Page 1

ď‚Ą

Alberto Silva Neto


• Necessidade de sistematizar um método de criação pessoal; • Criação de formas físicas a partir da compreensão da obra e da personagem para servir como ponto de partida para a criação; • Sensação de domínio sobre a vida da personagem (corpo vivo).


• Observações de rua como um dos indutores de criação; • Construção de repertórios pessoais a partir de outros indutores: música, histórias de vida, etc. • Falta de autonomia do ator no processo de criação.


• Pesquisa IAP: sistematização de um repertório

de ações

corporais cotidianas; • Utilização do repertório para a criação de personagens e cenas do espetáculo (a dramaturgia nasceu das ações); • Mimese do corpo cotidiano como tema de especialização.


• Pesquisa IAP: Mímesis corpórea como técnica de pesquisa e representação; • Construção corporal sobre a qual se sobrepôs a palavra (relatos pessoais); • Exercício do espectador, testemunha do processo e cúmplice do ator.


• Outra experiência como espectador do processo de criação de ator (princípio da encenação); • Criação de quadro de indutores a partir da literatura; • Indução a partir de histórias de vida narradas e construção de repertório pessoal; • Hibridismo entre gênero dramático e narrativo.


Alguns Processos  

Processos de montagem do Ator Alberto Silva Neto