Page 1

Fundado em 1º de julho de 2002.

A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020 | Ano 17 - Nº 2506 | Avulso: R$ 2,50

Fechamento da edição: 21h

PEDÁGIOS DA EGR

Praças no Vale registram déficit de R$ 1 milhão FORÇA FEMININA

Mulheres empoderadas Primeira edição do A. Woman Ocupa, no belvedere do Rio Taquari, dedicou-se ao empreendedorismo e à busca por maior valorização feminina na comunidade. Página 12

Balanço da estatal revela mais investimentos do que arrecadação no RS em 2019 Das 14 praças de pedágio administradas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), dez fecharam 2019 com déicit. A de Encantado, que teve a cobrança da tarifa suspensa durante três meses, gastou R$ 6 milhões a mais do que arrecadou ao longo do ano.

Já a praça de Cruzeiro do Sul foi uma das poucas a ter superávit, mas teve o menor investimento, o que gera insatisfação de líderes comunitários. Diretor da estatal garante que RSC-453 será “revitalizada” de Venâncio Aires a Lajeado em 2020. Página 5

PIONEIRA NO RS

Encantado aposta na educação cívico-militar Ato ontem à tarde oicializou a transformação da escola Érico Verissimo em colégio cívico-militar. Segundo autoridades, proposta de ensino afasta a violência e drogas do Página 7 ambiente estudantil.

OPINIÃO RODRIGO MARTINI

Réquiem à pessoalidade Calypso deixará saudade a quem gosta de um bom atendimento.

OPINIÃO

Praça de Cruzeiro do Sul foi uma das quatro a ter mais ingresso de receitas do que despesas. Mesmo assim, situação da pista ainda gera críticas

DEOLÍ GRÄFF

Arte a caneta De Estrela, artista plástico usa esferográica azul para pintar retratos.

COMBUSTÍVEIS

IMPASSE NO TRADICIONALISMO

ICMS gaúcho anula redução no preço

MTG tenta reverter suspensão da posse

Entra em vigor hoje a decisão da Petrobras de reduzir em 3% o preço do diesel e da gasolina nas reinarias. Contudo, não haverá impacto no Rio Grande do Sul.Isso se

deve à revisão do cálculo do ICMS prevista para quinta-feira. Estimativa é que litro da gasolina varie de R$ 4,70 a R$ 4,77 na região, nos Página 6 próximos dias.

O que seria uma eleição histórica devido à presença de duas mulheres na disputa para presidir o Movimento Tradicionalista Gaúcho se tornou imbróglio ju-

dicial. Após o empate no pleito em Lajeado, dois grupos concorrentes brigam na Justiça para deinir qual assumirá o conselho Página 8 da instituição.


Página 2

2

A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

ABRE ASPAS

EDITORIAL

“Vale a pena ser bom, mesmo que o mundo não seja” FÁBIO KUHN

Atual pároco de Travesseiro, Laudenor Telöken, 67, completou quatro décadas de vida sacerdotal. A cerimônia foi realizada nesse sábado em Arroio do Meio, na localidade de Linha 32, com presença de familiares (foto). Como mensagem do período de oração, acredita na importância das pessoas manterem a espiritualidade e vivências comunitárias.

para esse despertar vocacional.

• Por onde passou nesses 40 anos de sacerdócio?

Minha história começou em Santa Cruz do Sul na comunidade Espírito Santo. Depois fui para Monte Alverne, em Santa Cruz do Sul, e Linha Arlindo, em Venâncio Aires. Por mais de 20 anos atuei em Pantano Grande e Rincão del Rey. No último ano estou na Paróquia de Travesseiro. Foram muitos momentos de alegrias e atividade. Também houveram as dificuldades.

• O que mudou no Laudenor de 40 anos atrás para o de hoje?

A experiência e o jeito de ser, trabalhar e viver. Acredito que cresci muito e aprendi muito em todas as dimensões da vida pessoal e profissional.

FÁBIO KUHN fabiokuhn@jornalahora.inf.br

• O que representava ser ordenado padre 40 anos atrás? Há diferença com a atualidade?

Na época existia uma expectativa maior do despertar vocacional e vivência cristã dentro de um contexto social. Talvez hoje a questão da religiosidade não esteja mais tão viva na sociedade. O desafio hoje é reanimar as pessoas que estão afastadas da vida comunitária. A religiosidade se tornou indivi-

dualista. Cada um tem sua fé, oração e Deus. Mas o envolvimento comunitário é deficitário.

• Como foi o seu despertar vocacional?

O que auxiliou foi a espiritualidade da família. Rezávamos muito em casa e tínhamos muita fé. Teve outros fatores, mas essa com certeza foi uma das forças

Diretor Executivo: Adair Weiss Diretor de Mercado e Estratégia: Fernando Weiss Diretor de Marketing e Inovação: Sandro Lucas Fundado em 1º de julho de 2002 Vale do Taquari - Lajeado - RS Av. Benjamin Constant, 1034, Centro, Lajeado/RS CEP 95900-104 www.jornalahora.com.br Fone: 51 3710-4200

Contatos eletrônicos:

MOEDA

Sempre lembro nas comunidades por onde passo que vale a pena ser bom e se esforçar para trilhar o caminho correto, pois Deus é bom. Acima de tudo Ele é bom, independente de nossa situação. Deus quer que a gente viva bem. Vale a pena ser bom, mesmo que o mundo não seja e exista tanta força contrária a muitos valores da vida. É melhor ser bom do que deixar se levar pelas tendências da sociedade.

inanceiro@jornalahora.inf.br logistica@jornalahora.inf.br redacao@jornalahora.inf.br

Filiado à

COMPRA

VENDA

TAXAS E CERTIFICADOS

Dólar Comercial

4,0710

4,073

TJLP ANO

Dólar Turismo/SP

4,03

4,27

SELIC

Euro Comercial

4,5219

Libra

5,3202

5,3248

Peso Argentino

0,0681

0,0681

4,52420

Fonte: economia.uol.com.br (dia anterior)

MÊS

% MÊS

% ACUMULADO ANO

ICV (Dieese)

11/2019

0,46

2,1986

IGP - DI (FGV)

12/2019

1,74

7,70

IGP - M (FGV)

12/2019

2,09

7,32

INPC (IBGE)

11/2019

0,54

3,22

ÍNDICE

Os artigos e colunas publicados não traduzem necessariamente a opinião do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Impressão Zero Hora Gráica

O

governo do estado divulgou ontem a lista de municípios gaúchos em situação de alerta ou de alto risco de transmissão da dengue, chikungunya e zika. Os dados são decorrentes do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), realizado entre outubro e dezembro de 2019. Para a região, a boa notícia é que apenas um município do Vale está entre os 99 onde mais de 1% dos imóveis vistoriados por agentes de endemias apresentaram larvas do mosquito – Estrela. A maioria das cidades em situação crítica está nas regiões Norte e Missões. Os números amenizam um pouco a preocupação em relação ao risco de uma epidemia de dengue no Vale do Taquari, depois que pelo menos quatro casos autóctones da doença foram contraídos pela primeira vez em cidades da região

• Qual a mensagem que deixa após essas quatro décadas?

INDICADORES ECONÔMICOS

assinaturas@jornalahora.inf.br comercial@jornalahora.inf.br faturamento@jornalahora.inf.br

Mosquito sob controle

INCC

12/2019

0,21

4,14

IPC-A (IBGE)

11/2019

0,51

3,12

SALÁRIO MÍNIMO ANO: 2020 - R$ 1.031

CDI MENSAL (DEZ/20)

OURO E PETRÓLEO OURO - B3 PETRÓLEO

BOLSAS MUNDIAIS

MÊS

% ACUMULADO ANO

0,4146

0,41

0,10258 %

4,50

0,37%

5,96

FECHAMENTO

DATA

grama R$ 213 09/01/2020 R$ 265,97

10/01/2020

PONTOS

%

IBOVESPA

115076

-0,75

DOW JONES (EUA)

28810

-0,51

NASDAQ (EUA)

9166,8

-0,04

DAX 30 (ALE)

13483,3

-0,09

HORÁRIO 00:00 10:45

DATA cotação do dia 13/01/2020 até as 18h

Cabe ressaltar que essa não é uma luta só dos poderes públicos. É uma responsabilidade de toda a sociedade. E as precauções necessárias já são mais do que conhecidas.” no segundo semestre do ano passado. Mesmo assim, o alerta precisa ser mantido, principalmente durante o verão, quando a proliferação do mosquito aumenta em função das altas temperaturas. Há cerca de dez anos, falar em dengue no RS era um tema despreocupante. No entanto, a falta de cuidados da população e a incompetência dos governos para barrar o avanço do mosquito vetor tornaram o perigo cada vez mais próximo. É necessário um cuidado que vá além das campanhas de conscientização. O movimento tem de ser orgânico. Estar com as agentes de saúde. Estar no contato diário com a população. O assunto deve ser debatido de forma ampla e contínua. O poder público, nas três esferas, precisa fazer mais. É urgente, por exemplo, criar mecanismos para identiicar de forma mais ágil os locais onde há risco de transmissão e combater o mosquito em áreas especíicas. Cabe ressaltar, no entanto, que essa não é uma luta só dos poderes públicos. É uma responsabilidade de toda a sociedade. E as precauções necessárias já são mais do que conhecidas.


A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Artista de Estrela homenageia avô com quadro pintado a caneta

O

artista plástico e escritor de Estrela, Alexander Perandin Moreira, membro da Academia Literária do Vale do Taquari (Alivat), pintou o retrato do avô, Pedro João Perandin, nascido em Marília/SP e falecido em 1983 em São Paulo. A obra foi desenhada com caneta esferográica comum, na cor azul. Na obra é usada a técnica de desenho hachurado com esferográica.

Para chegar ao resultado inal, primeiro ele faz um esboço a lápis, depois inalizou com a esferográica. Geralmente ele faz este tipo de trabalho por encomenda. “Recebo encomendas de retratos com esta técnica, e de outras que também faço, de pessoas de diversas partes do Brasil”, cita Moreira. Em média leva uma semana para produzir uma obra, “mas dá para fazer em menos tempo”, avisa. Ele se dedica à pintura e ao desenho há 35 anos.

O retrato do meu avô é uma homenagem que eu quis fazer ao patriarca de minha família, do lado materno. Um homem simples, honesto, imperfeito como todos nós, mas um pai de família exemplar, que muito me ensinou na infância, e cuja memória merece todo o meu respeito”. Alexander P Moreira

3

DEOLÍ GRÄFF deoli@jornalahora.inf.br

Licitação dos ônibus A empresa Expresso Azul venceu a licitação do transporte coletivo em Lajeado. Vai ser estranho não ter mais a presença dos ônibus do Dörr e do Scherer, que já faziam parte do cenário urbano. As tarifas vão reduzir e esperamos que haja uma total remodelação dos itinerários. Os usuários deverão ter muita paciência e compreensão até se adaptarem aos novos ônibus e nas alterações a serem introduzidas.

Alimentos para o Mesa Brasil O Rotary Club de Lajeado Integração entregou alimentos arrecadados na Aldeia do Papai Noel durante o período natalino no Parque dos Dick. Parte dos mantimentos foram repassados ao Mesa Brasil do Sesc. Na entrega estiveram presente a gerente do Sesc Lajeado, Betina Durayski, a assistente social do Sesc, Raquel Brandão, da presidente do Rotary, Camila Mirapalhete, e do coordenador de esportes da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Fabricio Meneghini.

Aniversário do Ceat

Fogo na igreja

Canto da Lagoa

Meliponicultores

Colégio Evangélio Alberto Torres (Ceat) comemora amanhã 128 anos de fundação. O primeiro nome foi Escola Paroquial Evangélica, passando depois a chamar-se Colégio Lajeadense e, em 1941, passou a se chamar de Colégio Alberto Torres, cumprindo regra da Secretaria de Educação do Estado que determinava a adoção do nome de um patrono ou santo. Em 1966 foi adotada a atual denominação com a implantação do Curso Colegial Secundário, hoje Ensino Médio.

Ontem, dia 13/01, completou 67 anos o incêndio na igreja matriz Santo Inácio de Lajeado. O fogo começou de madrugada. Os sinos badalaram anunciando o sinistro.

O 16º Festival de Música Canto da Lagoa de Encantado está marcado para os dias 27 a 29 de março. Os músicos interessados devem fazer a inscrição até 07/02 fanpage do festival.

A primeira reunião de 2020 da Associação dos Meliponicultores do Vale do Taquari (Amevat), do presidente Nelson Angnes, será no próximo sábado, 18/01, com início às 9h. O local será o CTG Querência do Arroio do Meio.

16ª CRS O novo coordenador da 16ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), Edegar Cerbaro, assumiu dia 09/01. Ele é o ex-prefeito do município de Progresso. Antes o cargo era ocupado por Ramon Zuchetti, que se afastou em agosto do ano passado para assumir a direção do Hospital de Cruzeiro do Sul. O coordenador-adjunto é Ederson da Rocha.

Os emigrantes Konrad e Saueressig A Ong GenealogiaRS vai dar início às suas reuniões mensais em 2020 com a realização do 1º Encontro, dia 18/01, com ínício às 9h30min. O local será a Cervejaria Taura, na cidade de Linha Nova, na região do Vale dos Sinos. Conforme o diretor do GenealogiaRS, Nélio Schmidt, os interessados em participar devem conirmar presença pelo fone/whats (51) 99115-9712. O tema deste encontro será sobre a emigração dos Saueressig, Konrad e outras famílias da Alemanha para o Brasil e Estados Unidos. Para enriquecer os debates estará presente o pesquisador norte-americano Sym Bralnchard. Também apresentarão estudos os genealogistas Jorge Schroer e Décio Schauren.

Novos Conselheiros O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Lajeado (Comdica), que tem como presidente Ito José Lanius, deu posse aos novos Conselheiros Tutelares dia 10/01 para a gestão 2020-2024. Os cinco que assumiram são: Ana Paula Wolff, 29 anos; Clebes Joal Saraiva da Silva, 44; Márcia Inês Blum, 59; Maria Aparecida Domingues Leivas Müller, 62 e Marino Luiz Barcé, 64.

Introdução ao Budismo Jeferson Queiroz, kyôshin, vai lançar amanhã, dia 15, os cursos de meditação “arquitetura da mente” de introdução ao Budismo. O local será a sede da Tao Terapias.


A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

4

RODRIGO MARTINI Sugestões, críticas, contrapontos: rodrigomartini@jornalahora.inf.br

Que luz é essa?

Um réquiem à pessoalidade

L

i com um misto de tristeza e alegria a matéria do colega Mateus Souza sobre o iminente fechamento da locadora de ilmes “Calypso”, a “ultima dos moicanos” na principal cidade do Vale do Taquari. Tristeza porque eu era um frequentador assíduo e amigo do proprietário, Jorge Machado. E alegria por ter vivido essa fase tão bacana... E eu sou um péssimo apreciador de ilmes. Eu durmo. Mesmo diante de um Forrest Gump ou um Debi & Lóide. Também tenho a mania de icar imaginando todo o backgstage de cada cena. Isso é péssimo porque tudo perde a graça. Mas eu gosto de ilmes. Gosto mesmo. Toda noite antes de dormir eu assisto – ou tento assistir – alguma história na tela. Faço isso desde que me conheço por gente. E tudo começou em uma locadora. Entre as décadas de 80 e 90, lembro bem da Vita-Vídeo – depois icou só a Xock Vídeo. Lembro uma sala na rua Bento Gonçalves, próximo ao Ceat, e depois o prédio na Av. Benjamin

Constant, que foi demolido anos atrás. Meus primos alugavam ilmes na extinta BetaMax, ao lado da “Praça do Papai Noel”. Era um modelo diferente de videocassete, creio. Mas uma coisa havia em comum: era preciso rebobinar a ita para devolvê-la. Tempos depois surgiu o DVD e, para minha sorte, a minha mãe abriu uma locadora. Foram anos de abundância em relação a novidades cinematográicas. A “Matiné” icava ali na Av. Benjamin Constant, muito próximo de onde icava a Xock Video. Sempre gostei de ver o apreço com que ela atendia os cinéilos. A troca de informações, opiniões e os agradáveis bate-papos sobre os ilmes sempre me agradaram. Era a síntese da humanização da interação. A Xock Vídeo e a Matinée fecharam em momentos muito próximos. São os tempos modernos, eu sei. A inovação está aí para facilitar a nossa vida. Ou para tornar tudo mais confortável. Mas por vezes eu custo a aceitar. Em pleno ano 2020, gosto das promoções de sábado ou sextafeira: “você aluga três ilmes e

pode devolver na terça-feira”. Eu gosto de olhar cartazes com novidades. Gosto do que é físico. Eu retorno a um saudoso tempo dentro da locadora. Mas vou sentir falta essencialmente da pessoalidade do atendimento. Jorge, talvez poucos saibam, já peregrinou pelas místicas montanhas de Machu Picchu. Passou por algumas peripécias no país peruano. Perdeu voo. Passou perrengue, mesmo. São diversas as histórias que escutei – e contei – nesses tantos anos de freguesia. Também vou sentir falta de passar aquele tempo ziguezagueando entre tantas películas, como se estivesse em uma biblioteca. Um tempo para ler sinopses, apreciar capas, procurar personagens e relembrar grandes artistas. Um dos raros momentos onde o celular icava em segundo plano nesses dias tão corridos dentro da zona urbana. Era um tempo para conversar. Para ouvir. Mas enfim, são os tempos modernos. E é para frente que se anda!

Diárias em Encantado

Asfaltamento

O Poder Executivo de Encantado gastou R$ 58,9 mil em diárias no ano de 2019. O valor total está bem acima do que foi gasto em 2018: R$ 32,6 mil. Já em 2017, no primeiro ano do atual mandato de Adroaldo Conzatti (PSDB), a sua prefeitura gastou R$ 55,1 mil com diárias pagas aos servidores e secretários. Podese dizer que o gringo fechou a mão. A soma desses três anos – R$ 146,6 mil – foi um pouco superior ao total gasto só em 2016: R$ 133,6 mil

O Governo de Encantado retirou da pauta o projeto de lei nº 108/2019, que “autoriza o Poder Executivo Municipal a firmar convênio com o Município de Relvado, visando propiciar o asfaltamento da EM 475”. A matéria seria apreciada na sessão extraordinária que foi realizada na semana passada. Entretanto, o Executivo recuou.

A pressão persiste sobre a RGE no Vale do Taquari. Na semana passada, em Arroio do Meio, coordenadores de operações da empresa se reuniram com líderes comunitários para tratar dos recentes – ou seriam históricos? – problemas na rede de abastecimento de energia. Na cidade, a maioria dos postes (69%) já é de concreto, mas ainda restam 2.387 mil postes de madeira. A RGE promete novas trocas. As reclamações são mais fortes nos distritos de Forqueta e Rui Barbosa.

Guarda Municipal

O governo de Lajeado estima anunciar em no máximo três meses o concurso público para contratação de 10 Guardas Municipais. Pretende. Para tal, o processo ainda deve passar pela avaliação da Câmara de Vereadores. O PL deve ser protocolado em janeiro. Aliás, a Guarda Municipal é uma das promessas de campanha do atual prefeito, Marcelo Caumo. E diante disso, não vai causar espanto se o projeto icar algum tempo “trancado” no Legislativo...

Solução inteligente O Colégio Sinodal Gustavo Adolfo garantiu uma solução inteligente para encerrar uma polêmica um tanto ruim para a boa imagem do educandário. O causo iniciou no im de 2012, após o Governo de Lajeado ceder um trecho da Rua Albert Schweitzer, entre as ruas Miguel Tostes e Comandante Wagner, no bairro São Cristóvão. A direção da escola instalou portões em ambas as esquinas, impedindo o trânsito de veículos e garantindo 100% de segurança aos alunos que se deslocavam da sede até o ginásio, localizado no outro lado da rua. Cinco anos depois, o TJ/RS conirmou decisão judicial da Comarca de Lajeado e os portões foram retirados. Agora, uma importante passarela pôs im ao debate!


5

A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Praças de pedágio na região fecham 2019 com déicit de R$ 1 milhão FÁBIO KUHN

Ingresso de recursos em Encantado e Cruzeiro do Sul foi de R$ 30 milhões, enquanto gastos totalizam R$ 31 milhões MATEUS SOUZA mateus@jornalahora.inf.br

VALE DO TAQUARI

A

Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) divulgou o relatório inal do balanço inanceiro de suas 14 praças de pedágio em 2019, com o total de ingresso de receitas e desembolso nas rodovias administradas pela estatal. Juntas, as duas praças localizadas no Vale do Taquari tiveram o ingresso de R$ 30 milhões em receitas e gastaram R$ 31 milhões, incluindo investimentos em rodovias, além de impostos e tributação. Dez praças de pedágio fecharam 2019 com um deicit, pois o desembolso de recursos foi maior do que o ingresso de receitas. Na lista, está a de Encantado. Já as demais encerraram o ano com saldo positivo. Além da praça de Cruzeiro do Sul, estão na lista as praças de Venâncio Aires, Candelária e Portão. Conforme o relatório, a praça de pedágio de Encantado, situada na ERS-130, teve um deicit de pouco mais de R$ 6 milhões. Vale lembrar que a cobrança da tarifa foi suspensa e as cancelas icaram abertas durante três meses, após a Justiça atender a uma liminar do Ministério Público. No mês de novembro, por exemplo, apenas R$ 4,6 mil ingressaram nos cofres da praça de pedágio, enquanto em dezembro, quando a cobrança foi retomada, o valor subiu para R$ 564 mil. “Confere com aquilo que dizíamos. Essa é uma praça que estava atrasada no ponto de vista inanceiro”, comenta o diretor inanceiro da EGR, André Arnt.

“453 será toda revitalizada” Já a praça de Cruzeiro do Sul, na RSC-453, teve um superavit de

A alguns metros da praça de pedágio em Cruzeiro do Sul, é possível identiicar danos na pista. EGR promete “revitalizar” toda a ERS-453

cerca de R$ 5 milhões. Entretanto, foi a que menos teve investimentos ao longo do ano. As más condições da rodovia motivaram reclamações e até protestos. O mais recente, ocorrido em novembro, teve como pano de fundo a morte de um motociclista, na localidade de São Rafael. Arnt, que esteve conversando com moradores recentemente, voltou a afirmar que toda a extensão da RSC-453, entre Venâncio Aires e Lajeado, será revitalizada. “Vamos fazer toda a rodovia, começando por Venâncio. Num período de

um ano, queremos avançar muito em melhorias nessa estrada”, ressalta. Arnt ressalta ainda que, em 2020, a população notará um avanço nas melhorias executadas nas rodovias da região, destacando que, em breve, será lançado o edital para obras nas ERS-129 e 130. “Vamos nos empenhar no sentido de oferecer estradas cada vez em condições melhores”, garante.

Pintura, roçada e buracos Um dos líderes do protesto

BALANÇO DAS PRAÇAS DE PEDÁGIO DA EGR PRAÇA

INGRESSO DE RECEITAS

DESEMBOLSO

SALDO

Venâncio Aires

R$ 34,5 mi

R$ 23,7 mi

R$ 10,8 mi

Portão

R$ 32,9 mi

R$ 23,7 mi

R$ 9,2 mi

Cruzeiro do Sul

R$ 17,5 mi

R$ 11,8 mi

R$ 5,7 mi

Candelária

R$ 23,8 mi

R$ 23,5 mi

R$ 300 mil

Campo Bom

R$ 32,7 mi

R$ 33,6 mi

- R$ 900 mil

Flores da Cunha

R$ 10 mi

R$ 12 mi

- R$ 2 mi

Gramado

R$ 14,1 mi

R$ 17,9 mi

- R$ 3,8 mi

Três Coroas

R$ 20,5 mi

R$ 25,1 mi

- R$ 4,6 mi

Santo Antônio da Patrulha R$ 14,4 mi

R$ 19,3 mi

- R$ 4,9 mi

São Francisco de Paula

R$ 7,5 mi

R$ 13,3 mi

- R$ 5,8 mi

Boa Vista do Sul

R$ 12,9 mi

R$ 18,7 mi

- R$ 5,8 mi

Encantado

R$ 13,1 mi

R$ 19,6 mi

- R$ 6,5 mi

Coxilha

R$ 10,8 mi

R$ 17,6 mi

- R$ 6,8 mi

Viamão

R$ 18,8 mi

R$ 25,9 mi

- R$ 7,1 mi

Total

R$ 264 mi

286 mi

- R$ 22 mi

realizado em novembro do ano passado, em Cruzeiro do Sul, Donato Dullius ainda aguarda por uma posição oficial da EGR sobre investimentos na rodovia. “Aqui simplesmente só pintaram aquele acesso. É só pintura, roçada, tapa buracos e

olhe lá”, reclama. Dullius diz que, caso a EGR não se manifeste de maneira concreta, novos protestos podem ocorrer no trecho considerado crítico, em São Rafael. “Os motoristas continuam não reduzindo a velocidade, não tem valor nenhum aquelas pinturas que fizeram. Não tem como ficar assim”, afirma.

AS PRAÇAS DE PEDÁGIO DA REGIÃO EM NÚMEROS CRUZEIRO DO SUL Arrecadação: R$ 17,2 milhões Receita inanceira: R$ 323,4 mil Total de ingresso de receitas: R$ 17,5 milhões Gastos na rodovia e operação: R$ 8,9 milhões Impostos e Tributos: R$ 978,6 mil Demais desembolsos: R$ 1,9 milhão Total de desembolso de recursos: R$ 11,8 milhões

ENCANTADO Arrecadação: R$ 12,8 milhões Receita inanceira: R$ 338,7 mil Total de ingresso de receitas: R$ 13,1 milhões Gastos na rodovia e operação: R$ 17,3 milhões Impostos e Tributos: R$ 578,1 mil Demais desembolsos: R$ 1,7 milhão Total de desembolso de recursos: R$ 19,6 milhões Fonte: EGR


6

A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

PREÇO DOS COMBUSTÍVEIS

ICMS anula redução nas distribuidoras FILIPE FALEIRO

O RS é o único estado do país que não terá diminuição no preço dos combustíveis. Isso se deve à revisão do ICMS prevista para quinta-feira. Estimativa é que litro da gasolina varie de R$ 4,70 a R$ 4,77 na região FILIPE FALEIRO filipe@jornalahora.inf.br

ESTADO

A

pós três semanas estáveis, os preços dos combustíveis terão mudanças. Primeiro com a decisão da Petrobras de reduzir em 3% o preço do diesel e da gasolina às reinarias. A medida entra em vigor hoje. O repasse dos ajustes para o consumidor depende de fatores como impostos, margens de distribuição, revenda e mistura de biocombustíveis. A determinação da companhia nacional deve anular o aumento nos combustíveis no RS devido ao cálculo do ICMS. O último reajuste para a gasolina foi no início de dezembro e para o diesel no dia 21 daquele mês. Conforme a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes (Fecombustível), a decisão não surpreendeu o mercado, apesar da instabilidade no mercado mundial.

Preço da gasolina está estável no país faz três semanas. Redução da Petrobras não vai gerar impacto no RS, acredita Sulpetro

A tensão entre Irã e Estados Unidos provocou alta no barril de petróleo. Subiu de US$ 64 para US$ 70. Passada a primeira semana de janeiro, o preço voltou ao patamar anterior. Para a Fecombustíveis, a redução no Brasil só vem daqui a duas semanas devido aos estoques comprados com o valor pago durante o início da crise de relações entre os países. A política de preços da Petrobras segue o princípio da paridade de importação, formada pela

cotação internacional dos produtos mais os custos de importadores, como transporte e taxas portuárias, com impacto também do câmbio. Já no RS, na quinta-feira entra em vigor a nova base de cálculo do ICMS. Estima-se um aumento médio no litro da gasolina comum de quase R$ 0,06. A revisão é estabelecida pelo preço cobrado pelos combustíveis nos postos, por meio das notas iscais eletrônicas emitidas à Receita Estadual.

Além da gasolina, o aumento também vale para o diesel, etanol e GNV, alerta a Sulpetro. Pelos cálculos do sindicato dos postos gaúchos, o valor médio da gasolina é de R$ 4,71.

Pelo Vale A mudança na base de cálculo do ICMS preocupa a Sulpreto. Instituído no im de 2018, a alteração foi tema de diversas reuniões entre o sindicato e gestores dos postos. Em maio do ano passado, o asses-

sor jurídico do Sulpetro, Cláudio Baethgen, palestrou em evento no Estrela Palace Hotel. Na ocasião, afirmou que o foco da atuação do sindicato está nos estabelecimentos do interior, os principais afetados pela mudança. Pela logística, as distribuidoras vendem combustíveis com preços mais elevados. No Vale do Taquari, a diferença no preço final da gasolina comum pode passar de R$ 0,60 entre um município e outro.

Estrela estima R$ 12,8 milhões em perdas da estiagem DIVULGAÇÃO

Município estuda decretar situação de emergência nos próximos dias em função dos prejuízos da estiagem ESTRELA

As perdas decorrentes da estiagem no município de Estrela são estimadas em R$ 12,8 milhões, considerando somente as lavouras de milho (silagem e grãos) e a queda na produção leiteira nos últimos 30 dias. A informação é do secretário da Agricultura, José Adão Braun. Os dados são preliminares e podem sofrer modiicações. Na quinta-feira, dia 9, Braun representou o município em reunião na Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), quando foi realizada uma avaliação dos

prejuízos no RS e discutidas, com o governo do Estado, alternativas para diminuir os danos, garantia de prazos e reinanciamentos da safra, pedido de agilidade para decretação de situação de emergência, rapidez na concessão de benefícios por parte dos governos estadual e federal, além de planejamento a longo prazo para enfrentar os problemas causados pela estiagem, que afeta a produção agrícola do Rio Grande do Sul. Conforme Braun, em relação à lavoura de milho, tanto para a produção de grãos quanto silagem, calcula-se perdas de 36% e 42%,

Na produção leiteira, queda é estimada em cerca de 30%

respectivamente. A redução na produção deve chegar a 4.320 toneladas de grãos e 84,8 mil toneladas de silagem, o que representa mais

de R$ 11,3 milhões. Na produção leiteira a queda é estimada em 30%. De uma média de 3,1 milhões de litros por mês, deve cair 30%, o que

corresponde a 945 mil litros, chegando a R$ 1,5 milhão. De acordo com o extensionista rural da Emater/RS, médico veterinário Tiago Conrad, há uma diminuição na produção leiteira nos dias de calor intenso e observa-se também, em função da falta de chuvas, queda na qualidade das pastagens e de produtividade devido ao déicit hídrico e altas temperaturas. O secretário da Agricultura acrescenta que devem ocorrer prejuízos em outras culturas, como a soja, que possui área de 1.300 hectares cultivados no município. Segundo ele, ainda não há uma estimativa em relação à soja. O município, conforme o secretário, analisa a possibilidade de decretar situação de emergência em função da estiagem, o que será deinido nos próximos dias.


7

A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Escola cívico-militar inicia aulas em fevereiro Assinatura de convênio entre governo de Encantado e Estado ocorreu nas dependências da Érico Veríssimo, colégio que abrigará o modelo cívico-militar de ensino

baseada no ensino cívico-militar. A educação cívico militar vai abranger as turmas de primeiro ao nono ano. Aulas estão programadas para iniciar no dia 17 de fevereiro, junto com o calendário estadual.

Pioneirismo

Ato contou com autoridades políticas, da educação e da segurança pública FÁBIO KUHN fabiokuhn@jornalahora.inf.br

ENCANTADO

“E

ncantado terá sim uma escola cívico-militar”. Com essa frase do deputado estadual Tenente Coronel Zucco foi inalizada a assinatura de convênio entre governo municipal e Estado para implantação do modelo de ensino no colégio Érico Veríssimo. Cerimônia ocorreu na manhã de ontem com a presença de autoridades políticas,

da educação e segurança pública. O colégio possui cerca de 130 alunos matriculados. Eles terão preferência nas vagas oferecidas na escola. “Vamos fazer uma consulta com os pais para ver quem quer permanecer”, informa a secretária de Educação, Greicy Weschenfelder. Expectativa da administração é iniciar o ano letivo com cerca de 150 alunos e ampliar para 300 vagas. Interessados em inscrever os ilhos no educandário podem

entrar em contato com a escola ou Secretaria de Educação. “Procura está sendo grande. Já temos até interessados de outros municípios”, conta Greicy. Futura diretora da escola será Josi Moretto da Conceição Silva. A equipe pedagógica será formada por proissionais que já integram o quadro do município. Um processo seletivo simpliicado será aberto para contratação de mais professores que passarão por uma formação

O município se torna o primeiro do estado a adotar o modelo de ensino. Presente na cerimônia de assinatura, o coordenador estadual das escolas cívico-militares, Marcelo Borella destacou o engajamento do município. “Foi o primeiro a protocolar o pedido e demonstrar interesse”, airma. Para Borella, a nova proposta de ensino afasta a “violência e as drogas” do ambiente escolar. Idealizador do projeto aprovado pela Assembleia Legislativa, deputado Zucco airmou que o colégio cívico-militar valorizará os professores e o patriotismo. “O aluno vai saber que tem direitos e responsabilidades também”, acrescenta. Prefeito Adroaldo Conzatti lembrou do tempo em que a Érico Veríssimo possuía mais de 1,5 mil alunos.

QUAL O DIFERENCIAL DAS ESCOLAS CÍVICO-MILITARES? • Militares atuarão como monitores para auxiliar na gestão educacional e administrativa; • Os professores serão civis, responsáveis pela gestão da organização didático-pedagógica, bem como da inanceira; • Mudanças ocorrerão na rotina dos alunos como receber o professor de pé, formação de ilas para entrada e saída das aulas e canto do hino nacional; • A resolução de conlitos internos será responsabilidade de monitores militares da reserva que serão escolhidos pela Brigada Militar; • No Brasil já existem mais de 200 escolas cívico-militares inanciadas por secretarias estaduais.

Com a queda no número de alunos, o espaço foi municipalizado em novembro. Para o prefeito, a adoção do modelo cívico-militar tornará a “escola grande novamente”. A instituição de ensino está localizada na área central, próximo da rodoviária. Possui salas climatizadas, centro de informática, pátio coberto, horta, biblioteca, cozinha, refeitório e quadra poliesportiva.


A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

8

IMPASSE NO TRADICIONALISMO

MTG tenta reverter liminar que suspende posse de nova presidente FOTOS FILIPE FALEIRO

Eleição terminou empatada e o grupo de Elenir Winck foi declarado vencedor. Chapa de Gilda Galeazzi contesta critério de desempate e Justiça interrompe nomeação do novo conselho FILIPE FALEIRO filipe@jornalahora.inf.br

ESTADO

A

pós a Justiça ter suspendido a posse conselho liderado por Elener Winck, 61, o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) tenta reverter a decisão liminar. Para a entidade, o resultado divulgado na noite desse sábado precisa ser mantido. Por meio de nota, a entidade destaca que a eleição é parlamentarista e não presidencialista. Pela lei tradicionalista, a escolha do presidente ocorre por meio da nomeação do conselho, podendo ou

Chapa de Elenir Winck foi declarada vencedora no congresso em Lajeado

não ser os líderes das chapas. Pela primeira vez em 53 anos de MTG, duas mulheres disputavam a presidência. Após um dia inteiro de assembleia, os integrantes escolheram o conselho administrativo para os próximos anos. A eleição ocorreu junto com o 68º Congresso Tradicionalista Gaúcho, no Parque do Imigrante, em Lajeado. Dos 1.060 votos válidos, cada chapa teve 530. Com o empate, a decisão foi pelo regulamento. De acordo com o conselho, pelo estatuto, é considerado vencedor quem tem entre os candidatos a pessoa mais idosa.

O artigo 127 da entidade estabelece que em caso de empate, o candidato mais idoso ao conselho vence. Entre os nomes dos integrantes da chapa 1, está Wilson Barbosa de Oliveira, com 77 anos. Com isso, a comissão eleitoral da Assembleia Geral Eletiva do 68º Congresso Tradicionalista do MTG analisou a idade dos integrantes das chapas e declarou Elenir Winck presidente.

domingo. A ação foi movida pela chapa 2, de Gilda Galeazzi e questiona o critério de desempate pela idade. Na decisão judicial consta: “O critério objetivo do parágrafo único do art. 127 do Regulamento é claro no sentido que, em caso de empate, será considerada eleita a Chapa que contiver o candidato mais idoso. No caso, em sede cognição sumária, tem-se que a autora [Gilda] é mais idosa que a concorrente [Elenir]. A interpretação dada pela Comissão que buscou declarar vencedora chapa em que um suplente é a pessoa mais idosa de todos os que concorriam na eleição é questão interpretativa e passível de análise mais aprofundada.” Gilda ingressou com processo contra o MTG. Ela solicitou três medidas, começando com a suspensão da posse, depois anulação do pleito e até a reversão do resultado para que a chapa liderada por ela seja declarada vencedora. Elenir Winck preferiu não se manifestar antes do fim da ação judicial.

Posição do MTG

Contestação A liminar que suspendeu a posse do novo conselho saiu no

No artigo 33 do Estatuto do MTG, consta que no decorrer do Congresso Tradicionalista

A votação contabilizou 1065 votos. Cinco foram considerados brancos ou nulos. Cada chapa teve 530 votos

ocorre a eleição de membros do conselho diretor e da junta fiscal. A norma estabelece que os integrantes são eleitos com mandatos de dois anos, sendo a metade em anos pares e a outra parte nos anos ímpares. Após a proclamação do resultado, os novos membros se reúnem com os anteriores para eleger o presidente. Na nota da entidade, está escrito que “de acordo com o artigo 43, são os membros do conselho diretor os competentes para a eleição do presidente.” “A posição do MTG é de tranquilidade em relação ao assunto. A ordem judicial está sendo cumprida, mas não se acredita que, feita uma análise completa da legislação, a Justiça entenderá diferente do que a posição da comissão eleitoral.”

Teutônia avança na elaboração do Plano de Mobilidade Urbana e revisão do Plano Diretor PAULO SÉRGIO DA ROSA

TEUTÔNIA

Nessa sexta-feira, 10, foi assinado o contrato com a empresa Procidades Consultoria e Planejamento Urbano, vencedora da licitação para a elaboração do Plano de Mobilidade Urbana e revisão do Plano Diretor de Teutônia. O município busca elaborar e apresentar um plano de mobilidade urbana, com a intenção de planejar o crescimento da cidade de forma ordenada, levando em consideração também as diiculdades de deslocamento enfrentadas nas cidades. Segundo o Executivo, Teutônia possui algumas características geográicas e estruturais que precisam ser trabalhadas de forma especíica. A cidade é dividida em grandes bair-

Contrato com a empresa licitada foi assinado na sexta-feira passada

ros e também possui rodovias estaduais, uma ferrovia e alguns arroios, além de uma geograia composta

por alguns morros. “Estamos montando um planejamento para os próximos anos,

com ações a serem desenvolvidas dentro do município. Nos últimos anos, Teutônia obteve um grande crescimento populacional, ultrapassando a marca de 30 mil habitantes. Assim, precisamos pensar em um município com áreas planejadas e aptas para receber todos os tipos de empreendimentos”, airma o prefeito Jonatan Brönstrup. O secretário de Planejamento, Clemir Tavares de Jesus, destaca a importância de realizar os dois projetos ao mesmo tempo. “A elaboração do Plano de Mobilidade Urbana e revisão do Plano Diretor devem ser trabalhadas de forma harmoniosa, para que os dois temas possam ter um melhor aproveitamento. Neste contexto, também trabalharemos em con-

junto com as entidades, como é o caso do Comitê Municipal de Governança e de proissionais do município, que possuem experiência em projetos semelhantes.” O município também busca cumprir o que dispõe a Lei 12.587/12, conhecida como Lei da Mobilidade Urbana, que determina aos municípios, com mais de 20 mil habitantes, a tarefa de planejar e executar a política de mobilidade urbana. No caso de Teutônia todo o trabalho será realizado pela empresa vencedora da licitação, em parceria com a Secretaria de Planejamento. Ambos manterão um canal permanente para ouvir a comunidade, utilizando meios de comunicação e pequenas audiências públicas.


A HORA | Terça-feira, 14 de Janeiro de 2020

9

Saiba o que 2020 reserva para sua empresa no campo tributário

Sicredi Projeta novas unidades em MG e Lajeado

Fonte: Diário do Comércio

A

s expectativas dos empresários para 2020 eram positivas, pelo menos nos campos fiscal e tributário. A simplificação do complexo eSocial estava no radar do governo em 2019, que prometeu reduzir o número de obrigações a serem cumpridas pelas empresas dentro do sistema. Mas o ano terminou sem nada de concreto ser feito. Essa novidade não aconteceu, porém há outras, não necessariamente tão positivas, que passam a vigorar agora em 2020 e que exigirão atenção do empresário. São mudanças que afetam também as rotinas das empresas do Simples Nacional e o MEI. Confira as principais novidades fiscais e tributárias para 2020 oficializadas até agora, segundo Valdir Amorim, coordenador de impostos IOB da Sage Brasil

Prazo mais curto para optar pelo Simples Nacional Novas empresas tinham, até o ano passado, um prazo de 180 dias da sua inscrição no CNPJ para escolher recolher os impostos pelo regime do Simples Nacional. Mas a resolução nº 150 do Comitê Gestor do Simples Nacional, publicada em dezembro do ano passado, reduziu este prazo para 60 dias. Vale destacar que podem optar pelo regime simplificado as empresas que auferirem receita bruta anual até R$ 4,8 milhões. No caso de novas empresas, esse valor é computado proporcionalmente ao período de atividade.

eSocial: De novo, um novo cronograma Virou rotina. Todo ano o cronograma do eSocial ganha etapas e novas datas para implantação de obrigações. Neste ano não será diferente. Amorim destaca que o prazo para o envio de eventos de folha de pagamento para empresas do Grupo 3

(Simples Nacional, MEI e empregadores pessoa física), anteriormente previsto para janeiro deste ano, passa a acontecer de maneira escalonada entre os meses de setembro, outubro e novembro. Também houve mudanças no prazo de envio dos eventos SST (Saúde e Segurança do Trabalho) para empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões, que agora terão de cumprir a obrigação até 8 de setembro deste ano, não mais em janeiro. Já as empresas com faturamento inferior a R$ 78 milhões, exceto as do Simples, só precisarão se preocupar com esse evento em janeiro de 2021.

EFD-REINF e seus inúmeros Layouts A partir deste ano, as empresas do Grupo 3 do eSocial (Simples Nacional, MEI e empregadores pessoa física) são obrigadas a entregar a EFD-Reinf. O problema, segundo Amorim, é que as empresas esperavam a oficialização do novo leiaute do EFD-Reinf, a versão 2.1, que traria novos eventos. “Mas até agora esse leiaute não foi oficializado pelo governo. O mês começou e as empresas estão fazendo a retenção na fonte. Se não resolverem esse problema, as empresas continuarão entregando a Dirf”, diz Amorim.

Sped: Mais exigente A EFD ICMS/IPI, que costuma ser chamado de Sped Fiscal, ganhou um novo leiaute em 2020, ampliando o número de informações exigidas para o chamado Bloco G, que engloba o controle de créditos de ICMS do Ativo Permanente. O novo leiaute do Sped Fiscal foi trazido pelo Ato Cotepe ICMS 24 de 2019, que alterou o Ato Cotepe ICMS 44 de 2018. Também foi disponibilizada a versão 3.0.2 do Guia Prático da EFD, que passou a vigorar em janeiro de 2020, e a Nota Técnica. O Guia pode ser encontrado no portal do Sped.

Arquivo A Hora

VALE DO TAQUARI

O

ano de 2020 vai ser repleto de novidades e investimentos na Sicredi Integração RS/MG. Para manter um crescimento anual ao redor dos 20%, a cooperativa se prepara com ações em várias frentes. De acordo com o presidente da entidade, Adilson Metz independentemente dos desafios no cenário econômico, com o novo modelo de trabalho, a cooperativa seguirá crescendo. “Queremos incrementar nosso quadro de associados e os negócios com eles.” A expansão da cooperativa de crédito neste ano será mar-

cada por pelo menos mais duas agências no território mineiro, somando-se as duas já em funcionamento. No dia 15 de janeiro ocorre a inauguração em Cachoeira do Campo, distrito de Ouro Preto, e no começo do segundo semestre em Ouro Branco. Nesta cidade, com população mais expressiva e uma estrutura predial maior já definida, será instalado junto um escritório regional para suporte a áreas como TI e gestão de pessoas. A abertura seguinte é planejada para Congonhas, podendo se concretizar mais para o fim do ano ou começo de 2021. Segundo Metz, a meta é fechar o ano com cerca de dois mil associa-

Presidente da Cooperativa, Adilson Metz destaca a meta de chegar a 2 mil associados em MG

dos mineiros. “Esse é um projeto que deu certo e que está alinhado a uma tendência de crescimento da participação do sistema cooperativo no mercado financeiro.” Embora sem adiantar os detalhes do projeto, a Sicredi Integração RS/MG confirma para este ano a implantação da Agência Smart. A estrutura inteligente deve ser erguida junto à Univates no conceito totalmente digital, sem a circulação de dinheiro em espécie e com atendimento em horário diferenciado. Com esse projeto em ação, a agência que funciona no Prédio 9 da instituição de ensino será realocada.

Programas sociais Na área social está confirmada o ingresso de Santa Clara do Sul no Programa A União faz a Vida. O município se junta a Lajeado, Travesseiro e Mato Leitão, nas quais 23 escolas, mais de 1,2 mil alu-

nos e cerca de 280 professores participam das atividades. As cooperativas escolares, iniciadas em 2019 com a parceria da Prefeitura de Lajeado também serão ampliadas para mais educandários, e eventos

de qualificação serão oferecidos para melhorar o conhecimento dos envolvidos. Já o projeto de educação financeira que funcionou em Travesseiro ano passado, neste se estende para Mato Leitão.

Novidades Todo o trabalho proposto para 2020 será voltado ao propósito de “Realizar sonhos, transformar vidas e contribuir para o desenvolvimento sustentável das pessoas através da cooperação”. Para o presidente da cooperativa, isso compreende uma forma diferente de oferta dos produtos e serviços, pautada num relacionamento ainda mais próximo para identificação das necessidades de cada pessoa.

Segundo Metz, além do trabalho que já é feito, a área comercial focará sua atuação em eventos para diferentes grupos de associados e potenciais novos, microempreendedores Individuais (MEI), condomínios e corretores de imóveis. A intenção é explorar a educação financeira e simultaneamente a gestão, ensinando a economizar e fazer um endividamento responsável e

consciente. Na Pessoa Física, a meta é conquistar o maior número possível de associados, desde a vinculação com a conta salário até o aproveitamento das soluções em investimentos e financiamentos. Outra novidade para este ano é a implementação da ferramenta Sicredi em concessionárias e revendas de veículos, sendo um canal de entrada para fazer financiamentos.


A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

10

FACEBOOK/DIVULGAÇÃO

Família pede ajuda para acompanhar tratamento em SP Gastos com alimentação, transporte e estadia não são custeados pelo SUS. Jaqueline K. Borges precisa de acompanhamento integral em São Paulo durante seis meses LAURA MALLMANN laura@jornalahora.inf.br

PAVERAMA

A

família de Jaqueline Kolling Borges, 21, moradora de Paverama que luta contra a leucemia, lançou uma Vakinha Online para ajudar a custear as despesas dos seis meses de tratamento em São Paulo. A jovem conseguiu um leito no Hospital Albert Einstein, e não terá custos para realizar o transplante de medu-

la óssea, porém ela precisará de um acompanhante em tempo integral. Conforme a família, o Sistema Único de Saúde (SUS) não cobre as despesas de alimentação, transporte e estadia. Por conta disso, durante os seis meses de tratamento, a família estima gastar cerca de R$ 25 mil. A situação assusta a família. Conforme Leandro Borges, pai de Jaqueline, o fato de ser em outro estado e, por este motivo, estar longe dos demais familiares abala o emocional. Ele conta que a mãe

Região recebe mil doses de vacina FILIPE FALEIRO filipe@jornalahora.inf.br

VALE DO TAQUARI

A 16ª Coordenadoria de Saúde recebeu mil doses da vacina pentavalente e começa nesta semana a distribuição para os municípios. A quantidade foi encaminhada pelo Ministério da Saúde na sexta-feira da semana passada e é insuiciente para atender a demanda. Os estoques na região começaram a faltar em dezembro. Se trata de um composto que protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite. A falta do imunizante estava prevista nos postos do Sistema Único de Saúde (SUS) desde o segundo semestre do ano passado. Conforme o Ministério da Saúde (MS), responsável por garantir o abastecimento no setor público, foi preciso trocar as doses com-

pradas por intermédio da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). Os compostos foram reprovados em testes de qualidade feitos pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Com isso, houve desabastecimento em todo o país. A fabricante, uma empresa indiana, arcou com as despesas e prometeu subsituir as mais de quatro milhões de vacinas e ainda fazer mais seis milhões para atender a demanda reprimida. Conforme dados da 16ª Coordenadoria Regional de Saúde, responsável por atender 37 cidades do Vale, a escassez das doses recebidas começou no último trimestre de 2019. Em outubro e novembro havia pouco mais de 1,4 mil vacinas para atender toda a área da região.

de Jaqueline, Lisandra Kolling, teve que sair do emprego em que trabalhava há dois anos para cuidar da ilha. “Já são dois anos desempregada”, relembra ele.

Do tratamento ao transplante Jaqueline era estudante de enfermagem na Univates quando descobriu a leucemia em fevereiro de 2018. Desde então, familiares e amigos se mobilizaram para en-

contrar um doador de medula óssea compatível. Este, foi encontrado em novembro de 2019. Desde então, a jovem aguardava um leito para realizar o transplante. No dia 7 de janeiro, a família recebeu a notícia da liberação de um leito no Hospital Albert Einstein. A primeira consulta ocorre no dia 21 de janeiro, quando serão feitos exames que antecedem o procedimento.

COMO AJUDAR A Vakinha Online tem como meta atingir o valor de R$ 25 mil reais. O link para ajudar é http://vaka.me/857916 . Até o momento, cerca de 35 pessoas já colaboraram. O montante atual está em R$ 3,2 mil.

Mais da metade das cidades do Vale têm risco de proliferação de dengue DIVULGAÇÃO

PATRESE LEHNHART patrese@jornalahora.inf.br

VALE DO TAQUARI

Água parada e as altas temperaturas do verão formam uma combinação perigosa para a proliferação do mosquito da dengue, mesmo transmissor do chikungunya e do zika vírus. De acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde (SES) nos últimos 12 meses, dos 38 municípios do Vale do Taquari, 21 foram considerados infestados, quando são encontradas larvas do inseto. Estrela apresentou o maior número de infestação no Vale conforme o último Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa). Ao todo, 358 cidades do Rio Grande do Sul realizaram o levantamento entre outubro e dezembro de 2019. Desses, 374 tiveram resultado positivo para larvas do mosquito e 99 foram classiicadas em situação de alerta ou de alto risco de transmissão.

Como identiicar o mosquito Em Lajeado, desde dezembro, nenhuma criança foi vacinada com pentavalente

Jaqueline encontrou um doador 100% compatível em novembro de 2019

O mosquito tem em média

No ano passado, foram identiicadas larvas em 21 municípios do Vale

CIDADES ONDE FORAM ACHADAS LARVAS ANTA GORDA ARROIO DO MEIO ARVOREZINHA BOM RETIRO DO SUL COLINAS CRUZEIRO DO SUL DOIS LAJEADOS

ENCANTADO ESTRELA FAZENDA VILANOVA FORQUETINHA LAJEADO MARQUES DE SOUZA MUCUM

menos de um centímetro, é escuro e com riscos brancos nas patas, na cabeça e no corpo. Para se reproduzir, ele pre-

PAVERAMA PUTINGA ROCA SALES TAQUARI TEUTÔNIA TRAVESSEIRO WESTFÁLIA

cisa de locais com água parada, não necessariamente suja. Por isso, é preciso eliminar os possíveis criadouros.


11

A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

SAÚDE EM DEBATE

Reunião discute hoje prioridades do Vale PATRESE LEHNHART

Vistorias e alvarás poderão ser expedidos pelos municípios

Secretários municipais se reúnem hoje à tarde com o novo coordenador regional de Saúde, Edegar Cerbaro. 16ª CRS projeta mudança de sede para Estrela até a metade de 2020

Cerbaro explica que a CRS não dispõe de proissionais suicientes para atender o volume atual de vistorias e alvarás. Por isso, irá conversar com os gestores dos municípios para auxiliar a Coordenadoria no trabalho de vistorias e alvarás. “A exemplo de Teutônia que não depende mais do Estado para fazer isso. A ideia é fazer isso em cidades maiores, onde tem mais empresas e mais demanda”, airma Cerbaro.

PATRESE LEHNHART patrese@jornalahora.inf.br

VALE DO TAQUARI

A

pós meses sem coordenador, o ex-prefeito de Progresso, Edegar Cerbaro (PP), assumiu a 16ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS). A nomeação saiu no Diário Oficial do Estado na última quinta-feira, 09 de janeiro. Cerbaro relata que está trabalhando em conjunto com o coordenador regional interino, Ederson da

Mudança de local Ex-prefeito de Progresso, Cerbaro assumiu a 16ª Coordenadoria Regional e se reúne hoje com secretários municipais

Rocha, para se inteirar dos principais assuntos. “Temos diversos assuntos como a transferência da sede de Lajeado para Estrela. Tem a situação da farmácia que também vai pra lá, tem a reabertura do laboratório, reuniões com gestores, entre outros”, informa.

Reunião para deinir metas de 2020 Hoje a tarde o novo coordenador de saúde se reúne com secretários da pasta de municípios da 16ª para ouvir e deinir as necessidades mais urgentes. “Uma questão será o Hospital Universitário de Canoas.

Ele é referência para 175 municípios de todo o Estado na área de traumatologia e há um descontentamento por parte de alguns gestores com o atendimento. Queremos remanejar e passar para outros hospitais próximos de Lajeado. E também a falta de transparência do hospital”, declara.

Sobre a mudança de local, o coordenador diz que o atual prédio pertence à União. “Não sei o motivo, mas temos que devolver o prédio. A previsão é que a gente se mude até a metade deste ano”, declara. O novo endereço pertence ao município de Estrela e fica ao lado da AMVAT (Associação dos Municípios do Vale do Taquari). Já a farmácia ficará na entrada da cidade.


A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

12

PROTAGONISMO FEMININO

Mulheres mobilizadas para formar uma sociedade melhor FOTOS FILIPE FALEIRO

Coletivo Juntas realizou o primeiro A.Woman Ocupa. Feira foi dedicada ao empreendedorismo e à busca por mais valorização feminina na comunidade FILIPE FALEIRO filipe@jornalahora.inf.br

LAJEADO

A

rtesanato, música e cultura no mirante do Rio Taquari. O domingo foi de ocupação feminina em Lajeado. O espaço para a expressão trouxe famílias para a rua Oswaldo Aranha. Pela valorização do trabalho feito pelas mulheres surgiu a ideia do A.Woman Ocupa como uma feira. A programação desse domingo teve apresentações artísticas, exposição de produtos e rodas de conversa. Evento foi pensado para fortalecer o empreendedorismo e a sororidade, diz uma das organizadoras. De acordo com Maria Wulff, desde o im do ano passado era agendada a programação, mas precisou ser cancelada devido às condições climáticas. De acordo com ela, o propósito é demonstrar toda a rede de apoio disponível às mulheres e fazer com que elas, cada vez mais, ocupem espaços de protagonismo na sociedade. Segundo Julia Amaral, também organizadora do evento, o movimento foi intenso durante todo o dia. “Felizmente o tempo foi bom, um sol lindo, isso ajudou a chamar o público. No ano passado, todas as vezes que agendamos, vinha chuva.” As organizadoras contam que a escolha da orla do Rio Taquari também tem seu signiicado. O propósito é ocupar espaços pouco visitados na cidade.

Cidade sem muros O projeto Elas nasceu após uma oicina de artesanato no bairro Santo Antônio e hoje se tornou em uma fonte de renda alternativa para mulheres da periferia. É o que conta Fernanda Colombo. “Vimos que elas tinham diiculdades em trabalhar pela questão das vagas em creches, então precisavam de um trabalho que pudessem fazer de casa”. Hoje o grupo tem 20 integrantes.

Programação do A.Woman Ocupa foi no domingo no belvedere do Rio Taquari e levou não só mulheres para o evento. Ideia é promover a integração social em áreas com poucas atividades públicas

pois também somos Lajeado.”

O nascimento de Olívia

(Esq. para dir.) As organizadoras são: Marina Müller, Maria Wulf, Stephanie Goulart, Taissa Radaelli e Julia Amaral

A venda das peças reforça o orçamento das famílias. A sede atual do grupo ica no Condomínio Novo Tempo. “Ensinamos técnicas de artesanato, também como se legalizar por meio do programa de microempreendedor individual e também como abrir uma loja nas redes sociais”, diz Fernanda. Uma das expositoras do Elas, Monique Bruxel, enaltece o propósito do A.Woman pelo fato de abrir espaço para as mulheres empreendedoras, em especial da periferia.

“Vivemos meio separados da cidade. As pessoas dividem o centro e a vila, como se fossem locais diferentes. O evento quebra com esse muro e mostra que é importante misturar,

A artista Carolina Reis aproveitou o evento para apresentar a Olívia. A personagem surgiu em 2015 quando ela estudava Design de Modas e se transformou em pintura. “Ela é fruto de um trabalho pessoal, nasceu em um momento de autoconhecimento, em que havia me mudado para a capital, morando longe dos meus pais. Foi durante esse processo de aprender a vida adulta que ela nasceu.” Olívia ainda não tem uma história. “Demorou a eu me acostumar com ela. Eu não gostava do meu traço. Até que um dia, olhei para um dos desenhos e pensei: ‘eu teria esse quadro em casa’. Ali mudou a relação dela com a personagem. Tanto que as pinturas serão tema de exposição no Sesi de Lajeado a partir do dia 21 de janeiro. Para Carolina, o evento do do-

Monique (e) e Fernanda integram o grupo Elas. Projeto de ação social ensina artesanato para mulheres da periferia de Lajeado

mingo deve ser comemorado por se trata da abertura de um novo espaço às mulheres. “Há muitas mulheres que são referência e as pessoas não sabe. Temos muitas fazendo trabalhos muito bons e que precisam ser valorizadas.”

Carolina Reis criou a personagem Olívia em 2015. Peça será exposta no Sesi em Lajeado a partir do dia 21 de janeiro


A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

13

Três meses após incêndio, fábrica de velas inicia reconstrução ARQUIVO PESSOAL

Preparação do terreno e construção das vigas de fundação iniciou no dia 2 de janeiro

Empreendimento de Imigrante destruído pelas chamas em outubro conta com apoio da comunidade para se reerguer FÁBIO KUHN fabiokuhn@jornalahora.inf.br

IMIGRANTE

A

s obras já iniciaram na propriedade dos Mattuella. Nos escombros do antigo pavilhão destruído por um incêndio no dia 10 de outubro, a família reconstrói a “Velas Imigrante”, um dos únicos empreendimentos do ramo instalados no Vale do Taquari. Conforme o empresário Cleibler Mattuella, o trabalho começou no dia 2 de janeiro com a preparação do terreno e construção das vigas de fundação e alicerce para o telhado. Os materiais foram doados pela Metalúrgica Hassmann. A nova estrutura será maior que a antiga e deverá ter 170 metros quadrados. Contará até com loja pra os visitantes do roteiro turístico “Caminhos de Imigrante”. Na avaliação de Mattuella, o fogo acabou dando visibilidade para a empresa. Até uma distribuidora se interessou em levar os produtos para Santa Catarina e Paraná. “Recebemos mensagens de apoio de pessoas que a gente nem conhecia”, relata. Mattuella destaca o apoio da comunidade na reconstrução. Cerca de 80% da obra será feita com o apoio de campanhas e mão-de-obra voluntária. “Já tem pessoas nos ajudando nesses primeiros dias de obras sem cobrar nada. Só tenho a agradecer o apoio”, conta. Voluntários também realizaram campanhas com caixas de doação espalhadas por estabelecimentos comerciais. A iniciativa arrecadou

cerca de R$ 6 mil. Na internet, segue a Vakinha Online em prol da reconstrução (https://www.vakinha.com. br/vaquinha/reconstrucao-develas-imigrante). No im de fevereiro, devem chegar as novas máquinas adquiridas para a produção de velas. Expectativa da família Mattuella é reiniciar as atividades nas primeiras semanas de março.

Relembre o caso Fundada faz 13 anos, a Velas Imigrante surge a partir da constatação de Mattuella da inexistência de empresas do ramo no Vale do Taquari. Nos primeiros anos, o empreendimento funcionava no porão da residência até ser transferido para um pavilhão ao lado da casa. Em outubro de 2019, a empresa

possuía cerca de 600 produtos comercializados por 12 representantes comerciais em praticamente todas regiões do Rio Grande do Sul. A produção é feita por quatro integrantes da família. O incêndio que iniciou após curto circuito no roteador da internet aconteceu na madrugada do dia 10 de outubro e provocou prejuízo de R$ 800 mil. Além do pavilhão destruído pelas chamas, havia no local estoque com cerca de 10 toneladas de velas prontas para serem comercializadas no feriado de Finados. As chamas foram apagadas pelos Bombeiros Voluntários de Imigrante e Colinas (Imicol), Bombeiros de Estrela e Brigada de Incêndios da Metalúrgica Hassmann, após mais de cinco horas. Foram usados sete mil litros de água e 40 litros de espuma.


A HORA | Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

14

HORÓSCOPO ÁRIES: Apesar dos desafios, cumprirá as tarefas. Cuidado para não assumir responsabilidades demais e acabar prejudicando a sua saúde. No romance, valorize as afinidades e os objetivos em comum. TOURO: Pode fazer uma fezinha, mas não aposte tão alto. No trabalho, agarre as boas oportunidades que vão surgir e aprenda tudo que puder. Use e abuse do seu charme para apimentar o seu romance. GÊMEOS: Bom astral para quem planeja mudar ou reformar a casa. O astral também facilita uma reconciliação com parentes. O romance será repleto de paixão, mas não dê espaço para brigas. CÂNCER: Sua saúde pode exigir atenção no início do dia: não deixe para depois. No trabalho, tome cuidado com fofocas e mal-entendidos. A Lua deixará você mais extrovertida(o), ótimo para as paqueras. LEÃO: Terá facilidade para faturar, mas deve ter cuidado para não torrar tudo com coisas supérfluas. Clima sedutor e intenso no romance. Controle o ciúme e pegue leve com as cobranças.

VIRGEM: O dia pode começar meio tenso em família. Procure ser mais paciente para resolver as diferenças sem discutir. Sucesso garantido nas paqueras, pode até ser difícil escolher.

LIBRA: Fofocas podem tumultuar o início do seu dia. Procure manter uma postura discreta, sem confiar demais nas pessoas. Se quer manter um romance em segredo, não conte para ninguém. ESCORPIÃO: Pode contar com o apoio de alguém para conseguir algo que deseja. Sua criatividade está acentuada: dê ideias e sugestões no emprego. Ótima sintonia na vida a dois. Valorize o companheirismo. SAGITÁRIO: Vai mostrar toda sua competência e vontade de crescer no emprego, ainda mais se descobrir oportunidade de conseguir uma promoção. Quem está livre pode se interessar por alguém bem de vida. CAPRICÓRNIO: Dedique-se aos estudos ou procure novos cursos para se aperfeiçoar. Saudade de alguém que está longe? Faça contato! Na intimidade, revele suas fantasias e seus desejos mais secretos. AQUÁRIO: O trabalho pode trazer alguns imprevistos. Confie em seus instintos e siga a sua intuição. No campo sentimental, seu charme vai atrair como ímã e pode até despertar uma paixão proibida. PEIXES: Estimule a cooperação e saiba driblar as diferenças para não brigar. Marte deixa seu signo mais determinado, use isso a seu favor, mas sem impor as suas vontades. União firme e forte, é só aproveitar.


A HORA | Terça-feria, 14 de janeiro de 2020

15

Cruzadas

Resumo das novelas Amor de Mãe

Lurdes confronta Gilberto, que tenta despistar a mulher.

Invalidade

confidencia a Durval que furou os preservativos de Danilo. Betina ajuda Lurdes a encontrar o endereço de Tânia. Camila recusa a proposta de Vitória e afirma que lutará pela escola pública. Matias confessa a Miranda que já ficou com Jane. Guará se preocupa com a ação comandada por Amanda e alerta Davi. Marina e Cássia colocam veneno na comida do jantar da PWA. Sandro reconhece Vinícius durante a invasão de ativistas ao jantar.

País islâmico unificado em 1990 Associar Expressão típica mineira

Peça do cálice (Bot.) Selênio (símbolo) Aparelho para perfuração

Está iminente (?) fiscal: o recibo

Profeta hebreu Não aquelas

Orientador de grupos de turistas Escola do comércio Habitat da rã

Entidade infantil da umbanda

Chá de sabor amargo

Empregado de firma de segurança (?) Penn, ator norteamericano

BANCO

50 P E R N S E S T B R O G E I A S E L

O

T R S O U U L P A E U C A U I P O L M A G D O E F X I I D L A A L R G A A S E E S T U A S N O N E N O L A D E O T I A R E O M A N E L I N A C M A E E R D A E A N

Bom Sucesso Paloma vê Pessanha fugindo e tenta alcançá-lo. Marcos segue Pessanha. Léo informa que Ramon está fora de perigo. Pessanha avisa a Diogo que está sendo perseguido, e o advogado pede que ele se afaste. Marcos revela a Paloma os planos de Diogo contra ela. Nana fica furiosa ao flagrar Diogo com Gisele e ouve quando o ex-marido ironiza a perda de seu bebê.

Alfred Nobel: inventou a dinamite

Pino usado sob a bola de golfe (ing.)

B

Emília por causa de Justina. Assad promove Almeida para convencê-lo a ficar. Carlos fica desconfortável por encontrar Alfredo e Adelaide no cinema. Olga se anima com a volta de Zeca. Adelaide fica abalada com um comentário de Alfredo. Felício revela a Isabel que é casado. Alfredo se insinua para Inês.

Afecção tratada pelo alergista

Solução

desconfia da relação entre Jaqueline e Celso. Madureira declara seu interesse por Lígia, e os dois se beijam. Thiago se incomoda com a proximidade de Jaqueline e Celso. Leila flagra Filipe com Rita. Filipe termina o namoro com Leila. Vânia e César dançam juntos. Rui afirma a Leila que agirá contra Filipe.

Rua marginada com árvores Academia militar (RJ) Sufixo de "lipase"

Canoas de esportes náuticos

Éramos Seis Felício garante a Marcelo que contará a verdade para Isabel. Lúcio beija Isabel. Julinho questiona Assad sobre a loja no Rio de Janeiro. Zeca volta para Itapetininga. Genu reclama da falta de dinheiro. Hilton ameaça Virgulino. Tião se preocupa por Alfredo continuar pegando as peças roubadas de Osório. Adelaide discute com

A urna usada em nossas eleições

Filha de Zeus e Deméter (Mit.) Ave de belo canto

Malhação Madureira gosta da presença de Lígia. Filipe pede que Rita o perdoe. Anjinha fica constrangida ao encontrar Tatoo. Carla se surpreende ao encontrar Lígia. Filipe e Rita se beijam, e ele afirma que terminará o namoro com Leila. Madureira convida Lígia para dançar. Rui vê Filipe com Rita e pressiona Leila. Ramila

Marca comum na roupa velha

3/tee. 4/urge. 5/estas — iêmen. 6/sépala — troupe.

Vitória sugere que Álvaro se responsabilize pela escola de Camila. Álvaro convida Lídia para organizar o jantar para os acionistas da PWA. Vinícius arma com Amanda para sabotar o jantar. Marina aceita integrar o grupo de Amanda. Magno vê quando Gilberto fala com a enfermeira Tânia e pede ajuda a Betina para investigar os dois. Durval e Natália ficam juntos. Érica desmascara Carlinhos para Ryan. Miranda exige que Matias lhe conte a verdade sobre Jane. Thelma

© Revistas COQUETEL Anterior à (?) Miranda, Expulsar décima cantora da pátria Mulher sertaneja nobre

www.coquetel.com.br /

Companhia teatral (fr.) Presidente que sucedeu a Figueiredo

Loterias Concurso nº 1914 - 10/01/20 Concurso nº 2223 - 11/01/20

Concurso nº 5168- 11/01/20

02-26-40-42-49-56

02 04 05 08 10 12 13 14 15 17 18 19 20 21 25

11-26-58-61-70

ACUMULOU!

ACUMULOU!

ACUMULOU!


Terça-feira, 14 de janeiro de 2020

MÍN: 24º MÁX: 40º

Ar seco segue atuando sobre o Estado e confere um dia ensolarado ao Vale.

MERCADO DA BOLA

NOVAS CARAS NA

DUPLA GRE-NAL

V

isando a disputa de vários campeonatos em 2020, entre eles a Libertadores, a dupla Gre-Nal segue se reforçando. Nessa segunda-feira, os laterais-direitos Victor Ferraz e Rodinei foram apresentados respectivamente no Grêmio e Internacional. Nas próximas semanas novos nomes devem ser anunciados nos clubes da Capital, como os laterais-esquerdos Moisés (Inter) e Caio Henrique (Fluminense).

Profile for Jornal A Hora

Edição 14/01/2020  

Edição 14/01/2020