Page 1


REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 2

31/10/2014 19:55:01


Katy Evans

S達o Pau l o, 2 0 1 4

REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 3

31/10/2014 19:55:02


Remy Copyright © 2013 by Katy Evans Copyright © 2014 by Novo Século Editora Ltda. All rights reserved. Coordenação editorial Renata de Mello do Vale Assistente editorial Vitor Donofrio Tradução Michele Gerhardt MacCulloch Preparação Liana do Amaral Revisão Equipe Novo Século Projeto gráfico Project Nine Diagramação Equipe Novo Século Capa Marina Avila

Texto de acordo com as normas do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (Decreto Legislativo nº 54, de 1995)

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Evans, Katy Remy/Katy Evans; [tradução Michele Gerhardt MacCulloch]. Barueri, SP: Novo Século Editora, 2014. Título original: Remy. 1. Ficção norte-americana I. Título. 14-11741

CDD-813

Índices para catálogo sistemático: 1. Ficção: Literatura norte-americana 813

2014 IMPRESSO NO BRASIL PRINTED IN BRAZIL DIREITOS CEDIDOS PARA ESTA EDIÇÃO À NOVO SÉCULO EDITORA LTDA. CEA – Centro Empresarial Araguaia II Bloco A – Conjunto 1111 CEP 06455-000 – Alphaville Industrial – Barueri – SP Tel. (11) 3699-7107 – Fax (11) 3699-7323 www.novoseculo.com.br atendimento@novoseculo.com.br

REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 4

31/10/2014 19:55:02


Ao meu marido. Você sabe as milhões de razões

REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 5

31/10/2014 19:55:02


REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 6

31/10/2014 19:55:04


Obrigada ao meu marido e filhos lindos, por terem paciência comigo enquanto eu ficava sentada e perdida nesta história. Sem o apoio de vocês, eu não teria nem movido a caneta. Amo vocês. E aos meus pais, por passarem dias e semanas sem ter notícias minhas e ainda continuarem me amando. Amo muito vocês dois e prometo que vou ligar mais. A Adam Wilson – Adam, eu não sei como você conseguiu se casar com o amor da sua vida enquanto editava e publicava Meu para os leitores, mas você merece um manto vermelho e eu não tenho palavras para agradecer tudo que faz por mim. A Amy Tannenbaum, que está sempre ao meu lado, nos altos e baixos, sempre com um conselho inestimável e com a mão estendida. Um manto vermelho para você também! À minha incrível editora na Gallery Books, Jennifer Bergstrom, e a Lauren Mckenna, duas mulheres admiráveis que só encontrei recentemente e mal posso esperar para encontrar de novo. Obrigada por serem do time da Katy também! A Jules, Kriston e Enn, a melhor equipe de relações públicas que poderia haver; sou abençoada por trabalhar com vocês. Ao meu copidesque, pelas sugestões fantásticas e também por me perdoar quando teimo e não quero corrigir uma frase. A Sarah Hansen por outra cobertura maravilhosa – seu talento não tem limites. Aos meus revisores na Gallery, e a Anita Saunders, obrigada por ver todos os pequenos detalhes que eu não consigo ver e me ajudar a fazê-lo brilhar. Aos meus amigos autores que leram, fizeram sugestões, comemoraram e me apoiaram. Escrever é um trabalho solitário e chega-se muito mais longe quando se tem amigos compreensivos que dão aquele empurrãozinho! A Kati Brown, você merece um agradecimento especial e meu amor. Suas ideias para este livro foram valiosas. Obrigada, Kati. A todos os blogueiros que conheci por causa de Real; não consigo explicar o quanto prezo vocês! A Dana e Scaries, você são um tesouro para mim! Dana, você é PRECIOSA! E agradeço principalmente a todos que sofreram, ou sofrem, de algum transtorno mental, e a todos aqueles que amam os que sofrem dessa 7

REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 7

31/10/2014 19:55:05


condição. Eu acredito que há uma luz na escuridão, e espero que vocês a encontrem. Amigos, autores amigos, blogueiros e leitores. Obrigada por amarem Brooke e Remy como eu amo. Beijos.

REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 8

31/10/2014 19:55:05


A lista de músicas de Remy “Iris”, dos Goo Goo Dolls; “I Love You”, com Avril Lavigne; “Kiss Me”, com Ed Sheeran; “Will You Marry Me”, com John Berry “Everything”, do Lifehouse

REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 9

31/10/2014 19:55:05


REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 10

31/10/2014 19:55:05


presente

seattle Haverá centenas de dias na minha vida dos quais não me lembrarei. Mas este é um do qual jamais me esquecerei. Hoje, eu me caso com a minha mulher. Brooke “Pimentinha” Dumas. Prometi a ela um casamento na igreja. E um casamento na igreja ela terá. ***

– Eu juro que se você continuar olhando com cara feia para a porta, ela vai cair em cima de você – provocou Pete, meu assessor pessoal, que estava sentado no sofá. Volto para onde ele e Riley estão sentados, me observando andar de um lado para o outro na sala de estar do antigo apartamento de Brooke em Seattle. Pelo visto, esses dois estão se divertindo pra caramba comigo. Virando de novo para a porta do quarto, continuo andando de um lado para o outro. Pela minha vida, não faço ideia do que pode estar fazendo com que ela demore tanto. Faz exatamente 58 minutos desde que ela se trancou no nosso quarto para se arrumar, sendo que Brooke – a safada Brooke – geralmente se veste em cinco. – Cara, é o casamento dela. As mulheres demoram muito pra se aprontar. – Riley joga os braços no ar, querendo dizer: A vida é assim! – Como se você fosse o expert agora – implica Pete.

11

REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 11

31/10/2014 19:55:05


– É o vestido! – explica Melanie, a melhor amiga de Brooke, saindo do quarto do casal com um rastro de pano branco que parece um véu. – São tantos botões… mas o que vocês três estão fazendo aqui? Remington, já conversei com Brooke sobre isso. Os homens devem ir embora agora e nós nos encontramos no altar. – Isso é ridículo – reclamo, rindo. Mas como Melanie continua nos encarando, principalmente a mim, com uma expressão que usaria para enxotar cachorros, faço uma cara feia e me dirijo para a porta do quarto. Coloco a mão na maçaneta e falo pela fresta da porta: – Brooke? – Remy, por favor, não entre aqui! – Então, venha até a porta. Quando escuto o farfalhar do tecido, chego mais perto da fresta e falo bem baixinho para que ninguém na sala me escute. – Por que diabos não posso ver você agora, baby? Todo esse entra e sai da Melanie do quarto, e uma porta trancada separando a minha noiva de mim? Não gosto disso. E separados apesar do fato de ela estar se vestindo para mim. – Acho que porque eu quero que você me veja caminhando até você – sussurra ela. Deus, aquela voz, logo ali. Faz com que eu tenha vontade de derrubar a maldita porta e beijá-la com toda a minha paixão, e depois fazer coisas por baixo daquele vestido que ela está tentando colocar – coisas que os maridos fazem com as suas esposas. – Eu vou ver você caminhando até mim, baby, mas quero ver você agora também. Abra a porta e eu fecho os botões para você. – Você pode desabotoá-los mais tarde e depois se enroscar em mim. – A afirmação audaciosa foi seguida de um “ga-ga”, como se uma pessoinha do outro lado da porta estivesse achando alguma coisa muito engraçada. – Com licença, Arrebentador – disse Melanie ao voltar, e acenou para eu me afastar da porta. – Vocês, garotos, devem ir para a igreja. Nós nos vemos lá em trinta minutos. Faço uma cara feia quando ela se espreme para entrar no quarto como uma minhoca pela fresta minúscula, evitando que eu desse uma olhada em 12

REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 12

31/10/2014 19:55:05


Brooke. Usando o mesmo método, a muito maior Josephine sai do quarto com alguma coisa se contorcendo em seu colo. Meu filho olha para mim dos braços dela e fica quieto; seus lábios estão virados de uma forma que ele parece estar se divertindo da mesma forma que Pete e Riley. Ele tira a mão que estava enfiada dentro da boca e bate com ela toda molhada no meu maxilar. – Ga-gá! – balbucia ele, depois se contorce e se joga para mim. Pegando-o, eu cheiro a barriga dele e rosno, o que provoca outro: – Gaaaá! Quando levanto a cabeça para olhar nos olhos dele, meu bebê está encantado. E eu também, mas rosno como se não estivesse e resmungo para ele: – Você acha que sou engraçado? – Gaaaá! Os olhos dele transbordam travessura. Sua cabeça é menor do que a palma da minha mão enquanto eu a seguro e sopro a penugem no alto de sua cabeça. O meu filho de quatro meses, Racer, que Brooke me deu? Ele é a coisa mais perfeita que eu já fiz na vida. Nunca achei que eu fosse ter alguma coisa como ele. Agora a minha vida gira ao redor deste esquilinho com covinha, que vomita em todas as minhas camisetas e na minha Brooke. E, Deus, por onde começo com ela? Pete bate nas minhas costas, produzindo um som alto. – Vamos lá, cara, você ouviu o que elas disseram. E cuidado… ele vai babar o seu terno todo! Contraindo o meu maxilar, dou um tapinha na cabeça de Racer e ele sorri para mim. Ele tem apenas uma covinha, não duas. Brooke diz que é porque ele é apenas metade meu. Eu contesto dizendo que ele é todo meu, assim como ela. Sorrindo para ele também, devolvo-o para Josephine, que me tranquiliza: – Vá em paz, Sr. Tate, eu cuido dele. Ela deveria ser um guarda-costas, mas não sei mais o que ela é agora. Ela sai com Racer, exercendo a função de babá também. Ele enfia os dedinhos no cabelo dela e puxa, e ela parece até gostar. Após olhar para o relógio da cozinha, fixo meu olhar em Josephine. – Quero que ela esteja lá em quinze minutos – informo, e ela assente.

13

REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 13

31/10/2014 19:55:05


Uma limusine está esperando a minha noiva, mas Riley pegou as chaves do conversível de Melanie, estacionado do lado de fora com a capota levantada. Todos entramos. Sento no banco do carona e olho para a janela do nosso apartamento temporário. Não consigo entender a dificuldade de botões de um vestido de noiva. Na minha opinião, eu deveria ir no carro, junto com a minha esposa, para a igreja onde vamos nos casar. Ponto final. – Rem, ela não vai deixar você no altar, cara – comenta Riley, rindo. – É, eu sei – murmuro, dando as costas para ele. Mas, às vezes, eu simplesmente não sei. Às vezes, sinto um nó no peito e acho que vou acordar uma manhã qualquer e descobrir que Brooke e meu filho foram embora, e morrer é uma forma muito fácil para descrever o que eu tenho vontade de fazer. – Em vinte e oito minutos, ela caminhará até o altar, toda de branco, só para você – anuncia Pete. Fico olhando pela janela em silêncio. Brooke passou o mês todo animada com isso. Questionando se queria isso ou aquilo, ter bolo ou não ter. Eu dizia sim para tudo que deixava a voz dela mais excitada, e ela me beijava do jeito que gosto. Então, agora, ela parece controlada, se vestindo, pronta para o dia dela, e agora eu me sinto confuso porque ela tinha dito que não se importava que fôssemos no mesmo carro para a igreja. Até que a melhor amiga dela colocou ideias estúpidas em sua cabeça. Estou indo sozinho. Para uma igreja que não frequento. Para me casar com a minha mulher. Ela está logo atrás de nós, mas não estou bem. Estou ansioso pra caramba, e essa ansiedade teria sido apaziguada se ela tivesse aberto a porta e olhado para mim com aqueles olhos dourados – minha mente teria se acalmado e toda a agitação no meu peito teria sossegado. Mas isso não aconteceu. Ainda tenho vinte e sete minutos infernais pela frente… e a minha mente está me pregando peças, como quando começa a balançar como um pêndulo, e a única forma que consigo fazer com que pare é com ela. Batendo com o pé, mexo em minha aliança. Então eu a tiro do dedo e me acalmo um pouco quando vejo o nome dela na inscrição: “Para o meu Real, da sua Brooke Dumas”.

14

REMY_MIOLO_emendas feitas.indd 14

31/10/2014 19:55:05


Profile for Novo Século Editora

Remy  

O lutador do circuito Underground Remington Tate é um verdadeiro mistério, até para si mesmo. Sua mente por vezes é assombrada por trevas, e...

Remy  

O lutador do circuito Underground Remington Tate é um verdadeiro mistério, até para si mesmo. Sua mente por vezes é assombrada por trevas, e...

Advertisement