Page 1

Informativo

Informativo da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital - ano 1 - número 11 - dezembro/2010

ABRID organiza workshops sobre RIC O Conselho Nacional dos Diretores de Órgãos de Identificação (Conadi) realizou em Curitiba (PR) a quinta etapa do RIC Workshops Regionais. O encontro aconteceu no dia 30 de novembro e contou com a organização da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital (ABRID).  O evento percorreu todas as regiões do país, com o objetivo de aproximar a realidade dos órgãos estaduais de identificação às discussões que vem ocorrendo em Brasília sobre o Registro de Identidade Civil (RIC). Várias autoridades participaram, entre elas, diretores de Institutos de Identificação dos estados, secretários de Segurança Pública, autoridades do Instituto Nacional de Identificação (INI), Instituto Nacional de Criminalística (INC), Departamento de Polícia Federal, Comitê Gestor do RIC e Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).

Edson Rezende, dir. de Identificação Digital da ABRID (centro), e representantes dos Institutos no Comitê Gestor

“A realização destes Workshops proporcionou o debate em torno das diferentes realidades dos estados e dos desafios para a implantação da nova identidade brasileira, o que é fundamental para o sucesso do projeto RIC”, afirmou o diretor de Identificação da ABRID, Edson Rezende. A primeira etapa ocorreu na região Nordeste, em Recife (30/09). Em outubro, foi a vez da capital paulista, onde se reuniram os representantes da região Sudeste (14/10) e, em seguida, a capital federal sediou a etapa Centro-Oeste (27/10). A quarta edição do evento ocorreu em Belém (PA), no dia 19 de novembro. Para o vice-presidente do Conadi, Jandir Carneiro Leão, a realização dos encontros foi importante em diversos aspectos. “Esclarecemos dúvidas a respeito da participação do Tribunal Superior Eleitoral e a parceria que será estabelecida com os Institutos de Identificação. Outro ponto

Representantes dos Institutos da Região Sul e integrantes do Comitê Gestor

importante é que conhecemos a realidade de cada estado e o que está sendo desenvolvido em cada um deles”, acredita. As empresas que patrocinaram os encontros foram: Akiyama, Antheus Tecnologia, Datacard Group, GD Burti, Gemalto, Iafis do Brasil, ICE Cartões, Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, Intelcav, Montreal Informática, Oberthur e Safran Morpho.

EU FAÇO PARTE »» 3M DO BRASIL »» AKIYAMA CORPORAÇÃO »» ANTHEUS TECNOLOGIA »» ARJOWIGGINS SECURITY »» BAYER MATERIAL SCIENCE »» BIOLÓGICA SISTEMAS »» BMP DO BRASIL »» CASA DA MOEDA DO BRASIL »» CERTISIGN »» CODE CIPHERS DO BRASIL »» COGENT SYSTEMS, INC »» CR CONSULTORIA »» DATACARD GROUP »» EDITORA ALTEROSA »» GD BURTI »» GEMALTO »» HOLOGRAM INDUSTRIES »» IAFIS »» ICE CARDS

»» IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO »» INDRA DO BRASIL »» INFINEON TECHNOLOGIES »» INTELCAV »» IXLA »» JDSU UNIPHASE CORPORATION »» LASER CARD CORPORATION »» MONTREAL INFORMÁTICA »» NEC BRASIL »» NXP SEMICONDUCTORS »» OBERTHUR TECHNOLOGIES »» OVD KINEGRAM »» SABIC INNOVATIVE PLASTICS »» SAFRAN MORPHO »» SERASA EXPERIAN »» SMARTRAC »» TCI BPO »» THOMAS GREG »» TRÜB AG »» VALID


A última etapa do 8º Fórum de Certificação Digital (8º CertForum) ocorreu em Belém (PA), no dia 18 de novembro. O objetivo do evento tem sido aprofundar as questões debatidas no ano passado, como as aplicabilidades do certificado digital e do Registro de Identidade Civil (RIC). O CertForum é uma realização do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) e a organização é da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital (ABRID). O diretor de Identificação Digital da ABRID, Edson Rezende, participou como moderador da mesa “O Cenário do RIC e da Certificação”. Para Rezende, o evento é uma oportunidade de conhecer as iniciativas e políticas públicas que estão sendo desenvolvidas no setor. “O CertForum é importante não só para tratar de questões técnicas, mas também para que as pessoas conheçam projetos importantes que estão sendo implantados no Brasil, como o RIC, a nova identidade dos brasileiros”. Além de Belém, as etapas regionais do CertForum ocorreram nas cidades de Belo Horizonte (08/04),

Rio de Janeiro (06/05), Recife (20/05) e São Paulo (30 /06). O evento de Brasília aconteceu de 08 a 10 de junho, e reuniu, pelo segundo ano consecutivo, o CertForum com o Encontro Nacional de Identificação, resultando no II Congresso da Cidadania Digital. A Assessora de Comunicação do ITI, Denise Direito, ressaltou a importância das edições regionais do evento. “As etapas regionais são muito importantes porque permitem o intercâmbio de informações e propiciam o conhecimento das diferentes realidades dos estados em relação à certificação digital e suas implicações”, afirmou. A etapa Belém teve apoio da Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa), Banco do Estado do Pará (BANPARÁ), SEBRAE e Secretária de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia do Pará. As empresas associadas à ABRID que patrocinaram o evento foram Akiyama, Casa da Moeda do Brasil, GD Burti, Gemalto, Iafis do Brasil, Intelcav, Montreal Informática, Oberthur Technologies, OVD Kinegram, Safran Morpho, Thomas Greg & Sons e Valid.

Nacional

O ano de 2010 foi um período de grandes realizações para a ABRID. A Associação completou 3 anos e, atualmente, conta com a participação de 39 grandes empresas, além das várias parcerias com Célio Ribeiro - presidente executivo da ABRID órgãos de Governo. Desenvolvemos nossa missão de representar as associadas e, ao mesmo tempo, defendemos iniciativas que vão garantir qualidade e segurança à sociedade. Apoiamos projetos que representam modernidade e cidadania, entre eles, o Registro de identidade Civil (RIC), que será lançado ainda este mês. Cerca de 100 mil brasileiros receberão os primeiros cartões em policarbonato, com dois chips e dotados de itens de segurança, como a certificação digital que garante segurança às transações via internet. A concretização do projeto RIC é resultado de muito trabalho dos Três Poderes da República: Executivo, Legislativo e Judiciário e também da iniciativa privada que, por meio da ABRID, trabalhou duro e apoiou todas as iniciativas e providências necessárias para tornar realidade este momento histórico. Organizamos o II Congresso da Cidadania Digital, as etapas do 8º CertForum e levamos Workshops sobre o RIC a todas as regiões do país. Estes eventos disseminaram conhecimento e propiciaram o debate de idéias sobre as novas tecnologias e suas implicações. O reconhecimento de nossos esforços veio de várias formas, entre elas, duas importantes vitórias. Em novembro recebi o prêmio ID People Awards 2010 na categoria The ID Leadership Award, uma importante premiação internacional na área de identificação digital. Também fui agraciado com a comenda Medalha Mérito Legislativo da Câmara dos Deputados. Compartilho estas premiações com todos aqueles que defendem uma identificação moderna e segura para os brasileiros, e que garanta a todos, sem exceção, a cidadania. É por estas e outras conquistas que alcançamos ao longo do ano, que vemos 2011 como o início de uma década extremamente positiva para o setor. Esperamos continuar trabalhando e que, juntos, possamos contribuir para o crescente desenvolvimento do nosso país e para o efetivo exercício da cidadania.

Artigo

Belém sedia etapa do 8º CertForum

Juntos pela cidadania


Gemalto ganha o Prêmio de Inovação 2010 no Fórum Europeu de Nanoeletrônicos A Gemalto, líder mundial em segurança digital, anuncia que o projeto CATRENE* Trusted Secure Computing venceu o “Prêmio de Inovação 2010” no Fórum de Nanoeletrônicos em Madri. O fórum é o maior evento na Europa em microeletrônicos e aplicações incorporadas e este prêmio demonstra a capacidade de inovação da Gemalto no acesso à Internet e gestão da identidade móvel. O projeto, liderado pela Gemalto e compreendendo um consórcio de 15 membros, explorou possíveis extensões dos conceitos de Trusted Secure Computing. Em um futuro próximo, as tecnologias desenvolvidas neste projeto serão a base da segurança da computação em nuvem. Isso permitirá que as organizações garantam que seus aplicativos

internos estão funcionando em servidores confiáveis e sendo usados por empregados autorizados. Os consumidores também poderão verificar o nível de confiança de cada máquina para, por exemplo, poder usar qualquer aparelho de TV para acessar serviços e-Banking ou e-Government de forma segura. Os resultados do projeto Trusted Computing Secure levaram a ofertas tangíveis, com um número de empresas mundiais já implementando a tecnologia. Em especial, o Token de Segurança Pessoal da Gemalto e sua infra-estrutura relacionada criam um ambiente de confiança para acesso seguro a serviços de valor agregado na Internet, quer a partir de um computador, terminal móvel ou tela de TV.

“Esta respeitada distinção confirma ainda nossa experiência em trazer confiança e comodidade ao mundo digital e wireless”, declarou Tan Teck-Lee, Diretor de Inovação e Tecnologia da Gemalto. “Trusted Secure Computing fornecerá maior mobilidade de conteúdos, direitos e identidades digitais em múltiplos dispositivos diários, com o mesmo nível de confiança. Além disso, ele estabelece uma base para a Gemalto fortalecer soluções de segurança entre máquinas”.

*CATRENE: Cluster para Aplicação e Pesquisa Tecnológica na Europa em Nanoeletrônicos. O programa CATRENE é apoiado pela iniciativa pan-europeia EUREKA.

Colômbia adota novo passaporte de leitura mecânica O Ministério de Relações Exteriores da República da Colômbia realizou, este ano, a migração para um novo tipo de passaporte. A medida atende à resolução internacional N°A36-15 da Organização de Aviação Civil Internacional (ICAO), que determinou a mudança aos seus 190 países-membros. O objetivo é garantir a segurança e integridade dos documentos de viagem em todo mundo. O novo passaporte colombiano está sendo produzido pela Thomas Greg & Sons, 3M e Datacard Group. As três companhias, associadas à ABRID, venceram a licitação internacional realizada pela União Temporal Passaportes e possuem ampla experiência na produção deste tipo de documento. O modelo tem características especiais de desenho, impressão e materiais que correspondem a três níveis de segurança, impossibilitando a sua falsificação ou adulteração. Este documento acelera os trâmites migratórios porque a

zona de leitura mecânica facilita o processo de reconhecimento e registro dos passageiros no momento de entrar ou sair do país. Dessa forma, a redução no tempo de checagem é cerca de 50% por parte dos agentes de imigração. Até 24 de novembro de 2015 os cidadãos colombianos poderão continuar viajando com o passaporte regular anterior. Até lá, a maioria dos países do mundo já exigirá o uso de passaportes de leitura mecânica. Sobre as empresas Desde 1969, a Thomas Greg &Sons Colômbia é a empresa encarregada pelo desenho e processo de fabricação dos passaportes neste país. Neste ano, iniciou-se a transição do passaporte anterior para o novo modelo de passaporte de leitura mecânica, numa quantidade de produção mensal de aproximadamente 60 mil passaportes. A 3M é fabricante do policar-

bonato, material utilizado na folha de dados do passaporte. Esta folha inclui personalização gravada a laser e 3 níveis de segurança, e está apta para inspeção eletrônica. A Datacard Group é a empresa fabricante da impressora industrial adquirida pelo Ministério das Relações Exteriores para elaboração dos passaportes de leitura mecânica. A impressora tem capacidade de personalizar 200 passaportes/hora. Esta capacidade pode ser ampliada ou atualizada de acordo as necessidades do Ministério.

Novo passaporte colombiano


3M vai emitir carteiras de motoristas do Arkansas nos EUA Sistema completo desde a captura dos dados até a emissão do documento

A divisão de Sistemas de Segurança 3M foi premiada com um contrato de sete anos com o estado do Arkansas nos Estados Unidos, para fornecer uma solução completa para carteiras de motorista do estado. Com o acordo, a empresa irá fornecer serviços de cadastro (incluindo a captura biométrica), a validação do cidadão e personalização dos documentos, bem como treinamentos para os funcionários públicos, serviços e manutenção do sistema. “Este sistema nos dá uma solução completa para a emissão eficiente das carteiras de motoristas’”, disse Tonie Shields, Administrador do escritório de serviços para motoristas do Departamento de Finanças e Administração de Arkansas. “A 3M tem capacidade comprovada de integrar efetivamente todos os componentes necessários para este sistema, do começo ao fim”. Como um estado que adota um sistema de emissão diferenciado, o Arkansas irá produzir carteiras de motoristas no local da DMV e entregar no mesmo dia em que é solicitado. Para concluir este procedimento, a 3M ir á fornecer as ferramentas necessárias para a DMV. Uma vez que as informações são capturadas, o sistema da 3M transfere os dados necessários para a impressora, onde o cartão é impresso e os recursos de segurança são adicionados e o cartão é entregue ao requerente. No caso dos

Carteira de motorista do Arkansas nos EUA funcionários precisarem de ajuda com o sistema, a 3M irá fornecer um número 0800 para oferecer um serviço, onde técnicos serão localizados em todo o estado. A empresa está projetando procedimentos de treinamentos a serem utilizados pelos empregados, personalizados e adequados para a função de cada indivíduo. A 3M também oferece uma facilidade de personalização para a produção de cartões nos Estados que atendam aos requisitos REAL ID. “A 3M tem sido um fornecedor de longa data no mercado de materiais de segurança para as carteiras de motoristas dos EUA, e com esta vitória agora estamos utilizando nosso amplo conhecimento e capacidade para fornecer uma solução total”, disse Clint Hinze, gerente de desenvolvimento para o mercado de carteiras de motorista dos EUA, Sistemas de Segurança 3M.

Expediente Presidente: Célio Ribeiro - Jornalista responsável: Valquiria Lima (8880/DF) Tiragem: 2.000 exemplares - Periodicidade: mensal - Contato: (61) 3234-6282 Projeto gráfico e diagramação: Infólio Comunicação - www.infoliocom.com - (61) 3326 3414.

Indra disponibiliza solução de cadastro para linhas e redes de distribuição de energia A Indra, uma das principais multinacionais de Tecnologia da Informação da Europa e da América Latina, reforçando sua posição de liderança em serviços de TI para o setor elétrico no Brasil, está disponibilizando uma solução que permite às distribuidoras atender, até o prazo limite de 31 de janeiro de 2011, à nova sistemática de controle patrimonial dos ativos de rede imobilizados em serviço. Por conta das normas do PRODIST (Procedimentos de Distribuição), que disciplinam o relacionamento entre as distribuidoras de energia elétrica e demais agentes dos sistemas de distribuição, as concessionárias estão obrigadas a fornecer à ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) o cadastro georeferenciado completo das linhas e redes de distribuição. A partir de janeiro de 2011, este cadastro tem que estar adequado a um modelo padrão - o chamado Banco de Dados Geográfico da Distribuidora (BDGD). A solução desenvolvida pela Indra permite extrair os dados do sistema de cadastro da empresa distribuidora e transformálos no formato estabelecido pela agência reguladora, garantindo confiabilidade e rastreabilidade de informações de ativos. Assim, a prestação dos dados do BDGD e sua sincronização com a base do Controle Patrimonial ocorrem sem necessidade de customização da base georeferenciada para a adaptação e integração com o sistema de gestão (ERP).

info 11 - 2010 DEZ  

» 3M DO BRASIL » AKIYAMA CORPORAÇÃO » ANTHEUS TECNOLOGIA » ARJOWIGGINS SECURITY » BAYER MATERIAL SCIENCE » BIOLÓGICA SISTEMAS » BMP DO BRASI...