Issuu on Google+

Começam obras de ampliação no Lauro Reus Página 3

l

na r o J

O FATO

Ano XXXVIII | Edição n.° 2025 | R$ 1,50

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

Festa do Sapato com grande público

As entidades em Campo Bom contam com um bom impulso na Festa do Sapato, pois tem a oportunidade de comercializar no evento, sendo que os recursos arrecadados ficam nas entidades. A valorização das culturas também é um ponto positivo, com apresentações artísticas de talentos locais e regionais, os quais são atrações para o público que circula na Festa do Sapato. Todos que integram o Conselho Gestor, coordenadores e voluntários estão de parabéns, pela organização, beleza do evento, além das oportunidades de negócios que proporcionam para a comunidade local. Os visitantes aproveitaram para realizar a aquisição de sapato de qualidade a preços convidativos, além de terem a disposição bolsas e acessórios. Mais sobre a Festa do Sapato na página 6.

TELE-TINTAS

3597.3436

Entre as apresentações, Glockerthal Volkstanzgruppe, de Campo Bom, animou a Festa do Sapato

Secretários de Saúde participam de encontro Página 12

Isenção de IPTU para aposentados Página 5

Mascote para o meio ambiente Página 9

Roupas & Acessórios

(51) 9803-2623 ( Quiksilver, Billabong, Adidas, Ecko e outros)

Presentes,Bijuterias e Utilidades em Geral Cartões Telefônicos

Agora com: Pronto Socorro Elétrico e Hidráulico (Diariamente das 13hs às 21hs,inclusive Feriados)

Rua Benno Bauer, 213-Quatro Colônias-Campo Bom

Dedicação envolvimento e eficiência. Contato com Elisa 9212.0732

3529.3043

R. Santa Helena, 348 (fundos) Bairro Centenário - Sapiranga


GERAL

2

O Fato do Vale

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

Nos tempos da água de poço e luz de velas

Henry Ford foi o primeiro empresário que tomou a si o encargo de fabricar em série o primeiro automóvel a sair das linhas de montagem. Isso a mais de cem anos. Aqui no Brasil esses veículos de transporte eram muito poucos conhecidos. Poucos deles circulavam nas então quietas e tranqüilas ruas de Rio, São Paulo, Salvador e Recife. Em Porto Alegre o primeiro desses carros a trafegar nas ruas era de propriedade de um italiano radicado na Capital. Como não sabia dirigir recorreu aos préstimos de um patrício seu que cumpria pena no Presídio da volta do Gasômetro. Para que isso acontecesse foi necessário que esse preso fosse liberado pelo Chefe de Polícia para dirigir o veículo já que era, na época, o único motorista existente na cidade. A viagem foi feita rumo a Viamão cuja população acorreu às ruas para assistir ao espetáculo. Foi um acontecimento para a época. As estradas não eram asfaltadas. As ruas eram de chão batido. Com polvadeira no verão e lama no inverno. Por elas circulavam carretas puxadas a bois, levando aipim, batata, feijão, milho, abóbora e banha, além de galinhas e ovos que eram vendidas ao povo em acampamentos nos arredores das cidades. Os homens viajavam no lombo de cavalos e as mulheres usavam “aranhas” para seu transporte, pequenos veículos de duas rodas, com capotas de lona conversível e tracionadas por um ou dois cavalos. Outro meio de transporte muito utilizado eram as “diligências” veículos bem maiores que permitiam levar em seu interior uma família inteira. Dependendo da carga eram puxadas por duas a três parelhas de cavalo. As praias de mar eram pouco freqüentadas pela dificuldade de acesso. E as mais procuradas eram Cidreira e Tramandaí. Meu sogro , Anacleto Giuseppe Carretta, que havia nascido dentro de um navio quando a família emigrara da Itália para o Brasil, quando ainda menino, viajava com sua família de Porto Alegre para aqueles balneários, quando eram eles pequenas aldeias de pescadores. Dizia-me ele que mais atraente na viagem não era a praia de mar propriamente dita e, sim, o que acontecia durante a viagem. Que, por sinal, durava dez, quinze dias. Tramandaí – na época – era um povoado de pescadores e existiam algumas pensões onde os veranistas se hospedavam para usufruir as praias de mar. A água era de poço e não existia iluminação elétrica e à noite se usava lampiões e luz de velas. As privadas eram latrinas fora das casas onde as pessoas se agachavam sobre um estrado de madeira para fazer suas necessidades fisiológicas. Tudo era difícil naqueles tempos do passado. Sorvete não existia e as bebidas eram refrescadas em baldes que desciam em roldanas para o fundo dos poços de onde eram tiradas fresquinhas para beber. Hoje cem anos depois, uma moderna Capão da Canoa. Tramandaí, Cidreira, Pinhal e tantas outras modernas praias de mar recebem uma legião de veranistas que para lá acorrem nos meses de verão. Theodoro Ernani de Menezes Nunes Tel.: 35978191

O FATO VALE do

Circula às sextas-feiras em Campo Bom, Sapiranga, Araricá e Nova Hartz

Fundado em 20/06/1975 - CNPJ: 72.560.014/0001-70 Diretor Editor | Joelci Luiz Mello (Reg. Prof. 4465) Diretora Comercial | Evanir Eloisa Martini Criação e Produção Gráfica | Rosiane Mello Assistente de Produção | Mariane Mello SEDE: C. Bom - R. Lima e Silva, 29 - Sl 03 - Centro - 3598.6411 Sapiranga - R. São Pedro, 399 - Centro - 3559.5411 e-mail: jornal.js@netwizard.com.br | site: www.jornaljs.com.br As colunas assinadas são de inteira responsabilidade dos autores e não representam necessariamente a opinião do jornal. Também não representam vínculo empregatício com a empresa.

MINUTO DE SABEDORIA

Vem aí o curso

Gestão para o Sucesso: Relacionamento Interpessoal Já estão abertas as inscrições para o mais novo curso do Sindilojas Novo Hamburgo, realizado em parceria com o Senac. Entre os dias 24 e 26 de junho ocorrerá Gestão para o Sucesso: Relacionamento Interpessoal. O curso abordará conceitos de relacionamento interpessoal, as organizações e suas pessoas, trabalho em equipe, necessidades em relações aos grupos, abordagem das relações humanas, tipologia dos conflitos, administração de conflitos e motivação e satisfação no ambiente corporativo.O investimento é de R$ 130 para associados e R$ 150 para não sócios do Sindilojas. Informações e inscrições pelo telefone 3524-5555. As aulas serão realizadas no período noturno, das 19h30 às 22h30. Base Garantida – Vantagens * Mais opção de pagamento * Todo dia é bom para comprar (ou vender) com cheques * Não tem limite e melhor data (cartão tem) * Não tem problema de o sistema estar “fora do ar” * Possui base histórica do consultado.Mesmo que não esteja mais negativado, vai constar. Estas são apenas algumas das vantagens da Base Garantida, serviço oferecido com exclusividade pelo Sindilojas-NH na região. Com este serviço, os valores dos cheques consultados serão pagos, dentro de limites estabelecidos em contrato, mesmo devolvidos por insuficiência de fundos. A CDL de Porto Alegre garante o pagamento. Saiba mais: ligue agora mesmo para o Sindilojas-NH e informe-se. Nossa equipe vai até você para explicar o funcionamento e as vantagens que a Base Garantida vai trazer para seus negócios.

Curtir a FanPage do Sindilojas pode dar prêmio

Seguindo o caminho de aprimorar a comunicação com no seu público, o Sindilojas-NH criou uma FanPage no Facebook.E agora, uma parceria com a Floricultura Rio Branco possibilitará o sorteio de um vale-presente de R$ 100,00 entre as pessoas que curtirem a página. Para concorrer, basta acessar www.facebook.com/SindilojasNovoHamburgo e “curtir”. O sorteio será nesta sexta-feira.

Lembretes

* Fique atento ao Calendário de Obrigatoriedades da Certificação Digital. Sua empresa pode precisar do documento a qualquer hora. Portanto, não perca tempo. Ligue 3524-5555 e informe-se. * Reuniões, palestras, seminários e eventos. Se você precisa organizar um destes, conheça a estrutura do Sindilojas-NH, que oferece salas climatizadas e estacionamento fechado. * Proteção ao crédito é com a Boa Vista Serviços. Somos parceiros para o Serviço Central de Proteção ao Crédito. * Você precisa de Plano de Saúde para sua família e colaboradores? Conheça as vantagens oferecidas para quem é sócio do Sindilojas. * Seja sócio do Sindilojas-Novo Hamburgo e usufrua deste e muitos outros benefícios. Ligue agora mesmo para 3524-5555.

Seja forte nos embates da vida e não desanime se o sofrimento o visitar, em sua pessoa ou nas pessoas que lhe são caras. O sofrimento, além de purificar-nos, realiza o aprimoramento de nossa força interna. Fonte: Livro Minutos de Sabedoria de C. Torres Pastorino

CINEMA NO CEI PROGRAMAÇÃO DAS SALAS DE AUDIOVISUAL DO CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA – CEI

CEI - SALA BÁRBARA PAZ - 01 HOMEM DE FERRO 3

Disney 130 min. 12 Anos Scope DUBLADO.

PROGRAMAÇÃO: Sexta 07/06/2013 - 20h Sábado 08/06/2013 14h30min - 20h Domingo 09/06/2013 - 14h30min - 20h Quarta 12/06/2013 14h30min - 20h Quinta 13/06/2013 14h30min - 20h

CEI – SALA ALFREDO BLOS - 02 TAINÁ 3 : A ORIGEM Columbia 83 min. Livre Scope DUBLADO. PROGRAMAÇÃO: Quarta 12/06/2013 - 15h Quinta 13/06/2013 - 15h

Sinopse: Depois de Tainá – Uma Aventura na Amazônia e Tainá 2 – A Aventura Continua, a indiazinha mais famosa do Brasil está de volta. E desta vez o público poderá descobrir como começou a saga da pequena guerreira. Em Tainá – A Origem, Tainá, uma indiazinha órfã de cinco anos, que sonha em se tornar uma guerreira e descobrir sua verdadeira origem, faz amigos surpreendentes como Laurinha (Beatriz Noskoski), uma garota da cidade, perdida na selva, e Gobi (Igor Ozzy), um indiozinho nerd. Nossa heroína se vê às voltas com uma nova ameaça à natureza: o inimigo ancestral de sua família, Jurupari, a encarnação do Mal, que quer destruir a floresta. Em uma história de amizade, aventura e magia, eles aprendem a superar as mútuas diferenças enquanto atravessam sua movimentada jornada.

REINO ESCONDIDO Fox 104 min. Livre Scope DUBLADO. PROGRAMAÇÃO: Sexta 07/06/2013 - 18h30min - 20h30min Sábado 08/06/2013 - 15h - 18h30min - 20h30min Domingo 09/06/2013 - 15h - 18h30min - 20h30min Quarta 12/06/2013 - 18h30min - 20h30min Quinta 13/06/2013 - 18h30min - 20h30min

Sinopse: Em ‘Reino Escondido’, uma adolescente é magicamente transportada para um universo secreto, e precisará da ajuda de vários seres místicos para conseguir salvar seu mundo, e o universo secreto, de uma força maligna. VALOR INGRESSOS: R$ 10,00 comunidade; R$ 5,00 estudantes, acima de 60 anos, crianças até 12 anos; R$ 4,00 na promoção de quarta, quinta-feira, sábados e domingos somente nas sessões da tarde. OBS: A programação das Salas de Audiovisual está disponível no site: blog: salasdeaudiovisualcei.blogspot.com - www.campobom.rs.gov.br

Fone: 3597-0435 - Av. Dos Estados, 1080 – Centro – CB


O Fato do Vale

GERAL

3

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

Iniciou as obras de construção da UTI e 33 novos leitos no Hospital

U

m dia histórico para Campo Bom. Assim foi a data do 4 de junho, quando se iniciaram as obras da construção da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 33 novos leitos no Hospital Lauro Réus, uma importante reivindicação da comunidade e que finalmente começa a se tornar realidade. A ampliação do hospital, obra totalmente custeada financeiramente pela Prefeitura e orçada em cerca de R$ 4 milhões, deve movimentar o bairro Bela Vista por cerca de 15 meses. No dia 4, a movimentação já estava diferente aos fundos do prédio do Lauro Réus, onde será erguido o prédio de 1.500 m² de área construída. Além de preparar o terreno para receber o canteiro de obras, a equipe de trabalho organizou o cronograma pela manhã, já havia máquinas fazendo a terraplanagem do terreno. O início das obras foi comemorado por moradores como a aposentada Maria Olanda Agostini, de 70 anos. “Campo Bom estava precisando de UTI. Isso é muito bom, pois qualquer enfermidade grave é preciso ser internado na UTI, e assim não será mais preciso sair da cidade”, conta. Josué Ortiz, 38,

também considera uma importante conquista para o município. “É muito bom saber que teremos UTI na cidade. Graças a Deus nunca precisei, mas fico tranquilo em saber que terá em Campo Bom caso algum dia alguém próximo precise”, comemora. A professora Nara Faccini, 45, considera esse momento uma conquista. “O prefeitura prometeu que daria prioridade para a saúde e está cumprindo”, reforça a moradora. Além do investimento na obra física o novo espaço deve implicar ainda em investimentos também na ordem de R$ 4 milhões para equipar o novo serviço. Para esta etapa (pós-construção), a Administração Municipal irá buscar recursos junto aos governos Estadual e Federal, por meio de emendas parlamentares e diretamente no Ministério da Saúde. A UTI que será construída terá 10 leitos para suporte vital. Já os leitos de internação clínica, que hoje totalizam 67, passarão para 100. A expectativa é que as obras dobrem a capacidade de atendimento do Hospital que hoje presta uma média de 300 atendimentos por dia.

Amanhã tem inicio a campanha de vacinação contra a pólio

Sábado, dia 8, tem início a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. Campo Bom se soma a esta ação e promove um dia de vacinação de suas crianças de 6 meses até 6 anos de idade. A intenção da Prefeitura é atingir a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde para a cidade, que é de vacinar 3.400 crianças na campanha que ocorre entre os dias 8 e 21 de junho. No sábado, dia 8, equipes da Prefeitura e voluntários promoverão a vacinação das 8h às 17h, em 15 pontos espalhados pela cidade: em 10 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), no Centro Materno Infantil (CMI), em dois pontos fixos externos, além de duas equipes volantes que percorrerão alguns bairros (confira abaixo). É importante que os pais levem o cartão de vacina da criança que será imunizada com a tradicional ‘Gotinha’. A partir da próxima semana os responsáveis pelas crianças que não as imunizarem no sábado especial de vacinação podem levá-las até a UBS mais próxima de sua casa ou no CMI de segunda a sexta-feira, no horário de funcionamento da unidade, ou durante o Horário do Trabalhador, para se imunizarem contra a pólio. Saiba mais sobre a pólio Apesar de o Brasil não ter registro de casos desde 1989, é importante

manter campanhas de vacinação anual. A OMS estima que a imunização, em todo o mundo, previna milhares de casos da enfermidade a cada ano. Antes do desenvolvimento da vacina, na década de 50, a poliomielite matava ou deixava com deficiência física centenas de milhares de pessoas todos os anos. O que: Sábado de Imunização contra a pólio (crianças de 6 meses até 6 anos de idade) Horário: Das 8h às 17h Pontos Fixos: UBSs Porto Blos, 25 de Julho, Quatro Colônias, Rio Branco, Paulista/Metzler, Aurora, Imigrante Norte, Operária, Celeste, Santa Lúcia Pontos fixos externos: Na frente da escola Borges de Medeiros, no bairro Celeste No canteiro central da Avenida dos Municípios, no bairro Cohab Leste, próximo à entrada da Rua Lídia Eva Umann Schneider. Equipes volantes: Uma passará pela Grande Operária e Dona Augusta. Outra circulará pela Barrinha, Quatro Colônias Norte e Alto Paulista.

Programa de policiamento comunitário iniciará dia 10 em dois bairros

Está marcada para as 9h da próxima segunda-feira, dia 10, a solenidade que formaliza o início do programa de Policiamento Comunitário em Campo Bom, onde serão implantados quatro núcleos do programa, dois no bairro Operária e dois no Quatro Colônias. O evento que vai ocorrer em frente à sede do Centro Administrativo Municipal tem a presença confirmada do titular da Secretaria de Segurança Pública, Airton Michels e do comando da Brigada Militar e Polícia Civil da região, além do coordenador estadual do programa de Policiamento Comunitário e diretor do Departamento de Ensino e Treinamento da SSP, co-

ronel Júlio César Marobin. Ontem à noite o prefeito Faisal Karam reuniu-se com moradores do bairro Quatro Colônias para explicar à comunidade como será a sistemática de atendimento aos moradores. Ao lado do comandante da Brigada Militar, capitão Luciano Veríssimo, o prefeito esclareceu dúvidas dos moradores. Na sexta-feira, dia 7, eles reúnem-se na Grande Operária também com a finalidade de orientar a comunidade que terá participação direta na gestão deste tipo de policiamento, interferindo, inclusive, no horário de trabalho dos PMs que atuarão nos núcleos, adequando o serviço às necessidades da

população. O programa de Policiamento Comunitário prevê que quatro PMs residam na região onde atuarão como policiais, criando uma referência aos moradores. Eles residirão em casas cujos aluguéis serão custeados com ajuda de bolsas-auxílio pagas pela Administração Municipal. Além das casas, os PMs terão à disposição duas viaturas novas (entregues semana passada à BM local), coletes, armas e bicicletas para o policiamento. Outras cidades do Estado, como Caxias do Sul, já adotam o programa e registraram quedas nos índices de criminalidade nos bairros onde os PMs residem.

Troca de notas encerra hoje Quem deseja participar do primeiro sorteio da campanha Comprar Aqui é Sempre Bom e concorrer a prêmios como uma moto zero KM, refrigerador, máquina de lavar ou televisão LCD 32’’, não pode perder tempo. Sexta-feira, dia 7 de junho, é o último dia para trocar, no Protocolo do Centro Administrativo Municipal, as notas fiscais emitidas em Campo Bom por números para participar da primeira etapa da campanha, cujo sorteio acontecerá no dia 22 de junho, no Largo Irmãos Vetter. Cada 50 reais em notas de produtos ou 25 reais em notas de serviços equivalem a uma cautela. Para essa etapa serão aceitas notas datadas a partir de 24 de novembro de 2012 até 7 de junho de 2013. O segundo sorteio da campanha está previsto para 18 de janeiro. Quem compa-

recer no Largo no dia do sorteio também concorrerá a prêmios instantâneos, validos somente para quem estiver no local e retirar, no inicio do evento, a senha de participação fornecida para quem apresentar na hora uma das cautelas do concurso. Como participar da Campanha: - Peça sempre a nota fiscal - Cada R$ 50,00 em notas de produtos ou R$ 25,00 em notas de serviços, vale um número para concorrer aos prêmios. - A troca por cautelas deve ser feita no setor de Protocolo do Centro Administrativo Municipal (Av. Independência, 800 – 1º andar), das 12h30min às 18h30min - O 1º sorteio será em 22 de junho para notas fiscais de 23/11/ 2012 a 7/6/2013.


4

GERAL

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

O Fato do Vale

Secretaria do Meio Ambiente vai montar casa com itens recolhidos do lixo

U

ma residência completa, que se não fazer isso aqui na cidade, chamando o Cacofosse montada no Largo Irmãos Vet- treco”, explica o titular da Sema José Orth. “O ter, daria perfeitamente para morar, curioso dessa mostra não será apenas mostrar já que possui itens como fogão, ge- o que as pessoas costumam colocar no lixo, ladeira, máquina de lavar, aparelho de rádio, te- mas que em Campo Bom há formas responlevisão, cama, mesa com cadeiras, sofá e obje- sáveis de descarte”. Segundo Orth, muito do tos de decoração como quadros, porta-retratos lixo exposto na Casa Reciclada foi retirado do e câmeras fotográficas. A maioria funcionando rio, arroios e terrenos baldios. “Certamente perfeitamente bem, como novas, mas com um esta não é uma atitude responsável nem o lodetalhe em comum: foram retiradas do lixo. cal adequado”. A Casa Reciclada servirá também para Com a finalidade de fazer com que as pessoas reflitam sobre o consumo expansivo de bens e mostrar aos moradores e visitante a importante conscientiza-las sobre o descarte responsável iniciativa da Prefeitura em oferecer aos morado lixo a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) dores gratuitamente o programa Cacotreco, que montará este final de semana no Largo Irmãos recolha nas casas itens inservíveis, dando assim Vetter, uma Casa Reciclável. Criada a partir de a destinação correta ao material. “No Cacotreco cada peça é desobjetos retirados do lixo ou descar- Ideia da residência que será montada tinada para uma tados pela comu- no Largo Irmãos Vetter neste sábado e finalidade correta. A população que nidade por meio do programa Cacotre- domingo, é sensibilizar a comunidade deseja dar um fim sobre o descarte desnecessário adequado aos proco - de coleta gradutos em desuso, tuita de inservíveis - a casa poderá ser visitada nos dias 8 e 9. A como mobília, sofás, colchões, pneus, metais, iniciativa integra a programação da Semana do armários, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, Meio Ambiente de Campo Bom que segue até entre outros, deve entrar em contato com a Sema para agendar sua coleta”, convida Orth. o dia 18 com vasta programação. Mas o que é lixo e o que não é? Essa é O contato é por meio do fone (51) 3598.8643. a pergunta que deverá passar pela cabeça dos Confira o calendário de coleta do Cacovisitantes da Casa Reciclada, já que muitos dos móveis lá encontrados estão novos, mes- treco: 1ª e 3ª segunda-feira do mês: Imigrante mo tendo sido descartados. “As vezes, um eletrodoméstico com um pequeno defeito ou até Sul/ Norte e Loteamento Blumenburg/Solar mesmo um fio desencapado já é o suficiente do Campo/ Firenze. 1ª e 3ª terça–feira do mês: Aurora/Genuíno para muitas pessoas o descartarem. Por isso, a Sampaio/Ipiranga/ Dona Augusta e Celeste. casa servirá para chamar atenção para a cons1ª e 3ª quarta-feira do mês: Metzler/Pauliscientização na hora de descartar o lixo. Por outro lado, queremos mostrar que, se há mesmo ta /Rio Branco e Centro. 1ª e 3ª sexta-feira do mês: Colina Deuner/ o interesse do descarte, há a forma correta de

Alguns dos objetos que estarão na Casa Reciclada

Cohab Leste/Jardim do Sol das Flores. 2ª e 4ª segunda- feira do mês: Cohab Sul/ Gringos/Porto Blos e Vila Rica. 2ª e 4ª terça-feira do mês: Santa Lucia/Santo Antonio/Quatro Colônias/Vila Brito e Lote-

amento Industrial Norte. 2ª e 4ª quarta-feira do mês: Bairro Operário/Bela Vista e Loteamento Industrial Sul. 2ª e 4ª sexta-feira do mês: 25 de Julho/Mônaco/ Bem Viver e Morada do Sol.

Caixas de leite, sacolas e até guarda-chuvas viram moda em desfile que marcou aniversário do Cemea Já pensou o que fazer com a caixinha vazia de leite do tipo tetrapak, além de joga-la no lixo? E com o tecido daquele guarda-chuva ou sombrinha velha que não tem mais conserto? Pois os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Vargas, do bairro Operária, tiveram uma ótima ideia: transformaram tudo em moda. O resultado do trabalho pode ser conferido, dia 5, durante um desfile realizado no evento que

marcou os dois anos de atividade do Centro Municipal de Educação Ambiental (Cemea), no bairro Metzler. Doze meninos e meninas, dos 25 alunos da turma de 5º ano que trabalharam na concepção e confecção das roupas, desfilaram suas próprias criações e chamaram a atenção da comunidade. Teve de tudo, de roupa de astronauta feita de plástico prateado, passando por uma bombacha feita de saco de lixo, até um vestido de noiva

Desfile de roupas confeccionadas por alunos com materiais reciclados chama a atenção da comunidade durante aniversário do Centro Municipal de Educação Ambiental

produzido com sacolinhas plásticas de supermercado. Segundo a diretora da Emef Presidente Vargas, Neusa Thomas, toda a comunidade se empenhou na aquisição de materiais para esse projeto. “Os pais também se envolveram e viram isto como um incentivo para os filhos preservarem a natureza reaproveitando ao máximo os materiais que seriam descartados”, define Neusa. “Fantástico! Teve um monte de coisas interessantes, roupas bem diferentes e criativas. Foi uma ideia muito boa para reaproveitar aquilo que iria virar lixo”, definiu a assistente financeira Mariani Becker Schmeling, 27, mãe do estudante Wagner, 13, que estuda no Centro de Educação Integrada (CEI) e que participa de várias atividades do Cemea. “Teve bem a ver com a ideia do Cemea, que é de incentivar os estudantes a se relacionarem melhor com a natureza. Este é um espaço maravilhoso e meu filho aproveita tudo, do laboratório de ciência até o trabalho com as hortas”, conta Mariani. O evento integra a Semana do Meio Ambiente ded Campo Bom, que ocorre até o dia 18 de junho. Além do desfile, a celebração contou com feira de produtos ecológicos que comercializou sabão, sabonete artesanal, chimia caseira e chás, entre outros. Um bifê de sanduíches naturais também foi demonstrado juntamente com mostra de trabalhos

audiovisuais, laboratoriais e sustentáveis, desenvolvidos em Campo Bom. Saiba mais sobre o CEMEA – Em junho de 2011 a Prefeitura entregou um presentão para a comunidade: o Cemea. Este foi o primeiro espaço da cidade destinado à pesquisa na área de meio-ambiente. Batizado de Nestor Weiler (antigo dono da área em que foi construído), o Cemea é um laboratório de ciências com toda a estrutura: microscópio, lupas, tubos de ensaio, lousas interativas computadorizadas, telão, multimidia e muitas ferramentas para pesquisa ambiental. A Prefeitura investiu na época cerca de R$ 530 mil para tornar o espaço uma realidade, dando forma a um antigo anseio da comunidade: ter um espaço para discutir, entender e ajudar a construir ações na área ambiental. A estrutura, direcionada a estudantes e professores das três redes de ensino da cidade, também é utilizada pela comunidade para visitação, palestras e oficinas com orientações de profissionais sobre preservação, sustentabilidade e cuidados com o meio ambiente. Em sua área externa, o Cemea conta com horta para plantio de hortaliças e jardim de flores para aulas práticas e incentiva trabalhos na área de fitoterapia, com estudos das plantas medicinais e suas aplicações na cura de doenças, trabalhando também a questão da alimentação saudável, do viver bem e da qualidade de vida.


GERAL

O Fato do Vale

5

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

Aposentados recebem certificados de isenção do IPTU

C

om o certificado de isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em mãos, 327 aposentados e pensionistas de Campo Bom deixaram o Ginásio Municipal Karl Heinz Kopittke, na tarde do dia 29 de maio, comemorando o benefício que receberam da Prefeitura. Desde 1994, a Administração Municipal oferece a isenção do imposto para aposentados e pensionistas com renda familiar de até dois salários mínimos. Para o prefeito Faisal Karam, é gratificante para o município ajudar as pessoas que trabalharam a vida toda e ajudaram a construir Campo Bom. “São aproximadamente 300 mil reais que a Prefeitura abre mão de arrecadar para ajudar aqueles que muito fizeram pela nossa cidade”, declara. Remy Schäfer, 75, recebeu o certificado das mãos do prefeito e agradeceu o beneficio que recebe há mais de cinco anos. “Graças ao benefício posso economizar e comprar outras coisas importantes”, revela o aposentado. Ao contrário de seu Remy,

dona Terezinha da Rosa, 63, recebeu pela segunda vez a isenção do imposto. “Estou muito contente e só tenho a agradecer à Administração. Com essa ajuda sobra um pouco de dinheiro para investir em outras coisas na casa”, comemora. Solicitação para isenção de 2014 deve ser pedida a partir de junho Até 30 de outubro de 2013, os aposentados e pensionistas que desejam a isenção do IPTU para o próximo ano, devem solicitar o benefício no setor de Protocolo do Centro Administrativo Municipal. Podem receber o benefício os aposentados e pensionistas com renda familiar de até dois salários mínimos (R$ 1.356,00), sendo proprietário de apenas um imóvel, que esteja em dia com os tributos municipais e que não recebem nenhuma renda além de sua aposentadoria ou pensão. “Mesmo quem já recebe o benefício deve fazer a renovação para garantir a isenção do imposto”, destaca o secretário de Finanças, Jerri Moraes.

Isenção do IPTU beneficia 327 aposentados e pensionistas

O benefício deve ser requerido no setor de Protocolo do Centro Administrativo, de segunda à sexta-feira, das 12h30min às 18h30min e, no ato da solicitação o requerente deve estar munido de carteira de identidade, CPF, matrícula atualizada do registro

de imóveis, comprovante de residência, comprovante de renda do INSS e atestado de óbito, se for viúvo. Depois disso, uma equipe do Protocolo fará uma vistoria no local em que reside o morador para certificar se as informações são verídicas.

Junho será um mês repleto de atividades Campo Bom começa um mês de intensas atividades para celebrar seus 54 anos de instalação político-administrativa, ocorrida em 6 de junho de 1959. Serão mais de 30 atividades promovidas pela Administração Municipal por meio das suas secretarias e que envolvem atividades culturais, educacionais e esportivas. Entre elas, está a Semana do Meio Ambiente, o Grande Arraial (dias 22 e 23), o mês de aniversário do Complexo Cultural do CEI, hora do conto especial sobre a história de Campo Bom (de 10 a 14 de junho), o Tributo a Campo Bom (dia 25), além de campeonatos esportivos municipais, entre outras atividades. Confira algumas atrações: Semana do Meio Ambiente Um dos destaques do Mês de Campo Bom será a programação da Semana do Meio Ambiente, que ocorre até amanhã, dia 8, e que contará com exposição de uma casa montada com materiais recolhidos pelo Cacotreco, posse dos Monitores Ecológicos, apresentações teatrais sobre coleta seletiva, escolha de mascote, apresentação dos projetos ambientais desenvolvidos nas escolas e plantio de árvores, entre muitas outras atividades. Mês de Aniversário do Complexo Cultural CEI O Complexo Cultural CEI faz aniversário junto com Campo Bom e comemora seus 8 anos de fundação com um mês repleto de atrações. Um dos destaques fica por conta do Tributo a Campo Bom, atividade que acontece no dia 26, às 19h, no auditório Marlise Saueressig. No espetáculo intitulado Tributo a Educação, alunos da Escola de Arte-Educação apresentarão a trajetória vitoriosa da educação no município. No evento que mescla diversas expressões artísticas participarão alunos das turmas de teatro, balé, música, banda marcial, da camerata e dos corais Vozes que fazem as obras e Mestres em canto. Grande Arraial de Campo Bom Um evento tradicional importante que fará parte da programação é o Grande Arraial de Campo Bom. A festa junina que ocorre há 21 anos acontece nos dias 22 e 23 de junho no Largo Irmãos Vetter. A festa terá pinhão,

pipoca, quentão, brincadeiras, casamento na roça, e tem como grande destaque a dança da quadrilha comunitária com a participação dos moradores, além de shows e muita diversão. Confira a programação completa: Complexo Cultural *Mês de Aniversário do Complexo Cultural CEI. *Projeto Volta Pra Casa – Presenteie a Biblioteca Municipal Professor Antônio Nicolau Orth com a devolução do livro que você tem em casa e seja isentado da multa. *Sessões especiais nas Salas de Cinema do CEI. De 10 a 14, às 8h30min e às 14h3min - Hora do Conto “A História de Campo Bom” – Biblioteca Pública Municipal Professor Antônio Nicolau Orth– Informações: 35970423. 07 - Lançamento do Projeto: “Cada Canto um Conto” – Local: Biblioteca Pública Municipal Professor Antônio Nicolau Orth 25 - Tributo à Campo Com – Tema Educação – Local: Teatro CEI. Centro Municipal de Informação e Ludicidade Dr. Liberato Até o dia 28, às 8h30min e às 13h30min - Hora do Conto “Memórias de um passado presente” no Centro Municipal de Informação e Ludicidade – CEMIL - Informações: 35974547. Secretaria Municipal de Educação e Cultura Exposição Fotográfica organizada pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura “Educação: olhares e perspectivas” – Local: Espaço Arte em Evidência (Centro Administrativo). 15 - Das 8h às 18h - Torneio de Xadrez – Local: EMEF Borges de Medeiros, Av. São Leopoldo, nº1565, Bairro Celeste. 19 às 17h – Conferência Municipal de Educação – Local: Auditório Marlise Saueressig - CEI. 20 – Manhã/Tarde/Noite - Conferência Municipal de Educação – Local: Auditório Marlise Saueressig - CEI. 22 e 23 à partir das 15h - Grande Arraial de Campo Bom – Local: Largo Irmãos Vetter.

Secretaria Municipal de Saúde 08 - Campanha de vacinação contra a Poliomielite em todas as Unidades Básicas de Saúde. Secretaria Municipal de Esporte e Lazer Campeonato Mun. de futsal Série Ouro - terças e sextas. Campeonato Municipal de Bocha Trio e Individual entre Bairros – sábados. Copa Amizade de Futebol 40 anos – domingo. Campeonato Municipal da Série Prata - segundas e quintas. Campeonato Municipal de Futsal Copa 50 anos – quartas. Secretaria Municipal de Meio Ambiente Semana do Meio Ambiente – até 18 de junho: Exposição da casa montada com materiais recolhidos no caco-treco – Local: Largo Irmãos Vetter. 09 - Manhã e Tarde - Exposição da casa montada com materiais recolhidos no caco-treco. Troca de flores e árvores por garrafas PET, feira de adoção de filhotes e coleta de lâmpadas fluorescentes e resíduos eletrônicos – Local: Largo Irmão Vetter. *10 e 11 - Manhã e Tarde - Teatro “Lixo é lixo” da Cia de Teatro Curto Arte, para alunos da rede – Local: Auditório Marlise Saueressig – CEI. Agendamento através do Fone: 35970423 11 – Entrega do Mascote – Centro Administrativo *10 - Manhã/Tarde - Exibição do filme “Tainá o Início” – Local: Sala de Audiovisual do CEI. Agendamento através do Fone: 35970423 *11 - Manhã/Tarde/Noite - Exibição do filme “Tainá o Início” – Local: Sala de Audiovisual do CEI. Agendamento através do Fone: 35970423 * Agendamento a partir de 30 de maio – fone: 35970423 De 11 a 14, das 12h30min às 18h30min - Votação do Melhor Mascote – Local: Protocolo do Centro Administrativo. 17 – Apurações dos Votos do Concurso Melhor Mascote – Centro Administrativo 18 às 16h – Premiação do Melhor Mascote – Local: Protocolo do Centro Administrativo


GERAL

6

O Fato do Vale

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

FESTA DO SAPATO

INFORMATIVO Aniversário da CDL com atração especial O dia 04 de julho será de comemoração e muitas surpresas para os associados da CDL Campo Bom. O evento de aniversário da entidade reserva uma programação especial com direito a atração surpresa. Reserve essa data e venha comemorar conosco! Campanha do Agasalho arrecada roupas e alimentos Finalizada a arrecadação de roupas e alimentos na Campanha do Agasalho 2013, a CDL Campo Bom fará o recolhimento nos pontos de coleta da cidade para a posterior distribuição às entidades carentes. Segundo a secretária executiva da entidade, Daiane da Silva, o saldo da campanha foi positivo: “Mais uma vez a população da cidade mostrou-se solidária e arrecadamos centenas de peças de roupas e alimentos. Agora é hora de organizarmos os donativos para a doação”. A CDL agradece a generosidade de todos que colaboraram com a iniciativa e ajudaram a aquecer o inverno daqueles que mais precisam. Associados CDL marcam presença na Festa do Sapato Diversas empresas do ramo calçadista associadas da CDL Campo marcaram presença na Festa do Sapato. A Calçados Impeccabile, que produziu cerca de 90% dos calçados em exposição especialmente para a festa e criou os sapatos da corte, participou pela segunda vez do evento neste ano. Éde Laredo, sócio da empresa, avalia a participação no evento como positiva: “A festa evoluiu muito em estrutura e organização. Neste ano trouxemos produtos e preços variados para agradar públicos diversos e penso que acertamos nessa escolha”. Já Guilherme Arruda Berwig, da Madalena Calçados, e Rodrigo Hoffmeister, da Lena Calçados, que participam como expositores desde a primeira edição da festa, em 2006, avaliam como pontos positivos do evento a estrutura e a nova localização da praça de alimentação. Segundo Rodrigo, umas das ideias que podem ser pensadas para a próxima edição é a duração da feira, que na sua opinião poderia passar de cinco para dez dias: “A feira foi muito boa, mas se não tivesse chovido o público seria ainda maior. Ampliando a duração do evento conseguiremos público e vendas ainda melhores”, acredita ele.

Presidente da CDL Campo Bom, Omar Hoffmeister e Éde Laredo, da calçados Impeccabile Palavra do Associado “Somos associados da CDL há 23 anos e utilizamos vários serviços, como cursos, oficinas, consultas ao SPC e convênio com a Unimed. O CDL dá todo o suporte, como as consultas ao SPC, para evitar a venda para clientes com restrição, além dos cursos e oficinas de aperfeiçoamento e qualificação com custo por pessoa bastante em conta, o que facilita a participação dos associados”. Gladis Cossul – Mariane Modas

Prefeito Faisal destaca o voluntariado

P

ara o prefeito Faisal Karam, a qualidade de uma comunidade é medida pela força de seu comprometimento e foi para elogiar este diferencial dos moradores de Campo Bom que ele usou o microfone durante a abertura oficial da Festa do Sapato no Largo Irmãos Vetter. Ao lado de autoridades de toda a região, o prefeito destacou o caráter dos moradores de Campo Bom, atribuindo a este povo diferenciado a receita de sucesso do Município. Ele também acrescentou que essa união em prol do desenvolvimento pode ser medida

em números neste momento com a realização da Festa, cuja organização é respaldada no trabalho de centenas de voluntários. “Os voluntários que fizeram esta edição da Festa e que se envolvem em tudo que diz respeito ao bem de Campo Bom são exemplos da comunidade que temos aqui e que só podia resultar nesta cidade que nos orgulha. É graças a essa comunidade unida que as coisas boas acontecem em Campo Bom. Precisamos sempre desse apoio, para que continuemos nos orgulhando de nossa cidade”, destacou.

Alunos das escolas municipais encantam público com apresentações de dança

Do balé a dança moderna, os alunos das escolas municipais de Campo Bom deram um show de habilidade, criatividade e beleza, em apresentações de dança nos mais diversos ritmos musicais que tomaram conta do tablado instalado no Largo Irmãos Vetter durante a Festa do Sapato, que encerrou na segunda-feira, dia 3, numa organização da Fundação Cultural de Campo Bom com apoio da Prefeitura. Um dos grupos que cativou o público foi o da escola de educação infantil Amarelinha. Com uma caracterização que incluiu boina preta, lenço vermelho e um bigode pintado, o grupo intitulado Os Brotinhos fez um cover do Guri de Uru-

guaiana, o personagem de Jair Kobe, ator que se apresentou na cidade em dezembro de 2012, no Natal da Integração. Os 8 alunos de Maternal 3, todos com uma media de 4 anos de idade, interpretaram a paródia de Amor de Chocolate do cantor Naldo feita pelo humorista usando como base a letra do Canto Alegretense. Na platéia, a pedagoga Simone Moehlecke Sterz, 47, mãe de Felipe, de 4 anos, um dos pequenos artistas que participou da apresentação, ficou encantada com o show do filho. “Eles ensaiaram muito na escolinha e ele chegava em casa sempre feliz, contando que ia usar um bigode e dançar”, contou Simone. (confira o vídeo da apresentação em https:// www.facebook.com/campobomfazbem) Já tendo se apresentado em outras cidades, o grupo de balé do Centro Municipal de Educação (CME) Campo Sempre Bom deu um show de beleza em suas apresentações que incluíram uma coreografia com medley das músicas Sentimentos, Choram as Rosas e No Dia em que Sai de Casa. A estudante Taisy Lemos, 11, ficou feliz de poder se apresentar para um público tão grande. “Foi muito legal. Ainda mais porque pretendo seguir a carreira de dançarina”, revela a jovem. Também se apresentaram alunos das escolas de ensino fundamental Emílio Vetter, Duque de Caxias, Presidente Vargas, Borges de Medeiros, Rui Barbosa e da Escola de Arte-Educação.


O Fato do Vale

Meio Ambiente

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

7

Vamos preservar o Meio Ambiente

N

o dia 05 de junho comemora-se o dia do meio ambiente. A criação da data foi em 1972, em virtude de um encontro promovido pela ONU (Organização das Nações Unidas), a fim de tratar de assuntos ambientais, que englobam o planeta, mais conhecido como conferência das Nações Unidas. A conferência reuniu 113 países, além de 250 organizações não governamentais, em que a pauta principal abordava a degradação que o homem tem causado ao meio ambiente e os riscos para sua sobrevivência, de tal modo que a diversidade biológica deveria ser preservada acima de qualquer possibilidade. Nessa reunião, criaram-se vários documentos relacionados às questões ambientais, bem como um plano para traçar as ações da humanidade e dos governantes diante do problema. A importância da data está relacionada às discussões que se abrem sobre a poluição do ar, do solo e da água; desmatamento; diminuição da biodiversidade e da água potável ao consumo humano, destruição da camada de ozônio, destruição das espécies vegetais e das florestas, extinção de animais, dentre outros. A partir de 1974, o Brasil iniciou um trabalho de preservação ambiental, através da Secretaria Especial do Meio Ambiente, para levar à população informações acerca das responsabilidades de cada um diante da natureza. Mas em face da vida moderna, os prejuízos ainda estão maiores. Uma enorme quantidade de lixos é descartada todos os dias, como sacos, copos e garrafas de plástico, latas de alumínio, vidros em geral, papéis e papelões, causando a destruição da natureza e a morte de várias espécies de animais. A política de reaproveitamento do lixo ainda é muito fraca, em várias localidades ainda não há coleta seletiva; e quando há a população não separa os resíduos corretamente e isso dificulta a reciclagem dos matérias que poderiam ser reciclados o que aumenta a poluição. É importante que a população seja conscientizada dos males causados pela poluição do meio ambiente, assim como de políticas que revertam tal situação.

Reduzir, Reutilizar e Reciclar - 3 Rs da Sustentabilidade Significado Também conhecido como os 3 Rs da sustentabilidade (Reduzir, Reutilizar e Reciclar), são ações práticas que visam estabelecer uma relação mais harmônica entre consumidor e Meio Ambiente. Adotando estas práticas, é possível diminuir o custo de vida (reduzir gastos, economizar), além de favorecer o desenvolvimento sustentável (desenvolvimento econômico com respeito e proteção ao meio ambiente). Reduzir Se prestarmos atenção nas compras que realizamos no cotidiano e nos serviços que contratamos, perceberemos que adquirimos muitas coisas que não precisamos ou que usamos poucas vezes. Portanto, reduzir significa comprar bens e serviços de acordo com nossas necessidades para evitar desperdícios. O consumo consciente é importante não só para o bom funcionamento das finanças domésticas como também para o Meio Ambiente. Ações práticas para reduzir: Uso racional da água: não desperdiçar, tomar banhos curtos, não usar água para lavar a calçada, fechar a torneira quando estiver escovando os dentes, não deixar que ocorram vazamentos na rede de água. Economia de energia: usar aquecimento solar nas casas, apagar as lâmpadas de cômodos desocupados, usarem lâmpadas fluorescentes, usar o chuveiro elétrico para banhos curtos. Economia de combustíveis: fazer percursos curtos a pé ou de bicicleta. Gera economia, faz bem para a saúde e ajuda e diminuir a poluição do ar. Reutilizar Jogamos muitas coisas no lixo que poderiam ser reutilizadas para outros fins. Reutilizando, geramos uma boa economia doméstica, além de estarmos colaborando para o desenvolvimento sustentável do planeta. Isto ocorre, pois tudo que é fabricado necessita do uso de energia e matéria-prima. Ao jogarmos algo no lixo, estamos também desperdiçando a energia que foi usada na fabricação, o combustível usado no transporte e a

matéria prima empregada. Sem contar que, se este objeto não for descartado de forma correta, ele poderá poluir o meio ambiente. Vale lembrar que a doação também pode ser uma boa alternativa, pois outra pessoa que necessita pode utilizar aquele objetivo que você não quer mais. Ações práticas para reutilizar: Uma roupa rasgada pode ser costurada ou ser transformada em outra peça (uma calça pode virar uma bermuda, por exemplo). Computadores, impressoras e monitores podem ser doados para entidades sociais que vão utilizá-los com pessoas carentes. Potes e garrafas de plástico podem ser transformados em vasos de plantas. Folhas de papel com impressão em apenas um lado podem ser transformados em papel de rascunho, ao usar o lado em branco. Um móvel (armário, sofá, guarda-roupa, estante, escrivaninha, mesa, cadeira, etc) quebrado não precisa ir parar no lixo. Eles podem ser concertados ou doados. A água usada para lavar roupa pode ser reutilizada para lavar o quintal. Com criatividade e embalagens, palitos e potes de plástico é possível criar vários brinquedos interessantes.

Reciclar A reciclagem é quase uma obrigação nos dias de hoje. O primeiro passo é separar o lixo reciclável (plástico, metais, vidro, papel) do lixo orgânico. O reciclável deve ser encaminhado para empresas ou cooperativas de trabalhadores de reciclagem, pois serão transformados novamente em matéria-prima para voltar ao ciclo produtivo. Além de gerar renda e emprego para pessoas que trabalham com reciclagem, é uma atitude que alivia o Meio Ambiente de resíduos que vão levar anos ou séculos para serem decompostos. Ação prática para reciclar: Separar em casa o lixo orgânico do lixo reciclável. Este último deve ser encaminhado para pessoas que trabalham com reciclagem ou empresas recicladoras. Por que preservar o meio ambiente? Preservação ambiental é a prática de preservar o meio ambiente. Essa preservação é feita para beneficiar o homem, a natureza ou

ambos. A pressão por recursos naturais muitas vezes faz com que a sociedade degrade o ambiente a sua volta, por isso é essencial as medidas de preservação do meio ambiente. A preservação ambiental é uma preocupação crescente por parte das pessoas, organizações e governo. Desde os anos 60, a atividade de organizações de proteção do meio ambiente vem atuando em favor da preservação ambiental, para tentar garantir que tenhamos um planeta ambientalmente mais sustentável. A preservação ambiental é um dever de todas as pessoas. As maiorias dos ambientalistas acreditam que nossas atitudes em relação ao meio ambiente só vão melhorar quando for inserido na sociedade em geral, tanto em escolas, empresas, ONG entre outros a educação ambiental que a proposta principal é a de estimular o surgimento de uma cultura de ligação entre natureza e sociedade, através da formação de uma atitude ecológica nas pessoas. Um dos seus fundamentos é a visão socioambiental, que afirma que o meio ambiente é um espaço de relações, é um campo de interações culturais, sociais e naturais. Conhecendo a sua realidade a comunidade chega às ações práticas que visam articular relação harmoniosa entre o homem consumidor e o meio ambiente. Nesta linha de ações práticas estão inserido os 3 Rs da sustentabilidade. Está muito em moda a palavra reciclar. A maioria das comunidades usa o termo “eu reciclo lixo”. Aí reside um dos enganos do pensar em conjunto para a educação ambiental das comunidades. O conceito de reciclagem serve apenas para os materiais que podem voltar ao original (matéria prima) reconhecer o termo é o inicio para que não se confunda com reutilização. Muitos materiais podem ser reciclados, para isso precisam ser separados e destinados corretamente. Essa destinação passa também pela consciência de cada um e pela atuação do poder público. “Só quando a última árvore for derrubada, o último peixe for morto e o último rio for poluído é que o homem perceberá que não pode comer dinheiro.” Provérbio Indígena


GERAL

8

O Fato do Vale

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

Recursos para obras no Imagens em sala de aula Hospital Lauro Reus em exposição fotográfica

O

s contribuintes com tributos em sal Karam. Ele conclama a comunidade a aratraso ou inscritos em dívida ati- regaçar as mangas e aderir à campanha, ajuva no Município terão desconto dando na obra do hospital. A expectativa da de 95% sobre juros e multas no campanha é repor aos cofres pelo menos R$ pagamentos à vista do débito. O benefício é 1,5 milhão. Segundo o titular da secretaria resultado da campanha de Anistia Fiscal que de Finanças, Jerri de Moraes, o IPTU é o tricomeçou essa semana em Campo Bom e é buto responsável por cerca de 80% da díviválida para todos os impostos municipais, da ativa de Campo Bom que soma cerca de inclusive Contribuição de Melhoria. Todo o R$ 50 milhões, mais de 50% deste montante porém, refere-se a recurso arrecado irá para o caixa único Prefeitura concede 95% de descon- débitos de massas da Prefeitura, dire- to sobre juros e multas para quem falidas. A exigência cionado para o papagar tributos em atraso à vista do Município para conceder os 95% de gamento da obra de construção de uma UTI e de 33 novos leitos desconto nos juros e multas, é que o contrino Hospital Municipal Lauro Réus. Os dé- buinte faça o pagamento à vista. A adesão bitos em cobrança judicial também podem à campanha pode ser feita diretamente no ser quitados nesta campanha. “No início de setor de Protocolo do Centro Administramaio, quando anunciamos um pacote de me- tivo Municipal, de segunda a sexta-feira, didas para economizar recursos e viabilizar das 12h30min às 18h30min. Mais informaprincipalmente a obra do nosso hospital, já ções: pelo telefone 3598 8600, ramais 8668 prevíamos a implantação dessa campanha e 8667. Saiba mais sobre a obra do Hospital que será muito importante para o caixa da Prefeitura que sofreu um baque muito seve- Lauro Réus em : http://novo.campobom. ro em abril, com o confisco de quase cinco rs.gov.br/noticia-2627/construcao-de-utimilhões de reais determinado pelo Tribunal -e-33-novos-leitos-no-hospital-lauro-reusde Justiça do Estado”, reforça o prefeito Fai- -inicia-dia-3

Fixinha entrega parecer favorável à instalação da terceira vara

O deputado João Fischer – Fixinha (PP), entregou, na Comissão de

Constituição e Justiça, da Assembleia Legislativa, relatório com parecer fa-

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.505/2013, de 04 de junho de 2013.

FIXA O VALOR DA UNIDADE DE REFERÊNCIA MUNICIPAL – URM, PARA O MÊS DE JUNHO DE 2013. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais,

D E C R E T A: Art. 1º - O valor da Unidade de Referência Municipal – URM, referente ao mês de junho de 2013, é fixado em R$ 2,5401 nos termos autorizadores da Lei Municipal nº 2.398/2002, de 30 de dezembro de 2002. Art. 2º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 04 de junho de 2013. Registre-se e publique-se. FAISAL MOTHCI KARAM, MÁRCIA ELISA ALVES, Prefeito Municipal. Secretária Municipal de Administração. Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 121/2013

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, pelo presente Edital, NOTIFICA que serão nomeados, a partir de 07 de junho de 2013, os concursados abaixo relacionados, com seus respectivos cargos e Portarias, conforme Edital de Concurso Público nº 03/2011, de 30.12.2011:

vorável, ao projeto de Lei 81/2013, de autoria do poder judiciário, que cria a terceira vara para o Fórum de Campo Bom, atendendo reivindicações da comunidade local, o que deve possibilitar maior celeridade aos processos judiciais. O projeto cria também novas varas judiciais, criminais, juizados, turmas recursais, além de cargos de juiz de direito nos municípios de Canela, Nova Prata, São Francisco de Assis, Tapes, São Borja, Sapucaia do Sul, Porto Alegre, São Leopoldo e Pelotas.

Quem passar este mês pelo saguão do Centro Administrativo, poderá se encantar com as imagens da exposição Educação - Olhares e Perspectivas. Esta mostra é o resultado da oficina Fotografia Digital na Educação: introdução à fotografia, às operações básicas e à composição, feita por 25 professores da rede municipal de ensino neste primeiro semestre de 2013 no Núcleo

Tecnológico Municipal de Educação, da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec). As fotografias, elementos da oficina, foram feitas nas escolas em que estes educadores atuam e revelam os trabalhos com os alunos usando as lousas interativas e as mídias digitais. A visita à exposição pode ser feita até o dia 28 de junho, das 12h30min às 18h30min.

Exposição está no saguão do Centro Administrativo Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.490/2013, de 06 de maio de 2013.

ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado pela Lei Municipal nº 3.926/2012 de 04/12/2012.

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 140.000,00 (cento e quarenta mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0201.04.122.0111.2.006.3.3.90.33.00.00.00 – Direção Superior – Desp. 272006............................................................ R$ 10.000,00 1204.23.695.0094.2.175.3.3.50.41.00.00.00 – Diversas Promoções Turísticas – Desp. 152175..................................... R$ 130.000,00 Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0201.04.122.0111.2.006.3.3.90.39.00.00.00 – Direção Superior – Desp. 302006............................................................ R$ 10.000,00 0704.16.482.0059.1.015.4.4.90.51.00.00.00 – Implantação de Complexos Habitacionais Populares – Desp. 401015............................ R$ 130.000,00 Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 06 de maio de 2013. Registre-se e publique-se. FAISAL MOTHCI KARAM, MÁRCIA ELISA ALVES, Prefeito Municipal. Secretária Municipal de Administração.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 120/2013

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, pelo presente Edital, NOTIFICA que serão nomeadas, a partir de 07 de junho de 2013, as concursadas abaixo relacionadas, com seus respectivos cargos e Portarias, conforme Edital de Concurso Público nº 01/2011, de 11.02.2011:

• Portaria nº 35.813/2013, de 05.06.2013, que nomeia ADAO LUIZ CORREA para o cargo de Fiscal Municipal – 4ª classificação; • Portaria nº 35.814/2013, de 05.06.2013, que nomeia FERNANDO SILVA DE MATOS para o cargo de Técnico em Enfermagem – 36 H/S – 20ª classificação.

• Portaria nº 35.810/2013, de 05.06.2013, que nomeia SIMONE SILVA DA SILVA para o cargo de Professor Ensino Fundamental - Anos Finais – História - 36ª classificação; • Portaria nº 35.811/2013, de 05.06.2013, que nomeia MINEIA TAIS DOS SANTOS RAMOS para o cargo de Professor da Educação Infantil - 157ª classificação; • Portaria nº 35.812/2013, de 05.06.2013, que nomeia ANA PAULA DE QUADROS para o cargo de Professor Ensino Fundamental - Anos Finais – Matemática - 12ª classificação.

Fiquem os nomeados cientes de que têm o prazo de 15 (quinze) dias para tomarem posse, sob pena de revogação das presentes Portarias, com conseqüente perda de todos os direitos decorrentes das nomeações. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 05 de junho de 2013. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Fiquem as nomeadas cientes de que têm o prazo de 15 (quinze) dias para tomarem posse, sob pena de revogação das presentes Portarias, com conseqüente perda de todos os direitos decorrentes das nomeações. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 05 de junho de 2013. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

EDITAL Nº 119/2013

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, e considerando o disposto no Art. 9º da Lei Municipal nº 2.409/2003, de 13.01.2003, e a publicação do Edital nº 110/2013, de 15.05.2013, no jornal O Fato do Vale, na edição do dia 17.05.2013, outorgando aos nomeados o prazo de 15 (quinze) dias para tomarem posse, sob pena de serem tornados sem efeito os atos de nomeações, com perda de todos os direitos relativos ao concurso realizado conforme Edital de Concurso nº 01/2011, de 11.02.2011, e considerando também o certificado emitido pelo Departamento de Pessoal, NOTIFICA, pelo presente Edital, que foram revogadas as portarias de nomeações abaixo relacionadas, em virtude do não comparecimento para assinatura do termo de posse: • Portaria nº 35.724/2013, de 15.05.2013, que nomeou MARCELA LAIS ALLGAYER PINTO para o cargo de Professor da Educação Infantil - 156ª classificação; • Portaria nº 35.725/2013, de 15.05.2013, que nomeou TOMAS MENDES DA SILVA para o cargo de Professor Ensino Fundamental - Anos Finais – História - 32ª classificação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 05 de junho de 2013. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.


O Fato do Vale

GERAL

9

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

Mascote para o meio ambiente

Desafio mobiliza escolas a usarem a criatividade

U

Joabe da Dona Augusta se empenhou na fabricação do boneco

sar o conhecimento ambiental acumulado ao longo do ano, buscar nas comunidades e na própria escola materiais que possam ser reciclados e criar um boneco entre 70 e 80 cm de altura que tenha um nome e uma história de vida inventada pelos alunos. Esse é o desafio dos estudantes da rede municipal de ensino com o desafio da Semana do Meio Ambiente e que consiste em criar um mascote para esse importante período do ano. As regras permitem usar apenas o que pode ser reciclado, por isso materiais como isopor, papel laminado, espuma e esponjas, estão fora, pois não podem ser reaproveitados. “De uma forma ludica eles aprendem brincando com atividades como esta”, explica o titular da secretaria de Meio Ambiente José Orth. Todos os trabalhos criados serão submetidos ao julgamento da comunidade que escolherá o mascote que melhor representa a proposta. Nas últimas semanas o concurso vem envolvendo com mais intensidade funcionários, professores e alunos das escolas, que já se engajaram na confecção do seu mascote, recolhendo materiais recicláveis e solicitando a ajuda dos pais. Alguns dos mascotes são feitos com tecidos, jornais, revistas, papelão, garrafas pet, latas, vidro e plástico. Na escola de educação infantil Cebolinha (bairro Santo Antônio), por exemplo, o grupo poderia fazer um boneco comum, mas resolveu ir além e, confeccionou até mesmo um carrinho de bebê em homenagem à instituição

Emei Cebolinha já confeccionou seu mascote

Na Adriano Dias o boneco está em fase de construção

que atende 59 alunos em três turmas de berçário. Para sua confecção foram utilizados 24 copinhos de iogurte trazidos pelos pais, uma bombona de água e um pote de lenços umedecidos. A fralda de pano dá o toque final na caracterização do mascote. O “bebê” de 78 cm ainda não tem nome definido, pois os pais decidirão isso até o final da semana, em uma votação que já está ocorrendo no pátio da escola. Por enquanto Cebolita é o nome que mais agradou os pais. Todos os funcionários trabalharam na sua criação, mesmo os alunos sendo muito pequenos, também ajudaram, fazendo bolinhas de papel para preencher o boneco. “Logo que soubemos do concurso já fomos atrás, buscando envolver os pais, unindo-os com os professores”, explicou a professora Francis Schroer, ressaltando o poder de envolvimento e mobilização que este tipo de iniciativa promove na comunidade. Já na escola de ensino fundamental Adriano Dias ( na Cohab Leste), a turma do 5º ano ainda está confeccionando o mascote, mas ele já contém cinco opções de rostos, confeccionados com balões envolvidos por folhas de papel. De acordo com a professora Joicelane Metzdorf, a intenção é confeccionar mãos e pés grandes, desproporcionais à cabeça. “Contaremos a história de que se as pessoas não se conscientizarem com o meio ambiente, as mãos e os pés vão trabalhar muito mais pra salvar o planeta”, declarou. Na escola Dona Augusta os monitores ecológicos de cada turma que estão envolvidos com a fabricação do boneco, que já está praticamente pronto e que usa até mesmo mochila com materiais escolares. Ele já conta com quatro caixas de leite tetrapack, duas garrafas pet, papelões e muitos jornais. CDs e tampinhas também formam o rosto do mascote. “Pensamos no nome Guto, em homenagem ao nome da Escola, mas ainda falta um sobrenome”, informou o estudante do 3º ano, Joabe Cardoso, 8 anos, que está se divertindo na confecção do boneco. “Eu já queria fazer um mascote para a escola, por isso gostei do concurso”, destacou. Votação Os mascotes deverão ser entregues até a próxima segunda-feira, 10 Sema e ficarão expostos no saguão do Centro Administrativo para a votação do público. No dia 14 serão apurados os votos e no dia 18, às 16h, haverá a premiação do escolhido, no Centro Administrativo Municipal. A escola que confeccionou o melhor mascote ganhará um passeio para 60 alunos para o instituto de preservação ambiental Martim Pescador, percorrendo o Rio do Sinos e conhecendo de perto a realidade no principal rio de nossa região e responsável pelo abastecimento de dezenas de cidades, entre elas Campo Bom.

Visita a locais de esporte e lazer

No final de maio, o Vereador Alan Vieira (PMDB) e o Coordenador de Futebol da Secretaria Municipal de Esportes de Gravatai, Regis Thadeu da Rosa, estiveram visitando a cidade de Campo Bom e foram recepcionados pelo Vereador Deoclécio Schuetz, que os acompanhou em vários locais de esporte e lazer do município. Para o Vereador de Gravataí, Campo Bom é um exemplo de gestão pública nas áreas do esporte e do lazer a ser seguido por outros municípios. Já o Coordenador de Futebol Regis da Rosa, observou o quanto os investimentos em Campo Bom são significativos e importantes para o desenvolvimento do esporte. Dentre os lugares por onde passaram, destacam-se a pista de skate, o Parque Arno Kunz, a academia pública, o Ginásio do CEI, ginásios das escolas municipais, pista de bicicross e campos de futebol. O Vereador Deoclécio Schüetz salienta a importância dos investimentos do município, de forma a impressionar agentes públicos de outros cidades que veem visitar Campo Bom.


10

GERAL

O Fato do Vale

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

ATOS OFICIAIS

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.494/2013, de 16 de maio de 2013. Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.493/2013, de 10 de maio de 2013.

ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado pela Lei Municipal nº 3.926/2012 de 04/12/2012.

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 185.000,00 (cento e oitenta e cinco mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0605.13.392.0048.1.042.4.4.90.51.00.00.00 – Implantação Praça dos Esportes e da Cultura – Desp. 401042.............. R$ 22.000,00 0803.10.301.0107.2.124.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção do PAB – Desp. 242124...................................................... R$ 13.000,00 0903.15.451.0058.2.144.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção da Infraestrutura Urbana FEP – Desp. 242144................... R$ 150.000,00 Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0605.13.392.0054.2.073.4.4.90.51.00.00.00 – Manutenção de Núcleos Culturais – Desp. 402073................................. R$ 22.000,00 0803.10.301.0107.2.124.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção do PAB – Desp. 302124...................................................... R$ 13.000,00 0903.15.451.0058.2.144.4.4.90.51.00.00.00 – Manutenção da Infraestrutura Urbana FEP – Desp. 402144................... R$ 150.000,00 Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 10 de maio de 2013. Registre-se e publique-se. MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária Municipal de Administração.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.496/2013, de 21 de maio de 2013.

ABRE CRÉDITOS ESPECIAIS E DÁ OUTRA PROVIDÊNCIA. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais, autorizado conforme artigo 1º da Lei Municipal nº 4.008/2013 de 21/05/2013.

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado a abrir Créditos Especiais no valor de R$ 92.206,18 (noventa e dois mil duzentos e seis reais e dezoito centavos), sob as seguintes classificações orçamentárias: R$ 40.000,00 R$

4.000,00

R$

2.160,00

R$

6.046,18

R$

8.000,00

R$ 32.000,00

Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Especiais abertos no artigo 1º deste Decreto, os valores provenientes do Superávit Financeiro advindo das transferências ocorridas nos exercícios de 2012 e anteriores, da respectiva verba vinculada, no montante de R$ 92.206,18 (noventa e dois mil duzentos e seis reais e dezoito centavos). Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 21 de maio de 2013. Registre-se e publique-se. FAISAL MOTHCI KARAM, MÁRCIA ELISA ALVES, Prefeito Municipal. Secretária Municipal de Administração. Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.499/2013, de 22 de maio de 2013.

ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado pela Lei Municipal nº 3.926/2012 de 04/12/2012.

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 395.000,00 (trezentos e noventa e cinco mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0902.15.451.0069.2.137.3.3.90.30.00.00.00 – Conservação de Vias Urbanas – Desp. 242137........................................R$ 200.000,00 0902.26.782.0101.2.142.3.3.90.30.00.00.00 – Conservação de Estradas – Desp. 242142...............................................R$ 120.000,00 1204.23.695.0104.2.176.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção de Áreas de Lazer Comunitário – Desp. 302176..................R$ 20.000,00 1401.27.812.0103.2.201.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção do Departamento de Esporte – Desp. 302201......................R$ 55.000,00 Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor da seguinte dotação orçamentária: 0705.16.482.0059.2.108.4.4.90.51.00.00.00 – Atendimento ao Fundo Municipal de Habitação – Desp. 402108..............R$ 395.000,00 Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 22 de maio de 2013. Registre-se e publique-se. MÁRCIA ELISA ALVES, Secretária Municipal de Administração.

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 260.000,00 (duzentos e sessenta mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0503.04.125.0012.2.042.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção dos Serviços – Desp. 242042............................................. R$ 5.000,00 0606.12.365.0118.2.204.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção da Merenda Escolar Infantil-FNDE – Desp. 242204........... R$ 15.000,00 0801.10.301.0107.2.114.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção dos Serviços de Saúde – Desp. 302114............................. R$ 100.000,00 0902.15.451.0069.2.138.3.3.90.39.00.00.00 – Conservação da Ciclovia – Desp. 302138............................................... R$ 140.000,00 Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0503.04.125.0012.2.042.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção dos Serviços – Desp. 302042............................................. R$ 5.000,00 0603.12.361.0047.2.057.4.4.90.52.00.00.00 – Manutenção da Educação Fundamental MDE – Desp. 412057.............. R$ 15.000,00 0801.10.301.0107.2.114.3.1.90.04.00.00.00 – Manutenção dos Serviços de Saúde – Desp. 32114............................... R$ 100.000,00 0902.15.451.0069.2.138.4.4.90.51.00.00.00 – Conservação da Ciclovia – Desp. 402138............................................... R$ 140.000,00 Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 16 de maio de 2013. Registre-se e publique-se. FAISAL MOTHCI KARAM, MÁRCIA ELISA ALVES, Prefeito Municipal. Secretária Municipal de Administração. Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

0703.08.244.0030.2.228.3.1.90.11.00.00.00 – Manutenção do Programa Social Básico – Desp. 52228 0703.08.244.0030.2.228.3.1.90.16.00.00.00 – Manutenção do Programa Social Básico – Desp. 72228 0703.08.244.0030.2.228.3.1.90.46.00.00.00 – Manutenção do Programa Social Básico – Desp. 92228 0703.08.244.0030.2.228.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção do Programa Social Básico – Desp. 242228 0703.08.244.0030.2.228.3.3.90.36.00.00.00 – Manutenção do Programa Social Básico – Desp. 292228 0703.08.244.0030.2.228.3.3.90.39.00.00.00 – Manutenção do Programa Social Básico – Desp. 302228

ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado pela Lei Municipal nº 3.926/2012 de 04/12/2012.

FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal.

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.497/2013, de 21 de maio de 2013.

ABRE CRÉDITOS ESPECIAIS E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado conforme artigo 1º da Lei Municipal nº 4.009/2013 de 21/05/2013.

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Especiais no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0703.08.244.0029.2.102.4.4.90.52.00.00.00 – Manut.dos Serv.Carat.Social Atenção Especial CREAS – Desp. 412102.......... R$ 5.000,00 0703.08.244.0030.2.184.4.4.90.52.00.00.00 – Manut.PAIF-Programa Atenção Integral a Familia – Desp. 412184................... R$ 5.000,00 Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Especiais abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0703.08.244.0029.2.102.3.3.90.30.00.00.00 – Manut.dos Serv.Carat.Social Atenção Especial CREAS – Desp. 242102.......... R$ 5.000,00 0703.08.244.0030.2.184.3.3.90.30.00.00.00 – Manut.PAIF-Programa Atenção Integral a Familia – Desp. 242184................... R$ 5.000,00 Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 21 de maio de 2013. Registre-se e publique-se. FAISAL MOTHCI KARAM, MÁRCIA ELISA ALVES, Prefeito Municipal. Secretária Municipal de Administração. Município de Campo Bom Estado do Rio Grande do Sul – Brasil

DECRETO MUNICIPAL Nº 5.501/2013, de 23 de maio de 2013.

ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS. FAISAL MOTHCI KARAM, Prefeito Municipal de Campo Bom, no uso de suas atribuições legais e autorizado pela Lei Municipal nº 3.926/2012 de 04/12/2012.

DECRETA: Art. 1º - É o Poder Executivo Municipal autorizado abrir Créditos Suplementares no valor de R$ 363.000,00 (trezentos e sessenta e três mil reais), sob as seguintes classificações orçamentárias: 0801.10.301.0107.2.114.3.3.90.30.00.00.00 – Manutenção dos Serviços de Saúde – Desp. 242114............................... R$ 150.000,00 0802.10.305.0036.2.117.3.1.90.94.00.00.00 – Manutenção da Vigilância Sanitária – Desp. 682117................................. R$ 5.000,00 0803.10.301.0107.1.022.4.4.90.52.00.00.00 – Aquisição de Equipamentos para UBS – Desp. 411022............................ R$ 36.000,00 0803.10.301.0107.2.124.4.4.90.52.00.00.00 – Manutenção do PAB – Desp. 412124........................................................ R$ 24.000,00 1301.18.541.0063.1.049.4.4.90.51.00.00.00 – Recuperação de Área Degradada – Desp. 401049................................... R$ 148.000,00 Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura dos Créditos Suplementares abertos no artigo 1º deste Decreto, a redução de igual valor das seguintes dotações orçamentárias: 0704.16.482.0059.1.015.4.4.90.51.00.00.00 – Implantação de Complexos Habitacionais Populares – Desp. 401015..... R$ 110.000,00 0705.16.482.0059.2.108.4.4.90.51.00.00.00 – Atendimento ao Fundo Municipal de Habitação – Desp.402108............... R$ 148.000,00 0802.10.305.0036.2.117.4.4.90.52.00.00.00 – Manutenção da Vigilância Sanitária – Desp. 412117................................. R$ 5.000,00 1202.22.661.0092.1.039.4.4.90.51.00.00.00 – Implant.Ampl.e Melhorias de Parques Industriais – Desp. 401039........... R$ 100.000,00 Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Campo Bom, 23 de maio de 2013. Registre-se e publique-se. FAISAL MOTHCI KARAM, MÁRCIA ELISA ALVES, Prefeito Municipal. Secretária Municipal de Administração.


O Fato do Vale

GERAL

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

Como vivem os vovôs no Brasil?

Pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde mostra que dos 93 mil idosos que são internados a cada ano no Sistema Único de Saúde (SUS), 27% são vítimas de violência. Só em 2007, 116 mil pessoas, acima dos 60 anos, foram agredidas Brasil afora, segundo dados do Governo Federal. Dos 19 milhões de idosos brasileiros, 12% já sofreram maus-tratos e 54% das agressões são causadas pelos próprios filhos. O que a chamada família pós-moderna está fazendo com seus idosos? Eles estão vivendo muito mais. Já estão ultrapassando o patamar dos 100 anos. A grande maioria tem renda de pelo menos um salário mínimo; boa parte deles está lúcida, morando na casa de parentes, porque o Brasil se esqueceu dos idosos, tirou deles o que pode e o que nunca poderia tirar, com a desculpa da falta de verba. A verba, foi aquilo tudo com que o idoso contribuiu a vida toda para ter um mínimo de conforto, na velhice. Mas cadê? Como os filhos cuidam de seus pais, avós, bisavós, tetravôs? A manchete policial denuncia que a violência contra os idosos acontece dentro de casa! Não é violência física só, não, é muita violência moral. Marmanjos exploram a mísera aposentadoria dos idosos, se apossam de cartões e senhas. Até para comprar remédios é um sacrifício, não sobra. O idoso “vive” das sobras de tudo... Há aqueles parentes atacados pelo espírito devorador de herança ou o irmão gêmeo que é o espírito devastador de exploração que se encostam na minúscula casa dos pais idosos; marcam o território; ditam regras; estabelecem onde vão se alojar definitivamente; espremem os velhinhos e os empurram, dentro da própria casa, para o lugar menos confortável. Outros sobrecarregam os pobres coitados, botam uma carga desumana de tarefas sobre eles: tomar conta de crianças nas férias e nos fins de semana para os folgados passearem; pagar conta nos bancos; levar os moleques para a academia, para a aula de inglês, para a igreja. E ainda põem, sobre os idosos, a culpa por todos os comportamentos errados e considerados descuidos da educação: são seus avós. Há filhos que frequentam a casa dos pais como se ali fosse um consultório de psicanalista, psicólogo, psiquiatra. Despejam todos os problemas sobre as costas dos idosos, se aliviam das próprias mazelas, contraídas por decisões e negócios errados; discutem, brigam, se desentendem, tudo na frente dos coitadinhos; depois saem com a maior cara de pau, dizendo que não sabem por que os pais vivem com a pressão tão alta. Outros obrigam os pobres idosos a contrair dívidas junto aos bancos, nos empréstimos aviltantes, para trocar de carro, mandar os pimpolhos para a Disney etc. Por que certos parentes tratam tão mal seus idosos? Será que eles pensam que só o próximo ficará idoso? Será que eles pensam que têm direito à juventude eterna? Será que eles pensam que Deus é injusto? O que passa de violência contra os idosos na TV é simplesmente inacreditável. Será que se pode instalar uma câmera e gravar o filme dos idosos vivendo na família? Pois é, mas as cenas estão sendo gravadas pelo céu, Deus vê. Coitados daqueles vovôs que ficam presos a uma desconfortável cama, no quarto mais solitário e quente da casa, com um copo de água morna sobre uma cadeira para não ficar incomodando a toda hora, pedindo água. Outros decidem colocar precocemente um fraldão no idoso, quando ele apresenta uma pequena dificuldade para andar, por preguiça de levá-los ao banheiro. Alguns ainda colocam todas as cartelas de comprimidos juntos na cadeira e um relógio para o próprio idoso tomar as pílulas na hora certa. Certa? A certa altura da vida, os vovôs correm o risco de trocar tudo. Estão morrendo idosos aos milhares porque trocaram os medicamentos ou tomaram em excesso... É bom colocar um celular bem simples colado no vovô para ele discar o número 100 e denunciar os maus-tratos. Porque, se vão para os hospitais, mesmo com plano de saúde, se arriscam a tomar sopa na veia, éter no músculo e ter os aparelhos desligados, porque o agente funerário tem pressa. O único mandamento da Bíblia com promessa é: “Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem seus dias sobre a Terra” (Efésios 6, 2). Ah, Brasil! Sua população está ficando idosa, suas políticas sociais também; muitos políticos caducaram e os vovôs sobrevivem, assistindo, pela TV, ao que eles andam fazendo com o suado salário que lhes foi subtraído das aposentadorias. Ivone Boechat

11

Em defesa do consumidor Aumento abusivo de plano de saúde gera indenização A justiça do Rio Grande do Norte declarou abusiva uma cláusula do contrato assinado entre uma idosa e a Unimed Natal que previa reajuste de 92,18% ao usuário e/ou seus dependentes com idade igual ou superior a 60 anos. A juíza Amanda Grace Diógenes Freitas Costa Dias, da 8ª Vara Cível determinou que o reajuste da mensalidade deve obedecer aos percentuais autorizados pela Agência Nacional de Saúde, bem como as faixas etárias definidas na Resolução Normativa nº 63/03. Segundo Átila Alexandre Nunes, coordenador do serviço Em defesadoconsumidor.com.br é inadmissível o reajuste em dobro das mensalidades dos contratos de planos de saúde quando o consumidor atinge os 60 anos de idade. A Unimed Natal foi condenada a pagar à autora os danos materiais decorrentes do pagamento a maior do valor das mensalidades em razão do reajuste de quase 100%, desde o início de sua cobrança, acrescido de juros e correção monetária. Para proferir sua decisão, a juíza Amanda Grace baseou-se no Código de Defesa do Consumidor, no artigo 876 do Código Civil, bem como em jurisprudência de tribunais superiores. TIM é condenada por cobrança indevida A operadora de telefonia Tim Celular S/A foi condenada ao pagamento de R$ 5 mil reais pelos danos morais causados a uma consumidora. Para Átila Alexandre Nunes, coordenador do serviço Emdefesadoconsumidor.com.br , o valor da indenização deve ser encarado como meio de punição ao ato ilícito praticado pela empresa, bem como de prevenção de futuras condutas similares. Em 20 de setembro 2011 a consumidora foi até uma loja de materiais de construção, onde teve seu cheque recusado, pois estava com seu nome inscrito no SERASA. Ela se dirigiu ao órgão de proteção ao crédito e verificou que as inscrições eram referentes a débitos junto à operadora TIM, porém a linha telefônica que deu origem aos débitos já estava cancelada há pelo menos 7 meses. Em contestação, a Tim sustenta que não cometeu tal irregularidade, pois agiu conforme o contrato celebrado entre as partes. Argumentou também que não houve cobrança indevida, pois os serviços foram prestados. Por fim, a empresa solicitou pela improcedência da ação. “Se a empresa mantém indevidamente o nome do consumidor nos restritivos, fica caracterizada a conduta ilícita, razão pela qual deve responder pela reparação a título de dano moral”, finaliza Átila A. Nunes. Torcedor indenizado por falta de serviços em estádio O juiz Elton Pupo Nogueira, do Juizado Especial Cível de Belo Horizonte, julgou procedente o pedido de um torcedor, que reclamou da falta de estrutura do estádio Mineirão durante uma partida de futebol. Na decisão, a Minas Arena e o Cruzeiro Esporte Clube foram condenados solidariamente a restituir o torcedor o valor de R$ 100,00 pagos pelo ingresso, além do pagamento de R$ 2,5 mil a título de danos morais. O torcedor alegou ter sofridos danos em razão da falta de estrutura dentro e fora do estádio, não conseguindo comprar alimentos, bebidas e água mineral. Alegou ainda que não havia água nos banheiros. Segundo Átila A. Nunes, coordenador do serviço Em defesa do consumidor.com.br “Não há dúvida de que houve vício na prestação dos serviços contratados pelo torcedor, uma vez que não lhe foram garantidas condições mínimas de permanência no estádio, em face da privação de alimentos e bebidas e, ainda, de utilização dos banheiros.”

ANUNCIE AQUI Ligue 3598.6411 ou 3559.5411 e solicite uma visita. O Fato do Vale

WALDIR FLECK FILHO, Oficial Designado do Registro Civil das Pessoas Naturais de Campo Bom, RS, Faz saber que pretendem casar-se os seguintes nubentes: 12289 - EVANDRO BATISTA PEREIRA e LUCIANA MATTOS GAMBINO; 12290 - ROBERTO CARLOS MONTEVANO DA SILVA e CLÁUDIA APARECIDA CANEDO GARNIZÉ; 12291 - ROMILDO DAMACENO e HANELISE HAEFLIGER; 12292 - LUCAS ENÉIAS MENDES e IZIS MAIRA SCHREER; 12293 - DENACIR GIRARDI e GLADIS TERESINHA CARVALHO; 12294 - CRISTIAN ANDREI KUNKEL e ANGELICA PEREIRA; 12295 - ROGERIO DA CUNHA MELLO e ROSANE IVANÊS SCHIRMANN; Quem souber de algum impedimento acuse-o na forma da Lei. Campo Bom, 05 de junho de 2013. Waldir Fleck Filho Oficial Designado


O FATO

Sexta-feira, 07 de junho de 2013.

do Vale

Secretários de 15 cidades participaram de encontro

S

Secretários municipais de Saúde de 15 cidades da região participaram de encontro em Campo Bom

ecretários de Saúde de 15 municípios da 7ª região da 1ª Coordenadoria Regional de Saúde (1ª CRS) do Estado participaram nesta quarta-feira, 5, de um encontro no 4º andar do Centro Administrativo Municipal de Campo Bom. Acompanhados de assessores técnicos, os administradores participaram na parte da manhã de um seminário sobre Gestão em Saúde e, no período da tarde, discutiram temas pertinentes às cidades. Durante o encontro o prefeito Faisal Karam ressaltou a importância deste tipo de evento, destacando que a integração é uma forma de unir interesses comuns e fortalecer as cidades.

Faisal Karam ressaltou durante o evento a importância deste tipo de encontro entre os gestores da saúde

w w w.al.rs.g gov.br

AGRONEGÓCIO, UM PRATO CHEIO PAR A A EDUCAÇÃO. A agricultura familiar é parte significativa do setor agrícola no Rio Grande do Sul. Para valorizar ainda mais a nossa produção, a Assembleia Legislativa aprovou diversas leis que contribuíram para estimular a produção rural nos últimos anos. Foram incluídos alimentos produzidos no Estado na merenda dos estudantes da rede pública estadual, valorizando o agricultor e qualificando as refeições de nossos alunos. A Assembleia trabalha para a construção do futuro do Rio Grande do Sul. Leis: 13.247/2009; 13.369/2010; 13.370/2010; 13.410/2010; 13.542/2010.

HISTÓRIA DAS LEIS


O Fato do Vale - 07 de junho de 2013