Issuu on Google+

+ de3.000.000

Diretor: João Filipe Jornal de distribuição gratuita

Nº 378

+

receberam a Folha de Portugal em 2010

de

De 20 a 26 de março de 2011

EDIÇÃO NACIONAL

50.000

SEMPRE AO SEU LADO

E X E M P L A R E S

f o l h a d e p o r t u g a l . p t (((site re mo d e lad o)))

JAPÃO DA ÉPOCA

FOTOS: EPA/ASAHI SHIMBUN/LUSA/EPA

APOCALÍTICA

Tragédia Nipónica

Depois de um sismo e de um tsunâmi devastadores, o país vê-se a braços com uma crise nuclear, de nível de gravidade 6, numa escala de um a sete REPORTAGEM E SPECIAL ...PÁG. 12

Tempestade à vista, de Belém a São Bento Cavaco Silva foi reeleito presidente da República, cinco anos depois do seu primeiro mandato, em que a relação com o Governo foi tudo menos estável. No seu discurso de tomada de posse, Cavaco reiterou a sua cooperação com o Executivo, mas muitos consideraram-na uma “declaração de guerra”

TEMA C APA ...PÁGS. 06/07

Refeições gratuitas com IVA 35 a 50 mil refeições são deitadas para o lixo diariamente. E a lei obriga os restaurantes que as queiram doar a terem de pagar IVA

Existe uma influência direta entre as habilitações dos pais e o desempenho escolar e profissional dos filhos? SOCIEDADE...PÁG. 09

SEMICORTE NAS EMPRESAS PÚBLICAS A poupança com os salários de chefias ultrapassa os 5 milhões, mas os cortes só incidem sobre os escalões mais baixos PORTUGAL EM XEQUE...PÁG. 10

BAIXAS ILEGAIS COM FIM ANUNCIADO O Estado português está a tentar travar o recurso a este expediente, o qual, muitas vezes, é utilizado de forma abusiva PORTUGAL EM XEQUE...PÁG. 11 PUB

A SSUNTO POLÉMICO...PÁG. 08 FOTO: LUSA/MÁRIO CALDEIRA

COMPETÊNCIAS PODEM SER HERDADAS


2|

opinião

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

Foto da Semana

EDITORIAL JOÃO FILIPE Diretor

primeiro-ministro português tem mantido um discurso positivo, sendo, na opinião de muitos psicólogos, esta a forma de se superar as dificuldades que se enfrentam. Mas, na realidade, existe uma outra corrente que diz que a melhor forma de se superarem as dificuldades é enfrentá-las bem de frente. E apesar de já estarmos muito acostumados aos discursos de que tudo corre bem no “reino” de Portugal, passadas algumas horas ou semanas, o Mundo muda de forma brutal. E sempre que ouvimos dizer que tudo está a correr muito bem, logo em seguida, vem um anúncio de novas medidas de austeridade. Muito se tem falado da entrada do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Portugal, mas será que a sua agenda não está já a ser implantada pelo atual Governo? Pois, os partidos mais à esquerda dizem que já está a ser mais do que aplicado o programa do FMI; e desta feita até os partidos mais à direita estão de acordo; sendo o PS a única força política que ainda está noutra “dimensão”, uma vez que continua a considerar que não precisamos de ajuda externa. Todos os grandes analistas e opinadores das nossas televisões já previam este cenário há alguns anitos, exceto os mais próximos do Governo! Ainda me lembro de, nas últimas eleições legislativas, todos os partidos da oposição lutarem para passar a mensagem de que o país não estava bem, tendo o senhor José Sócrates apelidado os mesmos de “profetas” da desgraça, para, em seguida, começaram os PEC e um Orçamento do Estado mais duro. Afinal, quem é que tinha razão? Contudo, agora mais do que ter razão é necessário tirar o país Mais do que da sua situação atual, tomando culpar os medidas que resolvam os causadores da problemas a curto prazo, e, crise é preciso principalmente, corrigindo os olhar para o grandes problemas estruturais futuro e lutar da nossa economia e os sociais. para MUDAR” Porque, afinal, não podemos continuar a culpar os anos de ditadura, visto que já estamos em liberdade há 37 anos. Chegou a hora de olhar para a frente! Quero ainda relembrar que se os grandes navegadores que saíram para conquistar o Mundo, tivessem dado ouvidos às vozes dos famosos “velhos do Restelo” nunca o nosso país teria ficado ligado à navegação marítima. Por isso, mais do que culpar os causadores da crise é preciso olhar para o futuro e lutar para mudar, por completo, o rumo da situação, deixando de murmurar.

FOTO: LUSA/MIGUEL A. LOPES

De PEC em PEC! O

GREVES VÊM PARA FICAR Metro, CP, Carris, Soflusa, Transtejo e Refer voltam a parar ainda este mês. Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa voltam a parar nos dias 24 e 29 de março, e a 05 e 07 de abril, entre as 05h30 e as 11H. Os trabalhadores da Soflusa e da Transtejo, que fazem as ligações fluviais no Tejo, também páram três horas por turno no dia 23. Os dias 4, 5 e 6 de abril são os funcionários da Soflusa. Para 25 de março está agendada uma paralisação de 24 horas na CP, na Refer e na Carris.

Tenha uma boa leitura!

Leia a opinião do Bispo EDIR MACEDO na página 3i, do caderno Folha Centro de Ajuda ACORDO ORTOGRÁFICO: Informamos os nossos leitores de que já começámos a aplicar algumas das alterações do Novo Acordo Ortográfico.

FOLHA DE PORTUGAL: ALAMEDA D. AFONSO HENRIQUES, Nº 35 (ANTIGO CINEMA IMPÉRIO) 1000-123 LISBOA TEL: 210 300 971 FAX: 210 300 999

Diretor: João Filipe jf.d@folhadeportugal.pt Secretariado: Cláudia Pereira Editor: IURD Redação: Carla Vaz, Isabel Barbosa e Sara Damásio Copydesk: Carla Vaz Paginação: Carlos Paredes e Eliane Rosa Tratamento de imagem: Bárbara Domingos Correio do Leitor / Publicidade geral@folhadeportugal.pt

FOLHA DE PORTUGAL Título registado no ERC com o nº 125046 Propriedade: IURD Sede administrativa: Praceta Professor Francisco Gentil, nº 3 - Póvoa de Santo Adrião - Lisboa NIPC: 592001679 Periodicidade: Semanal Impressão: Rafik Comunicação e Imagem Unipessoal, Lda. - Sítio da Bemposta, nº 1, 1A e1B, Longo da Vila - Mafra Tiragem: 50.000 exemplares Depósito Legal: 322699/11 Distribuição: Gratuita Circulação: Portugal Continental e Ilhas A FOLHA DE PORTUGAL NÃO SE RESPONSABILIZA NEM PELAS INFORMAÇÕES CONTIDAS NAS CARTAS DOS LEITORES, POIS ELAS NÃO EMITEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO JORNAL, NEM PELA AUTENTICIDADE DOS ANÚNCIOS PUBLICADOS

PUB


entrevista

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

|3

10 PERGUNTAS a MANU KARSTEN

CORAJOSA AO EXTREMO A VETERINÁRIA, APRESENTADORA, AVENTUREIRA E JORNALISTA FALA-NOS UM POUCO MAIS SOBRE A VIDA SELVAGEM E SOBRE SI PRÓPRIA ELLIANA GARCIA Cedida por Arca Universal

L

1. Conte-nos um pouco mais sobre a sua trajetória. Sou formada em medicina veterinária e fiquei mais voltada para a área dos cavalos. Um amigo convidou-me para fazer um programa de TV pela Internet, para falar sobre o meio ambiente. Depois, substitui uma apresentadora, na área de variedades. A “TV Câmara” de São Paulo convidou-me para fazer um programa sobre o meio ambiente e ações públicas, durante um ano. Depois, fiquei dois anos no SBT e estou na “Record” há um ano. Trabalhar na TV aconteceu meio que por acaso, pois o meu sonho desde criança sempre foi ser veterinária. 2. É uma mulher muito bonita e simpática, mas não utiliza a sua beleza para estar na televisão. Porquê? Hoje tenho uma oportunidade muito boa na televisão e estou super feliz com isso. Mas não me preocupo muito com o visual. Prefiro fazer um bom trabalho. E quando vamos para o meio do mato fazer matérias, a questão da vaidade fica em último plano. 3. O que é que não pode faltar no seu kit de viagem? Uma boa lanterna, um cantil de 1 litro, uma lanterna de cabeça e o inseparável gancho que pega cobras. 4. Não tem medo de cobras? E de algum outro bicho?

O MEU SONHO DESDE CRIANÇA SEMPRE FOI SER VETERINÁRIA Elas exercem um certo fascínio sobre mim. No pantanal encontrei uma sucuri de 5 metros, que se enrolou no meu pescoço, foi incrível! Medo não, mas tenho pavor de baratas! 5. Quais são os desafios que enfrenta para fazer matérias com animais? Andamos várias horas por dia e o cansaço físico é sempre muito grande. Lugares muito quentes, florestas tropicais, e tudo sem saber se vamos encontrar os animais. Cada viagem que fazemos, normalmente, demora entre 10 a 13 dias.

Levei várias mordidelas e tive de levar sete pontos. Noutra situação, um filhote de onça mordeu-me o pescoço, na brincadeira! 7. Muitas pessoas colocam a culpa nos animais quando acontecem acidentes. Partilha dessa opinião? Quando há acidentes assim não é o animal que tem a culpa! Tenho muito respeito pelos animais e para fazer esse tipo de matéria é preciso observar os sinais que eles emitem. Quando conseguimos entender esses sinais, aproximamo-nos mais deles.

CONHECER É O PRIMEIRO

6. Já passou por PASSO PARA AMAR algum perigo em alguma reportagem? Sim. No Amapá, entrei numa cela de A minha intenção nunca foi perturbar e macaco-aranha, onde havia duas fêmeas sim aproximar as pessoas das casas desses e um macho. Uma das fêmeas veio a correr animais, muitos deles em extinção. Conhecer abraçar-me, só que percebi que havia é o primeiro passo para amar. formigas na minha roupa e saí a correr do recinto para me livrar delas, pois as picadas 8. Qual foi o bicho mais exótico doíam muito. Quando retornei, a macaca que conheceu? veio-me abraçar. E quando ela me soltou, Madagáscar é um lugar incrível para o macho estava furioso. Pegou no meu fazer matérias e só lá existem lémures. cabelo, sacudiu-me e começou a bater-me. Simplesmente fiquei apaixonada por eles!

FOTO: DEMÉTRIO KOCH

inda, simpática e corajosa, a veterinária Manu Karsten, de 36 anos, não tem medo de nadar com tubarões, de entrar numa jaula com onças ou de se embrenhar em matas e florestas ao redor do Mundo, tudo para ficar o mais perto possível de animais selvagens e perigosos. Mas acreditem que a sua coragem cai por terra se na sua frente aparecer uma barata. Conheça um pouco mais sobre a história da apresentadora da rubrica “Selvagem ao Extremo”, do “Domingo Espetacular”, da “Rede Record de Televisão”.

Lembro-me de um que tinha cara e orelhas de morcego e uma mão que parecia um graveto. Foi o bicho mais esquisito que já vi e, ao mesmo tempo, o mais lindo! Outro inesquecível foi um camaleão que se camuflou da cor do meu cabelo. E o diabo da Tasmânia, que é lindo, maravilhoso e super carinhoso. 9. Quais são as estratégias que utiliza para ter êxito numa matéria? Em primeiro lugar, sou muito simpática com as pessoas, com a equipa e ouço a todos. Depois, lidar com bichos é usar a inteligência. Pensar de que forma posso interagir com esse animal, sem que ele me ataque. Daí, utilizo estratégias com cada um, para me sair bem nas reportagens. 10. Quando não está na selva, o que é que gosta de fazer? Não gosto muito de sair e prefiro ficar em casa com o meu marido, a ver filmes e a ler um livro. Sou casada há dois anos e meio e ele sofre muito quando vê as minhas matérias com onças, cobras... Mas é o meu trabalho e como diz o nome da rubrica, “Selvagem ao Extremo”.


20 • MARÇO • 2011

tempo

Momentos marcantes da História do Mundo, na semana de...

20 a 26 de março

20 21

de março de 1916 Albert Einstein publica a “Teoria da Relatividade”. de março de 1960 Nasce Ayrton Senna, piloto brasileiro, tricampeão de Fórmula 1. de março de 1895 Os irmãos Lumière realizam a primeira exibição de cinema. de março de 2001 A estação espacial russa Mir é desativada. de março de 1882 Robert Koch anuncia a descoberta da bactéria responsável pela tuberculose, a Mycobacterium tuberculosis. de março de 1918 Morre Claude Debussy, compositor francês. de março de 1995 Entra em vigor o “Acordo de Schengen” sobre a livre circulação de pessoas em alguns países da União Europeia e outros signatários.

22

23

FOTOS: D.R.

24

25

26

aconteceu

Perto de

23 mil emigraram

FOTO: LUSA/JOSÉ SERRA GOULÃO

marcas do

SETE DIAS

DOMINGO

DESEMPREGO: Quando não conseguem encontrar trabalho em Portugal, muitos procuram fora do país

Dos inscritos nos centros de emprego, 2 mil saíram de Portugal, mensalmente Em 2010, quase 23 mil saíram do país, foi esta a conclusão que se pôde extrair dos números divulgados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP). Só no ano passado, foram anuladas cerca de 600 mil inscrições de desempregados, explicando o autoemprego 28,3%

destas. Ao todo, houve 169 mil portugueses que encontraram trabalho por si só. Havendo ainda a referir que mais de metade destas anulações se deveu à falta ao controlo, à convocatória ou à entrevista. Desde 2003, esta razão tem explicado entre 46%, em 2005, a 52,9%, em 2009, das anulações. Em janeiro de 2011, a

Sem dinheiro para renda ou empréstimo Tem aumentado cada vez mais o número de portugueses que não consegue pagar

a renda da casa ou o empréstimo bancário para habitação, acabando estes por pedir ajuda à Cáritas

falta ao controlo explicou 53,4% das anulações e, em 2010, foram anuladas por esse mesmo motivo 293 mil inscrições. Finalmente, 20% das anulações, em 2010, deveram-se: à reforma do desempregado (12 mil); à formação profissional (33 mil); às medidas de emprego

Portuguesa, a qual tem visto os pedidos recebidos crescerem 40%. “São pessoas que tinham o seu posto de trabalho e que caíram no desemprego. As que fizeram poupanças, aparecem mais tarde,

(18.700); à recusa de intervenção dos centros de emprego (3.740); à imigração, à licença de maternidade, à desistência de trabalho socialmente necessário, à caducidade do documento de identificação, ao cumprimento do serviço militar, à doença prolongada e até à transferência entre centros de emprego. porque foram usando este valor, mas depois chegam sem recursos”, explicou Eugénio Fonseca.

FOTO: D.R.

4|

AJUDA: Portugueses não conseguem fazer face à crise e são obrigados a pedir apoio a instituições de solidariedade PUB


sete dias

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

10 MIL EUROS POR

a sua carreira

FARMACÊUTICOS DIZEM QUE OS PEDIDOS DE CRÉDITO ESTÃO A AUMENTAR com as dificuldades económicas, sobretudo nos últimos meses. “O volume de crédito médio mensal por farmácia é de 10 mil euros. Os doentes dizem que pagam no final do mês e quando receberem as reformas. São pessoas com pensões

pequenas, em situações de desemprego, casais que têm filhos e muitas despesas”, explicou, ao DN, João Cordeiro, presidente da Associação Nacional de Farmácias. “Há uma diminuição na capacidade de compra e as pessoas fazem uma contenção de gastos. Deixam de tomar os medicamentos para o colesterol, porque pensam que se trata só de um problema de alimentação, optam por levar apenas uma caixa ou compram só uma parte do que é receitado. Em média, cada farmácia tem cerca de 100 pessoas a quem vende a crédito. Algumas ficam com calotes porque os doentes não lhes pagam”, alertou Aranda da Silva, ex-bastonário da Ordem dos Farmacêuticos.

FOTO: LUSA/MAFALDA LEITÃO

30 LOBOS

ENVENENADOS

EM 5 ANOS

Entre 2003 e 2008, a Quercus identificou, em Portugal, 1.240 animais que foram envenenados, entre eles encontravam-se 30 lobos. No entanto, estes números poderão ser apenas uma pequena amostra da realidade, pois, segundo estudos efetuados em

FOTO: D.R.

Espanha, os valores identificados correspondem somente a 3 ou 4% das situações ocorridas, salientou o dirigente do grupo ambientalista, Samuel Infante. No Norte do país, nas serras do Gerês e de Montesinho, morreram envenenados, em cinco anos, 30 lobos. Neste

caso, os responsáveis foram os criadores de vacas e de garranos. “O Governo até concede subsídios para os criadores vítimas de ataques de lobos, mas como estes vêm tarde, as pessoas atuam por conta própria e envenenam os animais”, explicou Samuel Infante.

saúde à mesa

faz bem aos olhos Os tipos de gorduras conhecidas como “boas”, as polinsaturadas ómega 3 e 6, contêm nutrientes que são bons para o coração, para o sistema imunológico e para a saúde ocular. E porque estas não são produzidas pelo corpo humano, temos de as obter através de uma

Como combater o sono depois do ALMOÇO Já foi provado que a grande maioria das pessoas sente, no período entre as duas e as quatro horas da tarde, uma acentuada sensação de cansaço, acompanhada por uma significativa redução da sua capacidade de trabalho e de concentração. Por isso, ajudamo-lo/la a descobrir algumas formas de combater a sonolência das primeiras horas da tarde: ✓Coma menos do que o habitual e evite o álcool e os condimentos muito fortes; ✓Guarde um lanche para quando começar a sentir sono, optando pela fruta fresca ou pelas bolachas; ✓O café poderá ajudar a manter os níveis de concentração e o estado de alerta, prevenindo a sonolência; ✓Passear 10 minutos a pé pode ser o suficiente para aumentar o seu nível de energia para a tarde; ✓Ir ao ginásio, correr ou nadar de manhã ou à hora de almoço podem ajudar a melhorar o problema; ✓É normal que sinta sono se o local de trabalho estiver muito silencioso, por isso, experimente ouvir um pouco de música; ✓Se puder planear o seu trabalho, tente marcar as atividades mais aborrecidas para a parte da manhã ou para o fim da tarde; ✓Não fique sentado/a mais do que 45/50 minutos de seguida; ✓Uma sesta de 20 minutos é o ideal para dar ao corpo o descanso necessário, por isso, se trabalhar perto de casa e puder almoçar lá, experimente.

PUB

irregularidade no campo visual da retina. E os resultados indicaram que os idosos que consumiram uma ou mais porções de peixes e crustáceos por semana, alimentos ricos em ácidos gordos ómega 3, apresentaram um risco reduzido de vir a desenvolver a DMRI avançada.

FOTO: D.R.

Comer peixe

dieta adequada, ingerindo alguns alimentos, tais como o abacate, as castanhas, os óleos vegetais e os peixes de águas profundas. De acordo com os resultados de estudos recentes efetuados pela Universidade Johns Hopkins, nos EUA, os pacientes com degeneração macular relacionada com a idade (DMRI) avançada costumam estar menos dispostos a consumir peixes e mariscos. Daí os pesquisadores norte-americanos terem analisado dados dietéticos e oftalmológicos de 2.520 idosos, com idades entre os 65 e os 84 anos, com alguma

14-16H: Diversos estudos comprovam que este é o período em que os acidentes de trabalho acontecem com mais frequência

FOTO: D.R.

PAGAR NAS FARMÁCIAS Por mês, as farmácias têm, em média, 10 mil euros retidos em medicamentos que são fiados aos doentes. Sendo estes quase sempre clientes habituais, que prometem pagar no final do mês ou quando a pensão chegar a casa. Um número que tem vindo a aumentar

|5

ÓMEGA 3: A sua ingestão proporciona menor risco de desenvolvimento de degeneração macular relacionada com a idade


6|

TEMA CAPA

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

Em 2006, Cavaco Silva era eleito, prometendo cooperação com o Governo. Em 2011, é reeleito, desta vez com um discurso que muitos consideraram como uma “declaração de guerra” a Sócrates

Coope  SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

C

inco anos depois, Cavaco Silva volta a ocupar a cadeira de presidente no Palácio de Belém, tendo sido eleito com maior percentagem (52,94%) do que em 2006 (50,64%), mas com menos 526 mil votos, devido ao aumento da abstenção (53,37%). E tornou-se, assim, o presidente a ser eleito com menor número de votos em Portugal. Em 2006, Cavaco Silva subia à presidência com um discurso passivo, desafiando o país e o Governo com cinco objetivos e com a promessa de cooperação: “reafirmo ao senhor primeiro-ministro e ao seu Governo a minha inteira disponibilidade e empenhamento numa

emr à nossa frente um enorme espaço para o otimismo, que é o espaço da vontade, da coragem e do querer”.

PRESIDENTE VS EXECUTIVO Desde 2006, que a relação entre Cavaco Silva e o Governo de José Sócrates tem sido conturbada. As discordâncias surgiram em temas como o Orçamento do Estado

CAVACO (...) LEMBROU A SÓCRATES QUE “HÁ LIMITES PARA OS SACRIFÍCIOS QUE SE PODEM EXIGIR AO COMUM DOS CIDADÃOS”

FOTO: EPA/JOÃO RELVAS

para 2009, em que o presidente considerava que os números eram “irrealistas” referentes à receita e à despesa. Cavaco opôs-se também às alterações à lei do divórcio, às opções sobre a reforma da Segurança Social e ainda quanto ao estatuto

FOTO: LUSA/MÁRIO CRUZ

Cavaco

Silva

cooperação leal e frutuosa”. Este reconhecia, então, o estado em que Portugal se encontrava e pedia aos governantes que mostrassem todo o empenho possível “em servir melhor os cidadãos e as empresas, e que, com o sentido de responsabilidade

9 DE MARÇO: Tomada de posse do presidente da República em 2011, acompanhado de todos os membros do Governo e dos deputados do Parlamento

que os carateriza”, procurassem “ser agentes dinamizadores da mudança e não um travão da vida económica e social do país”. No entanto, mesmo “em tempos difíceis”, sempre deixava uma mensagem confiante, “temos

político-administrativo dos Açores. Ainda, nessa altura, surgiam mais indicadores de insatisfação do presidente em relação a alguns comportamentos políticos do primeiro-ministro, respeitantes às obras públicas e

ao TGV. Cavaco alertava o Governo para a “situação difícil” do país e para o facto deste “endividamento poder atingir situações insustentáveis”. O chefe de Estado defendia que uma das suas principais funções era a fiscalização e temia que o Executivo não lhe estivesse a facultar toda a informação necessária para cumprir o seu papel de forma correta. Já José Sócrates negava, publicamente, todo e qualquer cenário de conflito institucional com Cavaco Silva, e, pelo contrário, declarava, em 2008, que teria com o presidente “uma relação institucional absolutamente impecável”.

REELEIÇÃO DO PRESIDENTE Foi no passado dia 9 de março que Cavaco Silva tomou posse da presidência da República, iniciando, assim, o seu segundo mandato, numa altura em que o país atravessa um cenário de imprevisibilidade e de dificuldades económicas financeiras, sociais e políticas. O seu discurso foi bastante diferente do primeiro, reiterando, no entanto, o seu

CAVACO ALERTAVA (...) “ENDIVIDAMENTO PODE ATINGIR SITUAÇÕES INSUSTENTÁVEIS” “compromisso de cooperação”, que assumiu na altura, perante os portugueses. Contudo, as palavras dirigidas ao Governo de Sócrates foram


tema capa

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

peração

mrriiisco sco EM RISCO: Poderá ter ficado a relação entre o Palácio de Belém e São Bento, depois do discurso de tomada de posse de Cavaco Silva FOTO: D.R.

2006

2007

Num momento em que as dificuldades que Portugal atravessa estão suficientemente diagnosticadas e reconhecidas, reafirmo ao senhor primeiro-ministro e ao seu Governo a minha inteira disponibilidade e empenhamento numa cooperação leal e frutuosa (...) É por tudo isto que me atrevo a deixar perante esta Câmara e perante os portugueses cinco grandes desafios que, nas circunstâncias em que o país se encontra, considero cruciais para abrir caminhos consistentes de progresso (...) O momento é exigente para os servidores do Estado. A eles se pede que se empenhem em servir melhor os cidadãos e as empresas e que, com o sentido de responsabilidade que os carateriza, procurem ser agentes dinamizadores da mudança e não travão da vida económica e social do país (...)

2009

2008

TOMADA DE POSSE

do presidente da República 9 de março de 2006 9 de março de 2011

Reações ao discurso do presidente Ana Gomes

eurodeputada do PS

“Se estivesse no lugar do primeiro-ministro demitia-me, mas percebo que tendo em conta o interesse do país não o faça, pois se se demitisse seria tudo mais complicado”.

consideradas, por muitos, como uma “declaração de guerra”, um desafio direto ao Governo e uma visão do futuro de coabitação tensa. Cavaco apelou à “transparência e à verdade”, repetindo, várias vezes, que é preciso um “esforço coletivo”, mas lembrando a Sócrates que “há limites para os sacrifícios que se podem exigir ao comum dos cidadãos”. Este desafiou ainda os cidadãos, dizendo ser necessário “um sobressalto cívico que faça despertar os portugueses para a necessidade de uma sociedade civil forte, dinâmica e, sobretudo, mais autónoma perante os poderes públicos”. Em resposta ao discurso do presidente, Sócrates disse estar “muito de acordo com aquilo que o presidente referiu como sendo a necessidade de se unirem os esforços de todos para responder à atual situação”. O mesmo deixou, no entanto, uma mensagem, dizendo que “é muito importante que não haja nenhum equívoco sobre aquilo que é a função do presidente, que é presidir, e sobre aquilo que é a função do Governo, que é governar”. 2010

2011

A margem de manobra do Estado português para acudir às necessidades de crescimento da economia e para combater os problemas de natureza social encontra-se severamente limitada (...) Não podemos privilegiar grandes investimentos que não temos condições de financiar, que não contribuem para o crescimento da produtividade e que têm um efeito temporário e residual na criação de emprego (...) Espero que todos os agentes políticos e poderes do Estado e os agentes económicos e financeiros estejam à altura das dificuldades do momento e dêem sentido de futuro aos sacrifícios exigidos aos portugueses (...)

FOTO: LUSA/MÁRIO CRUZ

|7

Muitos dos nossos agentes políticos não conhecem o país real, só conhecem um país virtual e mediático

Paulo Portas líder do CDS-PP

“Foi um discurso forte e verdadeiro. Colocou as questões, a meu ver, como elas devem ser colocadas”.

Francisco Louçã

coordenador do Bloco de Esquerda

“Há dois ‘Cavacos Silva’: o que fez a campanha para conseguir, à justa, passar a barreira dos 50%, com um discurso de consenso e de passividade, e aquele que hoje ... já fala como o líder político da direita e com as propostas políticas de direita que não sufragou, que não submeteu ao debate e que não trouxe à opinião pública”.

Passos Coelho

presidente do PSD

“... alguém que não quer voltar as costas aos problemas, que os identificou com clareza e que manifestou a sua esperança para a nossa capacidade de, em conjunto, encontrarmos uma saída para os problemas que enfrentamos. Isto só pode ter um sentido construtivo e não qualquer outro”.

Alberto J. Jardim

presidente do governo regional da Madeira

“Foi um bom diagnóstico que eu subscrevo. Não serei tão liberal e continuo a pensar que, num país como Portugal, o Estado terá que continuar a estar presente nalguns setores”.

Ramalho Eanes antigo presidente da República

“Foi um discurso que, tendo em conta a situação atual, é razoável. Poder-se-á dizer que esqueceu a crise externa e a influência da crise externa na nossa própria crise”.

Jerónimo de Sousa líder do PCP

“Fez um diagnóstico correto, mas, em termos das causas e dos causadores e das soluções, não encontramos resposta a não ser aquilo que é o programa do PSD”. FOTOS: D.R.


8|

geral

DOMINGO

Fisco põe em causa 20 • MARÇO • 2011

refeições gratuitas A campanha “DA – Direito à Alimentação”, idealizada para dar a pessoas carenciadas as refeições deitadas para o lixo pelos restaurantes, pode não avançar por causa do IVA sobre os alimentos doados

assunto POLÉMICO

lei obriga os restaurantes que queiram doar refeições a quem precise a pagar IVA. Um constrangimento que colocou a campanha “DA – – Direito à Alimentação”, lançada há três meses, em banho-maria. Campanha esta que foi apadrinhada pelo presidente da República, Cavaco Silva, e que continua ainda por cumprir no terreno, por não haver ainda nenhuma garantia de que será encontrado um regime de exceção, noticia o Jornal de Notícias.

FOTO: LUSA/ JOÃO RELVAS

AJUDAR MAIS DE 50 MIL A ideia da campanha surgiu de uma petição contra o desperdício alimentar em restaurantes e cantinas, a qual contou com perto de 70 mil subscritores e que criticava as 35 a 50 mil refeições que são deitadas para o lixo diariamente, algumas negociações ASSOCIAÇÃO DE isto qua ndo há entre a AHRESP RESTAURANTES ESTÁ pessoas com fome. e o ministério das Finanças, para se Então, a Associação de A NEGOCIAR COM AS Hotelaria, Restauração chegar a uma solução FINANÇAS UMA EXCEÇÃO semelhante à que foi e Similares de Portugal COMO AQUELA encontrada para as (AHRESP) pegou na crítica e transformou-a editoras poderem doar APLICADA AOS LIVROS na “DA – Direito à os livros em excesso Alimentação”, tentando reunir de ficar parada, já que é difícil e não os destruírem, como os interessados em oferecer que os empresários assumam os acontecia até aí. “Infelizmente pratos do dia, numa ação encargos do IVA dos produtos quem doa, em Portugal, tem que envolve instituições de que querem doar. que pagar IVA sob essa doação. solidariedade, organizações nãoE nós, prevenindo, solicitámos o despacho favorável ao ministério -governamentais e autarquias. EXCEÇÃO PRECISA-SE Mas a ação corre agora o risco No entanto, já estão a decorrer da Finanças. Tudo indica que Pedro Mota Soares disse acreditar que será possível resolver a situação “dentro do quadro legal” existente mas admitiu, caso seja necessário, tomar a iniciativa para mudar a lei.

>> A notícia do JN levou o CDS-PP a anunciar que vai chamar à comissão parlamentar de Orçamento e Finanças representantes do Governo e das empresas de hotelaria e restaurantes com a finalidade de “desbloquear a situação”. Em declarações aos jornalistas, o líder parlamentar do CDS-PP, Pedro Mota Soares, considerou que “uma iniciativa genuína e generosa que serve para ajudar a

>> O ministério das Finanças gadar uma refeição a quem, muitas vezes, não tem dinheiro para ter duas refeições por dia está a ser travada por causa da burocracia e porque tem que se pagar impostos”.

rantiu que vai resolver a questão da cobrança do IVA aos restaurantes que queiram doar refeições a instituições sociais, realçando que o processo esteve a aguardar entrega de informação da AHRESP. “A Associação de Hotelaria, Res-

SOLIDARIEDADE TAXADA: O IVA poderá dissuadir os restaurantes de participarem na doação

teremos um despacho favorável, mas já passaram três meses e a nossa campanha está em back office, não consegue sair para a rua e temos muitos estabelecimentos, muitas autarquias prontas a entrar no terreno. Criámos uma data limite para esta questão, o dia 04 de abril”, afirmou José Manuel Esteves, secretário-geral da AHRESP, em declarações à RTP. A associação prevê que, até ao final do ano haja mais de 10 mil inscritos, os quais poderão ajudar mais de 50 mil pessoas tauração e Similares de Portugal foi recebida no dia 01 de fevereiro, tendo-lhe logo sido manifestada pela secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais abertura para resolver a questão do IVA na oferta de refeições”, esclareceu, à Lusa, o ministério das Finanças. O ministério de Teixeira dos Santos realçou que “a AHRESP se comprometeu a apresentar para o efeito pedido de informação vinculativa. Esse pedido só deu entrada nos serviços da Administração Fiscal na passada segunda-feira [dia 07]”.

carenciadas. Só que, enquanto não existirem garantias, os processos não podem avançar, nem se podem assinar protocolos com os estabelecimentos que estão interessados em contribuir. Há também locais (Lisboa, Entroncamento e Santa Maria da Feira) que a 04 de abril serviriam como projeto-piloto e que também estão em banho-maria. As refeições programadas são completas, com sopa, pão, prato principal e fruta. A expetativa de que estas cheguem à “mesa” mantém-se.

FOTOS: LUSA/MANUEL DE ALMEIDA

 ISABEL BARBOSA ib.r@folhadeportugal.pt


Folha CENTRO DE AJUDA

LEIA MAIS: 4i/5i – CRUZADA DE PODER E MILAGRES:

Isto não é para alguns, é para todos! 6i – CONQUISTAS FINANCEIRAS

Nº 378 • DOMINGO • 20 • MARÇO • 2011

Inaugurações

ALBERGARIA-A-VELHA ANGRA DO HEROÍSMO

7i – NACIONAL: Sacavém / V.N. de Gaia / Alverca

O trabalho da Igreja Universal está cada vez mais acessível a todos. Duas cidades inauguraram dois CdAE, no continente e nas ilhas, e centenas de pessoas participaram nos eventos

A IURD tem dois novos CdAE M

arço foi o mês das inaugurações de dois novos CdAE na Ilha Terceira, em Angra do Heroísmo, nos Açores, e em Albergaria-a-Velha. Na Ilha Terceira, o Centro de Ajuda foi aberto no coração da cidade de Angra do Heroísmo, património mundial da Humanidade. Tendo o evento sido ministrado pelo pastor Manuel Fernandes, responsável pelo trabalho evangelístico na Ilha Terceira, e tido início às 16 horas. E a mensagem da primeira reunião deste Centro de Ajuda teve como base a passagem Bíblica de Ageu, mais precisamente o capítulo 2, versículo 9: “A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o SENHOR dos Exércitos ; e, neste lugar, darei a paz, diz o SENHOR dos Exércitos”. O orador explicou também aos presentes a importância “de o ser humano se voltar para Deus”, no

A GLÓRIA DESTA ÚLTIMA CASA SERÁ MAIOR DO QUE A DA PRIMEIRA, DIZ O SENHOR DOS EXÉRCITOS ... sentido em que “muitas pessoas falam dos seus problemas para os outros, os quais, por mais que queiram, não podem ajudar. Pois, quando alguém necessita de ajuda, a melhor maneira é chegar

libertação, a cura e a mudança na sua vida, ou seja, a tão desejada e prometida Paz”, disse o pastor.

ALBERGARIA-A-VELHA

NOVA OPORTUNIDADE EM ALBERGARIA-A-VELHA No mesmo dia, mais uma porta se abria noutro ponto do país, tendo Albergaria-a-Velha sido escolhida pela Igreja Universal para dar

MORADA: Rua 1º Dezembro, nº 17A, r/c

FOTOS: CEDIDAS

 SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

1º REUNIÃO: Do novo CdAE, ministrada pelo pr. Rui Santos, que recebeu todos os que estavam, ou não, pela primeira vez na IURD

ANGRA DO HEROÍSMO

MORADA: Av. Álvaro Martins Homem, nº 12 (em frente à Mitsubishi)

até Deus e falar com Ele”. E para isso é que existe o CdAE, pois, é “dentro da Igreja e através da fé, que a pessoa pode conquistar a

DENTRO DA IGREJA E ATRAVÉS DA FÉ (...) PODE CONQUISTAR A (...) PAZ continuação ao seu trabalho evangelístico. O orador, pr. Rui Santos, responsável pelo Centro de Ajuda, explicou a todos os presentes, na inauguração, que “este é o trabalho que Deus deseja, para que a Sua Palavra chegue a todos os lugares”. O mesmo disse ainda que é através dessa nova porta que todos os que têm sofrido têm a oportunidade de ser ajudados e socorridos, tal como é mencionado na passagem bíblica de Mateus 11.28: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei”. PUB


2i |

superação

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

O poder do

Hoje, quem vê a alegria da autónoma Carla Abrantes, a posar para a fotografia, sorridente e feliz, não imagina os momentos de dor por que já passou. Durante 30 anos, viveu em sofrimento

SACRIFÍCIO TODAS AS SEMANAS, IRÁ ACOMPANHAR, AQUI, HISTÓRIAS EMOCIONANTES E DRAMÁTICAS DE QUEM ENFRENTOU E VENCEU DESAFIOS

Encontrou na fé a saída que procurava FOTOS: CARLOS PAREDES

u Acontenceha

na mi

vida!

 ISABEL BARBOSA ib.r@folhadeportugal.pt

P

ara Carla o sofrimento começou cedo e parecia que não iria mais ter fim. Problemas espirituais, tais como nervosismo, dores de cabeça constantes, insónia, visão de vultos, audição de vozes e depressão, assolavam a sua vida. “Sofria muito devido aos problemas espirituais. Ouvia barulhos, vozes a chamarem pelo meu nome, sentia-me perseguida e ouvia passos como se alguém estivesse atrás de mim. Não tinha paz! E isso acontecia desde pequena”, recorda. Foi assim que Carla se tornou numa adolescente triste, desmotivada e sem forças para sair do inferno em que a sua vida se transformou. E para ela só havia uma explicação para tanta dor: inveja. “Sentia um vazio imenso, nada me preenchia e não havia nada que me fizesse estar bem. Era muito triste, chorava e nunca estava bem. Aparentemente, não tinha motivos para estar triste, mas, para mim, a minha

vida não tinha sentido! Estava completamente desmotivada. Não tinha alegria de viver! Sofria ainda de insónias e dores de cabeça constantes, sofrimento que durou até aos 30 anos”, explica. E, continuando o relato da história da sua vida, afirma: “era muito negativa e achava que não tinha valor. Na escola, não conseguia tirar boas notas nos testes. Era muito invejada, praguejada e nada dava certo! Mesmo na vida sentimental era sempre enganada; no trabalho, de dois em dois anos, estava a mudar de emprego, de empresa e saí com uma depressão. Cheguei ao caos total de ficar numa cama doente, pois, não tinha forças para viver!”.

O SACRIFÍCIO PELO SONHO Foi nesta condição de total desespero que Carla entrou na Igreja Universal do Reino

de Deus. “Cheguei à Igreja, na altura da Fogueira Santa de Israel, e resolvi participar. Deus operou o milagre em mim, pois,

livre dos problemas espirituais e deixei de ouvir vozes e barulhos; a insónia e as dores de cabeça constantes desapareceram. A

CHEGUEI AO CAOS TOTAL DE FICAR NUMA CAMA DOENTE, POIS, NÃO TINHA FORÇAS PARA VIVER! tornei-me numa nova criatura, com forças para viver. Eu que era uma pessoa cheia de medos, mudei completamente! Fiquei

EM BUSCA DO SONHO: Depois de 30 anos de sofrimento, Carla é hoje uma nova pessoa, realizada e feliz

instabilidade na vida financeira desapareceu também e, hoje, tenho trabalho certo, sou autónoma. Sinto-me livre, em

paz, realizada e positiva”, relata. E Carla continuou a perseverar e a buscar em Deus o seu maior sonho. “Sempre participo em todas as Fogueiras Santas, de livre vontade, porque sou uma pessoa revoltada e para mim tem que ser sempre mais! E, nesta última, sacrifiquei o meu tudo e o que eu quero estou a ter, ou seja, a ser realizada em todas as áreas da minha vida, principalmente, na sentimental. Era a última coisa que me faltava realizar, o meu maior sonho! De todos os problemas que me levaram à Igreja, este era o maior. Já em casa dos meus pais era uma vida infeliz a nível familiar, não havia aquele amor, paz e entendimento e isso passou a existir na minha vida. Mas agora há uma diferença, porque Deus colocou no meu caminho a pessoa dos meus sonhos e estou muito feliz! Já tenho o amor da minha vida! Vale a pena a pessoa fazer um sacrifício na Fogueira Santa de Israel, porque Deus responde! Ele quer 100% de nós e Ele responde 100%!”. CARLA ABRANTES – ÁGUEDA


reflexão 21 Para manter a Fazenda 1 Para realizar casamentos   Para realizar batizados Nova Canaã 2  Para (adultos) 22  a realização de Para dar aconselhamento cursos informáticos 3  matrimonial 23 Para aconselhar e apoiar  Para aconselhar e na escolha de uma carreira 4  acompanhar indivíduos profissional toxicodependentes 24 Para atendimento telefó Para aconselhamento nico 24 horas 5  Para pastoral 25  apoio a mulheres 6 Para participar na vítimas de abusos  Santa Ceia 26 Para apoio e aconselha Para a realização da mento a indivíduos depen7  unção com óleo dentes alcoólicos 8 Para visitas ao domicílio 27 Para visitas a lares de   9 Para visitas a doentes terceira idade  Para no hospital 28  dar alimento aos Para visitas a presidiários sem-abrigo 10  Para distribuição de 11 29 Para apoio em   cestas básicas às famílias catástrofes carenciadas 30 Para a realização de ati 12 Para distribuição de bens vidades lúdicas e desportivas  (roupas, mobílias, eletrodocom os jovens mésticos, etc.) a pessoas 31 Para aconselhamento  e campanhas na prevenção carenciadas do HIV 13 Para acolher o Instituto  Português do Sangue nas su32 Pelo transporte de pes

as instalações para a doação de sangue 14 Para ajudar a manter o Lar de Idosos Universal 15 Para a apresentação de crianças (não batiza crianças, somente adultos) 16 Para participar no Grupo de Jovens "Força Jovem" 17 Para a realização de orações 18 Para a entrada nas igrejas e participação nos cultos 19 Para a participação em Concentrações, em locais como: Coliseu dos Recreios, Pavilhão Rosa Mota, Estádios, Pavilhão Atlântico, etc. 20 Para ajudar a manter a Sociedade “Pestallozi” (presta assistência aos portadores da síndrome de Down)

     

soas com dificuldades de locomoção 33 Pelo estacionamento no parque da Igreja 34 Pelos Estudos Bíblicos realizados 35 Pela entrada e participação no maior Congresso Financeiro do País 36 Pela realização de funerais 37 Pela distribuição do Óleo Santo de Israel 38 Pelos cursos de Teologia (IBURD) 39 Pelos milagres que acontecem em todos os Centros de Ajuda espalhados pelo Mundo.

      

Só ensina às pessoas a VERDADE. O dízimo, como também as ofertas, são mandamentos bíblicos.

BISPO EDIR MACEDO

Vigilância constante na SALVAÇÃO

E

stais, pois, sobremodo vigilantes permanentemente para com a vossa vida espiritual e a vossa salvação. Esta é tão preciosa que não podemos colocá-la em risco por ninguém. “Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim” (Mateus 10.37). Portanto, a salvação é perseverar seguindo a Jesus, custe o que custar! Esta é mais importante do que tudo neste mundo. Não há nada mais importante do que a salvação da sua alma e o diabo sabe perfeitamente que nós, humanos, est a mos sujeitos sempre às emoções e aos sentimentos. Um exemplo claro disso é quando se pega uma criança nos braços, torna-se difícil a pessoa chegar e dizer: “eu não consigo amar mais a Deus do que ao meu filho, à minha filha”. Mas tem que ser assim! É o custo, não é brincadeira, não! Nós não estamos a brincar de fé, de igreja ou de religião. Estamos a tratar da salvação da nossa alma.

Acessos oficiais do

bispo Macedo:

bispomacedo.com.br/blog youtube.com/obispomacedo

twitter.com/BispoMacedo facebook.com/BispoMacedo

PROGRAMAS DE RÁDIO DIARIAMENTE  95.0 Fm 23H  Record Fm 107.7 23h30  Liz Fm 101.3 23H  Gaia Fm 95.5 23H

O cachorrinho manco mancando de forma visível. Imediatamente, o menino aponta para aquele cachorrinho e pergunta: “o que é que ele tem?”. O dono da loja explica que o veterinário o examinou e descobriu que ele tem um problema na junta do quadril, sempre mancará e andará devagar. O menino anima-se e diz: “esse é o cachorrinho que

E se você não tem temor para vigiar a sua salvação, então, pode ter a certeza de que, mais cedo ou mais tarde, vai cair fora, vai perder. No livro de Ezequiel 33.12-13, diz: “Tu, pois, filho do homem, dize aos filhos do teu povo: A justiça do justo não o livrará no dia da sua transgressão; quanto à perversidade do perverso, não cairá por ela, no dia em que se converter da sua perversidade; nem o justo pela justiça poderá viver no dia em que pecar. Quando eu disser ao justo que, certamente, viverá, e ele, confiando na sua justiça, praticar iniquidade, não me virão à memória todas as suas justiças, mas na sua iniquidade, que pratica, ele morrerá”. Isto significa o seguinte: mesmo se vivermos na justiça, na fé, na conquista, na santidade, na separação e sendo de Deus, no dia em que cairmos em tentação, que pecarmos e não houver arrependimento, não haverá volta para Deus e vamos perder a salvação. E tudo aquilo que fizemos não será de nenhuma valia diante de Deus. O que garante a minha salvação é eu permanecer na fé. Não brinque com a sua salvação, não a coloque em risco! Que Deus abençoe a todos abundantemente.

A salvação é perseverar seguindo a Jesus, custe o que custar!

História de sabedoria

Diante de uma montra, um menino pergunta o preço dos cachorrinhos à venda. “Entre 21 e 35 euros”, responde o dono da loja. O garoto tira uns trocos do bolso e pergunta: “eu só tenho dois euros. Mas posso ver os filhotes?”. O dono da loja sorri e chama Lady, que vem a correr, seguida de cinco bolinhas de pêlo. Um dos cachorrinhos vem mais atrás,

| 3i

mensagem

quero comprar!”. O dono da loja responde: “se, realmente, quiser ficar com ele, dou-lho de presente”. O menino fica transtornado e, olhando bem para a cara do dono da loja, diz: “eu não quero que mo dê. Aquele cachorrinho vale tanto quanto qualquer um dos outros e vou

e brincar contigo e com os outros cachorrinhos”. Aí, o menino baixa-se e puxa a perna esquerda das calças para cima, mostrando a sua perna com um aparelho para andar. Olha bem para o dono da loja e diz: “bom, eu também não corro muito bem e o cachorrinho vai precisar de alguém que entenda isso”. Muitas vezes desprezamos as pessoas com as quais convivemos diariamente, simplesmente, por causa dos seus “defeitos”, quando, na verdade, somos iguais ou pior do que elas. E sabemos que essas pessoas precisam apenas de alguém que as compreenda e ame, não pelo que elas podem fazer, mas pelo que são!

Muitas vezes desprezamos as pessoas com as quais convivemos diariamente, simplesmente, por causa dos seus “defeitos”

FOTO: D.R.

O Centro de Ajuda Espiritual (IURD) NÃO COBRA:

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

pagar tudo. Na verdade, dou-lhe os dois euros agora e 50 cêntimos por mês, até completar o preço total”. O dono da loja contesta: “ele nunca vai poder correr, pular


4i |

templo maior

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

mensagem

bispojulio.com

Quem PROVA vê!

AS GRANDES PROVAS PRECEDEM OS GRANDES SINAIS E MARAVILHAS, MAS QUEM NÃO ESTÁ DISPOSTO A PÔR À PROVA A PRÓPRIA FÉ, NÃO OS CONSEGUIRÁ VER absolutamente nada. “Guardai, pois, as palavras desta aliança e cumpri-as, para que prospereis em tudo quanto fizerdes” (Dt 29.9). Quando se põe à prova algum tipo de material, então, são feitos os mais duros e exaustivos testes. É passado pelo fogo, pelo frio, pela água e pela resistência às forças, enfim, a prova é para determinar a capacidade daquele determinado elemento. O mesmo acontece com a prova com Deus, a pessoa tem a oportunidade de demonstrar a sua capacidade e que, realmente, está disposta a ver a materialização daquilo que traz no seu interior. A oferta da prova com Deus não pode ser algo normal e que não exija esforço, pelo contrário, a oferta da prova é aquela que demonstra até onde a pessoa é capaz de ir pela realização dos seus objetivos e o que é capaz de fazer pelo que quer conquistar com Deus.

Já a acomodação ofende a Deus e a pessoa não consegue perceber que a sua inércia faz com que, pouco a pouco, tudo na sua vida vá parando, é como um congelamento de dentro para fora. O Espírito Santo é ativo, fogo e poder! E a pessoa acomodada é, em tudo, contrária a Ele. A acomodação ofende a Deus, pois é, exatamente, na provação que demonstramos que estamos vivos. Afinal, tudo o que Deus fez demanda prova, ação: a Terra gira e há sempre um novo dia depois de uma noite escura, mesmo porque, se o deixasse de fazer, a destruição seria inevitável. Mas, o que leva o Planeta a girar? É exatamente o que há no seu centro, no seu interior, é o fogo! Há um constante movimento no centro da Terra e até as rochas se movem. A pessoa acomodada apaga esse “fogo” no seu interior, deixando de haver novas coisas e caindo num marasmo. Um trabalhador acomodado deixa de crescer profissionalmente e acabará certamente desempregado; um casal acomodado, um dia, concluirá que quer o divórcio; um corpo acomodado envelhece mais rápido, deixa de ser ágil, fica mais vezes doente... Enfim, é, exatamente, no exercício da vida que conquistamos mais vida. No tocante à fé, é exatamente a mesma situação, pois quanto mais a praticamos, mais veremos novos resultados e novas conquistas. Há sempre “provas” na vida de quem mantém o fogo da fé no seu interior, é uma vivacidade incrível, que nada abate! Quando a pessoa rejeita a acomodação, está a afirmar para si mesma que continua viva, que o melhor na sua vida não é o que já conquistou, mas o que ainda está para vir. Por isso, é imprescindível a pessoa sempre investir na fé, dando estes 5 passos para a Eternidade: 1º. Desenvolva a sua relação com Deus – através da oração diária e a eficaz é a que se faz com sinceridade; 2º. Leia a Bíblia – um versículo é mais do que suficiente. Observe os verbos e respeite a pontuação. É a Palavra de Deus que nos torna fortes espiritualmente, porque é Ela que alimenta o nosso espírito – fé; 3º. Batismo nas Águas – mostrando, assim, a verdadeira entrega a CRISTO, sepultando a velha vida e começando uma nova; 4º. Desenvolva a sua Salvação – participando nas reuniões de quarta, de sexta à noite, dos Intocáveis e de domingo pela manhã; 5º. Dê o que CRISTO lhe deu – evangelizando, levando aos outros, gratuitamente, o que CRISTO lhe deu. “Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda a criatura”. POR SEU SERVO EM CRISTO, BP. JÚLIO FREITAS

ISTO

NÃO É PARA

ALGUNS, É PARA

FOTOS: DIOGO ALMEIDA

C

hamou Moisés a todo o Israel e disse-lhe: Tendes visto tudo quanto o SENHOR fez na terra do Egito, perante vós, a Faraó, e a todos os seus servos, e a toda a sua terra; as grandes provas que os vossos olhos viram, os sinais e grandes maravilhas” (Deuteronómio 29.2-3). Podemos ver que Deus prova a pessoa, antes de fazer grandes maravilhas. E muitos não alcançam estas grandes maravilhas porque não fazem uma prova com Deus e não usam a fé. Até dizem querer a saúde maravilhosa, a família em união, a economia estabelecida, o casamento realizado... Mas o que é que têm feito para que tudo isto se materialize nas suas vidas? Saiba que as grandes provas precedem os grandes sinais e maravilhas, mas quem não está disposto a pôr à prova a própria fé não os conseguirá ver. “Porém o SENHOR não vos deu coração para entender, nem olhos para ver, nem ouvidos para ouvir, até ao dia de hoje. Quarenta anos vos conduzi pelo deserto; não envelheceram sobre vós as vossas vestes, nem se gastou no vosso pé a sandália” (Dt 29.4-5). Quando provamos a nossa fé em Deus não nos falta nada, porque existe a coragem de colocar toda a força à prova, então, é mais do que de direito que, na sua vida, não lhe falte

TODOS!

 ISABEL BARBOSA ib.r@folhadeportugal.pt

T

odos os dias, na Igreja Universal do Reino de Deus, acontecem reuniões para pessoas que enfrentam algum tipo de problema, seja este espiritual ou físico. De segunda a sábado, bispos e pastores oram pela vida financeira, pela saúde, pela família, pela libertação e pela vida sentimental de todos que comparecem às reuniões. Mas, aos domingos, às 09h30 da manhã, o encontro é diferente!

Rodrigo Silva, realizou este encontro com orações e clamores pelas famílias, orientando sobre a importância de se provar a Deus e de não se acomodar.

PROVAR A DEUS? “Porque é que antigamente, na época bíblica, aconteciam tantas coisas maravilhosas, como o mar abrir-se; um homem ser lançado na cova dos leões e nenhum dano lhe suceder; três homens serem lançados numa fornalha acesa e cheia de fogo e não se queimarem... e, hoje, não? Se o

O ATO DE SE ACOMODAR É ESQUECER-SE DE QUE DEUS O/A CHAMOU PARA VENCER Para além das pessoas receberem orações para que haja solução para os seus problemas, acontece também a busca do Espírito Santo. Durante a “Cruzada de Poder e Milagres” são dadas orientações, à luz da Bíblia, para que todos mantenham a comunhão com Deus e tenham um preenchimento espiritual. Recentemente, no Templo Maior, matriz da Igreja Universal em Portugal, o orador, pr.

nosso Deus é imutável, ou seja, é o mesmo de ontem, de hoje e será para sempre”, afirmou o orador. Existem muitas pessoas que, mesmo acreditando em Deus, ainda não viram nas suas vidas todas as maravilhas que Ele é capaz de fazer. Mas, por outro lado, temos visto, nos dias de hoje, tudo o que Deus fez e está a fazer na vida de milhares de pessoas, em Portugal e no Mundo, as quais chegaram à


templo maior

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

| 5i

DEUS É IMUTÁVEL! ELE É

O MESMO DE ONTEM, DE HOJE E SERÁ PARA SEMPRE! POR ISSO, ELE CONTINUA A

QUERER FAZER GRANDES MARAVILHAS NA VIDA DO SEU POVO

Domingo 9h30 “Cruzada de Poder e Milagres”

A

Casos Verídicos HISTÓRIAS EMOCIONANTES E DRAMÁTICAS DE QUEM DECIDIU ENFRENTAR OS DESAFIOS

CAMINHO DA PURIFICAÇÃO: Todos os participantes na reunião atravessaram o corredor, composto por obreiros e por pastores, entregando nas mãos de Deus todos os seus problemas e preocupações, que os têm feito chorar e tirado a sua paz. Na oportunidade, todos foram aspergidos com água, que, durante três dias, foi consagrada no Altar, na fé de assim ficarem livres da doença, dos conflitos familiares, dos vícios, dos problemas financeiros...

! Igreja com a vida totalmente destruída e conseguiram reconstruí-la. Isso prova que o Deus do passado é o mesmo de hoje, que não está velho nem cansado e que as Suas maravilhas não são apenas para alguns, mas para todos. Então, porque é que isso não acontece? A resposta foi dada pelo pastor Rodrigo: “as grandes maravilhas só aparecem para aqueles que estão dispostos a pôr Deus à prova. Eles acreditam, mas também materializam a sua fé, através de atitudes que exigem esforço. A oferta de prova é aquela que

demonstra até onde a pessoa é capaz de ir pela realização dos seus objetivos”.

NÃO SEJA ACOMODADO/A “Saiba que a acomodação ofende a Deus. O Espírito Santo é ativo, fogo e poder! E tudo o que Deus fez demanda prova e ação. E a pessoa acomodada é, em tudo, contrária a Ele. A inércia da pessoa faz com que, pouco a pouco, tudo na sua vida vá parando, deixando de haver novas coisas e caindo na mesmice. Lembre-se que

é no exercício da vida que conquistamos mais vida. E com a fé é igual, quanto mais a praticamos, mais veremos novos resultados e novas conquistas. Quando a pessoa rejeita a acomodação, está dizendo a si mesma que continua viva, que o melhor na sua vida não é o que já conquistou, mas o que ainda está por vir”, finalizou o orador.

Fé em AÇÃO DINHEIRO RESTITUÍDO “Durante 22 anos, trabalhei num posto e quando mudou o gerente, transferiram-me para outro, prometendo-me que me pagavam o transporte. E não me deram nada! Recorri à Justiça, pedi apoio jurídico, mas não consegui

nada e para o processo entrar em tribunal tinha que pagar os custos e eu não tinha condições. Foi este o motivo que me trouxe à Igreja. Durante um ano, lutei pelos meus direitos, até que, no dia 11, esse valor foi depositado”. ALICE

Curada de uma colite ulcerosa

“Participo nas reuniões do Centro de Ajuda Espiritual há 17 anos. Cheguei enferma, com uma colite ulcerosa, o que origina diarreias muito fortes e constantes, ao ponto de não parar nada no meu estômago, nem sequer água, e de ter hemorragias. Não tinha qualidade de vida! Fui internada, fiz vários exames e diversos tratamentos, inclusive, tive uma equipa médica muito boa do meu lado. A minha mãe é enfermeira e a minha tia médica, mas nada resultou! Sofri durante um ano. Até então sempre tinha sido uma pessoa muito saudável, sem problemas de saúde, com uma boa alimentação e uma boa orientação, uma vida normal, trabalhava e, de repente, do nada surgiu esta doença. Cheguei a ser considerada um cadáver em pé! Segundo os médicos não tinha cura e, inclusive, prepararam a minha família para o pior. Nessa altura, fiquei desempregada. Tinha o curso de Relações Públicas e Publicidade e queria fazer a minha vida, mas não conseguia, pois não tinha forças! Esta doença afeta não só o físico como também o psíquico. E foi de tal forma que quase fiquei louca, até a morte desejei! Percorri muitos lugares, bruxaria, cartomancia, espiritismo, tudo... E nada resultou! Até que conheci o CdAE e foi uma colega da minha mãe que me trouxe, ao colo. Fui bem recebida, acompanhada, orientada naquilo que devia fazer e comecei a fazer a minha parte, a participar nas reuniões e a fazer a unção com o óleo santo. Duas semanas depois de ter entrado na Igreja, ouvi falar na Fogueira Santa de Israel e resolvi participar. Mesmo doente e desempregada, fiz uma prova com Deus, sacrifiquei todas as minhas economias, pois já estava farta de todo aquele sofrimento, de não ter uma qualidade de vida e de não fazer a minha vida exatamente como sempre quis. E falei para Deus: ‘ou o Senhor resolve esta situação, ou então me leva de uma vez por todas, porque eu não aguento mais, estou farta’. A minha cura não aconteceu como se de um passo de magia se tratasse, de um dia para o outro. Continuei a participar nas reuniões, a fazer a unção com óleo, perseverando e a doença foi desaparecendo. E a medicação também a fui deixando aos poucos e poucos. Hoje, estou curada e liberta. Inclusive, voltei a trabalhar e sou enfermeira!” FÁTIMA


6i |

templo maior or

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

Especial

congressofinanceiro.com

O que é? Este é o maior evento voltado para os trabalhadores, que tem lugar todas as segundas-feiras, em vários horários, de Norte a Sul do país. Milhares de pessoas têm-se deslocado a esta reunião com o objetivo de aprenderem a alcançar a mudança nas suas vidas

Seja uma pessoa de renome

“Para uma pessoa ser considerada de renome, teve que ultrapassar vários obstáculos na vida e fazer vários sacrifícios. Mas muitas pessoas não o são, tudo porque não querem passar por esses sacrifícios”

irá ser apenas mais um. Sendo assim, e segundo o pr. Rodrigo, se se conseguir dominar a si e à sua vida profissional conseguirá dominar qualquer problema que apareça. “O homem perde o domínio das coisas quando deixa de ser fiel a Deus, ou seja, a fidelidade a Deus faz-nos dominar”, esclareceu o orador.

UMA PESSOA DE RENOME “Ganhou Davi renome, quando, ao voltar de ferir os siros, matou dezoito mil homens no vale do Sal” (2 Samuel 8.13). “O que é uma pessoa de renome?”, perguntou o orador a todos os presentes. Respondendo, de seguida, que “é uma pessoa va lorizada, conceituada, respeitada, reconhecida, bem-sucedida, requisitada, líder, etc”. Segundo o pastor, uma pessoa de renome tem que ter duas principais caraterísticas: ser confiante e segura e, consequentemente, transmitir o mesmo ao próximo. “Existem muitas pessoas na Igreja que não transmitem segurança a Deus; que dizem ter fé, mas não transmitem confiança e que,

SEGUNDA-FEIRA

20H

UMA PESSOA DE RENOME TEM QUE TER DUAS PRINCIPAIS CARATERÍSTICAS: SER CONFIANTE E SEGURA

pr. Rodrigo Silva

DOMINAR E NÃO SER DOMINADO “Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio...” (Génesis 1.26). Segundo a Bíblia, o homem e a mulher foram criados para dominar, mas a realidade tem-se

mostrado um pouco diferente e muitos “têm sido antes dominados pelos problemas e, por isso, alguma coisa não está bem”, disse o pr. Rodrigo. E existem três pontos importantes a seguir sobre este assunto: primeiro, existem pessoas que nem se conseguem dominar a elas próprias e se não conseguirem, nunca conseguirão dominar os seus problemas. “Muitas pessoas quando têm que enfrentar os obstáculos, perdem o domínio e o equilíbrio, acabando por atrapalhar ainda mais”, explicou o pastor. O segundo ponto que tem que dominar é a sua área profissional, pois se não dominar o seu trabalho

O perigo de ser ansioso Segundo explicou o pr. Rodrigo aos presentes, existe um defeito que uma pessoa não deve ter que é ser ansiosa pois, esse é um dos problemas que a impede de chegar ao Espírito Excelente. E tal como está escrito no livro da quarentena: “vivemos num Mundo ansioso devido às dívidas, ao quotidiano, ao trabalho e até a morte causa ansiedade”. Uma pessoa tem que ter noção de que tudo chega no seu devido tempo, nem antes nem depois, conforme explicou o orador: “quem tem um Espírito Excelente tem essa consciência”. O livro de Filipenses (4.6) explica exatamente isto: “não andeis ansiosos de coisa alguma: em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças”. Pois, “quando cremos fervorosamente nos nossos objetivos, então, ‘derretemos’ a ansiedade. Esta quarentena é para você ter este Espírito Excelente e você terá!” concluiu o pr. Rodrigo.

FOTOS: D.R.

A

passada reunião das “Conquistas Financeiras” foi diferente, desta vez juntamente com o pastor Rodrigo Silva estiveram presentes mais seis pastores e bispos, os quais pediram pela realização financeira na vida de todos os presentes. A mensagem desta vez foi dividida em três partes: uma em que o pastor explicou aos fiéis que o homem e a mulher foram feitos para dominar na vida; a outra envolveu a história bíblica de Davi, que se tornou num homem de renome; e, por fim, falou-se sobre a ansiedade, problema que impede as pessoas de alcançarem o Espírito Excelente.

FOTO: DIOGO ALMEIDA

 SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

quando surge um problema, pensam em desistir e dizem que Deus as abandonou”, explicou o pr. Rodrigo. A história bíblica de Davi conta que ele era um homem à margem e a quem ninguém dava valor, até ao dia em que este enfrentou um leão e um urso e os venceu, com confiança e segurança, e a única pessoa que assistiu a tudo isto foi Deus. Davi ganhou renome pela primeira vez através de Deus e, mais tarde, venceu também um gigante, que o fez ficar renomado perante uma nação inteira. “Se Deus não confiar em si, não o/a vai tornar numa pessoa de renome, porque, primeiro, você tem que ser renomado diante d’Ele, transmitindo-Lhe segurança”, exortou o pastor.


nacional onde o milagre ACONTECE

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

| 7i

TRÊS CIDADES um só propósito

Foram três reuniões, em três cidades diferentes, com dezenas de pessoas à procura do mesmo, ou seja, de através da fé, receberem uma orientação de vida, com base na Palavra de Deus e de força dada pelos pastores nos CdAE

UNIÃO EM SACAVÉM O pastor Rodrigo Silva foi convidado, recentemente, pelo CdAE em Sacavém, para dirigir uma tarde diferente para a população daquela zona. Tendo comparecido na reunião cerca de uma centena de pessoas e sido realizadas orações pelos

“MUITOS FORAM CURADOS NA HORA E PUDERAM TESTEMUNHAR A VERACIDADE DO PODER DA FÉ, NA VIDA DAQUELE QUE CRÊ”

CdAE em Alverca

FOTOS: CEDIDAS

CdAE em V. N. de GAIA

“Eu voltei!”

FOTO: CEDIDA

que sofreram ou sofrem com falta de saúde, pelas mulheres, pela vida financeira e pela família. Segundo o responsável por este Centro de Ajuda, “muitos foram curados na hora e puderam testemunhar a veracidade do poder da fé, na vida daquele que crê”.

DIA DA MULHER EM V. N. DE GAIA No CdAE desta cidade do

Norte, a reunião foi dedicada às representantes do sexo feminino, em homenagem ao “Dia Internacional da Mulher”. Tendo este evento ficado conhecido como a consagração das mulheres, pois, segundo o pastor Alex Silva, responsável por este Centro de Ajuda, “foi dada uma mensagem de fé e de orientação a todas a mulheres”. Houve ainda lugar para orações e mensagens de força

Leia aqui histórias de pessoas, que, por uma razão ou por outra, deixaram a presença de Deus, apenas para perceberem que sem Ele nada podem!

“A minha vida estava um fiasco” “Deixei a IURD por falta de transporte, pois como não tinha como estar presente, também deixei de ter vontade de ir e foi assim que me afastei.

Mas, quando observei que tudo o que tinha conquistado no CdAE se havia perdido e percebi que a minha vida estava um fiasco, decidi voltar! E enquanto estive

dirigidas a todas as presentes. Foi também partilhado o testemunho de Sandra, a qual está na Igreja há pouco mais de oito meses e já conseguiu ultrapassar várias batalhas, que lhe vinham a destruir a vida há já vários anos. “Após o testemunho, todas foram convidadas a buscar o Espírito Excelente na ‘quarentena do Espírito Excelente’”, concluiu o pastor Alex.

“...percebi que a minha vida estava um fiasco e decidi voltar...” afastado, não estive noutra igreja. Hoje, estou de volta e sinto-me realizado, com vontade de servir e de conhecer cada vez mais a Deus. Agora sei que o meu lugar é com Jesus, porque encontrei o meu rumo! Estou feliz e sinto-me bem por ter voltado”. CARLOS PIEDADE – COIMBRA

FOTO: CE DIDA

A

lverca, Sacavém e Vila Nova de Gaia foram três cidades do país que reuniram, no início do mês de março, dezenas de pessoas à procura da libertação para as suas vidas. Em Alverca, a “concentração de fé” foi ministrada pelo pastor Hélio Silveira, que recebeu todos os fiéis, orando e pedindo em favor das suas vidas. Durante a mensagem, o pastor também quis mostrar o caminho da esperança, especialmente nestes dias que se apresentam extremamente difíceis para a maioria dos portugueses.

CdAE em Sacavém

“Devemos ser fortes e não fracos perante as situações da vida, pois todo aquele que tem um Espírito Excelente é forte”, disse, tomando como base a passagem bíblica de Ezequiel (36.26): “Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne”.

FOTOS: CEDIDAS

 SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

DEPOIS: O jo voltar, quan vem decidiu do importância percebeu a de tudo tinha perdid o que o


Moradas

 Centros de Ajuda Espiritual em Portugal Continental e Ilhas Leiria

Grande Lisboa Mafra (Núcleo)

Rua Capitão Mouzinho de Albuquerque, nº 105

Rua José Silvestre, nº 8 a 12A (junto ao stand de automóveis antigos – Av. do Convento)

Rua General Alves Roçadas, nº 4

Casal de Cambra

Rua de Santarém, nº 14

Templo Maior

Rua João Villaret, lt. 11, lj. 7 (junto ao centro comercial Ramada)

Loures

Rua Dr. José Espírito Santo, 36 - Chelas (próximo da estação de metro) São Carlos

Azambuja Lar Idosos

Rua Dr. Manuel Arriaga, nº 16, r/c

Rua Projetada à Rua Dr. Sousa Martins, lote C

Pontinha

S. João do Estoril

Estrada Militar, s/n (próximo do supermercado Europa)

Rua Sacadura Cabral, nº 102C (centro comercial Galiza)

Alhandra

Cascais

Rua dos Combatentes, nº 10B

S. João da Talha

Rua D. Afonso Henriques, nº 80, 1º

Alvalade

Rua Acácio de Paiva, nº 25B, r/c

Sacavém

Rua Salvador Allende, lt. 16, 2º e 3º

Amadora Rua Heróis da Aviação, nº 2C (perto do Parque Central)

Av. 25 de Abril, nº 25 (antigo cinema Oxford)

Carnaxide

Praceta Fernando Pessoa, nº 4B, armazém 3

Trajouce

Largo do Rossio Pequeno, 2 S. Domingos de Rana

Rio de Mouro

Benfica

Av. Gomes Pereira, nº 39A

Calçada da Rinchoa, lt. B1 (ao lado do Polisuper; a 100m da estação de comboios)

Ajuda

Mira Sintra

Calçada da Boa Hora, nº 180

Queluz

Rua Elias Garcia, lt. 44

Reboleira (Núcleo) Rua do Militar, 57 Reboleira Sul

Império Alameda D. Afonso Henriques, nº 35

Av. Bombeiros Voluntários, nº 66 - Agualva Cacém

São Marcos

Rua Projetada à Rua do Cotão Velho, Armazém B

Torres Vedras

Praceta da Fraternidade Universal, nº 28A

Massamá

Rua Passos Manuel, nº 45

Carregado

Praceta Tristão Vaz Teixeira, edifício Comercial Palmeiras

Marinha Grande

Braga

Rua César Augusto Gonçalves Ferreira, nº 5/7 (em frente à feira)

Almada Av. 23 de Julho, nº 14/16/18 Cova da Piedade

Costa da Caparica

Av. Afonso de Albuquerque, nº 201

Miratejo

Av. 25 de Abril, nº 33 (centro comercial Miratejo)

Malveira

Casal do Marco

Peniche

Quinta do Conde

Largo dos Aviadores, nº 16D (próximo da rodoviária)

Santarém Largo Comendador, nº 01 (no antigo LIDL, por cima da Fábio Lucci)

Rua Altamira, nº 57, r/c

Famalicão

Olhão

Rua António Macedo, nº 22/22A (zona Industrial)

Av. Cova dos Vidros, nº 49 (próximo da junta de freguesia)

Baixa da Banheira Estrada Nacional 11, nº 243

Barreiro

Rua Almirante Reis, nº 74

Benedita

Rua 20 de Dezembro, nº 2, 1º (antigo cinema Estúdio)

Rua Actriz Amélia Rey Colaço, nº 3000

Barcelos (Núcleo)

Rua Dr. Manuel Pais, nº 69

Tomar (Núcleo)

Av. D. Nuno Álvares Pereira, nº 53

Guimarães

Vila Nova de Gaia

Águeda

Rua da Rasa, nº 230

Setúbal Av. 22 de Dezembro, nº 96/98 (antigo cinema)

Sines

Largo S. João de Deus, nº 7 (próximo do Castelo Vasco da Gama)

Vendas Novas (Núcleo) Rua General Cauta, nº 9

Estrada Nacional, nº 1

Albergaria-a-Velha

Nova abertura!

Rua 1º Dezembro, nº 17A, r/c

Viseu Rua Vila Lusitana, nº 15

Fundão

Espinho

Rua 8, nº 729 (cineteatro S. Pedro)

S. João da Madeira

Rua General Norton de Matos, nº 201 (ao lado da EDP)

Évora

Rua do Sota, nº 20

Figueira da foz

Rua Vasco da Gama, nº 47, r/c

Lagos

Rua Salgueiro Maia, lj. 15B (perto das Finanças)

Albufeira

Madeira -- Funchal Madeira F Rua

Castelo Branco (Núcleo)

Rua Gomes Freire, nº 48, r/c

Rua Dr. Brito Câmara, nº 33

Paredes

Rua Dr. João Abel de Freitas, edifício Estacada, nº 35

Rua Frei Espírito Santo, nº 3, r/c

Oliveira do Hospital Av. 5 de Outubro, nº 14

Av. Comendador Abílio Seabra, entrada 7 (centro comercial Vale do Sousa)

Machico

Ribeira Brava

Rua 6 de Maio, r/c, loja D (em frente ao hipermercado Sá)

Câmara de Lobos

Grande Porto

Estrada João Gonçalves Zarco, nº 108 (ao lado das bombas da Repsol)

Açores - Ponta Delgada Rua da Boa Nova, nº 5

Ilha Terceira Catedral da Fé: Rua Egas Moniz, nº 485

Rio Tinto

Penafiel

Rua Fernão de Magalhães, nº 272

Rua da Saudade, nº 126

Areosa

Bragança

Rua 3 de Maio, nº 285, Pedrouços

Trofa

Rua Dr. Francisco Felgueiras, nº 12/14 (ao lado do hotel Túlipa)

Lousã

Cantanhede

Matosinhos

Faro Faro

Av. Villagarcia de Arosa, 1038

Largo de São Sebastião, nº 10

Rua Padre Cruz, nº 22

Portimão Largo Gil Eanes, lt. A (próximo da estação de comboios)

Ovar

Rua Infante D. Henrique, nº 461 (ao lado da Trofa eléctrica)

Rua Dr. José Cardoso, nº 36 (a 50m dos bombeiros)

Urbanização Horta del Rei, lt. 11, lj. H (em frente ao tribunal, no pátio interior do centro comercial Del Rey )

Esmoriz

Rua Pedro Victor, 36

Coimbra Coimbra

Tavira

Rua de André Brum (ao lado dos bombeiros)

Beja

Av. das Descobertas, nº 23, cave (próximo da Seg. Social)

Av. Conserveira Sul, nº 12F

Estrada Nacional 18, edifício Fundabeiras, lj. 3 (sítio em Vale de Canas)

Rua Fernanda Seno, nº 20, Bairro Horta das Figueiras (próximo da Cruz Vermelha)

Portalegre

Loulé

Av. dos Descobrimentos, centro comercial Bela Vista, lj. 42B

Sesimbra (Núcleo)

Rua Cândido dos Reis, 65, r/c dt.

Rua Vicente Campinas, lt. 2, lj. A

Viana do Castelo

Av. D. Lourenço Peixinho, 181 (antigo Cinema 2002)

Alverca

Vila Real de Stº. António (Núcleo)

Alcobaça

Aveiro

Pinhal Novo

Rua Diogo Cão, nº 21

Rua Padre António Vieira, nº 141 (ao lado do centro comercial Charlot)

Rua da Indústria Corticeira, lt. 16E

Alcochete (Núcleo)

Quarteira (Núcleo)

Av. Imaculada Conceição, 567 (perto do supermercado LIDL)

Montijo Rua Doutor José Grilo Evangelista, nº 46, Urb. dos Barris (próximo dos bombeiros)

(ao lado da GNR)

Rua de Leiria, nº 46 Lugar do Lameiro

Rua Comandante José Luís de Pina, nº 169 (em frente à escola Egas Moniz)

Largo José Maria Santos, nº 21, lj. B

Rua Professor Clara Passos Esteves, nº 38

Rua da Cordoaria, Qt. das Cordas, nº 42 - Vale dos Gatos

Rua Raúl Proença, nº 25/27

Av. Teófilo Braga, nº 40A (perto das Finanças)

Samora Correia

Cruz de Pau

Bombarral (Núcleo)

Cacém

Rua Afonso Henriques, nº 83C (rua da estação)

Caldas da Rainha

Rua Gil Eanes, nº 1

Rua Dr. João de Barros, nº 14

Entroncamento

Edifício Choupal, bloco D, r/c

Avenida José Antunes Batista, 6B (junto à praça de táxis)

Mercês

Quinta do Alto Casais da Margana

Moita

Santo Tirso

Rua Ângelo Andrade, lj. 18 (centro comercial Carvalhais)

Rua Dr. Afonso Lopes Vieira, nº 28

Odivelas

Rua Herdança, nº 143

Pombal

Rua Almirante Reis nº 76 (em frente à Farmácia Barros)

Póvoa Stº. Adrião

Póvoa de Varzim

Vila Real

Av. 1º de Maio, nº 261 (próximo do sinaleiro)

Av. Álvaro Martins Homem, nº 12 (em frente à Mitsubishi), Angra do Heroísmo

Nova abertura!

Faial (Núcleo)

Rua do Mercado, 35B, Horta Info: Veja também estas moradas em iurd.pt, onde poderá ver mapas detalhados da localização das mesmas para maior facilidade em encontrar o Centro de Ajuda mais próximo de si.

PUB

24 HORAS DISPONÍVEIS EXCLUSIVAMENTE PARA SI!

Nós podemos ajudá-lo/la!


sociedade em foco DESEMPENHO

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

|9

Um estudo revelou que o desempenho dos alunos poderá estar diretamente ligado com as habilitações dos pais. E outro sublinhou essa mesma ideia, acrescentando que 70% dos resultados depende também do trabalho das escolas

Pais formados igual a filhos competentes?

“Perspectivas Diferentes sobre o Desempenho das Escolas Secundárias Portuguesas” 303 escolas públicas (2009/10)

Conclusão do 12º ano (com 17 anos)

60% são raparigas;

1/5 de alunos

com apoio social;

40% dos pais

tem, pelo menos, o secundário e profissões qualificadas;

14,6 alunos

é a média por turma do secundário;

12 alunos

por professor do quadro;

6 dias por ano

FOTOS: D.R.

é a taxa de absentismo, em média, de um docente por ano.

 SARA DAMÁSIO sd.r@folhadeportugal.pt

D

ois estudos e duas conclusões, com base no mesmo universo e no mesmo tema de análise. A questão é saber se existe influência direta do tipo de habilitações dos pais no desempenho escolar e profissional dos filhos. Um dos estudos – “Estudantes à Saída do Secundário” – foi feito com base num inquérito a 57,9% dos alunos matriculados (45.472), em 691 escolas com ensino secundário. Este foi da autoria do Observatório dos Trajectos dos Estudantes do Ensino Secundário e do Gabinete de Estatísticas e Planeamento da Educação, do ministério da Educação. Concluiu-se que mais de metade dos alunos vindos de famílias com ensino superior ou secundário tem médias acima dos 15 valores, ao contrário de um terço dos alunos que têm a mesma média vindos de famílias que apenas frequentaram o 1º e o 3º ciclos. Apenas 2,2%

de Lisboa, concluiu que: 30% dos alunos tem melhores resultados nos exames do secundário por ser filho de licenciados e pelo fator idade, enquanto que os outros 70% depende do trabalho feito pelas escolas. SUCESSO DEPENDE Cláudia Sarrico, uma das DAS ESCOLAS investigadoras do estudo, justificou O segundo estudo – “Perspectivas o mau desempenho dos alunos Diferentes sobre o Desempenho com base nas escolas que vivem das Escolas Secundárias “à sombra da bananeira”, ou seja, Portuguesas” – promovido pelo aquelas que têm desempenhos Instituto Superior de Economia superiores à média nacional, mas e Gestão da Universidade Técnica nunca superiores ao esperado, mesmo por causa das APENAS 2,2% DE caraterísticas da escola e dos alunos. Por outro lado, ALUNOS COM FAMÍLIAS existem outras que estão COM O 1º CICLO ATINGE mal posicionadas no que NOTAS DE VALOR IGUAL diz respeito aos resultados dos exames, com alunos OU SUPERIOR A 18 provenientes de meios socioeconómicos frágeis e que apresentam resultados acima da média do esperado. A investigadora, com a ajuda de mais três docentes, usou para o estudo os resultados dos

dos alunos com famílias com o 1º ciclo atinge notas de valor igual ou superior a 18, enquanto que mais de 12% dos alunos com pais licenciados consegue atingir essas classificações.

exames nacionais do secundário de português e de matemática e a taxa de conclusão do 12º ano dos cursos científico-humanísticos, no ano letivo de 2009/2010. O passo seguinte foi cruzar esses dados com as variáveis: idade dos alunos; formação académica e

profissão dos pais; caraterísticas das escolas; número de alunos por turma; percentagem de raparigas; alunos com apoios sociais; taxa de progressão e de conclusão do secundário; número de alunos por professor de quadro; e a taxa de absentismo dos docentes. PUB


10 |

PORTUGAL EM XEQUE

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

EMPRESAS PÚBLICAS

Cortam nas chefias, mas salvam

Poupanças anuais com salários de chefias intermédias já ultrapassa os 5 milhões, mas os cortes só incidem sobre os escalões mais baixos

Nos níveis intermédios da CP (N3 e N2) há compensações: na s empresas do Estado terceira categoria (com salários de já começaram a fazer 5 mil euros), os 50 chefes foram uma “lipoaspiração” às reduzidos a quatro. Já na segunda centenas de cargos de diretores categoria mais alta (com salários e chefias intermédias que de 5,4 mil euros), os 35 cargos que empregam, respondendo assim às existiam, em 2010, vão passar a 46, ordens do Orçamento do Estado, o até ao final do corrente ano. qual obriga a uma redução de 20% Outro exemplo a salientar é o da TAP. De setembro até nestes cargos no setor empresarial ao final de 2010, a companhia público, noticia o jornal i. Numa questão de meses, cortou em 9,36% as suas chefias cinco das maiores empresas de intermédias – passando de 171 capitais públicos conseguiram MAIS CORTES SÓ NOS para 155 – o que ainda ficou a meio caminho de cumprir as identificar 95 diretores ou chefes CARGOS MAIS BAIXOS dispensáveis, segundo os planos Vejamos o exemplo da CP, cujo regras do Orçamento de Estado. já entregues no Ministério das plano de cortes, já fechado, foi Considerando os salários médios Obras Públicas. Contudo, este consultado pelo i. A empresa quer praticados na empresa para estes cargos, há uma poupança CINCO DAS MAIORES EMPRESAS DE CAPITAIS de 1,08 milhões/ano. Só que os cargos mais altos PÚBLICOS CONSEGUIRAM IDENTIFICAR da TAP sofreram pouco – os 20 responsáveis 95 DIRETORES OU CHEFES DISPENSÁVEIS intermédios, que ganham número ainda fica aquém dos passar de 147 chefes para 100. Na mais de 6,5 mil euros mensais, 20% exigidos pelo Governo. Os categoria mais elevada de chefias passaram a 18. Ou seja, das 16 cargos a eliminar ao longo do intermédias (a N1), onde o salário chefias que desapareceram na ano representam ainda menos de médio é de 5,6 mil euros mensais, TAP, 13 foram cortadas nos níveis 17% do total dos 568 lugares de os cargos passam de 34 para 31. Já mais baixos da empresa. direção nas empresas que, até ao na categoria mais baixa de chefia momento, apresentaram os seus (N4), onde o ordenado médio OS EXEMPLOS CONTINUAM planos de cortes – ou seja, TAP, é de 4,6 mil euros, a redução é A Transtejo vai reduzir as chefias CP, Metro de Lisboa, Transtejo maior: de 28 passarão a existir orgânicas de 39 para 31 e aqui e Carris. Segundo as contas do apenas 19, até ao final do ano. os dois níveis superiores ficam  ISABEL BARBOSA ib.r@folhadeportugal.pt

A

Os cortes nas chefias FOTO: LUSA/JOSÉ COELHO

FOTOS: LUSA/INÁCIO ROSA/MIGUEL A. LOPES/TIAGO PETINGA

altos cargos jornal acima citado, tendo por base os cortes individuais, mas também os salários de cada nível hierárquico, as cinco empresas vão poupar 5,8 milhões de euros/ano com a eliminação de chefias. No entanto, estas medidas são um “copo meio cheio”, uma vez que os cargos que estão a ser cortados são os menos remunerados. Portanto, a “dieta” não está a atingir os mais importantes, os quais ganham, em média, 5,3 mil euros mensais.

Categoria N1 (salário de 5,6 mil euros) de 34 para 31 cargos Categoria N2 (salário de 5,4 mil euros) de 35 para 46 cargos Categoria N3 (salário de 5 mil euros) de 50 para 4 cargos Categoria N4 (salário de 4,6 mil euros) de 28 para 19 cargos

Chefias intermédias (salário de 6,5 mil euros) de 20 para 18 cargos Das 16 chefias que desapareceram, 13 foram cortadas nos níveis mais baixos da empresa

Dois primeiros níveis (salário superior a 2 mil euros) de 15 para 12 cargos

CP: A empresa quer passar de 147 chefes para 100. Mas na categoria mais elevada de chefias intermédias, onde o salário médio é de 5,6 mil euros mensais, os cargos só passam de 34 para 31

FERNANDO GOMES: Presidente dos Caminhos de Ferro de Portugal – CP

FERNANDO PINTO: Presidente da TAP

com pouco mais de um terço do esforço, pois passam de 15 para 12. Já no terceiro nível hierárquico, os 17 chefes vão passar a 12. Porquê? Nos dois primeiros níveis, os Terceiro nível hierárquico (salário de menos de 1,5 mil euros) – de 17 para 12 cargos

Nível hierárquico mais alto passou de 13 para 14 cargos Chefias de 4ª linha (salário até 3,5 mil euros) – de sete cargos para zero

Chefias superiores – de 19 para 14 cargos

salários são superiores a 2 mil euros mensais e nos restantes não chegam a 1,5 mil euros mensais. Este panorama repete-se em quatro das cinco empresas. No Metro de Lisboa, cujo plano também já está concluído, os cortes ignoram o nível hierárquico mais alto (que passou de 13 cargos para 14) e faz incidir os cortes nas chefias de 2ª, 3ª e 4ª linhas. Estas últimas, que têm os salários mais baixos da pirâmide,

NA TAP OS 20 RESPONSÁVEIS INTERMÉDIOS, QUE GANHAM MAIS DE 6.500 EUROS MENSAIS, PASSARAM A 18 até 3,5 mil euros mensais, desaparecem por completo. Contas feitas, dos 17 chefes que o Metro de Lisboa vai cortar, 12 são dos escalões mais baixos. Na Carris, os cortes prometidos nas chefias superam os 20% impostos pelo Governo. Mas a sua estrutura já era a mais reduzida. A empresa passou de 19 para 14 diretores. Também a ANA (Aeroportos de Lisboa) já iniciou cortes, mas ainda só acabou com dois cargos.


portugal em xeque

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

| 11

Baixas fraudulentas

 JOÃO FILIPE jf.d@folhadeportugal.pt

O

FOTO: LUSA/JOANA SARAMAGO

O Estado português está a apertar a “malha” da fiscalização das baixas médicas dos funcionários públicos, pois existem muitos a utilizar mal e de forma abusiva este direito

Este foi um problema que veio a alastrar cada vez mais, com o passar dos anos, e que nunca nenhum Governo conseguiu solucionar. As baixas fraudulentas poderiam ter um custo para o Estado de 4 milhões de euros,

direito à baixa médica foi uma das conquistas de abril, uma vez que o subsídio que o trabalhador recebe, quando tem de se ausentar do trabalho por motivo de doença, só passou a ser pago após a revolução. Porém, AS BAIXAS FRAUDULENTAS logo surgiram os que começaram a fazer uso PODERIAM TER UM CUSTO abusivo deste benefício, PARA O ESTADO DE o que tem vindo a 4 MILHÕES DE EUROS contribuir também para o défice do Estado português. tendo sido descoberto que, entre Entretanto, a Segurança Social janeiro e outubro do ano passado, começou a apertar a fiscalização foram processadas 67.485 baixas às baixas na função pública, pois médicas falsas, o que representa sempre se ouviu falar de pessoas um acréscimo deste expediente de que tinham mais de 22 dias de cerca de 44%, segundo noticiou férias, graças às baixas que iam o JN. Isto não quer dizer que arranjando durante o ano, pois são apenas pessoas que estão de se fosse tudo contabilizado daria, baixa sem estarem doentes, mas, muitas vezes, por volta de 40 dias. sobretudo, porque foram detetadas

SEGURANÇA SOCIAL: Começou a apertar a fiscalização às baixas na função pública, descobrindo que, entre janeiro e outubro do ano passado, foram processadas 67.485 baixas médicas falsas

baixas pagas de forma incorreta. E muitos dos trabalhadores do Estado têm sido convocados para juntas médicas, isto se existir a suspeita de abuso destes nas

baixas. Estes são, desta forma, reavaliados a fim de se confirmar se existe ou não motivo para a referida baixa. Só que, afinal, as juntas médicas são também o

novo expediente usado antes de se processar o primeiro pagamento da baixa médica. E a anulação das baixas médicas ficou a dever-se não só ao facto de muitas pessoas estarem aptas para o trabalho, mas também de algumas terem faltado à convocatória para comparecer perante a junta médica. MUDANÇAS O mais importante é que o emprego dos dinheiros públicos deve ser mais rigoroso, para que, desta forma, o défice da República portuguesa possa, de facto, diminuir pelo lado certo, ou seja, no da despesa, e assim deixe de ser necessário o aumento da já pesada carga fiscal. Contudo, a despesa corrente do Estado deve ser também diminuída, de forma a que não seja necessário a emissão de dívida pública para fazer face às despesas do dia-a-dia do país. E seria ainda muito importante que as obras públicas não tivessem mais as derrapagens que se têm verificado, porque, como diz o povo na sua sabedoria, “grão a grão enche a galinha o papo”. PUB


12 |

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

reportagem especial

FOTOS: EPA/KIMIMASA MAYAMA/STR/ LUSA/ EPA

NO JAPÃO

DEPOIS DE UM SISMO E DE UM TSUNÂMI DEVASTADORES, o país vê-se a braços com uma CRISE NUCLEAR. A Autoridade de Segurança Nuclear francesa classificou o acidente nuclear em Fukushima 1 de nível de gravidade 6, numa escala de um a sete  ISABEL BARBOSA ib.r@folhadeportugal.pt

O

Japão foi sacudido por um sismo de magnitude 8,9 e varrido por um tsunâmi, no dia 11 de março, que devastaram o país. As autoridades nipónicas lutam, agora, sobretudo para tentar conter a ameaça nuclear que representa a central nuclear de Fukushima 1, a 250 quilómetros a nordeste de Tóquio, seriamente danificada. Dos seis reatores da central, quatro registam problemas graves. As explosões fizeram disparar os níveis de radioatividade que – afirmaram as autoridades – “poderão ter impacto na saúde humana” dentro do perímetro definido de 30 quilómetros em torno da central. A Agência Internacional de Energia Atómica (IAEA), a quem

o Japão já pediu ajuda para lidar com esta crise nuclear, como mandam os procedimentos internacionais, aponta os níveis de radiação em mais de 400 milisieverts, quatro vezes mais do que o necessário para provocar cancro e 400 vezes maior do que o limite legal. O medo de uma nuvem

a radiação, empurrando-a para o Oceano Pacífico, não implica, no entanto, o fim dos receios. Por isso, mantém-se a zona de exclusão de 30 quilómetros à volta da central para pessoas e aviões. A população, num raio entre os 20 (zona interdita) e os 30 quilómetros da central, foi

MANTÉM-SE A ZONA DE EXCLUSÃO DE 30 QUILÓMETROS À VOLTA DA CENTRAL NUCLEAR. NA ZONA INTERDITA, A POPULAÇÃO FOI ACONSELHADA A NÃO SAIR DE CASA radioativa acabou por ser mitigado com o anúncio da redução dos níveis radioativos. A chegada do vento, que dispersou

aconselhada pelas autoridades a não sair de casa, a não ligar sistemas de ventilação que puxem ar do exterior e a nem

sequer estender a roupa na rua.

OS SISMOS DE MAIOR MAGNITUDE NO MUNDO DESDE 1900 O sismo registado no Japão, de magnitude 8,9 na escala de Richter, foi o quarto maior do Mundo e o segundo maior no país

Chile, a 22 de maio de 1960 (magnitude 9,5); Alasca, na baía do Príncipe William, a 28 de março de 1964 (magnitude de 9,2); Norte da ilha de Sumatra, a 26 de dezembro de 2004 (magnitude 9,1); Chile, em fevereiro de 2010 (magnitude 8,8); Equador, em 1906 (magnitude 8,8); Alasca, em 1965 (magnitude 8,7); Norte da ilha de Sumatra, em 2005 (magnitude 8,6); Tibete, em 1950 (magnitude 8,6); Alasca, em 1957 (magnitude 8,6).

O 3º PRODUTOR DE ENERGIA NUCLEAR O Japão é o terceiro maior produtor mundial de energia nuclear, a seguir aos Estados Unidos e à França, assegurando por essa via um terço da sua eletricidade, segundo dados divulgados pela agência noticiosa oficial da China. Citando a Fonte: USGS (Serviço Geológico norte-americano) IAEA, a agência refere que o Japão começou a produzir energia nuclear naqueles três países. na década de 1960, detendo hoje A Rússia, berço do primeiro 54 reatores, enquanto a França reator nuclear, em 1954, figura tem 58 e os Estados Unidos em quarto lugar, com 32 reatores, têm 104. seguindo-se a Coreia do Sul (21), Quase metade dos 442 a Índia (20), o Reino Unido (19), reatores nucleares em atividade o Canadá (18), a Alemanha no Mundo está concentrada (17) e a Ucrânia (15).

OS NÚMEROS O sismo moveu a ilha doJapão 4 metros e fez deslocar o eixo da Terra

25 centímetros.

 O terramoto ocorreu quando a crosta terrestre se rompeu numa

área de cerca de 400 quilómetros de comprimento e de 160 de largura, e as placas tectónicas se moveram mais de 18 metros.  A imprensa internacional estima em 180 mil milhões de dólares (cerca de 3% da riqueza produzida no Japão) os custos da recuperação japonesa.  Quase 10% da produção industrial nipónica está paralisada. Entre as indústrias mais afetadas encontram-se a tecnológica, de que o Japão é líder mundial, a automóvel e a eletrónica de consumo.  Cerca de 400 mil habitantes já foram evacuados da região de Fukushima.  Estima-se que mais de 20 mil pessoas tenham morrido. FOTOS: EPA /LUSA/EPA


PUB

SÁBADO 26/03 ÀS 14:30 - CAMPO PEQUENO

CAMINHADA DA MULHER

NA lUtA PElOS SEUS DirEitOS

O SilÊNCiO - É ACEitAr PArtiCiPE - ADQUirA jÁ A SUA t-Shirt PrEçO/UNiD. 5 € - PArtE DO VAlOr rEVErtErÁ PArA UMA iNStitUiçãO DE SOliDAriEDADE iNSCriçÕES:: tM. 918 613 029 :: t. 210 346 009 Email. ressoar@recordeuropa.com www.ressoar.org.pt

Organização

Apoios


14 |

olhar feminino

DOMINGO

20 • MARÇO • 2011

TENDÊNCIAS PRIMAVERA/VERÃO 2011

FLORES GRANDES

O poder das

Já as mulheres mais altas e magras poderão recorrer a estampados cujo volume das flores seja maior e mais denso

fl res

FLORES E RAMAGENS: A ganga é uma boa opção para combinar com peças com apontamentos floridos

De todos os tipos e cores, os padrões floridos estão na moda este verão  ISABEL BARBOSA ib.r@folhadeportugal.pt

O

verão 2011 será muito AS REGRAS mais feminino, pois, Nos estampados florais, tal como em todos os ouas flores surgirão tros, há algumas regras que decomo pano de fundo desta ve seguir. Se ainda não alcançou estação, aparecendo das o seu peso ideal ou se a altura não mais diversas formas: é o seu forte, opte por um padrão fol hagens, hibiscos floral de tamanho médio, sem ser havaianos, em traços muito carregado. Contudo, não se abstratos, em formas esqueça de que é possível adapmiúdas (liberty), grandes em

CRÓNICA...

“O

que é que será que ela está a pensar de mim? Será que me entendeu? Ah, porque já fui muito mal interpretada!”. Ou talvez, venha outro pensamento: “não vou falar isso, porque vai levar-me a mal. É melhor deixar passar, um dia, vai dar-se

COM ACESSÓRIOS O padrão floral, pelo seu lado mais romântico, pede uns sapatos mais leves. Para uma boa harmonia, experimente combiná-lo com uns saltos de madeira, umas sabrinas ou umas sandálias rasas. Os acessórios também deverão ser mais sóbrios, sem grandes brilhos

.

a beleza de rosas, margaridas, hibiscos, folhagens... O padrão floral está muito associado a um lado mais romântico da moda, o qual, através de saias mais rodadas, tecidos leves e cores pastel, surge como uma das tendências- c h ave d e s t a estação. Aposte nele, em tons vivos e fortes. E as opções são as mais diversas possíveis.

.R D S:

efeitos de aguarela, misturadas ou individuais, aplicadas, estampadas ou bordadas. As marcas renderam-se ao poder das flores e colocaram-nas em todo o tipo de peças – vestidos, saias, blusas, casaquinhos, calças, bolsas, sandálias, lenços... Até o guarda-roupa masculino ganhou

tar peças com este padrão a um sem fim de estilos

TO FO

O PADRÃO FLORAL, ASSOCIADO A UM LADO MAIS ROMÂNTICO NA MODA, É UMA DAS TENDÊNCIAS-CHAVE DESTA ESTAÇÃO

VALORIZE CERTAS ZONAS Lembre-se ainda de que os tecidos estampados tendem a chamar mais a atenção, por isso, use-os nas zonas do seu corpo que mais quer valorizar. Os florais também podem ajudar a definir a silhueta. As pequenas flores com fundo mais escuro dão uma afinada, já as grandes adicionam volume. Quem tiver um corpo do tipo triângulo invertido (ombros mais largos do que os quadris), deve usar florais grandes em saias, calças e shorts. Já quem tiver o corpo do tipo triângulo (quadril mais largo do que os ombros), deve apostar em grandes florais em blusas, camisetas e tops.

VIVI FREITAS

O que é que ela pensa de mim? conta!”. Passam os anos e aquela impressão, ou aquela verdade, que não foi dita, fica ali dentro de si, remoendo, porque quando olha para ela, imediatamente se lembra do que viu, continua a ver e não tem coragem de dizer. Mas, afinal, porque é que as pessoas se importam tanto

com o que os outros pensam a seu respeito? E porque é que muitos fogem da realidade e da sinceridade? Porquê? Será que a verdade é assim

tão inimiga? Ou será que é porque prefere ficar longe da verdade, para se poupar de “pequenos problemas”? Houve uma coisa que

sempre cuidei na minha vida, talvez pela educação que me foi dada, que por mais que enfrentasse alguma adversidade por parte de qualquer relacionamento (amigos, “E PORQUE É QUE MUITOS FOGEM DA família ou colegas), REALIDADE E DA SINCERIDADE? PORQUÊ? SERÁ sempre aprendi que o maior problema QUE A VERDADE É ASSIM TÃO INIMIGA?”

poderia ser eu mesma. Com isso, aprendi a cobrar muito mais de mim e a mudar em relação aquilo que estava a vivenciar. Não me importava com o que as pessoas iriam dizer, se pensavam que estava certa ou errada, agarrava aquele problema bem dentro de mim, para lutar contra aquilo. Com isso, aprendi a investir em mim e a “esticar-me”. vivifreitas.blogspot.com


PUB


AGENDASEMANAL

20 anos em Portugal a compartilhar a Palavra de Deus

“MULHERES E HOMENS SÁBIOS”

FOTOS: EPA

“Porque se levantará nação contra nação, e reino, contra reino. Haverá terremotos em vários lugares e também fomes. Estas coisas são o princípio das dores” (Marcos 13.8) O Mundo está a sofrer intensas mudanças e isso deveria servir para sacudir, também, o íntimo dos seres humanos, para que estes se libertem da sua inércia espiritual. Por isso, se deseja cuidar da sua salvação e dar aos outros a oportunidade de serem salvos, PARTICIPE!

No Templo Maior e no CdAE mais perto de si! DOMINGO, ÀS 18H

›››

ESTAMOS 24 HORAS DISPONÍVEIS PARA O/A ATENDER!

LIGUE AGORA!

ESTAMOS ABERTOS

7 DIAS POR

SEMANA EM 110

LOCALIDADES Não somos de aparências, nem estamos a tentar impressionar ninguém. O que você vê é aquilo que somos, um Centro de Ajuda realista que acredita que a vida de qualquer pessoa pode mudar para melhor, de facto, não apenas mudar, mas ser totalmente transformada. Estamos abertos diariamente, fique à vontade para nos fazer uma visita em qualquer dia da semana, faremos os possíveis para ajudá-lo/a no que precisar.

SEMANA DE 20

A 27 D E M A R Ç O

›››

SEGUNDA-FEIRA Conquistas Financeiras

SEXTA-FEIRA Limpeza Espiritual

Sucesso e desenvolvimento da sua empresa, casos na justiça, pagamento de dívidas, desemprego, imigração...

Má sorte, maldições, energia negativa, insónia, pesadelos, inveja, bruxaria...

TERÇA-FEIRA Saúde Restaurada

SÁBADO

Causas Impossíveis-8H Problemas que aos olhos humanos já não têm solução

Doenças, dores, problemas de saúde persistentes...

Grupo Jovem-15H

Um encontro direccionado para os mais jovens

Terapia do Am♥r-19H

QUARTA-FEIRA Cura Interior Desenvolva a sua vida espiritual e força interior, através da leitura da Palavra de Deus

QUINTA-FEIRA Reunião das Mulheres que Influenciam Orientação para relacionamentos a resolução de conflitos familiares

TODAS AS QUARTAS-FEIRAS, PELAS 20 H , NO E STUDO B ÍBLICO , O B ISPO J ÚLIO F REITAS ESTARÁ A

Problemas sentimentais, brigas constantes no casamento...

DOMINGO

CRUZADA DE PODER E MILAGRES

7h30 / 9h30

Sessão do Desbloqueio- 15H

Mulheres e Homens Sábios- 18H

RESPONDER A UMA DAS QUESTÕES COLOCADAS .

PARTICIPE

E OIÇA TAMBÉM

A RESPOSTA À SUA QUESTÃO .

PODERÁ ENVIAR A SUA DÚVIDA:

De SEGUNDA a SEXTA às 7H, 10H, 12H, 15H E 20H (EM TODAS AS REUNIÕES, TEMOS DISPONÍVEL ACONSELHAMENTO ESPIRITUAL!)

Pessoalmente: Poderá deixar a sua questão no Templo Maior

Correio: Rua Dr. José Espírito Santo, nº 36 - 1950-047 - Lisboa E-mail: info@iurd.pt Telefone: 707 301 221 As dúvidas serão esclarecidas, durante o Estudo Bíblico, todas as quartas-feiras, às 20H, no TEMPLO MAIOR

TEMPLO MAIOR

CDAE mais perto de si

Rua Dr. José Espírito Santo, 36 CHELAS (PRÓXIMO

DA ESTAÇÃO DE METRO)

PUB


Jornal nº 378