Page 1

Arte AutoCAD 2015 e AutoCAD Lt 2015.pdf

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

1

23/02/15

15:05


D ISTRIBUIÇÃO

Lidel – edições técnicas, lda

SEDE:

R. D. Estefânia, 183, R/C Dto. – 1049-057 LISBOA Tel.: +351 213 511 448 * Fax: +351 213 522 684 Revenda: revenda@lidel.pt Exportação: depinternacional@lidel.pt Venda online: livraria@lidel.pt Marketing: marketing@lidel.pt LIVRARIA:

Av. Praia da Vitória, 14 A – 1000-247 LISBOA Tel: +351 213 511 448 * Fax: +351 213 173 259 livraria@lidel.pt

E DIÇÃO

FCA – Editora de Informática

Av. Praia da Vitória, 14 A – 1000-247 LISBOA Tel: +351 213 511 448 Email: fca@fca.pt AutoCAD 2015 & AutoCAD LT 2015 – Curso Completo is not an Autodesk Product and is not Warranted by Autodesk, Inc. The Autodesk Logo is Registered in the U.S. Patent and Trademark Office By Autodesk, Inc. Copyright © fevereiro 2015 FCA – Editora de Informática, Lda. ISBN: 978-972-722-810-2 Capa: José M. Ferrão – Look-Ahead Impressão e acabamento: Cafilesa – Soluções Gráficas, Lda. – Venda do Pinheiro Depósito Legal N.º 388537/15 Livro segundo o Novo Acordo Ortográfico Todos os nossos livros passam por um rigoroso controlo de qualidade, no entanto, aconselhamos a consulta periódica do nosso site (www.fca.pt) para fazer o download de eventuais correções. Os nomes comerciais referenciados neste livro têm patente registada. Marcas Registadas de FCA – Editora de Informática, Lda. – ®

®

®

Reservados todos os direitos. Esta publicação não pode ser reproduzida, nem transmitida, no todo ou em parte, por qualquer processo eletrónico, mecânico, fotocópia, digitalização, gravação, sistema de armazenamento e disponibilização de informação, sítio Web, blogue ou outros, sem prévia autorização escrita da Editora, exceto o permitido pelo CDADC, em termos de cópia privada pela AGECOP – Associação para a Gestão da Cópia Privada, através do pagamento das respetivas taxas.


ÍNDICE GERAL AGRADECIMENTOS ............................................................................................ XXI PREFÁCIO .................................................................................................... XXIII 0. INTRODUÇÃO ................................................................................................... 1

0.1 0.2 0.3 0.4 0.5 0.6 0.7

A quem se destina este livro ......................................................................................... 1 Guia de utilização do livro............................................................................................ 1 Descarregar ficheiros da Web ........................................................................................ 2 Realizar os exercícios ..................................................................................................... 2 Tipos de notas constantes do livro............................................................................... 3 Apresentação de imagens parciais............................................................................... 4 Simbologia usada nesta obra ........................................................................................ 4

1. CONHECER O AMBIENTE DE TRABALHO.................................................................... 5

1.1 1.2 1.3

1.4

Iniciar o programa.......................................................................................................... 5 Separador New Tab ......................................................................................................... 5 Conhecer a janela do AutoCAD ................................................................................... 6 1.3.1 Mudar de ambiente de trabalho ...................................................................... 8 1.3.1.1 Gravar um ambiente de trabalho ..................................................... 8 Interagir com o programa ............................................................................................. 9 1.4.1 Manipular o rato ................................................................................................ 9 1.4.2 Menu da aplicação ........................................................................................... 11 1.4.3 Usar a Ribbon .................................................................................................... 12 1.4.3.1 Controlar a visibilidade de separadores e de painéis da Ribbon 14 1.4.3.2 Expandir um painel da Ribbon ....................................................... 15 1.4.3.3 Destacar um painel da Ribbon para ser apresentado como flutuante ............................................................................................ 15 1.4.3.4 Devolver um painel à Ribbon .......................................................... 16 1.4.3.5 Selecionar ícones na Ribbon............................................................. 16 1.4.4 Usar a Quick Access Toolbar ............................................................................. 18 1.4.4.1 Personalizar a Quick Access Toolbar ................................................ 18 1.4.5 Menus do rato .................................................................................................. 19 1.4.6 Usar a linha de comando ................................................................................ 21 1.4.6.1 Ancorar a linha de comando .......................................................... 22 1.4.6.2 Introduzir comandos e variáveis ................................................... 23 1.4.6.3 Sugestão de nomes de comandos e de variáveis ......................... 23 1.4.6.4 Usar nomes alternativos dos comandos (Aliases) ........................ 26 1.4.6.5 Introduzir um comando em modo transparente ......................... 26 1.4.6.6 Repetir e cancelar a introdução de dados ..................................... 27 1.4.6.7 Escolha de opções de comandos .................................................... 28 © FCA – Editora de Informática


VI

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO 1.4.7 1.4.8 1.4.9 1.4.10 1.4.11

1.5 1.6 1.7 1.8

1.9

Usar o cubo de visualização ........................................................................... 29 Usar a barra de navegação.............................................................................. 30 Controlar a visualização a partir da área gráfica......................................... 31 Usar a barra dos separadores dos desenhos abertos................................... 31 Conhecer a barra de estados........................................................................... 32 1.4.11.1 Interpretar e configurar a afixação de ícones informativos........ 32 1.4.12 Expandir a área gráfica ................................................................................... 34 1.4.13 Usar caixas de diálogo em forma de paleta.................................................. 35 1.4.13.1 Ancorar caixas de diálogo em forma de paleta ............................ 36 Conhecer os espaços de trabalho do AutoCAD ....................................................... 37 1.5.1 Mudar de espaço de trabalho ......................................................................... 38 Interpretar o significado da forma do cursor ........................................................... 39 Manipular a afixação de mensagens de confirmação.............................................. 40 Obter ajuda.................................................................................................................... 41 1.8.1 Procurar ajuda através do InfoCenter ............................................................ 43 1.8.2 Recorrer à ajuda em contexto ......................................................................... 44 Fechar uma sessão de trabalho ................................................................................... 44

2. GERIR OS FICHEIROS DE DESENHO ...................................................................... 45

2.1

2.2

2.3

2.4

2.5

2.6

Iniciar um novo desenho............................................................................................. 45 2.1.1 Escolher um Template ...................................................................................... 45 2.1.2 Usar um Template predefinido ....................................................................... 47 2.1.2.1 Especificar o template a ser usado como predefinido................. 48 Gravar um desenho ..................................................................................................... 48 2.2.1 Gravar um desenho como... ........................................................................... 50 2.2.1.1 Gravar um modelo de desenho (Template) ................................... 51 2.2.1.2 Gerir a lista de locais nas caixas de diálogo de gestão de ficheiros ........................................................................................ 51 Abrir desenhos existentes ........................................................................................... 53 2.3.1 Abrir um desenho recentemente usado ........................................................ 55 2.3.2 Abrir parcialmente um desenho .................................................................... 56 2.3.2.1 Carregar mais informação num desenho parcialmente aberto.. 57 Recuperar desenhos ..................................................................................................... 58 2.4.1 Recuperar desenhos corrompidos ................................................................. 58 2.4.2 Recuperar desenhos encerrados anormalmente .......................................... 60 Gerir vários desenhos abertos .................................................................................... 61 2.5.1 Alternar entre desenhos abertos .................................................................... 61 2.5.2 Controlar a disposição das janelas dos desenhos ........................................ 63 2.5.3 Fechar desenhos ............................................................................................... 64 Fechar o programa com desenhos abertos................................................................ 66

© FCA – Editora de Informática


ÍNDICE GERAL

VII

3. USAR AS FERRAMENTAS AUXILIARES.................................................................... 67

3.1

Desenhar através de coordenadas ............................................................................. 67 3.1.1 Tipos de coordenadas ..................................................................................... 67 3.1.1.1 Coordenadas cartesianas 2D .......................................................... 67 3.1.1.2 Coordenadas polares 2D ................................................................. 69 3.1.1.3 Coordenadas absolutas e relativas ................................................ 70 3.1.2 Especificar coordenadas.................................................................................. 70 3.1.2.1 Especificar coordenadas através do teclado ................................. 70 3.1.2.2 Especificar coordenadas relativas com a ajuda do rato .............. 71 3.2 Introdução dinâmica de dados ................................................................................... 71 3.2.1 Introdução de coordenadas ............................................................................ 73 3.2.1.1 Coordenadas do primeiro ponto de um traçado ......................... 73 3.2.1.2 Coordenadas dos pontos seguintes de um traçado ..................... 74 3.2.2 Introdução de dimensões................................................................................ 74 3.2.3 Introdução de comandos/variáveis ............................................................... 75 3.3 Formato das unidades ................................................................................................. 75 3.4 Constranger o movimento do cursor ........................................................................ 78 3.4.1 Constranger o movimento do cursor segundo duas direções ortogonais .. 78 3.4.2 Bloquear o movimento do cursor segundo direções predefinidas ........... 78 3.4.3 Constranger o movimento do cursor segundo um dado espaçamento ... 80 3.5 Visualizar uma grelha ................................................................................................. 83 3.6 Especificar com precisão pontos notáveis da geometria ........................................ 85 3.6.1 Tipos de pontos notáveis ................................................................................ 87 3.6.1.1 Tipos de pontos notáveis específicos de corpos 3D e de splines 90 3.6.2 Pesquisa contínua de pontos notáveis .......................................................... 91 3.6.3 Pesquisa singular de pontos notáveis ........................................................... 92 3.7 Especificar pontos com base na aquisição de alinhamentos automáticos ............ 93 3.8 Identificar dimensões .................................................................................................. 95 3.8.1 Identificar a distância entre dois pontos ....................................................... 95 3.8.2 Identificar o comprimento de múltiplos segmentos ................................... 96 3.8.3 Identificar o comprimento de raios ............................................................... 98 3.8.4 Identificar a amplitude de ângulos ............................................................... 98 3.9 Identificar as coordenadas de um ponto................................................................... 99 3.10 Identificar áreas .......................................................................................................... 100 3.11 Manipular sistemas de coordenadas ....................................................................... 102 3.11.1 Controlar a aparência do símbolo do sistema de coordenadas ............... 103 3.11.2 Controlar a visibilidade e a disposição do símbolo do sistema de coordenadas .............................................................................................. 104 3.11.3 Alterar o sistema de coordenadas num desenho 2D ................................ 105 3.11.3.1 Definir um novo sistema de coordenadas por manipulação direta do símbolo ........................................................................... 106 © FCA – Editora de Informática


VIII

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO 3.11.4 Orientar uma vista de modo a que os eixos X e Y sejam paralelos aos limites da área gráfica............................................................................. 107 3.11.5 Gravar um sistema de coordenadas ............................................................ 108 3.11.6 Restituir um sistema de coordenadas ......................................................... 108 3.11.7 Gerir sistemas de coordenadas .................................................................... 109

4. COMEÇAR A DESENHAR ................................................................................... 111

4.1

4.2

4.3 4.4 4.5

4.6

4.7

Visualizar o desenho.................................................................................................. 111 4.1.1 Deslocar o enquadramento da vista do desenho....................................... 111 4.1.2 Alterar a ampliação da vista do desenho ................................................... 112 4.1.3 Regenerar o desenho ..................................................................................... 113 4.1.4 Suavização de linhas no ecrã ........................................................................ 114 Desenhar as entidades geométricas 2D básicas ..................................................... 115 4.2.1 Desenhar segmentos de reta......................................................................... 115 4.2.2 Desenhar retas ................................................................................................ 117 4.2.3 Desenhar circunferências .............................................................................. 118 4.2.4 Desenhar arcos de circunferência ................................................................ 120 Anular ações anteriores ............................................................................................. 124 Repor ações anuladas ................................................................................................ 125 Selecionar entidades gráficas .................................................................................... 126 4.5.1 Seleção individual de cada entidade ........................................................... 127 4.5.1.1 Seleção de uma entidade coincidente com outras entidades ... 128 4.5.2 Seleção simultânea de múltiplas entidades................................................ 129 4.5.2.1 Selecionar rapidamente todas as entidades gráficas ................. 132 Usar as funções básicas de modificação do desenho ............................................ 132 4.6.1 Apagar ............................................................................................................. 132 4.6.1.1 Apagar entidades duplicadas....................................................... 133 4.6.1.2 Apagar todas as entidades de determinadas layers ................... 134 4.6.2 Copiar .............................................................................................................. 134 4.6.2.1 Copiar por especificação de um vetor ......................................... 135 4.6.2.2 Copiar através da área de transferência do Windows ................ 141 4.6.2.3 Copiar para uma determinada layer ............................................ 142 4.6.3 Criar entidades paralelas .............................................................................. 143 4.6.4 Mover .............................................................................................................. 146 4.6.4.1 Mover por especificação de um vetor ......................................... 147 4.6.4.2 Mover através da área de transferência do Windows ................ 148 4.6.5 Rodar ............................................................................................................... 150 4.6.6 Cortar e estender com base num limite ...................................................... 152 4.6.7 Ligar por boleamento .................................................................................... 158 Modificar as entidades gráficas através de grips.................................................... 161 4.7.1 Grips multifuncionais .................................................................................... 164

© FCA – Editora de Informática


ÍNDICE GERAL

IX

5. MANIPULAR AS PROPRIEDADES GENÉRICAS ......................................................... 165

5.1

5.2 5.3

5.4 5.5 5.6

5.7 5.8

Conhecer as propriedades genéricas ....................................................................... 165 5.1.1 Layer ................................................................................................................. 165 5.1.2 Cor ................................................................................................................... 166 5.1.3 Tipo de linha................................................................................................... 168 5.1.4 Escala do tipo de linha .................................................................................. 168 5.1.5 Espessura de traço ......................................................................................... 169 5.1.6 Transparência ................................................................................................. 170 5.1.7 Estilo de impressão ........................................................................................ 170 Identificar e alterar as propriedades genéricas ativas ........................................... 171 Gerir layers ................................................................................................................... 174 5.3.1 Gerir a lista de layers de um desenho .......................................................... 174 5.3.1.1 Criar novas layers ........................................................................... 175 5.3.1.2 Alterar o nome de uma layer......................................................... 176 5.3.1.3 Eliminar layers................................................................................. 177 5.3.1.4 Juntar várias layers numa única.................................................... 177 5.3.1.5 Conhecer e alterar as propriedades das layers ........................... 178 5.3.2 Manipular rapidamente as propriedades das layers ................................. 186 5.3.2.1 Alterar as propriedades das layers através da Ribbon ............... 186 5.3.2.2 Alterar as propriedades das layers através da seleção de entidades .................................................................................... 186 5.3.2.3 Visualizar e descongelar todas as layers ...................................... 188 5.3.2.4 Recuperar a configuração anterior das layers ............................. 189 5.3.3 Gerir estados de configuração de layers ...................................................... 189 5.3.3.1 Gravar a configuração ativa das propriedades de layers .......... 190 5.3.3.2 Restaurar um estado de configuração de layers ......................... 190 5.3.3.3 Operações de gestão dos estados de configuração de layers .... 192 5.3.4 Filtrar layers..................................................................................................... 193 5.3.4.1 Criar um filtro de propriedades ................................................... 195 5.3.4.2 Criar um filtro de grupo................................................................ 196 5.3.4.3 Manipular filtros de layers ............................................................ 198 5.3.5 Gerir layers através de filtros ........................................................................ 198 Regular globalmente a escala do tipo de linha....................................................... 198 Identificar as propriedades das entidades gráficas ............................................... 201 Alterar as propriedades das entidades gráficas ..................................................... 205 5.6.1 Alterar a layer das entidades gráficas .......................................................... 207 5.6.1.1 Atribuir a layer ativa às entidades................................................ 207 Copiar as propriedades de uma entidade gráfica e aplicar a outras ................... 207 5.7.1 Copiar apenas a propriedade layer .............................................................. 209 Controlar a visibilidade por entidade ..................................................................... 209

© FCA – Editora de Informática


X

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO

6. DESENHAR FORMAS COMPLEXAS ....................................................................... 211

6.1 6.2

6.3 6.4 6.5

6.6

6.7

6.8 6.9

Desenhar elipses ......................................................................................................... 211 Desenhar e editar polilinhas 2D ............................................................................... 215 6.2.1 Desenhar polilinhas 2D ................................................................................. 216 6.2.2 Criar uma polilinha correspondente ao perímetro de uma área ............. 219 6.2.3 Editar polilinhas ............................................................................................. 220 6.2.3.1 Editar polilinhas através de grips ................................................. 228 6.2.3.2 Editar segmentos de uma polilinha ............................................. 228 Desenhar retângulos .................................................................................................. 229 Desenhar polígonos regulares .................................................................................. 231 Desenhar e editar splines ........................................................................................... 233 6.5.1 Desenhar uma spline ...................................................................................... 234 6.5.2 Gerar uma spline resultante da ligação de duas linhas ............................. 237 6.5.3 Editar splines ................................................................................................... 238 6.5.3.1 Editar splines através de grips ....................................................... 240 Criar e modificar tramas ........................................................................................... 241 6.6.1 Aplicar tramas ................................................................................................ 242 6.6.1.1 Escolher o padrão da trama a aplicar .......................................... 243 6.6.1.2 Definir as propriedades da trama a aplicar ................................ 244 6.6.1.3 Estabelecer a origem da trama ..................................................... 247 6.6.1.4 Regular as opções de construção de uma trama ........................ 248 6.6.1.5 Definir a área de aplicação de uma trama .................................. 250 6.6.1.6 Concluir a aplicação de uma trama ............................................. 250 Editar tramas............................................................................................................... 251 6.7.1 Atribuir associatividade a uma trama existente ........................................ 251 6.7.2 Editar uma trama através de grips ............................................................... 252 Identificar a área de uma trama ............................................................................... 253 Criar máscaras de ocultação de áreas do desenho ................................................ 253

7. TIRAR PARTIDO DE BLOCOS ............................................................................. 255

7.1 7.2 7.3

Manipular blocos........................................................................................................ 255 Criar a definição de um bloco................................................................................... 256 Inserir referências de blocos ..................................................................................... 262 7.3.1 Inserir um desenho como bloco do desenho ativo .................................... 267 7.3.2 Separar os componentes de um bloco ......................................................... 268 7.3.3 Alterar a definição de um bloco ................................................................... 269 7.3.3.1 Usar o editor de blocos para alterar a definição de um bloco .. 270 7.3.4 Modificar o nome de um bloco .................................................................... 273

8. MODIFICAR O DESENHO .................................................................................. 275

8.1

Criar cópias múltiplas segundo um padrão ........................................................... 275 8.1.1 Editar um padrão associativo de múltiplas cópias ................................... 287 8.1.1.1 Editar um padrão retangular........................................................ 287

© FCA – Editora de Informática


ÍNDICE GERAL

8.2 8.3 8.4 8.5 8.6

8.7

XI

8.1.1.2 Editar um padrão circular ............................................................. 288 8.1.1.3 Editar um padrão ao longo de um caminho .............................. 289 8.1.1.4 Editar os itens de um padrão........................................................ 290 Alinhar entidades gráficas com outras entidades.................................................. 292 Inverter entidades gráficas........................................................................................ 294 Alterar proporcionalmente o tamanho das entidades gráficas............................ 296 Deformar entidades gráficas segundo uma direção .............................................. 299 Modificar entidades lineares .................................................................................... 301 8.6.1 Quebrar uma entidade gráfica em duas ou eliminar uma parte ............. 301 8.6.2 Alterar o comprimento de entidades gráficas............................................ 304 8.6.3 Ligar duas entidades por chanfro................................................................ 306 8.6.4 Juntar duas ou mais entidades ..................................................................... 310 Controlar a ordem de sobreposição ......................................................................... 312

9. ANOTAR O DESENHO ...................................................................................... 315

9.1

9.2

9.3

9.4

Definir estilos de texto ............................................................................................... 315 9.1.1 Criar um novo estilo de texto ....................................................................... 315 9.1.2 Alterar, renomear ou eliminar um estilo de texto ..................................... 319 Escrita de texto do tipo linha a linha ....................................................................... 319 9.2.1 Editar texto do tipo linha a linha ................................................................. 323 9.2.2 Modificar as propriedades de um texto do tipo linha a linha ................. 324 Escrita de texto do tipo multilinha .......................................................................... 325 9.3.1 Opções do editor de texto ............................................................................. 327 9.3.2 Ajustar a largura do texto ............................................................................. 327 9.3.2.1 Tirar partido dos grips ................................................................... 327 9.3.3 Importar um ficheiro de texto ...................................................................... 328 9.3.4 Inserir caracteres especiais ........................................................................... 329 9.3.5 Escolha do estilo de texto a ser aplicado à escrita ..................................... 330 9.3.6 Alterar a formatação de caracteres .............................................................. 330 9.3.6.1 Reproduzir frações ou tolerâncias ............................................... 332 9.3.7 Alterar a formatação de parágrafos............................................................. 334 9.3.7.1 Usar tabuladores ............................................................................ 334 9.3.7.2 Regular avanços ............................................................................. 336 9.3.7.3 Alterar o modo de alinhamento ................................................... 337 9.3.7.4 Controlar o espaçamento das linhas............................................ 338 9.3.8 Criar listas automáticas ................................................................................. 339 9.3.8.1 Pré-seleção do tipo de lista ........................................................... 340 9.3.8.2 Tipo de lista definido automaticamente ..................................... 341 9.3.9 Formatar o texto em colunas ........................................................................ 342 9.3.10 Controlar o uso de máscara de fundo ......................................... 344 Alterar as entidades de texto do tipo multilinha ................................................... 345 9.4.1 Modificar as propriedades de um texto do tipo multilinha ..................... 346 © FCA – Editora de Informática


XII

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO

9.5 9.6

Localizar e substituir texto ........................................................................................ 346 Verificar e corrigir a ortografia ................................................................................. 350 9.6.1 Verificar e corrigir a ortografia durante a escrita ...................................... 352 9.7 Alinhar texto automaticamente ................................................................................ 353 9.8 Controlar o modo como o texto é invertido ........................................................... 355 9.9 Criar anotações com múltiplas linhas de referência .............................................. 355 9.9.1 Configurar estilos de anotações com múltiplas linhas de referência...... 356 9.9.2 Inserir anotações com linhas de referência................................................. 360 9.9.3 Adicionar ou remover linhas de referência ................................................ 362 9.9.4 Alinhar anotações com linhas de referência .............................................. 362 9.9.5 Agrupar os blocos de várias anotações ....................................................... 364 9.9.6 Editar as anotações através dos seus grips.................................................. 365 9.9.7 Modificar as propriedades de anotações .................................................... 366 9.10 Usar texto automático ................................................................................................ 366 9.10.1 Inserir texto automático ................................................................................ 367 9.10.1.1 Afixar a data de impressão do desenho ...................................... 368 9.10.1.2 Afixar o nome do ficheiro de desenho ........................................ 369 9.10.1.3 Afixar a propriedade de uma entidade gráfica .......................... 370 9.10.2 Atualizar texto automático ........................................................................... 372 9.10.3 Alterar as características de um texto automático..................................... 374 9.10.4 Converter texto automático em texto simples ........................................... 374 10. CONSTRUIR TABELAS ................................................................................... 375

10.1 Criar estilos de tabelas ............................................................................................... 375 10.2 Alterar estilos de tabelas ........................................................................................... 380 10.3 Criar tabelas ................................................................................................................ 380 10.3.1 Criar e preencher uma tabela em branco .................................................... 380 10.3.2 Criar uma tabela ligada a um ficheiro de dados ....................................... 384 10.3.2.1 Inserir células ligadas a um ficheiro de dados ........................... 387 10.3.2.2 Modificar a ligação a um ficheiro de dados ............................... 387 10.3.2.3 Quebrar a ligação de células a um ficheiro de dados................ 389 10.3.3 Modificar tabelas............................................................................................ 389 10.3.3.1 Alterar o estilo da tabela ............................................................... 389 10.3.3.2 Ajustar as dimensões de uma tabela ........................................... 390 10.3.4 Quebrar uma tabela em múltiplas partes ................................................... 391 10.3.5 Editar as células ............................................................................................. 392 10.3.5.1 Ajustar o número de linhas e de colunas de uma tabela .......... 393 10.3.5.2 Unir células ..................................................................................... 393 10.3.5.3 Alterar a formatação das células .................................................. 394 10.3.5.4 Construir fórmulas......................................................................... 395 10.3.5.5 Inserir blocos em células ............................................................... 398 10.3.5.6 Preenchimento automático de células adjacentes...................... 399 © FCA – Editora de Informática


ÍNDICE GERAL

XIII

10.3.5.7 Ajustar as características das células através da paleta de propriedades ............................................................................. 400 10.3.6 Controlar as propriedades de tabelas ......................................................... 400 10.4 Sincronizar os dados entre uma tabela e um ficheiro de dados .......................... 401 10.5 Exportar os dados de uma tabela para um ficheiro............................................... 402 11. USAR REFERÊNCIAS EXTERNAS ...................................................................... 403

11.1 O que são referências externas? ............................................................................... 403 11.2 Associar referências externas.................................................................................... 404 11.2.1 Associar referências externas DWG ............................................................ 405 11.2.1.1 Esbater a luminosidade de uma referência externa DWG ....... 409 11.2.2 Associar referências externas DWF, DWFx, PDF e DGN ......................... 410 11.2.3 Associar imagens como referências externas ............................................. 411 11.3 Gerir referências externas ......................................................................................... 412 11.4 Alterar uma referência externa DWG...................................................................... 417 11.4.1 Reconciliar novas layers................................................................................. 417 11.4.2 Abrir rapidamente uma referência externa DWG ..................................... 419 11.4.3 Editar no local uma referência externa DWG ............................................ 420 11.5 Controlar a moldura de uma referência externa.................................................... 424 11.5.1 Regular a visibilidade de molduras ............................................................ 424 11.6 Recortar referências externas .................................................................................... 425 11.7 Ajustar as propriedades de referências externas não DWG ................................. 427 11.7.1 Regular a visibilidade de layers .................................................................... 428 11.7.2 Regular a possibilidade de seleção de pontos notáveis ............................ 429 11.7.3 Regular a qualidade de afixação de imagens ............................................. 430 11.7.4 Regular a transparência do fundo de uma imagem.................................. 430 12. ASSOCIAR E EXTRAIR DADOS ......................................................................... 431

12.1 Criar e inserir blocos com atributos ......................................................................... 431 12.1.1 Criar a definição de atributos ....................................................................... 432 12.1.2 Alterar a definição de um atributo .............................................................. 436 12.1.3 Definir blocos com atributos ........................................................................ 437 12.1.4 Inserir um bloco com atributos .................................................................... 438 12.1.5 Regular globalmente a visibilidade dos valores dos atributos ................ 441 12.2 Alterar o valor e as características dos atributos ................................................... 442 12.3 Alterar a definição de blocos com atributos ........................................................... 444 12.3.1 Alterar apenas a definição dos atributos inseridos em blocos................. 445 12.3.2 Atualizar os atributos em referências de blocos ........................................ 448 12.4 Extrair dados de objetos para uma tabela ............................................................... 449 12.4.1 Definir a origem dos objetos ........................................................................ 450 12.4.2 Escolher os tipos de objetos .......................................................................... 452 12.4.3 Escolher as propriedades a extrair .............................................................. 452 © FCA – Editora de Informática


XIV

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO

12.4.4 Ordenar os dados extraídos ......................................................................... 453 12.4.5 Filtrar os dados extraídos ............................................................................. 454 12.4.6 Ocultar uma coluna de dados ...................................................................... 455 12.4.7 Alterar os cabeçalhos das colunas ............................................................... 455 12.4.8 Inserir uma coluna com fórmulas ................................................................ 456 12.4.9 Inserir o somatório de uma coluna .............................................................. 457 12.4.10 Definir o formato de dados de uma coluna ............................................... 457 12.4.11 Definir o tipo de extração dos dados .......................................................... 458 12.4.12 Definir a formatação global da tabela ......................................................... 458 12.4.13 Inserir a tabela ................................................................................................ 459 12.5 Atualizar os dados extraídos para uma tabela ....................................................... 460 13. CONFIGURAR ESTILOS DE COTAS..................................................................... 461

13.1 Identificar os elementos que compõem as cotas .................................................... 461 13.2 Criar um estilo de cotas ............................................................................................. 463 13.2.1 Configurar as linhas ...................................................................................... 465 13.2.2 Configurar os símbolos e as setas ................................................................ 466 13.2.3 Configurar o texto .......................................................................................... 467 13.2.4 Configurar a relação entre os elementos das cotas ................................... 467 13.2.5 Configurar as unidades primárias............................................................... 469 13.2.6 Configurar as unidades alternativas ........................................................... 470 13.2.7 Configurar as tolerâncias dimensionais ..................................................... 470 13.3 Alterar um estilo de cotas ......................................................................................... 472 13.4 Comparar dois estilos de cotas ................................................................................. 473 14. COTAR O DESENHO ...................................................................................... 475

14.1 Regular o tipo de cotas a criar .................................................................................. 475 14.2 Cotar o desenho .......................................................................................................... 476 14.2.1 Criar cotas lineares ........................................................................................ 476 14.2.1.1 Cotar elementos interrompidos ................................................... 478 14.2.2 Criar cotas alinhadas ..................................................................................... 479 14.2.3 Criar cotas do comprimento de arcos ......................................................... 481 14.2.4 Criar cotas angulares ..................................................................................... 482 14.2.5 Criar cotas radiais .......................................................................................... 484 14.2.6 Criar cotas de diâmetros ............................................................................... 486 14.2.7 Criar marcas ou linhas de centro ................................................................. 487 14.2.8 Criar cotas por coordenadas......................................................................... 488 14.2.9 Criar cotas em série ....................................................................................... 489 14.2.10 Criar cotas em paralelo ................................................................................. 491 14.3 Indicar o toleranciamento geométrico..................................................................... 492 14.4 Modificar as cotas inscritas no desenho .................................................................. 494 14.4.1 Ajustar o espaçamento entre linhas de cota paralelas .............................. 494 © FCA – Editora de Informática


ÍNDICE GERAL

XV

14.4.2 14.4.3 14.4.4 14.4.5 14.4.6 14.4.7

Interromper linhas de cota ........................................................................... 495 Ajustar os elementos da cotagem através de grips .................................... 496 Rodar o texto de uma cota ............................................................................ 497 Ajustar a inclinação das linhas de chamada .............................................. 499 Alterar as propriedades dos elementos das cotas ..................................... 499 Atualizar as propriedades das cotas de acordo com o estilo a que pertencem ....................................................................................................... 502 14.4.8 Remover a associação das cotas à geometria ............................................. 502 15. PARTILHAR E GERIR CONTEÚDOS .................................................................... 503

15.1 Utilizar o DesignCenter............................................................................................... 503 15.1.1 Definir uma pasta ou ficheiro como Home ................................................. 505 15.1.2 Localizar ficheiros ou objetos ....................................................................... 506 15.1.3 Inserir objetos no desenho ativo .................................................................. 507 15.1.3.1 Inserir desenhos ............................................................................. 507 15.1.3.2 Inserir referências de blocos ......................................................... 508 15.2 Purgar objetos não necessários ao desenho ............................................................ 509 15.3 Criar um novo desenho com base em conteúdos de um desenho ...................... 511 15.4 Exportar informação para outros formatos ............................................................ 513 15.5 Importar informação de outros formatos ............................................................... 514 15.6 Ligar ou incorporar conteúdos de outros programas ........................................... 515 16. TRABALHAR DE MODO EFICIENTE .................................................................... 519

16.1 Selecionar com base em propriedades .................................................................... 519 16.1.1 Selecionar entidades similares ..................................................................... 519 16.1.2 Selecionar com base em critérios de filtragem ........................................... 520 16.2 Desenhar entidades com base em propriedades ................................................... 525 16.3 Manipular vistas designadas por nome .................................................................. 526 16.3.1 Gravar uma vista ........................................................................................... 526 16.3.2 Restituir uma vista gravada ......................................................................... 528 16.3.3 Alterar uma vista gravada ............................................................................ 530 16.3.4 Eliminar uma vista......................................................................................... 530 16.4 Trabalhar com várias janelas de visualização ........................................................ 530 16.4.1 Criar janelas de visualização ........................................................................ 532 16.4.1.1 Manipular diretamente as divisões das janelas de visualização .. 535 16.4.2 Unir duas janelas de visualização................................................................ 536 16.4.3 Restituir uma única janela de visualização ................................................ 536 16.4.4 Restituir uma configuração de janelas de visualização ............................ 537 16.5 Trabalhar com entidades com comportamento de anotação ............................... 538 16.5.1 Regular a escala de representação do desenho .......................................... 539 16.5.2 Atribuir comportamento de anotação a uma entidade ............................ 540 16.5.3 Inserir entidades com comportamento de anotação ................................. 541 © FCA – Editora de Informática


XVI

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO

16.5.4 Gerir as escalas associadas a uma entidade ............................................... 541 16.5.5 Controlo da visualização em função da escala ativa ................................ 544 16.5.6 Ajustar a posição das representações das diferentes escalas ................... 544 16.6 Inserir pontos .............................................................................................................. 545 16.6.1 Configurar a apresentação de pontos ......................................................... 546 16.7 Dividir entidades lineares ......................................................................................... 547 16.7.1 Dividir uma linha em partes iguais ............................................................. 547 16.7.2 Dividir uma linha segundo um dado espaçamento.................................. 549 16.7.3 Inverter o sentido de construção de linhas ................................................ 551 16.8 Desenho paramétrico ................................................................................................. 552 16.8.1 Constrangimentos geométricos ................................................................... 553 16.8.1.1 Aplicar manualmente constrangimentos geométricos após o traçado .......................................................................................... 555 16.8.1.2 Aplicar automaticamente constrangimentos geométricos após o traçado ................................................................................. 557 16.8.1.3 Aplicar automaticamente constrangimentos geométricos com o traçado ................................................................................. 559 16.8.1.4 Regular a visibilidade de constrangimentos geométricos ........ 559 16.8.1.5 Eliminar constrangimentos geométricos .................................... 561 16.8.1.6 Relaxar um constrangimento geométrico ................................... 562 16.8.2 Constrangimentos dimensionais ................................................................. 562 16.8.2.1 Aplicar constrangimentos dimensionais .................................... 564 16.8.2.2 Configurar a aparência e a visibilidade de constrangimentos dimensionais ................................................................................... 568 16.8.2.3 Gerir constrangimentos dimensionais ........................................ 569 16.8.2.4 Eliminar constrangimentos dimensionais .................................. 572 17. MODELAR EM 3D ........................................................................................ 573

17.1 Ambiente de trabalho 3D .......................................................................................... 573 17.2 Controlar o ponto de vista ........................................................................................ 574 17.2.1 Escolher uma vista predefinida ou gravada pelo utilizador ................... 574 17.2.2 Alterar o ponto de vista com base no movimento orbital do observador................................................................................................. 575 17.2.3 Usar o cubo de visualização ......................................................................... 577 17.2.3.1 Alterar o tipo de projeção ............................................................. 579 17.2.4 Usar a roda de navegação ............................................................................. 580 17.2.4.1 Configurar a roda de navegação .................................................. 582 17.2.4.2 Navegação orbital .......................................................................... 583 17.2.4.3 Alterar a distância do observador................................................ 584 17.2.4.4 Efetuar uma panorâmica ............................................................... 584 17.2.4.5 Rodar o olhar em torno da posição do observador ................... 585 17.2.4.6 Recorrer ao histórico de pontos de vista ..................................... 585 © FCA – Editora de Informática


ÍNDICE GERAL XVII

17.3 17.4

17.5

17.6

17.2.5 Definir com rigor a posição do observador ................................................ 586 17.2.5.1 Alterar as propriedades de uma câmara..................................... 588 Ampliar ou reduzir o tamanho do modelo ............................................................ 589 Manipular estilos de visualização ............................................................................ 590 17.4.1 Aplicar um estilo de visualização ................................................................ 591 17.4.2 Gerir estilos de visualização ......................................................................... 591 17.4.2.1 Configurar as propriedades de um estilo de visualização ....... 593 Manipular o sistema de coordenadas em 3D ......................................................... 597 17.5.1 Definir sistemas de coordenadas ................................................................. 598 17.5.1.1 Especificação de três pontos ......................................................... 599 17.5.1.2 Rotação segundo um dos eixos X, Y, ou Z.................................. 599 17.5.1.3 Correspondente a um objeto ........................................................ 600 17.5.1.4 Especificação do eixo Z ................................................................. 600 17.5.1.5 Deslocação da origem .................................................................... 601 17.5.1.6 Correspondente a uma face .......................................................... 601 17.5.1.7 Aquisição dinâmica de um sistema de coordenadas ................ 601 Criar entidades 3D ..................................................................................................... 603 17.6.1 Criar e editar entidades lineares 3D ............................................................ 605 17.6.1.1 Criar e editar polilinhas 3D .......................................................... 605 17.6.1.2 Criar e editar splines 3D ................................................................. 606 17.6.1.3 Criar e editar helixes ....................................................................... 607 17.6.2 Gerar entidades lineares a partir de arestas de corpos 3D ....................... 608 17.6.2.1 Criar uma linha paralela às arestas de uma face plana............. 608 17.6.2.2 Extrair arestas de regiões e de corpos 3D ................................... 609 17.6.3 Criar regiões ................................................................................................... 610 17.6.4 Criar superfícies ou sólidos .......................................................................... 611 17.6.4.1 Criar um corpo por extrusão ........................................................ 612 17.6.4.2 Criar um corpo por revolução ...................................................... 615 17.6.4.3 Criar um corpo por extrusão segundo um percurso ................. 616 17.6.4.4 Criar um corpo através da ligação de várias secções ................ 618 17.6.5 Criar superfícies ............................................................................................. 621 17.6.5.1 Criar superfícies planas ................................................................. 621 17.6.5.2 Criar uma superfície através de uma rede de perfis ................. 621 17.6.5.3 Criar uma superfície por ligação de duas superfícies ............... 622 17.6.5.4 Criar uma superfície que feche uma abertura numa superfície ......................................................................................... 624 17.6.5.5 Criar uma superfície paralela a outra superfície ....................... 624 17.6.5.6 Criar uma superfície por boleamento entre duas superfícies .. 626 17.6.5.7 Criar uma superfície por extensão de outra superfície ............. 627 17.6.5.8 Converter sólidos e regiões em superfícies ................................ 628

© FCA – Editora de Informática


XVIII AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO

17.6.6 Criar sólidos ................................................................................................... 629 17.6.6.1 Criar um sólido por pressão ou puxão........................................ 629 17.6.6.2 Criar um sólido por atribuição de espessura a uma superfície.. 630 17.6.6.3 Criar um sólido por extrusão de um retângulo segundo um percurso .................................................................................... 631 17.6.6.4 Criar um sólido com base num grupo de superfícies que encerrem um volume ............................................................. 632 17.7 Selecionar corpos 3D.................................................................................................. 633 17.7.1 Selecionar subobjetos de superfícies ou de sólidos ................................... 634 17.7.1.1 Filtrar um tipo de subobjeto ......................................................... 634 17.8 Modificar entidades 3D ............................................................................................. 634 17.8.1 Manipular propriedades e grips de sólidos e de superfícies processuais .... 634 17.8.2 Editar subobjetos de sólidos ......................................................................... 635 17.8.3 Modificar superfícies NURBS ...................................................................... 636 17.8.3.1 Controlar a visualização dos vértices de controlo de superfícies NURBS.................................................................... 637 17.8.3.2 Reconstruir uma superfície NURBS ............................................ 638 17.8.3.3 Converter superfícies processuais em superfícies NURBS....... 639 17.8.4 Cortar superfícies e regiões .......................................................................... 640 17.8.4.1 Anular o corte de superfícies e de regiões .................................. 641 17.8.5 Dividir sólidos e superfícies ......................................................................... 641 17.8.6 Compor sólidos .............................................................................................. 642 17.8.6.1 Unir sólidos ..................................................................................... 642 17.8.6.2 Intersetar sólidos ............................................................................ 643 17.8.6.3 Subtrair sólidos............................................................................... 644 17.8.6.4 Bolear arestas de sólidos ............................................................... 645 17.8.6.5 Chanfrar arestas de sólidos........................................................... 646 17.8.7 Editar sólidos compostos .............................................................................. 648 17.8.8 Tirar partido de um gizmo nas operações de edição ................................. 649 17.8.8.1 Alterar a orientação dos eixos do gizmo ...................................... 650 17.8.8.2 Deslocar a posição do gizmo ......................................................... 650 17.8.8.3 Acionar a operação de edição relativa ao gizmo afixado .......... 651 18. PREPARAR FOLHAS DE DESENHO PARA IMPRESSÃO .............................................. 653

18.1 Apresentar desenhos ................................................................................................. 653 18.2 Gerir Layouts ............................................................................................................... 654 18.2.1 Alterar o nome de um Layout ....................................................................... 655 18.2.2 Inserir um novo Layout em branco .............................................................. 655 18.2.3 Inserir um Layout com base num modelo ................................................... 655 18.2.4 Mover ou copiar um Layout .......................................................................... 656 18.2.5 Eliminar um Layout........................................................................................ 657 18.3 Compor folhas de desenho ....................................................................................... 657 © FCA – Editora de Informática


ÍNDICE GERAL

XIX

18.3.1 Configurar o modo de impressão de uma folha ........................................ 657 18.3.2 Desenhar a estrutura da folha e a legenda ................................................. 663 18.3.3 Criar janelas de visualização do modelo .................................................... 665 18.3.3.1 Desenhar uma janela de visualização poligonal ........................ 665 18.3.3.2 Criar várias janelas de visualização numa folha........................ 667 18.3.4 Trabalhar na área do papel e na área do modelo ...................................... 669 18.3.4.1 Expandir a área de uma janela de visualização de um Layout ... 671 18.3.5 Ajustar o conteúdo das janelas de visualização......................................... 671 18.3.5.1 Escolher a escala de representação e o enquadramento do modelo ....................................................................................... 671 18.3.5.2 Controlar as layers por cada janela de visualização................... 674 18.3.5.3 Anular a independência do controlo das layers por janela de visualização ............................................................................... 677 18.3.5.4 Regular globalmente a escala de tipo de linha ........................... 678 18.3.6 Alterar a forma e disposição das janelas de visualização......................... 680 18.3.6.1 Rodar uma janela de visualização ............................................... 681 18.3.6.2 Recortar uma janela de visualização ........................................... 682 18.3.6.3 Alinhar vistas de diferentes janelas de visualização ................. 682 18.4 Exportar um Layout para o espaço do modelo ....................................................... 684 19. IMPRIMIR ................................................................................................. 685

19.1 19.2 19.3 19.4 19.5

Pré-visualizar o resultado da impressão ................................................................. 685 Configurar o carimbo de impressão ........................................................................ 686 Imprimir um único desenho ..................................................................................... 688 Imprimir múltiplos desenhos de uma só vez ......................................................... 692 Imprimir em 3D .......................................................................................................... 697 19.5.1 Publicar um modelo 3D no formato DWF ou DWFx................................ 698 19.5.2 Gerar um ficheiro STL para impressão 3D ................................................. 700

A. LISTAS DE CONSULTA RÁPIDA .......................................................................... 703

A.1 A.2 A.3 A.4

Atalhos de teclado de uso temporário .................................................................... 703 Teclas de função ......................................................................................................... 704 Caracteres especiais (Metacaracteres) ..................................................................... 705 Fator global da escala de tipos de linha .................................................................. 705

B. LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA ............................................................................. 707

B.1 B.2

B.3 B.4

Registo na nuvem a partir do AutoCAD ................................................................ 707 Definir a localização geográfica de um desenho.................................................... 708 B.2.1 Localização especificada a partir de um mapa .......................................... 708 B.2.2 Localização especificada a partir de um ficheiro....................................... 712 Controlar a representação de um mapa online ....................................................... 713 Capturar uma área de um mapa online ................................................................... 713 B.4.1 Controlar a área capturada de um mapa online ......................................... 714 © FCA – Editora de Informática


XX

B.5 B.6

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO Gerir a localização geográfica de um desenho ....................................................... 715 B.5.1 Marcar pontos correspondentes a coordenadas geográficas ................... 716 Tirar partido da localização geográfica na associação de referências externas DWG ............................................................................................................. 717

GLOSSÁRIO DE TERMOS PORTUGUÊS EUROPEU/PORTUGUÊS DO BRASIL ......................... 719 ÍNDICE REMISSIVO ........................................................................................... 721

ANEXOS EXTRA – Disponíveis na Web em www.fca.pt: C. BLOCOS DINÂMICOS D. TRABALHO COLABORATIVO ATRAVÉS DA NUVEM E. CONFIGURAR VÁRIOS ASPETOS DO PROGRAMA

© FCA – Editora de Informática


1

CONHECER O AMBIENTE DE TRABALHO

1

Antes de começar a criar o seu primeiro desenho digital, deve saber como comunicar com o AutoCAD e como este comunica consigo. Para esse efeito, necessita de conhecer bem o ambiente de trabalho do programa.

1.1

INICIAR O PROGRAMA

Para iniciar o AutoCAD 2015 ou o AutoCAD LT 2015, faça duplo clique com o botão esquerdo do rato sobre o respetivo ícone, que se encontra localizado no ambiente de trabalho do Windows (figura 1.1).

AutoCAD 2015 - English

AutoCAD LT 2015 - English

FIGURA 1.1 – Ícones do AutoCAD 2015 e do AutoCAD LT 2015

Em alternativa, inicie qualquer um dos programas a partir do menu Iniciar (Start) do Windows. Se o programa não for iniciado imediatamente, não repita o procedimento logo em seguida; aguarde um pouco mais a sua abertura, caso contrário, corre o risco de abrir mais do que uma sessão do programa (veja como encerrar uma sessão no final deste capítulo).

1.2

SEPARADOR NEW TAB

Quando o AutoCAD é iniciado, é aberta automaticamente a página Create do separador New Tab (figura 1.2). Essa página inclui opções para iniciar um novo desenho ou abrir desenhos previamente gravados, apresentando ainda a lista de desenhos recentemente abertos, a partir da qual poderá abrir rapidamente qualquer um deles. Esta página será também mostrada automaticamente sempre que não se encontrar pelo menos um desenho aberto.

© FCA – Editora de Informática


74

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO

3.2.1.2 COORDENADAS DOS PONTOS SEGUINTES DE UM TRAÇADO

Quando se trata da especificação de pontos de um traçado para além do primeiro, são afixadas, por predefinição, as coordenadas polares relativas da posição do cursor (desde que o componente Dimension Input não esteja também ligado). Para indicar uma coordenada polar relativa (figura 3.11), comece por digitar o valor da distância; depois, pressione a tecla Tab, digite o valor do ângulo e pressione a tecla Enter para terminar. Caso o valor do ângulo afixado esteja correto, em correspondência a uma direção constrangida pelo modo Ortho ou pela função Polar Tracking (descritas mais à frente), pressione a tecla Enter logo após digitar a distância (processo mais eficiente de especificar os pontos de um traçado para além do primeiro).

FIGURA 3.11 – Especificação de coordenadas polares relativas

Sempre que uma coordenada relativa deva ser indicada segundo o formato cartesiano (apesar de ser afixada no formato polar), comece por digitar o valor da primeira coordenada (x); depois, introduza uma vírgula (em vez de Tab), digite o valor de y e pressione a tecla Enter para terminar. INDICAÇÃO DE COORDENADAS ABSOLUTAS NOS PONTOS PARA ALÉM DO PRIMEIRO Se necessitar de indicar uma coordenada absoluta de um ponto que não seja o primeiro do traçado, comece por digitar o símbolo de cardinal (#) antes de introduzir os valores das coordenadas.

INDICAÇÃO DE COORDENADAS RELATIVAS NO TRAÇADO DE ARCOS E CIRCUNFERÊNCIAS No traçado de arcos baseado em três pontos ou no traçado de circunferências baseado em dois ou três pontos, o uso do componente Pointer Input pressupõe sempre coordenadas cartesianas absolutas. Para especificar uma coordenada relativa, comece por digitar o símbolo de arroba (@) antes de introduzir os valores das coordenadas, tal como se os introduzisse através da linha de comando.

3.2.2

INTRODUÇÃO DE DIMENSÕES

Quando este componente (Dimension Input) está ativo, a indicação de um ponto de um traçado para além do primeiro é efetuada através das cotas da distância e do ângulo entre a posição do cursor e o ponto anterior (figura 3.12).

FIGURA 3.12 – Especificação de um segundo ponto através de duas cotas © FCA – Editora de Informática


USAR AS FERRAMENTAS AUXILIARES

75

Na realidade, o valor dessas duas cotas equivale às coordenadas polares relativas do ponto a especificar, tal como seriam introduzidas através do uso do componente Pointer Input (ver figura 3.11). A cota que, no ecrã, é destacada a azul encontra-se ativa para edição. Para especificar o valor respetivo, basta digitá-lo. Para alternar entre as duas cotas, linear e angular, use a tecla Tab. Para terminar a especificação do ponto, pressione a tecla Enter.

3.2.3

INTRODUÇÃO DE COMANDOS/VARIÁVEIS

Quando este componente (Dynamic Prompts) da Introdução dinâmica de dados está ativo, é possível visualizar, junto ao cursor do rato, os comandos/variáveis introduzidos e a solicitação de dados por parte do programa (figura 3.13).

FIGURA 3.13 – Introdução de comandos e solicitação de dados junto ao cursor

Caso seja solicitado um determinado dado, mas exista a possibilidade de escolha de outras opções, é mostrado um símbolo com uma seta a apontar para baixo []. Para selecionar uma dessas opções alternativas, pressione a seta equivalente no teclado e, em seguida, no menu que é aberto (ver figura 3.13), clique na opção a escolher (tenha em conta que as opções alternativas propostas por um comando também podem ser selecionadas no menu do botão direito do rato, método que evita ter de usar o teclado).

3.3

FORMATO DAS UNIDADES

O formato em que as unidades são especificadas no AutoCAD e a grandeza que representam (metros, centímetros, milímetros, etc.) podem ser configurados de forma diferente por cada desenho, devendo ser definidos em função da natureza do desenho a realizar. A configuração das unidades predefinida em cada novo desenho depende do modelo de desenho (Template) que lhe deu origem. Para alterar essa configuração, quando necessário, proceda do seguinte modo:

1) Clique no símbolo do AutoCAD situado no canto superior esquerdo da janela do programa (menu da aplicação). Depois, selecione o ícone Drawing Utilities e, em seguida, no menu que é apresentado, escolha Units (figura 3.14). Em alternativa, introduza U N I T S ou U N na linha de comando. © FCA – Editora de Informática


146

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO

11) Depois, selecione o arco de circunferência (S1 – figura 4.31).

Select object to offset or [Exit/Undo] <Exit>:

Pt S1 FIGURA 4.31 – Seleção do arco que serve de base à criação da paralela e indicação do ponto por onde passará a nova entidade

12) Em seguida, para especificar o ponto por onde passará o arco paralelo, indique o ponto correspondente ao extremo esquerdo do segmento de reta mais próximo (Pt – ver figura 4.31), após o que é criado um arco concêntrico com o original. Specify through point or [Exit/Multiple/Undo] <Exit>:

13) Para terminar, pressione Esc ou Enter. Select object to offset or [Exit/Undo] <Exit>: Quando pretender criar uma outra paralela passante por um ponto, mas tendo por base outra entidade gráfica, selecione a entidade em questão em vez de cancelar o comando e, em seguida, repita os passos 12 e 13.

4.6.4

MOVER O AutoCAD disponibiliza os seguintes métodos de mover entidades: Deslocação por especificação de um vetor – Este método permite mover, numa mesma área de trabalho, através da definição da distância relativa entre a posição original e a posição de destino. Deslocação através do uso das teclas de cursor – Este método permite mover nas direções horizontal e vertical, numa mesma área de trabalho, pressionando a tecla Ctrl ao mesmo tempo que pressiona uma das teclas dos cursores (as entidades têm de ser previamente selecionadas). Deslocação através da área de transferência do Windows (Clipboard) – Este método permite mover entidades entre diferentes ficheiros de desenho ou entre diferentes áreas de trabalho do mesmo ficheiro, tirando partido da área de transferência do Windows.

Por predefinição, as entidades gráficas deslocadas durante um processo de edição são mostradas enquanto decorre a deslocação. Caso tal não aconteça quando move entidades, acione o comando DRAGMODE e, em seguida, escolha a opção Auto.

© FCA – Editora de Informática


COMEÇAR A DESENHAR

147

4.6.4.1 MOVER POR ESPECIFICAÇÃO DE UM VETOR

O comando M O V E permite mover, numa mesma área de trabalho (Model ou Layout), uma ou várias entidades gráficas segundo uma determinada distância e direção. A distância e a direção podem ser definidas através de dois modos: especificação de dois pontos ou especificação do valor da deslocação (para mais informações sobre este assunto, consulte o tópico Copiar por especificação de um vetor, já apresentado neste capítulo). EXERCÍCIO 4.6 Neste exercício, irá mover várias entidades gráficas, representando uma cadeira, uma secretária, uma mesa e um computador, de forma a obter a disposição ilustrada na figura 4.32. Desenho original

Desenho final

FIGURA 4.32 – Resultado da deslocação de diversas entidades gráficas no exercício

1) Abra o desenho Mover_01.dwg. 2) Confirme que a função Object Snap está ativa em contínuo, incluindo, no mínimo, o modo Endpoint.

3) No painel Modify do separador Home da Ribbon, selecione Move. Em alternativa, introduza M O V E ou M  na linha de comando.

4) Selecione a mesa retangular situada no canto superior esquerdo do desenho (S1 – figura 4.33) e, em seguida, pressione Enter para terminar a seleção. Select objects:

5) Depois, para especificar o ponto de base da definição do vetor de deslocação, selecione o ponto identificado como P1 na figura 4.33. Specify base point or [Displacement] <Displacement>: Quando a deslocação deva ser definida através da indicação de uma coordenada relativa e não pela especificação de dois pontos, introduza, neste passo, o valor correspondente através do teclado. © FCA – Editora de Informática


148

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO P1

P2

S1

FIGURA 4.33 – Seleção da mesa a mover e definição do vetor de deslocação

6) Em seguida, para especificar o segundo ponto da definição do vetor de deslocação, selecione o ponto identificado como P2 na figura 4.33, após o que a mesa é movida. Specify second point or <use first point as displacement>: Caso, no passo anterior, tenha introduzido a coordenada relativa que define a deslocação, pressione Enter neste passo em vez de selecionar um ponto.

7) Pressione Enter para repetir o comando M O V E . 8) Selecione, através de uma janela de interseção, a secretária, a cadeira e o computador (S1 e S2 – figura 4.34) e, para terminar a seleção, pressione Enter. P2 P1

S1

S2 FIGURA 4.34 – Seleção das restantes entidades a mover e definição do vetor de deslocação

9) Para especificar o vetor de deslocação através de dois pontos, comece por selecionar o ponto identificado como P1 na figura 4.33 e, em seguida, selecione o ponto identificado como P2 na mesma figura, após o que as entidades são movidas. 4.6.4.2 MOVER ATRAVÉS DA ÁREA DE TRANSFERÊNCIA DO WINDOWS

Quando necessitar de mover entidades gráficas entre diferentes ficheiros de desenho ou entre diferentes áreas de trabalho do mesmo ficheiro (Model/Layouts), deverá tirar partido da área de transferência do Windows, procedendo do seguinte modo:

1) Selecione todas as entidades a copiar. © FCA – Editora de Informática


ASSOCIAR E EXTRAIR DADOS

441

12.1.5 REGULAR GLOBALMENTE A VISIBILIDADE DOS VALORES DOS ATRIBUTOS Por omissão, os desenhos só afixam os valores correspondentes aos atributos que não possuam o parâmetro Invisible ativo. No entanto, em certas circunstâncias, poderá ser necessário ocultar ou visualizar todos os valores, independentemente da forma como se encontra regulado o parâmetro referido. O comando A T T D I S P controla esse comportamento (figura 12.11). NORMAL

ON

OFF

Móveis LEAL S-103 500

Móveis LEAL S-103 Móveis LEAL C-14 Móveis LEAL M-021

Móveis LEAL C-14 300 Móveis LEAL M-021 260

FIGURA 12.11 – Opções de controlo global da visibilidade dos atributos (ATTDISP)

EXERCÍCIO 12.4 Neste exercício, irá regular globalmente, para todo o desenho, a visibilidade dos valores dos atributos.

1) Abra o desenho Atributos_04.dwg. 2) Introduza A T T D I S P na linha de comando. 3) Depois, ao ser solicitada a escolha de uma opção, introduza O N  . Enter attribute visibility setting [Normal/ON/OFF] <Normal>: Observe que todos os valores dos atributos passam a estar visíveis, independentemente de os atributos terem ou não sido criados como invisíveis.

4) Pressione para acionar novamente o comando e, em seguida, introduza O F F .

Observe que todos os valores dos atributos foram ocultados.

5) Pressione para acionar pela última vez o comando A T T D I S P e, em seguida, introduza N  (de Normal), de modo a repor a situação predefinida, em que só são mostrados os valores dos atributos que não tenham sido definidos com o modo Invisible.

© FCA – Editora de Informática


442

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO

12.2 ALTERAR O VALOR E AS CARACTERÍSTICAS DOS ATRIBUTOS Após ter inserido diversos blocos com atributos, é natural que venha a ser necessário alterar, em algumas referências desses blocos, os valores dos atributos ou algumas propriedades do texto respetivo (altura, rotação, layer, cor, etc.). Para esse efeito, veja como proceder no exercício seguinte. EXERCÍCIO 12.5 Neste exercício, irá alterar o valor de atributos em duas referências de bloco, bem como modificar a altura e a cor do texto de um desses atributos (figura 12.12). ORIGINAL Móveis LEAL S-103 500

ALTERADO Móveis LEAL S-120 550

Móveis LEAL C-14 300 Móveis LEAL M-021 260

Móveis LEAL C-16

350 Móveis LEAL M-021 260

FIGURA 12.12 – Alteração de valores e propriedades de atributos

1) Abra o desenho Atributos_05.dwg. 2) Selecione o bloco da secretária retangular e verifique se é aberta a paleta do comando Q U I C K P R O P E R T I E S ; em caso negativo, introduza Q P ou clique no botão Quick Properties localizado na barra de estados (tenha presente que, por predefinição, esse botão não é mostrado).

3) Na paleta de afixação rápida de propriedades, clique no campo correspondente ao atributo Modelo e altere o seu valor para S-120. Em seguida, altere o valor do atributo Custo para 550 (figura 12.13).

FIGURA 12.13 – Alteração dos valores de atributos na paleta de afixação rápida de propriedades © FCA – Editora de Informática


TRABALHAR DE MODO EFICIENTE

569

Escolha do formato de afixação dos constrangimentos dimensionais Mostrar ou não um cadeado nas cotas correspondentes a constrangimentos dimensionais Quando uma entidade é selecionada, mostrar ou não os respetivos constrangimentos dimensionais dinâmicos ocultos

FIGURA 16.52 – Configuração da aparência/visibilidade de constrangimentos dimensionais

Ao abrir um desenho que possua constrangimentos dimensionais dinâmicos, os símbolos respetivos não são mostrados. Para, nessas circunstâncias, forçar a visualização de todos os símbolos desse tipo de constrangimentos, selecione Show All no painel Dimensional do separador Parametric da Ribbon. Para forçar apenas a visualização dos constrangimentos dimensionais dinâmicos aplicados a um determinado conjunto de entidades, selecione Show/Hide no painel Dimensional do separador Parametric da Ribbon e, em seguida, selecione as entidades em questão (pressione duas vezes em Enter para terminar). AUTOCAD LT Apesar de o AutoCAD LT não permitir gerar constrangimentos dimensionais, possibilita controlar a sua visibilidade, bem como eliminá-los, caso eles já se encontrem aplicados a um desenho.

16.8.2.3 GERIR CONSTRANGIMENTOS DIMENSIONAIS

Embora o nome e a expressão de um constrangimento dimensional possam ser alterados através da edição direta do texto apresentado pela entidade respetiva (fazendo duplo clique sobre a entidade), essas alterações também podem ser efetuadas através da paleta do gestor de parâmetros (figura 16.53), como se descreve no exercício seguinte. Quando um bloco não está em edição, o gestor de parâmetros identifica todos os constrangimentos dimensionais (Dimensional Constraint Parameters e Reference Parameters) e os parâmetros criados pelo utilizador (User Parameters), à exceção dos que façam parte da definição de blocos. Quando o editor de blocos está ativo, o gestor de

© FCA – Editora de Informática


570

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO

parâmetros apresenta apenas os parâmetros que fazem parte do bloco em edição, incluindo os atributos existentes na definição do bloco. Criar um parâmetro definido pelo utilizador Criar um filtro de parâmetros

Eliminar os parâmetros selecionados

Localizar parâmetros através de uma cadeia de caracteres do seu nome

Lista de filtros de parâmetros

Fechar/abrir o painel da lista de filtros Inverter o efeito do filtro selecionado

Lista de parâmetros

FIGURA 16.53 – Descrição da paleta de gestão de parâmetros

FILTROS DE PARÂMETROS Os filtros de parâmetros ajudam a gestão deste tipo de entidades em desenhos que possuam muitos constrangimentos dimensionais. O programa disponibiliza um filtro predefinido (All used in expressions) que isola os parâmetros que estejam referidos em expressões e os correspondentes a essas expressões. Para atribuir, a um filtro, parâmetros criados pelo utilizador, selecione-os na lista de parâmetros e arraste-os para o nome do filtro. Para remover, de um filtro, um parâmetro, selecione-o quando o filtro está escolhido e, em seguida, no menu do rato, selecione Remove from Group Filter. Para eliminar um filtro, selecione-o e, em seguida, no menu do rato, escolha a opção Delete.

EXERCÍCIO 16.11 Neste exercício, irá alterar as expressões que definem o valor de alguns constrangimentos dimensionais aplicados ao desenho de uma cantoneira, de forma a relacioná-los entre si, e criará um parâmetro definido pelo utilizador que será utilizado para controlar, de forma proporcional, o tamanho global da geometria.

1) Abra o desenho Constrangimentos_03.dwg. © FCA – Editora de Informática


TRABALHAR DE MODO EFICIENTE

571

2) Selecione Parameters Manager no painel Manage do separador Parametric da Ribbon. Em alternativa, introduza P A R A M E T E R S na linha de comando.

3) Na paleta Parameters Manager, clique na célula da coluna Expression relativa ao constrangimento d1 e altere a expressão para d2*2 (figura 16.54), de forma que o comprimento de uma das abas da cantoneira corresponda sempre ao dobro do comprimento da outra.

4) Altere também a expressão relativa aos constrangimentos d4 e rad3, de acordo com o indicado na figura 16.54.

FIGURA 16.54 – Alteração das expressões que definem alguns constrangimentos dimensionais

5) Na paleta Parameters Manager, selecione o ícone correspondente à criação de parâmetros definidos pelo utilizador (ver figura 16.54).

6) Verifique que é criado o parâmetro designado User 1. Clique sobre o seu nome e altere-o para Factor (figura 16.55). Tenha em conta que os nomes dos parâmetros têm um limite de 256 caracteres, não podem conter espaços ou caracteres especiais e não podem ser iniciados com um algarismo.

7) Altere as expressões correspondentes aos parâmetros d2, d3, rad1 e rad2, de forma a acrescentar a multiplicação pela variável Factor, como se ilustra na figura 16.55. As expressões que definem o valor de constrangimentos dimensionais também podem ser alteradas através da propriedade Expression deste género de entidades (ver figura 16.44).

© FCA – Editora de Informática


624

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO

17.6.5.4 CRIAR UMA SUPERFÍCIE QUE FECHE UMA ABERTURA NUMA SUPERFÍCIE

O comando S U R F P A T C H permite gerar uma nova superfície que feche uma abertura numa superfície existente (a abertura tem de corresponder a um perímetro fechado) (figura 17.59).

FIGURA 17.59 – Superfície criada em resultado do fecho de uma abertura numa superfície existente

Para criar uma superfície que feche uma abertura numa superfície existente, selecione Patch no painel Create do separador Surface da Ribbon. Em alternativa, introduza S U R F P A T C H na linha de comando. Em primeiro lugar, o comando informa os valores ativos correspondentes à continuidade (Continuity) e à amplitude da curvatura (Bulge magnitude), cuja influência é descrita no tópico anterior. Em seguida, selecione as arestas correspondentes à abertura a fechar e pressione Enter para continuar, após o que é pré-visualizada a superfície a ser gerada. Para selecionar mais rapidamente uma cadeia de arestas, use a opção Chain. Pressione Enter para concluir o comando ou, em alternativa, use primeiro a opção Continuity, para alterar o modo de continuidade, e/ou a opção Bulge magnitude, para alterar o valor da amplitude da curvatura (a primeira destas opções também pode ser ajustada através do menu dos grips afixado – ver figura 17.59). 17.6.5.5 CRIAR UMA SUPERFÍCIE PARALELA A OUTRA SUPERFÍCIE

O comando S U R F O F F S E T permite a criação de uma nova superfície paralela a uma superfície existente segundo uma dada distância a especificar (figura 17.60). Durante o processo, o utilizador pode optar por criar um sólido correspondente à ligação entre a superfície original e a superfície paralela a ser gerada ou duas superfícies, uma de cada lado da superfície original.

© FCA – Editora de Informática


MODELAR EM 3D

625

FIGURA 17.60 – Superfície criada por paralelismo a uma superfície existente

Para criar uma superfície paralela a uma superfície existente, selecione Offset no painel Create do separador Surface da Ribbon. Em alternativa, introduza S U R F O F F S E T na linha de comando. Em primeiro lugar, o comando informa se a opção de manutenção da ligação entre as superfícies paralelas a gerar (Connect adjacent edges) está ligada ou não (esta opção aplica-se apenas quando são selecionadas várias superfícies e estas encontram-se ligadas entre si como se fossem uma única). Em seguida, selecione a superfície ou as superfícies que sirvam de base ao processo de criação e pressione Enter para continuar. Depois, especifique a distância a considerar, após o que o processo é terminado, ou, em alternativa, use primeiro uma das seguintes opções: Flip direction – Esta opção permite inverter o sentido da medição da distância da superfície existente à nova superfície a criar (afixada graficamente através de vetores que nascem na superfície existente – figura 17.61), ou seja, conduz a que a nova superfície seja criada do lado contrário ao predefinido.

FIGURA 17.61 – Afixação do sentido de medição da distância da superfície existente à nova superfície paralela a criar

© FCA – Editora de Informática


714

B.4.1

AUTOCAD 2015 & AUTOCAD LT 2015 – CURSO COMPLETO

CONTROLAR A ÁREA CAPTURADA DE UM MAPA ONLINE

A área capturada de um mapa online pode ser movida ou rodada e o seu tamanho pode ser alterado através da edição dos grips dos seus cantos. Em qualquer desses casos, a imagem cartográfica correspondente à área capturada é imediatamente regenerada para corresponder às novas coordenadas do respetivo perímetro, desde que o registo no Autodesk 360 se encontre ativo. Caso esse registo não se encontre ativo, as imagens capturadas deixam de apresentar grips e qualquer alteração à sua posição conduz a que o respetivo conteúdo deixe de ser mostrado. Para, nessa situação, atualizar um mapa capturado, efetue o registo no Autodesk 360, selecione o mapa em causa e, em seguida, clique em Reload Image no painel Update do separador Map Image da Ribbon (figura B.10).

FIGURA B.10 – Separador Map Image apresentado quando um mapa capturado se encontra selecionado

Tal como os mapas online, os mapas capturados podem apresentar uma imagem de satélite (Map Aerial), apenas as vias de circulação (Map Road) ou a combinação das duas representações (Map Hybrid). Essa escolha pode ser efetuada no menu do ícone Map… situado no painel Properties do separador Map Image da Ribbon (ver figura B.10) quando o mapa capturado se encontra selecionado e o registo no Autodesk 360 se encontra ativo. Dado que qualquer um dos tipos de mapa, online ou capturado, possibilita alterar a sua forma de representação, poderá aplicar representações diferentes entre a área capturada e o mapa online, nomeadamente como forma de destaque da área a imprimir (figura B.11).

FIGURA B.11 – Mapa capturado com uma representação diferente da do mapa online © FCA – Editora de Informática


LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA

715

Como um mapa online não pode ser impresso, se pretender apresentar um desenho com uma combinação de representações cartográficas como a apresentada na figura B.11, deverá capturar duas áreas diferentes sobrepostas e atribuir a representação adequada a cada uma delas.

Quando for necessário alterar o brilho, o contraste ou o esbatimento de um mapa capturado, regule, respetivamente, os valores dos parâmetros Brightness, Contrast e Fade no painel Properties do separador Map Image da Ribbon (ver figura B.10) quando o mapa capturado se encontra selecionado.

B.5

GERIR A LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DE UM DESENHO

A partir do momento em que um desenho possui uma localização geográfica definida, poderá desenhar tendo por base a especificação de coordenadas geográficas ou identificar as coordenadas geográficas da geometria que já se encontra desenhada. Caso tenha optado pela utilização de um mapa online (tendo ou não capturado o mapa para o desenho), a geometria a traçar pode ser gerada tendo por base a apresentação do mapa em fundo. Quando o desenho ativo possui uma localização geográfica, pode observar no desenho um marcador 3D que assinala essa posição no mapa e a barra de estados afixa o nome do respetivo sistema de coordenadas (figura B.12). Nessa situação, a barra de estado apresentará igualmente, à esquerda desse nome, um ícone com a forma de um pino que informa as coordenadas da localização (quando o cursor do rato apontar para ele) e que permite ainda controlar a visibilidade do referido marcador (clique no ícone para ligar/ desligar a visibilidade).

FIGURA B.12 – Identificação, na barra de estados, da existência de uma localização geográfica definida no desenho ativo e das coordenadas do correspondente marcador

A existência de uma localização geográfica definida no desenho ativo conduz a que a Ribbon apresente automaticamente o separador Geolocation. No painel Location desse separador, encontra diversas funções, descritas na figura B.13, que permitem gerir a localização geográfica ou removê-la do desenho.

© FCA – Editora de Informática


Arte AutoCAD 2015 e AutoCAD Lt 2015.pdf

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

1

23/02/15

15:05

Profile for Grupo Lidel

AutoCAD 2015 & AutoCAD LT 2015 - Curso Completo  

A “referência completa” do AutoCAD em português, agora para a versão 2015! Inclui exemplos e exercícios práticos resolvidos. NOVO: localizaç...

AutoCAD 2015 & AutoCAD LT 2015 - Curso Completo  

A “referência completa” do AutoCAD em português, agora para a versão 2015! Inclui exemplos e exercícios práticos resolvidos. NOVO: localizaç...

Profile for lidel