__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

aberta lInha

ano 25 | edição 272 | março 2021

chegamos aos estados unidos. e agora? fashion week a semana de moda de new york o mundo bilíngue de estudantes brasileiros nos eua

empreendedorismo turismo asheville,impulsiona em digital north carolina retomada mundial

brazilian magazine

audrey hepburn

e os ícones da moda de todos os tempos


ᰠ 一 攀 猀 猀 攀 琀 攀 洀 瀀 漀 Ⰰ 猀甀愀  瘀椀搀愀  猀攀爀  洀愀椀猀 搀椀最椀琀愀氀 搀漀 焀甀攀 渀甀渀挀愀⸀⸀⸀ᴠ  䄀最渀挀椀愀  搀攀  䴀愀爀欀攀琀椀渀最  䐀椀最椀琀愀氀 圀 攀 戀 猀 椀 琀 攀 䐀 攀 猀 椀 最 渀 䈀 爀 愀 渀 搀 椀 渀 最 倀 爀 漀 樀 攀 挀 琀 猀 倀 甀 戀 氀 椀 挀 愀   攀 猀 䴀搀椀愀猀匀漀挀椀愀椀猀䜀爀愀瀀栀椀挀䐀攀猀椀最渀 䜀 攀 爀 攀 渀 挀 椀 愀 洀 攀 渀 琀 漀 搀 攀 刀 攀 搀 攀 猀 匀 漀 挀 椀 愀 椀 猀 䌀伀一匀唀䰀吀䔀ⴀ一伀匀

吀䠀䔀⸀䌀伀䴀

䈀䄀

刀吀 嘀䤀匀䤀吀䔀  一伀匀匀伀 倀伀刀吀䘀伀䰀䤀伀 䈀䄀刀吀吀䠀䔀⸀䌀伀䴀

2

linhaaberta.com

departamento comercial 561.460.7743


[linhaaberta.com]

6 10 30 34 46 56

ano 25 edição 272 março 2021

chegamos aos eua. e agora? daniela mello ferreira

celebridades

o novo documentário de george clooney

atendimento médico brasileiro na era covid 19 super modelos surdos alethéa mantovani

cuisine

hamburgers ao redor do mundo

turismo

história e tradição em asheville

14

ícones da moda de todos os tempos

marilyn monroe MARÇO 2021

3


carta da editora

aberta lInha

ano 25 | edição 272 | março 2021

chegamos aos estados unidos. e agora? fashion week a semana de moda de new york o mundo bilíngue de estudantes brasileiros nos eua

empreendedorismo turismo asheville,impulsiona em digital north carolina retomada mundial

brazilian magazine

audrey hepburn

e os ícones da moda de todos os tempos

cover audrey hepburn photo: copyright 1957 by Paramount Pictures Corp. permission granted for magazines made in U.S.A.

publisher & editor laine furtado

executive director joe souza

contributing writers

J

um mundo novo

á é possível observar que o mundo não é mais o mesmo depois da pandemia da COVID-19, provocada pelo novo coronavírus. O jornalista americano Thomas Friedman, especialista em relações sociais da atualidade, afirma que hoje vivemos um novo conceito de “AC/DC” (antes do corona e depois do corona). Será que isso é verdade? O mundo mudou e nós também. No nosso comportamento social, na nossa forma de nos relacionar, na mudança de paradigmas, na forma de fazer negócios e de nos relacionar com nossos amigos e familiares.

Podemos dizer que, no período pós-pandemia, é pouco provável que as coisas voltem ao que eram antes. O que você tem aprendido nestes dias de pandemia? Quais têm sido suas grandes revelações? Nos últimos meses, reinventamos nossa forma de trabalhar, consumir, liderar, conviver em sociedade e planejar. Quando falamos em negócios, vemos desafios enormes na forma de lidar com a demanda de clientes, desemprego, incerteza e processos internos. Sabemos que nada voltará a ser como antes por um bom tempo. E quem sabe sem voltaremos a pensar e agir como antes! Compreendendo isso, podemos nos preparar melhor para o que vem a seguir. Muitos pesquisadores acreditam no coronavírus como um “acelerador de futuros”. A atual crise foi uma forma de acelerar mudanças que já eram necessárias. Diante de um cenário completamente diferente de tudo o que já vimos, aderimos rapidamente a novas formas de fazer as coisas. Isso acontece em diversos âmbitos, desde o trabalho remoto, educação a distância e responsabilidade social das empresas, a questões mais profundas como sustentabilidade, minimalismo, solidariedade e empatia. Está sendo um momento necessário para reformular tudo o que poderia e deveria ser diferente. Estamos nos reinventando de dentro para fora. Por isso, prepare o seu negócio para o novo mundo. E boa sorte.

Laine Furtado

connect with us

4

linhaaberta.com

@lainefurtado

@linhaabertamagazine

alethéa mantovani cintia silva daniela mello ferreira debora lousa eduardo prugner eugenio morato leite pamela tello patricia bernardon suzanne thorson tania costa

marketing

claudia bourdin 954.548.9295 charles bourdin 954.934.2853 patricia bernardon 305.416.8869

distributors

carlos distribution inc. global express deliveries

linha aberta magazine

1015 w newport center dr # 106

deerfield beach fl 33442 tel 954.360.9340 www.linhaaberta.com contato@linhaaberta.com laine@linhaaberta.com

general information

copyright© 2021 linha aberta magazine. all rights reserved. opinions expressed by the writers are their own and do not necessarily reflect the opinions of the publisher. linha aberta reserves the right to edit, rewrite or refuse material. publisher is not responsible for typographical or production errors or accuracy of information provided by its advertisers. reproduction or use of editorial and graphic content in any manner without permission is prohibited.

partners of


MARÇO 2021

75


você

daniela mello ferreira @dani.coach

cheguei nos eua. E agora?

u

m dos grandes desafios de morar nos EUA é a transição de carreira, além de todas as adaptações necessárias em morar em um novo país. A vida profissional é uma nova trajetória para todos os imigrantes brasileiros. ​ Quando vim morar nos EUA, passei por esse processo de dúvidas, medo e incerteza de como iria me posicionar profissionalmente. Por onde começar? Com quem eu falo? Como as pessoas irão saber quem eu sou? Não conheço quase ninguém! Quem vai me ajudar? Como sou especialista em resolução de conflitos, comecei minha  nova jornada profissional e com o tempo tudo se acertou. ​ Através de meus clientes, percebi o grande desafio dos imigran-

6

linhaaberta.com

tes brasileiros em conseguir fazer uma sólida transição de carreira ou ter um promissor novo negócio nos EUA. Engraçado dizer, como nós imigrantes temos dores muito parecidas e o que nos difere é a forma como lidamos com elas. A grande resistência que muitas pessoas tem em se adaptar a maneira americana de viver causa muito estresse e frustração. Digo sempre que é necessário aprender com os americanos, pois eles sabem exatamente o caminho das pedras, essa é a coisa mais inteligente a se fazer. É possível fazer um softlanding, desde que você esteja aberto a aprender e conviver com uma nova cultura, respeitar a maneira de ser dos americanos, esteja disposto a seguir regras e normas, ter paciên-

cia para subir cada degrau, disposto em aprender um novo idioma, ter muita resiliência e principalmente entender que você tem uma nova trajetória de vida pessoal e profissional. Eu aprendi rapidamente como deveria agir para que pudesse viver realizada nos EUA, como profissional, esposa, mãe e mulher​, pois afinal, ou eu assumia uma nova postura ou tudo iria por água abaixo. Com isso, precisei fazer ajustes em como atuar na minha profissão como Master Coach, desenvolvi uma metodologia, onde através do processo de coaching e mentoria de internacionalização de carreira, comecei a ajudar os imigrantes brasileiros nos EUA a encontrarem e desenvolverem sua vida profissional.


​ Através do mapeamento das habilidades, expertise, competências técnicas e comportamentais é possível ajustar e adaptar os skills para descobrir possíveis áreas de trabalho que se encaixam com as experiências profissionais adquiridas ao longo da carreira. T ​ rabalhar o mindset Brasil X EUA é um dos pilares fundamentais deste processo. A inteligência emocional é desenvolvida e aplicada. ​ Através da análise do perfil comportamental e inteligência emocional, é possível identificar os conhecimentos, habilidades e atitudes, que ajudarão no desenvolvimento e preparação das competências necessárias que precisam ser ajustados para ingressar no mercado de trabalho, abrir um novo negócio, melhorar a performance ou adaptação profissional. O ​ processo de coaching de internacionalização de carreira, proporciona a quebra de crenças negativas que influenciam no emocional e travam no desenvolvimento profissional. Veja os detalhes.

​1- Aceitar um trabalho que não gosta por acreditar que a experiência adquirida ao longo da trajetória profissional não se encaixa no mercado de trabalho americano. ​ 2- Insegurança de trabalhar ou participar de uma entrevista por conta do idioma Inglês. ​ 3- Acreditar que não será aceito ou que não está preparado para trabalhar nos EUA. ​ 4- Insegurança de buscar novos desafios profissionais e ficar em casa frustrado, estressado e deprimido. ​ O mapeamento da carreira Brasil X EUA, ajuda a encontrar o diferencial profissional e assim identificar a vantagem competitiva para o mercado americano de trabalho. ​ Pontos de alavancagem ​ 1- Assertividade na escolha da carreira, profissão ou tipo de negócios. ​ 2- Resgate da autoestima e segurança como profissional. ​ 3- Aumento de autodesenvol-

vimento, automotivação e confiança para lidar com o desconhecido e conseguir se posicionar profissionalmente no mercado de trabalho americano. ​ Para que você consiga ter mais assertividade em sua vida profissional é importante definir qual seu propósito em morar na América. Está é uma boa maneira de entender se você está em busca de um trabalho ou desenvolver uma carreira. Independente do tempo que você mora nos EUA, sempre é importante fazer ajustes na vida profissional e encontrar o melhor caminho para uma vida feliz e equilibrada. Lembre-se: Como profissional, ter segurança em qual profissão ou carreira que deseja seguir no mercado de trabalho americano influencia diretamente em todas as áreas de sua vida. Deixo uma reflexão: Depois de muita dedicação, trabalho focado, busca de conhecimento, acertos, erros, vitórias e derrotas, de repente tudo deu certo!

Daniela Mello Ferreira é Professional Master Coach. Informações sobre o tema pelo E-mail: danimelloferreira@gmail.com

MARÇO 2021


EM FOCO

miami film festival

38º Festival de Cinema de Miami acontece entre os dia 5 e 14 de março A 38ª edição do Festival de Cinema de Miami do Miami Dade College ocorrerá entre os dias 5 a 14 de março de 2021. O Festival será um evento híbrido, com apresentações virtuais e nos cinemas. Nesse ano, dois filmes brasileiros farão parte da programação. O longa “The Pink Cloud”, de Iuli Gerbase, e o curta “Under the Heavens”, de Gustavo Milan, poderão ser assistidos na plataforma on-line ou no cinema Silverspot. Insira o código MFFBrazil e receba desconto de USD1 na compra de seu ingresso! O Miami Film Festival é considerado

8

linhaaberta.com

o festival de cinema para exibir o cinema ibero-americano nos EUA, e uma grande plataforma de lançamento para o cinema internacional e documental. O Festival anual, produzido e apresentado pelo Miami Dade College, atrai mais de 60.000 espectadores e mais de 400 cineastas, produtores, talentos e profissionais da indústria. Nos últimos cinco anos, o Festival exibiu filmes de mais de 60 países, incluindo 300 estreias mundiais, internacionais, norte-americanas e da costa leste. O foco especial do Festival no cinema ibero-americano tornou o Festival uma

porta de entrada natural para a descoberta de novos talentos deste território diversificado. O Festival também oferece oportunidades educacionais incomparáveis para estudantes de cinema e comunidade em geral. O Miami Film Festival reiterou o compromisso com um evento seguro e presencial da 38ª edição, de 5 a 14 de março de 2021 – com abertura no “305 Day”, que é o código de área para Miami. “Estamos entusiasmados em revelar nosso pôster para a edição à frente, uma homenagem específica ao orgulho do Miami Film Festival no “305”, projetado


pelo artista Akiko Stehrenberger, de Los Angeles. A temporada de 5 a 14 de março deste ano será aberta com uma estreia mundial no teatro de Edson Jean’s Ludi — sobre uma enfermeira trabalhadora e exausta perseguindo o Sonho Americano no bairro do Pequeno Haiti, em Miami — e fechará com a estreia de “Birthright”, de Jayme Gershen. “Neste ano, como nenhum outro, todos nós ansiamos por estabilidade e senso de continuidade. Redefinindo o Festival de Cinema de Miami para a nova era do cinema, buscamos continuar nossa missão de iluminar os talentos criativos mais destacados e novos trabalhos da temporada”, disse a diretora executiva do festival, Jaie Laplante, em comunicado. Miami também apresentará prêmios de tributo este ano ao diretor espanhol Pedro Almodovar; Rita Moreno, antes da exibição do documentário Rita Moreno, de Mariem Pérez Riera: Just a Girl Who Decided to Go For It; e os atores Riz Ahmed, Javier Camara, Aldis Hodge e Andra Day. E o cineasta Joshua James Richards será festejado em Miami por seu trabalho em Chloé Zhao’s Nomadland. O festival de Miami será exibido em todos os cerca de 100 longas-metragens, documentários e curtas-metragens de 40 países. As seleções de 2021 incluem Pontes Maria Corina Ramirez; Bailarino Cubano, do diretor Roberto Salinas; e uma estreia mundial para a Guatemala de Sergio Ramirez. A programação completa do Festival pode ser conferida no site https://miamifilmfestival. eventive.org.

o flyer do Miami Film Festival tem como tema “305 Day”, que é o código de área para Miami e foi projetado pela artista Akiko Stehrenberger, de Los Angeles, para celebrar a história da cidade e do festival de cinema.

Nesse ano, dois filmes brasileiros farão parte da programação. O longa “The pink cloud”, de Iuli Gerbase, e o curta “under the heAVENS”, de Gustavo Milan, que poderão ser assistidos na plataforma on-line ou no cinema Silverspot. Insira o código MFFBrazil e receba desconto de USD1 na compra de seu ingresso! MARÇO 2021

9


[celebridades]

‘Don’t Look Up’: Leo DiCaprio e Jennifer Lawrence nas primeiras cenas do filme

D

on’t Look Up, nova sátira sci-fi da Netflix dirigida por Adam McKay, teve suas primeiras cenas divulgadas. O elenco ainda conta com Chris Evans, Cate Blanchett, Timothée Chalamet, Ariana Grande, Kid Cudi, Matthew Perry, Himesh Patel, Tomer Sisley e Rob Morgan. Recentemente, Meryl Streep revelou qual personagem irá interpretar: a presidente dos Estados Unidos e, como se não bastasse, o já confirmado Jonah Hill dará vida ao seu filho e ao seu chefe de equipe. O filme é descrito como uma sátira de ficção científica que gira em torno de dois astrônomos que embarcam em um tour midiática para avisar aos seres humanos que um asteroide se aproxima e irá destruir o planeta. A narrativa também irá explorar temas como idiotice sistêmica, ineficiência e corrupção. McKay não é um estranho a produções de grande calibre, visto que comandou o incrível ‘A Grande Aposta’ (faturando cinco indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme) e ‘Vice’, que levou a estatueta de Melhor Maquiagem e Cabelo para casa. McKay entra como produtor ao lado de Kevin Messick.

Ariana Grande revela nomes das faixas extras NO ÁLBUM ‘Positions’

A

riana Grande revelou os nomes das quatro faixas que irão fazer parte da edição deluxe de “Positions”, seu mais recente álbum. Já se sabia que o remix de “34+35” estão no disco, lançado no dia 19 de fevereiro. As demais músicas se chamam: “Someone like U” (interlude)”, “Test Drive”, “Worst Behavior e “Main Thing”. Nessa versão, o trabalho tem 19 canções no total. “Positions” saiu em outubro do ano passado e se tornou mais um sucesso da cantora. Neste exato momento, ele tem duas de suas faixas no top 10 dos EUA (“34+35 (Remix) (Ft. Doja Cat and Megan Thee Stallion)” e a própria “positions”), enquanto o álbum está na sétima posição.

10

linhaaberta.com


Anne Hathaway faz revelação chocante sobre o clássico ‘the devil wears prada’

A

nne Hathaway é conhecida por diversos papéis icônicos no cinema, incluindo a princesa Mia na franquia ‘O Diário da Princesa’, a jovem Ella em ‘Uma Garota Encantada’, e a problemática Fantine na adaptação ‘Os Miseráveis’ (que lhe rendeu o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante). Mas sem sombra de dúvida uma de suas performances mais marcantes foi como Andrea “Andy” Sachs no adorado e clássico ‘O Diabo Veste Prada’, que a levou para o mundo da moda. Em uma recente aparição virtual no reality show ‘RuPaul’s Drag Race’, Hathaway deu algumas dicas valiosas para as competidoras e, respondendo a uma das perguntas, deixou escapar uma curiosidade surpreendente sobre o longa-metragem. “Vou contar um segredo: eu fui a nona escolha [para viver Andy] em ‘O Diabo Veste Prada’. Mas eu consegui. Então segurem firme e nunca desistam”. O filme, lançado em 2006, foi dirigido por David Frankel e tornou-se um sucesso de bilheteria e de crítica, faturando quase US$328 milhões ao redor do mundo, bem como duas indicações ao Oscar, cinco ao BAFTA e três ao Globo de Ouro. Meryl Streep, Emily Blunt, Stanley Tucci, Gisele Bündchen e outros também estrelaram a produção.

Ator George Clooney VAI PRODUZIR SÉRIE QUE RETRATA ABUSO nA UNIVERSIDADE DE OHIO

G

eorge Clooney produzirá uma série, como relatado pelo The Hollywood Reporter, centrado em um escândalo de abuso de décadas na Universidade Estadual de Ohio. A série detalhará a longa lista de alegações contra o ex-médico de esportes do Estado de Ohio Richard Strauss. Clooney e Grant Heslov’s Smokehouse Pictures se juntarão à Sports Illustrated Studios e 101 Studios para o projeto, que é baseado em uma matéria da Sports Illustrated de outubro de 2020 escrita por Jon Wertheim. Investigadores contratados pelo Estado de Ohio concluíram em 2019 que Strauss abusou sexualmente de pelo menos 177 estudantes entre 1979 e sua aposentadoria em 1998, e que o pessoal da universidade repetidamente não agiu. Ações judiciais movidas nos últimos dois anos, representando pelo menos 360 demandantes, indicaram que o número de vítimas era muito maior. Em muitos casos, as queixas esboçavam alegações sobre a conduta do médico e alegavam que os funcionários da escola sabiam do abuso de Strauss, mas não conseguiram pará-lo.

MARÇO 2021

11


brasil

Censo 2021: Pesquisa que define verba dos municípios e pode ajudar na vacinação está em risco

Com orçamento reduzido, IBGE planeja recorrer a doações para obter itens como EPIs e chips de telefonia para o Censo. foto: acervo ibge

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) deu o pontapé inicial para a realização do Censo populacional este ano, ao publicar os editais para contratação de mais de 200 mil pessoas para trabalhar na organização e coleta da pesquisa. Realizado pela última vez em 2010 e com periodicidade decenal, o Censo demográfico deveria ter sido realizado no ano passado, mas foi adiado devido à pandemia do coronavírus. Segundo especialistas, o Censo é fundamental para embasar as mais diversas políticas públicas do país, ao revelar com precisão e em nível municipal quantos são, onde moram e em que condições vivem cada um dos brasileiros. A contagem populacional também define o repasse de verbas entre esferas governamentais, através dos fundos de participação dos Estados e municípios e dos fundos que destinam recursos à educação e à saúde. Além disso, no atual contexto de crise sanitária, a pesquisa pode trazer informações preciosas para ajudar, por exemplo, na estratégia de vacinação dos municípios e nas políticas de assistência social para atender à população mais vulnerável. No entanto, apesar da confirma-

12

linhaaberta.com

ção do IBGE de que o instituto pretende de fato realizar o Censo este ano, muitas incertezas pairam sobre a operação. A principal delas diz respeito aos sucessivos cortes de orçamento, que levaram o instituto a planejar recorrer a doações para obter itens como EPIs (equipamentos de proteção individual) para os recenseadores e chips de telefonia para os equipamentos que serão usados na coleta de dados. Funcionários e especialistas também expressam preocupação com a realização da pesquisa em meio à pandemia, o que pode aumentar a taxa de não resposta e prejudicar a qualidade da coleta de dados. Isso além do risco à saúde para os trabalhadores do Censo e a população. Além disso, a realização do levantamento em meio à emergência de saúde pública pode afetar dados importantes como a taxa de fecundidade e a expectativa de vida. Usuários dos dados apontam ausência de diálogo entre o IBGE e a comunidade acadêmica para discutir esses efeitos e como tratá-los para que não afetem políticas que dependem dessas informações. A atual edição do Censo já perdeu R$ 1,4 bilhão ou 41% da verba esperada

inicialmente pelo IBGE. Em 2018, a operação foi orçada pelo instituto em R$ 3,4 bilhões, valor reduzido a R$ 2,3 bilhões no ano seguinte, em meio às dificuldades do governo em fechar as contas públicas. Ao fim do ano passado, na proposta de Orçamento para 2021 enviada pelo governo ao Congresso - que ainda não foi votada pelos parlamentares e pode sofrer novas alterações - a verba destinada ao Censo foi novamente reduzida, para R$ 2 bilhões. “Como um órgão público, temos sempre a questão orçamentária como uma limitação”, disse Bruno Malheiros, coordenador de recursos humanos do IBGE, durante coletiva de imprensa na quinta-feira. “O IBGE está se organizando considerando a proposta orçamentária que o governo submeteu ao Congresso, que traz uma previsão de R$ 2 bilhões. Temos um cronograma do Censo que não pode ser atrasado. A execução do Orçamento vem acontecendo dentro do previsto, acreditamos que é possível realizar a operação com o valor disponível e temos confiança de que o Orçamento vai ser aprovado”, completou Malheiros.


Dm

Domingues McConville, P.A.

Imigração Vistos de Investidores EB5/E2/L1 Vistos de Trabalho H1B/Perm/EB1/EB2 Petições Familiares Vistos para atletas/artistas

Escritório de Advocacia (954) 489-0009 +1 (954) 817-4302 dmlawfl Ingridmcco

Ingrid Domingues-McConville Sua Advogada Brasileira na Flórida Servindo a Comunidade Brasileira a 24 anos

dmlawfl domingues McConville, P.A.

ingrid@dmlawfl.com

somos afiliados ao escritório Gordon & Partners auxiliando em casos de acidentes (personal injury)

1600 South Federal Hwy, Suite 590 Pompano Beach, FL 33062 6965 Piazza Grande Ave, Suite 107 Orlando, FL 32835

MARÇO 2021

13


ícones da moda de todos os tempos texto de LAINE FURTADO @fashionandtravelreporter

14

linhaaberta.com


O

que seria do mundo da moda sem seus ícones fashionistas e cheios de glamour? Elas são mulheres maravilhosas que com seu senso de estilo único,  mudaram a cara da moda e inspiraram mudanças no mundo fashion. Nesta edição vamos falar de mulheres que são ícones da moda e são referências até os dias de hoje. O mundo da moda está sempre mudando com estilos novos e inovadores a cada temporada, mas podemos ver que esses estilos únicos foram inspirados em ícones clássicos  e celebridades que através das roupas que usavam, revolucionaram a moda de seu tempo e nos inspiram até hoje. Estamos falando de atrizes, modelos e de mulheres influentes da época de ouro de Hollywood.  São ícones da moda que sempre foram adorados pelo público e seus estilos foram imitados em todo o mundo.  E a pergunta é: Como essas mulheres – e seu senso de estilo único – mudaram a cara da moda e inspiraram as mudanças no mundo fashion de sua época? Apresentamos 7 ícones da moda feminina da época de ouro de Hollywood e que seus modelitos continuam atuais até hoje.

M

arilyn Monroe, estrela de Hollywood dos anos 50, se tornou um dos ícones da moda mais conhecidos de todos os tempos. Uma roupa pela qual ela é amplamente conhecida é seu vestido branco halter em “The Seven Year Itch”.  Este era um vestido que ela usava sobre uma ventilação do metrô enquanto sua saia girava em torno de sua cintura. Mas, além do brilho e do glam da moda, Marilyn também era famosa por seus maiôs de uma peça só, calças de cintura alta emparelhadas com tops sem ombros, e seus vestidos com tecido cintilante metálico. Suas escolhas de moda permanecem atemporais. Suas boutiques favoritas incluíam Salvatore Ferragamo e a loja de departamentos Bloomingdales. Saias lápis e vestidos com decotes, casacos de pele e o dueto calça e blusa no estilo masculina eram fundamentais em seu guarda-roupa.

MARÇO 2021 MARÇO 2020

15 15


M

esmo depois de passados mais de 50 anos de sua rápida passagem pela Casa Branca, de 1961–1963, o estilo da eterna primeira-dama norte-americana. Jackie Kennedy, depois Jackie Onassis, continua incontestável e sendo copiado em todo o mundo e até mesmo por outras primeiras damas. E enquanto ela ainda estava viva, seu senso de estilo era mesmo único. Jackie usava roupas de inspiração equestre, capas, vestidos de ombro (que foi um movimento ousado nos anos 60), e chapéus de pillbox. Com um estilo único e atemporal, Jackie Kennedy  amava o estilo de Balenciaga, Christian Dior e Givenchy  Valentino, Chanel e Oleg Cassini. Muito além de seu look icônico de primeira dama, composto por tailleurs impecavelmente cortados e monocromáticos, seus acessórios e looks menos formais também se transformaram em clássicos. Ela eternizou modelos de óculos de sol, como o da designer Nina Ricci, usado por Jackie em  1978 no Robert F. Kennedy Pro Celebrity Tennis Tournament com grandes lentes redondas. Jackie ganhou uma bolsa em sua homenagem, a  Gucci Jackie Bag, que até hoje  faz sucesso.

16

linhaaberta..com com linhaaberta


A

udrey Hepburn foi atriz, dançarina e modelo. Hoje, ela é lembrada por ser uma das maiores atrizes da era de ouro de Hollywood e do cinema clássico. Se você já viu o filme “Breakfast at Tiffany ‘s”, então você viu o icônico vestido preto de  Hubert de Givenchy com o qual Audrey Hepburn ficou famosa. Audrey Hepburn foi uma das mulheres mais elegantes e estilosas que o mundo já conheceu. Quando estava viva, Audrey era o rosto impecável de Givenchy (a marca era responsável por várias roupas icônicas dela). Ela foi um ícone da moda nos anos 50  e ainda hoje seus looks  são recriados, sendo inspiração para os amantes da moda clássica. Audrey era um ícone fashionista de sua época e fez parte do Hall da Fama da Lista Internacional de Melhores Vestidos, o International Best Dressed List Hall of Fame. Entre as tendências que usava na época estão faixas na cabeça ou tiaras e lenços, que ela usava tanto no pescoço quanto na cabeça. O pretinho básico de Bonequinha de Luxo, as calças de alfaiataria, os terninhos, as sapatilhas, os suéteres e as listras faziam parte do guarda-roupa de Audrey.

MARÇO MARÇO 2020 2021

17 19


P

rincesa Diana, a Princesa de Gales, foi e continua sendo um ícone da moda. Por ser parte da família real, havia muitas regras sobre a forma como ela deveria se vestir, mas podemos dizer que a Princesa Diana sempre estabeleceu sua forma de vestir, quebrando regras e protocolos reais. Ela usou a moda para fazer declaração de seu ponto de vista político e social e usou suas escolhas de moda para causar um impacto no mundo. Dona de um guarda-roupas poderoso, Diana lançou tendências que você encontra hoje nos desfiles de Alta-Costura. Lady Di tinha como alguns de seus must-haves vestidos simples e lisos, assim como colares de pérolas e sapatos de salto. Sua estilista favorita era  Catherine Walker, mas ela usava marcas como Chanel, Valentino e Dior.  Um dos modelos  de bolsa mais icônicos de Christian Dior,  a Lady Dior, foi lançado em 1994 com o nome de “Chouchou”, mas o modelo teve seu nome modificado em fevereiro de 1996, para Lady Dior em homenagem à Princesa Diana. Lady Di ganhou a bolsa de presente da ex-primeira dama francesa Bernadette Chirac e gostou tanto do presente que foi vista  usando a bolsa em diversas ocasiões. Além disso, mais tarde, ela encomendou todas as versões existentes da bolsa na época.

18

linhaaberta.com


G

reta Garbo tinha seu estilo inconfundível. Ela era uma grande fã de chapéus grandes em diferentes formas e adorava usar vestidos longos e elegantes, principalmente na cor preta. Conhecida por seus papéis fatais nos filmes, Greta Garbo era nada menos do que isso em sua vida privada. Suas escolhas de moda sempre foram ousadas e ela sabia exatamente o que queria – da moda e de sua carreira. O estilo pessoal de Greta Garbo era clássico, muitas vezes apostando em ternos masculinos, camisas sob medida, ternos de jaqueta de duas peças com saia, trench coats e sempre usava sapatos lisos, de dançarina, estilo oxford ou tênis. Ela era uma cliente leal de Ferragamo, uma de suas marcas preferidas. A atriz amava vestidos de alta-costura, calças sob medida e sapatos de estilistas como Louis Vuitton, Gucci, Salvatore Ferragamo e Givenchy Hubert. MARÇO 2021

19


O

estilo de Grace Kelly, Princesa de Mônaco, compunha-se por peças elegantes aliadas a seu bom senso e a assessoria de famosos estilistas como Chanel, Balenciaga, Grès e Yves Saint Laurent . Ela foi a precursora do estilo clássico americano, que acabou tendo como sua maior representante Jacqueline Kennedy nos EUA, nos anos 60. Seu guarda-roupas era formado, principalmente, por vestidos longos com saia godê, roupas com estampas florais, luvas (ela adorava), scarpins baixos, peles e bolsas bem estruturadas. Além disso, tinha uma imensa coleção de jóias, usava bastante óculos escuros em suas aparições durante o dia . A história de como Grace Kelly teve uma bolsa Kelly da Hermés está conectada com sua bem sucedida carreira em Hollywood. No set de To Catch a Thief, o thriller romântico hitchcock de 1955 com Cary Grant filmado na Riviera Francesa, o figurinista do filme apresentou várias peças de Hermès para vestir Kelly, incluindo a bolsa Sac à dDépêches, nome original da bolsa Kelly. E, como diz a história, foi amor à primeira vista. Outra peça favorita da atriz foram os lenços de Hermès e na verdade a marca começou a produzir lenços exatamente para agradar a princesa que foi a primeira pessoa a usar um lenço da Hermès. A atriz sempre usava peças estilo “lady like” de empresas como Christian Dior, Balenciaga, Givenchy, Yves Saint Laurent e Chanel.

20

linhaaberta linhaaberta..com com


D

ona de múltiplos talentos, Jane Birkin tem uma longa carreira nas artes como cantora, compositora, atriz e diretora. No entanto, ela ficou mundialmente conhecida por sua reputação como sinônimo de estilo e, mais especificamente, por ter dado nome à icônica bolsa da marca Hermès. Ela foi a inspiração para a criação da bolsa Birkin. Em 1981, Jane estava em um voo curto de Paris a Londres e colocou sua famosa cesta de palha no compartimento de bagagem de mão sobre seu assento. No entanto, a tampa da cesta estava mal fechada, o que ocasionou um pequeno inconveniente: os itens dentro da bolsa caíram, se espalhando pelo chão e entre os assentos à sua volta. Quem estava sentado do lado dela foi o executivo da Hermès, Jean-Louis Dumas. Birkin reclamou para Dumas que ela não conseguia encontrar uma bolsa de fim de semana de couro que fosse adequada ao que ela gostaria. Diz a lenda que durante o resto do voo, a dupla ficou imaginando o projeto de uma bolsa feminina e utilizando como molde o saquinho emergencial de enjoo no avião. Três anos mais tarde, um protótipo de bolsa feminina foi desenvolvido e apresentado para a Jane: o modelo Birkin da Hermès. No entanto, Jane Birkin é muito mais do que seu sobrenome. Ela ficou conhecida por seu estilo Haute-Hippie. Várias de suas roupas dos anos 60 e 70 são sucesso hoje. São seus looks de jeans cotidianos que merecem destaque, com suas bolsas de palha, calça jeans, camisa de homem e botas de cano alto. Vamos ser honestos, todos temos estas peças em nosso guarda-roupa e Jane Birkin é uma das pessoas responsáveis pela popularidade desses itens.

MARÇO 2021

21


E

lizabeth Taylor tinha um gosto por acessórios dramáticos e era especialmente conhecida pelo diamante Krupp de 33,19 quilates dado a ela por um de seus maridos, Richard Burton. Ela também era conhecida por suas escolhas de moda ousadas, incluindo seu maiô branco que aumentava a curva e o vestido de pescoço de halter e vestidos tubim, bastante colados ao corpo, mas sempre clássicos. O estilo de Elizabeth era impecável e a diva continua sendo referência de sofisticação às mulheres. Apreciava belos vestidos volumosos e decotes generosos que valorizam o colo, além de joias, muitas joias. O estilo da atriz enigmática tornou-se sua marca registrada e seria imitado ao longo dos anos: Liz Taylor sabia aproveitar os decotes em forma de bico para destacar sua silhueta, usava cinturas muito apertadas, calças e saias justas e o pescoço quase sempre à vista para mostrar suas preciosas jóias que coletou por anos até o dia de sua morte.

22

linhaaberta.com


MARÇO 2021

23


português & cultura

24

linhaaberta.com com linhaaberta


estudantes brasileiros e o bilinguismo alunos da Olympus International Academy falam sobre suas experiências com o português como lingua de herança texto de laine furtado com participação da professora cleide daiha e dos alunos da olympus international academy

T

udo começou quando a professora de Português Cleide Daiha solicitou que enviássemos exemplares da revista Linha Aberta para os alunos da Olympus International Academy, em Boca Raton. A ideia, segundo Cleide, seria usar as matérias da revista para que os estudantes tivessem como estudar o Português e, ao mesmo tempo, conhecer a cultura e o mind set brasileiro. A experiência deu tão certo que o artigo MINHA PÁTRIA, MINHA LÍNGUA, de autoria da jornalista Luciana Savioli, publicado na edição de outubro de 2020 da LINHA ABERTA foi tema de debate em sala de aula e os alunos tiveram a oportunidade de fazer uma análise da matéria. A seguir, apresentamos a opinião dos alunos sobre o tema. Julia Garcia / 7th Grade A matéria fala sobre crianças de famílias brasileiras que se mudaram do país para os Estados Unidos por causa dos pais. Geralmente, essas crianças que nasceram e estudaram no Brasil, e que falam português acabam esquecendo a própria língua por conta dos pais deixarem os filhos falarem apenas inglês em casa, o que é bem comum. A matéria fala também que quando um brasileiro chega nos EUA e nasce um filho americano acontece também de os pais não

ensinarem o português para seu filho e a criança apenas fala o inglês. Igor Porto / 6th Grade Hoje lemos sobre crianças que são brasileiras e vieram para os Estados Unidos. Geralmente quando as crianças vêm aqui, os pais não têm hábito de conversar com os filhos em português em casa. Isso acaba fazendo a criança esquecer a língua e essa parte da revista discute sobre isso. Isso realmente é bem interessante e importante porque as crianças não podem perder a língua de origem! Para manter isso, requer muita dedicação e aprendizagem.  Esse texto também fala sobre a diferença de cultura de um país para o outro o que é difícil manter a herança e a cultura do país de origem. Para lidar com isso tem que se acostumar com as coisas diferentes da cultura como feriados, culturas e etc. Lucca Aguiar / 8th Grade O artigo fala sobre como a linguagem pode ser um benefício e uma cura para alguém. Conhecer vários idiomas pode ajudá-lo a transmitir seus pensamentos e ideias para mais pessoas e também pode ajudá-lo no final da vida, se for para um trabalho ou viajar. Embora, não conhecer uma língua em um ambiente estrangeiro possa criar uma grande quantidade de problemas. A interação social com pessoas que falam línguas diferentes tornará a vida em um novo

ambiente muito difícil. Isso também pode afetar sua capacidade de se defender, tornando-o muito vulnerável. Infelizmente, muitas crianças perdem a capacidade de falar outra língua quando não precisam. Se você é do Brasil e viaja para a América, não há necessidade de falar o Português. Sophia Carvalho / 7th Grade A matéria fala sobre a pátria da língua portuguesa e as maravilhas nela encontradas. Entre todas elas, a maravilha e o orgulho de ser uma brasileira estará sempre no meu coração. Tenho os parentes mais atenciosos e adoráveis que eu podia querer, não mereço, mas agradeço muito a tudo e a todos que minha língua de orgulho, e meu país assim mesmo, me proporcionaram. Nickolas Amante / 8th Grade A matéria fala sobre imigrantes que vão para fora de seu país de origem, têm filhos grandes ou pequenos, e não ensinam sua língua de herança para seus eles com medo de que eles não aprendam a língua do país que estão vivendo agora. Esses filhos acabam ficando chateados por não terem ensinado a eles, e em algumas “reuniões” de família eles não conseguem debater, dar sua opinião e se “defender”.

MARÇO 2021

25


na foto a professora cleide daiha com alguns dos alunos que comentaram sobre suas experiência de viver nos eua e o tema minha pátria, minha vida: sophia carvalho, maria maria, samuel costa e igor porto. Caio / 7th Grade A matéria fala sobre um famílias que têm filhos estrangeiros e que não falam a língua nativa deles. Maria Maia / 7th Grade A matéria fala sobre famílias imigrantes brasileiras que colocaram seus filhos na escola para se adaptarem mais rápido ao novo país. Os pais muitas vezes esquecem de sua língua e Terra Natal e com isso os filhos também. A criança vai para escola, vê a cultura daquele país que ela está e vai se adaptando de acordo com aquela cultura. Os pais e mães que moram

26

linhaaberta.com

muito longe de sua Terra Natal têm dificuldades para manter as culturas e heranças de lá, mas eles têm que ensinar para os filhos que onde eles nasceram sempre será a pátria deles.

Você se identifica com esta matéria? Explique.

Loren Mello / 8th Grade Se você vai para qualquer país que não seja da sua origem, não há necessidade de falar essa língua, mas você não vai se sentir bem por não conseguir se comunicar. Faça o que for possível para aprender aquela língua,isso é importante e o quanto antes aprender melhor.

Acho que não porque eu e minha família ainda não nos acostumamos muito com o inglês então nós falamos português em casa, mas mesmo que soubéssemos falar inglês meus pais iriam querer que nós falássemos português sempre em casa para não perder a língua e acabar esquecendo. Antes de mudarmos para os Estados Unidos, muitos dos amigos dos meus pais falavam para

Júlia Garcia / 7th Grade


Igor Porto / 6th Grade Eu me identifico com essa matéria, pois eu vim do Brasil e agora estou aqui nos Estados Unidos! No começo foi difícil me acostumar com a cultura, até para meus pais. Aprender a nova língua também foi difícil, mas eu também não podia esquecer minha língua natal, igual como se dizia na revista. Uma mudança importante é o horário por exemplo, até os horários da escola mudam! Outro exemplo: comida. A comida daqui é bem diferente do que de lá do Brasil, aqui é bem difícil encontrar uma boa Feijoada. A comida, o horário, a cultura, tudo isso muda. Realmente é difícil de acostumar no começo mas no final tudo se encaixa aos seus devidos lugares. Samuel / 6th Grade Em parte sim, porque foi difícil no começo quando chegamos. Eu não falava nada de inglês, mas agora sinto mais dificuldade com o Português. Minha mãe que me ajuda quando preciso escrever. O inglês é mais fácil para mim. Tanto para ler, escrever e falar. Em casa só falamos o português, pois meus pais acham importante para que eu não esqueça a nossa língua, da ligação com minha família. Eles dizem que assim serei bilíngue, e que isso é uma vantagem. Nickolas Amante  / 8th Grade Não exatamente, porque português é minha língua “primária”, e não tive dificuldade em aprender, pois já sabia, e minha família só falava português. Mas como eu estava em um país estrangeiro, tive que aprender uma língua diferente, o que foi difícil pra mim, porque dependia do tradutor para poder conversar e me “expressar”.  Caio / 7th Grade  Não, eu não me identifico porque na minha casa nós só falamos português então eu não preciso ficar falando inglês. Sophia Carvalho / 7th Grade Sim, claramente me identifico com a matéria, pois assim como abençoada, mamaãe sempre me disse que meu vocabulário oral e escrito é um vocabulário que nem todos têm, ela diz que meu jeito de falar e meu jeito de escrever descrevem bem a eficácia e a dedicação de nossa língua para connosco. Enfim, me identifico sim e tenho que dizer que é um grande prazer escrever para o meu Brasil.

Maria Maia / 7th Grade Eu me identifico bastante com essa matéria porque ela explica sobre crianças que  chegam do Brasil e se adaptam demais à cultura daquele país novo onde eles moram agora. Eu cheguei nos Estados Unidos 2 anos atrás, quando eu tinha 10 anos. Foi muito doloroso pra mim, porque toda a minha família estava no Brasil, mas com o tempo eu fui começando a me adaptar aqui. Agora eu me sinto muito bem e melhor, e sem ter esquecido da minha língua e Terra Natal. Loren Mello / 8th Grade Sim, eu me identifico. Sou brasileira e vim morar nos EUA, mas não sei falar inglês. Não sinto bem com isso porque não é uma coisa confortável. Eu sei que preciso aprender o quanto antes. Quando a gente nasce, a gente aprende a nossa língua com uns 3,4 anos de idade, então eu penso “como vou aprender uma língua inteira em pouco tempo?” Não é fácil, mas é o que eu tenho que fazer.

Qual a sua opinião em relação às sugestões da especialista Ivian Destro ? Explique.

    Caio / 7th Grade  Eu acho que as sugestões dela de como fazer a sua criança se habituar à língua nativa são muito boas. Porque eu acho que funciona não somente para a língua portuguesa mas também para todas as línguas do mundo. Loren Mello / 8th Grade Eu acho certo o que ela escreveu,a gente precisa aprender a língua daquele país. É uma coisa importante para se comunicar, então quanto antes aprender, melhor. Eles têm que adequar as duas línguas para a criança e isso é necessário, ela aprenderá mais assim. Sophia Carvalho / 7th Grade Eu acho que as sugestões da especialista Ivian Destro, assim como as opiniões de seus colegas, são opiniões muito verdadeiras: “uma língua de herança é aquela utilizada com restrições”, acho essas opiniões essenciais para quem mora fora do Brasil, como eu e minha família, assim como é importante “encher seu cérebro”, aprender, estimular novas línguas, sua língua nativa sempre tem que estar ali.

Maria Maia / 7th Grade A minha opinião em relação às sugestões da especialista Ivian Destro são bem positivas. Eu acho que ela está certíssima conforme a isso, que os pais e adultos devem falar português em casa. Desse jeito os filhos não vão esquecer de sua língua nativa e vão ter ela para vida toda. Mas isso requer prática e dedicação como a Ivian Destro menciona.

Nickolas Amante /  8th Grade                          Eu acho que manter a sua língua de herança não é necessariamente obrigatório, mas é sempre bom saber mais uma língua, ainda mais quando ela pertence às origens de sua família, pois se um dia você quiser voltar e conhecer o país de sua origem ou seus parentes que moram lá, você vai poder dialogar, e não ficar sem entender o que falam.

Segundo o texto, quais são os argumentos que favorecem o bilinguismo? Nickolas Amante / 8th Grade Segundo a neurocientista Ellen Bialystok, em Cognitive and Linguistic Processing in the Bilingual Mind, o bilinguismo traz benefícios sociais expressivos. Se por um lado a criança bilíngue costuma ter vocabulários menores, ela exibe, no entanto, melhor desempenho em tarefas não verbais que requerem resolução de conflitos. Sophia Carvalho / 7th Grade Segundo a neurocientista Ellen Bialystok “o bilinguismo traz benefícios sociais expressivos” mas por outro lado, “costuma ter vocabulários menores, ela exibe, no entanto, melhor desempenho em tarefas não verbais que requerem resolução de conflitos”, ou seja, o bilinguismo pode trazer inteligência, mas ao mesmo tempo, pode trazer a perda da eficiência da fala e do seu jeito de se expressar. Maria Maia / 7th Grade Os argumentos sobre o bilinguismo é que o bilinguismo traz muitos benefícios às crianças. Elas se tornarão mais sociais, expressivas e poderão falar com diferentes públicos. Saber uma nova língua cria novas oportunidades para as crianças.

MARÇO 2021

27


estados unidos

Projeto de Biden propõe legalizar 11 milhões de imigrantes nos EUA

Biden diz querer “devolver justiça e humanidade” ao sistema de imigração dos EUA

Os democratas apresentaram o ambicioso projeto de reforma migratória apoiado pelo presidente dos EUA, Joe Biden. O plano visa a legalização de 11 milhões de imigrantes ilegais e enfrenta resistência da oposição republicana. Biden pediu que o projeto seja aprovado o quanto antes, ressaltando que a reforma busca reverter “políticas equivocadas” de seu antecessor, Donald Trump, que lançou uma campanha para deter a imigração irregular, reduzir a chegada de imigrantes legais e perseguiu os ilegais. “Estou empenhado em trabalhar com os líderes da Câmara e do Senado para corrigir a negligência da administração anterior e devolver justiça, humanidade e ordem ao nosso sistema de imigração”, declarou Biden em comunicado. A proposta de reforma da imigração que o presidente anunciou em seu primeiro dia de mandato chegou formalmente nesta quinta ao Congresso, na forma de um projeto de lei impulsionado pelo senador democrata de origem cubana Bob Menéndez e pela legisladora Linda Sanchez, de raízes mexicanas.O projeto, intitulado Lei da Cidadania dos EUA de 2021, é “um primeiro passo importante para estabelecer políticas de imigração que unam as famílias, façam crescer e impulsionem a economia e garantam a

28

linhaaberta.com

segurança do país”, frisou Biden. A proposta prevê um processo de oito anos para que os 11 milhões de imigrantes indocumentados dos EUA obtenham a cidadania, além de conceder residência legal àqueles que chegaram ao território americano como crianças, beneficiários do Status de Proteção Temporária (TPS) e trabalhadores agrícolas. Um dos grupos beneficiados pela iniciativa é o dos chamados “dreamers”, jovens que eram menores de idade quando chegaram aos EUA de forma irregular junto a seus pais. Se o projeto for aprovado, eles poderão ganhar direito de residência permanente. Durante o governo de Barack Obama, este grupo de cerca de 700 mil jovens – a maioria de origem latino-americana – foi beneficiado por um estatuto de proteção que Trump tentou cancelar em uma briga judicial que chegou à Suprema Corte. O presidente lembrou que, além de criar um caminho de cidadania para os imigrantes indocumentados que já estão no país, o projeto de lei administrará a fronteira com o México através de investimentos que ele classificou como “inteligentes”, além de abordar as causas da migração irregular da América Central. “Estas não são prioridades democra-

tas ou republicanas, são prioridades americanas. Apresentei minhas ideias sobre o que será necessário para reformar nosso sistema de imigração e estou ansioso para trabalhar com líderes no Congresso para conseguir aprovação da lei”, concluiu. O projeto é a mais ambiciosa tentativa de impulsionar a reforma da imigração desde 2013, quando o projeto de lei incentivado pelo então presidente Obama, com Biden como vice-presidente, fracassou na Câmara dos Deputados, apesar de ter obtido a aprovação do Senado. O atual chefe de Estado terá dificuldades para conseguir que o Congresso aprove sua proposta desta vez, já que os democratas têm maiorias muito estreitas em ambas as casas e teriam que convencer pelo menos dez republicanos no Senado. No Senado, os democratas têm 50 dos 100 lugares e podem usar o voto da vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, para desempatar. Mas se quiserem evitar qualquer tática de bloqueio, devem reunir 60 votos para aprovação do projeto. Na Câmara dos Representantes, a proposta não teve boa acolhida entre os republicanos, que publicaram um comunicado afirmando que esta reforma “vai fazer com que os americanos fiquem menos seguros”.


MARÇO 2021

29


dr. Neymar lima, diretor da medstation nos estados unidos.

30

linhaaberta.com .com linhaaberta


atendimento médico brasileiro na era da Covid 19

C

om a Pandemia, o tratamento de telemedicina cresceu muito e hoje, a Medstation faz tratamento via telemedicina no país inteiro. Com a telemedicina, o brasileiro de qualquer lugar do país pode ser atendido e medicado. O Dr. Neymar Lima, diretor da clínica e criador do conceito Medstation de atendimento, explica que na telemedicina a grande demanda é a Covid 19.

“As pessoas precisam do tratamento, de um médico em quem possam

confiar e que possa resolver o problema, prescrever o protocolo para o tratamento. E nós tratamos essas pessoas. A Covid 19 é uma infecção viral que tem se mostrado com muitas variabilidades de manifestações que precisam ser tratadas. Diagnosticou, tratou”, afirmou Neymar.

Em relação à vacina, Neymar Lima é categórico. “Quanto à vacina, precisa ser tomada, e acrescenta, “independente da sua eficácia, temos que tomar a vacina. Precisamos imunizar o mundo, isso deve ser feito, não importa o grau de eficácia da vacina. Mesmo que a eficácia não

seja tão grande, voce vai sensibilizar o sistema de defesa individual do seu corpo, produzir o anticorpo, e se infectado, não seja de forma mais grave”.

A Medstation abriu suas portas ao público em 2013 apenas com consultas. “Na época tínhamos o Dr. Silva, o Dr. Franzon e Dra. Faillace que eram (e são) referências como médicos da nossa comunidade. Nossa proposta foi de ser referência como uma clínica completa. Hoje temos consulta médica, laboratório, (fazemos todos os exames) eletrocardiograma, avaliação cardiológica, MARÇO 2021

31


Dr. Neyma Lima, diretor da Medstation em Pompano Beach, Florida: “Estamos atendendo via telemedicina os Estados Unidos inteiro”.

todo tipo de teste alérgico e vacinas para alergia, IV therapy. “A clínica oferece consulta particular, walking in e pelos seguros: Signa, Ambeter, Molina, Sigma, Bright, Humana. Só não atendemos Medicare e Medicaid. E ainda fazemos toda parte estética: botox, filler, preenchimento e otimização hormonal”.

Modulação Hormonal Em relação ao tratamento com hormônios para homens e mulheres, Dr. Neymar explica: “Não gosto do termo de modulação porque parece que a gente está corrigindo alguma coisa. Quando a gente otimiza, a gente está potencializando o organismo. A mulher de 50, 60 anos não quer mais estar viva, ela quer ter performance. O homem de 50, 60, 70 anos antes queria se aposentar, hoje ele quer melhorar a performance. Como explicar isso de uma forma bem simples. Nós fazemos otimização hormonal e oferecemos uma otimização hormonal com hormônio bioidêntico que é segura, com acompanhamento e todos os cuidados necessários para que tanto o homem como a mulher possam ter qualidade de vida e com segurança do tratamento”.

32

linhaaberta.com

Estética Abrimos a BestShape aqui na Florida em 2018, com um conceito de perda de peso que faz muito sucesso no Brasil. A BestShape cuida exclusivamente de perda de peso (weight loss) usando um sistema super eficiente que tem mais de 35 anos e mais de 2 milhões de pessoas atendidas, com dietas com acompanhamento médico e tratamentos de suporte que englobam estética corporal, manta, carboxiterapia e dieta.

Tratamento de Varizes “Muitas pessoas não sabem, mas o tratamento de varizes é médico e não estético. As varizes, dependendo da situação, podem dar trombose por isso as pessoas tem que tratar varizes. Temos um cirurgião vascular aqui na clínica para fazer todos os tratamentos vasculares”. foco na prevenção da doença Neymar disse que a visão de trabalho da Medstation é de prevenção de doenças e formação de um conceito onde todos precisam se cuidar antes que a doença chegue. “Estamos num processo de conscientização do nosso paciente. O perfil do paciente é sempre o

mesmo, independente de ser brasileiro, americano ou hispânico. A mentalidade é a mesma: Só procuram o médico quando estão muito doentes. E com isso vemos mulheres sem fazer papanicolau e mamografia por anos. Homens e crianças sem tratamentos preventivos. Nosso foco é saúde em primeiro lugar”. Neymar disse que o papel educacional do médico é de ensinar que a pessoa não precisa estar doente para buscar um tratamento de saúde. “Fazemos um atendimento levando em conta as necessidades básicas de uma família, tanto na área de método, como diagnóstico e de consulta. O tempo hoje é um ativo muito caro e precisamos potencializar nosso atendimento em benefício do nosso paciente. O nosso objetivo é resolver a maior parte das demandas do nosso paciente e de sua família. Posso dizer que a prevenção é vida. Um exemplo disso é esse: 95% dos cânceres tem cura, basta achar precocemente”, finalizou. A clínica atende em Pompano Beach (3402 N. Andrews Ave Ext) e pelo sistema de telemedicina pelo site medstation.com.


MARÇO 2021

33


Arnaud Champvigy – Foto: divulgação

34 34

linhaaberta.com linhaaberta.com


O SUCESSO DOS

SUPER MODELOS SURDOS

ARNAUD CHAMPVIGY, BRENDA COSTA E ARIANA MARTINS

E

les superaram todas as expectativas e mostraram ao mundo que as pessoas com deficiência auditiva podem ser grandes talentos e vencer como qualquer pessoa. E, no caso deles, isso aconteceu no mundo da moda. São eles: Arnaud Champvigy, Brenda Costa e Ariana Martins, ambos modelos surdos e que se destacaram significativamente no universo fashion, ou seja, nas capas de revistas pelo mundo, nos trabalhos publicitários e até mesmo numa função mais voltada à busca por novos modelos, como é o caso de Champvigy.

Arnaud Champvigy Arnaud, 39 anos, é um renomado modelo internacional, natural de Macon, na França, que estreou em 1999 em uma das melhores agências de Paris, a Karin Models.

Alethéa Mantovani @aletheamantovani

texto de

Daí em diante, ele apareceu em diversas revistas, como a renomada Harper’s Bazaar (China) e outras internacionais, além de comerciais de TV em todo o mundo. Em 2008, o francês foi eleito para o Mister Suíça, assinou um contrato de publicidade e se tornou uma personalidade reconhecida internacionalmente.

Além disso, Champvigy tornou-se, em 2009, o embaixador do Fashion Week China, ao lado do famoso estilista francês Christophe Guillarmé. Em 2015, ele foi nomeado o primeiro vice-campeão do Grand Finalist Top Model em Londres e, desde então, tem assinado diversas campanhas e trabalhos ao redor do mundo. Após tanta vivência no setor fashion, hoje o modelo vive na ponte aérea

Brasil-Europa-Ásia como international model scout para a agência .Bello Management. Brenda Costa ​​A top model internacional Brenda Costa, 38 anos, é natural do Rio de Janeiro e nasceu surda.

Ela nunca estudou em escolas especiais para surdos e isso contribuiu para que ela se integrasse na sociedade com mais facilidade. Com a ajuda de fonoaudiólogos, desde pequena, Brenda foi estimulada a aprender a falar. Além disso, também estudou leitura labial, e isso a auxiliou bastante neste processo.

Hoje, ela consegue se comunicar em português, francês e inglês e tem uma vida normal em Londres, onde vive com a família. MARÇO 2021

35


Ariana Martins - Foto: Marcos Schaefer.

36 36

linhaaberta .com linhaaberta .com


Arnaud Champvigy e Branda Costa – Foto: Arquivo pessoal

Em 2006. a modelo fez o implante coclear para melhorar ainda mais a sua escuta.

A carreira de modelo da carioca começou aos 16 anos, no Rio de Janeiro. Em 2000, ela se mudou para Nova Iorque, onde trabalhou em sua primeira campanha para Eva Herzigova. Depois, assinou campanhas para outras marcas como: Mac e Guess. Além disso, estampou capas de revistas como Allure, Cosmopolitan USA, GQ e outras. Em 2006 foi a Paris, onde ficou durante três anos e trabalhou para diversas campanhas das marcas: Guerlan, L’Oréal, Wolford, Valisere. Também desfilou na Paris Fashion Week para a marca Valentino e fez campanha para Sergio Rossi, Calzedonia, além de muitas outras. Brenda lançou seu canal no Youtube “Belle du Silence”, onde divulga vídeos

sobre o universo dos surdos, por meio de suas próprias experiências.

Além disso, ela escreveu o livro “Belle du Silence” e, atualmente, está trabalhando numa segunda obra. Já na vida pessoal, Brenda é casada com o egípcio Karim Al-Fayed, que também possui deficiência auditiva, e com ele tem dois filhos: Antonia, 10 anos e Gabriel, 3 anos. Ariana Martins A modelo Ariana Martins, 36 anos, nasceu em Balneário Camboríú, Santa Catarina, e está fazendo história ao ser a primeira mulher surda a posar para a capa da revista Playboy.

Com seus 1,79 metros de altura, hoje ela é uma das modelos mais requisitadas não só no Brasil, mas em diversas partes do mundo.

Ariana conta que sempre quis ser modelo, mas a mãe tinha um pouco de receio, pois achava que a filha iria ser rejeitada pelo fato de ser surda.

Porém, graças ao incentivo do seu noivo, aos 20 anos, ela participou de um concurso para selecionar a mulher mais bonita da universidade e lá tinha muitos olheiros de agências. Ariana ficou em segundo lugar, mas um olheiro da agência Ford Model Santa Catarina a chamou para um teste, no qual ela foi aprovada. Daí em diante, ela começou a trabalhar como modelo profissional e foi a primeira modelo surda do seu estado. Isso, porém, chamou a atenção da mídia e trouxe várias campanhas e desfiles para ela, inclusive internacionais, em Miami, New York e Paris.

Acompanhe a entrevista que os modelos concederam à Linha Aberta Magazine. MARÇO 2021

37


BrEnda Costa – Foto: Daliana Mattana

38

linhaaberta.com .com linhaaberta


LINHA ABERTA - Você encontrou dificuldades ou sofreu preconceito na profissão por ter deficiência auditiva? ARNAUD – Não sofri. Quando eu comecei a ser modelo profissional todos pensavam que eu não falava bem o inglês e, portanto, nem desconfiavam da minha deficiência. Às vezes, até eu mesmo a escondia e, por isso, não sofri muito preconceito.

LINHA ABERTA - Qual a análise que você faz da sua trajetória como modelo e hoje como head scout? ARNAUD – Eu tive muito sucesso na minha carreira de modelo, adquiri muita experiência e vejam que eu sou homem, o que é mais difícil. Em primeiro lugar, nós ganhamos menos do que as mulheres e temos menos oportunidades. Hoje eu estou numa função diferente, atuo como head scouter, que é um olheiro internacional. Eu sou muito grato à Alessandra Bello, confiou em mim e me deu a oportunidade de gerenciar os nossos modelos. Essa função faz com que eu entenda um pouco mais os modelos, saiba partilhar os sentimentos deles e até cuidá-los. Afinal de contas, eu também já fui um deles. LINHA ABERTA - Você se considera um vencedor?

ARNAUD - Não, na vida eu sempre precisei lutar e mostrar o meu melhor. Nós aprendemos todos os dias com os erros, com o fracasso, com o momento ruim, etc. A vida tem muitas surpresas e muitos obstáculos que nos desafiam. Então, eu mantenho a minha cabeça erguida e permaneço humilde para vivenciar todos os tipos de situações. LINHA ABERTA - Como foi a sua infância e adolescência? Você enfrentou algum tipo de preconceito?

BRENDA - Sim, na escola pública eu sofri muito preconceito. Hoje estamos lutando para isso não acontecer mais. O Brasil tem uma cultura diferente em

relação à Europa, onde eu vivo atualmente. Na Europa, nós surdos somos muito respeitados e incentivados. O fato de, mesmo tendo surdez, eu ter alcançado uma carreira internacional é um exemplo para mostrar às pessoas que possuem qualquer dificuldade física ou até mental, ou seja, que elas podem obter conquistas como qualquer pessoa. Apenas o esforço e o caminho são diferentes, mas a possibilidade é a mesma. LINHA ABERTA - Como você conheceu o seu marido, que também tem deficiência auditiva? Como é a comunicação entre vocês?

BRENDA – Eu e o meu marido nos conhecemos em Paris e foi o destino que nos uniu. Nós temos um relacionamento ótimo e a comunicação entre nós é muito tranquila. O Karim perdeu a audição ainda criança, então a dicção dele é melhor do que a minha. E isso faz com que ele me ajude muito com as pronúncias em inglês. Ele foi o meu primeiro relacionamento com uma pessoa surda. Na época, ele era o fotógrafo de um trabalho que eu fui fazer, mas o que eu não sabia é que ele já estava de olho em mim e acabou me contratando para fotografar. Desse encontro em diante, pudemos nos conhecer melhor e terminamos nos casando.

LINHA ABERTA - Como você concilia o lado profissional com a maternidade? BRENDA – Eu tenho uma vida normal graças a Deus, consigo conciliar tudo muito bem. Quando eu tenho dúvidas, sempre procuro me aconselhar com alguém de minha confiança e que possa me ajudar. Mas, de um modo geral, eu sou independente e muito determinada. Os meus filhos se comunicam muito bem comigo e com o meu marido. Como eles falam os dois idiomas, mais inglês do que português, eu tenho a ajuda de uma babá fluente em inglês e português, e isso facilita muito a comunicação entre todos nós. As crianças aprenderem desde cedo que,

para falar conosco, temos que estar de frente para fazer a leitura dos lábios e isso se tornou normal para elas. LINHA ABERTA - Você já foi excluída de algum trabalho por ter deficiência auditiva? ARIANA - Sim, eu já fui. Os responsáveis não falaram, mas eu acredito que fui pela forma que me olhavam quando souberam que eu era surda, além de não terem feito entrevista comigo e nem perguntarem o meu nome. Já com as outras modelos fizeram entrevista, muitas perguntas e eu desconfiei. Mas, graças a Deus foram poucos trabalhos. Além disso, eu também fui recusada para um teste na maior agência de modelo em São Paulo. Na minha vez, o booker perguntou o meu nome e eu estava com interprete de libras. Daí ela começou a sinalizar, o booker me viu falando libras e já respondeu que não estava interessado. Eu fui simplesmente ignorada e saí de lá chorando. Depois disso, aprendi e levantei a cabeça, fiz teste em outras agências e fui aprovada. LINHA ABERTA - Qual foi o momento mais marcante da sua carreira?

ARIANA - Quando eu fiz um teste para fazer uma campanha internacional, concorri com várias modelos e fui a única modelo aprovada e escolhida para uma campanha em Paris. Foi um momento muito especial e único. LINHA ABERTA - Qual a dica que você dá para os jovens surdos?

ARIANA - Não desista quando receber um “não”. Esse “não” faz você correr mais ainda atrás do seu sonho. Eu recebi diversos “nãos”, mas nunca desisti. Claro que desanima, mas deixa você mais forte e determinada para trabalhar duro. Não é fácil, mas não é nada impossível. Você pode fazer ser possível. Você consegue e é capaz! Surdez não impede as pessoas de nada. Corra e realize, porque você pode! MARÇO 2021

39


fashion

As principais tendências dos desfiles digitais da

New York Fashion Week 2021 Este ano, a maioria dos desfiles da nyfw foi adaptada para o formato digital, com transmissões ao vivo, painéis de discussão de designers, filmes de moda e muito mais. a grande novidade foi que o Council of Fashion Designers of America (CFD) Conselho de Designers de Moda da América, tom ford, renomeou o calendário oficial da new york fashion week como “lalendário das coleções americanas” e ampliou seu escopo

P

roenza Schouler apresentou a recémcontratada modelo da IMG e enteada da vicepresidente Kamala Harris Ella Emhoff que fez sua estreia surpresa na passarela. Sua aparência, assim como o resto da coleção, apresenta tons de cinza e a estética minimalista, estrutural, mas suave que reflete o conceito de equilíbrio, uma coisa fundamental que todos estamos tentando dominar na época do COVID.

proenza schouler

40

linhaaberta.com

para mostrar eventos com designers dos EUA além da cidade de Nova York.

“Reconhecemos a necessidade de alguns [designers] ampliarem sua visibilidade global”, explicou tom ford em carta publicada no CFDA. com em janeiro, quando a mudança foi definida. Por causa da pandemia, com shows e eventos digitais (somente alguns foram também presenciais

com distanciamento social e uso de máscaras) muitos dos designers e marcas headliners que geralmente ocupam os principais palcos da NYFW, como ralph lauren, tom ford e marc Jacobs não apresentaram suas coleções.

com uma mudança na estrutura da NYFW, os designers pensaram em novas formas de apresentar suas coleções de forma mais contextualizada, celebrando culturas e olhando para um futuro possível.

C

arolina Herrera apresentou uma coleção moderna, com toques de brilho e sofisticação, tafetá, tule e lantejoulas para dar o pontapé inicial às celebrações do 40º aniversário da marca, usando o horizonte de um rooftop em Nova York e um ônibus de turismo ao ar livre na Times Square para encenar sua coleção comemorativa.

carolina herrera


jason vu

O

estilista apresentou um pequeno desfile presencial que também foi transmitido ao vivo e patrocinado pela Coca-Cola. A passarela foi montada para parecer um mercado, com flores frescas, frutas e legumes. A coleção outono 2021 foi inspirada nos anos1950 e o grande destaque foram as botas de cano longo.

gabriela hearst

G

abriela Hearst apresentou uma coleção inspirada na existência multidisciplinar de São Hildegard de Bingen, que estava viva durante uma época em que as mulheres não fazim parte da vida intelectual e criativa. A coleção é centrada em torno de dois dos tópicos constantes de Hildegard, e dois temas repetidos que vimos no último ano: ciência e arte.

pragal gurung

P

rabal Gurung mostrou sua coleção AW21 na NYFW, e é um antídoto total para o ano sombrio que todos compartilhamos juntos desde que a pandemia começou. O designer de NYC que foi criado no Nepal e na Índia se inspirou na coleção majoritariamente rosa e vermelha intercalada com divertidos bolinhas monocromáticas de humildes flores de bodega.

31.philip lim

D

esde que a crise do COVID-19 começou, Phillip Lim tem sido franco sobre crimes de ódio anti-asiáticos, usando sua plataforma para aumentar a conscientização. Em sua coleção, Lim se concentrou no conforto e utilidade, adaptado à transição entre a vida no escritório e a vida útil de Zoom em casa. Roupas no estilo simplificado dos anos 70 se uniram com saias A-line e suéteres exclusivos.

MARÇO 2021

41


mundo Harry e Meghan não vão voltar a ser membros ativos da Família Real

Harry e Meghan agora moram na Califórnia. Recentemente o casal anunciou que está esperando o segundo filho.

42

linhaaberta.com

O príncipe Harry e sua esposa a duquesa de Sussex, Meghan Markle, não vão voltar a ser membros ativos da família real, ou seja, não terão compromissos oficiais e responsabilidades de membros da realeza britânica, segundo o Palácio de Buckingham. A rainha Elizabeth confirmou que o casal não vai continuar “com as responsabilidades e deveres inerentes a uma vida de serviço público”, embora continuem sendo “membros muito queridos da família”. O casal afirmou que “o serviço (que prestam) é universal” e ofereceu-se para continuar a apoiar as organizações que eles representavam como membros da família real. Harry e Meghan disseram em janeiro passado que iriam se afastar de seus cargos como membros da realeza “sênior” e tinham planos para se tornarem financeiramente independentes. O casal, que agora mora na Califórnia, renunciou formalmente em março do ano passado, com um plano de revisar os acordos feitos após 12 meses. A confirmação da renúncia significa que o príncipe Harry e Meghan retornarão suas nomeações militares honorárias e patrocínios reais, que serão redistribuídos aos membros ativos da família real. No acordo fechado no ano passado, o casal desistiu de usar os títulos de Sua Alteza Real, mas Harry vai manter o título de príncipe, porque é um título que recebeu ao nascer. Harry vinha conversando com outros membros da família real antes de fazer a confirmação da renúncia. “A Rainha confirmou que, afastando-se do trabalho da família real, não é possível continuar com as responsabilidades e deveres inerentes a uma vida de serviço público”, disse o comunicado do Palácio de Buckingham. “Apesar de todos estarem tristes pela decisão, o duque e a duquesa continuam sendo membros muito queridos da família.” Um porta-voz de Harry e Meghan disse que os dois continuam “comprometidos com seu dever e serviço ao Reino Unido e ao redor do mundo” e que eles ofereceram seu apoio contínuo às organizações que representaram, independentemente da função oficial. ”Todos nós podemos viver uma vida de serviço (público). O serviço é universal”, disse o comunicado.


Máscara, distanciamento social e ‘passaporte verde’: Israel inicia reabertura pós-pandemia de covid-19

Autoridades começaram a diminuir as restrições depois que a vacina da Pfizer foi considerada 95,8% eficaz. Israel começou a flexibilizar o confinamento depois que estudos mostraram que a vacina contra o coronavírus da Pfizer é 95,8% eficaz na prevenção de hospitalizações e morte por covid-19. Lojas, bibliotecas e museus podem abrir suas portas, mas será necessário o uso de máscaras e a manutenção do distanciamento social. O Ministério da Saúde do país afirma que este é o primeiro passo para voltar à vida normal. Israel tem a maior taxa de vacinação do mundo. Mais de 50% da população já recebeu pelo menos uma dose. O país havia iniciado seu terceiro confinamento em 27 de dezembro, após o aumento do número de infecções. Outros tipos de instalações, incluindo academias, hotéis e sinagogas , também podem ser reabertas. Porém, para frequentá-los é necessário um “passaporte verde” : um atestado que só pode ser obtido após a pessoa ser vacinada. Um pequeno número de pessoas que se recuperou do vírus e, portanto, não é elegível para a vacina, pode ter acesso ao certificado. O passaporte é emitido pelo ministério da saúde e tem validade de seis meses, a partir de uma semana após a segunda dose. Não são permitidos shows com grande número de pessoas e eventos esportivos foram perdidos com lotação máxima de 75%, sendo o limite máximo de 300 pessoas no ambiente interno e

500 no externo. O Ministério da Saúde disse que estudos revelaram que o risco de doenças causadas pelo vírus caiu 95,8% entre as pessoas que receberam as duas doses da vacina Pfizer. A pasta também informou que a vacina foi 98% eficaz na prevenção de febre ou problemas respiratórios. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse esperar que 95% dos israelenses com mais de 50 anos sejam vacinados até o final do mês. O território palestino da Faixa de Gaza, ocupado por Israel, recebeu suas primeiras doses de vacinas depois que Israel aprovou a transferência através de sua fronteira. A remessa inclui 2 mil doses da vacina russa Sputnik V, que será usada em pacientes que receberam transplante de órgão e aqueles com insuficiência renal, disse um oficial israelense à agência de notícias Reuters. Isso ocorre depois que o ministro da Saúde palestino chegou a um acordo com o Ministério da Saúde de Israel para vacinar 100 mil palestinos que trabalham no país. Todos os palestinos que vivem em Jerusalém têm o direito de serem vacinados por Israel, já que possuem visto de residência. O mesmo vale para os médicos que trabalham nos seis hospitais palestinos na região – muitos dos quais vêm da Cisjordânia e da Faixa de Gaza.

CULTOS celebração da família domingo - 10am culto presencial quintas - 8:00pm onlne 486 W Hillsboro Blvd Deerfield Beach, Fl 33441 MARÇO 2021

43


by pamela tello @pamevents

spotlight ORLANDO

1º Jantar de Negócios do LIDE USA/Florida 2021 com novo grupo executivo

O

primeiro jantar de negócios de 2021 do grupo LIDE USA/Flórida em Orlando aconteceu no dia 24 de fevereiro. O evento contou com palestra e coordenação do presidente Carlos Arruda e apresentação do novo grupo executivo composto por Gustavo Prezia (Diretor Executivo), Pamela Tello (Diretora de Eventos), Paulo Leal (Diretor de Relacionamento), Alex Bernardes (Diretor de Marketing) e Marcus Segnini (Diretor Financeiro). O LIDE – Grupo de Líderes Empresariais é uma organização que reúne executivos dos mais variados setores de atuação em busca de fortalecer a livre iniciativa do desenvolvimento econômico e social, assim como a defesa dos princípios éticos de governança corporativa nas esferas pública e privada. Presente em diversos países com 23 frentes de atuação, o grupo conta com 33 unidades regionais e internacionais com o propósito de potencializar a atuação do empresariado na construção de uma sociedade ética, desenvolvida e competitiva globalmente.

Fundação Violet promove ação beneficente de Valentine’s Day

E

m parceria com a iHope Mentoring, a fundação Violet serviu 50 famílias carentes em um jantar especial celebrando o Valentine’s day. Os voluntários trabalharam na preparação e distribuição do jantar no abrigo “Orlando Union Rescue Mission” para 150 moradores de rua. Além disso, também contribuíram com a instituição Hope Container na arrecadação e organização de doações que serão para

44

linhaaberta.com

orfanatos, hospitais e escolas no Haiti. A Fundação Violet, que nõ tem vínculos religiosos, foi idealizada por dona Elizete Neves em 2018 e atualmente conta com o apoio das cofundadoras Daniela Cardoso, Maria Luiza Silva e Rita Neves para concretizar as atividades beneficentes realizadas pela Família Neves desde 1960 .

Comemoração de 1 ano da princesinha Aurora Vogel

N

o dia 10 de fevereiro a caçula da família Vogel Aurora comemorou seu primeiro aninho de vida ao lado de seus pais Otto e Bia Vogel e as irmãs Valentina (9 anos) e Ester (6 anos). Com a temática princesas da Disney, o encontro no Buffet Partyland contou com a presença dos amigos e familiares próximos. Parabéns princesa Aurora!


boca raton 9 de abril

TAMPA

14 DE ABRIL

ORLANDO

27 DE ABRIL

MARÇO 2021

45


cuisine

O hambúrguer como conhecemos hoje surgiu em meados do século XVIII, porém o princípio de moer a carne formando um bolo é bem mais antiga.

de um pão foi apresentado em 1904 durante uma exposição culinária em St. Louis, Missouri (nessa mesma exposição também surgiu o sorvete com casca em forma de cone).

Itália Em alguns lugares do país o hambúrguer também é chamado de “Swiss”, por causa da origem da carne que vem do país vizinho, a Suiça.

Começou com os tártaros no século XII que colocavam a carne embaixo das selas e cavalgavam com ela por toda parte, até o bife se tornar uma espécie de pasta. Os russos descobriram a novidade e a adaptaram ao seu modo, até que no século XV, introduziram o bife tártaro na Alemanha.

O primeiro restaurante a vender hambúrgueres foi o White Castle, fundado em 1921.

Brasil Somente em 1952 apareceu o primeiro restaurante dedicado a hambúrguer: o Bob’s, que foi fundado na praia de Copacabana no Rio, pelo tenista americano Robert Falkemburg.

Foi na Alemanha que o nome hambúrguer surgiu e foi baseado na cidade alemã Hamburgo, onde o alimento era amplamente consumido. Somente em meados de 1880 o hambúrguer foi levado para os Estados Unidos, onde sua real evolução começou. Ninguém tem certeza de como surgiu o sanduíche de hambúrguer, oficialmente, o primeiro hambúrguer dentro

46

o hamburger ao redor do mundo

linhaaberta.com

Hoje em dia, a cadeia de restaurantes que mais vende hambúrguer no mundo é o McDonald’s. Suas mais de 33 mil lojas espalhadas por 118 países vendem cerca de 190 hambúrgueres por segundo! O hambúrguer ao redor do mundo Estados Unidos O país é o maior consumidor de hambúrgueres no mundo, em média, um americano come 3 hambúrgueres por semana. Existe até um hall da fama do hambúrguer em Seymour, Wisconsin.O país é famoso por seus hamburgers.

Coreia do Sul Um dos hambúrgueres mais caros do mundo é produzido na Coreia. O “The X Burger” é feito de carne Wagyu Australiana coberto por foie gras, trufas negras raspadas, cebola, aspargos, cogumelos, molhos, entre outras especiarias. A iguaria pode chegar a custar até R$320,00. Israel O McDonald’s de lá se adaptou às leis judaicas e criou o McShawarma, que consiste em pão sírio, vegetais e um hambúrguer feito de peru.


BEAUTY

4 must have foundation A base é 80% da maquiagem ou seja se você tiver uma pele perfeita sua maquiagem já está mais da metade do caminho andado. Como fazer a escolha certa com tantas opções de bases no mercado? Este top 4 reúne as melhores bases do momento, quando levamos em conta qualidade, preço e resultado.

foundation primer radiance bronze laura mercier

a base e primer FOUNDATION PRIMER RADIANCE BROZER de LAURA MERCIER dá à pele um acabamento radiante, com cobertura completa. O tom golden-bronze é perfeito para que você tenha o efeito sun kissed tão desejado no verão. Ao contrário dos primers tradicionais que estão sobrecarregados com smoothies de silicone, os primers de Laura Mercier são baseados em água e incluem uma concentração mínima dos silicones mais leves. É por isso que eles são frescos e leves. Além disso, eles criam um “buffer “ invisível, com um complexo de vitamina antioxidante que ajuda a proteger a pele contra efeitos nocivos e de combate ao envelhecimento. $38 Naked Skin Weightless Ultra Definition Urban Decay Base líquida, leve e invisível que cria um acabamento luminoso e semi-mate. Sua fórmula ajuda a pele a ficar com um acabamento iluminado e natural. Naked Skin é formulada por esferas de difusão de luz que deixam o seu look com um toque profissional. A Base Naked Weightless Ultra Definition Liquid Makeup permite que as mulheres construam sua própria cobertura e customizem seus look. Essa base é de media cobertura com o acabamento semi fosco. Tem uma textura leve e pode ser usada no dia-a-dia tranquilamente. $40

Le Teint Touche Éclat, Yves Saint Laurent Yves Saint Laurent apresenta LE TEINT TOUCHE ÉCLAT, uma base de tecnologia inovadora, que proporciona luminosidade mágica para todo o rosto. Sua fórmula, livre de partículas opacas, iguala a pele, encobre imperfeições e realça a beleza natural. Com Le Teint Touche Éclat, sua pele fica com um aspecto mais natural, radiante, sofisticado, mais Yves Saint Laurent. É uma base leve, de cobertura leve a média, por ser mais fluída pode ser usada tranquilamente no dia-a-dia. A proposta desta base é proporcionar um acabamento com uma luminosidade onde o rosto não fica com o efeito matte. Pessoas com a pele oleosa podem não gostar deste efeito, de brilho natural. $58

Studio Fix Fluid M.A.C

É uma base de cobertura média para alta. Tem uma fórmula de controle de óleo que oferece um acabamento fosco. Confortável e long-wearing: dura até oito horas. Aplica-se suavemente, constrói a cobertura de forma rápida e fácil. Contém especialmente tratados micronizados pigmentos e soft-foco pós para um olhar super suave que ajuda a minimizar a aparência de imperfeições. Absorve e dispersa o óleo. Contém ingredientes especiais de condicionamento de pele. $29 MARÇO 2021

47


ciência&tecnologia Moscou planeja uma frota de mais de 2 mil ônibus elétricos até 2030

Capital da Rússia tem hoje cerca de 600 veículos no transporte público que não são movidos a combustíveis fósseis

Moscou planeja quase quadruplicar o número de ônibus elétricos que opera nos próximos anos e trocar seus veículos de transporte público movidos a gasolina ou a diesel por opções mais verdes até 2030, disse um alto funcionário da capital da Rússia. A Mosgortrans, que administra a vasta rede de ônibus e bondes da cidade, disse que sua frota de cerca de 600 ônibus

elétricos será ampliada em 400 veículos até o fim do ano, em mais 420 no ano seguinte e depois em 855, elevando a frota de elétricos para mais de 2.000. ”Todos os anos, o plano será substituir todos os veículos de transporte público rodoviários por ônibus elétricos”, disse Artyom Burlakov, vice-chefe do departamento de projetos inovadores em Mosgortrans. Ativistas ambientais saudaram a

iniciativa. “Eles também estão comprando bondes novos e mais eficientes em termos de energia, o que é uma coisa boa”, disse Mikhail Babenko, chefe do programa de economia verde do World Wildlife Fund (WWF) Rússia. Babenko disse que ainda há um longo caminho a percorrer, no entanto, quando se trata de os moscovitas mudarem seu próprio comportamento em favor de alternativas menos poluentes.

Apple já planeja desenvolvimento de tecnologia 6G para 2030 A Apple já planeja a criação da rede móvel com tecnologia 6G. Em anúncio publicado na Bloomberg, a companhia busca engenheiros de tecnologias wireless para trabalhar no projeto. O grande objetivo da Apple é desenvolver uma rede com conexão até 100 vezes mais rápida do que a obtida com a tecnologia 5G. Pelo menos até 2030, a rede 6G é algo muito mais próximo de um conceito abstrato do que da realidade. Mesmo assim, já há pesquisas relacionadas à tecnologia. A China, por exemplo, já lançou um satélite para estudos experimentais de sinal 6G. Esse experimento parece ter motivado a Apple a iniciar o projeto em busca da liderança na corrida para operar a tecnologia da próxima geração. Vale salientar que a rede 5G, a mais

48

linhaaberta.com

avançada atualmente, ainda está em estágios iniciais de implementação e tem cobertura global limitada. Além de ajudar no desenho e na pesquisa do 6G, os engenheiros contratados pela Apple para o projeto vão “participar de fóruns acadêmicos e industriais sobre a tecnologia”. O investimento em pesquisa para a futura rede vai contra o histórico da companhia, que, tradicionalmente, não está na vanguarda de novas tecnologias de rede para smartphones. A empresa costuma esperar a consolidação de tecnologias e o ajuste de detalhes técnicos antes de aderir às novidades. As tecnologias 3G, 4G e 5G demoraram para aparecer nos produtos da empresa. No caso específico do 5G, a companhia só adotou a tecnolocia 18 meses depois da Samsung.


MARÇO 2021

49


mom’s TEAM patricia bernardon

@patricia.bernardon

Crianças na cozinha Benefícios dessa atividade para os pequenos

A alimentação infantil costuma ser um assunto que requer muita atenção dos pais, mas nem sempre os alimentos saudáveis são os que mais apetecem os pequenos. Isso torna a hora da refeição um momento complicado em muitos lares. Uma das maneiras de melhorar essa situação é introduzir a criança na cozinha desde cedo. Assim, fazendo com que ela participe da preparação, o interesse em experimentar novos pratos aumenta. No entanto vale lembrar que a cozinha não é um dos lugares mais seguros

50

linhaaberta.com

para as crianças, Por isso, é fundamental introduzir a criança na cozinha aos poucos, e sempre com a supervisão de um responsável. Escolha receitas atraentes Antes de chamar a criança para a cozinha, pense no que vocês vão cozinhar juntos. É normal que os pequenos se sintam atraídos por receitas consideradas mais gostosas na infância. Entre elas, sobremesas, lanches ou tortas salgadas. As sobremesas saudáveis são ótimas opções para ajudar a introduzir as crianças na culinária. Além de

gostosas, levam ingredientes nutritivos na composição, como frutas, aveia, castanhas e até legumes. Cozinhar com as crianças pode ser um momento muito divertido e traz vários benefícios, tanto para os adultos quanto para os pequenos. Cozinhar é uma ótima maneira de passar tempo com os filhos, netos ou sobrinhos. Além de ser uma atividade diferente para a criança, é um momento oportuno para a transmissão de valores e conversas. Se a receita for uma tradição de família, a história se tornará ainda mais interessante.


MARÇO 2021

51


gospel news R ay s s a C a r va l h o l a n ç a “ Va i Pa s s a r ” , collab com a dupla André e Felipe

Cantora ficou conhecida nacionalmente depois de ter o seu vídeo viralizado na internet. Ela chegou a participar do Programa Domingo Show, da Record, com Geraldo Luiz, e também do Programa da Eliana, no SBT. Rayssa Carvalho, a jovem de família humilde, sonhadora e cheia de talento que canta desde a infância, lança em todas as plataformas digitais, nesta terça-feira, dia 9, o single, “Vai Passar”, pela Uni Records, gravadora do grupo Criative Music. A participação mais que especial é da dupla André e Felipe. Atualmente considerada a melhor dupla gospel do Brasil. “Vai Passar” é um hino de esperança e fé. Uma melodia suave e acalentadora na voz harmônica, firme e ao mesmo tempo doce de Rayssa. A mensagem fala de superação, de confiança em Deus e perseverança na oração. “É sobre a certeza de que em Deus nossos sonhos não morrem, mas são concretizados e que, por mais lutas que passemos, a vitória sempre vem para os que acreditam nEle. O Senhor é soberano e fiel”, explica Rayssa. A canção foi composta por André Santoro, Felipe Santoro, Thiago Bine e André Freire. O produtor de “Vai Passar” é o renomado Adelso Freire, cantor, compositor, produtor musical há mais de 20 anos. Ele já realizou inúmeros trabalhos com artistas cristãos como, Anderson Freire, Bruna Olly, Fernanda Brum, Alda Célia entre outros. Rayssa é natural de Uberlândia, Minas Gerais, e tem a música como parte da sua

52

linhaaberta.com

vida desde muito pequenina. Aos cinco anos de idade, subia na mesa simples da sua casa e, com um pedaço de madeira na mão, começava a cantar. Sua avó conta que ao chegar da escola, Rayssa almoçava e ia para a horta, onde passava grande parte do dia. Ali, depois de escrever um pouco, participava da colheita de laranjas. Era um serviço braçal pesado, mas Rayssa não reclamava, em vez disso, cantava alegremente. Esta menina que ensacava laranjas e plantava o que comiam, também já ajudou a família vendendo cheiro verde nas ruas, água nos semáforos, recolheu materiais recicláveis e muitos outros trabalhos. Rayssa Cardoso compõe desde os sete anos e já tem aproximadamente 300 músicas autorais. No estilo adoração pentecostal, é admiradora de Anderson Freire e Cassiane. Embora sua carreira musical esteja iniciando agora, Rayssa já é conhecida do público. Ela chamou a atenção das pessoas ao gravar um vídeo no celular ao lado do fogão de lenha. Esse vídeo gerou milhares de views no YouTube. A partir disso, Rayssa participou do Programa Domingo Show, da Record, com Geraldo Luiz, em julho de 2019, quando

cantou com a cantora Cassiane. Depois, em agosto de 2020, participou do Programa da Eliana, no SBT, cantando com Anderson Freire. A Criative Music, umas das maiores agências gospel no Brasil com sede em Vila Velha (ES), interessou-se em formalizar um contrato com Rayssa, como intérprete/ cantora. E foi a partir desse contrato que Rayssa Carvalho está lançando o single “Vai Passar”. Muitos outros trabalhos estão a caminho, inclusive, com participação de Anderson Freire. “Estou feliz demais com tudo o que Deus tem feito em minha vida! Como a música diz, Deus cumpre as Suas promessas. É uma vitória cantar louvando o meu Deus e levar as pessoas a se encontrarem com Ele. O objetivo do meu ministério musical é anunciar o Reino de Deus, levar a Palavra às pessoas para que entendam a grandeza do sacrifício de Jesus e a necessidade de recebê-lo como Senhor e Salvador. Eu já agradeço a todos que acompanharem o meu trabalho, que me incentivarem e orarem por mim. E que vocês sejam abençoados com esta canção, que reflitam sobre a soberania e o amor de Deus e o quanto Ele quer fazer por todos. Acreditem em Deus e prossigam firmes”, afirmou Rayssa.


MARÇO 2021

53


interior design

primavera mistura de cores quentes

A estação das flores neste ano irá prezar pela mistura de cores quentes, utilização de móveis vintage, além de adornos floridos. A chegada da primavera, considerada a estação mais alegre do ano, abre espaço para novas inspirações e tendências em móveis e decoração. As cores quentes, os móveis vintage, os adornos e as flores da estação são

54

linhaaberta.com

apontados por profissionais do ramo como uma alternativa para inovar um ambiente residencial ou comercial unindo beleza e conforto. Esse é o momento de deixar o local com mais glamour, frescor e vivacidade.“Inserir elementos coloridos na decoração também faz toda a diferença, uma vez que os ambientes estão cada vez mais clean e limpos,

colocar um objeto colorido dá vida ao ambiente e combina com o frescor da estação. As cores foram definidas para inserir na decoração e vestuário para primavera 2921. SÃO: tom vibrante de amarelo que traz alegria e a promessa de um dia ensolarado, dando vida aos ambientes da casa. tom frio de azul, traz serenidade e paz.


debora lousa

@deboralousa

Por ser uma cor clara, combina com qualquer ambiente. Rust é um tom terroso que nos remete imediatamente ao conforto e aconchego. Se você não tem um pufe em casa, experimente comprar um dessa cor. a cor Green Ash acalma. Por isso é perfeita para colocar em móveis do quarto ou investir em roupas de cama nesse tom. Amestista, Essa cor tem tudo a ver com a natureza, pois encontra-se entre a tonalidade da pedra ametista e da orquídea. Entretanto, por ser uma cor forte, o ideal é criar pontos de cor na casa. Flores artificiais podem ser uma boa opção.

MARÇO 2021

55


turismo

laine furtado @fashionandtravelreporter

asheville história e cultura

em north carolina

foto: laine furtado na entrada do biltmore estates em asheville

56 56

linhaaberta.com


a cedric’s tavern é um dos restaurantes do biltmore estates. escolha um vinho da família para ter a experiência completa, ao fazer seu lanche no local.

A

sheville é uma cidade no oeste das Montanhas Blue Ridge da Carolina do Norte. É conhecida por uma cena artística vibrante e arquitetura histórica, incluindo a Basílica de São Lourenço com cúpula. A vasta propriedade Biltmore do século 19 exibe obras de arte de mestres como Renoir. O Downtown Art District está repleto de galerias e museus, e no vizinho River Arts District, antigos prédios de fábricas abrigam estúdios de artistas. A cidade está aninhada nas montanhas Blue Ridge na confluência do Swannanoa River e do French Broad River dandolhe um clima ligeiramente mais ameno do que algumas outras cidades do sul. Não fica longe da famosa Blue Ridge Parkway, uma estrada All-American Road e National Parkway de 469 milhas conhecida por sua beleza cênica. Asheville é o lar do Biltmore Estate, Construído entre 1889 e 1895 por George Washington Vanderbilt II, o Biltmore Estate foi construído como uma “casa de campo” para a família Vanderbilt. Com 178.926 metros quadrados e 250 quartos, o Biltmore é a maior casa privada dos Estados Unidos e a principal atração da cidade. Imperdível a visita à Winery do Biltmore Estates, onde você aprende sobre os vinhos de Biltmore, tem a oportunidade de desgustar os vinhos e conhecer um

pouco da história dos vinhedos da família Vanderbilt. Outra experiência super interessante ;e comer num dos vários restaurantes do Biltmore Estates. Nós escolhemos jantar na Cedrick Tavern, que tem esse nome em homenagem ao cachorro da família. Asheville está localizada nas Montanhas Blue Ridge, na confluência do Swannanoa River e o French Broad River, dando-lhe um clima um pouco mais ameno do que algumas outras cidades do

sul. Não é muito longe do famoso Blue Ridge Parkway, uma Estrada All-American de 469 milhas e National Parkway conhecida por sua beleza cênica. Asheville é também é conhecida como a “Beer City USA” – Apesar de abrigar apenas cerca de 90.000 pessoas, Asheville é constantemente nomeada uma das principais cidades de cerveja artesanal do país. Há mais de 25 cervejarias artesanais em Asheville, e dezenas mais à distância de condução. MARÇO 2021

57


fotos: entrada do grand bohemian hotel. joe souza & laine furtado no restaurante do hotel, red stag grill.

58

linhaaberta .com linhaaberta.com


Asheville, Carolina do Norte, em seu distrito histórico no centro. Foi construído de 1926 a 1929, e é um edifício estilo Tudor Revival e Late Gothic Revival composto por dois blocos empilhados. O bloco fotos: fatima souza e laine furtado no inferior é uma laje retangular restaurante pack’s tavern. com cantos arredondados; é tampado pelo segundo bloco, Outra atração turística que vale a pena visitar é o Grand Bohemian Hotel. Este hotel uma história de dois níveis set-back. imponente é um edifício histórico de 1929. O Grand Bohemian faz parte do Marriott’s Para quem ama conhecer Autograph Collection. O exterior inspirado restaurantes tradicionais, em Tudor dá lugar a um interior austríaco vale comer no Pack’s Tavern, no estilo country – pense em enormes um dos restauranetes mais lareiras de tijolos e abajures de chifres – antigos de Asheville. Abrigada enquanto a elegância do velho mundo é em um prédio histórico que enfatizada nos 104 quartos de hóspedes. remonta a 1907, a Pack’s Do outro lado do saguão está o Red Stag Grill, com comida europeia contemporânea, Tavern tem um ambiente layback e casual no centro de incluindo mexilhões assados e, claro, filé de Asheville. O restaurante fica alce grelhado. Tivemos a oportunidade de ao lado do Pack Square Park. jantar no restaurante e foi uma experiência A Pack’s Tavern tem uma maravilhosa. história bastante interessante. No andar inferior do espaço As lojas e galerias de arte de Asheville estão do restaurante há um túnel a passos de distância do hotel. O Grove escuro, ou o fragmento Arcade, também conhecido como Arcade Building ou Asheville Federal Building, é um de um realmente, e como edifício comercial e residencial histórico em muitos pedaços de Asheville

subterrâneo, há rumores de ser parte de uma teia subterrânea de passagens que tinha propósitos possivelmente nefastos. Vance Pollock, historiador de Asheville e braço direito frequente do especialista em ocultismo local Joshua P. Warren, disse que há evidências suficientes para apoiar a noção de que a Asheville subterrânea existia. E atrás das portas de aço na Taverna pack é uma peça desse quebra-cabeça que incluia atividade criminosa, prostituição e contrabando se ligam a isso.” A cidade tem muitos outros pontos turísticos a serem explorados como Appalachian Trail, The North Carolina Arboretum, Blue Ridge Parkway, Folk Art Center e River Arts Center, Antique Car Museum, Textile History Museum, Tupelo Honey Cafe, e o Flat Iron Building. MARÇO 2021

59


esportes Ministra e ex-atleta assume a chefia do Comitê de Tóquio Nomeação de Seiko Hashimoto é considerada um sinal importante em um país em que as mulheres continuam a ser raras em cargos de poder.

A ministra dos Jogos Olímpicos, Seiko Hashimoto, foi nomeada a presidente do Comitê Organizador de Tóquio-2020, substituindo no cargo Yoshiro Mori, que se demitiu após a polêmica criada por suas declarações machistas. “Não vou poupar esforços para o sucesso dos Jogos de Tóquio”, garantiu a ex-atleta, de 56 anos, que já apresentou a demissão do cargo no governo japonês ao primeiro-ministro Yoshihide Suga. A nomeação de Hashimoto, que competiu três vezes nos Jogos Olímpicos e quatro nos Jogos de Inverno, é considerada um sinal importante em um país em que as mulheres continuam a ser raras em cargos de poder. Ela era também a responsável no governo pela igualdade de gênero desde setembro de 2019. A história pessoal de Hashimoto tem além disso muitas ligações com os Jogos Olímpicos. Nasceu em Hokkaido, no norte do Japão, cinco dias depois da cerimônia de abertura da Olimpíada de Tóquio em 1964. O seu

60

linhaaberta.com

thiago galhardo Com oito gols na competição nacional, o meia-atacante do Internacional é um dos goleadores do futebol na temporada 2020.

nome Seiko vem de “seika”, que quer dizer “chama olímpica” em japonês. A agora responsável pelo Comitê Organizador de Tóquio-2020 competiu nos Jogos Olímpicos de 1988 (Seul - Coreia do Sul), 1992 (Barcelona - Espanha) e 1996 (Atlanta - Estados Unidos), em ciclismo de pista, e nos Jogos de Inverno em 1984 (Sarajevo - Iugoslávia), 1988 (Calgary - Canadá), 1992 (Albertville - França) e 1994 (Lillehammer - Noruega), como patinadora de velocidade no gelo. Hashimoto ganhou uma medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Inverno, em 1992, em Albertville, nos 1.500 metros de patinagem de velocidade no gelo. A japonesa substitui no cargo Yoshiro Mori, de 83 anos, forçado a se demitir após ter feito comentários sexistas, afirmando que “as mulheres têm dificuldade em ser concisas”, durante uma reunião do organismo a que presidia. “As reuniões dos conselhos de administração com a presença de muitas mulheres demoram demasiado

tempo. Se for aumentado o número de membros femininos e o tempo de intervenção não for limitado, será mais difícil concluí-las, o que é irritante”, sustentou Mori. O ex-dirigente disse ainda que “as mulheres têm espírito competitivo” e “se uma levanta a mão (para poder intervir), as outras sentem-se na obrigação de também falarem”, fazendo com que as reuniões demorem muito tempo a serem concluídas.” A polêmica gerada pelas declarações de Mori, que o próprio reconheceu “contrárias ao espírito olímpico” em um pedido de desculpas, levou à demissão de centenas de voluntários para os Jogos e causou profundo mal-estar entre os patrocinadores do evento. O Japão ocupa o 121.º lugar no mais recente relatório do Fórum Econômico Mundial sobre a igualdade de gênero, entre 153 países, e o 131.º na proporção de mulheres em lugares de topo em empresas, política e administração pública.


MARÇO 2021

61


entrevista

fernanda é Ana, a campeã Fernanda Vasconcellos relembra papel em ‘A Vida da Gente’, trama de Lícia Manzo que será reexibida na globo a partir de 1º de março

Foto: Ana (Fernanda Vasconcellos). Crédito: TV Globo/ Fabrício Mamberti

62 62

linhaaberta.com linhaaberta.com


A

na, personagem interpretada por Fernanda Vasconcellos em ‘A Vida da Gente’ pode ser definida como “uma menina de ouro”. É a melhor amiga de sua irmã, Manuela (Marjorie Estiano), e uma jovem disciplinada, com uma carreira promissora como tenista. Mas, modesta e simples, Ana não se deslumbra com a própria fama. Criada com esmero pela mãe controladora, Eva (Ana Beatriz Nogueira), que a exibe como um troféu, a jovem se vê apaixonada por Rodrigo (Rafael Cardoso), seu irmão de criação. Os dois vivem um amor proibido, cheio de obstáculos. Na entrevista abaixo, Fernanda fala sobre a expectativa para a reexibição da novela, a partir de 1º de março, no canal internacional da Globo, em simulcast no Globoplay. A atriz comenta também a importância da personagem em sua trajetória profissional e relembra o período em que a obra foi gravada, há dez anos.‘ A Vida da Gente’ estreia no dia 1º de março, no canal internacional da Globo, em simulcast no Globoplay. A novela é escrita por Lícia Manzo, com direção de núcleo e geral de Jayme Monjardim, e direção geral de Fabrício Mamberti. Confira a entrevista.

LINHA ABERTA: ‘A Vida da Gente’ foi escolhida para ser reexibida a partir de março e a receptividade do público tem sido muito boa. Como você recebeu a notícia da volta da novela? E esperava que as reações seriam tão positivas? Fernanda Vasconcellos: Fiquei bastante empolgada com a notícia. Essa novela me marcou de forma muito positiva, não somente pela repercussão que ela teve, mas pela intensidade do processo. Eu esperava reações positivas, claro, mas confesso que fui surpreendida. Que bom que o público está demonstrando desejo em rever novelas antigas, e melhor ainda, saber que essa novela deixou tão boas lembranças. LINHA ABERTA: Qual a importância da Ana na sua carreira? Conta um pouquinho como era viver aquela personagem e como você se preparou na época. Fernanda Vasconcellos: Ana é uma personagem complexa, um prato cheio para uma atriz criar formas de mostrá-la ao público. Além disso, a qualidade desse roteiro e a direção foram importantíssimas para o desenvolvimento da trama. Foram meses de aulas de tênis, curso de apneia (para as primeiras cenas na água), curso de mergulho para a cena do acidente... e tudo isso acontecia enquanto eu preparava o perfil psicológico da personagem. Foi um período intenso de comprometimento e dedicação. Nada pode ser mais prazeroso para um ator que essa oportunidade de viver uma personagem tão rica.

LINHA ABERTA: Tem alguma cena inesquecível que te marcou e que você faz questão de rever? Fernanda Vasconcellos: A discussão de oito minutos entre as irmãs Ana e Manuela. Um texto de imensa qualidade com uma gama de sentimentos que estavam guardados entre as personagens, provando por ‘A + B’ que ambas erraram ao longo da vida e que não havia vilã nessa história toda. Aliás, não há vilão em “A Vida da Gente”, existem escolhas e ao longo dessa decisões temos que arcar com tudo que elas trazem. LINHA ABERTA: E tem alguma que tenha sido muito difícil? Qual e por quê? Fernanda Vasconcellos: Filmar os torneios de tênis. Me lembro do calor escaldante na quadra de saibro, dos baldes de gelo para aliviar as dores intensas no braço. Fisicamente, não foi fácil me adaptar a este esporte em tão pouco tempo. É preciso muita técnica para usar o movimento do corpo junto com a raquete para evitar as lesões. LINHA ABERTA: Quais são suas principais recordações das gravações? Fernanda Vasconcellos: Me lembro do frio na barriga e do sentimento de insegurança nos primeiros dias de gravação, mas, principalmente, me lembro que tínhamos um bastidor leve e nos divertimos muito ao longo desse processo.

LINHA ABERTA: Como foi a parceria com o Rafael Cardoso e a Marjorie Estiano? E trabalhar com Jayme Monjardim e Licia Manzo? Fernanda Vasconcellos: Novela é obra coletiva e o resultado final não poderia ser o mesmo sem o texto de Lícia Manzo, ou a direção geral de Jayme Monjardim e Fabrício Mamberti, ou a competência do resto do elenco ou de toda a equipe de produção... Houve uma sinergia e vontade de todos para que esse trabalho fosse levado ao espectador da forma mais real possível. LINHA ABERTA: Tem alguma curiosidade que você se lembre? Das gravações, das viagens...? Fernanda Vasconcellos: Me lembro do desafio de gravar no frio intenso da Patagônia. Algumas cenas foram adaptadas para locais fechados com calefação. Fazia tanto frio que era impossível dizer as falas sem bater o queixo e ranger os dentes, a gente mal conseguia se mover. LINHA ABERTA: Tem alguma característica ou algo que você aprendeu com a personagem que ficou pra sua vida? Fernanda Vasconcellos: Ana é uma personagem que tem força de vida. Sua superação é impressionante. Ao longo da sua trajetória, ela aprende que é preciso viver com sentimentos ambíguos, que a vida é uma constante transformação e que para existir é preciso usar a força que tem dentro de si.

MARÇO MARÇO 22021 021

63


highlights

How Is The COVID-19 Vaccination Campaign Going In the usa?

64

linhaaberta..com com linhaaberta


Pharmaceutical companies pledge 240 million vaccine doses for the US by end of March

T

he United States can expect to see a total of 240 million doses of Covid-19 vaccine by the end of March, according to prepared remarks drug companies will deliver to a House subcommittee today. The vaccine makers are set to testify at 10:30 a.m. ET.

Pfizer and Moderna – the two companies with Covid-19 vaccines authorized for emergency use in the United States – have pledged to make a combined total of 220 million doses available for shipment by the end of March. Meanwhile, the company Johnson & Johnson, which has yet to receive an emergency use authorization for its Covid-19 vaccine, has pledged to make 20 million doses available in the same time frame. Each of the vaccine makers, along with the companies AstraZeneca and Novavax, provided prepared remarks ahead of a hearing before the House Committee on Energy and

Commerce Subcommittee on Oversight and Investigations on Tuesday. In the remarks, each company detailed the number of doses it plans to provide and when. Pfizer noted in its remarks that it expects to increase the number of doses available for shipment from about 4 to 5 million doses per week at the beginning of February to more than 13 million doses per week by the middle of March. “We are on track to make 120 million doses available for shipment by the end of March and an additional 80 million doses by the end of May. And, we anticipate all 300 million contracted doses will be made available for shipment by the end of July, enabling the vaccination of up to 150 million Americans,” the company said in its remarks.

Moderna, the other company with an authorized Covid-19 vaccine, noted in its remarks that it is on track to meet a commitment to deliver 100 million doses by the end of March

and it plans to double monthly deliveries by April to more than 40 million doses per month.

“Based on this progress scaling up manufacturing, we recently agreed to move up our delivery timeline: we now are aiming to deliver a second hundred million doses by the end of May and a third hundred million doses by the end of July,” the company said in its remarks.

Johnson & Johnson, whose vaccine is administered as a single dose, pledged in its remarks to deliver enough single-doses by the end of March to enable the vaccination of more than 20 million Americans, should its vaccine be authorized for emergency use. Novavax said that it is prepared to deliver 110 million doses, which is included in its current agreements with the US government, by the third quarter of this year. AstraZeneca has noted that it has two agreements with the US government for 300 million doses. MARÇO 2021

65


ponto de vista eduardo prugner @eduardoprugner

tendências do mercado

E

m textos anteriores, nas edições de dezembro e fevereiro da Linha Aberta, o ícone principal foi o novo papel da Internet frente a uma pandemia surgida em 2020, e que, com certeza, ficará na História, como um vírus que mudou o mundo. A principal consequência desse vírus foi a crise financeira gerada pelo “ficar em casa”, que desestabilizou o comércio, os serviços e por extensão as indústrias, abalando a economia dos países. Macrotendências No mundo da economia, precisamente a dos negócios, todas as relações foram mudando rapidamente, acelerando a utilização da tecnologia da Internet. As redes sociais transformaram as pessoas em ávidas por informações e conhecimento, inclusive, modificando sua maneira de consumir, gerando um novo tipo de grupo humano: a da sociedade de economia inteligente.

Os novos comportamentos dos consumidores As pessoas foram obrigadas a ficar em casa. Algumas receberam auxílio emergencial, valor variável nas mais diversas regiões e que movimentaram as economias de muitos países. Outras tiveram que trabalhar em casa. Esse modo de trabalho, denominado “home office”, mudou as relações trabalhistas, cujo seu futuro é imprevisível. Com essas condições, o consumidor tradicional mudou. Veja como. Comprador imediatista é o que compra pela necessidade do momento. A entrega precisa ser rápida. Independe da pesquisa de preço ou das referências do produto e da loja.

O consumidor minimalista é mais consciente, só compra aquilo que lhe é essencial, que precisa e sempre procura produtos de qualidade, duráveis e muitas vezes não importando o valor. Já consumdior investigativo quer saber qual o valor no mercado, faz comparações, escolhe o melhor preço, nem sempre tendo o cuidado com a qualidade.

O comprador viajante está sempre procurando nas redes sociais, novos lugares considerados maravilhosos e turísticos, para passear num final de semana ou num planejamento para as próximas férias. Os locais escolhidos são normalmente, na sua própria região, estado ou país, já que os voos internacionais ficaram restritos. Abrindo uma oportunidade para as agências de turismo. Todos passaram a serem exigentes com a qualidade do atendimento, atentos aos comportamentos empresariais, sociais e ao meio ambiente.

Os consumidores da Nike, por exemplo, souberam que a empresa estava usando mão de obra infantil na China. A empresa amargou com prejuízos tanto nas vendas como na Bolsa de Valores. Uma referência em vendas online é a Amazon. Oferece um amplo cardápio, onde o cliente encontra praticamente de tudo. Mantém qualidade e a agilidade na entrega. Mesmo sendo on-line prima pela qualidade no atendimento.

Tendências para uma boa gestão Uma sociedade de economia inteligente, provocada pelo distanciamento social, gerou um novo processo no uso das tecnologias digitais e fez com que as empresas tivessem que reestruturar a sua

organização e alterar a maneira de fazer e gerir os seus negócios. Obrigando-as ao aprofundamento do conhecimento das redes digitais e na utilização dos aplicativos domarketing digital. A gestão para o futuro está sob uma linha tênue no planejamento empresarial, que antes estendiam-se por anos e que, na atualidade divide-se em dois períodos – um extremamente volátil, por um tempo de um ano, mas podendo ser modificado em um mês e outro com prazos maiores, alicerçados na redução da pandemia pela aplicação das vacinas, pela recuperação da economia dos países e por conseguinte, o aumento da renda “per capta”. A gestão atual tem na inovação a sua principal ferramenta. Se antes fazia parte da administração moderna, hoje ela é intrínseca e dinâmica nos processos de fabricação, comercialização e mesmo das legislações, somados ao surgimento de novos produtos e conceitos.

Isso leva o empreendedor a ser o mentor da criatividade e ter agilidade nas decisões. O cliente sempre será o foco principal. Todos os processos que envolvem a gestão, a razão do negócio é o cliente. Momento de reflexão: 70% das empresas perdem seus clientes pela má qualidade no atendimento.

A qualquer momento pesquise profundamente, analise o mercado, faça reflexões, não se esqueça da inovação e criatividade. Sinta e foque no âmago do nicho que cuidadosamente você escolheu. Se inspire e busque orientação com Deus e bons negócios!

[EDUARDO PRUGNER é Consultor em Marketing pessoal e empresarial para pequenas empresas, com especialização em Copywriting e Empreendedorismo. Escritor, Editorialista e Palestrante. Consultor e sócio na Prugner’s Digital Marketing.-- Informações sobre o tema: E-mail: eprugner@gmail.com.]

66

linhaaberta.com linhaaberta.com


MARÇO 2021

67


MIAMI AVENTURA SUNNY ISLES BOCA RATON FORT LAUDERDALE DEERFIELD BEACH COCONUT CREEK POMPANO BEACH CORAL SPRINGS DELRAY BEACH

ENCONTRAR SUA CASA PRÓPRIA ESSE É O NOSSO NEGÓCIO

EXPERIÊNCIA QUE FAZ DIFERENÇA MAIS DE 16 ANOS NO MERCADO IMOBILIÁRIO DA FLORIDA

561.338.6446

1015 W. NEWPORT CENTER DIRVE SUITE 106 DEERFIELD BEACH, FL 33442

Profile for Linha Aberta Magazine

LINHA ABERTA BRAZILIAN MAGAZINE MARCH 2021  

LINHA ABERTA BRAZILIAN MAGAZINE MARCH 2021  

Advertisement