Mixmag Brazil Magazine Cover #40 Pink Panda

Page 1

WO RL D’S B I G G EST DA N C E M US I C M AGA Z I N E

PINK PANDA RISING STRAIGHT TO THE TOP IN EXTRAVAGANZA

#40 2021


INDICE • CONTENTS

04. 16. 22. 24 . 26. 28.

MIXMAG.COM.BR

P I N K PA N D ESSENCE O PRETTY PI OFENBACH DJ GLEN DOUSE


DA OF TIME NK H

MIXMAG.COM.BR


COVER STORY / PINK PANDA

MIXMAG.COM.BR


PINK PANDA MIXMAG.COM.BR


COVER STORY / PINK PANDA

MIXMAG.COM.BR


PINK PANDA são remixers altamente requisitados no circuito e carregam na bagagem uma bela lista de produções pra ninguem botar defeito. Recentemente (em 2020) os Pandas conquistaram não só a invejável posição #82 no famoso ranking dos Top 100 da DJ Mag Top 100 como tambem garfaram bons apoios de radio shows internacionais, espalhando suas músicas e visual marcante para os quatro cantos do planeta. Eles tambem já remixaram para os bis names como David Guetta, P!Nk, Anne-Marie e Bruno

Mars, graças a seu som com vibe perfeita para clubs e festivais. O remix do álbum de Bruno Mars & Cardi B, ‘Finesse’, em particular, ficou cinco semanas como nº 1 nos charts do Beatport, fora lançamentos em grandes gravadoras como Spinnin ’Records e Armada Music, batando milhões de streams a cada lançamento. No assunto shows ao vivo, os Pandas são requisitados mundialmente e recentemente fizeram uma grande turnê na China e em lugares como Tailândia, Indonésia, Japão e Índia.

Conseguimos trocar umas idéias com os caras para conhecer um pouco mais dessa incrível trajetória de sucesso. Confira a seguir! Conte sua história para o público brasileiro que talvez ainda não conheça você. Como começaram na Dance Music? Começamos a tocar como DJs enquanto éramos bastante jovens em Londres e fomos inspirados pela cena house, principalmente durante seu crescimento e nos conhecemos quando éramos residentes no mesmo clube.

MIXMAG.COM.BR


COVER STORY / PINK PANDA

Ambos tocávamos House e uma variedade que ia de Dancehall a Hip Hop em pistas diferentes …

Ele é um verdadeiro artista e realmente não se limita a um estilo ou subgênero.

Fomos apresentados pelo gerente do club na época, Steve, e começamos a produzir música juntos em casa e a tocar juntos focando exclusivamente em House / Bigroom / Trap na Ministry Of Sound às sextas-feiras.

Vocês alcançaram a posição 82 no famoso ranking dos Top 100 da DJ Mag, definitivamente um marco para qualquer artista de Dance Music no mundo. Como isso está impactando a carreira e quais são os planos para alcançar o cobiçado primeiro lugar?

Definitivamente, queremos subir na parada ano após ano, mas não podemos realmente controlar isso, então vamos continuar dando tudo o que podemos para nossa música e shows ao vivo e deixar as pessoas decidirem.

Desde que alcançamos esse destaque, acho que o mais importante é que muito mais gente percebeu que estamos realmente nos tornando conhecidos globalmente e agora nos levam bem mais a sério.

Vocês já trabalharam com algumas das maiores gravadoras do mundo como Armada, Universal e Spinnin’. Que conselho vocês poderiam dar a jovens artistas que se encontram lutando para lançar música e serem notados?

Obviamente, isso impulsionou nosso nome e definitivamente gerou um bom impacto em nossa agenda de turnês.

Persistência é a chave! Não se deixe abater, concentre-se em fazer suas produções realmente se destacarem e NÃO SIGA A

Começamos a lançar músicas e tocar sets com o nome Pink Panda e o resto é história! Quais artistas inspiraram vocês a escolherem a Dance Music como carreira profissional? Curtimos tantos artistas! Comercialmente, acho que Calvin Harris é um nome que certamente exerceu grande influência sobre nosso trabalho ao longo desses anos.

MIXMAG.COM.BR

Estamos muito gratos por tantos fãs terem votado na gente! Mostrar amor assim nos deixa muito emocionados.


MIXMAG.COM.BR


COVER STORY / PINK PANDA

MIXMAG.COM.BR


MIXMAG.COM.BR


COVER STORY / PINK PANDA

MULTIDÃO! É mais importante do que nunca tentar desenvolver seu próprio som em vez de perseguir as paradas.

tamos muitos amigos por lá e decidimos colaborar em novas músicas refletindo o som de hoje lá fora ...

Como tem sido para vocês a quarentena e o lockdown? Como vocês conseguiram se manter produtivos e criativos durante esses tempos infelizes que atingiram duramente toda a população global?

O EP é uma mistura de New Rave, Bass House, Bigroom e Hardstyle... Foi tão divertido fazer faixas mais pesadas para clubs de novo depois de me passarmos tanto tempo em ideias mais comerciais desde 2019!

Sim, nós nos enterramos no estúdio durante o lockdown. Produzimos mais de 20 faixas novas e selecionamos 10 para lançar em um EP duplo chamado “Plan Perfect“ em 2021.

Com os eventos ainda congelados na maior parte do mundo, vemos que vocês andam tocando em eventos legais na China. Como é poder cair na estrada novamente e se apresentar para milhares e milhares de fãs?

Por causa de nossa turnê na China nos últimos anos, conquis-

MIXMAG.COM.BR

Sim, nós temos muita sorte em


poder continuar fazendo nossas turnês pela China. Tem sido uma jornada e tanto… No Reveillon desse ano de 2020 nós encabeçamos a maior festa do ano ao lado de Carta, Lizzy Wang e um monte de outros amigos em um show para 50.000 pessoas. Foi muito louco! E os planos para 2021 em diante, o que podem conosco? Alguma colaboração ou mesmo uma turnê brasileira na programação?

formatando envolvem coisas realmente muito legais! Nos vemos no Brasil muito em breve! Em termos de música, temos algumas colaborações muito empolgantes em andamento com artistas que admiramos muito e dos quais somos fãs há anos, então não poderia estar mais entusiasmados! Instagram.com/PinkPandaDjs Facebook.com/PinkPandaDjs Soundcloud.com/PinkPandaDj

Sim, de fato! Mal podemos esperar para vir ao Brasil festejar com vocês! Ainda não podemos falar sobre nossos planos, mas podemos dizer que definitivamente vamos aparecer por aí em 2021 e os planos que estamos

MIXMAG.COM.BR




HIG HLIG HT

ESSENCE OF TIME By Marllon Gauche

MIXMAG.COM.BR


Declaradamente apaixonado pelo Brasil, essa foi a primeira vez em 13 anos que o francês Essence of TIME não passa o réveillon em terras tupiniquins. Isto porque Michel Saurin, DJ e produtor - que no passado atendia pelos nomes Mitch L.J e TIME - já está acostumado a pisar nos nossos palcos e levantar a energia da pista. Mas hoje ele é um novo artista e com seu novo alter ego, imprime na sua música uma estética atemporal com um toque de

espiritualidade, trabalhando cuidadosamente com as frequências para despertar as emoções certas nas pessoas.

Olá pessoal! Estou muito bem, perto da natureza em minha casa no sul da França e com muita música feita nos últimos meses.

Através desta energia invisível, Essence of TIME está pronto para dar o pontapé em 2021, acreditando em um futuro melhor, mas antes nós investigamos o que há em seu horizonte:

Sobre esperança com a vacina? Na verdade não [risos]... pra mim isso é um grande golpe para dar mais dinheiro à indústria farmacêutica, já que leva no mínimo oito anos para criar uma vacina que seja confiável... como eu poderia contar com algo feito em uns dois meses?

Então, primeiramente nos conte, como tem sido esses dias? Você tem sentido esperança com as novidades sobre a vacina? Como estão as coisas aí na França?

É ficção científica, especialmente o novo tipo de vacina não é uma MIXMAG.COM.BR


HIG HLIG HT

MIXMAG.COM.BR


“vacina”, mas funciona com ARN (vai modificar o nosso DNA), por isso, pessoalmente, tenho muitas dúvidas, já que ninguém tentou essa abordagem em qualquer momento no passado… Como você tem se mantido ocupado nesse tempo? Imaginamos que muita música passou pelos seus ouvidos nestes longos meses… o que de mais interessante você tem escutado? Super ocupado, trabalhando em casa, criando e ouvindo.

Não consigo falar uma faixa específica, mas posso dizer que o estilo está evoluindo, eu sinto que, como as pistas de dança estão fechadas em todo o mundo, isso tem uma incidência nos produtores musicais que estão produzindo. Eu me sinto como uma mistura de gêneros, o que é super interessante… E quando você está no estúdio, as horas passam mais rápido ou mais devagar do que antes?

Mais rápido que o tempo! O tempo é relativo, meus caros… Então, em agosto de 2020 noticiamos seu lançamento pela Where The Heart Is, de David Hohme. Pode nos contar mais sobre essa faixa? O que ela possui de especial para você? A faixa é resultado de muitas sessões de estúdio. Tenho este nome relacionado a um de meus álbuns favoritos de Herbie Hancock. Comecei a trabalhar nela há quase dois anos! Deixei no meu MIXMAG.COM.BR


HIG HLIG HT

computador, aí trabalhei em outra versão mais tribalista... mandei pro meu amigo David, ele ficou super animado e até fez uma edição da faixa, a gravadora até passou um vinil lindo de edição limitada, fiquei muito feliz com este lançamento. Seu último lançamento do ano foi o single “Consequences” com o brasileiro T|Y, que saiu pela Family Piknik. E para o próximo ano, o que você já pode compartilhar com a gente? Sim, um lançamento muito legal com T|Y, ele é um talentoso proMIXMAG.COM.BR

dutor brasileiro em ascensão e dono de uma bela alma. Nos conectamos logo de cara e até temos outra faixa já sendo produzida, mas sairá apenas no próximo ano. Além desse tem vários outros sons encaminhados, eu tenho trabalhado desde fevereiro com diferentes cantores em vários tipos de projetos, algumas faixas estão prontas, então 2021 deve vir com muitas novidades :) Vimos que você falou que esta será a primeira vez em 13 anos que você não passará o réveillon

no Brasil. Onde você geralmente ficava por aqui? Quais lugares inesquecíveis você já tocou? Wow… são muitos lugares na minha memória, eu geralmente passo o réveillon no Sul do Brasil, mas lembro de algumas cidades como Camboriú, Jericoacoara, Floripa, Rio de Janeiro, Porto Alegre, São Paulo e etc. Eu tocava em grandes clubes, festivais, festas em barcos e tal, realmente tenho muitas memórias especiais que fica difícil mencionar apenas uma...


Por fim, qual é a mensagem que você tira disso tudo? Pra mim essa pandemia envolve todos os governos e nações do mundo... eu sinto que às vezes estou em um hospital a céu aberto com todos usando máscaras na rua e com medo de todo mundo, esse estado de medo dominou o globo... Pessoalmente, eu escolho viver do que ficar com medo, então eu vivo dessa maneira, o que significa que entro em pânico e sigo minha vida.

MIXMAG.COM.BR

A espiritualidade faz parte do meu dia a dia e considero todos os seres vivos como seres vibracionais, estou convencido de que à medida que diminuímos o nosso índice de vibração (por exemplo, com um estado de medo constante), isso envolve uma incidência na nossa imunidade. Acredito que nós (produtores) somos os criadores para ajudar a elevar a vibração das pessoas em massa através de nossas criações, então convido todos os produtores a continuarem criando músicas leves e harmoniosas ajudando a aumentar essa vibra-

ção positiva, todos nós somos pioneiros de um novo mundo, a música é apenas a nossa ferramenta! É realmente um pouco como uma luta entre a luz e as trevas que enfrentamos em nossos dias, mas de uma coisa tenho certeza: a luz vai prevalecer. Instagram: essenceoftimeofc Facebook: essenceoftimeofc

MIXMAG.COM.BR


HIG HLIG HT

PRETTY PINK Criada nas mais densas e obscuras florestas da Alemanha, Anne Karolczak aka Pretty Pink, criou seu próprio caminho até chegar aos maiores clubs e festivais internacionais. Pretty Pink conquistou slots no line up de alguns dos maiores eventos do circuito mundial, como Nature One e até famosíssimo Tomorrowland Festival, na Bélgica. Com seu crescente sucesso, começou a assinar contratos com

MIXMAG.COM.BR

grandes gravadoras, como Armada, Suara, Kontor Records, Ultra e vários outros labels de renome global.

transmite boas vibes através temas universais, com otimismo transcendendo o tempo e continentes.

E a artista sabe que atualmente, mensagens de esperança são mais significativas do que nunca e música como ‘Taste Your Love’ (feat. The Element) é exatamente o que a galera precisa.

Os novos trabalhos, puro groove e puras good vibes, de Pretty Pink sairam por labels pra lá de importantes como Anjunabeats e Found Frequencies, que você pode conferir aqui.

E para fechar 2020 com chave de ouro, Pretty Pink tambem lançou ‘Come Back’, faixa que

Insta: prettypinkmusic FB: prettypinkmusic


MIXMAG.COM.BR


G ET TO KNOW

OFENBACH Interview by Tracy Arijón

Mais de 1 bilhão de streams e 350 milhões de visualizações no Youtube. Esses são os números incríveis que somam a dupla parisiense Ofenbach (Dorian & Cesar). Com 16 certificações de platina e 15 de ouro, eles são jovens e estão no início do que promete ser uma longa e bem-sucedida carreira no mundo da Música Eletrônica. Estar no palco é seu playground e viajar pelo mundo seu estilo de vida do dia-a-dia. MIXMAG.COM.BR


O duo já realizou mais de 250 shows com 3 turnês europeias, 2 turnês nos EUA e 1 turnê asiática. Seu mais novo single ‘Head Shoulders Knees & Toes’ é novamente um grande sucesso mundial com mais de 1 bilhão de streams e mais de 350 milhões de views no Youtube! Ofenbach é com certeza um nome para você ficar de olho em 2021 e além! Soundcloud/weareofenbach Instagram.com/ofenbachmusic

MIXMAG.COM.BR


HIG HLIG HT

DJ GLEN By Marllon Gauche

Se para muitos o ano de 2020 deve ser esquecido, para outros a data ficará marcada para sempre. É o caso de DJ Glen, que depois de ultrapassar a marca de 20 anos de carreira, focalizou esforços na concepção de seu primeiro álbum, Every Hi-end Is a New Beginning, com 20 tracks originais para encerrar o ciclo de 2020 com chave de ouro. O disco chegou oficialmente no dia 18 de Dezembro pela Elevation, gravadora comandada por Illusionize, que inclusive colabora com Glen na faixa ‘Drop It’. MIXMAG.COM.BR

Sobre a ideia inicial de lançar um álbum, ele comentou: “Não me lembro de fato quando defini isso, mas sempre foi um grande objetivo meu, mais como simbolismo artístico mesmo.

não ocorreu). Queria mostrar pro mundo tudo que eu tinha de melhor aqui guardado. Quando fiz a pré seleção das tracks de metade do álbum contei 43… depois fiz mais umas 9 ou 10.

O grande sinal do simbolismo eram 20 anos de carreira em 2020, com 20 tracks para relembrar os bons álbuns que antigamente transbordavam tracks”.

Tentei fazer uma história com as tracks de uma forma que qualquer pessoa pudesse ouvir e se entreter sem precisar necessariamente de um DJ (em uma pista de dança)”.

Segundo ele, metade das faixas foram feitas durante a pandemia. “Eu imaginava que o pós-pandemia seria em dezembro (o que

Além das faixas que levam a sua assinatura, há também collabs com Fabrizio, Cour T., Bruno Furlan e Illusionize, amigos de Glen:


“Fabrizio e BF vieram aqui em casa, já o Pedrinho e o Cour T fizemos virtualmente”, revela, iniciando ainda outro mistério: “Também teve mais uma collab virtual com um artista famoso que - como saberia que não seria aprovado, pois saiu muito do estilo dele - acabei não mencionando o nome e nem sequer mandando a obra final, foi tipo um roubo das ideias mesmo, pela minha parte, pro bem da arte, uma situação nova e doida. Cada um que tente achar a obra e descobrir quem é o artista [risos]”.

Glen deixou mais um recado: “Filosofei muito nestes 10 meses loucos, agradeci e apreciei cada decisão que tomei em minha vida e colhi isso durante este tempo. Com minha família e estilo de vida, concluí que a verdadeira riqueza não é a que se pinta nos algoritmos de rede social, é algo bem óbvio que sempre soube mas, em momentos de crise, tudo isso vem à tona de uma maneira bem forte e foi muito gratificante ver o resultado dessas escolhas. Acho que o importante é estar

preparado e assumir os riscos que corremos em cada escolha, sabemos que o futuro é incerto e gosto de planejar somente metade das coisas, sou bem pessimista e me preparo sempre para o pior, assim evito decepções que é algo que me deixa pra baixo. Vou focar em viver um dia de cada vez. É isso. Agora é ouvir o álbum num soundsystem que tenha o máximo ‘range’ de frequências possível, pois foi assim que produzi ele”. Facebook.com/djglendj Instagram.com/djglendj MIXMAG.COM.BR


HIG HLIG HT

DOUSE By Ágatha Prado

Firmando ainda mais os laços com artistas e o público brasileiro, a gravadora LouLou Records carimbou seu primeiro release de 2021 com o trabalho de um brasileiro, Douglas Cardoso aka Douse. Apesar de um nome recente no cenário eletrônico, o artista vem entregando uma identidade expressiva que passeia pelos estilos Minimal/Deep Tech, especialmente em seus últimos lançamentos pela Erase Records, qual atingiu notáveis posições nos charts do Beatport. MIXMAG.COM.BR

Agora em seu EP de estreia pelo label belga, Douse apresenta Soul com duas faixas que prometem elevar a temperatura do dancefloor quando pudermos estarmos nele novamente. “First” traz uma estética mista entre o Tech House com viradas provocantes, nuances minimalistas de fragmentos melódicos e cuts de vocais pra você cantar junto. A faixa-título completa o disco com viradas vibrantes, uma bassline bem delineada e novos

vocais que protagonizam o arranjo da faixa, características que já a fizeram emplacar no primeiro dia na posição #57 no chart de Tech House no Traxsource. Soundcloud/dousemusik Instagram.com/dousemusik


MIXMAG.COM.BR


MIXMAG PREMIERES Os Lançamentos Mais Quentes Dos Maiores DJs & Producers Da Música Eletrônica Internacional

Entre em contato! mixmag@mixmag.com.br


WO RL D’S B I G G EST DA N C E M US I C M AGA Z I N E

WO RL D’S B I G G EST DA N C E M US I C M AGA Z I N E

MIXMAG.COM.BR