Issuu on Google+

DIRECTOR Joaquim Duarte

SEMANÁRIO 21 de Agosto de 2009 | Ano X XIII | N. 1242 | €0,80

(IVA 5% incluído)

243 309 600 Telefone 243 333 766 Fax · CNE - Quinta das Cegonhas - Apartado 355 - 2000-471 Santarém

info@oribatejo.pt · www.oribatejo.pt

“Quero os meus filhos de volta” Ana Maria Rainho queixa-se qu ueixa-se da Segurança Sociall por lhe lh ter retirado d quatro filhos f lh menores quando podia tê-la ajudado a melhorar as condições de habitabilidade na sua casa. | a reportagem do caso na página 8

Santarém Misericórdia tem mais de 100 casas no centro histórico página 6

Negócios Trabalhadores da MDF recorrem ao Provedor da Justiça página 15

Cartaxo PS troca candidato a meio da corrida página 12

Abrantes Menina de 8 anos morre em praia fluvial página 13

Legislativas Pacheco Pereira quer Relvas na campanha página 8

Política Lacão defende circulos uninominais página 8

Câmara Municipal de Santarém dá medalha de ouro da cidade a José Sócrates | páginas 17 a 24

Pão, vinho e companhia em Almeirim | páginas 17 a 24


O Ribatejo

2 PRAÇA PÚBLICA | OPINIÃO

21 | Agosto | 2009

praçapública

eles dizem

r D. Afonso Henri-

ques foi o governante português que esteve mais tempo em funções: 57 anos, 45 dos quais com o título de rei”. Luís Almeida Martins revista Visão

rr

A coragem não isenta ninguém da sepultura: a morte não é diferente para os que a temem ou para os que a enfrentam. Mas a vida é.”

r Não se avaliam os investi- rAtravessámos anos mentos que são feitos, quanto se gasta. Rouba-se muito. O país não tem dimensão para se roubar tanto.”

Pedro Ferraz da Costa Empresário e presidente do Fórum para a Competitividade ao Expresso

de deslumbramento generalizado, que fez cair políticos e empresários em todos os excessos”.

Paula Teixeira da Cruz Expresso

Ricardo Araújo újo Pereira revista evista Visão

sopa da pedra

Caçar caracóis O calendário da época venatória abriu a 15 de Agosto, mas o Ministério da Agricultura faz saber que só é permitida a caça às seguintes espécies cinegéticas: rola, codorniz, pato-real, pato-marrequinha, pato-arrabio, pato-piadeira, galeirão, galinha-d’água, pombo-bravo, pombotorcaz e pombo-da-rocha. Posto isto, senhores caçadores, tenham atenção aos sinais e sejam fe-

lizes a matar. Tudo, menos o pato-trombeteiro, o, zarro-comum, negrinha, marreco e frisada. Esspécies que o nosso patusco Ministério da Agriricultura determinou proteger, embora lá no alto to a voar toda esta passarada nos pareça igual. Os mais infortunados podem sempre caçar ar caracóis. Até nas placas da zona associativa do Cartaxo.

Bronze no jardim Quando as férias chegam e a crise aperta, até o jardim público é bom para apanhar uns banhos de sol. No caso, o jardim junto ao tribunal de Rio Maior. Basta trocar a areia pela relva, que o bronze é praticamente o mesmo. Embora o mar esteja ali a um pulinho pela A15.

Engripados, mas com estilo Há sempre alguém com jeito para o negócio e que compreende bem a palavra chinesa para crise, que também significa oportunidade. Pois estes lencinhos todos catitas, feitos para reduzir a possibilidade de contágio, prometem ter grande sucesso. Todos os dias as notícias na rádio e na televisão fazem a contagem dos casos de gripe. E a pandemia ainda mal começou…

A caminho... Olhó aqui o candidato que atirou Miguel Relvas borda fora. Pacheco Pereira, ele próprio, em esforço político, mas de sorriso aberto, na sua outra função, a de mandatário autárquico em Rio Maior,

a entregar a caixa com as listas de candidatos da coligação PSD/CDS no tribunal local. Mas há por lá quem diga que o mandatário oficial é outro. Más-línguas, pela certa.


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 3

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

Cartoon de António Maia

a pergunta da semana

A crise afecta as Festas de Verão?

A crise não afecta as festas. As pessoas são as mesmas. Os espectáculos estão sempre cheios de gente. Este ano tive exactamente o mesmo número de espectáculos que no ano passado. Nem mais, nem menos. Penso que com a crise as pessoas ainda se querem divertir mais. Gostam de sair de casa para falar, beber uns copos, divertir. No norte do país nota-se uma maior afluência de público a este tipo de festas. Fernando Correia Marques Cantor

“Madeira Show” Cantor

F editorial

Porque recusa Moita Flores votar no PSD

Já há muito tempo que não vou a uma festa de verão. Mas antigamente até ia com alguma frequência. Ultimamente o trabalho tomou conta da minha vida e nao tenho tido muito tempo para sair. Não acredito que a crise afecte os festivais de verão. O povo pode não ter muito dinheiro mas para essas coisas, vão sempre. As festas na minha terra, Arneiro de Tremez, têm sido muito boas. E agora quem organiza as festas já são os mais novos. É bom sinal. Filipa Canelas Modelo

Há cada vez mais gente nas festas e bailes de verão. O pessoal gosta de curtir. Eu costumo actuar muito na região e tenho tido um acréscimo de trabalho nos últimos anos. Comparativamente com o ano passado tenho muito mais trabalho em 2009. Das terras mais fortes em termos de aderência da população destaco Vale de Figueira, S.Vicente, Alcanede. Almeirim é a mais fraca. Com a crise à porta, deveriam deixar de gastar tanto dinheiro em grandes nomes e apostar mais no “bailarico”. Ficava mais em conta e as pessoas gostariam mais. Afinal, quem é que não gosta de um pezinho de dança?

Jorge Coelho, o ex-dirigente socialista que agora se gasta a amealhar riqueza à frente da maior construtora do país, alertava, há uns anos atrás, para o facto de os independentes serem gente politicamente imprevisível. Verdade incontornável, que Moita Flores veio agora confirmar. Foi ele a figura política da semana, ao protagonizar dois episódios que, neste pouco tranquilo Verão, deram uma forte sacudidela na direcção nacional do PSD. Primeiro, com a polémica entrevista que concedeu ao Expresso onde declarou que não vai votar em Manuel Ferreira Leite. Ali se diz “desolado” com o processo de constituição das listas de deputados – de onde foram excluídos Pedro Passos Coelho e Miguel Relvas, entre outros notáveis – e admite mesmo que “talvez” venha a votar PS a 27 de Setembro,

Portugal tem uma tradição muio forte de festas e festivais de Verão. A crise não é motivo para que as pessoas nao saiam de casa. Antes pelo contrário. Acho que cada vez mais procuram um refúgio para esquecer os problemas financeiros. Por exemplo, se a Feira Nacional de Agricultura durasse 1 mês, acredito que durante esse tempo o CNEMA estivesse cheio. Percorro o país de norte a sul durante esta época e tenho visto um aumento gradual em termos de afluência às festas. A música, a bebida e a comida são o antidôto essencial para qualquer crise. Pelo meTodor Tchobanov nos durante algumas horas.

dia das eleições legislativas. Logo depois, o autarca de Santarém torna público, agora em declaração à Lusa, que a Câmara Municipal a que preside, sob o emblema do PSD, vai atribuir a medalha de ouro da cidade ao primeiro-ministro José Sócrates. Duas matérias que desenvolvemos nas páginas 6 e 40 desta edição. Importa lembrar que esta rebeldia partidária de Moita Flores só é possível devido ao estatuto de independente que sempre reclamou para si e que tem reafirmado em público. Daí poder afirmar ao Expresso, por exemplo, que “este não é o PSD que me convidou, com o qual tenho trabalhado”, e ao mesmo tempo acrescentar que já conheceu cinco presidentes do PSD desde que foi convidado para esta aventura autárquica. Neste seu gesto público de afron-

Músico

tamento à direcção laranja de Manuela Ferreira Leite pode ler-se também um sinal de solidariedade política com Miguel Relvas, que terá sido quem originariamente o convidou para se candidatar à Câmara de Santarém; mas também, porque não, uma certa contabilidade política assente na crença de que o próximo PSD (o pós-eleitoral) será já não o de Manuela Ferreira Leite, mas sim o de Passos Coelho – por sinal o convidado em destaque no lançamento da sua recandidatura à autarquia de Santarém. Embora seja já proverbial a contundência do verbo de Moita Flores, parece-nos no caso que não podia ser mais surpreendente nas declarações e polémico no desafio que colocou ao PSD. E como estas declarações foram feitas já depois das listas autárquicas entregues no tribunal de Santarém, pouco mais

resta à direcção de Ferreira Leite que não seja engolir mais este sapo. Foi Vasco Graça Moura, socialdemocrata fiel e vizinho ribatejano, de Almeirim, que escreveu esta semana, na sua habitual crónica do DN, o desabafo que Pacheco Pereira não desdenharia assinar: “Que haja quem palre gulosamente de absurdas medidas governamentais de investimento público e proclame o seu desapoio ao PSD no preciso momento em que se serve dele, é só uma prova de que a iguaria já circula. (…) Resta saber se o PSD foi advertido de tão radical reviravolta no momento de elaboração das listas para as autarquias”. O resultado das eleições legislativas ditará o futuro da relação de Moita Flores com o PSD, não necessariamente o seu futuro político. Joaquim Duarte


O Ribatejo

4 PRAÇA PÚBLICA | OPINIÃO

21 | Agosto | 2009

Director Joaquim Duarte joaquim.duarte@oribatejo.pt CP. n.º 867

Redacção - 243 309 601 João Baptista (chefe) joao.baptista@oribatejo.pt - CP. n.º 1157 João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt - CP. n.º 6911 Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt - CP. nº 8754 Jorge Guedes - CP. nº 2798 Maria João Ricardo - CP. nº 6383 (Abrantes)

Colunistas Armando Fernandes, Beja Santos, Carlos Chaparro, Daniel Abrunheiro; Eurico Heitor Consciência, Luís Eugénio Ferreira, Renato Campos, Rosalina Melro, António Maia (Cartoon)

Colaboradores António Branquinho Pequeno, António Brotas, Alexandre Manuel, André Lopes (desporto), Adolfo Luís (fotografia futebol), Carlos Alberto Cruz, Hélder Duque (fotografia futebol), Jerónimo Belo Jorge (Abrantes), Joaquim Dâmaso (fotografia), João Grego Esteves, José A. Costa (fotografia futebol), Júlio Freches, Nuno Abreu (fotografia futebol), Nuno Matos (fotografia futebol), , Rogério Rodrigues, Vítor Gomes (fotografia futebol)

Departamento Gráfico Vítor Arsénio (chefe), António Vieira

Projecto Gráfico

defrank - Comunicação Editorial defrank@interacesso.pt

Departamento Comercial - 243 309 602 Rita Duarte (directora comercial) 962 108 761 rita.duarte@oribatejo.pt Luís Silva - 962 108 756 Ana Marecos - 962 108 762 Sandra Amendoeira - 961 736 350

Secretariado - 243 309 600 Ana Sousa - 962 108 760

Sede: Centro Nacional de Exposições Quinta das Cegonhas Apartado 355 2000-471 Santarém Geral: 243 309 600

foto denúncia A imagem foi capturada à entrada de S. João da Ribeira, na EN 114, entre Santarém e Rio Maior. A estrada, como se vê, está a levar uma refrescante chuveirada por gentileza de um pivô de rega descontrolado. No caminho molha carros, motociclistas e mais quem se lhe atravessa pela frente, tudo menos o frondoso milheiral que se avista da estrada. Convinha que uma alma generosa ajudasse o louco pivô a concentrar-se apenas no seu trabalho de regar o milho.

Opinião

Cinco perguntas ao Porta-Voz da GALP

Publicidade 243 309 602 Fax: 243 333 766

E-mail info@oribatejo.pt

Internet www.oribatejo.pt

Serviços assinaturas 243 309 600

Paginação e montagem

José Niza

Jortejo, Lda. - Santarém telef.: 243 309 605

Impressão Imprejornal, S.A. Rua Rodrigues Faria 103, 1300-501 Lisboa

Distribuição Vasp

Assinaturas (52 Números)

Portugal: 25 € Europa: 50 € Resto do Mundo: 75 € Preço Avulso 0.80 € (IVA incluído)

Editora e proprietária: Jortejo, Lda. Apartado 355 2002 SANTARÉM Codex

GERÊNCIA Francisco Santos, Ângela Gil, Albertino Antunes

Departamento Financeiro Ângela Gil (Direcção) Catarina Branquinho, Celeste Pereira, Gabriela Alves e João Machado info@lenacomunicacao.pt

Departamento de Marketing Patricia Duarte (Direcção), Catarina Fonseca e Catarina Silva. marketing@sojormedia.pt

Departamento Recursos Humanos Sónia Vieira (Direcção) drh@sojormedia.pt

Departamento Sist. Informação Tiago Fidalgo (Direcção) Hugo Monteiro dsi@sojormedia.pt Tiragem semanal 9.500 exemplares Depósito Legal 13 983/86 Sócios com mais de 10% de capital Sojormédia: 83% Nº Registo no ICS: 111209 (20.11.85) Nº Contribuinte: 501636110

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico envoi fermé autorisé par les PTT Portugais · Autorização - Autorisation: Nº 16 DE 001602 DCE pode abrir-se para verificação postal

Senhor porta-voz da GALP: é chegado o momento, não de fugir às questões, mas de responder com seriedade às perguntas que caem em cima da sua secretária. Eu colocolhe cinco e espero que responda.

De há um ano para cá tenho publicado neste semanário alguns artigos sobre a GALP e contra a GALP. E sempre estranhei que um assunto tão importante para o País – como é o do preço dos combustíveis – quase fosse ignorado pela comunicação social. Ou, quando não foi, a questão sempre tivesse sido abordada numa perspectiva dócil e seguidista da GALP, sem contraditório e atitude crítica, ou mesmo condenatória. Ao longo dos meses senti-me sozinho a pregar no deserto. Mas, finalmente, começaram a surgir vozes críticas, mais sonantes do que a minha, a denunciar a GALP e as suas artimanhas e manobras. A primeira – e mais importante – foi a do Professor António Costa e Silva, catedrático do IST e presidente da PARTEX Oil and Gas (a empresa que gere os negócios petrolíferos da Gulbenkian). Por palavras mais sábias e especializadas o Prof. Costa e Silva disse praticamente tudo o que eu tenho escrito neste jornal. As suas declarações causaram estragos na GALP e na sua imagem. De tal forma que esta se sentiu obrigada a publicar um comunicado de página inteira nos jornais mais lidos do País. Comunicado esse, desastrado, demagógico e completamente ridículo. Depois foi a Visão a chamar a atenção para a alta dos preços. E na passada semana foi a vez do Expresso/Nicolau Santos a questionar: “A GALP tem má consciência?” Hoje – 17 de Agosto – foi a SIC a desancar na GALP, aliás acompanhada pelo PCP. Senhor porta-voz da GALP: é chegado o momento, não de fugir às questões, mas de responder com seriedade às perguntas que caem em cima da sua secretária. Eu coloco-lhe cinco e espero que responda. Mesmo sabendo que é muito difícil ser porta-voz de

quem nada tem para dizer. 1. Há um ano o barril de petróleo estava a 147 dólares e a GALP vendia a gasolina a 300 escudos. Entretanto o petróleo desceu para metade – exactamente 73,5 dólares – e a gasolina, em vez de também descer para metade (150 escudos), está a 266 nas bombas da GALP. Isto é, mais 116 escudos acima do que devia estar! Nada justifica este escandaloso abuso até porque os preços de há um ano também foram fixados pela GALP e já nessa altura constituíram uma especulação. Como é que V.Exa. explica isto aos automobilistas? 2. Se, com o petróleo a 73,5 dólares, a gasolina já vai nos 266 escudos – e utilizando os critérios de subida de preços da GALP – vamos então ver o descalabro que seria se o barril voltasse aos 147 dólares de há um ano: a gasolina treparia aos 526 escudos o litro! Como dizia o outro, “é só fazer as contas”. O que é que V.Exa. diz a isto? 3. O preço do petróleo é calculado em dólares. Acontece que o euro tem vindo a valorizar-se em relação à moeda americana: hoje, com dois euros, compram-se quase três dólares. O que significa que a valorização do euro – em conjunto com outros factores – deveria contribuir para uma acrescida baixa do preço dos combustíveis, designadamente da gasolina. Mas não é isso que está a acontecer, antes pelo contrário: é que, apesar da desvalorização do dólar, a gasolina continua a subir. Poderá V.Exa. explicar porquê? 4. Nos últimos tempos, sempre que a GALP subia os preços, lá vinham o seu insaciável presidente, e o seu ridículo duplo, eng. Horta, dizer que a culpa era do Governo, que era tudo por causa dos altos impostos sobre os combustíveis. E as pessoas engoliam

a marosca. Até que, há pouco tempo, Bruxelas divulgou que Portugal era o país europeu que tinha a gasolina mais cara antes de impostos. Atenção: - Antes de impostos! Isto é, “antes de o ser, já o era”. E assim cai pela base a demagogia da GALP. Poderá V.Exa. rebater esta insofismável realidade? 5. Há um ano, como forma de protesto, deixei de me abastecer nas bombas da GALP e passei a meter gasolina no Jumbo de Santarém. Vejamos os preços actualizados da semana passada: GALP – 266 escudos; Jumbo – 237 escudos; diferença – menos 29 escudos. Mas, como no Jumbo recebo um vale de compras de 1 euro por cada 20 litros, a diferença sobe para 39 escudos. Se encher o depósito (60 litros) poupo 2340 escudos, isto é, cerca de 12 euros! Como a gasolina que o Jumbo vende é comprada à GALP, das duas, uma: ou o Jumbo está a perder dinheiro, o que é impensável; ou a margem de lucro da GALP é uma brutalidade, o que impunemente acontece. Poderá V.Exa. explicar aos leitores de O Ribatejo como é que isto é possível?

PS – Os políticos devem ser avaliados por aquilo que fazem e não por aquilo que dizem. E é bom que haja memória, sobretudo a um mês das eleições. Manuela Ferreira Leite (MFL), então ministra das finanças de Durão Barroso, privatizou a GALP. Pior, “ofereceu-a” quase de borla ao Sr. Américo Amorim que de repente se transformou no homem mais rico de Portugal. MFL fez, assim, um negócio desastroso e perdulário para o Estado. Os argumentos na altura utilizados foram os de que, com a concorrência, os preços dos combustíveis iriam baixar drasticamente. Os resultados estão à vista! Manuela dixit.


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 5

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

há vinte anos

O roubo de automóveis, fenómeno sobretudo dos grandes centros urbanos, chegava a Santarém. 81 carros roubados em apenas um ano (1988) no distrito e só 44 recuperados pela polícia. Mudava a lei da actividade cinegética, e o número de caçadores começava a diminuir. O Ribatejo publicava uma entrevista com José Maria Mendes Godinho, gestor da 4ª geração do importante grupo tomarense.

números

507

Há 507 mil pessoas sem emprego. Número recorde que representa 9,1% da população activa, a taxa mais elevada de desemprego dos últimos 23 anos. Retrato dramático da crise que alguns especialistas crêem poder vir a agravar-se mais no desemprego. Mas ficámos também a saber que a economia portuguesa cresceu 0,3% no último trimestre.

A espuma dos dias

Armando Fernandes

Lustrosos políticos, carecas e cabeludos, gordos e magros, altos e baixos, desengolfam palavras como se estivessem a cantar ao desafio num arraial minhoto ou a vender roupa barata marcada por logótipo de qualidade na Feira do Relógio.

Vera Santos Atleta Rio Maior

Dina Vieira Directora de Urbanismo e candidata autárquica

Alexandre Alves Empresário

A atleta riomaiorense Vera Santos alcançou o melhor resultado de sempre da sua carreira, ao terminar em quinto lugar a prova de marcha no campeonato mundial de atletismo de Berlim. Um feito histórico da jovem atleta riomaiorense, que a deixou à beira das medalhas. Também a veterana Susana Feitor conseguiu um excelente décimo lugar nesta mesma prova onde Vera Santos brilhou.

A televisão só agora descobriu a notícia que aqui demos há mais de um mês, do grande investimento de Alexandre Alves em Abrantes. Mas teve a virtude de nos mostrar as imagens do começo das obras de desmatação e terraplanagem dos terrenos destinados à futura fábrica de produção de painéis solares. Ao ritmo de obra a que este empresário já nos habituou, temos fábrica a laborar já no começo do próximo ano.

Directora do Departamento de Gestão Urbanística na Câmara de Santarém, Dina Vieira regressa às suas origens de fidelíssima santanete. Antiga chefe de gabinete de Santana Lopes, aquando da sua breve passagem como autarca pela Figueira da Foz, Dina Vieira integra agora as listas de Santana à Câmara de Lisboa, num sexto lugar de eleição praticamente garantida. Uma subida com sabor a prémio.

Comunicação

Pimenta na língua Apesar de estarmos em pleno pináculo da estação maluca, diversos operadores ou operativos candidatos desataram a falar de modo a fazerem lembrar meninos tagarelas de curta idade, mas expeditos no pronunciar o maior número de palavrões no mais curto espaço de tempo possível. Pois lustrosos políticos carecas e cabeludos, gordos e magros, altos e baixos, alguns detentores de enceradas cabeleiras postiças desengolfam palavras como se estivessem a cantar ao desafio num arraial minhoto ou a vender roupa barata marcada por logótipo de qualidade na Feira do Relógio. A propósito de tudo, a propósito de nada, representamse felinos no abocanhar os outros, após estarem seguros das suas posições, pois quando assim não acontece, de Conrado guardam prudente silêncio. Dentro de semanas vamos participar em dois actos eleitorais, ao contrário do que pensam estes artistas a representarem todo o género de papéis, fica-lhes muito bem o de virgens ofendidas, mas tivessem eles o cuidado de ler Eurípides, talvez se retratassem nas Bacantes, o povo – o povão – desconfia deles e na maioria das

estrelas

vezes vota como bem lhe apetece. E o povo nunca se engana lembra um slogan antigo, por não se enganar elege gente condenada, acusada, arguida e em vias disso, porque como afirma Ferraz da Costa em “Portugal rouba-se muito”. Os zelotas às afirmações de Ferraz da Costa dizem nada, olham o mapa e soletram a frase: “O país não tem dimensão para se roubar tanto”. E Ferraz coloca o dedo na ferida:”ninguém consegue cobrar nada de quem não quer pagar”, embora os fariseus recebam através do recurso à lisonjeira ameaça, atrevome a dizer. Assim vamos cantando e rindo não em intonação de lusitos, sim em jeito de hino entoado pela maioria em direcção ao salve-se quem puder, pois esvai-se a esperança num mudar de vida capaz de nos recolocar no carril através de um bom governo. Os adeptos do fogacho fingem não ver o resvalar em direcção ao abismo. Acreditam na sobrevivência. Enganam-se!

P.S. - Ao que sei ababalhada criatura de nome Pico tenta ligar-me a um blogue que ele próprio pode ter criado. Assim o creio. A quem o vil julga ludibriar?

Jornalismo é a causa!

Carlos Chaparro(*)

“Jornalismo de causas” é um equívoco, quer como prática quer como denominação. Já as lutas pelas causas da vida e da cidadania são óptimas razões para agir com dignidade e idealismo. Para os jornalistas, a melhor de todas as causas é o próprio jornalismo.

Semanas atrás, tive oportunidade de responder a algumas perguntas de uma jornalista ribatejana sobre “Jornalismo de Causas”, tema do qual se fala mais em Portugal do que no Brasil. Pelo que sei, há até por aí, no ambiente jornalístico, alguns animados defensores desse tipo de jornalismo. Penso, mesmo, que a minha muito simpática e cordial entrevistadora integra o grupo dos que defendem, como ideal jornalístico, o compromisso com a defesa de boas causas. E se assim é, deve ter ficado um tanto desiludida com as minhas respostas, que começaram assim: “É inadequado denominar-se ‘Jornalismo de Causas’ uma prática discursiva em que se usam as artes e as técnicas do jornalismo para fazer algo que está mais próximo da propaganda que do jornalismo” – e para aclarar o que queria dizer, logo acrescentei que entendia propaganda como linguagem cujo fim específico é a difusão de ideias ou doutrinas (portanto, causas) para acções de convencimento à adesão. Antes de seguir adiante, faço questão de passar aos meus leitores de O Ribatejo a mesma ressalva oferecida à entrevistadora: o meu entendimento de que o Jornalismo de Causas está mais para propaganda do que para jornalismo em nada reduz o mérito social e/ou cultural das causas e da sua defesa. Mas o jornalismo deve ser protegido da tentação de se tornar arauto de causas, sejam elas boas ou más. E isso, pela simples razão – que os jornalistas jamais deveriam esquecer – de que do jornalismo se exige as virtudes essenciais da veracidade e da independência, para que possam aflorar as acções, as falas e os emba-

tes dos protagonistas da actualidade. Que não são os jornalistas. Nessa perspectiva, quem deve propor, defender e debater causas são os sujeitos sociais produtores dos factos e das falas noticiáveis, cabendo ao jornalismo o papel que lhe é próprio: ser linguagem socializadora, veraz, eficaz para o relato e o comentário do que de relevante acontece; e espaço público confiável, para que nele se realizem com sucesso os conflitos que interessam à sociedade – inclusive, as lutas organizadas por boas causas. Exemplo: algumas ONGs vinculadas a causas (meio ambiente, formação profissional, civismo, inclusão social, combate à fome...) fazem um trabalho notável de geração de conteúdos que interessam ao relato e ao comentário jornalísticos. Quando socializados e debatidos pelo jornalismo, esses conteúdos têm um potencial transformador incomparavelmente superior ao que alcançariam se fossem acções de jornalistas. Não se pode colocar essa temática em molduras do BEM e do MAL, pois falamos apenas de conceitos. O bem e o mal estão em outro universo, o da Ética e da Moral, portanto, no universo do agir humano e das suas razões de ser, tendo em vista valores e ideários estabelecidos pelas sociedades. Em resumo: esse tal “jornalismo de causas” é um equívoco, quer como prática quer como denominação. Já as lutas pelas causas da vida e da cidadania são óptimas razões para agir com dignidade e idealismo, no exercício das responsabilidades que a democracia confia aos cidadãos e às instituições. Para os jornalistas, a melhor de todas as causas é o próprio jornalismo. Sem rótulos.


O Ribatejo

6

21 | Agosto | 2009

D Ministra da Saúde em tertúlia

santarém

A ministra da Saúde, Ana Jorge, vai estar presente na tertúlia “Juntos fazemos melhor saúde”, a primeira de um ciclo tertúlias temáticas que o PS vai dinamizar em Santarém. Realiza-se na segunda-feira, 24 de Agosto, às 21 horas, na Praceta Cónego Dr. Manuel Nunes Formigão, em S. Domingos.

A entrevista com que Moita abanou o PSD nacional

A O projecto para a recuperação do Bairro da Judiaria tem recebido pareceres negativos

“Só pintar uma casa obriga a preencher 12 papéis” Centro Histórico ∑ Provedor da Misericórdia dá conta dos entraves burocráticos O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Santarém (SCMS), António Garcia Correia, está inconformado com a forma como as instituições responsáveis pelo património colocam entraves a toda e qualquer tentativa de recuperar imóveis no centro histórico. “Só para podermos pintar um imóvel, somos obrigados a preencher 12 impressos, e temos de entregar plantas de implantação do edifício, e cronograma das pinturas. Enfim, até parece que não querem que façamos obras ou sequer pintemos os edifícios no centro histórico”, disse o provedor ao nosso jornal. A mais recente “saga” da Misericórdia tem sido o projecto de arquitectura para recuperação do histórico Bairro da Judiaria. “Apesar de ter sido assi-

nado um protocolo entre a Câmara de Santarém e o Instituto de Gestão do Património e a Direcção Regional de Cultura de Lisboa e Vale do Tejo, para agilizar procedimentos, isso não tem resultados práticos e continuamos a sofrer muitas dificuldades em fazer seja o que for no centro histórico”, afirmou o responsável. Segundo Garcia Cor-

Mais de 100 casas no centro histórico

reia, em 3 de Dezembro de 2008, a SCMS submeteu à apreciação da Câmara um projecto de arquitectura para a recuperação do espaço urbano da Judiciaria, para construção de mais duas moradias. Em Fevereiro de 2009, a Misericórdia recebeu da Câmara um despacho de reprovação do projecto alegando que “envolve a demolição de um edifício tradicional”,

∑ A Santa Casa da Mi-

sericórdia de Santarém é, em termos absolutos, a maior proprietária do centro histórico de Santarém, contando centenas de imóveis na velha e degradada zona histórica, o que obriga a um enorme esforço financeiro para manter, recuperar ou mesmo rentabilizar este património.

“dado tratar-se do centro histórico de Santarém, em vias de classificação, consideramos que o imóvel em causa deverá à partida ser preservado e /ou reabilitado”. Recentemente, a Misericórdia apresentou de novo um projecto para o local e recebeu nova reprovação. Para o provedor, “estas situações parecem antagónicas com o protocolo celebrado em Fevereiro entre a Câmara, o IGESPAR e a Direcção Regional de Cultura de Lisboa e Vale do Tejo”. Isto porque, segundo Garcia Correia, “não se vislumbra naqueles edifícios quaisquer obras de arte, de cultura ou de natureza tradicional que justifiquem os sucessivos chumbos do projecto que viria dar uma nova vida a esta zona histórica da cidade, actualmente muito degradada”.

“Desolado” com o processo de constituição das listas de deputados do PSD, Moita Flores não compreende a exclusão de Passos Coelho e Miguel Relvas, admitindo que “talvez” vote PS nas legislativas. É o excerto final da polémica entrevista que o autarca de Santarém concedeu ao Expresso que passamos aqui a respigar. Diz ele: “Os partidos gostam muito dos independentes, mas só enquanto eles são dependentes (no sentido de terem uma obediência cega aos directórios partidários). Quando eles são mesmo independentes as coisas complicam-se. Desde que sou presidente da Câmara já passaram cinco presidentes pelo PSD. E as relações vão flutuando. Esta opção de liberdade tem custos, por vezes causa amargos de boca. (…) Eu apresentei a lista de candidatos à Câmara na lógica que tem presidido à minha candidatura, uma lógica de abertura (tenho 4 candidatos do PSD e outros 4 independentes) de que não abdico. E tenho grande orgulho em ser apoiado pelo PSD. Mas quando olho para as listas nacionais de candidatos à Assembleia da República o que vejo é uma coisa paupérrima. Voltou-se a clichés, não há renovação mas reenvelhecimento, longe da ideia mais complexa e profunda do velho PSD que alberga toda a gente porque é o espaço da liberdade. Vivi intensamente a expulsão de Luísa Mesquita, que é minha vereadora, do PCP. É a comunista mais perfeita que eu conheci, um quadro de excepção e, na altura, insurgi-me contra o absurdo de expulsar quadros de grande valor dos partidos. Nestas listas do PSD houve uma produção de ‘luísas mesquitas’: há toda uma geração de gente que eu esperava que estivesse na primeira linha e que foi mitigada, à conta de um sectarismo que não entendo.”

Segue-se um conjunto de perguntas a que Moita Flores responde de forma surpreendente: “Em Santarém, Ferreira

Leite trocou Miguel Relvas por Pacheco Pereira. Que é um dos melhores intelectuais do país, pelo qual tenho grande consideração e apreço, mas não é o espírito e alma deste distrito. Não faz sentido excluir por motivos pessoais. Este não é o PSD que me convidou, com o qual tenho trabalhado. E não posso dizer a esta gente que quer construir comigo uma nova Santarém que aplaudo o que há meses censurava no comportamento do PCP. Não posso ficar imune a esta exclusão sucessiva de grandes quadros, de gente importantíssima para o futuro.

Como vai fazer campanha pelo PSD nas legislativas? Não vou.

Não vai votar PSD? Não vou vota r em Manuela Ferreira Leite.

Como são as suas relações com o Governo? Ao contrário de outros autarcas, nunca culpei o Governo por nada de mau que aconteceu nesta Câmara e aconteceram algumas coisas ruins. Mas ao fim destes anos e ao cabo de muita paciência e persuasão tenho uma excelente relação de cooperação com este Governo. Santarém não se pode queixar.

É um eleitor de Sócrates quem fala? Não sei, talvez.”


SANTARÉM 7

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

SERVIÇO DE ATENDIMENTO DA GRIPE NA UNIDADE DE SAÚDE DE S. DOMINGOS O Serviço de Atendimento da Gripe (SAG) do Agrupamento de Centros de Saúde do Ribatejo entrou em funcionamento na passada quinta-feira, dia 20 de Agosto. Este serviço funcionará na Unidade de Saúde de S. Domingos, em Santarém, numa primeira fase entre as 14 e as 22 horas, todos os dias da semana, incluindo sábados e domingos. Este serviço destina-se exclusivamente ao atendimento em ambulatório de doentes com sintomatologia compatível com gripe, num contexto de pandemia, e tendo em conta os cuidados a ter com a gripe A. Em comunicado de imprensa, o ACES Ribatejo refere que se pretende “maximizar a eficiência dos serviços e minorar o risco de transmissão da doença aos outros utilizadores dos serviços de saúde e aos profissionais.

RECTIFICAÇÃO

PS entrega listas para eleições autárquicas Freguesias ∑ Socialistas concorrem em 25 das 28 freguesias do concelho O PS de Santarém entregou na segunda-feira, 17 de Agosto, no Tribunal de Santarém, as listas de candidatos à Câmara, Assembleia Municipal e freguesias. O cabeça de lista António Carmo voltou a salientar que “são pessoas com provas dadas”. Das 28 freguesias, o PS apresenta candidatos apenas a 25. Em Azoia de Baixo, São Vicente do Paul e Vaqueiros, explicou António Carmo, “não houve condições para reunir as pessoas necessárias para a constituição de listas”. Nestas três freguesias o PS não apoiará qualquer movimento independente, acrescentou o candidato. Na entrega da documentação em tribunal, estiveram presentes António Carmo, João Correia, José Miguel Noras e membros das listas e militantes do PS. Tendo também Idália Moniz

A A entrega decorreu no Tribunal de Santarém como cabeça de lista para a Assembleia Municipal, nas freguesias, o PS apresenta como candidatos José Ilídio (nas Abitureiras), Ada Marques (Abrã), Nelson Mendes (Achete),António Ferreira (Alcanede), Pedro Mena Esteves (Alcanhões), Judite Leitão (Almoster), José Augusto (Amiais de Baixo), Manuel

Almeida Mena (Arneiro das Milhariças), Luís Mena Esteves (Azoia de Cima), José Fernando Gomes (Casével), Angélica Mateus (Gançaria), Octávio Mendes (Marvila), Manuel Carvalho (Moçarria), Pedro Teopisto (Pernes), Manuel Bonifácio (Pombalinho), Francisco Patrício (Póvoa da Isenta), António

João Henriques (Póvoa de Santarém), Luís Alves (Romeira), Luísa Cordeiro (Ribeira de Santarém), Helena Victor (São Nicolau), Filipe Dionísio (São Salvador), Diamantino Duarte (Tremez), José Gaspar (Vale de Figueira), Maria Ilda Lanceiro (Vale de Santarém) e José Coelho (Várzea).

A notícia sobre os nomes dos candidatos às juntas de freguesia do concelho apoiados pelo Movimento Viva de Santarém, liderado por Francisco Moita Flores, sofreu várias gralhas, todas elas sobre os candidatos que se afastaram da CDU, em solidariedade com a deputada e vereadora Luísa Mesquita, após a sua expulsão do PCP, e que surgem agora em movimentos independentes, com o apoio do Movimento de Moita Flores. Pois, em lugar de “actuais presidentes”, no procedimento simplificador de copiar e colar texto, o “p” perdeu-se e todos passara a “actuais residentes”. Houve quem tentasse ver ali as mais diversas interpretações e conspirações. Mas foi apenas um lapso, pelo qual pedimos desculpa aos presidentes e aos nossos leitores.


O Ribatejo

8 SANTARÉM

21 | Agosto | 2009

CÂMARA DE SANTRÉM RETOMA PASSEIOS DOS AVÓS

Pacheco Pereira pede a Relvas que participe na campanha O cabeça-de-lista do PSD pelo círculo eleitoral de Santarém às legislativas de Setembro, Pacheco Pereira, desafiou o primeiro-ministro a convocar uma conferência de imprensa para explicar os números do desemprego divulgados na sexta-feira, repto a que José Sócrates não respondeu. Sobre o processo da constituição de listas, que no caso de Santarém passou pela imposição do seu nome pela direcção nacional do PSD e pela retirada do ainda deputado Miguel Relvas, Pacheco Pereira afirmou que, por implicar escolhas, “é sempre complexo”. Porém, assegurou, o processo está “terminado e ultrapassado” e tem recebido por parte dos militantes e dirigentes regionais e locais “uma completa afirmação de vontade e boa fé”. Pacheco Pereira disse ter “toda a consideração” por Miguel Relvas, assegurando que vai falar com ele e pedir-lhe que participe na campanha, “na medida da sua vontade e como entender”. Após a entrega das listas do PSD à Assembleia da República pelo círculo de Santarém, Pacheco Pereira lançou o “repto” a José Sócrates para que indique, “se possível nas pró-

J

Desemprego ∑ Números preocupam cabeça de lista do PSD pelo círculo de Santarém

A As listas dos social-democratas foram entregues no Tribunal de Santarém ximas 24 horas, qual a hora e o local da conferência de imprensa que fará para comentar os números do desemprego conhecidos sexta-feira”. Para o cabeça de lista, tal como quinta-feira “fez, com grande espavento, uma conferência de imprensa destinada a comentar uma pequena melhoria, sem dúvida significativa e positiva mas muito longe de significar a retoma económica”, o primeiro-ministro e candidato socialista deve agora explicar aos portugueses “como é que a mesma política deu

um número recorde de desempregados”. “Ontem não teve nenhum problema em proclamar que esses números validavam a política do Governo”, disse, lembrando que neste momento existem em Portugal mais de meio milhão de desempregados. O candidato social-democrata pediu ao primeiro-ministro que explique “como é que neste contexto de retoma que valida a política do Governo é possível ter chegado a estes números de desemprego”. Confrontado com as de-

clarações feitas por José Sócrates, Pacheco Pereira afirmou que o primeiroministro “utiliza sempre as estatística que lhe convêm” e que “não tem qualquer credibilidade para comparar números”. “Há um facto objectivo, neste momento temos mais de meio milhão de desempregados e o primeiro-ministro não quererá trocar a situação do desemprego em Portugal pela dos alemães. Os números não significam a mesma coisa em países diferentes”, afirmou. Pacheco Pereira recusou

Jorge Lacão defende círculos uninominais O cabeça-de-lista do PS pelo círculo eleitoral de Santarém, Jorge Lacão, pretende que as eleições legislativas de 27 de Setembro sejam as últimas sem a existência de círculos uninominais. Jorge Lacão falou após a entrega dos documentos que oficializaram a candidatura da lista socialista à Assembleia da República, feita na sexta-feira, 14 de Agosto, pelo mandatário da campanha, o coronel Garcia Correia, no Tribunal de Santarém. “Gostaria muito, mesmo

muito, que esta pudesse ser a última vez em que as candidaturas de qualquer partido se apresentem a eleições com uma organização de listas na base do sistema eleitoral que ainda temos”, afirmou. Para Jorge Lacão, é fundamental que a organização das listas eleitorais à Assembleia da República se baseie “num princípio de maior proximidade entre os eleitos e os eleitores”, salvaguardando o princípio da proporcionalidade consagrado na Constituição. Lamentou que a denún-

cia, por parte do PSD, do acordo para a revisão da Lei Eleitoral, em matéria de autárquicas, tenha “inviabilizado” a reforma do sistema eleitoral. Jorge Lacão desejou que “o próximo mandato possa finalmente encontrar condições para que estes aprofundamentos da nossa Democracia possam ter lugar”. O cabeça de lista do PS desejou ainda que a campanha eleitoral que se vai intensificar nas próximas semanas decorra com “um alto nível de elevação” e que contribua para o escla-

recimento dos eleitores sobre as propostas dos partidos, de forma a que haja mobilização e um voto em consciência. Para o cabeça de lista do PS, com os dados que apontam para uma “retoma económica”, o país está “no bom caminho”. O responsável considerou ainda a “estabilidade política como absolutamente indispensável para o desenvolvimento do país”, e lamentou que, “tanto à direita como à esquerda, não se veja grande concurso para que essa estabilidade possa ser alcançada”.

comentar, em “declarações avulsas”, a decisão da líder do partido, Manuela Ferreira Leite, de incluir nas listas do PSD nomes de pessoas que se encontram a braços com a Justiça, como António Preto e Helena Lopes da Costa. “É matéria que exige grande prudência”, remetendo para as “várias coisas” que já escreveu sobre essa matéria. “O que escrevi é inteiramente o que eu penso. Basta ler o que escrevi”, disse. João Baptista

A Câmara Municipal de Santarém vai retomar os “passeios dos avós”, uma iniciativa dirigida à terceira idade e realizada em colaboração com as Juntas de Freguesia do concelho e várias instituições de solidariedade social. O primeiro passeio, que se realiza já no dia 28 de Agosto, chama-se “Aveiro – Veneza portuguesa”, seguindo-se depois, a 18 de Setembro, uma visita ao Jardim Zoológico de Lisboa. Estes dois primeiros são organizados em colaboração com a Junta de Freguesia do Vale de Santarém, de onde partirá um autocarro. Ainda sem data marcada, estão programados os passeios “Fátima – museus e exposição”, “um dia em Vila Velha de Ródão”, e “Batalha – pia do urso e grutas da moeda”. Segundo uma nota de imprensa da autarquia, esta iniciativa “pretende proporcionar momento de lazer, convívio e quebra de isolamento” à população mais idosa do concelho, contribuindo para “o seu bem-estar psicosocial”. “Os passeios contemplam momentos culturais e turísticos, com o envolvimento de entidades dos locais de destino, que possibilitam o convívio dos idosos num dia cheio de actividades”, acrescenta a mesma nota de imprensa.


O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

PUBLICIDADE 9


O Ribatejo

10

região

21 | Agosto | 2009

D Ruas arranjadas em Salvaterra

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos concluiu recentemente a pavimentação de três ruas em Marinhais, Foros de Salvaterra e na sede de concelho, num investimento que ascendeu aos 600 mil euros.

lezíria do tejo

JOAQUIM E MARÍLIA ESPERAM REGRESSO DOS FILHOS EM SETEMBRO

A A Segurança Social retirou quatro filhos menores a Ana Maria Rainho, por falta de condições de habitabilidade

“Quero os meus meninos de volta” Solidariedade ∑ Mãe dos Foros de Salvaterra pede trabalho e ajuda para reconstruir a sua casa “Sou tudo menos uma má mãe”, garante Ana Maria Rainho, que no dia 7 de Agosto viu a GNR bater-lhe à porta para lhe retirar os seus quatro filhos mais novos, à ordem de um processo que corre no Tribunal de Família e Menores de Vila Franca de Xira. Desde então, e até à hora de fecho desta edição, ainda só viu o menino, de 9 anos, que foi colocado no lar O Vigilante, em Achete, Santarém, a mais de 30 quilómetros dos Foros de Salvaterra, aldeia onde reside. “Quase que morro por ainda não ter falado com as minhas três meninas”, de 7, 10 e 13 anos, entregues aos cuidados da Fundação Luísa Andaluz, em Santarém. A falta de condições de habitabilidade é a razão invocada pela Segurança Social e pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Salvaterra de Magos para a retirada das crianças. De facto, a casa é velha, não tem chão nem portas interio-

res e está a precisar de reparações no telhado, uma nova instalação eléctrica e canalização. “Mas está sempre tudo limpo. Os meus filhos nunca passaram fome, nunca foram maltratados e vão sempre asseados para a escola”, garante Ana Maria. “Somos pobres, mas felizes e muito unidos”, resume a mãe. Carlos Silva é um amigo da família que se diz “revoltado” com esta situação. “Queria que me explicassem qual a razão de terem

Audição de partes agendada para 22 de Setembro

levado os miúdos. Se foi pela casa, há cá gente com filhos a viver com menos condições”, questiona este ex-agente da PSP, que diz ter visto “coisas bem piores” antes de se ter reformado. “Não andam com roupas de marca, mas nunca lhes faltou nada do que é essencial, sobretudo o amor da mãe”, acrescenta Carlos Silva, para quem “o Estado devia ajudar estas pessoas, antes de chegar aqui e tirar-lhes os filhos sem dó nem piedade”.

As obras estão para começar, mas à medida da disponibilidade financeira, que é escassa. A vida de Ana Maria complicou-se nos últimos dois anos, durante a doença do último marido, falecido em Maio devido a um cancro. “Mesmo quando o meu marido estava doente, nunca deixei de trabalhar a recolher sucata para sustentar os meus filhos”, diz a mulher, que garante não querer “viver do rendimento mínimo, que já não tenho

∑ A primeira audição de partes no Tribunal de Família e Menores de Vila Franca de Xira realizou-se na quarta-feira, 19 de Agosto, tendo ficado desde logo agendada nova diligência para o dia 22 de Setembro. “Até lá, vamos consertar esforços com a Câmara de Salvaterra de Magos e a Segurança Social para melhorar as condições habitacionais da casa da mãe, que, de facto, não são as mais desejáveis”, disse ao nosso jornal Santos Filipe, advogado de Ana Maria Rainho. Segundo o mesmo, “todas as partes envolvidas neste processo mostraram vontade em chegar a um consenso que permita o regresso das crianças à companhia da mãe”. “Estamos esperançados num acordo, embora conscientes que as crianças se vão manter nesta situação provisória durante mais algum tempo”, acrescentou Santos Filipe.

desde o início de 2008”. Para já, Ana Maria trabalha quatro horas diárias, a limpar um café e um salão de cabeleireiro do mesmo proprietário. O patrão, Luís António, fez questão de falar à nossa reportagem para afirmar que esta situação “é uma injustiça”. “Esta mulher é uma lutadora que fez sempre tudo pelos filhos, que são crianças muito educadas. Sinto-me muito orgulhoso de a ajudar como posso”, acrescentou. Como o dinheiro é pouco, Ana Maria agradece todas as ajudas de pessoas amigas que lhe têm chegado, mas apela a uma solidariedade maior para reconstruir a sua casa, que será, no fundo, a única forma de ver os filhos regressar à sua companhia. “Aceitamos tudo, desde materiais de construção, loiças, mobílias e o que mais nos puderem dar”, desabafa Ana Maria Rainho, que diz “só querer os filhos de volta”. João Nuno Pepino

“Tenho esperanças que os meus filhos regressem a casa em Setembro, antes de começar o novo ano lectivo”, disse ao nosso jornal Marília Batista, a mãe das três crianças de 4, 8 e 12 anos que em Junho de 2008 foram levadas para um centro de acolhimento temporário na Praia do Ribatejo, Barquinha. Na altura, a falta de condições de habitabilidade na casa de Marília e Joaquim Bonito, o marido, foi a razão invocada pela CPCJ de Salvaterra de Magos para retirar a custódia temporária aos pais, que, mesmo a muito custo, nada deixavam faltar às crianças. Desde então, gerou-se uma verdadeira onda de solidariedade em Foros de Salvaterra para ajudar o casal a reaver os filhos. Empresas e particulares ajudaram com donativos, materiais de construção e mobiliário, e vários voluntários (muitos deles impulsionados pela Associação Shorinji Kempo de Salvaterra de Magos) trabalharam arduamente para transformar a velha habitação de apenas duas divisões numa residência de quatro assoalhadas, capaz de acolher esta família de cinco elementos. “A casa está totalmente pronta, graças às muitas ajudas que tivémos. Os meninos já vieram passar um fim-de-semana e gostaram bastante”, conta Marília Batista, que aguarda apenas pela conclusão do processo judicial para ver o seu “pesadelo” terminar.


RIO MAIOR | REGIÃO 11

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

PS mantém núcleo duro

A Pacheco Pereira, mandatário da coligação PSD / CDS em Rio Maior, marcou presença na entrega das listas

“O PSD está perante um país que o PS estragou” “Juntos pelo Futuro” ∑ Coligação concorre nas 14 Assembleias de Freguesia “Acabar com a governação de José Sócrates e do PS é o grande desafio que se coloca nos próximos meses”, afirmou José Pacheco Pereira na segunda-feira, 17, depois de ter marcado presença na entrega das listas da coligação PDS / CDS no Tribunal de Rio Maior. Mesmo na condição de representante de um movimento concorrente às eleições autárquicas, o mandatário da candidatura colocou o acento tónico da sua intervenção na “extrema importância” das próximas legislativas, onde surge como cabeça de lista do PSD pelo círculo de Santarém. “Mais importante do que qualquer questão interna dos partidos ou do que qualquer problema autárquico, o que está em causa é mudar a governação”, afirmou Pacheco Pereira, para quem “o PSD está perante um país que o PS estragou. Há muita coisa que precisa de ser concertada”. “Esta é uma exigência nacional, mais do que partidária”, sublinhou o responsável, para quem “o país está muito endivi-

dado, cansado, descrente da actividade política e sem esperança”. Quem pretender continuar a apoiar o PS, assume um ónus importante de prejudicar objectivamente Portugal”, acrescentou Pacheco Pereira, lembrando que os socialistas governam “quase ininterruptamente há 14 anos”. Como “os problemas autárquicos têm muito a ver com os problemas nacionais”, o social-democrata defendeu que a mudança tem que ser feita a nível central, do governo. “Não há nenhuma varinha mágica que possa melhorar a situação das autarquias, ou garantir o emprego aos desempregados, a retoma da actividade industrial ou o apoio às pequenas e médias empresas enquanto não se mudar a governação. Isto é o fundamental”, concluiu. “É com muita satisfação e uma sensação de dever cumprido que entregámos as listas à Câmara, Assembleia Municipal e a todas as 14 Juntas de Freguesia, o que já não acontecia há muitos anos”, disse Isaura Morais, cabeça de lista da

coligação “Juntos pelo Futuro”, que reúne, pela primeira vez PSD, CDS/PP, e um movimento de independentes, a Associação Cívica Independente de Rio Maior (ACIRM). “As listas são compostas por gente de várias áreas profissionais, em que cerca de metade são independentes, o que significa que estamos abertos à sociedade civil”, frisou a actual presidente da Junta de Freguesia de Rio Maior. “Já fizemos um trabalho de diagnóstico das necessidades do concelho durante a elaboração das lis-

tas, e é com essa base que vamos continuar a trabalhar e desenvolver o nosso programa, com o qual nos apresentamos como uma alternativa de poder”, afirmou ainda Isaura Morais. Pacheco Pereira, que diz exercer as funções de mandatário “com muito gosto”, acrescentou que “em concelhos como Rio Maior, é muito importante a mudança, porque todo o concelho ganha em ter um olhar novo sobre os seus problemas”.

O histórico presidente da Câmara de Rio Maior, Silvino Sequeira, vai candidatar-se ao sétimo mandato consecutivo mantendo o núcleo duro dos seus actuais colaboradores mais directos na autarquia. Segundo a lista entregue pelo PS no tribunal de Rio Maior na segunda-feira, 17 de Agosto, mas que ainda não foi apresentada publicamente, Silvino Sequeira surge como cabeça de lista seguido por Carlos Nazaré, actual vicepresidente, e Ana Cristina Silva, vereadora. Dos quatro vereadores do PS no actual executivo, sai apenas Manuel Brites. No quarto lugar, surge Daniel Pinto, seguido por Sandra Costa, Guilherme Gaboleiro e João Elias. Para a Assembleia Mu-

nicipal, o cabeça de lista é o médico Rui Miguel Silva, seguido por João Sequeira, Maria de Fátima Carvalho, António Maia e António Moreira. Para 13 das 14 Assembleias de Freguesia do concelho, o PS apresenta como candidatos Sérgio Nogueira (Alcobertas), Mário Pião (Arrouquelas), Gabriel Gomes (Arruda dos Pisões), Marina Campos (Asseiceira), Maria Amélia Simão (Assentiz), Mariana Carvalho (Azambujeira), José Azenha Santos (Fráguas), António Correia (Malaqueijo), Ilda Marques (Outeiro da Cortiçada), Fernando Elias (Rio Maior), Ana Mendo (S. J. Ribeira), Dina Bernardino (São Sebastião), e Edgar Carriço (Marmeleira).

MICRM aposta em Alberto Frois

João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

∑ A inclusão da marchadora rioVera maiorense Vera Santos no 6º lugar da coligação “Juntos pelo Futuro” é Santos uma das grandes novidades das listas entregues no tribunal. Como já “marcha” era do domínio público, Isaura Morais é a cabeça de lista, seguida por Carlos Frazão, do ACIRM. Seguempelo se, do terceiro ao décimo lugar, Sara Fragoso, Nuno Malta, João Lopes PSD Candoso, Vera Santos, José Manuel Moreira, Henrique Fonseca, Helena Paixão e Montez Antunes. Para a Assembleia Municipal, o cabeça de lista é o advogado António Arribança, seguido do médico Vítor Santos e a jurista Carla Dias.

O empresário Alberto Frois é o cabeça de lista do Movimento Independente do Concelho de Rio Maior (MICRM) à Câmara Municipal, segundo as listas que o movimento entregou no tribunal da cidade, na segunda-feira, dia 17. Além do candidato à autarquia, o MICRM vai às urnas apenas com listas para a Assembleia Municipal, onde a professora Maria Júlia Figueiredo é a cabeça de lista, e para a Assembleia de Freguesia de Rio Maior, numa candida-

tura encabeçada por Arlindo Lopes, ex-militar da GNR. Por lapso, referimos na nossa edição de 7 de Agosto que Mafalda Fonseca, que entretanto deixou o MICRM para se juntar a um outro movimento independente de Rio Maior, tinha sido anunciada como cabeça de lista à Assembleia Municipal, o que não corresponde à verdade. Rectificando o engano, apresentamos as nossas desculpas a todos os envolvidos e aos nossos leitores.


O Ribatejo

12 REGIÃO | CARTAXO | RIO MAIOR | CORUCHE

21 | Agosto | 2009

Militar esfaqueado em Coruche Um elemento da GNR de Coruche foi esfaqueado nas costas durante uma briga com um grupo de quatro indivíduos nas festas em honra de Nossa Senhora do Castelo, na madrugada de sábado, 15 de Agosto. O militar, de 25 anos, foi assistido no centro de saúde de Coruche, tal como outros três guardas que foram agredidos a soco e pontapé. Os agressores, três deles residentes em Salvaterra de Magos e um emigrado no Luxemburgo, acabaram por ser detidos mas provocaram estragos no posto da GNR de Coruche, onde tiveram que ser dominados à força. Os desacatos começaram quando um dos envolvidos, bastante alcoolizado, estava a destruir as casas de banho do recinto das festas, no Parque do Sorraia. Ao chegar ao

local, a patrulha da GNR foi surpreendida e cercada pelos amigos do jovem, sendo obrigada a chamar reforços para resistir ao grupo. O grupo de vândalos tentou resistir à detenção e, durante a escaramuça, o militar acabou por ser atingido com um golpe de navalha nas costas. De seguida, os quatro indivíduos foram dominados e levados para o posto da GNR de Coruche, onde partiram várias cadeiras e provocaram estragos avultados. A GNR foi obrigada a usar da força para os acalmar, mas um deles conseguiu mesmo fugir do edifício, tendo sido capturado novamente ao início da manhã de domingo. No dia anterior, sexta-feira, um outro militar da GNR foi agredido a soco quando tentava acabar com uma zaragata no recinto das festas.

Bloco apresenta lista em Rio Maior pela primeira vez

A Alexandre Jacinto é o candidato à Câmara Municipal Pela primeira vez, o Bloco de Esquerda (BE) vai concorrer às eleições autárquicas em Rio Maior, tendo Alexandre Jacinto, presidente da associação H2O, de Arrouquelas, como cabeça de lista. Na lista para a Câmara Municipal, seguem-se até ao número cinco Otílio Portela, Rute Henriques, Jorge Monteiro e Igor Martinho. Para a Assembleia Municipal, a cabeça de lista será Carla Rodrigues, seguida na lista de efectivos Jorge Monteiro e Celeste Nar-

ciso. Esta candidatura de independentes, apoiados pelo BE e a concorrer sob a sua sigla, ganhou corpo depois de vários elementos terem abandonado o Movimento Independente do Concelho de Rio Maior (MICRM). Tal como o MICRM, só apresentam lista a uma única das 14 freguesias do concelho, precisamente a de Rio Maior. O cabeça de lista será Jorge Monteiro, seguido por Isabel Batista e Raul Gonçalves.

JUDICIÁRIA DETEVE PEDÓFILO NO CARTAXO

A O médico é o actual presidente da Assembleia Municipal do Cartaxo

António Góis recusa ser cabeça de lista Cartaxo ∑ Sucedem-se as polémicas nas listas do PS Depois de ter sido anunciado como recandidato à Assembleia Municipal do Cartaxo pelo PS, António Góis, actual presidente deste órgão, já não é o cabeça de lista às próximas autárquicas. Maria Manuel Simão, que era a número três, é agora a candidata à Assembleia Municipal, num “volte face” que ocorreu em mais uma reunião escaldante da comissão política concelhia, que terminou na madrugada de quinta-feira, 13 de Agosto. O facto de Paulo Caldas, presidente recandidato à Câmara, não ter estado presente na reunião gerou grande descontentamento entre os militantes socialistas, em que muitos deram conta do mal-estar que se vive na estrutura do PS local. Recorde-se que as listas para os órgãos autárquicos tinham sido aprovadas a 5 de Agosto, numa reunião onde aconteceu algo inédito: a primeira versão da lista para a Câmara apresentada por Caldas foi chumbada; passou à segunda votação, e depois Paulo Varanda, que era o número dois, ter passado para terceiro, por troca com a actual vereadora Rute Ouro. Invocando “razões pessoais” e afirmando que já não se “revê

neste PS do Cartaxo”, Paulo Caldas pediu demissão da presidente da comissão política, tendo sido substituído por Câncio Ribeiro. Segundo apurámos junto de várias fontes do partido, António Góis não teve conhecimento prévio da lista aprovada a 5 de Agosto e ficou muito desapontado quando viu a versão final. Em causa, estavam dois nomes que o próprio exigiu que fossem colocados em lugar elegível, João Sardinha e Vasco Casimiro (respectivamente, irmão e genro da actual assessora jurídica da Câmara, Lurdes Sardinha). Estavam nos 18º e 15º lugares, e, feitas as contas, dificilmente seriam eleitos, porque neste mandato o PS tem 12 eleitos neste órgão. António Góis fez chegar a sua indignação a Paulo Caldas, que convocou de

Candidato saiu da Internet antes da votação

emergência a reunião de quinta-feira. Vários membros da comissão política do PS Cartaxo garantiram ao nosso jornal que, ao invés de terem sido convocados por alguém do secretariado da comissão política, foram contactados via telefone por uma das secretárias de Paulo Caldas na Câmara Municipal, em pleno horário de expediente. Na reunião, ainda se tentou que a lista fosse reformulada com João Sardinha e Vasco Casimiro em lugares elegíveis, o que acabou por ser chumbado com 15 votos contra, 13 a favor, um branco e um nulo. Em consequência da votação, António Góis manifestou a sua indisponibilidade para ser cabeça de lista, sendo substituído por Maria Manuel Simão. João Nuno Pepino

∑ Um dos militantes

e membro da comissão política concelhia do PS Cartaxo que falou ao nosso jornal notou também que, na quinta-feira, 13 de Agosto, o nome de António Góis já tinha sido retirado do site oficial da candidatura do PS Cartaxo, ainda antes da decisão final da reunião da comissão política.

Um homem de 46 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) na sexta-feira, 14 de Agosto, por suspeitas de ter abusado sexualmente de duas irmãs, de 5 e 11 anos, residentes no concelho do Cartaxo. O arguido é familiar e vizinho das vítimas e tinha uma grande relação de confiança com as menores e com os pais, que denunciaram o caso após estranhar o comportamento das filhas. Segundo a PJ, os abusos terão ocorrido tanto na casa do agressor como na das vítimas, que frequentava assiduamente. Os abusos sexuais contra as crianças terão sido cometidos em várias ocasiões, mas não incluíram a penetração.

GNR FAZ 14 DETENÇÕES Entre os dias 7 e 14 de Agosto, os militares do Grupo Territorial de Santarém da GNR efectuaram um total de 14 detenções, quatro delas a indivíduos apanhados sem carta de condução, duas por excesso de álcool, três por cumprimento de mandatos judiciais, três por desobediência, e uma outra por se tratar de um cidadão estrangeiro em situação ilegal. Um homem de 45 anos, residente no concelho de Benavente, foi também detido por resistência e coacção sobre um elemento da GNR de Salvaterra de Magos. Na sua área de actuação, a guarda registou no mesmo período um total de 104 acidentes de viação, dos quais resultaram duas vítimas mortais, quatro feridos graves e 26 feridos leves.

CÂMARA COLOCA CALÇADAS NOVAS A Câmara Municipal de Rio Maior vai colocar calçadas novas em várias artérias da cidade, concretamente na Rua Fernão Lopes, Marquês de Rio Maior, Rua Júlio Carreira e Travessa da Raposa. As obras, cujo custo ronda os 60 mil euros, têm um prazo previsto de 30 dias.


13

O Ribatejo

região

21 | Agosto | 2009

D Professor Marcelo em Ourém

O professor Marcelo Rebelo de Sousa vai estar na quinta de S. Gens, em Ourém, no dia 24 de Agosto, às 21 horas, para presidir ao lançamento do livro “O Poder Autárquico em Portugal: Vida e Obra do PSD em Ourém”.

médio tejo

INSPECÇÃO NO AÇUDE INSUFLÁVEL Dois anos depois da entrada em funcionamento, o consórcio responsável pela construção do açude insuflável no rio Tejo, em Abrantes vai realizar uma acção de inspecção e reparação nas compostas dos vãos 2 e 3, entre 24 de Agosto e 28 de Setembro, período em que as comportas do açude vão ser desinsufludas, verificando-se a descarga do espelho de água da albufeira.

PJ APANHA SUSPEITOS DE HOMICÍDIO

A Menina estava com a família a passar o dia na praia fluvial de Aldeia do Mato, na Albufeira do Castelo de Bode

Criança de oito anos morre em acidente de barco Vítima ∑ Foi transportada com vida ao hospital de Abrantes, onde não resistiu aos ferimentos Uma menina de oito anos, oriunda da zona de Lisboa, foi acidentalmente colhida pelas hélices de uma embarcação de recreio e acabou por falecer no Hospital de Abrantes, para onde foi transportada ainda com vida. O acidente ocorreu na praia fluvial de Aldeia do Mato, na Albufeira do Castelo de Bode, em Abrantes, na terça-feira, 18 de Agosto. A criança, que tinha ido passar o dia com a família,

estava dentro de um barco de borracha movido a motor, enquanto o pai e um amigo praticavam jet-ski e se divertiam na água. Contudo, a menina ter-se-á desequilibrado quando o condutor da embarcação procedeu a uma manobra e foi atingida pelas pás da hélice do motor, que lhe provocaram cortes profundos na garganta, braços e zona superior do peito. Depois de retirada do leito da albufeira, a crian-

ça foi assistida na margem primeiro por um médico que estava no local, e depois pelos bombeiros municipais de Abrantes e pela Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Médio Tejo. Ainda foi transportada ao hospital de Abrantes já com paragem cardíaca, mas acabou por falecer na unidade de saúde. Uma equipa de psicólogos do INEM prestou assistência aos pais da víti-

ma, que entraram num estado de grande desespero quando lhes foi confirmada a morte da filha. O acidente foi presenciado por várias dezenas de veraneantes que passavam o dia na praia e na piscina fluvial de Aldeia do Mato. À excepção de alguns acidentes pontuais com barcos e motos de água, este foi o primeiro sinistro muito grave a registar nesta praia fluvial, galardoada este ano com

a bandeira azul. A distinção, única no concelho de Abrantes, foi atribuída não só pela qualidade da água – que recebeu a classificação de “grau ouro” da Quercus - mas também por ter vigilância permanente e várias todas as infra-estruturas de apoio (piscina fluvial, cais de acostagem, alojamento em bungalows equipados, balneários e WC’s com condições para deficientes, bar e parque de merendas).

Estradas de Portugal desmente Quercus A Estradas de Portugal (EP) assegurou que não existe da sua parte qualquer incumprimento quanto à compensação pelo abate de azinheiras e sobreiros, pela construção do sublanço do IC9 Carregueiros/ Tomar, denunciado pela Quercus. Acusando a associação ambientalista de “grave desconhecimento” sobre a matéria em causa, a empresa afirma, em comu-

nicado enviado à Lusa, que o prazo para concretização do projecto de compensação relativo ao abate de sobreiros e azinheiras da obra do IC9 Carregueiros/ Tomar foi prorrogado, terminando no final do presente ano. A EP justifica a demora na concretização do projecto com as alterações orgânicas que levaram à extinção da Direcção-Geral de Florestas, que

havia ficado com a responsabilidade de proceder às plantações em terrenos por si geridos, cabendo à Estradas de Portugal financiar as plantações e a sua manutenção. Com a criação da Autoridade Florestal Nacional (AFN), foram “alteradas algumas premissas” em que assentava o acordo negociado em 2006, ficando a AFN “apenas como entidade gestora

das áreas a plantar, fiscalizando o cumprimento das medidas de compensação”, e já não com a responsabilidade de executar a plantação e manutenção, afirma o comunicado. Para a execução desta tarefa, a EP está a negociar um protocolo com a associação “Folha de Gelo” para “não só dar execução às medidas compensatórias de plantação de sobrei-

ros a que a está obrigada, no âmbito da legislação vigente, mas também a de assumir a promoção da plantação e conservação da floresta”. A EP financia a plantação anual de mais dois hectares de floresta, “como acontece com diversas outras iniciativas no âmbito dos seus compromissos de responsabilidade social”, acrescenta.

É A Polícia Judiciária (PJ) deteve quatro indivíduos de uma família do Entroncamento, suspeitos de terem estado envolvidos numa tentativa de homicídio ocorrida a 26 de Março, quando foram disparados vários tiros sobre elementos de uma família rival por causa de um relacionamento amoroso. O tiroteio ocorreu num acampamento da cidade, quando os quatro detidos, que estavam dentro de um carro, disparam contra três indivíduos que estavam no interior de outro veículo, e que não foram atingidos. A PJ recuperou e apreendeu a arma utilizada, em situação ilegal, outras duas armas de fogo e centenas de peças de vestuário e calçado aparentemente de marca, mas que as autoridades suspeitam ser contrafeito. Os suspeitos, todos feirantes, foram detidos na quintafeira, dia 13, após o cumprimento de cinco mandatos judiciais de buscas domiciliárias, quatro executados no Entroncamento e o outro em Abrantes. Os quatro arguidos, com idades entre os 25 e os 40 anos, já foram presentes a tribunal e vão aguardar o julgamento em liberdade, com a obrigação de se apresentarem duas vezes por semana na esquadra da PSP do Entroncamento.


O Ribatejo

14 REGIÃO | TORRES NOVAS | TOMAR ACIDENTE NA A1 PROVOCA UM MORTO Um morto e um ferido em estado muito grave foi o resultado de um acidente de viação ocorrido na madrugada de sexta-feira, 14 de Agosto, ao quilómetro 97 da A1, na zona de Torres Novas. No sinistro, que ocorreu no sentido sul / norte e obrigou ao corte da auto-estrada, estiveram envolvidos dois veículos ligeiros e um pesado de mercadorias, que transportava uma grua. Teresa Mendes, que residia em Leiria, é a vítima mortal deste acidente. A mulher de 27 anos, solteira, seguia com mais três pessoas no ligeiro de passageiros que embateu com violência num camião da empresa Captágua, sedeada na Ortigosa, Leiria. No local, estiveram cinco viaturas e 15 elementos das corporações de bombeiros de Torres Novas e Alcanena, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Médio Tejo e a Unidade de Trânsito da GNR.

21 | Agosto | 2009

António Rodrigues diz querer “menos betão” Autarca ∑ Deixa muitas críticas à lei da limitação dos mandatos autárquicos Afirmando-se motivado para concluir “o muito que a sua equipa idealizou e quer concretizar”, o presidente da Câmara de Torres Novas anunciou a sua recandidatura ao quinto mandato, que será o último, caso vença as eleições de Outubro. Ouvido pela Lusa, António Rodrigues diz-se “inconformado” com uma lei que considera “anti-democrática e injusta” por visar apenas os presidentes de câmara e juntas de freguesia, e não a globalidade dos cargos políticos. Será um mandato “com sabor a despedida”, desabafa. Deixando a apresentação formal da sua candidatura para a primeira quinzena de Setembro, António Rodrigues afirmou que a tónica do próximo

mandato será de “menos cimento” e “mais humanizado”, acentuando a aposta na formação e no incentivo à utilização dos muitos equipamentos construídos no concelho. Em termos de obra, o autarca considera prioritária a construção dos centros escolares e do centro de ciência viva, bem como da mata na cidade. “Temos tantas coisas em mãos, que idealizámos e que queremos concretizar”, disse, assegurando que na vida autárquica “não há cansaço”, porque “não há nenhuma actividade tão gratificante, tão diversificada e entusiasmante”. Em 1993, Rodrigues reconquistou para o PS a autarquia torrejana, que foi gerida pelo PSD de 1979 a 1993, detendo no actu-

A Rodrigues candidata-se ao quinto mandato al mandato cinco eleitos (com 52,7% dos votos). Com 20,8% da votação em 2005, o PSD elegeu um vereador e a CDU outro (15,2%). António Rodrigues, que é acusado pela oposição de se ter

ocupado unicamente da cidade esquecendo as freguesias, tem como adversários nas urnas João Sarmento (PSD), Carlos Tomé (CDU), Guilherme Pinto (BE) e Duarte Sottomayor (CDS/PP).

CENTRO HOSPITALAR DO MÉDIO TEJO TEM NOVO DIRECTOR CLÍNICO O médico Edgar Pereira é o novo director clínico do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), que engloba as unidades de saúde de Tomar, Torres Novas e Abrantes. Com 56 anos, este especialista em medicina interna foi nomeado através de despacho assinado pela Ministra da Saúde, Ana Jorge, publicado no Diário da República de 4 de Agosto, cerca de oito meses depois da demissão do anterior responsável, João Vieira da Luz, que alegou razões pessoais para deixar o cargo no início do ano. Natural do concelho de Alcanena, Edgar Pereira, de 56 anos, já desempenhou funções de director clínico no Hospital Nossa Senhora da Graça, em Tomar, e chegou mesmo a ser presidente do concelho de administração do CHMT, em 1996 e 1997.

Serviço de Finanças de Cantanhede Tf 231 422 487 - Fax 231 422 739 - Endereço electrónico: sf0710@dgci.min-finanças.pt

ANÚNCIO Citação Pessoal - Reversão Processos de Execução Fiscal no 0710200201013491 e Apensos 1.ª PUBLICAÇÃO

António José Batista, Chefe do Serviço de Finanças de Cantanhede, faz saber, nos termos do Art.º 192º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT) e Art.º 248º do Código de Processo Civil, que por este Serviço de Finanças correm éditos de 30 (trinta) dias, citando Lino Manuel Martins Rua, NIF 173 791 255, revertido nos termos do Art.º 160º do CPPT, na qualidade de responsável subsidiário pelas dívidas de Jackpizza Portugal Hotelaria, Restaurantes Lda, NIPC 503 785 776, nos processos acima referenciados, com última residência conhecida na Av.ª Bernardo Santareno, 13 – 3º Dto 2000 SANTARÉM, hoje ausente em parte incerta, para no prazo de 30 (trinta) dias imediatos aos trinta dias dos éditos, contados a partir da publicação do 2º e último anúncio, pagar a quantia exequenda no valor de € 5 693,19 (Cinco Mil Seiscentos e Noventa e Três Euros e Dezanove Cêntimos), proveniente de dívidas de IVA e coimas, ou, querendo, deduzir oposição à execução (Art.º 204º do CPPT), requerer o pagamento em prestações (Art.º 196º do CPPT) ou a dação em pagamento (Art.º 201º do CPPT). Se o pagamento for efectuado dentro do prazo atrás referido, não haverá lugar ao pagamento dos juros de mora e custas processuais, nos termos do n.º 5 do Art.º 23º da Lei Geral Tributária e n.º 3 do Art.º 160º do CPPT. Caso não pague nesse prazo, os juros continuarão a vencer-se, bem como as custas, que serão liquidadas em função da fase processual. Informa-se ainda que poderá, nos termos do n.º 4 do Art.º 22º da LGT, apresentar reclamação graciosa ou deduzir impugnação judicial com base nos fundamentos previsto no Art.º 99º e prazos estabelecidos nos Art.os 70º e 102º, todos do CPPT, e a contar da data da citação. Informa-se ainda que os fundamentos para a reversão encontram-se nos respectivos processos, acima identificados. Cita-se, ainda, o revertido de que, decorrido aquele prazo sem que o pagamento da dívida exequenda se mostre efectuado, e sem que exista, nos termos do Art.º 169º do CPPT, motivo para suspender a execução, prosseguirá a mesma a sua tramitação legal, designadamente para efeito de penhora de bens e demais diligências prescritas no referido Código. E para constar se lavrou o presente anúncio, que vai ser publicado nos termos legalmente previstos. Serviço de Finanças de Cantanhede, aos Vinte e Um Dias do mês de Maio do Ano de 2009. O Chefe de Finanças (António José Batista) (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1242 de 21.08.2009)

Para os devidos efeitos, comunica-se que no próximo dia 23 de Agosto de 2009 (Domingo), prevê-se o corte de corrente nos locais e períodos abaixo mencionados: DRC TEJO Concelho de Tomar Freguesia de Beselga: Casal Pote, Rua Principal, Rua Ponte Romana, Rua Beco Flores, Rua da Fonte, Rua Casal Carvalhal, Rua Abr.122-400L Norte, Lugar Ponte, Vale Preso, Estrada S.Silvestre, Rua Vale Riacho, Lugar Seixo, Casal Troviscais, Rua Escola, Beco Mendes, Casal Almoinhas, Casal Carvalhal, Rua Casalinho, Casal Cerca, Casal Novo, Rua Município-S.Silvestre, Estrada São Silvestre, Estrada Principal, Klm 123928-Estrada Fagulhos, Rua Nosso Senhor, Estrada Fagulhos, Casal Costa Serradinha, Rua João Palau, Rua Beselga, Rua Santo António, Rua do Outeiro, Rua Tomar, Rua Fonte, Casal Roque, Rua Casal Simão, Sítio Vale Freixo, Casa Solar. (das 08:00 às 13:00 horas) Freguesia de Santa Maria dos Olivais: Urb. Sidestel. (das 08:00 às 13:00 horas) Freguesia da Madalena: Sítio Cova da Menta, Lugar Galegos, Estrada Real, Rua Barroquinhas, Rua Cantinho, Trav. Barroquinhas, Rua Resgas, Rua das Regueiras, Rua Esperança, Rua Saibreiro, Rua do Mouchão, Rua Ponte Romana, Rua Cabeçalta, Trav. do Bom Caminho, Rua Centro, Trav. Lagarto, Largo Cruz, Trav. Flores, Rua Fonte, Largo Nossa Sra. da Saúde, Vale Preso. (das 08:00 às 13:00 horas) Freguesia de Paialvo: Rua Casal Novo. (das 08:00 às 13:00 horas) Nota: Devido a situações imprevistas, os trabalhos poderse-ão prolongar até às 15:00 horas. Por motivos de segurança e dado poder haver necessidade de proceder a ensaios ou ser feito o restabelecimento antecipado, as instalações deverão ser consideradas permanentemente em tensão.


15

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

D CCAM abre balcão em Tomar

negócios

A Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Ribatejo Norte vai abrir um segundo balcão na rua Coronel Garcês Teixeira, em Tomar, no próximo dia 31 de Agosto. A nova dependência junta-se à que já existia na rua de S. Sebastião, junto ao posto de turismo.

CÂMARA DO CARTAXO CRIA SERVIÇO PARA EMPRESAS EM DIFICULDADES A Câmara Municipal do Cartaxo assinou um protocolo de cooperação com o Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social para a criação do Serviço de Apoio ao Investidor e à Viabilização Empresarial (SAIVE), que se destina a prestar um serviço de intermediação entre investidores interessados e empresas devedoras à Segurança Social, com vista à sua recuperação. A nível empresarial, este serviço destinase a empresas devedoras, e com montantes em dívida significativos, que demonstrem interesse em cumprir com as suas obrigações e tenham viabilidade económica. Com a autarquia a servir de intermediária, o organismo da Segurança Social irá depois analisar cada caso de acordo com a solução de regularização e viabilização mais adequada. As empresas podem encontrar no SAIVE uma forma de ver resolvida a sua situação financeira e salvaguardar os postos de trabalho, os potenciais investidores adquirem uma posição numa área de negócio em que tenham interesse, e a Segurança Social recupera os seus créditos. Para Paulo Caldas, presidente da Câmara do Cartaxo, “é um dever do município auxiliar o tecido empresarial num momento bastante difícil da economia”, e sublinha que esta cooperação “é um investimento social de grande significado”.

UNILEVER APOIA BOMBEIROS DE ABRANTES

A Os trabalhadores da antiga MDF esperam há 24 anos pela recuperação dos seus créditos

Provedor de Justiça recebe queixa da Metanova Denúncia ∑ Há ex-trabalhadores em situação de miséria com reformas baixas A comissão representativa dos ex-trabalhadores da Metanova (antiga MDF, no Tramagal, Abrantes) solicitou a intervenção do Provedor de Justiça, o recém-empossado Alfredo José de Sousa, para a “resolução urgente” do processo judicial em que reclamam os seus créditos pela massa falida da empresa. Cerca de 200 trabalhadores, que esperam há 24 anos pelo dinheiro, “têm sido vítimas de um sistemático bloqueio judicial, onde a interposição de recursos por parte da Segurança Social e a extrema lentidão do aparelho de justiça impediram o recebimento dos seus créditos”, que dizem respeito a salários em atraso, e indemnizações por um despedimento colectivo ilícito aquando da falência das duas empresas, afirma a comissão em comunicado. O Supremo Tribunal de

Justiça (STJ), em Setembro de 2007, tomou a decisão final sobre o processo. Mas, contrariando decisões anteriores do Tribunal do Trabalho de Abrantes e da Relação de Lisboa, o rateio final da liquidação do activo financeiro reduziu significativamente os valores dos créditos dos trabalhadores, que também “deixaram de estar em primeiro lugar na gradação dos créditos”, segundo o documento. Esta situação evidencia “dois

pesos e duas medidas” e “desacredita as instituições democráticas”, assinalam os queixosos, mas nem sequer assim os trabalhadores credores receberam sequer “um cêntimo do activo financeiro de que são co-proprietários”. Pedindo a execução do acórdão do STJ, a comissão de trabalhadores expôs o caso ao primeiro-ministro, ministro da Justiça e ministro do trabalho, em Maio de 2008. A única resposta que receberam

Fazer o assunto morrer nos tribunais

∑ Segundo a comissão representativa dos trabalhadores da Metanova, a culpa pelo arrastar deste processo deve ser inteiramente assacada ao Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, que, através de sucessivos recursos interpostos na justiça, tudo tem feito para protelar o pagamento aos trabalhadores.

chegou do Ministério da Justiça, informando que, mesmo assim, o mapa de rateio final foi objecto de reclamação por parte da Segurança Social, o que tem adiado ainda mais a resolução do processo. “As instituições do Estado nada fizeram para repor a justiça. Antes retêm na sua posse o dinheiro que há muito deveria ter sido entregue a quem de direito”, trabalhadores que têm enfrentado “graves problemas económicos” ou outros agora reformados “com pensões de miséria”, adianta o documento. “Face à falta de respostas dos órgãos do governo, decidimos apelar ao Provedor de Justiça para que intervenha no sentido de um completo esclarecimento da situação”, informa ainda a comissão de trabalhadores. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

A Unilever Jerónimo Martins (ULJM) entregou cinco fatos especiais de combate a incêndios aos bombeiros voluntários de Abrantes, ao abrigo de um programa de apoio que contemplou também as corporações de Amarante, Covilhã e Gouveia. Os equipamentos, entregues simbolicamente ao comandante António de Jesus, são certificados pelo Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil do Vestuário de Portugal (CITEVE). A empresa do grupo Jerónimo Martins e a CITEVE assinaram também um acordo para a concepção de um fato de bombeiro high tech, a apresentar na abertura da época de fogos florestais de 2010, e que visa aumentar significativamente a segurança e ergonomia do equipamento. “Através da incorporação de engenharia e materiais portugueses, este novo fato irá aumentar exponencialmente a relação conforto – segurança e terá algumas funções inovadoras com elevada performance ao nível da detecção de altas temperaturas, através da aplicação de materiais inteligentes como as fibras sensoras”, explica um comunicado de imprensa da Unilever. Segundo Luís Mesquita Dias, CEO da Unilever, “através desta acção pretendemos promover a capacidade de engenharia, desenvolvimento e produção da Indústria Têxtil e Vestuário Portuguesa e, simultaneamente, contribuir para que os bombeiros possam cumprir melhor o seu importante papel de serviço à Comunidade”.


16 PUBLICIDADE | SERVIÇOS

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009


O Ribatejo

17

21 | Agosto | 2009

especial almeirim

Pão, Vinho & Companhia Ao longo de oito edições, tornou-se um certame gastronómico de relevo não só no concelho, mas em toda a região. Os locais e os forasteiros sabem que encontram no “pão, vinho & companhia” a melhor gastronomia de Almeirim e um programa de animação cheio de artistas populares, fado, folclore e espectá-

culos de variedades que chamam milhares de visitantes ao Parque da Zona Norte de Almeirim. A mesa está posta, entre os dias 22 e 30 de Agosto. O certame continua a manter o propósito com que foi criado: preservar e divulgar os saberes ancestrais da cozinha almeirinense e promover os produtos

típicos do concelho, desde a sopa da pedra, que serve de cartão de visita a toda a restauração local, as famosas “caralhotas”, o melão de Almeirim, que tem vindo a ser alvo de um esforço de recuperação nos últimos anos, e os vinhos produzidos nas adegas cooperativas do concelho. Nas ementas dos restaurantes, encontra-se

apenas o receituário típico popular do concelho. No espaço reservado para a mostra de actividades económicas, empresas, produtores agrícolas, artesãos e instituições de todo concelho mostram o que de melhor têm para oferecer a quem visita Almeirim. E são muitos. Como as entradas são francas, é

quase impossível obter uma estimativa real sobre quantos milhares de pessoas visitam o “pão, vinho & companhia”, durante os nove dias do certame. Os números oficiais oscilam entre os 20 a 30 mil visitantes, mas este ano prevê-se um recorde, ou não fosse Tony Carreira uma grandes atracções do certame.


O Ribatejo

18 ESPECIAL ALMEIRIM | PÃO VINHO & COMPANHIA

21 | Agosto | 2009

Doze jovens concorrem ao título de “Miss” e “Mister” Almeirim Depois das eliminatórias iniciais e das acções de promoção, os doze finalistas do concurso “Miss e Mister Almeirim” vão finalmente desfilar para o grande público no sábado, 29 de Agosto, naquela que será a primeira iniciativa deste género no “pão, vinho & companhia”. Os vencedores serão eleitos após três passagens: uma com trajes regionais dos grupos de folclore das freguesias e uma segunda em fato de banho. Antes do anúncio dos vencedores, os homens vestem fatos da loja “José & Rosa”, em Almeirim, e as meninas vão encantar com vestidos de Pedro Batim, um estilista em franca ascensão, que até já vestiu uma Miss Playboy. Tudo isto ao som da Orquestra Santos Rosa, segundo nos explicou Júlia Silva, da organização do evento. Os dois vencedores ganham um “book” oferecido pela agência Neomodels, de Almeirim, e vários prémios surpresa. “O mais importante para eles é a experiência e a oportunidade de fazerem algo diferente, e penso que estão a gostar bastante”, adiantou Júlia Silva. “Fizemos este concurso pela primeira vez, sem rede, mas penso que está tudo a correr pelo melhor e que as pessoas vão gostar bastante de assistir ao desfile final”, acrescentou a organizadora. As acções de promoção incluíram uma participação no programa SIC ao Vivo”, quando foi transmitido em directo do Jardim da República de Almeirim e por várias freguesias, empresas, adegas cooperativas e outros locais de interesse do concelho.

Ana Rita Batista

Eduardo Sampaio

Inês Oliveira

Gonçalo Filipe

Iris Plantier

João Silva

17 anos Santarém

16 anos Almeirim

20 anos Paço dos Negros

19 anos Almeirim

21 anos Almeirim

17 anos Coruche

Manuel Fidalgo

Mafalda Brito

Mário Dorel

Tatiana Carvalho

Orlando Oliveira

Yolanda Silva

24 anos Coruche

18 anos Fazendas de Almeirim

15 anos Almeirim

14 anos Almeirim

25 anos Almeirim

18 anos Santarém


PÃO VINHO & COMPANHIA | ESPECIAL ALMEIRIM 19

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

“Todos têm uma razão para vir ao Pão & Vinho” A 9ª edição do “pão, vinho & companhia” tem algumas novidades, mas a receita geral mantém-se, até porque o certame gastronómico tem um percurso de bastante sucesso e de crescimento ao longo dos anos. A disposição do recinto sofreu algumas alterações, com o palco principal a ser reposicionado por causa do concerto de Tony Carreira. “A mudança tornou o recinto mais arejado e com mais espaço”, explicou ao nosso jornal o vereador responsável pela organização. José Carlos Silva prevê uma grande enchente no dia do encerramento, 30 de Agosto, em que se junta o concerto do maior fenómeno de popularidade da música portuguesa com o espectáculo de fogo-de-artifício. “A empresa responsável pelo fogo já nos contactou e garantiu que vai caprichar no espec-

táculo, uma vez que há muito público para assistir”, conta o vereador. Contudo, os restaurantes e os 50 stands institucionais da mostra de actividades económicas de empresas, artesãos e instituições do concelho ficam localizados no espaço que costumam ocupar. Nesta edição, o número de restaurantes aderentes diminuiu de oito para seis – “O Capeto”, “Cocheira Velha”, “Franrodizio”, “Sopa de Pedra”, “O Santo” e “Sepúlveda”. “A desistência não está relacionada com a crise ou com o facto dos restaurantes terem prejuízos. Segundo os proprietários, há uma grande dificuldade em arranjar mãode-obra nesta altura do ano, sobretudo para um certame que dura 10 dias”, explica José Carlos Silva, garantindo que o “pão, vinho & companhia” não “irá certamente perder

qualidade, até porque os que cá estão têm provas dadas e garantem-nos que os visitantes não se vão sentir desapontados”. O orçamento do certame, “que tem um programa de animação bastante diversificado”, sublinha José Carlos Silva, ronda os 45 mil euros, “um pouco menos que o ano passado, mas com mais coisas para ver”. Isto porque, do concerto de Tony Carreira, a Câmara paga apenas a parte de palco, uma vez que o espectáculo foi oferecido pelo Modelo, inserido na “Fan Tour”.

Câmara apoia dadores de sangue As receitas angariadas pelos jogos tradicionais no stand da Câmara Municipal de Almeirim revertem a favor do Grupo de Dadores Benévolos de Sangue de Almeirim. “É

a nossa forma de contribuir para esta causa e ajudar uma associação do concelho que consideramos de grande relevo”, afirmou José Carlos Silva, explicando que a escolha foi feita por sorteio, pelo que, “para o ano, o apuro será atribuído ao grupo de dadores de Benfica do Ribatejo”. Na edição passada, por 1 euro, a diversão era o jogo da argola, em que os participantes se habilitavam a vários prémios oferecidos pelas adegas cooperativas do concelho e pela Compal. Este ano, a brincadeira são as “pastilhas saltitantes”. “O stand institucional da Câmara de Almeirim não vai ser só mais um entre os restantes”, acrescenta ainda o vereador. “Tem uma concepção diferente, da autoria do designer Fernando Veríssimo, e será bem mais atractivo para o público”, explicou.

A José Carlos Silva, vereador e responsável pela organização


O Ribatejo

20 ESPECIAL ALMEIRIM | PÃO VINHO & COMPANHIA

21 | Agosto | 2009

Entrevista ∑ Sousa Gomes, presidente da Câmara Municipal de Almeirim

Pão, Vinho & Companhia é aposta ganha O Pão, Vinho e Companhia é uma aposta ganha? Sim. Por um lado, tem ajudado a promover os produtos da nossa gastronomia regional, como a Sopa de Pedra, as “caralhotas”, o melão, o vinho, entre outros. Aí tem cumprido plenamente a sua função. Mas é também o espaço onde é levado a efeito, na zona norte da cidade, com o parque verde e as piscinas ali ao lado. Acho que é um enquadramento que as pessoas têm gostado e acham agradável. Pão e Vinho e Companhia está a cair no goto das pessoas e todos os anos temos mais visitantes. Em ano de crise, houve preocupações cos gastos? A Câmara Municipal de Almeirim fez uma retracção de gastos nas festas da cidade e agora no Pão, Vinho & Companhia também não exageramos. Tivemos a benessse do Modelo que faz a sua campanha de animação de Verão com o Tony Carreira e escolheu Almeirim para integrar o itinerário dos espectáculos. Portanto, o Tony Carreira vem a Almeirim porque o espectáculo é pago pelo Modelo. Não era nossa intenção, nem tínhamos orçamento para tal, trazer um espectáculo desta dimensão a Almeirim. Vamos ter também o João Baião, a Romana, Cidália Moreira, e outros, num programa popular, mas que não pesa muito nas finanças da Câmara.

6 razões para a recandidatura de Sousa Gomes Por que razão decidiu recandidatar-se, depois de ter afirmado há quatro anos que este iria ser o seu último mandato? Este ano pus essa questão ao PS, mas a Comissão Política entendeu que isso estava fora de questão e nem sequer quis levar o meu nome à votação. A Concelhia tem uma forma de escolha de candidatos semelhante à da Distrital, na base da votação dos nomes. Mas eles decidiram, por unanimidade, que o primeiro lugar da lista seria eu. Coloquei sempre três condições para me candidatar: a aceitação do Partido Socialista, o facto de me sentir com saúde para concorrer sem estar a iludir o eleitorado e o facto de sentir que há aceitação por parte dos eleito-

res. Mas há também duas razões importantes que me levaram a decidir candidatar-me uma última vez – será mesmo a última até porque a lei não permite mais. A primeira razão tem a ver com o facto do QREN – Quadro de Referência Estratégica Nacional estar agora a entrar em velocidade de cruzeiro no financiamento dos projectos de investimento. Eu estive na preparação do QREN para a nossa região, com a assinatura da contratualização, e o facto de pertencer ao conselho de aconselhamento estratégico e de estar presente nas reuniões da CCR de Évora. Há, portanto, uma interacção entre a minha situação como presidente da Câmara de Almeirim e como presidente da CIMLT – Comunidade Intermunicipal

da Lezíria do Tejo, e o arranque do QREN, e que me levam a concluir que neste momento não me candidatasse estaria a prejudicar também o concelho de Almeirim. Devo acompanhar estes processos e preparar alguém para depois tomar as rédeas. Outro dos aspectos que me leva a candidatar é que durante este mandato houve ofensas à minha honra, enquanto presidente da Câmara Municipal, internamente. Depois de ter sido tão injustamente tratado no decurso do mandato, se virasse costas e batesse em retirada era o mesmo que dizer às pessoas que quem me ofendeu tinha razão. Por isso, é também em defesa da minha honra que devo apresentar-me ao eleitorado nestas eleições.

Como encara a sua futura e inevitável sucessão? Com toda a naturalidade. Costumo dizer que ao longo da vida vamos criando uma personalidade, primeiro no desempenho da nossa profissão e depois na presidência da autarquia. Por isso não pode haver comparações. Temos de admitir a diferença. Dentro do PS há soluções e elas vão aparecer naturalmente dentro de quatro anos, para se poder continuar uma boa gestão da Câmara de Almeirim. Teve alguma dificuldade em constituir a lista? Só tive uma dificuldade – gente a mais. Temos um excelente cabeça de lista para a Assembleia Municipal, o Dr. José Marouço,

médico e director clínico do Hospital de Santarém. Teve uma vida política activa há uns anos atrás, já fez parte da Assembleia Municipal, e agora decidiu regressar. Tem algum receio que o movimento independente formado pelos dissidentes do PS possa tirar-lhe alguns votos? Acho que só tenho de me preocupar com o nosso eleitorado e fazer uma campanha para a população em geral, à qual tentarei fazer chegar a minha mensagem, sem pensar nos outros partidos ou movimentos independentes que terão a sua dinâmica própria, e que merecem o meu respeito como concorrentes. Vou fazer uma campanha pela positiva.


PÃO VINHO & COMPANHIA | ESPECIAL ALMEIRIM 21

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

Um olhar abrangente sobre o concelho de Almeirim Se for reeleito, como é que gostaria de ver o concelho de Almeirim quando chegar ao fim do seu desempenho de autarca? A grande aposta para um autarca que se preze é que alguns aspectos essenciais da vida e da população estejam resolvidos. Em primeiro lugar, tem de estar resolvido o abastecimento público de água, em quantidade e qualidade. Quando construirmos o saneamento básico em Paço dos Negros e Foros de Benfica do Ribatejo e quando fizermos na recuperação de muitos equipamentos na cidade, ficaremos com uma taxa de cobertura de 97%, considerada invejável até em termos da União Europeia. A única povoação que ficará de fora, e que representa 3% da população, é a zona de Marianos, porque tem um povoamento disperso e menos do que os 500 habitantes necessários para se construir uma rede de saneamento básico. Com este rácio de tratamento de ambiente, e temos também uma boa recolha de resíduos sólidos, beneficiando da proximidade do aterro sanitário na Raposa, um autarca tem boa parte da sua obrigação cumprida. Mas, a lém disso, temos construído equipamentos desportivos em Almeirim, Fazendas e Benfica do Ribatejo, todos com pavilhões, campos de futebol e polivalentes electrificados, até ao mais recôndito lugar do concelho. E na área do ensino, que balanço é que faz? Este ano, fizemos uma autêntica revolução no ensino básico, ao nível do 1º ciclo que é o que compete à Câmara. Demos computadores a todos os alunos do 1º ciclo, com o apoio do PET 21 – projecto de educação tecnológica, cujo resultado da experiência piloto permitiu concluir que a utilização do computador no 1º Ciclo do Ensino Básico podem contribuir para o desenvolvimento global dos alunos. Almeirim é o único concelho da nossa região que tem quadros interactivos em todas as salas do 1º ciclo. Foi agora regulamentado para o QREN pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e o regulamento apenas prevê quadros in-

teractivos nas escolas com mais de cinco salas e um quadro interactivo para cada três salas de aula. Nós temos em todas as salas de aulas de todas as escolas do 1º ciclo do concelho. E todos os alunos têm computador. Considero que foi uma revolução muito positiva. Agora estamos a construir os centros escolares em Almeirim e nas fazendas de Almeirim, para acabar com a precariedade de aulas em contentores que tivemos de usar para deixarmos de ter escolas a funcionar com desdobramento de horários. Com esses dois centros escolares – o de Almeirim já está em construção e o das Fazendas foi adjudicado na segunda-feira – passaremos a ter instalações modernas e equipadas com todos os requisitos. Que outros investimentos estão previstos ainda? Temos a Casa da Cultura em Fazendas de Almeirim, que já passou para a fase de projecto de execução, e vamos fazer um forte investimento na regeneração urbana. Apresentámos uma intenção de candidatura à CCR de Évora, de vários investimentos num montante de cerca de 10 milhões de euros. Tivemos a resposta que a CCR Alentejo encara positivamente a nossa candidatura, mas não decidiu ainda quais são os valores e as acções que irão ser aprovadas nessa candidatura. Pelo menos, temos a resposta positiva de que a candidatura foi aprovada, o que nos permitirá fazer requalificações urbanas, conversação de alguns espaços e equipamentos. Estamos a fazer algumas demolições de prédios velhos no centro da cidade. Entre eles, aquele imóvel em ruína no cruzamento da Rua de Alpiarça, em que chegámos a acordo com os proprietários, no sentido de nos cederem o espaço por quatro anos para fazermos um parque de estacionamento, em troca de a Câmara fazer a demolição do edifício. Vamos fazer o mesmo noutros casos. O parque das Laranjeiras está em obras, o que veio reduzir o estacionamento no centro… Aquilo era apenas um depósito de carros e Almeirim não tem

ainda uma praça central qualificada para os cidadãos poderem usufruir da cidade. Por isso, estamos a fazer a requalificação deste Largo das Laranjeiras, e a fazer parques de estacionamento para servirem de alternativa ao parqueamento. E os apoios do QREN estão a chegar? Reconheço que a criação de novos regulamentos, porque o Governo entendeu que houve alguns desaproveitamentos de fundos no passado em acções que não tinham muito mérito e agora quis regulamentos muito rigorosos, veio criar espartilhos e prejudicou o andamento dos investimentos. Teve alguns constrangimentos neste mandato? Sofremos alguns condicionalismos com os atrasos do QREN e também com os problemas da empresa Águas do Ribatejo, provocados pela saída dos municípios de Santarém e do Cartaxo. Mas agora, quer um, quer outro, estão em velocidade de cruzeiro, com muitas obras já em curso. Apesar dos atrasos no QREN, estamos finalmente a entrar em velocidade de cruzeiro em termos de investimentos na Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo. A educação é uma das grandes apostas das

autarquias. Como vai a ligação à CCR Alentejo em matéria de investimentos? Recordo que inicialmente a CCR Alentejo lançou um anúncio de concurso em que apenas disponibilizava 20 milhões de euros para toda a região – Alentejo e Lezíria do Tejo – o que era claramente insuficiente, pois se cada centro escolar custa cerca de dois milhões de euros, poucos municípios teriam a possibilidade de fazer esses investimentos. Nessa altura, os autarcas do PS do distrito de Santarém tiveram uma reunião com o Primeiro-ministro e expuseram-lhe o problema. Ele ficou espantado e de imediato garantiu que para os centros escolares não haverá limites para o financiamento e que poderíamos avançar de imediato com os projectos. Passados uns dias, numa reunião em Évora, já lá estava a ordem. O sector do ambiente é outra das grandes frentes de obras. Em Almeirim, além das obras de saneamento em Foros de Benfica do Ribatejo e Paço dos Negros, vamos também investir no reforço da capacidade de armazenamento, com a construção de novos depósitos que nos darão uma capacidade de autonomia de 72 horas. Temos sido muito assediados pela Águas de Portugal, que nos quer vender a sua água. Mas nós apreciamos muito as nossas águas de profundidade, em termos de qualidade e temo-la em abundância, embora seja preciso controlar o seu uso para que não falte no futuro. Mas no futuro terá de haver uma harmonização no abastecimento de água? Sim, vai haver uma harmonização a todos os níveis, desde os tarifários ao controlo de fontes de abastecimento. Nas Águas do Ribatejo, já fizemos a harmonização dos tarifários. Mas penso que vai ter de haver uma harmonização a nível nacional, a curto prazo, até para disciplinar o consumo. Ainda se vêem pessoas a lavar os carros na via pública, a regar os telhados de chapa com água da rede pública ou a encher piscinas… As pessoas ainda não estão e ver a água como um bem precioso, mas lá chegarão.

ESTABELECIMENTO PRISIONAL E IC3 SÃO INVESTIMENTOS IMPORTANTES Qual o ponto da situação do IC3? O IC3 (Itinerário Complementar 3) é uma obra da maior importância para toda esta margem sul do Tejo, desde Almeirim a Atalaia, na Barquinha, permitirá retirar o trânsito indesejável dos centros urbanos de Almeirim, Alpiarça, Vale de Cavalos, Chamusca… Tenho pressionado muito as Estradas de Portugal e o Ministério das Obras Públicas para que a obra seja lançada. Aconteceu que os trabalhos do IC3 avançaram e estavam prontos para ser concessionados, mas nessa altura surgiu a polémica sobre os investimentos públicos e IC3 ficou parado. Jorge Lacão, cabeça de lista do PS às legislativas, disse na sextafeira que até ao primeiro semestre de 2010 estará lançado o troço do IC3 de Almeirim a Atalaia. E quanto ao estabelecimento prisional no concelho? Acha que a polémica em volta deste projecto se deveu a aproveitamentos políticos ou há motivo para legítimos receios da população? Acho que a população está maioritariamente a favor deste investimento. É evidente que foi uma questão política e não é por acaso que surge agora um movimento que foi contra a construção do estabelecimento prisional e que aparece agora nestas eleições. O recurso à questão dos sobreiros foi o possível e foi aquele que teve mais impacto porque apareceram ambientalistas que apoiam normalmente estes movimentos e dos quais os opositores do projecto se aproveitaram. Eles já admitiram que se agarraram aos sobreiros porque não tinham mais nada para argumentar. Mas a verdade é que a construção do estabelecimento prisional vai ter efeitos muito positivos, e permitirá fixar novos moradores no concelho, muitos deles gente qualificada, com reflexos aos mais diversos níveis, desde logo no mercado da habitação, porque temos por aí muitas casas à venda. Quero ainda destacar a importância da fixação em Almeirim de dois serviços importantes para a região. Primeiro foi a instalação em Almeirim do Agrupamento dos Centros de Saúde da Lezíria, e depois o Centro Distrital de Operações de Socorro. Disponibilizámos terreno e estamos neste momento a arrancar com as obras e, para já, arrendámos instalações onde funcionarão provisoriamente. Com estes serviços, vêm novos quadros que trazem movimento e riqueza ao concelho.


22 ESPECIAL ALMEIRIM | PÃO VINHO & COMPANHIA

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

Tony Carreira promete enchente no dia do encerramento Programa de animação ∑ Cartaz bastante diversificado tem espectáculos para todos os gostos

Folclore todos os dias O recinto do “pão, vinho & companhia”, junto ao Parque da Zona Norte de Almeirim, será animado todos os dias com espectáculos de folclore a cargo dos vários ranchos do concelho. Realizam-se no palco secundário, sempre às 21h30, para aquecer a noite antes do início dos espectáculos no palco principal. Actuam o rancho folclórico de Benfica do Ribatejo (dia 22), as velhas guardas do folclore de Fazendas de Almeirim (dia 23), o rancho folclórico de Paço dos Negros (dia 24), as velhas guardas do folclore de Almeirim (dia 25), o rancho folclórico de Fazendas de Almeirim (dia 26), os “Maduros” dos Cortiçois (dia 27), o rancho infantil de Fazendas de Almeirim (dia 28), e os “Camponeses” da Raposa (dia 30). O palco 2 só vai estar parado no sábado, 29, dia do festival de folclore no palco principal.

Um concerto de Tony Carreira seguido de um grande espectáculo de fogo-deartifício prometem fechar com chave de ouro mais uma edição do “pão, vinho & companhia”. No domingo, 30 de Agosto, o maior fenómeno de popularidade da música ligeira portuguesa sobe ao palco principal às 22h30, para um concerto inserido na “Fan Tour”, com que Tony Carreira está a percorrer todo o país neste Verão. O fogo-de-artifício será lançado logo após a actuação do autor de “Ai, Destino”, por volta das 00h00. Mas há muito mais para ver e ouvir em Almeirim, durante os sete dias do certame gastronómico. Na quarta-feira, dia 26, os também consagrados Toy e Romana sobem juntos ao palco, a partir das 22h30. No que se refere ainda à programação musical, Rosildo Oliveira e Coisas do Nordeste trazem os ritmos quentes do Brasil na terça-feira, dia 25, ao passo que na quinta-feira, 27, actuam os “Ídolos dos Ídolos”, com Ricardo Soler e Filipa Sousa. Como já se torna tradição, há também uma noite dedicado ao fado, na segunda, 24 de Agosto, com as

actuações dos fadistas Cidália Moreira, Cristiano Sousa e Tânia Oleiro (vencedores da grande noite do fado de 2007), e uma noite dedicada ao folclore, com mais uma edição do festival organizado pelo rancho folclórico da Casa do Povo de Almeirim. Será no sábado, 29 de Agosto, a partir das 22 horas, com a presença do rancho folclórico “Os Pastores de São Romão” (Seia), do rancho folclórico de Faro (Algarve), do rancho folclórico “Os Fazendeiros” de Montemor-o-Novo, além, obviamente, do agrupamento organizador. Do programa principal, fazem ainda parte a revista à portuguesa “Vai-te Embora Crise”, com Octávio de Matos e Natalina José à frente de um bem disposto elenco de actores, no domingo, 23, a partir das 22h30, e ainda a eleição da “miss” e “mister” Almeirim, na sexta-feira, a partir das 22h30; segue-se ainda um baile com a Orquestra Santos Rosa. Falta somente referir que João Baião traz o espectáculo “Melodias de Sempre” logo no primeiro dia do “pão, vinho & companhia”, no sábado, 22, a partir das 22h30.


PÃO VINHO & COMPANHIA | ESPECIAL ALMEIRIM 23

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

Bombeiros de Almeirim têm maior capacidade de resposta Equipa de Intervenção ∑ Corporação pronta para actuar em qualquer situação de emergência A funcionar em pleno desde o passado dia 1 de Agosto, a Equipa de Intervenção Permanente (EIP) dos bombeiros voluntários de Almeirim veio aumentar consideravelmente a capacidade de resposta da corporação em todas as situações de emergência. Quem o diz é o comandante Jorge Costa, para quem a formação desta equipa é “uma mais valia muito importante porque garante uma maior prontidão na prestação dos serviços de socorro à população”. “Estes cinco elementos asseguram tudo o que tem a ver com socorro em situações de acidente ou incêndios, tanto urbanos como florestais, e podem ainda intervir em emergência pré-hospitalar, mas

apenas como apoio”, explica Jorge Costa, adiantando que a EIP “veio colmatar algumas necessidades de mobilização de recursos, sobretudo durante o período do dia, em que é mais difícil encontrar disponibilidade entre o nosso corpo de voluntários”. Pedro Ribeiro, presidente da associação humanitária dos bombeiros voluntários, adianta que “era difícil reunir um grande número de elementos do corpo de voluntários em acidentes de maiores dimensões ou multivítimas”. “A EIP, ao ser formada por elementos profissionais especificamente dedicados ao socorro, permite-nos ultrapassar este problema”, aclara o também vereador com o pelouro da protecção ci-

A A EIP de Almeirim é composta por cinco bombeiros profissionais vil. “Em termos de meios, são um importante reforço para os bombeiros de Almeirim”, conclui. Os elementos da EIP de Almeirim – António Miguel, chefe de equipa, Madalena Raposeira, Hugo

Peças, Tiago Sampaio e Bruno Cruz – já eram bombeiros voluntários antes de passarem agora a profissionais, e vão continuar também a prestar serviço em regime de voluntariado, fora do horário estabe-

lecido para a EIP. Sempre que não estiverem envolvidos em operações de socorro, estes bombeiros podem participar em acções de prevenção ou de sensibilização junto da população ou das escolas.

PARA QUALQUER SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA As EIP foram lançadas em meados de 2008, ao abrigo de um acordo entre a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), aos quais as autarquias aderiram. Foram criadas com a missão de assegurar em permanência serviços de socorro às populações em casos de incêndios, inundações, desabamentos, acidentes, catástrofes e mesmo em socorros a náufragos, entre muitas outras situações de emergência que exigem uma resposta rápida. Estas equipas estão podem colaborar em operações de planeamento e formação, reconhecimento de locais de risco e manutenção de equipamentos, viaturas e instalações.


24 ESPECIAL ALMEIRIM | Pテグ VINHO & COMPANHIA

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009


25

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

emprego & formação A era da nova economia Florinda Matos(*)

Na actual conjuntura económica, dominada pela emergência das Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação (NTIC), a noção da produtividade aparece frequentemente associada à ideia de que o mundo entrou numa nova era, a da nova economia. Esta nova revolução tecnológica que emergiu há cerca de 40 anos, tendo começado, no início, pela utilização da informática, com programas de carácter empresarial, que facilitavam a gestão e,

mais recentemente, a partir dos nos 90, através da utilização da Internet, como uma tecnologia largamente difundida, entre os indivíduos e as empresas, levou a uma alteração do padrão económico – empresarial. Porém, contrariamente ao inicialmente suposto, ao longo destes anos, as evidências empíricas têm demonstrado que a utilização das novas tecnologias de informação e comunicação, por si só, não são determinantes no aumento da produtividade Quando em 1987, o prémio Nobel da economia, Robert M. Solow, fez uma declaração conhecida como o “Paradoxo de Solow”, em que afirmava que “via computadores por toda a parte, menos nas estatísticas de produtividade”, muitos foram os que se questionaram. Com efeito, o paradoxo alertava para o facto

de os grandes investimentos verificados nas NTIC não serem automaticamente responsáveis pelo aumento de produtividade, se não se operarem outro tipo de acções a nível organizacional. A situação apresentava-se deveras paradoxal: o aumento do investimento em NTIC correlacionava-se negativamente com a produtividade. Esta passava, em termos globais, de cerca de 2,5% ao ano, para 1%, com a introdução das NTIC. Exemplificando, de forma prática, podemos dizer que não vale a pena investirmos na implementação de NTIC, se as modificações, a outros níveis da organização, como sejam as práticas de gestão ou de mudança e de desenvolvimento organizacional, ou, ainda, a formação dos recursos humanos, não acompanharem esta evolução. O que

VENDEDOR M/F

Para Alfaias, peças e acessórios de tractores, admite empresa importadora em Santarém Resposta com CV para o apartado 151, 2001-902 Santarém

é necessário alertar é que toda a organização se deve adaptar ao novo cenário, pois as novas tecnologias só geram benefícios em empresas estrategicamente preparadas, que façam grandes investimentos nos métodos de trabalho e nos recursos humanos e ao mesmo tempo promovam a inovação a todos os níveis.

Assim, quando os nossos empresários decidem investir em tecnologias, é necessário que não se esqueçam que antes das tecnologias serem implementadas, toda a organização e nomeadamente os recursos humanos devem estar preparados. (*) Investigadora MRC /ISCTE Consultora PMEConsult


O Ribatejo

26

21 | Agosto | 2009

desporto

D António Pais vence em Porto de Mós

O atleta António Pais do “Alvitejo” Venceu a prova de veteranos na 11ª edição da corrida de S. Miguel, em Porto de Mós, no passado sábadol, prova que reuniu mais de 150 atletas de 22 clubes. O vencedor da geral foi José Maduro do Maratona.

GLÓRIA DO RIBATEJO DEFINE PRÉ-ÉPOCA

FÁTIMA DERROTADO NA PRIMEIRA JORNADA O emblema da cidade religiosa entrou com o pé errado na Liga Vitalis. Na primeira jornada do campeonato, o clube ribatejano trouxe uma derrota de Ponta Delgada, ante o Santa Clara. O clube anfitrião entrou forte e assim continuou, até que o Fátima conseguiu amenizar o ataque açoriano durante grande parte do jogo. Mesmo assim, o Fátima criou apenas duas oportunidades merecedoras de referência, uma de Heldon e outra de Nuno Sousa, ambas nos primeiros 45 minutos. O golo da derrota surgiu a três minutos do final e foi marcado por Tatu. Na próxima jornada, a equipa de Rui Vitória recebe o Trofense que, esta semana, bateu o Carregado com três golos sem resposta.

Z

LIGA DE HONRA

Trofense Gil Vicente Portimonense Feirense Santa Clara Sp. Covilhã Desp. Aves Freamunde Oliveirense Varzim Beira-Mar Chaves Fátima Estoril Penafiel Carregado

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1

1 1 1 1 1 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

0 0 0 0 0 0 1 1 1 1 0 0 0 0 0 0

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1 1 1 1 1 1

GOLOS

3-0 3-1 3-1 1-0 1-0 1-0 0-0 0-0 0-0 0-0 0-1 0-1 0-1 1-3 1-3 0-3

PONTOS

DERROTAS

EMPATADOS

JOGOS

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16.

VITÓRIAS

Classificação

3 3 3 3 3 3 1 1 1 1 0 0 0 0 0 0

1ª jornada Santa Clara Beira-Mar Gil Vicente Freamunde Estoril Chaves Trofense Varzim

1 0 3 0 1 0 3 0

Fátima Covilhã Penafiel Aves Portimonense Feirense Carregado Oliveirense

2ª jornada (23 Agosto) Penafiel Oliveirense Carregado Aves Fátima Covilhã Portimonense Feirense

Santa Clara Estoril Gil Vicente Chaves Trofense Freamunde Beira-Mar Varzim

1 0 3 0 1 0 3 0

Alferrarede com começo a meio-gás e sem relva O clube que tem no palmarés vários campeonatos, Taças do Ribatejo e onze presenças na 3ª Divisão Nacional está de volta à divisão maior do futebol distrital: o Alferrarede já começou os trabalhos de preparação da época 2009/2010, que terá início a 6 de Setembro. Fernando Dionísio, vice-presidente e jogador, relevou que o objectivo desta época passa essencialmente pela manutenção do clube na Divisão Principal, depois de dois anos consecutivos a subir de divisão. O jogador/director assume que continuará este ano a calçar as luvas para defender as redes do seu emblema. Ao mesmo tempo, defende que o velho pelado do Campo da CUF já merecia ser substituído por relva, realçando também no argumen-

to, a quantidade aceitável de público que acorre ao campo nos jogos em casa. A reivindicação não é recente, uma vez que o Campo da CUF e o Parque Desportivo do Pego são agora os únicos recintos da Divisão Principal obrigados a praticar num poeirento pelado, apesar da promessa do arrelvamento por parte da autarquia de Abrantes em 2005. Com um orçamento que ronda os 25 000 euros, o clube pretende sustentar um plantel de 22 jogadores, onde se integram os seguintes reforços: Baía (guarda-redes, ex-Vilarregense), João Lourenço (médio, ex-Ferroviários), André Neves (médio exPego), Vítor Lúcio e Rui Hipólito (ex-júniores do Abrantes, o último esteve sem jogar na época passada), Fred (médio, ex-Bemposta), Mansinho (avan-

çado, ex-Vilarregense). O médio Marquitos, exFerreira do Zêzere, ainda não está garantido, enquanto da canteira veio o ex-júnior China. À frente da equipa técnica surge o experiente treinador Joaquim Antunes, também conhecido por Quinó, contratado para substituir João Salvador que orientou a equipa nos anos recentes. O treinador veio do Bemposta e diz estar satisfeito com os novos atletas do clube. No entanto, reunindo o plantel pela primeira vez no passado dia 8, o treinador confrontou-se com a ausência de vários jogadores, criticando o facto de o campeonato “começar tão cedo, quando a maior parte dos jogadores não está sequer à disposição da equipa durante o mês de Agosto. Nem seria de esperar que as pessoas que

têm o futebol como segunda ou terceira actividade, estivessem livres para treinar nesta altura do ano.” A este propósito, relembramos que a AFS fez esforços para calendarizar o fim do campeonato para o início de Maio de 2010. Com uma semana de trabalho, a equipa de Quinó já fez dois jogos de desemperro e polimento: empatou o primeiro em casa com o U. Tomar e perdeu o segundo em Riachos, onde no passado domingo protagonizou a apresentação oficial do Atlético Riachense. Segue-se o Torneio de Alferrarede, que acontece amanhã e domingo, onde participam Pego, Mação, U.Tomar e o clube anfitrião. No dia 26 os dragões vão ao Gavião, enquanto no dia 30, termina a préépoca com um jogo amigável na Golegã.

O campeão da 2ª Divisão Distrital da época transacta já tem a pré-época delineada, com arranque marcado para 26 de Agosto. O plantel já está definido e a orientação continuará a ser da responsabilidade do treinador Miguel Viegas. O primeiro jogo de preparação será a 1 de Setembro no novo Complexo Desportivo de Marinhais, diante o clube local. Depois, há um jogo de apresentação aos sócios com o Vilafranquense, marcado para dia 5. Segue-se o Benfica do Ribatejo no dia 9, Lusitano Morense no dia 13, Paços Negros no dia 17 e novamente o Lusitano Morense no dia 20 de Setembro.

MONSANTO COM CALENDÁRIO DEFINIDO Foi na sede da Federação Portuguesa de Futebol que se realizaram, no passado dia 10, os sorteios da primeira eliminatória da Taça de Portugal e do Campeonato Nacional da 2ª Divisão para a época 2009/2010. No dia 6 de Setembro será disputada a primeira jornada da 2ª Divisão Nacional, que este ano voltou ao formato de três zonas. A turma de Vítor Alves joga na Ponte de Sor com o Eléctrico Futebol Clube, da série Centro. No que respeita à primeira eliminatória da Taça de Portugal, disputada pelos clubes da 2ª e da 3ª Divisão Nacional, o sorteio ditou que, a 30 de Agosto de 2009, o Monsanto receba o Avanca, clube do concelho de Estarreja, que milita na 3ª Nacional.


MODALIDADES | DESPORTO 27

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

Futebol

Campeonatos do Mundo de Atletismo

Ao terminar a prova de marcha no 5º lugar nos campeonatos mundiais de atletismo de Berlim, na Alemanha, a riomaiorense Vera Santos alcançou o melhor resultado da sua carreira. Aos 27 anos, a marchadora do JOMA, oitava nos Jogos Olímpicos Pequim2008, transmite a imagem de que está a “um pequeno passo” de poder lutar pelas medalhas. “O bom e persistente trabalho durante toda a época deu resultado”, referiu à Lusa. “Vou trabalhar mais, para ganhar uma medalha um dia, mas o meu objectivo aqui era ficar nas oito primeiras, para conseguir ser mais consistente”, acrescentou. Da comitiva portuguesa nos 20 quilómetros de marcha, as atletas do Clube de

Natação de Rio (CNRM) Susana Feitor classificouse no 10º lugar na sua 10ª participação em campeonatos do mundo, e Inês Henriques terminou no 11º posto, prejudicada por uma ruptura muscular que a assolou na parte final da prova. Na prova masculina, o riomaiorense João Vieira alcançou um resultado bastante positivo ao terminar os 20 quilómetros marcha no 10º lugar da classificação geral. Depois de já ter dado provas da sua boa forma na prova de Sesto San Geovanni, Milão, em Maio, o atleta do CNRM terminou o percurso em 1h21m43s, a sua melhor marca do ano. O seu irmão gémeo, Sérgio Vieira, também do CNRM, obteve um resultado mais modesto, ao ficar na 27ª posição. O russo Valeriy Vor-

Foto: Arquivo

Marchadora Vera Santos alcança melhor resultado de sempre

chin, campeão olímpico em Pequim2008, sagrou-se campeão do mundo em Berlim, com um tempo de 1h18m41s, seguido pelo chinês Hao Wang, que arrebatou a medalha de prata

(1h19m06s), e o mexicano Luís Lopez, que conquistou a de bronze (1h09m21s). Da comitiva ribatejana, falta apenas referir que Berlim não deixará saudades ao cartaxeiro Rui

Silva, apontado como um dos favoritos à vitória nos 1.500 metros, mas que acabou por ficar num muito modesto 23º lugar. O atleta do Cartaxo foi o último na sua série nas meias-finais, numa corrida que o próprio parece nem conseguir explicar porque não conseguiu reagir na última volta. “Estive bem até um certo momento, mas depois eles mudaram de ritmo e não consegui reagir. A 150 metros do fim vi que já não conseguia chegar à frente, acabei por desanimar”, disse no final à Lusa, admitindo que esteve em “dia não”. “É lógico que saio daqui desiludido. Trabalhei como nunca tinha trabalhado até agora. Por vezes trabalhase e conseguem-se os objectivos, outras não”, desabafou Rui Silva.

SELECÇÃO FEMININA ESTAGIA EM RIO MAIOR Com o objectivo de preparar o primeiro mini-torneio com vista ao apuramento para o campeonato da Europa 2010, a selecção nacional sub19 feminina está a realizar um estágio no complexo desportivo de Rio Maior, que se iniciou na quartafeira, dia 19, e termina amanhã, sábado, dia 22 de Agosto, com um jogo de treino frente à equipa de iniciados do CD Fátima, no estádio municipal. O mini-torneio de apuramento para o europeu vai realizar-se no Algarve, entre os dias 19 e 24 de Setembro. Portugal está inserido no grupo 11 da primeira etapa, onde tem como adversários a Islândia, a Roménia e a Suíça. A seleccionadora Mónica Jorge chamou 23 jogadoras para este segundo estágio de preparação, que incluiu quatro sessões de treino e ainda um jogo contra o Caldas SC.


O Ribatejo

28

21 | Agosto | 2009

culturas recomenda-se

Festival “Tomate, Azeite e Alho” Até dia 30 de Agosto, 17 restaurantes do distrito de Santarém participam neste festival que pretende revelar sabedorias, segredos e tradições da gastronomia tradicional ribatejana sempre com a caracteristica comum de todas as receitas incluirem tomate, azeite e alho.

destaque

O casamento em Samora Correia “De Véu e Grinalda - casamentos d’outrora, momentos de sempre” é o nome da exposição inaugurada no passado dia 13 na sala 2 do Palácio do Infantado, em Samora Correia, e que ficará patente até ao final do mês de Novembro. Esta exposição mostra os casamentos das gentes de Samora Correia entre 1938 e 1980, retratando assim quase meio século de histórias e de História. As fotografias apresentadas, gentilmente cedidas pelas gentes de Samora, saíram de velhos álbuns de família e convidam a uma verdadeira viagem no tempo, ajudando à compreensão do nosso passado recente e convocando aspectos de ordem moral, cultural, social, religiosa ou económica. Fruto da sua privilegiada situação geográfica, em Samora Correia o casamento tem evoluído ao longo dos tempos, com os pés assentes na sua raiz e tradição camponesa e de olhos postos numa certa cultura citadina, com Vila Franca e Lisboa “ali mesmo ao lado”, conferindo assim ao fenómeno um colorido muito particular.

Cristina Branco actua em concerto de solidariedade

Cristina Branco, uma das maiores vozes do fado português da actualidade, vai dar um espectáculo de solidariedade na praça de touros de Almeirim, no próximo dia 4 de Setembro. Os fundos revertem a favor da família de Paulo Mendes, conhecido entre os amigos como Paulinho. Morador em Paço dos Negros e guardaredes do Grupo Desportivo Raposense, Paulinho tinha 26 anos e estava a recuperar de uma difícil luta contra o cancro, que tinha vencido pouco tempo antes. Durante o turno da noite do dia 30 de Março deste ano, sofreu um grave acidente de trabalho na fábrica da Sumol / Compal, onde desempenhava funções de operador de empilhador. Ferido com extrema gravidade, Paulinho resistiu e foi transportado de hHelicóptero para os cuidados intensivos do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, mas o seu diagnóstico nunca mais evoluiu. Depois de alguns dias de luta e angústia, o jovem acabou por não resistir aos ferimentos e faleceu na madrugada de 7 de Abril. Conhecedores da realidade que lhe era envolvente e das carências financeiras da família, amigos do jovem Paulo Mendes decidiram unir-se num gesto solidário de apoio à sua filha de 7 anos, a Maria. A fadista de Almeirim não hesitou desde o primeiro minuto em solidarizar-se com os amigos de Paulinho e ofereceu-lhes o que tem de melhor, a sua voz. Os bilhetes variam entre os 10 euros (bancada) e os 15 euros (arena). Estão à venda nas papelarias Cortes, Garcia, Celditor e na Segurgest. Podem ainda ser adquiridos durante o Pão Vinho & Companhia.

Festejos centenários no Sardoal A Associação Recreativa da Presa (ARP) vai promover, entre 4 e 6 de Setembro próximo, os tradicionais festejos em honra de Nossa Senhora das Necessidades e da Luz, a padroeira desta aldeia do concelho do Sardoal. Esta será a 119.ª Festa da Presa. Do programa fazem parte bailaricos populares, quermesse, folclore e boa gastronomia. O destaque vai para o dia 6 de Setembro, domingo, com a realização do peditório pela aldeia, às 9 horas. Segue-se uma missa solene e procissão pelas ruas da terra, acompanhada pela Filarmónica União Sardoalense, às 15 horas. Às 17 horas, actua o Grupo de Bombos “Os Baldões” de Boidobra (Covilhã), seguida pela exibição do Rancho Folclórico “Os Resineiros” de Alcaravela, às 18 horas. Para conhecer o programa detalhado e obter mais informações, consulte o sítio da ARP, em: www.arp.com.sapo.pt.

roteiro cinemas

SANTARÉM

W Shopping - Cinemas Tel: 707220220

Castello Lopes 1 Harry Potter e o Príncipe Misterioso Aventura (M12) - Sessões às 21h15 e 00h15 (sexta e sábado) Idade do Gelo 3 - Despertar dos Dinossauros Animação (M4) - Sessões às 12h50, 14h50, 17h00 e 19h10.

Castello Lopes 2 Os Indesejados Terror (M12) - Anna regressa

a casa após um período de internamento numa clínica psiquiátrica, após a trágica morte da sua mãe. Com a sua irmã, têm de convencer o pai que a sua noiva não é quem aparenta ser e, o que deveria ter sido um feliz encontro de família, torna-se num confronto mortal entre as enteadas e a sua madrasta. Sessões às 13h30, 16h00, 18h30, 21h20 e 00h00 (sexta-feira e sábado).

produtora de um programa, cuja busca pelo Sr. Perfeito a tem deixado solteira. Como as audiências do programa estão a decrescer cada vez mais, o seu patrão contrata Mike Chadway, uma personalidade forte da TV. Este promete mostrar de forma nua e crua como funcionam as relações entre os homens e as mulhres... Sessões às 13h20, 15h50, 18h50, 21h35 e 00h10 (sexta-feira e sábado)

Castello Lopes 3

Castello Lopes 4

ABC da Sedução Comédia (M12) - Abby Richter é uma romântica

G.I. Joe - O Ataque dos Cobra Aventura (M12) - Sessões às 13h10, 15h40, 18h40, 21h45 e

00h25 (sexta e sábado).

Castello Lopes 5 Inimigos Públicos Drama (M12) - Ninguém conseguia parar Dillinger e o seu gang, e nenhuma prisão o conseguia deter. Filme narra as suas encantadoras e audazes fugas, que fazem com que o povo se apaixone por ele numa altura em os americanos que não tinham qualquer simpatia pelos bancos que tinham feito cair o país numa depressão. Sessões às 12h40, 15h30, 18h25, 21h30 e 00h20 (sexta-feira e sábado).


29

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

Orquestra de Tomar no Sardoal

Fotografia em Vale de Figueira

Música ao vivo em Pernes

A Orquestra Nacional de Sopros dos Templários, enquadrada pela Sociedade Filarmónica Gualdim Pais, de Tomar, dá um concerto no Centro Cultural Gil Vicente, no Sardoal, no Sábado, 22 de Agosto, pelas 21h30.

O Centro de Bem Estar Social de Vale de Figueira, Santarém, tem patente a exposição “Fotografias de Natureza”, de Francisca Murcott, uma holandesa que reside na aldeia desde 2003. O trabalho retrata a freguesia e está patente até 29 de Agosto.

O grupo “Breakinside” actua no bar Música Velha, em Pernes, no sábado, 22 de Agosto, a partir das 22h30.

exposições

destaques

O Fabuloso Destino de Amélie, em música

GR AFFITI EM AL MEIRIM ∑ “Graffiti,

o Amor e a Filosofia” é o nome da exposição da Urban Zooms que está patente na galeria municipal de Almeirim até 29 de Agosto. As entradas são livres..

MOS T R A D E ARTE AFRICANA EM FÁTIM A ∑

A Orquestra de Acordeões da Academia de Música de Mol, na Bélgica, sobe ao palco do Centro Cultural no dia 21 de Agosto, às 21h30, para reproduzir o mundo colorido, utópico e maravilhoso do filme “O Fabuloso Destino de Amélie”. Este grupo belga vai apresentar as músicas que contribuíram para que a obra, que conta com Audrey Tatou no papel principal, se tornasse mágico e perfeito. Para apresentar as trilhas sonoras que acompanharam a imagem da empregada de mesa de Montmartre que decidiu tornar a vida dos outros mais bela, a Orquestra de Acordeões da Academia de Música de Mol vai trazer ao Cartaxo 45 acordeões, um piano, um instrumento de percussão e um baixo, dirigidos pelo maestro Ludo Mariën.

Teatro em Ferreira do Zêzere “Lendas com cheiro a rosmaninho” é o nome da peça que o grupo de teatro (Re)Nascer, da Associação Recreativa Filarmónica Frazoeirense, em Ferreira do Zêzere, leva ao palco da sala de espectáculos desta colectividade no sábado, 22 de Agosto, às 21h30. Inspirada nas obras de Sá Flores e Alfredo Keil, a peça conta com 14 actores que vão representar perto de 40 personagens em várias lendas e contos de outros tempos, recriando usos, costumes e personagens caricatas da cultura popular.

“África Cristã – a Arte em Ébano” é o título da nova exposição temporária do Museu de Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, uma mostra de peças africanas elaboradas em ébano que representam algumas figuras da Vida de Cristo, que poderá ser visitada até ao dia 31 de Agosto, das 10 às 19 horas (encerra às segundas-feiras). ELECTRICIDADE NA GALERIA JOSÉ TAGARRO ∑

Agaleria Pintor José Tagarro, no Cartaxo, tem patente uma exposição sobre os “80 anos da central eléctrica do Cartaxo”, uma mostra que visa dar a conhecer o património que permitiu abrir as portas do concelho ao progresso. A mostra conta a história destas instalações, a evolução da electricidade em Portugal e no mundo, e o seu contributo para o progresso das sociedades. Até 31 de Agosto.

roteiro cinemas

Castello Lopes 6

Up - Altamente Uma comédia de aventuras da Disney Pixar sobre um vendedor de balões de 78 anos que finalmente realiza o sonho da sua vida quando prende milhares de balões à sua casa e consegue voar à descoberta da América do Sul. Mas o seu maior pesadelo também embarcou nesta viagem… Sessões às 13h00, 15h10, 17h20, 19h30, 21h40 e 23h50 (sexta-feira e sábado)

AZAMBUJA Atrium Cinema

A proposta Comédia (M12) - Quando Margaret se vê na iminência de ser deportada para o Canadá, a executiva declara que está noiva do seu assistente Andrew. De 27 a 31 de Agosto, às 21h30.

RIO MAIOR Cine-Teatro Municipal Ligações Perigosas Aventura (M12) - Filme de Kevin Macdonald com Russel Crowe à frente de um elenco de luxo, numa emocionante história de

espionagem com muita acção. Dias 22 e 23 de Agosto, com sessões às 21h30.

BENAVENTE Cine-teatro Sinais do Futuro Thriller (M12) - Quando uma cápsula do tempo é aberta na escola do filho, o professor depara-se com um estranho mapa numérico. Descodificado, este mapa mostra profecias assustadoras Com Nicholas Cage, Sábado, dia 22 de Agosto, às 21h30.

Festas Populares

Susana Félix na Glória do Ribatejo

As tradicionais festas populares em honra de Nossa Senhora da Glória do Ribatejo, que todos os anos atraem milhares de visitantes a esta freguesia do concelho de Salvaterra de Magos, realizam-se entre os dias 21 e 24 de Agosto. Susana Félix é cabeça de cartaz e actua no sábado, 22 de Agosto, a partir das 23 horas.

Segue-se um grande espectáculo de fogo de artifício, outro dos pontos altos dos festejos, e um baile com o conjunto MP5 até de madrugada. Durante todos os dias da festa, há animação garantida com música para vários gostos e sensibilidades - desde o folclore ribatejano ao rock - em dois palcos, o palco jovem e o palco típico.


O Ribatejo

30

21 | Agosto | 2009

culturas

Esculturas do Tempo Até 28 de Agosto, a biblioteca municipal de Torres Novas apresenta “Esculturas do Tempo”, uma exposição de objectos construídos para funcionarem como relógios de sol, da autoria de Carlos Flor Dias.

horóscopo carneiro 21/3 a 20/4

televisão

A posição benéfica dos astros permite-lhe melhorar o seu quotidiano de trabalho, mediante a exposição de iniciativas que podem transformar-se em projectos de sucesso. Harmonia e sensualidade determinantes a nível amoroso. Saiba aplicá-las em doses moderadas.

Atravessa uma fase excelente de criatividade, balança 24/9 a 23/10 mas actue com realismo. Deve mostrar-se mais

A predisposição para vencer todos os obstáculos será o primeiro passo para o sucesso profissional e privado. A energia não será impeditiva de uma boa escolha quanto a assinatura de documentos. Se não se acautelar, corre o risco de distanciamento da pessoa amada.

escorpião 24/10 a 22/11

Apesar de ter energia para dar e vender, deve mostrar-se selectivo e consciente no sector profissional e na sua vida privada. Saiba corresponder ao que os outros esperam de si e terá motivos para se sentir bastante satisfeito. Indecisões e dúvidas no sector amoroso.

sagitário 23/11 a 20/12

caranguejo 22/6 a 22/7

Semana muito construtiva em termos profissionais e obtenção de reconhecimento por parte de colegas e superiores. Afaste-se de climas violentos que podem vir a afectá-lo de forma negativa. Dê mais atenção à pessoa que neste momento faz parte da sua vida.

capricórnio 21/12 a 20/1

Espírito audacioso e combativo aliado a um sentido da realidade mais vincado do que o habitual, tanto no trabalho como no que se refere às finanças. Mais favorecidos os que desenvolvem profissões liberais. No âmbito sentimental, a lucidez e objectividade não são o seu forte.

leão 23/7 a 23/8

Excelentes perspectivas de sucesso profissional, em particular para os nativos do terceiro decanato. Terá de lutar para conseguir as metas pretendidas, contando com o seu esforço. Cumplicidade e fantasia dominam o quotidiano sentimental. Planeie uma viagem para breve.

aquário 21/1 a 19/2

Espírito voluntarioso que o levará a fixar objectivos de trabalho e pessoais sem hesitações. O sucesso aguarda-o, mas analise bem os prós e os contras de uma nova proposta ligada às finanças. O facto de querer que a razão fique sempre do seu lado pode originar conflitos.

Semana positiva em termos de sucessos profissionais com base na determinação e força de vontade que o levarão a pôr de lado todos os obstáculos para atingir os objectivos desejados. Ao menor sinal de indiferença por parte da pessoa amada sentir-se-á tentado ao conflito.

peixes 20/2 a 20/3

touro 21/4 a 21/5

gémeos 22/5 a 21/6

virgem 24/8 a 23/9

escaparate

sensato em todos os assuntos ligados a sentimentos, caso deseje evitar situações melindrosas. Contente-se em sugerir em vez de impor a sua vontade numa questão familiar.

palavras cruzadas Marcos Cruz - Rede Expresso 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

O dinamismo e a necessidade de sucesso constituem prioridades no trabalho. Conseguirá dominar a impaciência e mostrar-se mais atento do que o habitual às opiniões do próximo. A sua filosofia de vida reside em viver e deixar viver, no sector amoroso e também familiar. O facto de reagir de forma excessivamente entusiasta a todas as solicitações do exterior pode quebrar a sua resistência física. Deve mostrar-se mais organizado e estabelecer prioridades. No amor, a diplomacia não será o seu forte e pode gerar algumas dificuldades.

Se souber tirar partido de todas as situações tendentes a valorizá-lo, tudo correrá pelo melhor a nível de trabalho e pessoal. A habitual prudência estará fragilizada ao longo da semana em todas as questões de índole financeira. Exigências demasiadas no âmbito sentimental.

sudoku 9 7 6 3

8

7

3

6

2

6 7 6

2

totobola

7

xxx2x12122112 Super 14. Benfica - Maritimo 1:1

7 9

2

totoloto

8

6

6 | 17 | 26 | 34 | 36| 42 |40

3

5

1

8

joker

7 2

5

8

9

9 9 8 6

4 7

4

CD Live in London Leonard Coen PVP: 12,95€ Gravado a 17 de Julho de 2008, na O2 Arena, em Londres, uma das maiores salas cobertas da Europa, durante a fenomenal digressão mundial de Leonard Cohen, ‘Live in London’ é um registo que oferece o melhor dos grandes clássicos ao vivo deste cantor-poeta-pintor, que conta já com 40 anos de carreira. Com mais de 700,000 bilhetes vendidos nesta digressão mundial, num total de 84 espectáculos, Tourneé que incluiu o inesquecível concerto em Lisboa no verão de 2008.

5

5 5

Concurso nº 33/2009

Ana Cristina Ferreira PVP: 11.99€ “Meninos de Ninguém” é um livro que escancara a dura realidade de crianças que crescem em territórios críticos deste Portugal do século XXI. 18 histórias de exclusão social, verdadeiras que não deixam ninguém indiferente! Ana Cristina Pereira é jornalista do Público. Dedica-se, sobretudo, às temáticas de exclusão social. Meninos de Ninguém é o seu primeiro livro.

5 | 8 |24 | 30 |49| 3 | 9

3

2

Às segundas-feiras, 00.50 Junte-se a Michael Palin na sua nova aventura através da Europa. Revisite os países de leste cheios de inesperadas e esquecidas maravilhas! Depois de ter viajado pelos quatro cantos do mundo, o intrépido aventureiro, e ex-Monty Python, Michael Palin explora cerca de vinte países da Europa Central, de Leste e de Sul. A maioria deles uniram-se ou estão prestes a unir-se à União Europeia. Palin inicia a sua viagem nos Alpes Julianos na fronteira entre a Eslovénia e a Itália, antes de viajar através dos Balcãs, o Mar Negro e os Estados do Báltico, onde ele explora os países recentemente formados, mas com uma História rica e profunda. Uma fantástica série documental que reflecte optimismo a respeito da nova Europa e olha para o modo como os diferentes povos vivem a suas vidas nos diversos países.

euromilhões

1 7

5

8

VERTICAIS: 1 - Impulso para roubar. 2 - Cada religião tem o seu. Dois nos extremos. 3 - Título islâmico. Partes do bolo. 4 - Só come figos. 5 - O que ladra não morde. Conformidade de ideias (p1.). 6 - Meio erro. O Papa usa-a em cerimónias especiais. 7 - Faz subir o termómetro. 8 - Soara. Afecta o ouvido. 9 - Apreço. Acrescentar. 10 - Há-as para pescar. Prova automobilística. 11 - Têm sogras. Sofrem metamorfoses.

8

1

2

HORIZONTAIS: 1 - Fase da Lua. 2 - Soleira. Falava-se na Campânia. 3 - Conforme aos princípios da moral. Pesquisar. 4 - Não poluído. Vendia peixe em Lisboa. 5 - Fim da meta. Antes do sol. Circulam nos Andes. 6 - Sentido cujo órgão é o nariz. Tem uma pinta. 7 - Presságio. 8 - Tem obra. Divindade feminina do budismo. 9 - Sacerdotes celtas. 10 - Com volta é mais barato, Vogais de moda. Anasala. 11 - Submetes ao lume. Não ri (m.).

5

3

7

4

A nova Europa de Michael Palin RTP2

sorte

7 2

LIVRO Meninos de Ninguém

3 5

4

Só há uma regra: completar a grelha, de modo a que cada linha, cada coluna e cada bloco de 3x3 incluam os números de 1 a 9, sem repetições!

BLUE-RAY Blade Runner Special Limited Deluxe Edition Ridley Sclott PVP: 79.99€ Uma edição especial em Blue-ray do clássico de Ridley Scott, feita como por encomenda para os muitos fãs desta obra de arte da ficção cientifica. Blade Runner - Special Limited Deluxe Edition é composto por uma mala com 5 Discos blue-ray, imagens do trabalho de Syd Mead e outros artistas, film clip, unicórnio miniatura e réplica de Spinner.

6.945 . 419

loto2 9 |14 |15 |25 |34 | 35 | 2 Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

JOGO UP! PS3 PVP: 49,99€ Depois do filme, aí está o jogo. Up leva os jogadores numa aventura exótica com Carl Fredricksen e o seu jovem companheiro e explorador da vida selvagem, Russel, quando ambos partem numa viagem audaciosa pelas selvas inexploradas da América do Sul.

VERTICAIS: 1 - cleptomania. 2 - ritual; ds. 3 - emir; fatias. 4 - sicófago. 5 - cão; acordos. 6 - er; tiara. 7 - calor. 8 - toara; otite. 9 - estima; adir. 10 - canas; rali. 11 - noras; rãs. HORIZONTAIS: 1 - Crescente. 2 - limiar; osco. 3 - ético; catar. 4 - puro; varina. 5 - ta; fá; lamas. 6 - olfacto; ás. 7 - agoiro. 8 - autora; Tara. 9 - druidas. 10 - ida; oa; til. 11 assas; sério. Soluções


O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

PUBLICIDADE 31


O Ribatejo

32 COMERES & BEBERES | RESTAURANTES E ESPECIALIDADES SANTARÉM A Grelha Especialidades Peixe Fresco, Bacalhau Assado com Magusto, Espetadas de Lulas com Gambas, Espetadas de carne Barrosã com Gambas e Ananás, Espetadas Mistas, Arroz de Feijoca, Bons Vinhos da Região Folga 2ª Feira Morada R. Ateneu Comercial, 1 r/c Esq. – Santarém Telefone. 243333348/ 243322636/ 917604488

Adega do Bacalhau Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau assado com Magusto, Bife à Casa Folga Domingo Morada Travessa da Boleta, 2 e 4 (centro histórico) Santarém. Tel. 243306519- 964569837.

Quintal do Beco Especialidades Lulas fritas com camarão, Bife à Beco. Folga Domingo. Morada Beco dos Fiéis de Deus, nº 15, Santarém. Tel. 243391247.

Oh Vargas Especialidade Comida Tradicional Folga Sábado (excepto para serviços marcados) Morada EN 3 - Portela das Padeiras - Santarém Tel. 243351146.

O Salsa Especialidades Peixe Fresco, Carnes da Especialidade, Massinhas de Peixe, Açorda de Ovas Folga Domingo - Aberto nos Feriados Morada EN 3 – Portela das Padeiras – Santarém Tel. 243351341

J F Restaurante Especialidades Folhado de Perdiz, Bacalhau frito com Gambas e Coentros, Camarão com Risotto 3 queijos, Bifes do lombo, Cozinha Tradicional portuguesa Folga 3ª Feira Morada Jardim de Cima - Santarém Tel. 243302200

Casa Condeço Especialidades Açorda de Bacalhau à Barrão, Molhinhos de Carneiro com Grão, Migas Ribatejanas c/ Bochechas de Porco Favas com Entrecosto Folga 2ª Feira Morada Rua do Alfageme, 41 – Ribeira de Santarém - Santarém Tel. 243326887

A Carroça Especialidades Bacalhau à Carroça; Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau à Brás, Carne de porco à Alentejana, Petiscos (amêijoas, moelas, pica-pau) - Aberto todos os dias Morada Rua Principal – Advagar - Achete Tel. 243478216

Luís do Leitões Especialidades Leitão assado à Bairrada, Bacalhau à Lagareiro, Grelhados variados Folga 2ª Feira Morada Rua Teófilo Braga, 10 - Santarém Tel. 243332102

O Bacalhau Especialidades Borrego à Casa, Bacalhau à Lagareiro, Peixe Fresco Folga 3ª feira à tarde Morada Rua S. Tiago - Tremez Tel. 243479196

Fonte Vale da Videira Especialidades Costeleta de Novilho, Ensopado de Galinha, Pernil no Forno, Carne de Porco Preto, Bacalhau c/Magusto e Batata a Murro. Pão Quente. Folga 2ªs feiras. Morada Rua José Júlio S Delgado, 37 – Póvoa de Isenta Tlm: 962559852.

Taberna do Quinzena Especialidades: Magusto com Bacalhau Assado, Pato Assado no Forno, Cozido à Portuguesa, Cabrito Assado no Forno, Pernil de Porco e Naco de Toiro Bravo Avinhado Folga Domingo Morada Taberna I - Rua Pedro Santarém, 93/95 - Santarém Tel. 243322804 Morada Taberna II – Cerco da Mecheira, 20 - Santarém Tel. 243333110

Adega dos Sabores Especialidades Cabrito Assado no Forno, Bacalhau assado com batata a murro, Polvo à Lagareiro. Folga 5ª feira e domingo ao Jantar. Morada Rua 25 de Abril, 27 – Casa dos Pinheirinhos- Casal da Charneca – Almoster – Santarém. Tlm 916845000

21 | Agosto | 2009

O Cantinho da Bela

CORUCHE

Especialidades Bacalhau gratinado, bacalhau à casa, ensopado de borrego, lombo assado com migas, coelho à caçador Folga Domingo Morada Estrada Nacional 3, Lote 3, Pernes Tel. 243 449 514.

O Farnel

Folga 3ª feira Morada: Rua do Comércio, 58 - Moçarria Tel. 243499300 Tlm. 967062629

Especialidades Bacalhau à Farnel; Bacalhau assado c/migas à moda de Coruche; cabrito frito à lavrador; migas de batata c/carne de porco; ensopado de borrego, grelhado de novilho bravo e porco preto na telha Folga 2ª feira Morada Sala p/banquetes no Monte da Barca. Rua Vasconcelos Porto – Coruche Tel. 243675436

Dom Tacho

Ó Manel

Quinta dos Gravelhos

Especialidades Ensopado de Enguias, Feijoada de Gambas, Mar e Terra Morada Rua Marquesa da Ribeira Grande 53, Vale de Santarém Tel. 243 761078. Aberto todos os dias.

Especialidades: Espetadas do Toiro Bravo. Dobrada e mão de vaca. Sopa de Rabo de boi. Grelhados. Morada Rua de S Tomé, 4 – Bairro Novo. Tel. 243675878. Folga ao Domingo

O Cantinho dos Sabores

Jakim Girassol

Especialidade Bacalhau Assado com Açorda de Grelos Folga: Domingo. Morada Estrada Nacional 3, Alto do Vale, Vale de Santarém Tel. 243761268

Especialidades: Bacalhau c/ Migas, Feijoada de Chocos c/ Gambas, Borrego assado no forno, Pernil de Porco no Forno, Arroz de Pato, Bacalhau gratinado c/camarões. Petiscos variados. Morada: Estrada Nacional 119 (Área de serviço Repsol) – Biscainho . Tel. 243660333

Taberna Rentini Especialidades Cozinha Tradicional, Grelhados no carvão Morada Casais do Quintão - Perofilho, 2005-021 Várzea Santarém Tel. 243499254

Chafarica da Torre Especialidades Carne de Vitela Maronesa, Bacalhau na brasa, Camarão Tigre, Raia com molho de alcaparras Folga Domingo Morada Praceta João Caetano Brás, 9 - S. Domingos - Santarém Telf. 243 372 649 - 96 6620790

O Tasco Especialidades Massa à Barrão, Bacalhau grelado com Magusto, Bife à Tasco, Entrecôte com Migas, Carnes de Porco Preto grelhadas Folga Domingo Morada EN 3 – S. Pedro (frente à JAE) – 2005 Santarém Tel. 243302740 Tlm. 917062391

Mina Velha Especialidades: Bacalhau Assado com Magusto, Bacalhau c/ Broa, Massa à Barrão, Bife à Mina Velha, Posta à Mina Velha. Folga : Domingo à Noite e 2ª Feira. Contacto 243 372 581. Morada : Urb. Quinta das Fontainhas – Santarém. Long. 08´42´20” O. Lat. 39´42´19” N

O Bernardo Especialidades: Bacalhau no forno com Broa de Milho, Polvo no forno, Ensopado de Borrego, Cabrito no Forno e Lombos de Fataça Grelhados Folga: 2ªas Feiras Morada: Loja Nova – S. Vicente do Paúl Contactos: 243428388 Telemóvel 9918939656

O Cantinho do Avô Especialidades: Queixadas de Porco no Forno, Molhinhos com Feijão Branco, Cozido à Portuguesa, Feijoada à Transmontana, Secretos de Porco Preto, Magusto com Bacalhau Assado, Polvo à Lagareiro. Folga Domingo. Morada Rua Paulino da Cunha e Silva nº 121 – 2000-369 Alcanhões. Tel. 243428303

Avenida Especialidades Polvo a Lagareiro, Bacalhau a Braga, Pescada Gratinada com Camarão, Bifes da vazia à Portuguesa com Pimenta ou com Alho. Reservas para grupo e Serviço de Take Away pelo 968486613 - Karaoke aos Sábados Morada Av. Forças Armadas - Abrantes

SALVATERRA Tira Picos Especialidades Grelhados Folga 2ª Feira Morada Foros de Salvaterra - Salvaterra de Magos Tel. 263501447

Preto & Branco Especialidades Bacalhau com natas, Porco Preto, Arroz de Pato, Enguias do Rio, Carne Mirandesa Folga 2ª feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 144 - Salvaterra de Magos Tel. 263507858 - 918675981

Parque Real Especialidades Cataplanas de Enguias e Mariscos. Mariscos e Peixe fresco durante todo o ano. Espetadas variadas. Folga 5ª Feira. Tel. 263505508; Telm. 969517664. Morada Estrada Nacional 118, nº51 - Val Queimado - Salvaterra de Magos

O Fumeiro Especialidades Bife da casa, Fondue de Porco Preto, secretos com migalhana, Ovas na Brasa com Açorda de Ovas, Bacalhau à Fumeiro Folga Domingo Morada Rua do Pisco, 9 – Abrantes Tel. 938851963 Email restaurantefumeiro@clix.pt

Cristina Especialidades Bacalhau c/Broa, Polvo à Lagareiro, Cherne c/molho de coentros, cabrito assado no forno, Arroz de Pato à Antiga, Perna de Borrego assada c/alecrim. Folga Domingo à tarde e 2ª feira Morada Rio Moinhos – Abrantes Tel. 241881177 Fax: 241881343 Email info@restaurante-cristina.com Web www.restaurante-cristina.com

Almourol Especialidades Enguias, Sável e Lampreia Folga 3ª Feira Morada Tancos, Vila Nova da Barquinha Tel. 249 720 100. Mail: www.almourol.com

GOLEGÃ Central Especialidades: Bife à Central com Molho à Brogueira, Entrecosto à Goleganense, Açorda de Sável- Sobremesa: Toureiros Telefone : 249976345 Morada : Largo Imaculada Conceição 3 a 8 2150-125 Golegã. Reservas@cafecentral.pt www.cafecentral.pt

O Barrigas Especialidades: Buffet de entradas regionais, fritada de camarão com açorda e naco de boi no carvão.Folga: Domingo ao jantar e 2ª feira Morada: Largo 5º Outubro, nº 55 e 56 – Golegã Contacto: 240 717 631 Site: www.obarrigas.com Outras info: Zona para fumadores

Adega da Rosa Especialidades Picanha, Bacalhau à Lagareiro, Chocos à Lagareiro, Espetada de lulas c/gambas, costeleta Mirandesa. Garrocheira – Foros de Salvaterra; Telf: 263 507 240

Cabana dos Parodiantes Especialidades Bife à Patilhas & Ventoinha, Molhata de Enguias (caldeirada típica avieira). Pode encomendar Barretes, Bolo Rei e outras especialidades. Folga 4ªs feiras à tarde. Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca. Mail: cabana.eventos@gmail.com telf: 263504177 ; site: www.cabanadosparodiantes.com

Escaroupim

ABRANTES

BARQUINHA

ALMEIRIM Retiro do Campino Especialidades Sopa da Pedra, Grelhados no Carvão Folga 3ª Feira Morada Largo da Praça de Toiros, 1 A - Almeirim Tel. 243592528

Constantino das “Enguias” Especialidades: Enguias Fritas, Ensopado, Grelhados no carvão Folga à 2ª Feira. Aceita reservas Morada Foros de Benfica – Benfica do Ribatejo Tel. 243589156

O Galinha

O Churrasco

A Tasca

Especialidades Frango, Coelho, Carnes grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. 5 de Outubro, 115 - Almeirim Telem: 963458371

Especialidades Pernil de porco no forno, cozido à portuguesa. Carne Brava Folga Domingo Morada Mercado Municipal – Coruche Tel. 243675232

Sepúlveda Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Molhinhos c/ Grão, Entremeada de Vitela, Moelas estufadas c/ batata frita, Chocos e Grelhados Folga Não tem Morada Rua Vinha do Santíssimo, Bloco 32 - Almeirim Tel. 938732058

Especialidades Bacalhau à Choupo; ensopado de enguias; cabrito assado à padeiro; medalhões de porco à Ti Fernanda Folga 2ª feira (após almoço) Morada Montinhos dos Pegos (1 Km cruz. Monte da Barca) – Coruche Tel. 243618875

Cambáia

Sal & Brasas

Especialidades: Ensopado de Enguia e Enguias Fritas. Folga 4ª e 5ª feira (excepto feriados). Morada Rua do Campo da Bola - Foros de Benfica. Tel. 243580934

ALPIARÇA

Especialidade: Carnes na brasa Folga 2ª feira Morada Cruzamento Monte da Barca - Coruche Tel. 243618319

Ponte da Coroa Especialidades: Cozinha regional e grelhados no carvão Folga Domingo Morada Estrada Nacional 114 - Coruche Tel. 243617390

Tertúlia Especialidades Ensopado de enguias, bacalhau com broa, bacalhau com favas, bacalhau (frito) à marialva, porco preto, borrego à moda de Alpiarça, costeletas de borrego, espetada de javali, alheiras (caça/ mirandesa), coelho com molho de coentros. Bons vinhos da Região e de outras regiões. Ementas personalizadas para grupos e ocasiões especiais. Abrerto todos os dias Morada Rua Engº Álvaro da Silva Simões, 108 Alpiarça Tel: 243558588 Reservas 935587920. Site http//tertulia-restbar.hi5.com Email:bernardos.inv.hot@ sapo.pt

CARTAXO QG Folga 3ª feira Morada: Praça 15 de Dezembro, 1 - Cartaxo Tel. 243499300 Tlm. 967062629

Especialidades Enguias todo o ano, Açorda de Sável, Lampreia em época, Arroz de Bacalhau c/ Farinheira, Migas, Tarte de Perdiz Folga 5ª Feira e Domingo ao jantar Morada Largo do Avieiros Escaroupim - Salvaterra de Magos Tel. 263107332 telemóvel: 912539228 e mail: rest.o.escaroupim@hotmail.com

Especialidades Sopa 3/1, Sopa da Pedra, Polvo à Lagareiro, Cozido à Portuguesa, Arroz de Tamboril, Massada de Cherne, Bife à Cortador Folga 3ª Feira. Aceita-se reservas para grupos Morada Rua Ilha da Madeira, 16 J - Almeirim Tel. 243579797

A Casinha

Especialidades Arroz de Tamboril, Espetadas de Lombinhos c/ Gambas, Cozinha Tradicional, Peixe Fresco grelhado na Brasa Folga 4ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 15 - Almeirim Email: davidparkmail.telepac.pt. Tel. 243591475

Taberna do Gaio

Especialidades Ensopado de Enguias, Enguias Fritas, Picanha, Plumas de Porco Preto, Alheira, Caça Grelhada Folga Domingo Morada Av. Dr Roberto Ferreira da Fonseca 54 - Salvaterra de Magos Tel. 263504795

Dom Roberto

O Forno

Especialidades Enguias à Lagareiro, Grelhados Folga 5ª Feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 70/ 72 - Salvaterra de Magos Tel. 263504484

Especialidades Sopa da Pedra, Peixe Fresco, Carne Porto Preto e Grelhados Folga 3ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 23 - Almeirim Tel. 243592916

Especialidades Mão de vaca c/grão, pernil no forno, entrecosto de novilho, chocos grelhados, grelhados no carvão. Folga domingo Morada Rua 25 Abril,131 – Vale da Pedra. Tlm. 912274197

David Park

O Choupo

RIO MAIOR Manjar do Parque Especialidades Leitão assado em forno de lenha, Picanha à Brasileira, Secretos de porco preto na brasa , Manjar de Gambas, Bacalhau Maravilha, Bife à Casa. Leitão assado para fora. Ementas para grupos Morada Rua Almirante Cândido Reis, 26 R/c (junto ao jardim) – Rio Maior Tel. 243997071 Email geral@manjardoparque.net

Palhinhas Gold Especialidades Alheira de caça, Carne mirandesa, Porco preto com migas, Picanha, Bacalhau com crosta de azeitona, Tiborna de bacalhau, Caril de gambas, Arroz de tamboril, , Pão de Ló caseiro. Folga Domingo à noite e 2ª Feira. Morada Trav. do Palhinhas (centro da cidade) - Rio Maior Tel. 963435547. Site www.palhinhasgold.pt

O Churrasco Especialidades Frango, Coelho, Costeletas e Mistas grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. Dr. Gomes da Silva (Sociedade Filarmónica Cartaxense) - Cartaxo Telem: 963458371 Especialidades Pratos Regionais e grelhados de peixe e carne. Jantares às sextas e sábados. Folga ao domingo. Estrada Nacional N3 - Cruz do Campo Cartaxo. Telf: 243 759 883

Charana

MAÇÃO O Godinho Especialidades Café – Restaurante. Cozinha Regional. Quarta-Feira: Cozido à Portuguesa. Serve Almoços e Jantares. Encerra ao Domingo. Telf: 241572874;tlm 962536310 Rua da Republica – Mação

O Cantinho Especialidades Restaurante Marisqueira; Especialidades: Arroz de Marisco, Cataplana de Cherne, Bife à Cantinho na Frigideira e Maranho de Mação.Almoços e Jantares.Aberto todos os dias.Telf: 241107558.Tlm: 964677705. Rua Monsenhor Alvares de Moura - Mação


O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

PUBLICIDADE 33


O Ribatejo

34 ADVOGADOS SANTARÉM A Dr. José Francisco Faustino; Drª. Cristina Alvarez; Dr. João Rafael; Dr. Pedro Goulão; Dr. Pedro Matos Barbosa; Dr. Francisco Lopes Leitão - Rua Capitão António Montez, 10 – Santarém - Tel. 243327159 Fax 243327160 - adv.santarem@mail. telepac.pt A Oliveira Domingos - Largo Cândido dos Reis, 3 -1º - Santarém Tel. 243326310 - Fax 243333587 oliveiradomingos-161e@adv.oa.pt A Sandra Alexandre - Rua do Colégio Militar, 10 - 2º esq. - 2000-230 Santarém - Telef./Fax: 243 322 268 A Dr. Francisco Antunes Luís - Av. D. Afonso Henriques, 89 - 2º Dtº - Santarém - Tel. 243321024/ 243321426 - Fax 243321425 advogados.s@mail.telepac.pt A Drª Sónia Bento - Av. do Brasil, 13 – 1º Andar – Santarém - Tel. 243372159 Fax 243372159 - sbentompires.adv@gmail.com

21 | Agosto | 2009

A Dr. Morgado Ribeiro - Av. do Brasil – Edifício Scálabis, 1º Esq – Santarém - Tel. 243323143 Fax 243326144 - morgadoribeiro-185e@ adv.oa.pt A Drª Margarida Lencastre Fróis - Praça Sá da Bandeira, 22 – 1º Santarém - Tel. 243325178 Fax 243325178 - margarida.lencastre@ gmail.com A Drª Cristina Saldanha - Av. D. Afonso Henriques, 67 – 1º Esq – Santarém - Tel. 243323019 Fax 243333414 - cristinasaldanha1531e@adv.oa.pt A Dr.º Martins Carreto - Rua Dr. António José de Almeida, 17-2º Dto - 2000-238 Santarém - Telefone 243333519 Fax 243326531 e-mail: artinscarreto-1078C@adv.oa.pt A Dr.ª Helena Marques Duarte - Rua Pedro de Santarém - 2 – 2º A - Tel. 243 352 407 – Fax. 243 352 409 - 2000-223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) - hmduarte-16362l@adv.oa.pt

A Dr. Marco Pires - Av. do Brasil, 13 – 1º Andar – Santarém - Tel. 243372159 Fax 243372159 - sbentompires.adv@gmail.com

ORLANDO MENDES TERESA PINTO FERREIRA SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL Travessa do Fróis, 3 - 1º e 2º Tel: 243 328 444 - Fax: 243 391 079

2000-145 SANTARÉM E-mail: orlandomtpf_socadv.rl@mail.telepac.pt

Fernando Martinho Sofia Martinho José Carlos Pó

ALMEIRIM A Dr. Manuel Faustino Silva - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 - faustino-1239e@adv.oa.pt A Dr. Adriano de Melo Nazareth Barbosa - Praça da República, 29 – 1º Esq. – Almeirim - Tel. 243597997/8 Fax 243597999 A Drª Ana Sofia Casebre - Rua Dionísio Saraiva, Lote 1 – 1º Andar – Porta A – Almeirim - Tel. 243579134 Fax 243579134 TLM 936280534 A Dr. Sérgio Luís Coutinho dos Santos - Praça da República, 18 A 1º - Apartado 61 – 2080-044 Almeirim Tel. 2435991172 - Fax 243593224 sergiosantos - 365e@advogados.oa.pt A Dr. Vítor Sousa - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 A Drª Célia Sousa Pinhal - Praça Lourenço de Carvalho, 12 A 1º 2080-043 Almeirim - Tel. 243593737 Fax 243593737 TLM 966110936 Celiasp-1498e@adv.oa.pt

Francisco Pedrógão Armando Ferreira

A Drª Ana Oliveira Simões - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570092 Fax 243570099 - anaoliveirasimoes2078e@adv.oa.pt

A Norberto Timóteo - Advogado Praceta do Chafariz, Lote 6- 1º Esq. - Apartado 93 - 2204-909 Abrantes; Tel.: 241 363 484; Fax: 241 365 234; Email: norbertotimoteo-169e@ advogados.oa.pt

A Drª Ana Gomes Ribeiro - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570093 Fax 243570099 - anagomesribeiro2104e@adv.oa.pt

A Eurico Consciência & Associados - Abrantes - Apartado 37 Tel: 241372831 /2/3 - Fax: 241362645 - E-mail: consciencia-839c@adv.oa.pt

A Dr. Pedro Borrego - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim -Tel. 243570091 Fax 243570099 - pedroborrego-2083e@ adv.oa.pt

A António Pires de Oliveira - Rua de Santa Isabel, nº 1- 1º Dto. 2200-393 Abrantes Tel.: 241 360 540 - Fax: 241 372 481 E-mail: dr.a.oliveira-355e@adv.oa.pt - Cédula Prof. 355 Évora

A Drª América Cravo - R. Dr. Óscar da Costa Neves, 8 - 1º - 2080-130 Almeirim - Tel. 243597946/8 Fax 243597947 - americacravo-855e@ adv.oa.pt

ABRANTES A Mário P. Claro - Célia Cruz Rua Luís de Camões nºs 9 - 11, 1º Esq., 2200-421 Abrantes Tel 241 379 090 - Fax.: 241 363 364; Trv. da Batoca, 6 - 2140-149 Chamusca; Tel/fax: 249 760 058 E-mail: mclaro.ccruz.spa@mail. telepac.pt

CARTAXO A Drª Liliana Pita - R. Dr. Manuel Correia Ramalho, 9 – 2º Esqº 2070-095 Cartaxo - Tel 243703631 Fax 243703631- lilianapita-18943l@ adv.oa.pt

A Drª Rute Nunes - Rua Dr. Lopes Batista, 5 B -1º E – Cartaxo TLM 914177635 Fax 243120102 - rute.nunes@apoiojuridico.com - www.apoiojuridico.com A Drª Ana Fonseca e Silva - Praça 15 de Dezembro, 23ª - 2º A – 2070-049 Cartaxo - Tel. 243704323 Fax. 2437074328 - anafonsecaesilva1002e@advogados.oa.pt

LISBOA A Albertino Antunes - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa Tel. 213172720 Fax. 213172729 A Alexandre Oliveira - Telem.: 969 239 263 - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa - Tel. 213172720 - Fax. 213172729

ALBERTINO ANTUNES ALEXANDRE OLIVEIRA

ANA MARTINHO DO ROSÁRIO ISABEL ALVES DE MATOS VICTOR BAPTISTA

ADVOGADOS

Telem.: 969 239 263

Av. do Brasil - Edifício Scalabis - 1º F Tef.: 243326242 2000 SANTARÉM

Av. 5 de Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 LISBOA Tel. 213172720 Fax. 213172729

ADVOGADOS

MADEIRA LOPES FRANCISCO MADEIRA LOPES

ADVOGADOS

ADVOGADOS

ADVOGADOS

Rua Dr. António José de Almeida nº 17, 1º Esquerdo Tel.: 243326821 - Fax: 243333830 2005-238 SANTARÉM

Pcta. Pedro Escuro n. 2 1.º Esq. Telef.: 243333821 Fax: 243391021 2000 SANTARÉM

Tel.: 243323700 - Fax: 243332994 Rua Elias Garcia, 24 - 1º Apartado 173 2001-902 Santarém

assinatura anual por apenas 25 €

ADVOGADOS  Eurico Heitor Consciência  João Roboredo Consciência  Teresa Roboredo Consciência

 Rui Roboredo Consciência  Fernando Zuzarte Saraiva  Rita Teimão Figueiredo

ABRANTES: Rua de S. Domingos – 336-2º A - Apart. 37 Tel. 241 372 831/2/3 - Fax: 241 362 645 2200 - 397 ABRANTES SANTARÉM: Rua Pedro de Santarém - 2 – 2º A Tel. 243 352 407 – Fax. 243 352 409 2000-223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) LISBOA: Rua Braamcamp – 52 – 9º Esqº Tel. 213 860 963 – 213 862 922 – Fax: 213 863 923 1250–051 LISBOA E.Mail: consciencia-839c@adv.oa.pt

FARMÁCIAS DE SERVIÇO SANTARÉM

ALMEIRIM

TORRES NOVAS

Sexta

21 Flama Vitae

Pç. Sá da Bandeira, 4 e 5

243 322 195

Sexta

21 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Sexta

21 Central

Rua de São Pedro, 5

Sábado

22 Baptista

Rua Serpa Pinto, 101/3

243 322 072

Sábado

22 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 592 265

Sábado

22 Central

Rua de São Pedro, 5

249 822 411

R. Capelo Ivens, 74

243 330 230

Domingo 23 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Domingo 23 Central

Rua de São Pedro, 5

249 822 411 249 819 540

Domingo 23 Veríssimo

249 822 411

Segunda

24 S. Nicolau

R. Capelo Ivens, 38

243 325 067

Segunda

24 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Segunda

24 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

Terça

25 Francisco Viegas

Rua Pedro Santarém, 2-A

243 330 570

Terça

25 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 592 265

Terça

25 Nicolau

Rua 25 de Abril, 7

249 830 180

Quarta

26 Oliveira

Rua Colégio Militar, 1

243 326 182

Quarta

26 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Quarta

26 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

249 822 067

Quinta

27 Pereira

Av. Grup. Forcados Amadores St - 8 243 325 113

Quinta

27 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Quinta

27 Central

Rua de São Pedro, 5

249 822 411

Sexta

28 Sá da Bandeira

Av.ª do Brasil, 38

243 322 966

Sexta

28 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 592 265

Sexta

28 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

249 819 540

243 675 070

TOMAR

CORUCHE

ALPIARÇA

Sexta

21 Torres Pinheiro

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Sexta

21 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Sábado

22 Ribeiro dos Santos

Av. Norton de Matos

249 324 373

Sábado

22 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Domingo 23 Dias Costa

Rua Serpa Pinto, 160-162

249 312 203

Domingo 23 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Segunda

24 Nova

Rua Silva Magalhães, 77-79

249 310 360

Segunda

24 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Terça

25 Central

Rua Marquês de Pombal, 16

249 312 329

Terça

25 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Quarta

26 Misericórdia

Rua Infantaria, 15, Nº 9

249 312 465

Quarta

26 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Quinta

27 Torres Pinheiro

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Quinta

27 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Sexta

28 Ribeiro dos Santos

Av. Norton de Matos

249 324 373

Sexta

28 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Sexta

21 Higiene

Rua da Misericórdia

Sábado

22 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Domingo 23 Almeida

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

Segunda

24 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Terça

25 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

Quarta

26 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Quinta

27 Almeida

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

Sexta

28 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

SALVATERRA DE MAGOS ABRANTES

CARTAXO

Sexta Sábado a Sexta

21 Carvalho 22 a 28 Martins

Sexta

21 Motta Ferraz

Largo Mota Ferraz, 7

241 360 520

Sexta

21 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 770 997

Sábado

22 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.S. Mart. 47

241 360 530

Sábado

22 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

243 702 653

Domingo 23 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.S. Mart. 47

241 360 530

Domingo 23 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

Segunda

24 Silva

Rua José Estevão, 1

241 360 060

Segunda

24 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 770 997

Terça

25 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Terça

25 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

243 700 130

Quarta

26 Duarte Ferreira

R. Tenente Cor. J. B. Canejo, 13

241 333 222

Quarta

26 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

243 702 653

BENAVENTE

Quinta

27 Motta Ferraz

Largo Mota Ferraz, 7

241 360 520

Quinta

27 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 770 997

Funciona 9 às 22 h

Sexta

28 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.S. Mart. 47

241 360 530

Sexta

28 Pereira, Sucrs

243 700 130

Assegura serviço durante a noite Martins

Rua Serpa Pinto, 8

243 702 653

R. Dr. Gregório Fernandes, 20/2 263 504 451 R. Heróis de Chave

263 504 319

RIO MAIOR Sexta Sábado a Sexta

21 Almeida

R. Almir. Cândido dos Reis, 19 243 992 255

22 a 28 Cândido Barbosa Rua Serpa Pinto, 50

Baptista

243 994 700

Av. Dr. Francisco S. Dias, 8, 1º 263 580 108 R. do Diário de Notícias, 9-r/c

263 517 633


O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

saúde

35

DSOS Hepatites estabelece parcerias

A SOS Hepatites tem por função informar e divulgar uma doença que atinge cerca de 170 mil pessoas. As parcerias com a Associação Nacional de Sargentos e Associação Portuguesa dos Veteranos de Guerra são as mais recentes, pelas práticas de risco, designadamente transfusões de sangue realizadas, muitas delas com sangue sem ser testado, vacinação com a mesma pistola e partilha de objectos cortantes não esterilizados, durante a Guerra do Ultramar e outros cenários de conflito, que colocaram estes grupos em situações de risco.

A saúde que vem da comida Alimentar a saúde ∑ Interacções entre medicamentos e alimentos As questões alimentares fazem parte do quotidiano da vida do farmacêutico. Por mui-

CONSULTÓRIO DENTÁRIO - Nova morada -

DR. MARCÃO Médico especialista de ESTOMATOLOGIA (Doenças da boca e dentes) pela Ordem dos Médicos e pelo Hospital de Santa Maria

CLÍNICA - CIRURGIA - PRÓTESES DENTÁRIAS CONSULTAS TODOS OS DIAS Largo Cândido dos Reis, 11 - 1º Direito (junto à rotunda do hospital velho) Telef: 243 326 435 - 2000 SANTARÉM

tas razões: porque há interacções medicamentosas com alimentos; porque ele pode orientar sobre algumas regras alimentares no âmbito de projectos como “Controle o seu Peso, o Coração Agradece” ou da farmácia “Checksaúde” ou inclusivamente nos cuidados farmacêuticos a propósito da alimentação do hipertenso ou do diabético já que o regime alimentar pode ser crucial como complemento do tratamento das patologias; mas também por causa da doença celíaca que requer informação nutricional apropriada, dietas especiais, a alimentação infantil, os suplementos alimentares e os estados como a gravidez e as necessidades da mãe no período de aleitamento, os produtos adelgaçantes, situações como a osteoporose que requerem cuidados alimentares, entre outros.

As interacções dos medicamentos com alimentos podem ser reconhecidas em duas situações: a acção de alguns medicamentos no efeito de certos alimentos, e a acção dos alimentos sobre o efeito dos medicamentos. Na primeira situação, têm especial importância os tratamentos prolongados que podem dar origem a situações específicas de carências de nutrientes. Os exemplos mais frequentes são as carências vitamínicas por abuso de laxantes ou por outros medicamentos. Na segunda situação temos especialmente a interacção de alimentos que reduzem a absorção de certos medicamentos, como é o caso do leite e seus derivados, que reduzem a absorção de certos antibióticos (algumas tetraciclinas e algumas quinolonas). Além destas situações, da administração de alimentos com medicamentos pode resultar a redução ou potenciação dos

efeitos secundários, como é o caso do álcool que interage com muitos medicamentos, aumentando o seu efeito de sonolência e redução das capacidades de reacção. É ainda de destacar neste caso o efeito da toranja sobre a eliminação dos medicamentos. Recorde-se igualmente que há interacções entre medicamentos e suplementos dietéticos. Por exemplo, doses elevadas de vitamina E potenciam os efeitos dos anticoagulantes e podem provocar hemorragias em doentes que estão a tomar este tipo de medicamento. A alimentação pode ajuda r-nos a m a nter boa saúde e a protegernos de doenças como as cardiovasculares, obesidade, a diabetes ou a osteoporose. Não há receitas milagre, as recomendações alimentares devem ser conciliáveis com as noções de prazer e convivência, basear-se na diversidade, no comer várias vezes ao dia e saber responder às necessida-

des respeitando os grandes princípios da roda dos alimentos: comer frutas e legumes em quantidade apreciável, não esquecer o pão às refeições, comer três produtos derivados do leite todos os dias, proteínas da carne, do peixe ou dos ovos, uma ou duas vezes por dia e ser moderado na ingestão de gorduras, aprendendo a seleccioná-las, não esquecendo que estas substâncias, quando ingeridas com discernimento, têm um efeito mais ou menos favorável sobre a saúde, consumindo com moderação as bebidas e os alimentos açucarados, não esquecendo de litro e meio de água por dia. No folheto de distribuição gratuita “Alimentar a saúde” refere-se concretamente o que devemos comer diariamente de cada grupo nutricional, o que compõe uma alimentação saudável e quais são as grandes mensagens da educação alimentar. Beja Santos

CONSULTÓRIOS MÉDICOS DO JARDIM Praça da República, Nº 47 - 1.º - ALMEIRIM Junto à Farmácia Barreto do Carmo MEDICINA GERAL E FAMILIAR Dr.ª Emanuela Santos Andrade Dr. Generoso Barbosa Dr.ª Anabela Xavier de Basto PSIQUIATRIA Dr.ª Joana Alexandre CARDIOLOGIA Dr.ª Marisa Peres NEUROCIRURGIA Dr. Rui Bello Silva PSICOLOGIA Dr.ª Sandra Silva Dr. Ricardo Luciano (Avaliação Psicoterapia c/ crianças) ENDOCRINOLOGIA Dr. Carlos Fernandes PEDIATRIA Dr. Nuno Carvalho Dr.ª Teresa Barracha GINECOLOGIA/OBSTETRICIA Dr. Pedro Rocha (HDS) Dr.ª Lucília Gaspar (HDS) PODOLOGIA Dr.ª Sandrina Fortunato UROLOGIA Dr. António Oliveira ORTOPEDIA Dr. Joaquim Simões

CIRURGIA VASCULAR Dr. Edgar Berdeja FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA Fisioterapeuta Alexandra Claudino PNEUMOLOGIA Dr.ª Paula Cravo IMUNOALERGOLOGIA Dr. Abreu Nogueira DIETISTA/NUTRICIONISTA Dr.ª Helga Marques ACUPUNCTURA Dr.ª Alda Costa HOMEOPATIA/ FISIOTERAPIA Dr. Rui Pinto Dr. Raúl Silva TERAPIA DA FALA Terapeuta Dora Colaço SERVIÇOS DE ENFERMAGEM Enf.ª Ana SHIATSU Drª Mª Rosário Salavessa ELECTROCARDIOGRAMAS Com Técnico Especializado CTG - Grávidas Holter - 24 h Mapa (Tensão Arterial)

Acordos com ADVANCE CARE; MULTICARE e MÉDIS ANÁLISES CLÍNICAS - com todos os acordos

MARCAÇÕES

Tel 243 593 422 Tlm 969 902 195


O Ribatejo

36 SAÚDE

21 | Agosto | 2009

Drª MADALENA BARRETO INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243327546 - 2000 SANTARÉM

DR. JOSÉ LUÍS P. BARRETO UROLOGISTA Pela Ordem dos Médicos DOENÇAS DOS RINS, VIAS URINÁRIAS E APARELHO SEXUAL MASCULINO

F. RIBEIRO DE CARVALHO CIRURGIÃO PLÁSTICO Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética Cirurgia Estética e Reconstrutiva da Mama Cirurgia do Contorno Corporal Cirurgia Estética Facial Surgimed Pcta. Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6 - r/c SANTARÉM Marcações pelo Tel: 243 30 57 80

CONS. - SURGIMED

Pr. Eduardo Rosa Mendes n.º 6 R/C - Telef.: 243305780 2000 SANTARÉM

Dr. Martinho do Rosário

Médico de Urologia CONSULTAS 2ªs, 4ªs e 6ªfeiras a partir das 15 h. MARCAÇÕES todos os dias, a partir das 15 h. SANTARÉM

Sandra Silva

Dr. Rui Castro

PSICÓLOGA CLÍNICA

Médico Especialista de Clínica Geral

Avaliação Psicológica e Acompanhamento: Crianças, Adolescentes e Adultos Santarém - Climeco Rua do Colégio Militar lt. 10 1º Esq. Telefone 243 328 303

CONSULTÓRIO: Rua José Saramago, 17-1º

Rua José Saramago, 17 Telef.: 243327431 - 2005-185 SANTARÉM

CLIMECO - Clínica Médica de Eduardo Lopes Oftalmologia Dr. Eduardo Lopes Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

(edifícios atrás do Banco de Portugal)

Telef. e Fax: 243 327 431 Telemóvel: 917 770 678 CONSULTAS E MARCAÇÕES DIÁRIAS

Oftalmologia Pediátrica Drª Cristina Amorim Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Ortóptica Dr. Alfredo Sousa - Drª Ana Ascensão Neurocirurgia Dr. Bello da Silva Acordos c/ Multicare

Neurologia Drª Adelaide Palos Dermatologia Drª Maria João Reumatologia Drª Manuela Micaelo Acordos c/ Multicare

Psicologia Drª Edite Oliveira - Drª Isabel Baptista MARCAÇÕES PELO TELEFONE 243 328 303 Rua Colégio Militar, Lt. A - 1º Esquerdo (junto ao antigo Campo dos Leões) 2000 SANTARÉM


SAÚDE 37

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

Drª ISABEL MONTEIRO Médica Cardiologista • Consultas de Cardiologia • Electrocardiogramas • Ecocardiogramas Modo M, 2D e Doppler a cor • M.A.P.A. (Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial) Rua Dr. António José de Almeida, nº 11, 4º Dt.º 2000 - SANTARÉM

CENTRO CLÍNICO DO CHOUPAL

CLÍNICA OTORRINO DR. FLÁVIO DE SÁ

MED. FÍSICA E REABILITAÇÃO CONSULTAS

Sílvia Lencastre Fróis Psicóloga Clínica

CONSULTAS • Otorrino • Pediatria • Alergologia • Clínica Geral • Cirurgia Geral EXAMES • Audiogramas • Timpanogramas • Endoscopia ORL • Electrocardiogramas

Fisiatria (Dr.ª Helena Martins) (Dr. José Miguel Pais) Ortopedia (Dr. A. Júlio Silva) Psicologia (Dr.ª Elsa Couchinho) (Dr.ª Teresa Molina) Clínica Geral e doenças do Coração (Dr.ª Liliana Aleksandrov) ACORDOS FISIOTERAPIA: ADSE, ADMFA, ADMA, C.G. DEPÓSITOS, CTT, SAMS, TELECOM e SEGURADORAS R. Capitão António Montês, 4-A (Rampa Ciclistas) Tel. 243326935 - Fax: 243326935 2000 SANTARÉM

TODOS OS DIAS DAS 9.00 - 20.00 horas R. Dr. António José de Almeida, n.º 11 - 2.º Esq.º Tel./Fax 243 329 010 - SANTARÉM

Psicologia Clínica e Psicoterapia

918 732 116

Marcações pelo tmóvel -

Santarém • Coruche • Rio Maior

Rosa Ferro

Dr. A. JÚLIO SILVA

Psicóloga Clínica

Médico Especialista

Avaliação e Acompanhamento Psicológico de Crianças, Adolescentes e Adultos. Orientação Escolar.

ORTOPEDIA

Consultório:

R. Capitão António Montez, 4-A

(Centro Clínico do Choupal)

Telef. 243 326 957 DRA. MARISA PERES MÉDICA CARDIOLOGISTA

JOSÉ MANUEL PIRES TEIXEIRA MÉDICO ESPECIALISTA - GINECOLOGISTA / OBSTETRA ASSISTENTE HOSPITALAR GRADUADO do HOSPITAL DE SANTARÉM DOENÇA DA MAMA - DIPLOMADO e MASTER em Senologia / / Pat. Mamária pela F. de Medicina da Un. de Barcelona CONSULTÓRIO NA CLÍNICA “FERRO DE ENGOMAR” Rua do Quintino, 9 - A - Tel.: 243770939 - CARTAXO

JÚLIO ARANHA

Consultas e Exames de Cardiologia Santarém: GFS: 243 328 890 IMS: 962 567 961

M.A.P.A. Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial E. C. G. Holter 24 Horas Ecocardiograma

Almeirim: Clínica do Jardim: 243 593 422 Enfercentro: 243 579 601

Av.ª José Saramago, nº 17 - 1º SANTARÉM Telef.: 243327431

Aveiras de Cima: Centro Médico de Aveiras: 263 474 976

Dr. ARMANDO RODRIGUES LOPES INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243327546 - 2000 SANTARÉM

João Paulo Ribeiro PSI CÓ LO GO • Psicoclínico / Psicoterapeuta • Psicoterapia de Crianças, Adolescentes e Adultos Surgimed - Tel. 243 305 780 • SANTARÉM

FAUSTINO SANTOS

Acupunctura / Hipnoterapia Clínica Licenciado em Medicina Tradicional Chinesa Curso pós-graduado de aperfeiçoamento de Hipnose em Clínica Médica (componente de especialização) da Faculdade de Medicina de Lisboa

Rua Pedro de Santarém, nº 65, 1º andar (antiga Rua do Matadouro perto do W Shopping)

MARCAÇÕES - Telemóvel: 962 600 338

www.faustinosantos-acupunctura.com

CENTRO MÉDICO E DE ENFERMAGEM DE ABRANTES Largo de S. João, N.º 1 - Telefones 241 371 566 - 241 371 690

C O N S U LTA S ACUPUNCTURA Dr.ª Elisabete Alexandra Duarte Serra ALERGOLOGIA Dr. Mário de Almeida; Dr.ª Cristina Santa Marta CARDIOLOGIA Dr.ª Maria João Carvalho CIRURGIA Dr. Francisco Rufino CLÍNICA GERAL Dr. Pereira Ambrósio - Dr. António Prôa DERMATOLOGIA Dr.ª Maria João Silva GASTROENTERELOGIA E ENDOSCOPIA DIGESTIVA Dr. Rui Mesquita; Dr.ª Cláudia Sequeira MEDICINA INTERNA Dr. Matoso Ferreira NEFROLOGIA Dr. Mário Silva NEUROCIRURGIA Dr. Armando Lopes NEUROLOGIA Dr.ª Isabel Luzeiro; Dr.ª Amélia Guilherme

Cartaxo e Lisboa Tlm: 914 646 937 E-mail: rosaferro@sapo.pt

CARDIOLOGISTA Electrocardiograma

POR

MARCAÇÃO

OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA Dr.ª Lígia Ribeiro, Dr. João Pinhel OFTALMOLOGIA Dr. Luís Cardiga ORTOPEDIA Dr. Matos Melo OTORRINOLARINGOLOGIA Dr. João Eloi PNEUMOLOGIA Dr. Carlos Luís Lousada PROV. FUNÇÃO RESPIRATÓRIA Patricia Gerra PSICOLOGIA Dr.ª Odete Vieira; Dr. Michael Knoch; Dr.ª Maria Conceição Calado PSIQUIATRIA Dr. Carlos Roldão Vieira; Dr.ª Fátima Palma UROLOGIA Dr. Rafael Passarinho NUTRICIONISTA Dr.ª Carla Louro SERVIÇO DE ENFERMAGEM Maria João TERAPEUTA DA FALA Dr.ª Susana Martins

Tel. 243326935 SANTARÉM

Surgimed Anat. Patológica Dra. Margarida Mendes

Gastroenterologia Dr. Júlio Veloso

Ortopedia Dr. D. Cadavez

Cir. Geral / Obesidade Dr. Joaquim Costa

Endocrinologia Dr. Luís Raposo

Otorrino. Dr. Flávio de Sá

Cirurgia Geral Dr. Paulo Alves

Medicina Interna Dra. Luísa Wandschneider

Pneumologia Dr. Marco da Costa e Silva

Cirurgia Plástica Dr. Ribeiro de Carvalho Cirurgia Vascular Dr. Mário Soares Clínica Geral Dra. Hélia Castro Dr. Benjamim Coimbra Dietética Dra. Célia Dias

Neurocirurgia Dr. Carlos Calado

Psicologia Dra. Elsa Martins Dr. João Paulo Ribeiro

Neurologia Dr. Jorge Becho

Psiquiatria Dr. Vítor Henriques

Oftalmologia Dr. Juan Palomares Dr. Castela Rodrigues Dr. Fábio Trindade

Reumatologia Dr. Teixeira Costa Urologia Dr. Luís Barreto

Exames Complementares e Outros: • • • • • • •

Endoscopia Digestiva Alta Colonoscopia Fibrorectosigmoidoscopia Polipectomia Endoscópica Citologia Aspirativa Urofluxometria E.C.G.

• Trat. varizes (esclerose e laser) • Sedação profunda c/apoio de Anest. p/ exames endoscópicos • Laser Cirúrgico • Internamento (Piso 10 – HDS) • M.A.P.A. • Holter 24 horas

Marcações das 9:00 às 19:00 de 2ª a 6ª Feira Telef: 243 305 780 Fax: 243 305 781 Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6-r/c 2005-174 SANTARÉM Email: surgimed@mail.telepac.pt


O Ribatejo

38

21 | Agosto | 2009

imobiliário & classificados IMOBILIÁRIO arrenda-se A QUARTO mobilado em Santarém TLM 969303121 A T1 mobilado p/ prof., enfermeiros,etc. TLM 911010160 A Apartamento T2 – Marvila. Prédio com elevador. Bem localizado. Preço: 300€ - Ref. A89. Go Imobiliária AMI – 8191. Tlf – 915084892/ 243094092 A ESCRITÓRIOS/ SALAS. Marvila, Com roupeiro. Serviço de recepção incluído. Excelente localização. Valor: 250€ CADA - Ref. A73/A77. Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A T2 Vale de Estacas. Lareira, churrasqueira, quartos mobilados. Coz. semi-equip. Preço: 400€ Ref. A91.Go Imobiliária AMI – 8191. Tlf – 915084892/243094092 A ARMAZÉM Na Zona Industrial.Com cerca de 1.500m2. Valor: 2.500€ - Ref. A83 Go Imobiliária AMI – 8191. Tlf – 915084892/243094092 A LOJA Junto ao Centro de Emprego.Área: 250m2 + 250m2 de cave. Preço: 2.000,00€ - Ref. A84 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

A ESCRITÓRIO Marvila, 3 salas, 1 wc, Perto do Seminário Preço: 400,00€ - Ref. A79. Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A GARAGEM Individual. Frente ao Hospital individual. Preço: 85,00€ - Ref. A47 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

AMI 5774 www.imovenda. pt – 243306076/ 917 997770 A CABELEIREIRO c/ gabinete estética equipado centro STR Tlm: 912204266 A CAFÉ / RESTAURANTE, trespassa-se - em S. João da Ribeira (Rio Maior) - Contacto: 243 949 159

A APT T2 mobilado, no Cartaxo, 380€, AMI 7252, Localvoga, Lda TLM 961503151 A APT T2 semi-novo c/ 1 lugar de garagem, no Cartaxo, 350€, AMI 7252, Localvoga, Lda TLM 961503151 A APT T3 no centro do Cartaxo, 425€/mês, AMI 7252, Localvoga, Lda TLM 961503151

IMOBILIÁRIO vende-se A LOJA nova 110m2 Str barata TLM 911010160 A LOTE p/moradia c/ 1200m2 zona Cnema/ Jumbo AC 200+200m2-CV TLM 919965281 A MORADIA c/ terreno nova ou permuto TL911010160

IMOBILIÁRIO trespassa-se A BAR c/ grande afluência de clientes, no centro de Santarém, junto a escolas superiores. Todo Equipado. Em pleno funcionamento Ref. 3390 Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A LAVANDARIA em pleno funcionamento e amplamente equipada, situada numa das zonas nobres da cidade de Santarém. Grande oportunidade de negócio (30.000€) Ref; 001001008 Trata: Imovenda, Lda –

A MORADIA c/ ou s/ rendimento em Str TL911010160 A MORADIA nova Achete barata. Urgente TLM 911010160 A T3 Jardim de Baixo o próprio TLM 918304625 A TERRA c/vinha no campo do Rossio TLM 962870294 A Apartamento T1 com 70 m2 no centro da Foz do Arelho com vista para a lagoa e a 5 minutos da

praia. Salão grande com 3 janelas, quarto com janelão e roupeiro. Coz. equip. c/ exaustor, esquentador, fogão e terraço. Despensa. WC. Condómino barato e pago até final do ano. É um 1º andar sem elevador Excelente estado. Trata o próprio 934 253 605. A APT T2 c/ terraço, r/ch alto, no Cartaxo, grandes áreas, pouco uso, varanda, 2 despensas, marquise, 73.000€. AMI 7252 Localvoga, Lda TLM 961503152 A APT T2 no Cartaxo, r/ ch, c/ acesso à A1, área útil 95m2, lareira, cozinha semi-equipada, despensa e varanda fechada, roupeiros. wc, videoporteiro, garagem c/ portão automático, elevador, 70.000€, AMI 7252, , Localvoga, Lda TLM 961503152. A SANTARÉM – Bº GIRÃO T2 c/ cozinha semi-equipada, valor 43.500€ RE/MAX Milénio AMI 6883 www.remax. pt/121871057-43 Tel: 961 778 997 A CARTAXO Moradia V2 p/ restauro Lote 586 m2, valor 65.000€ RE/MAX Milénio AMI 6883 www. remax.pt/121871030-59 Tel: 961 535 235 A ALMOSTER Moradia V2 c/ garagem ampla / tertúlia, valor 85.000€ RE/ MAX Milénio AMI 6883 www.remax.pt/1218710665 Tel: 961 778 995 A VALE DE SANTARÉM Moradia V3 com garagem e anexos Lote 1.531 m2, valor 130.000€ RE/MAX

e arrecadação no sótão. Encontra-se em bom estado de conservação possui recup. de lareira, a varanda da cozinha fechada – 85.000€ www. remax.pt/120431106-12 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500

Milénio AMI 6883 www. remax.pt/121871028-214 Tel: 961 311 745 A CARTAXO – centro Moradia V3 construção moderna, garagem e pátio interior, valor 185.000€ RE/ MAX Milénio AMI 6883 www.remax.pt/12187101479 Tel: 961 334 730

A MORADIA c/ traça única, total. remod. em 2005, respeitando materiais originais. O r/c tem sala/ estar, sala/ jantar, escritório, cozinha e wc. 1º andar c/ quarto principal amplo, 2 quartos, salinha, closet e 2 casas de banho. O logradouro é constituído pelo páteo com floreiras e árvores, arrecadação e casa das máq.180.000€www.remax. pt/120431071-38AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500

A CARTAXO Snack-bar / café totalmente equipado, em pleno funcionamento. Venda: 130.000€ / Trespasse: 65.000€ RE/ MAX Milénio AMI 6883 www.remax.pt/121871049181 Tel: 969 754 602 A VILA DE MARMELEIRA Moradia V2 rústica recuperada, logradouro c/ telheiro e churrasqueira, valor 60.000€ RE/MAX Milénio AMI 6883 www. remax.pt/121871057-19 Tel: 961 778 997 A PONTÉVEL Moradia V2 em lote de 605 m2. Óptima para 2ª habitação, valor 85.000€ RE/MAX Milénio AMI 6883 www.remax. pt/121871030-41 Tel: 961 535 235 A APT T3, em cond. fechado, zona sossegada a 5 min. centro da cidade. 3 quartos, cozinha equipada c/ placa, forno, exaustor, frigorifico e máq. lavar roupa, sala c/ lareira (A ESTREAR!) e a.c.. Garagem p/ duas viaturas. Arrecadação por cima da sala c/ possibilidade de transf. em duplex – 108.000€ www.remax. pt/120431071-42 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500 A APT 4 assoa., 2 casas de banho, cozinha, despensa, hall, 2 varandas

16 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500

A APT T1 bem conservado, óptima vista das janelas e varanda na sala, roupeiro no hall, soalheiro. Zona privilegiada do Cartaxo. Próximo Intermarché, cafés, restaurantes, farmácias, outro comércio e parque infantil. A 2 min. a pé da zona comercial e Jardim de Infância do Cartaxo– 58.000€ www.remax. pt/120431071-40AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T2 excelente estado de conservação, sala c/ lareira, óptimas áreas e lugar de parque. na cave, por portão automático. Perto do centro de Almeirim , comércio, transportes e espaços de lazer– 95.000€ www.remax.pt/120431092-

A APT T4 a 50 mts do Hospital, em zona resid. Aprazível, bom estado de conservação, sala c/ lareira, 4 quartos, 2 casas-de-banho (1 c/ 2 janelas) e despensa. Cozinha equipada, 2 roupeiros, pré-instalação de aquecimento central – 95.000€ www.remax. pt/120431108-24 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A CASA p/ remodelação total ou terreno p/ construção prédio de 5 pisos, sendo o R/chão para loja e os restantes pisos p/ habitação de 4 apt (1 p/ piso). No centro do Cartaxo ( Avenida Mestre Cid) – 65.000€ www.remax. pt/120431070-98 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T3 c/ pouco tempo de uso. Possibilidade de espaço de garagem. Santarém – S. Domingos (95.000€) Ref; 001001018 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda. pt – 243306076/ 917 997770 A MORADIA geminada c/ 3 assoa., 2 pisos, terraço e logradouro. Centro da cidade. Bom preço. Calçada do monte – Santarém (95.000€) Ref; 001002002 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A V2, pré-instalação a.c., cozinha rústica c/ lareira, telheiro c/ barbecue e lavatório, parqueamento, murado e possib.

construção de 182m2. Frade de cima – (125.000€) Ref; 001003006 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A QUINTINHA c/ 10.200 m2, moradia c/ 4 quartos, sala comum (32.85 m2) c/ recup. calor, Cozinha semi-equipada, pré-instalação de aquec. central e garagem p/ 2 carros. Piscina (4.5mx9m). Achete (199.000€) Ref; 001004007 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A APT T2 em muito bom estado, situado na zona nobre de S. Domingos – Santarém (95.000 €) Ref; 001005001 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A APT T2, Almeirim, coo novo, cozinha equipada, logradouro c/churrasqueira. Valor 90.000,00€ - Ref. A-327 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A TERRENO c/ 165m2, Almeirim, c/ moradia para demolir. Valor 27.500,00€ Ref A-326 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A APT T3, Almeirim, novo, lugar garagem, ar condicionado, cozinha equipada, excelentes. Valor 115.000,00€ - Ref. A-322 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A MORADIA T2 rural, na Várzea, 1900m2 terreno, zona sossegada. Valor

Tribunal Judicial de Abrantes 2º Juízo Esplanada 1.º de Maio - 2200-320 Abrantes • Tel.: 241360560 Fax: 241365237

Mail: abrantes.tc@tribunais.org.pt

ANÚNCIO 2ª PUBLICAÇÃO

Processo: 681/09-TBABT Carta Precatória (Distribuída) N/Referência: 1683274 - Data: 24-06-2009 Exequente: Banco BPI, S.A. Executado: Maria da Silva Quartilho e outros Processo de origem: Processo n.º 301/1998 do Lisboa - 13.ª Vara Cível, 13.ª Vara - 2.ª Secção Nos autos acima identificados foi designado o dia 16-09-2009, pelas 14:00 horas, neste Tribunal, para a abertura de propostas, que sejam entregues até esse momento, na Secretaria deste Tribunal, pelos interessados na compra dos seguintes bens: Bens a vender: Imóvel Verba n.º 1 - Prédio Rústico sito em Lezíria, freguesia de Tramagal, concelho de Abrantes, composto de cultura arvense, com a área de 5.500 m2, a confrontar do Norte com Rio Tejo, do Sul com Capitolina dos Santos Morais Salgueiro, do Nascente com Manuel Alvos Velha Morgado e do Poente com Manuel Marques Mendes, descrito na Conservatória do Registo Predial de Abrantes sob o n.º 00948/290393 Tramagal e inscrito na respectiva matriz rústica da freguesia de Tramagal sob o art.º 26 da secção G, e que será entregue a quem maior preço oferecer, acima do €: 6.050,00. Verba n.º 2 - Prédio Rústico sito em Lezíria, freguesia de Tramagal, concelho de Abrantes, composto de cultura arvense de campo, com a área de 1.250 m2, a confrontar do Norte com o Rio Tejo, do Sul e Nascente com Capitolina dos Santos Morais Salgueiro e do Poente com Maria Lopes de Oliveira, descrito na Conservatória do Registo Predial de Abrantes sob o n.º 00949/290393 Tramagal e inscrito na respectiva matriz rústica da freguesia do Tramagal sob o art.º 29 da secção G, e que será entregue a quem maior preço oferecer, acima de €: 937,50.

Durante o prazo dos editais e anúncios é o fiel depositário, Ana Maria Braz, NIF - 133877019, Cartão profissional - 1818, Endereço: Rua Luís de Camões, N.º 11, 2.º, 2200-421 ABRANTES obrigado a mostrar os bens a quem pretenda examiná-los, mas pode fixar as horas em que, durante o dia, facultará a inspecção, tornando-as conhecidas do público por qualquer meio. penhorados a: Executado: Maria da Silva Quartilho, casada (regime: Comunhão geral de bens), nascida em 06-10-1931, nacional de Portugal, NIF - 132258943, BI 1147586, domicílio: Rua de Santo António, 8, Riachos, 2350-000 Torres Novas Executado: Carlos Manuel Quartilho Rodrigues da Graça, casado (regime: Comunhão de adquiridos), nascido em 17-09-1967, nacional de Portugal, NIF - 186550022, BI - 8442794, domicílio: Rua de Santo António, 8, Riachos, 2350-000 Torres Novas Executado: Maria Helena Quartilho Rodrigues da Graça, casada (regime: Comunhão de adquiridos), nascido em 21-01-1961, nacional de Portugal, NIF - 132258951, BI - 6467686, domicílio: Rua de Santo António, 8, Riachos, 2350-000 Torres Novas Executado: António Rodrigues da Graça, casado (regime: Comunhão geral de bens), nacional de Portugal, NIF - 113787278, BI - 466567, domicílio. Rua de Santo António, 8, Riachos, 2350 Torres Novas. Quantia reclamada ainda em dívida: €: 75.637,97, acrescida de juros e custas prováveis. Nota: Só serão aceites as propostas apresentadas pelos proponentes que se façam acompanhar de cópia do respectivo BI, no caso de serem remetidas pelo correio, ou mediante exibição do tal documento, se apresentadas pessoalmente. O Juiz de Direito, - Dr. Pedro Botelho Vieira O Oficial de Justiça, - Maria de Lurdes Lopes (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1242 de 21.08.2009)


IMOBILIÁRIO & CLASSIFICADOS 39

O Ribatejo 21 | Agosto | 2009

68.000,00€ - Ref. A-320 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915 A LOJA em Santarém, nova, 110m2, grandes montras. Valor 97.500,00€ - Ref. S-574 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915 A São Vicente Paúl Moradia T3, usada, como nova, c/ 2 quartos, suite , cozinha, sala, 2 wc, alpendre, garagem. 2 cadernetas urbana c/1.000m2 e rústica c/3.020m2. convida ao relax e qualidade de vida . ZEN , c/ a capital do gótico e entrada para A1 a 10 min. ZEN MOR.199 PREÇO 175.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – Jardim de Baixo Moradia T3, r/c e 1º, usada, soalheira, em ópt. estado, pré-instal. p/ paneis

solares, logradouro, alpendre, garagem indiv.. Zona residencial mtº aprazível, próx. entrada A1, zonas comercias, escolas e cidade de Santarém. ZEN MOR.198 PREÇO 165,000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Romeira Moradia T4+1. r/chão, cave e sótão. No r/ chão: hall, sala, quarto, suite, wc e alpendre; na cave: cozinha, despensa, casa máq., 2 quartos, casa jantar e wc. Sótão amplo. 2 cadernetas, urbana c/ 450m2, rústica c/ 11.680m2. ZEN MOR.130 PREÇO 199.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Alpiarça Moradia T5+1,usada ( cave, r/c e 1º), proj. numa construção e acab. Qualidade, zona habitacional privilegiada... Barragem, Museu dos Patudos e Reserva

Natural do Cavalo Sorraia. ZEN MOR.168 PREÇO 280.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – S.Salvador Apt Duplex T2, usado, bem cons., bons acab., 2 quartos, sala, Wc ,cozinha, zona arrumos, garagem priv. c/acesso ao duplex, arrecadação, em zona calma, a 3 min. centro da cidade, e 5 min. acesso a A1 .ZEN APT.107 PREÇO 97.500€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Almeirim Apt T3, novo, hall (tecto falso c/ projec.) 2 quartos (roupeiros de correr), 1 suite( banheira hidrom. wc c/ janela), sala, wc, cozinha semi-equipada c/ electrodom. INDESIT, garagem (box indiv. exterior, c/ água e luz ligado cada fracção), zona agradável, c/ jardim, bons acessos rodoviários ZEN

APT.155 PREÇO 105.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Apt. usado T2 Almeirim c/ 1 lugar de garagem . 100.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Casa antiga em Ponte do Soleiro/ Santarém. 50.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A SANTARÉM. TERRENO c/ 5.025 m2 em S. Vicente do Paul. Poço, cessos alcatroados, 10 minutos do centro da cidade. Ref. 3523 Preço: 35.000,00 € Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A LOJA c/ + - 40 m2 em Santarém na zona histórica. 42.500€ neg - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653

A Apt. usado T2 em Santarém. 65.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. novo T3 c/ garagem em Almeirim. 126.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A MORADIA 3 assoa. nos arredores de Santarém, boas áreas, quintal c/ árvores de fruto. Zona calma e com fáceis acessos. Ref. 3558 Preço: 55.000.00 € Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A EXCELENTE apartamento T4 Duplex c/ 224 m2 em Santarém. Semi-Novo. Terraço. Extremo bom gosto e requinte. Zona Calma e de fáceis acessos. Ref. 3550

Preço: 165.000.00 € Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A TERRENO c/ 7.040 m2 nos arredores de Santarém. Viabilidade de construção. Árvores de fruto. Bos acessos. A 10 min. do centro da cidade. Ref. 3545 Preço: 70.000.00 € Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A OPORTUNIDADE! Lote de terreno c/ 314 m2 nos arredores de Santarém, água e luz, viabilidade de const. de um piso. Índice de construção de 118 m2. Zona calma e de fácil acesso. Excelente vista. Ref. 3468 Preço: 18.000.00 € Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A APT 3 assoa. em Santarém, excelentes áreas. Óptimo estado de

conservação e muito bem localizado. Junto a Comércio e Serviços. Ref. 3319 Preço: 65.000.00 € Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

EMPREGO oferece-se A DISTRIBUIDOR publicidade todo país TLM 965478731

VEÍCULOS vende-se

A OPERÁRIO fabril p/ todo país TLM 966997886

A CARRINHA Opel Campus bom estado part TLM 914143540 A SEAT Leon 1.9 tdi sport Bom preço TL 911010160 A SMART Fourtwo 7/05 fullextras ac jll TLM 965175504

DIVERSOS mensagens A PROCURO Srª 34-45 honesta p /compromisso T 934442399


tempo: sol 21 | AGOSTO | 2009

Os dias de calor deverão manter-se até ao próximo fim-de-semana, mas prevê-se uma ligeira descida de temperatura na semana que vem, com dias menos ensolarados. Céu com nuvens e descida acentuada das temperatura à noite.

Impresso em papel que incorpora 30 por cento de fibra reciclada, com tinta ecológica de base vegetal

agenda

Sábado

Almeirim ∑Arranca a 9ª edição do “pão, vinho & companhia” no Parque da Zona Norte. A melhor gastronomia e muita animação musical até 30 de Agosto, a partir das 20 horas. Glória do Ribatejo ∑ A cantora Susana Félix actua em concerto às 23 horas, inserido nos tradicionais festejos em honra de Nossa Senhora da Glória do Ribatejo. Sardoal ∑ Actuação da Orquestra Nacional de Sopros dos Templários, às 21h30, no Centro Cultural Gil Vicente.

Câmara entrega medalha de ouro a José Sócrates Santarém ∑ Moita Flores diz que a razão é o Convento de S. Francisco A Câmara de Santarém vai atribuir a medalha de ouro da cidade ao primeiro-ministro, José Sócrates, quando este assinar o protocolo que passa o convento de S. Francisco para a posse da autarquia. O presidente Moita Flores disse à Lusa que a decisão de atribuir a distinçao foi tomada na reunião de Câmara que deliberou a mesma distinção para Cavaco Silva, antes das comemorações do 10 de Junho, em Santarém. Moita Flores disse que a resolução “em três meses” de um problema que se arrasta há mais de 100 anos e a entrega a Santarém de um monumento que é “uma jóia da arquitectura” justificam plenamente a mais alta distinção concelhia ao che-

fe do Governo. Depois da inclusão do convento no conjunto de contrapartidas pela não construção do aeroporto na Ota, a autarquia realizou obras de recuperação que permitiram a sua abertura ao público em Julho. “Num mês, o Convento recebeu 5.000 visitantes, o que é revelador do significado e im-

O adeus do campino António “Carniça” O campino António “Carniça” – Agostinho da Silva, de apelido – não resistiu a complicações de saúde e faleceu na madrugada do dia 18 de Agosto, no hospital de Vila Franca de Xira. Tinha 72 anos e uma vida inteira de trabalho nos campos da Azambuja. “Carniça” era alcunha de

família que vinha já dos seus bisavós. O pai era campino e ele seguiu-lhe as pisadas. Antes frequentou a antiga Escola Régia, e ainda foi escriturário. Mas o apelo do campo foi mais forte e entregou-se à criação do gado bravo. Os últimos 33 anos dedicou-os à Ganadaria do Engº Ruy Gon-

çalves. Era membro permanente da Comissão da Feira de Maio, onde organizava as tradicionais “esperas de toiros”. Há quatro anos atrás foi alvo de homenagem do município pelo seu contributo dado à defesa e dignificação da figura do Campino do Ribatejo.

portância de um monumento que esteve fechado mais de um século”, afirmou. Segundo disse, assim que foi decidido passar o monumento para a posse da autarquia, o que acontecerá por prazos automaticamente renováveis, foi proposta a atribuição da medalha de ouro da cidade ao primeiro-ministro, o que foi discutido e deliberado na mesma reunião (privada) do executivo em que foi dada igual distinção ao Presidente da República, ambas aprovadas pela unanimidade dos presentes. Nessa altura, ficou acordado que a medalha seria entregue no acto da assinatura do protocolo sobre o Convento de S. Francisco, o que poderá acontecer na próxima semana.

rosário breve

Daniel Abrunheiro

Hermínia Silva lidera o PSD Dos 138 mil (+ 1) desempregados sem direito a subsídio de desemprego que a semana passada apareceram no mais conhecido scalabitano muro das lamentações (o Editorial de Joaquim Duarte), o que mais me preocupa chama-se Miguel Relvas. “Comer a relva” é uma expressão futebólico-idiomática que significa mais ou menos dar tudo por tudo para ganhar aos outros gajos. Ora, e como o avisado Armando Fernandes já em Junho tinha, precisamente, avisado, alguém comeu o Relvas. Está mal? Está bem? Quem sou eu? De onde vimos? Para onde vamos? Deus existe ou é só um boato dos diabos? E por que é que os caracóis não têm mulher e o PSD tem uma tão grande? Se eu me chamasse Vasco-nemde-propósito-Cunha, teria mil cuidados com a reminiscência por assim dizer herminiosilviana do “Anda, Pacheco!”. Ai tinha, tinha! Sem as lesões existenciais de Relvas, Carlos Marecos, do Bloque de Esguelha, foi ao Algarve e voltou, precisamente a tempo de nunca, mas oh nunca!, ser Moita. Já António Carmo, que não chegou ao Algarve mas ainda penichou uns dias, diz que vai andar pelas festas populares a fazer festas ao povo. Fará ele muito bem, como muito bem teve de fazer José Marcelino, o qual, após partilhar com a muita sua CDU uma “deslocação da retina” já oftalpoliticamente notória no Caso-Ilda Figueiredo, andou pelas praias a recolher as assinaturas dos camaradas mais amnésicos na luta contra Moita Flores, o grande-capital e as políticas-de-direita. Julgo que entre os tais 138 mil (+ 1) não se conta, felizmente, Rosalina Melro, ave-de-arribação pró-Flores que de bom exemplo poderá servir ao (a)parado Relvas. E quem diz Rosalina, diz, até por Graça, Morgadinho em vez de Melro. De modo que está quase tudo bem: dos tristemente célebres 150 mil empregos de Sócrates, já só nos faltam 12 mil (+ 1) para o avesso da propaganda mais pinóquia de que tenho memória. Anda, Pacheco.


Edição 1242