Page 1

www.mundoequestre.com.br

Bem-estar para cavalo e cavaleiro.

Número 57 | Janeiro 2013

Nesta Edição #57

R$ 12,40

Saiba Mais

Voltando ao trabalho

Monty Roberts

O encantador de cavalos

Entrevista

Cassio Rivetti

Talento e determinação em pistas europeias

Saiba mais: Dicas e cuidados para o retorno de seu animal às pistas


NOVO FREELANDER 2S

UM PURO-SANGUE COM ESPÍRITO LAND ROVER

ROBUSTEZ: Exclusivo sistema Terrain Response™

FORÇA E ECONOMIA:

Motor Diesel 2.2L com 190 cv

CONFORTO: Bancos em couro

SEGURANÇA: 9 air bags

ESPORTIVIDADE:

COMMAND SHIFT™ Câmbio automático de 6 velocidades

TOP CAR

www.lrovertopcar.com.br

FLORIANÓPOLIS: Rua Prof. Egídio Ferreira, 206 - Capoeiras - 48 3028 5111 BLUMENAU: Rua Itajaí, 1373 - Vorstadt - 47 3037 5111

*Ofertas válidas para o Freelander 2, versão S, 12/12, motor Diesel 2.2L com 190 cv, com validade até 30/01/2013. Condições sujeitas à alteração sem aviso prévio.


Respeite os limites de velocidade. LANDROVER.COM.BR

FACEBOOK.COM/LANDROVERBR TWITTER.COM/LANDROVER_BR

NOVO FREELANDER 2S DIESEL A PARTIR DE R$

139.900

,00*


caro leitor, Seja bem-vindo a primeira edição do ano de 2013. Neste mês, confira a trajetória do cavaleiro brasileiro Cássio Rivetti que, pela bandeira da Ucrânia, vem apresentando grandes resultados nos principais campeonatos do Mundo.

Mantendo a temática de sucesso mundial, acompanhe como foi o badalado Gucci Masters Paris – um dos concursos mais elegantes e desejados. Reunindo os top cavaleiros e amazonas do cenário internacional, o evento contou também com uma prova beneficente à fantasia, que além de arrecadar mais de 450 mil reais em prol de crianças necessitadas, resultou imagens inusitadas e muito divertidas. Na seção Saiba Mais, descubra quais cuidados você precisa ter para garantir um retorno saudável de seu cavalo para as pistas de competição. Após o período de férias, atenção aos detalhes do manejo e trabalho gradativo podem significar otimização de desempenho e bons resultados já no início do ano. Na coluna de Monty Roberts, aproveite o conhecimento e a vasta experiência do “Encantador de cavalos” que, através de respostas práticas e diretas, responde as perguntas e soluciona as dúvidas mais frequentes do meio equestre. Aproveito para desejar aos leitores um excelente ano, repleto de felicidades, sabedoria, alegrias e satisfação. Que em 2013 todos consigamos realizar nossos mais queridos sonhos e que nossos corações estejam repletos de amor e agradecimento. Uma ótima leitura e feliz 2013.

Editor


Índice 10 14 16 22 26 28

ENTREVISTA

Cassio Rivetti

10.

SAIBA MAIS

Voltando das férias ESPECIAL

Gucci Masters MONTY ROBERTS

Monty responde

14 .

CLÍNICA VETERINÁRIA

Cavalos idosos QUARTO DE MILHA

Festival QM

22 .

40 31 33 20 35

EDUARDO MOREIRA MONZON ÁLBUM NOTÍCIAS

EXPEDIENTE EDIÇÃO

REDAÇÃO

ARTE E DIAGRAMAÇÃO

Afonso Westphal

Afonso Westphal

Editora BemAmostra

DIREÇÃO EXECUTIVA E

ASSISTENTE DE REDAÇÃO

REVISÃO

MARKETING

Manuela Merico

Manuela Ghizzoni CAPA

Sportfot / GCT DEPARTAMENTO COMERCIAL

comercial@mundoequestre.com.br

Lays Coutinho Manuela Ghizzoni COLABORAÇÃO

MALA DIRETA PARA:

Sociedade Hípica de Brasília Sociedade Hípica Paranaense Sociedade Hípica Catarinense Sociedade Hípica Porto Alegrense Sociedade Hípica Paulista (no clube) Sociedade Hípica de Ribeirão Preto Criadores Brasileiro de Hipismo

Roberta Milani EQUIPE VETERINÁRIA

Bruna Dzyekanski ASSESSORIA JURÍDICA

Merico Advogados 6

Rua Visconde do Rio Branco 1630, sala 705, Centro. CEP 80420 210 Curitiba, PR. redacao@mundoequestre.com.br ou ligue: 41 3203.1960

Todos os direitos reservados. Artigos assinados não representam necessariamente a opinião da revista.


8


Paddock Selecionamos algumas opções de produtos e serviços que podem tornar seu dia a dia ainda mais interessante.

Troxel Sierra Com um design moderno e arrojado, o capacete Troxel Sierra é voltado para os atletas que gostam de aproveitar ao máximo os esportes equestres. A peça inédita resiste às trilhas e barreiras mais difíceis encontradas no Concurso Completo de Equitação, além de agradar cavaleiros e amazonas devido à sua leveza e segurança. Estas e outras peças disponíveis em: www.troxelhelmets.com

Cascos de luxo Retornando às suas raízes equestres, a maison Hermès traz em sua coleção, liderada por Pierre Hardy, peças inspiradas em cascos de cavalos. Ao todo, foram desenvolvidas vinte e uma peças exclusivas, que incluem colares cobertos por diamantes e anéis produzidos em ouro rosa, mostrando alto refinamento e bom gosto. Conheça em: www.hermes.com

Espumante dourado Feito a partir da uva pinot noir colhida à mão na região da Borgonha, na França, o espumante Coté or Rosé traz um ingrediente inédito: partículas de ouro comestível 18 quilates. Com a bela garrafa, o produto enaltece todo o seu glamour, tendo o ouro como um atrativo especial. No Brasil, o produto pode ser encontrado através da importadora Rei do Caviar em: www.reidocaviar.com.br

Relógio oficial da F1 Para comemorar o retorno da F1 aos Estados Unidos, a grife suíça Hublot lançou o relógio oficial da modalidade, nomeado de F1™ King Power Austin. Nas cores vermelho e preto, a peça irá agradar os amantes da velocidade. Por ser uma edição limitada, apenas 250 unidades estarão disponíveis em todo o mundo. Saiba mais em: www.hublot.com


E N T R E V I S TA Entrevista: Equipe Mundo Equestre | Foto: Sportfot - Divulgação GCT

cassio rivetti exportando talento 10


SANGUE BRASILEIRO NA UCRÂNIA Há quase uma década radicado em terras europeias, o cavaleiro paulista Cassio Rivetti é responsável hoje por defender a bandeira da Ucrânia, se destacando pelos excelentes resultados em meio aos campeonatos mundiais.

Como você começou a montar?

Em qual atleta você se inspira?

Iniciei aos sete anos de idade na Sociedade Hípica Paulista. Meus pais possuíam uma fazenda e, como

Uma das minhas maiores inspirações foi e continua sendo o incrível Nelson Pessoa.

meu irmão já montava, decidi seguir seu exemplo e aos

Como é sua rotina de treino?

poucos me aprimorei no Hipismo. Com muito esforço e dedicação, conquistei no Brasil

Atualmente, tenho oito cavalos em competição, então

todos os títulos importantes das categorias de base.

procuro chegar à cocheira perto das 8h30 e trabalho todos os

Entre eles, gostaria de destacar a vitória no Campeonato

animais até às 16 horas. Porém, faço isso apenas de segunda

Brasileiro Mirim, em 1994, e a medalha de ouro por

a quarta-feira, pois na quinta-feira costumo partir para os

equipes no Campeonato Sul-Americano Júnior, em 1998.

campeonatos.

Estas foram conquistas realmente marcantes no começo

Como citou anteriormente, hoje você salta pela

da minha carreira.

Ucrânia. Como surgiu esta oportunidade? Como e quando você optou por montar na Europa? Após essas vitórias, eu direcionei minhas atenções aos

estudos,

Em 2006, eu saltei no Campeonato Mundial pelo Brasil e o chefe da equipe ucraniana, Alexander Onishchenko, observou

mas,

paralelamente,

continuava

me

dedicando ao Hipismo e saltando muitos cavalos novos.

meu desempenho e começou a me sondar. No ano seguinte, eu fiquei sem cavalos, pois a égua com a qual eu competi no Mundial estava machucada.

Quando me formei no curso de Administração, em

E essa foi a oportunidade certa para novos desafios. No final

2003, decidi mudar para a Europa e, logo que cheguei, fui

do ano, eu comecei a conversar novamente com o chefe da

montar com o Pedro Veniss que já residia lá. Em apenas

equipe e ele me fez uma ótima proposta para me mudar para a

dois meses, eu comecei a trabalhar com o Rodrigo e o

Ucrânia, oferecendo cavalos e uma base segura para competir.

Neco Pessoa. Fiquei por quase seis anos. Essa foi uma época muito gratificante e repleta de aprendizados.

Como você avalia o Hipismo europeu em comparação

Costumo dizer que foi lá onde eu realmente aprendi a

ao Brasil?

montar e a evoluir no esporte. Atualmente, resido na Bélgica e monto pela Ucrânia.

Logo que me mudei para a Europa, notei que tudo era muito diferente. O esporte que chamamos de “high-level” está lá. Isso não quer dizer que não existam cavaleiros bons no Brasil, porém,

Quem foi responsável por incentivar você no início da carreira?

nos países europeus creio que o Hipismo está mais desenvolvido. Se um cavaleiro ou amazona quer se destacar no cenário

Creio que meu pai foi fundamental, pois ele

internacional, quer se tornar alguém importante no esporte e

transferiu para mim o seu entusiasmo e admiração

realmente estar inserido no Hipismo mundial, com certeza tem

pelos cavalos.

que possuir uma experiência montando no exterior.

11


Foto: Valterci Santos - Agif COB

Em qual momento você pensou: vou ser um

O que você considera essencial na relação cavalo-

cavaleiro profissional?

cavaleiro?

Logo que comecei a montar eu já queria ser cavaleiro

Creio que o entrosamento é vital. É importante que

e viver dentro do Hipismo. Acredito que foi uma coisa

o cavaleiro conheça sua montaria e forme com ela uma

natural.

equipe. Para obter a vitória, é preciso convivência, disciplina e paciência. Tente estar sempre junto com seu cavalo e busque

Quais são os cavaleiros que lhe inspiram no

compreende-lo melhor a cada dia.

cenário hípico? Os meus maiores ídolos são o Rodrigo Pessoa e o cavaleiro alemão Ludger Beerbaum. Sempre que posso,

Qual foi o momento mais marcante em sua carreira?

converso com eles durante os campeonatos, além de

Com certeza, foi competir nos disputados Jogos

observá-los saltando com o intuito de aperfeiçoar a minha

Equestres Mundiais em 2006, onde fiquei na décima

montaria.

posição por equipes. É algo que me lembro até hoje. Mesmo não tendo conquistado a medalha de ouro,

Quando um cavaleiro não está em cima do cavalo,

terminar entre os dez melhores do mundo é muito

de qual maneira ele pode se aprimorar no Hipismo?

recompensador.

Creio que a observação é fundamental, olhar sempre os atletas bons saltarem e ver a maneira como

Com Temple Road você conquistou uma ótima

eles trabalham e preparam os cavalos. No entanto, o

colocação nas Olimpíadas 2012, ficando em 12º

que realmente faz as pessoas evoluírem são os níveis

lugar. Como você define este cavalo?

de competições que exigem sempre mais dos atletas.

12

Tenho ele há um ano e meio e com certeza é um animal

Aqui na Europa, por exemplo, há muita gente boa

com muito potencial. Em 2011, o Temple Road possuía

competindo, então temos sempre que melhorar. Esse

pouca experiência e agora está chegando ao nível de

é o problema no Brasil: o Hipismo está sempre no

Grandes Prêmios. Durante as Olimpíadas, ele saltou muito

mesmo patamar, as dificuldades não aumentam e todo

bem e espero que continue ganhando e melhorando cada

mundo acaba ficando em um nível semelhante.

vez mais.


Olimpíadas: Em 2012, Rivetti foi ainda mais longe e conquistou a excelente 12ª posição nos Jogos Olímpicos de Londres, demonstrando sua qualidade técnica sobre a sela de seu Hanoveriano Temple Road.

O que as Olimpíadas agregaram à sua carreira? Houve muita pressão? Creio que as vantagens são incontáveis. Foi algo excelente para a minha carreira, além de me proporcionar uma grande experiência. Terminar entre os melhores do mundo certamente foi algo maravilhoso, pois mesmo que não se ganhe, o fato de estar competindo nos Jogos Olímpicos já é recompensador. Em relação à pressão, creio que não houve muita, pois já estou acostumado e tento sempre pensar as Olimpíadas como um concurso de certa maneira “normal”. Foram obstáculos que estamos acostumados a saltar na Europa, mas é claro, com um nível bem mais alto.

Qual é o seu lema de vida? “Continue trabalhando duro e um dia você alcançará seus objetivos”.

O que você mais gosta no Hipismo? Certamente são as vitórias. A mais significativa foi durante o CHIO Aachen 2009, onde venci o GP de sexta-feira. Vencer em Aachen é algo realmente inesquecível.

Qual a mensagem que você gostaria de deixar para nossos cavaleiros brasileiros? Costumo falar que no Hipismo é preciso ter muita paciência. Quem tem paciência e acredita em si mesmo chega lá! Se dediquem e trabalhem duro que um dia vocês certamente serão recompensados.


SAIBA MAIS Texto: Equipe Mundo Equestre - Colaboração: Priscila Azevedo Foto: Alan Davidson - Sportfot /GCT

voltando das

f é r i as Corpo revigorado, histórias de verão para recordar e, é claro, hora dos atletas voltarem ao trabalho. Com os cavalos não seria diferente.

Já relaxados e calmos, este é o momento de retornarem aos treinamentos. As boas condições de saúde e condicionamento físico dos cavalos no retorno ao trabalho dependem, em grande parte, da maneira como eles foram tratados e manejados durante o período de férias. Após vinte dias sem atividades físicas, o cavalo começa a perder condicionamento articular. Dessa forma, passar um longo tempo sem realizar exercícios com seu cavalo pode acabar ocasionando no animal consequências desagradáveis no retorno ao trabalho, como lesões ósseas e dores. Para manter o bem-estar equino durante as férias, é aconselhável diminuir a intensidade das atividades e evitar longas viagens, porém, nunca afastar o cavalo completamente dos exercícios. Tente ao máximo não deixar seu animal totalmente parado. Esta medida irá tornar mais fácil o retorno de seu animal às pistas.

Exposição ao sol Três elementos podem ser citados como os maiores causadores de danos aos cavalos durante as férias: calor, umidade e falta de manutenção qualificada. Para os problemas relacionados à estação, os cuidados são simples. Evite expor o cavalo aos períodos em que há maior incidência de raios

14


solares e fique atento à hidratação, proporcionando

proporcional à intensidade dos exercícios e trei-

sempre água fresca ao animal.

namento.

Caso o cavalo não esteja em um cocho de água com boia, é necessário trocar a água diver-

Voltando ao trabalho

sas vezes ao dia para que ela esteja sempre fresca

Cavalos jovens não possuem tantos problemas

e limpa. A atenção é essencial, tendo em vista que

durante o retorno ao trabalho, necessitando ape-

o verão é o período onde os animais estão mais

nas de uma volta gradativa e respeito à sua falta

predispostos à desidratação.

de condicionamento físico. Contudo, cavalos com

Outra dica é colocar um ventilador na cochei-

certos problemas de saúde, idade avançada ou

ra, com o objetivo de amenizar o calor do animal,

acostumados ao trabalho intenso, merecem cui-

além de diminuir possíveis estresses relacionados

dado extra.

às moscas. Consulte seu veterinário para saber

Cada animal é um caso único e deve ser anali-

qual o local adequado da instalação do ventilador.

zado de forma ampla e atenta. Converse com seu instrutor e seu veterinário e baseado nas condi-

Cuidado com o manejo

ções físicas do animal, planeje seus treinos a fim

Devido à rotatividade de pessoas em Haras e

de retornar o condicionamento de seu animal de

Hípicas no final do ano, especialmente devido ao

maneira suave, porém efetiva. Nos vemos nas pis-

período de férias destes profissionais, é preciso

tas.

redobrar a atenção ao manejo. Além de manter em dia as vacinas e vermifugações, uma das melhores formas para sair e retornar tranquilo das férias é orientar e informar os tratadores reservas, que continuarão trabalhando durante este período. Ao deixar seu cavalo em hípicas, tenha certeza de que o ambiente será bom. Oriente sempre os tratadores reservas sobre o tipo de alimentação que seu animal recebe, certifique-se de que ele sairá da cocheira seis vezes por semana e aconselhe para que o novo profissional leve o cavalo sempre ao andador para se exercitar. Mas lembre-se: somente leve seu cavalo para fora do seu ambiente rotineiro caso seja possível fornecer a ele as mesmas condições existentes nas hípicas. Muitas vezes a alimentação será diferenciada, dessa forma, sempre que possível leve a mesma ração e feno aos quais o animal está acostumado. Fique atento também à limpeza diária dos cascos, verificando se haverá a possibilidade de ferrá-los a cada trinta dias. Outro fator crucial para manter a saúde do animal é o cuidado com a alimentação. Como o trabalho será menor, o volume da comida também deve ser diminuído, pois a nutrição deve ser

15


E S P EOCRITAEL Texto: Equipe Mundo Fotos: Raphael MacekEquestre | Foto: Leandro Brayner

16

Roger Yves Bost - romano

Philippe Rozier - “Bonne nuit les petits”

Jéssica springsteen - anjo

Julien Epaillard - mosqueteiro


GUCCI MASTERS 2012 Em novembro, cinquenta mil apaixonados por hipismo compareceram ao Gucci Paris Masters, um dos maiores campeonatos mundiais de Salto indoor. Um evento repleto de grandes performances, beleza e muita criatividade. Com o Gucci Paris Masters

cavaleiro olímpico fez duplo zero e 32s27, conquistando o lugar mais alto do pódio.

2012, a França atraiu os olhares do hipismo mundial, reunindo no velho continente competitivos cavaleiros e amazonas que, sobre a montaria dos seus melhores cavalos, deram o máximo de si em cada prova.

estilo e competição Moda e descontração uniram-se ao hipismo durante a prova AMADE. Cavaleiros e amazonas

Patrocinado pela renomada grife Gucci, o cam-

deram liberdade à sua imaginação e competiram

peonato trouxe à bela capital francesa o Concurso

fantasiados com roupas únicas, repletas de brilho

Internacional 5*, além de sediar o CSI 2* e CSI 1*

e cor.

- direcionados aos atletas amadores e cavaleiros pro-

Doze duplas participaram da competição. A

fissionais. Os apaixonados pelos esportes equestres

pontuação foi decidida por um júri que levou em

puderam apreciar as técnicas de importantes atle-

consideração aspectos como: entrosamento, estilo

tas como Kevin Staut, Rolf-Göran Bengtsson, Edwi-

e é claro, a pontuação técnica.

na Tops-Alexander e os medalhistas olímpicos Steve Guerdat e Gerco Schröder.

Apesar do ambiente descontraído, o motivo da prova era sério: arrecadar recursos para a Associa-

Os brasileiros tiveram um motivo a mais para apro-

ção Mundial dos Amigos das Crianças (AMADE),

veitar o campeonato. Honrando a bandeira verde e

criada com o intuito de defender jovens de todo o

amarela, Doda Miranda fechou 2012 em alto estilo

planeta.

ao conquistar a medalha de bronze no disputado GP

De acordo com a embaixadora oficial do Paris

Gucci. Com o fiel AD Rahmannshof’s Bogeno, o ca-

Gucci Masters, Virginie Couperie-Eiffel, este foi

valeiro olímpico completou o percurso a 1,60m sem

um evento único. “A ideia foi combinar esporte

cometer faltas no incrível tempo de 41s37.

e comédia para todos se divertirem, tanto os es-

Com poucos segundos de diferença, quem garan-

pectadores quanto os atletas. Outra coisa fantás-

tiu o ouro foi o holandês Marc Houtzager em 39s56,

tica foi que conseguimos arrecadar 180.000 Eu-

seguido pelo irlandês Denis Lynch e Abbervail van het

ros para a AMADE. Em nosso mundo, a distância

Dingeshof também sem faltas em 39s69.

entre ricos e pobres é cada vez maior e com essa

Na sexta -feira (30/11), Doda Miranda já havia re-

competição, conseguimos estimular a generosidade”, explicou.

alizado uma performance

Vestidas com roupas do velho-oeste norte-america-

impecável, vencendo a prin-

no, as amazonas Charlotte Casiraghi e Edwina Tops-

cipal prova do dia com obs-

Alexander conquistaram o título de dupla mais ele-

táculos a 1,55 metro. Sobre

gante da competição, demonstrando beleza e muita

AD Ashleigh Drossel Dan, o

animação em pista.

brasil em foco: Devido aos ótimos resultados, Álvaro Affonso de Miranda, o Doda, foi nomeado o melhor atleta do Gucci Masters 2012. 17


E S P EOCRITAEL Texto: Equipe Mundo Fotos: Raphael MacekEquestre | Foto: Leandro Brayner

18

Igor Kawiak - Noiva

PenĂŠlope leprevost - Bond Girl

Thierry Rozier - Homem das cavernas

Edwina Tops-Alexander - cowboy


A princesa de M么naco Charlotte casiraghi - Apache


ÁLBUM

20

AnnaLuiz Dora Piauhylino Fischer Boos

David Navarro, Joffily e Tatiana Alcides Jimenez,Consuelo Pedro Leon e Guilherme Alonso Gutierrez

Maurício Borges, Mariana Cassettari Bruna Vicense, Marina Bongiorno e Carla e RodrigoBatista Jardim da Rosa

Felipe Muzzi

Ricardo Calixto, Arnaldo Viana e Otaviano Mauricio Dal Agnol e Mario Sergio Carlos Angelo

Mario Morgenstern, Erleno Schenkel e Cristian Guilherme Jorge e David Navarro Schenkel

Natan Oliveira e Camila Ito

Sueli e Weldon Nogueira Isabela e Shirley Heusi

Marisa Passos e Luís AugustoRechden Carvalho Eduardo Arruda e Clarissa

Vavá e José Luiz Carlos Gamarra e Dyego Neves Guimarães de Carvalho

Gabriela, Augusto e Thayse Rocha Gabriela Pruner, Germano e Bruno

Pedro Equipe Moura Momento Carvalho, Equestre Fabrício - José Reis, Sanches, Murilo, Samys Montanaro, Adriana e Mariana André Calió Carvalho e Silvia Milani


Rafael Lindner Dias e Pedro Matos

José Luiz Guimarães de Carvalho e Sr. Oliveira

Constantino Scampini e sua esposa Olívia

Pedro Paulo Lacerda e Constantino Scampini

William Pacheco, Lígia Pissolatto, Guilherme Mello e Michele Silva

Julia Tedesco

Guilherme Jorge e Luís Fernando Monzon

Jefferson Sinimbu, Alberto Sinimbu, Luciene Borges Bento e Diogo Sinimbu

Milton Minello

Mabel Grassi e Ellen Re

Gilberto Araguchi e seu pai

Giulia Scampini e Carolina Drummond

21


M O N T Y R O B E RT S

22


Monty Responde A minha maior esperança é que os leitores consigam por em prática meus métodos. Os cavalos precisam de mensagens diretas e objetivas, sendo assim, procuro oferecer sempre as soluções mais claras possíveis.

É possível realizar o Join-Up com outros cavalos próximos? Se existem outros animais visíveis, eles se tornam

possuem vasta experiência com estes animais. Em minha opinião, todos os cavalos machos que trabalharão com amadores devem ser castrados.

uma distração. Nós devemos oferecer aos nossos

Tenho fortes motivos para fazer esta recomendação,

cavalos a melhor oportunidade para entenderem o que

muito mais do que as listadas aqui. Acima de tudo,

estamos tentando lhes transmitir. Dessa forma, sempre

há o perigo. Ninguém pode controlar completamente a

que possível você deve realizar o Join-Up longe de

natureza. Presenciei muitos danos e mortes envolvendo

possíveis barulhos, pessoas e outros animais.

amadores e garanhões e, por isso, não me sinto

Mas caso seja necessário, o método pode ser realizado onde há distrações significativas. Lembrese que eu faço anualmente em torno de quatrocentos Join-Ups com a presença do público, então acredito que você irá superar estas barreiras. Eu já consegui realizar o Join-Up em meio a vários cavalos, todos no mesmo espaço. No entanto, estes exercícios foram muito complexos e podem se tornar difíceis tanto para o cavalo quanto para o treinador ou cavaleiro. Para o Join-Up eu aconselho um redondel de

Foto: Arquivo

aproximadamente 16 metros de diâmetro, com uma boa cerca e piso apropriado. O ideal é que o redondel esteja situado em um local onde o cavalo não consiga ver outros animais enquanto estiver trabalhando com você.

Você acha aceitável castrar um cavalo com o objetivo de tornálo mais fácil de lidar? Eu

creio

que

apenas

treinadores

profissionais

deveriam treinar garanhões. Quando utilizo o termo “treinadores profissionais”, me refiro às pessoas que Foto: Arquivo 23


M O N T Y R O B E RT S

confortável em aconselhar atletas e treinadores

alimentação e procedimentos que irão manter o

para lidarem com esse grande risco.

cavalo sadio. Quanto mais informado você estiver

Com os animais castrados, eu tive algumas

sobre a fisiologia equina, maiores serão as chances

das minhas maiores vitórias em competições. Por

de oferecer ao seu animal uma melhor qualidade

ter sido um profissional no mercado equestre

de vida.

praticamente durante toda a minha vida, iria preferir

montar

e

trabalhar

com

um

cavalo

castrado. Eles são extremamente eficazes em

É sua responsabilidade tomar a decisão que seja ideal para você e seu cavalo. Obrigado por esta pergunta, a resposta final esta em suas mãos.

concursos e, em minha opinião, não perderam nenhum pouco do entusiasmo que possuem em suas vidas.

Eu tenho um cavalo com dezoito anos de idade que tem sido maravilhoso para mim. Existe alguma maneira de ajudá-lo neste momento de sua vida?

observar ao cavalo pela

Esta pergunta abrange muitos aspectos, e a maioria deles são extremamente importantes para você ter uma experiência positiva. Em primeiro lugar, leve em consideração os âmbitos financeiros, não apenas do valor de um animal, mas também se você possui os recursos necessários para mantê-lo

Acredito que os cavalos queiram se envolver

confortável e saudável. É preciso relacionar estes

em atividades pelo maior tempo possível. Você é

cuidados ao tipo de animal que você deseja e seu

a única pessoa que pode julgar se o animal está

nível de conhecimento e experiência.

sentindo dor enquanto galopa em sua companhia.

Segurança é outro elemento que eu recomendo

Graças às modernas descobertas, existem muitas

levar em conta no momento de comprar um

maneiras seguras de evitar que o cavalo sinta dor

animal. Após, vem a saúde e solidez, além do

na velhice.

tempo necessário para se dedicar ao cavalo. O

Devo medicina

salientar

que

veterinária,

não por

estou

praticando

estábulo e a pessoa que irá cuidar do seu equino

isso,

recomendo

também são importantes. Cito ainda a eliminação

consultar um profissional qualificado nesta área. Ainda assim, os cavaleiros, treinadores e criadores devem estar cientes em relação ao tipo de

24

O que devo comprar um primeira vez?


Foto: Nicole Passerani

de resíduos, algo que muitas pessoas esquecem. No processo de escolher um cavalo, é fundamental ter a presença de um treinador ou cavaleiro com bom caráter, evitando assim que você compre o animal errado. Mas não se baseie apenas nestes aspectos na hora de comprar um animal. Tente se preparar ao máximo levantando todas as informações possíveis e com certeza você terá um bom resultado.

Equus Online University - Contando com lições para crianças, adultos, profissionais e amadores, Monty ensina como transmitir ao seu cavalo uma liderança calma e confiante. Este ambiente de aprendizagem fornecerá a você benefícios que extrapolam o segmento dos cavalos. Veja como suas relações pessoais irão melhorar, apenas porque você começou a se preocupar com a forma como se comunica. O formato de nosso portal web é muito fácil de usar, mesmo que a computação não seja seu forte. Você que é leitor da Mundo Equestre tem direito a um dia de acesso grátis ao portal Equus Online University. Acesse: www.MontyRobertsUniversity.com/promotions/MUNDO ©Monty and Pat Roberts, Inc. 25


CLÍNICA VETERINÁRIA

cuidados dos

cavalos idosos Bruna Dzyekanski, médica veterinária, mestranda em Ciência Animal PUCPR

26

Com os avanços na medicina veterinária

mas, certamente, quanto maiores os cuida-

e o melhor entendimento sobre a geriatria

dos durante a vida do equino, maior será sua

equina, é comum que mais cavalos se tornem

vida desportiva.

idosos. Entretanto, esses animais requerem

Os primeiros sinais de que a idade está

cuidados especiais para garantir longevidade

avançando são problemas dentários e na

com qualidade.

manutenção de peso. Para isto, é necessário

Primeiramente, é essencial haver respeito

cuidar da saúde dos dentes e controle de pa-

ao animal, ou seja, um cavalo de alto de-

rasitas intestinais. À medida que o cavalo ve-

sempenho desportivo, a partir de certa idade

nha perdendo seus dentes, podem-se utilizar

passará a não atingir mais certo nível atléti-

alimentos moídos, como uma sopa, para que

co. Sendo assim, a carga de trabalho deve ser

esse animal continue se alimentando bem. O

diminuída e, eventualmente, é aconselhável

feno ofertado aos idosos deve ser macio, de

até mesmo aposentar o animal. O importante

maior qualidade e verde.

é avaliar as condições de cada cavalo. Não

Algumas doenças são comuns em cavalos

existe um período ou idade certos para isto,

idosos, como o adenoma de glândula pitui-


tária, o qual os principais sinais clínicos incluem: beber água e urinar em excesso, pelos longos e fracos, abdômen penduloso; perda de musculatura; infecções e laminite crônicas. O cavalo diagnosticado com a doença deve receber cuidados especiais, como constante acesso à água, cuidados dentários, vermifugação, cuidados com os cascos, além de atenção à alimentação com feno ou gramíneas devido à predisposição à laminite. A obstrução recorrente de vias aéreas (ORVA) é outra doença comum nos idosos e trata-se de uma resposta alérgica das vias aéreas à poeira, fungos ou partículas presentes no ambiente em que o animal vive, semelhante à asma humana. Neste caso, ocorrem inflamação e produção excessiva de muco nas vias aéreas. Os principais sinais clínicos são aumento na frequência respiratória e tosse. Os cuidados consistem em minimizar a exposição do animal aos fungos e poeira, principalmente na alimentação, se necessário molhar o feno antes de ofertar, aumentar o tempo do cavalo fora de baias, manter em dia vacinação e vermifugação, além dos cuidados com a saúde geral. A laminite deve receber bastante atenção, pois é comum nos idosos e mesmo quando tratada pode ser recorrente. Sendo assim, os cascos devem ser muito bem cuidados, com regularidade e por uma pessoa especializada para um bom ferrageamento; evitar a superalimentação com feno e manter a cama do cavalo sempre bem macia. Aos primeiros sinais de dor, um médico veterinário deve ser convocado para que a rotação da terceira falange seja evitada e assim, o prognóstico da doença seja favorável. Por fim, doenças musculoesqueléticas crônicas estão, geralmente, presentes na vida dos idosos, como por exemplo, a artrite. Nestes casos, o tratamento será feito pelo médico veterinário, podendo o proprietário tomar cuidados como prevenir o excesso de peso do animal, cuidados regulares com os cascos e estar sempre avaliando a presença de dor. Contudo, é possível o cavalo idoso viver bem, uma vez que sejam oferecidas todas as medidas necessárias e, principalmente, que sejam feitas avaliações periódicas por um médico veterinário.


Q UA RTO D E M I L H A Texto: Equipe Mundo Equestre | Foto: Catalina Chamorro

Festival Quarto de milha Em disputas acirradas, a cidade paulista de Bauru sediou um dos principais campeonatos da raça Quarto de Milha.

O Recinto Mello de Moraes foi o grande palco para uma das disputas mais esperadas do ano. Juntamente com o Núcleo Bauruense do Quarto de Milha, a VS Treinamentos e a WV Leilões realizaram a 8ª edição do VS Treinamentos Festival e a 2ª etapa do XVII Campeonato NBQM. Entre os dias 6 e 9 de dezembro, quartistas de todo o Brasil deram um show em pista na virada dos Três Tambores. Proporcionando ótima infraestrutura aos atletas e convidados, a qualidade do campeonato se traduziu também no número de inscritos. As acirradas provas obtiveram um total de 1.917 inscrições. Dados do SGP Sistema mostram que foram computados 957 inscritos no tira teima da VS Treinamentos Festival, além dos 916 participantes da 2ª etapa do XVII Campeonato NBQM, realizada paralelamente ao evento. Segundo a organização da competição, antes do evento iniciar, algumas categorias já batiam recorde de participantes em relação ao ano passado. Neste ano, o campeonato reuniu também oitocentos cavalos. “Para nós do NBQM é sempre um orgulho realizar um evento deste porte. Os bons números demonstram que os competidores estão prestigiando nosso trabalho. Realizamos tudo com muito amor e carinho, então, este resultado é recompensador”, afirmou Sandra

28


Carvalho, organizadora do festival.

preparado e tinha condições de obter um bom

Além do evento, o núcleo bauruense comemora

desempenho. Agradeço a Deus e a todas as pessoas

também a sua força no cenário estadual. Com o

que me auxiliam, adestrando os animais, colocando-

objetivo de incentivar a prática do hipismo rural,

os em forma, e também a minha esposa Mirna e

a associação se mantém como o maior núcleo

meu filho Pedro Henrique que me acompanham e

do estado de São Paulo, batendo recorde nas

me apoiam sempre”, comemorou.

modalidades praticadas.

Segundo Vagner Simionato, as condições da prova permitiram que atletas de diversas modalidades pudessem competir de forma similar. “Deixamos a

Tira Teima Centenas de pessoas compareceram ao Recinto Mello Moraes para assistirem as passadas dos competidores,

que

demonstraram

extrema

agilidade e técnica, surpreendendo o público e proporcionando inúmeras emoções à prova. Durante a disputa, foi distribuído um total de 74 mil reais em premiação, valor que incluiu um carro 0 km ao vencedor da prova. “Realizar uma prova desse porte não é algo fácil, ainda mais no mês de dezembro quando muitos atletas já colocaram seus animais para descanso e outros haviam se programado para viajar. Isso acaba gerando uma grande preocupação, mas apesar dos desafios, no fim tudo ocorreu bem e tivemos um belo evento”, afirmou Vagner Simionato, treinador e organizador do evento.

pista em excelentes condições para uma competição perfeita. Conseguimos elaborar uma premiação onde profissionais, amadores, jovens e principiantes puderam competir no mesmo patamar e com as mesmas chances de saírem vitoriosos”, conclui. Em 2013, o desafio do evento será ainda maior. De acordo com o treinador, o objetivo é bater o recorde de mil passadas em uma única categoria de uma prova, além de aumentar a premiação para dois carros e doze motos. “Para o ano de 2013, tentaremos chegar em mil passadas e por conta disso, o evento já está sendo chamado de VS -1000. Será também a primeira vez que se dá um carro no 5D”, explica o treinador.

Mais disputas Além do Tira Teima, dezenas de provas levantaram o

Com uma passada de tirar o fôlego, quem deu

público que, em um ritmo de muita animação, torcia pelos

show em pista e sagrou-se campeão do tira teima

seus conjuntos favoritos. Na modalidade Três Tambores,

foi Marinaldo Aparecido Pegos de Souza sobre a

categoria exibição, quem levou a melhor foi Vagner

montaria Smoke Apollo Bars. Ao finalizar no tempo

Simionato e ST Tapioca, finalizando no tempo de 17.329.

de 17s193, o atleta subiu no lugar mais alto do

O atleta ficou também na segunda posição com Shakira

pódio e levou para casa o carro 0 km.

Zorrero, seguido por Decio Talon e Bilinha Red na terceira

Em segundo lugar, ficou o conjunto Clarisse

posição.

Negrão e Shady O’Lena, no incrível tempo de 17s694. Logo em seguida, finalizando o pódio, chegou o competitivo Vagner Simionato e Shakira

Foto: Gerson Vega / WV Leilões

Zorrero, com 18s196. Com tempo de 18s695, Diego Troiano e Jully Bee Dee RBJ ficaram com a quarta posição, seguidos por Thainá Maronezi Toledo e Nice Olena, fechando no tempo de 19s200. “Foi uma prova muito difícil”, afirmou o campeão Marinaldo. “Eu sabia que o Smoke estava

arremate: A fêmea destaque Xuxu Beleza HJS agora é parte do criatório de Carlos Alberto Lemos de Almeida. 29


Q UA RTO D E M I L H A

Disputada por 91 conjuntos, a categoria Aberta Sênior

Basílio, de Marabá /PA por R$42 mil.

sagrou Dirvan Freitas e Jay King Maid EK, seguidos por

Outro ponto alto do pregão foi à fêmea Xuxu

Diogo Zopone e Star Wars Agae na segunda posição. O

Beleza HJS (Super de Kas x Bima Point – Pivot

conjunto formado por Manoel Aparecido Araujo e Sandeny

Point), de propriedade da VPJ Agropecuária,

ZD completou o pódio no terceiro lugar.

de Jaguariúna/SP, passando para o criatório de Carlos Alberto Lemos de Almeida, de Manaus/ AM, por R$30mil.

Leilão 08

Segundo Wilsinho Dosso, da WV Leilões, o

de dezembro foi realizado o 8º Leilão VS

remate teve também a venda de cobertura de

Treinamentos Festival. Com a oferta de vinte e

diversos garanhões com faturamento de R$91.8

sete animais das melhores linhagens de trabalho

mil. O comando dos trabalhos esteve a cargo

e velocidade, o leilão obteve faturamento total

do leiloeiro Agnaldo Agostinho, da WV Leilões

de R$476.100 mil e média de R$17.633 mil por

e assessoria do VS Treinamentos, de Vagner

animal.

Simionato.

Além

das

provas

acirradas,

no

dia

O destaque foi a fêmea Queen Haida Dunit SZ (Pocodo Andy x Dun It San SIS – Country Dun It) de propriedade do Haras WV, de Mariápolis/ SP, arrematada pelo criador Roberto Sinibaldi

Qualidade: Destacando-se no Leilão VS Treinamentos Festival, a fêmea Queen Haida Dunit SZ foi arrematada por 42 mil reais. Foto: Hugo Lemes

30


E D UA R D O M O R E I R A Foto: Arquivo.

Imprinting Nas primeiras horas após seu nascimento, os cavalos adquirem informações que serão lembradas pelo resto de suas vidas. Quando cheguei ao curso de Mon-

passamos para eles encontrarão mais ade-

ty Roberts era de todos da classe quem

rência, de modo a serem lembradas pelo

menos sabia. Na verdade hoje vejo que

resto da vida. Ao processo de imprimir

nada sabia. O que para muitos parecia um

este conhecimento quando suas mentes

ponto fraco acabou se mostrando meu

ainda são vazias, dá-se o nome de “im-

maior trunfo. Não tinha responsabilidade

printing” ou impressão.

alguma pesando sobre meus ombros para

Costumo orientar os funcionários de

aprender o que estaríamos assistindo du-

minha fazenda, para que assim que meus

rante aquela semana e não tinha também

cavalos nasçam, manipulem com suas

viés algum que interferisse na forma como

mãos as áreas que sei que serão impor-

via o que estava sendo ensinado. Era uma

tantes para seus cuidados. Áreas como

página em branco, um pen-drive vazio.

orelhas, por exemplo. É incrível como os

Hoje, vejo que foi a conjunção destas ca-

cavalos que recebem este primeiro contato

racterísticas com minha vontade de abra-

crescem permitindo serem tocados e trata-

çar esta missão que me tornou um bem-

dos sem o menor problema. Faço o mesmo

sucedido domador de cavalos.

com os cascos. Peço que com a palma das

Nosso momento de maior aprendizado

mãos batam algumas dezenas de vezes na

potencial é aquele em que estamos vazios

sola dos cascos, para que sejam cavalos

de conhecimento. Pense numa esponja.

que possam ser ferrados tranquilamente,

Para que ela possa absorver a maior quanti-

sem traumas. Ao mesmo tempo, peço que

dade de água quando submersa, devemos

não manipulem a barriga do animal, pois é

antes esvaziá-la. Só então poderemos pre-

uma área que não deve perder sensibilida-

encher seus poros com o líquido.

de, afinal é ali que comandamos as ações

Cavalos têm também um momento

de nossos companheiros.

na vida quando seus recipientes de conhe-

O mais interessante desta técnica é

cimento estão vazios, e quando todas as

perceber que, desde o primeiro dia de

informações que passamos são absorvi-

suas vidas até o último, podemos agir de

das de uma forma incrível. Logo quando

modo a transformar nosso convívio com

nascem. Estudos mostram que as quatro

estes animais em algo prazeroso e não

primeiras horas de vida de um cavalo são

violento. Confiança, respeito e parceria

aquelas em que todas as informações que

são as palavras chaves. Divirtam-se! 31


32


MONZON Foto: Arquivo.

Um ano novinho em folha Um novo ano é sinônimo também de retorno ao trabalho. Por isso, reflita bastante sobre o treinamento e respeite os limites do seu cavalo. Abrimos o ano de 2013, espero que suas festas tenham sido

seu senso de observação mais aguçado que nunca. Verifique

as melhores de todos os tempos. Hora de repensar o ano de

como seu cavalo salta sem sua interferência. Alargue um pou-

competições e preparar-se para uma boa temporada. Por onde

co, nada mais que 20 ou 30 centímetros na largura a mais que

começar? Espero que seu cavalo tenha ficado em um lugar am-

a altura do obstáculo. Que altura? No máximo a das provas que

plo e fresco, que tenha esquecido os obstáculos e esteja com os

você compete.

membros sãos e descansados. Para isto, cerca de três semanas

Salto em liberdade não é para testar a potência ou a destre-

são o suficiente, a idade dele definirá; se for mais velho, após

za de seu animal. Isto é ótimo para dar-lhe confiança, controlar

13 anos, um tempo mais longo que isto poderá fazê-lo perder

a batida do salto e iniciativa na aproximação. Não cobre muito

massa muscular e amplitude nas andaduras. Entre oito e doze

dele no início do ano, faça vários treinos de confiança e volta à

anos, até quarenta dias não é problema. Abaixo de oito anos

forma. Acaricie e o recompense com cenouras a cada bom sal-

não é hora de descanso, mas de trabalho moderado e domínio

to! Com este conhecimento de seu animal, tente passar o ano

da energia.

treinando para ser um “fardo” muito fácil de carregar, o mais

Deixe que seu cavalo dê os primeiros saltos do ano em liberdade. Em um corredor de saltos ou picadeiro coberto e com a

suave e sutil possível, para que seu cavalo tenha a liberdade de saltar como ele mais gosta!

ajuda de alguém experiente junto ao obstáculo. Outros amigos

Agora é a hora certa para fazer um completo exame de san-

que queiram participar são bem-vindos, você poderá ter uma

gue e colocar as vacinas em dia. Verifique o calendário de provas

experiência muito enriquecedora. Comece bem baixo e com

e programe o seu Ano Novo! Boa sorte! Forte abraço!

Os potros Ouviram-se relinchos selvagens que chegaram até o sol

do horizonte, o lombo de um potro sentiu uma pressão po-

e o ar impregnou-se do cheiro das crinas. Com os peitos

tente que lhe cingia os flancos e, com uma expressão que

suados e manchados de espuma, mostrando a alvura dos

fundia medo e dor nos olhos, atirou-se em vertiginosa dis-

dentes em eterno desafio aos homens, a cola em forma de

parada pelos campos que um dia foram seus, numa busca

arco de rebeldia, as orelhas coladas à nuca e os anteriores

insana de liberdade.

buscando se defenderem com manotaços da ameaça do

A forquilha humana que tinha estrelas de dor em suas

laço, os potros cruzaram o campo, em desabalada corrida

extremidades cravou-se em seu corpo e fez brotar lágrimas

com o vento.

de sangue misturadas com espumas de impotência. O potro

E o vento, vencido pela velocidade dos potros, fazia rodamoinhos de admiração, eriçando o pelo áspero das ancas. Mas, numa manhã em que o sol mal acendia a linha

feriu o ar com um relincho estridente e triste, baixou a cabeça, rendeu-se e começou a trotar.

Autor desconhecido 33


N OT Í C I A S Fonte: Carola May / Fotos: SKS Promoções

Top

Riders Em dezembro, durante o aclamado Campeonato Top Riders, o Helvetia Riding Center foi palco para a última etapa do Ranking Brasileiro Sênior. No dia 16 de dezembro, o GP Agro Z - última etapa do Ranking Brasileiro Sênior - encerrou a temporada 2012 durante o Concurso de Salto Nacional Top Riders no Helvetia Riding Center, em Indaiatuba (SP).

1

Em uma decisão repleta de emoções, o carioca Rodrigo Marinho com sua Cleofas conquistou a medalha de ouro no Grande Prêmio. Já Francisco Musa levou para casa pela terceira vez o troféu do Ranking Brasileiro Sênior (2009/2011/2012). Sobre obstáculos a 1,55 metro e armação do coursedesigner internacional Guilherme Jorge, trinta e oito concorrentes largaram na primeira volta. Porém, apenas nove voltaram na corrida pelo título. César Almeida sobre Vanity Império Egípcio deu show de categoria e, com duplo zero falta em 51s25,

2

3

levou a medalha de prata. Sexto conjunto a largar no desempate, Francisco Musa apresentando Singular Pia Lena JMen finalizou no tempo de 68s02, uma falta e dois pontos por excesso, o que lhe garantiu a terceira posição. Assumindo a liderança ao finalizar com 50s62, o carioca Rodrigo Marinho e sua égua Sela Belga Cleofas

1. Encerrando a temporada 2012, importantes nomes do hipismo

brasileiro subiram ao pódio do GP Agro Z.

2. Pela terceira vez em sua trajetória, o mineiro Francisco Musa

sagrou-se campeão brasileiro Sênior.

3. Mostrando potência e garra, o competitivo Rodrigo Marinho

e a fiel Cleofas conquistaram a medalha de ouro.

fizeram uma apresentação impecável do início ao fim e subiram no lugar mais alto do pódio. Bastante emocionado, o cavaleiro dedicou a vitória ao seu avô, o jornalista

comemorar. O mineiro chegou ao último GP do ranking

Roberto Marinho.

seguido de perto por César Almeida e Artemus de Almei-

“Comecei a montar por causa do meu avô que sempre foi meu maior incentivador. Como ele trabalhava muito e

da e, ao final, a ordem de classificação dos três primeiros colocados permaneceu inalterada.

não tinha muito tempo de me ver nas provas, costumáva-

“Foi uma final muito disputada. Eu sabia que os meus

mos olhar as fotos e vídeos e ele fazia suas observações”,

cavalos estavam bem e eu tinha que fazer a minha parte”,

lembrou o campeão. “Ele foi um super cavaleiro e tenho

contou Musa. “Dedico a minha vitória a toda equipe: ve-

certeza que, esteja onde estiver, está muito contente com

terinários, tratadores, proprietários e às pessoas que direta

a minha conquista”, contou.

e indiretamente fizeram parte dessa conquista”, destacou.

MUSA COMEMORA O TRICAMPEONATO

gêneo, o melhor até hoje e vamos continuar trabalhan-

“Estou com um time de cavalos muito bom e homoCom o troféu do tricampeonato brasileiro Sênior, Francisco Musa também tinha motivos de sobra para

do em busca de resultados cada vez melhores’, finaliza Musa.

35


N OT Í C I A S Fonte: PFDP – Roberta Milani / Foto: Dirk Caremans - Hippofoto.

grande prêmio

Mechelen Realizada no dia 30 de dezembro, a delicada e emocionante prova foi motivo de orgulho especialmente para os atletas suecos, que garantiram a medalha de ouro e bronze.

1

O experiente cavaleiro sueco Henrik von Eckermann garantiu ótimo resultado na Rolex FEI World Cup Jumping ao vencer a oitava etapa da Liga Europa Ocidental em Mechelen, na Bélgica. E foi um dia particularmente bom para os son, 31 anos, que terminou em terceiro, atrás de François Mathy Jr, da Bélgica. Contando com 40 conjuntos, apenas nove zeraram o per-

1. Salto do cavaleiro

vencedor Henrik von Eckermann 2. François Mathy

tha FRH, demonstram controle, equilíbrio e habilidade. “Es-

Jr, pelas cores da Bélgica, garantiu a segunda posição da prova.

pero continuar o conjunto com ela por bastante tempo”,

2. Premiação do

curso inicial da provae voltaram para a disputa do desempate. Com grande habilidade técnica, Henrik e sua égua Go-

disse Henrik sobre seu animal de 11 anos de idade, que fez campanha nos últimos anos com Ludger Beerbaum.
A pista

Foto: Kristof De Pauw

cavaleiros suecos, como para o compatriota, Jens Fredric-

2

brasileiro André Reichmann, 3º lugar na prova a 1.40m.

3

em Mechelen apresenta seus próprios desafios, como a arena de 90 metros de comprimento, mas apenas 29 metros de largura, levando a uma espécie de enigma para a equipe

sultado, o sueco agora esta definitivamente com seu nome

de construção do percurso.

na “lista” para participar do Rolex FEI World Cup ™ Final, que acontecerá na terra natal, Gotemburgo (SWE) em abril.

DESEMPATE Um total de 20 conjuntos tiveram apenas uma fal-

METAS PARA 2013

ta na primeira rodada, e entre eles estava o homem

“O objetivo para esta temporada é a Final da Copa do

que atualmente reside no topo da lista Rolex, o alemão

Mundo”, disse von Eckermann, e complementou “tenho

Christian Ahlmann, com seu cavalo Taloubet Z.
Dos 12

muito trabalho pela frente”.
Perguntado se vai continuar

belgas no início da ordem de entrada, apenas dois pas-

com Gotha FRH, ele respondeu, “Tudo agora depende de

saram para o desempate, François Mathy Jr foi primeiro

Ludger Beerbaum e Madeleine Winter-Schulze, mas é mui-

com D’Atlantique Royal. O conjunto fechou sem faltas,

to provável que eu possa continuar com ela”.
A próxima

em 35s89. Inicialmente, parecia que não seria muito

etapa da Rolex FEI World Cup ™ se inicia em Leipzig, na

difícil de bater essa marca, principalmente pelo modo

Alemanha, em três semanas.

com que o cavaleiro traçou a pista, mas o percurso do desempate exigiu uma série de curvas apertadas.

36

TALENTO VERDE-AMARELO

Eckermann, no entanto, entrou na pista e tudo esta-

Na prova com altura de 1.40m, o paranaense André

va prestes a mudar. A égua manteve um ritmo perfeito

Reichmann obteve a terceira posição do disputado pódio

e galopou até o segundo obstáculo rapidamente, tiran-

na categoria cavaleiros com idade abaixo de 25 anos.

do uma vantagem fracionária. Outra boa virada para o

Sobre o dorso de Ellen de Laubry, Reichmann, que atu-

oxer, antes das duas partes restantes da combinação tri-

almente reside na Europa, demonstrou em pista grande

pla, aumentou a vantagem, para fechar a linha de che-

qualidade técnica, apesar da peculiaridade da pista de

gada em 35s29 e assumir o topo.
Emocionado com o re-

Mechelen e do grande número de competidores.


Fonte: Carola May / Foto: Raphael Macek

Cavalos no Hall da Fama

Brasileiro

> A Fundação Equus e a Federação Eques-

de Saltos

tre Norte-Americana (USEF) juntaram forças para criar o “Hall da Fama Equino”. O principal objetivo do projeto é celebrar

Confira a lista com os nomes dos cavaleiros e amazonas vencedores do ranking brasileiro de Saltos 2012.

o talento extraordinário dos cavalos e seu milenar relacionamento com os humanos. Serão homenageados, principalmente, os animais que se destacaram no esporte e também em suas trajetórias auxiliando as pessoas.

A Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) definiu seus 19 campeões do ranking 2012 na modalidade Salto computando os resultados em 49 eventos nacionais incluindo os Campeonatos Brasileiros. Com 10 campeões, a Federação Paulista de Hipismo, faz jus a sua condição de maior polo equestre do país. A Federação Equestre do

1 1. Com ótimo aproveita-

mento no ano de 2012, Francisco José Mesquita Musa foi o vencedor do ranking na categoria Senior.

Pernambuco é a segunda mais premiada com 3 campeões, enquanto a Federação Equestre do Estado do Rio de Janeiro sagrou 2 campeões. Outras quatro entidades - Federação Paranaense de Hipismo, Federação Equestre da Paraíba, Federação Catarinense de Hipismo e Federação Hípica de Minas Gerais - tiveram um campeão cada. “Parabenizamos a todos os campeões do ranking e demais classificados que fizeram valer o espírito esportivo e o melhor do hipismo na modalidade

Ranking Rolex > O alemão Christian Ahllman, vencedor do Rolex Top Ten Final durante o Concurso de Salto 5* de Genebra, assumiu a liderança do ranking da Federação Equestre Internacional, englobando os eventos de 01/11/2011 a 31/10/2012. Com 2,555 pontos, Ahlmann tirou a liderança do campeão olímpico Steve Guerdat, com 2,455 pontos. O alemão Marcus Ehning é o terceiro colocado com 2.350 pontos.

Salto”, destaca Luiz Roberto Giugni, que inicia seu segundo mandato de quatro anos e mais um ciclo olímpico na presidência da CBH. “Sempre em

Recorde no adestramento

busca da evolução do nosso esporte a nível nacional e internacional, não

> O conjunto britânico medalha de Ouro

mediremos esforços para apoiar nossos cavaleiros e amazonas em busca de

em Londres 2012, formado pela Charlotte

aprimoramento técnico e resultados cada vez melhores.”

Dujardin e seu Valegro bateu mais um recorde obtendo impressionantes 84,447%

CAMPEÕES DO RANKING BRASILEIRO DE SALTOS 2012

de aproveitamento no Grand Prix do Olympia

Mini Mirim - Thales Gabriel de Lima Marin (FPH);

Horse Show. O recorde estabelecido em

Pré Mirim - Paulo Miranda - (FEP);

17/12 superou a nota do holandês Edward

Mirim - Vittorio Burger (FEERJ);

Gal com Totilas que registrou 84,043% no

Pré Júnior - Giulia Dal Canton Scampini (FPH);

Grand Prix nos Jogos Equestres Mundiais

Júnior - Luis Antonio Piva Filho (FPH); Young Rider - Guilherme Dutra Foroni (FPH);

2012 em Kentucky, nos EUA.

Senior - Francisco José Mesquita Musa (FPH); Amador B - Luciana Sandini Santana (FCH); Amador A - João Gilberto Cominese Freire (FHPr); Amador - Pedro Barbosa Lima (FEERJ); Amador Top - Richard Lyon Thorp Bilton (FPH); Master B - Miriam Maffei (FPH); Master A - Ricardo Leoni Maffei (FPH);

Segurança no hipismo > A FEI lançou uma campanha global para promover o uso do capacete. Uma parte importante da iniciativa será uma série de e-mails com forte conteúdo visual para

Master - Vanessa Blaauw (FPH);

alertar os atletas sobre a importância da

Master Top - Marcos da Silva Fernandes (FPH);

segurança, em especial, quanto ao uso

Jovem Cavaleiro B - Maria Victoria Miranda (FEP);

do equipamento. Vale lembrar que desde

Jovem Cavaleiro A - Claudio Luis de Melo Pereira (FPH);

o dia 1º de janeiro de 2013 é obrigatório

Jovem Cavaleiro - Lucas Dantas Medeiros (FEPA);

o uso do capacete em todos os eventos

Jovem Cavaleiro Top - Marco Polo Uchoa (FEP).

chancelados pela entidade. 37


N OT Í C I A S Fonte: Brasil Hipismo / Bureau comunicação e marketing / Fotos: Aline Brun

3ª Expo Nacional do

Lusitano Realizada no interior do estado de São Paulo, a competição finalizou a temporada 2012 da Associação Brasileira da raça.

A 3ª Exposição Nacional do Cavalo Puro-Sangue Lusi-

1

tano, sediada na Hípica Centaurus, em Tatuí (SP), reuniu entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro centenas de criadores, atletas e profissionais equestres de diversas áreas. No último compromisso da raça em 2012, os maiores títulos foram para as Fazendas Interagro, com o prêmio de Melhor Criador, e a Fazenda Sasa, que garantiu o título de Melhor Expositor da mostra, respectivamente. O terceiro lugar em ambas as disputas coube à Coudelaria do Castanheiro. O sucesso atual da raça se refletiu nos números: mais de sessenta animais foram inscritos para as categorias de fêmeas e machos. O principal cavalo da mostra foi Gladiador da Sasa JE,

2

tordilho, nascido em 2010, também eleito Grande Campeão Macho Jovem. Já Cabala LS, detentora do título Campeã das Campeãs, sagrou-se Grande Campeã Fêmea Adulta. Os juízes de morfologia aclamaram Fogo da Sasa JE

1. A Campeã das Campeãs em Tatuí foi Cabala LS, criação do

Haras LS-Itirapina e propriedade da Fazenda Sasa.

2. Entre os machos, o título de Campeão dos Campeões é

de Gladiador da Sasa JE, animal nascido e criado na Fazenda Sasa, de Martinópolis (SP).

com o título de Melhor Cabeça. A Melhor Progênie de Pai coube ao reprodutor Vulcano, enquanto o prêmio de Melhor Progênie de Mãe foi dado à Zagaia do Mito. As provas morfológicas tiveram ainda uma importante

A Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Pu-

Aprovação de Garanhões, momento em que são conhe-

ro-Sangue Lusitano (ABPSL) foi fundada em 1975, com o

cidos os novos nomes do Stud Book do Cavalo Lusitano.

principal objetivo de desenvolver e manter o Studbook da

A partir de agora, sete animais passarão a fazer parte do

raça, fomentando a criação deste milenar animal no Brasil.

livro de registros da raça, como aprovados.

38

SOBRE O PURO-SANGUE LUSITANO NO BRASIL E A ABPSL

Atualmente, o País conta com aproximadamente

Outras atrações que chamaram a atenção do público

doze mil Cavalos Lusitanos registrados e ostenta o sta-

foram as competições de Adestramento, Atrelagem, Equi-

tus de um dos maiores exportadores mundiais do ani-

tação de Trabalho e Salto, responsáveis por levar ainda

mal, ajudando a raça a conquistar reconhecimento in-

mais emoção ao público presente.

ternacional.


39


Encontre os melhores profissionais do segmento e as melhores opções Unindo você a sua paixão

em compras, de algumas das principais cidades do circuito nacional. I N S T R U TO R E S

Destaque do mês Nome: Cristóvão Dellagerisi

Mariana Cassettari

Sobre: Atuando como instrutor há oito anos, o gaúcho Cristóvão Dellagerisi

Telefone: (48) 78120726 CEHIP www.cehip.com.br Santa Catarina

acredita que é de extrema importância transferir aos seus alunos a essência do Hipismo, mostrando a eles de que forma compreender os cavalos. Para Cristóvão, ensinar jovens cavaleiros e amazonas é uma atividade recompensadora. “Um dos melhores momentos da minha profissão é durante os campeonatos, onde observamos as boas atuações de nossos alunos e o seu

Cesar Almeida

desenvolvimento em pista”. Em seus ensinamentos, o instrutor procura enfa-

Nextel: 92*176181 Residencial Guancan - Cotia cesaralmeidabr@gmail.com São Paulo

tizar a necessidade do respeito e entrosamento com os cavalos. “Se tratarmos bem o nosso companheiro de esporte, certamente teremos sucesso dentro das pistas”, finaliza. Tel: (54) 8146 7833 | ctdellagerisi@hotmail.com Guilherme Aguiar

Maurício de Oliveira Franco

Telefone: (11) 98182 3344 Clube Hípico de Santo Amaro vitorteixeira@uol.com.br São Paulo

Telefone: (11) 7739 0108 C.H.E.S.A. gui@colband.com.br São Paulo

Nextel 92*176181 Sociedade Hípica Paranaense

Fernando Costa

Ciro Abel

Alonso Tarifa

(11) 7892.9887 | 7892.9885 Hípica Morumbi - wfhorse.com.br fernandojacosta@hotmail.com São Paulo

(51) 9641 7755 Centro Hípico Manège Metzler ciroabelpinto@bol.com.br Rio Grande do Sul

(61) 7815 8277 Sociedade Hípica de Brasília alonsotarifa@hotmail.com Brasília

Alexandre Gadelha

Fabio Sarti

Eroni Pacheco

Vitor Alves Teixeira

maudeoliveirafranco@hotmail.com

Paraná

Telefone: (11) 7310 0766 Clube Hípico Santo Amaro alex_gadelha@hotmail.com São Paulo

(11) 98133 0190 Sociedade Hípica Paulista www.fabiosarti.com.br São Paulo

Bartholomeu Bueno de Miranda

Vailton Jaci Cordeiro (Baíca)

(11) 98181.5030 | 55*7*33886 Sociedade Hípica Paulista tottyreplay@hotmail.com São Paulo

(41) 9987 4578 / 92*5248 Sociedade Hípica Paranaense baicahipismo@terra.com.br Paraná

Leandro Cardoso

Rafael Lindner Dias

(48) 7812 0504 / 7812 0589 Movimento Equestre ljccardoso@yahoo.com.br Santa Catarina

(47) 9977 3394 / 87*25578 Assessoria - Baln. Camboriú lindnerdias@yahoo.com.br Santa Catarina

Jaci dos Santos

Eduardo Marchezzi

Francisco Luiz Viana

Telefone: (47) 9902 3795 jaci.sts@hotmail.com Santa Catarina

Telefone: (41) 9622 3687 Sociedade Hípica Paranaense Paraná

(47) 9122 7534 / 84*78758 Centro Equestre Leme chico_cavaleiro@hotmail.com Santa Catarina

Telefone: (54) 9992 2722 Centro Hípico e Haras MD eronipacheco@yahoo.com.br Rio Grande do Sul Alberi Luiz Rodrigues

(51) 9806 0118 / 8450 0072 alberi2020@hotmail.com www.hipicast.com.br Rio Grande do Sul William Pacheco

(54) 9920 8000 Centro Hípico e Haras MD williampacheco@yahoo.com.br Passo Fundo


SELARIAS Selaria Santa Rosa

Salto e Sela

Telefone: (41) 3266 7831 Vitor Ferreira do Amaral -Jockey Club www.selariasantarosa.com.br Paraná

Telefone: (11) 5533 2990 Av. Santo Amaro 1775 www.saltoesela.com.br São Paulo

Horse Shop

Maison du Cavalier

Telefone: (11) 98380 0853 Alameda das meninas,265-Cotia www.horseshop.com.br São Paulo

(11) 5505 0900 | (21) 2535-8946 Soc.Hipica Paulista e Brasileira www.maisonducavalier.com.br São Paulo / Rio de Janeiro

Selaria Querência Rio

Equiloja Spur

Telefone: (21) 2548-7090 R. Figueiredo de Magalhães, 615.Lj F www.querenciario.com Rio de Janeiro

(11) 3845 0365 / 3845 7611 Rua do Consórcio, 125 www.spur.com.br São Paulo

Selaria HDB

Cavallus

(41) 3332 6500 / 9101 0387 Sociedade Hípica Paranaense www.hdbextreme.com Paraná

Telefone: (61) 3445 2008 Setor Hípico Sul. dentro da SHBR www.cavallus.com.br Brasília

Unindo você a sua paixão Ecuyer

(51) 3311 1256 / 9333 1556 Av. Juca Batista 4931 mariahipica@hotmail.com Rio Grande do Sul Selaria Santa Rosa

Telefone: (51) 3241 8455 R. Cel.Claudino 10 CS12-Jockey Club www. selariasantarosars.com.br Rio Grande do Sul Selaria Villaça

(11) 3813 8752 R. Pero Leão nº161 - Pinheiros www.selariavilaca.com.br São Paulo

VETERINÁRIOS Pedro Vicente Michelotto Jr

Telefone: (41) 9234 9218 Jockey Club do Paraná michelottojunior@yahoo.com.br Clínica, cirurgia e acupuntura Paraná

Valdir Roberto Tonin

Telefone: (41) 9974 2888 Sociedade Hípica Paranaense valdiroberto@globo.com Clínica e cirurgia equina Paraná

Christiano Rinaldi

(41) 8403.6738 | 7820 2467 Nextel:114*32403 crinaldi@uol.com.br Odontologia Equina Paraná

Lab. de Análises Clínicas Tarumã

Murilo Nichele Telefone: (41) 3366 7616 / 9974 4955 Av. Vitor F. do Amaral - Jockey Club - PR tarumalab@hotmail.com Paraná Priscila Azevedo

(11) 9.8444 1222 Clube Hípico de Santo Amaro priazev@hotmail.com Cavalos de esporte São Paulo

Carolina Dunin

(41) 7815 1023 / 92*7142 Sociedade Hípica Paranaense caroldunin@yahoo.com.br Clínica e Fisioterapia equina Paraná

Andrea Panza

Telefone:(41) 9964 0122 andrea_uvd@hotmail.com Ultrassonografia veterinária Curitiba

Luis Fernando Coelho Bastos

(41) 3022 7806 / 9965 0521 (41) 7815 6570 / 92*20519 luisbst@terra.com.br Radiografia digital Paraná

João Luiz dos Santos

Telefone: (47) 9985 4372 eohippus_joao6@hotmail.com Clínica e cirurgia equina Santa Catarina

VENDA DE CAVALOS - CRIADORES Mercado de Cavalos

Cavalos de Salto

(11) 4221 5726 marketing@mercadodecavalos.com.br www.mercadodecavalos.com.br São Paulo

(11) 99121 0633 | 7695 6865 contato@cavalosdesalto.com.br www.cavalosdesalto.com.br São Paulo

Marcelo Messias

Telefone: (19) 9771 3949 Rancho Império ranchoim@terra.com.br São Paulo 41


CENTROS HÍPICOS C. Hípico de Excelência SerrAzul

Sociedade Hipíca Paranaense

CEHIP - Marina Cassettari

Telefone: (41) 3266 6644 Br 116 / km 93 www.hipicaparanaense.com.br Paraná

Telefone: (48) 7812 0726 R. Anardina Silveira Santos 441 www.cehip.com.br Santa Catarina

Rancho Império

Centro Equestre Leme

Movimento Equestre

Telefone: (19) 9771 3949 R. Norte 118 - Indaiatuba ranchoim@terra.com.br São Paulo

(47) 3435 2937 www.celeme.com.br hipismo.leme@terra.com.br Santa Catarina

(48) 3357 3159 / 7812 0589 Av. Vidal Vic. de Andrade 676 movimentoequestre.com Santa Catarina

C. Hípico e Haras MD

Manege das Araucárias

Telefone: (11) 7739 0108 Rod. dos Bandeirantes km. 72 www.chesa.com.br São Paulo

Telefone: (54) 3313 3769 Estrada Santo Antão s/n www.harasmd.com.br Rio Grande do Sul

By Ranna

Telefone: (41) 9987 5588 Estrada da Fazendinha, km 6 - Araucárias manegedasaraucarias.com.br Paraná

Telefone: (51) 9965 8889 Beco do Schneider - Porto Alegre milucan_n@hotmail.com Rio Grande do Sul

Federação Hípica do R.J.

Federação Paranaense de Hipismo

FEDERAÇÕES F. Catarinense de Hipismo

Pres: Carlos Werner Heinzelmann Telefone: (47) 3350 6881 Av. Antonio Heil km 29,5 nº33 s.4 www.fch.com.br Santa Catarina Federação Hípica de Brasília

Presidente: Ronaldo Bittencourt Telefone: (61) 3245 5870 SHIP - Sul, lote número 8 www.fhbr.com.br Brasília

Rodolpho Luiz Figueira de Mello 21 2539-4602 | 2286-3930 Rua Jardim Botânico, 421 www.feerj.com.br Rio de Janeiro F. Gaúcha de Esportes Equestres

Presidente: João Mazzaferro Telefone: (51) 3264 1297 Av. Juca Batista 4931 www.fgee.com.br Rio Grande do Sul

P R O D U TO S E S E RV I Ç O S Beto Transporte

(41) 9661.1622 | 3642.1129 Transporte de cavalos betoinckot@ig.com.br Paraná

Atelier Vasconcellos

Esculturas em metal Telefone: (19) 3272 3722 / 9167 7252 www.zevasconcellos.com.br contato@zevasconcellos.com.br São Paulo

Presidente: Fernando Sperb Telefone: (41) 3363 3406 R. Itupava 1299 sala 111 www.fprh.com.br Paraná

Lavizoo

SAC 0800 771 0241 lavizoo@lavizoo.com.br www.lavizoo.com.br São Paulo

Road House Grill

(61) 3321 8535 / 3034 8535 Brasília SCES e Terraço Shopping www.roadhousegrill.com.br Brasília

Horse Truck

(11) 7782 2505 | 88*119376 (11) 7782 8359 | 88*119375 contato@horsetruck.com.br www.horsetruck.com.br São Paulo Ferraduras Brasil

(15) 3302 3717 / 4141 1594 Av. Antonio Silva Saladino 1826 Sorocaba - SP www.ferradurasbrasil.com.br São Paulo MA Parcour Ltda

(41) 9987-5588 / 7815-2567 / 92*10478 contato@maparcour.com.br www.maparcour.com.br Paraná

Para estar no GUIA 4 PATAS, envie um email para contato@mundoequestre.com.br ou ligue: 41 3203.1960


Janeiro 2013  

Revista Mundo Equestre, bem-estar entre o cavalo e o cavalheiro