Page 1


Índice Unidade 0 Vamos rever!

5

Unidade 1 Quais são as tuas férias ideais?

7

Unidade 2 Festivais de verão

10

Unidade 3 Televisão: prós e contras

14

Unidade 4 Atenção! Ação!

18

Unidade 5 No mundo da moda

22

Unidade 6 Ídolos

26

Unidade 7 Uma viagem ao futuro

30

Unidade 8 Vamos manter o nosso planeta limpo!

34

Unidade 9 Amigos para sempre!

38

3


a d n Na O

do Português

Livro do Professor Ana Maria Bayan Ferreira • Helena José Bayan Coordenação Científica

2


Na Onda do Português 2

O Português no Mundo (página 7) Unidade zero Vamos rever! A unidade zero é antecedida de uma página dedicada à Língua Portuguesa no mundo, ficando os alunos a conhecer um pouco mais sobre o português no mundo. O professor pode servir-se do mapa para fazer uma breve apresentação dos países de língua oficial portuguesa e de Macau, podendo acrescentar mais algumas informações que considere importantes. Como orientador, tem a liberdade de seguir caminhos diferentes, porque não há uma sequência de leitura pré-estabelecida. Sugere-se que se coloquem algumas questões para o aprofundamento do tema, como por exemplo: 1. “Quais são os países de língua oficial portuguesa?” Portugal, Cabo Verde, Guiné-Bissau, S. Tomé e Príncipe, Angola, Moçambique, Brasil, Timor-Leste 2. Em que continentes se situam esses países?” Europa, África, América e Ásia 3. “Quais são as suas capitais?” Portugal – Lisboa Cabo Verde – Cidade da Praia Guiné-Bissau – Bissau S. Tomé e Príncipe – S. Tomé Angola – Luanda Moçambique – Maputo Brasil – Brasília Timor-Leste – Díli

Livro do aluno Objetivos

• Rever conteúdos lexicais e gramaticais do Manual Na Onda do Português 2. É conveniente que o professor dedique as primeiras aulas à revisão de algumas noções, provavelmente um pouco esquecidas, e que diagnostique os aspetos em que os alunos revelem mais dificuldades. No final da unidade, como exercício de audição (CD aúdio, unidade 0, faixa 1), apresenta-se a canção Re-tratamento dos Da Weasel. É uma canção de um grupo português muito apreciado pelos jovens. A canção não é a versão integral por razões de copyright .O professor pode trazer o CD ou usar o YouTube para ouvir a canção na totalidade. O objetivo desta atividade é dar a conhecer aos alunos a música portuguesa, motivando-os para a aprendizagem da língua portuguesa.

A. (página 10) 1. h) 6. d) 2. a) 7. e) Pode remeter-se para outros recursos educativos 3. c) 8. g) com o objetivo de aprofundar o tema: 4. b) 9. f) www.instituto-camoes.pt 5. i) 10. j) www.cplp.org B. (página 10) 1. • 17 / 06 – dezassete de junho • 24 / 12 – vinte e quatro de dezembro • 04 / 11 – quatro de novembro • 31 / 08 – trinta e um de agosto • 15 / 02 – quinze de fevereiro • 26 / 01 – vinte e seis de janeiro 2. segunda-feira terça-feira

5


Livro do Professor quarta-feira quinta-feira sexta-feira sábado domingo C. (página 10) 1. São sete e meia. 2. São onze e um quarto. 3. É meio-dia e meia. 4. São vinte para as nove. 5. É uma e dez.

b) O José é velho e gordo. É um pouco careca e tem o cabelo branco. c) O Luís tem o cabelo liso e preto, tem pera e bigode e é magro. d) A Teresa tem o cabelo curto e preto e tem franja. É magra. e) O Pepe tem o cabelo liso. Tem uma franja. É magro. f) O Joaquim tem o cabelo encaracolado e preto. É muito magro. g) A Concha é magra e tem o cabelo ondulado e preto.

D. (página 11) oito / quinze / trinta e sete / cinquenta e cinco / oitenta e dois / cento e vinte e três / cento e quarenta e seis / cento e sessenta e quatro / duzentos e três / duzentos e vinte

I. (página 13) 1. a) M h) M b) F i) M c) M j) F d) F l) F E. (página 11) e) M m) M Na capa deste livro há seis jovens. Três rapazes e f) F n) M três raparigas. Estão todos junto de um barco e por g) F o) F detrás do barco há uma onda. Há dois skates, um atrás do João , outro ao lado da Ília. 2. a) apelidos; b) nomes; c) pintores; d) rapazes; e) O fundo da capa do livro é cor de laranja, a onda aulas; f) nuvens; g) carteiras; h) mãos; i) quadros; é azul e o barco é cinzento. Os seis jovens usam j) animais; l) lápis; m) árvores; n) caracóis; o) anéis roupa amarela, cor de rosa, preta, azul, verde e cinzenta. Os skates são cor de rosa. J. (página 14) F. (página 11) • Uma borracha • Uma régua • Uma tesoura • Um afia-lápis • Um tubo de cola • Um marcador preto • Um esquadro • Um caderno • Um bloco • Uma agenda • Um dicionário • Um livro

Feminino singular

Masculino plural

singular

plural

alta

altas

alto

altos

comprida

compridas

comprido

compridos

inteligente

inteligentes

inteligente

inteligentes

azul

azuis

azul

azuis

branca

brancas

branco

brancos

redonda

redondas

redondo

redondos

fina

finas

fino

finos

nova

novas

novo

novos

verde

verdes

verde

verdes

simpática

simpáticas

simpático

simpáticos

divertida

divertidas

divertido

divertidos

G. (página 12) L. 1. (página 14) José – avô / Pilar – avó / Teresa – mãe / Luís – pai / Joaquin – irmão / Concha – irmã a) O computador está em cima da secretária. b) Em cima da cama está uma viola. H. (página 12) c) O tapete está no chão, em frente da secretária. 1. d) Os livros estão na estante. a) A Pilar não é nova, tem o cabelo curto e branco. e) Não, não está. Está ao lado da janela. 6


Na Onda do Português 2 f) O relógio está entre a janela e a mesinha de Texto 2 cabeceira. era / queixava-se / tinha / dizia / existiam / chegava g) Estão debaixo da cama. / aprendia / havia / encolhia / falava / ficava / admitia / levávamos / ficávamos / atrevia M. 2. (página 15) R. (página 19) • acorda • cumprimenta peguei / nasci / vivi / estudei / gostaste / Gostei / • levanta-se • começam frequentei / conheceste / foi / passava / passava / foi • espreguiça-se • têm / conhecemos / Divertíamo-nos / Organizávamos / tomávamos / Tínhamos • vai • almoça • lava

• regressam

• toma

• vão

• veste-se

• chega

• vai

• vê

• toma

• faz

• prepara

• janta

•é

• comem

• despede-se

• vão

• vai

• deitam-se

• chega

• acordam

N. (página 16) a) Eles estão a jogar voleibol. b) Ela está a beber um sumo de laranja. c) Ele está a andar de bicicleta. d) Ela está a dormir. e) Elas estão a dançar. P. (página 17) 1. nasceu / cresceu / foi / influenciou / vivi / foi / passei / frequentámos / fizemos / vim / tive / encontrei / ajudaram / deram / foram 2. (página 17) a) vi televisão. b) tivemos um teste de Matemática. c) jogámos futebol. d) fomos ao cinema. e) passámos o fim de semana em Lisboa. f) falei com ele no messenger. Q. 2. (página 18) Texto 1 Era / estava / havia / voavam / estava / passeavam / observavam / atravessavam / Havia / destacava-se / Era / decidi

Unidade 1 Quais são as tuas férias ideais? Livro do Aluno Objetivos:

• Descrever lugares. • Falar sobre viagens. • Falar sobre diferentes tipos de férias. • Recordar férias passadas. • Expressar um desejo. • Formular hipóteses / imaginar situações irreais. • Escrever uma carta informal. Atividade 1 (página 22) A atividade 1 é antecedida por um conjunto de imagens relacionadas com o tema. Estamos perante sete fotografias de locais onde se podem passar férias. Todos eles são diferentes, com características próprias, que podem também servir para alargar os conhecimentos culturais dos alunos. Esta atividade destina-se ao desenvolvimento e revisão do vocabulário referente ao tópico e à prática da oralidade. Os alunos devem usar frases completas, como a que é dada como exemplo no manual, em vez de se limitarem a tópicos ou frases curtas, que denotem falta de conhecimento das estruturas básicas.

7


Livro do Professor Atividade 2 (páginas 23, 24, 25 e 26) Os pequenos diálogos e as imagens facilitam a compreensão do tema a desenvolver, preparando-os para a compreensão da leitura dos textos. Esta atividade visa desenvolver as capacidades orais dos alunos. No final, devem relatar o que descobriram, construindo frases que o professor poderá ou não escrever no quadro. No exercício B1 são apresentados cinco textos. O texto A e o texto C são relatos de dois jovens sobre as suas férias de verão, experimentando novos desafios e vivendo novas experiências. Dão opiniões sobre os tipos de férias e o modo de viajar. Os textos B, D e E são textos informativos relacionados com férias. Todos eles contêm muito vocabulário relativo ao campo semântico em questão. Os textos devem ser acompanhados pela audição dos mesmos. Em seguida, os alunos realizam os exercícios propostos. B. (página 25) 2. A – Campo Aventura B – Curso de Línguas C – Uma casa com rodas D – Férias na neve E – Trilhos D. (página 26) Possíveis respostas: Texto A tenda saco-cama lanterna pilhas Texto B livros caneta computador máquina fotográfica

meias grossas anoraque Texto E bússola cantil chapéu / boné impermeável Atividade 3 (páginas 26, 27 e 28) Para motivação da leitura do texto, o professor explora o título e as imagens que o acompanham antes de os alunos o ouvirem/lerem. O aluno começa a tomar contacto com textos informativos autênticos, que foram extraídos de um site da internet. Em expressão escrita, todo o texto elaborado com fins específicos e com carácter informativo considera-se normativo, porque obedece a regras que o individualizam. Os alunos estão aptos a realizar o exercício de compreensão escrita. A. ( páginas 27 e 28) 1. Resposta livre. 2. S ever do Vouga é conhecido a nível nacional pela sua beleza natural. 3. É necessário cotoveleiras, joelheiras e capacete próprios. 4. Podemos apreciar vários tipos de árvores e há mesas de merenda para os piqueniques. 5. A Pousada de Juventude de Aveiro é o alojamento que este roteiro oferece. 6. Resposta livre. 7. As Pousadas de Juventude destinam-se mais a um público jovem. São um espaço de convívio e intercâmbio cultural e social e têm à disposição diversos espaços sociais, como salas de convívio, salas de reunião, bar, refeitório e cozinha de alberguista.

Texto C guia de viagem lanterna mp3 mapa

Atividade 4 (páginas 28, 29, 30, 31 e 32)

Texto D gorro mochila

• Pretérito Imperfeito Simples do Indicativo para: - expressar um desejo; - formular hipóteses / imaginar situações.

8

O conteúdo gramatical a introduzir:


Na Onda do Português 2 Nesta atividade, pressupõe-se que os alunos já conhecem o Pretérito Imperfeito Simples do Indicativo e que não terão grande dificuldade em usar as suas formas. A insistência deve ir para o uso do Pretérito Imperfeito Simples do Indicativo para expressar desejos e formular hipóteses.

Trabalho de grupo (página 32) Organizar e escrever um roteiro turístico.

Outro dos valores deste tempo verbal é formular hipóteses, como por exemplo: “ Ficávamos numa fazenda onde fazíamos safaris.”.

Caderno de Exercícios

O trabalho de grupo pretende desenvolver as competências linguísticas adquiridas ao longo da unidade, contextualizando-as de modo a alargar as aprendizagens realizadas. Ao elaborarem Analisando a frase “Os meus pais gostavam de este roteiro pretende-se promover a interação conhecer outras ilhas brasileiras.”, é possível entre pares, circunscrevendo-se à disciplina de compreender que estamos perante o Pretérito Português ou a uma abordagem interdisciplinar. Imperfeito do Indicativo em que assume um valor Um dos objetivos é dar a conhecer a língua diferente – exprime um desejo – e poderia comutar portuguesa à comunidade escolar. com o condicional (por ex.: «Gostaria de ir à China.»), cada vez mais em desuso na oralidade, pelo menos, no português europeu.

A. (página 5) 1. 2 Nesse sentido, o professor explica a diferença dos 2. 5 valores deste tempo verbal a partir dos exemplos 3. 4 contextualizados. Os alunos chegam à regra por 4. 3 indução e aplicam-na nos exercícios propostos, 5. 1 alargando o tema à sua experiência. O Caderno 6. 6 de Exercícios contém várias atividades para que os alunos possam praticar mais. B. (página 6) As palavras que não estão relacionadas são: No final da atividade, o professor revê os outros 1. laboratório / estudar valores do Pretérito Imperfeito Simples do 2. cachecol / esquiar Indicativo. 3. areia / nadar 4. enciclopédia / patinar 5. escalar / conduzir Secção A (página 30) C. (página 7) B. 1. Para que serve? 1. b) 2. Com que idade é que o posso tirar? 2. c) 3. Qual é a validade do cartão? 4. Onde é que o posso utilizar? 5. Q  ue documentos são precisos para tirar o Secção B (páginas 30, 31 e 32) Cartão de Alberguista? 6. Posso emprestar o meu cartão?. B. 7. S e ficar num quarto duplo, preciso de ter 1. V Cartão de Alberguista ou basta um por quarto? 3. V 8. Que tipos de cartões existem? 9. Qual o preço do Cartão de Alberguista? 10. Onde é que o posso adquirir? Atividade 5 (página 32) 11. Onde o posso renovar? A partir da apresentação da estrutura de uma carta informal, solicita-se aos alunos que escrevam uma D. (página 8) carta semelhante ao texto da atividade 4 A. 1. foram 2. tinha / costumava 9


Livro do Professor 3. trouxemos 4. tive / falámos / rimos 5. fui / corri / estava 6. foi / dormia / acordava 7. escolheu E. (página 8) 1.º parágrafo – 1 2.º parágrafo – 5 3.º parágrafo – 3 4.º parágrafo – 4 5.º parágrafo – 2 F. (página 9) Pretérito Perfeito partiram atacou chegou realizou-se partiu regressou perdeu deixou Pretérito Imperfeito estava chamava-se pensavam acabava Infinitivo ser partir / chamar-se atacar / pensar chegar / acabar realizar-se partir regressar perder deixar G. (página 9) foi levava tinham incluía avistavam tinham enjoava conseguia 10

parecia contava / contou I. ( página 10) Pepe – estás Pepe – queria Pedro – adorei Pepe – contar-me Pedro – tenho Pedro – vir J (página 10) • Ficámos em casa da minha prima Luísa. • Íamos à Lagoa de Óbidos. • Podíamos ter a sorte de ver garças, patos e até flamingos. • Observávamos a beleza da natureza. • Víamos os pescadores a apanharem berbigão e amêijoa. • Andávamos de kayak ou fazíamos windsurf. • Passávamos um dia na praia da Foz do Arelho. • Visitávamos a histórica vila de Óbidos, conquistada aos celtas pelo imperador Júlio César.

Unidade 2 Festivais de verão Livro do Aluno Objetivos:

• Falar e escrever sobre festivais de música. • Falar sobre cantores / grupos musicais portugueses. • Falar de ações que se iniciaram / repetiram no passado, mas que continuam no presente. Antes de iniciar a Atividade 1, sugere-se que o professor passe um vídeo com imagens de um festival de verão, pois será uma forma de aqueles que não têm qualquer ideia sobre este tipo de espetáculos ficarem a conhecer um pouco melhor algo que faz parte da cultura portuguesa. O professor leva os alunos a especularem sobre o título, colocando questões como: “O que é um festival?” / Quando é que normalmente ocorrem? Porquê?”


Na Onda do Português 2 (livro do professor)  

Na Onda do Português é um projeto pedagógico em 3 níveis destinado ao ensino do português como língua estrangeira e que privilegia uma abord...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you