Page 1

torres novas boletimmunicipal 2012trimestre 2

DESTAQUE

boletim informativo da câmara municipal de torres novas nº19 - 2012 - edição online OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Feira quinhentista recriou cortes de torres novas de 1525 1


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Feira quinhentista recriou cortes de torres novas de 1525

De 3 a 6 de maio, o centro histórico de Torres Novas assistiu à recriação das cortes de 1525. A feira, dedicada ao período quinhentista, sob o tema «O dote da princesa», evocou as cortes que, em 1525, realizadas em Torres Novas, que aprovaram a criação de um imposto especial para custear o dote que D. João III teria de dar à coroa castelhana, por ocasião do casamento entre a sua irmã, a infanta D. Isabel, e o Imperador Carlos V, novo rei de Castela. Centenas de artistas e figurantes contribuíram, ao longo de quatro dias, com rigor e dinamismo, para esta recriação histórica, que contou com um forte envolvimento da comunidade, nomeadamente a escolar, e que incluiu espaços e atividades dedicadas a todas as faixas etárias. 2

Inserida no programa de ação «Regeneração Urbana do Centro Histórico de Torres Novas», a feira beneficiou de uma candidatura comunitária conjunta do município torrejano e de nove parceiros (agentes culturais e sociais com atividade nesta zona da cidade). Esta foi a terceira edição do novo formato das «Memórias da História» que, em 2010, lembraram o período manuelino («Revisitar D. Manuel I – 500 anos do foral novo»), e em 2011 receberam com toda a pompa o pequeno Afonso V («A Chegada do rei menor – cortes de 1438»). Assim se vão divulgando alguns factos de relevo da história do concelho. Projeto com financiamento comunitário.


BM19

3


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Memórias da História

Município prestou homenagens em sessão solene

O Município de Torres Novas entregou no dia 13 de maio, no Teatro Virgínia, dezasseis medalhas de mérito a personalidades e entidades ilustres do concelho. A entrega das distinções esteve a cargo do presidente da Assembleia Municipal, do presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, do vice-presidente da câmara e dos vereadores Manuela Pinheiro, Mário Mota, Paulo Tojo e Vítor Antunes. A medalha de Mérito Municipal da Cultura foi entregue ao Teatro da Meia Via, à Sociedade Filarmónica Lealdade União Ribeirense e ao grupo «As Camponesas de Riachos» pelo trabalho desenvolvido em prol da promoção das artes e das tradições. Na área da Economia foram distinguidos José Eduardo Carvalho (presidente da AIP – Associação Industrial Portuguesa e expresidente do Nersant – Associação Empresarial da Região de Santarém) e a empresa Digidelta, sedeada em Torres Novas mas presente em Espanha, Brasil, Angola e Emirados Árabes Unidos. A medalha de Mérito Municipal do Desporto foi entregue a Joaquim Matias Pedro, José Júlio Ferreira e a Manuel Piranga Faria pelo seu reconhecido trabalho em prol do associativismo. Agostinho Neves Anastácio viu o seu trabalho ao serviço do Município ser galardoado com a medalha de Mérito Municipal da Administração. Na vertente de Benemerência, as distinções couberam à 4

Conferência de São Vicente de Paulo, ao Padre Carlos Ramos, a Corina Grácio Lopes, ao Padre Fernando Augusto e ao Montepio de N.ª Sr.ª da Nazaré. A medalha de Honra do Município foi entregue a Joaquim Rodrigues Bicho e, a título póstumo, ao General Manuel António Vassallo e Silva. O presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, António Rodrigues destacou: «Faz parte do “saber estar” na vida política agradecer àqueles que, de uma forma ou de outra, contribuíram para o desenvolvimento da nossa terra.» Defendendo que Torres Novas é um concelho com identidade, com história, onde imperam valores como a solidariedade, o empenho no associativismo, a entreajuda, a dedicação a causas nobres, o empreendedorismo e a preservação da cultura e da tradição, António Rodrigues enalteceu o trabalho desenvolvido por cada um dos homenageados que, nas suas respetivas áreas, souberam sempre lutar contra as adversidades e ultrapassar obstáculos. O hino nacional, tocado pela Banda Operária Torrejana, encerrou a cerimónia. A medalha de mérito municipal da benemerência foi entregue à Associação de Socorros Mútuos Montepio de Nossa Senhora da Nazaré, no dia 2 de junho, por ocasião da comemoração dos 150 anos daquela instituição.


BM19

distinções Medalha de Honra do Município:

Joaquim Rodrigues Bicho Pela sua dedicação à causa pública, pelo muito que tem dado ao concelho no âmbito da investigação, do registo e da divulgação do património cultural, histórico e etnográfico local, e do seu importante papel enquanto agente conciliador na comunidade onde se insere.

General Manuel António Vassalo e Silva (a título póstumo) Pelo exemplo de humanitarismo, ainda hoje amplamente reconhecido pelas populações das antigas possessões portuguesas na Índia. Soube dignificar a dimensão humana, prestigiar o país, e a sua terra natal.


Medalha de Mérito Municipal do Desporto:

Joaquim Matias Pedro Pelo seu exemplo de voluntarismo e amor à terra, refletidos no acompanhamento que sempre deu ao associativismo, em particular o desportivo.

José Júlio Ferreira Pelo seu exemplo de voluntarismo e dedicação à terra, contribuindo decisivamente para o desenvolvimento do associativismo.

Manuel Piranga Faria Por constituir um exemplo de generosidade e dedicação às causas sociais e pelo apoio e participação ativa na vida política e desportiva do concelho.

Medalha de Mérito Municipal da Benemerência:

Padre Carlos Alberto Ramos Dias Por ter impulsionado e conduzido a preservação de parte importante do edificado religioso do centro histórico da cidade, fomentando o bom relacionamento com os agentes locais, e procurando a colaboração do Município na captação dos apoios comunitários, revelando ainda uma ímpar capacidade de entrosamento e mobilização da comunidade para o bem comum.

6

Padre Fernando Augusto M. Gonçalves Pela capacidade de liderança e poder congregador junto da sua comunidade, viabilizando a reabilitação e a criação de equipamentos na vila de Riachos, ao serviço da sua população.

Conferência São Vicente de Paulo Pelo conforto e acompanhamento aos mais carenciados do concelho, minimizando as suas dificuldades.

Corina Maria Grácio Maia Brites Lopes Pela abnegação, espírito de sacrifício e dedicação que sempre prestou às inúmeras causas sociais com que se tem deparado.

Montepio Nossa Senhora da Nazaré Pelo papel fundamental desempenhado na prestação de cuidados médicos à comunidade, viabilizando uma assistência alargada e solidária, potenciada e planeada em economia de escala.


Medalha de Mérito Municipal da Economia:

José Eduardo Marcelino Carvalho Pelo papel de liderança e contributo no reforço da dinâmica empresarial de Torres Novas, em particular, e da região, em geral.

Medalha de Mérito Municipal da Administração:

Agostinho das Neves Anastácio

Digidelta Pelo exemplo de empreendedorismo, capacidade de gerar emprego e de dinamizar o setor empresarial local, sendo hoje o resultado de uma equipa experiente, liderada por um jovem empresário.

Pelo exemplo de humildade e dignidade de quem sempre trabalhou com absoluta disponibilidade e voluntarismo.

Medalha de Mérito Municipal da Cultura:

Teatro da Meia Via – Associação Cultural de Torres Novas Por ter, enquanto agente cultural, representado e dignificado o concelho a nível nacional.

Sociedade Filarmónica Lealdade União Ribeirense Pelo importante papel social que representa junto da juventude, facultando-lhe orientação e promovendo a sua educação para a cidadania.

Grupo «As Camponesas» de Riachos» Por constituírem a expressão atual da vida rural, do homem e da mulher do campo, divulgando os trajes e os cantares tradicionais locais.

7


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Iniciativa nacional «Portugal

Empreendedor» foi lançada em Torres Novas

O auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes acolheu no dia 16 de maio, quarta-feira, a sessão de lançamento da iniciativa nacional «Portugal Empreendedor», que contou com a presença dos secretários de estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, Carlos Nuno Oliveira, e da Administração Local e Reforma Administrativa, Paulo Júlio. A abertura da sessão coube ao presidente da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e ao presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, António Rodrigues, que manifestou o orgulho da CIMT em acolher este evento. «O Médio Tejo já percebeu que vai ter um futuro de liderança na região», afirmou António Rodrigues, 8

acrescentando que a comunidade intermunicipal que dirige é composta por municípios com identidade, com história, muito dinâmicos e muito ativos, que têm trabalhado em prol da coesão social e territorial. «É uma região com sustentabilidade, criativa, pronta para apostar e apoiar o empreendedorismo e a inovação», destacou o presidente da CIMT, concluindo: «Contem connosco para sermos parte da solução». O secretário de estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, Carlos Nuno Oliveira, defendeu que o empreendedorismo e a inovação são fundamentais para o crescimento da economia e para a criação de novas empresas e de mais emprego. «Esta e outras iniciativas têm como objetivos criar uma sociedade mais empreendedora,


BM19

alargar a base de empresas inovadoras e que exportam, criar redes de conhecimento, de empreendedorismo e de inovação e colocar o enfoque nos resultados atingidos e não na despesa efetuada», destacou. A sessão informativa foi iniciada pelo presidente do IAPMEI, Luís Filipe Costa, que abordou as dinâmicas locais, o empreendedorismo e a criação de empresas. Seguiu-se a apresentação da iniciativa «Portugal Empreendedor», pela voz de Rita Seabra, gestora do Programa FINICIA, IAPMEI, e do projeto «Em Rede», da CIMT, apresentado por Paula Remédios, diretora executiva daquela comunidade (mais informações em http://emrede.mediotejo.pt). O encerramento da sessão coube ao secretário de estado da Administração Local e Reforma Administrativa, Paulo Júlio, que afirmou ser essencial a cooperação entre municípios: «Os grandes desafios da administração local vão passar pelo foco nas políticas de competitividade regional e para tal é necessário termos lideranças que saibam estar umas com as outras numa perspetiva de desenvolvimento». Posteriormente a comitiva seguiu para Abrantes, onde realizou uma visita ao Tagus Valley, ao LINE (Laboratório de Inovação Industrial e Empresarial) do Instituto Politécnico de Tomar e ao Inov.Linea Centro de Transferência de Tecnologia Alimentar. A iniciativa nacional «Portugal Empreendedor» consiste em redes de apoio de proximidade ao empreendedorismo de base local, com vista a apoiar os empreendedores em todas as fases críticas do ciclo empreendedor, desde a ideia à empresa. Inclui acompanhamento técnico durante o primeiro ano de existência. Esta iniciativa surge no âmbito do Programa Estratégico para o Empreendedorismo e a Inovação (+e+i), um programa transversal ao Governo, aberto à sociedade civil. O +e+i propõe uma sociedade mais empreendedora, uma base alargada de empresas inovadoras e com forte componente exportadora, um país em rede e inserido nas redes internacionais de empreendedorismo, conhecimento e inovação, e orientado para resultados. Outras informações podem ser obtidas em www.ei.gov.pt. 9


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Construção do centro escolar de Olaia avança a bom ritmo

Projeto com financiamento comunitário.

10


BM19

A construção do centro escolar de Olaia, localizado na Lamarosa, encontra-se em fase de execução das coberturas dos edifícios – destinados às vertentes letiva e desportiva – e das instalações técnicas (eletricidade, água, sistemas AVAC). Simultaneamente decorrem já alguns trabalhos de revestimento de paredes. Do projeto fazem parte três salas de jardim de infância e quatro de 1.º ciclo. A obra, cujo investimento elegível é de cerca de 1 424 000 euros, com uma comparticipação comunitária de 1 139 000 euros, deverá estar concluída no início do terceiro trimestre deste ano. O centro escolar de Olaia é o quinto a ser construído no concelho de Torres Novas após a conclusão dos centros escolares de Riachos, Meia Via, Assentis e Chancelaria, e da Serra de Aire (em Pedrógão). 11


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Visita às obras de remodelação do Convento do Carmo

Projeto com financiamento comunitário.

12


BM19

A vereação da Câmara Municipal de Torres Novas visitou, na manhã do dia 14 de junho, a obra de remodelação do Convento do Carmo, ficando a conhecer as instalações e o ponto de situação do desenvolvimento do projeto. No edifício do antigo hospital, a estrutura de betão armado está praticamente concluída. A colocação das lajes das coberturas encontra-se em fase muito avançada, pelo que em breve se iniciarão os trabalhos de isolamento e de colocação das telhas. O novo edifício, paralelo ao alçado lateral do Convento do Carmo, junto à avenida Dr. João Martins de Azevedo, tem já betumada a primeira laje, referente ao teto do rés do chão, prevendo-se para breve a execução da segunda laje. No parque de estacionamento estão a ser concluídos os trabalhos de betão armado, faltando apenas a execução das lajes térreas. Paralelamente, decorrem trabalhos arqueológicos em duas áreas distintas do edifício, tendo sido encontrados vestígios de enterramentos do século XVI ou XVII e artefactos do Calcolítico (Idade do Cobre) que remontam a cerca de 4000 anos a.C. Esta obra visa a salvaguarda e valorização do Convento do Carmo, permitindo a sua fruição e procurando conjugar a originalidade com a integridade patrimonial. Através da recuperação e valorização deste bem arquitetónico, situado no centro da cidade, criar-se-á um espaço multiusos, adequado à promoção de atividades sociais, lúdicas e culturais diversas. A remodelação do Convento do Carmo, obra financiada por fundos comunitários, permitirá criar um espaço de qualidade e de referência na cidade. A comparticipação financeira atribuída é de 4 111 321,75 €, correspondente a 80% das despesas elegíveis, estimadas em 5 139 152,1 9 €.

13


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Município de Torres Novas

homenageou Eunice Muñoz

A comédia «O cerco a Leningrado», de José Sanchis Sinisterra, trouxe ao Teatro Virgínia as atrizes Eunice Muñoz e Maria José Paschoal no passado dia 14 de abril. A peça, inserida no âmbito das comemorações oficiais dos 70 anos de carreira de Eunice Muñoz, serviu também de base para uma singela homenagem do Município de Torres Novas à atriz. O presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, António Rodrigues, subiu ao palco no final da comédia para entregar a Eunice Muñoz uma lembrança, felicitando-a pelo «momento 14

de sonho» a que tinha assistido e pela grandiosa carreira da atriz ao longo dos últimos 70 anos. Eunice Muñoz, visivelmente emocionada, agradeceu ao presidente da câmara e a todo o público presente o carinho recebido nesta e noutras atuações em Torres Novas, relembrando a sua passagem pelo Teatro Virgínia em 2006, com a peça «Miss Daisy». Maria José Paschoal aproveitou a ocasião para manifestar o seu orgulho por ter sido escolhida pra contracenar com Eunice Muñoz em «O cerco a Leningrado» e a honra de trabalhar com uma atriz de tão grande dimensão.


BM19

Sessão do Clube de Leitura na Vila Cardílio

O Município de Torres Novas promoveu, através da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, uma sessão do Clube de Leitura diferente do habitual. O livro O olhar que procura um barco, de Eduardo Bento foi o mote para um debate realizado no dia 31 de maio, em Vila Cardílio, numa sessão aberta a todos os que amam os livros e a leitura. O olhar que procura um barco é uma narrativa intemporal e autobiográfica, onde o autor concilia o património

arqueológico local, a sua Musa inspiradora, o tom sentencioso e a habitual elegância da frase talhada em pequenas e grandes histórias mitológicas. O Clube de Leitura de Torres Novas tem como finalidade a descoberta de formas diferentes de aproximação aos textos, literários ou não, através da discussão em grupo de determinadas obras.

15


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Museu Municipal Carlos Reis, Exposição:

«800 anos de confrarias em Torres Novas»

Projeto com financiamento comunitário. Desde o dia 27 de abril e até 27 de maio, esteve patente na sala de exposições temporárias do Museu Municipal Carlos Reis a exposição «800 anos de confrarias em Torres Novas. Esta mostra consistiu num testemunho de oito séculos, onde se divulgaram múltiplas fontes históricas que reconstituem cenários da historiografia local. No concelho de Torres Novas, as primeiras confrarias apareceram com o advento da nacionalidade. Os compromissos 16

das confrarias de Alcorochel, Alqueidão, Lapas, Ribeira Branca, Marruas e Jesus (antiga confraria dos Lavradores), datavam todos de 1212. Contudo, salienta-se que, entre as mais antigas do território nacional, encontrava-se a confraria de Fungalvaz, cujo compromisso remonta ao ano de 1176. Até 1502, data em que D. Manuel I fez realizar inquéritos em todo o reino sobre os bens das confrarias, eram conhecidas em Torres Novas e no seu termo cerca de 21 destas


BM19

irmandades, sete das quais na então vila. Eram elas: Fungalvaz, Alcorochel, Alqueidão, Lapas, Ribeira Branca, Marruas, Jesus, Santa Maria do Vale de Torres Novas, Santa Maria dos Anjos de Torres Novas, S. Bento de Torres Novas, S. Pedro de Torres Novas, Salvador de Torres Novas, S. Brás de Torres Novas, Alcanena, Bexiga, Santa Maria do Alqueidão da Serra, Bugalhos, Paialvo, Zibreira, Monsanto e Santa Maria da Olaia. Esta exposição contou com a colaboração das comissões das fábricas das igrejas de Lapas e de Alcorochel (a única confraria, das 21, ainda ativa e que comemorou 800 anos em fevereiro deste ano).

17


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Noites no castelo Entre os dias 10 e 13 de maio (de quinta a domingo), o castelo de Torres Novas voltou a encher-se de vida e de música. «Noites no castelo» foi uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Torres Novas, com entrada livre, que contou com tasquinhas e animação, aproveitando o extraordinário cenário do interior do castelo.

18


BM19

19


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Assinado protocolo para apoio à Bênção do Gado

20


BM19

Bênção do gado

O protocolo entre o Município de Torres Novas e a Bênção do Gado – Associação Cultural para apoio à Festa da Bênção do Gado 2012 foi assinado no dia 26 de maio, no Museu Agrícola de Riachos. De acordo com o protocolo celebrado, o Município de Torres Novas, considerado parceiro oficial da Festa da Bênção do Gado de 2012, atribuiu à Bênção do Gado – Associação Cultural um subsídio no valor de quarenta mil euros, apoiando também a iniciativa através do aluguer e montagem de uma tenda, da cedência e instalação de sanitários amovíveis para o recinto de espetáculos e da isenção de licenças e taxas relativas às atividades do evento. A Câmara Municipal de Torres Novas compromete-se ainda a permitir a pintura e pequenas obras de beneficiação das casas e muros de Riachos com isenção da respetiva licença para o efeito. Para Carlos Tomé, presidente da associação, esta é uma «festa histórica, que diz muito à comunidade. Simboliza o sentir da população, a memória, as raízes, as origens». Afirmando que a edição de 2012 da festa será de menor dimensão em relação às edições anteriores, Carlos Tomé justificou este dado com a atual situação de crise económica que o país atravessa. Contudo, a contenção não retira importância à iniciativa: «A Festa da Bênção do Gado 2012 vai ter influência na vivência de Riachos e na vida económica da vila, com reflexos não só no comércio local mas também nas coletividades, que terão na festa uma fonte de financiamento», apontou. «Este é um acontecimento ímpar, único na região, que tem de ser vivido em festa, em alegria, com otimismo para o futuro», concluiu Carlos Tomé. O presidente da junta da freguesia de Riachos, João Cardoso, destacou a importância do apoio concedido pelo Município, que permitirá dar continuidade à Festa, aproveitando para pedir a motivação dos riachenses em prol de um evento coletivo. Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, António Rodrigues, começou por sublinhar o caráter especial do protocolo, por ter sido a última vez que o assinou nas atuais condições políticas. Aludindo aos tempos difíceis que vivemos mas justificando o apoio concedido, em detrimento da realização das habituais Festas do Almonda, António Rodrigues afirmou: «Ao longo do tempo aprendi a admirar a identidade e a dinâmica de Riachos. Os riachenses têm sabido manter e promover essa identidade e a Festa da Bênção do Gado é um exemplo do seu genuíno empenho» A edição de 2012 da Festa da Bênção do Gado realiza-se de 19 a 30 de julho em Riachos. É uma festa eminentemente popular que retoma uma tradição rural cuja origem se perde na memória dos tempos. Do programa fazem parte atividades de diversa índole, que vão desde os espetáculos musicais, até ao desporto, passando pelas exposições, tauromaquia e gastronomia.

2012

21


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

biblioteca municipal gustavo pinto lopes: Serviço «Fale connosco» desde 1 de junho A Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes (BMGPL) apresenta, desde o dia 1 de junho, o seu novo serviço «Fale connosco». Esta nova valência bibliotecária, disponível através do portal da BMGPL, visa prestar a todos os seus utilizadores um atendimento diferenciado, fornecendo acesso em direto ao seu serviço de referência. Cada utilizador pode, de modo simples e rápido, obter informações sobre os seus empréstimos de documentos, as suas reservas e as suas bibliografias, numa perspetiva de difusão seletiva de informação. Pode ainda obter informações úteis sobre iniciativas culturais, assuntos de foro municipal e outros conteúdos de interesse geral, sem necessidade de deslocações. Para aceder a este chat entre no portal http://biblioteca.cm-torresnovas.pt/.

22


BM19

TROCAS

LIVROkAS

O Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares de Torres Novas organizou no dia 6 de junho, quarta-feira, a atividade «Trocas Livrokas», que visou promover a leitura através da troca de livros usados. A iniciativa realizou-se no Jardim das Rosas e na Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes e teve como principais destinatários a comunidade escolar do concelho (alunos, professores, funcionários das escolas, pais e encarregados de educação). Todos os que desejaram associar-se a esta iniciativa puderam trocar livros que já não pretendiam ler uma segunda vez, por outros que ainda não tinham lido. Paralelamente houve uma apresentação de leituras pelo Clube de Poesia da Escola ES/3 Maria Lamas no átrio da Biblioteca Municipal.

23


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Lançamento do livro Clube Atlético Riachense - 80 anos de história A Casa do Povo de Riachos foi o local escolhido para o lançamento da edição municipal Clube Atlético Riachense – 80 anos de história, da autoria de Manuel de Oliveira Lopes, que se realizou no dia 10 de junho. A Câmara Municipal de Torres Novas editou e ofereceu o livro, revertendo a sua venda para o CAR, que este ano completou oito décadas de vida (fundado em 1932). A abrir a sessão, José Júlio Ferreira, que lidera a comissão administrativa que gere o Atlético, afirmou que um grande clube não se destaca pelas suas vitórias, mas pela forma como consegue envolver a comunidade. Coube a Carlos Simões Nuno, antropólogo e professor do ensino superior, fazer uma breve apresentação de um livro que considera ter sido «uma oportunidade única de fazer a história do clube numa época em que ainda se conseguem reunir as memórias do passado direto do clube, através de testemunhos vivos». Considerando que esta publicação é muito mais do que um mero registo de dados factuais, Carlos Nuno destaca que dela fazem também parte as pequenas histórias, as pessoas com os seus nomes, os episódios caricatos. «Este livro é uma peça do património imaterial de Riachos, de Torres Novas e da região, que transforma a história do clube em histórias que fazem parte do nosso dia a dia, com pessoas que somos capazes de evocar», salientou. Segundo o autor, Manuel Oliveira Lopes, este livro é o resultado de cerca de cinco anos de pesquisa de informação e de imagens através de arquivos documentais, jornais da época e de testemunhos. «Espero que esta publicação constitua um contributo para o Atlético e para Riachos», concluiu. Francisco Jerónimo, presidente da Associação de Futebol de Santarém, destacou este livro enquanto «registo da história de um clube que é uma referência no futebol distrital», elogiando o cuidado em deixar aos mais novos o respeito pelo passado, que constitui uma forma de projetar um futuro mais sustentado.

24

O presidente da junta da freguesia de Riachos, João Cardoso, recordou o passado glorioso do Riachense e os últimos anos marcados por alguma indefinição ao nível diretivo enquanto Luís Silva, presidente da Assembleia Municipal, felicitou o CAR pelos 80 anos ao serviço do desporto e da freguesia de Riachos, bem como o autor pela obra apresentada. Para o presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, António Rodrigues, «esta edição é, acima de tudo, sobre Riachos. Vai para além do âmbito do CAR. O futebol é transversal à comunidade». Destacando a singularidade da história do clube, também marcada por fracassos e histórias de menos sucesso, o presidente da câmara concluiu: «O CAR tem sido um clube com personalidade, com autonomia, com dirigentes de uma importância tremenda. Parabéns a Riachos!»


BM19

25


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Iniciativas culturais assinalam o 75.º aniversário da Biblioteca-Museu

26

Para comemorar os 75 anos da biblioteca e museu municipais, o Município de Torres Novas promoveu um conjunto de iniciativas culturais, com início no dia 20 de junho. «Palavras, música e canções» foi o mote do concerto do grupo LaFontinha, que teve lugar no auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, com entrada livre. Os LaFontinha interpretam arranjos próprios de temas inspirados na tradição musical portuguesa e ibérica em geral e é formado por músicos amadores locais. De 20 de junho a 2 de setembro estará patente no espaço de exposições temporárias do Museu Municipal Carlos Reis a exposição «No tempo dos telemóveis», um olhar sobre o mundo, a sociedade e o quotidiano do «longínquo» ano de 2012. Trata-se de uma exposição de objetos da vida quotidiana «daquele» tempo, tais como telemóveis, computadores portáteis ou televisores de ecrã de plasma, entre outros objetos da tecnologia «antiga» das primeiras duas décadas deste século.


BM19

27


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Alunos do 1.º ciclo têm aulas

na Escola Prática de Polícia São cerca de 280 os alunos do 1.º ciclo do ensino básico que, desde o dia 10 de abril, têm as suas aulas na Escola Prática de Polícia. Os alunos da escola Visconde S. Gião, em Torres Novas, distribuídos por doze salas de aula e uma sala TEACCH (Treatment and Education of Autistic and related Communication Handicapped Children), frequentarão as instalações da EPP enquanto decorrerem os trabalhos de requalificação da Visconde S. Gião para reconversão em centro escolar. No primeiro dia de aulas muitos foram os pais que quiseram acompanhar os seus filhos à «nova» escola, tendo ficado bastante agradados com a solução e as condições encontradas. Paulo Renato, diretor do agrupamento de escolas Gil Paes, ao qual pertence a escola Visconde S. Gião, destacou a qualidade das instalações da Escola Prática de Polícia que, para além das salas de aula, cedeu também a utilização do ginásio para as atividades desportivas, um espaço de recreio e um refeitório para uso exclusivo destes alunos. No primeiro dia de aulas na EPP marcaram presença o presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, António Rodrigues, e a vereadora da educação, Manuela Pinheiro. O protocolo celebrado entre a Polícia de Segurança Pública e o Município de Torres Novas inclui a cedência de dezasseis salas de aula, de um refeitório e a disponibilização de espaços exteriores e cobertos, nomeadamente o pavilhão gimnodesportivo, para recreio e atividades escolares. Na base do entendimento entre estas duas entidades esteve a assunção de que a atual situação financeira e económica do país exige, de todos os organismos públicos, um esforço de contenção das despesas e uma cooperação mútua. Com esta cedência, o município poupará cerca de 100 mil euros, valor que teria de despender em estruturas amovíveis temporárias para as aulas. Esta parceria, para além das boas condições de ensino, permite a estas crianças um contacto privilegiado com as forças de segurança. A partir de setembro deste ano a EPP receberá 300 novos alunos do Curso de Formação de Agentes.

28


BM19

29


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

Lançada primeira pedra do centro escolar EB1/JI Visconde de São Gião

A cerimónia de lançamento da primeira pedra da obra de requalificação e ampliação do centro escolar EB1/JI Visconde de São Gião decorreu na manhã do dia 14 de abril e contou com a presença do diretor da Direção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo, José Alberto Duarte. A nova infraestrutura, distribuída por três edifícios, será composta por quatro salas de jardim de infância, dez salas de 1.º ciclo, biblioteca, sala de informática, refeitório, sala de professores, sala de ciências e campo de jogos exterior.

30

A requalificação do edifício poente tem o prazo de construção de seis meses, prevendo-se a sua conclusão para outubro. A totalidade da obra deverá estar concluída em fevereiro do próximo ano. Luís Gaspar Lopes, presidente da junta da freguesia de São Pedro, afirmou sentir-se honrado sendo este ato o culminar de um desejo e de uma aspiração da comunidade escolar», uma vez que este equipamento irá contribuir de forma inegável para a melhoria das condições e da qualidade de ensino. Projeto com financiamento comunitário.


BM19

Para Paulo Renato, diretor do agrupamento de escolas Gil Paes, todo o processo de reestruturação dos equipamentos escolares deve ser salientado e é de extrema importância. Paulo Renato garantiu que, num curto espaço de tempo, este centro escolar será transformado numa escola de referência, com as condições «que merecemos e ambicionamos». E concluiu: «estamos aqui para trabalhar para os vossos filhos, para os nossos alunos». Por seu turno, o diretor da DRELVT afirmou: «Garanto todo o meu empenho pelo bem e pelo ensino dos alunos deste concelho». Na sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, António Rodrigues, referiu: «Esta obra insere-se numa estratégia para dotar todo o concelho de equipamentos escolares dentro das novas exigências de ensino. Desta forma, estamos a contribuir para que o país se desenvolva e tenha um futuro melhor.» Nesse sentido, António Rodrigues destacou os centros escolares já construídos e em fase de construção, a requalificação da escola Chora Barroso, em Riachos, a reconversão da escola Manuel de Figueiredo, que se encontra em fase de concurso. A construção dos centros escolares de Santa Maria e no centro histórico, bem como a requalificação da escola Maria Lamas fazem também parte da estratégia educativa do município. O presidente da câmara destacou também a importância da colaboração da PSP nesta obra, através da cedência da Escola Prática de Polícia para que os alunos da escola Visconde de S. Gião possam ter aulas enquanto durar a intervenção. «A forma como tudo se processou, como receberam as crianças ou como estão as salas de aula é de uma extrema dignidade e exemplaridade», destacou António Rodrigues realçando igualmente a beleza e a riqueza da interação das crianças com os agentes daquela instituição. A requalificação do centro escolar Visconde S. Gião, cujas obras tiveram início no dia 2 de abril, foi adjudicada à empresa Ecoedifica – Ambiente Infraestruturas e Construções, S.A., pela quantia de 900 705,51 euros. Este é o primeiro centro escolar a ser construído na cidade, após os centros de Riachos, Meia Via, Pedrógão, Assentis e Chancelaria, já concluídos, e do centro escolar de Olaia, em construção. Esta obra representa um investimento elegível de 1 047 179,55 euros, tendo uma comparticipação comunitária de cerca de 80%. 31


DESTAQUES OBRAS CULTURA EDUCAÇÃO

32


BM19

Ambiente e ecologia no Dia Eco-Escolas A Câmara Municipal de Torres Novas, através do Departamento de Educação e Cultura, promoveu no dia 15 de maio, na Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes (BMGPL), um conjunto de atividades no âmbito do Dia Eco-Escolas em Torres Novas, destinado aos alunos das escolas do concelho inscritas neste programa da Associação Bandeira Azul para a Europa. Ao todo, as diferentes atividades fizeram passar pela biblioteca municipal cerca de 800 alunos, dos diferentes níveis de escolaridade e estabelecimentos de ensino do concelho, nomeadamente do Centro Escolar de Riachos, Centro Escolar da Serra de Aire (Pedrógão), Centro de Bem Estar Social da Zona Alta, e das escolas Maria Lamas, Manuel de Figueiredo, Artur Gonçalves e Dr. António Chora Barroso. Para os mais pequenos, do pré-escolar, houve uma leitura encenada da história «A girafa que comia estrelas», a partir da obra homónima de José Eduardo Agualusa, dinamizada por técnicos da biblioteca e voluntárias do Programa de Voluntariado Sénior para a Cultura. No exterior da biblioteca, e durante todo o dia, os alunos do 1.º ciclo entraram em contacto com a natureza através de workshops de educação ambiental. Construir ninhos, descobrir aromas, transformar energia e reciclar papel foram apenas algumas das experiências desenvolvidas. No interior, estes mesmos alunos assistiram ainda a uma ação de sensibilização denominada «Garantir o futuro – reciclar no presente», dinamizada pela RESITEJO. Num auditório completo, o dia terminou com uma palestra subordinada ao tema «Alterações climáticas e o permafrost na Península Antártica: a investigação portuguesa», destinada aos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e ensino secundário, e que teve como orador Alexandre Nieuwendam, do Grupo de Investigação em Ambientes Antárticos e Alterações Climáticas – AntECC, Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa. Ainda no âmbito do Dia Eco-Escolas em Torres Novas, e até ao dia 2 de junho, está patente no átrio da BMGPL uma exposição de trabalhos desenvolvidos na temática ambiental e da sustentabilidade, realizados por diferentes estabelecimentos de ensino do concelho. 33


informação INSTITUCIONAL

Câmara prescindiu das Festas da Cidade a favor das Festas da Bênção do Gado Na reunião ordinária privada de 3 de abril, foi aprovada a propos ta de parceria entre a Câmara Municipal de Torres Novas e a Bênção do Gado Associação Cultural, tendo em vista a realização da Festa da Bênção do Gado 2012. Face ao reconhecimento do interesse concelhio deste evento, das características culturais e etnográficas da iniciativa, a Câmara prescindiu da realização das Festas da Cidade no presente ano a favor das Festas da Bênção do Gado, atribuindo um subsídio de valor semelhante à verba ao que seria utilizada para a realização das festas.

Arquivo Municipal Disponível para consulta 1. Um total de 1485 fotografias do final do século XIX e início do século XX, originalmente em negativos de vidro, foram recentemente digitalizadas e estão disponíveis para consulta no Arquivo Municipal, localizado na Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes. As imagens, da autoria de Cipriano Antunes dos Santos Trincão, nascido em Lapas, em 1874, estão à guarda do Arquivo Municipal e constituem um importante espólio de que se destacam algumas imagens de interesse documental para a história da vila de Torres Novas, permitindo uma especial perceção do desenvolvimento urbano de Torres Novas. 2. As edições do jornal O Almonda, desde a primeira edição em 1918 até 1970, encontram-se disponíveis para consulta exclusivamente em formato digital. Para além de uma pesquisa mais rápida e eficaz, garante-se uma melhor preservação dos documentos originais. Em processo de digitalização 1. Encontram-se atualmente em processo de digitalização os registos de matrículas de velocípedes. Este processo, apesar de muito moroso, criará uma maior facilidade de consulta dos documentos e permitirá a sua disponibilização em formato digital, evitando um elevado número de impressões e um atendimento mais rápido.

34


BM19

boas práticas Canil Intermunicipal de Torres Novas Através das campanhas realizadas no segundo trimestre de 2012, o Canil Intermunicipal de Torres Novas, que abrange também os concelhos de Entroncamento, Alcanena e Barquinha, foram adotados 48 animais de companhia, entre cães e gatos.

35


AS OVa N ei RES Corr

OR los E Tsconce D L a IPA r de V C I a N és MU io C n

s

RA Antó ova MA ral es N

te

le

n fo

e

ww

t sú

7 m-t as ne_ efo 9 811 ral@c snov l e t 24 ge rre fax_ ail_ -to m m e w.c

eis

e r t 0 s.p _ Âa Gen 21 Tor C 43 va o 39 Ru 50-4 n 8 es pt 23 . 249 80 orr

00 94 0 0 3 5 10 31 26 3 _ 98 O 0 56 TEJ L_ 24 812 9 09 A A B I 3 P 9 I R 8 24 IC O UN IPAL_ _ 249 SD M O 0 C I A U N CA ÇÃ 17 16 08 MU UCA ÁG IOTE 9 8 L IO ED 812 790 49 BIB ITÉR T_ 2 249 E 3 E D M 810 7 10 N L_ CE SÃO 1 0 TER ICIPA L_ 249 8 I N I 87 9 DIV ÇO MUN CIA _ 24 812 0 A O TO 9 19 ESP DIO O S ANA L_ 24 535 39 Á A 8 S P T 2 I E 81 ES AÇÃ ART IC 49 0 B. S_ 2 49 UN GA DO O M PAL_ 2 RTO 12 19 0 I 8 O JA 7 LO CAD UNIC DESP 249 39 1 R _ L 8 E M S 19 9 PA M U DO NICI IS_ 24 813 0 SE U O M CI MU ICIPA 249 443 LÁ PA LHÃO MUN MO 839 00 I IS 9 93 3 PAV INAS E TUR IL_ 24 98 C IV PIS TO D O C IA_ 24 S PO TEÇÃ IRGÍN V O PR RO T A TE

36

Câmara Municipal de Torres Novas Boletim Municipal nº19  

Boletim Municipal da Câmara Municipal de Torres Novas

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you