Page 1

ASSOCIAÇÃO CULTURAL KINOFORUM RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2018

Festival internacional de curtas metragens

Oficinas de Realização Audiovisual

Projetos online e publicações

Intercâmbio Internacional

Correalizações e Parcerias


Criada em 1995, a Associação Cultural Kinoforum, entidade sem fins lucrativos, realiza atividades e projetos e apoia o desenvolvimento da linguagem e da produção cinematográfica com destaque para a promoção do audiovisual brasileiro. É responsável por diversas atividades como o Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, as Oficinas Kinoforum de Realização Audiovisual, o Guia Kinoforum de Festivais Audiovisuais, entre outras e por uma base de dados e referências com mais de 50.000 títulos nacionais e internacionais com foco no formato curta metragem. Em intercâmbio com associações e eventos nacionais e internacionais, promove a divulgação do audiovisual brasileiro e latino-americano. O ano de 2018 trouxe desafios. Sintonizando com novas perspectivas para sua adequação aos novos tempos, a Kinoforum ampliou parcerias e está sempre em plena reflexão sobre caminhos a seguir para aprimorar seu desempenho.

Presidente: Esther Hamburger Vice – presidente: Jean-Claude Bernardet Diretor Executivo: André Fischer


29º FESTIVAL INTERNACIONAL DE CURTAS METRAGENS DE SÃO PAULO Com o tema “EM BUSCA DO TEMPO DE AGORA”, a 29ª edição apresentou filmes que ajudaram a refletir sobre relações humanas e questões sociais, políticas e comportamentais que habitam o nosso dia-adia, mergulhos em memórias, o enfrentamento de questões pessoais, sensações e estímulos como sons e imagens trazendo lembranças que de outra forma não poderiam ser acessadas voluntariamente. O curtametragem tem a capacidade de evocar memórias assim como de apontar sequências. A conclusão depois das exibições foi a de que “Estamos Todos em Busca do Tempo de Agora”. A programação foi dividida entre mostras principais Internacional, Latino-Americana e Programas Brasileiros e em Programas Especiais, além de Atividades Paralelas, que incluem workshops, debates, encontros e atividades de mercado.

4

O festival e sua multiplicidade de olhares, depois de tantos anos continua como um espaço privilegiado para refletir sobre as inquietações que chamam a atenção de jovens e consagrados realizadores. A Mostra Internacional realizou uma viagem pelo mundo, exibindo 64 filmes vindos de 35 países, selecionadas entre mais de 2500 curtas. Ganhadores de prestigiosos festivais, como Cannes, Berlim, Veneza, entre outros. Filmes atuais e muito atentos aos movimentos sociais e culturais contemporâneos. A Mostra Latino-Americana apresentou 29 produções de 11 países. De forte espírito investigativo, os curtas trouxeram uma compreensão de diferentes vivências dos habitantes do continente, seja em experiências individuais, seja em suas dinâmicas enquanto comunidade.


Filmes Inscritos

Países Participantes

Filmes Exibidos

Sessões Programadas

3.436

53

325

150

Público em sala

Público das atividades paralelas

Público Online

Público Total

14.016

3.654

11.021

28.691

Salas Exibidoras

6

-

CCSP Cinemateca Brasileira CineSesc Cinusp Espaço Itaú de Cinema MIS

Salas do Circuito Expandido

23

-

Circuito Spcine Itinerância em Guarulhos Itinerância em São Carlos Sesc no interior

Correalizadores

7

-

Cinemateca Brasileira Cinematográfica superfilmes MIS Secretaria Estadual de Cultura Secretaria Municipal de Cultura Sesc Spcine

Colaboradores, Apoiadores e Parceiros

26

-

CTAV / SAV / MINC 29Horas British Council Canal Brasil Canal Curta! cine color Cinusp

-

Consulado Geral da Argentina Consulado Geral da França Consulado Geral de Portugal Dot Easy Effects FAAP Hotel Trianon Paulista Instituto Goethe

Entre os Programas Brasileiros, a Mostra Brasil foi marcada pela representatividade de gêneros, etnias e culturas. No conjunto de 53 títulos, estão produções de 19 estados brasileiros. O Panorama Paulista trouxe 24 curtas do Estado de São Paulo, muitos deles contando histórias íntimas e pessoais, mesmo quando o objetivo era tratar de questões sociais e coletivas. O Cinema em Curso programou 19 curtas desenvolvidos em 14 cursos de audiovisual e a programação dedicada às Oficinas Audiovisuais trouxe às telas a linguagem dos jovens da periferia da cidade de São Paulo, do interior do estado e de todo o país.

-

JKL Locall Lucerne University Porta curtas Revista de Cinema SescTV Swiss Films TV Cultura UniFrance Unitelco

A Mostra Infantojuvenil apresentou 20 curtas que apontam diversas realidades e assuntos importantes para vida no nosso planeta. A 29a edição Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo apresentou 12 Programas Especiais, entre eles uma retrospectiva da Cavideo que celebrava 21 anos de atuação marcados pela inventividade como distribuidora e produtora, um programa reunindo os curtas da juventude de Herzog e Wenders, a Suiça em Foco e um programa da Celebração dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

5


ATIVIDADES PARALELAS Entre as Atividades Paralelas, o festival desenvolveu encontros, debates, ações nas escolas, três Kinoforum Labs, laboratórios para apoiar o desenvolvimento de novos projetos de curtas e a orientação para o salto de produzir uma longa-metragem e recriou o Curta e Mercado, reunindo produtores, realizadores e players para buscar estratégias de comercialização do curta-metragem. Os nomes dos profissionais que atuaram como tutores na realização figuram nas listas dos mais conceituados e respeitados no Brasil e no exterior.

CURTA & MERCADO Preparação de produtores/realizadores para uma série de conferências e encontros profissionais, visando estimular discussões e iniciativas em prol da promoção da cadeia produtiva do audiovisual, em busca de novas soluções sustentáveis, com foco no desenvolvimento econômico e da circulação do curtametragem e do cinema nacional. Com isso, a ação reuniu e tornou públicas experiências para integrar e capacitar realizadores explorando oportunidades de produção, difusão e exibição de filmes de curta duração independentes nas diversas plataformas existentes, por meio de rodadas de negócios com players de mercado. Entre os players presentes destacamos Arte 1, Bambu, Box Brasil, Canal Brasil, Elo Company, Encripta, Lança Filmes, O Quadro, O2, SPCine e TNT

KINOFORUM LABS DO CURTA AO LONGA Laboratório de desenvolvimento de projetos dos primeiros longas­ metragens idealizados por realizadores de curtas selecionados regularmente para o 29º Festival Internacional de Curtas­Metragens de São Paulo. Os participantes receberam tutoria de Jeferson De e Dominique Welinski (Transição), Diana Almeida (Produção) e Rafael Sampaio (Difusão e Promoção). CURTA PROJETOS Laborátorio de desenvolvimento de projetos audiovisuais de curta­ metragem de ficção. Os sete projetos selecionados foram analisados e orientados por Juliana Rojas (Roteiro), Deborah Osborn (Produção) e Camila Lamha (Difusão e Promoção).

6

MULHERES NO CINEMA­ Programas de cursos voltados à formação em direção, roteiro, montagem, produção, pós­produção e documentários. Com curadoria de Minom Pinho e Zita Carvalhosa, trouxeram expoentes femininos por trás das câmeras dos filmes exibidos na programação da edição 2018 do FIM­ Festival Internacional de Mulheres no Cinema. Entre as palestrantes destacamos Juliana Antunes (Direção), Inês Figueró (Roteiro), Maria Rezende (Montagem), Minom Pinho (Documentário), Aza Pinho, Giovanna Rezende e Samanta do Amaral (Pós-Produção), Roberta Estrela D’Alva e Tatiana Lohmann (Narrativas Documentais).


7


RELATÓRIO DE MÍDIA Total de vezes que tweets contento a hashtag #29festcurtas, foram vistos de 1 de julho a 21 de Agosto.

23.6K

O envolvimento inclui qualquer clique em conteúdos da sua página do Facebook (usuários únicos).

151.465

Valoração total

R$13.026.017,79

8


OFICINAS KINOFORUM DE REALIZAÇÃO AUDIOVISUAL Anos de Atuação

17 Vídeos Produzidos

Número total de Participantes

1753

Oficinas Realizadas

312 80

As Oficinas Kinoforum de Realização Audiovisual desenvolvem, desde a sua criação, um trabalho em várias comunidades do Estado de São Paulo. O projeto, com base no direito de acesso à fruição e a criação cultural, propõe  a realização de curtas metragens por pessoas apartadas dos principais centros de circulação  cultural, a veiculação gratuita desses curtas ao vivo e pela internet e a elaboração de novos projetos por parte dos realizadores. Para tanto, prevê o processo de produção audiovisual com acompanhamento profissional em todas as etapas da realização e na veiculação dos produtos finais. MÓDULO I Tem como proposta pedagógica a iniciação dos alunos no  decifrar os códigos de linguagem audiovisual, estimulando  a leitura crítica para aproximar o público do audiovisual, como forma de expressão popular, e estimular seu interesse pela produção cultural como um todo. Em 2018 foram realizadas três Oficinas Módulo I direcionadas a públicos distintos. Uma delas para jovens moradores da comunidade de Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo, e outras duas oficinas voltadas para frequentadores do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) na Zona Norte da capital. MÓDULO II Este módulo foi criado a partir da demanda dos  participantes para dar continuidade ao estudo do audiovisual, oferecendo aos  alunos um aprofundamento técnico e teórico sobre a atuação na área. Assim, possibilitando a quem já teve contato  com a linguagem audiovisual uma nova experiência, com mais tempo e desenvolvimento técnico em funções  específicas como: roteiro, direção, produção, fotografia, som e  edição. No fim de 2018, em correalização com a Spcine, iniciou-se mais uma Oficina Módulo II no Centro Cultural Olido, com aulas teóricas, práticas e definição dos roteiros à serem produzidos em 2019.

9


VÍDEOS PRODUZIDOS Módulo I Pró-Saber SP – Paraisópolis Realizada com o patrocínio da Apsen Farmacêutica através do Proac ICMS em março de 2018.

“E AÍ, ABRAÃO?” - 5'

Em meio aos desafios do cotidiano, um adolescente periférico tenta enfrentar os obstáculos da vida e terá que decidir qual caminho seguir.

“O QUE EU NÃO PUDE DIZER”- 5' Júllio é um poeta mudo e apaixonado pela garota dos seus sonhos. Quando ela encontra o poema que ele escreveu, sua mente entra em colapso.

“NÓS” - 5' Na periferia de Paraisópolis dois jovens descobrem que não estão sozinhos.

“SILÊNCIO” - 4' Com situações distintas, o curta denuncia violências veladas e banalizadas.

Módulo I – Centro Pop Vila Maria

Realizada com o patrocínio da Ericsson através do Proac ICMS em outubro de 2018

“ACOLHIMENTO” - 5' Quem é acolhido também pode dar abrigo.

“O RECOMEÇO” - 5' “Cheguei andando e voltarei voando”.

“ROLÊ EM SP” - 5' A tecnologia e a arte caminhando juntas, numa pessoa só.

“ZERO PRECONCEITO” - 5' Um grupo LGBTQ relata as alegrias e as dificuldades de ser quem você é.

Módulo I – Centro Pop Vila Maria Realizada com patrocínio da Ericsson através do Proac ICMS em novembro de 2018

“LIGAÇÃO MACABRA” - 6' Um encontro é marcado através de um aplicativo. Será que vai dar certo?

10

“PADARIA ARTESANAL” - 5' Documentário acompanha as atividades durante um curso de panificação muito especial.

“A PROCURA DE UMA SAÍDA” - 5' A luta de moradores de rua para “viver sobrevivendo”.

“TECNOPOP”

Uma inusitada instalação inspira os mais diversos e emocionantes depoimentos.


PROJETOS ONLINE E PUBLICAÇÕES GUIA ONLINE DE FESTIVAIS

O lugar onde realizadores, produtores, agentes de mercado, filmes e festivais se encontram! Desde 1999, o Guia Kinoforum de Festivais Audiovisuais acompanha o desenvolvimento do mercado audiovisual brasileiro, aproximando os filmes e vídeos dos festivais que se espalham pelo mundo. Atualizado anualmente, o guia contou em 2018 com mais de 55.950 acessos de 30.219 usuários.

kinoforum.org/guia

CATÁLOGO VIRTUAL OFICINAS KINOFORUM

No Catálogo Interativo das Oficinas Kinoforum, atualizado a cada oficina, é possível acessar todo o conteúdo produzido pelo projeto de maneira dinâmica, navegando por uma linha do tempo ou pelos locais onde ocorreram as oficinas. São múltiplas as possibilidades: assistir aos filmes, acessar informações específicas das produções, ler publicações da Kinoforum e conhecer mais de perto, por meio de depoimentos, alguns alunos e instrutores que fazem parte da história do projeto.

kinoforum.org/oficinas 11


INTERCÂMBIO INTERNACIONAL MERCADO DE CLERMONT-FERRAND O Brasil esteve representado no Mercado do Filme Curto de Clermont-Ferrand - França, através de uma ação coordenada pela Kinoforum, com o apoio da Embaixada do Brasil em Paris / Ministério das Relações Exteriores. O estande “Brazilian Shorts” foi base para os brasileiros com filmes em competição - René Guerra (Vaca Profana), Carlos Segundo (Subcutâneo) e Thiago Carvalhaes (A Gis), além de ponto de encontro da distribuidora Promovere e do Festival Internacional de Curtas de São Paulo. Entre os números oficiais do evento, destacamos a presença de 33 países representados, 3600 profissionais, 156 compradores de conteúdo para TV e VOD, 113 distribuidores e127 exibidores. O Mercado de Clermont é o maior evento internacional para quem deseja conhecer o mundo do curta-metragem e, sempre, uma oportunidade inigualável de fazer intensificar o conhecimento internacional do cinema de curta-metragem brasileiro.

12

FESTIVAL DE CANNES 2018

MINIMALEN FILM FESTIVAL

FDC COLOMBIA

A diretora do Festival de Curtas, Zita Carvalhosa, participou da 71ª edição do Festival de Cannes.

A diretora-adjunta do festival Beth Sá Freire participou do júri da Competição Internacional no Minimalen Film Festival, em Trondheim, Noruega.

Marcio Miranda Perez, coordenador da programação latino-americana do festival, representou a Kinoforum ao participar do júri da categoria Realização de Curta-Metragem de Ficção do FDC - Fundo de Desenvolvimento Cinematográfico do Proimágenes Colombia, um fundo de apoio ao desenvolvimento, realização e distribuição do cinema colombiano.


CORREALIZAÇÃO

Em parceria com a Casa Redonda, o SESC, e o apoio do Espaço Itaú de Cinema a Associação Cultural Kinoforum, realizou ,no mês de julho, um evento dedicado exclusivamente ao trabalho de mulheres no cinema. Alinhado com agendas públicas nacionais e internacionais de equidade de gênero no cinema, o Festival trouxe em sua primeira edição mostras competitivas nacional e internacional de longas metragens exclusivamente dirigidos por mulheres, mostras especiais e ações de formação e debate com programação voltada ao protagonismo feminino nas telas e atrás das câmeras. Ainda em parceria com o FIM foi realizado o workshop Mulheres no Cinema no escopo da programação do 29º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, no mês de novembro.

13


PARCERIAS 29º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo

Oficinas Kinoforum de Realização Audiovisual

correalização

Estande brasileiro no Mercado de Clermont-Ferrand

14

apoio


CÓDIGO DE ÉTICA O Código de Ética e Conduta (“CÓDIGO”) da Associação Cultural Kinoforum (“KINOFORUM”) contempla os principais elementos que devem estar presentes nas relações dessa Associação Cultural com as demais partes interessadas: • Ética • Responsabilidade • Comprometimento • Inovação • Qualidade • Solidariedade • Transparência As disposições do presente CÓDIGO aplicam-se: (a) à diretoria executiva e seu quadro profissional, (b) aos coordenadores de comitês e grupos de trabalho, (c) aos associados, bem como a (d) fornecedores, (e) parceiros de negócio e (f) terceiros não integrantes da Kinoforum, mas que mantém relacionamento com a entidade. O CÓDIGO é composto por princípios éticos e normas de conduta, devendo ser uma referência para as decisões e ações de todas as partes envolvidas, independentemente do nível hierárquico. A adesão e o cumprimento do CÓDIGO são condições essenciais para participação na Kinoforum. Incumbe a todos observá-lo e estendê-lo à sua cadeia de relacionamentos. O CÓDIGO poderá passar por revisões, sempre que se julgar necessário e adequá-lo aos objetivos da Kinoforum. O CÓDIGO é mandatário no modo de atuação da KINOFORUM que deve pautar-se pelos seguintes princípios: • Realizar todo trabalho com responsabilidade, zelo e transparência; • Valorizar a diversidade de pensamentos e opiniões; • Conduzir as relações com integridade, equidade, cooperação e respeito mútuo; • Não tolerar qualquer tipo de discriminação – seja de nacionalidade, gênero, religião, cor, classe social ou relacionada a qualquer outra característica pessoal; • Respeitar a legislação do país e as normas, políticas e procedimentos, constantes no Estatuto Social, Regimento Interno e Código de Ética e Conduta da Kinoforum; • Defender os interesses dos Associados. • Manter sigilo sobre informações relativas aos Associados ou a trabalhos desenvolvidos na Kinoforum, não os utilizando em qualquer forma de benefício próprio; • Estar aberto a parcerias e à construção de relações mutuamente benéficas; • Ter compromisso com as causas da Kinoforum e buscar excelência na ação; • Ser defensor dos princípios de sustentabilidade, agindo com responsabilidade econômica, social e ambiental na consecução das atividades associativas; • Ter plena consciência da sua responsabilidade por ser uma entidade cultural que promove a integração de pessoas e pensares. A KINOFORUM repudia qualquer forma de preconceito, discriminação, assédio e corrupção:

• A KINOFORUM valoriza e respeita a diversidade e a inclusão social. Por esse motivo, busca adaptar seus processos de trabalho, ambientes e equipamentos para que todos tenham acessibilidade as suas instalações. • A KINOFORUM não promoverá evento que tenha fins políticos e também será vedado a sua participação eventos que possam induzir danos ambientais, que exponham de forma preconceituosa a criança e o adolescente, que provoquem constrangimento, humilhação e exclusão de indivíduos e grupos. • Compete a todos os associados disseminar o CÓDIGO entre os profissionais envolvidos nos projetos bem como receber e apurar possíveis denúncias e monitorar a observância aos princípios e normas do CÓDIGO. Se algum profissional ou Associado se sentir discriminado, poderá recorrer à Diretoria que apurará o caso. • Se for verificado um comportamento que envolva preconceito, discriminação ou assédio, por parte de um profissional da Kinoforum ou de um Associado, a Diretoria Colegiada, apoiada pelo Estatuto da Entidade, poderá estabelecer sanções e, dependendo do caso, recomendar a expulsão da parte envolvida dos quadros da Kinoforum. A KINOFORUM repudia toda e qualquer forma de corrupção, favorecimento, extorsão e propina, e na arrecadação de recursos visa sempre atentar e contribuir com a lisura das instituições com as quais se relaciona, o princípio de economicidade e competência nas despesas efetuadas e a devidas prestação de contas. Sua administração é regidapelos seguintes princípios: • Caso os recursos captados sejam públicos, que o ente público donatário obedeça os princípios basilares que regem a administração pública, tais como: legalidade (o repasse deve decorrer de lei que o autorize), impessoalidade (deve possuir finalidade pública e não relacionada com interesse privado), moralidade (lícito – honesto), publicidade (sociedade tenha acesso a todos os parâmetros da contratação) e eficiência (presteza – resultado). • Observar se o ente público contratante atende aos ditames da Lei 8.666/93, que impõe requisitos a contratação de ONGs sem licitação, ou seja, a) ter em seu estatuto ou regimento ao menos uma das seguintes finalidades: pesquisa, ensino, desenvolvimento institucional, recuperação social do preso ou ofereça serviços de pessoas portadores de deficiência física; c) praticar preço de mercado; d) possuir reputação ilibada; e) possuir natureza singular e notória especialização na atividade. • O recurso captado para promoção de suas atividades, seja ele público ou privado, deve estar relacionado com os fins sociais da entidade e qualquer contrapartida não poderá ser exigida pelo donatário que contrarie os princípios acima enaltecidos. • A entidade está investida de expertise capaz de autorizar a parceria em detrimento de outras e os valores envolvidos estão paritários com os de mercado. • A contabilização e controle financeiro dos patrocínios são segregados das demais receitas, para fins de se facilitar à prestação de contas públicas. Versão atualizada em 12 de setembro de 2018


11 3031-5522 info@kinoforum.org www.kinoforum.org Av. Vieira de Carvalho, 192/101 República - São Paulo- SP

Profile for KINOFORUM (Associação Cultural)

Relatório de Atividades 2018 Kinoforum  

Relatório de Atividades 2018 Kinoforum  

Profile for kinoforum
Advertisement