Page 1

dirECtor dE EsCola dEtido por VEndEr EnUnCiados a 10 mil kz A Polícia Nacional e o SIC detiveram o director do complexo escolar n°384, no Panguila, Bengo, acusado de fraude por ter, alegadamente, reproduzido o material das provas (exames), e vendido a 10 mil Kwanzas a colégios privados. A ANEP culpa o Ministério da Educação por não existir uma regulamentação da parceria entre os colégios e as escolas públicas. p. 10

“a EQUipa EConÓmiCa do GoVErno É o FUndo monEtÁrio intErnaCional” Professor de Macroeconomia, Yuri Quixina considera que razões de afirmação política levaram João Lourenço a ‘convidar’ o FMI, para ajudá-lo nas reformas em curso e conferir maior credibilidade. Leia a análise dos temas económicos da semana. p. 19 Director: José Kaliengue

O DIÁRIO DA NOVA ANGOLA

Edição n.º 1677 Quarta-feira,04 /12/2019 Preço: 40 Kz

morrEU o sEGUranÇa BalEado Em assalto no HUamBo soCiEdadE. O cidadão Laurindo Cambiambia, de 33 anos de idade, segurança do estabelecimento

comercial assaltado antes de ontem, no Huambo, por um grupo de meliantes altamente armados, acabou por falecer, ontem, no hospital onde recebia assistência médica. Para além do segurança, um outro cidadão, transeunte, foi baleado e ainda se encontra hospitalizado. p. 12

Morosidade na aprovação do pacote legislativo autárquico opõe MPLA e Oposição ● Para o MPLA, na voz do presidente do seu grupo parlamentar, Américo Cuononoca, a preocupação da Oposição em ver o pacote legislativo aprovado, às pressas, deve-se à ansiedade e expectativa de governar e desejar o poder a todo o custo . p. 9

DR

Hospital Provincial do Zaire sem anestesista e ortopedista ● O Hospital Provincial do Zaire, em Mbanza Kongo, necessita de médicos anestesista e ortopedista informou, nesta Terça-feira, o director da unidade sanitária, Domingos da Silva. p. 32

iniCia VEnda dE tErrEnos inFra-EstrUtUrados no kilamBa E sEQUElE p. 3 Misto de danças de Angola e África do Sul encerram semana cultural

Fox Life exibe filmes natalícios durante o mês todo de Dezembro

Zeca Moreno confirmado presidente da UNAC-SA

Angola defronta amanhã adversária dura de roer ● Depois da vitória, ontem, frente à Eslovénia por 33-24, a Selecção Nacional sénior feminina de andebol mede forças com a Noruega, em jogo referente à 4ª jornada do grupo A do Mundial que decorre no Japão. p. 26


O SEU SEGURO NAS MÃOS DE QUEM GARANTE.

MUNDI SAÚDE

OUTROS PRODUTOS:

MUNDI AUTOMÓVEL

MUNDI MULTI-RISCO

MUNDI TRANSPORTES DE MERCADORIAS

MUNDI ESCOLAR

MUNDI VIAGEM

MUNDI ACIDENTES DE TRABALHO

ATENDIMENTO PERSONALIZADO +244 946 441 973 +244 946 441 695 +244 222 011 009

reclamacoes@mundial.co.ao apoiocliente@mundial.co.ao sinistrosmundial@gmail.com

Avª Samora Machel, Município de Belas, Caixa postal 6031 Luanda


Em FoCo

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

3

Governo inicia venda de terrenos infra-estruturados no Kilamba e Sequele ainda esse mês na centralidade do Kilamba o preço dos terrenos vai rondar nos 214 dólares por metro quadro, enquanto no Sequele, para a mesma medida, a cifra vai estar nos 90 dólares Domingos Bento

a

partir deste mês dar-se-á início à venda de terrenos infra-estruturados nas centralidades do Kilamba e do Sequele, prevendo-se a disponibilidade total de 658 mil e 842 metros quadrados, correspondentes a uma área de cerca de 65 hectares. A venda dos lotes, com todo o sistema de apoio equipado, com água,

energia e saneamento, estará a cargo da empresa gestora de terrenos infra-estruturados EGTI-EP. O presidente do seu Conselho de Administração, Pedro Cristão, disse, ao OPAÍS, que todos os cidadãos podem concorrer para a obtenção destes espaços desde que observem os critérios estabelecidos por lei. Conforme explicou, os terrenos dispõem de todas as condições para a construção de residências ou outras infra-estruturas, como lojas. De acordo com Pedro Cristão, os preços dos terrenos no Kilamba poderão rondar os 214 dólares por

A empresa tem também a componente de construção, quando é chamada a atender os casos de realojamento”

metro quadro, enquanto no Sequele a cifra vai ficar pelos 90 dólares. “O objectivo é vender terrenos prontos a construir, com energia, água, saneamento e arruamentos. Com isso, o Estado vai impedir que os terrenos continuem a ser objectos de ocupação ilegal, proporcionando um acesso facilitado dos cidadãos a essas terras”, frisou. Para além do Kilamba e Sequele, Pedro Cristão fez saber que a empresa que dirige vai igualmente proceder à venda de terrenos infraestruturados na zona do Camama cujo preço vai estar na ordem dos 90 dólares por metro quadrado. Casa para desalojados Por outro lado, a fonte que temos vindo a citar deu a conhecer que EGTI-EP está a proceder à construção de mil residências na centralidade do Sequele. Destas, 350 do tipo T2, do género evolutivas, encontram-se já em fase de conclusão, enquanto as restantes estão condicionadas devido a facto-

res de ordem financeiras. De acordo com Pedro Cristão, parte destas residências vão destinar-se a alojar cidadãos que eventualmente venham a ser desalojados de zonas de riscos. Mas, para o efeito, terão de ser alojados com plena indicação do Estado. “A empresa tem também a componente de construção, para quando é chamada a atender os casos de realojamentos. O Estado atribui a requalificação à EGTI e esta, por sua vez, vai verificar se é necessário o realojamento”, esclareceu, tendo acrescentado que a maior parte dos activos atribuídos à EGTI não têm plano urbanístico nem director. O presidente do Conselho de Administração da EGTI fez saber ainda que, dentro das competências atribuídas pelo Governo, a empresa que dirige tem a missão de analisar e identificar as potencialidades e refazer os esquemas de ocupação de terrenos e permitir que tenham espaços necessários para serem consideradas cidades. DR


4

dEstaQUEs polítiCa. pÁG. 8 PRS defende adopção de medidas urgentes para diminuição da pressão social dos angolanos.

o editorial soCiEdadE. pÁG. 12 Segurança

baleado em assalto no Huambo perde a vida.

Cartaz. pÁG. 14 Misto de danças de Angola e África do Sul encerram semana cultural.

EConomia. pÁG. 18 Candidato à presidência da CCIA quer maior reforço no diálogo entre o governo e o sector privado.

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

HoJE: os números do dia

1

ricas ravinas

O

Ministério da Construção e Obras Públicas (MINCOP) tem em carteira um projecto executivo para prevenir o surgimento e progressão de ravinas, informou na Terça-feira, em Luanda, o titular da pasta, Manuel Tavares de Almeida. Falando em carteira, é dos USD 100 milhões do Fundo Rodoviário e de Obras de Emergência que vai sair o dinheiro para as ravinas. Então, as nossas ravinas, de que se fala há muito tempo, cresceram, evoluíram e tornaram-se milionárias. Resta apenas saber se tratar daquelas “bocas comilonas” depende apenas do Ministério de Tavares de Almeida. Talvez se deva pensar numa acção mais integrada, de forma a que daqui a dez anos não se volte a gastar tanto dinheiro.

2 20 69

Grupo integrado por 4 meliantes assaltou, na passada Segundafeira, no bairro de São José, Huambo, um estabelecimento comercial, tendo deixado no local dois feridos, entre os quais o segurança da instituição. Cidadãos de 28 e 32 anos, respectivamente, morreram, na passada Segunda-feira, vítimas de eletrocussão, nos bairros Txizainga I e aldeia Missão, município de Saurimo, Lunda Sul.

milhões de kwanzas é o valor que está ser investido, desde o princípio do mês de Novembro, pelas autoridades da província do Huambo na requalificação do Museu local, com objectivo de melhorar a estrutura arquitectónica do imóvel e proporcionar melhor acomodação aos funcionários e utentes.

Crianças com lábio leporino e fenda palatina beneficiaram de cirurgias gratuitas, no âmbito de uma campanha denominada “Comboio do Sorriso”, realizada no Centro Municipal Evangélico do Lubango.

o que foi dito mUndo . pG. 22 Macron da França presta homenagem aos soldados mortos no Mali, diz que a batalha continua.

a história do mpla é parte importante da História de angola e da memória colectiva dos angolanos” albino Carlos Secretário para informação do MPLA

as pessoas são de extrema importância para o sucesso de uma organização, porque são elas que monitorizam e comandam todos processos” antonieta Baptista Ministra das Pescas

dominamos completamente a Eslovénia do princípio ao fim. mas, diante da noruega teremos muitas dificuldades”

Vivaldo Eduardo Treinador da equipa sénior feminina de andebol do Petro de Luanda


5

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

e assim... José Kaliengue Director

Já é dezembro... nem se nota!

Hoje no online de o país leia a entrevista com o economista Carlos Lopes e encontre algumas respostas às suas inquietações sobre o desenvolvimento africano

o

www.opais.co.ao Filipinas : Duas pessoas morreram esta terça-feira nas Filipinas devido à passagem do tufão Kammuri, com rajadas e chuvas intensas, que provocou também a retirada de milhares de pessoas das suas casas e o encerramento do Aeroporto Internacional de Manila (DR)

o que vai acontecer política O julgamento do antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos “Zenu”,começa na próxima Segunda-feira, 9, na Câmara Criminal do Tribunal Supremo. O julgamento estava inicialmente marcado para 25 de Setembro, mas teve de ser adiado a pedido do mandatário do co-réu Valter Filipe Duarte da Silva, de 45 anos, que alegara indisponibilidade naquele período. Os arguidos são acusados de transferência ilegal de 500 milhões de dólares do BNA para uma conta no Crédit Suisse de Londres, Inglaterra.

taça Cosafa A Selecção Na-

cional de futebol sub-20 estreia-se hoje na competição, quando medir forças com as as Ilhas Seychelles, no Estásdio Nkolama, na abertura do grupo C, a partir das 9:00 (hora de Angola). Em declarações à imprensa, o treinador dos palanquinhas, José Silvestre “Pelé”, admitiu que o desafio não será fácil. Ainda assim, o seleccionador nacional afirmou que Angola só pensa na conquista dos três pontos. “Temos que estar concentrados, porque o adversário tem qualidade”, disse. Na próxima jornada, o combinado nacional bate-se com Moçambique.

andebol A Selecção Nacional sénior feminina defronta amanhã a Noruega, no Pavilão Aqua Kumamoto, às 12:30 (tempo de Angola), no desafio da quarta jornada do grupo A do Mundial que o Japão acolhe desde o pretérito dia 30 de Novembro. Neste desafio, a Noruega é favorita, uma vez que reúne uma vasta experiência na competição. Na quinta e última jornada, Angola terá pela frente a Cuba. Ontem, as Pérolas africanas derrotaram a Eslovénia, por (33-24). Aliás, ao intervalo, as comandadas de Morten Soubak já venciam por 16-12.

Basquetebol O Petro de Luanda e 1º de Agosto disputam hoje a final do Campeonato Provincial sénior masculino, no Pavilhão Victorino Cunha, a partir das 18:00. Ambas as agremiações terminaram a fase regular da competição com 12 pontos respectivamente. O Interclube, sob o comando de Raul Duarte, quedou-se na terceira posição com 10 pontos. Neste desafio, o favoritismo é repartido, uma vez que as duas equipas têm bons plantéis. De acordo com o departamento clínico da formação petrolífera, o extremo-base, Gerson Lukeny, não irá a jogo por lesão.

premier league

O Manchester United e o Tottenham defrontamse, hoje, no Estádio Old Trafford, em jogo da 15ª jornada da liga inglesa, a partir das 20:30 (tempo de Angola).

stentar de forma despudorada a pobreza também não é bonito, sobretudo quando se pode ter alguma dignidade. O que se passa com Luanda, por exemplo, e julgo que no país inteiro, não é nada parecido com snobismo retardado, muito menos é uma espécie de afirmação de consciência filosófica seja do que for. É vergonhoso. Não viria mal algum ao mundo se as autoridades administrativas puxassem só um pouco pela cabeça para montar nas cidades alguma ideia de Natal. Está bem que as coisas não estão para festas e esbanjamentos (questionável, na questão dos esbanjamentos de alguns), mas há uma tradição cristã que é preciso praticar. Há uma mensagem de Natal que não pode ser deixada cair só para os que mandam fingirem que estão a apertar o cinto. Todos sabemos que não é assim nas suas casas. Nas cidades, ao menos a parte colectiva do espírito do Natal seria obrigação de mostrar, já que os pobres de verdade, estes, sabemos, não poderão ter mais do que isso. Não há dinheiro, mas o Governo não precisa de vestir a pele de Scrooge, principalmente depois da propaganda de que Lauca já produz electricidade na sua plenitude. E, então, nem luzes de Natal nas cidades? Parece-me haver muita hipocrisia nisto tudo. É que nem dá para um pai de família sair com os filhos para ver as luzes de Natal na cidade e dar-lhes alguma ilusão de dignidade, sonho. Não que antes houvesse muitas luzes, mas também nada obriga ao apagão total. Neste Dezembro, o clima está pesado ya!

E também... Dia Mundial da Conservação da Vida Selvagem - 4 de Dezembro Esta data foi criada em 2012 nos Estados Unidos tendo em vista sensibilizar e envolver os cidadãos na conservação de todo o tipo de vida selvagem. Diariamente são aniquilados milhares de animais pela sua pele, carne ou partes específicas do corpo, para além dos guardasflorestais que perdem a vida a tentar travar estes crimes. Tigres, rinocerontes e elefantes são alguns dos animais mais atacados.


6 Media Nova, S.A presidente do Conselho de administração Filipe Correia de Sá administradores Executivos Luís Gomes Paulo Kénia Camotim Propriedade : Socijornal Depósito Legal: Nº 244/2008 Contribuinte: 5417015059 Nº registo estatístico: 48058

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

no tEmpo do kaparandanda

Director Geral de Publicações: José Kaliengue jose.kaliengue@opais.co.ao

opaís

Director: José Kaliengue Sub-Director: Daniel Costa, daniel.costa@opais.co.ao Chefe de Redacção: Eugénio Mateus, eugenio.mateus@opais. co.ao Grande repórter: André Mussamo andre.mussamo@opais.co.ao Editorias : Política: Ireneu Mujoco ireneu.mujoco@opais.co.ao (Editor) Sociedade: Paulo Sérgio paulo.sergio@opais.co.ao (Editor) Romão Brandão romao.brandao@opais.co.ao (Sub-editor) Economia Luís Faria (Coordenador-Editor) luis.faria@opais.co.ao Desporto: Sebastião Félix sebastiao.felix@opais.co.ao (Editor) Mário Silva mario.silva@opais.co.ao (Sub-editor) Cartaz: Jorge Fernandes jorge.silva@medianova.co.ao (Sub-editor) Redacção: Norberto Sateco, Alberto Bambi, Augusto Nunes, Rila Berta, Miguel Kitari, Domingos Bento, Neusa Filipe, Afrodite Zumba, Milton Manaça, Antónia Gonçalo, Maria Teixeira, Iracelma Kaliengue, Patrícia Oliveira, Stela Cambamba, Zuleide de Carvalho (Benguela),Brenda Sambo, Maria Custódia, Kiameso Pedro e Adjelson Coimbra. Arte: Ladislau Bernardo (Coordenador) Valério Vunda (Coordenador adjunto)Lourenço Pascoal, Annette Fernandes, Nelson da Silva e Francisco da Silva. Fotografia: Carlos Moco (Editor), Daniel Miguel (Sub-editor), Pedro Nicodemos, Jacinto Figueiredo, Carlos Augusto, Virgílio Pinto, Lito Cahongolo (repórteres fotográficos), Rosa Gaspar e Yuri dos Santos (Assistentes de Departamento) Revisão: António Setas

1945

04 de dezembro de - O Senado norte-americano aprova a participação dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas.

04 de dezembro de

1976

- Bokassa coroa-se imperador Bokassa I e converte o seu país em Império Centro-Africano.

1977

04 de dezembro de - O Iraque abandona uma cimeira árabe em Trípoli, desencadeando o desmoronamento da frente unida contra os esforços de paz do Egipto em relação a Israel.

Carta do lEitor

Luanda impossível

DR

Agências: Angop, AFP, Reuters, Getty Images

Assistentes de Redacção: Antónia Correia, Rosa Gaspar, Inês Monteiro e Sílvia Henriques Impressão e acabamento: DAMER, S. A. Luanda Sul, Edifício Damer Distribuição: Media Nova Distribuição Tel: +244 943028039 Distribuidora@medianova.co.ao pontodevenda@medianova.co.ao Assinaturas: Bruno Pedro Tel: +244 945 501 040 Bruno.Pedro@medianova.co.ao Online: Venâncio Rodrigues (Editor)Isabel Dalla e Ana Gomes Sítio Online: www.opais.co.ao Contactos: info@opais.co.ao Tel: 914 718 634 -222 003 268 Fax: 222 007 754 Sede: Condomínio ALPHA, Talatona- Luanda. Tel: 222 009 444 República de Angola

Comercial e Marketing: Senda Costa 922682440 Vladimir Teixeira email: comercial@medianova.co.ao Tiragem: 15 000 exemplares

Caro director do jornal OPAÍS, Muito me espanta que no nosso país se anunciem grandes realizações e tudo se fica por aí, na realidade nada vemos. Nada acontece nas nossas vidas. A electricidade, desde o ano das eleições que se diz que aumentou a produçãoo e que as coisas iriam melhorar. Melhoraram para alguns, que dizem

já não sentir muitos cortes de electricidade nas suas casas. Mas para mim a maka não é se há muitos ou poucos cortes, é haver cortes, o que é uma vergonha. Quem anda pelas ruas de Luanda vê como a falácia se revela. À noite, as ruas estão às escuras, não há iluminação nos postes, ou, onde há, é só nal-

guns. O Governo provincial tem de ver bem as coisas, porque Luada não está bem, apesar dos esforços do novo governador. De dia é lixo a transbordar dos contentores, que ficam na estrada, na faixa de rodagem. À noite é escuridão e toda a gente a circular com as luzes máximas dos seus automóveis, aumentando a possibilidade de acidentes.

Luanda, é caso para pensar se ainda tem remédio, se o problema está no número de pessoas, ou na educação das pessoas, ou na qualidade da governação. Aos poucos a cidade está cada vez mais impossível de se viver nela.

Escreva para o Jornal opaís através do e-mail info@opais.co.ao ou ligue para estes contactos Tel: 222 003 268 Fax: 222 007 754

Júlio silva Uíge


8

polítiCa

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

PRS defende adopção de medidas urgentes para diminuição da pressão social dos angolanos

DANIEL MIGUEL/ARQUIVO

o porta-voz do prs, que falava à margem da reunião de preparação da reunião do Conselho Político, a ser realizado hoje, em Luanda, disse que o custo de vida no país disparou de forma brutal e a grande maioria dos angolanos perdeu o poder de compra, situação que tem vindo a contribuir para o aumento dos níveis de pobreza e dificuldades sociais das populações DR

Coloquio sobre o MPLA junta hoje especialistas nacionais e estrangeiros dentre as figuras estrangeiras constam Durão Barroso (ex-presidente da Comissão Europeia 2004-2014), o ex-Presidente de Cabo Verde, Pedro Pires, e o ex-vicepresidente da Namíbia, Nangolo Mbumba

a Domingos Bento

o

Partido de Renovação Social (PRS), na voz do seu porta-voz, Rui Malopa, sugere, ao Governo, a implementação de medidas urgentes para fazer fácil ao actual contexto social e económico que as populações estão a enfrentar. Segundo o político, o custo de vida no país disparou de forma brutal e a grande maioria dos angolanos perdeu o poder de compra, situação que tem vindo a contribuir para o aumento dos níveis de pobreza e dificuldades sociais das populações. Porém, diante deste cenário caótico, Rui Malopa disse que não há, da parte do Governo, a execução de planos e programas que possam, num horizonte temporal de curto prazo, mitigar as dificuldades. Todavia, em fase desta situação, o político frisou que o seu partido

exorta o Governo a encontrar medidas urgentes para que num período curto os cidadãos possam encontrar soluções para os seus mais variados problemas sociais. Malopa, que falava à margem do acto de preparação da reunião do Conselho Político da sua organização, que acontece hoje, em Luanda, fez saber que o PRS está disposto a trabalhar com as estruturas do Estado para encontrar soluções urgentes que possam devolver, aos angolanos, o poder de compra e a dignidade social. Tal como explicou, tendo em atenção a situação difícil, o seu partido decidiu, hoje, durante a quarta reunião do Conselho Político, abordar a situação social, económica e política de forma encontrar melhor solução no âmbito da responsabilidade e sentido de Estado que as organizações da sociedade civil e políticas devem ter. Ainda durante o encontro de hoje, a ser dirigido pelo presidente do partido, Benedito Daniel, Rui Malopa deu a conhecer que a formação

política vai, igualmente, abordar a situação de preparação e tarefa das eleições autárquicas. No seu entender, apesar de estarem aprazadas para o próximo ano, que já está às portas, o processo de preparação das eleições autárquicas decorre de forma lenta, pelo que defende a pressão de outras forças activas da sociedade de modo a estimular o Governo a acelerar. “Praticamente não temos nada definido. Está tudo a andar de forma lenta. Em face disso, os membros da reunião do Conselho Político acham por bem abordar também essa questão, por se tratar de um assunto que vai mudar o curso do país”, notou. Outras das tarefas a serem abordadas na reunião de hoje prendem-se com os relatórios das actividades realizadas ao longo do ano 2018/2019 e ainda a situação interna do partido no que diz respeito a agenda, estruturação, programas de actividades e outras questões subjacentes.

partir de hoje, Quarta-feira, até ao próximo dia 6, um grupo de académicos, políticos e nacionalistas vão abordar, em colóquio, o percurso histórico do partido MPLA, com vista a contribuir para o enriquecimento do acervo documental angolano. O evento, a decorrer sob o lema “MPLA uma trajectória de lutas e de vitórias”, contará ainda com a participação de especialistas estrangeiros, com realce para os de Cabo Verde, Namíbia, Portugal e Cuba. Dentre os convidados está o antigo primeiro-ministro de Portugal (2002-2004) Manuel Durão Barroso, que chegou a Luanda ontem, para participar neste II Colóquio Internacional sobre a História do MPLA. Durão Barroso (ex-presidente da Comissão Europeia 20042014), que não prestou declarações à imprensa, vai debruçarse (no primeiro dia do evento) sobre “A experiência da diplomacia portuguesa na construção do processo de paz para Angola”. Com o mesmo objectivo, também já estão em Luanda o exPresidente de Cabo Verde, Pedro Pires, e o vice-presidente

da Namíbia, Nangolo Mbumba, além de mais de duas dezenas de outros convidados, incluindo da Rússia, Cuba, África do Sul e Guiné-Bissau. O II Colóquio Internacional sobre a História do MPLA contará com dois mil participantes, entre os quais políticos, académicos e especialistas angolanos e estrangeiros, estando aberto a todos os interessados, sobretudo a jovens e estudantes. Em dois dias, vai abordar, entre outros temas, “A independência e os desafios da construção do Estado (19751979)”, “MPLA - Contexto internacional e a mudança do sistema político em Angola (1986-1991)”. “O papel dirigente do MPLA na consolidação das instituições democráticas: Do retorno à guerra à conquista da Paz (1992-2002)”, também fará parte dos debates desse evento político internacional. O I Colóquio Internacional sobre a História do MPLA realizou-se de 6 a 8 de Dezembro de 2011, no âmbito das comemorações do 55º aniversário da sua fundação.


o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

9

Morosidade na aprovação do pacote legislativo autárquico opõe mpla e oposição DANIEL MIGUEL

para o MPLA, na voz do presidente do seu grupo parlamentar, Américo Cuononoca, a preocupação da Oposição em ver o pacote legislativo aprovado, às pressas, deve-se à ansiedade e expectativa de governar e desejar o poder a todo o custo Maria Custodia

a

morosidade que se regista na aprovação do pacote legislativo autárquico dividiu ontem, na Assembleia Nacional, as opiniões entre o partido MPLA e a Oposição. Esta ultima entende que, com o ano a chegar ao fim e a não ser concluído, até ao momento, o pacote legislativo autárquico, o país não terá condições de realizar as suas primeiras eleições autárquicas aprazadas para 2020. Deputada da UNITA Navita Ngolo disse que, apesar de estarem programadas para o próximo ano, o pacote legislativo autárquico ainda apresenta muitas tarefas a serem discutidas, desde as questões ligadas ao financiamento autárquico às taxas, a implementação das eleições autárquicas e a divulgação dos resultados eleitorais. Outra das preocupações apresentadas pela deputada tem a ver com a estrutura actual da Comissão Nacional Eleitoral (CNE). Para Navita Ngolo, não se deve avançar para as eleições autárquicas com a estrutura actual da CNE. De acordo com a parlamentar, é preciso igualmente pensar no financiamento dos candidatos a autarcas de modo a evitar futuros constrangimentos financeiros e corrupção. “Deveríamos nos divorciar de que as eleições acontecem numa determinada localidade e depois a

Adalberto Costa Júnior, presidente da UNITA

CNE tem que divulgar os resultados. Nós pensamos que nos locais onde acontecem as eleições os resultados provisórios sejam fixados e a contagem feita a nível dos municípios, províncias e só mais tarde os resultados nacionais para se evitar que os resultados provisórios sejam sempre iguais”, frisou. Por seu lado, o presidente do Grupo Parlamentar da CASA-CE, Alexandre Sebastião André, disse que, interpretando a grande ansiedade que povo angolano tem, a implementação das autarquias locais tem de ter lugar em 2020, obrigatoriamente. “Se dependesse de nós, seria incontornável a data da realização

das autarquias. Mas a aceitação da implementação depende de uma outra vontade política, de quem está no poder, e, por esta razão é que este assunto tem estado a suscitar determinada instabilidade, porque o pacote ainda não está integralmente completo”, frisou. Para o deputado, com o mês de Dezembro a chegar ao fim, não se pode dar ao prazer de se encerrar o ano com o pacote aberto. No seu entender, não há vontade política da parte do Governo para a realização das autarquias, tendo ainda frisado que o Programa de Intervenção nos Municípios (PIIM) não seria feito de forma paralela a agenda já assumida pela nação que é a

américo Cuononoca, presidente do Grupo Parlamentar do MPLA

navita ngolo, UNITA

realização das autarquias. “Presume-se que não haverá convocação das eleições autárquicas. Essa situação, para além da falta de vontade, é a não concretização do Estado Democrático e de Direito”, frisou, tendo acrescentado que “temos uma democracia semiformal, em que os órgãos centrais continuam apertando as mãos no sentido de não se transferir o poder aos municípios”. Fugir da culpa Por sua vez, o presidente do partido PRS, Benedito Daniel, entende que apesar de se estar a torcer para que as eleições autárquicas aconteçam em 2020, a verdade é que a

alexandre sebastião, presidente do Grupo Parlamentar da CASA-CE

Assembleia Nacional está atrasada na aprovação final global do pacote autárquico. “Temos de fazer os possíveis, de modos que, até ao primeiro trimestre de 2020, as leis que compõem o pacote sejam aprovados. Nós, o PRS, não queremos que a responsabilidade do atraso das eleições ou a não realização seja atribuída à Assembleia Nacional. Este órgão tem responsabilidade e vai empenharse para que, em tempo oportuno, as leis sejam aprovadas, para que não fique com a culpa”, apontou. pressa da oposição é ansiedade de governar Depois dos argumentos da Oposição, o presidente do Grupo Parlamentar do MPLA, Américo Cuononoca, afirmou que a implementação das autarquias locais é um imperativo constitucional e ao mesmo tempo uma promessa do MPLA contida no seu programa de governação sufragado nas eleições de 2017. Segundo disse, o seu grupo parlamentar está a trabalhar para apresentar as suas propostas válidas e consistentes. Porém, somente quando se concluir a discussão do pacote legislativo, em todas as fases, frisou, é que o Presidente da República, João Lourenço, estará em condições de convocar as eleições autárquicas. No entanto, para o deputado, a preocupação da Oposição em ver o pacote legislativo aprovado às pressas deve-se à ansiedade e expectativa de governar e por desejar o poder a todo o custo. “Quem pode dar a data das eleições autárquicas é o Presidente da República, de acordo com a Constituição. Portanto, a discussão é longa. Para além do pacote legislativo temos muitas leis que entraram em vigor em 2019”, notou.

Benedito daniel, prs


soCiEdadE

10

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

Director de escola detido por vender enunciados a 10 mil kz a polícia Nacional e o Serviço de Investigação Criminal detiveram, no dia 2 de Dezembro, o director do complexo escolar n°384, no Panguila, Bengo, acusado de fraude por ter, alegadamente, reproduzido o material das provas (exames), e vendido a 10 mil Kwanzas a colégios privados. A ANEP culpa o Ministério da Educação por não existir uma regulamentação da parceria entre os colégios e as escolas públicas DR

Romão Brandão

a

s investigações, segundo informações da Polícia Nacional, começaram a ser feitas depois de uma denúncia pública e o acusado foi detido em flagrante delito, antes de ontem, por vender enunciados a um colégio privado, ao preço de Kz 10.000 (dez mil Kwanzas) cada. Consigo, a Polícia, foi apreendido um total de 440 enunciados das disciplinas de Língua Portuguesa, Química, Biologia, Educação Manual e Plástica, Educação Musical, Ciências da Natureza, Educação Física, Matemática, História e Geografia, da 6ª e 9ª classes.Em conversa com o jornal OPAÍS, António Quino, delegado provincial da Educação do Bengo, confirmou a detenção do director do complexo escolar, mas não adiantou mais informações, por ser um caso que está sob a alçada da Polícia. “A detenção é resultado de uma investigação feita pelo SIC, então, eles poderão dar mais informação. O que eu posso confirmar é a veracidade do facto. Como sabe, as escolas privadas são “apadrinhadas” por uma escola pública e as provas saem desta última instituição (estatal). Possivelmente, deve ser durante este processo que o director foi detido”, esclareceu. Este é um assunto que preocupa a Associação Nacional do Ensino Privado, pelo que o jornal OPAÍS ouviu também o presidente desta agremiação, António Pacavira. Para o líder associativo é necessário que haja uma regulamentação, uma vez que o ensino privado é tutelado pelo ensino público. “O Ensino Público é que passa o certificado, dá os enunciados, declaração, etc”, reforça.

O director do complexo escolar foi detido no dia 2 de Dezembro


o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

António Pacavira fez uma analogia com a cidade de Luanda, em que, no presente ano, o director provincial da Educação fez sair um despacho proibindo os directores de escolas públicas de cobrarem taxas e emolumentos aos alunos,mas abre uma brecha para que estes mesmos directores, segundo o entrevistado, possam cobrar aos privados. denúncias sem o devido tratamento O que acontece é que tem havido “um aproveitamento que chega a ser irritante e escandaloso por parte de escolas públicas, daí que o colega do Bengo terá sido puni-

11

do. Esperemos que sirva de exemplo, já que há muito que temos vindo a denunciar tais práticas, mas sem sucesso”. Esclareceu que os enunciados das escolas privadas vêm das escolas públicas e muitas vezes os colégios são obrigados a dar materiais como resmas de papel, tinteiros, entre outros, o que não está previsto, mas fruto da cooperação entre a escola tutelada e a tutelar. No fundo, o que resta destes materiais acaba servindo para a escola tutelar. Na ausência de um regulamento, esta é a prática que tem funcionado, mas a ANEP tem notado um certo oportunismo e tem exemplos DR

práticos de Luanda: em Viana, têm registo de escolas que cobraram 70 mil Kz a cada instituição tutelada; há escolas no Futungo que cobram, aos colégios com 300 alunos, 30 mil Kz para poderem ter o certificado. A associação em referência espera que o Ministério da Educação (uma vez que no último Conselho Consultivo na província do Uíge levantou-se esta questão) regulamente, já que foi-lhes dito que as propostas para as taxas e emolumentos já se encontram na “Presidência da República”. “Escolas há, em Luanda, que cobram Kz 5 mil por um certificado, quando outras cobram três e umas Kz 2 mil. Não há regulamentação. Conclusão: a organização do Ensino Privado e a sua relação com os encarregados de educação não constitui prioridade para o Estado, infelizmente. Daí que cria-se esta confusão toda que a ninguém beneficia”, lamentou. Pelo facto de o Ensino Privado não ter autonomia, segundo o entrevistado, a culpa desta desorganização deve cair para o Ministério de tutela, que deveria regular e não regula. Não existe uma lei que diz quanto deve cobrar a Escola pública pelos certificados das Escolas privadas, e como o encarregado de educação não quer perder tempo porque precisa de matricular o filho, paga qualquer valor que escola estiver a cobrar. Boa parte deste dinheiro que as escolas públicas cobram às privadas não vai para o Tesouro do Estado, segundo António Pacavira. “Nós já denunciamos ao Ministério da Educação e, até agora, nada”, finalizou.

DR

António Pacavira, presidente da ANEP


soCiEdadE

12

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

Morreu o segurança baleado em assalto no Huambo o cidadão Laurindo Cambiambia, de 33 anos de idade, segurança do estabelecimento comercial assaltado antes de ontem, no Huambo, por um grupo de meliantes altamente armados, acabou por falecer, ontem, no hospital onde recebia assistência médica. Para além do segurança, um outro cidadão, transeunte, foi baleado e ainda se encontra hospitalizado

n

o dia 02 de Novembro, ao meio-dia, quatro indivíduos entraram “a matar” num estabelecimento comercial, feriram duas pessoas, roubaram dois milhões de Kwanzas, telefones e outros bens, segundo o dono do estabelecimento. Os feridos foram o segurança do estabelecimento comercial e um cidadão que passava na rua no momento do assalto. O facto, que aconteceu no Bairro S. José, na cidade do Huambo, acabou por vitimar mortalmente Laurindo Cambiambia, o segurança da empresa FM, cuja morte foi confirmada ontem. Laurindo, de 33 anos, deixa viúva e seis filhos. O outro jovem baleado, Azaf Saculenga, 36 anos, mototaxista que passava pela rua no momento do

Atingiram a região do abdómen de um cidadão de 33 anos de idade, segurança da loja

DR

assalto, ainda recebe cuidados médicos. O Comando Provincial do Huambo da Polícia Nacional tornou público, na noite do dia 2 de Dezembro do ano em curso, um comunicado dizendo que tomou conhecimento de um assalto à mão armada, ocorrido por volta das 12h30, numa superfície comercial localizada no Bairro S. José, arredores do município sede do Huambo, protagonizado por 4 elementos”. Um dos assaltantes, refere o comunicado, “está identificado”. Os ba ndidos fa zia m-se transportar em dois motociclos e mal entraram no estabelecimento efectuaram disparos que “atingiram a região do abdómen de um cidadão de 33 anos de idade, segurança da loja, bem como um outro cidadão, de 36 anos de idade, motociclista, que na altura trafegava na estrada Nº 260, atingido na região do membro superior, todos socorridos para o banco de urgência do Hospital Geral do Huambo”. Em acto contínuo, “os meliantes subtraíram um montante de Kz 500.000.00 (ontem actualizado 2 milhões) para que estava a ser processado para ser levado a uma unidade bancária, altura em que surpreenderam os funcionários, incluindo o referido guarda”, diz a Polícia. Assinado pelo inspectorchefe Paulo Chindele, director provincial de Comunicação Institucional e Imprensa do Comando Provincial da Polícia Nacional, o comunicado adianta que este órgão, em coordenação com o SIC, despoletou diligências “tendentes a determinação e detenção dos supostos autores”.

O segurança Laurindo a ser socorrido pelos populares, depois de ser atingido pelos disparos DANIEL MIGUEL/ARQUIVO


Cartaz seu suplemento diário de lazer e cultura

Misto de danças de Angola e África do Sul encerram semana cultural durante os ensaios,

VIRGÍLIO PINTO

através do diálogo, o grupo angolano e o sul-africano acertam os passos, assim como unem os ritmos dos instrumentos musicais, como a dikanza, guitarra, hungo, marimba e o batuque, com a intenção de efectuar o intercâmbio e o alinhamento

Antónia Gonçalo

o

grupo de dança sul-africano, “Luthando Arts Academy” e o angolano “Ballet Tradicional Kilandukilu” ensaiam desde ontem, 3, nas instalações do Palácio de Ferro, em Luanda, a fim de montar uma coreografia de dança tradicional e contemporânea, que será apresentada no encerramento da “Semana Cultural da África do Sul em Angola”, que acontece na Sexta-feira, 6, naquele espaço. Durante os ensaios que decorrem das 10 às 15 horas, através do diálogo, os grupos vão acertar os passos, assim como unir os ritmos dos instrumentos musicais, como o bate-bate, dikanza, guitarra, hungo, Marimba e o Batuque, com a intenção de efectuar o intercâmbio e o alinhamento entre os dois conjuntos. O responsável da academia sul-africana referiu que, para o encerramento, pretendem apresentar não só aquilo que têm feito nesta arte dançante, mas também ver o que os bailarinos do

Artistas angolanos e sul-africanos durante os ensaios nas instalações do Palácio de Ferro, em Luanda

grupo Kilandukilu possam agregar em termos de valores e mostrar os seus conhecimentos. “Viemos com uma ideia sobre aquilo que entendemos sobre a dança. Por isso, gostaríamos também de ver como eles fazem essa arte, para assim no final, fazer uma coisa estrondosa que possa dignificar as duas culturas”, enfatizou. Por sua vez, a directora técnica do Kilandukilu, Ana Maria Tomás, realçou que nos encontros serão relacionados todos os aspectos ligados à dança, desde as técnicas até aos movimentos coreográficos. Por essa razão, enalteceu a ini-

ciativa, por constatar que além da teoria poderão praticar vários passos dançantes, de modo a efectivar o intercâmbio. “Na verdade, é sempre uma boa experiência, por isso esperamos que no final o resultado seja o almejado. Agradeço primeiro a Deus, depois ao Ministério da Cultura pela confiança”. O intercâmbio A realização da presente actividade que data de 2013, está a ser materializada através da sua formulação em 2018, pelos respectivos dirigentes da área cultural, na qual reforçaram além dos laços históricos e culturais, o de-

sejo de implementar acções concretas neste âmbito. Por essa razão, em 2020, Angola realizará o mesmo evento, a “Semana cultural angolana na África do Sul”, com a presença igualmente de uma caravana artística. Outras actividades Durante o intercâmbio cultural que teve início a 28 de Novembro, a caravana sul-africana, composta por mais de 20 cidadãos, entre artistas plásticos, músicos e artesões efectuam várias visitas, como no Complexo das Escolas de Arte (CEARTE), na Camama. Consta que a semana cultural

ocorre no ano em que se assinala o “25º aniversário da Democracia na África do Sul”. A mesma serve para reforçar a cooperação, através da música, dança, poesia, cinema, moda e design, pintura mural e artesanato, forjando a unidade, a integração e as colaborações entre os dois países, compartilhando conhecimentos. Durante a jornada estão a ser exibidos os filmes “Mandela: Long Walk to Freedom” e “Um Casamento Zulu”. Na vertente musical está em agenda shows com Yvonne Chakachaka, entre outros nomes da música sul-africana.


o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

15

Zeca Moreno confirmado presidente da UNAC-SA a actual comissão directiva estima registar o património da União

Nacional de Artistas e Compositores – Sociedade de Autores (UNACSA), reformular o regulamento sobre as eleições, além de efectuar contratações com outras associações congéneres nacionais e internacionais no domínio do Direito de Autor e Conexos DR

Novo presidente da UNAC-SA, Zeca Moreno

Adjelson Coimbra

E

sse preâmbulo é do músico Zeca Moreno, recém-eleito vencedor das eleições da União Nacional dos Artistas e Compositores – Sociedade de Autores (UNACSA), durante a tomada de posse da nova comissão directiva, ocorrida ontem, 3, em Luanda, garantiu redefinir a referida organização.

O actual dirigente entende que a atenção aos associados vai unificar, dignificar a classe artística e optimizar as suas acções

A comissão directiva de Zeca Moreno, constituída por Eduardo Paim como vice-presidente, João Alexandre como secretário- geral, Celino Bonzelo e Bela Xicola como presidentes da Assembleia Geral, além de Alberto Zau como secretário e Ângelo Quental como presidente do Conselho Fiscal, vai focar-se principalmente nos associados. O actual dirigente entende que a atenção aos associados vai unificar, dignificar a classe artística e optimizar as suas acções, de modo a adaptar os conceitos da UNACSA ao desenvolvimento do país. Sob o lema: “Por uma classe unida, organizar e desenvolver”, Zeca Moreno prevê ainda, durante o quadriénio (2019-2023), assegurar o crescimento dos associados e ser exigente no que tange aos Direitos de Autor e Conexos. Regulamento das eleições não escapa à redefinição Por seu turno, o actual dirigente dos artistas e compositores prevê reformular o regulamento sobre a realização das eleições, na aludida associação. É também prioridade desta comissão directiva abrir uma plataforma digital que traga informações sobre os artistas associados. O registo do património e contratações com agremiações congéneres nacionais, internacionais e melhoria na administração são outros pontos que não ficam de fora. UNAC moribunda Para Celino Bonzelo, actual presidente da Assembleia Geral, Zeca Moreno herda uma UNAC inactiva, inoperante, moribunda e que não olha para os seus associados. Lembra com repúdio que muitos, na UNAC, velavam pelos seus interesses pessoais em detrimento dos objectivos colectivos da organização.

Assim, recomenda a implementação de duas tarefas, que, insiste, devem ser permanentes. Estáse a falar da adopção de um sistema para a mudança de atitude, comportamento e acção dos associados e a instituição de uma acção no modelo de gestão do bem colectivo. Bonzelo almeja ainda que Zeca Moreno passe a informar trimestralmente sobre as acções levadas em curso na gestão da Sociedade de Autores. Acredita que isto expressará aos associados mais confiança e permitirá que outros se inscrevam na associação. DN da Cultura felicita mandato de Zeca Moreno Na ocasião, o director Nacional da Cultura, Euclides da Lomba, que conferiu posse ao novo corpo directivo da UNAC, desejou-lhes óptimo funcionamento da organização, sendo a UNAC uma sociedade de utilidade pública, que tem responsabilidades acrescidas. Os dilemas e os contrastes fazem parte da nossa evolução como homens, porque nem sempre que as coisas estão bem ou aparentam estar bem, significa que estejam a funcionar ao agrado de todos. “Agradar a todos também será muito difícil, porque onde se trabalha existem problemas, os problemas vêm para ser resolvidos. É com grande regozijo que me expresso aqui, mais nas vestes de músico. Estamos abertos para continuar a trabalhar e levar esse barco a um bom porto”, encorajou. Lista oponente não reconhece “Vitória” Contactado por este jornal, o canditado concorrente da Lista B, o guitarrista Belmiro Carlos, foi peremptório em dizer que continuará a aguardar pela decisão interposta pelos órgãos judiciais pelo que não reconhece a dita “vitória”. “Não sabemos qual foi a interpretação do Ministério da Cultura para conferir posse, mas entendemos e estamos a aguardar pelo pronunciamento do Tribunal, e após essa deliberação poderemos efectivamente manifestar a nossa reacção. Porque de todo modo, as eleições foram intransparentes e unilaterais e por isso não participamos”, desabafou.

Assistência à final do “Unitel Estrelas ao Palco” reservada a convidados

a

penas os convidados do canal ZAP Viva poderão assistir à final do concurso no dia 7 de Dezembro, pelo que o público em geral não terá acesso ao evento e os bilhetes ora pagos, deverão ser devolvidos aos destinatários pela organização. A informação a que OPAÍS teve cesso ontem, indica que por motivos alheios à sua vontade, a Gala Final do Unitel Estrelas ao Palco não poderá ser realizada no Centro de Conferências de Belas, no dia 7 de Dezembro. “Em decorrência de tal facto, a venda de bilhetes encontra-se cancelada. Para devolução do pagamento efectuado por favor dirija-se ao ponto de venda com o bilhete adquirido. A saber: Zap Cinemas e Concierge Angola. Para mais informações ligue para o apoio ao Cliente da ZAP”, lê-se no documento. Mais adiante, o canal lamenta o transtorno causado a todos os envolvidos, nomeadamente ao patrocinador oficial, UNITEL, ao público que comprou os bilhetes para o espectáculo, a todos os interessados e entidades ligadas directa ou indirectamente ao projecto e aos telespectadores de Angola, Moçambique e Portugal. Entretanto, o canal deverá divulgar pelas vias habituais a transmissão da grande final neste Sábado, a partir das 20 horas locais. De salientar, que disputam a finalíssima os concorrentes de Malanje, Mayala Sanda (Moise Mbiye) com o tema “Ye Oyo”, do Zaire, Alberto Sebastião (Dodó Miranda) que vai interpretar “Nabeleli Yo”. Vão igualmente disputar da Lunda – Norte, Marcos Txitoco (Gatho Beevans) com a canção “Ambience a Gogo”, do Huambo, Florência Handanga (Justino Handanga) música por definir e de Luanda os concorrentes Inácio Cacaca (James Brown) a música a interpretar intitula-se “I feel good”, enquanto Adriano Tchitacumula (Kendrick Lamar) com música ainda por definir.


16

Cartaz

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

Cinema

Fox Life exibe filmes natalícios durante o mês todo de Dezembro Estão a ser exibidos pela FOX Life desde o primeiro dia do mês mais festivo do ano, mais de 40 filmes natalícios de modos a tornar esta época ainda mais “mágica”

d

‘Magic Stocking’ Um conto natalício que tem como protagonistas Lindsey Monroe (Bridget Regan), uma viúva que ainda chora a morte do seu marido, e a sua filha, Hannah (Imogen Tear). É quando Hannah compra uma meia de Natal na feira de artesanato da cidade onde moram,

‘Romance at Reindeer Lodge’ Em plena época natalícia, Molly (Nicky Whelan) ganhou umas férias na Jamaica, o que a deixou em êxtase por poder fugir à época do ano que odeia. Mas os problemas começam quando percebe que o avião que apanhou tem como destino Inglaterra. Assim, em vez de estar em pleno cenário de

praia, vê-se rodeada de neve e de espírito natalício, algo que deixa outro passageiro muito feliz - Jared (Josh Kelly). Quando chega ao alojamento Reindeer Lodge, gerido por um casal idoso simpático, fica furiosa ao descobrir que não existem vôos de volta a casa. Presa nesta situação, tenta ver o lado positivo das coisas, algo que se torna ainda mais difícil quando se apercebe que Jared também está lá alojado cheio de espírito natalício. À medida que os dias passam, Molly acaba por ficar contagiada pela magia desta época do ano e encantada com Jared, até descobrir que ele só ali está para encerrar aquele alojamento local. Conseguirá Molly intervir nesta situação? E será que vão, afinal, acabar juntos? Este é mais um filme para viver ao máximo o Natal com Nicky Whelan (Molly), Josh Kelly (Jared), Nichole Galicia (Kayla), Michael Cognata (Greg), Robert Pine (Chris), Beth Broderick (Penny), James McCaffrey (William) e Lindsay Hartley (Karen).

mostra

prodUÇÃo

EspECtÁCUlo

CElEBridadE

Exposição itinerante “Heroínas Africanas” na UCAN

Sabino Henda diz que conjuntura económica inibe produção discográfica

Chiclete com Banana e Puto Português dividem palco

Georgina toma banho vestida e de tiara e deixa os seguidores confusos

A exposição itinerante “Heroínas africanas da luta de libertação contra o colonialismo” está patente deste ontem, 3, até ao dia 5 de Dezembro, na Universidade Católica de Angola, em Luanda. A mostra inclui imagens de heroínas, algumas em cenário de guerra, documentos históricos, entre poemas, manuscritos, jornais da década de 60, cartazes e panos africanos com retratos de Deolinda Rodrigues (Angola), Josina Machel (Moçambique) e Titina Silá (Guiné-Bissau). A mostra insere-se no quadro mesa redonda sobre “Deolinda, as mulheres na luta de libertação”, que aquela instituição de ensino católico acolhe.

O músico angolano Sabino Henda considerou, na cidade de Benguela, que o actualcontextoeconómicodopaísestáainviabilizaraproduçãodiscográfica,emfunção dos altos preços praticados e da falta de divisas. Falando à Angop, o artista frisou que está à procura de novas estratégias de promoção do seu trabalho, porque em relação à produção e distribuição, o mercado nacional está complicado. “Quando havia patrocínios ou mesmo quando gravávamos na CT1 a custo Zero, já dava, mas hoje tudo se paga e quando não se consegue buscar o investimento primário, torna-se desaconselhável, porque já crescemos e temos famílias para sustentar”, frisou.

O parque de estacionamento do Shopping Avennida foi insuficiente para albergar o povo brasileiro, angolano e tantos outros que se juntaram para brindar o primeiro grande pré-revellión de bahianos e angolanos, o Au Revoir 2019., que contou com a participação da banda Chiclete com Banana “chicleteiros” e do conceituado músico angolanoPutoPortuguês,comossons mágicos do Dj Parapeople, que cantaram e tocaram ao vivo no palco do Au Revoir. A realização do Au Revoir 2019, foi uma iniciativa do grupo Santinhos, que depois deste evento promete continuar a realizar actividades como estas que unam povos e culturas diferentes.

Georgina Rodriguez costuma fazer furor nas redes sociais com as suas fotografias ousadas mas parece que, desta vez, a namorada de Cristiano Ronaldo deixou os seguidores confusos com a sua publicação na última Segunda-feira, dia 2 de Dezembro. A jovem bailarina partilhou uma imagem onde surge vestida e de tiara dentro de uma banheira cheia de água. “Quando achas que és a Cleopatra” pode ler-se na legenda, onde é possível perceber que a foto se deve a um anúncio a uma marca deroupa.Apesardisso,aimagemnãodeixoudeintrigarosseusseguidoresquedeixaram algumas dúvidas na caixa de comentários.

DR

urante todo o mês de Dezembro, a FOX Life dedica as suas tardes ao período natalício, com a exibição de mais de 40 filmes de Natal, prometendo tornar-se uma referência para os entusiastas desta época do ano. Para ver em família, com amigos ou sozinho, não faltarão enredos e estilos cinematográficos para ocupar as tardes no sofá. A partir da tarde de 24 de Dezembro, na madrugada e durante todo o dia 25, a FOX Life vai ocupar o lugar primordial na sala das famílias angolanas, com a exibição ininterrupta de filmes de Natal, destacando-se:

que tudo começa a mudar. Lindsey encontra, como por magia, dentro desta meia, diversas coisas que começam a ter importância na sua vida quotidiana. Esta meia tem um poder e uma energia que rapidamente se tornam evidentes, devolvendo a Lindsey a esperança na vida e no amor, o que a leva a abrir de novo o seu coração ao conhecer um artista bem-parecido. O elenco deste conto natalício conta com nomes como Bridget Regan (Lindsey Monroe), Imogen Tear (Hannah Monroe), Victor Webster (Scott Terrell) e Beckham Crawford (Jake), entre muitas outras personagens que alimentam a magia deste enredo.


EConomia

18

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

Candidato à presidência da CCIA quer maior reforço no diálogo entre o governo e o sector privado o primeiro e único candidato da Câmara de Comércio e Indústria de Angola (CCIA), Vicente Soares está empenhado em trabalhar na melhoria do diálogo entre o governo e o sector empresarial privado, caso vença as eleições que estão previstas para o próximo dia 18 do mês em curso

Empresariado forçado a rever estratégias e planos de negócios

Brenda Sambo

Um total de oitenta empresários da província da Huíla, juntaram-se à mesma mesa, desde Segunda-feira, 02, para uma acção de capacitação e qualificação em matérias ligadas às estratégias de mercado, plano de negócios, comunicação e comércio internacional. De acordo com o Ministério da Economia e Planeamento, o objectivo é melhorar a sua produção

s

egundo o responsável que falou ontem, em conferência de imprensa, da primeira Assembleia Geral realizada pela Câmara de Comércio e Indústria de Angola (CCIA), caso vença as eleições vai trabalhar no sentido de tornar o diálogo entre as duas partes cada vez melhor. Referiu ainda que entre outros objectivos, vai reforçar a capacidade institucional, tornar a câmara de Comércio e indústria (CCIA) numa plataforma permanente e regular de diálogo da classe empresarial com as instituições do Estado quer sejam privadas, nacionais e estrangeiras quer com os organismos internacionais interessados na promoção e no desenvolvimento do sector privado. Por outro lado, pretende ainda tornar a Câmara de Comércio e Indústria de Angola numa instituição efectiva de apoio à classe empresarial nacional, todavia, avançou que ser uma instituição de apoio é outra coisa e uma instituição efectiva também é outra. “Queremos passar para essa efectividade de poder atender a classe empresarial”, reforçou. Para atingir tais objectivos, durante os cinco anos de mandato, a CCIA dividiu esses objectivos em duas fases que vão num período de curto e de médio prazos. O único candidato até então, avançou que, no período de curto prazo, um dos objectivos será reforçar a capacidade da Câmara de Comércio e Indústria de Angola (CCIA) através da

Vicente Soares, candidato à presidência da CCIA

sua reformulação e actualização do seu estatuto tendo em conta o novo contexto. A concessão e implementação de manuais e procedimentos, a implementação de um plano de comunicação e imagem da CCIA interno e externo, revisão dos perfis de funções do pessoal afecto à camâra, assim como um plano de formação e capacitação dos quadros, tendo em conta o novo paradigma, bem como a revisão do sistema de pagamento de quotas estão também entre os objectivos. Vicente Soares sublinhou ainda que à longo prazo, quer reforçar a capacidade técnica com o objectivo principal de prestar assistência técnica e consultoria às empresas nacionais, começando pelos membros e depois às outras empresa, a implementação de um business center as-

sim como a implantação de um sistema de informação tecnológica dedicado às micro, pequenas e médias empresas. “Não é que a câmara esteja mal, mas ainda assim precisamos de melhorar, e a luta principal será de continuar a optimizar os procedimentos para maior empenho dos quadros, maior rigorosidade e melhor serviço aos associados”, disse. Até aqui Vicente Soares é o único candidato à presidência da Câmara de Comércio e Indústria de Angola (CCIA), as inscrições para as candidaturas serão entregues até ao dia 10 do mês em curso. A CCIA, que existe desde 1988, visa defender os interesses da classe empresarial nacional quer na parceria do governo para o desenvolvimento do país quer na defesa da própria classe empresarial.

a

a c ç ã o formativa faz parte do projecto de capacitação e qualificação dos recursos humanos de empresas, no âmbito do Programa de Apoio à Produção Nacional, Diversificação das Exportações e Substituição de Importações (PRODESI). Durante os cinco dias, vão ser ministrados igualmente várias temáticas como: marketing, finanças para não financeiros, produção, optimização e qualidade nos processos produtivos, informou o quadro sénior do Ministério da Economia e Planeamento, Fernando Azevedo. Reiterou como objectivo do seminário, a capacitação dos empresários com ferramentas, a fim de colmatar o défice de informação registado actualmente, uma vez que recebem muitas solicitações de empreendedores, através do Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas

(INAPEM), a solicitar informações do género. Declarou que a ideia é consciencializar os participantes sobre a importância da melhoria dos níveis de produtividade, através da identificação e eliminação de disperdícios, criação de fluxos de trabalho, redefinição de layouts, melhoria dos processos logísticos, entre outros. Já o director do Desenvolvimento Económico Integrado da Huíla, Manuel Quilende, alertou os participantes a aproveitarem a formação para colmatarem défices de informação relacionados às temáticas e posteriormente disseminarem para outros, uma vez que estão a surgir diversos projectos na vertente do PRODESI. A formação, promovida pelo Ministério da Economia e Planeamento, em parceria com o Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), foi já ministrada em Luanda, seguindo-se, depois da Huíla, as províncias de Benguela Huambo e de Cabinda.


EConomia rEal

análise económica

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

19

“a equipa económica do Governo é o Fundo monetário internacional” DANIEL MIGUEL/ARQUIVO

o Fundo Monetário Internacional, de resto são técnicos e devem obedecer às medidas da equipa. Por inerência de funções João Lourenço sabe por que ‘convidou’ o FMI. Mas são razões políticas e não técnicas e económicas. Ele precisava, no meu entender, de se impor dentro do seu próprio partido. A distribuição orçamental por província continua inclinada, à luz da proposta do OGE/2020. Que avaliação faz? Continuamos a ter um país com o agravamento de assimetrias regionais. A maneira como foram repartidas as verbas não ajuda o crescimento nem a descentralização equilibrada, a começar pelas estruturas centrais do Governo, que recebem mais do que as 17 províncias juntas, na ordem de 25,85% do OGE.

o professor de Macroeconomia, Yuri Quixina, considera que razões de afirmação política levaram João Lourenço a ‘convidar’ o FMI, para ajudá-lo nas reformas em curso e conferir maior credibilidade. Acompanhe a análise dos temas económicos da semana

o

Mariano Quissola / Rádio Mais presidente do MPLA disse que as reformas em curso no país impunham-se com ou sem o FMI, pelo estado degradado em se encontrava a economia. Como avalia as declarações de João Lourenço? O pensamento de fazer reformas em Angola é antiga e nunca passou pelo FMI. Essa ideia vem da década de 80. Em 1983, por

exemplo, António Guterres esteve em Angola com a missão de assessorar o governo na reforma económica. Essa ideia acelerou quando houve a primeira crise do petróleo entre 1985/86. Daí nasceu o SEF – Saneamento Económico e Financeiro, que visava transformar a economia numa economia de mercado. Mas o SEF foi um ‘bebé’ que nasceu defeituoso. E a solução passava pelo FMI? O FMI foi chamado para dar credibilidade às reformas. A equipa económica do Governo é

O Orçamento promove assimetria do ponto de vista dos gastos do Governo”

A inclinação orçamental continua sobre as mesmas províncias… Sim. O Governo gasta mais com seis províncias, nomeadamente Luanda, Bié, Benguela, Huambo, Huíla e Cuanza-Sul. Que relação você faz entre a estrutura do OGE e o Relatório sobre Pobreza Multidimensional nos municípios de Angola, publicado pelo INE? É um terramoto. O Relatório que demonstra a pobreza nos municípios é um estudo interessante do INE. Revela que 65 dos 164 municípios representa uma incidência de pobreza acima de 90%. Nove em cada 10 pessoas nesses municípios são pobres. Se relacionarmos com a fatia do Orçamento que as províncias receberam, vamos concluir que a maior parte dos municípios fazem parte das províncias que menos receberam do OGE. Só para ter uma ideia, dos 14 municípios da província de Malanje, 10 tem uma incidência acima de 90%.

O Comité de Politica Monetária do BNA decidiu revogar a Lei Cambial aplicável ao Sector Petrolífero de 2013. Afinal o sistema anterior à lei era o adequado? Primeiro é importante lembrar que no passado, as petrolíferas e as empresas de aviação vendiam divisas as bancos comerciais. Mas alguém pensou que era necessário ‘desdolarizar’ a economia, mas não devia ser feita de forma administrativa. Massano 1 aprova uma lei em 2013, que proibia pagamento em divisas. Com a reforma e obrigação do FMI – que impõe o BNA a liberalizar o mercado de câmbio, que passa pela alteração dos mecanismos de entrada de divisas na economia. O governador José de Lima Massano argumenta que “o BNA não tem vocação, e não é sua missão, de intervir diariamente no mercado cambial vendendo ou comprando divisas.” Massano 2 está a corrigir Massano 1, porque está a ser obrigado pelo FMI. Isso significa que não estamos a ser coerentes.

Sugestão de leitura: Título do livro: ‘Da ética à ética’ Autor: : Cristovam Buarque Ano de lançamento: Novembro de 2016 Frase: : “Uma sociedade sem ética e moral, é como uma tripulação sem mapa” Yuri Quixina, economista.


20

mErCados

Mercado TAXA DE JURO

Libor USD 6 Meses 1,925

Taxas de Juro Taxa BNA Libor USD 6M Libor GBP 6M Libor JPY 6M Euribor 6M Luibor 6M

Cot. 02/12/19 15,500% 1,906% 0,862% -0,008% -0,345% 18,26%

∆ Diária (p.p) 0,000 0,009 0,005 0,400 -0,002 0,090

1,910 1,895 1,880 26/Nov

Mercado ACCIONISTA Índices Accionistas Cot. 02/12/19 Dow Jones (EUA) 27 783,04 S&P 500 (EUA) 3 113,87 FTSE 100 (Inglaterra) 7 285,94 IBovespa (Brasil) 108 927,80 CSI 300 (China) 3 836,06 Nikkei 225 (Japão) 23 529,50

∆ Diária (%) -0,957 -0,863 -0,825 0,642 0,193 1,011

Cot. 02/12/19 496,0319 1,1079 1,2939 108,9800 -0,0086 4,2169

30/Nov

2/Dez

Dow Jones (EUA) 28.300

28.000

27.700

27.400 26/Nov

Mercado CAMBIAL Taxas de Câmbio USD/AKZ EUR/USD GBP/USD USD/JPY USD/ZAR USD/BRL

28/Nov

28/Nov

30/Nov

2/Dez

EUR / USD ∆ Diária (%) 1,667 0,554 0,108 -0,466 -0,861 -0,479

Mercado DAS COMMODITIES

1,108 1,104 1,100 1,096 26/Nov

28/Nov

30/Nov

2/Dez

Brent C rude F ut. 64,5

Commodities WTI Crude Fut. Brent Crude Fut. Gold 100 Oz Fut. Prata Fut. Gás Natural Fut. Cobre Fut.

Cot. 02/12/19 55,96 60,92 1 462,30 16,84 2,33 265,05

∆ Diária (%) 1,432 -2,419 -0,225 -0,784 2,104 -0,413

Luibor

63,0 61,5 60,0 26/Nov

28/Nov

30/Nov

2/Dez

Luibor 1 Ano 19,40%

Taxas BNA Luibor O/N Luibor 1 Mês Luibor 3 Meses Luibor 6 meses Luibor 9 meses Luibor 1 Ano

Cot. 02/12/19 26,53 17,34 17,67 18,26 18,60 19,23

∆ Diária (p.p) 0,060 0,130 0,130 0,090 0,010 0,180

19,10% 18,80% 18,50% 26/Nov

28/Nov

30/Nov

Mercado Interbancário A taxa Libor USD 6 meses registou aumento de 0,9 p.b., ao fixar-se em 1,906%, registo que terá sido influenciado pela tensão comercial com a França.

2/Dez

Mercado Accionista O agravamento das tarifas aplicadas aos bens importados da China desfavoreceu os mercados bolsistas. Os índices norteamericanos Dow Jones e S&P 500 diminuíram 0,9% e 0,8% ao situarem-se em 27.783,04 e 3.113,87 pontos, respectivamente.

Mercado Cambial A melhoria dos indicadores da actividade industrial e dos serviços na Zona Euro favoreceram moeda europeia que ao fim da última sessão, apreciou 0,55% fixando-se em 1,1079 USD por unidade da moeda.

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

BrEVE Grupo de Hong kong conclui compra de 80,1% do Banco de negócios internacional (Europa) O grupo King Wai (KWG), de Hong Kong, adquiriu uma participação de 80,1% do português Banco de Negócios Internacional (Europa), uma plataforma bancária digital, noticiou recentemente o jornal South China Morning Post. O jornal escreveu que o negócio teve um duplo objecti-

vo, que foi acompanhar o interesse da China Continental em aprofundar o relacionamento económico e comercial com os países de língua portuguesa e ajudar residentes de Hong Kong que pretendem passar a residir na Europa devido aos problemas de segurança em curso na cidade.

Economia de moçambique reduz crescimento no terceiro trimestre de 2019 A economia de Moçambique cresceu à taxa homóloga de 2,0% no terceiro trimestre de 2019, tendo mantido a tendência de recúo que se verifica desde o primeiro trimestre do ano, informou o Instituto Nacional de Estatística (INE) ao divulgar as Contas Nacionais relativas ao período em análise.

Depois de no quarto trimestre de 2018 ter crescido à taxa homóloga de 3,0%, a economia de Moçambique entrou num processo de desaceleração, tendo registado taxas de crescimento de 2,5% no primeiro trimestre, 2,3% no segundo trimestre e agora 2,0% no terceiro trimestre. DR

Mercado de matérias-primas Os preços das matérias-primas seguiram tendência divergente na última sessão. O WTI aumentou 1,4% para 55,96 USD/barril, ao passo que o Brent diminuiu 2,4% para 60,92 USD/barril. As incertezas associadas à reunião da OPEP penalizaram a commodity.

Luibor As taxas de juro no mercado monetário interbancário aumentaram para todas as maturidades, com destaque para a Luibor 12 meses que registou um incremento de 18 p.b. ao situar-se em 19,23%.

Cabo Verde recebe mais de 595 mil turistas de Janeiro a setembro de 2019 Os estabelecimentos hoteleiros de Cabo Verde receberam mais de 595 mil hóspedes no período de Janeiro a Setembro que deram origem a mais de 3,7 milhões de dormidas, com crescimentos homólogos de 7,5% e 3,9%, respectivamente, informou o Instituto Nacional de Estatística (INE) do arquipélago.

O INE informou ainda que, no terceiro trimestre de 2019, a hotelaria alojou mais de 181 mil hóspedes, originando mais de 1,2 milhões dormidas, correspondendo a um acréscimo de 6,8% e 1,9%, respectivamente, face ao trimestre homólogo ou de mais 11 498 turistas e mais 23 mil dormidas em termos reais.


mUndo

22

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

Hong kong formulará mais medidas de alívio, diz chefe do Executivo a chefe do Executivo da Região Administrativa Especial de Hong Kong (RAEHK), Carrie Lam, disse nesta Terçafeira que mais medidas de alívio serão formuladas em breve para ajudar as empresas e residentes a superarem a dificuldade económica, seguindo as três rondas de políticas semelhantes adoptadas durante os últimos meses

C

omo diversos dados têm revelado uma circunstância económica amarga, o governo da RAEHK monitorará de perto a situação e implementará novas medidas de alívio, prometeu Lam numa conferência de

imprensa. Apesar de possíveis déficits fiscais nos próximos um ou dois anos, é hora de o Governo de Hong Kong fazer uso pleno da riqueza e superávit acumulado no passado para aliviar a carga sobre os residentes, destacou Lam. O Governo da região alocou aproximadamente 20 biliões de dólares de Hong Kong (USD 2,55

biliões) desde Agosto para estimular a economia. A prolongada inquietação social tem prejudicado a economia. O PIB caiu 2,9% em termos anuais no terceiro trimestre. As vendas em Outubro caíram 24,3% em relação a um ano atrás, o maior declínio registado. A taxa de desemprego aumentou para 3,1% e pode continuar a crescer. Lam deseja que os incidentes violentos cheguem ao fim o mais rápido possível para dar à economia uma chance de se recuperar. Diversos distritos em Kowloon enfrentaram o caos mais uma vez no último fim-de-semana, com os desordeiros a invadirem eventos públicos e recorrendo a actos destrutivos, como colocar barreiras nas estradas, causar incêndios e vandalizar instalações públicas.

DR

Carry Lam propões medidas para ajudar as empresas a recuperarem

acusado de escândalo de corrupção nas Pesca na Namíbia retirar pedido de fiança

O ministro das Pescas da Namíbia, Bernardt Esau e ex-ministro da Justiça, Sakeus Shanghala, estão presos, num escândalo de corrupção

d

ois ex-ministros e quatro outros envolvidos no maior escândalo de corrupção da Namíbia permanecerão sob custódia policial até 20 de Fevereiro, após os seus advogados abandonarem o pedido de fiança na Segunda-feira, informou a Procuradoria. O ex-ministro da Justiça, Sakeus Shanghala, e o ministro das Pescas, Bernardt Esau, juntamente com dois ex-funcionários da Investec da Áfri-

ca do Sul, são acusados de conspirar com a maior empresa de pesca da Islândia, Samherji, para receber pagamentos no valor de milhões de dólares em troca de quotas de pesca. Os seus advogados se recusaram a comentar o motivo da sua decisão. Samherji negou irregularidades, assim como Esaú e Shanghala. O Presidente Hage Geingob, escolhido numa eleição geral na semana passada, disse numa alocução à nação na Segunda-feira que

Shanghala e Esau seriam removidos do Parlamento. “A corrupção desvia os recursos públicos destinados ao desenvolvimento e entendemos, portanto, a raiva de muitos namibianos pelas contínuas alegações de corrupção no sector das pescas”, disse Geingob. O escândalo das pescas envolve alegações de que os ex-ministros, que deixaram o cargo no mês passado, quando surgiram relatos de corrupção nos media, receberam propinas em troca de conceder quotas de carapau à Samherji. As acusações afirmam que o acusado solicitou, aceitou ou concordou em aceitar 100 milhões de dólares namibianos (USD 6,8 milhões) das subsidiárias da Samherji na Namíbia de 2014 a 2019 para garantir quotas de pesca. Esau também é encarregado de conceder até 55.000 toneladas de cotas de carapau a uma empresa privada da Namíbia, a Namgomar Pesca, em troca de suborno. O seu director, Ricardo Gustavo, é o ex-

director de clientes da Investec Namíbia e um dos homens em julgamento. A Investec da África do Sul disse à Reuters, no mês passado, que Gustavo e o outro exfuncionário acusado, James Hatuikulipi, haviam deixado o banco, que não tinha conexão com o caso e que os seus exfuncionários não haviam usado as suas posições na Investec para facilitar o suposto esquema, de qualquer forma. O escândalo chocou os namibianos. Manifestantes se reuniram em frente ao tribunal de magistrados em Windhoek, gritando para que os homens não fossem libertados sob fiança. “Queremos todas as coisas que eles compraram com o nosso dinheiro de volta. As casas, a fazenda, nós as queremos de volta ”, disse o activista jovem Dimbulukeni Nauyoma aos manifestantes do lado de fora da corte.

Ex-presidente mugabe do zimbabwe deixou Usd 10 milhões e algumas propriedades

o

ex-líder do Zimbabwe, Robert Mugabe, deixou USD 10 milhões no banco e algumas propriedades na capital, mas não há como nomear os seus beneficiários. A lista dos seus bens foi publicada pelo jornal estatal The Herald. A extensão das riquezas de Mugabe tem sido por muitos anos uma fonte de especulação. Os zimbabweanos assumem que Mugabe, que morreu em 6 de Setembro, e sua família acumulou uma grande fortuna nos seus 37 anos no poder, mas há poucos factos concretos sobre a sua riqueza. A filha de Mugabe, Bona Chikowore, em Outubro escreveu ao Mestre do Supremo Tribunal, tentando registar o património do seu pai, que incluía USD 10 milhões num banco local, quatro casas, 10 carros, uma fazenda, a sua casa rural e um pomar, informou o Herald.


o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

23

DR

Trump diz que irão está a matar milhares de manifestantes o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta Terça-feira que o Irão está a matar milhares de pessoas por protestar, e instou a comunidade internacional a prestar mais atenção à situação

o

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

s distúrbios no Irão começaram em meados de Novembro devido ao aumento dos preços da gasolina, mas rapidamente se tornaram políticos, com manifestantes a exigirem a remoção dos principais líderes do país, no que podem ser os maiores protestos anti-Governo nos 40 anos de história da República Islâmica. “O Irão está a matar talvez milhares e milhares de pessoas agora, enquanto falamos, é por isso que eles cortam a Internet para que as pessoas não possam ver o que está a acontecer”, disse Trump durante a visita a Londres para uma cimeira da OTAN. “Não são apenas números pequenos que são ruins, números grandes que são realmente ruins e números muito grandes... É

uma coisa terrível e o mundo precisa fica de olho”. trump alerta UE a “endireitar” comércio e otan O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que as coisas podem ficar bastante difíceis com a União Europeia a menos que o bloco melhore o comércio e a OTAN. “A União Europeia (está) a ameaçar os Estados Unidos de forma muito, muito injusta no comércio”, disse Trump numa reunião com o chefe da OTAN, em Londres. “O déficit por muitos, muitos anos tem sido astronómico, com os Estados Unidos e a Europa a favor deles. Estou a mudar isso e estou a mudar muito rápido.” “Não é correcto que se tome van-

tagem com a OTAN e também que se tome vantagem com o comércio, e é isso que acontece. Não podemos deixar isso acontecer.” “Estamos a conversar com a União Europeia sobre comércio e eles têm que endireitar ou as coisas vão ficar muito, muito difíceis.” trump diz que processo de impeachment é uma “farsa” com objectivo político O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta Terça-feira que o inquérito de impeachment contra ele é uma “farsa” utilizada pelos democratas para obter ganhos políticos diante da eleição presidencial do próximo ano. Democratas estão a examinando as tentativas de Trump de pressionar a Ucrânia a investigar o rival político Joe Biden, ex-vice-presidente dos EUA que busca a nomeação do Partido Democrata para enfrentar Trump na eleição de 2020, e o seu filho Hunter Biden, que fora membro do conselho de uma companhia ucraniana de energia.

pyongyang adverte Washington: depende dos EUA ‘qual será o presente de Natal’ a data limite para o diálogo entre a Coreia do Norte e os EUA expira neste fim do ano, relembrou nesta Terça-feira (03) o vicechanceler norte-coreano, Ri Thae Song, por meio de uma declaração divulgada pela agência KCNA

d

e acordo com o diplomata, Pyongyang “vem fazendo tudo de maneira transparente e pública”, assim que “não há por que ocultar o que deve ser feito”. Por outro lado, “o diálogo expresso pelos EUA é basicamente uma simples artimanha para prender [a Coreia do Norte] à mesa de negociações e tirar proveito desta questão para se favorecer da situação política interna e da campanha eleitoral”. “Já estamos far-

tos deste cantarolado do diálogo que os EUA andam a repetir como um papagaio cada vez que estão numa situação difícil, e não haverá ninguém que lhes dê ouvidos. […] O que falta agora é a decisão dos Estados Unidos, e desta decisão depende na sua totalidade qual será o presente do próximo Natal”, salientou Ri. Em Novembro, o negociador norte-coreano para questões com os EUA, Kim Myong-gil, afirmou que a Coreia do Norte rejeitou a

DR

Pessoas prestam homenagem diante das estátuas de Kim Il Sung e Kim Jong Il

proposta de Washington de realizar uma nova reunião em Dezembro, dizendo que Pyongyang não está interessada em negociações que simplesmente procuram “apaziguá-los”. O diálogo entre os países visa que a Coreia do Norte e os EUA iniciem uma nova ronda de negociações até ao fim do ano. Caso o diálogo não perdure, há chances dos norte-coreanos deixarem as negociações sobre o programa nuclear e retomarem o seu programa de desenvolvimento de mísseis nucleares de longo alcance. Na semana passada, as autoridades da Coreia do Sul informaram ter detectado lançamento de mísseis provenientes da Coreia do Norte, com o qual o líder norte-coreano ficou “muito satisfeito”.


aCtUal

24

a otan responderá a qualquer ataque à polônia ou ao Báltico - Stoltenberg a otan responderá a qualquer ataque à Polónia ou aos países bálticos, disse o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, numa entrevista publicada na Terça-feira DR

Secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, para quem a defesa dos países bálticos está garantida

o

sua renúncia ao presidente antes de um debate no parlamento agendado para começar às 12:00 TMG. Rinne disse na Segunda-feira que queria que o Partido do Centro declarasse claramente se continuava a apoiar ou não. Na Segunda-feira, Katri Kulmuni, presidente do Partido do Centro, disse que a sua formação política queria continuar com a coalizão, mas questionou o papel de Rinne na greve dos Posti, que também se espalhou para a transportadora na-

o

catamarã que transportava a activista climática Greta Thunberg foi visto a se aproximar de um porto em Lisboa na manhã de Terça-feira, após uma travessia de 20 dias a partir de Nova York, mostraram imagens da Reuters Television. O barco, La Vagabonde, transportou a activista sueca, que se recusa a viajar de avião, através do Atlântico, para que ela pudesse participar na cimeira climática da COP25 em Madrid. Ela passará o dia a realizar reuniões com activistas climáticos portugueses e descansará antes de partir para Madrid.

“C

o primeiro-ministro social-democrata da Finlândia, Antti Rinne, manteve conversações de crise na manhã de Terçafeira com o Partido Central, um dos cinco partidos da coalizão governamental, com o objectivo de evitar uma ameaça que poderia forçá-lo a renunciar Partido do Centro da Finlândia diz que perdeu a confiança na coalizão Rinne. O governo de Rinne tem sido amplamente criticado por lidar com uma greve de duas semanas no serviço postal da Finlândia, Posti, e o Partido do Centro sugeriu que não tem mais confiança nele para liderar o país. O tablóide finlandês Iltalehti, citando fontes não identificadas, disse que Rinne estava preparado para apresentar a

activista climática Greta Thunberg se aproxima do porto de lisboa

om a presença das forças da OTAN na Polónia e nos países bálticos, estamos a enviar à Rússia um sinal muito forte: se houver um ataque à Polónia ou aos países bálticos, toda a aliança responderá”, disse ele antes da cimeira da Otan. A Otan não tinha uma lista de inimigos, mas a aliança responderia quando houvesse necessidade, disse Stoltenberg a um grupo de jornais, incluindo o diário polaco Rzeczpospolita, o alemão Suddeutsche Zeitung e o espanhol El Pais. Os Estados Unidos instaram a Turquia a apoiar o seu plano de defesa da OTAN para os países bálticos e para a Polónia. A Turquia se recusou até agora, dizendo que a Otan deve dar a Ancara mais apoio político na sua luta contra a milícia curda na Síria. Stoltenberg disse que não se opôs a uma postura defensiva mais forte na União Europeia, mas disse que não fazia sentido tentar substituir a OTAN.

o primeiro-ministro da Finlândia, Rinne, em negociações de crise com aliados do Centro sobre o seu futuro

cional Finnair. É improvável que o Partido do Centro apele para uma nova eleição, pois ele e os seus aliados da coalizão estão a arrastar-se nas pesquisas e podem perder terreno para o Partido Nacionalista Finlandês. Os finlandeses ficaram em segundo lugar nas eleições de Maio passado, logo atrás dos sociais-democratas de Rinne. A greve postal terminou na semana passada.

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

DR

A activista Thunberg a bordo do catamarã à chegada num porto de Lisboa

inquérito culpa piloto russo por acidente de avião que matou 41 pessoas

a

Rússia concluiu uma investigação sobre um acidente de avião num aeroporto de Moscovo em Maio que matou 41 pessoas e planeia acusar formalmente o piloto de causar morte por negligência, informou o jornal Kommersant. Citando uma fonte não identificada próxima ao Comité de Investigação da Rússia, o órgão estatal que investiga crimes graves, o jornal disse que os investigadores puseram a culpa no piloto Denis Evdokimov sem esperar pelas conclusões finais do Comité de Aviação Interestadual. Evdokimov nega as acusações apresentadas contra ele, disse a sua advogada, Natalia Mitusova, ao Kommersant, acrescentando que os pedidos da defesa para exames independentes no incidente foram rejeitados. O Comitê de Investigação da Rússia e a operadora Aeroflot

não responderam, imediatamente, aos pedidos da Reuters para comentar. Em 5 de Maio, um Sukhoi Superjet 100 operado pela Aeroflot pegou fogo enquanto fazia um pouso de emergência no aeroporto de Sheremetyevo, com imagens de televisão a mostrar ele saltando na pista antes de a sua parte traseira explodir em chamas. Muitos a bordo do SU1492, voando de Moscovo para a cidade de Murmansk, no norte, com 73 passageiros e cinco tripulantes, escaparam usando os escorregadores de emergência da aeronave que se insuflaram após o pouso forçado. Em Outubro, Svetlana Petrenko, representante oficial do painel de investigação da Rússia, disse que Evdokimov violou as regras estabelecidas, informou o jornal Komsomolskaya Pravda.


dEsporto

26

DR

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

“Dominámos a Eslovénia” DR

Ex-técnico da Selecção, Vivaldo Eduardo, reconhece o triunfo

o Atleta angolana (amarelo), Azenaide Carlos, tem sido uma das mais influentes no ataque

Angola defronta amanhã adversária dura de roer depois da vitória, ontem, frente à Eslovénia por 33-24, a Selecção Nacional sénior feminina de andebol mede forças, hoje, com a Noruega, em jogo referente à 4ª jornada do grupo A do Mundial que decorre no Japão Sebastião Félix

a

Selecção Nacional sénior feminina de andebol joga amanhã com a Noruega, em partida referente à 4ª jornada do Mundial que decorre no Japão, às 12:30. A equipa angolana defronta uma adversária com um plantel competitivo e com fundamentos técnicos e tácticos acima da média. Deste modo, não será uma partida fácil para as atletas de Morten Soubak, aliás não tiveram uma preparação à altura. No Velho Continente, a Noruega é uma selecção do topo, por isso Angola devia acautelar-se dentro e fora do país. Por esta razão, o presidente da Federação Angolana de Andebol (FAAND), Pedro Godinho, fez vá-

rios desabafos. Nas redes sociais circula que ao longo da preparação viveram de patrocínios, sendo que, isto atrapalhou a preparação. Quando a FAAND recebeu, dos órgãos competentes, as verbas em Kwanzas para a compra de divisas, o valor depreciou-se. Isto obrigou a equipa técnica a alterar o programa de trabalhos, bem como chegar tarde ao palco da competição. Por isso, uma eventual vitória da Selecção Nacional diante da

Noruega será um esforço redobrado das jogadoras de Morten Soubak. A Noruega lidera o grupo A com quatro pontos, ao passo que Angola ocupa a quinta posição com dois pontos. A equipa do Velho Continente apesar de ser superior, respeita a qualidade de jogo das angolanas, aliás Morten Soubak fez correcções defensivas e ofensivas na vitória frente a Eslovénia.

treinador da equipa sénior feminina de andebol do Petro de Luanda, Vivaldo Eduardo, considerou ontem a O PAÍS justa a vitória da Selecção Nacional sénior feminina diante da Eslovénia (33-24), na 3ª jornada do grupo A do Mundial que decorre no Japão. Vivaldo Eduardo disse que o combinado nacional mereceu ter vencido o jogo, uma vez que dominou a Eslovénia do primeiro ao último minuto. Ainda assim, o técnico de 53

anos, admitiu que Angola terá imensas dificuldades para vencer a Noruega no embate da 4ª jornada da prova agendado para amanhã. Vivaldo Eduardo afirmou que a Noruega tem mais soluções no ataque e é mais competitiva comparativamente à Selecção Nacional. “Dominámos a Eslovénia, mas, frente à Noruega, Angola terá muitas dificuldades. Elas reúnem muita experiência nestas competições”, disse o ex-técnico das Pérolas.

1º de Agosto e Petro de Luanda encerram Provincial

o

1º de Agosto e o Petro de disputam hoje a última jornada do Campeonato Provincial sénior masculino de basquetebol, no Pavilhão Victorino Cunha, em Luanda, às 18:00. Ambas as agremiações terminaram a fase regular da competição com 12 pontos, respectivamente. Na terceira posição da prova quedou-se

o Interclube com 10 pontos, seguido pela Marinha de Guerra com nove. Neste encontro, o favoritismo é repartido, uma vez que as duas equipas têm bons plantéis. De acordo com o departamento clínico da equipa tricolor, o extremo-base Gerson Lukeny, de 22 anos, não irá a jogo por lesão. DANIEL MIGUEL/ARQUIVO

Fallé “termina” com a FAP e a Académica Fernando Fallé, que orientou a Selecção Nacional de hóquei em patins e a equipa sénior masculina da Académica, terminou o vínculo contratual com as duas “formações”. Segundo uma fonte da Federação Angolana de Patinangem (FAP), o treinador não adiantou como será o seu futuro daqui para frente, mas é ponto assente que não abandonará a modalidade. Tricolores e militares num dos jogos do provincial


o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

27

Palanquinhas estreiam-se hoje na Taça Cosafa

Man United e Tottenham ‘agitam’ Old Trafford DR

Kiameso Pedro

a

Selecção Nacional de futebol em sub-20 mede forças, hoje, com a formação das Ilhas Seychelles, em desafio a contar para a abertura da primeira jornada do grupo C da Taça Cosafa que a Zâmbia acolhe até 14 do corrente mês.

O desafio entre ambas as selecções disputa-se no Estádio Nkolama, a partir das 9:00 (horário de Angola). Neste encontro, os palanquinhas partem como favoritos, uma vez que são mais competitivos comparativamente ao adversário. O combinado angolano contará com jogadores que competiram no Mundial de sub-17 disputado no Brasil. Ainda assim, os palanquinhas são obrigados a dar o litro, porque os “piratas” lutarão do princípio ao fim pela vitória. Durante a preparação em Luanda, a Selecção Nacional vergou o Progresso do Sambizanga por 4-1, Domant FC de Bula Atumba (5-2), bem como o Recreativo do Libolo por 2-1. Em declarações à imprensa, o treinador da Selecção Nacional,

Palanquinhas festejando no Mundial que decorreu no Brasil

José Silvestre “Pelé”, reconheceu que a partida frente às Ilhas Seychelles não será fácil. Ainda assim, José Silvestre “Pelé”, de 54 anos, fez saber que que o combinado angolano só pensa na conquista dos três pontos. “Não será fácil. Teremos que estar concentrados, porque o adversário vai querer contra-

DANIEL MIGUEL/ARQUIVO

riar”, disse. Na próxima jornada marcada para o próximo Sábado, o combinado nacional bate-se com Moçambique, no mesmo estádio, a partir das 11:00. Na terceira e última jornada do torneio regional, os palanquinhas medem forças com a Eswatini (ex-Swazilândia), no Estádio Nkolama.

tricolores prosseguem trabalhos no Catetão

o

Jogadores do Petro em exercícios de aquecimento no Catetão

o

Manchester United e o Tottenham, do português José Mourinho, medem forças hoje, no Estádio Old Trafford, em partida a contar para a décima quinta jornada da Premier League, às 20:30 (tempo de Angola). Na ronda anterior, o Manchester United, sob o comando técnico de Ole Solskjaer, empatou a duas bolas com o Aston Villa. Por seu lado, o Tottenham Hotspur vergou o Bournemouth por três bolas a duas. Ambas as equipas estão separadas por apenas dois pontos na tabela classificativa. Os “spurs” ocupam a quinta posição com 20 pontos, ao passo que os “redevils” figuram no nono lugar com apenas 18. No prosseguimento da jornada, o Liverpool, líder da competição com 40 pontos, bate-se com o Everton, no “tapete” verde do Estádio Anfield Road, a partir das 21:15.

Petro de Luanda, vicecampeão angolano, efectua hoje a ante-penútima sessão de treinos, no campo do Catetão, antes do embate do próximo Sábado diante USM da Argélia, no Estádio 11 de Novembro, na capital do país, a partir das 16:00. O encontro entre ambas as formações contará para a segunda jornada do grupo C da 24ª edição da Liga dos Campeões da CAF. Na sessão desta manhã com início às 9:00, o treinador espanhol Toni Cosano vai privilegiar a circulação da bola, pressão sobre o portador do esférico e organização defensiva, de modo a surpreender a equipa argelina. De acordo com o departamen-

to clínico do clube do Catetão, o médio Manguxi recupera da lesão satisfatoriamente. Por seu lado, o 1º de Agosto, semi-finalista da referida competição, em 2018, trabalha esta manhã no campo França Ndalu, no bairro Cassequel, a partir das 8:30. No Sábado, os militares defrontam o Zamalek do Egipto no Estádio Internacional do Cairo. Deste modo, o treinador dos rubro-negros, Dragan Jovic vai dividir o grupo em dois para aprimorar os fundamentos técnicos e tácticos. Antes, Dragan Jovic vai trabalhar o aspecto físico dos seus jogadores, como corridas, alongamentos e exercícios abdominais.

milwaukee Bucks imparáveis na nBa O poste grego, Giannis Antetokounmpo, de 24 anos, esteve uma vez mais em destaque nos Milwaukee Bucks, ao baterem os New York Knicks por 132-88. Naquela partida, Giannis Antetokounmpo apontou 29 pontos e 15 ressaltos. Os Bucks seguem, assim, na liderança da Conferência Este com o melhor registo da fase regular (18 vitórias e 3 derrotas), à frente dos campeões em título, os Toronto Raptors (15 vitórias e 4 derrotas).

Hingis acredita na vitória de Federer no Grand slam 2020 A antiga número um do mundo, Martina Hingis, acredita que Roger Federer tem mais hipóteses de conquistar o título do torneio do Grand Slam no próximo ano. Hingis começou por dizer o seguinte: “Roger vai continuar a ser o favorito nos Grand Slam, especialmente em Wimbledon. É incrível a eficiência que ele demonstra e a experiência. O ténis é realmente muito importante para ele e o facto de poder continuar a quebrar todos esses recordes. É maravilhoso vê-lo jogar a esse nível ainda”, disse.

sporting reencontra Gil Vicente O Sporting de Portugal volta a reencontrar, hoje, o Gil Vicente, agora, para a Taça da Liga, após ter perdido (3-1) com a formação de Barcelos na Liga NOS. O encontro entre ambas as agremiações é a contar para a segunda jornada do grupo C, a partir das 21:45. Neste desafio, o Sporting é favorito, mas o Gil Vicente, sob o comando de Vitor Oliveira, pretende repetir a proeza conseguida no passado Domingo. Na outra partida a contar para a série D, o FC Porto mede forças com a Casa Pia, à mesma hora.

ronaldo em terceiro? não está habituado O médio Miralem Pjanic, da Juventus, lamentou o facto de Cristiano ter ficado em terceiro lugar na votação da Bola de Ouro, atrás de Messi (Barcelona) e Van Dijk (Liverpool). “Não está habituado, não é? É pena, teve um ano ao nível de melhor do mundo, já fez tanto na sua carreira e pode estar orgulhoso do que está a fazer no futebol e nós contentes de o ter connosco”, afirmou o bósnio.


ClassiFiCados emprego

imobiliário

PARA DE SOFRER

VENHA CONSULTAR A DOUTORA SUZANA MBUKI ESTA AQUI PARA CURAR E TRATAR OS SEUS PROBLEMAS USA MEDICAMENTO TRADICIONAL NATURAL. AFRICANA IMPOTENCIA SEXUAL ENGRAVIDAR (ESTERILIDADE) EJACULAÇÃO PRECOSE AQUECER O UTERO DIABETE DOENÇA DE GOTA E MUITO MAIS

CONTA: 923887485/929642195 OBS: ESTAMOS LOCALIZADO NA GAMEK A DIREITA MORRO BENTO POR DETRAS DO INA MET

28

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

diversos


o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019 9

emprego

29 ANASTACIO CAETE

diversos

• Terrenos bem localizados 20/30 na Zona Verde III do Benfica a partir de AKZ 750.000,00 • Terrenos com boa localização, todos murados de 20/30 no Patriota e Kifica Contactos: 993795 911 / 930580930

Tel. 934525243


tEmpo

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

31

Fonte: INAMET

PREVISÃO DO TEMPO PARA AS PRINCIPAIS CIDADES

Válida de 04 a 06 de Dezembro de 2019 Ê Ê

INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGOA E GEOFÍSICA - CENTRO NACIONAL DE PREVISÃO DE TEMPO (CNPT) Ê

Ê

PREVISÃO DO TEMPO *** 3 DIAS *** PARA AS PRINCIPAIS CIDADES, válida de 04 a 06 de dezembro de 2019Ê Data 04/ 12/ 2019

CIDADE

Mín

Data 05/ 12/ 2019

Estado do Tempo

Máx

Mín

Máx

Data 06/ 12/ 2019

Estado do Tempo

Mín

Máx

Estado do Tempo

LUANDA

23

32

Parcialmente nublado, chuva fraca ou chuvisco.

24

34

Parcial nublado, chuvisco pela manhã.

23

33

Pouco ou parcialmente nublado.

CABINDA

24

32

Nublado, chuva fraca/ moderada/ trovoada

23

29

Muito nublado, chuva fraca a moderada

22

30

Parcialmente nublado, chuva fraca.

SUMBE

25

30

Parcial a muito nublado

20

31

Céu parcial a muito nublado, chuvisco.

18

30

Parcialmente nublado.

CAXITO

26

35

Parcial a muito nublado

25

32

Parcial a muito nublado, chuva fraca.

24

33

MBANZA CONGO

21

35

Nublado, chuva fraca/ moderada/ trovoada

21

32

Muito nublado, chuva moderada a forte.

20

33

UIGE

20

29

Nublado, chuva fraca/ moderada/ trovoada

18

28

Nublado, chuva fraca/ moderada/ trovoada

18

30

NDALATANDO

22

31

Nublado, chuva fraca/ moderada/ trovoada

21

30

Céu nublado, chuva moderada/ trovoada.

19

28

Parcialmente nublado, chuvisco.

MALANJE

18

30

Nublado, chuva fraca/ moderada/ trovoada

19

30

Parcial a nublado, chuva/ trovoada.

18

31

Céu nublado.

DUNDO

21

24

Nublado, chuva fraca/ moderada/ trovoada

20

30

Parcial a muito nublado, chuva/ trovoada.

19

32

Parcial nublado, chuvisco/ chuva fraca.

SAURIMO

19

26

Nublado, chuva fraca/ moderada/ trovoada

19

29

Parcial nublado, chuva fraca a moderada.

19

31

Parcial nublado, chuvisco/ chuva fraca.

BENGUELA

22

30

Parcial a muito nublado

23

32

Parcial a muito nublado, chuvisco.

24

31

Pouco ou parcialmente nublado.

HUAMBO

10

25

Parcial nublado, neblina, chuva/ trovoada.

10

26

Parcial nublado, neblina, chuva/ trovoada.

11

25

Céu parcialmente nublado.

CUITO

16

26

Céu parcialmente nublado, chuva fraca/ trovoada.

16

28

Parcial nublado, chuva fraca a moderada.

15

29

Céu parcialmente nublado.

LUENA

18

27

Céu parcial nublado, chuva fraca a moderada/ trovoada.

19

31

Parcial nublado, chuva fraca a moderada.

19

30

Parcialmente nublado.

LUBANGO

17

23

Céu parcialmente nublado.

16

27

Pouco ou parcialmente nublado.

16

28

Céu pouco nublado.

MENONGUE

16

27

Nublado, chuva fraca/ moderada/ trovoada

17

29

Nublado, chuva fraca/ trovoada.

16

30

Pouco ou parcialmente nublado.

MOÇÂMEDES

19

29

Céu pouco ou parcialmente nublado.

18

30

Céu pouco ou parcialmente nublado.

20

29

Céu parcialmente nublado.

ONDJIVA

19

37

Céu pouco ou parcialmente nublado.

22

36

Céu pouco nublado.

21

35

Céu pouco nublado, por vezes limpo.

Pouco ou parcialmente nublado. Parcialmente nublado, chuva fraca. Parcial nublado, chuvisco/ chuva fraca.

das 18 horas do dia 03 às 18 horas do dia 04 de dezembro de 2019. rEGiÃo nortE: Cabinda, Zaire, Bengo, Luanda, Uige, Malanje, Cuanza-Norte, Cuanza-Sul, Lunda-Norte, Lunda-Sul Céu parcialmente nublado, apresentando-se muito nublado pela madrugada e manhã. Possibilidade de ocorrência de chuva moderada a forte acompanhada, por vezes, de trovoada em alguns municípios das províncias de Cabinda, Zaire, Uíge, Malanje, CuanzaSul, Cuanza-Norte, Lunda-Norte e Lunda-Sul. Possibilidade de ocorrência de chuva fraca ou moderada em alguns municípios das províncias de Luanda e Bengo. rEGiÃo CEntro: Províncias de Benguela, Huambo, Bié e Moxico BEnGUEla, HUamBo, BiÉ, moXiCo Céu parcialmente nublado, apresentando-se temporariamente muito nublado em toda a região. Ocorrência de chuva moderada a forte, acompanhada, por vezes, de trovoadas em alguns municípios das províncias de Benguela, Huambo, Bié e Moxico. Ocorrência de neblina matinal em alguns municípios das províncias de Benguela, Huambo e Bié. rEGiÃo sUl: Províncias do Namibe, Huíla, Cunene e Cuando Cubango Céu parcialmente nublado, alternando-se com períodos de muito nublado em quase toda a região. Períodos de ocorrência de aguaceiros com trovoadas ou chuva moderada a forte em alguns municípios das províncias da Huíla, Cunene e Cuando Cubango. Possibilidade de ocorrência de chuva fraca a moderada, acompanhada, por vezes, de trovoada em alguns municípios da província do Namibe.

O(a) Meteorologista: Rita Ndoki. Luanda, 03 de dezembro de 2019 Aeroporto Internacional 04 de Fevereiro, Rua 21 de Janeiro – Tel.: 949320641 – Luanda. Site: http://www.inamet.gov.ao; emails: geral@inamet.gov.ao / geral.inamet@angola-portal.aoÊ

tEmpo no mar Fonte: INAMET

BOLETIM METEOROLÓGICO PARA A NAVEGAÇÃO MARÍTIMA 1. sitUaÇÃo GEral Às 18:00 tU do dia 03 dE dEzEmBro dE 2019: Circulação de Sul a Sudoeste fraca a moderada entre os paralelos 4°S e 12°S, sendo de Sul a Sudoeste moderada a muito fraca a Sul do paralelo 12°S. INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGIA E GEOFÍSICA - INAMET

2. prEVisÃo VÁlida atÉ Às 18:00 tU do dia 04Nacional dE dEzEmBro dE 2019. Centro de Previsão do Tempo

BOLETIM METEOROLÓGICO PARA A NAVEGAÇÃO MARÍTIMA

sEm aViso.

1. SITUAÇÃO GERAL ÀS 15:00 TU DO DIA 01 DE DEZEMBRO DE 2019: Circulação de Oeste, fraca entre os paralelos 4°S a 6°S (Cabinda); Circulação de Sudoeste, moderada entre os paralelos 6°S a 14°S (Zaire, Bengo, Luanda, Cuanza sul e Namibe); Circulação de Sul, moderada entre os paralelos 14°S a 18°S (Benguela). 2. PREVISÃO VÁLIDA ATÉ AS 18:00 TU DO DIA 02 DE DEZEMBRO DE 2019: SEM AVISO. REGIÃO

VENTO

ESTADO DO TEMPO

(ATÉ 200 MILHAS DA COSTA)

Cabinda (4°S – 6°S)

ALTURA DA ONDA (METROS)

ESTADO DO MAR

VISIBILIDADE HORIZONTAL (KM)

Pouco agitado

Fraca á Moderada (Superior a 5 )

Pouco agitado

Fraca á Moderada (Superior a 5)

Fraca á Moderada (Superior a 5)

DIRECÇÃO FORÇA (KT) Chuva

Zaire, Bengo, Luanda e Cuanza-Sul (6°S – 12°S)

Chuva

Benguela (12°S – 14°S)

Chuva

Namibe (14°S – 18S)

Chuva

Até 13

Até 0.9

9.0 á 13

0.9 á 1.4

Sudoeste

Até 17

Até 1.5

Agitado

Sul

Até 18

Até 1.9

Agitado

Oeste

Sudoeste

Fraca á Moderada (Superior a 5)

dEsCriÇÃo sinÓptiCa das 18:00 tU do dia 03/12/2019 Às 18:00 tU do dia 04/12/2019. Depressão, com pressão central de 1010hPa. O seu vale depressionário irá estender-se em toda a costa marítima de Angola, o anticiclone de Santa Helena, com pressão central de 1020hPa. Assim,prevê-se mar muito agitado na região marítima do Namibe com ondas máximas de até 2.6 metros de altura. Para as regiões marítimas de Cabinda, Zaire, Bengo, Luanda, Cuanza-Sul, e Benguela prevê-se mar pouco agitado a agitado, com ondas máximas entre 1.2 e 2.0 metros de altura. Prevê-se visibilidade fraca pela manhã devido à possibilidade de ocorrência de chuva fraca ou chuvisco nas regiões marítimas de Cabinda a Benguela. Carta do VEnto mÁXimo E da altUra da onda mÁXima prEVista Os contornos a cores indicam a altura máxima da ondulação e os contornos em tom cinza indicam os possíveis incrementos das vagas devido à influência do vento local.


opiniÃo

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

31

osValdo lEmos*

startUps na inoVaÇÃo do tUrismo

V

ivemos a era da transformação digital e o turismo é um sector que ao mesmo tempo é testemunha e protagonista, já que sempre utiliza diversas ferramentas tecnológicas. Tomando como base essa realidade, a Organização Mundial do Turismo, em 2018, no âmbito da comemoração do dia mundial do turismo, adoptou como lema “O Turismo e a Transformação Digital”. O Futuro é Digital! Essa frase nada trás de novo pois, remonta de alguns anos e, toda vez que a oiço, me questiono: quando será o futuro? Já lá estamos? Quanto mais caminho temos de percorrer para lá chegar? Porém, uma coisa é certa, aliás, está aos olhos de qualquer mortal, a tecnologia já não é o que era antes. A ciência mudou, evoluiu bastante, os avanços da tecnologia no mundo, na qual Angola está inserida, semanal e mensalmente, arriscando mesmo, diariamente, somos confrontados com projectos inovadores e novas ferramentas. Num mercado globalizado onde, cada vez mais, as fronteiras físicas se desvanecem, os negócios se realizam online e o acesso à informação e a sua partilha são fundamentais, as empresas já não dispensam as novas soluções tecnológicas que permitam optimizar o seu trabalho e, consequentemente, o rendimento. O empreendedorismo ganhou espaço na inovação e, com isso, Startups inovadoras e com um gigantesco impacto tecnológico, capazes de conectar os diferentes sectores da nossa economia. É a aplicação da tecnologia

para revolucionar os negócios e a gestão das empresas. Elas surgem com o intuito de dar resposta a problemas com impactos na vida das populações. São parte integrante da solução. Recentemente Angola fez-se representar com uma grande delegação no Fórum Global de Negócios para África, no Dubai, cujo tema central foi a inovação. Entre discussões, momentos para networking e momentos de profunda reflexão, o segundo dia de trabalhos foi dedicado as Startups. “As Startups devem criar negócios que vão ao encontro do

Recentemente Angola fez-se representar com uma grande delegação no Fórum Global de Negócios para África, no Dubai, cujo tema central foi a inovação

problema”, foi uma das frases retidas durante a apresentação. É de todo verdade pois, as startups, no sector do Turismo em Particular, hoje são chamadas para ajudar a criar soluções para dar reposta a uma maior demanda do turista, de simplificação nas questões migratória, na organização da viagem, na escolha dos destinos, etc. Elas, ajudam-nos igualmente a promover uma economia circular, como também a fomentar o desenvolvimento social. Estamos conscientes que o turismo do futuro não será o mesmo que o de ontem, nem o que se vive hoje. Precisamos de dar respostas em tempo curto e de apresentar uma maior oferta aos turistas. Como órgão do Estado que tem a missão de criar políticas que visem a melhoria do sector a nível do país, o Ministério do Turismo, juntamente com um parceiro, lançará o concurso para as Startups no sector do turismo. O grande objectivo desta competição é o de encontrar e dar visibilidade a ideias inovadoras capazes de transformar a maneira como as pessoas planeiam viagens e vivem experiências de turismo. Visa igualmente promover a sustentabilidade e a participação da comunidade. O ecossistema empreendedor angolano está acrescer aceleradamente, e devemos abarcar estas iniciativas como parceiros. Elas aguçam a Inovação, e suscitam investimento na investigação e no empreendedorismo. Tudo isso só é possível com apoios e sinergias. *Director do Gabinete de Tecnologias de Informação do MINTUR


Última

32

o país Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019

DR

Hospital Provincial do Zaire sem anestesista nem ortopedista o Hospital provincial do zaire, em Mbanza Kongo, necessita de médicos anestesista e ortopedista, informou, nesta Terça-feira, o director da unidade sanitária, Domingos da Silva

s

egundo a fonte, que falava à imprensa, o único médico anestesista, de nacionalidade coreana, regressou ao seu país em finais de Novembro deste ano, por fim de contrato. A mesma situação aconteceu com o médico ortopedista, de nacionalidade cubana. A ausência desses especialistas na maior unidade sanitária da

província do Zaire, segundo Domingos da Silva, está a criar embaraços aos pacientes, que têm sido transferidos para Luanda ou para a vizinha República Democrática do Congo. “O Hospital Provincial do Zaire perdeu quatro médicos expatriados que, com o seu saber, contribuíam na assistência médica e medicamentosa à nossa população”, referiu. Domingos da Silva disse,

por outro lado, que a unidade sanitária dispõe de muitos equipamentos de ponta que não funcionam por falta de especialistas para o efeito. Com capacidade de 149 camas e 182 técnicos, dos quais 22 médicos, o hospital provincial do Zaire presta serviços nas áreas de pediatria, cirurgia, maternidade, medicina, ortopedia, oftalmologia, cardiologia, urologia, ginecologia, estomatologia e fisiologia. DR

O Centro de Oncologia atendeu 90 casos em oito meses

Oncologia atende 300 pacientes por dia A falta de especialistas para o manejamento dos instrumentos dificulta a acção médica

operadas 69 crianças com lábio leporino na Huíla

s

essenta e nove crianças com lábio leporino e fenda palatina beneficiaram de cirurgias gratuitas, no âmbito de uma campanha denominada Comboio do Sorriso”, realizada no Centro Municipal Evangélico do Lubango. Segundo a porta-voz da campanha, Preciosa Bento, as cirurgias plásticas reconstrutivas foram feitas por sete médicos especialistas em cirurgia

DR

maxilo-facial quenianos e dois angolanos. A médica especialista em medicina geral afirmou que a concretização do projecto resulta de uma parceria entre o Centro Municipal Evangélico do Lubango e a direcção local da Saúde. O lábio leporino é uma separação do lábio superior, normalmente logo abaixo do nariz, já a fenda palatina é uma abertura na parte superior do céu boca (o palato) que causa uma abertura anómala para dentro do nariz.

t

rezentos pacientes, com diversos tipos de cancro, são atendidos, diariamente, pelo Instituto Nacional de Combate ao Cancro, em Luanda, informou ontem, Terça-feira, a especialista em Radioterapia da unidade hospitalar, Isabel Nvunda. Em declarações à Angop, à propósito do funcionamento da unidade, disse que de Janeiro a Agosto foram atendidos mais de 900 casos de cancro. Trata-se, segundo a especialista, de novos casos e de outros em tratamento e seguimento pós-tratamento. Da listagem, constam casos de cancro da mama, uterino, de pele não melanoma, sarcoma de capose, fígado, esófago, estômago, traqueia, brônquios, pulmão, cabeça e pescoço, partes moles, intestino,

ovários leucemias, olhos, bexiga, laringe, pâncreas, vulva, glândulas salivas, gengivas, cavidades nasais, vagina, lábios, faringe. O cancro está a ser uma das patologias primárias em Angola, em particular, e no mundo, em geral, para além das doenças crónicas não transmissíveis, nomeadamente as diabetes, a malária e a hipertensão, ocupando, assim, um dos primeiros lugares. Entre 2004/2005, eram atendidos pelo menos 10 pacientes por dia, mas, actualmente, são atendidos mais de 300. Para o atendimento, o Instituto tem máquinas de ponta que possibilitam o diagnóstico seguro do paciente, contribuindo para a redução do envio de doentes para o exterior. A unidade recebe e trata todo o tipo de cancro, sendo que o da mama é o que mais pacientes leva à unidade sanitária.

Profile for OPAÍS

Jornal OPaís edição 1677 de 04/12/2019  

MORREU O SEGURANÇA BALEADO EM ASSALTO NO HUAMBO opais.co.ao

Jornal OPaís edição 1677 de 04/12/2019  

MORREU O SEGURANÇA BALEADO EM ASSALTO NO HUAMBO opais.co.ao

Advertisement