Issuu on Google+

ANO 10 • Nº 111 • MAIO DE 2012

SEMANA

SANTA

Confira como foram as celebrações na paróquia

Pág.

05

FORMAÇÃO

FINANÇAS

AGENDA

O desafio da educação não está somente na escola

A saúde também está no equilíbrio das finanças

Programe-se para as atividades de maio na Pág. Paróquia

Pág.

03

Pág.

04

facebook/jornalchavedesaopedro

07


PALAVRA DO PADRE

SAIBA MAIS

Um novo tempo:

O que é a PASCOM?

“A Chave de São Pedro” POR PE. EDMILSON DA SILVA

Um novo tempo pode trazer variadas sensações. A nostalgia do passado, a insegurança frente ao futuro incerto, o desafio em encarar o novo. Depende como cada um elabora as perdas e ganhos da vida. Mas a cada dia que passa penso que a vida é muito mais que uma contabilidade de perdas e ganhos e sim uma experiência única de amor e gratidão a Deus e aos irmãos. Pensando nisso em primeiro lugar, agradeço todas as mãos que ao longo do tempo prepararam o jornal informativo a Chave de São Pedro. Tenho certeza de que ele fez muito bem a muitas pessoas levando formação, informação e continuará sendo a voz da Paróquia São Pedro e de todas as forças vivas de nosso bairro. Quando tomei posse na Paróquia dia 12 de outubro de 2010, o jornal já estava fora de circulação, esperando um novo direcionamento. Depois de um ano, agora é tempo de 02

retomar o trabalho, realizar um relançamento da Chave de São Pedro, com um novo design, formato e tiragem padrão de 3.000 exemplares, a serem distribuídos para os nossos paroquianos. Também queremos que se estenda a todo bairro do Tremembé para que todos conheçam a evangelização da Paróquia e comunidades por meio dos artigos de formação escritos por especialistas convidados; pela equipe do jornal formada por jornalistas e designers gráficos; e agentes de pastoral que acreditam na força da comunicação. Estamos abertos às sugestões de pauta, assuntos de interesse da comunidade, que serão avaliados pelo conselho editorial e, se possível, a publicação. Temos consciência de que é um trabalho árduo que não se faz sozinho, por isso cada ajuda é muito valiosa. Que a Chave de São Pedro abra para todos os tesouros materiais e espirituais necessários às nossas vidas.

PASCOM é a forma abreviada de Pastoral da Comunicação. É a mais nova equipe da Paróquia São Pedro. O objetivo, sobretudo, é o de levar a palavra de Deus e as obras de caridade desenvolvidas na paróquia e comunidades a todos, de maneira a facilitar o fluxo das informações internamente (entre as pastorais); entre a comunidade e a Igreja e entre a Igreja e a comunidade. A retomada do jornal “Chave de São Pedro” está sendo o primeiro passo para o aprimoramento dessa comunicação comunitária. O próximo passo será a informatização, a fim de integrar a comunidade por meio das redes sociais e reformulação do site da paróquia. Mas isso só será possível com o apoio dos paroquianos que são convidados a contribuir junto à Equipe da PASCOM que hoje é formada por jornalistas, designers gráficos, redatores, fotógrafos que também pertencem à Paróquia São Pedro. Fale conosco pelo email: pascomspedro@gmail.com e mande suas sugestões.

jornalchavedesaopedro

Deus abençoe, Pe. Edimilson da Silva

Pároco Paróquia São Pedro e Jornalista MAIO 2012


FORMAÇÃO

Por que acolher é tão importante?

Acolher é abrir espaço para o outro no interior de si mesmo

POR IRMÃ HELENA CORAZZA, FSP*

Acolher é abrir espaço no interior de si mesmo para deixar o outro fazer parte de nossa vida. Dizer isso é tão simples. Praticar é tão difícil! Faz parte de nós estarmos constantemente nos relacionando com os outros. Seria difícil viver sem esse contato social que nos alegra e nos preenche e, em algumas vezes nos machuca. Quem já não experimentou a alegria de estar com outras pessoas, de sentar-se junto delas, falar da vida, dos problemas, das alegrias e conquistas? Até mesmo, jogar conversa fora? Como é bom e prazeroso estar com outro ser humano e sentir-se acolhido!

Nós precisamos nos sentir gente e juntos, com outras pessoas. É uma tendência natural a abertura ao semelhante, tanto na família, tanto no trabalho, quanto em outros momentos da vida. Se esta é, portanto, uma tendência natural, deveríamos estar em atitude de quem acolhe. Mas nem sempre é assim; por que será? Porque nós seres humanos, enquanto somos, por natureza voltados ao outro, para fora, temos outro movimento que nos centra em nós mesmos, em nossos interesses, no egoísmo, na busca do bem pessoal, sem importar-nos com o outro ou sentindo-o como

ameaça. Essa tendência nos torna infelizes porque nos fecha ao outro. As consequências do não acolhimento se repercutem, antes, em nós mesmos(as). Tornamo-nos pessoas fechadas, pouco abertas ao outro, muitas vezes com o sorriso difícil. Por vezes, parece que o sol se esconde e predomina uma névoa escura. O mundo se torna cinzento em nós e ao nosso redor. A imagem do sol que brilha e irradia pode ilustrar o quanto o acolhimento é importante, primeiro para quem o dá. Em segundo, pode transformar uma pessoa triste e isolada, em alguém capaz de relacionamen-

tos, capaz de se fazer feliz pelo outro, independente de trocas ou reconhecimentos. Cada pessoa que acolhe, primeiro aceita a si mesma e depois deixa que o outro torne-se uma luz que ilumina a sua vida. E essa luz, por sua vez, torna-se energia cativante ao seu redor que, aos poucos, iluminará o mundo. Acolher é importante, por isso é preciso começar a cada dia. Vale a pena!

* Irmã Paulina, autora do livro e do DVD “Acolher é comunicar”, Paulinas.

O desafio da educação O primeiro desafio foi desenvolver um tema tão abrangente em poucas linhas. Se olharmos a educação por seus diversos ângulos, perceberemos que estamos sempre aprendendo sobre ela. Ser aprendizes nos ajuda a nos posicionarmos de maneira abrangente sobre o tema. Podemos olhar a educação de maneira formal - escolar; ou de maneira informal, como a que se dá no lar, nos clubes, na igreja. Para educar na atualidade é preciso livrar-se de saudosismos (“no meu tempo era diferente”), e mergulhar no que a educação tem de melhor: ensinar a aprender e aprender a ensinar. Esta expressão não guarda um mero jogo de palavras, mas circunda uma realidade da qual nós precisamos nos apoderar. Educar, na nova concepção de educação, requer FACEBOOK.COM/ JORNALCHAVEDESAOPEDRO

despertar o educando a descobrir suas riquezas, possibilidades, disposições, qualidades, condicionamentos e limitações pessoais, orientando-o e contribuindo para que ele possa encontrar o sentido da vida e alcançar a felicidade. Além de ajudar o educando a descobrir quem é e o que tem, é preciso perceber como poderia levar a vida com prazer, em comum com seus semelhantes. Precisamos, pois, com urgência nos sentir responsáveis pela Sociedade, Igreja, Família, pelo ato de educar. Todos estamos neste processo e não podemos delegar nossas responsabilidades a outrem. Sinta-se, você, leitor ou leitora, agente de transformação no âmbito educativo dos que o cercam, pois se queremos um mundo melhor é preciso buscarmos juntos alternativas para enfrentar os desafios da educação.

Foto: Divulgação | SXC

POR IRMÃ CLAUDIA REIS

03


SAÚDE

FINANÇAS

Os 10 passos da saúde

distúrbios do trato digestivo, como a gastrite e a constipação intestinal. E, ainda, o controle de peso se torna uma consequência do hábito de uma alimentação equilibrada, explica a nutricionista mestre em Nutrição em Saúde Pública Erica Lie Araki. É evidente que ninguém está proibido de comer normalmente ou passar vontade de degustar algo que muito aprecia, só é preciso ter moderação e pensar na saúde na hora de escolher os alimentos. O Ministério da Saúde publicou

um guia para a população com os “10 passos da alimentação saudável”, que são indicações simples e que auxiliam muito na promoção de uma boa alimentação e nutrição. A respeito, é preciso entender que mudanças na alimentação não se dão rapidamente e sim a longo prazo e é sempre importante procurar um nutricionista para que este possa programar uma dieta personalizada, a fim de que as necessidades de cada um sejam alcançadas, alerta Erica.

10 passos da alimentação saudável Passo 1 - Faça pelo menos 3 refeições (café da manhã, almoço e jantar) e 2 lanches saudáveis por dia. Não pule as refeições. Passo 2 - Inclua diariamente 6 porções do grupo de cereais (arroz, milho, trigo, pães e massas), tubérculos, como as batatas e raízes como a mandioca (macaxeira, aipim) nas refeições. Dê preferência aos grãos integrais e aos alimentos naturais. Passo 3 - Coma diariamente pelo menos 3 porções de legumes e verduras como parte das refeições e 3

04

porções ou mais de frutas nas sobremesas e lanches. Passo 4 - Coma feijão com arroz todos os dias ou, pelo menos, 5 vezes por semana. Esse prato brasileiro é uma combinação completa de proteínas e é muito bom para a saúde. Passo 5 - Consuma diariamente 3 porções de leite e derivados e 1 porção de carnes, aves, peixes ou ovos. Retirar a gordura aparente das carnes e a pele das aves antes da preparação torna esses alimentos mais saudáveis. Passo 6 - Consuma, no máximo, 1 porção por dia de óleos vegetais, azeite, manteiga ou margarina. Fique atento aos rótulos dos alimentos e escolha aqueles com menores quantidades de gorduras trans. Passo 7 - Evite refrigerantes e sucos industrializados, bolos, biscoitos doces e

recheados, sobremesas doces e outras guloseimas como regra da alimentação. Passo 8 - Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa. Evite consumir alimentos industrializados com muito sal (sódio) como hambúrguer, charque, salsicha, linguiça, presunto, salgadinhos, conservas de vegetais, sopas, molhos e temperos prontos. Passo 9 - Beba pelo menos 2 litros (6 a 8 copos) de água por dia. Dê preferência ao consumo de água nos intervalos das refeições. Passo 10 - Torne sua vida mais saudável. Pratique pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias e evite as bebidas alcoólicas e o fumo. Mantenha o peso dentro de limites saudáveis. *Fonte: Ministério da Saúde. Extraído do Guia Alimentar: como ter uma alimentação saudável. Brasília: Ministério da Saúde, 31p.

Dívidas, contas e mais contas atrasadas. Sem dúvida, essa situação tira o sono que qualquer pessoa. Sobretudo, quando não se sabe exatamente em que nível a situação está e tão pouco como resolvê-la. Quando alguém chega a este ponto, sabe que precisa rever os seus comportamentos e de seus familiares, de maneira a cortar despesas e evitar fazer novas dívidas. A dica dos especialistas em Finanças Pessoais é que a pessoa endividada perca o medo de analisar e diagnosticar a sua situação financeira. Anote tudo o que está devendo a terceiros e analise o seu comportamento de compras, para evitar situações propícias para se gastar sem necessidade. Para chegar a um bom resultado: • Faça as contas analisando inclusive as menores despesas. • Negocie e centralize as dívidas sem deixar o orçamento muito apertado. • Comece, mesmo com dívidas, a projetar os seus objetivos e sonhos (mesmo que seja a quitação de uma dívida), para que, assim, você se motive a poupar. • Estabeleça objetivos de curto, médio e longo prazos em conjunto com a família, a fim de que todos colaborem para economizar. • Planeje-se para realizar mais sonhos! • Economize nos pequenos gastos. Acredite, estes fazem muita diferença no orçamento!

Foto: Divulgação | SXC

A todo o momento ouvimos falar sobre alimentação e cuidados com o corpo nos meios de comunicação, porém quase sempre há referências a novas dietas “mágicas” que muitas pessoas seguem, sem, no entanto, conhecer os riscos para a saúde. Ter uma alimentação saudável, sem duvida, é benéfico para todos, sobretudo para as pessoas que pretendem controlar ou mesmo prevenir doenças tão comuns como a hipertensão arterial, diabetes mellitus, colesterol elevado ou

passa pelo bolso

Foto: Divulgação | iStockphoto

Diferente de uma dieta da moda, uma alimentação saudável é acima de tudo uma questão de hábito e estilo de vida

A saúde

MAIO 2012


IS FOT MA

OK

NO

OS

VEJA

SEMANA SANTA

O FAC E B

QUEM CANTA, REZA!

O Pão da Vida és tu Jesus, o Pão do Céu! Na comunhão, Jesus Se dá no pão, O cordeiro imolado é refeição. Nosso alimento de amor e salvação, Em torno deste altar somos irmãos. O pão da vida és Tu Jesus, o pão do céu. O caminho, a verdade, via de amor Dom de Deus, nosso Redentor. Toma e come, isto é o meu corpo Que do trigo se faz pão, é refeição. Na Eucaristia, o vinho se torna sangue Verdadeira bebida, nossa alegria. Paulo Roberto

Missa do Lavapés, na Quinta-Feira Santa, reúne mais de 200 paroquianos Na Quinta-Feira Santa, a liturgia acompanhou os passos de Jesus na noite em que ele foi entregue à morte. Na espiritualidade da celebração, alguns dos ensinamentos essenciais da vida cristã foram apresentados, como, por exemplo, a nova e eterna aliança estabelecida por Jesus: o seu corpo e sangue, presentes no pão e no vinho consagrados. Na missa, que também é conhecida como a Missa do Lavapés, a liturgia nos propôs imitar o gesto de Jesus e “lavar os pés uns dos outros”. Ou seja, nos colocar a serviço do outro. “Jesus nos convida a ter parte com ele no serviço e não no poder, explicou, durante a homilia, padre Edimilson, pároco da Paróquia. Para ratificar esta ideia, após a missa a comunidade pôde se colocar em vigília e adoração ao FACEBOOK.COM/ JORNALCHAVEDESAOPEDRO

Santíssimo Sacramento da Eucaristia, até a meianoite, sob a luz do tema Fraternidade. O lema “Que a saúde se difunda sobre a terra” também mostrou a importância de acolher Jesus presente nos enfermos e, por meio do amor, curar. Este foi o remédio também usado por Jesus na cura física e espiritual do cego Bartimeu, de Zaqueu e de Maria Madalena. A liturgia do tríduo pascal teve continuidade na Celebração da Santa Cruz, na Sexta-Feira Santa. Neste dia, em toda a Igreja não se celebra a Eucaristia, apenas se contempla a santa cruz, em adoração. Por último, na noite do Sábado Santo, que é a “mãe de todas as vigílias, após as oito leituras que rememoram toda a história da Salvação, em uma belíssima celebração, o anúncio da Ressurreição devolve a alegria deste acontecimento

base da fé cristã à Igreja por meio do canto do “Aleluia”, após mais de 40 dias de Quaresma, junto aos demais cantos de júbilo entoados por toda a assembléia. A celebração nos permitiu concluir que Jesus para ser o maior se faz o menor: em um pequeno pedaço de pão, como nosso alimento, para nos fortalecer para os serviços do Reino de Deus. O mistério da morte e ressurreição de Cristo se atualiza em todas as missas, por meio da liturgia eucarística, que repete o gesto de Jesus, como ele pediu. 05


PASTORAL DO MÊS - BATISMO

Por que o

povo batiza? espantados. Não existe muita clareza a respeito das motivações e isso tira o brilho que o sacramento possui. Ao analisar porque o povo batiza, descobrimos que as motivações são muitas, algumas boas, outras insuficientes.

MOTIVAÇÕES BOAS 1) Necessidade do batismo para a salvação. 2) Necessidade do batismo para apagar o pecado original. 3) Deseja-se o batismo porque é um meio para nos tornarmos filhos de Deus. 4) Queremos o batismo para sermos cristãos, ou seja, seguidores de Cristo. 5) Batizamos porque é um meio de sermos membros da Igreja. 6) Quem batiza o filho com essas motivações está agindo certo. Todos esses motivos são válidos e importantes, é bom mantê-los juntos, pois um completa o outro. MOTIVAÇÕES INSUFICIENTES 1) Tem pessoas que pensam que o batismo seja um gesto milagroso, capaz de resolver todos os problemas - presentes e futuros. 2) Há pessoas que pensam que se não batizar a criança ela não terá saúde, que o batismo afasta as doenças, o mau olhado, etc. 3) Há aqueles que vêem o batismo como um ato social, só batizam para agradar os familiares e amigos. 4) Tem aqueles que simplesmente batizam para evitar problemas mais tarde com documentação se o filho for casar na Igreja Católica. 5) E outros motivos mais que não representam o verdadeiro significado desse sacramento.

Por isso, o Católico precisa estar convicto de suas motivações e assim proclamar, anunciar e catequizar os que questionarem a razão de sua fé!

*Fonte: “Os Sacramentos em sua Vida”, do Pe. José Bertolini.

06

Foto: Divulgação | SXC

O povo brasileiro, em sua maioria, é composto de batizados. É difícil encontrarmos alguém que não tenha recebido o primeiro dos sacramentos da iniciação cristã. Mas quando vamos analisar os motivos pelos quais o povo brasileiro batiza, ficamos um pouco

O que é o

Batismo? O batismo é um rito realizado, normalmente, com água sobre a forma de imersão, efusão ou aspersão. Está presente em vários grupos religiosos nos quais se destacam os Cristãos. Na Igreja Católica, o batismo é um sacramento de iniciação na fé da Igreja, através do qual o Sacrifício Pascal de Jesus Cristo se aplica às almas, tornando-as membros da Igreja e abrindo o caminho da salvação eterna. O Sacramento é, por assim dizer, sagrado e imprescindível para a salvação, segundo a palavra bíblica, em Marcos 16,16 “Quem crer e for batizado será salvo e quem não crer será condenado”. Batizar no grego pode significar também “imergir”, “banhar”, “lavar”, “derramar”, “cobrir” ou “tingir”, conforme outras citações bíblicas. Batizar foi uma das atribuições dadas por Cristo aos apóstolos, após a Ressurreição “Ide, pois, fazei que todos os povos se tornem meus discípulos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-as a observar tudo quanto vos ordenei” (Mt 28,19-20). A Palavra deixa claro que não basta o batismo para a salvação. É preciso crer e praticar os ensinamentos do Senhor e, assim, honrar a graça obtida pelo sacramento. Na Igreja Católica, grande parte dos catecúmenos, assim chamados os que se preparam para o batismo, são recém-nascidos e, então, batizados também para redimi-los do pecado original. No entanto, o Batismo exige um catecumenato pós-batismal que não consiste apenas em uma instrução, e sim em dois outros sacramentos, da Eucaristia e da Confirmação, que, como o próprio nome diz, confirma o batismo realizado na infância, quando o indivíduo já tem plena convicção do ato.

MAIO 2012


IS FOT MA

Comunidade São Marcos

celebra uma década de evangelização

OK

NO

OS

VEJA

ACONTECEU

O FAC E B

A comunidade, um dos núcleos de evangelização da Paróquia São Pedro, completou 10 anos de caminhada. Para comemorar a data, foi celebrado o tríduo de São Marcos.

AGENDA PAROQUIAL - MAIO DIA

ATIVIDADE

HORÁRIO

LOCAL

07 07 08 08 08 09 10 11 12 12 13 14 15 15 15 16 16 18 19 19 20 22 22 23 25 25 26 26 27 28 29 30 31 31

Missa de Cura e Libertação Reunião das Equipes Preparação do Brechó Reunião da Pastoral do Dízimo Reunião da Equipe de Batismo Brechó Curso de Batismo Terço Celebração de Batismo Missa pelas Mães Missa Dia das Mães Reunião da Pastoral de Liturgia Hora Santa Reunião da Equipe de Batismo Reunião de Ministros Artesanato Escola da Fé Terço Formação de Pais da Catequese Missa de São José Missa Ascenção do Senhor Hora Santa Reunião da Pastoral do Dízimo Artesanato Terço CPP - Conselho Paroquial Pastoral Pesagem das Crianças Missa de Pentecostes Missa de Pentecostes Reunião da Pastoral de Liturgia e Acolhida Hora Santa Artesanato Estudo Bíblico /Procissão com Coroação de Nossa Senhora Reunião Geral

19h30 20h 14h 20h 20h 14h Das 19h30 às 22h 16h 10h 18h30 8h /10h / 18h30 20h 20h 20h 20h 14h 20h 16h 15h 20h 8h /10h / 18h30 20h 20h 14h 16h 20h 9h 18h30 8h,10h e 18h30 20h 20h 14h 20h 20h

Paróquia São Pedro Comunidade São Marcos Comunidade São Marcos Paróquia São Pedro Paróquia São Pedro Comunidade São Marcos Paróquia São Pedro Comunidade São Marcos Paróquia São Pedro Comunidade São Marcos Paróquia São Pedro Paróquia São Pedro Comunidade São Marcos Paróquia São Pedro Comunidade N.S. Aparecida Comunidade São Marcos Comunidade N.S. Aparecida Comunidade São Marcos Paróquia São Pedro Comunidade São José Paróquia São Pedro Comunidade São Marcos Paróquia São Pedro Comunidade São Marcos Comunidade São Marcos Paróquia São Pedro Comunidade N.S. Aparecida Comunidade São Marcos Paróquia São Pedro Paróquia São Pedro Comunidade São Marcos Comunidade São Marcos Comunidade São Marcos Comunidade N.S. Aparecida

FACEBOOK.COM/ JORNALCHAVEDESAOPEDRO

HORÁRIOS Paróquia São Pedro Apóstolo Tel.: (11) 2203-2159 Casamentos/Batismos/Intenções de Missas Secretaria: • De 2a a 6a feira: 8h às 12h e 14h às 17h. • Sábados: 8h às 12h e 14h às 18h. • Domingo: 8h às 12h. Missas: 2as feiras, às 19h30 / 3as, 5as e 6as feiras, às 7h30 / Sábados, às 17h / Domingos: às 8h, 10h e 18h30. Adoração Santíssimo Sacramento: 4as feiras, às 18h. Missa em honra à São Pedro: 4as feiras, às 19h30. Apostolado da Oração: toda 5a feira após a missa Hora Santa. Grupo de Oração: toda 2a feira após a missa das 19h30. Pastoral do Canto: ensaio todo sábado às 8h. Comunidade N. S. Aparecida Av. N.S. Aparecida, 12 | Tremembé Missas: domingos, às 8h30 / Missa todo dia 12 do mês, às 20h. Comunidade São José (Itinerante) Missas: todo dia 19 do mês, às 20h. Momento de Oração e Estudo Bíblico: toda 3a feira, às 20h. Comunidade São Marcos Rua Luiz da Silva, 24 | Tremembé Missas: sábados, às 18h30. Estudo Bíblico: toda 5a feira, às 20h. Comunidade São Paulo (Itinerante) Adoração ao Santíssimo Sacramento: toda 3a feira, às 20h, na casa de uma família.

BAZAR BENEFICENTE SÃO PEDRO De 16 a 18 de maio, das 14h às 17h, no Salão Paroquial da Paróquia

07


EXPEDIENTE

PASCOM

TENHO HISTÓRIA PARA CONTAR

História de fé e

Foto: Divulgação

força em Jesus

Sou enfermeira e trabalho em um hospital público de São Paulo. Em certa ocasião, no início do mês passado, fui chamada na madrugada para um procedimento (que só um enfermeiro ou médico pode realizar) em uma paciente com DPOC (doença pulmonar obstruti-

08

va crônica). Quando cheguei ao quarto, a paciente dizia de modo depressivo que sua vida não tinha mais sentido e que desejava a morte. Chegou a pedir que não mais cuidasse dela. Foi então que disse a ela: “Estou passando pelo tratamento de um câncer, faço quimioterapias na luta

por minha vida, pois quero continuar a viver. Apesar do sofrimento, sou feliz e amo minha família e estou aqui para cuidar da senhora. Deus está ao nosso lado para nos fortalecer e dar a força para vencermos as dificuldades. Tenha a certeza que Deus me colocou aqui para te dizer que, em nome do Senhor Jesus, a senhora ficará forte e sairá deste hospital para continuar a viver a sua vida com dignidade”. Passados alguns minutos, ela parou de chorar. Pude realizar o procedimento com êxito. E ela, com um lindo sorriso, agradeceu dizendo que não mais choraria e que o meu exemplo de luta e otimismo lhe deu um grande fortalecimento. Aquela não foi uma noite fácil, mas saí do plantão feliz por ter realizado minhas tarefas com carinho e grata a Deus por mais uma noite. Salete Sposito, filha de Therezinha Sposito.

Orientador Pe. Edimilson da Silva Coordenação da Edição Pastoral da Comunicação pascomspedro@gmail.com Jornalista Responsável Tatiane Coraci - MTB: 56.796/SP Produção Gráfica Giselle Moreno Alves Marcus Vinicius da Silva Colaboração Ir. Helena Corazza Luiz Carlos Luiz Claudio Maria de Fátima Regina Maura Revisão Oswaldo de Camargo Fotografia Marcus Vinicius da Silva Impressão Metromídia Gráfica Tiragem 3.000 exemplares

PARÓQUIA SÃO PEDRO APÓSTOLO

Av. Maria Amália Lopes de Azevedo, 222 A | Tremembé São Paulo | CEP: 02350-000 Tel.: (11) 2203-2159 secretariasaopedro1@hotmail.com www.facebook.com/ jornalchavedesaopedro

MAIO 2012


Jornal Chave de São Pedro