ESF.ON N.º 21

Page 1

www.esfelgueiras.org

esf on revista

Escola Secundária de Felgueiras 21

06

2022


esf on revista

DIRETOR: Inácio Lemos, mlemos@esfelgueiras.org REDAÇÃO

Chefe de Redação: Armanda Sousa, asousa@esfelgueiras.org Redação: Cláudia Pimenta, Inês Silva, Bárbara Teixeira, Angelina Silva Cláudia Pimenta

Colaboradores: Rosa Guimarães, Armanda Sousa, Ofélia Ribeiro, Pedro Tribuzi, Moisés Pires, Lia Santos Clarisse Lemos, Hugo Morais, Ana Felgueiras

Revisão e tradução de Texto: Ofélia Ribeiro

ARTE

Diretor de Arte: Inácio Lemos, mlemos@esfelgueiras.org Designer: Cláudia Pimenta, Inês Silva, Bárbara Teixeira, Angelina Silva

Bárbara Teixeira

FOTOGRAFIA E VÍDEO

Diretor de Fotografia: Cláudia Pimenta Editor de Fotografia: Inês Silva, Bárbara Teixeira, Angelina Silva Editor de Vídeo: Cláudia Pimenta Inês Silva, Bárbara Teixeira, Angelina Silva

Colaboradores: Francisco Diogo, Diogo Pimenta, Samuel Gomes Produção Gráfica: Inácio Lemos, mlemos@esfelgueiras.org Angelina Silva

Administração: Anabela Leal, Emílio Esteves, Elsa Quadrado, Abílio Silva Conselho Editorial: Paulo Preto, Paula Magalhães Inácio Lemos Angelina Silva, Bárbara Teixeira, Cláudia Pimenta, Inês Leite Francisco Diogo, Diogo Pimenta, Samuel Gomes

SEDE: Administração, Redação e Conselho Editorial Escola Secundária de Felgueiras Av. D. Manuel Faria e Sousa 4610-178 Felgueiras Telf: 255 310720 - Fax: 255 310 729 esfelgueiras@esfelgueiras.org www.esfelgueiras.org

Inês Leite

ESF

esf on 2

scola ecundária elgueiras


ESF.ON STOP THE WAR

r o f y a r P ! e n i a r Uk esf on 3


É imprescindível garantir a disponibilidade e a gestão sustentável da água potável e do saneamento para todos esf on 4


EDITORIAL por Anabela Leal Diretora da Escola

De 27 de junho a 01 de julho de 2022, Portugal acolheu pela primeira vez a Conferência sobre os Oceanos das Nações Unidas, que tem como objetivo contribuir para a implementação de um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, estabelecidos pelas Nações Unidas em 2015. A Conferência é um apelo à ação pelos oceanos, exortando os líderes mundiais e todos os decisores a aumentarem a ambição, a mobilizarem parcerias e aumentarem o investimento em abordagens científicas e inovadoras, bem como a empregar soluções baseadas na natureza para reverter o declínio na saúde dos oceanos. Dos 17 objetivos identificados pelas Nações Unidas como determinantes para o desenvolvimento da humanidade e sustentabilidade do planeta, dois têm como elemento comum a água: o objetivo de desenvolvimento sustentável 14 «Conservar e utilizar de forma sustentável os oceanos, os mares e os recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável», que serve de mote a esta Conferência , e o objetivo de desenvolvimento sustentável 6: “Garantir a disponibilidade e a gestão sustentável da água potável e do saneamento para todos” Por coincidência, ou não, a água foi também o tema escolhido para a última edição deste ano letivo da revista ESF ON. As reflexões que levam a compromissos e ações que impactam sobre a vida de todos e de cada um de nós devem acontecer a nível global, mas também a nível local, a nível coletivo, mas também a nível individual. Nesse sentido, a escola foi e será sempre um espaço de partilha,

de reflexão e de aprendizagem que prepara o futuro coletivo que esperamos que seja sempre melhor que qualquer passado ou presente. Os textos que compõem este número da ESF ON são o testemunho desse trabalho de estudo e reflexão desenvolvido ao longo do ano letivo sobre esta temática e a tomada de consciência mais apurada de que não há nenhum organismo vivo na terra que não seja afetado pelos oceanos e pela problemática da disponibilidade e gestão sustentável de água potável. Esperamos que sejam também um instrumento de consciencialização, que influenciem comportamentos e nos façam praticar pequenas ações individuais que contribuam para o desenvolvimento de toda a humanidade e para a sustentabilidade do planeta. E porque agora o tempo é de pausa escolar, a todos os elementos da nossa comunidade educativa endereço um desejo e um apelo. Desejo que estes sejam tempos de pausa revigorante, de múltiplos convívios, passeios e descobertas. Apelo a que a vivência desses momentos se faça sempre com ações individuais de respeito e proteção do magnífico planeta que nos acolhe. Boas férias para todos!

esf on 5


INDÍCE Solidariedade 8

Semana da Saúde 8

esf on 6

Cidadania 10-11

Matemática 12-13


esf on

Escola Secundária de Felgueiras

www.esfelgueiras.org

revista

Erasmus 14- 19

Five O’Clock Tea 22

ESF VOZES 23 - 41

esf on 7


ESF.ON SOLIDARIEDADE

Semana da Saúdez A OMS define Saúde como o bem-estar físico, psicológico e social e não só

Cursos Técnicos de Comércio e Restaurante/Bar (12ºI)

ajudam crianças vítimas da guerra na Ucrânia

a ausência de doença ou enfermidade. Tendo por base esta perspetiva, o Clube da Saúde e a Equipa de Cidadania e Desenvolvimento, com a colaboração dos alunos das turmas de 9ºano, dos Cursos Profissionais de Cozinha/Restaurante-Bar e Auxiliar de Saúde mobilizaram a comunidade

No âmbito do Projeto de Cidadania e Desenvolvimento, realizou-se a atividade da

escolar para a importância do tema. Para essa mobilização contaram com a

Venda de Natal, que se concretizou no passado dia 7 de dezembro de 2021, no

parceria da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC).

átrio da loja do aluno, da responsabilidade da turma I do 12º ano, que engloba os

Assim, durante a semana da saúde (2 a 6 de Maio) realizaram-se várias

cursos profissionais de Técnico de Comércio e de Técnico de Restaurante/Bar. O

atividades, tais como:

resultado da venda dos vários produtos foi de 244,00€. O destino a dar a este

Palestras subordinadas a diferentes temas, desde a Saúde oral, até à

montante foi discutido e analisado pelos alunos da turma envolvidos nesta

alimentação saudável, obesidade e acidente vascular cerebral (AVC),

atividade, tendo estes considerado que o melhor a fazer seria, através da UNICEF

passando por questões psicológicas como ansiedade, depressão,

Portugal e do seu programa “Emergência Ucrânia”, ajudar as crianças vítimas do

bipolaridade e dependência emocional.

conflito armado que alastra naquele país.

Os alunos de algumas turmas do 9ºano realizaram cartazes, modelos 3D e

Nesse sentido, procedeu-se à transferência deste montante para aquele

receitas saudáveis que foram expostos.

organismo, no passado dia 30 de março de 2022, de modo a que a Escola

Decorreu ainda uma atividade de prevenção do HPV, desenvolvida em

Secundária de Felgueiras, através desta atividade e deste ato de cidadania,

parceria com LPCC, onde se realizou um quizz sobre o HPV e a sua

contribua para a melhoria das condições de vida destas crianças.

prevenção, distribuição de tatuagens temporárias que, com uma aplicação, davam informações sobre o tema e, por fim, os alunos puderam conversar A professora,

Anabela Silva Lopes

com uma enfermeira no sentido de esclarecer dúvidas. As finalistas da fase escolar do Campeonato Europeu Contra o Cancro participaram na fase regional que decorreu no Porto, na Biblioteca Almeida Garrett e cuja dinamização foi da responsabilidade da LPCC. No dia 6 de Maio houve ainda lugar para um lanche saudável, confecionado e servido pelos alunos do Curso Profissional Cozinha/Restaurante-Bar, um Peddy Paper sobre a saúde e um teatro designado de “Hospital dos Loucos” onde os alunos da turma do 10ºI (Curso Profissional de Auxiliar de Saúde) fizeram uma pequena sátira às funções do Auxiliar de Saúde. Todas estas atividades tinham como objetivo aumentar a Literacia em Saúde da comunidade escolar sensibilizando para a importância da prevenção das doenças, da promoção de um estilo de vida saudável e do autocuidado. Deolinda Mendes, Jaime Leandro

esf on 8


DIGA LÁ, Emílio Esteves

PERSONALIDADE ESTILO

Nasci no ano longínquo de 1967 na belíssima vila de Arcos de Valdevez, no Alto Minho e cresci na companhia da minha irmã, um ano mais nova, e da minha avó, uma mulher de guerra que educou os netos com valores e princípios. Ingressei na escola primária, ainda vi a Revolução de abril, mas, logo de seguida, por vontade dos meus pais, parti para os Estados Unidos, para a cidade de Newark, do outro lado do rio da Big Apple. Depois de sete anos num país com o qual pouco me identifico, voltei, em 1982, com o resto da família, à terra natal e, apesar do atraso evidente devido a muitos anos de ditadura, depressa me adaptei, conclui o ensino secundário em humanidades e fiz as malas rumo à universidade para ser professor de português e inglês. O sonho de criança estava no caminho certo! A cidade transmontana de Vila Real chamou-me e só pensava "Fica do outro lado do Marão, que longe"! Ainda sem o IP4, na altura em construção, passei na UTAD anos memoráveis com amigos e lições para vida. Devo mesmo muito a esses tempos! Segue-se a vida de docente, primeiro o estágio em Vila Real e depois a colocação em Felgueiras. Ao contrário da maioria dos meus colegas, não escapei ao serviço militar obrigatório e, a meio do ano letivo, rumei a Tavira e a Santa Margarida. Na altura, o meu sonho era voltar à terra natal, mas Felgueiras seria novamente o destino e, passados 31 anos, aqui estou na Esc. Sec. de Felgueiras, a minha segunda casa, sempre como elemento da Direção. E, apesar de atualmente viver em Vizela, depois de 20 anos em Braga, também em Felgueiras casei e há dois meses a família cresceu! Um adereço indispensável Relógio

Um prato favorito Polvo à Lagareiro Um filme Philadelphia com Tom Hanks

Um momento marcante nascimento da minha filha há dois meses (5 de maio de 2022) Desporto favorito Basquetebol (o que mais gosto de praticar); Futebol (o que mais gosto de acompanhar);

Um perfume Dior – Sauvage no inverno; Dior Sport no verão

Uma cidade para visitar Istambul

Uma bebida para ocasiões especiais Um bom vinho A viagem que mais a marcou viagem de 13 dias por Itália

Uma banda da adolescência Nick Cave and the Bad Seeds; REM; Echo and Bunnymen; Joy Division

Um livro que recomenda A Insustentável Leveza do Ser Milan Kundera

Personalidade/artista que admire Barack Obama

Uma aventura de sonho viagem pelas praias paradisíacas de Ásia (ex: Tailândia e Maldivas)

esf on 9


Muros com vida

Dia da Europa - 9 de maio Olimpíadas da Europa 2022

ESF.ON CIDADANIA

Nos dias 14 e 15 de junho, no âmbito do projeto Eco Escolas - Educação Ambiental e em coordenação com a docente de Educação Visual, Natércia Camelo, os alunos do 12.º ano do curso de artes participaram na atividade “Muros com Vida”, pintando uma imagem ilustrada em sala de aula por alunos do 9.º D numa das paredes do recinto da nossa escola. O objetivo principal foi promover a preservação e valorização dos ecossistemas, através da arte urbana. Numa primeira fase, o desenvolvimento do projeto envolveu alguma pesquisa orientada pela professora da disciplina de Educação Visual, nomeadamente, arte urbana, biodiversidade terrestre e marítima e trabalhos realizados com esta temática em anos letivos anteriores. O projeto foi reformulado e redesenhado algumas vezes, devido à necessidade de fazer algo que

Após dois anos sem a realização das Olimpíadas da

correspondesse aos critérios e fosse minimamente diferente do que já foi feito.

Europa devido à pandemia, a Câmara Municipal de

Relativamente à análise formal da imagem, o Tucano ocupa o primeiro plano,

Lousada voltou este ano à sua organização onde, uma

atribuindo-lhe grande importância e destaque, quer pelo tamanho, quer pelas

vez mais, a nossa Escola participou. Foram à fase final

cores. No fundo surge uma densa vegetação com predominância de cores

seis alunos da nossa escola que se realizou no dia 9 de

frias. A imagem representa uma região tropical com uma das espécies mais

maio na Escola Secundária de Lousada durante a

ameaçadas atualmente, pela destruição do seu habitat e pela sua

manhã, onde participaram mais 12 escolas da região Tâmega e Sousa. Com almoço oferecido pela Câmara Municipal de

comercialização. Numa segunda fase, a parede foi limpa e aplicada uma tinta primária para posteriormente receber o desenho feito com auxílio de giz e/ou pastel seco. Os coordenadores do projeto Eco-Escolas agradecem a todos os

Lousada, na parte da tarde, professores e alunos

intervenientes na concretização da atividade o seu empenho, dedicação e

dirigiram-se ao Centro de Interpretação do Românico

perseverança para que a mesma tenha sido possível concretizar com todo o

onde foram entregues os prémios aos vencedores e se

sucesso e brilhantismo.

assistiu à intervenção da deputada e ex-vereadora da CMLousada, Dra Cristina Moreira sobre a importância da inserção de Portugal na União Europeia e da união entre os países. Os presentes visitaram também o espólio do Centro de Interpretação e, no final, provaram o tradicional bolo de aniversário do Dia da Europa. Os prémios foram arrecadados pela nossa escola e pela Secundária da Lixa. O primeiro lugar foi para o nosso aluno Francisco Neto da turma 10.ºE e o terceiro lugar para o aluno Diogo Sousa, da turma 11.ºD, ambos tendo ganho um smartwatch cada. Parabéns a todos os participantes e, principalmente, aos vencedores. Lia Santos

esf on 10

Beatriz Silva Jaime Leandro


ESF.ON SANTIAGO DE COMPOSTELA Caminho de Torres: de Felgueiras a Santiago de Compostela No âmbito do projeto de Cidadania e Desenvolvimento, Caminho de Torres: de Felgueiras a Santiago de Compostela, concretizouse no dia 6 de junho a realização da etapa Rubiães-Gontomil, parte integrante do Caminho e visita à cidade de Valença, envolvendo as turmas 11.ºC e 12.ºG e 6 professores. Antes de dar início à caminhada houve a necessidade de reforçar as energias e esvaziar as bexigas para os 6 km de percurso com poucos declives e envolvendo floresta composta por carvalhos, salgueiros, não faltando também os eucaliptos. Entre os pingos da chuva, que ia e vinha, houve quem tirasse fotografias, cantasse, ouvisse música e até quem batizasse a capa da chuva. Deu para tudo! Após a caminhada, o destino foi a cidade de Valença que possui uma das principais fortificações militares da Europa, com cerca de 5 km de perímetro cujas muralhas se encontram muito bem conservadas. Delas se obtém uma vista fantástica sobre o Rio Minho e a cidade espanhola de Tui. A pausa para o almoço foi retemperadora, seguindo-se a realização do peddy paper interdisciplinar envolvendo as disciplinas de História, Geografia e Educação Física, permitindo aos alunos e professores conhecerem um pouco mais desta cidade que é um autêntico espaço de convivência galaico-minhoto e ponto comercial e turístico muito interessante. No fim, há que premiar as equipas vencedoras, uma equipa do 11ºC e outra do 12ºG, que ganharam t-shirts do Caminho de Torres. De regresso a Felgueiras, considera-se que esta experiência permitiu a convivência e a partilha de um vasto leque de aprendizagens nos vários intervenientes do projeto. A equipa

ESF.ON CIDADANIA

No seguimento da atividade do dia 6 de junho concretizou-se, no dia seguinte, o projeto para os alunos das turmas 11.ºD, 11.ºE, 11.ºF, 12.ºA, 12.ºC, 12.ºD e 12.ºF com a realização de uma pequena parte do Caminho de Torres e visita à cidade de Santiago de Compostela. O dia começou cedo, com saída da escola por volta das 8:00, para os 100 alunos e 11 professores, um dia que se avistava longo, tendo em conta o programa e as distâncias a percorrer. O início da caminhada, previsto para as 10:00, sofreu alguns imprevistos que foram naturalmente ultrapassados, nomeadamente o percurso a realizar. Assim, o que seria o início da caminhada em Fervenzas do Barosa (Cascatas do Rio Barosa) até Caldas de Rei, acabou por ser o fim do percurso de 6,5 km que começou algures onde os autocarros tiveram possibilidade de nos deixar. Valeu pelo local lindíssimo das cascatas onde todos aproveitámos para descansar, abastecer o estômago e pôr de molho os pés no spa natural. Ainda bem que ninguém tentou fazer slide! Continuando o programa, foi hora de embarcar com destino a Santiago de Compostela, uma cidade mundialmente famosa no que concerne a destino de peregrinação cristã, onde chegámos por volta das 14:00h. Fizemos uma pausa para almoço, que serviu para retemperar as energias para o peddy paper que se seguiu e que levou os nossos alunos a conhecerem melhor o centro histórico da cidade e o seu riquíssimo património. Houve um prémio final pelo que o empenho das equipas foi meritório tendo ganho t-shirts alusivas ao Caminho. Com o programa completo há que tomar o caminho de volta até Felgueiras, pois é sempre bom regressar a casa, de coração cheio! “O caminho fez-se caminhando…” A equipa

esf on11


ESF.ON MATEMÁTICA Olimpíadas da Matemática

Peddy Paper

Olá! Eu sou o Duarte do 7.ºB, tenho 13 anos e participei nas Finais Nacionais das XL Olimpíadas da Matemática. Ir às Finais das Olimpíadas da Matemática foi uma experiência muito boa. No primeiro dia já chegámos ao fim da tarde às Caldas da Rainha, serviu mais para conhecermos os colegas de quarto e quem é que fazia parte do nosso escalão. Nos segundo e no terceiro dias tivemos, de manhã, as provas, nas quais tínhamos 3 horas para responder a 3 (na segunda prova quatro) perguntas, sendo que a primeira eram 4 alíneas de escolha múltipla. Pode parecer simples, mas não era, pois na resolução cada minuto era importante e praticamente nenhuma pergunta era de resposta direta. Quando se entra naquela sala é como se não soubesses nada comparado com os outros que estão ali (houve pessoas que, na segunda prova, até choraram). Na primeira prova, a maioria das pessoas tirou a mesma nota, por isso é que a segunda prova foi tão importante para se decidir os medalhados. No terceiro dia, durante a tarde, fomos visitar a Vila de Óbidos, onde pudemos conhecer vários monumentos. No quarto dia, da parte de tarde, fizemos um Peddy Paper pela cidade de Caldas da Rainha. Foi uma atividade muito divertida. Ao longo dos dias almoçámos e jantámos na Escola Secundária Raul Proença (ESRP), uma escola antiga, onde ainda se usava o quadro negro, mas que era muito bonita (também foi lá que fizemos as provas). No último dia houve uma palestra sobre matemática, sobre como é que a usamos no nosso quotidiano e decorreu também a entrega das medalhas. Apesar de não receber nenhuma, o facto de ter estado entre os 30 melhores do meu escalão e do país já é uma conquista. No final houve um almoço de encerramento, com todos os participantes e onde também puderam estar os acompanhantes de cada um. Engraçado que pensamos sempre que quem gosta de matemática e quem é bom em matemática é “nerd”, mas, tirando um ou outro, todos pareciam pessoas normais com quem convivemos no nosso dia a dia. Por fim, apesar de não ter conseguido nenhuma medalha, foi uma boa experiência e, como já disse, só o facto de poder ter estado entre os 30 melhores do meu escalão do país já é uma conquista, por isso, fico feliz.

O Peddy Paper da Matemática 2022 foi uma excelente atividade. Foi um incentivo ao trabalho de grupo e em equipa, realizando exercícios físicos e mentais com raciocínios lógicos e espaciais. Como os exercícios eram variados tivemos de aproveitar as diferentes qualidades dos vários elementos da equipa. Durante a prova conseguimos realizar diversos exercícios de diferentes áreas da matemática com distintos procedimentos. Foi uma atividade diferente e muito divertida. Podemos constatar que a matemática não se limita a exercícios de sala de aula. Gostamos muito de participar!

Duarte Oliveira, 7º B

esf on 12

Gonçalo Sousa, 10º C José Pacheco, 10º C


ESF.ON MATEMÁTICA Peddy Paper No âmbito do Plano Anual de Atividades da escola, dinamizada pelo departamento de matemática, realizou-se no dia 3 de junho o Peddy Paper da Matemática, cujos objetivos principais eram os de fomentar o interesse e o gosto pela Matemática, envolver os alunos na aplicação prática e lúdica de conhecimentos matemáticos, promover as relações interpessoais e as dinâmicas de equipa e ainda o uso do digital no âmbito do PADDE da escola. Os docentes do departamento, imbuídos do espírito da desmaterialização nesta era do digital, criaram um Peddy Paper em que os questionários eram online, na plataforma Classtime. Para acederem aos inquéritos os participantes recorreram a QRcodes. Além disso, as equipas tinham tarefas onde criavam vídeos/fotos em que reproduziram conteúdos matemáticos. Esses materiais foram submetidos em Padlets pelas equipas. O desafio foi lançado pelos professores a cada turma das suas turmas que frequentam a disciplina de matemática e na sua concretização procurou-se conciliar atividades para aferir a destreza mental, o conhecimento da matemática em contexto e algumas atividades lúdicas para aferir a sua destreza física. Dividida em duas categorias, ensino básico e ensino secundário, a atividade teve uma expressiva participação, sendo importante realçar a participação em algumas equipas de um professor “Mentor”. No total participaram 68 equipas, repartidas pelo 3º ciclo (21 equipas) e secundário (41 equipas), envolvendo 270 alunos. A atividade promoveu a ocupação dos alunos em jogos didáticos e pedagógicos, bem como a noção da dimensão universal da linguagem matemática e permitiu divulgar a vertente lúdica e divertida da Matemática e em simultâneo expressar a relação entre essa vertente lúdica e o desenvolvimento do conhecimento e do raciocínio lógico. Foram momentos de muita diversão onde também foram trabalhadas competências digitais. A participação dos alunos no Peddy Paper da Matemática foi claramente positiva para todos os alunos participantes. O convívio e as vivências entre os alunos e entre professor-aluno foram francamente enriquecedores e gratificantes, tendo excedido as expetativas e cumprindo totalmente os objetivos que haviam sido traçados. Departamento de Matemática

esf on13


ESF.ON ERASMUS+

Gelsenkirchen 16 de maio a 20 de maio esf on 14


ESF.ON ERASMUS +

move to change

CHEF em Gelsenkirchen Com uma aterragem atribulada no Aeroporto de Dortmund, a nossa semana em Gelsenkirchen começou. Fomos recebidos pela professora Katja, que nos levou a um restaurante italiano da cidade. As pizzas e as pastas eram muito saborosas, contudo a lasanha deixou um pouco a desejar. De seguida fomos ver o belíssimo parque Stadtgarten Zeppelinallee no centro da cidade, rico em flores, com um lindo lago. Durante as manhãs, dirigíamo-nos para a escola Berufskolleg Königstraße, onde efetuámos diversas atividades, tais como um meet & greet com o intuito de nos conhecermos e um trabalho que abordava a herança gastronómica dos povos europeus. Tendo em conta a gastronomia, grande parte das refeições foram elaboradas pelos alunos, todavia em outras ocasiões degustámos comidas típicas de outros países, nomeadamente da Turquia. Em relação às tardes, conhecemos novos pontos turísticos/históricos, sendo mais notáveis o Veltins-Arena (estádio da famosa equipa futebolística Schalke 04), sendo que realizámos uma visita guiada ao mesmo. Além disso, visitámos o Gasometer Oberhausen, onde se destacam várias exposições em grande escala e um elevador de dez andares, o qual proporciona acesso a uma vista panorâmica no topo do edifício. Nos dias que se sucederam, conhecemos uma quinta de espargos (Spargelhof Kemna) e foi-nos apresentada uma ementa à base de espargos. Além disso, fomos ao Castelo Schloss Lembeck, que se localiza no meio de belas florestas e prados ricos em água do parque natural "Hohe Mark". Curiosamente, assistimos a uma tempestade que surgiu repentinamente. No penúltimo dia, cumprimos uma tarefa diferente atribuída pela professora Nora, que pôs à prova as nossas habilidades a nível de canto. Foi um momento caricato e didático, uma vez que percebemos as diferentes culturas musicais. Em seguida, procedemos à entrega dos certificados de participação. Em último, partimos para Colónia de manhã, de modo a usufruir e/ou explorar o que a cidade nos fornece. Nesse mesmo dia, visitámos a Catedral de Colónia, uma igreja católica de estilo arquitetónico gótico, o marco principal da cidade. Prosseguimos, então, para o aeroporto, a fim de embarcarmos para Portugal. Para concluir, reconhecemos que este projeto ERASMUS contribuiu para as nossas competências pessoais, sociais, profissionais, educacionais, etc. Serviu, igualmente, para observarmos novas culturas e ultrapassar fronteiras e quaisquer barreiras em relação a outros tipos de costumes. Posto isto, agradecemos à escola e aos professores presentes no projeto, por esta maravilhosa oportunidade.

Beatriz Moreira, 11º E Margarida Martins, 11º F Alexandre Teixeira, 11º F

esf on 15


ESF.ON ERASMUS+

Vălenii de Munte 16 de maio a 20 de maio esf on 16


ESF.ON ERASMUS +

move to change

EUROPEAN CREATIVE HACKATHON TO TRANSFORM US No âmbito do projeto Erasmus+ EUROPEAN CREATIVE HACKATHON TO TRANSFORM US, no qual participamos pela primeira vez, tivemos a oportunidade de ir em mobilidade a Vălenii de Munte, Roménia. No início houve algumas dúvidas relacionadas com a viagem, devido à barreira linguística e às inúmeras diferenças culturais entre Portugal e a Roménia. Mas logo vimos que esta iria ser uma semana fantástica, na qual tivemos a oportunidade de conhecer novos lugares, aprender sobre as diferenças culturais, gastronómicas e artísticas e fazer novos amigos. A mobilidade à Roménia permitiu alargar os conhecimentos de inglês, visitar imensos lugares interessantes e desenvolver a interculturalidade, porque muitas pessoas (através do seu comportamento e abordagem humana) nos deram lições de tolerância, respeito por outras pessoas e culturas. Através desta mobilidade fizemos novas amizades, conhecemos pessoas que jamais esqueceremos e que iremos recordar, para sempre, com muito carinho. Adorámos todos os lugares que visitámos e todos os momentos que passámos com as professoras e com as novas amigas e amigos. Gostaríamos de agradecer à Escola por esta oportunidade e, às professoras Luísa e Susana, a bondade e o apoio demonstrados. Nunca devemos desistir deste tipo de oportunidades que a nossa Escola nos “oferece” e ficaremos sempre gratas às pessoas que tornaram esta experiência possível, agradável e frutífera. Esta foi uma das melhores experiências das nossas vidas, do ponto de vista pessoal e como estudantes. Esperamos um dia lá poder voltar e experienciar muitas mais coisas! Maria Carolina Dias Maria Luís Teixeira Vânia Fernandes

esf on 17


ESF.ON ERASMUS+

Sicília 6 de junho a 10 de maio

esf on 18


ESF.ON ERASMUS +

move to change

Job Shadowing – Projeto ENNE Entre 6 e 10 de junho, no âmbito do projeto ENNE, a formadora Clarisse Lemos realizou uma mobilidade sob a forma de job shadowing (acompanhamento / observação no posto de trabalho), à escola IPSSAT "Rocco Chinnici", na cidade de Nicolosi, que se situa na ilha da Sicília, em Itália. Após o descanso de uma longa viagem, o primeiro dia começou com a visita às instalações da escola principal, sempre acompanhada pelo incansável colega Alessandro Safonte. Depois da visita à escola, foi tempo de assistir e participar nas aulas, da disciplina de serviço de restaurante/bar, na qual tivemos oportunidade de fazer uma aula sincronizada com a turma do 3º ano, do curso de Restaurante/Bar, da Escola Secundária de Felgueiras, onde, depois das apresentações individuais, o colega Alessandro solicitou aos alunos portugueses que fizessem uma visita guiada à nossa escola, sendo que os alunos e professores italianos ficaram deslumbrados com as nossas instalações, com o convívio dos nossos alunos e, principalmente, com a música que sempre nos acompanha durante os intervalos. De seguida, foi possível trocar ideias e perceber quais as diferenças entre a dinâmica de ensino dos dois países, que, embora seja muito semelhante em alguns aspetos, tem também muitas diferenças. A educação inclusiva foi, talvez, o que mais surpreendeu pela positiva, pois os alunos abrangidos pela educação inclusiva têm, todos sem exceção, apoio em sala de aula de professores de apoio (docenti di sostegno) e professores de comunicação (docenti di comunicazione). No final do dia, sob um calor abrasador, foi tempo de visitar a movimentada cidade de Catânia, com a azáfama do final do dia, onde a agitação é constante, o regateio dos vendedores a cada esquina e as cores que nos rodeiam são capazes de hipnotizar até os mais distraídos... terminando a noite num delicioso jantar, numa das entidades de estágio, o Restaurante Vuciata, parceira da escola italiana. No segundo dia, a visita foi ao polo de Pedara, que se encontra instalado num edifício Salesiano e, apesar da maioria dos alunos já se encontrarem em estágio, foi possível visitar as instalações e conhecer alguns colegas e assistir a uma aula de francês, da turma de turismo. Seguiu-se o almoço com a típica granita acompanhada pelo brioche siciliano... Durante a tarde, subiu-se montanha fora, até aos famosos vinhedos do Etna, os quais se encontram a uma altitude entre os 400 e os 1000 metros, sendo que cada uma das áreas de produção tem características distintas: as colinas do lado sul e do lado leste são particularmente propícias para a produção de vinhos brancos frescos e perfumados, por outro lado, as colinas do lado norte distinguem-se pela capacidade de produzir excelentes vinhos tintos encorpados. Chegados às Caves dos Vinhos Gambino, foi tempo de apreciar os vinhedos pela encosta fora, com a belíssima cidade de Taormina ao fundo e o imponente Etna no topo. Depois de uma visita guiada às caves, seguiu-se uma magnífica degustação de vinhos, onde os tintos destronaram por completo os brancos, numa simbiose perfeita com a gastronomia etnea. Na quarta-feira, foi possível acompanhar quatro alunos à sua entidade de estágio (Grand Hotel Villa Itria, em Pedara), para a entrevista prévia, onde foi possível constatar as condições e todo o processo da formação em contexto de trabalho. Finalmente, degustou-se o famoso arancino (ou arancinu em siciliano, uma espécie de croquete à base de arroz) acompanhado de un'acqua gassata. Noto foi o destino que se seguiu, com a história presente a cada virar de esquina, mas “engolido” pelo

turismo de massas que, em junho, já é notório. A sua Catedral é imponente e, dentro, expõe neste momento uma exposição de esculturas, construídas a partir dos fragmentos dos barcos dos migrantes que ali tentam chegar, intitulada “Chi piangerà per questi morti?” (“Quem chorará por estes mortos?”)... a imponência e a fragilidade tão próximas... O Lido de Noto estava à nossa espera, com suas águas turquesas cristalinas, típicas do Mediterrâneo, mas que conseguem sempre surpreender. Depois foi hora de rumar a Siracusa onde o amigo, de longa data, Sergio Campanella nos aguardava. Foi um misto de emoções. Mostrou-nos a ilha de Ortigia como ninguém, cada passo era um “banho de história e estórias”, uma verdadeira viagem no tempo e terminámos o passeio, novamente, com a famosa granita para nos refrescar, junto à Catedral de Siracusa, na Piazza Duomo. No quarto dia acompanhámos três alunos ao Agostiniana Hotel, para iniciarem o seu estágio. Aqui foi possível contactar com a tutora dos alunos e perceber a burocracia que envolve os estágios. Devidamente acolhidos os alunos, aproveitou-se para visitar a pequena cidade de Forza D'Agrò e seguir os mesmos passos de Al Pacino no cenário que acolheu a trilogia “Il Padrino” (O Padrinho). Seguimos para nordeste, até às colinas de Letojanni, onde visitámos os alunos que estão a realizar o seu estágio no Hotel Olimpo, um imponente hotel, com 360 quartos, o qual se sobe num majestoso ascensor exterior, com uma vista soberba para a incomparável Taormina. De seguida, visitámos os alunos que se encontram no Hotel Ariston, em Taormina, percebeu-se que estavam maravilhados com o local de estágio. Entretanto fomos convidados, pela diretora, a degustar um magnifico menu. Durante o almoço foi possível perceber melhor a dinâmica dos estágios (PCTO – sigla italiana para os estágios). À noite fomos convidados por uns amigos do colega Alessandro, para um jantar na sua casa, onde apreciámos um delicioso atum grelhado e sardinhas à Siciliana. Grazie, Giuseppe e Raffaele! Na sexta-feira, foi dia de festejar e homenagear, na escola, a despedida da docente Cettina, que irá gozar a sua (não tão ansiada) reforma. Aqui foi possível ver os alunos em prática simulada e contactar com outros docentes da área da restauração e hotelaria, trocar ideias e experiências. A tarde foi reservada para a visita ao maior vulcão da Europa e um dos mais ativos do mundo. A experiência é imperdível, com uma vista avassaladora, difícil de descrever por palavras... o último jantar, na ilha, ficou reservado para Acitrezza, num restaurante magnífico, com uma vista imperdível para o Mediterrâneo; o jantar foi soberbo, com sabor a mar, brindado com um serviço de excelência. No sábado foi dia de dizer: Arrivederci, Sicilia! O balanço é muito positivo, relativamente à atividade e à interação com a escola IPSSAT "Rocco Chinnici". Foi uma excelente oportunidade de conhecer a dinâmica de um estabelecimento de ensino noutro contexto cultural e social que, embora apresentando pontos de contacto com a nossa realidade, coloca outros desafios, sobretudo pelo meio socioeconómico desfavorecido e pela falta de perspetivas de trabalho nesta região. Excelente acolhimento, colaboração e disponibilidade são as palavras-chave desta enriquecedora experiência. Um ringraziamento speciale a Alessandro Safonte, Preside Sambataro, Mary, Gabriella! A presto! Clarisse Lemos

esf on 19


Transforming Education Summit 2022

Em representação da Escola Secundária de Felgueiras, a diretora e três alunos da ESF participaram na Conferência de consulta nacional para a pré-Cimeira a realizar em Paris, de preparação da Cimeira “Transforming Education Summit” da ONU, em Nova Iorque. Esta conferência decorreu em Lisboa, no dia 8 de junho, a convite do Ministro da Educação e serviu para auscultar os participantes e repensar a Educação tendo em conta as diversas mudanças sociais, culturais, políticas e tecnológicas em curso à escala global. A Cimeira “Transforming Education Summit”, promovida pelo Secretário-Geral das Nações Unidas Eng.º António Guterres, decorrerá em setembro de 2022, nas Nações Unidas.

esf on20


ESF.ON VISITA DE ESTUDO Visita a Arouca – Museu das Trilobites e Geopark: Pedras Parideiras, Frecha da Mizarela e Parque Eólico No passado dia 26 de abril as turmas 10A, 10B e 10C (figs. A a C), rumaram a Arouca e à Serra da Freita, acompanhadas dos professores de Física e Química A, Isabel Lima e Gabriel Felgueiras, e de Biologia e Geologia, Georgina Osório e Sílvia Rua. Nesta viagem tiveram oportunidade de visitar o Parque Eólico da Serra da Freita, apercebendo-se da dimensão real de uma torre eólica, dos principais aspetos do seu funcionamento e dos procedimentos associados à gestão deste parque de energia renovável. Apesar do vento implacável que se fazia sentir no exterior, foi muito interessante. Seguiu-se depois para a Frecha da Mizarela, uma incrível cascata com 70m, a maior do território continental (fig. D). O Rio Caima despenha-se de uma zona com granitos, muito resistente à erosão para uma zona constituída por xistos, menos resistentes. O espetáculo natural a todos fascina e é praticamente impossível resistir a tirar “mais uma foto”… Nesse mesmo local, os alunos puderam observar o contacto entre as duas litologias que provocou a recristalização de estaurolites (minerais castanhos escuros, em forma de cruz e secção losangular) típicos dos xistos em contacto com magmas graníticos. Alguns alunos até conseguiram recolher amostras (fig.D1). Ainda ouvimos falar das marmitas de gigante do Rio Caima em que os godos escavam, com movimentos circulares, estruturas arredondadas nas rochas do leito do rio. Como o caudal era elevado não eram fáceis de observar. Continuámos para o Campo de dobras da

Castanheira, uma zona em que as rochas, levadas para regiões profundas e sujeitas a pressões e temperaturas elevadas, se comportaram de forma moldável/plástica (ou dúctil). As dobras apresentam várias fases de deformação e é inclusivamente possível ver dobras menores inscritas noutras maiores. A Natureza é, de facto, impressionante! A chuva começava a surgir e foi mesmo a tempo que nos abrigámos na “Casa das Pedras Parideiras”, na aldeia de Castanheira. Um centro interpretativo que nos convida a viajar, num filme 3D, através dos tempos geológicos até à formação das misteriosas “pedras”. Percebemos que esta rocha corresponde na realidade a um granito nodular, raro no mundo, em que se formaram nódulos com camadas de biotite em torno de um núcleos com quartzo e feldspato. Devido às fortes amplitudes térmicas da região, as rochas dilatam durante o dia e contraem-se à noite, fraturando gradualmente nas zonas mais frágeis em torno dos nódulos (fig.E). Além disso, a água infiltra-se nessas fissuras e com as temperaturas baixas da serra muitas vezes formam-se cunhas de gelo, que, devido ao seu maior volume, contribuem para a expulsão dos nódulos. Daí a famosa expressão “a pedra pare pedra”. Como a chuva se intensificou, apenas foi possível observar a parte do afloramento que dispõe de coberto e depois tivemos mesmo de regressar ao autocarro. Ficará para uma próxima oportunidade… Após um pic-nic mais sequinho no abrigo do Parque do Merujal e saboreadas as iguarias dos recheados farnéis, seguimos viagem para o famoso Museu das Trilobites na Aldeia de Canelas. Trata-se de uma pedreira de ardósia em que, ao abrir a rocha em planos (característica conhecida como fissilidade),

surgem, em determinadas níveis da pedreira, fósseis desses interessantes animais extintos há mais de 250 M.a. O seu nome deve-se ao corpo segmentado longitudinalmente em três lobos (fig.F). Viveram nos mares do Paleozoico, numa Era em que esta região se localizava perto do Polo Sul. Em Canelas, as trilobites apresentam gigantismo, estimando-se que um dos exemplares rondará os 80cm de comprimento em contraste com os 30cm mais comuns). Foi uma autêntica viagem no tempo, observando in loco aspetos que ultrapassam as fronteiras da sala de aula... Recomenda-se!... Turmas 10º A, 10º B e 10º C

esf on 21


Five O´Clock Tea E após os anos de pandemia, o Five O'Clock Tea voltou à sala de professores da Escola Secundária de Felgueiras, pelas mãos das professoras do Departamento de Línguas Estrangeiras. Este ano, o evento aconteceu no dia 11 de maio e foi um momento de salutar e divertido convívio entre os muitos professores desta escola. O chá foi servido com pontualidade para manter viva a tradição, acompanhado de deliciosas iguarias, doces e salgadas, bem como de diferentes e excelentes qualidades de chá para apreciar calma e descontraidamente, sem esquecer que, num dia de muito calor não poderia faltar o excelente vinho português. O convívio entre colegas proporcionou um final de tarde agradável, no qual as relações e laços de amizade se tornaram mais fortes. O Departamento de Línguas Estrangeiras agradece aos professores a sua participação e deseja que estes momentos de celebração informal da amizade, cultura e tradições sejam mais um dos muitos momentos fantásticos que fazem parte do ano escolar da Escola Secundária de Felgueiras. Ofélia Ribeiro

esf on22


esf on23


ESF.ON VOZES

ESF.ON ÁGUA

Análise físico-química de amostras de água de dois cursos hídricos do Concelho de Felgueiras

Os cursos de água do Concelho de Felgueiras monitorizados no âmbito do Projeto “Amo-te, Água!”, financiado pelo Fundo PIAS – Projeto Inovador de Ambiente e Sustentabilidade, corresponderam a um riacho que corre no Parque da cidade junto à Escola e a um ponto do rio Vizela próximo da residência de uma aluna. As turmas 11ºA e 11ºB recolheram, durante os meses de Fevereiro e março, deste ano, amostras destes dois cursos de água, tendo-se posteriormente procedido à análise das águas recolhidas em termos físico-químicos. Foram monitorizados os parâmetros: pH e concentrações de nitratos, nitritos e fosfatos nos dois cursos de água. Porquê a escolha destes parâmetros? O parâmetro pH, amplamente estudado nas aulas de Química 11ºano, + corresponde à concentração de iões hidrónio, H3O presentes na solução. É fundamental na análise da qualidade da água visto que a VIDA AQUÁTICA, a solubilidade de sais, desinfeção e controle da corrosão são alguns exemplos de situações que exigem uma cuidadosa monitorização do pH. Na escala de Sorensen, o pH igual a 7 corresponde à neutralidade. Valores inferiores a 7 correspondem à faixa ácida e valores superiores a 7, à faixa básica (alcalina). Os iões fosfatos (PO3-4), por terem alto valor nutritivo para plantas e animais os fosfatos, são utilizados em fertilizantes e como complementos alimentares para animais, são também usados na fabricação de produtos químicos industriais, produtos farmacêuticos e ainda em detergentes. Altas concentrações de fosfato em águas superficiais podem indicar afluxo de fertilizantes, descarga de esgoto doméstico ou a presença de efluentes industriais ou detergentes. O ião nitrito (NO-2) é um ião instável que corresponde a um estado intermédio do ciclo do nitrogénio. É formado durante a decomposição da matéria orgânica e seguidamente oxidado a nitrato. Esses processos ocorrem em instalações de tratamento de água, sistemas de distribuição de água e águas naturais. Em águas superficiais, a presença de nitritos pode indicar a decomposição parcial de matéria orgânica, descarga excessiva oriunda de estação de tratamento de água ou poluição industrial. Em águas poluídas a presença de nitritos pode indicar a presença de bactérias redutoras de nitrato em condições anaeróbias. O ião nitrato (NO-3) é a forma mais oxidada do nitrogénio. Este ião é formado durante as fases finais da decomposição biológica, tanto em estações de tratamento de água como em aglomerados de água natural. Nitratos inorgânicos, como o nitrato de amónia, são comumente usados como fertilizantes. Baixas concentrações de nitrato são comuns em águas naturais, sendo um máximo de 10 ppm (partes por milhão ou seja 10 mg de nitrato por cada litro de água) admissível em água potável. Concentrações elevadas de nitrato podem indicar a presença excessiva de fertilizantes ou de

esf on24

descargas de estações de tratamento. O excesso de fósforo e azoto nas águas causa graves problemas ambientais como é o caso da Eutrofização que é um fenómeno causado pelo excesso de nutrientes (compostos químicos ricos em fósforo ou nitrogénio, normalmente causados pela descarga de efluentes agrícolas, urbanos ou industriais) num curso de água, que leva à proliferação excessiva de algas. As algas, ao entrarem em decomposição, levam ao aumento do número de microrganismos, prejudicando a qualidade da água e afetando a vida de todas as espécies que vivem naquele ambiente. Quanto à saúde humana, as doses diárias ingeridas (DDI) tanto de nitratos como de nitritos na alimentação humana, predominantes nos produtos hortícolas e cárneos, variam de país para país conforme o tipo de dieta de cada população. Os nitratos e nitritos presentes nos produtos alimentares são considerados contaminantes. Os teores máximos de nitratos e nitritos em alimentos estão legislados. Apesar de existirem muitos outros parâmetros físico-químicos na análise da qualidade das águas, os escolhidos já nos permitem avaliar a saúde das águas recolhidas. Os valores legislados para controlo destes parâmetros estão apresentados na tabela 1.

Qual a metodologia experimental adotada para analisar as águas, em termos de parâmetros físico-químicos? Em termos de equipamento e reagentes, foram utilizados: testes colorimétricos de nitritos e nitratos, um fotómetro de bolso para fosfatos de baixa gama da Hanna, reagentes Checker® HC para fosfatos de baixa gama da Hanna e medidor de pH/ Temperatura da Hanna. Em termos de procedimento, as amostras foram recolhidas em frascos esterilizados. As amostras da água do rio foram recolhidas num ponto a jusante da ETAR de Jugueiros e perto de terras agrícolas. As amostras de água do


ESF.ON ÁGUA

ESF.ON VOZES

riacho foram recolhidas num período em que havia sido detetada seca severa em Portugal. Procedeu-se à análise de uma amostra semanal. Havendo valores anormais, eram analisadas todas as amostras adjacentes a essa recolha, até os valores normalizarem. Foi medido o valor de pH para todas as amostras recolhidas. Todos os testes foram realizados de acordo com as normas em vigor determinadas pelo fabricante dos reagentes/equipamento. As imagens da figura 1 exemplificam os testes realizados.

Que resultados obtivemos? Relativamente à água do Rio, por análise dos resultados evidenciados no gráfico 1, o pH oscilou entre um valor mínimo de 7,02 no dia 10 de fevereiro e um valor máximo de 7,68 no dia 23 de fevereiro. Estes valores são muito próximos do pH de neutralidade 7, na escala de Sorensen, refletindo um estado bastante saudável da água recolhida.

Tal como nos nitratos, apenas foi detetada a presença de nitritos no dia 03 de fevereiro, um valor de 0,66 mg/L. Não foram encontrados na bibliografia valores de referência para este parâmetro, sendo apenas referido que o ideal é a sua ausência ou existência em concentrações residuais.

Os valores medidos para os fosfatos (gráfico 4) variaram entre 0,03 ppm, no dia 06 de março e 2,50 ppm (valor máximo que o equipamento consegue ler – poderia ser superior?) nos dias 12 e 18 de fevereiro. O valor máximo recomendável para águas do tipo A3, é de 0,7 ppm ou mg/L, valor este superado em 3 das 14 amostras analisadas.

Apenas foi detetada a presença de nitratos (gráfico 2) no dia 03 de fevereiro, um valor de 44,3 mg/L. Em todas as outras amostras analisadas, os valores estavam abaixo da escala de sensibilidade do método usado, sendo por isso classificados como ausentes.

esf on25


ESF.ON ÁGUA O valor de pH oscilou entre um valor mínimo de 7,57 no dia 04 de fevereiro e um valor máximo de 8,86 no dia 28 de fevereiro. Estes valores são bastante mais elevados que os medidos na água do rio. O intervalo de valores máximos recomendáveis para águas do tipo A3 é de 5,5 a 9,0. Todos os valores medidos estão compreendidos no intervalo recomendável em lei.

Os valores detetados para a concentração de nitratos estão claramente acima do que seria desejável. Os valores mínimos de 44,3 mg/L foram encontrados nos dias 14 e 22 de fevereiro e os valores máximos de 177,2 mg/L nos dias 04 e 17 de fevereiro.

Tal como nos nitratos, os valores detetados para a concentração de nitritos estão acima do que seria desejável. Este parâmetro é mais tóxico que os nitratos o que requer particular atenção se esta água for usada para rega de campos de cultivo hortícola ou servir como bebedouro de animais.

esf on 26

ESF.ON VOZES Os valores medidos para a concentração de fosfatos variaram entre 0,08 ppm, no dia 14 de fevereiro e 2,50 ppm (valor máximo que o equipamento consegue ler – PODERIA SER SUPERIOR?) em vários dias. O valor máximo recomendável para águas do tipo A13 é de 0,7ppm (mg/L). Com exceção do dia 14 de fevereiro, todos as outras medidas são superiores ao valor máximo recomendável.

O que podemos concluir com os resultados obtidos? Relativamente à Água do Rio, podemos concluir que, de acordo com o estipulado no Decreto-lei 239/1998: - apresenta um pH bastante saudável, muito perto na neutralidade; - apenas foi detetada a presença de nitratos e nitritos em um dia de recolha; - os valores detetados de fosfatos acima da média foram detetados em três dias de recolha, mostrando algum acontecimento anormal; - o ponto de água fica perto de um terreno agrícola. Pode ter existido, pontualmente, descargas de resíduos e ou águas com fertilizantes para o Rio?; - o valor alto de nitratos e nitritos detetados apenas num dia de recolha pode estar relacionado com descargas da ETAR? ; - a relação das concentrações entre estes dois iões está no limite superior exibido em lei para águas à saída da ETAR; - a seca severa existente no país leva a um aumento da concentração de todas as espécies químicas nas águas, devida à falta de diluição das mesmas, o que está previsto na lei quando se refere a condições excecionais meteorológicas. Relativamente à Água do Riacho, podemos concluir que, de acordo com o estipulado no Decreto-lei 239/1998: - apresenta um pH tendencialmente alcalino, mas dentro dos limites definidos em lei; - foi detetada a presença de nitratos e nitritos de forma sistemática, com valores elevados o que, provavelmente, poderá ser justificado pela existência de matéria orgânica em decomposição na água do riacho; - os valores de fosfatos acima do valor máximo legislado, foram detetados na maioria das medidas efetuadas, contudo não se observaram fenómenos de eutrofização do riacho; - aquando da recolha das amostras, o caudal da água era muito baixo. As


ESF.ON ÁGUA

ESF.ON VOZES condições severas atmosféricas levaram, certamente, a um aumento relevante de todos os parâmetros analisados, exceção esta, prevista em lei para os parâmetros nitratos e fosfatos em águas superficiais de pouca profundidade submetidas a condições meteorológicas adversas; - o ponto de água fica perto de terrenos agrícolas. Pode ter existido adubação dos terrenos, no período de recolha das amostras? Os campos estavam lavrados no período em causa; - a rede de esgotos do concelho é pouco desenvolvida. Poderão estes valores estar relacionados com descargas de esgotos para o efluente? Conseguir aferir, com rigor, a qualidade das águas analisadas, implicaria estudar muitos outros parâmetros físico-químicos (como, por exemplo, a concentração de oxigénio dissolvido), num espaço temporal alargado (1 ano), com colheitas efetuadas em vários pontos do curso de água, permitindo diminuir interferências meteorológicas severas ou condições geográficas específicas do curso de água. Apesar da incerteza na explicação de determinados valores obtidos nos resultados experimentais, os objetivos do trabalho foram atingidos e esperamos ter contribuído para a educação ambiental dos alunos da ESF e da população do concelho de Felgueiras. Alunos das turmas A e B do 11º ano

Análise microscópica de amostras de cursos de água do Concelho de Felgueiras “No âmbito do Projeto “Amo-te, Água!”, financiado pelo Fundo PIAS – Projeto Inovador de Ambiente e Sustentabilidade, as turmas 11A e 11B recolheram, durante um mês, em frascos esterilizados, amostras de dois cursos de água do Concelho de Felgueiras. A turma A ficou responsável pela monitorização de um riacho que corre no Parque da cidade junto à Escola e a turma B dedicou-se à monitorização de um ponto do rio Vizela próximo da residência de uma aluna. Nas aulas de Biologia e Geologia do ano anterior (10ºano), as turmas tinham aprendido que em águas não tratadas, designadamente em locais como lagos, lagoas ou reservatórios é possível encontrar uma enorme diversidade de seres microscópicos que nos surpreendem pela sua complexidade. Por exemplo, a Euglena (fig. A) funciona como ser autotrófico (capaz de produzir o seu próprio alimento) na presença de luz, realizando a fotossíntese, enquanto na obscuridade se comporta como ser heterotrófico, isto é, obtém matéria orgânica produzida por outros seres, ingerindo-a do meio. A Paramécia (fig. B) apesar de igualmente unicelular, apresentam uma complexidade elevada: é revestida de pequenos cílios que lhe permitem nadar, tem uma estrutura semelhante a uma pequena boca, a citofaringe,

que utiliza para captar alimento, apresenta um macronúcleo responsável pelo controlo da atividade da célula e um micronúcleo, que utiliza para trocar material genético com outras paramécias, num tipo de reprodução sexuada muito primitiva. Como vive em água doce, o seu meio interno é mais concentrado (mais hipertónico) que o meio envolvente pelo que a água tende a entrar na célula. Isto poderia provocar a sua rotura (ou lise). Contudo, graças à existência de fantásticos vacúolos contráteis ou pulsáteis, compartimentos em forma de estrela, este pequeno ser consegue eliminar o excesso de água e manter-se em equilíbrio com o meio (capacidade de homeostasia). A Amiba (fig. C), por seu turno, faz-nos lembrar glóbulos brancos pela sua capacidade de emitir prolongamentos citoplasmáticos, os pseudópodes ou “falsos pés” que utiliza para envolver o alimento, frequentemente bactérias, que depois digere no interior da célula. Outro ser que desde logo nos cativou foi a Vorticela (fig.D). Este curioso unicelular tem forma de cálice com cílios no topo (é um Ciliado como a Paramécia), sendo o pé do cálice uma estrutura em “mola” que utiliza de forma retráctil para alcançar as partículas alimentares. Quem diria que uma gota de água vista ao microscópio poderia ser tão incrível? A primeira pessoa a dar conta disto foi Leeuwenhoek, um comerciante de tecidos, cientista e construtor de microscópios holandês que viu estes pequenos seres em 1674 e lhes chamou “animálculos” por lhe fazerem lembrar animais microscópicos. Interessante que, quatro séculos mais tarde, continuem a fascinar gerações mais e menos jovens!... Como devem imaginar, quando as amostras dos cursos de água de Felgueiras foram analisadas havia a espectativa de encontrar este tipo de seres. Contudo, na generalidade das amostras apenas surgiram resíduos pontuais aparentemente de material vegetal. Mas, como “a exceção confirma a regra”, lá surgiu um cólpode (fig. E) para nos animar! Foi logo baptizado como “Octávio”!... Para não ficarmos desiludidos, fomos espreitar o aspeto microscópico de águas paradas (em pequenas represas) próximas dos locais de recolha das amostras e constatamos uma maior diversidade de protozoários, isto é, dos tais seres unicelulares microscópicos semelhantes a animais (fig. F). Em síntese, constatamos que as amostras de água corrente analisadas apresentaram poucos seres microscópicos quando comparadas com as de águas paradas. É de referir que os locais de recolha apresentavam vegetação com aspeto normal e não foram identificadas alterações ao nível de seres microscópicos assinaláveis. Pensamos que, em futuros trabalhos, seria interessante investigar a presença bacteriana. Não podemos deixar de agradecer o financiamento do Fundo PIAS – Projeto Inovador de Ambiente e Sustentabilidade que nos permitiu adquirir um microscópio binocular adequado para responder aos desafios que nos são colocados como “jovens cientistas”. Turmas 11º A e 11º B

esf on 27


ESF.ON VOZES

ESF.ON ÁGUA ETA DO RIO FERREIRA Processo de tratamento da água "Amo-te, Água!

Captação

Floculação

Na captação, ocorre a filtração natural por drenos. A água do Rio Ferreira é recolhida após passar por uma camada de areia com cerca de 1,5m no leito do rio.

Certos flocos têm baixa velocidade de sedimentação, dificultando o processo. Ligam-se aos flocos microbolhas de ar que facilitam a sua ascensão e depois faz-se a remoção por raspadores instalados à superfície. A água floculada é encaminhada para decantadores lamelares, que irão promover a remoção dos flocos mais pesados.

Pré-oxidação A água é encaminhada para um poço coletor no rio Ferreira, que está ligado a outro poço coletor instalado na ETA. Neste é adicionado ozono, um forte oxidante, que tem como missão degradar as moléculas orgânicas complexas e desinfetar a água bruta. Remineralização

Remineralização

uma câmara de mistura rápida ocorre a adição de cal e CO2 com o objetivo de corrigir a agressividade da água, tornando-a mais equilibrada e diminuindo o seu poder corrosivo.

uma câmara de mistura rápida ocorre a adição de cal e CO2 com o objetivo de corrigir a agressividade da água, tornando-a mais equilibrada e diminuindo o seu poder corrosivo.

esf on28

Pré-oxidação A água é encaminhada para um poço coletor no rio Ferreira, que está ligado a outro poço coletor instalado na ETA. Neste é adicionado ozono, um forte oxidante, que tem como missão degradar as moléculas orgânicas complexas e desinfetar a água bruta.

Coagulaçao

Coagulaçao

Segue-se a adição do coagulante Policloreto de Alumínio que permitirá a destabilização dos colóides em suspensão promovendo a agregação das partículas em flocos de maior dimensão, facilitando a sua remoção nas etapas seguintes.

Segue-se a adição do coagulante Policloreto de Alumínio que permitirá a destabilização dos colóides em suspensão promovendo a agregação das partículas em flocos de maior dimensão, facilitando a sua remoção nas etapas seguintes.


ESF.ON ÁGUA

ESF.ON VOZES O amor supersticioso da água

O desporto Desinfeção A água fitrada segue para a desinfeção, que tem como objetivo eliminar os microorganismos presentes. A principal técnica utilizadas é a adição de cloro, produzindo água clorada. Controlo de qualidade

Tratamento de lamas

A água é considerada de boa qualidade quando é salubre e limpa, isto é, quando não contém microrganismos patogénicos nem contaminantes . Antes de chegar às nossas casas, a água é submetida a um rigoroso controlo de qualidade para proteção da saúde dos consumidores

Posteriormente, as lamas espessadas atravessam uma prensa com telas quadradas, que reduzem o seu teor em água. As lamas prensadas são recolhidas e orientadas para aterro. Em ETAs de maior dimensão, como a de Lever, poderão ser aproveitadas para a indústria da cerâmica favorecendo a Economia Circular. .

Todavia, Afonso ainda ia longe, como ele dizia, de ser um velho borralheiro. Naquela idade, de verão ou de inverno, ao romper do sol, estava a pé, saindo logo para a quinta, depois da sua boa oração da manhã que era um grande mergulho na água fria. Sempre tivera o amor supersticioso da água; e costumava dizer que nada havia melhor para o homem - que sabor de água, som de água, e vista de água. O que o prendera mais a Santa Olávia fora a sua grande riqueza de águas vivas, nascentes, repuxos, tranquilo espelhar de águas paradas, fresco murmúrio de águas regantes... E a esta viva tonificação da água atribuía ele o ter vindo assim, desde o começo do século, sem uma dor e sem uma doença, mantendo a rica tradição de saúde da sua família, duro, resistente aos desgostos e anos - que passavam por ele, tão em vão, como passavam em vão, pelos seus robles de Santa Olávia, anos e vendavais. Eça de Queirós, Os Maias

À Água Ninguém ouve a canção, mas o ribeiro canta! Canta, porque um alegre deus o acompanha! Quantos mais tombos, mais a voz levanta! Canta, porque vem limpo da montanha! Espelho do céu, é quanto mais partido Que mais imagens tem da grande altura. E quebra-se a cantar, enternecido De regar a paisagem de frescura.

Elevação de água Um conjunto de motobombas e válvulas, ligados a um reservatório, permite um volume contínuo de elevação da água tratada, responsável pelo bombeamento de água potável até às nossas casas

Água impoluta da nascente, És a pura poesia Que se dá de presente Às arestas da humana penedia... Miguel Torga, Odes

10º A

esf on 29


ESF.ON VOZES

ESF.ON ÁGUA

Projeto “Amo-te, Água!” – Cidadania e Desenvolvimento com financiamento do Fundo PIAS – Projeto Inovador de Ambiente e Sustentabilidade Após duas semanas de ensaios intensivos e exaustivos, as turmas 10A, 11A e 11B apresentaram publicamente o produto final do seu projeto conjunto de Cidadania e Desenvolvimento, o Projeto “Amo-te, Água!” Este projeto permitiu responder ao desafio lançado às escolas pela Câmara Municipal de Felgueiras através do Fundo PIAS – Projeto Inovador de Ambiente e Sustentabilidade com o tema “Água”. O nosso Projeto, tendo sido reconhecido como meritório pela Autarquia, foi financiado. Agora podemos dizer que, além de Kits laboratoriais de análise de águas, temos na nossa escola um microscópio binocular adequado aos desafios colocados aos alunos e adquirido com o seu esforço, trabalho e mérito! Vamos contar, então, como foi!... Foram divididas as atividades das diversas disciplinas pelas três turmas, para que tudo estivesse pronto no dia 29 de abril. Durante a manhã, realizou-se uma sessão para turmas convidadas e à noite outra sessão para pais e encarregados de educação. A sessão da manhã contou com um painel de debate com a presença de ilustres convidados: a Eng. Ana Paula Leal da Câmara Municipal de Felgueiras, a Dr.ª Noémia Santos da Empresa Águas do Douro e Paiva e o Sr. Vereador Joel Costa. Estiveram ainda presentes nesta sessão a Drª Sandra Lobão e o Dr. Sérgio Martins dos Serviços Educativos da Câmara Municipal de Felgueiras e a Drª Sandra Martins das Águas do Douro e Paiva. Nesse debate com o tema “Água nossa de cada dia”, foram abordadas de forma cabal questões desde a captação da água até à sua distribuição aos consumidores finais, passando pelos cuidados da Autarquia na proteção dos interesses dos seus munícipes. Quem tinha receio de consumir água da rede pôde aperceber-se do intenso escrutínio a que é sujeita até chegar a nossas casas. Foram momentos muito esclarecedores. No que respeita aos trabalhos desenvolvidos pelas turmas, os alunos do 10A, apresentaram um infográfico sobre a visita que realizaram à ETA – do Rio Ferreira - Estação de tratamento de águas, desde a captação até que é enviada para a casa de cada um. Apresentaram ainda material multimédia sobre a “Água como fonte de energia”, que incluiu uma dinâmica com a participação do público. As turmas 11A e 11B desenvolveram um trabalho de investigação em que realizaram a análise microbiológica e de parâmetros físico-químicos de amostras de cursos de água do Concelho. Estivemos perante “jovens cientistas” muito envolvidos e conscientes do seu papel. As sessões incluíram diversos poemas e textos sobre a água produzidos pelos alunos ou seleccionados do seu currículo da disciplina de Português. A disciplina de Educação Física contribuiu com uma coreografia da música “Blood in the water” executada pelas três turmas, que envolveu ginástica acrobática. Para as turmas participantes, o “sangue na água”, de que fala a letra, constituiu uma metáfora em que o sangue representa a poluição que

esf on30

contamina a água no mundo. Fomos brindados ainda com um momento musical ao piano tocado a quatro mãos pelos alunos Jéssica Furtado e André Luís, da turma 11B, que executaram a peça “Petite Suite: - En bateaux” de Debussy. Quase a terminar a sessão e “porque a rir se educam os costumes”, pudemos apreciar o humor do teatro “Realidades paralelas”, escrito e dramatizado pela turma 10A, que enfatizava o contraste entre o acesso praticamente ilimitado à água pela nossa sociedade e os quilómetros percorridos, em muitas terras africanas, para obter água para uma família... O espectáculo fechou com a música “Espelho de água” apresentada pelo cantor Paulo Gonzo na Barragem do Lindoso e que a todos encantou nas vozes dos alunos Nelson Lemos (11A), Leonardo Alves (11B) e Tiago Mendes (11B), acompanhados por todos os alunos participantes neste envolvente projeto. Tratou-se de um projeto inovador, difundido através dos meios de divulgação da Escola Secundária de Felgueiras (página Web, Facebook, Instagram, revista ESFON e Rádio Escola) e através da Rádio Felgueiras. Consideramos que a mais valia do Projeto “Amo-te, Água!” residiu precisamente na simplicidade do seu design associado à sua riqueza pedagógica e carácter holístico (contribuindo para o desenvolvimento integral dos participantes). Consegue promover, como preconiza a UNESCO, o “Aprender a aprender”, o “Aprender a fazer”, o “Aprender a ser” e o “Aprender a ser com os outros”, aliando diversão e rigor e consolidando competências na área da Educação Ambiental que poderão “ficar para a vida”. Trata-se pois de “Educar para a capacitação da sociedade face aos desafios ambientais”, numa “Educação Ambiental +transversal, +aberta e +participada”, em linha com a ENEA – Estratégia Nacional de Educação Ambiental. Turmas 10º A, 11º A e 11º B (Adaptado do Projeto PIAS)


ESF.ON INTERNATIONAL ESF.ON VOZES

ESF.ON ÁGUA

The Water

The Water

The water is an essential good, and it's used for almost everything, so we must preserve it. First of all, the percentage of drinkable water is very low, about 3%, and almost 8 billion people use it to drink, brush the teeth, showering and for many more activities. And with so many limitations, what can we do to save water? We can: Turn off the water while we brush our teeth or while we are using soap, use buckets of water to wash our cars, reuse the water of washing the vegetables to water the plants. However, there are some countries, most of them in Africa, that do not have water and its inhabitants need to walk many kilometers to have water, while other countries waste water unnecessarily To conclude we mustn't waste water on daily tasks and try to save most of it, because it is a very precious item.

The water is a very importante element for all types of life survival. The lack of water is, nowadays, considered threat to all planet, because it is used for almost everything, but only 2% to 3% can be used by the humans. We are so used to the presence of water, that we only realise its importance when we need it, but that needs to change. To change that and to save ourselves from extinction there are a few ideas that can be improved. In the first place, and where it is most used, in agricuture, in the irrigation of crops that is essential for food production, for exemple, in the production of meat need almost 15 L of water. Another place were it has a very importante function is in regulation of the enviroment temperature. Last but not least, water is consumed in our daily life, for exemple to clean the house, to hygiene ourselves and to cooking. However, the water distribution is very unfair, in some countries the water is missing and in others there his plenty, for exemple, curretly in Portugal there's no lack of water, but there are predictions that say that in a few years that will change. In conclusion, we should be aware and be careful with the quantity of water we use in our daily basis. The misure and waste of water can have a bad impact in the future generations. We should help our own species.

Bruno Silva, 10 º A Tomás Ribeiro, 10º A

Jéssica Pereira, 10º A Joana Margarida Sousa, 10º A

Water Water is an essential asset on our planet, as it guarantees the survival of human beings and is part of countless human activities. To start, despite the fact that it has various functions, water is often wasted in the wrong way, ending up being valued only when we need it. To raise awareness of this current problem, we carried out the project “Amo-te água” where the most important topics that caught our attention was its various advantages in our daily lives. In turn, its advantages are, for example, allowing the survival of human beings, balancing and conserving biodiversity and regulating the planet's climate, helping agriculture, industry and consumption. In this way, we realize that water is essential for the proper functioning of our planet, thus an essential good for our body. With this text we wish to raise awareness and reinforce the objective of the project that we mode, hoping in this way to reach the largest number of people, so that water can be used correctly and valued for its various functions, for the planet and for our lives.

Lara Machado, 10º A Juliana Costa, 10º A

esf on 31


ESF.ON ÁGUA Water is essencial to human life and to the work of the human body. In our planet there is a lot of water but only 3 % of that water is potable and 2% of that water is present in glaciars. The distribution of the water of our planet isn´t balanced, because there are some regions in our world that suffer from hydrie searcity. The water is presente in our daily lives and it´s essential in our daily works. Water has positive and negative aspects like everything else in this world. Eirstly, water is a recourse for the production of energy, in which i tis essential in our daily lives, i tis the energy that alloues us to carry out most tasks and the like throughout our daily lives, energy is present in the appliances present in our homes. Second, we have the representatiseeness of biological diversity, both at the agricultural and lives tock levels. It is through these two resources for the funetianing of our body and energy productin. And finally, we have one of the most importante aspects, namely hygiene. Hygiene is importante because it presents diseases and promotes our health. However, now I present the negative aspects. Eirstly, we have the spread of diseases through unsafe drinking water, as na example of these diseases we have Hepatits A, Cholera, among others diseases. Secondly, we have the availability of water wich is not equaly for everyone, as there are regions where there is a shortage of water that is unsuitable for consumption. Another of the problema related to water and considered, in my opinion, one of the worst is the laek potable water available in the world, which contributes to a large number of deaths in the world. In conclusion, based on the texto are write, we can conclude that water is importante for the functioning of the world, even though it has not least, each of us has to preserve unnecessary water consumptions, as there are populutions that do not havei t, and when they do, it is not suitable for their own consumption. Afonso Fraga, 10º A Sérgio Fernandes, 10º A

esf on32

ESF.ON INTERNATIONAL ESF.ON VOZES The Universe is made out of Water

Water

“Water is essential for life and to all existence on Earth. The natural resources were treated differently through history, and its values too. Beyond its biological value to the formation of life, there's also the valeu given by the humans. Water is everywhere on Earth, I believe that more than 65% of the planet is water. Although the water is an essential good and everyone should have access to it, it's not a secret that many people in this planet don't have that privilege. That's why we should save it instead of wasting it as if it has no value. Some of the things we can do preserve it are: turn off the water while we are brushing our teeth and in the shower, while we are washing our body or hair, when washing veggies save the water and use it to water the plants, use the washing machine only when it's at its full capacity, take showers instead of baths, etc. Now, we're going to talk about the importance of water to our organism, for example, it regulates our body temperature, it hidrates our body, helps taking the nutrients and it expels toxic substances out of our body through urine and sweat. Let's think of water as a person, do you think she would be happy? Do you think she would feel good around society? Or maybe she would feel used and discarded? There's something for you to think about. Maybe if we can think of water as something which has feelings we can really understand how big is this problem. We use so much water without realizing it, and we're talking about liters and liters of water. In conclusion, water is not something to waste, it's something to live and appreciate every movement of it, every drop of it. We can not forget, the universe is made out of water.”

Water is very precious, because it's our daily need. Water is an abundant natural resource on the planet, essencial for the existence and survival of different forms of life. It can exists in nature in three physical states( solid, liquid and gas). Besides that, thia good is important to maintain life on the planet. It's main functions the balance of diversity and allow the development of activities by human being. In principle, the water on the planet forms the aquatic ecosystems, divided into oceans , rivers, lakes and small bodies of water, allowing the existence if different types of animals and enabling ecological relationships. Second, living beings on the planet need water to survive, as it performs different functions, for example, regulating temperature, dissolving substances, transporting materials, eliminating waste and even assisting in the manufacture of food, as in plants with photosysthesis. In consequence, the planet earth has about 70% of its surface covered by water and most of it is found in the seas and oceans. Fresh water represents only 3% and is broken down as follows: 69% in slaviers and polar ice caps; 30% in groundwater; 0,3% in rivers and lakes; and 0,9 % in other locations such as swamps and soil moisture. As negatives aspects, the most dangerous toxic products or pollutants contain heavy metals such as lead in large amounts. Petrol derivantes (petrol oil) also polute the water. Drinking water for human consumption must be free from substances and microorganisms that are numerous substances that can contaminate water, making ut dangerous for living beings to consume. In conclusion, water is our essencial asset and will always be, because it is the most important thing for human beings and without it we would not be able to live.

Filipa Marques, 10º A

Gabriela Neves, 10º A Francisca Ribeiro, 10º A


ESF.ON INTERNATIONAL ESF.ON VOZES The importance of the water The Earth is called the “Blue Planet'' because approximately 70% of the earth's surface is covered by water. Water is the most important element of human life. It makes up 60 a 70% of our body weight, regulates our internal temperature and is essential for the functioning of our body. However, more than half of our planet is made up of water, there are some countries in the world where it is almost scorce, such s in African countries. These people struggle every day to look for potable water to consume, otherwise they can develop various diseases and in extreme cases die due to lock os water. We, as lucky people, have a lot of water and that's why we spend a lot. That's why there are measures to save water, such as brushing our teeth with the top turned off, taking a short shower (about five minutes), using rainwater to water plants, not letting water drip and using only water for essential goods. There are many sectors that use a lot of water, a large part of water is used in irrigation, animal use (livestack), urban use, rural use and mining. To c o n c l u d e , w e m u s t g i v e m o r e importance to water and understand how much it is needed in our daily lives and understand the inequalities that exist in the world in relation to this. We should save water now because probably in the future it will run out and if we don't start saving it early it might be too late. Margarida Teixeira, 10º A Pedro Cunha, 10º A

ESF.ON ÁGUA

Water

Water Water is one of the most important things in the world, whithout water our survival is impossible. Water is an essential need t everybody because almost everything we do we need water. In the world only 3% of water is appropriate for human consumption. First water is essential for our survival, because water contains important vitamins and minerals that are importante t a good health. Second, has a society, we have the duty to save water because this is a finite resource,that is, in the future it may run out. Third, water can be used for many activities ir our daily life like to brush our teeth, clean the dishes,etc. Water can be also used for activities like industry, agriculture and apiculture. Unfortunaly, there is a big differencein the amont of water in diferent areas of the world such as in Africa, there are dificulties related to water. In conclusion, water is the most importante thing in the world and everybody can change this.

Bruno Barbosa, 10º A Rodrigo Ribeiro, 10ºA Kendick Rabelo, 10º A

Water is a very important mineral, for the human well-being, because 98% of human body os constituted by water, therefore without this one we cant survive . This mineral, is composed by hydreagen and oxygen and is represented by the chemical fórmula H2O and is composed by nutrients. Water os important for us because this has many benefits for exemple: hydration of the human body; regulate body temperature and help fight dissesse like kidney stone and cold. Thise are not the only benefits that water has got, water has an importance for Nature, like helps on good growth and helps on planta photosynthesis. One characteristic that out planet has is that it is called blue planet, because if se look from satelite perspective we see more blue, this happend because Earth is composed by more water than earth. In conclusion, water is very important for us humans and for Nature we can't survive without water and for that we can apreciate our planet for give us this mineral that is very important for out live. Maria Beatriz Leite, 10º D Diana Pereira, 10º D

The importance of Water Water is one of the most important elements in our world, it played a series of roles of great importance for the maintenance of our lives, and in the maintaining of our environment. First place, water plays a great role in the protection of our environment. Water is a habitat for a great number of animals, where they live and coexist with other animals. Besides this. I highlight the importance that water has in the good maintaining of a great number of plants that are vital for our existence. Secondly, water has a great role in the regulation and maintenance of our organism. The human body is constituted by water, 65%. So, it has an important role avoid health problems. Thirdly, thorough history, water is an important element in the existence of independent countries. If a country has a good water reservation, it doesn't need to depend on other countries, and can give this countries a significant role in the maintenance of the water equality around the world. For example, Brazil, has a great role in the international scenario, because it has great water reservations in its territories. In conclusion, water has a significant role in many things of our lives and needs to be protected. Lara Marinho,10ºD Paulo Meireles, 10ºD

esf on33


ESF.ON INTERNATIONAL ESF.ON VOZES

ESF.ON ÁGUA

The most essencial thing in our world is the water. But, nowadays, it's very ondervolved because many people mostly the new generation , waste water on their routines , for example, when they take bath, wash their teeth , wash the dishes ... So, in this text we are going to talk about the importance of the water on our lives and some of the benefits of it . First of all water gives us a lot ofadvantages like economic ones or personal ones . On the one side, the water help a lot in the economy , one of the notable examples , are the dams . It helps in the production of energy through the force of water, which will help in producing energy . Another exemple is the agriculture , which uses a lot of water , even if it means a lot of waste . In second place , it gives personal benefits .In our roitines , we use water on every litle things that we do every day . The human being can't survive without water , because it's the most important thing .We can survive weeks without eating somethong but we can't survive days without drinking . The water is used in everything , like higienic and for food . In conclusion , we need water on our daily lives , because without water we can't do literally anything .

Water is the most important element in the world, what means that we can not live without it. But why is water so important? First of all, water is the reason why the first living beings were created, and why we are alive today. Water id the principal chemical substance for living beings to work, and without it the World would be without any type of life. For human beings, without the part of constituting 70% of our body and being the main reason our Cells' work, it brings many benefits for our lives. With water we can plant vegetables, having another type of nutrients for our survival, as well as we can sanitize ourselves. Also, if we take the recommended dose, water can help us improve our health. Basically water is important for everything. Nowadays, people seem to don't give importance to this very important element. We see newspaper with highlights like “Southern countries with scarcity”, and this leads us to the pollution questions. Shouldn't we do something about this environmental problem? We can do something to help stopping the scarcity of water. There are simple things like turning down the faucet when we wash our teethes, taking fast showers instead of long baths, or using the washing machine instead of washing the dishes by hand, but we can also stop the scarcity by helping to stop environmental problems. This like taking public transports or going by bike to school or not make big fires in forests can help us solving the two problems. In short, water is the most important chemical substance in the planet. Without it we can not live, and so we should do everything we can do to stop water scarcity.

Ana Morais, 10° D Afonso Sampaio, 10° D

João Guerra, 10º D

esf on34

Water has always been the most important thing in the wordl, and will always be, not only because we need it to survive but also to keep the nature being healthy. Humanaty can´t be without drinking water for more than three days. We obviously don´t need water just for that, for example what would our animals drink if there was no water in the world? And the vegetables? We need to water them and to make them grow so that we can feed courselves properly and survive, so water is not only necessary for drinking but also for eating and breathing. Also for having fun, I know that its not something necessary, on that we need to live, but its also not cool have a life without going to the water park it looks so boring. The industry also needs water to produse clothes paper and other things that help us in our ly lives. So, obviously, water its important in our day, so lets not waste water. Ana Mendes, 10º D Tomás Marinho, 10º D Soraia Silva, 10º D


ESF.ON INTERNATIONAL ESF.ON VOZES

The water is very important for the world but also for the human beings. The human body is constituated of 70% of water, so that means we all need water to leave. Unfortunately, not everyone can access water around the world. Many countries in crisis, like Angola, don't have the conditions to get health, clean and drinkable water. Which leads them to drink and consume unqualified water to survive. The water is necessary for our developmen, so it's very dangerous and sad that those people that are struggling to find some potable water have to force themselves to drink that unhealthy water, coming from rains, lakes, rivers and etc… These actions can lead to several diseases, and even death. I think that every one around the world should help those countries that are suffering by donating money to associations that help that situations. In conclusion, water is fundamental for our planet. The first form of life have appeared in the water. Sérgio, 10º D Gabriela Alves, 10º D Bruna Alves, 10º D

ESF.ON ÁGUA

Water

Water

Many millions of years ago, life on earth had it's beginning in the water. Those microorganisms later led to more complex, like humans. In a similar manner, water is the most important component of any ecosystem, not only for animals and plants that live on it. For our ecosystem the water as many important factors, such has in agriculture, meat production and the most fascinating thing is that, is also fundamental to the production of clothes. Factor number two.is the hydroelectric energy, that is sharing to be one of the most used renewable energy. This energy uses the moving of the water to produce electricity in a greener way. In contrast to these factors, there are some aspects that lead to the poor utilization of water, that later will leave us with scarcity. Sometimes, we don't use water in the correct way, like agriculture we use more than the necessary water to water the plants. This is not the only case, when we produce jeans, we using are wasting more than 10 thousand litters of water. One solution to this last problem is buying 2nd hand clothes. This factor will lead to an even bigger problem the scarcity of water. Even thought most of our planets surface is composed by water, just a small percentage is drinkable water. This problem may not be seen in places like Europe and America, but in places like Africa and some Asian counties the situation is aggravating. In conclusion, the water is an essential component of life, in general. Our actions will have a reflect in the future we are going to live, not just humans, but also animals and plants.

Water is an inorganic, transparent, tasteless, odorless, and nearly colorless chemical substance and still such a ''boring'' thing is one of the essencial things in life. In this short text, I hope to give some information about the importance of water. In a more romantic side of things water has been a source of inspiration since the beginning of time. And of course, as Portuguese people we are a prime example. From Camões to Fernando Pessoa we can see water being used as an influence to some of the most epic and incredible poems and texts. Though nearly 71% of Earth is composed of water bodies yet all these water sources are not potable and cannot be used directly by the living beings. Water is a renewable resource that keeps replenishing from time to time but the rate at which it is being used by humans is alarming and at times it is much faster than the rate at which it is replenishing. Humans are not only using water for their day to day needs but they don't care for conserving this precious liquid and literally humans waste much of the valuable life supporting liquid. Such a careless / thoughtless use of water which results in its wastage might pose a threat to the life on Earth. But there is hope with the collective forces of people we can make the problem smaller. The most important part in my opinion is the education of the people. This because there's no way people can help if they don't even recognize the significance of the problem. Moreover if we can control the pollution and the overuse of water our chances of solving the water crisis go up significantly. In conclusion water is one of the most important things in life and its our job that the next generation can have non polluted water.

Maria Ferreira, 11º A Beatriz Moura, 11º A

Jaime Maciel, 11º A Francisca Dias, 11 º A

esf on35


The Water

ESF.ON ÁGUA

Water Water is an essential resource to the entire world because we've always needed it for everything. We know that we must take care of water because it is basically the “mother of the world”. In fact, water is very important for living beings, as they use it for various chemical processes in their bodies, thus, water is absolutely necessary for their survival. In addiction to that, we all use water in the praparation of our food and without it, it would be impossible to cook them, destroying our food and consequently our health, so, water is incredibly important for the survival of all beings on the planet. On the other hand, by dumping their waste into rivers, factories pollute much of the worlds small percentage of still water. This is another negative aspect of the planet's water usage, its small percentage in drinking water. In the world, only 3% of the water is drinkable and because of that, we must save water in our daily tasks in order to protect the planet and all living beings. So to say, to save our water and our planet, we must save our resources and punish those who use it as “garbage”. Francisca Machado, 11ºA Rafael Novais, 11ºA

ESF.ON INTERNATIONAL ESF.ON VOZES

Although the majority of the planet's surface is composed by water, only a ridiculous small amount of it is potable. With a growing population and, consequently, a huge increase in the consumption of this natural resource, it's not easy to manage. For that reason, the world has to take measures together. The pollution, as everyone knows, is the principal cause of the global warming. The global warming leads to the melting glaciers and then, the rise of the sea level. This is a problem because that increase will make the fresh water less available. Beyond that, a possible solution was discovered. Come years ago, a new process came out of the paper, the desalinization witch consist in the process to turn the salty water in fresh one. Unfortunately, this isn't a cheap process and, many countries can't afford them as exists very few in the world. On top of that, not every country has direct access to the sea witch is obviously a limitant factor for them. This is a measure that can be taken by the government; however, every citizen can also help day by day, making small changes in order to save the future. To conclude, in our opinion even though every person can take measures and do better to save water the main solution to this problem rests with the government and with science. Only, with them we will find new ways and revolutionary solutions to save all the future living beings. João Fernando Honrado Pereira, 11º A João Miguel Lopes, 11º A

Water dominates the surface of Earth and is vital to life on our planet. The human being is 70% of water in their bodies and all of life in Earth demands a nudge quantity of water. In our planet, water is divided in two big types: Still water, like the water that we drinks, take a shower, lakes and rivers, and the salty water, like the oceans, seas and water that flies down earth. Still water is 3% of every water there is in our planet. 94% of this water is in icebergs, so we don't use that. However, this is smelting and starts to transform into salty water and revert it really expensive and uses a large quantity of energy. Almost everything that we do is polluting our planet and

esf on 36

this is contributing to the smelting of the ice. Some of these acts are, for example, the use of private transports that produce a huge quantity of pollutant gas that contributes to the increase of the greenhouse effect. The big companies are also we in our homes are constantly spending huge quantities of energy and potable water in irresponsible acts like not turning off the lights are the tap. The big companies also send a big quantity of CO2, that also contribute to the increase of greenhouse effect. To minimize these big and serious problem, we need to find a solution together and remember that everything can help even if it is a little and

Water Water is the most essential natural resource for humanity, seeing that all beings need it to survive and still is not well preserved. Everyday, some people waste liters of water while others, in less developed countries, walk miles just to get a drop. Nowadays, water is part of everything we do. It's specially important for agriculture since it is used to irrigate fields and produce food. Therefore, a shortage of water can affect the world's distribution of supplies. In addiction to that, all ecosystems are dependent on water to maintain balance. All living beings need it to execute their vital functions and to reproduce. However, with global warming, a lot of species are in danger, because their habitats are being threatened. In the same way, water is fundamental for hygiene. A lot of people catch diseases, because they don't have access to clean water. Despite being essential to life, water can also cause death and destruction. For example, tsunamis are a great demonstration of the destructive power the water has. To sum up, everything that has been stated so far, we appeal to everyone to save and preserve water, because if we don't protect the planet, then no one else will. Maria Vaz, 11º A Beatriz Vieira, 11º A

insignificant thing. We think that these little things like turning off the TV, are the first and the most important steps to help our planet and save water! Ana Beatriz, 11º B Ana Matilde,11º B


ESF.ON INTERNATIONAL ESF.ON VOZES

ESF.ON ÁGUA

The use of water Water Water is an essential resource to the entire world because we've always needed it for everything. We know that we must take care of water because it is basically the “mother of the world”. In fact, water is very important for living beings, as they use it for various chemical processes in their bodies, thus, water is absolutely necessary for their survival. In addiction to that, we all use water in the praparation of our food and without it, it would be impossible to cook them, destroying our food and consequently our health, so, water is incredibly important for the survival of all beings on the planet. On the other hand, by dumping their waste into rivers, factories pollute much of the worlds small percentage of still water. This is another negative aspect of the planet's water usage, its small percentage in drinking water. In the world, only 3% of the water is drinkable and because of that, we must save water in our daily tasks in order to protect the planet and all living beings. So to say, to save our water and our planet, we must save our resources and punish those who use it as “garbage”. Francisca Machado, 11º A Rafael Novais, 11º A The Water The water that flows in the river Is the same that we see as rain And when we feel the most vulnerable It is the one that relieves our pain There is sweet and salty water Water is a gas, a liquidor a solid It can be warm, cold or freezed And nowadays it is the most needed Water gives us health And it is present in all our body We are not the only ones needing it But also the entire environment

INowadays, water has been discussed a lot in every part of the world, because of its importance for us and the fact that year after year we are getting fewer clean water because most of it is getting pouted, mainly, by the big companies that throw their residues into the rivers and oceans. With that being said we need to preserve, at our best, the water. A few things that we can do to preserve the water are, for example, making demonstrations with the maximum number of people possible in front of big companies because that might make them aware of the need to reduce pollution. At home, we can do smaller things like turn of the water while we brushing our teeth. Furthermore, we need to highlight the importance of this resource. The water is important for everyone, because, first of all our body is seventy percent made of it, second of all every living beings need it to survive and basically almost everything in our world needs water direct or indirectly. Consequently, we want to criticise the rich people in the world that waste water in things that aren't needed to survive, like pools while other in poorest countries almost don't' have water to survive. The last thing we want to do is to ask people to make pressure on the governments so that they implement strict laws related to the pollution and waste of water. In short, the water is very important so we need to reduce the waste of it and its pollution, as well as, punish the people who don't use it in the correct way.

Water The water is one of the most important natural resources we have. Did you know 70 % ofour body is water? And that on a day a, human being uses 100 liters of water? That´s a scary number to think of. Only 3% of the world´s water is fresh water. And of that 2% is on the icebergs. So basically we only have control of 1%. Because of that we should be careful about the way we use this natural resource, so we can save it for everyone. But sadly, this is not the reality, even, today in 2022 a lot of people in poor countries don´t have access to water. As a consequence of having no water, people get a lot of diseases because they drink dirty water or they don´t drink it at all. If we keep on wasting a lot of water we won´t have that much in the next years. So, to save water we should do this: 1-Take small showers. 2-Turn of the tap when you brush your teeth. 3-Recycle, so you won´t pollute the water. 4-Don´t wash your car at home. If you are already doing this, you are helping a lot, keep doing this steps. Don´t forget, water is life! Afonso Leite, 11º B Dinis Machado, 11º B

Tiago Martins, 11º A Gonçalo Pimenta, 11º A

Lara Mendonça,11º B Mariana Oliveira, 11º B

esf on 37


ESF.ON INTERNATIONAL ESF.ON VOZES

ESF.ON ÁGUA

A drop of water When we come across measures that aim to cut down on water consumption, they tend to be focused on domestic use;they present small steps with which we can make a difference and lower the water-consumption levels as individuals. However, often overlooked are industries that entail for a systematic consumption level far greater than the individuals'. Industries like the denim, livestock and agriculture have an absurdly high level of water consumption far from being sustainable. Though there are clothing brands like H&M that already use recycled denim, it is far from being a common practice. Unsustainable fashion by itself is its own problem, that inevitably leads to stressed resources. The livestock and agriculture industres have a connected consumoption of hydric resources. Serials are needed to fed animals. And both these products need water to be produced. Livestock inperticulary needs a great amount of water and food furthen stressing out the resources. Futhermore, the moral ethics of industries like Nestle™, most be discussed. Besides them trying to buy some water sources in third world countries in order to control them, they are also known for offering free powdered milk to mothers just after they've given birth, but only for for the amount of time the mothers do lactate, resulting in hungry babies and babies sick from dirty, unhealthy water. There are more consumption measures for domestic use but these would be more important since most industries spend a lot more than we think.

Water an essential resource for every single form of life known to man, therefore it is imperative that we preserve it the best we can. In terms of human consumption, we use mostly fresh water which is only 3% of the total amount of water in the planet, and of those 3%, most is kept on glaciars and subterrainly, so the amount of water effectively available for human consumption is low. However, we, manking, have not been treating this resource respectfully. Proff of this, are for example, factory dumpings on rivers, which pollute drinkable water, while other people in African countries have very little available water. In order to change the world, and make water available for everyone, we must change our own habits, and start saving water. Some things we can do ourselves at home are, for example, turning off the tap when we brush our teeth, or our hands; resuse water from washing vegetables to water the plant; take showers instead of immersion baths; wash the car with buckets instead of hose, etc. In conclusion, water is a very precious resource, and we have not been treating it as we should, and because of that, it is becoming even rarer. In order to revert this, all of us should do smal things at home to help change the fate of the world.

André Luis, 11º B Márcia, 11º B

Daniel Gonçalves, 11º B Francisco Oliveira, 11º B

esf on 38

Hi, I'm Susie and I'm a small droplet of water who used to live in the ocean depths with my family. One day while I was having lunch, the sunlight suddenly flashed on me and I asked for help because I was evaporating. My friends tried to help me but I had already gone. In spite of being sad about losing my family, I was really happy because life down there was boring. A few days later I started missing my significant others and started crying, and somehow, I was surprised by a strong huge wind that made me drop out of that cloudy sky. While I was falling down, I made new friends that made me feel better about my situation and when I realized I hit the ground and flew into the river. In the river I saw the real world and the people who used me in their own benefit. Those people make electricity, clothes food, and a lot of things just with me. I felt powerful about knew my importance, but this time I wasn't needed so I flew into the end of the river I was in, and ended up again in the sea. I was back to my old routine waiting for the smallest light of the sun to evaporate me so that I could live that experience again. Jessica Furtado, 11º B Leonardo, 11º B


ESF.ON INTERNATIONAL ESF.ON VOZES

ESF.ON ÁGUA

Water is precious

Water

Access to water is a human right

The water is one of the most important things to the humanity, and not just that, is important to our world too. The molecule of water is one of the most important substances to the human body, representing 70% of our body composition. Water is also very important to animals, is the habitat of many species and the drink to everyone in the planet earth. In addition to this, water covers about 71% of terrestial surfasse, being the salt water the most predominant type of water (about 97%). Water is also the most important resource because we need water for everything, especially still water. We need water to take a bath, to hydrate our bodies, to water the fields and a lot of things, including industry. To conclude, water is a very important resource and we must preserve it.

Water is a right for all human beings, since it is essential for our survival and without this resource there would be no life. Although this is everyone's right, we must be careful with its use, as it is a scarce commodity. We must all be aware of the risk of drought, as some people already have very restricted access. Nowadays a countless number of people die of thirst, even though water is a right for all, because there is bad management of this resource. Some people have to travel long distances to have access to this good. In short, we must preserve and facilitate the access to water, as it is an essential resource for everyone's survival. Ana Oliveira, 11º D Beatriz Pinto, 11°D

Mariana Martins, 11º B Tiago Mendes, 11º B

Water is essential! Water is precious! Water is a precious commodity. Water is a precious and essential asset to human life, therefore it is necessary to preserve it in the present and in the future. If we look at our planet, we realize that it is mostly made up of water. Water is a very important substance for all living beings .Since water is an essential element to life, it is everyone's responsibility to manage it properly. Thus, we must be careful and so simple things like closing the tap when it is not necessary or take quick showers.

Water is an essential good for human beings and for the world. Our body is made up of about 70% water, and if there was no water in the world there would be no life. in the same way that our body is 70% of water, the earth is also made up of water, with 95.7% salt water and the rest is fresh water. Water is a very important asset and we should all do our best to save it, such as turn off the water while brushing our teeth, turn off the water while washing our hands. Antonio, 11º D

Beatriz Sampaio, 11º D Inês Santos, 11º D

Water is a precious resource that we should value. We can survive without food for a long time but we cannot survive without water. Most of the population wastes a lot of water not knowing that we're putting this resource at risk, which is something very concerning. We use water for everything, we drink it, we take showers with it, we cook with it, etc. With that said, we should value this important resource like we value our lives, since it is a very important thing that makes us and the Nature survive. Maria Beatriz Queirós

Water is crucial to life! Water is one of the most important resources to every type of life, including human beings. As we are 75% water, we cannot say that we can live without water, because we would be lying. there are However, some countries that don't recognize it as a human right. For example, in Italy water comes from a private company, so that it isn't accessible to everybody as not every person can pay for it. To conclude, the water is crucial to life but there are countries that still do not think about water as a human right. Bernardo Mendes, 11º D Miguel Ribeiro, 11º D https://www.redebrasilatual.com.br/ambien te/2018/03/paises-ignoram-onu-e-naoreconhecem-agua-como-direito-humano/

esf on39


ESF.ON INTERNATIONAL ESF.ON VOZES

ESF.ON ÁGUA

The importance of water

The global water Crisis

IWater is essential for the planet. The first forms of life originated in

There's nothing more essential to life on Earth than water and our ability to overcome water scarcity. People are struggling to access the clean water they need for drinking, cooking, bathing, handwashing, and growing their food.

water and the evolution of living beings has always been dependent on water. Water is the most critical and important element for human life. Composed of 60 to 70% of our body weight, it regulates our internal temperature and is essential for all organic functions. On average, our body needs four liters of water a day. Water is also used to prepare baby bottles, foods and juices. That is why we have to guarantee safe pure and crystalline water. Tomás Leite, 11º C

WATER IN CRISIS Clean freshwater is an essential ingredient for human life, but 1.1 billion people lack access to water and 2.7 billion experience water scarcity at least one month a year. By 2025, two-thirds of the world's population may be facing water shortages. The water crisis is a health crisis. Nearly one million people die each year from water and hygiene-related diseases, which could be reduced with access to safe water or sanitation. Every two minutes a child dies from a water-related disease. Access to safe water and sanitation contributes to improved health and helps prevent the spread of infectious disease. It means reduced child and maternal mortality rates. It means reduced physical injury from constant lifting and carrying heavy loads of water. As we face the COVID-19 pandemic, now more than ever access to safe water is critical to the health of families around the world. Finally, we would like to remind you that we have to manage water responsibly both on a personal and on a collective level. Fontes: https://water.org/our-impact/water-crisis/ https://www.worldwildlife.org/threats/water-scarcity : Pedro Teixeira Tiago Cardoso Tiago Leite

esf on 40

But what is water scarcity? Water scarcity is defined as lack of safe water supplies. As the population of the world grows and the environment becomes further affected by climate change, access to fresh drinking water dwindles. Globally, 785 million people lack access to clean drinking water. Every day, over 800 children die from drinking dirty water, due to diarrhoea caused by poor water, sanitation and hygiene and scarce or unreliable water and sanitation facilities in many communities around the world. The impacts of water scarcity affect families and their communities. Without clean, easily accessible water they can become locked in poverty for generations. Children drop out of school and parents struggle to make a living. We found all of this information on the https://www.worldvision.com.au/globalwater-crisis-facts Now what should we do to solve this? We should educate to change consumption patterns and lifestyles, invent new water conservation technologies, recycle wastewater, improve irrigation and agriculture water use, and improve water pricing, This way we could make a big difference in our global water crisis. Luanna Lopes Nádia Freitas

The Power of water The power of water was always been incredible, both in the functioning of nature and humans. Despite technological advances, water continues to play its role and without it none of us would survive. The most fascinating thing about water is that it is finite, but, despite that, it is available for all of us due to the incredible water cycles. In short, the power of water is fantastic. Dinis Mendes Francisco Dinis

Water The importance of water on the planet is of such proportion that it is an essential element for the survival of animals and plants on Earth, in addition to being part of numerous activities of human beings. The lack of water is a threat, since water is a source of life. Water is the source of life for all living beings. Therefore, in expeditions to other planets, water is one of the first resources sought, as it can be an indicator of the existence of life. https://www.todamateria.com.br/aimportancia-da-agua/ Fabiana Guimarães, 11º C


ESF.ON INTERNATIONAL ESF.ON VOZES

ESF.ON ÁGUA

Ohne Wasser kann man nicht leben! Não podemos viver sem água!

Wasser ist Leben. Wasser ist das wichtigste Lebensmittel in der Natur. Leonor Silva, 10º H Inês Silva, 10º H Wir kennen den wahren Wert von Wasser nur wenn wir durstig sind. Luís Ribeiro

Ohne Wasser bricht die Welt zusammen. Santiago Pereira, 10º H

Wasser ist unerlässlich Rafael Magalhães, 10º H Wasser ist trinkbar

Jeder muss seinen Teil dazu beitragen, dass es auf der Erde keinen Wassermangel gibt.

João Araújo, 10º H

Simão Vítor Morais Teixeira, 10º H

Das Leben ohne Wasser ist wie der Strand ohne Sand. Patrícia Alves, 10º H

Wasser zu sparen bedeutet, das Leben zu schätzen. Wasser ist der Anfang aller Dinge. Andreia Teixeira, 10º H Liane Machado, 10º H Das Wasser hält uns am Leben, verschmutze es nicht. Das Wasser ist wichtig! Rafaela Teixeira, 10º H Vasco Castro, 10° H Wenn wir Wasser sparen, werden wir immer diese natürliche Ressource haben. Vanessa Antunes , 10º H

esf on 41


PREVIEW CULTO MÚSICA

ROSA GUIMARÃES

LITERATURA

EMÍLIO ESTEVES

A montanha de água lilás: fábula para todas as idades

Arcade Fire – We (2022) Decorridos cinco anos desde o seu último lançamento, a banda de culto canadiana Arcade Fire de Win Butler e Régine Chassangne, formada em Montreal em 2001, regressou em 2022 na sua melhor forma com o álbum We, editado no passado dia 6 de maio. No seu sexto trabalho de estúdio, mais uma vez os Arcade Fire servem-se da música para, numa atitude interventiva, criticar a forma como vivemos atualmente, denunciando uma sociedade incessantemente ligada, sempre contactável e observada 24 horas por dia. É impossível não pensar no famoso livro 1984 de George Orwell. Na abertura do disco, em “Age of Anxiety I”, Win Butler, acompanhado por um piano melancólico e denso, canta “Fight the fever with TV in the age when nobody sleeps” e “Trying to feel something in the age of anxiety” numa clara referência aos tempos de confinamento e submissão. Em “Unconditional I (Lookout Kid)”, um tema pop e alegre que entra rapidamente no ouvido, está presente a imperfeição humana que todos devemos aceitar: “'Cause nothing is ever perfect / No one's perfect”. We é um disco curto e excelente! Tudo está muito bem elaborado, as canções acariciam a perfeição, nada está a mais. Encontramos temas calmos como “End of the Empire I-III”, que aborda o lado sombrio da condição humana, e “We”, belíssimo tema a fechar o disco, em que a voz de Win Butler, acompanhada por uma guitarra simples e um piano pausado, nos faz ter esperança novamente, cantando “When everything ends / Can we do it again?”; encontramos temas explosivos e dançantes como “The Lightning II”, que, pelo arrebatamento, nos transporta para os primeiros tempos da banda. Os Arcade Fire têm muitos seguidores em Portugal e tudo começou em 2005, no Festival de Paredes de Coura, quando a banda brindou 25 mil pessoas com um concerto que ficou para a história, ainda hoje considerado um dos melhores de todos os tempos. Com We, parece que voltamos a esses tempos do início, parece que os Arcade Fire sabiam exatamente o que queríamos ouvir. Mais do que isso, com We, fiquei com vontade de ouvir os seus primeiros trabalhos e recordar momentos como aquele que vivemos na pequena vila do Alto Minho. Com We, sei que esta banda de duas décadas de carreira tem ainda muito para nos oferecer e nós cá estaremos para os receber!

esf on 48

Pepetela A água é a nossa casa no Verão. Lá nos apetece ficar suspensos da sua frescura e do seu embalo. Um livro é a nossa viagem, fiquemos suspensos da sua companhia. Boas férias e boas leituras! A descoberta de uma água milagrosa é o mote para esta fábula sobre a natureza humana dominada pelo consumismo e pela exploração indiscriminada dos recursos naturais. Apesar de ter como protagonistas os Lupis, uns seres cor de laranja, é quase impossível não nos revermos nesta alegoria política que é também um alerta sobre o que acontece quando não pensamos e agimos em prol do bem comum. Pepetela (Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos) nasceu em Benguela, Angola, em 1941. Licenciou-se em Sociologia, em Argel, durante o exílio político. Foi guerrilheiro do MPLA, político e governante. Foi ainda professor na Universidade Agostinho Neto, em Luanda, e tem sido dirigente de associações culturais, com destaque para a União de escritores Angolanos A atribuição do Prémio Camões (1997) confirmou o seu lugar de destaque na literatura lusófona [Fontes: Plano nacional de Leitura 2027 - http://catalogolx.cm-lisboa.pt]


SÉRIES

PREVIEW CULTO

INÁCIO LEMOS

Nos Meandros da Lei

Intimidade A atriz Itziar Ituño, uma das estrelas de “La Casa de Papel”, é Malen Zubiri, a vicepresidente da autarquia de Bilbao — e favorita a vencer as próximas eleições para presidente da câmara. Zubiri é uma política honesta e respeitada entre diferentes quadrantes políticos. Mas tudo muda — e fica em risco — quando um vídeo íntimo seu é divulgado à sua revelia para o público. De repente, Malen Zubiri fica mal vista e começa a ser renegada dentro do próprio partido e na sociedade em geral. Isso também vai gerar, claro, problemas no seio da sua família. A narrativa inclui ainda a história de Begoña, irmã de Ane, jovem que tira a própria vida no início da série. Rapidamente descobrimos o motivo que a levou ao suicídio: a divulgação de imagens íntimas suas. Este é o grande tema de “Intimidade”, que procura ter uma abordagem algo pedagógica, explicando que este fenómeno recorrente numa era de redes sociais é criminoso e pode ter consequências desastrosas. Muitas vezes pode ser causado, por exemplo, por um antigo parceiro — no caso da história fictícia de Malen Zubiri, o plano era mesmo orquestrar a sua queda política. Ane não resistiu à pressão, ao trauma e à vergonha que sentiu. Malen, por outro lado, consegue passar ao ataque e apontar o dedo à cultura machista da sociedade e da política, tentando reafirmar o seu lugar enquanto candidata ao cargo. Outra personagem importante em “Intimidade” é a detetive Alicia, responsável pelo caso da morte de Ane e que tenta convencer Malen a apresentar queixa para que os culpados pela divulgação das suas imagens sejam responsabilizados, tornando o caso num exemplo para tantas outras pessoas. A série quer deixar claro que a culpa nunca é da vítima.

Foi em 2011 que estreou nos cinemas “Cliente de Risco”, um filme protagonizado por Matthew McConaughey, onde o ator interpreta um advogado que defende um homem rico sobre o qual começa a desconfiar cada vez mais. A história baseia-se na saga de livros de “The Lincoln Lawyer”, escrita por Michael Connelly. 11 anos depois, estreou na Netflix a série “Nos Meandros da Lei“. O universo narrativo é o mesmo - a produção televisiva baseia-se no segundo livro da saga de Connely, “The Brass Veredict“. Esta é a história de Micky Haller, que fica conhecido como o “advogado do Lincoln” — porque prefere o estilo de vida volátil de gerir o dia a dia no seu carro luxuoso, em vez de passar os dias enclausurado no seu aborrecido escritório. O enredo desenrola-se em Los Angeles. Micky Haller é um advogado de defesa em recuperação, depois de se ter tornado dependente nos analgésicos OxyContin, após um grave acidente de surf que o obrigou a ser submetido a diversas cirurgias que o deixaram sem trabalho. Tudo muda, quando um procurador altera o testamento e deixa os seus casos, caso aconteça alguma coisa, a Micky Haller. E, de repente, esse procurador morre. Assim, Micky tem de ficar com todos aqueles casos e vê-se obrigado a voltar ao ativo. Vai ter de lidar com um pequeno caso a cada episódio — enquanto um processo maior de homicídio se vai desenrolando ao longo dos vários episódios. O acusado Trevor Elliott, o cliente de Haller, declara-se repetidamente inocente apesar de haver algumas provas que apontam para o facto de ter assassinado a mulher e o amante após os ter encontrado na cama. Ao mesmo tempo, Micky Haller tem de manter a sobriedade, tentar ser um bom pai e lidar com as duas ex-mulheres — uma é sua assistente e está noiva do detetive privado contratado pela firma; a outra é a advogada. Com dez episódios, “Nos Meandros da Lei” é uma série minimamente inovadora; consegue entreter e ser competente naquilo a que se propõe.

esf on49


ESF

scola ecundária elgueiras

O FUTURO COMEÇA AQUI...