Page 1

nº61

trimestral

Junho de 2011

de

tabilida

ten da Sus emana

S turismo Pag 2 | s Ciclo n e g a m I lo Pag 8 | ada pe h in m a c as” Pag 9 | s Levad o do a d o h il g “Tr e Valon r to . 2, 3 d o p .B s E e | 0 D nce e Pag 1 v a g u Vo r Escola studo a E e d a | Visit Pag 12 Paris mento do Ano ra | Encer Pag 15 o iv Let

Versão a cores on-line | http://issuu.com/obocas


jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

2

EcoEscolas Semana da Sustentabilidade

No dia 9 de Junho, a EB 23 de Valongo do Vouga realizou duas atividades paralelas: o cicloturismo “Por Terras do Vouga” e a caminhada pelo “Trilho das Levadas”, com o objectivo de sensibilizar para adopção de práticas de mobilidade sustentável e proteção e conservação da natureza. O cicloturismo seguiu em direção ao Carvoeiro, transitando pela Eco-Pista até Paradela do Vouga. Na pausa para o almoço, que se realizou na Quinta do Barco, foram dinamizados jogos populares, o que proporcionou um momento de convívio e salutar diversão entre os elementos da comunidade educativa num espaço natural de eleição. O regresso foi efectuado novamente pela Eco-Pista. Foi desta forma que a escola pretendeu alertar para a necessi-

dade da adoção de meios de transporte a assinalar a Semana da Sustentabilimais sustentáveis e amigos do ambiente. dade, que contou ainda com outras atividades, nomeadamente a visita à Casa do Paralelamente, os restantes elementos Ambiente, que esteve na escola no dia 7 da comunidade educativa realizaram o de Junho e a dinamização de uma palestra percurso pedestre do “Trilho das Leva- no dia 8 de Junho, destinada a alunos do das”. Este momento de exploração de um 5º ano, para apelar a práticas consumo ecossistema natural, desenvolveu-se du- sustentável. rante a manhã, dando a conhecer a biodiversidade local, alertando também para os aspectos menos positivos da interação entre Homem e o ambiente. Durante estas atividades foi dinamizado um concurso de fotografia destinado aos alunos, para registar os melhores e mais marcantes momentos deste dia especial. Estas atividades serviram também para

Dia Eco-Escolas Exposição de desdobráveis no âmbito campanha de redução de CO2 e entrega dos prémios aos alunos vencedores. Os desdobráveis informativos sobre medidas de eficiência energética realizados no âmbito da campanha de redução de CO2, foram expostos dia 30 de Maio na Biblioteca, o que permitiu também assinalar o Dia Mundial da Energia. Estes trabalhos que foram fruto de uma parceria entre a Escola Básica 2,3 de Valongo do Vouga e a Cooperativa Eléctrica da Casa do Povo de Valongo do Vouga, integrada no Plano de Acção do Programa Eco-Escolas, difundiram a importância do uso correcto e racional da energia, assim como, da adopção de medidas de eficiência energética, para, desta forma, conseguirmos a redução das emissões de CO2 e mitigação do consequente aumento do efeito de estufa e aquecimento global. Esta exposição surpreendeu pela qualidade de trabalhos, sendo alvo de muitos elogios por parte dos visitantes, pelo que todos os alunos participantes estão de parabéns. Pelas 17.30h, realizou-se o acto protocolar de entrega dos prémios com a muito importante presença do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais, de elementos da direção de cada uma das instituições, professores, alunos e a comunicação social. As classificações do concurso de desdobráveis nº61 Junho de 2011

informativos sobre medidas de eficiência energética realizados no âmbito da campanha de redução de CO2 foram: 1º Prémio (Diciopédia) – Gisela Ferreira, nº6 – 8ºB 2º Prémio (Filme em DVD) – Ana Margarida Coutinho, nº2 – 8º C 3º Prémio (Candeeiro de secretária solar) – Ana Miguel Marques, nº 2 – 8ºB Melhor turma (Brinde + Certificado) – 8º B Nesta exposição estiveram também patentes os Posters Eco-Código e trabalhos realizados por alunos sobre a importância da preservação da floresta, da biodiversidade e do mar, uma vez que serviu também para a comemoração do Dia Eco-Escola. A equipa do Programa Eco-Escolas agradece o empenho de toda a comunidade escolar,

principalmente dos alunos e dos Professores de Multimédia, Área de Projeto e Educação Visual e Tecnológica, assim como de todos os Directores de Turma, que tiveram um papel determinante para a qualidade dos trabalhos apresentados pelos alunos.


3

jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

Vencedores do concurso de Posters Eco-Código 1º Prémio – Turma do 7ºC 2º Prémio - 8º C – Alexandre Aguiar e Daniel Estima

3º Prémio- 8º B – Rafael Silva e Sandro Henriques

Os alunos vencedores foram premiados com uma T-shirt, com a impressão do seu Poster Eco-Código Vencedores do concurso de desdobráveis - Redução de CO2 1º Prémio – Gisela Ferreirado 8ºB Semana da Sustentabilidade

2º Prémio – Ana Matoso do 8ºC

3º Prémio – Ana Miguel do 8ºB

Prof. Jorge Almeida Junho de 2011 nº61


jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

1º Ciclo CANTEIRO BIOLÓGICO OU Escritora Júlia Magalhães na E.B. 1 de Arrancada

HORTA ESCOLAR

4

Dia Mundial da Criança na E.B. 1 de Arrancada

Na E.B. 1 de Mourisca do Vouga, existe um canteiro biológico que, ao longo do ano lectivo de 2010/2011, foi sendo um laboratório ao ar livre.

Na passada sexta-feira, 17 de Junho, os alunos do 3º e 4º ano da EB 1 de Arrancada desfrutaram de mais um delicioso momento literário, com a escritora Júlia Magalhães.

O canteiro serviu para tudo. Foi palco de sementeiras, plantações, podas, mondas, experiências e colheitas. Foi horta, jardim e pomar. Foi espaço para experimentar, observar, fotografar, registar e respeitar. Foi oportunidade para aprender, descansar e orgulhar quem dele tratou. Foi espaço para criança e adulto interagir e se divertir. Foi um laboratório ao ar livre, sem preconceitos ou imposições. Foi um canto das recordações e um desafio para as gerações. Foi local de sabores e de odores. Para os pássaros talvez de amores.

No passado dia 1 de Junho, alunos e professores da E.B. 1 de Arrancada deslocaram-se à Casa do Povo, a fim de comemorarem o Dia da Criança. As actividades foram dinamizadas pela referida instituição, proporcionado momentos de convívio e de muita alegria às nossas crianças. No final, estas foram presenteadas com uma pequena lembrança.

As crianças adoraram as histórias, O nosso obrigado à Casa do Povo de Valongo do Vouga! umas contadas outras lidas, mas to- A vida passou por aqui! das muito interessantes e com uma Dia Mundial da Criança na Escola S. Sebastião, Trofa. moral muito curiosa. Para além de ser um momento de partilha de recordações de infância, de outros tempos, constituiu também um incentivo à leitura durante o tempo de férias que se aproxima. Para terminar o encontro, os alunos tiveram direito a um autógrafo da escritora. Dia da Criança na E.B. 1 de Macinhata No dia 1 de Junho, a E.B. 1 de Macinhata comemorou o Dia Mundial da Criança. De manhã, contou com a presença de alguns idosos da AMAR. Os alunos e professores receberam-nos com a declamação de um poema e com uma canção « Sonhos de Menino». Estes velhinhos, para além das suas experiências de vida, ofereceram aos alunos, um cartaz com poemas, uns panfletos com orações e umas guloseimas, que adoçaram a boca de todos. Ao meio – dia, o almoço foi servido na escola, para todos os alunos. O menu foi um bom creme de legumes, uma deliciosa piza e uma salada de fruta bem fresquinha. Estava uma delícia! A parte da tarde foi a mais empolgante, para todas as crianças, pois desfrutaram de grandes saltos num insuflável e de umas boas corridas nuns carrinhos a pedais. Foi, sem dúvida, um dia diferente e vivido nº61 Junho de 2011

No passado dia 1 de Junho, celebrámos o Dia Mundial da Criança. Para além do convívio e da troca de vivências com uma avó muito especial, preparámos uma pequena apresentação, dando especial destaque aos Direitos da Criança consagrados na Convenção aprovada pelas Nações Unidas a 20 de Novembro de 1989.

com muita alegria. Os alunos e professores agradecem a colaboração da Comissão de Pais, da Junta de Freguesia e da AMAR, que muito contribuíram para a concretização destas actividades.


5

jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

E.B. 1 de S. Sebastião vive Dia das Famílias Na tarde do dia 20 de Maio, realizou-se, no recreio da E.B. 1 de S. Sebastião, na Trofa, uma actividade integrada no “Dia Internacional das Famílias”, que juntou toda a comunidade educativa. As crianças leram ou dramatizaram textos relativos à família; o 1º ano cantou, em Inglês, e todos os grupos apresentaram momentos de dança e sequências preparadas nas aulas de Actividade Física e Desportiva. Os presentes demonstraram a sua satisfação, aplaudindo calorosamente cada apresentação. No final, os alunos ofereceram aos pais alguns presentes, realizados nas aulas de Actividade Artística e Inglês. “HISTÓRIAS ASSIM E A SÉRIO” NA SEMANA DA LEITURA

Alunos da E.B. 1 da Trofa participaram na competição “Diz3”

No dia 9 de Maio de 2011, alguns alunos do 4º ano e todos os do 3º ano foram à Universidade de Aveiro participar no “Diz3”, nos computadores. Quando lá chegaram, viram muitas pessoas que também iam participar e chegavam de todos os distritos, também de autocarro. Fizeram uma fila e entrou uma dupla de cada vez, numa grande tenda, onde havia muitos “Magalhães”. A melhor dupla da escola errou 3 e acertou 57

questões. Ficou em 133º lugar. Também foram a outra tenda pequenina e a uma sala de computadores, fazer outros jogos. Esta é uma maneira de aprender e não é nada difícil! A ida à Universidade de Aveiro foi muito interessante. Os alunos do 4º ano

Semana da leitura “A hora do conto” Nos dias 27 e 29 de Abril, a semana da leitura contou com a organização de duas tardes do conto, pela professora Daniela Mendes. No dia 27 à tarde foram os meninos da pré de Arrancada que assistiram ao conto na voz da educadora Isabel Santiago. No dia 29 de Abril, foram os meninos do 1.º CEB de Arrancada que tiveram o privilégio de ouvir dois contos, um na voz do professor José Antunes, e outro na voz da Animadora sócio-cultural Cláudia Pereira. O Agrupamento de Escolas de Valongo do Vouga, por iniciativa da biblioteca escolar, esteve a viver a Semana da Leitura, de 26 a 30 de Abril. No dia 27, foi a vez de decorrer, na E.B. 1 de Mourisca, uma sessão para apresentação do livro “Histórias assim e a sério” da escritora aguedense Profª Conceição Vicente. A sessão juntou, no telheiro da escola, as 5 turmas do 1º ciclo e ainda as duas turmas do Jardim de Infância da Mourisca. Mais de 150 crianças e seus professores assistiram à apresentação da professora Conceição que conversou com as crianças, indagando das suas apetências para a leitura e para os livros. Respondeu-lhes a várias curiosidades e apre-

Escritor José Vaz na E.B. 1 de Macinhata do Vouga

Dia 27, o escritor José Vaz esteve na nossa escola, para apresentar um dos seus trabalhos: « O Livro das Contas e dos Contos ». Esta história transmite a mensagem, de que não se deve julgar os outros, apenas pela aparência. Os alunos mostraram bastante interesse em conhecer este autor, dado que tinham gostado da história, quando a leram e a trabalharam. No final, os alunos que adquiriram o livro, foram presenteados com uma dedicatória deste autor.

sentou-lhes a história da “branquinha”, uma cabra traquina que também gostava de folhas de livros, para além de outras traquinices. As crianças mostraram interesse pelo conteúdo do livro e bastantes adquiram um exemplar autografado, talvez para satisfação de alguns pais, que foram alunos da profª Conceição, no Ciclo Preparatório de Águeda, onde leccionou Língua Portuguesa até há pouco tempo. No final da sessão, a que também assistiu a profª Teresa Olaio, bibliotecária e ex-profª da escola da Mourisca, a Fanfarra Mourisquinha presenteou a escritora com uma pequena actuação. Talvez lhe sirva de inspiração para novo livro, já que ficou encantada. Em troca de tanto

saber, as crianças ofereceram-lhe um ramo de flores. A coordenadora da escola, profª Teresa Estima, agradeceu a presença da profª Conceição e o testemunho que transmitiu, de como é bom ler histórias bem escritas e muito próximas da realidade das crianças. Estes encontros com escritores, que foram ou são professores, ajuda a criar nos alunos o gosto do contacto com os livros. Os alunos que gostam de ler são, normalmente, bons alunos e é muito importante as escolas criarem oportunidades, para fomentar a leitura.

E.B.1 de Macinhata do Vouga comemorou o dia da Terra No âmbito do P.A.A. e do Projecto Eco- Escola, a escola comemorou o Dia da Terra. Em primeiro lugar, os alunos e professores assistiram a um filme sobre Alterações Climáticas, apresentado e comentado pela professora Patrícia ( AEC ). De seguida, procederam à pintura dos muros do recreio, que consistiu na escrita e ilustração de mensagens, alusivas à preservação do planeta. Estas actividades têm por objectivo, sensibilizar toda a comunidade educativa, para os problemas ambientais.

Dia Aberto à Ginástica No passado dia sete de Abril, a E.B. 1 de Arrancada e E.B. 1 de Valongo, em articulação com as AECs, tiveram oportunidade de participar em diversas actividades físicas diversificadas, no pavilhão da E.B.2,3. Para além do convívio entre as duas escolas, esta actividade lúdica proporcionou momentos de alegria e boa disposição nas crianças e nos professores, que as acompanharam. Junho de 2011 nº61


jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga E.B. 1 de Arrancada no Lugar dos Afetos

Nos dias 28 e 29 de Março, os alunos da escola E.B. 1 de Arrancada realizaram uma visita de Estudo a Eixo, ao “Lugar dos Afetos”, onde os tiveram oportunidade de desenvolver atividades, que os despertam para a importância da afetividade na relação humana. Trata-se de um espaço aprazível, que nos

transmite sensações agradáveis, tais como: harmonia, tranquilidade, equilíbrio… Pretendeu-se com esta visita, sensibilizar as crianças para a necessidade de pautar os seus comportamentos e atitudes por valores, como o respeito, a amizade, a confiança, a partilha, a compreensão, o amor…

ALUNOS DA E.B. 1 DE MACINHATA ANDAM A CAVALO. No passado dia 7 de Abril, os alunos da E.B. 1 de Macinhata do Vouga fizeram uma Visita de Estudo, à Escola Equestre de Aveiro, no âmbito do Plano Anual de Actividades e do Projeto Eco-Escola. Depois do entusiasmo da viagem, chegaram ao destino, cheios de vontade de conhecer e experimentar coisas novas. Em primeiro lugar, participaram numa « Caça ao Tesouro », onde observaram animais, tais como: cágados, ovelhas, cavalos, cabras, patos, galinhas, coelhos, entre outros. Também puderam tocar em alguns deles e dar-lhes comida. Ainda observaram uma horta biológica. De seguida, tiveram a oportunidade de montar a cavalo. Esta foi, sem dúvida, a melhor parte. Alguns alunos estavam ansiosos e cheios de alegria, pois foi uma experiência única. Outros, um pouco receosos, perderam o medo. Foi um dia especial, porque os animais cativam,sempre, qualquer criança.

2º | 3º Ciclo Uma caderneta diferente das O texto sem palavras Cansadas de estarem sempre paradas sem que ninguém as lesse, as palavras fizeram uma revolução. Com cartazes na mão, elas resmungavam o seu direito. Queriam que alguém as lesse, queriam sentir-se importantes. -Hoje em dia já ninguém lê! No meu tempo, todos tinham que ler, pois não havia computadores, nem telemóveis. - disse zangada a palavra “Antigamente”. Até que um menino pegou num livro onde havia ocorrido a revolução. Abriu o livro, e escorreu-lhe uma lágrima de tristeza. Estava triste, pois não podia ler. Temos que dar mais importância à leitura, vamos ler mais, para aprender. Carolina Santos – nº 7, 6ºB

Revolução?! A manhã já ia adiantada. Como de costume, Joãozinho foi até ao galinheiro. Gostava de arreliar as galinhas, atirando-lhes pedras. Estranho, ao aproximar-se não viu nenhuma! Onde se teriam metido? Pé ante pé, sem fazer barulho, o rapazito espreitou pelo buraco da rede. Nada! Entrou. Abriu a portinhola do curral e começou a ouvir uma grande discussão. Estariam as galinhas zangadas umas com as outras? Aproximou-se e começou a ouvir: “Queremos um galo para cada uma!”, “Queremos que os nossos pintainhos saibam quem é o pai!”, “Abaixo a bigamia!”. Que conversa tão estranha! Iriam as galinhas fazer uma revolução? Bruna Almeida – nº 5, 6ºC

nº61 Junho de 2011

outras

- Olá! Sou uma caderneta! Sirvo para me escreverem recados, justificações de faltas e outras coisas importantes. Mas sou diferente das outras, pois sou de um aluno que nem sei quem é, não me identificou com o seu nome. Para além disso, deixame sempre em casa, só estive uma vez na escola, quando me entregaram. Tenho amigas que vão à escola, mas eu não. Sou uma triste! Gostava de ser de uma pessoa que fosse mais responsável. Talvez um dia a pessoa que me tem me leve à escola para ser feliz como outras cadernetas. Tiago Santos – nº 24, 5ºB

E era uma vez Em tempos que já lá vão, numa terra distante que nunca ninguém viu, jovens príncipes lutam pela mão de lindas princesas trancadas na torre da bruxa má… Todas as histórias começam assim. Mas a história mais importante é a história das pessoas, que vivem agora, numa terra perto de nós, não são nem muito gordas nem muito magras e vivem uma vida comum. Mas nunca ninguém contou essa história! E nem eu vou resolver hoje essa injustiça, pois isso não me compete. Espero que alguém resolva essa triste lacuna da literatura. E assim, era uma vez. João António Duarte – nº 14, 5ºB

6

A Semana do Livro Infantil, na Trofa

Ao longo do ano lectivo, nas turmas da E.B. 1 de S, Sebastião e do Jardim de Infância da Trofa, foram-se desenvolvendo diferentes actividades, tendo em vista o incentivo à escrita: desafios/concursos de histórias, criação partilhada (uma folha para escrita/criação de história a passar/rodar pelos alunos, na sala de aula ou mesmo para casa – projecto da turma S, a que chamaram “De lar em lar”, a criação a partir de gravuras ou situações, etc.). Foram surgindo histórias e, neste final de período, cada turma escolheu uma para apresentar às restantes, a partir de mímica, dramatização, ilustração ou apenas leitura. Com as quatros histórias escolhidas, foi elaborado um “vistoso livro” para servir de suporte à actividade final. Diariamente, de 5 a 8 de Abril, pelas 11horas, os alunos da EB1 de S, Sebastião e do Jardim de Infância da Trofa reuniram-se no polivalente e, rotativamente, foram apresentando uma das histórias criadas. Para tornar a actividade mais aliciante, uma professora “vestiu” a pele de uma avozinha muito velhinha e tentou recriar o ambiente do serão à lareira, em que os mais idosos contavam histórias aos mais novos. Neste ambiente, foi lendo as histórias à sua ”neta”, uma aluna do 1º ano, que com ela interagiu. Enquanto a história era lida e comentada, os alunos, seus autores, dramatizavam-na ou apresentavam ilustrações feitas por si.

Visita de estudo a Lisboa

No dia 13 de Maio os alunos de Electricidade de Instalações e de Instalação e Operação de Sistemas Informáticos visitaram o Museu da Electricidade em Lisboa, instalado na antiga central termoeléctrica que iluminou a cidade de Lisboa até cerca de metade do século XX. Nesta visita observámos todo o ciclo de produção de energia termoeléctrica, desde o desembarque do carvão no rio Tejo pelos carvoeiros, para o aquecimento da água, até à sua vaporização. É este vapor que faz girar as turbinas que geram a electricidade. No final da visita, pudemos ainda espreitar a exposição World Press Photo, que premeia as melhores fotografias de reportagem de todo o mundo. Aqui ficam algumas recordações. Até à próxima! Ricardo Videira e Márcio Ribeiro, CEF 1ºB


jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

7

Despertar o interesse dos alunos para a comunicação e para a multimédia

No dia 18 de Maio de 2011, a Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas de Valongo do Vouga, recebeu o subdiretor do tão nosso querido Jornal “Região de Águeda”, o senhor Augusto Semedo, que

Inter Escolas Diocesano – E.M.R.C

tão gentilmente acatou a ideia de vir palestrar aos alunos ligados à comunicação e à multimédia. O senhor subdiretor conseguiu captar a atenção dos alunos envolvidos, motivandoos para estes temas. Explicou também a importância da publicidade, da cor e do som no jornalismo, e na divulgação das noticias, ideias, projectos,… Os alunos participantes, vêm desta forma agradecer ao senhor Augusto Semedo por esta oportunidade e convidando-o desde já para outra palestra.

E.B. 2,3 de Valongo do Vouga Premiada

A equipa “popcorns”, constitúida pelas alunas Suse Carvalhoso, Susana Ribeiro e Ana Rita Santos, obteve a melhor pontuação no DESAPHIOS de outras

escolas. Sendo assim, a E.B. 2,3 de Valongo do Vouga é a vencedora do prémio escola composto por uma impressora multifunções. Os alunos do 9ºA, 9ºB e CEF de Informática participaram no concurso DESAPHIOS, que se realizou entre os dias 28 de Março e 25 de Maio, com o objectivo de promover o intercâmbio inter-escolas e fomentar o espírito crítico dos alunos, enquanto utilizadores da internet, nomeadamente das redes sociais. O concurso contou com a participação de cerca de três centenas de alunos do nono ano do Instituto Duarte Lemos e das Escolas de Valongo do Vouga, Fernando Caldeira, Aguada de Cima, Marques Castilho e Adolfo Portela. A primeira fase decorreu em cada uma das escolas participantes e cada uma das equipas de três elementos respondeu a três questionários disponibilizados online. O ‘desaphio’ final realizou-se no dia vinte e cinco de Maio com os alunos participantes a deslocarem-se à Escola Adolfo Portela, organizadora do concurso.

POESIA ALGUNS TEXTOS DO 5ºB

O mundo colorido e criativo da poesia muito se pode fazer. Uma das ideias que lancei aos meus alunos foi escrever a partir de textos-modelo. Depois de lermos um poema do manual, pedi-lhes que escrevessem um outro poema, seguindo o mesmo modelo, mas começando com outro verso e versando outro tema. Eis um exemplo: Levava uma flor Levava uma flor de uma só cor. Levava um chapéu para ir ao museu. E levava comer para não morrer.

Sou assim e serei para sempre e mais um pouco! E nunca, nunca pararei nem que acabe por ficar louco. Mas depois há aquilo, aquela luz de esperança, que me põe intranquilo, que não me dá confiança… Não sei se entendo o que mais admiro, porque sou assim e não doutra forma… É mais um suspiro, mais uma lágrima!

Perseguiu-me um cão, larguei tudo da mão. Corri até ao museu voou o chapéu. Deixei cair a flor que ficou sem cor. Se eu não largasse a flor ela ainda tinha cor. Se não fosse ao museu não ficava sem chapéu. Se não tivesse medo do cão não largava tudo da mão. Fiquei sem comer mas não quero morrer.

Uma outra sugestão de produção textual foi dada por um baralho de cartas poético; cada aluno tirou à sorte uma carta de um baralho, a qual tinha escrito um determinado verso, retirado de um poema de um autor consagrado. Havia, depois, que escrever um poema usando obrigatoriamente tal verso (em qualquer momento do poema, até poderia ser o título). Um exemplo (em que o verso a usar é: Não sei se entendo o que mais admiro):

E assim estou, assim fico, para sempre sem saber se há um modo científico para ficar a conhecer o que não houve tempo para ver. Jéssica

No dia 9 de Maio, realizou-se o XI encontro de alunos de Moral, com o tema “Faz da tua vida um lugar de beleza.” Mais de 4100 alunos e o maior número de professores acompanhantes participaram num espectáculo sem igual por terras de Águeda. Da nossa escola foram 57 alunos acompanhados de quatro professores (Lídia Cunha, Graça Bento, Raquel Ribeiro e Ana Torrão). Foi feito o acolhimento às escolas, seguido de um enorme percurso pelas ruas de Águeda. A caminhada desta “multidão” de alunos de EMRC causou muita curiosidade, interesse e fez parar o trânsito! Quando chegámos, após um almoço merecido, tempo de uma pequena paragem para que as forças se renovassem, a festa recomeçou com música, dança, magia e muita diversão. Música, dança, cantares, magia, comédia e muitas actividades marcaram esta tarde preenchida com convívio e alegria. A escola de Valongo também foi representada por uma peça de teatro intitulada: “Capa Negra”. Uma pessoa que é discriminada por ter uma doença infecto-contagiosa. No entanto, a solidariedade e consideração de alguns, ajudaram-na a ter forças para enfrentar as adversidades da vida. No final, as escolas regressaram trazendo a alegria e convívio entre os alunos das várias escolas. A professora Ana Torrão

João António

Junho de 2011 nº61


jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

Cicloturismo

No passado dia 9 de Junho a Escola E.B. 2, 3 de Valongo do Vouga convidou a comunidade escolar, pais e amigos a participar numa aventura cicloturística por terras do Vouga inserida no programa da Semana da Sustentabilidade da C.M.Águeda. Foi um dia bem passado com paisagens muito agradáveis, actividades de jogos tradicionais na Quinta do Barco onde foi servido o almoço antes das pedaladas de regresso.

nº61 Junho de 2011

8


9

jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

caminhada pelo “Trilho das Levadas”

Junho de 2011 nº61


jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

10

Desporto Escolar

E.B. 2, 3 de Valongo do Vouga vence Desporto Escolar

A equipa de iniciados femininos de andebol da Escola E.B. 2,3 de Valongo do Vouga venceu a fase final do Desporto Escolar. Na fase de apuramento, já tinham vencido a sua fase ao imporem-se às Escolas de S.Bernando, João Afonso e ao Colégio D. José I.

TORNEIO DE BADMINTON

Na final venceram respectivamente as escolas de Cacia e Pardilhó por 33-1 e 31-7. Prof. Rui Calhau

No dia 8 de Junho, realizou-se na escola E.B. 2, 3 de Valongo do Vouga, um torneio de Badminton no âmbito da disciplina de Educação Física, promovido pela Professora Catarina Camarinha. Esta actividade teve como principal objectivo, fomentar o convívio e competição entre as turmas envolvidas. Este torneio esteve aberto a todos os alunos do 3º ciclo. O torneio contou com a participação de 44 alunos de ambos os sexos. O primeiro classificado do grupo masculino foi o José Henriques do 7ºA e do grupo feminino foi a Rita do 7ºA; Profª Catarina Camarinha

“À Procura do Adolfo”.

No dia 11 de Maio, alunos do 9º ano da nossa escola participaram numa actividade inter-escolas desenvolvida pela Escola Secundária Adolfo Portela intitulada “À Procura do Adolfo”. Participaram 34 alunos de Valongo do Vouga distribuídos por equipas. As actividades incluíram o rapel, tiro com arco, zarabatana, basebol, remo, paralelas, skate entre outras. Houve três equipas vencedoras: uma equipa do IDL, o quarteto fantástico de Valongo do Vouga e outra equipa da Adolfo Portela. Os alunos foram acompanhados pelas professoras Ana Rebelo e Catarina Oliveira. Profª Ana Rebelo nº61 Junho de 2011


11

jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

TÉNIS DE MESA

Nos dias 25 de Maio e 1 de Junho, realizou-se na escola E.B. 2, 3 de Valongo do Vouga, um torneio de Ténis de Mesa aberto a todos os alunos da escola. O torneio contou com a participação de 27 alunos de ambos os sexos e vários escalões. Os primeiros classificados de cada escalão foram os seguintes: Infantis A masc. – José Varandas – 5ºB; Infantis B fem. – Daniela Gonçalves – 7A; Infantis B mas. – Francisco Ferreira – 6ºB; Iniciados fem. – Mariana Rachinhas – 8ºA; Iniciados masc. – Paulo Sousa – 8ºB; Profª Ana Rebelo

Matemática

Super-heróis como tu – EQUAmat

No dia 10 de Maio de 2011 realizou-se a 21ª edição do EQUAmat na Universidade de Aveiro, que contou com a participação de 4 equipas da nossa Escola. Os nossos alunos obtiveram a seguinte Classificação: 7º Ano Num universo de 877 equipas: 7º A – (Ana Arede e Bruno Pinto) _ 32ª; 7º A – (Maria Bastos e Inês Alves) _ 101ª; 7º A – (Daniela Gonçalves e Leonardo Albuquerque) _ 318ª. 8º Ano Num universo de 791 equipas: 8ºC – (Ana Coutinho e Daniel Estima) _ 98ª. Pela 1ª vez foi atingido o nível máximo 20 (sobrando ainda 3 minutos do tempo) Iniciativas deste tipo, são sempre de continuar, acreditando que a MATEMÁTICA afinal não é tão difícil como pensamos. Parabéns aos participantes.

História Metrópoly A Civilização Helenística trouxe a primeira expansão do mundo externo aos gregos, tendo originado de imediato uma reação subjetivista. Estóicos e Epícuros, Pirronistas e Céticos, cada qual acentuando a sua variedade de ênfase no sujeito. Com o declínio da independência política e a difusão da cultura Grega, o indivíduo sentiu-se perdido sendo constrangido a retroceder em si. Transformou-se assim no seu próprio princípio de realidade. Contudo, o ajustamento provou ser não satisfatório, apesar de muitos romanos o terem adotado. Porém, não estavam sozinhos. Uma segunda expansão do mundo externo grego está na forja, o que resultará naquilo que se convencionou chamar de síntese medieval.

Ao mesmo tempo é adicionado um mundo sobrenatural ao mundo natural grego. A segunda expansão torna-se mais radical ao ponto de ameaçar a situação humana. O ajustamento seguinte é direcionado na análise do homem a partir de si. Não parece ser inteiramente contemplativo para com as forças naturais. Apesar de ser um animal natural, parte dele pertence à terra. Agora possui em complemento uma alma imortal que lhe foi dada por Deus e que o redimirá da aniquilação material. É com esta alma imortal que se confrontará. A partir daqui a sua vida não pode ser apenas vivida no mundo exterior. Possui uma vida interior que é a origem da piedade, e a sua subjetividade o lastro que o salvará do crasso materialismo em plena expansão

no mundo exterior. O resultado é um acentuado ênfase na consciência, nos valores, autoconsciência desperta, tendo o ego assumido uma dinâmica individualista. O Prof: Queirós Filipe Ribau Junho de 2011 nº61


jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

12

Francês Visita de Estudo a Paris

Alguns alunos do 3º ciclo desta escola, acompanhados pelas professoras Arminda Silva, Daniela Mendes, Teresa Olaio, a psicóloga Marta Branco e a assistente social Fernanda Marques, foram naquela que seria a visita de estudo para não esquecer tão cedo... Saídos a 15 de Abril rumo a Paris, com paragem por Poitier no Futuroscope e por um ou outro castelozito como podem ver na foto. Viagem longa e cansativa que foi, no mínimo, excitante pela adrenalina do desconhecido. Chegámos ao Futuroscope mesmo à hora de começar a diversão e assim foi, entre simuladores, jogos interactivos, filmes 3D, vistas panorâmicas espectaculares e um espectáculo nocturno com hologramas, água, luzes e cor (que alguns ainda estão para perceber como é que aquilo tudo se faz) se passou o dia e a noite, que só nos demos por cansados quando efectivamente chegamos ao hotel. No segundo dia, o mais esperado. Já rumo a Paris, cidade prometida, chegamos no auge da beleza nocturna, o frio congelante que se fazia sentir no bateaux mouche, nem se notava Sena acima, Sena abaixo. Fomos dormir ainda com o piscar da Torre Eiffel na memória... Sim porque mal sabíamos nós que o Louvre ao Domingo é intransitável! Ou não fossemos nós da Campónia. Terceiro dia, o mais atarefado. Chegados ao Louvre, foi uma correria para conseguir ver as obras que marcariam a nossa visita àquele majestoso museu de corredores e corredores, salas e salas de obras que alguém elegeu como aquelas que consagrariam a imortalidade dos seus artistas. Depois de uma visita guiada à cidade, a tão esperada subida à Amiga Torre! Bem... aqui aconteceu de ... quase tudo! Entre desencontros, negócios bilingues, pânicos e paciências, lá conseguimos desfrutar da vista do terceiro andar (mais de 300m de altura) sob Paris... Lindo! Quarto dia, o mais quente. Filas em “S” até chegar à entrada de mais um palaciozito, agora o de Versailles, caracterizado por hectares e hectares de belos, coloridos, simétricos jardins entrelaçados com lagos e figuras mitológicas. Pena que só conseguimos entrar 20m antes destes ficarem fechados ao público. Deu para umas fotos!... À noite viramos um pouco mais para a religião e subimos ao Sacre Coeur , catedral inundada nas suas redondezas por arte de rua da mais variada, música, dança, pintura e malabarismos. Quinto dia, o mais mágico, a Ida à DisneyLand Paris. Aqui todos nós virámos crianças, príncipes e princesas, autênticos Indiana Jones, Piratas, ou até mesmo Criaturas do espaço! As filas e o tempo de espera para as diversões não era agradável, mas uma chegada a nossa vez todos pensávamos em repetir a experiência. As figuras que conhecemos só nos desenhos animados ganham vida ali ao nosso lado! E as lojas? Ai as lojas... são bonecos, roupas, acessórios, cadernos, canetas e tudo o que consigas imaginar, ganham forma com as caras das nossas personagens preferidas. São ruas de magia, cor, brilho que se misturam com risos, gargalhadas e contentamento pelas experiências que só naquele mundo se consegue sentir. O regresso agri-doce, esperado porque o cansaço já apertava mas saudoso porque as novas amizades, os lugares conhecidos e todo aquele ritmo de viagem e férias deixariam com certeza saudades a todos nós. Com Valongo do Vouga à vista, começavam nº61 Junho de 2011

então os adeus, as despedidas mas também as novas combinações a curto e a longo prazo... Até p´ro ano! Profª Daniela Mendes


jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

13 Inglês

PET SHOW AT EB23 VALONGO DO VOUGA

O Pet Show decorreu na nossa escola no dia 8 de Abril (último dia de aulas do segundo período). Esta actividade que foi pela primeira vez realizada na nossa escola e dinamizada pelo Departamento de Línguas, pretendeu incutir à comunidade escolar a importância do amor e respeito pelos nossos animais de estimação, traço esse fundamental e estruturante nas vivências do povo Britânico. Assim, antecipando o dia do desfile, foram enviadas informações a todos os Directores de Turma sobre os Direitos dos animais de forma a divulgar a relevância dos mesmos junto dos alunos e convidada toda a comunidade escolar a orgulhosamente trazer junto de nós o seu animal de estimação. Os alunos e a comunidade Educativa responderam ao repto com interesse e surpreenderam-nos a todos com o carinho com que exibiam os seus bem tratados animais. Os animais vencedores foram seleccionados pelo júri tendo em conta os seguintes aspectos: sociabilidade/popularidade do animal; aspecto (se estava bem tratado e alimentado); cuidados que os donos tinham com os animais e por fim e não menos importante relação entre o dono e o seu animal de estimação. Foram entregues seis prémios (três primeiros lugares e três menções honrosas). Assim, a aluna Carolina do 6ºB arreca-

PPES

PROJECTO “CONTA PESO E MEDIDA” A E.B. 2, 3 de Valongo do Vouga realizou um estudo diagnóstico do índice de massa corporal da população escolar e respectivo percentil, tendo sido identificados 33 alunos com percentil superior a 95 (obesidade) e 44 alunos com excesso de peso, correspondentes a uma percentagem de 10% e 14%, respectivamente. Por conseguinte, no início do ano lectivo, a coordenadora do Projecto de Promoção e Educação para a Saúde (PPES), professora Cristina Abrantes, elaborou com diversos profissionais de saúde do Cento de Saúde de Águeda - Agrupamento de Centro de Saúde do Baixo Vouga I (ACeSBVI) um projecto de intervenção, com o propósito de prevenir e tratar a obesidade em crianças e adolescentes a frequentarem os 2.º e 3.ºciclos de escolaridade. Nasce assim o Projecto “Conta Peso e Medida” que contempla diversas actividades, das quais se destacam: • informação, sensibilização e motivação dos alunos com obesidade e respectivos pais/encarregados de educação para aderiram ao projecto; • realização de consultas de enfermagem por enfermeiras durante o horário de atendimento do GIAA e referenciação destes alunos para as equipas de saúde familiar; • encaminhamento para a Nutricionista da Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados do ACES Baixo Vouga I; • aplicação de um questionário a todos os alunos da escola para caracterização dos seus hábitos alimentares e actividade física e

dou o primeiro prémio com a sua bonita cabritinha, a Joana do 7ºA o segundo prémio com a sua cadelinha felpuda tão fofinha e a Rita do 7ºA mostrou-nos uma gatinha branquinha com olhos lindos de morrer, arrecadando assim o terceiro prémio. Os alunos que receberam menções honrosas foram respectivamente a Andreia do 7ºB com a sua cadelinha de olhos azuis, a Anabela do 7ºC com o seu coelhinho cinzento instalado num belo cestinho decorado com uma fita cor-derosa e por fim o Nelson do 7ºA com a sua enorme tartaruga. Em boa verdade tivemos animais lindos e bem tratados por parte de TODOS os participantes e entre cães, gatos, hamsters, coelhos e tartarugas a escolha do Júri não foi de todo fácil. Os alunos estão de parabéns e os animais (pelo que vimos) são dos mais sortudos do planeta! Profª Cristina Carvalho cujas conclusões serão divulgadas no início do próximo período lectivo; • realização de fóruns temáticos com alunos, na escola, subordinados aos temas “Alimentação Saudável”, “Distúrbios Alimentares” e “Actividade Física”, cuja preparação e organização esteve a cargo de um grupo de alunos (Ana Miguel, Daniel Estima, Ana Margarida, Ricardo Ferreira e Tiago Gomes) coordenados pela educadora Isabel Santiago e cuja dinamização dos debates temáticos esteve a cargo de profissionais da educação e da saúde. Nestes

Fóruns, os participantes tinham a oportunidade de discutir os assuntos debatidos, partilhar opiniões e esclarecer dúvidas. O grupo de alunos dinamizadores foi premiado com uma visita à Quinta de Agricultura Biológica de Aguada de Baixo; • construção de um blogue para divulgação das actividades; • realização de 4 workshops teóricopráticos sobre educação alimentar e actividade

física, para os alunos e pais/encarregados de educação inscritos no projecto, que aconteceram durante o mês de Junho. Para complementar este Projecto, a coordenadora do PPES inscreveu o Agrupamento de Escolas no Programa 100%, programa que pretende melhorar a alimentação escolar, envolvendo os Ministérios da Educação e da Saúde, entre outras entidades. Durante a semana da sustentabilidade, que decorreu no Agrupamento de 6 a 9 de Junho, decorreu o 2.º workshop com a finalidade de estabelecer a ponte entre este Projecto e o Programa 100%, e consistiu na confecção ao vivo e degustação de refeições rápidas, saudáveis e económicas pelo chefe de cozinha já referido. O último workshop integrou-se nas actividades de encerramento do ano lectivo e consistiu na realização de uma aula de body combat, dinamizada pela professora de educação física, Catarina. O Projecto “Conta Peso e Medida” pretendeu assim aproximar a Saúde e a Educação com um objectivo comum: desenvolver um trabalho partilhado, sustentável, consistente e continuado em matéria de prevenção e promoção da saúde. A Coordenadora do PPES.

Junho de 2011 nº61


jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

Biblioteca 4.as Jornadas Educativas de Valongo do Vouga A Biblioteca da escola-sede do agrupamento recebeu, no passado dia 3 de Junho, as 4.as Jornadas Educativas de Valongo do Vouga, uma organização dos professores Teresa Olaio e Vítor Martins. Pretendia-se permitir o debate de temas da actualidade educativa portuguesa, sensibilizar a comunidade educativa para os desafios da escola actual, promover melhores desempenhos profissionais (escola) e educativos (escola e família) e aproximar escola e família. Partindo do lema “COMUNICAR MELHOR PARA MELHOR AGIR: CAMINHOS PARA LIDAR COM A COMPLEXIDADE!” os dois conferencistas convidados cativaram a atenção dos presentes, trazendo a debate as problemáticas “As elites lêem livros e as massas vêem televisão” (Professor Dr. Manuel Ferreira Rodrigues, da Universidade de Aveiro) e “Comunicação Escola-Família” (Professor Dr. Luís Alcoforado, da Universidade de Coimbra). A escolha destes temas prendeu-se, por um lado, com sua actualidade e, por outro, com o facto de sermos uma escola TEIP.

Workshop “Leio e escrevo, logo existo” Com o objetivo de refletir sobre a importância da leitura e da escrita em contexto escolar e extra escolar, de reconhecer nas suas práticas, representações dos professores e dos alunos face à leitura e escrita e de perspetivar uma abordagem didática da leitura e da escrita em interação, a Formadora Betina Martins, docente na Escola Secundária Jaime Magalhães Lima, dinamizou um workshop intitulado “Leio e escrevo, logo existo!”, organizado pelo professor Vítor Martins, na biblioteca da escola-sede deste agrupamento no dia 18 de Maio, a partir das 15h30m. A sessão refletiu sobre diversos temas, complementares e de grande atualidade no contexto das mudanças atuais da língua portuguesa, nomeadamente: - Livros, leitura(s) & literacia(s); - Ler e escrever em contexto escolar; - Compreensão na leitura; - Escrever o quê? Como? Para quê?; - Representações do papel do professor e do aluno; - A Escrita no Programa de Português do Ensino Básico; - Dispositivos didáticos-produtos. Partindo da análise dos esultados do PISA 2001, foram trabalhados na sessão diversas problemáticas, no quadro das duas macrocompetências LER e ESCREVER, entre outras: - A vida da aula de Língua Portuguesa organiza-se à volta de três categorias de atividades: interações com textos, interações sobre textos e interações por meio de textos. - Para que se escreve na escola? O que é escrever bem em contexto escolar? Como se corrige e avalia a escrita escolar? - Dificuldade de (ensinar a) escrever vs Centralidade da escrita na escola e na so-

nº61 Junho de 2011

ciedade. Depois de aturados debates, a formadora apresentou ainda algumas interessantes experiências de aprendizagem, resultantes do trabalho que vem realizando com os seus alunos, excelentes exemplos de como se pode remotivar os alunos para a escrita (oficinas de escrita). Foi uma sessão muito positiva, ainda que pudesse ganhar mais se pudesse ter sido planeada para mais tempo de duração e com a presença de mais docentes. O Organizador, Vítor Manuel Tavares Martins

14

Assinatura do Protocolo entre BE e C.M. Águeda

No dia 25 de Maio, a Câmara Municipal de Águeda, e os senhores Directores dos Agrupamentos e das Escolas Secundárias, assinaram o Protocolo, onde são definidos os direitos e os deveres de todos os intervenientes da Rede Concelhia de Bibliotecas. Além dos senhores directores, estiveram presentes as respectivas professoras bibliotecárias, a coordenadora interconcelhia Isabel Nina, a subdirectora Regional, o presidente da câmara e a senhora vereadora da cultura.

Semana da Leitura

Na semana de 26 a 29 de Abril, o Agrupamento de Valongo do Vouga, festejou a Semana da Leitura. Foi uma semana repleta de actividades por todo o agrupamento, uma vez que, as escolas do 1.º CEB, contaram com a presença do escritor José Vaz e da escritora Conceição Vicente. Já na escola sede, a Semana da Leitura passou pela “Tarde do Conto”, pela actividade “Apanhados a ler” e “Deixa tudo e lê”, culminando com uma sessão para pais e encarregados de educação na sexta feira à noite, “A leitura e o livro, uma escolha a fazer,…”, dinamizada pela professora e escritora Conceição Vicente, no espaço da biblioteca escolar.


15

jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

Encerramento do Ano Letivo 2010|2011 na E.B. 2, 3

Junho de 2011 nยบ61


jornal do agrupamento de escolas de Valongo do Vouga

16

Multimédia

Jornal “O Bocas” nº61 Junho de 2011 Agrupamento de Escolas de Valongo do Vouga Rua Inspector Arménio Gomes dos Santos 3750-808 Arrancada do Vouga Tel. 234645337 Fax. 234646298 http://obocas.wordpress.com http://www.eb23valongodovouga.net Coordenação, edição, paginação, fotografia, edição de imagem: Professor João Vidal Lemos imagens: Psic.Marta Branco, Profª Ana Abrantes

nº61 Junho de 2011

Jornal O Bocas nº 61 de Junho de 2011  

Jornal do Agrupamento de Escolas de Valongo do Vouga

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you