Page 1

DIRECTOR Joaquim Duarte

SEMANÁRIO 18 de Dezembro de 2009 | Ano X X V | N. 1259 | €0,80 Telefone 243 309 600 · Fax 243 333 766 · CNE - Quinta das Cegonhas - Apartado 355 - 2000 -471

(IVA 5% incluído)

Santarém

info@oribatejo.pt · www.oribatejo.pt

Um jornal solidário O Ribatejo escreve estas páginas com a palavra solidariedade. O resultado da venda desta edição do jornal reverte inteiramente a favor do Banco Alimentar Contra a Fome, em Santarém, uma organização que tem feito um trabalho notável no apoio às famílias mais carenciadas da região. Este jornal vale o seu sorriso. Páginas 6 a 8

Abrantes Dois novos lares de idosos trazem mais 120 camas à região página 29

Negócios Grupo Mateus festeja 35 anos com programa anti-crise página 34

Santarém Misericórdia local vai criar hospital de rectaguarda

Política Pedro Braz à frente da Concelhia do PS de Santarém página 10

página 10

O RIBATEJO DÁ BILHETES 243 309 600


2

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

praçapública sopa da pedra

Dia de festa O secretário de Estado do Comércio, Fernando Serrasqueiro, também esteve presente na festa de aniversário do Grupo Mateus. E conseguiu chegar antes do anfitrião à festa. Um pequeno incidente de protocolo motivado pelo atraso dos convidados na visita aos empreendimen-

tos do Grupo no Entroncamento, o que obrigou o secretário de Estado a esperar quase uma hora no restaurante da Quinta do Lago, em Abrantes, onde teve lugar o jantar. Valeu-lhe, na circunstância, a boa companhia da governadora civil, Sónia Sanfona.

Um microfone, já!

Um cozinheiro de mão cheia Além de empresário de sucesso, Albano Mateus reserva para a família os seus dotes de cozinheiro, que revela aos fins-de-semana, nos habituais almoços do clã Mateus. Foi a esposa, Dona Manuela, quem o confidenciou na festa do 35º aniversário da fundação do grupo. Um verdadeiro homem de família, como frisou, contente por ter os filhos envolvidos no negócio mas também nas reuniões familiares.

O PS em Santarém ficou reduzido a dois vereadores, mas Ludgero Mendes tem dado boa conta de si, ao ponto de já ser conhecido como “a voz” da oposição. Longos prolegómenos, seguidos da dissertação propriamente dita sobre o tema em questão (seja ele qual for), sempre salteado por uma pitada de opinião mais pessoal aqui e ali, e, a fechar, a moralzinha em jeito de posfácio. Já virou um clássico em apenas meia dúzia de sessões públicas, diga-se de passagem que sempre muito concorridas. Na última reunião camarária, Ludgero Mendes falou como de costume, muito, e também do espectáculo de folclore organizado pela Câmara no Sá da Bandeira, sobretudo para protestar pelo facto de não o terem convidado para apresentador do evento. Pois tem o senhor vereador carradas de razão. E se calhar a senhora depauperada autarquia scalabitana ainda gastou os cobres que não tem a pagar a outras vozes…

crónica de maldizer

Querido Camarada Vai tão desabusada desordem no parlamento, são tão despudorados os avanços que a oposição vai fazendo sobre os socialistas – que, recorde-se, foram os que venceram nas últimas eleições -, e são tão amorais esses trejeitos que, ponderando a sageza que tem que presumirse num senador de 85 anos e a experiência concreta que tive há quase 30 anos, ouso, atrevome a arrogar-me o direito de propor medicina ou mezinha para tão descabelados compor-

tamentos, que poderão pôr em causa a integridade da nação, além de atentarem contra a concórdia que deve reinar entre todos os portugueses, do Minho a Timor, ricos ou pobres, sérios ou corruptos, brancos ou pretos ou luso-brasileiros, que todos não seremos demais para salvar a pátria amada, o nosso querido Portugal. Avisou-nos o Sr. Dr. Mário Soares de que, se o Sr. Engº José Sócrates se cansa desta baderna ou bagunçada, poderá largar

o lugar de primeiro-ministro, com o que, nesse caso, ficamos todos feitos, vale dizer desfeitos, porque, sem a determinação corajosa e sacrificada do Sr. Engº Sócrates, Portugal não irá a lado nenhum, apagandose como modesta luminária de azeite ao mais leve sopro da má fortuna. Ora, há cerca de 30 anos, fui à Albânia, curioso que estava de ver o país que mais avançara para o socialismo. E avançara de facto, mas, aos olhos dos

ocidentais, o nível de vida dos albaneses era francamente pior do que o Deus me livre e dava para descobrir que muitos albaneses tinham olhos ocidentais. Contudo, ninguém ousava afrontar o chefe, a quem todos eram oficialmente obrigados a tratar por Querido Camarada Enver Oxa (Enver Oxa era o nome do chefe). Prontos, já me entenderam: ligando o Dr. Mário Soares ao Enver Oxa, fez-se-me luz. Se todos nós, a começar pelos depu-

Eurico H. Consciência

tados, passarmos a tratar o Sr. Engº Sócrates por Querido Camarada José Sócrates, acontecerão de certeza duas coisas: p’ra sossego do Sr. Dr. Mário Soares, o Sr. Engº Sócrates não nos abandonará, e a oposição tornase contida e respeitadora. Que não pode, ninguém pode tratar alguém por querido e sová-lo de seguida. Pareceria torpe crime de violência doméstica…


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 3

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Cartoon de António Maia

eles dizem r

Cavaco tem inúmeros recursos e deve usá-los. As necessidades do país não se compadecem com este espectáculo degradante. Henrique Monteiro Expresso

r O Presidente da a pergunta da semana

Concorda com a adopção de crianças por casais homossexuais?

Acho que deveria ser permitido, mas a lei que aí vem para a adopção em geral é tão complexa que penso que vai ser indiferente quer seja para um casal heterossexual ou homossexual. Os processos de adopção vão-se arrastar. A lei vai causar muitos problemas quer para os adultos quer para as crianças. Imagine-se dois jovens que são pais e que depois um deles se torna homossexual. Não deveria Valdemar Garcias poder ficar com a criança caso o outro esteja numa Empresário / situação social instável, como por exemplo, na toHomossexual xicodependência?

Somos a favor da manutenção do modelo de casamento actual. Defendemos sim um novo tipo de contrato civil para casais do mesmo sexo, equiparado ao casamento mas com outro nome. A lei que está a ser debatida para o casamento entre homossexuais deixa inclusivamente de fora a questão da adopção, que para nós deve ser uma questão reservada a um modelo de pai e mãe, porque são figuras Filipe Lobo D’Ávila importantes para a formação da criança. Somos Deputado contra a adopção por homossexuais.

Não tenho dados científicos que me digam se uma criança pode estar bem ou não com um casal homossexual. Do meu ponto de vista, é importante que exista um modelo de homem e um modelo de mulher no seu desenvolvimento, sobretudo nos primeiros anos de vida. Só assim a criança consegue estruturar a sua personalidade. Não coloco contudo obstáculos a que, em idades mais velhas, Eliseu Raimundo as crianças possam inclusivamente ser adoptadas Prssidente da CPCJ por uma só pessoa.

Acho que pode ser uma solução viável, mas tudo depende das situações. Acho que as crianças têm capacidade para se adaptarem a novas formas de família, embora seja sempre diferente das situações de outros colegas da escola. Pensar que vida da criança não vai resultar com um casal homossexual é redutor. Vejam-se os casais heterossexuais que não funcionam. Além disso, a criança terá Jean Campiche sempre outras pessoas, amigos, familiares, que poProfessor da Escola derão transmitir valores diferentes.

de Santarém

do CDS-PP

de Educação

República não vai poder ficar fechado numa torre de marfim durante muito mais tempo”

António Vitorino RTP1

r

Cavaco passou a ser o único homem capaz de impor um mínimo de respeito. É como ter uma pequena lanterna no bolso durante um apagão - pode alumiar pouco, mas ainda assim é a única coisa que consegue apontar caminho. João Miguel Tavares Diário de Notícias

F editorial

Este jornal vale o seu sorriso

O jornal O Ribatejo escreve esta edição com a palavra solidariedade. A campanha “Um jornal, um sorriso”, que aqui estamos a lançar pelo sexto ano consecutivo, destina-se, desta vez, a apoiar o Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém. Uma organização ainda jovem na Lezíria do Tejo, mas que tem feito um trabalho notável no apoio às famílias mais carenciadas, através de regulares campanhas de recolha de alimentos. Apoio já imprescindível a cerca de oito mil pessoas da região, que recebem a ajuda alimentar desta instituição de solidariedade social. Mais essencial ainda neste contexto de forte crise económica

que continua a destruir empregos e a empobrecer famílias. O Banco Alimentar Contra a Fome é uma marca única, reconhecida pela capacidade que tem de mobilizar voluntários em todo o país e, sobretudo, pelos resultados alcançados nas recolhas de produtos alimentares destinado aos mais desfavorecidos. Mas precisa também de dinheiro vivo, é com ele que paga rendas de armazéns e consumíveis gastos na logística, indispensável a estas magnas operações de solidariedade. É aqui que o gesto de generosidade dos nossos leitores se torna essencial. Basta a compra

de um jornal, a somar ao gesto de mais alguns milhares como o seu, para fazermos a diferença na ajuda a esta instituição que presta, ela própria, auxílio a tantos carenciados. Seis instituições da região já beneficiaram, em anos anteriores, desta iniciativa solidária do jornal socialmente responsável que é O Ribatejo. E de ano para ano tem vindo sempre a crescer a adesão dos nossos leitores a esta iniciativa que já apoiou instituições como a APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e do Cidadão Deficiente Mental, o Lar de Raparigas de Santo António, a FARPA – Associação dos Familiares

e Amigos do Doente Psicótico, a Liga dos Amigos do Hospital de Santarém, ou a Fundação Madre Andaluz. Dar é um verbo cheio de significado e de vida. E nenhuma altura é mais propícia aos gestos do coração que esta quadra natalícia. A grande festa católica que nos irmana na comunhão e partilha, de quem dá e de quem recebe. E que melhor maneira de comemorarmos esta quadra que assinalá-la com o gesto solidário desta campanha a favor de quem mais precisa. Este jornal vale um sorriso, pelo seu gesto solidário. Joaquim Duarte


4 PRAÇA PÚBLICA | OPINIÃO

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Director Joaquim Duarte joaquim.duarte@oribatejo.pt CP. n.º 867

Redacção - 243 309 601 João Baptista (chefe) joao.baptista@oribatejo.pt - CP. n.º 1157 João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt - CP. n.º 6911 Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt - CP. nº 8754 Jorge Guedes - CP. nº 2798 Jerónimo Belo Jorge - CP. nº 1907 (Abrantes) Maria João Ricardo - CP. nº 6383 (Abrantes) Vânia Clemente (Estagiária) Colunistas Armando Fernandes, Beja Santos, Carlos Chaparro, Daniel Abrunheiro; Eurico Heitor Consciência, José Niza, Luís Eugénio Ferreira, António Maia (Cartoon)

Colaboradores António Branquinho Pequeno, António Brotas, Alexandre Manuel, André Lopes (desporto), Adolfo Luís (fotografia futebol), Carlos Alberto Cruz, Hélder Duque (fotografia futebol), Joaquim Dâmaso (fotografia), João Grego Esteves, José A. Costa (fotografia futebol), Júlio Freches, Nuno Abreu (fotografia futebol), Nuno Matos (fotografia futebol), Renato Campos, Rogério Rodrigues, Rosalina Melro, Vítor Gomes (fotografia futebol)

Departamento Gráfico Vítor Arsénio (chefe), António Vieira

Projecto Gráfico

defrank - Comunicação Editorial defrank@interacesso.pt

Departamento Comercial - 243 309 602 Rita Duarte (directora comercial) 962 108 761 rita.duarte@oribatejo.pt Luís Silva - 962 108 756 Ana Marecos - 962 108 762 Sandra Amendoeira - 961 736 350

foto denúncia O número 350 foi o “teaser” de uma campanha de sensibilização ambiental promovida pela Eco-Cartaxo, aproveitando o facto de estar a decorrer a conferência de Copenhaga. Muitos municípes já andavam intrigados com o aparecimento do número em vários locais do concelho, mas o significado acabou por ser explicado através de um eco-apontamento que chama a atenção para a importância das alterações climáticas.

Secretariado - 243 309 600 Ana Sousa - 962 108 760

Sede: Centro Nacional de Exposições Quinta das Cegonhas Apartado 355 2000-471 Santarém Geral: 243 309 600

Publicidade

Penso logo insisto

O dinheiro em quatro andamentos

243 309 602 Fax: 243 333 766

E-mail info@oribatejo.pt

Internet www.oribatejo.pt

Serviços assinaturas 243 309 600

Paginação e montagem Jortejo, Lda. - Santarém telef.: 243 309 605

Impressão Imprejornal, S.A. Rua Rodrigues Faria 103, 1300-501 Lisboa

José Niza

Distribuição Vasp

Assinaturas (52 Números) Portugal: 25 € Europa: 50 € Resto do Mundo: 75 € Preço Avulso 0.80 € (IVA incluído) Editora e proprietária: Jortejo, Lda. Apartado 355 2002 SANTARÉM Codex

GERÊNCIA Francisco Santos, Ângela Gil, Albertino Antunes

Departamento Financeiro Ângela Gil (Direcção), Catarina Branquinho, Celeste Pereira, Gabriela Alves, João Machado e Patrícia Santos. info@lenacomunicacao.pt

Departamento de Marketing Patrícia Duarte (Direcção), Susana Santos (Coordenação), Catarina Fonseca e Catarina Silva. marketing@lenacomunicacao.pt

Departamento Recursos Humanos Nuno Silva (Direcção) e Sónia Vieira. drh@lenacomunicacao.pt

Departamento Sist. Informação Tiago Fidalgo (Direcção) e Hugo Monteiro. dsi@lenacomunicacao.pt

Unidade de Projectos Lúcia Silva (Direcção) e Joana Baptista (Coordenação) projectos@lenacomunicacao.pt Tiragem semanal 9.500 exemplares Depósito Legal 13 983/86 Sócios com mais de 10% de capital Sojormédia: 83% Nº Registo no ICS: 111209 (20.11.85) Nº Contribuinte: 501636110

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico envoi fermé autorisé par les PTT Portugais · Autorização - Autorisation: Nº 16 DE 001602 DCE pode abrir-se para verificação postal

O Governo propõe-se moralizar os “bónus” escandalosos que os banqueiros recebem em cima dos seus vencimentos, com a aplicação de uma taxa sobre essa espécie de comissões. No Reino Unido o valor da taxa vai ser de 50 % sobre todos os prémios. É a doer.

1. Numa recente reunião de banqueiros e de gente da alta finança, Fernando Ulrich, presidente do BPI, investiu contra o Banco de Portugal e contra o Governo: “Deixem-nos trabalhar!” Isto traduzido para “banquês”, significa: “Deixem-nos sacar à vontade! E não nos chateiem!” Um ou dois dias depois, na primeira página do Diário de Notícias, escrevia-se: “Ter dinheiro no banco nunca valeu tão pouco”. 2. Há pouco mais de um ano, os banqueiros de todo o mundo – uns mais, outros menos – quase estoiravam com a economia do planeta: caos financeiro, falências, desemprego, fome. Estamos ainda – e vamos continuar – a sofrer as consequências da crise. A recuperação vai ser lenta e vai custar sangue, suor e lágrimas. Em Portugal, os escândalos começaram com as roubalheiras no BCP de Jardim Gonçalves. Depois foi o BPN, um banco que – para azar de Cavaco Silva – foi erguido, construído e destruído por ex-ministros seus. E, finalmente, o BPP de João Rendeiro, que ao contrário de Madoff, continua alegremente à solta na sua mansão na Quinta Patiño. A impunidade endémica, a justiça paralítica e a contratação dos melhores e mais caros advogados do País, conseguem eternizar os processos, adiar os julgamentos, e garantir uma “dolce vita” a essa corja de assaltantes do alheio. Marimbando-se para os dramas de meio milhão de desempregados, para o encerramento diário de fábri-

cas, para a falência em catadupa de pequenas empresas, os bancos continuam a declarar lucros provocatórios e exorbitantes. Se bem repararem, eles nunca anunciam prejuízos. O que às vezes acontece é que, com lágrimas de crocodilo, declaram uma “diminuição de lucros”, isto é, qualquer coisa que reduz o escândalo para a infâmia, ou o assalto à mão armada para o roubo por esticão.

3. Recentemente, o Banco de Portugal tentou – muito timidamente e muito aquém do que seria justo e necessário – pôr cobro à chamada “usura” da banca nacional. Para isso fixou limites máximos para a cobrança de juros de empréstimos. Para o crédito pessoal o máximo são 19.6%. Para o crédito automóvel, 16,1%. E, para os cartões de crédito, 32.8%. (Sim, não é gralha, são mesmo 32,8%!) Em contrapartida, quando um cidadão tem uma poupança para aplicar, por exemplo, num depósito a prazo, os mesmos bancos que cobram os juros atrás indicados oferecem-lhe entre 0,5% a 1% ao ano! Vamos fazer uma simulação: eu tenho 10 mil euros para aplicar num depósito a prazo de um ano. Como me oferecem entre 0.5% e 1%, ao fim de um ano receberei entre 50 a 100 euros. Deduzindo, obrigatoriamente, 20% para o IRS, acabo por receber apenas entre 40 e 80 euros. Mas, como tenho um cartão de crédito, fui pagando despesas que atingiram um total também de 10 mil euros. Como tenho de pagar um juro de 32,8%, o banco vai cobrar-me a módica quantia de 3.280 euros!

Isto é, com os meus 10 mil euros – que são os que eu depositei a prazo – o banco paga-me, de juros, um máximo de 80 euros. Mas, simultaneamente, cobra-me 3.280 euros pelos créditos da utilização do cartão. Em conclusão: com os meus 10 mil euros o banco, sem nenhum risco e menor trabalho, empochou a módica quantia de 3.200 euros! É como no totobola: “é fácil, é barato e dá milhões”. Ou, como dizia o outro: “É fartar, vilanagem!”

4. Acompanhando o que já está a vigorar em países como a França, a Alemanha ou a Inglaterra, o Governo propõe-se aplicar uma taxa sobre os “bónus” que os banqueiros recebem para além dos vencimentos, e que constituem uma espécie de comissão sobre os resultados conseguidos. Os valores destes “bónus” atingem montantes incalculáveis e chocantes. No Reino Unido o valor da taxa vai ser de 50% sobre todos os prémios. É a doer. Esperemos que, neste país de brandos costumes, a nossa taxa não venha a ter um valor simbólico. Para finalizar: Não entendo a resistência do PS à “inversão do ónus da prova” em situações de “enriquecimento ilícito”. O “meu” PS arrisca-se a ficar isolado no Parlamento, o que constiturá uma vergonha nacional, e entrará em colisão com a defesa dos seus valores mais profundos. Não é passivamente, nem permissivamente, que se combate a corrupção. Nem para inverter o ónus da prova é preciso ter uma maioria absoluta.


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 5

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

números

há vinte anos

Era inaugurada a Biblioteca Municipal de Santarém, depois de concluídas as obras de recuperação do Palácio Braamcamp. A Casa-Memória de Camões, em Constância, conseguia o apoio do Parlamento, mercê do empenho da poetisa Natália Correia, então deputada do PSD. Salvaterra via nascer o Centro de Orizicultura do Paúl de Magos. O Nersant fazia o balanço do apoio às empresas.

240

Mil milhões de euros em dinheiro sujo é quanto terá entrado no circuito do sistema financeiro no auge da crise, o que evitou um colapso ainda maior. É o responsável máximo da ONU pelo combate ao crime e ao tráfico de droga quem o afirma, e que diz ter provas de que alguns bancos foram salvos com dinheiro da droga, nalguns casos a única liquidez disponível.

estrelas

Agostinho Ribeiro Administador do Colégio Infante Santo

O Colégio Infante Santo, localizado em Tremez, tem surgido nos últimos anos sucessivamente à frente no ranking das escolas com melhores resultados. Primeiro lugar nos exames distritais do 9º ano e já alcançou mesmo o 7º lugar nacional nos exames de matemática. Um exemplo notável de uma escola privada, inserida no sistema público, com mais de 500 alunos, que completou agora 10 anos de vida. (Pág. 16)

A espuma dos dias

Nasceu com o 25 de Abril e é hoje um Grupo empresarial de referência no distrito. Começou com uma pequena loja no Entroncamento, passou depois à construção e hoje está na indústria e na distribuição, com investimentos em todo o país. Mais de uma dezena de empresas com centena e meia de trabalhadores. Completou agora 35 anos e o gosto de vencer. Mesmo com esta crise. (Pág. 34)

A intenção é meritória: auscultar os munícipes sobre o Orçamento municipal. Foi o que fez a Câmara de Salvaterra de Magos, entre 2 e 12 de Dezembro. Seis reuniões em seis freguesias. Mas a participação popular foi escassa e duas das reuniões (Salvaterra e Muge) nem sequer se realizaram por ausência de munícipes. Não terá sido só falta de interesse, mas defeito das convocatórias muito em cima da hora.

Opinião

Conto do Natal O fantasmático Mário Henrique Leiria escreveu em 1972 (e a Forja editou em 1975), um Conto do Natal para crianças. Começa assim: “Tendo dormido socegadamente (sic) decidi desentupir o autoclismo e Armando Fernandes ler um texto emocionante que também preocupou exaustivamente o senhor Ricardo da mercearia. Mas sobreveio-me tal enxaqueca que resolvi toDada a mar um pouco de ar e fazer quadra e algum exercício, se bem que morigerado. Então encontrei o soturno um amigo que me propôs a ambiente ida a um espectáculo musidestes cal e mímico. A primeira partempos, te foi agradável, o tio Estêvão parece-me e a madame Albergaria tamoportuno bém gostaram muito, especialmente da segunda parte oferecer aos leitores que, quanto a mim, era repea possibili- titiva e monótona. O que mais me encantou foi o solista pop; dade de se realmente admirável. À saída deliciarem encontrei três conhecidos que com a leitu- não via há bastante tempo já. Não gostei. Tomei o transporra de dois te habitual, para voltar a casa e activos e virulentos sentei-me. Tomei uma bebida, o mais silenciosamente que poetas, me foi possível e agora desedeclarados jo a todos Boas Saídas e Meinimigos lhores Entradas. No entanto do culto da nem tudo está perdido, parepersonali- ce-me. Abraço. Mário Henrique.” A ditadura ainda esdade. tava instalada no sofá quando o surrealista desenhou escrevendo este conto, muito atenta a tudo quanto fosse fora do ditado teve o cuidado de mandar escoltar o poeta

Ana Cristina Ribeiro Presidente da Câmara de Salvaterra

Albano Mateus Administrador do Grupo Mateus

Doutores e Engenheiros por três conhecidos (pides) a fim de melhor o vigiar. O visado caçoou, mandou-os dar uma volta ao bilhar grande, bebeu mais uma dose do apreciado Gilbey’s gim originador de contos e outras coisas que tais e escreveu aos manos. Um era o poeta António José Forte. Estava a viver em Santarém, ali escreveu NATAL DE 1964. Leiam: “Este ano a quadra festiva vai ser melhor do que nunca/ no seu centro vai haver/ um grande ramo de flores/ que é por onde vão entrar/ uns atrás dos outros de cabeça para baixo/ os rapazes de mais categoria das e das letras/ uns atrás dos outros de mão dadas/ cantarolando com a boca cheia/ e escorregando docemente escorregando/ para debaixo da mesa/ onde os espera Jesus/ para introduzi-los na grande sala de recepção do vómito/ Quanto ao autor destes versos/ aguardará um telefonema até ao último momento/ mas à cautela e antes que seja tarde/ já comprou um cachucho/ que mandou fechar à chave no seu cofre-forte.” Pareceu-me oportuno – dada a quadra e o soturno ambiente destes últimos tempos –, oferecer aos leitores a possibilidade de se deliciarem lendo, relendo dois activos e virulentos poetas, declarados inimigos do culto da personalidade, dos sempreem-pé especialistas na arte de raparem em todas as gamelas.

Poderemos admitir, sem necessidade de prova, que os advogados e juristas têm hegemonizado a vida política. Bem, Cavaco, Guterres e Sócrates não são advogados nem de formação jurídica, antes economista e engenheiros. Mas não quer dizer que a classe políNelson de Carvalho tica não seja e tenha sido maioritariamente constituída por advogados, e a nossa sociedade não continue a ser inspirada num paradigma jurídico e não num paradigma técnico e cienPrecisatífico. Depois do 25 de Abril tivemos de mos de promover reconstruir o Estado, reconfigurá-lo como Estado de Direito, construir as a entrada instituições da democracia, definir o mais gene- novo edifício constitucional e jurídico ralizada de da nossa vida democrática. Tivemos cientistas, Mário Soares, Sá Carneiro, Freitas do técnicos e Amaral Álvaro Cunhal como grandes engenhei- figurantes – todos advogados/juristas, ros na vida e uma plêiade de homens brilhantes como Almeida Santos, Mota Pinto, política, e Vital Moreira e outros, todos advoconter a gados/juristas. Precisámos deles, tiinfluência, vemo-los. Fizeram o seu trabalho. No essencial, bem, digo eu. até agora Passaram mais de três décadas. As maioritátarefas da nossa democracia e da nosria, da sa sociedade continuam a exigir, do visão dos mesmo modo, com a mesma intensijuristas na dade e a mesma proporção, o primado definição da visão jurídica da sociedade, os seus das políti- mecanismos e o seu funcionamento? Ou esta hegemonia tradicional é hoje cas, profactor de bloqueio, é hoje um obstágramas e culo epistemológico (incapacidade de estratégias conhecer o funcionamento da própria do país. sociedade) e um obstáculo político (incapacidade de decidir o que a sociedade exige que se decida)? Numa sociedade em que as grandes questões não são já as da legitimação

e do ordenamento constitucional e jurídico (sendo que a competência jurídica continua como é óbvio, a ser da maior importância), mas o desenvolvimento económico na sociedade da informação e do conhecimento, o desenvolvimento do sistema científicotecnológico, a inovação tecnológica e empresarial, faz sentido que sejam, grosso modo, os advogados e os juristas a comandar? Faz sentido que se continue a olhar a sociedade e o seu funcionamento a partir do paradigma, do pensamento, da competência jurídica? Não precisamos também aqui de promover uma mudança de paradigma? Não precisamos, simplesmente, de promover a entrada mais generalizada de cientistas, técnicos e engenheiros na vida política? Não precisamos de conter a influência da visão jurídica na definição das políticas, programas, estratégias que constroem os caminhos que precisamos de seguir e aumentar a influência do paradigma e da visão da engenharia? A propósito, cito John Doerr, investidor: “Fala-se com os líderes da China, que são basicamente todos engenheiros, e compreendem imediatamente o que se está a passar. Os norte americanos não, porque são todos advogados”. Ou Bill Gates: “Quando nos encontramos com políticos chineses, são invariavelmente cientistas e engenheiros. É possível ter uma conversa sobre números com eles – nunca se debatem temas como “diga-me uma pequena piada com a qual eu possa embaraçar os meus rivais políticos”. Estamos reunidos com uma burocracia inteligente”.


6

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

abertura

textos ∑ João Baptista e Vânia Clemente

Este jornal apoia o Banco Contra a Fome Campanha de Solidariedade ∑ A receita da venda desta edição do jornal reverte a favor do Banco Alimentar Contra a Fome As receitas da venda desta edição do jornal O Ribatejo revertem a favor do Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém. Várias equipas de voluntários vão estar em diferentes pontos da região a vender o jornal que irá ajudar o Banco Alimentar Contra a Fome. Ramiro Matos, presidente da direcção do Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém, disse ao nosso jornal que a instituição trabalha principalmente com bens alimentares, mas também precisa de dinheiro para o seu funcionamento, pois tem de pagar a renda do armazém no Jardim de Cima, contas de electricidade e água, equipamentos que é preciso manter, entre outras. É para ajudar a suportar estas despesas que vão servir as receitas obtidas com a venda dos exemplares desta edição. “Ir buscar onde sobra para distribuir onde falta” é o lema do Banco Alimentar Contra a Fome. Esta instituição particular de solidariedade social luta contra o desperdício de produtos alimentares, encaminhando-os para distribuição gratuita às pessoas carenciadas. A acção do banco Alimentar assenta na gratituidade, na dádiva, na par-

tilha, no voluntariado e no mecenato. O Banco Alimentar recolheu, desde Fevereiro, mais de 200 toneladas de bens alimentares, das quais metade foram recolhidas nas duas campanhas de recolha de alimentos junto da população dos 10 concelhos da área de intervenção do Banco Alimentar, e as outras 100 toneladas foram recolhidas junto de empresas agro-alimentares da região, evitando assim o desperdício destes alimentos. No momento em que faziamos esta reportagem chegou ao armazém do Banco Alimentar um camião carregado de sacos de batatas fritas e garrafas de coca-cola, cujo prazo de validade terminará em Fevereiro de 2010, e que a fábrica decidiu oferecer ao Banco Alimentar, evitando assim que estes produtos fossem atirados para o lixo, por se aproximar o limite do seu prazo de validade. O Banco Alimentar permite evitar o desperdício de alimentos, fazendo-os chegar às pessoas que têm fome. O Banco Alimentar recebe todo o género de bens alimentares, ofertas de empresas e particulares, em muitos casos excedentes de produção da indústria agro-alimentar , excedentes agrícolas e da

grande distribuição, e ainda produtos de intervenção da União Europeia. Entre as empresas da região que mais contribuem para o Banco Alimentar destacam-se a fábrica de alimentos congelados da Bonduelle e a Compal, que oferecer mais 50 toneladas de alimentos até final deste ano. O Banco Alimentar recolhe estes alimentos localmente e a nível nacional, no estreito respeito pelas normnas de higiene e

de segurança alimenta5r. A estas dádivas acrescentamse os produtos alimentares oferecidos por particulares nas campanhas de recolha efectuadas nas superfícies alimentares. Embora todo o trabalho seja assegurado por voluntários, o Banco Alimentar funciona com uma organização logística profissional, para a recolha e encaminhamento de produtos alimentares, sua triagem e armazenagem, controlo de qualidade e rede de frio.

O armazém e sede está localizado perto da escola do Jardim de Cima, recorrendo a instalações frigoríficas cedidas por instituições e empresas na Chamusca e Santarém. A ajuda alimentar é feita através de 60 instituições destes 10 concelhos da região da Lezíria do Tejo que se encarregam de a distribuir pelas pessoas mais carenciadas. Ao longo do ano foram mais de 8000 as pessoas que receberam o apoio do Banco Alimentar.

A estrutura do Banco Alimentar funciona com uma comissão de abastecimento (Lurdes Sousa e Silva e Maria Cecília Rebelo), comissão contabilidade e finanças (Ramiro Matos), comissão de distribuição (Hélia Batista, Filipa Dias, Maria Alecta Ferreira e Maria Teresa Andrade), comissão técnica (Magarida Nogueira e Hugo Santos), e comissão de voluntários (Pedro Pimenta Brtaz e Vasco Sá Nogueira).

Cantina social vai abrir em Tremês e no Verdelho AAssociação para o Desenvolvimento Social e Comunitário de Santarém vai dar início, na segunda-feira, ao funcionamento de uma cozinha social, que irá fornecer refeições a famílias carenciadas, em Tremês e no Verdelho. Eliseu Raimundo, presidente da ADCS, afirmou que esta cozinha social irá dar apoio às famílias mais carenciadas, que para além dos cabazes,

precisam de alimentação confeccionada. A curto prazo, pretende ter capacidade para de comer a 60 agregados. De acordo com o apoio solicitado pelo Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém, a ADSCS presta apoio a famílias carenciadas do concelho, distribuindo alimentos em Santarém, Pernes, Almoster, Tremês, Azoia de Baixo,

Azoia de Cima, Alcanede, Abrã, Arneiro das Milhariças, Amiais de Baixo, Póvoa de Santarém, Achete, Romeira, Abitureiras, Vaqueiros, Casével e S. Vicente do Paúl. A ADSCS presta apoio actualmente a 97 agregados familiares, num total de 293 pessoas, dos quais 105 são crianças com idade igual ou inferior a 14 anos. As pessoas que queiram

ter apoio da ADSCS podem inscrever-se nos pólos de distribuição a funcionar na sede da ADSCS, na creche de Tremês, Junta de freguesia de Pernes e Junta de Freguesia de Amiais de Baixo. Inicialmente a Associação dava apoio unicamente a agregados familiares beneficiários do rendimento social de inserção, mas agora apoia também outras famílias.

A Eliseu Raimundo, presidente da ADSCS


SOLIDARIEDADE | ABERTURA 7

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Números do Banco Alimentar contra a Fome:

8.000 pessoas recebem ajuda alimentar do Banco Contra a Fome de Santarém;

60 instituições dos 10 concelhos da Lezíria recebem os bens alimentares do Banco Contra a Fome de Santarém;

Banco Alimentar ajuda 8000 pessoas Solidariedade∑ 60 instituições recebem ajuda alimentar

O Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém ajuda 60 instituições de solidariedade social, dos 10 concelhos da Lezíria do Tejo, as quais fazem chegar ajuda alimentar a cerca de 8 mil pessoas. Entre as instituições de solidariedade social apoiadas fazem parte a Conferencia de Nossa Senhora da Conceição da Golegã, prestando depois auxílio a 59 famílias, a sua maioria idosos, desempregados e mães solteiras. Dois dias por mês recebem assim ajuda, sendo essa data essencial na vida de quem beneficia deste apoio. Um número elevado e com tendência para aumentar

já que nos últimos meses cresceu em quase 50 porcento. Num outro ponto da região está a Santa Casa da Misericórdia de Rio Maior que presta ajuda directa aos utentes das suas valências, o lar de idosos e do Jardim-de-infância em Rio Maior, com um total de quase 350 crianças e idosos, que ali usufruem de pelo menos uma refeição por dia. Assim, uma vez por mês, esta associação recebe os bens do Banco alimentar, que acabam por fazer parte das refeições cozinhadas diariamente nas valências da Santa Casa. Das instituições de Almeirim, a Fraterna Ajuda

Cristã, é uma das que beneficia de alimentos permitindo auxiliar famílias e emigrantes de leste, num total de 45 famílias. Um número elevado que faz com que os voluntários não baixem os braços e nessa força de vontade, muito contribui o Banco Alimentar ao doar os bens essenciais. Assim, a associação pode dar resposta a outras necessidades das famílias, nomeadamente na compra de medicamentos. Uma luta diária por parte de quem dá e quem recebe, que aos poucos e com a ajuda do banco alimentar vai sendo atenuada.

Chamusca vê o número de pedidos aumentar a cada dia A Junta de Freguesia de Chamusca, apoia actualmente 79 famílias, a sua maioria idosos, desempregados e famílias monoparentais. Mas nesta altura de crise, viram os pedidos aumentar, sendo uma luta diária conseguir dar resposta a tantos pedidos de auxílio, mas com a ajuda do Banco Alimentar Contra a Fome têm conseguido ajudar muitas famí-

lias da região. Só neste ano de 2009, a associação recebeu cerca de 3,5 toneladas de alimentos doados do banco Alimentar, bens essenciais, que foram posteriormente distribuídos em cabazes, de acordo com a lista de famílias referenciadas. Mas há alimentos que não chegam a todos, é o caso do azeite que só agora nesta quadra natalícia, após um ano de

200 toneladas de bens alimentares foram recolhidos pelo Banco Alimentar Contra a Fome desde o início da actividade em Fevereiro de 2009 ;

100 toneladas de alimentos foram recolhidas nas duas campanhas de recolha de alimentos feitas junto dos supermercados da região da Lezíria. As outras 100 toneladas de alimentos foram oferecidas por empresas agtro-alimentares e hipermercados;

576 voluntários e associados regulares asseguram o funcionamento durante todo o ano do Banco Alimentar Contra a Fome em Santarém;

2.500 voluntários participaram nas duas campanhas de recolha de alimentos realizadas junto dos supermercados da região;

10

recolha, foi entregue a todas as famílias como um “miminho” de Natal para o bacalhau da consoada.

concelhos da região da Lezíria do Tejo são abrangidos pela acção do Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém: Almeirim, Alpiarça, Benavente, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos, Santarém, Golegã e Rio Maior.

Misericórdia apoia 146 em Santarém A Santa Casa da Misericórdia de Santarém distribui os géneros alimentares do Banco Contra a Fome a 46 agregados familiares, num total de 146 pessoas, das quais 91 são menores de idade, em Santarém. “Com o contributo do Banco Alimentar, passámos a ter mais ajudas para dar às pessoas”, disse o provedor Garcia Correia. A Misericórdia de Santarém presta outros apoios sociais a famílias beneficiárias do rendimento social de inserção. A Misericórdia ser-

ve diariamente refeições a 50 pessoas no seu refeitório, assim oferece os seus serviços de banco de roupas e balneário a pessoas carenciadas. O serviço de apoio domiciliário abrange 140 pessoas no concelho.

Banco Alimentar “é o sol que brilha” A Cáritas Paroquial de Coruche presta ajuda a quase 50 famílias mensalmente, com um total de 70 cabazes de bens essenciais. Na sua maioria são idosos e famílias monoparentais, em fases de vida muito complicadas. Nesta altura de crise são muitos os pedidos de ajuda que chegam diariamente, havendo neste momento 30 famílias em lista de espera para serem referenciadas e começarem a receber ajuda alimentar. Ajuda essa que chega do

Banco alimentar, considerado por esta instituição como o “sol que brilha todos os meses”, pois só assim, é possível dar resposta às famílias que vivem com maiores dificuldades.

“O que damos nunca chega” A ADRA - Associação Adventista para o Desenvolvimento Reinserção e Assistência trabalha há 26 anos no apoio aos mais necessitados.Narciolinda Domingos, funcionária da Liga Portuguesa Contra o Cancro, é a responsável da ADRA em Santarém. Com sede no edifício da Igreja Adventista em Vale de Estacas, a instituição de solidariedade social presta actualmente apoio a 37 famílias em Santarém.”O que damos nunca chega para acabar com a pobreza, mas com o que recebemos do

Banco Alimentar contra a Fome conseguimos dar uma maior ajuda às famílias”, disse. Além dos bens alimentares, a ADRA oferece também roupas, electrodomésticos e mobiliário,. Durante o ano deu 300 mil peças de roupa.


8 ABERTURA | SOLIDARIEDADE

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

A

Alunas de Educação Social prestam auxílio no Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém

“Ajudar quem mais precisa” Joana Gonçalves, Rute e Andreia Duarte, são três alunas da Escola Superior de Educação, a frequentar o segundo ano de Educação Social. Iniciaram o estágio curricular em Novembro, no Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém e a passar pelas várias comissões da instituição, começam muitas vezes e por vontade própria a fazer cabazes e a ajudar na organização dos bens alimentares. Três rostos dos cerca de 576 voluntários que participam na actividade do Banco, um número que chega aos 2500 na altura das grandes campanhas, a actuar nas superfícies comerciais. Joana, com apenas 20 anos, conta-nos que esta é sem dúvida uma óptima experiência profissional e humana, que lhes permite “ganhar noção dos problemas

da sociedade, principalmente a pobreza e a fome, vergonha para muitas famílias”. Já Rute, sonha vir a trabalhar na área da inserção social, e nunca perder a força de vontade para ajudar o próximo, mesmo aqueles a quem custa dar a cara e mostrar as suas fraquezas. Fraquezas essas, que começa a ver no rosto de quem todos os dias por ali passa e lhes pede ajuda. Mas como Andreia afirma, “a união faz a força” e se cada um der um pouco daquilo que tem, nem que seja com a ajuda no voluntariado, certamente estará a contribuir para a diminuição das dificuldades de alguém. Nestas três alunas fica a certeza, quando terminarem o estágio vão continuar a ajudar o Banco Alimentar com o seu voluntariado.

A “governanta” do Banco Alimentar Judite Neves, 63 anos, reformada há oito anos pelo Centro de Emprego de Santarém é considerada a “governanta” do Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém. Sempre com vontade de ajudar quem mais precisa esteve envolvida durante vários anos com outra instituição de solidariedade social, no entanto, precisava de se senti mais útil. Foi aí que decidiu entrar para o mundo do voluntariado, acompanhou a criação desta associação na região e “ali está de alma e coração”. Actualmente, é

ela quem recebe e enquadra os voluntários que ali chegam, principalmente em épocas de campanhas como as do Natal, com coragem e vontade para ajudar aqueles que mais precisam.


INSTITUIÇÕES E EMPRESAS JÁ ADERENTES • Azeites Juncal • Branco & Martinho • Calcidrata • Câmara Municipal de Santarém • Casa das Peles • Clínicas Dr. Pedro Choy • Companhia das Lezírias • Conforcasa • Crédito Agrícola Alcanhões • Crédito Agrícola Coruche

• Crédito Agrícola de Alcobaça • Crédito Agrícola Pernes • Crédito Agrícola Pernes • Crédito Agrícola Ribatejo Sul • Crédito Agrícola Salvaterra de Magos • Desmor • E-Leclerc - Santarém • Governo Civil de Santarém • Grupo Enfis • J. Carlos & Irmão

• J.M. Cordeiro • JJ Louro • Jumbo de Santarém • Junta de Freguesia de Alcanede • Junta Freguesia Chamusca • Junta Freguesia de S. Salvador • Mapigeste • Mc Donald´s • MELF – Unidade de Imagiologia de Santarém • Modelo

• Município de Rio Maior • Ortoribatejana • Papelaria Costa • Pegop • Pingo Doce – Santarém • Publitejo • Resitejo • Ribatubos • Rodoviária do Tejo • Santarém Motor

• Saúde à Esquina • Scalimóvel • Só no Campo • Tagusgás • ThyssenKrupp Elevadores • Trifoto • Truxi • Verdasca & Verdasca • W Shopping


10

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

santarém A Comissão Organizadora dos eventos natalícios do Hospital Distrital de Santarém - Serviços de Pedopsiquiatria e Psiquiatria, Pediatria, Religioso, Formação e Liga dos Amigos do Hospital Distrital de Santarém - realiza a Festa de Natal para os Doentes, Familiares e Funcionários no Próximo dia 14 de Dezembro das 14 às 18,30. Organiza também uma Exposição de Presépios de Expositores Externos e Presépios originais a concurso realizados pelos diferentes Departamentos do HDS. Estará patente ao público na Sala Polivalente de 16 a 23 de Dezembro excepto no Sábado e Domingo, das 9h às 17 horas. Os Presépios são em número de 160,de toda a parte do Mundo e dos mais diversos materiais.

NOVAS LOJAS NO W SHOPPING Contrariando a actual situação económica, as marcas H3, Carlos Santos Hair Shop e Anjo Joalheiros abriram, dia 15, três novas lojas no W Shopping em Santarém. Estas três novas marcas vêm aumentar a diversidade de oferta do W Shopping: uma loja especializada em produtos de cabeleireiro com as melhores marcas da especialidade, uma joalharia com diversas marcas de renome de ouriveraria e relojoaria de luxo e ainda um restaurante com um conceito inovador, de hambúrgueres gourmet, desenhado para proporcionar, mesmo a quem não tem muito tempo, “refeições sofisticadas, completas e deliciosas”. O W Shopping alarga a sua oferta de lojas, proporcionando aos seus visitantes o acesso aos melhores conceitos e marcas, conseguindo criar perto de 40 novos postos de trabalho.

PEDRO BRAZ VENCE ELEIÇÕES DA COMISSÃO CONCELHIA DO PS

arquivo

EXPOSIÇÃO DE PRESÉPIOS NO HOSPITAL

A As instalações libertadas pelo Centro de Saúde vão servir de unidade de cuidados continuados.

Misericórdia vai criar hospital de retaguarda Saúde ∑ Unidade de Cuidados Continuados vai funcionar no antigo hospital A Santa Casa da Misericórdia de Santarém está a realizar obras de adaptação do edifício do antigo Hospital de Santarém, para servir de unidade de cuidados continuados. As obras já iniciadas abrangem a área do edifício que foi deixada livre com a saída de uma parte do Centro de Saúde de Santarém, após a criação da Unidade de Saúde Familiar de S. Nicolau que veio ocupar as novas instalações em S. Domingos. O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Santarém, Garcia Correia, disse a O Ribatejo que a nova unidade de cuidados continuados irá ter uma capacidade de 21 camas, com casas de banho privativas. Estas camas vão servir para receber pessoas que têm alta do Hospital, por não necessitarem

já de cuidados especializados hospitalares, depois de estarem curados ou estabilizados, mas que carecem ainda de apoio, e as suas famílias não podem tê-los em casa. “As obras já se iniciaram e prevemos que o hospital de cuidados continuados deverá entrar em funcionamento em meados de Junho de 2010”, disse o provedor Garcia Correia.

Adianta que a nova unidade representa um investimento de cerca de 930 mil euros, dos quais 75 por cento são comparticipados pelo programa Modelar da Rede de Cuidados Continuados da Administração Central. A Rede Nacional de Cuidados Continuados (RNCC), criada há três anos, conta hoje com quase quatro mil camas e já

Rede complementa internamento dos hospitais

∑ A rede nacional de cuidados continuados procura dar respostas adequadas aos doentes que não beneficiam com a permanência no hospital, mas que ainda não estão aptos para regressarem a casa. O objectivo destes cuidados é recuperar ou manter a autonomia do utente para a vida diária.

atendeu perto de 45 mil doentes, mas a estrutura está ainda aquém das necessidades. Inês Guerreiro, coordenadora da Rede, disse há ainda há mil pessoas em lista de espera: “Há uma grande carência de resposta a esta população”, porque “este nível de cuidados não existia nem no Serviço de Saúde, nem na Segurança Social”. “Havia hospitais que se destinavam à cura ou estabilização da doença e lares que recebiam pessoas que não tinham condições para estar em casa, mas não havia um nível intermédio de cuidados dedicado à readaptação das incapacidades e à reinserção das pessoas em casa”, justificou Inês Guerreiro.

João Baptista joao.baptista@oribatejo.pt

Pedro Pimenta Braz, director regional de Santarém da Autoridade para as Condições de Trabalho, foi eleito presidente da Comissão Política Concelhia de Santarém. As eleições para a Concelhia, Secção e Mesa da Assembleia Geral de Militantes, do Partido Socialista de Santarém decorreram na sexta-feira. Participaram na votação 66 eleitores. Para a Comissão Política Concelhia Pedro Pimenta Braz foi eleito com 63 votos, dois votos brancos e um nulo. Para a Secção do PS de Santarém, Ricardo Figueiredo Segurado foi eleito com 64 votos, 1 branco e 1 nulo. Para a Mesa da Assembleia Geral de Militantes Rui Barreiro foi eleito com 65 votos e um voto em branco. A lista para a Comissão Política Concelhia traduz uma “aposta na renovação do partido”, sendo constituída na sua larga maioria por “quadros qualificados com carreiras profissionais de mérito”. Pedro Braz concorreu à frente da única lista concorrente à Concelhia do PS de Santarém. Antigo vereador da Câmara de Santarém, Pedro Braz pretende renovar a Concelhia, até aqui presidida pelo antigo presidente da Câmara de Santarém José Miguel Noras. Pedro Braz pretende dar voz ao descontentamento pela a actual gestão autárquica de maioria social-democrata, mobilizando os críticos de Moita Flores para um projecto a apresentar pelo PS nas próximas eleições autárquicas.


12 SANTARÉM

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Professor de música acusado de agredir aluno na Mem Ramires Caso ∑ Envolve docente que terá, alegadamente, chamado “preto” a outro menor no ano lectivo passado Um aluno do 6º ano da Escola EB 2,3 Mem Ramires queixou-se de ter sido agredido fisicamente por um professor durante uma aula de educação musical, de onde saiu assustado e a chorar na segunda-feira, 14 de Dezembro. O docente, António Reis, é o mesmo professor que no ano lectivo passado terá dito “entra lá, ó preto!” a um outro aluno, expressão que lhe valeu um processo judicial pelo qual vai começar a responder no Tribunal de Santarém em Fevereiro de 2010, acusado de um crime de injúria. Os familiares deste menor, de 11 anos, foram pedir esclarecimentos aos responsáveis do agrupamento no dia seguinte e vão apresentar uma queixa-crime no Ministério Público, prometendo ir até às últimas consequências. Os pais do aluno exigem também que o docente seja impedido de leccionar, pelo menos enquanto decorrer o julgamento em que é arguido, apesar de António Reis também ter apresentado queixa contra a mãe desse aluno, por difamação. Este último episódio passou-se durante a aula de música, quando o miúdo arrastou a sua mesa e

A A direcção do agrupamento de escolas Mem Ramires já abriu um processo de averiguações bateu na cadeira da colega da frente, numa brincadeira de crianças. Ao ouvir o barulho, o professor dirigiu-se ao menor e levantou-o com um puxão de orelhas, tendo de seguida empurrado o garoto contra a carteira, deixando-o muito assustado. A turma ficou estupefacta e revoltou-se de imediato contra a atitude do docente. Ouvido pelo nosso jornal, António Reis nega categoricamente “que tenha havido qualquer agressão

física”. “Não ralhei com ele a falar baixinho e cheguei a levantar a mão para lhe puxar a orelha, mas o aluno desviou a cabeça antes de o agarrar”, conta o professor, que acusa “três alunas” da turma de estarem a mentir e “a empolar o caso”. “Estou de consciência tranquila porque desempenhei correctamente a minha função de educador”, acrescentou. “Temos conhecimento do caso, mas não vamos entrar em conclusões pre-

cipitadas. Já abrimos um inquérito para averiguações, até porque ainda só ouvimos a versão da mãe do aluno”, confirmou ao nosso jornal o responsável do agrupamento, António Pedro. “Se o inquérito resultar na abertura de um processo disciplinar, a sua evolução já não é da responsabilidade da escola, mas sim de um inspector da Direcção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo”, esclareceu ainda António Pedro. No que

respeita ao processo disciplinar anterior, António Reis foi considerado culpado, mas apresentou recurso da decisão, que ainda está a ser analisado. No início deste ano lectivo, António Reis estava em situação de horário zero. Entretanto, começou a dar aulas de educação musical em substituição de uma docente que meteu baixa médica. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

Crianças de Santarém no Comboio de Natal A Câmara de Santarém associou-se ao projecto Comboio de Natal 2009, permitindo que algumas crianças do concelho de Santarém, provenientes de Instituições de Solidariedade Social, com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos, realizem uma viagem de Natal inédita e inesquecível, no Alfa Pendular, até Santa Maria da Feira para visitarem o parque de aventura científica Visionarium, no Centro de Ciência do Eu-

roparque. A viagem teve lugar na quarta-feira, com partida Lisboa, paragem na Estação de Santarém. No comboio, as 200 crianças foram surpreendidas com uma festa de Natal a bordo, onde participaram em diversos jogos, danças, experiências de Ciência, música e visionamento de filmes. O presidente da Câmara de Santarém Moita Flores associou-se à iniciativa, acompanhando a partida

das crianças da estação de Santarém. O ex-futebolista Ricardo Sá Pinto, actual director do futebol profissional do Sporting, foi o embaixador desta iniciativa que espalhou solidariedade e afecto de norte a sul do País, numa viagem memorável para os seus pequenos passageiros. A mega iniciativa prossegue com uma visita lúdica ao Visionarium, onde as crianças viram filmes e descobriram o Universo.

SANTARÉM PREPARA FESTA DA PASSAGEM DE ANO A Câmara Municipal de Santarém volta a organizar, pelo 5º ano consecutivo, a Festa de Passagem de Ano. O Largo do Seminário e o Largo de Marvila voltam a ser palco de muita música e animação. A partir das 22h30, o palco de Marvila está a cargo da Orquestra Costa Verde, com tango, valsa, samba, salsa, boleros, dance Music, rock, e temas tradicionais portugueses. No Largo do Seminário, sobem ao palco Os Cinco, que contam com a participação dos cantores Sofia Gaspar, Rita Reis (Non Stop), Filipe Gonçalves e David Ripado (da OT1- Operação Triunfo 1) e apresentação de João Félix (Jim Dungo). Os Cinco prometem um espectáculo especialmente concebido com um repertório nacional e internacional de grandes sucessos musicais, interpretados em dueto ou a solo. Às 12 badaladas é lançado um monumental fogo-de-artifício, da antiga Escola Prática de Cavalaria – Futura Fundação da Liberdade. Logo no início do 1º dia de 2010 e para celebrar a primeira noite do ano, três Dj’s sobem ao palco. As Vanity Sessions apresentam uma noite revivalista, recordando o melhor da música em todos os tempos. As The Vanity Sessions juntaram-se em 2007 e passaram por casas como o Maxime (Lisboa), Coliseu (Lisboa) e residência no Musicbox (Lisboa). A partir das 22h00, o Pátio do Palácio Landal vai ser o “palco” preferido dos mais pequenos. As crianças podem contar com uma animadora que promete muita animação, com música, pinturas faciais, modelagem de balões e muitas histórias. A autarquia está a sensibilizar os cafés, bares e restaurantes da cidade, a aderirem à iniciativa, com os seus serviços.


14 SANTARÉM

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Santarém promove época natalícia sustentável junto da população Ambiente∑ Neste Natal 2009, faça a diferença para a sustentabilidade A Câmara Municipal de Santarém tem vindo a promover o ideal de um Natal sustentável, agora que a quadra natalícia chegou. Uma ideia que deriva do projecto de Educação para a Sustentabilidade, “Neste Natal 2009, faça a diferença para a sustentabilidade” desenvolvido por Maria João Cardoso, engenheira do ambiente, no âmbito do concurso “AGIRAmbiente”, sobre o tema Consumo Sustentável, no qual a Câmara Municipal de Santarém foi a grande vencedora e distinguida pela Fundação Calouste Gulbenkian. Nesta quadra natalícia, o

projecto vai estar nas ruas de Santarém, promovendo um natal mais ecológico, dividido em duas acções: “Época Natalícia para a sustentabilidade” é a primeira das acções com um certame a decorrer até 22 de Dezembro, na casa do Ambiente e que dá a conhecer os produtos tradicionais e ecológicos da região e que podem construir uma prenda de Natal sustentável, ajudando o comerciante a quem compra e deliciando quem recebe. Por sua vez, a acção “Cesta na mão, saco não” tem como principal objectivo sensibilizar os cidadãos para a recusa de sa-

“Cesta na mão, saco não” é a grande campanha a decorrer em Santarém cos e outras embalagens supérf luas e evitar os “abusos e desperdícios” característicos da época natalícia, num apelo para que se acabe com o “es-

pectáculo degradante” em que fica a cidade no dia de Natal. Um projecto genuinamente ribatejano, que permite fazer de Santarém uma cidade sustentável e

ajudar os comerciantes locais. Vânia Clemente

“CESTA NA MÃO, SACO NÃO” AJUDA COMÉRCIO TRADICIONAL A acção “Cesta na mão, saco não” tem como símbolo da sua campanha, as cestas tradicionais, bem características do Ribatejo e daqueles que trabalhavam na agricultura. Assim, para esta campanha foram adquiridas mais de 300 cestas, produzidas localmente e para participar basta visitar a Casa do ambiente, inscrever a sua família e receber a sua caderneta. Depois, por cada compra efectuada numa Loja Aderente em que sejam recusados os sacos e as embalagens supérfluas, utilizando a cesta, o comerciante coloca um “Eco-carimbo” e a data da compra na caderneta. E em Janeiro basta apresentar a sua caderneta com os “Eco-carimbos” na Casa do Ambiente e receber como prémios, alguns produtos regionais.


16 SANTARÉM

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

ÁGUAS DE SANTARÉM COM TUBOS DE OURO

Colégio Infante Santo, 10 anos de sucesso Aniversário ∑ Administrador recusa “fatalismo geográfico” de ser uma escola do interior “Será a interioridade um fatalismo que condena as crianças a terem maus resultados escolares?”: foi a esta questão que tentou responder o administrador do grupo GPS, proprietário do Colégio Infante Santo em Tremez, numa sessão evocativa do 10º aniversário desta escola no concelho de Santarém. Para Agostinho Ribeiro, o desempenho desta escola tem sido a confirmação de que a aposta em Santarém foi ganha e de que é possível a uma escola, localizada num meio rural como é a freguesia de Tremez, conseguir bons resultados

escolares, comprovados pelos exames nacionais do 9º ano, nos quais a escola conseguiu, em 2008/2009, uma média de 3,18 valores, sendo a melhor escola do distrito do ensino básico.

“Não é uma escola para ricos” Agostinho Ribeiro diz recusar a “fatalidade geográfica” na educação e salientou que, muitas vezes, não é o meio que determina um bom ou mau aluno, mas antes os professores que tem e o projecto educativo das escolas que frequentam. “No Colégio Infante temos tentado ter uma conjuga-

ção de rigor e exigência, transmitidos aos alunos com afecto, dedicação e disponibilidade”, frisou o administrador. O Colégio Infante Santo tem surgido nos últimos anos como a escola do distrito com melhores resultados nos exames de 9º ano e já foi mesmo a 7ª escola do país no exame a matemática. Com

uma taxa de abandono residual, de 2% (a média nacional é de 34%), a escola tem vindo a aumentar o número de alunos ao longo destes 10 anos, tendo neste momento cerca de 520 crianças e jovens do 5º ao 9º ano de escolaridade. Apesar de ser uma escola privada, Agostinho Ribeiro salientou que o colégio

“Amor firme” é a razão do sucesso

∑ Convidado a intervir nesta sessão comemorativa, Moita Flores disse achar que o segredo do sucesso do Colégio Infante é o que chama de “amor firme”. “Firmeza não quer dizer autoritarismo”, disse o autarca, salientado que é preciso continuar a acreditar que o ensino é o “magistério de magia”.

“não faz selecção de alunos”. “Aqueles que recebemos são-nos enviados pela Direcção Regional de Educação. Somos uma escola inclusiva”, reforçou, contrapondo o caso de algumas escolas privadas que, na sua opinião, apresentam sucesso mas têm associada “uma certa exclusão, uma ideia de que é só para filhos de pais ricos”. Respondendo ao pedido de Agostinho Ribeiro, que lamentou o encerramento forçado do ensino secundário nesta escola, Moita Flores prometeu que vai colocar esta questão ao Ministério da Educação.

A empresa municipal Águas de Santarém foi distinguida com o 2º lugar do Prémio Tubos de Ouro, que premeia as melhores acções de educação ambiental. O prémio foi atribuído pela APDA - Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Água, no âmbito da ENEG 2009 - Encontro Nacional de Entidades Gestoras de Água e saneamento que decorreu no Centro de Congressos de Lisboa, de 24 a 26 de Novembro. Os prémios Tubos de Ouro foram atribuídos pela quarta vez e envolveram três temáticas: melhor site de internet, melhor informação sobre qualidade da água e melhores acções de educação ambiental. A funcionar desde 2008, a empresa Águas de Santarém tem desenvolvido vários projectos de educação ambiental, de modo a sensibilizar a população, em especial os mais novos. Entre os projectos desenvolvidos destacam-se a campanha de uso eficiente da água, o cinema azul, o projecto olhar as águas, a peça de teatro “a água também se lava, o concurso de textos água para todos, entre outros.


SANTARÉM 17

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Fundação Canavarro em obras

PROGRAMA DO 10º ANIVERSÁRIO DA FUNDAÇÃO

Casa-museu ∑ Fundação vai iniciar obras e programa comemorativo do 10º aniversário

O programa de actividades para 2010 inicia-se a 5 de Janeiro com a deposição de uma coroa de flores na estátua de Passos Manuel no Largo do Carmo em Santarém. Dia 11 de Janeiro terá lugar a entrega do prémio Passos Manuel ao melhor aluno da Escola Secundária Passos Manuel, em Lisboa. Dia 27 de Fevereiro realizar-se-á um concerto coral e órgão na Igreja da Misericórdia de Santarém. Dia 8 de Abril vai realizar-se um recital de música barroca na Igreja Catedral de Santarém. Em Setembro terá lugar uma semana dedicada cultural ao Japão. A terminar, haverá um concerto de piano, por João Bettencourt da Câmara, dia 16 de Dezembro, no cineteatro Sá da Bandeira em Santarém.

A Fundação Passos Canavarro - Arte, da Ciência e da Democracia vai comemorar o 10º aniversário em 2010, com um vasto programa de actividades, e vai realizar obras para permitir a abertura ao público da casa onde viveu Passos Manuel e por onde passou Almeida Garrett. Pedro Passos Canavarro disse que as obras de adaptação da casa vão realizar-se em 2010, segundo o projecto do arquitecto Miguel Pires, da Tetrapod, prevendo-se a abertura do novo espaço museológico em 2010. “Estamos a preparar o catálogo da exposição, que contou com a colaboração de 12 especialistas das mais diversas áreas, dos Museus de Arte Antiga, Soares dos Reis, da Maçonaria, entre outros, e o apoio do Ministério da Cultura para o

A Pedro Canavarro, acompanhado por elementos do conselho de administração da Fundação. levantamento fotográfico realizado por José Pessoa. Foram fotografados cerca de 200 documentos de Estado e livros da biblioteca, objectos e condecorações maçónicas, cartas e álbuns familiares, e muitas obras

de arte que enriquecem as paredes e vitrinas deste espaço museológico. Pedro Canavarro pretende fugir ao esquema clássico da casa-museu, e oferecer aos visitantes da casa uma experiência vívida. Adquirida

por Passos Manuel em 1841, a casa está ligada à história de Portugal, pela geografia e a força dos homens que a habitaram. Passos Manuel e Almeida Garrett são as figuras tutelares da história desta casa. O quarto onde

Garrett pernoitou, em 1843, permitiu-lhe descrever a deslumbrante paisagemdescrita nas “Viagens na minha terra”. João Baptista joao.baptista@oribatejo.pt


SANTARÉM 19

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Campanha de Natal Solidariedade ∑ Câmara Municipal recolhe alimentos e brinquedos A Câmara de Santarém está a promover uma campanha de recolha de géneros alimentares, até 20 de Dezembro, junto dos Paços do Concelho. Os alimentos recolhidos

A Autarcas criticam Secretaria de Estado Ambiente

Em defesa das explorações de pedra de calçada O presidente da Câmara de Santarém e o secretário-geral da Associação Nacional de Municípios criticaram os “burocratas” da secretaria de Estado do Ambiente por despachos que, asseguraram, põem em causa a sobrevivência das populações das serras d’Aire e Candeeiros. Falando na apresentação do Manual da Calçada Portuguesa, feita quinta-feira em Santarém perante exploradores de pedra de calçada, Francisco Moita Flores e Artur Trindade asseguraram estar na “linha da frente” do combate contra os “radicais ambientalistas” que estão a pôr em causa a sobrevivência de “milhares de famílias”. As críticas à Secretaria de Estado do Ambiente surgiram no âmbito do Plano de Ordenamento do Parque Natural das Serras d’Aire e Candeeiros, onde se localiza a esmagadora maioria de explorações de pedra de calçada do país. “Como é possível interditar as zonas de pedra escura? Vão escavar no Terreiro do Paço?”, interrogou Artur Trindade, ex-presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós e actual secretário-geral da ANMP, frisando não acreditar que as propostas apresentadas “tenham fundamentação científica”.

Para o presidente da Associação de Exploradores de Calçada à Portuguesa (AECP), João Paulo Gonçalves, a actividade ilustrada no manual apresentado em Santarém corresponde a uma “arte centenária”, parte “integrante da cultura [portuguesa], que deve ser mantida em prol de uma identidade que se vai perdendo” e como forma de atracção turística e fonte de rendimento para o país, nomeadamente pela exportação. No seu entender, o manual, editado por um organismo estatal, a Direcção-Geral de Energia e Geologia, representa “um avanço” na defesa da actividade, mas apelou ao esforço dos políticos, nomeadamente dos autarcas, para a preservação da calçada portuguesa. Carlos Caxaria, sub-director-geral de Energia e Geologia, justificou a edição do livro com a necessidade de “ensinar” as origens da calçada à portuguesa e alertar para a necessidade de preservar as reservas, de forma a garantir que o país continuará a ter no futuro matéria-prima para a realização deste tipo de trabalho. O livro inclui uma versão em inglês, de forma a poder ser “um embaixador deste trabalho tão português”, frisou.

vão ser distribuídos pelo Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém. Esta campanha inclui também a recolha de brinquedos a entregar às crianças do concelho,

através da Casa Solidária das Artes e Ofícios desta autarquia. Francisco Moita Flores, lança o desafio para que “todos os presentes e ofertas que julguem por bem

entregar à Câmara Municipal de Santarém sejam convertidos no mesmo valor em produtos adequados para serem recebidos pelo Banco Alimentar contra a Fome”.”


20

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

região lezíria do tejo MEMBROS DAS MESAS ELEITORAIS SEM RECEBER Os munícipes do concelho do Cartaxo que constituíram as mesas de voto para a realização das últimas três eleições ainda não receberam as respectivas gratificações, quando já se passaram mais de seis sobre a realização das europeias, o primeiro acto eleitoral, a que se seguiram as legislativas e as autárquicas. Esta situação foi denunciada pelo vereador da CDU, Mário Júlio Reis, na última reunião de Câmara do Cartaxo, que questionou a autarquia porque, segundo a legislação, este pagamento é suportado por verba inscrita no orçamento do Ministério da Administração Interna, que depois efectua as transferências das verbas para os respectivos municípios.

MODELO ENTREGA PILHAS DE LIVROS NA LAPA No concelho do Cartaxo, a escola básica do 1º ciclo da Lapa foi a vencedora da 6ª edição do projecto “Pilhas de Livros”, promovido pelos hipermercados Modelo, com o objectivo sensibilizar os mais novos para a necessidade de fomentar hábitos de leitura. O prémio atribuído é composto por livros recomendados no âmbito do Plano Nacional de Leitura, no valor de 1.000 euros, e ajustado aos diferentes graus de ensino. O concurso visa distinguir os bons hábitos ambientais de cada escola, em que a vencedora é aquela que consegue recolher e entregar mais pilhas usadas para reciclagem. A nível nacional, a cadeia está a entregar um total de 120 mil euros em livros, numa iniciativa em que participaram mais de 256 mil crianças do pré-escolar ao 3º ciclo, responsáveis pela recolha de cerca de 80 toneladas de pilhas.

ALUNAS DO CARTAXO DISTINGUIDAS COM PRÉMIO GULBENKIAN

A Maria Manuel Simão distinguiu o papel dos cartaxeiros que fazem do Cartaxo um local agradável para viver

Cartaxo comemorou 194 anos de elevação a concelho Homenagem∑ Câmara distinguiu três individualidades e três instituições locais Cartaxo celebrou 194 anos de elevação a concelho, numa sessão solene que decorreu no Salão Nobre da Câmara Municipal do Cartaxo. Uma data comemorativa do Dia do Concelho, onde foram também homenageados por parte da Câmara Municipal, três individualidades e três instituições locais, que se destacaram durante todo o ano, pelo seu trabalho a favor da comunidade local. Quase dois séculos de concelho, onde muito se fez e cultivou, dando expressão ao concelho. Expressão pelas mãos de quem ali vive, trabalha, cria raízes e por ali fica marcando a história do Cartaxo. Por esta mesma razão, Paulo varanda, vicepresidente do município referiu que o Cartaxo tem mantido a sua estabilida-

de “fruto da força das suas gentes” e assim deve continuar, sempre fazendo mais e melhor, mas marcando a diferença que reforça a identidade do concelho. Maria Manuel Simão, presidente da Assembleia Municipal, enalteceu a atitude da Câmara Municipal pelo facto desta homenagear, neste dia, “as pessoas que têm contribuído para que o Cartaxo seja um lu-

gar de liberdade, onde é agradável viver”. Neste sentido e “Sempre por um Cartaxo melhor”, a Câmara Municipal distingue desde 1994 personalidades e instituições que prestam serviços relevantes para o município, tendo distinguido até ao momento 25 personalidades e 25 instituições. Este ano não foi excepção sendo distinguidos com Me-

Cartaxo já prestou homenagem a 25 personalidades e 25 instituições

∑ Paulo Varanda, vice-presidente do município identifica como prioridades para a autarquia as acessibilidades, as novas áreas empresariais, o reforço do apoio ao nível da acção social, da educação, saúde, segurança e desenvolvimento cultural e desportivo, bem como o planeamento urbanístico.

dalha e Diploma de Mérito Municipal a Delegação do Cartaxo da Cruz Vermelha Portuguesa, pelos serviços na área da saúde, o Centro de Dia de Pontével, pela ajuda e dedicação aos idosos, a Associação de Protecção de Animais Abandonados do Cartaxo, pela campanha de sensibilização junto da opulação permitindo o bem-estar animal, Rogério Coito, historiados local que editou uma breve história sobre o concelho, João António Pratas, ex-presidente da Assembleia Municipal de 1994 a 2002 e Hélia Baptista, pelo seu papel na área do ensino. 194 anos dedicados a um concelho que promete continuar no caminho da “exigência e seriedade”. Vânia Clemente vania.clemente@oribatejo.pt

Três alunas da Escola Secundária do Cartaxo foram distinguidas pela Fundação Ca louste Gulben k ia n , com o prémio de melhor relatório científico, incluído nas comemorações do ano Darwin, a decorrer durante todo o ano de 2009. Inserido nas comemorações de Darwin, pelas implicações que as suas teorias tiveram para a Biomedicina moderna, alguns alunos da escola fizeram a sua inscrição, o que permitiu a integração como ferramenta de trabalho nas aulas de Biologia, numa vertente mais prática, onde através de estirpes de bactérias, investigaram a resistência destas aos antibióticos. As vencedoras foram as alunas de 12ºano, na área das Ciências e Tecnologias, Catarina Canês, Catarina Oliveira e Ana Filipa Fernandes, que ficaram inicialmente, apuradas entre os seis finalistas a nível nacional, ganhando posteriormente o prémio final. As grandes vencedoras vão beneficiar de um estágio de investigação cientifica no Instituto Gulbenkian de Ciência, considerado um Instituto de excelência e mérito, no campo da investigação cientifica em Portugal, sendo integradas num grupo de investigadores à sua escolha, durante duas semanas, em regime de internato. Um óptimo contributo para as suas carreiras profissionais mas também para a Escola Secundária e para a região em si, que vê o trabalho das suas alunas distinguido pela Fundação Gulbenkian, uma referência na área cientifica.


22 REGIÃO | ALPIARÇA

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

GNR efectua 17 detenções Crimes ∑ Maioria dos detidos conduziam com álcool ou sem carta de condução Na semana compreendida entre 7 e 13 de Dezembro, a GNR efectuou um total de 17 detenções na zona da responsabilidade do Comando Territorial

de Santarém, que abrange todo o distrito. Sete indivíduos foram detidos após terem sido apanhados ao volante sem carta de condução, ao passo que outros

quatro condutores apresentavam taxas superiores a 1,2 g/l de álcool no sangue. Das restantes, cinco detenções foram efectuadas no cumprimento de

mandatos judiciais, enquanto um indivíduo foi detido por contrafacção, em Coruche, quando tentava vender DVD’s e CD’s pirateados.

A Pinto Coelho espera regressar ao ensino

Escola de Alpiarça deve dar horário a professor queixoso A Direcção-Geral dos Recursos Humanos da Educação (DGRHE) deliberou a favor do professor Joaquim José Pinto Coelho, um docente da escola José Relvas, em Alpiarça, que apresentou uma reclamação pelo facto da direcção do agrupamento lhe ter atribuído horário zero neste ano lectivo. “De momento, deve ser cativado um horário, ainda que temporário, para o docente”, lê-se no despacho exarado por este organismo no dia 12 de Novembro, mais de dois meses depois da formalização da queixa. Pinto Coelho disse ao nosso jornal estar satisfeito com a deliberação, mas lamenta o facto de, passado mais de um mês da decisão da DGRHE, ainda não ter recebido qualquer contacto por parte da direcção do agrupamento no sentido de dar cumprimento à decisão superior. O documento, a que o nosso jornal teve acesso, afirma claramente que o docente “permanecerá neste agrupamento” e que o “órgão de gestão” deve proceder à distribuição de serviço ao queixoso. “É mais um exemplo da forma como tenho sido tratado em todo este processo, onde continuo a sentirme perseguido”, desabafa o docente, com 30 anos de carreira, 16 dos quais em

Alpiarça. Tal como noticiámos a 13 de Novembro, o professor sentiu-se “injustiçado” com a atribuição do horário zero e reclamou junto do Ministério da Educação, pondo em causa a interpretação que o agrupamento fez da legislação para justificar a não atribuição de tempo lectivo. Pinto Coelho leccionava num Curso de Educação e Formação (CEF) em agricultura que entretanto acabou, mas existe na escola um outro CEF em jardinagem, no qual o professor tem todas as competências pedagógicas para leccionar algumas disciplinas. Só que não lhe foi atribuída nenhuma. A direcção do agrupamento garantiu então ao nosso jornal que “não tinha forma legal de atribuir um horário” ao queixoso; como os grupos de recrutamento para cada disciplina são diferentes, a escola optou por atribui-las a professores desses mesmos grupos. Mas, segundo se lê no despacho em causa, “os docentes podem, independentemente do grupo pelo qual foram recrutados, leccionar qualquer disciplina para a qual detenham habilitação adequada”. Ao contrário da José Relvas, muitas outras escolas optaram por atribuir horários a professores na sua situação.


24 REGIÃO | SALVATERRA DE MAGOS

GNR apreende 8 mil quilos de pinhas Duas operações da GNR realizadas no concelho de Salvaterra de Magos culminaram na apreensão de cerca de 8 mil quilos de pinhas e na identificação de dois indivíduos, suspeitos de estarem envolvidos na sua comercialização fora do período permitido por lei. No dia 10 de Dezembro, elementos do Núcleo de Protecção do Ambiente do Destacamento de Coruche encontraram perto de 3 mil quilos de pinhas na Glória do Ribatejo, tendo ainda procedido à identificação do proprietário do armazém onde estavam guardadas. A 13 de Dezembro, por volta das 19 horas, os militares do posto da GNR de Marinhais apreenderam cerca de 5 mil quilos de pinhas a um homem residente naquela localidade, que foi também identificado e posteriormente constituído arguido. Em comunicado, a GNR explica que

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Cruz Vermelha assegura assistência em Salvaterra Novo Serviço ∑ Destina-se a idosos em situação de dependência ou isolamento

a colheita, transporte e armazenamento de pinhas de pinheiro manso (pineas pinea) é expressamente proibida por lei entre 1 de Abril e 15 de Dezembro. A GNR vai continuar com as investigações sobre estes casos, pois tem razões para acreditar que ambos os suspeitos estão envolvidos na sua apanha furtiva e comercialização ilegal.

A Cruz Vermelha Portuguesa vai assegurar um serviço inovador de teleassistência que visa combater o isolamento da população idosa do concelho de Salvaterra de Magos. O protocolo com a Câmara Municipal foi assinado na terça-feira, 15 de Dezembro, numa cerimónia que juntou a presidente da autarquia, Ana Cristina Ribeiro, e o director geral da Cruz Vermelha, Luís António Névoa. A teleassistência é basicamente um serviço de apoio telefónico que vai funcionar 24 horas por dia, durante todo o ano, para prestar apoio aos muní-

cipes de fracos recursos económicos que se encontram em situações de dependência, doença prolongada, incapacidade ou isolamento. De acordo com o protocolo, há um serviço básico destinado a munícipes carenciados sem qualquer apoio familiar, que será pago na totalidade pela Câmara de Salva-

terra, e um serviço contratado directamente à Cruz Vermelha Portuguesa por todos aqueles que queiram usufruir da teleassistência, e que terá uma tarifa inferior à praticada para o público em geral. Na cerimónia, A na Cristina Ribeiro salientou a importância deste projecto no combate ao iso-

lamento social e na prestação de cuidados aos munícipes seniores mais carenciados, ao passo que Luís Névoa explicou que um dos objectivos da Cruz Vermelha é chegar aos cinco mil utentes já em 2010, no concelho de Salvaterra de Magos, um dos 20 do país onde este serviço está disponível.


RIO MAIOR | REGIÃO 25

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

JOÃO CASTRO ASSUME PRESIDÊNCIA DA MISERICÓRDIA João Castro é o novo provedor da Santa Casa da Misericórdia de Rio Maior, substituindo o histórico Calado da Maia, que liderou a irmandade durante mais de 30 anos. O novo responsável tomou posse na Assembleia Geral realizada no passado dia 11 de Dezembro. No seu discurso, João Castro, elogiou o trabalho desenvolvido pelo antecessor e afirmou que “a missão das misericórdias é, basicamente, prestar auxílio aos mais desfavorecidos, mas é cada vez mais difícil cumprir satisfatoriamente essa missão”. “As solicitações são crescentes e a capacidade de resposta é limitada”, disse, referindo ser “necessário conjugar esforços entre as várias entidades públicas e privadas do nosso concelho em prol dos mais necessitados”.

Rio Maior reforça intervenção precoce Projecto ∑ Equipa multidisciplinar vai intervir junto de crianças em risco A recém-criada equipa móvel de desenvolvimento infantil e intervenção precoce (EMDIIP) de Rio Maior foi apresentada no dia 10 de Dezembro, numa cerimónia realizada no auditório da biblioteca municipal Laureano Santos. Segundo uma nota da Câmara de Rio Maior, entidade responsável por este projecto, a “EMDIIP é uma associação sem fins lucrativos que tem como objectivo promover o desenvolvimento infantil, recorrendo maioritariamente às premissas da intervenção precoce, tendo como campo de actuação a área geográfica de Lisboa e Vale do Tejo”.

A equipa terá como população alvo crianças até aos 12 anos, que evidenciem situações de risco no seu desenvolvimento. As técnicas do EMDIIP vão actuar em diversas áreas terapêuticas, como a reabilitação psicomotora, o apoio especializado à família, o apoio psico-pedagógico, a terapia da fala, ou o acompanhamento psicológico, entre outras. Durante a sessão, a vereadora Sara Fragoso salientou “a importância que esta equipa terá no apoio directo às crianças que apresentam problemas no seu desenvolvimento”, naquela que será uma das suas principais mais-valias.

COMISSÃO DE TOPONÍMIA REUNIU PELA PRIMEIRA VEZ A atribuição de números de polícia e de nomes para os novos arruamentos nas zonas emergentes da cidade são as grandes prioridades da nova comissão de toponímia de Rio Maior, que reuniu pela primeira vez no passado dia 7 de Dezembro, com o objectivo de definir um plano de acção para os próximos quatro anos de mandato. A comissão é presidida pelo vereador Nuno Malta, em representação da autarquia, Carlos Pereira, arqueólogo da Câmara Municipal, Joaquim Gomes, dos CTT, pelo sargento Paulo Belchior, comandante do posto da GNR de Rio Maior, João Castro, Rui Andrade e Luís Filipe Dias, presidente da Junta de Freguesia de Rio Maior. O próximo encontro está agendado para 25 de Janeiro de 20101


26 REGIÃO | RIO MAIOR

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

CLAS DISCUTE COMBATE À POBREZA E EXCLUSÃO SOCIAL

Balita, o primeiro cão biólogo apresentado em Rio Maior Ambiente ∑ Cães treinados para monitorização ambiental

A O projecto Cão Biólogo foi apresentado na Serra dos Candeeiros em Rio Maior Balita, uma cadela pastor-alemão de 3 anos de idade, é a nova arma de defesa do ambiente em Portugal. O melhor amigo do homem já era usado para os mais diversos fins, da busca e salvamento à detecção de droga e explosivos. Agora, também temos cães especialistas na monitorização ambiental. Balita é o primeiro cão treinado para busca e detecção de cadáveres de aves e morcegos, usado para monitorização do impacte de parques eólicos e linhas eléctricas sobre a avifauna e morcegos. Faz parte do projecto Cão Biólogo, um serviço inovador

em Portugal, apresentado à comunicação social pela empresa Bio3, no parque eólico da Serra dos Candeeiros, em Rio Maior. Balita e Cássia são os primeiros cães treinados especialmente para busca e

Bio3 monitoriza peneireiro na Serra dos Candeeiros

detecção de cadáveres de aves e morcegos, no âmbito de um programa realizado pela empresa de consultoria, investigação e sistemas de informação em biodiversidade, em parceria com o Grupo Opera-

∑No parque eólico da Serra dos Candeeiros, a Bio3 dedica especial atenção ao impacte dos aerogeradores na população de peneireiro, espécie protegida. A utilização de cães aumenta o rigor das contagens e, segundo os biólogos, evitará a actual sobreavaliação das mortes de animais.

cional Cinotécnico da Unidade Especial da Polícia. Miguel Mascarenhas, da empresa Bio3, disse que teve conhecimento desta metodologia já usada há algum tempo nos EUA. “Fizemos a proposta à Unidade Especial da Polícia, uma das instituições mais credenciadas no treino de cães, e que aceitou o desafio, tendo iniciado em Abril de 2008 os treinos de dois cães e dois técnicos da Bio3”, disse Miguel Mascarenhas, biólogo que fez formação com a Cássia, a segunda cadela usada neste projecto. A comissária Paula Monteiro, da Unidade Es-

pecial de Polícia, justificou a participação da PSP neste projecto pioneiro com “a importância da defesa do ambiente”, assim como a necessidade de termos uma “polícia moderna com consciência do seu papel e responsabilidade social”. A Unidade Especial de Polícia já tinha cães de busca e salvamento, de detecção de drogas e explosivos, e recentemente criou binómios de detecção de armas de fogo e possui ainda cães para operações tácticas. Agora, em parceria com a Bio3 surgiu este projecto pioneiro em Portugal. João Baptista

O combate à pobreza e exclusão social em 2010, que será o ano europeu dedicado a estes problemas por iniciativa da Comissão Europeia, e a candidatura “serviços básicos para a população rural”, apresentada pelo Centro Paroquial de Bem-Estar Social de Rio Maior foram os principais temas debatidos na última reunião plenária deste órgão, realizada no auditório da biblioteca municipal, com a presença de 29 representantes das várias entidades que integram a Rede Social de Rio Maior. “Para Portugal, a realização do ano europeu cria uma oportunidade para sensibilizar a opinião pública para as questões da pobreza e da exclusão social e fazer passar a mensagem de que estes fenómenos são consequência de um modelo de desenvolvimento injusto”, assinala a vereadora Sara Fragoso, a nova presidente do CLAS por indicação da Câmara Municipal. A nível regional e local, serão realizadas várias actividades, como campanhas informativas e formativas, publicitárias, encontros de reflexão, seminários, workshops, e fóruns, onde se apela ao envolvimento e participação da sociedade.

RIBEIRO TELES EM CORUCHE “Coruche na perspectiva de Portugal” é o nome da conferência que o arquitecto Gonçalo Ribeiro Teles dá no museu de Coruche, no sábado, às 16 horas.


BENAVENTE | CORUCHE | REGIÃO 27

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

CÂMARA APROVA ORÇAMENTO DE 22 MILHÕES A Câmara de Benavente aprovou o orçamento e grandes opções do plano para 2010 no valor de cerca de 22 milhões de euros. Na reunião de 7 de Dezembro, a proposta do executivo liderado por António José Ganhão passou com os votos favoráveis da CDU, com a abstenção do vereador José da Avó (PSD) e o voto contra de Ana Casquinha (PS). Segundo uma nota de imprensa da autarquia, a educação e os equipamentos colectivos a acção social são as áreas consideradas como prioritárias em termos de investimento, no próximo ano. Segundo a mesma nota, a Câmara tem um valor na ordem dos 1,5 milhões de euros para concretizar todos os projectos que se encontram com verbas não definidas, sem recurso a empréstimos bancários.

Trabalhadores exigem melhorias salariais Coruche ∑ Sindicato acusa executivo municipal de intransigência Os trabalhadores da Câmara Municipal de Coruche vão concentrarse em frente ao edifício dos paços do concelho na sexta-feira, 18 de Dezembro, a partir das 8h30, numa acção de protesto “para exigir do presidente e executivo camarário a aprovação de medidas que valorizem a sua evolução profissional”. Segundo um comunicado de imprensa do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local (STAL), em causa está a aplicação da chamada “opção gestionária”, onde está prevista a possibilidade das autarquias promoverem os funcionários, com respectivas melhorias

salariais, de acordo com as suas classificações. O STAL recorda que muitas autarquias de todo o país já aceitaram esta reivindicação, o que não acontece no município de Coruche, “apesar de promessas e vãos discursos eleitoralistas que criaram expectativas aos trabalhadores através de informações internas”, segundo se lê no comunicado. A não aplicação desta medida potencia as desigualdades não só entre os trabalhadores da autarquia, mas também em relação aos funcionários de outras Câmaras do distrito que a adoptaram, assinala ainda o sindicato.

A A concentração decorre em frente à Câmara Municipal

RASTREIO AO CANCRO DA MAMA EM BENAVENTE O núcleo regional sul da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) está a desenvolver uma intensa campanha de rastreio ao cancro da mama, em todos os concelhos dos distritos da sua área de influência, Santarém, Beja, Évora, Portalegre, Leiria e Setúbal. Em Benavente, esta acção está a decorrer até ao próximo dia 6 de Janeiro de 2010, junto ao centro de saúde de Benavente. A partir de 18 de Janeiro, a campanha de rastreio transita para o centro de saúde de Samora Correia. Para a concretização desta campanha, serão utilizadas unidades móveis e fixas com técnicos credenciados em radiologia, que executam os respectivos exames às mulheres com idades entre os 45 e os 69 anos, grupo etário a que se destina o rastreio.

Mensagem de Natal A Câmara Municipal de Almeirim deseja a todos os Munícipes umas Santas Festas juntando a este desejo, o de que os momentos de Felicidade desta quadra possam fazer esquecer as preocupações que a todos nos afligem: Trabalho para todos, Esperança no Futuro, Boa Saúde para cada um.

Boas Festas O Presidente da Câma Câmara m qu uim im G amei eiro iro de de So SSousa Sou ou Gomes José Joaquim Gameiro


28

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

região médio tejo santarém MULHERES LANÇAM 10 PROJECTOS INOVADORES Dez novos projectos empresariais ligados ao empreendedorismo em meio rural, exclusivamente elaborados por mulheres, foram apresentados na quarta-feira, 16 de Dezembro, pela Tagusvalley - Associação para a Promoção e Desenvolvimento do Vale do Tejo. Os projectos, acompanhados na incubadora de empresas do Técnopolo do Vale do Tejo ao longo dos últimos três meses, são dinamizados por 12 mulheres seleccionadas de um universo de 120, com curso superior, desempregadas e inscritas no centro de emprego local, e que apresentaram ideias de negócios “viáveis e inovadoras”. Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara de Abrantes e da Tagusvalley, disse à Lusa que os projectos “em incubação” visam o lançamento e exploração comercial de ideias como um ateliê de imagem, uma fábrica de produção de óleos essenciais, uma academia de estudos, uma estufa em sistema hidropónico - plantação de morangos sem terra, e um ateliê de arquitectura e paisagismo, entre outros. O projecto começou há três meses com um investimento de 50 mil euros. Uma das futuras empresárias envolvidas neste programa, Catarina Fonseca, de 30 anos e com formação em Engenharia, disse à Lusa que o seu projecto “versa a produção de óleos essenciais, à base” da matéria-prima que existe, em abundância, na região. Considerando “muito importante” a formação obtida na incubadora de empresas para “ganhar as bases de uma boa gestão”, afirmou que pretende “produzir óleo de eucalipto, rosmaninho e esteva, em quantidades industriais”.

PAIS NATAL EM ACÇÃO SOLIDÁRIA O Barquinha Parque vai ser palco de uma concentração de pais Natal que tem como objectivo recolher fundos para apoiar o transporte escolar das crianças de Santa Catarina do Fogo, Cabo Verde, vila geminada com o município de Vila Nova da Barquinha. Realiza-se no domingo, a partir das 14 horas, organizada pelo agrupamento 583 do Corpo Nacional de Escutas.

CONCERTO DE NATAL NA BARQUINHA

A É cada vez mais difícil gerir uma instituição desta natureza, revela o vice-provedor Alberto Margarido

Misericórdia inventa receitas para combater défice Problema ∑ Subvenções da Segurança Social são insuficientes para as despesas Ano após ano, a Santa Casa da Misericórdia de Abrantes (SCMA) vêse obrigada a arranjar receitas para fazer face aos custos de funcionamento, porque as subvenções da Segurança Social são muito inferiores aos gastos que a instituição tem com cada utente. O vice-provedor, Alberto Margarido, disse ao nosso jornal que esta é uma situação é um problema que tem vindo a ser colmatado com a venda de alguns imóveis doados à Misericórdia. Mas, mesmo neste campo, as coisas estão complicadas porque as doações são cada vez menores. Segundo o responsável, a ideia de que a Misericórdia é uma instituição rica não é verdadeira. Conta o dirigente que a venda de uma quinta na zona do Estoril, há vários anos, deu

muito dinheiro à SCMA, mas as verbas foram investidas em obras. O dinheiro não abunda, segundo o responsável, e mesmo as reformas dos utentes a juntar às subvenções recebidas do Estado não chegam para as despesas. Dos 105 idosos que estão no Lar / Hospital, 40% são completamente dependentes, pelo que o apoio permanente faz com que

Os números da instituição

a instituição tenha um corpo de duas centenas de funcionários. Só em medicamentos para os internados a Santa Casa gasta muito dinheiro, referiu o vice-provedor, adiantando, no entanto, que têm tido alguns apoios. Por outro lado, uma gestão rigorosa e como se de uma empresa se tratasse tem vindo a diminuir alguns dos custos correntes

∑ Com um orçamento anual que ronda os 1,9 milhões de euros e dando emprego a cerca de 200 funcionários, a Santa Casa tem 105 utentes no lar / hospital, 42 no centro de dia, 120 crianças na creche, 26 meninas à guarda do lar de raparigas, prestando ainda apoio domiciliário a 40 idosos.

da instituição. Mesmo assim, há fornecedores que “são amigos” e que andam com “mais de cinco meses de atrasos nos recebimentos”. Outro dos factores salientados pelo mesárioda instituição tem a ver com o aumento crescente de internados com Parkinson e Alzheimer, que, como ainda têm mobilidade, necessitam de vigilância permanente. Alberto Margarido revelou também que há casos em que os idosos são “despejados” pelos familiares que, nalguns casos, nem sequer os visitam nas datas mais “especiais “. Um factor que provoca “danos” psicológicos nos idosos que a instituição tenta ultrapassar com os convívios que organiza e com a proximidade das funcionárias. Jerónimo Belo Jorge

É A igreja matriz da Barquinha vai ser palco do tradicional concerto de Natal, que se realiza no dia 20 de Dezembro, às 18 horas. A organização é do Grupo Coral de Tancos em parceria com a Banda de Música dos Bombeiros de Vila Nova da Barquinha. Faz parte do programa a actuação do grupo “Te Deum”, que integra o Coro de Tancos, Coro “Cristo Rei” (Portela) e Coro “Venite a Laudare” (Chelas).

ÁRVORE DE NATAL ILUMINA ABRANTES Composta por cerca de 60 mil lâmpadas aplicadas em 1.500 metros de tubo luminoso, a famosa árvore de Natal de Abrantes já está montada na torre de telecomunicações da cidade, estrutura que tem mais de 75 metros. Durante a noite, quando iluminada, a árvore de Natal é visível a partir da A23 e de vários outros concelhos à volta de Abrantes.


ABRANTES | REGIÃO 29

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Abrantes ganha dois novos lares 120 camas ∑ Infraestruturas vão nascer no Pego e na cidade de Abrantres A Segurança Social aprovou recentemente os apoios à construção de dois novos lares de idosos no concelho de Abrantes, um na cidade e outro na freguesia do Pego. Estes dois lares vão criar quase 120 camas para acolher idosos, uma situação que há muito era esperada no concelho, uma vez que existe um défice elevado de camas. O Centro Social do Pego candidatou-se para construir o edifício nas imediações do local onde hoje funciona o Centro de Dia e o Jardim-de-infância. António Mor, responsável pelo Centro Social do Pego, explica que o lar do Pego vai ter 57 camas e “será um contributo para uma resposta numa área em que o concelho de Abrantes fica muito aquém

A O Centro Social do Pego e o Centro Interparoquial de Abrantes são os contemplados com estas duas obras das necessidades”. O responsável sublinhou ainda que a sustentabilidade do lar passa pela garantia de que existem condições, técnicas, financeiras e de qualidade de serviço. António Mor disse ainda que

as freguesias a sul do concelho serão também beneficiadas, como já o são na creche. O investimento é de 1,9 milhões de euros. O lar do Pego tem um prazo de construção de três anos. O outro lar, aprova-

do para a cidade Abrantes, vai ser construído na Encosta da Barata, num local que a Câmara Municipal de Abrantes tinha cedido ao Centro Social InterParoquial para a construção de uma nova igreja. O

Cónego José da Graça explica que o lar faz “muita falta”, acrescentando que vai ter 60 camas para acolher outros tantos idosos. Neste projecto, o investimento é superior a 2,5 milhões de euros.

65 NOVOS POSTOS DE TRABALHO Para além de contribuirem para o apoio a uma camada da população mais desfavorecida, os idosos, a construção destes novos lares vai permitir criar um total de 65 postos de trabalho, 25 no lar do Pego e mais 40 no lar de Abrantes. Os 25 novos empregos no Pego juntam-se aos 42 já existentes nas outras valências do Centro Social. O responsável da instituição, António Mor salienta ainda que o centro tem tido uma parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e tem vindo a transformar desempregados de longa duração em novos postos de trabalho. No lar de Abrantes o financiamento da Segurança Social incide sobre dois milhões de euros, o que resulta num apoio de 1,2 milhões de euros.


30 REGIÃO | ENTRONCAMENTO | ABRANTES

MUNICÍPIO DO CARTAXO EDITAL 143/2009 PAULO ALEXANDRE FERNANDES VARELA SIMÕES CALDAS, Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo: FAZ PÚBLICO, que nos termos da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, alterada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro, e ainda da alínea j), do artigo 10.º da Lei n.º 2/2007, de 15 de Janeiro, e na sequência da deliberação tomada pela Câmara Municipal em reunião ordinária realizada em 25 de Novembro de 2009, e da deliberação tomada pela Assembleia Municipal em sessão extraordinária realizada em 30 de Novembro de 2009, foi deliberado autorizar a venda de dois prédios urbanos pertencentes ao património municipal, que será efectuada nos termos do presente aviso e das normas de procedimento que abaixo se transcrevem: 1 - Venda de dois prédios urbanos pertencentes ao Património Municipal Anuncia-se que vão ser vendidos, mediante a apresentação de propostas em carta fechada, eventualmente seguida de licitações: a) Prédio urbano, sito na Quinta do Sousa ou Vale Mosqueiro, composto de terreno para construção urbana, com a área de 6.480 m2, a confrontar, a Norte, Nascente e Poente com Município do Cartaxo, do Sul com arruamento. Inscrito na matriz predial urbana da freguesia de Cartaxo com o Artigo 4948, e descrito na Conservatória do Registo Predial de Cartaxo com o número 3018. b) Parcela de terreno com 44.066 m2 composta de lote de terreno para construção urbana, a desanexar do Prédio urbano, sito na Quinta do Sousa – Largo do Rocio, composto de oficina, serralharia, oficina auto com duas divisões, telheiro, armazém com cinco divisões, telheiro, oficina de serviço de águas com duas divisões, refeitório, armazém, carpintaria, oficina de pinturas, telheiro, sanitários, oficinas de electricidade com duas divisões, habitação com nove divisões, logradouro, pavilhão de exposições, campo da feira, com a área de 77,200 m2, a confrontar, do Norte com Rua Batalhoz e Sociedade Industrial de Padarias do Cartaxo, do Sul com Travessa do Vale Mosqueiro, Rogério Augusto Marques e Caminho, nascente com Largo do Rocio e Poente com Luís Lino Ramos, Álvaro de Carvalho e Haunelose Langweg. Inscrito na matriz predial urbana da freguesia de Cartaxo com o Artigo 4990, e descrito na Conservatória do Registo Predial de Cartaxo com o número 2750. 2 - Base de Licitação – € 3.511.000,00 € (três milhões, quinhentos e onze mil euros). 3 - Aproveitamento urbanístico Os prédios poderão ser aproveitados para os fins que o comprador tiver por convenientes, no respeito pelas prescrições urbanísticas do Plano Director Municipal do Cartaxo. Áreas a) Área do prédio A, 6.480 m2. b) Área do prédio B, 44.066 m2. 4 - Data limite para apresentação de propostas: 17:00 horas, do dia 22 de Dezembro de 2009. 5 - Local, data e hora da praça: Salão Nobre do edifício dos Paços do Município, no dia 23 de Dezembro de 2009, às 10:30 horas. 6 - Modalidade de pagamento: a) Será depositada no acto de adjudicação a quantia correspondente a 40% do valor da proposta ou da licitação mais elevada; b) 60% no acto da celebração da escritura de compra e venda. 7 - Impostos e encargos devidos: Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT), salvo se dele estiverem isentos; Imposto de Selo de 0,8% sobre o preço da arrematação e encargos decorrentes da celebração da escritura. 8 - Apresentação de propostas 1 - Podem apresentar propostas concorrentes, nacionais ou estrangeiros, que possuam a sua situação contributiva regularizada perante a Segurança Social e a Administração Fiscal, com um valor superior à base de licitação. 2 - Serão excluídas as propostas cujo valor de arrematação seja inferior ao preço base. 3 - Apenas poderão ser apresentadas propostas para o conjunto dos dois prédios em venda, sendo excluídas as que apresentem preço para apenas um dos imóveis. 4 - As propostas, devem ser apresentadas em sobrescrito fechado, identificando-se no exterior do mesmo o proponente, dirigido ao Presidente da Comissão de Alienação, responsável pela condução do procedimento, podendo ser entregues no Gabinete Jurídico da Câmara Municipal do Cartaxo, situada no Edifício dos Paços do Município, Praça 15 de Dezembro, em Cartaxo, no período das 9:00H às 12:30H e das 14:00H às 17:00H, ou enviadas por correio, sob registo, neste caso sendo aceites desde que recebidas até à hora e data limite antes referida. 9 - Praça 1 - A praça inicia-se com a abertura das propostas recebidas, havendo lugar a licitação entre os interessados que apresentem proposta com o mesmo valor. 2 - Não sendo apresentadas propostas ou não havendo propostas válidas, haverá lugar a licitações a partir do valor base anunciado entre os interessados presentes. 3 - Podem intervir na praça todos os interessados ou os seus representantes, devidamente identificados e, no caso de pessoas colectivas, habilitados com poderes bastantes para arrematar. 4 - Havendo lugar a licitações, não serão admitidos lanços inferiores a 15 000,00€. 5 - As licitações serão efectuadas durante um período de 15 minutos. 10 - Adjudicação 1 - Os imóveis são adjudicados pela comissão, a quem tiver oferecido o preço mais elevado, sem prejuízo do disposto nos números seguintes. 2 - É condição de adjudicação que o interessado exiba: a) Documentos comprovativos da situação contributiva regularizada perante a Segurança Social e a Administração Fiscal; b) Efectuar o pagamento no montante de 40 % do valor da adjudicação; 3 - Poderá ser concedido o prazo de 48 horas para a apresentação dos documentos referidos na alínea a) do número anterior, ficando a adjudicação condicionada a essa apresentação; 4 - Não sendo apresentados os documentos referidos no número anterior, a adjudicação é dada sem efeito. 11 - Consulta das Normas de Procedimento 1 - As normas do procedimento estão disponíveis para consulta no Gabinete Jurídico do Município de Cartaxo, até ao dia da entrega das propostas, e onde podem ser solicitadas informações e esclarecimentos. Para constar e devidos efeitos, será este Edital afixado nos Paços do Município, Diário da República, Jornais de âmbito nacional e regional, demais lugares de costume e estilo e no referido sítio da web. Câmara Municipal do Cartaxo, 9 de Dezembro de 2009 O Presidente da Câmara Municipal, Paulo Caldas

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Alegre apanha “comboio” presidencial Candidatura∑ Manuel Alegre incentivado no Entroncamento Foram mais de uma centena de apoiantes a pedir a sua candidatura à Presidência da República, num jantar do Entroncamento. Manuel Alegre não quis para já falar dessa possibilidade mas aproveitou o apoio para embarcar no “comboio presidencial” e assumir a postura de estadista ao dizer que “é tempo de uma nova atitude” e de “novas responsabilidades sociais, éticas e políticas”. Na sua reflexão sobre o estado do país e sobre o posicionamento das forças de esquerda, Manuel Alegre sublinhou que “este é o tempo de repor o primado da política e da solidariedade sobre os egoísmos e os grandes interesses”. Isto para que, segundo o poeta-político, “o agravamento da crise, o aumento do desemprego, das desigualdades e das tensões sociais não venha a afectar-nos a todos e a suscitar a questão da própria legitimidade do sistema político”. Numa alusão ao que tem sido a postura criticada pelos analistas no actual Presidente, Cavaco Silva, Manuel Alegre, ainda que não referindo directamente o visado, disse que “hoje o que se pede aos políticos não é que se refugiem no silêncio nem em habilidades tácticas ou querelas artificiais”. Numa referência à Assembleia da República, Manuel Alegre disse ain-

A Manuel Alegre tem estado pela região, aqui no Fórum da Cidadania em Torres Novas

da que as “discussões fortes”, que considera existirem no Parlamento, são “próprias de democracia”. Mas ainda assim frisou, “na situação actual é bom que se discuta o que merece ser discutido”. Manuel Alegre iniciou o seu discurso reafirmando a sua condição de militante socialista e de homem de

esquerda “mas acima de tudo um português preocupado com a sua pátria”. Ainda à esquerda, Alegre questionou se as forças políticas deste espectro serão “capazes de fazer um esforço para encontrarem um denominador comum à volta das questões essenciais como as políticas públicas” .

“Sociedade portuguesa dividida e crispada”, diz Alegre

∑ “A sociedade portuguesa está dividida e crispada. A desconfiança e a descrença imperam. A maledicência, a suspeita e o insulto substituíram o debate de ideias e projectos”, disse Manuel Alegre no seu discurso, aludindo também ao que se passa na Assembleia da República.

Allianz dá árvores a Abrantes A Allianz Portugal acaba de doar 2000 árvores à Câmara Municipal de Abrantes no âmbito do projecto ambiental Limpar para Plantar. A seguradora tinha já marcado presença na primeira etapa deste projecto a 5 de Junho, Dia Mundial do

Ambiente, com a limpeza de uma área do Parque de S. Lourenço em Abrantes. A esta limpeza sucedeu uma segunda etapa, decorrida a 20 de Novembro, com a plantação de outras 2000 árvores certificadas naquele concelho. Cinco volun-

tários da Allianz Portugal plantaram simbolicamente 60 sobreiros das 2 mil árvores cedidas, uma iniciativa inserida no Projecto ProNatura e em colaboração com a ANEFA – Associação Nacional das Empresas Florestais e Agrícolas.


TORRES NOVAS | REGIÃO 31

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Idosos torrejanos online com colegas

Gruta das Lapas relançadas com livro Livro de visitas ∑ Autarquia lança livro para preservar memórias dos visitantes

A Câmara de Torres Novas proporcionou a um conjunto de idosos do concelho a possibilidade de comunicar, através de videoconferência pela Internet, com outras pessoas presentes no espaço de Internet de Minde, em Alcanena. Uma experiência vivida no Espaço Internet de Torres Novas pelos alunos do Curso de Competências Básicas em Tecnologias de Informação. Com recurso a web-

cams e a microfones, os intervenientes puderam comunicar em tempo real, trocando informações diversas, vivências e conhecimentos. Este tipo de aprendizagem assume um papel muito importante, sobretudo em faixas etárias mais avançadas, até porque muitas destas pessoas têm familiares e amigos fora do país, encontrando agora nesta ferramenta uma forma de contacto nova.

O labirinto de galerias da Gruta das Lapas, em Torres Novas, recebeu a visita do vice-presidente do Parlamento de Cabo Verde, país com que a cidade torrejana tem mantido estreitas relações de colaboração. Jorge Santos, vice-presidente dos parlamentares cabo-verdianos, acompanhou o presidente da Câmara, António Rodrigues, no lançamento do Livro de Visitas da Gruta das Lapas, um novo documento ao dispor dos visitantes para aqui deixarem as suas impressões sobre a visita a este espaço. António Rodrigues, o primeiro a assinar o livro,

AAntónio Rodrigues com Jorge Santos do Parlamento de Cabo Verde recebeu os elogios de Jorge Santos que salientou a beleza do espaço e orgulho que o concelho deve ter neste património.

Considerada uma das principais atracções turísticas do concelho, as Grutas das Lapas são um conjunto de túneis subterrâ-

neos, classificado como de Interesse Público desde 1943. As grutas podem ser visitadas de 2ª a domingo, das 9 às 18 horas.


32 REGIÃO | TOMAR BARCOS VOLTAM AO RIO NABÃO A Câmara de Tomar vai entregar a exploração das embarcações de recreio do Rio Nabão à única empresa que apresentou proposta a este concurso, a FunZone, Sociedade de Animação Turística, Lda. O percurso no rio, ainda que limitado a montante pelo Açude dos Frades e a jusante pelo Açude do Flecheiro, vai trazer de volta os barcos ao rio Nabão. Nesta reunião de Câmara, foi ainda aprovado o alargamento do percurso dos Transportes Urbanos de Tomar ao cemitério de Marmelais. Encerrado fica o mercado municipal que passa a fechar aos feriados, durante o próximo ano. Uma decisão tomada após serem ouvidos os vendedores. Também reduzida fica a velocidade máxima permitida em Paço da Comenda, na Rua Santa Margarida, que passa para 40km/h.

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Estrada de Coimbra vai para obras em Tomar Ligação da cidade ao IC19 ∑Obra vai permitir alargar estrada e criar novos passeios A Câmara de Tomar vai investir mais de 2,5 milhões de euros em duas obras que considera estruturantes para o concelho. Uma delas é a ligação entre a cidade e o IC9 pela EN 110, conhecida como a Estrada de Coimbra. A obra neste troço vai custar cerca de 2,2 milhões de euros e vai durar cerca de um ano. A intervenção prevê ainda a construção de três rotundas com ligações às localidades de Carrascal, Quinta da Lagoa e Aboboreiras. A estrada passará a ter sete metros de largura e passeios de 2,3 metros. Outra das intervenções é no percurso turístico que

vai ligar o centro histórico da cidade de Tomar ao Convento de Cristo, pela Mata Nacional dos Sete Montes. A obra vai custar cerca de 185 mil euros. A intervenção fará a requalificação ambiental e reabilitação do património natural da Mata, com a recuperação da Casa do Guarda e das instalações sanitárias. A Casa do Guarda vai poder acolher conferências, exposições ou outros eventos. Quer a obra do percurso turístico da Mata Nacional dos Sete Montes, quer a intervenção na E.N. 110 são financiadas pelo QREN. No caso do percurso da Mata o investimento global é de

A A EN 110 é financiada e vai custar cerca de 2,2 milhões de euros 721 mil euros, sendo 75% financiado pelo QREN. Caberá, por isso, à Câmara de Tomar, que avançou com este projecto em parceria

com o ICNB – Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, o valor de cerca de 180 mil euros. No que diz respeito à obra

da Estrada de Coimbra a obra é financiada em 70 por cento, sendo a obra do saneamento financiada em 61,3 por cento.

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SARDOAL EDITAL N.º 12/2009 MIGUEL JORGE ANDRADE PITA MORA ALVES PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SARDOAL FAZ PÚBLICO que, para efeitos do art.º 91º da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, na redacção dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro, se publica as deliberações da Assembleia Municipal, tomadas em sessão ordinária realizada no dia 25 de Novembro de 2009. - Nomeação de quatro cidadãos eleitores para integrar a CPCJ de Sardoal, no Biénio 2009/2011; (Deliberado por maioria nomear os cidadãos Lourdes Roldão; Maria Jacinta Grácio, Maria Teresa Gonçalves e Américo Corda Falcão, cada um com onze votos) - Eleição do representante das Juntas de Freguesia, no Conselho Municipal de Educação; (Deliberado por maioria eleger o Sr. Vítor Lopes Pires, Presidente da Junta de Freguesia de Sardoal, com onze votos a favor e seis em branco) - Eleição do representante das Juntas de Freguesia na Assembleia Distrital; (Deliberado por maioria eleger o Sr. Fernando Silva, Presidente da Junta de Freguesia de Valhascos, com onze votos a favor e seis em branco) - Eleição do representante das Juntas Freguesia para a ANMP; (Deliberado por maioria eleger o Sr. Vítor Lopes Pires, Presidente da Junta de Freguesia de Sardoal, com onze votos a favor e seis em branco) - Eleição membros da Assembleia para integrar a CIMT; (Deliberado por maioria eleger os Srs. Miguel Pita Mora Alves, onze votos; Anacleto da Silva Batista, onze votos e, José Maria Mora de Campos, seis votos) - Eleição representante das Juntas de Freguesia na Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios; (Deliberado por maioria eleger o Sr. Manuel José Santos Serras, Presidente da Junta de Freguesia de Alcaravela, com onze votos a favor e seis em branco) - Eleição representante das Juntas de Freguesia no Conselho Cinegético Municipal; (Deliberado por maioria eleger o Sr. António Pereira Fernandes, Presidente da Junta de Freguesia de Santiago de Montalegre, com onze votos a favor e seis em branco) - Lançamento de Derrama de IRC para 2010; (Deliberado por unanimidade aprovar a não fixação de qualquer taxa de derrama de participação variável de IRC sem qualquer redução, para o ano de 2010) - IMI – Imposto Municipal sobre Imóveis para 2010; (Deliberado por unanimidade aprovar as taxas do Imposto Municipal sobre Imóveis, a aplicar no ano de 2010, nomeadamente: Prédios rústicos:0,8%; Prédios urbanos 0,7%; Prédios urbanos avaliados no termos do CIMI: 0,4%.) E para constar se lavrou o presente Edital e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares públicos de estilo. Paços do Município de Sardoal, 16 de Dezembro de 2009 O Presidente da Assembleia Municipal Miguel Jorge Andrade Pita Mora Alves


33

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Instituto Politécnico de Santarém

politécnico

Integram o Instituto Politécnico a Escola Superior Agrária de Santarém, Escola Superior de Educação de Santarém, Escola Superior de Desporto de Rio Maior, Escola Superior de Saúde de Santarém e Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém

UM CANDIDATO LIGADO À INVESTIGAÇÃO

Jorge Justino defende um Politécnico de “excelência” Eleições para a presidência do Instituto ∑ A palavra ao candidato Jorge Justino Quais as razões da sua candidatura?

A experiência adquirida no âmbito das funções exercidas penso que constitui uma mais-valia para ocupar este cargo. Já fui Presidente do Instituto Politécnico de 1996 a 2006, vice-Presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) de 1999 a 2004 e membro desse mesmo órgão de 1996 a 2006. Exerço neste momento funções de director da Escola Agrária, cargo onde estou desde 2007. A nível nacional e regional exerci funções como membro do Conselho Superior da Ciência, Tecnologia e Inovação, de 2003 a 2005, e fui ainda membro do Conselho Nacional da Acção Social Escolar de 1999 a 2004, tendo sido coordenador, a nível nacional, da Comissão Especializada dos Serviços de Acção Social Escolar do Ensino Superior Politécnico de 1999 a 2004 e membro do Conselho Regional da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCRLVT) de 2003 a 2006. Destaco ainda as funções como membro da Comissão Co-

A O director da Escola Agrária, Jorge Justino, é o primeiro dos candidatos a ser ouvido na ronda de entrevistas que O Ribatejo vai publicar até ao fim do ano.

ordenadora que preparou a presidência portuguesa da União Europeia, na área da educação, tendo integrado a Comissão Organizadora da “Estratégia de Lisboa”. Nesta área fui também coordenador, a nível nacional, do Processo de Bolonha no Ensino Superior Politécnico,em 2004, tendo pertencido ao Conselho Executivo do European Association of Institutions in Higher Education, em 2001. Penso que estas creden-

ciais me permitem ser um dos candidatos com mais experiência para exercer a presidência do Instituto. Quais são as suas principais propostas?

Defendo uma direcção mais dinâmica do Instituto e um desenvolvimento institucional de qualidade que conduza a um Instituto Politécnico de Santarém de excelência, capaz de ser competitivo numa área de ensino cada vez mais exigente. É por isto, que de-

fendo também um instituto interveniente e com capacidade de resposta às novas exigências do ensino superior, sendo certo que esta é não é uma missão de um homem só, mas para a qual espero a colaboração de toda a comunidade académica e da sociedade em geral. Acredito que é importante uma diversificação da oferta formativa e uma aposta no desenvolvimento cultural, desportivo e institucional do IPS. O Instituto

deve continuar a ter uma forte integração na região, no país e cada vez no âmbito internacional, área que destaco pela importância que tem hoje a internacionalização para as instituições de ensino superior. Não esqueço também a importância de dar um maior apoio aos funcionários docentes, não-docentes e obviamente aos estudantes, sobretudo ao nível da sua formação. Defendo também uma intensificação da área da investigação .

Jorge Justino é professor com grau de agregação, sendo Doutorado em Engenharia Química pelo Instituto Superior Técnico e mestre em Química dos Processos Catalíticos pela mesma instituição. A nível nacional, destacam-se as suas colaborações com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, o Instituto Superior Técnico e o Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa, a Universidade da Beira Interior, a Universidade de Trásos-Montes e Alto Douro e a Universidade de Coimbra. A nível internacional, desenvolveu trabalhos com a Universidade Agostinho Neto em Angola, a Universidade de Extremadura em Espanha, as Universidades de Lyon, Orléans, Grenoble e Pierre et Marie Curie em França, as Universidades de Newcastle, Oxford, York, Manchester e Sheffield, no Reino Unido e a Faculdade de Farmácia de Ribeirão Preto da Universidade de S. Paulo no Brasil. Em 2009, iniciou uma cooperação científica, na área da Produção e Aplicação das Plantas Medicinais, com a Faculty of Medical and Health Sciences, University of Auckland na Nova Zelândia.

As principais propostas para o futuro do Instituto Jorge Justino destaca algumas propostas mais concretas que incluiu no seu programa. Uma delas passa pela questão orçamental, uma área em que Jorge Justino defende um aumento das receitas próprias do Instituto através do aumento da prestação de serviços, da diversidade da oferta formativa, do aluguer de espaços e de

uma gestão eficiente da exploração agrícola. O candidato quer desenvolver também um plano estratégico do Instituto para quatro anos e estimular o estabelecimento de consórcios que integrem o IPS como “parceiro privilegiado”. Como forma de suportar financeiramente a sua proposta de mais investigação, Jorge Justi-

no propõe a realização de candidaturas a programas nacionais e internacionais que financiem esta área. Nesta área destaque ainda para a proposta de desenvolver candidaturas à Fundação da Ciência e Tecnologia (FCT), através de centros de investigação das escolas do IPS. Outra das suas ideias é promover, através de organizações

de apoio, de fundações e de instituições bancárias, o mecenato pedagógico, científico, cultural e desportivo. Aproveitando a nova configuração institucional decorrente do Tratado de Bolonha, Jorge Justino propõe-se também a abrir o ensino a novos públicos, criando oportunidades de formação ao nível dos dou-

toramentos (em parceria com Universidades), cursos de 2º ciclo (mestrados), pós-graduações não conferentes de grau académico e cursos de especialização tecnológica (CET) e de formação profissional. Numa área mais específica, o candidato defende a criação de protocolos com o Comité Olímpico de Portugal, através da Es-

cola Superior de Desporto de Rio Maior, numa perspectiva de apoio técnico e científico na preparação de atletas de alto rendimento. Outros dos protocolos propostos por Jorge Justino é com as administrações regionais de saúde e instituições da área, com o objectivo de que seja prestado um “apoio privilegiado” aos estudantes do IPS.


34

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

negócios PLATEX COM SOLUÇÃO À VISTA

A A família Mateus, unida nos 35 anos do Grupo fundado por Albano Mateus em 1974

Grupo Mateus festejou 35 anos Diversificação da actividade∑ Grupo aposta na indústria e na distribuição para fazer frente à crise Apesar da “vida dura, do caminho longo e cheio de obstáculos, precipícios e encruzilhadas”, o Grupo Mateus festejou no dia 11 de Dezembro o seu 35º aniversário com a actividade consolidada e boas perspectivas de futuro. Depois da grande aposta na actividade de construção e imobiliário, uma área em que se destaca pela construção do Torreshopping, o Grupo volta-se agora para a área da indústria e da distribuição, sector no qual começou a sua actividade em 1974. Pedro Mateus, administrador e filho do fundador do Grupo, referiu a O Ribatejo que, em 2010, o grupo vai reforçar a aposta na fábrica de papel que abriu em Vila Velha de Ródão, a AMS-Gomà Camps, mas também na abertura de mais espaços comerciais com a marca StockCash, a loja de utilidades e stocks que abriu recente-

mente na zona industrial do Entroncamento. Segundo o administrador, o objectivo é transformar esta marca numa rede de lojas um pouco por todo o país. Mas Pedro Mateus salienta que esta expansão só acontecerá consoante a resposta do mercado. “Em 2009, a crise fez com que tivéssemos que adaptar alguns projectos à procura. Foi o que aconteceu na área do imobiliário em que adaptámos a construção nova às vendas”, frisou Pedro Mateus. Ainda assim, o Grupo já

vai na 3ª fase de construção do empreendimento Beira Rio, em Torres Novas, e tenciona construir mais um empreendimento de condomínio fechado, com 140 apartamentos, junto ao Beira Rio, em terrenos contíguos ao supermercado Aldi. No Entroncamento, é o empreendimento habitacional Avenida Plaza que foca as atenções do Grupo.

Fábrica de papel é nova aposta Na área industrial, a aposta recente foi na fábrica de papel, a Gomà-

Secretário de Estado do Comércio elogia grupo por investir no país

Camps, onde criou 75 postos de trabalho, e que foi recentemente considerada Projecto de Interesse Nacional (PIN). Com este reconhecimento, e as verbas de apoio associadas, Pedro Mateus acredita que vai ser possível instalar novas linhas de produção. Neste momento, a fábrica produz principalmente linhas brancas para grandes superfícies. No futuro, o objectivo é produzir produtos de marca própria. Por dia, esta fábrica produz cerca de 90 km de papel.

∑ Fernando Serrasqueiro, secretário de Estado do Comércio, esteve no jantar de celebração do aniversário do Grupo Mateus, realizado em Abrantes. O governante elogiou a atitude empreendedora do grupo e destacou o facto de continuar a apostar em investir em Portugal, salientando ainda o cariz familiar do “império” Mateus, que é gerido pelo fundador, Albano Mateus, e pelos seus três filhos.Presente no jantar esteve também a governadora civil, Sónia Sanfona, entre muitos outros convidados.

Com vários retail/city park já em marcha e inaugurados, em Torres Novas, Penafiel, Leiria, Chaves e Caldas da Rainha, estão ainda previstos mais dois para Torres Vedras e Póvoa do Varzim. Com data de inauguração ainda por definir estão ainda os shoppings de Portalegre e de Pombal. O fundador do Grupo, Albano Mateus, recordou a O Ribatejo os 35 anos de trabalho que lhe permitiram fazer crescer este projecto que, salienta, continua a ser “uma empresa familiar”. “Foi um longo caminho mas em que imperaram valores mais importantes do que os económicos. Destaco as amizades que fizemos com fornecedores, clientes e amigos, que nos ajudaram a ser o que somos hoje”, frisou Albano Mateus. Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt

Os trabalhadores da IFM/Platex, de Tomar, receberam foram a Lisboa, à sede da empresa, onde receberam a garantia do actual administrador de que, até final desta semana, iria haver um entendimento com os credores para que a empresa retome a laboração. A notícia, adiantada pelo sindicalista Aquilino Coelho à Agência Lusa, surge na sequência da comitiva de trabalhadores que se deslocou a Lisboa, em autocarro cedido pela Câmara de Tomar, para reunir com a nova administração, a Investwood, designada pelo Ministério da Economia, e que tem estado a tentar chegar a acordo com os principais credores- banca e fornecedores de madeira – para que a laboração pudesse ser retomada num prazo de dois a três meses. Aquilino Coelho frisa que a IFM/Platex mantém uma carteira de clientes, nomeadamente estrangeiros, que garantem a viabilidade da empresa. A IFM/Platex encontra-se paralisada desde 11 de Abril, devido à falta de liquidez financeira para aquisição da matéria-prima necessária para satisfazer a carteira de encomendas da empresa. A maioria dos trabalhadores foi colocada em regime de lay off no final de Maio.

CNO DA NERSANT JÁ CERTIFICOU 174 PESSOAS O CNO da Nersant tem já agendada mais uma sessão de entrega de diplomas para o próximo dia 28 de Dezembro. A funcionar desde 1 de Julho de 2008, o Centro Novas Oportunidades da Nersant, já certificou 174 adultos, das mais de 1000 inscrições que já possui.


INVESTIR & AGIR | NEGÓCIOS 35

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

AZEITES GALLO EM EMPRESA AUTÓNOMA

Escola de Línguas abre inscrições para cursos de inglês Com o objectivo de dar oportunidade aos jovens e às crianças que não se inscreveram nos cursos de inglês no início do ano lectivo, a Escola Internacional de Línguas de Santarém (EIL) tem ainda candidaturas abertas. O curso vai ser em formato semi-intensivo, isto é, concentra num período de 7 meses o equivalente aos 10 meses regulares de aprendizagem de quem se inscreveu no início do ano lectivo. Mas a duração do curso não vai ser sinónimo de diferenciação na aprendizagem, garante a administradora da EIL, Eduarda Reis. Até porque, os alunos que se inscreverem nes-

ta nova fase, podem ainda beneficiar de aulas em vídeo-conferência, isto claro sem substituir as aulas presenciais normais. Eduarda Reis salienta que as aulas em vídeo-conferência até podem permitir um maior envolvimento dos encarregados de educação no acompanhamento dos seus educandos. “Temos vindo a constatar que, através do audiovisual a concentração dos alunos é estimulada”, frisa a empresária, garantindo ainda que existem na escola professores especializados nesta nova forma de interagir com os alunos, aplicando o “potencial das tecnologias de informação e comunicação ao serviço da aprendizagem”.

Três novas lojas no W Shopping de Santarém

As marcas H3, Carlos Santos Hair Shop e Anjo Joalheiros abriram novas lojas no W Shopping em Santarém. A H3, localizada no piso dos restaurantes, traz o sabor dos já reconhecidos hambúrgueres goumert que tanto sucesso têm tido noutras localidades. Uma boa opção para refeições rápidas e com a garantia de qualidade de produtos que a empresa diz chegarem “frescos” todos os dias. A Hair Shop disponibiliza produtos de cabeleireiro com as melhores marcas de produtos da especialidade. Esta é já a 29ª loja do grupo em Portugal, juntando-se a outras já existentes

em várias grandes cidades nacionais. A Anjos Joalheiros é uma joalharia com diversas marcas de renome na área e relojoaria de luxo. Com a abertura destes três novos espaços em plena época Natalícia, o W Shopping alarga assim a sua oferta de lojas, conseguindo simultaneamente criar perto de 40 novos postos de trabalho. O W Shopping, gerido pela Multi Mall Management (MMM), foi inaugurado em Outubro de 2003, e tem neste momento, 70 lojas e 6 salas de cinema, divididos por 3 pisos. Emprega directamente cerca de 700 pessoas.

A A compra incluiu a empresa livre de passivo e com todas as valências actuais

Espanhóis mais perto da Drink In

Depois de passados três anos sob a fusão das três companhias industriais partilhadas pela Jerónimo Martins e pela Unilever, entre as quais a empresa que é proprietária e produtora da marca Azeite Gallo, com fábrica em Abrantes, os dois parceiros de negócio resolveram autonomizar a gestão da área dos azeites e óleos alimentares. Para isso foi criada uma nova empresa, a Gallo Worlwide, que é controlada em 55% pela Unilever e em 45% pela Jerónimo Martins e que vai gerir a marca Azeite Gallo e a fábrica de Abrantes. Na informação, avançada no relatório e contas trimestral da Jerónimo Martins, pode ler-se ainda que o objectivo é o de fazer a “reestruturação na área industrial do grupo”.

COMPANHIA DAS LEZÍRIA LANÇA NOVO TINTO

Venda∑ Espanhóis da Font Salem foram os únicos a apresentar proposta; Sousa Cintra desistiu da compra Apenas os espanhóis da Font S alem, Gru po Damm, entregaram uma proposta para aquisição da cervejeira Drink In, em Santarém. A proposta no valor de 15,5 milhões de euros foi a única que chegou às mãos do administrador de solvência da empresa, Jorge Calvete, que confirmou à Agência Lusa a conformidade da proposta. De acordo com o anúncio publicado em dois jornais diários a 19 de Novembro, o prazo para entrega de propostas para aquisição da cervejeira terminou a 9 de Dezembro. “Apenas deu entrada a proposta do Grupo Damm”, disse Jorge Calvete à Lusa. O anúncio de venda da Drink In impunha um valor de licitação mínimo de 12,5 milhões de euros. Jorge Calvete adiantou ainda que já solicitou ao Tribunal de Santarém a marcação, “no mais curto espaço de tempo”, de uma assembleia de

credores para formalizar a adjudicação. Uma garantia para que a empresa não pare a laboração. Com um passivo a rondar os 120 milhões de euros, a empresa é adquirida “livre do passivo, ónus ou encargos existentes à data da transmissão, os quais serão automaticamente levantados ou extintos na data da aquisição”, referia o anúncio de venda. Esta aquisição inclui “todos os edifícios, áreas descobertas e os furos de água localizados dentro do terreno” e implica a aceitação dos

trabalhadores “existentes à data da venda”. Os produtos acabados à data da venda pertencem à massa insolvente a ser distribuída pelos credores. A Drink In chegou a ter 190 trabalhadores, número que já havia baixado para 115 quando foi pedida a insolvência, em Fevereiro último. Na reunião da Comissão de Credores realizada a 30 de Outubro foi decidido avançar para rescisões por mútuo acordo, de forma a que a empresa fique com 66 trabalhadores no activo.

Sousa Cintra alega falta de interesse dos “parceiros” de negócio

∑ Sousa Cintra, que

havia declarado interesse em reaver a empresa, apresentou justificação para não ter apresentado uma proposta, alegando “falta de interesse dos seus parceiros” tendo em conta a recusa dos credores que, em Outubro, não aceitaram a proposta de compra da fábrica por 15 milhões de euros.

A Companhia das Lezírias lançou recentemente no mercado a nova colheita do Catapereiro tinto. Nascido na vindima de 2008, o Catapereiro surge agora descrito como um vinho “mais frutado, mais moderno” e vem dentro de uma nova garrafa e sob uma nova designação, Vinho Regional Tejo.

ADIOPLAST FALIU A Adioplast, uma empresa de reciclagem de plásticos, que está localizada no Eco Parque da Chamusca, vai a leilão depois do Tribunal da Golegã ter decretado a insolvência em Abril. No desemprego ficam cerca de 30 trabalhadores que aguardam o pagamento de salários e indemnizações. O preço base de leilão é de 1,8 milhões de euros.


36

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

desporto André Lopes

Campeonato nacional de futsal

Escola de Gestão é lanterna vermelha A Escola de Gestão de Santarém, única equipa do distrito no campeonato nacional de futsal (série C da 3ª divisão), perdeu em casa no passado fim-de-semana por 7-3 frente aos líderes da prova, o Clube Unidos do Cacém. Com este resultado, os estudantes mantêm-se na 13ª e última posição da tabela classificativa, com apenas

4 pontos em 9 jogos, e já estão a 6 pontos da linha de água. Na próxima jornada, que se realiza sábado, 19 de Dezembro, a Gestão deslocase ao pavilhão da Mendiga, num jogo importante para a manutenção, uma vez que a equipa da casa soma apenas 10 pontos e também está numa posição desconfortável no campeonato.

2ª Nacional - Centro

Erro defensivo dita derrota do Monsanto O jogo com o Operário, da ilha de S. Miguel, foi equilibrado, com oportunidades de golo de parte a parte. O momento decisivo da tarde solarenga aconteceu à passagem da meia hora. Depois de uma hesitação do guarda-redes Nuno Martins, o avançado açoriano Leonel roubou a bola e rematou para as redes de-

samparadas. Esta falta de concentração acabou por ditar a primeira derrota do Monsanto em seis jogos e a consequente queda para o sétimo lugar. A 12ª jornada, em Mafra, reveste-se assim de importância acrescida, uma vez que, em caso de derrota, o Monsanto acaba o ano numa posição pouco confortável.

A Fátima-Varzim: os ribatejanos não repetiram a vitória de Setembro Liga Vitalis

Empate pouco interessante

14ª jornada (19/20 Dezembro) Estoril Varzim Oliveirense Beira-Mar Freamunde Trofense Chaves Santa Clara

Fátima Portimonense Feirense Desp. Aves Carregado Penafiel Sp. Covilhã Gil Vicente

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16.

Santa Clara Beira-Mar Portimonense Feirense Estoril Trofense Fátima Chaves Desp. Aves Oliveirense Gil Vicente Sp. Covilhã Varzim Penafiel Freamunde Carregado

13 13 13 13 13 13 12 13 13 12 13 13 13 13 13 13

6 7 6 6 4 5 4 4 3 4 4 4 2 2 2 2

6 2 4 3 7 3 5 5 8 4 4 3 7 6 5 4

1 4 3 4 2 5 3 4 2 4 5 6 4 5 6 7

24 23 22 21 19 18 17 17 17 16 16 15 13 12 11 10

12ª jornada (20 Dezembro) Arouca Operário Mafra Sertanense Tondela Vit.Pico Eléctrico Esmoriz

Oliv. Bairro Praiense Monsanto Pampilhosa Ac.Viseu Marinhense Tourizense U. Serra

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16.

Tourizense Tondela Esmoriz Operário Arouca Pampilhosa Monsanto U. Serra Mafra Praiense Sertanense Eléctrico Marinhense Ac. Viseu Oliv. Bairro Vit. Pico

11 11 11 11 11 10 11 10 11 10 11 11 11 12 11 11

7 7 6 5 5 4 4 4 4 3 3 3 3 3 1 1

3 2 2 3 3 4 4 3 3 4 3 3 3 2 4 2

1 2 3 3 3 2 3 3 4 3 5 5 5 7 6 8

18-8 21-6 13-8 10-8 11-10 16-11 10-11 11-7 9-10 7-7 10-12 9-12 10-16 13-19 8-17 7-21

24 23 20 18 18 16 16 15 15 13 12 12 12 11 7 5

alcançar o seu objectivo, o empate, e o Fátima perdeu uma boa oportunidade para se chegar mais aos lugares cimeiros. Na próxima jornada o Fátima tem uma prova difícil no Estoril.

Z

DISTRITAL - DIVISÃO PRINCIPAL - PRIMEIRA FASE

Torres Novas Mação Fazendense Pego U. Tomar Cartaxo

2 0 6 1 1 3

15ª jornada (20 Dezembro) Alferrarede Ouriquense Alcanenense U. Almeirim Amiense Riachense

Torres Novas Mação Fazendense Pego U. Tomar Cartaxo

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12.

Atl. Riachense Amiense Alcanenense Cartaxo Torres Novas U. Tomar U. Almeirim Ouriquense Fazendense Maçâo Pego Alferrarede

13 14 14 14 14 14 14 14 13 14 14 14

11 10 9 8 7 6 4 4 4 3 2 1

2 3 2 2 3 5 2 1 1 2 3 2

0 1 3 4 4 3 8 9 8 9 9 11

GOLOS

32-6 29-7 34-13 19-12 28-17 18-18 17-37 17-22 15-20 18-28 7-29 11-36

PONTOS

DERROTAS

EMPATADOS

1 2 0 3 1 0

JOGOS

Classificação Ouriquense Alcanenense U. Almeirim Amiense Riachense Alferrarede

VITÓRIAS

2 1 0 1 4 0 1 3

GOLOS

Arouca Operário Mafra Sertanense Tondela Vit. Pico Eléctrico Esmoriz

PONTOS

Classificação 1 0 3 1 1 3 3 1

DERROTAS

Praiense Monsanto Pampilhosa Ac. Viseu Marinhense Tourizense U.Serra Oliv. Bairro

da parte, o Fátima apareceu mais determinado, especialmente depois da entrada de Héldon, que desperdiçou diversas oportunidades. No fim de contas foi o Varzim que acabou por

14ª jornada

EMPATADOS

GOLOS

21-13 16-13 19-15 17-10 13-11 19-19 16-13 17-15 15-14 13-11 17-16 18-22 9-14 11-18 12-19 10-20

PONTOS

DERROTAS

0 1 1 2 1 1 2 0

EMPATADOS

Varzim Oliveirense Trofense Chaves Freamunde Estoril Beira-Mar Feirense

JOGOS

Classificação 0 1 3 1 1 0 0 1

2ª NACIONAL - SÉRIE CENTRO

11ª jornada

VITÓRIAS

Fátima Sp. Covilhã Santa Clara Carregado Gil Vicente Desp. Aves Penafiel Portimonense

Z

LIGA DE HONRA

13ª jornada

JOGOS

Z

a equipa da Póvoa do Varzim mal saiu do seu meio-campo, enquanto o Fátima, que já venceu este adversário em casa, foi sempre inconsequente na finalização. Ainda assim, na segun-

VITÓRIAS

A

Monsanto-Operário: O golo apanhou desprevenida a defesa do Monsanto

O Fátima não conseguiu vencer o Varzim. A expressão é mesmo a mais adequada à história do jogo sensaborão disputado na 13ª jornada. Tirando um ou outro esboço de contra-ataque,

35 33 29 26 24 23 14 13 13 11 9 5


FUTEBOL | DESPORTO 37

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Divisão Secundária

Ouriense é mais líder Série A – Duas interessantes partidas intraconcelhias esta semana na série mais sulista da Secundária. O Benavente venceu em Porto Alto e confirmou-se como campeão de inverno. A equipa orientada por Jorge Ribeiro resolveu o jogo ainda na primeira parte. O Porto Alto mantém o terceiro lugar, já que o Salvaterrense folgou. Na Barrosa, o Samora também venceu, pelo que fica tudo na mesma no topo. No entanto, diz quem viu, o Barrosense merecia o empate. O Glória ganhou ao Marinhais, que foi mais uma vez, goleado, enquanto o Coruchense ultrapassou o Pontével, no campo, e na classificação. A última jornada do ano é simultaneamente a primeira jornada da segunda volta. Os líderes visitam equipas que agora começaram a recuperação: o Benavente vai a Glória e o Samora vai a Coruche. O Porto Alto tem uma difícil prova com o Salvaterrense e o Pontével joga na Barrosa. Série B - O Moçarriense reforçou o seu estatuto de candidato, a par do Ferroviários, que folgou esta jornada. Ao vencer o Goleganense, a equipa da Moçarria equilibrou mais as coisas, colocando-se apenas a um ponto da liderança. A maior surpresa aconteceu no campo emprestado do Bonito, onde o Atalaiense recebeu o Rio Maior. A goleada sofrida com a equipa da cidade do desporto, quebrou uma série de bons resultados. Destaque também para o Empregados do Comércio e U. Chamusca: os dois últimos obtiveram a sua segunda vitória nesta época. Os Caixeiros derrotaram o Pernes e os unionistas chamusquenses bateram os operários da Meia Via. A última jornada do ano opõe o Atalaiense aos vizinhos do Ferroviários, o Moçarriense que recebe o Rio Maior, o Goleganense que vai a Alpiarça encontrar o Empregados do Comércio e o U. Chamusca que joga em casa com o Pernes. Série C O Ouriense esmagou o Linhaceira e dilatou o avanço na dianteira para nove pontos. Isto porque o Mindense, em segundo lugar, perdeu em Caxarias, num jogo recheado de golos (7). O Assentis também já perdeu o rasto do líder; esta semana perdeu no Cercal numa partida em que todos os golos foram marcados na primeira parte. O Tramagal venceu o Ferreira do Zêzere, dando um salto para o quinto lugar. Quem subiu foi também o Sardoal que venceu o Mouriscas. Dado que a liderança está praticamente entregue, a luta pelo segundo lugar prossegue. No domingo, o Mindense vai a Linhaceira, o Assentis ao Tramagal e o Cercal tem a tarefa mais difícil, a de receber o Ouriense. O Caxarias recebe o Sardoal, e o Ferreira do Zêzere joga com o Mouriscas.

Divisão Principal

Riachense deixa pontos em Tomar

10ª jornada (20 Dezembro) Porto Alto Coruchense Barrosense Glória Folga o Marinhais

Salvaterrense Benavente Pontével Samora

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9.

Benavente Samora Correia Porto Alto Salvaterrense Glória Coruchense Pontével Barrosense Marinhais

8 8 8 8 7 8 8 7 8

7 6 3 3 3 2 2 1 1

0 0 3 2 1 2 2 3 1

1 2 2 3 3 4 4 3 6

21 18 12 11 10 8 8 6 4

10ª jornada (20 Dezembro) Atalaiense Moçarriense U.Chamusca Emp.Comércio Folga o Meiaviense

Ferroviários Rio Maior Pernes Goleganense

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9.

Ferroviários Moçarriense Atalaiense Rio Maior Pernes Goleganense Meiaviense Emp. Comércio U.Chamusca

8 8 8 8 8 8 8 8 8

7 7 3 3 3 2 2 2 2

1 0 2 1 0 3 2 1 0

0 1 3 4 5 3 4 5 6

22 21 11 10 9 9 8 7 6

10ª jornada (20 Dezembro) Cercal Tramagal Linhaceira Caxarias F. Zêzere

Ouriense Assentis Mindense Sardoal Mouriscas

0 1 4 3 0

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10.

Ouriense Mindense Assentis Cercal Tramagal Caxarias Sardoal Ferreira Zêzere Linhaceira Mouriscas

9 9 9 9 9 9 9 9 9 9

8 5 4 4 2 3 3 3 3 1

1 1 2 1 6 2 2 1 1 1

0 3 3 4 1 4 4 5 5 7

GOLOS

F. Zêzere Assentis Ouriense Mindense Mouriscas

26-1 23-16 18-14 13-17 11-10 13-15 11-15 18-19 12-20 9-27

PONTOS

Classificação 1 3 0 4 3

DERROTAS

Tramagal Cercal Linhaceira Caxarias Sardoal

EMPATADOS

GOLOS

21-2 31-3 10-17 11-15 12-14 10-12 7-13 8-15 9-28

PONTOS

2 1 1 4

DERROTAS

Meiaviense Pernes Goleganense Rio Maior

DISTRITAL - DIVISÃO SECUNDÁRIA - PRIMEIRA FASE - SÉRIE C

9ª jornada

EMPATADOS

U.Chamusca 3 Emp.Comércio 2 Moçarriense 3 Atalaiense 0 Folgou o Ferroviários

esta goleada, os almeirinenses já têm a pior marca nos golos sofridos. Na última jornada de 2009, dois cativantes jogos estão no sapatinho. O Riachense recebe o Cartaxo: uma surpresa natalícia para os “tintos” ou mais uma vitória retumbante do líder em casa? E o Amiense, motivado pela proximidade do líder, recebe o U.Tomar, moralizado pela força que exibiu esta semana. O Alcanenense é o favorito na recepção ao Fazendense, mas lembremos que esta equipa está a um ponto da saída da zona de despromoção. Tal como o Ouriquense, que recebe o Mação. Quanto ao Torres Novas, seria uma surpresa se não vencesse em Alferrarede.

JOGOS

Z

Classificação JOGOS

GOLOS

25-4 20-7 11-11 11-15 15-11 13-21 8-20 8-12 8-18

PONTOS

DERROTAS

1 1 1 2

EMPATADOS

Marinhais Samora Correia Pontével Benavente

JOGOS

Glória 5 Barrosense 0 Coruchense 3 Porto Alto 0 Folgou o Salvaterrense

resultado construído logo no primeiro tempo. O Cartaxo foi o primeiro a garantir uma vitória, uma vez que antecipou o jogo para sábado, pois o Carregado jogou no mesmo relvado no domingo. A equipa da capital do vinho não teve complicações em vencer o Alferrarede, a julgar pelo resultado. Já o Torres Novas, não esperava tantas dificuldades vindas do Ouriquense. A equipa de Vila Chã de Ourique dominou toda a primeira parte e colocou-se em vantagem, mas os torrejanos protagonizaram a reviravolta na segunda metade. Por fim, o Fazendense venceu o dérbi com o U. Almeirim, por um numerário de meia dúzia. Depois de mais

DISTRITAL - DIVISÃO SECUNDÁRIA - PRIMEIRA FASE - SÉRIE B

9ª jornada

Classificação

VITÓRIAS

Z

a equipa forasteira dos ímpetos da massa adepta presente. Este episódio tem que se lhe diga, especialmente devido ao “perigo de qualquer equipa ser obrigada a atravessar a via pública depois de um jogo destes”, criticou Miguel Cunha, director do Riachense, referindo-se às condições do municipal. Quem aproveitou o deslize do Riachense para se chegar perto foi o Amiense, não obstante o jogo a menos do líder. A turma de Amiais de Baixo esteve a perder no Pego, mas acabou por dar volta e vencer com alguma folga. O Alcanenense também diminuiu a desvantagem para o topo, depois de derrotar o Mação por dois a zero,

VITÓRIAS

O U. Tomar impôs um empate ao Riachense, que assim perdeu pontos pela segunda vez. Paulo Godinho colocou os nabantinos em vantagem na primeira parte (de livre directo) e Marco Gomes empatou, já em períodos de descontos. O “jogo da jornada” foi tenso, em que os casos se sucederam, deixando ambas as equipas e respectivas direcções insatisfeitas com a arbitragem. Foi a poucos minutos do final, após a expulsão do tomarense Veríssimo, que as agressões e impropérios pioraram, prolongando-se as comédias, que até envolveram dirigentes e jogadores. Situando-se os balneários fora do estádio, reforços policiais foram chamados para proteger

DISTRITAL - DIVISÃO SECUNDÁRIA - PRIMEIRA FASE - SÉRIE A

9ª jornada

VITÓRIAS

Z

A U.Tomar-Riachense: o líder encontrou em Tomar uma equipa muito combativa

25 16 14 13 12 11 11 10 10 4


38 DESPORTO | MODALIDADES

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Ao longo de 2010

Campeonato distrital de futsal

Clube de Ténis organiza sete torneios

Patos e Coruche perderam

Dentro do seu plano de actividades regulares, o Clube de Ténis de Santarém vai realizar um total de sete torneios, durante 2010. Nos escalões jovens, os courts do CTS vão servir de palco para dois torneios de sub12 e sub16, a 20 e 21 de Março (integrado nas festas da cidade), e a 15 e 16 de Maio. Nos dias 29 e 30 de Maio, e 23 e 24 de Outubro, realizam-se mais duas

competições para os escalões de sub14 e sub18. Destaque ainda para o torneio que se vai realizar a 16 e 17 de Abril, incluído no Plano Nacional de Detecção de Talentos. Para os veteranos, foram agendadas duas competições, a 26, 27 e 28 de Março (integrado nas festas de Santarém) e a 15, 16 e 17 de Outubro (integrado no Festival Nacional de Gastronomia).

A última jornada do campeonato distrital de futsal, realizada no passado fim-de-semana, ficou marcada pelas primeiras derrotas dos líderes das séries A e B. Na série A, os Patos perderam por 5-4 na sua deslocação à Sabacheira. A equipa do Rossio ao Sul do Tejo, Abrantes, foi alcançada no topo da tabela classificativa pelo Carvalhos Figueiredo,

que recebeu e venceu o Fátima por 2-1, e soma agora também 24 pontos. Nos outros dois jogos, o Ribeira do Fárrio foi ganhar por 5-4 no terreno do Alferrarede, e a Juventude Oriense goleou por 4-0 nas Moreiras Grandes, numa jornada em que folgou a Freixianda. Na série B, as coisas também ficaram mais complicadas para o CAD

Coruche, que perdeu por 2-1 no terreno da Casa do Benfica da Golegã, equipa que parece estar a recuperar de um mau arranque de campeonato. No jogo grande da jornada, a UV Almeirim recebeu e venceu o Grupo Futsal Achete por 2-1, e soma agora 17 pontos, menos dois que os coruchenses. No sábado, 19 de Dezembro, estas duas equipas

Santarém Basket

NATAL DESPORTIVO EM ABRANTES

Seniores trazem vitória suada de Leiria Os seniores masculinos do Santarém Basket, que disputam o campeonato CNB2, venceram por 59-54 numa difícil deslocação a Leiria, onde a melhoria da prestação da equipa ao longo do evoluir da partida foi fundamental para a vitória. Fruto de um início nervoso, os scalabitanos registaram no 1º período percentagens de lançamentos muito baixas, o que permitiu à equi-

vão encontrar-se em Almeirim, num jogo decisivo para as aspirações de ambos os clubes. Os almeirinenses podem chegar à liderança, em caso de vitória. Destaque ainda para o primeiro triunfo do Vitória Santarém, no Tramagal, onde venceu por 2-1. Na outra partida, o Riachense venceu no terreno do Novas Oportunidades por 2-0.

pa da casa ganhar ascendente no marcador, que foi sendo diminuído nos dois períodos seguintes. O Santarém Basket assegurou os três pontos no período final, quando os leirienses mostraram algum cansaço e desacerto. Em jogo a contar para o nacional da 1ª divisão, as seniores femininas foram cilindradas por 95-37 no pavilhão dos desportos de Torres Novas.

A A manhã de sábado começou com actividades na nova loja Decatlhon Rugby Club de Santarém

Convívio natalício junta miúdos e graúdos Pais, filhos, treinadores, dirigentes e simples amigos e entusiastas da modalidade reuniramse para mais um convívio de Natal organizado pelo Rugby Clube de Santarém (RCS), que se realizou no passado dia 12 de Dezembro. A manhã foi dedicada aos atletas mais novos, dos escalões de formação sub-8, sub-10 e sub12, e teve como anfitriã a nova loja “Decathlon” de Santarém, que disponibilizou o seu espaço e os equipamentos para um início de sábado cheio de activi-

dades. Miúdos e graúdos mostraram a boa forma física num jogo onde as placagens foram feitas com muita ternura. Além do rugby, praticaram-se outras modalidades como o futebol, basquetebol ou ténis de mesa. Quanto aos mais crescidos, a tradicional peladinha de Natal dos seniores juntou actuais atletas, antigos jogadores do clube e muitos amigos num agradável jogo de rugby marcado pelo “fair play” e boa disposição, no campo sintético do Gualdim, à en-

trada da Romeira. O convívio prolongouse pela noite fora, depois de um jantar no CNEMA, onde marcaram presença cerca de 170 convivas, entre miúdos e graúdos, seguida de uma festa na discoteca FRA. “Os valores fundamentais do rugby - jogo colectivo, espírito de equipa e amizade – fizeram-se notar em todos os escalões, independentemente da idade”, sublinharam os responsáveis do RCS, em jeito de balanço deste animado convívio natalício.

“Natal é Festa” é o nome do programa de férias desportivas de Abrantes, que vai decorrer na cidade desportiva entre os dias 21 a 23 e 28 a 30 de Dezembro. Os jovens, entre os 6 e 16 anos, podem praticar várias modalidades como rugby, jogos aquáticos, basquetebol, futsal, ninjutsu, futebol skills, basebol, entre outras. As inscrições podem ser feitas através do portal da Câmara, na área das actividades desportivas, ou directamente na cidade desportiva.

CARPEGO VENCEU KARTING EMPRESARIAL DA NERSANT A empresa Carpego foi a vencedora do “XI Karting Nersant – 6 horas a acelerar”, que decorreu no dia 5 de Dezembro, e onde nove equipas lutaram pelo melhor tempo na pista do Kartódromo de Abrantes. A Pegop conquistou o 2º lugar do pódio, seguida pela JJ Louro, na 3ª posição. Em 4.º lugar ficou a Grupo Desportivo do Pessoal da Abrantina, em 5.º a Escola Profissional de Coruche, e em 6.º lugar o Estaleiro Central. A Escola Profissional de Hotelaria e Turismo de Lisboa arrecadou o 7.º prémio, a Nersant conquistou o 8.º lugar, e a Escola Profissional de Salvaterra a 9ª e última posição.


MODALIDADES | DESPORTO 39

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Hóquei Clube de Santarém

Iniciados surpreendem em Turquel Cont ra todas as expectativas, os iniciados A do Hóquei Clube de Santarém (HCS) foram a Turquel infligir a primeira derrota ao principal candidato ao título, que só tinha vitórias. Os scalabitanos vingaramse da derrota por 5-2 em casa, na primeira volta, e venceram fora por um tangencial 6-5, apesar de estarem a ganhar por 6-3

a 4 minutos do fim. Os iniciados deram um importante passo na qualificação para o nacional, estando agora obrigados a vencer os dois jogos que faltam. Os Infantis deram também um passo decisivo para o apuramento para o nacional, ao vencer por 6-3. Se vencerem em Tomar na próxima jornada, o objectivo fica praticamente alcançado.

Campeonato de futebol do Inatel

Primeira fase chegou ao fim A futura série A do campeonato distrital de futebol do Inatel, que esta época se está a realizar num novo formato competitivo, vai reunir um total de 28 equipas, em que muitas delas só conseguiram garantir o apuramento para esta fase decisiva na última jornada do campeonato regular, disputada no passado fim-de-semana.

Assim, do grupo A, passaram as Sentieiras, Arreciadas, Alvega e Envendos; no grupo B, apuraram-se Seiça, Rio de Moinhos, Amoreira e Batalha. No grupo C, Paço dos Negros, Benfica do Ribatejo, Juventude de São Domingos e Parreira também garantiram o seu lugar. Almoster, Azambujeira, Alvitejo e Arrouquelas são as equi-

pas apuradas no grupo D, ao passo que do grupo E passaram Vilanovense, Vale da Pinta, Valada do Ribatejo e Vale Paraíso. Santa Justa, Raposa, Azervadinha e Erra são as que seguem em frente do grupo E, ao passo que do grupo F transitam o Lavre, os Carapuções, o Santanense e o Rebocho. A série A do campeonato, onde estará em dis-

puta o título de campeão distrital (a partir deste ano designado como troféu Albino Maria) e os lugares na fase nacional da prova, arranca no próximo mês de Janeiro. Todas as restantes 43 equipas que não se apuraram nos sete grupos da primeira fase vão agora disputar a série B, também em formato de campeonato.

Clube Desportivo “Os Patos”

Canoistas de Abrantes na selecção nacional O Clube Desportivo “Os Patos” vai colocar dois canoistas na selecção nacional, Francisca Laia e António Pires Trigo, que vão participar num estágio que decorre entre os dias 19 e 24 deste mês, no Centro de Alto Rendimento de Montemor o Velho. Este clube do Rossio ao Sul do Tejo, Abrantes, é o único do distrito com atletas seleccionados e dos poucos a sul do Mondego.

Na época passada, Francisca Laia foi vice-campeã nacional de maratonas e vice-campeã nacional de esperanças. António Pires Trigo, tem também um grande curriculum na modalidade, onde se destacam os títulos de campeão nacional dos 500 metros, vice-campeão nos 1.000 metros, vice-campeão no nacional de esperanças e terceiro lugar no campeonato nacional de fundo.

12ª corrida da ACERM

Inês Henriques venceu em casa Inês Henriques, do Clube de Natação de Rio Maior, venceu a 12ª corrida de Natal da Associação Empresarial e Comercial de Rio Maior (ACERM), realizada no domingo, 13 de Dezembro, e inserida no torneio

de atletismo das freguesias do concelho de Rio Maior. José Maduro, do Maia AC, foi o mais rápido na prova principal masculina, apesar da luta que lhe foi movida pelos riomaiorenses João Lopes e Nuno Nunes.

Gala de kickboxing esgotou por completo o Coliseu dos Recreios, em Lisboa

Flávio Santos vence K1 Depois de uma pausa competitiva de alguns meses, Flávio Santos regressou aos grandes momentos no “K1 New Generation”, uma gala de kickboxing que reuniu os melhores atletas da actualidade e que esgotou por completo o Coliseu dos Recreios, em Lisboa, no dia 7 de Dezembro. O

lutador scalabitano, actualmente a representar o Pombalense, sagrou-se vencedor na sua categoria de peso, 71 quilos, onde começou por deixar pelo caminho um dos grandes favoritos à vitória, o experiente Diogo Neves, do Sporting Clube de Portugal, também comentador habitual da Eurosport no

programa “Fight Club”. Na final, Flávio Santos derrotou aos pontos outro dos consagrados, Francisco Matos, do Águias de Camarate. Depois de um primeiro round onde foi atingido numa troca de golpes e penalizado com uma contagem de protecção, Flávio Santos conseguiu recuperar a desvan-

tagem e partir para cima do adversário com tudo o que tinha, num combate emocionante que levou o muito público ao rubro. Uma vitória suada, arrancada a ferros, que o atleta dedicou aos seus mestres, ao sócio José Carlos e a todos os amigos que o acompanharam neste regresso à competição.


40

O Ribatejo

Mostra de Presépios no Convento S.Francisco

culturas

18 | Dezembro | 2009

Durante todo o mês de Dezembro e até janeiro de 2010, estará patente no Convento de S.Francisco, em Santarém, uma mostra de Presépios de Natal, trabalho da autoria das freguesias, paróquias e associações do concelho.

destaques

Quarteto de Art Themen ao vivo no Teatro Sá da Bandeira em Santarém O Quarteto de Art Themen chega ao Teatro Sá da Bandeira, dia 19 de Dezembro, sábado, às 21h30. Art Themen, desde sempre apaixonado pela música músico, dedicou-se a essa arte ainda muito novo, e foi ainda jovem, quando entrou para a universidade que deu grandes passos na música. Auto - didacta, tocou saxofone tenor com uma banda de

jazz na universidade enquanto estudava medicina em Cambridge. Após se ter formado médico mudou-se para Londres, nos anos 60, e aí tocou com grandes nomes como Rod Stewart e Joe Cocker, eternos monstros da música. Sempre dedicado à música, nos anos 70 dedicou-se ao jazz, tendo a partir de 1974 iniciado uma longa e particularmente frutuosa, li-

gação com Stan Tracey. Com um estilo muito pessoal e inigualável, o Quarteto de Art Themen, chega ao palco do Teatro Sá da Bandeira com Art Themen no saxone, Robin Aspland, no piano, David Chamberlain, no contrabaixo e Martin Drew, na bateria. Para ver dia 19 de Dezembro às 21h30, num verdadeiro momento músical.

“Segue-me”: uma história Poesia em Santarém de amor em Santarém com “Metamorfoses” Teatrinho de Santarém apresenta o seu novo espectáculo de teatro infantil dia 20, pelas 16h00, no Teatro Sá da Bandeira. “Segue-me” conta-nos a história de um romance entre um simpático elefante com pintas lilases que se apaixona por uma bonita e elegante formiga de cintura amarela. Uma paixão correspondida que faz deste teatrinho um espectáculo pluridisciplinar com a presença de marionetas, luz negra e som-

bras. Teatrinho de Santarém apresenta o seu novo espectáculo de teatro infantil dia 20, pelas 16h00, no Teatro Sá da Bandeira. “Segue-me” conta-nos a história de um romance entre um simpático elefante com pintas lilases que se apaixona por uma bonita e elegante formiga de cintura amarela. Uma paixão correspondida que faz deste teatrinho um espectáculo pluridisciplinar com a presença de marionetas, luz negra e sombras.

A obra Metamorfoses, da jovem poetisa Margarida Soares Cardoso, vai ser apresentada na Biblioteca Municipal de Santarém, dia 19, às 16h00. Um livro de poemas que nos traz um olhar íntimo e perscrutador sobre a vida e a paisagem que envolve a jovem autora. “Metamorfoses”, editado pela Papiro, é uma promessa literária como primeiro livro de Margarida Soares Cardoso. Em Santarém, será apresentado por Vicente Batalha, um nome de referência no teatro e actual presidente do Instituto Bernardo Santareno.

Bárbara Lagido de volta ao Cartaxo Bárbara Lagido está de regresso ao Centro Cultural do Cartaxo, no dia 18 de Dezembro, às 22h30. A artista promete uma noite repleta de clássicos de jazz interpretados de uma forma muito pessoal e criativa com a sua sua forte presença e a capacidade interpretativa, que fará deste espectáculo um miniconcerto personalizado e repleto de criatividade.Acompanhada pelo guitarrista José Soares e pelo contra-baixista Alexandre Morais, chega ao bar do Centro Cultural do Cartaxo, dia 18, às 22h30.

roteiro cinemas SANTARÉM W Shopping - Cinemas Tel: 707220220

Castello Lopes 1 Uma aventura na casa assombrada Aventura (M12) - Dos livros para o cinema, os livros de Isabel Alçada, uma aventura, chegam ao cinema.Sessões às 15h20, 17h30, 19h40 e 21h50.

Avatar

∑ não está sozinho. Sessões às 14h45, 16h55 e 19h05

Aventura (M12) -O regresso de James Cameron à di-

padrões que prevêem esta catástrofe. Sessões às 15h20, 18h15 e 21h10.

recção das grandes produções. Sessão às 00h00

Planeta 51

Avatar

Animação (M6) - Quando a sua nave se despenha o capitão Charles ‘Chuck’ Baker não sabe onde está. Julga que chegou a um novo planeta desabitado e espeta a bandeira dos Estados Unidos, antes de se aperceber que, afinal,

Aventura/Acção (M12) -Ver destaque em cima. Sessão às 14h00, 16h30, 17h30, 18h50 e 21h30.

Castello Lopes 2 2012 Ficção Científica (M12) - Os Maias deixaram-nos o seu calendário com uma data para o fim do Mundo. Desde então, os numerólogos encontraram

Castello Lopes 3

Castello Lopes 4 Terapia para casais Comédia (M12) - Terapia para

Casais é uma comédia romântica que acompanha quatro casais do Midwest numa viagem com destino a um resort numa ilha tropical.Sessões às 16h10, 18h50 e 21h45.

Castello Lopes 5

é compensada com a sua amizade com Jacob Black. De repente, ela encontra-se dentro do mundo dos lobisomens, inimigos ancestrais dos vampiros, e descobre que a sua lealdade irá ser testada. Sessões às 16, 18h40, 21h00 e 00h15.

Lua Nova - A saga twilight Romance (M12) - Bella fica devastada logo depois da abrupta partida do seu amor, o vampiro Edward Culle, mas essa ruptura

Castello Lopes 6 Artur e a Vingança de Maltazard Animação (M6) - Ver desta-


O Ribatejo

CULTURAS 41

Concerto de Natal em Abrantes

18 | Dezembro | 2009

O Coro Infanto-juvenil e o Coro Misto do Orfeão de Abrantes vão realizar no próximo dia 20 de Dezembro pelas 17h, na igreja de S. Vicente, mais um Concerto de Natal. Um momento de estreia para o Coro infantir na área da apresentação.

exposições

vai acontecer...

Alcanena

“Quebra Nozes”: música, dança e magia no Teatro Virgínia

Presépios Está patente, durante o mês de Dezembro, na Biblioteca Municipal Dr. Carlos Nunes Ferreira, em Alcanena, uma exposição dedicada à quadra natalícia que reúne presépios de vários autores.

Torres Novas, dia 19Dez, às 21h30 O Teatro Nacional da Opera e Ballet de Lviv chega ao Teatro Virgínia, em Torres Novas, agora que começa a sua tournée ibérica, onde apresenta o clássico de Natal “Quebra-Nozes”, de Pyotr Tchaikovsky. Um conto tipicamente natalício, onde a fantasia se funde com a realidade e os sonhos tomam vida num espectáculo divertido, cheio de surpresas e com muito humor, capaz de enfeitiçar miúdos e graúdos. Composta por mais de 40 bailarinos e bailarinas, esta peça converte o género da dança clássica em “arte em estado puro” aliando técnica, rigor e beleza num único espectáculo. Pelas mãos de uma das mais prestigiadas companhias de bailado da Ucrânia, “QuebraNozes” é um ballet baseado no conto de Ersnst Theodor Amadeus Hoffmann, “O Quebra-Nozes e o rei dos ratos”. Sendo que neste musical as personagens principais são Clara, Drosselmeyer, padrinho de Clara, e o QuebraNozes. Para ver no Teatro Virgínia, dia 19 d Dezembro, às 21h30.

Almeirim O Menino Jesus Até 12 de Janeiro, a Biblioteca Municipal Marquesa de Cadaval, em Almeirim, apresenta a exposição subordinada ao tema “O menino Jesus”, que conta com a participação dos artistas e artesãos locais.

Cartaxo Presépios O Museu Escolar do Concelho do Cartaxo e a Junta de Freguesia de Vale da Pinta, comemoram o Nascimento de Jesus com uma exposição de presépios institulada “Espírito de Natal”. Para ver até 6 de Dezembro.

Santarém Fotografia

à conversa

cinema

O Centro Cultural Regional de Santarém acolhe, em simultâneo a exposição de pintura “mano na mano” de Fernando Veríssimo e José Catrola e a exposição de fotografia de Jorge eduardo Lopes, patente até dia 5 de janeiro de 2010.

Tomar Lopes-Graça Evocação de Lopes Graça, na altura que se comemora o 103º aniversário do nascimento do compositor tomarense. Para ver na casa da memória Lopes-Graça.

Avatar: o regresso de James Cameron aos grandes filmes “Avatar” marca o regresso de James Cameron à direcção das grandes produções desde “Titanic” de 1997, o maior êxito de bilheteira de todos os tempos, e transporta-nos a um espectacular mundo para além da nossa imaginação, onde um herói rebelde embarca numa viagem de redenção, descoberta e amor inesperado, assim como lidera uma batalha heróica para salvar a civilização. Um filme que marca o regresso do realizador à ficção científica, com interpretações de Interpretação:Sigourney Weaver, CCH Pounder, Joel Moore, Laz Alonso, Stephen Lang , Giovanni Ribisi e Zoe Saldana. Um filme a não perder.

“Um sonho realizado” Madalena Ribeiro Telles Madalena Ribeiro Telles, tornou real o seu sonho, recuperou uma casa de familia em Vila Franca de Xira e tornou-a num verdadeiro espaço de eventos, agradavél, misterioso e inigualável. Um espaço dedicado ao lazer que esta semana acolhe a exposição de Pedro Homem de Mello, mas que nos promete muitas novidades para o próximo ano e que está quase a chegar. Como surge esta exposição de pintura de Pedro Homem de Mello? Esta exposição surge no seguimento do Plaza Ribeiro Telles ter implantado uma Agenda Cultural com a qual pretender dinamizar o espaço. Pedro Homem de Mello é um pintor que interpreta a natureza e lhe dá corpo nas suas telas desta vez com o tema “Natureza Viva”, cuja obra é composta por 21 quadros em acrílico sobre tela de diferentes dimensões. Como caracteriza esta exposição? É uma exposição alegre, transparente, leve. Gosto, particularmente, da pintura de Pedro Homem de Mello, gosto do traço e da forma como ele vê a Natureza, e como a transmite para as suas telas. Tem havido da parte do Plaza Ribeiro Telles

roteiro cinemas que. Sessoes às 15h10, 17h20, 19h30 e 21h40

sões às 12h30, 15h30, 18h40 e 21h40.

TORRES NOVAS

Lua Nova - a saga de twilight

TorreShopping Artur e a Vingança de Maltazard Animação (M6) -Sessões às 13h10, 15h10, 17h10 e 19h10.

2012 Ficção Científica (M12) - Ses-

Romance (M12)- Sessões às 13h10, 15h50, 18h30, 21h30 e 00h10.

redenção, descoberta e amor inesperado, assim como lidera uma batalha heróica para salvar a civilização. Sessões às 13h00, 16h30, 21h30 e 00h00. Sessões às 13h10, 15h10, 17h10 e 19h10

CARTAXO Avatar

Centro Cultural do Cartaxo

Aventura/Acção (M12)- A história de um herói rebeldeque embarca numa viagem de

O Dia da Saia Drama(M12) - De Jean-Paul Lilienfeld. Sessãoàs 21h30

uma grande aposta em exposições. Há alguma razão em especial para a aposta neste tipo de arte e cultura? A pintura e a escultura são sem dúvida uma grande paixão minha. Um dos meus objectivos é sem dúvida tornar este espaço num espaço de referência da vida cultural do nosso País e daí a aposta em exposições e mostras relacionadas com este tipo de arte que também dinamizam os artistas da região. Quais as próximas propostas do Plaza Ribeiro Telles? Estamos a organizar o 1º Encontro Terra Lazer do Ribatejo que vai realizarse durante o mês Março de 2010 no Plaza Ribeiro Telles. Sob o slogan “o melhor do Ribatejo, em todos os sentidos...”, será apresentado o que de melhor existe e se faz no Ribatejo, promovendo desta forma o sector do turismo e os vários projectos empresariais na Região.

∑ CONSTÂNCIA Cine teatro Fama Músical(M12) -Talento, dedicação e trabalho árduo é o que todos os alunos da “New York City High School of Performing Arts” precisam de ter para procurar a Fama no mundo do espectáculo. Sessão dia 19 às 21h30

RIO MAIOR CineTeatro Recital “Os Sermões do Padre António Vieira” Musical (M4) - Musica clássica. sessões dia 19, às 21h30.

ALMEIRIM Biblioteca Municipal Sininho e o tesouro perdido Animação (M4) -Dos estúdios da Disney, um filme para os

mais novos nesta altura de natal. Sessão dia 21, às 14h30.

Santa Buddies: A lenda do patas natal Animação (M4) -Dos estúdios da Disney, com realização de Robert Vince. Sessão dia 23 às 14h30.


42 CULTURAS

O Ribatejo

Pai Natal desfila pelas ruas de Azambuja

O Programa de Animação de Natal no Concelho de Azambuja está nas ruas até ao dia de Reis. Uma iniciativa da Autarquia e que conta com uma animação especial dia 19 e 24 de Dezembro, a contagiante música do “Grupo Ribatejano” que animará as ruas transportada numa atrelagem de cavalos, conduzida pelo Pai Natal e que entregará balões aos mais pequenos.

destaque

vai acontecer

Espirito de Natal

Vale: projecto comunitário chega ao Centro Cultural do Cartaxo

O jornal O Ribatejo não é indiferente ao espirito de natal.Neste sentido, mandenos as suas fotografias de natal, que ache originais e divertidas para info@oribatejo.pt e faça parte da nossa fotogaleria.

Strap 58 de volta à música e aos palcos

Formada por amigos residentes no concelho do Cartaxo que, desde a infância, revelam o gosto pela música, João Guerra, Pedro Simão, João Pratas, Telma Pinto, Gonçalo Ruivo e Diogo Vieira voltam ao Café Carapau, na Lapa, local onde começaram a cantar, para mais um momento musical onde originalidade, audácia e entretenimento se misturam num único momento: a música. Com vários estilos musicais mas mais centrado no Punk e no Rock, ao qual se juntam letras relacionadas com temáticas actuais, Strap 58 voltam aos palcos com mais novidades.

“Vale” sobe ao palco do Centro Cultural do Cartaxo, nos dias 19 e 20, às 21h30. Inspirado na vida da comunidade do Vale do Tejo e interpretado por 40 participantes locais, o espectáculo de Madalena Victorino permite a inclusão de elementos da comunidade local no elenco de artistas, o que faz deste um espectáculo único, ao mesmo tempo que contribui para uma maior interacção entre a comunidade e o meio artístico. Este é um espectáculo coreográfico e musical, com intérpretes da área da dança, do teatro e da música e que pretende criar no espectador um ambiente de interacção e de dinamismo, causando a vontade de participar àquele que assiste. “Vale” conta ainda com música ao vivo, da responsabilidade de Carlos Bica, fazendo desta peça uma verdadeira oficina de artes. Como afirma Madalena Vitorino, “Vale” é um projecto que se enraíza no património cultural dos lugares e das gentes, que pretende unir o teatro e a comunidade e “que constrói um anel de afinidades”. O objectivo principal é fa-

zer com que “sectores humanos habitualmente distanciados se aproximem entre si e se aproximem do teatro, como casa de celebração da vida individual e colectiva”. Nesta peça Madalena Victorino decidiu incluir participantes das cidades onde o espectáculo se apresenta, de modo a desenhar “um modelo de activação da vida social das cidades em torno do teatro como casa aberta

18 | Dezembro | 2009

e viva, em que a actividade teatral diz respeito, faz sentido e interessa os seus habitantes. Uma actividade teatral aberta à participação de todos e que chega ao palco do Centro Cultural do Cartaxo, dia 19 e 20 de Dezembro, às 21h30 e às 16h00. Vânia Clemente vania.clemente@oribatejo.pt


O Ribatejo

CULTURAS 43

Atelier de Prendas de Natal em Tomar

18 | Dezembro | 2009

O clube das chuchas promove, sábado, dia 19 Dez, no Pavilhão Municipal de Tomar, um atelier dedicado à construção de presentes de natal. Uma organização da Câmara Municipal de Tomar e que pretende envolver os mais novod no espirito natalício.

televisão Combates Aéreos: os caça da noite Canal História

horóscopo carneiro 21/3 a 20/4

Embora possa discordar do desenvolvimento da sua vida sentimental, este momento pode ser um trampolim para melhores situações. Não se auto penitencie, o destino também tem o seu peso. Não adie mudanças que devem ser feitas, sob pena de grandes perdas e danos.

A impulsividade deve ser combatida, pois não balança 24/9 a 23/10 lhe será benéfica. Alguns bloqueios poderão ter

touro 21/4 a 21/5

Ligações sentimentais evoluindo de forma positiva, com os momentos felizes a superarem largamente os problemas e incompreensões. A conjuntura é optimista no plano profissional e financeiro. Consolide as suas posições e ideias antes de investir.

escorpião 24/10 a 22/11

Terá de enfrentar alguns problemas afectivos, nomeadamente provindos de discórdias em questões essenciais. Enfrente os problemas, em vez de invocar falta de paciência. Hesitações em questões financeiras podem trazer problemas com que não contava.

gémeos 22/5 a 21/6

O plano amoroso tente a arrumar-se, com algumas peças a encaixar-se e a permitirem conclusões, ainda que, nalguns casos, dolorosas. Questões materiais podem servir de entrave a decisões que convém não adiar. Grande espírito de acção, com demonstrações de energia.

sagitário 23/11 a 20/12

Possibilidade de um facto novo influenciar positivamente a sua vida. Os relacionamentos estão marcados pelo prazer, satisfação e harmonia. A sua vida sentimental está dirigida para o êxito. Podem surgir apoios inesperados na vida financeira e incentivos aliciantes.

caranguejo 22/6 a 22/7

Tendência para mudanças positivas na vida sentimental, já que o seu estado de espírito lhe vai permitir ser menos exigente e mais terno. Podem ocorrer factos decisivos e benéficos. Organize bem as actividades da semana, para evitar contrariedades e também as falhas.

capricórnio 21/12 a 20/1

Grande poder de acção e boas oportunidades, embora o momento económico não o leve tão longe como queria. Tendência para profundas divergências no círculo familiar. Alterações promissoras no domínio profissional, com novas possibilidades a curto prazo.

leão 23/7 a 23/8

Não tente aprofundar ou compreender comportamentos que não se ajustam aos seus, pois só encontrará fontes de maior perturbação. Alguns planos românticos serão alterados por motivos de força maior. Os trabalhos têm tendência a ser mais morosos do que é habitual.

aquário 21/1 a 19/2

Sentirá muita força e compreensão e sentir-se-á muito bem em família ou com amigos. Algumas divergências face a questões sensíveis poderão, contudo, revelar-se insanáveis. Seja objectivo e rigoroso e ponha de lado favoritismos ou valorações sentimentais.

virgem 24/8 a 23/9

Grande capacidade de escolha, com a lucidez e as certezas a marcarem os sentimentos. Assim, situações de crise ou dualidade conhecerão termo ou sofrerão importantes definições. Terá todas as possibilidades de se impor, independentemente das dificuldades.

peixes 20/2 a 20/3

Momento propício a paixões e a um desenvolvimento favorável. Não tenha medo de assumir compromissos mais sérios, ainda que isso envolva um corte ou mudança de hábitos. Poderá contar com fortes apoios e incentivos, mas irá caber-lhe a si o papel mais determinante.

sexta-feira,18 de Dezembro, 23h00

LIVRO Mensagem - Edição Fac-Símile Fernando Pessoa PVP:39,96€ Pela primeira vez está disponível a edição clonada do dactiloscrito da Mensagem (Outubro de 1934). Numa edição de extremo cuidado gráfico, onde para além do simples fac-símile se faz a rigorosa clonagem do caderno dactiloscrito, com as emendas, o mesmo tipo de papel e de encadernação.

Na escuridão da noite e sem visibilidade, audazes pilotos põem a sua vida em perigo tentando obter uma última vantagem: a capacidade de atacar, matar e retirar-se sem ser detectados. É uma missão perigosa, que depende em grande medida da tecnologia. Os pilotos destes caças da noite são os pioneiros de uma série repleta de tácticas e tecnologia que abriram o caminho do combate aéreo do futuro.

In Macau RTP2 Domingo, 20 de Dezembro, 21h

CD Liebe Ist Für Alle Da Rammstein PVP:23,95€ O sexteto alemão de metal industrial conhecido pelas suas incendiárias performances ao vivo, estão de volta com um álbum novo e uma digressão mundial, que como não podia deixar de ser, começou em Portugal, em Novembro no Pavilhão Atlântico.

Macau, dez anos após a transferência do território para a China. Três realizadores, dois portugueses e um chinês, questionam o passado e o presente do território enquanto procuram pistas para o seu futuro. O que sobrou da presença Portuguesa? Que papel cabe a Macau na nova China que desponta? Pode Macau continuar a ser uma ponte entre Oriente e Ocidente? Um documentário fascinante sobre o mundo Oriental, Macau, dez anos após a transição, que reune três olhalhes, Márcio Loureiro, Ivo Ferreira e Albert Chu num único propósito: mostrar as diferenças macaenses.

sorte

palavras cruzadas Marcos Cruz - Rede Expresso

Concurso nº 50/2009

DVD 17 Anos, Outra Vez! Burr Steers PVP: 14,99€ Mike O’Donnell é uma estrela do basquetebol do liceu, à espera de entrar na universidade e um futuro brilhante à sua espera. Mas, em vez disso, decide deitar tudo fora e partilhar a vida com a namorada, Scarlet, e o bebé que acabam de saber que estão à espera. E agora? Que lhe reserva o futuro?

totobola

x122122xx1221 Super 14. Braga - Naval 1-1

totoloto 1 | 8 | 14 | 26 | 28| 46| 11

joker JOGO Dragon Ball XBox 360 PVP: 59,99€ Dragon Ball: Raging Blast é o primeiro jogo da serie Budokai Tenkaichi para a Playstation3 e Xbox 360. Este videojogo conta entre outros com modo ONLINE para competir com qualquer jogador do mundo, gráficos impressionantes, som em HD, 10 cenários totalmente destrutíveis e características dos personagens melhoradas.

6.532 .753

loto2 17 | 21 | 37 | 39 |43| 48|34 Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

2 1

4 7

4

9

6

3

8

6

1 6

1

5

4

4

HORIZONTAIS: 1 - Lenda de Alexandre Herculano, cujo protagonista é Afonso Domingues. Os EUA para os americanos. 2 - Claro e transparente. Gago (de trás para a frente). 3 - Reflexo. Vem no fim. 4 - Usar o nariz. Duquesa espanhola. 5 - Bater o dente. 6 - Soprava na antiga Grécia. Os brasileiros não vivem sem ele. 7 - Organização basca. O secular não tem ordem. 8 - Indispensável. 9 - Pode valer de quê. Deles são feitos os tutus das bailarinas. 10 - Esse tem medo da água fria. 11 - Postas para rezar. Mede superfícies. Polícia nazi. VERTICAIS: 1 - Termo da dialéctica marxista. Preposição. 2 - Dois anos formam um. Quem a paga é proprietário. 3 - Em plena rota. Cidade francesa à beira do Ródano. O cobalto para os químicos. 4 - Estão cheias de livros. 5 - Já foi coligação. Bate no meio. O de Nibelungo é ópera de Wagner. 6 - Cobrir com determinado metal precioso. O generoso fá-lo com gosto. 7 - Declamar. 8 - Base aérea. Instrumento musical de cordas. 9 - Nem sempre é fácil juntá-lo ao agradável. Editora e livraria portuense. 10 - Dança brasileira. 11 - Reboca. Piratas.

2 9

3

2

8

5 1

7

7 9

8

3

7

8

3

7

HORIZONTAIS: 1 - Abóbada; USA. 2 - nítido; otat. 3 - te; último. 4 - inalar; Alba. 5 tiritar. 6 - Éolo; real. 7 - ETA; clero. 8 - essencial. 9 - cê; tules. 10 - escaldado. 11 - mãos; are; SS.

20 | 41 |43 | 44|46| 2 | 9

sudoku

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

VERTICAIS: 1 - antítese; em. 2 - biénio; sisa. 3 - ot; Arles; co. 4 - bibliotecas. 5 - AD; at; anel. 6 - dourar; dá. 7 - recitar. 8 - Ota; alaúde. 9 - útil; Lello. 10 - samba. 11 - atoa; corsos.

euromilhões

origem em situações passadas; procure auxílio. Esta semana o seu magnetismo pessoal é evidente. Forte possibilidade de erros no trabalho; deve, pois, tentar concentrar-se.

Soluções

escaparate

4 6

4

8

5

9 3

9

1

6 7

8

3

5

4 6

8

9 7 2

6 5

4

8

Só há uma regra: completar a grelha, de modo a que cada linha, cada coluna e cada bloco de 3x3 incluam os números de 1 a 9, sem repetições!


44

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

comeres & beberes País Basco É Paulo Amado um algarvio empreendedor cuja maior aspiração é dedicar-se por inteiro à escrita e possuir toda a obra de Herberto Helder, autografada. Enquanto não consegue “espaço de manobra” suficiente para atingir o primeiro objectivo, dedica-se a conceber eventos de qualidade – veja-se o seu trabalho no Festival Nacional de Gastronomia –, na área das artes culinárias e gastronomia com requinte e gosto, daí as Edições do Gosto, cuja prova provada é a revista Inter Magazine. O seu último trabalho editorial intitula-se País Basco – A origem da Modernidade da Cozinha Espanhola –, que foi apresentado em luzido Festival em San Sebastian. Os amantes e amadores da boa mesa: gastrónomos, gourmets, gastrófilos, gastrolátras, até gastromantes e gastrochatos sempre que se fala no País Vasco soltam nomes de grandes chefes e palpitam algumas certezas, muito disse-que-disse e referem as receitas mais conhecidas daí originárias. De Bilbau, era natural o poeta Bulhão Pato fundamentalmente conhecido por seu autor de diversas receitas, uma delas mais conhecida – ameijôas à Bulhão Pato –, que alguns teimam em escrever Bolhão talvez por causa do mercado exis-

tente no Porto. Ora, este livro, texto de Elena Fernandes e fotografia de Humberto Mouco, é um repositório consistente das alteridades verificadas nas artes culinárias desse território hoje estrela brilhante da gastronomia a nível mundial. Nele vêm referidos e comentados os grandes chefes (alguns deles muito controversos), mas que todos apresentam duas coisas em comum: o carinho pelos produtos do terrunho tratando-os amorosamente dentro do cânone técnico de cada qual, e o respeito pelo cliente procurando-o satisfazer plenamente, poupando-o a

Quinta do Vallado, 2005

explicações aborrecidas e a discursos auto-elogiosos no estilo de pacóvios deslumbrados pelas luzes da ribalta. Todos quantos gostam de estudar as cousas da gastronomia têm neste livro um bom documento e, nesta quadra, o leitor faz o sacrifício de desembolsar 42 euros oferecendo-o a si próprio com o propósito de enriquecer os seus conhecimentos. Vale a pena. Armando Fernandes

PS. Encontra-se à venda na Loja dos Cozinheiro, 19-A, em Lisboa.

Nesta crónica opino sobre o tinto colheita de 2005, da Quinta do Vallado. Eu sei, eu sei, caro leitor: a revista “Wine Spectator” concedeu 96 pontos num máximo de 100, ao tinto referente a 2007. Mas o leitor que faz o favor de me aturar há muitos anos também sabe da minha apetência para o contraditório, neste caso, antes de “botar faladura” sobre tão classificado vinho, refiro o da colheita de 2005, do qual conservo algumas garrafas. O vinho nelas contido será magnífico acompanhante de caldeirada de garoupa, goraz assado no forno, ganso e cabritinho tratados da mesma maneira, ensopado de cordeiro, vitela mamona e queijos, muitos queijos brancos, azuis e amarelos, sabendo de antemão que logo a seguir vou pagar pela desmesura quando do papel saltar o resultado das análises. Assim o penso após o ter degustado com cerimó-

nia, mas sem parcimónia. Estimado leitor: caso tenha garrafas desta colheita não se entusiasme em demasia, mas asseguro-lhe que o seu conteúdo tinto no copo revelou brilho liberto de impurezas, o nariz detectou aromas vinosos (então, era o que mais faltava!), não sendo o meu nariz dotado de faculdades milagrosas como alguns são, ficouse pelas referências a fruta madura (todos dizem o mesmo), algum xisto e subtis tostados. Advirto: não consegui apanhar emanações a tinta-da-china. E já a aspirei. Na boca a pujança não agrediu os sentidos, antes pelo contrário, deu lugar a uma quietude refulgente (gosto desta palavra) a nível palatal cujos resultados podem ser desastrosos caso não prevaleça o sentido da temperança no seu consumo. A beber já. Amanhã pode vir uma trovoada e estragá-lo. A.F.


RESTAURANTES E ESPECIALIDADES | COMERES & BEBERES 45

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

SANTARÉM A GRELHA Especialidades Peixe Fresco, Bacalhau Assado com Magusto, Espetadas de Lulas com Gambas, Espetadas de carne Barrosã com Gambas e Ananás, Espetadas Mistas, Arroz de Feijoca, Bons Vinhos da Região Folga 2ª Feira Morada R. Ateneu Comercial, 1 r/c Esq. – Santarém Telefone. 243333348/ 243322636/ 917604488 ADEGA DO BACALHAU Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau assado com Magusto, Bife à Casa Folga Domingo Morada Travessa da Boleta, 2 e 4 (centro histórico) Santarém. Tel. 243306519- 964569837. QUINTAL DO BECO Especialidades Lulas fritas com camarão, Bife à Beco. Folga Domingo. Morada Beco dos Fiéis de Deus, nº 15, Santarém. Tel. 243391247. OH VARGAS Especialidade Comida Tradicional Folga Sábado (excepto para serviços marcados) Morada EN 3 - Portela das Padeiras - Santarém Tel. 243351146. O SALSA Especialidades Peixe Fresco, Carnes da Especialidade, Massinhas de Peixe, Açorda de Ovas Folga Domingo - Aberto nos Feriados Morada EN 3 – Portela das Padeiras – Santarém Tel. 243351341 J F RESTAURANTE Especialidades Folhado de Perdiz, Bacalhau frito com Gambas e Coentros, Camarão com Risotto 3 queijos, Bifes do lombo, Cozinha Tradicional portuguesa Folga 3ª Feira Morada Jardim de Cima - Santarém Tel. 243302200 CASA CONDEÇO Especialidades Açorda de Bacalhau à Barrão, Molhinhos de Carneiro com Grão, Migas Ribatejanas c/ Bochechas de Porco Favas com Entrecosto Folga 2ª Feira Morada Rua do Alfageme, 41 – Ribeira de Santarém - Santarém Tel. 243326887 A CARROÇA Especialidades Bacalhau à Carroça; Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau à Brás, Carne de porco à Alentejana, Petiscos (amêijoas, moelas, pica-pau) - Aberto todos os dias Morada Rua Principal – Advagar - Achete Tel. 243478216 LUÍS DO LEITÕES Especialidades Leitão assado à Bairrada, Bacalhau à Lagareiro, Grelhados variados Folga 2ª Feira Morada Rua Teófilo Braga, 10 - Santarém Tel. 243332102 O BACALHAU Especialidades Borrego à Casa, Bacalhau à Lagareiro, Peixe Fresco Folga 3ª feira à tarde Morada Rua S. Tiago - Tremez Tel. 243479196 TABERNA DO QUINZENA Especialidades: Magusto com Bacalhau Assado, Pato Assado no Forno, Cozido à Portuguesa, Cabrito Assado no Forno, Pernil de Porco e Naco de Toiro Bravo Avinhado Folga Domingo Morada Taberna I - Rua Pedro Santarém, 93/95 - Santarém Tel. 243322804 Morada Taberna II – Cerco da Mecheira, 20 - Santarém Tel. 243333110 ADEGA DOS SABORES Especialidades Cabrito Assado no Forno, Bacalhau assado com batata a murro, Polvo à Lagareiro. Folga 5ª feira e domingo ao Jantar. Morada Rua 25 de Abril, 27 – Casa dos Pinheirinhos- Casal da Charneca – Almoster – Santarém. Tlm 916845000 O CANTINHO DA BELA Especialidades Bacalhau gratinado, bacalhau à casa, ensopado de borrego, lombo assado com migas, coelho à caçador Folga Domingo Morada Estrada Nacional 3, Lote 3, Pernes Tel. 243 449 514.

Repsol) – Biscainho . Tel. 243660333

QUINTA DOS GRAVELHOS Folga 3ª feira Morada: Rua do Comércio, 58 - Moçarria Tel. 243499300 Tlm. 967062629

A TASCA Especialidades Pernil de porco no forno, cozido à portuguesa. Carne Brava Folga Domingo Morada Mercado Municipal – Coruche Tel. 243675232

DOM TACHO Especialidades Ensopado de Enguias, Feijoada de Gambas, Mar e Terra Morada Rua Marquesa da Ribeira Grande 53, Vale de Santarém Tel. 243 761078. Aberto todos os dias.

O CHOUPO Especialidades Bacalhau à Choupo; ensopado de enguias; cabrito assado à padeiro; medalhões de porco à Ti Fernanda Folga 2ª feira (após almoço) Morada Montinhos dos Pegos (1 Km cruz. Monte da Barca) – Coruche Tel. 243618875

O CANTINHO DOS SABORES Especialidade Bacalhau Assado com Açorda de Grelos Folga: Domingo. Morada Estrada Nacional 3, Alto do Vale, Vale de Santarém Tel. 243761268

O FARNEL Especialidades Bacalhau à Farnel; Bacalhau assado c/migas à moda de Coruche; cabrito frito à lavrador; migas de batata c/ carne de porco; ensopado de borrego, grelhado de novilho bravo e porco preto na telha Folga 2ª feira Morada Sala p/ banquetes no Monte da Barca. Rua Vasconcelos Porto – Coruche Tel. 243675436

TABERNA RENTINI Especialidades Cozinha Tradicional, Grelhados no carvão Morada Casais do Quintão - Perofilho, 2005-021 Várzea Santarém Tel. 243499254 CHAFARICA DA TORRE Especialidades Carne de Vitela Maronesa, Bacalhau na brasa, Camarão Tigre, Raia com molho de alcaparras Folga Domingo Morada Praceta João Caetano Brás, 9 - S. Domingos - Santarém Telf. 243 372 649 96 6620790 O TASCO Especialidades Massa à Barrão, Bacalhau grelado com Magusto, Bife à Tasco, Entrecôte com Migas, Carnes de Porco Preto grelhadas Folga Domingo Morada EN 3 – S. Pedro (frente à JAE) – 2005 Santarém Tel. 243302740 Tlm. 917062391 MINA VELHA Especialidades: Bacalhau Assado com Magusto, Bacalhau c/ Broa, Massa à Barrão, Bife à Mina Velha, Posta à Mina Velha. Folga : Domingo à Noite e 2ª Feira. Contacto 243 372 581. Morada : Urb. Quinta das Fontainhas – Santarém. Long. 08´42´20” O. Lat. 39´42´19” N O BERNARDO Especialidades: Bacalhau no forno com Broa de Milho, Polvo no forno, Ensopado de Borrego, Cabrito no Forno e Lombos de Fataça Grelhados Folga: 2ªas Feiras Morada: Loja Nova – S. Vicente do Paúl Contactos: 243428388 Telemóvel 9918939656 O CANTINHO DO AVÔ Especialidades: Queixadas de Porco no Forno, Molhinhos com Feijão Branco, Cozido à Portuguesa, Feijoada à Transmontana, Secretos de Porco Preto, Magusto com Bacalhau Assado, Polvo à Lagareiro. Folga Domingo. Morada Rua Paulino da Cunha e Silva nº 121 – 2000-369 Alcanhões. Tel. 243428303 CONSTÂNCIA FALCÕES Especialidades: Troxas de Sta. Madalena, Bife na Pedra, Terra e Mar, Maçã Romana Folga: Terça-Feira Morada: Rua Luís de Camões, 33 - Abrantes Horário: 12h10m ás 15h00m e das 19h30m ás 22h30m Telefone: 249 098 875 E-mail: restaurantefalcoes@gmail.com SALVATERRA TIRA PICOS Especialidades Grelhados Folga 2ª Feira Morada Foros de Salvaterra - Salvaterra de Magos Tel. 263501447 PRETO & BRANCO Especialidades Bacalhau com natas, Porco Preto, Arroz de Pato, Enguias do Rio, Carne Mirandesa Folga 2ª feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 144 Salvaterra de Magos Tel. 263507858 918675981 PARQUE REAL Especialidades Cataplanas de Enguias e Mariscos. Mariscos e Peixe fresco durante todo o ano. Espetadas variadas. Folga 5ª Feira. Tel. 263505508; Telm. 969517664. Morada Estrada Nacional

SAL & BRASAS Especialidade: Carnes na brasa Folga 2ª feira Morada Cruzamento Monte da Barca - Coruche Tel. 243618319 118, nº51 - Val Queimado - Salvaterra de Magos ADEGA DA ROSA Especialidades Picanha, Bacalhau à Lagareiro, Chocos à Lagareiro, Espetada de lulas c/gambas, costeleta Mirandesa. Garrocheira – Foros de Salvaterra; Telf: 263 507 240 CABANA DOS PARODIANTES Especialidades Bife à Patilhas & Ventoinha, Molhata de Enguias (caldeirada típica avieira). Pode encomendar Barretes, Bolo Rei e outras especialidades. Folga 4ªs feiras à tarde. Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca. Mail: cabana.eventos@ gmail.com telf: 263504177 ; site: www. cabanadosparodiantes.com ESCAROUPIM Especialidades Enguias todo o ano, Açorda de Sável, Lampreia em época, Arroz de Bacalhau c/ Farinheira, Migas, Tarte de Perdiz Folga 5ª Feira e Domingo ao jantar Morada Largo do Avieiros - Escaroupim Salvaterra de Magos Tel. 263107332 telemóvel: 912539228 e mail: rest.o.escaroupim@hotmail.com A CASINHA Especialidades Ensopado de Enguias, Enguias Fritas, Picanha, Plumas de Porco Preto, Alheira, Caça Grelhada Folga Domingo Morada Av. Dr Roberto Ferreira da Fonseca 54 - Salvaterra de Magos Tel. 263504795 DOM ROBERTO Especialidades Enguias à Lagareiro, Grelhados Folga 5ª Feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 70/ 72 - Salvaterra de Magos Tel. 263504484 BARQUINHA ALMOUROL Especialidades Enguias, Sável e Lampreia Folga 3ª Feira Morada Tancos, Vila Nova da Barquinha Tel. 249 720 100. Mail: www.almourol.com ABRANTES CRISTINA Especialidades Bacalhau c/Broa, Polvo à Lagareiro, Cherne c/molho de coentros, cabrito assado no forno, Arroz de Pato à Antiga, Perna de Borrego assada c/alecrim. Folga Domingo à tarde e 2ª feira Morada Rio Moinhos – Abrantes Tel. 241881177 Fax: 241881343 Email info@ restaurante-cristina.com Web www.restaurante-cristina.com AVENIDA Especialidades Polvo a Lagareiro, Bacalhau a Braga, Pescada Gratinada com Ca-

marão, Bifes da vazia à Portuguesa com Pimenta ou com Alho. Reservas para grupo e Serviço de Take Away pelo 968486613 - Karaoke aos Sábados Morada Av. Forças Armadas - Abrantes O FUMEIRO Especialidades Bife da casa, Fondue de Porco Preto, secretos com migalhana, Ovas na Brasa com Açorda de Ovas, Bacalhau à Fumeiro Folga Domingo Morada Rua do Pisco, 9 – Abrantes Tel. 938851963 Email restaurantefumeiro@clix.pt ALMEIRIM RETIRO DO CAMPINO Especialidades Sopa da Pedra, Grelhados no Carvão Folga 3ª Feira Morada Largo da Praça de Toiros, 1 A - Almeirim Tel. 243592528 O GALINHA Especialidades Sopa 3/1, Sopa da Pedra, Polvo à Lagareiro, Cozido à Portuguesa, Arroz de Tamboril, Massada de Cherne, Bife à Cortador Folga 3ª Feira. Aceita-se reservas para grupos Morada Rua Ilha da Madeira, 16 J - Almeirim Tel. 243579797 DAVID PARK Especialidades Arroz de Tamboril, Espetadas de Lombinhos c/ Gambas, Cozinha Tradicional, Peixe Fresco grelhado na Brasa Folga 4ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 15 - Almeirim Email: davidparkmail.telepac.pt. Tel. 243591475 SEPÚLVEDA Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Molhinhos c/ Grão, Entremeada de Vitela, Moelas estufadas c/ batata frita, Chocos e Grelhados Folga Não tem Morada Rua Vinha do Santíssimo, Bloco 32 - Almeirim Tel. 938732058 O FORNO Especialidades Sopa da Pedra, Peixe Fresco, Carne Porto Preto e Grelhados Folga 3ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 23 - Almeirim Tel. 243592916 O CHURRASCO Especialidades Frango, Coelho, Carnes grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. 5 de Outubro, 115 - Almeirim Telem: 963458371 CONSTANTINO DAS“ENGUIAS” Especialidades: Enguias Fritas, Ensopado, Grelhados no carvão Folga à 2ª Feira. Aceita reservas Morada Foros de Benfica – Benfica do Ribatejo Tel. 243589156 CAMBÁIA Especialidades: Ensopado de Enguia e Enguias Fritas. Folga 4ª e 5ª feira (excepto feriados). Morada Rua do Campo da Bola

- Foros de Benfica. Tel. 243580934 CARTAXO QG Folga 3ª feira Morada: Praça 15 de Dezembro, 1 - Cartaxo Tel. 243499300 Tlm. 967062629 O CHURRASCO Especialidades Frango, Coelho, Costeletas e Mistas grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. Dr. Gomes da Silva (Sociedade Filarmónica Cartaxense) - Cartaxo Telem: 963458371 TABERNA DO GAIO Especialidades Pratos Regionais e grelhados de peixe e carne. Jantares às sextas e sábados. Folga ao domingo. Estrada Nacional N3 - Cruz do Campo - Cartaxo. Telf: 243 759 883 CHARANA Especialidades Mão de vaca c/grão, pernil no forno, entrecosto de novilho, chocos grelhados, grelhados no carvão. Folga domingo Morada Rua 25 Abril,131 – Vale da Pedra. Tlm. 912274197 GOLEGÃ CENTRAL Especialidades: Bife à Central com Molho à Brogueira, Entrecosto à Goleganense, Açorda de Sável- Sobremesa: Toureiros Telefone : 249976345 Morada : Largo Imaculada Conceição 3 a 8 - 2150-125 Golegã. Reservas@cafecentral.pt www. cafecentral.pt O BARRIGAS Especialidades: Buffet de entradas regionais, fritada de camarão com açorda e naco de boi no carvão.Folga: Domingo ao jantar e 2ª feira Morada: Largo 5º Outubro, nº 55 e 56 – Golegã Contacto: 240 717 631 Site: www.obarrigas.com Outras info: Zona para fumadores

PONTE DA COROA Especialidades: Cozinha regional e grelhados no carvão Folga Domingo Morada Estrada Nacional 114 - Coruche Tel. 243617390 ALPIARÇA TERTÚLIA Especialidades Ensopado de enguias, bacalhau com broa, bacalhau com favas, bacalhau (frito) à marialva, porco preto, borrego à moda de Alpiarça, costeletas de borrego, espetada de javali, alheiras (caça/ mirandesa), coelho com molho de coentros. Bons vinhos da Região e de outras regiões. Ementas personalizadas para grupos e ocasiões especiais. Abrerto todos os dias Morada Rua Engº Álvaro da SilvaSimões,108-AlpiarçaTel:243558588 Reservas 935587920. Site http//tertuliarest-bar.hi5.com Email:bernardos.inv. hot@sapo.pt

RIO MAIOR MANJAR DO PARQUE Especialidades Leitão assado em forno de lenha, Picanha à Brasileira, Secretos de porco preto na brasa , Manjar de Gambas, Bacalhau Maravilha, Bife à Casa. Leitão assado para fora. Ementas para grupos Morada Rua Almirante Cândido Reis, 26 R/c (junto ao jardim) – Rio Maior Tel. 243997071 Email geral@manjardoparque.net PALHINHAS GOLD Especialidades Alheira de caça, Carne mirandesa, Porco preto com migas, Picanha, Bacalhau com crosta de azeitona, Tiborna de bacalhau, Caril de gambas, Arroz de tamboril, , Pão de Ló caseiro. Folga Domingo à noite e 2ª Feira. Morada Trav. do Palhinhas (centro da cidade) - Rio Maior Tel. 963435547. Site www.palhinhasgold.pt MAÇÃO

CORUCHE Ó MANEL Especialidades: Espetadas do Toiro Bravo. Dobrada e mão de vaca. Sopa de Rabo de boi. Grelhados. Morada Rua de S Tomé, 4 – Bairro Novo. Tel. 243675878. Folga ao Domingo JAKIM GIRASSOL Especialidades: Bacalhau c/ Migas, Feijoada de Chocos c/ Gambas, Borrego assado no forno, Pernil de Porco no Forno, Arroz de Pato, Bacalhau gratinado c/camarões. Petiscos variados. Morada: Estrada Nacional 119 (Área de serviço

O GODINHO Especialidades Café – Restaurante.Cozinha Regional. Quarta-Feira: Cozido à Portuguesa. Serve Almoços e Jantares. Encerra ao Domingo. Telf: 241572874;tlm 962536310 Rua da Republica – Mação O CANTINHO Especialidades Restaurante Marisqueira; Especialidades: Arroz de Marisco, Cataplana de Cherne, Bife à Cantinho na Frigideira e Maranho de Mação.Almoços e Jantares.Aberto todos os dias.Telf: 241107558.Tlm: 964677705. Rua Monsenhor Alvares de Moura - Mação


46 PUBLICIDADE

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 2089200401054295 AP

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 2089200601063243 AP

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

1ª PUBLICAÇÃO

1ª PUBLICAÇÃO

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes da executada MINUSKA CABELEIREIROS, LDA., com sede na Avenida Madre Andaluz N 7 RC DT - Santarém, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do direito a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art. 240º, CPPT) e que foi penhorado em 2 de Julho de 2009 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas de Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS), Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e Coimas Fiscais (CF), dos anos de 2005 e 2006, na quantia total de 7.942,75 €, sendo 7.670,62 € de quantia exequenda e 272,13 € de acréscimos legais.

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes do executado ANTÓNIO MANUEL RODRIGUES LOPES, no estado de casado com Maria Madalena Marques Moringa, com último domicílio fiscal conhecido em 2025-011 Abrã Santarém, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do bem a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art. 240º, CPPT) e que foi penhorado em 23 de Março de 2009 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas de Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA), Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) e Coimas Fiscais (CF), dos anos de 2005 a 2008, no montante actual de 23.986,29 €, sendo 21.211,49 € de quantia exequenda e 2.774,80 € de acréscimos legais.

BEM A VENDER O direito ao TRESPASSE E ARRENDAMENTO da fracção autónoma designada pela letra A do prédio URBANO constituído no regime de propriedade horizontal sito na Av. Madre Andaluz, N 7, na freguesia de Marvila, concelho de Santarém, cuja fracção respeita ao RÉS-DO-CHÃO DIREITO destinado a estabelecimento comercial. Está inscrito na matriz predial urbana da freguesia de Marvila sob o artigo nº 2824 – Fracção A, sendo senhoria e proprietária do imóvel a Sra. D. Elisa Rosa dos Santos Gonçalves Sousa Carvalho, domiciliada na Av. Madre Andaluz, N 7 – 6º Dt. – 2000-210 Santarém, a quem é paga uma renda mensal cujo último valor conhecido é de 1.000,00 € (mil euros). Estão incluídos no direito em venda os seguintes bens móveis: - Dois Elementos separadores de bancada em faia com tampo em vidro, sem referência. - Conjunto de móveis, composto por duas vitrinas em faia com portas em vidro, com cinco prateleiras cada; disfarce de contadores e quadro geral com duas portas em espelho, sem referência. - Marquesa “Fast” eléctrica, de cor branca. - Base com depilação System Wax Branco, de cor branca. - Expositor “Dolly I”com moldura prateada e prateleiras em vidro. - Mesa Assist – 85 Nacional, cor faia. - Colomn 5 – Lifting , Marca “Nilo”, composto por vaporizador Aromist 3, kit vaporização, taça tabuleiro para pé e lupa AF100/ CF 5 Diop, sem pé, com o nº série 41713, de cor branca /creme. - Condensador “Carrier”, modelo Allegro B/C, de cor creme, com nº de série 38YE012. - Evaporador “Carrier”, modelo Allegro 35 B B/C, de cor cinza/creme, com nº de série 42HQE012. - Ventilador de exaustão Marca “SYP”, Modelo CK50, com duas velocidades, de cor branca. - Televisor “Sony”, LCD KLV – L32M1, de cor cinza, com suporte de parede. - Leitor DVD “Sony”, Modelo DVP – NS330, de cor prateado/cinza. - Quatro colunas de Sonorização, Marca “Sky Tronic”, Modelo WM 9230. - Amplificador, Marca “Sky Tronic”, Modelo WM 9230, de cor cinza/prata. - Computador, Marca “Goldbit”, Modelo Celerom, cor cinza/creme. - Monitor, Marca “Philips, Modelo TFT 150S, de cor cinza/preto. - Gaveta de dinheiro e Impressora, Marca “Epson”, Modelo TM 210, de cor cinza/creme. - Ar condicionado, Marca “Carrier”, Modelo 38+40 GCL 040, de cor creme. - Estrutura com duas cadeiras, Marca “Brescia”, Modelo Zebra, referência 601.0004, nº 3212, de cor cinza e zebra. - Secador, Marca “Obi One”, Modelo Easy com pé, referência 609 129901, de cor cinza. - Móvel especial central, com nichos, azul e prata. - Sofá Baba de três lugares, em micro fibra e espuma, de cor preta e almofadas em zebra (creme e preto). - Balcão, com tampo Belfort, de mogno, cor tinto, sem referência. - Cascata de agua em vidro, Modelo Niágara, com as medidas 2,20 x 2,30 mts. - Sofá de Modelo Baba, de dois lugares, em micro fibra e esponja, de cor preta e almofadas em zebra (creme e preto). - Duas cadeiras de Modelo Modern, sem referência, de cor dourada, hidráulicas w sem travão, com base Brescia em cromado. - Quatro bancadas de trabalho, de Modelo Tare, em metalizado, com tampo de vidro fosco. - Quatro cadeiras de Modelo So Top, sem referência, em faia e cor preta, incluindo base Brescia cromada com disco, hidráulico sem travão. - Duas bancadas, Modelo Alindi, em espelho e com luzes incorporadas. - Móvel especial para secagem, Modelo Obi One, eléctrico, de cor azul e prateado. - Dois sofás, Modelo Liu, em tecido e esponja, com dois lugares, de cor preta e assento vermelho. - Três lavatórios de cabeça, Modelo Silver Elyse 5K, de cor branca e base preta. - Dois termo acumuladores, Marca Videira, Modelo Multi-f, de cor cinza, de 3000 W, com os nºs de serie 003002239 e 003002270, com capacidade para 120 Lts./cada e pressão máxima de 6 Bar/cada. - Móvel técnico Italiano, composto por três elementos, sem referência definida, em tons de prateado e com vidro fosco. - Duas vitrinas espelhadas, em aglomerado faia claro, com duas frentes, sem referência definida. - Roupeiro espelhado em faia claro, sem referência definida. No acto da penhora, todos os bens antes descritos se encontravam no local do estabelecimento e em bom estado de conservação e funcionamento. Ao direito em venda foi atribuído o valor total de 30.000,00 € (TRINTA MIL EUROS). É depositária a Sra. D. Maria Guilhermina da Silva Grilo, gerente da executada, com domicílio na Av. Bernardo Santareno, LT 2 5º ESQ. 2005-177 Santarém, a qual, nessa qualidade e depois de contactada na morada, o mostrará aos interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 9 de FEVEREIRO de 2010, pelas 15,00 horas, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art. 248º/1,CPPT) sendo o valor base para a venda de 21.000,00 €, correspondente a 70% do valor atribuído, não sendo consideradas as de valor inferior (art. 250º/4, CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, ser entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 16 horas do dia anterior ao da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA Nº 2089.2009.290 – MINUSKA CABELEIREIROS, LDA.”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto o representante da executada, os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art. 892º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (art. 253º/c. CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço ou parte dele, não inferior a 1/3 do valor da venda, devendo a restante parte ser depositada no prazo de 15 dias, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. É devido o Imposto sobre o Valor Acrescentado – IVA, à taxa de 20%. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos quinze dias do mês de Dezembro do ano de dois mil e nove. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (João José Marcelino Tavares)

BEM A VENDER Um prédio misto sito no lugar de Vale Morcego, freguesia de Abrã, concelho de Santarém, com a área total de 4.520 m2, composto de terra de cultura arvense, oliveiras, sobreiros e eucaliptal, com uma parcela urbana onde se acha construído um imóvel destinado a habitação, composto de casa de rés-do-chão com quatro assoalhadas, cozinha e casa de banho, com a área coberta de 110,00m2. Tem um logradouro com 250,00m2. e três dependências e uma cave ampla, com a área coberta de 500 m2 e descoberta de 1.620 m2. Confronta de todos os lados com António Manuel Rodrigues Lopes Moringa. Encontra-se inscrito na matriz predial urbana sob o artigo nº 883 e na matriz rústica sob o artigo nº 265 da secção O, da freguesia de Abrã e acha-se descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém, sob o nº 01004/19950613 – Abra. É fiel depositário o Sr. António Manuel Rodrigues Lopes, executado nos autos e com domicílio em Abra - Santarém, o qual, nessa qualidade e no cumprimento das suas obrigações, o mostrará aos potenciais interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 10 de FEVEREIRO de 2010, pelas 11,00 horas, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art. 248º/1,CPPT) sendo o valor base para a venda de 53.928,00€, correspondente a 70% do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (art. 250º/4, CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 16 horas do dia anterior ao da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA Nº 2089.2009.291 – ANTÓNIO MANUEL RODRIGUES LOPES”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto o executado e o seu cônjuge, os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art. 892º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (art. 253º/c. CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço ou parte dele, não inferior a 1/3 do valor da venda, devendo a restante parte ser depositada no prazo de 15 dias, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se referem as verbas nºs 1 e 3 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos quinze dias do mês de Dezembro do ano de dois mil e nove.. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (João José Marcelino Tavares)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1259 de 18.12.2009)

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 2089200501031023 AP

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS 1ª PUBLICAÇÃO JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes da executada MARIA JÚLIA DE JESUS REIS CABAÇA, casada com Evaristo Maurício Casaca, residentes na Rua da Aroeira N 67 Vale de Figueira – 2000-721 Santarém, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do bem a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art. 240º, CPPT) e que foi penhorado em 15 de Dezembro de 2008 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas à Administração Fiscal respeitantes a Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) dos anos de 2003 a 2007, no montante actual de 1.243,21 €, sendo 815,49 € de quantia exequenda e 427,72 € de acréscimos legais. BEM A VENDER Fracção autónoma designada pela letra S do prédio URBANO constituído no regime de propriedade horizontal sito em Rua da Várzea, Nº 25, na freguesia de Santa Maria, concelho de Torres Novas, cuja fracção respeita ao TERCEIRO ANDAR FRENTE, composto de duas assoalhadas, cozinha, despensa, casa de banho, hall, corredor, varanda, zona de estendal e arrecadação no sótão com a letra S. Tem as seguintes CARACTERÍSTICAS: Afectação: Habitação, Tipologia/Divisões: 2, Permilagem: 41,9350, Nº de pisos: 1, Área do terreno integrante: 00,00m2, Área bruta privativa: 65,00m2, Área bruta dependente: 00,00m2, Área total do terreno: 440,00m2, Área de implantação do edifício: 440,00m2, Área bruta privativa total: 1.550,00m2, Área do terreno integrante das fracções: 00,0m2. Inscrito na matriz no ano de 1992 sob o artigo urbano nº 2355 – Fracção S da freguesia de Santa Maria. Acha-se descrito na Conservatória do Registo Predial de Torres Novas sob o nº 0619/19901123-S (Santa Maria).

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1259 de 18.12.2009)

É depositária a Sra. D. Maria Júlia de Jesus Reis Cabaça, com domicílio fiscal em Rua da Aroeira N 67 Vale de Figueira – 2000721 Santarém, a qual, nessa qualidade e no cumprimento das suas obrigações, deverá mostrá-lo aos interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 9 de FEVEREIRO de 2010, pelas 11,00 HORAS, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art. 248º/1,CPPT) sendo o valor base para a venda de 22.386,00€, correspondente a 70% do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (art. 250º/4, CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 16 horas do dia anterior ao da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA Nº 2089.2008.265 – MARIA JÚLIA DE JESUS REIS CABAÇA”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto a executada, o seu cônjuge, o representante do credor do garantia real, bem como os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art. 892º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (art. 253º/c. CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço ou parte dele, não inferior a 1/3 do valor da venda, devendo a restante parte ser depositada no prazo de 15 dias, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se referem as verbas nºs 1 e 3 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos catorze dias do mês de Dezembro do ano de dois mil e nove. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra) (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1259 de 18.12.2009)

O ESCRIVÃO, (João José Marcelino Tavares)


O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

PUBLICIDADE/BOAS FESTASS

47 4


48 ADVOGADOS SANTARÉM A Dr. José Francisco Faustino; Drª. Cristina Alvarez; Dr. João Rafael; Dr. Pedro Goulão; Dr. Pedro Matos Barbosa; Dr. Francisco Lopes Leitão - Rua Capitão António Montez, 10 – Santarém - Tel. 243327159 Fax 243327160 - adv.santarem@mail. telepac.pt A Oliveira Domingos - Largo Cândido dos Reis, 3 -1º - Santarém Tel. 243326310 - Fax 243333587 oliveiradomingos-161e@adv.oa.pt A Sandra Alexandre - Rua do Colégio Militar, 10 - 2º esq. - 2000-230 Santarém - Telef./Fax: 243 322 268 A Dr. Francisco Antunes Luís - Av. D. Afonso Henriques, 89 - 2º Dtº - Santarém - Tel. 243321024/ 243321426 - Fax 243321425 advogados.s@mail.telepac.pt A Drª Sónia Bento - Av. do Brasil, 13 – 1º Andar – Santarém - Tel. 243372159 Fax 243372159 - sbentompires.adv@gmail.com

ORLANDO MENDES TERESA PINTO FERREIRA SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL Travessa do Fróis, 3 - 1º e 2º Tel: 243 328 444 - Fax: 243 391 079

2000-145 SANTARÉM E-mail: orlandomtpf_socadv.rl@mail.telepac.pt

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009 A Dr. Marco Pires - Av. do Brasil, 13 – 1º Andar – Santarém - Tel. 243372159 Fax 243372159 - sbentompires.adv@gmail.com A Dr. Morgado Ribeiro - Av. do Brasil – Edifício Scálabis, 1º Esq – Santarém - Tel. 243323143 Fax 243326144 - morgadoribeiro-185e@ adv.oa.pt A Drª Margarida Lencastre Fróis - Praça Sá da Bandeira, 22 – 1º Santarém - Tel. 243325178 Fax 243325178 - margarida.lencastre@ gmail.com

352 409 - 2000-223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) - hmduarte-16362l@adv.oa.pt

ALMEIRIM A Dr. Manuel Faustino Silva - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 - faustino-1239e@adv.oa.pt A Dr. Adriano de Melo Nazareth Barbosa - Praça da República, 29 – 1º Esq. – Almeirim - Tel. 243597997/8 Fax 243597999

A Drª Célia Sousa Pinhal - Praça Lourenço de Carvalho, 12 A 1º 2080-043 Almeirim - Tel. 243593737 Fax 243593737 TLM 966110936 Celiasp-1498e@adv.oa.pt A Drª Ana Oliveira Simões - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570092 Fax 243570099 - anaoliveirasimoes2078e@adv.oa.pt A Drª Ana Gomes Ribeiro - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570093 Fax 243570099 - anagomesribeiro2104e@adv.oa.pt

A Drª Cristina Saldanha - Av. D. Afonso Henriques, 67 – 1º Esq – Santarém - Tel. 243323019 Fax 243333414 - cristinasaldanha1531e@adv.oa.pt

A Drª Ana Sofia Casebre - Rua Dionísio Saraiva, Lote 1 – 1º Andar – Porta A – Almeirim - Tel. 243579134 Fax 243579134 TLM 936280534

A Dr.º Martins Carreto - Rua Dr. António José de Almeida, 17-2º Dto - 2000-238 Santarém - Telefone 243333519 Fax 243326531 e-mail: artinscarreto-1078C@adv.oa.pt

A Dr. Sérgio Luís Coutinho dos Santos - Praça da República, 18 A 1º - Apartado 61 – 2080-044 Almeirim Tel. 2435991172 - Fax 243593224 sergiosantos - 365e@advogados.oa.pt

A Dr.ª Helena Marques Duarte - Rua Pedro de Santarém - 2 – 2º A - Tel. 243 352 407 – Fax. 243

A Dr. Vítor Sousa - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626

Fernando Martinho Sofia Martinho José Carlos Pó

Francisco Pedrógão

ADVOGADOS

ADVOGADOS

ADVOGADOS

Rua Dr. António José de Almeida nº 17, 1º Esquerdo Tel.: 243326821 - Fax: 243333830 2005-238 SANTARÉM

Pcta. Pedro Escuro n. 2 1.º Esq. Telef.: 243333821 Fax: 243391021 2000 SANTARÉM

Tel.: 243323700 - Fax: 243332994 Rua Elias Garcia, 24 - 1º Apartado 173 2001-902 Santarém

Armando Ferreira

A Dr. Pedro Borrego - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim -Tel. 243570091 Fax 243570099 - pedroborrego-2083e@ adv.oa.pt A Drª América Cravo - R. Dr. Óscar da Costa Neves, 8 - 1º - 2080-130 Almeirim - Tel. 243597946/8 Fax 243597947 - americacravo-855e@ adv.oa.pt

ABRANTES

CARTAXO

A Mário P. Claro - Célia Cruz Rua Luís de Camões nºs 9 - 11, 1º Esq., 2200-421 Abrantes Tel 241 379 090 - Fax.: 241 363 364; Trv. da Batoca, 6 - 2140-149 Chamusca; Tel/fax: 249 760 058 E-mail: mclaro.ccruz.spa@mail. telepac.pt

A Drª Liliana Pita - R. Dr. Manuel Correia Ramalho, 9 – 2º Esqº - 2070095 Cartaxo - Tel 243703631 Fax 243703631- lilianapita-18943l@ adv.oa.pt

A Norberto Timóteo - Advogado Praceta do Chafariz, Lote 6- 1º Esq. - Apartado 93 - 2204-909 Abrantes; Tel.: 241 363 484; Fax: 241 365 234; Email: norbertotimoteo-169e@ advogados.oa.pt A Eurico Consciência & Associados - Abrantes - Apartado 37 Tel: 241372831 /2/3 - Fax: 241362645 - E-mail: consciencia-839c@adv.oa.pt A António Pires de Oliveira - Rua de Santa Isabel, nº 1- 1º Dto. 2200-393 Abrantes Tel.: 241 360 540 - Fax: 241 372 481 E-mail: dr.a.oliveira-355e@adv.oa.pt - Cédula Prof. 355 Évora

A Drª Rute Nunes - Rua Dr. Lopes Batista, 5 B -1º E – Cartaxo TLM 914177635 Fax 243120102 - rute.nunes@apoiojuridico.com - www.apoiojuridico.com A Drª Ana Fonseca e Silva - Praça 15 de Dezembro, 23ª - 2º A – 2070049 Cartaxo - Tel. 243704323 Fax. 2437074328 - anafonsecaesilva1002e@advogados.oa.pt

LISBOA A Albertino Antunes - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa Tel. 213172720 Fax. 213172729 A Alexandre Oliveira - Telem.: 969 239 263 - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa - Tel. 213172720 - Fax. 213172729

MADEIRA LOPES FRANCISCO MADEIRA LOPES

ADVOGADOS    

Eurico Heitor Consciência Rui Roboredo Consciência João Roboredo Consciência Teresa Roboredo Consciência

   

Normando Sérgio Rita Teimão Figueiredo Fernando Zuzarte Saraiva Helena Marques Duarte

ADVOGADOS

Telem.: 969 239 263

Av. do Brasil - Edifício Scalabis - 1º F Tef.: 243326242 2000 SANTARÉM

ADVOGADOS

ABRANTES: Rua de S. Domingos – 336 – 2º A – Apart. 37 Tel. 241372831/2/3 – Fax 241362645 – 2200 – 397 ABRANTES PONTE DE SOR: Rua Vaz Monteiro – 19 – 1º andar Tel. 242207319 – Fax 242203335 – 7400 – 281 PONTE DE SOR SANTARÉM: Rua Pedro de Santarém – 2 – 2º A Tel. 243352407 – Fax 243352409 – 2000 – 223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) LISBOA: Rua Braamcamp – 52 – 9º Esqº Tel. 213860963 – 213862922 – Fax 213863923 – 1250 – 051 LISBOA

Av. 5 de Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 LISBOA Tel. 213172720 Fax. 213172729

Visite o nosso Site: advogadosabrantes.com

ANA MARTINHO DO ROSÁRIO ISABEL ALVES DE MATOS VICTOR BAPTISTA

ALBERTINO ANTUNES ALEXANDRE OLIVEIRA

E.Mail: consciencia-839c@adv.oa.pt

FARMÁCIAS DE SERVIÇO SANTARÉM

ALMEIRIM

Sexta

18 Vitorino

Av.ª Bernardo Santareno, 24

Sábado

19 Helena

Domingo 20 Flama Vitae

243 326 704

TORRES NOVAS

Sexta

18 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Sexta

18 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

R. Dr. Jorge Sena, 12 - Alto do Bexiga 243 420 214

Sábado

19 Correia de Oliveira

Rua Condessa da Junqueira

243 509 370

Sábado

19 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

249 822 067 249 822 067

Pç. Sá da Bandeira, 4 e 5

243 322 195

Domingo 20 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 592 265

Domingo 20 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

249 822 067

Segunda

21 Baptista

Rua Serpa Pinto, 101/3

243 322 072

Segunda

21 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Segunda

21 Central

Rua de São Pedro, 5

249 822 411

Terça

22 Veríssimo

R. Capelo Ivens, 74

243 330 230

Terça

22 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Terça

22 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

249 819 540

Quarta

23 S. Nicolau

R. Capelo Ivens, 38

243 325 067

Quarta

23 Correia de Oliveira

Rua Condessa da Junqueira

243 509 370

Quarta

23 Nicolau

Rua 25 de Abril, 7

249 830 180

Quinta

24 Francisco Viegas

Rua Pedro Santarém, 2-A

243 330 570

Quinta

24 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 592 265

Quinta

24 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

249 822 067

Sexta

25 Oliveira

Rua Colégio Militar, 1

243 326 182

Sexta

25 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Sexta

25 Central

Rua de São Pedro, 5

249 822 411

TOMAR

CORUCHE

ALPIARÇA

Sexta

18 Misericórdia

Rua Infantaria, 15, Nº 9

249 312 465

Sexta

18 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Sábado

19 Torres Pinheiro

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Sábado

19 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Domingo 20 Ribeiro dos Santos

Av. Norton de Matos

249 324 373

Domingo 20 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Segunda

Rua Serpa Pinto, 160-162

249 312 203

Segunda

21 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

21 Dias Costa

Terça

22 Nova

Rua Silva Magalhães, 77-79

249 310 360

Terça

22 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Quarta

23 Central

Rua Marquês de Pombal, 16

249 312 329

Quarta

23 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Quinta

24 Misericórdia

Rua Infantaria, 15, Nº 9

249 312 465

Quinta

24 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Sexta

25 Torres Pinheiro

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Sexta

25 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Sexta

18 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Sábado

19 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

Domingo 20 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Segunda

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

21 Almeida

Terça

22 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Quarta

23 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

Quinta

24 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Sexta

25 Almeida

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

R. Heróis de Chave

263 504 319

SALVATERRA DE MAGOS ABRANTES

CARTAXO

Sexta

18 Silva

Rua José Estevão, 1

Sábado

Sexta

241 360 060

Sexta

18 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

19 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 702 653 243 770 997

Sábado a Sexta

18 Martins 19 a 25 Carvalho

19 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Sábado

Domingo 20 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Domingo 20 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

Segunda

21 Duarte Ferreira

R. Tenente Cor. J. B. Camejo, 13

241 333 222

Segunda

21 Central do Cartaxo

R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B 243 749 123

Terça

22 Motta Ferraz

Largo Mota Ferraz, 7

241 360 520

Terça

22 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

Quarta

23 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.s. Mart. 47

241 360 530

Quarta

23 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 770 997

BENAVENTE

Quinta

24 Silva

Rua José Estevão, 1

241 360 060

Quinta

24 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

243 700 130

Funciona 9 às 22 h

Sexta

25 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Sexta

25 Central do Cartaxo

R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B 243 749 123

243 700 130 243 702 653

R. Dr. Gregório Fernandes, 20/2 263 504 451

RIO MAIOR Sexta Sábado a Sexta

18 Cândido Barbosa Rua Serpa Pinto, 50 19 a 25 Almeida

Baptista

Assegura serviço durante a noite Martins

243 994 700

R. Almir. Cândido dos Reis, 19 243 992 255

Av. Dr. Francisco S. Dias, 8, 1º 263 580 108 R. do Diário de Notícias, 9-r/c

263 517 633


D Diagnóstico difícil da hipertensão pulmonar

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

saúde

49

A Hipertensão Pulmonar é uma doença rara, crónica e se não for tratada tem um mau prognóstico. Os sintomas mais habituais são o cansaço e a falta de ar, no entanto o diagnóstico da forma idiopática de HAP, é feito por exclusão. Confirmado o diagnóstico, a terapêutica permite melhorar a qualidade de vida dos doentes.

A mulher e o teste de gravidez Teste de gravidez dá mais independência à mulher ∑ Aconselhamento farmacêutico para maior tranquilidade Como actua o teste de gravidez?

Qual a melhor hora do dia para o realizar?

Através da identificação da presença de gonadotrofina coriónica humana (hCG) que é eliminada através da urina, desde uma fase precoce da gravidez. Trata-se de um teste muito delicado, com uma sensibilidade de quase 100 por cento, quando usado correctamente, e de uma sensibilidade de 50 a 75 por cento se não forem seguidas as instruções com todo o rigor. Isto significa que quando o teste é executado com o cumprimento estrito dos requisitos, pode falhar no máximo em 1 por cento dos casos.

Embora a primeira urina da manhã seja mais concentrada em hCG (hormona da gravidez), dando mais facilmente informação positiva, o teste pode ser feito em qualquer hora do dia, sem prejuízo do rigor do resultado (evidentemente, desde que se obedeça ao critério de só o efectuar após o primeiro dia da falta da menstruação).

A partir de que altura se pode realizar este teste com fiabilidade? Pode ser executado a partir do primeiro dia da falta do período menstrual.

Poderá o teste apresentar resultados falsos? Há condições e medicamentos que podem interferir com o resultado do teste. A saber: pode ser falsamente negativo, se for feito antes do primeiro dia da falta de menstruação; se a urina não estiver à temperatura ambiente; se o recipiente onde é guardada possuir “resíduos invisíveis” de detergente ou quaisquer outros produtos; pode também ser fal-

samente positivo quando a mulher teve um parto nas 6 semanas anteriores ou está a tomar alguns medicamentos hormonais. Podem ainda surgir resultados pouco fiáveis na presença de uma gravidez ectópica (isto é, fora do útero, nas trompas) ou de quistos nos ovários.

Como é que se pode e deve escolher um teste? Actualmente, com tantos avanços tecnológicos, aumentou a sensibilidade e aperfeiçoou-se a facilidade de execução, acabando por não haver diferenças significativas de qualidade entre os diferentes testes disponíveis no mercado. Há, no entanto, diferenças na técnica de execução, pelo que é recomendável que se peçam na farmácia informações sobre os testes disponíveis e as respectivas técnicas de execução, escolhendo-se aquele que, na perspectiva da utente, será o

mais fácil de realizar. Mas quem não esteja familiarizado com um dado deste, deve pedir ao farmacêutico explicações sobre a sua realização e a leitura dos resultados, para que qualquer escolha se processe com conhecimento de causa.

Quando é que um teste está positivo? Estes testes baseiam-se em reacções químicas que levam algum tempo a processar-se, tempo esse em que é indispensável esperar para saber qual é o resultado. Cada marca tem o seu tempo próprio, e, conforme a marca, haverá um determinado tempo de espera.

E como é que se lê um resultado de um teste? A apresentação do resultado positivo ou negativo é também uma característica própria de cada marca. Face a estas espe-

cificidades, antes da execução do teste deve ler-se com muita atenção o folheto informativo que acompanha a embalagem. No caso de subsistirem dúvidas, deve esclarecer-se junto do farmacêutico antes da execução do teste. Se após a realização do teste ainda se mantiverem dúvidas quanto ao resultado, é conveniente que se desloque à farmácia para obter a competente informação. E, se acaso os resultados do teste forem positivos, deverá consultar imediatamente o médico.

Quantas utilizações tem cada uma das tiras, sticks ou cassetes dos diferentes testes de gravidez? Só uma, mesmo que o resultado tenha sido negativo ou pouco claro. Para repetir o teste, terá que utilizar um novo produto. Beja Santos

CONSULTÓRIOS MÉDICOS DO JARDIM Praça da República, Nº 47 - 1.º - ALMEIRIM Junto à Farmácia Barreto do Carmo MEDICINA GERAL E FAMILIAR Dr.ª Emanuela Santos Andrade Dr. Generoso Barbosa Dr.ª Anabela Xavier de Basto PSIQUIATRIA Dr.ª Joana Alexandre CARDIOLOGIA Dr.ª Marisa Peres NEUROCIRURGIA Dr. Rui Bello Silva PSICOLOGIA Dr.ª Sandra Silva Dr. Ricardo Luciano (Avaliação Psicoterapia c/ crianças) ENDOCRINOLOGIA Dr. Carlos Fernandes PEDIATRIA Dr.ª Teresa Barracha Dr. Nuno Carvalho GINECOLOGIA/OBSTETRÍCIA Dr. Pedro Rocha (HDS) Dr.ª Lucília Gaspar (HDS) PODOLOGIA Dr.ª Sandrina Fortunato UROLOGIA Dr. António Oliveira ORTOPEDIA Dr. Joaquim Simões

CIRURGIA VASCULAR Dr. Edgar Berdeja FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA Fisioterapeuta Alexandra Claudino PNEUMOLOGIA Dr.ª Paula Cravo IMUNOALERGOLOGIA Dr. Abreu Nogueira DIETISTA/NUTRICIONISTA Dr.ª Susana Brites/Dr.ª Helga Marques ACUPUNCTURA Dr.ª Alda Costa HOMEOPATIA Dr. Rui Pinto NATUROPATIA/ /HOMOTOXICOLOGIA Dr. Jaime João Tavares TERAPIA DA FALA Terapeuta Dora Colaço SERVIÇOS DE ENFERMAGEM Enf.ª Ana SHIATSU Drª Mª Rosário Salavessa ELECTROCARDIOGRAMAS Com Técnico Especializado CTG - Grávidas Holter - 24 h Mapa (Tensão Arterial)

Acordos com ADVANCE CARE; MULTICARE e MÉDIS ANÁLISES CLÍNICAS - com todos os acordos

MARCAÇÕES

Tel 243 593 422 Tlm 969 902 195

Dr. A. JÚLIO SILVA

João Paulo Ribeiro

Dr. ARMANDO RODRIGUES LOPES

Médico Especialista ORTOPEDIA

PSICÓLOGO

INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

(Centro Clínico do Choupal) R. Capitão António Montez, 4-A • Tel. 243326935 • SANTARÉM

• Psicoclínico / Psicoterapeuta • Psicoterapia de Crianças, Adolescentes e Adultos Surgimed - Tel. 243 305 780 • SANTARÉM

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243 327 546 - 2000 SANTARÉM


50 SAÚDE

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

CENTRO AUDITIVO WIDEX Audiologia  X  X  X X

Dr.ª Odete Batista Diagnóstico (adultos e crianças) Reabilitação Auditiva (Próteses Auditivas) Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Cerebral (PEATC) Protectores de Natação

Cardiopneumologia X

Dr.ª Patrícia Branco

Estudo do Sono

Acordos: CGD, SAMS, PT, Médis, Advance Care e Mondial Assistance Horário: 13.00 às 20.00 horas

Largo Cândido dos Reis, 14 - 1.º Esquerdo • 2000-241 Santarém Tel.: 243 391 547 • Fax: 243 391 549 • E-mail: audioteste@netcabo.pt

Drª MADALENA BARRETO INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243327546 - 2000 SANTARÉM

DR. JOSÉ LUÍS P. BARRETO UROLOGISTA Pela Ordem dos Médicos DOENÇAS DOS RINS, VIAS URINÁRIAS E APARELHO SEXUAL MASCULINO

F. RIBEIRO DE CARVALHO CIRURGIÃO PLÁSTICO Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética Cirurgia Estética e Reconstrutiva da Mama Cirurgia do Contorno Corporal Cirurgia Estética Facial Surgimed Pcta. Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6 - r/c SANTARÉM Marcações pelo Tel: 243 30 57 80

CONS. - SURGIMED

Pr. Eduardo Rosa Mendes n.º 6 R/C - Telef.: 243305780 2000 SANTARÉM

Dr. Martinho do Rosário

Médico de Urologia CONSULTAS 2ªs, 4ªs e 6ªfeiras a partir das 15 h. MARCAÇÕES todos os dias, a partir das 15 h. SANTARÉM

Rua José Saramago, 17 Telef.: 243327431 - 2005-185 SANTARÉM

Sandra Silva

Dr. Rui Castro

PSICÓLOGA CLÍNICA

Médico Especialista de Clínica Geral

CLIMECO - Clínica Médica de Eduardo Lopes

CONSULTÓRIO:

Oftalmologia Dr. Eduardo Lopes

Avaliação Psicológica e Acompanhamento: Crianças, Adolescentes e Adultos Santarém - Climeco Rua do Colégio Militar lt. 10 1º Esq. Telefone 243 328 303

Rua José Saramago, 17-1º (edifícios atrás do Banco de Portugal)

Telef. e Fax: 243 327 431 Telemóvel: 917 770 678 CONSULTAS E MARCAÇÕES DIÁRIAS

Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Oftalmologia Pediátrica Drª Cristina Amorim Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Ortóptica Dr. Alfredo Sousa - Drª Ana Ascensão Neurocirurgia Dr. Bello da Silva Acordos c/ Multicare

Neurologia Drª Adelaide Palos Dermatologia Drª Maria João Reumatologia Drª Manuela Micaelo Acordos c/ Multicare

Psicologia Drª Sandra Silva - Drª Isabel Baptista Medicina Interna Dr. Victor Bezerra Nutrição Drª Susana Rodrigues MARCAÇÕES PELO TELEFONE 243 328 303 Rua Colégio Militar, Lt. A - 1º Esquerdo (junto ao antigo Campo dos Leões) 2000 SANTARÉM


SAÚDE 51

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

Drª ISABEL MONTEIRO Médica Cardiologista • Consultas de Cardiologia • Electrocardiogramas • Ecocardiogramas Modo M, 2D e Doppler a cor • M.A.P.A. (Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial) Rua Dr. António José de Almeida, nº 11, 4º Dt.º 2000 - SANTARÉM

Telef. 243 326 957

CENTRO CLÍNICO DO CHOUPAL

OTORRINO

MED. FÍSICA E REABILITAÇÃO

DR. FLÁVIO DE SÁ

Fisiatria (Dr.ª Helena Martins) (Dr. José Miguel Pais) Ortopedia (Dr. A. Júlio Silva) Psicologia (Dr.ª Elsa Couchinho) (Dr.ª Teresa Molina) Clínica Geral e doenças do Coração (Dr.ª Liliana Aleksandrov)

CHEFE DO SERVIÇO HOSPITALAR DE OTORRINO PEDIÁTRICO

CONSULTAS

ACORDOS FISIOTERAPIA: ADSE, ADMFA, ADMA, C.G. DEPÓSITOS, CTT, SAMS, TELECOM e SEGURADORAS R. Capitão António Montês, 4-A (Rampa Ciclistas) Tel. 243326935 - Fax: 243326935 2000 SANTARÉM

Psicologia Clínica e Psicoterapia Marcações pelo tmóvel -

918 732 116

Santarém • Coruche • Rio Maior

JOSÉ MANUEL PIRES TEIXEIRA MÉDICO ESPECIALISTA - GINECOLOGISTA / OBSTETRA ASSISTENTE HOSPITALAR GRADUADO do HOSPITAL DE SANTARÉM DOENÇA DA MAMA - DIPLOMADO e MASTER em Senologia / / Pat. Mamária pela F. de Medicina da Un. de Barcelona CONSULTÓRIO NA CLÍNICA “FERRO DE ENGOMAR” Rua do Quintino, 9 - A - Tel.: 243770939 - CARTAXO

CONSULTÓRIO DENTÁRIO - Nova morada -

DR. MARCÃO Médico especialista de ESTOMATOLOGIA (Doenças da boca e dentes) pela Ordem dos Médicos e pelo Hospital de Santa Maria

CLÍNICA - CIRURGIA - PRÓTESES DENTÁRIAS CONSULTAS TODOS OS DIAS Largo Cândido dos Reis, 11 - 1º Direito (junto à rotunda do hospital velho) Telef: 243 326 435 - 2000 SANTARÉM

MEMBRO FUNDADOR DA SOCIEDADE PORTUGUESA DE PSICOTERAPIAS CONSTRUTIVISTAS www.sppc.org.pt

• Otorrino (crianças) • Otorrino Geral • Alergologia • Terapia da Fala • Exames de Audição • Endoscopia • Cirurgia Pediátrica e Geral • Doenças do Saco Lacrimal

CONSULTAS DIÁRIAS DAS 10H. ÀS 20H. CONSULTAS DE CARÁCTER SOCIAL, ÀS TERÇAS-FEIRAS, NO MESMO HORÁRIO

TODOS OS DIAS DAS 9.00 - 20.00 horas R. Dr. António José de Almeida, n.º 11 - 2.º Esq.º Tel./Fax 243 329 010 - SANTARÉM

LISBOA: CLÍNICA MOVIMENTO E SAÚDE R. JOSÉ FALCÃO 52, 2º F

JÚLIO ARANHA

Santarém: GFS: 243 328 890 IMS: 962 567 961

M.A.P.A. Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial E. C. G. Holter 24 Horas Ecocardiograma

Almeirim: Clínica do Jardim: 243 593 422 Enfercentro: 243 579 601

Av.ª José Saramago, nº 17 - 1º SANTARÉM Telef.: 243327431

Aveiras de Cima: Centro Médico de Aveiras: 263 474 976

CENTRO MÉDICO E DE ENFERMAGEM DE ABRANTES Largo de S. João, N.º 1 - Telefones 241 371 566 - 241 371 690

C O N S U LTA S ACUPUNCTURA Dr.ª Elisabete Alexandra Duarte Serra ALERGOLOGIA Dr. Mário de Almeida; Dr.ª Cristina Santa Marta CARDIOLOGIA Dr.ª Maria João Carvalho CIRURGIA Dr. Francisco Rufino CLÍNICA GERAL Dr. Pereira Ambrósio - Dr. António Prôa DERMATOLOGIA Dr.ª Maria João Silva GASTROENTERELOGIA E ENDOSCOPIA DIGESTIVA Dr. Rui Mesquita; Dr.ª Cláudia Sequeira MEDICINA INTERNA Dr. Matoso Ferreira NEFROLOGIA Dr. Mário Silva NEUROCIRURGIA Dr. Armando Lopes NEUROLOGIA Dr.ª Isabel Luzeiro; Dr.ª Amélia Guilherme

INFORMAÇÕES E MARCAÇÕES: 961 285 155

CARDIOLOGISTA Electrocardiograma

Consultas e Exames de Cardiologia

Psicóloga Clínica

PSICÓLOGO CLÍNICO E PSICOTERAPEUTA

ALVERCA: R. CIDADE DÉVNIA, 21, 2º, DTO

DRA. MARISA PERES MÉDICA CARDIOLOGISTA

Sílvia Lencastre Fróis

DR. JOSÉ BRANCO

POR

MARCAÇÃO

OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA Dr.ª Lígia Ribeiro, Dr. João Pinhel OFTALMOLOGIA Dr. Luís Cardiga ORTOPEDIA Dr. Matos Melo OTORRINOLARINGOLOGIA Dr. João Eloi PNEUMOLOGIA Dr. Carlos Luís Lousada PROV. FUNÇÃO RESPIRATÓRIA Patricia Gerra PSICOLOGIA Dr.ª Odete Vieira; Dr. Michael Knoch; Dr.ª Maria Conceição Calado PSIQUIATRIA Dr. Carlos Roldão Vieira; Dr.ª Fátima Palma UROLOGIA Dr. Rafael Passarinho NUTRICIONISTA Dr.ª Carla Louro SERVIÇO DE ENFERMAGEM Maria João TERAPEUTA DA FALA Dr.ª Susana Martins

Surgimed Anat. Patológica Dra. Margarida Mendes

Gastroenterologia Dr. Júlio Veloso

Ortopedia Dr. D. Cadavez

Cir. Geral / Obesidade Dr. Joaquim Costa

Endocrinologia Dr. Luís Raposo

Otorrino. Dr. Flávio de Sá

Cirurgia Geral Dr. Paulo Alves

Medicina Interna Dra. Luísa Wandschneider

Pneumologia Dr. Marco da Costa e Silva

Cirurgia Plástica Dr. Ribeiro de Carvalho Cirurgia Vascular Dr. Mário Soares Clínica Geral Dra. Hélia Castro Dr. Benjamim Coimbra Dietética Dra. Célia Dias

Neurocirurgia Dr. Carlos Calado

Psicologia Dra. Elsa Martins Dr. João Paulo Ribeiro

Neurologia Dr. Jorge Becho

Psiquiatria Dr. Vítor Henriques

Oftalmologia Dr. Juan Palomares Dr. Castela Rodrigues Dr. Fábio Trindade

Reumatologia Dr. Teixeira Costa Urologia Dr. Luís Barreto

Exames Complementares e Outros: • • • • • • •

Endoscopia Digestiva Alta Colonoscopia Fibrorectosigmoidoscopia Polipectomia Endoscópica Citologia Aspirativa Urofluxometria E.C.G.

• Trat. varizes (esclerose e laser) • Sedação profunda c/apoio de Anest. p/ exames endoscópicos • Laser Cirúrgico • Internamento (Piso 10 – HDS) • M.A.P.A. • Holter 24 horas

Marcações das 9:00 às 19:00 de 2ª a 6ª Feira Telef: 243 305 780 Fax: 243 305 781 Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6-r/c 2005-174 SANTARÉM Email: surgimed@mail.telepac.pt


52

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

emprego & formação Ensino superior português: o diagnóstico Florinda Matos(*)

Num estudo, encomendado pela Comissão Europeia e apresentado recentemente em Lisboa, o ensino superior público português surge entre os mais ineficientes do mundo ocidental. O trabalho indica que as Universidades e os Politécnicos públicos podiam ter produzido o mesmo com 48,6% do dinheiro que gastaram, desde que as verbas tivessem sido aplicadas eficientemente. Os custos da educação, em Portugal, para um estudante do ensino superior, são dos mais elevados da Europa, representando 11%

do Produto Interno Bruto (PIB) per capita português. Por outro lado, os custos que têm que ser suportados por um estudante do ensino superior português (alojamento, alimentação, transportes, etc.) são muito próximos dos restantes países desenvolvidos, enquanto o apoio social, por aluno, é muito inferior ao praticado nestes países. Existe ainda uma clara desadequação entre a oferta de cursos e as necessidades do mercado de trabalho, assim como um afastamento entre a maioria das instituições de ensino superior e o mundo empresarial. Nestas instituições também falta investigação e desenvolvimento. Este estudo não deixa de ser preocupante, apesar de ser baseado principalmente em dados de 2005, tendo desde então havido uma clara evolução no sentido de melhorar alguns dos pon-

tos negativos apresentados. Todavia, também devemos ter em consideração um relatório de um grupo de peritos da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico), apresentado em Março de 2008, no qual Portugal é visto como um “caso exemplar”, face à evolução positiva verificada no ensino superior português e à natureza das reformas introduzidas. Os peritos, de vários países, consideraram como principais pontos a destacar no progresso do ensino superior português os seguintes: Aumento das possibilidades de acesso ao ensino superior, destacando-se o significativo aumento da oferta ao nível do Ensino Politécnico, com programas mais virados para as necessidades do mercado de trabalho e com destaque particular dos CET (Cursos de Especialização Tecnológica).

Aumento dos financiamentos para programas de promoção da ciência e da tecnologia e aumento da capacidade de pesquisa em colaboração com redes internacionais. Mudança no sistema de governação institucional, com acréscimo da responsabilização das instituições de ensino superior, ao nível das necessidades sociais, económicas e institucionais. Estas mudanças incluem a participação externa na governabilidade das instituições, a passagem de algumas instituições a fundação, a criação de um Conselho Consultivo para assistir o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e definir estratégias para o sector e a melhoria da capacidade de planeamento deste Ministério, graças a um maior acesso a informação sobre os diferentes intervenientes no sector. Melhoria da qualidade da edu-

cação através da implementação dos Programas adaptados aos ciclos de Bolonha. Estabelecimento da acreditação dos cursos, de forma independente e de uma Agência de Avaliação do Ensino Superior. Reforma caracterizada por uma visão clara e uma liderança forte. Este Painel de peritos considerou que estas reformas poderão contribuir para a contínua melhoria da qualidade, da responsabilidade e dos custos da educação superior em Portugal. Se o futuro de um país está indexado à qualidade do ensino ministrado e à inovação produzida, estes estudos devem-nos fazer reflectir sobre o longo trabalho que ainda temos que fazer se quisermos colocar o ensino superior português entre os melhores do mundo desenvolvido. (*) Investigadora MRC / ISCTE – IUL Consultora PMEConsult


SERVIÇOS | PUBLICIDADE 53

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

assinatura anual

por apenas 25 €

CRÉDITOS PAU LO N I ZA * CRÉDITO RÁPIDO P/ INÍCIO DO SEU NEGÓCIO Taeg desde 12,49%

* CRÉDITO PARA MÁQUINAS INDUSTRIAIS, AGRÍCOLAS E VEÍCULOS PESADOS Taeg desde 6,06%

* CRÉDITO PESSOAL RÁPIDO ATÉ 40.000€ COM ASSINATURA SÓ DE 1 TITULAR, SE CASADO Taeg desde 12,49%

* CRÉDITO CONSOLIDADO S/ HIPOTECA C/ REDUÇÃO ATÉ 50% DO ENCARGO MENSAL Taeg desde 12,49%

* CRÉDITO COM GARANTIA DO SEU AUTOMÓVEL E NEGÓCIOS AUTO ENTRE PARTICULARES Taeg desde 18,52%

* CRÉDITO HABITAÇÃO SEM FIADORES E COM REDUÇÃO DA SUA PRESTAÇÃO MENSAL PARA TRANSFERÊNCIAS Taeg desde 5,1994%

* CRÉDITO CONSOLIDADO C/ HIPOTECA MESMO P/ PESSOAS COM PROBLEMAS BANCÁRIOS Redução Até 60% da prestação mensal Taeg desde 6,509%

www.pauloniza.pt Urb. Vila das Taipas. Lt.4 – r/c Drt. 2080-067 Almeirim E-mail: geral@pauloniza.com

Telf.: 243 579 296

Telm. 938 879 678


54

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009

imobiliário & classificados IMOBILIÁRIO arrenda-se A SANTARÉM – Mercearia equipada e pronta a funcionar. 700 € RE/MAX Milénio – AMI 6883 www. remax.pt/121871066-21 Tel. 961 778 995 A O CNEMA dispões de 3 lojas (espaços comerciais/ escritórios) c/ as seguintes áreas 18m2, 26m2 e 125m2 ( esta última inclui wc). Contactar TLF 243300300 ou geral@ cnema.pt A QUARTO mobilado em Santarém TLM 969303121 A QUARTOS em apt novo S.Domingos TLM 966756276 A QUARTOS Single S. Domingos. Ex cond. TLM 966756276 A T1 mobilado p/ prof., enf.,etc. TLM 911010160

A ESCRITÓRIO em Marvila, 3 salas, 1 wc, perto do Seminário. Preço: 400,00€ - Ref. A79 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A T3 Sala c/ lareira. Não equipado. Perto do centro da cidade Preço: 400,00€ - Ref. A92 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A 9 GABINETES e 2 salasa para serviços em Marvila, zona de atendimento, 3 Wc’s. c/ 400m2. Preço: 2500,00€ - Ref. A97 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A APT T2 mobilado, no Cartaxo, 380€, AMI 7252, Localvoga, Lda TLM 961503151 A APT T2 semi-novo c/ 1 lugar de garagem, no Cartaxo, 350€, AMI 7252, Localvoga, Lda TLM 961503151 A APT T3 no centro do Cartaxo, 425€/mês, AMI 7252, Localvoga, Lda TLM 961503151

A LOJA Junto ao Centro de Emprego Área 250m2 + 250m2 de cave. Preço: 2.000,00€ - Ref. A84 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

IMOBILIÁRIO vende-se A SALA em Marvila, c/ roupeiro, serviço de recepção incluído. Para serviços médicos. Valor: 250€ - Ref. A73 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A 3 VIVENDAS 110000€ ou troco por T3 c/garagem Str 911008574 A SANTARÉM AP T4 200m2 Rua Pedro Santarém 200.000€ TLM 917232583 A MORADIA c/ terreno nova ou permuto TL 911010160 A MORADIA nova Achete barata. Urgente 911010160 A PRÉDIO c/ 4 Apt Str 220.000€ neg. TLM 962719038

A T2 no Cartaxo 3º Andar T 243703955 TM 915060149 A ARMAZÉM na Zona Industrial c/ cerca de 1.500m2. Valor: 2.500€ - Ref. A83 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

A CAFÉ em S. João da Ribeira (RIO MAIOR) Contacto: 243 949 159

A QUINTINHA c/ 3casas 110000€/ troco T3 TLM 911008574

IMOBILIÁRIO trespassa-se A BAR c/ grande afluência de clientes, no centro de Santarém, junto a escolas superiores. Todo Equipado. Em pleno funcionamento Ref. 3390 Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

A APT T3 S. Domingos/ Str 75000€ neg. TLM 962529583 A APT T2 c/ terraço, r/ch alto, no Cartaxo, grandes áreas, pouco uso, varanda, 2 despensas, marquise, 73.000€. AMI 7252 Localvoga, Lda TLM 961503152

NOTARIADO PORTUGUÊS CARTÓRIO DE SANTARÉM A CARGO DA NOTÁRIA ISABEL MARIA RAIMUNDO DE OLIVEIRA FILIPE BATISTA MARQUES. Eu Isabel Maria Raimundo de Oliveira Marques, Notária do Cartório Notarial de Isabel Marques, na cidade de Santarém, CERTIFICO, para efeitos de publicação que por escritura de vinte e quatro de Novembro de dois mil e nove, lavrada de folhas trinta e sete a folhas trinta e oito verso, no livro de notas para escrituras diversas número cento e oitenta e quatro-A. MANUEL DUARTE DOS SANTOS JANOTA, contribuinte fiscal 185 056 415, viúvo, natural da freguesia Gançaria, onde é residente na Rua Dr. Silvino Sequeira, nº 6, concelho de Santarém, outorgou uma escritura de JUSTIFICAÇÃO na qual com exclusão de outrem se declara dono e legítimo possuidor, do prédio urbano, composto de casa de rés do chão para habitação, com a área de quatrocentos e sessenta e cinco metros quadrados, a confrontar de norte com Maria Helena Duarte, de sul com Rua Dr. Silvino Sequeira, de nascente com Maria Helena Duarte e de poente com Amândio Frazão, sito na Rua Dr. Silvino Sequeira, n.º 6, freguesia de Gançaria, concelho de Santarém, omisso na Conservatória do Registo Predial de Santarém e inscrito na matriz predial urbana sob o artigo 193, com o valor patrimonial tributário de € 27.070,00, valor este que lhe atribui. Que possui o referido prédio há mais de VINTE ANOS, tendo o mesmo vindo à sua posse, já no estado de viúvo, por volta do ano de mil novecentos e setenta e seis por doação verbal de seus pais Eduardo dos Santos Janota e mulher Etelvina Luís Duarte, casados que foram sob o regime da comunhão geral, residentes no lugar e freguesia de Gançaria, concelho de Santarém, não tendo no entanto reduzido a escritura pública a referida doação verbal, mas posse essa que vem exercendo sem a menor oposição de quem quer que seja, desde o seu início, sem interrupção e ostensivamente, com o conhecimento de toda a gente, traduzida em actos de fruição, habitando o referido prédio, efectuando benfeitorias, pagando as respectivas contribuições e impostos, sendo portanto uma posse pública, pacífica e de boa fé, pelo que adquiriu o referido prédio para a seu património por usucapião, não tendo todavia documento que lhe permita fazer prova do seu direito de propriedade pelos meios extrajudiciais normais. Que, assim, o outorgante justifica por este meio o seu direito de propriedade sobre o citado prédio. ESTÁ CONFORME. Cartório Notarial de Isabel Marques, 24 de Novembro de 2009 A Notária, (Isabel Maria Raimundo de Oliveira Filipe Batista Marques) (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1259 de 18.12.2009)

A APT T2 no Cartaxo, r/ ch, c/ acesso à A1, área útil 95m2, lareira, cozinha semi-equipada, despensa e varanda fechada, roupeiros. wc, videoporteiro, garagem c/ portão automático, elevador, 70.000€, AMI 7252, Localvoga, Lda TLM 961503152. A SANTARÉM – Ap. T3 em óptimo estado de conservação, cozinha total. remodelada. Próximo do Hospital e Hipermercados 72.000 € RE/MAX Milénio – AMI 6883 www.remax. pt/121871028-268 Tel. 961 311 745 A ALMOSTER – Quintinha c/ 12.640 m2 recuperada com gosto, excelente paisagem... 225.000 € RE/ MAX Milénio – AMI 6883 www.remax.pt/121871028267 Tel. 961 334 733 A CARTAXO – Excelente T3 situado em zona central, a 5 min. do acesso à A1. 89.000 € RE/MAX Milénio – AMI 6883 www. remax.pt/121871028-267 Tel. 969 754 602 A CARTAXO – T2 c/ lugar de garagem e pátio privado c/ 50 m2, lareira e recup. de calor, cozinha semi-equipada. 95.000 € RE/MAX Milénio – AMI 6883 www.remax. pt/121871044-46 Tel. 961 725 443 A CARTAXO – Moradia térrea a precisar de algumas remodelações, inserida num lote de terreno c/ 4.800 m2, c/ duas frentes. 100.000 € RE/MAX Milénio – AMI 6883 www.remax. pt/121871030-95 Tel. 961 535 235

A CARTAXO – T3 no centro da cidade c/ excelente preço e em bom estado de conservação. 79.000 € RE/MAX Milénio – AMI 6883 www.remax. pt/121871069-2 Tel. 961 725 441 A SANTARÉM – T5 em zona residencial de excelência, c/ lugar de estacionamentos e áreas privilegiadas… ACEITA PERMUTA 251.500 € RE/ MAX Milénio – AMI 6883 www.remax.pt/1218710572 Tel. 961 778 997 A APT situado na zona do Planalto c/ uma vista aberta. 5ºandar, remodelado. Composto por 2 quartos, 1 wc, sala, cozinha, despensa e arrecadação. Lugar de estacionamento p/ uma viatura – 69.500€ www. remax.pt/120431070-131 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T3 excelente estado de conservação, centro da cidade de Santarém. Prédio c/ elevador, bom estado. Oportunidade única! – 72.500€ www. remax.pt/120431108-25 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500 A EXCELENTE moradia V2 c/ 3 pisos no centro da cidade de Santarém em zona agradável e aprazível. Tem 2 quartos sendo um deles suite, sala, cozinha equipada, sala de refeições e 2 wc Tem aproveitamento de sótão - 56.500€ www.remax. pt/120431071-77 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500

A MORADIA em São Vicente do Paúl. em terreno c/ 3020 m2, sala comum envidraçada c/ lareira à portuguesa, cozinha c/ lareira à portuguesa, 3 quartos c/ roupeiro, 2 wc e garagem. Sistema de rega. Portão principal automático e vidros duplos. Sótão c/ aproveitamento para fazer um quarto extra ou estúdio. Chão em soalho. Terreno c/ duas frentes e bons acessos – 150.000€ www. remax.pt/120431071-57 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A CASA de rés-do-chão nas Fazendas de Almeirim c/ 4 assoa., 3 quartos, cozinha, sala, wc e quintal c/ anexos. O quintal tem área c/ cerca de 120m2 – 75.000€ www.remax. pt/120431106-20 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A CASA antiga c/ a recuperação iniciada e vários anexos novos já construídos numa Rua perto do centro de Alpiarça mas bastante sossegada, c/ quintal complet. vedado c/ varias arvores de fruto e um barbecue. Lote de 225 m2 – 66.000€ www.remax. pt/120431092-28 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T2 em bom estado de conserv., arrecadação, sala c/ lareira (recup. de calor), soalho em madeira carvalho. Quartos c/ soalho em madeira carvalho, roupeiros c/ portas de correr. Suite c/ banheira de hidromassagem, pré-instalação de aquecimento central. S. Domingos – 95.000€ www.

remax.pt/120431071-8 AMI 5430 - RE/MAX SCALA Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T3 c/ pouco tempo de uso. Possibilidade de espaço de garagem. Santarém – S. Domingos (95.000€) Ref; 001001018 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda. pt – 243306076/ 917 997770 A MORADIA geminada c/ 3 assoa., 2 pisos, terraço e logradouro. Centro da cidade. Bom preço. Calçada do monte – Santarém (95.000€) Ref; 001002002 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A V2, pré-instalação a.c., cozinha rústica c/ lareira, telheiro c/ barbecue e lavatório, parqueamento, murado e possib. construção de 182m2. Frade de cima – (125.000€) Ref; 001003006 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A QUINTINHA c/ 10.200 m2, moradia c/ 4 quartos, sala comum (32.85 m2) c/ recup. calor, Cozinha semi-equipada, pré-instalação de aquec. central e garagem p/ 2 carros. Piscina (4.5mx9m). Achete (199.000€) Ref; 001004007 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A APT T2 em muito bom estado, situado na zona nobre de S. Domingos – Santarém (95.000 €) Ref; 001005001 Trata:

Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A APT T2, Almeirim, coo novo, cozinha equipada, logradouro c/churrasqueira. Valor 90.000,00€ - Ref. A-327 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A TERRENO c/ 165m2, Almeirim, c/ moradia para demolir. Valor 27.500,00€ Ref A-326 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A APT T3, Almeirim, novo, lugar garagem, ar condicionado, cozinha equipada, excelentes. Valor 115.000,00€ - Ref. A-322 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A MORADIA T2 rural, na Várzea, 1900m2 terreno, zona sossegada. Valor 68.000,00€ - Ref. A-320 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915 A LOJA em Santarém, nova, 110m2, grandes montras. Valor 97.500,00€ - Ref. S-574 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915 A São Vicente Paúl Moradia T3, usada, como nova, c/ 2 quartos, suite , cozinha, sala, 2 wc, alpendre, garagem. 2 cadernetas urbana c/1.000m2 e rústica c/3.020m2. convida ao relax e qualidade de vida . ZEN , c/ a capital do gótico e entrada para A1 a 10 min. ZEN MOR.199 PREÇO 175.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – Jardim de Baixo Moradia T3, r/c e 1º, usada, soalheira, em ópt.


IMOBILIÁRIO & CLASSIFICADOS 55

O Ribatejo 18 | Dezembro | 2009 estado, pré-instal. p/ paneis solares, logradouro, alpendre, garagem indiv.. Zona residencial mtº aprazível, próx. entrada A1, zonas comercias, escolas e cidade de Santarém. ZEN MOR.198 PREÇO 165,000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Romeira Moradia T4+1. r/chão, cave e sótão. No r/ chão: hall, sala, quarto, suite, wc e alpendre; na cave: cozinha, despensa, casa máq., 2 quartos, casa jantar e wc. Sótão amplo. 2 cadernetas, urbana c/ 450m2, rústica c/ 11.680m2. ZEN MOR.130 PREÇO 199.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

A Alpiarça Moradia T5+1,usada ( cave, r/c e 1º), proj. numa construção e acab. Qualidade, zona habitacional privilegiada... Barragem, Museu dos Patudos e Reserva Natural do Cavalo Sorraia. ZEN MOR.168 PREÇO 280.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – S.Salvador Apt Duplex T2, usado, bem cons., bons acab., 2 quartos, sala, Wc ,cozinha, zona arrumos, garagem priv. c/acesso ao duplex, arrecadação, em zona calma, a 3 min. centro da cidade, e 5 min. acesso a A1 .ZEN APT.107 PREÇO 97.500€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

A Almeirim Apt T3, novo, hall (tecto falso c/ projec.) 2 quartos (roupeiros de correr), 1 suite( banheira hidrom. wc c/ janela), sala, wc, cozinha semi-equipada c/ electrodom. INDESIT, garagem (box indiv. exterior, c/ água e luz ligado cada fracção), zona agradável, c/ jardim, bons acessos rodoviários ZEN APT.155 PREÇO 105.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Apt. usado T2 Almeirim c/ 1 lugar de garagem. 100.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653

A Casa antiga em Ponte do Soleiro/ Santarém. 50.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A LOJA c/ + - 40 m2 em Santarém na zona histórica. 42.500€ neg - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. usado T2 em Santarém. 65.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. novo T3 c/ garagem em Almeirim. 126.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653

A TERRENO c/ 3.320m2 em S. Vicente do Pául/ Santarém. Viabilidade de construção 750m2, c/ declive p/ socalcos, árvores de fruto, solo fértil. Óptima vista panorâmica, rio, água da rede e luz. Excelente Exposição Solar. Ref. 810 Preço: 16.500,00 € Trata Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A MORADIA em Ruína em Alcanede. Área habitação 80m2, terreno c/ 400m2. Situada no alto de uma colina. Excelente vista panorâmica, local bastante soalheiro. Ref. 2325 Preço: 20.000,00 € Trata Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

A T2 no centro histórico de Santarém, zona privilegiada da cidade. Com boas áreas. Oportunidade! Ref. 2714 Preço: 28.000,00 €

Investimento. Ref. 3542 Preço: 46.000,00 € Trata Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

VEÍCULOS vende-se

A MORADIA p/ recuperar em Achete, c/ projecto aprovado e licenças, área do terreno 1.661 m2, anexo pré fabricado c/ 2 quartos, cozinha e wc. Ref. 2623 Preço: 50.000,00 € Trata Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

DIVERSOS geral A EXPLICAÇÕES: de Matemática A e B; biologia, geologia, física, química, geografia, estatística e MACS aos 2º e 3º ciclos e nível universitário. Perto da Ginestal Machado. Contacto: 914 626 531

A T3 no centro histórico de Santarém. Necessitar de algumas obras, boas áreas. Localizado em zona nobre da cidade. Oportunidade de

A CAMIÃO Tractor Erf 1999 380cv kit hiraulico bom estado + contentor 12m trasporte tomate, 10000€ T 916417779 A MOTO Suzuki Bandit GSF 650.S 2008 T 911010160

FAUSTINO SANTOS

Grupo Empresarial Conceituado

Licenciado em Medicina Tradicional Chinesa Curso pós-graduado de aperfeiçoamento de Hipnose em Clínica Médica (componente de especialização) da Faculdade de Medicina de Lisboa

Jurista

Acupunctura / Hipnoterapia Clínica Rua Pedro de Santarém, nº 65, 1º andar (antiga Rua do Matadouro perto do W Shopping)

MARCAÇÕES - Telemóvel: 962 600 338

www.faustinosantos-acupunctura.com

Comunica-se que no próximo dia 20 de Dezembro de 2009 (Domingo), prevê-se o corte de corrente nos locais e períodos abaixo mencionados: DRCT TEJO Concelho de Santarém Freguesia de Santarém (Salvador): Urb. Olival dos Becos Lt, Casal Becos, Casal Salmeirim, Casal Gaiola, Rua Júlio Queijeiro, Rua do Faria, Rua Aristides S. Mendes, Rua Prof. Francisco Nuno Lt, Rua Prof. Francisco Nuno, Rua Júlio Queijeiro Lt, Rua Padre Francisco Nuno, Rua Inst. P. Santarém Lt, Urb. Luis Faria Lt, Rua Teófilo Braga, Casal Salmeirim Lt, Bairro Salmeirim, Rua José Relvas, Rua António Sergio, Bairro Salmeirim Lt. (das 07:30 às 12:00 horas) Freguesia da Moçarria: Rua Campo da Bola, Rua do Gravelho, Estrada Carrascais, Rua Pedreiras, Rua Comércio. (das 07:00 às 11:30 horas) Nota: Devido a situações imprevistas, os trabalhos poder-se-ão prolongar até às 15:00 horas. Por motivos de segurança e dado poder haver necessidade de proceder a ensaios ou ser feito o restabelecimento antecipado, as instalações deverão ser consideradas permanentemente em tensão.

(M/F)

Perfil do Candidato: - Formação académica superior na área de Direito; - Experiência profissional na área; - Elevada capacidade de organização e sentido de responsabilidade; - Capacidade de Comunicação e relacionamento interpessoal; - Conhecimentos de Inglês escrito e falado; - Disponibilidade imediata. Descrição da Função: - Assessoria jurídica para os diferentes projectos do grupo; - Gestão de processos do grupo; - Intermediação entre a administração do grupo e o escritório de advogados existente. Oferta: - Condições de remuneração atractivas ajustadas à experiência demonstrada; - Integração em equipa jovem e dinâmica; - Local de trabalho: em Salvaterra de Magos. Contacto: - Envio de CV detalhado com fotografia actualizada para: Estrada da Peteja, Lote 7 – 2º, Edifício Lezíria 2120-111 Salvaterra de Magos

Terapeuta Osteopata Rui Leite Ceficarte

Tribunal Judicial de Abrantes

CENTRO DE FISIOTERAPIA DO CARTAXO

1.º Juízo

Esplanada 1.º de Maio – 2200-320 Abrantes Telef: 241360560 Fax: 241365237 Mail: correio@abrantes.tc.mj.pt

ANÚNCIO

MARCAÇÕES: Tlm.: 919 612 454 • Tel./Fax: 243 702 311 Av. João de Deus, n.º 10 r/c 2070-011 Cartaxo

1ª PUBLICAÇÃO Processo: 114/07.6TBABT Acção de Processo Ordinário N/Referência: 1786266 - Data: 04/12/2009 Autor: Dário Honório - Indústria de Alumínios, Lda. Réu: Gualtério Alves da Costa Nos autos acima identificados, correm éditos de 30 dias, contados da data da segunda e última publicação deste anúncio, citando o Réu: Gualtério Alves da Costa, filho(a) de, José Francisco da Costa e de Clementina Alves, estado civil: Casado (regime: Desconhecido), nascido(a) em 3/3/1946, natural de Portugal, freguesia de Oliveira do Bairro [Oliveira do Bairro], NIF - 146282523, BI - 3044476, domicílio: Ferreirós, Recardães, 3750 Águeda, com última residência conhecida na(s) morada(s) indicada(s) para, no prazo de 30 dias, decorrido que seja o dos éditos, contestar, querendo, a acção, com a cominação de que a falta de contestação importa a confissão dos factos articulados pelo(s) autor(es) e que em substância o pedido consiste na acção vir a ser julgada provada por procedente, e por via dela ser o réu condenado a pagar à autora a quantia de 52.255,93 €, acrescida de juros vincendos à taxa legal em vigor, sobre a quantia de 39.541,65 €, até efectivo e integral pagamento, tudo como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta Secretaria, à disposição do citando. Fica advertido de que é obrigatória a constituição de mandatário judicial. O Juiz de Direito, - Dr. Luís Roque O Oficial de Justiça, - António José Marques Pereira (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1259 de 18.12.2009)

TRESPASSA-SE

CAFÉ

Empresa de Marketing Oferece excelentes condições de trabalho

Salário Base + comissões até 30% Possibilidade de progressão na carreira Santarém - 243 107 971 Almeirim - 243 092 334

Rio Maior - 243 098 086 Alcanena - 249 095 008

EM

S. JOÃO DA RIBEIRA (RIO MAIOR) CONTACTO: 243

949 159


tempo: chuva A chuva e o tempo frio, sobretudo à noite em que as temperaturas vão descer abaixo dos 10ºC, vão continuar bos próximos dias e durante toda a próxima semana. A próxima quinta-feira vai trazer vento forte. 18 | DEZEMBRO | 2009

Impresso em papel que incorpora 30 por cento de fibra reciclada, com tinta ecológica de base vegetal

∑agenda

rosário breve

Sábado

Torres Novas ∑ O famoso bailado “Quebra Nozes” sobe ao palco do Virgínia, às 21h30.

Daniel Abrunheiro

Os dentes de Berlusconi

Domingo Santarém ∑ O Teatrinho de Santarém propõe um espectáculo para crianças, “Segueme”, às 16h, no Sá da Bandeira. Tomar ∑ Concerto de Natal pela Banda e Coro da Filarmónica Gualdim Pais, no cine-teatro Paraíso, às 18h. Abrantes ∑ O Orfeão de Abrantes e Coro de Vila Franca de Xira dão concerto, na igreja de S. Vicente, às 17h. Cartaxo ∑ Espectáculo “Vale”, às 16h, no Centro Cultural.

Cuidados continuados no distrito Chamusca ganha nova unidade∑ 43 novas camas A Misericórdia da Chamusca abriu uma Unidade de Cuidados Continuados, que aumentará a oferta da rede nacional em 43 camas para utentes de média duração e reabilitação (21 camas), mas também de longa duração e manutenção (22 camas). Instalada no antigo hospital da SCMC, a obra custou mais de 2 milhões de euros, dos quais cerca de 1,2 milhões de euros foram para a adaptação do espaço, e que contou com financiamentos do Fundo Europeu

de Desenvolvimento Regional e da Câmara Municipal. A autarquia espera agora que esta unidade possa vir a prestar cuidados também à população do concelho. O presidente Sérgio Carrinho recordou o “esforço gigantesco” que a autarquia fez para apoiar este projecto, cerca de 700 mil euros, e frisou que espera que esta unidade preste “forçosamente” serviços de saúde à comunidade do concelho que vive num vasto território e que tem problemas de défice de resposta do Serviço Nacional

de Saúde. A autarquia espera mesmo poder protocolar serviços como consultas, atendimento às populações e realização de exames médicos, como raio-x, electrocardiograma ou ecografias, meios de diagnóstico que não existem no concelho. Esta unidade vem juntar-se às quatro existentes no distrito de Santarém, a da Liga dos Amigos do Hospital de Santarém, a da Misericórdia do Entroncamento, a Misericórdia de Tomar e a do Centro Hospitalar do Médio Tejo.

Sempre tive inveja dos dentes de Berlusconi. Deixei de ter. Devo dizer que não gostei das infinitamente repetidas imagens da agressão de que o superpadrinho italiano foi alvo. São frias, rápidas, ríspidas, vermelhas de mais até para um benfiquista dos mais agarrados. A violência é sempre insensata e mal fundamentada. Não era assim que Berlusconi deveria ficar com os dentes partidos. Era metaforicamente. Pela força da Lei, por exemplo, se ele não estivesse tão acima dela. Não era com uma estatueta brandida por um alegado deficiente mental com quem tanta mas tanta gente silenciosamente se solidarizou (sobretudo portuguesa, mudada a figura). Nada disto tem a ver com as orgias e os desmandos sexuais do cavaliere. A mim, essas coisas não dizem nada. Antes isso do que andar na droga. O megaplutocrata italiano gosta muito de se dourar ao sol cercado por jovens pouco vestidas junto a piscinas de um azul mediterrânico. Que as jovens sejam pagas pelo erário público ou pelas contas-correntes de um tipo que só por graça quereríamos como primeiro-ministro (ou não?...), é indiferente, visto ser ele o dono e senhor daquela coisa (nostra…) toda. Ainda bem que por cá não fazemos nada disto. Os já célebres episódios de Mário Soares na Marinha Grande, de Vital Moreira não sei onde e de Francisco Assis em Felgueiras – são excepções aliás brandas. Foi só fumaça, para parafrasear o inenarrável Pinheiro Azevedo de outros tempos. Por cá, quem anda de boca partida e nariz à banda são os desempregados e os mal empregados. É a mulher mal descasada cujo antigo macho cumpre a ameaça final da facada e da caçadeirada. É o idoso que teve a má ideia de envelhecer num país que não é nem para velhos nem para crianças nem para ninguém que se não saiba armandovarar a tempo. Para Berlusconi, chegou a hora do dente por dente. Para nós, ainda não chegou a do olho por olho. daniel.abrunheiro@gmail.com


ed 1259  

Jornal O Ribatejo

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you