Page 1

Notícias de Campo

__________________________________ ÍNDICE INTRODUÇÃO....................................................................................................................................2 EIXOS DE ATUAÇÃO DO PROGRAMA..........................................................................................6 PARTICIPANTES DO PROGRAMA..................................................................................................7 PARCEIROS.........................................................................................................................................9 NOTÍCIAS DE CAMPO....................................................................................................................10 ORGANIZAÇÃO COMUNITÁRIA.............................................................................................11 GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA.....................................................................................39 INCLUSÃO DIGITAL / EDUCAÇÃO E CIDADANIA..............................................................62 CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO.......................................................................................85 MEIO AMBIENTE E MUDANÇAS CLIMÁTICAS.................................................................102 ARTICULAÇÃO COM POLÍTICAS PÚBLICAS.....................................................................109

Programa Comunidades Semiárido

1


Notícias de Campo

__________________________________ INTRODUÇÃO Em1999, o COEP e a Embrapa discutiam a possibilidade de uma atuação conjunta com o objetivo de incentivar a retomada da cultura do algodão pelo agricultor familiar no Semiárido nordestino. A cultura, desde meados dos anos 80 combalida principalmente pela abertura de mercado e pelo surgimento de uma praga de grande impacto para os algodoais, o “bicudo”, havia deixado de ser como outrora, uma das mais importantes fontes de renda para o pequeno agricultor. Esse fato acabava por agravar as limitações provocadas pelas frequentes secas e contribuía fortemente para o êxodo rural. Reconhecia-se, no entanto, o potencial para a retomada da cultura desde que se trabalhasse com técnicas de manejo e variedades adequadas e se pensasse em formas de agregação de valor ao produto. Foi iniciado, então, já no ano 2000, um projeto piloto no Assentamento Margarida Maria Alves, município de Juarez Távora na Paraíba. O projeto “A cultura do algodão em sistema de produção integrado à indústria” ocupou-se em transferir ao agricultor a tecnologia de produção, colheita e armazenamento e implementou uma miniusina de beneficiamento que permitiu a produção de fardos de pluma que poderiam ser vendidos diretamente à industria, eliminando atravessadores. Além disso, tornava-se possível reservar na propriedade o caroço do algodão para alimentação animal ou como um subproduto para venda. O sucesso dessa experiência permitiu que ela fosse ampliada e reaplicada em outras cinco comunidades nos estados da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Alagoas e Ceará. Novas miniusinas foram instaladas e um novo ciclo teve início. A partir desse ponto vislumbrou-se a possibilidade de integrar ao trabalho, de forma sistêmica, outras questões com potencial para o desenvolvimento social e econômico das comunidades. Questões relacionadas à convivência com o semiárido de uma forma mais ampla, educação e informação além da geração de trabalho e renda, passaram a fazer parte da pauta de atuação. Todo o tempo, esses temas estiveram atravessados, pela mobilização e organização comunitária. Teria início, então, uma nova ampliação desta vez em escopo. Os novos projetos passaram a incluir a implementação de cisternas, barragens subterrâneas, a criação de caprinos e ovinos, a instalação de viveiros de produção de mudas, a implantação de telecentros de informática conectados à internet, o fomento ao acesso a políticas públicas pelas comunidades. Uma série de projetos começou a ser implementada reunindo diversos parceiros entre eles um grupo de seis universidades públicas que passariam a assessorar e capacitar as comunidades. A ação prosseguiu. Ao redor dessas comunidades iniciais em cada estado, outras foram agregadas formando polos de comunidades, o que permitiu a otimização do uso das estruturas implementadas tais como as miniusinas e a rede de técnicos atuantes nos projetos. Esse conjunto de ações e projetos integrados entre si configuram o Programa Comunidades Semiárido que atualmente envolve 47 comunidades em sete estados nordestinos (Aos já citados Programa Comunidades Semiárido

2


Notícias de Campo

agregaram-se o Piauí e Sergipe). Esse crescimento tornou-se possível também pela paulatina agregação de parceiros. No início, os principais parceiros eram FINEP, EMBRAPA e CHESF, ao longo da existência do Programa uma série de outras instituições, entre elas universidades e órgãos de governo, passaram a apoiá-lo. Polo PB (sertão) 5 Comunidades

Polo RN (norte) 7 Comunidades Polo RN (sul) 5 Comunidades

Polo CE 5 Comunidades Polo PI (2) 2 Comunidades Polo PI(1) 6 Comunidades

Polo PB (agreste) 5 Comunidades Polo PE 6 Comunidades Polo AL 3 Comunidades Polo SE 3 Comunidades

A máxima de que “um caminho se constrói ao caminhar” pode ser facilmente aplicado à história desse Programa. Não há dúvidas de que a experiência em mobilização social adquirida pela rede do COEP já era bastante significativa ao início das ações no nordeste, no entanto, estas oportunizaram um grande aprendizado no aprimoramento das técnicas e metodologias utilizadas, que, como é natural, continuam sempre em evolução. Na verdade, o que ocorre é a construção de uma “história sem fim” em que cada passo torna possível um novo patamar de percepção e possibilidades. Ao longo da atuação foram modelados diversos itens metodológicos que atualmente são importantes meios para a execução das atividades e consecução de seus objetivos. Foram inovações que marcaram a forma de conduzir as atividades e que têm favorecido a condição de protagonistas aos membros das comunidades participantes. Os Comitês Mobilizadores, por exemplo, foram um desses itens. Formados por membros das associações comunitárias locais, seu presidente e necessariamente incluindo jovens, homens e mulheres, configuram-se como grupos de trabalho que tem como função, além de mobilizar as comunidades para as questões coletivas, pensar a gestão dos ativos comunitários dos projetos, representar a comunidade nos planejamentos e avaliações das atividades no âmbito da rede e fazer a interlocução com os executores. Os comitês tem se mostrado uma instância importante para o fortalecimento das associações e para o aumento de sua representatividade. Outro item que passou a fazer parte da metodologia, foi a transformação de profissionais de campo dos projetos, que inicialmente tinham uma função mais restrita aos aspectos da assistência técnica e de transferência de tecnologias, em “Agentes de Desenvolvimento Comunitário”. Estes tiveram seu papel ampliado como mobilizadores e como apoiadores do processo de desenvolvimento comunitário. Ainda, um dos destaques importantes na história do Programa foi a implementação de telecentros comunitários conectados à internet. A partir de uma demanda comunitária pela instalação de telefones públicos, o COEP buscou articular-se para apoiar a comunidade no acesso a Programa Comunidades Semiárido

3


Notícias de Campo

políticas públicas para esse fim. Nessa trajetória, acabou por viabilizar-se uma parceria com o Programa GESAC do Ministério das Comunicações que tratava não da implementação de telefones, mas de telecentros que entre todos os benefícios permitiria também a comunicação fosse via redes sociais ou e-mails, fosse via telefones sobre IP. Uma dos grandes resultados da presença dos telecentros foi a aproximação dos jovens ao Programa e a partir daí das questões comunitárias. Há vários exemplos de jovens que se tornaram importantes mobilizadores, presidentes de associações de moradores entre outras formas de liderança. O acesso à internet permitiu ainda o fomento de uma rede entre as comunidade com o intuito de fortalecê-las para o processo de desenvolvimento social. Atualmente busca-se que cada comunidade possua um telecentro e trabalhe integrada às demais possibilitando o intercâmbio de conhecimentos e informações e se fortalecendo não só como comunidade mas como uma rede delas. Encontros presenciais de lideranças, atualmente configurados como Fóruns, são momentos de extrema importância que ao longo dos anos passaram a fazer parte da configuração metodológica. Os encontros e fóruns permitem a discussão e avaliações sobre as atividades, a capacitação das lideranças, a aproximação dos parceiros ao público final do Programa e proporciona momentos de interação entre as várias comunidades que favorece o fortalecimento da rede entre elas. A partir da existência dos telecentros, tornou-se possível a utilização de uma série de ferramentas web no processo de desenvolvimento comunitário para a capacitação, mobilização comunitária e fortalecimento de redes. Entre elas:  Portal das Comunidades, Um site criado com o objetivo de ser o elo entre as Comunidades de todo o Brasil, facilitando a troca de experiências e disponibilizando um espaço para que se tornem visíveis não só a sociedade de uma forma geral, como também ao poder público. O Portal das Comunidades possibilita o protagonismo comunitário, pois concede através de suas ferramentas a autonomia para postar noticias, fotos e vídeos, facilitando a divulgação das ações promovidas por cada uma e a troca de experiências para o aprimoramento de suas iniciativas. É um espaço único, de linguagem simples, fácil de utilizar e de grande importância para a inclusão digital, pois amplia o acesso à informação, disponibiliza novas ferramentas e meios de comunicação entre as comunidades. [www.comunidadescoep.org.br]  Rede Moblizadores, criada em 2003, configura-se como um espaço de incetivo e qualificação para a prática cidadã. Decorridos sete anos de atuação, a Rede já conta com mais de 12 mil participantes, distribuidos em cerca de 600 municípios brasileiros, em 26 estados e no Distrito Federal, e também no exterior. Em um ambiente virtual, todas as pessoas interessadas na transformação da realidade social podem se capacitar e interagir, trocar experiências, articular parcerias e se organizar para a atuação em iniciativas sociais. A participação se dá por meio de oficinas on-line, fóruns, chats e pelo acesso a informações de referência, notícias, textos, artigos, entrevistas e links.O conteúdo do site é organizado em temas, e novos assuntos podem ser incorporados, conforme o interesse das pessoas da Rede. [www.mobilizadores.org.br]  Banco de Projetos Sociais – Mobilização, criado em 2000 pelo COEP, é um acervo de ações e idéias na área social, geradas por instituições, públicas ou privadas, organizações da sociedade civil e outras, incluindo pessoas físicas. É um espaço democrático , para o qual Programa Comunidades Semiárido

4


Notícias de Campo

pode-se encaminhar um projeto social e compartilhá-lo, ao mesmo tempo que representa uma importante fonte de pesquisa social. [www.mobilizacao.org.br]  COEPTeVê, trata-se de um repositório de vídeos de interesse para a área social na internet que se configura como uma ferramenta para veicular iniciativas de caráter educacional e informativo. [www.coepbrasil.org.br]  SIME – Sistema de Mídia e Educação: É uma plataforma utilizada para levar informação qualificada à distância. Foi criado um ambiente na Internet cuja interface de fácil navegabilidade simula elementos existentes nas comunidades, que cria uma identidade com os usuários, permitindo o acesso a todo o material que será disponibilizado, podendo-se fazer combinações entre eles de forma que se complementem de acordo com seus interesses e necessidades. Um sistema de capacitação que integra informação, comunicação e educação, funcionando como uma ferramenta de apoio ao desenvolvimento comunitário. Utiliza os Telecentros comunitários de informática não só como simples pólos comunicação, mas também associados a outras mídias (TV, vídeo, apostilas, cartilhas, etc.) que se complementariam, convergindo num sistema integrado, mediado por interlocutores das próprias comunidades, de universidades e por especialistas. [www.comunidadescoep.org.br/sime] Além dessas ferramentas, de uso do público do Programa Comunidades Semiárido e de outras ações do COEP, foi construida uma em especial que tornou possível a comunicação e gestão da equipe de campo à distância. A ferramenta, batizada de SGCOEP ( Sistema de Gestão COEP) permite a confecção de relatos, agendas e o envio de comunicados entre membros da equipe. Esse material, muitas vezes de redação simples, carrega uma rica gama de informações que permite que se entreveja alguns dos resultados alcançados nesses anos de atuação do Programa. A proposta deste livro é, de maneira despretensiosa, reunir uma parcela da memória da atuação do COEP no Semiárido materializada por notícias recebidas de campo via SGCOEP.

Programa Comunidades Semiárido

5


Notícias de Campo

__________________________________ EIXOS DE ATUAÇÃO DO PROGRAMA

Programa Comunidades Semiárido

6


Notícias de Campo

____________________________________________________________

PARTICIPANTES DO PROGRAMA UF/Polo

Pernambuco

Alagoas

Sergipe

Rio Grande do Norte

Rio Grande do Norte (II)

Paraíba (Agreste)

Paraíba (Sertão)

Ceará

Piauí

Piauí (II)

Programa Comunidades Semiárido

Comunidades Pilões Pedra Branca Furnas Algodão do Manso S.João do Ferraz Marreco Quixabeira Cacimba Cercada Campinhos Cuiabá Ass.José Ribamar Fazenda Pioneira Ass.José R.Sobrinho Tanques Jacumirim Limoal Mandacaru Canudos Modelo I Modelo II Bebida Velha Araçá II Recanto II Assentamento Aracati Ass.Margarida Mª Alves Pedra Sto. Antonio Uruçu Novo Pedro Velho Queimadas Lagoa de Dentro Pereiros Barreiros Batalha Redondo Engenho Velho Espinheiros Anauá Oitis Olho D´água Cacimba Baixa do Morro Boa Vista Solidão Quixó Pão de Açúcar Itaizinho Barro Vermelho

Município Cumaru Cumaru Surubim Frei Miguelinho Vertentes Lagoa de Itaenga Água Branca Mata Grande Pariconha Canindé de S.Francisco N. Sra. Da Glória Poço Redondo Nova Cruz Sto. Antônio Serrinha Goianinha Lagoa de Pedra Ceará Mirim João Câmara João Câmara Pureza Vera Cruz Lagoa Salgada Touros Juarez Távora Alagoa Grande Gurinhém Aroeiras Remígio São Jose de Piranhas Bonito de Santa Fé Cajazeiras Monte Horebe Cachoeira dos Índios Barro Aurora Mauritis Milagres Missão Velha Anísio de Abreu Fartura do Piauí Jurema São Braz do Piauí São Raimundo Nonato Várzea Branca Paulistana Paulistana 7


Notícias de Campo

__________________________________ ALGUNS NÚMEROS


Notícias de Campo

__________________________________ PARCEIROS

Programa Comunidades Semiárido

9


Notícias de Campo

NOTÍCIAS DE CAMPO

Programa Comunidades Semiárido

10


Notícias de Campo

__________________________________ ORGANIZAÇÃO COMUNITÁRIA

Programa Comunidades Semiárido

11


Notícias de Campo Sistematização de oficina Por: Adelmo Gomes Barbosa 10/5/2010 A comunidade Coep de Tanques no município de Santo Antônio-RN realizou neste domingo dia 9/5 a sistematização da oficina pós fórum e foi feito o plano de ação; a comunidade atendeu ao chamado do representante, o Sr. Francisco Nunes, que durante a realização das atividades esteve bastante atuante assim como os demais membros do comitê mobilizador; após terminar a oficina, foi feito um pré cadastro para as famílias que se enquadram no programa minha casa minha vida do governo federal.

Comunidade trabalha em Mutirão para construção da sede da associação e laboratório de informática Por: Rafael Campos Pereira 4/5/2010 A comunidade do Engenho Velho está trabalhando em sistema de mutirão para construção do prédio da sede da associação e para o novo laboratório do telecentro; estão trabalhando aos sábados e fazendo uma mobilização em toda a comunidade para que a construção seja realizada no prazo o mais breve possível.

Foto: Marcelo Valle

Comunidade Itaizinho se reúne e junto com Agente de Desenvolvimento Comunitário elabora Plano de Trabalho para 2010. Por: Carlos Henrique Neri 27/4/2010 A Comunidade Coep Itaizinho – Paulistana - PI após articulação com o Agente de Desenvolvimento Comunitário do Coep Nacional, reuniu um Grupo de Moradores, Comitê Mobilizador, Grupos de Trabalho em Projetos Geradores de Emprego e Renda, Jovens, Futuros Monitores do Telecentro Comunitário e a Associação e durante boa parte do dia 27 deste; produziram o Plano de Trabalho da Comunidade com atividades previstas para 2010 responsabilizando grupos da própria comunidade e gerando prazos para execução. Compareceram 24 pessoas que demonstram alegria por ter a oportunidade de se programarem por um ano, coisa que jamais havia acontecido na região, o que nitidamente gera mais comprometimento dos moradores para com as parcerias existentes na comunidade principalmente com as ações implementadas pelo Coep Nacional. A Oficina contou com a participação do Agente de Desenvolvimento Comunitário.

Mutirões movimentam Comunidades Coep no Piauí. Por: Carlos Henrique Neri 27/4/2010 Durante os dias 24, 25 e 26 deste, as Comunidades Barro Vermelho e Itaizinho receberam a presença do Agente do Coep Nacional que, junto com a comunidade em geral, grupo de trabalho e beneficiários dos Projetos Caprino/ovino e Viveiro de Mudas do Coep Nacional, construíram em regime de mutirão dois viveiros e três apriscos que serão destinados à produção de mudas de várias espécies que serão comercializadas, a princípio, na própria região de Paulistana-PI e abrigar os reprodutores e matrizes recebidos desta parceria.

Programa Comunidades Semiárido

12


Foto: Murilo Siqueira

Programa Comunidades Semiรกrido

13


Notícias de Campo

Organização e Persistência Por: Adelmo Gomes Barbosa 26/4/2010

A comunidade Coep Araçá II no município de Vera Cruz-RN conseguiu a doação de um terreno que foi feito pela prefeitura; com muita luta os comunitários conseguiram sensibilizar o poder público que doou o terreno aonde será construído o espaço que irá abrigar o telecentro. Comunidade se reúne com Agente do Coep para avaliar andamento de projetos. Por: Carlos Henrique Neri 20/4/2010 No último dia 06 de abril, a Comunidade Coep Quixó reuniu se de forma extraordinária para deliberar sobre o andamento dos projetos com o Agente do Coep Nacional; inicialmente foi feita uma avaliação de tudo que a comunidade já conseguiu após a criação da associação, em seguida sobre tudo que a associação conseguiu depois que fez parceria com o Coep Nacional. A discussão envolveu muitos associados e moradores da comunidade que apresentaram junto com o Agente o Plano de Trabalho elaborado para 2010 e no final alguns encaminhamentos foram firmados, dentre eles a conclusão do viveiro de mudas, a busca de parceria para uma segunda etapa de capacitação em corte e costura, reunião interna do grupo de trabalho em corte e costura, a busca de capacitação em informática junto ao poder público municipal e o cumprimento das atividades previstas junto ao plano de trabalho da comunidade elaborado recentemente.

Comunidade Pão de Açúcar realiza evento beneficente em prol do Telecentro Comunitário. Por: Carlos Henrique Neri 20/4/2010 Na segunda semana deste mês de abril, a Comunidade Coep Pão de Açúcar - Várzea Branca do Piauí realizou uma festa beneficente com o objetivo de angariar recursos para realizar serviços e retoques no espaço físico construído pela Comunidade em regime de mutirão destinado ao funcionamento do Telecentro Comunitário, que está sendo implantado em parceria com o Coep Nacional. O resultado final foi satisfatório; arrecadaram quase oitocentos reais livre e vários brindes através de doações. Durante o evento houve um desfile que culminou na escolha da mais bela garota da região. A atuação do Comitê mobilizador foi presencial e muito responsável, pois trabalharam desde a idealização, articulação e realização do evento.

Parceria entre a prefeitura municipal do Mauriti e a associação do Anauá. Por: Rafael Campos Pereira 12/4/2010 O presidente da associação comunitária do Anauá em busca de parceria procurou a prefeitura municipal para articular bolsas de trabalhos para dois monitores do telecentro da comunidade do Anauá, para quando chegar o restante dos equipamentos para a montagem do laboratório de informática; o prefeito municipal pediu os documentos da associação para que se formalize a parceria.

Programa Comunidades Semiárido

14


Notícias de Campo

Oficina Pós-Fórum faz Comunidade Coep acreditar que poderá caminhar com os próprios pés. Por: Carlos Henrique Neri 12/4/2010 Foi realizada pelo Agente do Coep Nacional no dia 07 de abril na Comunidade Baixa do Morro – Fartura do Piauí, a Oficina Pós-Fórum que resultou na criação do Plano de Trabalho para 2010. Compareceram as pessoas mais interessadas em contribuir para a transformação da realidade da comunidade; foram oito horas de trabalho criativo. O Comitê Mobilizador foi o principal responsável pelo resultado final do Plano de trabalho da Comunidade que acredita estar caminhando no rumo certo, pois, nesta região nunca se viu nenhuma associação planejar suas atividades e estes estão tendo a oportunidade de se programarem para executar atividades durante todo o ano com a finalidade de desenvolver o lugar onde vivem; a oficina contou com a colaboração do Agente que fez muitas indagações durante toda a oficina. Isso irá ajudar muito nos nossos trabalhos e vamos fixar os resultados nas paredes da sede de nossa associação onde funcionará o nosso telecentro comunitário para que todos tenham conhecimento e nos ajudem a cumprir com todas estas iniciativas previstas, (palavras de Edmilson F. Lima, Henrique Ribeiro, Cleonete, Jenailza e Algemiro VianaMembros do Comitê Mobilizador).

Foto: Marcelo Valle


F oto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiรกrido

16


Notícias de Campo

OFICINA DE PLANEJAMENTO NAS COMUNIDADES PIONEIRA E JOSE RIBAMAR Por: Carlos Matias 9/2/2010 Estivemos na comunidade José Ribamar, onde nos reunimos na casa sede da Associação para realizar oficina de planejamento da Comunidade, com base na documentação do Fórum das Comunidades COEP realizado em Moreno. Na oficina foram trabalhados os quatros eixos de atuação: Organização Comunitária, Geração de trabalho e renda, Educação e Cidadania e Mudanças Climáticas. A comunidade definiu as atividades por eixo de atividade para ser realizada até junho de 2010. Utilizamos cartazes de papel madeira, expondo em cada cartaz um eixo de atuação, fita, folha A4, pincel, lista de presença e câmara digital. Na comunidade Pioneira nos reunimos no telecentro da Comunidade, onde foi realizada a mesma oficina de planejamento da Comunidade, com base na documentação do Fórum das Comunidades COEP realizado em Moreno. Nas duas comunidades, os comunitários participaram ativamente de toda dinâmica da oficina. Trabalhamos nas oficinas juntamente com o Comitê Mobilizador, na discussão dos eixos temáticos.

Oficina de Demandas e Potencialidades da comunidade de Oitis Por: Rafael Campos Pereira 2/2/2010 Foi realizado na comunidade dos Oitis em Milagres – CE no dia 30/01,no prédio do telecentro, uma oficina que foi vista por vários comunitários como uma oportunidade de conhecer mais a comunidade, do que realmente estão precisando e de como eles podem conseguir, buscando parcerias e projetos. Eles perceberam através do que somos, o que temos e o que queremos, as atividades que podem ser trabalhadas na comunidade

Oficina de Demandas e Potencialidades da comunidade de Olho D’ Água Comprido Por: Rafael Campos Pereira 2/2/2010 Foi realizada na comunidade de Olho D Água Comprido na cidade de Missão Velha – CE, uma oficina de demandas e potencialidades, onde parte da comunidade repassou o que são na comunidade, o que tem na comunidade e o que querem para melhorar sua comunidade, assim contribuindo para fazer um plano de trabalho para desenvolver em 2010.

Associação da Comunidade Cuiabá - APRAC/COEP viabiliza parceria com o INSTITUTO XINGO Por: Carlos Matias 25/1/2010 No dia 22 de janeiro a Associação da Comunidade Cuiabá APRAC viabilizou uma parceria com o INSTITUTO XINGO para as 25 famílias que receberam três matrizes ovinas do COEP através do Projeto Gerador / PCM Programa Comunidade do Milênio; irão receber capacitação de ovinocultura e receberão também Assistência Técnica durante dois anos e meio. O Agente de Campo do Pólo Sergipe apoiou o processo de articulação da Associação juntamente com o Comitê Mobilizador para que esse processo comece a gerar frutos.

Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiárido

18


Foto: Marcelo Valle

Renovação de comitê mobilizador da comunidade de Barreiros Por: Francisco Weggles de Araújo 25/1/2010 Foi realizado na comunidade de Barreiros em Cajazeiras – PB, reunião com a comunidade onde foram mostradas novas metas de trabalho a serem realizadas em 2010, tais como:Jornada das comunidades,oficinas de uso de SIME, Coeptevê e capacitações através do site mobilizadores; na oportunidade foi renovada a chapa do comitê mobilizador que demonstraram muito interesse para as novas demanda da comunidade.

Comitê Mobilizador da Comunidade Pão de Açúcar aplica Oficina e Cria seu Plano de Trabalho para 2010. Por: Carlos Henrique Néri 22/1/2010 Foi realizada em duas etapas, nos dois últimos finais de semana ,na Comunidade Coep Pão de Açúcar Município de Várzea Branca do Piauí-PI, a Oficina que cria o Plano de Trabalho da Comunidade para o Ano de 2010. A Metodologia utilizada foi: reunir os mobilizadores da comunidade, futuros monitores do telecentro em fase de implementação e comunitários interessados no desenvolvimento da comunidade, no associativismo e fortalecimento da rede de comunidades da qual fazem parte, e baseados nas sistematizações de Oficinas aplicadas anteriormente por nossa Equipe do Coep Nacional para a Comunidade e também apresentadas e discutidas no Terceiro Fórum das Comunidades Coep Semiárido realizado no ano de 2009 em Pernambuco. A iniciativas gerou muitas demandas para as comunidades e orientou bastante o próprio Comitê Mobilizador durante as discussões com a comunidade até o fechamento do documento que será divulgado junto ao Portal das Comunidades, Portal do Mobilizadores Coep e Coep TV. A Comunidade acredita que a partir da elaboração deste Plano, ela poderá encontrar meios para caminhar com os seus próprios pés e demonstra satisfação em ter adquirido esta oportunidade de discutir e escolher a melhor forma de trabalhar, a partir das ideias dos próprios moradores.

Programa Comunidades Semiárido

19


Notícias de Campo utilizando as sistematizações de oficinas realizadas na comunidade e também no 3° Fórum das Comunidades Coep Semiárido realizado em setembro de 2009 em Pernambuco, iniciou elaboração do plano de trabalho da comunidade que será concluído neste próximo final de semana, dia 17 de janeiro, para em seguida sistematizar e disponibilizá-lo junto aos Portais das Comunidades e Mobilizadores Coep, gerando atividades para serem realizadas após o cadastro do mesmo junto à Jornada das Comunidades.

Barro Vermelho reivindica calçamento após demandas apresentadas pela comunidade em oficina. Por: Carlos Henrique Néri 5/1/2010 Foi elaborado recentemente um Projeto de aproximadamente 3 mil metros quadrados de calçamento para a comunidade Barro Vermelho; o convênio foi assinado entre a Prefeitura Municipal, CEF e Governo do Estado do Piauí. A Comunidade está satisfeita com as possibilidades de terem o Povoado com este tipo de infra estrutura, reivindicação esta que partiu da aplicação da Oficina de Diagnóstico de Demandas e Potencialidades em outubro passado pelo Agente de Desenvolvimento Comunitário do Coep Nacional, que reforçou a ideia de se reivindicar de forma oficial utilizando a Associação como a base do pedido. Isso fortaleceu a iniciativa da Administração Municipal de Paulistana em angariar e direcionar recursos para a implantação deste calçamento na comunidade gerando melhores condições de vida para a população local.

Comunidade Barro Vermelho apresenta resultados com a Organização Comunitária. Por: Carlos Henrique Néri 5/1/2010 A Comunidade Barro Vermelho recebeu recentemente técnicos do PCPR que vieram realizar uma vistoria junto à construção da Casa do Mel adquirida com recursos da Programa. A Equipe foi surpreendida com o grupo de apicultores formado por 26 famílias de moradores da referida comunidade que além de já estar com a construção pronta para uso e beneficiamento do mel, fizeram investimentos que surpreenderam a equipe de fiscalização. Com as sobras de recursos do projeto, foram adquiridos os seguintes bens e materiais: uma caminhoneta marca C-10 no valor de R$ 9.400,00, um decantador inox com tripé avaliado em R$300,00, 36 colmeias com duas melgueiras cada, avaliadas em R$ 1.800,00, 60kg de cera bruta avaliada em R$ 540,00, um birô com cadeira e um armário em aço avaliados em R$ 450,00, e ainda construíram mais uma sala investindo mais de hum mil reais. Estes investimentos são uma verdadeira demonstração de crescimento coletivo, de responsabilidade para com o grupo de trabalho e a associação que recebeu os recursos, investiu corretamente e não desperdiçou as sobras, muito pelo contrário, ampliou o beneficio para a comunidade que agora dispõe de transporte e melhores condições de trabalho para o ramo da apicultura que hoje é sem dúvida, uma das atividades mais rentáveis para o homem do campo que tem oportunidade de trabalhar com esta potencialidade e que segue instruções técnicas conservando o meio ambiente e qualificando este produto orgânico considerado o melhor mel do país. Isto demonstra que a organização comunitária gera resultados positivos e anda lado a lado com as nossas comunidades parceiras do Coep nacional.

Programa Comunidades Semiárido

21


Notícias de Campo

Aplicação de Oficina de Diagnóstico de Demandas e Potencialidades gera resultados positivos. Por: Carlos Henrique Neri 5/1/2010 Foi efetuada a desobstrução da barragem pública da Comunidade Itaizinho em Paulistana-PI; o equipamento utilizado foi uma pá mecânica/enchedeira que trabalhou durante dois dias para realizar todo o serviço. As despesas foram custeadas com recursos da Prefeitura Municipal de Paulistana que investiu também na limpeza de vários barreiros particulares com o objetivo de melhor abastecer com água potável a população local. Esta reivindicação partiu da aplicação da oficina de diagnóstico de demandas e potencialidades aplicadas por nossa equipe do Coep Nacional em outubro passado

Associação Comunitária de Pão de Açúcar se reúne para debater problemas internos da comunidade e aplica dinâmica. Por: Carlos Henrique Neri 21/12/2009 Foi realizado no último final de semana, reunião na comunidade Pão de Açúcar - Várzea Branca do Piauí-PI onde foi debatida a instalação da máquina forrageira que trabalhou alguns dias e que recentemente teve danos no motor; a finalidade é viabilizar o seu conserto com investimentos próprios da comunidade; discutiram sobre os pagamentos de mensalidades dos sócios para que a comunidade continue fortalecida com saldo em conta, pois neste ponto a comunidade vem melhorando mensalmente; apresentar resultados de uma rifa beneficente realizada em outubro com objetivo de adquirir recursos para pagar fios elétricos e instalação da máquina forrageira e também a instalação da energia para o telecentro que recebeu a antena do Gesac e sinal da internet recentemente. Durante a reunião foi aplicada pela Mobilizadora Joana Sousa, uma dinâmica falando sobre a água e preservação ambiental, plantios de árvores, utilizando uma flor desenhada em papel, recortando e colocando em uma vasilha com água, em seguida a mesma se abre numa demonstração de que a água é vida e tem que ser usada de forma responsável e conservadas da melhor forma possível as fontes de recursos hídricos.

F oto: Marcelo Valle

Grupo de Trabalho do Projeto Gerador de Quixó participa de capacitação em corte costura. Por: Carlos Henrique Neri 7/12/2009 A Associação Comunitária de Quixó se mobilizou, após a participação de alguns membros da comunidade no III Fórum das Comunidades Semiárido que aconteceu em Moreno-PE, e conseguiu parceria junto à Administração Municipal para uma das etapas de capacitação em corte costura que está acontecendo desde a semana passada e deverá se encerrar nesta quarta-feira dia 09. Durante estes dias, a capacitação foi direcionada ao princípio do corte e costura, criação de moldes, prática de corte e costura e trabalho manual com as máquinas. Diante de tanta expectativa, o grupo já se organiza para garantir junto à Prefeitura de São Raimundo Nonato uma nova etapa da capacitação para, em janeiro de 2010, realizarem uma feira com os produtos fabricados na mini fábrica. O evento será realizado na Comunidade Pelado dos Cardoso onde acontecerá a Missa, Jogo e Bingo Beneficente, situada a menos de 05 km da comunidade Quixó. A Instrutora Sofia de Oliveira Costa está otimista com o Grupo e acredita que terão sucesso no empreendimento, pois, sabe que o mercado está aberto para esta atividade e só depende da vontade de quem pretende trabalhar na atividade.

Programa Comunidades Semiárido

23


Notícias de Campo

Relato do Jovem Arailson Landim no Pós-Fórum das Comunidades Coep realizado em MorenoPE. Por: Carlos Henrique Neri 6/11/2009 Nos dias 14,15,16 e 17 de setembro, eu, juntamente com mais dois membros do comitê mobilizador da comunidade Solidão Dulcineide e Josias, estivemos presentes no 3° Fórum do Programa Comunidades Semiárido – Projeto Comunidades do Milênio. Eu, por participar dos dois fóruns anteriores, percebi uma grande evolução nas comunidades e nas pessoas ali presentes, pois tivemos a oportunidade de apresentar nossos casos de sucessos, trocamos experiências e saímos de lá com um grande plano de trabalho em mente pro futuro. Logo que chegamos passamos para a comunidade em uma assembléia geral, um pouco do nosso plano; chegamos com novas ideias e reproduzimos outras de outras comunidades. Para tanto, já estamos organizando eventos em prol da manutenção do nosso telecentro. O evento está recebendo apoio da nossa comunidade, da sede do nosso município, e de comunidades vizinhas e até mesmo de outras cidades que usam o nosso telecentro. Esse está sendo um dos resultados do fórum, das apresentações dos casos de sucessos, onde dessas apresentações tiramos nossas ideias, e da troca de experiências com outras comunidades de diferentes estados. A evolução está chegando cada vez mais nas comunidades COEP.

Foto: Marcelo Valle

Comunidades de Paulistana fazem reivindicações junto à Prefeitura Municipal de PaulistanaPI. Por: Carlos Henrique Neri 6/11/2009 Os Comitês mobilizadores das Comunidades Itaizinho e Barro Vermelho parceiras do Coep Nacional no Município de Paulistana-PI formaram comissão e se deslocaram de suas comunidades rumo à Prefeitura Municipal para reivindicar algumas ações demandadas pela comunidade na oficina de Diagnóstico de Demandas e Potencialidades. Desta vez, dois pedidos idênticos foram feitos pelo grupo de comunitários que pediram primeiro que, após mutirão que estão programando envolvendo mobilizadores, alunos e professores da rede municipal de educação e comunidade em geral para uma coleta do lixo acumulado nos arredores das comunidades, a Prefeitura em seguida realizasse a limpeza utilizando trator e adicionando tambores para recepção do lixo que será depositado pelos moradores. A Prefeitura respondeu positivamente e os orientou no sentido de como fazerem a separação do material; de imediato fez contato com uma empresa em Teresina-PI com a intenção de comprar a ideia iniciando um trabalho a nível de município começando pelas comunidades Itaizinho e Barro Vermelho chegando até à sede do município que também sofre com o acúmulo de lixo nas encostas de bairros e centro da cidade. Quanto à segunda reivindicação, que seria solucionar o problema de abastecimento de água da comunidade Itaizinho e o Forro do telecentro de Barro Vermelho, obtiveram uma resposta um tanto que otimista; a administração municipal garante que em poucos dias irá instalar a energia e bomba no poço que abastece a comunidade utilizando recursos próprios da prefeitura, pois, segundo a mesmo, já estão cansados de pagar conserto de motor e enviar óleo diesel para o motor que vem apresentando defeito constantemente. Para o

Programa Comunidades Semiárido

24


Notícias de Campo forro o administrador se dispôs a ajudar no que for necessário para que seja instalado antes da chegada dos CPUs que virão para a comunidade através do Coep Nacional e Parceiros. O administrador do Município, após ouvir dos comunitários um relato geral sobre a parceria com o Coep Nacional, disse que a forma com que o Coep vem trabalhando com as duas comunidades do seu município deve ser mais difundida para que mais pessoas possam conhecer esta metodologia que ajuda a desenvolver regiões que muitos acham que estão esquecidas, quando na verdade todos têm que fazer a sua parte para que as transformações e o desenvolvimento cheguem até suas casas com mais eficácia e sustentabilidade.

Equipe de Mobilizadores de Quixó buscam parceria para fazer funcionar Mini Fábrica de Corte Costura Por: Carlos Henrique Neri 3/11/2009 Os Mobilizadores da Comunidade Coep Quixó Maria Aparecida Fernandes, José Ribeiro Soares, Zildene Soares acompanhados do Representante do STR José Bruno, após chegarem do Fórum das Comunidades Coep Semiárido realizado em Moreno-PE, foram em comissão à Prefeitura Municipal de São Raimundo Nonato-PI com o objetivo de adquirir parceria para capacitar a Comunidade e Vizinhança em Informática utilizando o Telecentro Comunitário e fazer funcionar um dos seus Projetos Geradores de Emprego e Renda, a mini fábrica de corte costura, onde as máquinas cedidas a título de comodato pelo Coep Nacional e Parceiros foram entregues na comunidade há mais de noventa dias. A Associação que já havia entregue ofício pedindo parceria para uma capacitação ainda não recebeu nenhuma resposta do Administrador. No gabinete do Prefeito foram bem recebidos, apresentaram o projeto, falaram da parceria com o Coep e a administração municipal garantiu que a capacitação será ministrada por profissional contratado pela prefeitura e irá autorizar uma pessoa que entende do ramo para efetuar a ligação das máquinas e espera que os aviamentos sejam adquiridos em parceria com o Coep ou através de articulação do próprio grupo de trabalho que está formado por 12 pessoas.

Comunidades Coep do Pólo II PI participam de Oficinas de Levantamento de Demandas e Potencialidades. Por: Carlos Henrique Neri 12/10/2009 Durante os dias 10 e 11 de outubro foram realizadas duas oficinas nas Comunidades que formam o Pólo II de Comunidades Coep Semiárido no Piauí. As oficinas foram aplicadas pelo Agente de Desenvolvimento Comunitário e reuniram mais de 90 pessoas das comunidades Itaizinho e Barro Vermelho no Município de Paulistana-PI. Na ocasião, várias pessoas se pronunciaram de forma a se ter uma amostragem real de quem são as comunidades, o que possuem em termos de infraestrutura e material humano e o que querem que aconteça para que se gere melhores condições de vida nessas localidades, que sofrem ainda com descasos e com a seca que assola toda a região. Várias demandas foram apresentadas e se buscou em conjunto soluções para os principais problemas apontados, mostrando que com a participação de todos, as comunidades se organizam melhor e podem buscar melhorias através de mobilizações, ofícios e abaixo assinados, que ficaram sendo os encaminhamentos para os próximos dias de cada uma das associações e comitês mobilizadores. Eles deverão envolver toda a comunidade, bem como, as escolas das comunidades, o que terá papel fundamental nas buscas de inserção das duas comunidades em políticas públicas que vão desde construção de espaços públicos que visem melhorar a educação, saúde, lazer e água potável, até as questões relacionadas ao meio ambiente e mudanças climáticas. Os ofícios e abaixo assinados deverão ser encaminhado a cada um dos órgãos competentes responsáveis por cada setor das administrações

Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiárido

25


Notícias de Campo

Resultados do Fórum foram apresentados por comunitários das Comunidades Barro Vermelho e Itaizinho. Por: Carlos Henrique Neri 9/10/2009 Os representantes das Comunidades COEP Itaizinho e Barro Vermelho em Paulistana-PI reuniram-se esta semana em assembléia para repassarem as informações adquiridas durante o último fórum das comunidades Coep semiárido que aconteceu em Moreno-PE no período de 14 a 17 de setembro. Apresentaram inicialmente os vídeos que acompanharam o livro publicado pelo COEP Nacional que dá uma visão geral do que é o COEP e o que o Comitê vem realizando ao longo destes 15 anos e meio de luta no combate à fome e a miséria, focando os quatro eixos principais de seu trabalho: Organização Comunitária, Educação e Cidadania, Convivência com o Semiárido e Geração de Trabalho e Renda. Os comunitários presentes à reunião acreditam que todas as ações que vêm sendo implementadas nas comunidades assistidas pelo COEP são de fundamental importância para que alcancem os seus objetivos e melhorem o quadro em que se encontram. Os participantes do fórum que representaram as duas comunidades afirmam que daqui pra frente as coisas tomarão rumos diferentes, pois, se já buscavam solucionar problemas em suas comunidades, agora irão em busca de novas conquistas e inserção nas políticas públicas em todas as instâncias; irão trabalhar mais de forma coletiva para serem comunidades modelo.

Foto: Marcelo Valle

Mobilização transforma realidade na educação em Escola de José Rodrigues Sobrinho. Por: Lindemberg Figueredo 6/10/2009 Desde sua fundação, o assentamento sempre pleiteou junto ao Poder Público Municipal a reforma da escola da fazenda para ofertar educação mais digna aos alunos do ensino fundamental, porém, até o começo desse ano ainda não tinham obtido êxito. Em função do estado precário em que se encontrava o prédio, as aulas foram transferidas para uma pequena casa cedida por um assentado. Diante desse quadro lastimável, duas professoras (Cristina e Daniele) que também são mobilizadoras agendaram, na comunidade durante uma tarde de sábado, uma reunião com o atual prefeito de Nova Cruz (Polo RN I) e convocaram todo o Comitê e pais de alunos para participarem. Por consequência de fortes chuvas, o teto da referida escola desabou um dia antes da reunião com o prefeito – “foi a gota d´água” que faltava. Foi montada a estratégia de realizar a reunião dentro da escola e para chegar à sala o prefeito teve que passar por baixo de linhas de madeira caídas do teto, parte do teto arreado e muita chuva no interior das salas em função das goteiras. O resultado não poderia ser diferente: compromisso firmado e obra realizada. A escola já está totalmente reformada, com todo o telhado renovado e voltaram a funcionar as três salas de aula e também funcionarão lá uma biblioteca, um consultório médico odontológico, posto do PSF e o telecentro. É a força da Mobilização transformando a realidade local.

ÁREA COLETIVA DO ALGODÃO AGROECOLÓGICO PROPORCIONA A COMPRA DE NOVOS PNEUS DE TRATOR NO ASSENTAMENTO Por: Lindemberg Figueredo 28/9/2009 Com recursos gerados na área coletiva de algodão agroecológico e das horas máquinas trabalhadas pelo trator comunitário, o assentamento Margarida Maria Alves consegui adquirir novos pneus para o trator. Mesmo que para algumas associações rurais isso possa ser considerado um processo normal, o feito não é muito comum na grande maioria das associações no Nordeste brasileiro. Isso se dá em função da baixa capacidade de gerenciamento das mesmas, que misturam recursos gerados pelo trator para cobrir outras despesas da

Programa Comunidades Semiárido

26


Notícias de Campo associação. Com o tempo, a máquina “pede socorro” e não havendo recursos para seu conserto a única saída palpável é a venda do próprio trator já sucateado. No início das ações do COEP em Margarida Maria Alves, as prestações de contas pela diretoria da Associação eram realizadas de forma desorganizada e os mesmos misturavam gastos da associação com receitas do trator, ficando o caixa do mesmo sempre em vermelho. Essa falha foi identificada durante a realização das assembléias e para melhorar o gerenciamento foi capacitada a Sra Margarida da Silva Alves (dona Preta - então tesoureira da associação e hoje Presidente) para separar os custos da associação da receita gerada pelo trator. Esse processo veio se aperfeiçoando ao longo desses anos. Desde então, para o trator sempre há recursos para sua manutenção, permitindo seu uso individual e coletivo por muito mais tempo.

Mutirão na Comunidade COEP Pioneira Por: Carlos Matias 28/9/2009 No dia 26 de setembro foi realizada na Comunidade COEP Assentamento Pioneira, município de Poço Redondo/SE, uma prática de atividades coletivas “O Mutirão” onde todos os Comunitários beneficiados com as matrizes ovinas SRD e dois reprodutores Santa Inês P.O(puro de origem), contempladas através do Projeto Comunidade do Milênio, se envolveram na construção do aprisco. O Senhor Adebalde coordenou as atividades, distribuindo as tarefas. Todos se envolveram nesse processo de construção coletiva; no final da tarde o aprisco já estava praticamente pronto, ficando faltando o cercado, telhado e escada, que ficaram para terminar no dias seguinte. Graças ao empenho de todos os participantes o trabalho se desenvolveu e o grupo alcançou os resultados pretendidos.

Foto: Marcelo Valle

Realização de Oficinas Por: Francisco Weggles de Araújo 24/8/2009 Foram realizadas nas comunidades do pólo sertão PB, oficinas “Que Bom! Que Tal!”, iniciativa essa que avalia o desenvolvimento das comunidades e servirá para um trabalho que será realizado no forúm com as comunidades participantes.

Conquista do Comitê Mobilizador juntamente com Associação da Comunidade Cuiabá. Por: Carlos Matias 17/8/2009 O Comitê Mobilizador está dando exemplo em mobilização e articulações. Com total apoio da Associação conseguiu junto à Prefeitura de Canindé de Francisco um vigia para o Telecentro, garantindo a segurança do ambiente onde fica toda estrutura do espaço de formação e cidadania. Segundo João de Jesus Presidente da Associação e Membro do Comitê Mobilizador “A Comunidade Cuiabá tem uma boa relação com o Poder executivo local.” Após a chegada do Telecentro, sempre buscamos fortalecer a nossa organização. A obtenção de um vigia mostra o compromisso do Comitê Mobilizador juntamente com a Associação de estar viabilizando as coisas para a Comunidade Cuiabá

Programa Comunidades Semiárido

27


NotĂ­cias de Campo

Foto: Marcelo Valle


Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiรกrido

29


Notícias de Campo

FESTA JUNINA EM COMUNIDADE É UM SUCESSO E ESTIMULA COMUNITÁRIOS A PARTICIPAR DE ASSOCIAÇÃO. Por: José Murilo Siqueira 22/6/2009 17 A Associação Rural dos Moradores da Quixabeira e Covões de Cima (ARMOQUICC) e o Comitê Mobilizador, organizaram e mobilizaram a Comunidade Pólo Quixabeira, situada no município de Água Branca/AL, e outras comunidades vizinhas para o evento 1º BALAIO JUNINO realizado no dia 20 de junho. A Comunidade Pólo Quixabeira ficou bastante conhecida pela divulgação do evento e pela presença de muita gente de várias comunidades de Água Branca e vizinhança que prestigiaram e colaboraram para que o evento acontecesse. Foi uma grande comemoração, inclusive com a presença de autoridades, como o prefeito de Água Branca e alguns secretários municipais. Com este evento, vários comunitários ficaram interessados em se associar e participar dos projetos sociais desenvolvidos na comunidade através da associação. O evento teve segundo a representante da comunidade e presidente da associação Maria da Conceição Campos, principal articuladora do evento, um grande resultado não só em arrecadação com o balaio junino como também com a venda nas barracas de comidas típicas, fruto de doações da comunidade, mas principalmente pela divulgação dos projetos que estão sendo realizados na comunidade (TELECENTRO E TEAR), que estão estimulando o trabalho coletivo e fazendo os comunitários participarem dos projetos sociais voltados para a comunidade.

PARCERIA DA ASSOCIAÇÃO COM RÁDIO COMUNITÁRIA. Por: José Murilo Siqueira 15/6/2009 A Associação Rural dos Moradores da Quixabeira e Covões de Cima (ARMOQUICC), situada na Comunidade Quixabeira do município de Água Branca/AL, está firmando uma importante parceria para divulgação das ações realizadas na comunidade. Através de contato com o comunitário da Comunidade COEP Cacimba Cercada, Cícero Marcelino da Silva, que é locutor da Rádio Comunitária instalada no povoado Santa Cruz do Deserto, município de Mata Grande/AL, está sendo divulgado o evento de Festa Junina a ser realizada no dia 20 de junho na comunidade, organizado pela associação e comitê mobilizador, e através dessa parceria acredita que a festa será um sucesso. O próprio locutor, que faz parte da Associação Rural dos Pequenos Agricultores de Cacimba Cercada e Caraíbas, em assembléia da associação passou o convite do evento da comunidade vizinha (Quixabeira). Através dessa divulgação, feita em rádio e reuniões, várias pessoas irão participar do evento. Essa atividade é importante para fortalecer as atividades das Comunidades COEP do Pólo Alagoas que busca fazer contato entre elas, fortalecer o relacionamento e trazer desenvolvimento para as comunidades.

COMUNIDADES DO SEMIÁRIDO ALAGOANO RECEBEM SEMENTES PARA O PLANTIO. Por: José Murilo Siqueira 2/6/2009 As Comunidades do semiárido alagoano receberam sementes para realizarem o plantio da safra 2009 para atender principalmente aos agricultores mais carentes e necessitados que não tenham ou não possam adquirir sementes. A Comunidade Pólo Quixabeira, da zona rural de Água Branca/AL, e a Comunidade COEP Campinhos, da zona rural de Pariconha/AL, através de seus representantes e membros do comitê mobilizador, se articularam junto ao poder público solicitando sementes para esses agricultores. Foram atendidos e receberão sementes de feijão, milho e algodão que serão distribuídos para os agricultores através da associação que se mobiliza para conseguir melhorias para essas localidades.

COMUNIDADE COEP CACIMBA REALIZA MUTIRÃO PARA INCREMENTO À CONSTRUÇÃO. DE ESPAÇO FÍSICO PROJETO GERADOR Por: Carlos Henrique Neri 1/6/2009 A Comunidade COEP Cacimba - Anísio de Abreu-PI realizou nessa quarta-feira, dia 27 de maio, um grande

Programa Comunidades Semiárido

30


Notícias de Campo mutirão para incrementar a construção do espaço físico destinado à casa de farinha da comunidade, escolhido como sendo um dos seus projetos geradores de emprego e renda. Compareceram mais de 15 agricultores, dentre eles, homens, mulheres e jovens filhos de agricultores que com muita satisfação receberam os equipamentos e agora realizam os acabamentos finais para colocá-los em seus locais definitivos. A Comunidade juntamente com o seu Comitê Mobilizador se organiza para realizar uma cerimônia de inauguração e em poucos dias estará encaminhando convites a todos os parceiros que colaboraram para que esta grande conquista se concretizasse, beneficiando os produtos produzidos na própria comunidade. A comunidade receberá em breve capacitação técnica para produção de mandioca e beneficiamento com agregação de valor aos produtos desta cultura. A comunidade já tem um sinal positivo de que o Sebrae - PI irá ministrar as capacitações em breve.

Comunidade Coep Pão de Açúcar faz instalação elétrica em espaço físico destinado à implantação de Telecentro Comunitário Por: Carlos Henrique Neri 25/5/2009 A Comunidade Coep Pão de Açúcar buscou parcerias com a Administração Municipal de Várzea Branca-PI e também realizou bingos e arrecadações dentro e fora da comunidade e concluiu, assim, a instalação elétrica do espaço físico destinado à implantação do seu telecentro comunitário que há algum tempo estava em condições de receber equipamentos para o seu devido funcionamento. O serviço foi feito por meio de uma parceria com um cidadão que reside na cidade e que efetuou o serviço cobrando apenas a metade do valor real.

Comunidade Coep Boa Vista busca inserção em Políticas Públicas do Governo do Estado do Piauí Por: Carlos Henrique Neri 18/5/2009 A Comunidade Coep Boa Vista - Jurema-PI receberá esta semana uma equipe de representantes do Governo Estadual que irá realizar inscrições de membros da comunidade para receberem várias capacitações, desde a parte de culinária, corte costura, bordado, customização, bem como para produção de doces, requeijão e outras guloseimas. O Comitê Mobilizador da comunidade está atento à questão e garante que dará todas as condições necessárias para que os cursos sejam realizados na comunidade, inclusive sugerindo que sejam ministrados nas dependências do telecentro, utilizando também algumas residências mais próximas ao local que sejam adequadas para cada situação.

PARCERIA NA MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS E MATERIAIS PARA TELECENTRO. Por: José Murilo Siqueira 13/5/2009 O telecentro da Comunidade COEP Cacimba Cercada, situada na zona rural de Mata Grande, firmou parceria junto à Secretaria de Educação de Mata Grande visando a manutenção de máquinas e material para uso, como papel para impressora, enchimento de tonner de impressora, giz para quadro negro. Essa parceria foi conquistada através da articulação do comitê mobilizador que levou ofício junto à Secretaria solicitando apoio no funcionamento do telecentro. A Secretaria por sua vez solicitou do comitê mobilizador a elaboração de um relatório do material necessário para realizar o pedido de material e execução de serviços e assim atender ao pedido da Comunidade COEP Cacimba Cercada em contribuir com o funcionamento do telecentro.

Foto: Murilo Siqueira

Programa Comunidades Semiárido

31


Notícias de Campo

Comunidade Coep Cacimba/Anísio de Abreu-PI será contemplada com Cisternas de 50.000 litros Por: Carlos Henrique Neri 27/4/2009 A Comunidade Coep Cacimba que há um bom tempo vem fazendo parte de Comissões Municipais em Anísio de Abreu, através de seus representantes comunitários, conquistou dez construções de cisternas através do Programa da ASA P1MC+2, CISTERNA CALÇADÃO DE 50.000 LITROS, com o objetivo de beneficiar agricultores que já haviam sido beneficiados com outras cisternas convencionais. Isso aumentará as possibilidades de gerar melhores dias de vida para famílias de baixa renda. Um dos objetivos é induzir as famílias beneficiadas para o plantio de hortas caseiras e também pequenos plantios irrigados, sendo que para destas atividades receberão instruções da entidade executora(Cáritas Diocesana) que disponibilizará todo o material e pagamento de mão de obra, bem como, de técnicos treinados para as instalações dos sistemas de hortas, além de prestar assistência técnica para os mesmos. A comunidade decidiu que uma das cisternas será construída nas dependências da casa de farinha(projeto gerador da comunidade), o que aumenta as possibilidades de não faltar água em nenhum dos períodos do ano para beneficiar a mandioca; também a intenção dos agricultores é implantar uma horta comunitária e dar suporte ao Viveiro de Mudas que a comunidade espera ser contemplada através da parceria junto ao Coep Nacional e Parceiros.

Foto: Marcelo Valle

Comitê Mobilizador Por: Wilson Leite de Souza 23/3/2009 O comitê Mobilizador da comunidade de Lagoa de Dentro vem tentando buscar parcerias para realização do curso de corte e costura; no ultimo dia 20/03, na referida comunidade, aconteceu uma reunião com representantes do SEBRAE e SENAI onde juntos tentamos firmar parcerias para realização de cursos. O representante do SENAI se encarregou de elaborar o custo de cada curso; após esse processo: SENAI, COEP e SEBRAE devem juntos com o comitê Mobilizador procurar o poder público local para apresentar as propostas.

Mobilização da Comunidade Pioneira para concluir a reforma das casas da comunidade Por: Carlos Matias 9/3/2009 A comunidade Pioneira em Poço Redondo/SE, fará um a assembléia geral no dia 10/03 a partir das 9 horas, no espaço físico do telecentro para fazer um abaixo assinado para encaminhar uma cópia ao Incra e outra à Caixa Econômica Federal solicitando a conclusão das reforma das casas que até momento, das 15 casas do Projeto só têm 10 em fase de conclusão; nas 5 casas restantes ainda falta dar início à reforma.

Programa Comunidades Semiárido

32


Notícias de Campo

Comitê Mobilizador em ação Por: Francisco Weggles de Araujo 5/3/2009 O comitê da comunidade de Espinheiros em Aurora-CE juntamente com ajuda do agente local conseguiu trazer o poder publico municipal para dentro da comunidade, onde mobilizou duas secretarias: de agricultura e de educação; as mesmas fecharam parcerias com a comunidade que também recebeu o aval do Sr prefeito para que todas as ações que forem desenvolvidas tenham uma participação do município.

Parceria entre a comunidade do Espinheiro e a Pref. de Aurora-CE, por meio da mecanização agrícola Por: Rafael Campos Pereira 5/3/2009 Na comunidade de Espinheiros, Aurora – CE os comunitários e o comitê mobilizador estão desempenhando seus trabalhos em busca de melhorias para a comunidade; através dessas iniciativas foi despertado o interesse da prefeitura municipal por meio da secretaria de Agricultura em ajudar os agricultores familiares; a associação da comunidade do Espinheiros possui um trator com implementos, o mesmo foi contratado pela prefeitura para trabalhar fazendo a preparação do solo dos agricultores familiares de baixa renda e com isto estão estimulando a agricultura no município e resgatando a credibilidade das associações. A parceria funciona da seguinte forma: • O agricultor beneficiado se for sócio - as horas de trabalho do trator serão pagas no seu valor total, porem só poderão ser custeadas até 05 ha. • O agricultor que não fizer parte de nenhuma associação terá que pagar uma contrapartida de 20,00 R$ por hora trabalhada do trator, onde também só poderão ser custeadas 05 ha. Com isso o incentivo ao associativismo será reforçado e melhor administrado em toda a comunidade e município.

Parceria Confirmada Por: Rafael Campos Pereira 4/3/2009 Durante uma reunião na comunidade de Espinheiros em Aurora – CE que contou com a participação do prefeito do município, do secretário de Agricultura, do supervisor do COEP, do agente, de comunitários e do comitê mobilizador, foi formalizada a parceria entre a associação do Espinheiros e a prefeitura municipal , que irá abranger não só o telecentro mas outras atividades que também serão desenvolvidas na comunidade. A primeira iniciativa será o telecentro, onde a prefeitura se responsabilizará pelo pagamento do consumo de energia elétrica do prédio como também um valor mensal será repassado à associação para as realizações de futuras manutenções dos computadores, ficando apenas a elaboração do projeto para ser entregue a prefeitura. A comunidade por meios dos monitores será responsável pelo acompanhamento das turmas escolares durante as atividades do telecentro, como também pelo treinamento aos professores. COMUNIDADE DE ITAIZINHO EM PAULISTANA CONSEGUE MÓVEIS PARA O FUTURO TELECENTRO DA COMUNIDADE Por: Carlos Henrique Neri 27/2/2009 A Comunidade Coep Itaizinho conseguiu parceria com o Banco do Nordeste (Agência de Paulistana-PI), adquirindo 05 (cinco) mesas para computador já visando a futura implantação do telecentro da comunidade, projeto esse que está em andamento. O Comitê Mobilizador agiu de acordo com as instruções, encaminhando ofício e aguardando resposta, a qual foi dada hoje, podendo na semana que vem efetuar a busca dos mobiliários.

Programa Comunidades Semiárido

33


Notícias de Campo

NOVA REPRESENTANTE DA COMUNIDADE BUSCA PARCERIA COM PODER PÚBLICO. Por: José Murilo Siqueira 23/2/2009 Na última assembléia geral realizada no telecentro da Comunidade Pólo Quixabeira, em Água Branca/AL, aconteceu a eleição para o novo representante da associação e sua equipe; nomearam Maria da Conceição Campos, a Ceiça, primeira mulher representante da associação. A nova representante começou convidando o Prefeito e sua equipe de secretariado à comunidade. Na visita do representante do governo municipal de Água Branca à Comunidade, a representante da associação solicitou apoio na construção de um galpão para estocar os produtos fabricados no tear e foi atendida; o Secretário de Obras, presente na visita fez o levantamento de material necessário, começando com o pé direito a nova representante da Comunidade buscando articulação com o poder público local; a mesma foi elogiada pelo prefeito por sua liderança e pela busca de políticas públicas para a Comunidade Pólo Quixabeira.

Curso / Parceria Por: Wilson Leite de Souza: 20/2/2009 A Comunidade de Barreiros no sertão da Paraíba, através dos membros do comitê mobilizador, buscou parceria junto à Secretária de Ação Social (CRAS) de seu município para a realização de curso de computação. Já está tudo pronto para que seu início se dê logo após o carnaval. O mais interessante é que os instrutores vão ser remunerados e são pessoas da própria comunidade, capacitadas pelo COEP, aperfeiçoadas pela Secretária, onde atualmente estão desenvolvendo atividades de monitores dentro do telecentro local. O curso está sendo iniciado com 40 participantes da própria comunidade, mas a intenção de ambas as partes é capacitar todos os interessados de comunidades vizinhas polarizada por Barreiros.

Comunitários de Anísio de Abreu-PI recebem telefonemas de equipe da Rede Globo de Televisão Por: Carlos Henrique Neri 18/2/2009 As integrantes da Comunidade de Cacimba em Anísio de Abreu Elma Lima e Claudete de Sousa receberam telefonemas da equipe de jornalismo da Rede Globo de Televisão(Globo Repórter) para prestarem depoimentos sobre resultados apresentados na comunidade, mais relacionados à participação da comunidade junto às decisões e buscas de inserção nas políticas públicas e em especial junto ao telecentro. Foram bastante perguntados sobre a aprovação em vestibular, é o caso de Elma Lima, e também sobre a inserção de alunos da EJA junto ao telecentro por professores do setor que residem na comunidade levantando a autoestima da comunidade que se sente orgulhosa de ser uma Comunidade Coep. CONSTRUÇÃO DA SEDE DA ASSOCIAÇÃO - MOBILIZAÇÃO E ARTICULAÇÃO DA COMUNIDADE. Por: José Murilo Siqueira 16/2/2009 A Comunidade COEP Cacimba Cercada, situada no município de Mata Grande/AL, tomou uma decisão importante na última assembléia realizada no último sábado, 14/02, no telecentro da comunidade, articular e mobilizar as pessoas para construção da sede da associação, uma vez que se reúnem em um pequeno salão doado pelo presidente antecessor onde também está instalado o telecentro. A comunidade esta se organizando e programando sua visita ao poder público municipal para solicitar parceria nessa ação e estão preparando ofícios para documentar essa articulação. A Comunidade Cacimba Cercada recebeu apoio do COEP Nacional, onde na assembléia realizada no último sábado, com presença da Equipe de Extensão do COEP Nacional, Supervisor e Agente Comunitário, como também o responsável por atividades de filmagem e registros de fotos do COEP Nacional realizaram um sorteio de duas ovelhas repassadas por beneficiário, e doadas pelo projeto de animais implantado pelo COEP na comunidade; o valor arrecadado pelo sorteio dos animais será aplicado na aquisição de material para construção da sede. A comunidade está bastante empolgada com a ação e esperam

Programa Comunidades Semiárido

34


Notícias de Campo construir uma sede mais confortável para atender aos comunitários que frequentam as palestras que lamentam o local apertado e desconfortável da sede atual.

Ação no telecentro realizada pela associação e grupo de jovens na comunidade de Espinheiro. Por: Rafael Campos Pereira 19/12/2008 A Associação Comunitária Santo Antônio e o grupo de Jovens da comunidade de Espinheiro, Aurora- CE, realizaram uma reforma geral no prédio do telecentro. Foram feitas pinturas no prédio, portas e janelas; também foram instalados os quadros (negro e de avisos) e houve ainda a manutenção dos cinco computadores, por um técnico contratado pela associação. O recurso oriundo para a realização destes trabalhos veio através da venda do algodão produzido em uma área coletiva da associação e da venda de balas, chicletes etc. realizada pelo grupo de jovens no telecentro e escolas.

EVENTO - PÓS FÓRUM. Por: José Murilo Siqueira 21/8/2008 Foi realizado nos dias 16 e 17 de agosto, na cidade de Canindé de São Francisco, em Sergipe, o Pós Fórum para avaliar o evento Fórum do Programa de Comunidades do Semiárido realizado em Pernambuco. O evento foi conduzido pela equipe da Universidade Federal de Sergipe com os comunitários representantes das Comunidades do Pólo Sergipe e das Comunidades do Pólo Alagoas e Agentes de Desenvolvimento Comunitário dos Pólos Sergipe e Alagoas. O Pós Fórum foi importante para os participantes que apresentaram suas avaliações sobre o evento e bem aproveitado por todos com troca de experiências e informações entre os representantes das Comunidades e a equipe da Universidade e equipe de campo presente; no final do evento, avaliaram como satisfatório o pós-fórum pela oportunidade de apresentação de seus trabalhos e opiniões e pela socialização entre as Comunidades dos Pólo Sergipe e as Comunidades do Pólo Alagoas.

Foto: Marcelo Valle

Comunidades rurais do município de Paulistana - PI realizam visita de intercâmbio comunitário Por: Guilherme Selles, 29/7/2008 Com o objetivo de conhecer as comunidades e as ações do Programa Comunidades Semiárido, 08 representantes das comunidades de Barro Vermelho e Itaizinho realizaram visitas de intercâmbio às comunidades do Pólo Piauí. As visitas ocorreram entre os dias 25 e 26 de julho, nas localidades de Cacimba (Anísio de Abreu), Boa Vista (Jurema), Solidão (São Brás do Piauí) e Quixó (São Raimundo Nonato). Nas

Programa Comunidades Semiárido

35


Notícias de Campo comunidades, os representantes de Paulistana puderam conhecer os telecentro comunitários de informática, a atuação dos comitês mobilizadores, as roças de mamona, os incipientes projetos geradores e outros avanços obtidos pelas comunidades por articulação do COEP ou em parceria com poder público municipal. As visitas foram guiadas pelo agente de desenvolvimento comunitário e pelo coordenador de projetos Os visitantes ficaram bem impressionados com a organização das comunidades e se comprometeram a promover reuniões com os moradores de suas localidades para apresentarem o que viram. É esperado que no prazo de 15 dias seja criado o comitê mobilizador nessas comunidades e seja assinado o Protocolo de Cooperação, documento que oficializa a integração da comunidade ao programa. As visitas de intercâmbio fazem parte da metodologia de trabalho do COEP para a seleção de novas comunidades a integrar o Programa Comunidades Semiárido.

Comunidade Quixó/S. Raimundo Nonato-PI( PARCERIA COM PODER PÚBLICO MUNICIPAL) Por: Carlos Henrique Néri 9/6/2008 19 Após terem chegado do fórum das comunidades semiárido em Itamaracá-PE, os comunitários de Quixó/São Raimundo Nonato-PI, decidiram buscar junto ao poder público municipal, parceria para poder terminar a construção da sala do seu projeto gerador/mini fábrica de corte costura, bordado e customização e decoupagem. Conseguiram agendar reunião com o administrador e o resultado foi a doação de todo o material para a construção(telha, madeira, porta, janelas, material para o piso e reboco, forro/gesso), pagamento de mão de obra e ressarcimento dos blocos que a comunidade já havia comprado anteriormente, se comprometendo o administrador a fazer novamente a doação da sala documentando em cartório. Como a administração havia há algum tempo prometido construir um posto de saúde, fizemos um acordo para que de imediato seja implantado um consultório odontológico nas dependências do colégio onde já funciona o telecentro. A previsão de inauguração e entrega para a comunidade está prevista para sexta-feira dia 13 de junho. E para complemento das ações foi garantido um instrutor qualificado em informática para fazer parceria com a comunidade ministrando aulas de computação tanto para os membros da comunidade de Quixó, como para membros das comunidades vizinhas e alunos das escolas das comunidades mais próximas, agregando um número de mais de 200(duzentos) alunos do ensino pré-primário ao ensino fundamental, e ainda professores sem qualificação em informática. Quixó, será a primeira comunidade do Pólo Piaui a adquirir uma parceria deste nível.

Mutirão para fabricação de tijolos em Cacimba/Anísio de Abreu-PI. Por: Carlos Henrique Neri 4/10/2007 A comunidade Cacimba, a mais antiga das que formam o Pólo Piauí, confeccionou na própria comunidade mais de 15.000(quinze mil) tijolos visando a construção de uma casa de farinha comunitária. Grande parte da comunidade participou das atividades que foram realizadas em regime de mutirão na última semana de setembro.

Visita de conhecimento e beneficiamento Por: Francisco Weggles de Araujo: 26/12/2007 No dia 11/12 aconteceu na comunidade pólo de Lagoa de Dentro em São José de Piranhas-PB uma visita de intercâmbio , onde estiveram presentes as comunidades de Barreiros - Cajazeiras, Pereiros- Bonito de Santa

Programa Comunidades Semiárido

36


Notícias de Campo Fé, Batalha - Monte Horebe e Redondo - Cachoeira dos Índios. A reunião teve como objetivo o conhecimento das novas comunidades , apresentação de ações do projeto , ex. barragens subterrâneas, mini usina e etc. Em seguida ouvimos presidentes de associações já participantes no projeto falando das ações que chegaram nas suas comunidades. Houve também uma visita a mini usina de algodão para ver seu funcionamento e participar do beneficiamento.

CAPACITAÇÃO DO COMITÊ MOBILIZADOR Por: José Murilo Siqueira 15/10/2007 Foi realizada a capacitação dos Comitês Mobilizadores das Comunidades de Alagoas no dia 09 de outubro, no Centro de Formação dos Agricultores Rurais em Água Branca, pelos Supervisores das Equipes de Campo. Estiveram reunidas mais de 20 pessoas que compõem os Comitês Mobilizadores das Comunidades e voluntários comprometidos com as ações do plano de trabalho dso Comitês. Foi realizado um almoço comunitário, preparado por voluntárias da Comunidade Campinhos, que atendeu a todos os presentes na Capacitação. Assistiram também à capacitação e participaram das atividades professores da Comunidade Pólo Quixabeira. A capacitação foi bem aproveitada pelos participantes que estão mais preparados para realizar o Plano de Trabalho nas Comunidades.

2ª Etapa de preparação para grupo mobilizadores Por: Francisco Weggles de Araujo em: 11/9/2007 Foi realizado na comunidade de Lagoa de Dentro em São José Piranhas -PB a segunda etapa da capacitação para comitê mobilizador das comunidades de Barreiros- Cajazeiras, Pereiros- Bonito de Santa Fé e Lagoa de Dentro - São José de Piranhas-PB, que reuniu trinta pessoas(30). A capacitação visa preparar as pessoas para que os comitês realizem seus próprios planos de trabalho.

Oficina para Mobilizadores Por: Francisco Weggles de Araujo 12/3/2007 Foi ministrado nas comunidades de Lagoa de Dentro em São José de Piranhas e de Barreiros em Cajazeiras oficina de preparação para mobilizadores COEP, que teve boa participação dos comunitários.

CAPACITAÇÕES Por: João Paulo Flores Torres 12/3/2007 Foi ministrada nesse final de semana nas comunidades de Espinheiros e Engenho Velho, localizadas nas cidades de Aurora e Barro, no estado do Ceara, e nas comunidades de Lagoa de Dentro e de Barreiros, nas cidades de São José de Piranhas e Cajazeiras, no estado da Paraíba, a oficina de Formação de Mobilizadores, que tem como intuito relacionar as características de um mobilizador e mostrar a sua importância para a transformação de sua comunidade; essa oficina já é uma preparação da comunidade para o mini- fórum.

Água encanada em Boa Vista - Jurema-PI Por: Carlos Henrique Neri 11/8/2007 A comunidade. Boa Vista, Jurema-PI, acaba de inaugurar a adutora local conseguida com muito esforço da mesma. Após muita persistência e meses de luta, conseguiram fazer com que este tão sonhado líquido precioso, chegasse até as suas residências. Parabenizamos a comunidade que mesmo diante de muitas dificuldades conseguiu realizar mais um grande sonho.

Visita Internacional - Festa na Comunidade Por: José Aderaldo T. dos Santos 28/5/2007 A comunidade Margarida Maria Alves I, localizada em Juarez Távora-PB, esteve em clima de festa com a visita de Comitiva Africana na última sexta feira. A comitiva, formada por pequenos agricultores e autoridades locais, além de representante da embaixada e

Programa Comunidades Semiárido

37


Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiรกrido

38


Notícias de Campo

__________________________________ GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA

Programa Comunidades Semiárido

39


Notícias de Campo

Chuvas em Paulistana mobiliza agricultores, familiares para preparo do solo para plantios de algodão orgânico Por: Carlos Henrique Neri 5/1/2010 Iniciaram as chuvas no Município de Paulistana-PI e os agricultores já se mobilizam para realizarem os preparos de solo para os primeiros plantios do algodão orgânico nas comunidades Barro Vermelho e Itaizinho; cerca de 15 agricultores de Barro Vermelho já estão com as sementes em mãos adquiridas em parceria com o CELTAPaulistana e a ADEC e a área demonstrativa foi preparada hoje, dia 05 de janeiro e estão se articulando para preparar a área da comunidade Itaizinho ainda para esta semana. Os agricultores acreditam que este ano será de sucesso com a cultura, visto que existe possibilidade de fazer funcionar a usina de beneficiamento de algodão que está desativada desde os anos 90, quando o algodão entrou em decadência e hoje desponta como uma esperança de geração de emprego e renda para as famílias que vivem no campo.

Doces produzidos na Comunidade Solidão geram emprego e renda para famílias da comunidade e vizinhança. Por: Carlos Henrique Neri 21/12/2009 Está sendo comercializado na Comunidade Pão de Açúcar pelo Sr. José Augusto Paes Landim, doces adquiridos com a equipe de produção da comunidade Solidão, este já tem lucro certo de R$0,50 por cada barra de doce de aproximadamente 600 gramas. Os doces estão sendo fornecidos pelo Sr. Nelson Braga que produz semanalmente cerca de 250 barras de doces e comercializa por um valor médio de R$ 2,50 cada gerando emprego e renda para sua família e para familiares de vizinhos.

Venda de Algodão Por: Francisco Weggles de Araujo 16/12/2009 As comunidades Coep do pólo PB sertão e CE já venderam sua safra 2009 de algodão colorido orgânico à compradora coopnatural em Campina Grande, onde parte da produção vendida foi destina à exportação.

Encerramento da safra de Algodão Orgânico no pólo Ceará Por: Rafael Campos Pereira 7/12/2009 Foi encerrado o beneficiamento do algodão orgânico no pólo Ceará, onde tivemos uma safra recorde este ano, pois plantamos mais de 40 ha de algodão, tanto do colorido como do branco, e tivemos uma produção de 24,5 toneladas de algodão produzido, e com um rendimento de mais de 8 toneladas de pluma, uma safra recorde, assim rendendo mais de R$43.000 para os agricultores do pólo Ceará, onde todos ficaram satisfeitos com os números alcançados, deixando-os mais esperançosos para o plantio do próximo ano.

Safra de algodão orgânico 2009 Por: Francisco Weggles de Araujo 30/11/2009 A Produção de algodão colorido orgânico da safra 2009 dos pólos PB sertão e CE já se encontra estocada na comunidade de Lagoa de dentro em São José de Piranhas-PB. Os dois pólos Produziram 9800 kg de pluma que está sendo vendida ao preço de R$6.00 à cooperativa têxtil da cidade de Campina Grande-PB (Coopnatural); com essa safra os produtores vibram com a agregação da renda e a melhoria de vida dos mesmos nas comunidades.

Programa Comunidades Semiárido

43


Notícias de Campo

Evolução de rebanho Por: Francisco Weggles de Araujo 30/11/2009 A comunidade de Batalha em Monte Horebe-PB, que recebeu 33 matrizes de cabras através do projeto gerador beneficiando 11 famílias, já teve evolução no rebanho e conta hoje com 44 animais. Isso faz com que cada vez mais os comunitários se interessem e fiquem na expectativa de novos beneficiados.

VISITA DE COMERCIANTE ACELERA TRABALHO NO TEAR DE QUIXABEIRA Por: José Murilo Siqueira 19/10/2009 56:00 A Comunidade Pólo Quixabeira, situada no município de Água Branca, receberá nos próximos dias a visita de comerciante interessado em conhecer a atividade no tear. O comerciante que é da cidade de Major Isidoro, interior de Alagoas, fez contato com a representante da comunidade, Maria da Conceição, e está interessado em comprar peças fabricadas no tear; já fez uma encomenda de 20 mantas de tecido material cru, artesanal. Esse pedido aumentou as atividades no tear e os comunitários estão trabalhando para dar conta da solicitação do comerciante que trabalha com confecção. Ele vem com a possibilidade de levar mais peças além das mantas. O grupo de comunitários que atuam no tear de Quixabeira está cada vez mais confiante na atividade que vem crescendo, principalmente na divulgação da atividade que está trazendo pessoas de outras regiões interessadas em comercializar as peças produzidas.

A miniusina de beneficiamento do algodão gera renda para os agricultores em Margarida Maria Alves. Por: Lindemberg Figueredo 5/10/2009 Apesar de já enfrentar problemas de falta de espaço na estrutura de recebimento da rama e armazenamento da pluma, somente na safra de 2009 cerca de 100 ha de algodão agroecológico serão beneficiados na miniusina de Margarida Maria Alves. Além dos seus 36,5 ha, virão produções de outros três Polos: Polo do município de Remígio (Remígio – Casserengue – Algodão de Jandaíra – Solânea – Arara – Esperança – Lagoa de Roça – Areal e Montadas), áreas essas acompanhadas pela AS-PTA, Polo Sindical da Borborema, EMATER e ONG Arribação; Polo do Município de Soledade (Soledade, Cubati e São Vicente do Seridó), áreas acompanhadas pelo PATAC; e Polo Cariri (Monteiro e Sumé), área acompanhada pelo projeto Dom Hélder. Para tanto, um total de seis agricultores do Assentamento Margarida Maria Alves se especializaram também no beneficiamento, uma vez que é paga uma taxa por tonelada de pluma beneficiada, sendo a mesma utilizada para pagamento da mão de obra e fundo de reserva para a miniusina. Segundo depoimento dos próprios agricultores, essa renda extra chega em boa hora já que nesse período não há mais produção de alimentos nos roçados.

Iniciada a colheita de algodão agroecológico no Agreste Paraibano. Por: Lindemberg Figueredo 5/10/2009 Após ótimo período chuvoso que se estendeu de março até o começo de setembro, o algodão agroecológico começa a safrejar na região de Juarez Távora. A elevada precipitação, alternada com dias de sol intenso, potencializou a produção de pluma de ótima qualidade. Para a conservação do solo, práticas de plantio e corte

Programa Comunidades Semiárido

44


Notícias de Campo de terras transversais à declividade do terreno e as limpas realizadas com cultivador contribuíram para retardar a infestação das ervas daninhas, reduzindo a “mato competição” com o algodão. Para a redução das pragas de bicudo e lagartas, o arranjo produtivo do algodão consorciado com milho e girassol e a prática de catação foral no início da ocorrência da praga do bicudo, reduziu consideravelmente os efeitos danosos da mesma. Assim como a prática de corte (poda) dos ponteiros das plantas reduziu a área de maior infestação da lagarta rosada que é potencializada no final do ciclo da cultura, sem prejudicar a produtividade. Nessa safra foram cultivados 9,25 ha de algodão rubi e 27,3 ha de algodão branco, totalizando 36,5 ha. Isso representa um acréscimo da ordem de 260% de área plantada quando comparada com a safra de 2008. A expectativa é que sejam beneficiadas cerca de 25 toneladas de algodão agroecológico em rama somente do município de Juarez Távora. Com os preços de pluma estabelecidos a R$ 5,00/kg branca e R$ 6,00/kg rubi, a previsão é que haja um incremento de R$47.000 na economia da comunidade somente com o cultivo do algodão agroecológico.

Inicio do beneficiamento do algodão colorido e orgânico no pólo Ceará Por: Rafael Campos Pereira 5/10/2009 Foi dado inicio ao beneficiamento do algodão colorido e orgânico no pólo Ceará, onde estamos com a expectativa de beneficiar mais de 20 toneladas de algodão; o beneficiamento ajuda os agricultores a melhorar sua renda, pois elimina o atravessador. O agricultor já vende a pluma diretamente para uma grande empresa.

Animais do projeto gerador já estão dando resultado Por: Rafael Campos Pereira 26/9/2009 Os animais que chegaram, oriundos do projeto gerador nas comunidades do pólo Ceará, já começaram a se reproduzir; nas comunidades do Oitis em Milagres e Anauá no Mauriti alguns animais já pariram e assim está aumentando o rebanho nas comunidades, ampliando ainda mais a expectativa quanto ao projeto.

Comunidades do Pólo I Piauí recebem matrizes caprinas e ovinas e Reprodutores PO. Comunidade do Milênio Por: Carlos Henrique Neri 9/9/2009 As Comunidades Coep Cacimba, Boa Vista, Quixó, Pão de Açúcar, Solidão e Baixa do Morro foram contemplados recentemente com a aquisição de matrizes ovinas e caprinas SRDs e reprodutores POs; o objetivo do projeto é beneficiar famílias de baixa renda e iniciar o melhoramento do rebanho introduzindo reprodutores de raça puro sangue. As comunidades estão satisfeitas com mais uma conquista e agradecem ao Coep nacional e parceiros por essa iniciativa que irá gerar emprego e renda para famílias necessitadas. As comunidades Barro Vermelho e

Programa Comunidades Semiárido

45


Notícias de Campo Itaizinho também receberam os seus reprodutores de ovinos e aguardam a entrega oficial das matrizes, agendada para após a realização do fórum das comunidades Coep semiárido, que acontecerá entre os dias 13 e 18 deste mês.

GRUPO TEAR DE QUIXABEIRA PARTICIPA DE EVENTO EM ÁGUA BRANCA Por: José Murilo Siqueira 10/8/2009 O grupo tear da Comunidade Pólo Quixabeira, que fica no município de Água Branca/AL, participou do evento Festival de Inverno realizado em Água Branca nos dias 31/07, 01 e 02/08 com a presença de muitos turistas e visitantes de vários lugares da região, evento esse que tem apoio dos governos municipal, estadual e federal. O grupo levou peças para apresentar na feira de artesanato e tiveram oportunidade de comercialização além da divulgação dos produtos produzidos na comunidade. Os comunitários que atuam no tear implantado pelo COEP na Comunidade comentaram que foi importante a participação no evento porque muitas pessoas não sabiam que a comunidade realizava tal atividade e estavam se deslocando para a Comunidade Caraibeiras, em Pernambuco, e que agora irão comprar em Quixabeira. Comentaram que as peças têm qualidade e preço melhor que da outra Comunidade, que tem mais tempo na atividade. Os comunitários que participaram do evento e que atuam no tear esperam que as vendas aumentem após essa participação, principalmente pela divulgação da atividade artesanal que está gerando renda para famílias de comunidade rural.

Inicio da Colheita do Algodão Orgânico na Comunidade Coep Baixa do Morro e Pintura da sede da Associação Por: Carlos Henrique Neri 23/7/2009 A Comunidade Coep Baixa do Morro se reuniu mais uma vez e em regime de mutirão iniciaram a primeira etapa da colheita de algodão na comunidade. Vários agricultores e filhos de moradores da comunidade compareceram para ajudar na realização do serviço e acreditam que cerca de 200kg foram colhidos e o que ainda está por colher deverá atingir os 500kg. Ainda existe uma discussão na comunidade, que está distante dos compradores organizados, relacionada à comercialização do produto que está sendo armazenado em local seguro e adequado. Na mesma data se organizou outro grupo de comunitários que, após receber da administração municipal vários pacotes de tinta, pintou a parte interna da sede da associação que será destinada à implantação do Telecentro da Comunidade e que já recebeu uma parte dos equipamentos e seus mobiliários. Estes mutirões são uma demonstração de que a comunidade está com sua autoestima em alta e organizada para se desenvolver de forma coletiva e com responsabilidades compartilhadas.

Tratos Culturais das áreas demonstrativas do algodão colorido de Pioneira e José Ribamar Por: Carlos Matias 13/7/2009 Os Grupos do Projeto Gerador da Comunidade Pioneira com 05 Comunitários e José Ribamar com 06 Comunitários, que implantaram a unidade demonstrativa de algodão colorido, iniciaram os tratos culturais com a parte de capina para melhorar o desenvolvimento da cultura do algodão das duas áreas coletivas. A Comunidade comenta de forma positiva o cultivo dessas duas áreas e já sinalizam a possibilidade de implantar em lotes no próximo plantio.

Programa Comunidades Semiárido

46


Notícias de Campo

AGRICULTORES PLANEJAM PLANTAR MAIS ALGODÃO. Por: José Murilo Siqueira 8/6/2009 Os agricultores da Comunidade COEP Campinhos, situada no município de Pariconha/AL, tendo em vista que a quantidade de chuva foi além do normal nessa época do ano, atrapalhando o plantio de feijão, decidiram investir no plantio do algodão. Há alguns anos atrás se plantava muito algodão na região, mas em função do problema de pragas e preço baixo na comercialização, essa plantação foi deixada de lado e os agricultores investiram mais no plantio de feijão. Devido às chuvas que caíram nos últimos dias, não se realizou o plantio do feijão e eles reconheceram que não era mais recomendável seu plantio e decidiram investir no algodão. As sementes já estão sendo distribuídas aos agricultores através da Associação Comunitária Nossa Senhora das Dores; foram entregues à comunidade pela Secretaria de Agricultura do estado; alguns agricultores já estão realizando o plantio e esperam ter uma boa safra de algodão. O agente de desenvolvimento comunitário que acompanha projetos implantados pelo COEP e seus parceiros vem orientando os agricultores e informando-os sobre a miniusina implantada na Comunidade Pólo Quixabeira, município de Água Branca/AL, na qual os agricultores podem e devem beneficiar sua produção de algodão, agregando mais valor e obtendo mais lucro com o plantio e evitando a venda a atravessadores que compravam sua produção por preço muito baixo, o que antes desestimulava o plantio.

Plantio da área coletiva de algodão do projeto gerador da Comunidade José Ribamar. Por: Carlos Matias 8/6/2009 Nos dias 3 e 4 de junho os comunitários reuniram o grupo coletivo de algodão e fizeram o plantio da área demonstrativa do projeto gerador da Comunidade José Ribamar

COMUNIDADE COEP SOLIDÃO PRÓXIMA DO TÉRMINO DA IMPLEMENTAÇÃO DE SUA CASA DE DOCES Por: Carlos Henrique Neri 1/6/2009 A Comunidade COEP Solidão - São Braz do Piauí-PI comenta dentro e fora da comunidade que faltam apenas os acabamentos do banheiro da casa de doces para marcar a data de sua inauguração; esse projeto para a comunidade é uma grande conquista que possibilitará, inicialmente, gerar emprego e renda para doze famílias da comunidade; pretendem ampliar o negócio num futuro bem próximo.

COMUNIDADES COEP DO PÓLO PIAUI COMEMORAM A CHEGADA DE EQUIPAMENTOS Por: Carlos Henrique Neri 1/6/2009 As comunidades COEP Quixó, Baixa do Morro, Pão de Açúcar, Barro Vermelho e Itaizinho, comemoram a chegada de equipamentos para serem instalados nos seus telecentros e projeto gerador(Quixó). Com a chegada das máquinas de corte costura a comunidade já agendou reunião para o próximo final de semana para se organizar melhor e em conjunto buscarem parcerias para adquirir capacitação técnica. Acreditam que será uma boa oportunidade para melhorar a qualidade de vida de algumas famílias e gerar emprego e renda. As comunidades que estão recebendo no momento os equipamentos para a instalação de telecentros estão contentes; está sendo realizado o grande sonho das comunidades mais novas que integram o circuito de comunidades COEP semiárido.

Programa Comunidades Semiárido

49


Notícias de Campo

GRUPO DE ARTESANATO FLOR DE URUÇU É FORMALIZADO Por: Lindemberg Figueredo 26/5/200 Articulação do COEP Polo PB Agreste com o SEBRAE, por meio do APL Algodão Orgânico, viabilizou a realização do curso de Associativismo e a formalização do GAFU - Grupo Artesanato Flor de Uruçu na Comunidade de Uruçu – em Gurinhém. O curso que foi ministrado em cinco módulos desde dezembro de 2008 e foi finalizado no último dia 19 com aprovação do estatuto e eleição da Diretoria da Associação e a sua inclusão no cadastro da UNISOL Brasil – Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários.

Comunidade Coep Cacimba recebe equipamentos para implantar projeto gerador de emprego e renda Por: Carlos Henrique Neri 25/5/2009 A Comunidade Coep Cacimba recebeu materiais e equipamentos oriundos da articulação Coep Nacional e Parceiros para montagem da casa de farinha, projeto gerador de emprego e renda da comunidade. Durante a entrega, vários agricultores que cultivam mandioca estiveram presentes nas dependências do espaço físico construído para a implantação da casa de farinha e se articularam entre si para realizarem os acabamentos finais durante os próximos dias. Isso possibilitará que no mês de junho se inicie o beneficiamento na oficina da própria comunidade que pretende produzir farinha e goma de qualidade para comercializar na região. Tem, ainda, a pretensão de fornecer esses produtos para a compra direta pela Prefeitura Municipal que vem demonstrando bastante interesse em adquiri-los, inclusive fazendo parceria com a comunidade, gerando condições para que a casa de farinha funcione em tempo hábil para esta safra de 2009.

ENTREGA DE CERTIFICADOS Por: lenilson 19/5/2009 Foi realizada a entrega dos certificados na comunidade COEP Furnas, das pessoas que fizeram parte dos grupos de mulheres de corte e costura e das pessoas que fizeram curso de informática. Compareceram, ao evento representante da UFRPE, os alunos da informática e as mulheres que apresentaram as peças já confeccionadas por elas.

Comunidade Coep Pão de Açúcar - Várzea Branca-PI realiza tratos culturais em área demonstrativa de algodão Por: Carlos Henrique Neri 18/5/2009 A Comunidade Coep Pão de Açúcar - Várzea Branca-PI realizou em regime de mutirão os tratos culturais da área demonstrativa de algodão, onde compareceram oito agricultores, entre homens, jovens e mulheres e acreditam que terão bons resultados na colheita, pois o plantio do consórcio se encontra em bom estágio de desenvolvimento e recebendo chuvas ainda neste período, o que não é costume na região.

Programa Comunidades Semiárido

50


Notícias de Campo

Comunidade Coep Solidão - São Braz do Piauí, realiza mutirão para incremento à casa de doces. Por: Carlos Henrique Neri 18/5/2009 A Comunidade Coep Solidão - São Braz do Piauí, reuniu-se em regime de mutirão durante a semana passada. Compareceram 23 pessoas e em conjunto abriram os alicerces para a construção de um banheiro e uma calçada ao redor do espaço físico construído pela própria comunidade em parceria com o Coep Nacional; também estão em fase de conclusão os balcões para a confecção de doces artesanais, incremento ao seu projeto gerador de emprego e renda que em breve será inaugurado pela comunidade; ele conta com um grupo de trabalho composto por 12 pessoas para a produção inicial de doces na comunidade.

COMUNIDADE COEP SOLIDÃO RECEBE MATERIAIS PARA MINI-FÁBRICA DE DOCES(Projeto Gerador) Por: Carlos Henrique Neri 30/4/2009 A comunidade Coep Solidão - São Braz do Piauí, recebeu hoje, dia 30 de abril, materiais para a conclusão e instalação de uma mini fábrica de doces, iniciativa escolhida para Projeto Gerador de Emprego e Renda. A Mini Fábrica irá gerar emprego direto para 12 famílias e em torno de 18 indiretos. A comunidade festeja essa conquista e garante que fará o que for necessário para que esse empreendimento traga muito sucesso e melhoria de qualidade de vida de uma grande parte das famílias da comunidade, bem como de comunidades vizinhas.

Áreas Demonstrativas de Algodão Orgânico em Paulistana-PI despertam interesse de agricultores do município Por: Carlos Henrique Neri 27/4/2009 As áreas demonstrativas de algodão orgânico do município de Paulistana, plantadas nas comunidades de Barro Vermelho e Itaizinho, estão chamando a atenção de agricultores do município e também de entidades que atuam na região. Isso pelo fato de se apresentarem até o momento sem a presença de qualquer espécie de praga ou doença, o que vem gerando muitos comentários positivos por parte de agricultores do município que já plantavam o algodão há alguns anos atrás. Existe uma expectativa de produção boa e os dois proprietários das áreas Sr. José Luiz e Jucélia(Barro Vermelho) e Robenita e Luiz(Itaizinho) estão encantados com o plantio em consórcio e acreditam que este é um dos sistemas que dará certo, com feijão guandu, feijão caupi, sorgo, milho e gergelim e ainda a presença do nim indiano.

Programa Comunidades Semiárido

51


Notícias de Campo

GRUPO DE PINTURA EM TECIDO COMPROMETIDO COM A COMUNIDADE. Por: José Murilo Siqueira em: 15/4/2009 O Grupo de Pintura em Tecido da Comunidade COEP Campinhos, situada na zona rural no município de Pariconha/Alagoas, vem mostrando evolução importante nos resultados; começou com uma capacitação e hoje é uma atividade de geração de renda na comunidade. O grupo teve uma participação importante na quitação do empréstimo para construção da sede da Associação Comunitária Nossa Senhora das Dores, onde a comunidade realiza assembléias mensalmente, e agora está colaborando para arrecadar recursos para o acabamento do prédio da sede da associação. Na última assembléia geral realizada no dia 3 de abril, o grupo tomou iniciativa na mobilização de arrecadação de recursos para o acabamento da sede da associação, doando algumas peças pintadas pelo grupo; foi realizado um sorteio e a arrecadação foi destinado para colaboração do acabamento da sede da associação. O grupo de pintura está comprometido com as atividades da associação e espera colaborar para o desenvolvimento da comunidade.

REPORTAGEM DA GAZETA DE ALAGOAS REGISTRA ATIVIDADE DO TEAR EM QUIXABEIRA/AL. Por: José Murilo Siqueira 13/4/2009 No último dia 11 de abril, o grupo que atua no tear da Comunidade Pólo Quixabeira, em Água Branca, Alagoas, recebeu a visita da equipe de reportagem da Gazeta de Alagoas, emissora filiada a rede globo, para registrar e entrevistar a atividade do grupo de tecelagem da comunidade. A reportagem chegou à comunidade através de informações cedidas pelo então Secretário Municipal de Cultura de Água Branca, João Abílio, que solicitou orientação do Agente de Desenvolvimento Comunitário que acompanha atividade do tear da comunidade, para acompanhar e dar informações do projeto implantado pelo COEP e seus parceiros ao então repórter da emissora. Os comunitários, que no momento operavam o tear na confecção de rede e mantas e no acabamento das peças, e que não têm costume com reportagens ficaram orgulhosos e incentivados ao perceberem que a comunidade será divulgada em emissora e principalmente na divulgação da tecelagem que poderá trazer melhores resultados na comercialização de seus produtos.

Algodão colorido Por: Francisco Weggles de Araujo 7/4/2009 Grupo de artesanato (PLUMA E ARTE) de São José de Piranhas-PB que tem participantes da comunidade de Lagoa de dentro apresentou nos dias 24 a 27 de março na cidade de Salvador-BA no Primeiro Encontro Nacional de Desenvolvimento Regional trabalhos feitos com algodão colorido orgânico produzido na comunidade COEP Lagoa de Dentro.

JOVENS MÚSICOS DE COMUNIDADE DO RN-1 SÃO CONTRATADOS COMO PROFESSORES DE MÚSICA Por: Lindemberg Figueredo 6/4/2009 Dois Jovens músicos da comunidade José Rodrigues Sobrinho, participantes do grupo "Sons do Curimataú" foram contratados por uma escola particular do Município de Nova Cruz para lecionar a disciplina "Teoria e Prática Musical"; cada um receberá R$ 200,00/ mês, ministrando apenas uma aula por semana a crianças e adolescentes de 10 a 15 anos de idade, utilizando Flautas como instrumento de aprendizagem.

Programa Comunidades Semiárido

52


Notícias de Campo

Trabalho coletivo Por: Francisco Weggles de Araujo 6/4/2009 A comunidade de Anauá realizou no dia 01/04 um trabalho coletivo que mobilizou 10 pessoas na capina de área coletiva de algodão, envolvendo homens e animais para tracionar cultivadores; em um só dia fizeram a capina (prática que consiste em arrancar ervas daninhas) de 2.0 ha conseguindo assim baixar os custos de produção.

Melhoramento genético em rebanho na comunidade do Espinheiro Por: Rafael Campos Pereira 23/3/2009 Na comunidade do Espinheiro em Aurora temos um comunitário que faz parte do projeto de caprinos da comunidade o Sr. Joaquim Cardoso da Silva. Nasceram 14 cabritos ¾ de sangue da raça Bôer fazendo com que a qualidade genética do seu rebanho se torne cada vez maior, como também o valor individual de cada animal, assim aumentando a renda da família.

CRIAÇÃO CAPRINO BOER - RESULTADO POSITIVO NA COMUNIDADE. Por: José Murilo Siqueira 23/3/2009 As famílias beneficiadas em Criações Caprinas pelo projeto de animais implantado na Comunidade Pólo Quixabeira, em Água Branca/AL pelo COEP, através de seus parceiros, melhorou praticamente seu rebanho, ao cruzar suas matrizes (cabras) com o Reprodutor Caprino Boer, que também faz parte do projeto de animais implantado pelo COEP. Os beneficiários comentam que antes os animais eram de pequeno porte, e dificilmente passavam de dez quilos após um ano de manejo com os animais. Agora os cabritos nascidos das matrizes cruzadas com o Reprodutor Caprino Boer, alcançam em média de quinze a vinte quilos em menos de um ano. Esses resultados estão estimulando os beneficiários no projeto de animais com Criações Caprinas da comunidade.

ENCERRAMENTO DO CURSO Por: Vandeilson Pedro dos Santos 23/3/2009 Está programada para início do mês de junho uma comemoração de encerramento do curso de corte e costura, aplicado pelas professoras da equipe da UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco), Alessandra Tomé e Edjane Fragoso na comunidade COEP Furnas, onde foram capacitadas um grupo de 10 pessoas da comunidade. O curso teve duração de 154 horas aulas, realizadas nos finais de semana; as pessoas aprenderam desde fazer a modelagem até costurar a própria peça modelada, deixando-a pronta, ficando habilitadas para o mercado de trabalho. O curso despertou interesse em outras pessoas e já estão formando uma nova turma que vai ser capacitada por este grupo que acabou de concluir o curso e os professores da UFRPE vão só auxiliar.

PROJETO ANIMAIS - CONSTRUÇÃO EM MUTIRÃO DO APRISCO. Por: José Murilo Siqueira 16/3/2009 A finalização da construção do aprisco realizado em mutirão no dia 11 de março na Comunidade COEP Cacimba Cercada, em Mata Grande/AL, trouxe satisfação às famílias que foram beneficiadas com o projeto de animais na comunidade. Essa construção do aprisco foi importante, segundo comentários de beneficiados, porque irá trazer

Programa Comunidades Semiárido

53


Notícias de Campo mais estrutura ao projeto e melhores resultados com as criações, principalmente porque os Reprodutores agora têm um local adequado para cobrir as matrizes. Com a construção do aprisco para os Reprodutores e a forrageira fazendo ração para os animais, os beneficiados estão bem estruturados para obter um melhor rendimento com as criações e agradecem ao COEP e seu parceiros que implantaram o projeto na comunidade.

Novos Caminhos Por: Francisco Weggles de Araujo 13/3/2009 Foi realizada no dia 11/03, na cidade de Cajazeiras-PB, reunião com SEBRAE, SEANAI e COEP com o objetivo de buscar junto às duas primeiras entidades parceria para o curso de corte e costura e gestão de negócios na comunidade de Lagoa de Dentro em São José de Piranhas –PB. O resultado foi que no dia 20/03 as duas entidades já vão fazer visitas de conhecimento à comunidade e aos participantes do curso.

INCENTIVO À TECELAGEM DA COMUNIDADE PÓLO QUIXABEIRA. Por: José Murilo Siqueira 9/3/2009 Os comunitários que atuam no Tear na Comunidade Pólo Quixabeira, município de Água Branca/AL receberam no dia 4 de março, no auditório da Secretaria de Educação de Água Branca através da PAB (Programa Artesanato Brasileiro), programa ligado à Secretaria de Cultura do Estado de Alagoas, através das coordenadoras do programa, um cadastro de inscrição dos Artesãos de Alagoas; receberam uma Carteira de Artesão com a qual os comunitários terão benefícios, como: crédito mais fácil, isenção de impostos na emissão de nota fiscal, conhecimento no mercado, autorização para participar de feiras de artesanato no estado, entre outras vantagens. Esse cadastro deixa os comunitários atuantes no tear mais reconhecidos como profissionais e também os estimula ainda mais na atividade.

PROJETO GERADOR Por: Vandeilson Pedro dos Santos 9/3/2009 O COEP adquiriu no mês de Fevereiro um conjunto de máquinas de costura (01 semindustrial e 02 caseiras), para que a equipe da UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco) desse continuidade às oficinas de capacitação na área têxtil (corte e costura) nas comunidades COEP de Pernambuco (Pilões / Pedra Branca em Cumaru e Furnas em Surubim). Esta é uma parceria entre COEP / UFRPE e COMUNIDADES na aplicação do PROJETO GERADOR, projeto que vai gerar trabalho e renda para estas comunidades do Semiárido. Melhoramento Genético Por: Wilson Leite de Souza 5/3/2009 O agricultor Fábio Almeida de Sousa residente na comunidade de Lagoa de Dentro é beneficiado com uma das ações do COEP, no caso ovinos, já tendo bons resultados; este mês ele vendeu um borrego no valor de R$ 500,00, isso porque é filho de um reprodutor PO da raça Santa Inês.

Algodão agroecológico na comunidade do Engenho Velho, Barro-CE Por: Rafael Campos Pereira 5/3/2009 Na comunidade do Engenho Velho no município do Barro – CE, o plantio de algodão agroecológico está bem desenvolvido em decorrências das chuvas que estão caindo na região, como também pelos tratos culturais aplicados pelos agricultores; podemos observar que as plantas estão livres de pragas e de doenças, fazendo

Programa Comunidades Semiárido

54


Notícias de Campo com que os agricultores se animem com a produção da safra de 2009. Segundo o depoimento do Sr. Francisco Manoel Sobrinho, presidente da Associação São Vicente de Paula da comunidade do Engenho Velho, nunca tivemos um desenvolvimento do algodão como estamos vendo neste ano na nossa comunidade, esperamos que continue assim e que isso nos garanta uma boa colheita.

Comunidade Coep Baixa do Morro realiza mutirão em Área Demonstrativa de Algodão Orgânico Por: Carlos Henrique Neri 4/3/2009 A Comunidade Coep Baixa do Morro realizou neste no dia 28 de fevereiro, mutirão para limpeza da área demonstrativa de algodão orgânico implantada em janeiro. Compareceram 17 pessoas entre agricultores e filhos moradores da comunidade que acreditam ser o trabalho coletivo a melhor forma, pois, contam com a participação de muitos dos moradores interessados em ver a comunidade crescer de forma conjunta. Os pássaros consumiram uma boa parte do sorgo germinado, mas com orientação do Agente de Desenvolvimento será efetuado o replantio do mesmo nestes próximos dias; estão aguardando cair uma chuva. Até o momento ainda não detectamos a presença de nenhuma doença ou infestação de bicudo, nem de lagarta.

Bingo Beneficente Por: lenilson em: 2/3/2009 20:43:00 A Comunidade COEP Pilões brevemente estará realizando um bingo beneficente para iniciar os trabalhos com o TEAR, visando geração de emprego e renda para os comunitários. Estão buscando parceiros para realizar esta atividade, o COEP está dando suporte para que isso ocorra com sucesso.

CONVITE DE PARTICIPAÇÃO EM EVENTO - TECELAGEM DA COMUNIDADE PÓLO QUIXABEIRA. Por: José Murilo Siqueira 2/3/2009 Comunitários da Comunidade Pólo Quixabeira, situada na zona rural de Água Branca/AL, que atuam no tear implantado pelo COEP e seus parceiros, foram convidados a participar de um evento em Salvador/BA para apresentar seus produtos com possibilidade de venda . Esse evento será uma Feira Artesanal, com presença de pessoas de todo o Brasil e de outros países, que estarão observando e até mesmo comercializando os produtos artesanais do Nordeste Brasileiro. Em parceria com o Ministério da Integração Nacional, que está organizando evento e que disponibilizará recursos para a viagem dos comunitários à Salvador, através da técnica do Projeto Produzir, foram feitos contatos com o Agente de Desenvolvimento Comunitário que atua nas Comunidades COEP do Pólo Alagoas e acompanha atividades do tear na comunidade, para que, em reunião com comitê mobilizador, selecionar os comunitários mais preparados para o evento. A mesma solicitou a fabricação de produtos com melhor qualidade para apresentar no evento vendo possibilidade de realizar boas vendas na ocasião.

Área coletiva de algodão na comunidade de Anauá Por: Rafael Campos Pereira 27/2/2009 Foi realizado o plantio da área coletiva de algodão agroecológico na comunidade de Anauá, Mauriti – CE. É o primeiro ano que a comunidade em parceria com o COEP através do PROJETO GERADOR, está trabalhando esta cultura, onde é notada a expectativa dos agricultores em relação ao resgate da cultura do algodão na região, como também o interesse no desenvolvimento das técnicas orgânicas utilizadas no plantio e tratos culturais. O plantio da área coletiva foi realizado voluntariamente pelos os agricultores membros da associação; é grande o entusiasmo dos agricultores no ato do plantio como também a esperança de uma boa safra.

Programa Comunidades Semiárido

55


Notícias de Campo

SOLICITAÇÃO DO CURSO DE CORTE E COSTURA. Por: José Murilo Siqueira 23/2/2009 O Grupo de Pintura em Tecido da Comunidade COEP Campinhos, em Pariconha junto com membros o comitê mobilizador foram até a Secretaria de Assistência Social de Pariconha/AL, solicitar curso de corte e costura para a comunidade, percebendo que podem melhorar o acabamento dos panos pintados pelo grupo. Buscam essa parceria junto ao poder público local, que já beneficiou a comunidade através do próprio curso de pintura em tecido que foi uma articulação do COEP através da UFS, junto a Secretaria de Assistência Social. A Secretaria já colocou a comunidade na lista de interesse no curso de corte de costura, relatando que a comunidade pode aguardar que será em breve a realização do curso porque a programação das capacitações via secretaria já estão liberadas e acontecerá o mais breve possível na comunidade.

Trabalho em coletividade. Por: Francisco Weggles de Araujo: 19/2/2009 Foram implantadas nas comunidades de Anauá(Mauriti), Espinheiros(Aurora)-CE e Pereiros(Bonito de Santa Fé)-PB áreas coletivas de algodão colorido agroecológico através do projeto gerador nas comunidades Coep, onde se incentivará a plantação de algodão beneficiando comunitários e associação.

CAPITALIZAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO COM ALGODÃO ORGÂNICO ULTRAPASSA R$10.000,00 Por: Lindemberg Figueredo 16/2/2009 Na safra 2008 a produção de algodão orgânico em área coletiva do Assentamento Margarida Maria Alves 1 Juarez Távora - Polo PB Agreste, rendeu aos cofres da Associação R$ 9.693,00 obtidos com a venda de 1.646 kg de pluma e 2.926 kg de caroço. Outros R$ 651,00 foram obtidos por meio de pagamento de outros agricultores para beneficiar a produção, cujo valor cobrado foi de apenas R$ 0,07 por quilo de algodão em rama. O total de recursos obtidos na safra 2008 foi de 10.344,00. Plantio coletivo de algodão orgânico na Comunidade Quixó/São Raimundo Nonato-PI Por: Carlos Henrique Neri 27/1/2009 Agricultores da Comunidade Quixó reuniram-se hoje numa área cedida pelo Sr. Valdinar, Presidente da Associação Local, e após receberem instruções técnicas realizaram o plantio do consórcio algodão x feijão guandú x sorgo x gergelim e nim; compareceram neste primeiro momento 12 membros da comunidade e contaram com a presença do agente do COEP que colaborou com os comunitários nesta etapa de implantação desta área demonstrativa de algodão orgânico; a comunidade está satisfeita e acredita que o sistema pode aperfeiçoar os costumes de boa parte dos agricultores e também ajudar na futura alimentação dos reprodutores que a comunidade poderá receber com a implantação do projeto de caprino/ovinos do Coep Nacional na comunidade, bem como com os futuros plantios individuais previstos para o final de 2009.

Programa Comunidades Semiárido

56


Notícias de Campo

PLANTIOS DE UDs DE ALGODÃO ORGÂNICO NAS COMUNIDADES DO PÓLO PIAUI Por: Carlos Henrique Neri 26/1/2009 Neste último final de semana foram efetuados os plantios de duas áreas demonstrativas de algodão orgânico consorciado com feijão guandú x sorgo x gergelim e nim. Estas áreas estão sendo plantadas de forma coletiva com o objetivo de garantir sementes para os plantios individuais no final de 2009, bem como visando a segurança alimentar animal e humana e também a realização de um trabalho agroecológico sustentável utilizando a cultura do nim, como uma fonte repelente contra pragas e doenças não apenas das plantas, mas também dos animais. Todas as culturas que estão sendo implantadas neste consórcio, têm por finalidade: gerar emprego e renda, segurança alimentar animal e humana e desperta já neste momento interesse das entidades do setor na microrregião e no Estado pois, o algodão nos anos 80 já teve um grande momento e esta região semiárida já foi umas das grandes produtoras no Estado do Piauí. Estamos com sementes já em mais seis comunidades, quatro na região de São Raimundo Nonato e mais duas no Município de Paulistana que irão efetuar neste início de 2009, plantios individuais em parceria com a ADEC E CELTA, e que preparam os seus terrenos de em média 01 ha e já estão instruídas tecnicamente para efetuarem os seus plantios, que serão acompanhados pelos agentes do COEP Nacional. ARTESÃS DE URUÇU EM FEIRA DE ARTESANATO Por: Lindemberg Figueredo 30/12/2008 As artesãs Ana Cláudia e Amália Marques estarão expondo seus trabalhos no Mercado do Artesanato que será realizado de 02 de Janeiro a 01 de Fevereiro na cidade de João Pessoa. O evento que acontece na praia de Tambaú é uma realização do Governo do Estado com o apoio do SEBRAE e tornou-se um espaço para revelação de novos talentos. Só na última edição foram comercializados cerca de um milhão e meio de reais. As representantes do grupo de artesanato de Uruçu estão preparando um belíssimo estoque de produtos que tem como foco colares, pulseira e brincos confeccionados com miçangas e material reciclável. Sua participação será no período de 26 de Janeiro a 01 de Fevereiro. A expectativa é que todo o material seja comercializado e novas encomendas possam surgir após o evento.

Foto: Marcelo Valle

Parceria confirmada Por: Francisco Weggles de Araujo 26/12/2008 Agricultores das comunidades COEP, pólo PB Sertão e CE participaram de reunião com a compradora de algodão Coopnatural realizada na comunidade de Lagoa de Dentro em São José de Piranhas-PB. Essa reunião teve por finalidade fazer uma avaliação da safra de 2008, integração entre associações e a Coopnatural, ficando a responsabilidade do processo para as associações.

Programa Comunidades Semiárido

57


Notícias de Campo

COMUNIDADE PÓLO QUIXABEIRA - PARTICIPAÇÃO EM EVENTO. Por: José Murilo Siqueira 1/12/2008 Grupo de comunitários da Comunidade Pólo Quixabeira do município de Água Branca/AL tiveram capacitações no tear, tanto na parte de organização comunitária e relacionamento interpessoal, dada pelo SEBRAE, quanto na prática de operação do tear. Essa é uma conquista do comitê mobilizador que articulou junto ao poder público local, Prefeitura de Água Branca, e através do Projeto Produzir coordenado pelo Instituto Xingó, trazendo recursos do Ministério da Integração Nacional para ser aplicado no artesanato do município de Água Branca. Através do projeto Produzir, os comunitários que atuaram no tear implantado pelo COEP participaram do evento Demonstrativo de Resultados do Projeto Produzir, realizado no dia 27 de novembro no mercado público de Água Branca, com participação de vários representantes de instituições, inclusive de Brasília representando o Ministério da Integração Nacional que elogiou o trabalho apresentado por comunitários de várias comunidades. Os comunitários da Comunidade Pólo Quixabeira expuseram no evento redes, tapetes, mantas e cortinas fabricadas no tear, chegaram a comercializar peças e ainda receberam elogios da técnica do projeto Produzir, Lúcia Bernardo que acompanhou as atividades e comentou: “A parceria do COEP na comunidade é muito importante e vem realizando várias ações para o desenvolvimento e organização da comunidade; acompanhei as atividades do projeto e percebi que a comunidade tem uma estrutura muito boa por ter a associação que ajudou a alcançar resultados positivos no projeto; esses produtos são exemplos, fiquei impressionada pelo trabalho apresentado, a Comunidade Quixabeira esta de parabéns”. A técnica ainda comentou que a comunidade poderá participar de outros eventos para apresentar os produtos produzidos no tear e assim comercializá-los, o que será o próximo passo do grupo de tecelagem da Comunidade Pólo Quixabeira.

Foto: Marcelo Valle

Algodão agroecológico Por: Francisco Weggles de Araujo 13/10/2008 Terminou em 9/10 o beneficiamento de algodão agroecológico das comunidades pólo Paraíba sertão e Ceará e já foi vendida toda a safra a Coopnatural em Campina Grande-PB. Os comunitários comemoram o sucesso. Foram produzidos: Pluma de algodão Branco: 945Kgx 5.00 R$ = 4.730,00 Pluma de Algodão Rubi: 4.394Kgx 6.00R$ = 26.364,00 Total Liquido; 31.094,00R$ Os agricultores estão vendendo as sementes ao preço de 1,00 real por kg.

Pólo Paraíba Sertão Por: Francisco Weggles de Araujo: 25/9/2008 A comunidade pólo de Lagoa de Dentro(São José de Piranhas-PB), recebeu agricultores das comunidades de Barreiros(Cajazeiras-PB) e Espinheiros(Aurora -CE) para trabalho de beneficiamento de algodão produzido nas referidas comunidades.

Programa Comunidades Semiárido

58


Notícias de Campo

1º Dia de Beneficiamento Por: Francisco Weggles de Araujo 1/9/2008 No dia 28/08, na comunidade semi árido de Lagoa de Dentro aconteceu o primeiro dia de beneficiamento de algodão colorido agroecológico, com a presença de agricultores das comunidades pólo Ceará, Paraíba Sertão, Agentes da EMATECE das cidades de Missão Velha, Aurora, Milagres, Mauriti-CE, presidentes de associações, sindicatos de Cajazeiras e São José de Piranhas-PB, Vice presidente da FETAG-PB, Presidente da UMACC (União de associações comunitárias de Cajazeiras), EMBRAPA, SEBRAE,Coopnatural e etc. No evento houve palestra ministrada pela Embrapa sobre o algodão colorido orgânico, mostra de banners indicando o rendimento e custo de produção e em seguida início de beneficiamento de algodão da comunidade de Lagoa de Dentro. O evento foi importante para a comunidade da região para mostrar que se pode produzir algodão sem agrotóxicos, melhorando assim a qualidade de vida dos agricultores.

Colheita do Algodão Por: Wilson Leite de Souza 13/6/2008 Nas comunidades COEP do Pólo Paraíba sertão, mais precisamente nas compreendidas pelas comunidades de Lagoa de Dentro, Barreiros e Pereiros, os agricultores já começaram a colheita do algodão orgânico colorido. Os mesmos comemoram a boa safra de 2008 e acreditam nos próximos anos. Palavras de um agricultor: Nós estávamos desacreditados com o algodão, orgânico sem veneno, achei que era impossível, mas tudo mudou estou conseguindo colher hoje sem usar nada.

BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO-COMUNIDADE PÓLO QUIXABEIRA-AL. Por: José Murilo Siqueira 7/1/2008 O beneficiamento do algodão na Comunidade Pólo Quixabeira, no município de Água Branca-AL, surpreendeu os agricultores que, até então, não acreditavam na colheita de algodão nesta safra devido ao verão que vem castigando o sertão nordestino e muito menos poder beneficiar o mesmo na miniusina da Comunidade. Mesmo com o sol forte a planta resistiu e os agricultores já colheram até o momento, mais de 4.000 (quatro mil) kg de algodão em rama; beneficiaram até o momento 1.880 kg (mil oitocentos e oitenta) de algodão em pluma, já entregues na Fábrica de Delmiro Gouveia-AL no valor de R$ 2,93 o kg da pluma. Os agricultores estão comemorando a produção porque foi realmente uma surpresa a quantidade de algodão que está sendo beneficiada; esse número poderá aumentar ainda mais.

Comunitários de Boa Vista e Quixó Visitam Teresina-PI. Por: Carlos Henrique Neri 28/11/2007 14:12:00 Dois comunitários de Quixó e dois de Boa Vista fizeram visita de reconhecimento à Fábrica de Corte Costura, Bordado e Customização e ao Moinho de Milho, em Teresina de 22 a 25 deste mês, bem como aos criames de Caprinos e Ovinos do Colégio Agrícola de THE e UFPI. O objetivo foi conhecer de perto o funcionamento de uma fábrica de corte e costura de uma associação na capital, para se capacitarem quanto à gestão e funcionamento da empresa e também quanto à aquisição de matéria-prima e implementos como máquinas, moldes, tecidos, etc... . Para Boa Vista, o objetivo foi conhecer o moinho de milho em funcionamento da UFPI junto ao comércio da Capital Piauiense, ver máquinas e preços adequados à região para que em breve tais equipamentos sejam adquiridos através do Projeto Universidades Cidadãs/Coep Nacional. O resultado foi excelente e neste final de semana, dia 02 de dezembro, serão realizadas reuniões nas comunidades para que os representantes das

Programa Comunidades Semiárido

59


Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiรกrido

61


Notícias de Campo

__________________________________ INCLUSÃO DIGITAL / EDUCAÇÃO E CIDADANIA

Programa Comunidades Semiárido

62


Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiรกrido

63


Notícias de Campo

Comunidades Coep de Paulistana iniciam curso de informática para a gestão do Telecentro Comunitário. Por: Carlos Henrique Neri 12/3/2010 Iniciou hoje a participação de membros das Comunidades Itaizinho e Barro Vermelho em Curso de Informática conseguido pelas duas Comunidades em parceria com a Prefeitura Municipal de Paulistana-PI, que está sendo realizado na cidade. Nove membros de cada uma das Comunidades se propuseram a participar do curso que será preparatório para a gestão do telecentro, pois, todos os 18 integrantes já fazem parte do grupo de pessoas que se disponibilizaram em fazer parte dos grupos de monitores formados para os dois telecentros que estão com internet instalada, aguardando a chegada das CPUs, que deverão ser adquiridas em parceria com o Coep Nacional ainda neste ano de 2010. Os representantes das duas comunidades estão satisfeitos com a capacitação e acreditam que desta forma os seus telecentros terão um funcionamento eficaz, pois, estão capacitando pessoas da comunidade para utilizar os micros já tendo mão de obra qualificada.

Comunidade Cuiabá Recebe treinamento em Uso da Câmara Filmadora Por: Carlos Matias 8/3/2010 Realizado treinamento para uso da câmara filmadora para 8 comunitários da Comunidade Cuiabá, onde eles aprenderam a usar a câmara filmadora. Os Comunitários foram orientados de como usar a câmara filmadora passo a passo, como usar, ligar e desligar, colocar e tirar fita na câmara, zoom, como iniciar uma filmagem, utilização do fone de ouvido e microfone, como passar vídeo que filmou, apagar o que não está bom. Segundo Maria Aparecida do Nascimento uma das Participantes da Oficina “eu aprendi a manusear essa câmara filmadora, já consigo fazer um vídeo e divulgar minha Comunidade”.

Foto: Marcelo Valle

ENTRADA DE MAIS UM MONITOR COM BOLSA EM TELECENTRO Por: José Murilo Siqueira 8/3/2010 O telecentro da comunidade pólo Quixabeira no município de Água Branca/AL, que estava funcionando todos os dias nos períodos matutinos e vespertinos, agora estará atendendo à comunidade no período noturno com a entrada de mais um monitor que também receberá uma bolsa pela prefeitura de Água Branca para acompanhar usuários no telecentro. A notícia foi dada na assembléia geral realizada no último sábado, dia 06, pela representante da comunidade Maria da Conceição Campos, a Ceiça que está realizando um ótimo trabalho junto à associação com mobilização e articulação junto ao poder público, conseguindo parcerias importantes para o andamento das ações na comunidade.

Programa Comunidades Semiárido

64


Fato: Marcelo Valle

Antena do Gesac é instalada na Comunidade Coep Barro Vermelho - Paulistana-PI. Por: Carlos Henrique Neri 19/2/2010 Na última quarta-feira, dia 10 de fevereiro, foi instalada por um técnico do Gesac a Antena que havia alguns meses chegado à Comunidade Barro Vermelho no Município de Paulistana-PI. Grande parte dos moradores se fizeram presentes durante todo o tempo que o Técnico trabalhou.. Por volta das 22:00 h o serviço foi concluído o serviço. A Comunidade demonstra muito contentamento com a conexão da internet e já se preocupam com o funcionamento deste ponto digital, que acreditam que irá transformar a realidade local. Para a maioria dos moradores, este é um grande sonho que se torna realidade. O que os fez acreditar que isso seria possível, segundo depoimento de moradores, foi a transmissão de otimismo passado para a comunidade pela Equipe do Coep Nacional, que vem realizando um trabalho em parceria com a comunidade desde o ano de 2008; afirmam que depois que o Coep chegou na comunidade, apresentou a proposta de trabalho, criou o Comitê Mobilizador e começou realizar as reuniões, as coisas mudaram. A comunidade espera que sejam encaminhados parte dos equipamentos que ainda não receberam: CPUs Teclados e Mouses, mas acreditam que em breve serão contemplados com estes equipamentos que faltam para o telecentro funcionar definitivamente, pois, já firmaram parceria com a Prefeitura Municipal de Paulistana e nove pessoas serão treinadas com curso de informática neste mês de março; eles são os futuros monitores do telecentro comunitário. A Associação Comunitária já está viabilizando junto ao poder Público Municipal a aquisição de pelo menos um micro para uso da associação e da comunidade, enquanto os do Coep não chegam.

Programa Comunidades Semiárido

65


Notícias de Campo

Oficina para apresentação e uso do Portal dos Mobilizadores e SIME Por: Rafael Campos Pereira 18/2/2010 Foi realizada oficina do portal dos mobilizadores na comunidade do Espinheiros, Aurora – CE no prédio do telecentro da comunidade, evento no qual contamos com a participação de vários comunitários, que na sua maioria foram jovens mas tiveram representantes de agricultores e mulheres, onde todos se cadastraram no SIME ( Sistema de Mídias e Educação) e no portal dos mobilizadores, onde viram a importância da participação em debates que estão relacionados ao mundo e dando suas ideias e vendo a importância do seu aprendizado.

Comunidade Cacimba participa de Oficina de Apresentação e Uso de ferramentas disponibilizadas pelo Coep. Por: Carlos Henrique Neri 14/2/2010 A Comunidade Cacimba - Anísio de Abreu-PI, recebeu neste final de semana, o Agente de Desenvolvimento Comunitário do Coep Nacional que aplicou uma Oficina de Apresentação e Uso do Mobilizadores Coep, SIME, Coeptevê e Portal das Comunidades. No primeiro dia compareceram trinta e duas pessoas entre crianças, jovens, adolescentes e Pais de Famílias Sócios da Associação Comunitária, que assistiram atentamente às apresentações dos Portais e em sua maioria tiveram a oportunidade de fazer uso das ferramentas acessando junto aos sites: Vídeos, Notícias, Textos e Cartilhas Eletrônicas e Fóruns já realizados e se prepararam para participar de uma Oficina On-line sobre Associativismo que deverá acontecer no mês de março próximo. Também foi esclarecido para os participantes da oficina, que o evento faz parte de uma parceira do Coep Nacional com o MAPA(Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento) e que a Comunidade poderá receber visita de representantes da Instituição a qualquer momento, uma das formas de garantir mais ainda o uso destas ferramentas que o Coep criou com o objetivo de melhorar os conhecimentos e auxiliar as comunidades no seu dia a dia.´´Estávamos quase que no escuro, mas agora com a Oficina desta semana aumentou a possibilidade de acessar às noticias divulgadas nos portais; através do SIME nos orientar mais sobre as questões de plantios, associativismo e cooperativismo, ver os vídeos da TV Coep e do SIME, as entrevistas de gente famosa e também das outras comunidades e da nossa. Gostaríamos de ter mais algumas oficinas deste tipo para que nossa comunidade faça valer realmente ter instalado este telecentro ''-Palavras de Júlio César Ferreira dos Santos - Presidente da Associação Comunitária de Cacimba'. A Oficina durou cerca de 17 horas e espera-se que a Comunidade, mais especificamente os Monitores, Mobilizadores e Usuários do Telecentro deem prioridade a acessos aos portais, diminuindo as participações em orkuts que os fazem vulneráveis a possíveis constrangimentos, pois, não têm privacidade alguma.

Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiárido

66


Foto: Marcelo Valle

CPU da Comunidade Cuiabá Por: Carlos Matias 18/1/2010 Um grupo de pessoas liderado pelo Presidente da Associação e Jovens Comunitários da Comunidade Cuiabá fizeram aquisição de uma CPU para o telecentro, utilizando o monitor, no-break e a antena dos equipamentos que já estão em posse da Associação; agora Cuiabá já dispõe de uma máquina completa com internet. Segunda Renata uma jovem Comunitária, a comunidade ganhou muito com telecentro, por que sempre enxergo esse espaço como local de aprender sempre mais.

Programa Comunidades Semiárido

67


Foto: Marcelo Valle

Associação Comunitária de Baixa do Morro soluciona problema de energia elétrica para o telecentro comunitário Por: Carlos Henrique Neri 7/12/2009 A Associação Comunitária da Comunidade Coep Baixa do Morro - Fartura do Piauí, conseguiu recentemente com a Empresa Ceprol Engenharia que está realizando serviços de eletrificação rural na região, um poste e fios para a instalação definitiva da energia que abastecerá o telecentro comunitário que ainda recebe energia cedida por um membro da comunidade desde que foi instalada a antena ainda em setembro passado. Os recursos para a aquisição do poste e fios elétricos são próprios da associação comunitária avaliados em aproximadamente R$ 700,00 (setecentos reais), conseguidos através de doações e bingo beneficente.

Comunidade Coep Pão de Açúcar Interligada ao Mundo através da Internet. Por: Carlos Henrique Neri 3/12/2009 Nesta terça-feira passada, dia 01 de novembro, a Comunidade Coep Pão de Açúcar - Várzea Branca do Piauí, recebeu o Técnico da Empresa Micro Art que atua na região representando o GESAC, o qual trabalhou durante todo o dia pra instalar a antena recebida na semana anterior. O trabalho foi acompanhado de perto pelo Agente de Desenvolvimento Comunitário que deu todo o suporte para que a ação tivesse efeito positivo. Muitas pessoas estiveram presentes no local, alguns por curiosidade, outros por estarem contentes pela conquista e realização deste grande sonho, que era o de se conectar ao mundo através da internet. Ao longo do tempo em

Programa Comunidades Semiárido

68


Notícias de Campo que a comunidade recebe assistência do Coep Nacional, numa parceria formada no ano de 2007, se sonhava com este momento e hoje se comemora com muita satisfação e estão conscientes das suas obrigações com relação à manutenção e seu funcionamento. Ainda estão aguardando a chegada de alguns equipamentos. Começam a acreditar que a educação dos moradores poderá melhorar de forma significativa, visto que, sem internet tivemos aprovação de alguns jovens em vestibulares da UESPI e com a chegada da internet as possibilidades só aumentam e gera mais expectativa para o melhoramento do aprendizado e também a certeza de que poderão se comunicar com amigos e parentes que já não moram mais na comunidade e também se informarem sobre tudo que acontece no Brasil e no mundo. O Presidente da Associação Comunitária, Sr. Geovani Brito, está bastante confiante quanto à contribuição do telecentro e acredita que muitos poderão ter acesso ao exercício da cidadania através de informações que antes não existia nem em sonhos esta possibilidade e agradece ao Coep nacional por mais uma oportunidade gerada para a sua comunidade.

Comunidade de Anauá recebe Antena do GESAC Por: Rafael Campos Pereira 1/12/2009 A comunidade do Anauá em Mauriti – CE foi agraciada com uma antena do GESAC e todos ficaram muito satisfeitos com a chegada da mesma, tendo em vista que várias pessoas da comunidade estão fazendo curso de graduação e pós–graduação, e muitos delas estudam através de cursos on-line, assim necessitando muito da internet. Com a chegada da antena aumenta a expectativa de todos os comunitários para a chegada do restante dos equipamentos, para que então o telecentro possa funcionar integralmente.

Associação Comunitária de Quixó - São Raimundo Nonato-PI indica Grupo de Monitores Por: Carlos Henrique Neri 3/11/2009 Foi realizada recentemente uma reunião da Diretoria da Associação com Monitores e Mobilizadores da Comunidade Coep Quixó para regularizar a situação e funcionamento do Telecentro da Comunidade. Foram indicadas algumas pessoas para fazer parte do Grupo de Monitores, sendo aceitos pela comunidade os seguintes membros: Graciela Soares, Patrícia Rocha, Christiano Baldoino, Vinícius Paes, Evandro Fernandes, Zildene Soares, Dario ribeiro Soares e Guilherme Soares Cavalcante. Os compromissos foram firmados publicamente em assembléia e acreditam fazer funcionar da melhor maneira possível, inclusive com o uso do SIME, CoepTeVe, Portal das Comunidades e Jornada Pela Cidadania.

Foto: Marcelo Valle

Reforma do Centro Comunitário da Comunidade COEP Assentamento Cuiabá Por: Carlos Matias 28/9/2009 A Comunidade COEP Assentamento Cuiabá localizada no município de Canindé de São Francisco, está reformando o Centro Comunitário onde funciona o espaço físico do Telecentro. Através de uma parceria firmada entre a Prefeitura e Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Assentamento Cuiabá – APRAC, o Centro recebeu uma pintura tanto na parte externa como na interna e foram consertadas as portas. O Presidente da Associação, João de Jesus participou de varias reuniões junto à secretaria de educação para chegaram a um consenso. Após os devidos encaminhamentos o Prefeito autorizou a reforma do Centro Comunitário que antes servia como sala de aula improvisada.

Programa Comunidades Semiárido

69


Foto: Marcelo Valle

Chegada dos mobiliários nas comunidades do Ceará Por: Rafael Campos Pereira 8/6/2009 Nas comunidades do Ceará terminaram de chegar os mobiliários (mesas, cadeiras, armários e estantes) para os telecentros e isso encheu de expectativas os comunitários para a chegada dos computadores e começo de seu uso e a navegar pelo mundo através da Internet. O primeiro passo foi dado com a vinda dos mobiliários.

Mobiliários Por: Wilson Leite de Souza 1/6/2009 Comunitários de Batalha e Redondo, que fazem parte das comunidades COEP semiárido do pólo Paraíba sertão, comemoram a chegada dos mobiliários para os telecentros de suas comunidades, “agora nos sentimos mais seguros, vamos saber notícias do mundo inteiro, nossos filhos vão poder pesquisar seus trabalhos, vai ser muito bom”, palavra dos comunitários

Programa Comunidades Semiárido

72


Notícias de Campo

REALIZAÇÃO DE CURSO DE INFORMÁTICA EM TELECENTRO DE COMUNIDADE RURAL DE ALAGOAS. Por: José Murilo Siqueira 19/5/2009 Os monitores do telecentro da Comunidade Pólo Quixabeira, situada na zona rural de Água Branca/AL, estarão aplicando um curso de introdução à informática aos usuários que frequentam o telecentro. Essa iniciativa foi tomada pela diretoria da associação junto com o comitê mobilizador que procura melhorar ainda mais o funcionamento do telecentro. Membros do comitê mobilizador já estão fazendo visitas às escolas das comunidades vizinhas para divulgar o curso e trazer o maior número possível de pessoas que estejam interessadas no mesmo. A programação do curso será de acordo com o material aplicado pela Equipe da Universidade Federal de Sergipe que em parceria com o COEP realizou uma capacitação dos monitores que agora estará sendo repassada para os usuários do telecentro. O curso, totalmente gratuito, atenderá comunitários da Comunidade Pólo Quixabeira e comunidades vizinhas, onde o comitê mobilizador junto com a diretoria da Associação Rural dos Moradores da Quixabeira e Covões de Cima (ARMOQUICC) pediu apoio à Prefeitura para realizar a atividade e à Secretaria de Educação. O curso será importante para o projeto de inclusão digital implantado pelo GESAC, articulado pelo COEP através do Programa Comunidades Semiárido.

Comunidade José Ribamar recebe visita de um grupo espanhol que pretende apoiar projeto para o grupo de mulheres Por: Carlos Matias 18/5/2009 A Comunidade José Ribamar recebeu um grupo espanhol, através do MST, que visa apoiar o grupo das mulheres com projetos produtivos na linha de galinha caipira e pequenas hortas comunitárias. O Comitê Mobilizador apresentou a estrutura do telecentro divulgando a parceria entre a associação José Jose Ribamar e o COEP.

ATUAÇÃO DE MONITORES COM BOLSA MELHORA UTILIZAÇÃO DE TELECENTRO EM COMUNIDADE RURAL. Por: José Murilo Siqueira 27/4/2009 Depois que os monitores do telecentro da Comunidade Pólo Quixabeira, situada na zona rural de Água Branca/AL, começaram a receber uma bolsa para acompanhar usuários, o telecentro vem aumentando cada vez mais a quantidade de frequentadores, até porque ele está sendo aberto todos os dias da semana nos horários da manhã e tarde e quando necessário algum dia à noite. Outro ponto positivo diz respeito a organização que os monitores estão aplicando para a utilização do espaço pelas pessoas. Essa parceria do poder público local de Água Branca junto ao telecentro da comunidade está sendo importante porque a utilização de uma forma completa do projeto implantado pelo COEP em parceria com o GESAC e o Ministério das Comunicações, dá opções para o público das comunidades rurais terem acesso à tecnologia de informática e oportunidade aos que têm conhecimento atuar como monitores, repassando seus conhecimentos ao público local.

Programa Comunidades Semiárido

73


Notícias de Campo

MUTIRÃO PARA COBERTURA DA SEDE / TELECENTRO DA COMUNIDADE. Por: José Murilo Siqueira 27/4/2009 Na Comunidade COEP Campinhos, zona rural do município de Pariconha, Alagoas, foi realizado no dia 25 de abril uma mobilização na comunidade para realizar a cobertura da laje da sede da associação onde está instalado o telecentro implantado pelo COEP e seus parceiros (GESAC). Na última assembléia geral realizada no dia 3 de abril, foi discutido o vazamento que estava acontecendo na laje e que seria necessário fazer uma cobertura urgente não somente para evitar danos nos computadores, como até mesmo na própria estrutura que estava sendo danificada pela exposição à sol forte e chuva. Após decisão de realizar a cobertura da laje, a comunidade se mobilizou para arrecadar recursos e conseguiu doações de comerciantes. Realizaram arrecadação para compra do material (telhas, madeiras,etc). Com a compra de todo material necessário, foi feita outra mobilização para convocar a comunidade para um mutirão realizado no sábado, dia 25 de abril. Foi uma ação conjunta de vários comunitários que após a cobertura fizeram uma confraternização com alimentação preparada por comunitárias da comunidade. A cobertura proporcionou uma estrutura mais segura e confortável para a sede da associação onde está instalado o telecentro da Comunidade COEP Campinhos.

Comunidade Coep Solidão recebe alunos de escola de comunidade vizinha para realizarem pesquisas Por: Carlos Henrique Neri 14/4/2009 Alunos da Escola Municipal de Barreiro dos Dôcas fizeram visita à Comunidade Coep Solidão onde realizaram pesquisas sobre a História do Piauí, o uso e conservação das águas, poesias e também sobre esportes utilizando os computadores do telecentro. Os alunos vieram acompanhados por alguns professores da rede municipal que se comprometeram em estar sempre encaminhando seus alunos para o telecentro da comunidade, pois, sabem da importância que tem este telecentro que disponibiliza junto à internet informações essenciais para a formação acadêmica destes alunos do ensino fundamental. Este telecentro vem recebendo um número grande de pessoas das comunidades Bom Jesus, Cristalina, Santa Helena, Caboclo, Tanque Velho, Junco, Baixão do Santo, Minador, Redonda, bem como pessoas que residem nas sedes dos Municípios de São Braz e Anísio de Abreu. Estas comunidades estão distantes em média 15 quilômetros.

TELECENTRO COM MONITORES REMUNERADOS ATRAVÉS DE PARCERIA. Por: José Murilo Siqueira 6/4/2009 Através da parceria articulada pelo comitê mobilizador e diretoria da associação, junto a prefeitura de Água Branca, Alagoas, o telecentro da Comunidade Pólo Quixabeira, a partir de abril terá quatro monitores que receberão uma remuneração, tipo bolsa, para acompanhar o funcionamento diário do mesmo, ensinando e orientando usuários a acessarem a internet, criar e-mail, digitar, realizar pesquisa e trabalhos. Após solicitação realizada através de ofício ao representante da Secretaria Municipal de Educação e ao novo Gestor Municipal, inclusive comentando sobre a importância do telecentro na comunidade, envolvendo não somente a escola da Comunidade Pólo Quixabeira como escolas vizinhas que poderão ter acesso ao mesmo, comentou da necessidade da parceria do poder público local para melhorar o funcionamento. Os monitores selecionados estarão se alternando e abrindo o telecentro todos os dias da semana no período da tarde e manhã e a noite quando necessário.

Programa Comunidades Semiárido

74


Notícias de Campo

Comunitários de Cacimba/Anísio de Abreu e Pão de Açúcar/ V. Branca-PI fazem entrevista para Coep Nacional Por: Carlos Henrique Neri 23/3/2009 Neste final de semana, as comunidades Cacimba em Anísio de Abreu e Pão de Açúcar em Várzea Branca-PI, receberam nossa equipe que fez filmagem e entrevistas com a jovem Elma Lima e Geovane Brito, ambos recém aprovados em vestibular 2009 da UESPI; as comunidades demonstraram muita alegria e entusiasmo e acreditam que o telecentro tem fundamental importância no que tange à questão da educação das comunidades assistidas pelo Coep Nacional. Estes jovens têm grande interesse em se profissionalizarem para o seu crescimento humano e intelectual.

Aluno do Colégio Agrícola de Teresina, morador de Baixa do Morro/Fartura - PI Por: Carlos Henrique Neri 4/3/2009 Rodrigo R. Cavalcante morador da comunidade de Baixa do Morro, estudante do Colégio Agrícola de TeresinaPI, foi aprovado no vestibular na Universidade Federal do Piauí,(para o campus de Bom Jesus na área de Engenharia Florestal ). A comunidade comemorou ao receber a notícia; ainda na semana passada e seus familiares se articulavam para viabilizar os estudos, pois, são pessoas de baixa renda que vivem no meio rural.

COMUNITÁRIOS DO PÓLO PAUI APROVADOS EM VESTIBULAR 2009 DA UESPI Por: Carlos Henrique Neri 26/1/2009 Saiu o resultado do vestibular 2009 e para alegria nossa foram aprovados os comunitários Elma Lima/Cacimba - Anísio de Abreu e Geovane Brito da Costa, ela para Historia e ele para Ciências Biológicas alcançando o sétimo lugar na classificação geral. Em conversa pessoal com Elma Lima, a mesma atribui esta conquista a quatro horas de estudo em média e pesquisa junto ao Telecentro Comunitário instalado na comunidade desde o ano de 2007. "Tenho muito que agradecer ao COEP por ter visto nossa comunidade e implantado este telecentro, pois aqui nem sonhávamos em ver um computador tão cedo e hoje estou sendo aprovada no vestibular graças à existência do telecentro; eu estudava na escola e em casa, mas a internet, os computadores me ajudaram demais, só tenho a agradecer ao COEP, ao GESAC e os outros parceiros que são muitos."(PALAVRAS DE ELMA LIMA-CACIMBA). O jovem Geovane - Pão de Açúcar / Várzea Branca-PI, vem se dedicando aos estudos de forma integral, ainda adquire tempo para ajudar os pais no serviço da roça e hoje está muito satisfeito, pois, também foi eleito recentemente Presidente da Associação de Pão de Açúcar, isso antes de sair o resultado; está ansioso para começar duas novas etapas de sua vida, ele tem apenas 18 anos. As duas comunidades estão orgulhosas de tê-los como moradores.

Foto: Marcelo Valle Micros das comunidades Quixó, Solidão e Boa Vista em Funcionamento Por: Carlos Henrique Neri 8/8/2008 Esta semana, três das seis comunidades que formam o Pólo Piauí, Solidão em São Braz do Piaui, Boa Vista em Jurema e em São Raimundo Nonato, Quixó, comemoraram a instalação das redes lógicas. Instalamos todo o sistema operacional e os cinco micros de cada um desses telecentros estão funcionando normalmente. Os

Programa Comunidades Semiárido

75


Notícias de Campo comunitários acreditam que a partir deste momento as responsabilidades aumentam e se preparam para a gestão interna de cada um destes estabelecimentos que vêm transformando cada uma dessas comunidades que formam o Pólo Piauí através do Programa Comunidades Semiárido do Nordeste em modelo de comunidade. Os agradecimentos são constantes, mas estamos sempre deixando bem claro que os principais responsáveis por estas conquistas são eles próprios e suas comunidades.

CURSO DE INFORMÁTICA - III MÓDULO Por: José Murilo Siqueira 21/7/2008 A Universidade Cidadã, representada pela Equipe da Universidade Federal de Sergipe, realizou nos dias 19 e 20 de julho nos telecentros das Comunidades COEP do Pólo Alagoas, Quixabeira, no município de Água Branca; Campinhos no município de Pariconha e em Cacimba Cercada no município de Mata Grande, o III Módulo do Curso de Informática com uso do Telecentro para as Comunidades Rurais, destinado a professores que atuam nas Escolas das Comunidades e monitores que atuam voluntariamente nos telecentros. Foram aplicadas várias atividades aos participantes do curso, teóricas e práticas, utilizando os computadores dos telecentros. Após realização do curso os participantes comentaram que aprenderam muitas coisas novas e ferramentas que não conheciam no computador e que irão repassar os conhecimentos para os usuários do telecentro das Comunidades COEP do Pólo Alagoas.

Chuvas no sertão Paraibano Por: Francisco Weggles de Araujo 28/3/2008 "No sertão quando não é seca é muito inverno" Na comunidade do sítio Barreiros, em Cajazeiras-PB, já choveu 1.385mm e a comunidade está ilhada; o único meio de comunicação que os mesmos têm é a Internet do programa Gesac/ COEP

Oficina GESAC Realizada Por: Francisco Weggles de Araujo 28/1/2008 Nos dias 22 a 25 do mês corrente foi realizada oficina do GESAC na comunidade de Barreiros em CajazeirasPB da qual participaram as comunidades de Lagoa de Dentro- em São José de Piranhas, Pereiros em Bonito de Santa Fé, Barreiros e as comunidades do Ceará, Engenho Velho do Barro e Espinheiros em Aurora. A oficina teve o apoio logístico do COEP e da comunidade de Barreiros. Na noite do encerramento teve música ao vivo com apresentação de uma banda que foi possível por uma junção das comunidades.

Meio de Comunicação Por: Wilson Leite de Souza 23/1/2008 A comunidade de Engenho Velho no Cariri cearense mais precisamente situada no município do Barro, além de um telecentro comunitário, está agora recebendo um telefone; todas as famílias comemoram e já utilizam esse telefone na comunicação com parentes e amigos que residem em outros estados.

Melhoria da qualidade de vida nas comunidades COEP Por: Francisco Weggles de Araujo 23/1/2008 Já estão instalados os novos programas de internet ou seja os Atas que permitem às comunidades de Barreiros,

Programa Comunidades Semiárido

76


Notícias de Campo em Cajazeiras, e Lagoa de Dentro, em São José de Piranhas- PB, se comunicarem através do telefone via internet. Hoje as comunidades já estão falando com o pessoal que mora em outras localidades e também recebendo ligações de parentes e amigos.

Comunidades do Pólo Piauí em festa Por: Carlos Henrique Neri 22/1/2008 As comunidades Boa Vista/Jurema, Solidão/São Braz do Piaui e Quixó/São Raimundo Nonato, estão comemorando a instalação do telefone junto ao telecentros comunitários que, segundo todos os comunitários, é uma das melhores formas de aproximar os mais idosos que não utilizam o computador, e neste momento a alegria é imensa. Abraço a todos!!!

CAPACITAÇÃO EM INFORMÁTICA-COMUNIDADES COEP DE ALAGOAS. Por: José Murilo Siqueira 7/1/2008 A equipe da Universidade Federal de Sergipe esteve na Comunidade Pólo Quixabeira, de Água Branca-AL, Comunidade COEP Campinhos, de Pariconha-AL, e Comunidade COEP Cacimba Cercada, de Mata Grande-AL, nos dias 5 e 6 de janeiro, realizando capacitação em informática para dez comunitários de cada Comunidade. O curso: “INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA PARA COMUNIDADES RURAIS”, tem por finalidade formar voluntários e multiplicadores que atuarão nos telecentros já instalados nas comunidades pelo GESAC, repassando o aprendizado a usuários, formando crianças, jovens e adultos das Comunidades Rurais na área de informática.


Notícias de Campo

Comunidade de Engenho Velho ( Cidade de Barro) 1 módulo introdução Data : 05/01/2008 Das 14:00 as 17:00h 2 módulo explicação ferramentas Data : 12/01/2008 das 14:00 as 17:00h 3 módulo avaliação : 02 / 02/2008 das 14:00 as 17:00h Comunidade de Lagoa de Dentro ( Cidade de São José de Piranhas) 1 módulo introdução: 06/01/2008 Das 9:00 ao 12:00h 2 módulo explicação ferramentas Data : 13/01/2008 das 9:00 as 12:00h 3 módulo avaliação : 03 / 02/2008 das 9:00 as 12:00h Comunidade de Barreiros ( Cidade de Cajazeiras) 1 módulo introdução Data : 06/01/2008 Das 14:00 ao 17:00h 2 módulo explicação ferramentas Data : 13/01/2008 das 14:00 as 17:00h 3 módulo avaliação : 03 / 02/2008 das 14:00 as 17:00h Comunidade de Pereiros ( Cidade de Bonito de Santa Fé) 1 módulo introdução Data : 13/01/2008 Das 9:00 ao 12:00h 2 módulo explicação ferramentas Data : 27/01/2008 das 9:00 as 12:00h 3 módulo avaliação : 18 / 02/2008 das 9:00 as 12:00h( obs.: Essa data pode ser modificada)

Cursos Por: Vandeilson Pedro dos Santos 27/11/2007 Em uma parceria com o Sindicato dos criadores de Bezerros, articulamos três cursos para a comunidade COEP Boi Torto, (Cortes Especiais com Caprino e Culinária Rural), que aconteceram na semana de 19 a 24/11, onde foram capacitadas 22 pessoas da comunidade e comunidades vizinhas; na semana de 26 a 30/11 vai acontecer o curso de Apicultura capacitando mais 12 pessoas. Estes cursos são aplicados por instrutores do SENAR(Serviço Nacional de Aprendizagem Rural).

Término de capacitação Por: Francisco Weggles de Araujo 19/3/2007 Terminou ontem, 18/03 a capacitação em Cidadania e Direitos Humanos nas comunidades de Barreiros em Cajazeiras e de Pereiros em Bonito de Santa Fé – PB, que trouxe informação para os comunitários sobre seus direitos e deveres

Foto: Marcelo Valle

Capacitação Por: Francisco Weggles de Araujo 23/2/2007 Estará sendo ministrado nos dias 11 e 18/03 nas comunidades de Lagoa de Dentro em São José de Piranhas e de Pereiros em Bonito de Santa Fé e nos dias 04 e 11/03 em Barreiros, Cajazeiras - PB curso de direitos humanos com professores e alunos da URCA ( Universidade Regional do Cariri). Esse curso é muito importante para o dia a dia dos comunitários.

Programa Comunidades Semiárido

78


Foto: Marcelo Valle

Curso de Informática Por: Francisco Weggles de Araujo 28/11/2007 Teve inicio nas comunidades de Barreiros em Cajazeiras-PB e Pereiros em Bonito de Santa Fé-PB o curso de informática, articulado pelo COEP. O curso terá duração de 32 horas /aulas com capacitação em LINUX Ubumtu,

Programa Comunidades Semiárido

79


Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiรกrido

80


Notícias de Campo Instalação do servidor do GESAC em Quixó. Por: Carlos Henrique Neri 14/7/2007 A partir de hoje, teremos já instalado o nosso IP com o número, 0xx1939656174, o que deixou muito contente a comunidade.

Satisfação Por: Francisco Weggles de Araujo 4/6/2007 Foi entregue nas comunidades de Barreiros, em Cajazeiras, e Pereiros, em Bonito de Santa Fé, na Paraíba, os computadores que vieram do COEP. Cada comunidade recebeu 04 computadores completos. A satisfação das comunidades foi enorme como diz o Sr. José Daniel de Barreiros "Nunca pensei em ver um computador aqui na comunidade e hoje vejo cinco, é motivo de grande orgulho para nós" Telefone IP para Cacimba Por: Carlos Henrique Neri 1/6/2007 Ontem, 31/05, a comunidade Cacimba/Anísio de Abreu-PI recebeu um Telefone IP para o telecentro, a alegria dos comunitários é imensa, pois já existia a interligação da comunidade através da Internet e agora aumenta ainda mais a sua integração, tanto com as outras comunidades de atuação do Coep, bem como com parentes, amigos, contatos de trabalho, e principalmente em casos de urgência, como doenças ou qualquer outro tipo de diligência que por ventura venha aparecer dentro da comunidade. A comunidade hoje se compromete junto ao Coep e ao GESAC a fazer uso deste Telefone IP da melhor forma possível. Ontem à noite foram muitos abraços quando terminamos de conectar o telefone em Cacimba.

Comunidade de Espinheiros amanhece muito alegre. Por: Wilson Leite de Souza 25/5/2007 Ontem, dia 24/05, a comunidade COEP de Espinheiros (Aurora-CE) recebeu os primeiros equipamentos vindo do GESAC.

Foto: Marcelo Valle

Cacimba Cercada – AL, On Line Por: José Aderaldo T. dos Santos 22/5/2007 A comunidade Cacimba Cercada, localizada em Mata Grande-AL, é a mais nova comunidade Semi Árido conectada com o mundo, com seu PC doado pelo GESAC, instalado e operando com o Kurumim, além de conexão com a Internet. "Aqui na comunidade só sabemos das notícias do Rio de janeiro e São Paulo através da antena parabólica, agora posso ver as notícias aqui do estado através dos jornais, isto é muito importante para a comunidade" enfatizou Zé Matias, presidente da Associação Comunitária ao ler as manchetes no jornal Gazeta de Alagoas.

Pedra de Santo Antônio conectada Por: José Aderaldo T. dos Santos 22/5/2007 A comunidade Pedra de Santo Antônio, localizada no município de Alagoa Grande–PB, é a mais nova comunidade conectada com o mundo. Para alegria dos que fazem parte daquela comunidade, foi feita a instalação do micro doado pelo GESAC, no último domingo (20/05), ficando o computador com o sistema operacional Kurumim instalado e devidamente conectado com a Internet. Na oportunidade alguns jovens já começaram a navegar na Internet, entusiasmados com a inovação dentro da sua comunidade.

Programa Comunidades Semiárido

81


Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiรกrido

82


Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiรกrido

83


Notícias de Campo

__________________________________ CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO

Programa Comunidades Semiárido

85


Foto: Marcelo Valle

Comunidade Coep Cacimba – Anísio de Abreu-PI constrói aprisco para reprodutores PO ovino. Por: Carlos Henrique Neri 12/3/2010 A Comunidade Coep Cacimba construiu nos últimos dias o aprisco para o acasalamento do reprodutor adquirido no final de 2009 em parceria com o Coep Nacional. Os materiais da construção foram doados pelo Coep Nacional e a mão de obra partiu da comunidade que se organizou em regime de mutirão e, em dois dias alternados, realizou a construção e acreditam os beneficiários do projeto que desta forma conseguirão controlar, montar e formar um sistema de criação com manejo adequado para seus animais. Depois que 13 famílias foram beneficiadas com matrizes SRDs, parte dos moradores foram induzidos a comprar algumas matrizes para iniciar esta atividade para ajudar no sustento de suas famílias. Todas as instruções para a construção partiram do Agente de Desenvolvimento do Coep Nacional que atua na comunidade.

Programa Comunidades Semiárido

86


Notícias de Campo

Associação Comunitária de Itaizinho - Paulistana-PI investe em materiais para instalar máquina forrageira. Por: Carlos Henrique Néri 5/1/2010 A Comunidade Coep Itaizinho efetuou a compra de cimento e materiais elétricos para a construção de uma calçada de acesso ao galpão onde será instalada a máquina forrageira adquirida em parceria com o coep nacional e se prepara para fazer sua instalação utilizando o material que já foi comprado com recursos próprios da Associação Comunitária.

Comunidades do Pólo II Piauí se mobilizam para a construção de apriscos e viveiros de mudas. Por: Carlos Henrique Néri 5/1/2010 As Comunidades Itaizinho e Barro Vermelho receberam recentemente todo o material para a construção de apriscos para os reprodutores ovinos que receberam do Coep nacional e parceiros e de viveiros de mudas para produção de mudas para arborizar a comunidade com vários tipos de plantas, bem como fornecer para a sede do município e cidades vizinhas e já se articulam para a construção. As mesmas terão o acompanhamento do agente de desenvolvimento comunitário do Coep nacional, que dará todo o suporte na construção que deverá ser agendada ainda para este mês de janeiro.

Associação Comunitária de Baixa do Morro participa de mutirão do Projeto Cabra do Piauí. Por: Carlos Henrique Neri 7/12/2009 Nos dias 16, 17 e 18 de novembro, foi realizado na Comunidade Coep Baixa do Morro um mutirão com os beneficiários do Projeto Cabra do Piauí e também com os beneficiários do Comunidades do Milênio. O objetivo principal foi realizar práticas de manejo sanitário com a realização de castração de animais, vermifugação, casqueamento, descornea ou mochação, pulverização e limpeza de chiqueiros, apalpação de mamilos para a prevenção da mamite, prática de incisão, limpeza do local do caroço e depósito de materiais caseosos e cura da linfadenite. O mutirão foi realizado por Técnico do Emater - PI e coordenado por Médico Veterinário. Participaram do mutirão 27 famílias da comunidade e vizinhança onde durante os três dias foram realizados serviços coletivos em 21 chiqueiros, isto porquê algumas das famílias utilizam o mesmo chiqueiro para os seus animais; foram vermifugados ao todo 1.192 animais, sendo 749 caprinos e 443 ovinos. No final do mutirão a Associação foi contemplada com a doação de 01 burdisio, 01 pulverizador costal para borrifação dos animais e chiqueiros, 01 carro de mão e pá, 01 tesoura para casqueamento, 01 pistola para vermifugação, 01 litro de iodo, 01 descorneador e 08 litros de farmazol (Vermífugo). Após todas as tarefas executadas, foi realizada uma reunião que contou com a presença de Técnico do Emater, do Secretário Municipal de Agricultura, do Professor Edmilson Lima, e da Presidente da Associação, Sra. Jenailza Sousa que se pronunciaram fazendo uma breve avaliação do evento e parabenizando a todos pela participação e agradecendo ao Emater - PI pela iniciativa e apoio à comunidade. Acreditam estarem caminhando no rumo certo para desenvolver as atividades voltadas para a cadeia da caprino/ovinocultura no Piauí e mais precisamente na Comunidade Baixa do Morro. Se organizam para mobilizar toda a comunidade no sentido de participarem em sua totalidade do próximo mutirão previsto para acontecer em fevereiro de 2010.

Comunidades Coep dos Pólos I e II Piauí recebem Máquinas Forrageiras para Produção de Ração Animal. Por: Carlos Henrique Neri 14/10/2009 As Comunidades Coep Cacimba - Anísio de Abreu, Boa Vista- Jurema, Solidão - São Braz do Piauí, Quixó - São Raimundo Nonato, Pão de Açúcar - Várzea Branca e Baixa do Morro - Fartura do Piauí-PI, receberam durante esta semana, máquinas forrageiras fornecidas a Título de Comodato pelo Coep Nacional e Parceiros com o objetivo de dar suporte alimentar aos animais do projeto caprino/ovinos que beneficiou recentemente estas comunidades com a introdução de Reprodutores POs que cruzarão com matrizes SRDs para melhorar a qualidade genética do rebanho.

Programa Comunidades Semiárido

88


Notícias de Campo

Entrega de matrizes ovinas nas Comunidades Coep em Paulistana traz muita alegria para as comunidades. Por: Carlos Henrique Neri 9/10/2009 Ontem, dia 08, nas Comunidades Coep Itaizinho e Barro Vermelho/Paulistana-PI, foram entregues as matrizes ovinas do Projeto Caprino/ovino do Comunidades do Milênio. Trinta e oito famílias foram beneficiadas e os comunitários que iniciam suas atividades como pequenos criadores de ovelhas se comprometeram de cuidar de forma adequada não só das matrizes que receberam mas, também, das crias, e de realizar os repasses de acordo com instruções do Agente de Desenvolvimento Comunitário e Coordenadores. Se comprometeram também com os Reprodutores da Raça Santa Inês adquiridos recentemente através do Coep Nacional e Parceiros, que objetivam iniciar um melhoramento no rebanho local. As Comunidades festejaram mais essa iniciativa que acreditam que irá dar certo, gerando emprego e renda para os agricultores familiares.

Repasse das Matrizes SRD e Reprodutores P.O. para as Comunidades do Pólo Sergipe – José Ribamar. Pio Por: Carlos Matias 8/9/2009 Nos dias 1 e 2 de setembro houve a entrega das matrizes ovinas SRD – Sem Raça Definida e Reprodutores P.O – Puro de Origem da raça Santa Inês. Foram distribuídas 51 matrizes para a Comunidade Pioneira e 2 reprodutores, beneficiando 17 famílias; 57 matrizes na Comunidade José Ribamar e 2 reprodutores, beneficiando 19 famílias, e 75 matrizes e 3 reprodutores na Comunidade Cuiabá, beneficiando 25 famílias. No primeiro momento foram beneficiadas 61 famílias nas três Comunidades COEP do Pólo Sergipe. Cada comunitário se comprometeu em repassar as três crias fêmeas com capacidade de reprodução igual às das recebidas para que as outras famílias associadas também sejam beneficiadas. Os reprodutores serão criados de forma coletiva e o manejo será dado pelos comunitários beneficiados inicialmente. As famílias assinaram uma declaração firmando o compromisso com o COEP e a Associação da Comunidade de repassar três matrizes provenientes das parições de suas matrizes. As Associações do Pólo Sergipe têm posse através de cópias reproduzidas das originais de toda as documentações relacionado à GTA, Registro dos Reprodutores, as declarações de compromisso dos beneficiários e o termo de recebimentos dos Reprodutores, repassada pelo o Agente de Desenvolvimento Comunitário

Novas esperanças. Por: Francisco Weggles de Araujo 8/9/2009 As comunidades de Pereiros(Bonito de Santa Fé), Barreiros (Cajazeiras), Redondo(C. dos Índios) e Batalha(Monte Horebe), do Pólo PB sertão, foram contempladas através do projeto gerador nas comunidades COEP, com matrizes de ovelhas e cabras, beneficiando 63 famílias, cada uma delas recebendo 03 Matrizes SRD( sem raça definidas) que serão cobertas por reprodutores PO (Puro Sangue) para o melhoramento genético dos animais recebidos e melhorando a qualidade do rebanho. Essas famílias têm o compromisso de devolver à associação as três primeiras crias fêmeas para beneficiar novas famílias.

Programa Comunidades Semiárido

89


Notícias de Campo

Visita do técnico da EMBRAPA à comunidade do Engenho Velho Por: Rafael Campos Pereira 31/8/2009 Foi realizada na terça feira dia 25/08 a visita de um Técnico da EMBRAPA à área de algodão; ele ficou admirado com o plantio e com a produção e observou que os agricultores da comunidade estão com um nível bom de conhecimento e consciência no que se refere ao trabalho orgânico. Comunidade Coep Baixa do Morro prepara mutirão para construir galpão para colocar máquina

forrageira Por: Carlos Henrique Neri 27/8/2009 Agricultores da Comunidade Coep Baixa do Morro - Fartura do Piauí-PI estão se organizando para realizar mais um mutirão, dessa vez para a confecção de sete mil tijolos em alvenaria que servirão para construir um galpão para colocar a máquina forrageira prevista no projeto Coep Nacional. Os agricultores esperam produzir muita forragem e trabalhar de forma mais organizada no sentido de fazer feno e silagem para fornecer aos seus animais durante o período crítico de seca; muitos ainda sentem dificuldade para manter a criação de pequenos animais por falta de alimento armazenado e esta forrageira, segundo o agricultor Edmilson Gomes, servirá de exemplo e ajudará muitos agricultores que não têm condições de comprar uma máquina que triture palma, leucena, milho, algodão, sorgo, feijão guandu e outras leguminosas que se desperdiçam ao longo do tempo. "A Gente deixa se acabar aí nos monturos, porque ninguém tem uma máquina pra fazer a forragem e com a chegada dessa máquina a coisa vai ser diferente!!!".

Comunidade Coep Pão de Açúcar recebe matrizes ovinas do Projeto Comunidades do Milênio Por: Carlos Henrique Neri 27/8/2009 Ontem, dia 26 de agosto, a Comunidade Coep Pão de Açúcar, situada no Município de Várzea Branca-PI, recebeu o Agente de Desenvolvimento Comunitário e o Veterinário do Emater - PI. Durante o dia foi realizada vistoria técnica ao rebanho que teve como objetivo conferir certificado de sanidade animal. Após uma reunião que contou com a presença de membros do Comitê Mobilizador, Presidente da Associação e alguns membros da Associação, onde todos puderam se pronunciar, as orientações técnicas foram repassadas aos agricultores familiares da comunidade selecionados para serem beneficiados na primeira etapa da entrega das matrizes ovinas. Foi também efetuada a leitura do Termo de Compromisso e Responsabilidade, e devidamente esclarecidas e relembradas as normas de como funciona o projeto, deixando todos os presentes cientes das suas responsabilidades e compromissos para o futuro. Os agricultores presentes ficaram bastante satisfeitos com o recebimento das matrizes e acreditam que este é o pontapé inicial que poderá trazer grandes mudanças para aqueles que se iniciam na caprino/ovinocultura.

Melhoramento genético Por: Francisco Weggles de Araujo 17/8/2009 As comunidades de Barreiros (Cajazeiras), Perreiros (Bonito de Santa Fé), Redondo (C. dos Índios)-PB,Oitis (Milagres) e Olho D’água do Cumprido (Missão Velha) receberam no dia 15/08, através do projeto gerador nas comunidades COEP reprodutores ovinos de raça Santa Inês (P.O) puro sangue. Esses animais servirão para o melhoramento genético das matrizes que serão adquiridas também pelo projeto gerador, melhorando assim a qualidade dos rebanhos.

Programa Comunidades Semiárido

90


Programa Comunidades Semiรกrido

91


Notícias de Campo

Comunidade Coep Quixó recebe certificados de participação em capacitação ministrada pelo Sebrae - PI Por: Carlos Henrique Neri 9/6/2009 Agricultores da Comunidade Quixó receberam neste final de semana certificados de participação em capacitação ministrado pelo Sebrae - PI através do Projeto Aprisco Serra da Capivara. Cerca de 23 agricultores e o Agente de Desenvolvimento Comunitário receberam o certificado de conclusão do curso sobre manejo alimentar e pretendem colocar em prática o que foi ensinado. Na oportunidade se organizaram para ressaltar a necessidade de capacitação em cooperativismo e associativismo. A gestora do projeto, Davina Maria do Rosário Castro, agendou de imediato essa capacitação, marcando-a para os dias 20 e 21 deste mês. No momento, já iniciamos a articulação junto ao comitê mobilizador para o apoio necessário ao curso.

Participação de comunitário na EXPOAF Por: Rafael Campos Pereira 8/6/2009 A participação do Comunitário Joaquim Cardoso da Silva, da comunidade do Espinheiros – Aurora, na Exposição da Agricultura Familiar na cidade do Crato – CE foi muito boa , não só por causa da comercialização dos animais , mas também pelo trabalho desenvolvido junto com sua família. Eles estão conseguindo animais de uma boa qualidade genética e isso motiva para que mais comunitários cheguem ao patamar do Sr. Joaquim Cardoso.

Foto: Marcelo Valle

ENTREGA DE MÁQUINA DE TELA EM COMUNIDADE – MAIS UMA AÇÃO IMPORTANTE DO COEP EM COMUNIDADES RURAIS. Por: José Murilo Siqueira 25/5/2009 A entrega da máquina de confeccionar tela de arame realizada no dia 16 de maio na Comunidade Pólo Quixabeira, situada no município de Água Branca/AL, trouxe estímulo aos criadores de caprinos e ovinos da comunidade. Até as mulheres da comunidade que costumam criar algumas galinhas para ajudar na renda da família, demonstraram interesse na fabricação de tela. A máquina foi entregue pela equipe de campo do COEP, que acompanha as atividades na comunidade; na entrega, a equipe realizou uma oficina sobre uso e manuseio da máquina aos comunitários presentes que ficaram bastante satisfeitos e estão se organizando para compra de material (arame) para fabricação de tela. Essa máquina ainda atenderá mais duas comunidades do pólo Alagoas que fazem parte do Programa Comunidades Semiárido, levando tecnologias e melhores condições de vida a essas comunidades.

Programa Comunidades Semiárido

92


Notícias de Campo

MATRIZ CAPRINA DO PROJETO DE ANIMAIS IMPLANTADO PELO COEP ALIMENTA CRIANÇA EM COMUNIDADE DE ALAGOAS. Por: José Murilo Siqueira 5/5/2009 O Projeto de Animais implantado pelo COEP e seus parceiros nas Comunidades do semiárido está trazendo não só geração de renda como alimento para as famílias beneficiadas. Maria Isabel, Dona Bela, como é conhecida na Comunidade COEP Cacimba Cercada, situada na zona rural de Mata Grande, está alimentando seu neto com o leite de uma Matriz Caprina adquirida no projeto de animais implantado pelo COEP. Segundo comentário de Dona Bela: “Nem sempre temos dinheiro pra comprar leite e com essa cabra adquirida pelo projeto, todo dia tiro um litro de leite que alimenta meu neto que esta forte e saudável, se eu não tivesse esse leite não sei como iria fazer para dar leite a ele”. Ela também já conseguiu ter lucro na venda de dois cabritos o que ajudou na compra de mantimentos para sua família, e comentou que está bastante satisfeita com os animais.

Comunitários de Baixa do Morro festejam o enchimento de Silo Trincheira para suporte alimentar animal. Por: Carlos Henrique Neri 5/5/2009 Comunitários de Baixa do Morro, Comunidade Coep mais nova do Pólo Piauí, fizeram o enchimento de um silo trincheira com capacidade para vinte toneladas de forragem verde cultivada. Foram contratados dois tratores e alguns trabalhadores, uma boa parte em regime de mutirão, para a confecção e colheita do milho na propriedade do Sr. Algemiro. O revestimento foi feito com lona plástica de cor preta e os agricultores acreditam que esta é uma das alternativas para suprir as necessidades básicas de alimentação dos animais no período crítico de seca. O Sr. Algemiro se declara satisfeito e diz que irá ajudar no suporte alimentar dos reprodutores de caprinos que a comunidade espera receber do projeto caprino/ovino do Coep Nacional que está em andamento. Baixa do Morro.

Máquinas forrageiras Por: Francisco Weggles de Araujo 28/4/2009 As comunidades de Redondo (C. dos Índios), Batalha (Monte Horebe) na Paraíba e Olho D’água do Comprido (Missão Velha), Oitis (Milagres) e Anauá (Muriti)-CE, foram contempladas através do projeto gerador articulado pelo COEP nas comunidades semiáridas com forrageiras para uso de preparo de ração (Forragem), melhorando assim a alimentação do rebanho caprino e ovino das comunidades.

Comunidade Coep Quixó receberá Capacitação na área da Caprino/ovinocultura Por: Carlos Henrique Neri 27/4/2009 Agricultores da Comunidade Coep Quixó receberão Equipe Técnica do Sebrae que irá ministrar Capacitação para os inscritos no Projeto Aprisco Serra da Capivara - SEBRAE, que será realizada nos dias 02 e 03 de maio. O conteúdo programático é Segurança alimentar, Manejo e Construções e Instalações. O curso será realizado nas

Programa Comunidades Semiárido

93


Notícias de Campo dependências do Prédio onde funciona o Telecentro comunitário que estará disponível para os técnicos e agricultores para possíveis esclarecimentos e pesquisas na internet.

Agricultores da Comunidade Coep Quixó participam de exposição de caprinos/ovinos em São Raimundo Nonato Por: Carlos Henrique Neri 27/4/2009 Agricultores da Comunidade Coep Quixó participaram neste final de semana de uma exposição de caprinos e ovinos realizada em São Raimundo Nonato. A Exposição foi organizada pela Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos da Região de São Raimundo Nonato que teve parceria com a Prefeitura Municipal, Sebrae e Vigilância Sanitária - ADAPI. Os agricultores participaram de uma capacitação sobre a Escolha de Reprodutores e Matrizes de qualidade, onde muitas dúvidas foram esclarecidas através de Veterinário disponibilizado pelo Sebrae. Aos comunitários foi disponibilizado pela administração municipal o transporte e alimentação durante o evento. Um dos agricultores(Sr. Adilson Baião) de uma comunidade vizinha e membro da associação comprou um reprodutor anglo nubiana para misturar ao seu rebanho prevendo a melhoria genética do seu plantel.

INSTITUIÇÃO PARCEIRA INCENTIVA CRIAÇÃO DE CAPRINO E OVINO EM COMUNIDADE DO SEMI-ÁRIDO. Por: José Murilo Siqueira 21/4/2009 A Comunidade Pólo Quixabeira, situada na zona rural de Água Branca/AL, que recebeu várias ações do Programa Comunidade Semiárido implantado pelo COEP, está sendo contemplada com atividades de uma outra grande parceira para o desenvolvimento social e econômico da comunidade, o Instituto Xingó, que na última quarta feira, 16 de abril, realizou no telecentro da comunidade, uma oficina sobre Produção de Caprinos e Ovinos através dos técnicos da instituição. Eles detectaram que a comunidade tem um grande potencial na atividade. A oficina foi fortalecida com a presença do Supervisor das Equipes de Campo do COEP e do Agente de Desenvolvimento Comunitário que acompanha Projeto de Animais implantado pelo COEP na comunidade. Na oficina foram realizadas atividades de orientação e esclarecimentos de manejo com animais; os criadores tiraram dúvidas e receberam informações para um melhor resultado com as criações.

Chegada e entrega das máquinas forrageiras nas comunidades do Ceará Anauá, Oitis e Olho D ´Água Por: Rafael Campos Pereira 21/4/2009 Nas comunidades de Anauá, Oitis e Olho D´Água Comprido foram entregues máquinas forrageiras oriundas do Projeto Gerador, onde as comunidades irão trabalhar com a criação de médios animais (Caprinos e Ovinos); estas máquinas vêm para auxilia na criação e será localizada onde o reprodutor ficar, para poder auxiliar no tratamento do reprodutor, fazendo com que tenhamos um cuidado melhor com o mesmo.

Chegada da máquina de tela na comunidade do Espinheiros, Aurora-CE Por: Rafael Campos Pereira: 20/4/2009 A comunidade do Espinheiros foi agraciada com a chegada de uma máquina de tela manual e temos vários comunitários com interesse em dar inicio aos trabalhos com a máquina nas confecções de tela para incrementar suas criações, tanto de aves(galinhas), como também de animais de médio porte como suínos, ovinos e caprinos

Programa Comunidades Semiárido

94


Notícias de Campo

BARRAGEM SUBTERRÂNEA MANTÉM A PRODUÇÃO DE FORRAGEM NO AGRESTE DA PARAÍBA Por: Lindemberg Figueredo 17/3/2009 A Tecnologia Barragem subterrânea foi uma grande aliada dos agricultores contemplados pelo programa no Assentamento Margarida Maria Alves, no Polo Paraíba Agreste. É que no período de escassez das chuvas as várzeas secavam e o capim-elefante e a cana-de-açúcar fornecidos como ração volumosa aos animais simplesmente secavam e ficavam apenas os caniços, material esse pobre em proteína e com alto teor em fibras de baixa digestibilidade. Com a construção das barragens subterrânea em março de 2008, a expectativa era que as mesmas pudessem manter a umidade do solo até o próximo período chuvoso. E foi o que aconteceu. Apesar do verão com altas temperaturas, as barragens não só mantiveram as forragens como também produziram roça de macaxeira e plantio de mudas de sabiá – espécie florestal para reflorestamento com cerca viva. Veja os relatos dos agricultores contemplados: “...essa barragem foi uma glória. No verão do ano passado a cana que eu tinha aqui murchou toda, ficou só os caniço, aproveitei muito pouco. Até a palma forrageira que eu tenho aqui no alto, até pra cortar na forrageira tava difícil por que ela embuchava toda por falta de água. Agora não.....no começo desse ano cortei toda a cana e moí com capim pra ração do gado e a cana está aí toda rebrotada, verdinha... o poço tem três anéis de água (1,5 m) e até a palma que está aqui no alto não tá sofrendo tanto”. (João Avelino de Araújo – João de Eufrázio).

“...e é que nessa minha área ainda não choveu tanto... o ano passado foi ruim de chuva nessa região... apenas chuva de lavoura, fininha. Não teve chuva de juntar água. Mas, mesmo assim, a minha barragem segurou a umidade no solo e eu aproveitei para plantar o que sempre sonhei: roça, capim, milho, feijão, cana, bananeira, graviola, pinha, caju, manga, acerola e sabiá. Meus bichos passaram um ano de luxo (risos). Toda a macaxeira colhida para a venda na feira livre a rama é toda picotada e servida as ovelhas que também vieram pelo projeto do COEP... é uma riqueza”. (José de Melo Rodrigues – Cazuza).

PARCERIA EM AÇÃO Por: Vandeilson Pedro dos Santos 5/3/2009 A parceria com a UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco) vem dando resultados importantes nas comunidades COEP de Pernambuco, a equipe vai realizar para os criadores de caprinos e ovinos, oficinas no MANEJO EM GERAL com a criação de CAPRINOVINOCULTURA, o que vem a fortalecer e reforçar o trabalho da equipe de extensão do COEP NACIONAL. Esta atividade está programada para ter início a partir do dia 07/03.

CONSTRUÇÃO DE CISTERNAS NA COMUNIDADE DE URUÇU - GURINHÉM- PB AGRESTE Por: Lindemberg Figueredo 16/2/2009 No último dia 14 foi iniciado pelo Comitê Mobilizador o cadastro das famílias contempladas com a construção de cisternas na comunidade de Uruçu, no Município de Gurinhém- PB. Serão construídas 40 unidades do modelo em anéis de concreto pela SPM contratada pelo COEP. A capacidade de construção é de 6 cisternas por semana. A prioridade para essa comunidade se deu pelo fato da mesma está inserida em um município não reconhecido como Semiárido, apesar de 50% de seu território apresentar condições ambientais para tal classificação, por

Programa Comunidades Semiárido

95


Foto: Marcelo Valle

Máquinas Forrageiras Por: Francisco Weggles de Araujo 22/10/2008 As comunidades de Barreiros(Cajazeiras), Pereiros(Bonito de Santa Fé) e Lagoa de Dentro(São José de Piranhas)-PB, Espinheiro(Aurora)-CE. receberam em suas comunidades máquinas forrageiras que servirão para o bom andamento dos trabalhos ou seja para fazer forragens e trituração de palma para alimentação de caprinos e ovinos. As comunidades agradecem ao incentivo dado através de COEP.

Programa Comunidades Semiárido

96


Foto: Marcelo Valle


Notícias de Campo

__________________________________ MEIO AMBIENTE E MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Programa Comunidades Semiárido

102


Notícias de Campo

Jornada das comunidades já começa a surtir efeito Por: Rafael Campos Pereira 4/5/2010 A comunidade de Espinheiros em Aurora – CE realizou no dia 1° de Maio a 1ª caminhada em prol do meio ambiente de Espinheiros, onde a caminhada saiu do açude da Jitirana até o cume do serrote do Diamante (Ponto Mais Alto do município de Aurora que fica na comunidade de Espinheiros); no cume da serra foi realizada uma palestra sobre o meio ambiente com um palestrante cedido pelo STR ( Sindicato dos trabalhadores Rurais). O evento contou com a presença de varias pessoas da cidade de Aurora como também da comunidade; na ocasião foi discutido além da preservação do meio ambiente também a parte Histórica da comunidade de Espinheiros, onde uma parte das terras da comunidade pertencia ao Padre Cícero, e se uniu a história do passado com a nossa realidade.

Comunidade Coep Quixó realiza mutirão e constrói viveiro de mudas. Por: Carlos Henrique Neri 20/4/2010 Hoje, 20 de abril , a Comunidade Coep Quixó - São Raimundo Nonato-PI organizou-se em regime de mutirão e sob orientações do Agente Comunitário concluiu a construção da estrutura física do viveiro de mudas. O Projeto visa gerar emprego e renda para agricultores familiares de baixa renda da comunidade e conscientizar sobre a necessidade de se plantar árvores com o objetivo de recuperar áreas degradadas e conservar o ambiente, gerando melhores condições de vida. Os trabalhos foram realizados durante todo o dia e estiveram presentes lideranças da comunidade e o grupo de trabalho organizado para realizar a produção de mudas de forma coletiva, fortalecendo os trabalhos comunitários. Por já fazer parte das iniciativas propostas pelo Coep Nacional, a Comunidade vê a construção e o dia de trabalho como parte da Jornada da Comunidade.

Caminhada com coleta de lixo na comunidade de Redondo. Por: Francisco Weggles de Araujo 19/4/2010 Comunitários da comunidade COEP de Redondo em Cachoeira dos Índios na Paraíba fazem caminhada nas margens do Rio São José que banha a comunidade e juntamente com visitantes fizeram coleta de lixo e mostraram à vizinhança que precisam se conscientizar na limpeza do rio.

Comunidades do Pólo PB sertão na Jornada das comunidades Por: Francisco Weggles de Araujo 19/4/2010 As comunidades de Barreiros em Cajazeiras e Batalha em Monte Horebe ambas na Paraíba já estão com mudas de plantas frutíferas e para arborização para serem doadas nas comunidades. Isso foi uma iniciativa dos comitês mobilizadores na participação na Jornada comunidade em ação.

Programa Comunidades Semiárido

103


Notícias de Campo

Comunidade de Barreiros lança sua proposta na jornada Por: Francisco Weggles de Araujo 12/4/2010 A Comunidade Coep de Barreiros em Cajazeiras - PB incluiu propostas na Jornada das comunidades e lança suas iniciativas fazendo mini canteiro de mudas para reflorestamento e de mudas frutíferas para serem doadas na comunidade e vizinhanças.

PROFESSORES DE ESCOLAS RURAIS DISCUTEM JORNADA EM REUNIÃO Por: José Murilo Siqueira 5/4/2010 A diretora Luciana Amaral da escola municipal Santa Ana da comunidade Quixabeira no município de Água Branca/AL realizou atividade de planejamento na comunidade Maxi do município de Água Branca/AL com presença de coordenadores e professores das escolas rurais da região. Com objetivo de planejar atividades nas escolas para o ano letivo, a diretora convidou o agente de desenvolvimento comunitário que atua pelo COEP para comentar sobre o projeto JORNADA PELA CIDADANIA – ESCOLA EM AÇÃO. Aproveitando a oportunidade da presença de vários professores de várias escolas da extensão a diretora cedeu um espaço ao agente comunitário que iniciou comentando sobre a importância de se fazer alguma coisa para o meio ambiente e que as escolas rurais teriam um papel importante nessa ação. O agente apresentou textos de reflexão e informações de como participar da Jornada que tem participação de escolas de todo país. Os professores gostaram da palestra, pegaram os endereços de acesso à página do site da Jornada e estarão acessando para mais informações e aplicar práticas e ações voltadas à preservação do meio ambiente.

CADASTRO DAS COMUNIDADES NA JORNADA Por: José Murilo Siqueira 29/3/2010 As comunidades do pólo Alagoas foram cadastradas no site Jornada pela Cidadania – Comunidade em Ação, no endereço www.comunidadeemacao.org.b,r como também realizaram os cadastros de suas propostas de atividades. Com o objetivo de melhorar o clima com o plantio de árvores, tanto visando o reflorestamento como na intenção tirar proveito no plantio de árvores frutíferas, como no caso da comunidade Campinhos no município de Pariconha/AL . A comunidade Quixabeira em Água Branca/AL busca arborizar a praça construída pela prefeitura em frente ao telecentro, buscando um ambiente agradável; na comunidade Cacimba Cercada em Mata Grande/AL realizará o plantio de árvores na área onde será construída a nova sede da associação, incentivando a comunidade a praticar essa ação; como os agricultores não têm esse costume eles serão orientados e mobilizados pelo comitê mobilizador a praticar essa ação pelo meio ambiente.

Jornada das comunidades Por: Francisco Weggles de Araujo 15/3/2010 A comunidade de Redondo em Cachoeira dos Índios - PB cadastra sua proposta na Jornada em ação das comunidades coep e tem como tema "LIMPANDO O RIO DA COMUNIDADE" aonde irá convidar comunidades vizinhas para participar da jornada em busca de melhorar e preservar o rio São José.

Programa Comunidades Semiárido

104


Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiรกrido

105


Notícias de Campo

Morador da Comunidade Barro Vermelho se sensibiliza e faz coleta de lixo em sua casa e vizinhança. Por: Carlos Henrique Néri 5/1/2010 O Sr. Jonas Filho, morador da Comunidade Coep Barro Vermelho no Município de Paulistana-PI, depois de ver o exemplo dado pelo Comitê Mobilizador da Comunidade em relação à coleta seletiva do lixo na comunidade e dependências das residências, foi estimulado a realizar coleta nas dependências da sua residência e também nas dependências de mais cinco casas dos seus vizinhos, chamando a atenção para o compromisso de cada um com relação à conservação ambiental gerando melhores condições de vida para ele e seus vizinhos que ainda vêm causando agressões ao meio ambiente, mas que com o passar do tempo se conscientizam e replicam a ideia.

Evolução na comunidade Por: Francisco Weggles de Araujo 7/12/2009 A comunidade de Batalha em monte Horebe organiza escola do sitio Angelim na participação de alunos para fazerem mudas para serem doadas aos comunitários no intuito de sensibilizar as pessoas para que todos plantem uma árvore. Essa iniciativa se deu através de coordenadores da escola e supervisor (Coep) incumbidos na missão de preservação do meio ambiente e na participação das escolas em ação da jornada escolar

Comunidade Coep Itaizinho Realiza Mutirão para Coleta Seletiva de Lixo. Por: Carlos Henrique Neri 6/11/2009 Foi realizado esta semana em duas etapas, mutirão para coleta seletiva de lixo na Comunidade Coep Itaizinho. O mutirão envolveu membros do Comitê Mobilizador, Moradores e alguns alunos da Escola Local; o objetivo principal foi chamar a atenção da administração municipal para um problema generalizado que afeta tanto as comunidades rurais quanto a sede do município de Paulistana. Com esta ação a comunidade acredita que a administração do município poderá se sensibilizar e viabilizar trator para realizar a limpeza da área urbana do povoado que aglomera 86 famílias de baixa renda e que desejam melhorar sua qualidade de vida e esse é dos passos que a comunidade acredita ser positivo e que consigam a adição de tambores para a coleta sistemática do lixo e que seja disponibilizado transporte para coletar o lixo neles depositado e sua disposição em local adequado para que não cause tanto mal ao meio ambiente e aos animais que trafegam no local.


Notícias de Campo

CAMINHADA CIRCUITO URUÇU SERRA DO CATOLÉ Por: Lindemberg Figueredo 18/6/2009 No próximo dia 28 de junho será inaugurado o Circuito Uruçu - Serra do Catolé, em Gurinhém (PB). O projeto de caminhada ecológica, em parceria com a ONG Anda Brasil, foi idealizado pelas irmãs Amália e Amélia da Silva, jovens da região que através do COEP montaram um projeto de turismo rural em sua cidade. Os objetivos são estimular práticas de atividades turísticas na região, ampliar e incentivar a prática do associativismo, recuperar, preservar e valorizar o meio ambiente e a própria comunidade, além de estimular a geração de renda para a população local. “A ideia é também envolver os jovens nos trabalhos sociais da comunidade. Desenvolvemos o projeto contando com essa participação, tanto que a coordenação é totalmente formada por jovens e ainda precisamos que mais gente se envolva”, explica Amália. O circuito surge, assim, como uma oportunidade de geração de renda baseada no desenvolvimento sustentável das comunidades envolvidas, estimulando a participação de todos. A jovem ainda acrescenta que o projeto está sendo levado às secretarias do município de Gurinhém e estão convidando representantes e lideranças locais a participar da caminhada. A ideia do circuito se concretizou depois que Amália participou do II Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira, quando visitou as experiências de turismo na Associação das Casas Familiares Rurais do Sul do Brasil (ArcafarSul), em Santa Catarina. “Durante a viagem, tive contato com muitos projetos de turismo rural e vi que na minha região ainda não existem iniciativas do tipo. Percebi que tinha uma oportunidade nas mãos e na volta pra casa não pensei duas vezes em concretizar as ideias que já vinham amadurecendo”, orgulha-se Amália. Para participar da 1a Caminhada da Natureza do Circuito Uruçu - Serra do Catolé basta inscrever-se gratuitamente na Escola Municipal de Urucu ou através do e-mail comunidadeurucu@yahoo.com.br. Outras informações podem ser obtidas no site da comunidade: http://www.comunidadescoep.org.br/urucu/. Notícia Publicada no Site da Fundação Souza Cruz: www.fundacaosouzacruz.com.br

EXEMPLO DE PRESERVAÇÃO DA NATUREZA. Por: José Murilo Siqueira 13/5/2009 Temos um exemplo de respeito ao meio ambiente na Comunidade COEP Cacimba Cercada, situada na zona rural de Mata Grande/AL; Antônio Marcelino da Silva, conhecido na comunidade por Antônio Quebra, demonstrou ser um exemplo no que diz espeito à preservação da natureza. Ao ser oferecido certo valor por uma árvore que se encontra em sua propriedade há mais de cinquenta anos, o mesmo passando dificuldades financeiras não aceitou o valor oferecido pela madeira e foi criticado por sua esposa por não ter vendido. Ele comentou: O dinheiro em menos de uma semana a gente acaba com ele e a árvore vai ser útil pra gente, deixe ela ai. Após algumas semanas estavam arando terra e sua esposa ao ajudar no trabalho e ficando cansada, foi para baixo da árvore descansar. Então seu Antônio Quebra comentou: Tá vendo Zefinha, se tivesse vendido a árvore, ela não tava aí, e você não tinha onde se proteger do sol, e o pior era que a gente tava sem o dinheiro e sem a sombra. Seu Antônio Quebra, que faz parte do comitê mobilizador, comentou que aprendeu muitas

Programa Comunidades Semiárido

107


Notícias de Campo coisas com as capacitações e nos fóruns realizados pelo COEP em que participou, e tem como obrigação repassar os conhecimentos recebidos para a comunidade, orientando os agricultores para evitar o desmatamento.

AÇÃO DE SUSTENTABILIDADE. INTERAÇÃO DE PROJETOS AMBIENTAIS NA COMUNIDADE URUÇU Por: Lindemberg Figueredo 23/3/2009 O Projeto de Reciclagem de Lixo em atividade na comunidade Uruçu tem contribuído com o fornecimento de sacos plásticos de embalagem de Feijão, Arroz e Fubá de milho para a produção de mudas para o Projeto no Projeto Piloto de Recuperação de Nascentes. Mesmo em estrutura rudimentar, foram produzidas 500 mudas frutíferas (300 de cajueiro anão e 200 de graviola). Com a chegada da nova estrutura do viveiro, o objetivo é ampliar essa produção tanto de frutíferas quanto florestais com o aumento de recebimento de materiais recicláveis.

PROJETO PILOTO DE RECUPERAÇÃO DE NASCENTES EM URUÇU RECEBE EQUIPAMENTO DE VIVEIRO Por: Lindemberg Figueredo 23/3/2009 A comunidade Uruçu (Polo PB Agreste) recebeu equipamentos de viveiro para ampliar a produção de mudas do projeto Piloto de Recuperação de Nascentes (conhecida como chorona). O Projeto também tem o apoio da EMATER e da Paróquia de Gurinhém. O material de viveiro composto por 50 metros de tela sombrite 50%, caibros, carrinho de mão e tesoura de poda, foi oriundo da comunidade Boi Torto - Bezerros/PE que não fez uso da estrutura devidamente. Visitas de estudantes ao Pólo Engenho Velho. Por: Rafael Campos Pereira 19/11/2008 A comunidade do Engenho Velho, Barro-CE recebeu nesta segunda feira 17/11, a visita dos alunos e professores da Escola de Ensino Fundamental Rufino Feitosa do distrito de Monte Alegre, Barro- CE. Interessados em conhecer o processo de beneficiamento do algodão colorido e orgânico, o presidente da associação, Sr. Francisco Manoel Sobrinho, repassou aos estudantes como trabalhar no sistema orgânico e realizou uma demonstração prática do funcionamento da máquina de beneficiamento e da prensa do algodão. O intuito era conscientizar os alunos sobre a importância da preservação do Meio Ambiente, através do trabalho orgânico realizado pelos agricultores da comunidade (Pólos Ceará e Paraíba Sertão).

Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiárido

108


Notícias de Campo

__________________________________ ARTICULAÇÃO COM POLÍTICAS PÚBLICAS

Programa Comunidades Semiárido

109


Notícias de Campo Arca das Letras de Oitis recebe doações de Livros da secretaria de Educação municipal de Milagres Por: Rafael Campos Pereira 13/4/2010 A Arca das Letras da comunidade de Oitis, Milagres - CE foi agraciada com doações de livros didáticos e paradidáticos; a arca já recebeu mais de trinta livros da secretaria de Educação do município, assim aumentando o acervo da biblioteca e melhorando o nível de enriquecimento cultural da comunidade.

Agricultores de Baixa do Morro conseguem trator agrícola através da Associação e gradeiam suas terras. Por: Carlos Henrique Neri 12/4/2010 Os Agricultores da Comunidade Baixa do Morro gradearam recentemente suas terras utilizando trator agrícola conseguido junto ao PCPR II através de Projeto Produtivo da Associação Comunitária. Parte das despesas foi custeada pela Prefeitura Municipal de Fartura do Piauí que bancou o combustível e as despesas de mão de obra com tratorista. A Administração Municipal se comprometeu ainda a efetuar a primeira manutenção do trator da comunidade firmando uma grande parceria com os moradores de Baixa do Morro. Quem gradeou as terras neste final de março efetuou plantios de feijão e três agricultores plantaram mamona acreditando ter produção, uma vez que, neste período, as chuvas estão caindo com frequência.

Comunidade Coep Cacimba - Anísio de Abreu-PI recebe Visita de Intercâmbio de Beneficiários do P1+2. Por: Carlos Henrique Neri 9/3/2010 A Comunidade Coep Cacimba situada no Município de Anísio de Abreu – PI, recebeu nesta última quinta-feira, dia 04 de março, a visita de Comunitários dos Municípios de Cel. José Dias e São Lourenço do Piauí-PI, que estavam participando de um Intercâmbio promovido pela Cáritas Diocesana de São Raimundo Nonato através do Programa 1 Terra 2 Águas (P1+2). Estiveram presente 36 (trinta e seis) Agricultores Familiares que foram contemplados com cisternas calçadão de 52.000 litros, com previsão de serem contemplados com canteiros do tipo Econômicos para produzirem de forma orgânica e agroecológica. O objetivo do Intercâmbio foi conhecer novas práticas de cultivo, trocar experiência e conhecer novos parceiros do Projeto. Foram visitadas as áreas de produção dos Srs. João do Deus e Gílson Ferreira que também foram contemplados com esse tipo de cisterna e que expuseram seus Quintais com plantas já cultivadas como a bananeira, a mandioca mansa (macaxeira), feijão guandu e hortaliças utilizando esterco de animais e restos de culturas que adicionadas ao solo, o enriquecem com nutrientes essenciais e melhoram a qualidade do mesmo aumentando a produção de forma significativa e como diferencial, não estão degradando nem as terras, nem o meio ambiente, pois, não utilizam nenhum tipo de agrotóxico. Um dos resultados apresentados pelos moradores foi que - para se viver bem no campo basta aproveitar o esterco dos animais e resíduos de culturas para em um pequeno pedaço de chão adquirirem um complemento de renda e alimentação para o sustento de suas famílias. Para os dias 10 e 11 está previsto Novo Intercâmbio a ser realizado no Município de Simplício Mendes-PI onde

Programa Comunidades Semiárido

110


Notícias de Campo os comunitários visitados terão prioridades e a oportunidade de participar do evento com o objetivo de aumentar essa troca de experiências que irá gerar uma visita complementar a atividades apícolas na região, um dos grandes potenciais do Município. Este Intercâmbio teve o acompanhamentos do Coordenador da Instituição Sr. Estevam Silva Neto e dos Agentes de Campo Sidney Ladércio e Heronildes Negreiros que em depoimento à nossa Equipe do Coep Nacional afirmaram que quando iniciaram os trabalhos na Comunidade Cacimba, encontraram muita facilidade, pelo fato de encontrar uma comunidade já organizada e articulada para a busca de parcerias e para a realização de trabalhos coletivos, embasados na metodologia de trabalho implementada pelo Coep Nacional desde o Ano de 2001

Comunidade Coep Baixa do Morro fará festa com chegada de Trator Agrícola para a Associação Comunitária Por: Carlos Henrique Neri 9/3/2010 A Comunidade Coep Baixa do Morro - Fartura do Piauí-PI, assinou nesta terça-feira passada, dia 02 de março, cheque no valor de R$ 69.636,65 (sessenta e nove mil, seiscentos e trinta e seis reais e sessenta e cinco centavos) para pagamento de Trator Agrícola e Emplacamento do implemento destinado à Associação Comunitária de Pequenos Agricultores da Comunidade, adquirido através de parceria com o PCPR II (Programa de Combate à Pobreza Rural II). Segundo o Tesoureiro da Associação Sr. Henrique R. da Silva, o trator deverá chegar na Cidade de São Raimundo Nonato no dia 25 e após a solenidade de entrega seguirá para a Comunidade que está ansiosa para receber a máquina e feliz por mais esta conquista. Esse trator servirá para gradear as terras dos agricultores da comunidade e sócios da Associação e também terras de agricultores do Município de Fartura do Piauí. Também servirá para transportar a produção agrícola das áreas de produção para suas residências e até os pontos comerciais. Após o recebimento da máquina serão treinados pelo SENAC pelo menos dez agricultores da comunidade para que possam cuidar e manusear o trator. Essa busca incessante pela inserção nas políticas públicas já vem desde o ano de 2005 e se acentuou mais ainda com a parceria firmada com o Coep Nacional no ano de 2007.

Seminário: Políticas Públicas e o Programa Comunidades Semiárido Foto: Marcelo Valle

Reunião para programa de venda do leite na comunidade do Engenho Velho Por: Rafael Campos Pereira 8/3/2010 A Associação da comunidade do Engenho Velho foi convidada a participar de uma reunião na comunidade do Boca torta voltada para criadores de gado bovino leiteiro, através de um programa do governo estadual do Ceará para venda do leite para o programa Fome Zero. Acompanhamos o presidente da associação Sr. Bezerra e vários comunitários, como o Sr. Raimundo. Durante a reunião para localizar o terreno para construção de um local para abrigar o tanque de resfriamento de Leite, o Sr. Raimundo Lopes doou um terreno para a construção, tendo em vista que a vinda deste equipamento pode vir a aumentar a renda de muitos produtores e melhorar a qualidade de vida da região.

Programa Comunidades Semiárido

111


Foto: Marcelo Valle

Projetos para os Conselhos de Desenvolvimento Rural Sustentável - CMDRS Por: Carlos Matias 22/2/2010 Associações das Comunidades Pioneira e Cuiabá encaminharam proposta de aquisição de um trator completo para uso dos Comunitários. A Proposta foi encaminhada para o Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável CMDRS e seguirá para a PRONESA – Empresa ligada a Secretaria de Planejamento do Estado que mantém convênio com o Banco Mundial através do PCPR -Programa de Combate a Pobreza Rural. A Proposta já foi aprovada nos dois Conselhos municipais de Poço Redondo e Canindé de São Francisco.

Agricultor participa de programa do Governo Federal na compra de produtos da agricultura familiar Por: Rafael Campos Pereira 22/2/2010 O agricultor Joaquim Cardoso dos Santos no dia 20/02 assinou o contrato de venda de alimentos para a CONAB, onde este programa beneficiará a própria escola da comunidade, uma vez que o programa está dentro do plano do governo Federal para incluir na merenda escolar 30% de produtos originários da agricultura familiar. Na comunidade do Espinheiro o agricultor Joaquim foi o único a participar do programa, e o mesmo irá vender frutas e verduras para distribuição na própria escola da comunidade.

REPRESENTANTE DO PODER PÚBLICO VISITA COMUNIDADE RURAL DE ALAGOAS Por: José Murilo Siqueira 1/2/2010 O Representante do poder público de Mata Grande/AL , Klebson Nobre da Silva Lima, visitou a Comunidade Cacimba Cercada na última quarta feira com o intuito de fornecer parceria para realizar ações voltadas aos agricultores da comunidade. Sendo o profissional representante da Secretaria de Agricultura de Mata Grande ele veio confirmar, junto aos agricultores, a distribuição de sementes de feijão, milho, algodão e sorgo para realizar o plantio da safra 2010. Repassou informações e orientações sobre os benefícios da garantia da safra, que já esta disponível na secretaria para realizar cadastros dos interessados. O enviado do poder público ainda mencionou que a comunidade está sendo considerada das mais organizadas do município, parabenizando a atuação do COEP pelos projetos implantados na comunidade. A visita do representante do poder público foi realizada no dia em que a comunidade estava elaborando o plano de ação com acompanhamento do agente de

Programa Comunidades Semiárido

112


Notícias de Campo desenvolvimento comunitário do COEP; essa atividade de planejamento das ações fortaleceu o argumento do representante sobre a organização da comunidade e será apresentado ao poder público pelo comitê mobilizador.

Comunidade Pão de Açúcar consegue se inserir em política pública disponibilizada pelo Governo Federal. Por: Carlos Henrique Neri 21/12/2009 A Comunidade Coep Pão de Açúcar será contemplada com a construção de 14 casas do Programa de Melhoria Sanitária e Habitacional da FUNASA em parceria com a Prefeitura Municipal de Várzea Branca e Caixa Econômica Federal que deverão ser construídas em 2010. Esta foi uma reivindicação do representante local junto ao poder legislativo eleito pela maioria dos moradores da comunidade, o Sr. Arnaldo Pereira da Costa, “O Casadim” e da própria comunidade em anos anteriores. A Comunidade também foi contemplada com o cadastro e benefício do bolsa família para 12 mães de família de baixa renda, que garantiram o acesso a mais uma política pública disponibilizada pelo Governo Federal.

Comunidade Coep Pão de Açúcar comemora chegada de Antena do Gesac Por: Carlos Henrique Neri 24/11/2009 A Comunidade Pão de Açúcar está comemorando a chegada da Antena do Gesac para instalar o sinal de internet nesta comunidade. Pão de Açúcar é uma comunidade composta por 86 famílias de agricultores familiares de baixa renda situada no Município de Várzea Branca-PI e uma das mais novas comunidades deste Estado a fazer parceria com o Coep Nacional. Integraram-se no ano de 2008 e desde então buscam solucionar os seus problemas internos e externos sempre contatando com o Agente do Coep Nacional e buscando a inserção nas políticas públicas disponíveis em vários setores administrativos e, para melhorar a educação do povo da comunidade e vizinhança e se interligar ao mundo, construíram um espaço físico para receber equipamentos e sinal da Internet via Satélite adquiridos através do Coep Nacional, Gesac e Parceiros. E hoje, com a chegada da antena na comunidade, já se articulam para receber o técnico responsável pela instalação da antena e possibilitar a conexão com o mundo, através da maior fonte de comunicação e informação, a Internet.

Cadastramento das Famílias no Programa Bolsa Família na Comunidade Pioneira Por: Carlos Matias 12/8/2009 No dia 7 de julho, na Comunidade Pioneira, município de Poço Redondo Estado de Sergipe, a Associação dos Trabalhadores Rurais do Assentamento Pioneira ATRAP cedeu o espaço do telecentro para os técnicos da Secretaria de Ação Social da Prefeitura de Poço Redondo fazer o cadastramento das Famílias da Comunidade no “Programa Bolsa Família”. A senhora Adriana membro do Comitê Mobilizador e Tesoureira da ATRAP informou que é muito importante para a Comunidade ter um Telecentro, o qual além de contribuir para a organização comunitária e para as pessoas, também é utilizado para os parceiros desenvolverem atividades em nossa Comunidade.

Programa Comunidades Semiárido

113


Notícias de Campo

Comunidade Coep Cacimba recebe equipe do Sebrae Estadual do Piauí para firmar parcerias. Por: Carlos Henrique Neri 23/7/2009 A Comunidade Coep Cacimba - Anísio de Abreu-PI, recebeu nos últimos dias uma Equipe do SEBRAE-PI e SENAR coordenada por Dr. Marcelo Assunção/Gestor do Projeto Mandiocultura do Território da Serra da Capivara. Compareceram 20 agricultores inscritos anteriormente, através de uma articulação feita pelo Agente de Desenvolvimento Comunitário e Comitê Mobilizador da Comunidade e também por vários comunitários e mobilizadores uma vez que a cultura da mandioca vem despertando interesse de muitos na microrregião. Vários assuntos foram abordados, dentre eles pode se destacar: A implantação do Projeto Gerador - Casa de Farinha(Coep Nacional e Parceiros), Telecentro Comunitário(Coep Nacional e Parceiros), Instalação de Rede de Abastecimento D'Água(Associação/PCPR), Instalação de Rede Elétrica(Associação/PCPR), Instalação de Orelhão(Oi/Telemar), o que demonstra que a comunidade está se organizando ao longo do tempo. Em seguida teve a apresentação da Proposta de Trabalho e do Projeto, com suas atividades previstas para curto e longo prazos, inclusive as capacitações e assessorias técnicas a serem prestadas à comunidade; as responsabilidades e competências e investimentos previstos no Projeto. De imediato ficou agendado para os dias 3 a 6 de agosto do corrente, as primeiras capacitações que serão assim distribuídas: Noções básicas de preparo do solo, plantio, tratos culturais, colheita e beneficiamento(Dias 3 e 4), e Prática de Colheita e Beneficiamento de Qualidade(Dias 5 e 6). Para dia 25 está previsto um novo encontro com articulador do Sebrae e Comunitários para detalhar as capacitações previstas para o início de agosto. Boa parte dos moradores estão otimistas e acreditam que esta parceria poderá trazer bons resultados e a comunidade poderá produzir e comercializar futuramente farinha e goma de qualidade, bem como outros produtos, do tipo detergentes e sabões.

COMUNIDADE COEP BAIXA DO MORRO ENCAMINHA PROJETO DE AQUISIÇÃO DE TRATOR AGRÍCOLA PARA O PCPR Por: Carlos Henrique Neri 1/6/2009 Após tomar conhecimento da organização e do processo de transformação pelo qual a comunidade Baixa do Morro - Fartura do Piauí está passando fruto de parceria com o COEP Nacional e seus parceiros, a Coordenação do CCPR-PI orientou a comunidade que elaborasse um projeto para a aquisição de um trator agrícola para a localidade. O coordenador confirmou pessoalmente que são grandes as chances dos agricultores de em poucos dias conseguirem esta máquina que para os mesmos é de grande importância, visto que encontram muitas dificuldades no início das chuvas no que se refere ao preparo do solo para efetuarem os seus plantios na época certa. A comunidade ainda conta com um grande diferencial: as terras são de excelente qualidade, o que gera de certa forma um grande potencial. O Projeto foi encaminhado à central do PCPR em Teresina-PI e os agricultores aguardam a resposta com muita ansiedade.

Livros especiais para a Arca das Letras da comunidade do Anauá Por: Rafael Campos Pereira 31/5/2009 Com a chegada da Arca das Letras na comunidade do Anauá o presidente da associação como também a diretora da escola de excepcionais da comunidade, estão unidos para angariar livros e materiais didáticos para compor a Arca das Letras da localidade, o que permitiria que esses alunos se entrosassem mais junto à comunidade e ao programa.

Programa Comunidades Semiárido

114


Notícias de Campo

ARCA DAS LETRAS EM URUÇÚ Por: Lindemberg Figueredo 26/5/2009 Arca das Letras - mais uma comunidade é contemplada no Polo PB Agreste. Dessa vez a comunidade de Uruçú teve a entrega oficializada no dia 19. Apesar da Arca já se encontrar na Comunidade desde o mês passado a cerimônia ainda não havia ocorrido. O evento aconteceu na escola de primeira fase da comunidade e contou com a participação da diretoria, professores, alunos, agentes de leitura e mobilizadores. A Arca das Letras está funcionando na sede do Telecentro e já tem cerca de 40 cadastrados. Dentre esses, já tem alunos que se destacam com mais de 20 livros consultadas por empréstimo.

ARCA DAS LETRAS E AMPLIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO EM PEDRA DE SANTO ANTÔNIO Por: Lindemberg Figueredo 26/5/2009 Arca das Letras – Comunidade de Pedra de Santo Antônio em Alagoa Grande realiza acolhida da Arca das Letras durante a inauguração da ampliação da sede da Associação com a construção do Telecentro. Realizado no dia 07/05, o evento contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação que doou mais de 30 exemplares de livros para ampliação do acervo. Estiveram presentes ao evento representantes do Programa Universidade Cidadã, alunos, pais e professores da comunidade. Durante o evento a Secretária de Educação agradeceu o empenho do COEP em realizar essa parceria com o MDA e se prontificou em viabilizar a construção de mais arcas para que o programa também contemple todas as comunidades rurais do município. No final foi servido um lanche promovido pela Prefeitura de Alagoa Grande.

INAUGURAÇÃO DA AMPLIAÇÃO DE TELECENTRO COM ENTREGA DA ARCA DAS LETRAS Por: Lindemberg Figueredo 27/4/2009 A inauguração da ampliação da sede e telecentro será no próximo dia 30/04 e será marcada com a entrega de livros pela Secretaria de Educação de Alagoa Grande para ampliação do acervo da biblioteca.

Arca das Letras une comunidade de Oitis em Milagres- CE Por: Rafael Campos Pereira 26/4/2009 Na comunidade do Oitis em Milagres – CE todos os comunitários estão unidos para aumentar o acervo da Arcas das Letras; todos estão fazendo doações de livros e com isso já chegamos a mais de 60 livros doados pela comunidade. Uma das agentes de leitura a Sra. Antônia Dávila Ferreira nos deu um depoimento emocionado aonde disse que havia voltado a sentir alegria em trabalhar com livros e alunos mesmo que seja em poucas horas por dia, pois a mesma teve que se aposentar por motivos de saúde e foi afastada de fazer o que mais gostava de fazer na vida “ Lecionar “, e com a chegada das Arca das Letras o seu sonho está novamente se realizando.

Comunidades Ativas com as Arcas das Letras Por: Rafael Campos Pereira: 14/4/2009 Com a chegada das Arcas das Letras nas comunidades do Ceará, todas as comunidades já começaram a se articular, para aumentar o seus acervos; dentre as comunidades, a do Oitis - Milagres , Engenho Velho - Barro e Anauá - Mauriti já largaram na frente , onde todos procuraram as secretaria de educação, Escolas e Editoras de Livros para doações e assim aumentarem o número de livros da arcas, fazendo com que aumente a possibilidade de fonte de pesquisas e estudo nas comunidades

Programa Comunidades Semiárido

115


Notícias de Campo

Utilização da Arcas das Letras na comunidade do Oitis, Milagres-CE. Por: Rafael Campos Pereira 6/4/2009 Na comunidade do Oitis, Milagres – CE, a Arca das Letras está funcionado muito bem; os comunitários estão realmente participando e utilizando o acervo de livros da biblioteca; durante os dias de domingo muitas pessoas estão indo ao prédio do telecentro para participarem de atividades como leituras e pesquisas com o material da biblioteca. A escola também está utilizando a biblioteca como fonte de pesquisa para os alunos da comunidade.

Agente de Desenvolvimento Comunitário representa o Coep Nacional em Oficina de Território da Cidadania. Por: Carlos Henrique Neri 3/4/2009 O Agente de Desenvolvimento Comunitário Carlos do Pólo Piauí, participou da Oficina de Planejamento, Monitoramento e Avaliação das Ações do Território da Cidadania Serra da Capivara durante os dias 30, 31 de março e 01 de abril em São João do Piauí, a cerca de 92 km de São Raimundo Nonato. O evento contou com a participação de vários representantes de órgão públicos estaduais e federais, bem como de representantes de entidades sociais e sindicatos; foram desenvolvidos alguns trabalhos em grupo e o resultado foi a criação de um plano estratégico para o ano de 2009, a reforma e recomposição do colegiado, núcleo diretivo e núcleo técnico e um intercâmbio que poderá trazer muitos resultados positivos. O Coep Nacional por ser uma das entidades que vem realizando um trabalho em rede e com muita presteza e responsabilidade em municípios que fazem parte dos territórios Serra da Capivara(São Raimundo Nonato) e Vale do Rio Guaribas/Paulistana-PI, deverá fazer parte do colegiado, com assento dentre os 72 integrantes.

Agentes de Leitura atuantes. Por: Rafael Campos Pereira 2/4/2009 Na comunidade do Engenho Velho na cidade do Barro - CE, um dos Comunitários, Santiago Pereira, o qual participou do treinamento de Agente de Leitura que foi ministrado pelo representante do MDA (Ministério do desenvolvimento Agrário) na comunidade do Oitis, já está atuando para aumentar o acervo da Biblioteca Rural; o mesmo entrou em contato com a diretora da escola EEFM DEP. Antônio leite Tavares, que se prontificou em ajudar a comunidade e fará a doação de vários livros didáticos e paradidáticos; a comunidade espera com ansiedade chegadas dos livros.

Arcas no pólo Paraíba sertão Por: Francisco Weggles de Araujo 1/4/2009 No dia 26/03 foi contemplado com bibliotecas rurais conhecidas como ARCAS DAS LETRAS. em parceria COEP/ MDA, o pólo Paraíba sertão que irão beneficiar as comunidades de Lagoa de dentro em São José de Piranhas, Pereiros em Bonito de Santa Fé, Barreiros em Cajazeiras, Redondo em Cachoeira dos Índios e Batalha em Monte Horebe-PB

Programa Comunidades Semiárido

116


Notícias de Campo

ACESSO A POLÍTICAS PÚBLICAS Por: Vandeilson Pedro dos Santos 31/3/2009 A ABIOECO (Associação Bio - Ecológica dos Jovens Rurais de Cumaru), por ser uma associação de Jovens, foi nomeada como uma associação ESPECIAL e o Pró Rural (Órgão do Governo do Estado - PE. ) em reunião com várias associações através do CMDS (Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável de Cumaru), indicou a ABIOECO para ser a executora do projeto construção de cisternas, onde no momento estão sendo construídas 53 beneficiando três comunidades de Cumaru inclusive a comunidade COEP Pilões, são elas: 11 cisternas na comunidade Pilões, 30 cisternas no Sítio Taquari, 06 cisternas no sítio Tábuas e 06 cisternas no sítio Rodrigues. As cisternas se encontram em fase de conclusão, e no próximo mês de Abril será feita a prestação de conta pela ABIOECO.

1º Seminário Sobre a Arcas das Letras no Estado de Sergipe Por: Carlos Matias 23/3/2009 No dia 20/03, na capacitação das Arcas Letras em Japaratuba/SE na Sede da Associação Um Lugar ao Sol, dois Comunitários da Comunidades COEP do Pólo Sergipe, O Senhor João de Jesus membro do Comitê Mobilizador e Presidente da Associação da Comunidade Cuiabá em Canindé de São Francisco/SE e O Senhor Alvino da Silva membro do Comitê Mobilizador e Coordenador do grupo de Jovens da Comunidade Pioneira em Poço Redondo/SE, foram eleitos para fazer o diagnóstico sobre a situação das Arcas Letras no Estado de Sergipe no período de seis meses. Na solenidade de entrega dos certificados, o Senhor João de Jesus membro do Comitê Mobilizador e Presidente da Associação da Comunidade Cuiabá em Canindé de São Francisco/SE recebeu seu certificado das mãos da 1ª Dama do Estado de Sergipe.

Representantes. da Comunidade Coep Quixó participam de Seminário Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável em SR Nonato Por: Carlos Henrique Neri 23/3/2009 Foi realizado em São Raimundo Nonato o 1° Seminário Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, onde foram envolvidas, no processo de levantamento de potencialidades e demandas e apontadas solução de problemas locais, cerca de oitenta associações representadas por moradores de cada comunidade do município. O objetivo principal deste seminário foi justamente a criação de um plano de ação que deve gerar um grande projeto de sustentabilidade da agricultura e setores ligados dentro do município de São Raimundo Nonato. Estavam presentes, segundo informações do Sr. José Ribeiro Soares que representou a comunidade neste evento, vários representantes dos Governos Estadual e Federal que apresentaram as políticas públicas desenvolvidas por cada repartição e também algumas entidades não governamentais que atuam na região; no final do encontro assinaram termo de compromisso com a secretaria municipal de agricultura deixando muitos dos representantes otimistas e acreditando em mudanças com previsão de resultados positivos no decorrer de quatro anos.

Visita de Comunitários membros Programa Semiárido ao Planalto

Programa Comunidades Semiárido

117


Notícias de Campo

Comunidade Coep Solidão busca inserção nas políticas públicas do seu município. Por: Carlos Henrique Neri 23/3/2009 A Associação dos pequenos produtores e moradores do Povoado Solidão encaminharam ofício direcionado à Prefeitura Municipal de São Braz do Piauí, pedindo parceria no sentido da administração doar o material para a construção de banheiro, calçada e piso(cerâmica), bem como forro e material elétrico para que a mini fábrica de doces(projeto gerador em andamento) tenha total condição de funcionamento. A associação acredita que será contemplada com o material, pois, se propôs a entrar com todo o serviço de mão de obra; o administrador garantiu que fará a doação nos próximos dias.

Treinamento dos Agentes de Leitura (Arcas das Letras) Por: Rafael Campos Pereira 23/3/2009 No dia 18/03 na comunidade do Oitis na cidade de Milagres, foi realizado um treinamento de agente de leitura, ministrado pelo representante do MDA; foram capacitados dois membros de cada comunidade trabalhadas pelo o COEP no pólo Ceará, Anauá- Mauriti, Engenho Velho- Barro, Espinheiros- Aurora, Oitis- Milagres e Olho D ´Água Comprido- Missão Velha. Os mesmos aprenderam como devem ser administradas as Arcas das Letras nas comunidades e como devem ser manuseados os livros, também participou do treinamento o corpo docente e discente da escola de ensino Fundamental João Ferreira de Maria, e os mesmos se comprometeram a usar as Arcas das Letras com muita sabedoria e frequência, como também aumentar o seu acervo de livros para ser melhor aproveitadas por toda a comunidade.

Escola Alegre Por: Francisco Weggles de Araujo 23/3/2009 Alunos e professores da Escola João Ferreira de Maria na comunidade de Oitis (Milagres)-CE, participaram de curso de agente de leitura e ficaram muito contentes com a chegada da biblioteca rural (ARCA das LETRAS). Os professores se comprometeram de levar os alunos semanalmente para fazer leitura na sede da biblioteca.

Capacitação de agentes de leitura/Arcas das Letras Por: Francisco Weggles de Araujo 20/3/2009 Aconteceu na comunidade de Oitis em Milagres-CE uma capacitação para agentes de leitura através de programa ARCA DAS LETRAS do MDA (Ministério do desenvolvimento agrário) em Parceria com COEP, onde capacitaram agentes de leitura para as comunidades de Anauá em Mauriti, Oitis em Milagres,Engenho Velho em Barro e Olho D’água do Cumprido em Missão velha, todas no Ceará. Alem dos agentes também participaram da capacitação professores, alunos e comunitários de Oitis. Após o termino da capacitação todas as comunidades participantes receberam suas arcas e livros que levaram para suas respectivas comunidades.

Foto: Marcelo Valle

Comunidade do Espinheiros, Aurora- CE será contemplada com abastecimento de água Por: Rafael Campos Pereira 17/3/2009 A comunidade do Espinheiro em Aurora – CE será beneficiada com abastecimento de água, através do governo municipal e Federal por meio do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), onde a comunidade será contemplada com um projeto pelo qual serão construídos uma rede de abastecimento de água e uma unidade de tratamento; este projeto atenderá mais de 180 famílias da comunidade do Espinheiro e comunidades circunvizinhas, e a água para o abastecimento será captada de um açude público localizado na comunidade do Espinheiros. Associação da Cuiabá tem projeto da CONAB/PAA e faz distribuição de alimentos no dia 19/03 Por: Carlos Matias 16/3/2009 No dia 19/03, quinta feira, a comunidade COEP Cuiabá começará a distribuir alimentos adquiridos através da

Programa Comunidades Semiárido

118


Notícias de Campo CONAB/PAA (programa de aquisição de alimentos e doação simultânea) numa parceria com a associação APRAC Associação dos Produtores da Comunidade Cuiabá. A associação começa a acessar as políticas publicas e abrir as portas do assentamentos para acessar mais projetos.

ASSISTÊNCIA TÉCNICA NA COMUNIDADE - POLÍTICA PÚBLICA SENDO REALIZADA. Por: José Murilo Siqueira 9/3/2009 Na Comunidade COEP Campinhos, na zona rural de Pariconha/AL, foi realizada no dia 04 de março, em sua sede, uma assembleia geral com presença do Técnico Agrícola e da Assistente Social, ambos representando a SEAGRI/EMATER (Secretaria de Agricultura do Estado). Os representantes da entidade comentaram que a comunidade foi uma das selecionadas para receber assistência do órgão, pela organização que apresenta e por ter um potencial para o desenvolvimento. Comentaram que a comunidade será beneficiada com sementes via Secretaria do Estado, em que os agricultores devem mencionar sua opção de cultura como também a área de plantio. Os agricultores ficaram satisfeitos com a palestra dos representantes da Secretaria e bastante interessados no plantio da mamona e algodão, principalmente após receberem informações do Agente de Desenvolvimento Comunitário sobre o projeto algodão implantado pelo COEP através de uma mini usina de beneficiamento de algodão. Os agricultores antes tinham pouco interesse em plantar algodão pela dificuldade de sementes e devido ao preço baixo do algodão em rama.

PAA - Programa de Aquisição de Alimentos Por: Vandeilson Pedro dos Santos 6/3/2009 A comunidade COEP Assentamento Pioneira do pólo Sergipe, vem sendo beneficiada com o programa PAA – (programa de aquisição de alimentos), onde a cada semana as famílias do assentamento recebem uma alimentação diferente como: Carne, Iogurte, Macaxeira, Mel de Abelha, etc., o que vem ajudando na renda familiar destas pessoas do assentamento. Este é um projeto da CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento), que adquire estes alimentos de algumas associações cadastradas e repassa para outras associações mais carentes, também cadastradas no projeto.

Pronaf A Por: lenilson 2/3/2009 Depois de muitas lutas e tentativas frustradas, os comunitários da Comunidade COEP São João do Ferraz em Vertente - PE, conseguiram a aprovação do crédito e receberam quatro animais cada sócio.

Acesso às Políticas Publicas Por: Carlos Matias 23/2/2009 O Comitê mobilizador juntamente com Associação dos Trabalhadores Rurais do Assentamento Pioneira município de Poço Redondo, Comunidade COEP do Pólo Sergipe, através de mobilização, conseguiram firmar com o Projeto Dom Hélder Câmara PDHC, vinculado ao MDA - Ministério do Desenvolvimento Agrário, dois projetos fundamentais para a Comunidade. Um foi a conquista da reforma do espaço físico, no valor aproximado R$8.500,00, de um salão antigo da associação que passa ser o novo espaço para funcionar o telecentro da Comunidade. A outra conquista foi do grupo de mulheres da comunidade que conseguiu um projeto de galinha caipira de forma coletiva visando aumentar a geração de renda das famílias da Comunidade. A Comunidade Pioneira começa a dar um passo a frente ao acessar as Políticas Publicas

Programa Comunidades Semiárido

119


Notícias de Campo

COMUNIDADE BOA VISTA/JUREMA-PI É CONTEMPLADA COM PROJETO SOCIAL DO PDPR II FASE II DO PIAUI Por: Carlos Henrique Neri 18/2/2009 Foi aprovado pelo Conselho Municipal do PCPR II FASE II um projeto de âmbito social que beneficiará 57 famílias da Comunidade Boa Vista no Município de Jurema -Piauí no valor de US$ 50.000, o equivalente a R$118.000,00, todos os procedimentos de recebimento do recurso e construção dos banheiros estão sendo tomados e dentro de poucos dias a construção dos mesmos se iniciará. Esse é um dos resultados apresentados em Boa Vista ao longo do tempo pelos trabalhos realizados pelo COEP NACIONAL em conjunto com a comunidade, é o que afirma o Sr. Edílio Ferreira dos Santos/Presidente da Associação (O Coep nos ensinou a lutar por nossos objetivos e caminhar com os nosso próprios pés e por isso estamos buscando constantemente alternativas para melhorar a qualidade de vida em nossa comunidade, pois, vivemos em condições precárias e nem todas as casas têm um banheiro com fossa séptica. Estamos preparados para buscar outros beneficios, inclusive projetos produtivos através de políticas públicas, pois, acreditamos que esse é um dos caminhos e temos ainda um diferencial, contamos com um dos nossos membros do Comitê Mobilizador, como um dos integrantes do Conselho Municipal do PCPR II de Jurema – Piauí.

ENCERRAMENTO DO CURSO DE CORTE E COSTURA DO GRUPO DE ARTESANTO DE URUÇU Por: Lindemberg Figueredo 16/2/2009 Será nessa quarta-feira dia 18/02, na cidade de Gurinhém- Polo PB Agreste, a entrega dos certificados do Curso de Corte e Costura oferecido pela Prefeitura Municipal e ministrado pelo CAM- Centro de Ações Móveis do SENAI. Com recursos financeiros oriundos do Centro de Referência em Assistência Social - CRAS, através de repasses do IGD - Índice de Gestão Descentralizada e PAIF - Programa de Atenção Integral à Família, recursos vinculados ao Bolsa Família do Governo Federal, o curso possibilitou a capacitação do Grupo de Artesãs Flor de Uruçu, bem como outras mulheres da cidade de Gurinhém. A articulação para a realização desse curso teve a participação direta do COEP Comunidade Semiárido junto com o Grupo de Artesãs Flor de Uruçu.

Curso de manejo correto das águas na comunidade do Espinheiro, Aurora-CE. Por: Rafael Campos Pereira 22/1/2009 Foi realizado na comunidade do Espinheiro, um curso sobre o manejo correto das águas, que faz parte de uma das etapas para que as famílias recebam cisternas para captação das águas das chuvas, para consumo humano, (P1MC). Este projeto é desenvolvido pelas ONGs (ASA, ACB, CASA LILÁS ), Governo do estado do Ceará, etc; dessa forma, mais de setenta famílias da comunidade do Espinheiro serão beneficiados com cisternas no ano de 2009, melhorando assim a qualidade de vida na região.

Quixó PIAUI, inaugura Posto de Saúde e recebe espaço físico pronto para instalar o seu projeto gerador Por: Carlos Henrique Neri 21/6/2008 Hoje, dia 21 de junho, está sendo inaugurado o Posto de Saúde da Comunidade Quixó; esta é uma ação da Prefeitura Municipal de São Raimundo Nonato-PI reivindicada pela comunidade; nesta data houve vários atendimentos médicos e odontológicos, com extrações e limpeza dentárias. A comunidade está muito satisfeita e recebeu também a sala pronta para ser implantado o projeto gerador, ela foi concluída por meio de parceria com o poder público municipal. Há alguns dias atrás só haviam as paredes erguidas e por meio da atuação incessante da comunidade foi concluída e hoje feita a entrega. Agora, é possível viabilizar a aquisição dos equipamentos para a instalação da mini fábrica de corte costura de Quixó.

Inserção de Baixa do Morro(Pólo Piauí) nas políticas públicas do seu município Por: Carlos Henrique Neri 9/6/2008 A comunidade de Baixa do Morro situada no Pólo Piauí, conquistou através da Prefeitura Municipal do seu município/Fartura do Piauí, um posto de saúde; só falta equipar e alguns acabamentos finais. A data prevista para inauguração é no final do mês de julho. Segundo depoimentos dos comunitários, este é um dos resultados das ações para a busca da inserção da comunidade nas políticas públicas da administração municipal.

Programa Comunidades Semiárido

120


Foto: Marcelo Valle

Programa Comunidades Semiรกrido

121

Notícias de campo 2010  

Memória da atuação do COEP no Semiárido por meio de notícias recebidas de campo.

Advertisement