Page 1

Igreja Metodista

1

Terceira Região Eclesiástica

USANDO A LÍNGUA PARA ABENÇOAR Estudo baseado no Livro “Doegue, o Fofoqueiro” Do Pastor Simonton C Araújo

Adaptação: Pr Antonio Francisco afran@terra.com.br Antonio.francisco@3re.metodista.org.br

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO O episódio da fofoca de Doegue O perfil do fofoqueiro O perfil do verdadeiro cristão O fofoqueiro provoca grande destruição Como reagir diante da fofoca

Rua Fagundes, 97 – 5º andar – Edifício Alarico Matos - Liberdade - São Paulo - SP – 01508-030Tel: (11) 3209-2982

1


Igreja Metodista

2

Terceira Região Eclesiástica

LEITURAS INICIAIS: Prov. 18: 20 e 21; Prov. 12: 18 e 19; Tiago 1:19

LÍNGUA: “ESPADA QUE FERE... OU MEDICINA QUE CURA?” O cuidado com a língua é como uma Dracma perdida entre os Cristãos, que deve ser encontrada.

O EPISÓDIO DA FOFOCA DE DOEGUE: I SAMUEL CAP. 21 E 22 DOEGUE SIGNIFICA “TÍMIDO” PRINCIPAIS VERSÍCULOS DO EPISÓDIO: I SAMUEL 21:2; 21:8; 22: 6 A 19; 22:13; 22:19. HOJE EM DIA: “Doegues” vivem trocando os fatos... espalhando boatos”, provocando: Dilaceramento da verdade, mau relacionamento entre as pessoas, agressões físicas e morais e até assassinatos. SALMO 52: Davi toma conhecimento da tragédia. Reconhece seu pecado, mas condena também Doegue e pede a Deus justiça. Este é o contexto histórico do Salmo 52 [I Samuel 21:1 a 22:19]. HÁ OS QUE, NA TERRA, DEVERIAM TER NASCIDO COM DUAS BOCAS, UM SÓ OUVIDO E UM SÓ OLHO, PORQUE SEMPRE FALAM MAIS DO QUE ESCUTAM E VÊEM.

I) O PERFIL DO FOFOQUEIRO

A) O FOFOQUEIRO NÃO TEM NOBRES IDEAIS. Tem prazer em destruir, ver o próximo humilhado, gloria-se na maldade. À luz da Palavra de Deus, veja cinco motivos que o fofoqueiro tem para se gloriar na fofoca: 1. Não tem serviço > ocioso, preguiçoso. [I Timóteo 5:13]. 2. Não tem cultura > falta substância para conversar. [Salmo 37:30; Prov. 17:27; Prov. 15:7]. 3. Encharcados de inveja > falam mal, são despeitados [Atos 13:45]. Ditados: “É fácil atirar em um canário, mas não é fácil imitar o seu gorjeio” Leonel B. Fletcher; “Não há montanhas sem nevoeiro, nem méritos sem calúnia” Benjamin Franklin. 4. Filho do diabo > Mat. 5:37 “Seja o seu 'sim', 'sim', e o seu 'não', 'não'; o que passar disso vem do Maligno”. João 8:44 "Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à

Rua Fagundes, 97 – 5º andar – Edifício Alarico Matos - Liberdade - São Paulo - SP – 01508-030Tel: (11) 3209-2982

2


Igreja Metodista

3

Terceira Região Eclesiástica

verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira. 5. Tem uma religião que não vale nada > Doegue não tinha profundidade na religião > por fim, assassinou os profetas de Nobe. Tiago 1:26 “Se alguém se considera religioso, mas não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo. Sua religião não tem valor algum!” Mateus 26:73 > “Teu modo de falar te denuncia”.

II) O PERFIL DO VERDADEIRO CRISTÃO E O VERDADEIRO CRISTÃO? TEM MOTIVOS PARA SE GLORIAR EM SEU FALAR? CITEMOS CINCO ASSUNTOS QUE, QUANDO NOS LÁBIOS DO CRISTÃO, FAZ DELE ALGUÉM REALIZADO: 1. Quando ele anuncia o nome de Jesus > Pedro e João no Sinédrio. [Atos4: 20]. 2. Quando ele louva ao Todo-Poderoso > [Salmo 147:1> “... fica-lhe bem o cântico de louvor”. [Efésios 5: 19 e 20]. 3. Quando ele conversa sobre a Bíblia > Dois discípulos na estrada de Emaus [Lucas 24:32]. [Deuteronômio 6: 6 e 7]. 4. Quando ele ora > [Salmo 116:1 e 2]. Cego Bartimeu > Marcos 10:48. 5. Quando ele transmite conforto > “A boca do justo é manancial de vida” Prov. 10:11. [Jó 4:4; Prov. 15:23; Prov. 12:25]. O SER HUMANO É MEDIDO PELA GRANDEZA DE SEUS IDEAIS. E.C. Mackenzie. Os ideais de Doegue, conforme afirmação de Davi, eram de destruição. A PESSOA QUE ACEITA JESUS COMO SENHOR DE SUA VIDA: Deixa de ser filha do diabo... Não terá apenas uma mera religiosidade... Desembaraça-se de toda inveja... Desenvolve seus conhecimentos... Passa a ter prazer nesta nova linguagem e As palavras amargas a incomodam.

III) O FOFOQUEIRO PROVOCA GRANDE DESTRUIÇÃO Leia Prov. 12:18. Em I Samuel 22:18 e 19 > A língua de Doegue matou (destruiu) 85 homens fora o restante em Nobe. 1. O Fofoqueiro separa os melhores amigos:

Provérbios 16: 27 e 28; Prov. 17:9. Cria grupos e partidos; em vez de unir, espalha. 2. Dá prejuízo financeiro:

Provérbios 14:23. Prejuízo aos outros e a si. Rua Fagundes, 97 – 5º andar – Edifício Alarico Matos - Liberdade - São Paulo - SP – 01508-030Tel: (11) 3209-2982

3


Igreja Metodista

4

Terceira Região Eclesiástica

3. Alimenta a ira:

Salmo 37:8; A ira atrapalha a entrega do dízimo (Mat. 5: 23 e 24); a oração (I Timóteo 2:8); o jejum (Isaias 58:4). No lar, a mulher dominada pela ira é uma tragédia (Prov. 21:9 e 19), podendo levar a família ao desânimo e a crises de relacionamento (Colossenses 3:21; Prov. 15:18). Uma palavra mal colocada geralmente conduz à ira (Prov. 15:1; Prov. 30:33). 4. Produz um convencimento falso:

Pensa que é o que não é. Fala demais. Vaidade excessiva faz cair no ridículo. Se for lisonjeado, então, aí pára de lutar. (Prov. 29:5 “Quem lisonjeia seu próximo está armando uma rede para os pés dele”). “Não há nada que tão facilmente corrompe a mente humana como a adulação, porque maior dano faz a língua do adulador do que a espada de um inimigo”. São Jerônimo.

5. Destrói a própria imagem:

Torna-se antipático. Quem tem o que fazer evita o fofoqueiro. Prov 13: 3 “Quem guarda a sua boca guarda a sua vida, mas quem fala demais acaba se arruinando”. “Uma pessoa que, perto de mim, fala de todos, perto de todos falará de mim”. . Mateus 15 18 Mas as coisas que saem da boca vêm do coração, e são essas que tornam o homem impuro. 19 Pois do coração saem os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos testemunhos e as calúnias.

Rua Fagundes, 97 – 5º andar – Edifício Alarico Matos - Liberdade - São Paulo - SP – 01508-030Tel: (11) 3209-2982

4


Igreja Metodista

5

Terceira Região Eclesiástica A LÍNGUA DOMINADA, UNGIDA, DEDICADA AO SENHOR, CONSTRÓI, EDIFICA E TRAZ BENEFÍCIOS ENORMES PARA QUEM A USA.

QUAIS BENEFÍCIOS? VEJAMOS: 1. Dias felizes: I Pedro 3: 10; Salmo 34: 12 e 13. 2. Vigor físico:

Prov. 16:24. Quem fala demais somatiza e adoece, perde o vigor físico. 3. Domínio e conquista: Uma palavra produzida por um coração sábio é persuasiva. O indivíduo é rodeado por pessoas interessadas em ouvi-lo. “Enquanto o fofoqueiro é antipático, o indivíduo de boas palavras tem boa influência e autoridade. Prov. 16:23. 2 Crônicas 10:7 > conselho dos homens idosos a Roboão. 4. Humilha o inimigo: Inimigo, seja humano ou espiritual, será envergonhado.Tito 2:8.

5. Proteção de angústias: Angústia> ansiedade, agonia, aflição intensa, tormento, tribulação. Prov. 21:23. Coar as palavras na peneira da verdade: O que vou falar é verdade? Coar as palavras na peneira da bondade: O que vou falar vai produzir o bem a quem me refiro e a quem estou falando? Coar as palavras na peneira da necessidade: O que vou falar vai ajudar em alguma coisa? Se o que tenho a falar não passar por estas três peneiras, então devo pegar minhas palavras e mastigar mais para ver se, ainda assim, devo “solta-las”.

Efésios 4: 29 > : “NÃO SAIA DA VOSSA BOCA NENHUMA PALAVRA TORPE E, SIM, UNICAMENTE A QUE FOR BOA PARA A EDIFICAÇÃO, CONFORME A NECESSIDADE, E ASSIM TRANSMITA GRAÇA AOS QUE OUVEM”.

“GERALMENTE O PRIMEIRO PARAFUSO QUE FICA FROUXO NA CABEÇA DO SER HUMANO É O QUE CONTROLA A LÍNGUA” THOMAS MACAULAY.

Rua Fagundes, 97 – 5º andar – Edifício Alarico Matos - Liberdade - São Paulo - SP – 01508-030Tel: (11) 3209-2982

5


Igreja Metodista

6

Terceira Região Eclesiástica

a. O FOFOQUEIRO AMA TODAS AS PALAVRAS DEVORADORAS: Salmo 52:4 Quais são as palavras devoradoras? Muitos são os pecados cometidos com a língua distorcida e contaminada. Salmo 140:3. “Fórmula química” para produzir o veneno da língua: Salmo 52:3> Davi acusa Doegue de mentiroso. A omissão de fatos propositalmente é uma mentira. Uma meia-verdade é uma mentira inteira.

Devemos ter muito cuidado com nossas palavras e não deixar que elas sejam usadas pelo mal e para o mal.

2) COMO REAGIR ANTE A FOFOCA: “Não há remédio algum para a mordedura da calúnia” Aristófones. Apesar da afirmativa acima, no Salmo 52 Davi não apenas define o caráter do fofoqueiro, como também apresenta o remédio por ele mesmo experimentado. Este Salmo é chamado “didático”, para nos ensinar como devemos reagir em situações como esta, que são tão comuns a todos nós. Vejamos: A) DEVO TER MINHA FÉ FIRMADA NA BONDADE ETERNA DO SENHOR. Salmo 52:9 > “... esperarei no teu nome, porque é bom”. Salmo 52:1 > “... pois a bondade de Deus dura para sempre”. Do vers. 1 ao 7 > quem é o fofoqueiro e o que lhe acontecerá. No vers. 8 > muda a seqüência > “... confio na misericórdia de Deus...” 1) TEM DE HAVER DIFERENÇA ENTRE NOSSA CONFIANÇA E A DO FOFOQUEIRO: Salmo 52:7 > Descrição de Davi sobre a confiança do adversário. Nós somos diferentes. Nossa confiança não são nossos bens nem é o mal que fazemos que nos fortalece. (Salmo 20:7; Salmo 20:8). 2) CONFIAR EM DEUS É ESPERAR: Confiar é mais que ter um rótulo religioso. Falaram mal de você? Conte isso a Deus e espere tranqüilo. (Salmo 37:7). 3) DEUS É BOM E ESTA É A MINHA CONFIANÇA: Rua Fagundes, 97 – 5º andar – Edifício Alarico Matos - Liberdade - São Paulo - SP – 01508-030Tel: (11) 3209-2982

6


Igreja Metodista

7

Terceira Região Eclesiástica

Se falam mal de nós e não nos procuram para falarem conosco é porque não nos amam. Deus nos ama, a ponto de permitir uma língua afiada contra nós para nos despertar à correção. Davi lembrou-se do seu pecado e arrependeu-se. (I Samuel 22:22). Pressões contra nós podem ser uma prova do amor de Deus para conosco (Hebreus 12:6). As pessoas podem continuar falando mal de nós, após nos arrependermos e confessarmos nosso pecado, mantendo comunhão com Deus (Romanos 8:1; João 8: 10 a 11). A calúnia dói! Avaliemos o porquê dessa dura situação e aproveitemos a oportunidade da calúnia para crescer (Romanos 5: 3 e 4). O mal pode vir a nós como provação para que possamos conhecer melhor nossa capacidade e chegarmos mais perto de Deus (Tiago 1: 2 e 3; Tiago 1: 12 a 16). Nada nos sobrevém sem que tenha um propósito bom (Rom. 8:28; Salmo 52:9). 4) CONFIE SEMPRE, EM TODO TEMPO: Salmo 52: 9> Davi liga a expressão “para sempre” à bondade e misericórdia do Senhor. Confiar em Deus dia sim, dia não ou em ocasiões de nossa conveniência denota que não somos cristãos de maneira alguma. 5) ESTA CONFIANÇA NOS IMPULSIONA AO LOUVOR: Praguejar contra Deus não é a atitude certa. Nossa confiança deve ser tamanha que, mesmo em meio à luta, produziremos louvor constante em nosso lábios. “dar-te-ei graças para sempre” (Salmo 52:9). Porque “somos mais que vencedores”(Rom. 8: 37). Quem intentará contra nós? (Rom. 8:33). Salmo 52:6 > “o justos rirão” >> não é uma alegria maliciosa pela queda do inimigo e sim uma exultação por causa da reivindicação da justiça divina. Leia Mateus 5: 11 e 12). B) NÃO PRECISO PAGAR COM A MESMA MOEDA. OS FOFOQUEIROS SERÃO PUNIDOS PELO SENHOR. “Não devemos ficar tentando “ajuntar as penas“ que os boateiros espalham. Rev Simonton Leia Jeremias 18: 18 a 20 e 20: 10 e 11. 1) É DEUS QUEM DESTRUIRÁ OS FOFOQUEIROS. Leia Salmo 52: 5. Não é preciso gritar, espernear por causa de palavras emitidas contra nós. Podendo nos aproximar e esclarecer o mal entendido, tudo bem. Caso contrário, se continuarem com os mesmos maus hábitos, Deus fará justiça (Leia Hebreus 10: 31). Quem fala mal de nós fala mal de Deus, já que somos “semelhança de Deus”. (Leia Tiago 3:9). 2) É UMA DESTRUIÇÃO FAMILIAR. Leia Salmo 52: 5. As famílias dos fofoqueiros poderão ser amaldiçoadas. Leia Daniel 6: 24; Salmo 140: 11a. 3) É UMA DESTRUIÇÃO ETERNA. Rua Fagundes, 97 – 5º andar – Edifício Alarico Matos - Liberdade - São Paulo - SP – 01508-030Tel: (11) 3209-2982

7


Igreja Metodista

8

Terceira Região Eclesiástica

viventes”.

Leia Salmo 52: 5 > “te destruirá para sempre... e te extirpará da terra dos

Quem usa mal a língua é réu do inferno. Leia Apoc. 21:8; Mat. 12: 36; Mat. 5: 22; I Cor. 6: 10. 4) É UMA DESTRUIÇÃO NO PRESENTE VISÍVEL. Leia Salmo 52: 6 > “Os justos hão de ver tudo isso”. Leia Salmo 52: 9 > “... na presença dos teus fiéis”. Leia Gênesis 9: 10 a29 > Noé embebedou-se, ficou nu em sua tenda. Cão espalhou a notícia a Sem e Jafé, seus irmãos. Sem e Jafé cobriram Noé, evitando olhar a cena. Noé amaldiçoou Cão e sua descendência e abençoou Sem e Jafé. Éster 6 e 7 > Mordecai estava para ser enforcado por Hamã, que o denunciou ante o rei Assuero. No fim da história, Hamã foi forçado a honrar Mordecai e foi enforcado na forca que havia preparado. C) É IMPORTANTE ESTAR COMPROMISSADO COM A IGREJA DE DEUS. Leia Salmo 52: 8 > Quando caluniamos ou somos caluniados, a tendência é nos afastarmos das pessoas envolvidas no assunto. “Quem não deve, não teme” Provérbio popular. (Não corre, não se afasta). Um(a) irmão(ã) caluniado(a) tende a se afastar do grupo e até sair da igreja. Davi ensina ao contrário (Leia Salmo 52: 8): “Continuo firme na casa de Deus”. (Leia Salmo 73: 17 e 18): “até que entrei no santuário de Deus e atinei com o fim deles”. I Samuel 1: 9 a 18 (Procure ler também 1 a 8): Ana, mediante provocações da rival Penina, orou no templo e foi tida, por Eli, como embriagada. Saiu da Igreja? Não! Explicou sua angústia, orou e manteve-se firme na presença do Senhor. Veja outros ensinamentos: ESTAR COMPROMISSADO(A) COM A IGREJA DE DEUS: 1) É MAIS UM BENEFÍCIO DE ESTAR NA IGREJA: A Igreja nos treina e nos protege contra a calúnia. Nossa freqüência nos mantém mais firmes diante da tribulação. Salmo 52:8 > Diante da fofoca, tal situação levou David à casa de Deus. A freqüência à igreja nos faz aprender a corrigir a língua e a reagirmos adequadamente diante da calúnia, da fofoca. I Timóteo 5: 14 > “não dêem ao adversário ocasião favorável de maledicência”. Estando na igreja evitamos dar tais motivos. Estando na boate, no barzinho, no “inferninho” damos “ocasião favorável ao adversário”. 2) É NÃO SÓ ESTAR NA IGREJA, MAS SER UMA OLIVEIRA VERDEJANTE: A oliveira é uma das mais valiosas árvores para os hebreus antigos. Conforme Gen. 8: 11 ela resistiu até ao dilúvio. Árvore verdejante lembra vida, vigor (contrário de morte, seca). Salmo 52:8 > “...sou como oliveira verdejante na casa de Deus”. Só estar na casa de Deus > bom, mas não suficiente. Não sendo verdejante, está mas não trabalha. Se não trabalha, dá trabalho. O(a) “verdejante” não tem tempo para ouvir os boateiros nem para falar o que não deve (II Tess. 3: 11). “A Igreja é uma oficina para cristãos ativos, e não um dormitório para indolentes” (negligentes, preguiçosos). Paul E. Holdoraft. Rua Fagundes, 97 – 5º andar – Edifício Alarico Matos - Liberdade - São Paulo - SP – 01508-030Tel: (11) 3209-2982

8


9

Igreja Metodista Terceira Região Eclesiástica

“O que a Igreja precisa é de homens (e mulheres) que falem menos e trabalhem mais”. Gypsy Smith (1860-1947).

A oração muda o nosso olhar sobre as pessoas, pois não olhamos mais a partir da nossa sensibilidade, de nossa simpatia ou antipatia, de nossas afinidades ou antagonismos, mas as enxergamos através dos olhos de Deus, no dinamismo do ser filho ou filha de Deus a serviço do Reino.” Autor desconhecido, segundo Bispo Adriel.

FIM

Rua Fagundes, 97 – 5º andar – Edifício Alarico Matos - Liberdade - São Paulo - SP – 01508-030Tel: (11) 3209-2982

9


Usando a Língua para Abençoar  

Apostila MDM - AIM

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you