Page 1

O Metro Jornal é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela Gráfica Moura Ltda.

A MARCA DO

PANTERA

NOVO BLOCKBUSTER DA MARVEL TRAZ AÇÃO VERTIGINOSA EM TRAMA POLITIZADA PÁG.12

BRASÍLIA Quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018 Edição nº 1.424, ano 6 MÍN: 18°C MÁX: 31°C

www.metrojornal.com.br | leitor.bsb@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @MetroJornal_BSB

PAUL HANNA/REUTERS

O lateral Marcelo comemora o terceiro gol contra o PSG ontem em Madri

FAVORITO AO OSCAR ESTREIA ‘TRÊS ANÚNCIOS PARA UM CRIME’ TRAZ ENREDO QUE OPÕE TENSÃO E DOSES DE HUMOR PÁG. 11

Carnaval tem público menor, mas mais lixo A folia encolheu. Depois do recorde de 2017, com 1,5 milhão de foliões nas ruas, o DF viu os participantes caírem para 746 mil neste ano; o lixo, porém, saltou de 95 toneladas para 118 toneladas PÁG. 07

CARETA gols de CR-7 e Marcelo, FURACÃO Com Real Madrid supera pressão, faz 3 a 1 e atropela o PSG de Neymar PÁG. 16

Enredos politicamente críticos são consagrados na apuração PÁG. 03

Fernando Segovia, porém, enfrenta série de questionamentos PÁG. 06

AFINIDADE À TODA PROVA

Festival aposta em duetos de ótimos nomes da cena independente Um dos encontros coloca As Bahias e a Cozinha Mineira no palco com BNegão

PÁG. 10

GUI PAGANINI/DIVULGAÇÃO

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

No Rio, Beija-Flor Governo mantém vence; Tuiuti é vice diretor-geral da PF


02|

1 FOCO

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

Pezão reconhece falha na segurança do Rio Violência. Com registros de arrastões, pessoas baleadas e PMs mortos, governador admite que houve erro no planejamento para o Carnaval Assaltos, crianças baleadas, tumulto nas ruas, muita violência. A triste realidade que vem tomando conta do Rio de Janeiro voltou a assustar moradores e turistas durante o Carnaval. Ontem, o governador do Estado, Luiz Fernando Pezão (MDB), admitiu que houve falha no planejamento de segurança para o evento. “Eu acho que houve um erro nosso. Nós não dimensionamos, mas acho que é sempre um aprimoramento. A gente tem sempre que aprimorar”, disse Pezão, em entrevista à “TV Globo”. O governador afirmou também que uma equipe se reuniu ontem para fazer um balanço das operações e apreensões. “A nossa equipe de segurança está fechando esses dados. É impressionante o número de apreensões. Neste meu último ano, vou me dedicar fortemente

“Não estávamos preparados. Houve uma falha nos dois primeiros dias e depois a gente reforçou o policiamento.” LUIZ FERNANDO PEZÃO, GOVERNADOR DO RIO

a melhorar cada vez mais a área de segurança”, garantiu Pezão, que passou o Carnaval em Piraí, na região sul fluminense. O prefeito da capital, Marcelo Crivella, havia viajado para a Europa. Na madrugada de ontem, um adolescente de 12 anos foi baleado na perna na comunidade Bateau Mouche, na Praça Seca, na zona oeste. O jovem foi encaminhado ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ele foi atendido, medicado e já recebeu alta.

Na noite de terça-feira, um homem e uma criança foram baleados após uma briga em um bloco de carnaval no bairro Apolo II, em Itaboraí, na Região Metropolitana. Eles foram levados para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo. Josué da Silva, de 45, não resistiu aos ferimentos e morreu. Já Julia Cabral Guimarães, que foi atendida inicialmente na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Manilha, segue internada. PMs assassinados Subiu para 16 o número de policiais militares mortos neste ano. Na terça-feira, o sargento Fábio Miranda Silva, 41, foi baleado durante a folga, no Méier, na zona norte. Segundo a Polícia Militar, o agente estava andando em uma rua do bairro quando homens armados passaram atirando. METRO RIO

Arrastão em supermercado do Leblon na terça de manhã | REPRODUÇÃO/BAND

Campanha

Caso tríplex

Absolvição negada O TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) negou pedido de absolvição sumária de Marisa Letícia, esposa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, morta em fevereiro do ano passado vítima de AVC. A defesa alegava que a morte daria o direito à ex-primeira dama de ser absolvida no processo do tríplex do Guarujá (SP), no qual Lula foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão. À decisão, não cabe recurso. O juiz Sérgio Moro já havia declarado a extinção da punibilidade dela. O tríplex foi avaliado em R$ 2,2 milhões e será vendido em leilão.

Youtuber é morta; dois são presos Dois irmãos empresários estão presos na delegacia de Matinhos, no litoral do Paraná, acusados pelo ataque que vitimou a modelo e youtuber Isabelly Santos, 14, na madrugada de ontem. Socorrida e levada ao hospital em Paranaguá, Isabelly teve morte cerebral constatada pela manhã, mas a Secretaria de Saúde ainda dependia de um último teste, na noite de ontem, para confirmar a informação oficialmente. A garota voltava de uma boate no balneário Shangri-la, aonde havia ido cobrir um show para seu canal na internet. Ela foi baleada por volta das 2h na PR-412, entre os balneários Ipanema e Praia de Leste, em Pontal do Paraná. A

polícia indica que não houve motivações além de uma briga no trânsito. “O suspeito diz que seu carro foi fechado pelo da vítima, e a família dela diz o contrário. Estamos ouvindo as testemunhas e esperamos o resultado da perícia para determinar o que aconteceu”, diz a delegada Vanessa Alice, que investiga o caso. O curitibano Everton Vargas, 26, confessou à polícia ter dado os tiros – foram quatro disparos com uma pistola .380 que, segundo a polícia, está regularizada; o irmão dele, de 36 anos, que dirigia o veículo, também está detido. No momento em que foi baleada, Isabelly estava com a mãe, Rosania Domingos Santos, no banco de trás do carFALE COM A REDAÇÃO leitor.bsb@metrojornal.com.br 061/3966-4607 COMERCIAL: 061/3966-4615

O Metro Jornal circula em 21 países e tem alcance diário superior a 18 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, ABC, Campinas, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Espírito Santo e Maringá, somando 505 mil exemplares diários.

ro. Um amigo da adolescente e o pai dele ocupavam os bancos da frente. “Eles atiraram a uns 80 metros. Eu estava na janela e só senti uns vidros caindo assim, tudo no meu rosto. Aí eu disse assim: ‘Gente, eu levei um tiro’. (...) Aí daqui a pouco eu olho a Isabelly caída, e [pensei] assim: ‘a Isabelly desmaiou por causa do barulho’. Aí quando eu peguei ela assim, ela estava cheia de sangue”, relatou a mãe ontem. A adolescente foi a única atingida pelas balas. Isabelly mantinha no YouTube o canal Isa Top Show, em que entrevistava músicos, principalmente dos gêneros funk e sertanejo, que passavam pelo Paraná. METRO CURITIBA

Balanço parcial

CNBB foca no combate à violência

PRF: 87 pessoas morreram nas rodovias federais

A Igreja Católica celebrou o início da Quaresma, ontem, com a Missa da Quarta-feira de Cinzas e o lançamento da Campanha da Fraternidade 2018 abordando o tema “Fraternidade e superação da violência”, e o lema “Em Cristo somos todos irmãos”. Para o presidente da CNBB, cardeal Sergio da Rocha, a campanha quer ajudar as pessoas a fazerem análise profunda diante da complexidade da realidade da violência. “Não queremos oferecer solução, mas o valor da fé e do amor.” METRO CURITIBA

De sexta-feira até a 0h de ontem, 87 pessoas morreram nas rodovias federais. O balanço parcial da PRF (Polícia Rodoviária Federal) registrou 249 acidentes graves. Houve queda expressiva em relação ao mesmo período do ano passado, quando houve 309 acidentes e 131 mortes. Um total de 1.497 motoristas foram flagrados bêbados – queda de 22% em relação a 2017. As ultrapassagens irregulares foram a principal ocorrência: 8.109 autuações. Os números finais serão divulgados hoje.

EXPEDIENTE Metro Jornal. Presidente:Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe:Luiz Rivoiro (MTB 21.162) Diretor Comercial: Rogério Domingues Diretora Financeira: Sara Velloso Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

METRO BRASÍLIA

Filiado ao

Metro Jornal Brasília. Diretor-editor: Cláudio Humberto. Editor-Executivo: Lourenço Flores (MTB: 8075) Editores de Arte: Cláudia Lorena e Priscila S. Belavenute. Coordenadora Comercial: Isabela Ramos Grupo Bandeirantes de Comunicação Brasília. Diretor Geral: Flávio Lara Resende

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A, CNPJ 07.780.914/0001-61. Endereço: SBS Quadra.02 - Bloco "Q" - Ed. João Carlos Saad - 15º andar, CEP 70070-120, Brasília, DF, Tel.: 061/3966-4615. O Metro Jornal Brasília é impresso na Gráfica Moura.


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

03|

FOTOS: ILAN PELLENBERG/METRO RIO

Beija-Flor mostrou a insatisfação do povo na Avenida

Rio de Janeiro. Com um Carnaval crítico contra a corrupção e mazelas sociais, a Beija-flor de Nilópolis selou seu 14o campeonato; a ‘sensação’ Paraíso do Tuiuti garantiu o vice. Império Serrano e Grande Rio foram rebaixadas

‘GRITO’ DO POVO CONSAGRA CAMPEÃS Neguinho da Beija-Flor com o diretor de Carnaval, Laíla: emoção com o troféu da Beija-Flor

TÂNIA RÊGO/ AGÊNCIA BRASIL

A

s notas dos jurados da Liesa (Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro) confirmaram o que milhares de foliões já tinham mostrado na segunda-feira, quando, após o desfile da Beija-Flor, houve uma catarse na avenida. A agremiação de Nilópolis foi a melhor do carnaval, comoveu júri e arquibancada e ficou com o título do Grupo Especial. “Este ano, nós fizemos um carnaval de ratos e urubus. Independentemente do resultado, o nosso samba entraria para a história”, comemorou Neguinho da Beija-Flor. No segundo dia de desfiles, o intérprete da escola da Baixada Fluminense cantou um samba que denunciava mazelas sociais e comoveu o Sambódromo. O público desceu para a Sapucaí e desfilou com a letra na ponta da língua. Com o enredo “Monstro É Aquele Que Não Sabe Amar. Os Filhos Abandonados Da Pátria Que Os Pariu”, a Azul e Branco conquistou seu 14o troféu. O tema misturou a história de Frankenstein, lançada há 200 anos, e as dificuldades enfrentadas pelo povo brasileiro. Com gritos de “Fora, Temer” na apuração, vindos do público que acompanhava o resultado na Sapucaí, a vitória da Beija-Flor somente veio no último quesito: samba-enredo.

“Esse samba foi uma crítica ao que acontece no nosso país, à desigualdade. Existem muitos com pouco e poucos com muito.” NEGUINHO DA BEIJA-FLOR, INTÉRPRETE

Raíssa, rainha de bateria da Beija-Flor

Jojo Todynho brilhou na Azul e Branco

A conquista pode ser a última do diretor de Carnaval da campeã. “Se não chegarmos a um acordo, vou ajudar meu amigo Jayder [Soares, presidente da Grande Rio]”, afirmou Laíla, ontem. A festa do campeonato começou com o troféu sendo levado em carreata pelos com-

ponentes da Azul e Branco pelas ruas da cidade. À noite, com a quadra interditada pelo Ministério Público devido a problemas estruturais, a comemoração foi na Praça dos Estudantes, em Nilópolis. A diferença entre a primeira e a quinta colocadas foi de apenas três décimos.

Paraíso da Tuiuti, com 269.5; Salgueiro, com 269.5; Portela, com 269.4; e Mangueira, com 269.3, fecham a lista das cinco melhores escolas. A vice-colocação foi definida pelo critério de desempate. As escolas que foram punidas por causa do tempo não conseguiram evitar o rebaixamento. Império Serrano, que perdeu dois décimos por atravessar a avenida com um tempo menor do que o mínimo tolerado, e Grande Rio, que estourou o máximo estipulado pela Liesa e foi punida com a perda de meio ponto, ficaram na última e penúltima colocações, respectivamente. Ambas vão para a Série A porque, no ano passado, após acidentes envolvendo Paraíso do Tuiuti e Unidos da Tijuca, nenhuma delas foi rebaixada. GISLANDIA GOVERNO METRO RIO

RETRATO SOBRE DESVALORIZAÇÃO DO TRABALHADOR RENDE O VICE Ao se debruçar sobre as reminiscências da escravidão, com o enredo “Meu Deus, Meu Deus, Está Extinta a Escravidão?”, a Paraíso do Tuiuti criticou a precarização do trabalho no Brasil atual. E a aposta deu certo: a escola de São Cristóvão, na zona norte, foi a vice-campeã do Grupo Especial em 2018. “Esse resultado não é só de uma pessoa, ou só de um samba, mas de todo mundo”, analisou Thiago Monteiro, diretor de Carnaval da Paraíso da Tuiuti após o anúncio do resultado, no Sambódromo. Houve críticas a Michel Temer (MDB) e aos protestos que facilitaram sua chegada à Presidência. No fim

do desfile, a agremiação trouxe um carro alegórico com o presidente vestido de vampiro e alas que mostravam manifestantes manipulados e carteiras de trabalho maltratadas. Em 2017, um carro da Paraíso do Tuiuti se envolveu em um acidente e a escola só não foi rebaixada por conta de uma polêmica decisão da Liesa. O enredo atualizou as mazelas dos trabalhadores no ano em que a abolição da escravidão completa 130 anos. “Nós procuramos selecionar os melhores funcionários. Estou tão feliz quanto a Beija-Flor”, comemorou Renato Thor, presidentedaescoladazonanorte. METRO RIO

Carteiras de Trabalho desgastadas em ala da Paraíso da Tuiuti


04|

Política

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

CLÁUDIO HUMBERTO

COM ANDRÉ BRITO E TIAGO VASCONCELOS

WWW.DIARIODOPODER.COM.BR

PERTENCE JÁ NEM SE LEMBRA DAS TRIBUNAL DIGITALIZADO A presidência do ministro Ives foi marcada por deciDESFEITAS DE LULA O ex-presidente Lula teve sorte quando pediu a Sepúlveda Pertence, ex-presidente do Supremo, para atuar na sua defesa. Correu o risco de ouvir “não”, após tantas desfeitas. Certo de que perderia em 1998 para FHC, Lula apontou Pertence como “nome mais forte da esquerda” na eleição presidencial. Disse que viajaria ao Recife no dia seguinte para falar com Miguel Arraes e “bater o martelo”. Não viajou, não marcou nova reunião, não telefonou, não mandou recado, nada. Nunca.

sões importantes. Ele fez do TST o único tribunal superior sem processos de papel.

PALAVRAS DE POLÍTICO

“Sou filho das prévias. É bom, é saudável.” PREFEITO JOÃO DORIA (SÃO PAULO) DEFENDENDO PRÉVIAS NO PSDB PARA ESCOLHER CANDIDATOS

QUEM, EU? Sepúlveda Pertence não fazia ideia de que era cogitado para disputar a presidência naquele ano, até a reunião com Lula em Brasília.

TEVE TESTEMUNHA A reunião em que Lula chamou Pertence para ser candidato foi testemunhada por Sigmaringa Seixas, amigo comum e ex-deputado.

PENDURADO NA BROCHA Nos anos seguintes, o jurista voltou a ser cogitado por Lula, mas para vice. Mas, de novo, ele deixou o hoje advogado pendurado na brocha.

MISSÃO IMPOSSÍVEL Agora, a missão de Pertence é tentar encontrar uma maneira de livrar Lula de 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Rodrigo Maia (DEM-RJ) | MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Marcada para ser discutida a partir do dia 19 pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e os representantes do governo federal, a reforma da Previdência nem sequer está na pauta da Casa.

COM O SEU DINHEIRO Depois de levarem R$ 1,7 bilhão, tomados de assalto do contribuinte para bancar campanhas, partidos políticos pularam de alegria com a decisão do TSE de liberar mais R$ 888 milhões para as eleições.

TST MUDA DE PRESIDENTE E VICE, FALTAM LÍDERES Os líderes partidários da Câmara ainda não estão deE ISSO É POSITIVO

finidos para 2018, exceto de partidos como MDB, PT e PSDB. Outros, como PSB, PP, PCdoB, PV, e SD, nem sequer discutiram nomes internamente.

DEFESA DA LIBERDADE Como advogado, Carlos Ayres Britto defende o Facebook junto ao Supremo Tribunal Federal que presidiu. A empresa quer ser protegida de intimações para informar o que não tem (conteúdo de mensagens), o que provocou bloqueios do Whatsapp e até prisão de um executivo.

PUNIÇÃO DO MENSAGEIRO Alguns juízes não entendem que é tão absurdo tirar o Whatsapp do ar, por não informar o conteúdo de mensagens, quanto punir os Correios por não informar a polícia sobre o conteúdo de uma carta, por exemplo. Ives Gandra Martins Filho | MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

O ministro Ives Gandra Martins Filho encerrará no dia 26 sua histórica presidência no Tribunal Superior do Trabalho (TST), quando assumirá o cargo o ministro João Batista Brito Pereira, com Renato de Lacerda Paiva na vice-presidência. A notícia tranquilizadora para o país é que ambos são técnicos e nenhum dos dois esteve entre os adoradores do ativismo judicial, no TST, contrários à reforma trabalhista de 2017.

VANGUARDA DO ATRASO

CARNAVAL NORMAL O Carnaval deste ano eleitoral foi o menos contaminado pela política. Em outros anos, papagaios de pirata invadiam câmeras de TV ao vivo aos gritos “fora Dilma” ou “Lula na cadeia”. Até “fora Temer” foi raro.

MINISTROS TÉCNICOS

VIROU PUXADINHO Nanicos de esquerda e sindicalistas “aparelharam” o “Pacotão”, bloco criado nos anos 1970 por jornalistas de Brasília para ridicularizar a ditadura e os ladrões da política. Virou um puxadinho da CUT e do PT.

IVES MANDOU BEM

SEMPRE PERTO DO PODER

O PT anda tão mal das pernas que decidiu revisitar as “raízes” sindicalistas: sua pré-candidata ao governo do DF é Rosilene Corrêa, diretora do Sindicato dos Professores.

O ministro João Batista Brito Pereira foi membro do Ministério Público do Trabalho e o ministro Renato de Lacerda Paiva é juiz de carreira.

O ministro Ives Gandra Martins Filho fará falta. Sua atitude ponderada, positiva e altamente qualificada colocou o TST em outro patamar.

PODER SEM PUDOR

PENSANDO BEM... ...o Congresso brasileiro segue o calendário chinês: ano novo só semana que vem.

Político que se preza não perde procissão. Na Paraíba, o deputado Antônio Montenegro, obediente à regra, esteve certa vez na procissão de Santo Antônio, em Piancó. Aproximou-se para ajudar a carregar o andor, mas os quatro lugares já estavam

ocupados, um deles pelo senador Rui Carneiro, do MDB. Montenegro puxou o padre num canto e apelou: - Reverendo, eu queria pelo menos que o senhor deixasse eu ir perto da banda de música. Longe do poder é que não posso ficar...


06|

Trabalho. STF deve decidir sobre posse, diz Cármen A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia, decidiu manter suspensa a posse da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) no Ministério do Trabalho. Na decisão, a ministra entendeu também que a competência para julgar o caso é do STF e não do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que chegou a conceder uma liminar favorável à posse. Com isso, o STJ deverá encaminhar a documentação sobre o caso à Corte. A liminar que barrou a nomeação e que teve a decisão confirmada ontem foi dada por Cármen Lúcia em 22 de janeiro. A deputada tenta tomar posse desde 3 de janeiro, quando foi anunciada para o cargo pelo presidente Michel Temer, por indicação do PTB. Condenada em ações trabalhistas, Cristiane Brasil enfrenta diversas decisões desfavoráveis na Justiça desde 8 de janeiro e também teve denúncias de associação com o tráfico de drogas e ameaça a servidores do Rio de Janeiro divulgadas. Uma ala do partido chegou a sugerir uma troca, mas Temer manteve a indicação. Com a decisão, o caso será remetido para o plenário do STF, mas ainda não foi definida a data do julgamento. METRO BRASÍLIA

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{BRASIL}

Segovia segue no cargo, mas terá que se explicar Avaliação polêmica. Diretor-geral da PF falará ao STF e terá caso analisado pela Comissão de Ética Pública na segunda Mesmo após o mal-estar causado por declaração polêmica sobre “indicação” de arquivamento do inquérito contra o presidente Michel Temer (leia no box), o diretor-geral da PF (Polícia Federal), Fernando Segovia, permanecerá no cargo, mas terá que enfrentar uma maratona de explicações. Segovia foi intimado e irá pessoalmente prestar esclarecimento ao ministro Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), relator do inquérito dos portos na próxima segunda-feira. No mesmo dia, ele terá o caso debatido na Comissão de Ética Pública da Presidência. O Palácio do Planalto deu respaldo à permanência, mas ficará atento à postura do delegado, a quem deve orientar discrição. “Não existe de forma nenhuma essa cogitação [de demissão]. Eu penso que o diretor-geral deve sim observar inquéritos de grande repercussão. Até para impedir que se transforme em objeto de guerra política”, afirmou o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun. Associações O diretor-geral da PF come-

Entenda o caso

Chefe da PF e o inquérito contra Temer

Delegado está no cargo desde novembro | PEDRO LADEIRA/FOLHAPRESS

çou a série de justificativas pela própria categoria. Ontem, ele teve reunião a portas fechadas com a Fenadepol (Federação Nacional de Delegados da Polícia Federal. Nos próximos dias deve dedicar a agenda para conversar com outras entidades de delegados federais, que ficaram incomodadas com o que avaliam ser “interferência” da direção-geral no trabalho de investigação. As associações avaliam as explicações antes de decidir se pedem a abertura de in-

vestigações por descumprimento do Código de Ética da Polícia Federal. Ação na Justiça O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) ingressou com ação popular na Justiça pedindo o afastamento de Segovia do cargo. “Ele atuou como um advogado de defesa de Temer”, avaliou. MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

Campanhas terão dois fundos eleitorais Os partidos políticos ganharam um reforço no caixa para as eleições de outubro, a primeira majoritária sob a proibição de doações empresariais. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) autorizou, por meio de resolução, o uso do fundo partidário nas campanhas. Com isso, na prática, os políticos terão dois fundos: dos partidos, de R$ 888,7 milhões, e o que foi criado pelo Congresso na reforma política, de R$ 1, 7 bilhão. O total dos recursos disponível soma R$ 2,6 bilhões, mas poderá ser ainda maior, uma vez que alguns partidos não gastaram a totalidade dos recursos. “Os partidos políticos podem aplicar nas campanhas eleitorais os recursos do Fundo Partidário, inclusive aqueles recebidos em exercícios anteriores”, diz a resolução.

R$ 2,6 bi é o valor que estará disponível para as campanhas eleitorais de outubro, dinheiro vindo do fundo partidário e do fundo eleitoral O dinheiro não usado nas campanhas deverá ser devolvido à Justiça eleitoral. Os dois fundos O fundo partidário é usado para manutenção dos partidos, como pagamentos de funcionários e instalações de sedes estaduais, por exemplo. Uma fatia de 5% do valor total é dividida igualmente entre todos os 35 partidos políticos registrados no TSE e os 95% restantes proporcionalmente às legendas de acordo com o número de cadeiras na Câmara.

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha foi uma inovação na lei surgida como alternativa ao fim das doações privadas, imposta por decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), em 2015. Os recursos têm origem em parte das emendas parlamentares e dinheiro destinado a programa partidário exibido em cadeia de rádio e televisão em anos não eleitorais. Autofinanciamento O TSE já havia autorizado os candidatos a financiar as campanhas com dinheiro próprio, até um limite. Os valores variam de R$ 70 milhões para presidente da República; R$ 21 milhões, governador; R$ 5,6 milhões, senador; R$ 2,5 milhões, deputado federal; e R$ 1 milhão, distritais e estaduais. METRO BRASÍLIA

Fundo por partido

1 2 3 4 5

PT R$ 118 milhões PSDB R$ 97 milhões MDB R$ 95 milhões PP R$ 57 milhões

PSB R$ 56 milhões

Menores valores

33 34 35

PCO R$ 1,4 milhão PMB R$ 1,2 milhão Novo R$ 1,2 milhão

tor de portos por um decreto presidencial. Para Segovia, não há provas de crime. “O que a gente tem visto... (é que) nos depoimentos as pessoas têm reiteradamente O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, confirmado que não houve nenhum tipo de corrupdeu entrevista à agência ção, não há indícios real“Reuters”, afirmando que mente de qualquer tipo de havia uma tendência de arquivamento do inquéri- recurso ou dinheiro envolto contra o presidente Mi- vidos. Há muitas conversas chel Temer. A investigação e poucas afirmações que levem realmente a que haja apura suposto favorecimento de empresas no se- um crime.” METRO BRASÍLIA

Deputado pede convocação de diretor na CCJ da Câmara O deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) apresentará na segunda-feira um pedido para que o diretor-geral da PF (Polícia Federal), Fernando Segovia, seja convidado a comparecer para prestar esclarecimentos na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara. “Estou apresentando requerimento à CCJ para que

ele tente explicar o que quis dizer ou pelo menos se retrate do absurdo que disse”, afirmou Molon. Segovia pode recusar o convite. Neste caso, o deputado da oposição afirmou que apresentará um pedido de convocação do ministro da Justiça, Torquato Jardim, superior hierárquico do diretor-geral da PF. METRO BRASÍLIA

Venezuela. Governo decreta ‘emergência social’ em RR Diante do alto fluxo de imigrantes vindos da Venezuela, Roraima terá reforço nas fronteiras e apoio aos estrangeiros. Uma medida provisória será editada entre hoje e amanhã pelo presidente Michel Temer decretando estado de emergência social. Está prevista a montagem de um hospital de campanha para atendimento dos venezuelanos e 200 militares ficarão responsáveis pela ajuda humanitária. As fronteiras terão pontos de controle, mas haverá monitoramento da situação dos imigrantes já espalhados pelo Estado. O Brasil não irá barrar entrada, porque é signatário de acordos internacionais de imigração. As medidas serão coordenadas por um comitê formado por oito ministérios. “Um dos propósitos é prote-

Imigrantes saíram do país vizinho para fugir da crise | UNODC/REUTERS

ger nossa população sem descuidar da gravíssima tragédia humanitária que temos hoje na nossa fronteira”, explicou o ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, Sérgio Etchegoyen. Somente em Boa Vista, em torno de 40 mil venezuelanos se instalaram e muitos estão vivendo nas ruas. O número representa 10% da população da cidade. METRO BRASÍLIA


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{BRASÍLIA}

07|

A folia encolheu, mas o lixo... Carnaval. GDF esperava 1,5 milhão de pessoas, mas público estimado ficou em 746 mil foliões; secretário afirma “não ter como saber” a razão O carnaval de Brasília deste ano atraiu menos foliões em comparação com o do ano passado. O balanço oficial divulgado ontem pelo Governo do Distrito Federal aponta que foram cerca de 746 mil pessoas nos 229 eventos cadastrados pela Secretaria da Cultura durante os quatro dias de folia. A expectativa era de 1,5 milhão, o mesmo público do ano passado. Mesmo com público tão menor, o SLU (Serviço de Limpeza Urbana) recolheu mais toneladas de lixo do que no ano passado. Foram 118 em comparação com 95 em 2017. O secretário de Cultura, Guilherme Reis, preferiu fazer uma análise mais rósea do resultado deste ano, sustentando que o carnaval está, na verdade, em expansão na capital, devido à descentralização dos eventos: “O carnaval não aconteceu só no Plano Piloto, mas sim nas 16 regiões administrativas do DF”. Foi evasivo ao ser questionado sobre a razão da queda tão drástica de participantes da festa nas ruas. “Talvez

746 mil 118 pessoas foram para as ruas nos 229 eventos deste ano; em 2017, em 116 eventos, haviam sido 1,5 milhão de foliões

toneladas de lixo foram recolhidos durante o carnaval. deste ano No ano passado, o número foi menor: 95 toneladas

pela chuva ou pelo brasileiro estar com mais condições de viajar, este ano o público diminuiu. Não tem como a gente saber. Isso não cabe a nós, mas a um estudo sociológico”, chegou a dizer. O secretário de Segurança Pública e Paz Social do DF, Cristiano Barbosa Sampaio, afirmou que a festa foi a mais tranquila até hoje. “Em 2017, foram registradas 562 ocorrências de sábado até as 6h da manhã de quarta-feira de cinzas. Este ano, foram 437 até o mesmo horário, o que representa uma redução de 22,2%”, comemora o secretário, apesar de casos de esfaqueamento, brigas e depredação de transportes públicos. A ‘calma’ alegada, porém, contrasta com dados como os

do Metrô: 41 vagões foram danificados e cinco tiveram que ser retirados de circulação, tamanha a gravidade dos danos. Isso forçou a diminuição de um trem (de 24 para 23) na escala diária. O Detran-DF (Departamento de Trânsito do Distrito Federal) comemorou não haver registro de mortes durante a folia deste ano – no ano passado, foram cinco. O número de autuações saltou de 1.347 para 2.133 em 2018. A principal irregularidade foi estacionamento irregular (619). Foram flagrados 120 motoristas dirigindo após o consumo de bebida alcoólica, contra 161 em 2017. ANA LUIZA VINHOTE METRO BRASÍLIA

GDF libera acessos ao Eixão Sul e passagem de pedestres na Galeria O GDF liberará hoje, a partir das 6h, os acessos laterais de trânsito ao Eixão Sul, contornando o local do viaduto que desabou sobre a Galeria dos Estados até o Buraco do Tatu. A passagem de pedestres do local, na saída do metrô, também estará liberada. Ontem, o governador Rodrigo Rollemberg visitou o local da obra – durante todo o carnaval, técnicos trabalharam no escoramento da estrutura, com vigas de ferro e andaimes na sustentação. “Nosso grande desafio agora é, com a mesma agilidade, fazer a recuperação do viaduto”, afirmou o governador. Rollemberg pediu aos proprietários dos quatro carros esmagados pelo viaduto e aos empresários de estabelecimentos do local que procurem o governo para “abrir o diálogo” sobre uma possível indenização. Amostra de concreto Também ontem começou a retirada de amostras de concreto do viaduto. O processo

Amostras de concreto começaram a ser colhidas ontem | TONINHO TAVARES/AGÊNCIA BRASÍLIA

deve ser concluído hoje e entregue à UnB (Universidade de Brasília), que vai analisar o material em até uma semana. Só a partir do laudo final será possível definir se será necessária a demolição total do viaduto ou se vai ser possível utilizar as lajes que restaram. O orçamento da obra também só será feito a partir daí. “O que posso garantir é que não faltarão recursos para que consigamos recupe-

rar”, avisou Rollemberg. Outros monumentos O governador assegurou que a Novacap (Companhia Urbanizadora da Nova Capital) está de olho nos demais equipamentos da cidade que precisam de atenção. “Nós estamos vistoriando todas as pontes e viadutos, e vamos fazer todas as obras de manutenção e reforço estrutural que precisarem ser feitas”, disse. METRO BRASÍLIA

746 mil pessoas curtiram o carnaval nos 229 eventos do Distrito Federal este ano | ANDRE BORGES/AGÊNCIABRASÍLIA

Ponte JK. Acidente. Bebê cai de berço em hospital público Peças se Um bebê de 11 meses caiu de um berço na enfermaria do Hospital Regional de Planaltina no domingo, após apoiar-se na grade de proteção. Devido à queda, a menina ficou com um coágulo de sangue sob o olho. O bebê havia sido internado com diagnóstico de dengue e infecção urinária na sexta-feira. A mãe da menina, Ana Karina dos Santos, 29, conta que travou a grade e se virou para jogar restos de alimentos no lixo, e logo em seguida a menina caiu. “Quando chegamos, ela foi internada numa cama, pois não tinha um local adequado. Mesmo depois do acidente, ela ficou no berço até segunda-feira por não ter outro disponível”, lembra. Apesar do susto, a mãe disse que a menina foi atendida de imediato pelos médicos. “Fiquei revoltada com a situação. Minha filha foi internada por um motivo e sai com um hematoma no rosto por causa dessa queda”, reclamou. Ana Karina registrou ocorrência na 16ª Delega-

soltam e faixa é interditada

Criança caiu do berço por falta de manutenção | REPRODUÇÃO FACEBOOK

cia de Polícia de Planaltina e a criança passou por exame no IML (Instituto Médico Legal) na tarde de ontem. Em nota, o hospital esclareceu que o berço em que ocorreu o acidente já foi retirado do local. Os outros foram avaliados pela equipe de Engenharia e, segundo parecer, estão adequados para uso. Ainda segundo o hospital, a direção orientou a mãe sobre o procedimento para travar as grades do berço corretamente. METRO BRASÍLIA

Na manhã de ontem, peças que protegem a junta de dilatação da Ponte JK se soltaram e uma faixa foi interditada no sentido Lago Sul. A ponte havia sido verificada por técnicos da Novacap na terça, em uma manutenção de rotina, mas só foi interditada ontem para receber os reparos. Segundo a empresa, três peças de borracha que protegem a junta de dilatação se soltaram, mas isso não traz riscos à estrutura da ponte, que será reformada ainda este ano. As pontes Honestino Guimarães e do Bragueto também foram vistoriadas e monitoradas e alegadamente não correm risco de desabamento. No sentido bloqueado não houve engarrafamento, mas, para quem seguia em direção ao Plano Piloto, a fila de carros começava na tesourinha da EPDB (Estrada Parque Dom Bosco) e seguia até o fim da ponte. A faixa foi liberada ainda ontem. METRO BRASÍLIA


08|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{ECONOMIA}

Economistas cortam projeção de inflação Operadores na Bolsa de Nova York | ANDREW KELLY/REUTERS

Mercados. Bolsa sobe 3,27%; dólar cai a R$ 3,23 O dólar recuou ontem 2,27%, a R$ 3,2274 na venda, maior perda diária desde 24 de janeiro (-2,44%). O Ibovespa, principal índice da B3, subiu 3,27%, a 83.543 pontos, após três quedas seguidas. O mercado brasileiro acompanhou a cena externa após dois dias sem negociações devido ao Carnaval. Na Bolsa, a sessão também foi marcada pelo vencimento dos contratos de opções e de contrato futuro, além do movimento de ações ajustando-se ao movimento de seus ADRs (recibo de ações negociados nos EUA) nos dois dias sem pregão no mercado local.

O bom humor no exterior veio após a divulgação de que a inflação ao consumidor nos Estados Unidos avançou mais do que o esperado em janeiro, mas que as vendas no varejo na maior economia do mundo surpreenderam e caíram no mês passado. Esse sinal de perda de força da economia norte-americana acabou se sobrepondo ao de inflação mais forte, depois dos fortes movimentos de aversão ao risco vistos recentemente nos mercados financeiros diante da preocupação de que o Fed, banco central dos EUA, possa elevar os juros mais rapidamente do que o esperado. METRO

Energia pré-paga. Aneel abre consulta pública A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) abriu consulta pública para ouvir os consumidores sobre o pré-pagamento de energia elétrica. Para o órgão regulador, o sistema pode auxiliar os consumidores no controle dos gastos com a energia. Na modalidade, o pagamento é realizado em momento anterior ao consumo. A proposta é que o Zona do euro

consumidor defina a quantidade de energia que será comprada e a periodicidade de recarga. Os interessados podem contribuir até 19 de março respondendo ao questionário elaborado pela Aneel, disponível no site aneel.gov. br, ou enviando contribuições ao processo para o e-mail cp016_2017@aneel. gov.br. METRO

Focus. Previsão para alta do IPCA neste ano recua de 3,94% para 3,84%, segundo boletim. Analistas consultados pelo BC mantêm estimativa de Selic em 6,75% ao fim de 2018 O mercado financeiro reduziu pela segunda semana seguida a projeção para a inflação neste ano. A estimativa para a alta do IPCA caiu de 3,94% para 3,84%, segundo o boletim semanal Focus do Banco Central. O corte na expectativa de inflação deste ano acontece após a divulgação do IPCA de janeiro, que apresentou alta de 0,29%. A taxa foi a menor para o mês desde a criação do Plano Real, em 1994, e ficou abaixo da estimativa do mercado. A projeção segue abaixo do centro da meta do governo de 4,5%, mas acima do limite inferior de 3%. Para 2019, a estimativa para a inflação está perto do centro da meta, em 4,25%. Na semana passada, o BC cortou a Selic para o pi-

EXPECTATIVAS DO MERCADO 2018

2019

3,84 4,25

IPCA

3,3 3,4

Câmbio

6,75

Selic

8 2,7 3

PIB FONTE: BANCO CENTRAL

so histórico de 6,75% ao ano e sinalizou que o ciclo de afrouxamento monetário pode acabar no mês seguinte, mas ressalvou que mudanças na evolução do cenário e do balanço de riscos poderiam levar a uma redução adicional.

De acordo com a previsão das instituições financeiras consultadas pelo BC, a Selic encerrará 2018 no atual patamar e subirá ao longo de 2019, encerrando o período em 8% ao ano. O Top 5, grupo de economistas que mais acerta as pro-

jeções, prevê agora que os juros vão fechar este ano a 6,75%, frente aos 6,50% vistos na semana anterior, nos dados de médio prazo. Atividade econômica A estimativa do mercado financeiro para a expansão do PIB permanece em 2,70%, neste ano, e em 3%, em 2019, segundo a pesquisa do Banco Central. A projeção para a cotação do dólar ao fim de 2018 segue em R$ 3,30. Para o fim de 2019, a projeção ficou praticamente estável, indo de R$ 3,40 para R$ 3,39. As instituições financeiras também projetam que a dívida líquida do setor público deve encerrar 2018 em 55,5% do PIB. Para o fim de 2019, a projeção é 57,9% do PIB. METRO

Manteiga e azeite voltam ao carrinho PRESENÇA NOS LARES Em % ANO MÓVEL NOV/16

ANO MÓVEL NOV/17

32,94 36,8

2 .089.924

30,29 32,99

1.461.864

Manteiga Batata Congelada

NOVOS LARES COMPRADORES NO PERÍODO

62,68 64,89

Requeijão Azeite Pão Industrializado

45,46 47,5

1.196.563 1.104.519

75,97 77,87

1.028.719

FONTE: KANTAR WORLDPANEL

Com a queda da inflação e início de recuperação do mercado de trabalho, os brasileiros estão aos poucos retomando alguns hábitos. Segundo pesquisa da Kantar Worldpanel, itens como manteiga, batata congelada, requeijão e azeite, por exemplo, voltaram aos carrinhos de supermercado. Na comparação dos 12 meses terminados em novembro de 2017 com igual período do ano anterior, só a manteiga ganhou 3,9 pontos percentuais de penetração, ou seja,

mais de dois milhões de novos lares consumiram o produto. A batata congelada, com crescimento de 2,7 pontos percentuais, atingiu 1,4 milhão de novos domicílios. Itens como massa fresca, adoçante, água mineral, escova dental e xampu também tiveram índices positivos. “Além de novos compradores, essas categorias cresceram em volume e valor, tendo agora pela frente o desafio de aumentar sua frequência”, diz a consultoria. METRO

Walmart no Brasil

PIB tem maior alta em 10 anos

Sonae nega negociação

O PIB da zona do euro teve expansão anual de 2,7% e cresceu 0,6% no quarto trimestre de 2017 ante os três meses anteriores, segundo a agência de estatísticas Eurostat. A taxa anual é a maior desde os 3% de 2007. A produção industrial saltou mais do que o esperado em dezembro, impulsionada pela fabricação de bens de consumo duráveis e bens intermediários. METRO

O grupo português de varejo Sonae negou interesse em adquirir as operações brasileiras do Walmart, após o jornal “Valor Econômico” reportar que a empresa estuda a aquisição. “A Sonae não tem por política comentar especulações de mercado. No entanto podemos dizer que não estamos envolvidos neste tema”, disse a empresa em resposta à “Reuters”. METRO

Transporte. Uber nos EUA limita jornada de motoristas Motoristas do Uber nos Estados Unidos não poderão mais fazer jornadas além das 12 horas. A nova regra, válida, por enquanto, apenas para o país, deve começar a vigorar até o fim deste mês. As jornadas serão limitadas pelo aplicativo, que passará por atualização. Os motoristas receberão avisos quando o período de 12 horas se aproximar. O primeiro será quando alcançarem 10 horas seguidas, outro

com 11 horas e o último faltando 30 minutos. Após 12 horas, o aplicativo será automaticamente desconectado por seis horas. Prejuízo de US$ 4,5 bi A Uber informou ontem que teve um prejuízo de US$ 4,5 bilhões em 2017. Somente no quarto trimestre, as perdas foram de US$ 1,1 bilhão, abaixo do prejuízo registrado nos três meses anteriores, de US$ 1,46 bilhão, segundo a “Reuters”. METRO

Motoristas nos EUA devem parar após 12 horas no volante | SIMON DAWSON/REUTERS


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{MUNDO}

09|

Líder da África do Sul não resiste à pressão e renuncia Acusado de corrupção. Jacob Zuma anunciou ontem que deixa o cargo que ocupa há nove anos. Vice-presidente Cyril Ramaphosa assumirá O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, renunciou ontem ao cargo, acatando pedido feito por seu partido, o CNA (Congresso Nacional Africano). O líder sul-africano responde por cerca de 800 acusações de corrupção em contratos de armas do fim dos anos 1990 e é investigado por usar o Estado para favorecer empresários com concessões públicas milionárias. Zuma, de 75 anos, ocupava o cargo desde 2009 e seu atual mandato terminaria em 2019. A direção do CNA tem o poder de solicitar a saída de seus membros no governo, como aconteceu em 2008 no caso do presidente Tha-

bo Mbeki. Se não renunciasse, Zuma poderia ser destituído por meio de uma moção no Parlamento nos próximos dias. O líder do partido e vice-presidente, Cyril Ramaphosa, deve ocupar o cargo. O CNA governa o país desde 1994, com Nelson Mandela. “Eu cheguei à decisão de renunciar como presidente da República, com efeito imediato. O CNA não ficará dividido em meu nome”, disse Zuma em discurso de 30 minutos em Pretória. Em entrevista durante a manhã a uma rede estatal, ele havia afirmado que a decisão do partido era injusta e não estava disposto a renunciar. Zuma foi figura impor-

tante da luta anti-apartheid ao lado de Nelson Mandela entre 1960 e 1980. Ele ficou preso por 10 anos e passou 15 no exílio antes de voltar ao seu país para carreira política. Entre 1999 e 2005, ocupou o cargo de vice-presidente durante o governo de Thabo Mbeki. Investigações Policiais realizaram ontem operação na casa de luxo da família Gupta, acusada de tráfico de influência e de interferir na indicação de ministros do governo. Três pessoas foram presas. A emissora estatal da África do Sul, SABC, disse que um membro da família Gupta está entre os detidos. METRO

Estudantes tiveram de deixar escola | REPRODUÇÃO/ WSVN/VIA REUTERS

Ataque em escola na Flórida deixa ao menos 17 mortos O ataque a uma escola em Parkland, na Flórida, a cerca de 70 quilômetros de Miami, deixou ao menos 17 mortos na tarde de ontem, informou a polícia local. Outras 14 pessoas foram hospitalizadas. Os tiros foram ouvidos logo após o sinal das 14h30, no horário dos Estados Unidos. Os alunos se esconderam nas salas de aula até serem resgatados pela polícia, disseram amigos e familiares. “Há inúmeras mortes. É uma situação horrível”, dis-

se a jornalistas o superintendente de escolas do condado, Robert Runcie. O atirador foi identificado como Nicholas Cruz, um ex-aluno expulso da Stoneman Douglas High School. Ele teria 19 anos e agiu sozinho. De acordo com a agência de notícias “Ansa”, o homem teria usado um fuzil e uma máscara de gás em seu ataque. Professores teriam descrito o atirador como um “menino difícil” e integrante de grupos pró-armas nas redes sociais. Ele foi pre-

so por policiais duas horas após o incidente. O presidente norte-americano, Donald Trump, postou uma mensagem sobre o assunto no Twitter. “Nenhuma criança, professor ou qualquer outra pessoa jamais deveria se sentir insegura em uma escola americana”, escreveu. A região é conhecida pelo grande número de brasileiros. O consulado do Brasil em Miami disse que não havia vítimas do país no incidente. METRO

Zuma fez seu último pronunciamento no cargo ontem | FOTOS: MIKE HUTCHINGS/REUTERS


10|

2 CULTURA

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

CULTURA}

Festival dá ‘empurrão’ para duetos essenciais Experia. Evento criado em Brasília retorna à capital na Caixa Cultural promovendo encontros entre nomes da música que, apesar das afinidades de estilo, ainda não haviam trabalhado juntos. Agenda vai até domingo, com ingressos a R$ 10 Nada melhor para curar a ressaca de carnaval do que uma dose de boa música. De hoje a domingo a Caixa Cultural de Brasília recebe a terceira edição do Festival Experia, que estreou na capital em 2016. O evento volta ao calendário da cidade trazendo consigo os espetáculos de estreia no DF das novas turnês de artistas como As Bahias e a Co-

zinha Mineira, Curumin e Marcia Castro (confira a programação completa abaixo). A ideia do festival é colocar no mesmo palco artistas que têm um estilo parecido, mas que ainda não têm trabalhos juntos. “Muitas vezes os artistas até se conhecem, já até atuaram como produtores uns de álbuns do outro, mas é a primeira vez em que so-

“A missão é promover encontros entre artistas afins, e isso às vezes vai para além do festival.” ANAMARIA RIGOTTO, CRIADORA DO EVENTO

bem no mesmo palco”, diz a curadora e criadora do Experia, Anamaria Rigotto.

“Vamos ter muitos shows inéditos em Brasília, e isso aconteceu de maneira orgânica. Não era um critério que os artistas tivessem feito lançamentos, eles simplesmente fizeram, porque essa cena independente produz o tempo inteiro”, completa. Durante as apresentações, embora o repertório do artis-

As Bahias e a Cozinha Mineira convidam BNegão. Hoje, 20h.

1

2

A dupla de cantoras trans Raquel Virgínia e Assucena Assucena apresenta o repertório do CD “Bixa” (2017) pela primeira vez no DF, em estreia com o rapper BNegão.

O cantor paulista Curumin apresenta seu mais recente álbum, “Boca” (2017), em uma estreia acompanhado do baiano Russo Passapusso, vocalista do Baiana System.

Internada Aos 83 anos, a atriz Glória Menezes está internada desde anteontem no Hospital CopaStar, no Rio, devido a um quadro de infecção respiratória. De acordo com um boletim médico, ela teve uma melhora na manhã de ontem e está estável, mas até o fechamento desta edição ela seguia sem previsão de alta. A última vez que ela atuou na TV foi na novela “Totalmente Demais” (2015), da Globo.

Juliana Perdigão convida Tulipa Ruiz. Sábado, 20h.

4

Segundo show de sábado traz a mineira Juliana Perdigão acompanhada por sua banda, Os Kurva, cantando o disco “Ó” (2016), com a participação de Tulipa Ruiz, que lançou recentemte “Tu” (2017).

METRO BRASÍLIA

Curumin convida Russo Passapusso. Amanhã, 20h. Pélico convida Filipe Catto. Sábado, 17h.

3

Primeira sessão de sábado traz o paulistano Pélico, que está finalizando um novo CD, em um show ao lado do gaúcho Filipe Catto, que apresenta parte do disco recém-lançado dele, “Catto” (2017).

Marcia Castro convida Otto. Domingo, 19h.

5 Glória Menezes

BRUNO BUCIS

1. AVA ROCHA/DIVULGAÇÃO 2. GUSTAVO VARGAS/DIVULGAÇÃO

1. GUI PAGANINI/DIVULGAÇÃO 2. DIVULGAÇÃO

1. MAURO RESTIFFE/DIVULGAÇÃO 2. RODRIGO SCHIMIDT/DIVULGAÇÃO

ta principal seja o foco, haverá releituras de canções também dos convidados. Os ingressos – os poucos que restam – custam R$ 10 a meia (também pagam meia os doadores de 1 kg de alimentos não perecíveis).

A baiana Marcia Castro lança em Brasília sua versão eletropop do álbum “Treta” (2017), com participação do pernambucano Otto, que também pôs álbum novo na praça no ano passado, “Ottomatopeia”.

1. LUCAS SILVESTRE/DIVULGAÇÃO 2. LORENA DINI/DIVULGAÇÃO 1. E 2. DIVULGAÇÃO


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

11|

Favorito ao Oscar fica entre a tensão e o riso Estreia. ‘Três anúncios para um crime’ tem atuações brilhantes e uma história envolvente sobre um duelo entre a esperança e a violência O diretor Martin McDonagh ganhou trânsito em Hollywood com filmes de humor sombrio, como “Sete Psicopatas e um Shih Tzu” (2012) e “Na Mira do Chefe” (2008), depois de vencer o Oscar de curta de ficção em 2006, mas foi com “Três Anúncios para um Crime” que ele foi alçado de vez ao circuito de premiações. Além de conquistar o Globo de Ouro, seu novo longa, que estreia hoje no Brasil, foi indicado a sete prêmios da Academia com uma trama nada óbvia sobre o embate entre desejo de vingança – que leva o espectador ao riso em um momento para, no instante seguinte, fazê-lo desviar os olhos da telona. No filme, Frances McDormand encarna Mildred, uma mulher de meia idade ainda de luto pelo assassinato de sua filha adolescente, ocorrido meses antes. Sem nenhuma pista conclusiva, o caso está prestes a ser esquecido nos arquivos da polícia e, para demonstrar sua indignação, ela aluga outdoors e publica ne-

Sam Rockwell e Frances McDormand levaram o Globo de Ouro | DIVULGAÇÃO

les anúncios nos quais culpa Willoughby (Woody Harrelson), o chefe da polícia, pela morosidade no caso. Ele precisa lidar com a humilhação pública ao mesmo tempo em que enfrenta um problema de ordem pessoal. Ele entende a dor de Mildred, ao contrário do preconceituoso policial Dixon (Sam Rockwell), que busca retaliar a mãe de alguma maneira. Embora ela seja a clara protagonista, o filme evita tomar partido de um persona-

ge em detrimento do outro, mostrando nuances mesmo quando o público crê estar diante de um vilão. Provocando risos nervosos, “Três Anúncios para um Crime” faz reflexões sobre a legitimidade do ódio, mesmo que ele seja incapaz de resolver as dores de quem o sente. Essa potência se fortalece não só no roteiro esperto do filme, assinado por McDonagh, mas principalmente pela atuação espetacular de seu trio protagonista. METRO

Violência do cotidiano dá o tom de peça no CCBB Uma família já em tensão pelas obras no apartamento onde mora se aproxima da loucura quando uma bala perdida invade o apartamento. Essa é a trama do espetáculo inédito “Apartamento 403”, que começa hoje no CCBB uma curta temporada até domingo. Inspirado no universo do cartunista norte-americano Jules Feiffer (“Mate minha mãe”) e sob a batuta de Fernando Guimarães, um dos mais conhecidos diretores teatrais do DF, o espetáculo traz 13 atores no elenco. A produção mistura nomes gabaritados com o de jovens atores para contar a história satírica de uma nu-

Família atormentada é a base do espetáculo | STUDIO SARTORYI/DIVULGAÇÃO

merosa família que convive com a violência banal, a corrupção e os discursos de ódio em apenas uma tarde. “‘Apartamento 403’ traz um final irônico, que só poderia ser superado pelos noticiários da televisão”, promete

o diretor do espetáculo, que forma o coletivo Irmãos Guimarães ao lado de seu irmão, Adriano. A peça será apresentada de hoje a sábado, às 20h, e domingo, às 19h. As inteiras custam R$ 20. BRUNO BUCIS/METRO BRASÍLIA


Estratégia e tática são pontos fortes

Os poderes do Pantera são derivados da erva-coração, ministrada apenas por sacerdotes de Wakanda

Habilidade em todas as formas de combate

Wakanda detém farta reserva do poderoso metal fictício Vibranium ‘Killmonger’, O VILÃO (Michael B. Jordan) Item é responsável pelo alto desenvolvimento tecnológico do país

QU EM

Ulysses Klaue, O TRAFICANTE (Andy Serkis) O escudo do Capitão América é feito do material, que absorve energia cinética

QU EM É Ramonda, A MÃE (Angela Bassett)

Herói foi criado em 1966 por Stan Lee e Jack Kirby

Shuri, A IRMÃ (Letitia Wright)

FO TO S

DIV

UL

Atual série do herói é escrita por Ta-Nehisi Coates

Nakia, ESPIÃ DE WAKANDA (Lupita Nyong’o)

WINSTON DUKE

OR IGE NS NO SQ UA DR INH OS

T’Challa, O PANTERA (Chadwick Boseman)

GA ÇÃ O

Depois de o público feminino ganhar o primeiro blockSentidos sobre-humanos, buster em torno de uma como visão ultravioleta e grande super-heroína, com sensor de olfato “Mulher-Maravilha” (2017), chega a vez de a comunidade afrodescendente ver-se espelhada em “Pantera Negra”, que estreia hoje. Atributos físicos Produzido e estrelado por aprimorados, uma equipe majoritariamencomo força, te negra, o longa promete se velocidade tornar um marco. A estimatie resistência va é de que ele lucre US$ 150 milhões já em seu fim de semana de estreia, provando que representatividade pode, sim, ser lucrativa. No entanto, sua importância está mesmo na forma com que ele destaca o protagonismo negro. A trama é centrada em T’Challa (Chadwick Boseman), que herda a coroa do fictício país africano de Wakanda após ver seu pai ser morto em um atentado mostrado em “Capitão América: Guerra Civil” (2016). No trono, ele enfrenta um dilema: manter o isolamento de seu país, que garante a riqueza e o bem-estar da população local, ou compartilhar com o resto do mundo a evolução tecnológica desenvolvida ali? Esse questionamento se aprofunda quando ele é confrontado por Erik Killmonger (Michael B. Jordan), provavelmente o vilão mais complexo já apresentado pela Marvel nos cinemas. A direção de Ryan Coogler (“Fruitvale Station”) se preocupa o tempo inteiro em faOkoye, zer uma ponte entre passado LÍDER DO EXÉRCITO e futuro, na rica trilha sonora (Danai Gurira) – que passeia de ritmos tradicionais africanos ao hip-hop –, no figurino – que mescla trajes tradicionais e futuristas – ou nos rituais, que levam T’Challa a se ver despojado de seus poderes para duelar com líderes de outras tribos pela manutenção da coroa. As mulheres ganham tamW’Kabi, MELHOR bém um peso nunca antes visAMIGO DE to em outro filme da Marvel. T’CHALLA Elas são as responsáveis por (Daniel Kaluuya) manter a retaguarda do herói a partir do exército, liderado Zuri, por Okoye (Danai Gurira), das CONSELHEIRO habilidades de espionagem de REAL Nakia (Lupita Nyong’o), par (Forest romântico do Pantera, e dos Whitaker) gadgets inventados por Shuri (Letitia Wright), a genial irmã adolescente de T’Challa. O resultado é um filme vibrante, de rico apelo visual e Everett K. forte teor político, provando Ross, AGENTE que a cultura pop pode resDO FBI ponder, sim, aos anseios de (Martin Freeman) seu tempo. METRO

ME T RES AL DE PO NSA

PO DER ES D OP AN TER A

NEG RA

Estreia hoje. ‘Pantera Negra’ promete virar blockbuster com trama politizada cheia de referências que conectam passado e futuro da comunidade afrodescendente

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

ERV AD AN AD A

12|

Christopher Priest escreveu uma popular série do herói nos anos 1990

A série assinada por Reginald Hudlin introduziu o reino de Wakanda

Conhecido por atuar na série “Person of Interest”, o ator de Trinidade e Tobago encarna o vilão M’Baku, que disputa a coroa de Wakanda com T’Challa. M’Baku tem ares de vilão. Como você o descreveria? Eu diria que ele é um herói, que é alguém responsável e que escuta. Não diria que é um vilão. Simplesmente é uma pessoa com pontos de vista diferentes dos de T’Challa. Ele acredita que seria um líder melhor para seu povo. Isso faz com que seja um homem de muita integridade. Esse é o papel mais importante de sua carreira? Creio que só agora me dou conta do quão grande tudo isso foi de verdade. Enquanto rodava, apenas me concentrei no potencial desse projeto para fazer o meu melhor. Agora que tudo terminou estou nesse ponto em que as pessoas estão encantadas com o filme. Esse é um sentimento enorme. Algum ator o inspirou pelo caminho? Suponho que os de sempre. Gosto de Denzel Washington, mas, para ser sincero, tive a honra de trabalhar neste filme com meus ídolos, Angela Bassett e Forest Whitaker, que são pessoas que admirei durante toda a vida. Acho que sou sortudo. METRO INTERNACIONAL


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{CULTURA}

13|

Refugiados, terrorismo e crise na Venezuela estão entre os temas das imagens indicadas à premiação das melhores fotos do ano pela associação World Press Photo. Conheça alguns dos trabalhos que estão na disputa, que anuncia seus vencedores em 12 de abril. METRO SÃO PAULO Garota sequestrada pelo Boko Haram em foto de Adam Ferguson para o ‘The New York Times’

Manifestante em chamas durante confrontos na Venezuela em foto de Romaldo Schemidt, da agência France Presse

Iraquiano mata terrorista em foto de Goran Tomasevic para a Reuters

Realidade de impacto Toby Melville, da agência Reuters, clicou vítima de atropelamento em Londres

Toby Melville também foi indicado por outras imagens do atropelamento, como esta O registro de Patrick Brown, da Panos Pictures para a Unicef, mostra corpos de refugiados mortos afogados

Ivor Prickett apresenta civis que sofreram sob o Estado Islâmico em Mosul, no Iraque


14|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{PUBLIMETRO} DIVULGAÇÃO

Leitor fala

Os invasores

Asfalto ruim O sistema de vias automotivas em Brasília é muito precário. Tem um asfalto péssimo e isso dificulta o fluxo de carros. A má construção de pistas, estradas, sinalização e precariedade nos transportes públicos influenciam muito nisso. Se fossem dadas propostas para resolução, muita coisa mudaria aqui em Brasília. Além do mais nós somos habitantes de uma cidade em constante operação de obras e precisamos nos deslocar frequentemente pela cidade.

Cruzadas

Com o Eyespeak é possível digitar com os olhos e reproduzir o que foi escrito

CAIO CÉSAR GARCIA - CEILÂNDIA (DF)

É possível digitar só usando os olhos

Obras inacabadas Aqui em Brasília tem um sério problema de inauguração de obras em excesso. Não tem nem manutenção das antigas que já existem e inventam de fazer novas obras. Não adianta nada construir e inaugurar vários postos de saúde, monumentos e postos policiais se não tiver a manutenção necessária, e o viaduto está aí como exemplo. É mais fácil cuidar de algo que já está pronto que construir um novo. Com esse acontecimento do viaduto muita gente poderia ter morrido, deram foi sorte de não ter acontecido nada com ninguém.

Tec. Aparelho ajuda portadores de ELA ou paralisia a se comunicarem com o mundo Procurando ajudar seu pai, diagnosticado com ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), a conseguir se comunicar melhor, o engenheiro espacial Ivo Vieira criou o óculos Eyespeak da LusoVi, um sistema de comunicação pelo olhar, desenvolvido especialmente para pessoas com limitações motoras e de comunicação. A ELA é uma doença neurodegenerativa sem cura que afeta os neurônios responsáveis pelos movimentos voluntários, causando a perda dos movimentos, fala e deglutição. O consagrado cientista Stephen Hawking, criador da Teoria do Tudo, foi diagnosticado com essa doença e mostrou ser um exemplo de superação. Driblando as limitações, o físico criou um sistema de comunicação e ainda hoje continua dando aulas e palestras. Os óculos foram criados em 2013, após o pai de Vieira perder os movimentos do corpo. Consiste num par de óculos, que tem um teclado projetado nas lentes e uma microcâmara que detecta a posição e o movimento dos #metromoda

Horóscopo

olhos. Assim, o aparelho entende para a tecla está sendo mirada. Com o movimento dos seus olhos, o usuário consegue escrever. Em seguida, pelo alto falante incorporado no sistema, o óculos traduz o que escreveu em som, quando selecionada a tecla “falar”. Qualquer pessoa pode utilizar o EyeSpeak de forma autônoma, pois a única ajuda que o usuário necessita é que alguém lhe coloque os óculos e pressione o botão para ligar. A pessoa pode também usufruir da internet, visualizar vídeos e acessar o email com privacidade, já que mais ninguém consegue ver o que está sendo projetado no seu sistema EyeSpeak. E também consegue se comunicar pelo Skype. Enquanto escreve ou utiliza a internet, o usuário do EyeSpeak consegue enxergar o que está à sua volta, através das lentes transparentes do dispositivo, interagindo com aqueles que o rodeia. Mais informações no site www.myeyespeak. com. METRO

PHILLIPE RAMOS - RIACHO FUNDO (DF)

Quer mais?

Clique metrojornal.com.br para acessar conteúdo exclusivo, atualização de nossas reportagens, todos os nossos colunistas e galerias com as melhores imagens do dia. Para falar com a redação:

leitor.bsb@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Sudoku

Excepcionalmente a coluna de Alexandra Farah não será publicada hoje.

Astrólogo de Plantão www.astrologo.blog.br

Período para esclarecer assuntos com amizades ou vivenciá-las de maneira mais especial. Bom momento para convívio em grupos.

Este é um momento importante para ponderar sobre suas relações e sobre as diferenças que tem diante delas.

Momento positivo para reconhecimento nos assuntos profissionais, além de ser favorável para divulgações.

guisalviano@gmail.com

Por: Guilherme Salviano

Nos assuntos afetivos, é importante valorizar conversas e ouvir mais a opinião de quem está ao seu lado sobre suas atitudes.

O momento favorece inovações no trabalho e uma mudança de postura com algumas prioridades. Evite

Temas relacionados a finanças e interesses materiais requisitarão atenção a detalhes para não cometer equívocos por impulso.

Este momento é mais intenso para rever suas posturas diante das relações. Ainda assim é propenso a

O eclipse em seu signo proporciona mais chances para um novo ciclo aos seus projetos ou uma repentina direção na condução de alguns deles.

apressar situações.

Procure valorizar mais a sua fé, inclusive com mais empenho a praticá-la para seu bem-estar, seja por religião ou da sua maneira.

estar mais sociável.

Assuntos materiais e de trabalho recomendam estratégia e sigilo nos próximos dias. Momento para controlar mais o consumo.  

Assuntos familiares estão propensos a esclarecimentos e a proporcionar responsabilidades diferentes. Ajustes no lar serão frequentes.

Momento em que deve mudar sua postura sobre sacrifícios por outras pessoas e pensar mais em si mesmo.

Soluções


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

15|

Com goleada, Vasco se aproxima de vaga Libertadores. Time carioca derrota o Jorge Wilstermann em São Januário e fica perto de classificação para a fase de grupos do torneio

40 VASCO

Paulão marcou o primeiro gol vascaíno no confronto de ontem, em São Januário | ANDRÉ FABIANO/CODIGO19

Mesmo com um a mais, Grêmio fica no empate Campeão da Libertadores de 2017, o Grêmio voltou à Argentina, onde conquistou o título continental sobre o Lanús, para enfrentar o Independiente de Avellaneda, vencedor da Sul-Americana, para o primeiro jogo da Recopa. Ressentindo-se da perda de três titulares (saíram do clube Edilson, Fernandinho e Barrios) e da ausência por suspensão de um quarto, Ramiro, o time gaúcho sentiu a pressão argentina, Começou sendo sufocado pelo rival. Depois dos primeiros minutos de sufoco, entretanto, os gremistas melhoraram e, num erro crasso da zaga rival, viram Luan, o melhor jogador da América no ano passado, aproveitar para abrir o placar. Logo depois, tudo parecia se

Luan marca o gol gremista e sai para comemorar | LUCAS UEBEL/GFPA

encaminhar para uma vitória do Grêmio. O centroavante Gigliotti deu uma cotovelada em Kanemann e foi expulso. Os comandados de Renato Portaluppi, contudo, não souberam aproveitar a vantagem numérica. O Independiente era dono do jogo, e

empatou com um gol de cabeça depois de cobrança de falta para a área. No segundo tempo, o Grêmio melhorou, mas não o suficiente para conquistar a vitória. A decisão ficou para a Arena do Grêmio, na próxima quarta, às 22h. METRO RIO

J. WILSTERMANN

A vida do Vasco continua bastante tranquila na fase preliminar da Copa Libertadores da América. Na noite de ontem, jogando em São Januário, o clube chegou a sua terceira vitória em três jogos na competição. Assim como no jogo de ida da primeira fase, contra o Universidad de Concepción, no Chile, o time goleou – desta vez, o Jorge Wilstermann, da Bolívia – por 4 a 0, e encaminhou a classificação para a fase de grupos. Com uma ótima atuação na etapa inicial, o Vasco abriu o placar aos 18 minutos, com o zagueiro Paulão, dividindo no meio da área uma bola rebatida. No fim do primeiro tempo, aos 40, foi a vez do jove Paulinho ampliar. O jogador foi mais esperto que

3 ESPORTE

a zaga boliviana e tocou de cabeça para o gol. No lance, o atleta chegou a levar um soco do goleiro Arnaldo Giménez, que tentava afastar o perigo. Na segunda etapa, mesmo com mais dificuldades para controlar a partida, o Vasco voltou a marcar mais duas vezes, nos minutos finais do confronto. Aos 42 minutos, Yago Pikachu fez o terceiro gol vascaíno e, nos acréscimos, Rildo, em posição irregular, fechou o placar. A vantagem poderia ser ainda maior, mas um pênalti em Riascos não foi marcado quando o cruz-maltino vencia por 2 a 0. Rumo ao ‘Grupo da Morte’ O jogo da volta entre as duas equipes será disputado na quarta-feira, às 21h45, na Bolívia. Caso avance para a próxima fase, o Vasco vai entrar no grupo 5, que conta com Cruzeiro, Racing e Universidad de Chile. METRO RIO

Candangão. Líder, Sobradinho pega o Real Cavalieri

Líder isolado do Campeonato Candango 2018, com 13 pontos, o Sobradinho entra em campo hoje para ampliar seu domínio, pela sexta rodada da competição. A disputa será às 16h, contra o Real F.C, que está em quinto, com sete pontos. O Real, aliás, anunciou ontem mais um reforço para a temporada – o atacante Eduardo Maciel, de 31 anos, que estava no Operário-MT. O jogador, revelado pelo Corinthians-AL, tem passagens por times de países como Alemanha, Egito, Polônia e Azerbaijão. Também hoje, no mesmo horário do jogo entre Sobradinho e Real, o Samambaia enfrenta o Paranoá e o Bolamense pega o Luziânia. Mais tarde, às 20h, o Gama – em

Brasileirão 6ª rodada TERÇA FORMOSA 0 X 1 PARACATU HOJE, ÀS 16H SAMAMBAIA X PARANOÁ SOBRADINHO X REAL F.C BOLAMENSE X LUZIÂNIA HOJE, ÀS 20H GAMA X SANTA MARIA

terceiro lugar – duela contra o Santa Maria, vice-lanterna do torneio. O jogo entre Brasiliense e Ceilândia, anteriormente previsto para hoje, foi adiado por conta da Copa Verde (o Jacaré enfrenta o Atético-ES, hoje, às 20h30). O confronto ainda não foi remarcado. METRO

Rumo à Inglaterra? Após deixar o Fluminense, Diego Cavalieri pode retornar ao Reino Unido. O goleiro, que já defendeu a camisa do Liverpool, é cogitado para ser um dos reforços do Crystal Palace. A informação é do tabloide britânico ‘The Sun’.


16|

BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2018 www.metrojornal.com.br

{ESPORTE}

Madri tem dono, parça! Aqui, não! Cristiano Ronaldo comanda a vitória por 3 a 1 sobre o PSG e deixa o Real perto das quartas de final da Liga dos Campeões

31 REAL MADRID

Com o jogo equilibrado no 2º tempo, Unai Emery fez uma alteração incomum e tirou o centroavante Cavani para colocar o lateral Meunier. Deu certo. O PSG se tornou mais móvel, com Daniel Alves no meio de campo e passou a criar mais. Berchiche, pela esquerda, e o próprio Daniel Alves, pela direita, chegaram perto, mas erraram o alvo. A resposta de Zidane foi lançar Bale e Lucas Vázquez. Mas seria novamente Cristiano Ronaldo quem resolveria. Modric tocou na esquerda para Vázquez, que cruzou para o meio da área. Areola cortou, mas a bola tocou no joelho do português e morreu no fundo da rede, aos 38. Se o segundo gol já era um banho de água fria, o PSG receberia o castigo final três minutos depois. Marcelo tabelou com Kroos e recebeu de volta no meio da área para bater firme, selando o resultado.

PSG

No jogo mais importante de sua curta trajetória pelo Paris Saint-Germain até o momento, Neymar não passou de um coadjuvante de Cristiano Ronaldo. Em dia pouco inspirado, o brasileiro viu o craque português marcar duas vezes e definir o triunfo do Real Madrid por 3 a 1 sobre o time francês, no Santiago Bernabéu, pela partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. Neymar sofreu com a marcação de Nacho e apareceu mais pelas firulas e pelos desentendimentos com a arbitragem do que por lances perigosos. Recebeu cartão amarelo por entrada dura no lateral, após reclamar de falta, e ainda viu seu colega de Seleção Brasileira Marcelo selar o resultado com o terceiro gol, que complica o PSG para o duelo de volta, em 6 de março, em Paris. Se Neymar teve atuação para esquecer, Cristiano Ronaldo também pouco brilhou com a bola nos pés e chegou a perder chances claras diante de Areola. Mas o português tem estrela. Com os dois gols anotados, ele chegou a incríveis 101 com a camisa do Real

Cristiano Ronaldo marcou dois contra os franceses | PAUL HANNA/REUTERS

na Liga dos Campeões. O jogo O time da casa começou o jogo encurralando o PSG e perdendo duas boas chances antes dos dez minutos. Cristiano Ronaldo errou o alvo e Kroos parou em Areola. Os primeiros minutos já davam conta

do cenário da partida. CR7, longe de seus melhores dias, sofria para acertar o alvo. E quando o fazia, parava em dia inspirado de Areola. Do outro lado, Neymar sofria para escapar da marcação e foi coadjuvante no primeiro gol francês. Aos 32 minutos, Mbappé cruzou da direi-

ta, a bola passou por Cavani e o brasileiro chegou dividindo. A sobra ficou para Rabiot, que bateu de primeira para a rede. O gol fez o Real apertar a marcação e ganhar o campo de ataque. Foi assim que mais uma chance caiu nos pés de Cristiano Ronaldo e o português voltou a desperdi-

çar, chutando por cima. Só que um lance infeliz do jovem argentino Lo Celso, de 21 anos, daria a Ronaldo a oportunidade que ele precisava. Aos 44, Toni Kroos recebeu pela esquerda e foi puxado no ombro pelo rival. O árbitro viu pênalti, que o português cobrou firme no canto.

Futsal. Fifa aprova mudanças nas regras

É o amor derretendo o gelo na Olimpíada No Dia dos Namorados, comemorado em boa parte do mundo em 14 de fevereiro, a Noruega manteve a tradição de aparecer com calças extravagantes no curling e jogou ontem com estampas de coração, por conta da data. Hoje o dia é de estreia para a pequena delegação brasileira: Jaqueline Mourão compete no esqui cross country, prova de 10 km livre | CATHAL MCNAUGHTON/REUTERS

Reguladora do futsal desde 1989, a Fifa aprovou mudanças que podem impactar bastante na dinâmica de jogo caso sejam homologadas. A mais polêmica é a possibilidade de laterais e escanteios serem cobrados com as mãos – hoje é obrigatório que seja com os pés. De acordo com a entidade, as alterações serão feitas para que aconteçam mais gols. Além disso, o Uefa Euro Futsal, realizado na Eslovênia, teve mais três propostas aprovadas. O goleiro-linha – uma espécie de quinto jogador atuando como um falso goleiro – só poderá ser utilizado pela equipe que estiver perdendo. Outra regra a ser introduzida, mas que já existiu no futsal, é a da reposição de bola dos goleiros, que

Goleiros não poderão lançar bola ao ataque | WILIAN OLIVEIRA/FUTURA PRESS

não vão poder fazer lançamento direto ao campo de ataque. A última diz respeito às disputas por pênaltis em jogos eliminatórios: o número de cobranças muda de três para cinco, como é no futebol de campo. METRO

Teve goleada No outro duelo do dia, o Liverpool passou por cima do Porto. Nem mesmo o fato de jogar em casa salvou os portugueses de levarem uma goleada de 5 a 0. O passeio inglês contou com atuação de gala do senegalês Sadio Mané, com três gols. O brasileiro Firmino e o egípcio Mohamed Salah completaram o marcador. METRO COM BAND

Venda de jogo. Promotoria pede prisão de jogadores Um juiz espanhol reabriu processo que investiga a partida entre Zaragoza e Levante, no Campeonato Espanhol de 2011, e 41 envolvidos podem pegar pena de dois anos de prisão, além da suspensão de seis anos do futebol. Entre os jogadores está o brasileiro Wellington Silva, atualmente no Internacional. De acordo com a promotoria, indícios levam a crer que jogadores do Levante perderam de 2 a 1 a partida de propósito para salvar o Zaragoza do rebaixamento. A suspeita é de que os atletas deste time tenham repassado cerca de R$ 3 milhões aos jogadores e ao técnico do Levante para que houvesse colaboração. METRO

Jornal Metrô Brasília Nº 1424  

Jornal Metrô Brasília Nº 1424 Data:15/02/2018

Jornal Metrô Brasília Nº 1424  

Jornal Metrô Brasília Nº 1424 Data:15/02/2018

Advertisement