Page 1

INFRAESTRUTURA

Em entrevista, Mainardi confirma que buscará reeleição como deputado estadual nas eleições de 2018

Prefeitura fará vistoria na Ponte Seca, na próxima semana, para estabelecer plano de recuperação

SEGURANÇA

Investigação da Polícia Civil indicia seis pessoas pela morte de Gilberto Bittencourt Silveira

ARQUIVO JM

POLÍTICA

Inquérito apontou montagem de esquema com Pág. 5 Pág. 12 o objetivo de obter dinheiro do tradicionalista. Acusado de ser o mandante do crime teria comandado ação de dentro do Presídio EXEMPLO FOLIA Regional de Pelotas. Pág. 18 Galo Caixeiro abre os Bolsistas do Pibid da festejos de Carnaval de Urcamp garantem Bagé, a partir do meioreforço escolar e recreação para assistidas dia, deste sábado, na Sete de Setembro pela Casa da Menina Pág. 7

Pág. 15

POR ESCASSEZ DE ÁGUA

jornalminuano.com.br BAGÉ, sábado, 10, domingo, 11, segunda-feira, 12 e terça-feira 13 de fevereiro de 2018 - ANO XXIII Nº 5 856 | R$ 3,00

CANDIOTA TERÁ RACIONAMENTO

BRUNO TOLFO/ESPECIAL JM

A exemplo de Bagé, o município de Candiota inicia, neste sábado, o racionamento de água. Com a medida, anunciada na sexta-feira, a distribuição será interrompida das 8h às 11h e das 14h às 17h, todos os dias. O motivo é a estiagem que assola a região da Campanha e que, segundo dados preliminares, já provocaram perdas que ultrapassam os R$ 20 milhões somente na zona rural da Capital do Carvão. Pág. 3

Temperatura Sábado

Domingo

20 29 Segunda

18 24 Terça

16

25

13

27


02

Opinião

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

Editorial

redacaominuano@gmail.com www.jornalminuano.com.br

Folia consciente e na medida

E

chegou a época que, para uma parcela considerável dos brasileiros, é a mais aguardada. O Carnaval, que inicia neste sábado, assinala uma das principais características do povo tupiniquim, inclusive servindo como uma caricatura do País aos estrangeiros. Elemento da cultura nacional, a folia, que passou a ser celebrada ainda no período colonial, apesar do que alguns pensam, não é uma festa com origem brasileira. Pelo contrário, a história a aponta como uma comemoração datada da antiguidade, já assinalada em berços da civilização como na Grécia, entre outros povos. De qualquer maneira, na atualidade, o Carnaval virou a festa do Brasil. E a simples movimentação gerada na economia demonstra a sua representatividade. Realizada em meio ao período de férias, a folia permite a mobilização de verdadeiras multidões, que viajam, festejam e consomem. Isso tudo atrelado a um sentimento de liberdade – por que não? –, certa euforia e, em alguns casos, ostentação. É certo que não existe uma hegemonia, muitos preferem se isolar nesta época. Se isolar e, simplesmente, descansar. O

que é válido, até porque a folia existe para possibilitar a realização de inúmeras aspirações, sejam elas quais forem. O fato é que o espírito do Carnaval exige alguns cuidados, por assim dizer. Não é porque o momento é de festa que o jargão “tudo pode” se torna uma legislação vigente. Nada disso! As regras são as mesmas de sempre e, portanto, demandam atenção aos mais entusiasmados. A campanha “Não é Não”, que vem ganhando cada vez mais espaço em âmbito nacional, é um exemplo que debates referentes à folia aos quais todos devem estar atentos. A iniciativa visa impedir que, em meus aos festejos, abusos – em especial os de cunho sexual – ocorram. O que é mais que pertinente, até porque esse tipo de comportamento não pode ser aceito seja onde e quando for. Neste contexto, onde o excesso deve ser um cuidado, também se englobam outros pontos. A ingestão de bebidas alcoólicas, que naturalmente tem o acréscimo, não deve ser exacerbada, senão o festejo passa a ter grandes chances de se tornar uma tragédia. Enfim, a folia é para ser celebrada, mas de forma consciente e na medida.

Laboratório FACOS/Urcamp

FAT - Jornal Minuano | CNPJ: 87415725/0012-81 Endereço: Rua Brigadeiro Mércio, 72 - CEP 96400.720 - Bagé/RS Telefones: Redação (53) 3242-7693 - Assinaturas 3241-6377

Marcelo Teixeira

@marcelodct marceloct@ymail.com

De novo, o lixo!

Não tanto pelo reajuste em si (que acontece todo O início da atual administração municipal foi marcado pela grande expectativa por mudanças. Com ano), nem pelo índice escorchante (coisa que o contria aprovação da maioria absoluta dos eleitores de buinte tupiniquim já está até acostumado), nem pelo Bagé, a nova administração rompeu um ciclo de de- fato da taxa do lixo ultrapassar o valor do IPTU (fato zesseis anos (quatro mandatos) do PT na administra- que já tinha ocorrido em 2013), nem pela necessidade ção municipal, com a promessa de uma gestão mais de revisão dos parâmetros de cobrança (que eventualmente até se justifica). A decepção é porque esse moderna, enxuta, transparente etc. Não demorou muito para descobrirmos que reajuste de 36% é escancarado e absolutamente conuma das primeiras e principais mudanças estaria na traditório com a promessa feita no início da gestão no troca da empresa da coleta do lixo. Poderíamos até sentido de que a troca da empresa era imprescindível, visto que a nova empresa de coleta faria um nem perceber essa troca se ela não tivesse imtrabalho melhor, mais qualificado e, prinplicado, também, na substituição dos concipalmente, por um preço menor. Ora, têineres, alteração de horários/rotinas e, convenhamos, se o preço fosse menor principalmente, uma flagrante dificul- Pensei: se a nova o correto seria haver uma redução no dade da nova empresa em dar conta empresa de coleta valor da taxa de lixo e não um reajusdo recolhimento do lixo. é mais cara, por te abusivo, que superou até o reajuste Contêineres não foram substique não renovaram anunciado para a conta da CEEE . tuídos, a coleta falhou em algumas Pensei: se a nova empresa de regiões e horários e, com o lixo se o contrato com coleta é mais cara, por que não renoacumulando nas ruas, a paciência dos a anterior? varam o contrato com a anterior? Se a contribuintes se esgotou rapidamennova empresa de coleta tem um custo te. Para jogar água na fervura, os novos menor, por que um reajuste de 36%? administradores não demoraram a esSe havia a necessidade de uma revisão nos índices clarecer aos contribuintes que os problemas eram transitórios, localizados e que faziam parte daquela, (tanto que sancionou a lei aprovada em outubro de aparente, imperiosa substituição. Complementaram 2017), por que anunciou uma redução nos custos da a informação dizendo que a nova empresa ampliaria coleta de lixo? Por que não foi dito, lá no início da significativamente a área com coleta por contêineres gestão, bem no meio da “crise”, que havia uma séria e, de lambuja, com uma significativa redução de cus- defasagem entre a taxa e o custo da coleta? Afinal, tos, implicando em uma importante economia para os se a explicação oficial é de que a defasagem já vinha sendo empurrada com a barriga por mais de duas décofres públicos municipais. No meio do ano passado, a situação, enfim, se cadas, considerando que o atual prefeito era presidennormalizou, os ânimos arrefeceram, ainda que uma te da Câmara de Vereadores, não dá para dizer que queixa aqui outra ali, insistissem em denunciar o não ignoravam essa realidade, né? Enfim, ações, omiscumprimento das promessas e o atraso ou falta de co- sões e contradições que maculam uma administração que assumiu um compromisso com inovações, mas leta em alguns lugares do município. Seguiu a vida, o ano terminou, tudo se norma- não resistiu à tentação de reprisar velhas práticas e lizou e, agora, veio a surpresa: o reajuste no valor da discursos, típicos de um tipo de política que ninguém taxa de lixo, cobrado juntamente com o IPTU. No suporta mais. E mais, dizer que o aumento médio foi de apemeu caso particular, o reajuste alcançou a indecente marca de 36%, fazendo, inclusive, que ficasse mais nas R$ 9, só se for na mensalidade, pois, na minha caro até do que o IPTU com desconto de 20%. Fi- conta, paga em parcela única, o aumento foi de R$ quei sinceramente decepcionado com essa indigesta 124,06, por um serviço que, até agora, no máximo, surpresinha de ano novo, proporcionada pela nova se iguala ao anterior. Lamentável! Os contribuintes bajeenses não mereciam isso. administração municipal. Advogado e professor universitário

Foco na prevenção

Rodrigo Sarasol

www.jornalminuano.com.br | redacaominuano@gmail.com | facebook.com/jornalminuanobage

DIRETOR EXECUTIVO Glauber Pereira EDITOR-CHEFE Felipe Valduga

GERENTE COMERCIAL Adriana Robaina

Editor assistente - Sidimar Rostan • Reportagem - Viviane Becker - Cláudio Falcão - Melissa Louçan - Jaqueline Muza - Rochele Barbosa - Daiane Lima Augustho Soares (estagiário) • Chargista - Cláudio Falcão • Repórter fotográfico - Antônio Rocha - Tiago Rolim de Moura • Diagramação - Luís Mário Pereira - Daniel Cuerda Ferreira Wilson Cesar Alpoim Leite • Revisão - Helena Pereira • Assistente comercial - Angelina Britto • Vendedores - Dulce Dias - Fabrício Becker • Distribuição - Marcos Goulart • Assinaturas - Martina Motta dos Santos • Administrativo - Lidiane Selaje Marques • Colaboradores - José Carlos Teixeira Giorgis - Marcelo Teixeira - José Artur M. Maruri dos Santos - Norberto Dutra - Airton Gusmão - Dilce Helena dos Santos - Fernando Risch - João L. Roschildt • Impressão - Gráfica do Jornal do Povo - Cachoeira do Sul

Os artigos assinados não refletem, necessariamente, a posição do jornal. Por isso, a editoria não se responsabiliza pelas opiniões emitidas.

Uma iniciativa focada na conscientização da população quanto à necessidade de prevenção foi desenvolvida, na manhã de sexta-feira, pela Secretaria de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência e a Coordenadoria de Comunicação Social e Memória da Prefeitura de Bagé. Na atividade, junto à avenida Sete de Setembro, foram distribuídos mais de 250 kits com informativos detalhando a importância de alerta sobre infecções sexualmente transmissíveis e o uso de preservativos, bem como dicas para manter-se saudável durante os dias de folia e outros assuntos.


Cidade 03 Candiota decreta situação de emergência e adota racionamento www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

O município de Candiota decretou, ontem, situação de emergência devido à estiagem e, ainda, anunciou o início do racionamento de água a partir deste sábado. Com a decisão, a distribuição de hídrico será interrompida, diariamente, das 8h ás 11h e das 14h às 17h. A prefeitura iniciou a distribuição de água potável e alimentos para os moradores da zona rural De acordo com o prefeito em exercício, Gil Deison Lopes Pereira, ainda na quarta-feira, foram apresentados à Defesa Civil os laudos que identificam os prejuízos financeiros e sociais do município. O levantamento foi realizado por técnicos da prefeitura e da Emater, apontam perdas superiores aos R$ 20 milhões junto à zona rural. O maior prejuízo está na produção de soja, que chega num déficit de mais de R$ 8 milhões, sendo perdidas 7.680 toneladas. O arroz também apresentou uma perda considerável de 490 toneladas, totalizando R$ 355.250 de perdas aos produtores.

ARQUIVO JM

Capital do Carvão terá distribuição de água interrompida das 8h às 11h e das 14h às 17h a partir deste sábado Divulgação

Hulha Negra O município de Hulha Negra reativou o poço artesiano localizado próximo a rótula de acesso ao posto de combustíveis, que estava fora de funcionamento há, pelo menos, quatro anos. Uma equipe da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) trabalhou desde o início da semana na tentativa de destravar a bomba que suga o hídrico. Após várias tentativas não foi possível retirar a bomba. A alternativa então foi a de substituir a tubulação de, aproximadamente, 42 metros e colocar uma nova. De acordo com os técnicos responsáveis pela obra, a vazão inicial do poço era de cinco a seis mil

litros por hora, porém a média diminuiu e a vazão ficou próxima dos três mil litros por hora. O prefeito Renato Machado comemorou a ação. “Parece pouco, mas é preciso comemorar, afinal são mais de 70 mil litros de água por dia”, disse ele. A equipe da prefeitura fez a ligação do poço até a caixa de água. Foram utilizados 90 metros de tubulação. Dois caminhões pipa e um trator pipa distribuem, diariamente, água potável em mais de 250 pontos no interior de Hulha Negra. Além das entregas, a prefeitura realiza o abastecimento de água nas comunidades do Quebracho, Passinho, Serra da Hulha, Cachoeirinha e assentamento Santo Antônio. No

Poço artesiano foi reativado após quatro anos

bairro Floresta, por exemplo, na caixa de água que abastece a localidade são depositados, diariamente, cerca de de 32 mil litros de água.

Aceguá

A princesa da Fronteira foi a única da região que ainda não decretou situação de emergência. Conforme o prefeito Gerhard Martens, a situação na cidade está normalizada porque há poços artesianos que cobrem a demanda. Porém, está sendo avaliada pela Emater e Cooperativa Mista Aceguá Ltda (Camal) os prejuízos da zona rural. “Até a semana que vem, teremos essa definição”, disse.


04

Campo & Negócios

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

Manuela Bergamim/Especial JM

Milton Brasil assume presidência regional da Fetag-RS O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Bagé, Milton Domingues Brasil, foi reeleito como presidente e coordenador da Regional Fronteira Oeste no âmbito da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS). A eleição foi realizada no dia 7, em Dom Pedrito. A regional reúne 11 representações sindicais, abrangendo 17 municípios. Brasil, que assume o terceiro mandato consecutivo, destaca que apenas uma chapa disputou o processo que definiu o comando regional da Fetag-RS para o biênio 2018/2019. A eleição foi por consenso. Com mais de 15 anos de atuação na Federação, o presidente regional destaca que a pauta de debates do novo ciclo é variada, mas deve dedicar atenção especial à proposta de reforma da Previdência, sob análise do Congresso Nacional. A Fetag-RS trabalha diferentes demandas da categoria, que vão da relação com as instituições bancárias à defesa pela ampliação de leitos em hospitais da rede pública. Existe, porém, uma atribuição conjuntural. “Na região, também somos responsáveis pelos levantamentos das perdas com a estiagem”, explica Brasil, ao destacar que os relatórios locais são enviados para Federação, que articula audiências com órgãos estaduais.

Arquivo JM

Eleição foi por consenso

Abrangência A Regional Fronteira Oeste da Fetag-RS compreende os municípios de Bagé, Hulha Negra, Pedras Altas, Candiota, Aceguá, Lavras, Dom Pedrito, Santana do Livramento, Rosário do Sul, São Gabriel, Santa Margarida, Cacequi, Alegrete, Itaqui Maçambará, Uruguaiana e Quaraí. Chapa eleita para biênio 2018-2019 Presidente: Milton Brasil (Bagé) Vice-presidente: Jesus Dorneles (Alegrete) Secretário: Amilton Camargo (Lavras do Sul) Tesoureira: Marilu Costeira (Dom Pedrito)

Fernando Cardoso representa Embrapa na Nova Zelândia

Pesquisador da Embrapa participa de evento internacional sobre melhoramento genético O pesquisador e chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Pecuária Sul, Fernando Flores Cardoso, participa de dois importantes eventos internacionais na área de melhoramento genético animal, na Nova Zelândia: a ICAR Annual Conference e Interbull Annual Meeting, que ocorre de 7 a 11 de fevereiro, e o 11º World Congress on Genetics Applied to Livestock Production (WCGALP), realizado entre os dias 11 e 16 de fevereiro. O primeiro evento destacase nas temáticas de coleta e controle de dados aplicados à avaliação de animais domésticos e de avaliação genética de bovinos. Já o segundo, é o principal evento científico do mundo na temática de genética aplicada à produção animal, que reúne os principais pesquisadores da área a cada quatro anos. Durante o evento, o estado da arte da genética quantitativa e molecular será apresen-

tado e os conhecimentos atuais sobre a genética de populações e estratégias de melhoramento genético serão atualizados para cada espécie, para discutir as perspectivas futuras do melhoramento genético animal, especialmente no contexto das tecnologias genômicas. Conforme o pesquisador Fernando Cardoso, essa será uma oportunidade singular de apresentar e discutir com os maiores especialistas mundiais as pesquisas que vêm sendo desenvolvidas pela Embrapa Pecuária Sul na área de seleção de bovinos mais adaptados à produção de carne de qualidade nos trópicos e sub-trópicos, com o uso de ferramentas genômicas. Na 11º WCGALP, Cardoso apresenta o artigo “Tag-SNP selection using Bayesian genomewide association study for growth and adaptation traits in Hereford and Braford cattle”, que trata da seleção de marcadores molecula-

res mais importantes e informativos relacionados com crescimento e adaptação de bovinos Hereford e Braford. Os resultados a serem apresentados constituem uma inovação tecnológica com potencial interesse de outros países onde o carrapato é prevalente e outras características de adaptação ao calor são importantes. “Sua apresentação nesse congresso contribuirá para a divulgação e reconhecimento internacional das pesquisas da Embrapa. Também esse será um momento oportuno para interagir com os maiores especialistas mundiais e para articular possíveis cooperações internacionais, visto que outros países e grupos internacionais também trabalham com as raças taurinas e suas compostas e bem como na temática de uso da genômica para aumentar a adaptação e resistência a enfermidades”, finaliza Cardoso.


www.jornalminuano.com.br

Fogo Cruzado BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

Por Sidimar Rostan

05

“Maior desafio foi fazer chegar ao povo nossa visão sobre os temas em debate”, afirma Mainardi Em entrevista exclusiva ao Jornal MINUANO, o deputado estadual Luiz Fernando Mainardi, do PT, adiantou que pretende concorrer a novo mandato na Assembleia Legislativa, em 2018. O petista falou sobre o ano legislativo, encerrado em janeiro, e adiantou posição a respeito de pautas articuladas no parlamento gaúcho. Ele revelou desafios e avaliou projetos do governo do Estado, a exemplo das Propostas de Emenda à Constituição (PECs) que viabilizam as privatizações da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), da Companhia Riograndense de Mineração (CRM) e da Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás), sem a necessidade de um plebiscito. MINUANO– O senhor trabalhou pautas distintas no último ano legislativo, propondo, por exemplo, o reconhecimento como de relevante Deputado adianta que deve focar na aprovação de projetos de sua autoria interesse cultural do Rio Grande do Sul o Rio Camaquã e alterações no portância teve, para a oposição, esse porque esconder uma opinião não Sartori em encarar esse tema. Essa tem nada a ver com a democracia e má vontade indica, inclusive, o Fundo de Desenvolvimento da Ovi- espaço ocupado pelo partido? com o pluralismo, que são princí- quanto Sartori e Temer são alianocultura do Estado. Qual foi a agenda prioritária? Mainardi - Foi uma experiên- pios que estão na base das conces- dos. É evidente que a pressão pela cia rica, que repetiu o que já fizemos sões públicas que são feitas para os reparação ao Rio Grande das perMainardi - Sou um deputado em nossas experiências passadas na canais de comunicação. De qual- das com a Lei Kandir, que hoje de oposição e, ao mesmo tempo, um presidência da Casa Legislativa. quer forma, os funcionários públi- somam algo em torno de R$ 50 birepresentante da região da Campa- Duas características essenciais mar- cos mobilizados e os espaços que lhões é ruim para o governo fedenha e da Fronteira Oeste do Estado. cam as gestões petistas na Assem- temos nos veículos de comunicação ral. Mas é muito bom para o EstaPreocupo-me com o desenvolvi- bleia Legislativa: transparência e regionais, como é o caso deste jor- do e infelizmente Sartori escolheu mento da região e com a proteção de participação popular. Agimos con- nal, permitiu que nossa voz pudesse os interesses de seu partido em denosso patrimônio, ao mesmo tempo forme a Constituição e o Regimento chegar ao povo. A acusação de que trimento do Rio Grande nesse em que fiscalizo e pressiono o gover- Interno, mas nunca contra o povo, não temos um caminho alternativo caso. Sartori agiu ao contrário do no para atender as demandas justas que pôde, após lamentáveis experi- para apresentar é falsa. O PT já go- que disse que faria quando foi canda população gaúcha, particular- ências com o PMDB e o PP, tornar a vernou o Estado e já mostrou o que didato, quando o seu slogan era “O mente às da região que represento. A Assembleia um espaço de debates e pode fazer. Comparem qualquer meu partido é o Rio Grande”. Na defesa do Camaquã e o aprimora- exercer com liberdade pressões legí- governo do PMDB ou PSDB com verdade, queria apenas esconder os nossos sobre qualquer ponto de que era do PMDB porque PMDB mento da produção ovina são dois timas sobre os parlamentares. vista. Nossos governos sempre fo- lembra Britto, que até agora era o temas centrais para Bagé a para a região. Mas fizemos muitas outras coiMINUANO – Qual foi o ram melhores. No “frigir dos ovos” pior governador que já tivemos, segundo pesquisas. Por coincidênsas também, como o trabalho de par- maior desafio, para a oposição, ao é isso que interessa. MINUANO – A discussão cia, Sartori assumiu e recuperou a ceria para garantir as verbas necessá- longo do ano legislativo? E por quê? sobre a Lei Kandir ganhou espaço mesma agenda de Britto, de privarias para o funcionamento da Santa Casa. Vamos produzir uma prestaMainardi - O maior desafio no parlamento gaúcho, mas regis- tizações e negociação da dívida ção de contas destes três anos de foi fazer chegar ao povo nossa vi- trou poucos avanços. Na sua opi- com prejuízos para o Estado. Britmandato e apresentar à cidade e à são sobre os temas em debate no nião, por que não foi possível avan- to aumentou em R$ 22 bilhões a região neste semestre. parlamento. Em muitas ocasiões, a çar no sentido de uma solução para dívida do Rio Grande do Sul, Tarso a diminuiu em R$ 20 bilhões e TV e a rádio de maior audiência do a questão? agora o Sartori, caso assine o acorMINUANO – O PT coman- Estado mostravam apenas o posiMainardi - Houve uma in- do com a União, vai aumentá-la dou a Assembleia Legislativa no pe- cionamento do governo em relação núltimo ano da legislatura. Que im- aos temas em discussão. É injusto disposição política do governo em mais de R$ 30 bilhões. É im-

Vanessa Vargas/Especial JM

pressionante o prejuízo que cada governo do PMDB traz ao Estado. MINUANO - O novo ano legislativo é estratégico para os parlamentares que projetam reeleições, mas também é crucial para o PT. Quais serão as prioridades do mandato para 2018? Mainardi - Eu sou candidato à reeleição. Quero continuar sendo o deputado que mais defende os interesses do povo de Bagé e da nossa região. Mas antes das eleições temos um semestre inteiro de trabalho na Assembleia. Meu foco será a aprovação dos meus projetos que estão na pauta, como os que foram citados em relação à defesa do Camaquã e ao reforço da ovinocultura. Mas também vou continuar ajudando o povo gaúcho a resistir aos projetos do Sartori. Se depender de nossa luta, Sartori não vai produzir o prejuízo que quer, entregando as empresas públicas para a iniciativa privada e negociando o futuro do Rio Grande com Temer. Quero também dar uma atenção especial à educação e à saúde, que são temas recorrentes e que o governador atual negligenciou.


06

Empreendedor

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

Sicredi amplia atuação e lança máquina de cartões Poupança, linhas de crédito, consórcios e investimentos são serviços que estão na rotina dos associados do Sicredi. Agora, a instituição financeira cooperativa – que possui mais de 3,7 milhões de associados – inova e lança a Paguecom, uma máquina de cartões que passa a viabilizar a atuação do Sicredi como credenciadora. “Já fazemos parte dessa cadeia como instituição financeira cooperativa, que oferece conta bancária para o recebimento dos pagamentos. Agora, nos tornamos, também, uma credenciadora, no chamado mercado de adquirência”, explica Andrio Wall, assessor de negócios da cooperativa Sicredi Fronteira Sul. A iniciativa é uma parceria com a First Data, líder global em soluções de processamento de pagamentos e comércio eletrônico. A First Data está por trás da maioria das inovações do mercado em meios de pagamento tais como: autosserviço no checkout, programas de fidelidade, cuponagem, gift card, pagamentos móveis via celular, armazenamento seguro de dados, entre outros. A Paguecom chega com todas as funcionalidades de uma máquina de cartões: crédito, débito e voucher. Mantendo o lema de estar sempre perto do associado e da sua rede de contatos, o atendimento desse serviço estará disponível via telefone e também nas agências do Sicredi – atualmente, são mais de 1,5 mil, em 21 estados brasileiros. “No Sicredi, temos o compromisso de sempre oferecer mais para os nossos associados. O lançamento da Paguecom atende também às necessidades das empresas, de forma simples e segura, contemplando alguns pontos, como gestão de preços,

Divulgação

Sappataria

Últimos dias para aproveitar a liquidação. São diversos pares de sapato, das marcas mais conhecidas e amadas dos brasileiros, com preços de promoção e facilidades de pagamento. São pares femininos e masculinos, que vão agradar a todos os clientes.

Salim Kalil

A loja está com um torra-torra para combinar com a temperatura do verão. Todas as peças da loja estão com facilidade de pagamentos, com possibilidade de parcelamento em até seis vezes sem juros.

Mirian Kaé

Saúde, bem estar e beleza em um único lugar. No Consultório de Fisioterapia Mirian Kaé, os procedimentos estéticos têm destaque, como o design de sobrancelhas e extensão de cílios, fio a fio, volume russo.

Don Juan Moda Homem

Especial Summer 18: na compra de polos e camisetas, leve três peças e pague somente duas em até três parcelas. A promoção é válida por tempo limitado.

Nory Boutique Imperdível a promoção de verão: peças selecionadas com desconto de 50% à vista e 15% em três vezes. São vestidos, blusas, maiôs, bermudas e biquínis em destaque.

Villa Hermosa

Deliciosas paletas mexicanas artesanais com mais de 30 sabores, além do saboroso e nutritivo açaí no copo com mais de 15 sabores para recheio e cobertura. De segunda a sexta, salgados e folhados, integrais, pães de queijo e cafés. Na avenida Tupy Silveira, nº 2009, ao lado da Alternet.

Aniversariantes

10 de fevereiro

Novidade disponível na região de Bagé, equipamento tem funcionalidades de crédito, débito e voucher melhoria do nível de serviço e maior controle da operação”, ressalta Wall. Os interessados em adquirir a máquina e utilizar em seu negócio poderão solicitar a Paguecom em qualquer agência do Sicredi. O públi-

co da Paguecom é majoritariamente de pessoa jurídica, porém atenderá também a pessoa física, como profissionais liberais: médicos, advogados, taxistas e microempresários, por exemplo.

Adriano Castro da Silva Cátia Silene Campos Delci Cougo Alves Jorge Luís Framil Fernandes Karylin Mércio Alves Torres Lizete Severo Luciana Moreira de Ávila Luís Francisco Machado Kanaan Luís Henrique Pimentel Márcia Cristina Ceolin

Maria de Lurdes dos Santos Nunes Mariza Eliziane Dias Nathália Rodrigues da Silva Rita Gomes Roberta da Silveira Pinto Rubem Anderson Rahmeier Sabrine Dorneles Pires Tibiriçá Souto de Moraes Vítor Cassão Mendonça Nunes Zulma Sojes

11 de fevereiro Agostinho Pinto Ferreira Cristiano Vera de Ávila Derli Rodrigues Eclair de Almeida Machado Eliane Rocelli Ferreira

Gilberto de Leon Gladimir Aguzzi Jorge Fernando Freitas Luís Eduardo Esteves Terezinha Caminha

12 de fevereiro Ademir Bolfoni Alexandre Louzada Soares Ângelo Roberto Gomes Silva Antoniela Pires Artur de Freitas Bressan Beto Cogoi Carmem Ollé Fissel Edgar Soares Edmilson Soria Veloso Edson Cardoso Maia Gilberto Benites Hugo Ustárroz Pegas Iara Jardim Barcellos

13 de fevereiro

Carlos Sá Costa Elei Antunes Barreto Eva Daneres Zaballa Gerson Fernandes Soares Guilherme Luís Coelho Cougo Joseane Portácio Jucelino Rosa dos Santos Luciana Monteiro Marques

Iara Jardim Barcellos João Irio Azambuja da Cunha José Kielder Brião Teixeira Juan Pablo Pires Júlio Cezar de Lima Bianchini Lucas Álvares de Oliveira Maria Fernanda da Silva Lins Michele Araújo Porto Alegre Paolla de Freitas Priscila Gonçalves Rodrigues Renata Ferreira Otte Walter Dutra

Maira Aquino Costa Mariane Dalé Melissa Dias Walker Regina Karam Suzana Barcellos Ferreira Vilma Borges Gomes William Martins Freitas


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

07

Alunas da Urcamp, bolsistas do Pibid, realizam programação na Casa da Menina Acadêmicas do curso de Pedagogia desenvolvem projeto que busca preencher tempo livre das atendidas com roteiro que une reforço escolar e recreação Em uma semana, o estímulo é o desenvolvimento de atividades voltadas ao teatro e a dramatização. Na outra, o tema a ser trabalhado é a música. Vale cantar, compor, conhecer a trajetória de artistas e, assim, também aprender a criar. As artes se cruzam quando o incentivo vem através do artesanato, ou, simplesmente, da participação de dinâmicas de grupo, com foco no autoconhecimento e no resgate da autoestima. As técnicas são aplicadas pelas estudantes de Pedagogia da Universidade da Região da Campanha (Urcamp), que saem dos estágios que realizam em escolas públicas de Bagé, durante o ano letivo, para se dedicar às moradoras da Casa da Menina. Desde janeiro, elas participam do roteiro de afazeres. A formanda Cora Pradie Alves é bolsista desde o início da graduação, há quatro anos, e garante que o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) mudou sua vida. “O Pibid fez

toda a diferença, transformei em prática para a minha profissão aquilo que aprendi em teoria no curso. Me deu muito embasamento”, conta. O trabalho na casa iniciou com alfabetização e letramento das meninas com idades a partir dos cinco, seis anos e, em seguida, também virou um programa de auxílio nas tarefas, por meio de reforço escolar. Mas o programa de atividades vai além. Busca ainda ocupar as moradoras com brincadeiras, jogos e diversão. A coordenadora do Pibid na Urcamp, professora Viviane Gentil, é uma entusiasta do programa e lamenta o anúncio feito pelo Governo Federal, na última semana, de extinção do projeto, que é financiado pela União e desenvolvido em Instituições de Ensino Superior de todo o País. Ela conta que o aluno que vira bolsista ganha outra dinâmica de trabalho. “Ele desenvolve muito mais a sua criatividade para criar propostas diferenciadas dentro da pedagogia,

Divulgação

da forma de ensinar. Se o Pibid for realmente extinto será uma perda muito grande para as escolas, para os alunos e, nesse caso específico ,também para a Casa da Menina”, justifica.

Programa O Pibid oferece bolsas de iniciação à docência aos alunos de cursos presenciais que se dediquem ao estágio nas escolas públicas e que, quando graduados, se comprometam com o exercício do magistério na rede pública. O objetivo é antecipar o vínculo entre os futuros mestres e as salas de aula da rede pública. Com essa iniciativa, o Programa faz uma articulação entre a educação superior (por meio das licenciaturas), a escola e os sistemas estaduais e municipais. Os coordenadores de áreas do conhecimento recebem bolsas mensais de R$ 1,2 mil. Os alunos dos cursos de licenciatura têm direito a bolsa de R$ 350 e os supervisores,

Dóris Serpa Leal e Cora Alves participam desde o início do projeto que são os professores das disciplinas nas escolas onde os estudantes universitários vão estagiar, recebem de R$ 600 por mês.

Casa da Menina A Casa da Menina de Bagé é mantida pela Urcamp, desde sua criação, na década de 90. Hoje são cerca de 30 moradoras, de zero a 18 anos. Meninas que foram retiradas de suas famílias pela justiça por es-

tarem vivendo em situação de risco ou vulnerabilidade social. Com a extinção do programa, a última atividade desenvolvida será a promoção de um baile de carnaval para as meninas da casa, durante o feriado. “Nós, da Pedagogia, temos obrigação de levar o nosso conhecimento a essas instituições que são mantidas pela nossa Urcamp. Assim, a gente reforça o nosso compromisso social”, finaliza Gentil.


08

Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

Trabalhadores atuantes junto à rodoviária avaliam projeto de revitalização

Faltando apenas a resposta de um dos condôminos para ser aprovado o projeto formulado pela empresa Nicolini, que pretende viabilizar a revitalização de toda a estrutura da Estação Rodoviária de Bagé, a comunidade que trabalha no local está ansiosa para ver as melhorias sendo executadas. Ricardo Farias, um dos condôminos a aprovar o projeto, proprietário de uma loja de confecções e variedades, conta que seu estabelecimento, localizado no interior da estrutura, ao lado do supermercado, será deslocado junto à Viação Ouro & Prata, para onde funcionava o antigo “Bar da Estela”. O empresário acredita que a reforma ajudará em seus negócios, pois, para ele, o atual cenário da rodoviária não é atrativo, tampouco eficiente. A revitalização do local também ajudará na realização do trabalho dos taxistas, que serão reposicionados para o local onde hoje fica um dos estacionamentos. Uma tela protetora sairá da porta frontal da rodoviária, chegando até o local onde os táxis estarão estacionados. Isso possibilitará que passageiros que buscam o serviço não se molhem ao entrar no veículo em dias de chuva. O taxista Leonardo Garcia revela que outro pedido dos motoristas foi que uma parcela dos táxis se concentre nas proximidades dos boxes, pois, atualmente, outros profissionais aproveitam o ponto, tirando clientela.

Projeto A lei que permite o investimento de, aproximadamente, R$ 1

Arquivo JM

milhão em um sistema de permuta foi sancionada pelo prefeito Divaldo Lara, do PTB, no fim de janeiro. A rede de supermercados arcará com o custo da obra e, em troca, poderá utilizar a área aos fundos do mercado e parte da área do saguão para ampliar a estrutura da loja.

FOTOS Tiago Rolim de Moura

Prazos

Conforme o gerente de Marketing da rede Nicolini, Selmo Dias, o projeto já foi apresentado à gerência da única empresa que falta dar a aprovação. Dias afirma que após o pronunciamento desse condômino, a rede dará andamento nos trâmites, com a escritura pública da permuta e o Registro de Imóveis. Após serem finalizados tais procedimentos, a obra deve iniciar em 30 dias. O prazo previsto para conclusão da reforma é de 10 meses após seu início, com possibilidade de prorrogação para mais 90 dias.

Reformas A reforma prevê melhorias como a troca de piso, forro e pintura de toda a área externa e partes internas (de uso comum, não privativas) da rodoviária, além de impermeabilização das lojas. Os banheiros serão reformulados e reposicionados entre o local onde hoje está o banheiro feminino e a sala de espera do local, que dará origem ao banheiro masculino. O gerente também salienta que a estrutura inteira atenderá o Plano de Prevenção Contra Incêndios (PPCI). Visando melhor atendimento às pessoas que esperam ou desembarcam na estação, o projeto tam-

ntervenção promete alterar atual cenário bém conta com uma área coberta, que será estendida entre a área dos boxes e o ponto de táxi.

Garcia avalia que ação será benéfica para taxistas

Área de lazer No projeto também consta a restauração do painel ao lado do supermercado, o qual será envolto por uma estrutura de madeira que receberá um chimarródromo. A pintura, de autoria do uruguaio Ubaldo Cosio, faz parte de um conjunto de painéis que integram o patrimônio artístico da cidade, encontrando-se na rodoviária desde 1978. As demais obras, localizadas em frente ao ponto de táxi e na rampa da rodoviária, também serão restauradas.

Parte da estrutura precisa de reparos Local da loja de Farias será trocado


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

09

FOTOS Tiago Rolim de Moura

Petição pública exige investigação sobre valor do combustível cobrado em Bagé

No início deste mês, um grupo de bajeenses deu início à mobilização contra o valor dos combustíveis, considerado abusivo após divulgação de pesquisa realizada pela Agência Nacional de Petróleo (ANP). Após um primeiro encontro, teve início a realização de uma petição pública, solicitando investigação, dos órgãos públicos, quanto às cifras cobradas na Rainha da Fronteira. Um dos organizadores do movimento, o motorista Vinícius Alves Branco, explica que a ideia surgiu após a primeira ação do grupo, no dia 1º de fevereiro, na Praça de Esportes. A partir disso, foi criada uma comissão com cinco integrantes para coordenar as ações de protesto, como a petição pública, que está disponível para assinatura desde quinta-feira (8). O objetivo é chamar a atenção do Ministério Público sobre os valores cobrados pelos postos de combustíveis da cidade. “Os moradores e consumidores da cidade

de Bagé/RS vem, por meio deste abaixo-assinado, pedir a investigação pelo possível cartel dos postos de combustíveis”, diz o texto da petição. A ideia surgiu após a divulgação dos dados levantados pela ANP, que apontam que enquanto o preço médio do etanol, no Brasil, é

de pouco mais de R$ 3 o litro, em Bagé o preço mais caro do litro chega a R$ 4,73. A alegação dos revendedores é o custo do transporte. Até a tarde de ontem, mais de 620 pessoas já haviam assinado a petição. Isso com menos de 24 horas no ar.

Preço considerado abusivo motivou abaixo-assinado


SOC

VIVIANE

Becker

www.jornalmi

#TODA LINDA

viviminuano@hotmail.com

Churrascaria e Galeto Mário aberto durante o Carnaval

Mais uma opção para quem fica na cidade no Carnaval. A churrascaria e Galeto Mário irá funcionar normalmente durante todo o período de Carnaval. Das 11h30min às 13h30min, quem passar por lá vai poder se deliciar com tradicional buffet e churrasco por quilo. A empresa fica na Tupy Silveira, esquina com Hipólito Ribeiro.

Oficina de Teatro tempos modernos

O grupo de Teatro Os Carlitos abre 2018 com uma proposta diferenciada para quem sonha com os palcos, quer aprender a falar em público, ou simplesmente deseja perder a timidez. As aulas iniciam no dia 3 de março. A idade mínima é de 14 anos. A oficina tem duração de dois meses com aulas aos sábados, às 15h, na Biblioteca Pública Otávio Santos, que apoia o projeto. Informações podem ser obtidas no facebook do Grupo de Teatro Os Carlitos ou pelo whatsapp 999679428.

Alana Ernesto Leite descansa na terrinha ao lado dos pais, Wilson César Alpoim Leite e Mara Regina Machado Ernesto. A bela cursa Design de Moda na UCPel. Cheia de estilo, também atua como modelo em Pelotas. Sua beleza exótica seguidamente é vista na passarela do Moda Pelotas e em editoriais para Eliza Andrade, Revista Babado, Bentivi, Orla Bardot. O crédito da foto é de Thamires Seus.

FOI NUM CARNAVAL QUE PASSOU

Glauco do Brasil

A agenda da Biblioteca Municipal Otávio Santos está recheada de boas atrações. No dia 9 de março, às 19h, será exibido gratuitamente o filme Glauco do Brasil. Logo após acontece um bate-papo com o diretor e roteirista Zeca Brito.

ENCONTRO DE AMIGAS

Ana Maria Delabary e Maria Azambuja animando evento, que aconteceu nesta semana, com a presença do Grupo de Musicoterapia da Unimed na Casa de Cultura Pedro Wayne

UM BELO REGISTRO

Ana Luísa Gonzalez Brasil e Lúcia Gomes

Iolanda Marzola Silveira, Flávia Marzola Silveira, Luciana Silveira Martins e Maria Teresa Marzola


CIAL

10/11

Bagé, 10, 11, 12 e 13 de fevereiro de 2018

inuano.com.br

FÉRIAS

Desfrutando das belezas da Bahia, no Morro de São Paulo, Liselda Maruri, Rosinha Resck, Liliana Bender, Evelise Bittencourt e Lauro Vidal

Daiane, Antoninho e Antônio Carlos Coradini curtiram férias nas Bahamas/Nassau. Ontem eles chegaram ao novo destino, Nova York

Em Punta del Este, Débora Campos, Luísa de Salles, Dani Campos e Melina Braga

Ana Maria Ceolin passou temporada em Balneário Camboriu

Julinho Pimentel e Carmen Barros, vivendo bons momentos ao lado de familiares em Nice, na França


12

Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018 Tiago Rolim de Moura

José Carlos Teixeira Giorgis

Jaqueline Muza/ Especial JM

jgiorgis@terra.com.br

Rivera

O Uruguai venera José Gervásio Artigas; os irmãos João Antônio e Manuel Lavalleja, ambos integrantes dos Trinta e Três Orientais; Manuel Oribe; e Fructuoso Rivera, todos seus grandes heróis. Domingo Faustino Sarmiento, clássico autor de Facundo, diz que o último fez guerra às autoridades, como contrabandista; depois aos contrabandistas, como empregado do rei e patriota; aos patriotas, mais tarde como montonero; aos argentinos, como chefe brasileiro; aos brasileiros, como general argentino; a Lavalleja, como presidente; ao presidente Oribe, como chefe proscrito; a Rosas, aliado a Oribe, como general oriental. Rivera combateu em campos uruguaios contra os portugueses, mas vencido por Lécor incorpora-se às tropas lusitanas como coronel e comandante; embora líder “colorado”, na revolta da Independência, une-se a seu compadre Lavalleja no exército dos 33; é derrotado por Bento Ribeiro, mas vence Mena Barreto, Gomes Jardim e Bento Gonçalves; fica inimigo de Lavalleja; é escolhido como 1º Presidente Constitucional do Uruguai e saindo do cargo enfrenta Manuel Oribe, que fora seu ministro, chefiando um movimento pró-Argentina; exila-se no Brasil, mas auxiliado por Bento Ribeiro volta ao Uruguai onde reorganiza o Exército e derrota Oribe, voltando à Presidência, ocasião em que muito ajuda aos farroupilhas (1834); aliado a Rosas, Oribe retorna ao poder e vence Rivera no Arroio Grande (1842); derrotado, refugia-se novamente no Brasil e passa a colaborar com os farrapos, sendo rendido pelo Duque de Caxias; tenta várias vezes voltar à sua pátria, mas é preso e outra vez é exilado para o Brasil (1847); finda Guerra Grande, é escolhido e chamado pelos compatriotas para assumir a presidência com Lavalleja e Venâncio Flores. Quando regressa

ao Uruguai detém-se em Jaguarão; doente, corresponde-se com sua mulher, que morava em Montevidéu, a quem muito desejava rever; todavia, mesmo sem condições de viajar prossegue a jornada, vindo a falecer já nos arredores de Melo em 13 de janeiro de 1854. O médico que assiste sua agonia decide embalsamar o corpo, sendo encomendado esquife de lata que é colocado dentro de outro, de madeira. Depois de gasto o pequeno estoque de álcool que havia na vila decide-se misturar cachaça para completar o processo de aromatização do cadáver. O caixão é conduzido por antigos soldados trajados de preto, montados em cavalos pretos, companheiros de antigas refregas; que, para homenagear um líder e amigo, muitos deles bebem goles do líquido do ataúde por acreditar que assim se fica mais valente, episódio confirmado pelo historiador Oscar Padrón Favre como sendo da” tradição uruguaia”. Alerta o escritor Euclides Torres que um dos projetos de Rivera era criar um Grande Uruguai, integrado pelo Estado Oriental, as Províncias de Entre Rios e Corrientes e mais o Rio Grande do Sul, intenção vista como perigosa tanto pelo Império Brasileiro como pela Confederação Argentina que também reivindicava o Uruguai como parte do Vice- Reinado da Prata, o que muitos caudilhos platinos continuaram a sonhar. A Cisplatina, hoje o atual território uruguaio, pertenceu ao Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves; e depois ao Império do Brasil, que a manteve para defesa das províncias do Sul até 1825, quando o solo de Artigas conquista a Independência. Fontes: 1. Torres, Euclides. Bento Manoel Ribeiro, o Caudilho Maldito. Porto Alegre: Edigal, 201; 2. H.D. Ensayo de Historia Patria. Montevidéu: Barreiro y Ramos, 1913. 3. Wikipédia.

Nicole e Deibler devem finalizar e encaminhar projeto ao Ministério da Cultura Estrutura deverá receber revitalização

Com necessidade de intervenção, Ponte Seca receberá vistoria na próxima semana O perigo iminente vem tomando conta da Ponte Seca, situada na avenida Presidente Vargas. Algumas madeiras que cobrem a estrutura que serviu de trilho estão quebradas, outras queimadas e, ainda, há pontos vazios. Ciente da demanda e com a meta de melhorar a estrutura, a Secretaria de Gestão, Planejamento e Captação de Recursos (Geplan) programou, para a próxima quarta-feira, a realização de uma vistoria junto ao local. A ideia é avaliar possíveis intervenções. De acordo com o titular da Geplan, Eduardo Deibler, já foi realizada a limpeza e o fechamento do local para que as pessoas não realizem a travessia. Ele entende, contudo, que ainda há perigo, visto que os dormentes estão desgastados. “Temos que encontrar uma forma de intervir, porque é tombada como patrimônio histórico e precisa de liberação”, disse. Deibler ressalta que a Geplan está remodelando e ampliando o projeto realizado pela arquiteta Joelma Silveira para apresentar ao Ministério da Cultura e Turismo. Ele conta que em razão da persistente defesa daquela área pelo radialista Edgar Muza, há mais de 30 anos, visando transformá-la num restaurante panorâmi-

co, o núcleo técnico da secretaria irá acrescentar tal possibilidade dentro do rol de possíveis medidas a serem executadas. O que, se viabilizado, conforme sua análise, poderá auxiliar na manutenção e preservação do espaço. Segundo o secretário, já foi encaminhado um pedido de apoio para a Rumo Logística, solicitando o apoio para a criação de um museu ferroviário no local e também a instalação de um vagão para a implantação do restaurante.

Projeto O projeto inicial foi apresentado ao Ministério da Cultura em 2011 e prevê a conservação e restauração da ponte seca e dos dois largos onde se encontra, um deles com acesso pela rua Marechal Deodoro e outro pela rua José Otávio. No espaço, devem ser agregadas espécies nativas, a promoção da acessibilidade e funcionalidade, além do embelezamento do entorno para valorizar a história da cidade. A responsável pela ampliação do projeto é a arquiteta e engenheira civil da Geplan Nicole Bergamo. De acordo com ela, já está sendo realizada uma avaliação sobre como inserir novos elementos no projeto inicial. Segundo a pro-

fissional, a estrutura de ferro está intacta e uma das ideias é formatar uma passarela panorâmica para unir as duas entradas. “Devemos encaminhar o projeto ainda em fevereiro”, ressalta. Serão dois acessos, pelas ruas José Otávio e Marechal Deodoro, em frente ao Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb), até a Ponte Seca. A ideia é manter a ponte como está, sendo inserida, ali, uma passarela em vidro. Os barrotes serão recuperados. De um lado, será construída uma área infantil, com brinquedos, trenzinho para crianças e uma série de equipamentos.

Histórico da Estação Ferroviária de Bagé A primeira Estação Ferroviária de Bagé foi inaugurada em 12 de dezembro de 1884 e consistia num terminal da linha que se iniciava em Rio Grande. Segundo registros históricos, o prédio foi destruído por um incêndio em 1926. De acordo com relatório da Viação Férrea do Rio Grande do Sul, no ano de 1929, a antiga estação foi demolida para a construção da nova, que, hoje, abriga o Centro Administrativo.


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

Escolas se preparam para iniciar ano letivo em meio ao racionamento Desde segunda-feira, os bajeenses vivem novamente a realidade do racionamento de água, assim como aconteceu diversas vezes nos últimos 30 anos. Quem não possui reservatório, aproveita os horários de abastecimento para encher baldes e tonéis com água. Contudo, em locais com grande circulação de pessoas, reservar água se torna uma tarefa mais difícil. Pensando nisso, as escolas dão início aos preparativos necessários para receber os estudantes para o ano letivo de 2018, que inicia nos próximos dias. Um dos exemplos são as instituições da rede municipal de ensino. A secretária de Educação, Adriana Lara, explica que são 62 escolas municipais, entre instituições de Educação Infantil e Ensino Fundamental. A expectativa é que mesmo enfrentando escassez de água, as instituições não sejam afetadas. Isso porque todas as estruturas possuem reservatório de água, com tamanhos adequados à demanda de cada uma. “Mas estaremos monitorando a situação de perto. Se houver necessidade, o Daeb também abastecerá os reservatórios, se for o caso”, antecipa ela. Entretanto, nas escolas da rede estadual, a situação pode ser mais agravante. Isto porque nem todos os prédios possuem reservatórios de água. “Se persistir o racionamento, sem dúvidas (haverá reflexo). Poço artesiano somente nas escolas do campo. Algumas escolas possuem cisternas”, conta o coordenador regional de Educação, José Carlos Nobre. Nobre destaca, ainda, que em virtude do forte calor e a necessidade de água potável para os alunos, “a questão de salubridade, higienização dos banheiros e áreas das escolas ficarão prejudicada”. As escolas da rede particular, por terem recursos garantidos pelas mensalidades, vem tendo mais tranquilidade durante os períodos de escassez de água. O Educandário São Benedito, por exemplo, possui cinco caixas d’água, somando 10 mil litros,

Divulgação

Institutos educacionais privados aguardam estudantes com reservatórios para atender demanda duas cisternas que somam 60 mil litros, mais um poço artesiano com vazão de dois mil litros por hora. A diretora da instituição, Irmã Maria Inês Terezinha Sangalli, destaca que mesmo com uma boa reserva, a escola, que atende 650 estudantes, faz uso moderado da água. “Mesmo com um bom reservatório, se usarmos demais, pode faltar. Então a limpeza e a higiene são feitos de forma caprichada, mas com cuidado para não gastar água demais”, diz.

Bairro Floresta

O Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb), buscando soluções para o problema de

abastecimento no bairro Floresta, informou que nos dias 7 e 8 de fevereiro, a autarquia realizou a construção e ligação de nova rede para levar água diretamente ao reservatório que abastece o local. No serviço, foram instalados 160 metros de encanamento, ligado diretamente à rede da rua Lourival Clave, elevando assim a vazão onde o alto consumo no bairro tornava mais difícil a chegada da água. Diariamente, o caminhão pipa do Daeb abastece o reservatório em dois turnos do dia. Moradores que ainda tiverem problemas no abastecimento devem ligar para os telefones disponibilizados para atendimento: 08005102219 ou 115.

13


14

Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

Airton Gusmão

José Artur Maruri

josearturmaruri@hotmail.com

As lepras de hoje

Continuando a sua Missão de tornar o Reino de Deus presente no mundo, com seus ensinamentos, atitudes e gestos na realidade da vida das pessoas, envolvendo também os discípulos para uma nova consciência e prática; Jesus no Evangelho deste final de semana (Mc 1,40-45), acolhe um leproso que, de joelhos diante dele diz: “Se queres, tens o poder de curar-me”. O Senhor da vida responde agindo com compaixão, estendendo a sua mão e tocando no leproso: “Eu quero, fica curado”. Na visão do povo da Bíblia, a lepra como qualquer outra doença era considerada como um castigo de Deus a partir de certos comportamentos. No caso da lepra, o pecado era considerado muito grande pelo que representava essa doença. As pessoas que viviam com esta enfermidade deviam viver afastadas do convívio social e alertar as outras para que não se aproximassem delas. As marcas da doença no corpo mantinham abertas as piores feridas na alma dessas pessoas, pois eram consideradas impuras e malditas e tinham de viver na exclusão. Jesus, mesmo transgredindo o legalismo que justificava estas exclusões sociais e religiosas, cheio de compaixão, torna-se próximo desse homem, toca nele, libertando-o dos preconceitos, curando-o e reintegrando-o no convívio social. Neste dia 11 de fevereiro, celebramos o 26º Dia Mundial do Enfermo. O Papa Francisco escreveu a sua mensagem, tendo como tema: “Eis o teu filho. Eis a tua mãe. E desde aquela hora o discípulo acolheu-a como sua” (Jo 19,26-27). Trazemos presente alguns trechos da mensagem do Papa: “O serviço da Igreja aos doentes e a quantos cuidam deles deve continuar com vigor sempre renovado, por fidelidade ao mandato do Senhor (Lc 9,2-6; Mt 10,1-8; Mc 6,7-13). As palavras de Jesus dão origem à vocação materna de Maria em relação a toda a humanidade. A mãe dos discípulos do seu Filho cuidará deles e do seu caminho. João pode testemunhar que Jesus encontrou muitas pessoas doentes no espírito, porque cheias de orgulho (Jo 8,31-39), e doentes no corpo (Jo 5,6). A todos concedeu misericórdia e perdão e, aos doentes, também a cura física, sinal da vida abundante do Reino, onde se enxugam todas as lágrimas. Como Maria, os discípulos são chamados a cuidar uns dos outros. A todos deve ser anunciado o Evangelho do Reino, e a caridade dos cristãos deve estender-se a todos quantos passam necessidades”. Todos nós, hoje, também somos chamados a continuar os gestos, sinais e ações de Jesus, que veio para que todos tenham vida e vida em abundância; superando todos os tipos de “lepras” que geram exclusões, preconceitos, sofrimentos e morte. Façamos a nossa parte. Sejamos alegres na esperança, fortes na tribulação, perseverantes na oração e solidários com os que sofrem. Um bom final de semana a todos e até uma próxima oportunidade. Pároco da Catedral

bagespirita.blogspot.com.br

Carnaval

O Carnaval é a festa popular mais celebrada no Brasil e que, ao longo do tempo, tornou-se elemento da cultura nacional. Porém, o Carnaval não é uma invenção brasileira nem tampouco, realizada apenas neste País. A história do Carnaval remonta à Antiguidade, tanto na Mesopotâmia quanto na Grécia e em Roma. A palavra Carnaval é originária do latim, “carnislevale”, cujo significado é retirar a carne. O significado está relacionado com o jejum que deveria ser realizado durante a quaresma e também com o controle dos prazeres mundanos. Isso demonstra uma tentativa da Igreja Católica de enquadrar uma festa pagã. A história do Carnaval, no Brasil, iniciou-se no período colonial. Uma das primeiras manifestações carnavalescas foi o entrudo, uma festa de origem portuguesa que na colônia era praticada pelos escravos. Depois surgiram os cordões e ranchos, as festas de salão, os corsos e as escolas de samba. Afoxés, frevos e maracatus também passaram a fazer parte da tradição cultural carnavalesca brasileira. Marchinhas, sambas e outros gêneros musicais também foram incorporados à maior manifestação cultural do Brasil. No entanto, na atualidade, como bem ressalta Divaldo Pereira Franco, “sendo uma festa popular, hoje manipulada pela mídia e objetivando resultados econômicos pelo número de empregos que proporciona, apresenta-se com uma face distorcida e perversa. Em razão dos conflitos que dominam a sociedade, torna-se um momento muito especial para o deboche, a degradação moral, a perversão sexual, a usança de drogas ilícitas e os crimes mais diversos”. “A festa é tumultuada, excitante, pelos quadros da nudez e do erotismo, das facilidades para as perversões, já que a “carne nada vale”, vindo os seus lastimáveis resultados pouco depois: gravidez indesejada terminando em abortos, enfermidades sexualmente transmissíveis, transtornos de conduta emocional, frustrações profundas. Não é o Carnaval, em si mesmo, um fator de degeneração moral, social e espiritual, mas a oportunidade que faculta aos atormentados para exporem as suas feridas morais”. Na palavra de Geraldo Campetti Sobrinho, colunista da Federação Espírita Brasileira, “o culto à carne evoca tudo o que desperta materialidade, sensualidade, paixão e gozo. O forte apelo do período que antecede, acompanha e sucede o evento ao deus Mamon guarda íntima relação com o conúbio de energias entre os dois planos da vida, o físico e o extrafísico, alimentado pelos participantes, ‘vivos de cá e de lá’, que se deleitam em intercâmbio de fluidos materialmente imperceptíveis à maioria dos carnavalescos encarnados”. Campetti Sobrinho prossegue: “Vivemos em constante relação de intercâmbio, conectando-nos com os que nos são afins pelos pensamentos, gostos, interesses e ações. Sem que nos apercebamos, somos acompanhados por uma “nuvem de testemunhas”, que retrata nossa situação íntima”. Enfim, não cabe a análise sob a ótica de proibições ou cerceamento de vontades. Se o espiritismo condena o Carnaval ou não.Todos somos livres para fazer as escolhas que julgarmos convenientes. Porém, não podemos nos esquecer de que igualmente somos responsáveis, individual ou coletivamente, pelas opções definidas em nossa vida. O espírita verdadeiro pode e deve aproveitar o feriado prolongado para estudar, trabalhar, ajudar aos outros e conectar-se com o Plano Maior da Vida em elevada festividade espiritual que nos faz bem, proporcionando real alegria e plenitude ao espírito imortal. “Aproveita-te desses dias para renovar-te espiritualmente, para que possas espairecer e descansar, porque a carne vale muito no teu processo de evolução”. – Divaldo Pereira Franco (Referências:http://brasilescola.uol.com.br/carnaval/historia-do-carnaval.htm. Acesso em 09/02/2018. Divaldo Pereira Franco. Artigo publicado no jornal A Tarde, coluna Opinião, em 12-02-2015. Geraldo Campetti Sobrinho. http://www.febnet.org.br/blog/geral/colunistas/ carnaval-uma-festa-espiritual/. Acesso em 09/02/2018) Colaborador da União Espírita Bajeense

Norberto Dutra

Jesus desenvolveu uma paixão por Seus Objetivos A paixão é poder. Você nunca terá sucesso significativo com alguma coisa a menos que ela se torne uma obsessão para você. Uma obsessão ocorre quando algo consome os seus pensamentos e o seu tempo. Você será lembrado na vida apenas pela sua obsessão. Com Henry Ford, o automóvel. Com Thomas Edison, as invenções. Com Billy Graham, o evangelismo. Com Ora Roberts, a cura. Com os irmãos Wright, o avião. Jesus tinha paixão pela Sua missão e alvo na vida. “Pois o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido” (Lucas 19.10). “Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e poder, e como ele andou por toda parte fazendo o bem e curando todos os oprimidos pelo Diabo, porque Deus estava com ele” (Atos 10.38). Jesus focalizava a execução exata das instruções de Seu pai celestial. Jesus curou os doentes. Prestou atenção nos solitários. Ele veio para tornar as pessoas bem sucedidas, para consertar e restaurar a vida delas à plena comunhão com Seu Pai, “Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens” (Colossenses 3.23). A obsessão de Jesus levou-o à cruz. Levou-o à crucificação. Vinte centímetros de espinhos foram enterrados na Sua fronte. Uma lança perfurou-o do lado. Pregos foram cravados em Suas mãos. Trinta e nove açoites dilaceraram Suas costas. Um comentário bíblico declara que quatrocentos soldados cuspiram no Seu corpo. A barba de Jesus foi arrancada do Seu rosto. Mas Ele era obcecado pela salvação da humanidade. E teve sucesso. Você pode começar com pequenas tarefas. Pode começar com bem pouquinho. Mas se aquilo que você ama começar a consumir sua mente, seus pensamentos, suas conversas, sua agenda – aguarde um sucesso extraordinário! Você tem medo de sair para trabalhar todas as manhãs? Fica olhando ansiosamente para o relógio todas as tardes, esperando a hora do expediente terminar? Sua mente fica divagando o dia inteiro, imaginando outros lugares ou coisas que você gostaria de estar realizando? Então, você provavelmente não tem muito sucesso no que está fazendo. Descubra algo para se apaixonar, algo que valha a pena você dedicar a sua vida. Considere esse ponto. Jesus fez isso. Jesus desenvolveu uma paixão por Seus objetivos. Esse foi um dos Segredos da Liderança de Jesus. Deus abençoe a todos. Até o próximo sábado. Pastor e presidente da Igreja Assembleia de Deus de Bagé Doutor em Divindade


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

Galo Caixeiro abre Carnaval popular

FOTOS Tiago Rolim de Moura

Tiago Rolim de Moura

A partir das 12h deste sábado, na avenida Sete de Setembro, acontece o desfile de quatro entidades que realizam o Carnaval popular, evento já tradicional da Rainha da Fronteira. O Galo Caixeiro do MeioDia, que desfila há 13 anos, foi todo remodelado para a folia. De acordo com a coordenadora de evento da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Ana Carla Flores, a prefeitura irá disponibilizar a infraestrutura com cordas, banheiros químicos e segurança. Ela salienta que a ordem dos desfiles foi organizada pela diretoria do Galo Caixeiro. Segundo o responsável pelo Galo, Antônio Flávio Ávila Soares (Flavinho), a partir das 11h inicia a concentração dos integrantes na sede social do Clube Caixeiral. Ele ressalta que o símbolo do bloco foi totalmente remodelado, bem como o estandarte da entidade. “Neste Abadá ano, faremos homenagem para um está sendo dos fundadores e porta estandarte da comercializado Símbolo da entidade foi todo revitalizado entidade, Otávio Bagesteiro, que a R$25 morreu recentemente”, disse. estiveram nessas ruas devem ser reSoares salienta que, após o tirados sob pena de serem recolhiGalo, irão desfilar, às 12h30min, a A secretaria de Segurança e dos ao depósito, obedecendo o CóFamília Fagundes e Banda da Ale- Mobilidade Urbana (SSM) informa digo de Trânsito Brasileiro. gria, seguido, às 13h, pelo Dentro da que a partir das 8h estarão interromA partir das 10h, os ônibus Casinha - com homenagem ao Rio pidas algumas vias para o desfile. do transporte coletivo farão seu itiCamaquã - e, na sequência, o grupo Haverá limpeza de área sentido nerário bairro/centro – leste/oeste: Se Colá Colô. Logo após, a via esta- norte/sul: início da rua Félix da dobrando na rua Marcílio Dias à esrá aberta para outras entidades que Cunha com a avenida Sete de Se- querda, entrando na rua General queiram participar. tembro até a esquina com a rua Sampaio à direita e dobrando à esO diretor informa que mesmo Monsenhor Costábile Hipólito; querda, novamente, na avenida com chuva o Galo estará na avenida. limpeza de área no sentido sul/nor- Marechal Floriano, direita na FloOs abadás ainda podem ser adquiri- te: avenida Sete de Setembro, no res da Cunha, atravessando a Sete dos na secretaria da sede social, por trecho compreendido pelas ruas de Setembro e, conforme a linha, R$ 25. A expectativa é que cerca de Monsenhor Costábile Hipólito até a entrando na avenida General Osó800 foliões participem do desfile. Félix da Cunha. Os veículos que rio ou rua Barão do Triunfo.

Vias interrompidas

15


www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

Edibar

16

Lazer

Deus Salve o Rei - GLOBO - 19h30min

Romero determina a reclusão de três dias para Saulo, por insubordinação. Lucrécia se encanta com as palavras de Osiel e acaba beijando o pintor. Rodolfo não dá ouvidos para os conselhos de Cássio. Hélvio dá a Matilda um pingente de prata. Constantino mente para Catarina e diz que Hermes precisou partir. Augusto faz sua primeira apresentação na peça, ajudado por Isandro e Larissa. Virgílio entrega moedas de ouro a Brice, e ela garante que afastará Afonso das lembranças de Amália. Ulisses pergunta a Romero se ele não exagerou na punição dada a Saulo. Enquanto Brice faz o feitiço, Amália sente uma tontura, cai e bate a cabeça.

O Outro Lado do Paraíso - GLOBO - 21h

Horóscopo

Vinícius tenta difamar Laura e culpa Clara por instigar a enteada. Patrick exige que Bruno acolha a denúncia de Laura. Lorena afirma ao marido que consegue convencer a filha a desistir da denúncia. Clara vai com Noêmia, assistente social, buscar Tomaz na casa de Sophia em seu dia de visita. Tônia ameaça denunciar Renato se ele estragar seus planos para manter seu casamento com Bruno. Clara leva Tomaz para a casa de Mercedes. Mariano sugere que Lívia faça um tratamento para tentar engravidar. Noêmia gosta de ver Tomaz brincando com Renato e Josafá. Caetana promete ajudar Clara. Bruno se aconselha com Raquel sobre o caso de Vinícius. Ivanilda ajuda Nicácio a se arrumar para o baile. Noêmia questiona Tomaz por ter chamado Renato de pai, e Lívia se preocupa ao saber da conversa. Elizabeth/Duda vai com Renan ao baile. Marcel e Nicácio brigam pelo primeiro lugar do concurso. Melissa pede para passar a noite com Diego. Amaro avisa a Sophia que quer se casar com Estela. Renan beija Elizabeth/Duda no momento em que Henrique e Jô chegam ao baile. Renato beija Clara, e Gael vai tirar satisfações com ele.

ÁRIES Sua atenção passa longe do trabalho nesta sexta, já de olho no Carnaval! Não importa se vai foliar ou pegar a estrada, você quer mesmo é um tempo para curtir a liberdade. Vá feliz!

TOURO

Como você está remexido! São as tensões que anda segurando, não é? O trabalho preocupa um pouco, mas o amor também não está tranquilo. Aproveite o Carnaval para aliviar alguns pesos!

GÊMEOS Você está a fim de tomar seu rumo neste Carnaval, acompanhem-no os bons ou vão comer poeira! A impaciência atravessa qualquer disputa. Reúna-se aos bons amigos, clima de paquera!

CÂNCER Cuidado para não queimar a largada! A Lua sugere sensibilidade orgânica, tem a ver com o cansaço e a pressão de seus conflitos internos. Mas a libido está super desejando uns prazeres!

LEÃO Dias bons para vestir a fantasia neste Carnaval! Uma boa desculpa para se permitir alguma alegria. Pode até rolar um romance para os que estão a fim de conhecer alguém.

VIRGEM Acúmulo de tensões pede algum tipo de alívio! Ou você termina a semana precisando de um bom descanso, ou está na ânsia de aproveitar uma boa onda de diversão. Aproveite seu feriado.

LIBRA

Hoje você ainda pode pôr algo que lhe interessa muito em movimento, mas depois tem mais é que deixar rolar! O Carnaval começa com um pique bom, despreocupe-se e divirta-se mais.

ESCORPIÃO Você não está a fim de esperar, mas de fazer acontecer! Se por um lado isso é bom para tomar alguma iniciativa, por outro precisa ficar atento aos seus impulsos. Mas movimente-se!

SAGITÁRIO O Carnaval começa com a Lua e Marte Sagitário --alguma dúvida de que ninguém a segura? Você só vai fazer o que quiser, mesmo que seja nada! Mas alguém motiva você a correr atrás.

CAPRICÓRNIO A verdade é que você poderia aproveitar um bom descanso! Mas, se vai se retirar ou se vai se jogar na festa, é com você. Importante é se sentir livre por dentro, satisfazer sua alma!

AQUÁRIO Para quem quer folia, o astral desse início de Carnaval está ótimo! Energia em alta e a Vênus em Aquário até amanhã à noite: liberte-se com os amigos e divirta-se com os amantes!

PEIXES

Um feriado que autorize a escapar temporariamente do que chamam de vida real é tudo de que a sua alma precisa para sonhar. Nisso a fantasia tem seu lugar! Mas o coração está sensível!

Loterias

Novelas

Maria Vitória, Vicente e José Augusto embarcam para Portugal. Edgar apresenta Bernardo para Eva, que não aceita os galanteios do corretor. Alzira reclama das instalações da sede da sociedade da geleia para Pepito. Raimundo leva um presente para Nicota, e Natália o recebe. Tomaso repreende Giuseppe por continuar se encontrando com Gilberte. Teodoro dá um presente a Felícia. Artur reclama com Edgar sobre a falta de notícias de seus pais. Lucerne alerta Felícia para tomar cuidado com Teodoro. Lucinda e Fernão se amam. Delfina fiscaliza as obras em sua Quinta. Passa-se um mês. Delfina avisa a Inácio que Maria Vitória se casou e está voltando para Portugal. Maria Vitória, Vicente e José Augusto desembarcam do navio e estranham não encontrarem Firmino a espera deles. Maria Vitória se apressa para ver a filha, mas descobre que ela não está na Quinta. Henriqueta leva Mariana para Maria Vitória.

Palavras Cruzadas

Tempo de Amar - GLOBO - 18h30min

FEDERAL

LOTOFÁCIL

LOTOMANIA

Sorteio: 05256

Sorteio: 1622

Sorteio: 1838

01 02 03 04 08

05 07 12 30 33 38 43 48 50 54 57 59 65 67 70 80 84 90 94 98

1º prêmio 2º prêmio 3º prêmio 4º prêmio 5º prêmio -

52539 47939 68773 37759 57104

09 11 16 17 18 20 22 23 24 25

DUPLA-SENA

MEGA-SENA

QUINA

Sorteio: 1754

Sorteio: 2012

Sorteio: 4602

08 11 27 35 36 51

18 34 36 48 60

1º- 02 16 32 39 43 45 2º- 13 22 32 41 46 47


Cidade

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018 FOTOS Tiago Rolim de Moura

Obra está praticamente pronta

Ponte que liga bairros Alcides Almeida e Mingote Paiva será inaugurada até final do mês Após três anos de espera, com reclamações de moradores que enfrentam dificuldades para circular entre os bairros Alcides Almeida e Mingote Paiva, a ponte que liga as localidades, situada na rua José Otávio, será inaugurada neste mês. A informação vem da assessoria de imprensa da Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Seinfra). A data de entrega ainda não foi divulgada, mas a ocasião deve ser assinalada por uma solenidade com presença de autoridades do município.

Conforme a chefe de gabinete da pasta, Flávia Prestes Souza, a estrutura está praticamente concluída, faltando apenas alguns detalhes no acabamento e pequenos arremates. O local se encontra interditado, e com barreiras de terra, para impedir que haja movimentação na ponte até que a mesma seja finalizada. A reivindicação pela obra iniciou pelo motorista de caminhão Cleomar Pereira Gonçalves. Morador do bairro Alcides Almeida, ele agradece aos responsáveis

Estrutura está interditada para que não haja movimentação até ser finalizada

pelo trabalho. Para Pereira, a ponte é uma das melhores obras para a comunidade da região, na qual mora há 47 anos. A emoção é tanta que ele pensou em cancelar a viagem que havia programado para o feriado de Carnaval após ouvir boatos de que a ponte poderia ser entregue no domingo. Até porque quer estar presente na cerimônia. Em janeiro de 2015, os moradores sofriam para se locomover entre os bairros, tendo apenas uma ponte para pedestres, sendo que a estrutura não se encontrava em boas condições. Pereira esteve várias vezes na prefeitura, ainda na gestão de Dudu Colombo. Na época, o Executivo construiu uma nova ponte. A estrutura ficou no pátio do Centro Administrativo por vários meses. No início da nova gestão, o secretário da Seinfra, Ronaldo Hoesel, instalou a estrutura no local, mas ainda faltavam as madeiras, que somente foram colocadas no final de setembro do ano passado, com material cedido pelo Ibama, oriundo de uma apreensão de transporte ilegal. Na época, a previsão de conclusão era de uma semana.

17

Ibama de Bagé registra 64 infrações ambientais penalizadas em 2017 A unidade técnica do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de Bagé contabilizou, em 2017, um total de 64 infrações em sua área de jurisdição, formada por 18 municípios entre a fronteira e a região central do Rio Grande do Sul. O valor total arrecadado, no ano, com os autos lavrados pela repartição, chegou a R$ 2.298.949. Conforme a chefe de Unidade do Ibama, Janize de Medeiros, 50% dessas infrações foram relativas ao uso, armazenamento, transporte irregular e contrabando de produtos tóxicos à saúde humana ou ao meio ambiente. Desses, 24 autos de infrações, que representam 37,5% do total, foram alusivos a agrotóxicos. Janize informa que, neste período, a repartição apreendeu 168 quilos de agrotóxicos contrabandeados e 6.936 quilos de soja produzidos com agrotóxicos com origem ilegal. As embalagens vazias e tampas foram devolvidas aos estabelecimentos comerciais onde foram adquiridos. A chefe de unidade destaca que a extensa fronteira seca do

Estado facilita a entrada de agrotóxicos contrabandeados/falsificados, que causam graves danos ao meio ambiente, à saúde pública e à cadeia de produtiva do País.

Vegetação Janize aponta, também, que mais de 820 hectares foram embargados em razão dos indivíduos não possuírem autorização do órgão para atuar no corte da vegetação. O ano terminou com 12 autos de Infrações registrados, relativos à supressão de vegetação nativa. O total arrecadado em multas referentes a esse tipo de infração se aproxima de R$ 250 mil. De acordo com ela, a Lei nº 12.651/2012 estabelece a obrigação de autorização prévia para a supressão de vegetação nativa para o uso alternativo do solo. Em 2018, a unidade já penalizou dois casos pelo mesmo motivo. “Visando a conservação do Bioma Pampa e o combate ao uso ilegal de agrotóxicos, o Ibama tem intensificado as ações de fiscalização em toda a região de fronteira”, destaca a chefe de unidade.


18

Segurança

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

Seis são indiciados pela morte de Gilberto Silveira

Inquérito da Polícia Civil reforçou versão de crime de latrocínio

FOTOS Divulgação

A investigação do assassinato do tradicionalista Gilberto Bittencourt Silveira, 48 anos, foi concluída e encaminhada ao Judiciário. Na manhã de ontem, o delegado Cristiano Ritta, titular da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) e que conduziu o inquérito e a apuração, confirmou a suspeita inicial do crime tratar-se de um latrocínio. No total, seis pessoas foram indiciadas. A principal informação é de o caso consistiu numa espécie de esquema para, inicialmente, apenas roubar a vítima. Tiago Rafael Leges Ferreira, 31 anos, conhecido como Mochilão e que, atualmente, está detido no Presídio Regional de Pelotas, foi apontado como o mandante de toda a operação. À imprensa, Ritta explicou que os policiais sempre trabalharam com a hipótese de latrocínio e, mesmo que nada tenha sido levado da vítima, houve a intenção do crime. Ele também ressalta que esse tipo de crime tem pena maior que homicídio, mesmo nos casos de execução.

O planejamento Conforme a polícia, a organização do crime começou com Júlia Castro, uma garota de programa que tinha contato com Silveira. Júlia vendia entorpecentes para Mochilão e tinha uma dívida de R$ 2 mil com ele. Ela também tinha contato com Franciele Vaz de Castro, 20 anos, namorada de Ferreira e indiciada na coautoria do mando do crime. Franciele e Mochilão teriam insistido para que Júlia marcasse o programa. Numa primeira tentativa, no dia 30 de janeiro, não teria conseguido, mas teve sucesso no dia seguinte. Júlia teria dito ao tradicionalista que levaria uma amiga, chamada Gabrielle. Entretanto, no final da tarde, teria dito que não poderia ir, pois cuidaria do filho e, então, avisou que Gabrielle iria sozinha. A acusada, então, passou o número da suposta amiga – que na verdade era o contato de Mochilão – para que Silveira combinasse a hora e local do programa. Os dois, conforme a polícia, te-

riam acertado de se encontrar por volta das 21h, na praça, em frente à Fundação Bradesco.

A execução Para a execução do crime, três homens teriam sido contratados. Um deles é Rafael da Costa Pinheiro, 20 anos, vindo de Pelotas e que esteve preso junto a Ferreira. Pinheiro foi preso em flagrante, pela Brigada Militar, no mesmo dia do crime. Ele confessou, mas garantiu que teria feito tudo sozinho. Os outros dois acusados são de Bagé. O trio foi até o automóvel do tradicionalista e anunciou o assalto. Silveira foi amarrado e colocado no banco traseiro. Os três, então, dirigiram até o Kartódromo e pressionaram a vítima para que entregasse dinheiro. Segundo os investigadores, dentro do carro, é possível que Silveira tenha tentado reagir ou se movimentado, quando Pinheiro disparou a arma. Depois disso, os acusados fugiram em outro carro, um Ford Ka - que havia sido furtado em Porto

Alegre - por dentro de um campo, quando acabaram colidindo em um barranco e abandonaram o automóvel. Pinheiro foi preso em flagrante próximo ao bairro Jardim do Castelo. Ele já tinha antecedentes por roubo e tráfico. Os outros dois citados como participantes tiveram prisão temporária determinada e, por isso, seus nomes não foram divulgados. Ferreira está no Presídio Regional de Pelotas. Franciele também está presa e Júlia foragida. Apontado na investigação por ser o mandante do crime, Mochilão também foi apontado como o líder da facção da zona leste, durante a operação Dona-

Óbitos SIRLY DIAS BARBOSA, 76 anos, aposentada, solteira, morava na avenida Espanha. LUAN LOCATELLI, 28 anos, autônomo, solteiro, morava na rua Túlio Lopes.

tello. O grupo clonava veículos para conseguir dinheiro para comercializar entorpecentes. O grupo também realizava assaltos a óticas e joalherias. Os acusados enviavam vídeos para o líder, Mochilão, que já estava no Presídio Regional de Pelotas, para saber de que forma e os horários de agir. Entre as provas recolhidas pela Polícia Civil, exposta à reportagem, há um gravação de Ferreira para Júlia, indicando o que ela deveria falar em depoimento. Ele também afirma que estaria triste pelo assalto ter “dado errado”, já que teria perdido um carro e um revólver em função do assassinato.


Esporte

www.jornalminuano.com.br

BAGÉ, 10, 11,12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018 Tiago Rolim de Moura

19

Daiane Lima O Carnaval nos clubes daiane.lima.bg@gmail.com

O Guarany e o Bagé estarão abertos aos torcedores que optarem em pular Carnaval na Rainha da Fronteira. O alvirrubro vai promover bailes infantis no domingo e na terça-feira. Adultos pagam R$10 e ganham o direito a um número para o sorteio de uma van. As festas acontecerão no Bar do

Índio, das 18h à meia-noite. Haverá música, refrigerante por R$ 3 e cerveja por R$ 5. O jalde-negro, por sua vez, não tem uma programação específica de festas para o Carnaval. Mesmo assim, o bar estará aberto ao público todos os dias, como de costume, à espera dos torcedores.

Corredores farão treinos para disputar na Summer Night Run Cerca de 80 ciclistas já confirmaram presença

Inscrições para Audax 300 encerram na terça-feira As inscrições para o brevet de 300 quilômetros, entre Bagé e Arbolito, encerram na terça-feira, dia 13 de fevereiro. O evento, organizado pelo Clube Audax de Bagé, será a segunda prova do tipo realizada na Rainha da Fronteira em 2018. Até agora, há cerca de 80 confirmados. O organizador, Heron Regert, lembra que o trajeto percorrido será o mesmo do audax de novembro e, por isso, a ati-

vidade receberá o nome de “A revanche de Arbolito”. No outro desafio, conforme lembra Regert, muitos desistiram, em função da região com muitas subidas e ventos fortes. Até o sábado, a inscrição poderá ser feita na Ciclo Regert. O primeiro lote acaba neste mesmo dia, com o valor de R$165. De domingo a terça-feira, será vendido o segundo lote, no valor de R$ 225. A compra poderá ser

feita pelo site www.clubeaudaxbage.com e o pagamento com cartão de crédito. Os ciclistas partem, no dia 17 de fevereiro, às 23h, da frente do Ginásio Presidente Médici. Os audaciosos terão 20 horas para completar o trajeto, passando por Bagé, Aceguá, Mello e Arbolito. O objetivo da prova não é a competição, mas a superação de cada atleta em completar no tempo definido.

O grupo Corra e Viva terá uma programação de treinos durante o Carnaval, como preparação para o Summer Night Run 2018. Cerca de 20 atletas do grupo, de Bagé, devem participar da

atividade. O evento acontece no dia 17 de fevereiro, em Capão da Canoa, com percursos de três, cinco e 10 quilômetros. A corrida será às 21h15min, nas categorias masculina e feminina.

Pilotos bajeenses homenageados no automobilismo No dia 2 de março acontece a Festa de Encerramento da temporada de 2017 da Federação Gaúcha de Automobilismo. O evento está agendado para às 20h, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. Na ocasião, acontecerá a premiação dos cam-

peões e vice-campeões do ano passado, do automobilismo, no Rio Grande do Sul. De Bagé, dois pilotos serão premiados pela vice-liderança. Bernardo Araújo foi destaque na categoria mirim e Gabriel Vernieri, na categoria 125cc máster.


20

Contracapa

BAGÉ, 10, 11, 12 E 13 DE FEVEREIRO DE 2018

www.jornalminuano.com.br

Sais realiza campanha para conscientização sobre uso de preservativos No feriado de Carnaval, uma campanha de conscientização sexual, realizada pelo Serviço de Atenção Integral à Sexualidade (Sais) e pela Secretaria Municipal de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência, vai disponibilizar kits com materiais informativos e preservativos nos postos de gasolina em Bagé. Conforme a coordenadora do Sais, Milena Ferreira, a ação tem o objetivo de conscientizar as pessoas, que irão viajar no feriado, sobre a importância do uso de preservativo, além de alertar sobre a gravidade doenças sexualmente transmissíveis. Ela informa que a meta da unidade é distribuir um total de 28 mil preservativos masculinos e femininos, durante o feriado. Milena também adianta que nos dias 3 e 4 março, a equipe do Serviço estará na avenida Sete de Setembro, entregando kits durante os desfiles de Carnaval. Mais informações podem ser consultadas na página do Sais no Facebook ou na sede da pasta de Saúde, localizada na rua 20 de Setembro, nº 1216. Preservativos serão distribuídos em kits

Arquivo JM

20180210  
20180210  
Advertisement