Page 1

Diretor: João Filipe Jornal de distribuição gratuita

Nº 354

SEMPRE AO SEU LADO

De 03 a 09 de outubro de 2010

EDIÇÃO NACIONAL

50.000 E X E M P L A R E S

a partir do dia

4 DE OUTUBRO

O SEU U CORPO

A PRENDA

A LIDAR COM O

STRESS

Em casa, na estrada, no trabalho ou em espaços públicos, muitas são as situações que nos deixam à beira de um ataque de nervos. COMO AGIR?

FOTO: D.R.

Hoje em dia, existem mais de 300 mil andares e moradias para vender ou arrendar no nosso País, no entanto, os portugueses não lhes conseguem chegar, seja devido à crise ou ao “apertar do cinto” das instituições bancárias. A realidade é que Portugal é, atualmente, uma nação de casas vazias T C ... . 06/07 EMA

APA

FOTO: D.R.

DESPORTO

E AGORA DR.?

José Eduardo Bettencourt perdeu o estado de graça, que tinha quando venceu as ultimas eleições com 90% dos votos. E conseguirá dar a volta à situação de crise?

PÁGS

. 13

FOTO: PATRÍCIA MOREIRA

DESPORTO...PÁG

ENTREVISTA

FOTO: D.R.

ANABELA BALDAQUE

JOVENS BEBEM MAIS ÁLCOOL

VENEZUELA ESCOLHEU

HUGO CHÁVEZ Chávez ganhou as legislativas, no entanto, foram eleitos 64 representantes da oposição, um número suficiente para tirar o poder decisivo das mãos do líder

O IDT pede mais fiscalização na venda álcool junto dos jovens portugueses. Eles bebem mais e cada vez mais cedo . 08

ASSUNTO POLÉMICO...PÁG

FOTO: D.R.

A estilista, que há mais de 20 anos faz História na moda portuguesa e internacional, revela-nos um pouco mais sobre o seu mundo, a sua arte e o seu dia-a-dia . 03

ENTREVISTA...PÁG

DEPOIS DO "TANGO" A SEPARAÇÃO O OGE é uma ferramenta fundamental na governação do País, pois prevê os gastos e determina onde obter a receita

. 12

REPORTAGEM ESPECIAL..PÁG

. 10

PORTUGAL EM XEQUE...PÁG


2|

opinião

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

Foto da Semana

EDITORIAL JOÃO FILIPE Diretor

Austeridade e mais austeridade! O

ÓPIO CONFISCADO

FOTO: EPA/JALIL REZAYEE

nosso País está a enfrentar a pior crise financeira da sua História, por causa da crise mundial, diz o Governo, mas, na realidade, sempre me lembro de ouvir falar que estamos em crise. O que nos leva a crer que a crise que enfrentamos é de estrutura e não de conjuntura, uma vez que, apesar de todas as medidas austeras que já foram anunciadas e tomadas, a cotação da República Portuguesa continua em baixo. Facto que se observa quando para se financiar no estrangeiro esta emite títulos de dívida pública, com uma taxa de juro cada vez mais elevada. O que é que isto representa? Que os mercados financeiros não confiam na República Portuguesa. E continuar a pedir aos portugueses mais sacrifícios, numa altura em que já não existe grande margem de manobra, então, não seria melhor parar as grandes obras públicas, até o défice estar controlado? Pois, podemos, por um lado, estar a tapar o buraco das A CRISE que finanças públicas e, por outro, enfrentamos a continuar a abri-lo com essas é de estrutura obras que são necessárias, mas e não de não nesta fase. conjuntura Já as últimas medidas anunciadas pelo Governo prevêem mais um aumento do IVA na taxa de 21 para 23%. Ora esta subida não mexe com os bens alimentares, uma vez que estes, na sua maioria, têm as taxas de 6 e de 13%; mas, para além desta subida, existe um corte anunciado de entre 3,5 e 10% para a função pública, apenas para os que têm vencimentos superiores a 1.500 euros. E a transferência do fundo de pensões da PT para o Estado, uma maravilha que vai diminuir logo o défice, mas, que, na realidade, não passa de uma forma contabilística de “esconder” o buraco existente nas finanças públicas. Vejamos o seguinte exemplo: é como se tivéssemos uma dívida com um prazo de um ano, num valor muito elevado, e, depois, pedíssemos um empréstimo para a pagar, só que teríamos de pagar o dito empréstimo em 10 anos, diferindo assim o valor da referida dívida. E a pergunta que se coloca é a seguinte: resolvemos o problema? Sim, no imediato, mas, a dívida continua. Digamos, de uma forma simples, que isto é o que o

Oficiais de segurança afegãos inspecionam o ópio apreendido em Herat, no Afeganistão, país que, de acordo com os relatos dos media e inúmeras investigações, é um dos maiores produtores mundiais de ópio. Durante todo o ano, são efetuadas diversas operações de segurança com o objetivo de apreender a droga que circula pelo país.

Governo quer fazer com a transferência do fundo de pensões da PT para os cofres do Estado, embora não resolva, ajuda a diminuir, APARENTEMENTE, o buraco perante as agências de rating! Tenha uma boa leitura!

Leia a opinião do Bispo EDIR MACEDO na página 3i, do caderno Folha Centro de Ajuda ACORDO ORTOGRÁFICO: Informamos os nossos leitores de que já começámos a aplicar algumas das alterações do Novo Acordo Ortográfico.

FOLHA DE PORTUGAL: ALAMEDA D. AFONSO HENRIQUES, Nº 35 (ANTIGO CINEMA IMPÉRIO) 1000-123 LISBOA TEL: 210 300 971 FAX: 210 300 999 Diretor: João Filipe jf.d@folhadeportugal.pt Secretariado: Cláudia Pereira Editor: IURD Redação: Carla Vaz, Isabel Barbosa, Sara Damásio Copydesk: Carla Vaz Paginação: Carlos Paredes, Eliane Rosa Tratamento de imagem: Bárbara Domingos Correio do Leitor: geral@folhadeportugal.pt Publicidade: publicidade@folhadeportugal.pt

FOLHA DE PORTUGAL Título registado no ERC com o nº 125046 Propriedade: IURD Sede administrativa: Praceta Professor Francisco Gentil, nº3 - Póvoa de Santo Adrião - Lisboa NIPC: 592001679 Periodicidade: Semanal Impressão: Rafik Comunicação e Imagem Unipessoal, Lda. - Sítio da Bemposta, nº 1, 1A, 1B. Longo da Vila - Mafra Tiragem: 50 000 exemplares Distribuição: Gratuita Circulação: Portugal Continental e Ilhas A FOLHA DE PORTUGAL NÃO SE RESPONSABILIZA NEM PELAS INFORMAÇÕES CONTIDAS NAS CARTAS DOS LEITORES, POIS ELAS NÃO EMITEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO JORNAL, NEM PELA AUTENTICIDADE DOS ANÚNCIOS PUBLICADOS


entrevista

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

|3

10 PERGUNTAS a

ANABELA BALDAQUE

“No Mundo, as pessoas são a minha maior inspiração” A estilista, que há mais de 20 anos faz História na moda portuguesa, revela-nos um pouco mais sobre o seu mundo DANIELA AREIA Cedida pela revista “Plenitude”

N

1. Quais foram os primeiros “sinais” de que viria a ser estilista? Tive a sorte de ser daquelas pessoas que sempre souberam o que queriam ser desde cedo. Já com os meus sete ou nove anos gostava de recriar tudo o que tinha. Brincava com recortes de tecidos, lenços... 2. Que obstáculos enfrentou até atingir notoriedade? De algum modo, o facto de ser do Norte foi um problema? Sempre adotei a atitude de nunca desistir perante as dificuldades. O mundo da moda não é fácil, é inconstante, e trabalhar com tecidos tem muito de emocional. Sobretudo, não me deixei deslumbrar e tentei sempre “brincar” com as coisas e apaixonar-me por elas. No Norte, todo o setor está mais limitado. As redações de revistas de moda, por exemplo, estão todas “lá em baixo”. Ao mesmo tempo, existem melhores modelistas e trabalho de confeção cá em cima. Contudo, a distância do

FOTO: PATRÍCIA MOREIRA

asceu em 1964, em Vizela, e foi viver para o Porto aos 3 anos, onde frequentou o curso de estilismo e modelismo da Escola Gudi. Em 1984, foi para França frequentar o curso de estilismo da Paris American Academy. Após a sua conclusão, foi convidada para criar fatos de banho pela revista Beach Forecast International. Em 1985, foi para Itália frequentar um estágio no atelier de Emilio Pucci. Em 1986, abriu uma loja em Guimarães e trabalhou como estilista numa fábrica de têxteis. Em 1988, criou a marca com o seu nome. A partir de 1994, passou a ser uma presença constante nos principais eventos de moda portugueses, como a “Moda Lisboa”, a “Porto de Moda” e o “Portugal Fashion”. As suas roupas são urbanas, práticas e sóbrias, sendo vendidas na sua loja da Foz, no Porto, aberta desde 2000.

sucesso da internacionalização da marca “Anabela Baldaque” é uma surpresa? Não estava à espera de ter tanta recetividade, mas entendo que isso possa acontecer. As pessoas estão um pouco cansadas das grandes marcas e gostam daquilo que é cuidado, com requinte nas formas, com uma maior entrega na criação. Não é só a parte criativa que interessa, também a qualidade e acho que isso faz parte do meu trabalho.

4. É a favor das novas tecnologias aliadas à sua marca como forma de divulgação – como é o caso da Internet? Sem dúvida. Tenho uma noiva de TIVE A SORTE DE SER Barcelona que veio até mim através da DAQUELAS PESSOAS QUE Internet!

SEMPRE SOUBERAM O QUE QUERIAM SER DESDE CEDO Porto a Lisboa não é muito grande e nunca me senti prejudicada por causa de ser nortenha. Na “Moda Lisboa” fui sempre muito bem recebida. 3. O próprio País começa a ser pequenino para o seu trabalho. O

5. Criou uma embalagem para a Compal Light. Como foi o desafio? Muito giro. É interessante aplicar o nosso estilo a uma coisa estática, subordinada a um protótipo, como é a embalagem do sumo. Ao fim de muitas tentativas, surgiu espontaneamente a ideia da renda. Pensei: fica engraçadíssimo e tem tudo

OS ESTRANGEIROS JÁ SE APERCEBERAM DA NOSSA QUALIDADE, OS PORTUGUESES AINDA SOFREM DE FALTA DE CONFIANÇA. NÃO PERCEBO PORQUÊ!

há muitas coisas baratas no mercado para poder andar a par das tendências.

a ver com o meu estilo. A marca foi pioneira e inovadora, tenho a certeza que vão aparecer outras iniciativas semelhantes. O “meu” sabor – mangalaranja – foi eleito por sorteio. Tive sorte, porque adoro-o.

9. Disse há uns tempos que está no Mundo de passagem e que o seu aqui é o Mundo inteiro. O Mundo é uma fonte de inspiração? Sem dúvida, temos de estar atentos a ele e não levar as coisas muito a sério. No Mundo, as pessoas são a minha maior inspiração, pela forma como partilham, como se expressam com os outros e como conversam.

6. Quem gostava de vestir? A Sílvia Alberto e a Kate Blanchet, que é muito boa atriz. Tenho imenso prazer em vestir a Susana Ramos e gostei também de vestir a Júlia Pinheiro. 7. Como classifica a moda em Portugal? Precisa de muita criatividade. É necessário reciclar as coisas. Tem de se brincar mais com acessórios e comprimentos das coisas. Além disso,

8. Mas isso não contribui um pouco para a massificação de estilos? Sim, pode contribuir. Mas as pessoas não precisam de ir sempre para as marcas internacionais. Há coisas nacionais muito acessíveis e diferentes. Os estrangeiros já se aperceberam da nossa qualidade, os portugueses ainda sofrem de falta de confiança. Não percebo porquê!

10. Tem medo que essa inspiração um dia lhe falhe? Tenho. Um dia, é natural que aconteça, mas como gosto tanto do que faço, para já ainda consigo encontrar coisas inovadoras. Até porque gosto de todas as cores e texturas, não estou limitada.


4|

SETE DIAS SE

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

MAIORES DE 50

De acordo com Joaquim Azevedo, diretor da Universidade Católica Portuguesa, no Porto, esta instituição concebeu uma “formação inédita” para pessoas com idade superior a 50 anos. E, na passada semana, foi a vez da Universidade Técnica de Lisboa propor um programa que irá no mesmo sentido. Estes cursos não têm qualquer relação com as ofertas das universidades seniores e, embora não tenham acesso a qualquer grau académico, são formações universitárias.

aconteceu

FOTO: D.R.

VOLTAM A ESTUDAR

No caso do curso da Católica, que tem a duração de três anos, os alunos podem aprofundar os seus conhecimentos em diversas áreas, desde a engenharia às artes. O seu objetivo “é proporcionar a pessoas com mais de 50 anos um momento de aprofundamento”, onde “podem fazer um balanço de tudo o que já aprenderam e, por outro lado, abrir horizontes para áreas que durante o resto da vida não houve tempo” de aprendizagem, explicou Joaquim Azevedo.

Vendidas mais pílulas do DIA SEGUINTE

Nos primeiros sete meses de 2010, as farmácias e as parafarmácias venderam mais 40 mil pílulas do dia seguinte do que em todo o ano passado

600 POLÍCIAS mortos no Afeganistão

Vicente deixa um aviso à população feminina: “se uma mulher precisa de fazer várias repetições no mesmo mês, então, é preferível tomar a pílula contracetiva regular, que é mais eficaz”. Pois, mesmo nos casos em que a pílula de emergência é tomada nas primeiras 12 horas após a relação sexual desprotegida, esta somente tem uma eficácia de 75%.

ADOLESCENTES MÃES POR DIA Diariamente, 12 adolescentes são mães e “a maior parte tem informação sobre contracetivos”, alertou Teresa Bombas, da Sociedade Portuguesa da Contracepção. Embora não se conheça com exatidão o número de adolescentes que engravidam,

contudo, sabe-se quantas decidem interromper a gravidez (IVG) valendo-se dos serviços de saúde e quantas resolvem ser mães. “Mais de 10% das IVG ocorrem em adolescentes até aos 19 anos e quase 5% dos nascimentos são de jovens mães”, referiu Duarte Vilar, diretor executivo da Associação para o

Planeamento da Família. Estas jovens são, sobretudo, oriundas de famílias carenciadas, abandonaram a escola cedo e demonstram falta de objetivos profissionais. Para muitas raparigas entre os 12 e os 19 anos, a gravidez surge como “um projeto de vida, na ausência de outro”, revelou Teresa Bombas.

FOTO: D.R.

25 MILHÕES em

PENSÕES DOURADAS

FOTO: EPA

Só no último semestre deste ano, perto de 600 polícias afegãos foram mortos e 1.345 ficaram feridos, como resultado de ações dos rebeldes, anunciou o Ministério do Interior, em Cabul. As baixas, numa média diária de três mortos, ocorreram em ações resultantes de explosões de bombas artesanais, ataques suicidas ou combates, explicitou Zemaray Basharay, porta-voz do Ministério do Interior. Passados apenas nove meses, 2010 é já o ano mais mortífero para as forças estrangeiras desde o fim do regime talibã.

FOTO: D.R.

sexual desprotegida – é bem percetível nos dados da IMS Health, que monitoriza as vendas de medicamentos de armazenistas a farmácias e

O aumento da procura deste medicamento – que evita uma gravidez indesejada, se for tomado nas primeiras 72 horas após uma relação

parafarmácias: só nos primeiros sete meses deste ano foram vendidas 269.239 embalagens. A chefe de Divisão de Saúde Reprodutiva da Direcção-Geral da Saúde, Lisa Vicente, explicou que o número de consumidoras deste medicamento será bastante maior porque “tem aumentado a disponibilidade [deste método contracetivo de emergência] nas consultas do Serviço Nacional de Saúde”. No entanto, Lisa

As reformas milionárias não param de aumentar, mesmo em época de crise, pois, em 10 meses, as pensões douradas “engordaram” 5% e custam já 25 milhões de euros aos cofres do Estado, mensalmente. Atualmente, existem 5.581 pessoas com pensões acima

dos 4 mil euros, revelou o Correio da Manhã. Com os novos aposentados entre janeiro e outubro deste ano, contam-se 4.763 na Caixa Geral de Aposentações e 818 na Segurança Social. Ficando o recorde de crescimento das reformas milionárias entre os funcionários do Estado.

.R :D TO FO

.


sete dias

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

a sua carreira

Duas mil pessoas em espera para transplante de rim, mas...

Empresas querem pessoas felizes

Doações de órgãos

FOTO: D.R.

cresceram 9%

"É feliz?", esta pergunta é cada vez mais usada nas entrevistas de trabalho

FOTO: D.R.

As dádivas de órgãos registadas entre janeiro e julho deste ano mostram um aumento de 9%. “Em Itália desceu 10% e em Espanha 4%. Penso que vamos estar muito perto dos 32 dadores por milhão de habitantes”, disse Maria João Aguiar, coordenadora das unidades de colheita da Autoridade para os Serviços de Sangue e da Transplantação (ASST), ao DN. Esta subida nas doações reflete-se no aumento de transplantes realizados até agora, mais 3 a 4%. Só os hospitais da Universidade de Coimbra (HUC) já fizeram, este ano, 23 transplantes de coração, um número muito próximo do conseguido em todo o ano passado. “Houve um grande esforço para esclarecer muito bem os profissionais que a idade não é um critério de exclusão. Acima de tudo, é a qualidade do órgão que importa”, salientou Maria João Aguiar. Existem duas

14 CIRURGIAS: Realizadas pelo hospital de Santa Marta, este ano, entre transplantes pulmonares e cardíacos

mil pessoas em espera só para um transplante de rim. Em Portugal, a idade média dos dadores ainda é um pouco baixa, a rondar os 50 anos, mas, a tendência é para aumentar. “As pessoas morrem com idades cada

a descoberta

vez mais avançadas. Tudo depende da qualidade de vida que se teve. Nós temos dadores com mais de 80 anos. São, sobretudo, para a área hepática, porque o fígado é um órgão que não reflete tanto a idade”, explicou ainda a médica.

A solução passa pelo controlo de acesso, tal como existe no Metro

Novo gene causa

enxaquecas

As novas entrevistas de emprego estão mais pessoais e intimistas, por isso, é preciso pensar duas vezes antes de responder à pergunta: “é feliz?”. Se estiver numa entrevista de emprego, o que vai dizer pode fazer a diferença. No entanto, não existem respostas certas nesta nova área que começa a chamar a atenção no PESSOAS recrutamento. FELIZES Miguel Abreu, diretor da Ray Human Capital, admite que “as empresas SÃO MAIS pretendem não só bons profissionais ao nível técnico, mas também pessoas PRODUTIVAS DO QUE AS que se integrem bem nas suas estruturas humanas, com um código de valores, INFELIZES interesses e motivação”. Ter um trabalho enriquecedor, desenvolver relações humanas saudáveis e ocupar o tempo livre são os três pilares da felicidade, segundo Luís Rodrigues, professor da Universidade Nova de Lisboa. Nuno Fraga, gestor da companhia de recrutamento de executivos Hire & Trust, explica que “as pessoas não são selecionadas apenas por uma vertente (como a felicidade), mas pela sua qualificação, experiência, maturidade e competências”.

FOTO: D.R.

24 mil contraordenações

por falta de bilhetes

O primeiro semestre deste ano, nos transportes, foi marcado pelo aumento do número de contraordenações (24 mil), declarou o

presidente do Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres (IMTT), durante o seminário “Boas práticas no tratamento das reclamações”, que

decorreu em Lisboa e que contou com a presença do ministro das Obras Públicas, António Mendonça. Jorge Batista e Silva explicou que as contraordenações correspondem “ao número de passageiros multados por não terem título” de transporte. Para o responsável, a situação só pode ser controlada se as empresas optarem “por um sistema de controlo de acessos fechados”. O presidente do IMTT defendeu ainda que o atual sistema de reclamações deve ser desmaterializado, de modo a que quem reclama não tenha de “assinar um livro à mão, com uma letra que ninguém percebe”.

PORTUGUESES PREMIADOS FOTO: D.R.

Cientistas identificaram um defeito genético relacionado com a enxaqueca, o qual poderá abrir caminho a novos tipos de tratamento. Zameel Cader, cientista da Universidade de Oxford, que liderou o estudo publicado na revista Nature, confessou que “demos um grande passo em frente na compreensão do porquê das pessoas sofrerem de enxaqueca”. A Organização Mundial de Saúde revela que a cefaleia é a maior causa de incapacidade e que 1 em cada 5 pessoas sofre desse mal. É uma forte dor de cabeça, prolongada e que, normalmente, é focada na parte da frente do cérebro ou num dos lados da cabeça, provocando, em algumas pessoas, náuseas e sensibilidade à luz. Até agora, os genes diretamente responsáveis pela enxaqueca eram desconhecidos. Neste estudo foi encontrado um gene – TRESK – ao qual foi atribuída a causa direta das enxaquecas. Se o gene não funcionar corretamente, os fatores ambientais podem, mais facilmente, desencadear centros de dor no cérebro, causando uma cefaleia. Este avanço pode, eventualmente, levar ao fabrico de novos medicamentos e de novos tratamentos. CEFALEIA: 1 em cada 5 pessoas sofre deste mal

|5

O projeto criado na Universidade de Coimbra desenvolveu a administração de fármacos com laser, através da pele, de forma rápida e indolor. O Laser Leap recebeu um prémio internacional, através de uma rede de instituições

de ensino superior ibero-americanas. O prémio no valor de 200 mil euros vai ser aplicado na conclusão do processo de patente, na comprovação da viabilidade do método e na produção de um protótipo, de modo a que, no prazo de dois anos, possa ser testado em

unidades de saúde. Alguns analgésicos, produtos para tratamento de doenças de pele, mas também moléculas de maior dimensão – como vacinas ou a insulina – e cosméticos, poderão ser ministrados através desta metodologia.


6|

TEMA CAPA

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

HABITAÇÃO

Mais de MEIO MILHÃO

de CASAS VAZIAS

Em Portugal, existiam 544 mil fogos vagos e à volta de 29 mil famílias a viverem em mais de 27 mil alojamentos não clássicos, ou seja, barracas, casas de madeira ou habitações improvisadas  CARLA VAZ cv.r@folhadeportugal.pt

D

os mais de 5 milhões de fogos que compunham o parque habitacional nacional em 2001, 800 mil alojamentos necessitavam de obras e, destes, 325 mil precisavam de pelo menos uma das quatro infra-

-estruturas básicas – eletricidade, instalações sanitárias, água canalizada e instalações de banho. Foram estas algumas das conclusões referidas num estudo da Secretaria de Estado da Habitação – “O Sector da Habitação no Ano de 2003” – onde foram compiladas e cruzadas as informações estatísticas do último “Censos de 2001” com estudos de outras entidades, tais como o Banco de Portugal, o Instituto Nacional de Habitação e a Direcção Geral de Contribuições e Impostos.

bancos começaram a “cortar” no crédito. E tanto a construção exagerada como a crise económica levaram a que as casas que deviam ser vendidas em 2 meses demorem, agora, cerca de 8 a 9 meses, esclareceu o presidente-executivo da Remax, Manuel Alvarez. Já no início deste ano, as habitações estavam a demorar, em média, cerca de 22 meses para serem compradas, o triplo de há três anos, isto segundo dados do

PROBLEMA CONTINUA... Atualmente, existem mais de 300 mil casas por vender, 100 mil novas e 200 mil usadas. Tendo a maioria destas sido construída nas periferias das grandes cidades, sobretudo em Lisboa e no Porto, para uma classe média-baixa, a quem os

HABITAÇÕES, NOVAS E USADAS, PARA VENDA OU ARRENDAMENTO CONTINUA A CRESCER

O NÚMERO DE

Índice Confidencial Imobiliário. E uma das saídas para a crise sentida neste setor tem sido o mercado do arrendamento, que, em 2009, representou 38% dos negócios da Remax, crescendo 37% relativamente ao ano anterior. MAS AINDA HÁ QUEM LUCRE! Temos o exemplo do grupo imobiliário Invictus que se dedica a comprar grandes

quantidades de apartamentos, com o intuito de os revender a preços 20% abaixo do valor inicial. Conhecidos como os “cangalheiros” dos construtores, os comerciais desta empresa percorrem Portugal em busca de novos negócios. “A nossa atuação beneficia todos. O promotor escoa o produto, assim como nós, e o cliente adquire um imóvel por um preço acessível”, explicou o presidente do conselho de administração da Invictus, Pedro Paredes. Também há ainda quem beneficie das casas que são devolvidas aos bancos, por incumprimento das prestações, e que são vendidas em leilões. Só no último leilão de imóveis do Millenium BCP, efetuado pela mediadora Luso-Roux, foram vendidos 34 dos 50 lotes disponíveis.


DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

|7

QUEDA VAI MANTER-SE EM 2010 FOTOS: NILZA VAZ/ D.R.

O

tema a capa

Em 2001, existiam cerca de 82 mil pessoas a viverem em barracas, casas de madeira, móveis e improvisadas

Entre 2000 e 2009 , o total médio de transações imobiliárias, no nosso País,

desceu 58,5% De 2000 a 2009, a construção de novos fogos, em Portugal, caiu

cerca de 50%

Apesar de a crise do imobiliário só ter rebentado em 2008, a quebra na compra de casas novas começou muito tempo antes. Os dados do Banco de Portugal revelam que os portugueses compram, hoje em dia, metade das casas que compravam há

dez anos, com o investimento residencial a cair 50% na última década. Segundo o último Boletim de Inverno do Banco de Portugal, o investimento residencial, que abrange somente a compra de habitação nova por parte das famílias, registou “uma

tendência de queda acentuada desde o início da década, que se situa já em cerca de 50% em termos acumulados”. Em 2010, a projeção do Banco Central aponta para uma nova queda de 4,1%, superior à contração de 3,4% registada em 2008.

COMPRAROUARRENDAR “Para quem tem poupanças ou uma boa relação com o banco, compensa comprar”, aconselha a Deco Proteste. Opinião partilhada pelas agências imobiliárias com quem contataram: “neste momento, o valor

da renda é superior ao da prestação do crédito”. Contudo, quem não tem uma situação profissional estável ou acabou de sair de casa dos pais, deve pensar no arrendamento, pois, assim tem maior mobilidade e

pode mudar de habitação com facilidade. Para além disso, este é mais acessível para quem tem poucos rendimentos, já que a única despesa regular é a renda, que é atualizada consoante a inflação.


8|

geral

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

assunto ssunto POLÉMICO  SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

A

lei portuguesa proíbe a venda de bebidas alcoólicas até aos 16 anos, no entanto, a fiscalização é tão pouca, ou quase nenhuma, permitindo que cada vez mais crianças e jovens dos 12 aos 15 consigam ter acesso a estas. Um estudo da Deco (Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor) mostrou,

A lei portuguesa proíbe, mas como sempre o lema de que “as regras foram feitas para serem quebradas” mantém-se. Os jovens até aos 16 anos continuam a consumir álcool e cada vez mais. As instituições apelam ao reforço da fiscalização

43% DOS

PORTUGUESES ADMITE CONSUMIR BEBIDAS ALCOÓLICAS DIARIAMENTE

s i a m e d m e b be

FOTOS: D.R.

recentemente, a facilidade dos jovens em obter bebidas alcoólicas em espaços públicos. Em 54 das 97 visitas que foram feitas em pastelarias, restaurantes de fast food e super e hipermercados, os adolescentes de 16 compraram bebidas alcoólicas sem qualquer JOVENS: De 16 anos entrave. Em 26 dos casos, os conseguem comprar estabelecimentos tinham exposta bebidas alcoólicas a informação de proibição de sem qualquer venda a menores e os empregados entrave, mesmo com a confirmavam as idades com os informação de proibição de jovens, vendendo, no entanto, as venda à vista bebidas à mesma. O estudo vem reforçar a ideia de que não basta estabelecer o limite de idade, pois, a fiscalização mais “agressiva” é imprescindível para que os índices de consumo baixem. João Goulão, presidente do Instituto da Droga e das Toxicodependências (IDT), em declarações à LUSA, confere essa mesma ideia, dizendo que: “pode vir a ser necessário aumentar a diariamente, de doenças alcoólicas, entre esses idade do acesso ao consumo de colocando assim o mesmos jovens. Manuel Pizarra, bebidas alcoólicas, mas, de nada serve passar dos 16 para os 18 nosso País na linha da frente da secretário de Estado adjunto e anos se não controlarmos coisa União Europeia no respeitante ao da saúde, defende que as pessoas nenhuma, como hoje acontece”. consumo de álcool regularmente. devem ter consciência de que o No meio deste cenário preocupante surge, no 2 MILHÕES DE ADOLESCENTES CONSOMEM entanto, a notícia de que foi ÁLCOOL EM EXCESSO E UM TERÇO constatada e da dependência de substâncias ilícitas. “Entre DOS JOVENS DE 13 ANOS JÁ É CONSUMIDOR os miúdos mais novos, há uma diminuição do consumo O ministério da Saúde, com o consumo de álcool nestas idades de substâncias ilícitas, como o “Plano Nacional Para a Redução faz aumentar as probabilidades do haxixe e as ‘pastilhas’(...)”, refere dos Problemas Ligados ao Álcool consumo em adulto. As medidas João Goulão. 2010/2012”, quer reduzir de 34,6 a tomar, inseridas no plano, para 30% o estado de embriaguez segundo o secretário de Estado, MINISTÉRIO DA SAÚDE nos jovens entre os 15 e os 19 anos. devem focar-se na informação, QUER AGIR Este ministério quer também sensibilização e responsabilização, 43% dos portugueses admite diminuir de 18,8 para 14% a taxa de para se for necessário, no futuro, consumir bebidas alcoólicas mortalidade, como consequência avançar com medidas repressivas.

Efeitos do álcool:  Destrói, de forma irreparável, as células do sistema nervoso de qualquer indivíduo em formação;  dificulta, atrasa e/ou impede o processo de desenvolvimento e de maturação dos vários órgãos;  diminui a capacidade de formação de defesas do sistema imunitário;  compromete, em definitivo, as potencialidades dos jovens, tornando-os adultos fisicamente mais frágeis, inteletualmente menos capazes e emocionalmente mais instáveis.

A proibição de publicidade e de eventos que se associem a bebidas alcoólicas, tais como a Liga Portuguesa de Futebol, pode ser uma dessas medidas. EXCESSO DE ÁLCOOL QUE MATA A sociedade Portuguesa de Hepatologia revelou, recentemente, que o “o consumo em excesso de álcool apresenta-se como uma das causas principais para o desenvolvimento de doenças do foro hepático, sendo a cirrose hepática a mais vulgar e a décima causa de morte em Portugal. Dados preocupantes,

sobretudo se considerarmos a taxa de adolescentes portugueses que consomem álcool em excesso”. Esta sociedade explica ainda que cerca de 2 milhões de adolescentes consomem álcool em excesso e que um terço dos jovens de 13 anos já é consumidor. Cerca de 150 a 200.000 dos casos de Hepatite B e C, registados em Portugal, podem levar a cirroses. Ainda incluída nestes dados está a informação de que se “prevê que, até ao final de 2015, haja um aumento de 70% nos casos de cancro do fígado e as necessidades de transplante hepático, em Portugal, estão 400% acima da média”.


Folha CENTRO DE AJUDA

LEIA MAIS: 4i/5i – ENCONTRO DAS FAMÍLIAS:

“Hora da entrega sincera e total” 6i – CONGRESSO FINANCEIRO

Nº 354 • DOMINGO • 03 • OUTUBRO • 2010

Itália / Roma FORÇA JOVEM

7i – NACIONAL: Catedral da Fé do Porto / Viseu

A “Força Jovem” do CdAE em Roma decidiu partilhar a sua riqueza espiritual com aqueles que, hoje em dia, mais precisam. Desta vez, os escolhidos foram os mais velhos, pessoas que carecem cada vez mais de atenção, carinho e apoio

“Força Jovem” alegra dia dos mais idosos  SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

F

prisioneiros de guerra e tiveram a oportunidade de partilhar as suas histórias e experiências. A ideia desta iniciativa surgiu quando, um dia, foram colocadas nos outdoors de Roma fotos de cães, com a seguinte frase: “Não abandoná-los nas férias”. Foi nesse momento que o CdAE em Roma

FOTOS: CEDIDAS

oi no decorrer do passado mês de setembro que a “Força Jovem” em Itália decidiu colorir a vida de dezenas de pessoas do Centro de Idosos, em Roma. A iniciativa incluiu a distribuição de um café da manhã, acompanhado de música, dança e A IDEIA DESTA INICIATIVA interatividade. Foi feita, SURGIU QUANDO, UM DIA, na altura, uma oração, FORAM COLOCADAS NOS na qual todos os presentes participaram. OUTDOORS DE ROMA Tendo-se transformado FOTOS DE CÃES, COM A num momento de SEGUINTE FRASE: “NÃO grande emoção, muitos quiseram partilhar ABANDONÁ-LOS NAS FÉRIAS” com palavras a alegria de estarem envolvidos numa decidiu dar início a estas visitas aos iniciativa tão especial e marcante lares de acolhimento, tendo em nas suas vidas. conta que os idosos são, hoje em dia, Muitos dos idosos que fazem das maiores vítimas de abandono parte desta instituição foram pelas suas próprias famílias.

"FORÇA JOVEM": Levou pequeno-almoço, música e dança ao Centro de Idosos, em Roma

CdAE EM ROMA: Viale di Porta Tiburtina 20, Zona San Lorenzo

Batismos em Itália

Nápoles

A missão do Centro de Ajuda Espiritual não tem folga e, todos os dias, chegam notícias de eventos que marcam vidas, como, por exemplo, este que aconteceu em Itália. Recentemente, foi realizado, em todos os CdAE em Itália, o batismo nas águas.

Segundo contou o Pastor Ricardo Silva, foram mais de 50 pessoas que quiseram

domingo de festa, alegria e renascimento para todos os que se batizaram e para

FORAM MAIS DE 50 PESSOAS QUE QUISERAM ENTREGAR AS SUAS VIDAS entregar as suas vidas, aceitando Jesus Cristo como Senhor e Salvador. Foi um

aqueles que assistiram. “Batizado Jesus, logo saiu logo da água, e eis que se

lhe abriram os céus, e viu o Espírito Santo de Deus descendo como pomba, vindo sobre ele. E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo” (Mateus 3.16-17).

Torino

Roma

ALEGRIA: Foi o sentimento que as cerca de 50 pessoas sentiram durante o seu batismo, em vários CdAE em Itália

FOTOS: CEDIDAS

As novas chegam de Itália trazendo o testemunho daqueles que, através do batismo, receberam Cristo nas suas vidas e experienciaram o novo nascimento junto dos seus entes mais queridos


superação

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

O poder do

SACRIFÍCIO TODAS AS SEMANAS, IRÁ ACOMPANHAR, AQUI, HISTÓRIAS EMOCIONANTES E DRAMÁTICAS DE QUEM ENFRENTOU E VENCEU DESAFIOS

Que filho ou filha não ficaria triste ao ver o sofrimento e o desespero da sua mãe, sem nada poder fazer para ajudar? Elsa não desistiu e descobriu a verdadeira e derradeira solução

6º SENTIDO: No decorrer do programa, que vai para o ar, diariamente, das 8H às 9H, na TVRecord, costuma ser relatado um testemunho

O fim do

tormento familiar “ F  CARLA VAZ cv.r@folhadeportugal.pt

oi o sofrimento familiar que me trouxe até ao Centro de Ajuda Espiritual, sobretudo, a dor da minha mãe, que era uma pessoa deprimida, que ouvia e conversava com vozes e que era muito doente. Ela tinha uma alergia nas mãos, chegando as mesmas a ferir e, nessas alturas, tínhamos de a alimentar. Apesar de ter procurado a cura nos médicos, estes diziam que não havia solução. Mesmo a minha mãe não se envolvendo na bruxaria, havia uma vizinha nossa que lidava com essas coisas e que a chegou a ameaçar, dizendo que faria um trabalho para a destruir. E foi desde essa época

que a minha mãe começou a sofrer com problemas espirituais e de saúde. Ela por tudo e por nada discutia, brigava e ficava agressiva, chegando mesmo a atirar-nos com coisas. Então, os meus pais acabaram

e a médicos, mas nada lhe trouxe a cura. Inclusive, ela esteve em vias de perder as duas mãos, porque os médicos diziam que a amputação seria a única solução. Até que, um dia, a caminho da casa de uma tia, ouvimos uma reunião do CdAE, que estava a ser feita AS MÃOS DA MINHA MÃE NÃO ao ar livre, e decidimos TIVERAM DE SER AMPUTADAS. aproximarmo-nos. No dia HOJE, ELA ESTÁ CURADA E CONSEGUE seguinte, fomos ao CdAE e passámos a fazer a corrente REALIZAR TODAS AS TAREFAS QUE da cura, com a unção com óleo, às terças-feiras, e a ANTES NÃO CONSEGUIA corrente da libertação, às por se separar, devido às brigas constantes sextas-feiras. Sei que as mãos da minha e ao meu pai se ter envolvido com outras mãe não tiveram de ser amputadas. mulheres”. Hoje, ela está curada e consegue realizar todas as tarefas que antes não conseguia. A VERDADEIRA LIBERTAÇÃO Agora, ela é saudável, não ouve mais vozes “No meio do desespero, a minha mãe e já não é mais uma pessoa agressiva”. recorreu a um centro espírita, a bruxos ELSA E ANTÓNIO FRANCISCO – AMADORA

Do fundo do poço ao cume da felicidade “Há 13 anos que frequento o CdAE, mas, cheguei aqui muito só, a sofrer com problemas espirituais, dores de cabeça constantes, pesadelos, insónias e com doenças para as quais a Medicina dizia não ter qualquer cura. Para além disso, ainda me envolvi com drogas e com o tráfico. Entretanto, a minha mãe desesperada levou-me a um curandeiro, mas nem este resolveu os meus problemas. Então, um primo meu aconselhou-me a ir viver e estudar para Londres. Fui, mas com documentação falsa, e acabei por ficar lá sozinho, porque quem me tinha prometido apoio, virou-me as costas. Contudo, mal conheci o CdAE e comecei a colo-

A MINHA MÃE DESESPERADA LEVOU-ME A UM CURANDEIRO car a minha fé em prática, fiquei curado de todos os meus males e, hoje, tenho a minha própria documentação legal. Conheci a minha esposa, estamos casados há 10 anos e temos uma filha”.

FOTOS: DIOGO ALMEIDA

2i |


reflexão O CENTRO DE AJUDA ESPIRITUAL (IURD) NÃO COBRA: 1.Para realizar casamentos 2.Para realizar batizados (adultos) 3.Para dar aconselhamento matrimonial 4.Para aconselhar e acompanhar indivíduos toxicodependentes 5.Para aconselhamento pastoral 6.Para participar na Santa Ceia 7Para a realização da unção com óleo 8.Para visitas ao domicílio 9.Para visitas a doentes no hospital 10.Para visitas a presidiários 11.Para distribuição de cestas básicas às famílias carenciadas 12.Para distribuição de bens (roupas, mobílias, eletrodomésticos, etc.) a pessoas carenciadas 13.Para acolher o Instituto Português do Sangue nas suas instalações para a doação de sangue 14.Para ajudar a manter o Lar de Idosos Universal 15.Para a apresentação de crianças (não batiza crianças, somente adultos) 16.Para participar no Grupo de Jovens "Força Jovem" 17.Para a realização de orações 18.Para a entrada nas igrejas e participação nos cultos 19.Para a participação em Concentrações, em locais como: Coliseu dos Recreios, Pavilhão Rosa Mota, Estádios, Pavilhão Atlântico, etc. 20.Para ajudar a manter a Sociedade “Pestallozi” (presta assistência aos portadores da síndrome de Down)

21.Para manter a Fazenda Nova Canaã 22.Para a realização de cursos informáticos 23.Para aconselhar e apoiar na escolha de uma carreira profissional 2 4 . P a r a a t e n d i m e n to telefónico 24 horas 25.Para apoio a mulheres vítimas de abusos 26.Para apoio e aconselhamento a indivíduos dependentes alcoólicos 27.Para visitas a lares de terceira idade 28.Para dar alimento aos sem-abrigo 29.Para apoio em catástrofes 30.Para a realização de atividades lúdicas e desportivas com os jovens 31.Para aconselhamento e campanhas na prevenção do HIV 32 .Pelo transpor te de pessoas com dificuldades de locomoção 33.Pelo estacionamento no parque da Igreja 34.Pelos Estudos Bíblicos realizados 35.Pela entrada e participação no Maior Congresso Financeiro do País 36.Pela realização de funerais 37.Pela distribuição do Óleo Santo de Israel 38.Pelos cursos de Teologia (IBURD) 39.Pelos milagres que acontecem em todos os Centros de Ajuda espalhados pelo Mundo.

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

| 3i

mensagem BISPO EDIR MACEDO

O pecado da acomodação

S

abe qual é o maior erro que os cristãos ou religiosos fracassados têm cometido? A acomodação. Quantos não são aqueles que, quando começaram, tinham uma fé avivada, não faltavam às reuniões, evangelizavam e estavam dispostos a fazer qualquer coisa na Igreja? Porém, com o passar dos anos, foram esfriando na fé e passaram a fazer o trabalho na Igreja só por fazer. De repente, o(a)

O ESPÍRITO SANTO DÁ INSPIRAÇAO, TRABALHA NO NOSSO INTERIOR, INSPIRA, ORIENTA, ENSINA... obreiro(a), para não perder o uniforme e porque não quer ficar no banco, faz o trabalho na Igreja, porque alguém conta com ele(a), mas falta-lhe aquele gás, aquele fogo, o primeiro amor, a paixão pelas almas. Muitas pessoas começaram muito bem, mas, com o tempo, foram caindo e até hoje não conquistaram. Tentam até mesmo conquistar para os outros, mas não o conseguem nem para si próprias. Na realidade, houve um momento em que uma palavra fez a pessoa acomodar-se na fé e ficar estagnada.

No livro de Provérbios capítulo 29, versículo 18, diz que: “Não havendo profecia, o povo se corrompe (...)”. Noutras palavras, não havendo as conquistas, os milagres e a manifestação da fé, o povo corrompe-se. A Bíblia diz que Davi, quando deixou de ir à guerra e ficou no seu palácio, levantando-se pela tarde e passeando pelo seu jardim, viu a mulher de Urias tomando banho. Começou ali a razão da desgraça de Davi, uma queda brutal por causa daquela situação. Muitas vezes, as pessoas cuidam para não viverem no pecado, guardam-se, mas cometem outro pecado, o da acomodação. Geralmente, dizem assim: “Agora que já fui batizada nas águas, no Espírito Santo, não está tudo bem, mas vou levando a vida, conciliando com os problemas.” É a partir daí que a pessoa começa a cair na fé. Por isso, cada vez mais surgem ex-pastores, ex-isso, ex-aquilo, justamente por conta desta situação. Contudo, a pessoa não tem o Espírito Santo? Como pode estar prostrada? O Espírito Santo dá inspiração, trabalha no nosso interior, inspira, orienta, ensina, mas cabe à pessoa obedecer a essa direção. Não é pelo facto de ter o Espírito Santo que tudo acontecerá naturalmente. As mudanças somente irão acontecer se a pessoa obedecer e agir aquela inspiração. De contrário, tudo fica parado e nada acontece. Que Deus abençoe a todos abundantemente.

Só ensina às pessoas a VERDADE. O dízimo, como também as ofertas, são mandamentos bíblicos.

você sabia?

TEMPLO DA FÉ EM BUENOS AIRES:  foi inaugurado no dia 11 de abril de 2004, pelos Bispo Edir Macedo, Romualdo Panceiro e Djalma Bezerra;  acomoda cerca de 3 mil pessoas sentadas;  possui estacionamento coberto para 50 veículos;  fica perto da estação do metro;  possui 8 salas para a Escola Bíblica Infantil e um auditório com 480 lugares;

FOTO: CEDIDA

 antes da construção, no local funcionava um mercado de flores.

CONHEÇA ALGUMAS CURIOSIDADES SOBRE OS TEMPLOS DO CENTRO DE AJUDA ESPIRITUAL NO MUNDO

MORADA:

Avenida Corrientes, 4070 Almagro, Buenos Aires, ARGENTINA


4i |

templo maior

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

H

mensagem

Eu sou importante

SANTA CEIA : Significa aliança, pacto e um compromisso entre duas ou mais pessoas, não podendo ser unilateral

Q

Domingo Encontro da

FOTOS: DIOGO ALMEIDA

companheiros de trabalho e até os seus inimigos possam ver que você foi chamado para a Justiça. Deus referiu ainda que nos iria buscar pela mão. E qual foi a última vez que você andou de mãos dadas com o seu pai? Alegre o seu coração, porque o nosso Pai celestial, que é perfeito, disse que aquele que está em Suas mãos o diabo ou o Mundo não arrebatarão. Deus falou ainda: “(...) e te farei mediador da aliança com o povo e luz para os gentios” (Is 42.6). O Senhor quer que sejamos mediadores entre Ele e o povo. Todo o ser humano é composto por corpo, alma e espírito. O corpo precisa de alimentação, exercício e descanso; a alma de amor e o espírito da comunhão com Deus. O diabo, ao saber destas necessidades, tenta desviar a atenção dos filhos de Deus. Desta forma, não há ação, libertação, conversão e novo nascimento, porque a letra mata, mas o espírito vivifica. A pessoa não consegue viver o que está escrito, o vazio vai aumentando e as perguntas vão surgindo, provocadas pelo próprio diabo: “aonde está Deus?”. Ele começa a usar a própria Palavra de Deus para a acusar. Mas Deus só faz a Sua parte depois de você se dispor a ser mediador. Você é mediador quando evangeliza, realiza a imposição de mãos, exorta, desafia e, olhos nos olhos, diz: “O meu Deus é o Deus do fogo, que vai fazer agora o que não aconteceu até este momento, porque as leis e os governadores falham, mas Deus e a Sua Palavra não falham”. Deus quer que você seja o intermediário MAS DEUS SÓ FAZ A SUA PARTE para despertar na pessoa o desejo de DEPOIS DE VOCÊ SE DISPOR A SER fazer uma aliança MEDIADOR. VOCÊ É MEDIADOR com Ele. Deus diz: “vou perdoar-te e QUANDO EVANGELIZA, REALIZA apagar o teu passado, a tua infância A IMPOSIÇAO DE MÃOS, EXORTA, e adolescência DESAFIA ... marcadas por traumas e complexos, aceitas?”. Não temos nada a perder, somente o que não presta, Todos nós temos o fôlego da vida, porque vamos ter um novo coração, uma que é o Espírito do ser humano, e este é mente renovada, um corpo saudável e uma dado com o objetivo de O servirmos e de família unida. Em suma, Deus referiu: apresentarmos a nossa vida como oferta “para abrires os olhos aos cegos, para viva no Seu altar. E quando Deus refere tirares da prisão o cativo e do cárcere, os – “Eu, o Senhor te chamei em justiça” – que jazem em trevas” (Is 42.7). Ou seja, significa que está a dar a oportunidade eu tenho luz, paz e equilíbrio emocional, da pessoa ser livre. Pois, é uma injustiça entendo o meu presente, mas reconheço o ser humano ser doente, perturbado, o meu passado e creio no meu futuro. Deus deprimido e vazio, porque nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus, quer contar consigo para fazer acontecer o para sermos o templo do Seu Espírito. E que até então não aconteceu! Deus quer fazer justiça, para que, através da sua vida, os seus familiares, amigos, POR SEU SERVO EM CRISTO, BP. JÚLIO FREITAS

uem foi que nos deu o desejo de servir a Deus? Quem colocou este fogo dentro de nós, que exige atitudes, decisões e serviço a Ele? A Sociedade, a Igreja, o Homem ou o diabo? Somente uma pessoa alimenta este desejo de querer servir a Deus, o próprio Espírito Santo. Ele instrui, motiva e desperta em nós o desejo de O servir. Todo o ser humano tem limitações e é justamente nessas limitações que o mal se tenta aproveitar para o/a tentar impedir de servir a Deus. Alguém dirá: “Bispo, e caso eu não seja batizado com o Espírito Santo ou não tenha tido um encontro real com Deus?” Independentemente disso, o Espírito Santo já está a agir em si. E o agir do Espírito Santo dentro de si irá provocar arrependimento, santificação, dedicação, perseverança, humildade, submissão e o desejo sincero de servir a Deus para a Sua glória. No livro de Isaías, no capítulo 42, nos versículos 5 e 6, é dito o seguinte: “Assim diz Deus, o SENHOR, que criou os céus e os estendeu, formou a terra e a tudo quanto produz; que dá fôlego de vida ao povo que nela está e o espírito aos que andam nela. Eu, o SENHOR, te chamei em justiça, tomar-te-ei pela mão, e te guardarei, e te farei mediador da aliança com o povo e luz para os gentios”. Daqui podemos concluir que para Deus não existem russos, italianos, portugueses, franceses, espanhóis ou alemães, não existem nações, mas sim, o Criador, o planeta terra e os seus habitantes.

 SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

N

o domingo passado, dia 26, o Pastor Walber Barboza começou o Encontro das Famílias relembrando a mensagem, deixada pelo Bp. Júlio Freitas no encontro da Revolta, sobre os 100 dias que faltavam até ao final do ano e da importância de todos procurarem ter uma vida a 100% com Deus. “Quem quer uma vida a 100% tem que estar disposto a fazer 100%, pois, ninguém está satisfeito com uma vida a 50%, muito menos Deus. Se tem alguém que quer que você tenha uma vida a 100% é Deus, mas você tem que estar disposto a fazer tudo o que estiver ao seu alcance”, explicou. O Pr. Walber quis ainda transmitir aos presentes que o maior problema do ser humano não é a falta de oportunidade, mas sim a falta de visão.

A FORÇA DA ALIANÇA “Sabe o que significa a Santa Ceia? Significa aliança, pacto. Quando você vê o pão e o mosto, ali está disposta a parte de Deus, para que você entre em aliança com Ele”, começou o pastor. Lembrando também os

presentes que uma aliança não é unilateral, pois, implica duas partes, sendo um compromisso entre duas pessoas ou mais. Mas, hoje em dia, as pessoas fogem dessas alianças e dos compromissos. “E porque é que a aliança foi perdendo crédito?”, segundo explicou o pastor, as pessoas

INFELIZMENTE NÃO SÃO TODOS OS QUE FAZEM UMA ALIANÇA COM DEUS, PORQUE MUITOS SÓ SE FIXAM NAQUILO QUE VÊEM


templo maior

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

| 5i

HORA DA ENTREGA

SINCERA E TOTAL

Nestes últimos dias do ano, PROCURE AMAR A DEUS COM TODO O CORAÇÃO, pois, o maior beneficiado dessa aliança será VOCÊ, já que só com Ele poderá ter uma vida a 100%. Apesar de Ele querer fazer parte da sua vida, você tem que, primeiro, se entregar totalmente

Casos Verídicos HISTÓRIAS EMOCIONANTES E DRAMÁTICAS DE QUEM DECIDIU ENFRENTAR OS DESAFIOS

ACREDITAR

mingo 9h30 tro das Famílias

até ao fim

preciso uma entrega mútua; é preciso a pessoa dar tudo de si para receber tudo de Deus”. Porque, segundo o Pr. Walber contou, aceitar a Cristo é fácil, mas entregar a vida a Ele é que é difícil, tal como no casamento, casar é fácil, agora manter-se casado é que é difícil.

deixaram de cumprir o que prometeram, logo não foi a aliança que caiu em descrédito, mas a confiança, só que uma não vive sem a outra. “Uma pessoa até pode aceitar Deus”, disse o pastor, mas “uma coisa é a pessoa estar na Igreja e outra é a pessoa ser de Deus. Pois, para se ser de Deus é

A ALIANÇA DE ABRAÃO No livro de Génesis, no capítulo 17, versículo 1, Deus propôs uma aliança a Abraão: “Quando atingiu Abraão a idade de noventa e nove anos apareceu-lhe o SENHOR e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; anda na minha presença e sê perfeito”. Ou seja, quando a pessoa anda fora da presença de Deus tem uma vida imperfeita. O orador esclareceu todos os presentes dizendo que o que impede uma pessoa de fazer uma aliança é o medo de perder.

De seguida, Cristo disse a Abraão, no versículo 2: “Farei uma aliança entre mim e ti e te multiplicarei extraordinariamente”. Abraão não tinha filhos, mas Deus pediu-lhe que fizesse uma circuncisão, correndo o perigo de morrer, mas garantindo-lhe que depois teria filhos: “Estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência no decurso das suas gerações, aliança perpétua...” (Gn 17.7). E, segundo conta a Bíblia, Abraão acreditou no invisível e, por isso, materializou a sua entrega. Só que no universo da Igreja, tal como explicou o pastor, infelizmente não são todos os que fazem uma aliança com Deus, porque muitos só se fixam naquilo que vêem. Contudo, a aliança tem que ser uma decisão racional e não emocional. PUB

“Quando cheguei de Angola, fui para o norte de Portugal e comecei a trabalhar. Na altura, ganhava 7 euros e 50 cêntimos por dia, isto com 9 horas de trabalho. Entretanto, ouvi falar no totoloto e comecei a jogar. Passava os fins de semana a gastar dinheiro à espera de ganhar alguma coisa. Pouco tempo depois, vim para Lisboa e o meu primeiro patrão daqui era da Igreja. Ia trabalhando e o salário começou a ser melhor, mas não conseguia poupar, porque continuava a gastar tudo no jogo. Então, um dia, vi aquela que viria a ser a minha mulher e, na altura, disse para mim mesmo: ‘se Deus me desse aquela miúda, casava-me com ela’. Acabei por conhecê-la, mas, entretanto, adoeci e ela começou a falar-me da Igreja Universal. Na altura, trabalhava um mês e ficava, praticamente, 15 dias de cama, porque tinha duas hérnias discais. Mas, um dia, decidi vir ao CdAE e o pastor falou comigo, fazendo despertar algo em mim. Eu até achava que acreditava em Deus, no entanto, nada mudava na minha vida. Nessa altura, participei na Fogueira Santa e fiz o meu voto. Até já tinha uma operação marcada, mas resolvi não a fazer, dizendo ao médico que acreditava que Deus me ia salvar. No outro dia fui trabalhar e comecei logo com trabalho pesado. Apesar de o meu chefe me dizer para não fazer esforços, continuei, pois, acreditava que já estava curado, mesmo antes de cumprir o meu voto. Nos dias seguintes, já me sentia bem. Entretanto, veio outra Fogueira Santa e participei de novo. Assim que cumpri o meu voto, duas semanas depois, um dos meus melhores clientes convidou-me para remodelar a sua casa. Lembro-me que trabalhava nesse projeto, depois de sair do meu outro trabalho. E começaram a aparecer mais propostas e eu não conseguia dar resposta a tudo. Então, decidi começar a trabalhar por conta própria. Hoje, tenho 10 pessoas a trabalhar comigo e está tudo a correr bem. Também no casamento e na família está tudo bem! Temos a nossa casa, a carrinha para o trabalho e já não gasto mais dinheiro em jogo.” JOSÉ LUÍS


6i |

templo plo ma maior

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

Especial

A vida de qualquer ser humano é marcada por bons e por maus momentos, no entanto, a marca dos fortes sobressai naqueles que nunca se deixam abater e fazem dos obstáculos degraus para o sucesso

congressofinanceiro.com

“O maior ordenado de sempre!”

FRACASSO: Quando uma pessoa é derrubada por um problema, esta tem de ganhar forças para se reerguer e lutar pelo que mais deseja

“Estava desempregado há dois meses, mas, quando encontrei um trabalho, este não era aquilo que queria, pois tinha um horário mau. Então, chamaram-me de uma empresa onde já tinha ido, só que agora numa área completamente diferente, com um bom horário e um ordenado maior do que qualquer outro que já tinha tido até hoje”. QUARESMA

Nunca

aceitar a derrota!

“Começo já amanhã!” “Tinha determinado que queria trabalhar com coisas grandes, mas só me apareciam trabalhos pequenos, que eu ia rejeitando. Entretanto, chamaram-me de uma imobiliária e começo a trabalhar já amanhã”. MIRTES

“O trabalho nunca pára!” “Antes, o meu trabalho estava praticamente parado, chegando mesmo a estar dois a três dias sem trabalhar. Agora tenho trabalho sempre”. JOSÉ

FOTO: ARQUIVO FOLHA DE PORTUGAL

Histórias de Sucesso

C A R L A VA Z c v. r @ f o l h a d e p o r t u g a l . p t

T

oda a pessoa que é fraca quando passa por uma dif iculdade afunda-se, esmorece e desanima. Já quando a pessoa é forte, ela passa pela dificuldade e ganha forças para seguir em frente”, foi desta forma que o orador, Pr. Walber Barboza, deu início a mais um Congresso Financeiro, realizado no Templo Maior, na passada segunda-feira, pelas 20 horas. Continuando, explicou que a palavra “fracasso” vem de quebradiço e uma pessoa quando

admite a derrota sente algo a quebrar-se dentro de si. “São duas coisas bem diferentes: sofrer um revés e admitir a derrota.

porque aceitaram a derrota e, dentro de si mesmos, assimilaram o fracasso. Então, porque o aceitaram tornaram-se fracassados”, alertou o orador.

A IMPORTÂNCIA DO NOME “O seu nome pode ser associado ao sucesso ou ao fracasso. E quem é que constrói a sua fama? Você mesmo”, enfatizou o orador. Para em seguida, dar exemplos bíblicos: “quando falamos do rei Davi, falamos de um perdedor ou de um vencedor? De um vencedor, pois, ele não era ninguém até receber a unção e de um mero pastor de ovelhas passou a rei. E quando falamos do rei Saul, o seu antecessor, associamos o seu nome ao sucesso ou ao fracasso? Ao fracasso, pois, mesmo tendo sido ungido, ele quebrou. Davi foi ungido com o óleo que estava no chifre e Saul com o que estava no vaso de

QUANDO ESTÁ COM A CORDA NO PESCOÇO, MAS NÃO ACEITA O FRACASSO, AINDA PODE LUTAR. MAS QUANDO RECONHECE QUE JÁ NÃO PODE MAIS E ADMITE O FRACASSO, FICA COMPLETAMENTE AMARRADO Pois, fracassado não é aquele que perdeu uma batalha, mas sim aquele que desistiu de lutar. Até existem muitos bons profissionais que são pisados,

barro. E você já viu algum animal fraco com chifre? Não, pois, chifre é sinónimo de autoridade e de poder; já o barro não suporta e quebra”, concluiu o orador. PUB


nacional onde o milagre ACONTECE

Todos juntos na aliança com Deus Porto: Rua Egas Moniz, nº 485

família em Viseu  SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

N

“Eu voltei!”

um recente domingo, em Viseu, tal como em muitos outros CdAE do País, foi realizado o Encontro das Famílias. Nessa reunião, o tema discutido foi a Salvação, tendo como base João, capítulo 3, versículos 16-19: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigénito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna(...) O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más”. Segundo contou o Pastor Daniel Alves, Deus enviou Jesus não para julgar e sim para que todos fossem salvos por Ele. “Muitas pessoas sofrem pelo facto de procurarem a salvação dos seus problemas nas outras pessoas, mas o vazio continua e porquê?”, questionou o Pastor. “Porque estas não procuram em Cristo e é só com Ele que vem a salvação,

somente Ele pode trazer a paz, a vida e o amor que mais ninguém pode”, respondeu o orador.

MENSAGEM PARA OS CASAIS Foi dada uma palavra especial a todos os casais presentes, os quais são a base da maioria das famílias, pois, um filho deveria ter sempre uma boa referência nos seus pais. E todos os domingos é feita uma oração especial por estes, porque, após a salvação

FOTO: CEDIDA

FOTOS: CEDIDAS

Oração pela

Foi Domingo de Santa Ceia na Catedral do Porto No passado domingo, na Catedral da Fé, no Porto, tal como em todos os CdAE do País, falou-se para as famílias. A reunião que contou com dezenas de pessoas, teve como orador o Bispo Fernandes, o qual relembrou o primeiro livro da Bíblia, Génesis, mais precisamente o capítulo 17. Aqui é contada a história de Abraão, que quando atingiu os noventa e nove anos foi desafiado por Deus a fazer uma aliança com Ele: “(...)Eu sou o Deus Todo Poderoso;

Oração pelos casais

MENSAGEM: Os casais presentes tiveram direito a uma mensagem especial sobre a importância da sua união

anda na minha presença e sê perfeito” (Gn 17.1). Durante a reunião, o Bp. Fernandes quis também deixar bem claro a todos os

numa cama deitado quando levantar vai cair”. Errar é humano, mas conforme explicou o Bispo, deve haver um esforço para agradar a Deus, tal como Abraão fez. E Deus disse-lhe, CADA UM DEVE deste cumprir o ESTAR EM SINTONIA depois Seu pedido: “Farei uma COM DEUS, 24 aliança entre mim e ti e te multiplicarei HORAS POR DIA extraordinariamente” presentes que cada um deve (Gn 17.2). Afinal, quando estar em sintonia com Deus, uma aliança é feita, as 24 horas por dia, pois, “se necessidades de cada um você passar a semana toda serão supridas.

pessoal, a coisa mais importante é a família, principalmente o casamento. Para haver felicidade e harmonia num lar, o casal tem que estar bem, segundo explicou o pastor, devendo existir diálogo. O segredo está nos pormenores, desde os elogios até ao beijo de despedida e de chegada do trabalho. “Se os dois estiverem em sintonia, bem com Deus e consigo mesmos, então, não haverá problema que não possa ser resolvido”, garantiu o pastor.

Leia aqui histórias de pessoas L pessoas, que por uma razão ou por outra, deixaram a presença de Deus, apenas para perceberem que sem Ele nada podem!

Libertação para si e para os seus

| 7i

Catedral da Fé

O Encontro das Famílias no CdAE em Viseu teve como tema a Salvação, pessoal e da família. Segundo conta a Bíblia, só Cristo pode dar a verdadeira salvação, trazendo paz, vida e amor

CdAE em Viseu: Rua da Vila Lusitana, nº 15

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

“Por causa das perseguições contra o Bispo Macedo, saí da IURD e não frequentei mais nenhuma outra denominação neste período. Foi, então, que vi um testemunho na televisão e senti-me atraída por ele, até porque não queria mais ver o meu filho a passar por problemas sentimentais. Então, retornei à Igreja e fui curada de um problema na coluna e de uma

Evangelização em Viseu

NAS RUAS E PORTA A PORTA: Foi feita a evangelização da população da cidade

“...retornei à Igreja e fui curada de um problema na coluna e de uma ferida no útero...” ferida no útero. Lembro-me de que, na altura, não conseguia conduzir na auto-estrada, porque ficava muito nervosa. Mas, hoje, já consigo! Antigamente, via vultos, ouvia vozes e as portas a bater, hoje, isso não acontece mais e tenho a certeza da minha libertação. E, para completar, o meu filho está abençoado sentimentalmente”. ANA MARIA DE JESUS

FOTO: CEDIDA


PUB


sociedade é um ABSURDO!

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

|9

Um em cada quatro idosos foi vítima de maus-tratos e abandono, em 2010, e o número não parece querer diminuir

precisa de ajuda  SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

O

número de idosos vítima de crimes de violência não pára de crescer, os dados são revelados pela Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV). A tendência é para continuar a aumentar, porque, conforme explica Maria

Idoso” chegaram 176 queixas de maus-tratos físicos e 79 denúncias de abandono, valores contabilizados só desde o início do ano. Estamos assim a falar de um aumento de 40 e de 25% face ao ano passado e de uma população que sofre de um aumento do abandono por parte das famílias, a cada ano que passa. Muitos idosos vivem sozinhos, com limitações motoras, tornando-se

OS CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA PESSOAS COM MAIS DE 64 ANOS TRIPLICOU ENTRE 2002 E 2007, FALAMOS ASSIM DE UM AUMENTO DE 8 PARA CERCA DE 25 MIL CASOS de Oliveira, da APAV, existem mais denúncias, mas continua a haver uma grande falta de formação e preparação por parte das famílias face a estes problemas. De 2000 a 2009, o número de vítimas passou de 290 para 639. Através da “Linha do Cidadão

alvos fáceis para pessoas que se querem aproveitar do pouco que estes ainda têm para um fim de vida digno. SOFRER EM SILÊNCIO Segundo dados estatísticos da PSP, os casos de violência contra

pessoas com mais de 64 anos triplicou entre 2002 e 2007, falamos assim de um aumento de 8 para cerca de 25 mil casos. Entre 2007 e 2008, a Segurança Social fechou 180 lares de terceira idade e, até outubro de 2009, mais 75, quase todos por denúncia de maus-tratos. Na maioria dos casos, as denúncias partem de fora, principalmente de vizinhos que se apercebem das situações e apresentam queixa. Isto porque, normalmente, SOLIDÃO: Muitos idosos vivem sozinhos, em situações de vida precárias e extremamente o agressor é o cônjuge vulneráveis ao perigo, o qual, muitas vezes, vem de dentro das próprias familias ou um filho, pessoas nas quais, normalmente, mais feito através da união de freguesias, por vergonha, exatamente pelo acreditam e amam. dos hospitais e dos próprios motivo referido anteriormente, ou Pinto Monteiro, procurador- vizinhos, o elo mais próximo seja, pelo facto de o agressor ser do -geral da República, em declarações das vítimas. O procurador conta, núcleo familiar. ao jornal Público, explicou que o também, que muitos idosos não As participações denunciam, combate a esta situação deve ser apresentam queixa por medo ou normalmente, agressões corporais, ameaças e coação, difamação e injúria, tentativa de extorsão de dinheiro e negligência por abandono ou por doses de medicamentos erradas, como forma de “acalmar” o idoso. Um A partir do próximo dia 7 de outubro, a APAV estudo europeu, com investigação lança uma nova campanha de sensibilização portuguesa coordenada pela

APAV apela à sensibilização ABANDONO: Alguns idosos são abandonados pelas famílias, em hospitais ou nas próprias casas. Existe falta de formação das famílias para lidar com a terceira idade

FOTO: D.R.

para este problema. Aproveitando o dia 1 de outubro, o Dia Internacional do Idoso, a associação apela para a importância de “as pessoas perceberem o que é envelhecer e que estejam preparadas para alguns quadros de depressão e de demência que podem acontecer com os seus familiares(...)”. Segundo explica Maria Oliveira, da APAV, assistimos a um aumento da terceira idade em Portugal, “vamos ter cada vez mais idosos e pessoas mais velhas a tratar deles, que não estão preparadas e que reagem por exaustão e por não terem capacidade e distância emocional. É o chamado ‘stress do cuidador’”. Muitas doenças provocadas pela violência, entre pessoas com mais de 60 anos, são difíceis de identificar, no entanto, as mais comuns são as depressões e as perturbações do sono e do sistema digestivo.

NA MAIORIA DOS CASOS, AS DENÚNCIAS PARTEM DE FORA, PRINCIPALMENTE DE VIZINHOS Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, revelou a mesma realidade quanto aos agressores, explicando que as vítimas são, sobretudo, mulheres, havendo, no entanto, uma parte substancial de vítimas do sexo masculino.

FOTO: D.R.

A APAV mostra a sua preocupação e promove campanhas de sensibilização. Há uma tendência para esquecer que os jovens de hoje são os idosos de amanhã


10 |

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

PORTUGAL EM XEQUE

CORTAR ou AUMENTAR,

EIS A QUESTÃO!

O ORÇAMENTO GERAL DO ESTADO (OGE) DE 2011 ESTÁ A SER DISCUTIDO, OU MELHOR, A SER UTILIZADO PARA MEDIR FORÇAS ENTRE O GOVERNO E A OPOSIÇÃO, PARA VER QUEM SERÁ O CAUSADOR DA PRÓXIMA CRISE POLÍTICA  JOÃO FILIPE jf.d@folhadeportugal.pt

FOTOS: LUSA/LUÍS MIGUEL A.LOPES

P

edro Passos Coelho vs José Sócrates, este parece ser o cartaz do “combate” do ano. Mas esta não é apenas uma “guerra” para ver quem vai causar a próxima crise política no nosso País, uma vez que existe uma grande diferença de opiniões sobre como deve ser feito o combate ao défice público português. O líder laranja diz que não viabiliza o OGE se este contemplar o aumento de impostos, pois, na aprovação do PEC2, o acordo do PSD com o Governo foi alcançado com base em duas premissas: aumentar os impostos, mas reduzir a despesa pública. Por seu lado, o líder do Governo, pela voz do Ministro das Finanças, diz que é impossível cortar o défice em 2011 a nível da despesa e mesmo não dizendo claramente que iria existir aumento de impostos, deixou claro que isso irá acontecer. Contudo, o maior problema não é o desacordo, porque os consensos são naturais em regimes totalitaristas, só que ninguém quer dar o passo que possa vir a causar uma crise política, com medo de pagar a “fatura” com a derrota nas eleições. De um lado, Passos Coelho diz que se existirem aumentos de impostos não viabiliza, porque para viabilizar não precisa de votar a favor, podendo fazê-lo pela via da abstenção. Por seu lado, o Governo diz que não governará o País com qualquer outro

orçamento que não seja o seu, ameaçando demitir-se.

JOSÉ ÁNGEL GURRÍA, SECRETÁRIO-GERAL DA OCDE, FEZ UM DISCURSO QUE FOI DE ENCONTRO AOS OBJETIVOS DO GOVERNO PORTUGUÊS

A OPOSIÇÃO Já a restante oposição – PCP, Bloco de Esquerda, Os Verdes e CDS/PP – também estão contra. Facto que não deixa de ser curioso, uma vez que: o Bloco de Esquerda e o PS apoiam o mesmo candidato à Presidência da República, Manuel Alegre, mas não se entendem neste aspeto político; o PCP e Os

Verdes, que juntamente com o PS se orgulham de serem forças de esquerda moderna, depois nestas lutas não se unem para aprovar um OGE; ora todos são de esquerda e defendem o socialismo, mas todos têm objetivos diferentes. Por seu lado, o CDS/PP, que se assume com uma força política de centro-direita, tenta apresentar ideias e propostas diferentes das do PSD, para, desta forma,

PEDRO PASSOS COELHO: A comitiva laranja foi recebida pelo Presidente da República, com o objetivo conciliador em relação ao OGE

tentar “arrebanhar” os descontentes do PSD.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Numa fase em que não pode dissolver a Assembleia da República e assim provocar eleições antecipadas, o professor Cavaco Silva reuniu-se com o objetivo de tentar encontrar consenso entre as várias forças políticas. Medida esta já vista por muitos como fundamental para evitar que se junte à

crise económica uma crise política, mas os seus eventuais opositores, no caso da sua recandidatura, surgiram logo a criticar esta postura do Presidente da República. Só que a sua formação académica como economista dá-lhe alguma legitimidade para intervir nesta fase do debate, já que também tem experiência de governar com maioria absoluta e com maioria relativa, tendo de negociar a aprovação de um OGE.

ALMEIDA SANTOS: Liderou a comitiva recebida por Cavaco Silva, com o objetivo de ver o próximo OGE aprovado


portugal tugal em xeque

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

Os cursos do ensino superior já não são uma garantia de emprego, hoje, o mais importante é saber escolher a formação, principalmente em tempo de crise. E as vagas para os cursos com mais desempregados continuam a aumentar

Diploma

P

rofessores estão a ser formados para o desemprego”, foi esta a recente afirmação que João Grancho, presidente da Associação Nacional de Professores, fez sobre a situação dos professores em Portugal. Mostrando também a sua preocupação com o desemprego nesta área, que tende a aumentar “porque as instituições de ensino superior continuam a formar docentes, para os quais não existe qualquer expetativa de virem a exercer aquela profissão, devido à quebra de natalidade”. Segundo

Existem, atualmente, cerca de 54.600 desempregados com habilitações superiores

com habilitações superiores.. Parecendo o País tornar-se cada vez mais pequeno e as instituições não tendo vagas para os profissionais que se formam todos os anos. Os cursos com mais alunos inscritos, tais como gestão, engen ha r ia s, psicolog ia, arquitetura ou advocacia, são os que apresentam maiores taxas de desemprego. E muitos defendem que é preciso ser inteligente nas escolhas, nesta altura de crise, apostando em setores mais carenciados e que possam, no futuro, ter uma evolução positiva no mercado. Exemplo disso é a área das tecnologias de informação, que mostrava, já para este ano, um grande interesse, por parte das empresas, em aumentar o número de trabalhadores. Esta informação foi divulgada através de uma empresa de recrutamento de executivos de topo, a MRI Portugal. Afinal, muitos são os licenciados que, após meses ou anos, à procura de trabalho, nas suas áreas de formação, desistem e se rendem

NOS ÚLTIMOS 10 ANOS, FORMARAM-SE CERCA DE 450 MIL PESSOAS E 20% EMIGROU

PORTUGAL É O PAÍS DA EUROPA EM QUE MAIS LICENCIADOS PARTEM PARA O ESTRANGEIRO À PROCURA DE TRABALHO conta também Mário Nogueira, dirigente da Fenprof, foram cerca de 15.210 os professores que entraram na reforma, desde 2007, mas só 396 entraram nos quadros. Da Federação Nacional de Educação chegam, através de João Dias da Silva, em declarações ao JN, informações de que cerca de 10 mil professores foram reconduzidos, 8 mil contratados em horário completo ou incompleto e perto de 30 mil continuam à espera de colocação. Muitos desses professores, ao longo do ano, ainda podem vir a ser colocados, isto conforme as necessidades das escolas. João Dias da Silva

CANUDO: Já lá vai o tempo em que o diploma garantia trabalho

DESEMPREGO: Este continua a subir dentro do núcleo dos diplomados. Cada vez mais jovens desistem de trabalhar na área da sua formação, seja por falta de oferta do mercado de trabalho ou pelo excesso de competitividade

aponta o principal problema para o facto continuarem a existir contratados precários, como os de substituição de colegas em casos de aposentação, baixas por doença ou licenças de parto.

às ofertas que existem. Em 2007, existiam cerca de 43 mil licenciados em trabalhos de baixa qualificação. Maria de Lurdes Fernandes, vice-reitora da Universidade do Porto, lembra que “até há alguns anos, uma licenciatura, nomeadamente nos cursos mais reputados, praticamente assegurava um posto, mas isso acontecia numa altura em que havia um défice maior de pessoal qualificado no País”.

MUITAS VAGAS E POUCAS SAÍDAS Em Portugal, existem, atualmente, cerca de 54.600 desempregados

Sentimento de fundo perdido Muitos são os recém-licenciados que sentem que o investimento que fizeram nas suas formações não serviu para nada. Afinal, as despesas de um curso podem ultrapassar as dezenas de milhares. Por vezes, para muitos,

o retorno desse investimento nunca chega nem perto dos 50%. No entanto, 8 dos 10 cursos mais caros do ensino superior são os mais procurados. E a revista Sábado informou, recentemente, que, por exemplo, para um aluno tirar medi-

cina dentária é necessário, em média, um investimento de 14.400 euros, sendo que o ordenado de início de carreira de um dentista é de 2 mil euros. Já o investimento num curso de arquitetura anda à volta dos 1.440 euros, por ano.

FOTOS: D.R.

 SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

| 11


12 |

reportagem especial

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

VENEZUELA

Chávez

M

eu s que r ido s compatriotas, foi um grande dia e obtivemos uma sólida vitória”, esta foi a mensagem que Hugo Chávez deixou, na rede social Twitter, assim que soube da sua vitória nas legislativas da Venezuela, no passado domingo. Doze anos após a sua eleição e do início do seu projeto socialista, o líder venezuelano ganha, mas fica com menos poder na assembleia. A Venezuela continua a ter elevados índices de criminalidade e a inflação atingiu valores recorde, no entanto, Chávez continua a ser muito popular, principalmente perto dos mais desfavorecidos. As sondagens feitas em relação às legislativas, revelavam a

um vencedor com menos poder FOTO: EPA/KOTE RODRIGO

 SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

O povo venezuelano escolheu de novo Hugo Chávez, nas eleições do passado domingo. O presidente do PSUV disse que foi uma “vitória do povo”, no entanto, esse mesmo povo tirou-lhe poder ao eleger mais deputados da oposição

URNAS: Mais de 18 milhões de pessoas votaram nestas legislativas

probabilidade de empate técnico, mas até ao fecho das urnas poucas eram as certezas. Pairava o receio de que voltasse a acontecer o mesmo do que em 2005, quando 75% dos eleitores não votaram. No entanto, a realidade mostrou-se bastante diferente, pois, cerca de 18 milhões de venezuelanos (66%) foram até às urnas e renovaram os 165 lugares da assembleia nacional, elegendo ainda 12 deputados para o parlamento latino-americano. Alcançou-se, assim, um recorde de mesas eleitorais abertas. COMO FICOU A ASSEMBLEIA Durante cinco anos, o parlamento foi controlado por uma esmagadora maioria do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) de Hugo Chávez. Hoje, o parlamento venezuelano mudou, tendo os partidos de “tendência oficialista”, apoiantes do líder, conseguido a maioria, com pelo menos 95 assentos parlamentares. Em contrapartida, a oposição “cresceu”, conseguindo 64 representantes, número

FOTO: EPA/HAROLD ESCALONA

EM 2005, 75% DOS ELEITORES NÃO FORAM VOTAR...

CONFIANÇA: Apesar de os índices de criminalidade continuarem altos e a inflação ter alcançado números recorde, Chávez mantém-se bastante popular entre os venezuelanos

suficiente para tirar o poder decisivo de Chávez. Desta forma, estão reunidas as condições que permitem bloquear leis orgânicas no parlamento. O objetivo de Chávez era manter o controlo maioritário do parlamento, conseguido em 2005, no entanto, desta vez a oposição formou a Mesa de Unidade Democrática (MUD), que

resultou da união da maioria dos partidos políticos opositores do regime atual. Cinquenta e nove dos 165 lugares foram ocupados pela MUD. O Partido Pátria

para Todos, criado por apoiantes de Chávez, que mais tarde o abandonou, representando uma esquerda descontente, ficou com dois lugares. O PSUV perdeu

assim dois terços da última legislatura. Com este resultado, o líder do partido não tem, agora, poder suficiente para aprovar sozinho leis fundamentais, nem fazer nomeações para instituições, como o ...MAS NESTA ELEIÇÃO A REALIDADE FOI MUITO Supremo Tribunal de DIFERENTE, JÁ QUE CERCA DE 18 MILHÕES DE Justiça, a Procuradoria-Geral da República ou VENEZUELANOS (66%) FORAM ATÉ ÀS URNAS o Conselho Nacional ESCOLHER OS LUGARES DA ASSEMBLEIA Eleitoral.

A postura de Chávez Durante todo o processo de eleições, enquanto a população recorria às urnas para votar na nova assembleia nacional, o líder venezuelano foi deixando os seus comentários, através da rede social Twitter. Foi desta forma que apelou Twitter ao voto e que também revelou o seu primeiro comentário após a diFOTO: EPA/HAROLD ESCALONA

vulgação dos resultados. Para Chávez, esta foi “uma vitória do povo”, no entanto, parece que não quis encarar de frente esse mesmo povo, não comparecendo, como anunciara anteriormente, no balcão do palácio presidencial, local habitual de comemoração. Parece que o presidente venezuelano se rendeu à moda das redes sociais e assim

continuou com as suas mensagens, durante as horas seguintes. “O resultado é o suficiente para continuar a aprofundar o socialismo bolivariano e democrático”, declarou “@chavezcandanga” (conta de Chávez na rede social). “Devemos continuar a fortalecer a Revolução! (É) Uma nova Vitória do Povo. Felicito-vos a todos”, adiantou minutos depois. No total, foram 25 mensagens que o presidente deixou no Twitter, em apenas uma hora, durante o processo eleitoral.


desporto

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL, continuando ainda a crise que se abateu na época passada, está a ter o pior arranque de sempre no campeonato nacional e as vozes da discórdia começam a levantar-se

A crise

FOTOS: LUSA/JOSÉ S.GOULÃO/ TIAGO PETINGA/D.R.

continua...  JOÃO FILIPE jf.d@folhadeportugal.pt

possível saída de Vukcevic, que de prescrito passou a titular; e a lesão de Izmailov, ainda não se percebendo se este está mesmo lesionado ou se existe um diferendo entre o atleta e o diretor desportivo, Costinha. A verdade é que os muitos casos e os poucos pontos já

J

osé Eduardo Bettencourt surgiu como “D. Sebastião” nas últimas eleições do clube, sendo visto como um homem que pertence “à bancada” de Alvalade e como um gestor de alto nível, isto por ter vindo do setor bancário. Tendo vencido as eleições com quase 90% dos votos, cilindrando por completo os adversários à presidência do clube, foi visto pelos sportinguistas como a esperança do clube se relançar na senda de vitórias que caraterizaram o início desta década, com a conquista de dois campeonatos em 2000 e em 2002. Contudo, a época passada correu muito mal à equipa de futebol, porque nas modalidades ditas amadoras, tais como o futsal, o atletismo e o andebol, os resultados apareceram. A última época passou de equívoco em equívoco até ao desaire final, representando a pior classificação desta década.

BETTENCOURT E COSTINHA NÃO TÊM CONSEGUIDO DAR A VOLTA À SITUAÇÃO DIFICIL E esta época começou com alguma expetativa, pois mesmo não tendo grandes condições económicas e financeiras, o Sporting conseguiu reforçar a sua equipa, com Hildebrande, Torsiglieri, Nuno André Coelho, Maniche, Valdés, Diogo Salomão, Zapater, André Santos e Tales. Mesmo estes jogadores não sendo grandes nomes do mundo do futebol, não deixam de ser reforços, os quais, por

| 13

MARAT IZMAILOV

O jogador russo tem estado envolto em muita polémica, devido a uma lesão que tem levantado muitas dúvidas

exemplo, o treinador Paulo Bento nunca teve durante as quatro épocas que esteve ao serviço do Sporting. SAÍDAS POLÉMICAS A saída de João Moutinho, principalmente pela forma como o presidente comentou o caso, referindo-se ao ex-jogador como uma maçã podre; a saída de Miguel Veloso, que mesmo não tendo sido polémica e podendo-se até considerar normal; e a saída de Tonel que foi um pouco mal explicada, uma vez que era o único central do clube que marcava golos, três ou quatro por época. E a i nd a s e podem contabilizar mais uns casos mal explicados, tais como a

estão a deixar os adeptos verdes e brancos com os “cabelos em pé”, começando estes a mostrar a sua irritação com os assobios e no último jogo em casa foram mesmo mostrados alguns lenços brancos, o que não deixa antever uma vida fácil para os jogadores, técnicos e direção.

TERMÓMETRO

A Académica de Coimbra sob o comando do “Bicho”, Jorge Costa, subiu à segunda posição da Liga Zon Sagres.

O desempenho do Benfica na Liga dos Campeões, perdendo com o penúltimo classificado do campeonato alemão, o Schalke 04


14 |

o seu corpo

DOMINGO

03 • OUTUBRO • 2010

AJA contra o

STRESS

 CARLA VAZ cv.r@folhadeportugal.pt

Q FOTOS: D.R.

uantas vezes é que já planeou pegar no carro e partir em viagem quando, de repente, surge uma fila de carros e uma série de condutores que buzinam sem parar e o/a conseguem tirar do sério? E, em quantas ocasiões, é que o seu chefe teve um mau dia e você, que até tinha

Muitas são as situações do quotidiano que nos deixam completamente irritados e sem paciência, no entanto, há que saber lidar com elas da melhor forma, para que o STRESS não se apodere de nós

Situação stressante: Está disposto/a a desfrutar de um jantar bem merecido, quando a mesa se transforma numa batalha campal entre os seus filhos, que não param de gritar. A atitude certa a adotar: Levante-se, sem dizer uma palavra, vá para outra divisão da casa e recupere a compostura, respirando fundo. Quando estiver mais calmo/a, volte e comunique, num tom tranquilo, que o jantar acabou e que cada um deve ir para o seu quarto.

Na rua: Educada, mas indiferente Situação stressante: Alguém

na fila do banco ou do supermercado começa a praguejar que não é possível haver tão poucas caixas abertas e procura a sua cumplicidade. Está totalmente fora de si e, em vez de se queixar a quem deve, fá-lo consigo. A atitude certa a adotar: Limite-se a sorrir e ignore a pessoa, embrenhando-se na leitura do jornal ou de um livro. De uma maneira ou de outra, vai ter de esperar, portanto, tente fazê-lo sem alterar o seu ritmo cardíaco.

No trabalho: Com calma, sem gritar Situação stressante: O seu chefe responsabiliza-o/a por uma série de supostos erros, num tom desagradável. A atitude certa a adotar: Mantenha a calma, ouça-o e, quando tiver terminado, explique-lhe, num tom calmo e firme, aquilo que quer saber. Com o/a seu/sua companheiro/a: Analise o que

interessa Situação stressante: Não estão de acordo acerca do filme que querem ver e acabam por discutir.

PUB

CULINÁRIA

FOTO: D.R.

Em família: Levante-se e vá-se embora!

ido trabalhar feliz, se deixa ir abaixo com o seu cumprimento antipático e carregado de má vontade? Muitíssimas, com certeza! Na impossibilidade de poder tomar um relaxante banho, dizemos-lhe quais as formas de se isolar, mesmo se estiver num ambiente super stressante, para que os fatores de ansiedade alheios não o/a desestabilizem e criem em si um estado que não deseja ter.

LASANHA DE PEIXE INGREDIENTES:

A atitude certa a adotar: Este programa é um momento para partilhar, por isso, não importa que filme vão ver. Não estrague a possibilidade de estarem juntos.

Num ambiente stressante: Escolha onde vai Situação stressante: Ouvir música em altos berros, rodear-se de pessoa que gritam em vez de falar ou ir a bares apinhados. A atitude certa a adotar: Evite os ambientes demasiado cheios e com música estridente; rodeie-se antes de paz e fuja desses locais.

 150ML DE NATAS FRESCAS  700G DE FILETES DE PEIXE (SALMÃO, PESCADA, BACALHAU OU MISTURA DE VÁRIOS)  1/2 CHÁVENA DE SALSA PICADA  200G DE CAMARÕES CRUS ARRANJADOS  1 EMBALAGEM DE MASSA DE LASANHA FRESCA  1/2 CHÁVENA DE PÃO RALADO FRESCO  1/2 MALAGUETA VERMELHA FRESCA BEM PICADA  1/4 CHÁVENA DE PARMESÃO RALADO

PREPARAÇÃO: Aqueça o forno a 180ºC. Derreta a manteiga numa frigideira grande. Adicione a cebola, o funcho, o aipo e o louro. Salteie durante 10 minutos, tapado, até os legumes começarem a amolecer. Acrescente a farinha à mistura e mexa durante um minuto. Junte o vinho e o açafrão e mexa até formar uma pasta sem grumos. Adicione o caldo e as natas. Deixe levantar fervura, mexendo de vez em quando, e cozinhe durante 5 minutos. Corte o peixe em pedaços e adicione à frigideira com a salsa e os camarões. Tempere a gosto com sal e pimenta. Deixe cozinhar durante 3/5 minutos. Coloque um terço do molho de peixe na base de um prato de ir ao forno. Cubra com uma camada de folhas de lasanha. Repita o processo mais duas vezes. Polvilhe com uma mistura de pão ralado, malagueta e parmesão. Leve ao forno durante 45 minutos ou até começar a ficar dourado. Retire do forno e deixe descansar, durante 8 minutos, antes de servir.


olhar feminino

DOMINGO

30 • MARÇO • 2010

| 15

Revitalize Oferecemos-lhe sete dicas para revigorar o seu couro cabeludo, mantendo-o saudável e bonito para a estação que se aproxima

N

esta altura do ano, após as férias e a exposição solar intensa, torna-se urgente recuperar o cabelo fragilizado, devido ao calor e às agressões que a água do mar e da piscina provocaram e, ao mesmo tempo, tratá-lo, conferindo-lhe a hidratação necessária, para que ganhe uma nova vida, brilho e textura. É fundamental começar desde já a pensar na estação fria, de modo a poder exibir cabelos fortes, brilhantes e realmente saudáveis.

champô que limpe o cabelo em profundidade, libertando-o de todas a partículas e restos de produtos que ainda possa ter.

pelo menos uma vez por semana. Secador: o uso do secador ou de outros aparelhos elétricos, como modeladores ou alisadores, deve ser feita com cuidado DEPOIS DO VERÃO E e sempre com os produtos indicados para proteger os COM A CHEGADA DO seus cabelos das agressões INVERNO, HÁ QUE TOMAR que a utilização destes aparelhos pode provocar. PRECAUÇÕES EXTRA Oleosidade: no Hidratação: após um bom inverno, os cabelos tendem a ficar condicionador, deve ser aplicada mais oleosos, facto que pode ser evitado ou controlado com uma boa máscara para uma condicionadores e hidratação extra,

BELEZA: Um cabelo forte, brilhante e saudável necessita de cuidados especiais

máscaras hidratantes leves. Água morna: se exagerar na temperatura da água, o cabelo ficará desidratado, podendo inclusive provocar uma escamação do couro cabeludo. Por isso, sempre que possível utilize água morna em vez de

CUIDADOS: Limpeza, massagem e evitar usar o secador são algumas das medidas que ajudam a manter o cabelo saudável

CUIDADOS ESPECIAIS É necessário ter alguns cuidados especiais durante a próxima estação para que consiga manter um cabelo bem cuidado durante todo o inverno: Limpeza: deve apostar num CRÓNICA...

“ E

u vi-o, ele viu-me e aquele frio+calor que sobe e desce dentro do meus instintos começa a acelerar o meu coração e a certeza de que ele é para mim é a cada dia mais forte. Nunca senti algo tão estrondoso assim! E, o mais natural, é que ele me chama para sair e assim conhecemo-nos um ao outro. Com o tempo, aquela paixão foi-se aprofundando e oficializámos o nosso noivado. Daqui algum tempo, caso-me. Mas de repente, vejo que o meu marido se transformou! O

FOTOS: D.R.

 CARLA VAZ cv.r@folhadeportugal.pt

água quente. Dormir com o cabelo molhado: deve ser evitado, pois, para além do cabelo ficar húmido, este torna-se fraco e quebradiço. Evite também utilizar chapéus, boinas, gorros e lenços em excesso, pois, estes aumentam a oleosidade do cabelo e podem provocar o surgimento de bactérias e fungos no couro cabeludo. Massagem: massaje o couro cabeludo com movimentos circulares, os quais irão permitir a sua oxigenação e circulação, para além de lhe proporcionarem um bem-estar imediato.

VIVI FREITAS

A história de alguém infeliz romance já não está à flor da pele. Agora tudo o que ele me pede, é que eu faça as minhas responsabilidades. Sem carinho e sem admiração, fico chateada. Depois, vou-me deitar e ele ainda tem a cara de pau de me procurar. Já não me sinto atraída por ele, já deixou de ser novidade e descobri que não o amo. Devido a tanto desprezo e amargura que ele me proporciona, não aceito entregar-me. Passam os dias e ele nem se importa mais

comigo! Tudo o que vem à minha cabeça é aquela cena que o meu ex-namorado fazia comigo. Sinto-me atraída a buscá-lo, para relembrar o que nós dois curtíamos juntos. Porém, sou casada e se o meu marido descobrir?” Não vai querer submeter-se a essa situação. “O que faço? Você acha que tenho o direito de me entregar a alguém que me maltrata e não reconhece o que faço? Você acha que é justo continuar esta

muitas pessoas nem se dão conta. Iludiu-a a tal ponto que pensou que estava disposta a comprometer-se para o resto da sua vida com ele. Mas a paixão não tem conquista, pois, é algo espontâneo que nasce dentro de uma emoção, e não traz nenhuma estrutura. Enquanto estiver à caça de aventura, não vai ter ninguém para sempre ao seu lado. Haverá momentos difíceis que os dois terão que enfrentar, para que aquele

respeitar-se e a disciplinar-se, têm suas metas alcançadas: um casamento feliz. Mas, enquanto vivem do passado e das aventuras, vivem uma ilusão e destroem-se. O amor não tem nada a ver com novas emoções e sim com a conquista. relação já que não consigo ser Somente através das lutas feliz com ele?” é que podemos aprender a submeter, a respeitar e até a Conclusão da história Enquanto ela sentia aquelas policiarmo-nos. E você, amiga, sensações, achava que o amava. vai julgar, avaliar e pesar qual é a finalidade do seu O AMOR NÃO TEM NADA A VER COM desejo? Já pensou vai chegar com NOVAS EMOÇÕES E SIM COM A CONQUISTA onde os seus ideais? Não Quando se casou, não encontrou amor não seja baseado apenas se deixe enganar, porque, no mais nenhuma sensação nova na emoção. início, quando tudo aquilo ou curiosa e deixou de “amar”. Em todos os relacionamentos, parecia ser o certo, acabou por A paixão “pegou-a de cheio” existem lutas, mas quando se se tornar um grande problema e deu-lhe o golpe certeiro, que comprometem a submeter-se, a para si.

ESAM N VIT QUI C


ESTAMOS

24

AGENDA

HORAS

DISPONÍVEIS PARA O ATENDER !

ESTAMOS ABERTOS

7 DIAS POR SEMANA EM

110

LOCALIDADES Não somos de aparências, nem estamos a tentar impressionar ninguém. O que você vê é aquilo que somos, um Centro de Ajuda realista que acredita que a vida de qualquer pessoa pode mudar para melhor, de facto, não apenas mudar, mas ser totalmente transformada. Estamos abertos diariamente, fique à vontade para nos fazer uma visita em qualquer dia da semana, faremos os possíveis para ajudá-lo no que precisar.

SEMANAL ›››

PODERÁ ENVIAR A SUA DÚVIDA: Pessolmente: Poderá deixar a sua questão no Templo Maior Correio: Rua Dr. José Espírito Santo, 36 1950-047 - Lisboa Email: info@iurd.pt Telefone: 707 301 221 As dúvidas serão esclarecidas, durante o Estudo Bíblico, todas as quartas-feiras, às 20H, no TEMPLO MAIOR

DE

03

A

10

DE OUTUBRO

Crescimento e fortalecimento espiritual Está cansado/a de procurar ajuda no Homem e só se dececionar? Sente-se descrente em relação à felicidade?

Tenta preencher o vazio que teima em ficar no seu coração e nada ajuda?

Então, esta é a reunião indicada para si, onde irá aprender e desenvolver a

Participe no Centro de Ajuda Espiritual mais perto de si!

Todas as quartas-feiras

sua vida espiritual, ganhando força interior, coragem e ânimo para enfrentar e vencer as lutas do dia-a-dia.

S������

�����

������

������

Económico

Problemas de Saúde

Estudo Bíblico

Família e Casamento

Sucesso e desenvolvimento da sua empresa, casos na Justiça, pagamento de dívidas, desemprego, imigração... TODAS AS QUARTAS-FEIRAS, PELAS 20H, NO ESTUDO BÍBLICO “SOMOS TODOS FILHOS DE DEUS?”, O BISPO JÚLIO FREITAS ESTARÁ A RESPONDER A UMA DAS QUESTÕES COLOCADAS. PARTICIPE E OIÇA TAMBÉM A RESPOSTA À SUA QUESTÃO.

SEMANA

�����

Doenças, dores, problemas de saúde persistentes...

������

“Somos todos Filhos de Deus?” Desenvolva a sua vida espiritual e força interior...

�������

Causas Impossíveis-8H

ENCONTRO DAS FAMÍLIAS

Problemas que aos olhos humanos já não têm solução

Quebra da Maldição-15H

Caminho de Luz Má sorte, maldições, energia negativa, insónia, pesadelos, inveja, bruxaria...

Orientação para relacionamentos e resolução de conflitos familiares

7h30 / 9h30

Quebra das maldições hereditárias

Sessão do Desbloqueio 15H

Terapia do Amor -19H Problemas sentimentais, brigas

Mulheres e Homens Sábios 18H

DE SEGUNDA A SEXTA ÀS 7H, 10H, 12H, 15H E 20H (em todas as reuniões, temos disponível aconselhamento espiritual)

Centro de Ajuda Espiritual mais perto de si

TEMPLO MAIOR Rua Dr. José Espírito Santo, 36 - Chelas (PRÓXIMO DA ESTAÇÃO DE METRO) PUB


Edição 354  

MAIS CASA QUE COMPRADORES - Hoje em dia, existem mais de 300 mil andares e moradias para vender ou arrendar no nosso País, no entanto, os po...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you