Page 1

Município de Oliveira do Hospital

Informação Municipal | julho 2017 | 1


2 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

É Hora de Prestar Contas

Numa altura em que nos aproximamos a passos largos do final do mandato, que nos foi conferido pelos eleitores do concelho de Oliveira do Hospital, chegou a hora de prestar contas aos Oliveirenses sobre o trabalho autárquico do executivo camarário a que venho presidindo. Em primeiro lugar, quero deixar aqui bem vincado que foi para nós uma grande honra – mas também uma enorme responsabilidade – servir Oliveira do Hospital e os Oliveirenses, num quadro de ambiente democrático, com grande espírito de missão e capacidade de reivindicação, sempre em defesa dos superiores interesses do Município de Oliveira do Hospital. Durante todos estes anos, a porta do meu gabinete esteve aberta a todos os cidadãos e – numa perspetiva absolutamente suprapartidária –, procurei sempre ser o Presidente de todos os Oliveirenses, dando voz e apoio aos cidadãos e às famílias mais desprotegidas e carenciadas do nosso concelho. Uma marca que também sempre nos distinguiu foi a nossa reivindicação e as lutas que travámos junto do Governo de Portugal e dos mais diversos organismos públicos – independentemente da sua cor política –, para que Oliveira do Hospital conquistasse aquilo a que tem direito.

Nunca desistimos de lutar e, apesar de não termos vencido todas as batalhas políticas, estou certo que num futuro próximo Oliveira do Hospital terá resultados em duas das áreas que estão entre os grandes anseios dos oliveirenses: as acessibilidades e a resolução dos problemas na área da saúde. Nesta última edição do boletim municipal do mandato que estamos prestes a terminar, abrindo-se assim um novo ciclo político, está refletida de forma sintética a forma como o concelho de Oliveira do Hospital se transformou, conquistando uma nova centralidade e uma outra modernidade. Fruto dos investimentos no setor do turismo – sobretudo ao nível da requalificação das nossas praias fluviais e da preservação do nossa património – Oliveira do Hospital é hoje um concelho de vanguarda, que granjeou uma grande visibilidade nacional e detém uma grande capacidade de atração turística.

“(...) procurei sempre ser o Presidente de todos os Oliveirenses, dando voz e apoio aos cidadãos e às famílias mais desprotegidas e carenciadas do nosso concelho.”

Em termos de coesão territorial, fizemos uma grande aposta no desenvolvimento de todas as Freguesias do Concelho e a nova forma de relacionamento com os nossos autarcas, transferindo-lhes os meios financeiros e dando-lhes uma nova autonomia, foi porventura uma das maiores revoluções a que Oliveira do Hospital assistiu desde o 25 de Abril. Neste momento há obras a decorrer em todo o concelho, no valor de mais de 4 milhões de euros. Fruto da nossa

capacidade de reivindicação, travámos uma grande negociação para atrair fundos comunitários da União Europeia, no valor de cerca de 12 milhões de euros, para realizar grandes investimentos no concelho e prepararmos o futuro. Pese embora o atraso a que os municípios portugueses tiveram acesso a essas verbas, muitos dos projetos aprovados ou estão em curso ou em fase de concurso público. São obras que mudarão por completo a face de Oliveira do Hospital. Apesar de termos governado em tempo de “vacas magras”, em consequência da crise que assolou o país, elegemos as pessoas e as políticas sociais como um dos nosso principais pilares da governação autárquica. Estimulámos a economia, e hoje somos um dos municípios do país com menor taxa de desemprego. Fizemos muita obra – plasmada neste Boletim Municipal –, realizámos grandes eventos e conseguimos transformar a Festa do Queijo Serra da Estrela na maior festa do Queijo de Portugal e num dos eventos mais mediáticos do país. Enfim, colocámos Oliveira do Hospital no mapa. Na área do Ambiente e Qualidade de Vida, Oliveira do Hospital tem hoje uma das melhores águas do país e, fruto dos novos investimentos, está em vias de ser um dos primeiros municípios de Portugal a abolir as fossas séticas coletivas. Para terminar, volto a sublinhar que foi uma grande honra servir, com políticas de grande proximidade, este grande concelho e o seu nobre povo. Estamos de consciência absolutamente tranquila porque Oliveira do Hospital registou nestes anos um desenvolvimento assinalável, nos mais variados domínios. Somos um Município, onde vale a pena viver.

Informação Municipal | julho 2017 | 3


Município apoia prosseguimento de estudos no ensino superior

Alunos recebem bolsas de estudo

A

poiar os jovens do concelho de Oliveira do Hospital no prosseguimentos de estudos no ensino superior tem sido uma das prioridades da autarquia, nos últimos anos, que aposta na atribuição de bolsas de estudo. Em cada ano letivo têm sido apoiados jovens alunos e respetivas famílias com a atribuição destas bolsas de estudo por insuficiência económica e por mérito excecional. São contemplados os alunos residentes no concelho de Oliveira do Hospital que frequentam os estabelecimentos de ensino superior público, par-

Valorização das escolas

ticular ou cooperativo, após apresentação da respetiva candidatura. Para apoiar o prosseguimento de estudos aos alunos do concelho de Oliveira do Hospital, no ensino superior, o executivo tem deliberado, nos últimos anos, a atribuição de bolsas até ao valor inscrito no Orçamento para o desenvolvimento anual do programa, que se cifra nos 50 mil euros, podendo assim beneficiar o maior número de alunos em cada ano letivo. De acordo com o regulamento em vigor, para os alunos carenciados economicamente, a bolsa tem um montante mensal máximo de 30% da Retribuição Mínima Mensal e no caso das bolsas por mérito excecional têm um valor de 750 euros anuais. O apoio aos alunos e suas famílias tem sido uma prioridade da autarquia que procura desenvolver ações que fomentem a educação e o ensino. Sensível às dificuldades económicas que afetam

alguns agregados familiares do concelho e que podem constituir obstáculo à prossecução do percurso formativo dos seus membros, a Câmara Municipal pretende contribuir para proporcionar o acesso ao ensino superior a jovens oliveirenses que, não obstante a sua situação económica, desejem continuar a sua formação académica. O programa de Atribuição de Bolsas de Estudo para o Ensino Superior visa ainda fomentar uma cultura de mérito, apoiando alunos que atinjam resultados excecionais, independentemente da sua condição económico-social. Para além de estimular a frequência de cursos superiores e a continuidade do percurso académico, a atribuição destas bolsas de estudo visa a criação de condições adequadas ao tecido económico concelhio, através da dotação de quadros técnicos superiores, fomentando um desenvolvimento sustentado.

salas do 1.º CEB corresponde a um investimento de cerca de sete mil euros, podendo ser utilizados noutros espaços dos estabelecimentos de ensino básico, uma vez que se tratam de equipamentos portáteis. A Educação é um dos eixos prioritários da autarquia que procura desenvolver ações que fomentem a educação e o ensino. Nesse sentido está a levar a efeito este investimento nas escolas do 1.º CEB do concelho tendo como objetivo atualizar o parque informático, substituindo os equipamentos obsoletos existentes nas escolas, e simultaneamente permitir o desenvolvimento de novas competências aos alunos ao nível da informática. Além de facilitar e permitir aos seus utilizadores uma melhor qualidade no

acesso às tecnologias de informação e comunicação, indispensáveis nas práticas pedagógicas atuais, esta substituição do equipamento facilita também o acesso à Internet para todos, promovendo a igualdade de recursos em todos os estabelecimentos de ensino. De referir ainda que todos os anos letivos, a autarquia realiza um conjunto de beneficiações e/ou pequenas obras de valorização nos jardins de infância e nas escolas do 1.º CEB, seja ao nível das infraestruturas dos imóveis, com vista a proporcionar melhores condições de conforto, seja na dotação dos equipamentos necessários para o normal funcionamento das aulas durante o ano letivo.

Computadores nas escolas do 1.º CEB renovados

A

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital realizou um investimento na renovação do equipamento informático nas salas de aula do 1.º Ciclo do Ensino Básico (1.º CEB). Numa primeira fase de investimento na modernização dos equipamentos foram instalados dez novos computadores portáteis na EB1 de Oliveira do Hospital, correspondendo a um por sala. Foram igualmente colocados novos projetores e telas nas escolas do 1.º CEB de Lourosa e de S. Paio de Gramaços. Trata-se de mais um investimento da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital na educação, inserido naquela que tem sido a linha orientadora das políticas seguidas pela autarquia. Esta primeira fase de modernização de equipamentos informáticos nas

4 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Construir um Município Educador

Projeto Educativo Local de Oliveira do Hospital

O

Município de Oliveira do Hospital dinamizou várias iniciativas no âmbito da elaboração do seu Projeto Educativo Local (PEL), um processo que foi participado por vários agentes e

pelos munícipes. Este documento estratégico visou a definição do que se pretendia em termos educativos, para os próximos anos, para o concelho. Ao longo deste processo foram promovidas várias sessões de reflexão com a presença e intervenções de vários especialistas na área da educação, e que reuniram professores, diretores de agrupamento, pessoal não docente, pais e encarregados de educação e comunidade em geral. Um dos princípios pelos quais a autarquia primou, ao longo do processo de elaboração deste documento estratégico, foi pela promoção da discussão do PEL com diversos agentes locais como as empresas, os serviços públicos, os atores nas áreas da cultura,

desporto, social, entre outros, de forma a potenciar oportunidades de educação formal e não formal. Com este debate conjunto, o Município procurou encontrar algumas das ferramentas essenciais que permitissem melhorar as respostas organizativas, em termos do desenvolvimento local sustentável, maximizando os contributos da educação. O Projeto Educativo Local constituiu uma oportunidade para definir as grandes linhas da educação e os caminhos a trilhar no concelho, num horizonte das próximas décadas, promovendo a participação ativa de todos os agentes, e assumindo Oliveira do Hospital como um Município Educador.

Oficina do Território: uma nova oferta de atividades de enriquecimento curricular

C

om o objetivo de disponibilizar uma nova oferta de Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), o Município de Oliveira do Hospital apostou numa formação dedicada ao tema “Oficina do território: um programa educativo para Oliveira do Hospital”. A formação está a ser participada por professores e profissionais de outras áreas que têm vindo a explorar esta temática, preparando-os para que no arranque do próximo ano letivo possam concorrer e desenvolver esta nova oferta educativa diferenciada junto dos alunos do 1.º ciclo. O nosso território assume particular relevância nas nossas vidas constituindo parte da nossa identidade e, se for explorado como fonte de aprendizagem pode ser potenciador de muitas competências e descobertas sobre nós e os outros. É neste âmbito que surge esta nova oferta educativa que o Muni-

cípio de Oliveira do Hospital pretende implementar e através da qual quer potenciar novas metodologias educativas que, ao mesmo tempo que se explora o território e o meio, se reforçam competências de escrita, comunicação, autonomia, responsabilidade, bem como outras que permitam aos nossos jovens reconhecer, saber estar e participar em sociedade.

Temas como “Eu e a minha família no território”; “As freguesias e as suas riquezas”; “Os arguinas”; “O Rio Alva” e “Os vestígios romanos em Oliveira do Hospital” são alguns exemplos do que tem vindo a ser tratado ao longo da formação que iniciou em julho e se prolongará até ao início de setembro. Construção de uma oferta específica sobre o território a implementar ao nível das AEC; desenvolvimento de competências de estudo, criatividade, resolução de problemas autonomia e responsabilidade nos jovens; implementação de atividades metodológicas inovadoras e práticas dinâmicas para exploração dos conteúdos do território; e aumento do conhecimento e interesse no território por parte das crianças e jovens são alguns dos objetivos deste programa, “Oficina do Território”.

Informação Municipal | julho 2017 | 5


Reforço de Aprendizagens e apoio às famílias

Programa “Escola Feliz” prepara alunos para o regresso às aulas

O

programa “Escola Feliz” promovido pelo Município de Oliveira do Hospital em parceria com o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH) e Associação de Pais, e a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Oliveira do Hospital tem vindo a preparar os alunos do 1.º CEB para o regresso às aulas. Lançado em 2012 com carácter pioneiro, o programa tem vindo a ser desenvolvido anualmente, entre o final de agosto e os primeiros dias de setembro de forma a potenciar o reforço de aprendizagens junto de alunos que revelaram algumas dificuldades no ano letivo transato e que justificavam uma estratégia e medidas de apoio específico. O balanço positivo que os participantes e os seus pais fazem e o sucesso alcançado ano após ano levou a que na 5.ª edição deste programa, em 2016, o mesmo fosse estendido também aos alunos do 2.º CEB. Em cada edição, os

participantes são acompanhados por uma equipa multidisciplinar responsável pela dinamização de atividades de caráter lúdico-pedagógico ao longo da(s) semana(s) de duração do programa “Escola Feliz”. Com vista à preparação destes jovens alunos para o regresso às aulas e para as rotinas de estudo, as atividades desenvolvidas colocam-nos a trabalhar e a recordar as matérias lecionadas, preparando-os e motivando-os para o novo ano letivo que vão iniciar. Seguindo a lógica do “aprender brincando”, os alunos – que grupo de alunos treina competências e conhecimentos adquiridos, nomeadamente através de jogos pedagógicos que desenvolvem a memória e raciocínio, a concentração e criatividade bem como o interesse pela leitura. São também promovidas visitas temáticas com vista à aprendizagem de novos conhecimentos em diferentes vertentes. Entre os participantes, a avaliação

mplementado desde 2014 pelo Município de Oliveira do Hospital, I o projeto “Escola + Feliz” tem vindo a

Esta equipa tem vindo a auxiliar nas problemáticas identificadas nas escolas do concelho de Oliveira do Hospital e no percurso escolar dos educandos, sendo que é também propósito apoiar a restante comunidade escolar através de ações formativas e de sensibilização, nomeadamente com o envolvimento da Associação de Pais e Encarregados de Educação. O projeto decorre ao longo de cada ano letivo sendo desenvolvidas sessões com os alunos sinalizados. Este apoio da Equipa Multidisciplinar de Intervenção Escolar destina-se à comunidade educativa da rede pública do ensino do concelho, da EPTOLIVA e ESTGOH.

Projeto “Escola + Feliz”

“completar aquilo que é a intervenção programada” pelo Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, pela Escola Profissional de Oliveira do Hospital (EPTOLIVA) e Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH). Para fazer face a alguns problemas sentidos no concelho a nível social e depois de ouvir vários parceiros, o Município de Oliveira do Hospital constituiu uma Equipa Multidisciplinar de Intervenção Escolar (EMIE), que integra profissionais de diferentes áreas.

6 | julho 2017 | Informação Municipal

tem sido sempre positiva tendo em consideração a motivação e interesse que, ano após ano, demonstram nas diferentes atividades que proporcionaram a ocupação dos tempos livres numa lógica de consolidação das aprendizagens do ano letivo anterior e preparação do novo ano letivo que iniciam sempre de forma mais motivada. Proporcionar experiências pedagógicas e culturais é objetivo do programa “Escola Feliz” que é mais um importante instrumento de apoio às famílias e aos jovens alunos. Trata-se de mais uma medida de apoio às famílias do concelho de Oliveira do Hospital com a parceria da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Oliveira do Hospital sendo, atualmente, que através dos dois psicólogos que integram a equipa é prestado um apoio ao Serviço de Psicologia e Orientação do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital. Um projeto para melhorar o apoio à escola pública de investimento nas pessoas, na qualidade da rede escolar, no apoio a alunos, professores e encarregados de educação e que visa promover o sucesso escolar.


Município de Oliveira do Hospital

Transportes escolares alargados aos alunos do ensino superior

A

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital deliberou este ano, por unanimidade, a atribuição de transporte escolar gratuito para os alunos residentes no concelho que frequentam o ensino superior na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH). A medida entrará em vigor no próximo ano letivo, sendo que os alunos que pretendam usufruir do referido transporte terão de efetuar o respetivo requerimento, através de formulário próprio, junto dos serviços da autarquia. A rede de transportes escolares do concelho de Oliveira do Hospital integra a rede de transportes públicos, que serve os locais dos estabelecimentos de ensino e de residência dos alunos, e uma rede complementar de circuitos especiais e municipais. Desta forma, a partir do início do próximo ano letivo o transporte escolar passa a ser isento para os alunos residentes no concelho, que frequentam a ESTGOH, e cujo horário escolar seja compatível com os horá-

rios que constam no plano de transportes escolares do Município de Oliveira do Hospital. Graça Silva, vereadora da Educação, que levou a proposta, aprovada por unanimidade, a reunião de Câmara, realça o apoio que esta medida representa para os alunos do ensino superior e para as suas famílias ao mesmo tempo que reforça “a importância que a ESTGOH tem para o nosso executivo”. Também o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Alexandrino, sublinha que “já temos transportes gratuitos até ao 12.º ano e este apoio vem reforçar as medidas na área da educação”, entendendo que a medida pode contribuir para que a ESTGOH possa aliciar mais alunos, permitindo a descentralização dos jovens relativamente aos locais onde possam ficar alojados. No setor dos transportes escolares, o Município de Oliveira do Hospital investe durante o ano letivo, cerca de meio milhão de euros.

Cerca de 180 mil refeições escolares

E

m termos de refeições escolares, são fornecidas aproximadamente180 mil refeições por ano letivo, sendo que são abrangidos por este apoio 251 alunos do pré-escolar e 662 do 1º CEB. Este apoio social representa um investimento municipal na ordem dos 375 mil euros, com a particularidade de que as refeições escolares são fornecidas por instituições concelhias, o que tem vindo a representar um aumento na garantia da qualidade do serviço e, por seu turno, o investimento realizado nesta área contribui para alavancar a economia local. Para que este serviço se realize eficazmente, tem sido fundamental a colaboração das Juntas de Freguesia, no âmbito da transferência de competências.

Informação Municipal | julho 2017 | 7


Centenas de crianças abrangidas

“Férias Ativas” nas Bibliotecas Públicas Municipais

A

s Férias Ativas - um Programa Ocupacional de Tempos Livres do Município de Oliveira do Hospital que é desenvolvido nas Bibliotecas Públicas Municipais – é uma das iniciativas que mais cativa a atenção dos mais novos e das suas famílias tendo abrangido, nos últimos anos, centenas de crianças. O programa é dirigido às crianças, residentes no concelho, entre os 6 e os 12 anos, e visa ocupar os participantes de forma lúdico-pedagógica seguindo a prática “aprender a brincar”. Após o término das aulas, entre os meses de junho e julho, os mais novos usufruem de várias atividades que vão ao encontro das expetativas e interesse desta faixa etária e contribuem para aumentar o seu conhecimento e saber. Procura-se ainda fomentar a partilha, a socialização e a interação tão importantes nestes grupos etários. Cada grupo participante tem acesso, em cada uma das semanas, às várias atividades e oficinas diferentes áreas do saber e outras atividades no âmbito da Cultura, Ambiente/Floresta, Desporto e Património, que são dinamizadas pelo serviço educativo das Bibliotecas Públicas Municipais com a colaboração dos técnicos do Município de diferentes áreas, mas também de

8 | julho 2017 | Informação Municipal

empresas e entidades concelhias, não descurando a importância dos hábitos de leitura e o gosto pelo livro. Promovidas pelo Município de Oliveira do Hospital, as Férias Ativas têm como objetivos proporcionar às crianças um programa organizado de caráter educativo, desportivo, cultural e lúdico, no período de férias escolares de Verão, e implementar respostas ao nível da ocupação saudável dos tempos livres dos mais novos. O tempo é de férias e de descansar mas também de manter o corpo e mente ocupadas com atividades estimulantes e lúdico-pedagógicas, ocupando este período da melhor maneira, para além de proporcionar às famílias das crianças uma oferta de ocupação de tempos livres, através de um programa diverso e multidisciplinar. Em cada edição anual, as Férias Ativas terminam sempre com a realização de um mega encontro onde se reúnem todos os participantes deste programa ocupacional dos tempos livres. O encontro tem acontecido numa das praias fluviais classificadas do concelho, Avô ou Alvoco de Várzeas, proporcionando um dia repleto de atividades e muita animação às crianças participantes.


Município de Oliveira do Hospital

Projeto de sucesso conta com uma centena de alunos

Universidade Sénior de Oliveira do Hospital

D

e um projeto desenvolvido em parceria entre o Município de Oliveira do Hospital, o Rotary Club de Oliveira do Hospital e o Banco Local de Voluntariado, nasceu, a 5 de outubro de 2011, a Universidade Sénior de Oliveira do Hospital, data em que se celebravam os valores da cidadania e educação, associados à República e por isso escolhida simbolicamente para o seu arranque. Ficando desde logo como uma marca local do Ano Europeu do Voluntariado surgiu num contexto em que se verifica a crescente longevidade entre a população do concelho de Oliveira do Hospital, tendo como pressuposto

a importância da manutenção da autonomia dos idosos ao nível das atividades básicas, da valorização das competências individuais e do aumento da qualidade de vida e da saúde. Quase a completar seis anos de atividade, a Universidade Sénior de Oliveira do Hospital funciona na Casa da Cultura de Oliveira do Hospital – que evoca o historiador e académico César Oliveira, nascido no concelho, e o Colégio Brás Garcia Mascarenhas, mítica escola que formou várias gerações ao longo de quatro décadas. A Universidade Sénior, que funciona em regime de ensino não formal, sem fins de certificação e num contexto de formação ao longo da vida, tem uma centena de alunos inscritos, número que foi aumentando ano após ano; conta com vários professores em

regime de voluntariado, e a oferta formativa, entre as 15 e as 20 áreas disciplinares, distribui-se por áreas tão distintas como os cantares e os lavores, à teologia e introdução ao direito ou ao coaching pessoal, entre tantos outros. É um espaço de aprendizagem mas acima de tudo um espaço de convívio e partilha de experiências revelando-se um projeto de sucesso desde que foi lançado e que foi abraçado, desde a primeira hora, pelo Município de Oliveira do Hospital. Tem um Grupo de Cantares composto por elementos da Universidade Sénior e é de assinalar que este ano acolheu o 13.º Encontro de Universidades Seniores Rotary onde estiveram presentes cerca de 650 alunos de 16 universidades seniores do norte e centro do país.

Informação Municipal | julho 2017 | 9


Oliveira do Hospital acolheu fase regional

Concurso Nacional de Leitura

O

Município de Oliveira do Hospital recebeu, este ano, a realização da segunda fase do 11.º Concurso Nacional de Leitura 2016/2017 em que participaram mais de 140 alunos. Nesta fase regional estiveram presentes os alunos do 3.º CEB e do Secundário que passaram à segunda fase do Concurso, e que frequentam as escolas concorrentes da Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra. Mais de 140 alunos – 103 do 3.º CEB

10 | julho 2017 | Informação Municipal

e 38 do Secundário – de 39 escolas dos dezanove municípios que compõem a CIM Região de Coimbra estiveram, em abril, em Oliveira do Hospital, acompanhados por cerca de meia centena de professores, onde prestaram as provas escrita e oral. Desta segunda fase do concurso, após avaliação do júri, saíram os finalistas, um de cada ciclo de ensino, que irão disputar a final da 11.ª edição do Concurso Nacional de Leitura. Foi a primeira vez que o Município de

Oliveira do Hospital foi anfitrião desta fase regional do Concurso Nacional de Leitura. Enquanto entidade promotora, através da Biblioteca Municipal, contou com o apoio da CIM Região de Coimbra, sendo parceiros neste processo a Direção Geral do Livro Arquivos e Bibliotecas, a Rede de Bibliotecas Escolares e o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital. Assemelhando-se ao formato da prova nacional, a fase regional iniciou com a realização das provas escritas, durante a manhã, e a tarde foi preenchida com as provas orais dos alunos do Secundário e do 3.º CEB, intervaladas com vários momentos artísticos. No âmbito do Concurso Nacional de Leitura, a fase regional pretende promover o gosto pela leitura e estimular o treino de competências de expressão escrita e oral, a partir das obras literárias propostas a alunos do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário. Foi um dia em cheio para todos os participantes e mais um momento de promoção dos hábitos de leitura junto do público jovem, que é também uma das preocupações do executivo da autarquia, que tem concretizado uma forte aposta neste campo, nomeadamente através da implementação de vários projetos dirigidos a diferentes faixas etárias desde os mais novos aos seniores.


Município de Oliveira do Hospital

Troca solidária de manuais escolares

Projeto “Em Roda Livro”

Em Roda Livro” é um projeto do Município de Oliveira do Hospital que fomenta, junto das famílias, a doação de manuais escolares e assenta no princípio da troca solidária. É desenvolvido nas Bibliotecas Públicas Municipais, em articulação com as escolas do concelho, as associações de pais/encarregados de educação, alunos, e com as bibliotecas escolares. Os manuais escolares têm de apresentar bom estado de conservação de forma a serem utilizados novamente estando abrangidos os manuais adotados pelas escolas de Oliveira do Hospital, desde o 1º CEB até ao Ensino Secundário. A iniciativa visa a promoção do sentido de partilha e solidariedade social, e a reutilização e valorização dos manuais escolares. São também objetivos:

diminuir os custos de aquisição de manuais escolares por parte das famílias permitindo uma poupança considerável de cada família em função da condição sócio-económica dos candidatos ao empréstimo; e incentivar as boas práticas de proteção e educação ambiental. Com o projeto “Em Roda Livro”, o MOH pretende aumentar a recuperação de manuais escolares usados para que quem mais necessite tenha acesso aos mesmos de forma totalmente gratuita. Deste modo, “cada livro entregue é um exemplo de solidariedade e contribui para o sucesso deste projeto”. Tendo em conta que a ação baseia-se na partilha, é de referir, ainda, que serão entregues às famílias solidárias, outros manuais que estejam indicados na sua ficha de inscrição por ordem de preferência.

través dos cheques “+ Educação OHP”, a Câmara Municipal de OliA veira do Hospital tem apoiado a aquisi-

escolares determinada pela Lei do Orçamento de Estado, a autarquia oliveirense continuou a apoiar os alunos que frequentaram o 2.º, 3.º e 4.º anos. Para o próximo ano letivo que se avizinha, 2017/2018 e uma vez que o Ministério da Educação oferece os manuais escolares, o Município de Oliveira do Hospital prossegue com a atribuição dos “Cheques + Educação” aos alunos do 1.º CEB (1.º, 2.º, 3.º e 4.º anos de escolaridade), residentes no concelho e que frequentam o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, posicionados no 1.º, 2.º e 3.º escalão, destinado ao apoio à aquisição dos cadernos de exercícios complementares aos manuais escolares. Deliberou também a atribuição aos alunos beneficiários do 1.º e 2.º escalão um apoio para a aquisição de material escolar. É de salientar ainda que esta medida de apoio à educação e às famílias representa, em simultâneo, um apoio ao

Apoio na aquisição de cadernos de exercícios e manuais do 1.º CEB

Cheques “+Educação OHP” ção de manuais escolares e agora, mais recentemente, os cadernos de exercícios para os alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico (CEB) do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital. Trata-se de uma medida de apoio financeiro às famílias carenciadas beneficiárias da ação social escolar, de acordo com a legislação em vigor. A medida, implementada nos últimos anos, tem vindo a ser estendida de forma a contemplar os alunos beneficiários dos três escalões da ação social escolar. Denominada por Cheques “+ Educação OHP” a medida visou o apoio na aquisição dos manuais escolares para os alunos dos quatro anos do 1.º Ciclo de Ensino Básico. Mais recentemente, no ano passado, em virtude do 1.º ano de escolaridade se encontrar abrangido pela distribuição gratuita de manuais

comércio local uma vez que a atribuição destes “Cheques +Educação OHP” tem vindo a incentivar a compra dos manuais escolares no comércio local. Na forma como foi delineada, existe a obrigatoriedade da aquisição ter de ser efetuada nas papelarias e livrarias do concelho. Assim, a Câmara Municipal garante e disponibiliza mais um incentivo ao comércio local e tradicional. Com estes apoios, aos alunos do 1.º CEB e às suas famílias, a autarquia demonstra que está atenta às famílias oliveirenses, tratando-se de mais uma das medidas sociais que têm vindo a ser implementadas pelo executivo autárquico, em diferentes áreas, como a educação onde tem sido concretizada uma forte aposta.

Informação Municipal | julho 2017 | 11


Medida abrange alunos do 1.º ciclo

Câmara Municipal distribui fruta nas escolas

O

s alunos que frequentam o 1.º Ciclo do Ensino Básico (CEB) no concelho de Oliveira do Hospital têm vindo a usufruir, em cada ano letivo, do Regime de Fruta Escolar na sequência da aprovação das candidaturas apresentadas pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. No presente ano letivo 2017/2017, por exemplo, foram abrangidos perto de 660 alunos do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital. A distribuição de produtos à população escolar abrangida pelo Regime de Fruta Escolar inicia-se aquando do inicio do ano escolar, com a frequência de 2 dias por semana, durante 30 semanas por ano letivo. O Regime de Fruta Escolar visa a distribuição de frutas e produtos hortícolas nos estabelecimentos de ensino público, tais como maçã, pera, tangerina, banana, laranja entre outros; frutas e produtos hortícolas transformados, bananas e produtos derivados às crianças.

O Regime de Fruta Escolar é uma iniciativa de âmbito europeu que pretende, através da distribuição gratuita de uma peça de fruta duas vezes por semana, reforçar as práticas alimentares mais saudáveis e capacitar as crianças e famílias para a adoção de competências que levem a um consumo de fruta em substituição de lanches de fraca qualidade alimentar. Pretende-se fomentar hábitos saudáveis e a adoção de uma dieta equilibrada para reduzir a obesidade infantil tendo em conta que a inclusão de frutas e legumes na dieta alimentar pode desempenhar um papel importante no combate à obesidade e que a Organização Mundial da Saúde recomenda um consumo mínimo diário de 400gr de fruta e legumes. Atendendo a tão nobre e importante objetivo, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital tem implementado a iniciativa nestes últimos anos letivos,

procurando contribuir para uma educação alimentar e da saúde em contexto escolar, um veículo privilegiado para a promoção de hábitos alimentares saudáveis.

Uma iniciativa da UF de Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços

Campus de Férias Pedagógico Centenas de crianças têm usufruído do programa de atividades no âmbito do Campus de Férias Pedagógico dinamizado na União de Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços e que vai já para a sua oitava edição. A iniciativa Campus de Férias Pedagógico, lançada em 2010, tem como objetivos promover o gosto pelo património cultural, histórico e natural local; proporcionar aos jovens atividades lúdico-pedagógicas durante um período de ausência letiva; auxiliar os pais e encarregados de educação na ocupação dos tempos livres dos seus educandos de uma forma lúdica e pe-

12 | julho 2017 | Informação Municipal

dagógica; facilitar o contacto com a natureza através da dinamização de atividades ao ar livre e desenvolver o gosto pela prática desportiva, contribuindo para o gosto por hábitos e estilos de vida saudáveis. O programa envolve, anualmente, cinquenta participantes entre os 6 e os 12 anos que são acompanhados por três dezenas de jovens monitores e sub-coordenadores (entre os 14 e os 22 anos) provenientes dos programas “Férias Ocupadas” e “Jovem Mais Solidário” da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e ainda três coordenadores adultos.


Município de Oliveira do Hospital

Centro Educativo de Nogueira do Cravo

O

Centro Educativo de Nogueira do Cravo resultou de uma ampliação das instalações da antiga Escola do 1º Ciclo, opção que permitiu diminuir significativamente os custos de execução. Com capacidade para cerca de 250 alunos, este novo equipamento passou a acolher crianças do 1º Ciclo e do ensino pré-escolar dos estabelecimentos de ensino das localidades de Nogueira do Cravo, Senhor das Almas, Galizes e Santa Ovaia. O Centro Educativo de Nogueira do Cravo, dispõe de 10 salas de aula, seis delas destinadas ao 1º Ciclo e quatro ao ensino pré-escolar. As instalações foram complementadas com duas salas para atividades diversificadas, um salão polivalente que também serve de refeitório, e uma biblioteca.

O moderno equipamento escolar foi apoiado pelo Eixo III do Programa Operacional da Região Centro – Consolidação e Qualificação dos espaços Sub-Regionais. O valor da adjudicação da obra foi de 824,937,08 euros, sendo o investimento comparticipado em 85 por cento.

Informação Municipal | julho 2017 | 13


Programa para crianças do pré-escolar

Município disponibiliza “Atividades de Verão”

A

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital tem dinamizado, anualmente, as “Atividades de Verão” um programa lúdico/pedagógico de ocupação de tempos livres que tem como público-alvo, as crianças que frequentam os estabelecimentos de educação pré-escolar da rede pública do concelho de Oliveira do Hospital. Este programa, promovido em parceria com o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, decorre durante o mês de agosto e é dirigido às crianças em idade pré-escolar cujos encarregados de educação comprovem a manifesta impossibilidade de ficarem com os

Formação para professores

seus educandos nos períodos normais de encerramento escolar. Com o objetivo de promover a ocupação dos tempos livres das crianças do pré-escolar, o programa funciona nos dias úteis, sendo determinado o horário de cada educando com base no horário laboral do agregado familiar. De referir que com base nas normas regulamentares de funcionamento deste programa, é dada preferência à frequência de crianças beneficiárias do apoio social escolar, sendo no entanto, aberto a todos os alunos do pré-escolar. A promoção deste programa lúdico/pedagógico de ocupação de

tempos livres, dirigido aos alunos do pré-escolar, é mais uma das medidas de apoio às famílias da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital no âmbito das políticas seguidas na área da Educação.

Encontro(s) Cidadania e Responsabilidade Sócio-Ambiental

N

estes últimos anos, Oliveira do Hospital tem acolhido diversas sessões da iniciativa “Encontro(s) Cidadania e Responsabilidade Sócio Ambiental”. Trata-se de uma formação, realizada anualmente, numa organização do Centro de Formação de Associação de Escolas Coimbra Interior e dos Agrupamentos de Escolas associados com o apoio dos Municípios da região da Beira Serra, entre os quais o Município de Oliveira do Hospital. Os “Encontro(s) Cidadania e Responsabilidade Sócio-Ambiental” dividem-se em várias sessões que decorrem em vários municípios (entre os meses de fevereiro e abril), e contam com a participação de professores universitários e investigadores de reconhecimento nacional e internacional no painel de oradores assumindo uma inegável importância pedagógica, científica e cultural. No concelho de Oliveira do Hospital, as sessões iniciam com uma manhã de-

14 | julho 2017 | Informação Municipal

dicada à reflexão com a presença de diversos oradores convidados, para abordarem a temática escolhida em cada um dos anos, e culminam com a dinamização de um percurso histórico e cultural pelo concelho, com o objetivo de dar a conhecer turisticamente o património do concelho a todos os professores inscritos. A atividade assume-se como um espaço ímpar de troca de saberes, de expe-

riências diversificadas e, especialmente, como ocasião singular de ligação com o meio sociocultural dirigida a educadores de infância, professores e pessoal não docente; estudantes, investigadores; comunidades educativas, agentes educativos locais e regionais; órgãos e representantes autárquicos; representantes de instituições socioculturais e de solidariedade social; organizações locais e empresas; e público em geral.


Município de Oliveira do Hospital

Programa incentiva alunos para elaboração de ideias de negócio

Empreendedorismo nas Escolas

presença nas finais intermunicipais, no presente ano letivo, as ideias de negócio que representaram o Município de Oliveira do Hospital – defendidas por alunos do AEOH – alcançaram o 3.º prémio quer no ensino Secundário/Profissional quer no 3.º ciclo. Ainda no campo das novidades, pela primeira vez, o programa estendeu-se aos alunos do 1.º CEB, assente na “Aventura do Gaspar” que é constituída por 15 atividades que se desenvolvem em torno de uma história contada por este personagem - no concelho foram envolvidas três turmas.

O

liveira do Hospital é um dos municípios que tem participado no programa “Empreendedorismo nas Escolas da Região de Coimbra”, implementado nos últimos anos pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC) em parceria com os seus municípios constituintes. Dirigido aos alunos do 3.º CEB e do ensino Secundário/ Profissional, tem o objetivo de desenvolver soluções educativas e formar para o empreendedorismo, desenvolvendo uma cultura empreendedora. Uma das iniciativas mais visíveis, desenvolvida em cada um dos municípios constituintes da CIM-RC, é o Concurso Municipal de Ideias de Negócio, que em Oliveira do Hospital desafia, todos os anos, os alunos do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH) e da EPTOLIVA – Escola Profissional de Tábua e Oliveira do Hospital para apresentarem ideias de negócio. Desta competição saem as ideias de negócio vencedoras que, depois, representam o Município de Oliveira do Hospital nas

finais intermunicipais – do 3.º CEB e do Secundário/Profissional – que reúnem todos os vencedores dos 19 municípios constituintes da CIM-RC. No presente ano letivo foram implementadas algumas novidades. A final intermunicipal do Secundário/Profissional decorreu em formato de BootCamp, durante dois dias; e no caso do 3.º ciclo, a competição intermunicipal assumiu a forma de “Expo Empresas” que desafiou as turmas participantes a criar a sua própria empresa. Refira-se que, tendo marcado sempre

Informação Municipal | julho 2017 | 15


16 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital Um novo relacionamento com o poder local

Cinco milhões de euros para a Descentralização de Competências nas Freguesias

O

Executivo da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital assumiu claramente, desde 2010, um modelo de descentralização e delegação de competências para as Freguesias, cujo principal objectivo é dotar as Freguesias de maior autonomia financeira e de gestão, que lhes permita servir melhor as suas populações. Esta medida de descentralização de competências é a continuidade lógica da estratégia seguida por este Executivo desde que tomou posse, relativamente ao relacionamento com as Juntas de Freguesia, valorizando o importantíssimo trabalho que desempenham junto das suas populações. Foi igualmente criado um Gabinete de Apoio às Freguesias, de forma a assegurar a necessária proximidade e apoio dos serviços Municipais às Freguesias, assim como a cooperação sistemática entre a Câmara Municipal e as Freguesias.

A concretização desta delegação de competências foi sempre acompanhada pela atribuição de um subsídio anual às Juntas de Freguesia, fundamental para a realização de investimentos e ações relevantes nas suas localidades. Esta atribuição de verbas teve subjacente a responsabilização de cada Junta de Freguesia e da Câmara Municipal, razão pela qual foram analisadas e discutidas as propostas de cada Junta de Freguesia, chegando-se desta forma a acordo sobre o conjunto de obras a executar por cada uma delas, bem como a verba atribuída. Esta foi a melhor forma de conferir maior clareza e transparência na utilização da verba atribuída por parte das Juntas de Freguesia, sendo também uma forma de responsabilização dos respectivos executivos pelas opções tomadas na execução das obras e apoios constantes dos referidos protocolos. Desde 2010, e apenas no âmbito dos

protocolos de delegação de competências, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital já transferiu cerca de 5 milhões de euros, distribuídos por todas as Freguesias do Concelho, que permitiram a realização de inúmeras obras e intervenções nas respectivas Freguesias, bem como a promoção de atividades de natureza cultural, social, recreativo e de valorização da economia local. Esta descentralização e delegação de competências nas Freguesias é uma marca deste Executivo Camarário, que constitui uma nova forma de relacionamento com todas as Juntas de Freguesia do Concelho, sendo uma clara medida de descentralização do poder, que tem como objectivo aumentar substancialmente a autonomia financeira das Juntas de Freguesia e contribuir para a consolidação da democracia participada, beneficiando todas as populações do nosso Concelho.

Informação Municipal | julho 2017 | 17


Requalificação do centro histórico de Aldeia Das Dez

Requalificação do recinto de festas Aldeia das Dez Requalificação da escola primária para Sede da Associação de Melhoramentos Aldeense - Aldeia Das Dez

Requalificação para fins culturais da casa da obra Aldeia das Dez

Requalificação da fonte Cabo do Lugar Aldeia das Dez

Calcetamento da envolvente da capela de São Paulo - Goulinho

18 | julho 2017 | Informação Municipal

Requalificação da envolvente da fonte do Marmeleiro - Aldeia das Dez


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação de calçada na rua do Outeiro Aldeia das Dez

Requalificação do largo dos Combatentes e colocação de monumento de homenagem aos Combatentes do Ultramar (Heróis da Freguesia) - Aldeia das Dez

Requalificação e encaminhamento de águas no Chão Sobral

Requalificação de fonte e colocação de homenagem ao Malhador – Chão Sobral

Atribuição de um subsídio ao Conselho Diretivo da Assembleia de Compartes do Goulinho, para apoio à execução de obras de requalificação no Goulinho.

Apoio à requalificação da sede da União Progres- Requalificação da entrada do Avelar siva do Chão Sobral

Informação Municipal | julho 2017 | 19


Requalificação da estrada Aldeia das Dez - Vale Maceira

Requalificação de Capelinha na Ponte das 3 Entradas

20 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação de muros e vedações - Aldeia das Dez

Ampliação do cemitério de Vale de Maceira - 1ª fase

Requalificação do largo da Capela Avelar

Construção de Etar - Aldeia das Dez

Requalificação de muros, vedação e envolvente da fonte do Soito Marinho Aldeia das Dez

Requalificação do espaço envolvente ao Miradouro em Aldeia das Dez

Informação Municipal | julho 2017 | 21


Calcetamento do caminho da Moenda Alvoco das Várzeas

Requalificação do largo 25 de abril, rua do Ter- Requalificação da travessa da Alagoa reirinho e rua do Outeiro - Alvoco das Várzeas Alvoco das Várzeas

Construção de pista de parapente Alvoco das Várzeas

Colocação de relvado sintético no polidesportivo Alvoco das Várzeas

Requalificação da praia fluvial de Alvoco das Várzeas - Bar do Rio, Esplanada e Balneários

22 | julho 2017 | Informação Municipal

Pavimentação do caminho do Modorno - Alvoco das Várzeas


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação do caminho das Ferrarias Alvoco das Várzeas

Construção de armazém no estaleiro da Junta de Freguesia Alvoco das Várzeas

Pavimentação do caminho entre a Quinta das Tapadas e o Parente

Obras de melhoria no edifício da escola primária e instalação de biblioteca Alvoco das Várzeas

Apoio à requalificação das instalações da Liga Construção de habitação para fins sociais dos Amigos do Parente Alvoco das Várzeas

Construção de Etar - Alvoco das Várzeas

Construção de parque de lazer na Amoreira - Alvoco das Várzeas

Informação Municipal | julho 2017 | 23


Reabitação do edifício da Junta de Freguesia para Centro de Saúde- Avô

Requalificação da zona envolvente à ilha do Picoto - Avô

Ampliação da rede de saneamento Construção de parque infantil - Avô no bairro de Santa Quitéria - Avô

24 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação da ilha do Picoto após intempéries e construção de infraestruturas para melhoria da acessibilidade - Avô

Requalificação de muros e açude na envolvente dos moinhos Avô

Recuperação do antigo moinho - Avô

Substituição da ponte pedonal sobre o rio na ilha do Picoto - Avô

Construção de parque de estacionamen- Requalificação do largo da Amoreira to junto à praça 21 de Junho - Avô Avô

Informação Municipal | julho 2017 | 25


Requalificação do forno comunitário Bobadela

Ampliação da rede de água pública na Construção de parque infantil e espaço de rua do Campo de Futebol - Bobadela lazer nas Devesas - Bobadela

Obras de conservação e musealização do centro de interpretação - Bobadela

Requalificação da Casa Amarela - Bobadela (em execução)

26 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação de valetas na Quinta das Vales Bobadela

Requalificação da rua Profª Maria Natália Gameiro - Bobadela

Ampliação da rede de água e saneamento na Quinta das Tapadas - Bobadela

Apoio à requalificação da envolvente da Capela da Sra da Luz Bobadela

Requalificação do edifício do Centro Social - Bobadela

Construção de Infraestruturas de apoio na Sra da Luz - Bobadela

Informação Municipal | julho 2017 | 27


Construção de parque infantil no largo Dr. Agostinho Antu- Requalificação da rotunda da feira e colones - Lagares da Beira cação de monumento de homenagem à Doceira - Lagares da Beira

Construção de estacionamentos junto à Escola Básica Integrada - Lagares da Beira

Pavimentação de caminhos vários - Borralhal, Quinta da Estrela, Acibeira, Quinta da Barroca - Lagares da Beira

Arranjo paisagístico e colocação de monumento de homenagem ao Bombeiro na rotunda de Lagares da Beira

Obras de ampliação do cemitério - Lagares da Beira

28 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação de capela, calcetamento do espaço exterior e arranjo de muros no cemitério - Lagares da Beira

Requalificação da estrada da Ribeirinha Lagares da Beira

Requalificação dos antigos pavilhões da escola primária para apoio ao associativismo Lagares da Beira

Construção do complexo desportivo, relvado sintético, balneários e bancadas - Lagares da Beira

Requalificação do Antigo Quartel dos Bombeiros (em execução) Lagares da Beira

Informação Municipal | julho 2017 | 29


Apoio à requalificação da antiga Acibeira para a Instalação da BLC3 - Campus de Tecnologia e Inovação Lagares da Beira

Requalificação de passeios na Avenida dos Olivais Lagares da Beira

Requalificação do edificio sede da Junta de Freguesia - Lagares da Beira

Requalificação da estrada do Moinho do Buraco Lagares da Beira - Seixo da Beira - Limite do concelho

30 | julho 2017 | Informação Municipal

Requalificação da rua da Salgueira - Lagares da Beira


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação da rua do Lar - Lagares da Beira

Requalificação de espaços no Bairro do Rossio - Lagares da Beira

Requalificação de lavadouros públicos Lagares da Beira

Requalificação de entrada e espaços interiores no Largo Dr. Agostinho Antunes Lagares da Beira

Requalificação da rua do Loureiro e substituição da tubagem até à fonte do Largo da Feira Lagares da Beira

Informação Municipal | julho 2017 | 31


Construção de parque infantil, cozinha, bar e casas de banho de apoio ao parque desportivo e lazer - Lourosa

Pavimentações nas Cabeçadas, Pinheirinho, Quinta do Porto - Casal de Abade - Lourosa

Requalificação de chafariz, fonte e lavadouros- Lourosa

32 | julho 2017 | Informação Municipal

Calcetamento da zona envolvente ao cemitério - Lourosa

Beneficiação da Fonte Velha Casal de Abade - Lourosa


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação dos lavadouros Casal de Abade - Lourosa

Requalificação dos lavadouros Pinheirinho - Lourosa

Calcetamento da Travessa das Mimosas na Quinta da Meda - Lourosa

Requalificação da escola primária de Casal de Abade

Apoio à requalificação exterior da capela de São José - Meda

Apoio à requalificação da sede da Associação de Melhoramentos Cultural e Recreativa de Casal de Abade e Anexas

Apoio à requalificação da sede da Comissão de Melhoramentos do Pinheirinho

Informação Municipal | julho 2017 | 33


Requalificação da Envolvente à Igreja Moçarabe de Lourosa

34 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Calcetamento do caminho da Carvalha - Campo

Calcetamento do caminho do Outeiro - Campo

Requalificação da Estrada Lourosa - Barril do Alva

Calcetamento da rua da Fonte Velha Cabeçadas

Calcetamento da rua do Tronco - Lourosa (em execução) Calcetamento da rua Pisserra - Casal de Abade (em execução)

Informação Municipal | julho 2017 | 35


Construção de parque infantil no ATL Nogueirinha

Pavimentação do caminho Monte Ruivo-Vale da Cabra - Meruge (1ª fase)

36 | julho 2017 | Informação Municipal

Execução de muro na variante D. Fernanda Monteiro - Nogueirnha

Requalificação de Passeios Nogueirinha

Construção de passeio na Avenida da Ponte Rio Cobral - Meruge


Município de Oliveira do Hospital

Pavimentação da estrada Monte Ruivo-Vale da Cabra Meruge (2ª fase)

Colocação de gradeamento na Rigueira - Meruge

Pavimentação de caminhos - Meruge

Informação Municipal | julho 2017 | 37


Construção de parque infantil no parque do Senhor das Almas

Prolongamento da rede de saneamento Senhor das Almas

Apoio para construção de parque infantil na Sociedade dos Povos de Galizes e Vendas de Galizes

Requalificação da rua do Enxudre - Senhor das Almas

Alargamento e repavimentação da rua do Salgueiro, junto ao cruzamento com a estrada municipal 509 em Aldeia de Nogueira - Nogueira do Cravo

Construção do “Camping Car” Serra da Estrela - Senhor das Almas

38 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Apoio à construção da piscina e arranjos exteriores na Comissão de Melhoramentos de Vilela

Apoio à requalificação do edifício da Antiga Escola primária Aldeia de Nogueira

Requalificação da Estrada do Bairro da Mata Nogueira do Cravo

Requalificação de fontanários em Nogueira, Galizes, Vendas de Galizes, Aldeia de Nogueira, Senhor das Almas e Vilela

Requalificação da envolvente da Igreja matriz Nogueira do Cravo

Requalificação de bermas na Rua da Corredoura, Fundo de Vila - Nogueira do Cravo

Informação Municipal | julho 2017 | 39


Apoio à construção da sede da Associação Desportiva Nogueirense

Requalificação de passeios no Bairro Dr. Vasco de Campos - Senhor das Almas

Requalificação de passeios e valetas na rua da Misericórdia - Galizes

Requalificação de Lavadouros Galizes

40 | julho 2017 | Informação Municipal

Execução de valetas na Toca e Alfangela - Vilela


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação da Estrada entre Sr. Almas e Nogueira do Cravo (em execução)

Ampliação do cemitério e requalificação do caminho de acesso - Nogueira do Cravo

Construção do Centro Educativo de Nogueira do Cravo

Informação Municipal | julho 2017 | 41


Apoio à requalificação da sede da Comissão Regional Sangianense

Pavimentação do caminho do Mortolgo - S. Gião

Requalificação do espaço da Antiga Escola Primária e construção de equipamento de apoio: parque infantil, churrasqueira, casa de banho - São Gião

42 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Construção de estação elevatória e ampliação da rede de saneamento no bairro dos Machorros - São Gião

Requalificação do caminho das Lajes S. Gião

Abastecimento de água às localidades de Parceiro, Covão e Alentejo

Pavimentação do caminho do Barbas Apoio à pavimentação e requalificação do espaço da União Progressiva de Rio de Mel S. Gião

Informação Municipal | julho 2017 | 43


Requalificação do cruzamento da entrada do campo de futebol Seixo da Beira

Arranjo de ruas nas Seixas

Requalificação das rotundas - Seixo da Beira e Seixas

Construção de sanitários públicos em Vale Torto

Execução das ligações técnicas de saneamento e requalificação de várias ruas no Seixo da Beira e Póvoa da Barbeira - Seixo da Beira

44 | julho 2017 | Informação Municipal

Ampliação da rede de saneamento na rua do Campo de Futebol até Aldeia Formosa - Seixo da Beira


Município de Oliveira do Hospital

Pavimentação dos caminhos da Porfia e Requalificação do campo de jogos Lameira Sobreda

Apoio para a ampliação do Cemitério de Aldeia Formosa - Seixo da Beira

Requalificação do Largo de São Sebastião Seixo da Beira

Alargamento e construção de muro na rua Rainha Dona Mafalda - Seixo da Beira

Requalificação da Estrada Sobreda - limite do concelho

Informação Municipal | julho 2017 | 45


Construção de casa mortuária em Aldeia Formosa

Requalificação de bermas na Sobreda Seixo da Beira

Construção de muro e passeio junto à asso- Requalificação de largo na Felgueira ciação da Felgueira Velha - Seixo da Beira Velha - Seixo da Beira

Construção de parque de fitness junto ao polidesportivo - Seixo da Beira

46 | julho 2017 | Informação Municipal

Requalificação de parque infantil junto ao Centro Social e Paroquial no Seixo da Beira

Construção de equipamento de apoio aos fornos da Nossa Senhora da Estrela - Seixo da Beira


Município de Oliveira do Hospital

Piscinas de Seixo da Beira - Um espaço de desporto e lazer

Requalificação do entrocamento do polo industrial da Cordinha - Seixo da Beira (em execução)

Requalificação de calçada na Rua Principal Sobreda

Operação de preservação, recuperação e valorização das galerias ripícolas do rio Mondego

Informação Municipal | julho 2017 | 47


Requalificação de bermas na Estrada Princi- Apoio à construção da casa Mortuária de pal - Negrelos Negrelos

Conclusão da ampliação da rede de sanea- Pavimentação do caminho da Alamento na Av. Principal e Quintas do Rio goa - Negrelos Seco e execução de plataformas elevatórias de segurança rodoviária Travanca de Lagos

Requalificação da Ponte do Rio Cobral entre Travanca e Lagares

48 | julho 2017 | Informação Municipal

Requalificação da rua de acesso ao caminho velho Travanca de Lagos

Requalificação de espaços de estacionamento e valetas - Andorinha

Novo Parque Infantil da Casa da Criança Sarah Beirão - Travanca de Lagos


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação do largo e ruas no Zambujeiro - Travanca de Lagos

Apoio à requalificação da Liga de Melhoramentos de Travanca de Lagos

Requalificação do jardim Dr. António Santos Madeira - Travanca de Lagos

Requalificação de Rua das Lajes - Travanca de Lagos

Construção de Etar - Travanca de Lagos Requalificação da Fonte de Baixo Travanca de Lagos

Pavimentação da rua Fonte da Arcada - Travanca de Lagos

Requalificação do Largo do Cadoiço - Andorinha

Requalificação do Largo do Cruzeiro Negrelos

Requalificação do Alto das Palheiras - Negrelos

Informação Municipal | julho 2017 | 49


Requalificação do estacionamento da EBI Cordinha - Ervedal da Beira

Pavimentação da rua da Arouça Fiais da Beira

Requalificação do jardim António Correia Gouveia - Ervedal da Beira

Apoio à ampliação do bar do recinto de festas - Póvoa de São Cosme

Apoio à requalificação do recinto da União Fialense Fiais da Beira

50 | julho 2017 | Informação Municipal

Ampliação da rede de saneamento - Póvoa de São Cosme

Construção de Etar nos Fiais da Beira

Construção da Capela Mortuária - Póvoa de S. Cosme


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação da envolvente da fonte do Carreiro Fiais da Beira

Ampliação da rede de saneamento e estações elevatórias nas Ruas Valcorredoura, António Lopes e li- Eletrificação dos cemitérios gação da Av. 23 de Maio às Urguei- do Ervedal, Fiais e Póvoa de ras - Vila Franca da Beira São Cosme

Construção de espaço de lazer e parque infantil do Rossio - Vila Franca da Beira

Requalificação e substituição da rede de água na Rua da União Vila Franca da Beira

Pavimentação e calcetamento Vale do Ferro

Informação Municipal | julho 2017 | 51


Requalificação de várias Ruas Requalificação de várias ruas Póvoa de São Cosme Ervedal da Beira

Requalificação de várias Ruas Requalificação de várias ruas Vila Franca da Beira Fiais da Beira

Requalificação da Avenida D. Manuel I Ervedal da Beira Requalificação da Avenida Nova Ervedal da Beira

52 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Construção de Unidade de Saúde - Ervedal da Beira (em execução)

Apoio à requalificação do edifício da Sociedade Recreativa Ervedalense - Ervedal da Beira

Informação Municipal | julho 2017 | 53


Apoio à conclusão da Biblioteca do Museu “Tarquinio Hall” - Lagos da Beira

Calcetamento da Rua Principal / Largo da Igreja - Lajeosa

Requalificação da estrada Fontanheira-Lajeosa Sinalização e requalificação do entroncamento com a ER230 - Lajeosa

Execução de saneamento e valetas na Rua Carvalho Monteiro Lagos da Beira

54 | julho 2017 | Informação Municipal

Construção de parque infantil Lagos da Beira

Reforço da segurança rodoviária e sinalização na ER230 – entroncamento da Malhadoura - Lajeosa

Requalificação de várias ruas Lagos da Beira


Município de Oliveira do Hospital

Apoio para a conclusão da construção da casa mortuária Lajeosa

Requalificação das ruas envolventes à Igreja da Lajeosa: Rua Aurélio Amaro Diniz, rua do Forno, rua da Ladeira, rua do Cipreste e várias Travessas - Lajeosa

Ampliação da rede de água e saneamento no bairro dos Oitei- Ampliação da rede de saneamento na zona da quinta da Fonrinhos - Lagos da Beira tanheira - Lajeosa

Requalificação de bermas e passeio na rua da Escola na Póvoa das Quartas

Requalificação de lavadouros - Lagos da Beira

Requalificação do espaço exterior e interior do cemitério da Chamusca Póvoa das Quartas

Informação Municipal | julho 2017 | 55


Conclusão da beneficiação e pavimentação da Estrada EM 503-1 Lagos - Lajeosa

Requalificação da Poça e respetivos acessos no Ribeiro de Baixo Lagos da Beira Abastecimento de água na Ponte do Cobral - Lajeosa

Requalificação do gradeamento da Ponte do Rio Cobral

56 | julho 2017 | Informação Municipal

Requalificação da rua do Jardim Lajeosa


Município de Oliveira do Hospital

Conclusão da pavimentação da Rua do Ribeiro - Lagos da Beira

Requalificação do Largo Adriano Lucas na Chamusca

Colocação de iluminação e mobilário exterior na casa museu Lagos da Beira

Requalificação de parque infantil Lajeosa

Requalificação do parque de São Roque - Lagos da Beira

Requalificação do edificio da Junta de Freguesia - Lajeosa

Informação Municipal | julho 2017 | 57


Requalificação do piso rua Fonte da Catraia S. Paio de Gramaços

Requalificação de espaços verdes na cidade Requalificação do estacionamento junto à Requalificação da Praceta Cid Teles Oliveira do Hospital Oliveira do Hospital rotunda da Iral - Oliveira do Hospital

Construção de parque infantil - Catraia de São Paio

Construção de estacionamento junto à av. Dr. Francisco Sá Carneiro - Oliveira do Hospital

58 | julho 2017 | Informação Municipal

Requalificação de tanques públicos e espaços envolventes Gavinhos de Baixo

Encaminhamento de águas na Quinta da Justiça Catraia de São Paio


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação de tanques públicos em Gramaços

Ampliação da rede de saneamento Requalificação de troço de estrada jun- no bairro do lagar na Catraia de São to ao cemitério - São Paio de Gramaços Paio

Requalificação de passeios na Av. Calouste Gulbenkian - Oliveira do Hospital

Requalificação de muro e execução de Requalificação no interior e exteestação elevatória no edifício da Junta rior da escola primaria - São Paio de de Freguesia de São Paio de Gramaços Gramaços

Melhorias nas condições do ATL São Paio de Gramaços

Requalificação e ampliação da rede de Requalificação de Fontanário de Nossa Sra. dos Milagres - São Paio de Gramaços saneamento na rua da Associação na Catraia de São Paio

Informação Municipal | julho 2017 | 59


Construção de parque de lazer Chão da Bispa - Oliveira do Hospital

Requalificação de parque infantil junto à Requalificação de passeios nas ruas Almada Negreiros e Barbosa do Bocage escola 1º CEB - Oliveira do Hospital Oliveira do Hospital

Instalação de marcadores solares nas passadeiras e requalifi- Obras de melhoria da segurança rodoviária na zona da Lameira cação da sinalização horizontal no centro da Cidade, ligação à Oliveira do Hospital Catraia de São Paio e zona industrial - Oliveira do Hospital

Colocação de passadeira na Catraia de São Paio

60 | julho 2017 | Informação Municipal

Requalificação da fonte do Fundo - São Paio de Gramaços


Município de Oliveira do Hospital

Colocação de mobiliário urbano em vários locais da União de Freguesias

Pavimentação de caminho paralelo à av. Calouste Gulbenkian Oliveira do Hospital

Requalificação de tanques e lavadouros Gavinhos de Cima

Requalificação dos tanques públicos Vendas de Gavinhos

Encaminhamento de águas Gavinhos de Cima

Requalificação do jardim do Américo - São Paio Requalificação exterior do Estaleiro Municipal - Oliveira do Hospital de Gramaços

Iluminação Led - Oliveira do Hospital

Criação de espaço de lazer e monuApoio à execução das obras de requalificação da sede da Assomento de homenagem a Francisco Correia das Neves - Oliveira do Hospital ciação Desportiva de Gramaços

Informação Municipal | julho 2017 | 61


Apoio à aquisição do Parque dos Moinhos - S. Sebastião da Feira

Construção de parque infantil e de fitness - Penalva de Alva

Execução de Plataformas Elevadas de Segurança Rodoviária em Penalva de Alva, Santo António do Alva, S. Sebastião da Feira e Caldas de São Paulo

Construção de Muro S. Sebastião da Feira

Requalificação de rua do Lugar - Santo António do Alva

62 | julho 2017 | Informação Municipal

Colocação de gradeamento e arranjo do caminho do cano Santo António do Alva

Construção de passeios e estacionamento junto ao C. D. S. C. P. A. Penalva de Alva


Município de Oliveira do Hospital

Construção de muro Penalva de Alva

Construção de muro e colocação de gradeamento na rua dos moinhos S. Sebastião da Feira

Apoio à beneficiação da praia fluvial das Caldas de São Paulo

Pavimentação em calçada da Rua do Vale da Quinta na Carvalha , Rua do Tanque no Formarigo, Rua de São Tomé em Penalva de Alva e Rua de Acesso ao Parque dos Moinhos - São Sebastião da Feira

Requalificação do jardim do edifício sede da Junta de Freguesia Penalva de Alva

Reconstrução da cobertura da mina Intervenção de limpeza florestal em vários do fontanário da rua do Lugar locais da Freguesia Santo António do Alva

Melhoramento da estrada Caldas de São Paulo - Moita - Formarigo

Informação Municipal | julho 2017 | 63


Requalificação da Avenida Principal Caldas de São Paulo

Colocação de gradeamento Merujais

Construção de muro de suporte Merujais

Ampliação da rede de água e saneamento às localidades da Carvalha, Formarigo e Moita

64 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação da Rua Dona Judite Celeste Alves - São Sebastião da Feira

Apoio para a pavimentação de rua junto Colocação de abrigo de passsaà Associação Progressiva geiros - Santo António do Alva Santo António do Alva

Aquisição de casas em ruínas para reconstrução - Penalva de Alva

Construção de muro e estacionamento junto à sede da Junta de Freguesia - Penalva de Alva

Substituição do gradeamento da ponte Caldas de São Paulo

Apoio à requalificação das no- Pavimentação da rua Chão do Santo ras de água de São Sebastião Santo António do Alva da Feira e Penalva de Alva

Informação Municipal | julho 2017 | 65


Pavimentação da quinta da Vila Franca - Ponte das Três Entradas

Requalificação de espaço no centro Requalificação da travessa da rua do Vale Vila Pouca da Beira Santa Ovaia

Pavimentações na Digueifel - Vila Pouca da Beira

Pavimentação da rua da Padaria - Santa Ovaia

Apoio para a construção de uma piscina no parque da Sociedade Recreativa Requalificação de espaço para praia fluvial - Santa Ovaia na Ponte das Três Entradas

66 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação de bermas no centro de Vila Pouca da Beira

Requalificações várias nos cemitérios de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira

Reabilitação de edifício para Casa de Campo - Santa Ovaia

Recuperação de fontanário na Ribeira de Santiago

Informação Municipal | julho 2017 | 67


Requalificação do espaço da Escola Primária de Santa Ovaia - edifício exterior, interior e parque infantil

68 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Reconstrução de muro de suporte no largo da Igreja de Santa Ovaia

Ampliação da rede de saneamento Ponte das 3 Entradas

Requalificação da envolvente da Fonte da Presa - Santa Ovaia

Pavimentação do caminho da Coruja Ponte das Três Entradas

Informação Municipal | julho 2017 | 69


Modernização da Rede Viária Municipal

A

rede viária do concelho de Oliveira do Hospital tem vindo a ser alvo de diversas melhorias, tendo sido requalificado um conjunto de estradas que permite a otimização da mobilidade do ponto de vista da segurança, do conforto de condução e da duração das deslocações. Para além de pequenas intervenções feitas um pouco por todo o concelho (ver obras nas Freguesias), foram concluídas as obras de estradas e outras infraestruturas rodoviárias cuja requalificação implicou um significativo investimento financeiro. Nesta página, mostramos-lhe algumas dessas vias que mudaram o panorama rodoviário do concelho de Oliveira do Hospital.

Estrada Nogueira do Cravo - Aldeia de Nogueira - Oliveira do Hospital

70 | julho 2017 | Informação Municipal

Estrada Nogueira do Cravo - Bobadela

Estrada do Moinho do Buraco - Lagares da Beira - Seixo da Beira

Estrada do Vale do Alva - Aldeia da Dez Vale de Maceira


Município de Oliveira do Hospital

Freguesia de Lourosa com novas acessibilidades (Estrada de Lourosa - Barril do Alva)

Concluída a nova estrada entre Lagos da Beira e Lajeosa

Reabilitação da Ponte entre Travanca de lagos e Lagares da Beira

Informação Municipal | julho 2017 | 71


Criação de Balcão Único

Modernização dos Serviços Municipais

U

ma Câmara Municipal mais próxima dos cidadãos. Foi esse o grande desígnio da criação do Balcão Único, que é atualmente o rosto mais visível da reestruturação dos serviços municipais, constituindo uma nova realidade para os munícipes que se dirigem ao edifício dos Paços do Município. Adotando uma nova modalidade de atendimento, este serviço foi complementado com um balcão de receção, localizado no átrio de entrada no edifício. Água e saneamento, urbanismo e taxas e licenças são os assuntos que o munícipe passou a poder tratar no

72 | julho 2017 | Informação Municipal

Balcão Único, tendo à disposição um sistema de atendimento por senhas e até uma pequena sala de reuniões, em caso de necessidade de atendimento mais personalizado. A tesouraria foi também estrategicamente localizada junto ao Balcão Único, por forma a facilitar a deslocação dos munícipes no interior do edifício. Ainda na vertente da modernização dos serviços municipais, foi também concluído o processo de lançamento do novo sistema de faturação e cobrança dos serviços de água e recolha de resíduos. Foi extinto o modelo de cobrança

através de agentes locais e os munícipes passaram a receber, em suas casas, a fatura mensal relativa ao consumo de água e recolha de resíduos.


Município de Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital considerado como o 21º Município mais transparente do país

O

liveira do Hospital foi considerado o 21º município mais transparente do país e o segundo melhor classificado ao nível do distrito de Coimbra, no Índice de Transparência Municipal (ITM) 2016, que foi apresentado este ano, dia 8 de fevereiro, na Universidade de Aveiro, pela “Transparência e Integridade, Associação Cívica (TIAC)” – a entidade que, em Portugal, avalia o grau de transparência dos 308 municípios do país. No território composto pelos 19 municípios que integram a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, Oliveira do Hospital posicionou-se também como o segundo município melhor classificado. No ITM 2016, o Município de Oliveira do Hospital obteve uma classificação de 89,97 pontos, registando por isso um melhor desempenho comparativamente a 2015, ano em que a pontuação obtida foi de 76,78 pontos. Neste estudo da TIAC, a média alcançada pelos municípios portugueses cifrou-se em 52 pontos numa escala de zero a 100.

A TIAC, representante em Portugal da rede global anticorrupção Transparência Internacional, é uma ONG sem fins lucrativos que tem como missão combater a corrupção. Anualmente, e pelo quarto ano consecutivo, elabora o Índice de Transparência Municipal, com base numa análise à informação disponibilizada pelas câmaras municipais aos munícipes nos seus web sites, com “várias dimensões cruciais para a vida do município, desde a organização do município, até à transparência económico-financeira, à prestação de contas, aos contratos celebrados pela autarquia”, num total de 76 indicadores”. O Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, refere que o resultado deste estudo, numa avaliação feita a 308 municípios por uma entidade independente, é muito honroso para Oliveira do Hospital e premeia a gestão de transparência e rigor que o seu executivo vem imprimindo à governação autárquica. Sublinhando que o Município de

Oliveira do Hospital surge por exemplo muito melhor classificado neste ranking do que todas as capitais de distrito da Região Centro, o autarca também frisa que enquanto presidente do executivo camarário tudo fará para que Oliveira do Hospital se posicione sempre como um dos municípios mais transparentes do país, porque é obrigação do poder autárquico disponibilizar aos cidadãos o máximo de informação sobre os atos da governação. Na elaboração do índice de cada município (avaliado entre zero e 100 pontos), a TIAC considera a existência de 76 indicadores possíveis, que estão agrupados em sete dimensões: informação sobre a organização, composição social e funcionamento do município; planos e relatórios; impostos, taxas, tarifas, preços e regulamentos; relação com a sociedade; contratação pública; transparência económico-financeira; transparência na área do urbanismo.

Informação Municipal | julho 2017 | 73


Já foram apoiadas 323 crianças

Programa Municipal de Incentivo à Natalidade

A

Câmara Municipal criou o “Programa Municipal de Incentivo à Natalidade”, aplicado às crianças nascidas a partir de 1 de janeiro de 2013. Este investimento social visa apoiar as

famílias do concelho com um incentivo ao nascimento de crianças. O incentivo à natalidade é um subsídio mensal, a pagar a partir do mês seguinte ao do nascimento da criança e a terminar no mês seguinte ao que a criança complete 36 meses de idade. Concretiza-se sob a forma de reembolso de despesas efetuadas na área do município de Oliveira do Hospital, com a aquisição de bens e/ou serviços considerados indispensáveis ao desenvolvimento saudável e harmonioso da criança. O incentivo é fixado de acordo com a data de nascimento e idade da criança,

Para apoiar quem mais precisa

Banco de Recursos Sociais

sendo que no primeiro ano o apoio é de 60 euros (majorado em 10% a partir do nascimento do segundo filho). Nestes quatro anos do programa já foram apoiadas 323 crianças representando um investimento total de cerca de 425 mil euros. Esta é mais uma aposta numa política de investimento social que tem sido seguida pelo executivo que, com este programa municipal, concretiza dois objetivos primordiais: o apoio às famílias e o apoio à economia local, uma vez que só as despesas efetuadas em estabelecimentos do concelho são comparticipadas.

No Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social, foi criado em Oliveira do Hospital um Banco de Recursos Sociais

L

ançado no final de Julho de 2010, o Banco de Recursos é uma estrutura que foi lançada em parceria com as IPSS do concelho e pretende constituir um complemento à intervenção social da autarquia, na procura de res-

74 | julho 2017 | Informação Municipal

postas para as situações de precariedade social e de emergência. Assume relevo dentro desta estrutura a Loja Social, a qual pretende suprir as necessidades imediatas das famílias carenciadas, através da doação de bens.

Sustentada no trabalho de munícipes que oferecem o seu trabalho a título de voluntariado, a Loja tem distribuído diversos tipos de bens pelas famílias mais necessitadas, principalmente roupas e brinquedos.


Município de Oliveira do Hospital População mais idosa e com maiores dificuldades no acesso a cuidados de saúde é a principal beneficiária

Unidade Móvel de Saúde com grande afluência de utentes

F

ruto de uma parceria entre a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e a Fundação Aurélio Amaro Diniz (FAAD), a saúde está hoje mais próxima de quem mais precisa e de quem está mais distante, através da Unidade Móvel de Saúde (UMS). Com o objetivo de levar os cuidados de saúde primários à população mais idosa, mais isolada e com maiores dificuldades no acesso a cuidados de saúde, esta unidade móvel, com dois enfermeiros, está devidamente equi-

pada para a realização de vários tipos de exames de saúde. Numa fase experimental, a UMS está a fazer deslocações periódicas às freguesias de Aldeia das Dez, S. Gião e Lourosa, disponibilizando à população cuidados de saúde no domínio da enfermagem, administração de fármacos, monitorização de sinais vitais e glicémia capilar, tratamento de feridas, monitorização e vigilância de terapêutica crónica dos utentes, sinalização de situações de risco e encami-

nhamento para os serviços adequados e renovação de receituário a doentes crónicos. Complementarmente, são também disponibilizados cuidados de saúde no próprio domicílio, a doentes com dificuldades de locomoção ou com necessidade de intervenção urgente. Desde que entrou em funcionamento a UMS já realizou mais de 10 mil atendimentos.

Informação Municipal | julho 2017 | 75


Equipa de Saúde Mental Comunitária: um importante apoio à população

O

primeiro ano de atividade da Equipa de Saúde Mental Comunitária do Pinhal Interior Norte, numa organização desta entidade em parceria com o Município de Oliveira do Hospital, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Oliveira do Hospital e a Unidade de Cuidados na Comunidade Pinheiro dos Abraços, ficou marcado pela realização de um seminário, que decorreu, dia 9 de setembro de 2016, na Casa da Cultura César Oliveira, em que vários especialistas debateram – no arranque do ano letivo – o tema “Hiperatividade e Deficit de Atenção”. Além da reflexão sobre o trabalho desenvolvido e os desafios que se co-

locam,a equipa coordenada pela psiquiatra Célia Franco teve casa cheia e contou com a presença de vários especialistas em diferentes áreas como a Psiquiatria, Pedopsiquiatria, Psicologia e Neurobiologia, que refletiram sobre a Perturbação de Hiperatividade e Deficit de Atenção (PHDA), nas vertentes científica e prática do termo, ou seja, o que diz a ciência e como se vive com PHDA, relatos na “primeira pessoa”. Sublinhando a importância desta sessão, o presidente da autarquia, José Carlos Alexandrino, destacou o “bom trabalho” que tem sido desenvolvido pela Equipa de Saúde Mental Comunitária (ESMC) bem como a dedicação

dos seus elementos que prestam um importante apoio à população, na área da saúde mental comunitária. O presidente da CPCJ Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo, sublinhou que “em boa hora esta equipa foi constituída”, dando conta da pertinência deste seminário promovido a poucos dias do início de mais um ano letivo. “Quisemos dar resposta às necessidades da comunidade educativa com um encontro que capacite e dê os instrumentos aos profissionais que trabalham no dia a dia com as nossas crianças e jovens, para lidar com este problema”, acrescentou durante a intervenção na sessão solene.

Hortas Solidárias de Oliveira do Hospital são um sucesso

N

as imediações da cidade nasceram, em 2015, as Hortas Solidárias, ao abrigo do projeto “Ideias LeguminOHsas” que tem como parceiros fundadores a Obra D. Josefina da Fonseca e o Município de Oliveira do Hospital, onde os beneficiários têm colhido frutos do seu trabalho agrícola. Nas dez parcelas de terreno são visíveis o empenho e dedicação dos beneficiários deste projeto, e onde tem nascido

76 | julho 2017 | Informação Municipal

de tudo um pouco, tal é a diversidade hortícola. As Hortas Solidárias de Oliveira do Hospital visam reforçar o apoio social às famílias mais desfavorecidas do concelho; complementar fontes de subsistência alimentar das famílias; desenvolver hábitos alimentares saudáveis; preservar práticas agrícolas com cariz biológico e tradicional. São ainda objetivos o incentivo à requali-

ficação ambiental de terrenos desocupados e a sensibilização ambiental e social da comunidade, potenciando as parcerias locais através da união de esforços e recursos tendentes ao apoio alimentar aos cidadãos mais desfavorecidos. Uma oportunidade que foi rapidamente agarrada pelos oliveirenses fazendo deste projeto um sucesso. Nas dez parcelas de terreno, cedidas gratuitamente e devidamente equipadas com infraestruturas de apoio, nascem produtos de cultivo biológico. A criação das Hortas Solidárias, que faz parte das ações previstas no Plano de Desenvolvimento Social, foi mais um projeto que o Município de Oliveira do Hospital abraçou, no âmbito das iniciativas locais inovadoras para a resolução de problemas sociais.


Município de Oliveira do Hospital

Programa Municipal de Apoio à Criação de Condições de Habitabilidade

Recuperadas 23 habitações através do Programa “Casa Digna”

O

Programa Casa Digna, lançado em 2015, com o objetivo de apoiar a recuperação de casas e a criação de condições de habitabilidade a pessoas com dificuldades sócio-económicas, já contribuiu para a recuperação de várias habitações pertencentes a famílias que se candidataram. Na primeira fase do programa, quinze habitações foram intervencionadas num investimento de 90 mil euros e encontram-se a decorrer mais oito processos com um valor total que ultrapassa os 46 mil euros. Nesta primeira fase da medida - que se insere no domínio das políticas municipais de combate à pobreza e à exclusão social, com vista a contribuir para a resolução de problemas de degradação do parque habitacional do concelho, em situações que se encontravam diagnosticadas e sinalizadas pelo Gabinete de Ação Social e Saúde da autarquia – a verba alocada para o programa era de 150 mil euros que está praticamente atingido. Em 2017 decorreu nova fase de candidaturas e estão a ser analisados mais de 30 processos. O programa Casa Digna está a ser

ANTES

DEPOIS

ANTES

DEPOIS

implementado pela Câmara Municipal em cooperação com as juntas de freguesia e instituições particulares de solidariedade social (IPSS), após realização de um estudo de levantamento sobre o estado de conservação do parque habitacional do concelho efetuado pela Câmara Municipal. Os destinatários destes apoios solidários deverão ser moradores do Mu-

nicípio de Oliveira do Hospital há pelo menos um ano, em situação comprovada de carência económica, e que não disponham de um rendimento mínimo per capita superior a 50 por cento da remuneração mínima nacional (RMN). O programa incide, fundamentalmente, sobre obras de requalificação de habitações. O valor máximo de cada intervenção é de 6.150,00 euros.

com os produtos tradicionais a ela associados. Desta forma, anualmente, a autarquia proporciona uma quadra festiva mais reconfortante aos agregados familiares acompanhados pelo Gabinete de Ação Social e Saúde, e beneficiários de ajuda alimentar através do Banco de Recursos Sociais de Oliveira do

Hospital ao longo do ano. Com estes cheques-compra, as famílias apoiadas podem adquirir, no comércio local, bens alimentares tradicionais associados à Ceia de Natal, o que representa um reinvestimento na economia local.

Complemento Alimentar Natalício

O

Município de Oliveira do Hospital tem apoiado, durante a quadra natalícia, as famílias mais carenciadas do concelho com a atribuição do “Complemento Alimentar Natalício”. Este apoio é realizado através da entrega de cheques-compra com vista a garantir que as famílias beneficiárias tenham uma ceia de Natal condigna e

Informação Municipal | julho 2017 | 77


Ajudar quem mais precisa

Pirâmide de Natal Solidário

D

urante a quadra natalícia, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital tem vindo a dinamizar a iniciativa “Pirâmide de Natal Solidário”, em estreita colaboração com a PAASI – Plataforma de Atendimento e Acompanhamento Social Integrado de Oliveira do Hospital, a Rede Social do concelho, a União das Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços e o Banco Local de Voluntariado. A iniciativa – que apela ao espírito solidário dos oliveirenses – consiste na angariação e recolha de bens alimentares não perecíveis e produtos de higiene pessoal e habitacional, nas médias superfícies da cidade, com o objetivo de dotar o programa de ajuda

alimentar, valência inserida no Banco de Recursos Sociais concelhio A recolha decorre nas médias superfícies comerciais de Oliveira do Hospital, onde se posicionam mais de seis dezenas de voluntários que vão apelando à solidariedade dos clientes destes supermercados. A recolha reverte a favor do Banco de Recursos Sociais de Oliveira do Hospital, estrutura da Rede Social de Oliveira do Hospital que apoia e ajuda as famílias mais desfavorecidas ou que se encontrem em situação de dificuldade temporária e que podem recorrer a este serviço em situação de emergência. De referir que todos os bens recolhi-

dos são para doação exclusiva a famílias residentes no concelho de Oliveira do Hospital. “Abra o seu coração e dê um pouco de si” é o apelo que a Rede Social do Município de Oliveira do Hospital dirige a todos os cidadãos.

Encontro pretende valorizar e dignificar as pessoas idosas

Natal Sénior junta anualmente centenas de idosos

Q

uase 500 idosos têm participado anualmente no “Natal Sénior – Encontro Concelhio de Idosos” que decorre no mês de dezembro, em Oliveira do Hospital. Este encontro acontece no período de Natal, reunindo os utentes das diferentes entidades locais, entre IPSS e lares privados, numa organização da Rede Social Concelhia e da Plataforma de Atendimento e Acompanhamento Social Integrado (PAASI) em colaboração com o Município de Oliveira do Hospital e todas as IPSS do concelho. A iniciativa que tem tido como palco o Pavilhão Municipal da cidade, reúne em convívio alargado, os idosos das IPSS do concelho, num dia preenchido com atividades diversas, como jogos tradicionais e de tabuleiro, fomentando a interação entre os participantes.

78 | julho 2017 | Informação Municipal

Entre os participantes, a boa disposição é sempre a tónica comum que demonstra a satisfação por participarem no Natal Sénior, um encontro anual que proporciona um dia diferente, fora da sua rotina diária. Sendo uma das atividades anuais mais aguardada com expetativa pelos utentes, o Encontro Concelhio de Idosos é também uma oportunidade de confraternização entre as várias instituições e os seus utentes. O “Natal Sénior – Encontro Concelhio de Idosos” pretende valorizar e dignificar as pessoas idosas, enquanto cidadãos de pleno direito, bem como incentivar a sua participação em iniciativas que estimulam a sua criatividade e proporcionam momentos de alegria entre as pessoas das várias instituições que operam no território

do concelho. É também um momento para o Município demonstrar o reconhecimento e a projeção do trabalho realizado pelas IPSS na prestação de cuidados e apoio à terceira idade, assim como no desenvolvimento de meios para a criação de postos de trabalho e fixação de população ativa nas freguesias.


Município de Oliveira do Hospital

Um exemplo vivo da recuperação sustentada do património imobiliário

Habitação Social

E

ntrega das chaves de uma habitação para fins sociais em Alvoco das Várzeas. O equipamento, constitui um exemplo vivo da recuperação sustentada do património imobiliário em mau estado de conservação. Esta recuperação, resultou da celebração de um protocolo entre o Município de Oliveira do Hospital, a Junta de Freguesia de Alvoco das Várzeas e o Centro de Recreio e Convívio de Alvoco das Várzeas (CERCAV). Note-se que a preocupação com a

melhoria das condições assistenciais à população, nomeadamente aos cidadãos mais carenciados, tem sido uma constante preocupação do executivo

da Câmara Municipal, que está bem visível nos vários investimentos no domínio social que vêm sendo realizados por todo o concelho.

Oliveira do Hospital, um município amigo das famílias

“Autarquia Mais Familiarmente Responsável”

O

Município de Oliveira do Hospital foi distinguido, nos anos de 2015 e 2016, como uma das “Autarquias Mais Familiarmente Responsáveis” do Pais – um galardão atribuído

pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR), que visa galardoar e divulgar as melhores práticas das autarquias portuguesas em matéria de apoio municipal às famílias. A atribuição desta distinção à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital resultou da avaliação feita pelo OAFR a todo um conjunto de políticas “familiarmente responsáveis” em 11 áreas de atuação, que a autarquia oliveirense tem vindo a implementar nos últimos anos. Encontram-se neste caso – entre

muitas outras medidas – o programa de incentivo à natalidade que entrou em vigor em janeiro de 2013; a criação de um tarifário social na fatura da água, que discrimina positivamente as famílias numerosas; o apoio à aquisição de manuais escolares concedido a alunos do 1º Ciclo de Ensino Básico ou, por exemplo, a atribuição de cerca de 50 mil euros em bolsas de estudo a alunos do ensino superior. No âmbito das políticas familiarmente responsáveis, a Câmara Municipal aprovou também uma redução no IMI para as famílias com filhos.

Informação Municipal | julho 2017 | 79


Promoção da igualdade de género

Dia Municipal para a Igualdade

I

nstituído no âmbito das ações promovidas através do Projeto “Igualdade Local: Cidadania Responsável” (iniciado em 2011), o Dia Municipal para a Igualdade tem vindo a ser celebrado, anualmente, com atividades que desafiam a população do concelho a envolver-se ativamente no sentido da prossecução das políticas de desenvolvimento local para a promoção da igualdade de género como forma de combate à discriminação. Desde 2012 que a Câmara Municipal assinala o seu Dia Municipal para

a Igualdade a 21 de junho, data do solstício de verão, sob o lema “o sol quando nasce é para tod@s”. Para o efeito prepara um conjunto de iniciativas sendo que nos últimos anos, as comemorações se estendem ao longo de uma semana envolvendo a população. A promoção da igualdade de género como forma de combate à discriminação e a diversas formas de violência, particularmente na prevenção da violência doméstica e apoio a vítimas, bem como a informação e formação dos mais jovens para os problemas da

violência ligada ao género têm sido apostas do Município de Oliveira do Hospital através do projeto “Igualdade Local: Cidadania Responsável”. Para além da criação do Dia Municipal para a Igualdade e da figura de Conselheira Municipal para a Igualdade foi disponibilizada uma linha de apoio jurídico e apoio social para as vítimas de violência doméstica (238 605 260). Entre outras iniciativas contam-se a formalização de um protocolo com a CIG – Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género e o cumprimento do I Plano Municipal para a Igualdade com sucesso reconhecido e que mobilizou centenas de pessoas, colocando a Igualdade de Género no centro da agenda pública do concelho e região. Neste momento, através do Igualdade Local: Cidadania Responsável está a ser dinamizado o II Plano Municipal para a Igualdade 2017/2020 em consonância com as linhas estratégicas definidas pelos planos nacionais para a Igualdade de Género, Cidadania e Não-discriminação e de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género.

Projeto Europeu de Envelhecimento Ativo

Município de Oliveira do Hospital aderiu ao consórcio Ageing@Coimbra

O

Município de Oliveira do Hospital passou a integrar o Ageing@ Coimbra, um consórcio de âmbito regional que visa a valorização do papel

80 | julho 2017 | Informação Municipal

do idoso na sociedade e a aplicação de boas práticas em prol do seu bem-estar geral e de um envelhecimento ativo e saudável.

Oliveira do Hospital é um dos quatro municípios – a par de Coimbra, Tondela e Mealhada – aceites como membros efetivos neste consórcio da


Município de Oliveira do Hospital região Centro que congrega uma vasta rede de parceiros. Liderado pela Universidade de Coimbra, o consórcio é composto por diversas instituições de referência, como o Centro Hospitalar Universitário de Coimbra, a Administração Regional de Saúde do Centro, o Instituto Pedro Nunes e a Câmara Municipal de Coimbra, a que se juntam vários Institutos, Fundações, Hospitais e Empresas. O principal objetivo é melhorar a

vida dos cidadãos idosos na Região Centro de Portugal através de melhores serviços sociais e cuidados de saúde, assim como da criação de novos produtos e serviços inovadores. Trata-se de um desafio, no âmbito de uma Parceria Europeia para o Envelhecimento Ativo e Saudável que tem como objetivo aumentar a esperança média de vida saudável dos cidadãos da UE em dois anos, até 2020.

Informação Municipal | julho 2017 | 81


A concretização de um sonho com várias décadas

Construção de central de camionagem e requalificação do Mercado Municipal em Oliveira do Hospital

82 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Requalificação e Beneficiação da Avenida Dr. Carlos Campos

A

presente operação contemplou a realização das infraestruturas de abastecimento de água, drenagem de águas residuais domésticas pluviais, Infraestruturas elétricas, de telecomunicações, viárias, e arranjos exteriores, tendo em vista a realização de uma intervenção de requalificação e beneficiação da Av. Dr. Carlos Cam-

nalidade dotar o arruamento que liga o Largo Ribeiro do Amaral à Rotunda Armindo Lousada, de novas infraestruturas, equipamentos e mobiliário urbano que confiram à área de intervenção novas condições de fruição do espaço público e de atração de novos investimentos privados, seja ao nível de requalificação do edificado existente, seja em termos de criação de novos negócios em áreas comerciais e de serviços, produzindo-se assim um acréscimo de qualidade em termos urbanísticos, económicos e sociais. pos, na Cidade de Oliveira do Hospital. Esta intervenção, no âmbito do PEDU-Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Oliveira do Hospital, pretende dar continuidade ao processo de requalificação dos espaços e arruamentos públicos da Cidade de Oliveira do Hospital. Esta operação tem por principal fi-

Requalificação da Rua. Dr. Virgílio Ferreira e Alexandre Herculano (em concurso)

Informação Municipal | julho 2017 | 83


Oliveira do Hospital vai ter novo Centro Cultural

A

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital vai investir cerca de 1,5 milhões de euros na requalificação e ampliação da Casa da Cultura César Oliveira, através de um projeto – já adjudicado – que contempla também as instalações do antigo colégio Brás Garcia de Mascarenhas e fará a interligação dos dois edifícios. Este novo espaço cultural, que é financiado pelos fundos comunitários, no âmbito do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial da Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra e do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) , deverá estar concluído em 2018 e contará com um novo auditório que terá

84 | julho 2017 | Informação Municipal

300 lugares. A requalificação do colégio Brás Garcia de Mascarenhas vai permitir albergar a Universidade Sénior de Oliveira do Hospital e o projeto prevê também uma sala de exposições, uma área para concertos e outros espetáculos ao ar livre e, ainda, um balcão de boas-vindas e atendimento aos turistas. Com a realização deste investimento, Oliveira do Hospital passará a deter um equipamento com capacidade para a realização de outro tipo de eventos culturais, que até aqui não era possível devido à falta de condições do atual auditório, construído em 1993.


Município de Oliveira do Hospital

Centro Histórico de Bobadela Requalificação do espaço público e melhoria das infraestruturas Casa Amarela | Espaço de Acolhimento e Dinamização Centro Interpretativo das Ruínas Romanas

Centro Histórico de Lourosa Requalificação do espaço público e melhoria das infraestruturas

Informação Municipal | julho 2017 | 85


Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano

Município de Oliveira do Hospital foi designado como centro urbano O de nível superior, conjuntamente com

mais 30 municípios da Região Centro, o que lhe permitiu ter acesso à linha específica de financiamentos para investimentos na área da regeneração urbana, vulgarmente designada por PEDU’s Planos estratégicos de desenvolvimento urbano. No caso de Oliveira do Hospital, o processo foi antecedida da definição de um instrumento de gestão territorial designado por ARU - Área de Reabilitação Urbana, através da qual foram definidas as principais características, constrangimentos, necessidades e mecanismos de correção existentes e a implementar dentro do perímetro da referida ARU. Este contempla uma grande parte da cidade, tendo como elemento central o seu núcleo, conhecido como Centro Histórico, dentro do qual foi contemplada a realização de diversas intervenções em termos de investimentos municipais. Em primeiro lugar, o PEDU - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Oliveira do Hospital contemplou intervenção em três áreas de atuação distintas. Primeiro, atendendo às preocupações relacionadas com a necessidade de implementação de uma estratégia de mobilidade urbana sustentável para o concelho de Oliveira do Hospital, tendo como principais objetivos melhorar a

86 | julho 2017 | Informação Municipal

acessibilidade, proporcionar mobilidade, desenvolver transportes sustentáveis e de alta qualidade (no interior das zonas urbanas e através delas), dar resposta às necessidades da cidade funcional, dos seus subúrbios e zonas rurais, promover a integração urbano-rural. Para isso, as ações incluídas no documento designado por PAMUS - Plano de Ação para a Mobilidade Urbana Sustentável de Oliveira do Hospital visam reforçar a integração tarifária multimodal para os transportes públicos, melhorar as soluções de bilhética integrada e a rede de interfaces, promovendo a sua utilização; promover a adoção de sistemas de informação aos utilizadores em tempo real; promover a utilização dos modos suaves; e a mobilidade elétrica: Neste Plano, foram já assegurados apoios para a realização de investimentos de 270.000 euros, que em breve serão levados a efeito. Segundo, atendendo às preocupações na área do desenvolvimento social e nos meios urbanos que apresentam alguma degradação estrutural ou estética, foi definida como área preferencial de atuação neste domínio a Área Urbana Antiga de Oliveira do Hospital, que apresenta um conjunto de prédios urbanos construídos há mais de 30 anos e evidencia necessidade de intervenção social, nomeadamente ao nível do combate ao desemprego, bem como o Bairro Social João Rodrigues Lagos, cujo estado

de conservação dos imóveis e do espaço comum exige há muito uma intervenção abrangente. Para isso, as ações incluídas no PAICD - Plano de Ação Integrado para as Comunidades Desfavorecidas, foram preferencialmente organizados em função dessas necessidades e envolvem investimentos de 364.700 euros, cujos apoios se encontram assegurados. Terceiro e mais importante e expressivo que os anteriores, o PARU - Plano de Ação para a Regeneração Urbana, envolve um conjunto de intervenções que, de um modo geral, produzam alterações substanciais na imagem da Cidade em termos de regeneração urbana e requalificação dos espaços comuns e de fruição generalizada por parte dos cidadãos e visitantes da Cidade. Estão, por isso, contemplados neste capítulo, investimentos de 5.706.500 euros, destinados à realização de 11 projetos concretos, que somarão aos investimentos privados que venham a ser realizados nesta área. Para apoio aos investimentos privados, foram já disponibilizadas medidas de financiamento, designadamente através do SI2E. Projetos em curso ou prontos para iniciar

Alguns dos projetos públicos estão já em curso ou prontos para iniciar em breve, como sejam a Requalificação e Beneficiação da Avenida Dr. Carlos Campos, Requalificação e Beneficiação da Rua Virgílio Ferreira e Rua Alexandre Herculano e a Requalificação e Refuncionalização do Colégio Brás Garcia de Mascarenhas e da Casa da Cultura. Seguir-se-lhe-ão os projetos restantes dentro em breve, e que se relacionam com a melhoria das infraestruturas básicas no centro histórico, a intervenção no Parque dos Marmelos e margem ribeirinha da Ribeira de Cavalos e a Requalificação e Beneficiação da área norte da cidade ligação da Rua Eng. António Campos ao Mercado Municipal, Central de Camionagem, Bombeiros Voluntários e Avenida Carlos Campos. Com estes projetos, o Município mudará radicalmente a face da Cidade.


Município de Oliveira do Hospital

Concurso Municipal de Ideias de Negócio

Empreender + Oliveira do Hospital

A

través do “Empreender + Oliveira do Hospital”, o concurso municipal de ideias de negócio, o Município de Oliveira do Hospital tem vindo a incentivar o empreendedorismo e a inovação empresarial, bem como a renovação e diversificação do tecido económico concelhio e a fixação de quadros qualificados. Nestes últimos anos, foram premiados quinze planos de negócio inovadores, originais, e exequíveis que visavam dar resposta às necessidades do mercado, originando novos produtos, processos ou sistemas. É relevado o grau de inovação e o setor de atividade, com enfoque diferenciador na agricultura, floresta, eficiência energética, energias renováveis,

bioeconomia e turismo e são atribuídos prémios monetários às três candidaturas melhor classificadas e ainda a uma ou mais menções honrosas, valor disponibilizado pela Câmara Municipal, que nas várias edições investiu 133 mil euros.

Inauguradas este ano pelo Primeiro-Ministro, António Costa, a BLC 3 venceu, em 2016, o prémio da Comissão Europeia “RegioStars”, na categoria “Crescimento Sustentável: Economia Circular”. A BLC 3 é uma entidade reconhecida

a nível internacional e – entre outras áreas de atuação – detém uma incubadora de empresas que recentemente foi considerada como uma das 10 melhores incubadoras ligadas ao meio universitário, numa competição que envolveu 117 incubadoras europeias.

BLC3 - Campus de Tecnologia e Inovação

A

s antigas instalações da Acibeira em Lagares da Beira, que estavam devolutas e em avançado estado de degradação , foram adquiridas pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, e é onde está hoje sediada a BLC 3 – Campus de Tecnologia e Inovação.

Informação Municipal | julho 2017 | 87


Um investimento estrategicamente relevante para o desenvolvimento económico

Projeto de Expansão Sul da Zona Industrial da cidade já tem financiamento aprovado A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital acaba de ver aprovado o financiamento do projeto de ampliação da Zona Industrial (ZI) da cidade, num investimento de cerca de dois milhões de euros. Financiado pelo quadro comunitário Portugal 2020, o projeto prevê a “Expansão Sul da Zona Industrial de Oliveira do Hospital , onde serão criados – entre outros equipamentos – 27 novos lotes, zonas verdes, uma zona de serviços “tipo retail park” e, ainda, uma área de estacionamento para veículos pesados. Para o presidente da Câmara que, assinou recentemente o contrato de financiamento, este é um projeto “fundamental” que vai permitir a Oliveira do Hospital apostar ainda mais no desenvolvimento económico e empresarial. “É um projeto que ainda vai demorar algum tempo, mas vamos fazer uma zona industrial com algumas ca-

88 | julho 2017 | Informação Municipal

racterísticas diferentes”, frisa José Carlos Alexandrino, destacando o facto da nova ZI contemplar a criação de um parque fechado para TIR´s, de modo a retirar estas viaturas de algumas zonas residenciais da cidade. “É nossa intenção fazer um estacionamento reservado só para TIR´s nessa nova zona industrial, com guarda e completamente fechado, isto é, onde os motoristas possam entregar os TIR´s. Pagarão uma importância por deixar lá os camiões, e tiraremos os TIR daqui da cidade”, explicou o autarca que aponta algumas “melhorias” a introduzir no projeto, pelo que este já não deverá arrancar este ano. Apesar dos cerca de dois milhões de euros de financiamento, o autarca garante que o investimento com a ampliação e criação de novos serviços na ZI da cidade pode chegar aos quatro milhões de euros, tendo em conta que a ideia é avançar também com uma

nova ligação à EN17. “Queremos fazer uma ligação muito mais moderna à Nacional 17, com zonas de estacionamento e uma via principal, por isso eu acredito que o investimento na zona industrial na sua totalidade – só temos financiamento para dois milhões de euros, perceba-se – deverá ultrapassar os quatro milhões de euros”, garante o edil que quer introduzir algumas melhorias ao projeto, antes de o pôr em execução. Apontando o desenvolvimento económico e o apoio ao tecido empresarial como a grande prioridade do concelho, o presidente deixa também a garantia de continuar a apostar na zona industrial da Cordinha, onde se instalou, neste mandato, pela primeira vez, e ao fim de mais de 20 anos, a primeira empresa. A ideia, segundo o autarca, é continuar a investir na construção de pavilhões para fixar mais empresas naquela área.


Município de Oliveira do Hospital

Polo Industrial da Cordinha recebe primeira empresa

O

Polo Industrial da Cordinha, na freguesia de Seixo da Beira, assistiu no final de julho 2015 à instalação da primeira empresa. Na cerimónia de inauguração das novas instalações da unidade de panificação – a “Padaria Nova Caseira” – o

presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, congratulou-se com a concretização deste primeiro investimento empresarial naquela zona industrial (ZI) da zona norte do concelho. “É a concretização de um sonho que

acalenta novos sonhos de instalação de outras empresas”, considerou o autarca, sublinhando que este primeiro investimento é muito simbólico, porque poderá funcionar como âncora ao nível da atração de novas empresas para aquela Zona Industrial.

Informação Municipal | julho 2017 | 89


Estímulo à criação de emprego

Apoio a iniciativas empresariais 4. Disponibilização da utilização de infraestruturas, através da construção dos ramais de ligação às infraestruturas sob responsabilidade e gestão do Município, podendo ainda beneficiar de isenção total ou parcial de tarifas.

Município de Oliveira do Hospital tem, desde muito cedo, uma forte O ligação ao meio empresarial, tendo sido

pioneiro na região em termos de criação de condições para a instalação de novos investimentos industriais, comerciais e de serviços. Estando já num novo patamar de desenvolvimento, o Município está a trabalhar afincadamente numa grande ampliação da atual Zona Industrial da Cidade, mas está também focado na criação de outro tipo de apoios estimuladores da criação de novos projetos industriais geradores de riqueza local. Assim, tem disponível um mecanismo de apoio, consubstanciado no regulamento de Apoio a Iniciativas Empresariais, através do qual concede benefícios públicos a iniciativas empresariais de interesse municipal, em contrapartida da realização de investimentos geradores de riqueza e de novos postos de trabalho. Este Regulamento de Apoio a Iniciativas Empresariais fixou algumas medidas e mecanismos concretos de apoio e de incentivo à atividade empresarial no seu território, e às iniciativas que contribuam para a modernização do tecido empresarial, para a fixação da população, sobretudo jovens e, de um modo geral, para a melhoria da qualidade de vida e desenvolvimento social da população

90 | julho 2017 | Informação Municipal

residente. Para que possa ser beneficiária dos apoios ali previstos, a entidade empresarial deve comprovar o cumprimento de diversos requisitos relacionados com a sua capacidade jurídica, fiscal e operativa. O Regulamento prevê a atribuição de apoios nas seguintes modalidades: 1. Apoio à empregabilidade, através de restituição do valor correspondente à Retribuição Mínima Mensal Garantida em vigor, por cada posto de trabalho líquido criado;

2. Isenção de tarifas na prestação de serviços municipais, designadamente os relacionados com a construção de ramais de ligação às infraestruturas sob responsabilidade e gestão do Município, cuja proporção relativamente ao valor total das tarifas aplicáveis, será determinada pela Câmara Municipal.

3. Disponibilização da utilização de infraestruturas, através do acesso às infraestruturas sob responsabilidade e gestão do Município, bem como às que foram levadas a efeito pelo Município no âmbito de obras de urbanização em loteamentos municipais ou espaços de localização empresarial.

5. Disponibilização de apoio na construção de infraestruturas básicas à instalação, sob diversas formas, em ordem à criação das infraestruturas interiores ao perímetro da unidade empresarial e essenciais ao seu funcionamento, designadamente, abastecimento de água, drenagem de águas residuais, drenagem de águas pluviais, rede elétrica e de iluminação exterior, rede de gás, rede de telecomunicações, áreas pavimentadas de circulação e de acesso às construções, entre outras. A disponibilização destes apoios pode revestir as seguintes formas: a) Realização das obras com os meios financeiros, técnicos, humanos e mecânicos da Câmara Municipal; b) Realização através de procedimento de contratação pública a levar a efeito pela Câmara Municipal, para a totalidade das infraestruturas a realizar ou de forma repartida com a entidade promotora;

c) Disponibilização de apoio financeiro não reembolsável, até ao limite máximo de 30.000 € por iniciativa empresarial de interesse municipal e por valor não superior a 50% da totalidade das despesas orçamentadas e validadas relativas às infraestruturas básicas à instalação descritas no número anterior.

6. Disponibilização da utilização de viaturas, máquinas ou equipamentos da própria Câmara Municipal. A atribuição de apoios neste âmbito está sujeita à celebração de contrato, o qual fixa as obrigações de cada parte, as metas a atingir, as formas concretas de apoio a conceder e os prazos de duração do contrato e dos respetivos direitos e obrigações.


Município de Oliveira do Hospital

Estímulo à procura de emprego

GIP - Gabinete de Inserção Profissional Enquadramento Os Gabinetes de Inserção Profissional (GIP) têm por objetivo apoiar jovens e adultos desempregados na definição ou desenvolvimento do seu percurso de inserção ou reinserção no mercado de trabalho, em estreita articulação com os Centros de Emprego. Público-Alvo Desempregados, jovens ou adultos, que necessitem de apoio na resolução do seu problema de inserção ou reinserção profissional. Objetivos • Acolhimento;

• Informação; • Orientação profissional; • Apoio e acompanhamento dos jovens/adultos desempregados à procura de uma formação e/ou emprego.

Descrição das Atividades • Informação profissional para jovens e adultos desempregados; • Apoio na procura ativa de emprego; • Acompanhamento personalizado dos desempregados em fase de inserção ou reinserção profissional; • Divulgação de ofertas de emprego e atividades de colocação; • Encaminhamento para ofertas de qualificação; • Divulgação e encaminhamento para medidas de apoio ao emprego, qualificação e empreendedorismo; • Divulgação de programas comuni-

tários que promovam a mobilidade no emprego e na formação profissional no espaço europeu; • Motivação e apoio à participação em ocupações temporárias ou atividades em regime de voluntariado, que facilitem a inserção no mercado de trabalho; • Controlo de apresentação periódica dos beneficiários das prestações de desemprego. Morada Largo do Eiró (Edifício do Centro de Emprego) Oliveira do Hospital Contactos Telefone: 238 605 250 Fax: 238 609 739 E-mail: cmoh.gip@gmail.com

Câmara Municipal e Randstad assinam protocolo para novo “Call Center” da Altice em Oliveira do Hospital

A Câmara Municipal e a empresa Randstad assinaram, em outubro de 2016, o protocolo para a instalação do novo centro de apoio telefónico da Altice em Oliveira do Hospital, num investimento em que a multinacional francesa, dona da PT em Portugal, prevê a criação de mais de uma centena de postos de trabalho.

Informação Municipal | julho 2017 | 91


Conquista pela 4ª vez consecutiva o importante galardão

Alvoco das Várzeas recebeu quarta Bandeira Azul e cadeira anfíbia

A

Praia Fluvial de Alvoco das Várzeas foi contemplada, pelo quarto ano consecutivo, com a Bandeira Azul, um símbolo de qualidade ambiental, atribuído pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), e voltou também a hastear a bandeira “Praia Acessível”. Na época balnear de 2017, esta zona balnear passou a disponibilizar uma cadeira anfíbia destinada a melhorar as condições de acessibilidade da praia. O equipamento foi atribuído pela Fundação Vodafone Portugal após candidatura do Município ao programa “Praia Saudável”. Esta praia fluvial, que integra a Rede de Praias das Aldeias do Xisto e faz também parte da Rede de Aldeias de Montanha, foi a primeira zona balnear do concelho de Oliveira do Hospital a ser distinguida, em 2014, com este importante galardão. Após quatro anos consecutivos a ser galardoada com a Bandeira Azul, no próximo ano, esta praia fluvial está em condições de conquistar um novo galardão, a bandeira Praias com Qualidade de Ouro”, atribuído pela Quercus.

Na categoria de praias de interior

Praia Fluvial de Avô eleita como “Praia + Acessível” de Portugal

A

92 | julho 2017 | Informação Municipal

praia fluvial de Avô, no concelho de Oliveira do Hospital, foi classificada como a “Praia + Acessível 2016” de Portugal pelo Instituto Nacional para a Reabilitação. A vila de Avô, passou assim a deter a praia de interior “+ acessível” do país a pessoas com mobilidade condicionada. O primeiro prémio foi atribuído à praia costeira de Valadares Sul, no

concelho de Vila Nova de Gaia. O prémio ”Praia + Acessível – Praia para Todos!” visa distinguir as duas praias portuguesas, costeiras ou interiores, que, tendo sido galardoadas com a Bandeira Praia Acessível durante a última época balnear, “evidenciaram as melhores condições de acessibilidade, constituindo-se, desse modo, como práticas de referência na-


Município de Oliveira do Hospital cional, pela qualidade do usufruto da sua oferta de serviços e bem-estar que proporcionam às pessoas com mobilidade condicionada”. Na ótica vice-presidente da autarquia, José Francisco Rolo, esta distinção “é o reconhecimento, vindo de um organismo independente, do investimento efetuado na valorização das praias fluviais do concelho. Ter três praias fluviais reconhecidas e simultaneamente galardoadas é muito positivo para afirmar Oliveira do Hospital como um destino turístico aprazível e de qualidade”, sublinha o vereador responsável pelo pelouro do Turismo.

S. Sebastião da Feira passa a ter praia fluvial classificada

S

. Sebastião da Feira é a mais recente praia fluvial classificada pela Agência Portuguesa do Ambiente no Município de Oliveira do Hospital. Na época balnear de 2017 e dotada de todas as condições necessárias, passou também a ostentar a Bandeira Praia Acessível. Por ocasião da cerimónia do hastear

das bandeiras, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, sublinhou o trabalho desenvolvido pelo seu executivo na qualificação das praias fluviais do concelho, integrando-as em redes como a das Praias das Aldeias do Xisto e conquistando importantes galardões. Garantindo que o trabalho de melho-

ria será uma constante para “dar sempre as melhores condições” a todos os espaços de fruição balnear no concelho, o autarca sustenta também que é este trabalho que vem sendo feito que permitirá “vender, turisticamente, este território como um destino de natureza de grande excelência”.

Informação Municipal | julho 2017 | 93


Espaço de promoção do território

Loja Aldeias do Xisto inaugurada em Aldeia das Dez

E

m Aldeia das Dez, a entrada norte da Rede das Aldeias do Xisto, abriu a nona loja desta rede onde se podem encontrar os produtos agroalimentares e de artesanato de maior qualidade de todo o território da rede. A inauguração desta Loja Aldeias do Xisto que ocupa Casa do “S”, em Aldeia das Dez, aconteceu em novembro de 2013 marcando o arranque da edição daquele ano da Festa da Castanha. Foi o 18.º espaço, no país e estrangeiro, a abrir portas e onde se podem adquirir os produtos que integram o portfólio das lojas das Aldeias do Xisto. A entrada na Rede das Aldeias do Xis-

94 | julho 2017 | Informação Municipal

to foi um marco importantíssimo para a freguesia de Aldeia das Dez e para o concelho permitindo que beneficiasse de um conjunto de competências nas áreas do marketing, promoção turística e investimentos materiais que aumentarão o seu potencial de atratividade. Entre estes investimentos conta-se a inclusão de Aldeia das Dez na Grande Rota das Aldeias do Xisto e a abertura desta Loja Aldeias do Xisto que, para além de um veículo de promoção e comercialização de produtos endógenos e do próprio destino, constitui um ponto de informação e de contacto direto com os visitantes. Para

além das peças à venda permanentes, o espaço tem acolhido diversas exposições temporárias nomeadamente de artesãos da freguesia. As lojas das Aldeias do Xisto ajudam também a alavancar o trabalho de muitos artesãos permitindo ter um interessante portfólio de produtos que distinguem o território e desde a abertura do espaço, o cabaz das Lojas Aldeias do Xisto passou a englobar produtos de qualidade da freguesia de Aldeia das Dez e do concelho de Oliveira do Hospital.


Município de Oliveira do Hospital

Ligação à ADXTUR coloca concelho na rota dos grandes pontos turísticos

Percursos Pedestres integrados na Rede de Caminhos do Xisto

A

ldeia das Dez serviu de cenário, em abril de 2013, à apresentação do conjunto de cinco percursos pedestres da rede das Aldeias do Xisto do concelho de Oliveira do Hospital, os quais passaram a integrar a Rede de Caminhos do Xisto. Esta iniciativa conjunta do Município e da ADXTUR permitiu ao concelho passar a dispor de cinco percursos de pequena rota, devidamente oficializados, resultantes de um investimento de 50 mil euros, e que valorizam a região geográfica e a zona envolvente.

A saber: PR1 “Pelas Várzeas do Alvoco”; PR2 “Rota Imperial”; PR3 “Na Peugada do Ermitão”; PR4 “à Volta do Alva”; e PR5 “A Marcha dos Veteranos” que valorizam a região geográfica e zona envolvente, de paisagem singular que mistura a rudeza de calçadas romanas com a beleza dos bosques e das zonas de água. Refira-se que quatro destes cinco percursos se interligam e abrangem um vasto conjunto de pontos de interesse do concelho, possibilitando a elaboração de variadas combinações

de percursos, distâncias e dificuldades. Têm como denominador comum o elevado interesse no âmbito do turismo e do lazer, proporcionando a descoberta de uma área geográfica que envolve os vales dos rios Alva e Alvôco, a Serra do Açor e a zona de transição entre o xisto e o granito. Com esta aposta saiu reforçada a estratégia de promoção do potencial turístico do concelho e que visa a divulgação do património concelhio nas suas diferentes vertentes.

Compromisso de valorização ambiental e turística já foi assinado

Oliveira do Hospital na Grande Rota do Rio Alva Oliveira do Hospital integra os sete municípios que, recentemente, criaram a Grande Rota do Alva, numa sessão realizada em Penacova em que as partes assumiram o compromisso de valorização ambiental e turística deste afluente do rio Mondego, numa extensão de 106 quilómetros. Com esta iniciativa, Oliveira do Hospital e as autarquias envolvidas com-

prometem-se a criar uma rota de percursos pedestres e cicláveis, na qual serão integrados diversos caminhos já existentes. O Compromisso do Alva que permitirá avançar com um consórcio que reúne parceiros públicos e privados, com o objetivo de dotar aquele percurso de todas as infraestruturas necessárias para o tornar um produto turístico

apetecível, foi assinado pelas comunidades intermunicipais da Região de Coimbra (CIM-RC) e das Beiras e Serra da Estrela, juntamente com a rede das Aldeias de Xisto e a Associação de Desenvolvimento Integrado da Rede de Aldeias de Montanha (ADIRAM). Será principalmente através da abertura de percursos pedestres e cicláveis que os turistas vão usufruir do esplen-

Informação Municipal | julho 2017 | 95


dor de natureza ao longo de 106 quilómetros, desde a nascente, no Vale de Rossim, até que desagua no rio Mondego, perto da localidade de Raiva. Aquele que será “o mais bonito vale de um rio português”, acaba de ser contemplado com fundos comunitários para se tornar um destino turístico de natureza, a partir da constituição formal da Grande Rota do Rio Alva”, referiu o presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, na sessão de apresentação do projeto, que decorreu no dia 16 de maio em Penacova.

Projeto de referência nacional

Oliveira do Hospital, A Friendly Municipality

O

liveira do Hospital assume-se como um município amigo das várias comunidades e nesse âmbito criou o projeto “Oliveira do Hospital, A Friendly Municipality”, através do qual dinamiza o Fórum Participativo que integra as várias comunidades a residir no concelho de Oliveira do Hospital, e abriu um Gabinete de Apoio/ Support Office que dá apoio e acompanhamento a residentes, funcionando no Gabinete de Apoio à Vereação. Trata-se de uma plataforma de acolhimento e apoio aos novos residentes, estrangeiros e nacionais, que fomenta o diálogo e ações em vários domínios, da cultura e da língua, ao turismo, passando pela atividade social, cívica e ambiental, visando igualmente o

96 | julho 2017 | Informação Municipal

apoio e encaminhamento de questões relativas aos aspetos à administração local e outros serviços públicos, nomeadamente embaixadas e consulados. Implementado com sucesso, desde 2013, pela Câmara Municipal, o projeto “Oliveira do Hospital, A Friendly Municipality” tem vindo a ser objeto de diversas iniciativas de divulgação que lhe conferem notoriedade e reconhecimento por parte de diferentes entidades externas consolidando-se como um bom exemplo de práticas de acolhimento a novos residentes e de democracia participativa que reforça a proximidade entre as comunidades residentes no concelho de Oliveira do Hospital. Enquanto projeto de boas práticas no contexto de acolhimento a novos residentes, foi formalizada a adesão ao programa governamental “Mentores para Migrantes”, no final de 2014. Por três anos consecutivos esteve representado na 20.ª edição da “Emigratiebeurs – Emigration Expo”, na Holanda, considerada a maior feira de emigra-

ção da Europa. Referência a nível nacional, o projeto “Oliveira do Hospital, A Friendly Municipality” obteve o 2º lugar dos cinco projetos selecionados para o Prémio de Boas Práticas de Participação 2016, uma iniciativa da Rede de Autarquias Participativas e foi distinguido no âmbito do galardão “Município do Ano – Portugal 2015”, uma iniciativa UM Cidades, promovida pela Universidade do Minho, tendo em conta o pioneirismo nos objetivos que preconiza e na forma como é concretizado. Os sucessivos reconhecimentos ao projeto “Oliveira do Hospital, A Friendly Municipality” transformam-no num instrumento indispensável de participação de todos os cidadãos na democracia autárquica, como peça da estratégia de marketing territorial de Oliveira do Hospital como um município inclusivo, e reconhecidamente como projeto demonstrativo de inovação social.


Município de Oliveira do Hospital

Município de Oliveira do Hospital integra redes de prestígio para promoção do território

O

Município de Oliveira do Hospital passou a integrar algumas prestigiadas redes de projetos de desenvolvimento sustentável, que atuam num vasto território, com vista à promoção e dinamização do potencial turístico, refletido na arquitetura, nas amenidades ambientais, na gastronomia e nas tradições, entre outros elementos culturais distintivos apresentados em produtos e serviços de excelência.

Rede das Aldeias do Xisto

O

Município de Oliveira do Hospital integra a Rede das Aldeias do Xisto, sendo Aldeia das Dez, a entrada norte para esta rede. Constituída por 27 aldeias distribuídas pelo interior da Região Centro de Portugal, estes pequenos núcleos agregam o potencial turístico regional refletido na arquitetura, nas amenidades ambientais, na gastronomia e nas tradições, entre outros elementos culturais distintivos apresentados em produtos e serviços de excelência. Esta rede tem como objetivos a preservação e a promoção da

Rede de Aldeias de Montanha

O

Município de Oliveira do Hospital, que passou a deter a presidência da ADIRAM, integra a Rede das Aldeias de Montanha, através da aldeia de Alvoco das Várzeas e São Gião. O concelho de Oliveira do Hospital é a entrada sul para esta rede que visa

paisagem cultural do território, a valorização do património arquitetónico construído, a dinamização do tecido socioeconómico e a renovação das artes e ofícios. As Aldeias do Xisto são a porta de entrada para um território maravilhoso com uma variada oferta de turismo e lazer em íntimo contacto com a Natureza e com as tradições culturais da região. As prais fluviais de Alvoco das Várzeas e Avô, também fazem parte integrante da Rede de Praias das Aldeias do Xisto.

a dinamização e promoção do desenvolvimento turístico integrado da rede enquanto marca agregadora do potencial da Serra da Estrela, através de um plano de animação vincado pelos valores do território, natureza, autenticidade e cultura.

Oliveira do Hospital integra a candidatura da Serra da Estrela a Geopark

O

liveira do Hospital é um dos 9 municípios que integra a candidatura da Serra da Estrela a Geopark Mundial da UNESCO. O Geopark Estrela tem como missão contribuir para a proteção, valorização e dinamização do património natural e cultural, com especial ênfase no património geológico, numa perspetiva de aprofundamento e divulgação do conhecimento

científico, fomentando o turismo e o desenvolvimento sustentável do território Geopark Estrela, bem como apostar na melhoria da qualidade de vida das populações dando amplo relevo à educação, ao desporto, às artes, à cultura e ao turismo, promovendo a competitividade territorial do destino Serra da Estrela.

Informação Municipal | julho 2017 | 97


Divulgação do potencial turístico do concelho

Oliveira do Hospital promove-se na Bolsa de Turismo de Lisboa

O

Município de Oliveira do Hospital tem estado representado na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, realizada anualmente na FIL em Lisboa. A Câmara Municipal aposta, sobretudo, na divulgação do seu potencial e

98 | julho 2017 | Informação Municipal

produtos turísticos através de várias ações de promoção do concelho. A representação nesta feira internacional de turismo assenta na divulgação dos grandes eventos concelhios, da gastronomia e artesanato, da oferta turística no que respeita ao património monumental classificado e natural, da hotelaria e restauração, das rotas turísticas temáticas e percursos pedestres, entre muitos outros atrativos. A ações promocionais contam ainda com momentos de degustação do Queijo Serra da Estrela e outros Produtos Locais de Qualidade, bem como com a exibição de vídeos promocionais que dirigem o convite “Venha e

Descubra Oliveira do Hospital” a todos os visitantes que encontram também uma panóplia de informação de material de promoção sobre as unidades de alojamento e de restauração, bem como do património turístico, arquitetónico, histórico e paisagístico. As ações promocionais têm sido desenvolvidas na BTL em espaços como o pavilhão do Turismo Centro de Portugal ou stands do Espaço ADIBER/ Beira Serra; das Aldeias do Xisto ou da CIM Região de Coimbra, consolidando o concelho de Oliveira do Hospital como um destino turístico de referência e de qualidade no contexto nacional.


Município de Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital no mapa europeu do autocaravanismo

“Camping Car” da Serra da Estrela

O

liveira do Hospital passou a estar no mapa europeu do autocaravanismo com a abertura do primeiro “Camping Car Serra da Estrela”, que tem uma área de serviço e pernoita para autocaravanas e entrou em funcionamento no dia 24 de maio de 2015. Esta área de serviço para apoio ao turismo itinerante está localizada no Parque do Senhor das Almas, em Nogueira do Cravo, e encontra-se dotada de um conjunto de equipamentos indispensáveis para os autocaravanistas, como por exemplo a infraestrutu-

ra destinada ao despejo das cassetes do wc-químico das autocaravanas. Com esta área de serviço, estrategicamente localizada junto à EN 17, Oliveira do Hospital entrou assim na rota das cidades europeias amigas do

autocaravanismo – um segmento de turismo cada vez mais emergente –, pretendendo assumir-se como uma plataforma de acesso das autocaravanas à Serra da Estrela, à Rede de Aldeias do Xisto e aos principais destinos turísticos da região. O Camping Car Serra da Estrela é um projeto turístico com um investimento na ordem dos 30 mil euros, financiado pela União Europeia através do “SP3 Proder/Adiber”, e que contemplou ainda a recuperação do centenário coreto do Parque do Senhor das Almas.

Informação Municipal | julho 2017 | 99


Conservação da natureza e da biodiversidade

Operação de limpeza das margens dos rios

A

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) lançou, entre 2014 e 2015, uma operação de preservação, recuperação e valorização das galerias ripícolas dos rios Mondego, Alva, Alvoco, Seia e Cobral, numa extensão de mais de 200 hectares. Este Projeto do Município de Oliveira do Hospital, foi financiado a 100% pelo PRODER, num investimento de

100 | julho 2017 | Informação Municipal

cerca de 500 mil euros. Estas galerias ripícolas – vulgarmente conhecidas como margens dos rios – são autênticos corredores ecológicos que acompanham as linhas de água e funcionam como refúgios da fauna, facilitando a mobilidade e abrigo a numerosas espécies selvagens. Quando preservadas, as galerias ripícolas são também importantes bar-

reiras que dificultam a propagação de incêndios. Ao preservarmos estes ecossistemas fluviais – um valiosíssimo património natural e paisagístico do Município de Oliveira do Hospital –, estamos a promover a conservação da natureza e da biodiversidade, contribuindo para alavancar o chamado turismo de natureza.


Município de Oliveira do Hospital

Programa de Eficiência Energética permite poupança de mais de 290 mil euros

D

esde 2013 que o Município de Oliveira do Hospital (MOH) tem vindo a implementar um Programa de Eficiência Energética, através de um Protocolo celebrado com a Associação de Desenvolvimento Regional da Serra do Açor (ADESA), que tem como objetivo principal a redução da faturação e do consumo de energia elétrica. Neste sentido foram aplicadas varias medidas de eficiência energética. De modo a perceber as poupanças alcançadas com as medidas de eficiência energética introduzidas, a Equipa de Eficiência Energética realiza a monitorização dos consumos de energia, para cada instalação elétrica. No gráfico seguinte apresentam-se os consumos de energia no ano em que iniciou o Programa (2013) e no ano de 2016, assim como as poupanças alcançadas. Analisando os dados obtidos, verifica-se que, desde 2013, o MOH poupou 530.249 kWh em energia elétrica, evitando a emissão de 190 ton de CO2eq para a atmosfera. Com base nos dados apresentados, o Município de Oliveira do Hospital, conseguiu uma redução efetiva de 9% no consumo de energia elétrica.

E SE NÃO EXISTISSE O PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA? No esquema seguinte apresenta-se uma análise estimada das poupanças de faturação conseguidas com o Programa de Eficiência Energética, uma vez que não é possível a desagregação das faturas de energia elétrica, de modo a perceber as poupanças reais em termos de faturação. Para tal, consideram-se os valores anuais da inflação da tarifa de energia, estimando-se o valor total de faturação que o MOH pagaria, se não tivessem sido implementadas medidas de eficiência energética.

É importante referir que a inflação das tarifas de energia e de acesso às redes se reflete constantemente na faturação. Neste sentido, as poupanças têm de ser constatadas pelos consumos e não pela faturação real, uma vez que esta ao aumentar de ano para ano reflete a inflação e não a diminuição real dos mesmos. Deste modo, é importante entender que, com o Programa de Eficiência Energética e de acordo com as estimativas, o Município de Oliveira do Hos-

pital, poupou desde 2013, 292.073,91 € em energia elétrica. Com a implementação deste Programa de Eficiência Energética, em estreita colaboração com a ADESA, conclui-se que MOH tem vindo claramente a reduzir os consumos de energia elétrica, o que é obviamente uma mais-valia, quer ao nível financeiro, através da redução da sua fatura de energia elétrica, quer ao nível ambiental, através da redução das emissões de CO2 para a atmosfera.

Informação Municipal | julho 2017 | 101


Um município premiado com vários galardões

Oliveira do Hospital recebe galardão ECOXXI e integra Rede de Cidades e Vilas de Excelência

O

Município de Oliveira do Hospital foi distinguido durante três anos (2013, 2015 e 2016) como Município ECOXXI. O  ECOXXI é um Programa de educação para a sustentabilidade, implementado em Portugal pela ABAE e que visa a identificação e o reconhecimento de boas práticas de sustentabilidade valorizando, entre outros aspetos a educação no sentido da sustentabilidade e a qualidade ambiental. Composto por 21 indicadores de sustentabilidade local, este Programa avalia a prestação dos municípios, reconhecendo como eco-municípios os que demonstram a implementação de boas práticas, politicas e ações em torno de alguns temas considerados chave: Educação Ambiental para o De-

102 | julho 2017 | Informação Municipal

senvolvimento Sustentável; Sociedade Civil; Instituições; Conservação da Natureza; Ar; Água; Energia; Resíduos; Mobilidade; Ruído; Agricultura; Turismo e Ordenamento do Território. Rede de Cidades e Vilas de Excelência

O Município de Oliveira do Hospital integrou, desde 2013, a Rede de Cidades e Vila de Excelências, dando assim início a um trabalho que visa o reconhecimento e certificação do título “Cidade de Excelência” em território nacional. Em 2017, a cidade de Oliveira do Hospital e a vila de Avô foram novamente distinguidas, pelo Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, com

a bandeira “Rede de Cidades e Vilas de Excelência”, como reconhecimento público do meritório trabalho de qualificação do seu território, sobretudo ao nível da regeneração urbana, empregabilidade local e turismo. Oliveira está assim na senda das “smart cities”.


Município de Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital distinguida com o prémio

“Melhores Municípios para Viver 2013”

O

liveira do Hospital foi reconhecido como um dos “Melhores Municípios para Viver 2013”, no domínio “Economia”, pelo INTEC – Instituto de Tecnologia Comportamental da Universidade Nova de Lisboa. O galardão foi entregue pelo diretor do jornal “Sol”, José António Saraiva, ao vice-presidente da autarquia José Francisco Rolo no âmbito da conferência de encerramento realizada na Universidade Nova de Lisboa onde participaram os restantes municípios que se destacaram nesta iniciativa anual. O

encontro constituiu um momento de discussão em torno da gestão sustentável dos municípios e de partilha de boas práticas partindo dos exemplos de projetos sustentáveis, com foco no domínio Económico, Social e Ambiental e que diferenciaram Oliveira do Hospital, Viana do Castelo, Torres Vedras, Barreiro e Sever do Vouga. O vice-presidente do Município foi orador na conferência onde apresentou o programa AtivoSociais – Programa de Apoio e Integração Social, que é desenvolvido pelo Município de Oli-

veira do Hospital através do Gabinete de Inserção Profissional e do Gabinete de Ação Social e Saúde. Este programa, pioneiro a nível nacional, destina-se a promover a empregabilidade através da aplicação de medidas concretas de combate ao desemprego de longa duração e de apoio à integração de jovens no mercado de trabalho, muitos deles à procura do primeiro emprego. O vereador do pelouro da Solidariedade e Ação Social fez o enquadramento social e económico do concelho que levou à criação do programa Ativo Sociais, em parceria com diversas entidades da economia social do concelho, entre IPSS, Juntas de Freguesia e Associações de Desenvolvimento, e que até àquela data permitiu a criação de mais de uma centena de postos de trabalho. A distinção comprova que “Oliveira do Hospital é um município de referência no domínio da economia e de aplicação de políticas públicas e ativas de combate ao desemprego.

Informação Municipal | julho 2017 | 103


Uma grande conquista para os consumidores

Oliveira do Hospital com uma das melhores águas do país

O

liveira do Hospital é um dos municípios portugueses onde se consome uma das melhores águas do país. De acordo com os resultados que vêm sendo periodicamente publicados pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), a percentagem de água controlada e de boa qualidade distribuída no concelho de Oliveira do Hospital, verificável através das análises obrigatórias por lei, ultrapassou a meta dos 99 por cento fixada pela ERSAR para o indicador “Água Segura”. Refira-se que o MOH tem um programa de controlo operacional que promove a realização de análises em paralelo com o Programa de Controlo da Qualidade da Água que é obrigatório pela ERSAR, efetuando mais análises do que aquelas que são obrigatórias. O Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, sublinha que a qualidade da água distribuída aos munícipes tem vindo a registar uma evolução muito positiva nos últimos anos. O autarca, que recorda que antes de estar à frente da presidência da Câmara, Oliveira do Hospital tinha legítima desconfiança quanto à água que saía das torneiras, mostra-se agora com o espírito de missão cumprida por constatar que atualmente os oliveirenses estão a consumir uma das melhores águas do país. É uma grande conquista, que é fruto da política de modernização que a Câmara Municipal tem vindo a implementar num setor verdadeiramente estratégico e que está intimamente associado à qualidade de vida e bem-estar da população, refere José Carlos

104 | julho 2017 | Informação Municipal

Alexandrino, observando que a qualidade da água para consumo humano é um indicador essencial para a avaliação do nível de desenvolvimento de qualquer concelho e do bem-estar da sua população.

Município com tarifário social

A

tento à situação de crise económica, o Município criou um mecanismo de proteção das famílias carenciadas ou famílias numerosas, por via da introdução do chamado Tarifário Social para Famílias Carenciadas e Numerosas. A Associação Portuguesa de Famílias Numerosas foi uma das entidades a louvar a iniciativa do executivo camarário, tendo em conta que está em causa um tarifário que contempla os agregados familiares com mais de quatro elementos.


Município de Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital em vias de ser um dos primeiros municípios do país sem fossas séticas coletivas

O

Município de Oliveira do Hospital recebeu o Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, e o presidente das Águas do Vale do Tejo, José Manuel Sardinha, no passado dia 11 de maio, que participaram numa cerimónia de assinatura de contratos dos novos investimentos, que serão realizados no concelho na área do saneamento básico. Em causa está a construção de dez novas estações de tratamento de águas residuais (ETAR) em dez freguesias que, conjuntamente com a conclusão de diversas ligações técnicas às infraestruturas, permitirão que Oliveira do Hospital passe a ser um dos primeiros municípios do país sem fossas sépticas coletivas e com uma taxa de cobertura de saneamento básico na ordem dos 100 por cento. Estas dez novas ETAR, que representam um investimento global de cerca de 1,5 milhões de euros, financiado em 85 por cento pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), serão construídas nas seguintes localidades: Chamusca da Beira, Chão Sobral, Galizes, Lourosa, Negrelos, Póvoa das Quartas, Póvoa de São Cosme, Seixas, Vale Torto, Vilela. Na mesma cerimónia, que teve lugar no salão nobre dos Paços do Município, foi igualmente assinado o contrato de empreitada de beneficiação da ETAR de Oliveira do Hospital, que re-

presenta um investimento de cerca de 800 mil euros, a realizar pela empresa Águas do Vale do Tejo – a empresa do grupo Águas de Portugal, responsável pela gestão da infraestrutura – com vista a melhorar o seu modo de fun-

ligação à rede de saneamento. Carlos Martins, Secretário de Estado do Ambiente, congratulou o Município de Oliveira do Hospital pelo esforço para chegar à taxa de 100 por cento de cobertura ao nível do saneamento, “diria também que ao nível dos municípios do interior do país, Oliveira do Hospital será certamente um dos primeiros a conseguir tal objetivo”. Também o presidente das Águas do Vale do Tejo, José Manuel Sardinha, dirigiu palavras elogiosas ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Município nesta área, e pela “aposta na qualidade de vida das pessoas e na qualificação e promoção do ambiente”.

cionamento e a aumentar a capacidade de tratamento satisfatório de águas residuais. José Carlos Alexandrino, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, destacou a importância deste conjunto de investimentos “necessários para uma das maiores riquezas que é a natureza de Oliveira do Hospital” e que vai “colocar todos os munícipes em pé de igualdade”, sendo que a autarquia já adquiriu um veículo especial (na imagem) destinado à limpeza das fossas de habitações em lugares isolados, e onde não é possível fazer

Refira-se ainda que com as candidaturas já aprovadas pelo POSEUR, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital prepara-se também para realizar novos investimentos para que o abastecimento de água chegue em quantidade e qualidade a algumas das localidades de montanha mais remotas do concelho oliveirense (Parceiro, Covão e Alentejo, na Freguesia de São Gião), à semelhança dos investimentos feitos recentemente nas aldeias de Moita, Formarigo e Carvalha, na União de Freguesias de Penalva de Alva e São Sebastião da Feira.

Informação Municipal | julho 2017 | 105


Desde 2010 foram reflorestados 25 hectares no concelho

Semear, Plantar e Cuidar da Floresta Autóctone

C

uidar da nossa floresta através de ações de sementeira, reflorestação, limpeza, tem sido uma prioridade do executivo desde a primeira hora, através de ações de promoção ambiental envolvendo os pelouros do Ambiente e Qualidade de Vida; da Floresta e Desenvolvimento Rural e da Educação. Privilegiar a sementeira e plantação de flora autóctone e em simultâneo sensibilizar os mais jovens para a educação ambiental são os princípios orientadores deste trabalho que tem vindo a ser implementado desde 2010 com várias ações. Fruto deste empenho, envolvendo os alunos de várias idades, desde o pré-escolar ao ensino superior, os vários agentes e entidades que integram a Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios, a comunidade e voluntários, a autarquia tem investido na reflorestação com espécies autóctones tendo atingido os 25 hectares de terreno que foram repovoados com árvores nestes últimos sete anos. Um trabalho dinamizado através da ação “Plantar Árvores, Fazer Florestas” que envolve a concretização de três projetos - “Semear para Crescer”, “Plantar um Amigo” e “É Hora de Cuidar” - que acompanham o ciclo da floresta.

106 | julho 2017 | Informação Municipal

“Plantar um Amigo” Através desta ação lançada em 2010 já foram plantadas 19.700 árvores (carvalho, castanheiro, sobreiro, medronheiro, pinheiro manso) em 25 hectares no concelho, envolvendo perto de 3100 participantes, na sua maioria alunos do 1.º CEB. É promovido anualmente por ocasião da comemoração do Dia Internacional da Floresta (21 março).

“Semear para Crescer” Projeto lançado em 2012, contou até ao momento com a colaboração de mais de perto de 1500 alunos do pré-escolar que semearam 5800 bolotas e castanhas. Anualmente, como forma de assinalar o Dia da Floresta Autóctone (23 de novembro) os mais novos procedem à sementeira ficando responsáveis por cuidar das novas árvores até serem transferidas para terreno definitivo durante as ações de reflorestação, em março.

“É Hora de Cuidar” O mais recente projeto, lançado em novembro de 2016, tem como objetivo cuidar dos 25 hectares plantados desde 2010, sensibilizando a comunidade para operações de retancha e limpeza dos povoamentos de floresta autóctone, e proteção da biodiversidade nas 14 propriedades reflorestadas no concelho. Promover a educação ambiental das crianças e jovens do concelho e a sensibilização para as questões do ambiente e da floresta são os grandes objetivos destas iniciativas que envolvem as escolas, através dos seus alunos e professores, a par de outras entidades e da sociedade civil nestas iniciativas pedagógicas desde 2010, em prol de um bem comum: a floresta e a sua preservação.


Município de Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital acolheu dispositivo distrital

Semana da Proteção Civil

O

liveira do Hospital foi o município do distrito de Coimbra que acolheu, em 2016, a Semana da Proteção Civil. O evento, decorreu no Parque do Mandanelho, organizado pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra (CDOS) em parceria com a Câmara Municipal de Oliveira do Hos-

pital, com o tema “Comunidades Resilientes – A importância do patamar local”. Visou mostrar as valências e as dinâmicas dos diferentes agentes da proteção civil distrital e municipal. Durante cinco dias, o parque da cidade acolheu uma exposição de meios do dispositivo distrital e diversas

ações como demonstrações técnicas de suporte básico de vida, cinotecnia, patrulhamento a cavalo, simulacros, exposições e ações de desencarceramento levadas a cabo pelos diversos agentes de proteção civil. O espaço recebeu a visita das crianças e jovens do concelho.

Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios No âmbito do estabelecido no Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios do Município de Oliveira do Hospital e relativamente às suas competência foram realizados, entre 2010 e 2071, as seguintes intervenções: • • • •

2400 Km de Beneficiação e Regularização da Plataforma da Rede Viária Florestal; 1310 hectares de limpeza de bermas e taludes em estradas e caminhos; Beneficiação anual de 11 pontos de água; Realização anual de acções de sensibilização com a comunidade escolar (“Semear para Crescer”, “Plantar um Amigo”, “É Hora de Cuidar”) • Realização de acções de sensibilização para a população em geral

Trator corta sebes

Bulldozer e Motoniveladora

Pontos de água

Informação Municipal | julho 2017 | 107


Espetáculo atrai anualmente milhares de pessoas

Marchas Populares As Marchas Populares têm proporcionado noites repletas de música, alegria e cor em Oliveira do Hospital. Todos os anos, milhares de pessoas concentraram-se no Parque do Mandanelho para assistir ao desfile e às atuações de todas a marchas participantes – nas categorias infantis e seniores – sempre com grande brilhantismo. Nos últimos anos, o espetáculo tem contado com marchas convidadas como a Marcha da Barqueira (Taveiro) e a Marcha de Alfama, uma grande vencedora das marchas populares de Lisboa. Realizadas numa noite de verão, as Marchas Populares são um dos espetáculos mais aguardados pelos milhares de pessoas que todos os anos acorrem até ao parque da cidade para assistir às atuações das marchas, vindas de todo o concelho e que envolvem mais de um milhar de participantes, entre marchantes, figurantes e músicos. Com um elevado nível de qualidade na atuação das marchas participantes e organização do espetáculo, Oliveira do Hospital tem vindo a consolidar o título de “capital das marchas” na região, proporcionando bons momentos e uma noite de tradição e cultura popular às famílias, aos participantes e a todos aqueles que vêm visitar o nosso Município.

Marchas Infantis

Marcha Infantil da FAAD

Marcha da Obra D. Josefina da Fonseca

Marchas Seniores

Marcha da Arcial

Epto Marcha

Marcha do Rancho Folclórico e Cultural de Lagares da Beira

Marcha da Freguesia de Meruge e ADSCVC

Marcha da Sociedade de Defesa e Propaganda de Avô

Marcha da Associação Cultural e Recreativa de Lagares da Beira

Marchas Convidadas

Marcha de Alfama (Alfama - Lisboa)

108 | julho 2017 | Informação Municipal

Marcha do Centro Social e Paroquial de Seixo da Beira

Marcha da Barqueira (Taveiro - Coimbra)


Município de Oliveira do Hospital

Revelação de pequenos grandes talentos

Festival Municipal da Canção

O

Festival Municipal da Canção anima o Parque do Mandanelho, no início do mês de junho, proporcionando uma noite de revelação de pequenos grandes talentos que com as suas vozes e interpretações brilhantes deslumbram a multidão presente que não poupa nos aplausos às jovens estrelas. O evento, que sofreu algumas mudanças nos últimos anos, é agora dirigido aos participantes entre os 5 e os 15 anos que sobem ao palco para competirem em dois escalões: infantil dos 5 aos 10 anos; e juvenil dos 11 aos 15 anos, sendo que o tema é definido anualmente, recaindo em escolhas de temas em português. Trata-se de uma noite cheia de atuações que são repletas de emoção e brilho e que não facilitam a escolha por parte do júri que tem de atribuir os três primeiros lugares em cada um dos escalões. Promovido pelo Município de Oliveira do Hospital, o Festival Municipal da Canção visa fomentar o convívio entre crianças das diversas freguesias do concelho; sensibilizar as crianças para a música, proporcionando uma maior abertura cultural; motivar as crianças para a interatividade com a música. Na edição de 2017 houve várias surpresas que enriqueceram ainda mais o espetáculo, já que além das atuações dos vencedores da edição anterior, as interpretações foram feitas com música ao vivo, com a presença de vários grupos locais.

Informação Municipal | julho 2017 | 109


Desfiles de Moda Moda Bobadela

Desfile Cidade

Desfile Piscinas

Desfile “Compre Local”

110 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Espaços públicos mostram o trabalho de vários artistas

Exposições temáticas Ao longo destes últimos anos, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital tem delineado uma programação diversificada de exposições, contemplando trabalhos de tipologia tão diversa como a pintura, a escultura, a fotografia, cerâmica, artesanato, joalharia, artes e ofícios entre muitas outras. As exposições, realizadas mensalmente, distribuem-se pelos vários espaços públicos do concelho como a Casa da Cultura César Oliveira, os Paços do Município, a Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital, a Biblioteca Ludoteca de Lagares da Beira, o Museu Municipal Dr. António Simões Saraiva (Bobadela), e o espaço multiusos do Mercado Municipal. Mensalmente, cada um destes espaços oferece uma exposição temática que mostra o trabalho de autores profissionais ou amadores, residentes no concelho ou noutros pontos do país, mas também elaborados em contexto escolar. Também nos últimos últimos três anos, o Município tem promovido a realização de uma Exposição Coletiva de Artes Plásticas de Oliveira do Hospital. A exposição fica patente entre os meses de abril e maio, em vários espaços públicos. Em cada edição tem reunido dezenas de obras nas áreas da pintura,

desenho, escultura, fotografia, artesanato e instalações de diferentes artistas plásticos. O convite é feito, pela autarquias, a todos os artistas que, desde 2010, realizaram exposições a convite, do Município de Oliveira do Hospital bem como a artistas plásticos locais que acedem positivamente ao convite o que faz com que o número de obras expostas tenha vindo a crescer, ano após ano, bem como o número de visitantes.

Informação Municipal | julho 2017 | 111


Eventos de referência

A

o longo do ano, o Município de Oliveira do Hospital tem apoiado a realização de um conjunto de eventos de referência que dinamizam a economia local e que são fundamentais para a projeção da marca “Oliveira do Hospital”.

Festa do Bodo de Vila Pouca da Beira

Há Festa na Zona Histórica

Feira Moçárabe de Lourosa

Feira do Pão, Bolos e Bolas de Seixo da Beira

Festival de Sopas de Santa Ovaia

Festa das Vindimas de Lagares da Beira

Desfolhada - Rancho Associação Cultural Recreativa Lagares da Beira

Festa da Castanha de Aldeia das Dez

Feira do Porco e do Enchido de Meruge

112 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Passagem de Ano 2016 - 2017 na Central de Camionagem

Parceria com a Associação CulturXis

Espetáculos musicais

N

o âmbito de uma parceria estabelecida com a Associação CulturXis, o concelho de Oliveira do Hospital tem recebido vários espetáculos musicais ao longo deste ano. O espetáculo inaugural, em janeiro, foi uma Gala de Ópera com o pianista Tiago Nunes, oriundo de Ervedal da Beira, acompanhado pelo tenor Pedro Rodrigues. Seguiu-se um recital de piano, na Casa da Cultura César Oliveira, com Taíssa Poliakova num belíssimo concerto a solo, em fevereiro. Recentemente, inserido nas comemorações do 43.º aniversário do 25 de abril de 1974, teve lugar um espetáculo com o quarteto de saxofones “Sax & Companhia”.

Informação Municipal | julho 2017 | 113


Nas noites de Verão

Cinema ao ar livre

Ciclo de Teatro Amador “Aqui há Teatro”

“A

A

qui Há Teatro” é o nome do ciclo de teatro amador, uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. Pelo palco da Casa da Cultura passaram vários grupos de teatro do concelho e da região que apresentaram as suas dramatizações. Entre eles contam-se também grupos de teatro escolar. “Aqui Há Teatro – Ciclo de Teatro Amador” tem como objetivo a divulgação desta tipologia teatral, muito em foco na cultura associativa do concelho de Oliveira do Hospital. A oportunidade dada aos grupos teatrais amadores de se apresentarem na casa da Cultura César Oliveira é reconhecida como motivo de satisfação coletivo, divulgando e promovendo o teatro amador produzido no concelho e na região.

s noites quentes dos meses de julho e agosto convidam às sessões de cinema ao ar livre no Largo Ribeiro do Amaral onde a autarquia tem apostado na projeção de longas metragens. Na praça central da cidade, o público tem assistido aos ciclos de cinema português. A promoção e divulgação do cinema nacional é um dos objetivos permitindo manter a oferta cinéfila durante as noites de verão para os oliveirenses e para os imensos visitantes que passam pelo concelho neste período do ano. O acesso é gratuito e tem sido feita também uma aposta nos filmes de animação dirigidos, nomeadamente, ao público infanto-juvenil. Refira-se também que a Casa da Cultura foi mantendo a sua programação regular de cinema e acolheu algumas apresentações de filmes, como é o caso recente de “O Pecado de Quem nos Ama”, rodado no concelho, e cuja apresentação contou com o realizador e atrizes.

Concertos na Casa da Cultura César Oliveira

Município aposta na diversificação da oferta musical

A

oferta diversificada em termos culturais tem sido uma das apostas da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, que nestes últimos anos tem procurado oferecer ao público oliveirense projetos musicais de diferentes sonoridades, procurando dar resposta à multiplicidade de géneros. Os concertos tomam lugar de desta-

114 | julho 2017 | Informação Municipal

que na Casa da Cultura César Oliveira, por onde têm passado nos últimos anos vários músicos e grupos do concelho, sempre colaborantes com a autarquia abraçando a oportunidade de dar a conhecer o trabalho que desenvolvem, mas também artistas da região e de vários cantos do país. Alguns deles bem conhecidos do grande público como José Cid - que deu um concerto solidário a favor da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital - Noiserv ou Celina da Piedade, entre outros. Projetos de raiz tradicional, sonoridades de fusão entre guitarra portuguesa e eletrónica, Jazz, recitais de pia-

no, Fado de Coimbra, guitarra clássica ou música tradicional portuguesa são exemplos de sonoridades que se têm ouvido na Casa da Cultura César Oliveira e que muito agradam o público. Igualmente cativantes têm sido os concertos comemorativos no Natal e nos Reis ou, por exemplo, os encontros de Coros infantis e adultos ou encontros de Filarmónicas, bem como as atuações de jovens cantores a solo ou em projeto de banda que têm emergido nos últimos anos no concelho de Oliveira do Hospital e que sobem ao palco da Casa da Cultura para mostrar a sua boa qualidade musical junto do público.


Município de Oliveira do Hospital

Incentivar a expressão dramática

Dramatizando - Jornadas de Teatro Escolar

A

nualmente, no mês de maio, a Câmara Municipal organiza o “Dramatizando” - Jornadas de Teatro Escolar, uma iniciativa durante a qual os alunos do concelho apresentam pequenas peças de teatro. A iniciativa que conta já com dez edições é promovida com o apoio das Bibliotecas Públicas Municipais, do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital e da EPTOLIVA. Envolve habitualmente mais de uma centena de participantes entre alunos do 1.º CEB, professores, pais e crianças do pré-escolar, que sobem ao palco

Vários temas em discussão

na Casa da Cultura César Oliveira para apresentar as suas pequenas peças de teatro. Com a dinamização do Dramatizando – Jornadas de Teatro Escolar, uma das iniciativas que marca o calendário anual de atividades culturais, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital pretende incentivar e desenvolver nas crianças e jovens o gosto pela expressão dramática, para além de valorizar o trabalho e esforço dos professores em cativar e preparar os alunos para este tipo de atividades.

Jornadas Culturais de Oliveira do Hospital

A

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital tem vindo a organizar as Jornadas Culturais de Oliveira do Hospital subordinadas a diferentes temas relacionados com a cultura do concelho. Com a promoção das Jornadas Culturais pretende-se abrir um espaço de discussão sobre as várias temáticas culturais do concelho de Oliveira do Hospital valorizando e reforçando,

naturalmente, os agentes culturais locais e as suas iniciativas. Um objetivo que surge na senda do investimento cultural realizado por parte do Município de Oliveira do Hospital, quer na sua vertente financeira, quer na preocupação de envolver os vários agentes culturais em eventos e iniciativas de relevância supramunicipal. A cultura concelhia, nas suas várias dinâmicas e temáticas, é um dos veícu-

los privilegiados na promoção, divulgação e preservação da nossa identidade territorial e do nosso património imaterial e material. Temas como a “Música Filarmónica”, a “Cultura Etnográfica” e a “Voz” foram o objeto central das sessões das Jornadas Culturais de Oliveira do Hospital já realizadas até ao momento.

Informação Municipal | julho 2017 | 115


Atividades para todos os públicos

A

Biblioteca Municipal tem desenvolvido ao longo destes seis anos um conjunto de atividades que pretendem, por um lado a fidelização dos utilizadores com a renovação das propostas e por outro, a captação de novos utilizadores.

Clube de leitura em voz alta

Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital Aberta ao público desde junho de 2012, a Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital é um espaço aberto à modernidade que disponibiliza livros, periódicos, ludoteca, espaço internet e videoteca, além de dispor de um auditório com 60 lugares e de salas para formação A Biblioteca Municipal tem sido , ao longo destes anos, um espaço cultural com grande dinamismo e onde periodicamente se realiza um vasto conjunto de atividades dirigidas aos mais diversos públicos.

116 | julho 2017 | Informação Municipal

R

Lar na biblioteca

R

eunido mensalmente e sempre com um tema de fundo, o clube de leitura e voz alta convida as pessoas a passarem um serão na biblioteca onde, para além de cada um ler sobre o tema escolhido, se trocam ideias sobre o mesmo.

ealizado mensalmente, convidamos as instituições (lares e centros de dia) a visitarem as nossas instalações, são convidadas e fazer actividades com a biblioteca e a puderem mostrar um pouco do trabalho que realização nas suas instalações.

Oficinas criativas das férias da Páscoa

Férias ativas

A

s crianças no período de férias de Páscoa escolhem o nosso espaço para fazerem diversas actividades que vão da escrita criativa, à expressão plástica, entre outras.

A

cção concebida para ocupar o período de férias escolares e orientada para as crianças entre os seis e os doze anos, esta actividade abrange três áreas: cultura, desporto e ambiente;


Município de Oliveira do Hospital

Itinerância pelas escolas

D

Apresentação de livros

Chá com...

P

C

irigida às escolas do concelho e à ARCIAL (Associação para Recuperação de Crianças Inadaptadas de Oliveira do Hospital)--, uma equipa leva a biblioteca às escolas, descentralizando serviço e promovendo o livro.

romoção de diversas sessões de lançamento e apresentação de livros de autores do concelho, muitos deles editados com a chancela do Município. Para além do apoio na edição de livros, a autarquia oliveirense tem vindo a impulsionar a promoção e apresentações públicas de livros de editoras de âmbito nacional, recebendo os respetivos autores.

om o objectivo de promover os autores concelhios, as pessoas são convidadas a passar uma tarde na biblioteca onde podem ficar a conhecer melhor a obra do autor em questão.

Noite das Bruxas

Animação da leitura

Projeto itinerante “Viver a ler+”

A

noite de 31 de outubro é terrivelmente assustadora com a realização da mítica “Noite das Bruxas”, uma das atividades mais esperada pelas crianças, e que foi assinalada pela equipa da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital.

D

irecionada para o pré-escolar, primeiro ciclo, segundo ciclo, e à ARCIAL (Associação para Recuperação de Crianças Inadaptadas de Oliveira do Hospital) onde se pretende numa forma lúdica dar a conhecer o livro, promovendo desta forma, a leitura.

D

irigido ao público sénior, mensalmente são percorridas as instituições concelhias (lares e centros de dia) onde, para além de os utentes puderem fazer a requisição de livros e periódicos, também são sempre presenteados com actividades diversas.

Informação Municipal | julho 2017 | 117


Soltem Talentos

O

concurso Soltem Talentos, que vai já na sua 6.ª edição, tem revelado novos jovens talentos do concelho de Oliveira do Hospital em diferentes áreas. O concurso é dirigido aos jovens residentes no concelho, com idades entre os 15 e os 35 anos, que podem participar numa das seguintes áreas a concurso: Voz/Dramaturgia (teatro, declamação, stand-up comedy); Música (canção ou instrumental, a solo ou em banda); Dança (clássica, moderna, contemporânea) e Artes Circenses (magia, equilíbrio, acrobacia, malabarismo). Este concurso lançado pela Câmara Municipal visa descobrir novos valores e dar oportunidade aos jovens do concelho de mostrarem as suas aptidões artísticas. O ponto alto tem lugar com a realização da final que tem vindo a ocupar lugar de destaque numa das noites da ExpOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital. Trata-se de dar visibilidade aos jovens talentos do concelho com a promoção de um espetáculo de elevada qualidade musical onde as atenções estão centradas na prata da casa, que com as suas brilhantes atuações arrancam, sempre, fortes aplausos da multidão que todos os anos assiste à final do “Soltem Talentos”.

Oficina Municipal do Teatro

A

través do pelouro da Cultura, foi criado o projeto Escola Municipal de Teatro de Oliveira do Hospital dirigido aos jovens entre os 7 e os 18 anos. Pretende-se, com esta Escola que os formandos experimentem técnicas de expressão interpretativa, corporal, vocal, oral, improviso, comportamental e comunicacional, no desenvolvimento de uso das suas capacidades para (re) criar, exprimir e expressar, usando o seu sentido crítico - construtivo, contribuindo, desta forma, para o seu enriquecimento teatral, criativo e artístico.

118 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Descentralizar a oferta cultural

A “Cultura em Movimento” pelo concelho “Cultura em Movimento” é mais um programa de descentralização da oferta cultural do Município de Oliveira do Hospital. No âmbito da oferta cultural do Município de Oliveira do Hospital, a descentralização cultural tem ocupado um lugar central, ora fazendo o aproveitamento dos espaços culturais, associativos e recreativos do concelho, ora procurando e provocando a abertura de novos espaços, nomeadamente de culto religioso, com vista à divulgação e promoção cultural dos grupos

Promoção da música e património

existentes no concelho de Oliveira do Hospital. Foi assim com a iniciativa “Ciclo pelas Igrejas” e é também o objetivo deste mais recente programa “Cultura em Movimento” que leva música, teatro e outras expressões culturais a vários pontos do concelho. Este projeto de descentralização cultural, nomeadamente com alguns grupos de música e teatro do concelho, visa, como referido, a divulgação e promoção dos mesmos, assim como dos espaços e localidades onde atuarão, descentralizando desta forma a oferta cultural no Município de Oliveira do Hospital.

Ciclo pelas Igrejas

O

Município de Oliveira do Hospital, através do seu pelouro da Cultura, promove anualmente um conjunto de concertos no âmbito da iniciativa “Ciclo pelas Igrejas”. Os espetáculos acontecem, por norma, nas noites de sexta-feira e sábado percorrendo vários espaços religiosos do concelho. Com a dinamização deste “Ciclo pelas Igrejas”, que conta com várias edições realizadas, o Município de Oliveira do Hospital

pretende dinamizar um evento de valorização da produção musical levada a cabo pelos grupos do concelho e em simultâneo de promoção do património monumental religioso e histórico concelhio. Dessa forma, o Município de Oliveira do Hospital, que conta com a colaboração das Juntas de Freguesia na promoção do evento, dirige, através do seu pelouro da Cultura, o convite ao público em geral para que acompanhe este interessante ciclo de concertos.

Informação Municipal | julho 2017 | 119


Comemorações dos 500 anos do Foral Manuelino

O

Município de Oliveira do Hospital assinalou os 500 anos dos Forais Manuelinos do concelho, ao longo de 2014, com a dinamização de várias iniciativas nas localidades que comemoraram a efeméride. As comemorações foram dinamizadas pela Câmara Municipal com a parceria das Juntas de Freguesia que, outrora, foram sede de concelho e às quais foi outorgado este documento

120 | julho 2017 | Informação Municipal

assinado pelo rei D. Manuel I. Entre as atividades comemorativas contam-se a colocação de um pendão alusivo nas fachadas das igrejas; publicação de livros, organização de palestras e exposições temáticas; recriação da entrega dos forais manuelinos e colocação de placas comemorativas e criação de um logótipo que se assumiu como a grande marca das comemorações dos forais no concelho.

Seixo da Beira e Oliveira do Hospital foram as primeiras freguesias a viver estas festividades, em janeiro e fevereiro, respetivamente, e Ervedal da Beira assinalou a efeméride no mês de maio. Avô e Lourosa assinalaram a data histórica no mês de agosto com diversas iniciativas e no mês de setembro também as freguesias de Nogueira do Cravo e São Sebastião da Feira festejaram a efeméride. As comemorações foram vividas como uma oportunidade para redescobrir o concelho, para os oliveirenses e público em geral, merecendo destaque na comunicação social, local, regional e nacional, nomeadamente em programas de entretenimento e de informação em vários canais de televisão.


Município de Oliveira do Hospital

Um evento para varios públicos

Feira do Livro

P

romovida no final de Maio, a Feira do Livro de Oliveira do Hospital tem vindo a crescer ano após ano, apresentando uma programação atrativa e novidades para todas as idades. O evento, que já vai na 12.ª edição, proporciona ao longo de cinco dias diversas atividades complementares à oferta das livrarias e papelarias da cidade que marcam presença na feira. Dessa forma e como já é marca da Feira do Livro de Oliveira do Hospital, cada um dos dias é dedicado a um público específico, proporcionando-se atividades direcionadas num claro incentivo a que toda a população visite e usufrua da oferta cultural proporcionada pela programação do certame. A realização deste evento representa também um incentivo às compras no comércio local, no caso concreto das livrarias e papelarias. Apresentações de livros com a presença do autor e sessão de autógrafos; oficinas temáticas; encontro de autores concelhios; apresentação de pequenas dramatizações; atuações musicais são alguns exemplos da diversidade de atividades dinamizadas durante o certame que culmina com a comemoração do Dia da Criança, com programação inteiramente dedicada aos mais novos.

Informação Municipal | julho 2017 | 121


Um evento de dimensão nacional

Festa do Queijo Serra da Estrela – a maior de Portugal

A

Festa do Queijo Serra da Estrela de Oliveira do Hospital, que vai já na sua 26ª edição, conseguiu alcançar nos últimos anos o estatuto de maior festa do queijo de Portugal. Com mais de 300 expositores de produtos endógenos, artesanato, gastronomia, entre outros artigos, o certame que tem como rei da festa o Queijo Serra da Estrela DOP, passou a realizar-se no centro da cidade durante dois dias – sábado e domingo –, e é hoje um evento de dimensão nacional que atrai anualmente muitos milhares de pessoas de todo o país. Com um grande impacto na economia local, a Festa do Queijo Serra da Estrela é também o evento que maior notoriedade tem dado a Oliveira do Hospital. Para isso muito têm contribuído a presença das principais cadeias de televisão, que transmitem em direto de Oliveira do Hospital para Portugal e para o mundo tudo o que de mais importante vem acontecendo na feira. A Festa do Queijo Serra da Estrela, que nos últimos anos tem tido a presença assídua da TSF, com o seu popular programa Terra a Terra, vem sendo transmitida pela TVI, com o programa de grande audiência “Somos Portugal” e, na edição de 2016, foi um dos eventos mais mediáticos de Portugal, ao

122 | julho 2017 | Informação Municipal

ser transmitida, no sábado, pela RTP, através do “Aqui Portugal” e, no domingo, pela SIC, com o programa “Portugal em Festa”. Poucos dias antes do evento – e numa estratégia de marketing nunca antes vista – a Festa do Queijo Serra da Estrela foi apresentada, em 2016, em plena baixa de Coimbra numa ação com o ator Manuel Melo e, em 2017, o conhecido ator/apresentador Fernando Mendes – o padrinho da feira – foi o rosto do vídeo promocional do certame, que culminou com uma ação promocional realizada em Lisboa, no Parque Eduardo VII, e que captou a atenção da quase generalidade das televisões portuguesas e dos principais meios de comunicação social. Para despertar a atenção dos órgãos de comunicação social, contribuiu também decisivamente a visita que Marcelo Rebelo de Sousa fez ao certame – em 2016, antes da tomada de posse, e em 2017 já na qualidade de Presidente da República –, assim como diversos membros do Governo e outras figuras públicas. Ao longo de dois dias a Festa do Queijo Serra da Estrela tem uma vasta panóplia de iniciativas, com destaque para as provas de queijo e vinhos do Dão, tosquias e fabrico de queijo ao vivo, ou exposição animal. De relevo

é também a aposta na promoção do artesanato local através da presença de diferentes artesãos do concelho de Oliveira do Hospital que, no palco da tenda Queijo Serra da Estrela, fazem, demonstrações ao vivo das suas artes. A animação cultural e musical é uma constante, com a presença de dezenas de grupos do concelho e da região que atuam pelo recinto da festa e nos vários palcos instalados. Na Tenda de Eventos, são igualmente dinamizadas diversas iniciativas, ao longo dos dois dias, e é um dos locais de visita obrigatória. A confeção do “Maior Requeijão Serra da Estrela do Mundo” que é degustado com o não menos famoso, “Doce de Abóbora”, esteve novamente no centro das atenções na edição de 2017 do certame, sendo que também foram apresentados o “Maior Iogurte de Ovelha Serra da Estrela” e o “Maior Queijo Fresco de Ovelha Serra da Estrela”. A confeção e degustação da Mega Pizza por um dos pizzaiolos da seleção nacional, o fabrico artesanal de Queijo Serra da Estrela DOP; a degustação do queijo convidado, o Queijo de Azeitão; uma venda solidária da “Pizza Solidária Serra da Estrela”; e a entrega dos prémios do “Concurso de Ovinos Serra da Estrela” foram momentos – entre tantos outros – que animaram a dinâmica do evento.


Município de Oliveira do Hospital

Informação Municipal | julho 2017 | 123


EXPOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital 2017 foi a melhor de sempre

A

realização da 8ª edição da Expoh – Feira Regional de Oliveira do Hospital, que terminou no dia 30 de julho, traduziu-se no maior êxito de sempre e cumpriu plenamente com os objetivos traçados pela organização do certame. Organizada pela ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital, em parceira com o Município de Oliveira do Hospital, a EXPOH 2017 bateu todos os recordes, ultrapassou a fasquia dos 60 mil visitantes e atraiu cerca de 200

124 | julho 2017 | Informação Municipal

expositores dos mais variados setores de atividade. Muito elogiada pela qualidade do cartaz – ao nível das melhores feiras do país –, a Feira Regional de Oliveira do Hospital, organizada pela primeira vez no ano de 2010, reforçou a sua capacidade de atração de público em toda a região e é atualmente uma das melhores feiras de toda a região. Durante oito anos, passaram pelo palco do Parque do Mandanelho algumas das melhores bandas nacionais. Na edição de 2017, o público olivei-

rense foi brindado, por exemplo, com concertos dos D.A.M.A, Xutos & Pontapés, Diogo Piçarra, Amor Electro e Dengaz. A EXPOH 2017 registou a maior enchente de sempre.


Município de Oliveira do Hospital

Informação Municipal | julho 2017 | 125


Comemorações do 25 de Abril

A

Câmara Municipal passou a assinalar o aniversário do 25 de abril de 1974 com um programa diversificado de iniciativas. Desde 2010 que o executivo comemora esta data marcante da história da nação com a realização de uma sessão solene em que têm voz os partidos eleitos na Assembleia Municipal. Este é o ponto alto de um programa que concentra ainda exposições temáticas, poesia e leitura, concertos, animação de rua e atividades desportivas num claro convite à participação ativa de todos os oliveirenses no aniversário da Revolução dos Cravos.

126 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Comemorações do feriado municipal | 7 de outubro

A

s comemorações do Feriado Municipal de Oliveira do Hospital assumem particular destaque no concelho, que anualmente celebra esta data com um conjunto de iniciativas. O programa comemorativo – que contempla iniciativas culturais e desportivas, como concertos, teatro, exposições, tertúlias e conferências, caminhadas e encontros desportivos, entre outras – tem o seu ponto alto na sessão solene, nos últimos anos, realizada na Casa da Cultura César Oliveira. É nesta sessão que se presta homenagem, através da atribuição de meda-

lhas de mérito municipal e medalhas de ouro da cidade, a diversas personalidades e instituições pela excecional relevância dos serviços prestados e o contributo dado ao engrandecimento do concelho. A data é ainda escolhida para atribuição dos prémios de mérito escolar

aos alunos que pelos seus resultados escolares se diferenciam na escola, e para a cerimónia de assinatura de protocolos com os grupos culturais e desportivos do concelho.

Informação Municipal | julho 2017 | 127


Animação de Natal

O

programa “Natal em Oliveira do Hospital” que engloba várias iniciativas de animação do centro urbano da cidade e dinamização do comércio tradicional é desenvolvido anualmente numa organização entre a Câmara Municipal e a ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital. Sonorização de rua e iluminação natalícia, “Largo Encantado” com diversas atividades para crianças, promoção e apelo às compras no comércio tradicional com atribuição de vales de compras; concertos; atividades desportivas; entre outras iniciativas são promovidas para dinamizar quer a componente de compras no comércio local de Oliveira do Hospital quer a componente de animação do espaço público, fazendo de Oliveira do Hospital um centro apelativo que atrai pessoas, anima o comércio e dá vitalidade ao espaço urbano. No ano passado houve também, um espetáculo de fim de ano ao qual os oliveirenses responderam positivamente.

128 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

7 anos a promover a agricultura familiar

Mostra “Da Nossa Terra”

O

Município de Oliveira do Hospital e da ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital têm promovido, mensalmente, a Mostra de Produtos Biológicos e Agrícolas em Modo de Produção Tradicional de Oliveira do Hospital – “Da Nossa Terra” que se realiza no segundo sábado de cada mês no Mercado Municipal. “Da Nossa Terra” está a completar sete anos de mostras mensais, sem interrupções, e ao longo dos quais se associou a diferentes efemérides, sendo neste momento oficialmente reconhecido pelo Aspiring Geopark Estrela como um “Mercado de Montanha”. Todos os meses, a mostra conta com a simpatia dos produtores do concelho e região que preenchem as bancas do Mercado Municipal com produtos frescos e genuínos, com particular enfoque para os frutícolas e hortícolas da época, que são produzidos em modo tradicional ou biológico no concelho de Oliveira do Hospital e na região, no sopé da Serra da Estrela. Evento pioneiro na região que rapidamente ultrapassou as fronteiras do concelho oliveirense, a mostra “Da Nossa Terra” é um evento distintivo de valorização dos produtos locais aliada à componente comercial e de sensibilização para a preservação dos estilos de vida tradicionais e hábitos de alimentação saudáveis. São também estas genuínas caracte-

rísticas que lhe conferem um estatuto de excelência junto dos diferentes segmentos de consumidores que procuram a Mostra de Produtos Biológicos e Agrícolas em Modo de Produção Tradicional de Oliveira do Hospital para efetuarem as suas compras, no segundo sábado de cada mês. Depois de se ter associado a efemérides e anos internacionais – de que são exemplo o Ano Internacional da Agricultura Familiar (2014) e o Ano Internacional das Leguminosas (2016) – a mostra “Da Nossa Terra” tem vindo a ser distinguida por diferentes entidades a nível nacional, que reconhecem a importância desta mostra pelos valores e práticas que preconiza e pelo facto de constituir um exemplo de boas práticas inspirador para outras iniciativas semelhantes.

Informação Municipal | julho 2017 | 129


Programa “mOHve-te” coloca Oliveira do Hospital em movimento

O

programa “mOHve-te” foi lançado em 2014 pelo Município de Oliveira do Hospital para apostar no desporto como veículo de promoção de estilos de vida saudáveis, através da criação de uma oferta desportiva para toda a população, incentivando os cidadãos a adotarem estilos de vida mais ativos. Tendo-se transformado rapidamente numa iniciativa de sucesso, o programa mOHve-te, com várias edições temáticas, tem registado uma adesão superior a mil participações/ano e prima por um grande ecletismo desportivo, já que proporciona a prática de mais de uma dezena de atividades desportivas ao ar livre e nalguns equipamentos desportivos municipais. Na óptica do vereador responsável pelo Pelouro do Desporto, Nuno Ribeiro, o programa mOHve-te, que tem a particularidade de promover a inclusão de todos os grupos da sociedade, é fundamental para proporcionar uma vida mais saudável aos oliveirenses. Nuno Ribeiro sublinha também que estatisticamente a prática desportiva no concelho está em grande ascensão e, em consequência disso, esse facto terá consequências positivas ao nível da saúde e qualidade de vida dos cidadãos.

130 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Informação Municipal | julho 2017 | 131


Na rota do ciclismo nacional

Volta a Portugal em Bicicleta projeta Oliveira do Hospital

D

urante dois anos consecutivos (2010 e 2011), a cidade de Oliveira do Hospital foi palco de uma

Desporto automóvel

das etapas rainha da Volta a Portugal em Bicicleta, permitindo ao concelho desfrutar de toda a atenção mediática

dispensada a um evento que constitui uma das rotas publicitárias de maior projeção e dimensão no país. Entretanto, no dia 14 de agosto de 2017, a 79ª edição da Volta a Portugal Santander Totta, regressou ao concelho, atravessando, pela primeira vez – numa excelente estratégia de marketing promocional –, os nossos três monumentos nacionais: Igreja de S. Pedro de Lourosa, Ruínas Romanas de Bobadela e Capela dos Ferreiros.

Rallye Oliveira do Hospital | Rallye Rainha Santa

132 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital transformada na capital nacional do basquetebol

Taça Hugo Santos

O

liveira do Hospital tem vindo a ser a capital do basquetebol ao receber – pelo quinto ano consecutivo – a Taça Hugo dos Santos, com as equipas de topo do basquetebol nacional, no pavilhão municipal da cidade. Com transmissão televisiva e grande projeção mediática, a prestigiada

prova teve sempre casa cheia e colocou Oliveira do Hospital no palco dos grandes eventos desportivos. A Taça Hugo dos Santos, organizada pela Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) em parceria com o Município de Oliveira do Hospital, surgiu como forma de homenagem

ao antigo presidente da FPB e já pelo quinto ano consecutivo tem lugar na “terra” que viu nascer o General Hugo dos Santos – um oliveirense que ficou na História como um dos principais impulsionadores do Movimento dos Capitães, que conduziu o país ao 25 de Abril de 1974.

Oliveira do Hospital no palco dos grandes acontecimentos desportivos

Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros

O

liveira do Hospital voltou a receber este ano , dia 29 de junho, na Av. Dr. Carlos Campos, a chegada da primeira etapa da 25ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros. A 25ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros, competição exclusiva para corredores do escalão Sub-23,

que aspiram chegar à Elite do ciclismo, decorreu entre os dias 29 de Junho e 2 de Julho. As 12 equipas em prova tiveram pela frente quatro etapas, num total de 595,8 quilómetros. cações O presidente da Câmara Municipal, José Carlos Alexandrino, considerou

que é sempre muito prestigiante para Oliveira do Hospital voltar a receber este grande evento do ciclismo nacional, que tem sempre um impacto muito positivo ao nível da promoção do território e da dinamização da economia local.

Informação Municipal | julho 2017 | 133


Distinção aos agentes desportivos

Gala do Desporto

Imagem da última edição da Gala do Desporto, realizada em 2017

A

Gala do Desporto da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital é organizada anualmente desde 2014 com o objetivo de reconhecer e valorizar todos os agentes desportivos que ao longo das diferentes épocas desportivas contribuíram para a projeção e desenvolvimento do desporto no concelho, nas mais variadas modalidades e escalões. Nesta Gala – sempre aguardada com grande expetativa – a Câmara Municipal atribui várias distinções e distingue também os agentes desportivos que têm vindo a ser reconhecidos pelo executivo municipal, nas reuniões camarárias, com votos de reconhecimento público. Note-se que atualmente o concelho de Oliveira do Hospital tem mais de 700 atletas a praticar desporto – maioritariamente com idades inferiores a 18 anos – que se encontram distribuídos por 11 modalidades desportivas diferentes. O vereador responsável pelo pelouro do Desporto, Nuno Ribeiro, frisa

134 | julho 2017 | Informação Municipal

que Oliveira do Hospital é hoje um concelho que persegue sempre o lema do “desporto para todos”, e refere ainda que a Gala do Desporto pretende constituir um tributo a todos quantos se entregam à causa desportiva, desenvolvendo-a de forma coerente, integrada e sustentada.


Município de Oliveira do Hospital

Ciclo de Conferências

Desporto em Debate

A

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital realiza desde 2014, na Casa da Cultura César Oliveira, um ciclo de conferências intitulado “Desporto em Debate”, através de uma parceria estabelecida com os clubes e associações desportivas do concelho. Com este ciclo de conferências, onde são feitas abordagens a uma vasta panóplia de temáticas ligadas ao mundo do desporto, nas suas mais diversas modalidades, a autarquia pretende reforçar o papel ativo das instituições desportivas na divulgação e promoção do desporto, através de uma maior interação com a comunidade. “Psicologia do Desporto”; “Da Formação à Competição”; “Desporto Adaptado” e “Formação Desportiva” foram alguns dos temas abordados.

Imagens da última edição da Gala do Desporto, realizada em 2017

Portugal-Tunísia

Andebol de Elite internacional disputou-se em Oliveira do Hospital

O

liveira do Hospital foi o palco, dia 19 de setembro de 2014, no pavilhão municipal de Oliveira do Hospital, de um acontecimento desportivo de dimensão internacional, com a seleção portuguesa de andebol a disputar com a sua congénere da Tunísia, um jogo de preparação da equipa das quinas. Neste torneio de Andebol de Elite Internacional, as duas seleções nacionais defrontaram-se em Oliveira do Hospital e Tábua.

Informação Municipal | julho 2017 | 135


Atividades Desportivas | Datas Comemorativas

A

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, através do pelouro do Desporto, tem promovido inúmeras iniciativas que promovem a prática de atividade física. Particular destaque assumem as iniciativas dinamizadas, ao longo do ano, e que assinalam datas comemorativas ou efemérides, envolvendo a população de todas as idades. Com a dinamização destas atividades, o Município reforça a política “Desporto para Todos”, de promoção de estilos de vida saudável e da prática desportiva com fins de promoção da saúde e bem estar dos oliveirenses.

Caminhada Laço Azul

Desporto em Família

Dia do Pai na Desportiva

Dia da Mulher

Dia atividade Física|Saúde

Desporto para todos

Pais Natais em Movimento

25 abril - atividade desportiva

Dia da Criança

136 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Prova num dos mais belos cenários do concelho

Ultra Trail Colcurinho

“É

uma prova única! Parabéns a todos os que se envolveram nesta espetacular corrida. Foi a primeira vez que passei em alguns locais, repeti o Colcurinho. Muito bom”, escreveu no Facebook o representante de Portugal nos Campeonatos do Mundo de Trail de 2015, Luís Mota, o grande vencedor do percurso mais longo (50 km) do I Ultra Trail Colcurinho. O Ultra Trail Colcurinho, que decorre desde 2015, já conta com duas edições, realizadas por altura da Festa da Castanha, em Aldeia das Dez, e é mais uma iniciativa do Município com a participação de cerca de uma centena de atletas oriundos de várias zonas do país e do país vizinho. Tem como principais objetivos dinamizar a política de desporto para todos e, simultaneamente, promover o turismo de natureza através do valiosíssimo património natural e paisagístico dos territórios de montanha. O evento conta sempre com três vertentes de oferta: a caminhada, composta por um percurso de 15km; o trail curto, com uma distância de 20km; e o trail longo, com 50km, sendo que estes dois últimos passam pelo cume da montanha, promovendo uma das mais belas paisagens do centro do país. A próxima edição terá lugar no próximo dia 20 de outubro, inserida na Festa da Castanha de Aldeia das Dez.

Subida Épica Ponte das Três Entradas - Colcurinho

M

ais de 150 ciclistas de todo o país participaram, em 2015, na primeira “Subida Épica” entre a Ponte das Três Entradas e o Monte do Colcurinho – a primeira do género em Portugal. O pioneiro evento, que se traduziu num verdadeiro sucesso, serviu de rampa de lançamento ao projeto “Subidas Épicas” Aldeias do Xisto, que à semelhança do que se observa nalguns destinos de montanha noutros países, tem como objetivo a sinalização de algumas das subidas mais desafiantes para se fazerem em bicicleta. Esta subida, uma das mais exigentes e espetaculares subidas em Portugal, com paisagens arrebatadoras, contou com um padrinho muito especial: o ex-ciclista profissional, Cândido Barbosa, que esteve à frente do pelotão, partilhando com todos os participantes esta grande festa de lançamento de

mais um projeto inovador dedicado a todos os amantes de ciclismo. Estas subidas foram equipadas com sinalética permanente, que dão aos ciclistas e demais utilizadores a indicação da distância ao cume, da altitude e da inclinação no próximo km, tornando-se assim pistas de treino permanentes para quem faz do ciclismo o seu desporto favorito, sobretudo para os apaixonados pela montanha, que assim poderão vir em autonomia, com os seus amigos ou sozinhos, ultrapassar estes desafios voltando depois para bater sucessivamente os seus recordes. Em 2017, a 27 de agosto, acontece a 3ª edição, no formato de crono escalada.

Informação Municipal | julho 2017 | 137


Competição e convívio juntou mais de 150 participantes

Torneio Inter-Freguesias

O

“Torneio Futebol 7 | Inter-Freguesias” traduz-se num evento desportivo que envolve mais de 150 jogadores por edição, maiores de 35 anos, que vestem a camisola das suas freguesias, do concelho de Oliveira do Hospital. Este torneio de futebol disputa-se nos três campos do concelho com relvado sintético – Nogueira do Cravo, Oliveira do Hospital e Lagares da Beira. Destaca-se o envolvimento das freguesias nesta prova que permitiu que o torneio já alcançasse uma dimensão desportiva elevada. Além disso, tem a particularidade de envolver uma franja da população acima dos 35 anos, proporcionando-lhes uma competição desportiva. O torneio Inter-Freguesias de Oliveira do Hospital é mais uma aposta ganha ao nível da promoção do desporto para todos e, acima de tudo, é um excelente momento de salutar convívio desportivo entre os participantes que reforça, ano após ano, o sentido de identidade dos cidadãos com as suas freguesias.

138 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Encontro de Desporto Adaptado

N

o âmbito das comemorações do Feriado Municipal de Oliveira do Hospital, em 2015, decorreu em Oliveira do Hospital o I Encontro de Desporto Adaptado. A cidade acolheu este encontro numa organização da Santa Casa da Misericórdia de Galizes e do Município de Oliveira do Hospital, com a parceria de várias entidades. No Estádio Municipal e no Pavilhão Municipal estiveram representadas as modalidades de futebol, atletismo, basquetebol e boccia com a participação de atletas especiais e empenhados. Participaram neste I Encontro de Desporto Adaptado, mais de seis dezenas de atletas provenientes de vá-

rias instituições que desenvolvem a sua ação na área da deficiência. Dessa forma, estiveram representadas as delegações da APPACDM de Arganil e de Poiares, a ARCIL da Lousã e a Santa Casa da Misericórdia de Galizes. Como sublinha o vereador do Desporto, Nuno Ribeiro, este evento “reforça as políticas do Município ao promover o desporto para todos e, neste caso específico, estimula a igualdade de oportunidades no que diz respeito ao livre acesso ao desporto, e de igual modo, visa promover a interação e a integração de pessoas com deficiência na comunidade”.

CM de Oliveira do Hospital distinguida como “Entidade do Ano” pela Associação de Basquetebol de Coimbra

A

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) foi distinguida como Entidade do Ano na Gala do Basquetebol 2015, um evento organizado pela Associação de Basquetebol de Coimbra, dia 22 de novembro, no Casino da Figueira.

Nesta gala anual, que reuniu cerca de 400 pessoas, o galardão, que visa reconhecer o trabalho que a câmara municipal tem vindo a desenvolver na área do desporto, nomeadamente ao nível do basquetebol, foi entregue pelo Presidente da ABC, Luís Santarino, ao

Obras de requalificação do piso de madeira do Pavilhão Municipal

vereador da CMOH com o pelouro do Desporto, Nuno Ribeiro. “É um prémio que deverá ser partilhado com todos os agentes desportivos e, muito particularmente, com o basquetebol”, considerou o vereador Nuno Ribeiro.

Piscina infantil requalificada

A

piscina infantil do complexo das piscinas municipais de Oliveira do Hospital foi alvo de uma intervenção, com vista a dotar aquele equipamento de lazer de melhores condições para os utilizadores mais jovens.

Informação Municipal | julho 2017 | 139


Prova rainha de seniores femininos em Oliveira do Hospital

Taça de Portugal de Hóquei em Patins

O

liveira do Hospital foi palco da Final Four da Taça de Portugal de Hóquei em Patins, em 2016, no Pavilhão Municipal. As meias finais da

Taça de Portugal Seniores Femininos colocaram frente a frente, no primeiro jogo, as equipas de Vila Boa do Bispo e da AA Coimbra, sendo que no segundo

jogo, se defrontaram o Stuart de Massamá e o SL Benfica. O momento decisivo da Taça de Portugal de Seniores Femininos decorreu no domingo, com o SL Benfica a sair vencedor do troféu. Durante todo o fim de semana, Oliveira do Hospital foi a capital do Hóquei em Patins, com um pavilhão repleto de público para ver os jogos da final four bem como todas as restantes atividades desportivas associadas. Dessa forma, além dos jogos desta competição, o público teve oportunidade de assistir a demonstrações de patinagem artística, um jogo no escalão de Bambis, um jogo entre as Seleções Distritais Femininas Sub-17 da Associação de Patinagem de Coimbra e de Aveiro e ainda, uma demonstração da equipa de Parahóquei da ARCIAL, que tem vindo a realizar um excelente trabalho na ótica do desporto adaptado. Este foi mais um evento desportivo que colocou o nome do concelho na rota das grandes competições, realizado com sucesso cuja organização exemplar mereceu destaque por parte das entidades envolvidas.

Taça Nacional Sub19 Basquetebol Feminino

P

or dois anos consecutivos (2015/2016), Oliveira do Hospital acolheu a final da Taça Nacional Sub 19 Feminino em Basquetebol. A final-four decorreu nos concelhos de Tábua e de Oliveira do Hospital. O concelho vizinho recebeu os jo-

140 | julho 2017 | Informação Municipal

gos das meias finais, disputadas pelas equipas Clube dos Galitos, Seixal Clube 1925, Clube Basquetebol Queluz e Club União Sportiva. O Pavilhão Municipal de Oliveira do Hospital foi o palco do jogo de disputa do 3.º e 4.º lugar entre o Seixal Clube

1925 e o Clube Basquetebol Queluz. Seguiu-se a final que colocou frente a frente o Clube de Galitos e o Club União Sportiva. Foi o Clube União Sportiva que se sagrou campeão da Taça Nacional Sub 19 Basquetebol Feminino num jogo disputado até ao último segundo e verdadeiramente emocionante para o público presente no Pavilhão Municipal de Oliveira do Hospital. Este evento, apoiado pela Federação Portuguesa de Basquetebol, é fruto de uma parceria conjunta entre os Municípios de Oliveira do Hospital e de Tábua, a Associação de Basquetebol de Coimbra e o Sampaense Basket.


Município de Oliveira do Hospital

Depois do sintético, complexo desportivo passou a ter novos balneários e bancada

Lagares da Beira e a zona norte do concelho ganham novas condições para a prática do desporto

Informação Municipal | julho 2017 | 141


Sporting e Benfica disputaram em Oliveira do Hospital a Supertaça de Ténis de Mesa

O

liveira do Hospital foi palco de mais um importante evento desportivo: a Supertaça de Ténis de Mesa José Manuel Amaro que, no dia 24 de setembro de 2016, se realizou no pavilhão municipal, proporcionando ao público oliveirense um dérbi entre as equipas do Sporting, que venceu a taça, e Benfica. Em femininos, a taça foi disputada entre as equipas do CTM Mirandela e GDCS Juncal, dos Açores, que veio ao continente conquistar esta supertaça.

Com todos os jogos transmitidos em direto pelo canal de desporto “A Bola TV, foi a primeira vez que esta supertaça se realizou em Oliveira do Hospital, onde estiveram presentes vários atletas internacionais. Explicando que Oliveira do Hospital é um município que apoia todas as modalidades, numa lógica de “desporto para todos”, Nuno Ribeiro sublinhou que a realização desta supertaça no pavilhão municipal – uma das provas principais do calendário nacional

de ténis de mesa – foi muito importante porque aconteceu num momento de afirmação da secção de ténis de mesa do Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital (CCPOH) – parceiros nesta iniciativa – com a sua equipa a disputar a II divisão nacional. Esta supertaça realiza-se desde 1998 em homenagem ao ex presidente da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa, José Manuel Amaro.

“Open Day” no Dia Piscinas Municipais de Oliveira do Hospital Sunset e Pool Party Internacional da Juventude e no Dia Mundial da Atividade Física e da Saúde

142 | julho 2017 | Informação Municipal


Município de Oliveira do Hospital

Município de Oliveira do Hospital distinguido pelo Diário As Beiras com o Prémio Desporto

O

Município de Oliveira do Hospital foi distinguido, dia 24 de março, na Gala do Diário as Beiras 2017, que se realizou no Casino da Figueira da Foz, pela dinâmica desportiva do concelho com o PRÉMIO DESPORTO. Para fundamentar a atribuição deste prémio, o Diário As Beiras considerou que “a autarquia de Oliveira do Hospital tem vindo a encarar o desporto como um vetor fundamental da ação política, quer no apoio à formação, quer através da realização de eventos desportivos ao mais alto nível – de que

é exemplo a organização da Taça Hugo dos Santos, que transforma Oliveira do Hospital na capital do Basquetebol “. O prémio foi entregue ao Vereador responsável pelo pelouro do Desporto, Nuno Ribeiro, que fez questão de o partilhar com todos os agentes desportivos do Município de Oliveira do Hospital, pelo seu empenho e dedicação, sublinhando que esta distinção simboliza a dinâmica, as parcerias e o excelente trabalho associativo que vem sendo desenvolvido.

Mais de 100 jovens do distrito participaram no evento

Oliveira do Hospital recebeu 11.º Encontro de Associações Juvenis do Distrito de Coimbra

M

ais de 100 jovens estiveram, entre os dias 18 e 20 de novembro de 2016, em Oliveira do Hospital para participarem no 11º Encontro de Associações Juvenis do Distrito de Coimbra, um evento organizado pela Federação das Associações Juvenis do Distrito de Coimbra (FAJDC), em parceria com a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) e a colaboração do Conselho Municipal da Juventude.

Este encontro, que durante três dias colocou Oliveira do Hospital no centro do movimento associativo, contou com as participações, na cerimónia de abertura, do Secretário de Estado (SE) da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, e da Secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, Graça Fonseca, que elogiaram a capacidade de mobilização dos jovens na realização destas iniciativas. Na sessão de abertura o Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, congratulou-se por Oliveira do Hospital ter sido o município escolhido pela FAJDC para receber – pela primeira vez – o encontro distrital de associações juvenis e exortou os membros do Governo ali presentes a trabalharem no sentido da criação de políticas concretas que ajudem os jovens a fixarem-se no interior do país.

Informação Municipal | julho 2017 | 143


Equipamentos desportivos municipais aumentam taxa de utilização

T

endo por base a promoção das atividades desportivas, o contributo para a formação integral dos jovens, a adoção de hábitos de vida saudáveis e a ocupação dos seus tempos livres, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) tem procurado, de uma forma sustentada e coerente, seguir cada vez mais uma política de desporto para todos, inteiramente vocacionada para a sua comunidade, procurando proporcionar-lhe novas experiências e tentando ainda alargar-lhe os seus horizontes desportivos. Nesse sentido, têm vindo a ser estabelecidos vários protocolos, que consolidam a parceria entre a CMOH e diversas entidades promotoras da prática desportiva, assumindo assim a autarquia uma responsabilidade social, constitucionalmente consagrada na criação de condições que facilitem a democratização e o acesso às práticas desportivas. Fruto desta política de democrati-

zação do acesso ao desporto, os equipamentos desportivos municipais, em resultado da cooperação com os clubes desportivos, associações, Escolas e IPSS ou através de projetos e eventos desenvolvidos pela autarquia, têm apresentado uma cada vez mais elevada taxa de utilização. Nesse âmbito, a CMOH tem também realizado algumas ações de melhoria

em infraestruturas desportivas, tendo em vista o desenvolvimento sustentado da prática da atividade física e desportiva. Exemplo disso são as piscinas municipais, recentemente apetrechadas com espreguiçadeiras e chapéus de sol. O espaço, agora mais acolhedor, tem vindo a registar uma maior afluência de utilizadores.

Foram oferecidos kits para promover a atividade física nas IPSS

Município de Oliveira do Hospital lança projeto “Boccia Sénior” A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital entregou kits para a prática de Boccia a todas as Instituições do concelho, com a valência de idosos e de apoio à deficiência, da rede solidária e lares privados. O objetivo é a promoção do desporto para todos, incentivando a prática desportiva junto desta população, de acordo com a política da autarquia no que concerne à promoção da atividade física e de estilos de vida saudável. A sessão decorreu durante a ExpOH 2017, com a presença dos representantes de todas as instituições que receberam o kit e a quem cabe agora a tarefa de promoção, junto dos seus utentes, do Boccia – uma modalidade de cariz universal cujas vertentes do

144 | julho 2017 | Informação Municipal

jogo vão do lazer e recreação ao mais alto nível de competição, tendo sido eleito modalidade paralímpica. O novo projeto “Boccia Sénior” é uma iniciativa do Município de Oliveira do Hospital com a parceria das IPSS, da Universidade Sénior de Oliveira do

Hospital e apoio da Paralisia Cerebral – Associação Nacional de Desporto (PCAND). O Boccia – que já é praticado no concelho pelos utentes da Santa Casa da Misericórdia de Galizes – tem como objetivo colocar as bolas de cor (seis azuis contra seis vermelhas) o mais perto possível de uma bola alvo (bola branca), que é lançada estrategicamente por um primeiro jogador, para dentro do recinto de jogo (Campo de Boccia). Não há limite de idade para a prática da modalidade, é um jogo misto e pode ser jogado por pessoas portadoras ou não de dificuldades físicas ou motoras.


Município de Oliveira do Hospital

Município de Oliveira do Hospital investe no apoio ao Associativismo

O

Executivo Municipal tem concedido vários apoios financeiros para investimentos das Associações Concelhias. No âmbito do apoio ao Associativismo, este executivo comparticipou a realização de diversas obras de reconhecido interesse para as Associações e respetivas comunidades para as quais trabalham. Destacam-se os apoios que têm sido atribuídos para a reabilitação e requalificação de edifícios sede das Associações, assim como para a criação de novas infraestruturas de apoio. O objetivo é apoiar a melhoria das suas condições de funcionamento, assim como a qualidade do serviço que prestam às comunidades em que se integram. O fruto desse trabalho é visível na dinâmica que é criada pelas próprias, a qual permite a realização de um maior número de atividades e uma maior participação das populações, contribuindo assim para uma maior fixação das pessoas nas suas localidades. Aqui ficam alguns exemplos.

Atribuição de um subsídio à Comissão de Melhoramentos de Vilela, como apoio à execução das obras de construção de um parque fluvial junto à sua sede em Vilela.

Apoio à reconstrução e ampliação do “Centro Cultural” – Edifício Sede Social da União Progressiva de Chão Sobral – Aldeia das Dez

Apoio à realização das obras de requalificação do edifício sede da Liga de Iniciativa e Melhoramentos de Travanca de Lagos, no âmbito de candidatura apresentada ao PRODER.

Informação Municipal | julho 2017 | 145


Atribuição de um subsídio ao Conselho Diretivo da Assembleia de Compartes do Goulinho, como apoio à execução de obras de requalificação no Goulinho.

Atribuição de um subsídio à ssociação Desportiva de Gramaços, como apoio à execução das obras de requalificação da sua sede.

146 | julho 2017 | Informação Municipal

Atribuição de um subsídio à União Progressiva de Rio de Mel, como apoio às obras de requalificação do edifício da antiga Escola Primária de Rio de Mel.


Município de Oliveira do Hospital

Informação Municipal | julho 2017 | 147


Boletim Municipal | Município de Oliveira do Hospital  

Boletim Municipal de Oliveira do Hospital - Agosto 2017

Advertisement