AME MAIS 2019

Page 1

RETROSPECTIVA AME + 2019 AÇÕES E INVESTIMENTOS PARA A MELHORIA DA REGIÃO DOS JARDINS!

DESEJAMOS A TODOS UM FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO 2020!


DIÁLOGO NO JARDIM PAULISTANO Residentes do Jardim Paulistano, moradores do entorno e frequentadores da Praça Guilherme Kawall reuniram-se com a AME JARDINS em 19 de fevereiro. Realizado na Escola Saint Nicholas, o encontro teve apoio da Subprefeitura de Pinheiros e foi espaço para apresentar mais uma etapa do projeto para revitalização da Praça Guilherme

Kawall e deliberar sobre a implantação de um ParCão, espaço para que os pets circulem soltos e brinquem livremente. Também foram discutidas as falhas no fornecimento de energia elétrica na região e um panorama geral da abrangência do Programa Vizinhança Solidária no Jardim Paulistano.


NOVO PILAR DA AME JARDINS A AME JARDINS elegeu um novo pilar para a sua atuação: o de Ação Social. A expansão surgiu da necessidade de atender e melhorar a infraestrutura das áreas dedicadas ao atendimento público localizadas na região dos bairros dos Jardins, a exemplo das escolas. Outro propósito é, também, promover a integração de toda a comunidade. Entre os primeiros passos dados pela associação neste segmento está a mobilização com uma construtora para fazer a avaliação do imóvel da escola municipal localizada na região dos Jardins, o Centro de Educação Infantil (CEI) Pinheiros. Ao mesmo tempo, foi firmada uma parceria no dia 23 de outubro com o Instituto Jardins da Infância, de Adriana Lobo, para viabilizar a vivência das crianças nos espaços públicos e transformar as formas de uso no perímetro da entidade. Nesse sentido, uma das ações ocorreu no dia 24 de outubro, na Praça Desembargador Manoel Gomes de Oliveira, que teve a participação de alunos da CEI

Pinheiros, no plantio de ervas e temperos. Vale ressaltar que, na ocasião, as crianças foram acompanhadas de ronda específica escolar, sem necessidade de ter mobilizado os profissionais da 2ª Companhia do 23º Batalhão da Polícia Militar. Outra ação integrada nesse segmento aconteceu no dia 29 de outubro, na associada Escola Concept, onde os professores da CEI Pinheiros tiveram a oportunidade de participarem do curso para a formação de educadores com o pesquisador e professor norte-americano, Mark Church, co-autor do livro “Making Thinking Visible” (Project Zero, Universidade Harvard). Quinze vagas foram oferecidas para os educadores. Na ocasião, os professores puderam fortalecer a cultura do pensar, com reflexões sobre vários assuntos. O evento contou também com a presença da vereadora Janaína Lima e da voluntária Adriana Lobo e Vera Rocha, ambas do Instituto Jardins da Infância.


RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES O grupo de coordenadores do Programa Vizinhança Solidária dos Jardins Europa, América, Paulista e Paulistano desenvolveu uma cartilha com recomendações de segurança para os moradores. O material tem por objetivo conscientizar a comunidade sobre a importância da adoção de ferramentas preventivas para coibir a criminalidade nos bairros. Hábitos simples podem fazer toda a diferença para evitar a ação de criminosos nas residências. Acesse aqui a Cartilha de Segurança: www.fontpress.com.br/com_ amejardins/140819/seguranca2/seguranca2.pdf

AÇÕES EM PROL DE TODOS Em 4 de abril, a AME JARDINS se reuniu com o grupo de moradores da Vizinhança Solidária. O encontro foi organizado por Fernando Sampaio, Conselheiro da AME, e foram discutidos temas de grande relevância para os associados, a exemplo do projeto de implantação de moderadores de velocidade, também conhecidos como traffic calming, e o status do cadastramento dos vigias de rua.

CONGESTIONAMENTO DE APLICATIVOS A praticidade dos aplicativos de delivery tem causado transtornos nos Jardins durante o período da noite, por causa do elevado fluxo de entregadores. A ponto de até atrapalhar a entrada e a saída de carros das residências e a segurança dos moradores. Essa situação levou a presidente e a conselheira da AME JARDINS, Daniela Cerri e Elisabeth Vinson, respectivamente,a realizarem reuniões com os aplicativos iFood e Uber Eats em maio, propondo soluções.


NOVA ETAPA NO CREDENCIAMENTO DE VIGIAS DE RUA Desde o início de 2018, a 15ª Delegacia de Polícia - Itaim Bibi vem realizando um trabalho pioneiro de cadastramento eletrônico dos agentes de segurança comunitária para guarda de rua, os chamados vigias, e de seus substitutos em dias de folga. A atividade é fruto de parceria firmada entre a AME JARDINS, Polícia Civil e Polícia Militar, com o apoio fundamental de diversos grupos do Projeto Vizinhança Solidária atuantes na região. Na realização do cadastro são coletados dados pessoais completos, endereço, impressões digitais e fotos, além da verificação de antecedentes criminais dos prestadores de serviço. No final de março, a 15ª Delegacia de Polícia intimou os vigias de rua a comparecerem novamente ao DP para completarem o processo de cadastramento e entrega dos documentos necessários para a emissão da carteira de agente de segurança comunitária para guarda de rua. A AME JARDINS conta com seu apoio! Solicite que os vigias se apresentem ao 15º DP para o credenciamento. Observamos total adesão ao processo nas ruas cujo os moradores cobraram o comparecimento dos colaboradores à seccional. Vigilância de rua é regida por lei, vamos fazê-la cumprir!

SEGURANÇA EM PAUTA NO MUBE Sucesso absoluto, o Debate de Segurança Pública promovido pela AME JARDINS no MuBE foi realizado no dia 15 de agosto (quinta-feira) e contou com a presença 216 inscritos e mais de 30 autoridades. A presidente da AME, Daniela Cerri Seibel, destacou, na abertura do evento, a importância e a responsabilidade de um encontro como este para a região e a cidade como um todo. “Temos cinco pilares em nossa associação: Zeladoria, Meio Ambiente, Trânsito, Uso e Ocupação do Solo e Segurança. O último é o mais sensível e afeta a todos. O debate tem por objetivo apresentar e interagir com as lideranças das Polícias Militar e Civil, Guarda Civil Metropolitana e Secretarias Municipais e Estaduais de Segurança e conhecer as tecnologias disponíveis, favorecendo a proteção de todos”, afirmou. A presidente também destacou a importância de conscientizar os moradores sobre o valor de ter uma sociedade civil organizada e citou o trabalho de geolocalização – AME JARDINS na palma da sua mão – realizado pela entidade nos Jardins Paulistano, Europa, América e Paulista. “Graças à união dos moradores e pelo Programa Vizinhança Solidária, de 2015 a 2019 conseguimos mapear 75 ocorrências criminais não oficiais nos Jardins,

mostrando os pontos mais sensíveis. E o nosso empenho é deixar claro a Comissão de Segurança da AME é formada por moradores voluntários, podendo qualquer associado se habilitar para participar dos grupos, de maneira a ter proximidade com as autoridades para ver o que pode ser melhorado e conhecer os recursos tecnológicos que estão ao alcance da população. Queremos fazer dos Jardins um case de sucesso!”, finalizou. Veja mais informações em: www.fontpress. com.br/com_amejardins/230919/ seguranca1/seguranca1.html Vídeos do evento no site: www.amejardins.com.br


EXPANSÃO DO PROGRAMA VIZINHANÇA SOLIDÁRIA NO JARDIM PAULISTANO Com a ideia de ampliar a atuação do Programa Vizinhança Solidária (VS) no Jardim Paulistano, o associado Alberto B. Worcman (Gingi), em parceria com a AME JARDINS, recebeu moradores da região em sua casa, no dia 5 de outubro, para um bate-papo, com a presença do capitão da Polícia Militar, Rodrigo Garcia Vilardi. Na ocasião, além do convite para integrar o VS, foram apresentadas aos moradores as medidas básicas e também mais avançadas de prevenção, estatísticas e novos tipos de golpes que estão

sendo realizados por criminosos na área. Para o encontro, foram convocados representantes das seguintes ruas: Manduri, Jacarezinho, Iraci, Içana, Ibiapinópolis, Dona Ana Helena de Salles Gusmão e Avenida Rebouças.

Para garantir a eficiência das ações, certifique-se que seu vigia tenha a credencial de agente!

NOVIDADE NO CREDENCIAMENTO DE VIGIAS Mais conquistas para os associados da AME JARDINS! Em junho, a presidente da entidade, Daniela Cerri Seibel, e a conselheira Elisabeth Vinson, participaram da reunião com o Dr. Rafael Ortiz, do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (Dipol), para o desenvolvimento de um software já conectado à intranet da polícia - e baseado no programa que foi doado - para fazer o credenciamento eletrônico dos vigias, o qual já vem sendo

feito no 15º Distrito Policial – Itaim Bibi. Outra novidade é que, graças ao sucesso do trabalho realizado e melhoria nos índices de segurança na região, o Dr. Antonio Sampaio agregou o credenciamento eletrônico para a Equipe de Intervenção Estratégica (EIE), da 3ª Seccional OesteDecap, que, eventualmente poderá ser adotado em outras delegacias que estão sob o seu comando, e delegando a função para o delegado titular Dr. Marcio Araújo.


PASSO IMPORTANTE PARA O CREDENCIAMENTO DE VIGIAS Sob as orientações da AME JARDINS, o Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIPOL) está a todo vapor no desenvolvimento de um novo software conectado à intranet da Polícia para a realização do credenciamento eletrônico dos vigias - mais uma importante iniciativa da Associação na área de segurança. Em julho, a primeira versão do sistema já foi apresentada à presidente, Daniela Cerri Seibel e à Conselheira Elizabeth Vinson para ajustes e aprovações. Em breve, a ferramenta estará pronta para uso. Outra ação importante aconteceu no dia 30 de julho. Na ocasião, representantes da AME JARDINS e da Associação dos Amigos de Alto dos Pinheiros (SAAP) entregaram 21 cartas de associações de moradores e Conselhos Comunitários de Segurança (CONSEGs) ao deputado Ricardo Mellão. A iniciativa teve por objetivo chamar a atenção para a obrigatoriedade do credenciamento de vigias de rua, previsto na Lei Estadual 11.275/02.

COLABORAÇÃO CONSCIENTE O Programa Vizinhança Solidária (PVS) comprovou mais uma vez sua eficiência no caso do atropelamento de um patinete, em que o motorista do carro não deu assistência à vítima. As imagens registradas pelas câmeras do VS foram solicitadas pela Polícia Civil e ajudaram na identificação do infrator. Se você presenciar acidentes de trânsito com esse perfil, ligue para o 190 e denuncie!


REFORÇO NA SEGURANÇA Prezar pela segurança da região em que atua é um dos compromissos da AME JARDINS. Em 12 de julho, na Secretaria Municipal de Segurança Urbana foi feita a reiteração do pedido para a presença da Guarda Civil Militar na Praça Gastão Vidigal e demais áreas cooperadas pela Associação e uma operação na Avenida Brigadeiro Faria Lima para o combate no aumento de comércio ambulante. A reunião contou com a presença da presidente da AME, Daniela Cerri Seibel, e a Conselheira Elisabeth Vinson. Durante o encontro, o secretário José Roberto Rodrigues de Oliveira foi convidado para o debate no MuBE, no dia 15 de agosto, onde apresentou os programas de segurança (City Câmeras e SP Mais Segura).

SEGURANÇA PELA VOZ DE TODOS O tema segurança abriu a pauta da reunião do Conseg Itaim Bibi, realizada em 3 de setembro, conduzida pela sua presidente Luzia Maziero Fernandes. O encontro contou com a presença de outros representantes da entidade, além do Tenente Voltarelli e do Dr. Fernando Souza, delegado titular do 15º Distrito Policial do Itaim. Na ocasião, os participantes foram informados sobre a prisão de um taxista estelionatário, que aplicava golpes na região com máquina de cartão, e alertados sobre os cuidados necessários ao fazer pagamentos de viagens em taxi, Uber e demais serviços com esse perfil. O aumento do número de roubos de relógios também foi discutido e apresentado o trabalho que está sendo desenvolvido para restabelecer a situação de segurança. Luzia destacou também a importância do evento sobre segurança pública, promovido pela AME JARDINS, no dia 15 de agosto, no MuBE. Ela parabenizou a entidade por toda a organização, escolha dos palestrantes presentes e do conteúdo que foi discutido.


VIZINHANÇA SOLIDÁRIA NOS JARDINS Apresentar e expandir o Programa Vizinhança Solidária pelos bairros foram os destaques do encontro promovido pela AME JARDINS, no dia 5 de setembro, na Escola Concept. O evento teve a presença do Capitão Rodrigo Garcia Vilardi, Comandante da 2ª Cia do 23º Batalhão da Polícia Militar Metropolitana, e do TenenteCoronel Larry, Comandante do 23º Batalhão Metropolitano da Polícia Militar. Na ocasião, as autoridades esclareceram dúvidas dos moradores e expuseram os benefícios e as vantagens da iniciativa. A reunião contou com a convocação de 24 ruas e participaram, entre as áreas convidadas, moradores das ruas Itália, Áustria, Irlanda, México, Noruega (entre Alemanha e a Bélgica), Bucareste e

Costa Rica. Outros representantes também marcaram presença, a exemplo dos proprietários das ruas Grécia, Sampaio Vidal e Praça Antônio Duarte Amaral. Gostou da ideia do projeto e quer implementálo em sua rua? Reúna seus vizinhos e entre em contato com a AME JARDINS (11.3097.0911 e amejardins@amejardins.com.br) para auxiliálo em todo o processo!

COMBATE A ENTORPECENTES NAS PRAÇAS A Gastão Vidigal foi alvo da primeira operação de combate ao consumo de entorpecentes em praças da região dos Jardins, promovida pela Guarda Civil Metropolitana – São Paulo (GCM), no dia 8 de setembro. A iniciativa, acompanhada pela presidente da AME JARDINS, Daniela Seibel, atendeu ao pedido feito pela entidade

à Secretaria Municipal de Segurança Urbana – a ação acontece também em outras três grandes praças da região: Guilherme Kawall, Manoel Gomes e Morungaba. Tornar a iniciativa parte da rotina diária da GCM é o objetivo da associação. As próximas operações também vão contar com o auxílio de cães farejadores.


PLANEJAMENTO CONTÍNUO DAS AÇÕES DE SEGURANÇA O planejamento de uma série de palestras voltadas aos vigias de rua que atuam nos bairros dos Jardins foi tema da reunião realizada em outubro no 23º Batalhão da Polícia Militar, com a presença da presidente da AME, Daniela Seibel, e o Tenente-Coronel Larry de Almeida Saraiva. A participação é voltada àqueles que já possuem a credencial de agente de segurança. O Programa de Policiamento Escolar, com ronda específica escolar, também foi discutido na ocasião e a associação agradece a todo o serviço prestado com ações externas tanto na escola Concept

quanto na instituição de ensino municipal CEI Pinheiros. No momento, foi esclarecido que tais rondas não prejudicam o efetivo de policiais da 2ª CIA do 23º Batalhão, pois são equipes específicas, não afetando o policiamento da região dos Jardins. O serviço de emissão de credenciais está sendo mudado por outro departamento dentro da Polícia Civil e que está com uma certa morosidade. Contudo, o credenciamento de vigias continua a todo vapor. É de grande importância que os profissionais façam seu registro o quanto antes na 3ª Seccional Oeste-Decap.

UNIDOS PELA SEGURANÇA Levar proteção aos alunos e a todos os moradores dos Jardins, por meio da instalação de câmeras promovida pela parceria entre a associada Escola Concept e os proprietários das residências da região. Com essa proposta, no dia 17 de outubro, no Jardim Europa, coordenadores voluntários do Programa Vizinhança Solidária, representantes da instituição de ensino e da associação, moradores e o Tenente-Coronel da Polícia Militar, Larry de Almeida Saraiva, discutiram e planejaram medidas a serem adotadas para aprimorar a segurança no local e nas ruas do entorno, principalmente Bélgica, Turquia e Rússia.


PROJETOS À VISTA Segurança é a palavra de ordem na AME JARDINS. Com essa ideia, no dia 16 de outubro, a presidente da associação, Daniela Seibel, o consultor João Maradei, o Secretário Municipal de Segurança Urbana Coronel José Roberto Rodrigues de Oliveira e outros representantes da Secretaria Municipal de Segurança Urbana se reuniram na Secretaria para discutir a viabilidade de implantação de câmeras do Projeto City Câmeras nas praças cooperadas pela entidade, por questões de segurança e zeladoria. Graças à contribuição mensal dos associados, após a implantação desse sistema, a AME JARDINS poderá manter o funcionamento dos equipamentos e armazenamento em nuvem das imagens captadas, ampliando o monitoramento e as medidas de segurança em sua

região de cobertura. Outros assuntos entraram na pauta, como a solicitação de instalação de câmera na escola municipal CEI Pinheiros. Sempre presentes nas praças, os pets também fizeram parte dos temas conversados. Para orientar os donos de cachorros sobre a legislação municipal – uso de guias, coleiras, focinheiras (para as raças que são obrigatórias pela legislação), entre outros –, de modo a garantir o bemestar e a segurança de todos, a associação pediu uma ação educacional da Guarda Civil Municipal, aos finais de semana, na Praça Gastão Vidigal, para levar aos usuários o conhecimento das regras válidas para a cidade de São Paulo. Para formalizar o que foi discutido na reunião, os ofícios foram encaminhados à Secretaria e a AME JARDINS acompanhará de perto cada caso.


REMOÇÃO DE CARROS ABANDONADOS

DIÁLOGO COM A CET A AME JARDINS reuniu-se com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) em 15 de março, na sede da entidade. No encontro, o Gerente da CET, Henrique Bekis, o Supervisor Artur Luis Rodrigues e Luis Rebelo, responsável por projetos de Zona Azul, discutiram os diversos ofícios encaminhados pela entidade em 2018 e início de 2019, além de novas demandas dos moradores. Entre elas, a fiscalização de fretados e caminhões nos Jardins, a sinalização vertical e horizontal dos bairros e demarcação para bicicletas e patinetes nas praças. Mediante a dois abaixoassinados com anuência de mais de 70% dos moradores das ruas Dona Ana Helena de Salles Gusmão e Içana, no Jardim Paulistano, a CET fará estudo para implantação de Zona Azul próxima aos pólos geradores de tráfego, como shopping centers, ruas e avenidas comerciais. Participaram da reunião a Presidente da AME JARDINS, Daniela Cerri Seibel, o Consultor João Maradei e os Conselheiros da associação Joca Levy e Elisabeth Vinson.

Mais uma conquista da AME JARDINS em conjunto com o grupo de vizinhos da Rua Suécia! Logo que recebeu a denúncia de um carro abandonado na região, a Associação solicitou à Prefeitura de São Paulo a aplicação da notificação para a remoção de veículo abandonado - há tempo os moradores haviam pedido a intervenção para a Subprefeitura e não obtiveram sucesso. Pela legislação, após a inserção do aviso, o proprietário tem até cinco dias para retirar o automóvel. Excedido o prazo, o carro é recolhido ao pátio da Subprefeitura de Pinheiros e aplicada multa, de acordo com a legislação vigente. Nesse caso, contudo, aconteceu um desfecho diferente. Após uma moradora publicar, no grupo de WhatsApp do Programa Vizinhança Solidária, a foto do veículo com o alerta da Prefeitura, o proprietário do automóvel – também integrante do grupo – logo identificou o veículo e providenciou a remoção.


DIÁLOGO COM EMPREENDIMENTOS LOCAIS No dia 10 de abril, em encontro com a administração do Shopping Eldorado localizado no Jardim Paulistano -, a Diretoria da AME JARDINS relatou problemas frequentes enfrentados pelos moradores da rua Içana na esquina da avenida Rebouças, decorrentes da presença de motoboys, muitos deles prestadores de serviço do shopping, e demandou soluções. Sérgio Nagai, superintendente do Shopping Eldorado, afirmou estar em andamento a contratação de empresa terceirizada para a operação de entregas no shopping. O projeto prevê um espaço reservado no subsolo do prédio um espaço para acomodar as dos entregadores, que encaminharão os produtos a uma central de distribuição, onde empresas (como iFood e Uber Eats) retirarão suas encomendas para entrega aos destinatários. A AME JARDINS também apresentou solicitação, formalizada junto à CET, para implantação de Zona Azul nas ruas Içana e

Dona Ana Helena de Salles Gusmão, medida que contribuirá para melhor organização do espaço público, ampliando a fiscalização por parte do órgão de trânsito. O superintendente mencionou que alterações internas para melhorar a dinâmica de entrada e saída do shopping seguem em estudo e solicitou colaboração da AME JARDINS no sentido de retomar contato com a Secretaria de Mobilidade e Transportes, a CET e a Subprefeitura de Pinheiros para alterações na ciclovia da avenida Rebouças, especificamente no trecho entre a avenida Eusébio Matoso e rua Hungria, entendendo ser este um percurso de pouca utilização e que poderia ser remodelado, melhorando a fluidez no tráfego. Participaram do encontro Daniela Cerri Seibel, Presidente da AME JARDINS, João Maradei, Consultor da entidade, e Alberto Gingi e Frederico Affonso Ferreira, moradores da rua Içana.


TRÊS PEDIDOS APROVADOS As ruas Içana e Ana Helena de Salles Gusmão, nos Jardins, passarão a ter zonas azuis para estacionamento. A aprovação do projeto atende à demanda de moradores do entorno e foi conduzida pela AME JARDINS. A novidade foi comunicada em reunião entre representantes da associação, da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e da Prefeitura de São Paulo, no dia 7 de agosto. Contudo, a implantação não acontecerá de imediato, pois o Tribunal de Contas suspendeu os contratos

das empresas que fornecem a sinalização e, diante disso, a CET aguarda a liberação para colocar em prática esse e outros pedidos da Associação. Outra novidade é referente à rua Maria Carolina, onde já havia sido entregue o ofício juntamente com o abaixo-assinado, com 100% de assinaturas de moradores, com a solicitação para a retirada de bolsões de motos e de zona azul na área, e o pedido de remoção foi deferido e a CET aguarda a liberação de recursos para a execução.

TUDO ORGANIZADO Buscar uma solução para os entregadores de aplicativos de delivery de maneira a minimizar o incômodo causado pelo elevado fluxo desses profissionais na região do Shopping Eldorado foi o foco do encontro realizado em agosto, com a presença de Vitor Magnani, presidente da Associação Brasileira Online To Offline, Daniela Cerri Seibel, presidente da AME JARDINS, e Nelson Júnior, gerente de segurança do shopping. Após tratativas entre os presentes, o shopping aguarda a aprovação de seu Conselho Administrativo para dispor de uma área interna destinada, exclusivamente, a estes profissionais.


MIS PARA TODOS Buscar um consenso para atender aos moradores dos Jardins e ao Museu da Imagem e do Som foi a pauta da reunião realizada no dia 12 de agosto, no gabinete do subprefeito de Pinheiros, João Grande. Durante o encontro, foi discutida a questão do acesso ao MIS pela entrada irregular de serviço na rua Bucareste – embarque e desembarque de passageiros -, área estritamente residencial. A solução encontrada foi a construção de uma baia, na frente da entrada principal na Avenida Europa, para melhor organização dos veículos e ônibus que chegam. Para ser concretizado, o projeto precisa de avaliação de dimensões e custos

por parte da CET e também da ENEL para verificar a possibilidade de deslocamento de postes. A AME já enviou para o museu sugestões de ofícios para serem encaminhados às empresas para, dessa maneira, saber os custos e buscar recursos para a concretização da intervenção. A reunião contou com a presença da presidente da AME JARDINS, Daniela Cerri Seibel, do consultor da AME João Maradei, do coordenador de Governo Local, Renato Gomes, dos funcionários do MIS, Anderson Brito, Cleber Papa, Jacques Kann e Karoline Bueno e de representantes da SPTRANS e CET.


MELHORIA NA CIRCULAÇÃO DE ÔNIBUS Já percebeu que o fluxo de ônibus na rua Dona Elisa Pereira de Barros foi reduzido? A via estava sendo usada com frequência como rota para deslocamento de coletivos fora de serviço. Em especial, pela manhã, o que gerou

diversas reclamações de associados. Por isso, a AME JARDINS intercedeu junto à SPTrans, que aumentou a fiscalização no local. O resultado é que agora se tem uma área mais tranquila para os moradores de toda a região.


POLUIÇÃO SONORA Às quintas e sextas-feiras à noite e aos finais de semana, a circulação intensa de carros – muitos deles potentes, velozes e barulhentos – na Rua Colômbia e na Avenida Europa tem perturbado a tranquilidade dos moradores da região. Para solucionar o problema, a AME JARDINS está analisando as leis de outros municípios – a exemplo de Sorocaba – e projetos internacionais com radares sonoros, pois não há em São Paulo uma legislação específica para esse tipo de

problema. Após os estudos, a associação entrará em contato com o Poder Legislativo Municipal para buscar um vereador que tenha interesse em propor um projeto de lei de fiscalização para redução da poluição sonora, incorporando à legislação estadual. Como a ação será executada a longo prazo, de imediato, a associação solicitou apoio da Polícia Militar, aumentando o policiamento na região, além da execução de bloqueios com mais frequência.

SINAL VERDE PARA MELHORIAS Discutir projetos de sinalização vertical e horizontal, implantação de elementos de acessibilidade e de segurança para os pedestres, execução de novas rotatórias verdes, além de fiscalização a infrações de trânsito. Todos esses assuntos foram abordados na reunião do dia 26 de agosto com a participação da presidente da AME JARDINS, Daniela Cerri Seibel, acompanhada pelo consultor da associação, João Maradei, na Gerência de Engenharia de Tráfego Oeste da CET, responsável por grande parte do perímetro de atuação da entidade, onde foram recebidos pelo gerente de tráfego Artur Luís e o projetista José Geraldo.


TOMBAMENTO EM PAUTA Sempre atenta a defesa dos interesses dos moradores dos bairros dos Jardins e da cidade de São Paulo, a Diretoria da AME JARDINS reuniu-se, em 29 de março, com o secretário de Estado da Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão. No encontro, a entidade apresentou sua preocupação com a redação da resolução complementar do CONDEPHAAT que disciplina o tombamento dos Jardins, por entender que nela contém ambiguidades que podem comprometer a preservação das atuais características dos bairros e do “pulmão verde” representado por

seu patrimônio ambiental, cuja proteção interessa a toda a cidade. Na ocasião, ainda, foi apresentado requerimento solicitando esclarecimentos formais acerca das diretrizes que ampararam a mudança da resolução.

CONSTRUÇÕES MONITORADAS Denúncia feita e a AME JARDINS já entra em ação. Recentemente, um associado apontou a suspeita de irregularidade em uma obra localizada na rua Agrário de Sousa, 218. A Associação verificou a questão e fez a verificação em loco. Após a análise, foi comprovada a ausência de alvará para a reforma e solicitada para a prefeitura a aplicação de penalidade. Mais um caso de sucesso obtido por meio do trabalho conjunto entre os associados, entidade e órgão municipal.


OPERAÇÃO DE HELIPONTOS NA REGIÃO A Presidente da AME JARDINS, Daniela Cerri Seibel, o Consultor João Maradei, a Conselheira Elisabeth Vinson e o representante do Condomínio Chatel Dijon estiveram na Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, em reunião com o Secretário da pasta, Eduardo de Castro, no dia 24 de abril. Entre os assuntos discutidos, destaque para a operação sem licença de um heliponto na rua Hungria, cujo estudo de impacto de vizinhança segue pendente. O Secretário se comprometeu a tomar providências imediatas sobre o caso e a reunião foi pauta na coluna Direto da Fonte, de responsabilidade da jornalista Sônia Racy, no jornal O Estado de S. Paulo. A AME também alertou o Secretário sobre o funcionamento de outros dois helipontos na região, ambos na avenida Brigadeiro Faria Lima, no Jardim Paulistano.

RUÍDO MUSICAL Uma reclamação recorrente de vizinhos do Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MISSP), no Jardim Europa, é o barulho excessivo das apresentações musicais até então realizadas na área externa. As queixas motivaram uma reunião entre um grupo de moradores do bairro, representantes da AME JARDINS – como mediadores – e do MIS, no dia 6 de maio. A partir do diálogo, o museu se comprometeu a cessar a realização de eventos com música alta no local que motivou as reclamações.

BARULHO CONSTANTE Festas recorrentes em um imóvel da Rua Doutor Ibsen da Costa Manso, no Jardim América, tiraram o sossego das ruas do seu entorno, como Atlântica, Taufik Camasmie, Polônia e Sofia. A AME JARDINS apoia a solução desse caso e, recentemente, promoveu a interlocução entre os vizinhos e o proprietário do imóvel perturbador e com o objetivo de encontrar uma solução para o problema.


Se identificar alguma construção irregular, ligue para o 156 e denuncie!

OBRA IRREGULAR NA CEL. IRLANDINO SANDOVAL Em 16 de julho, a AME JARDINS recebeu denúncias de associados sobre a movimentação de caminhões no terreno de número 96 da Rua Cel. Irlandino Sandoval. O olhar atento dos moradores e a preocupação são válidos, uma vez que há alguns anos foi aprovada irregularmente a execução de um edifício no local. À época, a mobilização dos vizinhos fez com que a construtora desistisse do empreendimento. Atenta às questões referentes ao uso e ocupação do solo, um de seus pilares de atuação, a AME JARDINS buscou informações perante à Prefeitura para entender o que se pretende executar no terreno de nº 58 da Rua Cel. Irlandino Sandoval. Diferentemente do que se foi previsto pela Yuny Incorporadora (um prédio de vários andares) ou outros empresários que buscaram viabilizar no local estacionamento ou prédio comercial, foi verificado que será construído um condomínio horizontal, a exemplo

daqueles que já existem em alguns pontos do Jardim Paulistano, trecho não tombado entre Avenida Brigadeiro Faria Lima e Rua Hungria, algo permitido nesse ponto do bairro. Segundo o Alvará de Aprovação e Execução de Edificação Nova, expedido pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento, o uso do imóvel será para conjunto de unidades habitacionais horizontais (conjunto resdencial/ vila). A previsão é que se construa quatro unidades residenciais de dois andares (com um subsolo), respeitando-se o gabarito de 10 metros e a taxa de permeabilidade. Portanto, não há qualquer previsão para construção ou uso que não esteja dentro do que é permitido para o local. No próprio alvará há algumas recomendações, como o alerta para que o movimento de terra seja executado com o devido controle tecnológico, assegurando a estabilidade e evitando qualquer rico à segurança aos imóveis limítrofes, bem como qualquer alteração ao curso natural de escoamento das águas.


NOTIFICAÇÃO DE IMÓVEIS IRREGULARES EM ZONA ESTRITAMENTE RESIDENCIAL (ZER) O diálogo é o primeiro passo para buscar a melhor solução de problemas. Neste sentido, a AME JARDINS recebeu denúncias sobre usos irregulares de 27 imóveis em Zona Estritamente Residencial (ZER). Todas as propriedades estão localizadas no perímetro de atuação da entidade e em ZER – de acordo com o artigo 94 da Lei Municipal 16.402/2016, não é permitida a existência de comércio e serviços na região. Nesse cenário, a associação enviou aos proprietários dos imóveis, via Correios, a notificação sobre cada caso, solicitando a manifestação dos interessados no prazo de 15 dias. A ação já tem rendido bons resultados, com o alinhamento de informações e reuniões diretas com os interessados para resolver cada situação. Essa é a primeira etapa para a AME dar andamento aos casos juntamente com o agente da Subprefeitura, podendo, no não comparecimento do responsável convocado, render a aplicação de multas se for comprovada a irregularidade.

PERTURBAÇÃO NA RUA AMAURI A interação entre o poder público e a associação tem rendido bons resultados. Logo que recebeu a reclamação sobre a ocorrência de festas na rua Amauri, perturbando toda a vizinhança, a AME JARDINS intermediou o contato com a Polícia Militar, por meio do Capitão Rodrigo Garcia Villardi, Comandante da 2ª Cia do 23º Batalhão da Polícia Militar Metropolitana, expondo a ocupação do espaço público e perturbação do sossego dos moradores em uma zona predominantemente residencial. Villardi fez o contato com o proprietário do estabelecimento responsável pela realização dos eventos e ficou acordado a não realização de festas com esse perfil, a exemplo do cancelamento da feijoada no dia 24 de agosto.

NOVO EMPREENDIMENTO NA AVENIDA EUROPA Localizada na Avenida Europa, 105, Jardim Europa, a obra abrange um novo empreendimento comercial e chamou a atenção dos associados para possíveis irregularidades relacionadas à Lei de Zoneamento. Para esclarecer o caso, a entidade, juntamente com profissionais especializados na área, analisou detalhadamente a situação e foi concluído que está tudo de acordo com as normas. A AME está de olho! Para mais informações, acesse: www.fontpress.com.br/com_amejardins/140819/solo1/solo1.pdf


COMÉRCIO CONSCIENTE Mais um caso bem-sucedido para o bemestar dos associados da AME JARDINS. Após conversas entre a entidade e os responsáveis pela Padoca do Maní – o local não tinha o Termo de Permissão de Uso (TPU) para a disposição de mobiliário externo -, foram retiradas as cadeiras da calçada do estabelecimento, localizado na Rua Joaquim Antunes. Com isso, resgatou a fluidez na circulação da área. A associação

agradece a atenção dos proprietários do comércio que, prontamente, entenderam a sua solicitação, de modo a prezar pela acessibilidade e pelo uso da área pública dentro das regras da legislação municipal. Vale destacar que o local poderá voltar a ter mobiliário na calçada, desde que encaminhe a solicitação para a Subprefeitura de Pinheiros, para a análise e aprovação do projeto.

DE OLHO NA OBRA Uma denúncia feita à AME JARDINS sobre o desrespeito às normas vigentes de uso e ocupação do solo na construção que fica na Rua Iraci, 165, no Jardim Paulistano, levou a entidade a verificar o que estava ocorrendo no local. Foi averiguado e confirmado que não será erguido ali um heliponto, uma vez que jamais seria autorizada a operação de pousos e decolagens em lotes em Zona Estritamente Residencial (ZER). A obra tem alvará de execução, porém foi identificada uma irregularidade referente à estrutura metálica que avançava além da área permitida. A associação solicitou a fiscalização à Subprefeitura de Pinheiros, que multou o proprietário por essa questão e solicitou o reparo na área.


NOTIFICAÇÃO SOBRE REALIZAÇÃO DE EVENTOS

BALANÇO SOBRE NOTIFICAÇÕES A IMÓVEIS IRREGULARES Um dos pontos de atuação da AME JARDINS que tem recebido atenção especial é o relacionado ao uso e ocupação do solo. Muitos são os relatos que a entidade recebe de seus associados sobre obras irregulares espalhadas pelos bairros, especialmente em zona exclusivamente residencial. O esforço pela preservação dos Jardins, portanto, passa pela observância do que dispõe a legislação em vigor, em especial, às regras municipais que tratam do zoneamento. Desde o início do mês de setembro, como forma de colaborar com a Subprefeitura de Pinheiros em relação a esse tema, a associação emitiu notificações a diversos imóveis com denúncias de usos irregulares recebidas dos associados. Foram mais de 30 ofícios emitidos. Alguns proprietários entraram em contato, o que tornou possível esclarecer se realmente procedia a queixa da irregularidade, bem como orientar sobre as regras de uso e ocupação do solo para adequação. Há casos pendentes que, mesmo após o recebimento das notificações, não retornaram, o que tem inviabilizado o diálogo proposto. Diante disso, uma atuação do poder público se faz necessária para averiguar as irregularidades. Assim, a AME JARDINS enviará ofícios à Subprefeitura de Pinheiros solicitando providências cabíveis em relação a esses imóveis.

Atuar pela preservação dos Jardins e, assim, contribuir para melhoria da qualidade de vida dos seus moradores, tem sido a missão da AME JARDINS. Para isso, é fundamental a observância do que dispõe a legislação em vigor, em especial as regras municipais que tratam de uso e ocupação do solo. E isso se refere também à realização de eventos que provoquem barulho em excesso. A associação emitiu notificações, mas não obteve retorno, o que obrigou a entidade a pedir auxílio à fiscalização da Subprefeitura de Pinheiros. Graças à parceria, no caso da Casa Miracolli, o imóvel foi multado no valor de R$ 11 mil, no dia 24 de outubro. Caso sejam repetidos os problemas, a associação solicitará novas autuações. É importante que a legislação municipal vigente e os critérios de incomodidade estabelecidos sejam respeitados. Apenas assim, com a consciência dos responsáveis por esses imóveis, será pacificada a convivência entre vizinhos, harmonizando os interesses de toda uma coletividade.


EM PROCESSO DE ANÁLISE A construção de um pequeno prédio comercial, nas proximidades das ruas Canadá, Bolívia e Honduras, vem chamando atenção dos moradores da região. Embora as autorizações emitidas pela Prefeitura da Cidade de São Paulo demonstrem a conformidade do empreendimento, a AME JARDINS

aguarda a análise final de sua assessoria jurídica para se posicionar sobre a questão. O lote no qual o edifício será construído é reconhecido como uma ZCor, ou seja, trecho de via destinado à diversificação de usos de forma compatível à vizinhança residencial. Em breve, divulgaremos novas informações.

TRANQUILIDADE NA CERTA Mais uma conquista da AME JARDINS em prol do bem-estar dos moradores. Após um associado entrar em contato e expor o incômodo e a perturbação gerados pelo carregamento e descarregamento de patinetes durante a madrugada, a associação, por meio de ofício, solicitou à Yellow a desativação do estacionamento dos veículos, com serviços realizados entre 22h e 7h, em área demarcada na Praça Morungaba. O pedido foi prontamente atendido pela empresa, que se desculpou pelo incômodo causado.


REUNIÃO COM O MUSEU DA IMAGEM E DO SOM (MIS) No dia 3 de julho, a AME JARDINS participou de uma importante reunião com os representantes do MIS para a discussão de dois assuntos: irregularidade na circulação de ônibus e acesso ao museu pela rua Bucareste, ambas em zona estritamente residencial (ZER). Para o primeiro caso, a AME entregou um relatório com fotos e a constatação da presença de ônibus fretados – a Associação também entrou em contato com as empresas notificando sobre a irregularidade e explicando sobre a questão de zoneamento na capital paulista. As companhias confirmaram que a grande maioria é para o MIS e poucos para o MuBE, museu que também já foi acionado. A respeito do outro assunto, a reunião contou com a presença virtual de João Vestim Grande,

subprefeito da Subprefeitura de Pinheiros, Diretoria do MIS e também de moradores da região para buscar uma solução para o acesso ao museu pela rua Bucareste, que funciona de forma irregular pois a área é estritamente residencial. Após conversas e exposições dos inconvenientes gerados pelo uso dessa porta de serviços, foi agendada para agosto uma nova reunião com a presença da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Subprefeitura de Pinheiros, AME Jardins e Diretoria do museu.

SUCESSO EM DENÚNCIA SOBRE USO IRREGULAR DE IMÓVEL Em resposta a denúncia sobre o uso irregular de imóvel em área exclusivamente residencial para o funcionamento de uma churrascaria na rua Amauri, 40, no Jardim Europa, a Subprefeitura de Pinheiros informou à AME JARDINS que já foram iniciados os trabalhos de fiscalização e autuação dos responsáveis. Segundo parecer do órgão público, em 21 de março, além de multado, o estabelecimento ainda teve mesas e cadeiras apreendidas. Como registrado em imagens, os materiais eram dispostos

na calçada em frente ao restaurante e impediam o trânsito de pedestres no local. Também foi aberto processo junto à Secretaria do Verde e Meio Ambiente para investigar a emissão irregular de fumaça. Ao que tudo indica, a churrascaria não segue as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para a emissão de gases, vapores e material particulado - referente à altura da chaminé e ao tratamento da fumaça emitida. A AME seguirá acompanhando as resoluções sobre o caso.


QUEM SOMOS E O QUE FAZEMOS VOCÊ SABE POR QUE O MEIO AMBIENTE É UM DOS FOCOS DA AME JARDINS? E O QUE A ENTIDADE FAZ PARA PRESERVAR O VERDE EM NOSSA REGIÃO? A região dos Jardins é formada por alguns dos bairros mais densamente arborizados de São Paulo. Ocupa o terceiro lugar entre as áreas de maior índice de verde – atrás apenas do Alto da Boa Vista, na zona sul, e do Alto de Pinheiros, na zona oeste. São 11 árvores plantadas a cada 100 metros de via – o primeiro colocado tem 15, em média. Além da valorização do metro quadrado dos imóveis, essa condição interfere diretamente, para melhor, no seu clima, com ruas mais frescas e temperaturas amenas, que tornam a vida e a circulação de pessoas mais agradáveis.

AME JARDINS É NOTÍCIA Uma matéria no programa Bom Dia SP da quarta-feira, 15 de maio, destacou o apoio da AME JARDINS na identificação dos autores de um descarte irregular em caçambas ocorrido nas ruas da região, por meio de imagens captadas por câmeras do programa Vizinhança Solidária e fornecidas à Polícia Civil. A associação acompanha de perto as investigações do caso, caracterizado como crime ambiental, a fim de garantir que penas e punições sejam aplicadas.

NOVAS PRAÇAS MANTIDAS PELA AME Mais duas praças passaram a contar com os cuidados ambientais da AME JARDINS. A primeira é a General San Martin, e a segunda é a Dr. Luciano Heitor Beiguelman, ambas localizadas no Jardim América. Você também pode colaborar para a manutenção das áreas verdes próximas à sua residência ou empresa! Com o objetivo de melhorar a conservação dos espaços arborizados na capital e desburocratizar os processos de adoção desses locais, a Prefeitura de São Paulo criou o programa “Adote Uma Praça”. A iniciativa fomenta serviços de zeladoria de canteiros centrais, área livre municipal entre ruas e praças públicas para receberem manutenção e conservação, limpeza, podas de árvores, revitalização de plantas rasteiras e melhorias completas no paisagismo.


PODAS E REMOÇÕES PENDENTES A AME JARDINS esteve com Rosa Maria Castro Menegali, engenheira responsável pelas áreas verdes da região, na Subprefeitura de Pinheiros. No encontro, realizado em abril, a entidade e o órgão público dialogaram sobre as podas e remoções de árvores pendentes nos bairros dos Jardins. Segundo a Subprefeitura, muitas podas necessitam de colaboração da ENEL, empresa distribuidora de energia do Estado de São Paulo, em decorrência de fios de eletricidade encostados ou próximos às árvores. A AME continuará acompanhando todos os casos de perto.

VERDE EM DIA Sete árvores – uma quaresmeira, cinco amoreiras e um alecrim de campinas – foram substituídas na Praça Gastão Vidigal, por estarem doentes e inadequadas à área, além de oferecerem risco de queda em dias de chuvas e ventanias. No local, foram plantados seis pau-ferro e um dedaleiro, levando cores ao paisagismo do local. É importante lembrar que, antes de fazer qualquer tipo de plantio, deve-se consultar o Manual Técnico de Arborização Urbana da Prefeitura de São Paulo e respeitar as espécies permitidas, recuos para as calçadas e outras normas. Acesse aqui o Manual de Arborização Urbana www.fontpress.com.br/com_amejardins/180719/ ambiente1/ambiente1.pdf

NOVO CONSULTOR AMBIENTAL A AME JARDINS conta com um novo Consultor Ambiental em sua gestão de áreas verdes. Em fevereiro, Cláudio Rodrigues Fonseca iniciou os trabalhos na associação e atuará como interface da AME junto à Prefeitura de São Paulo nos projetos ambientais da região dos Jardins. Além de atuar na preservação da massa arbórea dos bairros, o engenheiro agrônomo também está disponível para solucionar dúvidas e questionamentos dos associados e moradores.


NOVAS ROTATÓRIAS DOADAS E ADOTADAS PELA AME Após análises e estudos, a AME JARDINS priorizou quatro novos pontos estratégicos para a implantação de rotatórias – uma delas será totalmente doada por um morador do bairro -, de modo a evitar acidentes e garantir a segurança dos pedestres. Um pedido foi encaminhado à Prefeitura para a equipe de logradouro tirar o asfalto e preparar a área para receber o projeto paisagístico com forrações. A Subprefeitura de Pinheiros intermediou o encaminhamento para a CET liberar a execução do projeto, uma vez há equipe capacitada a dar andamento ao trabalho. Dentro dos padrões de sustentabilidade, com aumento da permeabilidade da água das chuvas, as novas rotatórias serão implantadas nos seguintes endereços: esquinas da Rua México com a Rua Costa Rica, no Jardim América; Rua Alemanha com a Rua Suécia, no Jardim Europa; Rua Alemanha com a Rua Noruega, no Jardim Europa; e Rua Conselheiro Torres Homem com a General Mena Barreto, no Jardim Paulista. A AME JARDINS orienta os associados interessados em adotar estes espaços, tornando o bairro mais verde. Reúna os vizinhos e entre em contato com a associação no telefone (11) 3097.0911 ou no e-mail amejardins@amejardins.com.br.

ÁRVORES EM PAUTA De olho nos cortes irregulares realizados pela concessionária de energia elétrica Enel nas árvores do bairro, representantes da AME JARDINS participaram de reunião com o vereador Gilberto Natalini, um dos defensores da questão ambiental na cidade. Após a bate-papo, Natalini encaminhou um ofício para a Subprefeitura de Pinheiros solicitando uma posição e uma resposta imediata sobre os cortes realizados na área.


CONEXÃO VERDE No dia 24 de outubro, a AME JARDINS promoveu o plantio de ervas e temperos na Praça Desembargador Manoel Gomes de Oliveira, no Jardim Paulistano, com a participação dos alunos da escola municipal CEI Pinheiros. A iniciativa, que faz parte da revitalização do espaço público, contou com o apoio do projeto Vizinhança Solidária, que conecta moradores para que em conjunto tomem medidas que aumentem a segurança local e, também, da voluntária e parceira Adriana Lobo, do Instituto Jardins da Infância.

A ideia foi conectar educação e meio ambiente, como explicou Daniela Seibel, presidente da associação. “Ser sustentável também envolve integrar a comunidade, na prática. É isso que a AME Jardins pretende, com ações como essa”, observou ela. A ação contou com a doação de mudas e terra feita por um morador, preparo do canteiro realizado pela Topiaria Paisagismo, apoio da ronda escolar da Polícia Militar SP e da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e envolvimento de pais, professores e direção da escola.

REVITALIZAÇÃO DA PRAÇA SAN MARTIN O projeto de revitalização da Praça General San Martin, recentemente adotada pela AME JARDINS, está a mil! Para isso, a associação conta, mais uma vez, com o apoio dos profissionais da Topiaria Paisagismo. Segundo Daniela Seibel, presidente da entidade, o desafio, agora, é captar recursos para viabilizar as melhorias. Na foto, da esquerda para a direita, Drica Lobo, voluntária de Assistência Social da associação; Vinícius Rocha Lima, da Topiaria Paisagismo, Ricardo Behar, Coordenador do Verde e Meio Ambiente da associação, Sylvia Luz, também da Topiaria Paisagismo, e associada responsável pela doação do projeto paisagístico; e Daniela Seibel, presidente da AME JARDINS. Vale lembrar que a Drica Lobo também é mentora do projeto Jardins da Infância, agregando ao bairro o olhar experiente da construção de um espaço público saudável para as crianças.


MANUTENÇÃO DOS BRINQUEDOS NA PRAÇA GUILHERME KAWALL Os brinquedos instalados na Praça Guilherme Kawall passaram por um processo de manutenção, o que passou a garantir às crianças uma diversão mais segura. A área foi revitalizada, a partir do projeto doado e assinado pela paisagista Luciana Moraes. A primeira etapa das intervenções foi finalizada no início de 2019, e as próximas mudanças serão feitas após a liberação da verba da metade da emenda parlamentar do vereador Daniel Annenberg.

MAIS LUZ NAS PRAÇAS A pedido da AME JARDINS, o Departamento de Iluminação Pública (ILUME) fez a manutenção das lâmpadas e postes nas Praças Gastão Vidigal e Guilherme Kawall, o que deixou as áreas mais iluminadas e seguras para os moradores da região. Você sabia que uma solicitação assim pode ser feita por qualquer cidadão? Ao identificar lugares com lâmpadas queimadas, entre em contato com a ILUME pelo 0800.779 0156 e solicite o reparo. O serviço funciona 24 horas. Caso a manutenção não seja feita dentro do prazo prometido, envie o protocolo do chamado para a associação cobrar uma ação imediata. Juntos, podemos cuidar melhor do bairro!

HALOWEEN OUTUBRO DE 2019 Os Jardins entraram no clima das comemorações do Halloween, para a alegria geral da garotada! No dia 31 de outubro, a Praça Gastão Vidigal foi o ponto de partida para a visita das residências que entraram na brincadeira “Doces ou Travessuras?”. A ação, coordenada por um grupo de pais, contou com o apoio fundamental da Polícia Militar do Estado de São Paulo. O roteiro foi generosamente mapeado pela moradora Kacy Lin Vita, presente na foto à direita.


CAMPANHA DO AGASALHO 2019 Parceira na luta para aquecer os moradores de São Paulo neste inverno, a AME Jardins dispõe de praças adotadas pela entidade e localizadas na área de atuação para servir de ponto de coleta para a Campanha do Agasalho 2019. Descubra o ponto de coleta mais perto de você, participe e deposite as suas doações! Praça Gastão Vidigal (Rua Desembargador Mamede)

Praça Coronel Pires de Andrade (Jardim Europa)

Praça Califórnia (Jardim América)

AMPLIANDO CONHECIMENTO Em março, alunos do Projeto MatériaPrima (de Itapevi, região metropolitana de São Paulo) visitaram a Praça dos Incas, no Jardim America. O programa do educador Pedro Coelho incentiva crianças e adolescentes a criarem e cultivarem jardins com os saberes e instrumentos da natureza. Durante a visita, o grupo pôde observar os conceitos de permacultura, agrofloresta, jardim de chuva e construção sustentável aplicados na praça, que foi concebida para receber grupos escolares e pesquisadores para a disseminação da importância da preservação do meio ambiente e projetos de permacultura. Que tal incentivar a escola de seus, filhos, sobrinhos e amigos a conhecer a Praça dos Incas? Todas as instituições de

ensino são bem-vindas para uma visita guiada pelos educadores da POSITIV.A, empresa parceira da AME JARDINS para desenvolvimento e implantação de projetos sustentáveis em áreas públicas nos bairro dos Jardins.

INSPIRAÇÃO SOCIAL Uma palestra com o historiador Leandro Karnal marcou a comemoração de 15 anos da Fundação Oftalmológica Dr. Rubem Cunha, no dia 21 de agosto. Criada pelo vice-presidente da AME JARDINS, Marcelo Cunha, e Rosana Cunha (filho e nora de Dr. Roberto Cunha), a entidade sem fins lucrativos dedica-se à prevenção e ao tratamento de doenças oculares na população de baixa renda. A arrecadação do evento foi revertida para o projeto “Boa Visão Boa Educação”. Em breve, a AME JARDINS elaborará uma iniciativa semelhante para a arrecadação de objetos usados – inclusive óculos – para ajudar a população mais carente.


Presidente: Daniela Cerri Seibel Vice-Presidente: Marcelo Cunha Tesoureiro: Uri Arazi Secretária Geral: Carla Serson Coordenador Verde / Meio Ambiente: Ricardo Behar Conselho AME JARDINS: Julio Serson Carlos Jereissati Filho Daniel Feffer Fabio Penteado de Ulhôa Rodrigues Fernando de Sampaio Barros Felipe Monteiro Whitaker Fernando José Da Costa Gustavo Jobim Jean-Marc Etlin João Paulo Diniz Jorge Eduardo Prada Levy Jorge Yunes José Marcelo Braga Nascimento / Representante: Roberto Gheler Luiz Lara Marcos Arbaitman Raul Doria Roberto Miranda de Lima Washington Umberto Cinel Ame Jardins © 2019. Todos os direitos reservados. Edifício Victoria Plaza | Rua Joaquim Floriano, 871, conjunto 11 - Itaim Bibi | CEP 04534-003 (11) 3097-0911 | (11) 94741.4593 (WhatsApp) | amejardins@amejardins.com.br

Informativo AME + Arte e Conteúdo:

www.fontpress.com.br Jornalista Responsável: Luana Garcia (MTB 43.879) Fotos: Fontpress e Divulgação/AME JARDINS