Issuu on Google+

Você se lembra? Você mudou...

...nesse tempo ela não mudou em nada. E continuará como sempre foi: ela é mãe!


02 “Ou será que Governar só é assim tão difícil porque a exploração e mentira são coisas que custam a aprender?” - Bertold Brecht

E agora, Sumaré? O futuro de Sumaré não deixa de ser preocupante. Enquanto Campinas manteve sua unidade territorial o município de Sumaré, ao contrário, perdeu importante área, um distrito chamado Hortolândia, que ao longo do tempo sentindo-se abandonado conseguiu emancipar-se e hoje, 20 anos depois, sua geração de renda é maior que a própria Sumaré. Embora a maioria das pessoas que moram no centro de Sumaré não venham acompanhando com atenção outro movimento de emancipação e tal movimento se vier a ter sucesso, o novo território ficaria com todos os distritos industriais de Sumaré e esta, se transformaria em um grande dormitório pouco maior que Nova Odessa. O simples mote “Emancipação já, chega de abandono” não pode ser levado a pé da letra pois moradores de outras áreas e do centro poderiam dizer que também sentem-se abandonados...

Quem chega com investimentos a Sumaré ou escolhe-a para residir pode não ter conhecimento da história política da cidade mas apenas como ilustração, se hoje com 240.000 habitantes o município não teve liderança para comandar a eleição de um simples deputado estadual ou federal, vê-se que as picuinhas locais estão acima dos interesses do município e lideranças pela separação têm mais carisma e argumentos do que pessoas que lutaram para sentar-se na cadeira de prefeito não fizeram pela cidade o dever de quem foi eleito para tal. Há poucos anos, em Campinas, no distrito de Barão Geraldo, resultado de consulta aos moradores sepultou sonho de emancipação cujos moradores não viam vantagem separar-se de Campinas. Mas os moradores insatisfeitos da Área Cura, Nova Veneza e Matão têm motivos para tal?

Prefeito, e agora? O atual prefeito de Nova Odessa está sob intenso bombardeio reivindicatório e cobranças básicas têm ofuscado a liderança desse executivo em suas atividades pela manutenção da cidade. Em seu quarto mandato, reeleito na última eleição, está impedido legalmente de concorrer como postulante ao cargo. No olimpo municipal certamente nunca foi tão preocupante a expectativa de como ungir alguém que tenha capacidade de transformar o mau humor do morador insatisfeito em voto vencedor. Não é folclore, pois se houve uma alternância de cinco mandatos para o exprefeito Simão Welsh e quatro para o atual prefeito Manuel Samartin, ambos instalaram um sistema de votos a cabresto que a oposição espera há décadas a oportunidade para quebrar esse continuismo. Tal ciclo, pretes a completar 40 anos, apenas uma vez foi quebrada a alternância quando o professor de educação física, José Mário, foi o meio termo em período que houve certo ciúme entre os dois grupos e Zé Mário foi uma acomodação entre as partes tornando-se prefeito figurado pois não teve autonomia para mexer no sistema então vigente na máquina continuísta.

Caldeirão

O jeitinho local de perpetuar votos sempre funcionou na base do compradio: certo cidadão do bairro São Jorge estava a construir tranquilamente sua casinha quando um fiscal da prefeitura embargou a obra por irregularidades. O autuado não teve dúvidas e foi ao prefeito pedir intervenção. “Em que estágio está a obra”, perguntou o burgomestre. Estou levantando as paredes, respondeu o pedinte; “Então dê um jeito de acelerar essa obra enquanto seguro a bronca aqui. Depois da obra irreversível fica como está e as coisas se ajeitam...” O pedinte só faltou dar um beijo na bochecha do então prefeito em seu primeiro mandato, e até hoje sua família é eleitora fiel de Manuel. E assim, amarrava-se cabrestos a eventuais mulas desgarradas... Assim, com tais ferramentas, a sucessão era quase automática pois candidato indicado pelo prefeito era praticamente eleito. Entretanto, se eleição fosse agora, quem quer que fosse indicado pelo atual prefeito pouca chance teria pois o prefeito está se tornando persona non grata à medida que o tempo passa a manutenção da cidade está a desejar e já não se acha o prefeito andando pela cidade. O prefeito sumiu!

Gente fina já é multada

Nessa terra onde ainda impera o “Você sabe com quem está falando?”, chega a ser surpreendente um senador ser abordado como simples mortal. Como é de costume nos finais de semana na cidade maravilhosa, os policiais responsáveis pelas blitz da Lei Seca estiveram pela buscando motoristas com índices de álcool. Sem entrar no mérito da indústria da multa ou no moralismo exagerado da lei, vale prestar atenção a uma das vítimas da operação: o senador mineiro Aécio Neves, um dos homens mais cotados para disputar as eleições presidenciais em 2014.

"Dura Lex, Sed Lex" - a lei é dura, porém é a lei. A boa notícia é que ao invés de dar um carteiraço ele fez o que qualquer mortal teria feito em sua situação. Bolou uma desculpa qualquer para não ser preso, mas teve a carteira suspensa e recebeu uma multa de quase mil reais. Vale lembrar que o rigor da lei, com sua tolerância zero e penalidade severa, força muitas pessoas a buscarem alternativas “criativas” com policiais “simpáticos” para não perderem a habilitação depois de cair em uma blitz. E isso é um bocado ruim. Com dados do G1.


03 ORIGINALIDADE Seja você mesmo, porque ou somos nós mesmos ou não somos coisa nenhuma. - Monteiro Lobato)

“Mulheres e elefantes nunca esquecem”. Dorothy Parker

SEGURANÇA

Fechando delegacias de São Paulo A segurança em São Paulo comentada por um oficial militar do Rio de Janeiro

O

Governo de São Paulo está remodelando seu modelo de segurança pública e fechando delegacias! Em um primeiro momento isso parece um contrassenso, mas não é. A decisão do governo paulista, que vem gerando muita polêmica, se iniciou com o fim de delegacias em cidades do interior com menos de 10 mil habitantes e a unificação dos distritos policiais na capital. A princípio, o impacto é negativo na sociedade, principalmente nas pessoas que moram ou trabalham próximas às delegacias, devido ao aumento da sensação de insegurança pela ausência de policiamento no local. Mas isso não é, necessariamente, verdadeiro. Observe que uma unidade policial – seja ela uma delegacia de polícia (Polícia Civil) ou batalhão (Polícia Militar) – demanda um contingente alto de policiais em sua administração. Em compensação, ao unificar unidades você reduz o número de policiais que atuam na administração e aumenta o número de policiais que atuam na atividade fim (policiamento ou investigação). A matemática é simples: menos policiais na administração é igual a mais policiais nas ruas. Justiça mesmo se faz fora da delegacia Essa tática, porém, tem um ponto fraco. Se a área de atuação se torna muito extensa, o nú-

mero de policiais em atuação na atividade se torna igualmente e proporcionalmente alto, o que vai exigir mais da administração. Os procedimentos administrativos aumentam, gerando atrasos e problemas consideráveis de logística. Logo você acaba precisando de mais policiais na administração e o resultado passa a não ser tão bom. Outro fator a ser considerado é o controle territorial no nível tático e estratégico, que passa a não ser tão eficiente pelo acúmulo de dados a ser analisados e a redução do conhecimento detalhes importantes na geografia do local de policiamento. O exército americano, por exemplo, demanda cinco homens da administração para cada homem em combate. Contudo, esse exemplo não pode ser um balizador de opiniões dentro do nosso contexto de segurança pública, pois obviamente em ações de guerra certas questões logísticas são consideravelmente superiores aos do nosso cotidiano, porém é inegável a preocupação dos comandos norte-americanos com a administração de suas tropas. Quanto ao fato da Polícia Militar registrar ocorrências, já encontramos conformidade legal e a prática desse procedimento em alguns estados do Brasil, onde a polícia

militar registra crimes de pequeno potencial ofensivo (lei nº 9.099), o que garante maior celeridade nos processos, redução de tempo ocioso de policiais militares e, consequentemente, uma maior satisfação do cidadão que não precisa se deslocar para delegacias de polícia para registrar este tipo de ocorrência. Em segurança pública, não há fórmula mágica. No final das contas o diferencial de uma tropa está fundamentado no tripé treinamento, recompensa e correção. Se o policial, civil ou militar, tiver um treinamento de primeira linha, for bem re-

munerado e ter a certeza de que, caso aja de forma errada, será eventualmente responsabilizado por seus atos, teremos um cenário muito mais favorável na segurança pública de nossos estados, independente do modelo organizacional utilizado, seja ele mais centralizador ou mais territorial. Thyago Ferreira, Oficial e Diretor de TI na Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Amante de armas, explosivos, operações de inteligência, guerra eletrônica e coisas do gênero. Carioca, flamenguista, sonhador e escritor nas horas vagas.


04 “Determine que algo pode e deve ser feito, e então você achará o caminho para fazê-lo”. (Abraham Lincoln)

LEGISLATIVO

Quadrilha dentro da Assembléia Pronunciamento da Deputada Cidinha Campos no plenário da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro “Quero falar dos quem mamam. Não das crianças que têm direito. Mas dos , os safados, os cafajestes que infestam a política nacional, infestam esta casa. Eu subi pela escada feito uma doida para falar no primeiro horário depois que o que ouvi o depoimento do deputado Nader se lançando ao Tribunal de Contas do Estado. O quê é isso? Eu vejo aqui nessa casa o cinismo dos ladrões. Vi ontem desta tribuna um deputado falando em moral, dos bons costumes quando o pai dele está preso, o tio está preso e ele é laranja dois! Roubando o quê? Vacina e remédios de crianças! Como é que isso? É pseudo Tribunal de Contas ou é um pasto? O pai é ladrão! Denunciado na CPI e enquadrado por corrupção. O filho está no mesmo inquérito aberto pela Polícia Federal na Operação Pasargada, enquadrado em... Agora não estou falando do pai que já saiu na compulsória estou falando do filho que quer entrar no rabo do pai... Corrupção, formação de quadrilha, artigo 288, corrupção passiva, artigo 317, advocacia administrativa, artigo 321 do Código Penal. Ele não sabe que para ser conselheiro do Tribunal de Contas tem de possuir notório saber, reputação ilibada? Isto é reputação ilibada? Corrupção passiva, advocacia administrativa, formação de quadrilha! Nesta casa está na mesa, um pedido de cas-

sação contra ele feita pelo corregedor deputado Luiz Paulo Correa da Rocha, que nunca foi analisado. E ele vem com cinismo aqui se lançar conselheiro... Que se lance do vão da Ponte RioNiterói! É o único lugar que ele merece! Na cara da gente! Como se ninguém soubesse e ninguém ouvisse que há uma CPI nesta casa. Não houvesse uma denúncia de primeira página da revista Isto É e da revista Veja. Trouxemos a mulher dele para depor, ele depôs... E o que ele disse na CPI? Que não tinha nada a haver com o INEP... E depois veio o dono do INEP, que era um instrumento de corrupção deles e diz que: ‘Eu pago passagem todo ano para a família ir para os Estados Unidos’. É esse o cara que vai para o TCE? Acho que no TCE de hoje sai um canalha e entra outro, não vão notar nenhuma diferença a não ser a aparência física. Mas esse é pior do que o pai! Posso garantir ao senhor: ele é muito pior do que o pai. A corrupção nesse País está no DNA! Não está mais aqui, na Justiça, no Ministério Público... Está no DNA das pessoas. Elas riem, elas brincam, eu vejo todo mundo gargalhando nesse plenário... Quanto mais ladrão mais querido, mais simpático! Vou dizer para o senhor: o outro candidato é tão bandido quanto ele! Mas ainda não se lançou mas já está pedindo votos aqui. Quando se lançar venho dar sua ficha mas esse com mais detalhes pois tenho até mapa de sua atuação.

Estou indignada senhor presidente! Esta casa não pode aceitar a inscrição deste homem porque o requisito fundamental é RE-PU-TAÇÃO ILI-BA-DA! O outro candidato, fraudou o Bolsa-família! E todo mundo ficou quieto aqui. Ninguém se dispôs a levantar a podridão de seu comportamento roubando escola de crianças. Agora é candidato e já está cambalando votos e já chega o outro que é envolvido com ele... Porque existe uma quadrilha dentro dentro desta casa!

Uma quadrilha!

Servidores de um gabinete passam para outro sem terem sido requisitados, sem nunca terem servidos em qualquer outro município. No Gabinete dele havia 49 do município de Mendes, 20 do município de Varre-Sai... E são esses que vão fiscalizar as contas do Estado? É na mão dessa gente que a conta do Governo do Estado, de 91 municípios, do PAC... Vamos parar com essa palhaçada! Isso aqui não é uma casa de santos... Mas também não pode se transformar numa casa de canalhas consagrados, canalhas corruptos, VA-GABUN-DOS, que todo mundo sabe que são! Mas merecem o voto da outra canalhada toda! Eu vou dar o nome dos deputados associados a essa camarilha e acho que vão sobrar poucos!

cida como Cidinha Campos, nasceu em São Paulo a 5 de setembro de 1942. Atriz, fez parte do elenco fixo de Família Trapo, programa humorístico de enorme sucesso produzido e exibido pela TV Record de São Paulo no final dos anos 60 e que foi o percursor de atrações como A Grande Família e Sai de baixo. É também jornalista, foi a primeira repórter internacional da Rede Globo, fazendo entrevistas para o Fantástico. Filiada ao PDT, foi eleita deputada estadual no Rio de Janeiro e está em seu segundo mandato. O Campeão recebeu um vídeo, que pela contundência, faz questão de transcrevê-lo e partilhar o texto com seus leitores. Caso o prezado leitor queira receber o vídeo peça-o pelo contato@ocampeao.com

Maria Aparecida Campos Straus, conhe-

O que Dilma tem a aprender com Vargas Coube ao Brasil, ao menos uma vez em sua história, o papel de noiva cobiçada por mais de um pretendente. Nos anos 1940, por exemplo, o então presidente Getúlio Vargas mostrou astúcia ao perceber esse apelo, em

plena Segunda Guerra Mundial, quando os países do Eixo e os Aliados cooptavam apoio militar e político para fortalecer suas posições no conflito. Vargas fez um jogo sinuoso, ao dar-se con-

ta do papel estratégico do País como base para os dois lados. Negociou ora com a Alemanha, ora com os Estados Unidos, barganhando, em troca, recursos estrangeiros para industrializar o Brasil. Foi assim que o governo brasileiro chegou a firmar posição pelos Aliados e obteve o patrocínio do presidente Franklin Roosevelt para construir a primeira estatal de siderurgia do País, a Companhia Siderúrgica Nacional, hoje conhecida como CSN, privatizada na década de 1990. Em troca, o Nordeste tornou-se base das tropas aliadas e os soldados brasileiros seguiram para os campos de batalha na Europa. Hoje o Brasil se encontra novamente entre dois pretendentes de peso. Mas, felizmente, num cenário bem menos beligerante do que a primeira metade do século passado. As maiores economias do globo, Estados Unidos e China, pretendem aprofundar relações bilaterais com o País, em troca de participar do crescimento da economia brasileira e de explorar recursos naturais valiosos, como as commodities agrícolas e o petróleo do pré-sal. Os mais de 20 acordos bilaterais firmados em Pequim pela presidente Dilma Roussef, há duas semanas, tornam explícita a intenção da China de ficar (ainda mais) perto do Brasil. Os Estados Unidos já haviam feito uma jogada ensaiada, com a visita do presidente Barack Obama, em março, quando deixaram registrada, em verso e prosa, a agenda econômica pretendida pelo governo americano. No meio desse xadrez, o Brasil tem chances de executar uma partida decisiva com os

dois países e, nesse sentido, há algo a aprender com a era Vargas. Naquele tempo, o presidente do Estado Novo jogou a estratégia do tudo ou nada, e a mudança que se seguiu após a guerra torna isso evidente. Investir em siderurgia não era simplesmente uma decisão de garantir capital estrangeiro. A CSN é considerada por historiadores um marco da revolução industrial brasileira. Essa revolução industrial, é certo, chegou com um atraso de mais de um século em relação à europeia. A boa notícia é que o Brasil tem chances, agora, de recuperar o que perdeu ao não investir numa indústria forte de base tecnológica, no passado. De nada vale que empresas como a taiwanesa Foxconn se instalem aqui, se o País se contentar em desempenhar apenas o papel de montador de tablets. Investimentos vultosos, como os US$ 12 bilhões anunciados pela empresa chinesa, chamam a atenção num primeiro momento, mas num segundo olhar podem ser perigosos, alerta Luis Afonso Lima, presidente da Sociedade Brasileira de Estudos das Empresas Transnacionais e Globalização (Sobeet). “O Brasil precisa fazer uma opção clara por desenvolver a indústria local”, diz Lima. “Caso contrário, vamos aumentar a importação de componentes e desequilibrar a balança comercial.” Comprometer o Brasil com o desenvolvimento, por outro lado, pode ser um forte indutor para dar novas bases à educação e à tão sonhada competitividade, de que a indústria atual carece.


05 “Nenhuma mulher suporta um marido jogador, a não ser que ele ganhe constantemente”. Thomas Dewar

LAZER

No Brasil tudo custa mais caro A

Com o mesmo valor que o brasileiro compra um Uno, o europeu coloca um Golf na garagem

pesar de do crescimento exuberante da economia brasileira, com PIB 36,1% maior nos últimos 10 anos e renda per capita 20% acima da inflação no período, está longe o dia que não será vantagem ir às compras em Miami. Para comprar um iPad no Brasil, é preciso desembolsar em torno de R$ 1,6 mil. Com mais R$ 259, dá para ir para os EUA buscar o aparelho e, de quebra, se bronzear na areias de Long Beach, já que a mesma versão por lá custa apenas R$ 800. Se o brasileiro pudesse trazer dos EUA um Corolla zero na mala, ele desembolsaria R$ 28 mil. Mas se for comprar no País, o veículo sai por mais de R$ 60 mil. E o carro é tão nacional lá quanto aqui, já que a japonesa Toyota fabrica o veículo nos dois países. E as diferenças absurdas não se restringem somente aos EUA. O valor gasto para se comprar um Fiat Uno no Brasil, mais ou menos R$ 23 mil, é o mesmo preço de um Smart na Europa. Aquele pequeninho que aqui custa quase R$ 60 mil. Ou um Golf, que por lá vale cerca de 12 mil euros. Não é à toa que o brasileiro é o turista que mais compra nos EUA: US$ 4,8 mil por pessoa. A distorção entre os valores dos produtos aqui e lá fora tem os impostos como causa principal. Confusão tributária - É uma sopa de letrinhas: IPI, ICMS, ISS, Cide, IOF, Cofins. Aqui, quase metade do valor de um carro (40%) vai para o governo na forma de tributos. Nos EUA e na China é 20%, e na vizinha Argentina, 24%. O padrão se repete com os outros produtos. Enquan-

to no resto do mundo é regra ter um único imposto para o consumo, aqui são pelo menos seis. A confusão gera cobrança de impostos em cascata. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que é um imposto estadual, por exemplo, incide sobre o Cofins, o PIS e o IPI, que é um imposto federal. Ou seja: você paga imposto sobre imposto e tudo fica mais caro. O peso do ISS sobre o preço final dos automóveis chega a 5%. Já o PIS corresponde a quase 2% e o Cofins é de 7,6%. ‘Só o IPI pode chegar até 40% do valor de um veículo dependo da potência dele’, explicou o analista tributário Marcos Camargo. Compras online - O último imbróglio na área tributária está relacionado às compras online. Um acordo do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), assinado por 18 Estados, determina que a partir de 1º de maio deste ano, esses estados passem a recolher 10% de ICMS sobre os produtos comprados pela internet, ficando 7% para os Estados de origem onde de se concentram as lojas pontocom. Se o Estado de origem da compra for da região Nordeste, a partilha será 12% para onde a loja está instalada (origem) e outros 5% para o Estado de destino. Brasil Custoso - Outro fator que afeta o custo dos produtos brasileiros é a ineficiência nacional em diversas áreas, como infraestrutura e administração (a velha e boa burocracia). Esse atraso é chamado de ‘Custo Brasil’, pelos es-

pecialistas e pode sobrecarregar em até 36% o preço do produto brasileiro em relação aos fabricados na Alemanha e nos Estados Unidos. Somado a valorização do real em relação ao dólar, esse custo ajuda a explicar porque o um país que está cada vez mais rico como o Brasil, exporta cada vez mais produtos primários e semimanufaturados e importa mais produtos de maior valor agregado e de tecnologia avançada. ‘É literalmente exportar laranja para um cliente e comprar dele suco de laranja em caixinha’, explica Camargo. A diferença de juros cobrada entre um financiamento no Brasil e nos demais países intensifica a disparidade de valores. A média cobrada no Brasil é de 25% ao ano, enquanto nos países ricos ela não passa de 10%. Além do mais, se levarmos em conta que renda mensal média do brasileiro (R$ 1,5 mil) é bem menor que a de regiões mais ricas (R$ 6 mil nos EUA, por exemplo), tudo é mesmo muito mais caro por aqui. Enquanto um brasileiro que ganha o salário médio no país precisa trabalhar um pouco mais de um mês para comprar um iPad, um americano consegue comprar o tablet da Apple em menos de três dias. Mercado de luxo - Mas impostos e custo Brasil não explicam tudo. Outra razão importante para a disparidade de preços é o crescimento do chamado mercado de luxo. No Brasil, este mercado nem é tão luxuoso assim, entretanto movimentou mais de R$ 11,8 bi-

lhões em 2010, uma alta de 22% em relação ao ano anterior. Roupas que aqui são consideradas ‘de marca’, lá fora não passam de produto popular. O irônico é que o preço alto muitas vezes vira uma razão para consumir o produto. A calça da italiana Diesel é um exemplo. Não chega a ser popular lá fora, mas a mesma peça masculina pela qual os brasileiros pagam R$ 750, os americanos desembolsam R$ 260, e os franceses R$ 226. “O brasileiro tem um viés de consumo americano, mas gosta de achar que é europeu. Ele não admite que o produto que está nas vitrines de Paris não esteja aqui. Os outros países da América Latina trabalham com col eções passadas. O Brasil, esse país megatropical, compra a coleção de inverno em pleno verão porque é a que está sendo vendida lá fora”, afirma Carlos Ferreirinha, dono da MCF Consultoria. (IstoÉ Dinheiro)


06 Você decide - Se você pensa que pode, ou pensa que não pode, em ambos os casos você está certo. - Henry Ford

HEMANGEM

Dia das Mães, quando começou Homenagem ao dia da mulher é recente, mas às mães, isso é muito antigo e não sai de moda

As mais antigas celebrações do Dia da

Mãe remontam às comemorações primaveris da Grécia Antiga, em honra de Rhea, mulher de Cronos e Mãe dos Deuses. Em Roma, as festas comemorativas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, a Mãe dos Deuses romanos, e as cerimônias em sua homenagem começaram por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo. Durante o século XVII, a Inglaterra celebrava no 4º Domingo de Quaresma (40 dias antes da Páscoa) um dia chamado “Domingo da Mãe”, que pretendia homenagear todas as mães inglesas. Neste período, a maior parte da classe baixa inglesa trabalhava longe de casa e vivia com os patrões. No Domingo da Mãe, os servos tinham um dia de folga e eram encorajados a regressar a casa e passar esse dia com a sua mãe. À medida que o Cristianismo se espalhou pela Europa passou a homenagear-se a “Igreja Mãe” – a força espiritual que lhes dava vida e os protegia do mal. Ao longo dos tempos a festa da Igreja foi-se confundindo com a celebração do Domingo da Mãe. As pessoas começaram a homenagear tanto as suas mães como a Igreja. Nos Estados Unidos, a comemoração de um dia dedicado às mães foi sugerida pela primeira vez em 1872 por Julia Ward Howe e algumas apoiantes, que se uniram contra

a crueldade da guerra e lutavam, principalmente, por um dia dedicado à paz. A maioria das fontes é unânime acerca da idéia da criação de um Dia da Mãe. A idéia partiu de Anna Jarvis, que em 1904, quando a sua mãe morreu, chamou a atenção na igreja de Grafton para um dia especialmente dedicado a todas as mães. Três anos depois, a 10 de Maio de 1907, foi celebrado o primeiro Dia da Mãe, na igreja de Grafton, reunindo praticamente família e amigos. Nessa ocasião, a sra. Jarvis enviou para a igreja 500 cravos brancos, que deviam ser usados por todos, e que simbolizavam as virtudes da maternidade. Ao longo dos anos enviou mais de 10.000 cravos para a igreja de Grafton – encarnados para as mães ainda vivas e brancos para as já desaparecidas – e que são hoje considerados mundialmente com símbolos de pureza, força e resistência das mães. Segundo Anna Jarvis seria objetivo deste dia tomarmos novas medidas para um pensamento mais activo sobre as nossas mães. Através de palavras, presentes, atos de afeto e de todas as maneiras possíveis deveríamos proporcionar-lhe prazer e trazer felicidade ao seu coração todos os dias, mantendo sempre na lembrança o Dia da Mãe. Face à aceitação geral, a sra. Jarvis e os seus apoiantes começaram a escrever a pessoas influentes, como ministros, homens

de negócios e políticos com o intuito de estabelecer um Dia da Mãe a nível nacional, o que daria às mães o justo estatuto de suporte da família e da nação. A campanha foi de tal forma bem sucedida que em 1911 era celebrado em praticamente todos os estados. Em 1914, o Presidente Woodrow Wilson declarou oficialmente e a nível nacional o 2º Domingo de Maio como o Dia da Mãe. Hoje em dia, muitos de nós celebram o Dia da Mãe com pouco conhecimento de como tudo começou. No entanto, podemos identificar-nos com o respeito, o amor e a honra demonstrados por Anna Jarvis há 96 anos atrás.

No Brasil a introdução desta data se deu noRio Grande do Sul, em 12 de maio de 1918, por iniciativa de Eula K. Long, em São Paulo, a primeira comemoração se deu em 1921. A oficialização se deu por decreto no Governo Provisório de Getúlio Vargas, que em 5 de maio de 1932, o assinou. Em 1947, a data foi incluída no calendário oficial da Igreja Católica por determinação do Cardeal Arcebispo do Rio, Dom Jaime de Barros Câmara.

Apesar de ter passado quase um século, o amor que foi oficialmente reconhecido em 1907 é o mesmo amor que é celebrado hoje e, à nossa maneira, podemos fazer deste um dia muito especial. E é o que fazem praticamente todos os países, apesar de cada um escolher diferentes datas ao longo do ano para homenagear aquela que nos põe no mundo. Em Portugal, até há alguns anos atrás, o dia da mãe era comemorado a 8 de Dezembro, mas atualmente o Dia da Mãe é no 1º Domingo de Maio, em homenagem a Maria, Mãe de Cristo.

De qualquer forma, com decreto ou sem decreto o povo, cada um à sua maneira não deixa de reconhecer a pessoa básica no seio familiar que é a mãe. Ela dá à luz o filho e esse cresce, vira gente importante na sociedade mas ele sempre será o filho, mesmo que tenha mudado, que ficou maduro, mas nesse tempo ela não mudou em nada. E continuará como sempre foi: ela é a mãe! Fonte: Pitadas de O Campeão em texto de O Guia dos Curiosos - Portugal


07 “Não tenha vergonha deles - Se você já construiu castelos no ar, não tenha vergonha deles. Estão onde devem estar. Agora dê-lhes alicerces”. - Henry D avid Thoreau

Obrigado Senhor! Obrigado, Senhor, pela mãe que você me deu... ...por todas as Mães do mundo ...pelas mães brancas, de pele alvinha... ...pelas pardas, morenas ou bem pretinhas... ...pelas ricas e pelas pobrezinhas... ...pelas mães - titias, pelas mães - vovós, pelas madrastas - mães, ...pelas professoras - mães... ...pela mãe que embala ao colo o filho que não é seu... ...pela saudade querida da mãe que já partiu... ...pelo amor latente em todas as mulheres, que desperta ao sentir desabrochar em si uma nova vida... ...pelo amor, maravilhoso amor que une mães e filhos... Eu lhe agradeço, Senhor! Madonna in the Meadow - Raphael - 1505-1506.


08 “Foi muito fácil: levei vinte anos para fazer sucesso da noite pro dia”. - Eddie, cantor

EMANCIPAÇÃO

Ex-prefeitos administraram?

O legado de ex-prefeitos de Sumaré: armaram bomba-relógio social para explodir no futuro Em nosso editorial nos baseamos em um simples adesivo de pára-brisa em automóvel para nossa reflexão. Tratava-se de um simples adesivo mas um problemão para Sumaré. Afinal à sua revelia, a cidade vê um movimento agigantar-se no seu quintal: mais uma emancipação a retalhar seu território. Há algum tempo O Globo publicou matéria que tem servido de combustível para o pessoal que sonha com a nova perspectiva: “Distritos tentam virar cidade - Uma fila de distritos que sonham virar cidade deve voltar a andar após uma espera de 12 anos. A emenda constitucional que freou a criação de municípios, em 1996, será regulamentada por um projeto de lei que foi votado no Senado no mês passado e aguarda aprovação da Câmara, o que pode ocorrer ainda este ano. Apenas no estado de São Paulo, há 22 processos de emancipação parados. Até a capital pode perder um pedaço. Parelheiros, na extrema zona sul, pede para se separar de São Paulo desde 1991. A área, hoje subdividida em Parelheiros e Marsilac, corresponde a um quinto do território paulistano e tem vários dos piores índices da cidade. O Movimento SOS Parelheiros acha que a solução passa pela autonomia. Os resultados conseguidos pelos novas cidades animam os sonhadores. De acordo com estudo da Confederação Nacional dos Municípios - feito para ajudar o Congresso a decidir sobre o tema -, “os ganhos de qualidade de vida são enormes em todas as áreas, principalmente em educação e saúde”. Da última leva de nove municípios criados em São Paulo em 1995, o mais próximo da capital é Jumirim, a 170 quilômetros, um típico exemplo de sucesso. No primeiro orçamento próprio, em 1997, o povoado de dois mil habitantes tinha R$ 1,4 milhão. Agora, com praticamente o mesmo número de moradores, tem R$ 8 milhões.

Adesivos em pára-brisas de automóveis que circulam por Sumaré. De quem é a culpa por Sumaré mais uma vez estar sendo obrigada a conviver com a ideia de outra vez ser retalhada? Em 12 anos de vida, a cidade ganhou creche, delegacia, prefeitura, câmara de vereadores, posto de saúde, praças, jardins e a escola que é o maior orgulho dos jumirienses. Com modernos computadores, psicopedagoga, vídeo, biblioteca e 20 alunos por classe, conseguiu o 6.º lugar do país no Ideb (Índice de Educação Básica) de 2007. - Não tenho dúvida de que tudo isso só aconteceu por causa da emancipação - diz o prefeito Darcy Schiavi. Mas hoje isso não aconteceria mais. As novas regras para emancipação exigem um número mínimo de habitantes. No caso de estados do Sul e Sudeste, será preciso ter pelo menos 10 mil moradores. Quesito que Jumirim e as outras oito novas cidades não preenchem até hoje. A coordenadora do Laboratório Urbano da Metrópole da USP, Regina Meyer, concorda com o limite mínimo. - Menos que isso, corre o risco de cair no pseudo urbano - diz. No caso de Parelheiros, que tem 135 mil habitantes, ela acha que a discussão é válida. - Se eles não se sentem atendidos, têm o direito de procurar soluções – afirma”. A expectativa dos emancipalistas em Sumaré cresce à medida que novas leis vêm resultam em sinais de vitória. Em 26 de agosto de 2010 o deputado estadual Fernando Capez (PSDB) concedeu parecer favorável à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que devolve ao Estado o poder de delegar sobre a criação e desmembramento de municípios. O documento, que segue agora para

votação no plenário, pode facilitar processos de emancipação movidos por alguns distritos, como o de Potunduva em Jaú. Capez, que foi designado relator especial do documento na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), argumenta em seu parecer que “o que pretendem os autores é compatibilizar os critérios previstos na Constituição Federal com a legislação infraconstitucional estadual de modo a viabilizar a criação, fusão, incorporação e desmembramento de municípios”. Membros da Comissão de Emancipação do Distrito de Potunduva temiam que o processo ficasse parado na comissão, atrasando seu envio ao plenário. “Nossa maior preocupação era esse parecer. Caso o deputado apontasse alguma coisa errada, teria de ser feito uma emenda à PEC”, afirma o presidente da comissão, Jefferson Vieira. Caberá ao presidente da Assembleia, Barros Munhoz (PSDB), submeter o texto à votação, que em seguida segue para sanção do governador e regulamentação. Se aprovada, a proposta permitirá à Alesp acionar o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) para que sejam convocados plebiscitos nos distritos interessados. (JGD) Em 25 de junho a EPTV veiculou: “Emancipação de bairro ganha força com Emenda constitucional. PEC já foi publicada no Diário Oficial do Estado” Os bairros Cura, Nova Veneza, Matão e Maria Antônia, em Sumaré, pretendem se transformar em um novo município. A

Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que deve agilizar o processo, foi publicada no Diário Oficial do Estado na última quinta (24). Na semana anterior, a proposta entrou em pauta na sessão ordinária da Assembleia Legislativa e foi assinada por 33 deputados. A PEC muda apenas as palavras ‘Lei Federal’ para ‘Lei Estadual’ em texto constitucional de criação de novos municípios. Atualmente, o artigo 145 da Constituição do Estado diz que criação, fusão, incorporação e desmembramento de municípios devem obedecer requisitos previstos em lei complementar federal. A proposta tem ganhado força de outros 11 distritos que também lutam pela emancipação no Estado. Para José Nunes filho, membro do Meamm (Movimento Pró-emancipação da Área Cura, Maria Antônia e Matão), a PEC deve ser comemorada. “É um avanço que vai ficar na história da emancipação de distritos do Estado de São Paulo. o movimento está fortalecido, temos apoio de 11 distritos e todas as regiões têm como representante, pelo menos, um deputado. Isso deve fortalecer a aprovação da PEC”, analisa. Conselheiro do Meamm, Valnir Nunes considera positivo a proposta enviada à assembleia. “A região que pede emancipação em Sumaré conta com 130 mil pessoas e 90% delas são favoráveis. Nós estamos ilhados, os distritos ficam distante da cidade cerca de 15 km. Quando Hortolândia se separou de Sumaré, eram dois grandes distritos. Agora chegou a nossa hora”.


09 Doce fruto - O amor é uma árvore ampla, e rica de frutos de ouro e de embriaguês: infelizmente, frutifica apenas uma vez. - Olavo Bilac

CORRIDA

Guerra: US$ 1,63 trilhão

Em 2010, o mundo gastou US$ 1,63 trilhão com exércitos. Já pensou isso na educação? do Sul por meio da modernização de seu setor militar", diz o estudo. Há ainda questões de segurança interna que fazem dos gastos com as forças armadas uma questão prioritária. Um dos casos citados pelo

A indústria bélica está em polvorosa no Brasil. O governo vai investir mais de R$ 30 bilhões no reaparelhamento das Forças Armadas ma pesquisa do Instituto Internacional de Estudos da Paz de Estocolmo (Sipri, na sigla em inglês) mostra que, em 2010, o mundo gastou 1,63 trilhão de dólares com exércitos e armamentos. Na comparação com o ano anterior, os gastos aumentaram apenas 1,3%, o menor avanço desde 2001, quando a medição começou a ser feita Este aumento só não foi menor graças aos Estados Unidos. O país diminuiu o ritmo de crescimento de seus investimentos militares devido à retirada de tropas do Iraque e do Afeganistão. Mesmo assim, os norte-americanos apresentaram o maior volume de gastos em 2010 dentre os países pesquisados, com um total de 698 bilhões de dólares no setor. Outra região de destaque nos gastos militares é a América do Sul. Em 2010 os países do continente destinaram 63,3 bilhões de dólares para aumentar seu poder de defesa, o que re-

presentou um aumento de 5,8% na comparação com 2009. Nos dois anos anteriores este crescimento havia sido de 3,7%. A razão para este aumento no ritmo de investimentos militares tem relação direta com a situação econômica da região, de acordo com a pesquisa da Spiri. Os países sul-americanos foram alguns dos que menos sofreram com os efeitos da crise econômica de 2008. Assim, puderam destinar uma parte maior do orçamento para modernizar suas forças armadas. Entretanto, não são apenas razões econômicas que explicam o crescimento dos gastos no setor na América do Sul. O caso do Brasil (11º no ranking dos países que mais investiram em defesa) mostra que o jogo político também tem influência considerável. "O Brasil, que teve gastos militares da ordem de 28 bilhões de dólares, está proativamente buscando ampliar seu poder e influência para além da América

Sipri é o da Colômbia. O país sofre com conflitos armados entre o exército e grupos paramilitares desde os anos 1960. Na última década, o governo colombiano investiu 10,7 bilhões de dólares no exército para tentar contornar a situação.


10

Cidades VERDE

As grandes árvores estão caindo Uma boa qualidade de vida inclui muito verde. Onde não há verde algo não vai bem...

U

ma das marcas do prefeito Antonio Dirceu Dalben na Prefeitura de Sumaré foi a realização do departamento de meio ambiente que coloriu a cidade de verde. Toda cidade tem sua marca registrada a partir de seu portal de entrada. Algumas são verdadeiros cartões postais e outras, nem tanto... Na época do Dalbem, a Avenida Rebouças ganhou personalidade e hoje é orgulho de quem mora nas proximidades, e depois que se construiu as calçadas margeando o canteiro central, então foi o máximo! Virou passarela para caminhadas matinais e desfile de beldades no cair da tarde. Outra ação daquele setor da prefeitura foi plantar coqueiros no canteiro central da ligação Sumaré à Via Anhanguera. Ficou lindo, dando personalidade àquela estrada que tinha um asfalto terrível. Mas a longa fila de coqueiros dava certo charme ao caminho. Entetanto, algum tempo depois, vazou-se que aqueles coqueiros tiveram os preços salpicados de sal assaz grosso... Tudo de bom que é feito pela cidade o cidadão observa. Um morador da Rua Antonio de Carvalho observava o serviço de poda sendo realizado pela CPFL, comentou o mesmo que o dono da banca de revistas na rotatória da Rua José Maria Miranda: As árvores são importantes na cidade mas precisam de espécimes certos para depois não ser necessário se fazer o trabalho de sacrificá-las. Basta planejamento.


11

Saú


12 Pare e pense “O que pensais passais a ser”. - M. Gandhi

ÍCONE

A construção do Cristo Redentor O País se uniu com doações para ajudar a construir um dos símbolos nacionais

Em 1930, operários trabalham na obra de cinco anos para ser concluída.

Para levar morro acima cada uma das peças da estátua, foram utilizados os trens da Estrada de Ferro do Corcovado. Juntas, elas pesam mais de mil toneladas. O monumento, criado em conjunto pelo engenheiro Heitor da Silva Costa, pelo artista plástico Carlos Oswald e pelo escultor francês Paul Landowski, seria inaugurado um ano depois da foto, em 1931 O Cristo Redentor é um monumento de Jesus Cristo localizado na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Está localizado no topo do Morro do Corcovado, a 709 metros acima do nível do mar. Foi inaugurado às 19h 15min do dia 12 de outubro de 1931, depois de cerca de cinco anos de obras. Um símbolo do cristianismo, o monumento tornou-se um dos ícones mais reconhecidos internacionalmente do Rio e do Brasil. No dia 7 de julho de 2007, em Lisboa, no Estádio da Luz, foi eleito uma das novas sete maravilhas do mundo. Dos seus 38 metros, oito estão no pedestal e 30 na estátua, a qual é a segunda maior escultura de Cristo no mundo, atrás apenas da Estátua de Cristo Rei, em Portugal. Em uma pesquisa realizada pela revista América Economia, no ano de 2011, o Cristo Redentor foi considerado por 23,5% dos entrevistados como o maior símbolo da América Latina. A pesquisa foi feita pela internet e reuniu a opinião de 1.734 executivos de todos os países da região. A construção de um monumento religioso no local foi sugerida pela primeira vez em 1859, pelo padre lazarista Pedro Maria Boss, à Princesa Isabel. No entanto, apenas retomou-se efetivamente a idéia em 1921, quando se iniciavam os preparativos para as comemorações do centenário da Independência.

A construção do Cristo Redentor ainda é considerada um dos grandes capítulos da engenharia civil brasileira. Erguido em concreto armado e revestido de um mosaico de triângulos de pedra-sabão, originária da região de Carandaí, Minas Gerais. Dentre as pessoas que colaboraram para a realização, podem ser citados o engenheiro Heitor da Silva Costa (autor do projeto escolhido em 1923), o artista plástico Carlos Oswald (autor do desenho final do monumento) e o escultor francês de origem polonesa Paul Landowski (executor dos braços e do rosto da escultura). Antes mesmo de ser construído, o Cristo Redentor era motivo de acaloradas discussões que dividem o país em católicos, protestantes e cidadãos sem religião. Apesar de atualmente protestantes de todo o mundo visitarem o Cristo, inicialmente os líderes da Igreja Batista eram contrários à construção do mesmo, chegando a propor que o dinheiro arrecadado fosse usado na construção de uma obra beneficente. Reação adversa à construção Em 22 de março de 1923, seguidores declararam em nota publicada em O Jornal Batista, órgão oficial da Convenção Batista Brasileira, seu desgosto quanto à construção do Cristo Redentor. A nota afirmava que a construção “será a um tempo um atestado eloqüente de idolatria da igreja de Roma.” Entretanto, a Igreja Católica sempre manteve-se firme em sua posição, demonstrando claramente que jamais adotou a idolatria em sua Doutrina, esclarecendo sempre que as imagens de santos em suas Igrejas são vistos por seus fiéis como exemplos de fé a serem seguidos. l O nome "Bíblia" vem do grego "Biblos", nome da casca de um papiro do século XI a.C.. Os primeiros a usar a palavra "Bíblia" para designar as Escrituras Sagradas foram os discípulos do Cristo, no século II d.C. l Ao comparar as diferentes cópias do texto da Bíblia entre si e com os originais disponíveis, menos de 1% do texto apresentou dúvidas ou variações, portanto, 99% do texto da Bíblia é puro. Vale lembrar que o mesmo método (crítica textual) é usado para avaliar outros documentos históricos, como a Ilíada de Homero, por exemplo.


13 Escola da vida “Todos estamos matriculados na escola da vida, onde o mestre é o tempo”. - Cora Coralina

SHOW BUSINESS

Nasceu mais uma estrela

Paula Fernandes está na estrada há tempo mas no Especial de Roberto Carlos teve maior visibilidade Ela nasceu há 26 anos, em Sete Lagoas, Minas Gerais. Entrevistada por Jô Soares, alinhavou-se uma história semelhante à de Zezé di Camargo e Luciano protagonizada pelo pai que foi o grande diferencial para os filhos se projetarem na mídia. No caso dessa cantora, a mãe foi a grande carregadora de malas para que ela se projetasse. Começou a cantar ainda criança, aos oito anos e, aos 10, lançou o primeiro disco independente, “Paula Fernandes”. Nesta época, se apresentou em festas e casas de espetáculos de sua cidade e arredores e participou de programas de televisão e rádio para divulgar o trabalho. Em Sete Lagoas, Paula apresentou o programa de rádio “Criança Esperança” na companhia dos amigos Brandão e Sidney, e a boa atuação a levou a participar de vários números autorais no programa “Paradão Sertanejo”, da TV Band Minas. Aos 12 anos, Paula Fernandes mudou -se com a família para São Paulo e foi contratada por uma companhia de rodeios, com a qual trabalhou durante cinco anos, viajando por todo o Brasil como cantora da trupe, o que lhe rendeu bastante experiência de palco, repertório e vida artística. Neste mesmo ano, inspirada no sucesso da novela “Ana Raio e Zé Trovão”, Paula lança seu segundo CD, “Ana Rayo”, com repertório pop/sertanejo. Paula então foi apresentada ao diretor Jayme Monjardim pelo produtor musical Marcus Viana, conhecido por criar trilhas sonoras de produções como as novelas “Pantanal”, “O Clone e “A Casa das Sete Mulheres”. O contato resultou na gravação da música “Ave Maria Natureza”, uma versão da “Ave Maria” de Schubert, bastante executada na trilha da novela “América”. Neste mesmo ano, Paula Fernandes lança seu terceiro CD, “Canções do Vento Sul”, pelo selo Sonhos e Sons, com participação do grupo Sagrado Coração da Terra e do cantor Sérgio Reis, este na música “Sem Você”. “É a mais bela voz que ouvi nos últimos dez anos”, afirmou Reis na época. No álbum, Paula já mostrava sua diversidade artística,

com temas que passavam pela MPB, música pop, country, sertanejo de raiz e pitadas de world music. O disco rendeu a Paula uma importante indicação ao Prêmio Tim de Música Brasileira de 2006, na categoria de Melhor Cantora Popular (júris popular e oficial). Em dezembro de 2006, Paula Fernandes lança o álbum “Dust in the Wind”, também pelo selo Sonhos e Sons, com músicas de seu repertório e internacional, como “Angel”, de Sarah MacLachlan, “The Boxer”, de Paul Simon, além de uma bela versão para a música “Dust in the Wind”, do Kansas, incluída na trilha sonora da novela “Páginas da Vida”. Em 2008, Paula Fernandes é contratada pela Universal Music, que aposta no talento da cantora mineira no CD “Pássaro de Fogo”,com destaque para as músicas “Meu eu em você” e “Pássaro de Fogo”. Ainda antes do lançamento do disco, a gravadora opta pela Internet como porta de entrada de divulgação do novo trabalho. A iniciativa agregou novos fãs e sedimentou antigos admiradores da cantora. Pout - Pourri - No último Especial de Natal Roberto Carlos dirigiu-se à platéia e anunciou: “Quero convidar agora, uma cantora que vem fazendo um sucesso muito grande, estilo muito especial, inconfudível. Conheci-a pessoalmente no Projeto Emoções Sertanejas e, além de tudo ela é linda, maravilhosa naquilo que faz: Paula Fernandes! De modelito azul, curtíssimo, o Rei não se conteve: “Agora nem canto... Paulinha, prazer ter você aqui...” Ela respondeu com respaldo da orquestra: O meu coração pulsou no dia em que ti vi... Roberto: Eu sou terrível, é bom parar... Paula: Quanto tempo eu vivia a procurar por você meu bem... Roberto: Tudo isso que você meu bem me dá... Na paz do seu sorriso meus sonhos realiso... Paula: Ciúme, ciúme de você. Se você demora mais um pouco... Roberto: O quê você tem? Conta pra mim... Olha aqui, preste atenção, essa é a nossa canção vou cantá-

Menor primata do mundo

O sagui-leãozinho ou sagui pigmeu é

o menor primata do mundo, ele mede 15 centímetros de comprimento e pesa 130 gramas. O mini macaco é tão pequeno que pode se pendurar no seu dedo e até entrar no seu bolso com facilidade. Essa espécie pode ser encontrada na floresta Amazônica e também no Peru, Equador e Bolívia. Esse sagui é um ótimo escalador de árvores e, por ser tão pequeno, alguns índios o colocam no cabelo para que cate piolhos e outros bichinhos. Sua alimentação consiste de frutas, folhas, insetos e seiva das árvores, que eles bebem após roer a casca com seus dentes incisivos.

Cantora e compositora, Paula Fernandes é mais uma estrela na constelação de estrelas que tem tudo la onde for para nunca mais - (momento alto de emoção - o público canta junto em alto e bom som)... Paula: Você partiu e me deixou, nunca mais você voltou... Cantando com Roberto, concluii-se o quanto essa cantora é afinada e voz poderosa, com certa dose de grave, se impõe natu-

ralmente. A Jô Soares essa cantora mineira observou que em termos de visibilidade, nasceu naquele 25 dezembro, com a janela que Roberto lhe abriu. Veja esse lindo pout-pourri em: http:// www.portalsplishsplash.com/2011/04/roberto-carlos-paula-fernandes-pout.html


14 ATREVA-SE “Tudo é ousado para quem a nada se atreve”. - Fernando Pessoa

BRASILEIRÃO

RedeTV desafia a Globo

“Queremos transmitir o Campeonato Brasileiro sozinhos e no melhor horário para o telespectador” Após permanecer muito tempo calada e ficar somente aguardando os desdobramentos da disputa pelos direitos de transmissão do futebol, a RedeTV! decidiu partir para o ataque contra a TV Globo. Dia 27 de abril a emissora protocolou um parecer enviado ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) solicitando a plena vistoria e fiscalização dos contratos fechados entre a Globo e os clubes do futebol brasileiro com os quais a emissora do Rio de Janeiro negociou individualmente. O Cade parece adotar uma linha neutra na administração da briga pelos direitos de transmissão. Em reunião promovida pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte, do Senado, o presidente do Conselho, Fernando Furlan, indicou que, caso os contratos firmados entre a Globo e os times estejam de acordo com as regras concorrenciais vigentes, não há motivos para o Conselho interferir. “O Cade não tem competência para definir como serão os contratos e as regras nele vigentes. Nossa função é fiscalizar mercado e conferir se ele está atuando de acordo com as regras concorrências. O trabalho do Cade neste caso é zelar para que tais contratos obedeçam a regra de não-preferência na aquisição dos direitos, que foi estabelecida no ano passado”, explicou Furlan. Recentemente, o Cade pediu à Globo que enviasse todos os acordos fechados com os clubes para poder dar um parecer. A emissora tinha até a data de 26 de abril para efetuar este envio, mas, até o momento, o presidente do Cade confirmou que não teve acessos aos documentos.

“O futebol é da RedeTV” Em pleno desacordo com o discurso do Cade, o diretor de operações da Rede TV!, Kalled Adib Neto, afirmou que o conselho não pode dar um parecer sobre o caso sem ter visto nenhum dos contratos assinados pela Globo. “Ninguém chegou a ver esses contratos, portanto, o Cade não pode dar aval ou reprovar algo de que não tem conhecimento”, disse ele. O executivo contestou o discurso de Furlan argumentando que a postura da Globo – em procurar os clubes individualmente– demonstra uma clara preferência no processo de negociação. “O Clube dos 13 abriu a licitação, a Globo – e nenhuma outra emissora – participou e aí, depois de ter visto os valores propostos pela RedeTV!, ela saiu para negociar com os times. Isso é uma demonstração clara de preferência e de atitude prejudicial à concorrência”, acusa o executivo. Neto também diz que espera que, após o parecer enviado ao Cade, que o órgão possa avaliar cuidadosamente o caso e tomar as devidas providências. “Ganhamos a licitação e não vamos abrir mão do nosso direito”. Sobre a possibilidade de dividir os direitos de transmissão com a Globo em um eventual acordo conciliatório, o representante da RedeTV é taxativo. “Nem cogitamos essa possibilidade. Queremos transmitir o Campeonato Brasileiro sozinhos e no melhor horário para o telespectador. Queremos que ele tenha direito de assistir ao jogo cedo, para dormir tranquilo e acordar para trabalhar no dia seguinte”, finaliza o executivo.

Vaidade, dinheiro, muito dinheiro movem os dirigentes a negociarem com a TV

A criação do Clube dos 13 foi um protesto à CBF O Clube dos 13 é uma associação já nasceu marcada pela polêmica. Foi resultado da reunião dos maiores clubes do país, que rebelaram contra a CBF para organizar um campeonato próprio, negociando valores de transmissão sem a chancela da entidade. Inicialmente teve treze membros: Atlético-MG, Bahia, Botafogo,

Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Palmeiras, São Paulo, Santos e Vasco. Além desses, Coritiba, Goiás e Santa Cruz foram convidados a participar da Copa União, competição realizada no ano da fundação e vencida pelo Flamengo, que derrotou o Internacional na decisão.Posteriormente,

outros sete clubes foram aceitos como participantes, totalizando 20 membros. Em 2000, a CBF teve problemas jurídicos pois o Gama, por não ter aceitado o seu rebaixamento à Série B em 1999, entrou com uma ação na Justiça comum exigindo sua reintegração à série A e assim, A CBF, sem tempo para

resolver esse problema, foi o C-13 quem organizou a Copa João Havelange, com 116 times de três divisões. O Vasco sagrou-se campeão. A viabilização do Clube dos 13 se deu através do Plano de Marketing da Copa União - nome dado ao módulo verde do Campeonato Brasileir o de 1987 que foi comercializado com a TV Globo, Coca Cola, Varig, Editora Abril e Dover (indústria de plásticos). Em um mês foram arrecadados 6 milhões de dólares, suficientes para cobrir as despesas com viagens e estadias do evento (estimadas em 1 milhão de dólares) e criar novas fontes de recursos para os clubes. Este campeonato foi a ação mais visível do trabalho desta entidade. Foi uma forma de protesto contra os campeonatos promovidos pela C.B.F., pelo excesso de clubes que formavam o Campeonato Brasileiro no passado e pela adoção de um modelo de campeonato mais rentável para os grandes clubes que formam o Clube dos Treze.


15 AMOR BANDIDO - “Entre as diversas formas de mendicância, a mais humilhante é a do amor implorado”. Carlos Drummond de Andrade

A maravilha que é o olho humano O que um olho vê é sempre um pouco diferente do que o outro olho vê O olho humano é o órgão responsável pela visão no ser humano. Tem diâmetro anteroposterior de aproximadamente 24,15 milímetros, diâmetros horizontal e vertical ao nível do equador de aproximadamente 23,48 milímetros, circunferência ao equador de 75 milímetros, pesa 7,5 gramas e tem volume de 6,5cc. O globo ocular recebe este nome por ter a forma de um globo, que por sua vez fica acondicionado dentro de uma cavidade óssea e protegido pelas pálpebras. Possui em seu exterior seis músculos que são responsáveis pelos movimentos oculares, e também três camadas concêntricas aderidas entre si com a função de visão, nutrição e proteção. A camada externa é constituída pela córnea e a esclera e serve para proteção. A camada média ou vascular é formada pela íris, a coróide, o cório ou uvea, e o corpo ciliar. A camada interna é constituída pela retina que é a parte nervosa. Existe ainda o humor aquoso que é um líquido incolor e que existe entre a córnea e o cristalino. O humor vítreo é uma substância gelatinosa que preenche todo o espaço interno do globo ocular também entre a córnea e o cristalino. Tudo isso funciona para manter a forma esférica do olho. O cristalino é uma espécie de lente que fica dentro de nossos olhos. Está situado atrás da pupila e orienta a passagem da luz até a retina. A retina é composta de células nervosas que leva a imagem através do nervo óptico para que o cérebro as interprete. Não importa se o cristalino fica mais delgado ou espesso, estas mudanças ocorrem de modo a desviar a passagem dos raios luminosos na direção da mancha amarela. À medida que os objetos ficam mais próximos o cristalino fica mais espesso, e para objetos a distância fica mais delgado a isso chamamos de acomodação visual. O olho ainda apresenta, as pálpebras, as sobrancelhas, as glândulas lacrimais, os cílios e os músculos oculares. A função dos cílios ou pestanas é impedir a entrada de poeira e o excesso da luz. As sobrancelhas também têm a

função de não permitir que o suor da testa entre em contato com os olhos. Anatomia do olho humano Membrana conjuntiva é uma membrana que reveste internamente duas dobras da pele que são as pálpebras. São responsáveis pela proteção dos olhos e para espalhar o líquido que conhecemos como lágrima. O líquido que conhecemos como lágrimas são produzidos nas glândulas lacrimais, sua função é espalhar esse líquido através dos movimentos das pálpebras lavando e lubrificando o olho. O ponto cego é o lugar de onde o nervo óptico sai do olho. É assim chamada porque não existem, no local, receptores sensoriais, não havendo, portanto, resposta à estimulação. O ponto cego foi descoberto pelo físico francês Edme Mariotte (1620 - 1684). n O daltonismo na maioria das vezes tem origem genética, causando contratempos cotidianos, como distinguir as cores de um farol de trânsito. Esse problema acontece quando faltam nos olhos um ou mais dos três tipos de cones recptores de cores. Atinge 8% das pessoas do sexo masculino e menos de 1% das pessoas do sexo feminino. n As pessoas que sofrem de miopia têm dificuldade de ver nitidamente objetos à distância, mas vêem claramente os próximos. E quem têm hipermetropia vêem as imagens de objetos próximos enevoados, mas distinguem bem ao longe. n A nictalopia (cegueira noturna) pode advir de uma deficiência de vitamina A, que ajuda a produzir compostos nos bastonetes e cones da retina. Quando há essa deficiência, os receptores tornam-se menos sensíveis; por isso a visão é fraca à noite, quando há pouca luz para estimular os bastonetes. O costume de comer cenouras para enxergar melhor na escuridão tem alguma base científica, pois elas contém caroteno,( isolada pela primeira vez em 1831), uma grande fonte de vitamina A.

Plantas no escritório fazem pessoas a pensarem que estão mais saudáveis Pela Universidade Agrícola da Noruega, plantas no ambiente de trabalho é benéfico à saúde. Estudo comparou condições de saúde dos funcionários que se encontravam ou não em meio a plantas. Acredita-se que, psicologicamente, as plantas trazem em si a idéia de saúde e fazem com que as pessoas acreditem que estão mais saudáveis. Especialistas afirmam que a presença de plantas reduziu fadiga, estresse, tosses, desidratação, pressão sangüínea e dores de cabeça nos funcionários. A Universidade do Estado de Washington, Estados Unidos, comprovou que as plantas aumentam a reação e a concentração das pessoas.

n Todos nos temos um “ponto cego” em cada olho. No ponto da retina onde o nervo óptico conecta o olho e o cérebro não há bastonetes nem cones; por isso a luz não pode ser registrada.

Figura mostrando o olho humano em sua órbita.

Terçol e seu o tratamento O uso de lentes de contato tem se tornado algo cada vez mais comum entre as pessoas. Porem se não manuseadas corretamente, essas lentes podem causar doenças, sendo a mais comuns entre elas o Terçol. Terçol é uma infecção na raiz de um cílio que gera um edema dolorido cheio de pus. Na grande maioria dos casos é causada pela bactéria Staphylococos aureus. Além do mau manuseio das lentes de contatos, o uso de maquiagem pode aumentar o risco transmissão. O sintoma inicial é inchaço e vermelhidão na borda da pálpebra, que com o passar dos dias, fica dolorida e pode até se formar um ponto amarelo no centro do edema. Os edemas costumam se romper, esvaziando-se e desaparecendo sem tratamento.

O que pode ser feito para acelerar o processo é a colocação de um pano limpo, aquecido e úmido durante 20 minutos 4 vezes ao dia. Caso não desapareça em alguns dias, recomenda-se que se procure um médico que provavelmente indicará o uso de antibióticos. Infelizmente, é muito fácil pegar Dengue.


16 ESTAVA TUDO PLANEJADO “Quanto mais os seres humanos planejam, mais eles acertam acidentalmente”. - Friederich Dürrenmatt

GRUPO CENTER PANOS

Uma iniciativa de criatividade

N

O projeto “faça você mesmo” hoje é a porta de saída para muitas famílias

um mundo onde a tecnologia e a qualificação tomam lugar da mão de obra não especializada, as atividades informais ganham força; e o projeto “faça você mesmo” hoje é a porta de saída para muitas famílias. Assim, movidas pela necessidade de manter seus filhos, muitas mães partiram para a confecção de artigos domésticos usados no dia a dia das donas de casa ( panos de prato, toalhas de mesa, jogos de banho , bordados ou pintados etc). E nesse processo todo a Center Panos participou e ajudou muito. Em setembro de 2004, seu proprietário fundador, com uma visão empreendedora, percebeu uma oportunidade no mercado e deu início a um projeto de sucesso no ramo de artesanato.Instalou-se em um dos principais pontos de Sumaré, próximo à Rodoviária, à Prefeitura, ao lado da tradicional escola Alckimin. Desde o início, a Center Panos preocupou-se com um atendimento completo e personalizado a seu público.E o seu empreendimento foi se delineando e adquirindo características únicas. Logo percebeu a carência de seus consumidores e buscou profissionais treinados para ministrar cursos que vinham ao encontro de suas necessidades. A empresa cresceu, ampliou seu espaço e seus horizontes.

Em maio de 2006 abriu mais uma loja em Hortolândia, e depois veio outra em Campinas e mais tarde, outra em Sorocaba. Com a preocupação de oferecer sempre o melhor para seus clientes,todas as lojas possuem um amplo espaço interno, bem como grande variedade e qualidade em toda linha de produtos. Hoje já com quase 80 colaboradores, parte para um processo de reorganização interna, centralizando suas operações administrativas, financeiras e comerciais em Campinas juntamente com a criação de um E-commerce, ou seja, a 5a.loja, a loja Virtual, cuja inauguração, se dará agora nos primeiros dias de Maio. Tudo isso para responder às necessidades da clientela, que além do tradicional atendimento no balcão, poderá contar com mais esse novo canal de comercialização e também um portal de informações úteis, dicas, artigos e receitas de artesanato em geral. Através da loja virtual, a Center Panos atingirá clientes de outras regiões do Brasil, com o mesmo atendimento, ótimos preços e a qualidade, característica principal de suas lojas. Conheça as lojas da Center Panos, fale com seus colaboradores que terão um imenso prazer em atendê-lo (a).

Vista interna superior da loja Center Panos) Ampla e diversificada as lojas center panos oferece a maior variedade de produtos para artesanato da região.

O artesanato hoje, além de um excelente caminho para complementar a renda é usado como terapia muito aplicada na reabilitação de pessoas de todas as faixas etárias.


17 PARA NÃO PERDER TEMPO “As iniciativas da juventude valem tanto quanto as experiências dos velhos”. - Josephine Knorr)

“O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inesplicáveis e pessoas incomparáveis” - Fernando Pessoa


18 UM DIA POR VEZ “Quem vive o dia de hoje com medo do amanhã não vive nem o hoje nem o amanhã” - Uwais

NEGÓCIOS

O que é cliente chato?

Cliente chato bem atendido é o grande formador de opinião da sua empresa lá fora, junto da família e amigos Administrar empresa é tão complexo que se observarmos bem, somente após os cabelos estarem brancos é que o empreendedor está “raposa”, apto ao diploma de vencedor! Não há tempo de esperar tanto para aprender. Afinal, cuidar do público interno e externo é um grande desafio e a vida é curta. Falando especialmente de público externo é cuidar de manter a porta aberta para vendermos nosso peixe. Há um pequenino porém, importantíssimo detalhe chamado pós-venda. Não adianta fazer o mais difícil que é fazer a venda e depois perder o consumidor em futuras vendas pelo simples fato de não dar atenção, não haver sensibilidade, dando assistência que o mesmo venha necessitar. Um telefonema, um e-mail após a venda saudando esse consumidor é grande gesto de atenção, um diferencial. Então, se esse cliente retorna pedindo ajuda, esclarecimento, é momento oportuno para firmar conceito junto a ele ou optar por perdê-lo de vez, se houver falta de atenção a esse reclamo. O Campeão, acostumado à sua vidinha tranqüila, estrutura enxutíssima, passa por momento auspicioso de crescimento mas a contragosto, às vezes sente-se chateado mesmo que único cliente por acidente, principalmente de atendimento, não fique satisfeito, motivo de intensa reflexão. Afinal, queremos crescer mas não queremos perder o que

conquistamos nessa caminhada. Quem investe seu rico dinheirinho não quer saber de desculpas e todo cliente quer satisfação no atendimento e no resultado. Se você tira de letra o atendimento a cliente chato, parabéns! Cliente chato bem atendido é o grande formador de opinião da sua empresa lá fora, junto da família e dos amigos. Não há vendedor melhor do que esse personagem chamado cliente chato... Estamos acompanhado o desenrolar de um negócio de cachorro grande que começou há algum tempo cujo vendedor apareceu oferecendo helicópteros de grande porte a um potencial comprador chamado Brasil que há muito não investe em suas forças armadas. Por ser algo já imprescindível à combalida Aeronáutica, o Brasil comprou 12 unidades que seriam entregues ao longo de dois anos, custando a bagatela de 42 milhões de dólares a unidade. Ainda faltam seis unidades para serem entregues mas está havendo um desconforto pois o comprador operando o primeiro lote da compra está insatisfeito com a assistência técnica e o negócio pode ser cancelado... Você acha que o comprador deve se virar ou deveria vir discutir os eventuais problemas atendendo esse com satisfação? De uma forma ou de outra, a chave da porta para futuros negócios está exclusivamente na mão do vendedor...

Negócio de cachorro grande, o Brasil comprou 12 máquinas de guerra mas não está satisfeito com o equipamento. Como reage o vendedor? O pós-venda é fundamental em qualquer transação.

Decálogo de Abraham Lincoln 1 - Usted no puede crear prosperidad desalentando la Iniciativa Propia. 2 - Usted no puede fortalecer al débil, debilitando al fuerte; 3 - Usted no puede ayudar a los pequeños, aplastando a los grandes; 4 - Usted no puede ayudar al pobre, destruyendo al rico; 5 - Usted no puede elevar al asalariado, presionando a quien paga el salario; 6 - Usted no puede resolver sus problemas mientras gaste más de lo que gana. 7 - Usted no puede promover la fraternidad de la humanidad, admitiendo e incitando el odio de clases. 8 - Usted no puede garantizar una adecuada seguridad con dinero prestado; 9 - Usted no puede formar el carácter y el valor del hombre quitándole su independencia (libertad) e iniciativa; 10 - Usted no puede ayudar a los hombres permanentemente, realizando por ellos lo que ellos pueden y deben hacer por sí mismos.

Dicas para instalar sua empresa em casa Muita gente que decide montar o próprio negócio prefere fazê-lo em casa, ao menos no começo, para diminuir os riscos da empreitada. Entre outras vantagens, trabalhar por conta própria em casa permite um certo conforto e economia de tempo e de dinheiro. Mas atenção: você precisará ter muita disciplina para que isso não comprometa a sua produtividade. É fundamental delimitar o espaço físico entre a casa e o trabalho e tomar cuidado para que não haja interferência da família no dia-a-dia do negócio. Procure respeitar os horários. Nada de parar no meio do expediente para um cochilo ou para asssitir à TV. Você também não deve estar 24 horas por dia à disposição dos clientes. Lembre-se de que suas horas de descanso e de dedicação à família também devem ser sagradas tanto quanto possível. Até pouco tempo atrás, trabalhar em casa

era algo restrito a atividades como costura, produção de comida congelada e artesanato. Com o tempo, a lista foi crescendo e hoje inclui também atividades descoladas, como promoção de eventos, aluguel de som e luz para festas, agência de turismo, escritório de design para sites, criação de jogos para celulares e produção de incensos, velas e aromas. Se você se interessou por alguma dessas atividades, confira a seguir algumas dicas de empresários que atuam nesses ramos para você se dar bem. Perfumes terapêuticos - A aromaterapia pode ser uma oportunidade para novos negócios dentro do setor de bem-estar. O mercado ligado ao bem-estar segue em alta no país. Um número cada vez maior de pessoas busca alternativas para equilibrar o corpo e a mente e para reduzir o estresse do dia-a-dia. Muitas atividades exigem investimentos relativamente altos,

como a montagem de um spa urbano ou de uma clínica de terapias orientais. Mas se você tem afinidades com o ramo e não dispõe de muito capital, pode iniciar um negócio de produção de incensos, velas, sabonetes, sachês e outros

aromatizantes, em sua própria casa, sem fazer grandes investimentos. Entretanto, a dica é apenas uma entre centenas de atividades que podem se iniciar um grande negócio próprio na própria garagem.


19 PODE SER O SEU O dia de amanhã ninguém usou. Pode seu seu! - Pagano Sobrinho

BERÇO

Carta a meu pai “Se tivesse que dizer qual característica mais admira em seu pai, o que seria?”

“Pai, pela vida afora, não tivemos tantas conversas como gostaríamos. Assim como muitas coisas não teve a oportunidade de me contar, outras tantas eu nunca te disse. Hoje compartilho algumas dessas. Há algo muito importante sobre como sua postura influência minha vida, que deve saber. Certa vez estava sentado com um grande amigo em Belo Horizonte, entre boas brejas e um excelente papo, quando recebo de sopetão uma pergunta inesperada. Questionava ele, “se tivesse que dizer qual característica mais admira em seu pai, o que seria?” Me calei. Bem sabe os conflitos – pra lá de intensos – que vivemos. E na época não estávamos em boas águas. Refleti por longos minutos, deixei raivas antigas de lado, até encontrar a resposta. Óbvia. “Se tivesse em minha frente a oportunidade de descrever meu pai em uma única qualidade, o diria ser um homem generoso.” E a grandeza dessa generosidade sempre se fez presente em seus modos duros, intempestivos, intransigentes, os quais nunca estiveram distante de um coração sem tamanho. (…) Pai, contigo aprendi a ser fiel a meus princípios. Aprendi a ler além do óbvio e entendi que o mundo não se resume ao que parece ser. Tomei paixão pela leitura, fruto dos inúmeros livros com os quais me presenteou. Me admirei com o carinho que sempre dis-

pensou à nossa família, faça chuva ou faça sol. O carinho dedicado também à minha mãe. Aprendi a agir com presteza, pois quem chega primeiro na fonte bebe água limpa. Já dizia meu avô Totoca. Aprendi a ser magnânimo e a mirar mais alto do que desejava acertar. Compreendi ainda o peso das origens de um homem em sua vida. O valor inestimável das amizades. E a coragem de fazer o impensável quando todos discordam de você. (…) Entre tantas discussões, atritos e tanta distância, uma frase sempre ressoou em minha mente. “Guilherme, você não vai reinventar a roda, ninguém vai contra o mundo.” Absolutamente enfurecido, nunca concordava. Hoje, reinventei a roda. Fui atrás de meus sonhos. Os alcancei, mas tenho novos. Vivo intensamente, trago comigo o melhor do que aprendi, lido com as falhas – erro como nunca, na verdade -, e tenho plena certeza de que a maior perfeição na vida de um homem são os obstáculos que enfrenta, pois neles, e somente neles, nasce a força da qual necessitamos para arrancar nossos desejos mundo adentro. Pois sim, sou um desbravador convicto, eterno conquistador de novas terras e devorador de conhecimento. E se hoje está presente diante de você esse Homem, saiba que meu orgulho por você é sem fim. Que sou imensamente grato pela criação que recebi; dos acertos, dos desacertos, das bri-

infelizmente não estamos agora – por muitos anos vindouros. Pai, eu te amo.” Guilherme Nascimento Valadares

gas. Personalidade não nasce sob chuvas leves. É forjada em tempestades. Se caminho altivo e realizo grandes feitos, esse é seu legado. Que estejamos juntos – como

Apartamento mais caro do mundo é vendido por US$ 221 milhões Cobertura fica no One Hyde Park, em Londres. O luxo não tem limites, inclusive em se tratando do mercado imobiliário. Neste mês, foi vendida uma cobertura de três andares no endereço One Hyde Park, em Londres, na Inglaterra, com o maior valor já registrado na história: de US$ 221 milhões. O proprietário escondeu sua identidade ao usar uma empresa de offshore para fazer a compra, embora especula-se que ele seja da Ucrânia, local onde estão oito dos bilionários listados em ranking da Forbes. Com 25 mil metros quadrados, o apartamento tem o mesmo tamanho de uma mansão que foi comprada no Vale do Silício pelo bilionário Yuri Milner. Mas, neste último caso, o desembolso foi de US$ 100 milhões. O apartamento mais caro do mundo veio equipado com uma adega de vinhos e faz parte de um prédio onde os residentes são

tratados como convidados de um hotel, que podem pedir por serviço de quarto. As janelas são à prova de bala. A segurança, por sua vez, é uma cortesia de ex-oficiais das forças especiais do Reino Unido. O prédio foi desenvolvido pelos irmãos Nick and Christian Candy, conhecidos como os reais do mercado de luxo de Londres.

E assim se descobriu o picolé N

ada melhor num dia ensolarado do que um delicioso picolé. A guloseima é sem dúvida a preferida da garotada e desde que seja apreciada com moderação, não há contra indicação. Mas você sabe quem inventou o picolé? O grande criador deste tipo de sorvete tinha exatamente 11 anos quando inventou a delícia apreciada por crianças do mundo todo. Frank Epperson (1894-1983) era um garoto americano de São Francisco como qualquer outro quando simplesmente esqueceu um copo de suco com uma colher no quintal em uma noite muito fria no ano de 1905. Ao acordar o jovem percebeu que o suco havia congelado e estava preso na colher criando uma espécie de gelo com sabor de fruta. O gelo saboroso agradou aos amigos de Frank, mas o garoto acabou se dedicando ao ramo imobiliário e esquecendo a invenção. Só 18 anos depois Epperson apresentou

Sorvete de coco

4 4 4 4 4

Facílimo de fazer! 1 xícara de chá de coco ralado 2 xícaras de chá de açúcar 1 colher de saopa de maisena 1/2 litro de leite 2 claras 1/2 lata de creme de leite

Modo de Preparo

1. Ponha o coco e uma xícara de açúcar na panela e leve ao fogo mexendo até derereter o açúcar; 4 2. Acrescente a maisena bem dissolvida no leite e mexa até ferver; 4 3. Desligue o fogo e mexa o creme até ficar morno; 4 4. Bata as claras em neve e adiciona o açúcar restante, o creme reservado e o creme de leite 4 5. Ponha essa mistura em uma forma, ou forminhas de gelo, leve ao congelador e deixe até endurecer. 4

a receita numa festa e como o suco espetado acabou fazendo sucesso, resolveu comercializar o invento. O primeiro nome do picolé foi “eppsicle”, que depois acabou mudando para “pop’s sicle” que significa gelinho do papai. Um ano depois o produto foi patenteado e em 1925 os direitos fo-

ram vendidos a uma companhia de New York. Depois disso a marca Popsicle mudou de dono várias vezes mas ainda hoje é uma das mais famosas dos Estados Unidos e do Canadá. Realmente a invenção foi acidental mas acabou caindo no gosto popular e hoje em dia é difícil achar alguém que não se renda a maravilha!


20


O Campeão