__MAIN_TEXT__

Page 1

Maripรก

Trajetรณria de quem acompanha o crescimento regional Entrevista com Leandro Zavodini

Foto: Rosania Pimentel / Foto Nova Color

Grupo


O Natal cheg chegou! É tempo de ag agradecer adecer a Deus, tempo de ren�ar n�s� sent�ment� de ��, am� e esperanca. anca.

Que as luzes do ano novo brilhem e tragam a todos novos desafios, novos projetos, saúde e muito sucesso.

Que todos tenham um próspero 2021!


Boas Festas!

Onde a vida acontece

Fone: (65) 3549-4106 Rua Julio De Cas lho, 168 S Centro - Lucas do Rio Verde - MT


24

Lucas do Rio Verde e o desafio de retomar o protagonismo regional

Leandro Zavodini em família para nossa capa

12

Grupo Maripá: trajetória de quem acompanha o crescimento regional

Revista Portal Diretor Lucas Ademilson Araújo 65 99991.9044

u pedal? Ciclismo pode ser 72 Par um aliado para sua saúde

Jornalistas Celso Nery Colaboradores: Agência Prime Agência R2 Mara Preto ASCOM Prefeitura Arte Final Luan Araújo Fotografias: Rosania Pimentel/Nova Color André Hernandes Rodrigo Matheus Impressão: Gráfica Massoni Luan Ba�sta Araújo-ME CNPJ: 11.387.837/0001-51 Lucas do Rio Verde-MT Fone: 65 99991.9044 ademilsonportal@hotmail.com

44

Chester Recheado - por Janete Baumbach do Vila Verde


Verde projeta 2021 de 42 Villa novidades com sede própria

34

Luiz Bino : Vamos trabalhar para deixar a casa arrumada

Uma verdadeira revolução 30 Pix: nas transações bancárias

59

INVESTIMENTOS - Renda Fixa ou Renda Variável

editorial Estamos no fim do ano. Novamente. E apesar de tudo, o ano voou. Para muitos um ano di�cil, para outros um tempo de aprendizagem. Para todos, um ano a�pico, onde as coisas saíram da normalidade. Tivemos que nos adaptar em alguns aspectos, mas também temos que comemorar em outros. E neste novembro conseguimos eleger nosso primeiro luverdense para uma vaga no Senado Federal. Carlos Fávaro já ocupava uma cadeira de Senador, de forma interina desde abril, e terá pela frente mais seis anos de mandato. Nestas eleições o povo decidiu fazer mudanças novamente em nosso município e elegeu o empresário e produtor rural Miguel Vaz Ribeiro. Ele ficará à frente do Execu�vo Municipal para comandar pelos próximos 4 anos. Temos certeza que nossa cidade con�nuará em boas mãos. Sem falar de nossa Câmara de Vereadores, que teve uma enorme mudança, só restando o ��l�mo dos Moicanos’. A palavra de momento é resiliência. Vale lembrar que a resiliência não é uma virtude, e sim habilidade. Acreditamos que os novos representantes terão que entender como irão lidar com problemas ou situações de dificuldade, diante do momento que estamos passando. Em nossa capa, o empresário Leandro Zavodini e sua família. Zavodini nos conta como tudo começou, de seus primeiros passos por Lucas do Rio Verde, do apoio de seus familiares, colaboradores e principalmente das pessoas que acreditaram no seu trabalho. Conversamos também com Luiz Bino e sua preocupação e empenho para deixar a casa em ordem, com inaugurações e início de obras que con�nuarão nos próximos anos, e com o prefeito eleito para os próximos 4 anos Miguel Vaz Ribeiro, que pregou a união como fator determinante para fazer Lucas do Rio Verde voltar a ter protagonismo em Mato Grosso. Outro bom exemplo de determinação e recomeço é do casal Baumbach que há mais de 15 anos comanda o restaurante Villa Verde e iniciará 2021 em um novo ambiente, ampliado e moderno, mas com o mesmo respeito e competência para atender aos amigos e clientes, marca que acompanha o casal desde sua chegada ao município no início dos anos 2000. A nós, da Revista Portal, resta desejar boa leitura e pedir a Deus que 2021 seja um ano repleto de boas no�cias, de prosperidade em nossa cidade, estado e país, que mesmo em meio às dificuldades que surgirem em nossa jornada, tenhamos fé e resiliência para �rar boas lições e bons exemplos pra seguir em frente. É um novo ano, com 365 oportunidades para avançarmos. Boa leitura.


Entrevista

Foto: Rosania Pimentel / Foto Nova Color

Entrevista com Leandro Zavodini, presidente do Grupo Maripรก.


REVISTA PORTAL

Grupo Maripá Trajetória de quem acompanha o crescimento regional Por Celso Nery

Q

uando chegou a Lucas do Rio Verde em 2010, Leandro Zavodini veio com o propósito de conseguir se estabelecer e transformar sonhos em realidade. Na época com apenas 25 anos, ele veio de Marechal Candido Rondon, interior do Paraná, e atuava como vendedor de implementos agrícolas, atividade bastante promissora. Porém, ao longo dos dias percebeu que haviam muitos profissionais nessa área e forte demanda em outras. Ao conversar com produtores rurais que forneciam frango para a antiga Sadia, o jovem percebeu a necessidade de fornecer serviços para a limpeza de aviários. Com visão de futuro, o empresário abriu a Agrícola Maripá, fazendo a aquisição de uma máquina junto ao produtor rural Julio Cinpak, que permitiu a limpeza dos aviários com maior agilidade. Com o negócio em alta, Zavodini adquiriu outros equipamentos e deu mais celeridade ao processo de higienização dos criatórios de frango. “A primeira máquina comprei pra pagar por ano, com prazo”, lembra o empresário, acrescentando que o esterco retirado dos aviários ficou para sua empresa, permitindo que ele iniciasse a venda desses produtos, bastante procurados para o plantio de grãos. Como a procura era grande, a empresa de Zavodini assumiu o processo de higienização de outros aviários na região. Sempre atento às necessidades dos seus clientes, Leandro foi criando outras empresas, com o propósito de oferecer serviços e produtos de qualidade. A Maripá Comércio de Maravalha nasceu após uma conversa com um colaborador que estava no horário de almoço numa propriedade

rural e sentiu a preocupação do produtor rural em conseguir maravalha para fazer a forragem dos aviários. Naquela época, o produtor era obrigado a buscar esse tipo de material em São Paulo, encarecendo o custo da produção de aves. Hoje, ele fornece para a BRF em todo o país. Outras iniciativas terminaram com a criação de empresas, sempre com a preocupação de atender necessidades dos produtores rurais. O transporte de maravalha e do esterco, por exemplo, era um problema em alguns períodos do ano quando caminhões e carretas são bastante ocupados durante a safra. Neste sentido, nasceu a Maripá Transportes. Ao solucionar o problema de logística, Leandro Zavodini buscou meios para reduzir os custos para oferecer o serviço aos produtores e decidiu criar a Mecânica Maripá. Outra empresa que nasceu nesse segmento foi a Lava Jato Maripá, especialista em lavagem e desinfecção dos caminhões do grupo Maripá e também da BRF. A Chapeação Maripá também foi criada para os cuidados que a frota de 80 caminhões precisa receber periodicamente. Os veículos de carga trafegam por boa parte do país, com bastan-

te ênfase na região nordeste. Na Bahia, onde o agronegócio vem avançando, os produtos da Agrícola Maripá vêm aumentando a participação de mercado.

Uma preocupação que tenho é oferecer praticidade e agilidade para o produtor. Se ele pedir 5 mil toneladas de adubo orgânico eu tenho como entregar o produto de uma vez só, o produtor pode se programar para usar”

, assinalou.

Dentro do planejamento de oferecer serviços aos produtores, Zavodini criou a Maripá Ambiental, que presta serviços em um segmento que vem sendo dia após dia alvo de fiscalização mais rígida e com uma legislação especifica para cada tipo de atividade rural. Considerado ‘celeiro do mundo’, Mato Grosso passou a ser acompanhado de perto e com critérios sanitários importantes para atender o mercado externo, bastante exigente com a qualidade do que é produzido em solo brasileiro.

Futura sede da Agrícola Maripá 13


Foto: HS Films

Entrevista

Os esforços em criar um ambiente favorável para que o setor produtivo avance cada vez mais levaram Leandro a criar a Zavodini Investimentos, empresa que tem a tarefa de fomentar iniciativas rurais. Por meio a empresa, o produtor rural pode custear, entre outras coisas, a produção agrícola. O empresário explica que o pagamento é feito com o Plano Safra e sem burocracia de instituições bancarias, comum em tomada de empréstimos. “O

produtor paga com o que ele vai produzir”, ressalta. “A Zavodini financia o produtor sem a CPR (Cédula de Produto Rural), nada de garantia. No banco tem que ter avalista, garantia, o produtor perde tempo e nem sempre consegue o objetivo”, pontuou. Leandro sempre se mostrou preocupado em buscar empresas ou negócios que pudessem trazer soluções. O mais recente investimento é a participação

societária numa empresa que hoje está sediada em Rondônia. A Paz Ambiental atua no ramo de Coleta, Transporte, Tratamento e Disposição final de resíduos perigosos, sendo referência em eficiência, qualidade e inovação no setor, utilizando-se das tecnologias mais avançadas para um atendimento especial que já rendeu diversos prêmios nacionais e internacionais. Leandro trabalha com a perspectiva de instalar a parte industrial, onde ocorre a incineração de resíduos perigosos, em Lucas do Rio Verde. “Vamos trazer a logística pra cá”, disse. “Vamos poder fazer preços melhores para os clientes e vamos ampliar os atendimentos em Mato Grosso, com foco em Lucas do Rio Verde e Sorriso”. Superação A trajetória de Zavodini em Lucas do Rio Verde é marcada pela perseverança. Em 2014, o empresário passou por momentos difíceis quando a Sadia enfrentou um processo que terminou em fusão com a Perdigão e a criação da BRF. Foi um ano em que Leandro se viu obrigado a negociar as máquinas usadas na limpeza de aviários e até desenvolver outras atividades profissionais, como corretagem de imóveis,

14


REVISTA PORTAL

para se manter. Mesmo com o revés, o empresário não desistiu e retomou a Agrícola Maripá. Os anos de 2015 e 2016 marcaram o período de maior prosperidade. A partir daí, foram abertas as outras empresas do grupo que emprega 112 pessoas. Colaboradores que Leandro chama de irmãos e considera como familiares. Ele cita que em meio a pandemia, quando houve redução nas vagas de emprego em muitos setores da economia, a Maripá empregou dezenas de pessoas.

“A gente deve muito aos produtores. Sem eles, nada teria sentido. Todas essas empresas existem, foram criadas para facilitar a vida do produtor, deixar ele tranquilo”, destacou. Tarefa

Foto: Rosania Pimentel / Foto Nova Color

O empresário, que tem uma rotina de trabalho bastante ativa, conta com o apoio da família para levar os negócios adiante. A esposa Izabela tem sido o suporte necessário em todos os momentos e ajudado na consolidação dos negócios. Sua irmã, cunhado, irmãos e o sogro, que é advogado de formação e responde juridicamente pelo grupo, cuida do financeiro das empresas. Eles assumiram funções estratégicas que permitiram a Leandro ampliar os horizontes. Todo dia, de segunda a sexta-feira, ele levanta às 4 horas da madrugada e 1 hora e meia depois acompanha o início dos trabalhos na unidade de Sorriso. Às 8 horas ele volta para o escritório da empresa, na Avenida da Produção, bairro Industrial, e define ações com os coordenadores de cada setor, uma forma que Zavodini encontrou e que acredita ser a fonte do sucesso do grupo Maripá. “A família me dá um grande suporte. Sem eles eu não sou nada. E sem os funcionários também isso não seria possível”, descreve. “É uma satisfação muito grande, porque a gente veio de família humilde, veio pra cá pra ser vendedor de implemento agrícola, funcionário. Ver onde a gente chegou e o que conseguiu, em dar qualidade de vida aos funcionários, coisa que a gente não teve”, ressaltou.

Leandro e Izabela Zavodini. que, a julgar pela trajetória da Maripá, vem sendo cumprida a contento. Questionado sobre as projeções para os próximos anos em relação ao Grupo Maripá, o empresário anuncia a criação da Maripá Armazéns Gerais, um segmento que se mantém em expansão dada a necessidade de

espaço para guardar a produção agrícola. “O produtor tem trabalhado, desenvolvida tecnologias, mas a capacidade de armazenamento não acompanha esse ritmo. Então, pensamos em criar a Maripá Armazéns Gerais, o que deve acontecer em 2021 ou no máximo em 2022. Esse é o nosso próximo empreendimento”, prevê. 15


Feliz Natal e um 2021

de muito Suce o!

Buscar os melhores resultados, dando o melhor de nós a cada ano: é com este ideal que con nuaremos em 2021, e sempre.

AGRADECEMOS A TODOS OS PARCEIROS POR MAIS UM ANO DE SUCESSO E DEDICAÇÃO. DESEJAMOS UM FELIZ NATAL E UM ANO NOVO DE BONS RESUTADOS. Esses são os votos da família AMAZON TEMPER


Entrevista

EMHA lança SKKY 360º Um convite para morar na região mais valorizada de Lucas Luciane Mildenberger

A

No coquetel de lançamento do apartamento decorado, no dia 25 de novembro, o diretor-presidente da EMHA, Ramiro Azambuja, destacou o compromisso em entregar obras de qualidade. “Somos uma empresa Luverdense e estamos ganhando o Brasil com empreendimentos em vários estados. É um orgulho lançar o SKKY, no mesmo local do VIDA Azaleias, lançado em janeiro, e que está 100% vendido, com as obras a todo vapor”. O SKKY oferece duas propostas de plantas com opção para uma suíte com um ou dois dormitórios. O ponto alto do imóvel, garante Ramiro, é o rooftop, área de cobertura com acesso comum e espaços de lazer planejados, completos para diversão. “É um projeto pensado para toda a família, com lazer exclusivo, sofisticação e o melhor do design contemporâneo, um produto que vai trazer qualidade de vida e bem-estar aos moradores”, enfatiza o diretor-presidente. 18

Fotos: Rodrigo Mateus

EMHA Construtora e Incorporadora lançou oficialmente seu novo empreendimento residencial: o SKKY 360º Rooftop View, localizado na região mais valorizada de Lucas do Rio Verde, o Parque das Emas. O imóvel tem um conceito inovador, de alto padrão, com uma ampla área de lazer, conceitos sustentáveis e projeto exclusivo para garantir conforto e segurança aos moradores. São 14 andares em uma torre única, de 50 apartamentos, com quatro unidades por andar.

Os servidores públicos Luiz Gustavo e Letícia Pinedo, e os dois filhos, Heitor e Felipe, estão felizes com a nova aquisição. “Moramos em casa e compramos para investimento, mas, possivelmente, vamos mudar quando estiver pronto, até mesmo pela praticidade e segurança”, disse Letícia, ao comentar que a área de lazer com vista 360º foi um dos pontos decisivos para a compra. “Gostamos muito da área de lazer para as crianças e a vista geral da cidade”, completou. Para o administrador Marcelo Tres, que já é cliente da EMHA no Azaleias, a compra do SKKY é um investimento interessante para o momento atual, com o aquecimento do mercado imobiliário. “Não sabemos ainda se vamos


REVISTA PORTAL

morar, mas adquirimos para investir. Tem ótima oportunidade de lazer, novidade para a nossa região ainda deficitária em relação a imóveis, e vai trazer visibilidade ao município. Tenho grande expectativa de valorização”, enfatizou. No térreo do empreendimento, o espaço SKKY Ground oferece piscina adulto, piscina infantil semicoberta, solarium, pool bar, uma academia equipada e espaços planejados para o lazer e diversão infantil, como brinquedoteca, além de pomar, jardins, gazebo e chimarródromo. O casal Oelcio Copetti e Silviane Carvalho foi ao lançamento para conhecer um pouco mais o imóvel decorado. “Eu gostei do apartamento no térreo, que é espaçoso, com o pé direito alto. A área externa também é muito boa, com um gramado para meus bichinhos de estimação, proporcionando qualidade de vida pra eles, mesmo em apartamento. Queremos comprar para morar e aproveitar a área de lazer para receber amigos, fazer encontros e festas”, declarou Silviane. O projeto também incentiva práticas de sustentabilidade, um dos pilares da EMHA, com itens que reduzem o consumo de água

e energia. Possui ainda gestão consciente de resíduos da obra e instalação de ponto de coleta seletiva de lixo. Está localizado no Parque das Emas, um dos melhores bairros para se viver em Lucas do Rio Verde. A região conta com toda infraestrutura e facilidade de acesso educacional, é valorizada e cobiçada pelas pessoas que procuram um imóvel para investir ou morar. Na Central de Lançamentos da EMHA, na Avenida da Produção, ao lado da Havan, em Lucas do Rio Verde, é possível conhecer o apartamento decorado do SKKY 360º e fazer negócios.

19


Entrevista

Convenção de Vendas 2020

Fotos: Rodrigo Mateus

De forma inédita na região, a EMHA realizou no dia 24 de novembro a Convenção de Vendas 2020, com a presença de aproximadamente 100 corretores de imóveis de Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e municípios vizinhos. Na oportunidade, foram apresentados os dois novos empreendimentos da empresa, o SKKY 360º, em Lucas, e o VIDA Califórnia, em Nova Mutum. Também foi lançado o Show do Corretor, que vai dar prêmios incríveis, entre eles um veículo zero quilômetro e uma moto elétrica. Para abrilhantar o evento, o palestrante Bianko falou sobre Motivação & Superação nos novos tempos.

Só este ano temos previsto mais de R$ 300 milhões em lançamentos na região do médio norte, onde está a força do agronegócio. Junto com esse time de corretores queremos ser a empresa com as melhores entregas e, principalmente, termos os melhores parceiros”, enfatizou Ramiro Azambuja na abertura da Convenção. A ideia, disse ele, e realizar o evento todos os anos, para capacitar, treinar, trocar ideias, fazer contatos e discutir os produtos da empresa com os corretores. “Juntos queremos construir uma nova história. Esse é o desafio da EMHA, é o trabalho que queremos fazer”, finalizou Ramiro.


UM NATAL DE PAZ E UM ANO NOVO

CARREGADO DE

Que 2021 seja um ano de muitas realizações e sucesso!

ÓLEO DIESEL COM QUALIDADE E CONFIANÇA


Feliz� N � atal e pr spero 2021

É tempo de renovar sonhos e esperanças! É tempo de celebrar o amor junto com a família, com os amigos, com as pessoas que você gosta. É tempo de sorrisos francos e abraços calorosos. De refle r, perdoar e sorrir. Receba nossos melhores votos de paz, saúde, amor e harmonia. Esses são os votos da família ART PEDRAS

Fone: 65 3549.3831 Rua Recife 1014 - Industrial Lucas do Rio Verde - MT


Entrevista

Lucas do Rio Verde e o desafio de retomar o protagonismo regional Entrevista com Miguel Vaz Celso Nery

E

leito no último dia 15 de novembro com 18.283 votos, 58,37% dos votos válidos, o empresário Miguel Vaz será o prefeito de Lucas do Rio Verde a partir de 1º de janeiro de 2021. Ele terá como vice-prefeito o também empresário Marcio Pandolfi e vai encarar o desafio de administrar a sexta economia do Estado. Paranaense de Santo Antônio do Sudoeste, casado com Janice Vaz, pai de Rafael e Guilherme e avô, Miguel chegou a Lucas do Rio Verde em dezembro de 1987 com o sonho de todo migrante da época: realizar sonhos e se estabelecer com sua família. O prefeito eleito recebeu a Revista Portal em sua casa e falou sobre os motivos que o levaram a ser candidato a prefeito 8 anos depois de ter sido eleito vice-prefeito do município. Miguel Vaz lembra que chegou ao município e trabalhou vários anos com carteira assinada até se tornar empresário e passar a gerar empregos, acompanhou o crescimento e a fase de transformação da economia, a chamada agregação de valor da produção primária, em que pode participar como empreendedor de alguns projetos. Ele destaca a importância de contar com li-

24

deranças que conseguiram direcionar o desenvolvimento do município de acordo com a sua vocação, que é a produção de alimentos, mas não esquecendo da área social, onde as pessoas tenham oportunidade de emprego, educação, saúde, habitação, ou seja, uma cidade que ofereça qualidade de vida. “Esse é o sonho. Tem que haver esse equilíbrio na sociedade”, pondera. O prefeito eleito cita ainda a experiência vivida por 4 anos como vice-prefeito, onde conheceu o funcionamento da máquina pública. Miguel comenta que uma boa gestão consegue transformar realidades, citando que Lucas do Rio Verde é o município com menor área geográfica, mas faz parte da lista de maiores economias do Estado. “Por que aconteceu isso? Porque as lideranças sempre se preocuparam de fazer diferente e é dessa forma que eu enxergo. Isso me motiva e motivou a participar da eleição, do pleito eleitoral, levando essa mensagem que precisamos crescer, precisamos ser uma cidade de oportunidades. Para aqueles que estão aqui e aqueles que vão chegar e acreditam que Lucas do Rio Verde é uma cidade de oportunidades”.


REVISTA PORTAL

Para alcançar esse objetivo, Miguel Vaz observa que é preciso, entre outras coisas, atrair investimentos, pois a partir de mais empregos, o giro econômico transforma-se mais robusto gerando mais oportunidades a todos os segmentos econômicos e sociais. Essa foi a primeira e principal mensagem do então candidato, destacando a necessidade de que Lucas do Rio Verde volte a experimentar períodos de crescimento e desenvolvimento do início dos anos 2000. “Olhando esse cenário eu me coloquei a disposição porque entendi que poderia fazer melhor, poderia colocar a minha experiência de vida, mais a experiência de vida pública para contribuir para Lucas do Rio Verde avançar mais”, pontuou.

25


Entrevista com Miguel Vaz

Durante a campanha, a realidade vivida por muitas famílias luverdenses reforçaram essa proposta. Questões como habitação e saúde, por exemplo, chamaram a atenção e levaram a refletir que o desequilíbrio social pode influenciar de forma negativa, impedindo que famílias possam buscar no município uma qualidade de vida melhor. No caso da habitação, é necessário que o Poder Público busque soluções para promover o equilíbrio.

O gestor público tem obrigação de olhar para aquelas pessoas que vieram em busca de realizar seus sonhos aqui”, comentou, acrescentando que qualidade de vida não é apenas o acesso ao emprego, mas contar com moradia, serviço de saúde pública, educação de qualidade, segurança pública, esporte e lazer. “É um conjunto de condições que fazem uma cidade ser bem desenvolvida e que promova a qualidade de vida. É esse equilíbrio que eu busco, mas sempre, a engrenagem do desenvolvimento econômico é importante. É ela que faz esse conjunto se movimentar mais forte”, ressalta.

26


REVISTA PORTAL

De acordo com Miguel, Lucas do Rio Verde deverá estar preparada para a chegada das ferrovias que pode acontecer nos próximos anos. Apresentar bem o potencial econômico de Lucas do Rio Verde será uma estratégia para atrair novas empresas e garantir que o município tenha condições de aproveitar ao máximo os investimentos feitos em logística pelo Governo Federal e que permitirá Lucas do Rio Verde se tornar entroncamento ferroviário. “Essa chegada das ferrovias trará consigo um novo ‘boom’ de desenvolvimento, crescimento e a cidade terá que estar preparada”, relatou. O prefeito eleito acredita que especialistas no tema poderão ajudar a criar esse ambiente e aproveitar os benefícios que serão gerados pelo investimento. Miguel Vaz também acredita que visitar locais que passaram por experiência, com a implantação de redes ferroviárias, pode dar uma dimensão mais adequada dos benefícios e situações que devem ser acompanhadas com critério, a fim de mitigar eventuais situações que possam se transformar em problemas sociais. Durante o bate papo, Miguel disse que a população pode esperar dele, do vice-prefeito, Márcio Pandolfi, e da equipe de secretários e coordenadores das Secretarias, muito empenho e trabalho. A proposta é agir com planejamento e, com base nos dados estatísticos sobre o crescimento populacional, suprir a população com investimentos nos diversos segmentos. O prefeito eleito citou como exemplo a construção de PSF’s (Postos de Saúde da Família) tendo como parâmetros o índice populacional sugerido pelo Ministério da Saúde. A mesma regra vale para educação, esporte e assistência social. “Planejamento é fundamental, essencial, determinante”, assinala. O fato de participar de um grupo político que conta com os

ex-prefeitos Marino Franz, Paulo Nunes e Otaviano Pivetta, além de empresários como Joci Piccini e Osvaldo Martinello, permite que Miguel busque opiniões de pessoas que tiveram participação no crescimento regional. Mas, o prefeito eleito garante que vai dialogar com toda a sociedade. Ele observa que boas ideias podem surgir em conversas com pessoas que não contam com grandes investimentos em suas atividades econômicas. “Pretendo ouvir bastante as pessoas, ir aos bairros, conhecer a realidade das pessoas e trabalhar conforme a demanda de cada bairro. Mas ter boas lideranças ao seu lado é sempre importante”, destaca Miguel. Apoio político O prefeito eleito comentou também a respeito de apoio político para viabilizar projetos e recursos das esferas federal e estadual. Miguel Vaz citou o apoio do deputado Estadual, Sílvio Fávero, durante a campanha, do vice-governador, Otaviano Pivetta, e que Lucas do Rio Verde tem ainda representação política no Senado Federal, Carlos Fávaro, e Câmara Federal, Neri Geller. “Esse acesso, esse diálogo com os agentes políticos fortalece a nossa condição, a nossa capacidade de atrair mais recursos para o município avançar”, aposta. Com a afinidade e a sinergia que Miguel tem com o vice-prefeito eleito, Márcio Pandolfi, Lucas do Rio Verde contará com a experiência em gestão pública de Pandolfi, que já atuou como vereador, secretário de saúde e deputado estadual, e é uma das apostas para aprimorar os serviços públicos. O prefeito eleito destacou o empenho que Pandolfi demonstrou nas funções públicas que ocupou e que o município tem muito a ganhar. “Não tenha dúvida que nós dois trabalhando juntos, a gente vai produzir muito mais. Quem vai ganhar é a sociedade luverden-

se”, aposta. Social Revista Portal também ouviu Janice Vaz, que a partir do próximo dia 1º de janeiro, será a primeira-dama do município. Ela falou dos desafios que a gestão terá para encarar, alguns deles na área social, especificamente na habitação. Embora no início dos anos 2000 Lucas do Rio Verde tenha sido reconhecida como uma das principais parceiras da Caixa Econômica Federal, principal agência fomentadora no setor habitacional no pais, é grande o número de pessoas que ainda sonham com a casa própria e vivem de aluguel e, em alguns casos, morando em imóvel cedido. Janice foi titular da Secretaria de Assistência Social na gestão Otaviano Pivetta 2013/2016 e disse que é possível fazer mais e melhor. “A equipe (de gestão) é ótima e será possível desenvolver um trabalho para trazer melhores frutos, com a experiência que se tem, aprimorar e melhorar”, pontuou. “Quando o Miguel se dispôs a ser o candidato, fizemos uma escolha e a gente vai continuar nesta perspectiva, dando o suporte e apoiando”, declarou Janice. Reflexão Miguel Vaz se mostra muito confiante. “A gente vai unir todos os esforços, construir, avançar naquilo que é importante pra cidade, e unir as pessoas. A eleição já passou, temos que olhar os interesses do município, nos abraçarmos e seguir em frente. É muito importante esse apoio popular e sou uma pessoa do diálogo, não sou pessoa de construir muros, mas fazer pontes. Sou muito otimista, acredito muito que vai ser um ano muito bom. A gente vai realizar o que assumiu de compromisso com a população e eu espero que a gente avance muito mais”, projeta. “Finalizo desejando um ano novo com muita saúde para todos, repleto de realizações e abençoado por Deus”.


Feliz Natal e um 2021 de muita alegria!

Não existe nada mais comovente do que o sorriso de uma criança. Através dele lembramos que ser feliz é dar valor ao simples e ao essencial. No Natal, celebramos o nascimento de uma criança, que veio ao mundo para nos mostrar que tudo é passageiro, menos aquilo que mora em nossos corações. Que neste Natal você possa ser feliz através do amor.

São os votos da CENTRO OESTE VIDROS E ALUMÍNIOS Diretores e Colaboradores

CENTROOESTE VIDROS E ALUMINIOS


CENTROOESTE VIDROS E ALUMINIOS


Dinheiro

PIX D

esde 16 de novembro os brasileiros têm à sua disposição o Pix, uma ferramenta criada pelo Banco Central do Brasil para modernizar pagamentos e recebimentos. De acordo com o BCB, o Pix foi criado para ser um meio de pagamento bastante amplo. Qualquer pagamento ou transferência que hoje é feito usando diferentes meios (TED, cartão, boleto etc.), poderá ser feito com o Pix, simplesmente com o uso do aparelho celular. Porém, por ainda ser novidade, ainda há muitas dúvidas a respeito. As transferências tradicionais no Brasil são entre contas da mesma instituição (transferência simples) ou entre contas de instituições bancárias diferentes (TED e DOC). O Pix é mais uma opção disponível à população que convive com os tipos tradicionais. A diferença é que, com o novo sistema, não é necessário saber onde a outra pessoa tem conta. Você realiza a transferência a partir, por exemplo, de um telefone na sua lista de contatos, usando a Chave Pix. Outra diferença é que o Pix não tem limite de horário, nem de dia da semana e os recursos são disponibilizados ao recebedor em poucos segundos. De acordo com o Banco Central, além de aumentar a velocidade em que pagamentos ou transferências são feitos e recebidos, o Pix tem o potencial de alavancar a competitividade e a eficiência do mercado; baixar o custo, aumentar a segurança e aprimorar a experiência dos clientes; incentivar a eletronização do mercado de pagamentos de varejo; promover a inclusão financeira; e preencher uma série

30

Uma verdadeira revolução nas transações bancárias

de lacunas existentes na cesta de instrumentos de pagamentos disponíveis atualmente à população. Para o gerente da agência Sicoob Credisul de Lucas do Rio Verde, Alex Fernando Belter, a nova ferramenta vai pôr fim a dramas enfrentados para transferências bancárias. “A TED tem de ter todas as informações da pessoa para quem você fará a transferência, nome completo, CPF, conta, número de agência, CNPJ, muitas informações que podem acarretar em erro. Acontece de mandar TED e volta porque tem erro”, esclarece Alex, citando que a confirmação da TED pode acontecer em até 1 hora. “O DOC é um sistema mais antigo, você envia na conta da pessoa e é creditado, em alguns casos, no dia seguinte, quando feito após às 16 horas”, acrescentou. Para ter acesso ao sistema de pagamento por meio de chave Pix, o correntista deve procurar sua agência para cadastramento, ou mesmo utilizar aplicativos disponibilizado pelas instituições. Cada correntista Pessoa Física tem direito a 5 chaves. “Se tiver uma conta corrente e uma conta poupança pode usar 2 chaves. Há casos de clientes que tem 2 contas correntes, pois separa o fluxo. Tem que cadastrar uma chave por conta”, explica Alex. De acordo com o gerente, CPF, número de telefone e e-mail são chaves padrão. “As outras duas chaves podem ser complementadas com informações aleatórias. O próprio sistema gera chaves ale-


REVISTA PORTAL

Alex Fernando Belter Gerente da agência Sicoob Credisul de Lucas do Rio Verde atórias e vincula duas chaves aleatórias. Traz bastante segurança”, observa o gerente. Já os clientes Pessoa Jurídica têm direito a 20 chaves Pix, por terem maior movimentação financeira em suas transações. Vantagens Para os comerciantes, uma vantagem é manter uma chave Pix salva no caixa do comércio. “Ele gera um QR Code com a chave Pix dele, imprime e deixa o QR Code num lugar de proximidade com os clientes. Ao fazer o pagamento com cartão de débito e o estabelecimento ter custo com aquilo, o cliente pode pagar com a chave Pix e o comerciante recebe na hora, como se fosse o pagamento no cartão

de débito, que é creditado ao comerciante no dia seguinte. O Pix cai na hora, é imediato”, explica. Alex observa que está em estudo que o Pix seja vinculado a pagamentos parcelados. “Está sendo trabalhada essa hipótese de estar integrada o cartão de crédito ao sistema Pix”. Por ser novidade, é possível que a ferramenta ainda possa ser aperfeiçoada, oferecendo novas funcionalidades. Custo por transação A principal diferença do PIX para as operações com cartão é o custo. As bandeiras ou operadoras cobram uma porcentagem do lojista com base no valor total pago pelo cliente. Se você comprar uma geladeira à vista

no cartão por R$ 2 mil, o vendedor receberá algo próximo de R$ 1.940, considerando uma taxa de 3% bem comum no mercado atual. No PIX, o valor total da compra não deve influenciar o valor da transação. Assim, em vez de pagar R$ 60 para receber uma compra de R$ 2 mil, o lojista pode pagar apenas poucos centavos. Não se sabe exatamente quanto uma transação no PIX vai custar, mas o BC já destacou que o valor será bem baixo. Para o cliente que fizer uma carteira digital compatível com o sistema, o custo inclusive vai acabar sendo zero ou diluído em algum serviço fornecido pela contratada. 31


O Natal traz a luz de um novo começo. É tempo de agradecer bençãos e vitórias. Celebrar amizades e reafirmar parcerias, levando conosco lições para seguir em frente com otimismo e determinação. É tempo de renascimento, de renovar compromissos na certeza de que novas conquistas virão.

SÃO OS VOTOS DO DEPUTADO SILVIO FÁVERO E FAMÍLIA

DEPUTADO ESTADUAL


Entrevista

Binotti: Vamos trabalhar para deixar a casa arrumada

T

rabalhar até 31 de dezembro e deixar a casa arrumada, pronta para que a próxima gestão possa assumir e desenvolver seus projetos. Essa é a intenção do prefeito Luiz Binotti que pretende manter o ritmo de inaugurações de obras em diversos segmentos, como educação, lazer e infraestrutura. A lista de obras que podem ser entregues até o último dia de dezembro é extensa. Na educação, a ideia é entregar a ampliação da Escola Cecília Meireles, bairro Tessele Junior, que vai contar com mais 10

34

salas de aula, uma piscina para atender a comunidade escolar e a reforma do prédio. Deve ser entregue também a ampliação e reforma da Escola da Comunidade Groslândia. “Trabalhamos e contamos com a construtora para entregar a escola Cora Coralina, no bairro Jaime Seiti Fujii”, comentou o prefeito. Ainda na educação espera a conclusão da Escola Tarsila do Amaral, no loteamento Dalmaso. A obra é do governo estadual, mas contou com acompanhamento do município, que empenhou esforços e cobranças para a

retomada da obra. A creche Irmã Dulce, na região do Jaime Seiti Fujii, é outra obra na área educacional que deve ter sua execução iniciada ainda em 2020. A creche Darci Ribeiro, no bairro Parque das Emas, também será iniciada em dezembro. (já está em andamento a obra) Faz parte da lista de obras a serem entregues a conclusão de mais um reservatório de água. A intenção é dar sequência a outros três reservatórios para que sejam inaugurados a partir do próximo ano. Ainda na área de saneamento, a gestão municipal


REVISTA PORTAL

Escola Cecília Meireles no bairro Tessele Junior. planeja inaugurar a ETE (Estação de Tratamento de Esgoto), a segunda do gênero. Outra obra feita com acompanhamento do município, que fez gestão para que a comunidade contasse com o benefício, é a construção do novo Fórum da Comarca, que está concluída e depende de agendamento com o Tribunal de Justiça. (inauguração marcada para 11/12) Sonho dos imigrantes vindos do norte e nordeste, o Centro de Tradições do Norte e Nordeste deve ter a Ordem de Serviço dada. Os serviços de terraplenagem foram realizados no bairro Tessele Junior, onde será construída a sede. Na área esportiva, a gestão Binotti pretende entregar o sistema de iluminação de diversos campos de futebol, investimento feito para que os espaços possam ser utilizados pela comunidade no período noturno. Também entra na lista de inaugurações a praça do bairro Parque das Emas. Nesse local, a gestão prepara a construção do segundo Mercado do Produtor. “Temos outras ações pra fazer, vamos deixar licitado, com dinheiro em caixa pra fazer mais um Mercado do Produtor”, ressaltou Binotti, que esteve em Cuiabá para ajustar pendências que existiam em relação ao projeto, que poderá ter a Ordem de Serviço ainda em dezembro. A construção do Quartel da Polícia Militar também deverá receber a Ordem de Serviço. “Vamos deixar a Prefeitura em

dia, arrumada, organizada, trabalhando. Não vamos fazer quebra de contratos. Se tiver algumas decisões para tomar, faremos em parceria, em comum acordo com a próxima gestão para que não aconteça o que aconteceu em 2016, início de 2017, que a gente pegou a Prefeitura com muita dificuldade pra tocar, com todos os contratos cancelados. Não vamos fazer dessa forma”, declarou, afirmando que essa conduta deveria ser regra, não exceção. “Deveria ser sempre assim. A política vem evoluindo, temos a Lei da Responsabilidade Fiscal, mas mesmo com essa lei o gestor acaba falhando em deixar muita coisa, principalmente contratos cancelados. Não vamos fazer isso, pois sabemos que não é correto”, ponderou. O prefeito ressalta que entrega ao futuro gestor um parque de máquinas renovado. Binotti acredita que entregará o novo pátio da Secretaria de Obras e Infraestrutura no bairro Tessele Junior, onde está localizada a Usina de Asfalto. A ideia é que no novo pátio sejam guardados os maquinários pesados e o pátio localizado no bairro Cidade Nova sirva para atender os veículos leves. Também na área de infraestrutura, Binotti observou que a rodovia MT 449, no trecho entre o trevo de acesso à BR 163 até o pórtico nas proximidades da Fundação Rio Verde, está sendo recuperada com recursos próprios. A decisão de não terceirizar a obra se deve a economia que representa para o município as-

sumir a realização da obra. “Fizemos um orçamento e terceirizando ela iríamos gastar muito. Não vamos conseguir terminar toda a recuperação, vamos fazer um trecho, mas vamos deixar o dinheiro em caixa, alocado, e esperar que a próxima gestão o faça, como nós estamos fazendo”, pontuou. Programação de Natal e Ano Novo Com o intuito de deixar o fim de ano mais alegre para a população, o município vai realizar programação especial de natal. A ornamentação de vários pontos da cidade vai trazer um colorido especial para o período. Como ocorreu no ano passado, as comemorações serão centralizadas na Praça dos Migrantes. O réveillon também está na programação de fim de ano do município. O prefeito espera que a chegada de 2021 traga bons fluídos.

Foi um ano extremamente difícil, com a pandemia. Foi difícil para a população, prefeituras, governos, e a gente está conseguindo superar. Que a gente possa finalizar o ano com um natal alegre, um réveillon alegre e que possamos dar adeus a pandemia e vamos iniciar 2021 com muito otimismo, livre dessa doença que afetou o dia a dia da população”.

Assinalou.

Prefeito Luiz Binotti fez questão de agradecer o apoio recebido, lembrou que fez, ao lado de sua equipe de trabalho, todos os esforços para cumprir o compromisso assumido com a população. “Agradecer a todos que me ajudaram ao longo desses 4 anos”, resumiu. 35


LEIS DE AUTORIA DO DEPUTADO SILVIO FÁVERO FUNDO DE SEGURANÇA

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

Esta Lei instituiu o Fundo Especial de Segurança Pública (FESUSP/ MT), já tendo possibilitado investimentos para segurança pública de Mato Grosso na ordem de mais de R$ 100 milhões. Os recursos são oriundos das loterias federais, conforme assegura a Lei Federal Nº 13.756/2018. LEI Nº 10.988/19

CASA PARA ÓRFÃOS

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

CASA PARA CASOS DE MICROCEFALIA

ESCOLAS MILITARES

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

Idealizada por Silvio Fávero com o objetivo de garantir a melhoria do ensino em Mato Grosso, com a transmissão de valores morais, disciplina, amizade, patriotismo, respeito à família e à pátria, esta Lei criou um programa de gestão compartilhado cívico-militar para regulamentação e expansão das escolas militares na esfera estadual. LEI Nº 10.922/19

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

www.silviofavero.com.br

Acrescenta dispositivos ao art. 2º da Lei nº 8.411/05, que cria o fundo de reaparelhamento e modernização do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT), assegurando mais recursos para educação e saúde dos municípios. LEI Nº 11.085/20

ISENÇÃO DA GTA PARA AS APAES

DOAÇÃO DE PRODUTOS APREENDIDOS

Com enfoque social, esta Lei determina que todos os produtos aprendidos pelas autoridades competentes sejam destinados às instituições filantrópicas, aos programas e projetos sociais desenvolvidos pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setacs), voltados às crianças, adolescentes, idosos e mulheres em situação de vulnerabilidade. LEI Nº 11.075/20

Como forma de estimular a doação de sangue entre os servidores públicos do estado de Mato Grosso, foi idealizado o Programa Sangue Bom, na forma de Lei, com benefícios diretos aos servidores e à população em modo geral. LEI Nº 11.163/20

MULTA DA SAÚDE E DA EDUCAÇÃO

GUIA PARA CÃES

Para garantir mais segurança à população nos momentos de lazer, esta Lei proíbe a circulação e a permanência de cães de médio, grande e gigante porte sem coleira, guia curta de condução e focinheira em locais públicos e com grande circulação de pessoas. LEI Nº 11.072/20

Em mais uma ação social do parlamentar, esta Lei dá prioridade para as famílias com casos de microcefalia nos programas habitacionais executados direta ou indiretamente pelo Governo Estadual. LEI Nº 11.121/20

SANGUE BOM

LEI DA RECOMPENSA

Com o objetivo de contribuir com a justiça e dar celeridade ao desfecho de crimes, essa Lei oficializou o pagamento de recompensa aos cidadãos que contribuírem com os órgãos de segurança, com informações relevantes para o encerramento das investigações policiais. LEI Nº 11.078/20

Por meio dessa Lei, torna-se prioridade o atendimento de órfãos e abrigados egressos de orfanatos ou instituições coletivas, públicas ou privadas sem fins lucrativos nos programas habitacionais públicos desenvolvidos pelo Governo do Estado. LEI Nº 10.987/19

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

Em atenção ao público mais que especial atendido pelas APAES de Mato Grosso, esta Lei isenta as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais do pagamento de taxa de defesa sanitária animal para emissão da Guia de Trânsito Animal. Com isso, tem incentivado cada vez mais o tratamento de equoterapia, estimulando a mente e o corpo daqueles que vivenciam algum tipo de deficiência, por meio do andar do cavalo. LEI Nº 11.031/19

Siga as redes sociais


LEIS DE AUTORIA DODEPUTADO SILVIO FÁVERO

VEÍCULO LEGAL

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

A partir da sanção desta Lei, os motoristas passaram a ter a oportunidade de regularizar as dívidas em atraso dos veículos nos atos de abordagem (blitz ou fiscalização de trânsito). LEI Nº 11.106/20

PAGAMENTO DE PEDÁGIO NO CARTÃO

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

Facilitou as formas de pagamento nas praças de pedágio nas rodovias estaduais. Com a nova Lei em vigor, as concessionárias das rodovias passaram a oferecer opções de pagamento também via cartões de crédito e débito, transferência bancária, entre outros sistemas eletrônicos, sem acréscimos financeiros nas diferentes formas de pagamento. LEI Nº 11.161/20

PRAZO EM DIAS ÚTEIS PARA O PROCESSO ADMINISTRATIVO

A partir desta Lei, os processos no âmbito da administração pública estadual passaram a ser computados computados somente em dias úteis. Até então, a contagem de prazos e comunicações processuais, era realizada em dias corridos, sem qualquer interrupção em finais de semana e feriados. LEI Nº 10.946/19

IPVA PARCELADO EM 12 VEZES Fávero é autor de Lei que permite o parcelamento do IPVA, Multas e Licenciamentos

Com a sanção da Lei nº 10.889, de maio de 2019, ficou autorizado débitos recorrentes do IPVA, multas aplicadas, seguro obrigatório e licenciamento das seguintes formas: Pagamento à vista; Pagamento parcelado em até 12 vezes; Os pagamentos podem ser feitos tanto através de cartões de débito como de crédito.

Efetuando o acerto, a regularização imediata é gerada, liberação do licenciamento e emissão do Certificado de Regis-

tro e Liberação do Veículo (CRLV). Sobre as multas, o parcelamento poderá englobar uma ou mais infrações registradas no veículo, porém, com algumas ressalvas, tais como: Multas inscritas em dívida ativa; Parcelamentos inscritos em cobrança administrativa; Veículos licenciados em outras unidades da Federação; Multas aplicadas por outros órgãos que não autorizem o parcelamento ou arrecadação por meio de cartões.

LEI DE AUTORIA DO DEP. SILVIO FÁVERO

L EIS DA PANDEMIA EM BENEFÍCIO DA POPULAÇÃO

DESCONTO DAS MENSALIDADES ESCOLARES

Apesar de ter trabalhado pelo desconto de 25% na Assembleia Legislativa, Silvio Fávero conseguiu, na forma de Lei, viabilizar desconto na ordem de 5% mais 5% de assiduidade para as mensalidades escolares, enquanto durar a pandemia do novo coronavírus no Estado de Mato Grosso. LEI Nº 11.150/20

INTERNET NA PANDEMIA:

Com o objetivo de facilitar o acesso à informação no período de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), esta Lei determinou a disponibilização ininterrupta do acesso à internet em sites de comunicação e redes sociais, sem qualquer contabilização do pacote de dados dos clientes. LEI Nº 11.158/20

REMÉDIO EM CASA

Em atenção ao público mais vulnerável ao contágio do novo coronavírus e outras doenças, esta Lei criou o Programa Estadual Remédio em Casa, possibilitando a entrega em domicílio de medicamentos de uso contínuo. LEI Nº 11.152/20

RECEITA REMOTA

Também para evitar a circulação de pessoas e, consequentemente o contágio com a COVID-19, esta Lei possibilitou o recebimento remoto de receitas médicas pelas farmácias e drogarias do Estado de Mato Grosso, enquanto perdurar o estado de calamidade pública decorrente da pandemia mundial. Lei Nº11,171


A magia do Natal não está em presentes caros, mas sim em coisas simples: estar em paz, compar lhando o amor com o próximo e tendo fé no amanhã.

Um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo para todas as famílias de Lucas do Rio Verde. São os votos da BINOTTI IMÓVEIS E AGRONEGÓCIOS

IMÓVEIS & AGRONEGÓCIOS


MARTA GUIMARÃES

Recebe prêmio Tesoura de Ouro

A empresária luverdense Marta Guimarães, recebeu o prêmio Tesoura de Ouro no dia 08 de novembro na cidade de Gramado, o prêmio foi indicado por Francisco Costa. Este Prêmio Tesoura de Ouro, homenageia profissionais de diversos Estados Brasileiros, sempre sendo realizado uma vez ao ano. Hoje, a EP Produções e Eventos atua há 28 anos no segmento de premiações, com o desígnio de promover o reconhecimento público tanto de personalidades como de empresas e já premiou mais de 12.600 profissionais . No decorrer de todos estes anos no segmento de premiações, sempre es�veram presentes grandes nomes dos segmentos da beleza e ar�s�co. Francisco Costa e Marta Guimarães

Marta Cabeleireira - 65 999216078 Av São Paulo N 559-S - Bairro Alvorada


Feliz Natal e um Feliz Ano Novo

~ Gratidao Venho expressar a minha GRATIDÃO a toda população luverdense pelos 529 votos de confiança recebidos nesta eleição. Mesmo não sendo eleito, sigo no compromisso firmado com o AGRO e DESENVOLVIMENTO SOCIAL e ECONÔMICO, buscando parcerias para execução de projetos que proporcione uma vida digna a população. Que o espírito do Natal faça de cada lágrima um sorriso, da amargura a sabedoria e de cada coração uma casa aberta para receber a todos.

Esses são os votos de:

Gilberto Eberhardt e Família


2021 Feliz

é Natal

Natal é tempo de comemorar a vida, espalhar o amor e semear a esperanca.

Nós do GRUPO MODELO, desejamos aos nossos amigos, clientes e fornecedores um Natal de Luz e que o próximo ano seja de muita paz e sucesso.

MODELO grupo


Entrevista

Villa Verde projeta 2021 de novidades com sede própria

Fotos do projeto: Janine Girotto - Arquitetura

Celso Nery

Histórias de superação marcam a trajetória de carreiras vitoriosas e estimulam novos sonhos a se tornarem realidade. O sucesso alcançado geralmente é fruto de muita luta, esforço e pequenos adiamentos forçados por situações adversas à imaginada pelos conquistadores. Prestes a inaugurar um espaço moderno e amplo, o casal Clovis Pedro e Janete Petrolli Baumbach teve suas trajetórias profissionais marcada por recomeços. Com foco, esperança e muita fé no que planejaram, eles mostram que é possível fazer diferença numa cidade que é referência em vários aspectos. Clovis, natural de São Carlos – SC, morou 22 anos em Porto Alegre – RS, e Janete Baumbach, natural de Nova Brescia – RS, também morou na capital gaúcha, onde trabalharam numa tradicional churrascaria conhecida mundialmente. Foi em Porto Alegre que o casal se conheceu e constituiu família. Em solo gaúcho que nasceram André e Pedro. Com expectativas promissoras, eles desembarcaram em Lucas do Rio Verde no final de novembro de 42

2001. Duda, a terceira filha do casal, nasceu em Lucas. Quando chegaram no município tinham o desejo de colocar em prática o conhecimento acumulado no Rio Grande do Sul, com alguns diferenciais. Em Lucas do Rio Verde abriram um restaurante chamado Hannover, localizado na

área central da cidade, na Avenida Rio Grande do Sul. O começo não foi muito fácil. “Numa cidade de 13 mil habitantes na época haviam 8 restaurantes. E viemos com o ideal de colocar aqui em Lucas o que era o nosso tradicional do dia a dia, buffet a quilo. Não deu certo e tivemos que partir pra churrascaria”, explicou Janete. Foto: Rosania Pimentel / Foto Nova Color


REVISTA PORTAL

Por seis anos, o casal Clovis e Janete trabalharam com o Hannover, até que decidiram mudar a forma de trabalhar. Eles venderam o restaurante e decidiram trabalhar com eventos. Porém, tiveram os planos alterados em razão de fatores econômicos da época. “Decidimos abrir um restaurante menor, comida a quilo, nada de rodízio e graças a Deus conseguimos esse espaço e nascia o Villa Verde”, lembra Clovis. A ideia de trabalhar com eventos vem marcando a trajetória do Villa Verde. “São inúmeros eventos, como casamentos, confraternização de empresas que fizemos ao longo desses anos, tanto aqui em Lucas, como em Tapurah, Nova Mutum, Sorriso”, explica Janete. “Fizemos muitos eventos em fazendas também”, acrescenta Clovis. Com a preocupação de ampliar o leque de serviços e produtos, o Villa Verde vem atualizando conhecimentos e produtos para a realização de eventos, cuidando também do treinamento de sua equipe de colaboradores. Além disso, é possível fazer a locação de materiais e utensílios para eventos. Com 13 anos de existência, o Villa Verde está prestes a ganhar um novo endereço, no bairro Parque das Emas, em frente ao Atacadão. O prédio, localizado na esquina da Avenida Universitária com a Rua dos Tangarás, chama a atenção pelo projeto arquitetônico. A obra está nos detalhes de acabamento e já começa a ser mobiliada. O casal Baumbach espera atender a expectativa da clientela e decidiu inovar em alguns conceitos. O espaço poderá ser locado para eventos ou ter eventos em ambientes específicos. Um mezanino com espaço para até 100 pessoas confortavelmente instaladas é uma das novidades do novo Villa Verde. O espaço principal foi preparado para atender 150 pessoas, e contará com brinquedoteca e adega com expositor de vinhos. “Queremos aproveitar datas especiais, como Dia das Mães, e fazer comemoração dessas datas”, pontua Janete. “A cidade não apenas comporta, mas pede um ambien-

te assim. Colaboradores de empresas, órgãos públicos, as vezes vem e pedem um local separado e vamos ter esse ambiente”, reforça Clovis, assinalando que haverá estacionamento próprio, além de fazer a locação de terrenos próximos para dar segurança e conforto aos clientes. Janete destaca que o Villa Verde faz parte de um segmento que ajuda a movimentar a economia regional, abrindo vagas de emprego direto e indireto, com a realização dos eventos. “É uma emoção grande ver essa trajetória. Conseguimos formar um

filho, André, em Direito, Pedro está cursando Direito, e a Maria Eduarda que está no Ensino Médio”, comentou Clovis. “Queremos agradecer a todos, nossos clientes, nossa equipe de colaboradores pelo empenho e dedicação que resultam no bom atendimento. Já queremos contar com a presença de nossos clientes a partir da segunda quinzena de janeiro de 2021”, exalta Janete. “Temos que fazer diferença, porque Lucas do Rio Verde é uma cidade diferente e nós temos que estar nesse patamar de fazer a diferença”, conclui Clovis. 43


Saiba como preparar a tradicional receita de natal Celso Nery

Q

uando o ano chega ao fim, é hora de juntar amigos e família para confraternizar. As festas de final de ano representam mais que as celebrações de datas comemorativas no calendário. São momentos importantes para as famílias se reunirem e confraternizarem por tudo o que foi vivido ao longo do ano. Seja no Natal ou no ano-novo, a tradição inclui festas, ceias e reuniões. Esses encontros são recheados com receitas tradicionais que dão um toque ainda mais especial para brindar esses encontros.

A mesa recebeu decoração para a ocasião, demonstrando que as cores e utensílios bem escolhidos dão ainda mais brilho a essas noites muito mais que especiais. 44

Fotos: Rosania Pimentel / Foto Nova Color

Pensando nisso, a Revista Portal convidou Janete Baumbach, do Restaurante Villa Verde, que aprontou uma receita especial. A empresária convidou a equipe Portal e mais alguns amigos, para acompanhar a preparação dos pratos típicos dessa data, como o Chester Recheado, que você pode visualizar nos registros fotográficos feitos pela fotógrafa Max, do Nova Color.


REVISTA PORTAL

Receita Chester Recheado

Ingredientes: 1 Chester (aprox. 3kg) Recheio 300g de carne moída de primeira 1 cebola descascada e cortada em cubos pequenos 1 tomate sem pele e sem semente cortado em cubos 2 dentes de alho amassados 1 maço de cebolinha picada 1 maço de salsinha fresca picada 50g de queijo parmesão ralado Sal e pimenta do reino a gosto Calda 200g de açúcar 300ml de água 1 abacaxi inteiro descascado 10 unid. cravo da índia Cereja Canela em pó a gosto Modo de preparo: 1. Na véspera do preparo, retire o Chester do freezer, coloque-o em um recipiente fundo e deixe descongelar em geladeira. Abra o pacote e retire os miúdos de dentro e descarte; Recheio 2. Em uma panela refogue a carne moída, juntamente com a cebola, o tomate, o dente de alho, sal e pimenta do reino a gosto. Quando a água secar, junte a salsinha, cebolinha e o queijo parmesão; 3. Use essa mistura para rechear a cavidade do Chester. Feche com o apoio de 4 (quatro) palitos de dente ou linha e agulha de costura culinária, atravessando a pele como se “costurasse”, para que fique bem fechado; 4. Disponha o Chester no centro da assadeira. Leve ao forno pré-

-aquecido (180º C) e asse por 45 minutos ou até que você consiga espetar um palito na região do peito, até o fundo, sem nenhuma resistência;

8. Retire os palitos e passe o Chester para uma travessa grande, regue o Chester com o molho preparado, use o abacaxi e a cereja para decorar.

Molho 5. Descasque o abacaxi e corte em rodelas, retirando o centro (miolo) do abacaxi;

Dica Decore a travessa do Chester com uma cama de folhas verdes;

6. Em seguida leve ao forno médio-baixo o açúcar, água, cravo e canela. Deixe por 5 minutos, mexendo de vez em quando; 7. Durante esse tempo o açúcar deve derreter e a calda reduzir, até ficar consistente, mas não muito espessa. Após o tempo indicado adicione o abacaxi e deixe cozinhar de 15 a 20 minutos. O ideal é deixar ferver até a calda ganhar um tom âmbar (dourado) e o abacaxi ficar macio;

Sugestões de acompanhamento: arroz à grega, farofa de banana, canelone de peito de peru e queijo e um mix de folhas verdes.

Bom apetite e um

Feliz Natal!

Com carinho, Janete Baumbach. Villa Verde Restaurante e Evento

45


é Natal!

Neste Natal, semeie os ideais de paz, amor e fraternidade para que no novo ano colha os frutos da amizade e prosperidade. Feliz Natal e um 2021 de muita Saúde e Sucesso!

Feliz Natal e Boas Festas

Esses são os votos da:

Cerealista

Rio Verde

Feliz Natal e Boas Festas Frat erni d a de

Am Sa ú de Que a mensagem de FÉ do NATAL renove nossas forças para con nuar lutando no ANO NOVO que se aproxima!

Su c e o

Esperanca

~

G RU P O

DE MATO GROSSO

KIRST


Feliz FelizNatal F Natal umpróspero próspero eeum Ano AnoNN o!o! É tempo É tempo dede união, união, paz paz e reflexão... e reflexão... É tempo É tempo dede acreditar acreditar e transformar e transformar o mundo o mundo num num lugar lugar onde onde todos todos osos nossos nossos sonhos sonhos sese tornem tornem realidade. realidade. Desejamos Desejamos que que o seu o seu coração coração seja seja envolvido envolvido por por essa essa magia, magia, que que você você e sua e sua família família tenham tenham umum Feliz Feliz e Santo e Santo Natal! Natal! E um E um Ano Ano Novo Novo cheio cheio dede realizações. realizações.


BOAS FESTAS


Feliz Natal e Boas Festas São nos pequenos gestos e a tudes do nosso dia-a-dia que devemos proporcionar o mínimo de alegria e compreensão a todos que nos cercam. Que o Espírito Natalino encha os nossos corações e que 2021 seja um ano de realizações.

Esses são os votos de:

Miguel Vaz e Janice Ribeiro Rib


Feliz Natal e Boas Festas

Feliz

1 2 20

Que 2021 seja um ano de realizações. Que a paz e a harmonia permaneçam por todo ano. Que sua casa, e seu local de trabalho sejam abençoados. São os votos da: Marmoraria Amazonas e colaboradores

Marmoraria Fone: (65) 3549-6258 Lucas do Rio Verde - MT Av São Luís, 957-N - Distrito Industrial


Investimentos

RENDA FIXA

O

s investidores têm diversas oportunidades disponíveis no mercado para seus aportes – tanto na renda fixa quanto na renda variável. No passado, os juros no Brasil estavam em patamares mais altos e era possível ter retornos mais e levados com aplicações de renda fixa. Com o tempo, a taxa de juros foi diminuindo e algumas pessoas passaram a afirmar que a renda fixa deixou de valer a pena. Será? É muito importante ter em mente que nem tudo nos investimentos se refere à possibilidade de retorno. Vantagens, como segurança e liquidez, são mais difíceis de encontrar na renda variável. Então, confira informações sobre o assunto e veja quatro motivos para investir na renda fixa! O que é a renda fixa? Novos investidores ou interessados no assunto podem não entender ainda as especificidades Como você pode ver, funciona como um empréstimo. Mas, ao invés de a pessoa solicitar o crédito e pagar juros à instituição, ela faz o oposto: empresta seu próprio dinheiro. Então, a emissora do título pode utilizá-lo para realizar suas atividades.

Renda Fixa no Sicredi Somos a primeira instituição financeira cooperativa do Brasil. Isso significa que, quando você investe com a gente, seu dinheiro permanece na região, pois acaba fomentando as operações de crédito comercial (como cartão de crédito, financiamento de automóvel, capital de giro para empresas, empréstimos e cheque especial). E você pode ainda ter rendimentos conforme os resultados da sua cooperativa. E mais: estamos sempre ao seu lado com a nossa solidez e segurança. Além de oferecer diversas oportunidades de produtos, nos quais você escolhe o melhor prazo, conforme o seu objetivo. Temos mais de 115 anos de mercado e aqui o seu investimento em Renda Fixa conta com a garantia do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop), mais uma segurança para você.


Investimentos


Figuras ilustrativas

Tudo que sua piscina precisa em um sรณ lugar !


Os ventos sopram a favor do seu Natal quando vocĂŞ compartilha sonhos em famĂ­lia


Que 2021 venha com muitas alegrias, sucesso e esperança a todos! A Drogavida e a Farmácia Super Preço Popular deseja a você os melhores votos de paz, saúde e boas festas. Queremos que você con nue sempre com essa alegria, com esse companheirismo e que você con nue nos pres giando com a sua preferência e a sua atenção, pois só assim, teremos mo vos para con nuar sempre buscando o melhor. Que nesse final de ano, você possa somar todas as alegrias e dividir o seu entusiasmo de ser feliz sempre. A nossa meta é oferecer sempre o melhor. Receba o nosso carinho, o nosso muito obrigado por tudo e tenha Boas Festas neste final de ano.

Feliz Natal e Boas Festas!


presentes

ÓTICAS NAVARRO para o seu NATAL. Ray Ban RB 3025L

TOMMY HILFIGER TH 1557/S (FLL/UW)

TOMMY HILFIGER TH 1670S

Ray Ban Octagon RB 1972 9149/3F Prata/Azul Degrade

Pessoa especiais merecem presente da

NAVARRO Ana Hickmann Ah 9267

Esse hexagonal Ray ban está simplesmente divino! Você precisa conhecer a coleção Ray ban na Ó ca NAVARRO.

Ray Ban RB 3548NL 9069AS


ANTECIPE SUAS COMPRAS

e aproveite o melhor do

Relógio Magnum MA 33755S

Natal Relógio Dourado Ana Hickmann Ah 30193H

Relógio Lince LRT 4650L KS55 LRP 2010

Relógio Orient MPSSC019

ÓCULOS E RELÓGIOS PARA TODOS OS GOSTOS E ESTILOS

NAVARRO Ótica e Relojoaria

Fone: 3549.1439 Av. Mato Grosso, 1657 Cidade Nova - Lucas do R.Verde


ÓCULOS PARA TODOS ESTILO E GOSTOS

NAVARRO Ótica e Relojoaria

Fone: 3549.1439 Av. Mato Grosso, 1657 Cidade Nova - Lucas do R.Verde


CADA UM TEM UM JEITO DE

COMEMORAR O NATAL O nosso é reconhecer o valor e a importânica dos nossos parceiros, e clientes que fazem da Domus Imobiliária o maior e mais completo grupo de corretores de imóveis de Lucas do Rio Verde.

BOAS FESTAS E UM 2021 CHEIO DE CONQUISTAS!

Av. Paraná, 256-E - Centro Fone: (65) 3549-2775 - 99635-3513 www.imoveisdomus.com.br

‘‘Solução em Negócios Imobiliários’’


Boas Festas e um Feliz Natal Chegamos ao final de mais uma jornada, um ano de grandes realizações e conquistas. Que neste Natal, renascemos nossas a tudes em busca de novas oportunidades para juntos alcançarmos sempre os melhores resultados.

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9.6

Desejamos a todos um Feliz Natal e um ano de 2021 repleto de saúde e felicidade!

Esses são os votos do vereador MARCOS PAULISTA e Família


porque PEDALANDO A VIDA É BEM MAIS

Figura ilustrativa

INTERESSANTE!

Fone: (65) 3549-1233 Cel: (65) 99919-1233 Av. Mato Grosso, 1177 Cidade Nova - LRV


Entrevista

Partiu pedal? Ciclismo pode ser um aliado para sua saúde

A prática do ciclismo tem atraído pessoas de várias idades estimuladas pelos benefícios proporcionados aos praticantes. Os ganhos não se restringem apenas à área de saúde, que soma uma procura muito grande por parte dos praticantes, mas também a autoestima e sociabilidade. A atividade é recomendada em várias situações, como para prevenção de doenças, fortalecimento muscular e até para aliviar as tensões do dia a dia. Porém, existem algumas recomendações necessárias a serem observadas antes de começar a pegar o pedal na estrada. A primeira das principais recomendações é buscar orientação médica, pois o ciclismo é uma atividade aeróbica que requer esforço do praticante e a força empenhada depende das condições de terreno. O médico cardiologista, Gilmar Oliveira, da Clínica Gastrocor, orienta que o interessado faça uma avaliação médica, principalmente pessoas com fatores de risco de doenças como cardiopatia, hipertensão, diabetes e outras doenças preexistentes. O profissional vai orientar sobre a quantidade de horas e a carga de exercício ideais para cada praticante. “Conforme a idade for mais avançada é necessário mais cuidado”, alerta. Adaptação à bicicleta também deve ser observada pois 72

existem pessoas que após iniciarem no ciclismo passam a queixar-se de dores nas costas, nas pernas e articulações. Dr. Gilmar observa que essas dores podem ser provocadas por má postura na bicicleta que pode ser corrigida com o chamado ‘bike-fit’. “Antes mesmo de adquirir uma bicicleta é bom ver o tamanho para determinada altura de cada pessoa. É um profissional, geralmente educador físico, que ajusta a bicicleta ao praticante. É um cuidado que tem que ter”, observa o médico, citando que o importante é que a bicicleta esteja adaptada à condição do ciclista. Uma das justificativas mais apresentadas pelos ciclistas é a

Dr. Gilmar Oliveira


REVISTA PORTAL

de mudar o modo de vida, deixando de lado o sedentarismo e para isto a literatura médica aponta que a prática de 2,5 horas de ciclismo por semana tira a pessoa do sedentarismo. Aos pacientes com comorbidades (hipertensão, diabetes, cardiopatia, etc) e tem sobrepeso ou obesidade é indicado a prática de 5 horas de ciclismo por semana para melhorar o controle da doença coadjuvante com tratamento medicamentoso se necessário. As pessoas que adquirem o hábito e desenvolvem mais de 5 horas semanais têm mais facilidade para manter outros hábitos considerados saudáveis. Para o médico é interessante aliar musculação (em academia) ao ciclismo, já que o primeiro ajudar a fortalecer a musculatura, evitando que ocorram contusões. “Pra quem está iniciando o ciclismo é interessante”, pontua. Também é interessante pedalar com roupas adequadas para que a atividade se torna mais aprazível aos praticantes.

Existem lojas que vendem roupas especificas para a atividade, que se adequam ao ciclista, assim como sapatilhas que se ajustam melhores aos pedais. Em relação à vestimenta, Dr. Gilmar observa que uma bermuda mais larga, por exemplo, pode provocar acidente na estrada. “Tem vários cuidados que devem ser observados com a questão de roupas, porque isso facilita muito o desenvolvimento do pedal “. Alimentação Nos chamados pedais longos, com duração média de 2 a 4 horas (ou até mais tempo), o praticante deve observar sua alimentação, hidratação, inclusive durante o trajeto. É importante levar consigo uma fruta, barra de cereais ou outros alimentos fáceis de transportar e de digestão. Tudo isso é importante e ajuda. Tem que estar alimentado e hidratado, principalmente nos pedais mais longos”, orienta. Ciclismo de turismo Gilmar Oliveira comenta que um dos aspectos que tem motivado ao aumento no número

de praticantes são as surpresas encontradas ao longo de cada pedal junto a natureza, pois o ciclismo acaba se tornando uma terapia. “Você vai pedalar com pessoas diferentes da tua profissão, ter outros assuntos, fazer novas amizades. O ciclismo ajuda muito no tratamento de pessoas com ansiedade, e ao se encontrar no ciclismo passam a fazer atividade física melhoram”, descreve os benefícios, citando que o contato com a natureza e pessoas tem papel importante na saúde mental das pessoas. O médico observa que nos passeios mais longos é necessário sair em grupo, com a presença de carro de apoio em casos que haja necessário pequenos consertos na bicicletas, descanso, alimentação e hidratação ou eventuais cuidados de primeiros socorros. Com todos esses cuidados, praticar ciclismo será um grande aliado na busca por uma vida mais saudável, mais feliz e com certeza com muito mais qualidade.

Alex de Araújo O paraense Alex de Araújo Negrão realizou dois sonhos: competir em provas de ciclismo e trabalhar em oficina de bicicletas em Lucas do Rio Verde. O atleta participou e conquistou diversas provas de ciclismo em seu Estado natal e conseguiu uma vitória que reflete para a vida toda: venceu a asma, doença respiratória que é inimiga de quem precisa de fôlego para competições esportivas. O ciclismo fez diferença na vida de Alex. Além de servir para cura da asma, a atividade esportiva abriu porta de emprego, possibilitou conhecer pessoas e experiências compartilhadas. “O ciclismo abrange muita coisa num espaço só, proporcionando saúde, alegria, emoções em um só esporte”, assinalou. Pará, como é conhecido nas pistas luverdenses (em Castanhal, cidade natal, é conhecido como Corujito) fez elogios ao município que o acolheu há quase um ano. Ele disse que atuar como mecânico de bicicletas nasceu da necessidade de conhecer um pouco mais do equipamento que o acompanha nas provas e pedais de rotina. Como mecânico de prova, facilita ajustar a bike às diversas situações, além de baratear o custo com manutenção. “Nessa parte a gente aprimorou mais”, explicou o piloto/ mecânico. “O ciclismo me trouxe saúde”, ressaltou, dizendo que a doença não pode ser pretexto para a pessoa ficar afastada do esporte. “(Que) as pessoas não fiquem de cabeça baixa, baixo astral, compre uma bicicleta, pratique esporte, não precisa ser competitivo, faça passeios, faça amizades”, sugere.

Alex de Araújo

73


Entrevista

Eledir Pedro Techio Executivo à frente de dezenas de agências com reuniões e agenda de trabalho que as vezes chega a ocupar mais de 12 horas do seu dia. Eledir Pedro Techio viu no ciclismo uma alternativa para diminuir o estresse provocado por uma rotina que reserva tomadas de decisão que influenciam diretamente as vidas de mais de 85 mil associados da Cooperativa Sicredi. Ele conta com a parceria da esposa Loira que pedala junto há cerca de 6 anos, quando iniciaram uma rotina saudável que traz benefícios para saúde física, mental, vida social, profissional e espiritual. O casal fazia caminhadas e viu o ciclismo surgir como um desafio que vem crescendo dia após dia. “Os dois participando ajuda muito. Quando um tá animado, puxa o outro. E isso é importante”, pontua Techio. Eledir, Loira e amigos mantêm uma rotina que inicia com um encontro em frente a Faculdade La Salle, por volta de 04h45. Em grupo, eles saem com destino ao Campinho Verde, retornando em seguida para o local de partida. Ao todo, são cerca de 60km percorridos diariamente. O grupo mais ativo, que tem mais frequência no pedal, consegue desenvolver um ritmo mais intenso. Por isso, a orientação é que os novatos busquem formar grupos para tornar a experiência mais prazerosa.

Loira e Eledir Techio

Entre as coisas que mais chamam a atenção durante os passeios em grupo são as mudanças que ocorrem diariamente na paisagem. O grupo tem a oportunidade, por exemplo, de acompanhar a evolução de plantações como soja e milho, e a presença da vida selvagem, algo que outras rotinas esportivas, como as praticadas em ambientes fechados, não proporcionam. Os registros fotográficos ao longo do trajeto são inevitáveis e ajudam a entender o fascínio que o ciclismo traz aos praticantes. “Nós vemos o sol nascer todos os dias e as fotos são importantes. Assim como as amizades que você faz”, relata Techio. O executivo destaca que as visitas ao médico são necessárias para acompanhamento, mas os exames realizados mostram que uma vida equilibrada resulta em boa qualidade de vida e saúde em dia. “Tem que praticar exercício de forma regular. Não adianta ser pedaleiro de fim de semana, ser ciclista uma vez por semana. Todos os esportes são importantes, desde que tenha uma regularidade”, acentua. No ano passado, Techio, Loira e

outros amigos fizeram o chamado ‘pedal da fé’, onde percorreram cerca de 330 km em 5 dias. Eles saíram de Águas da Prata com a destino a Aparecida do Norte, num trajeto que conta com trechos bastante difíceis em que a única maneira de seguir adiante é empurrando a bike. Nestes 5 dias os participantes pousam em albergue, se alimentam de comida simples, e vivem uma experiência bastante rica, no âmbito espiritual. “É desafiador porque você tem muito declive e íngreme. Quando chega em Aparecida você está bem cansadinho, mas é importante que chega a emoção é única. E o caminho, 5 dias de pedal, faz você refletir e colocar o pensamento e a mente em ordem”, avalia. Com toda essa experiência adquirida, Eledir Techio recomenda que as pessoas iniciem a praticar esportes, independente da idade, com orientação médica e entusiasmo para seguir a frente. “O importante é ter persistência, gostar”, destaca, acrescentando que é importante praticar esporte, se movimentar. “Todos os dias saímos às 04h50. Quem quiser participar, a saída é na La Salle”, convida.


REVISTA PORTAL

Suelyn Campagnaro Preocupação com o sedentarismo levou a empresária Suelyn Campagnaro, dona da imobiliária Campagnaro, a aderir ao ciclismo há 4 anos. Ela decidiu comprar uma bicicleta e acompanhar a irmã e o cunhado nas atividades. Suelyn lembra que rotina de exercícios não era agradável, já que ao frequentar academias de ginásticas, sempre começava e parava em curto período de tempo. “Logo de cara no ciclismo foi totalmente diferente pois gosto de estar ao ar livre, adrenalina e conhecer lugares novos e o ciclismo proporciona isso para a gente sair da rotina, fazer esforço, pegar subidas, ‘areião’, chuva, trajetos difíceis e você volta para a casa cansada porem feliz de ter conseguido superar os obstáculos e com alegria do dever cumprido”, disse. A empresária pedala em média 4 vezes por semana. Os passeios acontecem à noite, durante a semana, e nos finais de semana durante o dia. “Nos finais de semana sempre fazemos mais quilômetros, estrada de chão. No meio de semana vamos mais para o Campinho Verde. Busco também mais performance nos últimos e me cobro mais também em relação a tempo, velocidade e desempenho”, destaca.

Nos trajetos, é comum conhecer um pouco mais da região, principalmente nos passeios na zona rural. “Nos deparamos com bastante animais, como porco do mato, paca, anta, cobra, lobinhos, macaco. Alguns colegas já viram até onça, mas não tive esse privilegio ainda”, relata. “O ciclismo mudou muito minha vida, pois além de fazer vários amigos, ajuda a tirar o stress do dia a dia do escritório. Melhorou também minha saúde, pois tenho asma e sempre nas épocas de seca tinha muitas crises respiratórias desde que vim

morar para o Mato Grosso. O ciclismo fortaleceu muito meu sistema respiratório e hoje consigo passar essas épocas mais tranquila de seca”, testemunha. Por esses e outros motivos, a empresária recomenda o ciclismo para as pessoas de todas as idades. “Dentro dos nossos grupos de amigos que pedalam, hoje temos gente de 15 a 64 anos e o esporte além de ser um meio de atividade física, permite que façamos amigos, alivia as tensões do dia a dia e a gente ganha qualidade de vida”, conclui.

Suelyn Campagnaro 00


FUTURAS INSTALAÇÕES

Energia Solar Fotovoltaica

O Sol nasce para todos. Fone: (65) 3548.9730 Cel: 99999.5104 Av. Brasil, 1150S - Alvorada Lucas do Rio Verde MT


Novas obras executadas

A LUPPISOL é uma empresa genuinamente LUVERDENSE, por acreditar no potencial de LUCAS DO RIO VERDE e REGIÃO, apresenta sua nova sede, sede está que será construída na Av. Brasil, mesmo local onde se encontra hoje, uma obra com 750 M² e contará com espaço para o Escritórios, depósito e industria. A LUPPISOL AGRADECE AOS CLIENTES E COLABORADORES PELA PARCERIA ALCANÇADA!

Growatt


Neste Natal

presentes

MAKE ME FEVER

O glamour da vida noturna é para quem tem a audácia de ir além. Do encontro entre os mais dis ntos es los e culturas.

Gold

Glam traduz esse espirito livre em uma assinatura olfa va, sofis cada e irreverente.

Quando as luzes noturnas se acendem, a mulher glamurosa irradia seu brilho próprio. Segura de si, ela é a protagonista de todas as festas e deixa um rastro marcando por onde passa.

Fragrância Desodorante Corporal Floral Fresco

Eudora Lyra Desodorante Colônia 75 ml Fragrância MARCANTE Oriental Floral

NOVO EUDORA LY R A O VA L O R DE UMA JÓIA

Presente Natura ESSENCIAL Feminino

Presente PALETA NiiNA SECRETS


A pluralidade do homem moderno é vista em suas a tudes e formas de celebrar a vida. Viver intensamente desafiando-se a experimentar novas sensações, sem medo de se arriscar. Essências contemporâneas que não se acomodam e buscam respostas onde que que estejam.

Tabak expressa os valores tradicionais de forma requintada. É o poder da elegância e o calor do âmbar.

ESTAR CONECTADO AO SEU TEMPO É VITAL.

ESSENCIAL Mirra. Um magnífico encontro de mirras. Do Oriente, vem a cultuada mirra. Um presente de reis. Da Amazônia, tem a inédita resina, tão preciosa que é conhecida como ‘‘mirra brasileira’’. Desse encontro, surge uma fragrância de intensa personalidade. Eudora VOLPE é uma criação impactante e marcante, que combina sofis cadas notas amadeiradas de Ve ver do Hai à personalidade intrigante da Pimenta preta de madagascar.

AMBER Elaborados para os homens modernos, mas que apreciam os valores da natureza. Seu espírito mistura frescor verde e mistério, trazendo um acorde ambarado ao ambiente cosmopolita. Fones: 65 3549-4717 - 65 99974-2787 Av. Paraná, 39E - Centro - Lucas do Rio Verde - MT


Desejamos um mundo cheio de coraçþes felizes alegres e em paz. Feliz Natal!

Fone: 3549.5262 Av Mato Grosso 225 - Centro


Decoração: Comemorando

Fone: 3549.5262 Av Mato Grosso 225 - Centro


Paparico Baby & Kids agora sob nova direção, com muitas novidades para as festas de fim de ano. Com as Marcas: Luluzinha, Oliver, Puramania, Ópera, Ellus e Outras mais.


Fone: (65) 99949.1136 - 99659-4677

Av. Paranรก, 1079 - M.Deus - LRV www.paparicobabykids.com.br


z


Esse ano o destaque é para o verde mint (verde menta ou neo mint, como vem sendo chamado). Ele é a aposta para cor do ano 2020, trazendo leveza e sofisticação para a ocasião.

nd i M e d ver

E BRILHO SEMPRE! As cores coringas que representam tão bem esse momento de festa, sempre serão clássicas. Aposte em recortes e modelagens modernas.

QUE TAL ? APROVEITEM AS DICAS E ARRASEM! BOAS FESTAS!

@marleybraga


Profile for Luan Araujo

Revista Portal - 45ª Edição  

Revista Portal - 45ª Edição  

Advertisement