Page 1

O Celeiro O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

21 anos de compromisso com a verdade

1

R$ 2,00

Ano XXII - Edição 1318 - Campos Novos, SC, 06 de Março de 2014

Titon é afastado da presidência da Alesc Decisão do desembargador José Trindade dos Santos aconteceu 23 dias depois do deputado assumir o cargo.

Leia também A reação de Titon e a resposta do procurador Lio Marcos Marin A proposta de CPI na Alesc para investigar o MPSC Operação Fundo do Poço afasta outros agentes políticos Definição dos crimes e penas A denúncia e como começou a investigação A lista dos 46 indiciados e os motivos do indiciamento Páginas 10 a 15

W W


2

O Celeiro

O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014 CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Editorial O Celeiro, a voz de Campos Novos

D

esde novembro do ano passado, quando o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas defl agrou a operação “Fundo do Poço”, o jornal O Celeiro até então apenas reproduziu as notícias veiculadas pelas assessorias de imprensa dos órgãos ofi ciais, como o Ministério Público e o Tribunal de Justiça, sobre o caso. Ao contrário do que muitos pensam o jornal O Celeiro não é oposição, nem situação. Nestes 21 anos de atuação, o veículo busca levar informação sobre os fatos que acontece na cidade de sua sede, Campos Novos, e dos municípios de abrangência. Oposição ou situação, certa ou errada, a equipe do jornal está sempre em busca da informação mais correta, mais precisa possível. Por vezes não é possível ouvir todos os envolvidos no caso em questão, mas as páginas do jornal estão à disposição de dos todos para que a sua versão seja conhecida dos leitores. Voltando ao caso “Fundo do Poço” que envolve políticos da região. Atendendo aos pedidos de leitores e convictos de que a situação chegou num desdobramento no qual não é possível se omitir, esta edição traz seis páginas sobre a operação e um pouco sobre envolvimento dos 46 indiciados na operação. A reportagem foca o deputado estadual Romildo Luiz Titon por ele ser o político mais infl uente entre os investigados e ser da região de Campos Novos. Cada integrante da equipe do jornal é ligado ou simpatizante de um partido político, às vezes, de forma declarada, às vezes, não. Isso não importa, o que importa é a atuação é de forma responsável e profi ssional para que a informação chegue até você de maneira o mais isenta possível. O leitor é quem deve tirar as suas próprias conclusões. A imparcialidade deste veículo tem sido a sua marca. Prova disso, é que aqueles que pensam que somos oposição, de vez em quando, vem cobrar por matérias mais ‘picantes’ e nos acusam de estar ‘pegando’ leve para os que deixam a desejar em sua atuação, principalmente no setor público. Os mesmos ‘problemas’ que volta e meia registramos neste semanário, como nesta edição, na coluna O Celeiro na Comunidade, que traz o problema da água da chuva que invade as casas no bairro Senhor Bom Jesus por falta de e má infraestrutura nas ruas são problemas em que a situação persiste há 12 anos, segundo moradores. Isto é falta de vontade política para resolver e melhorar as condições de vida da população. Infelizmente esta falta de vontade dos políticos, não é privilégio de Campos Novos, nem de Santa Catarina. Basta assistir aos noticiários da televisão e ler os jornais de circulação nacional para constatar que o Brasil está cheio de problemas em todas as áreas, infraestrutura, educação, social, transporte, habitação, entre outras. As coisas só irão mudar quanto você mudar. Lute por seus direitos e conte com o jornal O Celeiro para dar voz as suas manifestações. A Redação

EXPEDIENTE Diretor: Alexandre Alvadi Di Domenico Jornalista responsável: Claudia Mota (DRT/SC 816 JP) Repórter: Anna Carolina Floriani Pereira Comercial: Gabriella Hoppen Diagramação/Arte: Wilhiam Rodolfo Peretti Fechamento da edição: às terças-feiras à tarde

CIRCULAÇÃO

Abdon Batista, Brunópolis, Campos Novos, Celso Ramos, Ibiam, Vargem e Zortéa.

FALE CONOSCO

O Celeiro

Agenda Dia de Campo da Coocam Neste sábado, dia 8 de março, a Cooperativa Agropecuária Camponovense (Coocam) realiza o Dia de Campo de Verão no campo demonstrativo da fi lial de Lebon Régis (SC).

Motocross e Velocross Acontece neste fi m de semana (8 e 9 de março), a terceira etapa do Campeonato Gêmeas do Iguaçú 2014,no Parque Industrial e Ecológico Ernesto Zortéa. Inscrições no local, no sábado (8), a partir das 13 horas.

Liquida Campos Novos A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Campos Novos promove o Liquida Campos Novos. De 10 a 15 de março, as lojas participantes estarão com descontos arrasadores, promete a promoção.

Só para elas A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Campos Novos promove um “Café palestra só para elas”, com a palestrante Sibeli Cristina, que vai abordar o tema “A mulher que se gosta é a mulher que todos gostam”. O evento, que é um presente da entidade pelo Dia da Mulher (8/3), começa às 19h30, no dia 12 de março, no auditório da Casa da Cultura. A entrada é gratuita e as vagas são limitadas. Reservas na CDL.

Paulo Blasi, 80 anos A Escola de Educação Básica Paulo Blasi convida para a solenidade de comemoração de seus 80 anos de história. A cerimônia será na sexta-feira, dia 14 de março, às 19h30, nas dependências da escola, na Rua Coronel Pedro Carlos, 803, no Centro. Divulgue seu evento na nossa agenda: celeiro@brturbo.com.br

O Celeiro Anuncie no Jornal mais lido e regional de maior circulação! (49) 3541.0597 Nossa História em Fotos

Fotos: Acervo/Benito Zandoná

Fundado em 25 de Junho de 1992 - CNPJ: 12.188.377/0001-03 Associado à Associação Catarinense de Jornais Periodicidade Verificada pela Abrajori Brasília (ACJ) Associação Empresarial, Rural e Cultural Camponovense(ACIRCAN) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Tiragem 1.500/semana Impressão: Gráfica Araucária/Lages-SC

Rua Marechal Deodoro, 335 - Centro - CEP 89620-000. Campos Novos - SC Redação: celeiro@brturbo.com.br Comercial: oceleirocomercial@gmail.com Fone: Financeiro: oceleirofinanceiro@gmail.com

(49) 3541-0597

As colunas e artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião do jornal.

Carnaval de Rua em 1968: Rei Momo Suay Assad e Rainha Marlene de Negri.


O Celeiro

O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014 CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

3


4

O Celeiro

O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014 CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

O Celeiro

na Comunidade

Lama e atoleiro em dias de chuva em ruas do bairro Bom Jesus

Fotos: Anna Carolina/O Celeiro

A coluna O Celeiro na Comunidade desta edição expõe a situação difícil que os moradores do bairro Senhor Bom Jesus enfrentam em dias de chuva nas Ruas Zenóbio Falcão, Felicita Bresola e Agenor Farias. Na parte da Rua Benito Zandona, que não é pavimentada, a tubulação não é adequada e não suporta a enxurrada. A tubulação não vence o escoamento da água da chuva, que inunda algumas casas. A moradora Elizangela relatou que a

rua vira em lama. “É lama, é barro, a atoleiro, porque passa bastante carro. Tanto aqui quanto na rua que mora minha sogra. É barro que se facilitar tem que andar de bota de borracha.”. A situação é crítica e duradoura. Segundo relatos de outro morador, a precariedade já dura quase 12 anos. “Desde o tempo em que nós viemos morar pra cá, já vai fazer 12 anos no mês de setembro.”. Uma solução adotada em dias de

chuva pelos moradores é calçar sacolinhas de plástico sob os calçados, até alcançar as ruas pavimentadas. Natalino Francisco de Oliveira mora em Blumenau e tem duas casas alugadas no bairro. Ele veio para Campos Novos de férias somente para construir o muro e tentar resolver o problema da água que invade as casas. “Moro em Blumenau e tenho duas casas alugadas aqui, mas a situação estava precária. Eu vim de lá de férias, mas minhas férias foi só

construir o muro e impedir que a água tomasse conta da minha casa. A promessa é sair o asfalto. A engenheira já esteve aqui e eu vou esperar para ver se sai o asfalto.”. A promessa é que o asfalto saia entre os meses de junho e julho, contou Natalino. “Diz que até o mês de junho, julho. Antes era o problema da sanga, foi feita a drenagem da sanga e resolveu. Agora a água de cima vem toda. Aqui tem a tubulação, mas é de 40 e está toda entupida. Eles vão colocar tubulação de 80.”.


Educação 5 Sindicato dos Trabalhadores Rurais investe na qualificação profissional O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Campos Novos juntamente com a GW Consultoria e Treinamento promoveram de 28 de fevereiro a 2 de março, o curso de Máquinas Pesadas, no auditório da Unoesc Campos Novos. O curso teve 70 participantes. O curso teve como objetivo a profissionalização e repasse de noções de como se lidar e operar máquinas pesadas como escavadeira hidráulica, retroescavadeira, pá-carregadeira, guindauto (munck) e patrola. Para o Vilson Gilioli, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Campos Novos, o curso é importante para a profissionalização não só de pessoas ligadas ao sindicato como da sociedade em geral, até porque o curso é aberto, tem custos para o aluno, mas atinge público em geral. “A GW Consultoria e Treinamento nos procurou há dois anos para oferecer os seus serviços, tivemos dois cursos, em 2012, um foi realizado em fevereiro e outro em novembro. Percebemos a confiança que a empresa nos proporcionou e a felicidade dos alunos em aprender a se profissionalizar e hoje já estamos no terceiro.”. No curso, o aluno escolheu uma máquina para operar e durante quatro dias com aulas teóricas e material didático ele aprendeu a operar. No sábado (1°) aconteceram as aulas práticas em um terreno fornecido por um produtor rural, além disso, o curso ofereceu certificado de conclusão e carteira para operação.

Foto: Wilhiam Peretti/O Celeiro

Elvio Gomes Lima, gerente técnico da GW, contou que o curso na região é prati-

camente exclusivo e a área de atuação é muito abrangente o que facilita a entrada no merca-

do de trabalho.


6

Saúde

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Escola de formação em saúde inicia este mês suas atividades na SDR Campos Novos Uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina, intermediado pela Secretaria de Desenvolvimento Regional de Campos Novos, por meio da Gerencia de Saúde, a Escola de Formação em Saúde (Efos), instituição voltada para a capacitação e formação de profissionais da saúde, deve iniciar suas atividades diretamente com os alunos na próxima segunda-feira, dia 10 de março. No entanto, as capacitações e reuniões com as equipes de tutoria e coordenação estão bem avançadas. Com o curso de formação para Agentes Comunitários de Saúde, o primeiro ofertado pela instituição, a Escola irá atender 44 agentes que estão na ativa, nesse primeiro momento, no sentido de capacitá-los e formá-los para a atividade que exercem, já que estes profissionais são o elo entre a unidade de saúde e a comunidade. De acordo com a gerente de saúde da SDR Campos Novos e coordenadora do curso, Milena Becher, nessa primeira turma serão atendidos os agentes dos municípios de Abdon Batista, Brunópolis, Celso Ramos, Vargem e Zortéa. Com 400 horas de duração e com previsão para término em meados de junho, o curso que mescla teoria, que será feito na Regional, a prática, que será feita no próprio território de trabalho dos agentes, vai dar aos profissionais embasamento e ferramentas para que possam atuar de forma mais incisiva

Foto: Divulgação/Google

e determinante no desenvolvimento das políticas de saúde promovidas pela Estratégia de Saúde da Família. “O curso fará com que os agentes de saúde recebam ainda mais conhecimento sobre técnicas de escuta, acolhimento, ética e demais funções exercidas por ele, para que o acompanhamento e diagnóstico funcional que deve ser feito por meio da Estratégia de Saúde da Família (ESF) aconteça de fato e a contento, trazendo dados fidedignos as Unidades de Saúde possibilitando que o processo de trabalho proporcione a promoção efetiva da saúde.”, explicou Milena.

Saúde mental também é o foco

A atuação da Escola não para por aí. Novo curso também será oferecido pela instituição. Com prazo previsto para meados de março, a capacitação em Saúde Mental – com ênfase em crack, álcool e outras drogas, proporcionada pelo projeto Caminhos do Cuidado, vai capacitar agentes de saúde e ainda, técnicos e auxiliares de enfermagem das Equipes de Saúde da Família dos municípios da 8ª Gerência de Saúde. A capacitação, que terá duração de 60h, por um período de cinco semanas, sendo 40h presencial e outras 20h de dispersão, vai possibilitar a identificação e mapeamento dos casos de saúde mental nos municípios e

ainda proporcionar conhecimento para que estes profissionais promovam o acompanhamento e encaminhamento, quando necessário, da população. “Através da capacitação queremos que o profissional que está lá na ponta, que é quem cria relações de vínculo com a comunidade esteja preparado para identificar casos de transtornos mentais, que vão desde o uso de drogas até casos de psicoses, transtornos de humor, neuroses entre outros, no sentido de estabelecer políticas de prevenção e ajuda a estes pacientes.”, explicou Milena. O secretário de desenvolvimento regional de Campos Novos, Vilibaldo Erich Schmid lembrou que a iniciativa é de extrema im-

portância, haja vista que estes profissionais estando treinados e habilitados para promover essa identificação o serviço se torna mais eficiente e rápido para o atendimento a essas pessoas que necessitam de acompanhamento e cuidado. “A saúde está no centro de nossa atenção.”, ressaltou. Dados das Unidades de Saúde dos municípios que compõem a 8ª Gerência, apontam que no ano de 2013, mais de 13 mil pessoas manifestaram queixas de ordem psíquica e comportamental nas unidades de atendimento. Destas, 5.779 demandam assistência - ou na rede básica, ou especializada, por parte desses transtornos.

Campos Novos recebe mais dois médicos do programa “Mais Médicos” Chegaram a Campos Novos na terça-feira (25/02) mais dois médicos que fazem parte do programa “Mais Médicos”, do Governo Federal. Os profissionais devem começar a atuar na cidade nos próximos dias. Campos Novos se inscreveu no programa e deve receber um total de quatro profissionais. Os médicos devem atuar no município por três anos. Paola Beatriz Sosa é de nacionalidade Argentina e Madier Saldanha Correa é brasileiro, da cidade de Alegrete (RS), os dois são formados na Argentina. Vale ressaltar que já está atuando em Campos Novos a médica cubana Isvel Toirac Cantillo, que chegou ao município no mês de dezembro. Outro profissional ainda deve ser encaminhado para Campos Novos. Os novos profissionais aguardam a liberação do Ministério da Saúde para iniciar os trabalhos. De acordo com o secretário de saúde, Nelson de Paula, até que a portaria do Ministério seja divulgada, os médicos farão

Foto: Divulgação/PMCN

acompanhamento dos trabalhos nas Unidades de Saúde para se inteirarem sobre o atendi-

mento e a relação de medicamentos disponíveis, assim como conhecerão o Hospital Dr.

José Athanázio e a Farmácia Básica Municipal.


O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Empresarial

Experiência e credibilidade que fazem a diferença

7

A qualidade da equipe é um dos diferenciais do serviço prestado pela Orcatéa Escritório de Contabilidade ‘Mais que um serviço de contabilidade, a família Zancanaro oferece gestão tributária por meio da Orcatéa Escritório de Contabilidade. Desde 1970 a empresa Orcatéa Escritório de Contabilidade traça um longo caminho de credibilidade e tradição no ramo contábil, passando por duas gestões, a primeira do pai Hilário Zancanaro, e desde 2004, sob a administração do filho Silvio Alexandre Zancanaro. Segundo Silvio Alexandre Zancanaro, os serviços prestados pela Orcatéa vão desde a constituição da empresa, regularização, assessoria e consultoria gerencial e fiscal. “Muito mais na parte fiscal, devido à burocracia que existe hoje no nosso país, mas quando somos solicitado ou contratado, nós damos também suporte gerencial.”. Na contabilidade fiscal os serviços abrangem o departamento fiscal e pessoal completos, toda a parte de contabilidade, além da gestão tributária de produtores rurais, registro de funcionários, domésticas, microempreendedores individuais e declaração de imposto de renda. A Orcatéa também presta serviço para condomínios e cooperativas. Na matriz, em Campos Novos, a empresa abrange todos os municípios da Associação dos Municípios do Planalto Sul de Santa Catarina (Amplasc) e da Associação dos Municípios do Meio Oeste Catarinense (Amooc). Segundo Zancanaro, a maioria dos clientes está concentrada em Campos Novos, mas há também atendimento em outros municípios. “Aqui nós temos a matriz, que atende toda a região da Amplasc e Amooc. A maioria em Campos Novos, mas também temos clientes em Celso Ramos, Joaçaba, Videira, Caçador, Capinzal, Zortéa, Anita Garibaldi e Abdon Batista.”. A Orcatéa conta com filial da empresa em Itapema (SC), na qual atende clientes de Joinville a Florianópolis, enfatizou Zancanaro. “Em Joinville eu tenho um contrato com a Whirlpool, que é a detentora das empresas da Brastemp, Eletrolux e Consul, faço a regularização de obras do parque fabril de Joinville. Trabalhamos já para a Orbenk, regularizando os galpões que eles têm para alugar. Nós trabalhamos forte na parte de regularização e construção civil em Joinville. Em Florianópolis, te-

Fone: 3541-6600

Fotos: Wilhiam Peretti/O Celeiro

mos algumas construtoras e o forte é a região de meia praia, Balneário Camboriú, Bombas, Bombinhas, Nova Trento e Tijucas.”. São cinco colaboradores na filial da empresa e em Campos Novos, 18 funcionários. Zancanro destacou a qualidade da equipe como um dos diferenciais do serviço prestado pela Orcatéa Escritório de Contabilidade. O planejamento da empresa vislumbra agora a busca da certificação de qualidade nos serviços prestados. “Nós temos uma meta ousada de pensar em um certificado ISO. Ainda é um sonho distante, mas não impossível. A gente vai começar a trabalhar este ano de 2014, implantando alguns indicadores de qualidade de serviço.”. Desde 2006, a empresa adota um planejamento anual com sucesso, atingindo no mínimo 75% das metas estabelecidas.

Mudanças na contabilidade rural Silvio Alexandre Zancanaro chamou atenção do agricultor para as mudanças na contabilidade rural. Com a nota fiscal eletrônica, o que era difícil de fiscalizar, foi facilitado. Neste sentido Zancanaro orienta o produtor para que se formalize. “É importante realmente que o produtor comece a ter essa preocupação. Começar a tomar conta também da parte documental, porque cada vez mais, o círculo de fiscalização está se estreitando. Existe uma grande tendência de buscar aqueles que não estão de acordo com a lei, de uma possível fiscalização ou até mesmo notificações.”. Zancanaro avaliou ainda que quanto à mão de obra no meio rural, há dois aspectos a serem avaliados. Um deles são os trabalhadores contratados em propriedades onde a produção é constante, devido a diversidade da produção. Outro aspecto são os trabalhadores contratados em período temporário, em época de plantio e colheita. Mas é fato que a mecanização tem reduzido a mão de obra no campo, disse ainda o contador.

E-Social vigora em 2014

O contador também alertou para

a entrada em vigor neste ano de 2014 do esocial, que vai abranger todas as áreas de atuação, seja para pequenos, médios, grandes produtores ou empreendedores, além dos trabalhadores. O e-Social abrange a folha de pagamento, obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais relativas à contratação e utilização de mão de obra com ou sem vínculo empregatício. Trata-se, portanto, de uma relação digital entre empregos, empregadores e governo. Além de prestar informações à Re-

ceita Federal, o e-social traz obrigações em relação ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Caixa Econômica Federal (CEF), Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e Justiça do Trabalho. O sistema deve eliminar algumas obrigações acessórias a partir de 2015, como Dirf, Rais, Caged e Manad. E, em contraponto, oferecer transparência sob o ponto de vista fiscal, controle, combate à sonegação e a garantia de acesso à informação por parte dos trabalhadores.


8 Aniversário O Celeiro Prefeitura lança a programação dos 133 anos de Campos Novos CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Festividades acontecem durante todo o mês de março. Shows com Bruno e Marrone e Victor e Léo são destaques Fotos: Divulgação/PMCN

A Prefeitura de Campos Novos por meio da Comissão Central Organizadora lançou, na quinta-feira (27/02), a programação alusiva aos 133 anos do município que será comemorado durante todo o mês de março. A cerimônia aconteceu no Clube Sete de Setembro e contou com a presença de mais de 350 pessoas entre autoridades, parceiros, patroci-

nadores e representantes da sociedade camponovense. A programação conta com eventos gratuitos à população e que envolverão diversos segmentos como: esporte e lazer, feira da indústria, comércio e turismo, encontro de veículos antigos, encontro empresariais, noite gospel e shows locais e nacionais.

O secretário de indústria, comércio e turismo e presidente da CCO, Márcio Azevedo, durante pronunciamento agradeceu às entidades parceiras, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Campos Novos e Associação dos Municípios do Planalto Sul de Santa Catarina (Acircan) pelo apoio e disposição na organização das festividades. O prefeito Nel-

son Cruz ressaltou que o município precisa de todos engajados para continuar crescendo e que a programação tem por objetivo celebrar a data com toda a população. Dentre as atividades alusivas ao aniversário de Campos Novos, destaque para os shows nacionais de Bruno e Marrone, Victor e Leo, U2 Connection e Banda Mercosul nos dias 28, 29 e 30 de março.

Programação Campos Novos 133 anos (Março) Dias 8 e 9 – Etapa do Campeonato Gêmeas do Iguaçu de Motocross e Velocross, no Parque Ernesto Zortéa. Dia 11, às 18h – Lançamento do Festival Gastronômico de Campos Novos, na Prefeitura Municipal. Dia 10 a 15 – Semana do Consumidor / Liquida CDL. Dia 13, às 9h e às 14h – Dia da Escola, no Salão Paroquial (Realização: Secretaria de Educação). Dia 15, às 19h30, na Salão Paroquial – Espetáculo Cultural Caravana 104 (Realização: Rádio Comunitária 104,9 FM) às 19h30 – Projeto Conhecendo o Universo, na Praça Lauro Müller. Dias 15 e 16 – Encontro de Veículos Antigos, na Praça Lauro Müller. Dia 19, às 20h – Encontro Empresarial, no auditório da Fundação Cultural (Apoio: CDL, Acircan e Facisc). Dias 17 a 22 – Semana de Preservação do Meio Ambiente – Eco ônibus e túnel inflável da Fatma para educação ambiental, plantio de árvores nativas no Parque Ernesto Zortéa (Realização: Fundema, Secretaria de Agricultura e Secretaria de Educação). Dia 21, às 9h – Lançamento do Projeto Óleo Vida e Distribuição de Mudas (Samae e Fundema) Dia 22, às 7h30 – Mutirão de Limpeza do Rio Canoas, saída da Balsa Santa Ana (Realização: Samae e Fundema. Parceria: Enercan, Lago Azul, Fatma, Polícia Militar Ambiental e VT Ambiental) às 20h – Noite Gospel: show nacional Quarteto Gileade, no Ginásio do Colégio Auxiliadora. Às 14h – Maratoninha e às 16h, Corrida Rústica Campos Novos 133 Anos, na Praça Lauro Müller. Dia 23, às 8h – Pedalada de Outono, no Parque Ernesto Zortéa e às 8h – Torneio de Tiro Esportivo, no Clube Camponovense de Caça e Tiro Esportivo. Dia 26, das 7h às 19h – Fase Municipal Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti), na Associação Atlética Copercampos, às 19h – Missa pelos 60 Anos do Colégio Auxiliadora, na Igreja Matriz. Dia 28/03 (sexta-feira), no Completo Esportivo Cid Caesar de Almeida Pedroso. 19h, abertura da Feira de Indústria, Comércio, Turismo e Serviços. Praça de Alimentação. Shows locais e regionais no palco alternativo. Parque Infantil.

21h30 - Show Banda Jhonny Size. 22h30 - Show U2 Connection. 00h - Show Banda Mercosul. 00h - Tenda Eletrônica (atração com cobrança de ingresso). Dia 29/03 (sábado), no Completo Esportivo Cid Caesar de Almeida Pedroso. 14h - abertura da Feira de Indústria, Comércio, Turismo e Serviços. Praça de Alimentação. Shows locais e regionais no palco alternativo. Passeios de Helicóptero (atração com cobrança de ingresso). Parque Infantil. Tirolesa e Paredão de Escalada. 16h - Pagode na Tenda Eletrônica (atração com cobrança de ingresso). 22h - Show com César Heitor. 22h45 - Abertura oficial da Festa. 23h - Mega Show com Bruno e Marrone. 00h30 - Tenda Eletrônica (atração com cobrança de ingresso). 00h30 - Show no Palco Alternativo. 30/03 (domingo), no Completo Esportivo Cid Caesar de Almeida Pedroso. 8h - Trilha Escoteira, saída da sede do Grupo Escoteiro Araucária. 9h - Missa de São Gonçalo, na Igreja Matriz São João Batista. 10h - Abertura da Feira de Indústria, Comércio, Turismo e Serviços. Praça de Alimentação. Shows Locais e Regionais no Palco Alternativo. Passeios de Helicóptero (atração com cobrança de ingresso). Parque Infantil. Tirolesa e Paredão de Escalada. 20h - Show com Banda Pulso. 21h - Mega Show com Victor e Léo. 22h30 - DJ Rodrigão.


O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Segurança 9

Prisões e mortes nas estradas são registradas durante o feriadão de carnaval Entre última sexta-feira (28) e à tarde de terça-feira (4), duas pessoas foram presas por tráfico de drogas, dois jovens morreram vítimas de acidente de trânsito e uma família perdeu a casa em um incêndio registrado no bairro Aparecida. As ocorrências foram atendidas pelo setor de Segurança Pública, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar e Samu de Campos Novos, durante o feriadão de carnaval no município. Na sexta-feira, por volta das 22h, uma ação da Polícia Civil resultou na prisão de um casal por tráfico de drogas na Rua Santa Efigênia, bairro Santo Antônio. De acordo com o delegado Lucas Fernandes da Rosa, cerca de 70 gramas de cocaína foram apreendidas na residência de Anderson Maciel (vulgo Ganso) e Andréia Maria Fernandes. Dois veículos e um revólver também foram apreendidos. Segundo Lucas Rosa, o entorpecente seria comercializado durante o carnaval do município. “Através dessas ações, a Polícia Civil busca assegurar a paz e a tranquilidade na cidade. Pois o tráfico de drogas desencadeia uma série de outros delitos, como furtos, agressões e até acidentes de trânsito podem ser ocasionados por usuários.”, enfatizou o delegado. Ainda segundo o delegado a droga estava escondida em um dos pés do balcão da cozinha, dentro de balões. Ganso e Andréia já haviam cumprido pena por tráfico de drogas. Eles foram presos em flagrante e conduzidos à delegacia para os procedimentos. No sábado (1°) uma casa ficou totalmente destruída em um incêndio registrado por volta das 19h15 na Rua Jean Martins Ribeiro, bairro Aparecida. Três pessoas que moravam no local, não se feriram. Apenas uma mulher que residia na casa passou mal e foi conduzida ao Hospital Dr. José Athanásio. A residência era de madeira e localizada aos fundos de outro imóvel, o que dificultou o acesso para o controle do fogo. Populares ajudaram os bombeiros a combater as chamas e evitar que o fogo se espalhasse nas casas próximas. A ocorrência foi atendida pelo Corpo de Bombeiros, SAMU e Polícia Militar.

Fotos: BolgOséiasInácio

Incêndio registrado por volta das 19h15 na Rua Jean Martins Ribeiro, bairro Aparecida

Na madrugada de domingo (2), duas pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida em acidente de trânsito registrado na SC-456 trecho entre os municípios de Abdon Batista e Campos Novos. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o acidente envolveu um veículo Vectra com placas de Celso Ramos. Osmar Cercena, 24 anos, e Gilson Marcelo, 21 anos, que estavam no carro, não resistiram aos ferimentos e morreram no local. O condutor do automóvel, Felipe Matos, 20 anos, foi encaminhado em estado grave ao Hospital Santa Terezinha de Joaçaba, com suspeita de traumatismo craniano. Os jovens residiam em Celso Ramos e estariam retornando de uma festa em Abdon Batista. O veículo caiu em um barranco às margens da rodovia após uma saída de pista. As causas do acidente estão sendo apuradas.

70 gramas de cocaína foram apreendidas na residência de Anderson Maciel e Andréia Maria Fernandes

Acidente de trânsito registrado na SC-456 trecho entre os municípios de Abdon Batista e Campos Novos

Professor de música camponovense morre afogado em Lages

Um jovem professor de música morreu afogado na tarde de segunda-feira (3) em Lages. Joriel Ribeiro, de 21 anos, era morador de Campos Novos, e tomava banho no Rio Caveiras quando perdeu a vida. O acidente ocorreu por volta das 14h30. Joriel estava com amigos, na localidade de Salto Caveiras, balneário localizado a 20 quilômetros do centro de Lages, e decidiu entrar na água para brincar, mesmo

a temperatura estando na casa dos 20ºC na cidade serrana. Não se sabe a circunstância do afogamento, mas segundo a Polícia Militar, Joriel entrou no rio na companhia de um amigo, que não conseguiu resgatá-lo a tempo de evitar o pior. Os bombeiros foram acionados e localizaram Joriel a 20 metros da margem do rio e a quatro de profundidade. O corpo foi levado

ao Instituto Médico Legal (IML) de Lages. Joriel estudou licenciatura em música na Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) e atualmente trabalhava na Fundação Cultural Camponovense. Joriel Ribeiro era filho do Pastor João Ribeiro. O corpo do jovem foi velado no Centro de Eventos Galpão Crioulo e sepultado no cemitério Dom Daniel Hostin em Campos Novos.


10 Especial

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Titon é investigado e afastado da presidência da Assembleia Legislativa de Santa Catarina Outros agentes da região investigados na Operação Fundo do Poço também permanecem afastados do cargo

Foto: Divulgação/Alesc

Um fato histórico para a Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) e também para o PMDB. O afastamento do deputado estadual Romildo Luiz Titon (PMDB) da presidência da Assembleia, ocorreu 23 dias depois dele assumir o cargo, após 26 anos em que o partido não respondia pela função política. Titon e mais 45 pessoas, entre empresários e agentes públicos, são suspeitas de integrar uma quadrilha interestadual que fraudava procedimentos licitatórios destinados à perfuração de poços artesianos em 2012, desviando dinheiro público e distribuindo vantagens ilícitas, desencadeando a Operação Fundo do Poço, em dezembro do ano passado. A denúncia é do Ministério Público estadual. O afastamento de Romildo Titon da presidência da Assembleia Legislativa foi determinado pelo desembargador José Trindade dos Santos no final da tarde do dia 26 de fevereiro. O magistrado, relator do inquérito criminal sobre a Operação Fundo do Poço, atendeu a um pedido feito pelo Ministério Público de Santa Catarina. Em seu despacho, o desembargador afirma que as provas até agora incluídas no processo mostram que o deputado “praticou por conta do cargo público em que foi investido, crimes contra administração pública: recebimento de vantagens indevidas, caracterizadoras de corrupção passiva, por quatro vezes, além de advocacia administrativa.” Com o afastamento de Titon, assumiu a presidência Joares Ponticelli (PP), que respondia pela vice-presidência da Alesc. Era o próprio Ponticelli que comandava a sessão no momento da chegada do representante judicial no final da tarde do dia 26 de fevereiro. Assim que tomou conhecimento do teor da liminar concedida pelo desembargador, o pepista telefonou para Titon, que estava no gabinete e deixou a Assembleia de maneira discreta. No próprio gabinete da presidência, Ponticelli iniciou uma reunião de crise. Chamou a mesa diretora, outros deputados e a procuradoria da Assembleia. Em conjunto, foi assinada uma breve nota oficial que em duas frases anunciava o recebimento da comunicação do Tribunal de Justiça (TJ-SC) e a interinidade de Ponticelli. O afastamento de Titon é

pelo prazo de 180 dias. A denúncia não afeta as funções de deputado. A Procuradoria Geral da Assembleia Legislativa impetrou recurso no Tribunal de Justiça para tentar revogar a medida cautelar que resultou no afastamento do deputado Romildo Titon da presidência do legislativo. O recurso foi rejeitado ou não foi conhecido (termo jurídico que significa que o pedido não foi concedido). O 1º vice-presidente, desembargador Torres Marques, ao negar provimento sustentou que a liminar foi concedida pelo Órgão Especial, instância máxima do Judiciário, e que o pedido deveria ser submetido ao Superior Tribunal de Justiça ou Supremo Tribunal Federal. A repercussão política do afastamento de Titon da presidência da Assembleia foi intensa em todo o estado e os poderes tentam evitar uma crise institucional.

A reação de Titon e a proposta de CPI na Assembleia para investigar o Ministério Público de Santa Catarina Após ser afastado, o deputado Romildo Titon usou a tribuna da Assembleia na manhã de quinta-feira (27). Num discurso inflamado, de 14 minutos e 49 segundos, convocou os demais deputados a questionar a conduta do Ministério Público de Santa Catarina, mostrando-se favorável à CPI. Poucos dias antes do afastamento, o deputado mantinha-se neutro. No seu pronunciamento Titon também voltou a declarar o que chamou de “ser ouvido em sua intimidade particular”, por 16 meses, se referindo aos grampos instalados em seus telefones durante a investigação da Operação Fundo do Poço. O deputado se referiu ainda a investigação como uma devastação de seu patrimônio particular. Titon também reclamou da repercussão do fato na imprensa, como se fosse “um fato inédito no Brasil.”. Questionou ainda a divulgação das imagens e áudios colhidos durante a investigação do Grupo de Atuação Especial

de Combate as Organizações Criminosas de Santa Catarina (Gaeco) e voltou a classificar a denúncia do MP de “achismos e suposições”. O afastamento da presidência, disse Titon, foi uma afronta à Assembleia Legislativa. O parlamentar ainda declarou na tribuna da Alesc, não ter “medo de ser investigado”. Argumentou que o papel do parlamentar é ser interlocutor do município com o governo, intermediário da liberação de recursos para os municípios. Também disse que o parlamentar não tem culpa se “lá na ponta alguma administração fez algum ato ilícito.”. O deputado voltou a desafiar o Ministério Público a provar as denúncias, sob argumento de que 99% dos recursos levantados na investigação não são verbas que ele intermediou. Para o parlamentar, é “estranho e surpreendente” que no momento em que a Assembleia Legislativa tenta buscar assinaturas para instalar CPI e investigar o Ministério Público, em denúncia oferecida pelo deputado Jailson Lima (PT), se verifique “a presença do procurador Lio Marin fazendo via-sacra nos gabinetes.”. O pedido para abertura da CPI na Assembleia Legislativa tem por base o pagamento de salários acima do teto constitucional a membros do MP e a compra de um terreno para a construção da sede do órgão, por R$ 123 milhões, que teria violado a Lei de Licitações. Há divergências quanto à instalação

da CPI. A bancada do PSD garantiu que não irá fornecer assinaturas. Segundo o deputado Darci de Matos, líder da sigla, é preciso que os poderes mantenham um bom relacionamento entre si que seja respeitada a tarefa de cada um deles. São necessárias no mínimo 14 assinaturas de deputados para a comissão ser instaurada. Titon ainda declarou em seu pronunciamento que foi retirado da presidência, mas não da Tribuna e se sente “livre, leve e solto para falar o que bem entende e mais do que nunca com coragem.”. O parlamentar reclamou que está sendo condenado antes mesmo de ser apreciada a denúncia do Ministério Público pelo Tribunal de Justiça.

Ministério Público rebate declarações e procurador diz que afastamento teve por objetivo garantir a instrução do processo O procurador-geral do MP (Ministério Público) Lio Marcos Marin rebateu as acusações do deputado Romildo Titon (PMDB) de que a ação contra o parlamentar esteja relacionada com um pedido de CPI que está sendo avaliado pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina. “De nossa parte não tem nenhuma


O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014 vinculação, as investigações elas começaram em início de 2012. Elas vieram para a Procuradoria Geral de Justiça em fi nal de 2012, portanto muito antes de qualquer cogitação de CPI ou qualquer outra coisa.”. Foto: Anna Carolina/O Celeiro

medidas judiciais para a responsabilização de todos os envolvidos.”. O procurador considerou ainda que o Ministério Público preza pela boa relação institucional e entende ser muito importante manter os poderes e órgãos do estado fortes e acreditados. Desta forma, disse Lio Marin, “em momento algum o Ministério Público quer ferir a imagem e o trabalho da Assembleia e dos deputados, imprescindíveis para a democracia e para o estado democrático de direito.”. Lio Marin confi rmou que constam como um dos motivos principais no pedido do afastamento o fato de Titon, na presidência da Assembleia, ter nomeado como chefe de gabinete Lissandra Duwe Pasetto, mulher de Evandro Carlos dos Santos, ex-diretor de Tecnologia e Informação da Assembleia e um dos 46 denunciados na Operação Fundo do Poço. Segundo o procurador, o processo ainda está na fase de respostas dos denunciados, está com o órgão pleno do Tribunal de Justiça e vencido o prazo de apresentação das respostas, o órgão deverá receber ou não a denúncia do MP. Como são vários os denunciados, o prazo de resposta varia, mas a expectativa do procurador é que a justiça se pronuncie sobre a denúncia entre o fi nal de março e início de abril. Os crimes denunciados em todo o processo são de organização criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva, advocacia administrativa, fraude em administração e peculato. O deputado Romildo Titon, confi rma o procurador Lio, é denunciado por organização criminosa, corrupção passiva e advocacia administrativa.

Outros agentes políticos também permanecem afastados

Lio Marcos Marin Procurador-geral do MP (Ministério Público)

Lio Marcos Marin diz também que o Ministério Público pauta suas decisões dentro da lei e não age movido por intenções políticas. “O Ministério Público não age movido por intenções políticas, age buscando a aplicação da lei e a justiça, de forma eminentemente técnica. O que nós fi zemos é, verifi cada a participação dele, em nosso ver, nos fatos, buscar as

Lio Marcos Marin ressaltou que a medida de afastamento não é exclusiva ou destinada apenas ao presidente da Assembleia Legislativa (agora afastado). “Essa medida não é uma medida exclusiva ou destinada apenas ao presidente da Assembleia Legislativa, é uma medida que já tinha sido tomada contra diversos outros agentes públicos e políticos e que em razão da assunção do deputado Titon na função de presidente da Assembleia Legislativa, nós também entendemos oportuna nos termos da legislação buscar o seu afastamento.” Na região, permanecem afastados dos cargos, o prefeito de Abdon Batista, Lucimar Salmória, acusado de corrupção passiva

Especial 11

e peculato, o vice-prefeito de Abdon, Fernando Mocelim, acusado de corrupção passiva, fraude em licitação e peculato, a prefeita de Celso Ramos, Inês Terezinha Pegoraro Schons, acusada de corrupção passiva e fraude em licitação, o prefeito de Erval Velho, Walter Kleber Kucher Júnior, acusado de corrupção passiva, fraude em licitação e peculato. Já o ex-secretário do desenvolvimento regional e ex-prefeito de Abdon Batista, Luiz Antonio Zanchetti, é acusado de corrupção passiva, fraude em licitação e peculato. Foram afastados ainda o vice-prefeito de Peritiba, Valmor Pedro Bacca, o vereador e secretário de Assistência Social de Celso Ramos, Juvelino Varela, o secretário de Agricultura de Piratuba, André Jamir Turra, e o secretário de Turismo de Piratuba, Adélio Spanholi.

Definição dos crimes Corrupção passiva: O Código Penal, em seu artigo 317, defi ne o crime de corrupção passiva como o de “solicitar ou receber, para si ou para outros, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem.” Peculato: Crime de desvio de dinheiro público por funcionário que tem a seu cargo a administração de verbas públicas. É crime específi co do servidor público e trata-se de um abuso de confi ança pública. Advogacia administrativa: É a utilização indevida das facilidades do cargo ou das funções. usar o seu poder funcional junto a um órgão público, sempre em favor de terceiros. Organização criminosa: Segundo a lei 12.850, de agosto de 2013, “Considerase organização criminosa a associação de 4 (quatro) ou mais pessoas estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas, ainda que informalmente, com objetivo de obter, direta ou indiretamente, vantagem de qualquer natureza, mediante a prática de infrações penais cujas penas máximas sejam superiores a 4 (quatro) anos, ou que sejam de caráter transnacional”

Penas Crime de organização criminosa – 3 a 8 anos de reclusão Corrupção passiva – 2 a 12 anos de reclusão Corrupção ativa – 2 a 12 anos de reclusão Advocacia administrativa – 1 a 3 meses de detenção Fraude em licitação – 2 a 4 anos de reclusão Peculato – 2 a 12 anos de reclusão.

Foto: Wilhiam Peretti/O Celeiro


12 Especial A denúncia Segundo o MPSC, a investigação apurou que, desde 2009, empresas de perfurações de poços artesianos estariam estabelecendo acordos para defi nir vitoriosos em procedimentos licitatórios, nas regiões Oeste e Serrana do Estado, contando com a participação de agentes públicos. Os crimes foram investigados pela Operação Fundo de Poço, defl agrada pelo Grupo de Atuação de Especial de Combate as Organizações Criminosas de Santa Catarina (Gaeco). Segundo a denúncia, duas organizações criminosas comandariam o esquema. “No decorrer do monitoramento das comunicações telefônicas os então investigados, constante da medida cautelar número 2012.075621-4, bem como da análise da documentação apreendida nos autos da medida cautelar número 2013.082159-0, e dos depoimentos coletados no Procedimento de Investigação Criminal número 06.2012.0000.6439-6, se logrou identifi car a formação de duas organizações criminosas distintas, operando de forma colaborativa entre si, posto contarem com a presença de um componente comum, sendo ambas voltadas a obtenção e posterior partilhamento de vantagens indevidas no desempenho de atividades voltadas à perfuração de poços artesianos e outras correlatas, tais como, a venda de equipamentos e manutenção de poços da mesma natureza, vantagens ilícitas a serem angariadas a custa de recursos públicos, preponderantemente mediante ações voltadas a fraudar procedimentos licitatórios no âmbito de diversas municipalidades e do Estado de Santa Catarina, além de outras nos vizinhos estados do Rio Grande do Sul e do Paraná. A primeira organização criminosa identifi cada tem em seu núcleo central a atuação das empresas Água Azul, Poços Artesianos Ltda., Catarinense Poços Artesianos Ltda. e Cristal Poços Artesianos Poços Artesianos Ltda, todas comandadas de fato pela pessoa de Luciano Dal Pizzol, embora conste este formalmente como sócio proprietário apenas da primeira. Já a segunda organização criminosa tem em seu núcleo empresarial central a atuação das Empresas Hidroani Poços Artesianos Ltda e Roani Comércio de Máquinas Ltda., de propriedade de fato e comandadas por Miguel Atílio Roani, o qual é responsável direto por sua gestão. As referidas organizações criminosas contam, ambas, com a decisiva participação, para a consecução de seus fi ns, do deputado estadual Romildo Luiz Titon, auxiliado por Carlos Evandro dos Santos, constituindo-se estas pessoas nos elemen-

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

tos comuns a ambas as organizações.”. Ao longo da investigação foi possível identifi car que ambos os grupos atuavam de forma sistemática e reiterada, com funções específi cas a serem desenvolvidas por seus integrantes. As organizações empregavam recursos como a utilização de terminais telefônicos móveis e de cadastros em nome de terceiros. Outra forma dissimulada, conta a denúncia, de atuação das organizações, os denunciados se reportavam a valores como se tratando de garrafas de vinho. Consta também na denúncia que no contexto da organização criminosa, ao deputado Romildo Luiz Titon, incumbia a atuação no parlamento e junto aos setores políticos estaduais, voltada à destinação de recursos a prefeituras e entidades associativas em diversos municípios catarinense para a realização de obras de perfuração de poços artesianos, com a indicação específi ca para a realização de tais obras custeadas pelo erário, das empresas de propriedades dos três primeiros, tudo isso mediante o recebimento de vantagens indevidas, quer em numerário, quer em serviços prestados pelas próprias empresas em seu favor, conforme demonstram as conversações no relatório fi nal. Segundo a denúncia do Ministério Público, o deputado Romildo Titon, teria recebido R$ 60 mil em propina, divididos em três

parcelas, além da promessa da abertura de um poço na sua propriedade, no valor de R$ 275 mil. Conforme a denúncia, estão sob suspeita contratos de R$ 4,9 milhões em 17 municípios. Mais de R$ 500 mil foram pagos como propina. Gravações e provas embasaram a denúncia. Em áudios e depoimentos é denunciado esquema, que se tornou a maior investigação da história do MPSC. O relatório com os resultados da investigação do Ministério Público citou 46 acusados de corrupção ativa e passiva. São 700 páginas e mais de mil horas de escutas telefônicas autorizadas pelo judiciário, entregues ao Tribunal de Justiça do Estado.

Foto: Divulgação

Procurador Lio Marcos Marin falou sobre o esquema “O esquema era justamente a combinação que havia entre as empresas que faziam a perfuração de poços e os agentes públicos para fraudar a licitação. Havia combinação entre eles pra evitar a concorrência, era uma concorrência fraudada, enganosa, aí eles conseguiam majorar os preços e ganhavam as empresas previamente combinadas com valor acima do valor normal. Posteriormente havia uma distribuição desta vantagem para os particiReprodução/Denúncia do MPSC

Página da agenda de Miguel Atílo Roani apreendida quando do cumprimento dos mandados de busca e apreensão.

pantes. Do que foi apurado nesta investigação, envolveu nestas operações o valor de 4 milhões e novecentos mil reais. Mas valores cobrados, nós constatamos, era de 813 mil e valores apurados, que foram efetivamente pagos, foram na ordem de 500 mil reais.”.

3541-0816 3541-0308

W


O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Especial 13

Relação dos indiciados, função e motivo do indiciamento 1. ADÉLIO SPANHOLI – (PMDB) – EX-PREFEITO DE PIRATUBA - corrupção passiva, fraude em licitação (8 vezes) e peculato (2 vezes); 2. ADEMIR CARNIEL – FUNCIONÁRIO DE EMPRESA – crime de organização criminosa e fraude em licitação (4 vezes); 3. ALCIDES MOCELIN – SERVIDOR PÚBLICO – fraude em licitação (2 vezes) e peculato; 4. ANDRÉ JAMIR TURRA – SERVIDOR PÚBLICO – fraude em licitação (4 vezes); 5. ARIEL CARLOS CALDART – EMPRESÁRIO – fraude em licitação (8 vezes) e peculato (2 vezes); 6. ARILTON DOS SANTOS CLEZAR – FUNCIONÁRIO DE EMPRESA – crime de organização criminosa, fraude em licitações (6 vezes), corrupção ativa (2 vezes) e peculato (2 vezes); 7. CARLOS ALBERTO MALTAURO – (PMDB) – SERVIDOR PÚBLICO – corrupção passiva (3 vezes) e fraude em licitação; 8. CLÁUDIO FREDERICO MAY – FUNCIONÁRIO DE EMPRESA – crime de organização criminosa, corrupção ativa (5 vezes) e fraude em licitações; 9. EGÍDIO LUIZ GRITTI – (PP) – EX-PREFEITO DE ITÁ – peculato, corrupção passiva (4 vezes) e fraude em licitações; 10. ELIZETE ROANI – EMPRESÁRIA - crime de organização criminosa e corrupção ativa (3 vezes); 11. EVANDRO CARLOS DOS SANTOS – SERVIDOR PÚBLICO – crime de organização criminosa (2 vezes) e corrupção passiva; 12. EVERALDO JOSÉ RANSONI – (PSD) – EX-PREFEITO DE SÃO JOSÉ DO CERRITO – corrupção passiva (2 vezes) e fraude em licitação; 13. FÁBIO BENTO – ADVOGADO – corrupção passiva (2 vezes) e fraude em licitação; 14. FÁBIO GUAREZI – FUNCIONÁRIO DE EMPRESA – crime de organização criminosa, corrupção ativa e fraude em licitação; 15. FERNANDO MOCELIN – (PMDB) – VICE-PREFEITO DE ABDON BATISTA - corrupção passiva (2 vezes), fraude em licitação (3 vezes), e peculato (2 vezes); 16. GILSO CHEROBIM – SERVIDOR PÚBLICO – corrupção passiva; 17. GIOVANI RIBEIRO LOPES – SERVIDOR PÚBLICO – peculato; 18. HENRIQUE ELCIO FERREIRA DE LIMA – EMPRESÁRIO – fraude em licitação (2 vezes); 19. INÊS TEREZINHA PEGORARO SCHONS – (PSDB) – PREFEITA DE CELSO RAMOS - corrupção passiva (2 vezes) e fraude em licitação (3 vezes); 20. ISAIAS ZAQUEU SCOLARI – FUNCIONÁRIO DE EMPRESA - crime de organização criminosa e corrupção ativa (2 vezes); 21. IVANDRO ZUCHI – SERVIDOR PÚBLICO – corrupção passiva (3 vezes) e peculato (2 vezes); 22. JANICE SCHLOSSER RAUPP – EMPRESÁRIA - fraude em licitação (15 vezes) e peculato (3 vezes); 23. JOÃO PEDRO VELHO – (PMDB) – SERVIDOR PÚBLICO – corrupção passiva; 24. JOSÉ ALCIOMAR DE MATIA – (PSDB) – EX-PREFEITO DE CELSO RAMOS – corrupção passiva e fraude em licitação; 25. JUAREZ ATANAEL DA SILVA – EMPRESÁRIO – crime de organização criminosa e fraude em licitações (4 vezes); 26. JUVELINO VARELA – (PSDB) – SERVIDOR PÚBLICO – corrupção passiva; 27. KENI WILDER MUNIZ – (PSD) – SERVIDOR PÚBLICO – corrupção passiva (2 vezes) e fraude em licitação; 28. LEANDRO LUIZ POLINA – EMPRESÁRIO - fraude em licitação; 29. LUCIANO DAL PIZZOL – EMPRESÁRIO – crime de organização criminosa, corrupção ativa (11 vezes) e fraude em licitações (11 vezes); 30. LUCIMAR ANTONIO SALMÓRIA – (PMDB) – PREFEITO DE ABDON BATISTA - corrupção passiva e peculato; 31. LUIZ ANTÔNIO ZANCHETT – (PMDB) – EX-SECRETÁRIO DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL DE CAMPOS NOVOS E EX-PREFEITO DE ABDON BATISTA – corrupção passiva (3 vezes), fraude em licitação (5 vezes) e peculato; 32. MÁRCIO GEUSTER – FUNCIONÁRIO DE EMPRESA – crime de organização criminosa e corrupção ativa (2 vezes); 33. MARCOS JUSTINO GUARDA – SERVIDOR PÚBLICO – corrupção passiva e fraude em licitação (5 vezes); 34. MIGUEL ATÍLIO ROANI – EMPRESÁRIO – crime de organização criminosa, corrupção ativa (27 vezes), fraude em licitações (22 vezes) e peculato (10 vezes); 35. NERI LUIZ MICHELOTTO – (PSD) – EX-PREFEITO DE OURO - corrupção passiva (2 vezes) e fraude em licitação; 36. REUNILDO DE SANTI – (PT) – SERVIDOR PÚBLICO – peculato e corrupção passiva (4 vezes); 37. RODRIGO JOSÉ NEIS – SERVIDOR PÚBLICO – corrupção passiva, e fraude em licitação; 38. RODRIGO PECHE – FUNCIONÁRIO DE EMPRESA - peculato; 39. ROMILDO LUIZ TITON – (PMDB) – DEPUTADO ESTADUAL – crime de organização criminosa (2 vezes), corrupção passiva (4 vezes) e advocacia administrativa; 40. SÉRGIO LUIZ SCHMITZ – (PMDB) – EX-PREFEITO DE ALTO BELA VISTA - corrupção passiva e fraude em licitação; 41. VALMOR PEDRO BACCA – (PMDB) – VICE-PREFEITO DE PERITIBA - peculato; 42. VANDER SCHONS – (PSDB) – FUNCIONÁRIO PÚBLICO – corrupção passiva e fraude em licitação (3 vezes); 43. VANDERLEI LUIZ RAUPP – EMPRESÁRIO - fraude em licitações (15 vezes) e peculato (3 vezes); 44. VILMOR KUNZ – FUNCIONÁRIO DE EMPRESA - crime de organização criminosa e corrupção ativa; 45. VITOR OLIMAR MINELLA – (PDT) – SERVIDOR PÚBLICO – corrupção passiva (2 vezes); e 46. WALTER KLEBER KUCHER JUNIOR – (PMDB) – PREFEITO DE ERVAL VELHO - corrupção passiva (3 vezes), fraude em licitação e peculato.

Foto: Divulgação


14 Especial

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Investigação começou em Ibiam De acordo com o MPSC, as primeiras suspeitas surgiram em 2012 em Ibiam, no Oeste catarinense, envolvendo a perfuração de um poço artesiano. Segundo a denúncia, prefeitos do Oeste e Serra catarinense recorriam ao gabinete do deputado estadual Romildo Titon, em busca de recursos para a construção de poços artesianos. Em depoimento, o ex-prefeito de uma cidade do Oeste confirmou que 10% dos recursos adquiridos para construir um poço artesiano foram desviados. O secretário da mesma cidade informou que o valor correspondente foi entregue no diretório do PMDB. No total, 25 promotores de Justiça e mais de 100 policiais passaram a monitorar donos e funcionários de empresas de poços artesianos e servidores públicos. O trabalho resultou na Operação Fundo do Poço deflagrada em novembro de 2013 pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas, em seis cidades. Na época, foram cumpridos 20 mandados de prisão preventiva e 48 de busca e apreensão. Segundo a denúncia, o ex-diretor

da Alesc foi intermediário da entrega de propina para o deputado. A denúncia destaca o encontro do parlamentar com Dal Pizzol que teria acontecido, segundo fotos e áudios coletados pelo Gaeco, no dia 23 de julho de 2012 na casa do deputado em Campos Novos. No dia 31 julho, outra conversa trata da entrega de dois “poços” a Titon com valor de R$ 10 mil cada um, em 15 de agosto e 15 de setembro de 2012. Já no dia 21 de fevereiro de 2013, o empresário telefona para uma funcionária informando a necessidade de entrega de R$ 20 mil. As conversas entre o deputado e o empresário divulgadas na imprensa, mostram que a transferência do dinheiro seria feita por intermediação de Evandro Carlos dos Santos. “Entrega efetivamente ocorrida entre os dias 22 e 24 de fevereiro”, diz a denúncia. “Tal circunstância, aliada à exoneração do próprio Evandro Carlos dos Santos do cargo que ocupava na Alesc, na mesma data, indica claramente a ocorrência de ajuste ou composição entre este e o ora requerido”, afirma Trindade dos Santos.

Nota à imprensa

A Alesc encaminhou na sexta-feira (28) nota oficial à imprensa. Leia a nota na integra abaixo. Nota oficial A Procuradoria Jurídica da Assembleia Legislativa de Santa Catarina informa que deu entrada junto ao Tribunal de Justiça do Estado com pedido de revogação da medida cautelar que determinou o afastamento do deputado Romildo Titon (PMDB) da Presidência da Casa. A interposição é resultado do entendimento conjunto da Mesa Diretora, dos líderes das bancadas dos partidos e da Procuradoria da Casa, que reforçam a necessidade de preservação da autonomia e da independência do Poder Legislativo Catarinense. Florianópolis, 28 de fevereiro de 2014.

Foto: Wilhiam Peretti/O Celeiro

Nota da redação Ontem, às 14 horas, 25 desembargadores do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) decidiram o destino da investigação “Fundo do Poço”. O TJ-SC analisou se o caso deve ir para a Justiça Federal. Se for, serão anuladas todas as decisões tomadas até agora e, o deputado Romildo Titon volta para a presidência da Alesc. A reportagem Especial, com informações da Rádio Cultura AM, Rádio AL, do jornal Notícias do Dia, colunista Moacir Pereira, do Ministério Público de Santa Catarina e do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, se refere aos fatos até ontem (5), às 10 horas. Mais informações e desdobramento na próxima edição.


O Celeiro

Na mídia

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Especial 15 Foto: Claudia Mota/O Celeiro


16 Variedades O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Horóscopo da Semana João Bidu

Áries 20/03 a 20/04 A dois, tudo de bom, só evite exagerar nas cobranças. Se está só, procure conhecer gente nova. No trabalho, novas parcerias em vista, mas terá que aguentar pressão. Nas fi nanças, clima promissor.

Touro 21/04 a 20/05 Pense em você e no que pode trazer de bom ao relacionamento. Mostre que tem disposição para fazer a relação melhorar. No trabalho, agir rápido pode ser a diferença entre obter resultados ou não.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Seja mais receptiva no romance. Programas para os dois fazerem juntos pode aproximá-los. Novas oportunidades no trabalho! Abrace o sucesso! Trabalhos em equipe serão compensadores.

Câncer 21/06 a 21/07 Se está só e quer encher seu coração de amor, saiba que não vai faltar oportunidade. A dois, aja com paciência e não dramatize os fatos. Terá muito por fazer no serviço.

Leão 21/07 a 22/08 Alguém pode entrar em sua vida sem aviso prévio. Porém, vá com calma. Fale mais sobre os seus sentimentos. Sua sensualidade estará mais visível. Programe seu futuro com fé! Aprimore seu trabalho.

Virgem 23/07 a 22/09 Mais do que nunca, sexo e amor caminharão em pé de igualdade. Procure ouvir, compartilhar e evite controlar o par. Organize os projetos, tudo começa antes, na cabeça.

Libra 23/09 a 22/10 Na demonstração do afeto você abre portas para a harmonia. Ninguém se arrepende de dar amor. Se está só, poderá começar uma relação. No trabalho, pedir apoio quando necessário é uma ótima chance de conseguir realizar tudo o que quer.

Super Dicas

Fisioterapia por Joseane A. Carvalho Fisioterapeuta - CREFITO 10-63269-F Fotos: Divulgação

Fibromialgia - “dor que não passa” A fi bromialgia é uma doença crônica, benigna, com causa desconhecida, acomete mais o sexo feminino ( a cada 9 mulheres 1homem), na idade entre 35 e 60anos,com vários pontos dolorosos em todo o corpo. O que pode infl uenciar no aparecimento dos sintomas e intensidade é o distúrbio do sono, depressão, ansiedade, sedentarismo, alterações psicológicas, excesso de esforço físico, variações climáticas...; Sintomas mais comuns: fadiga e cansaço,perturbação do sono,alteração do humor e dor difusa(no corpo todo).

Tratamento: 1- educar o paciente com os objetivos : controlar a dor, melhorar o sono e melhorar a qualidade de vida; 2- Medicação sob orientação médica; 3- Reabilitação com Fisioterapia convencional , hidroterapia, terapias alternativas, mas sempre com objetivo: de proteger as articulações,manter uma atividade física

e relaxamento da musculatura. Mas é importante ressaltar que quem tem o diagnóstico de Fibromialgia, sofre grandes preconceitos da família e sociedade em geral, pois o mesmo não possui exames seja ele de imagens(Ultrassom, RX, Ressonância..) ou laboratoriais que comprovem seu diagnóstico. Somente os pontos dolorosos que irão diagnosticar sua doença. Infelizmente, muitos cometem injustiças com quem por ventura vem relatar suas algias e questionam-se: “tanta dor? mas não aparece nada nos exames?”. Aproveito a oportunidade do Super Dicas, para demosntrar através de imagens em anexo, pontos de dor nas pessoas que possuem a Fibromialgia, lembrando que dos 18 pontos dolorosos, o diagnóstico só é positivo se o indivíduo possuir pelo menos 11 pontos . Observe, pois poderá ajudar alguém que não teve a mesma oportunidade que você em esclarecer algumas dúvidas. Grata, espero que seus pontos dolorosos não ultrapassem dos 11. Até à próxima.

Receita da

Escorpião 23/10 a 21/11 Um novo envolvimento pode começar. A dois, tenha cuidado com as palavras. Gentileza sempre ajuda. No trabalho, instabilidades poderão minar suas energias. Será importante não perder o foco.

Sagitário 22/11 a 21/12 Sensualidade à fl or da pele! Namore bastante. Nada como um daqueles encontros apaixonados para tudo se ajeitar. Está só? É hora de encontrar gente nova. Semana produtiva no serviço, cabe a você tomar iniciativa e aventurar-se.

Capricórnio 22/12 a 20/01 A dois, estará mais compreensiva e fará tudo para melhorar a relação. Já no sexo, talvez precise se empenhar um pouco mais. Boas ideias podem surgir em casa, anote-as. Lembre-se de que papel e lápis são aliados poderosos.

Aniversariantes da Semana de 06/03 a 12/03 07/03 - Sálvio Roberto Medeiros. 08/03 - Leandro César Nohato, Ana Mariza Scapini, Nathália Rambo Paz de Almeida e Adelir Carlesso. 09/03 - Silvio Alexandre Zancanaro. 10/03 - Luiz Carlos Manfrói, Luiz Fernando Gris e Leandro Elias Foppa. 11/03 - Idomar Cesa. 12/03 - Mario Luiz Spengler e Luana Santos.

Peixes 19/02 a 19/03 Invista em novidades no relacionamento. Siga a intuição. Na intimidade, sexo vibrante. No trabalho, suas qualidades vão se sobressair e contribuirão para o seu progresso. Faça sua parte.

Ingredientes

Modo de Preparo

1/2 pimentão verde 1/2 pimentão vermelho 1 cebola 1/2 maço de cheiro verde 1 cenoura 3 ovos 200 g de azeitona verde fatiada Sal a gosto 1 envelope sazón ou similar para legumes Farinha de mandioca tipo biju (Deusa) Farinha de rosca 3/4 xícara de óleo de soja

Cozinhar os 3 ovos; Em uma tigela misturar na ordem os pimentões picados em pedacinhos bem pequenos, a cenoura raladas em tiras bem fi ninhas, o cheiro verde picadinho, a cebola picadinha, os ovos após cozidos passados em ralador e a azeitona picada; Misturar todos os ingredientes e incluir o sal e o tempero Sazón; Incluir aos poucos nesta tigela a farinha de mandioca tipo Biju e misturar; Incluir a farinha de rosca aos poucos, que irá ajudar a retirar as bolinhas que se formará da farinha de mandioca com os outros ingredientes picados; Por últimos incluir o óleo de soja e misturar bem; A farofa está pronta para o consumo; Mas se desejar fazer algumas horas antes do consumo, fi cará ainda melhor, com mais sabor. Fonte:Tudo Gostoso

Assine “O Celeiro” (49) 3541-0597

Aquário 21/01 a 18/02 Vida a dois cheia de boas energias. Aproveite para intensifi car o romance. Se estiver só, sua lista de admiradores vai aumentar. Sensualidade expressiva. Cuide da sua imagem, ela pode interferir.

Semana

Farofa caseira para churrasco

Dica de Cinema

Fone: 3541-0034

Linha de Frente Linha de Frente é estrelado por Jason Statham no papel de um ex-agente do departamento de narcotráfi cos, Phil Broker, um homem de família que sai de cena com sua fi lha para tentar fugir de seu passado conturbado. No entanto, o entorno de Broker se revela nada tranquilo quando ele descobre que o submundo das drogas e a violência assombram a pequena cidade. Logo, um chefão sociopata do tráfi co de metanfetamina, Gator Bodine (James Franco), coloca Broker e sua fi lha em perigo, forçando o ex-agente a voltar à ativa para salvar sua família e a cidade.


O Celeiro

com stá diferente, e a n a em s ta . A festa O Social des ampos Novos C em l a v a rn dos a s festividades imagens do C a d l a ci fi o o do o maçã ce durante to te n abriu a progra co a e u q u na unicípio idade acontece a 133 anos do m c a n l a v a rn a . O C Aparecid mês de março uas do bairro r s a n , er ll ü s Praça Lauro M nda Café Brasil animou o ra. a B A d . n b u a seg a-fei n e e Lake Clu o d a b á s o e Club n o doblocos na Lak a da galera n ri g le a a ez f enta airro Apareci b o N O Grupo Esqu . er ll ü M liões. ça Lauro mingo na Pra do som dos veículos dos fo eio da, a música v da folia do momo. s en g A seguir ima

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Claudia Lima

Mayara Gemelli

Marcelo Morselli e Aline Padilha

Raqueli Hepp e Everaldo Varela

Geral

Ana Laura Zanella e Nathan Andrade

17

Priscila Milcheski e Eliane Prigol

Amanda Rossoni e Amanda Vargas

Guilherme Mecabô e Alana Deporte

Larissa Monique

Jéssica Becker e Samuel Cordeiro


18

Geral

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Unidos do Herval e Aliança dividem o título carnaval de Joaçaba Fotos: Divulgação/André Arcenio

As agremiações Unidos do Herval e Aliança foram as grandes campeãs do desfile de escolas de samba de Joaçaba. As duas escolas empataram em 237,6 pontos. Em segundo lugar, ficou a azul e branco Vale Samba com 234,1 pontos. A apuração dessa terça-feira (4), que estava prevista para acontecer em frente à Prefeitura de Joaçaba foi transferida para a Praça da Matriz – onde acontece o carnaval de blocos – em função da forte chuva que caiu durante o dia. A praça ficou lotada de torcedores e simpatizantes da festa de momo. Os envelopes com as notas dos jurados do Rio de Janeiro estiveram todo o tempo com a Polícia Militar. A primeira informação repassada pelos dirigentes técnicos da Liga Independente das Escolas de Samba de Joaçaba e Herval d´Oeste (Liesjho), organizadora do evento, foi de que a escola hervalense iria perder 2 décimos em função de não ter cumprido o número mínimo de baianas que é 40. Logo nas primeiras notas a Aliança já se posicionava em primeiro lugar, com a Unidos em segundo e a Vale Samba em terceiro. Com a sequência dos oito quesitos, a Vale Samba começou a se distanciar do título e a Unidos encostou na Aliança. As duas chegaram empatadas ao último e decisivo quesito samba enredo. Ambas as escolas tiraram nota máxima e se consagraram campeãs conforme

ajudaram, desfilaram e trabalharam em prol do nosso carnaval”. O mesmo sentimento de alegria era o do presidente da Aliança, Júnior de Sá “repetimos em 2014 o belo desfile do ano passado e levamos mais um título. Fico muito feliz em dividir essa conquista com a Unidos do Herval.”, visivelmente emocionado com a conquista. Na oportunidade o prefeito de Joaçaba, Rafael Laske, e o secretário de desenvolvimento regional, Ricardo Grando, representando o estado, foram homenageados pelo apoio dedicado ao evento que é um dos principais no Meio Oeste.

regulamento da Liesjho. A Aliança alcançou notas máximas em comissão de frente, enredo e samba-enredo. Já a Unidos do Herval tirou três dez em bateria, comissão de frente, enredo e samba-enredo. O representante da Liesjho, Gilmar Bonamigo, disse que o evento foi um sucesso e que todos estão de parabéns pelo belo espetáculo. Sérgio de Giacometti, presidente da Unidos do Herval, festejou um título esperado há muito tempo “há muitos anos buscamos esse título, enfim com muito esforço e trabalho nós fomos campeões. Esse é um título de todos que nos

Grandiosa macarronada no Salão da Capela Jardim Bela Vista – Campos Novos dia 9 de Março.A partir das 11 horas.Pela presença e colaboração de todos agradecem os organizadores. A Comunidade de N. Senhora de Fátima – Marondin – Vargem convida a todos para um Torneio de Bochas dia 16 de Março. Com primeiro sorteio às 9 horas.Premiação:1º lugar – Uma novilha; 2º lugar – Um leitão; 3º lugar – Uma cx. Cerveja;.


O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Geral

19

Fotos: Divulgação/André Arcenio

Unidos do Herval A Unidos do Herval desfilou o enredo “Havante Unidos do Herval compra que eu vendo alegria” sob o comando do presidente Sérgio de Giacometti e do carnavalesco Zezzo Henzze. Trouxe para a avenida XV de Novembro 1300 componentes divididos em 17 alas e cinco alegorias.

Aliança A Aliança entrou na Avenida XV de Novembro com 1200 componentes, 15 alas e oito alegorias. O enredo apresentado pelo carnavalesco Carlos Fett “Tim-tim” esteve sob responsabilidade do presidente Júnior de Sá.

Escolas de Samba Campeãs 2014, em Santa Catarina Joaçaba – Unidos do Herval e Aliança Florianópolis – Protegidos da Princesa Joinville – Dragões do Samba São Francisco do Sul – Imperadores do Samba

Liquida Campos Novos na Semana do Consumidor Evento acontece de 10 a 15 de março. O percentual de desconto ficará a cargo de cada lojista Visando incentivar descontos atrativos para o consumidor, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) promove a campanha Liquida Campos Novos, no período de 10 a 15 de março. Segundo o presidente da CDL, o empresário Janio Pereira, neste período se comemora a Semana do Consumidor e o intuito é realmente beneficiar o cliente. “A gente teve a ideia de fazer uma grande liquidação de todo o comércio de Campos Novos, em comemoração ao Dia do Consumidor (15 de março), quando também acontece a Semana do Consumidor.

Foto: Divulgação/CDL

Durante esta semana nós estamos fazendo o convite a todo o lojista associado a fazer uma grande liquidação, momento de presentear e trazer um benefício ao consumidor.”. A campanha Liquida Campos Novos também é uma oportunidade do lojista comercializar mercadorias em estoque, enfatizou o empresário. Além dos descontos, a CDL incentiva que os lojistas promovam outros atrativos que atraiam o consumidor. O percentual de desconto na Semana do Liquida Campos Novos ficará a cargo de cada lojista.


20

Geral

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Agentes ambientais de Campos Novos esperam solução definitiva

Proposta é discutida pela Amplasc. Campos Novos tem mais de 100 agentes ambientais A Associação dos Municípios do Planalto Sul Catarinense (Amplasc) reuniu os catadores de material reciclável de Campos Novos a fim de discutir uma solução definitiva para disciplinar o serviço no município. De acordo com a secretária executiva da associação, Rosane Infeld, são mais de 100 agentes ambientais na cidade de Campos Novos. Grande parte destes trabalhadores trabalha com a Associação de Agentes Ambientais Cidade Limpa. Ela explicou que, devido à obrigatoriedade da aplicação do Plano de Gestão de Resíduos Sólidos nos municípios, é preciso que esses trabalhadores tenham suporte, a fim de que o plano não prejudique a atividade. “O que a gente tem instituído no plano, que os catadores de lixo devem estar inseridos dentro do plano. A gente não pode fazer um plano e dizer que vai ser feita a coleta seletiva, a empresa vai coletar e levar pra outro lugar e eles vão continuar nas ruas. Vai acabar com o sustento deles na verdade. Se a empresa começar a passar em horários diferentes e coletar, será uma concorrência.”. O plano de gestão prevê que a Amplasc que é responsável pela elaboração, juntamente com os municípios, criem condições para que esses trabalhadores se mantenham na atividade. “Nós temos que montar estratégia para inserir eles, dentro do plano, para fazer que eles trabalharem como profissão, que

é mais do que justo. Eles trabalhariam como cooperativa e a secretaria de bem-estar social, a prefeitura e os responsáveis pelo Meio Ambiente dariam suporte para organizar no que for preciso no município, tirando o sustento deles sem serem prejudicados pelo plano.”, ressaltou. Segundo Rosane, o ideal seria que o município disponibilizasse um galpão para que os catadores possam organizar a coleta e destinação dos resíduos. Hoje os agentes ambientais coletam o lixo e entregam em determinado galpão, de propriedade particular e recebem o que o atravessador considera justo. O sonho destes trabalhadores, diz a secretária, é que a administração pública disponibilize o galpão, para que possam vender o material sem que ninguém os explore. Em reunião da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam), um modelo de coleta de material reciclável chamou a atenção da secretária da Amplasc. O sistema compreende a distribuição de containers na cidade de Chapecó para a coleta do lixo. Em determinados dias da semana é recolhido o lixo orgânico e em outros o lixo reciclável. O lixo reciclável é recolhido e entregue em um galpão do município, onde é separado e dado a destinação correta do material pelos agentes ambientais. Os recursos com a venda do lixo reciclável é revertido para a associação que representa aos trabalhadores.

Foto: Wilhiam Peretti/O Celeiro

A secretária executiva da associação, Rosane Infeld, diz ainda que em Campos Novos, os agentes ambientais são organizados entre si para fazer a coleta, dependeria agora do galpão, que é uma competência do município.Em

reunião com a prefeitura, a Amplasc se colocou à disposição para apoiar a administração no sentido de buscar empresas que queiram adquirir o material, promover palestras de orientação e também organizar a associação.


O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Geral

Amplasc quer municipalizar emissão de licenças ambientais

21

Alternativa visa dar agilidade e desburocratizar o atendimento nos municípios nas questões ambientais de níveis 1, 2 e 3 A Associação dos Municípios do Planalto Sul Catarinense (Amplasc) trabalha para municipalizar a emissão das licenças ambientais, no sentido de desburocratizar e agilizar a concessão do documento para atividades de níveis 1, 2 e 3. Segundo a secretária executiva da Amplasc, Rosane Infeld, foi visitado o município de São José do Ouro (RS), onde o modelo já é adotado. Em Santa Catarina, o sistema ainda não foi implantado em nenhum município. Rosane Infeld esclareceu que o processo vai simplificar o serviço para os municípios. Ela citou o exemplo do pedido de licença de retirada de um pinheiro araucária no terreno onde foi construído o Centro do Idoso em Abdon Batista. O pedido de retirada foi antes do início da obra e mesmo assim, só ocorreu com a construção quase concluída. A secretária explicou que a análise técnica dos pedidos serão feitos por meio da Amplasc, com posterior encaminhamento aos prefeitos, visando a liberação da licença. “Então essas questões assim, vão passar tudo pela associação. O município tendo o conselho de meio ambiente, vai ter o técnico que vai fazer o pedido. Manda aqui para a associação que conta com o engenheiro ambiental mais um engenheiro agrônomo que vamos ter que contratar. Eles vão fazer o estudo e dar o parecer que será encaminhado ao prefeito, se é possível ou não é possível liberar dentro da legislação ambiental. O estudo técnico será feito pela associação e o prefeito vai deferir ou indeferir. É nível 1, 2 e 3, abrange um monte de coisas que dá pra fazer.”. Um ofício já foi protocolado junto à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e a Amplasc também já tem sinalização positiva do Conselho de Meio Ambiente

O Celeiro Classificados

Foto: Claudia Mota/O Celeiro

É um dos maiores ganhos que a Amplasc vai ter neste ano em função da agilidade.”. A municipalização da concessão das licenças ambientais está embasada na lei complementar número 140, de 8 de dezembro de 2011. A lei fixa normas, nos termos dos incisos III, VI e VII do caput e do parágrafo único do art. 23 da Constituição Federal, para a cooperação entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios nas ações administrativas decorrentes do exercício da competência comum relativas à proteção das paisagens naturais notáveis, à proteção do meio ambiente, ao combate à poluição em qualquer de suas formas e à preservação das florestas, da fauna e da flora; e altera a Lei no 6.938, de 31 de agosto de 1981.

Nós pretendemos a partir de final de março e início de abril começar a fazer pela associação. É um dos maiores ganhos que a Amplasc vai ter neste ano em função da agilidade. Rosane Infeld

Rosane Infeld

(Consema). Também já foi mantido contato com a Fatma e o processo está na fase de criação dos conselhos de meio ambientes nos municípios onde o órgão não está constituído. Para a secretária Rosane, será uma das principais conquistas da Amplasc em 2014, em benefício dos municípios associados. “Nós pretendemos a partir de final de março e início de abril começar a fazer pela associação.

Anuncie Aqui! Fone: 3541-0597

Vende-se: Propriedade rural para turismo ou agricultura. Localizado na Barra do Arroio Abdon Batista/SC, Próximo ao lago da Usina Campoos Novos. Fone: (49) 8850-3732 (Ivo Besen). Vende-se: Casa no valor de R$ 400.000,00 (Quatrocentos Mil Reais), em Chapecó (SC). Aceita-se financiamento com os melhores juros do mercado. Fone: (49) 9195-3024 com José

Convidamos para uma Grandiosa Festa na Capela Santa Rita do Sarandi (Bella Vista). Será realizada no dia 9 de março de 2014 com a seguinte programação: 10h30 Santa Missa, 12:00hs Almoço e a tarde jogos e diversão. 38ª ROMARIA em honra à São Peregrino (Padroeiro contra o Câncer). Em São José do Ouro – RS e Jardim Alegre – RS, será realizado no dia 9 de Março de 2014, para reservar sua passagem ligue para os fones 8891-5090 ou 9811-6370 – Valdecir, ou pelo Endereço: Rua Juvelino Fernandes da Silva, nº 692 (Ao lado da Mercearia Gabriel), Bairro Aparecida. Reservas até dia 01-03-2013.

Rua: Germano Foppa, 470 - Sala 01 Fone: (49) 3541-0655 - Campos Novos/SC


22 Publicações

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Publicações Legais? Faça como manda a Lei, publique em um Jornal de Grande Circulação! Abdon Batista, Celso Ramos, Campos Novos, Ibiam, Vargem, Brunópolis, Monte Carlo e Zortéa.

Faça orçamento conosco: celeiro@brturbo.com.br


O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Região

Enercan apoia projetos que valorizam a vida A Campos Novos Energia (Enercan) em busca de contribuir para o desenvolvimento dos municípios do entorno da Usina Hidrelétrica Campos Novos incentiva ações e projetos que venham também beneficiar crianças e jovens para o afastamento do risco das drogas e os tornarem mais conscientes sobre adotarem uma vida saudável. Desde 2008, a Enercan apoia o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) na região. O programa desenvolvido pela Polícia Militar trabalha a prevenção a situações de risco junto às crianças a fim de se antecipar ao perigo de se depararem com as drogas e a violência, transmitindo a mensagem de valorização à vida. Com o apoio da Enercan, o Proerd formou 108 jovens nos municípios de Abdon Batista e Celso Ramos em 2013. Pelos projetos, como o Programa Campeões da Vida, em Campos Novos, e o Plano Anual de Atividades Esportivas, com escolinhas de futsal e vôlei em Anita Garibaldi e Celso Ramos, a Enercan e seus parceiros também se utilizam da prática esportiva para valorizar a vida desses jovens, além de orientá-los em seu pleno desenvolvi-

23 Foto: Divulgação/Enercan

Jovens se divertem na formatura do Proerd. Programa ensina a valorizar a vida

mento físico e social, estimulando a interação e participação na sociedade. Por meio das di-

retrizes de apoio de seu Programa de Responsabilidade Social, a Enercan contribui para o

desenvolvimento sustentável da região e para o bem-estar da população.


24

Região

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Grupo de Gestantes inicia encontros em Vargem Primeiro encontro trata da prevenção pós-parto

Foto: Divulgação/Google

Tiveram início em 12 de fevereiro em Vargem, os encontros do Grupo de Gestantes. Dois encontros já foram realizados, nos dias 12 e 26 de fevereiro com palestras sobre os temas “Aspectos psicológicos da gravidez, parto e puerpério” com a psicóloga Suzane Stefanes e “Primeiro, Segundo e Terceiro Trimestre de Gestação” com enfermeira Rosa Maria Machado. A psicóloga Suzane Stefanes reforçou a importância do vínculo entre mãe e bebê, por meio de técnicas de estímulo e atividades terapêuticas, sempre buscando a ligação da mãe com o filho. Como o grupo conta com gestantes adolescentes, a psicóloga também focou a discussão sobre a gravidez na adolescência. Os cuidados para prevenir a depressão pós-parto é outro aspecto importante. Segundo Suzane Stefanes, há um grande número de casos de depressão pós-parto, que interferem diretamente na qualidade de vida da mãe e do bebê. “A gente tem muitos casos, muitas não procuram ajuda e acabam não conseguin-

mente e aí é que está o risco. E muitas mães não sabem lidar com isso.”. A depressão pós-parto pode ocorrer em qualquer gestação, independentemente do número de filhos. Neste tipo de depressão, a mulher sente-se incapacitada de cuidar do bebê. Um sentimento de incompetência que faz com que essa mulher acabe se isolando. Sinais de depressão pós-parto podem ser caracteriza-

dos com o excesso ou falta de apetite, distúrbios do sono, irritabilidade e tristeza. Dez encontros serão realizados com o Grupo de Gestantes em Vargem neste ano. O próximo está marcado para 12 de março, com palestra sobre “Legislações”, a ser proferida pela assistente social Andressa Debortoli. Os encontros acontecem sempre às 8h30, na sala de reuniões da assistência social.

Agenda Grupo de Gestante

(sempre às 8h30, na sala de reuniões da assistência social)

do amamentar, não estabelecendo um vínculo legal com o bebê. Isso é ruim pra mãe e para o filho. Quando você está gestante, teus níveis hormonais estão altos. Quando você ganha o bebê os teus níveis hormonais caem brusca-

Dia 12 de março – sobre “Legislações” Dia 26 de março – sobre “Cuidados na alimentação materna e infantil” Dia 9 de abril – sobre “Aleitamento materno e primeiros cuidados com o recémnascido” Dia 23 de abril – sobre “Aspectos respiratórios no parto e postura” Dia 7 de maio – sobre “Anestesia, contrações, parto vaginal e cesariana” Dia 21 de maio – sobre “Atenção odontológica à gestante e ao bebê” Dia 4 de junho – sobre “Desenvolvimento da audição, linguagem e fala” e encerramento com lanche e entrega dos kits para as gestantes.

Senar forma agricultoras em Vargem 270 agricultoras participaram de curso do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), no município de Vargem. O treinamento na área de frangos ocorreu nos últimos dias 26 e 27 de fevereiro na localidade de Santa Lúcia. Foi o primeiro treinamento de 2014. De acordo com Silvalina Bettin Vazaro, direto-

ra da secretaria do desenvolvimento social de Vargem, já há pedidos para outros 12 cursos do Senar em 2014. Os cursos funcionam com no mínimo 10 e no máximo 13 participantes. Em 2013, disse a diretora, em torno de 130 pessoas foram beneficiadas com os treinamentos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, com foco na área do artesanato. As

capacitações visam a diversificação da atividade e agregação de renda à propriedade rural. Silvalina Bettin Vazaro explicou que no final de cada ano, é feito um planejamento com os Clubes de Mães no interior e levantadas às demandas para os treinamentos. “Elas pedem, no final do ano, eu fiz reunião com as presidentes de cada grupo de cada comunidade e já peço o

que elas querem. Esse de fevereiro foi a pedido já no ano passado.”. Nas áreas de culinária e artesanato, por exemplo, as integrantes dos Clubes de Mães procuram uma atividade diversificada e uma alternativa de renda. “A maioria é consumo próprio, mas algumas fazem e vão vender na praça. Então elas estão ganhando dinheiro com isso.”, disse Silvalina.

Clubes de Mães retomam atividades Os 15 Clubes de Mães de Vargem retomaram as atividades nesta quarta-feira (5) Segundo Silvalina Bettin Vazaro, o número de participantes varia em cada grupo. O material para os cursos oferecidos pelos Clubes de Mães, a maioria na área de artesanato, é fornecido no início do ano pela prefeitura. Os trabalhos confeccionados por meio dos clubes são revertidos para o próprio grupo, que mantém um caixa durante todo o ano. Segundo a diretora de Desenvolvimento Social, é uma forma de ocupação e de se profissionalizar, já que algumas participantes também utilizam do aprendizado para a comercialização. “Elas fazem pra si e fazem pro grupo, porque elas ganham esse material da prefeitura. Elas fazem o trabalho e vendem rifa e conforme a professora pede elas vão comprando materiais. A gente dá o início e não o ano inteiro. Individual se você quer comprar o material e fazer em casa o que aprenderam no curso, estão fazendo particular, mas no grupo as integrantes se dividem em tudo.”.

Agenda

Foto: Divulgação/PMV

Parte das mães que participaram do grupo em 2013

A Prefeitura de Vargem por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Centro de Referência de Assistência Social convida as mulheres para participar da programação especial alusiva ao Dia Internacional da Mulher que acontecerá nesta sexta-feira, dia 7 de março, a partir das 13h30, no salão paroquial.


O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Região

Prevenção de enchentes será defendida pelo município de Vargem na Conferência Estadual de Defesa Civil

Participação expressiva do município de Vargem na Conferência Intermunicipal de Proteção e Defesa Civil, realizada em Campos Novos no dia 21 de fevereiro. Estiveram no evento Hildebrando Ferreira, coordenador da defesa civil de Vargem, além do engenheiro agrônomo Gláucio Mazieiro e o secretário municipal de agricultura Francisco de Assis. A Conferência discutiu quatro eixos relacionados ao setor dentro do tema “Proteção e Defesa Civil: Novos Paradigmas para o Sistema Nacional”. As propostas retiradas se-

rão levadas à Segunda Conferência Estadual de Proteção e Defesa Civil de Santa Catarina, que será realizada em Lages nos dias 26 e 27 de março e terá a presença de delegados da sociedade civil, poder público, conselhos municipais e comunidade científica, que estarão representando todos os municípios do estado. Já a Segunda Conferência Nacional de Proteção e Defesa Civil será realizada entre 27 e 30 de maio, em Brasília. O município de Vargem, segundo Hildebrando Ferreira, apresentou propostas dentro do eixo que tratava da prevenção e resposta

da defesa civil, quando de desastres climáticos. Para o município de Vargem, a prioridade é a prevenção de enchentes, com proposta de dragagem do rio e desvio do córrego que passa pelo centro da cidade. “Nós levantamos lá com relação ao nosso rio, que nós temos que tirar umas curvas dele, para prevenção de enchentes em nossa cidade. E também o desvio de parte do córrego do centro da cidade, que é prioridade, porque todas as regiões aqui tem esta questão das enchentes. Em Lages, a gente vai defender esta tese.”. Outra proposta é que os municípios

25 Foto: Claudia Mota/O Celeiro

possam atuar em áreas de preservação permanente, em atividades de impacto ambiental de menor impacto, disse Hildebrando. “Para que nós, municípios pequenos temos como resolver, sempre dentro da lei, para que a gente possa dar um avanço.”. Hildebrando Ferreira foi eleito delegado da defesa civil representando o município de Vargem. Representando o setor público da região da Associação dos Municípios do Planalto Sul Catarinense (Amplasc) foi escolhido o engenheiro agrônomo Gláucio Mazieiro, de Vargem.

Nilton José Hilgert (Lebrão) Corretor de Imóveis Creci 21188 Financiamento até 100% do apartamento Fones: (49) 9980-7007 - 8861-1010 ou 3544-1111


26

Região

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Brunópolis Direto da Câmara Projeto de Lei causa confusão na Câmara A sessão da Câmara de Vereadores de Brunópolis, do dia 26 de fevereiro, acabou em pancadaria. O motivo foi o polêmico Projeto de Lei complementar 047/2014 que cria cargos na Prefeitura de Brunópolis. Segundo o presidente, Vilson Nicolau Becker (PP), de acordo com o regimento interno da casa todo e qualquer projeto chegando à pauta deve ser analisado em 30 dias para que o mesmo seja discutido nas comissões e se necessário visto emendas para ser aprovado. O prefeito Ademil Antonio da Rosa convocou todos os servidores lotados no cargo de auxiliar de serviços gerais para que lotassem a casa legislativa e, assim, fazer pressão para os vereadores aprovassem de forma imediata o referido projeto. Para os vereadores, o prefeito precisava da aprovação urgente do projeto para a regularização do pessoal no quadro de cargos e salários do município. A assessoria jurídica leu o projeto e o vereador Adinilson Miguel Weber (PMDB) pediu vistas para analisar o mesmo em prazo de um ou dois dias. O presidente acatou o pedido obedecendo à lei que rege a Câmara. Para Vilson Becket, segundo as leis da Câmara é de direito de qualquer vereador pedir que o mesmo fique em comissão para que seja discutido e analisado. No momento da leitura o vereador Alexandre Audálio Unzanaro (PSD) se exaltou e agrediu o presidente com tapas e socos. O projeto é polêmico, pois os referidos funcionários já estavam contratados irregularmente sem aprovação da referida lei. A contratação foi feita no ano passado e alguns dos “novos” funcionários eram cargos de confiança já contratados. Os novos funcionários terão 20 horas e ganharão um salário equivalente a esta carga horária. Em entrevista ao jornal O Celeiro, Becker disse que não chegou a se pronunciar na tribuna, pois o bate boca começou. “Lamento que não pude nem me pronunciar na sessão, pois o bate boca começou. É triste ver isso acontecer em Brunópolis já que o objetivo da Câmara é o bem da população. É de conhecimento de todos os vereadores e de quem assiste a sessão que o vereador Alexandre não respeita a minha pessoa como presidente e não respeita a maioria dos parlamentares. Sempre interrompe os vereadores na palavra livre sen-

Foto: Wilhiam Peretti/ O Celeiro

“Quero dizer a todos os brunopolitenses que vou fazer um trabalho sério e transparente, não vou olhar partidos, vou atender a todos dentro da lei. Convido a todos a assistir as sessões e ver o trabalho de quem realmente é honesto.”

Vilson Nicolau Becker

Vilson Nicolau Becker - Presidente da Câmara de Brunópolis

As sessões da Câmara de Vereadores de Brunópolis acontecem às quartas-feiras a partir das 18 horas

do que em sua palavra ninguém o atrapalha.”, ressaltou. O presidente alegou que um dos motivos do vereador Alexandre não respeita-lo é que o mesmo não teve êxito na vontade de ser presidente da casa. “Ao invés dele se preocupar comigo, deveria se preocupar com a população e respeitar quem o respeita.”. O projeto é polêmico e não se sabe se o mesmo vai sair do papel ou ser aprovado, tendo em vista que no quadro de funcionários do município não existe a necessidade de criação dos mesmos. Na próxima reunião ordinária ou extraordinária, o projeto deverá ser discutido. “Quero dizer a todos os brunopolitenses que vou fazer um trabalho sério e transparente, não vou olhar partidos, vou atender a todos dentro da lei. Convido a todos a assistir as sessões e ver o trabalho de quem realmente é honesto.”, finalizou o presente da Câmara de Vereadores de Brunópolis, Vilson Nicolau Becker. Foto: Claudia Mota/O Celeiro


O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Prefeitura de Zortéa constrói calçadas

Na semana passada, o prefeito de Zortéa Paulo José Francescki e a secretária de

administração e finanças Alessandra Magrinelli vistoriaram as obras na Rua Arthur Adolfo

Região

Santos, no bairro Andorinhas. O investimento na obra é de cerca de R$ 140 mil, com recursos

27 Fotos: Divulgação/PMZ

oriundos da secretaria regional de Campos Novos e contrapartida da Prefeitura de Zortéa.

Sexta é dia de feira em Zortéa

Fotos: Divulgação/PMZ

A Prefeitura de Zortéa incentiva os agricultores locais oferecendo um espaço para que seja realizada toda sexta-feira, a partir das 13 horas, uma feira livre, com produtos produzidos pelos agricultores do município Cerca de oito agricultores expõem e vendem

seus produtos neste local, que foi construído há três anos pela atual administração. Segundo o prefeito Paulo Francescki, é obrigação de todo o administrador oferecer condições para que os agricultores possam expor e vender seus produtos, gerando renda para os mesmos.

Prefeitura Municipal de Zortéa

Valorizando nossa terra, cultivando nossa gente!


28 Agronegócio

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

19º Dia de Campo Copercampos, sucesso em difusão de tecnologias

Referência no agronegócio brasileiro, o 19º Dia de Campo da Copercampos, realizado de 25 a 27 de fevereiro, no campo demonstrativo da cooperativa, oportunizou a produtores e visitantes o contato com as mais novas tecnologias utilizadas na agricultura, a troca de informações, a ampliação do conhecimento e acima de tudo trouxe as melhores soluções para o aumento da produtividade e rentabilidade nas lavouras. A abertura oficial do evento contou com a presença de várias autoridades da região e do Estado, incluindo o vice-governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira. Na oportunidade o diretor vice-presidente da Copercampos, Cláudio Hartmann, destacou os objetivos do evento que vem há 19 anos oportunizando aos produtores o contato com as diversas tecnologias, nas mais variadas culturas, visando sempre maior rentabilidade ao empresário rural. “Nosso Dia de Campo é especificamente realizado para que o produtor rural encontre as melhores soluções às suas atividades. Podemos dizer que o 19º Dia de Campo da Copercampos é o evento que expressa a realidade existente no setor do agronegócio e preparamos tudo para que a difusão de tecnologias seja completa. O Dia de Campo é um evento que está sempre buscando inovações, e este ano investimos na receita: lavoura pecuária, sempre com objetivo de trazer aos produtores uma agricultura mais eficiente e com rentabilidade.”. O vice-presidente destacou ainda, que no próximo ano, o Dia da Campo completa 20 anos de história e a Copercampos completará 45 anos de trabalho sério e dedicação aos seus associados. O diretor presidente da cooperativa, Luiz Carlos Chiocca, pediu,

em seu discurso, mais atenção das autoridades do poder público, quanto à valorização da agricultura em nosso país. “Nestes três dias de evento, temos a presença de diversas empresas que estarão fazendo a difusão da tecnologia. Destacamos também a suinocultura e a bovinocultura junto com as pastagens, que são atividades rentáveis aos produtores rurais. Mas para que toda essa cadeia continue a produzir, é extremamente necessário à agricultura, e por isso que com a presença de autoridades no evento quero destacar alguns assuntos muitas vezes comentados pelos produtores, porém pouco discutidos pelas autoridades. O PIB (Produto Interno Bruto) no setor agrícola no ano de 2013 foi de 7,45% e o saldo comercial do agronegócio fechou em R$ 40 bilhões. Mesmo com todo este resultado positivo é muito difícil, nós agricultores obtermos uma conversa com as autoridades do governo federal e estadual para discutirmos as melhorias à agricultura. É por isso que em nome de todos os produtores agrícolas da região, peço as autoridades que pensem um pouco mais a fundo no que está acontecendo com o setor agrícola, e invistam em infraestrutura, valorizando esta atividade que tanto faz crescer o nosso país.”, finalizou Chiocca. O vice-governador, Eduardo Pinho Moreira, parabenizou a Copercampos pelo excelente evento, e garantiu que a reivindicação será entregue ao Governador do Estado. Eduardo Pinho Moreira destacou também que a agricultura precisa ser valorizada e é por meio de eventos como este que os produtores se mantêm organizados e buscam informações para garantir seus direitos e melhorias na agricultura.

Fotos: Claudia Mota/O Celeiro


O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Agronegócio

29

Fotos: Claudia Mota/O Celeiro

Três dias de evento ‘Durante os três dias do evento, o público pode conferir palestras de diversos temas ligados a agricultura. O professor doutor João Ricardo Alves Pereira, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (PR), abordou a “Silagem de milho no planejamento alimentar do rebanho”. Já o doutor André Mateus Prando, pesquisador da área de transferência de tecnologia da Embrapa Soja, de Londrina (PR), abordou um dos temas que ganhou destaque no evento: o “ Manejo integrado de pragas na cultura da soja, com ênfase na lagarta helicoverpa armigera”. O tema “Gestão da propriedade rural: superação por encantamento” também foi discutido e trabalhado com os jovens e seus familiares, pela consultora associada da MPrado Consultoria Empresarial, Uberlândia (MG), Luciana Martins Medeiros. As previsões climáticas para este ano, foram apresentadas pelo meteorologista do Instituto de Meteorologia INMET – Curitiba (PR), Luiz Renato Lazinski, que destacou o

BR 282, KM 345 Campos Novos Fone:(49) 3541-0480

ano de 2014 como um ano neutro, ou seja, sem a atuação do fenômeno La Niña ou El Niño, nesta condição tanto as temperaturas (altas ou baixas) quanto à precipitação (chuva irregulares) estarão sempre em longos períodos. Esta situação deve permanecer até o início do inverno, quando provavelmente o fenômeno El Niño volte a infl uenciar no clima. De acordo com coordenador do campo demonstrativo, o engenheiro agrônomo, Fabrício Jardim Hennigen, o evento conseguiu alcançar seus objetivo de difusão de conhecimentos e tecnologias. “Para o produtor que participou destes três dias de evento pôde conferir e ampliar seus conhecimentos e tiveram a oportunidade de trocar ideias em diversas áreas do setor agropecuário. Já na parte de visitação tivemos uma participação superior ao ano passado, e mesmo com os períodos de chuva que ocorram nos dois últimos dias, produtores e visitantes não deixaram de prestigiar o evento.”, comentou o engenheiro. O coordenador do campo demonstrativo destacou também que

um dos grandes investimentos da cooperativa para este evento foi na parte pecuária, e que a atividade também, teve uma boa aceitação pelo público atingindo um grande número de visitantes. O diretor presidente da Copercampos, Luiz Carlos Chiocca, agradeceu a todos pela participação, destacando que novos investimentos serão feitos para o próximo ano. “A Copercampos está sempre buscando investir no campo demonstrativo, pois o Dia de Campo é o evento que realiza a difusão de tecnologias e aproxima o produtor rural das melhores técnicas e soluções, e por isso precisa estar constantemente investindo em melhorias de acessibilidade, e comodidade para atender a todos os nossos expositores e visitantes, porém o evento não teria todo este sucesso, se não fosse o trabalho e o empenho da equipe de funcionários da cooperativa, que se dedicam o ano todo para que o evento continue a crescer.”, comentou o presidente. Luiz Carlos Chiocca destacou ainda

Fotos: Claudia Mota/O Celeiro

Luiz Carlos Chiocca

que a Copercampos se sente orgulhosa por ter estas mais de 140 empresas expositoras trabalhando para manter a qualidade e a realização do evento. Para o próximo ano, o evento será realizado de 24 a 26 de fevereiro, com uma programação diferenciada para celebrar os 20 anos do Dia de Campo e os 45 anos de história da Copercampos.


30 Agronegócio

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Pesquisador aposta no manejo integrado de pragas para o controle da helicoverpa armígera Em Santa Catarina, a Cidasc trabalha com monitoramento preventivo O “Manejo tntegrado de pragas na cultura da soja, com ênfase na helicoverpa armígera” foi tema de palestra na décima nona edição do Dia de Campo Copercampos, realizado de 25 a 27 de fevereiro. Devido a grande repercussão do tema em nível nacional e a preocupação gerada junto aos produtores rurais de todo o território catarinense, a cooperativa trouxe informações com André Mateus Prando, pesquisador da área de transferência de tecnologia da Embrapa Soja de Londrina, no Paraná. Para Mateus Prando, as práticas do manejo integrado de pragas é a melhor forma de combate à nova lagarta, assim como às demais pragas na lavoura. “A melhor forma de combatê-la não é somente inseticida, não é somente controle químico unicamente. A Embrapa vem divulgando há muito tempo isso, que o manejo integrado de pragas é a melhor forma de combater esta praga. O manejo integrado de pragas compõe amostragem, identificação correta da praga, se é armígera, que está atacando a vagem da soja.”. O pesquisador recomendou também que o agricultor respeite os níveis de ação recomendados pela pesquisa, além dos inimigos naturais das pragas. “E observar a mortalidade natural do sistema, que são os inimigos naturais das pragas e nossos amigos. A gente está observando no campo um índice de parasitismo muito elevado destas pragas e está combatendo em muitas formas naturalmente, sem nenhuma intervenção do produtor. Isso

Informe

AGROsafra Cotações

Produto Saca de 60 Kg

MILHO SOJA

Fotos: Claudia Mota/O Celeiro

gera economia, preserva o ecossistema, a saúde e beneficia todos os inimigos naturais presentes na lavoura.”. Muitos produtores questionam como proteger a plantação, sem, ao mesmo tempo, extinguir os defensores naturais da cultura. O pesquisador da Embrapa orientou que se utilize o inseticida somente quanto necessário e a dar preferência a produtores biológicos ou

Melhor forma de combatê-la não é somente inseticida, não é somente controle químico unicamente. A Embrapa vem divulgando há muito tempo isso, que o manejo integrado de pragas é a melhor forma de combater esta praga. O manejo integrado de pragas compõe amostragem, identificação correta da praga, se é armígera, que está atacando a vagem da soja. André Mateus Prando

Último R$ 26,50 R$ 64,50

Atual R$ 26,50 R$ 64,50

= =

inseticidas fisiológicos. André também esclareceu que o que difere a armígera das demais lagartas, é o dano potencial que a praga provoca. “O dano dela potencial é bem maior, então ela sobrevive na soja, no algodão, no feijão, no milho e no trigo, até em planta daninha ela sobrevive. No entanto, no campo, frente a esses inimigos naturais ela se mostrou até mais suscetível que as outras, então é até mais fácil de controlar. “Os inimigos naturais que combatem a lagarta helicoverpa armígera são inúmeros e diferem de região para região do país, explicou André

Variação 0% 0%

Produto Saca de 60 Kg

TRIGO FEIJÃO

Último R$ 38,00 R$ 120,00

Mateus Prando. A lagarta foi localizada no Brasil ano passado e sua identificação é difícil, argumentou ainda o pesquisador. A maior incidência da helicoverpa armígera ocorre nos estados da Bahia e do Mato Grosso. O agricultor tem que aprender a conviver com essa praga, mas não é um “bicho de sete cabeças”, considerou André Prando. O pesquisador da Embrapa Soja concluiu afirmando que o monitoramento da lavoura deve ser constante e essa providência deve começar antes do plantio.

Atual R$ 38,00 R$ 120,00

= =

Variação 0% 0% Fonte: Agrolink


O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

Agronegócio

Fotos: Claudia Mota/O Celeiro

31

Na Cidasc monitoramento é preventivo

Fotos: Divulgação/Google

Helicoverpa armígera

O surgimento da nova lagarta em lavouras brasileiras preocupa, mas é preciso agir de forma responsável, sem criar pânico, considerou o presidente da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), Enori Barbieri, que também participou do Dia de Campo Copercampos. Para Barbieri, a divulgação de forma exacerbada sobre a helicoverpa armígera, dando a ela um potencial de destruição exagerado, contribuiu para a utilização, em alguns estados, de um produto tóxico extremamente perigoso e proibido. “Houve uma campanha publicitária negativa em nível de Brasil que essa lagarta devorava tudo, na verdade houve alguns brasileiros lançando ao mundo um recurso de estado de emergência, fizeram com que um produto proibido inclusive na China com alto poder agressivo de toxidade aos seres humanos, causando lesão no sistema nervoso central, pudesse ser utilizado num sistema emergencial.”. Em Santa Catarina, a Cidasc de forma cautelosa utiliza o monitoramento preventivo, aplicando formas adequadas de proteção às plantações, disse o presidente. “A Cidasc um pouco mais cautelosa, junto com o estado do Paraná, do Rio Grande do Sul e de São Paulo, decidiu que monitorar esta praga. Nós colocamos duzentas armadilhas em todo o estado de Santa Catarina para acompanhar a evolução. Tivemos poucas unidades capturadas. No município de Campos Novos tivemos duas ou três lagartas capturadas.”. Segundo Enori Barbieri, não houve necessidade do emergencial e de se utilizar um produto que pudesse causar danos ao ser humano. Desta forma, o agricultor economizou utilizando produtos já existentes no mercado e com técnicas de manejo já adotadas. Alguns pontos isolados houve mínimos prejuízos ao agricultor com a lagarta helicoverpa armígera, concluiu o presidente da Cidasc.

Enori Barbieri

“Houve uma campanha publicitária negativa em nível de Brasil que essa lagarta devorava tudo, na verdade houve alguns brasileiros lançando ao mundo um recurso de estado de emergência, fizeram com que um produto proibido inclusive na China com alto poder agressivo de toxidade aos seres humanos, causando lesão no sistema nervoso central, pudesse ser utilizado num sistema emergencial.” Enori Barbieri


32

O Celeiro

CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

O Celeiro CAMPOS NOVOS, QUINTA-FEIRA 06 DE MARÇO DE 2014

1318  

Jornal O Celeiro, Edição 1318 de 08 de Março de 2014

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you