Page 1

Revista

ano 1 • no 1 • mar/abr/mai 2018

Doe R$ 4,99 para o Instituto Sorridents e ganhe esta revista

um a he d n a G pra m o -c vale e r d 0 valo o n ,0

R$

10

MISSÃO AJUDAR Instituto Sorridents quer realizar 12 mil atendimentos gratuitos este ano

Cárie, A ESTRANHA

Oito em cada dez pessoas no mundo sofrem com a doença. Como mudar essa preocupante realidade?

CABELOS EM ALTA Descubra as tendências e escolha o corte que mais combina com você

ADRENALINA É AQUI Conheça destinos brasileiros para quem procura aventura e ecoturismo


Seja bem-vindo à

Sorridents A rede de clínicas odontológicas mais premiada do Brasil.

Fundada em 1995, a Sorridents nasceu com o objetivo de trazer a todos o direito fundamental de sorrir. Sorrir com vontade. Sorrir com paixão. Sorrir com liberdade. A qualquer momento. Sem receio, sem constrangimento, sem medo de ser feliz. Nós acreditamos que o brilho que faz o mundo girar está no sorriso de cada um. E para expandir esse poder transformador, oferecemos em nossas unidades uma enorme variedade de soluções odontológicas. Mais do que proporcionar um atendimento qualificado com produtos certificados, temos como objetivo a segurança e o conforto em todas as etapas de nossos serviços. Além disso, nossos profissionais são referências em suas áreas de atuação e atestam os pilares da marca Sorridents, que são:


ACESSO Tratamentos qualificados que cabem no seu bolso.

CONFORTO As melhores instalações a favor do seu bem-estar.

CONVENIÊNCIA Todas as especialidades odontológicas em um só lugar.

QUALIDADE Dentistas especializados, materiais certificados e esterilização 100% segura.

Na Sorridents, o seu sorriso está nas melhores mãos. Fique tranquilo e deixe o resto com a gente.

Simples assim. Simples como sorrir.

facebook.com/sorridents

instagram.com/sorridents_clinicas

youtube.com/SorridentsClinicas

mar/abr/mai 2018

3


editorial

Editora responsável

Lamonica Conectada Rua Sabará, 566 – 1º andar – cj 12 CEP: 01239-010 – São Paulo – SP Tel.: 55 (11) 3256-4696 Publisher José Lamônica lamonica@editoralamonica.com.br PRODUÇÃO

Ex-Libris Comunicação Integrada Av. Paulista, 509 – 6º andar – cj 602 CEP: 01311-000 – São Paulo – SP Tel: 55 (11) 3266-6088 Jornalista Responsável Andréa Cordioli (MTb: 31.865) andrea@libris.com.br andrea@editoralamonica.com.br Texto Renata Turbiani Diagramação Regina Beer Comercial Thais Andrade thais@editoralamonica.com.br Mislene Guedes mislene@editoralamonica.com.br Luzia Rodrigues luzia@editoralamonica.com.br Logística e Mercado Thais Guardacioni thaisg@editoralamonica.com.br Mônica Cavalcante monica@editoralamonica.com.br Mailing Tatiane Brito tatiane@editoralamonica.com.br Administração e Financeiro Silvia Medeiros silvia@editoralamonica.com.br Plataforma digital issuu.com/lamonicaconectada Impressão Leograf

Divulgação

A Revista Sorridents é uma publicação trimestral do Grupo Sorridents produzida pela Ex-Libris Comunicação Integrada e comercializada e distribuída pela Lamonica Conectada.

Simples como

sorrir

Sorrir com vontade, sorrir com paixão, sorrir com liberdade, a qualquer momento, sem receio, sem constrangimento, sem medo de ser feliz. Essa é a missão da Sorridents e está refletida em cada página de sua nova publicação: quem sorri com convicção tem um Sorriso Largo, quem sorri com paixão tem Amor Próprio, quem sorri a qualquer momento sorri Em Todo Lugar, quem sorri sem receio tem saúde física e emocional – Mente Sã, Corpo São –, quem sorri sem constrangimento sabe que todos merecem sorrir (Um por Todos, Todos por Um) e quem sorri sem medo de ser feliz está Sempre Bem. Nessas seções, você encontra reportagens sobre saúde, beleza, estética, nutrição, decoração, turismo, comportamento, lazer e, principalmente, responsabilidade social – tema que não só nos motiva diariamente, como também foi a mola propulsora para o lançamento desta publicação. Toda a renda arrecadada com a Revista Sorridents será revertida para o Instituto Sorridents, entidade sem fins lucrativos do Grupo Sorridents que atua em regiões carentes com a missão de promover a saúde bucal preventiva e erradicar a cárie no Brasil. Desde a sua fundação, em 2010, o Instituto Sorridents já impactou mais de 65 mil pessoas e a meta para este ano é alcançar 26 mil. Esse trabalho de formiguinha é fundamental para mudar o panorama do que vemos hoje em todo o mundo e que é tema de nossa reportagem de capa: oito em cada dez pessoas no mundo têm cárie. No Brasil, bebês entre um ano e meio e três anos já têm, em média, um dente cariado! Esses e outros dados alarmantes sobre essa doença bucal você pode conferir na reportagem Sorriso Largo. E tem muito mais novidade nesta primeira edição: além de um conteúdo especial e educativo para as crianças sobre a fada do dente, você confere uma entrevista com o presidente da Associação Brasileira de Odontopediatria, José Carlos Pettorossi, a respeito dos cuidados necessários com a saúde bucal das crianças. Assunto bom é o que não falta nas próximas páginas... só precisamos de você para nos ajudar a fazer o bem e espalhar solidariedade. Afinal, o sorriso é um santo remédio com uma característica de doença: ele contagia. E esse efeito colateral nós aceitamos de muito bom grado. Boa leitura!

Claudio Tieghi,

diretor geral do Instituto Sorridents

4

Revista Sorridents i no 1


índice 18 10

14

10 14 16

18

22

CARA A CARA Descubra como cuidar da saúde bucal das crianças na entrevista com o presidente da Associação Brasileira de Odontopediatria, José Carlos Pettorossi Imparato. SORRISO LARGO Oito em cada dez pessoas no mundo sofrem com a cárie. No Brasil, crianças com até três anos já têm, em média, um dente cariado! Saiba como evitar a doença. AMOR PRÓPRIO Curtos, compridos, retos, desconectados, escuros ou com mechas. Conheça as tendências de cabelos em 2018 e os cortes que combinam com cada tipo de rosto.

22 26 28

EM TODO LUGAR Gosta de aventura e ecoturismo? Selecionamos quatro destinos imperdíveis no Brasil para você ficar mais perto da natureza e fazer atividades radicais ao ar livre. MENTE SÃ, CORPO SÃO Reconhecida no Brasil como método terapêutico desde 1995, a acupuntura se mostra eficaz no tratamento de mais de 40 doenças. Acompanhe os efeitos dessa técnica. UM POR TODOS, TODOS POR UM Instituto Sorridents, que promove a saúde bucal preventiva em regiões menos favorecidas do Brasil, quer realizar 12 mil atendimentos gratuitos este ano. SEMPRE BEM Colecionar objetos é uma prática divertida e comum, que atrai pessoas de todas as idades. Conheça algumas coleções, como a febre do álbum da Copa do Mundo.

E MAIS:

6 25 30

Para todos T ira dúvida Encontre a Sorridents

mar/abr/mai 2018

5


para todos Fotos: Divulgação

Fábula sobre a fada do dente para crianças entre 3 e 8 anos

Sorridents prevê 310 unidades em operação até o final de 2018 O Grupo Sorridents – formado pela maior rede de clínicas odontológicas da América Latina, a Sorridents, pelo plano odontológico Sorriden, pelo Instituto Sorridents e pela consultoria de gestão Docbiz – participou pela 12ª vez do Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo (CIOSP), o principal do segmento no mundo, realizado entre 31 de janeiro e 3 de fevereiro, no Expo Center Norte. Durante o evento, a empresa anunciou suas metas para 2018: inaugurar 70 unidades e, com elas, empregar pelo menos 2.500 dentistas e contratar 350 colaboradores para atender as áreas da recepção, do comercial, da limpeza e da copa, e auxiliares em saúde bucal. As regiões que estão no plano de expansão da marca são Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. Além disso, a expectativa é fechar o ano com cerca de 440 profissionais como franqueados, o que significa 310 unidades abertas e, para os próximos cinco anos, alcançar 700 franquias, aumentando o número de empreendedores para mais de 1.000. Atualmente, a Sorridents tem cerca de 200 unidades em 17 estados. No ano passado, faturou R$ 232 milhões, realizou 1,4 milhão de procedimentos e recebeu mais de 280 mil pacientes novos.

6

Revista Sorridents i no 1

Voltado para crianças entre 3 e 8 anos, o primeiro livro infantil da jornalista e locutora Vanessa Costa, “As Fadas Banguelas”, editado pela Quiron Livros e ilustrado por Fábio Sgroi, conta as dificuldades das fadinhas em resgatar dentinhos caídos à noite, fazendo com que elas revejam seus hábitos. Segundo a escritora, a narrativa surgiu a partir de uma conversa com seu filho. “Uma pergunta interessante foi o estopim para a história: ‘mamãe, por que as fadas precisam dos dentes e o que fazem com eles’?”. O livro está disponível no site https://quironlivros.mercadoshops.com.br por R$ 19,00. Informações: (11) 3722-6448.

Listerine® apresenta Whitening Extreme A Listerine® amplia o seu portfólio de produtos com o lançamento do Whitening Extreme. Segundo a empresa, o novo enxaguante bucal proporciona um sorriso mais branco em apenas cinco dias e ajuda a eliminar os germes que causam o mau hálito. Ele possui fórmula exclusiva, com flúor, peróxido de hidrogênio e ativo clareador, que atua desde o primeiro dia de uso. O produto está disponível nas versões 236 ml e 473 ml, com preços sugeridos de R$ 12,99 e R$ 17,99, respectivamente, e pode ser encontrado em farmácias e supermercados de todo o Brasil. Outras informações: www.listerine.com.br.

Colgate amplia linha Tripla Ação Tem novidade na linha Tripla Ação, da Colgate. Tratam-se dos cremes dentais Xtra Fresh, com mais poder de refrescância devido aos micro cristais de hortelã, e Xtra White, para quem busca o poder do branqueamento e remoção de manchas. Os preços dos produtos são divulgados sob consulta. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-7037722 e no site www.colgate.com.br.


Maioria dos brasileiros não aplica o filtro solar todos os dias, diz pesquisa Apesar de muito se falar sobre a importância da fotoproteção, o número de brasileiros que não aplica protetor solar diariamente aumentou drasticamente desde 2014, e já chega a quase ¾ da população, segundo pesquisa liderada pelo consultor, farmacêutico e diretor científico do Instituto de Cosmetologia e Ciências da Pele, Lucas Portilho. Pelos dados do estudo, 72,5% da população brasileira não usa o produto todos os dias – em 2016, esse percentual era de 65%, em 2015 de 53% e em 2014, 57% – e 63% não o utilizam em dias nublados. Além disso, apenas 10% consultam o dermatologista para indicação do melhor filtro e 34% aplicam apenas no rosto. Outro dado mostra que 43% dos entrevistados se expõem ao sol apenas pela manhã por acreditar ser o horário mais seguro.

Livros de poesias e poemas convidam a refletir sobre a vida Por meio de poesia e poema, dois livros recém lançados no Brasil convidam a uma reflexão sobre a vida. O primeiro, “Ser feliz é uma escolha”, da Editora Delicatta e escrito por Helena Fraga, retrata, através da poesia, como encarar os dissabores com resiliência e otimismo. Ele tem 64 páginas e custa R$ 30,00. A outra obra, “A Serenidade do Zero”, traz 39 poemas que falam sobre o silêncio, a tranquilidade e o vazio. Publicada pela editora Penalux, foi escrita por Alexandra Vieira de Almeida e custa R$ 40,00. Mais informações nos sites www.poetando.com.br e www.editorapenalux.com.br, respectivamente.

Curaprox e Projeto Tamar lançam produtos em parceria Edição Especial Projeto Tamar de escovas e flippers são as novidades da Curaprox no País. Os flippers contam com três cores e são em formato de tartaruga. Já o CS Duo Family Projeto Tamar reúne as escovas CS 5460 Ultra Soft e CS Smart em uma única embalagem – a primeira conta com 5460 cerdas ultramacias, que prometem não machucar a gengiva durante a limpeza dos dentes, e a segunda foi especialmente desenvolvida para crianças e adolescentes e tem 7600 cerdas para uma escovação efetiva sem provocar abrasão do esmalte dos dentes. Todos que adquirirem esta edição das escovas poderão visitar gratuitamente uma das instalações do Projeto Tamar – cada embalagem equivale a um ingresso. Preços sob consulta. Outras informações no site www.curaprox.com.br.

Escova antibacteriana e enxaguatório bucal infantil são as novidades da Condor A Condor lançou recentemente dois novos produtos de higiene bucal. O primeira é a escova Maxil Antibactéria. Segundo a empresa, por conta da tecnologia Bac Block, que utiliza íons de prata e está presente no cabo, nas cerdas e na cabeça, ela conta com um mecanismo extra de defesa e tem a missão de impedir o crescimento de germes e bactérias, sendo uma proteção a mais para manter a saúde bucal em dia. Seu preço sugerido é R$ 8,99. Outro lançamento é a linha de enxaguatórios bucais infantis Bambinos – Lilica Ripilica e Hot Wheels. Especialmente elaborados para atender crianças a partir dos seis anos, eles têm sabor tutti-frutti, contam com a combinação de Xilitol e flúor e não contém álcool. Estão disponíveis em frascos de 250 ml e têm preço sugerido de R$ 10,99. Mais informações: 0800- 476666 ou www.condor. ind.br.

mar/abr/mai 2018

7


para todos

Estudo do Ministério da Saúde apresenta dados sobre HPV Dados preliminares de um estudo realizado pelo Ministério da Saúde apontam prevalência de 54,6% de casos de HPV entre a população brasileira de 16 a 25 anos, sendo que 38,4% são de tipos de alto risco para o desenvolvimento de câncer. A infecção por esse vírus é associada a vários tipos da doença, principalmente de colo de útero, mas também de pênis, vulva, canal anal e orofaringe. A pesquisa foi feita em 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal, e ouviu 5.812 pessoas do sexo feminino e 1.774 do masculino, sendo a média de idade de 20,6 anos.

Livro ensina doces veganos para a criançada preparar com os pais Lançamento da Editora Alaúde, “Leporim - Aventuras e receitas da feiticeira vegana” é um livro de histórias infantis e também uma coleção de 28 receitas para as crianças poderem preparar junto com os pais. A autora Eliana Trujillo conta que se inspirou nos sobrinhos para criar essa obra, que une as suas grandes paixões: o amor pelos animais, a culinária, a arte e a fantasia. Junto com as aventuras da feiticeira Isilda Strega, são indicadas preparações de bolos, tortas, cremes, pudins, sucos, vitaminas e chás. Alguns exemplos são Crocante de caspa de dragão (cookies de aveia), Pudim de nuvem com ameixas-besouro (manjar de coco com calda de ameixa) e Bolinho raio de Sol (cupcake de laranja). O livro custa R$ 59,90. Mais informações: www.editoralaude.com.br.

Dental Álbum, da Angelus, armazena os dentinhos de leite de forma divertida Quase todo mundo conhece a lenda da fada do dente, que troca o dentinho de leite que caiu por dinheiro ou presente. O problema é que na maioria das vezes esses dentes acabam jogados no fundo de alguma gaveta. Pensando nisso, a empresa Angelus lançou o Dental Álbum. Ele tem o formato de uma arcada dentária e serve para abrigar a dentição de forma organizada. Também conta com espaços para foto e preenchimento de datas. A novidade custa R$ 39,90 e pode ser encontrada nas cores rosa, azul, verde e laranja. Mais informações: www.angelus.ind.br.

8

Revista Sorridents i no 1

Sorriden lança plano de prevenção por, apenas, R$ 19,90 ao mês Com o objetivo de promover de forma contínua a saúde bucal e erradicar a cárie no Brasil, a Sorriden lançou o 1º plano odontológico voltado para a prevenção. O Plano Essencial Plus permite ao cliente – por apenas R$ 19,90 mensais – a realização de procedimentos de limpeza, raspagem e aplicação de flúor a cada seis meses. Além dos procedimentos de prevenção, o cliente Sorriden também está coberto nas situações de urgência e emergência odontológica e pode obter descontos exclusivos na rede de clinicas Sorridents. O plano foi estruturado para oferecer não só acesso a tratamentos de prevenção, mas também serviços que incluem seguro de vida, assistência funerária, além de sorteio de R$ 5 mil em dinheiro por mês. Com uma preocupação genuína com seus pacientes, o plano Essencial Plus não oferece carência e o cliente pode realizar o agendamento de consultas e procedimentos 24 horas após a contratação. O paciente Sorriden conta, ainda com a garantia de atendimento em até 48 horas após o agendamento. Consulte as opções no site: www.sorriden.com.br


Álcool em excesso está relacionado a câncer de mama Mulheres que consomem álcool por tempo e quantidade excessiva têm duas vezes mais chances de desenvolver câncer de mama. Essa é a conclusão de um estudo realizado com beneficiários do plano de saúde de autogestão Capesesp. A pesquisa analisou durante dez anos a associação da doença a fatores de risco, tais como tabagismo, sedentarismo, etilismo, exposição excessiva ao sol, sobrepeso e obesidade. Outros dados mostram que 26% das pacientes avaliadas que têm câncer de mama, também estão obesas. Ainda foi reforçada a contribuição do tabagismo para o desenvolvimento de diversos tipos da enfermidade: 62% dos que disseram estar expostos ao fumo, têm câncer de pulmão; 69% de laringe e 73,5% de esôfago. Os mais comuns nos homens são: próstata (36,4%), colorretal (6,8%), rim (4,1%) e bexiga (3,8%). Nas mulheres, mama (28,3%), tireóide (7,3%), colorretal (7,0%), pulmão (2,5%) e ovário (2,4%).

Escova Pro-Gengiva, da Oral-B, tem cerdas com diferentes densidades Pensando nas pessoas que buscam uma escovação mais suave, mas sem perder a efetividade na remoção da placa, a Oral-B desenvolveu a escova Pro-Gengiva. De acordo com a fabricante, seu principal diferencial são as cerdas micro-divididas, com maior densidade na ponta (6300), permitindo que na base sejam mais rígidas e na ponta, mais macias. O produto conta ainda com cabeça ovalada e cabo com grip. O preço é informado sob consulta. Mais informações: www.oral-b.com.br.

Bem-estar e saúde estão relacionados aos pés A pesquisa “Saúde e qualidade de vida: A relação com os pés, tornozelos e joelhos”, feita com 3.316 brasileiros pela fabricante de palmilhas Pés Sem Dor, revelou que quanto mais dores nos pés se têm, pior é a saúde como um todo. O levantamento mostra que as dores intensas correspondem a uma redução de mais de 27% na percepção da saúde, e 17% dos entrevistados relataram essa intensidade de sintoma. Por conta deste problema, as pessoas praticam menos exercícios e até são impedidas de saírem de casa – 70% de quem têm dores intensas não conseguem se ausentar de sua residência pelo menos uma vez ao ano. A longevidade e o desejo por viver mais também são afetados: os que sofrem com o problema querem viver, em média, três anos menos. Outros dados podem ser conferidos no site www.pessemdor.com.br.

Deficiência de vitamina D atinge um bilhão de pessoas no mundo

Atualmente, com as pessoas passando cada vez mais tempo em ambientes fechados, a deficiência de vitamina D tem se tornado um problema mundial. Só para se ter uma ideia, um estudo recente da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, mostra que aproximadamente um bilhão de cidadãos apresenta esse problema. Importantíssima para o metabolismo do cálcio e o crescimento ósseo saudável, ela é produzida pelo próprio organismo, mediante ação da radiação ultravioleta emitida pelo sol na pele. De acordo com o nutrólogo Sandro Ferraz, para garantir bons níveis da vitamina é preciso ter uma alimentação adequada e se expor ao sol por, no mínimo, dez minutos ao dia, em horários de menor intensidade.

mar/abr/mai 2018

9


cara a cara

José Carlos Pettorossi Imparato

Dentinhos saudáveis Presidente da Associação Brasileira de Odontopediatria (ABO-Odontopediatria), José Carlos Pettorossi Imparato, fala sobre os cuidados com a saúde bucal das crianças

É

Ivana Debértollis

preciso limpar a boca do bebê após as mamadas? Quando iniciar a escovação? Qual tipo de pasta usar? E em qual quantidade? Essas são apenas algumas das muitas dúvidas que papais e mamães, especialmente os de primeira viagem, têm quando o assunto é a saúde bucal de seus filhos. Para esclarecê-las, a Revista Sorridents conversou com o presidente da Associação Brasileira de Odontopediatria (ABO-Odontopediatria), José Carlos Pettorossi Imparato. Confira os principais trechos a seguir.

10

Revista Sorridents i no 1

Os cuidados com a saúde bucal dos bebês devem começar ainda na barriga das mães? Na verdade, não é possível atuar diretamente na barriga da mãe, mas temos como, por meio do que chamamos de odontologia intrauterina, trabalhar a conscientização da gestante, especialmente nessa fase em que ela está muito ávida por informação e conhecimento. De toda forma, muitas situações, como anomalias de desenvolvimento do esmalte, são oriundas de algumas considerações, manifestações e alterações do metabolismo quando o bebê ainda está no útero. Por


exemplo, algumas crianças podem apresentar defeitos de esmalte em dentes de leite. Por isso, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), é importante que a mãe registre todos os episódios da sua gestação, desde simples febres até situações mais graves, para que, no futuro, o dentista tenha um conhecimento melhor sobre eventuais alterações que possam ter interferido nos dentinhos. Quando a criança deve ir ao dentista pela primeira vez? A primeira visita do bebê deve ser próxima ao nascimento do primeiro dentinho. Se os pais tiverem condições de levar os filhos antes disso, para conhecerem um pouco mais sobre o uso de chupetas e limpeza da cavidade bucal, por exemplo, é interessante. E destaco que eles devem procurar um odontopediatra. Vale lembrar que a odontologia é uma profissão, e a odontopediatria uma especialidade da odontologia que trata especificamente das crianças.

limpeza de resíduos e restos alimentares e tem enzimas protetoras. Ao fazer qualquer tipo de higienização nessa fase, os pais podem levar para a cavidade bucal do bebê fungos e bactérias. Esse não é um hábito com evidência científica e também não é recomendado pela ABO-Odontopediatria.

A primeira visita do bebê ao dentista, de preferência odontopediatra, deve ser próxima ao nascimento do primeiro dentinho

Shutterstock

Como será o primeiro contato da criança com o odontopediatra? A primeira consulta, na verdade, é mais para a família, já que será ela que irá cuidar da boca do bebê. É importante deixar claro que, nesse atendimento, a criança pode chorar, resistir, mas ele é totalmente indolor, pois será apenas para orientações de dietas, uso de chupeta, higienização... Antes do nascimento dos primeiros dentes, como deve ser feita a higiene bucal dos bebês? Não há necessidade de fazer limpeza na cavidade bucal do bebê sem dentes. A saliva desempenha função de

mar/abr/mai 2018

11


cara a cara Quando os primeiros dentes começam a nascer? Existe uma tabela mundial que fala da erupção dos dentes de leite, inicialmente os incisivos inferiores, por volta dos cinco meses e meio a seis meses. Mas é importante saber que existem casos em que o bebê já nasce com dentes ou que eles surgem logo ao nascimento. São situações que precisam ser observadas pelo odontopediatra, e nem sempre elas são consideradas anomalias. Nessa fase, além de procurar o odontopediatra, quais são as recomendações? Com a chegada dos dentinhos é necessário usar escova com tamanho compatível com a cavidade bucal do bebê e pasta com flúor, em concentração de, no mínimo, 1000 ppm (partes por milhão). É preciso apenas tomar cuidado com a quantidade da pasta, deve ser equivalente ao tamanho de um grão de arroz. Muita gente acredita que o flúor pode prejudicar a saúde das crianças, isso é verdade? Infelizmente, muitos pais acham mesmo que o flúor é tóxico e faz mal. Nós entendemos e respeitamos essa opinião, por outro lado, não há evidência científica sobre o risco do flúor utilizado em pasta dental. As pessoas, às vezes, confundem o excesso de flúor em água de abastecimento ou em fontes naturais. A recomendação da ABO-Odontopediatria é sempre usar pasta com flúor na concentração de, no mínimo, 1000 ppm. Quando o fio dental deve ser introduzido na rotina de higienização oral dos pequenos? A partir do momento em que o bebê já tenha dois dentes juntos. Como o fio chega aos locais onde as cerdas da escova não

12

Revista Sorridents i no 1

Muitos pais acham que o flúor é tóxico e faz mal, mas não há evidência científica sobre o risco do flúor utilizado em pasta dental

penetram, ele fará a remoção do biofilme e da placa entre os dentes. Com qual idade os dentes de leite começam a cair? E como proceder nesse período? Uma criança com cerca de sete anos já começa a perder os dentinhos de leite. Atualmente, há um esforço grande para relacionarmos os dentes de leite e os permanentes com órgãos dentais. Na verdade, podemos fazer essa afirmação: o dente é um órgão e, por isso, temos de cuidar melhor dele, lhe dar um futuro mais digno, tanto quando está na boca como quando cai. Em vez de jogá-lo no telhado ou deixá-lo dentro de uma caixa ou gaveta, aconselho que ele seja doado para os bancos de dentes. A criança e o seu núcleo familiar, a partir do momento em que doam os dentes, estão atuando dentro de um contexto de doação de órgãos. Para finalizar, como evitar que a criança tenha medo do dentista? Essa questão mudou bastante ao longo do tempo. Antigamente, os dentistas apareciam sempre com o bendito motorzinho ou outro instrumento que provoca ruído, e nem havia diferenciação no atendimento de crianças e adultos. Mas isso mudou, e hoje em dia, a odontopediatria é uma especialidade muito avançada. Tivemos muitos progressos científicos, técnicos e de formação do odontopediatra. Atualmente, existem várias formas e maneiras lúdicas de atender a criança, assim como tratamentos menos invasivos e mais rápidos, como o da doença cárie. O atendimento também se tornou mais humanizado.


UHUUULLLLL!!!

Você ganhou

R$10,00

Para gastar na loja da Puket!

Basta digitar: SORRIDENTS10 *Para compras acima de R$50,00 - Válido até Outubro de 2018 O voucher é válido para apenas uma compra por CPF. A Puket apoia o Instituto Sorridents.


Shutterstock

sorriso largo

O mapa da Doença atinge cerca 80% da população mundial; saiba como evitá-la

14

Revista Sorridents i no 1

P

cárie

rincipal problema bucal no mundo, a cárie atinge quase 80% da população. A estimativa global é a de que cerca de 2,4 bilhões de pessoas possuem cáries não tratadas em dentes permanentes, e 621 milhões de crianças em dentes de leite. No Brasil, segundo a última edição da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal (SB Brasil 2010), bebês com idade entre um ano e meio e três anos já têm,

em média, um dente cariado. Aos cinco anos, a garotada apresenta, em média, 2,43 dentes com experiência de cárie. Esse número é de 2,07 em quem tem 12 anos, e de 4,25, entre 15 e 19 anos. A Sorridents, que possui mais de 200 unidades em 17 estados brasileiros, registrou no ano passado 255 mil procedimentos para a remoção de cáries (restaurações e endodontia), aumento de


Shutterstock

25% na comparação com 2016. Por mês, a rede realiza cerca de 20 mil tratamentos do tipo. Embora o País tenha avançado bastante em relação à melhora da saúde bucal, os dados ainda mostram uma situação muito preocupante, especialmente se levarmos em conta que essa é uma doença que pode ser evitada. Uma das missões da rede, segundo sua presidente e fundadora, Carla Sarni, é erradicar a cárie no Brasil. Para isso, ela trabalha em conjunto com o Instituto Sorridents, braço social do Grupo Sorridents, realizando avaliações e orientações individualizadas, palestras educativas e escovação assistida. Em 2017, durante essas ações, foram avaliadas quase 5000

Arquivo pessoal

No mundo, 2,4 bilhões de pessoas têm cáries não tratadas em dentes permanentes

pessoas, sendo que 40% possuíam cárie ou indício de cárie.

Causas e tratamentos De acordo com Carla, a cárie é causada pelos ácidos produzidos por bactérias que vivem na boca. “Essas bactérias estão relacionadas aos hábitos alimentares, principalmente o consumo de alimentos ricos em açúcar, e também à falta de uma higienização correta”. A cirurgiã-dentista explica que, normalmente, o primeiro sinal da formação de lesão cariosa é uma mancha esbranquiçada na superfície do dente – ela indica que há uma área de desmineralização do esmalte. À medida que a lesão continua a enfraquecer o esmalte, ela forma uma cavidade e pode passar para a coloração marrom. Caso não seja tratada, além de dor, dificuldade para mastigar e sensibilidade, ela poderá provocar infecções e até a perda de estrutura dental, sendo que essa não tem como ser regenerada. Para evitar esse mal, a prevenção é sempre o melhor caminho. “A boa saúde bucal depende de uma adequada higienização, o que consiste em escovação após as refei-

Carla Sarni, presidente e fundadora do Grupo Sorridents

ções, uso do fio dental diariamente e limpeza da língua e das bochechas, bem como de hábitos saudáveis, alimentação equilibrada e visitas periódicas ao dentista.” Nos casos da doença já instalada, mas desde que constatada logo no início, o tratamento é simples: a parte deteriorada é retirada do dente, criando uma cavidade que será preenchida por resina ou porcelana. Quando o problema é um pouco mais sério, normalmente é necessário fazer o tratamento de canal – o nervo do dente é removido e suas raízes são preenchidas com material próprio para vedação. Fora isso, se a parte superior do dente estiver muito deteriorada, ela terá de ser substituída por uma peça equivalente (coroa), feita de prata, ouro, estrutura metálica ou porcelana.

A Sorridents realizou 255 mil procedimentos para remoção de cáries em 2017

mar/abr/mai 2018

15


Shutterstock

amor próprio

Cabelo, cabeleira T

odos os anos surgem novidades no mercado de beleza feminina, inclusive no que diz respeito aos cabelos, e elas valem não apenas para os produtos, mas também para cortes e cores. Em 2018, levando em conta as escolhas recentes

16

Revista Sorridents i no 1

das famosas e os looks que estão bombando nos salões, nas novelas e nas revistas de moda, as mulheres terão um visual bem democrático. O visagista e cabeleireiro Marcelo Carrato, do Studio Miscellanea, de São Caetano do Sul, na Grande São

Quer ficar na moda este ano? Aposte nos cortes médios, nas franjas e nos tons mais naturais

Paulo, diz que os fios cacheados e anelados (ondulados) são as principais apostas. “Antigamente, a moda eram os lisos, agora não, quanto mais natural, melhor. Além disso, os cabelos longos têm perdido cada vez mais espaço para os médios”.


Arquivo pessoal

Marcelo Carrato, visagista e cabeleireiro

Ainda de acordo com o especialista, a tão polêmica franja voltou com tudo – vide as atrizes Glória Pires e Bianca Bin, ambas atuando no folhetim O Outro Lado do Paraíso, da Rede Globo. E valem as pesadas, as com um dedo de comprimento, as tradicionais... O corte pixie (bem curto) também está em alta, assim como os mais ousados, entre eles os que deixam um lado da cabeça raspado.

Arquivo pessoal

Cores

Marcos Coraza, hairstylist

Sucesso absoluto até o ano passado, o loiro platinado não tem vez em 2018. A tendência agora são as tonalidades pérola, areia, manteiga e trigo, junto com o cobre. Para as morenas, iluminação é a chave, com o uso de um marrom mais quente, em especial os tons avelã, café e cacau.

“Estamos vivendo um período em que será exaltada a beleza natural da mulher. O ideal é que ela transmita, através do cabelo, sua verdadeira personalidade e valorize o que já tem, mas sem ser muito certinha”, analisa Carrato. E tudo isso pode ser notado na raiz dos cabelos. O hairstylist e gerente do salão Gilberto Cabeleireiros, de São Paulo, Marcos Coraza, explica que este ano a técnica da vez é a esfumada, que evita a preocupação com o crescimento e o retoque dos fios, pois nela a cor da raiz é mantida mais naturalmente. O profissional relata ainda que o ruivo apareceu bastante no verão de 2018, com tonalidades mais quentes e vivas e cores próximas do vermelho. “Porém, em uma época onde todos procuram praticidade, os tons mais fortes se tornarão mais raros, já que exigem cuidados e retoques quinzenais”, finaliza.

O corte ideal para cada tipo de rosto Apesar das tendências, antes de passar a tesoura nos cabelos vale a pena analisar o formato do rosto para escolher o corte ideal. Com isso, certamente você terá seus pontos fortes valorizados e os fracos, disfarçados.

Oval

As mulheres que têm este formato de rosto, considerado o mais democrático de todos, ficam bem com qualquer corte de cabelo, seja ele longo, médio ou curto. Elas também podem usar e abusar das franjas

Quadrado

Como o rosto quadrado tem traços fortes, o ideal é optar pelos cortes que ajudam a suavizá-los. As opções são os em camadas e com volume nas laterais. Vale ainda apostar nas franjas jogadas de lado.

Triangular

Também chamados de “pêra”, os rostos triangulares combinam com cortes mais trabalhados e com volume. Para garantir equilíbrio, a dica é deixar os fios mais compridos na frente.

Redondo

Neste caso, a melhor opção são cortes com a parte da frente alongada, a fim cobrir levemente as maçãs do rosto e, assim, alongá-lo. Os cortes em camadas também ajudam a disfarçar.

mar/abr/mai 2018

17


em todo lugar

Adrenalina na veia Radeu Fessel

Brasil tem destinos perfeitos para quem gosta de aventura

D

e Norte a Sul, o que não falta no Brasil são opções para quem curte ecoturismo e turismo de aventura. E esses locais têm recebido cada vez mais visitantes, inclusive estrangeiros. Só para se ter uma ideia, de acordo com a pesquisa Demanda Turística Internacional, do Ministério do Turismo, 56,8% das pessoas que entraram no País em 2016 vieram por lazer, sendo que 16,6% tiveram como motivação natureza, ecoturismo ou aventura, e 1,3%, esportes.

18

Revista Sorridents i no 1

Pensando em ajudar os amantes desse tipo de passeio a escolher o seu próximo destino, a Revista Sorridents selecionou quatro locais mais do que perfeitos para isso. São eles: Brotas, no interior de São Paulo; Chapada Diamantina, na parte central da Bahia; Chapada dos Veadeiros, no nordeste de Goiás; e Jalapão, no leste do Tocantins. Agora é só arrumar as malas e apertar os cintos. Boa viagem!


Brotas (SP)

Carlos Zaith

Sectur_Brotas

Localizada a 242 quilômetros da capital paulista, no centro do estado de São Paulo, Brotas presenteia os visitantes com suas riquezas e belezas naturais preservadas. A cidade retém uma grande parcela de mata nativa (Cerrado e Mata Atlântica), e abriga uma considerável biodiversidade animal e vegetal. No entanto, seu maior patrimônio consiste no vasto manancial hídrico (represa, ribeirões, cachoeiras, corredeiras e nascentes). Ela é muito procurada, é muito procurada para a prática de atividades físicas ao ar livre. Entre as opções estão arvorismo, cachoeirismo, escalada, rapel, queda livre, exploração de cânions, rafting, tirolesa, boia-cross, canoagem, stand up paddle, wakeboard, kneeboard, skiboat, pesca, caminhada, cavalgada, observação de aves e passeios de moto 4x4. E locais para isso não faltam. Os principais são a Represa do Rio Jacaré-Pepira, com cerca de 14,5 hectares, o Parque dos Saltos – cartão postal de Brotas, que corta ela toda e forma várias quedas e corredeiras – e a Prainha da Represa do Rio Jacaré-Pepira (Represa do Patrimônio). Para quem busca cachoeiras, o município é um prato cheio. Elas ficam nos “Sítios Turísticos” (fazendas particulares) e estão abertas à visitação, mediante pagamento de taxa (valor sob consulta). Algumas são: O Poção, Areia que Canta, Ástor, Speranza, Martello, Escorregador, Cassorova e Sete Quedas.

mar/abr/mai 2018

19


Chapada Diamantina (BA) No coração da Bahia, um dos destinos mais procurados pelos aventureiros é a Chapada Diamantina. Com quase 40 mil km², ela é formada pelos municípios de Lençóis, Vale do Capão, Mucugê, Andaraí, Igatu, Ibicoara, Palmeiras, Piatã, Rio de Contas e Morro do Chapéu. Todos eles têm atrações de sobra, como Serra do Sincorá, Cachoeira da Fumaça, Rio Paraguaçu, Poço Encantado, Poço Azul, Gruta da Paixão, Gruta Lapa Doce, Cachoeira do Ramalho, Poços da Donana e da Paraíba, Praias do Paraguaçu, Cachoeira do Buracão, Morro do Pai Inácio, Serra de Santana e Gruta dos Brejões. Outro local de visitação obrigatória é o Parque Nacional da Chapada Diamantina, com seus belos cenários com cachoeiras, cânions, cavernas e montanhas. Criado em 1985, é uma unidade de conservação federal e abrange 152 mil hectares de terras, podendo ser acessado por mais de 30 trilhas dispersas em Andaraí, Ibicoara, Itaetê, Lençóis, Mucugê e Palmeiras. Toda essa região é um convite para quem ama natureza e aventura, sendo possível em diversos pontos a prática de mountain bike, trekking, arvorismo, tirolesa, flutuação, caminhada, rapel, cascading, escalada, passeio a cavalo e de quadriciclo, stand up paddle, canoagem e voo livre, além dos convidativos banhos de rios e cachoeiras.

Fotos: Shutterstock

Chapada dos Veadeiros (GO)

20

A Chapada dos Veadeiros fica no nordeste de Goiás, abrangendo os municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e Colinas do Sul. Caminhada, banho de rio e cachoeira, rapel, tirolesa e acampamento rústicos são as principais atividades em suas imensas paisagens, mas também é possível optar por algo mais calmo, como massagem, meditação, observação de fauna e flora e contemplação da natureza. Um de seus pontos mais visitados é o Parque Nacional. Criado em 1961, ele protege uma área de 240.586,56 hectares de cerrado de altitude, e conta com formações vegetais únicas, centenas de nascentes e cursos d’água e rochas com mais de um bilhão de anos. Também preserva áreas de antigos garimpos e foi declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, em 2001. Os visitantes podem percorrer quatro trilhas para chegar aos atrativos: Travessia das Sete Quedas (23,5 quilômetros de extensão), Trilha dos Saltos (11 km ida e volta), Trilha dos Cânions (12 km ida e volta) e Trilha da Seriema (800 metros ida e volta). O roteiro de turismo da Chapada dos Veadeiros ainda deve incluir o Mirante do Jardim de Maitreya, o Mirante do Areião ou Estrela e o Poço Encantado. Também vale conhecer alguns locais que ficam dentro de propriedades privadas, mas abertos à visitação mediante pagamento (valores sob consulta), como o Vale da Lua e as cachoeiras Catarata dos Couros, Almécegas I e II, São Bento e Loquinhas.

Revista Sorridents i no 1

Fotos: Shutterstock

em todo lugar


Ricardo Brito Emerson Silva Thiago Sá

Destino conhecido pelos apaixonados por ecoturismo e turismo de aventura – e agora ainda mais famoso por ser um dos cenários da novela O outro lado do paraíso, da Rede Globo –, Jalapão, no Tocantins, encanta pelas águas abundantes, chapadões e serras com clima de savana e paisagem de cerrado, com direito a dunas alaranjadas, rios encachoeirados, nascentes e impressionantes formações rochosas. Em meio a 34 mil km² de vista árida, a região é cortada por uma imensa teia de rios, riachos e ribeirões de águas transparentes e potáveis, e, para os mais aventureiros, é ideal para a prática de esportes, entre eles o rafting, a canoagem, o rapel e as trilhas a pé e de bicicleta. A maioria de seus atrativos está localizada nas cidades de Mateiros, Novo Acordo, Ponte Alta do Tocantins e São Félix do Tocantins, sendo que os mais procurados são a Cachoeira da Velha (queda d’água em forma de ferradura de aproximadamente 100 metros de largura e 15 metros de altura), as dunas (compostas por areias finas e alaranjadas que chegam a 40 metros de altura) e os Fervedouros (com águas transparentes, nas quais é impossível afundar). Quem viaja para lá também não pode deixar de conhecer os Povoados do Mumbuca e Prata (comunidades remanescentes de quilombos), a Serra do Espírito Santo (formação rochosa para apreciação da flora), a Pedra Furada (gigantesco conjunto de blocos areníticos esculpidos pelos ventos há milhões de anos), a Cachoeira do Formiga (nascente de água verde-esmeralda) e a Serra da Catedral (que tem realmente o formato de uma catedral).

Thiago Sá

Jalapão (TO)

mar/abr/mai 2018

21


Shutterstock

mente sã, corpo são

Organismo e mente em equilíbrio Acupuntura, técnica milenar chinesa, é eficaz no tratamento de mais de 40 doenças

22

Revista Sorridents i no 1

A

nalgésico, relaxante muscular, sedativo/hipnótico, antiemético, ansiolítico, antidepressivo (leve), anti-secretor, antiadição, antiinflamatório, indutor da imunidade, facilitador na reabilitação após acidente vascular encefálico e estimulante da reparação e cicatrização tecidual. Esses são os principais efeitos

gerados pela acupuntura, método terapêutico reconhecido no Brasil como especialidade médica desde 1995 pelo Conselho Federal de Medicina. Praticada no continente asiático há mais de cinco mil anos, segundo evidências arqueológicas, essa técnica chinesa – hoje praticada no mundo todo –, de


Acupuntura trata pessoas que sofrem de dores, estresse, ansiedade, depressão, insônia, enxaqueca, impotência, alterações menstruais ou hormonais, traumas e problemas imunológicos e reumáticos

Como recurso terapêutico, em determinados casos, pode ser associado o uso de ventosa (recipiente de vidro ou plástico semelhante a um copo, no interior do qual é produzido vácuo para prendê-lo à superfície do corpo) e moxibustão (mecha de fibras secas de artemísia, em forma de bastão, que, ao queimar-se, aquece os pontos de acupuntura). As sessões de acupuntura duram cerca de 40 minutos. Já o número delas varia de acordo com o estado clínico do paciente, a natureza e a gravidade da doença. “Normalmente, prescreve-se uma ou duas sessões semanais, e, conforme a evolução, determina-se maior ou menor frequência, mas, na maioria dos casos, são indicadas de cinco a dez”, finaliza o médico da Clínica Hong Jin Pai & Associados, de São Paulo.

Arquivo pessoal

modo geral, trata pessoas que sofrem de dores, estresse, ansiedade, depressão, insônia, enxaqueca, impotência, alterações menstruais ou hormonais, traumas e problemas imunológicos e reumáticos, bem como quem não consegue alívio com os métodos convencionais. Segundo o médico especialista em acupuntura, com doutorado em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP), e colaborador e pesquisador do Grupo de Dor do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da USP, Marcus Yu Bin Pai, ela pode ser usada em mais de 40 doenças, como tratamento principal ou secundário. “São vários os campos em que traz benefício. Pela visão da Medicina Tradicional Chinesa, as doenças são uma alteração das funções ou desgaste do corpo, provocados por fatores externos, como frio, calor e umidade, e emocionais, nutricionais ou envelhecimento. Em outras palavras, trata-se de um desequilíbrio dos pontos energéticos, por falta ou excesso de força vital (QI ou Chi), e a acupuntura atua justamente nisso”, explica o profissional. Ainda de acordo com Yu Bin Pai, a técnica tem ação no sistema nervoso central, com a ativação de áreas específicas cerebrais, que agem no controle e na regulação da dor e de outros sintomas. Pesquisas mostram também que ela opera localmente e difusamente com a liberação de hormônios e neurotransmissores, como serotonina e endorfina, auxiliando no alívio e no tratamento. Tudo isso acontece com a utilização de agulhas (descartáveis, feitas em aço inox e até 10 vezes mais finas que as tradicionais de injeção) em pontos localizados no trajeto dos meridianos, geralmente próximos às estruturas onde existem muitas terminações nervosas (feixes musculares, tendões, ligamentos e articulações, por exemplo).

Marcus Yu Bin Pai, médico especialista em acupuntura

mar/abr/mai 2018

23


Acupuntura na odontologia Nem todo mundo sabe, mas a acupuntura também pode ser utilizada, e com bastante sucesso, na odontologia. Reconhecida em 2015 como especialidade odontológica, pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO), ela é indicada em diversas situações. A principal delas é para o controle da dor e da ansiedade. “As pessoas que têm medo de dentista acabam sendo muito beneficiadas por essa técnica”, afirma o médico especialista Marcus Yu Bin Pai. Ainda de acordo com ele, o uso das agulhas ajuda no aumento da abertura

da boca e na preparação para pequenas cirurgias, pois estimula a homeostasia (estabilidade que o organismo necessita para realizar suas funções adequadamente e, assim, manter equilíbrio do corpo), fundamental para uma melhor cicatrização. Fora isso, a acupuntura atua na resolução ou atenuação de sintomas como xerostomia (boca seca), síndrome da ardência bucal, bruxismo, apertamento dos dentes, disfunção da articulação temporomandibular, aftas recorrentes, parestesias de ramos do nervo trigêmeo, paralisias do nervo facial e dores faciais.

Principais indicações para aplicação da técnica Região cervical e membros superiores: dor miofascial (muscular), ombro congelado, dor crônica do ombro, cervicalgia (dor/rigidez na região do pescoço), osteoartrite cervical, cervicalgia crônica, periartrite do ombro, epicondilite (inflamação dos tendões do cotovelo), LER/ DORT, distrofia simpática reflexa, síndrome de túnel do carpo e dor pós-cirúrgica.

Náusea e vômitos: pós-operatório, na gestação, por quimioterapia e radioteparia

Região lombar e membros inferiores: lombalgia (dor na região lombar) aguda, lombalgia crônica, ciatalgia (dor ciática), osteoartrose de joelho, osteoartrite de joelho e quadril, fasciite plantar (inflamação na planta do pé/calcanhar), esporão do calcâneo e dor pós-cirúrgica.

Face-sinus-boca-garganta: xerostomia (boca seca), dor facial crônica, dor no pós-operatório odontológico, dores da ATM (articulação temporo-mandibular), desordens de oclusão, dor facial de origem dentária, nevralgia do trigêmeo, paralisia facial periférica, analgesia dentária, rinite e dor

Dor em geral: dor crônica, fibromialgia, síndrome dolorosa miofascial, artrite reumatóide, osteoartrite, neuralgia pós-herpética, dor pós-operatória e dor oncológica Dor de cabeça: cefaleia tensional, cefaléia cervicogênita, exaqueca, dor crânio-facial, desordens da ATM (articulação temporo-mandibular) e neuralgia occipital. Sistema genito-urinário: tensão pré-menstrual (TPM), dismenorréia (cólica menstrual), cólica renal, cistite intersticial crônica, dor por endometriose, retenção urinária pós-parto, síndrome do climatério, disfunção sexual, instabilidade vesical, dor pélvica crônica, prostatite crônica, prurido vulvar, ejaculação precoce e hemorragia uterina disfuncional.

24

Revista Sorridents i no 1

Gastroenterologia: dor na pancreatite crônica, síndrome do cólon irritável, cólica biliar, constipação crônica (prisão de ventre/intestino preso), gastrite, cólica intestinal, e epigastralgia.

Alergia e imunologia: asma brônquica e rinite alérgica Dermatologia: psoríase, eczemas, acne, alopecia areata, dermatite de contato, eritema multiforme e neurodermatite. Desordens psiquiátricas: ansiedade causada pela dependência química, alcoolismo e tabagismo, enurese noturna, depressão leve, insônia, ansiedade, estresse, hiperatividade em crianças e transtornos psicossomáticos. Sistema nervoso: sequelas de AVC (acidente vascular cerebral), vertigens, zumbidos, dor de neuropatia diabética, espascitidade e distúrbios motores espásticos em crianças (com paralisia cerebral). Fonte: Clínica Dr. Hong Jin Pai & Associados

Shutterstock

mente sã, corpo são


Quais são os principais problemas odontológicos que acometem os adolescentes? Jair Santos - Uberaba (MG) As doenças periodontal, que afetam desde os tecidos da gengiva até o osso que oferece suporte aos dentes, atingem bastante os adolescentes. Entre elas estão a gengivite (inflamação da gengiva), a periodontite (afeta gengiva, fibra e ossos dos dentes) e a periodontite avançada (destrói os ossos e as fibras dos dentes). Outros problemas comuns nessa fase da vida são cárie e má oclusão (desvio na arcada dentária, que impede que os dentes superiores entrem em contato com os inferiores ao fechar a boca).

Tenho restaurações antigas, escuras. É possível trocá-las? Otacílio de Lima - Rio de Janeiro (RJ) As restaurações que você tem são em amálgama, liga metálica utilizada no passado para realizar as obturações. Apesar de bastante resistente e durável, ela tem como inconveniente a questão estética, já que o sorriso fica marcado por uma região prata, diferente da coloração natural dos dentes. Além disso, com o tempo, o amálgama tende a manchar os dentes, deixando-os com uma coloração mais cinza. O que se pode fazer é substituir essas restaurações por resina composta ou porcelana. Porém, é preciso que o dentista faça uma avaliação para saber se há mesmo necessidade, bem como os prós e os contras.

Coloquei uma prótese dentária. Posso ingerir qualquer alimento? Joacy Natalina - Feira de Santana (BA) Os alimentos líquidos, como sopas e pudins, são os mais recomendados. Mas calma: você não precisará se alimentar apenas com líquidos para sempre. Essa indicação vale para o início, fase em que você ainda está se acostumando com a prótese. Quando se sentir mais confortável para mastigar, inclua na dieta alimentos como ovos, legumes cozidos, sorvetes e outros gelados. Se você come carne, prefira aves ou peixes. Caso queira manter a carne vermelha, deixe-a muito bem cozida, macia e fácil de mastigar. Conforme for se adaptando ao hábito de mastigar, pode voltar a comer normalmente. Lembre-se apenas de realizar a higienização muito bem após todas as refeições.

Quais são os riscos do excesso de flúor? Soraia Mathias Guarujá (SP)

Imagens: Shutterstock

Tira dúvida

O flúor é um mineral bastante reativo, encontrado em diversas formas na natureza. Pesquisas na área da saúde descobriram que, quando combinado com determinadas substâncias, ele se torna benéfico para o organismo. Assim, na odontologia, o fluoreto de sódio é encontrado na pasta de dentes e na fórmula do gel utilizado pelos dentistas para fazer a limpeza dentária no consultório. A concentração dessa substância nos produtos de higiene bucal não pode ultrapassar 1,5 mil ppm (parte por milhão). Quando em excesso, ele pode levar a um quadro de intoxicação crônica, conhecida como fluorose. Seus primeiros sinais são pequenas manchas brancas nos dentes, que aparecem como linhas ao longo da sua superfície. Se o excesso de flúor permanece, as manchas tornam-se cada vez mais escuras, passando do amarelo ao marrom. Nos casos mais graves, a fluorose causa a perda do esmalte e do cálcio presentes nos dentes, ocasionando fraturas e, até mesmo, a queda por completo.

mar/abr/mai 2018

25


um por todos, todos por um

Carla Sarni, fundadora e presidente do Grupo Sorridents, em atendimento pelo Instituto Sorridents

A serviço do bem 26

Revista Sorridents i no 1

Instituto Sorridents, fundado em 2010, promove a saĂşde bucal preventiva em regiĂľes menos favorecidas do Brasil Fotos: Instituto Sorridents


P

ara a presidente e fundadora do Grupo Sorridents, Carla Sarni, oferecer tratamento odontológico de qualidade e com preço acessível e ainda ter uma empresa socialmente responsável sempre foram suas prioridades. Foi por conta disso, e também para dar continuidade aos trabalhos voluntários que ela sempre realizou junto a comunidades carentes – em especial no extremo leste da capital paulista –, que, em 2010, foi fundado o Instituto Sorridents. Entidade sem fins lucrativos, membro há três anos da Aliança para um Futuro Livre de Cárie (ACFF - Alliance for a Cavity-Free) e apoiada pela Colgate, ela atua em duas frentes: promover a saúde bucal preventiva, por meio de ações educativas, informativas e sustentáveis, e erradicar a cárie no Brasil. Como explica o diretor geral do Instituto Sorridents, Claudio Tieghi, o principal objetivo é tornar-se referência na educação em saúde bucal e odontologia social,

ampliando suas ações e disseminando boas práticas. Desde que foi fundada, já impactou mais de 65 mil pessoas – para este ano, a meta são 26 mil. “As ações que realizamos são palestras educativas, interativas e dinâmicas, voltadas para crianças, adolescentes, adultos, idosos e gestantes e realizadas em escolas, comunidades, associações e eventos; escovação assistida, a fim de que as crianças se tornem multiplicadores de boas práticas dentro do seu núcleo familiar; pré-avaliações de saúde bucal e orientação individualizada na Unidade Móvel. Eventualmente, também promovemos trabalhos voluntários de atendimento”, relata o executivo. No ano passado, junto com a instituição social Amigos do Bem, foram feitos mais de três mil atendimentos no sertão do Nordeste, mais precisamente no estado de Pernambuco. Este ano, duas equipes com 17 dentistas voltarão para a região, e ainda acrescentarão o Ceará no itinerário, para fazer mais seis mil atendimentos. Outro projeto, segundo Tieghi, é percorrer 70 municípios (onde há unidades Sorridents), entre 2018 e 2019, para atendimento e orientação. Fora isso, a entidade inaugurou em sua sede na Vila Cisper, em São Paulo, uma clínica totalmente equipada para atendimentos gratuitos.

“Os pacientes serão encaminhados por instituições sociais parceiras. No local, o que faremos é oferecer atendimento básico, o que inclui avaliação, orientação, limpeza e restauração, sendo que ele não pode ultrapassar R$ 250. O objetivo é realizar 12 mil ainda este ano”, acrescenta. A clínica será subsidiada pelo Grupo Sorridents, rede de franqueados, empresas colaboradoras, amigos e clientes, que podem doar R$ 4,99 e ganhar esta revista.

Instituto Sorridents em números Avaliações de saúde bucal: 2015

13.078

2016

17.600

Beneficiários: 2015

25.700

2016

65.852

Palestras sobre saúde bucal: 2015

800

2016

1.137

Atendimentos gratuitos 2017

3.000

mar/abr/mai 2018

27


sempre bem

Quanto mais, melhor Colecionar objetos é uma prática divertida e comum, e que atrai pessoas de todas as idades. Conheça algumas delas

H

Arquivo pessoal

oje em dia, quase todo mundo tem algum tipo de coleção. Pode ser de selos, moedas, souvenirs, instrumentos musicais, sapatos, cartões postais, imagens de animais (sapo, pinguim e elefante, por exemplo), carros antigos, embalagens, canetas... opção é o que não falta. Uma bem comum, e que deverá ficar ainda mais em evidência nos próximos meses, por conta da Copa do Mundo da Rússia, é a do álbum com as figurinhas da competição. Quem faz parte dessa turma é o jornalista Ícaro Leal, de 28 anos. Morador de Jacareí, no interior de São Paulo, ele tem os álbuns completos das copas de 1990, 1998, 2010 e 2014. “O de 94 falta o cromo de um jogador da Holanda, e o de 2002, um de Senegal e outro do Paraguai, mas logo encontro”. Além destes, ele possui uma edição especial, lançada apenas na Itália, com todos os álbuns desde a copa de 1970 até a de 2002. O colecionador conta que man-

Ícaro Leal, colecionador de álbuns da Copa do Mundo FIFA

28

Revista Sorridents i no 1

tém todos embalados em sacos individuais e dentro de uma caixa exclusiva para eles. Outro objeto de sua paixão são as camisas de times de futebol. Até o momento ele conta com 118. “Gosto do esporte desde pequeno, e quando eu tinha seis anos ganhei uma camisa do Bayern de Munique. Foi aí que tudo começou”. Torcedor do Palmeiras, a última peça a entrar em seu armário foi a da Chapecoense, presente da esposa. Mais algumas que fazem parte de seu acervo são as das seleções do Marrocos, do Peru, da Croácia, da Holanda e do Japão, a do Jacareí Atlético Clube, do Fortaleza e do Paysandu. “Em questão sentimental, a que eu mais tenho apego é uma que meu avô usava, nos anos 60, quando jogava torneios pela empresa que trabalhava. É uma relíquia de família”.

Paixão por sapatos

No caso da empresária e influenciadora digital Lê Takamura, de 36 anos, a paixão são os sapatos, em especial os de salto. Ela conta que, quando criança, pegava os da mãe, da avó e da tia e saia desfilando pela casa. Hoje em dia, sua coleção até que é pequena, são 70 pares, mas ela já chegou a ter perto de 200. “Ao mesmo tempo em que compro, dou bastante. O que também me fez diminuir a quantidade foi porque eu não tinha como acomodar todos direito, aí vários estragaram. Agora não, eles estão bem organizados e ficam bem à vista para que eu possa escolher com facilidade”, explica. Entre os preferidos estão o que ela usou em seu casamento, os das marcas Charlotte Olympia e Louboutin


Arquivo pessoal

Arquivo pessoal

Lê Takamura, colecionadora de sapatos

Quadrinhos japoneses

As histórias em quadrinhos japonesas, conhecidas como mangás, são os objetos de coleção da estudante Carolina Dornela de Oliveira, de 18 anos. Ela começou a juntá-los em 2011 e já soma mais de 400, fora os comics de super-heróis, que são mais de 80. Organizada, a jovem guarda todos separadamente em sacos plásticos com furinhos para que possam respirar, e fechados com fita adesiva. Eles ficam em um armário bem arejado, a fim de não mofarem. “Eu até evito ficar mexendo muito com medo de que estraguem”. Por enquanto, a colecionadora está dando um tempo nas compras. “Primeiro preciso terminar de ler todos que tenho, para só depois

adquirir mais”. Hoje em dia, ela tem apenas mangás traduzidos para o português, mas seu desejo é adquirir também os escritos em japonês. Segundo ela, o que a encanta neste tipo de quadrinhos são as histórias e o visual. “Acho tudo incrível. Na verdade, eu gosto de tudo o que é do Japão, inclusive a música. Preciso me preparar para visitar o país, e voltar de lá com a mala cheia de mangás”, finaliza.

Arquivo pessoal

e as botas. “Gosto dos mais diferentes, com plumas, pêlos, glitter..., e minha preferência são os de salto, mas também tenho tênis e rasteiras. Acho que até sou bem eclética”. Na hora da compra, Lê adquire vários pares de uma vez. Ela também sempre traz sapatos das viagens que faz. “Fica sendo uma recordação do passeio, de um momento especial”, completa a empresária.

Carolina Dornela de Oliveira, colecionadora de histórias em quadrinhos japonesas

Adriana Guimarães, psicóloga

Hobby saudável

Um dos hobbies mais praticados no mundo, o colecionismo é visto com bons olhos pelos especialistas. De acordo com a psicóloga Adriana Guimarães, ele ajuda a aliviar o estresse do dia a dia e promove relaxamento, entretenimento, afeto e novas interações sociais, tendo em vista que há pessoas que organizam clubes de colecionadores. Além disso, ela afirma que esse tipo de atividade faz o indivíduo ter objetivos, o que o mantém mais saudável. “Porém, é importante lembrar que o engajamento precisa ser suave, assim como as metas precisam ser possíveis de serem atingidas a curto, médio e longo prazos para não gerar frustrações e ansiedade futuramente”. Segundo a psicóloga, o colecionismo pode torna-se um problema quando deixa de ser positivo, em termos de sensações prazerosas e agradáveis, e vira uma obrigação ou compulsão pelos objetos colecionados, prejudicando, inclusive, a parte financeira. “Em uma situação assim, é preciso se afastar deste hábito e procurar ajuda profissional”.

mar/abr/mai 2018

29


mapa da rede

Mais de 200 unidades  Sorridents em todo o Brasil  







 

 























  

 

  Â?   Â?Â?Â?Â?Â?Â?  ­€Â?       ‚ƒ „

   

 

  

30

Revista Sorridents i no 1




Acesse

netfarma.com.br

Baixe nosso

Aplicativo

Televendas

(11) 4619-8800


Respostas Palavras escondidas:

Encontre o caminho:

Jogo das sombras: 4 Jogo dos 7 erros: 1) coroa da fada do dente; 2) luz na saia da fada do dente; 3) ĂĄrvore do lado esquerdo da fada do dente; 4) janela na parte inferior do castelo; 5) janelinha no meio do castelo; 6) estrela no mastro central do castelo; 7) tronco da ĂĄrvore na parte inferior, Ă direita, do desenho

Jogo dos 7 erros

A fada do dente e o seu castelo precisam de reparos. Encontre os erros!

A fada do dente precisa que vocĂŞ a ajude a achar a sua sombra

Jogo das sombras


Sorrir

Palavras escondidas

Encontre o caminho O pequeno dentinho se perdeu da fada do dente. Ajude a fadinha a encontrรก-lo!

Revista Sorridents i no 1


34

Sorrir

Vamos colorir

Revista Sorridents i no 1


Revista

Doe R$ 4,99 para o Instituto Sorridents e ganhe esta revista

um a he Gan mpra d -co vale no

e r d

valo

R$

10,

00

Fada do dente Desenho para colorir, jogo dos sete erros, palavras escondidas... tem muita diversĂŁo para vocĂŞ brincar com a fadinha!

Revista Sorridents nº 1  

Revista Sorridents nº 1

Revista Sorridents nº 1  

Revista Sorridents nº 1

Advertisement