Issuu on Google+

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO E TURISMO COMUNICAÇÃO SOCIAL – RELAÇÕES PÚBLICAS LARP – LABORATÓRIO DE RELAÇÕES PÚBLICAS

RELATÓRIO DA MOSTRA DE TRABALHOS ACADÊMICOS DE RELAÇÕES PÚBLICAS 2010

João Pessoa/PB Novembro 2010


JOSILENE RIBEIRO DE OLIVEIRA (Profª. Coordenadora) ANA PAULA CAMPOS LIMA (Profª. Vice-coordenadora) AMANDA KARLA ARAÚJO DE MACEDO DAVID ANDERSON SILVA C. PEREIRA EDJANE MENESES DE QUEIROGA ERIKA DE FRANCA MORAIS EVALENA LIMA CABRAL GUSTAVO DAVID ARAÚJO FREIRE HANNAH KAROLLYNNE B. FLORÊNCIO KAREN CRISTINA RODRIGUES SOARES NARJARA BÁRBARA XAVIER SILVA RENAN LINS SILVA RINKER VITORINO CABRAL (alunos voluntários) JAMILE MIRIA FERNANDES PAIVA JÚLIO AFONSO SÁ DE PINHO NETO PATRICIA MORAIS DA SILVA SEVERINO LUCENA ALVES FILHO (Professores colaboradores)


1. INTRODUÇÃO

Este relatório descreve a Mostra de Trabalhos Acadêmicos de Relações Públicas (MostraRP) 2010, destacando especialmente as atividades realizadas em cada etapa para alcançar os objetivos propostos e os resultados obtidos com o evento como um todo. A MostraRP é considerado um evento importante para a área de relações públicas por contribuir no meio acadêmico, desde a sua primeira edição (Setembro/2009), com a redução da distância entre teoria e prática, ao passo que promove a disseminação, divulgação e reflexão crítica dos trabalhos produzidos por alunos e professores, dentro e fora da sala de aula, incluindo as atividades realizadas a partir das disciplinas curriculares do curso, tais como criação de peças e planos de comunicação, pesquisa de opinião, editoração gráfica e vídeos institucionais. O evento também socializa as experiências dos projetos de extensão, na prestação de serviços à comunidade, e de monitoria, instrumento de estímulo e preparação para carreira docente. Além disso, a MostraRP fomenta a produção de conhecimento através da oferta de atividade prática de planejamento, execução, controle e avaliação de um evento, se constituindo em uma forma de aprendizado significativo para o grupo de alunos envolvidos na sua organização, em especial os monitores bolsistas e voluntários do Laboratório de Relações Públicas - LARP, organização promotora do evento. A MostraRP tem como público alvo professores, pesquisadores, alunos e ex-alunos do curso de Relações Públicas, interessados em divulgar e debater suas experiências em atividades práticas, projetos, pesquisas e trabalhos de conclusão de curso (TCC) relacionados à área de relações públicas, como também àqueles que desejam participar como ouvintes para adquirir conhecimento teórico e prático sobre RRPP.


2. DESCRIÇÃO GERAL DAS ATIVIDADES 2.1 PROCESSO DE PLANEJAMENTO Todo o processo de planejamento da MostraRP 2010 baseou-se na experiência do ano anterior. Assim, a elaboração do projeto absorveu sugestões e procurou sanar os problemas apontados por professores e alunos que participaram em 2009, acrescentando novos objetivos e metas específicas: Manutenção do número de inscritos; Aumentar em 100% a quantidade de trabalhos inscritos e apresentados; Consolidar as parcerias e apoios já firmados; Se tornar auto-suficiente, gerando receita e dividendos; Aumentar em 50% o número de colaboradores; Agregar valor ao evento, aumentando o número de atividades e a carga horária total. Efetivamente as atividades de planejamento da segunda edição do evento iniciaram-se em maio de 2010, com a reserva do local onde seria realizado e o encaminhamento de documentos oficiais pela coordenadora, ou seja, 4 meses antes das MostraRP. Essa antecipação foi essencial para assegurar um local mais confortável e amplo para realizar o evento, visto que no ano anterior1 o local revelou-se um problema, entre outras razões, devido à baixa capacidade de lotação. As reuniões de planejamento ocorreram sob agendamento prévio, quinzenalmente, durante os dois meses que antecederam o evento, nas instalações do LARP, com duração média de uma hora. Além das reuniões para tomada de decisão, e-mails foram trocados entre a equipe semanalmente, encaminhando tarefas e atividades, cobrando prazos, etc. O contato telefônico também foi uma importante forma de comunicação entre a equipe e a coordenação, sendo usado diariamente para esclarecer dúvidas e orientar as atividades de cada membro da equipe. De um modo geral o planejamento foi concebido de forma participativa entre a coordenação e os demais membros da comissão organizadora, sendo divido em três etapas: pré-evento, trans-evento e pós-evento.

2.2 EQUIPE EXECUTORA A formação da equipe executora se deu na fase do pré-evento, com grande antecedência, tarefa atribuída aos monitores do Projeto de Monitoria "Laboratório de práticas 1

Em 2009 o evento foi realizado no Auditório do CCHLA que apresentou problemas no áudio e não comportava o número de participantes, ocasionando grandes atrasos. Além disso, a exposição de painéis, por sua vez, ocorreu na Praça da Alegria, dividindo espaço com uma feira de livros, e revelando-se sem infraestrutura adequada, o que gerou muita insatisfação dos expositores.


em Relações Públicas", que conta com 4 estudantes de relações públicas bolsistas e 2 voluntários, totalizando 6 integrantes. Os monitores foram informados que fariam parte da comissão organizadora ainda em abril, porém só começaram a trabalhar no evento em agosto, no início do segundo período letivo de 2010. A vice-coordenadora do evento só passou a integrar a equipe em setembro, quando procurou voluntariamente a coordenação. Os professores colaboradores também compuseram voluntariamente a comissão científica e contribuíram pontualmente como consultores no planejamento do evento. Além disso, os professores são tidos como principais estimuladores das inscrições de trabalhos e de alunos no evento, por isso o apoio e engajamento dos mesmos é fundamental, sendo a inserção

na

programação

e

na

comissão

científica

uma

estratégia

para

gerar

comprometimento. Participaram como colaboradores voluntários durante o evento mais 5 alunos do curso, totalizando um grupo de 11 estudantes de relações públicas envolvidos diretamente com a realização do evento, um número considerado satisfatório face às tarefas previstas para o trans-evento, como: Divulgação e Inscrição (divulgação em sala de aula, envio de release, controle de inscritos, etc.), Cerimonial e Receptivo (entrega de convites às autoridades, confirmação de presença das autoridades, acompanhamento e assessoramento durante o evento, etc.), e Infraestrutura (suporte logístico, busca de patrocínio, entre outros).

2.3 PARCERIAS As parcerias e apoios foram firmados em sua maioria com órgãos constituintes da UFPB, sobretudo porque não houve tempo hábil para buscar empresas privadas ou porque acreditou-se que estas não tinham interesse por um evento acadêmico, cujo público-alvo principal eram alunos. Assim, foram retomados os contatos bem sucedidos do ano anterior, o que facilitou o processo, haja vista o reconhecimento e projeção alcançada com a MostraRP 2009. • • • • • •

Desta forma, a MostraRP 2010 contou com as seguintes parcerias e apoios: DECOMTUR; ADUFPB; PAULUS; CCHLA; PRG; PRAC.


Os principais instrumentos utilizados para efetivar as parcerias foram contatos pessoais e reuniões, e-mail, Ofício/Memorando; Telefones e convites. 2.4 PROGRAMAÇÃO FINAL

Realizada nos dias 05, 06 e 07 de Outubro de 2010, no Auditório da Reitoria, a MostraRP teve a programação composta por: uma palestra de abertura sobre ‘Relações Públicas e Turismo’, proferida pelo prof. Dr. Rudimar Baldissera da UFRGS; exposição de 7 (sete) painéis, sendo 3 (três) de trabalhos acadêmicos, 3(três) de Projetos de Extensão ou Monitoria coordenados pelos professores, e 1 (um) projeto gráfico que trazia o processo de criação da arte utilizada para a divulgação do MostraRP 2010. Além dos painéis, o evento contou também com apresentações orais de 4 (quatro) projetos experimentais, 2 (duas) monografias e 2 (dois) artigos, o último incluído no Edital neste ano para apresentação oral. A novidade da MostraRP 2010 foi a oferta de três mini cursos: Design e Arquitetura da Informação em portais, sites e blogs corporativos (manhã), ministrada por Maria Amélia Teixeira da Silva – PPGCI/UFPB e Edilson Leite da Silva - Unipe; Mídias Sociais como estratégia de comunicação organizacional, ministrada por Ana Cirne Paes de Barros PPGC/UFPB e; Instrumentos e estratégias para construção da imagem e identidade corporativa, ministrado pelo prof. Dr. Rudimar Baldissera (tarde). Na cerimônia de encerramento os participantes do evento puderam analisar, junto à professora Ms. Patrícia Morais, os painéis apresentados durante o evento. Logo depois foi apresentado o Painel sobre o contexto das Relações Públicas na UFPB, seguido do lançamento do livro ‘Relações Públicas em Debate: Ensino, Pesquisa e Extensão na UFPB’, organizado pelas professoras Josilene Ribeiro, Jamile Paiva e Andrea Bezerra.


3. AÇÕES E ESTRATÉGIAS DESENVOLVIDAS 3.1 PRÉ-EVENTO 3.1.2 Inscrições As inscrições aconteceram durante um mês, começaram on-line a partir do dia seis de setembro e de forma presencial a partir do dia treze do mesmo mês, sendo que pela internet ficou disponível durante todo o período e presencialmente durante três semanas. O stand das inscrições foi instalado na entrada do CCTA, ficando disponível das 19h às 21h30. Apesar de bem localizado, o stand deixou a desejar, à medida que não possuía comunicação visual, em função disso não identificava bem o evento, e conseqüentemente não atraía as pessoas. Tendo em vista, a qualidade do evento e as vantagens que oferecia, o preço estava adequado e acessível, porém, com a segunda chamada e o aumento dos valores, houve uma queda na demanda e apesar da divulgação ter sido feita enfatizando o aumento do valor a partir de determinado período, houve muita reclamação. Seguem abaixo os valores conforme o período de inscrição:

Período 06 a 19 de setembro 1ª Chamada: 20 a 26 de setembro 2ª Chamada: Quadro 1: Das inscrições

Ouvinte R$ 6,00 R$ 10,00

Taxas Autor de trabalho R$ 10,00 R$ 15,00

O período de inscrições foi satisfatório, os alunos tiveram tempo, disponibilidade e acessibilidade para se inscreverem. No entanto, uma grave falha se refere às inscrições online, visto que podia se inscrever via blog, mas para efetivá-la era necessário se deslocar à UFPB para efetuar o pagamento, o que retirou toda a praticidade da ferramenta. O correto seria disponibilizar uma conta bancária para aqueles que não freqüentam diariamente a Universidade, como os alunos já concluintes, ou os que simplesmente preferem a praticidade oferecida pelas ferramentas virtuais na internet.


3.2 Divulgação 3.2.1: Orkut Foi utilizada a mesma conta (perfil) de 2009, fazendo-se a atualização das informações e alteração visual da interface. O pleno funcionamento do perfil se deu a partir do 25/08, permanecendo assim até o dia 30 de outubro. O perfil foi utilizado como forma de divulgar o evento e relacionar-se com os usuários com o objetivo de satisfazer as necessidades informacionais. Foram adicionados como amigos 63 (sessenta e três) usuários que faziam parte do público de interesse da MostraRP, grande parte estudantes recém-ingressos, assim como, foi adicionada uma comunidade, intitulada “Relações Públicas 2010 UFPB”. Após o evento criou-se um álbum com 84 fotografias do evento, com o registro dos principais momentos. 3.2.2: Twitter A conta no Twitter foi criada no dia 18/08, encerrando no dia 10/11 fazendo agradecimentos a todos que participaram da MostraRP 2010. A conta funcionou com o objetivo de lançar informações e ter uma divulgação promovida não somente pelo próprio evento, como também, por seus seguidores. Além, de estabelecer uma relação com profissionais, professores e estudantes de Relações Públicas de todo o país, tornando o evento conhecido em âmbito nacional. As informações oficiais lançadas respeitavam uma ordem de publicação, em que primeiro fazia-se o registro no blog e, por conseguinte no Twitter. As perguntas e dúvidas de seguidores foram tiradas e o relacionamento com estes ocorreu de maneira agradável. A frequência de acesso era diária e finalizou com um número total de 161 Tweets (mensagens). Além, de um quantitativo total de 106 seguidores, ao mesmo tempo em que se segue 205 pessoas.

3.2.3 Cartaz A arte foi desenvolvida por um grupo de alunos como parte de atividade prática da disciplina de Laboratório de Comunicação Dirigida I 2010.1, sendo escolhida pela própria turma e submetida à aprovação da comissão organizadora do evento. Assim, sofreu alterações para atender às especificações da Comissão. A MostraRP 2010 contou com 100 cartazes, impressos em papel couchê brilho, 4X0 cores, tamanho A3/150g. Foram distribuídos em todo o DECOMTUR (Departamento de


Comunicação e Turismo) e na Reitoria, com foco maior no CCTA, onde os alunos têm uma maior presença durante os dias de aula.

3.2.4: Folder Foram impressos 300 folders em formato A4, papel simples, com duas dobras, sendo distribuído nas pastas do evento. Houve atraso na produção de tal material, pois o mesmo somente pôde ser concluído com a finalização da programação de apresentação dos trabalhos, o que aconteceu duas semanas antes da realização do evento. Esse atraso dificultou a divulgação da MostraRP em sala de aula, pois os monitores não tiveram como deixar informações sobre a programação, endereço do Blog e Twitter com os alunos, para posterior consulta. Segundo os alunos ouvidos, “o folder deixou a desejar tanto na qualidade da impressão como na gramatura do papel. Necessitando ainda, de uma revisão na diagramação do conteúdo”. Tal avaliação sinaliza a necessidade de melhorar a diagramação e organização de conteúdo, além de ter maior controle no prazo de entrega nos próximos eventos, algo que implica em antecipar mais o período de inscrições de trabalho e concluir a programação com pelo menos 1 mês de antecedência.

3.2.5: Blog O Blog foi um dos principais veículos para disseminação das informações sobre o evento. Foram realizados posts semanais que abordavam assuntos relacionados à MostraRP (inscrições, locais, horários, mini-cursos, normas, entre outros). A proposta era incentivar os alunos a participarem do evento transmitindo informações coerentes e ao mesmo tempo interagindo de forma mais “interpessoal”, garantindo um feedback mais seguro de como decorria o evento em relação ao posicionamento dos estudantes de RP. Com o intuito de gerar maior visualização do blog e interesse por parte dos estudantes de RP da UFPB, foi lançada a promoção “Por que devo ir para a MostraRP?”, o resultado de participação não atendeu as expectativas, pois nenhum comentário foi postado. Essa situação gerou questionamentos, sobre o real interesse dos alunos no evento e se o custo da inscrição era realmente um fator de impedimento a participação do evento. Concluímos que o custo da inscrição era muito baixo e por isso os estudantes não demonstraram interesse em participar da promoção.


Ao analisar os gráficos abaixo, observamos um grande aumento de visitantes nos meses de divulgação do evento, partindo de novas estratégias realizadas, como de evidenciar o projeto gráfico selecionado para representar o evento e produzido pela turma de Lab. de Comunicação Dirigida em 2010.1 para despertar o interesse dos demais. A parceria com a Agência de Notícias da UFPB, que publicou duas matérias com o link direcionando para o blog, gerou um grande número de acesso, destacando-se em relação aos demais dias. Abaixo, as Figuras 1 e 2 descrevem a frequência de acessos por meses/anos, a média por dia, e a estatística dos anos de 2009 e 2010 de maneira geral.

Figura 1: Estatísticas comparativa 2009 - 2010 no do blog

Figura 2: Estatísticas de acesso ao blog em 2010.

Deste modo, tomando como parâmetro o ano de 2009, a MostraRP 2010 teve maior visibilidade perante os alunos do curso e a comunidade acadêmica, fato que gerou um maior conhecimento do evento. Porém, isso não aumentou o número total de participantes no evento.


3.2.6: E-mail Foi utilizado como suporte as outras mídias virtuais, principalmente com o blog, pois era a caixa de recebimento das inscrições on-line. Fez-se uso do e-mail marketing com o envio de newsletters, press-releases e respondeu-se a e-mails contendo dúvidas dos inscritos. O endereço de e-mail utilizado foi o mostra.rrpp@gmail.com. Abaixo o modelo de um e-mail marketing utilizado durante o evento.

Figura 3: Email-marketing nº 1.


3.2.7: Portais, Sites e Blogs A MostraRP contou com a divulgação de portais, sites e blogs tanto em nível local quanto nacional. Destacando-se a divulgação no <www.mundorp.com.br>, que colocou um banner do evento em sua página principal e colocou o evento em sua lista de discussão, a qual é enviada a todo o seu mailling; e o site <www.rp-bahia.com.br>, que divulgou o evento em sua lista de discussão. A Agência de notícias UFPB por sua vez publicou o evento em seu portal e enviou para todo o seu mailling. A MostraRP também ganhou espaço nos seguintes sites: 

www.revistamakingof.com.br;



www.megabrasil.com.br;



www.nosdacomunicacao.com.br;



www.plantaorp.com.br.

O clipping segue no anexo A.

3.2.8: Faixas Foram confeccionadas duas faixas em lona tamanho 0,70 X 2,50. Uma faixa ficou posicionada na entrada do CCTA com boa visualização pelas pessoas que chegavam ao bloco, e a outra faixa ficou posicionada na entrada principal do CCHLA/UFPB. As faixas destacavam o período de realização do evento e forma de contato para informações no blog.

3.2.9: Visitas em salas de aula Foram realizadas visitas em grande parte das salas de aula da habilitação de Relações Públicas com o intuito de divulgar e estimular os estudantes a participarem do evento. Além disso, visitaram-se algumas salas da habilitação de Radialismo e Jornalismo no turno da manhã, cujo objetivo maior era fazer com eles se inscrevem nas oficinas oferecidas pelo evento. Entretanto, a visita às salas de Radialismo e Jornalismo foi feita na última semana préevento, fator este que não trouxe resultados significativos quanto à participação assim objetivada.


3.3 TRANS-EVENTO

3.3.1 Credenciamento

O credenciamento ocorreu entre o auditório da reitoria e a sala da SODS. Os materiais utilizados foram uma mesa, cadeiras, e cartaz do evento para identificação. Para o controle e melhor organização foi criada uma ordem para coleta de assinaturas e distribuição de material (pasta com caneta, programação, blocos de notas, informativos), dessa forma foi possível proporcionar aos participantes uma melhor receptividade. Ao término das apresentações de autores, os mesmos já recebiam os certificados de participação no evento. Para os ouvintes os certificados foram entregues no último dia, junto com os anais da MOSTRARP 2009 em CD e impresso. As pessoas que não procuraram o certificado durante o evento puderam pegar no stand montado no CCTA, posteriormente ao evento. Ainda um grande número de certificados de ouvintes não foi procurado, ficando arquivado no LARP.

3.3.2 Cerimonial e Receptivo O principal papel da equipe de cerimonial, composta por duas pessoas, foi confirmar a presença das autoridades que iriam compor a mesa na Cerimônia de Abertura, como também recepcioná-las e realizar o cerimonial no dia do evento. Vale ressaltar que a abertura e encerramento do evento foram organizados pela equipe do Cerimonial da UFPB, cabendo a equipe própria auxiliar tais atividades. Assim, estas foram realizadas sem dificuldades, sobretudo porque quando uma das responsáveis não estava presente a outra executava as ações necessárias para dar início à programação do evento, sendo a comunicação por telefone essencial para o bom andamento das tarefas. Algo percebido foi à necessidade de também ter confirmado a presença dos que iriam compor a mesa na Cerimônia de Encerramento, pois houve atrasos e uma das convidadas enviou representante.


3.3.4 Minicursos A segunda edição da MostraRP contou com três minicursos, com o objetivo de trazer a parte prática para os participantes do evento sobre temas em foco no mercado de trabalho. A inscrição nos mini-cursos foi feita em paralelo à inscrição no evento e custou R$ 4,00. Os mesmos foram ministrados durante o dia para não comprometer a freqüência de participante nas atividades principais, que ocorreram no horário da noite, posto que o curso é noturno. Cada mini-curso teve carga horária de 6 horas. Os minicursos foram realizados através da parceria firmada com profissionais ligados à própria UFPB, que ministraram os conteúdos gratuitamente, durante dois dias. Foram disponibilizadas 20 vagas em cada minicurso, no entanto houve uma grande procura pelos do turno da tarde, abrindo-se mais algumas vagas extras, enquanto o realizado pela manhã foi pouco procurado, como pode ser visto no quadro abaixo. MINICURSO TURNO Design e Arquitetura da Informação em portais, sites Manhã e blogs corporativos" Mídias Sociais como estratégia de comunicação Tarde organizacional Instrumentos e estratégias para a construção da Tarde imagem e identidade corporativa Quadro 2: Número de participantes por minicurso.

Nº DE PARTICIPANTES 13 27 25

A inserção de minicurso dentro do evento revelou-se um ponto positivo do evento, pois obteve uma avaliação satisfatória dos participantes, como pode ser visto nos gráficos a seguir. Mini Curso: Design e Arquitetura da Informação

80% Péssimo 60%

Ruim

40%

Regular Bom

20%

Excelente 0%

Tema

Horário

Conteúdo

Instrutor

Org. / Infra.

Gráfico 1: Avaliação do Mini-curso Design e Arquitetura da Informação


Mini Curso: Mídias Sociais 80% 70% 60%

Péssimo

50%

Ruim

40%

Regular

30%

Bom

20%

Excelente

10% 0%

Tema

Horário

Conteúdo

Instrutor

Org. / Infra.

Gráfico 2: Avaliação do Mini-curso "Mídias Sociais como estratégia de comunicação organizacional"

Mini-curso: Instrumentos e estratégias para a construção da imagem 80% 70% 60% Péssimo

50%

Ruim 40%

Regular Bom

30%

Excelente

20% 10% 0%

Tema

Horário

Conteúdo

Instrutor

Org. / Infra.

Gráfico 3: Avaliação do Mini-curso "Mídias Instrumentos e estratégias para a construção da imagem e

identidade corporativa "

Comparando os dados expressos nos gráficos acima, podemos afirmar que todos obtiveram uma boa avaliação pelos participantes. Porém, houve mais queixas em relação ao mini-curso

"Mídias

Instrumentos

e

estratégias...",

no

que

se

refere

a


organização/infraestrutura ofertada e horário. No mini-curso "Design e Arquitetura da Informação" houve queixas em relação ao instrutor, as quais podem ser atribuídas a dificuldade de interação entre participantes e este, devido a linguagem técnica do próprio tema, conforme conversas com alguns alunos. Por outro lado, houve uma aprovação unânime dos temas tratados em cada um dos três mini-cursos, revelando que inserção dos mesmo na programação tornou-se um diferencial para o evento.

3.3.5 Painéis Durante a programação do evento os painéis foram distribuídos no Hall da Reitoria, já com a identificação das equipes responsáveis pela apresentação. Comparando-se à edição do MostraRP 2009, pôde ser percebido que em 2010 os trabalhos apresentados na categoria Painel tiveram maior visibilidade, pois o local e o suporte onde foram colocados permitiu bastante visibilidade durante todo os três dias de evento nos três turnos.


5 CONSIDERAÇÕES FINAIS

Quanto aos objetivos e metas definidas para 2010, sumarizamos os resultados da seguinte forma: 

Manutenção do número de inscritos - tivemos uma leve queda no total de inscritos em relação a 2009, não afetando o evento, considerando o aumento e a procura pelos mini-cursos que compensaram a situação.



Aumentar em 100% a quantidade de trabalhos inscritos e apresentados infelizmente essa meta não foi alcançada, houve a manutenção do número de trabalhos inscritos e apresentados tanto na categoria TCC como Painéis, sendo este último graças à inserção dos projetos de monitoria e extensão. Na categoria vídeos institucionais não houve inscrições. No entanto, foi inserida uma nova categoria: Exposição Fotográfica, embora com apenas um inscrito (possivelmente por ter sido o primeiro ano de tal categoria). Tal situação revela ainda a possível falta de preocupação dos estudantes de relações públicas com a carreira, deixando passar oportunidades de aperfeiçoamento, restringindo-se às aulas praticamente como única fonte de aprendizado.



Consolidar as parcerias e apoios já firmados - essa meta foi alcançada sem muitas dificuldades, embora a burocracia tenha prevalecido em alguns casos, causando atrasos e contra-tempos.



Se tornar auto-suficiente, gerando receita e dividendos - apesar de não fechar com saldo financeiro negativo, como no evento de 2009, concluimos o evento com zero reais em caixa, posto que tivemos uma arrecadação de R$ 1.555,00 em taxas de inscrição, enquanto que as despesas foram em torno de R$ 4.500,00, incluindo a produção de cartazes, pasta, anais/CDs, custeio de passagens áreas, hospedagem, coffee brake, materiais de consumo, dentre outros itens. Graças às parceriais pudemos honrar todos os compromissos, porém estamos longe de alcançar o objetivo de tornar o evento auto-suficiente (bancar os próprios custos). Isso nos faz perceber que as parcerias precisam ser expandidas, principalmente com a iniciativa privada.



Aumentar em 50% o número de colaboradores - essa meta foi alcançada com sucesso graça à vinculação da atividade ao Projeto de Monitoria e formação de uma equipe de voluntários, o que possibilitou, conseqüentemente o alcance da última meta;




Aumentar o número de atividades e a carga horária total - o evento passou da carga horário de 16 horas para 40 horas, graças à inserção de atividades diurnas (minicursos, painéis etc.) e noturnas (palestra, apresentação oral, lançamento de livros).

Dado o exposto, é preciso destacar que a Mostra de Trabalhos Acadêmicos de Relações Públicas 2010 só pôde ser concretizada graças aos esforços conjuntos de professores e alunos, em uma integração de interesse, cujo aprendizado extrapolou as relações acadêmicas, pois o relacionamento entre toda a equipe foi excelente, harmonioso e cordial. "Todos interagiam de forma mais horizontal possível e sem grandes dificuldades/ruídos. Até mesmo a divisão das funções foi algo aberto e sujeito a sugestões e alterações, sem conflitos, algo extremamente importante para o perfeito andamento de um evento" (Amanda, membro da equipe. outubro, 2010). Outra aluna sintetiza: "cada um com suas especialidades/dons, todos dispostos a dedicar-se ao máximo, buscando dar o seu melhor para o desempenho e sucesso global do evento" (Anderson, membro da equipe. outubro, 2010). Por fim, muitas são as palavras que representam essa edição, dentre tantas, destacamos a inovação e o trabalho em equipe, palavras essas que fizeram o diferencial no resultado final do evento. As falhas ocorridas aconteceram na tentativa do acerto e servirão parâmetros para as próximas edições. Concluimos que a MostraRP 2010 firmou-se como um evento que agrega valor a área de relações públicas na UFPB e abre oportunidade de aprendizado e construção de conhecimento a todos os participantes.


ANEXO A

Imagem 08 – www.plantaorp.com.br (Press-release publicado)

Imagem 04 – www.agencia.ufpb.br (Press-release publicado)

Imagem 09 – www.revistamakingof.com.br (Press-release)

Imagem 05 – www.mundorp.com.br (Banner de divulgação)

Imagem 10 – www.nosdacomunicacao.com.br (Press-release) Imagem 06 – www.mundorp.com.br (Tweets por Rodrigo Cogo)

Imagem 07 – www.jornaldacomunicacao.com.br (Press-release)

Imagem 11 – www.rp-bahia.com.br (Lista de discussão)


Relatório da MostraRP 2010