__MAIN_TEXT__

Page 1

PERIODICALS POSTAGE PAID AT ORLANDO, FL USPS # 018-834 | Volume 26 | Number 12 | DECEMBER 2020 | The Largest Direct Mail Brazilian Newspaper in the US

POSTMASTER: SEND ADDRESS CHANGES TO: Brasileiras & Brasileiros, INC. 4847 Lake Milly Drive - ORLANDO, FL 32839-2075

assinatura grátis, POR CORREIO, NOS Estados unidos. PERIODICALS POSTAGE PAID AT ORLANDO, FL USPS # 018-834

Se o seu nome e endereço não aparecem no box ao lado é porque você ainda não tem uma assinatura do Jornal B&B. Para receber o seu exemplar, GRATUITAMENTE, preencha o FORMULÁRIO eletrônico no site www.JornalBB.com 1

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

2


QUER APRENDER INGLÊS? PREPARE-SE PARA O FUTURO. FAÇA AULAS DE INGLÊS ONLINE HOJE MESMO, SEM SAIR DE CASA. VOCÊ PODERÁ INTERAGIR VIRTUALMENTE COM INSTRUTORES E OUTROS ALUNOS. ALÉM DISSO, VOCÊ

TERÁ ACESSO A TUTORES E OUTROS RECURSOS ONLINE QUE VÃO

AJUDAR VOCÊ A ALCANÇAR O SUCESSO. FAÇA ACONTECER. As aulas começam na semana de 25 de janeiro. Ligue para 407-582-6688 ou visite valenciacollege.edu/estude.

20CEI021

3

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Eraldo Manes Jr.

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

Eraldo Manes Junior é paulistano, vive em Orlando, Fl desde 1990. É fundador e publisher do Jornal B&B, desde 1994. emanes@jornalbb.com

Fundado em 1994 4847 Lake Milly Drive - Orlando, FL 32839-2075 - USA Fones: (407) 855-9541 e (407) 353-2799 maida.manes@jornalbb.com

Picadas que salvam

N

a década de 1960, frequentar escola primária em São Paulo era uma delícia. O ensino do Português adotava o “Caminho Suave” como atalho para aprender o idioma de A a Z. As aulas de Matemática eram um temor aos alunos que tinham talento para as Artes. Para mim, Ciências liderava as matérias de Português, Matemática, História, Geografia e Educação Moral e Cívica. Só perdia para Educação Física, a minha preferida, que apesar da chatisse da ginástica, as aulas terminavam com uma boa partida de futebol, vôlei, basquete e handball. O inconveniente era ter que passar pelo maldito exame médico em público. Pior que o constrangimento de abaixar as calças, -assoprar o punho para o doutor descartar uma hérnia inguinal-, era ter que mostrar o atestado de vacinação atualizado.

Na lista das vacinas deveriam constar as doses contra a BCG, tuberculose, catapora, sarampo, caxumba, tétano, rubéola, difteria, hepatite, coqueluxe, poliomelite e varíola. Os métodos de aplicação variavam entre uma simples gotinha na língua, às doídas picadas de agulhas -uma aqui; outra alí- chegando-se à crueldade da raspagem na pele através do uso de um aparato de vidro. Passado mais de meio século, entendo que a dor na infância não foi em vão. Reconheço que as vacinas salvam vidas. A curto prazo temos que respeitar as mortes pelo Covid-19. A médio prazo temos que enfrentar uma crise econômica. A longo prazo temos que ter esperança de um mundo melhor.

Publisher: Eraldo Manes Junior Editor-In-Chief: Maida Bellíssimo Manes Art Director: Girleno Rocha Social Media: Renée Lobo International Correspondent: Edinelson Alves Contributing Writers: Peter Peng, Nereide S. Santa Rosa, Amaury Jr., Marcio Alves, Anna Alves-Lazaro, Jean Chamon, Lucia De Cicco e Rafael Vergne Viana. Sales Department: Maida B. Manes: 407.353.2799 Sandro Coutinho: 407.219.6092 Paulo F. Martins (in memorian)

Awards Brazilian international Press Awards 2019 • Business Awards - 25 Years 2018 • Best Newspaper Editorial 2013 • Outstanding Work 2012 • Best Community Article 2011 • Women Community Leadership 2008 • Editor of the Year • Newspaper Layout 2007 • Golden Award (Over 10 Years of Service) 1997 • Hispanic Corporate Achievers • Hispanic 100 Media

circuLaÇÃO auditada Member:

Que nós, seres humanos, tenhamos coragem para rever nossos valores. Feliz 2021!

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

- www.jornalbb.com

4

Advertising Deadlines Advertising and publicity deadlines are vary every month.It is the advertiser’s responsibility to submit fresh advertising materials each month if desired. Please call for information of the next deadline. Send Us Your News Brasileiras & Brasileiros welcomes story ideas and Press Releases along with photographs of interest to the Brazilian Community living in the United States. Deadline to editorial is the 10th of every month. Distribution The Brasileiras & Brasileiros is a Direct Mail publication targeting the Brazilian Community living in Central Florida. More than 5,000 families receive BY MAIL this publication free of charge. It is an audience of more than 30.000 readers a month. If you want to be added to this list, please find a subscription form on the COVER of this edition and submit to us. Wait for one month to start receiving your free copy. Additional Copies Brasileiras & Brasileiros can be found in restricted commercial areas in Central Florida, such as Brazilian Restaurants, Supermarkets, Shopping Malls. Please Call us 407.855.9541 to know where it is available. Duplicates If you receive more than one copy, both in your name or the same address, please call us at 407.855.9541 to cancel one copy. Thus we will give the opportunity to other new reader start receiving this free publication. Responsibility Products, services, information and/or opinions featured in ads content offered to readers are not an endorsement by the publisher Brasileiras & Brasileiros, Inc. Publisher assumes no responsibility for errors, gimmicks or hassles, in any customer-approved advertising copy for this publication. No part of this publication may be reproduced without written permission from the publisher. Brasileiras & Brasileiros, Inc. reserves the right to refuse advertising spaces at the publisher’s discretion. Copyright 1994-2019. - All rights reserved.

Periodical # 018-834 Jornal B&B is Published Monthly by Brasileiras & Brasileiros, Inc. 4847 Lake Milly Dr. Orlando, FL 32839 Postmaster: Send Address Changes To: Brasileiras & Brasileiros, Inc. 4847 Lake Milly Dr. - Orlando, FL 32839 Periodicals Postage Paid at Orlando, Fl 32839


5

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Luciana Bistane

ECONOMIA • ARTES • LITERATURA • INVESTIMENTOS

TENDÊNCIAS 2021

O

ano que colocou todo mundo no mesmo barco e transformou uma vacina no objeto do desejo da humanidade, termina deixando marcas profundas e equações difíceis de resolver. Problemas muito diferentes dependendo de como os governantes enfrentaram a pandemia e da localização do planeta. Não é preciso ser especialista em economia para supor que determinados países vão ter mais fôlego que outros, para sair da crise. A chegada da vacina que tem a missão de nos proteger de um inimigo invisível e insidioso, basta para colocar o mundo em ordem? Em quanto tempo? O trabalho vai deixar de se intrometer na rotina familiar ou o home office veio para ficar? tudo voltará a ser como era ou, nada mais será como antes?

sim, garante Juliana Scolari em artigo assinado por ela para essa edição. Juliana é diretora do setor de desenvolvimento de negócio para a América Latina da Moneycorp, empresa especialista em câmbio. Está acostumada a orientar brasileiros que querem comprar imóveis nessa região dos Estados Unidos e assegura que o setor está atravessando essa crise muito bem, obrigada. Já a área de entretenimento e cultura foi atingida em cheio pela pandemia. O isolamento social provocou o fechamento de livrarias, cinemas, museus, galerias e teatros. Cada setor se virou como pôde em busca do público perdido. Até mesmo museus renomados, como o MOMA de Nova York e a edição deste ano da Art Basel, em Miami e Hong Kong aderiram às exposições virtuais. E daqui pra frente, os novos formatos permanecem? O que muda nesse universo?

Luciana Bistane é editora da Tv Globo, em São Paulo. Correspondente internacional do B&B. Foi professora de telejornalismo na Puc de Belo Horizonte e na Faculdade Casper líbero, em São Paulo. É co-autora do livro Jornalismo de Tv.

Como esse momento que atravessamos vai ditar os rumos que vamos tomar em 2021? Ainda são muitas as incertezas, mas a certeza da vacina já acalma o mercado financeiro, diz o jornalista Adalberto Piotto, que foi ouvido pela corresponde do B&B, Luciana Bistane. sendo assim, já é hora de investir, fechar negócio? No ramo imobiliário da Flórida,

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

A artista plástica Soco Freire e a escritora Nereide Santa Rosa, CEO da editora Underline Pubishing, também nos enviaram artigos, onde falam sobre os reflexos dessa crise nas suas áreas de atuação e como deverá ser a reação nesses setores. Opiniões que compartilhamos agora com nossos leitores, desejando que as boas previsões se concretizem em 2021.

6


FERIDO EM ACIDENTE? 407-866-0738 CONSULTA GRATÚITA

ATENDIMENTO EM PORTUGUÊS: (239) 770.3994 EDSON BEZERRA Client Coordinator

DMATHEWSLAW.COM DON_Matthew_LAW_AD.indd

1

ESCRITÓRIOS EM ORLANDO 7

FORT MYERS

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020 12/18/20 3:56 PM


Nereide Santa Rosa

Mercado editorial em perspectiva

2

020. Um ano para esquecer ou para lembrar? Ansiosamente a primeira opção surge como resposta imediata. Mas...refletindo racionalmente, este foi um ano de aprendizado. Aprendemos a nos reinventar, a encontrar novas soluções, a enfrentar nossos maiores medos. Como esquecer? Saímos de uma fictícia sociedade segura e controlada, para vivermos o imponderado, o inevitável, o assustador. A crise alcançou todos, a nível global. Porém, novas relações pessoais se estabeleceram virtualmente, inclusive a família se fortaleceu pela união no confinamento. Felizmente, o ser humano tem uma capacidade de adaptação rápida e criativa. E novos caminhos começaram a ser trilhados. Não sabemos ainda se retornaremos a valores antigos, mas há certeza que seguiremos em frente, conquistando tecnologias avançadas, e quebrando barreiras que separam ideias e ideais. Como CEO da Underline Publishing, uma editora norte-americana sediada na Flórida, que publica autores brasileiros, tive a alegria de publicar mais de vinte livros ao longo de 2020, sempre com qualidade editorial e gráfica. impacto Mas, aqui nos Estados Unidos e principalmente no Brasil, o setor editorial sofreu sério impacto causado pela pandemia: cancelamentos de eventos literários, livrarias fechadas, e editoras repensando suas metas. Nos Estados Unidos, as editoras se adaptaram aos novos tempos, surgiram novos títulos e novos autores, afinal, um livro atualmente pode ser impresso sob demanda, o que reduz os custos e otimiza a produção. As vendas online cresceram de maneira consistente: nos Estados Unidos, o mercado editorial é atendido com qualidade de impressão e eficiência na entrega, ajudando os leitores a confiarem na produção online. Quanto ao ebook, diferentemente do paperback, é tido como mais uma opção; porém, como editora observo que o livro físico ainda é o preferido dos leitores e dos autores.

Quanto aos escritores, a ansiedade foi geral, grande parte causada pela consciência do que vivemos, o que causou uma grande produção de textos, em diferentes gêneros literários. Surgiram poemas, contos, crônicas, romances, ensaios sobre os dias de confinamento da pandemia. Os temas se multiplicaram e os escritores produziram mais do que nunca em seu espaço de criação. O resultado foi uma grande produção ofertada a editoras que ainda estão enfrentando o desafio de selecionar textos, analisar o mercado futuro para produções literárias e estudar as biografias dos autores. Produção Algumas editoras optaram em não se arriscar com novos autores, devido ao corte de gastos com funcionários. No Brasil, houve casos de livrarias e distribuidores de livros que não pagaram suas dívidas com editoras, o que acabou refletindo diretamente na produção editorial. Porém, um fato relevante foi a produção editorial em home office, diminuindo gastos. No final de 2020, por exemplo aconteceu a tradicional Bienal do Livro de São Paulo, de forma virtual quebrando recordes de audiência e de expositores.

NEREIDE SANTA ROSA é escritora, arteeducadora e pedagoga. Nasceu em São Paulo e vive nos Estados Unidos desde 2017. Tem formação em Arte, Música, Matemática e Pedagogia. Desde 1990, desenvolveu a carreira de escritora atingindo a cifra de mais de meio milhão de livros vendidos publicados em várias editoras brasileiras.

A Underline Publishing tem como meta dar continuidade às publicações, visto que estou com o cronograma de lançamentos para 2021 já fechado e aceitando apenas projetos para 2022. E, tão logo seja possível, a editora voltará a participar de feiras de livros, de palestras, encontros, e outros eventos presenciais.

Até 2020, publicou cerca de 85 livros e recebeu prêmios pela Fundação Nacional do Livro Infanto-Juvenil e ABBY e no ano de 2004, foi agraciada com o Prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do livro. Atualmente continua escrevendo e publicando no Brasil e no exterior, é colunista do JornalBB na Flórida, CEO da editora norte-americana Underline Publishing e coordenadora do Focus Brasil NY – Encontro Mundial de literatura Brasileira, onde coordena a Academia internacional de literatura Brasileira.

superação Como escritora, eu continuo o meu trabalho solitário, mas sempre atento aos fatos do cotidiano, e ao que a sociedade solicita. A capacidade do escritor está em seu conhecimento de mundo, sua leitura, suas descobertas e sua transformação. Assim é o meu trabalho, com paixão e dedicação, e se tudo der certo, superaremos essa fase e continuaremos a produzir muita literatura, mais e melhor.

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

contato: underlinepublishing@gmail.com

8


9

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Soco Freire

Pausa para pensar

E

stá sendo muito mais um momento de pensar do que exatamente executar. Alguns projetos que eu faria com muito mais rapidez, hoje tenho mais tempo para pensar melhor na criação. Por outro lado, isto de certa forma melhorou a qualidade dos meus projetos. Com essa nova rotina, eventos e exposições foram cancelados e de certa forma isso acaba agravando as diferenças que já existem entre os grandes e pequenos artistas e galerias.

Questões como galeria digital e vendas online, por exemplo, ainda estão em fase de adaptação para o público e o artista. Medidas para promover mais acesso às plataformas digitais são necessárias para uma maior abertura no mercado das artes. Não é só o artista que tem que construir isso, cabe sim o total apoio do meio cultural para promover estes estímulos. Porém nada chegará perto do que o contato direto com o público, com a

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

emoção. Não tem nada a ver com essa linguagem mais fria que é a internet. Artistas, galerias e museus estão se adaptando, mas não descobrimos ainda a melhor maneira de apresentar a arte de uma forma digital sem comprometer as sensações que a arte te mostra ao vivo. Desejo que em 2021 possamos encontrar o jeito certo de lidar com toda esta transformação global e poder novamente trocar emoções, abraços e carinho com o público.

10

Soco Freire nasceu no Brasil e iniciou sua carreira artística, em 1996; e, hoje, é uma artista com grande projeção internacional. Soco passou a vivenciar o mundo das cores influenciado pelos desenhos de seu pai, que agora são referências ao seu trabalho. Em 2015 conquistou um espaço na renomada TAG Heuer. Soco Freire exibe sua arte em várias galerias, boutiques TagHeuer, edições da Art Basel Miami e edições do Red Bull Canvas, com grande destaque entre as celebridades. socofreire@hotmail.com


11

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Adalberto Piotto

Vacina injeta ânimo na economia Luciana Bistane

A

economia vive de expectativas. E com a chegada de uma vacina, o mercado já começa a fazer planos, acredita o jornalista Adalberto Piotto, especialista e palestrante na área de economia.

“O que perdemos com essa pandemia foi a previsibilidade, que a vacina vai devolver. Se a vacina atingir o alvo, como é o esperado, teremos uma maior estabilidade econômica”, diz ele. A confirmação de um reaquecimento, no entanto, vai depender de três variantes: como será o controle da pandemia daqui pra frente, qual a postura dos governantes e o comportamento das pessoas. Ele lembra que em relação ao consumo, que move uma alavanca importante da economia, fatores culturais das sociedades interferem. Não basta ter dinheiro em circulação, é necessário que haja desejo de consumo. Os americanos, tradicionalmente, são mais consumistas que os europeus, por exemplo. Outros fatores podem tornar essa recuperação mais rápida ou mais lenta. Um deles é a agilidade que cada setor terá para regularizar a falta de insumos, de matéria prima, outro problema criado pela pandemia. Mas, o mais significativo é a capacidade que cada país vai ter de superar as dificuldades. Os Estados Unidos, na opinião de Piotto, são uma potência nas áreas educacional e científica, diplomática, militar e econômica. O país, naturalmente, tem mais condições de reagir. Do Brasil, o jornalista destaca o agronegócio como um trunfo. Com ajuda da tecnologia, o campo está cada vez mais produtivo e preparado para atender uma demanda crescente de alimentos. Mesmo nesse

ano conturbado a safra de grãos deve bater novo recorde. A previsão da Companhia Nacional de Abastecimento CONAB é de 268 milhões de toneladas, principalmente de soja e milho. E é um setor que gera emprego e impostos para o governo, além de ter um peso importantíssimo na balança comercial. Estamos falando de previsões para 2021, mas não podemos nos esquecer que há um curto espaço de tempo até lá, com casos de Covid em alta nos Estados Unidos, Europa e boa parte da América Latina. Período a que ele se refere como “uma vírgula”. A economia, nessa segunda onda, na opinião do jornalista também vai depender muito de cada governante. O futuro presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, por exemplo, já anunciou que não vai decretar o lock down, o que Piotto considera acertado. Seja como for, ele acredita que alguns setores não vão avançar. As empresas mais afetadas pelo coronavírus vão demorar mais a se restabelecerem, assim como deve demorar um pouco a volta dos empregos ceifados por essa crise.

Adalberto Piotto dirige e apresenta o talk show de realidade brasileira "Pensando o Brasil", em parceria com a Tv CiEE. É jornalista com especialização em economia pela FEA-USP, âncora de notícias em rádio e TV, documentarista e diretor e produtor do filme “Orgulho de Ser Brasileiro”.

Mas, fazendo uma analogia com outros momentos difíceis que a humanidade já enfrentou, como a gripe espanhola ou a segunda guerra mundial, ele diz:

É produtor e autor de séries em tv, web e cinema sobre realidade brasileira.

“A dor de um corte no dedo, feito hoje, dói mais que um pé quebrado há um ano, porque o dedo está doendo agora. Mas temos que lembrar que o número de pessoas infectadas em 2020 que se recuperaram é muito maior do que os recuperados durante a gripe espanhola. Mesmo assim, houve uma saída naquela época. E vamos encontrar também uma agora”, conclui o jornalista.

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

12


A forma SIMPLES de enviar dinheiro

1. www.muitosimples.com 2. Cadastre-se 3. Faรงa a sua remessa online

Direto do seu computador ou celular Rรกpido e Seguro

407.354.3474

13

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Juliana Scolari

Momento para investir

O

mercado imobiliário na Flórida tem atraído investidores brasileiros há mais de uma década. O crescimento na Moneycorp entre buscas por investidores brasileiros transferindo recursos do Brasil para investimento no exterior cresce desde 2010, o que impulsionou a estratégia da nossa empresa em se tornar um banco de câmbio no Brasil devido à extrema demanda. Mesmo com a pandemia, ainda apresentamos crescimento, o que reflete o apetite do investidor brasileiro, mesmo em situações de incerteza. Investir no mercado imobiliário é uma maneira de diversificar o seu portifólio e dolarizar parte do seu patrimônio. dólar O dólar é de fato considerado entre as moedas o que chamamos de “safe heaven”. (porto seguro) Os investidores procuram portos seguros para limitar sua exposição a perdas em caso de desaceleração do mercado ou em tempos de turbulência. Que é exatamente o que se cria em uma pandemia. Somado à isso, é importante mencionar que a crise atual não é considerada pelos economistas como uma crise imobiliária, e sim uma crise de saúde e econômica. O momento favorável, contudo, é uma decisão individual de cada investidor, o qual deve realizar a sua devida diligência. câmbio As oscilões cambiais sempre existirão como uma variável em investimentos envolvendo duas moedas. Um imóvel nos EUA é mais uma ferramenta de investimento muito utilizada como uma possibilidade de hedge (se proteger) contra uma maior desvalorização do real. Dependendo do tipo de imóvel, ele ainda pode oferecer receita de aluguel, além de potencial valorização. O investimento no mercado imobiliário é um investimento que geralmente oferece um retorno de médio a longo prazo. Para

aqueles que se integram nesse tipo de apetite, considero ser um ótimo negócio. Burocracia Em termos gerais considero não só fácil como simples O sistema imobiliário nos EUA é super estruturado. Um profissional licenciado de imóveis é provido de diversas ferramentas desde a busca de múltiplos imóveis pelo sistema MLS até o suporte das demais organizações envolvidas no processo, como a title company -empresas de títulos geralmente atuam como um agente neutro, protegendo os interesses do comprador e do vendedor na transação. Qualficação O passo mais importante para o investidor é ter certeza que ele estará qualificado para essa compra. Para clientes que optarão financiar, conversar com um profissional da área -como um mortgage broker ou um lender - e para aqueles que irão optar por trazer recursos do Brasil para pagamento à vista ou para a entrada do imóvel, que esses investidores tenham a confirmação que estão autorizados a transferir recursos para fora Brasil através da instuição financeira que fará a sua operação de câmbio. remessas Existe um processo de aprovação seguindo regras do Banco Central do Brasil e não é somente uma simples transferência doméstica. Esse ponto é de extrema importância e como especialista, sugiro sempre como um dos primeiros passos a serem tomados em relação à compra de imóvel no exterior. reaquecimento Acredito em um rápido reaquecimento. Com o anúncio da vacina, já estamos sentindo a retomada do mercado. A demanda está represada, mas ansiosa para finalizar as suas decisões de investimento de sua tão sonhada casa na Flórida.

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

14

Juliana, à esquerda, recebe Kelly Cutchin no estande da Moneycop Juliana Scolari Originalmente do Brasil, Juliana obteve seu diploma de Bacharel em Gestão Hoteleira, em São Paulo e se mudou para o Estado da Flórida em 2004 para trabalhar no Walt Disney World Resorts. Juliana ingressou na Moneycorp, em 2010 e chefia o desenvolvimento do corredor EUA-Brasil da empresa, produzindo crescimento significativo ano após ano. O negócio cresceu mais de 400% em 3 anos. Juliana é fluente em Espanhol e Português e tem mais de 15 anos de experiência em lidar com a clientela de negócios internacional. Ela usa sua forte ética de trabalho, e sua personalidade positiva e expansiva para garantir uma comunicação e atendimento eficaz aos clientes. Juliana possui Mestrado em Administração de Empresas pela Universidade Stetson na Flórida.


Jornal B&B

Family Complex Litigation & Collaborative Group Imigração | Leis de Família | Divórcio Pensão Alimentícia | Custódia da Criança Primeira Consulta Grátis

407.353.2799 (Atendimento em Português) Alessandra@FclcGroup.com 407.386.8877

|

407.757.2877 (English)

WWW.FCLCGROUP.COM

Alessandra B. Manes, Esq.

618 East South Street - Suite 110 - Orlando, Fl 32801 Alessandra Manes é graduada pela University of Central Florida, com Bachalerado em Arts in Psychology. Posteriormente, recebeu o grau de Juris Doctorate pela Barry University School of Law. Durante a escola de Direito, Alessandra foi Juíza dos programas Law Fraternity, Phi Alpha Delta, Governadora da Divisão do Young Lawyers, Law Student Division, Presidente do Intramural Sports Club e membro do Women Lawyers Association.

LESSANDRA_AD.indd 1

Alessandra é membro do Florida Bar, Young Lawyers Division e do American Bar Association. Nasceu em São Paulo, Brasil.

Fluente em Inglês, Espanhol e Português.

7/30/20 12:05 PM

15

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


COMUNIDADE

Plataformas digitais garantiram visibilidade exponencial aos eventos Focus Brasil em 2020 15 eventos atingiram 1.7 milhão de pessoas em 7 países. Temporada 2021 terá 20 eventos com quatro estréias

O

esforço concentrado de todas as estruturas regionais garantiram para os eventos FOCUS BRASIL, em 2020, um resultado de audiência exponencial. Com 15 eventos - seis dos quais nos Estados Unidos – a organização sediada em Fort Lauderdale, Flórida, atingiu 1.742.332 pessoas (reach) com cerca de meio milhão de views somente em sua Plataforma de Facebook, sem contar que o canal Focus Brasil no YouTube que alcançou em 2020 a marca de 5 milhões de visualizações, em toda sua programação. Estas foram algumas das razões da celebração vivida pelos 150 integrantes da “Família Focus”, durante a convenção mundial, realizada virtualmente, entre 7 e 13 de dezembro. No ultimo dia das reuniões foi anunciado o calendário 2021, que inclui 4 eventos de estréia – San Francisco (EUA), Shanghai (China), Recife e Salvador (Brasil), além do retorno de Nagoya (Japão). “Comprimir 15 eventos em apenas quatro meses, do final de agosto ao início de dezembro,

foi um esforço muito grande. Todos estão de parabéns porque a união foi total, o compromisso ferrenho”, diz Andréa Vianna, Diretora Executive dos eventos Focus Brasil desde 2018. Para ela, cumprir rigorosamente a agenda de eventos e entregar ao público e aos apoiadores, aquilo que foi prometido na convenção de dezembro de 2019, “foi nossa forma de resistir a toda essa negatividade e sofrimento trazidos pela pandemia”. Em 2021, o Focus Brasil celebra 24 anos de ininterrupta realização, englobando seus painéis de debates, workshops, exposições, shows musicais e premiações a destaques brasileiros nos quatro cantos do mundo. O evento que teve início em 1998, com uma edição anual em Miami, hoje se desdobra em 20 eventos numa agenda que vai de 4 de março a 4 de dezembro. O jornalista e produtor Carlos Borges, criador do evento, ressalta também o avanço dos eventos em áreas como inovação, empreendedorismo, ciência & tecnologia: “não nos acomodamos nunca. Estamos

Na foto, em uma das telas, durante a conferência, do topo da esquerda para direita: Carlos Borges (CEO), Andrea Vianna (Dir. Exec.), Maida Manes (Dir. Orlando), Luiz Gustavo Araujo (Dir. FBF), Barbara Santos (Dir. Phoenix), Alex Colombini (Dir. Boston), Nereide Santa Rosa (Dir. NY), Andréa Faria (Coord. Business), Katia Fonseca (Dir. Londres), Aryadne Woodbridge (Coord. LA), Doris Pinheiro (Dir. SSA), Fernando Suzuki (convidado especial /panelista), Valeria Sasser (Dir. San Francisco), Claudia Bello (Dir. Veneza), Mário Makuda (Dir. Japão), Mônica Schimenes (Convidada especial/panelista), Leonardo Amorim (Dir. BH & China), Rosie Roden (Convidada Especial/ Atlantic American Partners), Rod Silva (Dir. Toronto), Alessandra Leme (Coord. Comunidade em Ação), Vanessa Lapolli (Dir. Milão), Dianna Santos (Dir. Recife), Rosa Mendes (Dir. Roma), Mônica Ribeiro (Coord. Business), Carlo Serra (Dir. Lisboa).

todos sempre voltados para não apenas manter aquilo que o público quer e necessita, como também contemplando áreas e nichos nem sempre lembrados, nesta rica e inexplorada área que é a atuação brilhante de brasileiros no mundo”. Em 2020 o Focus estreou no Brasil, com eventos de sucesso em São Paulo e Belo

Horizonte. Em 2021 esse “mapa” se expandirá para Recife e Salvador. ”Queremos que o Brasil conheça mais e melhor o que os brasileiros estão fazendo no mundo, promovendo nossa imagem positiva, nossa criatividade, capacidade e competência”, diz Andrea Vianna, ressaltando que os eventos Focus Brasil são

uma “plataforma ideal, séria, consolidada e com alto nível de credibilidade”, para promover os mais variados aspectos do Brasil no mundo. Para saber mais sobre os eventos Focus Brasil, acesse o site oficial focusbrasil.org ou a página oficial Focus Brasil no Facebook e o canal Focus Brasil no YouTube.

Câmara de Comércio da Flórida Central elege nova presidente Doris Nogueira

Em dezembro, foi eleita a nova diretoria da Câmara de Comércio da Flórida Central, que vai atuar junto à instituição em 2021. Na condição de importante câmara binacional da Flórida, a Central Florida BrazilianAmerican Chamber of Commerce (CFBACC) parte agora para novos tempos. Mais do

que isto, vai injetar renovação nas posições de liderança, a fim de se manter atualizada e de braços abertos à chegada de novos membros. Para 2021, a CFBACC pretende promover intercâmbio de investimento, comércio e serviços entre EUA e Brasil, e novas séries de seminários para gerar ainda mais valor aos associados.

Marco Alevato Vice-Presidente

Paulo Isayyid Diretor de Novos Membros

Diretoria 2021 CFBACC: Andreia Almeida Presidente

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

16

Paulo Corrêa Tesoureiro

Marcello Silva Secretário

Marcelo Gonçalves Diretor de Esportes


Trancoso é um vilarejo charmoso no litoral sul da Bahia, com praias paradisíacas e um dos destinos turísticos mais badalados e procurados da América do Sul. Em virtude da grande procura de turistas brasileiros e estrangeiros, se tornou também um dos destinos mais procurados no mundo para investimento em imóveis para locação de temporada, com altíssima rentabilidade e taxa de retorno muito superior à média de mercado. Você já pensou em ter uma casa de temporada em Trancoso?

Conheça nossos empreendimentos:

Pré-Lançamento: Novembro de 2020 para escolha de lotes/casas Condomínio super exclusivo em local privilegiado de Trancoso. Venda de casas prontas: 48 casas de alto padrão com 270m2 (até 5 suítes) e piscina. Lotes de 1000 a 1500m2: 53 lotes super exclusivos aonde você pode construir a sua casa com projeto personalizado. Lotes de 2800 a 4000m2: 12 lotes com vista maravilhosa para o vale, aonde você também pode construir a sua casa com projeto personalizado.

Pré-Lançamento: Novembro de 2020 para escolha de lotes Condomínio com localização excelente na entrada de Trancoso. Lotes de 300 a 600m2: 220 lotes aonde você também pode construir a sua casa com projeto personalizado.

Condomínio com excelente localização em Trancoso – Lançado em Março de 2019

Condomínio super exclusivo e com excelente localização em Trancoso – Lançado em Setembro de 2020

Lotes de 300 a 500m2: 6 lotes disponíveis nesse momento do total de 160 lotes.

Lotes de 500 a 800m2: 36 lotes disponíveis nesse momento do total de 43 lotes.

Aproveite o câmbio e ótimo momento para investir no Brasil. Opções de financiamento direto com a Incorporadora, com opções de parcelamento de médio prazo (em até 24 meses), e longo prazo (entrada e saldo financiado em 5, 10, 15 ou 20 anos com juros de 5.99% ao ano) Telefone/Whatsapp: nos Estados Unidos e no Brasil

+1 6127576218

Realização e Incorporação:

+55 11 99655-0197

Informações e Brochuras dos Empreendimentos: infos.trancosoprime.com

17

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Peter H. Peng

Que mundo é êsse? Preparem-se para uma maior velocidade nas mudanças sociais, políticas e econômicas

VÔO PÁTRIO Peter Ho Peng nasceu na China e cresceu em Porto Alegre. Formou-se na UFRGS em engenharia química e na Georgia Institute of Technology (MSc e PhD). É morador de Tierra verde, Flórida. peterhpeng@yahoo.com

P

elos anos 1300 o aventureiro genovês Marco Polo observou assustado os chineses fazendo moeda de papel. Escreveu ao seu superior na Itália (ele reportava ao papa), descrevendo a coisa mais estranha que já havia visto naquela terra. Os chineses pegam casca de árvore e fazem uma pasta, que depois secam e fazem moeda dessa pasta, e usam essa moeda em todo o reino, de ponta a ponta. O papa e o rei italiano (em qualquer país, a igreja e o poder sempre foram muito chegados...) e toda suas respectivas cortes morreram de rir. Pensaram: esses chineses estão dando alguma coisa para o Marco beber, e fazê-lo delirar. Imagina, fazer moeda de casca de árvore!!! Vejam, haviam inventado o papel do algodão, mas agora, fazer dinheiro de casca de árvore? Ora bolas, moedas são cunhadas, são de ouro ou prata! São metais preciosos! O resto do mundo levou mais seis séculos para o entender e adotar o papel-moeda. Para entender que o lastro que lubrifica as trocas comerciais não é o metal precioso. Imaginem, 600 anos de vantagem na velocidade do comércio. Por que diabos estou levantando esse assunto? Porque novamente os visitantes ocidentais estão totalmente perdidos na China. O dinheiro desapareceu. A nova moeda é digital, QR. Quem está por trás disso é o tal de fintech, abreviação de Financial Technology. Esse segemento tem vários players, Tencent, Ant, etc. O grupo Ant está preparando um IPO – initial public offering ou abertura de capital – nas bolsas de valores de Hong Kong e Shanghai, que, segundo os especialistas, avaliará seus ativos em igualdade com o JPMorgan, o maior banco privado do mundo. O JPMorgan ocupa a cadeira 48 no pódio das Global 500 da Fortune, o pódio que este escriva cultiva como parâmetro comparativo. Esse banco, fundado em 1799, emprega mais de 250 mil funcionários e tem US$2,5 trilhões em ativos!!! Só para comparações conosco, nosso querido BB tem a cadeira 288 (por enquanto) e tem 100 mil funcionários (ordem de grandeza) e ativos de US$361 bilhões. Ou seja, 40% dos funcionários do banco americano para gerir 15% dos ativos. Bem, entendemos, um dos bês é de Brasil! Agora entra em campo uma nova geração daqueles malucos que inventaram a moeda de papel há mil anos. A Ant, empresa-descendente daqueles malucos de 1200 tem o mesmo

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

valor do JPMorgan, só que foi fundada há apenas 16 anos (2004). Moeda virtual?!! Sim, mais uma de chinês...Ai ai ai dragões me mordam... Essas plataformas chinesas de comércio virtual colocam o vendedor e o comprador frente a frente, sem passar por um banco meeiro. No caso do Ant, ele financia ambos os lados. Os seus algoritmos (inteligência artificial) analisam os cenários, conhecem os desonestos (reconhecimento facial) e precificam os riscos de modo que as taxas de financiamento são as menores possíveis. E por isso o lastro requerido para essas operações é muito baixo. Chegaram a operar com apenas 2% de lastro, contra uns 30% usados pelos bancos chineses estatais que financiam as grandes obras dos governos africanos, por exemplo. O governo chinês deu um safanão no Ma, exigindo mais lastro (~20%), pois no final das contas quem segura o rojão é o banco central da China, e eles não entendem como o Ant funciona. Isso detonou, por ora, o IPO que mencionei. Num outro campo, as vacinas contra o Covid-19 estão empregando uma tecnologia chamada de messenger-RNA. Normalmente as vacinas são produzidas a partir de um virus ativo e assim cultivam um anti-virus que combate o virus maléfico, ou seja, é um processo biológico. A nova tecnologia modifica o RNA (ribonucleic acid, ou ácido ribonuclêico) que é presumidamente a proteína que deu início à vida no Universo, com um tal de messenger (mensageiro) que detecta os viruses maléficos e manda um sinal para outras proteínas no organismo a bloquear a ação danosa do virus maléfico. Ou seja, é um processo de tecnologia de informação aplicada ao nível celular. Nesse mesmo campo, o Prêmio Nobel de Medicina neste ano outorgado a duas pesquisadoras que independentemente descobriram como modificar um gene, cortando pedaços daquele hélice dupla que carrega o código genético e substituindo o pedaço defeituoso por um normal. O potencial disso seria curar todas as doenças que tenham origem genética, consertando isso na fonte. (Novamente passamos em branco por esse tal de Prêmio Nobel, mantendo nossa conta de zero). Onde quero chegar: o mundo se transforma a largos passos, e o que move tudo é Knowledge and Science como a humanidade nunca havia visto. A vitória da Ciência e do Conhecimento é inevitável. 18

Mas Sabedoria entra na parada. Wisdom para saber o que é certo e o que é errado. E como isso se reflete por aqui? Vimos 70 milhões de americanos que votaram contra a Ciência, acreditam ainda que as eleições foram roubadas, negam o aquecimento global, negam que exista uma pandemia, apesar de 300 mil mortos e 16 milhões de infectados, e continuam enchendo os bolsos do Trump, um fundo para desmascarar as eleições fraudulentas (perto de 300 milhões de dólares até agora). Mas Giordano Bruno foi queimado na fogueira pela Igreja, por sua ciência herética. O mesmo fez a Rainha Maria, matando mais de 200 hereges dessa maneira. Criou um drinque, Bloody Mary. E no nosso país, seguimos com um STF administrando o país, e ouvimos a diatribe contra a China, pelo filho zero um, ao lado do terraplanista, e seus seguidores de mídia social. A China que paga nossas contas, comprando 35% do que produzimos em agricultura e minérios. Qual a consequência natural disso? A China estará cultivando soja na África, reduzindo sua dependência dos EEUU e do Brasil. Afinal, quem não é bem-vindo, procura outros pagos. E em alguns países a ignorância está vencendo. Por falar em África, notem outra tendência altamente visível: os times europeus de ponta (Premier League, UEFA), que eram recheados de brasileiros, estão agora recheados de africanos. E suas camisetas estão já se enchendo com caractéres chineses. Estamos saindo do mapa aos poucos. Como perdemos essa hegemonia? Tem que ser velho como eu para lembrar. A decadência sempre começa pelo topo. E foi com o João Havelange, que essa decadência começou. Com o assassinato virtual do João Saldanha, o maior gênio do futebol mundial, ordenado pelo ditador Médici e executado pelo Havelange. Mas essa é outra estória. Como relaciono tudo isso? Quem não conhece a estória do Marco Polo, da moeda de casca de árvore, até o QR, não vai entender a velocidade do mundo atual. Quem não conhece a estória do João Saldanha não vai entender como os jogadores africanos estão deslocando os nossos dos gramados europeus. Essa queda não é apenas um buraco na estrada, e nos iludimos se pansarmos que vamos nos re-erguer ao topo já já. Quem não conhece a História está condenado a repetí-la, como já dizia o velho Burke. Mas além de burros, somos surdos e desinformados.


Sua Casa Na Flórida Miguel Kaled

Mais de 20 anos de experiência

Realtor Associate

Temos acesso aos imóveis localizados nos melhores bairros para viver e investir na região de Orlando.

WINDERMERE, WINTER GARDEN, WINTER PARK, DR. PHILLIPS, LAKE NONA, KISSIMMEE, AVALON PARK, COLLEGE PARK

IMÓVEIS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS (Compra e Venda)

CONSTRUÇÃO (Projeto e Execução) Ligue para Miguel Kaled e marque uma entrevista sem compromisso. - mkaled@miguelkaled.com

(407) 467-9446

www.miguelkaled.com

19

Jornal B&B

Administrative Service Manager Coldwell Banker Residential Real Estate 400 S. Park Avenue Suite 210 Winter Park FL 32789

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Eliana Barbosa

Resoluções para o Ano Novo

E

“Avalia-se a inteligência de um indivíduo pela quantidade de incertezas que ele é capaz de suportar.” immanuel kant

stamos finalizando um ano que, apesar de tanto planejamento, nos mostrou que algumas coisas estão fora do nosso controle. E mesmo sabendo que 2021 ainda é incerto para todos nós, que possamos fazer resoluções assertivas no sentido de não perdermos nossa fé e nosso ânimo. Seguem abaixo, então, 10 dicas transformadoras para que este Novo Ano, mesmo com suas incertezas, seja um período de crescimento interior:

PERDÃO Escolha o perdão como forma inteligente de viver. Assim, comece se perdoando pelas tolices e más escolhas e, então, perdoe seus desafetos, lembrando-se que perdão não quer dizer aceitação e sim, deixar de dar importância a algo que ficou no passado.

AMOR PRÓPRIO Disponha-se a se amar em primeiro lugar, porque o mundo só reconhece quem tem consciência de seu próprio valor. Tenha coragem para se posicionar diante da vida, parando de abrir mão de seus valores e preferências só para agradar os outros. Chegou a hora de ser sincero com sua alma!

GRATIDÃO Em cada momento de sua vida, pense, sinta e respire gratidão - pelo que foi, pelo que é e pelo que será! A gratidão tem o poder de atrair a abundância e a felicidade para quem a vivencia!

LIMITAÇÕES E VIRTUDES Combata a mania de perfeição, aceitando suas limitações, sem, contudo, deixar de fortalecer suas virtudes.

ROMPIMENTO Chegou a hora de romper todos os laços nefastos com a mania de reclamar e de criticar. Daqui para frente, treine o seu olhar para extrair o que há de positivo diante dos desafios e adversidades.

FÉ Amplie sua fé, acreditando no Sopro Divino que pode mudar toda a sua história, de um segundo para o outro. Lembre-se que para Deus não existe o impossível. Ele atua no campo do sobrenatural, então, continue firme em seus propósitos de ser cada dia um ser humano melhor e confie na Providência. E jamais perca uma oportunidade de fazer o bem, trazendo luz e esperança a quem necessita.

Eliana Barbosa é psicoterapeuta, life coach, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento e palestrante motivacional www.elianabarbosa.com.br

a nossa maior riqueza! Para isso, pare de adiar aquela visita ao médico, ou ao terapeuta, e coloque seu corpo, sua mente e sua alma alinhados no grande sentido da vida – ser feliz e, assim, poder fazer os outros felizes!

PLANEJAMENTO Diante dos desafios que enfrentamos em 2020, aprendemos que planejar só funciona se tivermos flexibilidade para lidar com esta “caixinha de surpresas” que é a vida. A sabedoria consiste em ser um otimista-realista, ou seja, esperar o melhor, estando preparado caso o pior aconteça. Isso é ter “plano B” para todas as questões da sua existência, o que traz mais segurança e maturidade para seus dias. SAÚDE Comece o ano disposto a ter um olhar especial para sua saúde, que é a sua, a minha,

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

20

AUTOCONTROLE Decida acabar com o poder das emoções em controlar sua vida. Agora, serenamente, você tomará conta de seus pensamentos, emoções, palavras e atitudes, o que representará mais saúde e equilíbrio para sua vida. PODER INTERIOR Exercite, dia a dia, a confiança em seu potencial, que refletirá em sua autoimagem, abrindo portas para brilhantes oportunidades e relacionamentos saudáveis. Liberte seu poder interior e permita-se ser feliz, hoje e sempre!

Guarde isso: Como bem disse o filósofo alemão Immanuel Kant, “Avalia-se a inteligência de um indivíduo pela quantidade de incertezas que ele é capaz de suportar.” Que você seja, portanto, inteligente e maduro para suportar as naturais incertezas da vida! Feliz Ano Novo!


21

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Lucia De Cicco

Papai noel Existe?

V

irginia O’Hanlon Douglas, filha de um médico de Nova York, escreveu para o jornal The Sun (o grande jornal da época nos USA) perguntando: “Papai Noel Existe?” Isto foi em 1887. O jornal publicou a carta e a resposta do editorialista Francis Church. Ambas tornaram-se imediatamente famosas na imprensa mundial e o The Sun reproduziu-as anualmente, por ocasião do Natal, até o seu último número, em 1949. Depois, o texto acabou sendo publicado sob a forma de livro e batendo vários recordes de venda nos Estados Unidos. Abaixo, a carta e a resposta que comoveu milhões de pessoas. Prezado Editor: Tenho oito anos. Alguns de meus amiguinhos dizem que Papai Noel não existe. Papai sempre diz: “Se está no The Sun, é verdade”. Por favor, conte-me a verdade: Papai Noel existe? RESPOSTA: Virgínia, seus amiguinhos estão errados. Foram contaminados pelo ceticismo de uma época cética. Só acreditam no que vêem. Eles pensam que não pode existir nada que não seja compre-

ensível por seus pequenos cérebros. Todas as mentes, Virgínia, de adultos ou de crianças, são estreitas. Nesse nosso enorme universo, o intelecto do homem é como o de uma formiga, tanto comparado ao mundo enorme e infinito que está acima dele, quanto diante da inteligência capaz de alcançar toda a verdade e conhecimento. Sim, Virgínia, Papai Noel existe. Ele existe tão certamente quanto a generosidade, o amor e a devoção, e você sabe que há tudo isso em abundância, dando à vida as mais elevadas alegrias e belezas. Ah! como seria triste o mundo se não houvesse Papai Noel. Seria tão triste quanto se não houvesse as Virginias. Não haveria, então, a fé infantil, a poesia e o espírito de aventura que tornam a existência tolerável. Não teríamos prazer além dos sentidos. A luz eterna, com a qual inunda o mundo, estaria extinta. Não acreditar em Papai Noel seria o mesmo que não acreditar em fadas. Você poderia fazer seu pai contratar homens para vigiar todas as chaminés e pegar Papai Noel na Noite de Natal. Mas, mesmo se eles não virem Papai Noel descendo, o que isso provaria? Ninguém vê Papai

Lucia H salvetti de cicco Jornalista, Idealizadora, Diretora de Conteúdo e Editora-Chefe do Portal Saúde Animal. Auxiliar Prático de Veterinária. visite www.saudevidaonline.com.br

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

22

Noel, mas isso não quer dizer que Papai Noel não existe. Alguma vez você já viu fadas dançando na grama? Naturalmente que não, mas isso não é uma prova de que elas não estejam lá. Ninguém pode conceber ou imaginar todas as maravilhas invisíveis e imperceptíveis do mundo. As coisas mais reais do mundo são aquelas que nem as crianças nem os adultos podem ver. Você pode arrebentar em pedaços o guizo da boneca e ver o que faz o barulho lá dentro, mas há um véu cobrindo o mundo invisível que nem mesmo a força conjunta de todos os homens fortes que já viveram, poderia rasgar em pedaços, Virgínia. Só a fé, a fantasia, a poesia, o amor, a aventura, podem abrir essa cortina, observar e descrever toda a beleza e a glória celestial. Tudo isso é real? Ah, Virgínia, em todo este mundo não há nada mais real e duradouro. Não existir Papai Noel!? Graças a Deus ele vive e viverá para sempre. Daqui a mil anos, Virgínia – não, dez vezes mil anos, ele continuará a fazer feliz o coração da infância. Nós, do Jornal B&B, desejamos a todos um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.


Seu Corretor na Flórida • Compra, Venda ou Aluguel • Aluguel com opção de compra

Sandro Coutinho

REALTOR ®

Cell: +1 407.219.6092 Ofce: +1 407.801.5900 7901 Kingspointe Pkwy #29a, Orlando, FL 32819

23

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Rafael Vergne Viana

Viva o ano novo, o novo “novo” e aos “novos normais”!

M

uito difícil para mim escrever sobre uma data tão comemorativa, tão festiva, em tempos tão difíceis; mas, assim como o resto da humanidade, aqui estou eu, vivendo, e vencendo diante de ti, caro leitor! Peguei Covid, encontrei um estágio abaixo do "sem grana" que não conhecia e não queria conhecer, risos com lágrimas hehehe, vi muitas coisas bastantes difíceis de aceitar acontecer, como os muitos que nos deixaram neste ano, e não tem como não concordar que foi realmente um período difícil para nós, meros terráqueos. Mas agora eu preciso tocar pra frente, e acho que você também. Acho que o mundo precisa tocar pra frente, de mascarazinha e álcool em gel na cintura, devemos ir rompendo, eu acho que sim! Porque o mundo está contando conosco, com nossa inovação, com nossas invenções e nossas novas adaptações ao novo normal, e muito esperam por uma atitude sua, isso mesmo, sua, eu falo.

Rafael é Cristão, Esposo, Pai, Fotógrafo, Tecnólogo e Livestreamer, necessariamente nesta ordem, com atuação empresarial na área de tecnologia em suas empresas no Brasil e Estados Unidos. Atua com muito prazer no uso da captura de imagens e transmissão pela internet, sempre conectando pessoas e propósitos, anda de moto e toca baixo por paixão! http://www.bit.ly/rvergne

Seja pela fé, pela perseverança, pelo seu natural e inquieto potencial de se mobilizar, não podemos esquecer que viemos nos movendo nesta ópera há milhares de anos, e entra ano e sai ano, e continuamos vencendo! Sim, vencendo! Amigo leitor, eu te garanto que diante do que nem passei, mas sim, vi pessoas passarem. Se você está lendo este artigo meu querido (a), pode levantar o punho da sua preferência para o alto, e dar seu grito de campeão! Porque você até agora, vem vencendo uma batalha bastante difícil! Mas para todo campeão tem os troféus, e quais seriam os nossos prêmios neste tiroteio? Muitos avanços e diversas tecnologias foram catapultadas pela necessidade, e veremos isso no futuro.

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

Assim como os melhores executivos do Brasil hoje, são os respeitados sobreviventes dos tempos loucos da hiperinflação, seremos muito mais fortes e conscientes depois de toda essa agonia acabar! Se você ver alguém questionando sobre o tempo de eliminação de tudo isso, responda: O mundo não vai se reeducar da noite pro dia. Porque para vencermos juntos isso tudo, teremos sim, que nos reeducar. Teremos que levar mais a sério o fator higiene e prevenção, e isso tem que virar rotina, isso tem que virar cultura, nossas mãos vão ter que se acostumar com o geladinho do álcool e vamos ter que inventar ou reinventar formas de nos proteger mesmo; e quando tudo isso virar o simples normal de nosso cotidiano, aí sim, estaremos livres de um vírus como este que nos atingiu em 2020, e a erradicação de doenças serão apenas as consequências, de um mundo mudado. E isso, convenhamos meu caro leitor, demanda tempo! Muitos investidores têm mais oportunidades de avaliar empreendimentos domésticos, ideias que somente saíram do forno porque os donos delas tiveram que parar em casa para escrever. Empresas se reinventaram diante de grandes prejuízos e inovam levando seus funcionários para suas casas inaugurando uma era de grandes lucros, pela falta de gasto com o desnecessário. Pessoas que estavam descartadas do mercado, aparecendo com força nos trend topics do mundo business, se encontrando no meio de necessidades específicas, sim, eles e elas renasceram. Renasceram e nasceram grandes empreendedores, grandes educadores, fomos forçados a engolir a importância dos professores, ainda

24

que remotamente, ao menos aqueles que não sabiam. Profissionais foram induzidos a avaliar outras áreas de atuação das suas profissões, e coisas novas nascem a cada dia. Sim, eu ainda não consigo fechar a conta, e nem sei se vou, mas avançamos muito e muito neste ano, eu garanto meus amigos! Avançamos e muito! Avançamos no refletir das palavras, avançamos no raciocínio daquilo que não tínhamos tempo de pensar, avançamos em relacionamento com nossos filhos e esposas, e maridos, avançamos sim. Avançamos no retroceder, na freada de nossa incontrolável e desenfreada vida, muitos que olhavam para prédios, acabaram seus finais de semana diante de lagos, ao lado dos filhos, não adianta, eu garanto, avançamos! O que eu não garanto seria poder mensurar todo este avanço, e nem o tamanho dos prejuízos, mas mudamos nosso mundo de sobrenome, e 2021 nos aguarda, sim, o próximo ano, nos espera com uma grande vontade de avaliar nossas novas atitudes, nosso novo normal, e a natureza vai continuar respondendo cada atitude que entregamos a ela, vamos vivendo, "avançando", vamos rompendo. Eu quero parabenizar aqueles que tiveram o ano como um dos melhores de suas vidas, e quero deixar uma mensagem de fé e de paz para aqueles que foram surpreendidos em 2020: A nossa caminhada no tempo é inevitável, se você deu o próximo passo, pode ter certeza, você está melhor do que antes, então parabéns! Você é um campeão! Viva o ano novo, o novo "novo" e aos "novos normais"!


Quer vender sua casa? podemos vender pra você.

407.855.9541 Vem aí, uma nova arte de fazer negócios imobiliários

25

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Nereide Santa Rosa

Uma história de sucesso Conheça Adriana Sabino Recentemente foi destaque no meio literário brasileiro o Festival Literário de Miami com a presença de renomados escritores como Nelida Pinon, Mary Del Priore, Beti Rozen, Toni Brandão e Chico Moura. Organizado sob a batuta de Adriana Sabino, o FLI Miami foi um sucesso reconhecido pela qualidade das palestras e o extremo cuidado de Adriana ao escolher seus palestrantes.

A

driana Sabino é a co-fundadora e presidente do Centro Cultural Brasil-USA da Flórida (CCBU), uma organização não governamental, sem fins lucrativos, fundada em 1997, por voluntários, em Miami, Flórida. Na sua atuação como presidente, ela se envolveu na criação dos programas e eventos que fazem o CCBU cumprir a sua missão: divulgar cultura brasileira no Sul da Flórida. Ela formou-se em arquitetura pela FAUUFRJ (Escola de Arquitetura e Urbanismo da UFRJ) e tem um curso de pós graduação em Urbanismo pela FAU-UFMG (Escola de Arquitetura e Urbanismo da UFMG). Em 1989 ela fundou a sua própria companhia de planejamento de interiores em Key Biscayne, Miami-Dade. A seguir, conheça mais um pouco dessa brasileira que atua em prol dos brasileiros na Flórida, trazendo arte, cultura, informações e conhecimento. descreva quem é adriana sabino.

ARTE & VOCÊ Nereide Santa Rosa Arte-educadora e escritora especializada em Arte, História e Cultura. Escreve sobre arteeducação, biografias de artistas e exposições de artes. Atua como palestrante nos Estados Unidos e Brasil. Publicou cerca de oitenta livros, vencedora do Prêmio Jabuti. Publisher Manager da Underline Publishing LLC e coordenadora do Focus Brasil Ny. nereideschilarosanta@gmail.com

Sou uma brasileira-americana, residente em Key Biscayne, FL desde quando cheguei na Flórida, em janeiro de 1984. O interessante nessa história -essa aventura de vida que já tem mais de 36 anos-, começou de maneira casual. Sou carioca e recém formada em arquitetura pela FAU-UFRJ. Casei com um mineiro de Belo Horizonte e lá tive 2 filhas. Em Belo Horizonte também comecei a minha vida profissional, me tornando uma das sócias de uma firma boutique de arquitetura. Em 1983, meu marido me propôs uma temporada de seis meses em Nova Iorque onde ele faria um curso sobre o sistema bancário americano, na NYU. Eu estava certa de que voltaria para Belo Horizonte no final desse ano. Ao final do curso meu marido apresentou outra proposta: uma temporada curta em Miami, a pedido da companhia, para averiguar oportunidades

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

de negócios. Essa curta temporada foi se prolongando, ele criou negócios, criamos as duas filhas em Miami-Dade e continuo aqui até hoje. Em 1996, notando o aumento de brasileiros que se mudavam para Miami e Key Biscayne, tive uma ideia, que propus ao então Cônsul Geral do Brasil, Luiz Fernando Benedini: criar um acervo de materiais sobre o Brasil no Consulado, um acervo brasileiro onde as famílias brasileiras pudessem apanhar emprestado bandeiras, trajes típicos, símbolos, mapas, para que as crianças representassem o Brasil nos dias internacionais em que as escolas locais celebram a herança cultural dos alunos. O Cônsul não só cedeu o espaço, mas sugeriu que eu fundasse um Centro Cultural, dentro das novas diretrizes do Itamaraty de transferirem para as crescentes comunidades brasileiras no mundo a representação cultural do Brasil. Encontrei um grupo de brasileiros que, como eu, acreditava que a melhor maneira de marcar presença numa comunidade multinacional como a de Miami, seria mostrando a riqueza da cultura brasileira. Em 1997, o Centro Cultural Brasil-USA da Flórida, Inc., nasceu formalmente como uma corporação sem fins lucrativos da Flórida, com status 501.c.3 (com isenção de imposto de renda). Sua missão desde então é divulgar a cultura brasileira no Sul da Flórida. As primeiras iniciativas do CCBU foram os cursos de português como língua de herança – Origens e Raízes, criados por professoras brasileiras, especificamente para o CCBU. Em seguida passamos a fazer parcerias com universidades, as redes de bibliotecas locais e de Broward County, outras organizações culturais, e promotores culturais para apresentar programas que mostrassem os mais diferentes aspectos da nossa cultura. Já em 1999, fomos contatados pelo

26

sistema escolar público de Miami-Dade para ajudá-los a criar o quinto programa bilíngue e bicultural na rede escolar pública -o programa português/inglês. A rede já oferecia os programas espanhol-inglês, francês-inglês, alemão-inglês e italianoinglês. Durante quatro anos trabalhamos juntos e, finalmente, em 2003, foi criado o primeiro programa português-inglês, com conteúdo acadêmico brasileiro no sistema escolar público americano, na escola fundamental Ada Merritt K-8 Center. Um marco histórico na diáspora brasileira. como presidente do ccBu, qual é a sua mensagem para os brasileiros residentes na Florida? Eu me orgulho muito da história pioneira do CCBU -que pode ser pesquisada no nosso website, www.centroculturalbrasilusa.org. Abrimos caminhos para a cultura brasileira em Miami e ajudamos a inseri-la na comunidade multinacional de Miami-Dade. Os alunos, brasileiros, hispânicos e americanos dos dois programas bilingues existentes na rede escolar pública -na Ada Merritt K-8 Center e na Downtown Doral Charter Schools serão, para sempre as pontes entre o Brasil e os EUA. E muitas iniciativas marcaram a presença brasileira em grandes eventos como a feira internacional do livro de Miami, em festivais de bibliotecas, em eventos comunitários. conte aos nossos leitores como foi a FLi MiaMi e qual é a sua expectativa para a próxima edição. Em novembro, depois do sucesso pioneiro do primeiro Festival Literário de Miami – FLI MIAMI, estamos lançando o primeiro livro que registra as contribuições brasileiras em Miami – BRAZILinMIAMI. Outra ação pioneira que vai marcar a presença brasileira no exterior.


Amaury Jr.

O perfume através dos séculos

Rir é, literalmente, o melhor remédio Rir realmente funciona como um remédio e faz bem à saúde. O ato de dar risada ativam componentes que ajudam na sensação de bem-estar. Por exemplo, os níveis de dopamina, substância ligada ao prazer e responsável pela alegria, são elevados, assim como a endorfina, que regula a dor, e a serotonina, que melhora o humor. Estudos comprovam que rir aumenta o fluxo de sangue, o que ajuda a prevenir problemas cardíacos. Mesmo que o riso não cure doenças como o câncer, com certeza uma boa gargalhada é um ótimo remédio.

E

studos arqueológicos mostram que os sumérios foram os pioneiros na criação do perfume no ano 3500 A.C. e os egípcios foram os primeiros a usá-lo de maneira rotineira. Alguns registros de 1558 A.C. sugerem que a Cleópatra era uma grande fã de perfume, assim como a mitologia grega conta que Alexandre, o Grande também gostava da fragrância. O perfume só ficou popular no Império Romano. A palavra perfume vem do latim per, que significa "origem de", e fumare, que é "fumaça". Provavelmente, originou-se em atos religiosos onde os adoradores queimavam materiais que liberam um cheiro doce para os deuses, como o incenso. Durante o reinado de Luís XV, os franceses aperfeiçoaram a fragrância até se tornar o que conhecemos hoje. Qualquer que seja a história, hoje a indústria do perfume é enorme e até mesmo diversas celebridades já criaram a própria marca. Representação do Egito Antigo

Omelete de vermes popular no Vietnã do Norte

O cha ruoi, omelete de verme de areia, é um prato típico do Vietnã do Norte feito com anelídeos de até cinco centímetros de comprimento e, segundo os degustadores, tem sabor de caviar. As barracas de comida de rua no Vietnã do Norte costumam servir o omelete exótico. Apesar do ingrediente inusitado, a receita é simples: ovo batido, casca de tangerina, endro, cebola e especiarias e os vermes de areia são responsáveis pelo gosto de frutos do mar. A sua aparência é de um omelete comum, mas o sabor é único para os fãs da iguaria.

O Vício do Século" alerta sobre os malefícios da internet O livro "O Vício do Século", escrito pelo empreendedor Italo Fogaça, aborda o que é considerado pelos cientistas como um dos maiores males da humanidade: o vício em internet e celulares. A obra é uma reflexão sobre como o tempo é usado em função de tanta tecnologia, o que pode ser uma prisão para a mente, além de alertar o leitor sobre os malefícios causados pelo mundo virtual. O livro "O Vício do Século" já está disponível para compra. 27

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Anna Alves-Lazaro

Semeando Esperança para Sobreviventes do Tráfico Humano

TRÁFICO HUMANO Anna Alves-Lazaro Advogada brasileira, naturalizada americana, Comunicadora Social, Relações Públicas, Presidente e Fundadora da Hope & Justice Foundation, Palestrante, Escritora, e Ativista no Combate ao Tráfico Humano e ao Abuso e Exploração Sexual Infantil. anna.alveslazaro@gmail.com

R

ecentemente, estava em uma propriedade rural, caminhando e observando toda aquela terra, plantas e árvores, entao, percebi quanta paz e acolhimento existiam naquele lugar. Haviam enormes árvores e uma variedade de plantas que enchiam os meus olhos de alegria por tanta beleza. Absorta no momento, comecei a pensar sobre as maneiras como e por quem foram plantadas as sementes para que aquela vegetação maravilhosa existisse naquele lugar. Sentindo a brisa suave balançando todas aquelas folhagens e o cheiro das plantas , comecei a visualizar todos sobreviventes do tráfico humano que estavam em busca daquela Paz que o lugar transmitia caminhando entre as árvores e nos caminhos ladeados de lindas plantas. Todos sorridentes e felizes desfrutando da brisa serena que havia lá. Pensei em como um lugar, repleto de Paz pode trazer esperança e alegria são essenciais para quem esteve em um cativeiro, submetido a todo tipo de violência e abuso. Comecei a pensar em abrigos onde esses sobreviventes pudessem ser alimentados e tivessem pessoas que se importassem e cuidassem deles. Pessoas semeando esperança ao coração desses sobreviventes. ESPERANÇA, essa é a semente que eu convido você a plantar na vida dos sobreviventes do Tráfico Humano. A Esperança que deve ser regada pelo amor e pela solidariedade. Que você possa plantar uma floresta de esperança com árvores de Paz, Amor, Alegria e Prosperidade nas vidas que clamam por isso após terem vivido tantas torturas, abusos e desespero. Advogar pelos sobreviventes aumentando a conscientização sobre o tráfico é plantar essa semente de esperança. Apesar da mídia hoje falar muito mais sobre o tráfico de pessoas do que jamais fez na história, ainda há muita desinformação sobre o tráfico sendo espalhada ao nosso redor. O sensacionalismo promove mitos, tornando difícil para os sobreviven-

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

tes do tráfico se identificarem como sobreviventes e difícil para pessoas bem-intencionadas reconhecerem os sinais de tráfico em sua comunidade. Devido à natureza negativa da divulgação de informações imprecisas, devemos promover material que seja real sobre as experiências dos sobreviventes e devemos apenas divulgar dados de fontes confiáveis. Você precisará se tornar dedicado ao processo de educação contínua sobre o tráfico e compartilhar sobre todas as tipologias de tráfico humano, incluindo: tráfico de mão de obra, servidão doméstica, tráfico familiar, tráfico que está acontecendo com meninos, tráfico controlado por cafetão, tráfico controlado por gangues, tráfico que está acontecendo nas populações LGBTQ +, casas de massagem ilícitas, etc. Na medida que você receber mais treinamentos, você aprenderá como detectar sinais de tráfico em todos os tipos de vítimas e como relatá-lo às autoridades competentes. Cultive um estilo de vida altruísta e seja gentil para com aqueles que necessitam de sua ajuda. Muitos sobreviventes de tráfico humano e outras experiências traumáticas estão andando ao nosso redor diariamente. No entanto, como muitos desses indivíduos nunca revelaram sua vitimização a ninguém devido a estigmas e medos, eles lutam para receber os recursos e os cuidados de que precisam. Para ajudar a passar a mensagem de que é seguro divulgar e buscar ajuda, precisamos adotar um estilo de vida onde sejamos gentis com todos que encontramos, dando às pessoas o benefício da dúvida e acreditando no melhor delas. Isso não significa que devemos tolerar um comportamento doentio ou abusivo, mas significa que devemos fazer da bondade um mantra na maneira como vivemos nossa vida. Essa perspectiva é essencial porque, se quisermos tratar os sobreviventes do tráfico de pessoas com compaixão, mas tivermos uma atitude de que não trataremos outras pessoas com o mesmo tipo de amor, isso fará mais mal do que

28

bem às vítimas desse crime. Muitos sobreviventes do tráfico de pessoas, sobreviveram à tortura e a desumanidade que viveram porque aprenderam a ler a linguagem corporal de seus traficantes, bem como das pessoas que exploraram sua inocência. Devido às maneiras como podem ler os indivíduos, os sobreviventes são hipervigilantes e podem dizer se uma pessoa está sendo transparente ou se estão fingindo simplesmente porque querem se sentir bem consigo mesmos. Quando a gentileza é um estilo de vida, ela se torna um presente de nossa humanidade compartilhada versus algo que é exigido ou conquistado. Procure “não causar danos” em todas as escolhas que fizer Se queremos apoiar sobreviventes do tráfico, precisamos parar de apoiar traficantes e indústrias que estão prejudicando as vítimas. Por exemplo, pesquisas mostram que a pornografia está diretamente relacionada ao tráfico de pessoas. Além disso, existem muitas indústrias como restaurantes, empresas de limpeza e empresas de paisagismo que não tratam seus trabalhadores adequadamente, assim como produtos que você pode usar diariamente, como roupas que você veste, chocolate e café, podem ser feitos com a escravidão moderna . Ao procurar “não causar danos” em suas escolhas, procure usar apenas produtos feitos de forma ética e advogue por justiça nas indústrias onde o tráfico está ocorrendo. Embora as vítimas de tráfico não possam fazer escolhas, você pode e tem o poder de fazer uma escolha de liberdade. Nunca subestime como sua paixão e consciência podem criar um movimento e mudar a vida de outra pessoa. Você só precisa de coragem para ver as pessoas como humanas. Estamos ao final de um ano e iniciando um novo ciclo em nossas vidas , façamos desse novo ano uma oportunidade para fazer a diferença nas vidas dos sobreviventes do tráfico humano. Abrace essa causa!


SUA CLÍNICA BRASILEIRA NA FLÓRIDA

Jornal B&B

SERVIÇOS

- Drenagem Linfática - Massagem com Pedras Quentes - Massagem Redutora - Cavitation - Microfocus Ultrasound - Micro-Needling - Limpeza Facial Profunda - Eyebrown Design - Brazilian Waxing

BOCA RATON Fone: 561.400.4708 23123 State Road 7, Suite 235 Boca Raton FL 33428

2 ENDEREÇOS PARA MELHOR ATENDER VOCÊ

29

ORLANDO Fone: 407.844.5055 6735 Conroy Windermere Rd, Suite 314 Orlando, FL 32835

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


Jean Chamon

O melhor dos dois hemisférios

E

m nosso último artigo do ano não vamos falar sobre gestão, crise ou pandemia. Estou nesse momento escrevendo em solo brasileiro. Resolvi passar minhas férias de final de ano com a família no Brasil. Como muitos brasileiros que vivem em solo norte-americano desenvolvo muitas atividades profissionais nos dois países e por conta da pandemia vou poder celebrar a virada em nosso país. Nesse mês, gostaria de falar somente de positividade. Estando em terras brasileiras já há alguns dias e aclimatado ao nosso estilo de vida, escreveremos sobre o melhor dos dois hemisférios, ou como queiram do Brasil e do Estados Unidos.

JEan MarcEL cHaMOn • MBA e especialista em Gestão Universitária com 19 anos de experiência na área da educação. • Sócio fundador da UNIFLUENT. • Conselheiro, Ex-presidente do Conselho e Ex-diretor executivo da Associação Nacional dos Centros Universitários ANACEU. • Ex-Diretor de Relações Institucionais e Conselheiro do Conselho Regional de Administração do DF – CRA/DF • Autor e editor de publicações na área de gestão e políticas públicas da educação. Jeanchamon@gmail.com

Nesse ano em que todos atravessamos dificuldades, tentar ver o lado bom das coisas é fundamental. Claro que dificuldades temos nos 2 países principalmente para os imigrantes que necessitam de adaptação ao estilo de vida da pátria que nos recebeu. Sabemos ainda que existem vários “Brasis” nos 27 estados brasileiros com suas comidas, sotaques, clima e cultura. Nos Estados Unidos contamos com diferenças consideráveis nos 50 estados que sempre que possível busco aprender e viajar para assimilar melhor a cultura

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

norte-americana. Sugiro que cada leitor faça a sua própria lista de gostos, saudades e pontos positivos. Atribuir coisas boas e positivas onde quer que estejamos atrai coisas ainda mais positivas e benéficas. Falando de Brasil, analisando o ponto de vista profissional sempre valorizei a criatividade e adaptabilidade do profissional brasileiro que muitas vezes supera barreiras e cria produtos inovadores e inesperados. Vejo ainda que apesar de muito sofrido nosso povo segue sempre adiante. A resiliência do brasileiro é fenomenal. O jeitinho brasileiro, quando usado para o bem é uma das melhores características do nosso povo que quando utilizado na resolução de problemas rompemos qualquer barreira. Vou ao assunto que mais me encanta no Brasil que é a riqueza culinária. A forma de como nossa salada cultural é formada faz o Brasil gastronômico um lugar único, misturando o melhor de vários povos e culturas adaptados ao nosso paladar. Isso sem falar nos pratos regionais: comida mineira, nordestina, cafés coloniais da região sul, os peixes e iguarias da Amazônia. Posso passar 30

horas redigindo e refletindo quais seriam as minhas comidas favoritas, mas infelizmente sou limitado pela quantidade de caracteres do editorial. Em resumo, quando se trata de Brasil sou apaixonado pela comida e pelo povo. Sugiro reflexão individual sobre suas preferências. Rememorar coisas boas vivenciadas é sempre um exercício de positividade. Lembre-se que somente rememoramos aquilo que vivenciamos. Em relação aos Estados Unidos, pátria que muito bem acolhe milhões de expatriados a lista de favoritos é diferenciada e complementar a lista de favoritos brasileiros. Primeiramente, uma das primeiras coisas que me encanta é a forma de organização e seguimento de normas e procedimentos o que torna a vida mais clara de se seguir e com menos atropelos ao caminhar. A rotina norte-americana em meu caso me torna uma pessoa mais estruturada. Outro fator que vejo como positivo na América é que aprendemos quase tudo. O DIY faz parte das nossas vidas de maneira constante. Graças ao acesso à tecnologia e a quase todo tipo de ferramentas podemos desenvolver e descobrir novas habilidades. O DIY faz

a vida na América ser mais real e independente. O respeito ao direito, cidadania e o civismo são pontos fortes na formação norteamericana. Vejo ainda que o sistema educacional valoriza a meritocracia e as competências e habilidades de cada um. Com esforço e dedicação todos tem oportunidades. Por último e não menos importante, o respeito ao trabalhador independente da sua formação profissional ou acadêmica. Na América se você trabalha, ao final de sua jornada você será remunerado com valor digno independente da sua formação ou trabalho exercido. Todos trabalham, do jovem ao idoso e o trabalho é visto como dignificante. Como expatriado gostaria de lembrar que vivemos e viveremos sempre entre dois hemisférios e creio que podemos focar no bom que nos é proporcionado sempre. Meu sonho de consumo é que para 2021 eu possa mesclar um time Brazuca e Americano com o melhor dos dois, pois creio que as melhores equipes, sabores e novas descobertas são formadas pelas misturas e diferenças. Vejo vocês em 2021! Fiquem com Deus! Positividade sempre!


4000 Brazilian Homes * in Central Florida +

10,640 Represents

• The 1st Brazilian Publication in Central Florida • 26 years of Experience (June 1994) • Distribution by Mail (ZIP CODES) • AUDIT BY United States Postal Service • More than 2 million copies distributed in the period • Local Central Florida Brazilian selected audience • Community/Family/Business Content oriented • The Best Cost Benefit for you to Advertise • Price starts at $0.10 per household

+

Subscribers/Month **

ZIP CODES LIST

We Know the Demographic Profile of the Brazilian Community

ORLANDO: 32801, 32803, 32804, 32805, 32806, 32807, 32808, 32809, 32810, 32811, 32812, 32814, 32817, 32818, 32819, 32820, 32821, 32822, 32824, 32825, 32826, 32827, 32828, 32829, 32830, 32831, 32832, 32835, 32836, 32837, 32839. NORTH of Central Florida: 32701, 32703, 32707, 32708, 32712, 32713, 32714, 32732, 32735, 32736, 32738, 32746, 32750, 32751, 32754, 32757, 32763, 32765, 32766, 32771, 32773, 32778, 32779, 32780, 32789, 32792, 32796, 32798 up to Tallahassee region. SOUTH of Central Florida: 34711, 34714, 34715, 34734, 34736, 34741, 34743, 34744, 34746, 34747, 34753, 34756, 34758, 34759, 34761, 34769, 34771, 34772, 34785, 34786, 34787, 34788 up to St. Cloud region. EAST of Central Florida: Melbourne, Cocoa Beach, Daytona Beach up to Jacksonville region. WEST of Central Florida: Davenport, Haines City, Lakeland up to Tampa Bay area region.

(*) Central Florida area = 80 Miles Radius of Orlando Downtown Subscribers: (**) 4,000 X 2.66 people is the Average size of households in Florida in 2019: US Census Bureau Price: Full page Color AD: $399 1/2 Page Color Ad: $219 1/4 Page Color Ad: $129

Call NOW: 407.855.9541

Information: maida.manes@jornalbb.com 31

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020


ACIDENTE? NEGLIGÊNCIA? Faça valer os seus direitos!

COMPARE OS VALORES OFERECIDOS PELAS SEGURADORAS X VALORES OBTIDOS EM LITÍGIO Última Oferta: $100,000

Veredito: $9,990,000

STEFANO D. PORTIGLIATTI Advogado

Quando o caso é sério, você precisa de um advogado de:

CONFIANÇA, EXPERIÊNCIA e INTEGRIDADE.

Última Oferta: $220,000

Veredito: $4,850,000 Última Oferta: $0

Veredito: $3,250,000 Última Oferta: $115,000

Veredito: $1,050,000 Última Oferta: $50,000

Atendo em Português, Inglês e Espanhol

Creative Spear

Veredito: $940,000 *Esses vereditos variam de acordo com cada caso e podem refletir valores não contestados ou finais.

Atendemos todo o Estado da Flórida Escritórios em:

www.portigliatti.law

Jacksonville & Orlando

1.888.900.2525

Brasileiras & Brasileiros, Inc. | Vol 26 - Num 12 - DECEMBER 2020

32

LAW GROUP, PL

Profile for Brasileiras & Brasileiros

Edição de dezembro do Jornal Brasileiras & Brasileiros  

Nesta edição, debatemos com especialistas nas áreas de Economia, Artes, Literatura e Investimentos para saber como foi o ano de 2020 e quais...

Edição de dezembro do Jornal Brasileiras & Brasileiros  

Nesta edição, debatemos com especialistas nas áreas de Economia, Artes, Literatura e Investimentos para saber como foi o ano de 2020 e quais...

Profile for jornalb
Advertisement