Notícias de Oeiras N.º 54

Page 1

PUB

Testes de Glicémia, Colesterol e Triglicéridos • Tensão Arterial Feliz dia da Testes de Gravidez • Administração de Vacinas e outros Injetáveis Cuidados de Nutrição e Podologia • Espaço Animal mulher!

Dir. Técnica. Dra. Isabel Alexandra R. C. M. Carreiro

Jornal Mensal do Concelho de Oeiras

AGORA NO

Diretora: Graça Tracana

N.º 54

Fevereiro de 2024

Gratuito

SIGA-NOS!

www.noticias-oeiras.pt

DIREITOS RESERVADOS

PUB

Remodelação e Manutenção de Espaços

Trabalhamos o seu conforto

Remodelação geral Manutenção

MULHERES DE SUCESSO

Reabilitação Recolha e encaminhamento de entulhos ANTES

DEPOIS

• p. 7 a 10

963 519 559 967 693 911 m.abreu.unip@gmail.com

Reportagem

• p. 2-3

A Jornada do Centro Social Paroquial de Barcarena, instituição que se destaca pela sua abordagem inclusiva e diversificada.

Artes

• p. 4

Abertas as inscrições para a 6ª edição do Experimenta-te, projeto que leva os jovens a experimentar atividades artísticas.

Entrevista

• p. 12-13

Entrevista a Bruna Coelho, Presidente da União Recerativa do Dafundo sobre os desafios e conquista do clube.

Basquetebol

• p. 15

Equipa feminina do Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense luta pelo título de campeã nacional 1ª Divisão. PUB

www.pestrochas.pt 21 958 2714

Estamos em todo o lado… como as pragas!

Gestão de Pragas Roedores

Dípetros

Aves

Xilófagos

Blatídeos

Outras pragas


2 • Fevereiro de 2024 PUB

Centro social paroquial de barcarena

FARMÁCIA MARTA

Centro Social Paroquial de Barca

Linda-a-Velha

FELIZ DIA DA MULHER! Aconselhamento Farmacêutico Aconselhamento DermoCosmética Teste Colesterol Teste Diabetes Medição da Tensão Arterial 2.ª a 6.ª - 9h às 20h (não fecha para almoço) | Sábados - 9h às 13h30 e das 15h às 20h Av. 25 de Abril, 27 | 2795-197 Linda-a-Velha | Tel: 21 415 80 30/9 | Fax: 21 414 25 84 PUB

LOIÇAS - VIDROS - ALUMÍNIOS - PLÁSTICOS - FAIANÇAS PORCELANAS - TALHERES E ARTIGOS PARA BRINDES - ETC.

COMPLETO SORTIDO DE ARTIGOS PARA CASA DE BANHO

www.loicasdoarco.pt 21 411 55 07 | 21 411 76 99 | geral@loicasdoarco.pt

Rua Damião de Gois, 40-42, c/v (Arco de Passagem, Loja 1-B) – ALGÉS

Centro Social Paroquial de Barcarena, uma instituição que se destaca não apenas pelo seu compromisso social, mas também pela sua abordagem inclusiva e diversificada. O Centro Social Paroquial de Barcarena teve uma origem modesta, mas a sua evolução ao longo dos anos é notável. O Presidente Carlos Borges relembra os primórdios da instituição, quando ela surgiu como resposta às grandes cheias que assolaram a região em 1968. Na época, a Igreja de Barcarena assumiu o papel de apoio às populações afetadas, reunindo esforços para auxiliar aqueles que perderam as suas casas e pertences. O que começou como um projeto emergencial logo se transformou em algo mais duradouro e abrangente. O Centro Social Paroquial de Barcarena gradualmente expandiu as suas atividades, tornando-se uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS). Na vertente social, o Centro oferece uma ampla gama de serviços, desde berçário até ao apoio domiciliário para idosos. O Presidente Carlos Borges destaca a importância de atender a todas as faixas etárias, proporcionando cuidados desde os primeiros anos de vida até a terceira idade. Além disso, o Centro de Convívio e

a Universidade Sénior oferecem atividades específicas para adultos e idosos, promovendo o aprendizado contínuo e o convívio social. O Presidente Carlos Borges enfatiza que o objetivo é alcançar toda a comunidade, seguindo os princípios do Papa Francisco de acolhimento e solidariedade. Um dos destaques do Centro Social Paroquial de Barcarena é a Escola de Artes e Talentos, que oferece cursos de música, dança e outras expressões artísticas para crianças e adultos. Apesar dos desafios enfrentados ao longo do tempo, o Centro Social Paroquial de Barcarena mantém-se firme na sua missão de promover o bem-estar e a inclusão social. “Mesmo diante das adversidades, o projeto continua avançando com vigor, graças ao apoio da Câmara Municipal de Oeiras”, afirma o Presidente Carlos Borges. No Centro de Apoio aos Jovens (CAJ), situado na comunidade, encontramos um ambiente acolhedor e diversificado, destinado aos jovens. Este espaço é frequentado por cerca de 25 jovens diariamente, após as suas atividades escolares, onde têm a oportunidade não só de conviver, mas também de participar em diversas atividades.


Jornal Quinzenal • 3

rena - União e Solidariedade “O objetivo principal do CAJ é abranger e criar laços com todos os seus frequentadores. É notável a presença ativa da equipa, liderada pelos membros Carla e André, que desempenham um papel fundamental na dinamização das atividades e no apoio aos jovens”, afirma o Presidente Carlos Borges. “Não se trata apenas de oferecer apoio educacional, mas também de garantir que cada membro da comunidade tenha acesso a alimentação adequada. Entendemos que mesmo um simples gesto, como oferecer uma peça de fruta ou um pacote de leite com chocolate, pode significar uma refeição nutritiva para muitos jovens, que de outra forma não teriam essa oportunidade”, afirma Alexandre Pinto Vaz, Diretor Financeiro. O Centro Social Paroquial de Barcarena tem também duas lojas socias a “Loja dos Sorrisos”. Nestes locais as pessoas têm acesso a roupas, brinquedos, entre outros. O nome “Loja dos Sorrisos” reflete o objetivo do centro de espalhar alegria e solidariedade pela comunidade. “É importante destacar que estas lojas não visam lucro, mas sim o bem-estar das pessoas. Através de doações e aquisições

simbólicas, busca-se não apenas suprir necessidades materiais, mas também promover um sentimento de pertença e cuidado mútuo entre os membros da comunidade”, afirma o Presidente Carlos Borges. Nas Lojas dos Sorrisos, cada pessoa que lá está é movida por um propósito maior: fazer a diferença na vida dos outros. São voluntários dedicados, reformados, que dedicam parte do seu tempo para ajudar aqueles que mais precisam. Além

disso, a direção é composta por cinco pessoas igualmente voluntárias, assim como o conselho fiscal. Em relação ao projeto Equipamento Multivalência, há muitos anos, o sonho de construir um novo centro social para a comunidade de Barcarena começou a ganhar forma. “Recordo-me dos padres Jorge Dias e Ricardo, que dedicaram muitos anos de serviço à frente dos centros sociais e paroquiais locais. Suas palavras e visão foram o embrião deste

projeto, que atravessou diversas fases ao longo do tempo”, lembra o Presidente Carlos Borges. Inicialmente, enfrentaram desafios financeiros significativos, mas com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras, avançaram com determinação. Houve contratempos, como a pandemia e questões burocráticas, mas com o compromisso renovado da comunidade e das autoridades locais, continuam firmes no propósito de concretizar este sonho. Hoje, com as fundações já assentes e a construção a todo o vapor, vislumbramos um futuro promissor. O novo centro será um marco na vida de Barcarena, oferecendo não apenas instalações modernas, mas também serviços abrangentes. “Embora ainda haja muito trabalho pela frente, estamos confiantes de que, até meados de maio, junho de 2025, veremos o novo centro social em pleno funcionamento, pronto para servir e enriquecer as vidas daqueles que mais necessitam. Este é um sonho que se torna realidade, graças à Câmara Municipal de Oeiras, nomeadamente ao Sr. Presidente Isaltino Morais”, afirma o Presidente Carlos Borges. • Tânia Faria PUB


4 • Fevereiro de 2024 artes

Abertas as inscrições para a 6ª edição do Experimenta-te, projeto que leva os jovens a experimentar diversas atividades artísticas Estão abertas as inscrições para a 6ª edição do “Experimenta-te”, programa da Câmara de Oeiras com o objetivo de despertar o interesse dos jovens e a sua vocação em áreas como o teatro, dança, música ou costura com recurso à aprendizagem e experimentação com aulas a decorrerem ao fim-de-semana. No final, os alunos irão apresentar os seus projetos num evento a realizar-se no dia 26 de maio no Largo 5 de outubro, em Oeiras. O programa, destinado a jovens entre os 13 e os 18 anos residentes e/ou estudantes no concelho de Oeiras, abrange um total de 9 áreas: Ilustração, Fotografia, Vídeo, Música, Criação e Costura, Cozinha, Design e Desenvolvimento de jogos, Build Your Robot for the Future e Smart City. Todas as aulas têm um custo de 10 euros. As aulas de Ilustração, Fotografia e Vídeo decorrem nos dias 6, 13 e 20 de abril

e 4, 11 e 18 de maio, entre as 9h e as 13h, na World Academy. As aulas de Música realizam-se nos dias 6, 13, 20 e 27 de abril e 4, 11, 18 e 25 de maio das 15h às 18h ou das 18h15 às 21h15 na Crescendo Escola de Música Oeiras.

A Creative Stitches será a responsável pelas aulas de criação e costura que decorrem nos dias 2, 9, 16 e 23 de março, 6, 13, 20 e 27 de abril e 4, 11, 18 e 25 de maio entre as 10h e as 13h ou as 14h e as 17h. As aulas de Cozinha realizam-se na Petit Chef nos dias 16 e 23 de março, 6,

13, 20 e 27 de abril e 4, 11 e 18 de maio entre as 10h30 e as 12h. Instituto Superior Técnico – Campus TagusPark vai receber nos dias 9, 16 e 23 de março, 6, 13, 20 e 27 de abril e 4, 11, 18 e 25 de maio entre as 10h30 e as 12h30 as aulas de design e desenvolvimento de jogos. Em “Build Your Robot for the Future”, os participantes terão a oportunidade de criar o seu próprio robot. As aulas realizam-se nos dias 9, 16 e 23 de março, 6, 13, 20 e 27 de abril e 5, 11, 18 e 25 de maio entre as 10h e as 13h no Instituto Superior Técnico – Campus TagusPark. As aulas de Smart City decorrem nos dias 9, 16 e 23 de março, 6, 13, 20 e 27 de abril e 4, 11, 18 e 25 de maio das 14h30 às 17h30. A formação é dada pelo Instituto Superior Técnico – Campus Taguspark. Nestas aulas vai ser possível construir e controlar com um clique uma cidade 3D. • Nuno Rilhas

literatura

História da Cartuxa contada em livro No passado dia 2 de fevereiro, a Igreja do Mosteiro da Cartuxa recebeu o lançamento do livro “Santa Maria Vallis Misericordiae, A Cartuxa em Oeiras”, obra da autoria da Câmara Municipal de Oeiras que aborda a história do Convento da Cartuxa. Integrado na coleção municipal ‘Livros de Oeiras’, trata-se de um livro que reflete uma primeira fase de investigação realizada pela Câmara Municipal de Oeiras, com vista ao entendimento, à preservação da memória Cartusiana em Portugal e ao respeito pelos quatro séculos de História que marcaram este Património Cultural único no concelho e no país. A cerimónia de apresentação do livro

contou com a presença de dezenas de pessoas entre elas o Presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, e do representante oficial da Ordem da Cartuxa, Vítor Henriques. “A recuperação do património exige um rigor extraordinário, projetos devidamente elaborados, materiais cuidadosamente escolhidos, empreiteiros especiais e um acompanhamento rigoroso. É isto que estamos a fazer aqui na Cartuxa. E a publicação deste livro é a demonstração do empenho que a Câmara está a dedicar a esta recuperação”, sublinhou Isaltino Morais. • Nuno Rilhas

PUB

Escola associada ANIECA Categoria Motociclos, Quadriciclo (B1/Microcar) e Ligeiros (Caixa Manual e Automática)

www.ecpa.pt

Parceiros IMT

Revalidações de cartas e documentos de veículos e condutores. Formação Inicial / Renovação CMTVDE

21 442 76 28 | 96 330 09 16

Rua José Moreira Rato, 6A – 2770-106 Paço de Arcos | esc.cond.pacodarcos@gmail.com

INVESTIMOS NO FUTURO DOS CONDUTORES


Jornal Quinzenal • 5 PUB

teatro

PORTO ONLINE AMADORA

História de Nós 2 estreia dia 23 de Fevereiro no TIO

PERSONALIZAÇÃO VESTUÁRIO

Comercializamos e personalizamos vestuário, fardamento e equipamento para os diferentes ramos: - Restauração & Hotelaria - Hospitalar & Farmaêutica - Indústria Fabril - Rodoviário e Alta Visibilidade

PUB

“História de Nós 2”, peça de sucesso no Brasil, chega a Oeiras no dia 23 de fevereiro, pelas 21h30. Com texto de Licia Manzo e encenação de Carlos d’Almeida Ribeiro tem como protagonistas os atores brasileiros Miriam Freeland e Roberto Bomtempo. Uma comédia romântica que conta a história de Edu, um homem dividido entre o desejo de ascender profissionalmente, a vontade de manter um casamento e o sonho de se manter eternamente livre e Lena uma mulher ‘partida’ entre carreira, maternidade e paixão. “Dois personagens que, em cena, transformam-se literalmente em seis: Edu, Duca, Carlos Eduardo, Lena, Mammy e Maria Helena, dando corpo e voz às dife-

rentes ‘facetas’ de um mesmo homem e uma mesma mulher.”, pode ler-se na sinopse. O espectáculo decorre na noite em que Edu, separado de Lena há algum tempo, vai buscar os seus últimos pertences ao apartamento. O derradeiro encontro do casal converte-se num ajuste de contas a um só tempo cómico e emocionante, onde tentam descobrir quem afinal causou a separação: a mulher, a mãe, a advogada bem-sucedida ou o marido, o adolescente eterno, o publicitário workaholic. “História de Nós 2” vai estar em cena no TIO até 30 de março com sessões às sextas e sábados às 21h30. Os bilhetes têm um custo de 16 euros.

COMUNICAÇÃO DE REVOGAÇÃO DE PROCURAÇÃO Na presente data, a Exma. Sra. Brites Louro Raposo expressamente comunica, para efeitos do n.º 2 do artigo 258.º do C.P.C., que por Instrumento de Revogação, outorgado no dia 10 de novembro de 2021, no Cartório Notarial de Oeiras a cargo e perante a Dra. Ana Sofia da Graça Carrilho, Notária em substituição, sito na Estrada de Paço de Arcos, n.º 9, 1.º andar, escritório B, Paço de Arcos, revogou a procuração por si outorgada em 04 de dezembro de 2019, com termo de autenticação efetuado a 05 de dezembro de 2019, no Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental EPE (Hospital de Egas Moniz), pelo Dr. António Correia Novais, Advogado, portador da cédula n.º 15030L, com domicílio profissional na Rua da Vista Alegre, n.º 8, 1.º Dto., em Paço de Arcos, a favor do Exmo. Sr. José Alberto Correia Bastos, divorciado, portador do Cartão de Cidadão com o número de identificação civil 0206360, contribuinte fiscal n.º 133.971.503, residente na Rua Peixinho Júnior, n.º 23, 2.º B, 2770-136 Paço de Arcos, Oeiras, a qual lhe foi devidamente comunicada através de missiva datada de 08 de janeiro de 2024, não podendo, por isso, praticar quaisquer atos em sua representação.

PUB

• Nuno Rilhas

bibliotecas

Dormir nas Bibliotecas de Oeiras em mais uma edição do “Pijama às Letras” As Bibliotecas Municipais de Oeiras vão levar a cabo mais uma iniciativa do “Pijama às Letras” que permite às famílias passarem a noite nas Bibliotecas e na Livraria Verney com um espetáculo de teatro e um serão de contos com um convidado surpresa. A iniciativa é dirigida a crianças dos 5 aos 12 anos que devem ser acompanhados por 1 ou 2 adultos. As inscrições já estão abertas e devem ser feitas presencialmente num destes locais por um dos adultos que vai participar. Todos os participantes têm de estar inscritos na rede das Bibliotecas de Oeiras que pode ser feita em catalogo. oeiras.pt. “No sentido de dar oportunidade a que mais famílias desfrutem da experiência, as que participaram no ‘Pijama às Letras’ em 2023 (em qualquer equipamento) não poderão participar este ano.”, explica a organização.

As inscrições para as Bibliotecas Municipais de Algés e Carnaxide já estão esgotadas mas tem ainda a oportunidade de se inscrever para a Livraria Verney para o dia 1 de março e para a Biblioteca Municipal de Oeiras no dia 8 de março. Em ambos os dias decorre a partir das 20h30. • Nuno Rilhas

RESIDÊNCIA SENIOR, APOIO DOMICILIÁRIO

Feliz dia da mulher!

Recuperação Apoio Clínico Consultas

(urgentes ao domicílio ou na instituição)

ATENDIMENTO PERMANENTE

963 224 461

Dr. Victor Espadinha

youcansave2020@gmail.com

MÉDICO INTERNISTA

CONCELHO DE

CASCAIS Ao dispor 24h. Vamos ao encontro dos nossos SÉNIORES.

Rua Bartolomeu Perestrelo, n.º 122 – CASCAIS


6 • Fevereiro de 2024 ambiente

aniversário

Mais de 200 voluntários participam na plantação de árvores em Porto Salvo

Celebração do centenário do Padre Fernando Martins

Porto Salvo conta agora com mais de 2000 árvores e arbustos de espécies autóctones e bem-adaptadas ao clima mediterrânico plantadas num terreno municipal localizado em Talaíde. A iniciativa, que decorreu em Porto Salvo, foi organizada pelo Programa Oeiras Solidária (POS), em articulação com o Departamento de Ambiente e Qualidade de Vida da Câmara Municipal de Oeiras. Esta foi a primeira de várias ações de

plantação que vão acontecer este ano, no âmbito das políticas de sustentabilidade do Município de Oeiras e que contou com a colaboração de mais de 200 voluntários. Entre os voluntários, estiveram algumas personalidades conhecidas, como consagrados atletas Humberto Coelho, Pedro Pauleta e João Pinto, assim como entidades integrantes da Rede POS, nomeadamente a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), DELL, SAP Portugal, Fun Langua-

ges, Seda Ibérica, Auchan, CISCO, Panegara, ANIPLA e ARIA. Esta foi a primeira ação de plantação, inserida no âmbito das políticas de sustentabilidade de Oeiras mas durante os meses de fevereiro e março seguem-se outras por todo o concelho. Em março, além das habituações plantações no dia mundial da árvore que se celebra no dia 21 e que contam com a participação de centenas de alunos das escolas do concelho estão ainda agendadas ações de plantação que pretendem envolver empresas que integram a Rede Colaborativa ‘Oeiras Solidária’, alunos da Universidade Nova IMS de Lisboa, alunos das universidades sénior, e grupos de escuteiros. “Estas ações visam, cada vez mais, consciencializar a comunidade para a importância das árvores em meio urbano, e simultaneamente, contribuir para reforçar o Objetivo Desenvolvimento Sustentável (ODS) 15 – ‘Proteger a Vida Terrestre’”, explica a autarquia em comunicado.

A Igreja Matriz de Oeiras encheu-se no passado dia 3 de fevereiro, para celebrar o centenário do Padre Fernando Martins. A missa, presidida pelo Patriarca de Lisboa, D. Rui Valério, foi um momento marcante, no qual o sacerdote participou ativamente. A Eucaristia contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, da Presidente da União das Freguesias de Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias, Madalena Castro, da Presidente da Assembleia Municipal, Elisabete de Oliveira, e do Vereador Pedro Patacho. Estiveram ainda presentes o Cardeal D. Manuel Clemente, Patriarca emérito de Lisboa, o Padre Sérgio Mendes, pároco de Oeiras, além de outros sacerdotes, bem como autoridades locais, paroquianos, familiares e amigos do Padre Fernando Martins. A celebração terminou com um bolo e os parabéns ao Padre Fernando Martins.

• Nuno Rilhas

aniversário

A Junta de Freguesia de Barcarena comemorou no passado dia 2 de fevereiro o 188º aniversário. Este dia marca a data da tomada de posse da Primeira Junta de Freguesia de Barcarena no dia 2 de Fevereiro do ano de 1836. As comemorações iniciaram-se de manhã com o hastear das bandeiras na sede da Junta de Freguesia. Ao final do dia decorreu no Auditório Afonso de Barros na Universidade Atlântica uma Sessão Solene que contou com discurso da Presidente da Junta, Bárbara Silva, e do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Francisco Rocha Gonçalves. Estiveram presentes nesta Sessão habitantes da freguesia bem como vários membros do Executivo Municipal. No dia em que comemorou o aniversário, a Junta lançou um novo site onde pode ficar a conhecer tudo o que se passa na freguesia. Recentemente, a Junta de Freguesia de Barcarena procedeu à atualização do protocolo de cooperação existente com a Liga dos Combatentes – Núcleo de Oeiras/Cascais através do qual está garantido, a título gratuito, o acesso de

DIREITOS RESERVADOS

Junta de Freguesia de Barcarena celebra 188 anos

todos os associados da Liga dos Combatentes, residentes no Concelho de Oeiras, a um espaço no Cemitério de Barcarena. Outra novidade é que desde janeiro que a Junta de Freguesia de Barcarena conta com um serviço de aconselhamento jurídico a todos os fregueses. “Através deste serviço, a Junta de Freguesia de Barcarena passa a contar

com a presença de um(a) advogado(a), que uma vez por semana e mediante agendamento prévio junto dos serviços da Junta de Freguesia, prestará consultas jurídicas nas mais diversas áreas do Direito. Nestas consultas jurídicas os fregueses poderão obter esclarecimentos do foro jurídico e informações sobre os seus direitos e deveres em variadas situações com que se deparem no seu

dia a dia.”, explica a Junta de Freguesia em comunicado. A prestação do serviço de aconselhamento jurídico que é exclusivo para residentes e recenseados na Freguesia, acontece todas as quartas-feiras, alternando semanalmente o horário entre as 10h e as 12 horas e as 14 e as 16 horas. São já conhecidas as datas para a edição deste ano das Festas de Barcarena que durante três dias anima a Fábrica da Pólvora com feira de artesanato, tasquinhas, espaços de diversões, atividades dos agentes culturais e desportivos da freguesia e muita música. As Festas de Barcarena 2024 realizam-se nos dias 21, 22 e 23 de junho. Antes, no dia 14 de abril, decorre o Grande Prémio de Atletismo do 75º Aniversário da SERUL, prova de corrida de estrada integrada no 41º Troféu Câmara Municipal de Oeiras – Corridas das Localidades, organizada pela Sociedade de Educação e Recreio “Os Unidos de Leceia” e com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras. • Nuno Rilhas


Jornal Quinzenal • 7

Mulheres

C

DE SUCESSO

omo já vem sendo habitual, no dia 8 de março celebra-se o Dia Internacional da Mulher. No Dia Internacional da Mulher é comum as mulheres serem mimadas com mensagens de carinho e surpresas como flores ou chocolates. É comum também as mulheres se juntarem para um jantar e uma noite de grande diversão. Como forma de celebrar esta data, este mês o Notícias de Oeiras preparou uma edição especial

dedicada a este dia onde damos a conhecer algumas mulheres de sucesso à frente de negócios como restaurantes, estéticas, entre outros. Como começaram o seu negócio, o que as levou a enveredar por essa área e o segredo que as tornam mulheres de sucesso são algumas das respostas que nos deram. No final, pedimos a cada uma destas mulheres que deixe uma mensagem alusiva ao 8 de março.

...................... . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Dia da Mulher PUB

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONTABILIDADE ASSESSORIA E AUDITORIA FISCAL E FINANCEIRA Rua dos Bombeiros Voluntários do Dafundo, n.º 1 1495-207 Cruz Quebrada - Dafundo

919 856 388 - 916 971 375

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JURÍDICOS (PARCERIA)

“Um Feliz dia a todas as mulheres, mães, avós, esposas, amantes.Sejam Felizes” Fátima Pessoa tem 63 e é contabilista certificada. Entrou no mundo da contabilidade aos 21 anos quando lhe foi “proposto um emprego de empregada de escritório na área da contabilidade onde estive 10 anos e onde aprendi bastante com o contabilista da empresa.” Já casada e com uma filha, aos 26 anos, decide voltar a estudar à noite para terminar a sua formação em gestão e contabilidade tendo passado depois por algumas empresas desta área. Atualmente está à frente da FP & IH, empresa de contabilidade em Oeiras. “A

FP surgiu em 2010 com uma colega e amiga de longa data e decidimos conciliar os esforços de trabalhar a full time para uma empresa e de seguida agarrar nos à nossa empresa com unhas e dentes após o horário laboral.” “Sei que igualdade pedimos todos, mas não o vou pedir peço RESPEITO, somos de raça e quando queremos conseguimos.” PUB

“Não tenham medo. Eliminem essa palavra do vosso vocabulário”

Ana Carina Alexandre é consultora imobiliária e em breve vai abrir um novo espaço. “Nove anos depois de ter começado, estou a abrir a Remax Sunset, a primeira agência Remax na Freguesia de Barcarena. Este é o objetivo que fixei para os próximos anos: trazer novos profissionais para esta atividade dando-lhes o conhecimento, o apoio e as ferramentas necessárias inspiradas na minha experiência, e contribuir para que também eles tenham sucesso”, diz. E confessa que “As duas melhores escolhas que fiz na minha vida foram ser mãe e trabalhar no ramo imobiliário. Precisei de muita ponderação em ambas, mas na segunda escolha, o receio do insucesso e de não conseguir ganhar dinheiro suficiente foi o que mais me assustou. Mas se outros conseguem, porque não haveria eu de conseguir? E de facto percebi que foi a

melhor opção profissional da minha vida.” Para Ana Carina, o sucesso passa por “viver a vida com descontração e transmitir tranquilidade, é fazer felizes o que estão perto de mim e ganhar-lhes o afecto e a amizade, é compreender o lado dos outros sabendo que todos somos e vivemos realidades diferentes, é respeitar tudo e todos os que me rodeiam e sentir-me merecedora de igual respeito.” A consultora imobiliária confessa que os maiores desafios que enfrentou ao longo da vida “foram muitos desde a falta de oportunidades, a problemas financeiros, passando pela dificuldade em me alinhar com as exigências de cada desafio. Mas na verdade, a cada “não” fiquei sempre mais próxima do “sim”. A forma como ultrapassei as dificuldades foi encarando cada situação com positivismo, uma grande dose de resiliência e uma vontade inabalável de chegar aos meus objectivos. Tive que recomeçar várias vezes mas nunca desisti.” Em homenagem ao Dia da Mulher, Carina diz “Não tenham medo. Eliminem essa palavra do vosso vocabulário. No limite tenham receio, mas acreditem sempre que são capazes. E se não forem, mudem a estratégia e continuem a tentar, mas nunca desistam.”

SUNSET

ANA CARINA ALEXANDRE CONSULTORA IMOBILIÁRIA

933 631 783

actrindade@remax.pt

www.remax.pt/

actrindade www.remax.pt/sunset Rebelgolden, Lda. Licença AMI 22531. Rua António Pereira da Cunha, Loja 2B 2730-245 Barcarena Cada agência é de propriedade e gestão independente.


Dia da Mulher “Ser mãe, mulher e dona de um negócio é um trabalho de 24 horas por dia, 365 dias por ano, mas como diz o velho ditado, “Quem corre por gosto, não se cansa!” Catarina Cabaço tem 39 anos e é o “C” da MC Remodelação e Manutenção de Espaços, empresa que gere junto com o marido. “Juntamente com o meu marido gerimos uma empresa de remodelações e manutenções e confesso que manter um negócio próprio não é fácil, principalmente quando é um negócio familiar, muitas vezes dávamos por nós a falar de trabalho ao jantar, no sofá, até quando nos deitávamos para dormir vinha o tema trabalho, ao ponto de a nossa filha nos chamar a atenção”, conta. Catarina começou a trabalhar muito

cedo “aos 18 anos (enquanto ainda estudava)” numa reprografia onde esteve até aos 37 anos, altura em que embarcou num negócio próprio. “Na verdade, nunca foi um sonho meu ter um negócio próprio, mas sim do meu marido e como estamos juntos para tudo, entrei nesta aventura com ele! Agora sinto que se pudesse voltar atrás, teria começado mais cedo!”, diz. E acrescenta: “A meu ver, manter um negócio acaba por exigir muito mais de uma mulher que de um homem, pois dentro do horário de trabalho temos que encaixar os horários escolares dos filhos, as refeições,

reuniões com professores, etc, que queiramos ou não, ainda são atos muito relacionados com a figura “Mãe”, no entanto, se trabalhássemos para alguém não teríamos essa possibilidade de ajustamento de horário, o que faz com que gerir um negócio próprio seja uma coisa muito positiva!” Para Catarina “ser mãe, mulher e dona de um negócio é um trabalho de 24 horas por dia, 365 dias por ano, mas como diz o velho ditado, “Quem corre por gosto, não se cansa!”. Bem, na verdade, há dias em que me sinto muito cansada… mas sempre muito, Muito feliz!!!” PUB

“Existem mulheres fortes e existem mulheres que ainda não descobriram a sua força! Invista em si.” Cecília Paulino é a mulher à frente da Dar+, empresa de prestação de serviços nas áreas do Apoio Domiciliário, Saúde e Formação Profissional. “Como Diretora Técnica de apoio domiciliário, assumi a direção do serviço há mais de 10 anos, tendo como base a minha licenciatura em Psicologia da Saúde e especialização em Psicogerontologia.” conta.

“Temos abraçado este desafio de forma positiva, ajudando um número elevado de famílias que precisam de auxílio com os seus familiares. Os nossos serviços vão desde uma hora por dia a 24h de apoio, ajudando na higiene, alimentação, médica manutenção da casa, assim como acompanhamento externo e outros serviços”, diz. Ao cargo de diretora junta o de mãe de 3 filhos com 10, 8 e recentemente soma mais um. “É com muito amor e dedicação que consigo gerir a minha carreira e a minha família e a DAR+ tem-me ajudado nesse caminho.

www.darmais.pt Segunda a domingo 24h

. .. .

Cuidados de higiene, saúde e alimentação a idosos e crianças Serviço doméstico Serviços médicos e enfermagem Internas APOIO Formação profissional

DOMICILIÁRIO

geral@darmais.pt Tel: 214 188 718 | 961 472 242

www.darmais.pt

Cascais, Oeiras, Lisboa, Sintra, Amadora, Loures

PUB

VIEW

R ES I D E N C E

VISTAS PANORÂMICAS RIO TEJO Oeiras - Carnaxide 11 apartamentos de tipologias T2 e T3, distribuídos por 6 pisos com 2 fracções cada. Virados a sul com vistas panorâmicas sob o Rio Tejo.

Nélia Nabais CONSULTORA IMOBILIÁRIA

969 570 575 nsnabais@remax.pt

www.remax.pt/agente/nelia-nabais Mentes Positivas - Mediação Imobiliária, Lda. | AMI 13010

Rua A Gazeta D’Oeiras, n.º 6A – 2780-171 Oeiras

TEAM II

“Sou uma mulher independente, sou mãe, sou profissional, ser isto tudo é ter várias vidas em uma, é ter mil experiências” Nélia Nabais é licenciada em Línguas e Literaturas Modernas em inglês/ Português com Pós Graduação em Ciências da Educação mas atualmente trabalha como consultora imobiliária. “Comecei por ser professora no ensino secundário, entretanto fui viver para Inglaterra, adorei, estudei mais um tempo Advanced English. Regressei a Portugal e na altura concorri a uma posição num laboratório farmacêutico, no qual tive 10 anos. Aprendi bastante a todos os níveis, profissional e como ser humano. Fiz ainda uma Pós Graduação em Marketing e Comunicação Empresarial.”, conta. Entrou para o mundo dos consultores imobiliários há 5 anos e confessa que “ é um mercado muito competitivo e cheio de exigências, é bastante absorvente e requer muita disponibilidade mental.” Tem dois filhos, um de 9 e um de 13 e confessa que o que o que mais gosta de fazer é viajar, estar em família e com amigos. “Sou uma mulher independente, sou mãe, sou profissional, ser isto tudo é ter várias vidas em uma, é ter mil

experiências, é ter de rapidamente me adaptar ás adversidades, é ter uma força, é ter muito amor, muita vontade para fazer isto tudo acontecer. É difícil mas não é impossível. Requer muita disciplina, muito foco, requer uma boa gestão do tempo mas no final acaba por ser compensador. Todos os dias são desafios para mim e agradeço a Deus por me continuar a dar saúde para continuar a viver a vida que sempre quis para mim.” “Para mim como mulher costumo ter esta frase como filosofia de vida: “What you can do is only limited by what you can dream”.”


Dia da Mulher “O conselho que deixo a todas as mulheres é que acima de tudo se sintam realizadas”

“A Mulher já alcançou muitos Direitos mas a luta ainda continua” Carla Santos tem 47 anos e é Organizadora de Viagens e Excursões. Atualmente trabalha na Liara Tours. Começou nesta vida há cerca de dois anos e meio “pelo gosto de viajar e também em lidar com o publico! Comecei com uma Excursão por mês, neste momento faço uma por semana.” “O meu trabalho consiste em organizar grupos de pessoas e levar a viajar em conjunto com Agências de Viagens, por terras Nacionais, Ilhas, Europa e Internacionais! O facto de as pessoas gostarem do meu trabalho e começarem a procurar-me cada vez mais trazendo outras pessoas também com elas, fez com que me dedicasse cada vez mais ao meu trabalho e estou neste momento a tempo intei-

Mónica Pereira é a mulher à frente da A-80, residência sénior que nasce em Sintra em 2015 e que comemorou no passado dia 6 de fevereiro 9 anos de existência. “São 9 anos de dedicação extrema aos nossos seniores, sempre na procura das melhores soluções de forma a contribuir para o seu bem-estar físico, psíquico, emocional e espiritual, nenhum aspecto é deixado de fora.”, diz. “A A-80 nasce, em 2015, no concelho de Sintra, nas instalações em que tudo foi pensado com a finalidade de ser uma Es-

ro na angariação de pessoas, também nas redes sociais onde estou no grupo As Excursões da Carla no Facebook ou página As Excursões Low Cost da Carla, e no Instagram Carla 4209!” “Sobre o Dia da Mulher, a Mulher já alcançou muitos Direitos mas a luta ainda continua pois sofremos com o Preconceito, desvalorização e desrespeito, desigualdade salarial, desigualdade de representação nas artes e outras mudanças sociais!”

trutura Residencial para Pessoas Idosas, pelo que apenas tive que implementar todas as ideias que tinha em mente para a A-80.”, conta. “Hoje, posso dizer, que sigo o meu Propósito de Vida, só desta forma seria possí-

vel tanta dedicação e amor pelo que faço. A A-80 é um sonho concretizado onde fazemos com que também os nossos Residentes se sintam apoiados assim como ajudá-los a concretizar sonhos/desejos, ainda por realizarem.”, acrescenta. O seu maior desafio na vida passa por “encontrar o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional que sem apoio da família não teria sido possível. E por isso, a minha enorme gratidão, por permitirem concretizar o meu sonho e realizar-me profissionalmente, que acaba por refletir-se no equilíbrio do seio familiar. Pelo facto de estar realizada profissionalmente, abre espaço para que a minha entrega à família também aconteça, porque sentimos-mos em harmonia connosco próprios.” “Eu sou uma Mulher privilegiada, pois faço o que gosto e julgo que este fator, faz toda a diferença. E é esse o conselho que deixo a todas as mulheres é que acima de tudo se sintam realizadas e alinhadas com o seu propósito de vida. Porque é fundamental gostarmos daquilo que fazemos, pois só desta forma, todas as dificuldades que surjam são mais facilmente ultrapassadas. As mulheres são e dão a Vida! Sigam os vossos sonhos, sejam felizes! Como no Xadrez, a força maior vem de uma dama!”

PUB

PUB

9 MARÇO

DIA DA MULHER MUSEU DA RENDA DE BILROS

www.a80-saudesenior.pt

A Residência com mais

liberdade de escolha

PENICHE

CARLA SANTOS

966 832 453 (chamada para a rede móvel nacional)

Viagem em autocarro de turismo Visita ao museu da Renda de Bilros em Peniche Jantar buffet (pratos variados de peixe e carne)

Bar aberto Música ao vivo Show de Strip-tease Seguro de viagem

1 dia

75€

A.80 Residência Sénior Rua Humberto Delgado, 47 Abrunheira – 2710-052 Sintra

Tel: 219 158 500 | Fax: 219 259 592 Telem: 968 759 243 Email: geral@a80-saudesenior.pt


Dia da Mulher “Nunca desistam dos vossos sonhos e objectivos” Suse Dionísio é bombeira nos Bombeiros Voluntários de Barcarena e conta que um dos maiores desafios na sua carreira profissional foi “sem dúvida a ideia de que é uma profissão de homens e que as mulheres não têm a mesma capacidade de desempenhar as mesmas funções que um homem.” Para a bombeira, “sucesso na vida é a soma de todos os objetivos alcançados com trabalho duro, disciplina, carácter , resiliência, humildade, dedicação, rotina, sem medo de cometer erros, sem nunca interpelar os objetivos das outras pessoas, sempre com vontade de aprender e evoluir diariamente.” Suse confessa que as suas maiores fontes de inspiração são “a minha mãe, avó e tia que sempre me ensinaram que com dedicação e esforço, conseguimos sempre alcançar os nossos objectivos e que não é por sermos mulheres que não somos capazes, quer a nível profissional e pessoal, de os alcançar. São o meu exemplo de força e resiliência, principalmente a minha mãe, por tudo o que já passou na vida, e que também é Bombeira. É o meu exemplo a seguir, após tudo o que conquistou, mesmo quando diziam que não era capaz.” “Não é difícil de manter o equilíbrio na minha vida pessoal e profissional, quando a minha família entende o que significa ser Bombeiro e o esforço e dedicação que isso

implica. “Vida por vida”.”, diz. O conselho mais valioso que recebeu até ao dias de hoje foi: “Respeitares e seres respeitada, humilde e dignamente és capaz de conquistar tudo aquilo que desejares”.

Para o futuro, Suse pretende “constituir uma família e a nível profissional será continuar a evoluir na carreira de Bombeiro, tentado compatibilizar a minha formação académica com a mesma, sempre com o objectivo de fazer a diferença.” “A mensagem que gostaria de mandar é: nunca desistam dos vossos sonhos e objectivos, e acreditar sempre que tudo é possível, independentemente dos obstáculos, mas que para isso, é necessário trabalho, dedicação e humildade.”

“É inspirador ver uma mulher mostrar ao mundo que somos capazes de conquistar o que desejamos” Michelle Pereira é taxista na Cooperativa de Táxis do Alto da Barra. Para Michelle, o sucesso na vida “é algo pessoal e pode variar de uma pessoa para outra. No entanto, geralmente é visto como a conquista de objetivos, alcançar satisfação pessoal e encontrar felicidade em diferentes aspectos da vida.” “Acreditar em mim mesmo e nas minhas habilidades é fundamental para o sucesso”, diz a taxista revelando que as suas maiores fontes de inspiração passam por “conversar com clientes, ao ouvir as suas histórias, perspectivas e experiências que parece quase que somos psicólogos. Isso ajuda-me a ter uma visão mais ampla da vida e a desenvolver empatia. O facto de ser mulher e motorista de Táxi também sinto apoio e força de alguns colegas de trabalho que me encorajam para esta jornada.” Questionada sobre um conselho que gostaria de compartilhar com outras mulheres, Michelle diz que “o conselho mais valioso que recebi foi de estar junto de pessoas que me apoiam, me incentivam e me valorizam.” Sobre o papel das mulheres na sociedade hoje em dia, a taxista afirma que “nos últimos anos, tem havido uma mudança significativa em relação às mulheres na sociedade. Nós mulheres temos conquis-

tado cada vez mais espaço em diferentes áreas, como política, negócios, desporto, e Motoristas de autocarros e Taxi que é o meu caso.” “Em homenagem ao dia da mulher e se estão à procura de sucesso na vida porque não enfrentar desafios como motorista de Táxi porque é inspirador ver uma mulher mostrar ao mundo que somos capazes de conquistar o que desejamos.”, diz. E acrescenta: “Não se esqueça de que, por trás de cada passageiro, há uma oportunidade de conhecer novas histórias, aprender com diferentes perspetivas e fazer conexões humanas significativas. Lembre-se sempre de confiar no seu instinto e estar atenta ao seu redor. Ser uma motorista de táxi pode ser um trabalho desafiador, mas também gratificante.”

“Que todo o estereótipo de “desporto de rapazes” acabe e se torne apenas um desporto quem quem quiser” Leonor Ferreira é a capitã da equipa de sub19 da Academia de Futebol feminino de Oeiras e conta como começou neste mundo. “Acredito que muitas de nós começamos com este gosto pelo futebol na escola normalmente a jogar com os rapazes, no meu caso ter dois primos rapazes foi o que mais me influenciou, percebemos que era possível fazer uma carreira com o aparecimento de equipas femininas em clubes maioritariamente masculinos!”, conta. Leonor conta que os maiores desafios que enfrentou como mulher no mundo do

futebol “apareceram quando jogava com rapazes, e a dificuldade em nos destacarmos e mostrar que conseguimos jogar um futebol tão bom como os rapazes, acho que ainda faltam ultrapassar muitos mas com trabalho e persistência acredito que esses desafios desapareçam.” No que diz respeito a conquistas relembra que “a própria academia é um exemplo de conquista, um clube maioritariamente feminino, qualquer passo dado é uma conquista, individualmente cada uma tem diferentes objetivos enquanto clube e equipa existem vários momentos de orgulho.”

O O dia dia 8 de Março

Para o futuro, Leonor defende que “tem tudo para ser muito bom a influência a crescer os adeptos também, jogadoras a ficaram também mais conhecidas e o seu talento a ser reconhecido, cada vez mais clubes com mais escalões de formação feminino, as próximas gerações vão ver o futebol feminino como algo “normal”, que todo o estereótipo de “desporto de rapazes” acabe e que se torne apenas um desporto que quem quiser.” Um conselho? “O mundo do futebol está sempre de braços abertos para qualquer menina que queira jogar e aprender.”

Dia da Mulher

feminino feminino


Saúde

Não deixe o desporto para depois A inatividade física é um problema global de saúde em crescimento. Atualmente, já é o quarto fator que mais contribui para elevar o índice de mortalidade e está associado a cerca de 6% das mortes anuais, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Em Portugal, apenas 4% das pessoas praticam atividade física regular - o pior resultado da União Europeia - atribuindo a falta de tempo e de motivação como principais razões. Os benefícios da prática de desporto incluem a melhoria do sono, do bem-estar e da funcionalidade, redução da ansiedade e da pressão arterial e

controlo de doenças crónicas. Num contexto em que o tempo sedentário aumenta, a OMS recomenda que os adultos façam, pelo menos, 150 minutos semanais de atividade física moderada (como transportar objetos leves, andar de bicicleta numa velocidade normal ou jogar padel), ou 75 minutos, se intensa (triatlo ou corrida endurance, por exemplo), além de treino de força duas vezes por semana. Em relação às crianças e adolescentes, estes devem ser ativos, pelo menos, 60 minutos diários, em atividades como correr, subir e descer escadas, saltar e brincar. Já os idosos, devem apostar

no treino de equilíbrio e prevenção de quedas. Seja um atleta iniciante ou avançado, ser acompanhado por uma equipa de profissionais qualificados é essencial. Consulte o seu médico regularmente, em especial antes de iniciar uma nova atividade física, mantenha a vigilância sobre a sua saúde e lembre-se: algo é sempre melhor do que nada. Vamos começar? 3, 2, 1... Partida! • André Paquete Oliveira Especialista em Medicina Geral e Familiar diferenciado em Medicina Desportiva na Clínica CUF Miraflores

Espaço Jurídico

Transformações Urbanísticas Simplificadas: Mudanças Importantes para os Cidadãos Incluído no pacote Mais Habitação, foi publicado no passado dia 8 de janeiro o Decreto-Lei n.º 10/2024, que procede à reforma e simplificação dos procedimentos urbanísticos e de ordenamento do território e de algumas matérias relacionadas (SIMPLEX). Neste contexto, são alterados diversos diplomas legais, tais como o Regime Jurídico da Urbanização e Edificação (RJUE), o Regulamento Geral das Edificações Urbanas (RGEU), o Regime Jurídico dos Instrumentos de Gestão Territorial (RJIGT), a Lei de Bases Gerais da Política Pública de Solos, de Ordenamento do Território e de Urbanismo e o Regime Jurídico da Reabilitação Urbana. Operações Urbanísticas sem Licenciamento Prévio: Agora, um conjunto de operações está isento da obrigação de passar por um procedimento urbanístico prévio. Incluem-se projetos promovidos por entidades públicas, como autarquias locais, empresas municipais e públicas, universidades e institutos públicos, entre outros. Essa medida visa facilitar e acelerar a realização de obras de interesse público, como a construção de escolas, centros de saúde e infraestruturas de transporte. Plataforma Eletrónica para Proce-

dimentos Urbanísticos: A partir de janeiro de 2026, todos os procedimentos de licenciamento e comunicação prévia serão obrigatoriamente realizados por uma única plataforma digital em todo o país, simplificando e agilizando os processos. Com essa medida, espera-se reduzir a burocracia e os prazos de espera para obtenção de licenças e autorizações urbanísticas. Os projetos agora são submetidos em formato de dados abertos e de acordo com a metodologia Building Information Modelling (BIM), facilitando a verificação automatizada do cumprimento das regras de licenciamento urbanístico, possibilitando uma análise mais precisa e eficiente dos projetos, reduzindo erros e aumentando a qualidade das intervenções urbanísticas. Regulamentação das Construções Modulares: As construções modulares agora estão sujeitas aos mesmos requisitos de licenciamento que qualquer outra operação urbanística, garantindo padronização e qualidade. Essa medida visa regular e garantir a segurança das construções modulares, cada vez mais utilizadas em projetos de habitação e espaços comerciais. Alterações no Regulamento Geral

das Edificações Urbanas: Foram revogadas normas conflituantes com legislação especial, simplificando processos e eliminando exigências consideradas obsoletas. Esta revisão do regulamento visa tornar mais claro e coerente o quadro legal aplicável às edificações urbanas, facilitando a sua interpretação e aplicação pelos profissionais do setor. Conexão com Avaliação de Impacto Ambiental: Os procedimentos de licenciamento urbanístico podem ser iniciados antes do pedido de Avaliação de Impacto Ambiental (AIA), visando a redução de tempo nos processos. Além disso, as condições estabelecidas na Declaração de Impacto Ambiental (DIA) podem agora determinar alterações nos projetos urbanísticos sem a necessidade de formalidades adicionais. Transmissão de Imóveis Simplificada: A figura do alvará de autorização de utilização foi eliminada, simplificando a transmissão de propriedades urbanas. No entanto, é exigido que profissionais envolvidos informem os compradores sobre as condições urbanísticas dos imóveis. A entrega da ficha técnica da habitação também foi simplificada em certas situações, eliminando exigências burocráticas.

Conversão de Espaços Comerciais em Habitação e Eliminação da Autorização da Assembleia de Condóminos: Para converter um espaço comercial em habitação, é necessário apresentar uma comunicação de pretensão à câmara municipal. Em seguida, a câmara municipal tem 20 dias úteis para opor-se à conversão por razões de interesse público, como ruído, estacionamento inadequado ou falta de infraestrutura. Além disso, com a eliminação da necessidade de autorização da assembleia de condóminos, agora é mais fácil e ágil realizar a alteração do uso de frações autónomas para habitação, proporcionando mais flexibilidade aos proprietários. Estas mudanças visam simplificar e agilizar os processos urbanísticos, garantindo maior transparência e eficiência para todos os envolvidos. O nosso escritório está à disposição para ajudar os leitores a entender e lidar com essas transformações.

• Rodrigo Almeida Ferreira Solicitador CP8848 Tlm. 962444397 E-mail: solicitador.rf@gmail.com


12 • Fevereiro de 2024

União Recreativa do Dafundo

Desafios e Conquistas da União Recreativa do Dafundo A União Recreativa do Dafundo remonta a 1937, quando foi fundada com foco inicial no futebol. Com o tempo, a URD diversificou as suas atividades desportivas, adaptando-se às demandas e interesses da comunidade. A ginástica tornou-se uma das principais modalidades, refletindo o compromisso do clube em oferecer uma variedade de oportunidades desportivas para todas as idades. A atual Presidente Bruna Coelho, uma jovem com 32 anos de idade, mudou-se para Lisboa em 2009 para integrar o centro de rendimento de ginástica aeróbica. Embora tenha concluído o 12º ano na Amélia Rey Colaço, nascida em Loulé, Faro, sou natural do Algarve. Convidada a vir para cá, aceitei o desafio, embora, na época, tenha sido um choque, dado que tinha apenas 16 anos. A Federação tinha um contrato com a URD, e treinávamos inicialmente na nave, posteriormente nos Bombeiros de Barcarena e, mais tarde no FMH e no Lisboa Ginásio Clube, até voltarmos cá. Em 2016, comecei a dar treinos no URD, e posteriormente fui convidada a ser coordenadora da ginástica, com apenas 22 anos. Quando cheguei, tínha-

mos cerca de 16 ginastas; no segundo ano, passamos para 56 e, no ano seguinte, para 78. Desde então, crescemos até aos atuais 172, com parcerias com outros clubes, embora durante a pandemia, tenhamos regredido um pouco. Em 2018, a União Recreativa da Dafundo (URD) enfrentava tempos difíceis. Sob a gestão de uma direção envelhecida, o clube estava à beira do colapso financeiro. Ordenados em atraso, contas acumuladas e a iminência do fechamento das portas eram a realidade preocupante que se impunha. Foi nesse cenário desafiador que Bruna Coelho, uma jovem de 32 anos com uma paixão ardente pelo clube, assumiu um papel crucial na direção. “Quando cheguei, parecia que não havia direção”, recorda Bruna, agora Presidente do clube. “A situação era de sobrevivência pura.” Armindo Soares, atual vereador na Câmara Municipal de Oeiras e presidente dos bombeiros locais, sensibilizado pela situação precária da URD, ofereceu ajuda, reconhecendo o papel vital que o

clube desempenhava na comunidade. “O Armando ligou-me um dia para dizer que sabia da nossa situação. Estávamos quase a fechar as portas”, relata Bruna. A gestão emocional dos treinadores, embora compassiva, revelou-se insustentável. Bruna percebeu a necessidade de uma abordagem mais pragmática e financeiramente sólida. Assim, assumiu a vice-presidência, trazendo consigo uma visão clara e uma determinação incansável para salvar o clube. “Os treinadores falam com o coração, mas um gestor precisa pensar com a cabeça”, explica Bruna. “Insisti em trazer uma abordagem mais racional para a direção.” Durante dois anos, a nova direção concentrou-se na árdua tarefa de sanar as finanças do clube. Com a ajuda de doações de empresas locais, esforços voluntários e até sacrifícios pessoais, gradualmente as dívidas foram sendo pagas. Desde ordenados em atraso até indemnizações trabalhistas, cada pagamento era uma vitória na jornada de re-

PUB

, LDA. DIAGNÓSTICO AUTOMÓVEL MECÂNICA MULTIMARCAS MONTAGEM DE PNEUS

BATE CHAPA / PINTURA PREPARAMOS E LEVAMOS A SUA VIATURA À INSPEÇÃO MONTAGEM DE ESCAPES

dia iz l e F er! h l u da M Tel:

21 414 07 20

Produção publicitária: Carla Serra e Vera Tracana.

Maquetes/Imagem: design.mpalavra@gmail.com

Paginação: Nuno Rilhas Departamento Publicidade: Direção: Marília Marques. Cristina Abade e Vanda Martins Distribuição: Carla Serra e João Filipe.

91 303 34 16

Proprietário e Editor: Mérito da Palavra, Lda.

Rua Sacadura Cabral, nº 11 B | 1495-701 Dafundo (Junto ao Centro de Saúde)

Contactos Telefone : 21 920 22 40

Mov:

garantiaextra@sapo.pt

2725 - 461 Mem Martins

Diretora: Graça Tracana Redação/Colaboradores: Nuno Rilhas, Catarina de Oliveira e Tânia Faria.

Periodicidade: Mensal. Tiragem média: 35000

Abertos de segunda a sexta das 8:30h às 18:00h Coord. GPS. N 38º 42’ 1,47’’ | W 9º 14’ 30,50’’

FICHA TÉCNICA

cuperação da URD. “Não foi fácil”, admite Bruna. “Mas a prioridade era clara: salvar o clube.” Com as finanças estabilizadas, a direção voltou-se para a renovação das instalações. A fachada do edifício foi restaurada, a nave ganhou nova vida e até mesmo a velha carrinha do clube foi substituída. Com determinação e perseverança, a URD emergiu de suas dificuldades financeiras, mais forte e resiliente do que nunca. Hoje, a União Recreativa da Dafundo é um farol de esperança na comunidade. Sob a liderança visionária de Bruna Coelho, o clube não apenas sobreviveu, mas prosperou. Com um novo espírito de solidariedade e compromisso, a URD continua a ser um símbolo de resiliência e superação. “No entanto, o nosso crescimento trouxe desafios, especialmente a necessidade de mais espaço e apoio financeiro para competições e representações internacionais. Embora tenhamos tentado obter apoio de várias empresas, ainda enfrentamos dificuldades nesse sentido. Seria de grande ajuda se pudéssemos contar com o apoio da comunidade e de empresas locais para alcançar nossos objetivos.” Hoje, a ginástica é a atividade principal do clube, oferecendo uma ampla gama de disciplinas que atraem participantes de todas as idades e níveis de habilidade. “Praticamente todas as disciplinas estão disponíveis na URD, exceto a ginástica rítmica”, revela Bruna Coelho, presidente do clube. “Desde a ginástica acrobática até aos trampolins e à ginástica artística, a nossa oferta é diversificada e abrange os interesses de muitos.” Além das disciplinas tradicionais, o clube também abraçou o karaté, uma

Estatuto Editorial: www.noticias-oeiras.pt Detentor de Capital: Mérito da Palavra, Lda (100%) NIF: 510015603 Registo da ERC: 127324 Depósito Legal: 458421/19 Sede: Avª dos Bombeiros Voluntários, Nº 19, Loja 1 2725-592 Mem-Martins Redação: Rua Drº Sousa Martins, Nº 19 A

Noticias/Eventos: redacao.mpalavra@gmail.com Publicidade: comercial.mpalavra@gmail.com Faturação: contabilidade.mpalavra@gmail.com Impressão: Gráfica Funchalense Morelena - 2715 Pêro Pinheiro facebook.com/Notícias-de-Oeiras instagram.com/noticiasdeoeiras www.noticias-oeiras.pt INTERDITA A REPRODUÇÃO DE TEXTOS, IMAGENS E ANÚNCIOS DE PUBLICIDADE SEM DEVIDO CONSENTIMENTO DO NOTICIAS DE OEIRAS


Jornal Quinzenal • 13 PUB

www.flowmove.pt

adição recente que já rendeu frutos impressionantes. Com atletas que conquistaram títulos nacionais e competem em nível internacional, o karaté tornou-se uma parte integral da identidade desportiva da URD. “O karaté trouxe uma nova energia para o clube”, afirma Bruna. “É incrível ver nossos jovens atletas alcançando sucesso em competições de alto nível.” Outra disciplina em ascensão é a ginástica aeróbica, na qual a URD já conquistou medalhas em campeonatos mundiais e europeus. Agora, com os trampolins ganhando destaque, o clube mira também o sucesso nesse campo, com atletas competindo em níveis cada vez mais altos. “Na URD, acreditamos que a ginástica é para todos, independentemente da idade ou habilidade”, destaca Bruna. “Estamos comprometidos em promover uma cultura de inclusão e excelência em tudo o que fazemos.” Destacando a amplitude das aspirações do clube, Bruna compartilha uma história inspiradora: “Tivemos uma ginasta que participou de um projeto olímpico. Foi uma experiência incrível para todos nós, ver uma de nossas próprias atletas alcançando um patamar tão elevado.” “Apesar do sucesso e do crescimento contínuo da União Recreativa do Dafundo (URD), enfrentamos desafios significativos que precisamos superar para sustentar a nossa trajetória ascendente. Uma das nossas maiores necessidades, dada essa expansão, é a falta de espaço adequado para acomodar todos os nossos atletas e atividades.” “Embora tenhamos uma sede própria, as instalações e salas disponíveis não são suficientes para atender à procura crescente. Estamos a crescer em número de atletas, e isso requer espaços adicionais ou até mesmo a criação de polos de treinamento em outras localidades para conseguirmos ampliar a nossa capacidade de acolhimento.”

“Além disso, enfrentamos desafios financeiros significativos, especialmente no que diz respeito ao apoio aos nossos atletas em competições internacionais. A preparação e participação em campeonatos europeus, mundiais e outras representações internacionais exigem recursos financeiros consideráveis. Desde os custos com equipamentos, até as taxas de inscrição nas competições, estamos a falar de despesas muito elevadas.” “Para ilustrar melhor essa questão, podemos considerar que os ténis de competição podem custar mais de 150 euros, e uma ginasta pode precisar de mais de um par por temporada.” “No que diz respeito às competições internacionais, os custos são ainda mais elevados. A participação em campeonatos da Europa ou do mundo pode custar em média de 1600 a 1700 euros por atleta.” “Apesar dos esforços do clube na procura de apoio financeiro por meio de parcerias e solicitações a empresas, temos enfrentado dificuldades em obter o suporte necessário. Reconhecemos a importância de garantir recursos adequados para apoiar os nossos atletas e qualquer ajuda nesse sentido seria muito bem-vinda e valorizada.”

Patrocinamos a ginasta da seleção nacional, Tânia Almeida com equipamento, para que esta possa representar Portugal ao mais alto nível.

A FLOWMOVE oferece uma grande variedade de serviços e produtos, incluindo maillots para patinagem, ginástica, acrobática, aeróbica e outros equipamentos de desporto. 964 135 880 | Rua Professor Dr. Egas Moniz. n.º 10 armazém E, Figueiras Park – Sintra PUB

EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS

• Tânia Faria

www.vidalgym.com

289 093 079 | 914 905 079


14 • Fevereiro de 2024

65+ Mais Informação, Mais Saúde

“Desculpe, como disse?”- 8 Dicas a evitar na comunicação com pessoas com demência Comunicar, pressupõe trocar informações entre dois ou mais interlocutores, criando e interpretando mensagens que provocam uma determinada resposta. A comunicação é uma das formas de socialização primárias e que permite que as pessoas se relacionem umas com as outras. Mas será que a forma como estamos a comunicar com pessoas com demência está a ser a mais eficaz? Este já não é um tema novo por aqui, o da comunicação eficaz nas pessoas com demência. Com as alterações cognitivas e da linguagem decorrentes de um processo de envelhecimento patológico, comunicar com os adultos mais velhos torna-se um desafio diário quer para familiares, quer para os profissionais de saúde. À medida que a doença progride, as dificuldades dos adultos mais velhos com demência vão sendo cada vez maiores e mais complexas, comprometendo a sua comunicação com o envolvimento. Saber comunicar de forma mais positiva e eficaz pode melhorar a qualidade de vida dos adultos mais velhos com demência, e, acima de tudo, manter os laços emocionais e de relação com os outros e com o ambiente. Embora não exista uma receita mágica, encontra aqui 8 dicas de comunicação a evitar com os adultos mais velhos com demência. 1. Evite dizer “Lembra-se de quando...”. Por muito que a intenção seja o de trazer à memória certas recordações vividas no passado, este tipo de comunicação pode ser sentido pelo adulto mais velho com demência (e que pelo seu estadio, ainda tem essa autoconsciência) como um enaltecer das suas dificuldades de memória. Por isso, experimente utilizar a expressão “Lembro-me quando...”. 2. Evite dizer “Então, já não me conhece?”. Quantas vezes as famílias vão visitar os seus pais/avós/tios com demência a um lar e não são reconhecidos? Pois é! A partir de um certo estadio de demência, um adulto mais velho pode deixar de reconhecer as pessoas da sua própria família o que, por um lado causa dor e tristeza à família, por outro lado, pode trazer medo e desconfiança ao adulto mais velho. Por isso mesmo, da próxima vez que for visitar um adulto mais velho com demência troque para a frase “Olá mãe/pai/avó(ô)/tia (o).

Eu sou a Carla, a sua filha/neta/sobrinha”, ou seja, apresente-se sempre, mesmo que o tenha de fazer algumas vezes. 3. Evite dizer “Mãe, no sábado venho buscá-la para ir ao cabeleiro e depois vamos almoçar e no final do dia vamos passear a Lisboa que gostava muito de o fazer”. Frases longas, complexas e com mais do que uma instrução/indicação, dificilmente serão entendidas e compreendidas por alguém que esteja num processo demencial. Por isso, troque para dar instruções curtas, simples e concretas e que sejam para realizar num curto espaço de tempo, como por exemplo “Agora venho buscá-la para irmos almoçar”; “Agora vamos dar um passeio”. 4. Evite perguntar “O que fez durante o dia?”. Fazer questões demasiado abertas (isto é, com muitas opções de resposta) pode causar ansiedade não só para o adulto mais velho com demência, porque é confrontado com a sua memória (que falha), sendo muito provável respostas como “nada” ou “não me lembro”, como para os familiares (especialmente se o adulto mais velho com demência estiver institucionalizado). Para os familiares que não conhecem realmente a dinâmica de uma instituição podem mesmo ficar na dúvida se fizeram ou não alguma coisa (atividades ou terapias, por exemplo). Por isso, procure saber de atividades que são feitas na instituição, pelas equipas técnicas e estimular conversas nesse sentido, como por exemplo “Sei que hoje a mãe esteve a fazer umas bolachas de chocolate. Pode ajudar-me com os ingredientes para eu fazer em casa”. Pode ainda recorrer a fotografias em que o seu familiar esteja a participar numa determinada atividade (seja na instituição ou em sua casa) e desenvolver uma conversa a partir daí, tendo sempre em consideração o tempo que leva entre a compreensão da questão e a resposta.

5. Evite dizer “Isso é impossível, a sua mãe já morreu há 15 anos”. Um adulto mais velho num processo demencial, não só pode deixar de reconhecer pessoas da sua família, como não se recordar de que algum elemento significativo (geralmente o mais comum pai/mãe/cônjuge) já tenha falecido, por isso é um comportamento muito comum, chamarem por esses elementos. É muito comum ouvir-se como por exemplo “Eu estou à espera do meu pai”. Por isso, a forma como aborda este assunto é muito delicada e pode causar sofrimento e angústia para o adulto mais velho, como se ouvisse a notícia do falecimento pela primeira vez. Neste sentido opte mais por mostrar a sensibilidade necessária, como por exemplo tocar na mão e dizer “Eu sei que sim” e utilizar técnicas de distração dessa conversa e de orientação para a realidade. Embora possa parecer que está a compactuar com uma “mentira”, na verdade está apenas a proteger o adulto mais velho de uma angústia desnecessária. 6. Evite dizer “Outra vez? Acabei agora de dizer isso, já não se lembra?” Pelas dificuldades ao nível da memória de curto prazo que os adultos mais velhos com demência apresentam, é muito provável que repetiam muitas vezes as mesmas questões. Embora possa ser difícil responder sistematicamente às mesmas questões, é fundamental que tenha a noção de que a pessoa não está a fazer para chatear alguém, se for necessário, afaste-se um pouco desse ambiente para ficar mais tranquilo(a) e regresse depois. Por isso, opte por manter uma atitude de escuta ativa e responder às questões de forma paciente e num tom de voz apaziguador. 7. Evite dizer “Coitadinho(a) já não é capaz de fazer isto”. Falar sobre um adulto mais velho com demência ignorando a sua presença, porque se julga que o mesmo não sabe de que se está a falar sobre ele

é errado. Por isso, opte sempre por falar da pessoa quando a mesma não está presente. Na sua presença, evite expor aquilo de que já não é capaz de fazer e, pelo contrário, enaltecer as pequenas atividades que ainda consegue realizar e promover maior autonomia nessas atividades. Pode, por exemplo, deixar que seja o adulto mais velho a pentear-se, abotoar os botões ou ajudar em pequenas tarefas doméstica (como dobrar guardanapos, colocar algum ingrediente no tacho) e, dando sempre um feedback positivo no final como “Excelente pai, obrigada pela sua ajuda”. Todas estas tarefas, por mais mínimas que sejam, iram trazer um sentimento de pertença e fazer com que o adulto mais velho se sinta útil, melhorando a sua autoestima. 8. Evite dizer “Vamos lá vestir o casaquinho”. Olhar para um adulto mais velho e vê-lo como uma criança é uma ideia que está mesmo muito ultrapassada. Não se esqueça de que os adultos mais velhos, são precisamente isso: mais velhos. Uma vida carregada de vivências, histórias e experiência de vida pela qual ainda, naturalmente, não passamos. Por muito que ache que tratar assim um adulto mais velho é uma forma carinhosa, está a contribuir para que a infantilização seja uma prática recorrente nesta faixa etária. Por isso, evite utilizar os termos diminutivos e tom de voz como o que é utilizado com as crianças, assim, opte por falar normalmente, num tom de voz calmo e ao mesmo nível do adulto mais velho, sempre a olhar para a sua direção. Espero que tenha sido útil. No próximo mês, falo-vos de outro tema. Porque mais informação é mais saúde. • Catarina de Oliveira Psicomotricista em ERPI (Estrutura Residencial para Pessoas Idosas) e ao domicílio


Jornal Quinzenal • 15

Desporto

Núcleo Karaté de Oeiras com boa prestação na Taça de Formação Ricardo Silva A Federação Portuguesa de Lohan Tão Kempo deu inicio às competições de 2024 no passado dia 3 de fevereiro com a 3ª Taça de Formação Kempo Ricardo Silva. O Núcleo de Karaté de Oeiras participou nesta prova com 8 atletas, acompanhados pelos Sensei Hugo Sousa, Hélder Sousa e os Sempais Margarida e Raul, que obtiveram ótimos resultados. De destacar a prestação de Matilde Ferreira que conquistou dois primeiros lugares nas provas de formas mãos livres e formas com armas e um 2º lugar em semikempo. Com este resultado, a atleta oeirense ficou em 2º lugar

no ranking geral da competição em que participaram mais de 200 atletas. Inês Rebelo trouxe o ouro e a prata, respetivamente, em formas mãos livres e formas com armas. Em formas mãos livres, de referir ainda o 1º lugar de Frederico Ferreira e Serena Silva e o 2º de Andrea de la Cruz. Esta última conquistou ainda o 3º lugar em formas com armas. Ainda nesta prova, o Nucleo Karaté de Oeiras trouxe ainda um 2º e 3º lugar, respetivamente, de Gonçalo Pereira e Maria Rita Gomes. • Nuno Rilhas

Os Jogos de Oeiras estão de volta As inscrições para a 6ª Edição dos Jogos de Oeiras estão abertas e as primeiras atividades começam já neste mês de fevereiro. Os Jogos de Oeiras regressam com duas vertentes: a ‘Taça Jogos de Oeiras’, com os habituais encontros de modalidade, e o ‘Experimenta Jogos de Oeiras’, novidade introduzida em 2023 que proporciona aos munícipes atividades de experimentação de modalidades desportiva, para que seja possível usufruir de uma primeira experiência sem competição. A 6ª Edição dos Jogos de Oeiras conta com um calendário de fevereiro a junho de Encontros da ‘Taça Jogos de Oeiras’, e um calendário anual de atividades do ‘Experimenta Jogos de Oeiras’, para que todos possam participar na vertente que acharem mais adequada às suas capacidades, sem

perder o mais importante: a diversão e a prática de atividade física. O calendário com todas os Encontros/Atividades previstos para 2024 pode ser consultado em jogosdeoeiras. pt. O Município de Oeiras convida todos os agentes desportivos, Associações de Pais, Escolas e Famílias a não perderem esta oportunidade de sair de casa e praticar desporto em Oeiras. As inscrições são gratuitas, podendo ser realizadas através do site www.jogosdeoeiras.pt. Os eventos previstos para fevereiro são os seguintes: – Taça Jogos de Oeiras: . Andebol #1 (10 de fevereiro) . Andebol #2 (24 de fevereiro) – Experimenta Jogos de Oeiras: . Kickboxing (17 de fevereiro) . Escalada #1 (25 de fevereiro).

SIMEQC luta pelo título de campeão da 1ª Divisão Feminina Concluídas as 14 jornadas da 1ª fase do Campeonato Nacional da 1ª Divisão Feminina, o SIMEQC garantiu a liderança no grupo zona sul com 36 pontos. Dos 14 jogos realizados venceu 12 e perdeu apenas 2. No último jogo realizado venceu ao CB Queluz por 76-74. Assim, a equipa de Oeiras garantiu o

apuramento para o Grupo Promoção que irá ditar o campeão nacional 1ª divisão feminina e a equipa que garante a subida de divisão. Ao SIMEQC juntam-se nesta fase o Quinta dos Lombos, CB Queluz, GDR André Resende, AD Sanjoanense, SC Coimbrões, AD Vagos e Clip Teams. • Nuno Rilhas


16 • Fevereiro de 2024 PUB

www.pedro-oliveira.com

pedrooliveirarealestate

pedroqueirosoliveira


Issuu converts static files into: digital portfolios, online yearbooks, online catalogs, digital photo albums and more. Sign up and create your flipbook.