Issuu on Google+

JORNAL

Expresso

Compacto e completo

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010 Ano I - Edição 20

Castelão

Reforma para Copa 2014 gera suspeita e quase acaba em CPI PÁG. 6

Política

Passaré

Prefeita perde espaço nas eleições 2010

Zoo de fortaleza pede socorro PÁG. 8 PÁG. 24

PÁG. 3

PÁG. 24

Carne de sol de qualidade é no Joaquim Távora

pág. 26

Agricultura

Fortaleza

Nivel de agrotóxicos cresce e alerta Anvisa

Estacionamentos ignoram direitos do consumidor

PÁG. 16

Juliana Ergang: uma leoa a devorar corações no EXPRESSO PÁG. 3

PÁG. 13

PÁG. 32


JORNAL

2

Expresso Fundação Konrad Adenauer

Poema do poeta paraibano Augusto dos Anjos (1884-1914), intitulado “Versos íntimos”, tem um verso consagrado, que hoje é tido como provérbio: “A mão que afaga é a mesma que apedreja”. Esta é a lógica que os tucanos parecem adotar em relação ao governo Cid, após o lançamento da candidatura Marcos Cals a governador. A diferença é que, nesta fase inicial de campanha, os tucanos vem dando uma no ferro e outra na ferradura, invertendo a frase do poeta, que, para eles ficou assim: “A mão que apedreja é a mesma que afaga”. No final de semana passado, quando esteve em Caucaia, com Cals, o senador Tasso Jereissati (foto), ao retomar andanças pelo Interior, foi indagado sobre a idéia da CPI do Castelão. O dono do PSDB no Ceará admitiu até que houvesse a CPI. Deu sinal de que os tucanos poderiam apoiar sua aprovação. Todavia, teve cuidado ao falar da licitação: “Não acredito que possa estar errado ali”. Então, é o estilo São Tomé?

A Fundação Konrad Adenauer e a Escola de Planejamento Urbano e Pesquisa Popular do Cearah Periferia promovem de 13 de julho a 7 de agosto de 2010 o curso “Potencializando a atuação feminina nas decisões políticas”. Será ministrado pela doutora em Ciência Política pela Universidade de Essex, Teresa Sacchet. Com vasta experiência na área, ela atua como pesquisadora do Núcleo de Pesquisa de Políticas Públicas da Universidade de São Paulo (USP), onde conclui pós-doutorado este ano. Nos dois módulos se discutirá a “Democracia e formação política” e a “Política partidária e legislação eleitoral”. Ao todo, serão realizados oito encontros, com aulas nas terças e quintas-feiras de 18h às 20h30min. O curso, de 20horas/aula, é oferecido especialmente a 30 participantes mulheres.Elas devem estar, necessariamente, filiadas a partidos políticos ou componentes de conselhos e associações comunitárias. As aulas serão realizadas na sede da Fundação Konrad Adenauer (Avenida Dom Luís, 176 - mezanino - Bairro Aldeota)

Política

“A mão que apedreja é a mesma que afaga”

Curso discute a atuação das mulheres nas decisões políticas

Tasso parece “vacilar” em análise sobre CPI do Castelão

Opinião

N

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Por Ossian Lima | Editor de política

“Uma pessoa com vitória garantida debilita toda a idEia de democracia”

a minha modesta coleção de frases políticas (que revirava esta semana, para efeito de atualização), fui encontrar uma que anotei quando assisti ao filme “A eleição” (1999), do diretor Alexander Payne. É quando o personagem Jim McAllister, interpretado pelo ator Then Broderick, diz: “Uma pessoa com vitória garantida debilita toda a ideia de democracia”. Evidentemente, não tendo a cultura cinematográfica do meu colega e compadre Frederico Fontenele Farias, não pretendo fazer crítica de cinema, mas apenas aproveitar o gancho e encaixar a frase na conjuntura pré-eleitoral cearense. É que ela tem só tudo a ver com a tese que o EXPRESO vinha defendendo, desde a primeira edição, que, na sucessão cearense, como em qualquer processo eleitoral, tivéssemos um quadro de competitividade efetiva, com mais de um candidato de chances reais. Por obrigação jornalística, noticiamos a movimentação de bastidores visando à formação de uma espécie de palanque único com vistas à eleição para governador do Ceará. Contudo, ao mesmo tempo, alertávamos que, para a consolidação da democracia, não se tratava da melhor situação para o eleitor, uma vez que ele estaria sem as opções que precisam ser postas em disputa tão importante. Não se tratava de um posicionamento pessoal com referência ao atual governador, mas da defesa do postulado que

Xyco Theophilo

jolima105@gmail.com

Caldeirão

xycotheophilo@jornalexpressoceara.com.br

D

izem que o presidenciável José Serra escolheu para vice um Índio (da Costa). Levou em conta o indicativo do marketing de pegar um vice que fosse um ideal de beleza que ele não era. Um “Don Juan Deputado Federal”, que fez par amoroso com a filha do banqueiro ítalo-brasileiro Salvatore Cacciollla, do falido Banco Marka; depois com a filha do Cesar Maia e irmã do Rodrigo Maia, seu cunhado-padrinho no DEM e indicador. Fez descendência de uma filha com uma espanhola, que foi morar na Europa, com a filha. Optaram pela beleza masculina na certeza do voto feminino. Se essa moda pega, o que dizer de Domingos Filho, de Pedro Fiúza e de Claudio Vale, que nem são ideais de beleza? Querem que a gente acredite que essa ultima pesquisa, onde Serra esta um ponto a frente de Dilma, seja reflexo dessa escolha. Nem no País há espaço para Índio, quanto mais na coligação demo-tucana.

Janela dos Estados

é justamente o mesmo feito no filme de Alexander Payne, em que, como acontece muitas vezes, a arte reproduz o real. Agora, novas circunstâncias demonstram que o EXPRESSO trilhava o caminho certo. Não se tratava de questionar ou não a validade da permanência de Cid (pois isso compete ao eleitor e não a nós dizer), mas de advertir que, na busca do amadurecimento político-institucional de um país, nunca é recomendável, numa eleição, a ausência do fator competitividade. É com ele que uma eleição empolga o eleitor, provoca o seu envolvimento e acompanhamento da campanha, enseja o interesse pelas propostas, de modo a avaliá-las, sobretudo quanto à sua viabilidade, nestes tempos onde marketing se tornou possuidor de uma inegá-

vel maestria para vender mais que projetos: ilusões. Ao fazermos estas colocações, não pretendermos passar a ideia de donos da verdade, mas externar a satisfação de comprovar que o EXPRESSO exercita um jornalismo de simbiose inegável com a democracia. Por esta razão, viaja com a tranqüilidade de quem possui lugares para todos os passageiros, inclusive na política, sejam quais forem suas preferências ideológicas ou partidárias. Afinal de contas, a trajetória deste jornal é comandada pelo povo, sedento de que a mídia informe e não deforme, revele e não omita, cumpra enfim o imenso papel em função do qual existe. Em síntese, o EXPRESSO está cumprindo sua missão, que existe, sobretudo, em função do leitor.

O TSE voltou atrás da decisão de impor a verticalização nas propagandas e vai reavaliar em agosto as situações dos candidatos a governador, vice e senador que poderão usar a imagem e a voz dos presidenciáveis e de militantes de partidos, como o presidente popular Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no horário eleitoral gratuito. Lula sabe que aparecendo nos Estados ajuda sua candidata, mesmo sem falar nela. A decisão provoca grande confusão, e diante dessa situação, os ministros esperam que o TSE reavalie o assunto. O nó da questão é que Serra, com menor tempo na TV, dependerá mais do palanque eletrônico nos Estados do que Dilma. Contudo, a decisão poupa a candidata petista de embaraços políticos, como a disputa de aliados nos Estados ou mesmo a participação em programas de nomes como um aliado apenas tolerado, o ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTB-AL).

Coronéis na 3ª Força

O PSDB não desiste da disputa e ressuscita o filho do terceiro coronel da política do Ceará – César Cals de Oliveira – Marcos Cals. Uma contradição decisória do líder político demo-tucano Tasso Jereissati - filho de outro antigo coronel da política, o também senador Carlos Jereissati. Jereissati foi aquele jovem empresário que quebrou o paradigma dos coronéis, como um mito da mudança e da nova face da política cearense. Depois dele, veio a dobradinha Ciro Gomes e Lúcio Alcântara. Voltou ele mais oito anos. Depois, Lúcio Alcântara e, em 2006, Cid Gomes da super-aliança PSB,PMDB,PT, PCdoB e do próprio PSDB por baixo dos panos. Isso para a cabeça do eleitor provoca uma confusão da peste. É provável que a terceira força leve a eleição do Ceará, que seria vencida por W.O., para dois turnos entre o melhor franqueado Cid Gomes e o segundo Lúcio Alcântara.


JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Expresso

3

Desabafo

Luizianne Lins inconformada com seu isolamento na escolha do vice de Cid ricardo stuckert

“Tô nem aí para a eleição dos senadores”. Esta frase, atribuída à prefeita Luizianne Lins (foto), foi divulgada esta semana no site Ceará Agora, o mais bem informado da política cearense. Segundo aquele jornal eletrônico, a prefeita teria feito esse desabafo a um dirigente regional petista, deixando claro não ter se sensibilizado com a escolha compensatória marcos cals traz boa avaliação parlamentar e Lúcio, experiência no Executivo e Legislativo de pessoas próximas a ela para suplências dos candidatos a senador Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT) Esse posicionamento da prefeita surpreende em relação aos dois postulantes. No que se refere a Eunício, em maio passado, durante evento em Fortaleza, Luizianne tinha afirmado diante do deputado: “Você é meu senador e nada vai abalar nossa relação”. O presidente do PMDB cearense ficou tão entusiasmado com aquela declaração de apoio que mobilizou sua assessoria para a divulgação da frase e uma foto em que os dois conversavam, naquele momento, sobre o assunto. Quanto ao ex-ministro, no mês de junho, quando os petistas aumentaram as pressões para que o governador Cid Gomes cedesse, em sua chapa, uma vaga para o Senado, uma das lideranças do PT que encabeçaram a movimentação pró-candidatura Pimentel foi exatamente sua presiden-

te no Ceará, Luizianne Lins. Ela esteve sempre em várias manifestações com esse objetivo, principalmente em um ato realizado na Assembleia, quando foi bastante incisiva no pronunciamento que fez para defender a candidatura Pimentel.

Luizianne queria Catanho como vice

Ricardo Stuckert/PR

Manobra quis amarrar apoio

Passadas as convenções, Eunício voltou a se movimentar nos bastidores, o que sempre faz com muita habilidade, procurando contornar o problema. Teve a ideia de, para seu primeiro suplente, sugerir o nome de Waldemir Catanho. Essa fórmula foi avaliada, nos meios políticos, como uma forma de Eunício “amarrar” o apoio de Luizianne a ele. Ao mesmo tempo, para a primeira suplência de Pimentel foi proposto o nome do ex-deputado Sérgio Novais, outra pessoa com proximidade à prefeita, um conselheiro desde a primeira campanha dela à sucessão fortalezense, em 2004. Mesmo assim, Luizianne argumenta que não se sente contemplada na chapa do governador, deixando evidenciado que somente iria se sentir assim se Catanho tivesse sido escolhido vice na chapa governista. Aliás, esse foi mais um episódio no relacionamento entre Cid e a prefeita, que se sustenta à base de encontros e desencontros, sob juras de amizade, bem querer eterno de um ao outro, mas que vem caminhando na base daquela música popular: “Entre tapas e beijos”.

Posição da prefeita preocupou Eunício O processo de composição da chapa encabeçada por Cid Gomes acabou por deixar a prefeita de Fortaleza contrariada, principalmente porque ele não contemplou o PT com a vice, optando pelo peemedebista Domingos Aguiar, presidente da Assembleia. Assim, a insatisfação da prefeita teria sido em dose dupla: primeiro, porque o PT não ficou a com a vaga: segundo, porque ela viu cair por terra o sonho de fazer do seu fiel assessor Waldemir Catanho o vice na chapa cidista. A revolta da prefeita, a partir daí, passou a preocupar os candidatos a senador, mesmo sendo aliados dela, notadamente o peeme-

debista Eunício Oliveira (foto), que, até quando pôde, tinha defendido a tese de que somente ele fosse candidato a senador na chapa de Cid, com isso, logicamente, deixando de fora Pimentel. Essa postura, conforme algumas fontes, teria criado, em Luizianne, uma tendência para, agora, apoiar apenas Pimentel, deixando Eunício para escanteio.


JORNAL

4

Expresso

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Justiça Eleitoral

Convenção não garante registro de candidaturas e prazo vai até agosto

Ao contrário do que divulgaram, equivocadamente, o prazo que se encerrou segunda-feira, 5, não foi para o registro dos candidatos às eleições, mas sim para que os partidos encaminhassem à Justiça Eleitoral a solicitação para esse registro. Ou seja, agora o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) vai iniciar, com prazo legal até 5 de agosto, uma “peneira” desses nomes, para decidir quais os que poderão ter suas candidaturas registradas Como se sabe, as convenções são apenas para que os partidos, no prazo de 10 a 30 de junho, homologuem os nomes dos seus candidatos aos cargos majoritários (governador e senador) e proporcionais (deputado federal e deputado estadual), bem como sobre alianças formais (coligações) com outras siglas. As convenções, portanto, representam apenas a escolha oficial dos nomes dos candidatos pelos partidos, para atendimento à legislação, mas ainda não garante as candidaturas. Após elas acontecerem, os partidos tiveram que mandar (até 5 de julho) os pedidos de registro dessas candidaturas à Justiça Eleitoral, que apreciará caso a caso, inclusive impugnação de algum candidato (que geral-

,

mente parte de um adversário ou do Ministério Público Eleitoral). Os pedidos terão que estar acompanhados de vários documentos de cada candidato, inclusive comprovação de que não têm problemas de natureza judicial, e irão, no decorrer do mês de julho, sendo julgados um a um nas sessões do TRE. Se ocorrer indeferimento do pedido, aquele que teve seu nome homologado na convenção, tem como caminho recorrrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na esperança de assegurar o

Justiça

vai aprecisar cada caso no registro de candidatos

registro e, assim, poder ir às urnas. Este ano, a Justiça Eleitoral promete ser mais rigorosa na análise dos pedidos, em razão das mudanças na legislação (este ano a prin-

cipal novidade é a aplicação da chamada Lei Ficha Limpa) e das iniciativas do Ministério Público Eleitoral, que, em vários casos, recorrem contra o registro de determinadas candidaturas.

Desse modo, muitos candidatos, já em campanha, têm de ficar com um olho no eleitor e outro na Justiça Eleitoral, até que saia uma definição quanto ao registro de suas candidaturas.

Decisão do TSE atinge “blocão” de Cid Gomes

Antes mesmo de se encerrar o prazo para a solicitação do registro das candidaturas no TRE, o procurador Eleitoral no Ceará, Alessander Sales, já demarca uma questão polêmica: cada coligação deve ter os nomes dos partidos que a compõem registrado na ata da convenção, não podendo haver alterações posteriores na ata. Esse posicionamento é decorrente de recente decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pela qual um candidato a governador não pode ter na coligação formada em torno de sua chapa um partido que, para a eleição presidencial, esteja na chapa adversária. Exemplificando: na coligação do governador Cid Gomes, que formalmente apoia a candidatura de Dilma Rousseff, não pode constar nenhum partido que

esteja na coligação do candidato a presidente José Serra. Como se trata de uma matéria polêmica, o TSE deixou para o início de agosto uma deliberação final sobre o assunto. Na coligação do governador Cid Gomes, diante do entendimento manifestado pelo TSE, do “blocão” de 16 partidos coligados em torno de sua candidatura, alguns terão que sair da coligação, ficando apenas na condição de aliados informais. A exclusão de algumas siglas da coligação formal implicará a redução do tempo de TV para o candidato Cid Gomes. Mas, como se trata de pequenas legendas, os assessores de sua campanha avaliam que essa diminuição será pequena e o importante é que essas siglas, apóiem Cid, integrando ou não a coligação.


JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Expresso

5

Briga

Salmito sugere a prefeita “não se meter” em eleição da Câmara camila lima

A pretexto de dar um conselho, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PT), acaba de chamar para mais uma briga a prefeita Luizianne Lins. “Se eu fosse a Luizianne Lins, não me meteria na eleição da Mesa Diretora”, disse Salmito, ao se referir, em entrevista à jornalista Sônia Pinheiro, no jornal O Povo, à eleição da Legislativo da Capital, a se realizar em dezembro próximo Para complementar o desafio, na mesma entrevista, Salmito afirmou: “Eu acredito que dessa vez a prefeita vai respeitar o direito da Câmara escolher o seu presidente”. Foi uma referência à eleição da atual Mesa Diretora, ocorrida em janeiro de 2009, quando a prefeita posicionou-se contra a eleição de Salmito para a Presidência da Casa, não conseguindo viabilizar um nome capaz de neutralizar a candidatura do colega petista. Agora, Salmito sabe que novamente não irá contar com a ajuda de Luizianne para tentar um segundo

Acrísio seria o nome de Luizianne em dezembro Quando indagado por jornalistas e mesmo alguns vereadores sobre a possibilidade de ser o candidato da prefeita, Acrísio Sena, vivenciado nas lutas sindicais e políticas, apenas sorri, não respondendo sim, nem não, muito pelo contrário. O que se sabe, de concreto, é que Acrísio, que andou exorbitando na forma veemente como defende a gestão, ultimamente começou a maneirar o seu estilo, chegando, em certas ocasiões, até mesmo a fazer elogios a colegas de oposição à prefeita.

Recentemente, Acrísio, em uma sessão da Câmara, elogiou os vereadores fortalezenses, “independentemente da coloração partidária ou ideológica”, que irão disputar cadeiras na Câmara Federal ou na Assembleia Legislativa”. Ao usar esse tom conciliador, passou a ideia de que “essa alma tá querendo reza”, como confidenciou um deles, diante das lisonjas feitas pelo líder da prefeita. Acrísio, assim, já estaria preparando o terreno para entrar na disputa contra Salmito, programada para dezembro.

Correligionários de frentes opostas duelam faz tempo salmito já sabe: Luizianne não o ajudará mandato de presidente da Câmara, pois sabe, como já noticiamos aqui, que ela prepara um nome para bater chapa em dezembro. Até mesmo porque ainda faltam praticamente seis me-

ses para a eleição na Câmara, ela não antecipou que nome lançará, embora várias fontes da sua bancada de sustentação parlamentar não escondam que se trata do vereador Acrísio Sena.

O confronto que se prenuncia para dezembro é mais um entre os correligionários de Luizianne Lins e Salmito Filho. Os principais deles até agora foram na eleição da Mesa Diretora da Câmara em 2009 e o debate, em 2010, sobre o projeto da construção do estaleiro no Serviluz. Ligado ao governador Cid Gomes e interessado no projeto, Salmito mostrou-se um ardoroso defensor da execução da obra naquele bairro de Fortaleza, discordando de Luizianne, que foi radicalmente contra o empreendimento naquela área ou mesmo outra da Capital.

A aproximação de Salmito a Cid Gomes intensificou-se quando, em 2006, ele foi um dos primeiros, no PT, a defender o apoio do partido à candidatura de Cid a governador, de quem passou a contar com inteira confiança e incentivo. Com isso, Salmito pegou corda, como se diz popularmente, para encarar a prefeita, que ele espera suceder, em janeiro de 2013, pretendente que é à Prefeitura, com apoio, provável, de Cid. Como se percebe, é novela para durar ainda muito tempo, como aquelas novelas exibidas nas TVs norte-americanas, que não terminam nunca...


JORNAL

6

Expresso

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Voo tucano chega atrasado

Opositores armam CPI do Castelão, mas governistas dão “rasteira”

Enquanto a oposição fazia badalação em torno do pedido da CPI do Castelão, os governistas preparavam uma estratégia visando inviabilizar a sua instalação, utilizando o fator surpresa. Usando o silêncio, eles tinham montado um esquema, com esse objetivo, que estourou na terça-feira (06/07), logo que os tucanos anunciaram apoio ao requerimento apresentado por Heitor Férrer Os parlamentares ligados ao Governo, sabendo que o requerimento de Heitor não estava protocolado, porque ainda não tinha número mínimo de assinaturas, correram na frente e, com requerimentos protocolados, se anteciparam a ele e pediram as CPIs do Narcotráfico e da Pirataria. Como só podem funcionar, simultaneamente, na Assembleia, duas CPIs, a de Heitor vai ter de ficar para depois, inviabilizada até que as outras duas ou pelo menos uma delas (a da Pirataria ou a do Narcotráfico) encerrem seus trabalhos. Ao saber que tinha levado uma rasteira de bastidores e

CPIs do

Narcotráfico e da Pirataria entraram na frente

tinha sido em vão o seu esforço para viabilizar a CPI do Castelão, Heitor reagiu criticando os colegas que solicitaram as CPIs da Pirataria e do Narcotráfico. Ele estranhou que os governistas tenham passado tanto tempo sem demonstrar qualquer preocupação com aqueles dois problemas e advertiu que “os pedidos dessas CPIs trazem desgaste para a Assembleia, porque procuram impedir que a Casa investigue atos suspeitos do Poder Executivo. Com isso, a Assembleia está se negando a cumprir sua missão de fiscalizar o Executivo”. Enquanto ainda corria atrás das assinaturas (conseguiu 16) para o requerimento solicitando a CPI do Castelão, os cidistas, na surdina, enquanto esperavam uma definição dos tucanos quanto ao pedido de Heitor, começaram a aplicar a fórmula que, com sucesso, conseguiu inviabilizar o funcionamento da CPI do Castelão. Isso permitiu que, mesmo antes da sessão de terça-feira, já estivessem com número suficiente de

fotos/comunicação assembleia

Deputado Ely Aguiar secretaria trabalhos na sessão de terça-feira assinaturas os requerimen- de apoio a Cid Gomes na Astos das CPIs da Pirataria e sembleia, Edson Silva e Rodo Narcotráfico, com o que berto Cláudio, comunicaram eles pregaram uma surpresa terem protocolado na Casa até mesmo em Heitor Férrer, dois requerimentos pedinque, por ter de esperar as as- do a formação de duas CPIs; sinaturas dos tucanos, só teve uma para apurar a produção condições de protocolar o seu ilegal de bens, mais conhecirequerimento depois que os da como pirataria; e a de Eddois referentes às outras duas son, para apuração do probleCPIs já estavam protocola- ma do narcotráfico no Ceará. dos. Anteriormente, nenhum Na sessão de terça-feira, dos dois tinha sequer mendois parlamentares da base cionado a possibilidade de

Heitor: como uma reforma custa mais que um estádio novo? Com o ceticismo que ainda existe, em segmentos políticos e em outros setores, relativos à candidatura de um tucano para enfrentar Cid Gomes, nos bastidores também já surgiam questionamentos quanto ao apoio tucano à CPI do Castelão. Seria uma comissão para valer ou apenas um jogo de cena, já que iria funcionar em plena campanha eleitoral, quando, tradicionalmente, ocorre um esvaziamento dos trabalhos plenários tanto no Congresso Nacional, como nas Assembleias Legislativas. Para o deputado Heitor Férrer, autor do requerimento, o importante é que tudo seria esclarecido, começando pelo valor da reforma, orçada em R$ 623 milhões. Pernambuco, por exemplo,

para a construção de um estádio, também para a Copa do Mundo, fez um orçamento inferior, da ordem de R$ 529 milhões de reais. Para Heitor, é estranho que a reforma de um estádio “custe mais dinheiro do que a construção de um novo”.

pedir essas CPIs, que, também na sessão da terça, foram motivo de pronunciamentos dos deputados Mauro Filho e Nelson Martins, defendendo ambos o ponto de vista de que os dois pedidos devem contar com os vários segmentos partidários na Assembleia. Isso significa dizer que ao Governo interessa que as CPIs da Pirataria e do Narcotráfico sejam instaladas, o que impediria que fosse instalada a CPI do Castelão. É que o Regimento Interno da Assembleia proíbe o funcionamento de mais de duas CPIs simultâneas no Poder. Neste aspecto, o Regimento Interno, na seção VII, artigo 53, parágrafo 3º, é muito claro ao dispor o seguinte: “Não será permitido o funcionamento simultâneo de mais de 02 (duas) Comissões Parlamentares de Inquérito, nem a instalação de nenhuma outra, se igual número já estiver funcionando”. Não é um primor de texto, mas não deixa dúvidas quanto ao limite do funcionamento simultâneo de CPIs na Casa, isto é, duas no máximo.


JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

@Twitter Político mo para ela saber quais são.

Na mira

Experiência O ministro César Asfor Rocha (foto) em nova luta para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), usará como trunfo, entre outros, a experiência no STJ e no CNJ.

Loteamento

lação eleitoral”, como explicou ao se despedir dos internautas.

Mais pra frente

Reimosa

Meu “paipai”

Dizem que o deputado Gomes Farias deixou de consumir carne suína, porque estaria considerando por demais reimosa a dita cuja...

Prefeito Roberto Pessoa indicou a filha Fernanda para a primeira suplência do candidato a senador pela coligação PR-PPS, Alexandre Pereira.

os candidatos à sucessão cearense, para ouvir e debater as propostas deles.

Nos bastidores, sabe-se que Sérgio Machado pretende voltar à política cearense, mas somente em 2014, dependendo do andar da carruagem.

Agora, parece ter ficado mais difícil reunir à mesma mesa a prefeita de Fortaleza e o ex-ministro Ciro Gomes (foto). Terá ele influenciado a perda da vice de Cid pelo PT?

Novo sonho

Fechado pra balanço

Escuta

Ex-governador Lúcio Alcântara desativou temporariamente o seu blog, “em respeito à legis-

Começando pelo Centro Industrial do Ceará (CIC), várias entidades pretendem reunir

Ex-senador Sérgio Machado (foto), presidente da Transpetro, promete um novo estaleiro para o Ceará. Se servir de consolação...

Educação que estiveram na Assembleia conduziam faixas queixando-se de assédio moral. E existe isso no serviço público cearense?

Vai ou não? Candidatos petistas de olho em votos no Cariri ficariam profundamente gratos ao prefeito Manoel Santana (foto), de Juazeiro, se ele tirasse licença do cargo.

Emancipação

Mais difícil

Vereador Mário Hélio (foto) disse, na Câmara, que a prefeita Luizianne Lins tem secretários inoperantes, mas não citou os nomes. Mencione-os, até mes-

7

Fale conosco: redacao@jornalexpressoceara.com.br

Para a opinião pública ainda não ficou claro por que o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB) vem atirando na candidatura do correligionário Eunício Oliveira ao Senado.

Tem político daqui criticando loteamento de cargos no governo. E tem autoridade moral para fazer esse tipo de condenação?

Cadê os nomes?

Expresso

Em vez de pedir a emancipação política de Messejana, suas lideranças deveriam era reivindicar que a Secretaria Regional VI atendesse melhor ao distrito.

Assombração Há notícias de casos de assombração em Santana do Cariri. E é porque a campanha eleitoral mal está se iniciando...

Assédio? Servidores da Secretaria de

Homenagem Deputado Fernando Hugo (foto) é um dos entrevistados da edição mais recente da revista do Curso de Comunicação da UFC. Homenagem a ele ou a Messejana?

Frase I Na vida nem tudo é possível conciliar, principalmente na política – Prefeita Luizianne Lins

Frase II A política é a pior das amantes, porque é a mais cara, a mais possessiva e a mais infiel – Virgílio Távora (19191998), ex-ministro, senador e governador do Ceará


JORNAL

8

Expresso

Editorial

O papel do jornal

Opinião

Para uma publicação que busca se pautar por caminhos novos, como ocorre ao EXPRESSO, não é fácil ter que confessar que também sofremos, por parte dos entes governamentais, sua influência negativa na abordagem dos problemas cotidianos da comunidade. A presença do Estado se faz sentir em qualquer área da vida nacional, derivando daí que a busca de soluções sempre vai esbarrar num órgão público.

Se não existe segurança, é a policia que é falha; se grassa a enfermidade, são os postos de saúde que não atendem; se a escola não é boa, ai está outra inegável falha governamental. Ao leitor desavisado, pode parecer um vício, o enfoque inalterado e recorrente dessas questões, mas não é bem assim. Tudo gira em torno de um oficialismo obtuso, de conseqüências dolorosamente sem sentido. O fato mais novo é sempre o ultimo escândalo, não porque se prefira assim, mas porque ele resulta mais freqüen-

te e imediatamente do comportamento de nossos políticos em suas respectivas esferas de poder. Não é por desejar o pior, que o jornal divulga o crime, o escândalo, o assalto e, por extensão, a falta de providências das autoridades. Essa é a roda viva dos fatos em dimensão pública, a trágica caminhada que nos impõe o modelo de viver das nossas elites. E por que isso? Porque não se dá espaço, na vida do povo, para a introdução de novos métodos capazes de suscitar outros acontecimentos, senão aqueles que

trituram a alma e poluem os espíritos. Não é tarefa de jornalistas programar o mundo melhor e, nesse sentido, poderia até se dizer que não foi o mundo que piorou, e sim, que as coberturas jornalísticas melhoraram muito. Está no tempo de se pensar em alternativas que incluam a iniciativa privada e o terceiro setor, por exemplo, como já ocorre em outros países, onde a parceria e/ ou a delegação se tornaram instrumentos capazes de dar aos cidadãos, um melhor nível de vida.

Não acho que nos grandes veículos e nos grandes centros a imprensa esteja ameaçada; a liberdade talvez nunca tenha sido maior. Já no âmbito provincial e municipal, a imprensa é tacanha, dependente do poder e sujeita a toda sorte de intimidações. Precisaríamos de uma imprensa regional forte para equilibrar esse jogo. Mas, para isso, precisamos ter regiões fortes. Eis a questão.

Expresso

Compacto e completo

Presidente de Honra: Alfredo de Abreu Pereira Marques (in memoriam) - Presidente: Marcos Conceição Lelis (lelis@jornalexpressoceara.com.br) - Editor Chefe: Wilton Bezerra Júnior (wbjunior@ jornalexpressoceara.com.br) - Editor Adjunto: Marcel Bezerra (marcel@jornalexpressoceara.com. br) Diretora de Recursos Humanos: Geórgia Diógenes Marques de Abreu - Diretora Financeira: Flávia Diógenes Marques de Abreu - Diretor de Marketing: Marcelo Diógenes Marques de Abreu. - Departamento Jurídico: Ricardo Lemos (OAB -13597) Secretário de Redação: Guillermo Antonioli (guillermo@jornalexpressoceara.com.br) - Designer Gráfico: Flávio Marques (flavio@ jornalexpressoceara.com.br) e Glauber Martins - Colunistas: Ivonildo Lavôr, Xyco Theophilo, João Saraiva, Wilton Bezerra. Fotógrafa: Camila Lima - Reportagem: Viana Júnior e Jair Melo Quaisquer opiniões e pontos de vista expressos nesta edição são de responsabilidade de seus autores, e não representam a opinião do Jornal EXPRESSO e sua direção

Endereço: Rua Oswaldo Cruz, nº 3253, Dionísio Torres, Fortaleza- Ceará - Cep : 60.125-151

redacao@jornalexpressoceara.com.br

(85) 3257-3010 Fax (85) 3227-5501

Tiragem: 100 mil exemplares Gráfica: Jornal do Commercio

Humoris

JORNAL

Roberto Pompeu de Toledo - Jornalista da Revista Veja

Atendimento ao leitor - Contatos

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Pesquisas Eleitorais. Você acredita nelas ? Por J. Ciro Saraiva - Jornalista (jcirosaraiva@gmail.com) Ibope , Vox Populi e Datafolha dizem agora, a mesma coisa, mas até a semana passada, seus números eram conflitantes. Como a campanha vai começar, é como se zerassem tudo, para se partir de verdade. Equivale a dizer: até agora, não valeu. Aprendi, com as pesquisas, que é assim que elas trabalham. E sempre lhes fiz um questionamento: Por que, num país campeão em corrupção, onde ministros, juízes deputados e senadores se envolvem em escândalos indefensáveis, -- por que num pais assim? -- os institutos de pesquisa, que são empresas capitalistas como quaisquer outras, deveriam se manter incólumes, ainda que sua atividade envolva tão grandes interesses ? As variações entre resultados alcançados por institutos diferentes são explicadas a partir das metodologias aplicadas e mu-

dança de cenários, maior ocupação de espaços pelos candidatos e repercussão do que andaram dizendo e fazendo. Nada contra. Mas dá pra sacar que qualquer instituto pode, a seu juízo, atribuir à determinada mudança de cenário, um valor não necessariamente real. Ou não? Não precisa portar diploma de cientista político para enxergar tais sutilezas. É claro que, a partir de determinado instante, essas “ajudas” não serão mais possíveis, mas quando as coisas ainda estão se arrumando, as alterações são feitas a título de ajustes. É o que agora acontece. Institutos de pesquisas dependem de sua credibilidade. Por isso mesmo, não podem esticar muito a corda, porque ela arrebenta. E por falar nisso, uma perguntinha ao leitor: alguma vez na vida, você foi “pesquisado”?


Seu Bolso

JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Expresso

9

Pressão antes do voto

Inadimplência cresce

Centrais sindicais querem salário mínimo de R$ 570

Atrasos das classes C e D preocupam mercado

As centrais sindicais já começaram a pressionar o Congresso e o governo federal no objetivo de garantir que o salário mínimo no país passe dos atuais R$ 510 para R$ 570 no próximo ano. Entretanto, o Ministério do Planejamento mantém a proposta de que seja elevado para R$ 535,71. A negociação em torno do novo valor do mínimo está sendo travada na Comissão Mista de Orçamento, que corre para aprovar até o dia 16 deste mês, quando começará o recesso parlamentar, o texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A tendência é que o governo ceda a mais essa pressão, assim como aconteceu recentemente na luta em torno da elevação das aposentadorias.

Em meio à euforia econômica e à fartura de crédito, especialistas acenderam a luz amarela. Após duas elevações seguidas da taxa básica de juros (Selic) e com a perspectiva de novas altas até o fim do ano, o que encarece os empréstimos, a taxa de inadimplência deve ter um repique em junho. A Serasa Experian vem detectando o avanço, puxado por consumidores das classes C e D, que receberam benefícios do governo para a compra de produtos da linha branca e veículos e, agora, não conseguiriam honrar compromissos, segundo reportagem do jornal O Globo na terça-feira (6). O primeiro sinal de alerta apareceu em maio passado. Na maior alta desde outubro do ano passado, a inadimplência do consumidor deu um salto de 1,9% no mês, em relação a maio de 2009. Em relação a abril, a variação chegou a 4,3%.

Retroativo a janeiro

Aumento de 7,72% na folha de julho para aposentados Agora é definitivo. O aumento de 7,72% para quem ganha mais de um salário mínimo, aprovado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, começa a ser pago em agosto, segundo informou o Ministério da Previdência Social em nota. Cerca de 8,3 milhões de beneficiários receberão o aumento, conforme o governo Segundo o ministério, o valor será processado na folha de pagamento de julho para que os aposentados e pensionistas possam receber mais a partir de agosto. Os ministros Guido Mantega, da Fazenda, e Paulo Bernardo, do Planejamento, haviam afirmado que as contas do governo não suportavam reajuste maior do que 6,14%. O aumento, segundo a Previdência Social, será retroativo a janeiro. Naquele mês, os beneficiários começaram a receber com rea-

divulgacão

aumento será retroativo a janeiro juste de 6,14%. O reajuste de 7,72% representará uma despesa adicional de R$ 1,6 bilhão de reais em 2010, conforme o ministério. A diferença entre o que os beneficiários já receberam e o percentual aprovado por Lula deverá ser pago no mês de agosto. “O retroativo a janeiro será pago na mesma folha (agosto), dependendo da disponibilidade de recursos”, afirmou o Ministério em nota. O fim do fator previdenciário, que reduz os gastos da Previdência com aposentadorias, foi vetado, segundo a Previdência Social. De acordo com o ministro Guido Mantega, serão necessários cortes no Orçamento para

o pagamento das aposentadorias. “Vamos reduzir emendas parlamentares e custeio. Não faremos cortes em investimentos. Vai doer, porque já cortamos R$ 10 bilhões, mas será importante para cumprir as metas de equilíbrio fiscal”, afirmou o ministro. O reajuste dos aposentados e a extinção do fator previdenciário foram aprovados em uma derrota do governo no Congresso Nacional. A Medida Provisória enviada pelo Executivo era de um reajuste de 6,14% – índice acordado com as centrais sindicais. No entanto, Câmara e Senado aprovaram uma emenda elevando o índice para 7,7%.

João Saraiva

Bolso da gente C

joaosaraiva@jornalexpressoceara.com.br

omeçou a campanha eleitoral mais cara de todos os tempos. Mais de R$. 300 milhões são os gastos previstos e declarados oficialmente para as eleições majoritárias do Ceará, segundo a assessoria do Tribunal Regional Eleitoral. O fato é político, mas os números são de ordem econômica e social. Cidadão nenhum desse Estado tem dúvidas de que os políticos que postulam o Palácio Iracema e o Senado Federal não dispõem de tantos recursos para investirem em uma campanha política. Aí surge a pergunta que todos fazem: de onde vem esse dinheirão? Dos partidos da coligação? Dos empresários e de doações individuais? Da máquina governamental, portanto, do cidadão que paga impostos? De onde quer que venha essa verba gigantesca, os motivos que movem e estimulam tantas doações são, no mínimo, questionáveis. Por que empresários e cidadãos endinheirados tirariam de suas reservas legais ou de suas poupanças somas tão expressivas para investirem em política? Seria por ideal político ou comprometimento cívico? A história dessa nação e de outras tantas diz que não são essas as razões de tamanho altruísmo. Os fatos que são denunciados aos Tribunais Eleitorais e por esses julgados são conclusivos de que há abuso econômico, uso de caixa dois e interesses outros não declarados.

interesses

Num português de fácil compreensão, as razões motivadoras dessa farra econômica são os interesses na participação de cargos públicos, acesso a informações privilegiadas e o prestígio de poder sentarse à mesa de quem detém o poder político e econômico. Esse espetáculo se repete ao longo do tempo e se renova com requintes de modernidade a cada ano de eleição. O lado bom dessa realidade é que a sociedade parece estar imune a tudo isso e se mostra renovadora, inovadora e independente e segue seus passos na construção de uma nova etapa econômica e social. Ou seja: a indústria tem crescido, as micro e pequenas empresas, graças a créditos subsidiados, têm se desenvolvido além da média histórica, o comércio esbanja saúde

e as exportações cearenses seguem em ritmo crescente. Para sorte nossa, estamos fazendo a nossa parte e nos conscientizamos de que o mundo gira sozinho. Os políticos, ah... deixa pra lá.

RAPIDINHAS

O Banco Central informa que 31% das operações bancárias realizadas em 2009 foram efetuadas pela internet. Foram mais de 50 milhões de brasileiros que utilizaram a Web para realizar serviços bancários*** Pessoas físicas e jurídicas poderão parcelar seus débitos de Imposto de Renda, ou inscritos na dívida ativa em até 180 meses, até o dia 30 de julho próximo ***Mercado prevê alta para os juros básicos na ordem de 0,75% na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom).


Expresso

Cidades

JORNAL

10 Rubens de Azevedo

Planetário é reinaugurado no Centro Dragão do Mar Depois de mais de quatro meses fechado para reformas, o novo Planetário Rubens Azevedo do Centro Cultural Dragão do Mar de Arte e Cultura foi reinaugurado no último dia 30 de junho. O equipamento conta agora com um novo projetor, o Zeiss ZKP4 Quinto New Generation. Por ano, ele recebe público visitante de cerca de 30 mil pessoas, além de 16 mil alunos de escolas públicas e particulares, através de visitas agendadas. Neste mês, o Planetário funcionará de terça a domingo, com sessões de “O ABC do Sistema Solar” às 17hs e 18hs, e sessões de “Explorando o Universo”, no horário de 19hs e 20 hs.

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Promessa de solução em 60 dias

Obras deixam trânsito ainda mais caótico na Antônio Sales A Prefeitura de Fortaleza começou mais uma etapa do Transfor, programa que pretende melhorar o trânsito da capital. Desta vez, as obras chegam a congestionada avenida Antônio Sales, entre a avenida Engenheiro Santana Júnior e a rua Coronel Jucá. A intervenção na via prevê drenagem, uma nova pavimentação e sinalização de trânsito. A previsão para conclusão é de 60 dias e a interdição será parcial, tomando apenas uma faixa de tráfego. O fortalezense espera que o prazo da obra seja cumprido e realmente sejam sentidas mudanças no fluxo de veículos dessa região após o término dos serviços. Enquanto isso, resta aos motoristas ter paciência para suportar o aumento dos engarrafamentos na avenida.

Cadê os bichos, Prefeitura?

Visitantes do zoológico reclamam da falta de animais e insegurança FOTOS: CAMILA LIMA

O zoológico Sargento Prata, no bairro Passaré, sempre pareceu descuidado. Só que agora, os problemas se avolumaram e o espaço, que já chegou a abrigar mais de 600 animais, hoje tem apenas 139. Falta segurança, não há guias para acompanhar os visitantes e os brinquedos do parquinho precisam de conserto. As reclamações são dos frequentadores do zoológico. Os visitantes se queixam da falta de cuidados com o espaço reservado aos animais. A principal crítica é a pouca variedade de espécies e o mato dentro das jaulas. Em algumas, fica até difícil saber o que está do lado de dentro. Segundo a presidente da União Internacional Protetora dos Animais no Ceará (Uipa-CE), Geuza Leitão, “o

Pequenas reformas ainda são insuficientes O único veterinário do zoológico, Leandro Rodrigues (foto), disse que todas as telas dos 37 recintos foram trocadas em uma das etapas das melhorias do equipamento. “Os serviços têm o objetivo de oferecer instalações para os animais, com ambientes mais sadios. Recentemente, nasceram em cativeiro uma jibóia e uma tartaruga da Amazônia”, destaca. Leandro reconhece, no entanto, que muito ainda precisa ser feito. Viveiro dos animais são considerados pequenos número de espécies tem diminuído, porque o zoológico não tem estrutura para ser lar dos animais. Alguns leões que foram apreendidos pelo Ibama tiveram de ser levados para Canindé e até para outros estados. Não há jaulas adequadas aqui em Fortaleza.”

O professor João Rebouças, morador do José Walter, traz os filhos quase diariamente para o zoológico, mas tem notado que a estrutura está ficando deficiente. “Os brinquedos, por exemplo, estão quebrados e eles gostam muito do parque.” Ele também destaca que o poder público

não tem interesse em tornar o local uma área de lazer atrativa. “De fato, há um descaso na lida com os animais. Muitas vasilhas de alimento e de água estão vazias. Têm aves dentro das grades que ficam amarradas pelas patas. Pra quê isso? Se elas estão dentro dos viveiros, é para voar”, frisa.


JORNAL JORNAL

Fortaleza, 94 aa 15 10 de de julho junhode de2010 2010 Fortaleza,

Expresso

Frequentadores intranquilos com onda de assaltos A falta de segurança motiva constantes assaltos e tem sido motivo de preocupação expressa pelos visitantes. Os espaços verdes do equipamento, sem fiscalização, facilitam o acesso e a fuga dos criminosos. Geuza Leitão (foto) conta que uma amiga foi assaltada enquanto faziam uma vistoria na estrutura do local. “Em menos de 15 minutos que estávamos no zoológico, chegou um bandido e levou o celular da minha amiga. Não tivemos reação e rapidamente ele pulou o muro da parte de trás do zoológico”, relatou. A segurança que deveria ser feita por guardas municipais não foi vista pela equipe do EXPRESSO nem pelos visitantes.

Mesmo com as deficiências, o local é muito procurado especialmente pelas crianças. Isso mesmo. Elas

não vão para olhar os animais e ficar no parquinho que, aliás, está com estrutura avariada. A dona de casa Luiza Távora já veio algumas vezes ao zoológico e afirma: “Isso aqui era bem melhor, hoje não tem mais animais interessantes.” O zoológico Sargento Prata foi inaugurado em 1979 e é mantido pela Prefeitura de Fortaleza. Entre os 139 animais existem aves, mamíferos e répteis. Chamam atenção das crianças os macacos, o jacaré e os papagaios. Para quem quiser se arriscar, o local é aberto para visitação de terça-feira a domingo, das 8 às 15 horas. A entrada é gratuita.

9 11

Bioparque municipal: mais uma ideia mirabolante? A Prefeitura de Fortaleza pretende, até a Copa do Mundo de 2014, unir fauna, flora e o homem, ampliando o zoológico Sargento Prata, que passaria a fazer parte de um complexo maior, englobando também o Horto Municipal Falconete Fialho e o Espaço Verde. O projeto, mais um dos especiais da prefeita Luizianne Lins, foi batizado de Bioparque Passaré. Esse novo equipamento ambiental possuirá 60 hectares, 90 recintos, com 3000 animais, aumentando de 100 para 300 espécies. Ao invés de jaulas e paredes, o ambiente será feito com fossos para facilitar a visão dos visitantes e colocar o animal mais próximo de seu habitat natural, sem barreiras visuais e dentro da maior segurança. O espaço também deve agregar o consórcio de animais, não tendo mais recintos exclusivos para espécies. Um grande recinto de pássaros, por exemplo, poderá ter aves, cágados e mamíferos não conflitantes. Outra ideia é ter um grande viveiro, com telas por cima das copas das árvores e com um recinto onde as pessoas poderão entrar. Um sistema de safári poderá ser criado para que as pessoas possam interagir com os animais numa visita monitorada e guiada. As pessoas poderão passar com charretes ou carrinhos no espaço onde estão antas, capivaras, cágados, marrecos. Resta saber quando e se a ideia vai sair do papel.


JORNAL

12

Expresso

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Parangaba

Núcleo é modelo na resolução de conflitos e ajuda ao Judiciário FOTOS: CAMILA LIMA

Antes de encaminharem seus casos à Justiça, os cidadãos têm a oportunidade de buscar uma solução baseada no diálogo e no entendimento com o apoio de um mediador comunitário O Núcleo de Mediação Comunitária de Parangaba (NMCP) completou no último dia 26 de junho uma década de atuação em benefício da sociedade. O atendimento gratuito e humanizado fez com que 1.137 consultas jurídicas e 3.848 processos de mediação fossem realizados durante todo este período, totalizando 5.185 atendimentos. De todos os casos mediados pelo segundo núcleo criado no Brasil nesse período, 80% deles obtiveram

sucesso. O atendimento nos sete núcleos implantados no Ceará termina sendo uma forma de

desafogar o Poder Judiciário. Nesses locais, o cidadão pode buscar resolução de problemas de origens diversas, como

Mediadores acompanham casos mesmo após acordos Segundo o promotor de Justiça e coordenador do Programa de Mediação Comunitária do Ministério Público, Francisco Edson de Sousa Landim (foto), cada caso resolvido passa por um processo continuado. Ou seja, depois de celebrado o acordo entre as partes, os núcleos ainda fazem o acompanhamento fornecendo o apoio que for necessário. “Todo cidadão tem a obrigação de colocar um tijolo na

sociedade. O mediador não é um juiz, mas ele tem a capacidade de mediar, fazer escuta ativa, forçar a conversa, o diálogo entre os dois lados”, afirmou. Em relação ao NMCP, que já recebeu visitas até de representantes de outros estados e países como França e China, por exemplo, existe uma peculiaridade que o diferencia dos demais. As delegacias que se localizam no entorno do bairro Parangaba são os seus maiores parceiros. Normalmente, quando recebem casos que podem ser mediados antes de ser tomada qualquer medida, as delegacias fazem o encaminhamento para o Núcleo. Antes do final do ano, o Programa implantará o Núcleo do bairro Bom Jardim. Depois do Ceará, outros estados como Rio de Janeiro e Salvador já implantaram esse tipo de assistência em algumas comunidades.

Tipos de conflito que podem ser mediados Ameaça, calúnia, cobrança de dívida, conflito de apropriação, conflito de herança, conflito de imóvel, conflito de locação, conflito do consumidor, conflito escolar, conflito familiar, conflito societário, conflito trabalhista, conflito vizinhança, constrangimento ilegal, difamação, dissolução de união estável, injúria, invasão de domicílio, lesão corporal leve, pensão alimentícia, poluição ambiental, poluição sonora, reconhecimento de paternidade e separação consensual.

cobranças de dívidas, pensão alimentícia, poluição sonora, separação conjugal, conflito de vizinhança, reconhecimen-

to de paternidade e ameaça entre outros. Além disso, é possível obter informações jurídicas ou orientação de como buscar seus direitos. Cada um está aberto a atender tanto a população de bairros vizinhos quanto de outras cidades. O trabalho é realizado voluntariamente por 12 mediadores comunitários, que são capacitados antes de atuarem em qualquer caso. De início, o mediador conversa com cada mediado em particular na tentativa de solucionar a questão. Após esta etapa, caso seja necessário, os dois lados são chamados para que resolvam em uma conversa aberta entre os três. Em seguida, se não for dada nenhuma solução, ainda buscam-se alternativas. Persistindo a situação, o caso é encaminhado para a Justiça.

Onde encontram mediação no Ceará 1. Núcleo de Justiça Comunitária do Pirambu (1º Núcleo criado no Brasil)

Endereço: Avenida Castelo Branco, nº 2709. Pirambu Fone: (85) 3433 1751

2. Parangaba

Endereço: Rua Júlio Braga, nº 161. Parangaba Fone: (85) 3452 4572

3. Jurema

Endereço: Avenida Dom Almeida Lustosa, nº 4395. Jurema – Caucaia/CE Fone: (85) 3259 1364

4. Pacatuba

Endereço: Avenida 15, nº 507. Jereissati II – Pacatuba/CE Fone: (85) 3384 4082

5. Russas

Endereço: Conunto Habitacional Pe. Abdon Valério. Quadra 5, s/n. Mutirão – Russas/CE

6. Messejana

Endereço: Rua José Euclides Ferreira Gomes, nº 59. Curió Fone: (85) 3476 3316

7. Barra do Ceará

Endereço: Rua Estevão de Campos, nº 1368. Barra do Ceará Fone: (85) 3485 4177 Coordenação dos Núcleos: (85) 3452 3760 Informações: www.mp.ce.gov.br


JORNAL JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Expresso

9 13

Não se deixe enganar!

Estacionamentos são obrigados a indenizar clientes prejudicados No estilo “se colar, colou”, muitos estacionamentos exibem em placas ou nos tíquetes a frase: “Não nos responsabilizamos pelo veículo ou por objetos deixados em seu interior.” O que muitos não sabem é que tal aviso não vale nada. Pessoas que tiveram seus carros danificados e até mesmo furtados em estacionamentos de shoppings, supermercados e restaurantes têm o direito de pedir reparação dos danos. Para o vice-presidente da Comissão dos Direitos do Consumidor da OAB-CE, Sávio Aguiar, “com essa colocação o estacionamento tenta tirar de si

FOTOS: CAMILA LIMA

a responsabilidade legal que é de garantir a segurança dos veículos estacionados em seu estabelecimento”. A Justiça em todo o Brasil tem julgado em favor dos consumidores, reconhecendo

que os prestadores de serviço têm usado da boa fé dos clientes para se eximir de culpa. No início de junho último, o Supermercado Extra foi condenado a pagar indenização por

Regra é clara no Código de Defesa do Consumidor Segundo o artigo 14 do Código de Defesa do Consumidor, independente da existência de culpa do fornecedor de serviços, no caso da administração do estacionamento, ele é o responsável pelo dano causado ao consumidor. O advogado afirma que não adianta dizer que o serviço é de graça. “Diretamente ou indiretamente o consumidor está pagando pelo estacionamento, sendo que, na última hipótese, o custo está embutido nos valores de produtos vendidos. Conclui-se, então, que se trata de uma cláusula contratual abusiva. E, de acordo com o artigo 51 do CDC, tais cláusulas são nulas de pleno direito.” Sávio destaca ainda que o consumidor tem contribuído para que os donos de estacionamento fiquem livres de

cumprir a lei. “Muitas vezes as pessoas são prejudicadas, mas não reclamam, porque leem o tal aviso exposto nos estacionamentos e se submetem à indicação. Os próprios clientes se calam, por isso não há mais punições a esse respeito.” A responsabilidade de o estacionamento indenizar o cliente também está prevista na súmula número 130 do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O STJ entende que os estabelecimentos comerciais, ao fornecerem estacionamento aos clientes, respondem pela reparação de dano ou furto de um veículo, ainda que esse serviço seja gratuito. O texto observa que “a empresa responde, perante o cliente, pela reparação de dano ou furto de veículo ocorrido em seu estacionamento”.

dano moral no valor de R$ 3 mil e dano material no valor de R$ 329 a José Denis Lima de Oliveira, que teve seu carro arrombado e o som furtado no estacionamento do estabelecimento, no

bairro Montese, em Fortaleza. O cliente afirmou que procurou a direção do supermercado, mas foi informado de que a empresa não se responsabilizava pelos danos causados, pois o estacionamento era gratuito e que ele deveria procurar seus direitos. O Extra havia recorrido da primeira decisão argumentando que não houve o furto em seu estacionamento, pois não foi possível detectar o incidente nos registros eletrônicos e nem pelos vigilantes que trabalhavam no local. Ao julgar o recurso, o relator do processo, juiz Washington Luis Bezerra de Araújo, negou o provimento e decidiu manter a condenação. “A proposital insignificância dada ao caso pelo estabelecimento comercial ensejou claramente uma aflição junto ao cliente, abalando sua rotina normal, o qual teve que buscar as vias judiciais para a reparação dos danos sofridos”, concluiu o magistrado.


JORNAL

14

Expresso

Sobre Rodas

Gol, Uno e Palio

Volkswagen e Fiat lideram ranking dos mais vendidos no Brasil O Volkswagen Gol e os Fiat Uno e Palio lideram o ranking dos carros mais vendidos até maio no Brasil

Completam a lista Ford (10,2%), Renault (5,3%), Honda (4,31%), Peugeot (3,14%), Citroën (3,02%), Toyota (2,23%) e Hyundai (1,76%). Os outros fabricantes contabilizam 3,02%. Confira a seguir a lista dos 20 modelos mais vendidos no mercado nacional em maio de 2010, segundo dados da Fenabrave, e totalização até aquele mês. Considerando a participação de cada uma das montadoras apenas no segmento de veículos de passeio em 2010, tem-se a seguinte divisão:

Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), e mostram a Fiat na liderança com 22,91% (capitaneada por Uno e Palio), a Volkswagen (que tem o Gol como líder absoluto de vendas) no segundo lugar com 22,71%. A General Motors ocupa o terceiro posto com 21,39%.

CARRO

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

J

J

A

S

O

N

D

TOTAL

1 VW Gol

15893

17985

29343

22175

24236

109632

2 Fiat Uno

9923

10681

16013

13083

14164

63864

3 Fiat Palio

10599

10671

18365

13381

10448

63464

4 GM Celta

10018

8920

19944

11545

9404

59831

5 VW Fox/CrossFox

7477

8229

15075

12603

10671

54055

6 Fiat Siena

8971

9145

12913

10817

8441

50287

7 GM Corsa Sedan

7155

6669

12332

10492

11377

48025

8 Fiat Strada

6505

7563

10180

9037

9101

42386

9 Ford Ka

6405

7372

10112

7636

5309

36834

10 Ford Fiesta Hatch

5610

6028

10907

6948

4401

33894

11 VW Voyage

4117

5462

8339

6473

5947

30338

12 GM Prisma

4557

4551

7981

5340

4455

26884

13 Renault Sandero

3727

4339

7642

5292

3406

24406

14 Chevrolet Agile

5664

5205

4794

4084

4428

24175

15 VW Saveiro

3380

3451

5095

5137

5649

22712

16 Toyota Corolla

3243

3718

5761

4790

4329

21841

17 Ford Ecosport

2723

3062

5029

3721

2716

17251

18 GM S-10

3340

3060

3837

3209

3538

16984

19 Honda Fit

2484

3619

5950

2485

1865

16403

20 GM Montana

2887

3080

3729

3372

3118

16186

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Artigo A importância do mercado automotivo em crescimento acima da economia *Por José Éverton Fernandes Se o governo desejar dar um incremento no crescimento econômico do país sem demandar atenção para todos os setores da economia, basta conceder incentivos a duas atividades: construção civil e setor automotivo. Estes dois setores, por meio de sua extensa cadeia de indústrias, comércio e serviços têm a capacidade de indução de toda atividade econômica. São muitas as empresas que fabricam componentes de automóveis, empregando uma infinidade de pessoas; quase 130 mil que trabalham diretamente nas montadoras de veículos; aproximadamente 4.500 concessionárias autorizadas; 42.000 revendas independentes; e, muitas outras empresas que vendem produtos e serviços a essa cadeia, tais como: seguradoras, oficinas, financeiras, administradoras de consórcios, despachantes, corretores e vendedores autônomos, higienização de veículos, acessórios, postos de combustíveis e lubrificantes, toda indústria de combustíveis, fabricantes e lojas de pneus, detrans, autarquias municipais de trânsi-

to, etc. Enfim, desde as principais e mais valorizadas esquinas do país até fundos de quintais, famílias vivem em função do negócio automóvel, o setor também é a cadeia em que mais os governos arrecadam com tributos, impostos, taxas e multas. Além de um mercado complexo (no sentido de extensão e ramificações), tem um potencial de crescimento gigante no Brasil. Nos últimos anos, o mercado automotivo tem crescido a taxas bem superiores em relação às taxas do crescimento do PIB. Enquanto o PIB deverá crescer em torno de 5% em 2010, o setor automotivo estima um crescimento de 9,3% (Anfavea) para o mesmo período. Se considerarmos que a relação habitante por automóvel no Brasil é de 7,4 , enquanto na Argentina de 4,8 e nos EUA é 1,2 (dados do Anuário 2008 da Anfavea), o fato de que a população não pára de crescer e a necessidade de renovação da frota, podemos concluir que o mercado automotivo deverá continuar a crescer a taxas superiores às do crescimento da economia como um todo.

*Vice-Presidente da FENAUTO - Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores


JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Expresso

INFORME PUBLICITÁRIO

C a l h a u

15


Meio

Ambiente

JORNAL

16

Expresso

Lixo

cearasurf.com

Municípios com planos de resíduos receberão maio ICMS Uma série de visitas realizadas pelo Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam), a 174 municípios do interior cearense, teve início no dia 21 de junho. O objetivo é averiguar todos aqueles que implementaram o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos. Os que estiverem de acordo com o que prevê o decreto governamental nº 29.881, de 31 de agosto de 2009, receberão 2% a mais na redistribuição do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Concluídas as visitações, os relatórios serão encaminhados ao Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), conforme antecipa a lei de resíduos sólidos.

UFC

Litoral cearense sofre com erosão

A elevação do nível do mar e o aumento da frequência das ondas – resultados do aquecimento global – também são responsáveis pelo processo de degradação do litoral cearense. Em Fortaleza, a estimativa é de que, em 2050, o mar aumente em 50 centímetros. A erosão costeira -- recuo da linha da costa para o interior do continente - vem provocando a destruição da faixa litorânea da região Nordeste. No Ceará, a situação é preocupante, como ressalta o professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará (UFC), Jeovah Meireles. Segundo ele, dos 150 quilômetros que vão da praia da Caponga até o Pecém, cerca de 35% estão passando por uma fase impactante de forte erosão. Segundo o professor, o processo de degradação no Estado chega a 65%.

Agricultura

Ceará tem 32,81% das culturas com altas taxas de agrotóxico Couve, pimentão, pepino, mamão, tomate, abacaxi e uva foram as que apresentaram os resultados mais desfavoráveis no Estado, conforme laudos laboratoriais

Dados de 2009 do Programa de Análise de Resíduos Agrotóxicos em Alimentos (Para), divulgados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 23 de junho, mostraram que os agrotóxicos utilizados na produção diversas culturas no Brasil apresentam alto risco para a população. Das 3.130 amostras de 20 cultivos verificados em todo o país, 29% apresentaram algum tipo de irregularidade, seja com resíduos de agrotóxicos acima do permitido ou ingredientes ativos não autorizados. Em âmbito nacional, o pimentão foi o caso mais problemático apontado na pesquisa, com 80% das amostras insatisfatórias. Em segundo ficou a uva, com 56,4%. Já o pepino apresentou 54,8% e o moran-

fotos/camila lima

No CE, das 128

provas, 42 estavam irregulares

pimentão (e) foi o caso mais problemático go, 50,8%. A que apresentou o maçã, batata, laranja, alface, melhor resultado foi a batata, cebola, uva, manga, pepino, com apenas 1,2% de irregula- couve e tomate. Elas foram coridades. lhidas nos grandes supermerNo Ceará, foram coletadas e cados da Capital e enviadas analisadas 128 provas referen- para três laboratórios diferentes aos seguintes alimentos: tes, no Paraná, Goiânia e Minas beterraba, mamão, morango, Gerais. Os lados apontaram 86 banana, abacaxi, repolho, pi- resultados satisfatórios e 42 inmentão, cenoura, feijão, arroz, satisfatórios.

Batata apresentou menores taxas


JORNAL

Expresso

17

Rastreamento de produtos é desobedecido no Estado Em 2009, a Coordenadoria de Promoção à Saúde (Coprom) da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) realizou quatro reuniões com órgãos responsáveis pelo uso e controle de agrotóxicos, três redes de supermercados e a Associação de Supermercados e Centrais de Abastecimento do Ceará S/A (Ceasa). Na ocasião, foi apresentado o modelo da ficha de rastreabilidade que está sendo solicitada no ato da coleta das frutas, verduras e legumes. No Estado, apenas o Pão de Açúcar mantém o Sistema de Rastreamento dos Produtos para o Controle de Agrotóxicos, uma obrigatoriedade estabelecida pela portaria nº 6462/2009 publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) de 27 de novembro de 2009. Segundo o coordenador da Coprom, Manoel Dias

Apenas uma rede mantem sistema no Ceará

Fonsêca Neto (foto), esforços estão sendo feitos para que todos os estabelecimentos cheguem a este nível. Ele afirmou que na segunda quinzena de agosto deverá ser realizado um seminário envolvendo órgãos públicos estaduais, organizações não-governamentais e produtores rurais ligados à produção na agricultura orgânica. “Este encontro tem o objetivo de estimular a

camila lima

prática da agricultura orgânica e enfatizar os benefícios que os produtos agrícolas sem agrotóxicos trazem à saúde humana”, afirmou. Além desta atividade, Fonsêca acrescentou também que há o interesse de se fazer um trabalho mais detalhado no tocante à fiscalização da água para consumo humano nas regiões do Apodi e da Ibiapaba. Os órgãos de vigilância sanitária dos estados são responsáveis por fazer a notificação de qualquer supermercado que esteja com nível de agrotóxico acima do permitido ou não autorizado pela Anvisa. Após ser notificado, o estabelecimento tem um prazo de 60 dias para se adequar às normas estabelecidas. Além destas funções, eles fiscalizam os serviços hospitalares, os produtos sanitários, as águas de sais entre outros.

Resultados Laboratoriais insatisfatórios em amostras Coletadas em Supermercados de Fortaleza – 2009 6 NA 5

5 4

4

4

5

4

3

3 2

2

1

1

0

1

Arroz Maçã

1

1

1

NA: Não Autorizado

Ano

LMR:

Estados

Limite máximo de resíduo

2

1

Evolução nos últimos três anos - Brasil

>LMR

1

1

1

1

1

Fonte:

1

Beterraba Repolho Cenoura Morango Tomate Alface Feijão Pimentão Abacaxi Mamão Couve Pepino

NUVIS/ COPROM

2007

2008

2009

16

16

26

1168

1773

3130

9

17

20

104

167

234

No de Amostras No de culturas N de ingredientes ativos pesquisados o

Fonte: Anvisa

Uva

Saiba dos males para saúde humana Quando consumimos produtos como legumes, verduras e frutas com nível de agrotóxicos acima do considerado normal, a ação química é capaz de provocar desde náuseas, tonteiras, dores de cabeça, alergias, lesões renais e hepáticas, até cânceres, alterações genéticas e doença de Parkinson, entre outras. Os sintomas logo sentidos após o contato com produtos é chamada de intoxicação aguda. Quando aparecem aos poucos, chamamos de subaguda. Já os detectados meses ou anos depois denominamos de crônica.

O QUE SÃO AGROTÓXICOS :

são substâncias químicas (herbicidas, pesticidas, hormônios e adubos químicos) utilizados em produtos de origem agrícola e pastagens, com a intenção de alterar sua composição e assim, preservá-los da ação maléfica de seres vivos ou substâncias nocivas.


JORNAL

18

Expresso

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010 divulgação

vista aérea da praia encanta turistas

Ivonildo Lavôr

Piscinas naturais

Maragogi, a beleza de Alagoas Expresso Tur como opção de baixo custo ivonildolavor@jornalexpressoceara.com.br

O

Planetário Rubens de Azevedo, um dos equipamentos muito visitados do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, acaba de ser reinaugurado, o que é bom para o turismo da cidade. É mais uma opção para os turistas na cidade que, principalmente à noite, não deixam de conhecer o local.

As enchentes que castigaram algumas cidades de Pernambuco e Alagoas nos últimos 15 dias de junho não afetaram destinos turísticos consagrados da região nordestina, a exemplo de Maragogi, um dos mais belos recantos do litoral alagoano A praia é uma das boas opções para as férias de julho. Até porque a natureza caprichou em generosidade com o Estado de Alagoas. Os 230 quilômetros de costa abrigam nada menos que 17 lagoas, dezenas de praias e rios, destacando-se o São Francisco com quase 200 quilômetros de extensão. Mas, é no litoral norte do Estado, também conhecido como Costa dos Corais, que se encontra o que há de mais encantador em termos de praias e natureza incomum. Nessa região estão as piscinas naturais de Maragogi, além de 11 novas praias, praticamente intocadas, prontas para serem descobertas pelos turistas.

TURISTAS EM JULHO

O meio empresarial do turismo de Fortaleza estima uma queda entre 7% e 10% no número de visitantes no mês de julho, em relação ao mesmo período do ano passado. O efeito Copa do Mundo é o principal fator de preocupação dos empresários do setor.

TURISTAS EM JULHO 2 passeio de jangada é opção de lazer

De vila de pescador a reduto turístico De vila de pescadores, a cidade de Maragogi consagrou-se em poucos anos como o segundo polo turístico de Alagoas. Atualmente, o município faz parte de um roteiro alternativo que leva o turista a conhecer outras faces de Alagoas, e foge daquela habitual programação que englobava apenas as praias do Gunga, Barra de São Mi-

guel e do Francês. Parada obrigatória para quem visita o Nordeste, Maragogi oferece inúmeras atrações, principalmente aos adeptos de esportes náuticos, como mergulho, pesca submarina e iatismo. O local é também é ponto de partida para as dezenas de pequenas praias que circundam a região.

Mesmo assim, os órgãos de promoção do turismo de Fortaleza e do Estado estão mais otimistas. A secretaria do Turismo do Ceará (Setur), por exemplo, aposta num crescimento superior a 11%, representando 315 mil visitantes no período.

NÚMEROS NÃO BATEM

A propósito, as estatísticas no turismo são sempre muito confusas e questionadas. Geralmente, os números oficiais nunca batem com a expectativa do mercado. Os desembarques no Pinto Martins mostram

elevações no período, mas nem todo mundo que chega é turista.

MENOS HOTÉIS

Fortaleza é o principal destino dos turistas que chegam ao Ceará e o mercado de hospedagem encolheu nos últimos cinco anos. Desde então, nenhum hotel novo surgiu na cidade, e dois grandes fecharam. Para completar, flats que operavam com hospedagem mudaram de ramo.

O turismo internacional está num momento crítico, em queda não só em Fortaleza, mas em todas as capitais da região. A Delta Air Lines, por falta de clientes, vai deixar de operar da Capital cearense para Atlanta (USA)


JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Expresso

19

Arrecifes são atração O litoral de Maragogi é formado por praias de águas mansas, transparentes e de cores esverdeadas. A principal atração do local são as galés – arrecifes de coral com flora e fauna riquíssimas que formam piscinas naturais. São encontradas a 15 quilômetros da costa, na maré baixa, com variação de profundidade de meio metro a seis metros. Ao chegar ao local, os visitantes são orientados por guias a não tocar nos corais e a não comprar pedaços deles nas praias, porque a extração predatória é um problema em vários pontos da costa. No primeiro contato com a água, os turistas são recepcionados por cardumes de peixes-sargento (amarelos com listras pretas). Os peixes são habituados a comer ração na mão dos visitantes. No entanto, essa prática está proibida porque o homem está interferindo no hábito alimentar

do local. As galés estão inseridas na Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais, com manejo e monitoramento do Ibama. O visitante pode mergulhar com máscara e snorkel em volta dos recifes. O equipamento está incluindo no preço do passeio, que varia entre R$ 25 e R$ 50. Quem não sabe nadar, mas quer se aprofundar nas águas e na fauna marinha da região, pode fazer um mergulho acompanhado de um instrutor, com duração de 15 minutos. São mais de 15 espécies de peixe e dez de corais. A visibilidade é ótima, assim como a temperatura da água. Apesar do enorme tráfego de turistas, os corais são bem preservados.

DADOS DE MARAGOGI Localização: Litoral Norte de Alagoas, em plena Costa dos Corais Área: 335 Km2 População: cerca de 2.600 habitantes (IBGE 2004) Clima: Tropical quente e úmido Economia: Turismo, agricultura e pesca Altitude: 5 m

Temperatura Média: 27 graus Bacias hidrográficas: formadas pelos rios Maragogi, Persinunga, dos Paus e Salgado Distância de Maceió: 125 km Distância do Recife: 125 km Acessos: AL 101 Norte (partindo de Maceió); BR 101 Sul e PE 060 (partindo do Recife).

HOSPEDAGEM

Maragogi dispõe de todos os tipos de hospedagem, das mais simples pousadas aos sofisticados hotéis resorts, entre eles o Salinas do Maragogi e o Salinas Beach Resort, ambos operando no sistema all inclusive (todas as refeições e bebidas incluídas).

PACOTES

As agências de viagens de Fortaleza vendem pacotes de viagens, geralmente de cinco dias, incluindo transporte aéreo, traslados de chegada e saída e hospedagem. Algumas delas parcelam o valor da excursão em até 10 vezes.


Serviço

JORNAL

20 Centro de Fortaleza

Justiça Federal dá posse a servidores e inaugura 26ª Vara A Justiça Federal no Ceará realizou na última segunda-feira, 5, em sua sede, a cerimônia de inauguração da 26ª Vara e empossou 89 novos servidores. O atendimento ao público que procurar a vara, um juizado especial, será realizado no 15º andar da Justiça Federal, localizada na praça Murilo Borges, no Centro. Os novos servidores preencherão as vagas criadas com a instalação das novas varas da Seção Judiciária do Ceará inauguradas em abril deste ano. Eles serão lotados nos municípios de Quixadá, Tauá, Crateús, Iguatu, Sobral e Juazeiro do Norte.

Expresso

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Anvisa

Cartilha é lançada para esclarecer dúvidas sobre uso de medicamentos A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançou na última sexta-feira, 2, a cartilha “O Que Devemos Saber sobre Medicamentos” com o objetivo de esclarecer as dúvidas dos cidadãos sobre a utilização de remédios, promovendo assim o uso seguro e racional. Ela traz orientações sobre a leitura das bulas, cuidados ao administrar os produtos em crianças e o uso combinado ao álcool, além de abordar os riscos do uso incorreto. Segundo informações da Agência Brasil, a iniciativa faz parte do Programa de Melhoria do Processo de Regulamentação da Anvisa.

Saúde e Cidadania

Benfam desenvolve programas e promove debate em defesa da mulher Uma preocupação crescente das sociedades civis organizadas tem sido o combate ao abuso contra as mulheres. A organização não-governamental Benfam (Bem Estar Familiar no Brasil) busca contribuir, ao longo de sua trajetória, na minimização das questões de violência e maus tratos impostos Desde 2007, a organização trabalha no Projeto Saúde da Mulher: Diagnóstico e Perspectivas, que tem como meta o avanço no cumpri-

camila lima

mento dos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), plano de ação da ONU – Organização das Nações Unidas –, criado em 2000, e que, no Brasil, é chamado de 8 Jeitos de Mudar o Mundo. E para ampliar esse diálogo, a Clínica Benfam promove um seminário no próximo dia 14, das 8 às 14 horas, no auditório Waldir Arcoverde, na sede da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), localizado na Rua Almirante Barroso, n° 600, Praia da Iracema. De acordo com Ana Célia Santiago, assessora de Desenvolvimento Social da Benfam, o evento pretende somar esforços na articulação entre governo e sociedade civil, para diminuição das taxas de mortalidade materna. A unidade da Benfam no Ceará, criada em 1985, no decorrer das suas atividades, vem inovando em matéria de atendimento às mulheres, acreditando que a saúde das pacientes está atrelada ao comportamento adotado por elas no seu dia-a-dia. “Só a

atendimento médico e orientação fazem parte da estratégia da Benfam orientação técnica não cum- nua Emilia de Almeida, é o pre o papel que os serviços de atendimento realizado para saúde têm que cumprir. Pro- 16 instituições conveniadas curamos na hora da consulta de forma gratuita. “O princonversar e ouvir as deman- cipal desafio é com os adodas das pacientes. Depois, lescentes em conflito com passamos a orientá-las, não a lei. Muitos deles chegam só sobre o tratamento em si, arredios, sem muito papo. senão, também, sobre onde Quando percebem que poe a quem devem procurar dem contar com a gente para quando forem acometidas tirar suas dúvidas e anseios, por abusos”, explica a douto- logo se desarmam”, relata. Nessa linha, a Benfam ra Emília Maria de Almeida (foto à esquerda), responsá- atende uma média de 40 pessoas por mês, sendo que vel técnica pela clínica. Um fator a ressaltar, conti- 25 são adolescentes caren-

tes e em conflito com a lei. Demais públicos são constituídos por mulheres e crianças em situação de risco de violência. Segundo ela, a demanda prioritária é das instituições conveniadas, mas também são atendidas pessoas que livremente chegam à clínica. “Efetuamos um cadastro e verificamos a real situação do paciente. Enquadrando-se dentro das nossas exigências, o atendimento é feito gratuitamente”, disse.


JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Expresso

INFORME PUBLICITÁRIO

21


Mídia

JORNAL

22

Expresso

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Toda original

Zoe Saldana

Atriz noiva depois de 10 anos de namoro escondido

Malu Mader diz que nunca fez plástica

Depois de 10 anos mantendo o namoro longe dos holofotes da imprensa das celebridades, a atriz norte-americana Zoe Saldana (foto), 32, oficializou o noivado com o ator Keith Britton, segundo informações da revista “Us Weekly”. A revelação foi feita recentemente pela própria, que fez o papel de Neytiri em “Avatar”. No início de junho, ela homenageou o namorado ao receber o prêmio Maxmara Face of the Future, no Women in Film. “Tenho que agradecer uma pessoa especial que sempre fica escondida e negligenciada”, disse ela na ocasião. Entre os filmes que já participou estão: Blackout, Constellantion, Star Trek e Death at a Funeral.

Em entrevista à revista Claudia deste mês, a atriz global Malu Mader, de 43 anos, afirmou que nunca fez cirurgia plástica ou botox. Ela conta que talvez não tenha feito por excesso de vaidade ou por receio de um resultado ruim. “Para ser sincera, até agora não doeu envelhecer. Estou em paz com meu corpo e com meu rosto”, disse. Seu retorno às telas será no próximo dia 19, na novela Ti-Ti-Ti, da Rede Globo, na qual interpreta a personagem Suzana Martins. Malu é casada há 21 anos com o guitarrista do Titãs, Tonny Belotto, e mãe de dois filhos.

TVC

Crônicas do Ceará faz homenagem aos ilustres filhos da terra Crônicas

do Ceará

Programa semanal traz nomes de relevância da dramaturgia, negócios, música, política e comunicação, entre outros No ar há mais de três anos pela TVC, o programa “Crônicas do Ceará” se destaca por priorizar em seu conteúdo entrevistas com ilustres personalidades cearenses ou figuras que, com destaque, se radicaram no Estado. É convidado quem contribui de forma significativa para o desenvolvimento de nossa terra em diferentes áreas de atuação. Já registraram a sua participação atores, escritores, empresários, jornalistas, bailarinos e cantores. Todos os sábados, às 19 horas, a produção se propõe a atingir um público eclético, quando são explorados temas como a infância, a profissão, a religiosidade, entre outros aspectos que marcam a trajetória de vida. “Não só mostramos o lado profissional, mas a vida pes-

Todos os sábados

Horário: 19 horas

Canal: TVC

deputado Mauro Benevides foi um dos retratados no programa

soal do entrevistado. Nossa intenção é valorizar o nome do cearense”, diz a produtora Mônica Silveira. Em nova fase, o “Crônicas do Ceará” trouxe algumas novidades em seu formato. Durante meia hora, enquanto o convidado fala, diversas fotos são mostradas de forma intercalada e

em harmonia com a abordagem dos assuntos. Além da combinação entre voz e imagens do passado, dois vídeos com depoimentos de pessoas próximas ao entrevistado, ou do próprio, são veiculados em momentos estratégicos. Desde a primeira edição, apresentada no dia 21

de dezembro de 2006, já passaram pelo programas figuras como Augusto Borges, Fagner, Haroldo Serra, Emiliano Queiroz, J. Macedo, Cid Carvalho, Belchior, Mauro Benevides, Hugo Bianchi, General Torres de Melo e Ricardo Guilherme (foto à direita), além de outras personalidades.


Diversão

JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Expresso

23

Cinema

Poeta do piano

Rainha vive romance em meio a jogos de poder

Exposição celebra 200 anos de Chopin

O sonho de ser princesa, recorrente entre as meninas, era a realidade de Alexandrina Vitória Regina. Mas a vida da moça, última de sua linhagem real, não era exatamente um conto de fadas. Normas rígidas impediam que ela dormisse sozinha, descesse escadas desacompanhada ou mesmo deixasse seu palácio com frequência. Com a morte prematura de seu tio, Guilherme IV, Vitória assumiu o trono da Inglaterra aos 18 anos. Tornada rainha, a garota viu-se no centro de conspirações e jogos de poder. O filme “A Jovem Rainha Vitória” trata justamente desse período de transição, em que os olhares da regente, vivida por Emily Blunt, ficaram divididos entre seu primo, Albert de Saxe-Coburg (Rupert Friend), e o político Lorde Melbourne (Paul Bettany).

Uma exposição que mostra detalhes da vida do grande pianista e compositor Fryderyk Chopin. É o que vai encontrar o público que passar pelo hall da Biblioteca da Unifor (Avenida Washington Soares, 1321, Edson Queiroz), até 1º de agosto. “Chopiníssimo – Chopin, o Poeta do Piano” apresenta 15 painéis com 32 fotografias e reproduções de pinturas, desenhos, gravuras, partituras, documentos e objetos pessoais, cedidos pelo Instituto Fryderyk Chopin e Museu Chopin. O artista nasceu em 1810 na região central da Polônia, próxima de Varsóvia, cidade onde passou a adolescência, estudou música e onde seu gênio musical foi descoberto pelo público. A exposição é aberta de segunda a sexta, das 8 horas às 22 horas, e sábados, das 8 horas às 16 horas.

AGENDA CULTURAL Show

Raça Negra se apresenta  em Fortaleza A banda Raça Negra (foto) foi a primeira banda a adotar um estilo de samba carregado com muito romantismo. Entre as referências do grupo, artistas como Roberto Carlos, Jorge Ben Jor, Bebeto e Tim Maia. A banda gravou seu primeiro disco em 1991, oito anos depois de ser criada, com a música “Caroline”. Lançando um disco por ano, o grupo emplacou inúmeros sucessos como “Cigana”, “Doce Paixão” “Cheia de Manias” e “Tarde Demais”, onde deu início à era do samba romântico. Os pagodeiros fazem show neste domingo, dia 11 de julho, no Galpão 4 (Avenida Osório de Paiva – em frente ao Terminal do Siqueira), a partir das 22 horas. Mais informações: (85) 3230.5558.

Internacional

Eric Donaldson agita fãs do reggae O mais tradicional espaço do reggae em Fortaleza faz o maior sucesso com a galera que mantém viva a empolgação pelo ritmo jamaicano. E nesse comecinho de férias, direto da Jamaica, Eric Donaldson (foto), com seu talento reconhecido e original, é a atração internacional no Reggae Club (Rua José Avelino, 508, Praia de Iracema, a uma quadra do Centro Cultural Dragão do Mar). Ele se apresenta às 22 horas. Informações: 8701.6797.

Exposição

“De Picasso a Garry Hill” em cartaz no Dragão do Mar A exposição “De Picasso a Garry Hill” é uma rara oportunidade para o público brasileiro, particularmente do Nordeste, conhecer trabalhos de artistas referenciais

Infantil

Discovery Kids leva crianças ao mundo dos desenhos Os visitantes do Shopping Iguatemi têm acesso ao evento itinerante do canal Discovery Kids. Em um circuito de cinco áreas e com aproximadamente 50 minutos de duração, as crianças interagem entre si e entram em contato com atrações da tevê. Em cada área, um personagem da Discovery auxilia a garotada: George, o Curioso; Mister Maker; Sid, o Cientista; os Backyardigans e, na última parte, a criança recebe o título de “Explorador Discovery Kids”. Todos os dias, das 12 horas às 21 horas, até 25 de julho. Entrada gratuita. Os ingressos são válidos apenas no mesmo dia em que forem retirados. Mais informações: 3477.3560.

do século XX. Entre as mais de 50 obras, 44 são provenientes do Instituto Valenciano de Arte Moderna (Ivam), na Espanha, e o restante pertence aos acervos do

Museu MADI – Sobral, Pinacoteca do Estado do Ceará e do próprio Museu de Arte Contemporânea do Centro Dragão do Mar. Entre os artistas internacionais estão Alexander Calder, Salvador Dali, Pablo Picasso e outros mestres modernistas, além de grandes nomes das artes contemporâneas, como Antoni Tapies e Gary Hill. A mostra também traz obras nacionais com a importância histórica de Ademir Martins e Antônio Bandeira. A exposição entra em cartaz no dia 12 de julho e segue até 29 de agosto, no Museu de Arte Contemporânea do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Em julho, a visitação pode ser feita das 14 horas às 21 horas e, em agosto, das 9 horas às 19 horas. A entrada é grátis. Informações: (85) 3488.8608.


JORNAL

24

Expresso

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Esporte

Interioranas

Gafes do rádio esportivo no Cariri O goleiro Ivan Freitas teve passagem por várias equipes do futebol de Juazeiro do Norte. Quando defendia o Inboplasa, time da indústria de plástico e de categoria mediana, num jogo contra o Ceará Juazeirense, sentiu dificuldades em colocar a partida em determinado patamar, como queria o repórter da rádio Progresso, João Eudes: “O que você acha dessa partida?”. Ivan respondeu: “Rapaz... (fez-se um breve silêncio) Nem é das moles, e nem é das duras”. Quem porventura ligou o rádio naquele momento, ficou intrigado, sem entender do que se

tratava. Outra passagem relembrada é a de Luca Alves, conhecido comunicador do rádio juazeirense, por ocasião da cobertura da parada cívica de 7 de Setembro, através da extinta Vale do Cariri AM. Quando a banda municipal executava “O Guarani”, de Carlos Gomes, diante do palanque de autoridades, Luca pediu o microfone ao companheiro de lado e sapecou esta “pérola”: “Senhoras e senhores, estamos ouvindo agora o hino do Guarani Esporte Clube”. Time privilegiado, esse rubro-negro do Juazeiro, em matéria de hino, hein? (Por Wilton Bezerra)

Estevam testa novo esquema

Ceará vive expectativa com mudanças e ponta da tabela Passada a decepção com a participação da Seleção na Copa do Mundo, as atenções alvinegras se voltam à retomada do Campeonato Brasileiro, onde o time vai muito bem, obrigado. Depois de digerir a saída do técnico PC Gusmão para o Vasco da Gama, o torcedor promete lotar o Castelão para o jogo crucial contra o Corinthians, no dia 14 de julho, às 21h50, no Castelão. A partida vale a liderança absoluta do campeonato, visto que as duas equipes dividem a ponta com 17 pontos conquistados por cada uma nas sete primeiras rodadas da competição

A partida reveste-se de significado importante para a torcida do Vovô. O motivo principal é saber se o novo técnico, Estevam Soares, conseguirá ganhar a confiança do grupo de jogadores e manter o padrão

band.com.br

Estevam: desafio de jogo que vem garantindo sucesso na Série A. A favor do treinador está a recuperação do Ceará na Copa do Nordeste, onde o clube começou a utilizar o time titular após sucessivos fracassos com mistões e se recuperou na disputa. No grupo principal, o torcedor já ficou de orelha em pé com o teste de um novo no esquema tático do time, que pode deixar o 4-3-1-2 consagrado por PC

para o 3-5-2, com três zagueiros de ofício. Sem Heleno e Anderson, suspensos para o jogo do dia 14, a nova formação será testada no Nordestão diante de Santa Cruz, na quarta, 7, e Botafogo-PB, no sábado, 10, antes da partida contra o Timão. O elenco alvinegro também teve novidades na parada para a Copa. O lateral Diogo, o volante Bóvio e o zagueiro Diego Sacoman retornam após lesões. De contratação, a última foi a do meia Camilo, que vem tentar suprir a carência de opções para a vaga de Geraldo. Do lado corinthiano, o clube vive a iminência da saída do goleiro Felipe, que segue de malas afiveladas mesmo depois de fracassadas as negociações com o Genoa da Itália. O lateral Balbuena, o volante Marcelo Mattos e o zagueiro Chicão também podem deixar a equipe. De novidade, só a contratação do goleiro paraguaio Bobadilla, que estava no América do México. O técnico Mano Menezes está cotado para treinar a seleção brasileira.

Wilton Bezerra

No Couro

wiltonbezerra@jornalexpressoceara.com.br

A

gente sabe que o futebol é uma celebração do que a vida coloca diante de nós: coisas boas e ruins. Por imaginarmos ter as nossas perplexidades ajustadas, passa pela nossa cabeça a hipótese de ser possível controlar os eventos existência. Que nada. O futebol como metáfora da vida é um jogo incontrolável de erros e acertos. Mesmo com essa consciência, devo confessar que a derrota do futebol brasileiro numa Copa do Mundo tem sobre mim um efeito além do combinado. Neste espaço, cantamos a pedra sobre os defeitos do nosso selecionado. Ainda assim, estou ruminando aquele gol safado da Holanda, na falha de Júlio César, desarticuladora de um time sem domínio pleno da sua condição emocional. Nem mesmo a derrota da Argentina conseguiu subornar a minha amargura, até porque nunca tripudiei em cima de derrotas dos adversários, pois as vitórias dos meus times me bastaram. Futebol me revelou feito de amor e pieguice.

VAZIO E DOR

Dunga enquadrou o time do Brasil dentro de um sistema que garantisse certezas. Segundo a poetisa Adélia Prado, certeza demais é loucura. Esse fator acabou por inibir a seleção, e em todos os jogos mal se conseguiu extrair um tempo com as características do futebol brasileiro. Vendo pelo lado mais intelectualizado, cada país deve carregar as “essências nacionais” na sua forma de jogar. Como disse o uruguaio Eduardo Galeano, “diz-me como jogas, que te direi quem és”. Embora a derrota para a Itália em 1982 esteja colocada em primeiro lugar no ranking dos fracassos inimagináveis, o jogo contra a

Holanda provocou no cronista um sentimento de vazio e dor. O escritor norte-americano William Faulkner disse que entre um e outro, preferia a dor. O ser humano com as suas escolhas.

“Foram tantos os times de futebol parecidos nessa Copa, que deram a impressão de terem saído da mesma fôrma”. (A frase é minha mesmo)


JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Expresso

25

CRÔNICA EXPRESSA

Meu reino do futebol

Sobre fracassos e deslumbramentos do futebol mundial (Por Wilton Bezerra)

Não cabe a desculpa de que o fracasso de seleções e falsos mitos – criados pela mídia –, são decorrência do fato de ser a Copa do Mundo apenas um torneio de 30 dias. Por isso, os “acidentes de percurso”, ao lado das imponderabilidades, são explicações, ao nosso ver, insuficientes. Nada mais falso. E as copas sulamericanas e europeias somadas às disputas de eliminatórias que antecedem o Mundial, não contam?

A verdade é que o deslumbramento pelo futebol é ferido de forma séria pelas mentiras da mídia. As escolhas de “melhores do mundo” nisso e naquilo atendem à necessidade de fazer dinheiro e maximizar lucros. As estatísticas, volto a dizer, têm a capacidade de banalizar as coisas, e são esfregadas na nossa face como aliadas do simulacro no

qual querem transformar o futebol.

É comum um narrador de televisão falar numa transmissão apenas aquilo do seu interesse, promovendo o bom jogador à categoria de gênio. Como disse um manda-chuva do mundo milionário dos negócios: “Quando a maré baixa, é que se sabe quem estava nadando nu”. Não se trata de nenhuma atitude iconoclasta do cronista, mas os fracassos encontraram explicações quando celebridades criadas artificialmente pela mídia voltaram mais cedo para casa. Dos “mitos” fora da Copa, me vêm à lembrança o inglês David Beckham, milionário vendedor de beleza. Não chuta de pé esquerdo, não sabe cabecear, é “pipoqueiro” (jogador medroso),

e para incensar ainda mais sua imagem de ídolo, casou com uma cantora do conjunto “Os Novos Paraibanos” (imitação barata dos Novos Baianos). Claro, estou ironizando

essas coisas do império das banalidades. A mentira contumaz indica a desordem do caráter. Se sirvam.


JORNAL

26

Expresso

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Comida

São várias opções

Cardápio eclético tem até panelada de carneiro No Carne de Russas, a carne do sol é o prato mais servido. Ela sai em refeição para uma Panelada de Carneiro

pessoa (200g, com baião, batata doce, vinagrete e farofa, R$ 13,00), para duas pessoas (400g e o mesmo acompanhamento, R$ 21,90), como tira-gosto (R$ 9,90 com vinagrete e farofa) ou no quilo (R$ 26,00). A casa também tem as outras opções tradicionais de churrasco, entre elas picanha importada (R$ 50 o quilo) e maminha (R$ 28 o quilo). O cliente que não prefere churrasco tem ainda diversas outras opções, como as peixadas

Carne de Sol

de cavala (R$ 35), de tilápia (R$ 28) e de sirigado (R$ 40). A tilápia pode ser também frita ou na brasa (R$ 22,20).

“De lei”, a cerveja está sempre gelada, e pode ser saboreada em conjunto com outra surpresa do eclético restaurante: a panelada de carneiro (R$ 6,60 no tira-gosto e R$ 14,40 para duas pessoas). Esquina ventilada, lugar tranqüilo, o Carne de Russas é ponto de encontro de diversas patotas. Com self-service no almoço (R$ 17,90 o quilo), a casa ainda traz às quintas feiras caranguejo ao som de música ao vivo.

Há 12 anos

Carne de sol “bem molinha” e com sal ao ponto é no Joaquim Távora fotos/marcel bezerra

casa sempre cheia na hora do almoço

Churrasco de carne de sol de qualidade é raro encontrar em Fortaleza. Quem não domina a técnica corre o risco de deixar a carne dura ou salgada demais. Mas tem um lugar em Fortaleza onde você pode encontrar o prato produzido com qualidade, por quem conhece do riscado há anos. É a Churrascaria Carne de Russas Comandada por Francisco Marques de Oliveira, mais conhecido como Chiquinho, há 12 anos, a casa fica na rua Professor Carvalho, 2912, esquina com Castro Alves, no Joaquim Távora, bem perto da rua Soriano Albuquerque. De Russas, herdou apenas a fama – a cidade localizada no Vale do Jaguaribe nasceu na época do ciclo do gado e tinha entre seus atrativos tradicionais a carne de sol –, até porque o Chiquinho é natural de Piquet Carneiro, distante 262 quilômetros. “Aqui era apenas um barzinho que tinha esse nome, e quando comprei resolvi mantê-lo”, explica. Chiquinho botou o Carne de

Russas depois de morar duas décadas em São Paulo, onde atuava no mesmo ramo desde que deixou Piquet Carneiro, em 1977. Um dia, veio a passeio para Fortaleza. “Foi quando deu vontade de voltar. Da terra da gente, a gente nunca esquece”, revela. Tempos depois, vendeu a lanchonete na avenida Nove de Julho, bairro Bela Vista,

e tomou o caminho de volta. O Carne de Russas começou pequeno na esquina. Aos poucos, o Chiquinho foi aumentando o ponto, comprando imóveis vizinhos. Hoje, a churrascaria tem capacidade para 250 pessoas. Na parte de cima, ele construiu um espaço para eventos com até 50 lugares.

Segredo é preparar de um dia para o outro Em Fortaleza, Chiquinho (foto) decidiu mudar o foco do negócio. A especialidade passou a ser a carne de sol, que ele mesmo prepara, em técnica compartilhada com o churrasqueiro. “Eu já fazia em São Paulo, mas lá era na chapa, frita com manteiga. Aqui, ela é assada na brasa”. Para quem pensa que o preparo da carne é o tradicional, onde ela é imersa em grande quantidade de sal grosso e depois posta para secar ao sol, se engana. A técnica é proibida pela Vigilância Sanitária. “O segredo é simples: preparar de um dia para o outro. A gente salga com sal fino e depois coloca para descansar no freezer. Ela não fica dura e nem salgada demais. Fica no ponto”. A tática vem dando certo. Do contrário, Chiquinho não venderia os 300 quilos de carne do sol por semana.

Carne de Russas Rua Professor Carvalho, 2912, Joaquim Távora | Fone: (85) 3272-3227 | Aceita VISA, Mastercard, Hipercard e Amex | Aberto todo dia de 10h à 0h|


JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Expresso

27

a t i e c e R expresso

*Por Ana Elisa Marques

Escondidinho de carne seca

MODO DE PREPARO:

A macaxeira é um tipo de batata comestível e muito apreciada entre nós nordestinos, podendo ser consumida cozida, somente com água e sal, frita ou como parte de outros pratos, ressaltando outros sabores. Uma combinação muito saborosa é aquela onde se junta o purê de macaxeira com a carne de sol, resultando no ESCONDIDINHO DE CARNE SECA. Receita fácil e deliciosa.

Ingredientes: *1 xícara de chá de azeite de oliva *2 unidades de cebolas em rodelas *1 kg de carne seca dessalgada, cozida e desfiada *1 xícara de chá de salsinha picada *2 kg de macaxeira descascada, cozidas com sal e espremidas

*1 xícara de chá de leite *2 colheres de sopa de margarina (se preferir use manteiga da terra) *3 xícaras de chá de requeijão *1 xícara de chá de queijo parmesão ralado grosso *150 gramas de queijo mussarela

1. Em uma panela, aquecer o azeite e dourar a cebola, acrescentar a carne seca, refogar e depois colocar a salsinha. Reservar. 2. Em outra panela, colocar as mandiocas espremidas, acrescentar o leite, a margarina, o requeijão e misturar tudo. 3. Montagem: untar um refratário, colocar uma camada do creme de mandioca, colocar a carne seca já refogada, o queijo mussarela e cobrir com o restante do creme. 4. Polvilhar queijo ralado e levar para gratinar a 180ºC por 15 minutos.

*Chef pela Escola de Gastronomia da Universidade de Caxias (UCS )/ Italian Culinary Institute for Foreigners - (ICIF), Flores da Cunha, Rio Grande do Sul e especialista em Gerenciamento na área de Alimentos e Bebidas


JORNAL

28

Expresso

Polícia

Caso Alanis

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Crimes da Base

Acusado de assassinato vai a julgamento

Cheregatto é absolvido pelo STM

A Justiça decidiu que o acusado de homicídio triplamente qualificado por estuprar, matar e depois ocultar o corpo da menina Alanis Maria Laurindo Oliveira, 5 anos, fosse levado a júri popular. A Segunda Vara do Júri da Comarca de Fortaleza, onde o processo tramita, expediu ofício para que Antônio Carlos dos Santos Xavier (Casim), hoje preso na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Jucá Neto, seja apresentado à Secretaria da Vara no dia 12 deste mês para que possa tomar conhecimento do teor da sentença de pronúncia. A criança foi cruelmente assassinada no dia 7 de janeiro deste ano, após ter sido levada da frente de uma igreja no Conjunto Ceará.

O Superior Tribunal Militar (STM), em Brasília, decidiu definitivamente pela absolvição do padre José Severino Cheregatto do caso em que foi acusado de assassinar dois soldados em setembro de 2004 no interior da Base Aérea. O religioso foi considerado inocente por não haver provas sustentáveis que o fizessem ser condenado. O STM confirmou o que já havia decidido a Justiça Militar do Ceará durante o julgamento do capelão, que aconteceu no dia 7 de agosto de 2008. A sentença já “transitou em julgado” e, a partir de agora, não cabe mais nenhum tipo de recurso de apelação.

Segurança Pública

Governo adia decisão sobre propostas não atendidas dos PMs CAMILA LIMA

A reunião, que ocorreria no dia 5 de julho, foi adiada para segunda-feira, 12. Todas as categorias estarão representadas, inclusive os militares Após passeata denominada “Por uma segurança pública de qualidade”, realizada no último dia 30 de junho no aterro da Praia de Iracema, policiais militares e bombeiros tiveram a metade de suas reivindicações atendidas. O movimento, que contou com a participação de esposas e parentes, foi uma forma de manifestação pública pela reestruturação do soldo, alteração na jornada de trabalho, assistência à saúde e promoções. Depois de muitas dificuldades de atendimento causadas pela falta de médicos nos hospitais militares, 64 mil militares ativos e inativos, entre policiais, bombeiros e seus dependentes passaram a ser amparados pela Lei nº 14.687, com alteração de dispositivo aprovado pela Assembleia Legislativa. Com a mudança, eles tornam-se inclusos na lista dos beneficiários do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (Issec), assim como os outros servidores públicos. A segunda reivindicação atendida foi a alteração na jornada de traba-

Remuneração é a pior do Nordeste

lho. Antes, os policiais tinham que trabalhar seis dias para folgar um. Hoje, aqueles que atuam nos turnos A (6hs às 14hs) e B (14hs às 22hs) trabalham quatro dias para ter um de descanso. Já os que cumprem sua escala no turno C (22hs às 6hs) trabalham três dias seguidos para ter sua folga no dia seguinte) Segundo o presidente da Associação dos Cabos e Soldados Militares do Ceará (Acsmce), Flávio Sabino (foto), a escala de trabalho era abusiva e sobrecarregava o policial, o que terminava gerando uma série de problemas, como cansaço e estresse.

Hoje, o soldo de cada soldado é o equivalente a R$ 76,00. Entretanto, a categoria propõe que este valor seja igual ao do salário mínimo dos servidores estaduais, ou seja, R$ 560,00. Atualmente, um policial militar recebe como salário bruto o equivalente a R$ 1.453,00, o menor do nordeste. A média da região, por exemplo, chega a R$ 1.800,00. Caso a reestruturação do soldo seja aprovada, os militares passarão a receber R$ 1.942,00. No dia 1º de julho, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Roberto Monteiro, afirmou em entrevista a um programa de rádio que as duas propostas não atendidas esbarram na legislação eleitoral em mudanças na lei que estão sendo elaboradas pela PGE. Para o presidente da Acsmce, a reestruturação do soldo, por exemplo, representaria ganho e não aumento, o que seria permitido conceder. Na próxima segunda-feira, 12, acontecerá uma reunião com todos os servidores estaduais para decidir sobre questões ligadas a aumento salarial, inclusive os militares. Em relação às responsabilidades da Polícia Militar, o major afirmou que tudo o que foi possível fazer por parte da PM foi feito. Já decisões relacionadas a aumento de remuneração só poderiam ser dadas em instâncias superiores. Ele informou ainda que todos os soldados que passam para outra patente fazem um curso de habilitação antes de assumirem suas responsabilidades. Outro curso que está em atividade desde maio deste ano é o de condução de veículo de emergência, tanto para policiais do Ronda do Quarteirão quanto os do Policiamento Ostensivo Geral (POG).

Promoções ficam fora da lista As promoções foram uma das reivindicações não acatadas. “Acreditamos que as promoções são capazes de trazer satisfação e autoestima ao homem. A situação em que estamos, só causa desestímulo à categoria” disse Sabino. Segundo o assessor de comunicação da Polícia Militar, major Marcus Costa (foto), a proposta de redução do tempo mínimo de permanência numa graduação já foi encaminhada à Procuradoria Geral do Estado (PGE) para ser analisada e em seguida, ser tomada alguma decisão. Caso seja aprovada, por exemplo, um soldado terá de passar apenas seis anos para chegar a ser cabo, e não oito anos, como é hoje.


JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Expresso

INFORME PUBLICITÁRIO

29


Emprego

JORNAL

30

Expresso

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Até 3 de agosto

Exército oferta 321 vagas para carreira de tecnologia militar As inscrições para concorrer às oportunidades de níveis médio e superior para a área de tecnologia militar podem ser feitas até o dia 3 de agosto pelos sites www.ibfc.org. br ou dcip.dgp.eb.mil.br. A remuneração inicial varia de R$ 2.560,47 a R$ 3.870,07. A taxa de participação é de R$ 50 para nível médio e de R$ 70 para nível superior. Quem tem formação intermediária pode tentar o cargo de técnico em tecnologia militar, nas especialidades de agente de serviços de engenharia, armador, blaster, capotaria, edificações, laboratório de farmácia, metalurgia, óptica, qualidade, química, soldagem, topografia, eletrônica e manutenção industrial, entre outros. Já quem possui graduação pode tentar as chances de analista de tecnologia militar (Análise de Sistemas, Arquitetura, Farmácia, Tecnologia em Gestão de Qualidade, Tecnologia em Mecânica, Tecnologia em Controle e Automação, Tecnologia em Eletricidade e Geografia). Também há vagas para engenheiro de tecnologia militar, em diversas áreas.

Profissionalização

Senac oferece cursos gratuitos em Fortaleza e Caucaia

O Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac) do Ceará divulgou a relação dos cursos gratuitos para o segundo semestre do ano. As vagas vão ser ofertadas em Fortaleza e Caucaia. Ao todo, vão ser abertas 20 turmas em 15 cursos como depilador, manicure, maquiador, operador de computador, auxiliar administrativo, representante comercial, costureiro e operador de caixa. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas nos locais onde os cursos vão ser ministrados. A maioria dos treinamentos só exige a conclusão do ensino fundamental. O objetivo é atender principalmente a adolescentes e jovens de bairros pobres para tentar integrá-los ao mercado de trabalho.

Confira a relação de cursos e locais de inscrição Curso

Local

Período

Vagas

Pré-requisito

Depilador

Senac Avenida Tristão Gonçalves, 1245, Centro

12 de julho a 13 de setembro

20

17 anos Ensino fundamental concluído

Maquiador

Casa da Acolhida Marista Avenida Manoel Mavinier, 7637, Lagoa Redonda

12 de julho a 20 de setembro

20

17 anos Ensino fundamental concluído

Auxiliar administrativo

CRAS Granja Portugal – Rua Humberto Lomeu, 1130 Granja Portugal

19 de julho a 13 de setembro

20

16 anos Ensino fundamental concluído

Representante comercial

Escola Antonieta Siqueira Rua Guarani, Planalto Pici

19 de julho a 13 de setembro

Operador de Caixa

Casa da Acolhida Marista Avenida Manoel Mavinier, 7637, Lagoa Redonda

2 de agosto a 27 de setembro

20

20

16 anos Ensino fundamental concluído

18 anos Ensino médio cursando

Procurando emprego?

Confira as oportunidades para Fortaleza e Região Metropolitana Fortaleza - Sine/ IDT – (85) 3101.2774

80 vagas para costureira de máquina industrial 30 para selecionador de castanha de caju 20 para motorista de caminhão 20 para cozinheiro de restaurante 15 para empregada doméstica 11 para atendente de balcão 10 para motoboy Pessoa com deficiência - (85) 3101.27

3 vagas para ajudante de carga e descarga 3 para oficial de serviços gerais 2 para zelador Eusébio - (85) 3101.2136

20 vagas para auxiliar de produção 10 para ajudante de carga e descarga Maracanaú - (85) 3101.3031

49 vagas para auxiliar de linha de produção 8 para bombeiro hidráulico 5 para auxiliar de cozinha 2 para zelador


Expresso

31

PESQUISA ANUÁRIO-DATAFOLHA CONFIRMA: ÓTICAS BORIS LÍDER ABSOLUTA NO SETOR ÓPTICO DO CEARÁ.

Idéianova

JORNAL

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

PARA UM GRANDE TRABALHO UM GRANDE RECONHECIMENTO. Óticas Boris confirma a liderança na preferência dos cearenses e este ano recebe mais uma vez o prêmio de líder do setor óptico no Ceará (Pesquisa Anuário-Datafolha/2010). A festa de lançamento do Anuário 2010 aconteceu no dia 1º de julho, no La Maison Dunas, e foi marcada pela presença das maiores autoridades do Estado, empresários e formadores de opinião. Mais do que lembrada por 44,4% da população, Óticas Boris é a óptica do coração dos cearenses, é a marca de confiança da nossa gente. Esse prêmio é o trabalho sendo reconhecido e, acima de tudo, é o sonho transformado em realidade e acontecendo todos os dias, nos quatro cantos do Ceará. Seja nos detalhes na hora de atender melhor o cliente, seja na qualidade absoluta dos produtos ou na competência do serviço realizado. Se você se identifica com esse perfil arrojado e inovador, seja também um franqueado da Boris Trading. Um negócio que já nasce com os olhos voltados para o sucesso.

Sr. Boris e Governador Cid Gomes

Sr. Clayton Boris, Sr. Boris, Governador Cid Gomes e Sra. Luciana Dummar

Sr. Boris e Sr. Clayton Boris

Sr. Ângelo Boris, Sr. Boris, Dep. Mauro Benevides Filho e Sr. Clayton Boris

Dep. Caminha e Sr. Boris

Sr. Elias Ponte, Dep. José Pimentel, Sr. Boris, Sr. Claudio Ricardo Lima (Reitor do Instituto Federal do Ceará) Sr. Jorge Parente (Dir. FIEC), Vice-governador Francisco Pinheiro, Sr. Honório Pinheiro (Pres.FCDL) e Sr. Boris

Sr. Clayton Boris, Sra. Eveline Osório, Sr. Ângelo Boris, Sra. Fátima Boris e Sr. Boris

Sr. Boris, Sra. Valéria Lucena, Dr. Mairton Lucena (Pres. UNIMED), Sra. Ana Claudia e Dr. Ferreira


Juliana Ergang

Uma leoa destroça corações no EXPRESSO A miscigenação acha guarida perfeita no rosto, cabelos e corpo esguio de Juliana Ergang, nossa vigésima Garota EXPRESSO. O pai era descendente de alemães. O avô paterno, italiano. E para completar, a mãe, dona Lúcia, uma cearense batalhadora, foi morar em Curitiba, Paraná, onde nasceu Juliana. Aos dois anos de idade, a mãe decidiu retornar a terrinha. A saudade falou mais alto. E foi no Ceará que a bela Juliana ganhou notoriedade. Aos 15 anos, por indicação de amigos e apoio da mãe, decidiu tentar a sorte como modelo publicitária. Em pouco tempo, seus traços fortes e diferentes foram trilhando a carreira. “Quando pensei em desistir, minha mãe me fez ver que nada na vida se consegue se não houver persistência”, disse. Juliana tem como meta tornar-se uma modelo conhecida e requisitada no mercado fashion de Fortaleza. No entanto, seu maior sonho é estudar Direito e prestar concurso para juíza. Na hora de comprar um CD tem predileção pelas cantoras Beyoncé e Lady Gaga. Adora comida caseira, faz amigos com facilidade e tem como defeito maior ser teimosa. Ah, e encontra-se solteiríssima.

Fortaleza, 9 a 15 de julho de 2010

Garota

Expresso

Expresso

JORNAL

32

Ficha técnica Modelo: Juliana Ergang Texto: Guillermo Antonioli Fotos: Camila Lima www.agencianewfaces.com.br Contato: 3371.8816/87179616

Av. Anastácio Braga, 37 - Centro - Itapipoca Ceará - Fone: (88) 3631.2098


Jornal EXPRESSO n° 20