Page 1

WWW.JMIJUI.COM.BR

Ijuí, Terça-feira, 6 de dezembro de 2016.

STF afasta Renan da presidência do Senado A decisão do ministro, de ontem, atende a um pedido da Rede Sustentabilidade. | 8

Câmara espera decisão judicial sobre reajustes

Ano 43 - Nº 393

R$ 3,00

Estado contabiliza 30 mortes violentas Números se referem a acidentes, homicídios e um afogamento. | 15

DIFÍCIL RECOMEÇO

Inativos querem isonomia por parte da prefeitura. | 9

SAE tem horário estendido para testes de Aids Ação faz parte do combate ao vírus, em Ijuí. | 10

Sábado foi marcado por dor, tristeza e homenagens às vítimas da tragédia chapecoense | 4, 5 e 17

Temer quer igualar regime previdenciário A proposta de Reforma da Previdência apresentada ontem pelo governo estipula uma idade mínima de aposentadoria aos 65 anos para homens e mulheres. | 3

cmyk


RADAR SUPER AÇÃO - Acontece nesta sextafeira, o 1º Super Ação da Apae de Ijuí, a partir das 9h, nas dependências da instituição. A programação continua no sábado. Diversas atividades integram a grade da programação, nos dois dias do evento, entre elas shows de música, capoeira e dança; bazar solidário; outlet das lojas do Shopping JB; exposição de quadros da artista Graça Craidy; mateada; brechó da Apae; feira da Economia Solidária; venda de lanches; e brinquedos para as crianças. DIABETES - Nos encontros mensais promovidos pelo Departamento de Medicina Preventiva da Unimed Noroeste/ RS, os integrantes dos grupos operativos recebem orientações especiais que visam reforçar a importância do autocuidado e da promoção à saúde. As dicas acentuam a necessidade da prevenção de complicações e estimulam a adesão ao tratamento. Nesta semana, o Grupo de Diabéticos se reuniu para receber informações sobre medicamentos. A farmacêutica Aniele Aparecida Petri fez alguns alertas sobre a necessidade da conferência do medicamento ao recebê-lo, observando a dosagem, a quantidade e verificando se está com data de validade em dia. DESCARTE - Um material extremamente prejudicial ao meio ambiente e que é despejado na natureza sem qualquer responsabilidade ambiental é o óleo de cozinha. Com o intuito de promover a preservação e o descarte correto deste tipo de resíduo, o Instituto Lar Bom Abrigo (Lar da Menina), em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), realiza a coleta deste material durante todo o ano. Mais informações sobre a coleta de óleo podem ser obtidas pelo telefone 3332 6912, ou na sede da entidade, na Rua Aristeu Pereira, no bairro Burtet. COMUNICADO - Foi transferida para o próximo sábado, a Feira de Adoção de Animais do Canil Municipal. De acordo com a Coordenadoria de Proteção Animal (CPA), todos os animais serão castrados, microchipados, vacinados e desverminados. Serão disponibilizados para adoção animais adultos e filhotes. O evento terá início às 9h e seguirá até as 15h, sem intervalo ao meio-dia.

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

OLHO DA RUA INDICADORES

Poupança6.12.2016 ........................0,6430 % Ouro 25.11.2016..................... R$ 130,00 (gr) Dolar Comercial (compra) ............ R$ 3,4290 Dolar Comercial (venda) ............. R$ 3,4298 Dolar turismo (compra) ............... R$ 3,3700 Dolar turismo (venda) .................. R$ 3,5800 Euro (compra) .............................. R$ 3,6956 Euro (venda) ................................. R$ 3,6963 IPC/FIPE Out/2016 ................................0,27% IGPM Out/2016 .....................................0,16% IPCA Out/2016 ......................................0,26% IGP-M out/16 ........................................0,16% IGP-DI out/2016 ....................................0,13% ICV-Dieese out/16.................................0,37%

LOTERIAS NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

Carlos Alberto Padilha, Ricardo Bolson, Diogo de Souza e Gelson Palharini, do Grupo Jornal da Manhã, estiveram em Chapecó no último sábado, na cobertura da homenagem às vítimas da tragédia envolvendo a Chapecoense. Abaixo de muita chuva, a equipe foi buscar as impressões desse dia histórico para o País.

ENTRE ASPAS "As regiões Sudeste e Sul tiveram uma queda muito intensa da atividade em 2009, após a crise global. Por outro lado, a crise recente atingiu igualmente todas as regiões. A crise atual tem cara distinta da de 2008." Chefe do Departamento, Túlio Maciel.

cmyk

1º 2º 3º 4º 5º

-

7.011 1.489 7.751 2.206 1.239

LOTOFÁCIL CONCURSO nº

1444

"Temos 1 milhão de aposentados no governo federal, civis e militares. No INSS, temos 26 milhões, e o custo é quase o mesmo." Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

01 02 04 05 06

"Enviarei a proposta de reforma da Previdência ao Congresso. O déficit, em 2016, será em torno de R$ 100 bilhões. Para 2017, está previsto em R$ 130 bilhões." Presidente da República, Michel Temer (PMDB).

17 18 20 21 24

"Aprovar projeto sobre abuso de autoridade, neste momento, poderá prejudicar as operações em andamento, como a Lava Jato e a Zelotes." Juiz federal, Sérgio Moro. "Tomei conhecimento de uma pessoa com prisão provisória encarcerada há 14 anos. Isso não pode, é erro de nós, juízes. Outra, com prisão preventiva, encarcerada há 13 anos." Ministro do STF, Gilmar Mendes.

09 10 11 14 15

QUINA

CONCURSO nº

4250

04 07 47 51 53

"Para mim, a Operação Lava Jato é sagrada. E o deputado relator da matéria parece nome de chuveiro." Presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo

E-COMMERCE - O Sindilojas está oferecendo aos lojistas um novo projeto chamado comércio facilitado. O objetivo é integrar as empresas de Ijuí ao Ecommerce. A adesão do projeto terá como custo o valor de uma parcela mensal de R$ 149,90, sem nenhum custo adicional. Os interessados devem procurar o Sindilojas ou agendar uma visita no telefone 3332 7455. A meta é de que até o Natal essas empresas já estejam vendendo pela internet através do site comerciofacilitado.com.br. ROTEIRO - O vice-governador José Paulo Cairoli iniciou, ontem, o roteiro de visitas a 12 cidades do Estado para apresentar as 40 medidas do pacote elaborado pelo Piratini a representantes políticos e empresariais dos municípios. Visitas a veículos de comunicação também estão previstas. As agendas serão acompanhadas por deputados e secretários estaduais de cada região. Dez cidades-polo foram escolhidas, com início em Pelotas e Rio Grande. Na região, Cruz Alta e Santa Rosa recebem a comitiva.

2

Getúlio


Notícias

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

PREVIDÊNCIA

Governo apresenta propostas da reforma Com a expectativa de encaminhar ainda nesta semana ao Congresso Nacional a reforma da Previdência, o presidente Michel Temer se reuniu ontem com líderes da base aliada e, logo em seguida, com representantes das centrais sindicais. Uma das dificuldades para a conclusão da proposta a ser apresentada pelo Executivo é a disparidade entre as expectativas de vida entre as regiões ou os estados brasileiros. Entre as propostas em discussão está a de estabelecer a idade mínima de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem. Atualmente, as mulheres podem pedir a aposentadoria com 30 anos de contribuição e os homens, após 35 anos de trabalho. Para receber o benefício integral, é preciso atingir a fórmula 85 (mulheres) e 95 (homens), que é a soma da idade e do tempo de contribuição. Em outubro, o presidente da República afirmou que a reforma da Previdência vai propor o fim das diferenças entre o regime de previdência geral e o público. Atualmente, os funcionários do setor público e do setor

privado são regidos por normas diferentes. Além disso, o governo deverá propor idade mínima de 65 anos para a aposentadoria de homens e mulheres, tanto de servidores públicos quanto os da iniciativa privada. A nova regra valeria para os trabalhadores com menos de 50 anos. Quem tem mais de 50 permaneceria na regra atual. Apenas teria que pagar um pedágio proporcional ao tempo que falta para a aposentadoria.

Mulheres e professores teriam um tratamento diferenciado. Pra eles, a idade de transição não seria de 50 anos, mas de 45 anos de idade. O tempo de contribuição só teria peso para o valor do benefício. Já o o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que o déficit da Previdência em 2016 estava estimado em R$ 146 bilhões e que, se nada for feito, poderá ficar entre R$ 180 bilhões e R$ 200 bilhões em 2017.

3

Meirelles afirma que não aumentará impostos O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles disse que um dos “remédios” que ajudarão na recuperação da economia é a reforma da Previdência. Meirelles disse que não pretende promover desonerações aos setores e garantiu também que não vai aumentar impostos. “O governo deve cortar gastos correntes para não só não ter um crescimento da dívida publica, que não pressione os juros e crie incerteza, mas que também não foque suas ações em cortes de curto prazo, o que significa corte de investimento público. É importante que se preserve a capacidade de investir”, declarou. O ministro da Fazenda disse que a expectativa é que a proposta de reforma da Previdência seja “bem recebida” no Congresso, apontando que a medida é urgente. “Porque Previdência quebra. O Rio de Janeiro mostra isso, os Estados estão mostrando e outros países mostram.” Meirelles não deu detalhes sobre proposta do governo para mudar as regras de aposentadoria e pensões, mas voltou a afirmar que mais importante do que manter a idade mínima para se aposentar é garantir que a aposentadoria será paga. Meirelles disse que a reforma tem como “objetivo fundamental” assegurar o recebimento da aposentadoria. “Melhor do que tentar antecipar

Henrique Meirelles

ou manter uma idade de aposentadoria ainda relativamente jovem na vida - e eu posso dizer isso com tranquilidade, a pessoa se aposentar aos 55 anos de idade ou até 60 anos está relativamente jovem, pela minha experiência de vida pessoal, eu posso dizer isso. Agora, é importante dizer que o que é crucial para todos é que todos tenham segurança de que vão receber a aposentadoria.” Falando sobre o sistema atual de aposentadorias, o ministro disse ainda que “é injusto conceder privilégios a pequenos grupos”, citando o serviço público.

Sebrae lança Mutirão para Fecomércio avalia aplicação do 13º salário A Fecomércio realiza todos os as prefeituras dão desconto para renegociar o Simples finais de ano uma pesquisa sobre IPTU e o Estado dá desconto para

O Sebrae lançou ontem, em nível nacional, o Mutirão da Renegociação, iniciativa que irá mobilizar e sensibilizar os empreendedores optantes pelo Simples Nacional a regularizarem seus débitos tributários junto à Receita Federal com condições especiais. Ainiciativa da instituição vem ao encontro do projeto Crescer Sem Medo (PLP 25/2007) que, entre os destaques da nova legislação, estende de 60 para 120 meses o prazo de parcelamento das dívidas fiscais das micro e pequenas empresas, com parcela mínima de R$ 300,00. O Crescer Sem Medo altera a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas em 13 pontos e foi sancionado pela Presidência da República em outubro. A gestora de Projetos da agência do Sebrae de Ijuí, Andréia Message, explicou que o mutirão é uma campanha que visa divulgar os benefícios do projeto Crescer Sem Medo para as micro e pequenas empresas. "É uma oportunidade para aqueles empresários que estão em débito com a Receita Federal com vencimentos da competência até o mês de maio de 2016 que podem parcelar essas dívidas em

até 120 meses", aponta ressaltando a importância de fazer essa renegociação. O foco do Sebrae, segundo Andréia, é alertar os empresários a procurarem seus escritórios de contabilidade para verificar como pode ser organizado esse processo dentro da realidade da sua empresa. "Não existe uma fórmula exata, cada um tem que sentar com seu contador e verificar se realmente é importante a empresa aproveitar esse momento", disse lembrando que a parcela mínima é de R$ 300. Andréia destaca que é preciso que os empresários fiquem atentos aos prazos, já que em caso de dívida, a empresa não poderá ser optante do Simples em 2017. "Aqueles que tiverem dúvida podem procurar o Sebrae, mas a renegociação deve ser feita pelo escritório de contabilidade da empresa". Segundo o superintendente da Receita Federal no RS, Paulo Renato Silva da Paz, há cerca de 1,2 milhão de pequenos negócios com débitos tributários no Brasil, cujo montante é de R$ 40 bilhões. No RS são, 43 mil MPEs inadimplentes (R$ 2 bilhões).

as intenções de aplicação do 13º salário para ajudar as empresas nas projeções de vendas. Segundo o economista da Fecomércio Lucas Schifino, este ano se observou uma diferença com relação ao ano passado. "Houve uma inversão em relação ao ano passado em que o principal destino do 13º ainda era poupança, 40,7% das pessoas afirmavam que iam usar o 13º ou uma parte dele para poupar e esse ano o poupar ficou em segundo lugar, o destino mais citado do 13º salário foi realmente pagar contas do mês e pagar dívidas em atraso, 42,4% citaram isso como destino do 13º para 2016". Lucas considera que o consumidor está passando por um momento de dificuldade. "A gente está com uma taxa de desemprego alta, os rendimentos estão caindo e isso coloca o consumidor em um momento de mais dificuldades, então se entende que esse seja o momento de se aproveitar essa parcela de salário para fazer frente a compromissos, tanto do final do ano como compromissos que ficaram acumulados", disse citando as contas que se acumulam no final do ano, entre elas alguns tributos,

o IPVA. O economista destaca ainda outra pesquisa sobre endividamento de consumidores que apontou que o principal tipo de dívida é com cartão de crédito. "São dívidas relacionadas a consumo, o cartão de credito tem uma penetração muito grande no endividamento das famílias brasileiras e esse ano boa parte do consumo das famílias teve que ser realizado com crédito e esse crédito mais acessível é o do cartão, mas é fácil de endividar, por isso a taxa de juros mais alta, é um crédito pré-aprovado que não tem garantias, que tem como principal destino o consumo", comenta. Um ponto muito importante destacado pelo economista é que a pessoa que tem mais de um tipo de dívida tem que priorizar o pagamento daquelas dívidas que têm taxas de juros maiores porque essas dívidas se forem atrasadas é as que vão sair mais caro. "Por exemplo, o cartão de credito é a dívida mais cara. Para quem não pagar a fatura completa, se vai rolar essa dívida vai pagar uma taxa de juros acima de 9, 10% ao mês, então a última coisa que eu devo atrasar é justamente o cartão de crédito, só

Lucas Schifino

que na prática ela é a dívida mais fácil de atrasar, ninguém vai bater na minha porta para cobrar o fato de que eu paguei só o mínimo da minha fatura", indica o especialista enfatizando que a decisão deve ser pagar as dívidas mais caras, mesmo que isso implique em assumir outra dívida. "O consumidor deve procurar algum tipo de crédito pessoal a uma taxa de 3, 4% ao mês para pagar essa dívida com juro mais alto".

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

4

TRAGÉDIA CHAPECOENSE

Chapecó: sofrer sim, baixar a guarda jamais - Abriu um buraco aqui no meio!, resignou-se, apontando o dedo indicador para o lado esquerdo do seu peito, a Aline, funcionária de um posto de combustíveis localizado a cerca de três quadras da Arena Condá, na região Central de Chapecó. Ao passo que a equipe do Grupo JM adentrava a estrutura da cidade, detalhes em verde, branco (e preto) surgiam em todos os cantos. Nos monumentos, nas edificações, nas plantas, nas casas, nas ruas. Somadas a essa série de adereços dos mais variados materiais, camisetas da Chapecoense desfilavam por uma devastada, mas ainda assim, simpática cidade. Eram centenas de camisetas. Milhares delas. A cada 10 pessoas, nove vestiam o Manto. O décimo morador só não entrava na estatística, porque não usava a camiseta por cima, e sim, sob os casacos e capas que protegiam a forte chuva daquele sábado do dia 3. Talvez tamanha paixão tenha sido entendida já em uma rápida conversa com Aline, a operadora de caixa do posto de combustíveis que não conteve as lágrimas. "Eles passavam por aqui diariamente. Tínhamos o contato diário com eles. A maioria deles não parecia

jogador de futebol. Não tinham restrições e faziam questão de dar toda a atenção à cidade", revelou a moradora. Os pequenos detalhes. Ainda que estivéssemos no meio de um furacão, ilustrado pelo pior dia da história da cidade, a comunidade local fazia questão de mostrar uma face solícita, prestativa e solidária, com movimentos que claramente refletem, na essência, a comoção mundial com o episódio. Tudo, ainda que da pior forma possível, parecia conspirar a favor do humanismo. Bem ao lado do estádio, estacionado na calçada oposta, um ônibus ostentava no para-brisas em letras garrafais: FAZER O BEM, SEM OLHAR A QUEM. Talvez essa simples mensagem desse a dimensão do que era planejado para o transcorrer do sábado chuvoso (e choroso) na cidade. A SOLIDARIEDADE COMO LEGADO Mais de 1,2 mil profissionais faziam a cobertura da cerimônia de despedida. Na linha divisória do gramado, câmeras, aparelhos e repórteres das mais diversas cores e idiomas aguardavam, sob ininterrupta chuva, a chegada de 50 caixões. Em meio à espera,

funcionários da Chapecoense passavam com caixas recheadas de bolachas, barras de cereais, biscoitos, chocolates e demais guloseimas. "Por favor, não fiquem sem se alimentar. É importante", alertava uma funcionária completamente ensopada em meio a um dilúvio. "Eu nem acredito. Eu realmente não estou acreditando que eles, no pior dia da história dessa cidade, estão preocupados com a nossa alimentação", espantou-se, em portunhol, um profissional da imprensa de Assunção, do Paraguai. "Eu trabalho há 15 anos na função, cobri a tragédia de Assunção, onde uma explosão matou mais de 400 pessoas, mas não vi nada parecido com isso aqui", revelou o mesmo repórter, André Gutierrez, 35 anos, agora em entrevista concedida ao Grupo JM. "Não sei o que vai acontecer daqui algumas horas. Só sei que serei uma nova pessoa daqui para frente. Abrace seus pais, seus irmãos, seus parentes e todas as pessoas que você ama. Não sabemos o dia de amanhã e tudo isso veio para nos mostrar que pode ser o mais triste de todos", finalizou antes de passar a mão no rosto para secar as lágrimas travestidas de gotas que caíam do céu.

Povo de Chapecó, no pior dia de sua história, mostrou porquê tamanha comoção

Adereços, dos mais diversos, coloriam todos os pontos da cidade

Uma defesa inacreditável selou o destino de uma cidade inteira Em meio ao pesar por tantos atletas, dirigentes, jornalistas e funcionários da Chapecoense, a dor da perda talvez se personifique no goleiro Marcos Danilo Padilha, 31 anos, três deles dedicados ao Oeste Catarinense. Tendo fardado para 152 jogos, Danilo chegou em 2013 para participar da meteórica ascensão da Chapecoense à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Este caminho inebriante de futebol e paixão teria seu capítulo mais importante amanhã, quando a Chape receberia o Atlético Nacional, na Arena Condá, para a segunda partida da final da Su-

lamericana - segunda competição em importância no continente. Pois quis o destino que a passagem de primeira classe à final, dentre tantos elementos, tivesse sido derradeiramente conquistada pelo pé direito de Danilo. Um pé empurrado por ele, sim, mas também por 19 mil insanos que lotaram a Arena na semifinal contra o San Lorenzo, e viram o arqueiro praticar uma defesa de placa - se não existem placas para defesas, assim como há para gols antológicos, devemos criar uma imediatamente - garantindo o 0 a 0 e a classificação dos bravos de Chapecó para a final mais

Debaixo das floridas traves, Danilo fez a defesa mais importante de sua vida

cmyk

inacreditável de suas carreiras. Por ironia, o pé direito de Danilo também o levou, e a todas as vítimas, ao desastre aéreo que entristeceu o mundo. E se o goleiro, assim como muitos outros colegas de posição, não tivesse impedido o adversário de marcar aquele tento? Se a Chape não passasse à final e, portanto, estivesse desobrigada de contratar uma pequena empresa aérea, sabe-se lá de onde para levar sua comitiva a uma espartana jornada até Medellín? Na retórica, o 'se' constrói cenários com possibilidades diferentes. Na prática, só serve para nos darmos conta de que a existência humana é imponderável, trazendo a certeza e a falta dela, ambas ao mesmo tempo, de que pequenos atos e acontecimentos podem nos levar às mais variadas situações possíveis. No caso de Marcos Danilo Padilha, seu pé direito em hora e local específico levou toda uma cidade, um País e o mundo ao luto. Mas também colocou os heróis de Chapecó no olimpo dos inesquecíveis, onde só estão aqueles que lutaram e caíram com nobreza. Assim como Danilo, outras 49 vítimas da tragédia foram lembradas com carinho em uma molhada cerimônia no campo de jogo que

"O que nos resta é dizer muito obrigado", diz mensagem da Chape ao mundo

recebeu tantas batalhas esportivas, e que serviu para o adeus derradeiro. A chuva, aliás, foi elemento tão presente naquele dia quanto a dor da perda. Em meio a tantas lágrimas, o céu chorou em Chapecó. No exato momento da chegada dos corpos, a chuva caía ainda mais forte. Era como se a natureza expressasse seus sentimentos. O vento Norte parecia tentar expulsar os presentes naquele melancólico momento, em um ato intempestivo de fúria e negação da realidade cruel. Terminada a cerimônia, um céu mais claro se abriu sobre Chapecó, como se recebesse aqueles que ali viveram seus últimos momentos.

A tragédia que acometeu a Chape transcendeu o mundo do futebol, consternando a todos pelo planeta. A dimensão disso é vista quando jogadores de futebol de grandes clubes europeus, blindados por assessorias e staffs milionários, fazem questão de manifestar apoio à Chapecoense e às vítimas da tragédia. O inesquecível apoio dos colombianos, povo que ensinou muito aos brasileiros sobre empatia e solidariedade, não foi ignorado na homenagem de sábado. Muitas mensagens de torcedores e da organização reiteravam a irmandade afetiva forjada entre os povos pela tragédia aérea. Tudo tão bonito quanto triste.


Notícias

Jornal da Manhã Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

5

TRAGÉDIA CHAPECOENSE

Chapecó busca maneiras de superar a dor Em um dia, a delegação da Chapecoense está voando rumo a Medellín, na Colômbia, para o jogo mais importante de seus 43 anos de história. Chapecó enfeita-se inteirinha com o escudo do clube e faixas de incentivo pela possibilidade de um título inédito. Os moradores desfilam com a camisa do time, orgulhosos. No outro, 71 dos 77 passageiros do avião estão mortos, incluindo jogadores, integrantes da comissão técnica, convidados e profissionais da imprensa local. Decorrida uma semana do desastre, a expectativa de um sonho tornou-se a confirmação de um pesadelo do qual a cidade precisa despertar para encarar a volta à rotina. Médico de adolescentes com especialização em terapia de família, José Otávio Binato considera que os próximos 15 dias ainda serão de grande pesar e é fundamental respeitar isso – assim como é humanamente compreensível que muitos amigos e familiares continuem prestando homenagens e indo ao cemitério. No entanto, é importante que as instituições tentem, na medida do possível, retomar à normalidade. "Os poderes públicos fizeram a sua parte, com as solenidades e a organização de todo o processo burocrático e logístico para a

realização dos funerais. A partir de agora, é importante não ficar mexendo desnecessariamente nessa ferida, que vai demorar a cicatrizar", diz, com a experiência de quem atuou no atendimento às famílias após o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, uma tragédia que também envolveu jovens que estavam em um momento festivo e tiveram a vida interrompida. Desde o dia seguinte ao acidente, o comércio funciona normalmente, com o verde do time tingido pelo preto do luto em vitrines e fachadas. A universidade reabre as portas hoje. Pelas ruas, o uniforme da equipe continua sendo o traje quase obrigatório, em homenagem àqueles que se foram. O choque ganha contornos traumáticos maiores por envolver ídolos, pais, maridos e filhos de um município com 210 mil habitantes, onde todos se conhecem. Segundo o psiquiatra Omar Cassol Jr., que tem família em Chapecó e vive em Florianópolis, a proximidade, o parentesco e os laços de amizade acentuam o sofrimento de cada um. No consultório, ouço muito a pergunta: "Essa dor vai passar?" Costumo dizer que a perda e a saudades são para sempre; mas a dor, não. Em algum momento, ela se

Uma semana após a tragédia, comunidade busca forças para um doloroso recomeço

torna suportável a ponto de a vida voltar a andar. Retornar à rotina vai depender do estado emocional de cada um. Não adianta ir para o trabalho se você não consegue parar de chorar, por exemplo", diz. Além das indicações dos especialistas, o ministro da igreja católica Renato Colpani receita fé para superar a dor. Ele conduziu o Pai-Nosso rezado pelos cerca de 100 torcedores que se concentraram no portão 12 da Arena Condá às 17h de ontem, mesmo local, horário e dia em que a Chapecoense jogaria contra o Atlético-MG

Tripulante diz que voo previa escala "Ninguém percebeu que o avião iria cair". O técnico de voo Erwin Tumiri deu sua versão sobre os momentos que antecederam a queda do avião da LaMia, na última terça-feira, em Medellín, e afirmou que questionou o fato de a aeronave que transportava a delegação da Chapecoense não parar para reabastecer em Cobija, no norte da Bolívia. Segundo ele, o reabastecimento estava previsto. As revelações foram feitas em entrevista ao programa Fantástico, da TV Globo, veiculada na noite deste domingo. "Nós, como técnicos, fazemos o pré voo. Temos uma lista de checagem do que é preciso fazer no

avião. Fiz o relatório de que íamos até Cobija. No momento da decolagem, voltei a perguntar: 'Vamos até Cobija?'. Aí me disseram 'não, nós vamos direto até Medellín'", afirmou Tumiri, se referindo ao fato de que o piloto Miguel Quiroga teria lhe confirmado a opção arriscada de ir direto, sem escala, para Colômbia. Investigações preliminares apontam que o avião caiu devido a uma pane seca, por falta de combustível. O avião da LaMia voou no limite da autonomia no trajeto entre Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, e Medellín, onde a delegação da Chapecoense esperava chegar para a disputa da final da Copa Sul-Americana,

contra o Atlético Nacional, mas foi vítima do acidente que matou 71 pessoas. Erwin Tumiri evitou criticar Miguel Quiroga, morto no acidente, mas afirmou que seria mais prudente que o piloto não tivesse centralizado essa decisão. "As coisas são na base do 'é assim que tem de ser'. Que essas decisões não sejam tomadas de maneira tão individual. Acho que a tripulação teria de saber. Teria de ser tudo dividido." Um dos seis sobreviventes do acidente, Tumiri conseguiu ajudar a comissária de bordo Ximena Suarez, que também escapou com vida da tragédia. "Eu só pensava em pesadelo", resumiu

pela última rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. "Vamos pedir ao Pai do céu que nos conforte, que dê paz às pessoas que perderam seus entes queridos, para que no primeiro jogo que tiver em Chapecó nós fazermos uma festa que essa cidade nunca viu. Tenho certeza de que Aquele que está lá em cima vai tirar todo esse peso das nossas costas", garantiu, após exortar os participantes a levantarem a cabeça no momento da oração para o mundo ver que eles irão seguir em frente.

Dali, o grupo partiu para um abraço coletivo na estátua do mascote do time, o índio Condá, e em uma das laterais do estádio. Sempre entoando cânticos do time, os torcedores finalizaram a manifestação diante da loja oficial do clube, onde rezaram novamente. O presidente da torcida organizada Garra Independente resumiu o sentimento reinante: "É muito difícil (esquecer a dor). Mas vamos tocar a vida, apoiar a Chapecoense e torcer para que venham jogadores e diretoria tão bons como os que tínhamos".

Força-tarefa vai investigar tragédia em Medellín Uma força-tarefa formada pelos governos de Brasil, Colômbia e Bolívia investigará as causas da queda do avião da LaMia que matou 71 pessoas em Medellín. Entre as vítimas estavam a delegação da Chapecoense e um grupo jornalistas brasileiros. O primeiro encontro que decidirá os rumos da investigação será quarta-feira, em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foi convidado para participar da reunião com procuradores-gerais da Colômbia, Néstor Humberto Martínez Neira, e da Bolívia, Ramiro José Guerrero Peñaranda.

Foi Peñaranda que chamou os seus pares brasileiro e colombiano. “Esta reunião faz parte da iniciativa dos três procuradores-gerais para energizar a investigação deste evento infeliz e garantir que seja feita Justiça imediata para as famílias das vítimas”, informou, em comunicado, o governo boliviano. Pelas normas internacionais de segurança, o plano de voo deveria ter sido recusado e o avião, impedido de sair do aeroporto em Santa Cruz de La Sierra. Após o acidente, a LaMia, que é boliviana, teve sua atividades suspensas pelo governo.

cmyk


Jornal da Manhã

OPINIÃO

Terça-feira, 06 de dezembro de 2016

ARTIGO

DIFÍCIL MISSÃO

F

oi um dia difícil de descrever em Chapecó. Mesmo decorridos três dias da homenagem a 50 das vítimas da tragédia com atletas, dirigentes e jornalistas brasileiros na Colômbia, a chegada dos caixões à Arena Condá ficará para sempre na memória de todos. A simbologia do adeus final àqueles que tanto pelejaram pela glória justo naquele campo de batalha, entristece nossos corações. Pela importância do acontecimento em termos jornalísticos, mas também em respeito às vítimas e àqueles que se entristeceram com a tragédia, o Grupo JM esteve na Arena Condá para colher impressões sobre o dia mais triste da história da cidade catarinense. O resultado disso está nas páginas da edição de hoje, que contam um pouco das belas homenagens prestadas aos que tiveram suas vidas interrompidas pelo acidente aéreo. Apesar da difícil missão de descrever os sentimentos que permeiam a tragédia, a palavra mais eloquente no momento é tristeza. De sua posição secundária no futebol nacional, a Chapecoense colecionava proezas e com frequência emulava a parábola de Davi contra Golias. O Davi do Oeste catarinense já impôs tombos históricos a diversos Golias do País impossível esquecer os 5 a 0 da Chape contra

Apesar da difícil missão de descrever os sentimentos que permeiam a tragédia, a palavra mais eloquente no momento é tristeza.

o Internacional e os 4 a 3 contra o Grêmio, em plena Arena tricolor, ambas as vitórias em 2015. A bravura inspirada no índio Vitorino Condá, que lutou contra os interesses do império para garantir as terras de seu povo, começava a tomar toda a América Latina. Difícil dizer se a Chape conquistaria o campeonato contra o poderoso da vez Atlético Nacional de Medellín. A única certeza é a de que a coragem do clube, aliada à nobreza do adversário, colocou a Chape no rol dos grandes campeões de todos os tempos, onde só estão os admiráveis e inesquecíveis. A queda do avião que levava a Chapecoense para Medellín não alçou as vítimas a heróis à toa. O fim da vida comumente é decorrido de um esquecimento de possíveis defeitos, mas neste caso não há como não classificar as vítimas positivamente pela forma como a tragédia aconteceu. Todos, sem exceção, voavam em busca de algo melhor, de um título, de conquistas pessoais e esportivas. Como membros de um time pequeno, muitos atletas nunca tinham estado em um jogo tão importante, assim como dirigentes e comissão técnica. Portanto, viviam os dias mais importantes de suas vidas, viviam um sonho. A interrupção de sonhos em um mundo tão duro como nosso deveria ser proibida, deveria ser criminalizada. Aos que se permitem sonhar, deveria ser oportunizada toda a liberdade para que desfrutassem disso. Ao contrário, a queda do avião na Colômbia derrubou mais que vidas, derrubou esperanças, desejos e muitas outras coisas boas.

PONTO DE VISTA

João Pedro Gesing Biólogo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente fala sobre os cuidados que a população deve ter com animais peçonhentos

Houve muitas ocorrências de acidentes com animais peçonhentos nessa época de final de Primavera e início de Verão? Tem algumas ocorrências sim, principalmente relacionadas a serpentes. Também, vez ou outra, aparece alguma coisa com relação a lagartas, principalmente taturanas. Qual a recomendação caso uma serpente esteja no caminho? A legislação é muito clara quando diz que o extermínio de animais silvestres não deve ser feito. Portanto, a

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

recomendação é afugentar o animal, tentando evitar qualquer tipo de conflito. Isso é para quando o animal já está no ambiente. Como evitar o contato com animal? Para isso deve-se sempre tentar manter selada a propriedade, sem capoeira alta, sem entulho, porque, principalmente as serpentes, elas buscam no meio antropizado, a cidade, quando ela quer uma fonte de alimento ou uma fonte de abrigo. Ela busca como abrigo pedras, tijolos, restos de construção, pois esse tipo de material retém mais calor, que ajuda no metabolismo do animal. Por isso as serpentes circulam mais no inverno do que no verão. Da mesma forma a fonte de alimento. O principal alimento das serpentes é o roedor (rato). Então, os roedores só irão aparecer se há restos de alimentos. Para evitar isso, não se devem deixar restos de comida expostos, redobrar os cuidados com restos de comida de cachorros e gatos. Em caso de contato com o animal, que providências tomar? A principal medida é capturar o animal - de preferência vivo -, se não for possível, pelo menos levar uma foto. É fundamental o reconhecimento da espécie para saber se é peçonhenta ou não. Desta forma, se for peçonhenta você precisa ter certeza da espécie para fazer o tratamento com um soro específico, uma vez que o soro não é bom para o nosso organismo, e, se você é tratado com o soro errado, poderá ocasionar mais malefícios do que benefícios.

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

cmyk

6

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com Representantes Comerciais: Grupo de Diários

www.jmijui.com.br

Meu Avô, Jango Christopher Goulart Advogado, primeiro suplente de Senador Nesta data tão especial, recordando quarenta anos de falecimento de meu avô Jango, peço permissão aos leitores para remeter inicialmente à data de cinco de outubro de 1976. No Hospital de Hammersmith, em Londres, foi o dia em que o presidente deposto, João Belchior Marques Goulart, solicitou a um enfermeiro presente para fazer um retrato histórico, numa velha Polaroid, de seu primeiro neto em seu colo que chegava ao mundo. Jango faleceu no dia seis de dezembro de 1976, dois meses após este encontro comigo. Tal recordação restou gravada na nossa única fotografia. Poucos imaginam no Brasil as consequências familiares de um Golpe ou exílio sem volta, que ultrapassam as barreiras geracionais e atingem diretamente aos descendentes dos perseguidos. Experiência que, se bem compreendida, sempre fortalece. Justamente em razão da deposição inconstitucional de um presidente da República, sou portador de três nacionalidades (Uruguaio, Inglês e Brasileiro), tendo sido registrado em consulado brasileiro, na Inglaterra. Quis o destino - e o Estado de Exceção Militar-ditatorial, que em minha identidade conste, Naturalidade: Londres. Nacionalidade: Brasileiro. Em suma, nascido no exílio e brasileiro nato, de acordo à Constituição Federal. Eis algumas fortes razões que me ligam diretamente a um intenso legado, de lutas sociais. Hoje, vivendo em tempos onde origens e tradições políticas nem sempre são atrativos, posso afirmar com muita clareza que me honra ter uma causa. Vou além: penso que a maioria dos homens públicos de hoje não tem causa nenhuma. Obviamente jamais estarei à altura de representar uma figura tão expressiva da nação brasileira, porém, de outra sorte, não fujo da responsabilidade de minimamente reproduzir a obra de meu avô. Analisando essa história sob ótica pessoal e pública, alguns números me chamam a atenção. A trajetória política de Jango, entre a sua eleição de deputado estadual em 1947 até a deposição da presidência em 1964 compreende apenas 17 anos de vida pública. Este curto período foi suficiente para marcar perante a história brasileira o seu nome como o chefe de executivo que mais se empenhou em reformar profundamente o Estado brasileiro, que já na década de 60 não mais correspondia às expectativas da população. Falar em João Goulart é refletir sobre as reformas da sociedade brasileira. Nas palavras do próprio presidente, no famoso comício da Central do Brasil, em 13 de março de 1964: “não apenas pela reforma agrária, mas pela reforma tributária, pela reforma eleitoral ampla, pelo voto do analfabeto, pela elegibilidade de todos os brasileiros, pela pureza da vida democrática, pela emancipação econômica, pela justiça social e pelo progresso do Brasil”. Durante seu curto mandato presidencial, Jango compreendeu que os contrastes mais agudos que a sociedade brasileira apresentava, naquela fase de desenvolvimento, eram de natureza estrutural, e, em virtude deles, a imensa maioria de nossa população vinha sendo sacrificada. Nosso povo sofria em função da injusta e desigual distribuição de renda, no referente à sua participação na vida política do país e na falta de oportunidades de trabalho e de educação que o país oferecia. Como se percebe, esta luta continua viva e segue valendo o sacrifício diário de mantê-la erguida. Consta que Getúlio Vargas, inspirador de Jango na política, certa feita teria dito que “quem não tiver confiança nos nossos destinos é indigno do legado que recebeu”. Reafirmo nesta data de 40 anos de morte de meu avô o compromisso com a importância de seguir lutando por uma Nação independente e soberana, sem dobrar-se aos desmandos do rentismo especulativo de qualquer ordem. Aponto para a necessidade de explorar um humanismo que lhe era característico, que se perde hoje gradativamente para o individualismo da sociedade de consumo. Por fim, passados 40 anos da morte de um grande homem público, é válido lembrar que como nunca, precisamos de seu exemplo para consolidarmos uma realidade calcada em justiça social. Artigos assinados são responsabilidade de seus autores. Para publicação, os artigos devem ser enviados com identificação do autor (nome completo, documento, endereço e fone) em fonte times, corpo 10, entrelinha 11, com até 30 linhas, para o e-mail redacao@jornaldamanhaijui.com

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATURAS E CIRCULAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0316 3331-0321 Semestral: R$ 200,00 Anual: R$ 400,00 Correio: R$ 400,00 (semestral); R$ 800,00 (anual)


Notícias

Jornal da Manhã Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

VESTIBULAR DE VERÃO

Mais de três mil alunos fazem prova na Unijuí

Mais de três mil candidatos participaram, no último fim de semana do Vestibular de Verão da Unijuí. Segundo o coordenador do Departamento de Marketing Giancarlo Botega, foi um processo muito importante. "É quando a universidade se prepara para receber seus novos alunos. Tivemos um número considerável de alunos inscritos, dentro do patamar do ano passado, mesmo tendo uma expectativa de redução dentro do quadro econômico que vivemos, mas para nossa grata surpresa tivemos uma adesão muito grande". Giancarlo afirma que foram oferecidas 2,2 mil vagas em 36 cursos nos quatro campi da universidade, Santa Rosa, Ijuí, Três Passos e Panambi. "Isso, tanto na modalidade presencial, quanto modalidade EAD, sendo o maior processo seletivo", destacando que já está consolidado o modelo de dois tipos de provas, a de redação para o EAD e a redação e mais 40 perguntas para o regime normal. "A gente entende como um processo dinâmico, o grande foco dessa prova é fortalecer as áreas do conhecimento que são desenvolvidas a partir do Ensino Médio". Sobre o tema de redação inti-

Alunos realizaram a prova nos quatro campi da Unijuí no último domingo

tulado como Geração Triste, o coordenador avalia como uma proposta muito interessante porque reflete a configuração que se tem no momento da própria geração que prestou vestibular. "A ideia era tentar trabalhar um pouco esse permear da geração digital, essa questão interpessoal de uma interatividade tecnológica e como isso tem traduzido, no dia a dia, a questão da sociabilidade e o que gera de impacto social na sociedade constituída a partir desses novos atores". Segundo Giancarlo, a maioria dos candidatos estava satisfeita com o tema porque conseguiu falar sobre si mesmo. "Eles tive-

ram propriedade para falar sobre o assunto que é muito importante até para refazer a universidade, tanto que a cada ano que passa nós encontramos novos atores e precisamos nos reorganizar enquanto universidade". Já quanto ao índice de abstenção, o coordenador disse que ainda não há um número oficial, mas adiantou que foi menor que no ano passado. Giancarlo alertou ainda que o listão dos aprovados será divulgado na próxima quarta-feira. "É um momento de grande expectativa por parte dos alunos que aguardam a aprovação e a partir de quinta-feira iniciamos as matrículas", avisa.

Adventista trabalha sustentabilidade A Escola Adventista de Ijuí concluiu no último dia 30 o Projeto Ações Sustentáveis através de uma Saída Pedagógica, onde alunos realizaram uma viagem de estudo para conhecer o Planetário e Viveiro São Braz (minizoológico), na cidade de Santa Maria. A viagem foi programada dentro da temática Sustentabilidade. O objetivo principal da saída era de ampliar os conhecimentos dos alunos quanto aos estudos realizados sobre sistema solar, animais em extinção, reprodução dos animais e preservação ambiental. "A sustentabilidade na escola pode ser definida como um conjunto de práticas e ensinamentos, que ocorrem dentro do ambiente escolar, voltados para o desenvolvimento sustentável do planeta", avalia a professora Flaviane da Silva. No total, 40 alunos finalizaram o projeto, envolvidos diretamente e indiretamente com seus professores, pais, coordenação e direção escolar. Durante o projeto, os alunos e as professoras, Flaviane e Catia-

Viagem de estudos motivou alunos a construir o conceito de sustentabilidade

ne Amaral Locatelli, do 4º e 5º anos puderam entender melhor a sustentabilidade. "Eles perceberam que ela não está relacionada somente à natureza, ou preservação ambiental, mas que envolve as relações, o cuidado consigo mesmo, com o outro e então com o Planeta", disse a professora Catiane. Para atingir esse objetivo, os alunos passaram por diversas vivências que tinham como plano de fundo temáticas da sustenta-

bilidade: cooperação, ecologia profunda, poder da escuta, o papel do ser humano, diversidade, interdependência, entre outras. Além das vivências foi apresentado aos participantes as principais Políticas Públicas relacionadas à educação ambiental e o Conceito de Educação para a Sustentabilidade, de forma que todos tivessem muito claro como nosso governo estabelece diretrizes para que esse tema esteja vivo dentro das escolas.

7

Escolas passam pela avaliação do Saers Iniciam amanhã em todo o Estado as provas do Sistema de Avaliação do Estado do Rio Grande do Sul (Saers). O coordenador da 36ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) Cláudio Souza explica que depois de quatro anos, o Estado está retornando novamente com seu sistema de avaliação externa que vai medir o resultado e o desempenho dos alunos que frequentam o 2ª ano do Ensino Fundamental, o 6º ano do Fundamental e o 1º ano do Ensino Médio em dois componentes curriculares: Língua Portuguesa e Matemática. A aplicação das provas vai acontecer dia 7,8 e 9 de dezembro em todas as escolas do RS sob a coordenação do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora, o Caed de Minas Gerais que foi a instituição vencedora das licitações e que vai fazer a avaliação. "Estamos felizes com o retorno desse sistema de avaliação porque ele tem um caráter censitário, porque ele dá uma dimensão quase que exata do trabalho que vem sendo realizado em todas as escolas do RS. Nós somos favoráveis ao trabalho de avaliação externa que traz aí um cenário, um panorama de tudo que vem sendo realizado no Estado do RS e também servirá para que nós possamos pensar em estratégias, ferramentas para aprimorarmos

Cláudio Souza

aquilo que não está andando bem", avalia Cláudio. O coordenador ressalta ainda que o Brasil já possui outros tipos de avaliações externas, como o próprio Ideb, a Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA) que avalia os três primeiros anos dos Anos Iniciais. "Estamos resgatando uma avaliação que é própria, que é nossa, do Estado do RS, que vai medir com mais clareza todo o trabalho que vem sendo desenvolvido não somente para escolas estaduais, mas temos outras redes como a municipal e privada que optaram em participar", afirma destacando ainda que para a rede estadual a avaliação é obrigatória.

Governo fará consulta pública para mudar Enem O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que estuda lançar uma consulta pública sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo ele, o objetivo é receber sugestões para melhorar a aplicação do exame, cuja segunda aplicação ocorreu neste fim de semana. O governo pretende elaborar as questões ainda este mês e publicar as linhas gerais do debate em janeiro de 2017. De acordo com o ministro, ainda não é possível prever que mudanças serão efetivamente discutidas. Ele, no entanto, não descartou que a sociedade seja consultada sobre, por exemplo, a possibilidade de o Enem ocorrer apenas em um dia. “Não temos ainda quadro de perguntas que podem ser feitas, que podem nortear o caminho a ser discutido. A temática não pode ser tão abrangente que termine virando algo difícil de coletar por aqueles que participam do Enem”, ponderou. Mendonça Filho explicou que

a intenção é promover um debate de forma democrática para que futuras decisões não sejam criticadas como tomadas “entre quatro paredes”. “A Base Nacional Comum Curricular será algo levado em conta não em 2017 porque ela não estará pronta, mas desejamos que o Enem de 2018 possa ter conteúdo conectado inteiramente com a base que, espero, será homologada no próximo ano”, disse o ministro. Neste fim de semana, mais de 270 mil candidatos foram convocados para o exame, após o adiamento de parte da aplicação devido aos mais de 400 locais de prova que estavam ocupados em novembro, quando 5,8 milhões de inscritos fizeram o Enem. O alto índice de abstenções, não somente em 2016, mas em outras edições, foi mencionado por Mendonça Filho como um dos temas que pode ser abordado na consulta. “A consulta será aberta em janeiro para todos que queiram colaborar", afirmou.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

SUPERIOR TRIBUNAL FEDERAL

Ministro afasta Renan da presidência do Senado

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu afastar Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado. A decisão é em caráter liminar (provisório). Mello acatou pedido da Rede Sustentabilidade, feito ontem, para que Renan fosse afastado do cargo depois que virou réu, na última quinta-feira, pelo crime de peculato. O ministro disse que tomou a decisão já que o STF já tinha decidido, por maioria absoluta de seis votos, que réu não poderia ocupar cargo na linha sucessória da Presidência. "Depois disso veio fato superveniente: Renan se transformou em réu. Ele pode continuar no cargo? A Rede entrou no STF para esclarecer a questão. Diante do fato superveniente [Renan virou réu], eu dei a decisão." No despacho, o ministro do Supremo disse que a ordem deveria ser cumprida "com a urgência que o caso requer, por mandado, sob as penas da lei". Com o afastamento de Renan, deve assumir a presidência do Senado o atual primeiro-vice, Jorge Viana (PT-AC). O peemedebista ainda não se manifestou sobre o afastamento. Seu mandato no comando da Casa termina em fevereiro. O pedido da Rede é consequência de outra ação, que solicitava

Na semana passada, STF decidiu tornar Renan Calheiros réu em ação penal

o afastamento do então presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Com a renúncia de Cunha, em julho, a ação prosseguiu com o objetivo de analisar se réus podem ocupar cargo na linha sucessória da Presidência da República (vice-presidente, presidente da Câmara e presidente do Senado). O caso foi ao plenário do STF em novembro. A maioria dos ministros - seis, de um total de 11- votou por impedir que réus ocupassem a linha de sucessão do Planalto. No entanto o julgamento foi interrompido por pedido de vista (mais tempo para analisar o caso) feito pelo ministro Dias Toffoli. Em seu pedido de

afastamento de Renan, a Rede escreveu: "Ocorre que no dia 1º de dezembro de 2016, o Plenário deste STF recebeu parcialmente denúncia criminal formulada no âmbito do Inquérito Policial nº 2593 contra o presidente do Senado Federal, senador Renan Calheiros, que passou à condição de réu, pela alegada prática do crime de peculato (a decisão ainda não foi disponibilizada pelo STF)". "Com o recebimento da denúncia, passou a existir impedimento incontornável para a permanência do referido senador na Presidência do Senado Federal, de acordo com a orientação já externada pela maioria dos ministros do STF."

Fux critica omissão do Congresso O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, mandou um recado ao Congresso ao defender a tomada de decisões dentro da Corte mesmo sobre temas em que há uma "divisão social". "O Judiciário decide porque há omissão do Parlamento", afirmou o ministro, acrescentando que o STF tem "a obrigação constitucional de dar uma palavra sobre aquilo que o Judiciário for provocado". Na terça-feira passada, a 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal abriu um novo precedente ao julgar que não havia crime na prática de aborto realizada durante o primeiro trimestre de gestação - independentemente do motivo que leve a mulher a interromper a gravidez. Na próxima quarta-feira, está previsto o julgamento de uma ação que pode descriminalizar o aborto para mulheres infectadas pelo vírus da zika. Na visão do ministro, não há ativismo judicial. "Há várias questões em re-

cmyk

lação às quais o Judiciário não tem capacidade institucional para solucionar. É uma questão completamente fora do âmbito jurídico. Mas, mesmo assim, temos que decidir. E por que temos que decidir? Porque a população exige uma solução", disse o ministro, durante evento ontem. "Essas questões todas deveriam, realmente, ser resolvidas pelo Parlamento. Mas acontece uma questão muito singular. O Parlamento não quer pagar o preço social de decidir sobre o aborto, sobre a união homoafetiva e sobre outras questões que nos faltam capacidade institucional", acrescentou Fux. O ministro disse que "como eles (parlamentares) não querem pagar o preço social e como nós não somos eleitos, nós temos talvez um grau de independência maior porque não devemos satisfação depois da investidura a absolutamente mais ninguém". Ao comentar que no Brasil

8

Maia é o 3º ex-presidente da Câmara investigado A Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita Federal do Brasil deflagraram ontem a Operação Deflexão com mandados expedidos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki e que estão no âmbito da Operação Lava Jato. O deputado federal gaúcho Marco Maia (PT) foi um dos alvos, com buscas em sua residência em Canoas, no começo da manhã. Foram nove mandados judiciais em Brasília, na Paraíba e no Rio Grande do Sul nos endereços pessoais, funcionais e empresariais relacionados ao deputado federal e a um ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), respectivamente, relator e presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Petrobras (CPMI), instalada em 2014. A nota da PF não revelou os nomes. O ministro é Vital do Rêgo (PMDB), que era deputado na época. O inquérito apura se parlamentares teriam solicitado a empresários contribuição financeira para que não fossem convocados a prestar depoimento na CPMI. Os executivos afirmam ter repassado valores superiores a R$ 5 milhões para evitar retaliações e contribuir para campanhas eleitorais. Marco Maia é o terceiro expresidente da Câmara a ter a residência vasculhada na operação Lava Jato. O ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ), atualmente preso em Curitiba, também foram alvos de mandados de busca e apreensão nesta segunda-feira. Em 19 de outubro, Cunha foi preso a pedido do juiz Sérgio Moro, com base no inquérito em

Marco Maia

que o peemedebista é acusado de receber propina de contrato de exploração de petróleo no Benin, na África, e de usar contas na Suíça para lavar o dinheiro. A operação de dezembro do ano passado, batizada de Catilinárias, também teve como alvo Henrique Eduardo Alves. Na ocasião, a PF cumpriu mandado de busca e apreensão no apartamento do ex-ministro, em Natal. A Lava Jato também fez o peemedebista deixar o cargo de ministro do Turismo em junho deste ano. Ele pediu demissão após ser citado no acordo de delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. O nome da operação de ontem faz referência ao verbo defletir, que significa provocar mudança ou alteração no posicionamento normal de algo. Uma alusão ao fato de que, mediante propina, empreiteiros investigados passaram à condição de blindados de uma eventual responsabilização.

Procuradores contestam urgência em votação

Luiz Fux

"há uma crise muito grave, uma crise institucional, em que as pessoas não creem nas instituições", Fux disse que "o Judiciário não tem de fazer pesquisa de opinião pública para decidir casos subjetivos".

Procuradores-gerais de Justiça divulgaram ontem nota em que manifestam preocupação com a aprovação da urgência do projeto de Lei do Senado que trata de alterações na Lei de Abuso de Autoridade. O projeto pode ser votado hoje no plenário da Casa. Em nota, os procuradores afirmam que são favoráveis ao aperfeiçoamento da Lei de Abuso de Autoridade, que entrou em vigor em 1965, mas entendem que a independência do Ministério Público e do Poder Judiciário devem ser mantidas. "[Os procuradores] reforçam a necessidade de ser preservada a independência de atuação do Ministério Público e do Poder Judiciário, como elemento essencial do Estado Democrático

de Direito, de modo a assegurar as garantias fundamentais previstas na Constituição", diz a nota. O Projeto de Lei nº 280/2016 foi apresentado por Renan, que considera que a legislação vigente está defasada e, por isso, precisa de aprimoramentos. O projeto apresentado prevê que servidores públicos e membros do Judiciário e do Ministério Público possam ser punidos caso sejam determinadas prisões “fora das hipóteses legais", como ao submeter presos ao uso de algemas sem que apresentem resistência à prisão e fazer escutas sem autorização judicial, atingindo “terceiros não incluídos no processo judicial ou inquérito”.


Notícias

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

CRISE DO ESTADO

Sartori reúne prefeitos para pedir apoio a pacote O governador José Ivo Sartori reuniu-se com prefeitos gaúchos na manhã de ontem, no Galpão Crioulo do Palácio Piratini, para falar sobre o pacote de 40 medidas protocolado pelo governo na Assembleia Legislativo. A série de projetos, intitulada Plano de Modernização, institui a restruturação da máquina pública, e tem gerado polêmica nas últimas semanas - principalmente por extinguir fundações e privatizar empresas e estruturas públicas. O objetivo principal do encontro foi pedir apoio dos prefeitos às medidas. No começo da reunião com os prefeitos, Sartori justificou as medidas que constam no pacote com um discurso de necessidade de compreensão por parte dos líderes municipais. "Do jeito que está não pode ficar. Tem sacrifício para todos os poderes. Ou fazemos, ou não vamos sair do lugar", enfatizou. "Tem que ter solidariedade e compartilhamento no sacrifício para poder construir uma nova realidade", completou. Entre as medidas, estão a extinção de 11 órgãos ligados ao Executivo – nove fundações,

Sartori e secretários falaram, mais uma vez, sobre a crise das contas do RS

uma companhia e uma autarquia – e a redução no número de secretarias, que passa de 20 para 17, com três fusões. Segundo o governo, serão demitidos entre 1,1 mil e 1,2 mil servidores – entre efetivos e cargos de confiança. O governo espera que as medidas proporcionem aos cofres do estado uma economia de R$ 146,9 milhões por ano. Para sensibilizar os gestores, Sartori diz que não há 'plano b' em caso de o pacote não ser aprovado pelos deputados.

Ao todo cerca de 60 prefeitos e outros 40 secretários municipais participaram da reunião de ontem. Ijuí não enviou representação, pois, segundo o prefeito Fioravante Ballin, a Associação dos Municípios do Planalto Médio (Amuplam) optou por uma representação regional. Quanto ao pacote, o prefeito Ballin disse à reportagem que o município prefere discutir pautas mais urgentes, como os mais de R$ 3 milhões devidos pelo Estado à prefeitura por serviços em Saúde.

9

Câmara aprova verba para projeto da ACI A Câmara de Vereadores realizou ontem sua sessão plenária. Na pauta, foi aprovado o projeto que autoriza a prefeitura a destinar R$ 50 mil à Associação Comercial e Industrial (ACI), referente ao projeto Mosaico Cultural na Expo-Ijuí. A matéria estava na pauta da semana passada, mas acabou recebendo um pedido de vistas, feito pelo vereador Andrei Cossetin (PP). Líderes da União das Etnias e da ACI foram chamados à Câmara para detalhar a necessidade do repasse, e explicaram que os recursos são referentes à contrapartida municipal para a realização do projeto. Também foi aprovado ontem, em primeira votação, o projeto que aumenta a área compreendida como perímetro urbano em Ijuí. A proposta ainda precisa passar por uma segunda votação, mas já foi deliberada por comissão especial que analisou o tema. O presidente desta comissão, Marcos Barriquello (PDT), explicou à reportagem que o projeto é uma demanda surgida no poder Executivo. "Esse projeto amplia o perímetro urbano na região da BR-285,

mais especificamente desde o trevo com a ERS-342, no sentido esquerdo, que amplia em 300 metros lineares o perímetro, criando a zona urbana 3", explica. "Basicamente vai beneficiar alguns empresários que pretendem se instalar nesta área. Sendo em terreno urbano, é mais fácil para essas empresas buscar recursos junto aos bancos", complementa. Por outro lado, não foi incluso na pauta de ontem o projeto que incorpora reajustes salariais aos vencimentos de servidores inativos e pensionistas do município. A lei que instituiu o reajuste do funcionalismo em janeiro deste ano excluiu as duas categorias, o que motivou inativos e pensionistas a ingressarem com ações judiciais contra a prefeitura, com o objetivo de conquistar o mesmo índice de 11,28% dado a outras categorias. A intenção do Executivo é revogar os dispositivos da lei do reajuste, evitando o pagamento retroativo às categorias excluídas. Como a questão está no âmbito jurídico, a Câmara deve aguardar uma decisão em primeira instância antes de analisar a proposta.

PDT pode desembarcar do governo

Vereadores receberam, ontem, a visita do promotor público Nilton Kasctin

TCE proíbe pagamento por sessão extraordinária

Bancada do PDT se reuniu recentemente com o secretário Cezar Schirmer

O PDT gaúcho reuniu, na noite de ontem, seu diretório estadual e a bancada do partido na Assembleia para debater a permanência da sigla no governo do Estado. O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, participou do encontro. Antes da reunião noturna, o assunto foi tratado primeiro em um almoço reservado entre Lupi, a executiva estadual e deputados federais e estaduais, a fim de tirar um indicativo sobre como se posiciona a maioria das lideranças gaúchas. O PDT está dividido sobre quando deve sair do governo. De um lado estão Lupi e movimentos partidários como a Ju-

ventude do PDT, que defendem a saída imediata do partido. São dois os motivos: o fato de o pacote do governador contrariar frontalmente algumas das principais bandeiras da sigla e a necessidade de reforçar desde já as candidaturas próprias do partido à presidência da República e ao governo do Estado em 2018. Na outra ponta estão lideranças como Pompeo e os deputados estaduais, que defendem alternativas. A de que o partido, ainda nesta primeira quinzena de dezembro, se posicione sobre cada uma das medidas do pacote, e depois apresente suas posições ao governador para tentar negociar que o Executivo reveja

pontos. “A bancada, a princípio, não está avaliando sair. Mas não podemos colocar a carroça na frente dos bois”, disse na tarde de ontem o líder da bancada do PDT na Assembleia, deputado Eduardo Loureiro. Após o protocolo do pacote de medidas do governo na Assembleia, Loureiro afirmou em entrevista ao Grupo JM que a bancada discordava de muitas medidas propostas, como a privatização de empresas públicas, indicando a possibilidade do rompimento. Até o fechamento desta edição, a reunião da cúpula pedetista ainda não havia terminado.

Em sessão de Pleno da última quarta-feira, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) julgou incidente de uniformização de jurisprudência a respeito da vedação do pagamento de parcela indenizatória a vereadores por comparecimento a sessão extraordinária. Acolhendo o voto do relator do processo, conselheiro substituto Alexandre Mariotti, o TCERS decidiu que a nova redação do § 7 do art. 57 da Constituição da República, dada pela Emenda Constitucional nº 50/2006, proíbe este tipo de remuneração aos parlamentares. Por meio do parecer da Consultoria Técnica do TCE-RS nº

3/2016, foi reafirmado que, por força do princípio da simetria, a partir da Emenda Constitucional nº 50/06, não é permitido, em hipótese alguma, o pagamento aos parlamentares pelo comparecimento em sessões extraordinárias. Na prática, a decisão atinge vereadores que exerceram mandato e receberam valores referentes a sessões extraordinárias desde 2006. No caso, é cabível por parte do Ministério Público local uma ação civil de restituição dos valores pagos pela Câmara de Vereadores de Ijuí, referente aos valores pagos aos parlamentares desde a data retroativa da decisão.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

MODULADA DE IJUÍ

Estudantes doam produtos de higiene para mulheres Professores e acadêmicos do curso de Direito da Unijuí realizam visitas periódicas à Penitenciária Modulada Estadual de Ijuí (PMEI), com o intuito de conhecer o funcionamento do sistema prisional local. Paralelo às visitas, eles levam produtos de higiene para as mulheres. A ação faz parte de um projeto desenvolvido pelo setor de Assistência Social da Modulada, que solicita a doação deste tipo de material. No entanto, a contribuição é facultativa. “Entendemos que seria interessante trazer a comunidade para conhecer a Modulada, e aqui me refiro aos alunos, porque, provavelmente, vão trabalhar, ou se interessar pela área. Por isso é importante conhecer o espaço, saber das dificuldades, e com isso a gente buscou fazer o projeto de material de higiene, que, obviamente, não é obrigatório, mas fica livre para que possam trazer, porque temos muitas dificuldades com relação a material de higiene, principalmente para as mulheres, a maioria delas não recebe visitas”, explica uma das assistentes social da PMEI, Silvia Amaral. Para ela, é importante esse envolvimento dos estudantes, uma vez que, ainda que a Modulada seja considerada um modelo no Estado, também tem suas dificuldades no dia a dia. Por outro lado, Silvia lamenta que a comunidade ainda olhe para os detentos com preconceito, e optam por não colaborar.

cmyk

Curso de Libras é direcionado a servidores Teve Início, ontem, o curso de Libras promovido pela Coordenadoria da Mulher, com o apoio das secretarias municipais de Educação (Smed) e Saúde (SMS). A atividade é direcionada aos servidores públicos municipais e tem por objetivo proporcionar aos servidores o contato com a Língua Brasileira de Sinais, melhorando a qualidade do atendimento nos serviços públicos mais acessados pelos deficientes auditivos. O curso é ministrado pela intérprete educacional Sandra Maira

Amaral Zaltron. Buscando disponibilizar o acolhimento necessário para esse público nos serviços do poder Executivo, o curso terá carga horária de 20 horas, na Sala de Reuniões da Coordenadoria da Mulher. Ao todo foram ofertadas 21 vagas, para servidores da Smed, SMS, Coordenadoria da Mulher e Câmara de Vereadores. O curso encerra-se nesta sexta-feira, e faz parte da programação dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher.

Professores e acadêmicos de Direito visitam a Penitenciária Modulada de Ijuí

“A nossa vida é muito tênue, hoje eu trabalho neste espaço, estou nele, mas conhecemos pessoas que nunca se imaginaram estar aqui dentro e por um momento de deslize acabam aqui. Nunca se sabe se em algum momento poderemos estar visitando alguém que está aqui dentro”, salienta. É justamente essa situação que Silvia descreve como a principal dificuldade relacionada ao regime fechado. “A dificuldade é que muitas pessoas têm o olhar para o prisional de que todas as pessoas que estão ali deveriam ser extirpadas da sociedade”, comenta e acrescenta que os detentos ficam felizes com as visitas e as doações. “Eles ficam gratificados ao perceber que os alunos estão aderindo ao projeto, participando e vindo conhecer. Temos que entender que eles estão privados da liberdade, o resto eles têm que

ter o mínimo, o Estado tem que garantir.” Sobre a reinserção social daqueles que já cumpriram sua pena e estão em dia com a Justiça, Silvia tem uma opinião bastante contundente. “Estamos ainda engatinhando, a gente sabe, pela própria questão social, do País que a gente vive no momento, que quando se fala em progressão de regime, a inserção deles no mercado de trabalho, nos espaços, está muito difícil, porque está difícil para todos. Teria outras formas de trabalhar? Talvez tivessem. Talvez trabalhar com as famílias de forma diferente, para que possam ser inseridos. Muitos deles estão há muitos anos presos e acabam perdendo o contato, muitos deles são de cidades longe de Ijuí e acabam perdendo o contato, temos muito trabalho a fazer, sim”, comenta.

Profissionais falam sobre rotina do bebê Mamadas frequentes, troca de fraldas, curativo em coto umbilical e o banho do bebê irão fazer parte do dia a dia da família. Estes foram os temas abordados no encontro da última semana do 28º Clube da Gestante da Unimed Noroeste/RS. Logo após o parto, seja normal ou cesárea, a mãe já vai aconchegar o bebê em seu seio para a primeira mamada. “É recomendado que o bebê seja amamentado na primeira hora de vida”, explica a coordenadora de Enfermagem do Hospital Unimed, Danieli Ciotti, que ministrou os módulos juntamente com enfermeira Ananda Hoffmann. Para as profissionais, a calma e a tranquilidade são aliadas para o sucesso da amamentação, além da preparação das

10

O curso é ministrado pela intérprete educacional Sandra Maira Amaral Zaltron

SAE realiza atendimento em horário especial hoje Segundo o Boletim Epidemiológico de HIV e Aids de 2016, a epidemia no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 19,1 casos, a cada 100 mil habitantes. Isso representa cerca de 41,1 mil casos novos ao ano. Mas na faixa etária de 20 a 24, a taxa de detecção da infecção triplicou: subiu de 16,2 casos por 100 mil habitantes, em 2005, para 33,1 casos em 2015. “Usar camisinha é uma atitude de cuidado com a gente e com quem a gente ama”, alertou o médico e youtuber, Dr. Maravilha. O Brasil tem avançado no controle da Aids, tendo alcançado melhoras significativas em

todos os indicadores. O alcance das metas de 90% das pessoas testadas, 90% tratadas e 90% com carga viral indetectável até 2020, estabelecida pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids), é um dos resultados mais expressivo das ações de combate ao HIV e Aids no País. Com o intuito de também avançar nos índices positivos relacionados à infecção, o Sistema de Atendimento Especializado (SAE) de Ijuí, realiza hoje, amanhã e na quinta-feira, atendimento em horário especial até as 21h, para intensificar testes rápidos, que podem ser agendados pelo telefone 3331 8891.

Coordenadora de Enfermagem, Danieli, ministrou os módulos com a enfermeira Ananda

mamas durante toda a gestação, com cuidados específicos para cada tipo de mamilo e a realização de banhos de sol ou de luz. Dicas de segurança e a forma

adequada para o banho do bebê foram apresentadas na segunda parte do módulo, que envolveu também troca de fraldas e curativo em coto umbilical.

Realização de testes rápidos acontece até as 21h, durante três dias


Acontece

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

11

O mundo do circo

C

erca de mil pessoas prestigiaram, na noite de domingo, o espetáculo "O mundo mágico do circo", na Sogi. Promovido pela Academia Movimento, muitas luzes e cores encantaram os presentes, que aplaudiram as apresentações das crianças e adultos. Durante o espetáculo, a Cia circence Burzum, de Santo Ângelo, fez intervenções com malabarismos e contorcionismos. No momento final da noite, a diretora geral Lorena Cossetin fez uma homenagem aos seus professores, agradeceu aos pais dos alunos e à plateia. Ela também recebeu flores de seus professores e alunos.

A diretora cultural Lorena Cossetin homenageou seus professores e também foi homenageada por eles e pelos alunos de sua Academia Movimento

A Cia Circence Burzum fez intervenções durante as apresentações

A coreografia Despertar foi premiada em festivais de Panambi e Santa Rosa As malabaristas

Sofia Busnello encantou no solo As palhacinhas

A prisão da minha mente, solo de Helena Brum

As ciganinhas

Palhaços no forró

Coelhinhas na cartola

Domingueira no Gervi

Cachorro-quente

Le Mond

Gervi é referência regional em domingueiras. O grupo Amigos para sempre promove sua domingueira festiva no dia 11 de dezembro, em comemoração aos 14 anos de fundação do grupo. Haverá um almoço de confraternização para os associados e convidados, logo após, às 14h início da domingueira com duas bandas: Musical Mensagem, e às 16h Gilmar & Euzebio e banda, até as 23h. Casais que chegarem até as 15h30 ganham uma cerveja, e individual, um refrigerante. Haverá sorteio de vários brindes para os presentes. Contato com Ieda pelo telefone 9717-3311.

O Lions Clube de Ijuí fará seu Festival do Cachorro-Quente que começa na próxima segunda e segue até 23 de dezembro, no pátio situado na esquina das ruas José Bonifácio e Ernesto Alves. A renda será revertida para entidades carentes e assistenciais de Ijuí.

A loja Le Mond promove hoje, amanhã e quinta-feira o evento "Le Mond + Index com você". Hoje, acontece a Noite da Beleza, com palestra do cirurgião plástico Valentim Pizzoni, a partir das 19h. Até quinta-feira, haverá programação com sorteio de presentes aos participantes.

Recital Novo Tom Na próxima quinta-feira acontece o recital comemorativo de final de ano da Associação Cultural Novo Tom. Será a partir das 20h, na Primeira Igreja Batista. A entrada é aberta ao público.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

12

ENFEITES DE NATAL

Instalação elétrica requer cuidado Faz parte da tradição natalina o uso de luzes para embelezar e iluminar residências, comércio e ruas das cidades no final de ano. Pela tradição católica, a montagem da Árvore de Natal, assim como a decoração de fachadas com as clássicas lâmpadas coloridas, deve começar em 30 de novembro, quando se inicia o tempo do advento. Para garantir que as festividades de fim de ano ocorram com segurança, economia e alegria, a Rio Grande Energia (RGE) dá algumas dicas. Antes de iniciar a decoração das fachadas e instalação dos enfeites nas Árvores de Natal, é importante verificar as condições dos fios dos pisca-piscas. É comum que, ao longo do tempo após vários anos de uso, os cabos do enfeite fiquem ressecados ou rompidos. Nestas condições, a RGE recomenda a compra de um novo enfeite para evitar choques elétricos, curtoscircuitos e até incêndios, além de que gerem gastos desnecessários no consumo de energia elétrica. Outra precaução de segurança é checar o estado das instalações elétricas antes de ligar qualquer enfeite natalino à tomada, verificando

se a capacidade e a resistência dos condutores, tanto da fonte de energia quanto dos enfeites em si, são compatíveis com a carga elétrica requerida. Assim, o consumidor deve ficar atento às informações sobre potência, tensão de alimentação e instruções de uso que constam nas embalagens dos pisca-piscas. Certifique-se de que os enfeites sejam de boa qualidade, certificados pelo Inmetro. Essa certificação garante maior segurança, por assegurar que os equipamentos foram submetidos a vários testes antes de chegar ao mercado. Lembre-se de realizar as instalações do piscapisca sempre com ele desligado da tomada. Não é recomendada a colocação dos enfeites luminosos próximos a piscinas ou em locais molhados. Em áreas sujeitas a chuvas, o consumidor deve estar atento aos modelos de pisca-piscas resistentes à água. A pessoa também deve evitar, a todo custo, instalar a decoração natalina com os pés ou mãos molhados, dado o risco de choque. Dentro de casa, o alerta é para

Artesanato também é uma fonte de terapia O artesanato mais do que a valorização da arte, também é utilizado para complementação da renda e, mais do que isso, como terapia. Exemplo disso são os próprios Centros de Referência em Assistência Social (Cras), que desenvolvem a arteterapia como os usuários. “O artesanato é uma terapia para aquelas pessoas que se aposentam e estão em casa sem saber o que fazer, por exemplo, é um resgate”, conta a artesã Maria do Carmo Weinert Schroer, professora aposentada. Desde 2006, ela produz e comercializa diversos produtos artesanais, mas sua especialidade são os aventais personalizados para homens e lixeiras para carros. Assim como os outros 51 integrantes da Associação dos Artesãos do Brique da Praça (Abriq), Maria do Carmo expõe

seus trabalhos na Praça da República, nos fins de semana. “É uma verdadeira terapia, porque une o útil ao agradável, dependendo do dia a venda não é tão favorável, mas somente de estar lá, ver os amigos, conversar com as pessoas, é gratificante, é um motivo para continuar participando”, conta. A presidente da Abriq, Sandra Maria Debessaitys, recentemente reeleita para seu segundo mandato, há mais de 30 anos trabalha com artesanato e reforça as palavras de Maria do Carmo. “A Praça é uma vitrine, a partir da exposição dos trabalhos, as vendas deslancham, mas é preciso persistência. Só comecei a vender, quando fui para a Praça”, acrescenta. Para ser sócio da Abriq, basta ter a carteira de artesão e pagar uma taxa mensal, irrisória, para manutenção das despesas da entidade.

Sandra e Maria do Carmo contam a importância do artesanato para suas vidas

cmyk

Charlie Koldt Engenheiro

Verificar as condições dos fios dos pisca-piscas garante mais segurança às festas

que as crianças tenham acesso vigiado à Árvore de Natal, pois elas podem sofrer choque elétrico

ou provocar acidentes ao mexer nos enfeites. Antes de sair de casa, é importante desligar os enfeites

Deula-Brasil aplica prova para estagiários

Ao todo, 35 candidatos participaram da prova seletiva, no último sábado

A prova seletiva da DeulaBrasil foi realizada no último sábado, no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ijuí (STRI). Ao todo, 35 candidatos e candidatas, do RS, Santa Catariana e Paraná, participaram do processo de acesso a uma vaga de estágio de um ano em propriedades rurais alemãs, entre agosto de 2017 e julho de 2018. Por meio do Programa de Aperfeiçoamento Profissional em Agropecuária na Alemanha, os estagiários selecionados realizam atividades práticas em propriedades alemãs, em diferentes áreas que incluem pecuária leiteira, suinocultura,

produção de grãos e energias alternativas, entre outras. “Observamos um bom nível dos candidatos. Eles preencheram os pré-requisitos necessários. Pretendemos divulgar o resultado desta prova até o dia 15 de dezembro”, conta o presidente da Deula-Brasil, Erlo Endruweit. “Agora, a próxima etapa para os candidatos é a preparação dos documentos, eles têm até março para complementação de documentos.” Depois, os selecionados para o estágio participam de um seminário preparatório no mês de abril, e embarcam para Alemanha no mês de agosto de 2017.

MÉTODO CIENTÍFICO Responsável por transformar em conteúdo aquilo que observamos, o método científico é o grande responsável pelo avassalador avanço tecnológico da humanidade. É com ele que conseguimos tornar replicável algum fenômeno observado na natureza de forma metodológica e com base em dados coletados. SUBJETIVIDADE O diferencial causado pelo método científico ocorre, pois nossas impressões não são isentas, o que nos torna vítimas da subjetividade. Se sofrermos um acidente de trânsito podemos temer andar de carro por toda a vida. Se desejamos muito ficar ricos, apostamos em jogos praticamente impossíveis de ganhar. Isso ocorre sem analisarmos os números, sem avaliarmos metodicamente, nos amparamos unicamente em subjetividades, no sentimentalismo. É uma consequência do fato de que muitas vezes nosso cérebro é incapaz de processar tantos dados e levantar todas a variáveis de um fenômeno de forma tão rápida e assim, sua defesa aos riscos é agir de acordo com o que sente. MATEMÁTICA Aqui entra a matemática. Nada mais metodológico e objetivo do que ela. Não por acaso, é uma das principais ferramentas do método científico. Achar uma equação numérica que descreva um fenômeno tira toda e qualquer subjetividade ou relativização, torna-o replicável e, portanto, dominado. E O BRASIL? Segundo o Fórum Econômico Mundial, de Genebra, após anos de depredação do ensino, o Brasil se encontra hoje na 133ª posição, entre 139 avaliados, no ranking de qualidade em matemática e ciências. Esse é o dado. Porém, indiferente a isso, o país encontra resistência em implementar mudanças no ensino nacional. Pessoas que bradam por “mais educação” mostram-se indiferentes a essa realidade. Agem apenas de forma sentimental, fundamentados em discursos prontos e enlatados, sem qualquer amparo empírico e metodológico. CONSEQUÊNCIA Não há qualquer surpresa: estudantes que não aprendem matemática e ciência e que, portanto, jamais entenderam ou aplicaram o método científico para construírem conhecimento, são incapazes de aplicar essa metodologia no seu dia-a-dia. Tornam-se presas fáceis dos demagogos, peritos em usar discursos sentimentalistas para alcançarem seus objetivos. LIBERDADE É verdade que é a subjetividade e o sentimentalismo que nos tornam humanos, porém é o método científico e o apreço aos dados que nos mostram a verdade, e somente ela que nos libertará.


Notícias

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

DENGUE

RS relança campanha de combate ao Aedes aegypti

A SES divulgou os números atuais das doenças transmitidas pelo mosquito

Aos moldes do que ocorreu em 2015, a Secretaria Estadual da Saúde (SES), o Telessaúde e o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul relançaram a campanha #RSContraAedes, a fim de orientar a população e os profissionais da saúde a respeito do mosquito Aedes aegypti e das doenças que ele transmite. Com a chegada do verão, a proliferação do inseto aumenta e, pensando nisso, o Estado colocou à disposição da população o telefone 0800-644-6543, para a população esclarecer dúvidas com médicos e enfermeiros; o site www.rscontraaedes.ufrgs.br, para consultas de informações; e um aplicativo chamado #RSContraAedes, que tem um alerta para verificação de locais de criadouros. Até a última semana de

novembro, a SES confirmou 2.430 casos de Dengue, 69 de febre Chikungunya e 85 de Zika vírus. O número de casos notificados deDengue foi maior em relação a 2015, com o dobro de confirmados. Das 2.430 confirmações em 106 municípios em 2016, 2.154 foram contraídas no Estado. Para o secretário da Saúde, João Gabbardo dos Reis, "esse é um processo difícil e complicado que exige uma série de tecnologias e especialidades para se fazer avaliação e investigação das causas possíveis de infecção". Gabbardo alertou também para a importância das prefeituras darem continuação às ações de combate ao mosquito, ainda que na troca da administração após as eleições municipais. O número de casos notificados de Dengue foi maior em relação

ao ano passado, com o dobro de casos confirmados. Das 2.430 confirmações em 106 municípios durante o ano de 2016, 2.154 (89%) dos casos foram contraídos no Estado e 182 (7%) importados e 94 (4%) aguardam definição de Local Provável de Infecção (LPI). A maior concentração é na região Noroeste. A febre Chikungunya, maior preocupação para o Rio Grande do Sul por causa de uma tendência nacional de aumento de casos, teve 69 casos confirmados, dos quais três foram contraídos em Ibirubá, Alegrete e Ijuí. Nas infecções por Zika vírus, foram confirmados 85 casos, sendo 44 autóctones, das cidades de Frederico Westphalen, Santa Maria, Ivoti, Rondinha, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Ijuí, Santo Ângelo e Caxias do Sul.

Convênio garante conclusão de estrada

13

"A pesquisa vai continuar", diz secretário Para o secretário daAgricultura, Ernani Polo, a extinção da Fepagro é uma medida que a atual realidade do Estado exige. Ele garante que a pesquisa agropecuária será preservada, com a criação de um departamento, a exemplo do que ocorria até 1994. Ao ser questionado porque o governo chegou à conclusão de que é necessário extinguir a Fepagro, Polo ressalta que irá buscar um novo modelo, que é o que vinha sendo praticado até 1994. "A pesquisa vai continuar, até porque ela é importante. Por várias décadas, a pesquisa foi feita em um departamento. O que está se propondo agora é uma mudança na atividade-meio. A secretaria vai fazer a parte administrativa, e a pesquisa será preservada". Segundo ele, o governo vai buscar fazer convênios com a secretaria. "A Embrapa, por exemplo, em vez de conveniar com o CNPJ da pesquisa, faz com a secretaria. Talvez se tenha um pouco mais de mão de obra, mas a gente está buscando uma otimização", explica o secretário. Sobre os laboratórios, ele ressalta que cumprem papel fundamental e serão preservados. "Talvez algumas unidades não tenham mais necessidade. Isso tem

Ernani Polo

que se avaliar. Não tem por que o Estado manter uma estrutura se não tem retorno. Tem algumas unidades em que nem são feitas pesquisas, como Rio Grande", salientando que "a criação da Fepagro não foi um erro. Acho que teve uma função. A forma como a gente vivia 20 anos atrás era diferente. Se não tivermos algumas mudanças, a situação vai ficar ainda mais crítica. Ninguém gostaria de estar fazendo isso, mas a realidade exige".

Santa Catarina está em situação de emergência A cidade de Florianópolis ainda está em situação de emergência, decretada no último domingo pelo prefeito César Souza Junior. A capital catarinense foi atingida por ventos que chegaram a 118 quilômetros por hora na noite de sábado e madrugada de domingo. Segundo a prefeitura, o vendaval é o maior ocorrido nos últimos dez anos na cidade. A Defesa Civil do município registrou cerca de 130 quedas de árvores, um deslizamento de terra na Rua da Represa, no Morro do Quilombo, e vários

destelhamentos de casas. O sul da ilha está entre os bairros mais prejudicados. A expectativa da prefeitura é que a normalização da cidade possa levar até dez dias. A causa da ventania, segundo o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Epagri/Ciram), foi a ação de um ciclone (sistema de baixa pressão) na área oceânica, próximo ao litoral de Santa Catarina. O fenômeno climático "manteve o vento de sudeste e sul, intenso e persistente, deixando o mar muito agitado".

Convênio com Daer garante conclusão de estrada municipal em Santo Ângelo

Os moradores do distrito de Buriti, em Santo Ângelo, puderam finalmente comemorar a conclusão de uma obra que teve início no final dos anos 1980. A pavimentação do acesso à localidade foi inaugurada em solenidade que contou com a presença de integrantes da Secretaria dos Transportes e do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). Para asfaltar os 10,6 quilômetros da estrada, foram

investidos R$ 5,7 milhões. Do valor total, o Daer aplicou R$ 4,6 milhões e o R$ 1,1 milhão restante ficou sob responsabilidade do município. "Além deste, estamos retomando outros 13 convênios com municípios, em sintonia com a determinação do governador José Ivo Sartori de entregar obras importantes para o Estado", salientou o secretário Pedro Westphalen. De acordo com o diretor de Infraestrutura Rodoviária

do Daer, Luciano Faustino, o município buscou a parceria com o departamento, que entendeu a necessidade de concluir o acesso a Buriti para estimular o crescimento econômico da cidade. “Com o financiamento do BNDES e os devidos ajustes contratuais, conseguimos um bom ritmo de ações de pavimentação de rodovias, inclusive no programa de convênios municipais”, afirmou.

Vendaval deixa capital catarinense em situação de emergência

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

SEGURANÇA PÚBLICA

"Salas do Inferno", diz Schirmer sobre presídios

O secretário da segurança do Rio Grande do Sul, Cézar Schirmer, afirmou, em entrevista à Rádio Gaúcha, na noite do último domingo, que os presídios gaúchos podem ser comparados com "salas do inferno". De acordo com Schirmer, a situação nos presídios gaúchos é delicada e que ainda não conseguiu visitar todos os locais no Rio Grande do Sul. Segundo ele, o principal problema que levou ao caos no sistema prisional gaúcho é o tráfico de drogas."As drogas são sempre o problema. As mortes, os homicídios, só acontecem em razão da droga, do tráfico, do consumo", afirmou. Durante o programa, diversas mensagens chegaram pelo WhatsApp sobre a insegurança na Capital e no Rio Grande do Sul. Segundo Schirmer, os criminosos estão "seguros" em Porto Alegre, enquanto a população vive com medo. "Nós estamos trabalhando para melhorar a segurança em Porto Alegre, que é o município que mais sente a insegurança no Estado", afirmou.

De acordo com o secretário, já há um acerto com o Piratini sobre o lançamento de um edital para concurso público para a Superintendência dos Serviços Penitenciários do Rio Grande do Sul (Susepe), que deve ser divulgado nos próximos dias. Conforme Schirmer, mais de um município demonstrou interesse de receber o presídio federal. Segundo ele, as negociações estão em andamento e não há detalhes sobre o atual estágio do processo. " Como os servidores que trabalham nesses locais são federais e recebem um valor razoavelmente maior, as prefeituras estão demonstrando interesse em receber o presídio, mas não há nenhuma definição ainda", afirmou. O secretario Schirmer reafirmou que 14 problemas impedem a abertura total do presídio de Canoas. Segundo ele, seis desses problemas são extremamente importantes e não podem ficar de lado para a abertura do local. O Centro de triagem de Porto

Polícia descobre laboratório de drogas A Polícia Civil descobriu, neste final de semana, um local utilizado como espaço de produção da droga conhecida como “special K”, feita com medicamentos veterinários, em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A operação do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) foi realizada ao longo da madrugada no bairro Tarumã. Dois homens foram presos em flagrante no momento em que produziam a substância. A dupla era investigada há um mês, conforme a Polícia Civil. A ação ocorreu após mais de quatro horas

de campanas e acompanhamento dos investigados. O delegado Maurício Barison, titular da 4ª Delegacia do Denarc e coordenador da ação, esclareceu que os policiais surpreenderam os criminosos no momento em que prepararam a substância. A droga é feita com ketamina, substância analgésica que, depois da transformação, é misturada com cocaína, e inserida em cápsulas. Foram apreendidos 17 frascos de ketamina líquida, cinco gramas de cocaína, grande quantidade de cápsulas gelatinosas para inserir medicamentos e mais de R$ 1,1 mil em dinheiro.

PC descobriu laboratório de drogas pesadas no Estado

cmyk

Cézar Schirmer

Alegre deverá estar pronto em 20 dias, segundo o secretário. De acordo com Schirmer, o local já está em construção. O espaço está localizado no Instituto Psiquiátrico Forense, na zona leste de Porto Alegre. O valor estimado da obra é de R$ 300 mil.

14

Operação Papai Noel reforça policiamento A Brigada Militar vai ampliar o policiamento em áreas de comércio durante o período de Natal em todo o Estado. A Operação Papai Noel foi lançada na manhã de ontem no Centro de Porto Alegre. O objetivo é coibir assaltos ao comércio, a instituições bancárias e a clientes nos momentos de maior circulação de pessoas. A maior preocupação da BM é com a faixa de horário entre o final da tarde e início da noite. Para isso, a corporação pretende se necessária até dobrar a circulação de policiais a pé, a cavalo ou de moto nessas regiões. Haverá o pagamento de horas extras e o deslocamento de parte do efetivo de outras partes da própria cidade nos horários definidos. "Nesse período do ano, as pessoas convergem no final da tarde para as áreas de comércio, então apenas dobramos o efetivo para convergir de acordo com a demanda da sociedade. É a mesma coisa que a Operação Golfinho.

São três mil homens no Litoral, mas porque são quatro milhões de pessoas que se deslocam do interior para aquela região", explica o coronel Andreis Dal Lago, subcomandante-geral da Brigada Militar. A Operação Papai Noel tem abrangência estadual e irá focar as demais cidades gaúchas onde também houver maior concentração de público realizando compras. A ação começa hoje e vai até 31 de dezembro, com exceção de Gramado, onde se estende até 15 de janeiro. No lançamento, o secretário estadual da Segurança, Cezar Schirmer, também entregou 47 novas carabinas calibre 556 de fabricação brasileira à Brigada Militar. O investimento é oriundo do governo federal. Na mesma ocasião, Schirmer ainda adiantou que terá novo encontro com o Exército. Uma das ideias é ampliar ações do patrulhamento das Forças Armadas - hoje restritas ao Parque da Redenção - para mais áreas de Porto Alegre.

PLANTÃO AVIÃO AGRÍCOLA - Um homem morreu na queda de um avião agrícola nesse fim de semana, em Santa Vitória do Palmar, no Sul do Estado. De acordo com os Bombeiros, Itamar Cabelereira Diniz, 39 anos, aplicava defensivos agrícolas em uma lavoura de soja quando a aeronave bateu em dois cabos de alta tensão. O avião perdeu uma asa e acabou caindo próximo do quilômetro 560 da BR-471. Ele ainda foi socorrido no local, mas acabou morrendo. O corpo do homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Rio Grande. O sepultamento deve ser em São Borja, cidade natal da vítima.

VIOLÊNCIA - Primeiro fim de semana de dezembro foi um dos mais violentos das últimas semanas. Foram 30 mortes violentas entre a sexta-feira e as primeiras horas de ontem. As autoridades contabilizaram 14 homicídios, 14 mortes no trânsito (mais informações na página 15), e uma pessoa afogada. Os números vêm se repetindo no ano e isso é atribuído à crise na segurança que o Rio Grande do Sul atravessa.

Policiamento deverá receber reforço neste mês, se não em efetivo, em horas-extras

Assalto termina em mais um tiroteio na Capital Criminosos armados renderam funcionários e clientes e assaltaram a agência do banco Santander, no bairro Petrópolis, em Porto Alegre. Dois tiros foram disparados contra vidros da parte externa. O crime ocorreu próximo das 16h de ontem e mobilizou grande contingente policial nas buscas. Segundo a Polícia Civil, o assalto foi cometido por um grupo de seis bandidos. Quatro deles já estavam dentro da agência e outros dois aguardavam na parte externa. Eles renderam os três vigilantes, ferindo um deles, que entrou em luta corporal com um dos criminosos. Ele foi atingido por socos no rosto e não corre risco de vida. A dinâmica do crime demonstra a ousadia dos assaltantes. O

delegado Joel Wagner, da Delegacia de Roubos do Departamento de Investigações Criminais, ressalta que a quantia levada provavelmente foi baixa, já que o cofre do banco não foi aberto. "Região de bastante movimento, em horário de expediente. É uma ação que eles não levam muito dinheiro, por não haver tempo para pegar o que tem no cofre ou nos terminais eletrônicos, só do caixa de atendimento", ressaltou. Durante as buscas, que contam com o helicóptero da BM, um veículo idêntico ao usado na ação foi encontrado. Ele estava abandonado na Rua B, no Bom Jesus. Na região, três homens foram presos pela BM portando munição de fuzil. Eles serão levados para reconhecimento das vítimas.


Notícias

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

MÃO ARMADA

Ainda sem resposta, PC investiga mais um roubo

Um intervalo de menos de 48h foi suficiente para as autoridades policiais de Ijuí registrarem dois roubos à mão armada. Depois do delito registrado em uma lotérica, localizada na Rua 13 de Maio esquina com a Ernesto Alves, o sábado foi a vez de um supermercado no bairro Alvorada. Dois homens armados renderam funcionários e subtraíram quantias não reveladas, antes de saírem a bordo de um Volkswagen Fusca. Até o fechamento desta edição, ninguém foi preso. Embora os casos não aconteçam com a recorrência de outrora, roubos a estabelecimentos voltaram a acontecer em Ijuí. Um mês e um dia depois de uma ação em um famigerado posto de combustíveis, na baixada da Rua do Comércio, foi a vez da lotérica no Centro da cidade. No fim de semana foi a vez de um supermercado localizado na Rua Emil Glitz. A reportagem tentou o contato com o proprietário do supermercado, mas não obteve êxito. Conforme registrado em ocorrência, o crime aconteceu por volta das 21h, quando dois

PLANTÃO FORAGIDO - Está recolhido ao sistema prisional de Ijuí, Rogério Rodrigues, 27 anos. Ele foi preso no último domingo pela Brigada Militar do município, após uma denúncia anônima. Contra Rogério havia um mandado de prisão expedido pela Comarca de Ijuí. Rogério foi preso nas imediações do Hospital de Caridade de Ijuí (HCI), na Rua Osvaldo Cruz. FORAGIDO - Dois delitos aliados foram suficientes para prender um elemento neste domingo, em Ijuí. Conforme revelado pela Brigada Militar, uma guarnição foi chamada devido a um caso de descumprimento de medidas protetivas. Ao chegar ao local, os PMs se depararam com o acusado saindo na direção de um Chevrolet Celta. Ao realizarem o acompanhamento por uma distância de mais de 1km, os PMs resolveram abordá-lo. Na abordagem, constataram o condutor e acusado com visíveis sinais de embriaguez. Ele foi preso em flagrante e conduzido até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, onde teve uma fiança estipulada em R$800. O valor foi pago, e o elemento deve responder o inquérito em liberdade.

Roubo em posto de combustíveis, no início de novembro, segue sem resposta

homens, bastante agressivos agiram antes de sair rumo ao desconhecido. O local possui câmeras de monitoramento e as imagens deverão corroborar no inquérito policial. O caso registrado na sextafeira também segue sem resposta. Dois homens, um em posse de uma faca e outro em posse de um revólver, renderam clientes

e funcionários e levaram valores não informados pela gerência da casa - nesse caso, no entanto, os criminosos teriam usado uma motocicleta para agir. A reportagem também tentou o contato com a Polícia Civil, mas por estarem em diligências, não atenderam o Grupo JM. Os respectivos casos estão sendo investigados.

15

Fim de semana contabiliza 14 mortes no trânsito O intervalo entre a última sexta-feira e a segunda foi o suficiente para deixar um rastro de 14 mortes no trânsito do Rio Grande do Sul. Na região de Ijuí, uma colisão transversal matou um jovem de 17 anos ainda na tarde de sábado. Já em nível de região Noroeste, uma colisão frontal na ERS-305, em Horizontina, matou mais um e deixou outros três feridos. A Polícia Rodoviária Federal de Ijuí atendeu um acidente na tarde de sábado, envolvendo Mateus Ferreira, 17 anos. Ele conduzia uma motocicleta e tentou atravessar a BR-392, na localidade de Esquina União, interior de São Pedro do Butiá. Ao tentar a manobra, acabou colhida por um Fiat Palio, placa de Roque Gonzales. O menor foi levado até o Hospital de Santo Ângelo, mas não resistiu aos ferimentos. A condutora do automóvel, que percorria a rodovia sozinha, não se feriu. Também no sábado, mas fora

da alçada do policiamento rodoviário federal, uma colisão frontal entre um Chevrolet Kadett, com placas de Horizontina, invadiu a pista contrária na altura do km 24e colidiu frontalmente com uma caminhonete Nissan Frontier, com placas de Dr. Maurício Cardoso. Cristiano Alexandre Weher, 29 anos, conduzia o Kadett e morreu na hora. A carona ficou ferida, assim como outro casal ocupante da caminhonete. Embora os grandes danos, os ferimentos não tiveram gravidade e todos foram liberados ainda no sábado. A Polícia Rodoviária Estadual de Santa Rosa atendeu o acidente e as causas serão investigadas. As últimas duas mortes foram atendidas em Viamão, onde duas pessoas morreram depois de uma colisão frontal entre uma caminhonete Land Rover e um Palio na BR-116, em Jaguarão, no sul do Estado. As vítimas estavam no Fiat, não resistiram aos ferimentos e morreram presos às ferragens.

Operação da BM recupera trator furtado na região Um homem foi preso de posse de um trator furtado no final da tarde deste domingo, no interior de Santo Cristo. A apreensão do maquinário foi fruto de uma força-tarefa inclusa na Operação Combate. A ação foi desencadeada na localidade de Bom Princípio Baixo, em Santo Cristo. Conforme repassado pela

Brigada Militar, o trator Massey Fergusson, o qual era o produto de furto de uma propriedade do município de Senador Salgado Filho. O veículo foi recolhido ao autoguincho, e a dono da propriedade foi preso em flagrante. Após ser levado do plantão da Polícia Civil de Santa Rosa, foi ouvido e liberado. Ele deve responder o inquérito em liberdade.

Homem é preso com cigarros contrabandeados Policiais da Operação Avante/ Fronteira/Combate ao Abigeato/ Contrabando e Descaminho, prenderam um homem que transportava em um veículo uma carga de cigarros de origem estrangeira. A prisão e a apreensão ocorreram por volta das 22h30 do final do domingo, na localidade de Esquina Fink, no interior do município de Porto Lucena. Os policiais abordaram um veículo com placas do município de

Viamão, na Região Metropolitana gaúcha, e localizaram no interior do carro 14 caixas de cigarros da marca Classic, de origem paraguaia. O motorista, um jovem de 22 anos e a carga foi encaminhado para a Polícia Federal de Santo Ângelo. O caso já está sendo investigado. Em contato com a Polícia Federal de Santo Ângelo, o delegado revelou que o culpado já é investigado em diversos casos envolvendo o contrabando.

Agentes da PRF de Ijuí atenderam acidente com morte no sábado, na BR-392

PRF prende homem com dólares em acidente A PRF recuperou uma caminhonete clonada e apreendeu $52 mil sem procedência ao atender acidente na BR-386, em Carazinho.Ao verificarem uma Chevrolet Tracker, constataram a condição de roubado em Porto Alegre.

Em buscas realizadas no veículo, os agentes encontraram o valor na bolsa do condutor de 32 anos, que não apresentou procedência. Juntamente com o dinheiro, ele foi levado até a Polícia Federal de Passo Fundo.

Agentes da PRF foram chamados para acidente e constataram o delito

cmyk


Esporte

Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Racing vence nos Veteranos O Racing F.C. venceu o Flamengo da Linha 11 Norte por 4 a 2, nos pênaltis na última sexta-feira no Ginásio de Esportes Wilson Mânica após empate de 3 a 3 no tempo normal e conquistou o título do Campeonato Municipal de Futsal Veteranos de Ijuí. A partida foi equilibrada e agradou o bom público presente no Ginasião. Paulo Baier marcou os três gols do Flamengo. Jair, Lúcio e Juliano anotaram os gols do Racing. Antes da decisão os atletas das duas equipes e a arbitragem fizeram um minuto de silêncio em homanagem às vítimas do desastre aéreo na Colômbia que matou a delegação da Chapecoense, jornalistas e tripulação. A classificação final ficou assim: campeão,Racing F. C.; vice, Flamengo da Linha 11 Norte; terceiro, Boleiros Futsal e quarto lugar,Arsenal Baterias Goi. O Campeonato de Futsal, Divisão Única tem a disputa de três partidas hoje no Ginásio Wilson Mânica. A partir das 19h serão disputados estes jogos: Sport Club PC x Golden Ball/ Supergasbras; Afumisa Climaq x Atlético Vila Glória; e Boleiros Futsal x Ouro Verde. Amanhã serão realizadas estas partidas: Independência Futsal x Paladino F.C. e E.C. Bahia x City Hotel/ Clip Santo Antônio.

GRÊMIO É MUITO FAVORITO Começa o jogo contra o AtléticoMG e o Grêmio é campeão. O Atlético-MG faz 1 x 0 e o Grêmio é campeão. O Atlético-MG faz 2 x 0, a decisão vai para os pênaltis e o Grêmio continua podendo ser campeão. Nada que impeça o Atlético-MG de sair com o título da Arena. Time que tem Robinho e Prato é sempre um perigo. Todavia, a vantagem gremista é muito grande. Somente uma noite de apagão ou soberba para o Grêmio não ser campão da Copa do Brasil. Racing conquistou o título do Campeonato Municipal de Futsal Veteranos. Time derrotou o Flamengo da Linha 11 nos pênaltis

Finalistas homenagearam as vítimas do desastre aéreo que matou integrantes da Chapecoense, jornalistas e tripulação

Jogadores do Juventude dos Goi e do Flamengo da Vila Santo Antônio realizaram um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do acidente de Medellín, na Colômbia

cmyk

Renato Marsiglia renato.marsiglia@tvglobo.com.br

Juventude e Flamengo avançam no Distrital

O Campeonato Distrital de Futebol de Ijuí conheceu domingo no Rincão dos Goi os dois últimos semifinalistas. No primeiro jogo, o Juventude dos Goi venceu por 1 a 0 o Flamengo de Vila Santo Antônio, gol de Jorge. Na segunda partida, o Flamengo da Linha 11 Norte goleou o São José de Alto da União por 3 a 0. Os

16

gols foram marcados por Paulo Baier, Felipe Dallabrida e Arilson. Os dois times vencedores garantiram vaga nas semifinais da competição, juntamente com as equipes do Floresta e Chorão, que já tinham garantido a vaga. Na rodada de Rincão dos Goi , as equipes envolvidas realizaram uma homenagem com um minuto

de silêncio às vítimas do acidente aéreo que envolveu a equipe da Chapecoense. Os jogos de ida das semifinais serão disputados no próximo domingo no campo do Ijuí da Linha 8 Leste. Na primeira partida, às 14h45, se enfrentam Chorão e Juventude dos Goi e às 16h30, Floresta x Flamengo da Linha

11 Norte Os jogos de volta serão disputados no dia 18 de dezembro, no campo do Chorão. A competição deste ano tem sido marcada por bons jogos. O público tem comparecido em bom número aos locais das partidas no interior, motivando ainda mais os jogadores.

VIDA QUE SEGUE Nada de anormal que Chapecoense e Atlético-MG não queiram jogar na última rodada. Adicionado ao aspecto emocional, nada mudará na tabela para nenhum dos dois caso seja aplicado um "WO Duplo". Todavia, os demais jogos da rodada devem acontecer normalmente. Afinal, a vida continua mesmo com imensa tristeza. Inaceitável é usar a dor de uma tragédia sem precedentes para mascarar uma "virada de mesa". Isto é simplesmente inominável. A PROPÓSITO... As infelizes declarações dos dirigentes e jogadores, fez com que o Brasil inteiro se revoltasse contra o Inter. Normal. Só que nesta revolta incluíram a ação do clube no STJD contra a escalação de Vitor Ramos pelo Vitória. Ora, se o Inter acha que tem direitos, cabe ao STJD julgar e a ninguém pré-julgar. Se der certo, ótimo para o Inter e se não der, azar. Ações na Justiça Desportiva são comuns, em que um lado perde e outro ganha. Simples. CHAPECOENSE É CAMPEÃ A CONMEBOL confirmou oficialmente o que já se sabia, desde que o Atlético Nacional de Medellin abriu mão da disputa da Copa Sul-Americana em favor da Chapecoense. O time catarinense entrará direto na fase de grupos da Libertadores/2017, receberá o prêmio de R$ 7 milhões e ainda disputará a Recopa com o Nacional, visto que este é o atual campeão da Libertadores. Serão dois jogos cheios de simbolismo, em que o povo brasileiro poderá retribuir o carinho que os colombianos tiveram conosco no momento mais duro da tragédia.


Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

17

DOIS TOQUES

Chapecoense é declarada campeã

Carlos Alberto Padilha

esporte@jornaldamanhaijui.com

COMOÇÃO- Já acompanhei ao vivo finais de Campeonato Gaúcho, Brasileirão, Libertadores, jogos importantes de Grêmio, Inter e o São Luiz, mas nunca tinha presenciado um momento tão triste como o visto sábado em Chapecó. A despedida da delegação da Chapecoense foi marcada pela emoção e não poderia ser diferente. Todos os torcedores ouvidos pela reportagem foram unânimes: "Essa ferida não vai cicatrizar tão facilmente." O que diferencia a Chape de outros clubes que jogam o Brasileirão e grandes competições, é a proximidade e o carinho que existia entre os jogadores e a torcida. A cidade situada no oeste de Santa Catarina se vestiu de verde e preto para a despedida seus guerreiros. Um dos gestos mais emocionantes foi quando dona Alaíde, mãe do goleiro Danilo foi cumprimentar os jornalistas, mostrando uma força muito grande para suportar a dor da perda do seu filho. O mundo chorou com a comunidade de Chapecó na despedida dos seus heróis. A negligência de alguns acabou com o sonho do clube mais simpático do Brasil. MUDANÇA-O jogo festivo que seria disputado no próximo dia 9 de dezembro no Estádio 19 de Outubro envolvendo atletas que jogaram nos juvenis do Esporte Clube São Luiz com a presença do lateral-direito Fabiano Leismann, campeão brasileiro e autor do gol da vitória de 1 a 0 do Palmeiras sobre a Chapecoense no domingo dia 27 não será mais disputado. O coordenador das categorias de base do Rubro Adilson dos Reis disse que o atleta não poderá participar da partida. Fabiano está muito consternado com o acidente da Chapecoense que vitimou vários colegas. Fabiano começou nos juvenis do São Luiz e depois se transferiu para a Chapecoense chamando a atenção do Cruzeiro e do Palmeiras. COBERTURA- A Rádio JM e o Jornal da Manhã acompanharam a despedida da torcida da Chapecoense dos seus guerreiros. A forte chuva complicou o trabalho dos jornalistas, mas não tirou motivação de realizar uma cobertura interessante aos leitores e ouvintes.Um abraço para o pessoal da Lokarauto, sempre prestando um serviço muito eficiente.

A Chapecoense, que na semana passada perdeu jogadores, comissão técnica e dirigentes no trágico acidente aéreo na Colômbia, foi declarada campeã da Copa Sul-Americana. O título foi confirmado no início da tarde de ontem pela Conmebol após reunião entre os representantes dos 10 países que integram a entidade. Além de premiar o time catarinense com o maior título de sua história, a decisão da Conmebol renderá a Chapecoense uma importante quantia financeira neste momento de reconstrução. Com o título declarado, o clube garantirá cerca de US$ 5 milhões em premiações no total. "A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que o Conselho da Conmebol, em sua qualidade de autoridade permanente encarregada de fazer cumprir os estatutos da instituição, decidiu declarar a Associação Chapecoense de Futebol campeã da edição de 2016 da Copa SulAmericana", explicou a Conmebol em nota. Com o título, a Chapecoense

disputará em 2017 a Libertadores pela primeira vez em sua história, e entrará diretamente na fase de grupos. O clube também se garantiu na Recopa Sul-Americana do ano que vem, justamente diante do Atlético Nacional, da Colômbia, com quem estabeleceu uma relação de irmandade neste momento doloroso. Por fim, os catarinenses jogarão, também na próxima temporada, a Copa Suruga, contra o campeão da Copa da Liga Japonesa, o Urawa Red Diamonds. Ao decretar a conquista da Chapecoense, a Conmebol também estabeleceu que o clube catarinense receberá "todas as prerrogativas esportivas e econômicas" que o título garante. Desta forma, não só o time catarinense garantirá os US$ 2 milhões (cerca de R$ 7 milhões) pela conquista, como também as quantias referentes à classificação para a Libertadores, para a Recopa e para a Copa Suruga. Parte fundamental nesta decisão da Conmebol, o Atlético Nacional também foi reconhecido pela entidade. No comunicado, a con-

Chapecoense perdeu atletas, dirigentes e comissão técnica no acidente da Colômbia

federação anunciou que dará ao clube colombiano "o reconhecimento extraordinário do prêmio 'Centenário Conmebol para o Fair Play'". "Para a Conmebol, não há maior prova de 'espírito de paz, compreensão e jogo limpo', lis-

tados como objetivo de nossa instituição, que a solidariedade, a consideração e o respeito exibido pelo Club Atlético Nacional da Colômbia com seus irmãos da Associação Chapecoense de Futebol do Brasil", explicou a nota da Confederação.

Trabalho de reconstrução será longo O caminho de reconstrução da Chapecoense deverá ser longo, mas para um clube acostumado a superar obstáculos, a tragédia de Medellín será vencida. O Jornal da Manhã ouviu sábado em Chapecó, pessoas próximas à agremiação que falaram sobre o desafio. O radialista Sérgio Badalotti, da Rádio Chapecó prevê muitas dificuldades. Ele afirmou que não adianta as pessoas acharem que vão reconstruir um time, um grupo de uma hora para outra porque não é tão simples assim. Segundo ele, o trabalho da Chape durou seis, sete anos para montar a diretoria. O desafio maior é formar um grupo diretivo igual ao que vinha comandando o clube e morreu no acidente aéreo. Badalotti lembrou que time de futebol, a direção até pode montar, mas o elenco de 2016 não era apenas uma equipe e sim um grupo muito unido com liderança forte. Disse que nunca viu um grupo assim. O resultado de campo começa lá fora. "Esses meninos deixaram uma mensagem, a lição de que existe amor entre as torcidas. A

gente somente se une na hora da dor, mas não precisa ser assim. O grande legado deste time é de que o ser humano tem salvação, bom coração, tem alma. O que aconteceu aqui transcende o mundo do futebol onde a gente vê muita guerra, briga de torcidas, rivalidade. Não tem sentido. Todo mundo é igual, tem uma hora que você está bem, na outra está mal. A vida é um sopro". Cleiton Dona, mascote da Chapecoense disse que o clube perdeu um pedaço, mas nada acabou ainda. Vai continuar guerreiro eternamente. " A ficha não tinha caído ainda, mas chegou o fim deste pesadelo. A gente estava se segurando a semana inteira, tentando enganar a si mesmo. A Chape é a minha segunda família. Eu amo este clube e agora de uma hora para outra a gente acorda e vê que aconteceu essa tragédia. A ferida vai cicatrizar e vamos continuar a vida. A nossa torcida vai ajudar. Somos uma família". Cleiton, o Índio Guerreiro comentou que os torcedores abraçaram a equipe desde o acesso da Série D até chegar à Série A. "A pergunta era o que

Mascote Cleiton disse que a Chapecoense perdeu um pedaço, mas continuará forte

o tem este time, qual é a magia deste clube que em pouco tempo cresceu muito? Afirmou que a família sempre esteve em primeiro plano. O mascote disse que recebia um abraço do técnico Caio Júnior antes e depois dos jogos. Laurimar Giaretta, do Jornal a Folha do Bairro lembrou que a Chapecoense vivia um momento mágico, ganhando a simpatia de todos pela sua organização e

um vínculo muito grande com o Norte do Rio Grande do Sul. "Até pouco tempo se ouvia falar de pessoas que torciam para o Inter ou Grêmio. A Chapecoense ocupou este espaço. Hoje você conversa com as crianças de 10, 11 anos, elas não têm o segundo time. Torcem para a Chape". Laurimar lembrou que a trajetória do clube sempre foi marcada pela superação e não será diferente agora.

Despedida teve presenças ilustres O presidente Michel Temer, o técnico da Seleção Brasileira, Tite, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Marco Polo Del Nero, os ex-

jogadores Clarence Seedorf, exAjax, Milan e Botafogo e Puyol, ex-Barcelona compareceram ao velório coletivo das vítimas do acidente aéreo que ocasionou na morte de 19 jogadores da Chape-

coense, comissão técnica, tripulantes e integrantes da imprensa. O presidente do Inter Vitorio Piffero também compareceu à despedida na Arena Condá. Os sepultamentos aconteceram no

domingo. Em Porto Alegre foram realizadas as cerimônias de adeus a Matheus Biteco, Denner, Fillipe Machado e Kempes. Josimar, após ser velado em Pelotas, foi sepultado na Capital.

cmyk


Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

HISTÓRIA

Mamífero pré-histórico é achado na Argentina está completo", mas foi possível identificar "distintas partes anatômicas". Dentro da carapaça havia restos espalhados, o quadril e as vértebras, detalhou o paleontólogo. Apesar de os gliptodontes poderem chegar a medir até dois metros, o achado é "um dos menores", com um tamanho de cerca de um metro e meio. "É um animal relativamente frequente e o contexto no qual foi encontrado é analisado como se estuda a cena de um crime", acrescentou. Como a cidade de Rojas não conta com um museu com as características necessárias para abrigar o fóssil, a fundação da fábrica Almar estuda instalar "um espaço" para que o fóssil possa ser exibido onde foi encontrado.

cmyk

Nascido na Cidade Maravilhosa

(?) sexual de menor: o crime de pedofilia

Cerveja de alta fermentação comum na Inglaterra

Correr, em inglês Risos (Internet)

Discurso de enaltecimento Na (?), forma de preparo de peixes Sentimento de angústia Braço, em inglês

Peça que auxilia o trabalho do escultor

502, em romanos Saudação de despedida Interjeição de apoio Prejudicar propositalmente

Figura temida pelo colecionador de arte

A atômica possui o formato de cogumelo Que foi tomado como modelo A pessoa perseguida por “paparazzi”

Efeito dado pelo modelador de cabelos Estado que acomete o doente de cama

Banda Tipo de vipaulista de nho muito rock dos consumido anos 80 no verão

Oscar Niemeyer, arquiteto carioca

Batman, em relação a Alfred (HQ)

Meu, em francês Pão de (?), doce

Estimativa (abrev.)

Epitácio Pessoa, político paraibano Moeda corrente na Espanha até 2002 Que teve seu valor excedido (fem.)

BANCO

Antecessor do CD A 1ª nota musical

A M O

De (?) a z: do início ao fim

Coulomb (símbolo) Empresa que controla a filial Dom (abrev.)

45

Solução

C T P A T R C A R I O U T G E L A L V A Z I O FE A D I T A

Valdir revela a Tião que foi Salete quem o denunciou. Tião concede um empréstimo financeiro para Magnólia. Helô incentiva Salete a contar a Pedro que Tião matou Zelito. Jéssica pede ajuda a Salete, que fica revoltada ao ver o estado da filha. Beth tenta expulsar Vitória da casa de Augusto. Tião pressiona Marco Guerra a não empregar Helô. Salete denuncia Tião para o delegado. Antônio e Ruty Raquel revelam para Gigi que estão namorando. Magnólia recebe uma intimação da Polícia Federal. Bruno e Jéssica se declaram um para o outro. Valdir revela a Tião que foi Salete quem o denunciou.

Motivo para inclusão do nome no SPC

“De Frente com (?)”, programa de TV

C O M B I U N S A T D I I VE M L P L D E O N C I D A

A Lei do Amor- Globo

O do veículo com tecnologia flex pode ser álcool ou gasolina

C IN I T G A R R A S D N U O F D A M M O E S L A

Lázaro se declara para Diana. Léo discute com Gui, que humilha Diana. Léo termina seu romance com Diana, e Néia comemora. Diana pensa em Gui. Vanessa conta que Gui e Diana se beijaram, e Júlia fica arrasada. Gui se explica para Júlia. Nicolau conta para Roberto que entrou para uma banda. Marisa afirma a Alex que irá namorar Nicolau. Néia pede para Lázaro acabar com o sofrimento de Léo. Gui afirma que sua banda irá superar o sucesso de Léo. Lázaro descobre que Gui e Diana se beijaram. O pai de Wellington exige que o filho deixe a banda. Chiara torce para que seus pais voltem a morar juntos. JF decide entrar para a banda formada por Gui. Yasmin e Néia se preocupam com a carreira de Léo. Lázaro se declara para Diana. Gui fica orgulhoso com a apresentação da banda, mas Gordo não gosta.

O indivíduo de modos rústicos (fig.)

S O C C A I O A B E U S SO O R I M I T A D O

Rock Story - Globo

© Revistas COQUETEL

Membro Instrumende clube to semelhante Neste à lira lugar

I L R A E A P

Globo Loretta conhece Lenita. Milena e Peppino comemoram a volta de Loretta. Mieko consola Yumi. Dora conversa com Vanda sobre seu casamento com Tiago. Loretta tenta se aproximar de Vittorio. Vittorio conta para Lenita que Loretta voltou para o Brasil. Ana Clara comenta com Patrick que acredita que Carol esteja interessada em César. Alice diz que Wagner vai ficar afastado da empresa e César fica apreensivo. Dora vende vestidos para Yumi. Patrick lembra de um comentário feito por César antes da explosão nas traineiras e conta para Mario. Loretta conhece Lenita.

Impresso publicitário que decora cinemas Cantora mineira de “Pássaro de Fogo” Financiamento desejado pelo atleta

S A B O T A R

Sol Nascente -

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

A R M N O F A L O N D D E E PE S E S E X T

NOVELAS

Mamífero é achado após mais de 10 mil anos enterrado

3/arm — loa — mon — run. 6/cítara — peseta. 8/falsário.

Um gliptodonte, mamífero pré-histórico, foi achado sob o solo de uma fábrica da província de Buenos Aires após ficar mais de 10 mil anos enterrado, informou na quinta-feira à Agência Efe Damián Voglino, paleontólogo do Centro de Registro do Patrimônio Arqueológico e Paleontológico (Crepap). O fóssil foi achado há aproximadamente 15 dias na cidade de Rojas, a 240 quilômetros da capital, quando operários trabalhavam na abertura de um poço nas imediações da fábrica Almar. "Eles se deram conta que havia algo raro, uma estrutura porosa e branca. Imediatamente pensaram que podia ser um resto fóssil", relatou Voglino. O mamífero pré-histórico achado "não

18

Horóscopo Áries Ao colocar sua energia de forma construtiva, a tendência é você conseguir se afirmar nos momentos certos. É tempo de delimitar as fronteiras do seu território, respeitando o espaço dos demais. Touro Ninguém melhor do que você sabe que seu futuro só depende do que se faz agora. A forma com que lida com os sentimentos molda sua experiência. É tempo de ser espontâneo. Gêmeos É possível que você esteja mais sensível, e as emoções estejam oscilando. Assim há maior possibilidade de descontrole. É tempo de testar cada ação para que possa garantir bons resultados. Câncer Se as transformações estiverem se dando se forma desordenada, elas podem trazer algum nível de sofrimento. Um mínimo de preparo se faz necessário. É tempo de se organizar emocionalmente. Leão Quando os conflitos se materializam, é preciso se preparar para enfrentá-los. É tempo de utilizar cada obstáculo como um recurso de autoafirmação, que se dá por meio da determinação. Virgem Para que possa viver as coisas de forma nova, é preciso deixar de lado a tendência de repetir comportamentos. É tempo de promover as mudanças que prometem trazer uma liberdade inimaginável. Libra A generosidade torna o cuidado com o outro uma prioridade. Essa atitude estimula os bons relacionamentos e o aproxima das pessoas. É tempo de mostrar que um simples gesto faz diferença. Escorpião Apesar das dificuldades, você se sente em harmonia consigo mesmo e suas energias fluem com menos resistência. É tempo de olhar as adversidades como chance de amadurecimento. Sagitário A flexibilidade pode trazer o entendimento de que existem muitos caminhos que levam ao mesmo lugar. Não há apenas uma forma de se fazer. É tempo de enxergar a vida de outros ângulos. Capricórnio Ao sentir que está com dificuldade na comunicação, o melhor é clarear as ideias e falar. Mesmo o que parece difícil de ser traduzido. É tempo de viver as relações de forma espontânea. Aquário Quando você não tem motivação para se movimentar, nada vai tirá-lo do lugar. Para atingir os objetivos, é preciso atitudes firmes. É tempo de buscar o que o inspira a ir adiante. Peixes Se as oscilações de humor estiverem presentes, é preciso encarar as insatisfações e não se perder no fluxo de sentimentos incontroláveis. É tempo de abrir os olhos para o lado simples da vida.


Jornal da Manhã

Terça-feira, 6 de dezembro de 2016

David Antônio dos Santos Contador | Perito Contábil

DÁ PRA CONFIAR NOS DEPUTADOS? PP, PT, PMDB, PDT, PC DO B uniram-se, para na calada da noite, ludibriar a sociedade brasileira que tinha depositado as suas esperanças na Câmara dos Deputados. Lamentavelmente o que a gente viu foi uma desconfiguração completa das propostas das medidas contra a corrupção, ficando de pé, objetivamente, apenas as medidas de estatísticas e a criminalização do caixa 2, um processo de desconstrução e destruição daquilo que a sociedade produziu. Veja as propostas retiradas pelos deputados: -Acordos de leniência Os deputados rejeitaram a proposta que previa que os acordos de leniência (espécie de delação premiada em que empresas reconhecem crimes em troca de redução de punição) fossem celebrados pelo Ministério Público. -Enriquecimento ilícito de funcionários públicos Outro trecho retirado tornava crime o enriquecimento ilícito de funcionários públicos e previa o confisco dos bens relacionados ao crime. -Reportante do bem' Previa a criação da figura do "reportante do bem" para incentivar o cidadão a denunciar crimes de corrupção em qualquer órgão, público ou não. Como estímulo, o texto dele previa o pagamento de recompensa em dinheiro para quem fizesse isso. -Prescrição de penas Também foram derrubadas às mudanças para dificultar a ocorrência da prescrição de penas, que é quando o processo não pode seguir adiante porque a Justiça não conseguiu concluí-lo em tempo hábil. -Confisco alargado' Com o objetivo de recuperar o lucro do crime, o texto previa o chamado "confisco alargado", em casos como o de crime organizado e corrupção para que o criminoso não tivesse mais acesso ao produto do crime para que não continuasse a delinquir e também para que não usufruísse do produto do crime. -Acordos entre defesa e acusação Outro ponto que não passou foi o que permitia a realização de acordos entre defesa e acusação no caso de crimes menos graves, com uma definição de pena a ser homologada pela Justiça. O objetivo era tentar simplificar os processos. -Responsabilização de partidos O plenário rejeitou pontos do relatório que previam a responsabilização dos partidos políticos e a suspensão do registro da legenda por crime grave. E trouxeram essa famigerada situação de ameaça, de cala-boca, de agressão ao trabalho dos investigadores brasileiros. Creio que a Câmara perdeu a chance de prestar um serviço ao Brasil. E, movidos por uma sede de vingança contra o MP e contra o Judiciário, acho que começaram uma crise institucional que deve se agravar nos próximos meses. -Abuso de autoridade Além de retirarem diversas propostas, os deputados incluíram no projeto a proposta de punição de juízes e membros do Ministério Público por abuso de autoridade.

19

PATRIMÔNIO PÚBLICO

Sede do Glória é alvo de vandalismo A sede esportiva do bairro Glória vem sendo alvo frequente de vandalismo. Segundo o presidente do bairro, Acácio Amaral, não é a primeira vez que o prédio é depredado. “Isso é patrimônio público, o bairro tem CNPJ, tem estatuto. Hoje, alugamos a sede do bairro apenas para comprar os vidros. Realizamos a troca hoje, em duas semanas estão quebrados novamente”, relata. O presidente do bairro diz não saber o motivo das depredações, embora, segundo ele, os responsáveis pelo vandalismo sejam menores de idade. Uma hipótese é que as depredações tenham motivos pessoais, de modo que denigram a imagem do presidente. “O moço que cuida a sede, pede para eles cuidarem, para jogar futebol no campo, mas eles não atendem. Eles vêm jogar bola, quebram os vidros, dizem que pode chamar a Brigada (Militar), pois são todos menores de idade. Às vezes o pai e a mãe não têm culpa, mas eles estão depredando locais da comunidade”, disse, recordando

o exemplo do vandalismo nas lixeiras do bairro Storch. “Isso é dinheiro nosso, nós estamos pagando isso”. Não é apenas a sede do bairro Glória que tem sofrido com o vandalismo. O presidente cita a época de construção do novo prédio do Creas, onde também era alvo frequente de vândalos, onde, até portas foram depredadas. Essas depredações implicam no aumento do orçamento para reparar os estragos. Acácio cita uma “tristeza” da comunidade ao avistarem as depredações. Ele também cita que conseguiu academia para a comunidade, porém, o vandalismo continua. A direção tenta encontrar uma saída para isso, o presidente acredita que deveria ser aplicada uma “punição” a quem depredar o local. Ele também afirma que o valor arrecadado em aluguel da sede para eventos, é quase integralmente usado no pagamento dos vidros. “A minha ideia é que deveríamos criar uma lei. Exemplo, se você bebe e bate o carro, você vai preso e tem

Bom Abrigo desenvolve programa com óleo

Em torno de 1,5 mil litros de óleo de cozinha são coletados a cada dois meses

O Instituto Lar Bom Abrigo tem um programa de recolhimento de óleo de cozinha, tendo a reciclagem como base. O programa é realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e busca mostrar à população que coisas sem utilidade podem ter futuro com a reciclagem. A entidade tem apenas um ecoponto em Ijuí, na sede do instituto. Quem quiser doar óleo de cozinha deve se dirigir até o local. Segundo a coordenadora do projeto, Marli Gaspar são poucas as pessoas que têm aderido ao programa. Também são escassas as empresas que colaboram com o programa. “Os empresários preferem vender o óleo de cozinha a

doar, eles faturam mais com isso. Eles não têm muita preocupação com o lado social”, afirma. Para a realização do programa, o Lar tem parceria com uma empresa da cidade de Torres. Lá, o óleo usado de cozinha se torna, principalmente, em tintas e rações. Segundo Marli, o Lar envia cerca de mil e quinhentos litros de óleo de cozinha a cada dois meses. Marli explica que o Lar está tentando expandir o programa, porém, o ritmo de adesão ainda é lento. “O ritmo de adesão é lento. Muito por conta do cultural das pessoas, que ainda preferem jogar o óleo de cozinha no ralo, e não sabem das consequências que isso traz para as gerações futuras”, finaliza.

Vidros da sede do bairro Glória quebrados é cena recorrente para a comunidade

que pagar a fiança. A pessoa quebra um vidro, leva para a delegacia e faz pagar. Eles destroem, depredam e nós que pagamos. Alugamos a sede para igrejas, chás de fralda, entre outros eventos. Priorizamos

o bem-estar dos moradores, que pedem para que à noite não haja muito barulho. Vou pedir para a juventude não fazer isso, senão vamos gastar todos os valores apenas em vidros”, disse.

Programa Mesa Brasil já atende 4,2 mil pessoas O programa Mesa Brasil é uma rede nacional de banco de alimentos, e é desenvolvido junto ao Sesc. Segundo a coordenadora, Ana Paula Garcia, o programa tem como grande diferencial a função de capacitar as entidades beneficiadas para recolher, não dependendo de intermediário muitas vezes, de forma que também trabalha com oficinas culinárias. Hoje, o programa atende cerca de 4,2 mil pessoas, 3 mil regularmente. Além de Ijuí, o programa atende nove cidades na região, Ajuricaba, Alegria, Augusto Pestana, Chiapetta, Jóia, Panambi, Santa Rosa, Santo Ângelo e Santo Augusto.

Segundo a coordenadora, uma logística é definida para o caminhão passar coletando os alimentos. São 58 doadores, somados entre sistemáticos e eventuais, destacando-se as famílias do programa agricultura familiar. “Às vezes as pessoas têm sobras em casa, e ligam para o Mesa Brasil. Nós vamos até lá e recolhemos os alimentos”, disse Ana. O programa Mesa Brasil é um programa de fundo social, que tem como objetivo principal levar uma alimentação mais nutritiva às pessoas que não têm condições. O Mesa Brasil também promove a Campanha Prato Cheio. Esta, também tem como objetivo a arrecadação de alimentos.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA O presidente do Centro Cultural Regional Italiano – CECRI, no uso de suas atribuições estatutárias e de acordo com Estatuto Social do CECRI, convoca todos os associados votantes e em dia com as suas obrigações sociais para se reunirem em Assembleia Geral Ordinária a ser realizada no dia 16 de dezembro de 2016, tendo por local Il Nostro Canton, situado no Parque de Exposições Wanderley Burmann, BR 285 Km 454, nesta cidade de Ijuí, às 19h em 1º convocação e às 19h30 em 2º convocação, a fim de deliberarem sobre a seguinte Ordem do Dia: - Eleição e posse da nova diretoria para o biênio 2017 e 2018. Ijuí RS, 6 de dezembro de 2016. Dirceu Antônio Allegranzzi Presidente Centro Cultural Regional Italiano

cmyk


www.jmijui.com.br

nO MunDO DO CIRCO

REGIME FECHADO

Assistente Social fala sobre a realidade na área da Saúde dentro da Penitenciária Modulada Estadual de Ijuí | 10

Servidores de Ijuí recebem capacitação em Libras

Espetáculo de dança da Academia Movimento reuniu cerca de mil pessoas na Sogi | 11

Coordenadoria Municipal da Mulher promove ação para melhorar o atendimento de quem necessita dos serviços. | 10

Mais um roubo à mão armada é investigado Menos de 48h depois do assalto a lotérica, um supermercado de Ijuí foi alvo de bandidos. Casos seguem sem respostas. | 15

DIA DE vEstIbulAR

RACInG É CAMPEÃO

Familiares tiveram atrações especiais na Unijuí, no domingo | 7

Racing venceu o Flamengo da Linha 11 Norte no futsal veteranos | 16

EDITORIAL | 6 Apesar da difícil missão de descrever os sentimentos que permeiam a tragédia, a palavra mais eloquente no momento é tristeza.

cmyk

Sitepaginas 6  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you