Issuu on Google+

torres vedras 10

Revista Municipal setembro | outubro 2012

programa de atividades

onda de VerĂŁo inundou santa cruz pĂĄgina 4 e 6


índice 03 04 06 16 18 22 24 26 28 38 40 41 42 44 45 50

editorial realce notícias projeto conversando empreendedorismo identidade arte pública agenda passos no concelho torres vedras em livro novidades na biblioteca de porta aberta a 4 vozes deliberações info : contactos

sugestões e reclamações

Porque a sua opinião é importante, envie-nos as suas sugestões, opiniões ou reclamações através dos seguintes contactos:

CÂMARA MUNICIPAL DE TORRES VEDRAS Gabinete de Comunicação Avenida 5 de Outubro | 2560-270 Torres Vedras tlf: 261 320 751 | agenda@cm-tvedras.pt

divulgação de atividades

Os agentes culturais interessados na divulgação das suas atividades para os meses de setembro e outubro, deverão remeter as informações para agenda@cm-tvedras.pt, até ao dia 15 de setembro. A Câmara Municipal de Torres Vedras reserva-se no direito de selecionar a informação a incluir, de acordo com os critérios editoriais. A programação poderá sofrer alterações por motivos imprevistos. www.cm-tvedras.pt | www.facebook.com/torresvedrascm

ficha técnica Revista Municipal Torres Vedras

Edição n.º 10 | setembro e outubro de 2012 edição Câmara Municipal de Torres Vedras direção Carlos M. S. Miguel coordenação Rui Penetra textos Andreia Correia | Tiago Oliveira fotografia Andreia Correia | Isabel Silva Mário Rosado | Pedro Fortunato Rui Penetra | Tiago Oliveira agradecimento JF Ramalhal projeto gráfico Olga Moreira paginação Rita Couto | Sara Dias apoio administrativo Ana Botelho colaboração Carlos Guardado da Silva Arquivo Municipal de Torres Vedras

Torres Vedras é a revista da Câmara Municipal de Torres

Goretti Cascalheira

Vedras, de periodicidade bimestral, que tem como

ISSN 2182-0589 depósito legal 323977/11 impressão MK3C tiragem 32 000 Exemplares | ¤0,39 custo un. periodicidade bimestral distribuição gratuita

objetivo dar a conhecer a atividade realizada e a realizar pela autarquia. É também uma afirmação clara do potencial da cidade

Biblioteca Municipal de Torres Vedras

e do concelho, do seu tecido associativo e empresarial, das suas gentes e do seu património natural e edificado. torres vedras

2

setembro_outubro 2012

fotografia da capa Sem título, instalação de Catarina Sobreiro Onda de Verão Esplanada Antero de Quental, Santa Cruz


editorial

Medidas gravosas em várias áreas! A proximidade aos cidadãos por parte dos principais serviços centrais, é uma exigência dos tempos modernos e faz parte das prioridades duma administração atenta às necessidades dos seus cidadãos. Por este motivo, a autarquia tem desenvolvido esforços no sentido da instalação em Torres Vedras duma Loja do Cidadão de última geração. Finalmente, foi assinado o necessário protocolo com a Agência para a Modernização Administrativa, pelo que a Loja do Cidadão vai ser uma realidade em Torres Vedras, dando-se, assim, mais um passo na desburocratização e na facilidade de acesso dos cidadãos a serviços essenciais. Mais de 200 000 visitantes, foi o número que a Feira de S. Pedro acolheu na sua edição de 2012, numa manifestação de sustentabilidade e de confiança de expositores e público em geral, nas virtualidades desta que é um dos mais importantes certames do país. Estamos numa fase de grandes alterações, com graves implicações no quotidiano das famílias e das instituições. Para além das dificuldades económicas e financeiras que remontam há já bastante tempo e de que, ao contrário do que se quer fazer crer, não se vislumbra o começo do fim, surgem regularmente notícias inquietantes nas mais variadas áreas e cujo escalpelizar não caberia neste pequeno editorial. Contudo, a reorganização hospitalar, que nos tem movimentado a todos, o novo mapa judiciário, com evidentes prejuízos para Torres Vedras, a reorganização escolar, ainda numa fase nebulosa mas em que a sobrelotação das turmas não augura nada de bom para a qualidade do ensino, são tudo sinais de que tempos ainda mais difíceis se aproximam. Acresce a tudo isto, o congelamento dos fundos comunitários do QREN (Quadro de Referência Estratégica Nacional), com evidentes reflexos negativos, em especial na qualidade de vida das pessoas e da já de si debilitada saúde económica e financeira das empresas. Projetos como, por exemplo, o de vários centros educativos, ficam comprometidos por este congelamento, não sendo aceitável que as regras mudem a meio do jogo, sendo que este teve o seu início já depois da intervenção da “troika…”. Independentemente do maior ou menor sucesso, a batalha dos torrienses é a nossa batalha, pelo que podem contar com a autarquia no sentido da defesa dos seus direitos.

O Presidente da Câmara Municipal

Carlos Manuel Soares Miguel

torres vedras

3

setembro_outubro 2012


realce

“(…) Mais do que praia, a zona balnear do concelho continua a oferecer outras boas razões para os veraneantes a escolherem como local para as suas férias (…)”

torres vedras

4

setembro_outubro 2012


“Onda” de atividades tem animado o verão de Santa Cruz…

poéticas, a etapa do concurso Construções na Areia, feiras de verão, a inédita Feira Rural em Santa Cruz, a ação de promoção Sabores da Terra, Chás de Pedra, o Encontro de Automóveis Antigos e Clássicos, o Befashion@santacruz012, o Encontro Internacional de Aguarela de Santa Cruz, o Carnaval de Verão de Santa Cruz, o Cortejo Etnográfico, o Static… Atividades para todas as idades e todos os gostos… Mas houve mais… Na vertente desportiva, o Onda de Verão sugeriu outras boas opções para se passar o tempo de descanso: concursos de saltos do Vimeiro, o Santa Cruz Air Race 2012, peddy-papers, passeios pedestres e de BTT, o evento O Hóquei em Patins vai à Praia, o International de Skimboard UST Portugal 2012 e o Santa Cruz Ocean Spirit. De salientar que o Município em parceria com a empresa Barraqueiro garantiu, mais uma vez, durante o principal período da época balnear, um serviço de transportes extraordinário na zona costeira do concelho. O Onda de Verão, programa dinamizado desde o final da década de 90, é da responsabilidade da Câmara Municipal. Entre n(ess)a “onda”…

A costa do concelho não é apenas uma referência pelos seus galardões balneares. É o também pelo vasto programa de iniciativas que é desenvolvido na mesma anualmente durante o período estival por meio do programa Onda de Verão que tem o seu epicentro em Santa Cruz. Mais do que praia, a zona balnear do concelho continua a oferecer outras boas razões para os veraneantes a escolherem como local para as suas férias: iniciativas culturais, lúdicas, ambientais, educativas e desportivas levadas a cabo no âmbito do referido programa… o que a torna também um chamariz para aqueles que mesmo que não estejam de férias queiram aproveitar de forma enriquecedora os seus tempos livres. Muitas e boas foram as razões para vir recentemente à área balnear do concelho graças ao programa Onda de Verão: ações de sensibilização ambiental integradas no Programa Bandeira Azul, atividades da Biblioteca de Praia de Santa Cruz (nomeadamente sessões e dramatizações de histórias, oficinas e feiras do livro), workshops e oficinas diversas, animações de rua, atuações das bandas filarmónicas e dos ranchos folclóricos do concelho, outros espetáculos musicais e ainda de novo circo, de stand up comedy e de teatro, tertúlias

torres vedras

5

setembro_outubro 2012


notícias

Uma instalação da autoria de Catarina Sobreiro, composta por umas originais “barraquinhas”, está patente na Esplanada Antero de Quental, em Santa Cruz, e integra trechos de textos literários de autores de referência, bem como imagens ligadas ao universo do mar e da praia. A instalação, que convida à contemplação da paisagem, pode ser visitada até ao final de setembro.

cultura

cultura

Com “Chás de Pedra”

Iniciativa inédita

Azenha de Santa Cruz foi mais uma vez palco de conversas sobre História

“Leituras no Parque” trouxe cultura e “vida” ao Parque Verde da Várzea A literatura “invadiu” o Parque Verde da Várzea, em Torres Vedras, no fim de semana de 23 e 24 de junho. Tal deveu-se à realização da iniciativa Leituras no Parque, que resultou de uma parceria da Câmara Municipal com a Casa Ruim, Livraria Livrododia, Livraria Bertrand, Livraria União e Palmo a Palmo Editores e Distribuidores, a qual contou ainda com o apoio do Aki e da União Desportiva do Oeste. Deste evento saliente-se as apresentações de livros e as conversas com os escritores Teresa Lopes Vieira, Teolinda Gersão, Luís Cristovão, Tânia Ganho, Vasco Luís Curado, Clara Pinto Correia, Dulce de Souza Gonçalves e Maria João Castro. Mas outras interessantes ações também se realizaram no âmbito da iniciativa, nomeadamente: um ateliê com a ilustradora Yara Kono; um curso livreiro; um debate subordinado à temática “O Idoso Ativo” (com a psicóloga Maria Isabel Antunes); um ateliê de ilustração de livros com a torriense Tânia Clímaco; uma performance de ilustração infantil digital com Davi Campos; sessões de contação de histórias; a venda de livros dos escritores e ilustradores presentes; e o sorteio de livros como prémio de um “Quiz de Leitura” para adultos e crianças.

As conversas sobre História e património misturadas com o sabor a chá e o cheiro a maresia regressaram à Azenha de Santa Cruz, em inícios de noites de sextas-feiras de julho, com mais uma edição do evento Chás de Pedra. A abordagem à temática “O Paço”, que se iniciara em março, no Convento da Graça, em Torres Vedras, no evento Sopas de Pedra, teve continuidade nessa 3.ª edição do Chás de Pedra, no decorrer da qual Carlos Caetano (da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa), Carlos Guardado da Silva (diretor do Arquivo Municipal e docente da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa) e Carlos Margaça Veiga (da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e da Academia Portuguesa de História) proferiram palestras sobre, respetivamente, “As Casas de Câmara em Portugal (séculos XIV-XVIII)", “O Julgado e Concelho da Ribaldeira no contexto das Linhas de Torres Vedras” e "A Vivência Quotidiana Municipal Torriense no Século XVI". A 3.ª edição do Chás de Pedra, que contou com cerca de 140 participações, integrou-se no programa Onda de Verão e foi organizada pela Câmara Municipal.

torres vedras

6

setembro_outubro 2012

De realçar também da iniciativa Leituras no Parque a apresentação do projeto Monstro troca livros que pretende sensibilizar para a oferta e troca de livros entre cidadãos do concelho. No âmbito do mesmo está disponível no referido parque urbano (na zona do restaurante Saborear) um frigorífico “reconvertido” por meio do qual se pode proceder à troca de livros. Adira a este projeto! Ler é alargar horizontes…


Alguns dados referentes à frequência em equipamentos municipais de caráter cultural em 2011: contabilizaram-se 12.487 presenças em espetáculos e outras atividades realizados no Teatro-Cine: 5.794 visitas ao Museu Municipal e 6.494 participações em atividades dinamizadas pelos serviços do mesmo; e 2.559 atendimentos no Arquivo Municipal e 2.254 participações em atividades dinamizadas pelos seus serviços.

cultura

cultura

Dinamizando espaços públicos recentes

Projeto municipal prossegue

“Noites do Parque” “espalhou” música pelo concelho

“Fábrica das Histórias”, um espaço de imaginação e criatividade O projeto municipal Fábrica das Histórias – Casa Jaime Umbelino continuou a estimular a imaginação e a criatividade durante o findo ano letivo a “miúdos” e “graúdos”. O desafio O Bicho do Conto foi uma das suas iniciativas. A Escola Básica Integrada Padre Vítor Melícias, a Escola EB 2,3 S. Gonçalo e o Jardim de Infância do Ameal responderam a esta proposta desenhando e pintando várias versões do imaginário “bicho do conto”. Outro desafio também lançado pela Fábrica das Histórias durante o ano letivo 2011/2012 foi o Bicho da Escrita, ao qual respondeu a Escola Secundária de Henriques Nogueira. Com esta atividade desafiou-se os alunos a criarem o diário gráfico de uma personagem imaginária – o “bicho da escrita”. Com outro estabelecimento de ensino – a Escola Secundária Rainha Dona Leonor (de Lisboa) – a Fábrica das Histórias desenvolveu um projeto de landart designado Não me cortes o cabelo que o meu pai me penteou, o qual teve como palco o percurso entre o Moinho do Bucal e o Moinho do Cuco (perto da Carvoeira), tendo sido concebido por Joana Maia e Magali Marinho. Em complemento, no Moinho do Cuco, Marta Machado realizou a exposição As Sombras do Vento. Em torno destas intervenções artísticas foram proporcionadas visitas e oficinas. Relacionado com a temática destas últimas iniciativas, e em parceria com a Escola Secundária de Henriques Nogueira, a Fábrica das Histórias levou a cabo a conferência Histórias com Vento lá dentro, que explorou a relação entre o vento e as história, e da qual resultaram criativas propostas a desenvolver

em contexto de sala de aula. Já com o público sénior, a Fábrica das Histórias concretizou os projetos A persistência das coisas e As coisas da casa que se consubstanciaram na recriação artística de objetos da Casa Jaime Umbelino. Participaram nestes projetos a Casa do Povo de Runa, a Casa do Povo da Freiria, a Casa do Povo do Maxial, o Centro Social e Paroquial de Moita de Ferreiros, a Associação de Socorros de Outeiro da Cabeça, o Lar de S. José e o Clube Sénior da Câmara Municipal. Também com este clube, a Fábrica das Histórias levou a cabo a construção de um “Nabo Gigante” inspirado no conto tradicional russo “O Nabo Gigante”. O resultado da maior parte das mencionadas iniciativas e ainda de outras desenvolvidas pela Fábrica das Histórias podem ser observadas na Casa Jaime Umbelino até 22 de setembro por meio da exposição Tudo e mais alguma coisa. Ainda durante o findo ano letivo, no âmbito do projeto Fábrica das Histórias, foram realizadas outras iniciativas como exposições, visitas às mesmas, conferências, encontros, oficinas e sessões de leitura e contação de histórias. Participe nas atividades da Fábrica das Histórias. Entre no seu mundo encantado…

torres vedras

O programa Noites do Parque voltou a trazer música e animação a espaços públicos recentes do concelho. O Parque Verde da Ordasqueira, o Parque Verde da Ponte (na Ponte do Rol), os Jardins do Alcabrichel (em A dos Cunhados) e o Parque Verde da Várzea (em Torres Vedras) foram os parques urbanos que receberam este ano, em noites de sábados de julho e agosto, os concertos gratuitos do Noites do Parque que já vai na sua 9.ª edição, tendo o mesmo se iniciado, recorde-se, em 2004, neste último espaço. A “world music” continua a ser o conceito musical escolhido para este programa, o qual proporcionou em 2012 desde a música tradicional portuguesa do Rufos e Roncos até à música “mixada” do projeto O.G.M. - Organismo Geneticamente Modificado (que trouxe à tona o fado português e a música interventiva trangenicamente modificada pela eletrónica e as sonoridades brasileiras), passando pela música de acordeão de Rodrigo Maurício & Amigos e pela música do quinteto de metais Torres Brass. O programa Noites do Parque é organizado pela Câmara Municipal e teve mais uma vez o mérito de aliar a fruição artística à convivialidade, dinamizando espaços públicos recentes que resultaram de investimentos municipais.

7

setembro_outubro 2012


notícias

O projeto Rota Histórica das Linhas de Torres – levado a cabo pelos municípios de Torres Vedras, Mafra, Arruda dos Vinhos, Loures, Sobral de Monte Agraço e Vila Franca de Xira – foi recentemente distinguido no âmbito da 7.ª edição dos Prémios Turismo de Portugal com o prémio referente à categoria “Requalificação Projeto Público”.

cultura

cultura

Encontro Internacional de Aguarela de Santa Cruz

Cortejo Etnográfico

“Saloios” voltaram a “invadir” Santa Cruz em mais um 15 de agosto

Concelho continua a ser pintado em aguarelas por artistas de diversos países Aguarelistas oriundos de vários países voltaram a acorrer ao concelho durante o verão para participar no Encontro Internacional de Aguarela de Santa Cruz que decorreu, este ano, entre os dias 16 e 29 de julho. Tendo como base a referida estância balnear, esta iniciativa estendeu-se, à semelhança de edições anteriores da mesma, a outros locais do território torriense, o que faz com que este já conte com um acervo assinalável ao nível da pintura em aguarela. Este ano participaram no Encontro Internacional de Aguarela de Santa Cruz: Jorge Alexandre, Ana Luísa Frazão, Lucinda Gravito (de Portugal), Miguel Esteve, Margarita Forteza, Araceli Hamilton, Pablo Ruben Sanz, Luis Labrador, Consuelo del Pozo (de Espanha), Jean Pierre Rault (de França) e Alfonso Tejada (do Canadá). António Bártolo foi, como sempre, o curador do evento, organizado pela Câmara Municipal. No decorrer da edição deste ano do mesmo foram ainda proporcionados workshops de aguarela a cargo de Pablo Ruben Sanz, Ana Luísa Frazão e Alfonso Tejada. Os trabalhos executados ao longo deste

V Encontro Internacional de Aguarela de Santa Cruz, que se integrou no programa Onda de Verão, foram sendo expostos na Azenha de Santa Cruz. De referir, ainda, que pinturas elaboradas na edição do ano transato deste encontro têm estado patentes no Espaço Aguarela (que funciona no local do antigo Posto de Turismo de Santa Cruz), o qual foi inaugurado no dia 13 de julho, e constitui-se como um novo equipamento que a mencionada estância balnear proporciona para atividades de caráter cultural e lúdico-pedagógico.

torres vedras

O vulgarmente designado pelos torrienses “Dia do Saloio” em Santa Cruz voltou a acontecer, como habitualmente, no dia 15 de agosto, com mais uma edição do cortejo etnográfico desta estância balnear. Na iniciativa - que recria, recorde-se, uma antiga tradição das populações rurais do concelho que tinham por hábito, em outros tempos, ir à praia no Dia de Assunção de Nossa Senhora, o que era, para elas, um privilégio participaram, como habitualmente, os ranchos folclóricos do concelho, elementos fundamentais para a preservação da memória e da identidade local, sendo de destacar na edição deste ano a presença de dois destes grupos recém-reativados: o Rancho Folclóri-

8

setembro_outubro 2012

co “Os Agricultores de Azenha Velha” e o Rancho Folclórico da Silveira. Como já é costume, estes grupos etnográficos atuaram no Largo Jaime Batista da Costa, à exceção do Rancho Folclórico e Etnográfico “Flores do Oeste” (de A dos Cunhados) que levou a cabo, como tem sido hábito neste evento, um desfile com carroças, carros de bois e outros animais pelas ruas de Santa Cruz até à praia do Guincho, local onde habitualmente os “saloios” almoçavam, realizando durante o percurso algumas atuações. E foi nessa praia que mais uma vez aconteceu o almoço deste cortejo etnográfico, com os ranchos folclóricos a recriarem um costume de antigos tempos, no qual não faltou o arroz de coelho, o mexilhão ou o peixe seco e salgado. Depois do merecido repasto, a iniciativa prosseguiu pela tarde com brincadeiras a lembrarem “tempos de outrora”… O Cortejo Etnográfico de Santa Cruz foi organizado, como sempre, pela Câmara Municipal e integrou-se mais uma vez no programa Onda de Verão.


O filme “Linhas de Wellington”, que partiu de uma iniciativa da Câmara Municipal e cuja produção foi apoiada pela mesma, integra a programação dos festivais de cinema de Veneza (onde concorre ao respetivo prémio), Toronto e Nova Iorque. A sua estreia está prevista para outubro, em Portugal. Consulte o site: www.linesofwellington.com/pt/linhas_wellington_home.php.

educação e juventude

educação e juventude

Em junho e julho

Durante o findo ano letivo

Muita brincadeira mas também atividades de caráter pedagógico e até na área da inserção profissional foi proporcionado no âmbito das iniciativas de ocupação de tempos de férias dinamizadas recentemente pela Câmara Municipal que se dirigiram, mais uma vez, a diversos escalões etários. Uma dessas iniciativas foi o programa Tempo de Férias – Verão 012, que decorreu entre os dias 18 de junho e 27 de julho, destinado a crianças, adolescentes e jovens residentes no concelho com idades entre os 6 e os 18 anos. Idas à praia, à piscina e ao parque aquático, atividades outdoor, workshops temáticos, cinema e teatro foram as atividades proporcionadas às crianças e adolescentes dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico que participaram nesse programa; para os jovens do ensino secundário que se inscreveram no mesmo, para além dos mencionados workshops temáticos, foram também facultadas ações na área da integração profissional e outras enquadradas nas temáticas das respetivas semanas (que passaram pelo desporto, arte, turismo e ciência), o que contou com o apoio da Slingshot, Tresart-Artes Gráficas, Gulliver, D&D Studios, Pódio d'Aventura, Hotel Santa Cruz, Aeroclube de Santa Cruz, Escola de Surf Inês Tralha, Club L, Sirona e Escola Profissional Agrícola Fernando Barros Leal. Ao todo, contabilizaram-se 897 participações no Tempo de Férias - Verão 012. Já o programa Férias Desportivas foi

Pelo quarto ano letivo consecutivo a Câmara Municipal levou a cabo em parceria com outras entidades um programa de promoção de hábitos alimentares e estilos de vida saudáveis dirigido à comunidade escolar. Os objetivos específicos desse programa em 2011/2012 foram: aumentar o consumo de fruta, vegetais e água; diminuir o consumo de fast food, refrigerantes e doces; melhorar a higiene oral; aumentar a frequência de lavagem dos dentes (para crianças do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico); e diminuir o consumo de bebidas alcoólicas, tabaco e drogas (para alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do ensino secundário). Das ações realizadas durante o findo ano letivo no âmbito do programa + Saúde: Hábitos e Estilos de Vida Saudáveis saliente-se os workshops de culinária saudável destinados a encarregados de educação e educandos, a medição do índice de massa corporal a alunos e as sessões de sensibilização sobre o tabagismo e consumos associados. De referir outras iniciativas dinamizadas em 2011/2012, inseridas no mencionado programa, como passeios pedestres e recreios ativos nas escolas, a confeção de alimentos saudáveis em sala de aula, o controlo do lanche da manhã e da tarde, a comemoração do Dia Mundial da Alimentação, o tratamento da horta escolar, a conceção e representação de peças de teatro relacionadas com a temática da higiene oral e a dinamização de clubes/grupos de debate. De referir que o programa + Saúde:

Câmara Municipal proporcionou Programa “+ Saúde: Hábitos mais uma vez iniciativas e Estilos de Vida Saudáveis” para ocupação de tempos de férias prosseguiu

este ano dinamizado nas freguesias de S. Domingos de Carmões e de Runa, entre os dias 2 e 27 de julho. O mesmo proporcionou um interessante leque de ações (jogos de campo, passeios pedestres, jogos tradicionais, orientação, idas à praia, à piscina e a um parque aventura, surf e outras atividades aquáticas) a crianças e adolescentes, com idades entre os 6 e os 13 anos. O Férias Desportivas foi organizado, como habitualmente, em parceria com as juntas de freguesia dos locais a que se destinou.

torres vedras

9

setembro_outubro 2012

Hábitos e Estilos de Vida Saudáveis insere-se no Plano de Desenvolvimento em Saúde do concelho e conta com a parceria do Centro de Saúde de Torres Vedras, da Escola de Serviços e Comércio do Oeste, das escolas secundárias de Henriques Nogueira e de Madeira Torres, dos agrupamentos de escolas do Maxial, dos Campelos, Padre Vítor Melícias, Padre Francisco Soares e de S. Gonçalo e do Centro de Respostas Integradas do Oeste. Este programa prosseguirá no corrente ano letivo com um maior enfoque na temática dos consumos de tabaco, álcool e drogas.


notícias

O programa municipal de desporto informal Mexa-se! regressou ao Parque Verde da Várzea, em Torres Vedras, como habitualmente, no período de final de primavera/início de verão, proporcionando mais uma vez à população aulas de grupo gratuitas na área do fitness, nas quais se contabilizaram 1062 participações. O Mexa-se! teve em 2012 o apoio do Ginásio O’Hara, do Ginásio Mais Fitness e do Ginásio Club L.

educação e juventude

desenvolvimento social

Com várias iniciativas

Projeto de sucesso!

Centro de Educação Ambiental tem prosseguido a sua atividade

O Município é um dos que se destaca no país pela aposta na educação ambiental da respetiva comunidade e por isso tem um Centro de Educação Ambiental a funcionar desde 2004 na zona do Parque Verde da Várzea, em Torres Vedras. Durante o findo ano letivo este centro promoveu mais uma vez concursos destinados à comunidade escolar e a instituições de apoio a idosos. Um desses foi o Bichos do Lixo, com o qual se desafiou à elaboração de figuras de animais com materiais reutilizados a partir de estruturas metálicas. 55 trabalhos foram apresentados no âmbito desta iniciativa, tendo os vencedores sido executados por alunos do Jardim de Infância de A dos Cunhados, da Escola Internacional de Torres Vedras, da Escola Básica Integrada Padre Vítor Melícias e da Escola de Serviços e Comércio do Oeste, bem como por utentes do Lar de S. José. Outro concurso desenvolvido pelo Centro de Educação Ambiental durante o ano letivo 2011/2012 desafiou à criação de disfarces de Carnaval baseados também em materiais reutilizados e alusivos ao tema do Carnaval de Torres 012 – "o Desporto” -, tendo sido apresentados sete trabalhos nesta atividade, a qual foi ganha por

"Clube Sénior" da Câmara Municipal celebrou o seu sexto aniversário São já seis os anos do projeto Clube Sénior da Câmara Municipal que foram comemorados no dia 22 de junho com uma festa realizada na zona do Convento do Varatojo. Esse convívio teve início pela manhã com uma eucaristia de ação de graças neste convento, a que se seguiu uma visita ao mesmo. Já na sua mata foi proporcionado

criações elaboradas por crianças do Jardim de Infância do Outeiro da Cabeça e da Escola Básica do 1.º Ciclo de S. Domingos Carmões, bem como por utentes do Centro de Dia da Associação de Solidariedade e Ação Social de Matacães. Ainda outro concurso dinamizado pelo mencionado centro durante o transato ano letivo propôs a criação de calendários de Advento igualmente a partir de materiais reciclados. 11 trabalhos concorreram à iniciativa, a qual teve como vencedores os concebidos por alunos do Jardim de Infância de Cambelas, da Escola Básica do 1.º Ciclo de S. Domingos Carmões e da Escola Básica 2,3 da Freiria, bem como por utentes do Lar de S. José. Outra iniciativa desenvolvida pelo Centro de Educação Ambiental durante o ano letivo 2011/2012 foi o projeto Escola Zero Emissões, mediante o qual se desafiou as escolas do concelho a reduzir o seu consumo de água e energia elétrica. A esta atividade aderiu o Centro Educativo de Dois Portos, tendo este estabelecimento de ensino conseguido durante o período de implementação do projeto reduzir os consumos dos referidos recursos. Durante o ano letivo que agora se inicia o Centro de Educação Ambiental vai prosseguir as suas atividades. Adira às mesmas…

torres vedras

aos participantes na atividade um baile e um almoço que chegou ao fim com a distribuição do bolo de aniversário do projeto. Recorde-se que o Clube Sénior é um projeto de animação sócio-cultural que consiste na dinamização de espaços de educação não formal para munícipes com idades a partir de 55 anos. Atualmente está a funcionar nas freguesias de A dos Cunhados, Carvoeira, Dois Portos, Maceira, Matacães, S. Domingos de Carmões, Ramalhal, Outeiro da Cabeça, Silveira e S. Pedro e Santiago, em onze núcleos, envolvendo cerca de 240 membros.

10

setembro_outubro 2012

Das recentes atividades do Clube Sénior refira-se a realização de trabalhos de artes decorativas, bem como de expressão plástica; a dinamização de ações nas áreas da música, do teatro e da dança; dinâmicas de grupo e jogos didáticos; o projeto Livros Ilustrados (que consistiu na criação de histórias a partir de vivências dos membros deste clube que deram origem a livros e que foram apresentadas em escolas, a cerca de 2200 alunos das mesmas); visitas a exposições da Biblioteca Municipal (relacionado com os trabalhos do Livros Ilustrados), do Museu Municipal, da Galeria Municipal e da Fábrica das Histórias; o envolvimento em iniciativas desta última entidade municipal; e a participação em outras iniciativas da Câmara Municipal (como a Festa d’Outono, o Baile Tradição, o Dia Mundial da Poesia, a Festa Sénior, a Quinzena da Floresta e da Água, a Feira da Saúde, a Comemoração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios e o Abraço de Contos). Se tem idade a partir dos 55 anos e reside nas referidas freguesias adira ao Clube Sénior! Para este efeito contacte a sua junta de freguesia ou a Área Sénior da Câmara Municipal por meio do n.º de telefone: 261 320 773.


O concelho conta desde o dia 1 de julho com mais uma área de serviço para autocaravanas, esta situada no Turcifal. Graças também ao apoio da Câmara Municipal à política de criação desse tipo de espaços, o concelho dispõe atualmente de áreas de serviço para autocaravanas igualmente em A dos Cunhados e no Outeiro da Cabeça.

desPORTO

desPORTO

6.a edição da iniciativa

Encontro de Automóveis Antigos e Clássicos voltou a animar as estradas do concelho Verdadeiras “relíquias” de quatro rodas voltaram a sair das garagens e a dar um toque bastante pitoresco às estradas do concelho, em mais um Encontro de Automóveis Antigos e Clássicos organizado pelo Grupo dos Amigos dos Automóveis Antigos com o apoio da Câmara Municipal. A 6.ª edição da iniciativa aconteceu no dia 7 de julho, tendo, como habitualmente, se iniciado junto às instalações do Centro de Apoio ao Empresário, em Torres Vedras, e terminado em Santa Cruz, com uma exposição das viaturas participantes na zona do Largo Jaime Batista da Costa. Pelo meio pararam junto à Quinta das Lapas, nas instalações da empresa Constantinos (na Moçafaneira) e no hotel da Praia Azul. No final do evento foi atribuído a um Fiat 501 de 1921 (conduzido por Eduardo Silva Pereira e propriedade de José Pedroso) a distinção relativa ao veículo mais antigo, tendo ao Toyota Corolla KE 20 de 1974 de Carlos Irra (oriundo do Entroncamento) cabido a distinção correspondente ao veículo que se deslocou do local mais longínquo. Na ocasião foram ainda destacados

Feito inédito

Ricardo Mestre venceu pelo segundo ano consecutivo o Troféu Joaquim Agostinho

pela organização um Citroen Torpedo de 1923 (de Flávia Paz), um Ford T de 1926 (de Pedro Paz), um Citroen Arrastadeira de 1949 (de Hélder da Silva) e um MG TD de 1952 (de Alfredo Jorge Simões). Ao todo, participaram na iniciativa 83 viaturas e 184 pessoas. Este encontro integrou-se no programa Onda de Verão e contou também com o apoio das juntas de freguesia de Matacães e de Monte Redondo, do Hotel/Restaurante Praia Azul e das empresas Constantinos e Correias II.

torres vedras

As estradas da Estremadura e do Ribatejo receberam mais uma vez aquele que é o evento velocipédico nacional que está há mais anos inscrito no respetivo calendário internacional – o Grande Prémio Internacional de Ciclismo de Torres Vedras / Troféu Joaquim Agostinho. Ricardo Mestre (da Carmin – Prio – Tavira) foi, à semelhança do ano transato, o vencedor do mesmo em termos individuais. A edição deste ano do Troféu Joaquim Agostinho, que decorreu entre os dias 12 e 15 de julho, acolheu, como já é normal, a elite do ciclismo nacional, tendo contado com a participação de 123 atletas de 18 equipas, 7 das quais estrangeiras (oriundas da Grã-Bretanha, Rússia, Argentina, Espanha e Grécia). De referir que esta edição do Grande Prémio Internacional de Ciclismo de Torres Vedras apresentou características diferentes: começou com um prólogo (que se desenrolou em Torres Vedras e nas suas imediações), que foi seguido de três etapas, sendo que a última não foi como habitualmente o Circuito de Torres Vedras (que se constituiu como a segunda etapa) mas a “etapa-rainha”, que tem terminado

11

setembro_outubro 2012

nos últimos anos no Parque Eólico da Carvoeira. Referencia ainda, no âmbito desta edição de 2012 do Troféu Joaquim Agostinho, para a realização do Primeiro Memorial Joaquim Agostinho, no dia 14 de julho, a partir do monumento a este ciclista, que consistiu numa iniciativa com duas componentes: uma de passeio, com 61 quilómetros; a que se seguiu uma outra, de competição, com 27 quilómetros, que foi ganha pelo veterano Luís Machado. O 35.º Grande Prémio Internacional de Ciclismo de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho foi mais uma vez organizado pela União Desportiva do Oeste em estreita colaboração com a Câmara Municipal. Mais informação sobre o evento pode ser consultada no seu site (acessível em: www.trofeujoaquimagostinho.com).


notícias

Torres Vedras foi um dos destinos turísticos do país escolhido pela RTP e o Turismo de Portugal para a campanha promocional que têm estado a levar a cabo na referida estação televisiva. Pode consultar o respetivo vídeo em: http://youtu.be/FlsbTcIn9zk.

desPORTO

Santa Cruz Ocean Spirit

Concelho voltou a acolher o maior festival de desportos de ondas do país Numa tentativa de afirmar turisticamente a costa do concelho no panorama nacional e internacional dos desportos de ondas, o Santa Cruz Ocean Spirit realizou-se este ano mais uma vez, embora com um orçamento reduzido tendo em conta o atual contexto económico. 115 atletas oriundos de vários países marcaram presença neste evento que se continua a constituir como o maior festival de desportos de ondas do país, e que decorreu entre os dias 27 de julho e 5 de agosto, na Praia do Mirante, em Santa Cruz. Quatro provas desportivas tiveram lugar no decorrer desta sexta edição do Ocean Spirit: o Downwind Porto Dinheiro – Santa Cruz de Stand Up Paddle (que foi ganho por Filipe Meira); a 2.ª etapa do circuito nacional de kayaksurf e waveski (que teve como vencedores o torriense Bruno Melo e ainda Eurico Viana e Miguel Carvalho); a competição de bodyboard Vert Pro/Am (que contou com a participação do campeão mundial da modalidade, Pierre-Louis Costes, e foi ganha por Ricardo Faustino no seu principal escalão); e a competição Waterman Wanted (em que os participantes competiram em várias modalidades de desportos de ondas, tendo João Brogueira sido o que averbou mais pontos na principal categoria). Mas o Ocean Spirit não é, como se sabe, apenas desporto. É também animação noturna, a qual trouxe milhares de pessoas a Santa Cruz para assistir a concertos (de Nu Soul Family e A Bela e os Monstros) e a atuações de DJ’s (sendo de destacar as de Diego Miranda e de Angel-O). Referência também, nesta vertente do festival,

para o respetivo concurso de DJ’s (ganho por Dirty Player) e o de eleição de Miss e Mister Santa Cruz Ocean Spirit 2012 (que teve Thaís Breder e Gustavo Roque como vencedores). Para a realização do evento foi de novo instalada a Aldeia Neptuno (numa área com cerca de 6 mil m2) que acolheu espaços comerciais, de representação de entidades e um dedicado a atividades pedagógicas, uma piscina onde foram proporcionadas aulas gratuitas de iniciação a desportos de ondas, um restaurante, um snack-bar, bares e uma área destinada à animação noturna. Estima-se que cerca de 80 mil pessoas tenham passado este ano pelo Ocean Spirit. Referência ainda para a ação de sensibilização rodoviária noturna levada a cabo no âmbito do evento, no dia 29 de julho, pelo Serviço Municipal de Proteção Civil com a colaboração da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária e da Guarda Nacional Republicana, com a qual se assinalou o Dia Europeu da Segurança Rodoviária, e que incluiu a realização de testes de despistagem de álcool com a respetiva atribuição de prémios, a exibição de um filme pedagógico e a distribuição de folhetos informativos. O Santa Cruz Ocean Spirit, que teve a sua sexta edição, foi, como sempre, organizado pela Associação Santa Cruz Ocean Spirit e contou mais uma vez com o apoio da Câmara Municipal. Mais informações sobre o evento, que se integra no programa Onda de Verão, podem ser consultadas no respetivo site (acessível em: www.oceanspirit.pt). Entre no espírito oceânico!... torres vedras

12

setembro_outubro 2012


ambiente e sustentabilidade

ECONOMIA e DESENVOLVIMENTO

Com o envolvimento da Câmara Municipal

Desde 1293…

A Câmara Municipal associou-se mais uma vez à Comissão Nacional da UNESCO, à Tapada Nacional de Mafra e ao Município de Cascais dinamizando um concurso escolar que incidiu na temática ambiental e enquadrou-se na Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável. “Como melhorar a qualidade ambiental da minha escola?” foi o tema da iniciativa, que se relacionou também com a Década da Biodiversidade e destinou-se aos estabelecimentos de ensino com 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico dos concelhos de Torres Vedras e de Cascais. No âmbito da atividade foram elaborados, no concelho, 12 trabalhos que envolveram cerca de 100 alunos da Escola Básica do 1.º Ciclo de S. Domingos de Carmões e da Escola Básica 2,3 de Freiria. O vídeo Uma Missão possível (na categoria relativa ao 1.º ciclo do ensino básico), o vídeo Constrói e utiliza Ecopontos (relativo ao 2.º ciclo do ensino básico) e a maquete Inovar é o que está a dar (relativo ao 3.º ciclo do ensino básico) foram os trabalhos vencedores da vertente do concurso concernante ao concelho.

O Parque Regional de Exposições voltou a acolher o maior certame agroindustrial e comercial da região e uma das maiores feiras generalistas do país, este ano, entre os dias 28 de junho e 8 de julho – a secular Feira de S. Pedro. Neste evento, as empresas presentes (sobretudo do concelho e da região, mas também de outras zonas do país), mesmo em tempo de crise, fizeram mais uma vez questão de demonstrar aos visitantes (que também acorreram de diversos locais da região e não só…) a sua modernidade e competitividade. Para além dos expositores comerciais (mais do que na edição anterior, os quais se distribuíram por dois pavilhões com cerca de 4.000m2 de área coberta e uma zona exterior com 10.000m2), o certame contou com as suas outras habituais vertentes: representações de instituições locais, feirantes tradicionais, área de tasquinhas (a maior parte das quais a cargo de associações locais), zona de divertimentos (que apresentou novidades e incluiu 6 divertimentos de adultos e 5 infantis) e animação (com um programa mais apelativo relativamente às recentes edições do evento). Neste último capítulo, refira-se a tourada realizada com a participação dos consagrados cavaleiros João Moura, António Telles e Luis Rouxinol; as atuações na área da música e da dança na zona dos bares (sendo de destacar o 1.º Encontro de Acordeão e o 1.º Festival de Folclore da Feira de S. Pedro); as atividades nas áreas da ciência e do

"Feira de S. Pedro", um evento secular de sucesso…

Concurso escolar assinalou a Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável

Como prémio, a Câmara Municipal ofereceu bicicletas aos alunos que elaboraram estes trabalhos, tal como aconteceu nas edições anteriores da referida vertente do concurso, bem como material/equipamento para melhoria da qualidade ambiental das respetivas escolas. Os alunos que elaboraram os trabalhos vencedores do concurso encontraram-se, tal como sucedeu nas suas edições anteriores, na Tapada Nacional de Mafra, para a apresentação dos mesmos, tendo-lhes sido proporcionado uma visita de comboio a este espaço, bem como uma demonstração de falcoaria. “Adote um rio ou uma ribeira” é o tema da referida iniciativa no ano letivo que agora se inicia, a qual se destina a alunos do 1.º ciclo do ensino básico ao ensino secundário.

torres vedras

13

setembro_outubro 2012

desporto promovidas pelo Académico de Torres Vedras; e a animação itinerante. De realçar também a qualidade do Espaço Prestígio (o qual acolheu de forma vanguardista e atrativa no Pavilhão Multiusos representações de empresas de referência oriundas do concelho, a da Câmara Municipal e a do projeto EcoUrbe Design by ECOS) que este ano teve uma nova configuração. Refira-se que nesta edição da Feira de S. Pedro, produzida, como já é habitual, pela Promotorres, EEM, contabilizaram-se 222.396 visitas. Feira de S. Pedro, um evento que anima o concelho e a região desde 1293…


notícias

Santa Cruz foi considerada uma das 50 melhores praias do mundo (a 16.ª) pela edição espanhola da prestigiada revista Condé Nast Traveller, segundo a qual o referido local representa "todo o encanto da costa portuguesa", estando “a apenas meia hora de Lisboa".

ECONOMIA e DESENVOLVIMENTO

OBRAS MUNICIPAIS

Aposta na modernização administrativa

Na Serra da Archeira

A Loja do Cidadão de Torres Vedras é uma realidade cada vez mais próxima. Para esse efeito foi assinado um acordo de colaboração no dia 29 de junho, no Pavilhão Multiusos de Torres Vedras, no decorrer da Feira de S. Pedro, envolvendo o Município (que esteve representado pelo presidente da Câmara Municipal, Carlos Miguel) e a AMA - Agência para a Modernização Administrativa (que esteve representada pelo presidente do seu conselho diretivo, Paulo Neves, e pelo secretário de estado-adjunto do ministro-adjunto e dos assuntos parlamentares, Feliciano Barreiras Duarte). De referir que é missão da AMA “reformular as Lojas do Cidadão, por forma a oferecer aos cidadãos e às empresas uma maior integração de serviços em função dos seus eventos de vida (…) bem como levar a cabo as tarefas relativas à expansão da rede nacional de Lojas do Cidadão”. Ainda segundo o texto do mencionado acordo “as novas Lojas do Cidadão devem, assim, concentrar no mesmo

Foi inaugurado no dia 10 de julho o parque de merendas do Ecoparque localizado na Serra da Archeira (perto do Figueiredo), um espaço agradável que se encontra a partir de agora à disposição da população. O mobiliário urbano instalado neste Parque de Merendas foi oferecido pela ENEL Green Power, empresa que atua em Portugal através da construção e gestão de instalações de energia renovável e uma das principais empresas da Península Ibérica, em termos de capacidade de instalação e produção. Segundo o administrador da empresa em Portugal, Rui Neves, este tipo de ações inserem-se no âmbito do projeto "Natureza e Território", um projeto global de responsabilidade corporativa, através do qual a ENEL desenvolve várias iniciativas pelas quais procura dotar os territórios onde a empresa opera de condições/equipamentos que permitam que as populações vivam melhor alguns espaços. Neste sentido, e porque a empresa é responsável pelo Parque Eólico da Serra da Capucha, uma forma de espelhar esta preocupação ambiental e social foi oferecer este mobiliário urbano e comprometerem-se, ainda, com a instalação futura de um miradouro e com a instalação de um circuito de manutenção. O Ecoparque da Serra da Archeira constitui um espaço municipal, inserido na área protegida de âmbito local da Serra do Socorro e Archeira, com uma área aproximada de 5ha. A instalação deste mobiliário urbano

Acordo de colaboração foi Parque de Merendas assinado para a criação da futura do Ecoparque inaugurado Loja do Cidadão de Torres Vedras espaço serviços públicos (da administração central e também municipal) e serviços privados conexos em função da procura e das necessidades existentes em cada local”. Acabar com o conceito de “cidadão-estafeta” é, em suma, o objetivo das Lojas do Cidadão. Recorde-se que Torres Vedras já conta há alguns anos com uma extensão de Loja do Cidadão, mas que não oferece a quantidade de serviços que a futura Loja do Cidadão de Torres Vedras proporcionará. A localização deste equipamento está ainda a ser definida. Depois da assinatura daquele acordo os referidos responsáveis da administração central e respetiva comitiva efetuaram ainda uma visita à Feira de S. Pedro.

torres vedras

14

setembro_outubro 2012

integra-se na 2.ª fase do Ecoparque cuja construção, recorde-se, teve início com a plantação de árvores, no âmbito da compensação das emissões de CO2 produzidas aquando da realização das recentes etapas do Nacional e Mundial de Enduro disputadas no concelho. O grande objetivo da criação do Ecoparque da Serra da Archeira é requalificar um espaço natural até agora pouco utilizado e dotá-lo de condições para ser vivido pela população.


Recentemente verificou-se a destruição por completo de quatro placas de sinalização de perigo (colocadas perto de arribas e de praias do concelho) e danos em outras seis, comportamento que a Câmara Municipal lamenta, apelando nesse sentido ao civismo dos munícipes.

mais

MAIS

Encontro de festas de carnaval

Muito "glamour"…

A tradição da realização do Carnaval de Verão de Santa Cruz, um evento que já faz parte da vivência dos torrienses, voltou a cumprir-se, este ano, no dia 14 de julho. A animação começou, como é habitual, à tarde, com uma arruada pelas ruas e praias daquela estância balnear levada a cabo pelos Zés Pereiras (do concelho de Amarante) e Cabeçudos. Escolas de samba – Charanguinha (de Ovar), Juventude Vareira (também de Ovar), Paraíso Tropical (de Penafirme da Mata) e Batuque do Conde (de Sesimbra) -, os grupos de percussão Ribombar e Tocárufar, grupos de mascarados da mais recente edição do Carnaval de Torres, bem como membros das associações Ministros & Matrafonas e Marias Cachuchas e da Real Confraria do Carnaval de Torres foram outros protagonistas que, para além dos anteriormente citados, trouxeram, à noite, muita cor, alegria e energia às ruas do centro de Santa Cruz, naquele que é o mais antigo Carnaval “fora de época” do país e que continua a constituir-se como um “Encontro de Festas de Carnaval de Po r t u gal”. P o r volta da meia-noite o evento chegou ao seu término com o sempre aguardado fogo de artifício realizado

Decorreu na noite do dia 7 de julho, pelo quinto ano consecutivo, mais uma edição do Befashion@santacruz, evento de moda e animação que marca o início do verão em Santa Cruz. Espetáculo já intrínseco na vida dos torrienses, contou com o habitual entusiasmo da população local que, às 21h30, se concentrou em frente ao Hotel Santa Cruz para assistir a um desfile de moda com roupa e acessórios de lojas e estilistas locais, tais como Nuno Vidigal, Still's, Opti-visão, Manel Sport, Roupitas e Karmel, com penteados a cargo de Ana Soares. O evento teve como protagonistas jovens modelos de várias localidades do concelho, bem como manequins profissionais que abrilhantaram esta grande festa: Isabel Figueira, Liliana Campos, Lúcia Garcia, Isaac Alfaiate, Lourenço Ortigão e Ruben Rua. Destaque para a presença de Manuel Piedade, que fez as "delícias" da sua mãe Ana Paula Reis, que quis apoiar o filho a dar os primeiros passos no mundo da moda. Foram vários os convidados presentes, como o casal Álvaro e Jô Caneças, Ilda Preto, o relações públicas João Ribas ou a artista plástica Helena Pedro Nunes. O befashion@santacruz2012, evento produzido pela Promotorres, EEM e inserido no programa Onda de Verão, foi mais uma vez um grande sucesso.

Santa Cruz recebeu mais uma vez “o mais antigo Carnaval fora de época” do país

"Befashion@santacruz2012" deu as boas-vindas ao verão em Santa Cruz

a partir da meia-laranja. Estima-se que esta edição do Carnaval de Verão de Santa Cruz tenha sido presenciada por cerca de 20 mil pessoas, a que se juntaram 400 figurantes. A iniciativa integrou-se no programa Onda de Verão e foi produzida pela Promotorres, EEM. De referir, ainda, que o tema da próxima edição do Carnaval de Torres já está definido: será “Reciclagem”. Vá já pensando na sua máscara para o “Carnaval mais português de Portugal”…

torres vedras

15

setembro_outubro 2012


RECONVERSÃO DE ANTIGAS INSTALAÇÔES DA

projeto

CASA PRIMAVERA

torres vedras

16

setembro_outubro 2012


Um espaço próximo ao Edifício dos Paços do Concelho, que funcionou anteriormente como instalações da Casa Primavera (na Rua Miguel Bombarda), vai ser reconvertido para aí passar a funcionar o Espaço Juventude da Câmara Municipal, o qual acolherá diversos serviços municipais na área da juventude, do emprego, da formação, do associativismo e do voluntariado. Recorde-se que no período que tem antecedido esta intervenção esse espaço tem acolhido iniciativas de âmbito cultural que se constituem como um prelúdio da dinamização que o mesmo pretende vir a dar ao centro histórico de Torres Vedras. A estrutura desse antigo espaço comercial vai ser reabilitada e transformada. Junto à área de entrada haverá uma zona de espera e leitura (um espaço de estar informal que proporcionará informação e leitura relacionadas com as atividades desenvolvidas no edifício) e uma outra de receção onde funcionará o Posto de Informação Juvenil. Na área do antigo logradouro do edifício será criada uma sala polivalente (para atividades diversas como exposições, festas, conferencias ou workshops) e um espaço destinado às tecnologias de informação, equipado com computadores de acesso à Internet. Ainda no piso térreo será construída uma casa de banho, instalar-se-á uma plataforma elevatória, criar-se-á um lance de escadas e recuperar-se-á outro. No piso superior criar-se-ão novos espaços de trabalho: um gabinete de atendimento onde funcionarão em alternância o serviço de atendimento camarário da área da Juventude, o Gabinete de Atendimento a Jovens e Adolescentes, o Banco Local de Voluntariado e o Gabinete de Apoio ao Associativismo; um afeto ao serviço camarário de apoio à formação, emprego e qualificação; um afeto aos técnicos camarários da área da juventude e do apoio ao associativismo; e uma sala de reuniões e formação. Será mais um espaço com que se espera criar uma nova “primavera” para o centro histórico torriense…

“(…) Um espaço próximo ao Edifício dos Paços do Concelho, que funcionou anteriormente como instalações da Casa Primavera (na Rua Miguel Bombarda), vai ser reconvertido para aí passar a funcionar o Espaço

NÚMEROS

Juventude da Câmara Municipal (..)”

¦ Área ¦ 182m2 ¦ Custo ¦ cerca de 100 mil euros ¦ Prazo ¦ final de 2012

torres vedras

17

setembro_outubro 2012


entrevista

conversando

António José Santos, além de conhecido empresário, é já há 23 anos presidente da direção da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Torres Vedras, instituição que está prestes a completar os seus 100 anos de vida. À [Torres Vedras] abordou o passado, o presente e o futuro desta instituição bancária, bem como outros assuntos pertinentes como a evolução e o desenvolvimento do concelho, a atual crise económica e os problemas sociais do país nos tempos que correm.Segundo este responsável bancário e empresarial a crise veio para ficar durante uns tempos...

entrevista : Tiago Oliveira fotografia : pedro fortunato

António José Santos

torres vedras

18

setembro_outubro 2012


“(…) esta é uma das caixas agrícolas do país com uma situação financeira mais equilibrada (…)”

“(…) Criámos em quase todas as freguesias do concelho uma delegação (…)”

Começava por lhe pedir para fazer um ponto da situação Já há alguns anos que a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de relativamente à atividade da Caixa de Crédito Agrícola Torres Vedras não está ligada à caixa agrícola central… Mútuo de Torres Vedras… Sim, porque tínhamos excesso de liquidez e tendo de Bom, há 23 anos quando comecei a exercer funções de colocar os nossos excedentes de liquidez nessa instituipresidente da caixa, esta estava numa situação compli- ção, perdíamos dinheiro com essa situação, e por isso cada porque a sua dimensão era muito pequena para os hoje somos um banco como qualquer outro, com a diempréstimos que se faziam e podia por isso ter proble- mensão, obviamente, correspondente ao seu concelho. mas de liquidez. Eu e aquela que é maioritariamente a Encara com orgulho mas também com responsabilidade o atual direção entrámos, aumentámos em muito a cafacto da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Torres Vedras pacidade financeira da caixa por meio dos depósitos, ser a única instituição bancária genuinamente torriense… aliás, brutalmente logo no primeiro ano, e a partir daí a instituição entrou numa rotina normal e saudável como Sim, e sentimo-nos gratos pela confiança que os depotem tido até agora e que espero que continue a ter por sitantes têm em nós, hoje é talvez a instituição que mais muitos mais anos. O volume de capitais que temos em recursos financeiros tem no concelho. Tentamos fazer a outras instituições financeiras é sobejamente forte para melhor remuneração possível ao depositante e daí tamdar um descanso às pessoas que estão à frente da caixa. bém termos os resultados atuais. Aliás, esta é uma das caixas agrícolas do país com uma Por outro lado, temos financiado algumas obras recentemente realizadas no concelho como o pavilhão desporsituação financeira mais equilibrada. tivo do SC Torres, o Centro de Dia do Turcifal, o Centro Há algum tempo houve um problema com dinheiro que a Pastoral de Torres Vedras que está ainda em construção, Caixa Agrícola de Torres Vedras aplicou no BPP mas isso é e muitas outras ligadas a juntas de freguesia ou a grupos uma situação ultrapassada… desportivos. Quando melhor e mais saudável estiver o Fizemos alguns depósitos a prazo nesse banco mas que concelho, melhor. foram liquidados pelo mesmo à nossa instituição e não Aliás, ainda recentemente, quando ocorreu o vendaval tivemos qualquer prejuízo nessa situação. no final de 2009, foi a caixa que ajudou os agricultores porque, por um lado o Ministério da Agricultura não conTêm muito crédito mal parado neste momento? cedia dinheiro se não houvesse garantias bancárias e foi Não, temos um rácio de cerca de 3%, o que é algo bas- a caixa agrícola que as deu, e por outro, emprestamos o tante positivo nos tempos que correm, o ideal era que restante que era necessário para as intervenções de refosse zero, mas isso é praticamente impossível. Esta cuperação. Foi uma resposta rápida e eficiente. situação também acontece pela prudência que temos Têm também prestado um serviço bastante benéfico à ponos empréstimos que fazemos. Até porque quando empulação com a criação de delegações em vários locais do prestamos dinheiro temos a consciência de que ele é dos concelho… depositantes, e a nossa primeira preocupação são os depositantes. A restante banca tem neste momento mais Sim, quando aqui cheguei tínhamos três ou quatro e hoje de 10% de crédito mal parado e esta percentagem está a temos dezasseis balcões, sendo dois na cidade, tendo subir todos os dias. um sido criado recentemente para aliviar a pressão sobre o balcão central. torres vedras

19

setembro_outubro 2012


conversando

entrevista

É um serviço público relevante, as pessoas não têm de se deslocar a Torres Vedras ou a outro local distante e muitas vezes os nossos clientes são pessoas do campo e idosas que têm dificuldade nesse aspeto. E até porque muitas vezes têm uma boa relação com as pessoas que estão nas delegações isso dá-lhes confiança, as pessoas sentemse mais à vontade, e a caixa funciona muito por conhecimento pessoal. Criámos em quase todas as freguesias do concelho uma delegação. É um serviço que tem sido importante não só para a captação como também para desenvolver as respetivas zonas. Relacionado com este facto, devo-lhe dizer que enquanto um banco hoje demora no mínimo um mês para dar uma resposta a um pedido de empréstimo, nós demoramos três ou quatro dias.

anos, pelo menos. Mas acho que a economia nunca vai voltar aos níveis que já teve. A construção civil tem sido a força motora da economia em Portugal e vai estar parada por uns bons pares de anos, se calhar, durante mais de 15 anos. Foi um setor que cresceu desmesuradamente, em 15 anos construiu-se o que se deveria construir em 80, e agora há uma fatura para pagar. Acha que esta crise prende-se com erros que foram cometidos ao nível da concessão de crédito?

Sim, há pessoas que dizem que hoje têm cinco e seis créditos de vários bancos e esse facilitismo levou a esta situação. As pessoas quiseram imediatamente o que deveriam ter adquirido num período de quatro ou cinco anos. A economia sobreaqueceu sem necessidade alguAs caixas agrícolas surgiram para financiar a atividade agríma. A principal razão desta crise é sem dúvida o excesso cola como o seu próprio nome indica. Continua a ser uma misde crédito. são da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Torres Vedras… E acha que Portugal vai conseguir dar a volta a esta situSim, ainda hoje é a nossa filosofia, o nosso cliente prinação? cipal continua a ser a agricultura, principalmente as novas agriculturas intensivas, ligadas às estufas. Porque Eu acredito que sim. Portugal é um país pequeno mas o regime jurídico das caixas agrícolas mudou, esta cai- que tem um povo com uma dinâmica interessante, que xa passou também a trabalhar com outros setores. Por tem a capacidade de dar a volta a situações difíceis. Para isso atualmente, em segundo lugar, trabalhamos com o mim o grande problema de Portugal neste momento é o comércio. E depois em terceiro lugar com a construção desemprego. civil e o crédito à habitação. Depois, há outras situaPensa que o cenário social pode vir a agravar-se nos próções residuais, como o empréstimo para o automóvel ou ximos tempos? para outras situações. Em termos de serviços bancários fazemos tudo o que os outros bancos fazem à exceção Isso depende muito do panorama da justiça. Nós, por de leasings, sendo que também já há muitos bancos que exemplo, deparamo-nos agora com o problema dos rebentamentos das caixas multibanco em que por vezes os não os fazem. assaltantes para levarem uma quantidade pequena de Acha que o atual panorama económico de crise poderá se dinheiro causam-nos prejuízos materiais de dezenas de alterar a curto/médio prazo? milhares de euros, e muitas vezes ficam impunes. E deNão creio que a crise seja ultrapassada nos próximos vido a este problema provavelmente vamos ter de cometempos, na minha perspetiva, também como empresário çar a retirar as caixas multibanco das nossas delegações. que sou, penso que a crise veio para ficar durante uns Se a justiça for mais célere e mais forte penso que as tempos, não vai ser resolvida nos próximos três/quatro coisas melhorarão. torres vedras

20

setembro_outubro 2012


“(…) o nosso cliente principal continua a ser a agricultura (…)”

Como tem visto o crescimento de Torres Vedras e do seu pode passar um bocadinho mais ao lado da crise do que os outros setores, como é o caso da construção civil que concelho ao longo dos anos? é o mais afetado pela mesma. Tem sido um crescimento sustentável, foi se desenPenso que a outra banca, a banca universal, é que sofrevolvendo equilibradamente, o que não aconteceu com rá mais com a atual crise, quem vai bater em retirada não outros concelhos. Por exemplo, ao nível da construção será a caixa agrícola mas as outras instituições bancácivil, acho que em Torres Vedras não existem tantos rias, que vão fechar muitos balcões. apartamentos para vender como em outros concelhos da Destes 23 anos em que tenho exercido as atuais funções região. Tenho pena que, por exemplo, a via entre Torres na caixa agrícola quero também salientar as boas relaVedras, Lourinhã e Peniche não tenha sido ainda consções que sempre tivemos com o Município de Torres Vetruída, e acho que com os problemas financeiros que o dras. Sempre que precisámos de alguma coisa sentimos Estado atualmente tem não o será nos próximos tempos. apoio da parte do Município. Nós vimos o que foi Torres Vedras depois da chegada da E queria também aproveitar para agradecer a confiança autoestrada. Essa situação trouxe-lhe um muito maior dos nossos depositantes que é fundamental para condesenvolvimento, bem como à região. No entanto, não tinuarmos o nosso trabalho, porque se os depositantes obstante este facto, Torres Vedras não é hoje um dorminão tiverem confiança em nós também não teremos ditório. O problema de algumas zonas é que se criam nelas nheiro para movimentar. E no fundo, o nosso negócio é a as infraestruturas, mas depois tornam-se dormitórios, o compra e venda de dinheiro… que é mau. Felizmente isso não aconteceu em Torres. Como já disse anteriormente, ao longo dos 23 anos em Atualmente não vivo aqui, já vivi, mas costumo dizer que aqui tenho estado nunca houve qualquer problema aos meus amigos que Torres tem tudo o que as pessoas de relevo, e espero que essa situação se mantenha, e precisam. Tem boas escolas, tem hospitais, tem serviços para tal é necessário a confiança dos depositantes nesta desportivos, tem tudo aquilo que uma pessoa normalinstituição porque a caixa é deles, é de todos nós que mente necessita, além de haver uma proximidade entre estamos associados e ela… as pessoas, que se conhecem. Pessoalmente, tem sido gratificante para si a experiência A Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Torres Vedras vai obviade dirigir os destinos da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo mente continuar a apoiar o desenvolvimento do concelho… de Torres Vedras? Claro, dentro das nossas possibilidades, dentro do posSim, é uma experiência diferente, já conhecia o ramo emsível, porque também estamos limitados por números, presarial há muitos anos, desde 1967, aqui na região, e acho temos uma batuta em cima de nós que é o Banco de Porque tem sido uma boa experiência, que também me deu tugal, que é, no fundo, o nosso “patrão”… alguns conhecimentos ao nível da banca, relativamente ao Como perspetiva o futuro da Caixa de Crédito Agrícola Mú- seu funcionamento. Foi um pouco juntar o útil ao agradável. tuo de Torres Vedras? Faço o que posso, e como se costuma dizer, a mais não sou obrigado. E neste momento posso-lhe dizer que estou a O futuro da caixa agrícola é o que for o futuro da ecopensar em fazer pelo menos mais um mandato. Atualmente nomia do concelho de Torres Vedras. Nomeadamente o não estamos na posição de líderes dentro do universo das que for o futuro da agricultura, e principalmente da agricaixas agrícolas mas não andamos longe, até porque temos cultura intensiva. Pessoalmente, penso que esse será o de ter em conta que há caixas que abrangem vários conceúltimo setor económico a sofrer problemas graves. Tolhos, que têm uma área muito mais vasta, como é o caso da das as indústrias sofrem, mas penso que a alimentar será de Santiago do Cacém, que chega a Almada. Mas efetivasempre aquela que sofrerá menos, porque a alimentação mente, em termos de solidez financeira, somos atualmente é uma necessidade primordial para as pessoas, podem uma das maiores caixas agrícolas do país… não comer um quilo, mas comerão sempre meio quilo, ou 400 ou 300 gramas. Ou seja, essa situação fará com que a máquina funcione sempre. Relacionado com o que disse, estamos obviamente dependentes da capacidade de organização da agricultura intensiva no que diz respeito à sua capacidade de exportação. Se a agricultura se souber mecanizar, ter capacidade exportadora na hora certa e com a qualidade que os países compradores exigem, torres vedras

21

setembro_outubro 2012


EMpreendedorismo

Adega Mãe A Adega Mãe, empreendimento na área da vitivinicultura, embora recente, é já uma referência na região devido às suas características inovadoras. A começar pela arquitetura das suas instalações, de estilo vanguardista e oferecendo um enquadramento paisagístico singular, numa simbiose quase perfeita entre o campo e o edificado. Um trabalho projetado pelo arquiteto Pedro Mateus. Nascida de uma paixão antiga existente dentro do grupo Riberalves, a Adega Mãe, situada na Quinta da Archeira (freguesia da Ventosa), foi inaugurada a 23 de novembro de 2011, tendo uma área de aproximadamente 40 hectares destinados à vinha e uma capacidade de produção de 1,2 milhões de litros por ano, apesar de neste momento a empresa estar ainda aquém dessa meta (produzindo atualmente cerca de 400 mil litros de vinho, sendo que cerca de metade das uvas é proveniente da sua propriedade). De salientar que essa atividade é dotada da mais avançada tecnologia.

“A nossa região tem uma tradição secular de produção de vinho, ao contrário de outras do país como o Alentejo” Bernardo Alves

torres vedras

22

setembro_outubro 2012


“Somos uma região de eleição ao nível de vinhos brancos e essa aposta nunca foi feita, mais de 90% do encepamento é de uvas tintas”

B.I. DA EMPRESA

Bernardo Alves

Dory Colheita 2011 branco, Dory Colheita 2010 tinto e Pinta Negra 2010 tinto são os vinhos que a Adega Mãe comercializa, estando a preparar para entrar no mercado o Dory Reserva, o Dory Grande Reserva e o Pinta Negra branco. Para o futuro prevê-se a diversificação do leque de vinhos da Adega Mãe que terá sempre como máxima a qualidade. Em parte por essa razão cerca de 70% dos vinhos da empresa são exportados (para os países nórdicos e lusófonos, Estados Unidos e Ásia). Segundo uma autodefinição da própria firma, “a Adega Mãe é o topo de gama em adegas, um templo erguido ao vinho e ao culto que lhe está associado, criteriosa, exigente na hora de produzir/comercializar, disponível, aberta no momento de compartilhar”. Relacionado com esta última ideia, refira-se que outra vertente da atividade da Adega Mãe é o enoturismo. Nesse âmbito são proporcionadas visitas às suas instalações com provas de vinhos (o que pode ser complementado por um “brunch” com produtos tradicionais) e projeção de documentários educativos, passeios pelas suas vinhas, workshops e cursos de degustação. As instalações da empresa podem também ser alugadas para a realização de eventos. As mesmas dispõem igualmente de uma loja onde é possível adquirir os vinhos próprios e uma completa gama de acessórios relacionados com o mundo dos vinhos. Em suma, este empreendimento trata-se, utilizando uma outra autodefinição da empresa, de “uma adega consciente da nobreza do vinho, respeitadora da sua tradição e empenhada em cultivar as suas origens”, a qual pretende “elevar o nome da região, criando vinhos modernos e originais”.

¦ Nome ¦ Quinta da Archeira – Sociedade Agrícola, Lda ¦ Localização ¦ Estrada Municipal 554 – Fernandinho, 2565-841 - Ventosa Ameal - 2565-641 Ramalhal, Torres Vedras ¦ Fundação ¦ 2007 ¦ N.0 de funcionários ¦ 8 ¦ Área de atividade ¦ produção e comercialização de vinhos e enoturismo ¦ Direção ¦ Bernardo Alves ¦ Contactos ¦ www.adegamae.pt | tlf: 261 950 100 | fax: 261 958 626 torres vedras

23

setembro_outubro 2012

“A restauração da região deve fazer um esforço para disponibilizar os vinhos que esta produz” Bernardo Alves


Adiafa

A festa da vindima Carlos Guardado da Silva

identidade

torres vedras

24

setembro_outubro 2012


A diversidade dos climas, dos solos, das castas de uvas, dos tratamentos dados à vinha, bem como dos processos de fabricação explicam a grande variedade de tipos de vinho produzidos. A sua quantidade e qualidade refletiam-se nos sorrisos das gentes nos lagares que, depois de pisadas as uvas, meteriam o mosto em cascos, cubas, tonéis e pipas, todos de madeira, aguardando a sua fermentação. E testemunhavam-se no dia de São Martinho, mesmo festejado com aguapé. Mas a grande festa tinha lugar, desde tempos medievos, no final da vendimia (vindima), com a adiafa, do árabe adh-dhiafa, . . - quando, terminados os trabalhos de colheita das uvas, o patrão procedia ao pagamento dos salários e oferecia uma refeição, compensando os trabalhadores pelo seu árduo esforço, por vezes aumentado sob os calores estivais ainda em setembro e outubro ou quando o inverno rigoroso se fazia anunciar logo no início do outono, lembrando a máxima popular que primeiro de agosto primeiro de inverno. Era a festa de despedida da campanha, comemorado com um rancho melhorado oferecido aos trabalhadores, onde tinha lugar, por vezes, um agradecimento ao patrão, terminando com um baile. Aqui, ao som da concertina, abraçavam-se os corpos e dançava-se até noite profunda, renovando-se as juras de amores eternos, colhidos como as uvas pela vindima. Gestos e sentimentos que dariam família a muitos malteses e poriam fim às suas vidas errantes….

O vinho, elemento indispensável na liturgia cristã, era um importante suplemento da dieta alimentar do homem medievo, constituindo uma parte importante dos seus rendimentos. A par do pão, estava presente em todas as mesas e chegava em bestas ao mercado lisboeta, secundando o cultivo dos cereais no termo torriense. De bebida de elite, foi-se tornando, ao longo da Idade Média, um produto de consumo generalizado, apesar de distinto na sua qualidade, sendo esta marcada pela condição social. Os cuidados especiais que a sua cultura exigia obrigavam a uma mãode-obra numerosa, apesar de não exigir terrenos tão férteis quanto os cereais, dando-se mesmo nas terras magras, arenosas e pedregosas, desde que expostas ao sol e abrigadas dos ventos fortes. A vinha precisava de ser podada, empada, cavada e redrada, “desmamoada”, enxofrada, “esborralhada”, valada ou mesmo tapada com árvores, regra geral com oliveiras, até à colheita das uvas. Todo o ciclo da cultura do vinho implicava uma atenção permanente e exigia o recurso a uma mãode-obra vasta, fazendo diminuir o plantio à medida que nos afastamos dos centros habitacionais. Um conjunto de cuidados que mantinham a vinha rasteira, através de vigorosas podas anuais, tornando-se a uva rica de açúcar, assegurando ao vinho elevado grau alcoólico. A esses duros trabalhos se refere o poeta Rodrigo Emílio: «Foram chuvas, sol e sachos,/ Foram milhentas canseiras/ para as uvas serem cachos / e haver vida nas videiras.»

torres vedras

25

setembro_outubro 2012


arte

pública

Uvas Autoria: WeDream Execução: Guliver Localização: Rotunda de Catefica, no nó de acesso à A8 Data de inauguração: Dezembro de 2008

torres vedras

26

setembro_outubro 2012


Esta instalação, denominada “Uvas”, alude à atividade económica com maior tradição no concelho de Torres Vedras, a vitivinicultura. É a vinha, que se espalha por todas as encostas, que ocupa nas terras de Torres Vedras um lugar cimeiro… A região constitui zona privilegiada para o seu cultivo, sendo o nosso concelho, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística, o concelho do país que regista maior volume de produção vinícola. É esta realidade, bem como as suas marcas na nossa vivência comum, que se pretende enaltecer com esta escultura. “Uvas” tem 18 m. de comprimento por 10 m. de altura, a estrutura interna é em tubo estrutural metalizado e o revestimento em fibra de vidro e resina polyester.

torres vedras

27

setembro_outubro 2012


torres vedras

agenda

música: LARGO CO(N)VIDA 14 setembro | sexta | 22h00

Fé, Amor e Saudade Noite de Fados

Largo de São Pedro, Torres Vedras

Noite de Fados, composta por 3 quadros, cada um com um mote distinto - A Fé; O Amor e a Saudade, com o Grupo Formas de Fado. Fadistas Maria Leonor Madeira, Cristina Santos, Avelino dos Santos e Andreia Matias Guitarristas Eduardo Lemos e Henrique Leitão Dançarinos Miguel Naré e Tatiana Crispim 21 setembro | sexta | 22h00

TorresBrass Concerto

Largo Infante D. Henrique, Torres Vedras

TorresBrass é um quinteto de metais que aposta na diversidade cultural, em várias linguagens, estilos e ambientes musicais.

29 setembro| sábado | 22h00

Sacred Concert, de Duke Ellington

Concerto da Camerata Vocal de Torres Vedras

Largo de Wellington, Torres Vedras

A Camerata Vocal de Torres Vedras realiza um concerto com a obra de Duke Ellington denominada Sacred Concert, com arranjos dos maestros Jonh Hoybye e Peder Pederson para Coro, Big Band e Solista. Para a concretização deste projeto inovador, a Camerata Vocal de Torres Vedras convidou a solista Ariana Moutinho Russo e o Ellington Ensemble um octeto (constituído exclusivamente para este concerto), composto por piano, contrabaixo, bateria, clarinete, trompete, saxofone, trombone e percussão.

27 setembro | quinta | 21h30

Orquestra de Macau Concerto

Teatro-Cine de Torres Vedras Destinatários | maiores de 6 Entrada 5 ¤

A Orquestra de Macau é uma orquestra profissional dependente do Instituto Cultural do Governo da Região Administrativa Especial de Macau. Fundada em 1983, na Academia de Música S. Pio X, por iniciativa do Padre Áureo de Castro e de um grupo de músicos amadores, a Orquestra de Macau foi integrada em 1984 no Instituto Cultural (antigo-Instituto Cultural de Macau), tendo atuado sob a orientação de vários maestros: Stuart Bonner (1983-1984), Doming Lam (1984-1989) e Veiga Jardim (1989-1995). Depois da reformulação sofrida em 1995 e sob a batuta do Maestro Yuan Fang (1995 a 2000), tornou-se a única orquestra profissional em Macau.

Consulte a categoria “Eventos”

Temporada Darcos

Hotel Oficial: ÔHotels&Resorts

28 setembro | sexta | 21h30

História do Futuro Temporada Darcos

Teatro-Cine de Torres Vedras Entrada 5 ¤ 24 outubro | quarta | 19h00

Concerto Antena 2 Temporada Darcos

Centro Social de Runa (CAS Runa) torres vedras

28

setembro_outubro 2012


torres vedras : agenda

Consulte a programação do Teatro-Cine de Torres Vedras e compre os bilhetes sem ter de esperar em filas: torresvedras.bilheteiraonline.pt

música:

teatro: dança:

Acordeões do Mundo 2012 Festival Internacional de Acordeão de Torres Vedras

8 setembro | sábado | 21h30

Pedra-Pão

Teatro de Objetos/Clown

Concertos + Merendas do Acordeão

Teatro-Cine de Torres Vedras Destinatários | maiores de 8 Entrada 5 ¤

27 outubro a 11 novembro Vários locais da cidade Info: www.acordeoesdomundo.com

A 9.ª edição deste festival voltará a invadir a cidade de sonoridades quentes. A par da Merenda do Acordeão, que anima os finais de tarde e confere vida aos locais mais tradicionais de Torres Vedras, não perca os grandes concertos que terão lugar no Teatro-Cine e que marcam Torres Vedras no roteiro musical internacional.

CONCERTOS ACORDEÕES DO MUNDO 31 outubro | quarta | 21h30 Teatro-Cine de Torres Vedras 3 novembro | sábado | 21h30 Teatro-Cine de Torres Vedras 7 novembro | quarta | 21h30 | Teatro-Cine de Torres Vedras 10 novembro | sábado | 21h30 Teatro-Cine de Torres Vedras

5 e 6 outubro | 21h30

Europa

Teatro- Projeto Educativo Teatro-Cine de Torres Vedras Destinatários | maiores de 6 Entrada 5 ¤

MERENDAS DO ACORDEÃO 27 outubro a 11 novembro (exceto domingos) | 17h30 vários locais

As Merendas do Acordeão, atividade integrada no Festival Internacional de Acordeão de Torres Vedras, trarão novas sonoridades e muita animação a vários locais da cidade. Procura-se dar a conhecer este instrumento e a sua musicalidade, num encontro de sons com a população da cidade...

cinema: Café Com Filmes

Teatro-Cine de Torres Vedras Coprodução: Académico de Torres Vedras 20 setembro | quinta | 21h30

A Valsa com Bashir

Destinatários | maiores de 16 4 outubro | quinta | 21h30

Playing for Change Peace Through Music

Destinatários | maiores de 12 18 outubro | quinta | 21h30

Num Mundo Melhor

Destinatários | maiores de 16 torres vedras

29

setembro_outubro 2012

14 e 15 setembro | 21h30

Festival de Solos de Dança Contemporânea Centro Cultural da Malaposta Teatro-Cine de Torres Vedras Entrada a definir ¤ 22 setembro | sábado | 21h30

Um gesto que não passa de uma ameaça Dança, com Sofia Dias e Vítor Roriz Teatro-Cine de Torres Vedras Destinatários | maiores de 12 Entrada 5 ¤


torres vedras : agenda

Exposições: Até 22 de setembro

12 setembro | quarta | 18h00

Exposição

Visita Guiada a Exposições

As Coisas da Casa Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino

Todo o mês de setembro

Um mês, um autor... Virgínia Woolf Mostra Documental

Biblioteca Municipal de Torres Vedras | Setor Adultos

Até 22 de setembro

Mas que Grande Nabo Exposição

Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino

Exposição de Fotografia, de Pedro Claudio

Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino Até 16 de setembro

Exposição de Aguarelas do IV Encontro de Aguarela de Santa Cruz -2011

Aguarela - R. António Fig. Rêgo - Santa Cruz Atividade integrada no programa “Onda de Verão”

Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras Inscrições: Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras, tlf.: 261 334 040 ou galeria@cm-tvedras.pt

15 setembro a 27 outubro | 09h30 às 19h00

28 setembro a 27 outubro | 09h30 às 19h00

Paisagens

Exposição do Serviço Educativo da Paços - Galeria Municipal - ano letivo 11/12 Paços- Galeria Municipal de Torres Vedras, Sala 3 Todo o mês de outubro

Um mês, um autor... José Mattoso Mostra Documental

Biblioteca Municipal de Torres Vedras | Setor Adultos

Memórias da Terra II

Exposição de Cerâmica Artística, de Isabel Azeredo

Até 14 de setembro

A Alma da Casa

Ao Anoitecer

Até 22 de setembro

Tudo e mais alguma coisa Exposição

Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino Até 22 de setembro

Um tempo chamado EU Exposição

Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino

Paços- Galeria Municipal de Torres Vedras, Sala 1

Inauguração: 15 de setembro, 17h30

15 setembro a 27 outubro | 09h30 às 19h00

1 outubro a 17 de novembro

De carro, de bicicleta, a cavalo e de lambreta Exposição de Ilustração, de João Vaz de Carvalho Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino

João Vaz de Carvalho tem uma pintura narrativa que nos conta histórias, nos enreda em viagens por um mundo imaginário, enlaçando-nos num universo mágico do qual já não queremos sair.

Não me cortes o cabelo que o meu Pai me penteou Instalação de Joana Maia e Magali Marinho

Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras, Sala 2Paços

Inauguração: 15 de setembro,18h00

Até 22 de setembro

Anotar os Dias Exposição

Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino

Até 30 de setembro | 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

19 setembro | quarta | 19h00

1 outubro a 17 de novembro

A Peça do mês de Setembro, no Museu Municipal

Exposição de Ana Meireles, Catarina Sobreiro e Patrícia Sobreiro

Caixa Métrica Escolar Museu Municipal Leonel Trindade

Passeio de Cabeça Perdida

Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino 10 outubro | quarta | 18h00

O Convento da Graça e a Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho: Oito Séculos de História

Ao Anoitecer

Visita Guiada a Exposições

Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras Inscrições: Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras, tlf.: 261 334 040 ou galeria@cm-tvedras.pt

Exposição

Museu Municipal Leonel Trindade, Torres Vedras torres vedras

30

setembro_outubro 2012


torres vedras : agenda

concursos:

debates e seminários: 28 setembro | sexta | 09h00 às 14h00

O Convento do Varatojo no passado e no presente

Palestra e Visita Guiada - Jornadas Europeias do Património

Convento do Varatojo, Torres Vedras Info e inscrições: tlm.: 962 628 172 ou korsangdimelaka@gmail.com Intervenientes: Álvaro Correia - Korsang di Melaka (ONGD) Consulte a categoria “Oficinas”

10 outubro | quarta | 17h00

Encontro Anual de Professores e Educadores

Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras, Sala 3 Destinatários | Educadores, Professores, Técnicos de Ação Educativa

Semana Europeia da Mobilidade 2012 1 a 20 setembro

Pensar a Minha Rua 6.ª Edição do Concurso Destinatários | Munícipes de Torres Vedras Info e regulamento: www.cm-tvedras.pt Inscrições: As propostas podem ser apresentadas pelo e-mail ambiente@cm-tvedras.pt ou diretamente no Balcão de Relações Públicas do edifício da Câmara Municipal de Torres Vedras, referindo como assunto "6.º Concurso Pensar a minha Rua". 1 a 20 setembro

Torres Vedras: A Cidade a Pé Concurso de Fotografia

Info e regulamento: www.cm-tvedras.pt Inscrições: as propostas podem ser apresentadas entre os dias 1 e 20 de setembro, pelo e-mail ambiente@cm-tvedras.pt ou diretamente no Balcão de Relações Públicas do edifício da Câmara Municipal de Torres Vedras, referindo como assunto "Concurso de Fotografia "Torres Vedras: a Cidade a Pé"

leituras: 11 outubro | quintas | 19h00

Quintas com Livros Comunidade de Leitores em Outubro Quatro Andamentos, de Luís Richheimer de Sequeira

Biblioteca Municipal de Torres Vedras | Sala Multimédia Destinatários | Adultos Inscrições: tlf.: 261 310 479 ou isabelraminhos@cm-tvedras.pt

Consulte as categorias “Desporto” e “Eventos”

25 outubro | quinta | 17h00

Quintas Literárias, Lugares de Cultura

1 setembro a 7 dezembro

Anjos de Natal Concurso

Chás com histórias: Sessões de Leitura e Crítica Literária

Centro de Educação Ambiental Destinatários | Famílias e Seniores Inscrições: Centro de Educação Ambiental, tlf.: 261 320 742, tlm.: 918 773 342 ou cea@cm-tvedras.pt

Quinta do Hespanhol – Carreiras, Carvoeira Destinatários | Adultos

27 outubro | sábado | 21h00

Hora do Conto

Leitura de Contos, com Cláudia Fonseca

Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino Destinatários | Adultos

torres vedras

31

setembro_outubro 2012


torres vedras : agenda

oficinas: Jornadas Europeias do Património 12 Sob o tema O Futuro da Memória, pretende-se promover a aproximação do público ao património cultural, realçando a sua importância enquanto memória e documento da história e do desenvolvimento das sociedades e, ainda, o seu papel para a construção do futuro. Nesse âmbito, propomos um programa diversificado em parceria com a Associação de Defesa e Divulgação do Património Cultural de Torres Vedras e com o Instituto de Artes e Ofícios da Universidade Autónoma de Lisboa. Info: www.cm-tvedras.pt

29 setembro | sábado

Dia Aberto na ETAR Visitas Guiadas no âmbito do Dia Nacional da Água Concentração: Expotorres Visita: ETAR do Varatojo Inscrições: Centro de Educação Ambiental, tlf.: 261 320 742, tlm.: 918 773 342 ou cea@cm-tvedras.pt 29 setembro | sábado | 21h30

28 a 30 setembro | 09h30 às 13h00 e das 14h00 às 17h30

Workshop de Restauro

Museu Municipal Leonel Trindade Participação | 85 ¤ Informações e inscrições: Museu Municipal, tlf.: 261 310 484, museu@cm-tvedras.pt; Instituto de Artes e Ofícios (UAL), tlm.: 963 005 599, iao@universidade-autonoma.pt

A vida é bela: estaremos rodeados de dinossauros? Debate Dois Dedos Passeio da Memória Passeio pelo Centro Histó- de Ciência ATV - Largo Frei Eugénio rico de Torres Vedras Trigueiros - Torres Vedras

29 setembro | sábado | 16h00 às 18h00

Museu Municipal e Centro Histórico de Torres Vedras

Info: www.atv.pt

Cursos de Canto e Guitarra

ATV - Largo Frei Eugénio Trigueiros - Torres Vedras Info e inscrições: www.atv.pt 4 e 18 outubro | 18h30 às 20h30

Oficina Livre de Pintura Técnicas Mistas

(Es)Paços Criativos - Paços do Concelho Destinatários | Adultos (público não especializado) Inscrições: Paços- Galeria Municipal de Torres Vedras, tlf.: 261 334 040, galeria@cm-tvedras.pt 20 outubro | sábado | 10h00 às 18h00

Workshop de Ilustração Botânica

30 setembro | domingo | 16h00

Memórias em Pedra Visita Guiada à Igreja da Graça

Museu Municipal Leonel Trindade Consulte a categoria “Debates e Seminários”

1 outubro a 28 junho

1 a 29 outubro | segundas e quartas | 19h30 às 22h30

Workshop de Programação de Aplicações para Smartphones

Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras Destinatários | Todos os que pretendam aperfeiçoar a sua técnica e conhecimento em desenho Inscrições: Paços- Galeria Municipal de Torres Vedras, tlf.: 261 334 040, ou galeria@cm-tvedras.pt

ATV- Largo Frei Eugénio Trigueiros - Torres Vedras Destinatários | maiores de 15 Inscrições: www.atv.pt

torres vedras

32

setembro_outubro 2012

20 outubro | sábado | 17h00

Conversas sobre vida, espírito e matéria - o rico insensato e a felicidade Ciclo de Oficinas "Saltos de Saber(es)” ATV - Largo Frei Eugénio Trigueiros - Torres Vedras Inscrições: www.atv.pt

27 outubro | sábado | 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 18h00

Narrativas de Contos, Narrativas de Vida com Claudia Fonseca Ciclo de Formação na Área dos Contos e Contadores

ATV - Largo Frei Eugénio Trigueiros - Torres Vedras Entrada 15 ¤ (Sócios ATV)/ 20 ¤ Inscrições: www.atv.pt ou fabricadashistorias@cm-tvedras.pt


Esteja sempre atualizado em relação à vida do seu concelho: www.facebook.com/torresvedrascm www.youtube.com/torresvedrascm www.flickr.com/cmtv

torres vedras : agenda

desporto:

eventos:

Até 2 de setembro

14 setembro | sexta | 21h45

vários locais Info: UDO - União Desportiva do Oeste, tlf.: 261 316 331, udo@udo.pt, www.udo.pt

Atividade da Semana Europeia da Mobilidade 2012

6 a 9 setembro

16 setembro | domingo | 09h00

7.ª Volta a Portugal Júnior Passeio de Bicicleta Ciclismo Noturno

XXX Concurso Saltos Nacional - CSN - A ** Concurso Hípico

Centro Hípico do Hotel Golf Mar Porto Novo Atividade integrada no programa “Onda de Verão” 8 setembro | sábado | 09h30

Caminhando Sobre as Pedras III - As Termas dos Cucos Passeio Pedestre

Concentração: Estação da CP de Torres Vedras Entrada 2,50 ¤ Inscrições: www.atv.pt

Concentração: Paços do Concelho - Largo do Município Consulte a categoria “Eventos”

7.ª Maratona ATV55 Maratona, MeiaMaratona e BTT

Pavilhão Multiusos da Expotorres Entrada 8 ¤ a 15 ¤ Inscrições: www.atv.pt

16 setembro | domingo | 09h00

Rota do Castro do Zambujal Passeio Pedestre

Concentração: Pavilhão Multiusos da Expotorres Entrada 2,50 ¤ Inscrições: www.atv.pt

Feira Rural de Torres Vedras

Ruas pedonais do centro da cidade de Torres Vedras

1 setembro a 28 outubro

Festival das Vindimas

Realização das Eliminatórias O Festival das Vindimas está de regresso e percorre as vinte freguesias do concelho de Torres Vedras. A grande final terá lugar em Novembro. Eliminatórias: 1 setembro | sábado | 21h30 Recinto da Festa Anual de Outeiro da Cabeça 8 setembro | sábado | 21h30 | Parque Verde da Ponte, Ponte do Rol 9 setembro | domingo | 17h30 Largo Central do Ramalhal, recinto da Festa Anual

8 setembro | sábado | 9h30 às 12h30

16 setembro | domingo | 17h30 local a definir - Freguesia de Silveira

Passeio Pedestre Turismo Geológico

22 setembro | sábado | 22h00 | Moçafaneira, Ventosa

Programa Bandeira Azul 2012 Concentração: Foz do Rio Sizandro (praia da Foz) Atividade integrada no programa “Onda de Verão”

1 setembro | sábado | 08h00 às 18h00

23 setembro | domingo | 17h30 Pavilhão de Carmões – São Domingos de Carmões 27 a 30 setembro

XXVIII Concurso Saltos Internacional -CSI 2*

29 setembro | sábado | 22h00 | Casa do Povo do Turcifal

30 setembro | domingo | 17h30 local a definir - Freguesia de Dois Portos

19 outubro | sexta | 21h30 local a definir - Freguesia de Santa Maria

6 outubro | sábado | 22h00 Casa do Povo de Monte Redondo

20 outubro | sábado | 22h00 | local a definir - Freguesia de São Pedro da Cadeira

7 outubro | domingo | 17h30 Casa do Povo de Matacães 8 outubro | segunda | 22h30 Recinto da Festa Anual de Campelos 12 outubro | sexta | 21h30 Escola Primária da Maceira 13 outubro | sábado | 22h00 local a definir - Freguesia de Freiria 14 outubro | domingo | 17h30 Boavista-Olheiros

Concurso Hípico

Centro Hípico do Hotel Golf Mar - Porto Novo torres vedras

33

setembro_outubro 2012

21 outubro | domingo | 17h30 | Casa do Povo de Runa 26 outubro | sexta | 21h30 | local a definir - Freguesia de Carvoeira 27 outubro | sábado | 22h00 | local a definir - Freguesia de A dos Cunhados 28 outubro | domingo | 22h00 local a definir - Freguesia de Maxial


torres vedras : agenda

eventos: 7 setembro a 7 outubro

1 a 30 setembro

Comemoração do 2.º Aniversário do Mercado Municipal de Torres Vedras

Festival da Sapateira Restaurantes aderentes de Santa Cruz

Várias atividades

Atividade integrada no programa “Onda de Verão”

Mercado Municipal de Torres Vedras

É no dia 18 de setembro que se assinala o 2.º aniversário do Mercado Municipal de Torres Vedras. Pela importância que este equipamento tem na dinamização económica da cidade, pela vida que traz ao seu centro histórico e pela marca que deixa na vida de todos os torrienses, convidamo-lo a partilhar connosco esta data especial.

9 setembro | domingo | 11h00

1.ª Feira Rural

Angariação de Fundos N.ª Sr.ª da Nazaré 2015/2016

Venha, divirta-se e apague connosco as velas. PROGRAMA

1 setembro | sábado| 10h00 às 12h00

15 e 16 setembro | sábado e domingo

22 e 23 setembro | sábado e domingo

Feira Rural de Torres Vedras Ruas do centro da cidade

10h00 às 12h00

Ateliê no Mini-Mercado Espaço "Mini-Mercado" do MM (destinado a crianças)

O Éme* vai à Feira Rural de Torres Vedras

1 e 2 setembro | sábado e domingo

Caçador de Sonhos Ateliê no Mini-Mercado e Feira Rural

Presença do Éme* no Mercado Municipal

Mini-Mercado com Insufláveis e Mural

Praça em frente ao Mercado Municipal de Torres Vedras

Feira de Artesanato e Doces

Espaço "Mini-Mercado" do MM (destinado a crianças) e ruas do centro da cidade

Praça em Frente ao Mercado Municipal de Torres Vedras

8 e 9 setembro | sábado e domingo

Bolo de Aniversário

Chapéus de Palha

Origami

29 e 30 setembro | sábado e domingo

Decoração de Lápis

Ateliê no Mini-Mercado Espaço "Mini-Mercado" do MM (destinado a crianças)

18 setembro | terça| 10h30 Mercado Municipal de Torres Vedras

Ateliê no Mini-Mercado Espaço "Mini-Mercado" do MM (destinado a crianças)

torres vedras

34

setembro_outubro 2012

São Pedro da Cadeira Info: www.facebook.com/ nsnazarespcadeira

9 setembro | domingo | Concentração:08h30

1.º Passeio de Carros Antigos e Clássicos Angariação de Fundos N.ª Sr.ª da Nazaré 2015/2016

Salão Paroquial de S. Pedro da Cadeira Inscrições: tlm.: 917 270 809, www.facebook.com/nsnazarespedrocadeira


torres vedras : agenda

eventos: Semana Europeia da Mobilidade 2012 O tema deste ano para a Semana Europeia da Mobilidade (SEM), “Avançando na Direção Certa”, pretende mostrar que a mobilidade urbana sustentável pode ser alcançada através de uma abordagem integrada de planeamento que tenha em atenção todos os modos de transporte nas cidades e suas áreas vizinhas. Info: www.cm-tvedras.pt Consulte as categorias “Concursos” e “Desporto”

Do programa desta SEM faz parte: 1 a 20 setembro

14 setembro | sexta | 21h45

Pensar a Minha Rua

Passeio de Bicicleta Noturno

Consulte a categoria “Concursos”

Concentração: Paços do Concelho Largo do Município

1 a 20 setembro

22 setembro | sábado | 09h00

6.ª Edição do Concurso

Torres Vedras: A Cidade a Pé

às 18h00

Consulte a categoria “Concursos”

Av. António Leal de AscensãoTorres Vedras

Concurso de Fotografia

Dia Europeu Sem Carros Inseridas nesta comemoração, serão realizadas as seguintes atividades: - Realização de uma ação de sensibilização, em parceria com a União Desportiva do Oeste, acerca das regras de segurança para andar de bicicleta em espaço público; - Feira da Bicicleta, no Parque verde da Várzea; - Monitorização do ruído na área envolvente ao Parque Verde da Várzea; - Divulgação dos vencedores do 6º Concurso "Pensar a minha Rua" e do concurso fotográfico "Torres Vedras: A Cidade a Pé", bem como lançamento do registo eletrónico "Eu ando de bicicleta em Torres Vedras". torres vedras

35

LARGO CO(N)VIDA 14 setembro | sexta | 22h00

Fé, Amor e Saudade Noite de Fados

Largo de São Pedro, Torres Vedras Consulte a categoria “Música”

21 setembro | sexta | 22h00

TorresBrass Concerto

Largo Infante D. Henrique, Torres Vedras Consulte a categoria “Música”

28 setembro | sexta | 15h00 às 00h00

BeFashion@TVedras

Animação e Desfile de Moda Ruas pedonais do centro de Torres Vedras e Largo de São Pedro

No dia 28 de setembro, o LARGO CO(N)VIDA a muita animação e moda. Contamos com a sua presença neste dia de celebração. Programa 15h00 | Animação e montras vivas 18h00 | Desfile de Criança 21h30 | Animação noturna 22h00 | Desfile 29 setembro | sábado | 22h00

Sacred Concert, de Duke Ellington

Concerto da Camerata Vocal de Torres Vedras Largo de Wellington, Torres Vedras Consulte a categoria “Música”

setembro_outubro 2012


torres vedras

eventos:

infanto juvenil

Saiba mais sobre a educação no concelho no Portal da Educação do Município de Torres em www.educacaotorresvedras.com

infantojuvenil: infantojuvenil:

29 setembro | sábado | 10h00 às 16h00

música

cinema

Praça da Liberdade (frente à PSP), Torres Vedras

29 setembro | sábado | 10h30 e 15h30

8 setembro | sábado | 15h30

Dia do Cão em Setembro Adoção de Animais

6 outubro | sábado | 08h00 às 18h00

Feira Rural de Torres Vedras

Ruas pedonais do centro da cidade de Torres Vedras

27 outubro | sábado | 10h00 às 16h00

Histórias Magnéticas: Enquanto o meu cabelo crescia Projeto Educativo Música e Oficina

Teatro-Cine de Torres Vedras Destinatários | 6 aos 10 anos Entrada 2 ¤ Inscrições: Teatro-Cine de Torres Vedras, tlf.: 261 338 131, teatro.cine@cm-tvedras.pt

O Gato das Botas

Tarde de Cinema Ao Sabor dos Sábados

Auditório Municipal destinatários maiores de 6 19 outubro | sexta | 10h00

O Gato das Botas

Tarde de Cinema Ao Sabor dos Sábados

infantojuvenil:

27 outubro a 11 novembro

20 outubro | sábado | 15h30

Todo o mês de setembro

Vários locais da cidade de Torres Vedras

Tarde de Cinema Ao Sabor dos Sábados

Mostra Documental

Dia do Cão em Outubro Adoção de Animais

Praça da Liberdade (frente à PSP) - Torres Vedras

Carros 2

Festas da Cidade 2012

Info: www.torresvedrasemfesta.com

As Festas da Cidade de Torres Vedras celebram o outono, o S. Martinho, a vinha e o vinho. De 27 de outubro a 11 de novembro a cidade de Torres Vedras enche-se de cor, música e sabores tradicionais. Há um vasto conjunto de iniciativas, abrangendo áreas distintas, que nos fazem reviver tradições que marcam a vivência das nossas gentes e desfrutar de bons momentos. O grande objetivo destas festas? Que todos vivam intensamente a nossa cidade! Festas da Cidade 2012 - Tasquinhas, mostra de vinhos, doçaria, artesanato e animação; - Desporto; - Exposições; - Festival das Vindimas; - Festival do Pastel de Feijão; - Festival de Vinho de Torres Vedras; - Festival Internacional de Acordeão- Acordeões do Mundo. (consulte a categoria “Música”)

Auditório Municipal destinatários maiores de 6

Auditório Municipal Destinatários | maiores de 6

exposições Um mês, um autor... Dulce de Souza Gonçalves Biblioteca Municipal de Torres Vedras | Setor Infanto-Juvenil Todo o mês de outubro

Um mês, um autor... Franquin Mostra Documental

infantojuvenil:

teatro

20 outubro | sábado | 11h00

Pandora

Teatro de Marionetas

Teatro-Cine de Torres Vedras Destinatários | maiores de 6 Entrada 2 ¤

torres vedras

36

setembro_outubro 2012

Biblioteca Municipal de Torres Vedras | Setor Infanto-Juvenil


torres vedras : agenda

Todas as atividades destinadas ao público infanto-juvenil e organizadas pelos serviços pedagógicos municipais constam desta agenda. As atividades dirigidas à comunidade escolar encontram-se disponíveis para consulta em www.cm-tvedras.pt/programa-pedagogico

infantojuvenil: infantojuvenil:

infantojuvenil:

leituras oficinas

eventos

25 e 27 setembro | 10h00 e 14h00

22 setembro | sábado | 15h30

13 outubro | sábado | 15h00

20 outubro | sábado | 10h30

Hora do Conto

Ateliê de Escrita Criativa

Oficina Familiar

Oficina Familiar

4, 9, 11, 16, 18, 18, 23, 25 e 30 outubro | 10h00 e 14h00

29 setembro | sábado | 15h00

Quero uma Mamã-Robot Biblioteca Municipal de Torres Vedras | Sala da Hora do Conto Destinatários | Crianças até 10 anos

O Rapaz que Tinha Medo Hora do Conto

Biblioteca Municipal de Torres Vedras | Sala da Hora do Conto Destinatários | Crianças dos 2 aos 10 anos 13 outubro | sábado | 15h30

O Rapaz que Tinha Medo Histórias em Família Ao Sabor dos Sábados

Biblioteca Municipal de Torres Vedras | Sala da Hora do Conto Destinatários | Crianças dos 2 aos 10 anos/ famílias

Lápis Escritores

Biblioteca Municipal de Torres Vedras | Sala Infantil Destinatários | Crianças a partir dos 7 anos acompanhadas por adulto

Sábado na Galeria Oficina Familiar

Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras e (Es)Paços Criativos Destinatários | Crianças dos 4 aos 7 anos acompanhadas por um adulto Inscrições: Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras, tlf.: 261 334 040, ou galeria@cm-tvedras.pt

Sábado na Galeria

Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras e (Es)Paços Criativos Destinatários | Crianças dos 4 aos 7 anos acompanhadas por um adulto Inscrições: Paços - Galeria Municipal de Torres Vedras, tlf.: 261 334 040, ou galeria@cm-tvedras.pt

Mala de Cartão

Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino Destinatários | Crianças a partir dos 3 anos/ famílias Inscrições: mínimo de 5 dias uteis de antecedência para fabricadashistorias@cm-tvedras.pt

27 outubro | sábado | 15h30

Histórias na Gaveta- Projeto

Móvel Contador de Histórias

Os Monstros

Biblioteca Municipal de Torres Vedras | Sala Infantil Destinatários | Crianças a partir dos 3 anos/ famílias 13 e 27 outubro | 10h30

29 setembro | sábado | 15h30

Anda cá que eu já te canto

Ateliê de Expressão Plástica

Fábrica das Histórias - Casa Jaime Umbelino Destinatários | Crianças dos 5 aos 12 anos/ famílias Inscrições: mínimo de 5 dias uteis de antecedência para fabricadashistorias@cm-tvedras.pt

Perdidos e Achados

Biblioteca Municipal de Torres Vedras | Sala Infantil Destinatários | Crianças a partir dos 4 anos acompanhadas por adulto

Oficina Familiar

6 outubro | sábado | 10h00 às 12h00 e das 14h30 às 16h30

Construir um Herbário na Feira Rural

Ateliê - Ao Sabor dos Sábados

Praça do Município, Torres Vedras

torres vedras

37

setembro_outubro 2012

22 setembro | sábado | 10h00 às 14h00

Feirinha do Equinócio

Praça do Município - Torres Vedras Destinatários | Crianças e famílias Inscrições: até 15 de setembro no Serviço Educativo da Paços -Galeria Municipal de Torres Vedras, tlf.: 261 334 040


RAMALHAL

festa e tradição Nestes meses em que o calor dá tréguas e começa a cair a folha, decidimos conhecer um pouco melhor uma freguesia do interior do concelho: Ramalhal. Não apresentaremos um roteiro intensivo, mas antes pontos de interesse que não deve perder aquando da sua passagem ou visita.

Situada a 7 kms a norte da sede do concelho, ocupa uma área geográfica de 36 km2 e é atravessada pelo rio Alcabrichel. Ramalhal, Ameal, Abrunheira, Casais Larana e Vila Facaia são as localidades que compõem a freguesia. O topónimo, Ramalhal, está ligado ao próprio significado da palavra: conjunto de ramos vegetais ou ramagem, o que alude ao facto da localidade ter sido, em tempos, uma mancha de verde na paisagem. Há ainda quem aponte a provável origem do nome como estando associada ao apelido Ramalho. A localidade conheceu maior desenvolvimento durante a ocupação romana, provavelmente devido à proximidade do rio Alcabrichel, que deveria constituir uma via comercial

setembro|outubro

 roteiro

significativa e cujo vale seria bastante fértil para a atividade agrícola. Ligado à ruralidade desta freguesia, realce para o facto de aqui se produzirem boas frutas, vinhos e cereais. Como estamos numa época de vindimas, refira-se que a vinha também teve um papel importante na vida das gentes da terra, sendo que do brasão da freguesia constam dois cachos de uva púrpura. Atualmente, as principais atividades económicas são a indústria do barro vermelho, grés e carvão vegetal. Destacada das festividades da terra, a Festa do Ramalhal, que este ano decorre de 8 a 12 de setembro, realiza-se em honra de Nossa Senhora da Ajuda e sente-se uma grande carga tradicional associada, que ainda hoje persiste.

PASSOS NO

Estrada Militar Romana

Estação de comboios

livro

Pelo Ramalhal passava a Estrada

A Estação de Comboios do Ramalhal

Quer saber tudo sobre a frequesia?

Militar Romana que ligava Lisboa

merece uma visita. Situa-se no troço

"A freguesia do Ramalhal no tempo",

e o Norte, através de Montachique.

entre Torres Vedras e Leiria, que abriu

de Joaquim Gomes, está à venda na

à exploração em agosto de 1887 .

torres vedras

38

setembro_outubro 2012

Junta de Freguesia.


O belo largo do Ramalhal [2], conhecido por Rossio, ganha vida e movimento e os arcos de murta [1] testemunham a passagem de uma importante tradição. Os arcos feitos de murta são o símbolo mais forte desta festa. Constituem uma arte que vem de longos tempos, transmitida de geração em geração e o seu levantamento, outrora feito com a força dos bois e a ajuda dos homens, é um momento de grande emoção para os locais. Os arcos de murta têm, habitualmente, onze metros de altura e os seus desenhos são sempre diferentes. No largo principal do Ramalhal, onde funciona o renovado mercado da localidade, atente no pitoresco coreto que ganha destaque no enquadramento geral e visite, ainda, a igreja matriz. Construída no século XVIII, o seu interior tem um altar-mor e dois altares laterais, de rica talha dourada, em madeira do Brasil. As paredes são cobertas por azulejos 2 pintados com cenas religiosas que merecem a sua atenção. Caso tenha oportunidade, faça um passeio pelas ruas estreitas e desalinhadas. As casas mais antigas, que se encontram através de um olhar mais demorado, remetemnos para a ruralidade de tempos passados… São pequenas, baixas, geralmente com um só piso, e com telhados de telha canudo. Era nos quintais, mais espaçosos, que muitas pessoas tinham as suas adegas, abegoarias para a

CONCELHO

1

instalação dos gados e telheiros para arrumo da lenha e das alfaias agrícolas. Se procura embrenhar-se ainda mais na vivência antiga destas gentes, encontrará, no percurso, diversas adegas e lagares localizados junto às habitações principais; poços empedrados e fechados com abóbodas redondas, nos quais as populações obtinham a água para a sua subsistência; e várias fontes. Aproveite bem esta viagem pela nossa terra… Há sempre muitas realidades desconhecidas, ou que se arriscam a perder-se no tempo, que nos surpreendem a cada passo pelo nosso concelho.

texto : andreia correia fotografia : pedro fortunato

ramalhal

artesãos cerâmica

Se for ao Ameal, conheça o trabalho minucioso desenvolvido pelo Sr.

A freguesia do Ramalhal tem quan-

António Lopes e Maria do Rosário

tidade e qualidade de terrenos de

Lopes, artesãos que perpetuam

barro vermelho, que deram origem a

lembranças de antigamente.

torres vedras

39

setembro_outubro 2012

uma importante indústria cerâmica.


TORRES VEDRAS

EM LIVRO A organização cultural de identidades locais e regionais é quase sempre um processo longo e complexo que reúne diferentes estratégias políticas e simbólicas. Muitas vezes são as figuras referenciais de santos que, com as suas atrações culturais e devocionais, se convocam para organizar identidades locais. Nesta obra é possível conhecer a história de S. Gonçalo de Lagos, padroeiro da cidade de Torres Vedras e compreender as suas funções sociais e culturais na definição de estruturas identitárias desta cidade.

H5 -SÃO GONÇALO DE LAGOS – HAGIOGRAFIA, CULTO E MEMÓRIA (SÉC. XVI | XVIII) Autor / Fotografia Jorge Gonçalves Guimarães Edição Câmara Municipal de Torres Vedras Data de edição Outubro 2004 Preço ¤10 Locais de venda Biblioteca Municipal de Torres Vedras, Museu Municipal Leonel Trindade, Posto de Turismo de Torres Vedras, Posto de Turismo de Santa Cruz e Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras.

“Quantos saberão que este S. Gonçalo de Torres Vedras e Lagos protegia naus e navegadores das carreiras da Índia? Quantos se recordarão que este santo era chamado para aplacar tempestades, salvar náufragos tanto como as especiarias dos comércios coloniais portugueses da Ásia e do Brasil?” Ivo Carneiro (Universidade do Porto & Centro Português de Estudos do Sudeste Asiático)

torres vedras

40

setembro_outubro 2012


na biblioteca

novidades Romance do escritor, músico e dramaturgo Jacinto Lucas Pires, que relata numa escrita cinematográfica “a história de uma personagem grotesca, o ator Américo Abril, confuso com os diversos papéis que desempenha na vida — pai cansado, artista sem inspiração, marido pisado e amante infeliz — e no cinema — onde encarna Paul Giamatti, o seu alter-ego.” “Não há nem um gesto, a mínima sugestão de violência. Só o peso da multidão portuguesa, de braços para baixo, corajosos ombros contra as portadas constitucionais. Nem uma palavra mais dura sequer, apenas uns milhares, um milhão, de almas usando o peso da maneira mais sóbria. Ombros, testas, coxas, imaginem. Começa."

O verdadeiro ator

Jacinto Lucas Pires, Ed. Cotovia, 2011

Publicada em mais de dez países, esta obra reúne 18 dos melhores contos da escritora – argentina de 30 anos de idade - Samanta Schweblin. “É patente o seu gosto por criar atmosferas ficcionais onde o fantástico, e sobretudo o insólito e o grotesco, irrompem com inusitada violência na normalidade do quotidiano, deixando à sua mercê as personagens e o leitor. Os seus contos remexem no onírico quarto dos fundos da vida afetiva, nos enredos familiares, na relação entre homem e mulher, entre pais e filhos. “ Livro vencedor do Prémio Nacional das Artes e do prémio Casa das Américas.

Pássaros na Boca

Samanta Schweblin, Ed. Cavalo de Ferro, 2011

O Gatuno já não sabe o que fazer. A sua pacata vida de gato ficou de repente ameaçada pela chegada de um ser muito estranho, todo verde, com rodinhas e uma tromba enorme através da qual respira, cheira e come! Mas a ele não o enganam, não. Aquilo é de certeza um extraterrestre, um alien igualzinho aos que aparecem na televisão. Esta criatura do outro mundo quer de certeza apoderar-se do seu território, especialmente a marquise lá de casa, e ganhar o afeto dos donos, tudo para que ele, pobre gato, passe para segundo plano. Mas o Gatuno não vai em cantigas e fará o que puder para enfrentar o inimigo e para que tudo volte a ser como dantes. Obra vencedora do Prémio Branquinho da Fonseca 2011, atribuído pela Fundação Calouste Gulbenkian e pelo jornal Express, na modalidade infantil.

O gatuno e o extraterrestre trombudo texto de Maria João

Lopes, il. de Paulo Galindro, Dinalivro, 2012

N não é uma menina, é karateca. N tem 14 anos, quase 15, e o seu maior sonho é ser cinturão negro e beijar o Raul. N gosta de escrever, mas prefere lutar com o Raul. (Escrever é uma seca.) Isto não é um diário. Não tem chave, não tem segredos. (Sim, tem segredos.) Também tem vontade própria, páginas movediças, palavras como «diarreia» e «romântico» e personagens como a bruxa má que quer aprender a ser boa e a mosca que não sabia quem era. Isto é o Caderno Vermelho da Rapariga Karateca. O objeto preferido de N, 
um animal de estimação, uma personagem, uma pessoa de verdade. (O que é a verdade?) Obra vencedora do Prémio Branquinho da Fonseca 2011, atribuído pela Fundação Calouste Gulbenkian e pelo jornal Express, na modalidade juvenil.

O caderno vermelho da rapariga karateca texto de Ana Pessoa,

il. de Bernardo Carvalho, Planeta Tangerina, 2012

Os Direitos Inalienáveis do Leitor 1. O Direito de Não Ler

2. O Direito de Saltar Páginas 3. O Direito de Não acabar um Livro 4. O Direito de Reler 5. O Direito de ler Não importa o Quê 6. O direito de amar os “Heróis” dos Romances 7. O Direito de Ler Não importa Onde 8. O Direito de Saltar de Livro em Livro 9. O Direito de ler em Voz Alta 10. O Direito de Não Falar do que se Leu “O verbo ler não suporta imperativo. É uma aversão que compartilha com outros: o verbo “amar”…o verbo “sonhar”… É evidente que se pode sempre tentar. Vejamos:”Amame!””Sonha!””Lê!” “Lê, já te disse, ordeno-te que leias! _ Vai para o teu quarto e lê! Resultado? Nada” In, Como um Romance, de Daniel Pennac, Edições Asa, 1997 Nota: A Biblioteca Municipal de Torres Vedras disponibiliza esta obra para empréstimo e/ou consulta.

 saiba

também torres vedras

41

setembro_outubro 2012


Paรงos-Galeria Municipal de Torres Vedras

torres vedras

de PORTA torres vedras

42

setembro_outubro 2012


Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras Edifício Paços do Concelho- Praça do Município – Torres Vedras Tlf.: 261 334 042 | Email: galeria@cm-tvedras.pt

segunda a sábado, das 09h30 às 19h00

Nesta edição convidamo-lo a respirar arte! A arte tem múltiplas vertentes, mas é na sua essência uma forma de comunicação no sentido em que o sentimento que levou o artista a criar a sua obra é também vivido pela sua audiência. Queremos que desperte e partilhe sensações e sentimentos! Apresentamos-lhe a equipa que o recebe, todos os dias, na Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras. A missão da Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras é apoiar e divulgar as artes plásticas e visuais no concelho, oferecendo uma programação regular nas três salas de exposição que compõem este equipamento. Presta também apoio de produção às diferentes atividades e eventos realizados fora deste espaço cultural, no âmbito das artes visuais e educação pela arte. Numa clara aposta de aproximação aos públicos mais jovens, a Paços possui um serviço educativo próprio para ações vinculadas às exposições patentes, bem como outras atividades criadas particularmente para o público escolar. O espaço que acolhe a Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras, o Edifício Paços do Concelho, é composto por três salas de exposição, uma cafetaria/bar, jornais e revistas para consulta diária e cinco postos de acesso gratuito à internet.

aberta... torres vedras

43

Quem é Quem? Catarina Sobreiro Técnica Superior de Artes Plásticas é responsável pela Área de Galerias. Responsável pela programação e coordenação da Paços- Galeria Municipal de Torres Vedras. Patrícia Sobreiro Técnica Superior de Artes Plásticas. Responsável pela coordenação do serviço educativo da galeia municipal e pela conceção das respetivas atividades. Diana Duarte Técnica Superior de Design. Responsável pela imagem das publicações das exposições e outras atividades ligadas à galeria e colaboradora efetiva do serviço educativo. Joana Alves Técnica Superior de Animação Cultural. Responsável pela produção das atividades da galeria municipal e respetivo serviço educativo. Rui Dinis Assistente Técnico. Responsável pelo apoio técnico das salas de exposição, bem como da Sala de Sessões do Edifício Paços do Concelho.

setembro_outubro 2012


torres vedras A 4 VOZES

PRAIAS TORRIENSES Santa Cruz foi considerada uma das 50 melhores praias do mundo por uma revista espanhola de grande prestígio. Por sua vez, foi conferido o galardão da Bandeira Azul a 9 praias de Torres Vedras, pela Associação Bandeira Azul da Europa, e a QUERCUS atribuiu a Qualidade de Ouro a 11 das nossas praias. Em 6 praias do concelho foi hasteada a bandeira de Praia Acessível e toda a nossa costa teve o reconhecimento ouro da Quality Coast. Este é o resultado de um trabalho competente e persistente ao longo de muitos anos. Aos autarcas da Câmara Municipal de Torres Vedras e das juntas de freguesia, aos concessionários, aos empresários e empreendedores e a todos aqueles que optam pelas praias de Torres Vedras, os nossos Parabéns pelos galardões e pela ajuda dada! REGRESSO ÀS AULAS O início do ano letivo está aí. Nunca se iniciou um ano letivo com tanta incerteza, tanta indefinição, tanta impreparação. O Ministério da Educação e o Governo nada dizem, nada escrevem e nada pagam. O PS de Torres Vedras apela à Câmara Municipal e às Juntas de Freguesia que continuem a dar o seu melhor em prol da escola, da educação dos jovens e da tranquilidade dos encarregados de educação e professores, assegurando o funcionamento regular do 1.º ciclo da escolaridade básica. Viva Torres Vedras!

Até à data de fecho desta edição, não recebeu a Área de Comunicação o texto do PSD.

Até à data de fecho desta edição, não recebeu a Área de Comunicação o texto do PCP.

CORREÇÃO: Por lapso, na edi��ão n.º 9 da revista municipal Torres Vedras, na rubrica 4 Vozes, a fotografia associada ao texto do PSD foi a de Marco Claudino. No entanto, a fotografia que deveria ter sido associada ao respetivo texto era a de Hugo Martins, Vereador e Presidente da CPS do PSD de Torres Vedras. Pelo lapso, as nossas desculpas. torres vedras

44

setembro_outubro 2012

Juventude Torriense com futuro? Os jovens, como o futuro do nosso Concelho/País, jamais poderão ser desprezados, e é necessário dar-lhes a devida atenção lançando pequenos grãos de areia para que possam construir o seu castelo pessoal de forma firme e sustentada. Olhando para a conjuntura actual do nosso país e sendo cada vez mais competitivo entrar no mercado de trabalho, seja qual for a área de interesse, a actual Câmara Municipal de Torres Vedras deveria pensar mais além, sair do normal e realizar pequenos cursos/formações credíveis para que os nossos jovens se preparem para os desafios que possam encontrar. A célebre frase de Miguel Gonçalves diz “empreendedor acaba com dor”, então que possamos lançar um grãozinho de areia que “aguente” essa dor e faça com que os jovens torrienses não desistam de ser empreendedores. A actual câmara de Torres Vedras, lança todos os anos o seu programa “Onda de Verão” onde, uma vez mais, o Desporto para os jovens foi desprezado, na medida que poucos eventos foram planeados. Será falta de dinheiro? De recursos? O CDS-PP entende que o Desporto não é sinónimo de despesa e com um bom esquema de voluntariado conseguem-se organizar/realizar eventos muito positivos. O CDS-PP defende uma política que faça valorizar a nossa Juventude ajudando a lançar os jovens torrienses no mercado de trabalho e não, apenas, investir em festivais que pouco ou nada contribuem para todos nós!


torres vedras

deliberações da câmara municipal versão integral em www.cm-tvedras.pt/camara-municipal/actas

Reunião de 27 MARÇO 2012 Regulamento de Liquidação e Cobrança de Taxas e Emissão e Licenças do Município de Torres Vedras: Deliberado o seguinte: 1 - Aprovar a isenção parcial de 60% das taxas que a seguir se indicam, para os anos de 2012 e 2013: -Por apreciação de pedido de instalação de estufas e por metro quadrado de superfície coberta – 0,05¤ Por apreciação de pedido de registo de Abrigo e por metro quadrado de superfície coberta – 0,03¤ -Por metro quadrado de Área de Construção, no caso de construções empresariais em áreas definidas como industriais no PDMTV, – 3,5¤ -Esplanadas, estrados e similares, não afetos a estabelecimentos comerciais por m2/mês - 1,00¤ 2 – Publicidade gráfica 2.2.2 – Por unidade com mais de 1m2 e por mês (8.00¤) 2 - Isentar totalmente de taxa de publicidade gráfica toda aquela que tenha menos de 1m2 prevista no Quadro 38, ponto 2.2 (5¤/mês), ou seja a referente a anúncios, tabuletas, letreiros, reclamos, cartazes e similares, não dispensando, no entanto, o prévio e respetivo licenciamento, nem a apreciação casuística dos pedidos. 3 Aprovar a seguinte interpretação: “Uma vez que o Regulamento de Taxas do Município de Torres Vedras tributa a inserção de publicidade no estabelecimento, prevendo dois escalões (menos de 1m2 e mais de 1m2), independentemente da superfície onde a mesma está inserida, a Câmara Municipal aprovou o procedimento ou interpretação a ter em conta pelos Serviços Municipais, no sentido de que estabelecimentos comerciais, industriais ou de serviços que tenham menção publicitária na fachada e/ou na montra, como também em toldos, toda ela deve ser tributada apenas como publicidade gráfica prevista no Quadro 38, ponto 2.2 ou 2.3, conforme área total das inserções.” Publicidade em Outdoors na Cidade – Concessão do Painel nº 01 ao Clube de Ténis de Torres Vedras: Aprovada. Programa de Apoio ao Arrendamento 2011 – Anulação de Candidatura e Proposta de Apoio Excecional: Deliberado cessar, com efeitos a partir do mês de março (inclusivé) o apoio concedido a Arlinda Ezequiel Caramelo do Carmo e a restituição total dos 6 apoios concedidos que totalizam ¤ 1.350,00, ficando a candidata inibida de efetuar recandidatura no prazo de 1 ano e aprovar a instauração de uma candidatura excecional, ao abrigo do nº 4 do artigo 6º do regulamento, apresentada pela CPCJ em nome de Cármen Dolores Faria e que corresponde a uma situação identificada como prioritária pelas más condições de habitabilidade do

agregado familiar, sendo o valor total do apoio de ¤ 250,00 mensais e terá a duração de 5 meses (com início em abril e término em agosto 2012). Programa de Apoio ao Desporto: A Câmara deliberou aprovar os apoios financeiros abaixo identificados, com exceção do apoio para a AEFDTV, o qual foi aprovado na reunião de 30/08/2011: - Grupo Desportivo da Serra da Vila - ¤ 1.000,00; Sociedade Columbófila de Torres Vedras – ¤ 500,00;Associação de Marchas e Passeios do Concelho de T. Vedras – ¤ 2.660,00;Associação Cultural Recreativa e Desportiva do Furadouro - ¤ 3.250,00;Academia Sporting Turcifal – Associação Desportiva e Cultural - ¤ 14.480,00;Grupo Desportivo Recreativo e Cultural Casalinhense - ¤ 12.180,00;Grupo Desportivo Recreativo e Cultural “Os Carregueirenses” - ¤ 1.680,00;Associação Académica Padre Vítor Melícias - ¤ 690,00;Pró-Memória – Associação Cultural e Etnológica de A-dosCunhados – ¤ 1.000,00;Sporting Clube de Torres - ¤ 4.400,00;Associação Cultural e Beneficiente Santo António de Varatojo - ¤ 1.738,00;Associação de Formação Pedagógica e Cultural de Torres Vedras - ¤ 8.640,00; PAR 3 – Associação de Golf de Torres Vedras - ¤ 3.443,00;Grupo Desportivo de Matacães - ¤ 5.440,00;Centro Social, Desportivo e Cultural da Pedra – ¤ 3.195,00;Clube Desportivo de A-dos-Cunhados – ¤ 8.160,00; Académico de Torres Vedras – ¤ 6.833,00;Cerca Futebol Clube - ¤ 4.300,00;Associação Recreativa Cultural e Desportiva de Silveira - ¤ 2.009,00;Associação Cultural Desportiva e Recreativa de Coutada - ¤ 6.088,00; União Desportiva do Oeste - ¤ 1.020,00;Associação Cultural Desportiva e Recreativa de Arneiros - ¤ 10.050,00;Sport Clube União Torreense - ¤ 9.665,00; Associação de Moradores Cultura e Recreio IPSS Fonte de Grada - ¤ 13.505,00;Casa do Povo da Freguesia de Ramalhal - ¤ 300,00; Associação Cultural e Desportiva de Abrunheira - ¤ 300,00; Carvalhal Atlético Clube – ¤ 300,00; Associação para o Desenvolvimento das Paradas ¤ 2.505,00; Freiria Sport Clube - ¤ 4.680,00; Núcleo de Árbitros de Futebol de T. Vedras - ¤ 850,00; Clube de Ténis de Torres Vedras - ¤ 7.290,00; Associação Social, Recreativa Cultural e Desportiva de Sobreiro Curvo - ¤ 7.360,00; Sport Clube União Campelense – ¤ 6.630,00; Futebol Clube S. Pedro - ¤ 10.190,00; Grupo Desportivo de Ramalhal - ¤ 4.140,00; Grupo Desportivo Recreativo Boavista Olheiros - ¤ 1.650,00; Clube Académico de Penafirme - ¤ 7.173,00; Centro Social Cultural Recreativo do Ameal - ¤ 1.450,00; AEFDTV – apoio aprovado em reunião de 30/08/2011 – ¤ 100.000,00; Grupo

Desportivo Recreativo e Cultural Ponterrolense ¤ 11.790,00; Associação Desportiva Recreativa de Bordinheira - ¤ 3.361,00; Atlético Clube Barroense - ¤ 4.445,00, num total - ¤ 300.340,00. Proposta de Atribuição de Apoios Financeiros a Associações: A Câmara deliberou, por unanimidade, atribuir os apoios financeiros às instituições abaixo indicadas, para apoio à gestão corrente com exceção do apoio à Casa do Povo do Turcifal no valor de ¤ 13.000,00, que foi aprovado por maioria: Grupo Desportivo Recreativo Cultural Casalinhense- ¤1.000,00; Futebol Clube São Pedro- ¤1.000,00; Sport Clube União Campelense- €1.000,00; Freiria Sport Clube - ¤1.000,00; Associação Cultural Desportiva de Arneiros - ¤1.000,00; Centro Social, Desportivo e Cultural da Pedra - ¤1.000,00; Casa do Povo do Turcifal - ¤13.000,00; Serviço Social do Municipio de T. Vedras - ¤5.000,00”. Proposta de atribuição de apoios financeiros: A Câmara, deliberou, atribuir os apoios financeiros às instituições abaixo indicadas, relativos à colocação de acesso à Internet. Agrupamento de Escolas de Campelos - ¤ 206,94; Agrupamento de Escolas de Maxial - ¤ 1.351,20; Agrupamento de Escolas de S. Gonçalo - ¤ 3.057,30 Informação no âmbito do artigo 15º do decreto-lei 8/2012 de 21 de fevereiro: A Câmara deliberou relegar a análise deste assunto para uma próxima reunião do Executivo, uma vez que, nos termos da Lei nº 8/2012, de 21/02, a listagem irá integrar o relatório e contas.

de Taxas – Casal Novo da Zibreira – Zibreira – Freguesia de Carvoeira: Aprovado. OP 107/2000 – Casa do Povo da Freiria – Nova Extensão do Lar de Idosos – Ampliação das Instalações – Casal das Lameiras – Freiria – Freguesia de Freiria – Pedido de Isenção do Pagamento e Reembolso de Taxas: Aprovado. OP 86/08 – Hugo Miguel da Silva Fonseca – Construção de Moradia Unifamiliar – Rua dos Polomes – Maceira – Freguesia de Maceira – Pedido de Pagamento de TMU em prestações: Aprovado sob condição. OP 280/2011 – Carina Filipa Esteves Veríssimo e Rui Miguel Francisco Mora – Licenciamento de edifício para habitação unifamiliar – Casal das Covas – Furadouro – Freguesia de Dois Portos: Autorizado. OP 195/11 – Júlio Pereira Lopes – Licenciamento de edifício para habitação unifamiliar – Rua Funda – Casais da Longa – Aldeia Grande – Freguesia de Maxial: Aprovado. OP 153/2006 – Quinta Rural, Hotelaria e Turismo Rural, Lda. - ampliação de hotel rural – Pedido de pagamento de taxas em prestações – Ermejeira – Freguesia de Maxial: Aprovado sob condição. IO 77/2012 – Olívia da Conceição Lino dos Santos Silva - pedido de informação prévia para construção de moradia – Varatojo – Freguesia de São Pedro e Santiago: A Câmara deliberou desfavoravelmente, quanto ao pedido com os fundamentos constantes do parecer técnico emitido em 15/12/2011.

Infra-Estruturas Viárias e Equipamentos Municipais – Certificação Energética - Empreitada de Concepção/ Construção da EB1-JI de Dois Portos: Aprovada.

OP 143/2011 – Luís Augusto da Costa Gomes – legalização de Remodelação e Ampliação de anexo para garagem e telheiro – Casal Meirinho, Nº 8 – Vale de Rosas – Torres Vedras – Freguesia de São Pedro e Santiago: Aprovado.

Plano de Pormenor do Alto do Seixinho – Análise da Proposta de Plano e Definição dos Procedimentos para abertura do período de discussão pública: Aprovada sob condições.

OP 1861/1994 – Pedro Miguel Bernardes de Almeida – Licenciamento de alterações reconstrução, alteração e ampliação de habitação existente – Serra da Almalhoa – Freguesia de Turcifal: Aprovado.

OP 660/87 – Rações Valouro, S.A. – Legalização de Alterações – Ramalhal Gare – Freguesia de Ramalhal – Pedido de Isenção do Pagamento de Taxas: A Câmara deliberou isentar em 60% a empresa em título, do pagamento de taxas relativas ao processo de que é requerente dado que a operação urbanística se insere em área industrial definida no PDMTV. OP 295/2010 – Mateus Sousa Azevedo – Legalização de Remodelação e Ampliação de Moradia anterior a 1951 – Pedido de Isenção do Pagamento

torres vedras

45

01-1832/95 – Humberto Santos Silva – legalização de armazém – Rua General Humberto Delgado – Maxial – Freguesia de Maxial: Aprovado. IO 60/10 – Sabino Silvestre dos Ramos Alves – pedido de informação prévia de construção de 5 Fogos – condomínio habitacional – Charneca – Freguesia de Silveira: A Câmara deliberou declarar que se mantêm os pressupostos de facto e de direito que levaram à decisão inicial favorável, com base no artigo 17° do

setembro_outubro 2012

D.L. 555/99 de 16 de Dezembro, na sua atual redação, decorrendo novo prazo de 1 ano, contado da data da decisão, para efetuar a apresentação do pedido de comunicação prévia. LT 27/2000 – Herdeiros de Manuel Josué Luis – licenciamento das obras de urbanização - operação de loteamento – Casal do Marreco – Freguesia de Santa Maria: A Câmara deliberou aprovar o pedido, nas condições constantes do parecer técnico emitido em 01/03/2012 e não aceitar a proposta relativa à compensação pela não cedência de área para equipamento de utilização coletiva propondo que a mesma se venha a efetuar em numerário ou em espécie mas, através de terreno que possa ser utilizado pela Câmara Municipal para construção. OP 470/02 – Fábrica da Igreja da Paroquial de Nossa Senhora da Conceição de Ponte do Rol – Ponte do Rol – Freguesia de Ponte do Rol - licença especial para acabamentos: Aprovado.

Reunião de 10 ABRIL 2012 Auditoria ao município de Torres Vedras – Controlo dos impactos financeiros do programa pagar a tempo e horas e do Prede nos municípios – relatório nº 1684/2011 – processo nº 2011/25/A3/979: A Câmara tomou conhecimento e deliberou remeter o documento à Assembleia Municipal. Documentos de Prestação de Contas e Relatório de Gestão do ano de 2011, da Câmara Municipal de Torres Vedras: A Câmara deliberou, por maioria tomar a seguinte deliberação: - Aprovar os documentos de Prestação de Contas e Relatório de Gestão do ano de 2011 da Câmara Municipal de Torres Vedras, elencados no Anexo I da Resolução nº 4/2001, de 12/07, do Tribunal de Contas, e remeter os documentos à Assembleia Municipal para efeitos do disposto na alínea c) do nº 2 do artigo 53º da Lei nº 169/99, de 18/09, na sua atual redação. SMAS – Prestação de Contas – Relatório de Actividades de 2011 – Prestação de Contas relativas a 2011: Tendo presente a competência própria do orgão deliberativo, foi deliberado remeter os documentos à Assembleia Municipal. Promotorres – Promoção de Eventos e Gestão de Equipamentos, E.E.M. – Relatório de Gestão e Documentos de Prestação de Contas de 2011: Deliberado, por maioria, aprovar o relatório de gestão e os documentos de prestação de contas da Promotorres – Promoção de Eventos, e Gestão de Equipamentos E.E.M. relativos ao exercício findo em 31/12/2011 bem como entrar com um reforço para


torres vedras

deliberações da câmara municipal versão integral em www.cm-tvedras.pt/camara-municipal/actas

cobertura do capital no valor de ¤ 75.000,00. SMAS - 1ª Revisão aos Documentos Previsionais para 2012 – Orçamento receita/despesa e plano plurianual de investimentos: A Câmara deliberou remeter à Assembleia Municipal a 1ª Revisão aos Documentos Previsionais para 2012 – Orçamento receita/despesa e PPI dos SMAS. Mapa de Pessoal – alteração: A Câmara deliberou remeter à Assembleia Municipal a proposta de alteração ao Mapa de Pessoal aprovado para o ano em curso, na sequência da necessidade manifestada pelo DOM e Divisão de Gestão de Áreas urbanas e que consiste no seguinte: -Eliminação de 5 postos de trabalho da carreira de Assistente Operacional criados para a DGAU/Área de Gestão de Resíduos Urbanos; Eliminação de 3 postos de trabalho da carreira de Assistente Operacional para DGAU/ Área de Limpeza Urbana. -Criação de 4 postos de trabalho da carreira de Assistente Operacional para a DGAU/Área de Espaços Verdes; Criação de 3 postos de trabalho da carreira de Assistente Operacional para o DOM/Divisão de Maquinaria e Transportes/ Área de Maquinaria e Transportes; Criação de 1 posto de trabalho da carreira de Assistente Operacional para o DOM/Divisão de Infraestruturas Viárias e Equipamentos Municipais/ Área de Construção e Manutenção de Vias Municipais. Divisão de Maquinaria e Transportes – incidente de trabalho: Deliberado assumir os encargos no valor de ¤ 246,00 (IVA incluído), a processar a favor da Firma Celestino Santos, Reparação e Pintura Auto, Lda. Proposta de Convenção relativa ao Encontro Binacional de Jovens entre Torres Vedras e Villenave D’ornon em 2012/2013: A Câmara deliberou aprovar a proposta que irá envolver 8 jovens com idades compreendidas entre os 14 e os 16 anos, que farão o intercâmbio com outros jovens de Villenave D’Ornon. Proposta de atribuição de apoio financeiro: Deliberado atribuir um apoio financeiro à Associação de Socorros de Outeiro da Cabeça, para o desenvolvimento das atividades correntes do Centro de Bens Doados, no valor de ¤ 3.500. Empreitada de construção da EB1 e JI de S. Mamede de Ventosa – revisão de preços provisória: Deliberado, por maioria, aprovar a revisão de preços, no valor de ¤ 96.625,62, (com exclusão do IVA), referente à empreitada em título. Secção de Contratação Pública – aluguer de 10 equipamentos mul-

tifuncionais da marca Konica Minolta – ajuste direto – CCP, aprovado pelo DL 18/08, de 29/01, conjugado com o DL 197/99, de 8/06 – Processo 63/ BS/AD/2012: Deliberado aprovar a abertura de procedimento concursal para celebração de contrato para aluguer de equipamento de impressão e cópia por 12 meses prorrogável por iguais períodos até ao máximo de 36 meses, sendo que o valor base de € 48.960,00, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, para um prazo de execução de 36 meses, e nas condições propostas. Secção de Contratação Pública – aquisição de serviços para reparação de caixa de recolha de rsu da viatura da área de limpeza urbana – matricula 24-45-is – ajuste direto – alínea a) do nº 1 do artº 20º do CCP – processo 46/BS/AD/2012: A Câmara deliberou favoravelmente quanto à abertura de procedimento concursal para aquisição de serviços para reparação de caixa de recolha de RSU da viatura da área de limpeza urbana, matrícula 2445-IS, sendo o valor base proposto de € 21.690,00, acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Secção de Contratação Pública Aqusição de Serviços - Plano Municipal de Promoção da Acessibilidade - Rampa - CMTV - Área Intervenção Município de Torres Vedras - Comunicação, Boas Práticas Internacionais, Sensibilização e Publicação - Ajuste Direto - CCP, aprovado Pelo DL n.° 18/08, de 29/01, conjugado com o DL n.° 197/99, de 08/06: A Câmara deliberou aprovar o procedimento concursal para celebração de contrato de aquisição de serviços no âmbito do Regime de Apoio aos Municípios para a Acessibilidade RAMPA - Programa Operacional Potencial Humano (POPH) — QREN - Plano Municipal de Promoção da Acessibilidade Município de Torres Vedras, sendo o valor base proposto de ¤ 56.500,00, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, para um prazo de execução de 12 meses, distribuído da seguinte forma: Ano 2012: ¤ 14.000,00, acrescido de IVA, o que perfaz ¤ 17.220,00; Ano 2013: ¤ 42.500,00, acrescido de IVA, o que perfaz ¤ 52.275,00. Secção de Contratação Pública - plano local de promoção da acessibilidade cidade de torres vedras – comunicação, estudos e publicação, no âmbito do programa rampa apoiado pelo poph-qren ajuste directo - (alínea a) do n.º 1 do art.º 20º) do código dos contratos públicos - processo n.º 103/BS/AD/2012: A Câmara deliberou recorrer a serviços externos especializados necessários à boa realização do Plano Municipal de Promoção da Acessibilidade do Município de Torres Vedras, criado no âmbito do Regime de Apoio aos Municípios para a Acessibilidade RAMPA, sendo o valor base

proposto de ¤ 52.000,00 acrescido de IVA à taxa legal em vigor, e o seu prazo de execução de 12 meses, distribuído da seguinte forma: 2012 - 25.000,00¤ (+ IVA); 2013 - 27.000,00 ¤ (+ IVA) Secção de Contratação Pública - aquisição de serviços plano sectorial de promoção da acessibilidade – santa cruz – estudos, comunicação e publicação - ajuste direto - CCP, aprovado pelo DL n.º 18/08, de 29/01, conjugado com o DL n°. 197/99, de 8/6: A Câmara deliberou favoravelmente quanto à abertura de procedimento concursal para celebração de contrato de aquisição de serviços no âmbito do Regime de Apoio aos Municípios para a Acessibilidade RAMPA - Plano Municipal de Promoção da Acessibilidade sendo que o valor base proposto de ¤ 41.500,00 acrescido de IVA à taxa legal em vigor, para um prazo de execução de 12 meses, distribuído da seguinte forma:-Ano 2012 - 20.000,00¤ acrescido de IVA, o que perfaz ¤ 24.600,00; Ano 2013 - 21.500,00 ¤ acrescido de IVA, o que perfaz ¤ 26.445,00. Secção de Contratação Pública – aquisição de parcómetros para a cidade de Torres Vedras – Fases I e II – Sige - Concurso Público – código dos contratos públicos - aprovado pelo DL nº 18/08, de 29/01, conjugado com o DL nº 197/99, de 08/06 - ratificação: Ratificado. Secção de Contratação Pública – proposta de contrato de avença no âmbito do projeto oficina domiciliária – Rui dos Anjos: Aprovado. IV/662/2008 – Casa do Povo da Freguesia do Ramalhal – pedido de isenção do pagamento de taxas de inspecção sanitária a viatura de transporte de alimentos - reembolso– avenida 25 de abril – Ramalhal – Freguesia do Ramalhal: Aprovado. IV/1402/2009 – Casa do Povo da Freguesia da Freiria – pedido de isenção do pagamento de taxas de inspecção sanitária a viatura de transporte de alimentos – rua das lameiras – Freiria – Freguesia de Freiria: Aprovado.

licença de operação de loteamento em título. OP 274/2008 – Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras - licenciamento de cuidados continuados – casal do cartuxo - Sarge – Torres Vedras - Freguesia de Santa Maria e São Miguel: Aprovado. OP 5/2012 – Junta de Freguesia de Turcifal – licenciamento de equipamento – sala de culto – rua do rosmaninho – Aldeia da Serra – Freguesia de Turcifal: A Câmara tomou conhecimento do projeto, nas condições constantes do parecer técnico emitido em 9/03/2012. OP 249/04 – Futebol Clube São Pedro – licenciamento/legalização de edifício de apoio ao clube – rua do campo da bola – S. Pedro da Cadeira – Freguesia de S. Pedro da Cadeira: Aprovado. OP 67/2011 – Maria Avelina Grega Salgado – licenciamento de habitação unifamiliar – mato zambujeira – Freguesia de Carmões:Indeferido. OP 197/2011 – Mundiopen – Investimentos Imobiliários e Turísticos, S.A. – licenciamento de edifício para habitação coletiva comércio e serviços – rua santos bernardes nº 34 – Torres Vedras – Freguesia de S. Pedro e Santiago: Aprovado sob condição. OP 404/10 – Tec-Atlântica – Técnica e Comércio de Automóveis, S.A. – licenciamento de edifício para comércio (stand) e serviços (oficina automóvel) – E.N 8 – Cruz do Barro Freguesia de S. Pedro e Santiago: Indeferido. OP 1575/79 – José Joaquim do Rosário Ferreira – licenciamento de anexo agrícola – Rua dos arieiros, nº 4 Gondruzeira – Freguesia de Ponte do Rol: Aprovado. 10-8676/97 – José Mário Amaral Almeida – legalização de armazém e legalização de ampliação de arrecadação agrícola – Cerca – Freguesia de Silveira: Autorizado.

VU/47/2011 - Centro Social e Paroquial Nossa Senhora da Luz – isenção de taxas – casal do seixo – Freguesia de A-dos-Cunhados: Aprovado.

OP 217/2011 – Joaquim Domingos Pereira Rosa – construção de arrecadação agrícola – Ribaldeira – Freguesia de Dois Portos: Autorizado.

Processo de Obras 02-786/93 – Câmara Municipal de Torres Vedras – alteração à licença de operação de loteamento nº 7/95 – casal formigal – Freguesia de S. Pedro da Cadeira: A Câmara tomou conhecimento que decorrido o prazo para efeito de discussão pública, não foram apresentadas quaisquer reclamações, sugestões ou observações, no âmbito da discussão pública da alteração à

IO 56/2011 – Maria Lúcia Dimas Dos Santos Franco – pedido de informação prévia – alteração de uso de habitação para serviços – Largo de Santo António (antigo largo estevão feio) - Torres Vedras – Freguesia de Santa Maria: Deliberado incumbir a Área de Apoio Jurídico e Contencioso de informar o Executivo relativamente à possibilidade da instalação sanitária

torres vedras

46

setembro_outubro 2012

ser equiparada a área técnica, uma vez que o uso da edificação não será habitacional, mas serviços. LT 2/2005 – Santos Ferreira & Silva, S.A. – licenciamento de operação de loteamento – obras de urbanização Monte Redondo – Freguesia de Monte Redondo: Aprovado. LT 3522/66 – José Luis dos Santos Vieira – alteração à licença de operação de loteamento nº/69 – Assenta – Freguesia de S. Pedro da Cadeira: Aprovada. LT 13/2001 – Casa do Vale Cominho – Inv. Imob. e Turísticos, Lda. – alteração à licença de operação de loteamento nº 4/2007 – quinta do além - Ribaldeira – Freguesia de Dois Portos: Aprovada. 02-4704/93 – Paulo Sérgio Bento de Brito – alteração à licença de alvará de operação de loteamento nº 9/96 – rua afonso gomes roque – lotes 60/61 Freguesia de Ponte Do Rol: Aprovado. AO 229/2002 – Pedro Alexandre de Oliveira Santos – requerimento 1128/2012 – construção de moradia – alvará de loteamento nº 6/2002 – licença especial para acabamentos - Sobreiro Curvo – Freguesia de A dos Cunhados: Aprovada. 6964/96 – Pedro dos Santos - alvará de loteamento n.º 12/99 – Fonte Grada – casal cascais – Freguesia de Ponte do Rol -pedido de cancelamento da garantia bancária: Indeferido. 122/96 – Pedro dos Santos – alvará de loteamento 20/99 - obras de urbanização – casal cascais – Fonte Grada – Freguesia de Ponte do Rol – pedido de cancelamento da garantia bancária:Indeferido. 02-3198/82 – Pedro dos Santos alvará de loteamento 2/87 - Fonte Grada – Freguesia de Ponte do Rol – pedido de cancelamento da garantia bancária: Indeferido.

Reunião de 24 ABRIL 2012 Programa de Apoio ao Arrendamento 2011 – Cessação de Candidaturas: Deliberado proceder à cessação imediata, dos apoios atribuídos a Natalina Maria Almeida da Silva, Dina Paula Fernandes Conceição e Carla Maria Mourão Garcez Palha e restituição dos apoios já concedidos bem como incumbir a Área de Apoio Jurídico de efectuar os procedimentos subsequentes. Programa de Apoio ao Arrendamento – Proposta de Atribuição de Apoio Excecional: Aprovada. Área de Habitação – Programa de


torres vedras

deliberações da câmara municipal versão integral em www.cm-tvedras.pt/camara-municipal/actas

Apoio ao Arrendamento 2012 – Proposta de Avaliação Complementar às Novas Candidaturas e de Número e Prazos de Instauração para as mesmas: Deliberado o seguinte: 1º - Fixar até 70 o número de candidaturas a apoiar para o período de setembro de 2012 a agosto de 2013; 2º - Determinar o período compreendido entre 21 de Maio a 1 de Junho de 2012 para receção das candidaturas. 3º - Em situações de comprovada doença crónica no agregado familiar, atribuir um máximo de 5 pontos, com as seguintes ponderações: Doença de caráter permanente e incapacitante – 100% Doença de longa duração (sem redução da esperança média de vida) – 70% Doença crónica de acompanhamento pontual sem intervenção no percurso normal de vida do utente – 30% Arquivo Municipal – auto de eliminação nº 7: Deliberado aprovar a eliminação de documentação constante do Auto de Eliminação e remeter ao Arquivo Distrital de Lisboa. Departamento de Administração Geral – Linhas de Torres Vedras – Forte de Olheiros e São Vicente – aquisição de terrenos a Amadeu Gomes Marçal e Maria Teresa Alves dos Santos Silva Marçal – ratificação: Deliberado, por maioria o seguinte: 1º - Ratificar o despacho do Presidente da Câmara datado de 19/04/2012, através do qual aprovou a aquisição a Amadeu Gomes Marçal e Maria Teresa Alves dos Santos Silva Marçal do prédio rústico, com a área de 20.533m2, pelo valor de ¤ 75.000,00, a pagar em 4 prestações: 1ª – Aquando da realização da escritura - ¤ 25.000,00; 2ª – Maio de 2013 - ¤ 20.000,00; 3ª – Maio de 2014 - ¤ 15.000,00; 4ª – Maio de 2015 - ¤ 15.000,00. 2º - Remeter o processo à Assembleia Municipal. Área de Associativismo e Animação Cultural – Adenda ao Protocolo – Transforma - AC: Deliberado aprovar a adenda ao Protocolo estabelecido com a Transforma, AC, e que dá suporte à transferência do montante de ¤ 28.476,24, respeitante a 2011. Proposta de Atribuição de Apoio Financeiro: Deliberado aprovar a concessão de um apoio financeiro no valor de ¤ 900,00, à Federação Portuguesa de Kickboxing e Muaythai, para apoio à realização da Taça de Portugal de Kickboxing. Proposta de Atribuição de Apoios Financeiros a Juntas de Freguesia: Deliberado atribuir os seguintes apoios financeiros: Junta de Freguesia de Campelos – Obras no Cemitério - ¤ 7.500,00 – aprovado por unanimi-

dade; Junta de Freguesia do Turcifal – Apoio na gestão corrente - ¤ 20.000,00 – aprovado por maioria; e Junta de Freguesia de Ventosa – Apoio para as Comemorações do 25 de Abril - ¤ 3.500,00 – Aprovado por unanimidade. Proposta de Atribuição de Apoios Financeiros a Juntas de Freguesia: Deliberado aprovar a atribuição de apoios financeiros às Juntas de Freguesia abaixo identificadas: Ponte do Rol - Apoio para aquisição de uma viatura - ¤ 12.000,00 S. Pedro da Cadeira - Apoio para a aquisição de uma viatura - ¤ 12.000,00 Santa Maria - Apoio para a aquisição de uma viatura - ¤ 12.000,00. Divisão de Gestão de Áreas Urbanas Carlos Manuel Ramos Francisco - Cedência da Banca 34 Peixe, no Mercado Municipal de Torres Vedras, a Favor de João Manuel Borges Pereira G. Branco: Autorizado sob condição. Secção de Contratação Pública – Lei Orçamento do Estado aprovado para 2012 – Contratos de Aquisição de Serviços – Parecer Prévio para Aquisição de Serviços no Âmbito da Candidatura Rampa – Estudo para a Promoção da Acessibilidade: Levantamento, Diagnóstico e Proposta: Deliberado proceder à abertura do procedimento concursal, nos termos propostos. Divisão de Ordenamento do Território - Proposta de Alteração do Limite do Plano de Pormenor da Unidade Industrial da Tomix: A Câmara tomou a seguinte deliberação: 1.º - Aprovar a redelimitação da área de intervenção do plano de pormenor da unidade industrial da Tomix; 2.º - Reiterar a adoção da modalidade de plano de intervenção em espaço rural; 3.º - Reiterar a dispensa de avaliação ambiental estratégica; 4.º - Abrir um período de participação pública, ao abrigo do nº 2 do artigo 77º, do já citado decreto-lei, pelo prazo de 15 dias a contar da data da publicação do presente edital em Diário da República. Mais foi deliberado que, a referida deliberação, acompanhada dos termos de referência, encontram-se disponíveis para consulta no átrio do edifício da câmara municipal, sito na Rua Princesa Maria Benedita em Torres Vedras e na juntas de freguesia e no site da câmara municipal de Torres Vedras. Por último foi deliberado que, quaisquer participações / sugestões poderão ser apresentadas por escrito, no balcão de atendimento do edifício da câmara municipal, sito na Rua Princesa Maria Benedita, em Torres Vedras, por correio, ou através de correio eletrónico para o endereço geral@cm-tvedras.pt.

OP 131/2010 – Transforma – Associação Cultural – Pedido de ocupação de via pública – isenção de taxas - Largo de Santo António - Torres Vedras Freguesia de São Pedro e Santiago: Aprovada. OP 200/2011 – Centro Social Paroquial Santo António de Campelos – construção de anexo – isenção de taxas – Rua da Moleira – Campelos – Freguesia de Campelos: Aprovada. IV/2800/07 – Casa do Povo de Runa – Pedido de Isenção do Pagamento de Taxas de Inspecção Sanitária a Viaturas de Transporte de Alimentos – Largo 25 de Abril nº 1 – Runa – Freguesia de Runa: Aprovado. OP 11/2012 – Elísio Jordão Cristino – Construção de Moradia – Vale de Baixo – Vila Facaia – Freguesia do Ramalhal: Autorizada. OP 3720/1977 – Clara Maria Marques Soares de Jesus – Licenciamento de Legalização em Edifício para Habitação Unifamiliar – Rua Casal Ventoso, 9 – Santa Cruz – Freguesia de A-dos-Cunhados: Aprovado. OP 108/2007 – Damil & Gonçalves – Const. Civil, Lda. – Construção de Edifício de Habitação Coletiva – Projecto de Remodelação do Arruamento de Acesso aos Depósitos das Águas – Fonte Nova – Torres Vedras - Freguesia de São Pedro e Santiago: Aprovado. OP 181/11 – Grupo Desportivo Recreativo e Cultural Casalinhense – Licenciamento de Balneários e Bancadas de Apoio ao Campo de Futebol – Rua Campo da Bola – Casalinhos de Alfaiata – Freguesia de Silveira: Aprovado. OP 1335/1985 – Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras – Alteração de Centro de Dia – Rua António Batalha Reis, Nº 8 - Torres Vedras – Freguesia de São Pedro e Santiago: Aprovada. OP 4537/95 – Associação de Socorros da Carvoeira – Alteração e Ampliação da Sede da Associação – Estrada Nacional N.º 9 – Carvoeira – Freguesia de Carvoeira: Aprovada. OP 7124/93 – Carlos Alberto da Cunha – Legalização de Alteração de Armazém – Póvoa de Penafirme – Freguesia de A-dos-Cunhados: Aprovada.

do Pinheiro – Vila Seca – Freguesia do Maxial: Aprovado. LT 18/2007 – Américo Dias dos Santos - Auto de Receção Provisória das Obras de Urbanização do Loteamento com Alvará de Loteamento n.º 4/2011 - Pedido de Redução da Garantia Bancária – Sarge – Freguesia de Santa Maria: Homologado. LT 14/2000 – Herdeiros de Gregório dos Santos Feijão - Auto de Receção Definitiva das Obras de Urbanização do Loteamento com Alvará n.º 2/2004 – Casal do Monte Guilhão – Casalinhos de Alfaiata - Silveira – Freguesia de Silveira: Homologado. LT 3/2002 – Casel T 3 – Habitação Cooperativa, Ucrl - Auto de Receção Definitiva das Obras de Urbanização do Loteamento com Alvará n.º 19/2003 – Casal da Cruz – Freguesia de A-dos-Cunhados: Indeferido. LT 13/07 – Riberalves Imobiliária, Lda. – Licenciamento de Operação de Loteamento – Obras de Urbanização - Ventosa – Freguesia de Ventosa: Aprovado. LT 1/2012 – Armando Pedro Jorge – Licenciamento de Operação de Loteamento – Casal dos Feros – Freguesia de A-dos-Cunhados: Aprovado sob condição. 02 - 3230/71 – António Miranda Júnior - Alvará de Loteamento N.º 33/74 – Quinta do Hilarião – Torres Vedras – Freguesia de São Pedro e Santiago - Pedido de Substituição da Garantia Bancária: Aprovado. LT 4/99 – CUPH – Urbanização de Torres Vedras I, Crl – Operação de Loteamento – Casal dos Olheiros – Freguesia de São Pedro e Santiago: A Câmara deliberou conceder ao requerente mais 30 dias, contados da data da notificação, para iniciar as obras de urbanização, sob pena de, em caso de incumprimento, vir a declarar a caducidade da licença de operação de loteamento. AO 107/2004 – PR 64/2009 – Crédito Agrícola Imóveis, Unipessoal, Lda. – Construção de Moradia Unifamiliar – Declaração de Caducidade – Urbanização da Ponte do Rol – Freguesia de Ponte do Rol:Declarada a caducidade.

01 5282/93 – Sapada – Sociedade Agropecuária, Lda. – Legalização de Alterações – Exploração Suinícola – Vale da Tábua – Freguesia de Campelos: Aprovada sob condição.

AO 107/2004 – PR 67/2009 – Crédito Agrícola Imóveis, Unipessoal, Lda. – Construção de Moradia Unifamiliar – Declaração de Caducidade – Urbanização da Ponte do Rol – Casalinho do Calvo – Freguesia de Ponte do Rol: Declarada a caducidade.

OP 9044/1997 – Ricardo José Carvalho Azevedo Teixeira Duarte – Legalização e Ampliação de uma Agropecuária de Criação de Cavalos e Bovinos – Casal

AO 106/2004 – PR 66/2009 – Crédito Agrícola Imóveis, Unipessoal, Lda. – Construção de Moradia Unifamiliar – Declaração de Caducidade – Urba-

torres vedras

47

setembro_outubro 2012

nização da Ponte do Rol – Casalinho do Calvo -Freguesia de Ponte do Rol: Declarada a caducidade.

Reunião de 08 MAIO 2012 Assembleia Municipal - Sessão Ordinária de 27 de Abril de 2012: Ponto 1 - Discussão e votação dos Documentos de Prestação de Contas e Relatório de Gestão do ano de 2011, do Município de Torres Vedras - aprovado por maioria. Ponto 2 - Discussão e votação dos Documentos de Prestação de Contas e Relatório de Actividades, do ano de 2011, dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento - aprovada por maioria. Ponto 3 - Discussão e votação da 1.ª Revisão aos Documentos Previsionais para 2012 – Orçamento/Despesa e Plano Plurianual de Investimentos dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento - aprovado por unanimidade. Ponto 4 - Conhecer e tomar posição sobre o Relatório n.º 1684/2011 da IGF– Auditoria ao Município de Torres Vedras - tomado conhecimento do respectivo teor e, em especial, das “conclusões e recomendações” sugerindo ao Executivo o estrito cumprimento, na parte que lhe é devida, do que é recomendado. Em complemento, a Assembleia Municipal sublinha que o Executivo deve prosseguir o esforço, por todas as formas ao seu alcance, de redução da despesa municipal.” Ponto 5 – Discussão e votação de alteração ao Mapa de Pessoal da Câmara Municipal de Torres Vedras, aprovado para 2012, – aprovado por unanimidade. Ponto 6 – Autorizar a Câmara Municipal a concessionar, por concurso público o bar/esplanada sito na Praça Central do novo Mercado Municipal de Torres Vedras,– aprovado por unanimidade. Ponto 7 – Homologar a assunção de compromissos plurianuais adjudicados a partir de 22 de fevereiro aprovado por unanimidade. Ponto 8 - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual – Contrato de Fornecimento de energia elétrica para a Escola EB1/ JI de Dois Portos, - aprovado por unanimidade. Pontos aditados à ordem de trabalhos da Assembleia Municipal: - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual — Aquisição de serviços, em regime de avença, no âmbito do projeto Oficina Domiciliária - aprovado por unanimidade. - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual — Programa de Apoio ao Arrendamento - aprovado por unanimidade. Ponto 9 - Autorizar a repartição de encargos e assunção do compromisso


torres vedras

deliberações da câmara municipal versão integral em www.cm-tvedras.pt/camara-municipal/actas

plurianual — aquisição de terrenos a Maria Teresa Marçal — Linhas de Torres Vedras — Forte de Olheiros e S. Vicente - aprovado por maioria. Ponto 10 — Aprovar acordos de regularização de dívida com fornecedores - aprovado por unanimidade Ponto 11 — Discussão e votação do projeto de Regulamento para a criação da área protegida das Serras do Socorro e Archeira - aprovado por unanimidade. Ponto 12 - Início de procedimento administrativo para desafetação do domínio público de três parcelas de terreno - tomado conhecimento. A Câmara tomou conhecimento das deliberações tomadas pela Assembleia Municipal e mandou dar o devido andamento aos processos. Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes da Câmara Municipal de Torres Vedras – Candidatura ao Fundo Europeu para a Integração de Nacionais de Países Terceiros – 2º Edição 2011 – Ratificação: Ratificado. Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes da Câmara Municipal de Torres Vedras – Candidatura ao Fundo Europeu para a Integração de Nacionais de Países Terceiros – 3.ª Edição 2012/2013 - Ratificação: Ratificado. DPES – Área de Energia, Sustentabilidade e Ambiente – Projeto Zerowin – Protocolo de Investigação, Desenvolvimento e Inovaçao a Celebrar entre a CMTV e a Ceifa – Ambiente, Lda. – Centro de Estudos, Informação e Formação para o Ambiente, Lda.: Aprovado. Setor de Abastecimento Público – Ocupação Eventual da Loja nº 5 (Bolos e Pão) no Mercado de Santa Cruz – Armando Santos: Aprovado sob condição. Aditamento ao Protocolo de Acordo de Colaboração e Parceria com as Juntas de Freguesia de Carvoeira, Silveira, S. Pedro da Cadeira e S. Pedro e Santiago: Deliberado, por maioria, aprovar o aditamento ao Protocolo de Acordo e Parceria com as Juntas de Freguesia de Carvoeira, Silveira, S. Pedro da Cadeira e S. Pedro e Santiago afim de assegurar a contratação de pessoal não docente para acompanhamento das crianças de Pré-Escolar e 1º Ciclo no âmbito dos programas em título, mediante o reforço, nos seguintes valores, devendo ser repartido pelas tranches previstas em protocolo, ou seja, nos meses de abril e julho. JF de Carvoeira - ¤ 4.124,28; JF de Silveira - ¤ 1.248,94; JF S. Pedro da Cadeira - ¤ 2.593,29; JF de S. Pedro e Santiago- ¤ 7.492,54. Divisão de Desenvolvimento Social Área de Planeamento e Intervenção Social – Projeto Porta a Porta - Proposta de regulamento: Aprovada.

Santa Cruz XXI - Associação Para o Desenvolvimento e Promoção da Praia de Santa Cruz – Sealand Fest - Pedido de Isenção e Reembolso de Taxas: Aprovado. Divisão de Infraestruturas Viárias – Empreitada de Conceção/Construção da Escola EB1 e JI Padre Francisco Soares – Revisão de Preços: Deliberado por maioria, aprovar a revisão de preços da empreitada em título, no valor de ¤ 40.167,11, com exclusão do IVA. Divisão de Infraestruturas Viárias – Fornecimento Contínuo de Misturas Betuminosas a Quente para os Anos de 2008 e 2009 – Cálculo da Revisão de Preços: Deliberado por maioria, aprovar o cálculo da revisão de preços, no valor de ¤ 54.393,76, no período de Fevereiro a Outubro de 2008 e de Janeiro a Setembro de 2009, referente à empreitada em título. Secção de Contratação Pública – Execução de Ramal de Água e de Ramal de Saneamento na Associação de Socorros de Assenta – S. Pedro da Cadeira – Ajuste Direto, ao Abrigo do CCP, Aprovado Pelo DL 18/2008, de 29 de Janeiro, Conjugado com o DL 197/99, de 8 de Junho: Deliberado conceder um apoio à Associação de Socorros da Assenta, para a execução dos ramais de água e saneamento no montante de ¤ 434,81. OP 25/2012 – Ana Sofia dos Reis Miranda – Construção de Moradia Unifamiliar e Muros de Vedação – Rua Pinhal da Nossa Senhora – Casal das Naculas – Freguesia de Silveira: Relegado para uma próxima reunião do Executivo. OP 48/2012 – Fernando Jorge Antunes Moreira Calixto – Construção de Moradia e Muros – Rua dos Amaros – Campelos – Freguesia de Campelos: Autorizado. IO 4/2012 – Vitor Manuel Paulo Santos - Pedido de Informação Prévia para Habitação Unifamiliar – Rua dos Lourenços – Silveira – Freguesia de Silveira Autorizado. OP 263/2008 – Construções Armando & Feliciano, Lda. – Condomínio Para Habitação Plurifamiliar – Casal do Vale de Janelas – Santa Cruz – Freguesia de A-Dos-Cunhados: Aprovado. IL 07/08 – João Miguel Lourenço Gomes – Pedido de Declaração Informação Prévia para Operação de Loteamento – Novo Pedido de Prorrogação de Prazo – Quinta das Arroteias – Furadouro – Freguesia de Dois Portos: Aprovado. LT/1/2009 – Preoeste – Produtos de Betão, Lda. – Licenciamento de Operação de Loteamento – Obras

de Urbanização – Escaravilheira – Freguesia de S. Pedro da Cadeira: Aprovado. Processo de Obras 02 5418/91 – Filipe Miguel Dias Marques – Pedido de Alteração à Licença de Operação de Loteamento nº 5/95 - Natárias - Lote 4 - Póvoa de Penafirme - Freguesia de A-Dos-Cunhados: Relegado para a próxima reunião do Executivo. LT 3423/80 – Câmara Municipal de Torres Vedras – Alteração à Licença de Operação de Loteamento – Vale Janelas – Freguesia de A-Dos-Cunhados: Aprovada.

1º Aditamento à Agenda nº 10: DOM – Empreitada de Requalificação dos Largos S. Pedro e Wellington e Arruamentos – Pedido de Prorrogação de Prazo de Execução da Obra: Aprovado por maioria sob condição. 2º Aditamento à Agenda nº 10: Protocolo de Colaboração entre a CMTV e as Entidades Gestoras do “Mercado Social de Arrendamento (NORFIN, SGFII, S.A, FIIAH, Solução Arrendamento, IHRU E IGFSS): Aprovada.

LT 3283/66 – Requerimento N.º LT 9768/11 – Manuel Maria Ferreira Rosado – Alteração à Licença de Operação de Loteamento – Rua Luis Vaz de Camões – Torres Vedras – Freguesia de Santa Maria do Castelo e São Miguel: Relegado para a próxima reunião do Executivo. UO/1/2008 – António Pedro dos Santos Antunes – Obras de Urbanização – “Casalito” e “Cabeço do Barro” – Santa Cruz – Freguesia de Silveira: Indeferido. 4539/96 – Ângelo Custódio Rodrigues, S.A. - Auto de Receção Provisória das Obras de Urbanização do Loteamento com o Alvará nº 16/00 – Casal Chafariz – Portela da Vila – Freguesia de S. Pedro e Santiago: Deliberado conceder um prazo de 6 meses, para execução dos trabalhos previstos no auto de receção provisória das obras de urbanização. OP 4410/81 – Eugster e Frismag – Eletrodomésticos, Lda. – Ampliação de Refeitório e Instalações para Arrumos de Unidade Industrial Tipo 2 – Fabrico de Eletrodomésticos – Casal Cascais – Ponte do Rol – Freguesia de Ponte do Rol: Aprovado. OP 2237/82 – Azeol – Sociedade de Azeites e Óleos da Estremadura, Lda. – Ampliação e Alteração de Pavilhões Industriais – Vale de Rosas – Freguesia de São Pedro e Santiago: Aprovada. RI/2/2011 – Cáit Conlon – Registo de Alojamento Local – Pedras Lages – Freguesia de Runa: Aprovada. OP 108/2006 – Areias do Seixo, Lda. – Alteração e Ampliação de Hotel Turismo Rural – Praceta do Atlântico – Mexilhoeira – Freguesia de A-DosCunhados: Aprovada. Processo de Obras OP 2041/87 – João Ventura Gomes Jacinto – Legalização de Alterações em Estabelecimento Comercial – Rua Jerónimo Vilarinho nº 18-A – Santa Cruz – Freguesia de Silveira: Aprovada.

torres vedras

48

setembro_outubro 2012


torres vedras deliberações da assembleia municipal versão integral em www.cm-tvedras.pt/assembleia-municipal/actas

Sessão Ordinária de 22 junho 2012 Ponto 1 - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual – Aquisição de serviços para manutenção de diversos extintores de incêndio, propriedade do Município de Torres Vedras, em cumprimento do estipulado na alínea c) do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21 de Fevereiro – Aprovado por unanimidade. Ponto 2 - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual – Plano Local de Promoção de Acessibilidade – Cidade de Torres Vedras – Comunicação, estudos e publicação, no âmbito do Programa RAMPA – apoiado pelo POPH - QREN em cumprimento do estipulado na alínea c) do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21 de Fevereiro – Aprovado por maioria.

previstos na alínea c) do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21.02 – Aprovado por unanimidade. Ponto 12 - Emissão de autorização prévia genérica - Câmara Municipal de Torres Vedras - Assunção de compromissos plurianuais para os efeitos previstos na alínea c) do n.º 1 do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21/02 – Aprovado por maioria. Ponto 13 – Emissão de autorização prévia genérica – Serviços Municipalizados de Água e Saneamento - Assunção de compromissos plurianuais para os efeitos previstos na alínea c) do n.º 1 do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21/02 – Aprovado por unanimidade.

Ponto 3 - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual – Aquisição de serviços - Plano Municipal de Promoção e Acessibilidade – RAMPA – Área de intervenção Município de Torres Vedras – Comunicação, boas práticas internacionais, sensibilização e publicação, em cumprimento do estipulado na alínea c) do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21.02 – Aprovado por maioria. Ponto 4 - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual – Aquisição de serviços - Plano Sectorial de Promoção da Acessibilidade – RAMPA – Santa Cruz - Estudos, comunicação e publicação, em cumprimento do estipulado na alínea c) do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21 de Fevereiro – Aprovado por maioria. Ponto 5 - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual – Aquisição de serviços para gestão de resíduos hospitalares perigosos dos grupos III e IV, produzidos no canil municipal, em cumprimento do estipulado na alínea c) do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21 de Fevereiro – Aprovado por unanimidade. Ponto 6 - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual – Aquisição de serviços para a manutenção de quatro postos de transformação, por um ano, prorrogável até ao limite de três anos, em cumprimento do estipulado na alínea c) do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21 de Fevereiro – Aprovado por unanimidade. Ponto 7 - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual – Aluguer de 10 equipamentos multifuncionais da marca Konica Minolta, em cumprimento do estipulado na alínea c) do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21 de Fevereiro – Aprovado por unanimidade. Ponto 8 - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual – Aquisição de serviços para manutenção preventiva especializada – Central de incêndio – Central de drenagem de águas pluviais – Central de drenagem de águas residuais, em cumprimento do estipulado na alínea c) do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21 de Fevereiro – Aprovado por unanimidade. Ponto 9 - Conceder autorização prévia para assunção do compromisso plurianual – Aquisição de géneros alimentares por lotes, para refeitórios escolares municipais – ano letivo de 2012/2013, em cumprimento do estipulado na alínea c) do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21.02 – Aprovado por unanimidade. Ponto 10 - Homologar os compromissos plurianuais cujos procedimentos foram adjudicados pelos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Torres Vedras a partir de 22 de fevereiro, tendo presente o disposto na alínea c) do n.º 1 do art.º 6.º da Lei 8/2012, de 21/02 – Aprovado por unanimidade. Ponto 11 – Conceder aos Serviços de Água e Saneamento de Torres Vedras, autorização prévia para a assunção de compromisso plurianual - Aquisição de combustíveis rodoviários em postos de abastecimento públicos, através da ANCP, com o n.º AD/F/03/2012, para os efeitos torres vedras

49

setembro_outubro 2012


torres vedras

info : contactos

PRIORITÁRIOS

JUNTAS de FREGUESIA

Autocarros (Barraqueiro) 261 334 150

Junta de Freguesia A dos Cunhados 261 981 546 junta.adc@iol.pt

Bombeiros Voluntários TV 261 322 122 Comboios (CP) 261 311 156 EDP 800 506 506 GNR Torres Vedras 261 337 140 GNR Santa Cruz 261 930 450 Hospital de Torres Vedras 261 319 300 Oficina Domiciliária 800 200 066 Proteção à Floresta | incêndios 117 PSP 261 330 770 Recolha de “Monstros” 261 310 487 Sistema Mediação Laboral e Familiar 808 26 2000 S.O.S. Ambiente | CMTV 800 200 130 S.O.S. Arranjos Escolas 800 200 066 Táxis Torres Vedras 261 322 641 Táxis Santa Cruz 261 937 722 Urgências 112

Junta Freguesia S. Domingos Carmões 261 743 749 jfsdcarmoes@sapo.pt Junta Freguesia S. Pedro da Cadeira 261 857 109 freguesiaspcadeira@mail.telepac.pt www.saopedrodacadeira.pt

Junta de Freguesia Campelos 261 430 200 jfcampelos@mail.telepac.pt www.jfcampelos.net

Junta Freguesia S. Pedro e Santiago 261 339 130 freg.spedro.santiago@sapo.pt

Junta de Freguesia Carvoeira 261 743 217 jfcarvoeira@mail.telepac.pt

Junta de Freguesia Silveira 261 937 248 geral@jf-silveira.pt www.jf.silveira.pt

Junta de Freguesia Dois Portos 261 712 190 jfdoisportos@gmail.com Junta de Freguesia Freiria 261 961 383 j.f.freiria@mail.telepac.pt

Junta de Freguesia Turcifal 261 951 315 jfturcifal@sapo.pt www.jf-turcifal.net

Junta de Freguesia Maceira 261 980 130 jfmaceira@gmail.com

Junta de Freguesia Ventosa 261 950 430 jfventosa@sapo.pt

Junta de Freguesia Matacães 261 326 503 freguesiamatacaes@sapo.pt

SERVIÇOS MUNICIPAIS

Junta de Freguesia Maxial 261 915 239 junta-maxial@mail.telepac.pt www.jfmaxial.pt

Aguarela (Até 16 setembro) R. António Fig. Rêgo, Santa Cruz Fins de semana: 15h00 às 00h00

Junta de Freguesia Monte Redondo 261 315 690 junta@monteredondo.pt www.monteredondo.pt

Arquivo Municipal 261 320 736 arquivo@cm-tvedras.pt Av. 5 de Outubro, 17 2ª a 6ª: 08h30 às 18h00

Junta de Freguesia Outeiro da Cabeça 261 921 325 freguesia.o.cabeca@gmail.com

Biblioteca de Praia de Santa Cruz (Até 15 setembro) 261 933 543 R. Dr. Esteves de Oliveira, n.º 4 R/C Santa Cruz 2ª a Sáb.: 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

Junta de Freguesia Ponte do Rol 261 331 318 geral@pontedorol.pt www.pontedorol.pt Junta de Freguesia Ramalhal 261 911 432 jframalhal@mail.telepac.pt

Biblioteca Municipal de Torres Vedras 261 310 460 biblioteca@cm-tvedras.pt Av. 5 de Outubro, 17 2ª: 14h00 às 18h30 3.ª a 6.ª: 10h00 às 18h30 Sáb.: 14h00 às 18h00

Junta de Freguesia Runa 261 314 054 junta.runa@cyclopnet.pt Junta Freg. Sta. Maria e S. Miguel 261 330 380 juntasmariatv@mail.telepac.pt torres vedras

50

setembro_outubro 2012

Câmara Municipal de Torres Vedras 261 310 400 geral@cm-tvedras.pt Av.ª 5 de Outubro 2ª a 6ª: 08h30 às 18h00 Canil Municipal 261 313 885 Rua do Parque, Ponte do Rol 2ª a 6ª: 09h00 às 17h00 Centro de Educação Ambiental 261 314 163 cea@cm-tvedras.pt CAERO- Rua António Leal d’Ascenção 2ª a 6ª: 09h00 às 17h00 Centro de Info Autárquica ao Consumidor 261 310 400 pac.ciac@cm-tvedras.pt Edif. Câmara Municipal de Torres Vedras Av.5 Outubro – Torres Vedras 2ª a 6ª: 09h30 às 18h00 Centro de Info Municipal à Juventude 261 320 721 pij@cm-tvedras.pt Pta. Padre Joaquim Maria de Sousa 2ª a 6ª: 10h00 às 18h00 Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes 261 322 464 gabimigrante@cm-tvedras.pt Av. Tenente Valadim, n.º 17 2ª: 13h00 às 19h00 | 3ª: 08h30 às 14h30 4ª: 13h00 às 19h00 | 6ª: 08h30 às 14h30 Comissão de Protecção de Crianças e Jovens | CPCJ 261 322 462 cpcj@cm-tvedras.pt Av. Tenente Valadim, nº 17 2ª a 6.ª: 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 Ecocentro Expotorres 3.ª a 6.ª: 10h00 às 13h00 e 14h00 às 18h00 Sáb.: 10h00 às 14h00


torres vedras Edifício Paços do Concelho 261 334 040 / 261 320 739 Praça do Município 2ª a Sáb.: 09h30 às 19h00 Fábrica das Histórias Casa Jaime Umbelino 261 320 760 fabricadashistorias@cm-tvedras.pt R. Mª Barreto Bastos, 36 Torres Vedras 2ª: 9h00 às 13h00 3ª a 6ª: 09h00 às 19h00 Sáb.10h00 às 13h00 e das 15h00 às 18h00 Gabinete de Apoio às Empresas 261 310 418 empresas@cm-tvedras.pt Câmara Municipal de Torres Vedras Av. 5 de Outubro Gabinete para o Centro Histórico 261 310 475 dot@cm-tvedras.pt Câmara Municipal de Torres Vedras Av. 5 de Outubro Gabinete Técnico Florestal 261 320 731 gtf@cm-tvedras.pt Mercado Municipal de Santa Cruz 261 931 641 Rua Judite Navarro, Santa Cruz 2ª a Sáb.: 06h30 às 14h00 Dom. e feriados: 07h00 às 13h00 Mercado Municipal de Torres Vedras 261 094 746 Av. Ten. Coronel João Luís de Moura 3ª a Sáb: 07h00 às 19h00 Sáb.: 07h00 às 16h00 Dom. e feriados: 07h00 às 14h00 Museu Municipal Leonel Trindade 261 310 485 museu@cm-tvedras.pt Praça 25 Abril, Convento da Graça 3ª a Dom.: 10h00 às 13h00 e 14h00 às 18h00 Paços | Galeria Municipal 261 334 042 galeria@cm-tvedras.pt Praça do Município 2ª a Sáb.: 09h30 às 19h00

info : contactos

Posto de Atendimento ao Cidadão 261 310 400 pac.ciac@cm-tvedras.pt Ed.Câmara Municipal de Torres Vedras Av.5 Outubro – Torres Vedras 2ª a 6ª: 09h30 às 18h00

CÂMARA MUNICIPAL

Posto de Turismo de Santa Cruz 261 937 524 postoturismosantacruz@cm-tvedras.pt Rua da Azenha 3.ª a Dom.: 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

Atendimento ao Público por parte do Executivo da CMTV:

www.cm-tvedras.pt geral@cm-tvedras.pt tlf.: 261 310 400

Carlos Manuel Soares Miguel | Presidente tlf.: 261 310 416 gap@cm-tvedras.pt Carlos Manuel Antunes Bernardes Vice-Presidente | Vereador [PS] Obras Municipais, Ambiente e Sustentabilidade tlf.: 261 320 734 carlalopes@cm-tvedras.pt

Posto de Turismo de Torres Vedras 261 314 094 postoturismo@cm-tvedras.pt Rua 9 de Abril 2ª a Sáb.: 10h00 às 13h00 e 14h00 às 18h00

Laura Maria Jesus Rodrigues | Vereadora [PS] Atividade Física e Educação tlf.: 261 320 702 gavlaurarodrigues@cm-tvedras.pt

Promotorres, E.E.M. 261 094 746 geral@promotorres.pt Mercado Municipal de Torres Vedras Av. Ten. Cor. João Luís de Moura, Loja A- Cave 2ª a 6ª: 09h00 às 12h30 e 14h00 às 17h30

Sérgio Paulo Matias Galvão | Vereador [PS] Administração Geral, Finanças, Recursos Humanos, Qualidade e Auditoria Interna, Desenvolvimento Económico, Tecnologias de Informação e Comunicação tlf.: 261 310 439 claralourenco@cm-tvedras.pt

Proteção Civil 261 320 764 prociv@cm-tvedras.pt Av. 5 Outubro 2ª a 6ª: 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00

Ana Brígida A. M. Climaco Umbelino | Vereadora [PS] Desenvolvimento Social, Cultura, Saúde e Turismo tlf.: 261 320 708 filipa.silva@cm-tvedras.pt Bruno Miguel Félix Ferreira | Vereador [PS] Urbanismo, Informação Geográfica e Cartografia tlf.: 261 310 469 daliapereira@cm-tvedras.pt

Serviços Municipalizados 800 204 136 (gratuito) 261 336 558 geral@smastv.pt Rua da Electricidade 2ª a 6ª: 08h30 às 16h30 Piquete: 00h00 às 08h00 261 338 079 | 917 691 014

António Paulo Veloso Martins Bento Hugo Miguel Fernandes Martins Maria Paula da Silva e Paulo Roseiro Lopes Vereadores [PSD] tlf.: 261 310 437 | 481 anamota@cm-tvedras.pt vereadorespsd@cm-tvedras.pt

Teatro-Cine de Torres Vedras 261 338 131 teatro.cine@cm-tvedras.pt Av. Tenente Valadim, n.º 19 3ª a 6ª: 09h00 às 13h00 e 14h00 às 17h30 ou uma hora antes de qualquer espectáculo torres vedras

51

setembro_outubro 2012


torres vedras

52

setembro_outubro 2012


Revista Torres Vedras