Page 1


2

SUMÁRIO EDITORIAL

2

35

Notas da editora.

ENTREVISTA

4

Simon e Sue Lilly.

XAMANISMO E CRISTAIS A ''medicina'' do quartzo.

39 ASTROLOGIA

Astrologia, os cristais, os dias da semana e os Deuses.

O QUARTZO

8

O maravilhoso quartzo e alguns membros da sua extensa família.

18

CRISTAIS NO REIKI

A sinergia entre o Reiki e os cristais.

SABIA QUE? Curiosidades do mundo telúrico.

20

43

46

Entrevista à Dra. Ana Moreira, um olhar holístico pela medicina.

O QUARTZO Um olhar pela Medicina Tradicional Chinesa.

ENTREVISTA

51 CONTOS MÁGICOS O Tomé e o Cristal.

CRISTAIS MESTRES Um caminho para a evolução humana. Informação sobre alguns dos cristais mestres!

28

GEOMETRIA SAGRADA Uma viagem da consciência do criador, à lor da vida.

33

VERDADEIROS OU FALSOS

53

A LOJA Cristais que encontra na APC.

56 ONDE ESTAMOS E quem somos! Espaço para todos os que trabalham na área.

Artigo sobre a veracidade dos cristais.

Redacção: geral@casabrahma.com Propriedade: associacaoportuguesadecristaloterapia@sapo.pt Sede: Colectivo Casa Brahma. Porto. Portugal Administração: Joana Pinto - associacaoportuguesadecristaloterapia@sapo.pt Site oicial: www.associacaooportuguesadecristaloterapia.com Esta revista não segue as normas do novo Acordo Ortográico

1

APC MAGAZINE


3

EDITORIAL Grata a todos pelo apoio e pela certeza de que percorro o caminho certo! Uma segunda revista, uma segunda realização! Os comentários positivos têm vindo nas mais variadas formas e das terras mais distantes. Sim, dever cumprido! A missão de, com clareza e de forma gratuita, passar a palavra e o conhecimento, chega a todos. Faço-o de coração aberto, certa de que estou a caminhar na solidez do amor e missão de vida que abraço. Muitas portas foram as que me fecharam e continuam a fechar. Parcerias, juntar esforços, criar algo em conjunto, é algo que poucos, ainda que neste caminho de cura, estão dispostos a fazer. Esta sociedade cria seres que desconiam, que têm medo, que criam muros. Então, é necessário sermos heróis secretos, e acreditar que na mudança interior está de facto a mudança que pretendemos ver no mundo. Nesta ''luta'' continuarei. E dou sem medo, amo sem medir e sou una com aqueles que me dão a mão.

E dou sem medo, amo sem medir e sou una com aqueles que me dão a mão.

Nesta edição, debrucei-me sobre o quartzo, o cristal mais completo que a nossa Terra Mãe criou para nós! Ao alcance de todos, o quartzo é sem dúvida uma das melhores pedras de cura a todos os níveis que eu conheço. Assim sendo, desejo que se inspire com os artigos desta edição. Bem-haja pelo seu apoio ao ler esta revista!

APC MAGAZINE

2


4


5

ENTREVISTA A entrevista a um dos casais mais conhecidos no mundo da cristaloterapia

A entrevista da APC a Simon e Sue Lilly Entrevistamos Simon e Sue, um dos casais cristaloterapeutas mais conhecidos, autores de mais de 30 livros. Um casal simpático, muito motivado e sensato. APC: Antes de mais, quero dizer-vos que estou muito contente por fazer esta entrevista, em nome da APC. Como Cristaloterapeuta, tenho alguns livros da vossa autoria que eu adoro! Devo dizer que tenho um carinho especial pelo livro ‘’Crystal Decoder’’. Desta forma, Simon e Sue, quero darvos os parabéns pelo vosso maravilhoso trabalho e estudo sobre a terapia com cristais. Gratidão ininita! A minha primeira questão, será pois claro, como vocês se conheceram e decidiram trabalhar juntos? Sue: Nós conhecemo-nos em 1987, numa formação de cromoterapia, não como estudantes, mas como membros do staf de apoio ao evento. Então, começamos a trabalhar juntos de imediato, pois descobrimos rapidamente que tínhamos muitos interesses em comum. APC: Como entraram os cristais na vossa vida? Simon: Eu fui ‘’apresentado’’ aos cristais quando estava a ter a formação ‘’Touch for Health’’, em 1985. E a Sue foi introduzida aos cristais quando fazia a formação de yoga, em 1978, quando Ra Bonewitz estava a falar como convidaAPC MAGAZINE

4


6

ENTREVISTA

«Eu sempre adorei a turmalina negra, de facto, eu adoro todas as cores de turmalina. Adoro o efeito que elas têm em mim – suporte e enraizamento ». do. Certo? Sue: Muito bem, querido! Ainda tens boa memória. (risos) APC: Quando foi que decidiram trabalhar com cura energética? Era o vosso trabalho, no início das vossas carreiras, baseado em cristaloterapia ou iniciaram com outra actividade energética? Sue: Eu comecei a trabalhar com os Bach Flower Remedies (Florais de Bach) e homeopatia, de forma a ajudar em casa os meus ilhos, na altura, ainda pequenos. Os cristais não estavam no cenário até ouvir a palestra com Ra Bonewitz. Simon: Eu iniciei a trabalhar com cristais no equilíbrio de energia em Kinesiologia. Os layouts permitiam

um rápido equilíbrio energético, permitindo que o meu trabalho fosse muito mais profundo a cada sessão. APC: Podem dizer-nos um dos momentos mais memoráveis que tiveram, na vossa experiência como cristaloterapeutas? Sue: Provavelmente terá sido o primeiro encontro que tive com a pedra Preseli Bluestone, numa meditação. Levou-me a uma vida passada e mostrou-me um cenário, que entretanto soube que existia e que visitei, e uma imagem de uma situação pessoal que precisava de ser curada. Este processo está ainda a decorrer e a continuamente a desenvolver-se.

Simon: Um dos momentos, foi num processo muito simples num Etheric Body Layout (layout de limpeza do corpo etérico) e Five-line Clearing (limpeza com 5 linhas) com um pêndulo de cristal. É surpreendente como um processo tão simples cria mudanças tão grandes! APC: Se tivessem que escolher 3 cristais, quais seriam? Sue: Turmalina negra, opala e preseli azul. Simon: Quartzo hialino, quartzo fumado e turquesa. APC: Porque escolheram estes cristais? Sue: Eu sempre adorei a turmalina negra; de facto, eu adoro todas as cores de turmalina. Adoro o efeito que elas têm em mim: suporte, enraizamento. Gostar de opalas é um gosto caro! E eu, parece que me sinto sempre atraída por qual-quer coisa da opala. Deve ser uma coisa de família, porque a minha ilha mais velha é exactamente a mesma coisa. Eu amo opalas, elas parecem que me fazem crescer água na boca, tal como a comida faz. E a preseli, simplesmente por-que a conheço muito bem, sendo que investiguei muito... esta pedra. Simon: Qualquer trabalho pode ser acompanhado por cristais de quartzo hialinos e fumados. Estes têm polaridades em total equilíbrio de energias, são muito efectivos e não é necessário qualquer esforço para que actuem de forma certa.

Livro ''Crystal Decoder'' por Sue Lilly.


7

ENTREVISTA

Livro ''A energa curativa dos cristais'' -- por Simon e Sue Lilly.

O casal Simon e Sue! Em cima, o livro de bolso sobre as propriedades energéticas dos cristais.

«Retirar informação de um livro que diz ‘’este cristal faz isto’’ é muito limitante e pode mesmo ser enganoso.». A turquesa tem a qualidade do espaço, do céu azul e a habilidade de relaxar e dar foco.

Em vez disso, precisa saber como o utilizar… O mesmo se passa com as pedras.

APC: Podemos utilizar os cristais em elixires, no feng shui, junto do corpo, em meditações, vidas passadas, geometria sagrada, etc. Existem tantas formas e tantas possibilidades de utilizarmos os cristais, que pergunto: uma pessoa que esteja a dar os primeiros passos na cura com cristais, como pode usufruir de forma plena desta frequência e o que recomendam?

APC: Sobre cristaloterapia, que visão têm sobre com será esta terapia no futuro?

Sue: As pessoas sentem-se atraídas para os cristais que necessitam. Por isso, a nossa recomendação se-rá para que utilizem os cristais co-mo sentirem. Esses cristais irão aju-dar a pessoa seja em que situação ela estiver. Quando estiver mais sintonizada com a energia cristalina e conhecer melhor os cristais, poderá escolher cristais de uma outra forma e para as mais diversas situações que se encontra. Um martelo é uma ferramenta muito útil, mas a pessoa não tem a necessidade de o colocar numa corrente ao peito.

Simon: Nós somos especializados em técnicas terapêuticas. Desenvolvemos várias fórmulas acessíveis de utilizar os cristais, mediante padrões simples, para resultados consistentes. Retirar informação de um livro que diz ‘’este cristal faz isto’’ é muito limitante e pode mesmo ser enganoso. Pois cada pessoa reage a um cristal de forma especíica e diferente.

mana, sendo como é, considera ''o mais’’ como sendo sempre melhor e a pessoa pode encontrarse de repente sem espaço para guardar os seus cristais. Aprenda o máximo de métodos possíveis. Não acredite só no que lê nos livros. Siga com a sua experiência. Não salte logo para uma conclusão. Pratique regularmente! APC: Muito grata pelas dicas e pelo vosso tempo em partilhar connosco um pouco do vosso conhecimento e vivências pessoais. Sue e Simon: Muito obrigado!

Joana Pinto| APC: Que conselhos dariam a alguém que está agora a iniciar a sua viagem neste mundo cristalino de cura? Sue: Pode ser sensato não perder a noção de quanto dinheiro se gasta em cristais. Uma sessão eicaz de cristaloterapia necessita de apenas de alguns cristais. A natureza huAPC MAGAZINE

6


8


9

RUBRICA

O Maravilhoso Quartzo Os Cristais de Quartzo, geralmente de seis lados, crescem separados ou em grupos, e podem ter diferentes cores de acordo com a temperatura e composição química na altura da sua formação. Por Joana Pinto

O Cristal de Quartzo Muitas das formas de cura homeopática/holística são centradas no cristal de Quartzo. O Quartzo engloba uma grande família de pedras e cristais, todas feitas primáriamente de dióxido de silício, uma das mais comuns e importantes substâncias da Terra. Iremos agora conhecer melhor algumas das variedades do quartzo.

APC MAGAZINE

8


10

RUBRICA

Antes de mais, o grande quartzo!

Os cristais de quartzo, são ferramentas puriicadoras. São canalizadores energéticos e direccionadores de toda a energia. São recomendados para as mais variadas terapias holísticas, Feng shui, puriicações energéticas, meditações, mandalaterapia, homeopatia, etc. São mestres curandeiros e professores.

Os antigos acreditavam que estas pedras estavam vivas, respirando uma vez por cada cem anos, e muitas culturas pensavam que eram encarnações do Divino. O cristal de quartzo é valioso pelas suas propriedades piezoeléctricas e piroeléctricas, através das quais pode transformar a pressão mecânica ou calor em energia electromagnética e vice-versa. São os únicos cristais que recomendo a serem programados, e aqui, reiro-me aos cristais de quartzo o mais hialino possível, pois estes captam e ixam a energia como nenhuma outra pedra é capaz. Em geral, actuam favorecendo a desintoxicação do corpo físico e auxiliando a circulação da energia vital pelos meridianos (Prana ou Qi). Ajudam a equilibrar as emoções, a reduzir os sentimentos negativos de todos os tipos e a melhorar os casos de tristeza ou desânimo. Actuam harmonizando, activando e alinhando todos os Chakras. Preira pedras roladas sobre o corpo! Têm 5 características principais: ampliam, transformam, armazenam, canalizam e transferem a energia. O cristal de quartzo hialino é o cristal de medicina mais harmonizador que se conhece. São excelentes condutores de energia e intensiicam os efeitos vibracionais das outras pedras, daí a sua reputação como cristais potencializadores.


11

A Família do Quartzo

Ametista

Citrino

Poucos cristais oferecem tantos potenciais benefícios à mente, quanto as ametistas. Elas acalmam o sistema nervoso e ajudam na transmissão dos sinais neurais. A ametista ajuda-o a coniar mais na sua intuição. Aumenta a capacidade da memória e a motivação. Os objectivos tornam-se mais claros, mais realistas e fáceis de alcançar. No entanto, esta pedra deve ser usada com precaução por pessoas com tendências paranóicas ou esquizóides. Por causa da sua habilidade em acalmar a mente e focar a atenção, é um cristal ideal para aqueles que meditam.

As energias do citrino estão directamente ligadas ao sol e, como ele, são revigorantes e positivas. A sua energia aumenta a motivação e promove a actividade física, a qual, por sua vez, melhora a digestão e ajuda na limpeza dos órgãos. Este cristal ajuda a conduzir os eventos numa direcção positiva. Desenvolve segurança e torna-nos menos sensíveis e mais abertos a críticas construtivas. É, então, uma pedra anti-depressiva que ajuda na memória, sendo também um cristal excelente para o terceiro chakra.

APC MAGAZINE

10


12

RUBRICA Quartzo Rosa O quartzo rosa está profundamente sintonizado com os estados emocionais. É uma pedra calmante, que nos leva a estados internos amorosos. Por isso, é um cristal que apoia no atenuar de tensões e questões às quais reconhecemos serem bloqueios emocionais. Esta pedra envolve-nos numa atmosfera de paz e harmonia, promovendo receptividade à beleza de todos os tipos. Traz o ensinamento do amor aliado ao poder do perdão e da compaixão. Se passou por experiências amorosas que o marcaram de forma negativa e que fazem com que sinta receio em se abrir para novos relacionamentos, permita que o quartzo rosa seja o seu aliado neste processo. Como tem ainidade com o coração, é um cristal excelente para ser utilizado junto do chakra cardíaco. Pode também ser um bom aliado em massagem, tanto em esferas como em bastões. A pele parece icar rosada como o próprio cristal.

Um exemplo português de quartzo rosa em bruto.

Quartzo Fumado O quartzo fumado - em português do Brasil: quartzo fumê, é uma variedade acastanhada do quartzo. Para os antigos Druídas, esta era uma pedra sagrada, associada ao enorme poder dos Deusas e Deuses da Terra. Tem como propriedades energéticas o enraizamento, a conexão com a Terra e com os elementos que nos ligam à nossa essência. Dissipa o pânico, o caos e a confusão mental. Se usado para este propósito, o seu usuário deve limpá-lo na terra, uma vez por semana. Este cristal promove o processo racional e pragmático de pensamento e melhorando assim o cálculo e a organização, mas permitindo um espírito de cooperação. É utilizado principalmente no primeiro chacra. Um dos quartzos fumados que tenho na minha colecção.

11

APC MAGAZINE


13

RUBRICA Aventurina Quando existem desequilíbrios no chakra do coração, a aventurina verde é um cristal que ajuda a dissipar essa energia. Dá força e alento às emoções positivas. Como apresenta o raio verde, é então uma pedra de regeneração e de crescimento. Auxilia a viver em pleno estados de espírito livres de medo e ansiedade. Ajuda na descoberta de soluções criativas para os desaios da vida. Esta pedra existe ainda na variedade azul, vermelha, laranja e rosa.

Ametrino Uma mistura de ametista com citrino, o ametrino ajuda a expulsar a negatividade. É um poderoso cristal de limpeza e regeneração de energias, o que permite desfazer bloqueios negativos, pois combina o raio violeta e o raio amarelo. Clariica e puriica o espírito limpando-o de tensões, preocupações e stress, promovendo uma melhor concentração na meditação devido à presença de ametista.

Quartzo Clorite

Olho de Tigre Esta é uma pedra para aquelas pessoas que necessitam ter maior coniança para atingir os seus objectivos. O olho de tigre ajuda a reconhecer os nossos recursos internos e a usá-los para a realização dos nossos sonhos. Pode ser colocado no segundo e no terceiro chakra. O olho de tigre existe ainda na variedade azul e vermelha. APC MAGAZINE

Poderosa combinação de quartzo hialino com clorite, que pode ser verde ou vermelha. Estes dois minerais trabalham na puriicação e na limpeza da aura, dos chacras e dos meridianos. Dissipa a energia negativa, alivia a raiva, irritação e a frustração. Elimina bloqueios e resistências permitindo perdoar, libertar-se e seguir em frente.

12


14

RUBRICA Quartzo Rutilado Uma variedade muito bonita do cristal de quartzo encontrada muitas vezes na forma hialina. Esta variedade tem no seu interior rutilos, um outro mineral. Estes rutilos podem ser dourados, vermelhos, laranjas, castanhos, cinza ou parteados. É uma excelente pedra de activação da espiritualidade e clareza em geral, iluminação. Aumenta a clarividência. Óptimo para a regeneração dos tecidos de todo o corpo. Fortalece o sistema imunitário. Estimula as funções do cérebro. Deve ser colocado no ambiente, levado no bolso ou usado como pingente. Uma pedra linda e uma fantástica aquisição!

Alguns exemplares de quartzo rutilado

Quartzo Turmalínico É preciso não confundir o quartzo rutilado com o quartzo turmalínico, pois enquanto o anterior tinha como mineral incluso o rutilo, este tem inclusões de turmalina negra. Daí o seu nome, quartzo turmalínico. Este cristal tem como propriedades energéticas as características do quartzo e da turmalina negra. O quartzo amplia, transforma, canaliza e armazena a energia e as formas de pensamento. A turmalina negra é não só um cristal conhecido pelas suas qualidades de enraizamento e foco, mas também por ser das pedras mais bloqueadoras de energia negativa. É, sem dúvida, dos melhores cristais de protecção energética que conheço. Assim sendo, esta pedra poderá ser um excelente parceiro na sua jornada! Um bonito exemplar de quartzo turmalínico.

13

APC MAGAZINE


15

RUBRICA Quartzo Harlequin Um exemplar raro de quartzo harlequin oriundo do Madagáscar, que incluo na minha colecção Um exemplar hialino com inclusões vermelhas. Esta pedra energizante, está ligada ao feminino, à menstruação e aos ciclos da mulher, traz na sua essência a ligação entre o chakra da coroa e o chakra do coração. É conhecida por ser um quartzo com vida, que faz a alma dançar e o coração cantar.

Quartzo Leitoso Dois exemplares que recolhi no terreno onde resido. Este tipo de quartzo, branco opaco, é conhecido por ser um cristal relacionado com a amamentação, ajuda na produção de leite, sendo um cristal calmante de vibração suave.

Quartzo Tangerina Apresenta esta côr devido à presença de dióxido de ferro. Como palavras chave, este cristal pode ser deinido como tendo uma vibração de aceitação, compreensão e eliminação de juízos de valor e julgamentos negativos. Ideal para ser utilizado no 2º chakra, uma vez que ajuda a creatividade a evoluir.

Quartzo Fantasma Este lindo exemplar que mostro da minha colecção apresenta um fantasma verde. O contorno ‘’fantasma’’ mostra onde o crescimento foi interrompido, como se fosse uma imagem fantasma de um outro cristal. Durante a sua formação, quando mudam as condições circundantes, o cristal reinicia o crescimento, envolvendo as partículas capturadas. São usados para crescimento interior, aumento da intuição e evolução espiritual. APC MAGAZINE

14



17

RUBRICA Quartzo Lithium (lítio) Este tipo muito bonito de quartzo, não é só pela beleza que nos apaixona. Ele tem uma energia calmante e doce que é muito especial no que toca a reduzir o stress e tensões internas. Daí ser um cristal muito bom para meditação! Ele vai levá-lo facilmente para reinos mais elevados e irá ajuda-lo na conexões profundamente espirituais. A vibração desta pedra pode ajudar também a aligeirar estados depressivos e ansiedade. Esta energia ''inteligente'' mover-se-à por todo o corpo, curando áreas que carecem de ajuda e activando todos os chakras. É uma pedra maravilhosa para todos os terapeutas e curandeiros, pois favorece a criação de um espaço pacíico e harmonioso interno e externo. É composto de minerais como silício, lítio, manganês, alumínio, ferro e caulinita. Facto interessante: o nosso cérebro produz lítio naturalmente, quando apreciamos um lindo pôr-dosol!

Exemplo de uma calcedónia, a ágata azul rendada.

Calcedónia - ágata azul rendada As calcedónias são na verdade um outro grupo dentro da variedade dos quartzos. São as ágatas! Que vão desde a ágata cornalina, cor-de-laranja, até à linda botswana, multicolor. Escolhi a ágata azul rendada, uma das minhas pedras favoritas. De côr azul celeste, com tonalidade violeta, esta é a minha pedra de eleição para o chakra da garganta. Limpa, remove bloqueios e activa este chakra. É também uma pedra ideal para crianças, uma vez que traz calma e ajuda no crescimento. De acordo com antigas lendas, este mineral carrega o desejo feminino de amor, felicidade e vida. É ainda utilizado como talismã para os marinheiros e para trazer felicidade familiar.|

Um dos quartzos lítio da minha colecção.

APC MAGAZINE

16


18


19

SABIA QUE? Formação do ouro

Bola de pedra, recentemente descoberta!

De acordo com um artigo publicado pela revista New Scientist, mais de 80% dos depósitos de ouro do nosso planeta são formados por terramotos que acontecem no interior da Terra. Estes possuem a capacidade de fraccionar as rochas de maneira tão rápida que os luidos (essencialmente água) que nelas correm evaporam automaticamente. Esse processo forma resíduos muito ricos em minerais, incluindo o ouro!

Uma bola de pedra, com 3,30 metros de diâmetro e com o peso estimado de 35 toneladas, foi recentemente descoberta pelo arqueólogo Sam Osmanagich numa loresta da Bósnia. Esta bola está a aquecer os debates entre os círculos académicos. Foi criada pela Mãe Natureza, ou por uma civilização perdida? "Pesquiso este fenómeno da bola de pedra pré-histórica, há cerca de 15 anos", escrever Sam no seu blogue. Por que vê Sam esta descoberta como signiicativa? "Primeiro, seria mais uma prova de que o sul da Europa, nos Bálcãs e na Bósnia em particular, seria o lar de civilizações avançadas de um passado distante e de que não temos registos escritos. Em segundo lugar, este povo teria alta tecnologia, diferente da nossa. Eles conheciam o poder das formas geométricas, porque a esfera é uma das formas mais poderosas, juntamente com formas piramidais e cónicas''.

Suad Keserovic, arqueólogo, limpa a bola de pedra na vila de Podubravlje. Centenas de turistas de todo o mundo visitaram esta pedra. Crédito: Dado Ruvic / Reuters

Especialistas da Sociedade Geológica e um conferencista da Escola de Ciências da Terra, Atmosférica e Ambiental da Universidade de Manchester de acordo com MailOnline, referem que a forma da rocha poderá ter origem em fenómenos naturais. Fonte: Geology in

Caveiras Maias de Cristal As pedras de Ica As Pedras de Ica são um conjunto de rochas do tipo andesito que contêm antigas descrições de dinossauros e de tecnologias avançadas. Foram, supostamente, descobertas numa caverna próxima de Ica, no Peru. Tornaram-se populares pelo Dr. Javier Cabrera Darquea, um médico peruano que recebeu estas pedras como um presente no seu 42º aniversário, em 1966. Estas pedras continham uma imagem esculpida de uma ave mi-

Uma descoberta fora do tempo! tológica. Por ter interesse na pré-história peruana, Cabrera começou a coleccioná-las. A colecção de Cabrera loresceu, atingindo mais de 10.000 pedras na década de 1970. Cabrera publicou um livro sobre o assunto, "A Mensagem das Pedras Gravadas de Ica", discutindo as teorias sobre as origens e o signiicado das pedras.

Caveira de cristal em exposição no Museu Inglês (The British Museum).

Em 1927, o arqueólogo britânico F.A. Michell-Hedges descobriu uma fascinante peça do artesanato maia. Tratase de uma réplica perfeita de uma cabeça humana talhada num bloco de cristal de quartzo. O modo como os maias izeram este objecto é considerado um mistério. Para isso, precisaram de várias gerações de artesãos com 300 anos de dedicação ao polimento de cristal. A parte superior da boca actua como um prisma. APC MAGAZINE

Quando a caveira é iluminada por baixo, esse prisma projeta a luz para cima fazendo com que essa saia pelos olhos, dando um aspecto bem vivaz à escultura. A complexidade do desenho, assim como a do trabalho em geral, deu força à especulação de que a escultura teria sido feita com tecno-logia extraterrestre. Fonte: sitedecuriosidades.com

18


20


21

RUBRICA

Um olhar pela Medicina Chinesa O quartzo é o segundo mineral mais abundante da Terra (aproximadamente 12 %), perdendo o primeiro lugar apenas para o grupo de feldspatos. Possui estrutura cristalina trigonal composta por tetraedros de sílica (dióxido de silício, SiO2), onde cada molécula de oxigénio ica dividido entre dois tetraedros. O nome ''cristal'' vem do latim CRYSTALLUM e do Grego KRYSTALLOS, “gelo endurecido''.

Os antigos gregos acreditavam que o quartzo era gelo que tinha congelado de maneira tão dura que nunca iria derreter. De facto, a palavra "cristal" vem de uma palavra grega para "gelo".

o quartzo é caracterizado por sabor doce, natureza morna, tem predominantemente energia Yaun Qi (essência) e tem ainidade com a energia dos meridianos do Pulmão, Fígado, Rins, Baço e Estômago.

Neste artigo, irei abordar aspectos da sua utilização na Medicina Tradicional Chinesa, sendo que utilizarei alguns termos técnicos da área em questão. De dureza 7 na escala de Mohs, segundo a Medicina Tradicional

O seu nome em chinês é Shi Ying, que signiica ''pedra excepcional''. O quartzo é uma pedra que torna todas as outras excepcionais, uma vez que o seu efeito é então aumentar o efeito de outras pedras.

APC MAGAZINE

20


22

RUBRICA

Um exemplar hialino de um cristal Mestre Gerador.

Uma drusa de quartzo com pirite que me foi oferecida.

«Dado que aumenta a energia de outras pedras, o quartzo pode e deve ser utilizado em parceria com outros cristais». O quartzo é também conhecido por Sui Jing, ''cristal de água'' ou ''essênciada da água''. O cristal hialino conduz o Qi. Qualquer que seja o tipo de quartzo, fortalece a relação Pulmão-Rins. Este cristal tem acesso ao Wei Qi (energia de-fensora). Que é governada pelos pulmões, fazendo esta energia luir harmonicamente. Em termos de funções e usos, o quartzo regula e revigora o Qi e o sangue e é indicado para respiração curta, constrição diafragmática e dor. Outra função é o facto de clariicar o calor no sangue e nos orgãos Fu ocos. Ajuda a diminuir palpitações, febre, sede, diabetes e intestino preso. É também indicado para fortalecer e regular as funções do Baço e do Estômago, ajudando no decréscimo da rebelião de Qi (náuseas, vómitos e tosse).

21

O terapeuta de MTC pode usar o quartzo, colocando uma pedra rolada nos pés e massajar as áreas relexas relativas ao síndrome, ou colocar pedras de quartzo roladas ou num bastão nos pontos Shu dorsais. Tanto nas pedras roladas como no caso do uso dos bastões, poderá utilizar sem problema moxibustão (com as devidas precauções) e a luz de infravermelhos. Uma utilização para uma situação de relaxamento e libertação rápida de energia será utilizar pequenas pontas aguçadas de quartzo nos cantos das unhas, proximo das cutículas, para libertar excesso de energia. Caso um paciente se encontre num estado frágil de saúde (sem energia), uma prática que gosto de fazer é colocar um quartzo Mestre Gerador com o

APC MAGAZINE

fundo razo na região do 2º Chakra ou entre os joelhos. No caso de pessoas com problemas emocionais, ou com incapacidade de se conectarem com outras pessoas, gosto de colocar um Mestre Gerador no centro do peito. Outra utilização do Gerador, poderá ser quando existem falhas na concentração. Neste caso, recomendo a colocá-lo na 3ª Visão (3º Chakra). Mais adiante, iremos abordar um pouco mais sobre os ''cristais mestres''. Outra vantagem grande da utilização do quartzo é o seu uso num elixir. Dado que aumenta a energia de outras pedras, o quartzo pode e deve ser utilizado em parceria com outros cristais. Um exemplo de elixir que altamente recomendo a todos os leitores para beneiciar a lora intestinal, é a ingestão de um


23

RUBRICA

«Um passo muito importante (...) será a limpeza energética das suas pedras.»

gias mais densas que nos podem prejudicar. Para tal, não utilize água com sal, pois ao im de um tempo irá causar danos aos seus cristais.

elixir, apenas realizado com uma pedra de quartzo. Este elixir providencia uma atmosfera óptima para a proliferação de bactérias benéicas no intestino, além de potencializar a água energéticamente. Gosto de colocar sob o jarro uma mandala com o símbolo da lôr da vida para harmonizar as moléculas da água. Como cristaloterapeuta, não posso deixar de referir nesta rubrica a aplicação energética/mindfulness do cristal de quartzo. Com a intenção de airmar e focar as nossas qualidades redentoras, o quartzo hialino representa o início da consciência espiritual. Esta pedra permite-nos ultrapassar a noção consciente dos pensamentos que nos bloqueiam.

Contemple um cristal de quartzo durante uma meditação para que este lhe transmita clareza mental e o ajude a superar os seus problemas. Resulta!!! Ainda neste registo meditativo, o Cristal Mestre Arquivista, ou de Registo, encerra orações e airmações do passado. Ao segurá-lo vão-nos ser passadas essas mensagens que nos ajudarão a ultrapassar e a remover obstáculos do presente. Um passo muito importante e que não posso deixar de referir será a limpeza energética das suas pedras. Convém ter em mente que todos os cristais devem ser limpos, a im de remover estas possíveis ener-

O ideal, será colocá-los na terra. Num vaso ou num jardim, sempre no exterior para possa apanhar a luz do sol e da lua e das tempestades. Desta forma, irá limpar e energizar os seus cristais de uma só vez. Quanto ao tempo, será o que a sua intuição ditar! É muito importante, quando trabalhamos com cristais, permitirmos que se desenvolvam as nossas capacidades intuitivas! Acredite em si e na sua intuição. Muito mais haveria para falar do Cristal de Quartzo em relação a este tema. Por isso, para todos aqueles interessados nesta matéria, na APC estamos a criar uma formação especializada para Terapeutas de MTC e uma formação de formadores de cristaloterapia. Em breve, daremos notícias! Siga-nos no facebook.

nosso

site

e

no

Joana Pinto|

Imagem que tirei no meu jardim de um belo exemplar de um cristal Mestre Isis.

22


24


25

RUBRICA Um caminho para a evolução humana

Os cristais Mestres Uma definição nova para muitos, já conhecida para outros, os cristais mestres fascinam pala sua raridade e existem para nos mostrarem uma perspectiva de cura vinda do útero do nosso planeta Terra. Por Joana Pinto. Os "Cristais Mestres" são reconhecidos por este nome por representarem exactamente o que esta denominação sugere: são cristais de formas geométricas perfeitas (energia de forma), numerologicamente signiicativos, retratando desta maneira a "manifestação física da ordem divina". Estão à nossa disposição para nos ajudarem no nosso processo evolutivo. Os Cristais Mestres actuam como nossos professores espirituais. Possuem estruturas cristalinas especiais capazes de estabelecer uma conexão perfeita com a Divindade, com o Cosmos. Estes cristais, abrem as portas para os planos superiores, facilitam o contacto com os nossos guias e mentores espirituais, ajudam na meditação e promovem um forte despertar e elevação espiritual do nosso ser. A origem das suas formas para muitos, permanece ainda um mistério, pois sendo encontrados nos quatro cantos do mundo e apresentando formas iguais como se tivessem sido esculpidos pelo mesmo mestre, ainda não se chegou a um consenso quanto ao facto de conterem as faces e arestas na mesma disposição. Para alguns investigadores, a sua origem deve-se ao magnetismo do planeta, para outros, são mensagens deixadas por civilizações existintas. Existe ainda quem sugira

que podem ter origens extra-planetárias. Há também quem mencione que foram criados pela Divindade através das forças primordiais da natureza para nos auxiliar no nosso processo evolutivo. Seja qual for a verdade, o certo é que podem ser encontrados em formas e tipos especíicos para nos apoiarem nas situações mais variadas. Existem mais de dez cristais mestres, e cada um deles apresenta uma função especíica. Vou seleccionar alguns e iremos conhece-los. APC MAGAZINE

24


26

RUBRICA

25

Mestre Canalizador

Mestre Gémeos Tântricos

Aumenta a intuição e ajuda no despertar espiritual consciente. Este mestre está aqui para nos ensinar a como recorrer à nossa sabedoria interior. Aumenta as capacidades de canalização de energia, pensamentos, bem como no envio energético de uma mandala para um local, por exemplo.

Estes cristais são duas pontas unidas. Diz-se que se tiverem o mesmo tamanho, servem para trabalhar o relacionamento com o outro, mãe-ilho, patrão-empregado, irmão-irmã, amigo-amigo, etc. Se apresentarem tamanhos diferentes, visam trabalhar o nosso próprio eu.

Mestre Laser ou Semente

Mestre Catedral

Este tipo de cristal é usado em trabalhos energéticos muito precisos, tanto no corpo físico como no subtil. Estes focam, concentram e aceleram a energia. Estimulam pontos de acupunctura. Mas cuidado! Não devem ser apontados a outras pessoas. Devem ser manuseados com muito cuidado.

São instrumentos dos grandes mestres que encerram em si muito conhecimento. Com estes cristais é possível a comunicação com as frequências dos Registos Akáshicos, que representam as informações contidas no Inconsciente Colectivo. Diz-se também que atraem abundância monetária.

APC MAGAZINE


27

RUBRICA Mestre Gerador

Mestre Isís

Promovem concentração, intensiicam e dirigem a energia entre os chacras; basta apontar o seu ápice para os mesmos, ou colocar o cristal com uma base rasa sobre eles. São muito utilizados no Feng Shui, pois ajudam a circular/mover a energia em locais com esta estagnada.

Cristal muito feminino. Ajuda no desenvolvimento, manifestação e canalização da energia feminina. Equilibra pessoas hipersensitivas, uma vez que transmite o conhecimento para se saber lidar com forças opostas. Cristal excelente para activar a energia do Sagrado Feminino.

Mestre Arquivista

Mestre Elestial ou Crocodilo

Os Mestres Arquivistas, ou de Registo são cristais que numa das suas faces têm gravado um símbolo sagrado (triângulo equilátero perfeito). Este triângulo representa o equilíbrio entre o físico, o mental e o emocional, alinhados com a luz espiritual. São cristais muito raros!

Acredita-se que são dádivas deixadas para puriicação do corpo e da aura e que funcionam como organizadores, dirigindo os demais cristais. São utilizados para eliminação de bloqueios energéticos, transmissão de força na superação de cargas emocionais.

APC MAGAZINE

26


28


29

RUBRICA GEOMETRIA SAGRADA UMA VIAGEM DA CONSCIÊNCIA DO CRIADOR À FLÔR DA VIDA Por Patrícia Poção Falar sobre Geometria Sagrada é mergulhar fundo na essência daquilo que somos, do que aqui viemos fazer e para onde caminhamos. É encontrar na natureza e no funcionamento de tudo o que nos rodeia, um caminho para o entendimento do que somos como espécie nesta Terra-Mãe, do que somos enquanto indivíduos e da interconexão que partilhamos com o Planeta, com a Natureza, com todas as Espécies e com tudo o que criamos ou ajudamos a co-criar. A viagem na qual iremos embarcar visa promover o autoconhecimento e o despertar da consciência para uma série de relações entre a Geometria Sagrada, a Natureza e a nossa existência enquanto Seres Humanos. Dos vários príncipios possíveis de abordagem a este tema, e no rigor da minha ignorãncia, optei por começar pelo ínício da história, arriscando a certeza de que muito irá icar por dizer ao longo dos três artigos que me propus desenvolver para a APC, mas consciente de que este é um caminho possível para ajudar a ver a “Big Picture” (grande imagem) de uma forma intuitiva ao longo das próximas três edições da revista.

Falar sobre Geometria Sagrada é mergulhar fundo na essência daquilo que somos." APC MAGAZINE

É unânime, tanto para a ciência como para as religiões, a ideia de que o Universo é ininito, porém este teve um ínicio, a partir do qual a unidade se expandiu. Para a ciência foi o Big Bang, para as religiões, um Deus criador.

28


30

RUBRICA

Da Consciência do Criador à Semente da Vida

Flôr da Vida - Grelha de Cristais

« Diz-se que a Consciência do Criador existe dentro da esfera e que a única coisa que existe isicamente é a membrana da própria esfera. » O certo é que ambos são unânimes na airmação de que todos viemos de uma mesma fonte e de que a luz foi um importante factor na criação. Um ponto representa a Unidade. Um ponto não precisa de dimensão, porém abarca todas as dimensões. Se formos para além da ilusão de tempo e de espaço, chegamos a um ponto, o Aqui e Agora. Essa Unidade (o ponto) é a nossa mais primitiva Luz da Consciência, a génese do Universo, da Geometria, da Criação. No centro de um círculo ou de uma esfera está sempre um ponto. O círculo, símbolo mestre na geometria é a forma bidimensional da sombra de uma esfera, que tem sido ao longo da história considerado o símbolo da Unidade, do Útero Cósmico, de algo de origem Divina ou transcendental, que possui uma beleza e perfeição indíziveis. Diz-se que a Consciência do Criador existe dentro da esfera e que a única coisa que existe isicamente é a membrana da própria esfera. 29

Fonte de um potencial indiferenciado através do qual surgem todas as formas e padrões uniformes, é ao mesmo tempo limitado e ilimitado. Limitado na sua forma, com um diâmetro de valor numérico inito. Ilimitado pelo valor numérico ininito da sua circunferência. A sua essência existe numa dimensão que transcende a racionalidade linear, que não pode ser expressa por dois números inteiros, mas antes por um número também ele trancendental, ininito e irracional, Phi (π = 3,14159265... ) que exprime a razão entre o perímetro de uma circunferência e o seu diâmetro. Phi é a fundação da "Proporção Áurea", um sistema de proporção usado na natureza para orientar o crescimento de plantas e animais. Partindo desta primeira esfera (modelo 3D do círculo), chegamos a um outro símbolo, Vesica Piscis, resultado da intersecção de dois círculos iguais, nos quais o centro de ambos se encontra na linha limite do outro. É o símbolo da união dos opostos, como céu e terra, macho e fêmea, espírito e matéria, que dá origem à criação APC MAGAZINE

de um terreno comum, de uma visão partilhada e de uma compreenssão mútua, resultado da interacção e interdependências de mundos e forças opostas. Neste símbolo encontramos uma série vasta e incrível de conhecimentos sobre tamanhos, proporções, profundidades e ainda mais interessante, obtemos a fórmula geométrica para a representação do campo electromagnético da luz. Também chamada pelos romanos de Mandorla, palavra que tem a sua origem no italiano e que signiica amêndoa, era o símbolo usado nos tempos medievais para representar a vulva, símbolo do Divino Feminino, associado à Deu-sa Vénus. Já para os egipcios a opção foi “vira-la de lado” para obter o Olho de Hórus. O mais comum nome usado, Vesica Piscis (bexiga do peixe, em latim), reme-te para Pitágoras que acreditava que essa forma se parecia com as “medidas do peixe”. Os matemáticos egípcios usaram os princípios da sua forma na construção de edifícios sagrados, a arte


31

RUBRICA

tradicional cristã usa a sua forma para representar a auréola de luz que rodeia a cabeça de Cristo e da Virgem Maria, já para o Judaísmo é um símbolo de respeito e veneração. Podemos vê-lo representado na arquitectura de vários edifícios, desde o Vaticano, na Basílica de S. Pedro em Roma, à Black Stone, em Mecca. É também visto como o Símbolo-Mãe de todas as formas geométricas, dando origem ao triângulo, ao quadrado e a outros polígonos regulares. A razão dos seus eixos é igual à raiz quadrada de 3 e possui ainda uma relação única com as raízes quadradas de 2 e 5. O triângulo criado é equilatero e tem uma importância crucial na geometria, pois é uma das estruturas mais fortes e capazes de sustentar peso em todas as formas de arquitectura. A construção deste triângulo permite a construção de um quadrado e por sua vez a partir de ambos a construção de um rectângulo, conhecido como o Rectângulo de Ouro. Esta Razão Áurea é a proporção que de forma milagrosa determina como os organismos se desenvolvem. Em todas as tradições sagradas o círculo representa a Unidade, o quadrado a Materialidade e o triângulo a Consciência Humana. Seguindo a linha de pensamento de Pitágoras, a partir da união da unidade chegamos à dualidade. Acredita-se que Vesica Piscis seja o primeiro dia da Criação, ao qual se seguiram outros seis que resultam da continuação da duplicação das esferas, criando mais Vesica Piscis, até que as sete esferas construam a Semente da Vida no sexto dia de Criação. O sétimo dia é o dia de descanso, conhecido como o Shabbat. A Semente da Vida, também conhecida como Padrão de Génesis, é usada por todas as religiões e pode ser vista em sinagogas, igrejas, livros de oração de Cabala, no antigo templo de Osirian, no Egipto, entre outros locais, sendo considerado por todos como um símbolo de benção, protecção e fertilidade.

Ela contém o segredo dos sete dias da criação, sendo o estágio que antecede a criação de mais um símbolo importante da Geometria Sagrada, a Flôr da Vida. O símbolo da Semente da Vida tem o número mínimo de linhas que podem ser desenhadas numa supericie plana para delinear as dimensões tridimensionais. Se girarmos o Padrão de Génesis em torno do seu eixo central, criamos uma forma que se parece com um “donut”, mas cujo ponto central é ininitamente pequeno. A essa forma chamamos de Torus, uma forma absolutamente única em toda a existência. Ele governa muitos aspectos das nossas vidas, está presente nas galáxias, estrelas e planetas, nos átomos, no nosso coração e em todas as formas de vida. É o padrão que rege o cosmos e que nos revela como funciona a energia no Universo. A estrutura geométrica que lhe está subjacente é o Vector Equilibrio, sinónimo de equilíbrio absoluto que representa a imobilidade inal da energia. Já O Torus, representa um processo e não apenas uma forma em particular. Ele mostra-nos como a energia se move no seu processo de luxo dinâmico mais equilibrado.

Torus é o padrão que rege o cosmos e que nos revela como funciona a energia no Universo."

Torus - Grelha de Cristais em pele com geometria pirografada (queimada)

Após a criação da Semente da Vida, o mesmo movimento do vortex continuou até à criação de mais uma estrutura conhecida por Ovo da Vida.

Kailash_art for energy Podes encontrar mais informações e artigos sobre Geometria Sagrada no site, bem como icar a par das criações Kailash_art for energy Web site www.kailash-artforenergy.com Facebook kailashartforenergy

APC MAGAZINE

30


32

RUBRICA

Em cima: Mer-Ka-Ba. Flôr da Vida - Grelha de Cristais

Torus - Grelha de Cristais

« Observar simplesmente um padrão de Geometria Sagrada tem o potencial de alterar as nossas frequências, invocar o equilíbrio, a cura e a mudança dentro de nós. » Ele representa a estrutura morfogenética a partir do qual o nosso corpo foi criado. A nossa existência física depende desta estrutura. O Ovo da Vida é composto por oito esferas, cujas distâncias entre elas são idênticas às distâncias entre os tons e meios tons da música, fornecendo assim a fundação de todas as melodias. Projecta também a terceira divisão embrionária, na qual a primeira célula se divide em duas, depois em quatro e depois em oito até que um organismo humano completo emerge, bem como todos os sistemas de energia, incluindo os usados para criar o Mer-Ka-ba (falaremos dele no próximo artigo). Com uma terceira rotação, obtemos um padrão determinante para a formação da nossa realidade física, a Flôr da Vida, com um total de 19 círculos. Cada molécula de vida, cada célula do nosso corpo, cada desenho da natureza conhece esse padrão geométrico. O código da Flôr da Vida contém toda a sabedoria similar ao código genético contido no nosso DNA. É o padrão geométrico da Criação e 31

da Vida. A Vida está intrinsecamente relacionada com formas geométricas, desde as espirais helicoidais que constituem o nosso DNA, ao protótipo esférico das células, até à progressão geométrica como estas se reproduzem na criação de um novo organismo. Também no Mundo Mineral podemos observar as estruturas cristalinas seguirem este padrão de formas geométricas, exprimindo os príncipios da perfeição matemática e a repetição da sua essência fundamental, cada um deles mantendo um espectro característico de ressonâncias que são deinidas pelos ângulos, comprimentos e orientações relacionais das suas componentes atómicas. Estes fractais, objectos geométricos cuja estrutura base se repete a diferentes escalas, estão profundamente ligados ao nosso subconsciente, porque ocorrem frequentemente na natureza e no ser humano. Toda a informação que eles transmitem ressoa com a nossa estrutura pois a linguagem base usada é a matemática e a sua representação é intuitiva, equilibrada e total. APC MAGAZINE

A Flôr da Vida é tida como sendo o fractal mais sagrado do Universo. Observar simplesmente um padrão de Geometria Sagrada tem o potencial de alterar as nossas frequências, invocar o equilibrio, a cura e a mudança dentro de nós. São também uma ferramenta eicaz para acalmar a mente, invocando assim a consciência meditativa ou o transe, estados que se encontram para além da nossa consciência de vigília. Nos próximos artigos falarei de outros segredos que se encontram escondidos na Flôr da Vida, da sua relação numérica com as escalas musicais e suas harmónicas, da geometria dos cristais e das frequências energéticas que relacionam tudo no Universo. Patricia Poção|


33


34

RUBRICA Verdadeira & sintética Aqui temos alguns exemplares de pedras verdadeiras e outras sintéticas. As pedras da lua e do sol são dois clássicos. Para aqueles que trabalham a cura energética, não recomendo pedras sintéticas. Estas podem sim, ser utilizadas como meros objectos decorativos. Estes são exemplos mais comuns de pedras que encontramos facilmente à venda.

Por Sauro Dinis

Cristal, verdadeiro ou falso? Um artigo escrito por um entendido, Sauro Dinis, engenheiro geológico e cristaloterapeuta, aborda um tema muito importante e sensível desta área: a veracidade dos cristais que utilizamos para cura! Para os iniciantes do reino mineral, à primeira vista, existe uma imensidão de minerais que torna a tarefa de reconhecimento quase impossível e, posteriormente, quando pretendem comprar um mineral deparam-se com realidades bastante diferentes e inúmeras variedades de nomes dados a pedras sintéticas, naturais e pedras tratadas, tornando-se ainda mais difícil perceber o que é cada mineral. Muitos desistem nestas primeiras abordagens aos cristais, outros ainda, mais fascinados, vão adquirindo um a um e tentando perceber de que minerais se tratam. A grande diiculdade surge mes33

mo em pedras tratadas e aqui, entra uma variável ainda maior pois, com os avanços tecnológicos, minerais “desprezados” ganham força no mercado, sendo tratados e sintetizados para os realçar e enaltecer em termos de características visuais. Na verdade, o importante na aquisição de um cristal é perceber o que nos fascina e do que gostamos. Muitos dos fascinados por minerais dizem que eles nos escolhem! Bem, não deixa de ser verdade pois estamos a escolher algo que nos suscita interesse, que nos desperta, seja pela côr ou conjuntos de cores, seja pela beleza da for-ma, seja pela energia que eles APC MAGAZINE

transmitem ou mesmo pela contemplação de todos esses factores juntos. Muitos têm preferência pelo que é natural, outros ainda preferem os cristais que são bem-talhados com formas perfeitamente simétricas. Na minha opinião pessoal, não desprezo nenhuma das vertentes e isso foi algo que fui aprendendo no contacto com este mundo. No meu ponto de vista, mesmo as sínteses e pedras tratadas são de grande interesse cientiico pois todas elas, seja de forma directa ou indirectamente, foram formadas pela natureza, seja pelo raciocínio, seja pelos padrões de formação originais. Na vertente esotérica e energética, acredito que os rearranjos atómicos bem deinidos produzam uma energia superior quando combinados com a numerologia e geometria.


35

RUBRICA

«(...) o importante na aquisição de um cristal é perceber o que nos fascina e do que gostamos». Como se costuma dizer no mundo dos cristais, “nada é perfeito na natureza e quando vemos um cristal muito perfeito, devemos desconiar”, se a nossa intenção for comprar um cristal natural. Imitações, sínteses, naturais ou simplesmente naturais tratadas? Muito difícil é responder a esta questão, com os avanços da tecnologia e valorização de pedras que antes eram consideradas como materiais excedentes das explorações, surgiu um novo mercado para minerais considerados “sem interesse”, o qual se tornou um desaio perceber o que é o quê. Para começarmos a ter um pouco de noção sobre minerais, é preciso entender que um só mineral pode ter muitos nomes. Esses nomes são criados principalmente segundo o nome original dado pela descoberta do mineral, o nome do país onde é comercializado e o nome comercial dado em outros países para exaltar uma característica especíica do mineral. Numa segunda abordagem, temos que perceber o que é uma imitação, tratamento ou uma síntese para distinguir o natural do produzido por meios humanos.

(...)temos que perceber o que é uma imitação, tratamento ou uma síntese para distinguir o natural do produzido por meios humanos. APC MAGAZINE

Para facilitar um pouco o trabalho, deixo uma pequena tabela dos minerais mais comuns comercializados e das possibilidades em que eles podem ocorrer, no mercado português. Sauro Dinis| 34


36

RUBRICA Por Susana Soares.

A ''medicina'' do quartzo Para os indígenas americanos de Norte a Sul, “Medicina” signiica algo de muito diferente daquilo a que estamos habituados: Medicina é a força de vida que todos temos, a capacidade de uma mãe beijar o dói-dói do ilho e a dor passar, do sorriso de um estranho iluminar o nosso dia. Todos nós, humanos, animais, plantas, locais, cursos de água, Lua, o Tempo e, claro, cristais, temos “medicina” – a capacidade de contribuir com algo, o melhor e mais verdadeiro de nós mesmos, para o bem-estar de todos. Quando esquecemos essa “medicina” inerente, icamos doentes e tristes, maltratamos outros, deterioramos o nosso ambiente… Se compreendermos este conceito, compreendemos o porquê de entre um total de 20 “signos” Maia cerca de 10 serem considerados bons candidatos a curadores e xamãs (na realidade, nós achamos o mesmo, quando dizemos que de médico, poeta e louco todos temos um pouco). Alguns têm essa qualidade tão vincada na nossa alma que icaremos doentes se não a exercemos: Os Maias são insistentes neste ponto, como se de algum modo, ao recusarmos trabalhar com esse dom estivéssemos a recu35

sar a própria vida. Outros exercem a sua medicina de modos extraordinariamente simples, tratando do seu dia-a-dia sem grandes alaridos, cuidando das suas famílias, cantando, contando histórias, fazendo comida que sabe bem: a nossa medicina é por norma algo que “nos sai das mãos” sem esforço e nos faz felizes. Locais, plantas, animais, cristais, têm a sua própria medicina; às vezes basta simplesmente invocá-la, outas vezes, podemos trabalhar conscientemente com esses seres para um objectivo especíico. O uso de cristais entre os Maias está documentado desde a invasão espanhola e por tradição oral mui-to anteriormente, não tivessem os seus livros sido queimados e as suas escolas de medicina fechadas, certamente disporíamos hoje de bastante mais evidências e conhe-cimento. Hoje vamos debruçar-nos sobre o APC MAGAZINE

Susana Soares, uma adufeira assumida, aqui na foto com o Adufe de Monsanto. Instrumento este, tocado originalmente apenas por mulheres.

uso do Quartzo no passado e nos dias de hoje. Pela magia do calendário Sagrado, sento-me a escrever este artigo num dia Kawoq – signo de parteiras, curandeiras e herbalistas, signo com um cristal totem… o Quartzo. A tradição ensina que as parteiras Maia de épocas anteriores conseguiam ver o desenvolvimento do feto num cristal de quartzo e assim monitorizar a gravidez; essa arte está perdida (as parteiras Maia são ainda hoje extraordinariamente competentes a discernir o tamanho, posição e estado de saúde do bebé). No entanto, muitos ou quase todos os curandeiros carregam na sua


37

RUBRICA

«A medicina Maia identiica 5 causas de desiquilibrio e doença,(...) pelo que o Quartzo, (...) é considerado um curador e uma dádiva, tendo a capacidade de reconectar o curandeiro e o paciente com a Mãe Terra». bolsinha uma ponta de quartzo a qual tem as mais variadas utilidades: é utilizado em limpezas (limpias) e saturaciones. O modo mais fácil que tenho de explicar uma saturación é o processo de preencher o campo energético da pessoa com algo para a fortalecer e proteger; depois de passar o quartzo pelo corpo da pessoa para limpar, passa-se lentamente para saturar. Os quartzos são considerados masculinos ou femininos, e usa-se um feminino para tratar um homem e vice versa. Todos os curandeiros, os Aj Qib Maias têm uma bolsa onde carregam as ferramentas do seu ofício, entre elas uma bolsinha de sementes de árvore tzité mistura-

radas com alguns quartzos minúsculos. A tzité é conhecida como árvore da vida e as suas sementes usadas no sistema divinatório que usa os dias do Calendário Sagrado. Têm sempre uns quartzos misturados; “estão tomando conta”, disseram-me um dia. Estão também para ajudar na conexão à rede invisível da Terra, impulsionando assim a intuição. Uma consulta com uma curandeira Maia implica sempre qualquer tipo de divinação além do diagnóstico físico, uma vez que se considera que as doenças têm também uma causa espiritual. Às vezes são usadas as sementes, mas alguns curandeiros usam por exemplo um pêndulo simples feito

de uma ponta de quartzo – ou apenas a ponta. A tradição oral diz que no passado, se diagnosticava com um quartzo, que o curandeiro “via” no corpo do doente com um quartzo. Esta técnica de diagnóstico está perdida; acredita-se que a capacidade de ver a doença e a “medicina” necessária relectidas no quartzo é própria da pessoa, não pode ser ensinada, e assim se perdeu, por agora. No entanto, existem curandeiros que lêem um quartzo em divinação, desde que este seja relativamente transparente e o curandeiro tenha essa apetência; a “medicina” do Quartzo inclui despertar a nossa capacidade intuitiva. Qual é então a medicina própria do quartzo? O quartzo vem da Mãe Terra, tendo assim a capacidade de restaurar o equilíbrio quando deixamos de estar em harmonia com Ela. A medicina Maia identiica 5 causas de desequilibrio e doença, entre elas estar em desarmonia com a Mãe Terra, pelo que o Quartzo, trazendo com ele a Medicina da própria terra, é considerado um curador e uma dádiva, tendo a capacidade de reconectar o curandeiro e o paciente com a Mãe Terra. Se considerarmos que a Cosmovisão Maia vê o mundo como um tecido, em que cada linha está irremediável e sagradamente embebida no todo, podemos com-

36


38

RUBRICA

preender a importância deste curador nato. Não somos nada sem os sentidos que nos ligam aos seres desta e de outras dimensões neste planeta; não somos nada sem o solo que pisamos. Aliás, somos o solo que pisamos. Um quartzo, cuidado e respeitado como um aliado, um amigo, um professor, ajuda-nos a ter um relance desta conexão e a aceder à sabedoria de milhões de anos de evolução do planeta. Sendo um mineral, o quartzo faz parte das abuelitas rocas, as pedras avós; guardando em si as memórias da própria Terra.

Imagem superior e lateral, fotograia de alguns dos quartzos que Susana utiliza nas suas sessões de cura Xamânica.

Susana Soares|

Exemplar de um quartzo masculino.

Exemplar de um quartzo feminino.

37

APC MAGAZINE


39


40

RUBRICA Por Silvana Correia

Astrologia, os cristais, os dias da semana e os Deuses Antes de entramos na temática do artigo, importa responder a uma questão que muitos leitores possivelmente estarão a fazer neste momento: ''De que forma os cristais se relacionam com a astrologia?'' Segundo a teoria de Gaia de James E. Lovelock, os seres humanos, plantas, animais e insectos, bem como os oceanos e a Terra, são todos seres vivos. Como sabemos, os cristais nascem da terra, ou seja, também eles possuem vida, possuem energia e uma determinada vibração. Cada cristal tem uma determinada estrutura química, portanto, embora externamente o cristal possa parecer estático, ele, na verdade, é uma “massa” química muito activa e que vibra numa determinada frequência. E é esta “vida activa” que dá ao cristal a sua energia! De acordo com o brilhante astrólogo Stephen Arroyo, “A astrologia é como uma linguagem precisa da energia”. De facto, o ser humano é um micro-cosmos que se integra no macro-cosmos, deste modo, é naturalmente sensível ao ambiente cósmico, à energia cósmica, aos planetas, ou seja, à vida activa envolvente. No sentido de uma maior clariicação desta ideia, apresentarei alguns efeitos que a Lua provoca, quer no indivíduo, quer na Terra. Considerando a física quântica, a vibração que a Lua emana afecta a frequência da mente, exercendo um efeito sobre os sentimentos, emoções e desejos. Também há estudos que validam a inluência da Lua nos padrões do sono humano. 39

APC MAGAZINE


41

Pensamentos Marcel Vogel

Outro efeito, porventura mais facilmente observável, e por conseguinte mais consensual, é a inluência que exerce nas marés devido à sua força gravitacional. Portanto, se a Lua exerce uma “força” que interage com a própria energia do indivíduo e a vida sob diferentes aspectos, não fará sentido analisarmos, questionarmos se os restantes planetas — Marte, Sol, Vénus, Mercúrio, Saturno, Júpiter, Neptuno, Plutão e Urano — não exercerão também eles uma “força” cósmica, energética que se conectará com a própria energia do indivíduo e, alargando mais a área de inluência, com a própria sociedade e com o planeta? Claro que sim! Na verdade, os planetas são corpos celestes que emitem uma determinada vibração; deste modo, é correcto considerar que essa vibração se “conecta” connosco de diferentes formas e profundidades. Como anteriormente focado, o ser humano é um microcosmos que se integra no macrocosmos; porém, e obviamente, o macro também interage com o micro. E são estas interacções, contactos, nascimentos e transformações energéticas que icam impressas em todo o nosso ser, em tudo à nossa volta, em todo o planeta. O mapa astrológico natal e/ou de trânsitos planetários é uma "fotograia" à posição dos corpos celestes (como planetas, Sol e Lua) num preciso momento.

Efectivamente, numa análise a um mapa astrológico é entendível a razão pela qual, por exemplo, a mente é tão activa, muitas vezes com pensamentos destrutivos, é-se tão emocional, tem-se determinados problemas de saúde, traços de personalidade mais desaiadores, é-se tão sensível a determinadas circunstâncias externas da vida. Uma análise astrológica é uma ferramenta construtiva ao processo de tomada de consciência, no olhar do indivíduo sobre si mesmo e sobre o seu amplo contexto vivencial. Logo, temas como os medos a serem dissolvidos, as escolhas mais confortáveis e alinhadas com o processo de alma, as razões pelas quais determinados acontecimentos surgem na vida do indivíduo, os motivos porque se atrai determinadas pessoas, todos estes temas, entre outros, são elucidados numa análise astrológica. Neste contexto, também os cristais actuam. Com efeito, a relação entre os planetas — a sua actuação — e os cristais, e estes com os signos astro-lógicos, surge como fundamentação a técnicas terapêuticas milenares. É de se notar que os cristais são apreciados e valorizados na Astrologia Védica, sendo usados para harmonizar certos desaios energéticos que alguns "contactos" entre planetas trazem ao indivíduo. Quando num mapa astrológico há diversos planetas pessoais (Lua, Sol, Mercúrio, Vénus e Marte) em signos de fogo, como Carneiro e Leão, e o Ascendente é Sagitário, outro signo de fogo, torna-se fácil compreender que estamos perante uma pessoa com excesso APC MAGAZINE

“Embora o cristal possa ser utilizado para comunicação “mente-mente” seu propósito mais elevado é o servir a humanidade no sentido de eliminar a dor e sofrimento. ” Albert Einstein "A Astrologia é uma ciência e contém conhecimento que nos ilumina. Ela ensinoume muito e devo muito. Testes geofísicos descobriram o poder das estrelas e dos planetas em relação à Terra. Assim, a Astrologia é um elixir da humanidade.” Nicolas Tesla Se queres conhecer o segredo do universo, pensa em termos de energia, frequência e vibração."

40


42

RUBRICA

Quadro de síntese entre os dias da semana, signos astrógicos, cristais e Deuses.

«(...)os cristais transformam, energizam, equilibram e, nesse sentido, alteram a estrutura molecular da água.» do elemento fogo na sua matriz energética. Deste modo, a sua personalidade será dinâmica, intensa, dispersa; e, com excesso de fogo, será certamente mais desaiador o exercício de relectir e se conectar com as suas emoções e com a sua dimensão interna, de uma forma centrada e equilibrada, dado que a mente estará muito activa e focada no mundo exterior. Perante este diagnóstico apresentado pela astrologia, é de todo vantajoso utilizar técnicas terapêuticas no sentido de harmonizar o elemento fogo. Neste caso, e visto os cristais constituírem-se como 41

um método terapêutico, sugiro alguns cristais com o propósito de equilibrar (acalmar) - numa linguagem energética: dar água à sua energia. Sugestões: a Angelite, um cristal que “traz água”, o que acalma, paciica, traz paz, ajudando, desta forma, a pessoa a lidar com as situações externas de uma forma mais ponderada e estável; a Água-Marinha, cristal que ajuda acalmar a mente e a equilibrar as emoções. Podemos beneiciar da energia dos cristais de diferentes formas, uma das quais são os elixires, ou seja, água energizada pelos cristais. Na verdade, os cristais APC MAGAZINE

transformam, energizam, equilibram e, nesse sentido, alteram a estrutura molecular da água. Há como que um print da energia do cristal na água. Alargando um pouco a temática, na antiguidade, acreditava-se que cada planeta era um mensageiro dos deuses e que estaria encarregue de trazer informações sobre o nosso destino. Os planetas eram adorados e vistos como “seres” com superpoderes uma vez que inluenciavam a vida das populações. Cada dia da semana era dedicado a um planeta. Silvana Correia|


43


44

RUBRICA Por Catarina Ferreia

Cristais no Reiki Como os cristais podem influenciar e aumentar a energia numa sessão de reiki? Uma breve abordagem desta sinergia entre a cristaloterapia e o Reiki, pelas palavras de Catarina Ferreira, mestre de Reiki e cristaloterapeuta. O Reiki utilizado com a energia de cura dos cristais é uma combinação alquímica. Ao estudarmos e explorarmos a cura dos símbolos com os minerais, percebemos que o processo de cura é muito mais rápido, proporcionando equilíbrio e uma grande libertação de bloqueios a nível emocional, mental e espiritual. Numa sessão terapêutica com reiki e cristaloterapia, o que acontece é a aplicação de cristais nos centros energéticos do corpo e à volta do mesmo, formando um layout, enquanto o terapeuta, aproveitando a abertura energética destes, canaliza e direcciona energia com a utilização dos símbolos. Podemos escolher os cristais a pedido do prórpio paciente, ou direccionando a sessão para cura de um problema de saúde especíico. A cristaloterpia pode ainda ser utlizada para a obtenção de relaxamento, ou ainda com a intenção de prevenção. Conseguimos assim, obter rapidamente acesso a vários níveis do ser, promovendo uma consulta abrangente e de grande auxílio ao paciente, onde este se sente seguro e confortável para expor as suas emoções. Uma forma simples para um alinhamento de chakras, é utilizar cristais da cor dos memos, colocando-os de 43

forma apropriada. A vibração do mineral no centro energético, como por exemplo, um citrino no plexo solar, vai devolver ao chakra uma vibração e uma frequência saudável, e assim sucessivamente. Muito diicilmente, acontece um paciente não se conectar com esta fusão, abrindo-se a esta oportunidade de cura. Desta forma iremos à sua essência, à sua verdade... à cura. APC MAGAZINE

Catarina Ferreira. catarinacolecctivocasabr ahma@gmail.com


45

«Faça a experiência. (...) Será enriquecedor»

Fica aqui uma dica base, dos cristais para cada chakra: Raíz – Vermelho – Jaspe vermelha Sacral – Laranja -– Cornalina Plexo Solar – Amarelo – Citrino Cardíaco – Verde – Aventurina Laríngeo – Azul – Agata azul rendada 3ª Visão – Índigo – Lápiz Lazuli Coroa – Violeta/Branco – Ametista/ /Quartzo Faça a experiência. Coloque uma música relaxante, coloque os cristais e canalize energia. Será enriquecedor!

Catarina Ferreira|

Catarina segurando um set de cristais referentes aos 7 chakras.

44


46


47

ENTREVISTA Por Joana Pinto

Dra Ana Moreira Centro de Medicina Integrativa. Antes de mais, gostava de lhe agradecer o tempo que disponibilizou para nós! Como terapeuta natural e cliente da Dra. Ana, permita-me dar-lhe os parabéns pelo seu trabalho e pelo foco em trazer aos Portugueses a consciência de que a saúde deve ser vista de forma holística, simples e natural. Como associação de cristaloterapia, trabalhamos com minerais, seja de forma energética, seja de forma química. Por isso, esta entrevista será fundada com base no uso dos minerais na saúde e o paralelismo entre saúde energética e saúde física. APC: Dra. Ana, costuma recomendar aos seus pacientes minerais para melhorarem o seu estado de saúde? (Mg, Fe, Ca, Si, etc).

Iremos evoluir, (...) no sentido da integração numa prática clínica integrativa da prescrição de minerais aos pacientes. APC MAGAZINE

Dra. Ana: Sim, caso se faça este diagnóstico, durante a consulta médica. Como todos sabemos, a dieta e nutrição desempenham papéis importantes na saúde. Através de um regime alimentar adequado e variado, o organismo consegue obter as quantidades de micronutrientes (vitaminas e sais minerais) necessárias para um estado de equilíbrio. A conservação dos níveis óptimos destas substâncias é fundamental para a manutenção da homeostasia e do metabolismo do organismo, ou seja, são fundamentais à vida. Um aporte correcto de microminerais tem um impacto profundo no estado de saúde do indivíduo, inluenciando o desempenho físico e mental, podendo melhorar a sensação de felicidade. 46


48

ENTREVISTA

«(...) a frequência vibracional da pedra, pode ajudar a melhorar a frequência vibracional da matriz extracelular de um paciente». APC: Neste momento conseguia, segundo a sua análise, apontar quais são os minerais que estão em maior deiciência na nossa população? Dra. Ana: Os sais minerais são substâncias de origem inorgânica; são necessários para imensas funções bioquímicas e metabólicas; são cofatores de reações enzimáticas, de fatores de coagulação, regulam o equilíbrio hidroelectrolítico e ácido-base, regulam elementos estruturais e de transporte, etc.. Além disto, são componentes estruturais de órgãos e tecidos, constituintes dos eletrólitos e catalizadores de sistemas enzimáticos e hormonais. Ao invés de outros nutrientes, os sais minerais não são sintetizados pelo organismo. Os sais minerais podem ser divididos em dois grupos: macrominerais (necessários em quantidades superiores a 100mg/dia) e microminerais (necessários em quantidades inferiores a 100mg/dia). Como exemplo de microminerais temos: cobalto, cobre, crómio, ferro, luoreto, iodo, manganês, molibdénio, selénio e zinco e de macrominerais: cálcio, cloro, enxofre, fósforo, magnésio, potássio e sódio. Os minerais em maior deiciência em Portugal são o Cálcio, Ferro e Magnésio. APC: Qual o motivo que prevê para essa deiciência? Dra. Moreira: Temos vários motivos que explicam este déice de minerais na população Portuguesa. Os principais motivos, estão relacionados com o consumo de alimentos pobres em nutrientes, como comida processada, comida 47

congelada, refrigerantes, sanduíches, enlatados, alimentos contaminados, etc. Os primeiros sintomas da falta de microminerais, podem ser: fadiga crónica, dores de cabeça, insónia, perturbações digestivas, dores musculo-articulares, falta de memória e concentração, etc. APC: Não só na medicina convencional, mas certos minerais são também utilizados em homeopatia? Dra. Ana: Sim, existem certos minerais usados em homeopatia. O Dr. Schussler, APC MAGAZINE

Dra Ana Moreira, médica.


49

ENTREVISTA

no século XIX, discípulo do conhecido Dr. Hahnemann, iniciou uma investigação, isolando 12 sais minerais no tecido humano. Segundo o livro Homeopatia e Minerais, Sholten agrupa os minerais para serem mais facilmente prescritos pelos homeopatas. APC: Será que por exemplo, quando existe uma ligeira anemia, ou mesmo uma anemia declarada, se o paciente utilizar sobre a pele uma pepita de ferro, ou uma hematite, uma vez que estes minerais contêm Ferro, poderá ajudar o individuo na sua recuperação? Falando energeticamente e homeopaticamente, e claro, tendo sempre em pensamento que poderão ser coadjuvantes de um tratamento, e não ‘’o’’ tratamento. Dra. Ana: Falando energeticamente, em teoria, sim – uma pepita de ferro ajudaria numa anemia leve. Lembre-se do Dr. Masaru Emoto, cuja Teoria da Água explica o porquê dos cristais da água exposta a diferentes palavras, imagens ou músicas se alterar. O Dr. Emoto congelou a água e examinou a aparência dos cristais de água sob um microscópio eletrónico. Logo, a frequência vibracional da pedra, pode ajudar a melhorar a frequência vibracional da matriz extracelular de um paciente com anemia. Sendo assim, a frequência vibracional da molécula de hemoglobina poderia melhorar com a colocação na pele, de uma pepita de ferro. Obviamente, isto sob um ponto de vista teórico. Era muito interessante se houvesse estudos nessa área. APC: Sim, de facto, estamos no momento a estudar essa possibilidade. Dra. Ana, decerto que terá um ou outro mineral em sua casa, seja uma pedra de quartzo, uma ametista, etc. Como médica e interessada numa cura integrativa, pergunto-lhe se a seu ver, é então possível ter em conta o uso dos minerais na saúde e a energia destes?

Dra. Ana: Do ponto de vista da medicina convencionalmente falando, nem sequer estudamos geologia ou biomagnetismo na Faculdade de Medicina. Felizmente, a inluência que as pedras ou os minerais têm na saúde, é uma área ancestral, que se começa agora a comprovar. Iremos evoluir, à medida que a ciência e a tecnologia forem avançando na investigação cientíica, no sentido da integração numa prática clínica integrativa da prescrição de minerais aos pacientes.

Sim – uma pepita de ferro ajudaria numa anemia leve.

APC: Por exemplo, quando recomenda a alguém magnésio, sabemos que são inúmeros os seus benefícios, desde o seu uso como anti envelhecimento, rendimento físico, densidade óssea, entre outros. Olhando para este mineral de forma mais energética, este é um cristal que está relacionado com a força, a alegria, a pele, e o aumento de energia. Dra. Ana: O magnésio, como todos os minerais, não pode ser produzido pelo corpo, mas por via de alimentos e/ou de suplementos ortomoleculares. O magnésio ajuda na formação dos ossos e dentes e participa nos processos de produção de energia. Relaxa os músculos e regula a transmissão de impulsos nervosos, importante para permitir uma contração muscular normal.

Exemplo de uma pepita de ferro.

Dra. Ana Moreira http://www.cmi-anamoreira.pt/ email: consultorio@anamoreira.pt * Clínica no Porto: Rua Alves Redol, 349, R/C 4050-043 Porto. * Clínica Cascais: Av. 25 de Abril, Nº 672, 6º Andar, Edf. Alvorada 2750 – 502 Cascais. * Clínica Funchal: Rua da Levada de São João, 4 9000-191 Funchal.

APC MAGAZINE

48


50

ENTREVISTA

«Os cristais (...) são uma “forma natural”, de ajudar a reequilibrar o nosso campo eletromagnético » O magnésio é por isso, um mineral energético. Estudos cientíicos revelaram que o magnésio melhora o desempenho desportivo, combate a depressão e ajuda a contro-lar os níveis sanguíneos de glicose, na DM II. Nos desportistas, o magnésio contribui para melhorar o rendimento físico, diminuindo a sensação de fadiga, melhorando a agilidade física, a lexibilidade e contribuindo para uma oxigenação adequada. APC: Estamos a realizar um estudo fundamentado, sobre a emissão energética das pe-dras/ minerais e a vibração dos ór-gãos internos. O que pretende-mos, é perceber qual o cristal que harmoniza com determinado órgão, e assim utilizar estas frequências internamente, median-

te o uso de elixires, e externamente com a aplicação da pedra sobre o local afectado. Acreditamos, ainda que de forma subtil, poderá ajudar na recuperação de determinados estados de saúde. O que pode dizer sobre esta temática? Gostavamos muito de saber a sua opinião. Dra. Ana: Os cristais podem ser um complemento de um tratamento bioenergético. São uma “forma natural”, de ajudar a reequilibrar o nosso campo eletromagnético, desde que o proissional saiba usálos adequadamente. Podemos utilizar certos cristais no corpo, no sítio físico, correspondente aos Chakras. Os chakras são centros energéticos situados no nosso corpo.

Consideram-se sete os chakras principais, e cada um deles terá uma relação com determinado cristal. Além disto, podemos usar cristais, formulados como elixires, utilizando cristais diluídos (por exemplo, diamante, ametista, água marinha, quartzo rosa, entre outros). Obviamente, do ponto de vista de estudos clínicos, não temos nenhuma comprovação cientíica. Resta-nos portanto, esperar que haja interesse da comunidade cientíica em estudar estas questões. APC: Agradeço em nome da APC, de todos os seus sócios e apoiantes. Bem-haja! Joana Pinto|

Exemplo de uma cristalização de magnésio.


51


52

Contos Mágicos Tomé e o Cristal Sara Correia, escritora, e Ana Moreira, ilustradora, juntaram-se de forma a partilhar com todos um conto cheio de magia! De forma a que numa revista da especialidade não faltasse um lugar infantil, apresentamos-lhe um conto, baseado na premissa de que os cristais são instrumentos mágicos para todas as idades!

Ilustração de Ana Moreira - Pintar a Alma e Usá-la ao Vento.

51

Numa bela manhã de Primavera, o menino Tomé parou junto à margem do lago Azul. Rodeado por árvores cheias e esplendorosas, o lago parecia absolutamente vulgar; porém, era admirável: os magos, os alquimistas, os contadores das histórias ocultas da Terra, os palhaços que detêm as fórmulas do riso livre comunicavam com a água tal qual um pássaro livre comunica com as estações do ano. Sim, o lago era incrível! APC MAGAZINE

Tomé avançou aos poucos até a água lhe tocar no umbigo. Em segui-da, estendeu os braços e mer-gulhou-os tão fundo quanto pôde. Enquanto ouvia o sussurro suave da água, surpreendeu-se ao ver na sua mão um cristal translúcido que reluzia até se fundir no céu numa espiral aberta de luz dourada. Entretanto, um ancião aproximavase numa pequena jangada. Trazia na cabeça um bonito chapéu de folhas


53

Contos Mágicos

«O cristal acolhe a Vida», murmurou o homem. «Ele cura os corações rasgados, tristes, medrosos (...)» e ramos trançados. Em volta do pescoço, tinha um io com o Sol e a Lua num círculo de cristais luzentes. De resto, parecia-se como tantos anciãos: gestos leves e rosto abundante e belo. Tomé olhou admirado aquela calma igura, que o observava com uma expressão que ele não sabia explicar. O homem via que dentro do menino habitava um coração macio, que os olhos eram dois surpreendentes cristais negros, que as mãos tinham a mesma delicadeza daquelas palavras doces que aquecem os corações gelados. Enquanto sorria por dentro, o homem falava sobre a Terra, de como ela nos dá água fresca, frutos, paisagens, beleza. Tomé permaneceu silencioso — escutava, encantado. Por im, sugeriu que Tomé observasse o cristal no seu coração. Então, suavemente, Tomé caiu bem dentro de si mesmo, num cantinho verdejante onde chegava sempre o Sol, e logo se pôs a olhar o cristal. Daí a uns instantes, viu a Humanidade, a Terra, o Universo dentro do cristal, que cintilava numa luz doce e quente. «O cristal acolhe a Vida», murmurou o homem. «Ele cura os corações rasgados, tristes, medrosos. O rio ofereceu-te o cristal para que espalhasses o seu amor, a sua luz — é um presente da Mãe Terra para ti.»

Como se ali tivesse acabado um tempo para começar outro, Tomé

soube que não era só um menino, mas também o girassol que sorria ao Sol, a montanha que abraçava o vale, o pó que caía das estrelas, e todas as coisas extraordinárias deste Universo!

Ilustração de Ana Moreira - Pintar a Alma e Usá-la ao Vento.

Escrito por Sara Correia| www.saracorreia.pt

APC MAGAZINE

52


54


55

A LOJA Cristais Laser Lemurinanos em bruto FINALMENTE VOLTARAM! Temos novamente na APC os ''singing quartz'', os quartzo Lemurianos, com um som cristalino incrível. De vários tamanhos, estes seres únicos são muito especiais. Basta segurar num para a cura se iniciar nos vários planos do ser.

Cristais Mestres Apresentamos na loja da APC um leque variado de Cristais Mestes. Temos disponíveis vários, desde Gémeos Tântricos, Ísis, Canalizador, Gerador etc. Venha conhecer e aprender a indetiica-los!

Auralite 23 As magníicas Auralites 23 que temos para si na APC! Em bruto, vindas do Canadá, são um mineral a ter no seu leque de pedras de cura. Poderá simplesmente colocar em sua casa num local que lhe agrade ou sob uma mandala da lôr da vida por exemplo. Sinta a energia da sua casa, e dos seus residentes a mudar para melhor, garantidamente.

MInerais para os amantes de goelogia Na APC temos para si, amante de geologia e colecionador de exemplares minerais especiais, alguns minerais raros, com beleza singular. Encontrará cristais como pirite portuguesa (imagem; cristal acima), dioptásio (imagem; cristal no canto inferior esquerdo) e serainite (imagem; cristal no canto inferior direito), entre vários outros!

APC MAGAZINE

54


56

A LOJA Selenite Cristalizada em bruto Esta selenite é especial pois está cristalizada, em vez da tradicional selenite ibrosa que se encontra mais frequentemente. É a pedra ideal para limpeza do corpo físico e das várias camadas da aura. Como está em bruto e é biterminada, é também excelente para limpar cristais.

Pontas Quartzo em bruto Dispomos na APC de vários tamanhos de pontas de quartzo. Sem tratamento químico e branqueamento. Estas pontas podem ser utlizadas na aura com o selo de Salomão, em mandalas, em orgonites, etc.

Quartzo Lítio em bruto Alguns exemplares de quartzo lítio, que temos para si na APC . Também à semelhança doutros cristais, estão em bruto, são naturais, sem branqueamento e sem polimento químico. Estão aptos a serem utlizados especiicamente para ins terapêuticos.

Jaspe Árvore Uma pedra rolada linda, que nos remete à natureza, aos bosques, aos animais e aos Devas. A jaspe árvore é dita ter propriedades energéticas de nutrição do ser, ajudando-nos a tomar bem conta de nós e dos outros. Ajudanos a focar o que realmente queremos. É a chave para nos dar aquele empurrão para seguir em frente!

55

APC MAGAZINE


57


58

Onde estamos & quem somos

https://www.associacaoportuguesadecristaloterapia.com/

http://www.casabrahma.com/

http://www.kailash-artforenergy.com/

http://www.casabrahma.com/

http://www.casabrahma.com/

57

Robinsonweiske@hotmail.com

APC MAGAZINE


59

Onde estamos & quem somos

http://pyaar.tictail.com

https://www.ccclinica.com

http://ojardimdelotus.blogspot.pt

www.casabrahma.com

APC MAGAZINE

58


60

Profile for APC - Associação Portuguesa de Cristaloterapia

APC Magazine #2 2017  

Leia já, em sua casa a primeira revista Portuguesa dedicada exclusivamente à Cristaloterapia. Esta revista conta com diversas parcerias e r...

APC Magazine #2 2017  

Leia já, em sua casa a primeira revista Portuguesa dedicada exclusivamente à Cristaloterapia. Esta revista conta com diversas parcerias e r...

Profile for joana144
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded