Page 1

TERAPEUTA DO SEXO

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, garantia de manejo florestal responsável.

DIVULGAÇÃO/ ANDREI NETTO

Andrei Netto retrata a morte sumária de Kadafi

De frente com Kadafi Livro retrata queda do ditador da Líbia

HELEN HUNT DIZ QUE ‘MERGULHOU’ NAS CENAS DE NU FRONTAL DE ‘AS SESSÕES’ PÁG. 11 PÁG. 10

RIO DE JANEIRO Segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 Edição nº 580, ano 3 MÍN: 23°C MÁX: 37°C

www.readmetro.com | leitor.rj@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrorj showers sunny showers sunny

snow

rain

partly

cloudy

sleet

thunder

part sunny/

thunder

windy

‘Bico’ da polícia na JMJ vai custar R$ 48,5 mi hazy

showers

Reforço. Segurança durante a Jornada Mundial da Juventude, em julho, contará até com policiais de folga, além do Exército e da Força Nacional. Semana Santa, no Vaticano, será teste para comitiva brasileira aprender sobre como proteger o futuro papa no Rio PÁG. 02

Cartilha ensina como reduzir conta de luz Governo e órgãos de defesa do consumidor querem evitar desperdício de energia elétrica

PÁG. 07

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Pedro Luís em cima do trio | ALE SILVA/FUTURA PRESS

Artilheiro do Campeonato Carioca com 8 gols, Hernane decretou o triunfo sobre o Botafogo, vencendo a meta de Jefferson aos 3 minutos do primeiro tempo | DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS

Guanabara. Rubro-negro faz 1 a 0 sobre o Fogo e se Fla vence clássico e se Taça classifica com uma rodada de antecedência. Vasco ganha e garante na semifinal sobe para segundo no Grupo A. Flu também vence

PÁGS. 14 E 16

Monobloco fecha oficialmente o Carnaval do Rio No Centro, bloco com 200 ritmistas arrasta 500 mil foliões. No Desfile das Campeãs, Vila Isabel festeja título PÁG. 03


1 FOCO

02

‘JMJ será a operação mais complexa já feita no Rio’ Jornada Mundial da Juventude. Governo diz que evento só se compara à complexidade da Olimpíada. Policiais terão folgas suspensas e serão contratados por cerca de R$ 48,5 mi Com 400 locais de catequese, 27 áreas para apresentações culturais e mais cinco onde acontecerão os eventos principais, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que será realizada entre os dias 23 e 28 de julho, é o maior desafio para as forças de segurança do Estado. Por isso, todo o contingente de policiais militares e civis do Rio (cerca de 54,4 mil) será utilizado para a operação. Folgas, licenças, férias e cursos serão todos suspensos no período e os agentes vão ser contratados através do Regime Adicional de Serviço (RAS). Segundo a Secretaria de Estado de Segurança (Seseg), a previsão orçamentária para esse serviço é de R$ 48,5 milhões. “Vamos utilizar todo e qualquer homem disponível para as atividades extraordinárias e também para as ordinárias, porque não podemos impactar na roti-

Cartas na mesa

FERNANDO GABEIRA LEITOR.RJ@METROJORNAL.COM.BR

Vetos

Rombo nas contas

A ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, comanda, hoje, uma reunião com líderes dos partidos aliados no Congresso para definir uma estratégia para a votação dos vetos presidenciais, prevista para quarta-feira. A preocupação do governo é com a derrubada de vetos, além do referente à partilha dos royalties do petróleo. Segundo a Advocacia-Geral da União (AGU), o rombo aos cofres públicos poderá chegar a R$ 1 trilhão, caso alguns vetos antigos caiam.

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

FOCO

Escritor e jornalista, Fernando Gabeira participou da resistência contra o governo militar. Autor de 11 livros, seu mais recente trabalho, um balanço de meio século de vida política, foi ‘Onde Está Tudo Aquilo Agora?’.

“A operação de segurança para a jornada será muito mais complexa que para as copas das Confederações e do Mundo. Só se compara aos Jogos Olímpicos.” Fazenda Mato Alto, em Guaratiba, receberá um dos eventos | BRUNA PRADO/METRO RIO

na do Estado”, explicou o subsecretário extraordinário de Grandes Eventos da Seseg, Roberto Alzir. Além das polícias estaduais, órgãos municipais (como CET-Rio e Guarda Municipal) e federais (como Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal) também vão atuar na operação de segurança da jornada, inclusive o Exército e a Força Nacional. Esta ajuda já foi oferecida e aceita, só precisa ser formalizada. “Todo apoio a essa ope-

ração é muito bem-vindo, não dispensaremos nenhuma ajuda. O que está sendo discutido agora é o nível de participação de cada órgão”, disse Alzir. O subsecretário afirma que a operação para a JMJ será a mais complexa já realizada no Rio, por ser muito grande e bastante fragmentada, com diversas atividades acontecendo simultaneamente. Em termos de complexidade, segundo Alzir, só se compara aos Jogos

O BONDE DAS OLIMPÍADAS O anúncio da extensão do bonde da Urca ao Morro do Leme teve grande repercussão nesta ponta leste de Copacabana. Espera-se, para 2013, a visita de 2 milhões de turistas ao bonde da Urca e esses números assustam os moradores do Leme. Já há muito turismo no bairro. Mas eles temem que a presença de grande quantidade de ônibus feche a entrada do Leme e inviabilize a vida do bairro. Alem do impacto na vizinhança, ecologistas do movimento Mosaico, que cuida das áreas de proteção ambiental, também manifestaram um voto contrário à ideia de trazer o bondinho para o Leme. Eles acham que a Mata Atlântica pode ser prejudicada, assim como algumas espécies que brotam nas escarpas. De um ponto de vista legal, o Morro do Leme está amparado também por uma Zona de Proteção de Animais Silvestres. Finalmente, há objeção dos que consideram que a paisagem tombada do Rio de Janeiro será alterada. O simples anúncio do projeto das duas novas estações já provocou a criação de um movimento, o Salve o Leme, que fez ontem sua primeira manifestação. A ideia da extensão do bondinho ao Leme é uma das muitas que estão surgindo no bojo das Olimpíadas de 2016. Um morador do Leme, Sebastian Archer, considera que alFALE COM A REDAÇÃO leitor.rj@metrojornal.com.br /- COMERCIAL: /-

O jornal Metro circula em  países e tem alcance diário superior a  milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de  mil exemplares diários.

ROBERTO ALZIR, SUBSECRETÁRIO DE GRANDES EVENTOS DA SESEG

Olímpicos e, mesmo assim, talvez seja ainda mais complicado: “A jornada tem menos controle que a Olimpíada, que é mais organizada, com protocolos e uma preparação muito maior, feita com bastante antecedência. O diferencial é que o nível de visibilidade dos Jogos é maior”. LEIA SOBRE A PENÚLTIMA CERIMÔNIA DO PAPA BENTO 16 NA PÁG. 08.

RENATA MACHADO

Segurança do Papa

Comitiva aprende logística no Vaticano Antes de o Papa Bento 16 ter renunciado, estava acertado que uma comitiva brasileira – com órgãos do governo federal, estadual e municipal – iria ao Vaticano, na Semana Santa, para acompanhar uma grande operação de segurança envolvendo o pontífice, na Praça São Pedro. Como, provavelmente, até lá o novo papa já terá sido escolhido, a comitiva deve manter a viagem. “O objetivo é ver como funciona todo o esquema de controle de público, como se dá in loco a operação de proteção do papa”, disse Alzir. R.M.

METRO RIO

gumas ideias ligadas às Olimpíadas são perigosas, porque só vai ter ideia do prejuízo que causam após 2016. Um fator que também torna difícil a construção do bondinho é a presença do Exército, que tem ali o Museu Duque de Caxias. Será que os militares também vão abrir mão de sua normalidade naquela área? Tudo isso são perguntas que surgem e recolocam o velho problema do impacto da vizinhança. Pelo Estatuto das Cidades, este impacto precisa ser levado em conta. Isto é, a população do bairro precisa ser consultada. Nos dias em que passei preparando um vídeo sobre o Leme, cheguei à conclusão de que se houvesse uma consulta prévia aos moradores, a ideia da extensão do bondinho não seria nem anunciada. De qualquer forma, independente do desfecho da luta que começa no Leme, fica bastante claro que os moradores já não aceitam passivamente a mudança radical da vida no bairro. Isto é um aviso para todos que pensam em interferir na paisagem. Como dizia o Garrincha, é preciso antes combinar com os russos. O impacto na vizinhança é um tema da democracia brasileira, já mencionado em lei. Ele permite que os moradores se manifestem. E estas manifestações acabam sendo um aprendizado democrático. Naturalmente, as pessoas deveriam se manifestar sobre tudo no país. Mas a democracia brasileira começa nas cidades, onde a campanha eleitoral é mais emocionante que a nacional. Tomar o destino de seu bairro nas mãos é um passo que pode conduzir a outros, igualmente necessários para nossa jovem democracia.

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: .). Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: .). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Editor Chefe: Luiz Rivoiro. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Gerente Executivo: Ricardo Adamo. Metro Rio de Janeiro. Editora-Executiva: Ana Lúcia do Vale. (MTB: .) Editora de Arte: Cláudia Lorena. Gerente Comercial: Janaína Orlani. Grupo Bandeirantes de Comunicação RJ. Diretor Geral: Daruiz Paranhos. Diretor de Jornalismo: Rodolfo Schneider. Diretor Comercial: Tuffy Habib.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: Rua Álvaro Ramos, 350, 4º andar, Botafogo, CEP 22280-110, Rio de Janeiro, RJ. Tel.: 021/2586-9570. O jornal Metro Rio é impresso pela News Technology Gráfica e Editora Ltda. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO.


RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

FOCO

03

Fantasias recicladas e comemoração na Sapucaí que garantem títulos CAR CAR NA2013 NA2013 VAL VAL Campeãs. Desfiles

2013

Novo em folha. Agremiações do Grupo Especial reaproveitam materiais usados em fantasias, economizam dinheiro e ajudam escolas do grupo de acesso com doações Depois de muito trabalho, festa na Avenida e comemorações para muitas escolas, chega ao fim mais um Carnaval. Hora das alegorias serem desmontadas e das fantasias tomarem novo destino. Poucos sabem, mas é uma prática comum entre as escolas do Grupo Especial o reaproveitamento, a doação e a venda de fantasias. A campeã Vila Isabel é exemplo disso. No desfile desse ano, materiais reutilizados desde 2009 ajudaram na composição de fantasias da agremiação, como explicou Rita Alves, superintendente e diretora geral de ateliê da Vila Isabel. “Sempre reaproveitamos e reciclamos a parte de penas e pedrarias. Retiramos a cola das pedras e penas e reutilizamos no ano seguinte. Dá trabalho, mas vale muito a pena”, disse. A prioridade da Azul e Branca está na reutilização dos materiais em sua escola infantil, a Herdeiros da Vila, mas sempre que possível, doações são feitas para escolas dos grupos de acesso do Rio, ou escolas que desfilam em outras cidades. A devolução das fantasias após o des-

CAR NA VAL2013

“A Império da Tijuca, que subiu para o Grupo Especial este ano, teve muita coisa doada pela Vila Isabel.” RITA ALVES, SUPERINTENDENTE E DIRETORA GERAL DE ATELIÊ DA VILA ISABEL

Penas e pedras são os materiais mais reutilizados | BRUNA PRADO/ METRO RIO

file é política obrigatória na agremiação, onde quase 90% das fantasias são de alguma forma reaproveitadas. “A Império da Tijuca, que subiu para o Grupo Especial esse ano, teve muita coisa doada pela Vila Isabel. É normal essa doação”, confessou Rita, na Vila desde 2004.

Ela diz que a escola também vende fantasias, dependendo do poder aquisitivo da agremiação interessada. Além da reciclagem de material, a Vila, apoiada por sua patrocinadora BASF, contou com um projeto ambiental que vai realizar o plantio de árvores para compensar o uso de carbono,

gerado pela escola em toda a preparação para o Carnaval, até o dia do desfile. O cálculo da quantidade gerada será feito em março. Segunda e terceira colocadas no Carnaval, Beija-Flor e Unidos da Tijuca também são adeptas da reciclagem. “Doamos algumas fantasias para agremiações com menos condições. Outras vêm ao barracão querendo comprar fantasias nossas, aí negociamos”, confirmou a assessoria da escola Nilopolitana. Na Tijuca, a ordem é reaproveitar as plumas e vender tudo o que for possível para outras escolas. Segundo a agremiação do carnavalesco Paulo Barros, esse dinheiro já faz parte da receita da Unidos da Tijuca. METRO RIO

Rosa Magalhães e Martinho da Vila no sábado | MARCELO DE JESUS/UOL/FOLHAPRESS

O Desfile das Campeãs, na noite de sábado, na Sapucaí, foi marcado pela descontração e pelo clima de comemoração. A Campeã Vila Isabel foi a responsável por encerrar o Carnaval no Sambódromo deste ano. A Grande Rio abriu as apresentações, por volta das 21h. A agremiação de Duque de Caxias foi a sexta colocada no Grupo Especial. Depois, o Salgueiro, que ficou em quinto lugar, desfilou com uma faixa em memória às vítimas do incêndio em Santa Maria. A Imperatriz, a Unidos da Tijuca, a Beija-Flor também se

apresentaram na Marquês de Sapucaí. Antes de entrar na Avenida, a escola de Ramos fez o tradicional aquecimento com a música “Liberdade, Liberdade”, samba de 1989, para animar o público que compareceu ao Sambódromo. A Vila trouxe dois dos mais importantes personagens da escola em cima do mesmo carro alegórico: a carnavalesca Rosa Magalhães e Martinho da Vila, um dos compositores do samba vencedor. Durante o Desfile das Campeãs, Rosa não confirmou sua renovação com a escola do bairro de Noel Rosa. METRO RIO

UPP. Harrison Ford visita comunidades na zona sul Após curtir a noite de sábado no Sambódromo, o ator hollywoodiano Harrison Ford aproveitou, ontem de manhã, a praia de Ipanema com a família e, à tarde, visitou duas comunidades no Leme, na zona sul. Ele esteve nos morros Chapéu Mangueira e Babilônia para conhecer o projeto Morar Carioca Verde da prefeitura. A iniciativa foi premiada pela Caixa Econômica Federal durante a Rio+20, em 2012, por ser a primeira obra pública de habitação feita toda de acordo com os critérios socioambientais no Brasil. Foram investidos mais de R$ 52 milhões no programa,

Monobloco e Blue Man Group agitam 500 mil foliões no Centro Para encerrar a temporada do Carnaval de rua, o Monobloco, com cerca de 200 ritmistas, fez a festa das 500 mil pessoas que foram à avenida Rio Branco, ontem de manhã. Além da tradicional mistura de samba, marchinhas e clássicos da MPB, o desfile deste ano contou com a participação especial do Blue Man Group, além dos cantores Roberta Sá e Lenine. O trio de percussionistas norte-americanos jogou água nos foliões e tirou fotos com as pessoas que aproveitavam o bloco. Ao todo, 94 pessoas foram detidas por fazerem xixi na rua. | ALE SILVA/FUTURA PRESS

117

casas serão construídas para abrigar antigos moradores de áreas de preservação ambiental.

Ator e a família no Sambódromo, sábado | BETH SANTOS/DIVULGAÇÃO

que vai construir 117 casas. As residências abrigarão pessoas que moravam irregularmente em áreas de preservação ambiental. O programa prevê também o reflorestamento das regiões devastadas. O ator é um dos diretores da ONG Conservation International. A entidade, sem fins lucrativos, tem como objetivo a preservação da natureza. METRO RIO


04

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

FOCO

Volta às aulas sem fila dupla Tolerância zero. Prefeitura inicia hoje operação para ordenar o trânsito em frente às escolas que geram maior impacto no trânsito da cidade. Motorista que não respeitar as regras será multado A prefeitura declarou guerra à fila dupla dos motoristas em frente às escolas. Hoje, com a volta às aulas marcada no calendário das instituições públicas e em muitas das particulares, a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) dá início à operação “Volta às Aulas”. Estudos da prefeitura apontaram que o embarque e desembarque de alunos em frente a 40 instituições de ensino geram grandes retenções no trânsito dos bairros onde estão situadas. Todas as escolas foram notificadas e a SMTR solicitou ainda que haja maior incentivo ao transporte coletivo escolar e comunicação prévia aos pais dos alunos. Com a mudança, não será permitido parar em fila dupla em frente às escolas, por exemplo. Os motoristas que não respeitarem as exigências estarão sujeitos a multa. A operação não tem prazo para

40 escolas na mira da prefeitura

“Não serão mais toleradas as infrações que vinham ocorrendo, como parar em locais proibidos.”

Veja a relação das 40 escolas e faculdades que serão alvo da operação especial de fiscalização da prefeitura para reduzir os congestionamentos na cidade.

CARLOS OSÓRIO, SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES

terminar. “A intenção não é punitiva, é educacional. Esperamos uma mudança de comportamento”, explica Carlos Osório, secretário municipal de Transportes. Aumento O secretário estadual de Educação Wilson Risolia garantiu que os 91 mil servidores da rede estadual de educação, incluindo professores e funcionários administrativos, terão os salários reajustados este ano. Ele, no entanto, não divulgou o índice do aumento. O benefício só deve ser oficia-

Operação ‘Volta às Aulas’

Rede pública de ensino volta às aulas hoje | BRUNA PRADO/METRO RIO

lizado no segundo semestre. Risolia anunciou também o pagamento de um auxilio alimentação para todos os funcionários, no valor de R$ 160 por mês. E revelou ainda a abertura de dois concursos ainda neste ano.

“Um deles terá 362 vagas para contratação imediata de professores, com carga horária de 30 e 16 horas semanais, e deve ser aberto no primeiro semestre. O outro, deve ser realizado no final do ano”, explicou. METRO RIO

Zona sul: Colégio Santo Inácio, Colégio Corcovado, Escola Britânica e Liessen (Botafogo); Colégio Padre Antônio Vieira, Colégio Pedro II e Colégio Andrews (Humaitá); Colégio São Vicente de Paulo e Colégio Sion (Cosme Velho); Colégio Franco-Brasileiro (Laranjeiras); Colégio Teresiano, PUC e Escola Nova (Gávea); Santo Agostinho (Leblon); e Escola Britânica (Urca).

Centro: Colégio Cruzeiro e Colégio de São Bento. Zona norte: Sistema pH de Ensino, Colégio Pedro II e Colégio Militar (Tijuca); Colégio Imaculada Conceição de Maria, Colégio Martins, Colégio Santa Mônica e Colégio Pedro II (Grande Méier); Colégio Modelar Cambaúba (Ilha); Colégio Santa Mônica (Cascadura e Bento Ribeiro); Sistema Elite e Colégio Lemos de Castro (Madureira). Zona oeste: Colégio pH, Colégio MOPI, Escola Parque e Colégio Santa Mônica (Barra); Colégio Cruzeiro e Santa Mônica (Jacarepaguá); Faculdades São José (Realengo); Faculdades Integradas Simonsen e Cândido Mendes (Padre Miguel); Santa Mônica e Colégio Afonso Celso (Campo Grande); Colégio Monteiro Lobato (Guaratiba). METRO RIO


06

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

BRASIL

‘Marineiros’ querem Rede em 90 dias 310 partido. Marina Silva busca assinaturas para criar nova legenda. Candidatos não poderão aceitar doações das indústrias de armas, bebidas alcoólicas e de agrotóxicos A criação oficial do Rede Sustentabilidade, o 31º partido do Brasil, deverá ocorrer até o fim de maio. A ex-ministra Marina Silva deu início no sábado à corrida pelas 500 mil assinaturas exigidas para registrar a nova legenda no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A coleta deverá ser feita até 4 de outubro, para que o Rede possa estrear nas eleições do próximo ano. O evento serviu para apresentar as linhas gerais do estatuto partidário e contou com a participação de mil pessoas. Nem lá nem cá Marina Silva usará o partido para concorrer mais uma vez à presidência da República. Em 2010, ela foi a terceira colocada, com quase 20 milhões de votos, concorrendo pelo PV. Por causa do projeto po-

Os filiados O novo partido nasce com sete políticos que estão exercendo mandatos • Deputados federais. Walter Feldman (PSDBSP), Domingos Dutra (PT-MA) e Alfredo Sirkis (PV-SP). • Deputada estadual. Aspásia Camargo (PV-RJ).

Marina terá atuação nas redes sociais | JOSÉ CRUZ/ABR

lítico de Marina, o Rede não fará oposição, mas também não integrará a base aliada do governo Dilma Rousseff. Para se filiar, o político deverá se enquadrar em algumas regras. Fica proibido de conseguir doações das in-

dústrias de armas, bebidas alcoólicas e de agrotóxicos. Haverá limite de recursos para a campanha. O candidato eleito também não poderá se reeleger por mais de uma vez. Por enquanto, apenas

Família busca recursos para longo tratamento | BAND/REPRODUÇÃO

um dos 50 feridos no incidente. Desde então, ele luta para se recuperar daquela noite. Atingido por uma pedra na cabeça, o soldado foi socorrido, passou oito dias fora de combate até voltar ao trabalho, mas uma infecção o derrubou novamente. Passado novo período de repouso, ele voltou às rondas noturnas quando um colega estranhou:

CLÁUDIO HUMBERTO CLAUDIO@METROJORNAL.COM.BR

DUELO BARBOSA X LEWANDOWSKI CONTINUA NO STF.

sete políticos com mandato aceitaram o novo desafio. Marina pretende se empenhar pessoalmente para conquistar apoio e filiados. O principal instrumento será as redes sociais. METRO BRASÍLIA

Eriston mal conseguia falar e caminhava com dificuldade. O caso divide opiniões de especialistas. Não se sabe se foi a pancada na cabeça ou o trauma do incidente, mas o jovem desenvolveu uma síndrome rara. Foi internado em dezembro, como caso de psiquiatria, mas depois de idas e vindas a médicos, os especialistas descobriram que Eriston desenvolveu uma doença neurológica grave, em que o corpo humano produz defesas em excesso. A família e os colegas não sabiam, mas Eriston passou a trabalhar com um medo quase fatal. Em nota, o comando da Brigada Militar aponta que a doença do soldado não tem relação com o episódio do Tatu-Bola. Exames realizados não teriam detectado alterações orgânicas. Entretanto, apenas o resultado de um exame enviado quinta-feira para os EUA é que vai determinar a causa da doença. “Ele estava lá a serviço, trabalhando, estava defendendo o patrimônio público”, argumenta a mãe. LETÍCIA BARBIERI METRO PORTO ALEGRE

“O SENADOR AÉCIO NEVES DEVERIA FAZER MAIS ATIVIDADES.”

Como ministro-revisor do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski manteve áspero duelo com o relator Joaquim Barbosa, e as rusgas continuam, embora silenciosas. Atrasos frequentes e permanência nas sessões por pouco tempo são vistos por aliados de Barbosa como tentativas do atual vice-presidente do STF de dificultar o quorum e a agenda fixada pelo presidente Joaquim Barbosa.

• Vereadores. Ricardo Young (SP), Jéfferson Moreno (RJ) e Heloísa Helena (Psol-AL).

PM ferido no Tatu-Bola sofre de mal raro Seu sonho sempre foi ser policial, trabalhar para proteger. E por isso estava lá, na noite de 5 de outubro de 2012, no centro de Porto Alegre (RS), para apartar os manifestantes contrários ao Tatu-Bola, mascote da Copa do Mundo. O soldado Eriston Mateus de Moura Santos, de 25 anos, do Pelotão de Operações Especiais da Brigada Militar, foi

Política

Joaquim Barbosa | JOSÉ CRUZ

COMO DEPUTADO. Aliados

de Joaquim Barbosa também notam que Lewandowski mantém no STF rotina comum entre parlamentares, atuando de terça a quinta. PROFESSOR. Amigos de Le-

wandowski lembram que ele dá aulas em faculdade do Rio, daí sua necessidade de se ausentar de Brasília.

LEI ANTI-MARINA. A Câ-

mara deverá votar projeto de lei que aumenta de 492 mil para 1,5 milhão o número de assinaturas necessárias para a criação de novo partido. Isso poderá inviabilizar a tentativa da ex-senadora Marina Silva de criar uma nova legenda, pela qual disputaria a sucessão de Dilma.

DEIXA PRA LÁ. Próximos de Dilma admitem que ela poderá abrir mão da ree-

SERGIO GUERRA (PE), PRESIDENTE DO PSDB, IMPACIENTE COM O PRESIDENCIÁVEL TUCANO

leição em prol do guru Lula, em 2014. Não teria sido picada pela “mosca azul” do poder e passar o bastão ao criador seria sua “missão cumprida”. JÂNIO, O FILME. Histórias do “Poder sem Pudor” desta coluna sobre Jânio Quadros serão dramatizadas no primeiro longa sobre o ex-presidente, que será interpretado pelo ator Reynaldo Gianecchini. Com roteiro de Nelson Valente e do ator Paulo Figueiredo, depois deve virar minissérie na TV. CENÁRIO DANTESCO. Ministérios sem dinheiro, cargos lotados, órgãos de controle fiscalizando qualquer erro e  cobranças impiedosas de madame. É o que aguarda cada novo ministro. E ainda há quem queira. BYE, ROSE. A licitação para

reforma do escritório de representação em São Paulo, revelada pela coluna, foi cancelada pela Presidência da República. Dilma fechou-o após o escândalo da Operação Porto Seguro.

PODER SEM PUDOR

O brejo cresceu Inveterado otimista, o então senador Eduardo Siqueira Campos (PSDB-TO) ainda acreditava nas chances de José Serra contra Lula, em 2002, prometendo “lutar até as cinco da tarde de domingo”. Mas, logo

antes das eleições, um jornalista perguntou: – O senhor não acha que a vaca já foi pro brejo? Ele respondeu na bucha: – Não, mas admito que deu uma paradinha. E o brejo está crescendo.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR


RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

Empreendedorismo

BRUNO CAETANO BCAETANO@SEBRAESP.COM.BR

COLOQUE SUA EMPRESA NO MAPA DO PLANEJAMENTO É comum ouvirmos alguém dizer que fulano tem tino comercial ou faro para os negócios. Existem pessoas que realmente nascem para ser empreendedoras, está “no sangue” montar empresas e prosperar. Não há dúvida que talento é um componente importantíssimo para o sucesso em qualquer área. Mas não é nenhum segredo também que ele sozinho não resolve. Por trás de toda história de sucesso há muito trabalho e dedicação. Volta e meia vemos empresários se queixarem que dão o máximo de si e o negócio não decola. Vários podem ser os motivos para não obterem os resultados desejados, porém, frequentemente, o problema está em um ponto fundamental. Mais uma vez entramos na questão do planejamento que, quando falho, contribui decisivamente para a mortalidade das micro e pequenas empresas (MPEs). Planejar significa pensar em todas as variáveis do negócio antes de abrir as portas e mesmo depois de ele estar em funcionamento. Planejar é entender o mercado e construir uma base sólida de dados para a gestão. É a partir desse estudo que se pode tomar as melhores decisões. Mas como tornar essa análise produtiva? Como saber se todos os aspectos foram contemplados? Como definir as ações para se atingir as metas? É preciso ter um método que guie essa avaliação, um mapa confiável do planejamento. Com essa finalidade, o Sebrae-SP está lançando o Planeja Fácil, um produto gratuito para dar apoio às MPEs. Trata-se de um quadro dividido por colunas com todos os tópicos necessários para o diagnóstico do negócio. Em cada uma, o empresário reúne informações que permitirão estabelecer prioridades e objetivos, traçar planos, executá-los e fazer o acompanhamento para saber se tudo está como programado. A nova ferramenta do Sebrae-SP, disponível também para download em nosso portal, evita lacunas na elaboração de estratégias, deve ser usada regularmente e serve para todos os setores – indústria, serviços, comércio e agronegócios. Para cada objetivo, um plano de ação. Com o Planeja Fácil, o empreendedor tem um roteiro completo do que deve fazer em sua empresa durante o ano todo. Afinal de contas, negócios e improviso não combinam. Planejamento é a matéria prima do sucesso. Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP e mestre e doutorando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. O Sebrae-SP é uma instituição dedicada a ajudar micro e pequenas empresas a se desenvolverem e se tornarem fortes. Saiba mais em www.sebraesp.com.br

ECONOMIA

07

Operação para reduzir conta de luz Seu bolso. Governo quer evitar que redução na tarifa leve consumidor ao desperdício O brasileiro ainda não sentiu no bolso os efeitos da redução da tarifa de energia elétrica, mas governo e órgãos de proteção ao consumidor temem que o alívio financeiro acabe levando ao desperdício. Para evitar esse risco, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) lançou uma cartilha sobre o consumo consciente. O material derruba mitos e traz orientações para a redução dos gastos com a eletricidade. Em outra frente, o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) está fazendo levantamentos detalhados sobre o consumo dos eletrodomésticos. “A conta de energia não é como a do telefone, na qual é fácil verificar uma ligação que saiu mais caro. Para diminuir gastos, o consumidor precisa ficar atento a hábitos diários”, aponta Karina Alfano, gerente de relacionamento do Idec. “E esse esforço alivia não só para o bolso, mas também leva em consideração o meio ambien-

te”, lembra. Há uma série de costumes que pesam no final do mês, muitos dos quais acabam esquecidos pelos consumidores. Um exemplo é manter os aparelhos no modo stand-by: mesmo com a tela desligada, o equipamento está consumindo energia. Outro hábito, seguido por muitas donas de casa, é o de forrar as prateleiras da geladeira, o que aumenta o gasto de energia. Desconto A redução da tarifa de energia começou a valer no mês passado, mas só deve ser sentida no próximo dia 24, quando se completam 30 dias da alteração. Em média, o consumidor residencial terá desconto de 20,2% na conta de luz. A Eletropaulo ficou com uma das tarifas mais baratas do país, de R$ 0,238 kWh, atrás apenas da CEA (Companhia de Eletricidade do Amapá), R$ 0,197 kWh, e da CPFL Jaguari, com tarifa de R$ 0,208. METRO

Livro. Irmã de Zuckerberg vai escrever sobre Facebook

Serasa. Inadimplência cai 1,5% em janeiro

Randi Zuckerberg, irmã do fundador do Facebook Mark Zuckerberg, está escrevendo suas memórias sobre os seis anos que trabalhou na rede social. Ela assinou um acordo com a editora HarperCollins para publicação de dois livros: “Dot Complicated” (Ponto Complicado), sobre o Facebook, e um livro de ilustrações infantis. “Estou entusiasmada para compartilhar algumas de minhas loucas experiências na linha de frente da mídia social”, disse Randi. METRO

A inadimplência do consumidor brasileiro caiu 1,5% em janeiro, o terceiro mês de queda, segundo levantamento da Serasa Experian. O calote foi menor principalmente por conta da renegociação das dívidas com bancos e pela queda nas taxas de juros praticadas pelas instituições financeiras. A variação negativa chegou a 3,3% nessa área. Ainda assim, na comparação com janeiro do ano passado, a inadimplêmcia acumula alta de 12,9%. Um dos principais problemas é o calote ao comér-

Randi trabalhou no site durante seis anos | MIGUEL VILLAGRAN/GETTY IMAGES

Negociação com bancos derrubou o índice | JAMES FRENCH/IMAGE SOURCE

cio. Um outro estudo, divulgado pelo SPC Brasil na última semana, revelou que a inadimplência no setor chegou a 11,8% no mês passado. METRO


08

Equador. Boca de urna dá vitória a Correa O presidente equatoriano, Rafael Correa, foi reeleito em primeiro turno, conforme pesquisas de boca de urna. O líder esquerdista obteve 58,8 % dos votos, de acordo com o instituto Cedatos, contratado pelo jornal “El Universo”. A vitória de Correa já era esperada. O presidente, no poder desde 2007, goza de forte apoio popular. Formado em economia, ele colocou o Equador nos trilhos do crescimento ao longo dos últimos anos e retirou milhares de pessoas da pobreza. Críticos afirmam que Correa se aproveitou da estrutura do Estado para imEm Havana

Chávez atravessa ‘momentos difíceis’ da doença VENEZUELA/DIVULGAÇÃO

Na sexta, governo divulgou foto do líder sorrindo no hospital

O ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Elias Jaua, disse que Hugo Chávez está passando por momentos difíceis de sua doença. “Estamos enfrentando uma situação complexa, mas Chávez está batalhando”, afirmou o chanceler. Na sexta-feira, o governo venezuelano divulgou uma foto do presidente sorrindo, ao lado das filhas, no hospital. METRO

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

MUNDO

Em espanhol, Bento 16 ora pelo novo papa Vaticano. Uso do idioma durante a benção dominical aumenta rumores sobre a possível escolha de um pontífice latino-americano

O presidente tem mais de 80% de aprovação | GUILLERMO GRANJA/REUTERS

pulsionar sua reeleição. Conforme o Cedatos, o segundo lugar na disputa ficou o ex-banqueiro Guillemo Lasso, com 20% dos votos (não suficientes para a realização de um segundo turno). METRO Estados Unidos

Imigrantes teriam green card em oito anos O jornal “USA Today” publicou uma minuta da lei de reforma migratória que deve ser apresentada pela Casa Branca. Segundo o documento, os imigrantes ilegais poderiam se transformar em residentes permanentes após oito anos nos EUA. METRO Egito

Mais controle sobre o álcool nos novos bairros O governo egípcio parou de emitir licenças para a venda de álcool em novos bairros, segundo uma autoridade. Licenças atuais não serão renovadas. METRO

Joseph Ratzinger ficará em retiro esta semana | MAX ROSSI/REUTERS

O papa Bento 16 fez ontem sua penúltima cerimônia pública, diante de cerca de 100 mil fiéis na Praça de São Pedro. Falando em espanhol, ele pediu aos católicos que continuem orando por ele e pelo próximo líder da Igreja. A escolha do idioma para a única referência sobre sua renúncia no discurso de ontem alimentou os rumores sobre a sucessão no Vaticano. “Eu posso imaginar um passo para um papa negro, africano ou latino-americano”, sugeriu à Reuters o cardeal Kurt Koch, assessor próximo a Bento 16 e que vai participar do conclave, inicialmente previsto para 15 de março.

Prefeito quer atrair turistas para cidade russa do meteoro O prefeito de Chebarkul, cidade russa que viu a assustadora explosão de um meteoro na última sexta-feira, quer transformar a região em ponto turístico. “Eu acho que isso foi um sinal de boa sorte para todos nós”, disse ao Metro o prefeito Andrei Orlov. “Graças ao meteoro, Chebarkul pode atrair turistas. Qualquer chance de ganhar popularidade é muito importante para as pequenas cidades russas.”

“Nós achamos que o Exército estava derrubando alienígenas, mas que não havia atingido o alvo.” ANATOLY, PESCADOR QUE VIU O FENÔMENO

Ontem, as autoridades encerraram as buscas pelo meteorito (fragmento do meteoro que consegue chegar à superfície da Terra). Acredita-

va-se que um buraco de cerca de 8 metros no lago congelado de Chebarkul tivesse sido formado pelo corpo celeste, mas a hipótese foi refutada. A explosão do meteoro deixou mais de mil pessoas feridas e alarmou os cientistas. No sábado, a Nasa revisou as informações sobre o meteoro, aumentando seu tamanho e massa. Agora, cresce o interesse por melhores formas de prever esse fenômeno. METRO

No sábado, a Santa Sé admitiu que a data para o início da escolha do novo papa pode ser antecipada, caso todos os cardeais cheguem a Roma antes do dia 15. Bento 16 também falou sobre a dificuldade detormar decisões importantes, enquanto se referia, em italiano, ao período da Quaresma. “Em momentos decisivos da vida, ou melhor, em cada momento da vida, estamos numa encruzilhada: queremos seguir o ‘eu’ ou Deus, o interesse individual ou o bem real, o que é realmente bom?”, questionou. O papa Joseph Ratzinger fica no cargo até o dia 28. METRO

Dissidência. Ativista cubana chega ao Brasil A blogueira cubana Yoani Sánchez chegaria na madrugada de hoje ao Recife, para a primeira parada que fará em terras estrangeiras. Yoani disse estar feliz com a viagem, mas angustiada pela situação dos dissidentes que permanecem em Cuba. Ela tentou, por cinco anos, conseguir autorização para deixar a ilha, algo que só foi possível após uma reforma migratória. METRO


RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

TURISMO

09

Um final de semana na Cidade do México Viagem. Veja como conhecer uma das maiores cidades do mundo em apenas dois dias

+ PLUS

Com o roteiro certo é possível aproveitar melhor os atrativos locais | METRO INTERNACIONAL

A cidade do México parece ter vida própria. É um local complexo, que vive em constante mudança e que é o berço da história, da arte, da moda e da comida. Com quase cinco mil km2 e quase 20 milhões de habitantes, a cidade nunca para. Para viver todas as experiências que a capital mexicana pode proporcionar, seria necessário pelo menos uma semana de passeios turísticos. Porém, o Metro preparou um roteiro resumido para quem quer aproveitar o melhor da Cidade do México em um final de semana. REBECCA FINKEL METRO INTERNACIONAL

Onde ficar

Um hotel com a cara do México O Sheraton Maria Isabel é um espaço localizado no Paseo de La Reforma, de frente para o Anjo da Independência e para o Parque Chapultepec, o maior parque urbano no Hemisfério Ocidental. Para fazer um passeio de volta à década de 1960, vá ao Jango Bar e tome um shot de tequila e uma sangrita, duas bebidas típicas dos mexicanos.

Conheça a cidade em dois dias

Sábado

1

Um bom lugar para começar o passeio é o Museu da Antropologia, onde você vai entrar em contato com a cultura e a mitologia do país. Não deixe de ver os antigos edifícios e templos. Depois de um mergulho no passado, a primeira parada deve ser na praça Zócalo, lugar movimentado no coração do centro histórico. Depois parta para o Palácio Nacional, para ver os rústicos murais de Diego Rivera. Não deixe também de conhecer a Catedral Metropolitana. METRO INTERNACIONAL

Domingo

2

Comece o dia em Coyoacán, uma vizinhança calma, onde fica a Casa Azul, lugar onde moraram Frida Kahlo e Diego Rivera. Mas o mais atratente desse lugar é a comida. Há alguns quarteirões da Casa Azul está o Mercado de Coyacán, um espaço em que uma grande variedade de comida mexicana é vendida a preços baixos. Para finalizar seu passeio, vá a Plaza de Coyacán, para tomar um sorvete ou um Capuccino. METRO INTERNACIONAL

Ponto turístico

Anjo da Independência O Anjo é um dos monumentos mais famosos da Cidade do México. Ele fica localizado no Paseo de La Reforma, no centro a cidade e foi inaugurado em 1910, para comemorar o centenário da Guerra da Independência do México.


2

10

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

CULTURA

“No fim daquele dia, eu voltaria a ouvir gritos de algum ponto do prédio, indício de que pelo menos um prisioneiro era torturado.

CULTURA

A nova sessão de suplício me ressaltava mais uma vez que estávamos diante de um regime que prendia torturava e matava” TRECHO DO LIVRO ‘O SILÊNCIO CONTRA MUAMAR KADAFI’, SOBRE QUANDO ANDREI NETTO ESTAVA PRESO

Memórias de guerra Na revolução, o pátio do consulado da Itália, em Trípoli, foi invadido, saqueado e destruído | DIVULGAÇÃO/ ANDREI NETTO

Conflito. Livro ‘O Silêncio Contra Muamar Kadafi’ relata a Primavera Árabe sob a ótica de um jornalista gaúcho na revolução da Líbia: Andrei Netto chegou a ser capturado por milicianos e levado à prisão na sede do governo Show ‘Baculejo’

Sandra de Sá

A cantora apresenta, hoje, o show “Baculejo da de Sá”, em que anima o público com um repertório empolgante do início ao fim. No Theatro Net Rio – Sala Tereza Rachel (rua Siqueira Campos, 143, Copacabana. Tel.: 2147-8060). Às 21h. R$ 110. 12 anos.

O jornalista gaúcho Andrei Netto, de 35 anos, entrou clandestinamente na Líbia para noticiar a guerra civil que assolava o país em fevereiro de 2010. Quando retornou à sua casa, em Paris, após a morte do ditador Muamar Kadafi, em novembro de 2011, o enviado especial do jornal ‘O Estado de São Paulo’ trouxe na bagagem oito dias na prisão, um ensaio fotográfico e uma coleção de memórias que deram origem ao livro “O Silêncio contra Muamar Kadafi”, que está sendo lançado pela Cia. das Letras. A obra conta a revolta

popular que culminou com a queda do ditador, que estava no governo há mais de quatro décadas. Na tentativa de não ficar restrito às versões kadafistas, Andrei foi aos campos de batalha próximos à fronteira com a Tunísia, que ficavam longe da aparente paz da capital Trípoli. Durante a cobertura, o repórter foi capturado na cidade de Sabratha por milícias pró-regime e levado à uma prisão na sede do governo. “O risco faz parte da profissão. A presença da imprensa coíbe os excessos de guerra. Vendo por esse lado,

vale a pena. Acho que meu conhecimento de sociologia ajudou a compreender e informar melhor o que acontecia ali”, afirma Andrei, que é doutor em sociologia pela Sorbonne. O primeiro capítulo e o último mostram o principal momento da guerra, quando os rebeldes encontraram o ditador, conhecido como “o belo”, na cidade de Sirte. “Mantenho contato com algumas das minhas fontes na Líbia. O doutor Othmann, por exemplo, trabalha no reconhecimento dos corpos”, revela Andrei. METRO RIO

Presente

‘A realidade é um misto de euforia e temor’ “Seria muito oportunismo meu fazer um livro falando somente da minha prisão. Eu conto a guerra na Líbia” ANDREI NETTO, JORNALISTA

Kadafi teve morte sumária na Líbia | DIVULGAÇÃO/ ANDREI NETTO

“O SILÊNCIO CONTRA MUAMAR KADAFI” ANDREI NETTO CIA. DAS LETRAS., 400 PÁGS., R$ 49,50

Rebeldes armados no combate ao ditador Kadafi| DIVULGAÇÃO/ANDREI NETTO

Andrei Netto acredita que a Primavera Árabe ainda pode dar resultado benéfico para os moradores da África Branca e do Oriente Médio. O autor do livro “O Silêncio contra Muamar Kadafi” vê na democracia a melhor maneira de consolidar as transformações recentes na região. “Se for para pôr uma ditadura no lugar de outra, realmente não valeu a pena. Mas acho possível que a democracia seja consolidada após as revoltas, armadas ou não”, afirma Andrei. A obra relata a participação de pessoas comuns nas batalhas: professores, um médico e até um poeta dão suas versões da guerra. O jornalista ressalta a importância da legitimidade dos movimentos sociais na região. “Quis mostrar que as revoltas não foram imposição do ocidente, mas a realidade atual é misto de euforia e temor”, conta. METRO RIO


RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

CULTURA

11

DIVULGAÇÃO

HELEN HUNT Atriz encarou nu frontal para viver uma terapeuta diferente em ‘As Sessões’, no qual sua personagem ajuda um deficiente a fazer sexo. O esforço lhe valeu indicação ao Oscar de melhor coadjuvante

‘ELA ERA MUITO SEXUAL’ Não há muito o que Helen Hunt não tenha feito em Hollywood. Atriz desde os 9 anos, ela esteve em dezenas de filmes e programas de TV, mas sua participação em “As Sessões”, em cartaz nos cinemas, foi um mergulho no desconhecido: ela interpreta uma personagem real, a terapeuta Cheryl Cohen-Greene, que auxiliou a vida sexual de Mark O’Brien (John Hawkes), tetraplégico por causa de uma poliomielite infantil. Hunt conta que a beleza da história valeu o sacrifício de encarar cenas de nu frontal.

Que aspecto é mais interessante em sua personagem? Para mim, é seu espírito, sua vibração, seu jeito animado de falar sobre sexo. Este foi um coquetel que eu nunca havia experimentado antes. Você descobriu como ela entrou nesse ramo? Ela fala um pouco sobre isso no filme. Basicamente, ela era muito sexual e descobriu que havia pessoas que ajudavam gente com problemas relacionados a sexo. Ela também descobriu que havia uma asso-

ciação inteira destinada a treinar voluntários para este papel, que é meio de terapeuta. Acho que, com o tempo, ela percebeu ser esta a sua grande vocação. O que a preparou para a nudez neste ponto da carreira? Primeiro de tudo, foi preciso ter uma boa história. É tão raro ler algo que você já não tenha visto umas cem vezes e uma personagem que você já não tenha visto! E há ainda a sensação de que o tempo está passando. O que mais estou esperando ou com o que me preo-

cupo? Apenas mergulhe. Não é fácil para nenhuma atriz ficar completamente nua, mas todas dizem que esta nunca é a parte mais difícil. Você concorda? Acho que havia uma combinação de vulnerabilidades nas gravações: a minha, como atriz, e também a de Mark como personagem. Mas acho que concordo com o que você diz. Não se trata apenas de tirar a roupa, mas de estar realmente bastante aberto para interpretar uma pessoa que teve coragem de fazer isso na vida real. METRO INTERNACIONAL


12

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

VARIEDADES Os invasores

Ecoinovação

Sujeira de Carnaval

FRED GELLI FRED.GELLI@METROJORNAL.COM.BR

VOCÊ SABE O TAMANHO DA SUA CASA?

Cruzadas

Em palestras que tenho feito mundo a fora sobre Ecoinovação, faço sempre uma pergunta que quase ninguém acerta: “Vocês sabem o tamanho da casa de vocês?” Nessa hora, coloco uma múltipla escolha com quatro medidas diferentes para o diâmetro do nosso planeta, nossa velha e única casa. O planeta Terra. Ai vai… 1. Qual o diâmetro da terra

Linhas de ônibus Entre tantas linhas de ônibus municipais deficientes, a 382 “se destaca”. A empresa coloca para fazer o trajeto Carioca-Piabas, ônibus com bancos quebrados, imundície visível e até sem a tampa do teto: parece carroça. Os usuários reclamam, mas nada acontece e os intervalos são irregulares. Será que é só porque essa linha atende zona pobre da nossa cidade? Até quando teremos que aturar isso?

Você pode ler a resposta a baixo, mas o fato é que mesmo em plateias de engenheiros, economistas ou phds a enorme maioria erra em até dez vezes o tamanho da própria casa. É como se eu perguntasse se você mora em um apartamento de dois quartos ou em um castelo de 1280 aposentos e você não soubesse responder. Essa desconexão é em boa parte a responsável por nossa inconsequência e nossa miopia em relação aos limites do planeta. Se soubéssemos com mais clareza quanto de lixo geramos durante nossa vida, ou o quanto da gasolina que colocamos no nosso carro é usada para transportar o próprio carro e não a nós mesmos, isso no mínimo nos tornaria mais críticos em relação às inconsequências do nosso modo de vida. Tentem responder a algumas dessas perguntas abaixo só como curiosidade.

MÁRCIO SILVA – COPACABANA, RIO DE JANEIRO

Metro Pergunta

Anatel multou uma Siga o Metro operadora de telefonia no Twitter: em R$ 34 milhões por @jornal_metroRJ descumprir metas de qualidade. Como avalia a telefonia celular no Brasil?

2. Qual percentual de lixo é reciclado no Brasil? a) 61% b) 28% c) 13% d) 2% 3. Quanto de lixo produzimos durante a vida? a) o peso de 2 gorilas b) uma baleia c) 3 rinocerontes d) 5 elefantes

@lasgoastroline

Sudoku

Um lixo! Nenhuma das quatro presta. Eles tinham que multar as quatro, isso sim, não apenas uma. @KevinRTW

Elas andam muito mal. Difícil entender como as agências reguladoras permitem isso.

4. De R$ 100 que colocamos de gasolina, quanto, de fato, é usado para transportar o motorista. O restante é consumido na locomoção do próprio carro. a) R$ 55 b) R$ 32 c) R$ 21,50 d) R$ 1,50

@CharlieM

As operadores têm se esforçado, houve alguma melhora, mas ainda falta muito para chegar ao ideal. Tem que multar mesmo.

Em muito pouco tempo novas leis vão exigir que marcas disponibilizem em suas embalagens dados precisos sobre o impacto ambiental que seus produtos geram em todo o ciclo de vida dos mesmos. Nessa hora, vamos ter em mãos uma das mais poderosas armas para mudarmos nosso destino: a informação.

Metro web

3) d

4) d

Para falar com a redação:

leitor.rj@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Fred Gelli é formado em design de produto e design gráfico pela PUC-RJ, cofundador e diretor de Criação da Tátil Design de Ideias. É professor de ecoinovação e biomimética na PUC-RJ.

Horóscopo

Foi um absurdo a sujeira das ruas do Flamengo durante o Carnaval. Participei de dois blocos e pude constatar, além da falta de educação das pessoas, que a Comlurb não conseguiu limpar a sujeira gerada pela multidão de um dia para o outro. Latinhas, plásticos e garrafas pet inundaram as ruas e passeios do bairro. Também vi muitas lixeiras depredadas, jogadas no chão. Carnaval não é sinônimo de bandalheira! MILTON SILVÉRIO CARLOS – FLAMENGO, RIO DE JANEIRO

a) 13.000 km b) 120.000 km c) 500.000 km d) 1.232.000 km

Respostas: 1) a 2) d

Leitor fala

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Áries (21/3 a 20/4) Evite assumir muitos compromissos, o seu tempo pode estar reduzido e você terá que se esforçar muito mais do que está pensando. Possível estresse mental.

Leão (23/7 a 22/8) A família em destaque, dia de voltar a sua mente para preocupações com os entes queridos e tentar resolver pendências que poderão deixar todos mais felizes.

Sagitário (22/11 a 21/12) Momento positivo para viagens e para absorver novos conhecimentos. Aproveite para investir no seu aprimoramento profissional, reuniões e estudos em alta.

Touro (21/4 a 20/5) Possibilidades de ganhos através da atuação em conjunto com a sua equipe de trabalho. Depois que tudo acabar faça alguma atividade que ajude você a relaxar.

Virgem (23/8 a 22/9) Dificuldades para enfrentar algumas novidades que irão exigir que você reveja antigas desavenças para poder ir adiante, tempo de conciliações importantes.

Capricórnio (22/12 a 20/1) Questões que ficaram para trás precisarão ser revistas com mais atenção. Tempo de encontrar as pessoas e conversar mais com elas para deixar tudo esclarecido.

Gêmeos (21/5 a 20/6) Nem mesmo o dinheiro no bolso pode garantir a sua felicidade, algumas pendências emocionais ainda podem estar atrapalhando o seu dia. Trate de encará-las.

Libra (23/9 a 22/10) Dinheiro a custo de prejuízo alheio pode não ser algo muito interessante, procure ver o lado dos outros antes de fechar negócios com o retorno duvidoso.

Aquário (21/1 a 19/2) Dia favorável para se reunir com as pessoas e divulgar para elas os seus pensamentos. Prepare melhor o seu discurso para que você possa ter mais sucesso.

Câncer (21/6 a 22/7) Esfrie a cabeça, tudo o que você quer que

Escorpião (23/10 a 21/11) Deixe que forças maiores atuem

Peixes (20/2 a 20/3) Mais energia para você realizar os seus ob-

aconteça precisa de um tempo para amadurecer. Você já pode ir ajeitando as coisas, mas tudo vem na hora certa.

em sua vida, hoje o que vier do mundo espiritual deve ser respeitado para que tudo acabe dando certo, procure não interferir.

jetivos, conte com uma força extra das pessoas que estão por perto e admiram os seus esforços e a sua determinação.


3 ESPORTE

14

Vasco reage e agora só depende de si Taça Guanabara. Cruz-maltino joga bem, derrota o Audax em casa e enfrenta o Duque de Caxias, domingo, por vaga na semifinal

20

Taça Guanabara CLASSIFICAÇÃO

VASCO

AUDAX

GRUPO A P V GP SG 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º

BOTAFOGO VASCO MADUREIRA FRIBURGUENSE VOLTA REDONDA QUISSAMÃ NOVA IGUAÇU OLARIA

14 13 11 08 06 05 04 03

04 04 03 02 01 01 01 00

15 16 09 09 07 02 05 05

10 06 01 -4 -3 -7 -3 -7

GRUPO B P V GP SG 1º 2º 3º 4º 5º 6º

FLAMENGO FLUMINENSE BOAVISTA BANGU AUDAX MACAÉ

19 15 13 11 11 07

06 04 04 03 03 02

14 15 06 07 07 10

11 09 00 02 -3 -4

7º RESENDE 07 01 11 -2 8º D. DE CAXIAS 05 01 05 -6 Classificados para a semifinal

Artilheiro

8 gols

em 7 jogos marcou o atacante Hernane, do Flamengo, artilheiro isolado do Campeonato Carioca. Ontem, ele fez mais um no clássico contra o Botafogo.

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

ESPORTE

• • •

Estádio. São Januário Gols. Eder Luis aos 3 minutos e Carlos Alberto aos 20’ do 2º tempo Arbitragem. Daniel de Souza

Depois de um preocupante 0 a 0 no primeiro tempo, diante de 6.396, torcedores, 3.830 pagantes, o Vasco acordou, tomou as rédeas do jogo e poderia até ter goleado o Audax, ontem, em São Januário, pela sétima e penúltima rodada da Taça Guanabara. No final, com gols de Eder Luis e Carlos Alberto – este, o melhor jogador em campo –, venceu por 2 a 0.

Com o resultado, o cruzmaltino subiu para a segunda posição do Grupo A, com 13 pontos, atrás apenas do líder Botafogo, e depende apenas de si mesmo para garantir vaga na semifinal do turno do Campeonato Carioca. Derrotado no sábado pelo Bangu, o Madureira ficou com 10, caiu para terceiro na tabela e se complicou nessa disputa. Os dois gols começaram dos pés do volante Wendel. Carlos Alberto participou diretamente da jogada do primeiro. Na última rodada da Taça Guanabara, domingo – todos os oito jogos serão às 16h para evitar combinação de resultados – o time de São Januário enfrenta o Duque de Caxias, lanterna do Grupo B, fora de casa. METRO RIO

Pistorius

Pai diz que atleta agiu por instinto Henke Pistorius, pai do corredor paralímpico Oscar Pistorius – acusado de matar a tiros a namorada, Reeva Steenkamp, na África do Sul, na madrugada da última sexta-feira –, disse que o filho teria agido “por instinto”, e que os disparos fo-

ram acidentais. “Quando você é um esportista age ainda mais por instinto. Coisas acontecem e você age”, disse ao jornal inglês “The Telegraph”. Segundo a imprensa, Pistorius teria telefonado para um amigo após os disparos e confessado o crime. Na noite anterior, vizinhos reclamaram do barulho das discussões do casal e alertaram a segurança do condomínio. METRO RIO

Taça Guanabara 7ª rodada SÁBADO MADUREIRA 2 X 3 BANGU RESENDE 1 X 1 FRIBURGUENSE BOAVISTA 1 X 0 OLARIA MACAÉ 1 X 0 NOVA IGUAÇU ONTEM VASCO QUISSAMÃ V. REDONDA FLAMENGO

2X0 1X1 1X3 1X0

AUDAX D. DE CAXIAS FLUMINENSE BOTAFOGO

Eder Luis e Carlos Alberto comemoram | MARCELO SADIO/DIVULGAÇÃO

Flu sua a camisa, mas vence e põe o pé na vaga

13 V. REDONDA • •

FLUMINENSE

Estádio. Raulino de Oliveira, em Volta Redonda Gols. Samuel aos 6 e 42 minutos do 1º tempo; Léo Andrade aos 16’ e Marcos Junior aos 46’ do 2º

Não foi um primor de apresentação, mas a vitória por 3 a 1, sem brilho, sobre o já eliminado Volta Redonda, ontem, no Raulino de Oliveira, pela sétima e penúltima rodada da Taça Guanabara, foi suficiente para deixar o Fluminense bem perto da vaga na semifinal do turno do Campeonato Carioca. O confronto marcou o retorno aos campos do meia Deco, que sofreu uma lesão muscular durante a pré-temporada e fez ontem o seu primeiro jogo com a camisa tricolor em 2013. Samuel marcou os dois primeiros gols do Flu – que tiveram a participação de Deco. Léo Andrade dimi-

Samuel marcou dois gols ontem em Volta Redonda | NELSON PEREZ/DIVULGAÇÃO

nuiu para os donos da casa e, nos acréscimos, Marcos Júnior fez o terceiro, fechando o placar. Na próxima rodada, o atual campeão brasileiro e carioca recebe o Madureira, às 16h, em São Januário. Com o resultado, o tricolor das Laranjeiras manteve a vice-liderança do Grupo B com 15 pontos, atrás apenas do líder Flamengo, que tem 19. METRO RIO

Taça Guanabara 8ª rodada DOMINGO, 16H BOTAFOGO X BOAVISTA OLARIA X FLAMENGO FRIBURGUENSE X MACAÉ N. IGUAÇU X RESENDE FLUMINENSE X MADUREIRA AUDAX X QUISSAMÃ BANGU X V. REDONDA D. CAXIAS

X VASCO


16

RIO DE JANEIRO, SEGUNDA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2013 www.readmetro.com

ESPORTE

Fla não precisa mais nem vencer para ir à decisão Classificado. Já garantido na semifinal da Taça Guanabara com a melhor campanha, Rubro-negro vai à final com dois empates O clássico foi eletrizante, com as duas equipes partindo para cima desde o início. O placar, no entanto, foi decidido no começo do jogo. Hernane, aproveitando uma falha da defesa do Botafogo, marcou o seu oitavo gol pelo Flamengo no Campeonato Carioca, logo aos 3 minutos do primeiro tempo, se isolou ainda mais na artilharia do Estadual e garantiu a vitória. Com o resultado, o rubro-negro chegou aos 19 pontos, é líder invicto e isolado do Grupo B e dono da melhor campanha entre os 16 clubes que disputam o Cariocão. De quebra, o Fla é o primeiro time a garantir vaga na semifinal da Taça Guanabara com uma rodada de antecedência e não pode ser mais alcançado por ninguém.

O Flamengo garantiu outra grande vantagem: não precisa nem mais vencer seus próximos três jogos – contra o Olaria, domingo, e os dois confrontos da semifinal. Basta empatar os jogos da próxima fase, que ainda assim estará na decisão do turno. Apesar da derrota, o Botafogo segue em situação con-

1 0 • •

fortável no grupo A. Líder com 14 pontos, o Alvinegro precisa de uma vitória sobre o Boavista, domingo, às 16h, no Engenhão, para assegurar a primeira posição e vaga na semifinal. Se a Taça Guanabara terminasse ontem, os grandes do Rio estariam classificados para a semi. METRO RIO

Felipe; Léo Moura, Marcos González e Wallace e João Paulo; Cáceres, Ibson (Cleber Santana) e Elias ; Carlos Eduardo (Rodolfo), Hernane (Igor Sartori)e Rafinha. Técnico: Dorival Jr.

FLAMENGO

Jefferson; Lucas, Bolívar, A. Carlos e Márcio Azevedo; Julio Cesar, F. Gabriel (Jadson), Seedorf, Lodeiro e Vitinho (Cidinho ); Bruno Mendes (Sassá). Técnico: Oswaldo de Oliveira

BOTAFOGO

Gol. Hernane aos 3 minutos do primeiro tempo Arbitragem. Rodrigo Nunes de Sá, auxiliado por Rodrigo Figueiredo e Rodrigo Pereira

Após driblar Jefferson, com o gol vazio, Rodolfo perdeu um gol incrível no segundo tempo | LUCIANO BELFORD/FUTURA PRESS

Rafael Nadal dá show e é campeão no Brasil

Nadal e a taça, a primeira depois de oito meses | FABIO BRAGA/FOLHAPRESS

O rei do saibro mostrou ontem, em São Paulo, que está de volta. Após fazer partidas alternando altos e baixos, o espanhol Rafael Nadal deu show no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, diante de 9.300 pessoas, venceu o argentino David Nalbandian por 2 sets a 0 – parciais de 6/2 e 6/3 – e conquistou o Aberto do Brasil após uma hora e 18 minutos de jogo.

Após problemas no site, 51 mil ingressos são vendidos Balanço divulgado ontem pela Fifa mostrou que, nas primeiras 48 horas da segunda fase de vendas de ingressos para a Copa das Confederações, foram comercializados mais de 51 mil bilhetes. Desse total, quase 49 mil foram comprados por brasileiros. O alto número foi alcançado apesar das dificuldades técnicas enfrentadas quinta-feira à noite e sexta-feira de manhã. O grande volume de acessos fez o site travar

e os torcedores ficaram numa espécie de “sala de espera” antes de concluir a venda. Segundo a Fifa, quem esperou o alerta para continuar a negociação conseguiu concluí-la sem problemas. Os jogos mais procurados até agora são México x Itália (Rio), Itália x Japão (Recife) e Espanha x Taiti (Rio). Não há mais ingressos para a final, no Maracanã. A página de ingressos em www.fifa.com/ticketing é

atualizada em tempo real, de modo que os interessados podem verificar constantemente a disponibilidade de bilhetes para cada jogo e cada categoria. Os brasileiros que optarem por pagamento por boleto bancário deverão fazê-lo dentro do prazo determinado. Do contrário, a encomenda será cancelada, e os ingressos serão recolocados à venda. Mais informações pelo telefone 0300 021-2014. METRO RIO

Foi a segunda vez que o ex-número 1 do mundo foi campeão no país. Em 2005, com apenas 18 anos, ele levou a melhor no torneio, à época disputado na Costa do Sauípe, na Bahia. A conquista em São Paulo é a primeira desde o retorno de Nadal ao circuito. Ele, que hoje ocupa a quinta posição no ranking da ATP (Associação dos Tenistas Pro-

fissionais), ficou sete meses afastado por causa de uma lesão no joelho esquerdo. Na semana passada, na primeira competição disputada desde a volta, ele ficou com o vice-campeonato no ATP 250 de Viña Del Mar, no Chile. “Todos os títulos são importantes. Esse foi mais um, mas em um momento de recuperação”, comemorou. Esse foi o 51º título da car-

reira de Nadal, sendo o 37º no saibro. Soares é tri nas duplas Ao lado do austríaco Alexander Peya, o brasileiro Bruno Soares conquistou o tricampeonato do Aberto do Brasil nas duplas. Eles venceram o tcheco Frantisek Cermak e o eslovaco Michal Mertinak, por 2 sets a 1 – 6/7 (7/5), 6/2 e 10/7. METRO

Jornal Metrô Rio de Janeiro Nº 580  

Jornal Metrô Rio de Janeiro Nº 580 Data: 18/02/2013

Jornal Metrô Rio de Janeiro Nº 580  

Jornal Metrô Rio de Janeiro Nº 580 Data: 18/02/2013

Advertisement