Page 1

WWW.JMIJUI.COM.BR

Ijuí, Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

Ano 43 - Nº 334

Flexibilização na Lei Kiss gera polêmica Alterações na legislação de prevenção a incêndio criam dúvidas sobre sua efetividade. | 12 e 13

BEM EQUIPADOS

R$ 3,00

Valdir quer valorização do ensino público Candidato participou do Palanque JM. | 15

Lactalis anuncia instalação em Ijuí

Projeto visa reduzir espera por adoções

Emater-RS prevê 2,2% de aumento de safara

A empresa francesa irá investir R$ 40 milhões. | 3

PL deve estar apto para votação em outubro. | 22

Previsão foi divulgada durante a Expointer. | 10

Novo aparelho de Ecocardiograma do Incor qualifica serviços. | 8

cmyk


RADAR

DESFILE- Amanhã, a comunidade do Distrito de Mauá realiza mais uma edição do Desfile cívico e tradicionalista. O evento inicia-se às 10h e passará pela rua principal. Depois do desfile, ocorre um almoço no Salão da Comunidade Católica e à tarde seguem as festividades. O desfile já ocorre há mais de 50 anos e reúne visitantes de toda a região, como Ajuricaba, Nova Ramada, Coronel Barros, Bozano, e Santo Augusto. Os interessados em participar do evento, a cavalo, devem apresentar o exames de mormo ao veterinário que estará fazendo a fiscalização no dia. A organização da festividade fica a cargo da Escola Municipal Fundamental Joaquim Nabuco, que neste ano, comemora 76 anos de fundação. EDITAL FASSEMI- A direção do Fundo de Assistência à Saúde do Servidor do Município de Ijuí (Fassemi) divulgou esta semana um edital de convocação para todos os usuários titulares. Conforme o documento, a convocação se refere a uma Assembleia Geral Extraordinária, a ser realizada na próxima sexta-feira, dia 9 de setembro, nas dependências do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SSPMI), na rua Barão do Rio Branco, 350. A primeira chamada ocorre às 18h e a segunda e última chamada será feita às 18h30. A assembleia tem como principal objetivo discutir e deliberar a modalidade de Plano de Saúde a ser licitado. SEMANA FARROUPILHA- A realização dos festejos da Semana Farroupilha foi pauta de uma reunião ocorrida nesta sextafeira, realizada no Salão Farroupilha da Prefeitura de Ijuí. Na ocasião, participaram representantes das entidades tradicionalistas e coordenadores culturais e campeiros. Foram tomadas as definições gerais e finais sobre a organização da chegada da Chama Crioula, no dia 13 de setembro, e do Desfile Tradicionalista, em 20 de setembro. DOAÇÕES DE CAMPANHA- Portaria assinada pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes ontem regulamenta a doação por meio de cartão de crédito a candidatos e a partidos políticos nas eleições deste ano. De acordo com a portaria, que entra em vigor na data de sua publicação, a emissão do recibo eleitoral e a verificação da origem e da licitude dos recursos doados bem como o limite de doação permitido são de exclusiva responsabilidade do candidato, do presidente e tesoureiro do partido político, que também são responsáveis por verificar a correlação entre o doador e o titular do cartão.

cmyk

2

OLHO DA RUA INDICADORES Poupança 3.9.2016 .........................0,7547 % Ouro 2.9.2016......................... R$ 137,00 (gr) Dolar Comercial (compra) ............ R$ 3,2520 Dolar Comercial (venda) ............. R$ 3,2525 Dolar turismo (compra) ............... R$ 3,1900 Dolar turismo (venda) ................... R$ 3,3900 Euro (compra) .............................. R$ 3,6282 Euro (venda) ................................. R$ 3,6287 IPC/FIPE Jul/ /2016 ..............................0,35% IGPM Jul/2016 .................................... 0,18% INPC/IBGE Jul/2016 .............................0,64% IPCA Jul/2016 ......................................0,52% IGP-DI-FGV Jul/2016 .......................... -0,39% UPF/RS 2016.................................. R$ 17,144 *valores acima de R$ 300,00

No último domingo, o Grupo de Escoteiros de Ijuí realizou o plantio de taquaras em seu próprio QG. Bambus e taquaras são importantes produtos florestais não madeiráveis (PFNM) de agricultura de subsistência e estão associados a diversas necessidades comerciais, econômicas, sociais e ambientais.

LOTERIAS NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

1º 2º 3º 4º 5º

ENTRE ASPAS Sofremos turbulências políticas e econômicas, recessão, mas esta página já foi virada", afirmou o presidente Michel Temer à imprensa após uma rápida escala em Xangai, antes de uma cúpula do G20 em Hangzhiu (Leste). "A chama da indignação contra os desvios na gestão da coisa pública não pode ser apagada. O debate político e a crítica a respeito da condução do Estado devem ser constantes. Só assim os tomadores de decisão saberão que suas ações são rigorosamente acompanhadas e fiscalizadas pelos verdadeiros donos do poder, as cidadãs e os cidadãos brasileiros", disse o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia. "É só boataria, não haverá corte de férias, nem 13º ou prejuízo aos aposentados", disse o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha (PMDB). "A abertura dos créditos teria sido embasada na tendência de excesso de arrecadação, projetada a partir do acompanhamento mensal da evolução das receitas", aponta o procurador-geral do MP de Contas, Geraldo Costa Da Camino, citando os esclarecimentos de Sartori. "Nosso objetivo central é colocar fim ao governo do usurpador Michel Temer e conquistar o direito do povo eleger, direta e imediatamente, um novo presidente da República", diz a nota do PT sobre pedido de antecipação de eleições.

Resultados de quarta

CURSO ONLINE- A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) lançou esta semana uma plataforma para oferecer cursos online gratuitos à população. Iniciativas semelhantes já são feitas em outras instituições brasileiras e são bastante comuns no exterior, principalmente nos Estados Unidos, por meio dos Massive Open Online Courses (MOOCs – cursos online gratuitos e massivos, em tradução livre). A Universidade vai disponibilizar oito cursos totalmente online: avaliação de enfermagem, poesia grega, química geral, cinética química, odontogeriatria, literatura russa, avaliação em usabilidade e karatê-do. O curso de avaliação em enfermagem terá início em setembro e será o piloto do projeto.

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

-

5.469 7.184 5.830 9.587 0.118

MEGA SENA CONCURSO nº

1852

13 17 29 45 49 50 QUINA

CONCURSO nº

4174

08 16 26 28 60 PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo

Getúlio


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

RECURSOS

Lactalis irá investir R$ 40 milhões em Ijuí Desde que chegou ao Brasil, há três anos, a francesa Lactalis deixou claro que tinha ambições para crescer no mercado brasileiro de lácteos. Captadora hoje de 22% de todo o leite produzido no Rio Grande do Sul, a empresa pretende investir mais de R$ 120 milhões na ampliação de quatro unidades gaúchas: Teutônia, Santa Rosa, Ijuí e Três de Maio. Em entrevista ao Grupo JM, o diretor de Relações Institucionais da Lactalis do Brasil, Guilherme Portella dos Santos, confirmou a concretização do investimento em Ijuí. Segundo ele, serão aplicados no município R$ 40 milhões. O anúncio ocorreu em ato durante a Expointer com a presença de autoridades locais, do governador José Sartori, da senadora Ana Amélia Lemos e do presidente da Lactalis para a América do Sul Patrick Salvageaut. Na ocasião foi feito anúncio de R$120 milhões em investimentos no Estado. "Estamos investindo para aumentar a capacidade em Ijuí", ressaltou Salvageaut. A base de captação de Ijuí já é a maior da Lactalis, sendo que 60% do leite produzido no Estado está na região de Ijuí e Santa Rosa. A captação é de um bilhão e meio de litros no Estado por ano e o objetivo é aumentar

Resolução do governo adia eSocial para 2018 O uso do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, o eSocial, por empregadores começará a ser obrigatório somente a partir de 2018, e não mais em setembro deste ano, como foi definido ano passado. O eSocial vai unificar o envio de informações pelo empregador ao governo em relação aos seus empregados. Instituído por decreto em dezembro de 2014, o sistema padroniza a transmissão, validação, armazenamento e distribuição de dados referentes às obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas dos funcionários. O programa foi instituído primeiramente para o trabalho doméstico em outubro de 2015 –gerando muitas dúvidas entre empregados e patrões, além de

apresentar diversos problemas técnicos. A partir de 2018, portanto, sua adoção será ampliada para outros setores. De acordo com a norma, a obrigatoriedade do eSocial se dará em 1º de janeiro de 2018 para os empregadores e contribuintes com faturamento no ano de 2016 acima de R$ 78 milhões e em 1º de julho de 2018 para os demais empregadores e contribuintes. "Fica dispensada a prestação das informações dos eventos relativos a saúde e segurança do trabalhador (SST) nos seis primeiros meses depois das datas de início da obrigatoriedade", diz a resolução. "Até 1º de julho de 2017, será disponibilizado aos empregadores e contribuintes ambiente de produção restrito com vistas ao aperfeiçoamento do sistema", acrescenta.

O anúncio foi feito na presença de autoridades na Expointer

500 milhões de litros. Portella informa que a Lactalis emprega mais de 75 mil colaboradores em 85 países, sendo que opera em 229 fábricas. Em 2015 captou 18 bilhões de litros de leite. Fundada em 1933 na França, é líder mundial na produção de lácteos “A intenção é ampliar as unidades gaúchas para aumentar a fabricação de requeijão, queijo prato e mussarela e também a marca global President – queijo artesanal que deu origem à em-

Bancários entram em greve a partir de terça no RS Os bancários do Rio Grande do Sul decidiram na noite desta quintafeira rejeitar a proposta salarial da Fenaban e começar a greve a partir da 0h da próxima terça-feira, por tempo indeterminado em bancos públicos e privados. A decisão foi tomada em assembleia do SindbBancários por ampla maioria, com apenas uma abstenção. A greve é uma resposta à proposta da Fenaban, apresentada na segunda-feira, em São Paulo. Os representantes dos banqueiros ofereceram reajuste de 6,5% mais abono de R$ 3.000,00. O Comando Nacional dos Bancários rejeitou a proposta. "A proposta de abono na mesa de negociação representa um retrocesso para os bancários. Nos últimos 14 anos, obtivemos aumentos reais consecutivos. A assembleia mostrou que a categoria está indignada com essa proposta rebaixada e que entendeu que abono representa perda e que não é salário. Os representantes dos bancos também disseram que não

3

haveria avanços nas reivindicações de saúde, segurança e nem se comprometeram a acabar com as demissões sem motivos", avaliou o presidente do SindBancários, Everton Gimenis. A mobilização teve como tema as reivindicações dos bancários e os efeitos que o golpe na democracia terá sobre a vida dos trabalhadores, como aumento de tempo para a aposentadoria para até 70 anos, a terceirização sem limites, a privatização de empresas públicas. Os bancários pedem reajuste de 14,78%, PLR de três salários mais R$ 8.297,61, o valor de um salário mínimo (R$ 880) para os vales alimentação e refeição, e piso salarial calculado pelo Dieese (R$ 3.940,24). Eles também querem garantias de manutenção do emprego e melhorias em saúde, segurança e igualdade de oportunidades. No ano passado, os bancários do Rio Grande do Sul permaneceram em greve por 21 dias.

presa francesa ainda na década de 1930, o qual será produzido em Ijuí. Hoje, a multinacional é dona das marcas Elegê, Batavo, Parmalat, Santa Rosa e Galbani”. Segundo ele, a empresa francesa entrou no mercado gaúcho em 2013, quando comprou ativos de lácteos da BRF e fábricas da LBR. No Rio Grande do Sul, tem cinco unidades industriais e um centro de distribuição, em Fazenda Vilanova. Em todo o país, possui 17 unidades industriais de leite e derivados.

Manutenção da Selic já era esperada “A decisão do Banco Central já era esperada, pois na última reunião o Copom apontou a necessidade de a política fiscal se tornar mais austera antes de movimentos nos juros. Mas essa decisão reforça nossa posição de que o Congresso Nacional precisa dar ao Executivo os instrumentos para mudar a trajetória explosiva das despesas federais, auxiliando o Banco Central em seu trabalho”, disse o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, Heitor José Müller, ao avaliar a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central de manter a taxa Selic em 14,25% ao ano. O presidente da Fiergs ressaltou que a recessão na indústria já acumula mais de 10% de retração nos últimos 12 meses, e 28 meses ininterruptos de queda. Por isso, torna-se necessária e urgente uma recuperação no ambiente de negócios. Para o economista Argemiro Brum, o governo brasileiro, agora não mais interino, vem mantendo

a taxa Selic em 14,25% por dois motivos." O primeiro, e mais importante, está ligado ao processo inflacionário brasileiro, o qual está levando mais tempo para diminuir do que o esperado por ele. Assim, enquanto a inflação não der sinais de caminhar para o centro da meta (4,5% ao ano) em 2017 é provável que a Selic não seja reduzida . O segundo motivo está relacionado ao primeiro. O juro elevado, em comparação às principais nações do mundo, atrai dólares (mesmo que especulativos) ao Brasil. A maior entrada de dólares valoriza o Real. A valorização do Real permite importar mais barato e, com isso, fazer com que as compras externas auxiliem na baixa dos preços internos (inflação)", explica Brum. Segundo ele, o Brasil precisa continuar a ter importantes superávits em sua balança comercial, os quais auxiliam em muito a melhorar as contas correntes com o exterior. "Enfim, para baixar os juros de forma sustentável, o Estado brasileiro precisa de urgente

Argemiro Brum

saneamento fiscal. Isso permitiria menor dependência dos títulos públicos e, portanto, diminuiria a necessidade de recursos externos dependentes de juros básicos elevados.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

4

SAÚDE DO IDOSO

Prevenção começa na Educação Infantil Não é um fato novo que a Saúde Pública tem dificuldades de dar conta da demanda crescente da população idosa. Pessoas envelhecem mais e adoecem todo os dias, está claro que é preciso formular políticas públicas a fim de dar conta dignamente de atendimento e tratamento adequado para cada cidadão. O Município conta com programas de garantia do atendimento ao idoso, como os Grupos da Melhor Idade nas Unidades de Saúde onde há uma equipe multidisciplinar formada por nutricionistas, técnicos em enfermagem, médicos e enfermeiras que garante o atendimento preferencial ao idoso. No entanto, existem barreiras que ainda precisam ser enfrentadas quando se trata da saúde do idoso. De acordo com a presidente do Conselho Municipal do Idoso, Luciana Beck, elas começam na própria família onde alguns idosos são abondonados. "A função do Conselho é fiscalizar esses programas para que sejam cumpridos da melhor maneira possível. Sabemos que não é fácil para o poder público manter esses programas, e para isso precisamos que as famílias nos apoiem", afirma. Luciana cita a instalação das Academias de Saúde que propiciam mais qualidade de vida aos idosos com acompanhamento de profissionais. Pesquisas mostram que a população se aproxima de uma sociedade onde apenas

cmyk

20% da população estará ativa, enquanto 80% dependerá da assistência social. As pessoas vivem mais, continuam a se aposentar, mas não estão necessariamente saudáveis para encarar a idade. Isso coloca em um desafio de como inverter esta relação, na qual 80% da população deveria ser ativa e saudável para cuidar dos 20% que não conseguem fazê-lo. "Temos como um dos objetivos do Conselho que o trabalho comece lá na base, na Educação Infantil, para que as crianças respeitem e cuidem do seu vovô e da sua vovó. O que nós não queremos é que os idosos saiam do âmbito familiar para ir para uma instituição. A nossa luta é para que essas atividades que se promovem na Semana do Idoso tenham a participação de toda a comunidade", afirma Luciana. Isso levanta o questionamento sobre de onde vem a saúde e como ela pode ser fortalecida. Um assunto que deveria estar cada vez mais em pauta. Como podemos, para além das vacinas, criar resistência interna? Apesar das vicissitudes da vida, conseguir manter um olhar vivo e um sorriso no rosto, mostra onde reside um segredo para uma vida equilibrada. É no agir cotidiano que devem estar imbuídos propósitos maiores, já que a perda de conexão com o sentido da existência é um fator desintegrador. Para isso, é preciso manter o sentido de

Idosos que têm um sentido de pertencimento no meio em que atuam têm mais forças de saúde renovadas

coerência interno. Desde a infância, a criança deve aprender que o mundo deve ser compreendido, que ele é significativo e valioso, e que pode ser manejado. A convivência com os mais velhos, que passaram por situações duras e que mesmo assim parecem estar de bem com a vida, é talvez uma das maiores fontes de aprendizado. Idosos que por sua vez têm um sentido de valia e pertencimento no meio em que atuam, certamente têm

mais forças de saúde renovadas."Entendo que precisamos começar nas escolas, com os adolescentes, trazendo para eles essa preocupação que temos com nossos idosos, com a falta de perspectiva na maior idade", frisa a presidente. "Para que no futuro eles próprios possam estar mais ativos, mais conscientes de que precisam ter cuidado com alimentação, com a saúde, realizar atividades físicas."


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

5

REGIÃO NOROESTE

Projeto incentiva produção orgânica O projeto Agroindustrialização de Hortaliças Orgânicas procura incentivar a produção na região Noroeste do Estado. Consumir 7,36 litros de veneno agrícola por ano parece uma ideia assustadora. E, segundo dados da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) essa é a média de consumo de agrotóxicos do brasileiro. Em regiões como o Noroeste Gaúcho, na região de abrangência da Unijuí, o número pode chegar até 12 litros, de acordo com a Associação. E isto é apenas uma estimativa, já que não há um sistema de informações que registre e sistematize os dados sobre agrotóxicos no Brasil. Esses dados alarmantes tornam o Brasil o maior mercado de agrotóxicos do mundo. Na contramão desta tendência, a Universidade, através do projeto de pesquisa AgroIndustrialização de Hortaliças Orgânicas vai incentivar a produção orgânica de alimentos. Coordenado pelo professor de Nutrição, Agronomia, Farmácia e Veterinária da Unijuí, Raul Vicenzi, o projeto, desenvolvido na Universidade é financiado pela Secretaria de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, por meio de Polos Tecnológicos. Em seu primeiro ano de existência, o projeto tem como objetivo desenvolver produtos a partir de hortaliças orgânicas de produtores da Unicooper de Santa Rosa, uma central

de pequenas cooperativas de agricultores familiares. "Nosso projeto de pesquisa tem, basicamente, por objetivos incentivar a produção agroecológica e orgânica de alimentos na região Noroeste, e visa desenvolver tecnologias de processamento dessas matérias primas que são produzidas, obviamente, pelos agricultores que se dedicam a esse sistema de produção", explica Vicenzi. Da lavoura dos produtores, as hortaliças serão levadas para o Laboratório de Análises da Unijuí. No laboratório, os resultados dessas análises vão mostrar a quantidade de agrotóxicos existente em cada hortaliça. Segundo Raul, a ideia é fazer a avaliação da qualidade dos produtos normais, dos convencionais e dos orgânicos para ver essas diferenças e dialogar com os produtores sobre esses resultados para, assim, aumentar a qualidade dos alimentos e diminuir os índices de agrotóxicos. "Nosso trabalho visa avaliar a qualidade dessas hortaliças cultivadas nos sistemas orgânicos da região e desenvolver tecnologias de processamento para esses produtos, visando de alguma forma melhorar a questão de renda do produtor e ampliar o período de comercialização dos produtos", completa. A partir daí, serão produzidos dois produtos: “no início do projeto pensamos em

Projeto Agroindustrialização de Hortaliças Orgânicas procura incentivar a produção na região Noroeste

desenvolver salsa e cebolinha desidratada. E também um mix de alimentos como esses do mercado que a gente compra congelado para fazer sopa, por exemplo”, comenta Raul. Teste de química, teste sensorial e teste fisiológico serão feitos nos produtos prontos para avaliar sua qualidade. Segundo dados da Anvisa, o Brasil é o País que mais consome agrotóxicos no mundo. Reduzir esse consumo é um

dos principais resultados esperados pelo projeto. Quando obtidos os resultados e a receita dos alimentos orgânicos, as instruções para a industrialização serão transferidas para os produtores. Isso tudo por meio de cursos. Além das análises no Laboratório da Unijuí, a Setrem de Três de Maio entra como parceira. Os resultados obtidos serão encaminhados para Ijuí.

Praça das Nações é inaugurada Na noite de quinta-feira foi inaugurada a Praça das Nações, juntamente com o lançamento da Expo-Ijuí/Fenadi 2016. De acordo com o responsável pela estrutura do local, Delmar Amorim, o espaço foi pensado para ser um ambiente especial para os visitantes. "Há tempos que viemos trabalhando na criação da Praça das Nações, fizemos a plantação de mudas e também a ornamentação do local que foi lançado na quinta-feira", comenta. A Expo-Ijuí inicia no dia 6 e segue até 16 de outubro.

A Praça das Nações foi ornamentada para ser um local de integração dentro do parque

cmyk


Jornal da Manhã

OPINIÃO

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

A LEI KISS

O

ENTREVISTA

problema com a Lei Kiss, que regulamenta os planos de prevenção e combate a incêndios em estabelecimentos é muito claro: ela se contradiz em alguns artigos, deixando todos confusos. A chamada Lei Kiss, nascida como uma resposta à falta de regulamentação que permitiu o trágico incêndio de 2013 em Santa Maria, foi perdendo a severidade com o passar dos anos. No começo da semana, a Assembleia Legislativa gaúcha aprovou medidas que flexibilizam a liberação e renovação de alvarás e Planos de Prevenção de Combate a Incêndios (PPCIs) no Estado. A principal alegação para a mudança é a dificuldade na emissão de alvarás, que estaria criando entraves para empreendedores. A medida satisfaz empresários do setor, mas provoca revolta em familiares das vítimas. Além das versões completa e simplificada do PPCI, os empresáAs mudanças rios ganham agora eram necessárias. a possibilidade de Sem dúvida. E urobter um certifigentes também. cado de licenciaMas elas precisam mento, emitido por acontecer para deimeio de formulário xar os cidadão mais eletrônico. Outras seguro, e não conmudanças previstas fuso, que é o que na lei complementar ocorre no momenampliam os prazos to, tanto na parte para vistorias em de aplicação auditórios e casas noturnas, lugares considerados de risco mais alto. As inspeções passam a ser realizadas a cada dois ou cinco anos, dependendo do grau de risco envolvido. A validade dos alvarás também foi ampliada, passando a valer entre dois e cinco anos, conforme cada caso. Antes, o prazo máximo para renovação era de três anos. As mudanças atendem parcialmente aos anseios das empresas, as quais poderão se manter regularizadas perante o Corpo de Bombeiros e, consequentemente, em condições de alavancar suas atividades sem ter que paralisá-las. As mudanças aprovadas pelo plenário ainda precisam ser referendadas pelo governador José Ivo Sartori, que tem 15 dias para sancionar o projeto. As mudanças eram necessárias. Sem dúvida. E urgentes também. Mas elas precisam acontecer para deixar os cidadãos mais seguros, e não confuso, que é o que ocorre no momento, tanto na parte de aplicação, em que os empresários querem estar regulamentados, mas não encontram maneiras de isso acontecer, quanto da parte da fiscalização, que também confunde na hora de aplicar a legislação. O desafio agora, é encontrar um caminho para agilizar as liberações, sem renunciar aos dispositivos de segurança na prevenção de incêndios. As alterações precisam se mostrar viáveis na prática, além de evitarem conflitos com a legislação em âmbito municipal. Independentemente do resultado final, a maior flexibilidade não pode implicar riscos às pretensões iniciais de garantir mais segurança à população, que precisa se mostrar confiante sob o ponto de vista da prevenção.

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

O que é a Ceriluz hoje e qual o seu papel na sociedade? Hoje a Ceriluz é uma cooperativa com uma identidade muito singular, justamente de envolvimento com a sociedade. Nós temos uma relação muito próxima com o nosso associado, mais até do que as demais cooperativas dos outros ramos. Nosso contato é diário, como falamos muito durante as comemorações do cinquentenário, mesmo que muitas vezes o associado não se dê em conta, e por isso usamos o lema Energia para a Vida. A energia está lá, o auxiliando em todas as suas atividades. Para a sociedade, a Ceriluz representa desenvolvimento. Nós atendemos a área rural que, lá no começo, nenhuma outra empresa queria estar pelo alto custo de implantação das redes e o baixo retorno. Isso há 50 anos. Hoje podemos dizer, com certeza, que o campo é o setor mais rico de nossa região e, boa parte, por nossa participação. Nossas indústrias são do setor primário, e nós, a nossa energia, permite que essas empresas se instalem e se expandam. Assim sendo, a Ceriluz hoje é fundamental para os nossos associados e para a nossa região. E o melhor de tudo isso é que, mesmo sabendo dessa essencialidade, continuamos trabalhando com tarifas justas, as mais baixas entre as distribuidoras gaúchas e, talvez, do País. Sendo o presidente, como percebe o crescimento da entidade? Como qualquer organização, o crescimento da Ceriluz ocorreu em fases bastante distintas. No início eram só dificuldades. Era trabalhar com a falta de recursos e buscá-los junto aos órgãos competentes para construir alguma obra. Isso se estendeu por bastante tempo. Depois, passados esses primeiros anos de dificuldades, se entrou numa fase onde a cooperativa passou a andar com as próprias pernas, vamos dizer assim, ou seja, passou a ter o resultado necessário para fazer o básico que o associado precisava, que na época era a luz. Apenas mais tarde a cooperativa passou a ter fôlego para pensar em algo mais para seu consumidor, ou seja, uma energia de qualidade superior para gerar desenvolvimento. O maior crescimento, no entanto, se deu nos últimos dezesseis anos, a partir do ano 2000, quando a Ceriluz saiu do básico e expandiu suas ações. Não em termos de atividades, afinal, a Ceriluz é conhecida por trabalhar com energia e não tem outras atividades comerciais, como lojas, enfim, sempre focamos a energia, mas passamos de apenas distribuidores para geradores de energia. Foi quando a cooperativa cresceu em termos de patrimônio e também de resultados, chegando a produzir mais do que distribuía entre seus associados. Isso é muito bom, pois dá segurança no fornecimento. Entra nesse período a implantação das subestações e, a partir de então, o associado pôde investir em sua propriedade, sem medo de faltar energia. O cinquentenário é, com certeza, o melhor momento da Cooperativa, para a empresa e para o associado. Seguimos enfrentando dificuldades, é claro, principalmente ao que diz respeito ao setor energético, sua regulamentação, enfim, fatores que estão alheios à gestão interna. Mas até mesmo com isso estamos crescendo. Foi a assinatura de Contrato de Permissionária de Serviço Público junto a Aneel um dos fatores que levou a Ceriluz a separar a geração da distribuição em cooperativas diferentes. Essa decisão estratégica foi um dos motivos que levou ao crescimento da produção própria de energia. Quais são os projetos futuros para a Ceriluz? O projeto futuro é seguir trabalhando para o associado,

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

cmyk

6

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com

Iloir de Pauli Presidente da Ceriluz independente de qualquer coisa. Vamos fazer o que ele precisa, ou seja, levar energia de qualidade. No momento temos uma situação favorável em termos de distribuição, com subestações adequadas à nossa demanda. Nossas redes são boas. Só podemos melhorar cada vez mais. Vamos acompanhar a demanda e nos adaptar a ela. Na geração vamos ver o que poderá ser feito. Já investimos bastante em usinas que estão prontas e temos projetos em andamento. Vamos aguardar as liberações e investir dentro de nossas possibilidades. Temos que olhar com atenção para as energias alternativas - eólica, solar pois são uma exigência da sociedade. Não vamos fazer promessas, vamos seguir fazendo o que fazemos, repito, focar na necessidade de nosso associado. Sobre conquistas, quais foram as mais importantes? Cinquenta anos é uma história muito longa para citar conquistas específicas. Foram tantas, muitas talvez nem ganharam a relevância que mereciam, ficaram esquecidas, mas foram fundamentais para a Cooperativa que temos hoje, gigante. Não gigante em obras, não gigante em quilômetros de redes. Estamos longe de ser a maior, mas gigante no sentido da relação cooperativa/associado. Para o associado, a maior conquista pode ter sido um simples transformador trocado que lhe garantiu uma energia melhor. Para a cooperativa essa é uma ação do dia a dia, normal. Então é difícil medirmos as maiores conquistas. Poderíamos falar nossas usinas, mas para o associado não adianta ter uma usina se a energia, na sua casa, estiver ruim por um motivo qualquer, talvez de fácil resolução. Nossa maior conquista, que ainda está em andamento, é a satisfação do associado. Já alcançamos bons índices de aprovação, como apontou o IASC [Índice Aneel de Satisfação do Consumidor] que nos colocou, em 2014, como segunda melhor distribuidora de energia do Brasil, com índice superior a 90%. Mas não são 100%, então, ainda temos que trabalhar. Claro que a aprovação total é impossível, sempre vai ter alguém insatisfeito, pelos mais diferentes motivos. Todos têm o direito de ficar insatisfeitos, cabe a nós tentar modificar essa situação.

Representantes Comerciais: Grupo de Diários

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

www.jmijui.com.br

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATuRAS E CIRCuLAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0316 3331-0317 Semestral: R$ 200,00 Anual: R$ 400,00 Correio: R$ 400,00 (semestral); R$ 800,00 (anual)


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

HORA DA LEITURA

Aulas abordam gêneros textuais variados

Na Escola Municipal Ruy Ramos, os alunos estudam os diferentes gêneros textuais utilizando o jornal

Ontem, duas escolas realizaram atividades didáticas com os alunos usando o Jornal da Manhã. Na Escola Municipal Ruy Ramos a aula dos estudantes do 6ª ano foi dedicada a conhecer o jornal, selecionar uma notícia, ler e depois fizeram um relato oral. Na próxima segunda-feira, a aula foi para conhecer a estrutura, nesse momento, os alunos irão pesquisar sobre o gênero e, em seguida, produzir uma notícia. De acordo com a professora de Português, Alessandra Marchioro, o componente curricular está baseado em estudar diferentes gêneros textuais. “Cada ano de Ensino, se trabalha um gênero. Aí entra tirinha, char-

ge, notícia, romance e crônica Pensando nisso, os professores dividiram para que cada turma tivesse a oportunidade de conhecer uma estrutura diferente”. Dessa forma, segundo ela, o jornal por ser uma ferramenta acessível, é importante que conseguimos trabalhar vários gêneros ao mesmo tempo. Na Escola Municipal Estado do Amazonas a aula foi a Hora da Leitura, onde cada aluno do 6º ano recebeu um exemplar do jornal e, inicialmente, conheceram a estrutura do meio para depois ler as manchetes e as notícias. Ainda na aula, os alunos conheceram o gênero textual notícia, suas características e os elementos estruturais do formato. Em seguida, cada aluno teve

o desafio de produzir um texto sobre o gênero estudado. Para a professora Cleonice Becker Mayer o jornal é um meio de informação importante para se trabalhar em sala de aula. “Além de ficarem atualizados, a leitura constante auxilia no processo da escrita com boa argumentação e consequentemente ajuda a sanar os erros ortográficos. O interessante foi que os alunos aproveitaram a notícia da escola que saiu sobre o incentivo à leitura”, destaca. As atividades realizadas ontem nas escolas fazem parte do Projeto do JM, que tem a finalidade de aproximar a escola da comunidade onde está inserida, bem como ser uma ferramenta didática para os alunos.

7

Festa do Folclore marca jogos de pais e filhos O Centro de Educação Básica Francisco de Assis(EFA) realizou, ainda em agosto, a Festa do folclore e homenagem aos pais, que contou com a participação de estudantes de todos os níveis, professores, funcionários e familiares. A programação diversificada contemplou o trabalho de pesquisa,em que cada turma teve professores orientadores em estudos sobre a cultura popular, entre eles: a música popular e folclórica, os contos e lendas, o plantio e consumo de chás que são usados como medicina de vários povos, os jogos coletivos populares, as brincadeiras como o bilboquê, o vai e vem, as cinco marias e o carrinho de rolimã. No dia do evento, as turmas apresentaram publicamente seus estudos de forma interativa e lúdica. Os ambientes temáticos expressaram as características das festas populares brasileiras com suas bandeirinhas, balões e adornos criados pelos grupos de cada contexto histórico. A homenagem aos pais se deu em meio a este contexto, com brincadeiras envolvendo pais e filhos, permeados pela música, pelo movimento e jogos coletivos.

A orquestra escolar representada por um grupo finalizou com o Parabéns a você. A intenção da festa, segundo a vice diretora da EFA, professora Maria do Carmo Pilissão foi resignificar a festa de São João, agora para o âmbito da ampliação do debate e das vivências sobre a importância das crenças e valores humanos dados pela linguagem oral, pelas práticas cotidianas e pelo reconhecimento de que o conhecimento se pauta pelos saberes do cotidiano e saberes da ciência. A festa resgata o caráter lúdico do encontro entre gerações, momento de comemorar, de brincar, de compartilhar, de interagir. ênfase ao valor do conhecimento do cotidiano, da cultura do povo, da sabedoria das coisas simples, ditas e expressadas com grande valor humano. As atividades ocorreram na Associação de Funcionários da Fidene (Affi), espaço que envolve diferentes ambientes em meio a natureza, acolheu toda a comunidade escolar e seus convidados durante todo o dia. O evento encerrou com diferentes jogos organizados para os pais e alunos.

Festa comemorou o dia dos pais e encerrou os jogos organizados para alunos

Projeto incentiva ações de solidariedade em crianças

Na manhã de ontem, as doações arrecadadas foram entregues à família

A turma do maternal 1 da Escola Municipal de Educação em Tempo Integral Eugênio Ernesto Storch, com a orientação da professora Aline Makoski, auxiliada por Elenara Mosak, vivencou situações de aprendizagem dentro do projeto A bruxa é má mesmo? “Em meio às tantas descobertas a pergunta inicial foi respondida: nem todas as bruxas são más, e por isso os bruxinhos e bruxinhas do bem arrecadaram com suas famílias uma variedade de alimentos

para doar à família das meninas que residem no bairro Glória e que recentemente perderam a mãe estando atualmente sob os cuidados da avó”, conta a professora Aline. Na manhã de ontem, como atividade de encerramento do projeto, o grupo de crianças com suas professoras foram até a casa das meninas entregar os alimentos arrecadados realizando assim a boa ação à qual se propuseram. O transporte foi gratuito. “Foi um passeio muito divertido,

mas acima de tudo emocionante para as meninas, que além de uma generosa cesta básica e frutas, ganharam várias guloseimas e um chapéu de bruxa”, acrescenta Aline. De acordo com a coordenadora pedagógica da Educação Infantil, Janine Soares Noronha, as atividades surgem através da curiosidade das crianças. "É preciso estar atento e identificar o que as crianças se interessam. O conhecimento é muito mais valioso quando vem da curiosidade da criança", defende ela.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

8

TECNOLOGIA

Incor tem novo equipamento de diagnóstico O Instituto do Coração (Incor) do Hospital de Caridade de Ijuí, (HCI) implantado há sete anos, tem média mensal de três mil atendimentos entre consultas, exames, procedimentos de hemodinâmica e cirurgias. A estatística aponta média mensal de 120 cirurgias cardíacas de pontes de safenas e de trocas de válvulas cardíacas (marca-passos) e 350 procedimentos de hemodinâmica, entre cateterismos, angioplastias e vasculares. O Incor é referência na alta complexidade para mais de 100 municípios da macrorregião missioneira. Nesta semana, o Incor apresentou a última novidade tecnológica com a aquisição de um dos mais modernos aparelhos de Ecocardiograma com Doppler

colorido, o Affiniti 50 da Philips. O equipamento realiza exames de ecocardiograma 1 transtorácico, ecocardiograma 1, transesofágico e ecocardiograma fetal. O Affiniti 50 possibilita um diagnóstico preciso, de forma rápida, com excelente qualidade de imagem, até mesmo para os diagnósticos mais difíceis. O exame tem como finalidade o diagnóstico e a avaliação da gravidade de quase todas as patologias cardíacas, sendo indispensável para o acompanhamento de cardiopatias, por exemplo, insuficiência cardíaca, lesão valvular, defeitos congênitos e infarto agudo do miocárdio. O aparelho foi adquirido com recursos próprios do HCI, investimento de R$ 208 mil. "Mesmo na dificuldade financeira que

vivemos, temos um planejamento estratégico que nos guia e este equipamento estava nos planos, pois qualifica ainda mais o nosso Incor e se torna uma boa fonte de receita”, resume o presidente do HCI Cláudio Matte Martins. Conforme o médico cardiologista clínico Rodrigo Rodrigues da Silva, a ecocardiografia pode fornecer imagens dos músculos e das valvas cardíacas, medir o tamanho do coração e analisar sua força de bombeamento do sangue. “O mapeamento em cores do fluxo sanguíneo pela técnica Doppler permite avaliar se há alteração do fluxo sanguíneo no interior das cavidades cardíacas e quantificar a disfunção valvar”, explica. O equipamento já está instalado e cinco profissionais médicos foram treinados pela equipe de engenharia da Philips. Estão

Médico Rodrigo Rodrigues da Silva aprova novo aparelho

habilitados para trabalhar no aparelho, além do Rodrigo Rodrigues da Silva, os especialistas Clóvis Bestetti, Adair Garafa, Diego Ceretta e Marcelo Miron.

Os agendamentos podem ser feitos pelos telefones 3331 9363 e 3331 9323 e todos os convênios estão credenciados para o novo serviço do HCI.

Radiologistas ministram módulos O Hospital Unimed NoroesteRS esteve representado no 1º Simpósio Rio-Grandino de Imagenologia pelos radiologistas Guilherme Galante Heuser e Henrique Galante Heuser, que atuam no Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI). O evento ocorreu na Universidade Federal do Rio Grande (Furg), na semana passada, promovido pela Faculdade de Medicina, e reuniu mais de 270 expectadores, entre acadêmicos de Medicina, médicos residentes e professores. Os dois profissionais atuaram como palestrantes em diferentes módulos relacionados aos princípios da Radiologia, urgência e emergência, Medicina Interna, bem como Ginecologia, Obstetrícia e Pediatria. Henrique Heuser ministrou os temas Avaliação radiológica do abdome agudo, o papel da Radiologia na avaliação da pancreatite, Lesões hipervasculares benignas do fígado e Hands-on Medicina Interna. Já Guilherme Heuser abordou conteúdos sobre Raio-X de tórax no ambiente hospitalar, Exames de imagem na emergência, Exames de alta complexidade em cardiologia: Tomografia

Médicos Guilherme e Henrique Galante Heuser participaram de atividade científica

Computadorizada e Ressonância Magnética Cardíaca, Hands-on MSK e Hands-on radiologia torácica. Outro tema apresentado pelo médico foi Histerossalpingografia Virtual – o que é isso?, técnica realizada através de Tomógrafo Computadorizado, que possibilita a pesquisa das causas da infertilidade feminina, permitindo o diagnóstico das alterações morfológicas da cavidade uterina e da obstrução das trompas. Guilherme Heuser, nomeado também diretor médico do Simpósio, destaca que receber

o convite para participar de um evento universitário consiste em “reconhecimento do meio acadêmico de que está sendo prestado um serviço de excelência no Hospital Unimed”. Objetivando agregar conhecimentos referentes à imagenologia, o evento, que contou também com minicursos, orientou quanto ao requerimento de exames de imagem e sua correta interpretação, fato evidenciado pelo radiologista Henrique Heuser com relação a importância do pedido e do embasamento clínico para sua solicitação.

Secretária promete solução para o Glória Integrantes do Conselho de Saúde do Estratégia Saúde da Família do bairro Glória, durante participação na última reunião do Conselho Municipal de Saúde (Comus), levantaram a necessidade de ampliar os agendamentos para mais dias da semana naquela unidade de saúde, para evitar filas durante a madrugada em frente ao posto.

cmyk

Em resposta à reivindicação da população, a secretária municipal de Saúde (SMS), Márcia Boniatti, afirmou que o problema será resolvido. Segundo ela, várias unidades de saúde do município enfrentavam o mesmo problema, que já foi solucionado, mudando a estratégia de acolhimento para que o paciente não precise ir ao posto ainda

durante a madrugada. "Porque há médicos na Unidade que podem fazer o atendimento o dia todo. Há um tempo atrás não tinha médico e por isso era preciso agendar com antecedência, mas esse assunto já está resolvido. As unidades têm médicos e só precisam ajustar essa prática que é o agendamento, mas, com certeza, até o final do ano isso estará resolvido", garante Márcia.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

SALA LILÁS

Espaço foi inaugurado, mas está sem uso Idealizada com a proposta de ser uma espaço para oferecer um ambiente diferenciado, privativo e acolhedor, enquanto a vítima de violência doméstica aguarda pelo atendimento dos peritos, psicólogos e assistentes sociais, a Sala Lilás de Ijuí foi inaugurada no dia 4 de dezembro de 2014. O evento foi celebrado com muita alegria pelos integrantes da Rede de Proteção a Mulher e, principalmente, pela comunidade, uma vez que Ijuí seria um dos poucos municípios a ter o espaço. Mas o que se vê hoje e, desde o dia seguinte da inauguração, são as portas fechadas. Para a integrante do Fórum Permanente da Mulher e conselheira do Conselho Municipal de Direitos da Mulher, Jocelaine Aguiar, a Sala Lilás faz uma grande falta para a rede de proteção. "O que percebo é que ela vá fazer um atendimento especializado de

Hoje, quem busca por apoio da Sala Lilás encontra as portas fechadas

uma forma mais humanizada para as mulheres, crianças e adolescentes em situação de violência, especialmente para separar as mulheres dos seus agressores", explica. Segundo ela explica, hoje não há essa distinção. Todos os atendimentos são feitos em um espaço único.

A sala é de responsabilidade da Secretaria Estadual da Segurança Pública, por meio do Instituto-Geral de Perícia (IGP), em Ijuí, coordenada pelo Posto Médico Legal, ambos foram procurados pela reportagem do Grupo JM, mas nenhum atendeu o pedido de explicações e motivo pela sala estar fechada.

9

Fórum Estadual acontece na próxima semana Na próxima semana, acontece em Porto Alegre o Fórum Estadual dos Coredes. Na ocasião os Conselhos Regionais de Desenvolvimento irão debater diversos assuntos referentes a ações para um maior desenvolvimento regional harmônico e sustentável, além de atividades que incentivem a melhoria na qualidade de vida da população. De acordo com o presidente do Corede-Norc, Nelson Thesing, agora está se trabalhando no plano estratégico. "Estamos nesse momento tratando sobre o plano estratégico, que é um processo gerencial que se refere à formulação de objetivos para a seleção de programas de ação e para a sua execução, levando em conta as condições internas e externas e a evolução esperada", comenta. Sobre o Fórum dos Coredes, o presidente considera que serão tratados temas relevantes para todas as instituições. "O nosso maior intuito é promover a participação de todos os segmentos da sociedade regional no diagnósti-

Nelson Thesing

co de suas necessidades e potencialidades, para a formulação e implementação das políticas de desenvolvimento integrado da região, além de elaborar planos estratégicos de desenvolvimento regional e manter espaço permanente de participação democrática", finaliza.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

10

CRESCIMENTO NO CAMPO

Emater prevê aumento de safra

A safra de grãos de verão 2016/2017 no Estado deve registrar uma colheita de 29,1 milhões de toneladas, o que representa crescimento de 2,20% em relação ao ciclo 2015/2016. Essa é a estimativa apresentada pela Emater, em seu primeiro levantamento sobre intenção de plantio de safra de verão, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. O estudo aponta ainda para um aumento de 1,66% na área plantada no Rio Grande do Sul, alcançando 7,463 milhões de hectares. Para o presidente da Emater, Clair Kuhn, os produtores gaúchos apresentam boas condições para expandir as lavouras neste ano. "A capitalização dos produtores está boa, pois tiveram uma safra cheia e com bons preços. Além disso, ainda há boa oferta de crédito rural", destacou. No entanto, segundo Kuhn, a ocorrência neste ano do fenômeno climático La Niña, que gera menor volumes de chuvas no Rio Grande do Sul, pode afetar negativamente algumas culturas. Em relação à produção, as previsões foram realizadas tomando por base tendências de rendimentos médios municipais nos últimos 10 anos. A maior elevação é esperada no arroz, com uma colheita prevista de 8,35 milhões de toneladas, crescimento de 11,33% em relação à safra passada. Esse aumento ocorre principalmente na produtividade, uma vez que a área plantada deve variar pouco, com crescimento de apenas 0,64%, alcançando 1,09 milhões de hectares. "O arroz, no

cmyk

Promotor de Justiça

Câncer e agrotóxicos

Milho terá crescimento mais significativo entre todas as culturas agrícolas no Estado: 8,93%

último ciclo, enfrentou problemas graves com inundações, que destruíram muitas lavouras. Neste verão, o clima deverá ser mais seco, devido ao La Niña, o que deve contribuir para a retomada da cultura", explica o presidente da Emater, Clair Kuhn. Já na soja, principal cultura agrícola do Estado, a menor quantidade de chuvas deve reduzir a produção em 2,11% neste ano, fazendo com que a colheita da oleaginosa alcance 15,85 milhões de toneladas. No milho, é esperada uma alta de 2,66% na produção, chegando a 4,85 milhões de toneladas. O principal motivo para o crescimento é a expansão de 8,93% na

Clima favorável beneficia produtores de trigo da região Os produtores de trigo do Rio Grande do Sul estão com uma expectativa positiva em relação à obtenção de uma boa produtividade na safra deste ano. De acordo Emater/RS-Ascar, a maior parte das lavouras apresenta boas condições sanitárias e o clima dos últimos dias foi favorável para a cultura. Na semana que passou foram intensas as atividades de aplicação de fungicidas nos trigais gaúchos, visando à prevenção e ao controle de doenças na parte aérea da cultura, especialmente em relação à giberela, prática que deverá ter continuidade nas próximas semanas, se as condições climáticas permitirem. "Tivemos um inverno como um todo muito bom para as culturas de inverno, tivemos frio na época certa, chuvas bem distribuídas. Então, até o momento, temos um bom desenvolvimento das plantas, que podem resultar em um bom potencial produtivo", avalia o assistente técnico da Emater regional de Ijuí, Gilberto Bortolini. Sobre o desenvolvimento das lavouras de trigo, haverá o início do período reprodutivo, quando será possível saber se o clima favorável poderá impactar favoravelmente na qualidade e na produtividade das lavouras da região. "Achamos que o trigo tem potencial para passar de 50 sacas por hectare de média, devido às condições verificadas até agora. Sabemos

Nilton Kasctin dos Santos

Gilberto Bortolini

que alguns produtores conseguem médias até superiores, mas tendo em vista as safras com perdas nos últimos anos, se chegarmos a essa previsão já estará de bom tamanho", projeta Bortolini. A canola se mantém nas fases de floração e formação das síliquas, com boa estatura, sanidade de plantas e potencial de produção favorável. A colheita está projetada para iniciar na primeira quinzena de outubro, liberando a área para o cultivo das culturas de verão.

área plantada, que deve alcançar 805,6 mil hectares no Estado. "O alto preço do milho está levando alguns produtores a expandir a produção. Mesmo assim, isso não será suficiente para suprir localmente toda a necessidade de uso do grão nas cadeias gaúchas de aves, suínos e gado leiteiro", explicou Lino Moura, diretor técnico da Emater. Apesar do incentivo ao plantio de milho, a área de soja no Estado também deve crescer. A Emater espera aumento de 0,9% nas lavouras, alcançando 5,52 milhões de hectares. Segundo Moura, esse avanço deve ocorrer principalmente sobre áreas de pecuária da Metade Sul.

Custo de produção se mantém em queda no RS Os custos de produção apresentaram nova queda no mês de julho. O Relatório de Inflação dos Custos de Produção e dos Preços Recebidos, divulgado pela Assessoria Econômica do Sistema Farsul mostra uma redução de 1,04% no Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP). A taxa cambial foi a responsável pelo resultado, influenciando, principalmente, o preço dos fertilizantes. No acumulado do ano, a deflação do IICP foi ampliada para –1,75% e, em 12 meses, a inflação é de apenas 2,22%. Somente os fertilizantes apresentaram uma queda média de 24%, no período entre agosto de 2015 e julho de 2016. Porém, nem todos os insumos vem apresentando redução. Os agroquímicos se mantem em alta e não acompanham a variação cambial. O Índice de Inflação de Preços recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) também registrou queda (-2,08%) na comparação entre junho e julho de 2016. Esta é a primeira retração após três altas consecutivas. Soja (-6%) e suínos (-7%) foram as maiores influências no resultado. O milho também apresentou decréscimo (-5%), mas devido a ajustes no mercado. A tendência é que em agosto o preço do boi gordo deva pesar negativamente no indicador.

Há duas semanas Ijuí e noroeste gaúcho estão no foco de inúmeros noticiários nacionais. Não por causa da tal “pujança” da produção agrícola, como dizem certos líderes da região, mas por causa do alto índice de câncer que temos por aqui. Que tristeza! Sobre o assunto, transcrevo parte de matéria do site da BBC BRASIL: “De acordo com o Inca (Instituto Nacional de Câncer), o RS é o Estado com a maior taxa de mortalidade por câncer. Em 2013, foram 186,11 homens e 140,54 mulheres mortos para cada grupo de 100 mil habitantes de cada sexo. O índice é bem superior ao registrado pelos segundos colocados, Paraná (137,60 homens) e Rio de Janeiro (118,89 mulheres). O Estado também é líder na estimativa de novos casos de câncer neste ano, também elaborada pelo Inca - 588,45 homens e 451,89 mulheres para cada 100 mil pessoas de cada sexo. Em 2014, 17,5 mil pessoas morreram de câncer em terras gaúchas. Um estudo realizado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) comparou o número de mortes por câncer da microrregião de Ijuí com as registradas no Estado e no país entre 1979 e 2003 e constatou que a taxa de mortalidade local supera tanto a gaúcha, que já é alta, como a nacional. Anualmente, cerca de 3,6 mil novos pacientes são atendidos no CACON de Ijuí, coordenado pelo médico Fábio Franke. Segundo o oncologista, a maioria dos doentes vem da área rural mas o problema pode ser ainda maior, já que os malefícios dos agrotóxicos não ocorrem apenas por exposição direta pelo trabalho no campo, mas também via alimentação, contaminação da água e ar. Se esses números fossem de pacientes de dengue ou mesmo uma simples gripe, não tenho dúvida de que a situação seria tratada como a mais alarmante epidemia, com decreto de calamidade pública e tudo. Mas é câncer. Há um silêncio estranho em torno dessa realidade, afirma o promotor Nilton Kasctin do Santos, da cidade de Catuípe. A comercialização de agrotóxicos aumentou 155% em dez anos no Brasil, apontam os Indicadores de Desenvolvimento Sustentável (IDS), estudo elaborado pelo IBGE no ano passado - entre 2002 e 2012, o uso saltou de 2,7 quilos por hectare para 6,9 quilos por hectare. O número é preocupante, especialmente porque 64,1% dos venenos aplicados em 2012 foram considerados como perigosos, aponta o IBGE. O Instituto Nacional do Câncer é um dos órgãos que se posicionam oficialmente "contra as atuais práticas de uso de agrotóxicos no Brasil" e "ressalta seus riscos à saúde, em especial nas causas do câncer". Como solução, recomenda o fim da pulverização aérea dos venenos, o fim da isenção fiscal para a comercialização dos produtos e o incentivo à agricultura orgânica. A pesquisadora Márcia Sarpa Campos Mello ressalta que o agrotóxico mais usado no Brasil, o glifosato, é proibido em toda a Europa. Segundo ela, o glifosato está relacionado aos cânceres de mama e próstata, além de linfoma e outras mutações genéticas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que 80% dos casos de câncer são atribuídos à exposição de agentes químicos. Se os agrotóxicos também são esses agentes, o que já está comprovado, temos que diminuir ou banir completamente esses produtos”. E sabe qual a única defesa dos fabricantes de agrotóxicos quando confrontados sobre essa realidade? Que “a legislação de agrotóxicos do Brasil é a mais rígida do mundo". Não é verdade. Se fosse a mais rígida, não teríamos por aqui a liberação dos venenos mais perigosos do mundo, até mesmo os proibidos no resto do planeta. E mesmo que fosse a mais rígida, de que adiantaria, se nossa legislação de agrotóxicos não é cumprida em praticamente nada!?


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

BOZANO

Cooperados debatem instalação de internet

Nesta semana, a Ceriluz promoveu um encontro com associados de Bozano para debater o interesse desses em aderir à internet da Cooperativa, distribuída por meio de fibra óptica. As primeiras linhas já foram implantadas para distribuição do sinal de internet, que já atendem toda a área urbana dos municípios de Bozano e Coronel Barros e as comunidades de Santana e Chorão, em Ijuí. De acordo com a Ceriluz, o maior desafio agora é expandir o alcance dessa fibra, atendendo também associados que não residam nestas cidades. Para tornar o investimento viável, a Cooperativa necessita ter um número mínimo de clientes. Com esse objetivo vem fazendo o cadastro de pessoas interessadas em aderir à internet, buscando formar grupos, de forma que possa diluir este custo entre eles. A intenção da Ceriluz não é cobrar do associado o custo da rede, mas apenas os custos da instalação da internet na residência. Para isso, no entanto, é preciso um número mínimo de pessoas, que varia de região para região, dependendo da distância da rede principal de fibra óptica. Além do cadastro via telefone, a Ceriluz está promovendo encontros com associados em algumas

11

OAB de Ijuí participa de Congresso na região Advogados previdenciaristas, lideranças e representantes da Previdência Social participaram do 6º Congresso de Direito Processual Previdenciário da CNEC/IESA Santo Ângelo. Na oportunidade, foram debatidas as alterações nas leis da previdência, que estão sendo cogitadas pelo governo federal. O advogado Edemilson Michelon, que palestrou no encontro, disse que setor previdenciário no País começa a passar por um desmanche. Michelon observou que a afirmação de que a Previdência Social é deficitária não procede. Entende que o desmanche promovido no INSS é justamente para que recursos sejam desviados do caixa da instituição para outros

setores do governo. O presidente da 23ª subsecção da OAB, com sede em Ijuí, Flavio Friedrich, que participou do encontro, avaliou como positivo o encontro, pela atualidade do tema. O evento foi uma promoção da CNEC/IESA, Diretório Acadêmico Francisco Brochado da Rocha (DAFBR); Programa de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão do IESA (PPPGE); Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RS), Subseção da OAB de Santo Ângelo, Comissão Especial de Previdência Social da OAB/RS (CEPS); ESA; Caixa de Assistência dos Advogados (CAA/OAB) e Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP).

Encontro debate adesão de cooperados à rede de internet em Bozano

comunidades. Em agosto, dois eventos foram realizados, um em Barreiro, no interior de Ijuí, e outro em Salto, em Bozano. Na oportunidade, diretores e colaboradores da cooperativa apresentaram detalhes sobre o que é a fibra óptica, sua qualidade superior em relação aos demais sistemas de fornecimento de internet, custos de implantação, valores dos planos, etc. Com as dúvidas esclarecidas é realizado o cadastro dos interessados e, atingindo o número mínimo necessário, as comunidades virão a ser atendidas.

Além dessas comunidades mais próximas da rede central de fibra óptica, a Ceriluz já pensa em expandir para outros municípios, num primeiro momento chegando às áreas urbanas de Ajuricaba, Catuípe e Nova Ramada. Da mesma forma, isso depende de haver demanda naquelas comunidades e considerando a distância, o número de interessados precisa ser ainda maior que nas outras comunidades. Portanto, Moradores dessas cidades também podem fazer o cadastro como interessados, nos escritórios locais da Cooperativa ou pelo telefone 0800 51 3130.

Advogados da 23ª Subseção da OAB, com sede em Ijuí, no Congresso

Gestores assinam Energia e irrigação ganham destaque protocolo de cooperação obtida A energia solar fotovoltaica, por meio da conversão

Promovido pelo governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação, o Jantar dos Prefeitos, na Expointer, reuniu aproximadamente 500 pessoas, entre prefeitos, autoridades, entidades e pessoas ligadas ao setor agropecuário. O encontro foi na quinta-feira, no Restaurante Casa do Gaúcho, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, e contou com a presença do governador José Ivo Sartori. "Reafirmamos a importância da parceria entre o Estado e os municípios, onde a vida real acontece. Como prefeito por dois mandatos conheço bem essa realidade. Buscamos desenvolver ações que ajudem a alavancar as cidades", afirmou o governador. O secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, destacou a importância da participação dos prefeitos na feira e no evento. "Buscamos proporcionar o melhor para nossos expositores e visitantes. E os indicadores

Ernani Polo

mostram que teremos bons negócios, em mais uma edição da Expointer", afirmou. Foi assinado, durante a solenidade, o protocolo de cooperação técnica e institucional entre o Badesul, a Famurs e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

direta da luz solar em eletricidade, e sistemas de irrigação ganham espaço em duas importantes feiras do Noroeste gaúcho, a Expo-Ijuí/Fenadi e a Feira Nacional do Trigo (Fenatrigo). Ontem, representantes da empresa HCC Engenharia Elétrica, de Ibirubá, e da empresa Agriflora Comércio e Representações, de Ijuí, reuniram-se com extensionistas da Emater/RS-Ascar para firmar acordo sobre a instalação dessas tecnologias nos locais onde irão ocorrer os dois eventos, no mês de outubro. “As feiras são potenciais para mostrarmos tecnologia”, disse o gerente da Emater/RS-Ascar da região administrativa de Ijuí, Carlos Turra. Ainda de acordo com Turra, a energia fotovoltaica é uma das alternativas sugeridas pela Emater/RS-Ascar aos agricultores que enfrentam déficit ener-

“As feiras são potenciais para mostrarmos tecnologia”, disse Turra

gético para expandir seus investimentos. “O consumo por energia é grande”, disse Turra. Brasil De acordo com o diretor financeiro da HCC Engenharia, Júlio Hentges, falta incentivo no Brasil à expansão da energia fotovoltaica. “Falta política pública de investimento neste pro-

cesso. Se tivesse financiamento, as pessoas iriam querer”, disse Hentges. O público terá acesso a projetos e tecnologias de energia fotovoltaica e de irrigação na Expo-Ijuí/Fenadi, no período de 06 a 16 de outubro, e em Cruz Alta, durante a Fenatrigo, entre os dias 19 e 23 de outubro.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

12

LEI KISS

Rigidez na nova lei depende de interpretação A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou nesta semana o Projeto de Lei que altera a Lei Complementar 14.376, conhecida como Lei Kiss por dar mais rigidez à fiscalização de casas noturnas após a tragédia que matou 242 pessoas em 2013 em Santa Maria. As alterações haviam sido aprovadas no começo de agosto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da casa. Com isso, ficam alterados os prazos de validade do Alvará de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (APPCI). Inicialmente o documento tinha validade de um a três anos. Agora passa a ser de dois a cinco anos, de acordo com a classificação de ocupação e uso da construção. Além disso, as inspeções para locais de reuniões de público, como auditórios, casas noturnas, entre outros – todos de risco de incêndio médio e alto –

deixam de ser anuais e passam a ser feitas a cada dois anos. Já nos demais locais serão feitas a cada cinco anos. O projeto é de autoria do Executivo, e foi elaborado após o governo ouvir reivindicações de entidades que representam empresários e produtores, que defendem uma flexibilização nas regras de prevenção a incêndios. Ainda ontem o capitão Silvano Oliveira Rodrigues, responsável pela Seção de Prevenção a Incêndio esteve nas dependências do Grupo JM e falou sobre o tema. Questionado sobre essa flexibilização em alguns casos e essa divisão de responsabilidade, o capitão lembra um "amadurecimento" das pessoas e cita as visitas extraordinárias por parte do Corpo de Bombeiros. "Passamos por recentes casos graves. As pessoas tiveram um pouco mais de intimidade com essa questão

da prevenção de incêndio. As pessoas começaram a se dar conta de algumas coisas. A nível cultural, a gente tende um amadurecimento para isso (...). Em um primeiro momento não vai haver vistoria para liberar o alverá, mas em um segundo momento essas equipes poderão estar na rua fazendo as vistorias não programadas", pontuou o capitão Silvano e ainda acrescentou. "A nossa legislação não nos permite sair multando. A nossa multa é interditar, de pronto. A gente lida com vidas. Quando há risco, a gente interdita, quando não há risco a gente notifica". O objetivo, segundo a justificativa elaborada pelo Piratini, é agilizar a liberação de alvarás do Plano de Proteção Contra Incêndios (PPCI) para casos de baixo e médio risco, sem prever alterações relacionadas a construções consideradas de alto risco.

"A gente vai ter um tempo para se adequar. Por um lado existe uma diminuição na fiscalização, mas por outro lado, um dinamismo na liberação dos alvarás. Era uma grande demanda da sociedade gaúcha. Foi publicada na Revista Exame que Porto Alegre é a segunda capital pior para investir devido a demora na liberação do alvará", acrescentou o capitão. A proposta sugere uma terceira possibilidade de licenciamento. Além do Plano Completo do PPCI e do Plano Simplificado do PPCI, os empresários também podem obter um certificado de licenciamento. O processo é feito de forma eletrônica e não tem custo, mas só pode ser adotado para estabelecimentos com área de até 200m², até dois pavimentos e grau de risco de incêndio considerado médio ou baixo. Ainda conforme a justificativa do texto, a proposta aumenta a

Silvano Oliveira Rodrigues, capitão da Seção de Prevenção a Incêndio

responsabilidade de adequar os prédios às regras dos empreendedores e engenheiros ou arquitetos.

“Estado está sendo relapso com relação à prevenção"

Alexandre Rava de Campos

cmyk

A afirmação é do engenheiro e diretor técnico do Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul (Senge), Alexandre Rava de Campos, quando defende que o Projeto de Lei Complementar 76, tem como finalidade destrancar os processos que estão represados no âmbito das sessões de prevenção de incêndio do Corpo de Bombeiros. Porém, como ele alerta, o órgão fica vulnerável a atender a lei, “ele não demora um ano para liberar um Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) porque não possui estrutura. O Estado

faz de conta que não enxerga isso e manda um PL para a Assembleia para flexibilizar a Lei para destrancar processos em detrimento da segurança”, lamenta ele. Campos cita como exemplo as grandes cidades, como Porto Alegre, onde os processos têm demorado mais de ano para saírem. Segundo ele, a solução que foi encontrada para resolver o problema não parece ser a mais adequada, “porque vai contra a segurança, contra a via técnica que proporciona segurança”. De acordo com as alterações,

a PLC 76 leva para uma situação prédios de riscos médios de até 750 metros quadrados, deve ser feito o plano simplificado de PPCI. Esses planos também poderão ser feitos pela internet e poderão ser renovados por dois a cinco anos. “Sendo assim, fica à mercê dos proprietários fazerem uma declaração de prevenção de incêndios. Isso é extremamente temerário”, alerta ele. Antes da aprovação da lei, havia a necessidade de contratar um engenheiro ou arquiteto para a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), a partir da

mudança, os proprietários de empreendimentos conseguem fazer isso. Assim, segundo o Campos, se passa para o Corpo de Bombeiros um trabalho que foi elaborado por um leigo, “que não está habilitado e muito menos preparado para fazer esse trabalho”. O engenheiro alerta que, se os prédios ficarem por dois ou cinco anos sem fiscalização, onde não se verifica o que está acontecendo na história dele. "Estamos correndo um sério risco de ter uma reedição da boate Kiss logo ali em frente”, alerta.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

13

ALTERAÇÕES NA KISS

“Lei serve para blindar responsáveis” A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou no dia 30 de agosto o projeto de lei que altera a Lei Complementar 14.376, conhecida como Lei Kiss por dar mais rigidez à fiscalização de casas noturnas após a tragédia que matou 242 pessoas em 2013 em Santa Maria, na Região Central do Estado. As alterações haviam sido aprovadas no começo de agosto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da casa. O projeto reduz prazos e exigências para o funcionamento de estabelecimentos comerciais. Com isso, a legislação sobre a prevenção de incêndios, a Lei Kiss, recebe a terceira modificação desde que foi criada, há pouco mais de três anos. O principal objetivo é agilizar o início das operações de negócios em prédio com baixo ou médio riscos de acidentes. O presidente do Núcleo Missões de amigos, parentes e sociedade em geral na defesa dos direitos dos cidadãos vítimas da negligência do caso Kiss – Santa Maria/RS (Núcleo Missões), Jorge Malheiros, critica as alterações feitas na lei e diz que as readequações atendem a interesses do poder público no sentido de criar uma blindagem no que se trata de responsabilizações. “Desde a formatação da lei e sua promulgação, acho que ela foi feita de uma forma rígida tecnicamente, que é necessário para que haja segurança para a sociedade e situações como a Kiss nunca mais aconteçam, mas frouxa no sentido de apontamento de responsabilidades desses entes públicos, que hoje está claro em Santa Maria, e que não existia uma

legislação que apontasse isso, e continuamos sem uma legislação que aponte responsabilidades”, dispara Malheiros. Ele afirma não estar surpreso com a aprovação do PLC que altera os prazos de validade do Alvará de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (APPCI). “Para mim não é novidade porque desde 2013 venho questionando a construção dessa lei, que já foi construída com sérios vícios de origem, os órgãos que tiveram grande responsabilidade no que aconteceu em Santa Maria foram os gestores desta lei. Sempre coloquei uma dúvida em relação a isso: será que apontaria responsabilidades ou fariam a lei para se blindar?”, questiona. “Uma vez promulgada essa lei, de lá para cá, a única coisa feita pelo poder Legislativo, Executivo do Estado, Famurs, foi desmanchar os poucos avanços que houve em termos de responsabilização. Quando falam muito em cortar, em precisar readequar lei, como é feita a readequação de uma lei que nem em prática foi colocada? A falta de competência do ente público em se adequar à lei acaba por encontrar um caminho mais fácil que é desmanchar a lei.” O presidente do Núcleo Missões reforça que tecnicamente a legislação trouxe avanços, uma vez que teve a participação do Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia (Crea), mas quando se trata de apontar responsáveis, ela não atende a seu propósito e deixa uma lacuna. “Jamais acreditei, e fui crítico, da condução dessa lei, porque não acredito que esses poderes tenham grandeza suficiente para fazer uma autocrítica, porque

Edificações de baixo e médio riscos poderão ser liberadas através da internet

não fizeram até hoje”, afirma. “O maior descumpridor da lei nesse País é o poder público, e isso precisa parar”. “A população pode ter certeza de que essa é uma legislação que vai desburocratizar os processos de expedição de alvará, porém, vai ao mesmo tempo resguardar a segurança das pessoas que frequentam os estabelecimentos”, relata o líder do governo no Legislativo, Gabriel Souza (PMDB). Em plenário, houve um rápido momento de discussão, entre os contrários ao texto, entre eles o autor da lei original, Adão Villaverde (PT), e parlamen-

tares da base aliada. Pouco antes da votação, deputados evangélicos pediram para isentar de processos burocráticos os prédios que abrigam igrejas, o que não foi acolhido. “É um caminho equivocado. Um caminho que ataca, que assassina a lei do ponto de vista técnico. Por isso sou contrário. Existem outros caminhos pra fazer, como qualificar o Corpo de Bombeiros”, afirma o deputado Adão Villaverde (PT). As modificações passarão a valer assim que a lei complementar, aprovada na última terça-feira, for sancionada pelo governador José Ivo Sartori.

"O caminho é um atalho", diz deputado A nova lei, que depende ainda de sanção do governador José Ivo Sartori, exclui a necessidade de PPCI aos empreendimentos rurais, exceto em silos e armazéns, que serão regulamentados pelo Conselho. Agroindústria não se aplica à regra. O projeto – elaborado a partir de sugestões do Conselho Estadual de Segurança, Proteção e Prevenção contra Incêndio – foi aprovado ainda com uma emenda da base governista, apresentada pelo líder do governo, deputado Gabriel Souza (PMDB). O deputado Adão Villaverde (PT), que presidiu os trabalhos da Comissão Especial que elaborou a Lei Kiss, critica as alterações aprovadas. Segundo ele, "porque a lei em vigor sequer foi implementada pelo governo do estado. O governo Sartori não contratou engenheiros ou arquitetos para compor o Corpo Técnico dos bombeiros. Não conveniou com entidades nem com municípios. E não convocou os 600 bombeiros aprovados no último concurso de 2014".

Segundo Villaverde, um estudo contratado pelo governo do Estado, junto à empresa Endeavor Brasil, revela que, para limpar o passivo de processos de análises no Corpo de Bombeiros, seriam necessários 17 profissionais e mais 15 outros para atualizar os processos de vistoria. Na avaliação do deputado autor da Lei Kiss, "o projeto aprovado agora com as alterações é temerário, principalmente devido ao retrocesso aos critérios anteriores e únicos de área e de altura, ignorando os três outros requisitos acrescentados pela nova lei." Villaverde considera o novo texto "temerário":"Não tenho nenhuma dúvida que devemos dar celeridade aos processos de licenciamento. O problema é o caminho escolhido. O caminho foi um atalho temerário: mutilar tecnicamente a lei, voltar ao que era no passado ", diz o parlamentar. Já na avaliação de Elton Weber (PSB), favorável à retirada de exigências de PPCI em propriedades rurais, as modifica-

Adão Villaverde

ções mantiveram as condições de segurança sem inviabilizar a atividade produtiva e econômica. "Nosso trabalho foi todo no sentido de garantir que se possa trabalhar sem riscos, mas também sem exigências descabidas".

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

IMPEACHMENT

Na China, Temer diz que protestos não representam maioria do País O presidente Michel Temer disse ontem, em viagem à China, não ver risco de contradições entre seu discurso de reunificação e repacificação nacional, e as manifestações que têm ocorrido em algumas localidades do país, feitas contra seu governo. "A mensagem de reunificação e repacificação nacional, que eu lanço, não é em benefício pessoal, mas dos brasileiros. E eu sinto que os brasileiros querem isso. Quem muitas vezes se insurge, como um ou outro movimentozinho, é sempre um grupo muito pequeno de pessoas. Não são aqueles que acompanham a maioria dos brasileiros", disse Temer a jornalistas que o acompanham na viagem. O presidente negou ter sido surpreendido por suposta manobra no Senado, que resultou na habilitação da ex-presidente Dilma Rousseff para exercer funções públicas. "Estou acos-

Comitiva liderada por Temer está na China para reunião do G-20

tumado a isso. Estou há mais de 34 anos na vida pública e acompanho permanentemente esses pequenos embaraços que logo são superáveis", disse Temer. "Ontem mesmo falei com companheiros do PSDB, PMDB e DEM, e essa questão toda será superada. Não há a menor dificuldade. Não se tratou de manobra. Tratou-se de uma decisão que se tomou. Sempre aguardo respeitosamente as decisões do Senado", acrescentou.

Fatiamento não salva Cunha, dizem técnicos O deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) só não ficará inelegível por oito anos caso consiga se livrar da pena de cassação prevista em seu processo por quebra de decoro parlamentar, avaliam técnicos da Câmara. A avaliação é de que o fatiamento da votação do impeachment da agora ex-presidente Dilma Rousseff (PT) não cria precedente para a votação da perda de mandato do peemedebista. Técnicos afirmam que a habilitação de Dilma para exercer cargos públicos por oito anos só pode ser votada separadamente da perda de mandato, porque ela já constava no parecer que estava sendo analisado em plenário pelos senadores. Ou seja, não foi incluída por meio de um texto novo. Foi votada por meio de um destaque - mecanismo que permite votar um trecho pré-existente de forma separada. No caso de Cunha, o parecer aprovado pelo Conselho de Ética, e que será votado em plenário pelos deputados em 12 de setembro, prevê apenas a cassação como pena; não prevê outra penalidade que possa ser votada separadamente por meio de um destaque. Um novo texto precisaria ser incluído por meio de emenda, que, pelo entendimento técnico, só poderia ser apresentada caso deputados estivessem

cmyk

Eduardo Cunha

votando o caso do peemedebista por meio de um projeto de Resolução. Dessa forma, para que consigam abrandar a pena de Cunha, como desejam, aliados do deputado afastado precisam convencer o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a colocar em votação no plenário um projeto de Resolução, e não o parecer aprovado pelo Conselho de Ética. Maia, porém, tem afirmado que pretende colocar em votação o parecer, como ocorreu em todos os outros processos por quebra de decoro parlamentar na Casa.

Segundo o presidente, essa questão entrou, agora, em uma "seara" jurídica. "O Senado tomou a decisão. Certa ou errada, não importa, o Senado tomou a decisão. Me parece que ela está sendo questionada agora juridicamente. Então, ela sai agora do plano exclusivamente político para o quadro de uma avaliação de natureza jurídica". Acompanhando Temer na visita à China, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), negou

que a separação do julgamento do processo de impeachment do destaque que analisou a perda de direito políticos da presidente tenha sido uma manobra. Em sua opinião, será inevitável que a questão seja resolvida pelo STF, que estaria dividido sobre o assunto. "Era natural que posições antagônicas nesse processo final de julgamento viessem à tona, mas elas serão administradas politicamente", declarou.

Dilma muda planos e deve morar no Rio de Janeiro Após sofrer o impeachment, a ex-presidente Dilma Rousseff decidiu mudar de casa para poder atuar com uma política mais agressiva. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, a intenção da petista era seguir para Porto Alegre, mas a escolha dela foi pela cidade do Rio de Janeiro. Dessa forma, Dilma poderá concentrar suas atividades em uma região central do País. A forte presença de correspondentes estrangeiros pesou na decisão. A tese de que Dilma foi vítima de um golpe tem receptividade no exterior e isso será explorado. A rotina da ex-presidente será dividida em viagens internacionais e nacionais, além

de estadas em Porto Alegre, onde moram a filha e os netos. Em solo fluminense, Dilma poderá cuidar da mãe, Dilma Jane, que tem um apartamento no Rio de Janeiro. A mudança de Dilma será paga pela Presidência e, embora tenha sofrido o impeachment, ela continuará a ter alguns benefícios de ex-presidentes como por exemplo o uso de dois carros oficiais, seguranças e a companhia de seis servidores. Dilma já ordenou o transporte da maioria dos seus pertences para Porto Alegre. Livros e roupas foram levados de Brasília nas últimas semanas. A cadela da raça dachsund Fafá também irá acompanhar a ex-presidente.

Presidente se emocionou ao discursar após ter mandato cassado pelo Senado

14

ALEXANDRE GARCIA Jornalista

NOVE MESES E O PARTO Ouvi com atenção o discurso da então presidente em sua defesa no Senado. Ouvi a exposição de seus feitos. Se tudo fosse real, estaríamos no melhor dos mundos. Não teríamos pobres, não teríamos endividados, não teríamos falidos, não teríamos contas públicas deficitárias a atrapalhar as nossas vidas e as vidas das empresas, que não estariam fechando, desempregando, mas distribuindo riqueza. A presidente primeiro deve ter-se convencido de seu mundo irreal, distante do país real, para depois argumentar de modo tão professoral, como mestra da verdade. Como seria bom se tudo o que ela disse para seus julgadores fosse verdade! Ninguém mais aguentava. Os jovens saíram às ruas já em meados de 2013; depois as ruas explodiram de gente já zangada - e ela insiste em dizer que foi Eduardo Cunha. Não só o deputado, mas também os imperialistas, o mundo exterior, a mídia, as elites. Nunca ela, que fez e não fez, não viu e aconteceu, foi avisada e desdenhou. Ficou longe de seus próprios aliados no Congresso, sem ter lido a história de Jânio e Collor, e repetiu os erros dos dois: quando precisou, estava só. E ainda teve o PT, de destruidora atuação na Petrobras, a atrapalhar a flutuação da nave sem rumo. E no Senado, para se defender, agiu como se fosse acusadora dos senadores, o que confirmou a fama de seu temperamento. Clamou por seus 52 milhões de eleitores e chamou Temer de usurpador. Esqueceu-se de que foi eleita por petistas e peemedebistas. O PT sozinho, sem a estrutura nacional do PMDB, não elegeria presidente. E seus eleitores não foram às ruas. A fonte de dinheiro para sustentar ônibus e sanduíches das manifestações havia encolhido. Mas apareceu Chico Buarque, para figurar no documentário que está sendo preparado para demonstrar a tese de golpe. A presença dela no Senado, enfim, defendendo seus pontos de vista de manhã à noite na segunda-feira, tirou sustentação da tese de golpe. Um golpe, imaginem, que durou nove meses - o dobro do tempo que o PT levou para tirar Collor sem golpe. Só como exercício de imaginação, pensemos o que aconteceria com o Brasil se Dilma não fosse condenada e voltasse à Presidência da República para mais 28 meses de continuação do governo que levou ao desemprego 12 milhões de brasileiros, sem contar os jovens que não conseguem encontrar seu primeiro trabalho; o que seria do tamanho do dólar, dos juros, da inflação, da recessão, da desconfiança. E que tamanho teria a vingança, a retaliação. Que caos sobre caos nos aguardaria? Agora, depois de nove meses de processo, finalmente veio o parto. E ela partiu.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

Heck busca valorizar educadores públicos

CRONOGRAMA DE ENTREVISTAS: TEMA 1: Agricultura e Infraestrutura Rural 16 AGOSTO: Bira Teixeira 19 AGOSTO: Valdir Heck TEMA 2: Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda 23 AGOSTO: Valdir Heck 25 AGOSTO: Bira Teixeira TEMA 3: Educação e Meio Ambiente 30 AGOSTO: Bira Teixeira 2 SETEMBRO: Valdir Heck TEMA 4: Infraestrutura Urbana e Trânsito 6 SETEMBRO: Valdir Heck 9 SETEMBRO: Bira Teixeira TEMA 5: Tecnologia, segurança e desporto e lazer 13 SETEMBRO: Bira Teixeira 16 SETEMBRO: Valdir Heck TEMA 6: Saúde e Desenvolvimento Social 21 SETEMBRO: Valdir Heck 23 SETEMBRO: Bira Teixeira ENTREVISTA VICE PREFEITO: 26 SETEMBRO: Jean Arais 27 SETEMBRO: Valdir Zardin

Valdir Heck

Nesta sexta-feira, o candidato Valdir Heck, da coligação Juntos Por Ijuí, participou na manhã de ontem de mais uma rodada de entrevistas do Palanque JM, espaço concedido pelo Grupo Jornal da Manhã aos postulantes à prefeitura de Ijuí nas eleições municipais deste ano. O tema desta semana, definido junto às coligações que disputam o pleito, é educação e meio ambiente. Logo no início da conversa, o candidato Valdir Heck abordou a questão envolvendo o ensino superior no município. Heck lembrou que quando era prefeito em 1991, enviou projeto à Câmara de Vereadores destinando 1% do orçamento total da prefeitura para

auxiliar na implantação do curso de Medicina na cidade. A implantação do curso, no entanto, acabou não ocorrendo por indefinições surgidas no Ministério da Educação. Depois disso, relatou o candidato, surgiu a possibilidade da expansão do ensino superior público em Ijuí, que recebeu incentivos de sua administração em 2008, mas que até os dias atuais não se concretizou. "Incentivamos o ensino público federal superior em duas oportunidades, e continuaremos incentivando", se comprometeu o candidato. Na tarde de quinta-feira, o candidato do PDT se reuniu com o sindicato dos professores da rede pública municipal. Segundo Heck, o encontro foi proveitoso, e serviu para a formulação de novos direcionamentos para o ensino público em Ijuí. "Pelo esforço do secretário Eleandro e sua equipe e do prefeito Ballin, ainda temos índices muito bons de qualidade da educação. Mas precisamos caminhar juntos com os professores, isso ficou muito claro. Ouvi os professores, que têm suas preocupações, como no plano da saúde. Eles estão preocupados também com o Projeto de Lei 817/2015, pois nós sabemos que há algum tempo se passava ideologias partidárias aos alunos. Pode-se discutir alguns temas, sim, mas de forma aberta, para que o próprio aluno possa definir o que ele quer para si e para sua vida, sem impor nada. Temos que viver num período democrático", avaliou Heck. De maneira específica, o candidato abordou a falta de vagas na educação infantil. Segundo ele, os governos do

PL fixa multa para focos do Aedes Os vereadores estiveram reunidos na manhã de ontem para a reunião das comissões do poder Legislativo, que definiu a pauta de votações da sessão da próxima segunda-feira. O destaque da pauta é o projeto que implementa novas regras e medidas para estabelecer e agilizar os cuidados em relação aos depósitos com água e larvas positivas do mosquito Aedes aegipty em Ijuí. De acordo com dados da Vigilância Ambiental de Ijuí, 80% dos criadouros são pequenos depósitos móveis encontrados nos quintais das residências vistoriadas. Diante da falta de sensibilidade de alguns proprietários em fazer a limpeza de seus terrenos, haverá a atualização dos valores de multas para imóveis onde sejam encontrados focos do mosquito. Os novos valores variam desde multa de R$ 14,60 para infrações leves, que ocorre na segunda visita e constatado foco positivo, até a multa de R$ 116,80 para infrações gravíssimas, que ocorre na constatação de foco positivo do

15

PDT após 1998 aumentaram em 100% o número de vagas em creches, sendo 1,3 mil vagas somente no período de 2001 a 2008. "Sei que nós vamos ter demandas nessa área, mas está aí, até o final do ano deve ficar pronta a escola infantil no bairro Colonial,e também já foi comprada uma área no bairro Jardim. Mas temos outra visão, queremos implantar outras medidas para abrigar essas mais de 600 crianças que estariam necessitando de vagas nas escolas", afirmou. Entre outras propostas apresentadas pelo candidato do PDT, estão a qualificação da gestão das escolas, investir na melhoria da infraestrutura das instituições de ensino e fomentar a participação dos alunos na discussão do sistema de ensino público. Sobre o tema meio ambiente, o candidato do PDT falou sobre os programas criados por ele quando prefeito, entre 2001 e 2008, como o ecoponto de recolhimento de pneus descartáveis, e o projeto Mais Verde, Mais Vida. "Para sobrevivermos, precisamos de ar puro. No meio rural, os agricultores têm áreas que podem ser destinadas ao florestamento, e isso pode ser utilizado pelo nosso programa. Pretendo reformular e incentivar este programa, que não teve continuidade quando saí do governo", pontuou o candidato da coligação Juntos Por Ijuí. Outras propostas citadas por Valdir Heck são a implantação de programa de educação ambiental nas escolas, criar um centro de triagem de resíduos sólidos e ampliar a coleta seletiva.

Agenda de campanha A um mês para a eleição municipal, os candidatos a prefeito e vice em Ijuí movimentam suas agendas. Os candidatos Bira Teixeira e Jean Arais, da coligação Construindo o Novo, tiveram ontem como destaque uma plenária de mobilização para os próximos 30 dias de campanha. O evento, realizado no comitê central da coligação, teve a participação de candidatos a vereador de PT, PSB e PCdoB, filiados, simpatizantes e

apoiadores da chapa. Pela manhã, Bira esteve visitando estabelecimentos comerciais do centro da cidade. Ao meio dia, almoçou com funcionários de uma fábrica e apresentou as propostas para o município. No fim de semana, a agenda dos candidatos da coligação Construindo o Novo inclui programações no interior de Ijuí. A agenda do candidato a prefeito Valdir Heck, da coligação Juntos Por Ijuí, não foi divulgada.

PSB propõe política salarial para servidores Parlamentares estiveram reunidos para definir pauta de votações

mosquito após a quarta visita dos agentes públicos de saúde. Outros três projetos de lei serão analisados em plenário, entre eles a proposta que obriga a disponibilização de cadeira de rodas dobráveis em condomínios residenciais e comerciais de natureza de hospedaria, que possuam mais de dois andares. O projeto

vai ser votado com uma emenda, onde consta que é para prédios que possuem a partir de 4 andares e elevador. Na sessão de segunda-feira, o Doutor em Desenvolvimento Regional, professor Dilson Trennephol, falará aos vereadores e à comunidade sobre a cadeia produtiva do leite na região

Criar um Grupo de Trabalho a fim de elaborar uma proposta de política de administração e remuneração dos servidores estaduais de todos os poderes, estabelecendo uma relação entre o maior e o menor salário. Essa foi a proposta entregue pelos deputados do PSB, Elton Weber, Liziane Bayer e Miki Breier, ao governador José Ivo Sartori. Pela proposta, ficaria fixado o limite máximo (teto) para os vencimentos e o subsídio dos

ocupantes de cargos, funções ou empregos públicos, para que seja definido o limite mínimo e a relação desses valores. “Sugerimos que tal limite seja de um vigésimo (1/20) do teto constitucional”. Os socialistas também defenderam a instituição de um Conselho de Política de Administração e Remuneração de Servidores, composto de representantes de todos os poderes, conforme prevê a Constituição Federal.

cmyk


Esporte

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

Jogo vale a liderança da chave 6 O jogo em Passo do Sobrado entre Associação Passo-Sobradense de Futsal-APF e Associação Ijuí Futsal-AIF hoje às 20h vale a liderança isolada da chave 6 da segunda fase do Estadual, Série Bronze. As duas equipes estão com três pontos, mas o time da APF lidera nos critérios. O técnico Jaques Schultz não poderá contar na partida deste sábado com o fixo Marcelinho, que cumpre suspensão de mais um jogo pela expulsão na partida da penúltima rodada da primeira fase em Catuípe contra o Palmeira Futsal. O goleiro Maicon Romero, fortemente gripado e o pivô Ivan, se recuperando de uma lesão no joelho esquerdo são desfalques na AIF. O pivô Diógenes recuperado de uma lesão muscular viaja com a delegação hoje às 13h30. A AIF inicia a partida com: Danilo; Pablo, Marcinho, Maurício e Diógenes. "Treinamos quinta-feira organizando taticamente o time tomando por base a maneira que a

SÉRIE BRONZE 2ª rodada-2ª faseHoje,3.9 Chave 4 Em Rio Pardo-Nadas Branco x AMFMarau-20h Em Santiago-ASF x Uruguaianense20h Chave 5 Em Cerro Branco-ACBF x Cerro Largo Futsal-20h Em Caçapava do Sul-ACF x Parobé Futsal-20h Chave 6 Em Passo do Sobrado-APF x AIF-Ijuí20h Em Capão da Canoa-Expresso x Horizontina Futsal-20h Chave 7 Em Salto do Jacuí-ADCH x Guarani Futsal- Camargo-20h Em Casca-SERCCA x União Independente-Santa Maria-20h

APF joga. O time deles é forte fisicamente e está bem adaptado à quadra reduzida que tem 30 metros por 17", disse o técnico Jaques Schultz. Na terça-feira, o comandante, realizou uma reunião,

com quatro equipes. As disputas são em turno e returno. No primeiro turno ocorrem os confrontos dentro da mesma chave. No segundo turno os confrontos serão chave contra chave.

PLACAR GERAL

Baterias Goi/Fruteira do Mano x Afumisa/Espaço Presentes; e Flamengo da Linha 11 Norte x Botafogo. No campo do Lambari atuam Bahia x Huracan e 14 de Julho x Guarani ou Corinthians. Quem vencer estas partidas garante vaga nas semifinais.

FUTEBOL AMADOR As semifinais do Campeonato Municipal de Futebol Amador de Ijuí, 1ª Divisão serão disputadas amanhã às 13h30 e 15h30 no Estádio 19 de Outubro. A rodada terá estas partidas: Botafogo x Portuguesa; e Vila Nova x Juventude do Rincão dos Goi. Os vencedores irão decidir a competição. Hoje às 14h no campo do bairro Lambari, acontece o segundo tempo do jogo da 2ª Divisão entre Guarani e Corinthians, que foi paralisado no último domingo no intervalo devido à má condição do tempo. O placar estava 0 a 0. Os jogos das quartas de final da 2ª Divisão serão disputados amanhã às 13h30 e 15h30. No campo do Flamengo da Linha 4 Leste jogam Arsenal/

cmyk

1ª rodada 1.9-quinta-feira Argentina 5 x 0 Bolívia Paraguai 3 x 2 Colômbia Brasil 5 x 3 Venezuela 2ª rodada 6.9, terça-feira Paraguai x Argentina-19h15 Colômbia x Bolívia-20h Equador x Uruguai-20h45

COPA DUNGA A 19ª Copa Dunga de Futebol Sete para Menores tem rodada hoje a partir das 13h30 com estes jogos no campo de futebol sete do Serviço Social do Comércio em Ijuí: mirim, Tio Mazzaropi x Cometa Branco; feminino, Escolinha Progresso x Greminho Condor; pré-mirim,Olinto de Oliveira x CFE Tricolor; infantil,Grêmio Mareli x Greminho Condor. mirim, Grêmio Manjabosco x CFE Ijuí e pré-mirim, Grêmio Mareli x Genoma Colorado.

Renato Marsiglia renato.marsiglia@tvglobo.com.br

Associação Ijuí Futsal (preto) após vencer o Horizontina joga em Passo do Sobrado

conversando com os jogadores sobre a necessidade de manter o foco em todas as partidas. Na vitória de 3 a 2 diante do Horizontina, o time se desconcentrou em alguns momentos, cometendo erros e por detalhes não permitiu o empate do adversário. O jogo terá esta arbitragem: árbitro principal, Daniel Rezende; árbitro auxiliar, Anderson

Wendland; anotador, Pedro Viana; cronometrista, Antônio Faleiro e delegado do jogo,Marcel Chagas da Silva. Por contenção de gastos, a Associação Ijuí Futsal viaja de micro-ônibus para Passo do Sobrado na Região do Vale do Rio Pardo levando atletas, comissão técnica e somente um dirigente que chefiará a delegação.

Começa o 22º Campeonato de Pais do CSCJ Começou na última quintafeira à noite a 22ª edição do Campeonato de Pais do Colégio Sagrado Coração de Jesus de Ijuí, Futsal Masculino. A competição, que tem o objetivo de integrar a comunidade escolar, pais, professores e alunos é promovida pela Associação de Pais com apoio da direção da Escola. O tema principal do Campeonato é Esporte pelo Saber. As equipes foram identificadas com nomes dos países sul-americanos, definidas através de sorteio. O Campeonato de Pais do CSCJ na primeira fase tem oito times divididos em duas chaves

16

Valmir Luiz Donato, da comissão organizadora, fala sobre os objetivos do Campeonato

JOGOS DO SESI A quinta rodada dos Jogos do Serviço Social da Indústria (Sesi) no futebol sete livre e master será disputada hoje no Centro Esportivo Arthur Fuchs em Ijuí. No campo 1, às 13h45, jogam na categoria master,Funicalha/ Prosis Informática/Madecor/ Agrimetal/Di Moville x Cisbra; às 15h, chave D, livre, Soberana x 3 Tentos B; às 16h,chave B, livre, Manutec/Pré-Moldados Dreffs/EO da Silva/Ombu/Metal Ijuí A x Construtora Realize; e 17h,chave C, livre, Cisbra A x Mineradora Ijuí. No campo 2, às 13h45, jogam pela chave B da categoria livre, Gimenez x 3 Tentos A; às 15h,chave D, livre, Cisbra B x Manutec/Pré Moldados Dreffs/EO da Silva/Ombu/ Metal Ijuí B; às 16h, chave C, livre, Dubai Alimentos x Hoff

Pneus/Star Gesso B; e às 17h, master, 3 Tentos x Soberana. O Serviço Social da Indústria recebe inscrições para as modalidades voleibol masculino e feminino, bolão masculino e feminino, tênis de mesa, dominó, sinuca e e pingue-pongue. A confirmação terá que acontecer até o dia 12 de setembro.

COPA PAULO BAIER

A segunda rodada da 1ª Copa de Futsal terá estes jogos hoje no Ginásio Capitão Dunga em Coronel Barros:sub-15, às 8h45, GBM Ijuí x APF Augusto Pestana; sub17, às 9h40, Lion Ijuí x Bozano; sub-13, às 10h20, Bozano x APF Augusto Pestana; sub-15, GBM Ijuí x União Ijuiense Futsal; sub15, às 11h40, Bozano x CMD Coronel Barros; e Sub-13, às 12h20, CMD Coronel Barros x Bozano.

BRASIL X EQUADOR Vitória do alívio, principalmente pela atuação no segundo tempo, em que manteve o domínio técnico, tático e físico sobre o Equador nos mais de 2.800 metros de altitude de Quito. Importante é que se aproximou da zona de classificação das Eliminatórias Sul-Americanas. Uma goleada improvável de 3 x 0 que muda o baixo astral que rondava a Seleção. Uma vitória em Manaus contra a Colômbia na próxima rodada certamente embalará definitivamente o time na busca de uma vaga na Copa da Rússia. O time de Tite já começa a mostrar sua cara. INTER FINALMENTE VENCEU O Inter exorcizou a série de maus resultados e venceu com autoridade o Fortaleza por 3 x 0, encaminhando a classificação à próxima fase da Copa do Brasil. Diretamente, não tem nada a ver com as quatorze rodadas sem vitória no Brasileirão, mas muda o ânimo e a auto-estima do jogadores. Contra o Fortaleza, um time da Série C, Celso Roth escalou um time equilibrado e bem distribuído em campo. O treinador terá uma semana para treinar e ajustar ainda mais a equipe para o jogo contra o Santos, no Beira-Rio. Acontecerá finalmente uma vitória? GRÊMIO JOGA PELO G-4 Uma vitória amanhã no jogo atrasado contra o Botafogo, colocará o Grêmio em terceiro lugar a um ponto do Flamengo e a quatro do Palmeiras. Para se ter uma idéia da importância destes três pontos, vale lembrar que o Grêmio pega no meio de semana seguinte o Coritiba (em Curitiba) e no domingo (10) o Palmeiras na Arena. Este é o "jogo do ano" para o Tricolor. Uma vitória coloca o time de Roger Machado na luta pelo título. Caso não vença, lutará apenas pelo G-4 (o que já não será fácil) no Brasileirão, visando classificação à Libertadores do ano que vem. BRASIL NÃO É MAIS REFERÊNCIA Fechou a janela de transferência na Europa e valor das negociações de jogadores brasileiros caiu 34% na relação com o ano passado. Há quatro anos que os europeus não gastavam tão pouco na contratação de brasileiros em uma janela quanto agora. Entre as trinta transferências mais caras desta janela, apenas duas são de brasileiros, e assim mesmo, de jogadores que não saíram daqui: Hulk, que por 55,8 milhões de euros trocou o Zenit (Rússia), pelo Shangai (China) e David Luiz, que retornou do PSG para o Chelsea por 38,5 milhões de euros. Mesmo com o "ouro olímpico", o Brasil deixou de ser a "bola da vez" no futebol mundial.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

17

DOIS TOQUES

Drones enfrenta o Restinga Carlos Alberto Padilha

esporte@jornaldamanhaijui.com

TRICOLOR- Bruno Grassi; Edilson, Wallace Reis, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon e Jailson; Douglas, Luan e Henrique Almeida. Este será o time do Grêmio para enfrentar o Botafogo amanhã às 16h no Estádio Luso Brasileiro em jogo adiado da 19ª rodada. Sem vencer há dois jogos no Brasileirão, o Grêmio, que ocupa o sexto lugar da tabela, com 36 pontos, um atrás do quarto colocado Corinthians, mas com um jogo a menos, tem a chance de reencontrar o caminho dos triunfos, além de passar a integrar o G4, caso conquiste os três pontos diante diante do Botafogo. COLORADO-O Inter aguarda o resultado da contraprova para iniciar a defesa do goleiro Jacsson, flagrado com a substância proibida cortisona no exame antidoping realizado após a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 17 de julho. Vice-presidente jurídico do Colorado, Giovani Gazen revelou que o atleta garantiu não ter usado nenhuma substância proibida. O volante Rodrigo Dourado, cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo e não enfrenta o Santos na próxima quinta-feira às 21h. Dois jogadores disputam a vaga: Anselmo e Eduardo Henrique. BRASILEIRÃO- Fluminense e Figueirense jogam hoje às 16h, no Estádio Giulite Coutinho, em Édson Passos, em jogo reprogramdo da 18ª rodada. A 23ª rodada abre quarta-feira CONFRATERNIZAÇÃOEx-dirigentes e ex-atletas da Associação Silencar se reúnem hoje ao meio-dia para um congraçamento em Ijuí. A equipe da Silencar marcou época no futsal jogando competições estaduais. Agradeço o convite do Celonir Valentini. PARTICIPAÇÃO- O CEAP levou duas equipes à capital gaúcha neste final de semana para a disputa da Copa Estadual de Ginástica Artística. O técnico e professor Raone Bianchetti inscreveu as equipes infantil e juvenil na competição, que acontece hoje no Centro Estadual de Treinamento Esportivo do Rio Grande do Sul. ESCOLINHAS- Acontece hoje a partir das 8h a Taça Paulo Baier de Futebol Sete. Os jogos serão nos campos de futebol do Sitio Kiko Bussmann. SÉRIE B DO BRASILEIRO- O Brasil-Pel venceu o Goiás por 2 a 1, ontem no Estádio Bento Freitas, gols de Felipe Garcia e Elias, ex-São Luiz. Ednei descontou. O xavante subiu para o segundo lugar com 39 pontos.

O Ijuí Drones encara o Restinga Redskulls hoje às 14h no Estádio 19 de Outubro, pela segunda rodada da 4ª Copa Sul de Futebol Americano. Uma vitória deixa a equipe ijuiense em excelente situação para disputar os Playoffs. "Implantamos uma nova forma de jogo e vamos em busca de um resultado positivo contra um forte adversário", comentou o presidente e atleta do Ijuí Drones, Renan Junges (Boka). Lembrou que a equipe vem mostrando evolução, com os atletas selecionados no Try Out bem entrosados. "O Restinga Redskulls tem uma equipe jovem, qualificadam consolidando um grupo de jogadores de bom nível", desta-

cou Renan. O atleta disse que na primeira partida no Estádio 19 de Outubro, contra o Porto Alegre Bulls, vitória de 20 a 13, o Ijuí Drones sentiu um pouco o gramado diferente. Agora estará mais adaptado. Ele frisou que a vibração da torcida fez a diferença naquela partida e será de novo fundamental. Uma das novidades nos jogos da equipe ijuiense em casa é um microfone para os árbitros, facilitando mais o entendimento dos torcedores quanto às regras da modalidade. Os ingressos antecipados custam R$ 5,00 e serão vendidos até hoje às 10h nestes locais: na Barbearia Mr. Huth, San Germanno, Vida Farmácias (diago-

Ijuí Drones (preto) recebe o Restinga Redskulls hoje no Estádio 19 de Outubro

nal com a Fidene), Posto Nossa Casa e Shawarma Baruk. Crian-

ças até 12 anos não pagam. Na hora o preço será R$ 10,00.

Municipal de Futsal abre no próximo dia 12 O Campeonato Municipal de Futsal de Ijuí abre no dia 12 de setembro. As partidas acontecerão simultanamente nos Ginásios Wilson Mânica e Walter Müller, do bairro Modelo, iniciando às 19h nos dias de semana e às 17h nos sábados e domingos. Na última quinta-feira no auditório do Serviço Social do Comércio, aconteceu o congresso técnico onde foi apresentada a

fórmula de disputa do Campeonato e sorteadas as chaves.Neste ano serão 42 equipes na Divisão Única, seis equipes na categoria Veteranos, cinco equipes na categoria Sênior e seis equipes na categoria Feminina. O Campeonato será organizado pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo e contará com o apoio do Sesc. Nos próximos dias será definido o Municipal Sub-15.

JOGOS 1ª rodada Segunda-feira,12.9 a partir das 19h Ginásio Walter Müller Chave A Titãs x Os Parentes Chave A Posto do Ganso x Progresso Chave B

IBIS F.C. x Progresso/Portuguesa Chave B Itaí Futsal x E.C.União Ginásio Wilson Mânica Feminino E.C. Ijuí x Sport Club São José Feminino Ellas x ASPF Chave I no masculino E.C. Bahia x Independência Futsal

Equipe Sogi disputa Copa Brasil Sul de Judô A equipe Sogi-EFA-Noroeste de Judô participou da Copa Brasil Sul de Judô,na cidade de Santa Maria no dia 28 de agosto, com vinte e dois atletas em 28 categorias. Conquistou bons resultados. 13 atletas foram campeões, 10 vice-campeões e dois terceiros lugares, ficando em terceiro lugar na classificação geral por equipe. O evento contou com participação de 13 equipes do Rio Grande do Sul com mais de 300 atletas. A equipe agora se prepara para um grande desafio que é sediar mais uma vez o Campeonato Estadual da Liga Riograndense de Judô, que será realizado no dia 16 de outubro, no Ginásio Municipal Wilson

Mânica. A estimativa de participação é de mais de 500 atletas de todo o Estado. O Campeonato distribui maior pontuação para o ranking estadual que classifica os atletas que vão representar o Rio Grande do Sul no Campeonato Brasileiro em novembro. O professor Jean Veiga ressalta que a equipe Sogi-EFA Noroeste de Judô realizará o Circuito Estímulo Noroeste de Judô. A primeira etapa será na cidade de Panambi no dia 15 de novembro. Na abertura do evento será realizada palestra com o professor Paulo Carlan, coordenador do Curso de Educação Fisica da Unijui. As palestras Sócio Educativas

Sociedade Ginástica Ijuí conquistou bons resultados na competição em Santa Maria

tem como objetivo abordar assuntos de relevância social que venham contribuir e auxiliar no desenvolvimento das crianças,

adolescentes, familiares e comunidade em geral. O evento terá a participação de alunos dos projetos vinculados a equipe.

Roger valoriza aproveitamento de Henrique Almeida Apesar de sentida, a ausência de Miller Bolaños para o compromisso contra o Botafogo amanhã às 16h no Rio de Janeiro é algo que pode ser suprido graças às opções do elenco gremista. Isto, na visão do técnico Roger Machado, que admitiu haver perdas com a falta do jogador, que está a serviço da seleção equatoriana pelas Eliminatórias, também afirmou que o time tem

ganhos com a entrada de Henrique Almeida para assumir a lacuna no ataque. “Por características, o Henrique é um jogador que joga mais dentro, próximo dos zagueiros. O Miller tem capacidade e desejo de se movimentar pelo ataque, caindo, em muitos momentos, como a gente viu no próprio jogo contra a Seleção Brasileira, pelos lados do campos. Isso nos

dá perdas e ganhos. No caso, com a entrada do Henrique, eu tenho alguém a mais para brigar na linha ofensiva do nosso adversário, com a tentativa de criar espaço para quem vem de trás entrar. E mais um jogador dentro da área que tem a habilidade finalizar muito bem de perna direita e esquerda”, apontou o comandante tricolor, após as atividades de ontem. As grandes

novidades do CT Luiz Carvalho ficaram por conta dos retornos do lateral direito Edílson, e de Pedro Rocha que se recuperou de um quadro de amigdalite e deve aparecer entre os relacionados. Já as baixas giram em torno da data Fifa, uma vez que Marcelo Grohe e Pedro Geromel defendem a Seleção Brasileira, assim como Bolaños reforça o Equador.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

18

POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL - RS

Mortes caem 30% nas BRs em 2016 A PRF, nos sete primeiros meses de 2016, lavrou 71.000 autuações através de seus agentes e 77.000 autuações por meio de radar, totalizando 148.000 autuações para condutores infratores. O excesso de velocidade foi a infração mais cometida pelos usuários das rodovias federais no RS. O resultado que mais chamou a atenção da PRF foi a redução no número de acidentes de 6.630, no mesmo período de 2015, para 4.453, de janeiro a julho de 2016. Em relação ao número de mortos também se observa uma redução considerável de 212 óbitos para 164. Trata-se de uma redução de quase 25% em relação ao mesmo período do ano de 2015. Conforme repassado pela Polícia Rodoviária Federal, é preciso fazer uma análise mais fria no que diz respeito aos números nas rodovias. "Em

relação a periculosidade das rodovias gaúchas é necessário esclarecer que não podemos considerar números absolutos para qualificarmos uma rodovia como mais ou menos segura. Basta acrescentarmos um fator como a extensão da rodovia para verificar que os parâmetros de segurança se alteram", conforme publicado em nota. A BR-116, que teve de janeiro a julho 53 mortos para uma extensão de 661 km, ao calcular o índice de letalidade por km verificam-se que fica em 0,08. A BR-116, no trecho de Dois Irmãos a Porto Alegre possui o segundo maior fluxo de veículos do País, ficando atrás apenas da Rodovia Presidente Dutra, no Rio de Janeiro, com média de 120.000 veículos deslocando por dia. Já a BR-290 onde perderam a vida 36 pessoas e possui extensão de 726 km, possui índice de

Detran-RS alerta para informe por email falso Circula na internet e-mail comunicando suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O Detran/RS informa que se trata de informação falsa, na verdade um vírus que pode prejudicar o computador do usuário. Hoje, a notificação de suspensão da CNH ocorre unicamente via correio, com aviso de recebimento. Quando impossibilitada a entrega da correspondência no endereço do condutor, a notificação ocorre através de edital publicado no Diário Oficial do Estado e no site do Detran/RS. A suspensão da CNH acontece quando o condutor atinge 20 ou mais pontos em seu prontuário ou quando comete qualquer infração de trânsito com previsão legal da suspensão do direito de dirigir, como por exemplo, dirigir sob influência de álcool, participar de “rachas” ou excesso de velocidade além de 50% da

máxima permitida para o local. Em todos os casos, o proprietário deve ser notificado antes de cada uma das autuações. A punição só é imposta após julgamento do processo administrativo com direito a ampla defesa por parte do condutor. Para efeitos de cumprimento da penalidade, o documento deve ser entregue a um Centro de Formação de Condutores (CFC), mediante recibo. A consulta à situação da CNH pode ser feita no site do Detran/ RS, em Consulta de CNH no site http://www.detran.rs.gov. br/consulta-cnh. O Detran/RS salienta também a importância de o condutor manter seu endereço atualizado para o recebimento dos documentos, multas e avisos. A alteração de endereço pode ser feita em qualquer CFC. É necessário levar a CNH e comprovante de residência.

Números foram divulgados ontem pelos agentes da unidade

letalidade de 0,04 por km. Outras rodovias com número de mortes menores, mas com extensão

também menor, possuem um índice de letalidade até três vezes maior.

Justiça Federal suspende multas por farol desligado A Justiça Federal em Brasília suspendeu, ontem, a cobrança de multa para motoristas que andarem nas rodovias de todo o país com farol desligado. A sentença é provisória e determina que a punição só pode ser aplicada quando as estradas tiverem sido sinalizadas. A decisão começa a valer quando a União for notificada – não existe um prazo exato para que isso aconteça. A sentença não altera as multas que já foram aplicadas até o momento. O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) informou que não tinha sido notificado da mudança até as 17h desta sexta. Um possível recurso só será analisado quando o órgão tiver acesso à decisão.

A lei federal entrou em vigor em 8 de julho e determina que o farol baixo seja usado em todas as rodovias, mesmo durante o dia. O descumprimento é considerado infração média, com 4 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 85,13. Em novembro, o valor deve subir para R$ 130,16. No primeiro mês de validade da regra, entre 8 de julho e 8 de agosto, a Polícia Rodoviária Federal registrou 124.180 infrações nas rodovias federais. Nas estradas estaduais de São Paulo, outras 17.165 multas foram aplicadas. No Distrito Federal, as multas superaram em 35% o número de autuações por estacionamento irregular.

Apresentado texto do Novo Código de Trânsito

A comissão especial da Câmara dos Deputados que estuda alterações no CTB (Código de Trânsito Brasileiro), está recebendo sugestões da sociedade sobre as mudanças na legislação. O texto preliminar foi apresentado em reunião da comissão, nas últimas semanas, pelo relator, deputado Sérgio Brito. O PL 8085/14 também tem

cmyk

outros 159 projetos de lei apensados a ele, pois também tratam da legislação de trânsito. Esses projetos abordam temas como aulas de direção em simuladores, campanhas educativas sobre o risco de dirigir falando ao celular, exigência de equipamentos obrigatórios em veículos, sinalização e transporte individual, público e privado, de passageiros.

Polêmica desde o dia em que entrou em vigor, lei deve trazer novos capítulos

Emater / Ascar

Eficiência na pulverização agrícola O meio rural ao longo dos anos tem perdido a sua mão de obra para o meio urbano e devido a isto e outros fatores, tem cada vez mais substituído o trabalho antes realizado por humanos de forma braçal por meios mecânicos, com auxilio de máquinas e equipamentos, um deles o pulverizador agrícola cada vez mais tem sido utilizado para aplicação de diferentes produtos para controle de plantas indesejáveis, pragas, fungos, adubação foliares. A correta utilização dos equipamentos e produtos pode ser uma ferramenta útil, porém, quando mal manejados, ambos podem ter um efeito muito danoso tanto à saúde, ao ambiente e também ao bolso do produtor, dos consumidores e até mesmo de quem nada tem a ver com a produção e com o consumo. A pulverização agrícola eficiente, parte de vários fatores, como a correta regulagem do pulverizador, e sua manutenção periódica passa pelo monitoramento das pragas e doenças das culturas e chega até a escolha correta do produto a ser aplicado e momento da aplicação. A correta regulagem do pulverizador deve levar em conta inicialmente a escolha da marcha de trabalho do trator onde o pulverizador está acoplado, a rotação do motor a fim de proporcionar a rotação da tomada de força requerida pelo equipamento, além disso, devem ser observados pressão da bomba do pulverizador para cada tipo de produto a ser aplicado, inexistência de vazamentos, bicos que apresentam boa distribuição de gotas e adequados ao tipo de produto a ser aplicado, alem de um posicionamento correto dos mesmos na barra, não devem existir empecilhos mecânicos na faixa de distribuição da calda que saí dos bicos. Após o uso, o pulverizador deve ser limpo para evitar que os produtos químicos utilizados deixem resíduos que possam comprometer a próxima pulverização, causando entupimentos e às vezes até mesmo fitotoxicidade as culturas; antes de cada aplicação devem ser revisados filtros e bicos de pulverização se estão limpos e posicionados corretamente. A decisão de fazer a aplicação de um produto deve ser baseada em critérios técnicos, como a presença da praga, doença ou planta invasora em nível de dano econômico, sempre com orientação de profissional habilitado para recomendar corretamente o produto que deve ser aplicado, sua diluição, volume de calda, horário mais adequado, cuidados ambientais, uso de equipamentos de proteção, descarte de embalagens vazias. Para cada tipo de alvo que se pretende atingir, o tamanho da gota e sua distribuição sobre ele mesmo é muito importante, e muitas vezes por falhas nos procedimentos acima descritos ocorrem erros de alvo e o produto e a aplicação que foi planejada para auxiliar a pessoa a executar o seu trabalho de forma mais eficiente e menos penosa acaba prejudicando um conjunto de pessoas e também ao meio que vive. Desta forma, por ser uma atividade onde os erros podem ser variados e suas conseqüências muito diversas, recomendamos que o agricultor procure estar sempre bem informado sobre o assunto para minimizar os erros, diminuir perdas e efeitos indesejáveis.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

FORÇA NACIONAL

Efetivo ficará apenas 60 dias no Estado A Força Nacional de Segurança atuará no Rio Grande do Sul por mais 60 dias. A decisão foi publicada no Diário Oficial da Uniãode ontem, e o período conta a partir da data da publicação. Deste modo, os agentes devem ficar no Estado até o começo de novembro. O prazo pode ser ampliado, se houver novo pedido do governo gaúcho e aceitação do governo federal. A portaria ainda indica que o objetivo do auxílio policial é “conter a criminalidade”. O ofício também destaca que a operação deverá ter o apoio do governo gaúcho, que permitirá o “acesso aos sistemas de informação, inteligência, disque-denúncia e ocorrências, no âmbito da Segurança Pública”. Desde terça-feira, 136 soldados da Força Nacional passaram a integrar o efetivo da Brigada Militar em Porto Alegre. Os servidores atuam ao lado de PMs gaúchos. Após Wantuir Jacini pedir exoneração da Secretaria de Segurança Pública, no último 26 de agosto, o governo gaúcho resolveu pedir

PLANTÃO DUAS EM 48H - Após ter sido arrombada na terça-feira, a Escola de Educação Infantil Tio Zé, que fica na Zona Sul de Porto Alegre, foi novamente alvo de criminosos. As aulas foram suspensas após os funcionários notarem a outra invasão na manhã de ontem. A instituição, que é comuninária, fica no bairro Santa Teresa. O local atende 110 crianças, de 3 meses a 6 anos de idade. Um novo boletim de ocorrência foi registrado, e a polícia procura os suspeitos. SEM COLETES - Dois homens foram encontrados mortos em Porto Alegre na manhã de ontem, por volta das 9h30, após entrar no Guaíba de barco. O Corpo de Bombeiros e uma equipe da Marinha do Brasil iniciaram as buscas após serem acionados por conhecidos que relataram que eles haviam saído na noite anterior e não retornaram. Os homens moravam nessa região. De acordo com o capitão Arrubes, a embarcação era caseira e não deveria ter entrado nas águas do Guaíba. Além disso, ele diz que nenhum deles usava colete.

19

Primeiros dias de atuação são motivos de elogio O primeiro dia de patrulhamento da Força Nacional em Porto Alegre, onde atua em conjunto com a Brigada Militar no enfrentamento contra a criminalidade foi considerado positivo pelo comandante da PM gaúcha, coronel Mario Ikeda. “Nesse primeiro dia, o saldo foi positivo, onde eles estiveram trabalhando nas ruas, fazendo o reconhecimento, estão se ambientando, e a receptividade da população foi muito boa, eles foram bem acolhidos durante o trabalho”, disse o coronel, salientando que a Brigada Militar segue com seu trabalho “apesar de todas as dificuldades”. De acordo com Ikeda, ainda não existe previsão para o fim da

atuação da Força Nacional em Porto Alegre. O efetivo, hoje de 134 homens, deve ser ampliado para 150 agentes, mas ainda não existe prazo para que isso aconteça. Após o período de adaptação, os agentes devem fazer patrulhas sem o acompanhamento da Brigada Militar. Durante a noite de terça, a população dizia que a sensação de segurança aumentou com a presença dos agentes. “Pelo menos agora tem segurança, dá para caminhar mais tranquila”, dizia a auxiliar de limpeza Carla Calçada na noite de terça ao voltar do trabalho para casa. “Toda noite aqui é escuro, e com a polícia fazendo rondas, ajudando, dá uma sensação de segurança”, conta o estudante Pietro Carrara.

Força Nacional de Segurança já atua em Porto Alegre

auxílio à Força Nacional de Segurança para a capital. O objetivo inicial era utilizá-la na guarda externa de presídios, substituindo os

PMs que fazem hoje esse serviço. Entretanto, o plano acabou revisto, sendo os agentes destinados ao policiamento ostensivo.

Policiais chegaram ao Estado para conter onda de violência

Criminosos explodem Revista em colônia penal agência bancária no Norte apreende até cerveja Uma agência bancária foi ex- em um carro e entraram na

Uma revista feita ontem na Colônia Penal Agrícola, em Charqueadas, na Região Carbonífera, encontrou celulares, cervejas e droga. Segundo a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), 140 pessoas cumprem pena no regime semiaberto no local.

Na operação foram apreendidos 42 celulares, um tablet, 201pedras de crack e 59 latas de cerveja. Além disso também foram encontradas dez facas artesanais, uma balança de precisão e carregadores de celular. A Susepe abriu procedimento para apurar como os materiais ilícitos entraram no local.

Além dos aparelhos e as armas, agentes encontraram até bebidas na Colônia Penal

plodida na madrugada de ontem na cidade Jacuizinho, no Norte do Rio Grande do Sul. De acordo com a Brigada Militar, o ataque aconteceu por volta das 3h. Ainda de acordo com Brigada Militar, cinco homens chegaram

agência do Sicredi. Um veículo usado na fuga foi queimado. Os bandidos conseguiram fugir com dinheiro do banco e a polícia fez buscas pelos suspeitos na região. Até o fechamento da edição, no entanto, ninguém foi preso.

Banco é arrombado a marretadas no Estado

Uma agência do Banco do Brasil foi arrombada na madrugada de ontem em Alvorada, na Região Metropolitana. Uma marreta foi jogada no vidro do estabelecimento, próximo das 3h30. O crime ocorreu na Avenida Presidente Getúlio Vargas, bairro Passo do Feijó. A polícia ainda não sabe se algo foi levado do banco. Os agentes acreditam que a ação tenha sido feita com o objetivo de arrombar caixas eletrônicos. O local está isolado para perícia. Ninguém foi preso até o momento. As imagens das câmeras da agência serão analisadas. Nesta madrugada, outras duas agências foram arrombadas no RS: as agências do Sicredi de Jacuizinho, na região de Soledade, de Vale Verde, no Vale do Rio Pardo.

Agência bancária foi arrombada durante a madrugada

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

20

29º BATALHÃO DA POLÍCIA MILITAR

Possibilidade de usar PMs da reserva anima Na última semana o Palácio Piratini encaminhou um Projeto de Lei que aumenta a gratificação de retorno para policiais militares que estão na reserva, mas que queiram retornar ao trabalho. Esses agentes atuarão no policiamento de escolas, em videomonitoramento ou em serviços administrativos, liberando brigadianos da ativa para o policiamento ostensivo. "É aí que nós temos interesse para que nós possamos usar na central de videomonitoramento em Ijuí", almejou o capitão Gilmar Bischof, que reponde pelo policimento ostensivo junto ao 29º Batalhão da Polícia Militar em Ijuí. Questionado sobre o número ideal de PMs necessários ou próximo disso, o capitão não se isentou da resposta. "Para o sistema de videomonitoramento, em Ijuí, precisamos de no mínimo

oito policiais militares. Hoje nós não temos nenhum. O pessoal que trabalha na central acabou acumulando funções e nós não conseguimos dar toda a efetividade que precisam as câmeras de videomonitoramento". A alteração, no entanto, depende da aprovação de um projeto de lei encaminhado em regime de urgência à Assembleia Legislativa. Levantamento do Piratini aponta que há mais de 900 brigadianos que poderão voltar ao trabalho, mas a cota financeira disponível prevê o pagamento para apenas 500 servidores. Atualmente, o Estado conta com 1,5 mil servidores da Brigada Militar aposentados que integram o Corpo de Voluntários Militares Inativos (CVMI). Outra medida anunciada é a retomada do pagamento de abono de permanência, valores que partem de cerca de R$ 1,5 mil, para que brigadianos que estão na ativa, mas

Governador anuncia Cezar Schirmer na Segurança O Rio Grande do Sul já tem um novo Secretário de Segurança Pública. É Cezar Schirmer, agora ex-prefeito de Santa Maria. Ele passa a assumir o lugar de Wantuir Jacini, que pediu exoneração do cargo após mais um caso de latrocínio em Porto Alegre causar revolta aos gaúchos. O anúncio do novo secretário ocorreu em entrevista coletiva na tarde de ontem, no Palácio Piratini. Na quinta-feira, o delegado Jorge Luiz Soares foi nomeado como secretário-adjunto. "É uma convocação, uma solicitação, e ele deverá inclusive renunciar ao mandato de prefeito para ser o secretário de Segurança do Rio Grande do Sul. Tenho consciência e conhecimento de que Schirmer enfrentou várias

situações em sua vida como gestor público. Ele tem bom senso, competência e qualificação profissional", disse Sartori ao fazer o anúncio. Em sua primeira fala após o anúncio, o novo secretário ressaltou a amizade que tem com o governador e garantiu estar preparado para assumir a pasta. "Nesse momento grave que vive o Rio Grande e o Brasil nessa área, não há lugar para covardia e frouxidão. Vossa Excelência me convocou para servir o governo e o povo gaúcho em uma das funções de grande responsabilidade e complexidade", disse. Schirmer é do mesmo partido do governador José Ivo Sartori, o PMDB. Ele é advogado e professor universitário, e tem 64 anos.

Cezar Schirmer fala como secretário de Segurança do RS

cmyk

com tempo de serviço suficiente para a aposentadoria, continuem trabalhando. A concessão do benefício foi interrompida no início do governo Sartori devido ao decreto de contenção de despesas editado no primeiro dia do mandato e renovado semestralmente. A ação visa estancar o aumento nos pedidos de afastamento por tempo de serviço que aumentaram 80% após a suspensão do pagamento do abono. Em 2015, cerca de 1,8 mil brigadianos foram para a reserva, contra mil no ano anterior. A retomada dos pagamentos poderá ser realizada imediatamente a 150 servidores. A expectativa é de que um número entre 500 e 900 brigadianos deixem de se aposentar ou voltem à ativa até o final do ano a partir dessas medidas. Atualmente, há 250 brigadianos da ativa e 400 da reserva cedidos a outros órgãos do Executivo e dos demais poderes.

Comando aguarda reforço para melhor operacionalizar a central de monitoramento

Governo antecipa convocação de polícias

Mais um aporte de efetivo policial foi anunciado pelo governo do Estado

O governo do Rio Grande do Sul chamará 990 policiais para reforçar a segurança pública do Rio Grande do Sul. Segundo anúncio feito ontem pelo governador José Ivo Sartori, 750 policiais militares e 220 policiais civis seriam convocados em janeiro de 2017, mas a medida foi antecipada devido à crise na segurança pública do Estado. "Vamos determinar a antecipação imediata do chamamento de policiais que estava previsto para janeiro. É uma conclusão do gabinete organizado para enfrentar os dias que vivemos, e vai ser colocada agora já. São 770

policiais militares e 220 agentes da Policia Civil", disse Sartori. Sartori também exaltou outras medidas tomadas pelo governo para ampliar a segurança no Estado. Ele espera que as 6 mil novas vagas no sistema carcerário, que deverão ser criadas após o decreto de situação de emergência assinado nesta quinta, fiquem prontas até 2018, e destacou também o abono para incentivar PMs a não irem para a reserva. "Estamos estudando e vamos fazer da mesma forma com a Polícia Civil para garantir também que não haja decréscimo no efetivo", afirmou.

PLANTÃO TROPAS DO EXÉRCITO - Um dia após o vice-governador José Paulo Cairoli se reunir com o Comando Militar do Sul pedindo apoio na crise de segurança gaúcha, o Exército Brasileiro afirmou que as tropas não vão atuar no policiamento ostensivo do Rio Grande do Sul. Por meio da assessoria de imprensa, o Comando Militar do Sul explicou que, durante a reunião ocorrida na terça-feira, Cairoli pediu auxilio à entidade e explicitou suas necessidades. O governo aguarda, agora, uma nova reunião para estudar as propostas apresentadas pela entidade. O Exército afirma que estuda formas de auxiliar o Piratini com os problemas na área, mas que o policiamento nas ruas está descartado. TRÊS DE MAIO - Um principio de incêndio foi combatido pelo Corpo de Bombeiros na madrugada ontem, no Centro de Três de Maio. Uma casa de eventos teve pequenos danos. Por volta das 4h30min, o vigilante que trabalha nas imediações da rótula central de Três de Maio, percebeu que uma fumaça saáa do prédio onde está localizada uma casa de eventos. Com a fumaça dando indicativos de um incêndio, os bombeiros arrombaram uma das portas para ingressar no interior do prédio, e controlaram a situação. Foi constatado que um curto circuito em uma lâmpada de emergência pode ter ocasionado o principio de incêndio.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

CHÁ BENEFICENTE

EM MEMÓRIA AO 1° ANO DE FALECIMENTO

Mais uma edição do Grupo de Gestantes está aberta no HCI

Profissionais de diversas áreas do Hospital de Caridade de Ijuí (HCI) como médicos obstetras, médicos pediatras, fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas e enfermeiras, vão estar mobilizados para a realização da vigésima segunda edição do curso para gestantes. O calendário prevê sete encontros, sempre nas quintas-feiras, das 19h às 20h30, a partir do dia 6 de outubro até o dia 17 de novembro, no auditório da instituição. Também estão previstas visitas ao banco de leite, nova maternidade e UTI neonatal. A intenção do curso é

promover melhor qualidade de vida para a gestante e o bebê. Segundo a enfermeira Cledir França, a ideia dos encontros é levar conhecimento para as famílias. As gestantes interessadas podem levar um acompanhante (marido, mãe, irmã). O curso será gratuito para convênios IPE Saúde, SUS, assim como, também será gratuito para beneficiários da Unimed Noroeste/RS, migradas do antigo HCI-Saúde (Com negociação antecipada de pacote, caso não tenham cobertura pelo plano, podendo ser parcelado). As inscrições estão aber-

voso está previsto entre os dias 11 e 14 e o terceiro entre os dias 20 e 25 de setembro. Esse cenário climático é o resultado do esfriamento das águas superficiais do Oceano Pacífico na costa do Equador e o aquecimento das águas na faixa entre o Chile e o Peru. Com essas condições, as frentes frias chegam ao Rio Grande do Sul com mais rapidez, mas não permanecem muito tempo sobre o Estado, como em anos anteriores, quando havia influência do El Niño.

EM MEMÓRIA AO 5° ANO DE FALECIMENTO E CONVITE PARA MISSA HONORATO PASQUALI *09/12/1945 + 07/09/2011 “Não quero que me vejas Nos últimos acordes desta vida Eu fui feliz (...) (...) Recordes apenas o amor Que te dei na vida Cada dia.”. (Honorato Pasquali,” Deixame”, 2011) Cinco anos de saudades. Neusa, Carolina, Juliana, João Honorato, Débora e João Vicente.

VITOR JOSE DURLO *14/04/1944 +01/09/2015 AMOR ETERNO, AMOR VERDADEIRO, SAUDADES INFINITA! Houve tempos em que precisei chorar, e você me consolou. Houve tempos em que sorri, e você sorriu comigo. Houve tempos em que briguei, questionei e você me apoiou. Houve tempos em que sonhei, lutei, acreditei e vivi intensamente muitas emoções. E você, com sua amizade verdadeira esteve ao meu lado, enfrentando todos os obstáculos, acreditando em mim e em meus ideais. Houve tempos em que me senti sozinho, mas como um presente maravilhoso de Deus, você me ajudava em minha vida com seu jeito especial.

O calendário prevê sete encontros, sempre nas quintas-feiras

tas até o dia 5 de outubro no pelo telefone 3331-9300 Desenvolvimento Humano ramal 9356. O número de do HCI e podem ser feitas vagas é limitado.

Mês marca o início Campanha incentiva dos temporais no RS a prática esportiva O acompanhamento climático do Centro de Operações Integrado (COI) da RGE a tendência climática indica a formação do fenômeno La Niña de fraca intensidade para a primavera. Conforme o estudo mensal da companhia, o primeiro período de chuva inicia-se hoje e se estende até terça-feira. O dia mais crítico e com previsão de volume de chuva acima da média e incidência de descargas atmosféricas deve ser hoje. O segundo período chu-

21

O Ministério da Saúde e o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) lançaram, na segundafeira, no Rio de Janeiro, a campanha #MostreAtitude: sem o cigarro, sua vida ganha mais saúde. O lançamento, que marca o Dia Nacional de Combate ao Fumo (29 de agosto), teve formato de talk show com a participação de atletas e especialistas da área de saúde. O evento aconteceu no espaço Casa Brasil, região

portuária recém-renovada na capital carioca. Na ocasião, houve apresentação da Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais. No evento, o INCA divulgou, também, o estudo inédito que aponta diminuição da mortalidade por câncer de pulmão entre os homens. A análise foi feita com base em dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde (Sim).

CONVITE PARA MISSA PROF. ARGEMIRO JACOB BRUM Argemiro partiu há 30 dias. E, como na poesia de Drummond, a sua falta ainda tardará para virar ausência. E sua presença se povoa de eternidades pelos tantos gestos seus que vivem em nós. Argemiro é, mesmo quando já não está. É com esse espírito que convidamos a todos para a missa de 30o dia da morte de Argemiro, que será celebrada no próximo sábado, dia 03 de setembro, às 19hs, na Igreja Matriz Nossa Senhora da Natividade, em Ijuí/RS. Desde já, agradecemos a sua presença.

A missa em memória do 5º ano de falecimento será no dia 8 de setembro de 2016 às 19 horas na Igreja Matriz Nossa Senhora da Natividade.

Esposa Vanyr; os filhos Argemiro Luís, Marenise (in memoriam), José e Eliane; as noras Neiva e Daniela, o genro João; os netos Maíra e esposo André, Maurício e companheira Maíra, e Rodrigo.

Ijuí, 3 de setembro 2016.

Ijui, 3 de setembro de 2016.

Hoje eu sei que você está em outro plano, está do lado de Deus e que vai brilhar no céu! Mesmo que você não esteja junto a nós fisicamente, com certeza espíritualmente está lá, dentro de nosso coração e em nossas lindas lembranças!!! De sua esposa Rosi Meri, seus filhos Jonas e Juliano e seus netos Davi, Ana Clara, Cecilia e funcionários das Malhas Catarinense. Ijuí, 3 de setembro de 2016.

LEMBRANÇA DE DOIS ANOS DE FALECIMENTO ANDRÉ CARLOS MACHADO RICK *31/05/1981 +02/09/2014 Nosso querido André, filho, pai, irmão. Já faz dois anos que nos deixou. Sentimos muito tua falta, a saudade é imensa. E a dor da tua perda é grande, quando nos vêm as lembranças, os momentos os quais passamos juntos e os que poderíamos ter passado. A saudade será eterna e a presença não poderá mais ser sentida, mas as lembranças dos bons momentos vividos são um ótimo conforto, que permanecerá para sempre conosco. O tempo necessário para toda esta dor ir embora é ainda indeterminado, mas todos os dias em que a coragem de seguir em frente vencer a tristeza, devem ser devidamente comemorados.

Que você esteja em paz, nosso querido André. Que Deus esteja sempre contigo, guiando teus passos e iluminando tua caminhada. Saudades eternas... Sentimento de sua mãe Eni, seus filhos Aline e Leonardo, seu irmão Sandro e cunhada Daniele.

Ijuí, 3 de setembro de 2016.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

22

FILHOS DOS ABRIGOS

Estado tem a maior fila de adoção do País A Comissão Especial sobre a Família, da Assembleia Legislativa, criada por deputados para propor um projeto de lei que agilize os processos de adoção no Estado, realiza uma série de audiências em todas as regiões, identificando os principais entraves relacionados à adoção tardia e geram os chamados Filhos dos Abrigos, e traçar O panorama geral da adoção no Rio Grande do Sul. O grupo é presidido pelo deputado Missionário Volnei (PSC) e tem relatoria dos deputados Jeferson Fernandes (PT), pai adotivo de uma menina, e Liziane Bayer (PSB). A Comissão pretende ouvir membros do Judiciário, do Ministério Público, da Defensoria Pública, dos Conselhos Tutelares, dos abrigos, de grupos de apoio à adoção e advogados. Serão 15 audiências públicas em Porto Alegre e no Interior. Depois dos encontros, em outubro, a Comissão apresentará um relatório e um ou mais projetos de lei, que irão para o plenário da Casa. “Em nível nacional, para ter uma ideia, temos mais de 40 mil crianças afastadas de seus lares, de suas famílias originárias porque foram vítimas de maus tratos. E, no RS, são mais de quatro mil crianças dentro das instituições, que se esforçam para dar atenção e cuidados, mas sabemos de antemão que o ideal para essas

crianças era estar em uma família”, conta Fernandes. “Estamos indo às casas de acolhimento, pegando experiências positivas e, no máximo, 40, 50 dias temos que concluir o trabalho da Comissão Especial submetido aos 55 deputados do plenário da Casa.” De acordo com o Conselho Nacional de Justiça, o Rio Grande do Sul (CNJ) ostenta a maior fila de adoção do País e, segundo dados do Cadastro Nacional de Adoção (CNA), existem no Estado cerca de 6 mil famílias habilitadas para adotar e pouco mais de mil crianças e adolescentes disponíveis para adoção. Diante disso, especialistas e organizações ligadas ao tema defendem que questões administrativas, legais, sociais e culturais dificultam os processos relativos às filas de adoção. Um problema que reduz as possibilidades de uma criança ser adotada é a idade, já que apenas 10% dos pretendentes à adoção buscam uma criança com mais de cinco anos. Com a demora dos processos, essas crianças se tornam Filhos de Abrigos que, ao atingirem a maioridade, acabam tendo que seguir suas vidas sem condições mínimas de autosustento, tornando-se presas fáceis da criminalidade. A partir destas audiências, iniciativas

Comissão Especial da Família inicia projeto inédito no RS para identificar entraves no processo de adoção

que estão sendo aplicadas em algumas cidades e tendo êxito serão levadas para a construção deste PL, como é o caso de Santo Ângelo, onde o juiz ao invés de determinar sua saída da família originária vá para uma casa de acolhimento, vá para uma família antecipadamente preparada onde ficará aguardando a destituição do poder

Meliponário do Modelo recebe melhorias Abelhas: heroínas ou vilãs? Muito se fala sobre os perigos oferecidos por um enxame de abelhas. Alguns veem estes insetos como vilões, devido ao seu principal mecanismo de defesa, a picada. No entanto, muitos ainda se esquecem do quanto as abelhas podem ser importantes para a produção de alimento e equilíbrio de um ecossistema, seja ele rural ou urbano. Com o principal objetivo de desconstruir essa imagem dada às abelhas, bem como compartilhar as vantagens destes insetos para o meio ambiente, foi criado em novembro do ano passado, o primeiro Meliponário de Ijuí. Instalado nas dependências do Colégio Estadual Modelo, a Cidade das Abelhas, como fora denominado pelos idealizadores da proposta, a Associação Ecológica Bandeirantes do Verde, trata-se de um espaço onde foram colocadas, no total, 20 colmeias de abelhas meliponídeas, com espécies de todo o País, que estão à disposição para estudo por meio das turmas do educandário. O grupo dos meliponídeos, formado por mais de 300 espécies conhecidas em todo o mundo, tem como principal característica o ferrão atrofiado, impossibilitando seu uso. "Temos uma estrutura de abe-

cmyk

No local foi instalado um chafariz, porém devem ocorrer melhorias ainda neste ano

lhas sem ferrão, várias espécies que venham a ser aqui do Brasil. Cada ambiente tem uma estrutura, onde agora colocamos um chafariz também e pretendemos fazer ainda mais melhorias neste local", comenta Daniel, o presidente da Associação Bandeirantes do Verde. Adquiridas por meio de uma parceria com a Emater, as espécies que se encontram instaladas no Meliponário são: o Iruçu, uma abelha mansa que mantém sua morada em um pequeno buraco no solo, sendo a entrada internamente revestida de cerume; a Jataí nativa, que possui grande capacidade para fazer ninhos e

sobreviver em diferentes ambientes, inclusive em zonas urbanas; a Mirim Preguiça, social e frágil, que recebe este nome pois inicia seu trabalho somente quando a temperatura se aproxima dos 20 Cº, ou seja, entre as 10h da manhã e 16h da tarde; e a Tubuna, espécie bastante agressiva, as únicas meliponídeas do espaço que costumam atacar ao se sentirem ameaçadas. Para finalizar, o presidente acrescenta que o local também é espaço para aprendizado. "É um espaço para o aluno aprender a ter contato com a natureza e a preservar o Meio Ambiente como um todo", finaliza.

familiar para uma possível adoção. “É uma experiência completamente positiva”, completa Fernandes. “Ao ouvir essas pessoas que raramente se encontram, nós já estamos promovendo uma articulação maior da chamada rede de proteção e compreendendo melhor essa infância que está vulnerabilizada, abandonada, sem uma política pública consistente e geral em nível de Estado.”

Corsan recupera rede de água no São Geraldo A Corsan realiza a substituição de redes de água antigas e precárias em diversos bairros do Município, em função da alta taxa de rompimentos dos canos. Na última semana, a ação esteve concentrada na Rua Emílio Frederico Bührer, junto ao Bosque dos Capuchinhos. "Durante um longo período ocorreram diversos rompimentos dessa rede e optamos por substituíla, com as chuvas ficou bem díficil para os moradores daquele local", conta o gerente da unidade da Corsan de Ijuí, Flávio Kramp. Depois da substituição, a equipe da autarquia realiza a recuperação da via. "A população reclamou bastante e com toda a razão e estamos fazendo todo o esforço

para recuperar aquela via." Além disso, a Corsan realiza a implantação do sistema de coleta do esgoto sanitário da Bacia 8, que compreende a região entre a Rua 15 de Novembro e 24 de Fevereiro. "Entramos na Rua 14 de Julho e depois vamos para a Tiradentes, onde periodicamente nosso caminhão de esgoto precisa ir esgotar a fossa de um prédio, agora vamos interligar na rede e esse problema será sanado", adianta Flávio. Ele destaca que se trata da instalação de redes novas de esgoto. "Porque atualmente o pessoal tem fossa ou liga no fluvial, mas depois será todo o esgoto ligado na ETE", reforça.

Obras de substituição foram realizadas na Rua Emílio Frederico Bührer


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3 e 4 de setembro de 2016

23

Memória JM CARA OU COROA

Armindo Pydd

IMPEACHMENT TABAJARA **Joaquim Barbosa, presidente do STF no Mensalão, que se aposentou precocemente afirma que tivemos um Impeachment Tabajara. Ou seja “de qualquer jeito, sem seriedade” e isto após 9 meses de andamento do processo. O final teve um visível anticlímax. Com folga ( por 61 a 20 votos de senadores) a presidente perdeu o mandato mas também por um detalhe definido na hora pelo presidente atual do supremo, Lewandoski, não perdeu os direitos políticos.

Notícias de setembro de 1981

Programação da Semana da Pátria tem início Com a corrida do Fogo Simbólico desde a sede da 36ª Delegacia de Educação até o Centro Cívico da Praça da República e o acendimento da Pira da Pátria, iniciam-se as comemorações da Semana da Pátria de 1981. Dentre a programação se desta-

cam diversos eventos, como hasteamento das bandeiras, Torneio Troféu Tiradentes, Campeonato de Futebol Amador, Alvorada Festiva. Porém, o ponto alto da Semana da Pátria fica acargo do desfile do dia 7, que contará com a participação de cerca de 3,1 mil estudantes e militares.

Trigo - As áreas de cerrado que terão prioridade para a produção de trigo irrigado deverão estar localizadas mais de 800 metros acima do nível do mar, terem água, solo adequado e constituem terras que já tenham infraestrutura de plantio. A informação é de Deniz Ferreira Ribeiro, coordenador de Assuntos Econômicos do Ministério da Agricultura, para quem, no próximo ano, cerca de 150 mil hectares de cerrado já deverão estar produzindo trigo irrigado.

**Paira agora a clara sensação de que “ os dois lados ganharam e os dois lados perderam”. Assumiu o vice em definitivo, mas as questões judiciais continuam. De ambos os lados. **Fica muito difícil para todos nós entender porque o julgamento se limitou às “pedaladas fiscais”. Os ordenamentos jurídicos brasileiros mandam que seja assim, mas a sensação de nós leigos é que existe todo um conjunto de obra de uma administração a ser questionado. Mas nada disto aconteceu “nos autos”. **8 servidores, 2 carros com todas as despesas pagas pelo Tesouro Nacional . Sarney, Collor, FHC, Lula e agora Dilma mantêm todos estes benefícios. Para o restante de suas vidas. **Ceriluz aos seus 50 anos de existência é uma unanimidade. Implantou efetivamente a eletrificação rural que era seu proposito inicial e caminhou para geração própria. Agora todos elogiam. Mas o início, do qual participei não foi assim. Havia uma clara oposição de cunho ideológico por aqueles que diziam que ' eletrificação rural é dever do governo. Inclusive a administração municipal de Ijuí durante um período não apoiou a Ceriluz, ao contrário de Catuípe onde foi implantada a primeira rede rural. Isto faz parte da história também. **Somente entre 47% e 56 % dos adultos que frequentam os cursos de alfabetização aprendem a ler e escrever. Em 2000 foi colocada a meta de reduzir até 2015 para 6,7%. A realidade atual é que 8,3% da população brasileira com mais de 15 anos, isto é, 13 milhões, continuam hoje analfabeta. O que demonstra a qualidade baixa de todos os programas implementados. **Presidente em exercício do Brasil hoje é o deputado Rodrigo Maia .Seria Eduardo Cunha não fosse seu afastamento compulsório. Até a volta de Temer da China, o homem forte do governo federal é o ministro gaúcho Eliseu Padilha. **“Não votei em Temer. Quem votou em Temer são os 54 milhões que também votaram em Dilma” ( Senador Cristovão Buarque). **O sentimento generalizado de que os nossos políticos são mal preparados se desfez em parte agora que conhecemos quase rodos eles. Em especial os senadores. Tem muita gente preparada, articulada, coerente, corajosa. Houve muitos momentos em que nos surpreendemos positivamente ao ver seus desempenhos pela TV ao vivo. _ ** Está no ar um sentimento de preocupação. Pacificação, união em torno das questões maiores que afligem o país parecem muito distantes. Não dá para descartar que o pior ainda não passou. Inclusive as manifestações violentas. A paz parece distante. **Em 30 dias, eleições municipais em todo o país. O clima vai esquentar. Tudo parece muito morno e até o número dos que não estão decididos por nenhum candidato parece prevalecer.

A coleção completa do JM está disponível para pesquisa no Museu Antropológico Diretor Pestana

Um aluno da Apae acendeu a Chama da Pátria

Rústica Para Todos alcançou objetivo em Ijuí Incentivar a prática desportiva entre os ijuienses era o principal objetivo da Rústica Para Todos, que o CMD promoveu. A presença de aproximadamente mil pessoas permitiu se afirmar que o objetivo da promoção foi alcançado. Crianças, jovens e adultos participaram esportivamente dessa rústica, desdobrada em duas categorias. Na categoria atletas, comprovando a excelente forma que ostenta no momento, Fernando Schmitt foi o vencedor, cumprindo o percurso de cinco quilômetros no tempo de 15 minutos e 59 segundos. Dado o interesse despertado por essa promoção, o CMD já está pensando em promover uma nova Rústica, em moldes semelhantes.

Os participantes quando desciam a rua do Comércio

sob o regime estatutário, além de formar cadastro de reserva. As inscrições ficam abertas até o dia 4 de setembro de 2016, pela internet, no endereço eletrônico: www.legalleconcursos.com.br.

CONCURSOS Prefeitura de Fontoura Xavier A Prefeitura de Fontoura Xavier, dá início à realização de um novo concurso público (nº 01/2016), cujo objetivo é selecionar candidatos de níveis fundamental, médio e superior, para a contratação imediata de 20 novos servidores,

Universidade Federal do Rio Grande do Sul A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) informa que estão abertas as inscrições para novo concurso público, regido pelos edital n° 11, 12 e 13/2016, visando a contratação total de profissionais que ocupem mais de 60 cargos na carreira de Técnico-administrativo em Educação. A remunera-

Livro Didático - A noção de que o ensino está cada vez mais automatizado, de que o professor não acredita mais em si mesmo e de que ele nem pensa a respeito do processo foi estímulo para que o Grupo de Assessoria aos Professores Rurais da Fidene, planejasse a publicação de uma série de livros didáticos, com três volumes de textos destinados a alunos de 1ª até 4ª série e de um volume com orientação metodológica para a ação docente do professor do meio rural. Fenasoja - Estiveram na cidade Anacleto Giovelli, Camilo Beltrami, Oswaldo Costa Filho e Willy Klaus, diretores da 5ª Fenasoja, recentemente realizada em Santa Rosa, os quais atendendo convite da Comissão Organizadora da 1ª Expo-Ijuí, participaram da reunião ordinária da diretoria da Associação Comercial e Industrial de Ijuí. O encontro tinha como objetivo a troca de ideias entre os eventos propostos.

ção proporcionada poderá variar de R$ 1.834,69 a R$ 3.868,21. As inscrições estão abertas até o dia 5 de setembro de 2016 e podem ser feitas via endereço eletrônico: http://www.portalfaurgs.ufrgs.br/concursos, mediante pagamento de taxa de inscrição de R$ 70,00, R$ 95,00 ou R$ 120,00. A seleção dos candidatos constará de prova escrita objetiva, em Porto Alegre - RS e/ou na Região Metropolitana, como definido, prevista para datas diferenciadas, conforme o edital de interesse (16 ou 23 de outubro de 2016). Outras etapas seletivas programadas devem ser conferidas nos respectivos editais.

cmyk


WWW.JMIJUI.COM.BR

CAMPEONATO DE PAIS

HORA DA LEITURA

Jogos de futsal do Colégio Sagrado Coração de Jesus, que integram a comunidade escolar, envolvem oito times identificados com nomes de países sul-americanos. | 16

Escolas adotam uso de jornal para estudo de gêneros textuais. Ontem, a Escola Ruy Ramos fez a ação. | 7

COLECIONADOR DE MÚSICA

MELIPONÁRIO EM DESTAQUE

Dirceu Antônio de Camargo possui quase três mil LPs | Caderno Dois

Local que fica no Colégio Estadual Modelo recebeu melhorias | 22

BM de Ijuí aguarda PMs da reserva Governo anunciou medida nesta semana. | 20

EDITORIAL | 6 As mudanças eram necessárias e urgentes, mas precisam acontecer para deixar os cidadão mais seguro, e não confuso.

cmyk

Sitepaginas  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you