Issuu on Google+

ANO 14 / Número 241 / 1a edição de Abril de 2012 / New York - USA


ANO 14 / Número 241 / 1a edição de Abril de 2012 / New York - USA


02

ONDE ESTIVER UM BRASILEIRO, ALI ESTARÁ O MENSAGEIRO!


ONDE ESTIVER UM BRASILEIRO, ALI ESTARĂ O MENSAGEIRO!

7 03

EDITORIAL: O MAIS IMPORTANTE OlĂĄ nobre leitor (a), estamos vivendo em um mundo cheio de coisas importantes. PorĂŠm, falhamos quando nĂŁo damos crĂŠdito a uma coisa muito importante. Leia este texto que recebi via internet. O texto ĂŠ William E. Crowder O que ĂŠ mais importante nos esportes? SĂŁo os campeonatos? Recordes? Honras? No estĂĄdio de basquete da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, uma placa apresenta uma perspectiva diferente sobre o que ĂŠ mais importante em esportes. Diz o seguinte: “Vencer o jogo ĂŠ importante. JogĂĄ-lo ĂŠ ainda mais importante. Mas amar o jogo ĂŠ o mais importante de todosâ€?. Este lembrete traz j PHPyULD TXH HVSRUWHV VmR QR ÂżP GDV FRQWDV DSHnas os jogos que jogamos com alegria quando ĂŠramos crianças. Um lĂ­der religioso certa vez perguntou a Jesus sobre o que era mais importante: â€œâ€Ś qual ĂŠ o grande mandamento‌?â€? (Mateus 22:36). Jesus respondeu desaÂżDQGRDTXHOHOtGHUDDPDUÂąDPDUD'HXVHDRVRXWURV Jesus disse: “AmarĂĄs o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.

Este ĂŠ o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, ĂŠ: “AmarĂĄs o teu prĂłximo como a ti mesmoâ€? (Mateus 22:37-39). Seja o que nossa fĂŠ em Cristo nos estimular a fazer, nada serĂĄ mais importante do que demonstrar o nosso amor Âą SRLV R DPRU UHYHOD o coração de nosso Santo Pai celesWLDO $ÂżQDO “Deus ĂŠ amorâ€? (I JoĂŁo 4:8). É fĂĄcil distrair-se por coisas menos importantes; nossa DWHQomRGHYHSHUPDQHFHUQRTXHpPDLRUÂąDPDURQRVso Deus. Isso por sua vez, nos capacita a amarmos uns aos outros. NĂŁo hĂĄ nada maior do que isso. Ĺž Que tal amigo leitor? Veja se vocĂŞ nĂŁo estĂĄ menosprezando a Pessoa que ĂŠ mais importante na sua vida. Ele que te criou, deu-te vida, protege-te e sustenta. AtĂŠ a prĂłxima edição! Helio Dos Santos Filho

Expediente: Autor & Editor: Helio Dos Santos Filho Design Gråfico: Carlos Fernandes Correção: Gersonita Leguizamon Relaçþes Públicas: Jandir Silva Colunistas: Aloísio Campanha Atilano Muradas Clícia Santos Edson Terci Eli de Oliveira Fernandes Elizabete Bifano Estevam Fernandes Fåtima Melo Flåvia Martins Gilson Bifano Guilhermino Cunha Irland Pereira de Azevedo Israel Belo de Azevedo Ivonildo Teixeira Jandir Silva Jeremias Silva João Malheiros

CONTATOS COM NOSSA REDAĂ‡ĂƒO: Cartas ao Editor Helio dos Santos Filho

826 Broadway – Brooklyn, NY 11206-7305 Tel: (347) 239.6700 / (347) 985.9251 website: www.omensageiro7.com e-mail: omensageiro7@aol.com Š2011 by Santos Production All Rights Reserved Sites que colaboram conosco:

› ENCORAJAMENTO › CHAMADA › CBMC BRASIL › PORTAS ABERTAS › ATLETAS DE CRISTO › CLICK FAM�LIA › MANà DA SEGUNDA › PORTAL DA FAM�LIA

Os artigos, mensagens e estudos publicados neste Jornal, por cada autor, QmRUHĂ€HWHPDLGpLDGDGLUHomRGHVWH Jornal. &DGDHVFULWRUpUHVSRQViYHOSRUVHXV DVVXQWRVHLGpLDV$VVLPVHQGRFDGD DXWRU D HVWijGLVSRVLomRSDUDUHVSRQGHU DVG~YLGDVGRDPLJROHLWRU

O Mensageiro7 newspaper is a biweekly publication in Portuguese. Reproduction in whole or in part without permission is VWULFWO\ SURKLELWHG 7KH 3XEOLVKHU PDNHV HYHU\ HIIRUW WR HQVXUHWKHDFFXUDF\RIWKHLQIRUPDWLRQJLYHQLQWKHHGLWRULDO DQG DGYHUWLVLQJ SDJHV RI 2 0HQVDJHLUR QHZVSDSHU EXW DFFHSWV QR UHVSRQVLELOLW\ IRU HUURV RU RPLVVLRQV IRU FODLPV PDGHLQDQ\VHFWLRQRIWKLVQHZVSDSHU3ULQWHGLQWKH8QLWHG 6WDWHVRI$PHULFD 2 -RUPDO 2 0HQVDJHLUR p XPD SXEOLFDomR TXLQ]HQDO HP PortuguĂŞs. 5HSURGXomR SDUFLDO RX WRWDO GR FRQWH[WR GD SXEOLFDomR VHP D GHYLGD SHUPLVVmR p H[SUHVVDPHQWH SURLELGD 2 -RUQDO20HQVDJHLURQmRVHUHVSRQVDELOL]DSRULQVHUomR GHIRWRVORJRVVORJDQVHUURVRXRPLVV}HVSRUSDUWHGRV DQXQFLDQWHV RX LQIRUPDo}HV IRUQHFLGDV SRU WHUFHLURV HGLWDGDVHPTXDOTXHUSDUWHGHVWDSXEOLFDomR,PSUHVVRQRV (VWDGRV8QLGRVGD$PpULFDGR1RUWH

Jorge de Oliveira Bezerra LÊcio Dornas Luis Lima Luiz F. de Souza Marcos Roberto Nascimento MoisÊs Apsan Moura Gonçalves Nativa Bezerra NÊlio da Silva Paulo dos Santos Neto Renato Rubim Reuel Pereira Feitosa R.R. Soares Theodomiro JosÊ de Freitas Vitor Hugo Mendes de Så


04

7

ONDE ESTIVER UM BRASILEIRO, ALI ESTARÁ O MENSAGEIRO!


EVANGELISMO Sempre quando chega a época de eleição muitos candidatos se apresentam como a pessoa ideal para ser o líder daquela cidade, daquele estado, daquela nação, procurando convencer de todas as maneiras os eleitores. E às vezes sendo enganados pelas aparências e pelas promessas que jamais se cumprirão, os eleitores elegem aquele líder que vai estar no comando durante algum tempo. Ao contrário desta atitude política pelo mundo afora, encontramos nas Escrituras Sagradas em Juízes 8:22-28, os relatos de que o povo de Israel naquela época, foi quem procurou a Gideão e lhe disseram: DOMINA SOBRE NÓS! ASSIM COMO TU, COMO TEU FILHO E O FILHO DO TEU FILHO, PORQUE NOS LIVRASTES DAS MÃOS DOS MIDIANITAS. Declarando assim uma verdadeira monarquia, onde todos da descendência de Gideão, seriam os lideres posteriormente um após o outro. Mas Gideão que nos revela uma história fascinante em todos os sentidos lhes disse: NÃO DOMI-

7 05 NAREI SOBRE VÓS, NEM TÃO POUCO MEU FILHO DOMINARÁ SOBRE VÓS; O SENHOR SOBRE VÓS DOMINARÁ. Como seria bom para uma nação que o seu líder estivesse debaixo da direção de DEUS!

Muitos pensam assim: "QUEM MANDA NA MINHA VIDA SOU EU!" Mas infelizmente, o que temos visto mandar e dominar na vida da gente é: o celular, a internet, o barzinho, a TV, as orgias, as bebidas, o cigarro, as drogas, o trabalho, a criminalidade, a ganância e ambição, a inveja, a fofoca, a mentira, um homem ou uma mulher, etc.etc.........

Como seria bom para uma família se ela estivesse debaixo da direção de DEUS! E a minha pergunta é: QUEM ESTÁ NO DOMÍNIO DAS NOSSAS VIDAS? Muitos vivem dizendo o que declara um refrão de uma antiga canção popular: QUEM MANDA NA MINHA VIDA SOU EU! Será? Muitos pensam assim, mas infelizmente, o que temos visto mandar e dominar na vida da gente é: o celular, a internet, o barzinho, a TV, as orgias, as bebidas, o cigarro, as drogas, o trabalho, a criminalidade, a ganância e ambição, a inveja, a fofoca, a mentira, um homem ou uma mulher etc.etc. Você sabia que JESUS veio para nos libertar de toda e qualquer escravidão e principalmente da escravidão do pecado? Continua na página 7


06

7

ONDE ESTIVER UM BRASILEIRO, ALI ESTARÁ O MENSAGEIRO!


EVANGELISMO Continuaรงรฃo da pรกgina 5 Vocรช jรก fez a pesquisa para ver o que serรก que estรก dominando a sua vida? O seu lar? A sua famรญOLD" 2V VHXV ยฟOKRV" /HPEURPH GD KLVWyULD GH XP MRYHP TXH WRGRVRVGLDVWLQKDRKiELWRGHEHEHU FRP RV DPLJRV HQWmR UHVROYHXGHVFREULUVHKDYLDVHWRUQDGR XPDOFRyODWUD'XUDQWHYiULRVGLDV SDVVRXDEHEHUOHLWHHQTXDQWRRV RXWURVEHELDPVXDVEHELGDVDOFRyOLFDVGHFRVWXPH 0DV OHQWDPHQWH VHP SHUFHEHU HOHIRLSDUDRYLQKDHQDFRSDGR PXQGRGHQRMRJRGR%UDVLO H ,WiOLD HOH DFDERX EHEHQGR XP JDUUDImR GH YLQKR 6HUi TXH WHPRVDOJXPDGXYLGDGRTXHHVWDva dominando a vida dele? 3RLVEHPDViELDGHFODUDomRGH *LGHmRSDUDRSRYRGH,VUDHOGHveria ser uma realidade na vida GHFDGDXPGHQyV'HYHPRVGHVHMDU D WRGR LQVWDQWH TXH DEUS ESTEJA DOMINANDO AS NOSSAS VIDAS. ร‰ muito fรกcil para todo mundo dizer: FOI DEUS QUE LIVROU! 0DVQDKRUDGHGHL[DU'(86QR FRPDQGRDDWLWXGHpRXWUD $VVLP QRV UHYHOD DV (VFULWXUDV

7 07 SENHOR JESUS nos fala que tanto o levita e o sacerdote pasVDUDP GH ODUJR TXDQGR YLUDP R KRPHP FDtGR H SUHFLVDQGR GH VRFRUURSRUTXHDEUSQmRHVWDYDQRFRQWUROHGHVXDVYLGD 0DV R VDPDULWDQR FKHJRX SHUWR H FKHLR GH FRPSDL[mR R DMXGRX pondo-o em seu cavalo e levouRSDUDXPDKRVSHGDULDHFXLGRX GHOH

Quando DEUS estรก no domรญnio SRGHPRV YHU PDUDYLOKDV DFRQWHFHUHP H RQGH KDYLD JXHUUD SDVVD D H[LVWLU 3$= 2QGH KDYLD UDQFRU H yGLR SDVVD D H[LVWLU R SHUGmR RQGH H[LVWLD R GRPtQLR Quando DEUS estรก no domรญnio podemos ver GDVGURJDVGRFULPHGRDGXOWpULR maravilhas acontecerem HGDSURVWLWXLomRSDVVDPDH[LVWLU 6DJUDGDV HP -XGDV  TXH VH SORGHL[DQGRGHVHHQYROYHUHP santidade e pureza em vidas liSHUPLWLPRV TXH 'HXV HVWHMD QR EULJDVHFRQIXV}HVRXPHVPRID- EHUWDVSHORPODER de DEUS FRQWUROHGDVQRVVDVYLGDVELE ร‰ ODUHDJLUSUHFLSLWDGDPHQWHFRPR 9RFr QmR JRVWDULD GH HQWUHJDU PODEROSO PARA NOS GUAR- PXLWRVjVYH]HVID]HPQXPPR- WRWDOPHQWH R '20ร‹1,2 D /,'(DAR DE TROPEร‡AR, E NOS PHQWR GH LPSXOVR H DFDEDP FR- 5$1d$GDVXDYLGDQDVPmRVGH APRESENTAR JUBILOSOS E PHWHQGRGHVDWLQRV '(86")DoDLVWRHYRFrYHUiTXH IMACULADOS DIANTE DA SUA $YHUGDGHpXPDVyTXDQGRDEUS WXGR YDL VHU GLIHUHQWH 6H R EDUGLร“RIA. HVWiQRGRPtQLRDVQRVVDVDWLWX- co da sua vida estรก enfrentando 6DLEDTXHPXLWRVSHOD*UDoD'L- GHVRQRVVRSHQVDURQRVVRDJLU JUDQGHV WHPSHVWDGHV YRFr YHUi YLQDHSRUHVWDUSHUPLWLQGRTXHR demonstra amor para com o nos- '(86ID]HUDSDUHFHUQRVHXFDESPรRITO SANTO ยฟTXH QR FRQ- VR SUy[LPR &RPR H[HPSOR QyV PLQKRXPDJUDQGHBONANร‡Aลพ trole de suas vidas tรชm sido im- SRGHPRVFRQWHPSODUQR(vange- Marcos Roberto Do Nascimento: da Igreja da Fรฉ Em Yonkers SHGLGRVGHDJLUSDUDVDWLVID]HURV lho de Lucas 10:25-37 na Parรก- Pastor New York, Escritor, Autor do Livro: GHVHMRVFDUQDLVFRPRSRUH[HP- ERODGR%RP6DPDULWDQRRQGHR Deus Quer Falar Com Vocรช.


08

7

DISCIPULADO

NÚMEROS - Introdução

PDVVRPHQWHErQomRVGH'HXV

Este livro se chama NĂşmeros, porque nele hĂĄ duas contagens do povo: Ă  primeira, feita quando os Israelitas saĂ­ram do Egito (cap. 1); e a outra feita quarenta anos mais tarde, antes de entrarem na terra de CanaĂŁ (cap. 26).

$EUDPRVDQRVVD%tEOLDHGHL[Hmos que ela nos guie em nossa vida. Ela nos darå luz para o nosso caminho e paz para o nosso coração. TROMBETAS DE DEUS Números 10.1-3

No perĂ­odo entre as duas contagens, os israelitas chegaram atĂŠ Cardes-BarnĂŠia, no sul de CanaĂŁ, porĂŠm nĂŁo conseguiram entrar por ali na Terra Prometida.

$V WURPEHWDV WLQKDP XPD IXQção importante no Antigo Testamento. Elas eram utilizadas pelos profetas tanto para chamar a congregação para ouvir alguma mensagem de Deus, quanto para convocar o povo para a guerra.

Eles passaram muitos anos nessa regiĂŁo e depois foram atĂŠ a reJLmRPRQWDQKRVDTXHÂżFDDOHVWH do rio JordĂŁo. Uma parte do povo ÂżFRX DOL H D RXWUD VH SUHSDURX para atravessar o rio JordĂŁo e entrar na Terra Prometida. O livro de NĂşmeros ĂŠ a histĂłria de XP SRYR TXH PXLWDV YH]HV ÂżFRX desanimado e com medo diante GDVGLÂżFXOGDGHVHTXHVHUHEHORX contra Deus e contra MoisĂŠs, o homem que Deus escolheu para ser o seu lĂ­der.

No cap. 10 de NĂşmeros, Deus orGHQDTXHVHMDPIHLWDVWURPEHWDV de prata para serem tocadas peORVÂżOKRVGH$UmR

Este livro se chama NĂşmeros, porque nele hĂĄ duas contagens do povo de Israel

de MoisĂŠs, que Ă s vezes perdia a paciĂŞncia, mas sempre mostrava ter um espĂ­rito de dedicação a eWDPEpPDKLVWyULDGDÂżGHOLGDGH Deus e a seu povo. de Deus, do Seu cuidado constante para com o Seu povo, que, A BENĂ‡ĂƒO DE DEUS – PXLWDVYH]HVHUDIUDFRHGHVREH- NĂşmeros 6.24-26 GLHQWH (VWH OLYUR IDOD GD ÂżUPH]D $ %tEOLD IDOD VREUH EHQomR H VR-

EUH PDOGLomR 0DV p D EHQomR que Deus concede ao Seu povo. (VVDEHQomRIRLSURIHULGDSDUDR povo judeu e chegou a nós atravÊs do descendente prometido: Jesus Cristo. Para o cristão não hå maldiçþes,

Esse instrumento de grande sonoridade representava a convocação de Deus para alguma coisa. Podia ser para festas ou para guerras. Da mesma forma, os profetas eram a voz de Deus diante do povo, eles eram como as tromEHWDVTXHWUD]LDPPHQVDJHQVGH guerra ou paz, de condenação ou salvação, de tristeza ou alegria. Continua na pågina 11


ONDE ESTIVER UM BRASILEIRO, ALI ESTARÁ O MENSAGEIRO!

7 09


10

7

ONDE ESTIVER UM BRASILEIRO, ALI ESTARÁ O MENSAGEIRO!


DISCIPULADO

esquecemos de coisas importantes para a nossa vida.

Continuação da pågina 8 Para tocar a trombeta era necessårio estar alerta, especialmente

No livro de Números, Deus sugere aos israelitas que façam borlas nas suas roupas, presas por um cordão azul. O cordão azul era o lembrete do Senhor.

no caso de guerra. Qualquer falha poderia ser fatal. Atualmente, nĂŁo utilizamos mais a trombeta, mas cabe aos cristĂŁos anunciarem a mensagem de Deus e convocarem seus irmĂŁos para a luta diĂĄria contra o mal. Quando estamos adormecidos e perdemos uma oportunidade para anunciar a salvação essa oportunidade desperdiçada pode ser irrecuperĂĄvel. Por causa da nossa preguiça ou desatenção, muitas pessoas podem acabar no inferno, no sofrimento eterno. Permaneçamos atentos e sejamos as trombetas de Deus e assim poderemos tranquilamente, comemorar com os cristĂŁos os momentos de alegria. Como disse Deus a MoisĂŠs: “Da mesma sorte, no dia da vossa alegria, e nas vossas solenidades, e nos princĂ­pios de vossos meses, tambĂŠm tocareis as vossas trombetas. Eu sou o Senhor vosso Deus" (NĂşmeros 10.10)

11

MANSIDĂƒO NĂşmeros 12.3 Inicialmente, MoisĂŠs nĂŁo parecia VHUXPKRPHPPXLWRPDQVR$Âżnal teve de fugir da sua terra por ter matado um homem. Ele encarou FaraĂł frente a frente para libertar os israelitas da escravidĂŁo no Egito e sobre ele tambĂŠm estava a responsabilidade de ser o profeta daquele povo. O texto bĂ­blico, entretanto, mostra que MoisĂŠs era o homem mais manso que havia sobre a face da WHUUD ,VVR VLJQLÂżFD TXH HOH HUD tranqĂźilo, equilibrado, nĂŁo disposto a discussĂľes e brigas. Ele era XPKRPHPSDFLÂżFDGRU O carĂĄter de MoisĂŠs foi, certamente, moldado e preparado pelo

Senhor. Deus ĂŠ capaz de agir no coração de uma pessoa e transformĂĄ-la. AtravĂŠs de sua Palavra, Ele quer moldar o coração de cada um de nĂłs para que sejamos tambĂŠm mansos, amorosos e bondosos. Moldar alguĂŠm pode levar tempo, mas Deus nĂŁo desiste e quer ver em nĂłs a atitude de quem tem o Salvador no coração. Estude a Palavra! Obedeça aos seus ensinamentos! Deixe que Deus molde o seu coração. UM CORDĂƒO AZUL NĂşmeros 15.38-40 VocĂŞ jĂĄ se esqueceu de algo realmente importante? Pois ĂŠ, a mente humana ĂŠ complexa e PDJQtÂżFD 0DV PXLWDV YH]HV

Ele servia para lembrå-los dos mandamentos de Deus e ajudå-los a viver uma vida que agradava a Deus, uma vida de santi¿FDomR Quantas pessoas se esquecem dos mandamentos de Deus quando traem o cônjuge, tomam posse de algo que não lhe pertence, desrespeitam os pais e as autoridades e assim por diante! Se você anda se esquecendo dos mandamentos de Deus, providencie um lembrete. Escreva bilhetes nos seus materiais, coloque avisos na geladeira, no carro, seja onde for. Deixe os mandamentos de Deus visíveis o tempo todo. Não perca o rumo! Obedeça ao 6HQKRURWHX'HXVŞ Jandir Silva: Presbitero, Capelão, Membro da Igreja Templo de Oração para Todas as Naçþes


12

ONDE ESTIVER UM BRASILEIRO, ALI ESTARÁ O MENSAGEIRO!


ONDE ESTIVER UM BRASILEIRO, ALI ESTARÁ O MENSAGEIRO!

13


14

MATÉRIA servem. A ciência Ê positivista, ou seja, Ê preciso ver para crer.

Recentemente fui interpelado por um irmĂŁo com a seguinte pergunta:

1HVWH TXHVLWR FRQĂ€LWD FRP DV Santas Escrituras que sĂł se pode conceber sua essĂŞncia por aquilo e Aquele que nĂŁo vimos, embora sintamos.

“ – Um crente pode desacreditar da existĂŞncia de AdĂŁo e Eva?â€? Ao que, ironicamente, de pronto, respondi:

+RXYHQRVpFXOR;9,,XPJUDQGH HPEDWH ¿ORVy¿FR HQWUH GRLV H[SRHQWHV GD ItVLFD ¿ORVR¿D H matemåtica: Blaise Pascal e Rennè Descartes.

“- Se nĂŁo crĂŞ no que a BĂ­blia diz nĂŁo ĂŠ “crenteâ€?. Muito longe de criar uma celeuma a respeito do assunto neste pequeno espaço que me cabe comentar, preciso dizer que, segundo relatos de uma senhora que cuidou de Charles Darwin em seus Ăşltimos dias de vida, /DG\+RSHGH1RUWKÂżHOG,QJODterra) ele prĂłprio, o pai do evolucionismo, lamentou os rumos TXHWRPDUDPVXDVÂł,PSHQVDGDV conclusĂľes, de tempos de imaturidadeâ€?, tornando-se uma “ReligiĂŁoâ€?. Sim, a ciĂŞncia ĂŠ a ReligiĂŁo dos CĂŠticos. A ciĂŞncia ĂŠ uma religiĂŁo quando postula como verdade somente aquilo que se pode comprovar. Quando condena ao inferno do ostracismo os que nĂŁo se alinham com seus enunciados e eleva ao paraĂ­so os que a ela se dobram e

Descartes dizia: “ – É impossĂ­-vel comprovar a existĂŞncia de Deus por meio dos sentidos, pois estes nos enganam, sĂŁo passĂ­veis de inĂ€XrQFLDHPRFLRQDO´ Pascal refutou dizendo: “ – É impossĂ­vel comprovar a existĂŞncia de Deus fora de nossos sentidos, pois estes sĂŁo as portas de acesso a toda experiĂŞncia humana.â€?

Crer em AdĂŁo e Eva ĂŠ mais “racionalâ€? do que posicionar-se, em nome de uma falsa ciĂŞncia, ao lado daqueles que postulam nossa ascendĂŞncia sĂ­mia

Voltando ao ponto, crer em AdĂŁo e Eva ĂŠ mais “racionalâ€? do que posicionar-se, em nome de uma falsa ciĂŞncia, ao lado daqueles que postulam nossa ascendĂŞncia sĂ­mia, nada contra a espĂŠcie! Continua na pĂĄgina15


MATÉRIA

Descrer em Adão e Eva porque não se tem indícios ou provas visíveis de suas existências Ê um requisito àqueles que não querem morar com Deus, pois aquilo que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram e nem se concebeu no coração dos homens são exatamente as coisas que o Pai preparou para aqueles que n’Ele crêem e amam.

Continuação da pĂĄgina 14 Conjecturar que, de sistemas simples (amebas), evoluĂ­mos para outros mais complexos, contradizem leis da prĂłpria fĂ­sica, notadamente da termodinâmica que declara: “Todos os sistemas complexos tendem a tornarem-se mais simples ao longo do tempoâ€? (Taylor, Paul. Evolution versus a basic Law of nature). Infelizmente muitos cristĂŁos jĂĄ foram enfeitiçados pela ciĂŞncia e pelo materialismo. NĂŁo tem mais sensibilidade espiritual, nĂŁo lĂŞem a Palavra, ou quando o fazem ĂŠ para contestĂĄ-la. A esses resta o pesar. Descrer em AdĂŁo e Eva ĂŠ descrer do prĂłprio Cristo Jesus, como disserta o apĂłstolo Paulo em Romanos 15.14;19-21:

7 15

0DFDFDGDV j SDUWH HX ÂżFR FRP AdĂŁo, Eva e tudo o que as Santas Escrituras nos revelam como verdade, ainda que para a ciĂŞncia QmRSDVVHGHXPDEVXUGRĹž

Charles Darwin em seus Ăşltimos dias de vida, ele prĂłprio, o pai do evolucionismo, lamentou os rumos que tomaram suas “Impensadas conclusĂľes, de tempos de imaturidadeâ€?, tornando-se uma “ReligiĂŁoâ€?. Sim, a ciĂŞncia ĂŠ a ReligiĂŁo dos CĂŠticos.

“ (‌) No entanto a morte reinou desde AdĂŁo atĂŠ MoisĂŠs, mesmo sobre aqueles que nĂŁo pecaram Ă  semelhança da transgressĂŁo dos pecadores, assim tambĂŠm GH$GmRRTXDOpÂżJXUDGDTXHOH pela obediĂŞncia de um muitos que havia de vir.(‌) serĂŁo constituĂ­dos justos. Porque, assim como pela Sobreveio, porĂŠm, a lei para que desobediĂŞncia de um sĂł a ofensa abundasse; mas, onde homem muitos foram constituĂ­o pecado abundou, superabun-

dou a graça; para que, assim como o pecado veio a reinar na morte, assim tambÊm viesse a reinar a graça pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor.(‌)�


16

7

MATÉRIA haviam condenado Jesus à morte podiam muito bem estar em seu encalço tambÊm. Pedro e João, porÊm, tinham que descobrir o que havia acontecido naquele túmulo. Na medida em que corriam, pensamentos confusos passavam por suas mentes. Dois dias antes, as esperanças e sonhos dos discípulos haviam sido destruídos no monte chamado Gólgota. Seu mundo havia desabado.

“Ora, se prega que Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, como dizem alguns entre vĂłs que nĂŁo hĂĄ ressurreição de mortos?â€? - I CorĂ­ntios 15:12 Em geral, os gregos consideravam toda a MatĂŠria mĂĄ, por isso rejeitavam a ressurreição. Os Judeus acreditavam que cada ĂĄtomo do corpo sepultado ressuscitaria literalmente. Bem cedo, numa inesquecĂ­vel manhĂŁ de domingo, dois homens correram para os montanhosos arredores da cidade de JerusalĂŠm.

AtÊ mesmo Deus parecia ter desaparecido. Agora, Pedro e João se perguntavam se a informação das outras mulheres sobre o túmulo do Senhor era verdade.

A estranha histĂłria de XPDPXOKHUKDYLDÂżFDGR em seus ouvidos. Ela havia dito que seu adorado Senhor havia desaparecido do sepulcro. AlguĂŠm devia tĂŞ-lo levado. Somente uma notĂ­cia dessas poderia fazer com que Pedro e JoĂŁo saĂ­ssem de seu esconderijo. Eles temiam por sua vida. Os que

Deus demonstrou Seu poder inigualĂĄvel ao erguer Seu Filho do tĂşmulo

Um anjo havia lhes dito: "Não temais, porque sei que buscais a Jesus, TXHIRLFUXFL¿FDGR(OH não estå aqui, ressuscitou como havia dito�0DWHXV  Jesus havia realmente ressuscitado? Continua na pågina 17


MATÉRIA Continuação da pågina 16 Mas como? O corpo ensangßentado e ferido do Salvador havia sido retirado da cruz. Pedro e João não conseguiam esquecer o corpo pesado e sem vida que havia sido envolto num pano branco. Mesmo assim, eles foram sentindo um misto de medo terrível e de fÊ desesperada. João, o mais novo, chegou primeiro ao túmulo.

der:   DH¿FiFLDGDIRUoDGH Seu poder, o qual exerceu ele em Cristo, ressuscitando dentre os mortos." Deus demonstrou Seu poder inigualåvel ao erguer Seu Filho do túmulo. Paulo nos diz que a força do sepulcro tambÊm estå disponível para nós agora em nossa vida cotidiana, não apenas após a morte.

Possuímos um notåvel exemplo A pedra que o lacrava havia sido dessa força na carta aos Romaafastada. Ele se abaixou, olhou nos 8:11 quando Paulo comenta SDUD GHQWUR H GH UHSHQWH ¿FRX como seres humanos fracos e pesabendo que o curso da História caminosos podem se tornar espimudara para sempre. A vida ja- ritualmente fortes. (OH D¿UPD TXH D WUDQVIRUPDomR mais seria a mesma. A Escritura nos diz: "... então en- real Ê possível e fundamenta seu trou o discípulo que chegara ponto de vista com essas palaprimeiro ao sepulcro, e viu e vras: "(...) Esse mesmo que ressuscitou a Jesus Cristo dentre creu"- João 20:8. RV PRUWRV YLYL¿FDUi WDPEpP Ele viu que os lençóis que havi- os vossos corpos mortais por am envolvido o Senhor morto, es- meio o Seu Espírito que em vós tavam cuidadosamente dobrados KDELWD num ressalto do sepulcro, e ele A garantia da nossa ressurreição acreditou. Jesus ressuscitou! Ê a habitação do Espírito Santo De alguma forma Jesus havia ul- dentro de nós. trapassado a irremovível barreira da morte e conquistado o incon- A ressurreição Ê apresentada como garantia de que Deus quiståvel. pode criar a vida da morte, o Mais tarde, a fÊ renovada de João bem do mal e a saúde espiritual H3HGURVHULDFRQ¿UPDGDTXDQGR da decadência moral do espírito. encontrassem o Senhor face a Uma mudança radical Ê possível, face. porque essa força incomparåvel Entretanto, a ressurreição tam- opera naqueles que acreditam. bÊm Ê algo mais do que apenas Portanto, os desesperados, os uma esperança futura. VXEMXJDGRV H RV DÀLWRV SRGHUmR O Novo Testamento freqßentemente fala da ressurreição como a pedra angular do poder de Deus. A ressurreição liberou no mundo uma fonte de energia que não havia sido vista antes.

alcançar uma nova vida da mesma forma que o corpo frio e sem vida do Salvador reviveu naquela manhã.

7 17

tåvel no passado. Nós estamos lå com Jesus no sepulcro, e quando a maravilhosa e incomparåvel força de Deus corre pelas veias sem vida do Salvador, ela se derrama sobre nós tambÊm.

Ê uma das declaraçþes mais importante na doutrina da ressurreição do corpo, os que serviram ¿HOPHQWH D 'HXV VH OHYDQWDUmR da terra e voltarão a viver depois da morte.

O apĂłstolo continua: "... e juntamente como Ele nos ressuscitou e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus"- EfĂŠsios 2:6.

Muitos perguntam como ressuscitarĂŁo os mortos e com que corpo se voltarĂĄ. Semeia-se corpo animal, ĂŠ ressuscitado corpo espiritual.

Aquele que se ligou a Cristo ligouse à Sua ressurreição. AtravÊs da fÊ, ela se torna um acontecimento repetitivo, e mais, nós podemos acompanhå-lo às alturas celestiais.

Se hĂĄ corpo animal, hĂĄ tambĂŠm corpo espiritual segundo escrito em I Co 15:44. “(...) porque ĂŠ necessĂĄrio que isto que ĂŠ corrupWtYHOVHUHYLVWDGDLQFRUUXSWLELlidade e que isto que ĂŠ mortal Ascendemos com Cristo e esta- se revista da imortalidade. Mas, mos "assentados com Ele no quando isto que ĂŠ corruptĂ­YHO VH UHYHVWLU GD LQFRUUXSWLELReino dos CĂŠus". lidade, e isto que ĂŠ mortal se 0DV R TXH LVVR TXHU GL]HU"$Âżrevestir da imortalidade, entĂŁo QDO ÂżVLFDPHQWH IDODQGR QRVVRV se cumprirĂĄ a palavra que estĂĄ SpVFRQWLQXDPEDVWDQWHÂżQFDGRV escrito: Tragada foi a morte na terra. vitĂłriaâ€?- I Co 15:53,54. Creio que a questĂŁo que Paulo estĂĄ enfatizando ĂŠ esta: a ressur- O corpo ĂŠ parte especial de toda UHLomRVLJQLÂżFDTXHQmRKiOLPLWH personalidade humana. Sem o para o que se pode realizar no rei- FRUSRÂżFDUHPRVLQFRPSOHWRV Por isso a redenção de Cristo no espiritual. O grande poder de Deus nos im- oferece a toda pessoa inclusive o pulsiona para cima, nem mesmo corpo. o cĂŠu ĂŠ o limite. Cristo atravessou o limite do cĂŠu. Ora, talvez para vocĂŞ isso esteja parecendo um tanto distante, um poder incomparĂĄvel, uma transformação radical que nos impulsiona em direção ao CĂŠu. EstarĂ­amos sendo realistas? Seria isso apenas uma linguagem mĂ­stica? Estamos exagerando as coisas?

Em EfĂŠsios 1:19,20, Paulo procura alertar os que criam sobre as maravilhas que agora eles possuĂ­am em Cristo.

O poder de ressurreição estå disponível para você e para mim agora. Para ter certeza de que entenderíamos isso, Paulo nos descreve como participantes desse grande acontecimento.

Em vez de apenas tentar dizer que o poder de ressurreição de Deus ĂŠ real, vou demonstrar cada um, porĂŠm, na sua ordem: “Cristo as primĂ­cias, depois os que sĂŁo de Cristo, na sua vindaâ€? I CorĂ­ntios 15:23".

Ele louva o que chama de "incomparĂĄvel poder de Deus para todos que crĂŞem." Veja FRPRRDSyVWRORGHÂżQHHVVHSR

Ele ousadamente declara: "nĂłs ressuscitamos com Cristo". NĂŁo estamos apenas lendo a respeito de algum acontecimento no-

2V  VHSXOFURV VH DEULUDP H muitos corpos de santos que tinham dormido foram ressuscitados.� - Mateus 27:52. Esta

Cristo morreu, ressuscitou ao terceiro dia, estĂĄ assentado a destra do Pai e intercede por nĂłs. Ele levantarĂĄ a vocĂŞ quando os mortos em Cristo se levantarem. (VWiVSUHSDUDGRSDUDHVWHGLD"Ĺž Luiz F. De Sousa: EmpresĂĄrio, CapelĂŁo, DiĂĄcono da AssemEOpLDGH'HXVGH1<


18

7

MENSAGEM notamos que com certeza tudo está mudando para melhor.

Imagine uma casa quase abandonada com uma placa à venda por um valor exorbitante.

Sabemos que existe um secreto lá no interior e tudo está sendo ajeitado com bom gosto e carinho.

Ela não vale nem um décimo do preço estipulado. Quem vai querer? De uma janela indiscreta observamos como ela foi dia a dia depredada e judiada pelo morador.

Por fora tudo pode ser igual e ainda requer conserto, mas a prioridade é lá dentro. A casa precisava ser decente e habitável.

Entretanto, um dia se é surpreendido ao ver que um caminhão de lixo recolhe tudo: móveis velhos, quinquilharias pertences do antigo morador que está indo embora e nada dele se aproveita.

O interior está tão iluminado que não tem como não despertar o interesse de quem passa. Agora o labor atinge a parte externa, a fachada. Paulatinamente a aparência, as marcas do passado, os estragos começam a ser amenizados.

Constatamos que Alguém pagou o preço. Existe um novo proprietário e o velho já foi retirado. O antigo morador perdeu o direito sobre a casa e teve que sair. Logo começa uma movimentação e ouve-se muito trabalho lá dentro. Não dá pra ver, mas pelo tanto de entulho que sai, a casa deveria estar muito GDQL¿FDGD E pela jornada de trabalho, algo PDJQt¿FRHVWiVHQGRIHLWR2SULmeiro barulho da manhã é dos

Alguém deu valor aquela moradia e cuida dela. trabalhadores arduamente atuando lá no interior. O processo de restauração depende da colaboração das estruturas. O Novo Morador não só paga, mas dirige toda a renovação de

perto, colocando mãos a obra. E um dia coisas novas começam a chegar. Isso denota que o interior já está adequando para receber o novo. A satisfação do Dono é perceptível pelo Seu agir. Como

testemunhas

oculares,

O tempo passou e testemunhamos uma grande transformação. Uma casa que não valia foi resgatada e agora seu valor aumentou (apesar de não se comparar ao preço que foi pago). Continua na página 19


MENSAGEM

7 19

Continuação da pågina 18

em fĂŠ e de glĂłria em glĂłria.

A casa agora ĂŠ um lugar digno e incrivelmente convidativo.

Podemos crer que Deus estå diariamente trabalhando em nós tirando a quinquilharia da tristeza, autopiedade, insegurança, covardia, falta de perdão ou mesmo falta de fÊ. Isso não Ê algo físico, mas espiritual e o mundo vai perceber.

Da mesma forma Cristo veio habitar em nĂłs e nos renova. Ă&#x20AC;s vezes a troca de material ĂŠ imprescindĂ­vel. Mas tem coisas que se aproveitam e precisam apenas de ajuste. Colunas que nĂŁo faziam sentido sĂŁo derrubadas, e fundamentos errados ou perigosos precisam de reforço. Tudo ĂŠ revisado. Ele ĂŠ o ProprietĂĄrio e faz do jeito que quer, investindo e decorando como deseja. Existe uma grande obra sendo feita no interior daqueles que foram comprados pelo precioso sangue de Jesus, apesar de nĂŁo valermos tal preço. Agora que temos um Novo ProprietĂĄrio e o velho foi embora, precisamos deixar Deus trabalhar, lixar, pintar, restaurar. Tem coisas que Ele derruba sem dĂł porque sabe o porquĂŞ de tudo o que faz. Depois Ele vem com o Adorno transformando nossas vidas num lugar aconchegante para Ele mesmo ter o prazer de

habitar.

dessa ilustre Pessoa!

Mas do que casa, Ele quer que sejamos um templo: â&#x20AC;&#x153;NĂŁo sabeis vĂłs que sois santuĂĄrio de Deus, e que o EspĂ­rito de Deus habita em vĂłs?"

Ainda falando de estruturas, li uma reportagem hĂĄ um tempo que falava sobre Acra no oeste africano.

Concordamos que a obra nĂŁo estĂĄ completa, jĂĄ que Ele nos pegou arrasados e desabando, pois o antigo morador sĂł nos destruĂ­a.

Entretanto temos sido transformados, e jĂĄ temos bastante As pessoas estavam fazendo R VXÂżFLHQWH SDUD FRPSDUWLOKDU Jesus tambĂŠm diz em JoĂŁo: â&#x20AC;&#x153;Se ÂżODHVHDFRWRYHODQGRSDUDYHUD aconchegar, aquecer, alimentar, alguĂŠm me amar, guardarĂĄ a LPDJHP GH &ULVWR UHĂ&#x20AC;HWLGD QXPD podemos jĂĄ doar a vida que estĂĄ minha palavra; e meu Pai o ama- parede de pedra. Imagine vocĂŞ e no nosso interior e nĂŁo em parerĂĄ, e viremos a ele, e faremos se dĂŞ conta que o mundo lĂĄ fora des frias, pois Ele nĂŁo estĂĄ nelas estĂĄ procurando Cristo, atĂŠ mes- e sim em nosso interior. nele morada.â&#x20AC;? mo nas paredes de uma fria peTemos que ser aconchegantes dra. Querem vĂŞ-lo e nĂŁo sabem â&#x20AC;&#x153;Cristo em vĂłs, a esperança da glĂłriaâ&#x20AC;? Colossenses 1:27b. para Deus nos habitar com liber- como. Pense nisso e a sua vida com dade. Nossa vida velha pode ser Em nosso caso temos sido traFHUWH]DMDPDLVVHUiDPHVPDĹž renovada, transformada e de balhados atravĂŠs de cada Palacondenada passamos a ser pavra que recebemos, atravĂŠs de Gersonita Leguizamon: EstrimĂ´nio. cada prova que passamos e logo, critora, Professora, EspeciaMesmo nĂŁo tendo aparente valor logo surgem grandes indĂ­cios de lista em voz, fala e linguagem, SRGHPRVVHUGLJQLÂżFDGRVHIHLWRV novidade de vida apesar de que o Liderança e Aconse-lhamenapropriados para ser habitação processo de restauração ĂŠ de fĂŠ to na Comunidade EvangĂŠlica.

PROFESSORES COM MUITA EXPERIĂ&#x160;NCIA EM ENSINO VINDOS DO BRASIL ESPECIFICAMENTE PARA DAR AS AULAS O Instituto ĂŠ interdominacional, nosso objetivo ĂŠ a formação de lĂ­deres e colaboração com as igrejas locais. A escola funciona no sistema de crĂŠditos, a matrĂ­cula pode ser feita em qualquer perĂ­odo do ano. Mais de 27

escolas no Brasil e atuamos em mais de 5 países (Portugal, Venezuela, Itålia, Japão e Estados Unidos). Membro AETAL (Associação de Educação Teológica na AmÊrica Latina).

ATENĂ&#x2021;Ă&#x192;O IGREJAS: Se a sua igreja ainda Tel: 973.766.3209 Celular nĂŁo tem um SeminĂĄrio TeolĂłgico entre Tel:973.344.6007 Escola Local em contato com a sede local e contribua Agora estudando no IFC, vocĂŞ poderĂĄ fazer uma faculdade secular. para a formação de verdadeiros lĂ­deres tambĂŠm Temos convĂŞnio com a faculdade Unida. conhecedores da palavra de Deus. Visite nosso site:www.ifcescola.org Mais informaçþes: Bispo: Antonio Carlos De Souza IFC - Escola de MinistĂŠrios Pr. Nildon Dos Santos


20

7

MENSAGEM

Ă&#x160;xodo 29.39: â&#x20AC;&#x153;Um cordeiro oferecerĂĄ pela manhĂŁ, e o outro ao por do Solâ&#x20AC;?. TrĂŞs importantes mensagens encontradas neste texto nos ajudam a compreender a nossa vida. Eles nos auxiliam a valorizar os anos que Deus nos der neste mundo. Cada um de nĂłs foi chamado j H[LVWrQFLD FRP XP GHÂżQLGR propĂłsito. E tambĂŠm representa nossa maneira de viver. "E serme-eis santos, porque eu, o SENHOR, sou santo, e vos separei dos povos, para serdes VDPHDSRQWDSDUDRÂżPGDYLGD meus". (LevĂ­tico 20:26) Eclesiastes 12:6-7 diz â&#x20AC;&#x153;porque TrĂŞs importantes elementos es- o homem se vai Ă  sua casa etertĂŁo nesse texto: o Cordeiro e dois na, e os pranteadores andarĂŁo sacrifĂ­cios. O cordeiro representa rodeando pela praça; antes que o sacrifĂ­cio de Cristo que nos pro- se rompa o cordĂŁo de prata, e porciona a verdadeira libertação se quebre o copo de ouro, e se do pecado. Jesus ĂŠ o Cordeiro despedace o cântaro junto Ă  de Deus, que tira o pecado do fonte, e se quebre a roda junto mundo (JoĂŁo 1:29). O sacrifĂ­cio ao poço, e o pĂł volte a terra, da manhĂŁ, no inĂ­cio do dia recomo o era, e o espĂ­rito volte a presenta o nascimento, o crescer Deus, que o deu". e realizar tudo o que lhe vier Ă s mĂŁos para fazer: â&#x20AC;&#x153;ConvĂŠm que Os anos que vivemos aqui devem eu faça as obras daquele que ser a serviço do Pai Eterno na me enviou, enquanto ĂŠ dia; a liberdade que nos tornou livres do noite vem, quando ninguĂŠm jugo de todas as sortes de malpode traba-lharâ&#x20AC;? (JoĂŁo 9:4). O dade. Essa liberdade nunca pode VDFULItFLR GD WDUGH QR ÂżP GR GLD VHU XVDGD SDUD VH ÂżFDU RFLRVR mostra quando as atividades ces- nem estĂŠril no conhecimento de

nossa vida, primeira parte.

nosso Senhor Jesus Cristo (II Pedro 1:8). TambĂŠm nĂŁo ĂŠ para ofender os mais fracos (I CorĂ­ntios 8:9). Tiago 1:25 nos alerta: â&#x20AC;&#x153;Aquele, porĂŠm, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, nĂŁo sendo ouvinte esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal serĂĄ bemaventurado no seu feito.â&#x20AC;? De manhĂŁ, tantos nos anos da infância, na adolescĂŞncia, na juventude e na vida adulta, enquanto houver força devemos de estar a serviço e conscientes de nossa responsabilidade de estar ativos, dando frutos servindo a Deus. Leia o Salmo 127: 1-5 que H[HPSOLÂżFDPXLWREHPDHWDSDGH

O nosso entardecer ĂŠ o sacrifĂ­cio da tarde. E pode ser exemSOLÂżFDGR QRV Salmos 128.1-6. E RKRPHPFKHJDDRVHXÂżPEHP aventurado e abençoado, colhendo os frutos da boa semeadura que fez. Agora lhe aguarda a recompensa de ser ressuscitado na segunda volta de Cristo. DaĂ­ Jesus dirĂĄ: â&#x20AC;&#x153;Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos estĂĄ preparado desde a fundação do mundoâ&#x20AC;? Mateus 25.34. Entender o propĂłsito de nossa existĂŞncia ĂŠ importante para sabermos aproveitar as oportunidades das mais diversas que temos. Essa representação inclui nossa IDPtOLD QRVVDV LQĂ&#x20AC;XrQFLDV VREUH pessoas, como diz o texto: â&#x20AC;&#x153;Portanto, meus amados irmĂŁos, VHGHV ÂżUPHV H FRQVWDQWHV sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho nĂŁo ĂŠ vĂŁo no Senhorâ&#x20AC;? I CorĂ­ntios 15.58. Ĺž Juan Pablo Leguizamon: Bacharel em Teologia, e CiĂŞncias Sociais, Teologia Judaica, Pastor, membro da Congregação Israelita Nova Aliança.


PREVENĂ&#x2021;Ă&#x192;O CONTRA AS DROGAS

Vamos procurar entender o porquê das drogas, os mitos e verdades por trås dos entorpeFHQWHV 2 SUHSDUR R WUi¿FR H R consumo, a impossibilidade da sua total erradicação e, de como Ê quase impossível que um viciado seja livre e recuperado de sua dependência do håbito ou vício que existem desde a criação do homem. A maioria das pessoas jå usou e abusou do ålcool ou de algum tipo de droga como a maconha para tentar esquecer ou fugir de um problema: um amor não correspondido, uma traição, uma briga em casa, no trabalho ou apenas por divertimento. A busca pelo prazer físico e emocional nos estimula e då energia e se quer cada dia mais repetir a dose das sensaçþes agradåveis o que Ê tambÊm uma forma de encarar e principalmente de fugir da realidade. O

problema

começa

quando

7 21

o prazer se transforma em dependência, possessão e doença e as sensaçþes agradåveis se convertem em lågrimas, dores e desgraças. Não são apenas os usuårios das drogas ilegais como a cocaína, a heroína e o crack, ou das drogas legais como o cigarro, a cafeína e os comprimidos para emagrecer que estão sujeitos as dependências. Os jogos, as compras, o sexo e a comida tambÊm podem causar sujeição física, emocional e espiritual por determinada substancia ou atividade. Na segunda semana de fevereiro, na påtria amada Brasil, um jovem viciado em drogas, depois de beber atÊ a meia-noite num boteco chegou a casa e assassinou sua mãe e o seu próprio pai com dezenas de facadas. A catåstrofe social das drogas jå atingiu o seu limite måximo, prin-

cipalmente no Brasil. A droga Ê uma droga, o drogado se torna uma droga quando usa a droga. A droga retira o amor do coração do usuårio. A droga retira a paz na família do usuårio. A droga destrói vidas! A solução Ê buscar ajuda, um RemÊdio precioso que acaba com as drogas e te proporcionarå uma vida feliz Ê R6HQKRU-HVXVŞ Luiz Lima: Teólogo, Escritor, Ativista Cristão.


22

7

NOTĂ?CIA

EUA FACILITAM ENTRADA DE BRASILEIROS E QUEREM REDUZIR FILA DA IMIGRAĂ&#x2021;Ă&#x192;O 3URJUDPD LQLFLDOPHQWH EHQHÂżciarĂĄ executivos, imprensa, empresas aĂŠreas e de viagens, mas deve ser estendido para 1.500 turistas em 1 ano Em um projeto-piloto ainda tĂ­mido, o governo americano vai começar a livrar alguns brasileiros das lonJDV ÂżODV GH LPLJUDomR QRV SULQcipais aeroportos dos Estados Unidos. O programa, conhecido como Global Entry, vai selecionar inicialmente 150 brasileiros com visto de negĂłcios (B1) para entrar naquele paĂ­s passando apenas por um quiosque automĂĄtico, sem SHJDU ÂżOD 'HSRLV GH XP DQR R programa vai ser estendido para 1,5 mil turistas.

anos, perde os privilĂŠgios.

antecedentes de cada um, para depois repassar todos os dados "Ă&#x2030; o primeiro passo para a isen- para o governo americano. A etaomR GH YLVWR SDUD EUDVLOHLURV $ SDÂżQDOpXPDHQWUHYLVWD ideia ĂŠ que, se vocĂŞ ĂŠ Global En- Quem ĂŠ aprovado recebe uma WU\ QmR GHYH SUHFLVDU GH YLVWR carteirinha com um "nĂşmero de diz o adido de alfândega e pro- EDL[R ULVFR /51 QD VLJOD HP O objetivo ĂŠ diminuir em atĂŠ 70% WHomR GH IURQWHLUDV -DLPH 5DP- inglĂŞs), vĂĄlida por cinco anos. o tempo de espera do passageiro say. Hoje, porĂŠm, o visto ainda ĂŠ 1RDHURSRUWRYDLGLUHWRSDUDXP QD LPLJUDomR 2 DFRUGR HQWUH RV necessĂĄrio, independentemente quiosque similar a um caixa eletrĂ´nico, perto da ĂĄrea de imigragovernos americano e brasileiro do Global Entry. para colocar em prĂĄtica o Glo- 5HJUDV SDUD TXDOLÂżFDomR 3DUD omRLPSULPHDVGLJLWDLVHFRORFD bal Entry deve ser assinado em VHU TXDOLÂżFDGR SDUD R SURJUDPD o passaporte em um leitor de cĂłmaio. As 150 pessoas que podem alĂŠm de um visto de negĂłcios, ĂŠ GLJRGHEDUUDV5HFHEHXPSDSHO ser recrutadas nessa fase inicial, preciso pagar uma taxa de US$ GHOLEHUDomRHMiSRGHEXVFDUDV contudo, fazem parte de um gru-  QmR UHHPEROViYHO PHVPR PDODV 6HJXQGR 5DPVH\ R SDVpo bem restrito: executivos que VHDVROLFLWDomRIRUQHJDGD&DEH sageiro Global Entry estĂĄ em viajam com frequĂŞncia para os Ă  PolĂ­cia Federal brasileira fazer constante anĂĄlise de dados e, se Estados Unidos, imprensa e tra- XP SHQWHÂżQR H LQYHVWLJDU RV cometer um delito nesses cinco balhadores de agĂŞncias de viagens e empresas aĂŠreas.

Essas mĂĄquinas existem nos 20 principais aeroportos americaQRV LQFOXLQGR 1RYD <RUN -).  Miami, Los Angeles e Washington. Holandeses e mexicanos jĂĄ fazem parte de programas simiODUHV3DUDD&RSDHD2OLPStDGD o governo americano quer fazer uma parceria com a PF para FRORFDU HP SUiWLFD XPD YHUVmR brasileira do Global Entry, para facilitar a entrada de americanos no PaĂ­s. Turistas. O governo americano estima que, em um ano, a contar de maio, 1,5 mil turistas com YLVWRWLSR%YmRSRGHULQVFUHYHU se no programa. Para o arquiteto Marcelo Pontes, de 35 anos, diretor da empresa de design Super Uber, quanto menos tempo QRDHURSRUWRPHOKRU'HSRLVGH uma viagem de dez horas, faz XPDJUDQGHGLIHUHQoDQmRWHUGH ÂżFDU PDLV XPD KRUD QD ÂżOD GL] ele, que viaja pelo menos trĂŞs vezes por ano para os EUA a traEDOKRĹž Fonte O EstadĂŁo


23

ACONTECEU

PROJETO MANTENA GLOBAL CARE FESTEJA 8 ANOS DE ATIVIDADES Por João Viana

Foi realizado no domingo, 18 de março de 2012 a celebração de mais um aniversário da Organização Mantena Global Care no salão social da Igreja Assembléia de Deus Shekinah em Newark, New Jersey. A celebração contou com a participação de todas as áreas sociais da comunidade, políticos, empresários e especialmente a

Orquestra Mantena de crianças. Durante a cerimônia, foram entregues prêmios para empresários e representantes da comunidade que atuaram ativamente no projeto ajudando sempre no bemestar da comunidade brasileira que aqui vive. Durante a cerimônia, a equipe do Vejatv.com esteve no local, reali-

zando entrevistas que podem ser vistas no website www.vejatv.com

O presidente Joel da Silva fez um discurso breve e emocionado, agradece a todos pelo grande sucesso

A cerimônia contou também com a participação de vários órgãos de imprensa como o jornal Brazilianvoice e a fotógrafa Vera Reis. Parabéns Solange Paizante e toda a administração do Projeto Mantena Global Care por mais HVWDFRQTXLVWDž

Diretora Solange Paizante

MANDE TAMBÉM SUA FOTO DE COMEMORAÇÕES PARA A NOSSA REDAÇÃO E EDITAREMOS UMA NOTINHA SOBRE SUA FESTA


24

ONDE ESTIVER UM BRASILEIRO, ALI ESTARÁ O MENSAGEIRO!


Número 241