Issuu on Google+

O JORNAL

DA

CLASSE

DOS

LEILOEIROS

Ano XIII-nº675-BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013 R$ 2,50/SP - R$ 4,00/Outros Estados Editor: Passos Camargos

Embú

Digital:www.jornalprimeirolance.com.br

das Artes P ercorri muitos lugares no mun do para poder estudar melhora a Arte . Ela é a expressão da vida que, associada ao processo de criação, transforma-se na capacidade de exercer plenamente a condição de ser humano. A Arte favorece o desenvolvimento integral do indivíduo, possibilitando a expressão livre do pensamento e das emoções, desenvolvendo seu raciocínio com criatividade e imaginação. Criando, o indivíduo torna-se mais seguro dos seus potenciais e consciente dos seus limites; torna-se mais autêntico e livre para fazer suas escolhas. A Arte protagoniza as mudanças sociais e o processo de construção da sociedade. Na Educação, ela forma um cidadão consciente, crítico e participativo, capaz de compreender a realidade em que vive. A ação educativa da Arte tem como objetivo a preparação do jovem para a vida plena da cidadania, buscando a formação de cidadãos que possam intervir na realidade, podendo ser considerada como um instrumento de transformação social. Ao longo da vida, o ser humano é inundado por conhecimentos pré-fabricados, como “receitas de bolo”, transmitidos de maneira hermética. Todos os instrumentos de uma vida prática parecem imunes às livres reproduções de valores, idéias e ideais. Havendo apenas uma repetição, não há espaço para os sonhos, fantasias e experimentação. Não sobra lugar para criar, ocasionando uma transmissão de respostas prontas e conservadas. Sem a oportunidade de realizar algo novo, que exprima simplesmente o que nós realmente somos, há o contínuo exercício das respostas determinadas e acabadas. Através da experimentação dos sentimentos e das emoções, a arte auxilia no encontro da identidade pessoal no mundo em que se vive. Durante este processo, o indivíduo não apenas entra em contato com o mundo sensorial, mas simul-

taneamente desenvolve e educa seus sentimentos através da prática dos símbolos artísticos. Destacamos, para o bom entendimento de todos, que o trabalho com artes requer uma grande e vigilante atenção no que se refere ao respeito das peculiaridades próprias a cada faixa etária e seu nível de desenvolvimento. Ou seja, significa que o pensamento, a imaginação, a percepção, a intuição a sensibilidade e a cognição devem ser trabalhados de forma integrada e visando favorecer o desenvolvimento das suas capacidades criativas. A importância e a riqueza da arte vêm exatamente da sua capacidade de reunir todas as dimensões humanas - a emotiva, a racional, a mística, a corporal. O tipo de experiência que a arte é capaz de proporcionar é único, e não pode ser substituído por nenhuma outra área do conhecimento humano. Isso significa que sem a arte nosso entendimento do mundo e também de nós mesmos fica, empobrecido. Conhecer e entender a arte produzida pelo grupo cultural a que pertencemos é fundamental na construção da nossa identidade. Por outro lado, o contato com a arte de outras culturas dá oportunidade de perceber o que temos de singular, e também amplia nossa visão do mundo. Portanto, a arte é também um meio de comunicação entre as pessoas e os povos. Por isso mesmo o componente Arte-Educação faz parte do eixo Linguagem e Códicos. Cada uma das modalidades da arte - a música, o teatro, a dança, a literatura, e as artes visuais - possui uma linguagem própria. Quer dizer, cada uma destas linguagens proporciona um tipo de experiência única. Mas, dentro de suas especificações, as várias linguagens da arte apresentam uma lógica comum. A arte será sempre inspirada nas emoções e opiniões do artista assim como pelos acontecimentos mundiais e nova tecnologia.O futuro da arte depende do futuro da vida na terra e da criação do artista.

www.embudasartes.sp.gov.br


- Pág. 2 - BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013

www.jornalprimeirolance.com.br

Anuncie aqui a sua empresa de leilões por apenas Aqui o comitente e arrematante

R$ 100,00

encontrará o leiloeiro que procura! Ligue: (0xx11) 4701-5327

Nogari Leiloeiro

São Paulo e Outros Estados

Sodré Santoro

Dalton Leal Leilões

Av: Mal. Floriano Peixoto, Rua São João, 1354 3588 - Curitiba/PR Centro - Teresina/PI Fone: (41) 333-1515 Fone/Fax: (86) 3221-9810 www.nogari.com.br www.daltonlealleiloes.com.br

Freitas Leilões

Júlio César

Marg. da Via Dutra Km Pça. da Liberdade, 130 224 - Guarulhos/São Paulo 15º andar - Conj. 1501/1504 Fone: (11) 2464-6464 Fone: (11) 3117-1000 www.sodresantoro.com.br www.freitasleiloeiro.com.br

R: Vanderlei Moreno, 9.750 São José dos Pinhais - PR Fone: (41) 385-7855 www.ssol.com.br

Carmen Gomes Pietoso

Nosso Leilão

Av: Vicente Monteggia, 1008. Rua: Prof. Zeferino Vaz, 247 Cavalhada - Porto Alegre - RS Via Anchieta KM 12, sent. Santos/SP Fone: (11) 5586-3000 Fone: (51) 3249-8624 www.nossoleilao.com.br www.pietosoleiloes.lel.br

EXPEDIENTE

O Jornal Primeiro Lance é editado pela Editora Primeiro Lance

Rua Ramos de Oliveira, 178 - São Paulo/SP - CEP 08051-500 São Paulo - SP

e-mail: jornalprimeirolance@gmail.com / jornalprimeirolance@jornalprimeirolance.com.br passoscamargos@jornalprimeirolance.com.br / vanildacandido@gmail.com

 (0xx11) 4701-5327 // 98373-3020 EDITOR: Passos Camargos DIRETOR RESPONSÁVEL E REPORTAGENS: Passos Camargos JORNALISTA RESPONSÁVEL: Terezinha F. dos Santos - MTB 25816/SP DIREÇÃO EXECUTIVA: Vanilda Candido COLABORADORES: J de Mendonça Neto / Joaquim De’Carli/ Mauro Candido EDITORAÇÃO ELETRÔNICA:Vanilda Candido,Gilson Silva e Mauro Candido O Jornal Primeiro Lance também utiliza os serviços da agência Brasil de Brasília/DF e outras. As matérias assinadas não representam necessariamente a opinião deste jornal. As artes finais dos anúncios e editais de divulgação publicados nas edições do jornal são de responsabilidade dos anunciantes. Circulação: Internacional

www.jornalprimeirolance.com.br

Jornal Primeiro Lance


Jornal Primeiro Lance

www.jornalprimeirolance.com.br

BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013- Pรกg. 3 -


- Pág. 4 - BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013

www.jornalprimeirolance.com.br

Jornal Primeiro Lance

Leilão de Veículos e Outros

LEILÃO ONLINE e PRESENCIAL

20 de Dezembro de 2013, Sexta -Feira - ás 11:30H

LOCAL: Pça. dos Omaguas, 98, 2º andar - Alto de Pinheiros (Alt. do nº 1.000 da Pedroso de Morais) - São Paulo – SP VISITAÇÃO:19/12 9:00 as 18:00H-ROD.FERNÃO DIAS (SENT. CENTRO), KM 82,5, Nº 200, PQ.EDU CHAVES, SÃO PAULO/SP

CR-V 09 * FIT AT 09 * KIA SOUL * UNO SPORTING * UNO MILLE 10/10 * OUTROS

Chassis:

1HGEJ6696VL670039,8AFER13P98J144851,93HGR38808Z102078,9BD15802764747382,9BD195193D0396157,9BWKA05Z464062277 3CZRE18309G500425,8AFZZZ54ATJ041382,93YJA00252J304050,9BD15802AA6442714,9BFZE12N858670949 REM 9BWXTAEZ3VRB01032, 8A1CB8B059L178442, 9362A7LZ93W012823, 93YLSR2VH8J940385, 9BD17164G85210846 9BGTT69B02B171994, JMYLRN84WYZX00193, 8AFER13P18J142575, 93HGE67409Z112786, 95PZBN7HP8B004555 REM 9BD17241T73342989, 9BWAC03X76P001611, KNAJT814AB7263912, 8AFER13P38J144859, 93HGE684097109244 9BD146097T5703317, 9BD15822AA6436140, 9BD15822AA6365699, 9BD15822AA6298976, 9BFBSGDA5B543570 9BD15822AA6422818, 9BD15822AA6424178, 9BD15822AA6371943, 9BD15822AA6434434, 9BD15822AA6435649 9BWJB09N76P015159, 9BD15822AA6424227, 9BD15822AA6353133, 9BD15822AA6382324, 9BD15822A96215670

9BD15822AA6353898, 9BD15822AA6353761, 9BD15822AA6353731

Eduardo Jordão Boyadjian Leiloeiro Público Oficial- Jucesp- 454- FONE (11) 3034-1839

www.jordaoleiloes.com.br ERRATA- Leilão de Veículos Por erros gráficos este anúncio deixou de ser publicado na edição anterior deste jornal. Onde lia-se:

LEILÃO ONLINE e PRESENCIAL

13 de Dezembro de 2013, Sexta -Feira - ás 11:30H LOCAL: Pça. dos Omaguas, 98, 2º andar - Alto de Pinheiros (Alt. do nº 1.000 da Pedroso de Morais) - São Paulo – SP

e Outros

VISITAÇÃO:12/12 9:00 as 18:00H-ROD.FERNÃO DIAS (SENT. CENTRO), KM 82,5, Nº 200, PQ.EDU CHAVES, SÃO PAULO/SP

FIAT UNO 2010 4 P. * HONDA CRV, CIVIC * RANGER CD XLT 4X4 T DIESEL

Chassis:

1HGEJ6696VL670039,8AFER13P19J200122,93YBSR7GH9J210887,9BD17164G85210797,9BGXM19G08B231328 9BWXTAEZ3VRB01032,3CZRE18309G500425,8AFER13P68J143060,95PZBN7HP8B004555 REM,9BD255049A8883432 9BGXM19G08B231800,9BWZZZ30ZNT119554,8A1LB8E258L946883,9362A7LZ93W012823,9BD15802AB6472219 9BFZE12N858670949 REM,9BWCA05W18T157642,9TEXCBLB4C3008202, 8AFER13P07J098177,93HES15506Z101771 9BD17103G62711567,9BGRZ08X05G227318,9BWCA05W98P127314,VF36ERFN26L005949,8AFER13P17J100793 93HGD17405Z104646,9BD17106G72854959,9BGTT69B02B171994,9BWKA05Z264182756,VF7MFLFXFWG005108 9BD15822A96215670,9BD15822AA6365699,9BD15822AA6424211,9BD15822AA6435648,9BD15822AA6353731 9BD15822AA6382324,9BD15822AA6298976,9BD15822AA6371943,9BD15822AA6424227,9BD15822AA6435649 9BD15822AA6353898,9BD15822AA6424178,9BD15822AA6353133,9BD15822AA6381954,9BD15822AA6434434 9BFZE16N748587473,9BD15822AA6435479,9BD15822AA6435611 Ficando desde já publicado para todos os fins e efeitos.

www.jordaoleiloes.com.br

Eduardo Jordão Boyadjian Leiloeiro Público Oficial- Jucesp- 886 TELEFONE (11) 3034-1839


Jornal Primeiro Lance

www.jornalprimeirolance.com.br

BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013- P谩g. 5 -

47

Passo Fundo: (54) 3311-7111, Curitiba: (41) 3333-1515, Florian贸polis: (48) 3025-1010


- Pรกg. 6 - BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013

www.jornalprimeirolance.com.br

Jornal Primeiro Lance


Jornal Primeiro Lance

www.jornalprimeirolance.com.br

BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013- Pรกg. 7 -


- Pรกg. 8 - BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013

www.jornalprimeirolance.com.br

Jornal Primeiro Lance


Jornal Primeiro Lance

www.jornalprimeirolance.com.br

BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013- Pรกg. 9 -


- Pรกg. 10 - BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013

www.jornalprimeirolance.com.br

Jornal Primeiro Lance


Jornal Primeiro Lance

www.jornalprimeirolance.com.br

BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013- Pรกg. 11 -


- Pรกg. 12 - BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013

www.jornalprimeirolance.com.br

Jornal Primeiro Lance


Jornal Primeiro Lance

www.jornalprimeirolance.com.br

BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013- Pรกg. 13 -


- Pรกg. 14 - BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013

www.jornalprimeirolance.com.br

Jornal Primeiro Lance


Jornal Primeiro Lance

www.jornalprimeirolance.com.br

BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013- Pág. 15 -

Saiba mais sobre o mercado de Leilões O

Associação Americana Presidente: Mário Stefanolli  (00155982) 908-2810 Av: Uruguay, nº 826 Montevideo - Uruguay www.laamericana.org Sindicato dos Leiloeiros Públicos Oficiais de São Paulo Presidente: Eduardo Jordão Boyadjian  (0XX11) 3034-1839 Praça dos Omaguas, nº 98 Conj. 12 - Alto Pinheiros São Paulo/SP - CEP 05419-020 www.sindleiloeiro.com.br

Sindicato dos Leiloeiros Públicos Oficiais do Rio Grande do Sul Presidente: Daniel Schneider Chaieb  (0xx51) 3261-8676 Rua Cândido Gomes, 661 Bairro Floresta - Porto Alegre/RS CEP: 90.220.000 www.sindileirs.com Sindicato dos Leiloeiros Públicos Oficiais do Estado do Paraná Presidente: Gabriel Baron Filho : (0xx41) 233-1077 Rua Emiliano Perneta, 736 Centro - Curitiba/PR www.sindleilao.com.br Sindicato dos Leiloeiros Públicos Oficiais do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul Presidente: Kleiber Leite Pereira  (0xx65) 3624.0269 Av: Beira Rio s/nº Box 5/anexo CVDL Parque de Exposição de Cuiabá Bairro Dom Aquino CEP: 78.015-000 - Cuiabá/MT. www.sindileimtms.lel.br

leilão ou hasta é uma modalidade de venda, muito difundida em órgãos pú blicos e empresas privadas, do qual administradores e servidores necessitam solucionar de maneira simples e rápida a venda de bens. O leilão funciona da seguinte forma,o leiloeiro irá ler as condições de venda descritas no catálogo, as quais deverão ser acompanhadas por todos os compradores. O leiloeiro é um agente público, pertencente à categoria ficação doutrinária do Direito Administrativo Brasileiro. Em seguida os lotes em leilão serão anunciados um a um. Assim que o lote de interesse da pessoa for anunciado, ela deverá levantar a mão para dar um lance (se necessário falando ao leiloeiro o valor do seu lance). Lote é um conjunto formado de um ou mais bens que serão leiloados. No caso de leilão de veículos um lote pode ser formado por apenas um automóvel, enquanto em um leilão de materiais um lote pode ser constituído por um conjunto de motores e peças diversas. Caso existam mais pessoas interessadas no mesmo lote inicia-se uma disputa para decidir quem dará o maior lance começando com o lance minimo. É basicamente uma disputa de "quem dá mais". Lance mínimo é o menor preço para que um determinado lote seja vendido, se o lance mínimo não for atingido será aceito um lance condicional, "lance condicional" é o termo utilizado quando o maior lance ofertado por um bem leiloado não atinge o valor mínimo de venda exigido por seu vendedor (arrematante).

Leilão de venda

Leilão duplo: agentes não identificados. A teoria dos leilões é um ramo da Teoria dos jogos que estuda o comportamento dos participantes de leilões, bem como as diversas possibilidades de formatação destes mecanismos. Leilão é um mecanismo econômico de negociação definido por uma série de regras para especificar a forma de determinação do vencedor e quanto este deve pagar. Uma característica marcante para os leilões é a presença de assimetria de informações, que faz com que a caracterização deste mecanismo se torne necessária, uma vez que diferentes tipos de leilões podem levar a resultados divergentes. Leilões podem ser definidos quanto à sua natureza (oferta, demanda ou duplo), forma como os lances são oferecidos (aberto ou fechado) e método de determinação do preço de fechamento (primeiro ou segundo preço). Além disso, pode ou não possuir preço de reserva, que é o menor lance válido para participação no leilão. O preço de reserva é usado apenas em casos onde compradores/vendedores especificam preços, acima/abaixo do qual não estão dispostos a negociar. Leilões podem ainda ser usados seqüencialmente (multi-round), por meio de procedimento interativo de atualização dos lances a cada interação. Alguns economistas acreditam que leilões seqüenciais permitam que participantes alcancem um despacho final adequado com respeito à operação e rentabilidade. As maiores desvantagens desse leilão são o risco de colusão e a dificuldade de implementação. Leilões sequenciais são usados no National Electricity Market (NEM) da Austrália e no New Zealand Electricity Market (NZEM). Quanto à definição dos leilões, tem-se,natureza: É determinada através do papel exercido pelos distintos grupos de participantes (compradores e vendedores) no leilão. Essa característica permite diferenciar leilões como sendo de oferta, de demanda ou duplo.

Oferta: Vendedores ofertam um bem que o comprador pretende adquirir pelo menor preço. O preço do produto leiloado é determinado pelos vendedores. O demandante pode fixar um preço de reserva acima do qual o bem não é adquirido e vence o participante que fizer o menor lance de oferta. Demanda: Compradores fazem lance de demanda para comprar um bem que o vendedor pretende disponibilizar pelo maior preço. Vence o participante que fizer o maior lance de demanda, desde que seu lance seja maior do que o preço de reserva.

Duplo: Vendedores fazem lances de oferta e compradores fazem lances de demanda simultaneamente. O preço de fechamento deste leilão é estabelecido no intervalo entre os lances de oferta e demanda, dependendo das regras estabelecidas. O leilão duplo pode ser caracterizado pela existência ou não de agentes identificados, ou seja, os agentes podem negociar entre si ou por intermédio de um leiloeiro. Forma: A forma de um leilão estabelece a característica que determina como são realizados os lances. A divisão quanto à forma dá-se entre leilão aberto ou fechado. Aberto: Preço do bem leiloado é determinado através de um processo dinâmico de estabelecimento do lance vencedor. Este processo dinâmico pode ocorrer de forma ascendente ou descendente. Ascendente (Inglês): Quando os lances são realizados seqüencialmente, cada um deles melhorando o lance imediatamente anterior temos o chamado leilão aberto ou Inglês. Os lances são descendentes no leilão de oferta e ascendentes no leilão de demanda. Neste leilão, o preço pode ser anunciado pelo vendedor (relógio, onde o valor do lance para o produto é alterado com o passar tempo) ou pelos compradores interessados. A negociação se encerra quando a quantidade demandada pelos agentes remanescentes no leilão se torna inferior à oferta ou com o tempo máximo para negociações alcançado. Este leilão permite que o valor de oportunidade de cada participante seja confrontado com o dos demais. Um forte argumento a favor da utilização do leilão Inglês é sua simplicidade estratégica, uma vez que os participantes não necessitam de considerações complexas para determinar sua estratégia de atuação. Existem, porém, algumas características negativas relacionadas a este tipo de leilão. Uma é a natureza em tempo real do leilão, produzindo custos de transação relativamente altos quando comparados ao leilão fechado. Além disso, este tipo de leilão, quando aplicado ao despacho de sistemas elétricos, não revela a curva da oferta para geradores remanescentes no mercado. Descendente (Holandês): O leiloeiro inicia o leilão com um valor extremamente alto e reduz o mesmo continuamente. O primeiro agente a aceitar o lance corrente obtém o item. Um lance equivalente ao valor de oportunidade do agente maximiza sua probabilidade de sucesso na transação, sendo seu benefício (diferença entre o valor de oportunidade e o preço de fechamento) nulo. A possibilidade de aumento de ganhos cresce à medida que o preço é reduzido. O leilão Holandês requer uma avaliação do mercado e do valor do bem leiloado. Negligenciar esta avaliação ex-ante aumenta a chance do agente não realizar negócio. Fechado: Os lances são apresentados simultaneamente ao leiloeiro em envelopes fechados. Ganham os participantes que fizeram os melhores lances, desde que o preço de reserva tenha sido alcançado. A preferência de alocação das unidades leiloadas é para os agentes com melhores lances de preço, até que estas unidades se esgotem. Este leilão exige que cada participante faça o lance considerando exclusivamente seu valor de oportunidade, pois ele somente toma conhecimento dos demais lances quando o leilão está encerrado. Esta forma de leilão faz com que ofertantes submetam lances de preço iguais ao seu custo e lances de quantidade equivalentes à sua capacidade. Afirmam ainda que, na prática, é responsável pelo aumento do preço da eletricidade e redução da eficiência do leilão com relação ao leilão teórico. Preço de fechamento: O preço de fechamento impõe regras para determinação do valor pelo qual o bem leiloado é negociado. Em um leilão, o preço de fechamento pode ser definido como sendo uniforme ou discriminatório. Uniforme: Este é o tipo de preço de fechamento mais utilizado em leilões para comercialização de energia elétrica, tendo sido usado nos leilões de venda, compra, excedentes e certificados. Em um leilão uniforme, todos os agentes vencedores pagam o mesmo preço, independentemente do valor de seus lances. O preço uniforme pago por todas as unidades adquiridas é igual ao primeiro lance de preço rejeitado. Os leilões de preço uniforme (de oferta ou demanda) podem ser de: Primeiro-preço: Ganha o participante que fizer o melhor lance, onde o preço de liquidação corresponde ao lance ganhador. É o tipo de leilão

preferido pelos vendedores, uma vez que tende a gerar preços superiores ao valor ótimo: Segundo-preço (Vickrey): Vence o participante que fizer o melhor lance, sendo o preço de liquidação correspondente ao melhor lance perdedor. Apesar de muito recomendado pelos economistas, o leilão de segundo preço tem sido raramente posto em prática, ao menos em casos de leilão multi-item. Leilões de segundo-preço podem ser facilmente manipulados pela solicitação, por parte do leiloeiro, de lances-fantasma próximos ao maior lance submetido. Leilões de segundo-preço tendem a ter seu preço de fechamento inferior ao preço ótimo devido à falta de conhecimento, por parte dos compradores, de que a estratégia dominante é dar um lance igual ao valor de oportunidade. Este leilão é incentivador (incentive compatible), uma vez que leva os agentes participantes a apregoar lances equivalentes a sua valoração real do item. Discriminatório (Yankee): Cada agente vencedor paga o valor de seu lance pelo produto requerido. Este leilão tende a desencorajar a utilização de poder de mercado através de uma maior visibilidade de preços. O leilão discriminatório também tem o potencial de reduzir casos de retenção estratégica de capacidade, acentuando a confiança no sistema. Este formato de modelo (payas-bid) foi adotado pela Inglaterra e pelo País de Gales após as reformas de março de 2001 no setor elétrico. Autoridades regulatórias Britânicas acreditavam que leilões de preço uniforme eram mais sujeitos à manipulação estratégica por parte de grandes negociadores que leilões de preço discriminatório. Além disso, esperavam que este novo formato trouxesse reduções nos preços de energia no atacado. Teorema da equivalência de receitas: O teorema da equivalência de receitas é o principal teorema da teoria dos leilões e, segundo ele, sob certas condições, todos os tipos de leilão geram a mesma receita esperada. As condições para verificação desta característica são a existência compradores neutros ao risco com avaliações privadas geradas a partir de variáveis independentes e identicamente distribuídas (iid). Assim, qualquer mecanismo, no qual os vencedores sejam os agentes com maior valor esperado para o produto e qualquer agente com a menor valoração espera zero de excedente, resulta em compradores realizando o mesmo pagamento esperado. Estas características indicam o funcionamento de um leilão ótimo para o caso geral. Assim, dadas estas premissas, qualquer leilão é vencido pelo agente com maior valoração do objeto.

Regras de Conduta Não é uniforme o comportamento esperado das pessoas em um leilão presencial; muitas das regras de conduta são são as mesmas de qualquer evento social, todavia esperam-se alguns comportamentos mínimos e há algumas considerações a se ter em mente para participar de um leilão: Não é necessário convite. O leilão é público. Ele tem a necessidade jurídica de ser aberto a qualquer eventual comprador - todavia pode ser necessária a qualificação prévia por meio de inscrição ou outros critérios. Em caso de interesse real, seja para aprender sobre o conteúdo do pregão ou para comprar, visite antecipadamente a exposição dos bens e tome as informações sobre os lotes antecipadamente. Vista-se de acordo com o ambiente, a hora e o público do evento. Pontualidade; está regra básica de qualquer evento social. Quem chega tarde pode simplesmente perder a oportunidade para outro interessado. Cadastre-se, se pretende fazer lance em alguma peça ou se desejar receber os convites posteriores on-line. Evite o álcool, principalmente se pretende fazer alguma compra! Em muitos leilões são oferecidas bebidas, mas a sobriedade é aconselhável ao bom negócio. Ao fazer um lance, deixe clara sua oferta ao leiloeiro, procurar ser discreto para o público e visível para o pregoeiro. Faça apenas lances adequados ao valor do lote, mesmo que o leiloeiro deixe em aberto. Lance pequeno demais é ignorância ou insulto. Suba a oferta de acordo que o que estiver sendo praticado. Não faça um lance além de suas posses. O lance no leilão tem o valor de um contrato firmado perante a autoridade: o leiloeiro ou seu representante tem função pública e é como se o contrato fosse registrado em cartório. Passos Camargos


- Pรกg. 16 - BRASIL 20 a 29 de Dezembro 2013

www.jornalprimeirolance.com.br

Jornal Primeiro Lance


Jornal Primeiro Lance Edição 675