Page 1


editorial ao leitor

Ela é Fera!

C

Entrevista

Boa leitura, Nara Andrade

p4 Pró-reitora de ensino e graduação da Uern, Moêmia Gomes, fala sobre novidades do PSV 2014

om apenas 12 anos a karateca mossoroense Juliana Jordânia vem se destacando na modalidade. A atleta já é campeã brasileira em sua categoria e neste fim de semana participa de mais um campeonato nacional, em busca de mais um título. Juliana já coleciona 15 medalhas, conquistadas em campeonatos escolares, estaduais e nacionais. Assim como Juliana Jordânia, outros talentos têm sido revelados através de um projeto social que está mudando a realidade da comunidade em torno da Escola Municipal Dinarte Mariz. Através da parceria entre uma academia e o Projeto Mais Educação da Secretaria de Estado da Educação e Cultura do Rio Grande do Norte, desde 2009 a escola promove aulas de Karatê para estudantes e, mais recentemente, para moradores do bairro do Alto de São Manoel. O sucesso dos atletas sem dúvida é fruto do esforço e dedicação da equipe da escola e da participação dos pais, que acompanham de perto o projeto. Nesta edição, DOMINGO entra no Universo dos Geeks, grupo de pessoas com gostos bastante peculiares. Eles são obcecados por tecnologia, games e filmes de ficção científica. Apesar de ser controverso, os Geeks para a maioria das pessoas são vistos como Nerds mais descolados. Na entrevista da semana, a Pró-reitora de Ensino e Graduação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), Moêmia Miranda, fala sobre as novidades do PSV 2014, mas desconversa quando perguntada sobre a situação dos Núcleos Avançados.

p 13 p14

p6

Ela é Fera!

Karateca de 12 anos já é campeã nacional. Ela é fruto de programa social da Escola Municipal Dinarte Mariz

Universo Geek

Conheça um pouco sobre o mundo dos amantes de tecnologia, jogos, games e filmes de ficção científica

p9

Sua carreira Rafael Demetrius: 10 maneiras de impressionar o seu chefe

Adoro comer Colunista Davi Moura: Risoto de Cordeiro com Hortelã

• Edição – C&S Assessoria de Comunicação • Editor-geral – Wil­liam Rob­son • Editor – Nara Andrade • Dia­gra­ma­ção – Ramon Ribeiro • Projeto Gráfico – Augusto Paiva • Im­pres­são – Grá­fi­ca De Fa­to • Re­vi­são – Gilcileno Amorim e Stella Sâmia • Fotos – Carlos Costa, Marcos Garcia, Cezar Alves e Gildo Bento • In­fo­grá­fi­cos – Neto Silva Re­da­ção, pu­bli­ci­da­de e cor­res­pon­dên­cia Av. Rio Bran­co, 2203 – Mos­so­ró (RN) Fo­nes: (0xx84) 3323-8900/8909 Si­te: www.de­fa­to.com/do­min­go E-mail: re­da­cao@de­fa­to.com Do­min­go é uma pu­bli­ca­ção se­ma­nal do Jor­nal de Fa­to. Não po­de ser ven­di­da se­pa­ra­da­men­te.

2

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013


conto

josÉ NIcoDemos*

O louco que não era

(

Envie sugestões e críticas para o e-mail: aristida603@hotmail.com

)

S

aiu do armazém de bebidas onde trabalhava, pelas seis da tarde. Em vez de ir direto para o ponto de ônibus para o seu bairro, como era do costume, foi sentar na praça que ficava no caminho, um desânimo da vida. Um casal de namorados, apenas, num banco à sombra de um ipê coberto de amarelo. De ultimamente para cá, sentia-se uma coisa no mundo sem utilidade nenhuma, um simples carregador de caixas, ali no armazém. Salário mínimo, para sustentar a mulher e dois filhos pequenos. Não fosse a ajuda do sogro, com uma aposentadoria mais ou menos, e a situação seria ainda pior. Sentia vergonha disso. Mas não tinha outro jeito. Era aceitar a realidade. Nem poderia pensar num emprego melhor, apenas sabia assinar o nome. Classificação profissional nenhuma. Às vezes pensava fazer um bom curso profissionalizante do Senac, mas não sabia ler. Como poderia ler as apostilas? Era mesmo um inútil no mundo. Assim, mudou de pensamento, entregando-se a fantasias mentais. Imaginou-se ganhador de um prêmio milionário da loteria, a mulher e os filhos, numa vida de conforto, merecido. E era isso a tal ponto, que não dava mais conta do mundo em redor,

Às vezes pensava fazer um bom curso profissionalizante do Senac, mas não sabia ler. Como poderia ler as apostilas? Era mesmo um inútil no mundo.

quanto mais das horas. Era um homem rico. Tinha vida humana. O dia da formatura dos dois filhos, um casal, na Universidade. Em medicina. Era a profissão que achava mais bonita. Ele, de terno do melhor alfaiate da cidade; a mulher, um vestido de preço, no baile da formatura. Considerados. Afinal, gente. E gente no mundo. Sem dar conta de si, menos ainda do adiantado da hora, ria-se muito e gesticulava largamente, feliz da vida, levantando e sentando. Sucedia que o gover-

no determinara recolher os loucos das ruas para o moderno hospício que acabara de inaugurar, e o guarda da praça chamou a ambulância de lá que ia passando, nesse serviço de todo dia. E o pobre do Astrogildo, tão feliz no seu delírio, os filhos médicos, logo foi grosseiramente empurrado, entre gritos de que não era louco, de rogos desesperados, para dentro do veículo, que desapareceu com ele, aos gritos, pelas ruas da noite, já àquela hora meio desertas.

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013

3


entrevista

MoÊmIa MIRaNDa

“Provas do PSV-Uern 2014 devem ser realizadas nos dias 2 e 3 de fevereiro” Por Nara Andrade naraandrade@gmail.com

D

outora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em 2010, a mossoroense Moêmia Gomes de Oliveira Miranda é professora-adjunta da Faculdade de Enfermagem. Ela também ocupa o cargo de pró-reitora de Ensino de Graduação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PROEG-UERN). Em entrevista a DOMINGO, a pró-reitora falou sobre o vestibular de 2014 da universidade, que neste ano mantém os moldes de Processo Seletivo Vocacionado (PSV), enquanto a instituição já estuda aderir ao Exame Nacional do Ensino Médio/Sistema de Seleção Unificado (ENEM-SISU). Moêmia Miranda também falou sobre o lançamento do edital do processo seletivo, as novidades para a edição de 2014, o total de vagas, a data prevista para a realização das provas. Perguntada se os núcleos seriam contemplados pelo vestibular de 2014, ela desconversou, afirmando apenas que a situação dos núcleos avançados está sendo discutida internamente.

4

DOMINGO – Até o próximo mês de novembro, a Uern deverá lançar o edital do Processo Seletivo de 2014. Neste ano, na solenidade de divulgação do resultado do PSV de 2013, o reitor Milton Marques falou que haveria mudanças na forma de seleção, e que possivelmente a universidade aderiria ao Enem, como forma de ingresso. Como ficou essa questão? O edital já prevê mudanças na forma de seleção? MOÊMIA MIRANDA – Ainda não será na próxima edição do PSV que a Uern fará adesão ao Enem-Sisu, haja vista a necessidade de estudos que antecedam essa adesão, bem como a consulta à comunidade acadêmica e o conhecimento de experiência de universidades que já aderiram a esse processo seletivo, como forma de propiciar maior amadurecimento institucional a essa decisão. COM a mudança do processo seletivo, muda muita coisa na universidade? Cursos como Letras e Comunicação Social, que têm mais de uma habilitação, serão divididos? Isso implicaria na contratação de novos professores? COM a adesão ao Enem-Sisu, a Uern amplia as possibilidades de oportunizar aos candidatos por meio da mobilidade, se traduzindo em uma postura de

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013

ratificação do compromisso com a ampliação do acesso à universidade. Em relação aos cursos de Letras e Comunicação Social, as providências já estão sendo adotadas para a reconfiguração das habilitações em cursos específicos em atendimento a uma recomendação da LDB 9.394/96. Para essa reconfiguração, está sendo construído um novo projeto pedagógico para cada curso, bem como o levantamento das necessidades referentes à estrutura física, equipamentos e recursos humanos para atender as novas demandas. MESMO antes da mudança do processo seletivo para o Enem, já existe uma tendência de as provas seguirem um estilo parecido com o adotado pelo Exame Nacional, com questões mais voltadas para conhecimentos gerais, fugindo daquelas questões decorebas? A UERN tem uma preocupação permanente com a qualidade dos seus processos seletivos, primando não apenas pelo domínio de conteúdos básicos, mas, sobretudo, pela valorização de habilidades e competências que promovam a capacidade de leitura, interpretação, análise, síntese, problematização, reflexão, criação e criticidade. No que se refere mais especificamente ao PSV, a Uern sempre recomenda que


entrevista QUANTAS vagas serão abertas no vestibular de 2014? É um número maior que o da última edição? PARA o PSV de 2014, será mantida, praticamente, a média de oferta anual, com 2.146 vagas, assim distribuídas: Campus Central (Mossoró): 1.172 vagas; Campus Avançado Prefeito Walter de Sá Leitão (CAWSL) – Assú: 200 vagas; Campus Avançado Prof.ª Maria Elisa de Albuquerque Maia (CAMEAM) – Pau dos Ferros: 342 vagas; Campus Avançado de Patu (CAP) – Patu: 140 vagas; Campus de Natal (CAN) – Natal: 206 vagas; Campus Caicó (CAC) – Caicó: 86 vagas.

a empresa vencedora do processo licitatório considere esse pressuposto como referência. NO ANO passado, a maior novidade do PSV 2013 foi a abertura do curso de Ciência e Tecnologia, no campus de Natal. O novo edital também prevê a abertura de um novo curso? A EXPANSÃO do ensino superior na Uern se constitui em política fundamental no atendimento às demandas da sociedade, o que se expressa na significativa oferta de vagas, na abertura de novos cursos e na ampliação de suas unidades em diversas regiões do Estado. Dessa forma, a Uern vem promovendo a formação profissional de seus cidadãos, bem como a produção de conhecimento coerente com as demandas sociais, contribuindo, assim, de forma significativa para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte. A repercussão social dessa política coloca a universidade diante do desafio de aperfeiçoá-la e consolidá-la. Nesse sentido, a abertura de qualquer curso pressupõe o estudo de demandas locais e regionais, considerando as condições de viabilidade. Imbuída dessa compreensão e do compromisso assumido com a qualidade do ensino, a Uern não ofertará vagas para novos cursos no PSV 2014. QUAL a grande novidade do vestibular de 2014? PARA o PSV de 2014, a Comperve apresentará ao Consepe a proposta de modificação do horário de aplicação das provas para o turno vespertino. Essa proposta tem como justificativa a solicitação de vários candidatos, em função da dificuldade enfrentada com o acesso ao transporte coletivo, em especial no domingo, dia em que a frota de ônibus circulando fica bastante reduzida em alguns trechos da cidade, sobretudo em Natal e Mossoró. Outra reclamação que os candidatos fazem diz respeito à exposição à violência, considerando que eles saem de suas residências muito cedo. Além dos aspectos citados, o horário da tarde vem se consolidando como viável para a realização de processos seletivos, a exemplo do Enem. UMA lei promulgada pela Assembleia Legislativa do RN (lei 9.696/2013)

prevê a destinação de 5% das vagas ofertadas no edital para portadores de deficiência física. Essas vagas já estão previstas no edital que será lançado até novembro? A UERN compreende que o Brasil tem uma dívida social imensa com os sujeitos com deficiência e, desse modo, já desenvolve ações relativas à inclusão, na universidade, desses sujeitos, por meio do Departamento de Apoio à Inclusão (DAIN). Assim, entende que a lei significa um avanço com relação ao acesso à universidade pública para os sujeitos com deficiência e está adotando todas as providências para cumprir a lei. No entanto, o zelo com a qualidade do serviço ofertado requer prudência da Uern. Nesse sentido, tem realizado um estudo minucioso em torno das ações necessárias à aplicação da citada lei: levantamento da previsão/quantidade de alunos que poderão ingressar na Uern; contratação de profissionais especializados para o acompanhamento destes; infraestrutura necessária para tornar a universidade acessível, na perspectiva de ruptura com as barreiras comunicacionais, atitudinais e arquitetônicas. Desse modo, podemos perceber que o cumprimento da lei se constitui em grande desafio para a universidade, considerando a abrangência e complexidade das necessidades requeridas.

QUANTOS cursos serão oferecidos? SERÃO ofertadas vagas para os cursos de Ciências Econômicas, Administração, Serviço Social, Letras (Espanhol, Português e Inglês) e Literaturas, Pedagogia, Ciências Sociais, História, Geografia, Direito, Educação Física, Enfermagem, Ciências Biológicas, Física, Química, Matemática, Ciências da Religião, Ciência da Computação, Filosofia, Comunicação Social (Jornalismo, Radialismo, Publicidade e Propaganda), Música, Medicina, Gestão Ambiental, Turismo, Odontologia e Ciência e Tecnologia. O GOVERNO anunciou um corte nos recursos destinados à Uern. Isso representará algum prejuízo para o vestibular de 2014? Os núcleos serão contemplados nesta edição do processo seletivo? OS RECURSOS destinados ao PSV de 2014 já estão assegurados. Quanto aos núcleos, a universidade vem discutindo, internamente, a situação deles, considerando a histórica repercussão social para a formação de profissionais das mais distantes cidades do Estado do Rio Grande do Norte. No entanto, o processo de expansão da educação superior está sendo amadurecido no âmbito da instituição, com a finalidade de aperfeiçoá-lo, respeitando as demandas concretas da sociedade. JÁ TEM data para a realização das provas do vestibular de 2014? EXISTE uma previsão de realização das provas do PSV para os dias 2 e 3 de fevereiro de 2014.

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013

5


destaque

Ela é

FeRa! Karateca mossoroense, fruto de um projeto social, coleciona medalhas na modalidade e já é campeã nacional

U

m projeto social está mudando a realidade da comunidade da Escola Municipal Dinarte Mariz. Desde 2009, a escola promove aulas de Karatê para alunos e, mais recentemente, para pessoas do bairro de Alto de São Manoel, onde a escola está inserida. As aulas são realizadas através da parceria entre o Programa Mais Educação, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação do Rio Grande do Norte (RN) e a Academia Shotokan Karatê-Dô (ASKAD), do município de Martins/RN. A diretora da Escola Municipal Dinarte Mariz, Odete Batista da Costa Freire, fala com entusiasmo do projeto que mudou a rotina da escola. “A gente começou o projeto do Karatê, devido ao cunho pedagógico da modalidade. Pensando na indisciplina dos alunos. Antes tínhamos um índice de reprovação muito alto, que chegava aos 40%, provocado principalmente, pela indisciplina. O karatê foi fundamental para a mudança

comportamental, já que a disciplina faz parte de suas regras básicas e os alunos têm aprendido com isso”, comenta. Depois que o karatê foi implantado na escola, a indisciplina diminuiu e isso teve um reflexo bem positivo nos índices de aprovação que cresceram de 60% em 2009, para 98,7% de aprovação. Odete Batista frisa que isso se deve a uma série de atividades desenvolvidas, que também tiveram reflexo nos índices de evasão, já que os alunos estão mais motivados. Segundo a diretora, a evasão escolar na unidade caiu para zero e hoje eles contam com 100% dos alunos alfabetizados. “Essa série de ações tem garantido a conquista do Selo Escola de Qualidade e ótimas médias no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB)”, conta. Odete Batista lembra que em 2008 a Escola Municipal Dinarte Mariz atingiu média 2,4 no Ideb, já em 2011, o índice aumentou para 5,5, ficando acima da média nacional e da meta prevista para 2021. Além do karatê, a escola promove aulas de xadrez, futsal, dança e teatro. E tem se destacado também nessas modalidades, que inclusive renderam vários troféus e medalhas que a diretora expõe com orgulho em prateleiras na sua sala.

)) Karateca faixa laranja, Juliana Jordânia, está credenciada para disputar o pan-americano em Buenos Aires, na Argentina 6

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013


destaque

)) Assim como Jul iana, os

e atletas Patrício Eduardo bém tam Aron Alhanze ionais conqui staram títulos nac

Pequena Campeã Domingo visitou a escola e conversou com alguns dos atletas que têm se destacado na modalidade, inclusive com títulos em competições nacionais. É o caso da karateca, faixa laranja, Juliana Jordânia Souza, que já possui 15 medalhas em campeonatos escolares, estaduais e nacional. No último mês, a atleta foi campeã nas três categorias em que competiu no Campeonato Estadual de Karatê, que aconteceu em Martins/RN. Ela foi ouro no Kata, em Kumite e por equipe, trazendo três das 19 medalhas conquistadas pelos atletas da escola no campeonato estadual. Neste final de semana, a jovem e outros quatro atletas da escola estão participando do XIV Campeonato Brasileiro de Karatê, que teve início no último dia 12 de setembro, e se encerra neste domingo, dia 15. “Ela vai defender o título conquistado no ano passado, no Campeonato Brasileiro de Karatê, que aconteceu em Uberlândia/MG. O título que a credenciou para o Campeonato Pan-americano de Karatê, que acontece no próximo mês em Buenos Aires”, ressalta a diretora. Apesar de estar credenciada para participar do Pan-americano, a atleta ainda não confirmou sua ida a Buenos Aires, porque ainda não tem os recursos necessários para custear a viagem. A

diretora afirma que está buscando patrocínio para poder levar a atleta, mas ainda não tem nada confirmado. “Precisamos de apoio, porque não dispomos desses recursos”, comenta. Tímida, Juliana Jordânia parece ainda não ter entendido a importância dos títulos que já conquistou. No entanto, já sonha em participar de competições importantes como atleta profissional. Revelando talentos Engana-se quem pensa que a atleta Juliana Jordânia é a única aluna da escola que conseguiu destaque. Apesar da karateca ter conquistado o título mais importante até o momento, outros talentos têm sido revelados. Entre eles, estão Patrício Eduardo dos Santos Saldanha, de 13 anos, faixa verde, e Aron Alhanze Alcantara Ferreira, de 11 anos, faixa laranja, que também conquistaram medalhas de bronze no campeonato nacional do ano passado, e estão em Aracajú buscando outros títulos nacionais. Os dois já conquistaram medalhas de bronze no brasileiro. Assim como Juliana Jordânia, os meninos também colecionam medalhas. Patrício já subiu ao pódio 15 vezes e Aron tem 9 medalhas, as últimas conquistadas no Campeonato Estadual realizado em Martins. Eles também sonham participar de grandes competições como atletas profissionais.

“O que mais nos orgulha é ver esses meninos chegarem a competições como a nacional, e se destacarem entre atletas que têm todo aparato para estar ali, enquanto os nossos alunos mal têm seus kimonos. Vemos atletas que têm acompanhamento com nutricionista, vários equipamentos para treino, e mesmo assim Juliana Jordânia conquistou o ouro, esses meninos trouxeram o bronze”, enfatiza. E as aulas de karatê que antes eram restritas apenas aos estudantes matriculados na Escola Municipal Dinarte Mariz, agora durante três dias da semana são abertas para moradores da comunidade. A diretora conta que tudo começou porque durante os treinos ela percebeu que muitos jovens subiam o muro da escola para ficar assistindo às aulas. “Vendo isto, eu decidi convidá-los para descer do muro, entrar pelo portão principal, para participar dos treinos. A ideia deu certo e hoje temos um bom número de alunos de outras escolas e mesmo jovens que não estão mais em idade escolar. Também temos a participação de alguns pais que decidiram treinar conosco”, afirma. Apesar de todos os resultados conquistados pelo projeto e o destaque dos atletas em competições importantes, não há muito reconhecimento por parte das autoridades.

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013

7


destaque Pais participativos A história desses alunos, a maioria de família humilde, poderia ser totalmente diferente se não houvesse todo o empenho da equipe de profissionais da escola em parceria com as famílias desses alunos. “Os pais estão sempre presentes na escola, acompanhando o desempenho dos alunos nas avaliações, as notas, e também no esporte. Isso faz toda a diferença, é muito importante. Alguns pais acompanham os filhos inclusive nas competições”, comenta. O pedreiro Editônio Bernardo da Silva, pai do atleta Aron Alhanze, começou a praticar o esporte. “Eu sempre quis fazer karatê, mas não tive oportunidade na infância e adolescência. Hoje estou realizado vendo meu filho ter esse apoio da escola e conseguindo se destacar. É muito emocionante, um prazer muito grande com cada conquista”, fala. A diretora Odete Batista, enaltece também o trabalho do treinador, que no karatê é denominado Sensei, Marcos Felipe, que faz muito além do que é previsto no Projeto Mais Educação. “O risco desses alunos seguirem pelo caminho errado é quase zero, porque eles estão bem acompanhados. Temos uma forte parceria com os pais e mantemos uma educação rigorosa”, conclui a diretora.

) FAIXAS E GRADUAÇÃO DO KARATÊ FAIXA GRADUAÇÃO Branca

Iniciante

6 Meses

Amarela

6º Kyu

6 Meses

Vermelha

5º Kyu

6 Meses

Vermelha – 1 Ponta

5º Kyu

6 Meses

Laranja

4º Kyu

6 Meses

Laranja – 1 Ponta

4º Kyu

6 Meses

Laranja – 2 Pontas

4º Kyu

6 Meses

Verde

3º Kyu

6 Meses

Verde – 1 Ponta

3º Kyu

12 Meses

Verde – 2 Pontas

3º Kyu

12 Meses

Verde – 3 Pontas

3º Kyu

12 Meses

Roxa

2º Kyu

12 Meses

Roxa – 1 Ponta

2º Kyu

12 Meses

Roxa – 2 Pontas

2º Kyu

12 Meses

Roxa – 3 Pontas

2º Kyu

12 Meses

Marrom

1º Kyu

12 Meses

Marrom – 1 Ponta

1º Kyu

24 Meses

Marrom – 2 Pontas

1º Kyu

24 Meses

Marrom – 3 Pontas

1º Kyu

24 Meses

Preta

1º DAN (*)

24 Meses

Preta

2º DAN (*)

48 Meses

Preta

3º DAN (*)

48 Meses

)) Diretora Odete Batista fala com orgulho da conquista dos alunos 8

DURAÇÃO

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013


estilo

Universo

Geek

Conheça um pouco mais sobre os geeks, grupo cada vez maior, formado por amantes de tecnologia, informática, filmes de ficção científica e jogos eletrônicos

G

eek: um termo que tem um significado meio controverso, mas que representa um grupo de pessoas bem característico, formado por amantes de tecnologia, informática, filmes, principalmente, de ficção científica, e games eletrônicos e de tabuleiro. Eles são facilmente confundidos com nerds, no entanto, nerds mais descolados. O estudante do curso de Ciências Biológicas, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), Daniel de Medeiros Veras, de 21 anos, é um exemplo de geek. Ele explica que o termo geek tornouse uma palavra de semântica abrangente. Contudo, todas as explicações atualmente utilizadas envolvem a tecnologia e cultura pop (filmes, por exemplo). “Outras explanações envolvem o grande interesse do indivíduo por algo (hobby). Eu, particularmente, vejo o termo geek mais associado ao seu significado literal: uma gíria para bobo, louco. Interpreto, portanto, como “diferente”. Aquele que, baseado em conceitos existentes, tem bastante interesse por algo, mas que isto seja diferente, incomum. Partindo desta afirmação, os gostos/hobbies de um geek acabam sendo socialmente “excluídos”, ou seja, não popula-

rizados, o que induz a algumas características similares às referentes ao termo Nerd. Porém, este último representa mais um estereótipo de um intelectual, geralmente “esquisito”, com baixo nível de interação social. O geek é mais específico perante seus gostos, e menos estereotipado”, explica. Para Daniel Veras, o geek é alguém muito centrado (quase partindo para a obcessão) em informática, jogos, filmes (geralmente de ficção científica), ciência, entre outros. Visto o grande investimento nestes pontos, tal classe tende a praticar o ato de pesquisar, ler, e exercitar a mente. Por isso, é comumente associada com a inteligência. A importância do hobby de um geek influencia até mesmo a temática das roupas, vestindo camisetas, por exemplo, de filmes, jogos, etc. Além desse tipo de roupas específico, os geeks também podem ser identificados por ter um vocabulário mais complexo, refinado, devido ao alto teor de conhecimento que possui. Já a tendência musical é representada normalmente pela música eletrônica e rock. Apesar de se considerar um geek, ele se diz um pouco mais antiquado, no que diz respeito à parte tecnológica.

“Atualmente, a tecnologia está bastante associada com a conectividade social online, ou seja, as redes sociais. Facebook, Twitter, Instagram, e até mesmo o antigo Orkut representam os geeks hoje em dia. Como não se resume somente a isso, temos os diversos gadgets que facilitam o dia-a-dia das pessoas. Os celulares “turbinados” estão aí para provar este ponto. Tais aparelhos fazem tudo, só falta fazer café, e isso não aparenta estar muito longe de acontecer. Eu não entendo muito disso. Eu sei o básico, mas não sou fã de redes sociais (uso mais por recursos acadêmicos). E uso muito pouco da capacidade dos atuais celulares e outros gadgets. É como falo para os amigos: Prefiro o pombo-correio”, comenta. Daniel diz que é um geek mais voltado para os jogos e ciência. No entanto, afirma também ser antiquado nesse sentido, já que prefere jogar títulos antigos e que não sejam online. “O universo geek me cativou desde criança, quando preferia jogar videogame o dia todo a sair para ‘curtir a vida’. Durante o período ensino médio/início de faculdade, me aprofundei nos quesitos ciência e cinema. E hoje sou obsessivo pelos três”, fala.

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013

9


estilo Preconceito O jovem mossoroense Yuri Loia, de 19 anos, se considera muito geek. Ele é estudante do curso de Engenharia Elétrica, da Universidade Federal de Campina Grande/PB, onde reside atualmente. Para o estudante, existe muito preconceito com os geeks. “O preconceito existirá sempre entre alguns grupos de pessoas, aqueles que não entendem como uma pessoa pode passar horas em frente ao computador matando monstros invisíveis enquanto seu level aumenta. Já essas mesmas pessoas que são criticadas, por sua vez falam mal das que sonham em ter um carro rebaixado com faróis de led e aro monocromático, e no final quem está certo? As pessoas geralmente não entendem os gostos das outras pessoas e as criticam, quando nunca deveriam questionar o que cada um gosta, pois já dizia o ditado: Gosto não se discute”, ressalta. O interesse de Yuri Loia pela cultura geek também começou desde criança. Ele afirma que, desde sempre, seu pai sempre foi uma pessoa que gostava de assuntos variados então ele sempre falava sobre super-heróis, histórias em quadrinhos e filmes como Star Wars, Senhor dos Anéis e Harry Potter, que fizeram parte da sua infância.

)) Daniel Veras diz que é quase obcecado por filmes e jogos, mas se considera um geek mais antiquado

)) Yuri Loia é o típico geek, amante de jogos eletrônicos

“Quando era mais jovem, apesar de gostar muito de brincar na rua passei muito tempo dentro de casa e ficar imerso em jogos ou lendo livros. E então foi meio que inevitável me tornar um geek”, lembra. Como a maioria dos geeks, Yuri Loia diz que gosta de jogos que possuam alguma história dentro deles, em especial os RPGs, como é o caso da série Final Fantasy. Ele também gosta daqueles que tenham formas de jogo diferentes, ou seja, que tenham uma nova forma de cumprir os objetivos.

pensar no universo masculino. No entanto, entre os geeks existem muitas representantes do universo feminino. É o caso da estudante do Curso de Ciência da Computação, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), Suellem Stephanne. Para a estudante, o geek é um nerd mais “relax”, mais ligado em jogos, tecnologias, enquanto o nerd é aquele que se dá bem nas matérias, estuda mais. “No meu curso tem vários geeks. Acho que também sou uma geek. Estudo Ciência da Computação, gosto de tecnologia, de jogos e de filmes como Star Trek, Star Wars, Senhor dos anéis. Tudo isso é muito característico desse universo”, conta.

Lado Feminino Quando se fala em jogos eletrônicos, filmes de ficção científica e cursos de Ciência da Computação, é natural se

)) Imagem publicada no facebook de Suellem Stephanne, com a legenda “Feliz dia do orgulho nerd” 10

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013

O universo geek me cativou desde criança, quando preferia jogar videogame o dia todo a sair para ‘curtir a vida’. Durante o período ensino médio/início de faculdade, me aprofundei nos quesitos ciência e cinema. E hoje sou obsessivo pelos três”, Daniel Veras Estudante


insônia

Distúrbio do

S o N O

Entenda um pouco mais sobre o distúrbio que pode gerar prejuízos para a rotina e a saúde dos pacientes

Q

uem sofre ou conhece alguém que tem insônia, sabe bem os prejuízos provocados por esse distúrbio do sono. Irritabilidade, cansaço e falta de disposição para realizar atividades comuns da rotina de trabalho e pessoal, sem dúvida, são alguns dos principais sintomas de quem não consegue dormir direito. A publicitária Emily Dayse da Silva Andrade sofre com insônia frequente desde a adolescência, problema que acontece pelo menos uma vez por semana. “Fico cansada e improdutiva no dia seguinte, com dores pelo corpo e sem concentração e ânimo para nada. Já marquei consulta com neurologista e com clínica do sono, mas nunca fui. Eu sei que a causa principal é ansiedade. Eu sempre começo a ter insônia meses antes de realizar alguma atividade que eu esperei muito para fazer,

como uma viagem, ou quando estou decidindo alguma questão”, afirma. Apesar de a ansiedade ser o fator principal, ela diz que percebe que ficar conectada à internet até altas horas da noite também contribui para o problema. “Sempre tomo remédios à base de elementos naturais. Atualmente, tomo Calman, mas já tomei medicamentos receitados por especialistas”, explica. O problema de insônia afeta outras pessoas da família de Emily Andrade, como o seu pai e sua irmã. A estudante de estética Jéssica Daniele da Silva Andrade, irmã da publicitária Emily Andrade, diz que sofre com o problema desde os 14 anos. Ela explica que o fato de não dormir direito afeta o corpo inteiro, diminui o metabolismo fazendo engordar, tira a disposição durante o dia, o que causa ou potencializa a depressão.

“O mais importante é saber que insônia não é falta de sono, e sim, a mente que permanece acordada. Eu tomava um antipsicótico, que ajuda a mente a desligar, causando o sono”, ressalta.

Eu sei que a causa principal é ansiedade. Eu sempre começo a ter insônia meses antes de realizar alguma atividade que eu esperei muito para fazer" Emily Andrade publicitária

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013

11


insônia PALAVRA DE ESPECIALISTA A insônia é um distúrbio caracterizado pela ausência do sono ou dificuldade na hora de dormir, o que gera impacto na rotina das pessoas. O problema pode ser causado por diversos fatores, como: estresse, ansiedade, depressão e mudanças de hábitos. De acordo com o neurocirurgião Edgar Romero, do Hapvida, além da falta de concentração, sonolência e irritabilidade durante todo o dia, esse tipo de comportamento prejudica seriamente a saúde do paciente. O médico afirma que, ao transferir as suas atividades para a noite, a pessoa acaba ficando acordada durante o dia e parte da noite, não tendo um horário mínimo de descanso. “Essa rotina se torna um vício difícil de ser revertido. O ideal é que a pessoa faça um acompanhamento médico, que vai ajudar o corpo a se readequar ao horário de sono”, afirmou. O distúrbio pode ser classificado como crônico, quando é permanente; transitório, durante curto-prazo; ou intermitente, quando vai e vem. A maioria dos adultos necessita de sete ou oito horas de sono durante cada noite. O tratamento pode ser feito com o uso de medicações, mas normalmente sendo identificado e tratado o problema causador da insônia, melhora o distúrbio. Uma boa medida para amenizar os quadros de insônia é procurar tranquilizar a mente e o estresse diário, com meditações e atividades físicas. Ter uma alimentação saudável, não ingerir café ou qualquer outra substância estimulante antes de dormir e evitar o tabagismo e a ingestão de bebida alcoólica é fundamental para a qualidade do sono.

12

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013

)) Publicitária Emily Andrade sempre usa óculos para esconder as olheiras

)) Jéssica Daniele, irmã da publicitária Emily Andrade, também sofre com insônia


sua carreira

RafaeL DemeTRIus

10 maneiras de impressionar o seu chefe

S

e você é um novo empregado ou acabou de mudar de chefe, você deve sempre se esforçar para ser um bom empregado. Isso pode não só fornecer segurança no seu emprego, como também ajudá-lo a dar o x próximo passo em sua carreira também. Como diz o velho jargão popular: Não basta ser bom, tem que parecer bom. Isso significa que você deverá encontrar formas de demonstrar o seu potencial, suas qualidades, suas fortalezas, a fim de conquistar a confiança da única pessoa que poderá te ajudar a ascender em sua Carreira, além de você mesmo é claro: O Chefe. Confira a seguir 10 maneiras de atender e superar as expectativas do seu chefe para que você consiga se destacar no escritório

1. Gerencie as expectativas – Tire um tempo para entender o que seu chefe espera de você em relação aos prazos e projetos. Entenda o que ele espera de você como funcionário para saber como gerenciar suas expectativas e assim reduzir a sua ansiedade e nervosismo. Sabendo o que o chefe deseja de você, fica mais fácil direcionar os seus esforços. 2. Comunique-se – Verbal ou escrito, via e-mail ou pessoalmente, o importante é passar para o seu chefe suas ideias, prazos e outras mensagens de forma eficiente. Habilidades de comunicação podem ajudar na sua relação de confiança com o seu superior. Mostre que sabe argumentar, porém mostre-se sempre aberto a novas ideias e opiniões. 3. Faça perguntas – Não hesite em perguntar ao seu chefe e membros da equipe sobre os detalhes do projeto, requisitos ou estratégias possíveis para aplicar em uma nova tarefa. Seu gerente provavelmente vai enxergar você como alguém que agrega valor, como um funcionário interessado, que pensa na empresa e preocupa-se com o resultado. 4. Mostre uma atitude positiva – Alguns dias podem ser um grande desafio ou até muito estressantes, mas a atitude positiva é uma postura obrigatória na construção de uma equipe de sucesso. Mantenhase otimista e encorajador, mesmo nas circunstâncias mais difíceis. Uma atitude positiva pode ganhar o respeito de seu chefe e dos seus colegas de trabalho.

5. Seja um membro da equipe – Os chefes apreciam os profissionais que sabem trabalhar bem com os outros, e principalmente contribuem com a equipe. Os funcionários que alinham suas próprias metas com os objetivos da equipe têm mais possibilidades de chamar a atenção dos chefes. 6. Seja motivado – Os gerentes podem apreciar aqueles que estão motivados com o trabalho, e que acabam motivando os seus colegas. Com certeza você será visto com outros olhos. Nada de pessimismo, negativismo ou lamurias. Olhe para frente com convicção que tudo dará certo. 7. Mantenha suas habilidades atualizadas – Faça cursos, estude, e procure sempre atualizar o seu currículo. Da mesma forma que o mercado evolui, os profissionais também devem se adequar, e os chefes atuais, valorizam profissionais que se esforçam para aprender cada vez mais. 8. Seja flexível – Alterações em sua equipe, objetivos e novos projetos são inevitáveis. Procure ser flexível, e responda a essas mudanças de maneira otimista. Nada de achar, porque está há mais tempo na empresa, por exemplo, que você não precisa se ajustar as mudanças, ou que é melhor do que quem está entrando agora. Nada de ser cabeça dura, seja flexível e procure entender todos os outros pontos de vista. 9. Preste atenção nos detalhes – Os funcionários que prestam atenção nos detalhes conseguem identificar imprecisões, e podem ganhar a confiança do chefe, e consequentemente obter o reconhecimento por seus esforços. O grande diferencial de um profissional de sucesso é exatamente este: Cuidar de todos os detalhes. 10. Seja diferente – Identifique o que te diferencia como profissional, e faça com que esta qualidade seja notada. Seja diferente dos seus colegas de trabalho, e se destaque em seu emprego. Seja inovador, diferenciado, busque fazer a mesma coisa, mas de forma diferente, ou quem sabe fazer coisas diferentes que levem ao mesmo resultado. O que importa é trazer efetividade as suas tarefas, otimizando tempo e recursos.

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013

13


adoro comer

DaVI mouRa

Degustação de cachaças no Tenda Gastronomia

3

Trata-se de um serviço de comidinhas práticas e pratos executivos. Eles trabalham somente com delivery, sempre com pedidos de antecedência. Seguimos os perfis um do outro no Instagram e, em uma foto que postei, eles pediram meu Whatsapp. Conversa vai, conversa vem (com o marido da Júlia), ele pediu meu endereço, pois queria mandar uma provinha do que eles faziam de bom. Logicamente que eu dei e a minha surpresa não poderia ter sido mais positiva! Recebi, ainda bem quente em uma quentinha individual, um prato que, de acordo com o Instagram dos meninos, era o Medalhão com molho madeira, purê e arroz com ervilhas e presunto. Sempre falo no blog que não sou tão fã de carne vermelha, mas essa aqui eu comi feliz e com gosto! Sabor leve, textura sedosa e supermacia para cortar. Sal no ponto e uma porção bem trabalhada para uma pessoa. Aprovado demais! Experimente:, os contatos são: (84) 3061 8892 e 9808 0941.

A cachaça é tão peculiar como o vinho e merece atenção especial! Prova disso foi o resultado da última sexta (13), que é comemorado o dia da cachaça. Para celebrar a data dessa bebida tão tradicional, o Tenda Gastronomia e Lazer promoveu uma degustação de cachaças especiais. O evento foi realizado em parceria com a Ypióca, que trouxe uma variedade de sabores que agradou a todos os gostos. Entre as especiarias que estiveram expostas e disponíveis para consumo, destaque para as Cachaças 160 anos, Empalhadas, Orgânica e com Guaraná. A degustação foi aberta ao público e aconteceu no espaço Happy Hour. Sucesso garantido!

1

Sabino Palace organiza coquetel de apresentação Tudo novo, mas preservando a qualidade e sua tradição no segmento hoteleiro da região potiguar. Assim, podese denominar as novas instalações do hotel Sabino Palace, da Rede Sabino, em Mossoró. Após várias etapas de sua reforma, o empresário João Sabino de Moura preparou junto a sua equipe a oficialização dos novos ambientes adquiridos pelo estabelecimento, com a realização de um coquetel de apresentação na noite da última sexta (13), às 19h30, na área de entrada do Sabino Palace. Imprensa, amigos, colaboradores e parceiros estão prestigiaram a nova fase da rede hoteleira que comemora 23 anos de atuação. Confira pessoalmente: o hotel fica na Av. Presidente Dutra, 1744 – Alto de São Manoel. Contato: (84) 3323-0800.

2

Nova identidade visual da vodka Absolut A vodka Absolut apresentou o novo design gráfico das garrafas da sua linha de vodkas “Absolut Sabores”. A garrafa da marca foi mantida, mas todo o design gráfico foi refeito. Convencionalmente, todas as bebidas com sabor de fruta – com ou sem álcool – têm imagem de fruta no rótulo ou na embalagem. A Absolut como é sua tradição decidiu quebrar a regra, apresentando uma identidade visual que apela ao simbolismo para criar uma imagem conceitual, artística, para cada fruto e seu respectivo sabor.“Em 1979 a Absolut desafiou a norma do que uma garrafa de vodca deve ser, ao criar um inovador – e hoje icônico – design da embalagem. Hoje nós transformamos o projeto das vodcas com sabor”, afirma Jonas Tåhlin, VP global de marketing da The Absolut Company. “Nossas novas garrafas são modernas, artísticas e diferentes de qualquer outra que está mercado”, conclui. [via Comunicadores]

Júlia Gourmet, pratos práticos e executivos

4

Chocolate de cupuaçu, açaí e castanha do Pará No início do mês de setembro ocorreu o Intercom Nacional, um dos maiores eventos sobre Comunicação de todo o Brasil. Tive a oportunidade, na minha época de faculdade, de participar de um, só que em Natal, e foi uma das melhores experiências da minha vida! O deste ano ocorreu em Manaus e eu tive duas amigas – Bia Alves e Amanda Li – que me trouxeram presentinhos de lá. Mandinha me trouxe os docinhos já bem conhecidos para quem viaja para a região Norte. São em formato de charutinhos e bem recheados. O meu favorito de todos é o de cupuaçu, mas o de açaí também é show. O de castanha vem com pedaços de castanha mesmo dentro dele, vale a pena. O grande “salame” azul é um típico creme de cupuaçu que você pode comer com o que quiser – é quase uma geleia. Falando em geleia, Bia me trouxe um potinho com a mais pura geleia artesanal de açaí, além do chocolatinho charuto e duas trufas variadas. Show de bola!

Aproveite e acesse o http://blogadorocomer.blogspot.com para conferir esta e outras delícias! 14

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013


adoro adoro comer comer

Risoto de Cordeiro com Hortelã

INgReDIeNTes • 100g de arroz arbóreo; • 70g de carne de cordeiro desfiada; • 30g de tomate em cubos; • 30g de cebola picada; • 10g de alho picado; • 15g de manteiga; • 80ml de vinho branco seco; • 50g de parmesão; • 2g de cominho moído; • 400ml de caldo de carne; • 5g de salsa picada; • 5g de cebolinha picada; • 3g de pimenta do reino; • ½ maço de hortelã; • 80ml de azeite de oliva.

MODO DE faZeR • Inicie o risoto refogando o alho e a cebola até que fiquem macios e transparentes. Adicione o cordeiro juntamente com o cominho e refogue por mais alguns instantes. Em seguida adicione o arroz arbóreo e o vinho, dando inicio ao cozimento do arroz, vá adicionando o caldo de carne aos poucos mexendo a todo instante até que o arroz fique al dente. • Finalize o risoto adicionando os tomates, o parmesão, a salsa e a cebolinha. Misture bem os ingredientes até o queijo estar derretido e o risoto bem cremoso, se necessário corrija o sal e não tenha medo de arriscar um pouco de pimenta do reino moída na hora, para o azeite de hortelã lave e seque bem as folhas e em seguida juntamente com o azeite bata no liquidificador até que fique bem triturado. • Antes de coar o azeite, aqueça em uma panela para que todo o sabor da hortelã seja liberado. Sirva sobre o risoto.

Jornal de Fato | DOMINGO, 15 de setembro de 2013

15


Revista de Domingo nº 621  

Revista semanal do Jornal de Fato

Advertisement