Issuu on Google+

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

Racismo Felipão desabafa: “Babacas!” História Mutretas, tragédias, glórias e surpresas. Ayrton Senna Há 20 anos, o Brasil perdia seu herói.

Uma Copa para Cristiano Ronaldo ir além das promessas

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 1

CADERNO DA COPA Suplemento do Jornal B&B

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 2

Aqui, a COPA tem mais sabor! Durante a Copa do Mundo, o Camila’s Restaurante será o lugar ideal para você assistir os jogos com a família e amigos. Além da tradicional Feijoada Brasileira, da melhor comida caseira, o Camila’s será o lar da torcida brasileira. Você entra com a vibração, o Camila’s entra com o tempero.

Orlando: 5458 International Drive Orlando, Flórida 32819 Segunda - Domingo: 11h até meia noite

Miami: 129 SE 1st Avenue - Tel.: 305.375.0992 Miami, Flórida 33131 Segunda - Sábado: 11h - 22h Dom: 11h - 16h

Jornal B&B

Faça a sua reserva*: 407.354.2507

(*) Durante os jogos da Copa do Mundo, o Camila’s Restaurante vai cobrar consumação mínima por pessoa, que inclui buffet e refrigerante à vontade. Consulte preço!


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|| Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

No mundo dos negócios, Mundial do Brasil já é a “Copa das Copas”

Se no universo das redes sociais a realização da Copa do Mundo no Brasil expõe mais opositores do que simpatizantes, em outro “mundo”, o Mundial de 2014 já garantiu seu lugar como a maior, mais lucrativa e gigantesca de todas as copas. Pela primeira vez ,a Copa será realizada em 12 cidades, algumas separadas por mais de 5.000 kilômetros, como Manaus e Porto Alegre. E apesar das incertezas relativas à organização do evento, o fato é que a FIFA já não esconde que está feliz, muito feliz com o mundial brasileiro. E tem motivos de sobra para comemorar o sucesso econômico de um evento que, até agora, já arrecadou mais de 4 bilhões de dólares e poderá alcançar a ambiciosa meta de 10 bilhões de dólares, tornando-se por 3 bilhões mais, a copa mais lucrativa de todos os tempos. A da África do Sul faturou cerca de US$ 7 bilhões. A FIFA faturou mais de US$ 350 milhões apenas com a venda de cotas de patrocínio, sem incluir aí

direitos de transmissão para redes de televisão do mundo inteiro, que superam a marca de US$ 2 bilhões. Também não está incluída a receita com a venda dos 3.3 milhões de ingressos. Mais de 10 milhões de ingressos foram solicitados, pela internet, por pessoas de 228 países, outro recorde batido pela Copa 2014. E a expectativa é de venda total. Pouco importa para a FIFA que os preços dos ingressos para a Copa deste ano estejam entre os mais caros da história. “O interesse pela Copa no Brasil ultrapassou qualquer expectativa por mais otimista que fosse. Hoje sabemos, mais do que nunca, que no imaginário do futebol mundial, o Brasil tem uma força muito grande e poderia explorar isso de uma forma maior e mais produtiva”, disse Jerôme Velcke, Secretário-Geral da FIFA. O próprio Velcke citou a frase dita pela presidente Dilma Rous-seff, indicam que esta realmente tem tudo para ser “a Copa das Copas.” Obviamente que para a FIFA os resultados financeiros são os mais importantes e ouviremos

de Josef Blatter o que ele sempre diz ao final de cada mundial - “esta foi a maior e melhor de todas as Copas”. Para a FIFA, os aspectos “futebolísticos” de qualquer Copa são irrelevantes, a não ser que uma seleção da África ou Ásia ganhasse o título. Aí, seria uma explosão de alegria, porque esses continentes são considerados as “minas de ouro” do futuro da organização máxima do futebol. Não é por outra razão que a FIFA está cada vez mais inclinada a “seguir o exemplo” da Fórmula 1 e diminuir seu foco nas tradicionais Europa e América do Sul. A entidade consideraria que esses continentes já têm seus territórios comerciais, no futebol, muito bem definidos e explorados. A escolha de Rússia (2018) e Qatar (2022) para sediar os próximos mundiais já reflete essa visão definitivamente comercial da FIFA, que não se importará, por exemplo, se a Copa do Qatar seja disputada no mês de dezembro, onde as temperaturas são mais amenas.

|| Caderno da Copa

|| Page 3


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 4

Memória

AYRTON SENNA 20 anos depois, uma saudade que o Brasil não cura Se engana quem pensa que o Brasil cultua o mito Ayrton Senna por ele ter sido um grande campeão nas pistas de Fórmula 1.

um obcecado pelo perfeccionismo e pela perseguição dos recordes, para o Brasil, ele era símbolo de algo muito maior e mais profundo.

Certamente Senna foi fenomenal nas pistas, até hoje considerado um dos maiores gênios da categoria e inspiração para gerações que se seguiram à sua morte, num trágico acidente, dia 1º de maio de 1994, no Circuito de San Marino.

Ayrton Senna, como Pelé - e só como Pelé, ninguém mais - “encarnou” um espírito de luta, garra e vitória com o qual o Brasil se identificava. Um prenúncio da onda de orgulho que o país exibiu em anos recentes quando - mazelas à parte parecia que o Brasil preparava sua entrada no cenário das nações líderes do planeta. Ainda não estamos lá, mas Senna segue sendo um formidável “muso inspirador”.

Sim, o Brasil acordava mais cedo e aprendeu, graças a Senna, a curtir corrida de Fórmula 1 como quem assistia finais de Copa do Mundo. Mas Senna representava e representa muito mais. Se para o resto do mundo ela era um competidor notável, uma personalidade enigmática e reclusa,

Brasileiras & Brasileiros, Inc. Fundado em 1994 • 5534 Hansel Avenue Orlando, FL 32809 USA Fone: (407) 855-9541 Fax (407) 855-6135 www.jornalbb.com info@jornalbb.com

• • • • • • • • •

Wellness Visits Immunizations ADHD Asthma Allergy Weight Control Same Day Appointments Accepting New Patients Accepting Most Insurances

FIRE DEPT

S. HIAWASSEE RD.

FIRST CHOICE PEDIATRICS

Kirman RD.

Pediatric Specialists

RALEIGH ST.

1601 Park Center Drive, Suite 6 Orlando, Florida 32835 Hours: Monday - Friday 8:15 am - 5:00 pm

Deadlines - Advertising and publicity deadlines are posted on Balcão Pages. It is the advertiser’s responsibility to submit fresh advertising materials each month if desired. Send Us Your News - Jornal B&B welcomes story ideas and Press Releases along with photographs of interest to the Brazilian Community living in the United States. Deadline to editorial is the 20th of every month. Distribution - The Brasileiras & Brasileiros is a Direct Mail publication targeting the Brazilian Community living in the US. More than 9,000 families receive by mail this publication free of charge. It is an audience of more than 40.000 readers a month. If you want to be added to this list, please find a subscription form inside this edition and submit to us. Wait for one month to start receiving your free copy.

Contributors: Carlos Wesley Maria Fulfaro Antônio Gomes (SP) Isabella Mello (BA) Renata Monteiro (RJ)

Additional Copies - Brasileiras & Brasileiros can be found in restricted commercial areas in Central Florida, such as Brazilian Restaurants, Supermarkets, Churches etc.Please Call us 407.855.9541 to know where it is available.

International Correspondent: Edinelson Alves Contributing Writers: Fabio Lobo, Claudemir Oliveira, Peter Roman, Amaury Jr., Nilson Dizeu, Adalberto Piotto, Peter Ho Peng, Robson Franca, Edinelson Alves, Luciana Bistane, Roberta Detti e Marcio da Cruz Alves. Sales Managers: Paulo F. Martins (in memorian) Sandro Coutinho: (407) 219-6092 Cecilia Weissberg: (954) 589.7201

JornalB&B

P E D I A T R I C S

www.fcpediatrics.com

PARK CENT RAL D R.

FIRST CHOICE

Advertising Guidelines

Publisher: Eraldo Manes Junior V.P. Operations Maida Belíssimo Manes Editor-In-Chief: Carlos Borges

Design: Plus Media

Call us Today! 407.249.1234

O dia 10 de maio de 2014, marca os 20 anos da morte de Ayrton, num

Distribution: CC Distributors

Duplicates - If you receive more than one copy both in your name or the same address, please call us at 407.855.9541 to cancel one copy. Thus we will give the opportunity to other new reader start receiving this free publication. Responsibility - Products, services, information and/or opinions featured in ads content offered to readers are not an endorsement by the publisher Brasileiras & Brasileiros, Inc. Publisher assumes no responsibility for errors, gimmicks or hassles, in any customer-approved advertising copy for this publication. No part of this publication may be reproduced without written permission from the publisher. Brasileiras & Brasileiros, Inc. reserves the right to refuse advertising spaces at the publisher’s discretion. Copyright 1994-2013. All rights reserved.

WINNER

Brazilian International Press Awards √ Outstanding Work - 2013 √ Best Community Article - 2012 √ Women Community Leadership - 2011 √ Golden Award (Over 10 Years of Service) √ Editor of the Year - 2008 √ Newspaper Layout - 2008 Hispanic Corporate Achievers √ Hispanic 100 Media - 1997

acidente gerado exclusivamente pela precariedade dos recursos de segurança nos carros da F-1. Segurança que foi sempre uma obsessão de Senna, como aliás ficou bem claro nas imagens de suas discussões com o mega rival Alain Prost, mostradas pelo premiado documentário “Senna”, dirigido por Asif Kapadia, em 2010. Heróis do esporte o Brasil tem muitos. No automobilismo, então, temos uma sólida tradição de grandes campeões, como Fittipaldi, Piquet, Castroneves, Kanaan, Barrichello e Massa. Mas Ayrton Senna se colocou, e foi colocado pelos brasileiros, numa “prateleira” diferente. Nem maior nem melhor, apenas diferente. Porque, em Senna, o Brasil se encantava, encontrava e se reconhecia. E a saudade nunca vai passar.

Circulação Certificada

Periodical # 018-834 Jornal B&B USPS # 018-834 IS PUBLISHED MONTHLY by Brasileiras & Brasileiros, Inc. - 5534 HANSELAVENUE, ORLANDO, FL 32809. POSTMASTER: SEND ADDRESS CHANGES TO: Brasileiras & Brasileiros, Inc. 5534 HANSEL AVENUE - ORLANDO, FL 32809. PERIODICALS POSTAGE PAID AT ORLANDO, FL 32809 Member:


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 5

Aqui o seu dia começa e termina bem Dois estilos de restaurantes para você escolher: Boi Brazil Express e Boi Brazil Churrascaria

Café da Manhã $ .50 8 7am - 11am

Buffet Completo no Estilo Brasileiro

11am - 4pm

Almoço

Pratos a partir de $ .99

6

Churrasco Rodízio

Almoço $23.05 e Jantar $27.95 Buffet Completo de Salada e Pratos Quentes. Picanha e mais 8 tipos de Carnes. 11am - 10pm

- Fraldinha - Alcatra - Lombo - Frango com Bacon - Picanha com Alho

Jornal B&B

Reservas: 407.354.0260

NOVOS ENDERÇOS: Espaço amplo e confortável para receber mais 300 pessoas. Venha Conhecer

Boi Brazil Churrascaria 5600 International Drive - Orlando, Fl 32819

www.boibrazil.com

boi brazil

Boi Brazil EXPRESS 5648 International Drive - Orlando, Fl 32819


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 6

De vez em quando a seleção Apito amigo! brasileira recebe uma “ajudinha” Quem torce, sabe. “Quase sempre” o juiz está roubando contra nosso time, não é mesmo? E quando o lance polêmico nos favorece, o “pobre do juiz cometeu um erro, que graças a Deus, foi a nosso favor”. Assim é a cabeça do torcedor. E, ao contrário do que diz a lenda popular, a seleção brasileira foi mais “ajudada” do que prejudicada por erros de arbitragem.

1

1938: ENTROU? NÃO VI...

4

1986: EM TERRA DE CEGO

A segunda partida das quartas de final entre Brasil e Tchecoslováquia estava tensa, com 1 a 1 no placar no começo do segundo tempo. Em um chute rasteiro de Senecky, o goleiro Walter se atrapalhou e deixou a bola entrar. E entrou bastante, de um jeito que o estádio inteiro viu, os tchecos comemoraram o gol e os radialistas narraram o tento. Sorte do Brasil que o árbitro francês foi o único que “não viu”. Pouco tempo depois, surgiu o gol da vitória brasileira.

O erro de arbitragem mais famoso da Copa de 86 foi o gol de mão de Maradona contra a Inglaterra. Mas o Brasil também foi beneficiado. Na estréia contra os espanhóis, o placar estava em 0 a 0 até os 7min do segundo tempo, quando o atacante Michel chutou, a bola bateu na trave, entrou e saiu em seguida. O auxiliar holandês Jan Keizer não validou o gol, e o juiz australiano Christopher Bambridge acatou. Menos de 10min depois, Sócrates marcou pelo Brasil e decretou a vitória pelo placar mínimo.

Erros de arbitragens são comuns nos Mundiais e alguns foram marcantes na trajetória do Brasil – até deram aquela ‘mãozinha’ na conquista de títulos. Já houve passinho maroto para evitar um pênalti, impedimento ignorado pela arbitragem e ‘gols-fantasma’ que passaram batido. Para a Copa do Mundo-2014, a

2

1962: PASSO EM FALSO!

5

1994: TÁ NA BANHEIRA!

Os espanhóis não fizeram bom papel no Mundial, mas foram prejudicados no jogo contra o Brasil, pela primeira fase. A partida estava empatada em 0 a 0, quando Nílton Santos fez falta dentro da área. Malandro, deu um passo à frente e enganou o juiz, que não deu o pênalti. Na cobrança da falta, após cruzamento, Joaquin Peiro fez um belo gol de bicicleta, que foi anulado pelo árbitro chileno Sérgio Bustamante, alegando jogo perigoso.

A arbitragem foi confusa em lances decisivos na partida válida pelas quartas de final. No segundo gol do Brasil, marcado por Bebeto, Romário estava impedido. O lance foi interpretado como impedimento passivo pelo árbitro costarriquenho Rodrigo Badilla Sequeira, que validou o gol. O terceiro gol da seleção brasileira também saiu de uma falta duvidosa, cavada por Branco, que voltava de contusão. O mesmo Branco cobrou, marcou o gol “cala-boca” e conduziu o time de Parreira para a semifinal.

Fifa espera encerrar uma das mais polêmicas discussões em um jogo de futebol: afinal, a bola entrou ou não no gol? A adoção de recursos tecnológicos para o Mundial no Brasil ajudará a resolver o problema, mas é claro que os árbitros ainda estão sujeitos a novas falhas. Confira abaixo seis situações de claro favorecimento à seleção brasileira em Copas do Mundo:

3

1962: AJUDA AO “MANÉ”

6

2002: FOI FORA DA ÁREA

Garrincha, o “Anjo das Pernas Tortas”, deitou e rolou no jogo contra o Chile, pela semifinal. Fez dois gols no primeiro tempo e abriu o caminho para a vitória brasileira por 4 a 2. Faltando sete minutos para o fim do jogo, o craque foi expulso por indisciplina - deu um chute no chileno Rojas. Mané deveria cumprir suspensão automática na final, mas a Fifa “salvou a pele de Mané e a do Brasil”. Alegando “falta de provas”, autorizou o craque a jogar.

O Brasil estava empatando em sua estreia na Copa do Mundo de 2002 contra a Turquia, quando Luizão conseguiu cavar um pênalti. O jogador foi derrubado por Alpay, e o árbitro Young Joo Kim marcou a penalidade para a seleção brasileira, que foi convertida por Rivaldo. No entanto, o que o árbitro não viu foi que o lance aconteceu fora da área. Pela falta cometida, o turco ainda recebeu o cartão vermelho. Ainda nesse jogo, o árbitro favoreceu constantemente o time brasileiro, invertendo faltas e advertindo desproporcionalmente as equipes.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 7

Na coluna de fotos à esquerda, os jogadores Tinga e Arouca e o árbitro Márcio Chagas da Silva, que foram vítimas de racismo no futebol. Felipão reagiu e fez apelo aos jornalistas Conhecido por sua sinceridade nas declarações, mesmo em questões polêmicas, o treinador Luiz Felipe Scolari não surpreendeu ninguém ao tocar num dos asssuntos mais presentes na mídia esportiva mundial nas últimas semanas: atitudes de racismo envolvendo jogadores brasileiros em várias partes do mundo. Os episódios, que vêm ocorrendo cada vez com maior frequência, não acontecem apenas fora do Brasil. Também em nosso país - cuja maioria esmagadora da população é de origem negra - os casos de racismo se sucedem. “A mídia deveria ignorar esses babacas. Falar sobre eles, dar visibilidade aos racistas é dar moral para esses imbecís”, disse Felipão a jornalistas durante a passagem da seleção pela África do Sul, dia 5 de março, quando em jogo treino goleou a seleção local por 5 a 0, no último amistoso antes da fase final de preparação para o Mundial. Já de volta ao Brasil, durante o desfile das escolas de samba campeãs do carnaval carioca, no camarote da Brahma, Felipão voltou a tocar no assunto afirmando: “ Isso é uma bobagem”. “Estão dando ênfase a uma bobagem. Não deveríamos nem debater isso. Não adianta punir, a solução é ignorar. Vocês da imprensa não podem dar moral e

“Babacas!” Felipão diz que mídia não deve “dar moral” aos racistas ficar falando dessas pessoas. Este caso não tem solução, esses babacas nunca vão aprender”. Questionado sobre a importância da discussão do racismo no futebol, o treinador deixou claro que o melhor caminho é ignorar as pessoas que praticam atos preconceituosos no esporte. “Deixem esse assunto para lá, daqui a pouco todos esquecem e estas pessoas voltam para o cantinho delas”, completou. Em menos de um mês aconteceram três casos de racismo envolvendo o futebol brasileiro. Em fevereiro, o volante Tinga, do

Cruzeiro, sofreu ofensas por parte de torcedores do Real Garcilaso, do Peru, durante jogo pela Libertadores. Vários episódios semelhantes têm acontecido nos campeonatos europeus e até a FIFA já ameaçou punir os clubes cujos torcedores se manifestem com racismo. A ameaça teve apenas um efeito “moral”, mas mostrou que a entidade máxima do futebol está atenta a um problema que cresce em proporção em anos recentes. No Brasil, o fenômeno também se replica: o volante Arouca, do

Santos, foi chamado de “macaco” pela torcida do Mogi Mirim, após jogo do campeonato paulista. Além dos atletas, o racismo também atingiu o árbitro Márcio Chagas da Silva. Ele ouviu gritos racistas durante a partida entre Esportivo e Veranópolis, pela 12ª rodada do campeonato gaúcho. Além disso, o juiz encontrou seu carro depredado e com duas bananas sobre o veículo. É sempre bom lebrar que uma das formas preferidas de provocação de jogadores brasileiros pelos torcedores argentinos é chamá-los de “macaquitos”


||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

À esquerda, Marcos sob o comando do “Space”. Acima, absolutamente descontraído e feliz com os filhos Marcos, Ícaro e Netinho, a esposa Tânia e o cãozinho “Nenê”, em sua casa no Sul da Flórida.

Nosso astro na TNT, Marcos César fala de Copa, Brasil e sucesso! Pilotando uma carreira brilhante no esporte de grandes redes de TV norte-americanas, o paulista Marcos César é, por mais de três décadas, uma relevante referência na comunidade brasileira. Marcos conversou com o B&B sobre sua carreira, Copa do Mundo e o Brasil de hoje: B&B - Marcos, quanto tempo de América? Marcos César - Cheguei em junho de 1980, portanto, quase 34 anos. B&B - Você é de São Paulo, certo? O que fez você sair do Brasil? MC - Exato. Nasci no centro da cidade, na Brigadeiro Luiz Antonio, mas desde 1 ano de idade vivi em São Caetano do Sul, no ABC Paulista. Meus pais eram muito pobres. Ficamos 3 anos sem pagar o aluguel, mas por sorte, a casa de tijolos de barro e telhado de zinco (diga-se, de passagem, com muitos furos) era da minha tia. Minha mãe tem uma irmã, minha fada madrinha, Anna Cesar, que nos trouxe aos EUA para que eu pudesse estudar, pois sempre fui um bom e dedicado aluno. Minhas chances de me profissionalizar no Brasil, devido às dificuldades de lá, acho que eram zero e ela

apareceu na hora certa. B&B - Integrar o time da TNT que cobre a NBA é um sonho para muita gente. Você chegou lá. Qual é a sensação? MC - Indescritível. Já trabalhei na ESPN e na FOX, outras duas grandes empresas televisivas, mas nada como trabalhar na TNT. O campus, em Atlanta, é impressionante e o carinho que eles têm com você é indescritível. Me fazem sentir como uma estrela da TV, com certeza, com chofer e hotel 5 estrelas. É o maior conglomerado televisivo a cabo dos EUA. Tenho que agradecer ao jornalista/historiador João Bosco Tureta por ter-se lembrado de mim. A oportunidade de fazer um teste na TNT foi dada a ele e precisavam de um narrador. Ele pensou em mim. Fomos fazer um teste e em meia hora estávamos contratados. B&B - Apaixonado por futebol como você sempre foi, não sente falta de trabalhar maiscom o soccer? MC - Tenho muita saudade de gritar um outro gol, é verdade. Ainda sou orgulhoso de ter cantado o gol do Payssandú numa rara vitória brasileira no La Bombonera, pela FX. Acho que narrei mais de 1000 jogos de futebol na carreira, no rádio e na TV. Mas profissionalmente, não há comparação. Como narrador de futebol, eu concorria

com 1 milhão de narradores. Na NBA, não acho que existam 10 narradores atuando semanalmente. B&B - Você tem muitos fãs no Brasil. Eles te perguntam sobre como é sua vida na América? MC - É incrível. Ficam impressionados com as fotos que postamos dos estúdios, da TNT e da NBA TV. Comentam muito sobre os carros que temos, mas é menos intenso como eu esperava que fosse. O que tem é muita gente perguntando como trabalhar aqui, ou se há um ‘empreguinho disponível’, ou como alcançar os EUA numa carreira em jornalismo. Os EUA continuam sendo um ‘sonho de consumo’ para qualquer brasileiro que eu tenha conhecido, principalmente àqueles que vieram para aqui e viram quantas vantagens se tem em viver num país de primeiro mundo. Como você bem sabe, a vida aqui é muito melhor em diversos aspectos. B&B - Você estava certíssimo quando previu que mesmo com Orlando com time na MLS, Miami poderia também entrar e entrou. Esses times serão viáveis? MC - Acho que sim. Orlando, certamente será. Já provou na Série C dos EUA, com média de quase 20.000 pessoas por jogo

|| Caderno da Copa

|| Page 8

(acho que a média de público do Santos, bi-campão mundial e nove vezes campeão brasileiro, é de 5.000 pessoas). Ainda melhor, é que o dono do time em Orlando é brasileiro. Adoro os torcedores do soccer nos EUA. Eles são muito apaixonados e não há violência, o que faz com que crianças e mulheres também possam compartilhar do jogo. B&B - Seu filho, Marcos, acaba de entrar para a elite de arbitragem do “soccer” americano, que é a MLS. Um prazer especial para você? MC - É tudo conquista dele próprio. Eu apenas o apresentei ao esporte e ele o levou muito a sério. Foi campeão estadual diversas vezes pelo Coral Springs Elite, e seu time colegial foi um sucesso. É árbitro há 14 anos. Marcos abandonou praticamente todos os fins de semana da sua juventude para se dedicar à profissão. Ele é conhecido, no meio americano, como “Mr. FIFA”. Todos imaginam que ele será o próximo árbitro americano numa Copa do Mundo e acho que tem muita lógica nisso. Ele é uma pessoa muito especial e merecedora de ter esse sucesso tão cedo na vida. B&B - Depois de conquistar tantas coisas e chegar num ponto de profissionalismo de excelência, você se sente realizado? MC - Nunca. Vou estar realizado só quando conduzirem minha missa de 7º Dia e eu estiver certo de estar morto. A cada semana tenho calafrios na barriga ao começar uma nova transmissão e sempre procuro melhorar. Pensei que ter narrado um jogo da Seleção teria completado a minha jornada, mas foi só o começo. Ter entrevistado o Pelé também parecia ter sido o máximo, mas sempre há mais. Afinal, acho que estamos aqui para sempre progredir, sempre melhorar, e nos tornarmos melhores profissionais e melhores pessoas. B&B - Ainda tem algum desafio que motive sua vida profissional? MC - Tem sim. Ainda quero ser o melhor narrador da NBA no Brasil, e isso é um desafio incrível. A Liga tem quase 100 anos e muita história que eu desconheço. Meus colegas no Brasil têm muito mais experiência e estrada do que eu. Mas vou “comendo pelas beiradas”, me aproximando ao máximo daquilo que eu realmente procuro fazer:

popularizar a NBA no Brasil. Até agora, tem sido um esporte de elite, de gente que tem TV a cabo. Mas já entramos em 12 milhões de lares e isso é muito gratificante. B&B - A gente sabe que você também gosta de política e está sempre muito ligado em tudo o que acontece em nosso país. O Brasil de 2014, como você vê? MC - Eu sou um cara bem realista, e só espero que não estraguemos a Copa. Essa vontade nossa de ser um país de primeiro mundo com uma mentalidade de 40 anos atrás não combina. O lema que impera é ‘que você se dane!’. Continuo vendo um país onde todos querem passar por cima, dos velhos, dos pobres, dos menos favorecidos. Não há banheiros públicos nas estações rodoviárias, não há estradas sem buracos, aeroportos estruturados, linhas ferroviárias que funcionem, hospitais que atendam aos necessitados, ou escolas públicas que incentivem os melhores estudantes. Na verdade, tenho medo, pois sinto que o Brasil é um país a ponto de explodir. Há muita raiva, ódio, um nervosismo generalizado. Recentemente mataram um torcedor do Santos três horas após o jogo ter acabado. O cara estava a caminho de casa para se reunir com a família e foi morto porque torcia pelo seu time do coração e vestia a camisa do Santos. Tenho muito orgulho de ser brasileiro, morreria pelo Brasil, mas me sinto inútil nessa tentativa de construir um país melhor, pois as barreiras para se ter um Brasil melhor parecem ser intransponíveis. B&B - Copa. Ganhamos fácil ou vai dar zebra? MC - Quanto ao time, acho que Felipão/ Parreira fazem a dupla perfeita. Em campo estará, assim como esteve na Copa das Confederações, o melhor que temos, o que já é bom demais. A estrada será difícil (como sempre foi numa Copa), principalmente fora da fase de grupos, quando começa o mata-mata. Mas estamos no Brasil e é importante para que o governo Dilma obtenha um resultado positivo.Mas futebol, como todos sabem, é uma ‘caixinha de surpresas’. Quem poderia imaginar que perderíamos da Holanda após aquele sensacional primeiro tempo na última Copa? Espero que o Julio Cesar não nos complique outra vez.Mas que seria bom se tivéssemos um melhor número 9, ah, seria!

ESCRITÓRIOS MOBILIADOS PARA ALUGAR

Escritórios iados Mobil de a partir

U$

450

Escritórios Privativos inclui: - Sala de Reunião - Lounge - Recepcionista - Cozinha Equipada - Internet - Estacionamento

Escritório Virtual inclui: Endereço comercial, recebimento e envio de correspondências.

- Aluguel por Dia, Mês ou Ano - Localização Privilegiada - Wireless de Alta Velocidade - Serviço de Concierge - Caixa Postal Particular - Agendamento Online

- Atendimento Personalizado (Português/Inglês/Espanhol)

Escritório Virtual a partir de

U$

49

ALUGUE AGORA E RECEBA UM MÊS GRÁTIS 7901 Kingspointe Parkway, Suite 19 Orlando, FL 32819 Horário: Segunda a Sexta, das 9am - 5pm

Fone: 407-545-6418 - www.upperoffices.com

EXECUTIVE SUITES & BUSINESS CENTER

Jornal B&B

Brasileiras & Brasileiros, Inc.


||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

O que eles falam por aí....

“Há uma campanha contra o Mundial organizada por setores desesperados e parte da imprensa. Mas afirmo que a Copa do Mundo no Brasil será a mais segura da história” ( Aldo Rebelo, Ministro do Esporte ) Futebol na HBO A HBO lança em abril duas minisséries que têm o futebol como tema central. ‘Destino Brasil’ vai mostrar em 10 episódios de meia hora cada a preparação das 10 seleções das Américas (Argentina, Equador, Chile, Colômbia, Costa Rica, Estados Unidos, Honduras, México, Uruguai e, é claro, Brasil) para a Copa 2014. Os programas terão lances das Eliminatórias e entrevistas com jogadores sobre a expectativa para o Mundial. Já ‘Seleção Brasileira – Paixão de um Povo’ conta a história centenária do escrete canarinho, lembrando os cinco títulos conquistados e alguns dos seus protagonistas. A má notícia é que as duas minisséries só serão exibidas no mercado latino-americano e somente estarão disponíveis nos Estados Unidos em DVDs. Goleiro Bruno Em uma destas tardes engarrafadas na I-95, estava ouvindo a ESPN pelo rádio do carro e os locutores gastaram pelo menos 10 minutos de um programa em rede nacional para debater o caso do goleiro Bruno (foto à direita). Para quem não está ligando o nome à pessoa, o rapaz é aquele mesmo condenado a mais de 22 anos de prisão pelo assassinato da namorada com requintes de crueldade. O ex-goleiro do Flamengo assinou contrato com o Montes Claros, time da segunda divisão de Minas, e tentou obter autorização da Justiça para atuar na equipe, como se estivesse no regime semiaberto, voltando em seguida para sua cela. A justiça negou a autorização em primeira instância, mas os advogados do clube mineiro dizem que vão apelar. Desnecessário dizer que os locutores da ESPN estavam ridicularizando a tentativa dos advogados do ex-atleta.E o Montes Claros teve seus 15 minutos de fama, ao preço de uma péssima jogada de marketing.

|| Caderno da Copa

|| Page 9

Carlos Wesley

Ingressos

Para quem ainda sonha em assistir aos jogos da Copa no Brasil in loco e não quer ficar nas mãos dos cambistas, ainda há uma última chance. A Fifa vai disponibilizar em seu site oficial, a partir do dia 15 de abril, o último lote de ingressos para as partidas nas 12 cidades-sede. Mas não alimente a esperança de encontrar tíquetes para clássicos como Inglaterra x Itália ou Alemanha x Portugal, ou mesmo jogos do Brasil ou Espanha... Estes já estão esgotados. Uma curiosidade: até o final do mês passado, a partida menos procurada era Rússia x Coreia do Sul, na Arena Pantanal (Cuiabá).

Encalhe Se os ingressos são vendidos como água no deserto, o mesmo não pode ser dito das reservas dos hotéis nas cidades onde acontecerão os jogos. A operadora de turismo encarregada de vender o Mundial no exterior cancelou mais de 13 mil quartos que havia bloqueado para os turistas – europeus, principalmente – durante a Copa do Mundo, devido à baixa demanda. De acordo com um assessor da Fifa, a procura abaixo do esperado pode ter relação com as notícias negativas quanto à falta de infraestrutura para a Copa, ou mesmo à falta de segurança no Brasil. Uma coisa é certa: se os ingressos estão quase esgotados e os hotéis, encalhados... isso significa que os bilhetes vão mesmo para as mãos dos brasileiros.

CAR POINT of Orlando

“Vendendo Carros, Fazendo Amigos”

Carlos Wesley, carioca, é jornalista e produtor de videos.

carlos.wesley @yahoo.com

Futuro craque Aproveitando o gancho, vale contar os feitos do brasileirinho David Silva (foto). Filho de Luciano e Mayra, o menino de nove anos é um artilheiro nato e, só no último ano, marcou 225 gols em 60 partidas, mesmo jogando em uma categoria superior à sua idade. Luciano é diretor do Brazil Soccer Academy, uma escolinha de futebol para crianças, cujos treinos acontecem no Tradewinds, em Coconut Creek, e admite que já recebeu sondagens de grandes clubes, inclusive do Santos e do Barcelona. O garoto tem tudo para ser craque e, de quebra, garantir uma boa aposentadoria para os pais.

Precoce Messi chegou ao Barcelona aos 13 anos de idade, vindo direto das divisões de base do Newell’s Old Boys, da Argentina. Na era do futebol-empresa e de apostas a longo prazo, esta prática está cada vez mais comum no mundo. Mas o que um time da Bélgica fez recentemente beira o ridículo. A equipe contratou o garoto Bryce Brites (foto acima), uma promessa da bola, segundo os dirigentes da equipe. Só que ele tem apenas dois anos de idade e provavelmente não sabe sequer pronunciar a palavra ‘voetbal’ (futebol, na língua deles).

• Compra e Venda de Automóveis, Vans e Pick-Ups • Financiamento Próprio e Bancos • Sem Crédito, sem Social Security, com Driver License do Brasil • Veículos Revisados com Garantia • Auxiliamos na compra do seu carro ZERO na concessionária • Encontraremos o Carro dos Seus Sonhos no Leilão

Qualidade e Cortesia

cristiane@carpointoforlando.com

4847 South Orange Blossom Trail - Orlando, Florida, 32839

www.carpointoforlando.com

Conroy Rd Millenia Mall

Americana Blvd

S. Orange Blossom Trail

John Young Pkwy

407.240.0300

S. Texas Ave

Holden Ave

Sand Lake Rd Florida Mall

Jornal B&B

Brasileiras & Brasileiros, Inc.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 10

Felipão com a esposa, Olga, no comercial do Walmart

Felipão fatura alto com publicidade, até mesmo de concorrentes da seleção O treinador da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari não é “calouro” em campanhas publicitárias. Mesmo antes de conquistar o Mundial de 2002, o que o tornou famoso no mundo inteiro, Felipão já era “garoto propaganda” e seu sucesso desde então é sempre motivo de propostas comerciais. Tanto que, em época de Copa do Mundo - e ainda por cima realizada no Brasil cujo time é treinado pelo próprio Felipão - o gaúcho vem aparecendo em várias campanhas, algumas, inclusive, de concorrentes de patrocinadores da própria seleção. Como é o caso da montadora francesa Peugeot, para quem Scolari fez recente campanha, embora a patrocinadora oficial da seleção seja a alemã Volkswagen. Mais recentemente foi a vez da rede mundial varejista Walmart. Nesse caso, não apenas o treinador,

mas toda a sua família (foto acima, Felipão com a esposa, Olga, numa cena do comercial de TV) são “estrelas” das campanhas “Quem economiza, realiza” e “Preço baixo todo dia”, que são “trademarks” da Walmart em todo o mundo. Só num segmento é que Felipão e seleção jogam “no mesmo time”, que é o de bebidas. O patrocinador oficial da seleção é o guaraná Antárctica, da Ambev, e Felipão é garoto propaganda da Brahma, que pertence ao mesmo grupo. Estima-se que em campanhas publicitárias nos últimos 12 meses Felipão já faturou 1,5 milhão de reais. Nada, se comparado aos milhões de Neymar, mas uma cifra relevante se comparado a qualquer outro treinador do futebol. A credibilidade de Felipão como “garoto-propaganda” é considerada, nos meios de mar-keting, como “Grade A”, isso quer dizer , “quase infalível”.

Mascarados são pretexto para governo tentar proibir manifestações durante a Copa O governo brasileiro está cada vez mais preocupado com a possibilidade de massivos protestos de rua, durante os 30 dias de realização da Copa do Mundo. Além do movimento que se autodenomina “Não vai ter Copa”, que se baseia numa extensa rede de “simpatizantes”, nas redes sociais, em especial no Facebook, há a certeza, em Brasília, de que a Copa e toda a atenção mundial que o evento gera, será objeto de toda a sorte de oportunidades para manifestações de todo tipo. Desde protestos que o go-

verno considera “legítimos” àqueles que, no entender das autoridades, são “atos de vandalismo e anarquismo”. Por isso é que toda a pressão está sendo feita para que o Congresso aprove uma série de medidas que dariam ao governo amplos poderes para até proibir a realização de demonstrações públicas que não fossem previamente autorizadas. As medidas foram inspiradas, inicialmente, na proibição do uso de máscaras pelos manifestantes. Mas, na verdade, a intenção é dar ao governo “poderes legais” para proibir as manifestações, quando achar que deve.

Desde que foi mencionada por fontes ligadas ao governo, a intenção em proibir passea-tas e manifestações de rua gerou ainda mais polêmica nas redes sociais e na grande imprensa. Muitos consideram “uma incoerência”, um partido como o PT, que surgiu da militância e dos protestos, proibir manifestações populares. Muitos posts nas redes sociais evocam inclusive o passado de guerrilheira da Presidente Dilma Rousseff para apontar o que seria a ‘hipocrisia’ da atitude do atual governo.

Confira no “Fala Torcedor”, na página 19, o que os jornalistas da Flórida pensam sobre a proibição das manifestações de rua


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 11


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|| Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 12

Turista-torcedor-fanático é preocupação “especial” Uma das maiores preocupações dos responsáveis pela segurança pública nas cidades-sedes da Copa do Mundo é com os “turistas-torcedores” mais exaltados e fanáticos que possam vir a entrar em choque com torcedores adversários. O Comitê organizador municiou as autoridades policiais brasileiras com vídeos e relatórios instrutivos com as experiências de países que realizaram Copas recentemente em que esse aspecto foi mais relevante. Um dos problemas que mais preocupa é o fato de que a grande maioria dos policiais e agentes de segurança que estarão atuando na Copa não falam inglês. Embora houvesse esforço no sentido de motivar essas pessoas a aprender um nível básico de inglês, o comitê admite que isso não aconteceu. “O ideal, dentro dessas circunstâncias, é que os agentes e policiais ajam com cautela e procurem ad-

ministrar os eventuais conflitos da forma mais conciliatória possível”, diz o Ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, lembrando que é um fato inegável o desaparelhamento das delegacias brasileiras poderem lidar com conflitos e detenções de estrangeiros. As imagens de violência dentro dos estádios, que marcaram de forma escandalosa as rodadas finais do Campeonato Brasileiro de 2013, ainda estão na memória de dirigentes e, especialmente, da mídia internacional que fez um enorme estardalhaço dos episódios que culminaram com mortos e feridos. A estratégia é exercer um policiamento extremamente vigilante e preventivo. Não são muitos os jogos da primeira fase que apresentam um “potencial de risco” para conflitos mais graves entre torcidas. Mas a partir da fase “mata-mata’, onde quem perde deixa a competição, os ânimos podem levar a conflitos sérios. E isso é o que mais preocupa.

Supermercado e Restaurante TUDO EM UM SÓ LUGAR

Jornal B&B

- Padaria - Mercado - Produtos do Brasil - Feijão Tropeiro - Tapioca - Frutas - Verduras - Açougue Completo

- Café da manhã - Almoço - Sopas - Salgados - Sanduíches - Salgadinhos - Doces - Sucos - Vitaminas...e muito mais!

- Feijoada aos Sábados - Costela e Picanha Assadas Horários: De 2a a 6a - das 8 am - 9 pm Sábado - das 8 am - 8 pm Domingo - das 8 am - 4 pm

2500 South Kirkman Road - Suite 118 Orlando, Florida 32811 - No Mall do Wal-Mart Amplo Espaço e Atendimento Personalizado

407.615.3000


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Page 13

Hall da Fama Craques que entraram para a História

Banks

Beckenbauer

Lalas

Rivelino

Considerado um dos maiores goleiros de todos os tempos, o inglês Gordon Banks alcançou a celebridade ao fazer a “defesa mais difícil da história”, impedindo que uma cabeçada mortal de Pelé se convertesse em segundo gol do Brasil contra a Inglaterra, na Copa de 70.

Classe, disciplina, técnica refinada e um “xerife”em campo. Franz Beckenbauer é legenda do futebol mundial e o maior nome do futebol alemão de todos os tempos. Em campo, a dose certa de estratégia, força física e habilidade. Um líder nato e um atleta exemplar.

Quando a seleção de futebol dos Estados Unidos era consi-derada uma ‘zebra absoluta’, a garra, determinação e entrega simbolziados no meio campistadefensor Alex Lalas, além de seu visual diferente, o elevaram à categoria de fenômeno da Copa de 94.

Dono de um dos chutes mais poderosos e “mortais” que o futebol mundial já viu, Roberto Rivelino foi uma das grandes estrelas da Copa de 1970 e “arma nada secreta” que definiu, com gols espetaculares e sua garra contagiante, importantes jogos a favor do Brasil

TRABALHE COM AS MELHORES NO RAMO IMOBILIÁRIO DA FLÓRIDA Oferecemos assessoria completa: • Compra e venda de imóveis residenciais e comerciais • Pré-construção e revenda • Locação e administração • Financiamento Com profissionalismo e dedicação Penha e Liliam estarão com você durante todo o processo de tramitação do seu imóvel. Ligue hoje mesmo. Será um prazer atendê-lo!

Lato

Maior jogador do futebol polonês em todos os tempos, Grzegorz Lato nasceu em 8 de abril de 1950 em Malbork. O técnico brasileiro Zagallo deve se lembrar muito de Lato. Na Copa de 74, depois de levar uma “lambada” da Holanda, o Brasil ainda teve de amargar uma última derrota para a Polônia, por 1 x 0, na disputa do terceiro lugar. O carrasco brasileiro foi Lato, o artilheiro daquele Mundial com sete gols.

Penha Bersan Licensed Real Estate Sales Professional Celular: (305) 495-8117 PenhaBersan@keyes.com www.keyes.com/penhabersan

Direto: (561) 409-3599 Fax: (954) 845-3377

OS RESULTADOS FALAM POR SI SÓ!

Liliam Silveira Scollo Licensed Real Estate Sales Professional Celular: (786) 290-6568 Lsilveirarealtor@gmail.com www.LiliamSilveira.keyes.com


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|| Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 14

Os portugueses sonham que esta seja “a” Copa de seu maior craque Depois de conquistar o maior troféu que um atleta de futebol pode conseguir no planeta, a Bola de Ouro da FIFA de Melhor Jogador do Mundo em 2013, o atacante português Cristiano Ronaldo encara a Copa do Mundo de uma forma completamente diferente: “Portugal tem time para chegar entre os quatro melhores, como aconteceu em 1966 e 2006. E se houver oportunidade, podemos ser campeões. Isto não é irrealístico, como muitos podem pensar”. Pode ser que sim ou que não. De fato, o futebol português está entre os melhores da Europa embora nunca tenha conseguido um “título de maioridade”. A chance que teve, ao decidir em casa o Campeonato Europeu de 2004, dirigida justamente pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, foi surpreendentemente derrotada pela Grécia, uma “zebra” histórica. Cristiano admite que os nervos podem ser um problema real para os portugueses: “A ansiedade por conquistar esse título que nos colacaria em outro patamar, como colocou a Espanha, atrapalha. Mas acho que já superamos isso e a prova foi a classificação para o Brasil ter sido obtida com uma vitória fora de casa contra a Suécia. Alí, poucos acreditavam em nós. E conseguimos”. Se mostra confiança ao falar da equipe como um todo, Cristiano Ronaldo demonstra ainda mais firmeza ao falar de seu próprio futebol. Não acha que está “devendo”, como muitos críticos apontam, até mesmo em seu próprio país, mas reconhece sim, que seu futebol jogando pela seleção portuguesa nunca esteve ao nível do que desenvolve nos clubes onde jogou ou joga. Como no Real Madrid, por exemplo, onde seu desepenho é fator determinante para o sucesso da equipe. “Todos esquecem que, num clube, você está treinando em conjunto e jogando com a mesma equipe o ano todo. Isso favorece


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

Cristiano Ronaldo muito a equipe, o entrosamento e o posicionamento tático dos jogadores, individualmente. O normal é um jogador render menos na seleção do que no clube. Mas esta não é uma regra infalível. Na seleção eu tenho uma grande preocupação em jogar para o conjunto da equipe”. Algo que tem mudado bastante, também, é a imagem de “playboy milionário”que o craque português cultivou por muitos anos, especialmente seus anos de sucesso no Manchester United da Inglaterra, onde foi um dos estrangeiros mais bem sucedidos da história do futebol inglês. Hoje, Cristiano demonstra mais maturidade, mais responsabilidade com a carreira e com sua imagem: “Isso também é uma coisa curiosa dos críticos comigo. Eles queriam que eu com 22, 23 anos me comportasse como uma pessoa de 40, 50? Isso não é assim que funciona. Gosto de viver e me divertir. Gosto de festas e das pessoas. Não há razão para me cobrarem fora de campo porque em campo em dou o máximo de mim. Não admito esse tipo de cobramça. Aliás, na Europa de uma maneira geral, essa cobrança não é dos torcedores e sim da mídia, aquela parte da mídia que sobrevive de escândalos e fuxicos da vida das celebridades. Eu não dou a menor importância”. Sobre o Grupo G, onde Portugal está ao lado de Alemanha, Estados Unidos e Gana: “Não tem nada de fácil aí. Ganhar da Alemanha sempre é difícil. Gana é uma das melhores seleções da África e tem uma velocidade incrível. Tem que ter atenção redobrada. E os Estados Unidos são um dos times mais difíceis de vencer em todo o mundo porquê eles nunca se entregam. Até quando o juiz apita o final da partida, eles estão em cima. Nessa Copa quem deu sorte foi a Argentina que pegou um grupo teoricamente mais fraco. O Brasil pegou um grupo forte. Não pode pensar que já se classificou. Portugal do mesmo jeito. Temos que estar concentrados ao extremo”.

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 15


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

Camarões

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 16

“Zebras” & “Favoritos”

Melhor posição nas Copas: chegou às quartas-de-final na em1990, sendo eliminada num eletrizante, 3 a 2, pela Inglaterra. Uma das mais tradicionais e mais bem sucedidas seleções africanas, Camarões sempre foi apontada, ao lado da Nigéria, como nações capazes de dar à África seu primeiro título mundial. Na verdade, talvez ainda não seja desta vez. Camarões se classificou ao derrotar a Tunísia em “play offs” com direito a goleada de 4 a 1 no último jogo. Mas é zebra!

França

Melhor posição nas Copas: campeões em 1998, depois de longa história de grandes times e copas frustrantes. A França sofreu para se classificar para a Copa de 2014, só obtendo a vaga numa das repescagens da Europa. Mas que ninguém se engane. O time pode surpreender, especialmente pela disciplina tática. E terá muito apoio nas arquibancadas. A França deverá ter milhares de torcedores em seus jogos no Rio e em Salvador, cidades com vôos diretos para Paris.

Portugal

Coréia do Sul

Melhor posição nas Copas: surpreendente terceiro lugar na Copa de 2002, disputada no Japão e na própria Coréia do Sul.

Melhor posição nas Copas: terceiro lugar na Copa de 1966, com o time considerado “o melhor da história” do futebol luso. Portugal chega a mais uma Copa do Mundo depois de se classificar em “play-off”eletrizante contra a perigosíssima seleção da Suécia e ainda por cima vencendo na casa do adversário o jogo final por 3 a 2 com espetacular atuação de Cristiano Ronaldo (veja matéria nas páginas 14 e 15 deste caderno). As aspirações lusas são altas e o time pode ir longe.

Depois de uma das mais longas jornadas classificatórias, a Coréia do Sul manteve a tradição e mais uma vez está numa Copa. O time é tão aguerrido e disciplinado como sempre, mas tem cada vez mais técnica individual e por isso é uma das “mais perigosas zebras”, para quem não os levar a sério. Bélgica, Argélia e Rússia que se cuidem!

A Itália está bem perto de você!

DESCOMPLICANDO ORLANDO PRA VOCÊ! • Guia nos parques e Tour de Compras • Assessoria para recepção no aeroporto • Locação de carro • Check-in no hotel Jornal B&B

- Eleita a melhor Lasagna de Broward County - Local para festas e eventos com Full Bar - Atmosfera romântica e familiar

Contato:

Fernanda Freitas fernandaguiaorlando@gmail.com

Telefone e whatsapp:

1-407.271.2290

(proprietários brasileiros) - Chef Marco Vico e Família

Cafe Vico Restaurant 1125 North Federal Highway Fort lauderdale, Fl, 33304 www.cafevicorestaurant.com

Jornal B&B

954-565-9681 Fernanda - Guia de Turismo em Orlando

FernandaGuiaOrlando

fefreitas23

@feguiaorlando


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

Argélia

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014 ||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 17

“Zebras” & “Favoritos”

Melhor posição nas Copas: participou das Copas em 1982, 1986 e 2010 e sua melhor colocação foi o 13o lugar em 1982. Das seleções africanas presentes ao mundial do Brasil, a Argélia é, seguramente, de quem menos se espera mais do que a mera participação. Sem grandes destaques e eternamente marcada por indisciplina, o time argelino é uma espécie de “zebra voadora”. Nas casas de apostas de Londres está em último lugar, pagando 1.000 libras por cada 1 libra apostada.

Inglaterra

Melhor posição nas Copas: os “inventores” do futebol conseguiram um título “suspeito” em 1966 e só. Os próprios torcedores ingleses dizem que “o maior adversário do “english team” são eles mesmos. Em 2014, o favoritismo sempre natural dos ingleses pode finalmente devolver a seleção a um patamar digno de sua tradição e história e da única Copa ganha, em casa, pelos “inventores do futebol”. O time agora se destaca mais pela velocidade do que pela defesa.

Uruguai

Grécia

Melhor posição nas Copas: duas vezes campeão mundial, em 1930 e 1950 (derrotando o Brasil na final, no Maracanã). O futebol uruguaio, há décadas não via uma geração de craques como a revelada a partir de 2006. A conquista da Copa América em 2011 devolveu o brilho à tradicional “celeste olímpica”, que voltou a ser respeitada mundialmente. Virá ao Brasil como uma das favoritas e alimenta o sonho de repetir a mágica/trágica final de 1950. O coração aguentaria?

Melhor posição nas Copas: uma das mais fracas seleções da Europa, a Grécia só se classificou para as Copas de 1994 e 2010. A Grécia chega ao mundial mais como icógnita e digna de todas as desconfianças graças a sua tradição de “fogo de palha”. O futebol intercala momentos de brilhantismo com outros de mediocridade. A garra e o sentimento de superação, devido à grave crise econômcia do país, motivaram nas eliminatórias. No Brasil, se passar da primeira fase já será uma surpresa.

IMIGRAÇÃO

Alexandre Law Firm

JornalB&B

- Asilo - Reforma - Cidadania - Residência - Deportação

- Vistos de Família - Vistos de Trabalho - Mudança de Status Imigratório - Crimigração

Consulta: (407) 370-6996 Atendimento: - Português - Espanhol - Chinês - Crioulo - Inglês Edison Samways of Counsel

7031 Grand National Drive - Suite 109 - Orlando, Fl 32819 www.alexandrelaw.com info@alexandrelaw.com

Felipe Alexandre NY State Bar


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|| Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

Álbum da Copa 2014 começa a ser comercializado: “frisson” à vista!

|| Caderno da Copa

|| Page 18

Pelé é “Top Ten” entre os atletas aposentados mais ricos

Um dos produtos mais “surpreendentes” entre as centenas que estão ligados ao universo de “merchandising” da Copa do Mundo, o “Álbum de Figurinhas Oficial” é, talvez, o mais surpreendente de todos. Isso porque, na era digital, nunca se imaginava que um hábito que existe há mais de 100 anos voltaria a ser uma coqueluche mundial. E o Álbum da Copa 2014, que será mais uma vez editado pela empresa italiana Panini, já tem sua capa divulgada e as vendas começam no início de abril, em 143 países. A versão 2010 do álbum teve o Brasil como campeão de vendas entre os 110 países onde o produto foi comercialziado. Depois dos colecionadores brasileiros vieram os alemães e suíços. A euforia foi tão grande naquela Copa que o álbum acabou se tornando caso de polícia, quando assaltantes invadiram um posto de distribuição no ABC paulista, renderam dez pessoas e roubaram 135 mil pacotes de cromos. Enquanto no Brasil serão distribuídos 8,5 milhões de álbuns que poderão ser encontrados nas bancas e em diversas ações promocionais, nos Estados Unidos, onde em 2010 o álbum vendeu mais de 1 milhão de unidades, a parceria com redes como a rede de farmácias e lojas de conveniência Walgreens deverá ser mantida. O grande mercado do álbum nos EUA é o público hispânico e como há 10 nações do continente americano na publicação, espera-se que o volume de vendas seja ainda maior. A Panini já divulgou a capa do álbum oficial da Copa do Mundo de 2014 e aumentou a expectativa dos colecionadores de figurinhas dos Mundiais. A empresa, que é ítalo-alemã, decidiu investir R$ 2,5 milhões na fábrica do Brasil para aumentar a capacidade de produção e evitar o que aconteceu em 2010, quando houve falta de cromos à venda.

Colecionadores “piram” em época de Copa

Longe dos gramados há décadas, Pelé segue sendo um fenômeno fora dos gramados e acaba de ser incluído na lista dos dez atletas aposentados mais bem pagos do mundo, divulgada na semana passada pela revista “Forbes.”

Você se lembra do tempo em que colecionar “figurinhas” ou “cromos” era tão excitante quanto é jogar vídeo game atualmente? Pois bem, o analista de sistemas Marcelo Vendas Urban, de 39 anos, resolveu colecionar um álbum de figurinhas do Campeonato Brasileiro que veio encartado num jornal.

O “rei do futebol” continua sendo um dos maiores nomes do esporte e, por conta da Copa do Mundo no Brasil e por ser uma espécie de “porta-voz” do evento, ele faturou US$ 15 milhões nos últimos doze meses graças aos contratos publicitários que mantém com várias empresas.

Como já se achava “passado da idade” e não encontrou pares para trocar cromos repetidos inventou um “facilitador” por meio de trocas pela internet. A ideia deu certo, hoje o site está em sua terceira versão e com uma comunidade de quase 80 mil colecionadores.

Pelé é o décimo colocado no Top Ten da Forbes, da qual também fazem parte o ex-golfista australiano Greg Norman, que aparece na nona posição com ganhos de US$ 16 milhões nos últimos doze meses; o ex-jogador de hóquei no gelo canadense Wayne Gretzky (oitavo, US$ 17 milhões); o ex-golfista sul-africano Gary Player (sétimo, US$ 19 milhões); os ex-jogadores de basquete norte-americano Shaquille O’Neal (sexto, US$ 20 milhões) e Magic Johnson (quinto, US$ 22 milhões) e o ex-golfista norte-americano Jack Nicklaus (quarto., US$ 30 milhões).

O movimento no site (http:// www.trocafigurinhas.com/) aumenta 1000% na época da Copa do Mundo. Cadastram-se cerca de 20 a 30 novos participantes por dia. Nessa época de Copa são 200 a 300 novos participantes.

É bom lembrar que em 56 anos de estrelato (Pelé se tornou celebridade na Copa de 1958), o “rei” nunca parou de fazer publicidade. Desde 1972 a publicidade e a consultoria são suas maiores fontes de renda.

Os álbuns com as seleções das Copas valem muito, da mesma forma que nos Estados Unidos, os cards dos jogadores de basebol muitos valem pequenas fortunas. No site de Urban, os participantes já cadastraram mais de 10 milhões de figurinhas de mais de 1.500 álbuns de várias editoras.

O “Top 3” é composto pelo ex-jogador de futebol inglês David Beckham (terceiro, US$ 37 milhões); o ex-golfista norte-americano Arnold Palmer (segundo, US$ 40 milhões); e o ex-jogador de basquete norte-americano Michael Jordan (primeiro, US$ 90 milhões). Mesmo aposentado há vários anos, Jordan faz parte não só da lista dos “aposentados” milionários, como da lista dos “atletas em geral”.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 19

Fala Torcedor! Você acha que, em nome da “Paz na Copa” os protestos de rua no Brasil deveriam ser temporáriamente proibidos? Beto Moraes (Boston) Acho que proibir as manifestações seria um golpe duro na democracia. Ir às ruas reivindicar é um direito adquirido pelo povo e foi a forma como o Brasil mudou a partir dos anos 80. A imagem do Brasil pode ficar arranhada? Pode. Mas penso que a melhor solução seria uma campanha para inibir os “black blocs” e atrair esta multidão para uma trégua em prol do país.

Izabel Flores (Boca Raton) Protestar é um direito e como tal não pode ser proibido. Principalmente se a intenção é ocultar a realidade de um povo que está cansado de ser ignorado. Nas ruas, talvez suas vozes sejam ouvidas. É uma pena que no meio de uma luta justa, haja tantos interesses mesquinhos. A verdade é que com Copa ou sem Copa, o Brasil precisa mudar.

Ady Coutinho (West Palm Beach)

Kleber Serrano (Miami) Eu penso que protesto é um direito do povo num mundo democrático. Mas a indústria do protesto brasileiro deixou para fazê-lo no período mais próximo da Copa. Creio que proibição não seria a postura correta, mas o povo e os administradores dessa indústria deveriam deixar para fazer protestos em outra ocasião, pela “paz na Copa” e “pela PAZ em si.”

Laine Furtado (Boca Raton )

Existem muitas formas de protesto. O silencioso muitas vezes fala mais alto. Se o brasileiro quer protestar durante a Copa, fica aí minha sugestão. Em vez de manifestações de rua que vão depor contra a imagem do Brasil, use alternativas que vão falar mais alto. Não comprem tickets para os jogos, não consumam produtos relacionados com a Copa, usem camisas ou bottons com frases como: Por um Brasil mais justo.A forma como o Brasil será lembrado amanhã depende da nossa attitude hoje. Escolha de forma inteligente.

Lais Rodrigues (Orlando) Eu acho que se proibir vai ser pior, vai causar revolta porque os ânimos estão muito alterados. É um risco que se corre. E se houver revolta a polícia terá que intervir. É uma “bola de neve”.

Carlos Salles (Deerfield Beach)

Penso que a Copa no Brasil será em clima igual ao Carnaval, com uma vantagem; durará mais que o reinado de Momo. O país vai parar durante os jogos e sempre em clima de festa. Não concordo com a proibição dos protestos. Eles devem acontecer sim, mas de forma pacífica, e durante a Copa seria perfeito. Assim mostrará ao mundo a insatisfação do povo brasileiro com um governo corrupto formado por um bando de políticos ladrões inescrupulosos.

Fábio Lobo (Orlando)

Edilberto Mendes (New York) Os protestos de rua são legítimos. O que falta à população é foco, um objetivo. Como sempre os brasileiros perdem as oportunidades por transformarem os grandes momentos em carnaval...

A liberdade de expressão é fundamental em qualquer democracia. Trata-se de um conceito básico, que independe da visibilidade extra que uma nação democrática adquire por conta de eventos internacionais. Nas palavras de Voltaire, “eu desaprovo o que dizes, mas defenderei até a morte o teu direito de dizê-lo”. Assim, proibir a manifestação do povo durante a Copa do Mundo é algo absurdo, que traria muito mais prejuízos que benefícios ao Brasil. Entendo, contudo, que a atuação dos “mascarados” não deva ser tolerada. Quem reivindica algo legal e legítimo não precisa cobrir o rosto; fazer isso é atestado de intenção criminosa e tentativa gratuita de desestabilização. Uma carta sem assinatura é desprezível e o “autor” merece punição ao invés de crédito... o mesmo se aplica a quem esconde a face ao “lutar” por algo! A Copa é um momento grandioso para fazer valer a voz do povo, mas o povo não pode --e não quer-- ser representado pela bandidagem ou manobrado conforme intenções eleitorais deste ou daquele grupo.

Roberto de Souza (Orlando)

Bill Coelho (Fotojornalista)

Nao creio que no momento atual em que existe uma enorme insatisfação coletiva em todo o país, seja possivel a existência da PAZ justamente durante o período da Copa. Os protestos acontecem agora, justamente no momento em que a imprensa mundial estará voltada para o Brasil. Os protestos são justos e oportunos, mas, lamentavelmente junto vêm os vândalos convertendo esses protestos em anarquia, prejuí-zos econômicos e desastrosamente em perdas de vidas.

Nunca! Os protestos são legítimos, e qualquer tipo de proibição cheira a ditadura. Não podemos, aos poucos, trazer de volta a época da repressão. Hoje proibe as passeatas, amanhã a divulgação de determinados assuntos que “incomodam” aos nossos políticos e depois? Amanhaceremos, um belo dia, com a boca fechada, sem podermos nos expressar. Principalmente os jornalistas, que são os primeiros a serem atingidos, e depois, é claro, os estudantes. Por isso, NUNCA! Os protestos fazem parte da DEMOCRACIA...Isso, desde que não vire bagunça paga por idiotas interessados em descaracterizar algo legítimo.

Não. Proibir os protestos, mesmo quem em “prol da Copa”, é ferir o direito à liberdade de expressão previsto na Constituição Federal do Brasil. O que o governo brasileiro pode fazer é treinar a sua força policial e se preparar com antecedência para a possibilidade de possíveis manifestações, a fim de evitar a violência nos protestos, que, se ocorrerem, impedirão o bom andamento do torneio, isto é, impedirão a ida aos estádios, a concentração das equipes, o trabalho da mídias, entre outras ações. O povo não pode ser calado por causa da Copa, tampouco o povo pode impedir o direito de escolha e de ir e vir de quem deseja ir aos estádios.

Chris Delboni (Miami Beach)

Quando cheguei em Washington com 21 anos, o que mais me fascinou neste país foi o ativismo pacifico, as passeatas na capital, a noção de que uma pessoa pode fazer a diferença e, faz ainda mais, quando se junta a um grupo com os mesmos valores, por uma causa. Protestos nunca devem ser proibidos. É a lei fundamental de uma democracia: liberdade de expressão. Porém, eles não podem nunca servir de desculpa para baderna. Mas não é o governo que deve proibi-los ou impedi-los, e sim o povo, os praticantes e participantes, que deve afastar os baderneiros e lutar pela paz e pela ordem para que o protesto gere um resultado concreto e positivo em prol da causa em questão.

Fernando Mariano (Orlando)

Não há dúvida que, dentro de um processo democrático, é louvável ver manifestações nas ruas – basta lembrar o recente “Occupy Wall Street”… O problema é que no Brasil pessoas mal intencionadas se aproveitam dessas manifestações para fazer depredações com a certeza da impunidade… pode parecer incrível mas até hoje a OAB tem uma turma de advogados jovens no Rio e em São Paulo para tirar da cadeia esses vândalos, sem nada cobrar. Por esse motivo da impunidade sou totalmente a favor de serem probidas manifestações!


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|| Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

No Mundo dos Esportes

Sem a Terapia TRT, como fica o retorno triunfal de Victor Belfort? A decisão de proibição do uso de TRT - Terapia de Reposição de Testosterona - pela Comissão Atlética de Nevada caiu como uma “bomba” no meio esportivo e de forma muito especial nos planos do brasileiro Vitor Belfort, que reside em Miami. Poucas horas depois de anunciada a decisão em Las Vegas, o brasileiro abriu mão de pedir a licença estadual para lutar em Nevada e anunciou que estava cancelando imediatamente a terapia de TRT. A luta, prevista para 24 de maio em Las Vegas incluída no

Card 173 do UFC - a organização esportiva que mais rapidamente cresce no mundo - seria contra Chris Weidman, pelo título da categoria 185 Pounds. Agora quem lutará contra Weidman será Lyoto Machida que também é brasileiro, de Belém do Pará. A decisão dá uma reviravolta num ambiente em que o uso de testosterona e inúmeros outros recursos para melhorar a performance dos atletas são usados ampla e abertamente, até então sem nenhum receio de punição. Belfort sempre falou aberta e honestamente sobre o uso de Tes-

tosterona sintética, a qual ele usa desde 2011, curiosamente, depois de ter participado, neste mesmo ano, de sua última luta em Las Vegas. Belfort vem experimentando um incrível retorno ao topo do esporte, depois que alguns analistas acreditarem que ele estaria em fase de declínio e se encaminhando para a aposentadoria. O empresário Dana White, dono do UFC, saudou a decisão da comissão de Nevada: “Nós acreditamos que nossos atletas têm de competir com base em suas habilidades naturais e em igualdade de condições”.

|| Caderno da Copa

|| Page 20

Após título nacional na WERA, Gabriel está otimista para 2014

O jovem motociclista brasileiro Gabriel Da Silva (foto acima), residente em Miami, teve sua primeira experiência no Campeonato Nacional Norte-Americano de Velocidade, WERA, conquistando o título de campeão nacional da categoria Mini. O título, mais um na brilhante carreira do garoto que começou a correr de moto com apenas 4 anos de idade, animou Gabriel ainda mais para a temporada 2014. Gabriel já havia competido duas vezes no campeonato WERA, em duas pistas diferentes e totalmente novas para o piloto. Em NOLA, como é conhecida a pista localizada em New Orleans, ganhou suas duas corridas em primeiro lugar. E em Talladega, localizada no norte de Alabama, conquistou dois segundo lugares. Gabriel ainda está correndo com sua moto Honda NSF100 enquanto muitos de seus competidores dispõem de motos bem mais potentes, uma vez que o regulamento permite motores até 150 cilindradas na categoria Mini 80. Já a partir das provas deste mês de abril, o time do brasileiro espera ter sua Honda R150 pronta para que Gabriel alcance ainda melhores resultados. O jovem campeão segue com uma rotina de treinamentos bem intensa, onde agrega treinos com motos de motocross e também futebol para ajudar no seu preparo físico.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 21

World Cup FIFA 2014 • Tabela Oficial Grupo

A

Dia 12/06 13/06 17/06 18/06 23/06 23/06

Hora 17:00 13:00 16:00 18:00 17:00 17:00

Grupo

B

Dia 13/06 13/06 18/06 18/06 23/06 23/06

Hora 16:00 18:00 13:00 16:00 13:00 13:00

Grupo

C

Dia 14/06 14/06 19/06 19/06 24/06 24/06

Hora 13:00 22:00 13:00 19:00 16:00 17:00

Grupo

D

Dia 14/06 14/06 19/06 20/06 24/06 24/06

Hora 16:00 18:00 16:00 18:00 13:00 13:00

BRASIL • CROÁCIA MÉXICO • CAMARÕES

Local São Paulo Natal Fortaleza Manaus Brasília Recife

Confronto_____________ Brasil x Croácia México x Camarões Brasil x México Camarões x Croácia Brasil x Camarões Croácia x México

FRANÇA • SUÍÇA EQUADOR • HONDURAS

Dia 15/06 15/06 20/06 20/06 25/06 25/06

Hora 13:00 16:00 16:00 19:00 16:00 17:00

ESPANHA • HOLANDA CHILE • AUSTRÁLIA

Local Salvador Cuiabá Porto Alegre Rio de Janeiro Curitiba São Paulo

Confronto_____________ Espanha x Holanda Chile x Austrália Holanda x Austrália Espanha x Chile Austrália x Espanha Holanda x Chile

Dia 15/06 16/06 21/06 21/06 25/06 23/06

Hora 19:00 16:00 13:00 18:00 13:00 13:00

Confronto_____________ Colômbia x Grécia Japão x Costa do Marfim Colômbia x Costa do Marfim Grécia x Japão Japão x Colômbia Costa do Marfim x Grécia

Dia 16/06 16/06 21/06 22/06 26/06 26/06

Hora 13:00 19:00 16:00 18:00 13:00 13:00

Confronto_____________ Uruguai x Costa Rica Inglaterra x Itália Uruguai x Inglaterra Itália x Costa Rica Itália x Uruguai Costa Rica x Inglaterra

Local Salvador Natal Fortaleza Manaus Recife Brasília

Hora 13:00 18:00 13:00 16:00 17:00 17:00

Local B. Horizonte Cuiabá Rio de Janeiro Porto Alegre São Paulo Curitiba

F

Grupo

G

Confronto_____________ Alemanha x Portugal Estados Unidos x Gana Gana x Alemanha Portugal x Estados Unidos Alemanha x Estados Unidos Portugal x Gana

RÚSSIA • BÉLGICA ARGÉLIA • CORÉIA DO SUL

Dia 17/06 17/06 22/06 22/06 26/06 26/06

Grupo

Confronto_____________ Argentina x Bósnia Irã x Nigéria Argentina x Irã Nigéria x Bósnia Nigéria x Argentina Bósnia x Irã

ESTADOS UNIDOS • GANA ALEMANHA • PORTUGAL

URUGUAI • INGLATERRA ITÁLIA • COSTA RICA

Local Fortaleza Manaus São Paulo Recife Natal B. Horizonte

Local Rio de Janeiro Curitiba B. Horizonte Cuiabá Porto Alegre Salvador

E

Confronto_____________ Suíça x Equador França x Honduras França x Suíça Honduras x Equador Suíça x Honduras Equador x França

ARGENTINA • NIGÉRIA BÓSNIA HERCEGOVINA • IRÃ

COLÔMBIA • GRÉCIA JAPÃO • COSTA DO MARFIM

Local B. Horizonte Recife Brasília Natal Cuiabá Fortaleza

Local Brasília Porto Alegre Salvador Curitiba Manaus Rio de Janeiro

Grupo

Grupo

H

Confronto_____________ Bélgica x Argélia Rússia x Coréia do Sul Bélgica x Rússia Argélia x Coréia do Sul Coréia do Sul x Bélgica Rússia x Argélia


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

1970 MÉXICO Países Participantes: 16 Campeão: Brasil Vice: Itália Terceiro: Alemanha Quarto: Uruguai Zebra: Peru (Oitavas)

1978 ARGENTINA Países Participantes: 16 Campeão: Argentina Vice: Holanda Terceiro: Brasil Quarto: Itália Zebra: Áustria (Segunda Fase)

Independente do fato de terem chegado ao título de forma questionável, o time argentino era de alta qualidade e um dos maiores destaques foi Mario Kempes.

|| Num 4 || April 2014

Na Copa do “time perfeito”, Brasil é tri

||

www.JornalBB.com

História das Copas

Por muitas razões a Copa do Mundo de 1970 ficou eternizada na história do futebol. A começar pelo fato de ter sido a primeira integralmente transmitida ao vivo pela TV para todos os continentes. Para o Brasil, pela primeira vez todo o país pode acompanhar os jogos ao vivo e, de fato, o evento monopolizou a nação como nunca mais aconteceria. Dezesseis seleções nacionais foram qualificadas para participar desta edição do campeonato, sendo 9 delas europeias (União Soviética, Bélgica, Itália, Suécia, Inglaterra, Romênia, Tchecoslováquia, Alemanha Ocidental e Bulgária), 5 americanas (México, El Salvador, Uruguai, Brasil e Peru), 1 asiática (Israel) e 1 africana (Marrocos). Na primeira fase, no grupo 3, Brasil venceu seus três adversários de forma convincente: 4 a 1 na Tchecoslováquia, 1 a 0 na Inglaterra e 3 a 2 na Romênia. Itália e Uruguai se classificaram sem problemas no Grupo 2. O grupo 1 teve o México (com vitórias muito questionadas sobre a Bélgica e El Salvador) e União Soviética classificados. No Grupo 4, Peru (uma surpresa) e Alemanha, eliminaram com dificuldade a Bulgária e Marrocos. Nas quartas o Brasil despachou o Peru por 4 a 2, a Itália goleou o México por 4 a 1, o uruguai eliminou a União Soviética por 1 a 0 e a Alemanha derrotou a Inglaterra, de virada, por 3 a 1. Nas semifinais, o Brasil eliminaria o Uruguai por 3 a 1 e a Itália, num jogo memorável, derrotou a Alemanha por 5 a 4. Na final, o Brasil se tornou tricampeão vencendo a Itália por 4 a 1.

O título argentino eternamente “sob suspeita” Sob a égide da sangrenta ditadura militar argentina, a Copa de 1978 foi desenhada como um gigantesco evento de propaganda do regime e de seus supostos “sucessos”. Havia uma pressão imensa pela conquista do título “em casa”. E, até hoje, muito se discute a importância de fatores extra-campo neste mundial. No grupo da Argentina, a Itália roubou a cena e venceu os seus três jogos da primeira fase. Com um gol de Bettega, despachou os donos da casa, 1 x 0. No grupo do Brasil, depois de empatar com Suécia (0x0) e Espanha (0x0), o Brasil venceu a Áustria por 1 a 0 e se classificou de forma melancólica. O Peru foi a sensação do grupo 3. Empatou com a Holanda (0x0) e venceu Escócia (3x1) e Irã (4x1). A Holanda foi segunda do grupo. O grupo 4 foi facilmente vencido por Alemanha Ocidental e Polônia. Nas oitavas: a Holanda reencontrou seu futebol: 5 a 1 Áustria, 0 a 0 com a Alemanha e 2 a 1 na Itália. No outro grupo de finalistas, Brasil 3 a 0 no Peru, empate com a Argentina em 0 a 0 e chegamos à rodada decisiva onde o Brasil venceria a Polônia por 3 a 1 e somente um milagre nos tiraria das finais. E o “milagre” aconteceu sob forma de um jogo “entregue” pelos peruanos aos argentinos que venceram por 6 a 0. Toda a imprensa mundial considerou o jogo “uma farsa”e o fato é que, desde então, nunca mais a seleção peruana retornou ao círculo das seleções respeitáveis. Uma curiosidade: o goleiro peruano, Ramón Quiroga, era argentino de nascimento, e falhou bisonhamente em vários gols. Na decisão do terceiro lugar o Brasil venceu a Itália por 2 a 0 e, na final, a Argentina superou a Holanda, na prorrogação, depois de empate em 1 a 1 no tempo normal.

|| Caderno da Copa

|| Page 22

Alemanha ganha título, mas Holanda leva a fama.

Sediada na Alemanha Ocidental, a décima Copa do Mundo revelaria para o universo do futebol, a “mística” de um país que, até então, não representava muito nos gramados internacionais: a Holanda. Comandada por Johan Cruyjff, um craque de incrível talento, a Holanda se tornou a favorita de todos. Menos dos donos da casa, é claro. O Brasil, sem Pelé, Gérson, Carlos Alberto Torres, Tostão e Clodoaldo, não era sombra do super time de 1970. Jogando um futebol defensivo, o time suou para empatar contra a Iugoslávia e Escócia e ganhar do Zaire por 3 a 0, na medida para se classificar. Chega a Segunda Fase; neste mundial com dois grupos de 4, os melhores vão à final e os segundos colocados vão disputar o terceiro lugar. O Brasil ganha da Alemanha Oriental por 1-0, e da Argentina, por 2-1. A Holanda goleia a Argentina por 4-0 e vence a Alemanha Oriental por 2-0.Pelo melhor saldo de gols, a Holanda jogou pelo empate na rodada final contra o Brasil, mas acabou nos vencendo por 2 a 0. A final da Copa do Mundo FIFA de 1974 foi disputada pela Holanda, que havia eliminado a Argentina, a Alemanha Oriental e o Brasil; e a, que havia eliminado a Iugoslávia, a Suécia e a Polônia. A partida foi realizada em 7 de julho às 16h, no Estádio Olímpico de Munique, com um público estimado em 75 200 pessoas. Sob o apito do árbitro inglês Jack Taylor, Johan Neeskens abriu o placar de pênalti, mas a Alemanha Ocidental virou o placar, terminando a partida em 2 x 1. O capitão Franz Beckenbauer levantou a taça do segundo título da Alemanha Ocidental.

Brasil brilha, mas quem leva o título é a Itália A Copa do Mundo FIFA de 1982, na Espanha, foi a primeira a contar com 24 seleções, entre elas várias estreantes. No total, 105 países participaram das eliminatórias. A seleção brasileira, comandada por Telê Santana, foi um dos destaques da copa, com jogadores como Leandro, Júnior, Toninho Cerezo, Paulo Roberto Falcão, Zico, Sócrates e Éder e com um futebol ofensivo e vistoso. E desde o início a seleção de Telê deu show: 3 vitórias sem discussões: União Soviética, Escócia e Nova Zelândia. A Argentina se classificou em segundo, depois de perder na estréia para a Bélgica. Quem também se classificou de forma “vergonhosa” foi a Alemanha, num placar “arranjado”- a Áustria “entregou” o jogo, perdendo por 1 a 0 - resultado que garantia ambas as seleções e eliminava a Argélia. Mas a grande surpresa viria na segunda fase, de grupos, quando o Brasil acabou sendo eliminado na incrível derrota para a Itália por 3 a 2, com três gols de Paolo Rossi. A Alemanha passou à final após uma vitória épica contra a França de Platini, nos pênaltes, depois de 1 a 1 e 3 a 3 no jogo normal e prorrogação. Outro jogo que marcou a Copa, ao lado de Brasil x Itália. No tempo normal, 1 a 1. Na prorrogação, a Itália venceu a Polônia, em Vigo, por 2 x 0, dois gols de Paolo Rossi, agora carrasco também dos poloneses, que perderam mais uma vez a chance de chegar a uma final de copa. Na decisão do terceiro lugar, a França, confirmando seu eterno posto de inferioridade diante da Alemanha e da Polônia, sucumbiu frente aos “Águias Brancas”, que igualariam o 3º lugar de 1974: Polônia 3 x 2 França. A final da Copa aconteceu no Estádio Santiago Bernabéu, em Madri. Mas o que era para ser um clássico virou um passeio italiano. A Azzurra passeou em campo, embalada pelas vitórias sobre Argentina e Brasil, e não tomou conhecimento da Alemanha. Itália campeã!

1974 ALEMANHA Países Participantes: 16 Campeão: Alemanha Vice: Holanda Terceiro: Polônia Quarto: Brasil Zebra: Polônia (4o Lugar)

Nome na História

Show de bola! O craque Johan Cruyff dribla o goleiro argentino na goleada de 4 a 0 que a Holanda aplicou na segunda fase do Mundial. Os alemães foram campeões, mas Cruyff foi o nome do mundial.

1982 ESPANHA Países Participantes: 24 Campeão: Itália Vice: Alemanha Terceiro: Polônia Quarto: França Zebra: Argélia

á

á

Nome na História

Vol 20

á

á

Nome na História

Desde Garrincha que o mundo não via um ponta-direita com a habilidade e explosão de Jairzinho. A Copa do México consagrou toda a seleção, mas o nome de Jair foi eternizado com gols espetaculares.

||

Nome na História Ele pode não ter sido um dos maiores craques da história, mas seu oportunismo de artilheiro o fez imortal. Paolo Rossi, o “carrasco” do Brasil e a estrela da Copa da Espanha.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 23


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 4 || April 2014 ||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 24

Já está pronto e arrumado para você se servir e experimentar, a NOVIDADE no

Vittorio’s.

Café da Manhã completo no estilo brasileiro. Agora, você vai poder levantar um pouco mais tarde, e ainda saborear um café da manhã dos deuses...

ACORDA!

O Café da Manhã está servido! Serviço de Buffet All You Can Eat: - Café preto ao estilo brasileiro - Leite quente, leite frio - Chás variados: quente e frio - Chocolate quente e frio - Queijos variados: fresco, mussarela, cream cheese - Sucos variados: laranja, uva, morango, maçã - Bolos variados: fubá, chocolate, cenoura - Omelete, Bacon, Salsichas em rodelas - Presuntos variados, peru, porco e salame - Geleias variadas, Manteiga de leite - Croissant salgado e doce - Torradas com alho e manteiga - Pães variados: francês, pão de queijo, pão de forma - Salada de frutas - Melão, Maçã, Abacaxi, Melancia, Mamão, Banana

Jornal B&B

Reservas e Informações: 407.352.1255

BRAZILIAN RESTAURANT Local de tradição e bom atendimento

- Iogurte e Cereais variados - Doce de leite, arroz doce, cookies e muito mais...

5159 International Drive - Orlando, Fl 32819 Horários: Café da Manhã: 7am às 10:30am Almoço: 11am às 3:30pm Jantar: 3:30pm às 11:30pm Delicioso Estilo Buffet Aberto Diariamente - Amplo Estacionamento


Copa_abril