Issuu on Google+

DESPORTO

19 MARÇO 2009 ANO 95 - N.º 4750 FUNDADOR José Ferreira Lacerda DIRECTOR Rui Ribeiro

PREÇO: 0,80 euros (IVA incluído) SEMINÁRIO DIOCESANO – 2414-011 LEIRIA TEL. 244 821 100/1 • FAX 244 821 102 E-MAIL: jornal@omensageiro.com.pt WEB: www.omensageiro.com.pt

BRONZE DE IRINA NA EUROPA DR

P. 15

PRIORITY

Nº DE2703206MPC

DESTAQUE

Como oportunamente divulgámos, O Mensageiro organizou uma viagem à Turquia, percorrendo “Os Caminhos de S. Paulo”. Cerca de 30 assinantes marcaram presença e deram o seu melhor para formar um grupo coeso e unido. O programa compreendia a visita a lugares tão fascinantes quanto curiosos, como Istambul, Adana, Antioquia, Tarso, Capadócia, Kónya, Izmir e Éfeso. A Turquia revelou-se, no seu conjunto, um país aliciante, algo exótico e misterioso, com muitas curiosidades e com uma cultura para lá do que habitualmente imaginamos. Páginas 2 e 3

VIAGEM À TURQUIA ORGANIZADA POR O MENSAGEIRO

RR

LEIRIENSES NOS PASSOS DE S. PAULO Programa na RTP2

SOCIEDADE Reunião alargada

ECLESIAL

VISITA PASTORAL

Entrevista ao pároco de Santa Catarina da Serra

Mãos Unidas P. Damião

Hermano Saraiva Cerâmica de fala da Marinha Alcobaça procura Grande | P. 4 o futuro | P. 6

Abertura do Centro Alimentar em Leiria | P. 9

Orfeão Velho de Leiria

Mário Frota na Batalha

“Encontra-te com Jesus”

a9)))) apresenta vídeo-concerto dos The Clits | P. 5

Conferência sobre direitos do consumidor | P. 7

Convívio Fraterno em Fátima | Última

Múltiplas iniciativas

A pé pela Mata Nacional

Fátima - 2 de Maio

Leiria comemora Dia Mundial da Floresta | P. 5

Passeio pedestre “Jovens pela floresta” | P. 7

Bispo convida para “Jubileu das Vocações” | Última

Luz da Serra

CULTURA

“O entusiasmo que se reanimou em nós...” Página 8


2 DESTAQUE

O Mensageiro 19.Março.2009

editorial

Viagem à Turquia organizada por O Mensageiro

Diálogo cultural e religioso Rui Ribeiro rr.omensageiro@gmail.com A recente viagem que realizámos à Turquia, percorrendo os caminhos de S. Paulo, permitiu-nos o encontro com outra cultura e outra mentalidade. Num país maioritariamente muçulmano sentimo-nos como estrangeiros a visitar lugares e gentes ligadas ao nosso património religioso. O pouco cuidado com o património cristão levou-nos a reflectir sobre a intolerância religiosa que ainda domina algumas mentes. Este facto alheado às controvérsias que em Colónia, Alemanha, têm sido levantadas a propósito da construção de uma mesquita, bem como as ideias expressas pelo Cardeal Patriarca de Lisboa e o cardeal D. José Saraiva Martins, a propósito do casamento com muçulmanos, dá que pensar e falar. Podemos não gostar destas polémicas e podemos livremente expressar a nossa admiração; podemos levantar a voz e apelidar de intolerantes as atitudes e palavras proferidas nestes contextos. Mas sejamos honestos: de onde parte a intolerância? Quem enfrenta quem e com que intenção? Quem está correcto e quem está errado? A caridade e a tolerância não são uma mera questão de abertura, sem freios nem medidas. O que está errado deve Durante a nossa ser denunciado e os que erram passagem pela devem ser desmascarados. Turquia fomos Durante a nossa passagem confrontados pela Turquia fomos confrontados com impasses com impasses que são expressão que são de intolerância instituída. Não expressão de apenas pelo pouco cuidado com se guardam monumentos e intolerância que locais de interesse mundial; mas instituída. também por atitudes e gestos que não se compreendem num país que se quer civilizado e membro da Comunidade Europeia. Calar, sem mais nem menos, aspectos que marcam a vida de milhões de pessoas, em nome da defesa de um património pessoal e singular, é ser intolerante. Querer impor a nossa verdade, contra a dos outros, desrespeitando e desapreciando o que para eles é importante e merece respeito, é ser intolerante. Não queremos de modo algum levantar a voz contra as autoridades turcas, nem pretendemos de nenhuma maneira condenar as políticas que assumiram na preservação dos locais de referência cristã. Mas exigimos tratamento igual. No mínimo. A Igreja católica não recusa os casamentos com pessoas de outras religiões, prevê-os e até apresenta um formulário para que se realizem; o ocidente cristão não esquece a cultura nem desvaloriza a importância da presença de outros povos e outras culturas no seu seio; não proíbe a construção de mesquitas, a proliferação de minaretes e não impede a sonorização dos chamamentos para a oração. O ocidente cristão, não proíbe, mesmo que ponha condições, a prática cultual de outras religiões. Pois tudo isso sentimos e experimentamos nestes dias. Desde o abandono dos locais de referência cristã, até à proibição de celebrar o culto que nos é próprio, passando pelo esquecimento e respeito pelas tradições que nos são próprias, tudo foi motivo para nos interrogarmos sobre a tolerância religiosa. A viagem que fizemos permitiu-nos beber um pouco da cultura muçulmana, suas tradições, seus gostos e suas práticas religiosas. O que fizemos com gosto e admiração. Mas não podemos deixar de denunciar falhas que, sabemos de fonte segura, são mais que distracções ou esquecimentos. São políticas pensadas e estruturadas. Mas fica-nos uma certeza: um dia até os cegos hão-de ver e nesse dia irão dar a volta ao prego. Não em nome da nossa verdade; mas em nome da sã convivência e harmonia entre povos, culturas e religiões.

Leirienses nos passos de S. Paulo Como oportunamente divulgámos O Mensageiro organizou uma viagem à Turquia percorrendo “Os Caminhos de S. Paulo”. Cerca de 30 assinantes marcaram presença e deram o seu melhor para formar um grupo coeso e unido. O programa compreendia a visita a lugares tão fascinantes quanto curiosos como eram Istambul, Adana, Antioquia, Tarso, Capadócia, Kónya, Izmir e Éfeso. A Turquia revelou-se, no seu conjunto, um país aliciante, algo exótico e misteriosos, com muitas curiosidades e com uma cultura para lá do que habitualmente imaginamos. Com cerca de 63 milhões de habitantes, o país vive entre o ocidente, europeu, e o oriente, asiático, confluindo ali culturas e tradições que se misturam e, por vezes, se confundem, quando não se guerreiam. Socialmente, a Turquia está a viver o conflito geracional motivado pela industrialização e desenvolvimento, que choca de forma fria e crua com os usos e costumes ancestrais. Em termos religiosos a maioria, muçulmana, apresenta uma forma muito particular de se exprimir, dado que a Turquia é um país laico, em que o islamismo prolifera mas não impera. A concentração populacional permite falar de uma Turquia plurifacetada: basta ver que um terço da população concentra-se em 3 cidades (Istambul tem cerca de 14 milhões de habitantes; Ankara, 4 milhões

e Konya 3 milhões). Nestas cidades a vida confunde-se com o sistema europeu, com movimento de gente e viaturas, montras e publicidades espalhadas pôr toda a parte. Já as zonas do interior (Capadócia) são bem mais típicas, mantêm uma forma tradicional de vida e o tempo é contado pelo nascer e pelo por do sol. Tanto nas cidades como no campo, porém, os minaretes das mesquitas, que proliferam a cada esquina, marcam o ritmo do dia, fazendo-se ouvir dia e noite sem parar. Para os cristãos, Antioquia apresenta algumas referências de relevante importância: por um lado, nesta região se encontram as principais cidades por onde passou S. Paulo e, por

outro lado, há uma tradição que fala da presença de Maria e de S. João em Éfeso, onde se terão passado os últimos anos de vida. O Mensageiro esteve, pois, de visita a estas terras, levado pela motivação de conhecer melhor S. Paulo. Por isso, a viagem, para além de turística, foi preenchida com um programa religioso que permitiu conhecer e celebrar a vida de S. Paulo. Desde Tarso, local do seu nascimento, a Antioquia, onde iniciou a sua missão com Barnabé e onde os cristãos pela primeira vez receberam este nome, estivemos em Éfeso, um colosso de arquitectura que se vai descobrindo lentamente e onde encontramos Paulo a pregar no teatro da cidade. Aí compreendemos melhor

a ira dos comerciantes e ourives que se lhe opuseram e intensificaram a perseguição ao apóstolo. Aí ressoaram as últimas palavras do apóstolo que, regressando a Jerusalém, se despedia dos irmãos dizendo-lhes “não voltarei a ver-vos”. Visitar os lugares e imaginar o homem que há dois mil anos ousou pisar as pedras da grande avenida que atravessava Éfeso, contribuiu de forma singular para fortalecer a fé e para compreender melhor o tesouro que nos foi legado. Na Capadócia, porém, foi maravilhoso o encontro com os primeiros cristãos que ali deixaram a marca de dois momentos históricos: por um lado, a perseguição que obrigou à construção

Istambul • Cidade dividida pelo Bósforo que marca a separação entre a Europa e a Ásia. Em Istambul, visitámos a Basílica de Santa Sofia, a Mesquita Azul, o hipódromo Romano e o palácio Topkapi. Ao fim da tarde uma visita ao Grande Bazar, deliciou os viajantes, pela confusão organizada do espaço.


DESTAQUE 3

O Mensageiro 19.Março.2009

Cidades subterrâneas • Espalhadas pela Turquia, fazem-nos recordar os cristãos perseguidos nos primeiros tempos. São autênticas cidades, construídas debaixo da terra, para abrigo de grandes comunidades e durante meses a fio. Nas cerca de trinta destas grandiosas cidades, algumas com três quilómetros de extensão, não faltam igrejas, casas particulares, celeiros e refúgios para os animais.

de cidades subterrâneas (há trinta destas cidades na Turquia). Locais impressionantes pela construção meticulosa e ao mesmo tempo simples, que serviam para refúgio dos cristãos em momentos de perseguição. Por outro lado, o encontro com a cultura bizantina, espelhada em autênticas basílicas construídas na rocha. Impressionante, como se de um formigueiro se tratasse, a vastidão das rochas escavadas e onde autênticos mosteiros deram vida e foram fermento, num tempo em que o Ocidente e o Oriente se dividiram politica e religiosamente. Reportagem Rui Ribeiro

Capadócia • Paisagens “lunares” aliciam o olhar do viajante. São visíveis as marcas do tempo em que os cristãos viveram escondidos e as marcas ainda mais evidentes do tempo em que o monaquismo salvou a Igreja. As montanhas estão crivadas de grutas, onde monges e ermitas viveram o Evangelho de forma singular, muitas vezes longe da Igreja oficial. Algumas delas decoradas com belos frescos bizantinos.

Tarso • Esta é uma pequena cidade onde o tempo é contado ao pormenor. Visitam-se as ruínas da casa de S. Paulo (em cima) e do Poço de S. Paulo (ao lado), dois espaços pouco aproveitados e mal estimados pela população. Por exemplo, a pequena amostra do que seria a casa de S. Paulo, sem possibilidade de distinguir divisões e sem qualquer aproveitamento turístico. Em Tarso, o tempo parece parar.

Éfeso • No alto da colina, a Casa de Nossa Senhora, onde terá vivido os últimos anos com S. João (à esquerda). No vale, as ruínas da enorme cidade de Éfeso, num autêntico museu a céu aberto (à direita). Neste centro da cultura helénica, Paulo foi perseguido pelos comerciantes que se viram obrigados a fechar o negócio, já que a nova religião vinha substituir o culto prestado à deusa Artemis. Também em Éfeso, Paulo despediu-se dos irmãos prevendo a sua prisão e morte.


4 CULTURA “Dia Nacional da Juventude” De 11 a 28 de Março, a Câmara Municipal da Marinha Grande organiza um vasto conjunto de actividades, no âmbito do Dia Nacional da Juventude (28 de Março). O programa conta com a parceria de entidades locais, num objectivo comum de alertar para os perigos a que os jovens estão sujeitos, e é preenchido com debates, oficinas temáticas e concertos.

No Cine-Teatro da Nazaré

1ª Grande Gala do Fado O Cine-Teatro da Nazaré será o palco, no próximo dia 28 de Março, da 1ª Grande Gala do Fado. O espectáculo, com início pelas 21h30, contará com a participação dos fadistas Carlos Macedo, José Manuel Salles, Cristina Maria e Rosalina Maria, acompanhados por Custódio Castelo (guitarra), Carlos Garcia (viola) e Carlos Menezes (baixo). Os bilhetes estarão à venda no Cine-Teatro e no Posto de Turismo da Nazaré na semana do espectáculo. Este evento conta com a colaboração da Câmara Municipal da Nazaré.

CINEMAS Teatro José Lúcio da Silva (Leiria) • O CONTRATO | acção | de Nicolau Breyner | c/ Cláudia Vieira, José Raposo, Vitor Norte, Pedro Granger | 20 a 25 de Março, 21h30; dia 22, 15h30 Teatro Miguel Franco (Leiria) • WATCHMEN – OS GUARDIÕES | acção | de Zack Snyder | c/ Malin Akerman, Billy Crudup | 22 a 25 de Março, 21h30 • O CONTRATO | 25 de Março, 18h30 Cine-Teatro de Monte Real • WATCHMEN – OS GUARDIÕES | 20 e 21 de Março, 21h30; dia 22, 15h30 Cine-Teatro Actor Álvaro (Vieira de Leiria) • MULHERES | comédia | de Diane English e Annette Bening | c/ Debra Messing, Eva Mendes, Meg Ryan | 22 de Março, 21h00 Auditório Municipal de Pombal • SECOND LIFE | drama | de Alexandre Valente | c/ Ana Padrão, Cláudia Vieira, José Wallenstein, Lúcia Moniz | 19 a 25 de Março, 21h30 Auditório Municipal da Batalha • A DUQUESA | drama | de Saul Dibb | c/ Keira Knightley, Ralph Fiennes, Charlotte Rampling | 20 a 23 de Março, 21h30 Cine-Teatro de Alcobaça • REVOLUTIONARY ROAD | drama | de Sam Mendes | c/ Leonardo DiCaprio, Kate Winslet e Lucas Calil | 22 de Março, 17h00, 21h30; dia 23, 21h30 Cene-Teatro Ourém • A UM PASSO DO AMOR | drama | de Joel Hopkins | c/ Dustin Hoffman, Emma Thompson, Eileen Atkins | 21 de Março, 21h30

EXPOSIÇÕES Edifício Banco de Portugal - Leiria • “2ª Mostra de BD” - colectiva de 8 artistas regionais (~03/04) Teatro José Lúcio da Silva - Leiria • ”O Livro da avó” (~03/04) Teatro Miguel Franco - Leiria • “Contos de Terror do Homem-Peixe”-Ilus. João M. Pinto (~03/04) Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira - Leiria • “Diário Rasgado” - Banda desenhada de Marco Mendes (~03/04) • “Semana da floresta” - clube das florestas de Leiria (~21/03) • “Expo arte” - pintura e desenho (28/03~16/04) Galeria da Livraria Arquivo - Leiria • “Lucky Number” - Ilustração de Alex Gozblau (~03/04) Orfeão Velho de Leiria • Fotografia de Joaquim Pesqueira (19/03~17/04) M|i|mo - Museu da Imagem em Movimento (Mercado de Sant’Ana) • ”O fascínio do Olhar” (permanente) Centro de Interpretação Ambiental - Leiria • ”Incêndios florestais” - fotografia (22/03~30/04 Casa Museu João Soares - Cortes • ”10 anos” e “Vida no campo” (permanente) Biblioteca Municipal da Marinha Grande • “O Ambiente” (~31/03)

19.Março.2009

RTP 2 transmite programa dedicado ao concelho

José Hermano Saraiva na Marinha Grande O programa de televisão “A Alma e a Gente”, da autoria do Professor José Hermano Saraiva, a transmitir pela RTP2, será dedicado ao concelho da Marinha Grande. As gravações do programa decorreram nos dias 26 e 27 de Fevereiro, tendo contado com a presença do seu autor e apresentador, o Professor José Hermano Saraiva, e da equipa de produção, que visitaram alguns dos pontos fortes do Município. As filmagens e gravações das intervenções de José Hermano Saraiva decorreram em locais escolhidos pelo autor e produ-

DR

Na Marinha Grande

O Mensageiro

ção de “A Alma e a Gente”. Nos 25 minutos do episódio dedicado à Marinha Grande, a ser transmitido no dia 29 de Março, cerca das

Museu do Vidro - Marinha Grande • “Olhares sobre o Vidro” - Virgílio Marques (temporária) Casa-Museu Afonso Lopes Vieira - Marinha Grande • Colecção Carlos Vieira - fotobiografia (permanente) Galeria Mouzinho de Albuqerque - Batalha • “Figurações” - pintura de Miguel Fazenda (27/03~12/04) Teatro-Cine de Pombal • “À procura das Invasões Francesas no Concelho de Pombal (~31/03) Torre de Menagem - Castelo de Pombal • “Elementos Arquitectónicos: Memórias de uma Época” (permanente) Biblioteca Municipal - Pombal • “...de Caldas a Pombal - Ligações artisticas” (~28/03) Galeria Municipal - Our��m • Pintura de Miguel Fazenda (~28/03) Biblioteca Municipal - Ourém • “Fora da Estante... Vida e Obra de Calouste Gulbenkian” (~31/03) • “Poema, Um Lugar de Liberdade” - cartazes (~31/03) Casa da Cultura - Santiago de Litém • “À descoberta da Alice” - Dinossáurio dos Andrés (permanente)

MÚSICA | TEATRO | EVENTOS Teatro José Lúcio da Silva - Leiria • “A verdadeira treta” - teatro (26 e 27/03, 21h30) Teatro Miguel Franco - Leiria • “Viagem breve a um reino esquecido” - infantil/juvenil (~25/03) • Mafalda Arnauth - música (19/03, 21h30) • “Veneno+Eurídice e o Instante+Finale) - dança (21/03, 21h30) • “Uma bailarina” - dança (22/03, 16h00) • “Amar a Terra” - dança (28/03, 21h30) Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira - Leiria • “La uma barquinha” - hora conto (14/3, 16h; 18,27/3, 10h30 e 14h30) • “Cri-cri” - hora do conto (14/3, 16h; 18,27/3, 10h30 e 14h30) • “Luisinho e as andorinhas”- conto (14/3, 16h; 18,27/3, 10h30 e 14h30) • “A bandeira escondida” - hora do conto (21/03, 16h00) • “Um cesto de cheiros” - cantinho das histórias (25/03, 14h30) Ludoteca Afonso Lopes Vieira - Leiria • Mini jardim de ervas aromáticas (21/03, 10h e 14h; 22/03,14h e 16h) • “Cadernos de Primavera” (28/03, 10h e 14h30; 29/03,14h e 16h) Orfeão Velho de Leiria • “The Clits” - vídeo concerto (20/03, 22h00) • “Staccato” - teatro (21/03, 22h00) • “Comic Jam” - encontro de comics designers (28/03, 22h00) Arquivo Distrital de Leiria • “A imprensa regional no Estado Novo” (25/03, 18h00) Ruas da Cidade de Leiria • “Um poema pela cidade” - Dia Mundial da Poesia (21/03, 15h00) • Caminhada urbana contra a osteoporose (21/03, 15h00) Centro de Interpretação Ambiental - Leiria • Ateliê de Plantas Medicinais - jovens/adultos (22/03, 14h30) Escola Secundária Afonso Lopes Vieira - Leiria • Evocação dos 60 anos da pub. de Segundo Sexo-palestra(24/3, 5h20) Lar Emanuel - Marrazes • Serviço de Apoio da Biblioteca a Idosos Atentos (24/03, 14h30) Junta de Freguesia da Barreira • 6.ª Edição da Mostra de Arte da Barreira (~22/03)

19h00, será possível obter informações e ver imagens de Praça Guilherme Stephens, Museu do Vidro, estúdio de produção de

vidro artístico Jasmim, São Pedro de Moel, Casa-Museu Afonso Lopes Vieira, Praia da Vieira, Monumento ao Pescador, uma recente unidade hoteleira da Praia da Vieira, Mata Nacional, entre outros locais. “A Alma e a Gente” é um programa semanal, que dá a conhecer vários locais do país, fala das personalidades que os caracterizam, dos factos que ali se passaram e num no contexto social e económico, explica qual a sua importância. Tudo isto em apenas 25 minutos, aos domingos, na RTP2.

Casa-Museu João Soares - Cortes • Construção de porta-moedas (21/03, 15h00) • “Viva a Vida” - a importância do sol na nossa saúde (26/03) EB1 Cortes /EB1 Reixida • “A menina gotinha de água” - hora do conto (~20/03) Jardim-de-Infância das Cortes • “A menina gotinha de água” - hora do conto (18/03) Jardim-de-Infância da Reixida • “A menina gotinha de água” - hora do conto (19/03) Galeria Municipal - Marinha Grande •“Sexualidade,violência e segu. na internet”-esclarecimento(27/3,21h) •“A Pele” - documentário (28/03, 21h30) Auditório Museu do Vidro - Marinha Grande •“Fauna e Flora do Ribeiro de S.Pedro de Moel”-colóquio (21/03,14h30) Biblioteca da Batalha •“Hora do Conto” - pré-escolar ao 2º ciclo (2ªs, 4ªs e 6ªs) • “A Hora do Conto” - filhos e pais (1ºs e 4ºs sábados de cada mês) Praça Mouzinho de Albuquerque - Batalha •Dia Mundial da Árvore e da Água (20/03, 9h00~15h30) Centro Recreativo da Golpilheira - Batalha •Jorge Serafim conta histórias na Golpilheira (22/03, 15h30) São Mamede e Reguengo do Fetal - Batalha •”Trilhos do pastor” - prova de atletismo (29/03) Mosteiro de Santa Maria da Vitória - Batalha •”As sete Últimas palavras de Cristo na Cruz” - concerto (5/04) Salão Nobre - Centro de Negócios de Ourém • Acção de informação ao consumidor (18/03, 17h00) Centro Pastoral paulo VI - Fátima • XIII Festival de música Inter-Escolas (20/03, 20h00) Biblioteca Municipal - Ourém • “(Con)tributos” - recital de poesia (21/03, 15h30) Cine-Teatro Municipal de Ourém • Concerto da Primavera - música (22/03, 16h00) • “Ler José Saramago” - conferência (23/03~26/03) • “Que farei com este livro” - teatro (27/03, 21h30) • Concurso Nacional de Piano - música (28/03~29/03) Centro de Recuperação Infantil de Fátima • Dia da Floresta - comemoração (24/03, 10h00~16h00) Conservatório de Música de Fátima-Antigo Seminário Monfortinos • Concurso Regional de Violino/Viola - música (28/03~29/03) Centro de Estudos de Fátima • “Seja amigo do seu coração...” - colóquio (25/03, 15h30) Museu de Arte Sacra e Etnologia - Fátima • “O concelho de Vila Nova de Ourém...” - curso (~5/04 às 3ªs) • Tertúlias do Museu (28/03, 21h00) Praça Mouzinho de Albuquerque - Ourém • Feira de Antiguidades e Velharias (28/03, 10h30) Auditório da AMBO - Ourém • Audição de Páscoa - música (28/03, 21h00) Junto ao Mosteiro de Alcobaça • “Feira de Antiguidades e Velharias” (15/03) Residencial do Cardal - Pombal • 25º aniversário - concurso de fotográfia e pintura (24/03, 21h30)


CULTURA 5

O Mensageiro 19.Março.2009

Galeria Nava do IPJ de Leiria

Conferência no Arquivo Distrital

Imprensa Regional no Estado Novo

Exposição colectiva de pintura A Galeria Nava Nova da Loja Ponto JA do IPJ de Leiria apresenta uma exposição colectiva de pintura, de autoria dos jovens artistas leirienses, Alexandra Patrício e Vasco Rocha, que vai estar patente ao público até ao dia 20 de Março. Alexandra Patrício

No dia 25 de Março, às 18h00, o Arquivo Distrital de Leiria vai promover mais uma conversa à descoberta da história local, numa bica ao fim da tarde. Desta vez, o orador convidado é Miguel Ângelo Caetano que virá falar sobre “A Imprensa Regional no Estado Novo”. Em simultâneo irá ser inaugurada a exposição “A Idade do Ouro da Imprensa do Norte do Distrito de Leiria”.

é uma artista auto-didacta nas áreas de pintura e desenho. Vasco Rocha realizou a sua primeira exposição experimental aos 21 anos com a tela “Sul”, participou na II Bienal de Artes Plásticas da Nazaré, prémio Thomáz de Melo, com a tela “Frio”.

Direcção em Agrupamentos Instrumentais

Formação na SAMP

No Orfeão Velho de Leiria

Vídeo-concerto dos The Clits Através da “a9))))”, associação Célula & Membrana, no dia 20 de Março será projectado no Orfeão Velho de Leiria, a partir das 22h30h, o vídeo-concerto dos The Clits. Este concerto decorreu no ano passado no “Beat Club” em Leiria, integrado no “Fade in 2008”. Mais uma vez “a9))))” não deixou passar

em claro a mais internacional das bandas da Marinha Grande. Célula & Membrana – Associação, é uma associação sem fins lucrativos, constituída por pessoas oriundas de áreas como arquitectura, cinema, sociologia e artes visuais, que tem como objecto a criação, produção, promoção e divulgação de

actividades culturais no âmbito das artes visuais e do espectáculo e outras áreas interdisciplinares. Quanto ao colectivo “a9))))” é uma parte constituída dentro da associação que pretende a produção e realização de objectos tais como filmes documentais e de ficção em vídeo, a exposição e divulgação de materiais que

reflictam a nossa percepção do mundo, o intercâmbio com outras associações, investigadores e artistas que facilitem o desenvolvimento da associação como uma plataforma de criação e reflexão, a edição, sob variados formatos, de conteúdos criativos e de análise e ainda a promoção pública de eventos.

Pela promoção da “Investigação e Cultura”

Nova associação une Leiria e Açores O leiriense Adélio Amaro assumiu a presidência da direcção da Associação de Investigação e Cultura dos Açores/Leiria. Esta Associação, com elementos dos Açores e de Leiria, tem como objectivo a promoção e a investigação das freguesias e personalidades do

distrito de Leiria e a Região Autónoma dos Açores. Neste momento, a Associação está a catalogar a sua biblioteca, com cerca de 4500 volumes e 20.000 documentos. Já editou três cadernos sobre Roberto Ivens, Visconde do Amparo e Ernesto do Canto. Para

breve serão publicados cadernos sobre o Comandante João Belo, Antero de Quental, Teófilo de Braga, Rosto de Cão, São Roque, Fajã de Cima, Barreira, Barosa, entre outros. Além dos cadernos, estão já em fase de edição livros sobre alguns temas dos

A SAMP está a realizar de 6 a 8 de Abril, uma acção de formação com a temática “Técnicas de Direcção em Agrupamentos instrumentais - Nível I”. Esta acção insere-se dentro das actividades de formação na área da Direcção que a SAMP continua a fazer mensalmente para maestros de bandas filarmónicas. A formação está a cargo do maestro Alberto Roque.

Na Sala Jaime Salazar Sampaio

“Condomínio” e a “Velha Louca” O TE-ATO (Grupo-Teatro de Leiria) soma e segue com a apresentação das suas produções. Desta feita os textos são de Ana Mendes, que nos presenteia com dois momentos de um rigor inusitado: “Condomínio” um casal confronta-se com as fomes do corpo e do abandono, num retrato eficaz de uma realidade que não deveria ter espaço para existir e a “Velha Louca” que nos desafia a percorrer a memória de alguém a quem a vida maltratou para lá do aceitável, numa narrativa quase surrealista e pulsional. Os espectáculos vão decorrer nos dias 13 de Março, pelas 21h30 e a 14 de Março às 18h00 e 21h30.

concelhos dos Açores e de Leiria, com destaque para Leiria, Batalha, Pombal, Nordeste e Ponta Delgada. Neste momento estão, também, a ser produzidas duas exposições, uma sobre Leiria e outra sobre a Ilha de São Miguel.

Leiria comemora

Dia Mundial da Floresta Ficha de Assinatura DR

Preços de assinatura: Comemora-se, a 21 de Março, o Dia Mundial da Floresta e a Câmara de Leiria irá assinalar esta data com diversas iniciativas que visam alertar para a urgência de salvaguardar e preservar a natureza. Dia 20 de Março, entre as 10h00 e as 12h00, “A Floresta e a Água… são tesouros para o agricultor”, é uma iniciativa também integrada no Dia Mundial da Água (22 de Março),

que terá lugar na Escola do Primeiro Ciclo do Ensino Básico de Lavegadas, em Monte Redondo. Esta iniciativa visa sensibilizar os alunos do primeiro ciclo para a importância da floresta no contexto de uma casa agrícola como fonte de recursos, evidenciando a água como elemento indispensável para os trabalhos agrícolas e todas as actividades humanas. Para o efeito, será

criado um pequeno viveiro de árvores autóctones, com recurso a recipientes recicláveis, terra e rebentos. Terá lugar uma apresentação sobre a importância da preservação das florestas e da água, sobretudo nos ambientes rurais e distribuídas fichas pedagógicas sobre as temáticas. Desta iniciativa farão ainda parte jogos populares infantis acompanhados de uma cantiga sobre a Floresta.

Dia 21 de Março, terá lugar pelas 15h00, a inauguração da exposição de fotografia “Incêndios florestais/Florestas percorridas por incêndios”, com fotos de Francisco Pedro, Joaquim Dâmaso, José Luis Jorge, Luís Filipe Coito, Paulo Cunha, Nuno Brites, Nuno Ferreira, Ricardo Graça e Sérgio Claro. Às 15h30 será plantada uma árvore, no Jardim de Santo Agostinho.

Normal: 20 € (Nacional), 30 € (Europa) e 40 € (R. Mundo) Benfeitor: 40 € (Nacional), 60 € (Europa) e 60 € (R. Mundo)

Nome: ___________________________________________ Rua: ___________________________________ N.º ______ Localidade: ______________________________________ C. Postal: ______ - _____ _________________________ Telf.: _______________________________ E-mail:___________________________@_______________ Enviar esta ficha, recortada ou fotocopiada, para: O Mensageiro - Lg. Padre Carvalho - 2414-011 LEIRIA ou forneça-nos os seus dados através do endereço de correio electrónico jornal@omensageiro.com.pt


6 SOCIEDADE

O Mensageiro 19.Março.2009

“Prémio de Empreendedorismo” O Instituto Politécnico de Leiria recebeu, no dia 18 de Março, a conferência de incentivo ao empreendedorismo e apresentação do “Prémio START – Prémio Nacional de Empreendedorismo 2009”, tendo como oradores convidados Lourenço Thomaz, sócio fundador da MSTF Partners, e Miguel Ribeiro Ferreira, Presidente do CA do Grupo SEMAE (Sociedade Espanhola de Máquinas de Água Envasada). Este ciclo de conferências, que se iniciou no dia 26 de Fevereiro, em Évora, vai percorrer as principais cidades do país até ao dia 31 de Março, com o objectivo de apresentar o testemunho de dois empreendedores de relevo nacional e divulgar a 3ª edição do Prémio START. Em cada cidade é realizada uma sessão de apresentação, com a duração de cerca de 90 minutos, que irá contar com a intervenção de conceituados empreendedores.

Na Nazaré

CERCINA com novos projectos A direcção da CERCINA – Cooperativa de Ensino e Reabilitação de Crianças Inadaptadas da Nazaré, CRL, abraçou três novos desafios: a execução do programa Pares II, o projecto de âmbito nacional Q3, e o programa de âmbito europeu COMCADES. O Programa Pares II permitirá a construção de novo equipamento social, no Concelho da Nazaré, que possibilitará à CERCINA oferecer novas respostas à problemática da deficiência. Quer o “Projecto Q3”, quer o “COMCADES” são projectos para trabalhos em parceria, da iniciativa da FENACERCI, com o objectivo de dar resposta às necessidades dos seus associados. Com o Q3, a CERCINA visa desenvolver as competências das pessoas e das organizações do 3º Sector, melhorando a qualidade das suas prestações, a eficácia da gestão e contribuindo para a sua competitividade e sustentabilidade. O resultado final esperado é a certificação dos serviços prestados pela CERCINA. O COMCADES – Competências Especificas dos Quadros Dirigentes das Organizações da Economia Social, proporcionará à CERCINA participar na elaboração de um conjunto de materiais que se pretende desenvolver ao longo do Projecto. Este ambiciona o desenvolvimento de um referencial de formação que tem como objectivos específicos dotar os quadros dirigentes das organizações (órgãos sociais e chefias internas) que desenvolvem actividade no âmbito da economia social.

PUB

Medidas apresentadas pelo Secretário de Estado

Cerâmica procura garantir o futuro No dia 13 de Março, houve em Alcobaça um encontro entre o executivo camarário, a Portuguesa da Indústria Cerâmica (APICER) e os empresários do sector, para serem comunicadas as conclusões da reunião com o Secretário de Estado da Indústria e Inovação, Castro Guerra, no passado dia 2 de Março. Na sequência das proposta apresentadas, os empresários revelaramse insatisfeitos na medida em que estas soluções são insuficientes para a crise que o sector atravessa. Sensibilizada com a situação, a Autarquia – após acolher e implementar uma das propostas apresentadas pelos empresários na anterior reunião (baixa do preço da água) - mostra-se disponível para continuar a apoiar os empresários nas iniciativas que tenham por oportunas e também numa perspectiva de médio-longo prazo, através do Projecto CERAMICA. A decorrer está já a Análise “SWOTQ” ao sector, com o objectivo de fazer um levantamento das empresas que laboram no concelho.

DR

Conferência no Instituto Politécnico de Leiria

A promoção, revitalização e apoio ao sector cerâmico são os objectivos essenciais do Cerâmica, para além da troca de experiências e a exportação de boas práticas, reconhecendo que entre os sócios existe um interesse em promover o sector. O Município de Alcobaça receberá cerca de 232 mil euros, sendo da sua responsabilidade a organização do Segundo Encontro Inter-regional, por cuja ocasião promoverá uma Feira Internacional de Cerâmica. O evento terá lugar no mês de Fevereiro de 2011, e prevê-se a vinda, por um período de três a cinco dias, de todos os parceiros

do projecto e entidades convidadas por cada um dos países que integram o projecto. Este projecto é liderado pelo município de Hódmezóvásárhely (Hungria) e fazem parte dele também o Município de Alcobaça e outras entidades de países como: França, Roménia, Eslovénia, Espanha e Grécia. Medidas apresentadas Da reunião com Secretário de Estado Adjunto da Indústria e Inovação, António José de Castro Guerra ficou a garantia de uma nova linha de crédito no valor de 200 milhões de euros para a Indústria, e também, para o sector da Cerâmica.

Relativamente às PME – Pequenas Médias Empresas, a medida apresentada refere-se ao número de trabalhadores, que ao invés dos 250 funcionários mínimos exigidos, passa a ser ilimitado – abrindo assim a porta às grandes empresas. Relevante para o sector, é também a linha de crédito para as empresas que exportem para novos mercados, que assim beneficiam de apoios financeiros. A formação profissional passa a ser uma aposta para as empresas que tenham interrupções devido à falta de trabalho. Deste modo, combate-se a actual situação de crise, qualificando os trabalhadores. Foi, também, criado um Fundo de Fusões e Aquisições, este fundo imobiliário visa beneficiar as empresas com problemas de tesouraria. Os imóveis das empresas podem servir para combater os problemas financeiros, e, quando esses problemas forem resolvidos, a empresa terá prioridade na aquisição dos mesmos.

Câmara da Nazaré cria gabinete específico

Apoio às famílias em situação de crise A Câmara Municipal da Nazaré vai criar um gabinete de apoio à família em situação de crise, com o objectivo de prestar aconselhamento aos munícipes com problemas de sobreendividamento. A proposta para criação deste gabinete de apoio foi aprovada no dia 9 de Março, por unanimidade, pelo executivo municipal, na sequência de um diagnóstico efectuado pela equipa de Acção Social da autarquia, que aponta este serviço

como «a intervenção mais adequada» para responder aos novos problemas sociais decorrentes da actual crise económica. O documento salienta a existência no concelho, há largo tempo, de um conjunto de serviços de apoio «alargado, diversificado e complementar», mas que «há sempre a possibilidade de inovar, dentro do espírito de “em vez de dar o peixe, ensinar a pescar”». Para a Câmara Munici-

pal da Nazaré, a implementação deste serviço permite uma resposta «imediata e sem custos acrescidos» aos cidadãos em situação de sobreendividamento, sem passar por um «aumento de subsidiação». Segundo o presidente da Câmara Municipal da Nazaré, a criação do Gabinete de Apoio à Família «é uma nova resposta a um novo problema, que é a nova pobreza». «Poderia ser mais fácil atribuir dinheiro, mas

menos eficaz», acrescenta o autarca. O gabinete de apoio à família em situação de crise funcionará no edifício da Câmara e, entre outros serviços, prestará informação e aconselhamento jurídico, económico e financeiro, visando ajudar os munícipes a renegociar a sua dívida e, assim, alcançar o reequilíbrio do orçamento familiar.

“Feira da Ciência e da Tecnologia” em Alcobaça A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra em parceria com a Câmara Municipal de Alcobaça realizam, entre 17 e 21 de Março de 2009, a I Feira da Ciência e Tecnologia de Alcobaça, no pavilhão multiuso Mercoalcobaça,

em Alcobaça. A iniciativa, integrada no âmbito das actividades desenvolvidas pela Universidade de Coimbra, no concelho de Alcobaça, através do Centro de Estudos Superiores, dirige-se aos estudantes e professores do Ensino

Básico (9º ano de escolaridade) e Secundário dos distritos de Leiria, Coimbra, Santarém e (norte de) Lisboa (preferencialmente). Com o objectivo de promover o conhecimento científico e tecnológico na região, o certame proporciona, aos visitantes, o

contacto directo com a investigação e a comunidade científica. O público em geral poderá visitar o certame no dia 21 de Março. A acção é constituída por diferentes tipos de actividades, tais como: exposições temáticas, palestras, conferências e debates;

laboratórios e outras actividades de carácter experimental de tipo demonstrativo e/ou tipo “hands on”, com a presença de investigadores, docentes e alunos de diferentes áreas cientificas e tecnológicas.


SOCIEDADE 7

O Mensageiro 19.Março.2009

Programa Juventude em Acção

Mário Frota será o orador na Batalha

Conferência sobre direitos do consumidor O gabinete de apoio ao consumidor da Agência de Promoção dos Centros Históricos de Leiria, Batalha e Porto de Mós, leva a efeito no dia 31 de Março, às 21h00, no Auditório Municipal da Batalha, uma conferência alusiva ao tema “Serviços Públicos essenciais”. Como orador estará presente o especialista Má-

rio Frota, que apresentará, entre outros aspectos, a noção de serviço público essencial, face ao que estipula a Lei n.º 23/96, de 26 de Julho com as alterações introduzidas pelas Leis n.ºs 12/08, de 26 de Fevereiro e 24/08, de 02 de Junho de 2008. Recorde-se que legalmente, são considerados serviços públicos essenciais

aqueles que são fornecidos por serviços públicos ou concessionados a terceiros que devem ser prestados em condições de continuidade, regularidade, qualidade e preço acessível. A água, a energia eléctrica, o gás natural, as comunicações electrónicas (telefone fixo, móvel, internet e televisão) e os serviços postais, entre outros, são

alguns dos serviços salvaguardados com a devida protecção do consumidor, designadamente, no que toca ao direito à informação clara e detalhada das condições da prestação de serviço. Aponte-se que esta conferência visa esclarecer de forma didáctica os consumidores, e a entrada é livre.

Já são conhecidas as escolas representantes

DR

2.º e 3.º Ciclos Dr. Manuel Ribeiro Ferreira. Foi nomeada porta-voz, a aluna Ana Rosa (Escola do Marquês de Pombal). O tema votado pelos deputados para o próximo ano foi “Violência nas Escolas”. Sessão do dia 10 Tendo como tema, pre-

viamente proposto para a edição 2009, “Participação Cívica dos Jovens”, realizouse no dia 10 de Março, no auditório do IPJ de Leiria, a sessão distrital do “Parlamento dos Jovens”. Foram cerca de 38 deputados efectivos e 19 suplentes, em representação de 19 escolas do distrito

A pé pelo Parque do Engenho e Mata Nacional

Passeio “Jovens pela floresta” Realiza-se no dia 22 de Março, a partir das 09h30, com partida no Parque Mártires do Colonialismo, na Marinha Grande, o passeio pedestre “Jovens pela Floresta”. A iniciativa visa assinalar o Dia Mundial da Floresta (21 de Março) e o Dia Nacional da Juventude (28 de Março). A organização propõe uma excelente e saudável ocupação para a manhã do próximo domingo. É lançado o desafio para que jovens e qualquer outro interessado pratique exercício físico através da sua participação num passeio pedestre peculiar e que mostra relíquias do Pinhal do Rei. Os interessados em par-

ticipar deverão comparecer às 09h30 junto ao palco do Parque Mártires do Colonialismo, na Marinha Grande. Daí, serão transportados em autocarro para o Parque do Engenho, onde poderão observar a exposição “700 anos de floresta”, patente no edifício do Grémio. A exposição é realizada no âmbito do Projecto do Museu Nacional da Floresta e apresenta cerca de 90 fotografias dos 700 anos do Pinhal de Leiria, que abordam temas como arborização, ordenamento, infra-estruturas, biodiversidade, usomúltiplo e a comunidade (a floresta e as gentes locais). Estão também expostos objectos e documentos

relacionados com as actividades de exploração da Mata Nacional. Já a pé, segue-se uma passagem ao Bairro Florestal de Pedreanes, para ingresso na Mata Nacional. Serão vislumbradas espécies de fauna e flora do Pinhal do Rei, sempre contextualizadas pela explicação de técnicos da equipa do Projecto Museu Nacional da Floresta. Os participantes vão até à Fonte da Garcia, para regressar às Eiras de Pedreanes. Após o passeio, os autocarros da Câmara Municipal transportá-los-ão ao Parque Mártires do Colonialismo.

A Agência Nacional do Programa Juventude em Acção, vai apoiar a participação de duas pessoas residentes em Portugal no “Curso sobre Cidadania Europeia” que vai ter lugar de 3 a 10 de Maio em Inglaterra. Este curso de formação é desenvolvido para incentivar o desenvolvimento de uma cidadania europeia democrática e crítica e, fazendo isso, para apoiar a implantação e o incremento da qualidade do Programa Juventude em Acção. Destinado a gestores de projectos, líderes juvenis e trabalhadores activos na área da Juventude, o curso tem como finalidade apoiar o seu desenvolvimento profissional, através do alargamento da sua compreensão crítica sobre o conceito de cidadania europeia, explorando e experienciando o seu potencial e permitindo-lhes reconhecer e integrar a cidadania europeia no seu trabalho.

Escola Secundária Domingos Sequeira presente

Concurso “Euroscola 2009”

Leiria no “Parlamento dos Jovens” Com a participação de 26 escolas na sessão distrital do “Programa Parlamento dos Jovens” (ensino básico) realizada, no dia 9 de Março no auditório do IPJ, são já conhecidas as escolas que irão representar o círculo de Leiria na sessão nacional a ocorrer na Assembleia da República. Assim, em primeiro lugar ficou o Colégio Nossa Senhora de Fátima, em segundo lugar a Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos do Marquês de Pombal, em terceiro lugar a Escola Secundária com 3.º Ciclo do Ensino Básico de Porto de Mós, quarto lugar a Escola Secundária com 3.º Ciclo do Ensino Básico de José Loureiro Botas e em quinto lugar a Escola Básica

Curso sobre Cidadania Europeia

de Leiria a constituírem este verdadeiro fórum de debate e de discussão de ideias, onde foram votadas as recomendações a submeter na sessão nacional do “Parlamento dos Jovens”, a realizar em Lisboa na Assembleia da República. Nesta sessão distrital foram eleitas e apresentadas publicamente como vencedoras, as escolas Tecnológica, Artística e Profissional de Pombal (João Lopes e Fábio Ferreira) Secundária Francisco Rodrigues Lobo – Leiria (João Gaspar e Daniela Lagoa), Secundária Eng.º Calazans Duarte – Marinha Grande (André Cabral e Íris Gomes) e a Tecnológica e Profissional de Sicó – Avelar (Yago Silva e José Marques).

Com a participação de cinco escolas no concurso “Euroscola” na sessão distrital realizada no dia 10 de Março, no auditório do IPJ, ficou seleccionada a Escola Domingues Sequeira para representar o distrito de Leiria na competição nacional, através das alunas Maria Inês Vieira e Joana Cunha. O Júri do Concurso foi constituído por Manuel Luís (animador cultural e coordenador do programa SVE na Associação Juvenil de Peniche), Eugénio Lucas (docente no Instituto Politécnico de Leiria) e Rui Cordeiro (presidente da Associação Vertigem).

SIMLIS no CRID em Fátima

“Dia Mundial da Floresta” Ciente de que a educação ambiental é fundamental para a criação de uma política de desenvolvimento sustentável da região, a SIMLIS, empresa responsável pela exploração e gestão do sistema multimunicipal de saneamento do Lis, nos municípios da Batalha, Leiria, Marinha Grande, Ourém e Porto de Mós, vai dar continuidade ao projecto de responsabilidade Social “Conquistar Sorrisos” comemorar, no próximo dia 24 de Março, o “Dia Mundial da Floresta”, com actividades para os alunos do CRIF e para as escolas do 1º e 2º Ciclo da Freguesia de Fátima.

Projecto “Apple Parade Escolar”

Combate à obesidade infantil A obesidade infantil e juvenil é cada vez mais um problema de saúde pública e uma das principais preocupações do Ministério da Educação. Consciente desta realidade, a Associação de Produtores de Maçã de Alcobaça (APMA), em parceria com o Governo Civil de Leiria, desenvolveu no anterior ano lectivo, um projecto intitulado “Escola Saudável”com o intuito de promover os benefícios do consumo de maçã qualificada no âmbito de uma alimentação saudável. No presente ano lectivo, o Projecto “Escola Saudável” é dirigido às escolas do 3º ciclo do distrito de Leiria e contará com uma

iniciativa inovadora e criativa, a “Apple Parade Escolar”, que consiste na decoração, por um grupo de alunos seleccionadas em cada escola, de uma maçã gigante em fibra de vidro. A APMA e o Governo Civil de Leiria convidaram as escolas do 3.º ciclo do distrito de Leiria a participar nesta iniciativa e a promover a criatividade dos seus alunos. Nesta primeira fase do projecto estarão envolvidas vinte escolas. Entre o mês de Abril e Maio, a APMA, o Governo Civil e as escolas dinamizarão um evento de sensibilização alimentar e de

apresentação da “Maçã Gigante” já decorada. No dia “Apple Parade Escolar” toda a comunidade escolar ficará a conhecer o resultado da criatividade dos seus alunos. A APMA também disponibilizará jovens promotores (Apple Kid e Maçã) que irão distribuir informação e proporcionar a degustação de maçãs qualificadas.


8 IGREJA DIOCESANA

O Mensageiro 19.Março.2009

Visita Pastoral do Bispo à Diocese

LMF

Entrevista ao padre Mário Verdasca, pároco de Santa Catarina da Serra

“O entusiasmo que se reanimou em nós...”

1. Que pensa desta iniciativa do Bispo diocesano de fazer uma visita pastoral a todas as paróquias? Acho que a visita pastoral do bispo Diocesano se impunha por diversas razões: antes de mais, porque se trata de um bispo que inicia o múnus pastoral na Diocese que é preciso conhecer; por outro lado, a Igreja vive uma situação muito peculiar devido às dificuldades e circunstâncias novas deste tempo presente; ainda porque a Igreja precisa de pastores que baixem ao seu mundo concreto, como dizia D. António Marto “pôr os olhos nos vossos olhos, o coração ao lado do vosso coração” e renovem a esperança e o entusiasmo que estão com saldo negativo.

Fotos: Luz da Serra

2. Como se preparou a comunidade para receber o Bispo? Há já cerca de um ano que íamos falando da visita e da importância que ela podia ter na nossa comunidade paroquial.

Primeiro no Conselho Pastoral Paroquial e Conselho Económico, depois com as catequistas e com todos os que manifestam compromisso e marcam com o seu trabalho e preocupação o cunho da vida pastoral. O Conselho Pastoral trabalhou no levantamento da “vida” na paróquia, elaborou o programa, e lançou os grupos de Leitura Orante da Palavra de Deus, cerca de trinta, em toda a comunidade paroquial. Até nas reuniões com os pais das crianças da catequese foi mostrado um pequeno filme e se falou sobre o bispo, sucessor dos apóstolos. Ainda elaborámos uma apresentação digital que foi a delícia das crianças, dos adolescentes e até dos adultos. 3. Qual foi o critério na elaboração do programa? O critério foi possibilitar que o bispo estivesse com todos, em todos os círculos, e que todos tivessem a oportunidade de estar perto do bispo. O nosso pastor vinha para nos dar muito, mas nós quisemos que ele também recebesse de nós a ternura de filhos que estimam e admiram aquele que vem em nome de Cristo. Do bispo para nós e de nós para o bispo. 4. De forma geral, como decorreu a visita? A visita decorreu muito

bem. Desde o encontro no Agrupamento de Escolas da Serra, onde os professores o escutaram com admiração e receberam a mensagem que D. António lhes soube comunicar com simplicidade mas com a sabedoria do Evangelho. A reunião com as autarquias e associações onde se generalizou um ambiente de interesse e disponibilidade para servir, na fé, ao povo de Deus. Os encontros com as diferentes comunidades em que as Igrejas se tornaram pequenas para todos os que quiseram escutar a palavra do Mestre na Fé e que terminou sempre com convívios fartos em comidas e guloseimas mas, sobretudo, em manifestações de amizade e partilha. 5. Houve algum momento especial que queira destacar? A tarde em que cerca de 400 crianças, 250 adolescentes e 80 jovens passaram pela Igreja e estiveram com o bispo, que lhes soube falar ao coração. A Eucaristia de encerramento, onde D. António se referiu a esta comunidade com palavras cheias de ternura e encanto pelo dinamismo que ela vive.

6. Qual a principal mensagem ou marca deixada por D. António Marto? A principal mensagem de D. António parece-me ter sido a da importância da presença de Deus na vida de cada um e na vida da comunidade que é fonte de alegria e esperança e a missão que todos temos hoje de reanimar a esperança e a alegria no meio onde vivemos e no mundo onde estes dons perderam o direito de cidadania.

7. Quais as expectativas criadas a partir da Visita Pastoral? O Senhor D. António deixa-nos sobretudo um entusiasmo extraordinário com Jesus e com a Igreja e o dinamismo tranquilo da fé. Cuidar da preparação da recepção de todos os sacramentos e em particular da Eucaristia que é, para muitos, a única oportunidade de terem algum contacto com Deus e com os valores espirituais.

8. Foi já definida alguma prioridade pastoral ou tomada alguma decisão em ordem à renovação da dinâmica paroquial? Para já, estamos a saborear os momentos bonitos que se viveram na comunidade e a dar largas ao entusiasmo que se reanimou em nós. A seu tempo vamos analisar e discernir em conjunto sobre os caminhos que se abriram e se vão abrindo a partir desta visita.

Fátima 18 a 22 de Março Está a decorrer a visita à paróquia de Fátima. Deixamos o programa para os próximos dias e, na próxima edição, contamos publicar a entrevista ao pároco e algumas fotos desta passagem. Dia 19 – Quinta-Feira 15h00 – Eucaristia e Unção dos Doentes, na igreja matriz 17h00 – Visita às igrejas de Lombo d’Égua, Moita Redonda e Giesteira 19h00 – Celebração da Eucaristia na Giesteira 21h00 – Saudação aos presentes na Escola da Fé (salão paroquial) Dia 20 de Março – Sexta-Feira 17h00 – Visita às igrejas de Montelo, Amoreira, Boleiros, Maxieira e Ortiga 19h00 – Eucaristia na Ortiga, com as famílias 21h30 – Saudação aos empresários da paróquia, no salão paroquial Dia 21 de Março – Sábado 15h00 – Encontro c/ crianças da catequese (1º ao 6º anos) no salão 17h00 – Encontro c/ adolescentes (7º ao 10º anos) no salão 19h00 – Eucaristia animada pelos escuteiros do Agrupamento da Paróquia, na igreja matriz Dia 22 de Março – Domingo 10h15 – Saudação aos presentes no Fórum de Espiritualidade, na casa dos Silenciosos Operários da Cruz 11h00 – Eucaristia de conclusão da Visita Pastoral, na igreja matriz 12h30 – Saudação aos representantes das associações da paróquia, seguindo-se o convívio no salão paroquial.


IGREJA DIOCESANA 9

O Mensageiro 19.Março.2009

Breves Viver a Quaresma

DR

Procissão dos passos

Serviço de Animação Vocacional

Vamos tornar Abril, mês de oração vocacional? respeito. Deixamos algumas sugestões para a organização deste momento de oração: Que seja um tempo de pelo menos uma hora, dedicado, totalmente ou em parte, à Adoração ao Santíssimo Sacramento; procure-se divulgar a iniciativa localmente, por forma a que outras pessoas que conhecem a comunidade possam também participar; no caso em que haja comunidades próximas (religiosas ou paroquiais) que coincidam no mesmo dia, considerem a oportunidade de organizar este momento de oração em conjunto. Seria particularmente interessante que se organizassem encontros entre alguma comunidade religiosa e uma comunidade paroquial; no caso de alguma comunidade ne-

Como no ano passado também neste, o Serviço de Animação Vocacional propõe a toda a Diocese de Leiria-Fátima que viva todos os dias de Abril como “Mês de oração pelas vocações”. A oração “ao Senhor da messe para que mande operários para a sua messe” (Mt 9,38) ganhará, assim, uma expressão viva e significativa. O projecto é que cada comunidade, tanto as paroquiais como as da vida religiosa, se inscreva assumindo um dia para a rezar pelas vocações e depois organize, segundo o seu entendimento e possibilidades um tempo dedicado à oração. Deste modo, crescerá seguramente em todos os fiéis a consciência da urgência e importância das vocações e de que estas são dons que a todos dizem

cessitar de um guião para a oração, pode solicitá-lo ao Serviço Diocesano de Animação Vocacional. Os responsáveis podem inscrever a sua comunidade junto da irmã Celeste Guarda (Convento Nossa Senhora do Rosário, Rua D. José Alves Correia da Silva, 77, 2414-013 Cruz da Areia – Leiria; telefone: 926532622; e-mail: celeste.guarda@gm ail.com) ou do padre Vítor Pinto (Seminário Coração de Maria, Av. Beato Nuno, 291, 2495-401 Fátima; telefone: 249 53 11 69; e-mail: vitorpp@gmail.com). Com a presente iniciativa correspondemos ao apelo do nosso bispo D. António Marto, na sua carta pastoral sobre a beleza e a alegria da vocação cristã: “Faço um sentido apelo a toda a Diocese e

a todas as comunidades e movimentos para dar vida a uma Grande Oração pelas Vocações: uma oração vivida com intensa confiança e perseverança, capaz de envolver pessoalmente todos os membros do povo de Deus e a realizar com oportunas modalidades comunitárias, de modo programado e calendarizado ao longo do ano e não episódico ou pontual”. A oração é o grande ambiente em que Deus manifesta a sua ternura pelos homens e dirige o chamamento a cada um, para viver na amizade com Ele e lhe confiar uma missão no mundo, que concretiza a sua vocação pessoal. Padre Jorge Guarda Coordenador do Serviço de Animação Vocacional

Associação Mãos Unidas P. Damião A Associação Mãos Unidas P. Damião é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, presente em Portugal e em diversos países do mundo, e criou em Leiria um Núcleo Regional, com o objectivo primordial de funcionar como Centro Alimentar contra a Fome e a Pobreza, na perspectiva do combate à pobreza e exclusão social na nossa região. Numa época em que cada vez mais se agravam as situações de pobreza e fome no seio das famílias portuguesas, o Núcleo Regional de Leiria vai focar o seu trabalho na distribuição de alimentos, dando também o apoio possível noutras áreas, convicto de que um Centro desta natureza irá beneficiar a população da região (Leiria e concelhos limítrofes), nomeadamente os pobres mais pobres, os

DR

Abertura do Centro Alimentar em Leiria

afectados com deficiências mentais e psíquicas, os emigrantes e os sem-abrigo. Com os objectivos de tentar combater o desperdício dos excedentes alimentares e, por outro, despertar a solidariedade para com os nossos irmãos mais desfavorecidos. Para conseguir concretizar estes objectivos, esta associação está a contactar

empresas do ramo alimentar, a fim de os apoiarem nesta iniciativa, e a sensibilizar para esta temática os pais e professores das crianças do Ensino Básico. Este Centro Alimentar vai ficar instalado num espaço - embora muito exíguo para as necessidades - gentilmente cedido pela Junta de Freguesia da Barreira. Este espaço vai ser inau-

gurado no próximo dia 29 de Março, no salão nobre da referida Junta de Freguesia, e que contará com a presença do fundador da Associação em Portugal e presidente nacional, o Sr. Dr. Mário Nogueira, tendo sido convidadas várias entidades locais, além de colaboradores e benfeitores. O programa será o seguinte: 15h30 – Boas vindas e Inauguração do Centro Alimentar contra a Fome; 16h00 – Lançamento do livro “P. Damião de Molokai: O Construtor da Esperança” de autoria de Mário Nogueira, fundador da Associação em Portugal; 16h15 – Momento Musical; 16h30 – Bênção do Centro Alimentar; 16h40 – Visita ao Centro; 16h50 – Momento Musical e para finalizar às 17h00 - Porto de Honra.

Com a chegada da Quaresma entramos num dos tempos litúrgicos em que a religiosidade popular marca o ritmo da celebração da fé em muitos aspectos. A história explica a proliferação de encenações que, de forma plástica, ajudaram a reviver os principais momentos da vida de Jesus, sobretudo o que se passou nos últimos dias da sua vida, em Jerusalém. Entre nós as tradicionais procissões dos passos, foram uma forma de mais reforçar essa emotividade. Com o passar dos tempos, a forma de realizar estas procissões foi também mudando. Lembramos algumas que nesta quaresma ainda se irão realizar: Cortes, dia 22, com início às 14h30, na igreja paroquial; Milagres, dia 22, com início às 15h00, na igreja paroquial; Maceira, dia 22, com inicio às 14h30, na igreja paroquial; Monte Redondo, dia 5 às 15h00, na igreja paroquial e Aljubarrota, dia 5 de Abril às 15h00, na igreja paroquial.

“Paixão de Jesus Cristo Segundo S. João”

Concerto dos Ramos em Fátima No próximo dia 5 de Abril, Domingo, às 15h00, a Igreja da Santíssima Trindade, em Fátima, acolhe a “Paixão de Jesus Cristo Segundo São Paulo”, um trabalho da autoria do Cónego António Ferreira dos Santos, com a colaboração do Coro da Igreja da Lapa do Porto.

Capela de Santo António em Alpedriz

Fogo destrói uma referência local No passado dia 13, sexta-feira, um incêndio em Alcobaça, destruiu a Capela de Santo António, em Alpedriz. Actualmente a capela era a casa mortuária da freguesia e aqui decorriam as festas em honra de Santo António. Esta capela é classificada de património municipal e é um símbolo da freguesia. A população está indignada e não entende como uma situação destas pode acontecer, pois todos sabem o significado desta igreja para os habitantes desta paróquia. A origem do incêndio ainda não é conhecida estando a Polícia Judiciária a investigar o sucedido.

Na Cruz da Areia

Convívio de idosos À semelhança do que tem feito em anos anteriores, neste tempo quaresmal de preparação para a Páscoa, o Grupo Sociocaritativo da Paróquia de Santa Isabel, na Cruz da Areia, organizou uma tarde de convívio para OS idosos nela residentes, no passado dia 12. Acederam ao convite e estiveram presentes para cima de oitenta. O programa começou com um breve momento de oração e reflexão orientado pelo Pároco, Padre Rui Acácio, que convidou os presentes a olhar para a Grande figura de São Paulo, uma vez que estamos no Ano Paulino. Seguiu-se uma apresentação do Programa Idosos em Segurança, feita por dois elementos da PSP de Leiria. A Junta de Freguesia tem com a PSP uma parceria para divulgação de referido Programa e foi a sua Presidente, D. Laura Esperança, que ao ter conhecimento deste encontro de idosos sugeriu aos responsáveis pela organização a vinda dos dois elementos da PSP. Perante os muitos contos do vigário e frequentes assaltos a idosos indefesos, é bom que todos estejam precavidos dos perigos que podem correr e das artimanhas que os burlões costumam usar. E o convívio terminou, como é habitual, com um saboroso lanche, servido com carinho e dedicação pelos elementos do dinâmico Grupo Sociocaritativo da Paróquia.


10 ECLESIAL

O Mensageiro 19.Março.2009

Leituras | IV Domingo da Quaresma Ano B (22/03/09)

Entrada: Salmo cf. Is 66, 10-11 Leitura I: 2 Cr 36, 14-16.19-23

Salmo Responsorial: 136 (137), 1-2.3.4-5.6 (R. 6a) Refrão: Se eu me não lembrar de ti, Jerusalém, fique presa a minha língua Leitura II: Ef 2, 4-10 Aclamação ao Evangelho: Jo 3, 16 Refrão: Grandes e admiráveis são as Vossas obras, Senhor. Repete-se Deus amou tanto o mundo que lhe deu o seu Filho Unigénito: quem acredita n’Ele tem a vida eterna. Refrão Evangelho: Jo 3, 14-21 Naquele tempo, disse Jesus a Nicodemos: «Assim como Moisés elevou a serpente no deserto, também o Filho do homem será elevado, para que todo aquele que acredita tenha n’Ele a vida eterna. Deus amou tanto o mundo que entregou o seu Filho Unigénito, para que todo o homem que acredita n’Ele não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus não enviou o Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele. Quem acredita n’Ele não é condenado, mas quem não acredita já está condenado, porque não acreditou no nome do Filho Unigénito de Deus. E a causa da condenação é esta: a luz veio ao mundo e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque eram más as suas obras. Todo aquele que pratica más acções odeia a luz e não se aproxima dela, para que as suas obras não sejam denunciadas. Mas quem pratica a verdade aproxima-se da luz, para que as suas obras sejam manifestas, pois são feitas em Deus. Palavra da salvação.

Cânticos | V Domingo da Quaresma Ano B (29/03/09) INÍCIO Deus fala de paz - Lau 280 Deus vive na sua morada santa - Lau 289 SALMO RESPONSORIAL Dai-me Senhor um coração puro - Lau 264

Janela Sobre a Missão

Visita ao Chimbango O Chimbango é um conjunto de bairros que, administrativamente, pertence ao Gungo, e faz fronteira com a província de Benguela. Com a guerra, deixou de ser possível dos missionários do Gungo acompanharem estas comunidades, pelo que foram os da diocese vizinha de Benguela a fazê-lo. Terminada a guerra, e tendo a Missão de S. José do Gungo uma equipa missionária que a assiste permanentemente, achou-se que seria a altura de unir estes bairros ao restante Gungo. A partir de Maio de 2008, alguns catequistas do Chimbango foram-se integrando nas actividades da Missão do Gungo, para desta forma conhecerem melhor os vários trabalhos que se vão desenvolvendo. No final do passado ano foi a vez de alguns dos catequistas e jovens do Gungo irem visitar o Chimbango, com o intuito de dar a conhecer à comunidade a dinâmica que se vive na missão, e criar laços com o povo.

Ao longo dos meses, fomos sentindo que era fundamental a passagem da equipa missionária por esta área, para acolher este povo como parte integrante da missão do Gungo. Finalmente, chegou o tão esperado dia!... Para a equipa e para o povo do Chimbango. Seria a primeira de muitas outras visitas. Carregámos o “cavalinho branco” (jipe) e partimos da “Ondjoyetu” (a nossa casa) com uma grande alegria no coração por podermos partilhar o Amor de Deus com este povo. A viagem decorreu sem dificuldades, na companhia de um dos catequistas que nos indicou o caminho; passadas 11 horas e quase 300 km, estávamos nós no Chimbango. Apesar da hora tardia a que chegámos, o povo estava todo congregado à espera das visitas. Foi realmente emocionante: eram crianças, mamãs e papás a cantar e a vibrar com grande alegria e entusiasmo “Akombe weia” (os visitantes chegaram!); é difícil explicar o que sentimos quando chegámos. Só

nos apetece cantar, dançar, bater palmas como se fossemos crianças de novo e nos tivessem dado o melhor presente do mundo. A semana correu muito bem; realizámos encontros com os diversos grupos de preparação para os sacramentos, com as autoridades locais, catequistas, jovens e conselho da missão; ainda tivemos tempo para realizar brincadeiras com as crianças. Levámos connosco a cantina (roupa, medicamentos, material escolar, sementes), permitindo assim a aquisição destes bens a baixo preço, à semelhança do que fazemos nas outras aldeias. Muitas pessoas de várias partes do Gungo, percorreram dezenas de quilómetros a pé para poderem partilhar estes dias com a equipa missionária e com o povo do Chimbango, criando assim uma maior ligação entre as várias comunidades do Gungo. Sorrisos, olhares, apertos de mãos, palavras, abraços, cânticos, palmas…. Foram tantas as expressões de carinho, alegria e gratidão

que tornaram inesquecíveis estes dias. No final da semana, a vontade era de ficar por mais tempo, mas a hora era mesmo de partir. De malas feitas e já com o “cavalinho branco” de novo bem carregado iniciámos a nossa longa viagem. Eram muitas as pessoas a correr atrás do jipe, com cânticos de agradecimento, e a dizer com grande alegria “Xauéééé!!! ESTAMOS JUNTOS!!!” Seguiu-se mais uma longa viagem, na companhia de 2 catequistas para, de novo, indicarem o caminho, mesmo que isso significasse para eles uma longa caminhada de cerca de 70 km a pé no dia seguinte. Twapandula tchiwa (Muito obrigado!) será pouco para agradecer a presença daqueles que nos acompanharam vindos de tão longe e aqueles que nos acolheram tão bem. É a presença de Deus neste povo e em vós que estais aí, que nos faz sentir unidos numa grande família que vai de um continente ao outro. Mana Ana Sofia

AO SABOR DA PALAVRA

de Deus”, martirizada pela injustiça e pelo pecado, deve descansar durante setenta anos, até que seja renovada e volte a ser de novo a “casa” do Povo de Deus. Quando o homem prescinde de Deus e escolhe caminhos de egoísmo e de auto-suficiência, está a construir um futuro marcado por horizontes de dor e de morte. A nossa experiência de todos os dias mostra como a indiferença do homem face a Deus e às suas propostas gera violência, opressão, exploração, exclusão, sofrimento. E apesar disso Deus oferece ao seu Povo a oportunidade de um novo começo, mantendo viva a esperança. De acordo com a carta que S. Paulo escreve aos Efésios, Deus ofereceu uma nova vida ao homem, ressuscitando-o e sentandoo com Cristo no céu. A salvação não é uma conquista do homem, nem resulta das obras ou dos méritos do homem, mas é puro dom de Deus. Deus introduz na nossa

realidade humana dinamismos de superação e de vida nova que apontam para o homem novo, livre das limitações, da debilidade e da fragilidade. Aqueles homens e mulheres que acolheram o dom de Deus são chamados a dar testemunho de um mundo novo, livre do sofrimento, da injustiça, do egoísmo, do pecado. Por isso, os crentes têm de anunciar e de construir um mundo mais justo, mais fraterno, mais humano. No Evangelho, Jesus descreve a Nicodemos o projecto de salvação de Deus: é uma iniciativa do Pai, tornada presente no mundo e na vida dos homens através do Filho e que se concretizará pela cruz/exaltação de Jesus. Jesus, o “Filho único” enviado pelo Pai ao encontro dos homens para lhes trazer a vida definitiva, é o grande dom do amor de Deus à humanidade. O amor de Deus traduz-se na oferta ao homem de vida plena e definitiva. É uma oferta gratuita, incondicional, absolu-

ta, válida para sempre e que não discrimina ninguém. Aos homens – dotados de liberdade e de capacidade de opção – compete decidir se aceitam ou se rejeitam o dom de Deus. Às vezes, os homens acusam Deus pelas guerras, pelas injustiças, pelas arbitrariedades que trazem sofrimento e morte que pintam as paredes do mundo com a cor do desespero… O nosso texto, contudo, é claro: Deus ama o homem e oferece-lhe a vida. O sofrimento e a morte não vêm de Deus, mas são o resultado das escolhas erradas feitas pelo homem que se obstina na auto-suficiência e que prescinde dos dons de Deus. Somos dignos da missão, da confiança que Jesus põe em nós? Basta, muitas vezes, a atenção a pequenas coisas. Comportar-se à maneira de Jesus junto de cada um destes pequenos que são os seus irmãos: por uma palavra de acolhimento, um serviço prestado, um pouco de entreajuda, um gesto de partilha, um momento de escuta.

APRESENTAÇÃO DOS DONS Levamos para o Vosso altar - Lau 469 Sede a rocha do meu refúgio - Lau 750 COMUNHÃO Eu estou sempre convosco - Lau 362 Todas as vezes que me comerdes - Lau 814 PÓS-COMUNHÃO O Senhor salvou-me - Lau 609 FINAL Peregrino aonde vais - Lau 662 Senhor eu seguirei o vosso exemplo - Lau 760

MISSAS DOMINICAIS

Pe. Francisco Pereira pe.francisco@mac.com

Tomar iniciativa Sábado 19h00 – Sé 19h30 – Franciscanos Domingo 08h30 – Espírito Santo 09h00 – Franciscanos 10h00 – Paulo VI 10h00 – Franciscanos 11h00 – S. Agostinho 11h00 – Hospital 11h45 – Cruz da Areia 11h30 – Seminário 11h30 – Sé 18h30 – Sé 19h30 – Franciscanos 21h30 – Sª Encarnação

IV Domingo da Quaresma 22 de Março A vida eterna é uma dádiva total e incondicional de Deus. A 1ª leitura, do Livro das Crónicas relata-os o período que os judeus viveram no exílio, uma espécie de sábado: tempo de expiação e renovação: a destruição de Jerusalém, o incêndio do Templo e a deportação do Povo de Deus para a Babilónia são vistas pelo Cronista como o resultado lógico dos pecados da nação. A “terra


IGREJA EM PORTUGAL 11

O Mensageiro 19.Março.2009

Breves

“O Mundo da Saúde” No próximo dia 21 de Março, sábado, irá ter lugar o I Fórum da Pastoral da Saúde, entre as 10h00 e as 17h00, no salão da Assembleia Municipal de Loulé, em frente à Câmara Municipal. O tema deste fórum será “Saúde e Doença momentos de encontro com Cristo”, organizado pela Diocese do Algarve, com o apoio do Município de Loulé. Com o objectivo de juntar alguns especialistas em Saúde e Teologia, para debater e partilhar opiniões sobre o mundo da Saúde haverá duas conferências, proferidas pelo antigo Bispo do Algarve, D. Manuel

DR

I Fórum da Pastoral da Saúde

Madureira Dias, com o título “Esteve doente, à beira da morte, mas Deus compadeceu-se dele”, e pelo professor da Universidade Católica Portuguesa e padre, Dr. António Martins, com o título “Jesus, Curador”.

Além das conferências, terão lugar duas mesas redondas: “Presente e futuro na intervenção da sociedade no mundo da Saúde” e “Importância da espiritualidade na doença”. A primeira mesa redonda contará com a presença

dos Presidentes da Câmara de Loulé, Dr. Seruca Emídio, e de Alcoutim, Dr. Francisco Amaral, assim como o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Loulé, Manuel Simeão. A segunda mesa redonda terá a participação da Dra. Fernanda Nascimento, do Hospital de Faro, Enf. Brígida Tomé, que trabalha no serviço de oncologia do Hospital de Faro, Mécia Vargas, voluntária no Hospital de Faro e Irmã Andreia, doente oncológica. Este fórum terminará com a Eucaristia no Centro Paroquial de Loulé, às 18h00.

Em Foco

Numa altura em que tanto abundam nos meios de comunicação social as notícias desagradáveis sobre a vida em sociedade e as muitas dificuldades no dia-a-dia das pessoas, é bom que se publiquem também as boas notícias. Neste nosso mundo (mundo-cão para tanta gente), nem tudo são tragédias e contratempos. Há histórias de vida que nos faz bem conhecer. No passado dia 13, comemorou festivamente os seus setenta e cinco anos de idade o senhor António Martins Ribeiro, ou simplesmente, o Senhor Ribeiro, como é conhecido por muitos, nesta nossa Leiria. Aqui vive há largos anos, onde foi prestigiado

responsável pelo comércio automóvel da firma AutoIndustrial. Para além do seu dinâmico e exemplar profissionalismo ao serviço dessa empresa, a figura do Senhor Ribeiro aparece marcada por uma extraordinária entrega ao voluntariado social, principalmente em associações ou obras ligadas à Igreja. Primeiro, nos tempos livres que lhe sobravam do exercício rigoroso da profissão. Mas também agora, depois de aposentado, sempre que lho permitem as tarefas familiares ou os indispensáveis cuidados de saúde, que a sua idade vai requerendo. Cristão leigo, de fé esclarecida e fervorosa

DR

Senhor António Martins Ribeiro

prática religiosa, sabe que o ser-cristão é para toda a vida e que o amor ao próximo não termina quando chega a reforma... Por isso mantém vivo e actuante o seu espírito de serviço aos outros, colaborando generosamente com várias organizações sociocaritativas. De trato simples e despreten-

sioso, não sabe dizer não, sempre que está em causa o bem do próximo. Cidadão interventivo e cristão exemplar, o Senhor Ribeiro é também um bom amigo, que gosta de conviver e manter vivos os laços de amizade. Por isso, quis há dias reunir à sua volta um numeroso grupo de pessoas amigas, para festejarem com ele os setenta e cinco anos. Houve missa de acção de graças na igreja paroquial e, depois, um animado almoço-convívio, que se prolongou tarde-fora, na sua residência. Para o Senhor Ribeiro, uma vez mais, votos de vida longa e os parabéns dos seus muitos amigos. A. Ferreira

Morreu Lagoa Henriques Morreu Lagoa Henriques o grande escultor que ficou ligado a Leiria pela bela estátua que nos deixou. Ela lá está no centro da fonte luminosa donde saiem jactos de água que, simbolizando a lenda do Lis e do Lena, dão frescura, vida e historia à nossa cidade! Tive ocasião de estar na inauguração no dia 22/05/ 1992, dia da cidade. Tive ocasião de então conhecer o escultor por-

que tomou uma refeição na «Barraca» - Obra Social da Feira. Disse-me que estava feliz em Leiria visto que após o incêndio do seu atelier de Lisboa, em Belém, esta era a 1ª Obra que fazia, recomeçando a sua vida artística. Passados foram 35 anos e, novamente a convite da Câmara Municipal, no dia da cidade, de 2007, Lagoa Henriques volta a Leiria observando e revendo-se na sua obra agora um pouco deslocada do local de

início, devido ao Polis no Rossio, mas bem cuidada e elegante. De novo tive o prazer de conversar com o escultor sobre a sua arte, conhecida por uma criatividade um pouco ousada. Como eu, já por duas vezes, lera na nossa empresa certas alusões a quaisquer intromissões que na época de então tinham sido feitas ao artista, por parte de algumas Entidades que tinham visto exagero na anatomia da estátua, atrevi-me a

perguntar-lhe, entendendo que a historia não pode ser inventada nem denegrida. Pronta e energeticamente seguiu a resposta: Pura invenção!” Como se sujeitaria alguém alterar a minha criação? Eu jamais consentiria que quem quer que fosse interviesse na minha independência! Gostei de ouvi-lo. Eu tinha a certeza que à volta da «lenda do Lis e do Lena» outra lenda maliciosa se levantara. Julinha

Encontro Nacional do Sector do Ensisno Superior

“Atreves-te a mudar”

Entre os próximos dias 20 a 22 de Março realizar-se-á, no Colégio de Vila Nova de Gaia, o Encontro Nacional do Sector do Ensino Superior (ENSES) do Movimento Católico de Estudantes (MCE). A temática deste encontro, “Atreves-te a mudar?”, remete para uma reflexão sobre a realidade social em que se vive e o papel que os jovens têm, face às adversidades que a caracterizam. Estarão os jovens preparados para este desafio ou a sociedade, cada vez mais individualizada, em que vivem permanentemente acomoda a sua condição?

“Empresários e Gestores”

Congresso Nacional da ACEGE O 4.º Congresso Nacional da Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE) vai realizar-se nos próximos dias 17 e 18 Abril, sob o tema “Empresários e Gestores: Missão e Valores perante os desafios de hoje”. Segundo os seus organizadores, o Congresso será um espaço de reflexão sério e inspirador para a acção empresarial de cada um e para a necessidade de sermos um sinal firme de confiança e de esperança neste período tão adverso. Aníbal Cavaco Silva, José Manuel Durão Barroso ou D. José Policarpo são nomes de um conjunto de palestrantes “de excepcional qualidade”.

No dia da Canonização de Nuno Álvares Pereira

Andar de bicicleta em Lisboa

No dia da canonização do Nuno Álvares Pereira, dia 26 de Abril, realizar-se-á, em Lisboa, um passeio de bicicleta comemorativo da passagem do Beato a Santo. Quando Bento XVI estiver a canonizar o português, um grupo de pessoas pedala nas artérias de Lisboa. O programa será: 10h30 - Concentração frente à Igreja do Santo Condestável, Lisboa (Rua Francisco Metrass & Rua Saraiva de Carvalho, Campo de Ourique); 11h00 – Partida. Caminhada de bicicleta até ao Largo do Carmo continuando até à Basílica dos Mártires, percurso de 3,35 kms com pouco declive, plano ou em descida. Às 12h00 – Basílica dos Mártires (Rua Garrett, Chiado), Eucaristia.

Cáritas de Lisboa

Inauguração de loja social Procurando responder à crise económica e financeira, a Cáritas Diocesana de Lisboa aceitou o desafio de um grupo de leigos e vai abrir uma ‘loja social’, de apoio aos carenciados. Todo o projecto nasceu da crise e do desejo de um grupo de jovens em ajudar. “O voluntariado é isto mesmo! Nós, na Cáritas, só temos de apoiar e acarinhar ideias como estas”, salienta, orgulhoso, José Frias Gomes, presidente da Cáritas Diocesana de Lisboa. Esta futura “loja social” visa atender os mais necessitados, que estão devidamente sinalizados pela Cáritas. A ideia passa por criar uma loja em que, como em todas as lojas, o cliente vá ao encontro das suas necessidades. “As pessoas vão poder entrar na loja, escolher, experimentar e, se gostarem do produto ou do artigo, vão poder levá-lo gratuitamente”, afiança Carmo. “A roupa e os detergentes vão depois num saquinho como se saísse de outra loja qualquer”, acrescenta. Não se pense que será uma loja com “tudo a monte”. “As pessoas não vão levar uma roupa amarrotada, mas roupa lavada, passada a ferro, que está em exposição num cabide com em qualquer outra loja”, assegura ainda esta jovem publicitária.


12 IGREJA NO MUNDO

Lembrar Chiara Lubich

No passado dia 14 de Março, assinalou-se o primeiro aniversário da morte da fundadora do movimento dos Focolares, Chiara Lubich, que faleceu aos 88 anos, na sua casa, na localidade de Rocca di Papa, próximo de Roma. Durante o encontro ocorreram momentos de oração e reflexão bem como conferências inspirados no ideal de unidade e fraternidade universal do movimento, que contaram com a presença de cristãos de várias confissões religiosas, monges budistas, líderes religiosos e autoridades civis. O encontro contou com a participação do Cardeal Stanislaw Dziwisz, que falou sobre a relação entre João Paulo II e Chiara Lubich.

Papa Bento XVI fala sobre a SIDA

Preservativos não são solução Bento XVI defendeu, enquanto estava a bordo do avião que o leva até os Camarões, que o problema da SIDA não “pode ser resolvido” com o recurso à “distribuição de preservativos”. Na conferência de imprensa que decorreu no voo papal, com destino a Yaoundé, o Papa assinalou que a distribuição de preservativos “agrava o problema” da difusão do HIV, propondo uma solução “espiritual e humana” e pedindo “amizade para com quem sofre”. Bento XVI adiantou ainda que pretende apelar à “solidariedade internacional” com África no contexto da actual crise económica, ressalvando que a Igreja não propõe soluções económicas específicas, mas pode dar sugestões “espirituais e morais”. Atribuindo a actual situação económica a um “défice de ética nas estruturas económicas”, o Papa disse que é “aqui que a Igreja pode dar o seu contributo”.

Grande preocupação para a Igreja Católica

Seitas e evangélicos em Angola A crescente penetração das seitas e igrejas evangélicas em Angola “é uma grande preocupação” para a Igreja católica, admite em entrevista à Agência Lusa o Núncio Apostólico em Luanda. D. Angelo Becciu defende que “o problema deve ser colocado dentro da Igreja católica”, num momento em que Angola recebe, entre 20 e 23 de Março, a visita do Papa. É uma Igreja “em festa e jubilosa” que espera Bento XVI, é também uma Igreja que “vive um momento favorável” porque o país está em paz desde 2002, ano em que terminou a guerra de mais de 27 anos que marca a maior parte da história de Angola desde a independência. O Núncio Apostólico afirma que é também uma Igreja “com capacidade de responder” ao fenómeno crescente da “saída” de crentes para outras confissões. A resposta ao “problema”, para D. Angelo Becciu, poderá passar por “descobrir uma imagem e um ambiente de maior fraternidade”. E também pela inovação, criando “um ambiente em que cada um se sinta membro da Igreja” e encontrando “novos caminhos para apresentar a palavra de Deus”. O objectivo, considera, é que a “a Igreja seja mais eficaz no encontro com a cultura e a mentalidade africanas”, ainda que o núncio veja que já há “grandes esforços” para atingir essa “sintonia”.

Mensagem de Bento XVI

Mundo não compreende o pecado Bento XVI escreveu uma mensagem em que defende que o mundo actual não compreende o pecado e perdeu o sentido do mesmo, pelo que é urgente “formar rectamente a consciência” dos crentes. O Papa dirigia-se ao Cardeal James Francis Stafford, penitenciário-mor e aos participantes no XX curso para o foro interno, promovido pela penitenciária apostólica, no Vaticano. A mensagem de Bento XVI salienta que, no nosso tempo, “formar rectamente a consciência dos crentes constitui sem dúvida uma das prioridades pastorais, porque, na medida em que se perde o sentido do pecado, aumentam, infelizmente os sentimentos de culpa que se desejariam eliminar com remédios paliativos insuficientes”. O Papa afirma depois que, para a formação das

DR

Fundadora dos movimento dos Focolares

19.Março.2009

consciências, contribuem múltiplos e preciosos instrumentos espirituais e pastorais que devem ser cada vez mais valorizados; entre eles, evidencia a catequese, a homilia, a direcção espiritual, o sacramento da Reconciliação e a celebração da Eucaristia. “Uma adequada catequese - salienta Bento XVI - oferece um contributo

concreto para a educação das consciências, estimulando-as a perceber cada vez melhor o sentido do pecado, hoje em parte descurado, ou pior ainda, ofuscado por uma maneira de pensar e de viver como se Deus não existisse, e que denota um relativismo fechado ao verdadeiro sentido da vida”. À catequese, prossegue

depois a mensagem do Papa, deve unir-se “um uso sapiente da pregação. Nesse sentido, recorda que a homilia, que com a reforma do concilio Vaticano II adquiriu o seu papel “sacramental no interior do único acto de culto constituído pela liturgia da Palavra e da liturgia da Eucaristia”, é sem duvida a forma de pregação mais difusa, com a qual cada Domingo se educa a consciência de milhões de fiéis. “Para formar as consciências - acrescenta depois Bento XVI – contribui também a direcção espiritual, um importante serviço eclesial para o qual é necessária sem dúvida uma vitalidade interior que se deve implorar como dom do Espírito Santo mediante intensa e prolongada oração e uma preparação específica que se deve adquirir com cuidado”.

Igreja nos Camarões

Promover a justiça e a paz Bento XVI iniciou na passada terça-feira a sua primeira viagem a África, começando com uma visita aos Camarões, país em que os católicos são 4,84 milhões, ou seja, 26,7% da população. A Igreja neste país conheceu um forte crescimento nos últimos anos e representa ainda uma referência no diálogo com o mundo islâmico. Ao todo, estão previstas oito intervenções papais em território camaronês, sempre com uma perspectiva aberta sobre todo o Continente: em Outubro, terá lugar a II Assembleia Especial do Sínodo para a África e é nos Camarões que o Papa vai entregar aos Bispos do Continente o «Instrumentum laboris» do Sínodo, documento que orientará os trabalhos no Vaticano. O programa do Papa conhece momentos fortes no dia 19, de manhã, numa agenda que inclui um encontro com os representantes da Comunidade Muçulmana de Camarões (quase 4 milhões de fiéis, 22% da população), o único do género no programa da

DR

Breves

O Mensageiro

visita. Mais tarde, preside à Missa, por ocasião da publicação do «Instrumentum Laboris» da II Assembleia Especial para a África do Sínodo dos Bispos, no Estádio Amadou Ahidjo. Em 1994, ano do primeiro Sínodo africano, o número de católicos nos Camarões não chegava aos 4 milhões. Em 15 anos, registou-se um crescimento de cerca de 25%, sustentado por mais de 800 paróquias, 1226 padres diocesanos e 621 padres religiosos, com um ritmo de 110 ordenações por ano

num país com mais de 900 seminaristas. As religiosas professas são 2190, os diáconos permanentes 14 e os religiosos não sacerdotes 288. Os membros leigos de Institutos seculares são 28, os missionários leigos 57 e os catequistas 18 722. O número de baptismos em 2007 foi de 184 500, que se somaram a mais de 30 mil confirmações, 36 mil primeiras comunhões e 5000 casamentos. O anfitrião do Papa no país será D, Simon-Victor Tonyé Bakot, Arcebispo de Yaoundé e presidente da Conferência Episcopal dos

Camarões desde 2004. Para D. Bakot, de 62 anos, a afirmação do “Cristo Africano” deve levar a uma revisão do próprio conceito de Igreja, retomando uma das ideias fortes da exortação “Igreja na África”, de João Paulo II, a da Igreja família de Deus. “A Igreja Católica que está nos Camarões dá testemunho de Cristo com a promoção da justiça e da paz”, refere, em artigo publicado no Osservatore Romano. Este responsável diz também que é missão da Igreja “deplorar e condenar todos os costumes e práticas que privam as mulheres dos seus direitos e do respeito que lhes é devido”. Segundo o presidente da Conferência Episcopal camaronesa, a inculturação da mensagem evangélica “nunca foi um caminho fácil”, desejando que os cristãos possam “assimilar cada vez melhor o Evangelho, permanecendo fiéis a todos os valores africanos autênticos”.


OPINIÃO 13

O Mensageiro 19.Março.2009

CONVERSAS SOBRE A FÉ

Pe. Jorge Guarda

Vigário Geral da Diocese

Fé e sentido para a vida

A nossa vida precisa de um sentido para ser vivida. Este sentido é um valor, um objectivo, uma motivação forte que nos leva a agir. Sem ele falta-nos a força que nos move. Os estados de depressão, hoje tão frequentes, colocam quem os sofre em situação de não verem sentido para a sua vida e não terem gosto por ela. Invade-os a tristeza, a desolação, a preferência por ficarem sozinhos e pensativos. O contrário disto é a pessoa que irradia felicidade, gosta de estar com os outros, fala dos seus projectos e actividades que enchem a sua vida. A fé permite esta alegria na vida. De um modo ou de outro, todos nós procuramos um sentido para a vida. É certo que podemos contentar-nos, ou melhor resignar-nos, a ter apenas sentido para cada coisa

que fazemos, para o dia a dia, o trabalho, o encontro com os amigos, os empreendimentos. Pode até haver quem, mais exigente, apenas se satisfaça com um sentido para o conjunto da sua vida, que consista em atingir uma meta profissional, em construir uma família feliz e abastada ou em desenvolver uma obra em qualquer campo da actividade humana, seja a economia, a cultura, a solidariedade ou outra. A inteligência, o amor, a criatividade, o talento, a vontade constituirão, em todo o caso, a força que dá sentido à vida da pessoa e ao que ela faz. Quem perscruta verdadeiramente o seu espírito, será ainda mais exigente e procura um sentido que abarque toda a vida e a vida toda, isto é, a vida inteira e cada uma das suas com-

ponentes. É a tal desejo e anseio que a fé cristã dá resposta. Este dom de Deus projecta, penetra, enche e envolve a vida da pessoa com a luz divina. São Paulo descobriu na fé um sentido para vida, declarando: “Vivo a vida presente na fé do filho de Deus que me amou e se entregou por mim” (Gl 2,20). Bento XVI reconhece que tudo o que Paulo faz parte deste centro, a fé em Cristo, e faz este comentário: “A sua fé é a experiência do ser amado por Jesus Cristo de modo completamente pessoal: é a consciência de que Cristo enfrentou a morte não por qualquer coisa anónima, mas por amor dele, Paulo; e de que, como Ressuscitado, o continua a amar agora, isto é, que Cristo se entregou por ele. A sua fé é o ser alcançado pelo amor de Jesus Cristo, um amor

que o toca no mais íntimo e o transforma. A sua fé não é uma teoria, uma opinião sobre Deus e sobre o mundo. A sua fé é o impacto do amor de Deus no seu coração. E assim esta fé é amor por Jesus Cristo.” A fé abre a pessoa para uma relação de confiança, amor e esperança que enche de sentido a vida e tudo o que nela acontece. Esse dom responde às questões sobre a sua origem, o seu presente e o seu futuro. Diz-nos que cada pessoa é querida e amada por Deus, que Ele a acompanha e ampara em todos os momentos da vida e que, finalmente, a recebe na sua morada eterna, oferecendo-lhe partilhar da Sua plenitude de vida e amor, em comunhão com todas as outras criaturas. Por outro lado, é como uma energia que move a pessoa e a projecta para além dos

seus limites, permite-lhe a convicção e quase um vislumbrar o horizonte que tem à sua frente. Para o cristão nada do que lhe acontece na vida é sem valor, mesmo o negativo, o fracasso, o pecado. Deus sabe integrar a diversidade de fios que tecem a vida dos seus filhos num quadro belo, artístico, de grande preciosidade. A vida de cada um não se perde, mas insere-se projecto de Deus, como diz D. António Marto: “A história de cada homem, embora nos apareça como uma pequena história, é sempre parte integrante e inconfundível duma grande história da salvação, que vem de longe e leva longe e que tem o seu momento culminante em Jesus Cristo”. A fé dá sentido à vida.

O MENSAGEIRO

94 anos de (in)formação diferente SINAIS DOS TEMPOS

D. João Alves

Bispo Emérito de Coimbra

Quaresma para quê? Algumas reflexões Hesitei escrever este artigo, porque o seu tema, por muito estranho que pareça, leva uns tantos a passar adiante. Dizem essas pessoas que lhes lembra os tempos da infância, adolescência e, mesmo, juventude, em que, contrafeitos, iam às “cerimónias” religiosas com os pais; que hoje já seguem caminhos que não vão ter à igreja; por evocarem os tempos em que parecia que a Igreja quase só falava de mandamentos, renúncia

e mudança de vida, o que, na altura, não se percebia muito bem, por dar a ideia de que a Igreja impunha aos cristãos uma visão pessimista da vida sempre contrária ao que dá prazer e satisfação… Prezado leitor, se conseguiu chegar até aqui, então peço-lhe que leia o artigo até ao fim. A traços largos a imagem agora apresentada identifica bastante do que era a celebração quaresmal não renovada. Penso que gostará de saber que aquilo que a Igreja propõe hoje nos seus textos bíblicos de cada celebração quaresmal, nas suas orações e na sua intenção, não coincide com os traços acima enumerados. Sei, igualmente, que nem sempre se consegue transmitir com fidelidade o que a Igreja dispôs para cada acção litúrgica. Há, de facto, um problema de transmissão da mensagem. Nem todos os presidentes das celebrações cristãs sabem fazê-lo com competência e com adequação à assembleia a que presidem. Não é nada fácil, fazê-lo, até porque quase sempre têm, auditórios diversificados quanto às idades e quanto à cultura.

É certo que a quaresma ficou com uma imagem bastante carregada e um tanto sombria, mas ela devia ser o contrário. É que a quaresma é a quadra em que se procura mais vida e vida nova. Peço que não vá logo para o plano sobrenatural. Fique no plano meramente humano. A quaresma é para avaliar a conduta das pessoas. Para ver como está cada um a ser homem ou mulher; jovem ou criança; marido ou esposa; empregador ou empregado; padre, bispo e papa; religioso e religiosa. Sim, porque a quaresma, pode dizer-se, é para todos. A quaresma é, tempo em que cada um para e pensa como está a servir a vida que recebeu, sem ser advogado de si próprio. A consciência pessoal, se se deixa falar, tem sempre coisas agradáveis e desagradáveis a dizer. Haverá certamente coisas bem sucedidas e haverá coisas mal sucedidas. Porque os maus caminhos não servem a vida, antes a desrespeitam. É, por isso, que devemos abandonálos. Reparemos: o que cai na irritação e violência prejudica-se a si mesmo e aos outros porque fere a harmonia pessoal e a con-

córdia tão necessárias para uma sã convivência; o que se embriaga habitualmente vai destruindo a vida, o seu organismo e a serena convivência com os outros; o que cai no uso e abuso da droga arruína-se a si mesmo, mata a paz na família e a seriedade no próprio trabalho profissional; a infidelidade conjugal desfaz a alegria e confiança no casal e na família e provoca traumatismos nos filhos; a injustiça dos empregadores gera revolta dos trabalhadores e a não justiça destes, no cumprimento sério das suas obrigações no trabalho profissional, provoca também instabilidade, mal estar e revolta nos empregadores. Poderíamos continuar a passar os olhos por tudo aquilo que faz uma vida. Não é possível. Cada um fará, no recôndito da sua consciência, a avaliação de como é que está a servir a vida, a sua vida, dom admirável dado por Deus. Mas a quaresma não fica por aqui, por um deitar contas à vida de cada qual, vai ainda mais além. Ela é tempo para a escolha e compromisso com projectos positivos e renovadores que façam crescer o amor à vida e o apreço da harmonia

interior, com o próximo, a família, a profissão e em qualquer parte onde esteja. Critérios para este esforço quaresmal e para as metas a atingir: a verdade, a justiça, o amor, a solidariedade e a paz. Ser mais isto tudo, no fim da quaresma e no futuro. É que a quaresma chama-se também tempo de exercícios renovadores. Faz-se quaresma pensando, meditando e fazendo aquilo que se vai concluindo como necessário para se ser melhor e para transformar o meio ambiente em que se vive. Ajudará também a fazer uma boa quaresma, meditar a mensagem que o Santo Padre escreveu para a quaresma deste ano. Esta renovação agrada a Deus que a quer e acompanha pelo seu Espírito Santo e santificador . Estamos no ano que foi dedicado pela Igreja a olhar e seguir S. Paulo que, de judeu-fariseu, se fez discípulo de Cristo e entusiasta evangelizador. Que o seu exemplo nos cative. Diz o Evangelho que Jesus, depois do seu baptismo no rio Jordão, por João Baptista, foi para o deserto onde passou quarenta dias a preparar a sua

missão pública pelas terras da Palestina. Em qualquer quaresma os cristãos hão-de estar a caminho da celebração solene da Páscoa da Ressurreição com os olhos e o coração em Jesus Cristo, que é caminho de quem vem a este mundo. Para todos uma boa caminhada quaresmal, em efectiva renovação pessoal e comunitária. Ficando melhores ajudaremos o mundo a renovar-se. Não quero concluir este escrito sem uma referência explicita aos meus amigos, ainda sem fé cristã, que me têm dito do seu desejo de parar e pensar nas suas vidas, sem a trepidação desgastante do dia a dia. Permiti que vos sugira que aproveiteis esta quadra para fazerdes também a vossa quaresma, pensando na melhor orientação a dar às vossas vidas à luz da vossa recta razão até que um dia chegueis à fé cristã. A consciência tem sempre uma palavra a dizer sobre cada um, se lhe for dado espaço livre.


14 INSTITUCIONAL

EDITAL N.º 25/2009 5 INQUÉRITO ADMINISTRATIVO 1ª Publicação ISABEL DAMASCENO CAMPOS, Presidente da Câmara Municipal do Concelho de Leiria, faz saber, nos termos dos Artigos 223º e seguintes do Decreto - Lei n.º 59/99, de 02 de Março, que se procede pela Secção de Apoio Administrativo às Empreitadas desta Câmara Municipal a Inquérito Administrativo relativo à empreitada de “ EXECUÇÃO DE DUAS “ LRV “ ( LOMBAS REDUTORAS DE VELOCIDADE ) “, P,.º N.º T – 81/2008, de que foi empreiteira a Firma CÉSAR GOMES BAIRRADA, pelo que, durante os QUINZE DIAS que decorrem desde a data da afixação destes éditos e mais OITO, poderão os interessados apresentar na Secretaria desta Câmara Municipal, por escrito e devidamente fundamentadas e documentadas, quaisquer reclamações a que se julgam com direito por falta de pagamento de salários e materiais, ou de indemnizações e, bem assim, o preço de quaisquer trabalhos que o empreiteiro haja mandado executar por terceiros. Não serão consideradas as reclamações apresentadas fora do prazo acima estabelecido. Para constar se pública o presente e outros de igual teor, que vão ser afixados nos lugares públicos do costume. Paços do Município de Leiria, 27 de Fevereiro de 2009 A Presidente da Câmara Municipal, (Isabel Damasceno Campos)

O Mensageiro 19.Março.2009

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LEIRIA CONVOCATÓRIA Nos termos do nº. 1 do Artº. 30º. do Compromisso, convoco os Irmãos da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Leiria, para a Assembleia GeralOordinária, a realizar no dia 28 de Março de 2009, às 15h30, no Lar Nossa Senhora da Encarnação, em Leiria, com a seguinte, Ordem de Trabalhos 1 – Apreciar e votar o Relatório e Conta da Gerência do ano de 2008 e o Parecer do Conselho Fiscal. 2 – Outros assuntos. Nota: Os documentos a apresentar na Assembleia Geral estarão disponíveis para consulta dos Irmãos, nos Serviços Administrativos, a partir do dia 23 de Março. Se à hora marcada não estiver presente a maioria dos Irmãos, a Assembleia Geral funcionará, meia hora depois, desde que estejam presentes, pelo menos, 15 Irmãos, de acordo com o Artº. 28º. do Compromisso. Deve trazer o cartão de Irmão. Leiria, 4 de Março de 2009 O Presidente da Assembleia Geral, (António Martins Ribeiro)

O MENSAGEIRO • Edição 4750 • 19/03/09

Jorge Carvalho Sofia

Médico Especialista de Otorrinolaringologia CONSULTAS • CIRURGIAS • EXAMES DE AUDIÇÃO VIDEONISTAGMOGRAFIA • POSTURAGRAFIA APNEIA DO SONO

Rua Dª Maria da Graça Lúcio da Silva, 9 - 1º Esqº - LEIRIA Marcações pelos telefones 244 822970 • 239 827 089 • 932 442 274

CEDILE

F. Costa Pereira

Telefone 244 850 690

Rua João de Deus, 25- 1º Dt. - LEIRIA

ECOGRAFIA / DOPPLER / ECOCARDIOGRAFIA EDITAL N.º 26/2009 5 INQUÉRITO ADMINISTRATIVO 1ª Publicação ISABEL DAMASCENO CAMPOS, Presidente da Câmara Municipal do Concelho de Leiria, faz saber, nos termos dos Artigos 223º e seguintes do Decreto - Lei n.º 59/99, de 02 de Março, que se procede pela Secção de Apoio Administrativo às Empreitadas desta Câmara Municipal a Inquérito Administrativo relativo à empreitada de “ APLICAÇÃO DE CAMADA DE BINDER NO C.M..1245 (TROÇO COM 306M ) –ZONA DO MURO JUNTO AO TERRENO DA JUNTA DE FREGUESIA DE ARRABAL - LEIRIA “, P.º N.º T – 71/2004, de que foi empreiteira a Empresa CONSTRUÇÕES ANTÓNIO LEAL, S.A, pelo que, durante os QUINZE DIAS que decorrem desde a data da afixação destes éditos e mais OITO, poderão os interessados apresentar na Secretaria desta Câmara Municipal, por escrito e devidamente fundamentadas e documentadas, quaisquer reclamações a que se julgam com direito por falta de pagamento de salários e materiais, ou de indemnizações e, bem assim, o preço de quaisquer trabalhos que o empreiteiro haja mandado executar por terceiros. Não serão consideradas as reclamações apresentadas fora do prazo acima estabelecido. Para constar se pública o presente e outros de igual teor, que vão ser afixados nos lugares públicos do costume. Paços do Município de Leiria, 27 de Fevereiro de 2009. A Presidente da Câmara Municipal, (Isabel Damasceno Campos)

Leiria Av. Marquês de Pombal, Lote nº 2 Tel.: 244 830 460 Fátima Rotunda Sul - Ed. Azinheira Marinha Grande Rua das Portas Verdes, 58 Ourém Av. Nuno Álvares Pereira

TAC / MAMOGRAFIA / RX / OSTEODENSITOMETRIA

Médico Especialista Doenças da boca e dentes

CONSULTAS COM HORA MARCADA 2ª, 4ª e 5ª: 11h-13h e 15h-19h, 3ª: 10h-13h e 15h-19h, Sábados: 9h30-15h Tel. 244 832406

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA ARTICULAR Telefone +351244850690 / Fax 244850698 Largo Cândido dos Reis, Nº 11 / 12 • 2400-112 LEIRIA

Telemóvel: 917 511 889 Telefone: 244 828 450 Fax: 244 828 580 Rua Machado Santos, n.º 33 2410-128 LEIRIA

Telefones: BARREIROS (sede): 244 840 677 JUNCAL: 244 470 610 Fernando - 919 890 630

O MENSAGEIRO • Edição 4750 • 19/03/09

O MAIS ANTIGO SEMANÁRIO DO DISTRITO DE LEIRIA A (IN)FORMAR DESDE 1914 WWW.OMENSAGEIRO.COM.PT JOGOS | Nº 11/2009 (Confirme em www.jogossantacasa.pt) Euromilhões: 12, 24, 26, 36, 42 + 1, 4 Totoloto: 2, 4, 9, 10, 25, 27 + 11 Loto2: 15, 21, 22, 25, 32, 33 + 2 Joker: 2 3 7 9 5 3 1 Totobola: 11X 221 12X 2111 FÁRMÁCIAS DE SERVIÇO Sanches (dia 26), Avenida (dia 27), Central (dia 28), Higiene (dia 29), Lino (dia 30), Oliveira (dia 31) e Sanches (dia 1)

Registo no ICS N.º 100494 Semanário - Sai à 5ª Feira Tiragem média - 2.200

TELEFONES ÚTEIS

Bombeiros Municipais - 244 832 122 | Bomb. Vol. Leiria (Ger.) - 244 882 015 | Bomb. Vol. Leiria (Urg.) - 244 881 120 | Bomb. Volunt. Batalha - 244 765 411 | Bomb. Volunt. P. Mós - 244 491 115 | Bomb. Volunt. Juncal - 244 470 115 | Bomb. Volunt Ourém - 249 540 500 | Bomb. V. M.te Redondo - 244 685 800 | Bomb. Volunt. Ortigosa - 244 613 700 | Bomb. Volunt. Maceira - 244 777 100 | Bomb. Vol. Marinha - 244 575 112 | Bom. Volunt. Vieira - 244 699 080 | Bom. Voltun. Pombal - 236 212 122 | Brigada de Trânsito - 244 832 473 | Câmara M. de Leiria - 244 839 500 | Câmara Eclesiástica - 244 832 539 | CENEL (Avarias) - 800 246 246 | C. Saúde A. Sampaio - 244 817 820 | C. Saúde Gorjão Henriques - 244

816 400 | C. P. (Est. de Leiria) - 244 882 027 | Cruz Vermelha - Leiria - 244 823 725 | Farmácia Avenida - 244 833 168 | Farmácia Baptista - 244 832 320 | Farmácia Central - 244 817 980 | Farmácia Coelho - 244 832 432 | Farmácia Higiene - 244 833 140 | Farmácia Lino - 244 832 465 | Farmácia Oliveira - 244 822 757 | Farmácia Sanches - 244 892 500 | Governo Civil - 244 830 900 | Guarda N. Republicana - 244 824 300 | Hospital de S.to André - 244 817 000 | Hospital S. Francisco - 244 819 300 | Polícia Judiciária - 244 815 202 | Polícia S. Pública - 244 859 859 | Polidiagnóstico - 244 828 455 | Rádio Táxis - 244 815 900 | Rádio Alerta - 244 882 247 | Rodoviária do Tejo - 244 811 507 | Teatro JLS (Cinema) - 244 823 600

Fundador José Ferreira Lacerda Director Rui Ribeiro (TE416) Redacção Luís Miguel Ferraz (CP5023), Pedro Jerónimo (CP7104), Joaquim Santos (CP7731), Ana Vala (TP558). Paginação O Mensageiro Colaboradores Ambrósio Ferreira, Américo Oliveira, Ângela Duarte, Carlos Alberto Vieira, Carlos Cabecinhas (Pe.), José Casimiro Antunes, Francisco Pereira (Pe.), D. João Alves, João Matias, Joaquim J. Ruivo, Jorge Guarda (Pe.), José António C. Santos, Júlia Moniz, Maria de Fátima Sismeiro, Orlando Fernandes, Paulo Adriano Santos, Pedro Miguel Viva (Pe.), Saúl António Gomes, Sérgio Carvalho, Verónica Ferreirinho, Vítor Mira (Pe.). Administração / Publicidade Pedro Viva (Pe.). Propriedade/Sede (Editor) Seminário Diocesano de Leiria - Largo Padre Carvalho - 2414-011 LEIRIA - Reitor: Armindo Janeiro (Pe.) Contribuinte 500 845 719 Contactos Tel.: 244 821 100/1 - Fax: 244 821 102 - Email: jornal@omensageiro.com.pt - Web: www.omensageiro.com.pt Impressão e Expedição CORAZE - Oliveira de Azeméis - Tel: 256600580 / Fax: 256600589 - E-mail: grafica@coraze.com Depósito Legal 2906831/09

Tabela de Assinaturas para 2007 Destino Nacional Europa Resto do Mundo

Normal Benfeitor 20 euros 40 euros 30 euros 60 euros 40 euros

Preço avulso - 0,80 euros


DESPORTO 15

O Mensageiro 19.Março.2009

…nacional de corta-mato. O feito é da equipa de juniores femininos do Bairro dos Anjos, no campeonato nacional de juvenis, juniores e seniores, que decorreu em Castelo Branco, no dia 15 de Março. Individualmente, as melhores prestações, no que se refere aos clubes do Distrito, foram dos juvenis Inês Nobre (8.º lugar) e José Neves (9.º), ambos em representação da Juventude Vidigalense.

Evento | Leiria

Viver Activo O programa Viver Activo, destinado aos leirienses com mais de 55 anos, realiza o Dia Aberto, a 21 de Março, iniciativa inserida nas comemorações do 10.º aniversário do programa. A iniciativa inicia-se com uma sessão de mega hidro, 14h00, nos pavilhões de Leiria, Maceira e Caranguejeira, prosseguindo com uma sessão de mega fit , 16h00, pavilhão dos Pousos.

Natação | 5 medalhas

Bronze na Taça da Europa A leiriense Irina Rodrigues (Sporting) foi a atleta com a melhor prestação, entre a comitiva portuguesa, na Taça da Europa de Lançamentos, decorrida em Tenerife, Espanha, nos dias 14 e 15 de Março. A medalha de bronze, no disco, foi a única subida ao pódio de atletas portugueses. De Leiria viajaram ainda os atletas Carlos Vicente (Juventude Vidigalense) e Vânia Silva (Sporting), o técnico nacional de lançamentos, Paulo Reis, e o fisioterapeuta Pedro Albuquerque. “Venho satisfeito com os resultados, no geral, dado que foram os melhores de sempre para Portugal”, comentou Paulo Reis, após a competição, que contou com um total de 12 atletas portugueses. Quanto aos leirienses, “o balanço é altamente positivo.” O 8.º lugar de Vânia Silva, no lançamento do martelo (68,32 metros), foi o que mereceu o principal destaque do técnico nacional: “Foi uma excelente

Ouro na primeira internacionalização, há dois anos participação.” Paulo Reis referiu ainda que o resultado, obtido numa prova internacional, veio em boa altura, depois de um período menos bom. “Ela estava mesmo a precisar”, confessou. Quanto ao futuro, “esperamos que esta seja a sua melhor época de sempre.” Seguiu-se mais um “excelente” resultado, o 3.º

lugar de Irina Rodrigues, no lançamento do disco (52,65 metros), escalão de Sub-23. “Esperamos que ela um dia consiga a medalha ouro”, apontou Paulo Reis, recordando que a atleta ainda é júnior de primeiro ano – 18 anos – e que, por isso, poderá participar em futuras edições da Taça da Europa de Lançamentos. Também na competição de Sub-23 esteve Carlos Vicente, que obteve o 9.º lugar no lançamento do martelo (64,66 metros). “Ambicionávamos os mínimos para o Campeonato da Europa de Sub-23”, referiu o técnico nacional, lembrando que, apesar de não terem sido alcançados, “esta é a segunda melhor marca da carreira dele.” A terminar, o técnico nacional não quis deixar de destacar o também “importante papel do fisioterapeuta Pedro Albuquerque” e que o conjunto dos resultados “se deve a Leiria.” Pedro Jerónimo

Pedro Jerónimo/Arquivo

Vice-campeão

CO/Aqruivo

Atletismo | Leiria

Atletismo | Irina Rodrigues a melhor de Portugal

Sorriso dourado Cinco das oito medalhas conquistadas pelos jovens atletas do Clube de Natação de Alcobaça (CNAL), nos Campeonatos Nacionais de Juvenis, foram da responsabilidade de Diogo Parrilha (na foto), que se sagrou campeão nacional nos 100 e nos 200 metros mariposa. O mais medalhado da prova, que decorreu na Povoa de Varzim, de 13 a 15 de Março, foi Diogo Parrilha, que terminou a sua prestação coleccionando ainda uma medalha de prata (200 metros estilos) e duas de bronze (100 metros livres e 400 metros estilos). Quem também esteve em destaque foi Miguel Diogo (CNAL), com três medalhas de prata (400 e 1500 metros livres, 200 metros mariposa), e Joana Guimarães (Pimpões, Caldas da Rainha), com uma medalha de bronze (100 metros costas). Bairro dos Anjos (Leiria), Associação Humanitária dos Bombeiros das Caldas Rainha, Clube Naval da Nazaré, Clube Naval de Peniche e Desportivo Náutico da Marinha Grande, foram os restantes representantes da Associação de Natação do Distrito de Leiria (ANDL) nos Campeonatos Nacionais de Juvenis.

Andebol | João de Barros na fase final

Vai começar a luta pelo título A equipa feminina do Colégio João de Barros (CJB) inicia a fase final do Campeonato Nacional da 1ª Divisão, com a recepção à actual campeã nacional, Madeira SAD. O jogo está marcado para o dia 21 de Março, 15h00, no Pavilhão da Gândara, Leiria. Madeira SAD (1.º lugar, 27 pontos), Colégio de Gaia (2.º, 24), CJB (3.º, 22) e Gil Eanes (4.º, 21), são as equipas que vão lutar, ao longo de seis jornadas, pelo título de campeão nacional, depois de terem garantido, na fase regular, os quatro primeiros lugares, que dão acesso às competições europeias. O favoritismo recai, mais uma vez, na equipa madeirense, que tem dominado a modalidade, no sector feminino, nos últimos anos. Na fase de manutenção, está a Juve Lis, que após duas jornadas, ocupa o 3.º lugar, com dezanove pontos, menos sete que o comandante CS Madeira. Na próxima jornada, dia 21, a equipa leiriense desloca-se a Porto Salvo, para defrontar a equipa local, que ocupa o 2.º lugar, com mais um ponto.

Atletismo | Pombal

Grande Prémio

Natação | César Faria, Mara Silva e Sara Cruz

Decorrem, até ao dia 20 de Março, as inscrições para o 6º Grande Prémio de Atletismo do Louriçal, Pombal, agendado para o dia 21, pelas 16h00. Os interessados devem contactar os telefones 967 850 180, 968112679 ou o e-mail associaçãolouri cal@gmail.com.

Portugal “chama” leirienses Os jovens nadadores César Faria, Mara Silva e Sara Cruz, todos do Bairro dos Anjos, foram chamados para representarem as selecções nacionais absoluta e júnior.

O primeiro a mergulhar será César Faria, no 10º Campeonato de Espanha/ Open Absoluto, que se realiza de 2 a 5 de Abril, em Málaga, Espanha, seguindo-se-lhe Mara Silva e

Sara Cruz, no Multinations Junior Meet, agendado para os dias 4 e 5 de Abril, em Piraeus, Grécia.

Motores | Ourém

Passeio TT

Os Bombeiros Voluntários de Ourém promovem, no dia 4 de Abril, o seu 1ª Passeio Todo Terreno (TT), destinado a jipes, motos e quads. Mais informações podem ser obtidas através do número de telefone 966 282 271.

Futebol | Leiria

Jornadas Técnicas Decorrem as inscrições para as Jornadas Técnicas do Futebol, agendadas para os dias 10 de Abril (futebol 11), 1 de Maio (futebol 7) e 10 de Junho (futsal). Mais informações no sítio da Associação de Futebol de Leiria, em www.afleiria.com.

liga de

LIGA

HONRA

22ª Jornada (15/03/09) | Nacional x Marítimo (1-1), Trofense x V. Setúbal (0-1), Sp. Braga x Académica (1-1), Belenenses x E. Amadora (22), Benfica x V. Guimarães (0-1), Porto x Naval (2-0), P. Ferreira x Leixões (4-0), Sporting x Rio Ave (2-0) Equipa J V E D Pts 1º Porto 22 14 6 2 48 2º Sporting 22 13 5 4 44 3º Benfica 22 12 7 3 43 4º Sp. Braga 22 10 7 5 37 5º Nacional 22 10 6 6 36 6º Leixões 22 9 8 5 35 7º Marítimo 22 9 7 6 34 8º V. Guimarães 22 8 6 8 30 9º E. Amadora 22 6 9 7 27 10º Académica 22 6 7 9 25 11º Naval 22 6 5 11 23 12º P. Ferreira 22 6 4 12 22 13º V. Setúbal 22 5 5 12 20 14º Trofense 22 4 6 12 18 15º Rio Ave 22 4 5 13 17 16º Belenenses 22 3 8 10 17

22ª Jornada (15/03/09) | Gil Vicente x Gondomar (3-3), Estoril x Santa Clara (1-2), Sp. Covilhã x U. Leiria (2-3), Vizela x Freamunde (1-1), Varzim x Beira-Mar (1-0), Boavista x Feirense (2-2), D. Aves x Oliveirense (2-2), Olhanense x Portimonense (4-0) Equipa J V E D Pts 1º Olhanense 22 13 3 6 42 2º Santa Clara 22 12 5 5 41 3º U. Leiria 22 9 8 5 35 4º Feirense 22 9 7 6 34 5º Gil Vicente 22 7 11 4 32 6º Varzim 22 9 5 8 32 7º Estoril 22 8 7 7 31 8º Sp. Covilhã 22 8 7 7 31 9º Beira-Mar 22 7 7 8 28 10º Freamunde 22 7 7 8 28 11º D. Aves 22 7 7 8 28 12º Vizela 22 5 12 5 27 13º Portimonense 22 5 9 8 24 14º Boavista 22 6 4 12 22 15º Oliveirense 22 4 8 10 20 16º Gondomar 22 3 7 12 16

23ª Jornada (05/04/09) | Rio Ave x Nacional, Marítimo x Trofense, V. Setúbal x Sp. Braga, Académica x Belenenses, E. Amadora x Benfica, V. Guimarães x Porto, Naval x P. Ferreira, Leixões x Sporting

23ª Jornada (05/04/09) | Portimonense x Gil Vicente, Gondomar x Estoril, Santa Clara x Sp. Covilhã, U. Leiria x Vizela, Freamunde x Varzim, Beira-Mar x Boavista, Feirense x D. Aves, Oliveirense x Olhanense

série “c”

série “d”

II DIVISÃO 2ª Jornada - Fase de Promoção* (15/03/09) Tourizense x U. Serra (1-0), Operário x Fátima (2-3), Pampilhosa x Monsanto (3-1)

1º 2º 3º 4º 5º 6º

Equipa Fátima Pampilhosa Tourizense U. Serra Monsanto Operário

J V E D Pts 2 2 0 0 27 2 2 0 0 25 2 1 0 1 21 2 0 0 2 20 2 1 0 1 18 2 0 0 2 15

3ª Jornada - Fase de Promoção* (22/03/09) U. Serra x Monsanto, Fátima x Pampilhosa, Tourizense x Operário

* Equipas transitaram da primeira fase com metade dos pontos conquistados.

associação de futebol

III DIVISÃO

HONRALEIRIA

25ª Jornada (15/03/09) | Sourense x B.C. Branco (0-0), Sertanense x Caldas (2-0), Peniche x Vigor (0-0),Torres Novas x Lousanense (3-0), Unhais da Serra x Atalaia (1-1), Penamacorense x Sp. Pombal (1-1), Marinhense x Gândara (1-1)

1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º

Equipa Sertanense Marinhense B.C. Branco Gândara Vigor Sp. Pombal Penamacorense Lousanense Sourense Caldas Peniche Unhais da Serra Atalaia Torres Novas

J 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25

V 14 13 10 9 9 9 9 8 7 6 7 6 5 5

E 7 4 12 10 9 9 6 8 9 11 7 9 9 7

D 4 8 3 6 7 7 10 9 9 8 11 10 11 13

Pts 49 43 42 37 36 36 33 32 30 29 28 27 24 22

26ª Jornada (22/03/09) | Caldas x Sourense, Vigor x Sertanense, Lousanense x Peniche, Atalaia x Torres Novas, Sp. Pombal x Unhais da Serra, Gândara x Penamacorense, B.C. Branco x Marinhense

21ª Jornada (15/03/09) | Portomosense x Nazarenos (1-1), Ilha x Bombarralense (0-2), Fig. Vinhos x Beneditense (0-1), Pataiense x Caranguejeira (1-1), Vieirense x Alq. Serra (1-2), Gaeirense x Marrazes (0-0), Pilado x Guiense (0-0), Alcobaça x Meirinhas (1-0) Equipa J V E D Pts 1º Portomosense 21 15 4 2 49 2º Alcobaça 21 15 1 5 46 3º Alq. Serra 21 10 5 6 38 4º Nazarenos 21 11 4 6 37 5º Beneditense 21 10 6 5 36 6º Bombarralense 21 10 4 7 34 7º Marrazes 21 9 6 6 33 8º Gaeirense 21 9 5 7 32 9º Guiense 21 7 5 9 26 10º Pataiense 21 7 4 10 25 11º Meirinhas 21 6 6 9 24 12º Vieirense 21 6 4 11 22 13º Caranguejeira 21 4 9 8 21 14º Pilado 21 4 8 9 20 15º Fig.Vinhos 21 4 6 11 18 16º Ilha 21 0 1 20 1 22ª Jornada (22/03/09) | Bombarralense x Nazarenos, Beneditense x Ilha, Caranguejeira x Fig. Vinhos, Alq. Serra x Pataiense, Marrazes x Vieirense, Guiense x Gaeirense, Meirinhas x Pilado, Alcobaça x Portomosense


ÚLTIMA 19MARÇO2009

Irmãos, não sejais crianças quanto ao modo de julgar. Sede crianças na malícia, mas, em senso, mostrai-vos homens feitos. Paulo, Apóstolo (Primeira Carta aos Coríntios 14, 20) • [ANO PAULINO - 2008/09]

“Encontra-te com Jesus”

Convívio Fraterno em Fátima Após algum tempo de interregno a equipa dos Convívios Fraternos da diocese de Leiria-Fátima está de volta, para dar a oportunidade a todos aqueles, maiores de 18 anos, que queiram aprofundar um pouco mais a sua experiência de fé e de passar momentos divertidos, durante um fim-de-semana inteiro. Assim, no próximo dia 30 de Abril, quinta-feira, a 3 de Maio, Domingo, realizar-se-á um Convívio Fraterno da diocese de Leiria-Fátima, no Centro de Espiritualidade Francisco e Jacinta Marto, em Fátima. O preço estabelecido é de 60 euros por pessoa e inclui a estadia

e as refeições. O acolhimento será às 20h45, as pessoas participantes deverão de ser pontuais e irem já jantadas. Deverão levar um saco-cama/lençóis (os cobertores serão fornecidos pela casa) e toalhas de banho. O convívio terminará no dia 3, com a Eucaristia, presidida pelo Sr. Bispo, no Ginásio do seminário de Leiria, a ter início às 21h00. Podem comparecer os amigos e familiares. As inscrições deverão ser efectuadas até ao dia 10 de Abril, pois existe um número limite de participantes.

Diocese de Leiria-Fátima

CONVITE DO SENHOR BISPO

Jubileu das vocações 25, 50 e 60 anos Matrimónio / Ministério Sacerdotal Vida Religiosa / Especial Consagração Santuário de Fátima, 2 de Maio de 2009

dos, celebrados, rezados e meditados à luz da fé, em Igreja. Na linguagem comum, usamos o termo “Jubileu” (dia de júbilo, de alegria) para comemorar os 25 ou 50 anos de um acontecimento significativo. Neste ano jubilar paulino, em que procuramos “ir ao coração da fé” para permanecermos firmes e sólidos nela, como exorta o apóstolo Paulo (cf Cl 1,23), enquanto Igreja Diocesana de Leiria-Fátima queremos continuar a iniciativa de celebrar, de um modo especial, o “Jubileu das Vocações” ao matrimónio, ao ministério sacerdotal e à especial consagração na vida religiosa ou na vida secular. Será um momento alto para reviver e reavivar o encanto e a frescura do primeiro “sim”, para celebrar o caminho percorrido e correspondido ao longo da vida, para agradecer a Deus os frutos que, através destas vocações, suscitou ao serviço da vida e do amor, e para renovar os compromissos vocacionais. Assim manifestar-se-á também a beleza das várias vocações que adornam a Igreja de Jesus e fazem dela um jardim florido com o esplendor dos mais variados dons e vocações. Convido, pois, todos e todas que neste ano perfazem 25, 50 ou 60 anos, de matrimónio, de sacerdócio e de vida consagrada a estarem no Santuário de Fátima no dia 2 de Maio próximo, para celebrarmos todos juntos o “Jubileu das vocações”. Desde já, o meu agradecimento. Leiria, 27 de Fevereiro de 2009 † António Marto

Programa 14h30 Acolhimento (Albergue do Peregrino) 15h00 Encontro de apresentação e testemunho 16h30 Eucaristia na Basílica, presidida por D. António Marto 18h00 Convívio no Albergue do Peregrino


4750#OMENSAGEIRO#19MAR09