a que se atribui o valor de 1.000,00 euros. VENDA Nº 2089.2010.288 – Valor base para as propostas de 7.000,00 € (Sete mil euros): Um empilhador hidráulico da marca YANG, das cores verde, amarela e preta, modelo FD-40IIP, com o nº U717515A, com o peso máximo de 4.000 Kg., sendo movido a gasóleo, em razoável estado de conservação e funcionamento, a que se atribui o valor de 10.000,00 euros. VENDA Nº 2089.2010.289 – Valor base para as propostas de 490,00 € (Quatrocentos e noventa euros): Variado material e peça diversas em ferro, com um peso aproximado de 700 Kg., a que se atribui o valor de 700,00 euros. VENDA Nº 2089.2010.290 – Valor base para as propostas de 70,00 € (Setenta euros): Uma balança para pesar ferro, com marca e modelo ilegível, sem uso e em mau estado de conservação, a que se atribui o valor de 100,00 euros. É depositário dos bens o Sr. José Manuel Gonçalves Carvalho, com domicílio na Estrada Nacional 378 – Lote C – Quinta do Lago – 2865000 Fernão Ferro, Telf. 212 128 250, o qual, no cumprimento das suas obrigações e depois de contactado, deverá mostrar os bens aos interessados. As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 16 horas do dia anterior ao da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA Nº 2089.2010.(nº da venda) – J L CARDOSO E FILHOS, UNIPESSOAL, LDA.”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto o legal representante da executada, bem como os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art. 892º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (art. 253º/c. CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço ou parte dele, não inferior a 1/3 do valor da venda, devendo a restante parte ser depositada no prazo de 15 dias, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. É devido o Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) à taxa legal em vigor. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos dezassete dias do mês de Setembro do ano de dois mil e dez. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (Jorge Fernando Santos Morgado)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1299 de 24.09.2010)


42 ADVOGADOS SANTARÉM A Dr. José Francisco Faustino; Drª. Cristina Alvarez; Dr. João Rafael; Dr. Pedro Goulão; Dr. Pedro Matos Barbosa; Dr. Francisco Lopes Leitão - Rua Capitão António Montez, 10 – Santarém - Tel. 243327159 Fax 243327160 - adv.santarem@mail. telepac.pt A Oliveira Domingos - Largo Cândido dos Reis, 3 -1º - Santarém Tel. 243326310 - Fax 243333587 oliveiradomingos-161e@adv.oa.pt A Sandra Alexandre - Rua do Colégio Militar, 10 - 2º esq. - 2000-230 Santarém - Telef./Fax: 243 322 268 A Dr. Francisco Antunes Luís - Av. D. Afonso Henriques, 89 - 2º Dtº - Santarém - Tel. 243321024/ 243321426 - Fax 243321425 advogados.s@mail.telepac.pt

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010 A Drª Margarida Lencastre Fróis - Praça Sá da Bandeira, 22 – 1º Santarém - Tel. 243325178 Fax 243325178 - margarida.lencastre@ gmail.com A Drª Cristina Saldanha - Av. D. Afonso Henriques, 67 – 1º Esq – Santarém - Tel. 243323019 Fax 243333414 - cristinasaldanha1531e@adv.oa.pt A Dr.º Martins Carreto - Rua Dr. António José de Almeida, 17-2º Dto - 2000-238 Santarém - Telefone 243333519 Fax 243326531 e-mail: artinscarreto-1078C@adv.oa.pt A Dr.ª Helena Marques Duarte - Rua Pedro de Santarém - 2 – 2º A - Tel. 243 352 407 – Fax. 243 352 409 - 2000-223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) - hmduarte-16362l@adv.oa.pt

A Dr. Morgado Ribeiro - Av. do Brasil – Edifício Scálabis, 1º Esq – Santarém - Tel. 243323143 Fax 243326144 - morgadoribeiro-185e@ adv.oa.pt

A Drª Ana Sofia Casebre - Rua Dionísio Saraiva, Lote 1 – 1º Andar – Porta A – Almeirim - Tel. 243579134 Fax 243579134 TLM 936280534 A Dr. Sérgio Luís Coutinho dos Santos - Praça da República, 18 A 1º - Apartado 61 – 2080-044 Almeirim Tel. 2435991172 - Fax 243593224 sergiosantos - 365e@advogados.oa.pt A Dr. Vítor Sousa - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626

A Dr. Pedro Borrego - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim -Tel. 243570091 Fax 243570099 - pedroborrego-2083e@ adv.oa.pt A Drª América Cravo - R. Dr. Óscar da Costa Neves, 8 - 1º - 2080-130 Almeirim - Tel. 243597946/8 Fax 243597947 - americacravo-855e@ adv.oa.pt A Drª Sónia Bento - Praça da República, 29 - 1º Esq.º - 2080-044 Almeirim - Tel. 243372159 Fax 243597999 sbentompires.adv@gmail.com

ADVOGADOS Av. 5 de Outubro, Nº 77, 3º Dtº - 1050-049 LISBOA Tel. 213 172 720 Fax. 213 172 729

ABRANTES

CARTAXO

A Mário P. Claro - Célia Cruz Rua Luís de Camões nºs 9 - 11, 1º Esq., 2200-421 Abrantes Tel 241 379 090 - Fax.: 241 363 364; Trv. da Batoca, 6 - 2140-149 Chamusca; Tel/fax: 249 760 058 E-mail: mclaro.ccruz.spa@mail. telepac.pt

A Drª Liliana Pita - R. Dr. Manuel Correia Ramalho, 9 – 2º Esqº - 2070095 Cartaxo - Tel 243703631 Fax 243703631- lilianapita-18943l@ adv.oa.pt

A Norberto Timóteo - Advogado Praceta do Chafariz, Lote 6- 1º Esq. - Apartado 93 - 2204-909 Abrantes; Tel.: 241 363 484; Fax: 241 365 234; Email: norbertotimoteo-169e@ advogados.oa.pt A Eurico Consciência & Associados - Abrantes - Apartado 37 Tel: 241372831 /2/3 - Fax: 241362645 - E-mail: consciencia-839c@adv.oa.pt A António Pires de Oliveira - Rua de Santa Isabel, nº 1- 1º Dto. 2200-393 Abrantes Tel.: 241 360 540 - Fax: 241 372 481 E-mail: dr.a.oliveira-355e@adv.oa.pt - Cédula Prof. 355 Évora

Armando Ferreira

A Drª Ana Fonseca e Silva - Praça 15 de Dezembro, 23ª - 2º A – 2070049 Cartaxo - Tel. 243704323 Fax. 2437074328 - anafonsecaesilva1002e@advogados.oa.pt

LISBOA A Albertino Antunes - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa Tel. 213172720 Fax. 213172729 A Alexandre Oliveira - Telem.: 969 239 263 - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa - Tel. 213172720 - Fax. 213172729

ADVOGADOS    

Rui Roboredo Consciência Eurico Heitor Consciência João Roboredo Consciência Teresa Roboredo Consciência

   

Normando Sérgio Rita Teimão Figueiredo Fernando Zuzarte Saraiva Helena Marques Duarte

ABRANTES: Rua de S. Domingos – 336 – 2º A – Apart. 37 Tel. 241372831/2/3 – Fax 241362645 – 2200 – 397 ABRANTES PONTE DE SOR: Rua Vaz Monteiro – 19 – 1º andar Tel. 242207319 – Fax 242203335 – 7400 – 281 PONTE DE SOR SANTARÉM: Rua Pedro de Santarém – 2 – 2º A Tel. 243352407 – Fax 243352409 – 2000 – 223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) LISBOA: Rua Braamcamp – 52 – 9º Esqº Tel. 213860963 – 213862922 – Fax 213863923 – 1250 – 051 LISBOA

assinatura anual por apenas 25,50 €

Francisco Pedrógão

A Drª Rute Nunes - Rua Dr. Lopes Batista, 5 B -1º E – Cartaxo TLM 914177635 Fax 243120102 - rute.nunes@apoiojuridico.com - www.apoiojuridico.com

MADEIRA LOPES FRANCISCO MADEIRA LOPES

ADVOGADOS

ADVOGADOS

Av. do Brasil - Edifício Scalabis - 1º F Tef.: 243326242 2000 SANTARÉM

A Drª Ana Gomes Ribeiro - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570093 Fax 243570099 - anagomesribeiro2104e@adv.oa.pt

Tel.: 243323700 - Fax: 243332994 Rua Elias Garcia, 24 - 1º Apartado 173 2001-902 Santarém

Tel: 243 328 444 - Fax: 243 391 079

ADVOGADOS

A Drª Ana Oliveira Simões - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570092 Fax 243570099 - anaoliveirasimoes2078e@adv.oa.pt

Telem.: 969 239 263

Travessa do Fróis, 3 - 1º e 2º

ANA MARTINHO DO ROSÁRIO ISABEL ALVES DE MATOS VICTOR BAPTISTA

A Dr. Adriano de Melo Nazareth Barbosa - Praça da República, 29 – 1º Esq. – Almeirim - Tel. 243597997/8 Fax 243597999

ALBERTINO ANTUNES ALEXANDRE OLIVEIRA

SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL

2000-145 SANTARÉM

A Dr. Manuel Faustino Silva - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 - faustino-1239e@adv.oa.pt

A Drª Célia Sousa Pinhal - Praça Lourenço de Carvalho, 12 A 1º 2080-043 Almeirim - Tel. 243593737 Fax 243593737 TLM 966110936 Celiasp-1498e@adv.oa.pt

ORLANDO MENDES TERESA PINTO FERREIRA

E-mail: orlandomtpf_socadv.rl@mail.telepac.pt

ALMEIRIM

Pcta. Pedro Escuro n. 2 1.º Esq. Telef.: 243333821 Fax: 243391021 2000 SANTARÉM

E.Mail: consciencia-839c@adv.oa.pt

Visite o nosso Site: advogadosabrantes.com

FARMÁCIAS DE SERVIÇO SANTARÉM

ALMEIRIM

TORRES NOVAS

Sexta

24 Sá da Bandeira

Av.ª do Brasil, 38

243 322 966

Sexta

24 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Sexta

24 Central

Rua de São Pedro, 5

Sábado

25 Confiança

Urb. Oliv. Arame - S. Domingos

243 306 410

Sábado

25 Correia de Oliveira

Rua Condessa da Junqueira

243 509 370

Sábado

25 Pereira Martins

Rua José Augusto Torres, Lt 129 249 812 472

Domingo 26 Vitorino

Av.ª Bernardo Santareno, 24

243 326 704

Domingo 26 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 592 265

Domingo 26 Pereira Martins

Rua José Augusto Torres, Lt 129 249 812 472

Segunda

27 Helena

R. Dr. Jorge Sena, 12 - Alto do Bexiga 243 420 214

Segunda

27 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Segunda

27 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

249 819 540

Terça

28 Flama Vitae

Pç. Sá da Bandeira, 4 e 5

243 322 195

Terça

28 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Terça

28 Nicolau

Rua 25 de Abril, 7

249 830 180

Quarta

29 Baptista

Rua Serpa Pinto, 101/3

243 322 072

Quarta

29 Correia de Oliveira

Rua Condessa da Junqueira

243 509 370

Quarta

29 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

249 822 067

Quinta

30 Veríssimo

R. Capelo Ivens, 74

243 330 230

Quinta

30 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 592 265

Quinta

30 Central

Rua de São Pedro, 5

249 822 411

1 S. Nicolau

R. Capelo Ivens, 38

243 325 067

Sexta

Praça da República, 45/7

243 592 379

Sexta

Sexta

TOMAR

1 Barreto do Carmo

24 Ribeiro dos Santos

Av. Norton de Matos

249 324 373

Sexta

24 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Sábado

25 Dias Costa

Rua Serpa Pinto, 160-162

249 312 203

Sábado

25 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Domingo 26 Alfa

Av. Nuno Álvares Pereira, 62-64

249 321 404

Domingo 26 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Segunda

Rua Infantaria, 15, Nº 9

249 312 465

Segunda

27 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Terça

28 Torres Pinheiro

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Terça

28 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Quarta

29 Ribeiro dos Santos

Av. Norton de Matos

249 324 373

Quarta

29 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Quinta

30 Dias Costa

Rua Serpa Pinto, 160-162

249 312 203

Quinta

30 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Av. Nuno Álvares Pereira, 62-64

249 321 404

Sexta

1 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Sexta

1 Alfa

Rua José Augusto Torres, Lt 129 249 812 472

CORUCHE

ALPIARÇA

Sexta

27 Misericórdia

1 Pereira Martins

249 822 411

Sexta

24 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Sábado

25 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

Domingo 26 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Segunda

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

27 Almeida

Terça

28 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Quarta

29 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

Quinta

30 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

R. Heróis de Chave

263 504 319

Sexta

1 Almeida

SALVATERRA DE MAGOS ABRANTES

CARTAXO

Sexta

24 Silva

Rua José Estevão, 1

Sábado

Sexta

241 360 060

Sexta

24 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

25 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 702 653

25 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Sábado

Domingo 26 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Domingo 26 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

Segunda

27 Duarte Ferreira

R. Tenente Cor. J. B. Camejo, 13

241 333 222

Segunda

27 Central do Cartaxo

R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B 243 749 123

Terça

28 Motta Ferraz

Largo Mota Ferraz, 7

241 360 520

Terça

28 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

Quarta

29 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.s. Mart. 47

241 360 530

Quarta

29 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 770 997

BENAVENTE

Quinta

30 Silva

Rua José Estevão, 1

241 360 060

Quinta

30 Pereira, Sucrs

243 700 130

Funciona 9 às 22 h

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Sexta

Sexta

1 Silva Tavares

1 Central do Cartaxo

Rua Serpa Pinto, 8

243 770 997

24 Set. Martins Sábado a Sexta 25 Set. a 1 Out. Carvalho

243 700 130 243 702 653

R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B 243 749 123

R. Dr. Gregório Fernandes, 20/2 263 504 451

RIO MAIOR Sexta

24 Set. Cândido Barbosa Rua Serpa Pinto, 50 243 994 700 R. Almir. Cândido dos Reis, 19 243 992 255 Sábado a Sexta 25 Set. a 1 Out. Almeida

Baptista

Assegura serviço durante a noite Martins

Av. Dr. Francisco S. Dias, 8, 1º 263 580 108 R. do Diário de Notícias, 9-r/c

263 517 633


D Dia Mundial da Pessoa com Doença de Alzheimer

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

saúde

43

A associação ALZHEIMER assinalou o Dia Mundial das Pessoas com Doença de Alzheimer, celebrado a 21 de Setembro, sob o tema “Demência. É tempo de agir!”, relembrando a urgência da criação e desenvolvimento de um Plano Nacional para as Demências. Considera uma prioridade nacional o reconhecimento da doença de Alzheimer e de outras demências. Mais informação www.alzheimerportugal.org.

O uso indevido de antibióticos Resistência antimicrobiana ∑ um grave problema de saúde pública A resistência a antibióticos ou resistência antimicrobiana, pode definirse como a capacidade que têm os microrganismos de resistir aos efeitos dos antibióticos. O aparecimento dos antibióticos constituiu, sem dúvida alguma, um dos momentos fundamentais das descobertas na medicina e que alteraram o panorama da saúde pública à escala mundial. No imaginário de muitas pessoas, esta capacidade dos antibióticos em tratar eficazmente doenças infecciosas anteriormente fatais (como a tuberculose, a sífilis e algumas pneumonias), desenvolveu-se a ideia de que eram remédios bons para tirar a febre e para tratar infecções e inflamações de todos os tipos. Iniciou-se com essas práticas um uso excessivo e indevido que levou à resistência antimicrobiana, um flagelo que leva a que muitos dos antigos an-

tibióticos se tornaram ineficazes, o que obriga a investigação farmacêutica a desenvolver novos antibióticos, devido ao aparecimento de novas estirpes bacterianas resistentes a vários antibióticos. O pior cenário é que os patogéneos perigosos acabem por ganhar resistência a todos os antibióticos anteriormente eficazes, levando assim a um aumento incontrolado de epide-

mias que não poderão ser tratadas. Vivemos pois ameaçados pelas superbactérias. Tanto a Organização Mundial da Saúde como a Comissão Europeia têm vindo a propor aos Estados que lancem campanhas dirigidas aos profissionais de saúde e ao público em geral visando estabelecer regras para quem prescreve, quem dispensa e quem toma an-

tibióticos. As farmácias não podem ficar insensíveis a tal desafio. Tendo passado a ser banal recorrer-se á utilização de antibióticos para toda e qualquer situação, mesmo que não se trate de uma infecção produzida por bactérias, todos nós, sem excepção, temos que ser convocados para inverter a eventualidade de um aumento incontrolado de epidemias.

CONSULTÓRIOS MÉDICOS DO JARDIM Praça da República, Nº 47 - 1.º - ALMEIRIM Junto à Farmácia Barreto do Carmo MEDICINA GERAL E FAMILIAR Dr.ª Emanuela Santos Andrade Dr. Generoso Barbosa Dr.ª Anabela Xavier de Basto PSIQUIATRIA Dr.ª Joana Alexandre Dr. João Chambel CARDIOLOGIA Dr.ª Marisa Peres NEUROCIRURGIA Dr. Rui Bello Silva PSICOLOGIA Dr.ª Sandra Silva Dr. Ricardo Luciano (Avaliação Psicoterapia c/ crianças) ENDOCRINOLOGIA Dr. Carlos Fernandes PEDIATRIA Dr.ª Teresa Barracha Dr. Nuno Carvalho GINECOLOGIA/OBSTETRÍCIA Dr.ª Patrícia Silva Dr.ª Graça Marona Dr. Pedro Rocha (HDS) Dr.ª Lucília Gaspar (HDS) PODOLOGIA Dr.ª Sandrina Fortunato

UROLOGIA Dr. António Oliveira ORTOPEDIA Dr. Joaquim Simões CIRURGIA VASCULAR Dr. Edgar Berdeja FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA Fisioterapeuta Alexandra Claudino PNEUMOLOGIA Dr.ª Paula Cravo IMUNOALERGOLOGIA Dr. Abreu Nogueira DIETISTA/NUTRICIONISTA Dr.ª Susana Brites/Dr.ª Helga Marques NATUROPATIA/ /HOMOTOXICOLOGIA Dr. Jaime João Tavares TERAPIA DA FALA Terapeuta Dora Colaço SERVIÇOS DE ENFERMAGEM Enf.ª Ana SHIATSU Drª Mª Rosário Salavessa ELECTROCARDIOGRAMAS Com Técnico Especializado CTG - Grávidas Holter - 24 h Mapa (Tensão Arterial)

Acordos com ADVANCE CARE; MULTICARE e MÉDIS ANÁLISES CLÍNICAS - com todos os acordos

MARCAÇÕES

Tel 243 593 422 Tlm 969 902 195

Na educação para a saúde, nas acções preventivas nos centros de saúde, sobretudo na comunicação entre o pediatra e a mãe, nas farmácias, nos meios de comunicação social, temos que dizer frontal e insistentemente: um antibiótico só pode actuar sobre bactérias, não pode actuar nos vírus. Por exemplo, gripes, constipações, sarampo, hepatite, varicela ou papeira são provocadas por vírus, os antibióticos são ineficazes. A grande maioria das infecções comuns não são tratadas por antibióticos porque são de origem vírica. Depois deste esclarecimento, impõe-se outro, já referido anteriormente: o uso imoderado de antibióticos favorece o contacto das diversas bactérias com múltiplos antibióticos, as quais, pelos seus mecanismos de defesa sofrem mutações para conseguir conviver com os antibióticos, tornando-se por ve-

zes indestrutíveis, a bactéria sobrevive ao contacto com o antibiótico. Temos, pois, todos que mudar de comportamento. O doente só deve iniciar um tratamento com antibiótico após um diagnóstico médico; e nunca insistir junto do farmacêutico para que este lhe dispense um antibiótico sem receita médica; seguir com rigor as recomendações do médico e do farmacêutico sempre que for prescrito um antibiótico; cumprir o tratamento prescrito até ao fim, respeitando o intervalo entre as tomas e a duração; não interromper a terapêutica mesmo que se sinta melhor (o alargamento do intervalo entre as tomas e a suspensão do tratamento logo que se registem melhoras, são duas das principais causas responsáveis pela resistência bacteriana). Todos temos responsabilidades no bom uso dos antibióticos. Beja Santos


44 SAÚDE

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Terapeuta Osteopata Rui Leite Ceficarte CENTRO

DE

FISIOTERAPIA

DO

CARTAXO

MARCAÇÕES: Tlm.: 919 612 454 • Tel./Fax: 243 702 311 Av. João de Deus, n.º 10 r/c • 2070-011 Cartaxo

Dr. ARMANDO RODRIGUES LOPES INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243 327 546 - 2000 SANTARÉM

Drª MADALENA BARRETO INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243327546 - 2000 SANTARÉM

DR. JOSÉ LUÍS P. BARRETO UROLOGISTA Pela Ordem dos Médicos DOENÇAS DOS RINS, VIAS URINÁRIAS E APARELHO SEXUAL MASCULINO

F. RIBEIRO DE CARVALHO CIRURGIÃO PLÁSTICO Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética Cirurgia Estética e Reconstrutiva da Mama Cirurgia do Contorno Corporal Cirurgia Estética Facial Surgimed Pcta. Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6 - r/c SANTARÉM Marcações pelo Tel: 243 30 57 80

CONS. - SURGIMED

Pr. Eduardo Rosa Mendes n.º 6 R/C - Telef.: 243305780 2000 SANTARÉM

Dr. A. JÚLIO SILVA Médico Especialista ORTOPEDIA

SANTARÉM

(Centro Clínico do Choupal) R. Capitão António Montez, 4-A Tel. 243326935 SANTARÉM

CLIMECO - Clínica Médica de Eduardo Lopes

Dr. Rui Castro

DRA. MARISA PERES

Médico Especialista de Clínica Geral

Consultas e Exames de Cardiologia

Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

CONSULTÓRIO:

Santarém: GFS: 243 328 890 IMS: 962 567 961

Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Rua José Saramago, 17-1º (edifícios atrás do Banco de Portugal)

Telef. e Fax: 243 327 431

MÉDICA CARDIOLOGISTA

Almeirim: Clínica do Jardim: 243 593 422

Telemóvel: 917 770 678

Enfercentro: 243 579 601

CONSULTAS E MARCAÇÕES DIÁRIAS

Aveiras de Cima: Centro Médico de Aveiras: 263 474 976

Oftalmologia Dr. Eduardo Lopes Oftalmologia Pediátrica Drª Cristina Amorim Ortóptica Dr. Alfredo Sousa - Drª Ana Ascensão Neurocirurgia Dr. Bello da Silva Acordos c/ Multicare

Neurologia Drª Adelaide Palos Dermatologia Drª Maria João Reumatologia Drª Manuela Micaelo Acordos c/ Multicare

Psicologia Drª Sandra Silva - Drª Isabel Baptista Medicina Interna Dr. Victor Bezerra Nutrição Drª Susana Rodrigues MARCAÇÕES PELO TELEFONE 243 328 303 Rua Colégio Militar, Lt. A - 1º Esquerdo (junto ao antigo Campo dos Leões) 2000 SANTARÉM


SAÚDE 45

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

Júlio Aranha Cardiologista

Consultas de Cardiologia Ecocardiograma M e 2D Ecocardiograma com doppler e côr ECG Holter de 24 horas Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial Electrocardiograma Provas de Esforço SANTARÉM - Tel. 243 327 431 RIBACLÍNICA - CHAMUSCA - Tel. 249 760 031 CENTRO CLÍNICO DO CHOUPAL MED. FÍSICA E REABILITAÇÃO CONSULTAS Fisiatria (Dr.ª Helena Martins) (Dr. José Miguel Pais) Ortopedia (Dr. A. Júlio Silva) Psicologia (Dr.ª Elsa Couchinho) (Dr.ª Teresa Molina) Clínica Geral e doenças do Coração (Dr.ª Liliana Aleksandrov)

Drª ISABEL MONTEIRO Médica Cardiologista • Consultas de Cardiologia • Electrocardiogramas • Ecocardiogramas Modo M, 2D e Doppler a cor • M.A.P.A. (Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial) Rua Dr. António José de Almeida, nº 11, 4º Dt.º 2000 - SANTARÉM

Telef. 243 326 957

Sílvia Lencastre Fróis Psicóloga Clínica Psicologia Clínica e Psicoterapia Marcações pelo tmóvel -

918 732 116

Santarém • Coruche • Rio Maior

JOSÉ MANUEL PIRES TEIXEIRA MÉDICO ESPECIALISTA - GINECOLOGISTA / OBSTETRA ASSISTENTE HOSPITALAR GRADUADO do HOSPITAL DE SANTARÉM DOENÇA DA MAMA - DIPLOMADO e MASTER em Senologia / / Pat. Mamária pela F. de Medicina da Un. de Barcelona

assinatura anual

por apenas 25,50 €

ACORDOS FISIOTERAPIA: ADSE, ADMFA, ADMA, C.G. DEPÓSITOS, CTT, SAMS, TELECOM e SEGURADORAS R. Capitão António Montês, 4-A (Rampa Ciclistas) Tel. 243326935 - Fax: 243326935 2000 SANTARÉM

DR. JOSÉ BRANCO PSICÓLOGO CLÍNICO E PSICOTERAPEUTA MEMBRO EFECTIVO DA ORDEM DOS PSICÓLOGOS (CÉDULA PROFISSIONAL Nº 8881) MEMBRO FUNDADOR DA SOCIEDADE PORTUGUESA DE PSICOTERAPIAS CONSTRUTIVISTAS

CENTRO MÉDICO E DE ENFERMAGEM DE ABRANTES Largo de S. João, N.º 1 - Telefones 241 371 566 - 241 371 690

C O N S U LTA S

POR

ACUPUNCTURA Dr.ª Elisabete Alexandra Duarte Serra ALERGOLOGIA Dr. Mário de Almeida; Dr.ª Cristina Santa Marta CARDIOLOGIA Dr.ª Maria João Carvalho CIRURGIA Dr. Francisco Rufino CLÍNICA GERAL Dr. Pereira Ambrósio - Dr. António Prôa DERMATOLOGIA Dr.ª Maria João Silva GASTROENTERELOGIA E ENDOSCOPIA DIGESTIVA Dr. Rui Mesquita; Dr.ª Cláudia Sequeira MEDICINA INTERNA Dr. Matoso Ferreira NEFROLOGIA Dr. Mário Silva NEUROCIRURGIA Dr. Armando Lopes NEUROLOGIA Dr.ª Isabel Luzeiro; Dr.ª Amélia Guilherme

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DE PROBLEMAS DE NATUREZA PSICOLÓGICA CONSULTAS PRESENCIAIS E PELO TELEFONE

MARCAÇÃO

OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA Dr.ª Lígia Ribeiro, Dr. João Pinhel OFTALMOLOGIA Dr. Luís Cardiga ORTOPEDIA Dr. Matos Melo OTORRINOLARINGOLOGIA Dr. João Eloi PNEUMOLOGIA Dr. Carlos Luís Lousada PROV. FUNÇÃO RESPIRATÓRIA Patricia Gerra PSICOLOGIA Dr.ª Odete Vieira; Dr. Michael Knoch; Dr.ª Maria Conceição Calado PSIQUIATRIA Dr. Carlos Roldão Vieira; Dr.ª Fátima Palma UROLOGIA Dr. Rafael Passarinho NUTRICIONISTA Dr.ª Carla Louro SERVIÇO DE ENFERMAGEM Maria João TERAPEUTA DA FALA Dr.ª Susana Martins

CONSULTÓRIOS: LISBOA: CLÍNICA MOVIMENTO E SAÚDE, R. JOSÉ FALCÃO, 52, 2º, F ALVERCA: R. CIDADE DE DÉVNIA, 21, 2º, DTO

MARCAÇÕES E INFORMAÇÕES

961 285 155 / 216 037 099

Surgimed Anat.Patológica Dra. Margarida Mendes

Endocrinologia Dr. Luís Raposo

Ortopedia Dr. Duarte Cadavez

Cir.Geral/Obesidade Dr. Joaquim Costa

Gastroenterologia Dr. Júlio Veloso

Pneumologia Dr. Marco da Costa e Silva

Cirurgia Plástica Dr. Ribeiro de Carvalho

Medicina Interna Dra. Luísa Wandschneider

Cirurgia Vascular Dr. Mário Soares Clínica Geral Dra. Hélia Castro Dr. Benjamim Coimbra

CONSULTÓRIO NA CLÍNICA “FERRO DE ENGOMAR” Rua do Quintino, 9 - A - Tel.: 243770939 - CARTAXO

Dermatologia Dra. Joana Parente

CONSULTÓRIO DENTÁRIO - Nova morada -

DR. MARCÃO Médico especialista de ESTOMATOLOGIA (Doenças da boca e dentes) pela Ordem dos Médicos e pelo Hospital de Santa Maria

Dietética Dra. Célia Dias

Largo Cândido dos Reis, 11 - 1º Direito (junto à rotunda do hospital velho) Telef: 243 326 435 - 2000 SANTARÉM

Neurologia Dr. Jorge Becho Neuropsicologia Dr. Nuno Pestana Oftalmologia Dr. Juan Palomares Dr. Castela Rodrigues

Psiquiatria Dr. Vítor Henriques Reumatologia Dr. Teixeira Costa Urologia Dr. Luís Barreto Dr. Luís Costa

CENTRO AUDITIVO WIDEX Exames Complementares e Outros:

Audiologia  X  X  X X

Dr.ª Odete Batista

Diagnóstico (adultos e crianças) Reabilitação Auditiva (Próteses Auditivas) Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Cerebral (PEATC) Protectores de Natação

Cardiopneumologia CLÍNICA - CIRURGIA - PRÓTESES DENTÁRIAS CONSULTAS TODOS OS DIAS

Neurocirurgia Dr. Carlos Calado

Psicologia Dra. Elsa Martins Dr.João Paulo Ribeiro Dra. Cátia Lima

X

Dr.ª Patrícia Branco

Estudo do Sono

Acordos: CGD, SAMS, PT, Médis, Advance Care e Mondial Assistance Horário: 13.00 às 20.00 horas

Largo Cândido dos Reis, 14 - 1.º Esquerdo • 2000-241 Santarém Tel.: 243 391 547 • Fax: 243 391 549 • E-mail: audioteste@netcabo.pt

• • • • • • •

Endoscopia Digestiva Alta Colonoscopia Fibrorectosigmoidoscopia Polipectomia Endoscópica Citologia Aspirativa Urofluxometria E.C.G.

• Trat. varizes (esclerose e laser) • Sedação profunda c/apoio de Anest. p/ exames endoscópicos • Laser Cirúrgico • M.A.P.A. • Holter 24 horas • Polisonografia em ambulatório

Marcações das 9:00 às 19:00 de 2ª a 6ª Feira Telef: 243 305 780 Fax: 243 305 781 Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6-r/c 2005-174 SANTARÉM Email: surgimed@mail.telepac.pt


46

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

imobiliário & classificados IMOBILIÁRIO arrenda-se A QUARTO mobilado estudantes/Santarém 969303121 A T1 mobilados prof enf enf.ff.. etc. eet c. TLM 911010160 A O CNEMA dispõe de 3 lojas (espaços comerciais/ escritórios) c/ as seguintes áreas 18m2, 26m2 e 125m2 ( esta última inclui wc). Contactar TLF 243300300 ou geral@ cnema.pt A QUARTO mobilado perto Hospital Novo Santarém a estudante, enfermeira, professora TLM 938434237 A T1 mobilados prof enf. etc etc. tc. tc TLM TTL L 911010160

IMOBILIÁRIO vende-se A MORADIA nova 10km A1 A1 Str 135000€ neg. TLM T LM 911010160 A MORADIA 6 quartos 4 wc 3 pisos TLM 962719038 A PRÉDIO c/ 4 Apt a render 195000€ TLM 962719038 A MORADIA T3 reconstruída situada no Bairro D. Constança. Sala c/ lareira, 3 quartos, WC e cozinha. No espaço exterior anexos e telheiros. Piscina, WC de apoio e Jardim cuidado–149.500€ www. remax.pt/120431114-10 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500 A MORADIA em Achete a 10 min. de Santarém e da A1. 2 quartos c/ roupeiros sendo um deles suite com poliban e janela, Sala c/ lareira, Cozinha ampla equipada

com placa, forno e exaustor e uma boa despensa ou lavandaria, WC com lavatório duplo, banheira de hidromassagem e janela. Hall, com acesso a alçapão para o sótão, Aspiração central. No exterior possui logradouro com churrasqueira, telheiro – 100.000€ www.remax. pt/120431070-179 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T3 remodelado perto da Segurança Social em Santarém. Prédio com 2 elevadores, o apt fica no último piso, 5º andar, o que possibilita bonitas vistas de envolvência. Canalização e electricidade recentes. Cozinha remodelada. Varanda das traseiras fechada em marquise e janelas com vidros duplos. Quarto com ar condicionado, sala, cozinha, despensa e 2 WC’s, três roupeiros. - 85.000€ www.remax. pt/120431105-15 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A MORADIA isolada em Alpiarça, rés do chão e sótão aproveitado. No r/c tem três quartos, um deles c/ roupeiro, salão c/ lareira, cozinha c/ sala de refeições, despensa, dois WC´s, logradouro com canil, alpendre e garagem. No piso superior mais um salão c/ lareira, um espaço para arrumos, além de outros dois espaços de arrumos transformados em quartos, um WC, um Hall, e varanda com acesso ao logradouro. – 160.000€ www.remax. pt/120431092-45 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A T3 em bom estado de conservação, c/ 2 casas de banho e cozinha c/ despensa. Dois dos quartos têm roupeiro; uma das casas de banho tem janela. O imóvel tem três frentes e boa exposição solar. Este apt tem arrecadação. O prédio é servido por dois elevadores e tem muito bom aspecto nas zonas comuns. Situado na zona da Praça de Touros 70.000€ www.remax. pt/120431104-22 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500

A APT T4 localizado perto do Hospital, em zona residencial aprazível e em bom estado de conservação. Sala c/ lareira, 4 quartos (2 c/ roupeiro e varanda), 2 casas de banho (uma com duas janelas). Cozinha equipada com despensa, pré-instalação de aquecimento central e lugar de estacionamento. Prédio bem localizado, com 3 frentes e boas vistas – 85.000€ www.remax.pt/12043112135 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T4 no centro de Santarém, zona residencial c/ facilidade de estacionamento, último piso destinado a habitação. Casa de traça antiga com pé direito alto, paredes estucadas em bom estado mas carente de melhoramentos. Perto de comércio, serviços e Rodoviária, com boas acessibilidades. - 50.000€ www.remax.pt/120431071119 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T2, Almeirim, coo novo, cozinha equipada, logradouro c/churrasqueira. Valor 90.000,00€ - Ref. A-327 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A TERRENO c/ 165m2, Almeirim, c/ moradia para demolir. Valor 27.500,00€ Ref A-326 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A APT T3, Almeirim, novo, lugar garagem, ar condicionado, cozinha equipada, excelentes. Valor 115.000,00€ - Ref. A-322 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A MORADIA T2 rural, na Várzea, 1900m2 terreno, zona sossegada. Valor 68.000,00€ - Ref. A-320 TLF: 243595033 www.habigotica. com AMI 5915 A LOJA em Santarém, nova, 110m2, grandes montras. Valor 97.500,00€ - Ref. S-574 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A São Vicente Paúl - Moradia T3, usada, como nova,

c/ 2 quartos, suite , cozinha, sala, 2 wc, alpendre, garagem. 2 cadernetas urbana c/1.000m2 e rústica c/3.020m2. convida ao relax e qualidade de vida . ZEN , c/ a capital do gótico e entrada para A1 a 10 min. ZEN MOR.199 PREÇO 175.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – Jardim de Baixo Moradia T3, r/c e 1º, usada, soalheira, em ópt. estado, pré-instal. p/ paneis solares, logradouro, alpendre, garagem indiv..Zona residencial mtº aprazível, próx. entrada A1, zonas comercias, escolas e cidade de Santarém. ZEN MOR.198 PREÇO 165,000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Romeira Moradia T4+1. r/chão, cave e sótão. No r/ chão: hall, sala, quarto, suite, wc e alpendre; na cave: cozinha, despensa, casa máq., 2 quartos, casa jantar e wc. Sótão amplo. 2 cadernetas, s, urbana c/ 450m2, rústica c/ 11.680m2. ZEN MOR.1300 PREÇO 199.000€ AMI 65666 ZEN Santarém TLM 919727243 A Alpiarça Moradia T5+1,usada ( cave, r/c e 1º), proj. numa construção e acab. Qualidade, zona habitacional privilegiada...Barragem, Museu dos Patudos e Reserva Natural do Cavalo Sorraia. ZEN MOR.168 PREÇO 280.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – S.Salvador Apt Duplex T2, usado, bem cons., bons acab., 2 quartos, sala, Wc ,cozinha, zona arrumos, garagem priv. c/ acesso ao duplex, arrecadação, em zona calma, a 3 min. centro da cidade, e 5 min. acesso a A1 .ZEN APT.107 PREÇO 97.500€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Almeirim Apt T3, novo, hall (tecto falso c/ projec.) 2 quartos (roupeiros de correr), 1 suite( banheira hidrom. wc c/ janela), sala, wc, cozinha semi-equipada c/ electrodom. INDESIT, garagem (box indiv. exterior, c/ água e luz ligado

cada fracção), zona agradável, c/ jardim, bons acessos rodoviários ZEN APT.155 PREÇO 105.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Apt. usado T2 Almeirim c/ 1 lugar de garagem. 100.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Casa antiga em Ponte do Soleiro/ Santarém. 50.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A LOJA c/ + - 40 m2 em Santarém na zona histórica. 42.500€ neg - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. usado T2 em Santarém. 65.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. novo T3 c/ garagem em Almeirim. 126.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A MORADIA nova 10km A1 A1 Str 135000€ neg. TLM 911 991 1 010160 911010160 A MORADIA 6 quartos 4 wc 3 pisos TLM 962719038 A PRÉDIO c/ 4 Apt a render 195000€ TLM 962719038 A CAFÉ Restaurante + moradia 5 assoa c/ terreno Benfica do Ribatejo. Aceiro permuta parte valor. Preço 250.000€ T 969738212

A RIO MAIOR - Prédio de R/C e 1º piso para recuperar (13 divisões) c/ arrecadação e pátio, no centro da cidade. 90.000 € www.remax. pt/121871072-79 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 334 733 A ALMEIRIM - Apartamento T3 em zona calma. Bons acabamentos. Cozinha semiequipada, 2 varandas, elevador. 92.500 € www.remax. pt/121871074-64 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 778 968 A SANTARÉM - T3 (R/C) como novo c/ acabamentos de excelência. Cozinha equi-

pada e garagem box para 1 carro. Zona da Escola Agrícola. 132.000 € www.remax. pt/121871028-395 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 311 745 n CARTAXO - T3 situado em zona calma. Cozinha semi-equipada. Roupeiros, varanda. Vista desafogada. 115.000 € www.remax. pt/121871028-376 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 311 745 A CARTAXO – Casa para recuperar no centro da cidade, c/ quintal de 100 m2 c/ poço, forno e 2 anexos. Aproveitamento de 2 sótãos. 60.000 € www.remax. pt/121871073-23 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 725 440

tunidade de negócio. Preço: 95.000,00€ - Ref. 700 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A MORADIA T3 Moçarria, 382m2 terreno, dois pisos, como nova, Avaliação garantida, condições especiais Preço: 137.300,00€ - Ref. 747 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf 915084892/243094092 A SANTARÉM – S. Nicolau Apartamento 5 Assoa; 4 Quartos c/ Boas Áreas; 3 Wc’s; Sala c/ Lareira; Cozinha c/ Despensa; Varandas; 2 Frentes; Lugar de Garagem; Muito Bem Localizado Junto a Com. e Serviços Ref. 4177 Preço: 90.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

A ALMOSTER – Quintinha de 1.650 m2 c/ moradia T3 + garagem p/ 2 carros e arrumos (240m2). Toda murada e com um lindo jardim... 149.900 € www.remax. pt/121871073-23 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 926 613 915

A SANTARÉM – Arredores Terreno c/ 6.440m2; Viabilidade de Construção p/ Moradia c/ 271m2; Água e Luz; Excelente Exposição Solar; Bons Acessos Ref. 4182 Preço: 62.500,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

A CARTAXO – Moradia T2 no centro da cidade virada para 3 ruas (3 frentes). Composta de R/C e 1º piso + terraço. 97.500 € www.remax. pt/121871081-12 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 962 191 373

A SANTARÉM – Arredoress Moradia R/Ch Destinada p// Comércio; Arrecadação; Áreaa Total de 126m2; Localizada no Centro da Vila Ref. 3362 Preço: 60.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

A SANTARÉM – T2 em bom estado de conserv., com 1 WC recuperado e zona de tratamento de roupas. Arrecadação na cave e elevador. 48.000 € www.remax. pt/121871074-62 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 778 968

A SANTARÉM – Arredores Ruína c/ 66m2; Logradouro c/ 454m2; Inserida em 15.000m2 de Terreno; Acessos Alcatroados; Excelente Vista Sobre o Campo Ref. 3760 Preço: 43.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

A MORADIA T3 Arneiro Tremês, 415m2 útil, Com terreno, a 10km Santarém Preço: 125.000,00€ - Ref. 363 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

A SANTARÉM – S. Salvador Apartamento 3 Assoa.; Cozinha Semi-Equipada; Arrecadação; Despensa; Varanda; Boas Áreas; Excelente Vista Ref. 3370 Preço: 75.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

A APARTAMENTO T3 São Domingos, Usado, ar condicionado box fechada, Opor-

A APARTAMENTO T2 Salvaterra de Magos, Novo, cozinha equipada, box fechada, suite. Excelente negócio. Preço: 100.000,00€ - Ref. 751 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

VEÍCULOS vende-se A MINI MOTA até 13 anos TLM 962719038

DIVERSOS geral A CUIDO de idoso idosos os em Concavada dia e noite noite TLM 963087149

DIVERSOS mensagens A PROCURO senhora até 50 anos assunto sério TLM 914143540

FAUSTINO SANTOS

Acupunctura / Hipnoterapia Clínica Licenciado em Medicina Tradicional Chinesa Curso pós-graduado de aperfeiçoamento de Hipnose em Clínica Médica (componente de especialização) da Faculdade de Medicina de Lisboa

Praceta Pedro Escuro, 10 - 3.º Esq.º (Junto à Rádio Pernes)

MARCAÇÕES - Telemóvel: 962 600 338

www.faustinosantos-acupunctura.com

assinatura anual

por apenas 25,50 €


SERVIÇOS / PUBLICIDADE 47

O Ribatejo 24 | Setembro | 2010

CAMÂRA MUNICIPAL DE MAÇÃO Contribuinte nº 680 002 650

AVISO Nos termos do nº 1 do artigo 78 do Decreto-lei 555/99, de 16 de Dezembro na redacção que lhe foi conferida pela Lei nº 60/2007, de 4 de Setembro, torna se público que a Câmara Municipal de Mação, emitiu em 2010/09/17, a ALTERAÇÃO AO ALVARÁ DE LOTEAMENTO COM OBRAS DE URBANIZAÇÃO Nº’ 3/1989, em nome de ACILINO DE JESUS DIAS SILVA, que titula a aprovação da operação de Loteamento do prédio sito em Covão, da Freguesia de Envendos, descrito na Conservatória do Registo Predial de Mação sob o nº 931 e inscrito na matriz predial rústica sob o artigo 62 da secção BE, da respectiva Freguesia. Área abrangida pelo Plano Director Municipal. Operação de Loteamento com as seguintes características: > > > > > > > >

Área do prédio a lotear - 13 100 m2 Área total de construção - 2 333 m2 Nº de lotes, 12 com a área de 784 m2 a 1 268 m2 Nº máximo de pisos cima da cota da soleira - 2 Nº de fogos total - 12 Nº de lotes para habitação - 12 Nº de lotes para habitação e comércio - 0 Área de cedência para o domínio público municipal - 1 118 m2

São cedidos para o domínio privativo do Município de Mação os lotes 3 a 8 e 10 a 12 como compensação pela execução das obras de urbanização, conforme deliberação de Câmara de 30 de Junho de 2010. Paços do Município de Mação, 17 de Setembro de 2010. 0 Presidente da Câmara José Manuel Saldanha Rocha (Dr.)

Empresa especializada em “HOTELARIA E EVENTOS”, pretende admitir para os seus quadros:

COZINHEIRA/O REQUISITOS: - Idade 25/45 anos - Experiencia profissional mínima de 5 anos, em unidades hoteleiras (Confecção de pratos típicos da região, entre outros, e sua decoração ) - Grande sentido de responsabilidade - Candidatos devem apresentar CV, e documentação relevante comprovando experiência profissional OFERECE-SE: Alojamento e alimentação Remuneração muito atractiva e ajustada à experiencia e perfil dos candidatos Oportunidade de carreira numa empresa sólida, conceituada e em expansão Resposta por escrito para a seguinte morada:

SGLUX – Comercio Internacional, Lda Rua Poeta Ruy Belo, n.º 26 A r/c Esq. 2040-323 Rio Maior

NOTARIADO PORTUGUÊS CARTÓRIO NOTARIAL DE SÓNIA ONOFRE EM ABRANTES A CARGO DA NOTÁRIA SÓNIA MARIA ALCARAVELA ONOFRE Certifico para efeitos de publicação que por escritura lavrada no dia vinte de Setembro de dois mil e dez, exarada de folhas treze a folhas catorze verso, do Livro de Notas para Escrituras Diversas OITENTA E DOIS - A, deste Cartório Notarial, foi lavrada uma escritura de JUSTIFICAÇÃO na qual ALVARO DOS SANTOS CASOLA, contribuinte fiscal número 148 908 160, devidamente autorizado por sua mulher SILVINA DOS ANJOS BENTO, contribuinte fiscal número 148 908 179, casados no regime da comunhão de adquiridos, ambos naturais da freguesia de Alcaravela, do concelho de Sardoal, residentes na Estrada Principal 244-3, no lugar de Panascos, em Alcaravela, Sardoal, DECLAROU que é dono e legitimo possuidor do prédio urbano, sito na Estrada 244/3, no lugar de Panascos, na freguesia de Alcaravela, do concelho de Sardoal, composto de casa de habitação de rés do chão e logradouro, com área coberta de oitenta e um metros quadrados e logradouro com oitocentos e trinta e nove metros quadrados, a confrontar de Sul, Nascente e de Poente com Antônio Dias Casola e de Norte com Estrada Principal 244/3, omisso na Conservatória do Registo Predial de Sardoal, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 872. Que o prédio ora justificado está inscrito na matriz em nome dele justificante marido e que é possuidor do mesmo, desde pelo menos, mil novecentos e setenta e sete, o qual foi construído em terreno que veio à sua posse por doação meramente verbal, ainda no estado de solteiro maior, de seus Pais António Dias Casola e Maria Rosa, casados que foram no regime da comunhão geral de bens, residentes em Panascos, Alcaravela, Sardoal. Que, ele justificante, se encontra na posse do referido prédio desde a referida data, há mais de trinta anos portanto, vem exercendo continuamente a sua posse, à vista e com conhecimento de toda a gente da freguesia e freguesias limítrofes, usufruindo de todas as utilidades do prédio, fazendo a sua conservação e obras de beneficiação, na convicção de exercer direito próprio, ignorando lesar direito alheio, sendo reconhecido como seu dono por toda a gente, pacificamente, porque sem violência, continua e publicamente, de forma correspondente ao exercício do direito de propriedade, sem a menor oposição de quem quer que seja e pagando os respectivos impostos, verificando se assim todos os requisitos legais para que ocorra a aquisição do citado imóvel por usucapião Está conforme ao original e certifico que na parte omitida nada há em contrário ou além do que nesta se narra ou transcreve Abrantes, 20 de Setembro de 2010. A Notária (Sónia Maria Alcaravela Onofre)

ARRENDA-SE Espaço para escritório/ Serviços c/ 80 m2 Qualquer actividade - Em openspace, Totalmente Remodelado

Centro Cidade Santarém Contacto: 96 210 87 61

Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Secundária Sá da Bandeira

CONVOCATÓRIA Ao abrigo dos estatutos desta Associação, convoco a Assembleia-geral Ordinária para reunir no dia 07 de Outubro de 2010 às 21 horas nas instalações desta Escola Secundária, com a seguinte Ordem de Trabalhos: 1. Apresentação, discussão e aprovação do relatório e Contas referentes ao ano lectivo 2009/10. 2. Apresentação das listas candidatas aos Orgãos de Gestão para o ano lectivo 2010/11. 3. Eleição dos Órgãos de Gestão para o ano lectivo 2010/11. 4. Outros assuntos julgados de interesse. Santarém, 16 de Setembro de 2010 O presidente da Assembleia geral Carlos Ferreira da Costa Alerta-se para a grande importância da sua participação nesta Assembleia-geral www.apeeessb.no.sapo.pt

apee_sa_bandeira@sapo.pt


tempo: céu nublado A próxima semana será de céu nublado com possibilidades de aguaceiros na segunda-feira. Os aguaceiros deverão voltar na quinta-feira. 24 | SETEMBRO | 2010

∑agenda Sexta-feira

Abrantes ∑ Teresa Guilherme e Guilherme Filipe numa comédia em Abrantes, no cine-teatro às 21h30. Santarém ∑ Joana Amendoeira

actua no Convento de S. Francisco. Às 21h30. Cartaxo ∑ Maria João canta às 22h30 no Centro Cultural do Cartaxo. Sardoal ∑ Ana Laíns nas festas.

Sábado Sardoal ∑ Susana Félix actua nas festas, às 23h.

Impresso em papel que incorpora 30 por cento de fibra reciclada, com tinta ecológica de base vegetal

Cavaco Silva voltou ao Sardoal 16 anos depois Unidade de acamados - Presidente da República na Santa Casa da Misericórdia O Presidente da Republica, Cavaco Silva inaugurou, na quarta-feira dia 22 de Setembro, feriado municipal de Sardoal, uma unidade de apoio a acamados da Santa Casa da Misericórdia de Sardoal. É uma unidade com capacidade para acolher sete utentes e a nova aposta daquela instituição de solidariedade social da vila. No seu discurso o Presidente salientou a importância das instituições de apoio social mas deixou um recado a pedir que o poder central, local e as instituições sociais dêem as mãos no combate a po-

breza. A este apelo juntou ainda o desabafo que a “pobreza infantil dói ainda mais, porque as crianças são os homens de amanhã”. Contudo, o Presidente da República frisou que a pobreza em Portugal “não é uma realidade sem

remédio. Já o presidente da Câmara de Sardoal, Fernando Moleirinho deixou o lamento de ver o acesso a fundos comunitários cada vez mais difícil e complicado face aos adiamentos e dificuldades de acesso

criando constrangimentos aos municípios do interior. Fernando Moleirinho salientou ainda o facto dos planos de ordenamento territoriais terem cada vez mais constrangimentos no que seriam documentos de apoio ao desenvolvimento do território. Cavaco Silva voltou a Sardoal 16 anos depois da primeira visita, em 1994, como primeiro-ministro. Nesta altura inaugurou o lar de idosos da Misericórdia e agora, 16 anos depois, voltou como Presidente da Republica para inaugurar outra unidade da mesma instituição.

RPP Solar arranca em Outubro com 120 empregos

Festival Nacional de Gastronomia Promove Cadernetas de Bilhetes com 10 ingressos A Direcção do Festival Nacional de Gastronomia de Santarém, prepara condições de acesso especiais para os visitantes mais assíduos da XXX Edição do Festival, que se realiza de 16 de Outubro a 01 de Novembro de 2010. A aquisição de 10 bilhetes pré-comprados pelo preço de 20€ é uma forma de premiar as pessoas que visitam o certame diariamente, além de facilitar a afluência às bilheteiras, já que o preço se mantém a 2.5€. As cadernetas estão à venda na sede do Turismo de Lisboa e Vale do Tejo, na Casa do Campino com o seguinte horário: de Segunda-feira a Sexta-feira - das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h00 a partir de 06 de Outubro e até 15 de Outubro de 2010. A Direcção Joaquim Luís Rosa do Céu

A fábrica da RPP Solar vai começar a produzir painéis solares fotovoltáicos em Outubro para satisfazer encomendas de 73 milhões de euros até ao final do ano, anunciou o administrador Alexandre Alves numa visita dos deputados do PS às obras. Numa apresentação aos deputados, Alexandre Alves afirmou que “a primeira nave está pronta para receber as linhas de montagem”, que vão ter nove robôs de tecnologia alemã, acrescentando que já esta semana o cais de embarque estaria pronto. “Em Outubro, vão começar a ser produzidos os primeiros painéis solares fotovoltáicos, com a entrada imediata de 120 colaboradores, que já completaram os processos formativos”, acrescentou, referindo ainda que até final do ano deverão

ser admitidos mais 550 funcionários. O empresário disse ainda a empresa tem, até Dezembro, “contratualizadas vendas no valor de 73 milhões de euros, todas para exportação”. Instalada em Concavada, Abrantes, num terreno com 82 hectares, esta nova fábrica de painéis solares fotovoltáicos representa um investimento de 1072 milhões de euros e visa “agregar” toda a cadeia de produção de energia solar, assegurando a criação de 1900 postos de trabalho até 2013, segundo os seus promotores. Depois de concluídas as quatro fases previstas de investimento, o projecto da RPP Solar vai ter cinco fábricas, um centro de investigação, 60 engenheiros e uma produção estimada de um gigawatt em 2015.

rosário breve

Daniel Abrunheiro

Sedução da tua mesma senhora Posso ajudar-te, ó meu masculino leitor, a dizer o que dizer deves da e à tua mesma senhora. Assim: Nasce do lado do rio a água dos olhos da minha dama. Azul, verde e negro participam dela a coloratura castanha. Dela, o peito incha lactações tremendas. É de pés alados, ícaros não: que o Sol poder não pode derreter a marmórea cera caminhante. Unhas lavadas e lavada boca de morango bífido. Ancas potras, coxas excelentes – e um ar suspenso de meio lábio, como de quem quase se lembra do meu nome. Até às compras é bela, o belo incêndio do cabelo entre detergentes, legumes, vinho de cozinha e toalhetes húmidos. Húmida sim, ela toda, quando firma o olhar fluvial no nada que sou, a ela cotejado quando a olho. Bonita como um azulejo. De linhas que ao caule da gardénia dão imitação naturalíssima. E fragrante e flagrante como uma manhã de sol: tal senhora, aliás minha, é pires de açúcar deixado à janela para formigas que pássaros quiseram ser. De tudo isto, ó meu leitor masculino, retirarás aprendizado e tença. Diz-me depois, te o peço, como correu com a tua, depois de isto lhe haveres dito. daniel.abrunheiro@gmail.com


ed 1299