Page 1

www.diarioinduscom.com

DiárioIndústria&Comércio Curitiba, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de janeiro de 2017 | Ano XL | Edição nº 9715 | R$ 2,00 | edição estadual

DESDE O ANO 1976, CONFIÁVEL. INTELIGENTE. INFLUENTE.

Operação investiga suposto esquema de fraude na Caixa

Inflação entre idosos fecha 2016 em 6,07%, abaixo da média global do país

Valor da produção agropecuária encerra 2016 em R$ 527,9 bi, diz ministério

Economia A3

OPINIÃO

Fábio Campana Macunaíma exulta Aqui, na terrinha, corre a confusa agitação em torno de candidaturas ao governo do Paraná. Osmar Dias, a única certeza e disparado na frente em todas as pesquisas, vive a rotina dos top stars. O assédio nem sempre confortável da rapaziada que quer pegar uma beirada em sua canoa. Inclusive Requião, que faz de conta que quer ser candidato a governador para arrumar quem possa lhe ajudar a ser candidato ao Senado com um mínimo de chance de reeleição. Os outros polos de atração são Cida Borghetti e Ratinho Junior. Página A7

Nacional A4

Nacional A4

PR: Aumenta participação do agronegócio nas exportações A abertura de novos mercados impulsionou as exportações do agronegócio paranaense no ano passado, contribuindo para dar sustentação à balança comercial do Estado Prefeitura de Toledo

A participação na receita das exportações do agronegócio do Paraná na balança comercial brasileira aumentou de 13,19% em 2015 para 13,54% no ano de 2016. A abertura de novos mercados impulsionou as exportações do agronegócio paranaense no ano passado. Os produtos do agronegócio são os que mais pesam na balança comercial do Estado, correspondendo a 75% de todas as exportações paranaenses realizadas no ano passado. Apesar do aumento da participação do agronegócio paranaense em relação ao brasileiro no ano de 2016, houve redução em volume e receita. Economia A3

A exportação de carne suína foi a que mais cresceu no volume de exportação de carnes paranaenses

Richa entrega obras a 6 mil famílias do Litoral

Atividade econômica medida pelo IBC-Br aumenta 0,2% A atividade econômica teve variação positiva após quatro meses consecutivos de retração, segundo dados divulgados na sexta-feira pelo Banco Central (BC). O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período) cresceu 0,2%, em novembro, comparado a outubro. Economia A3

Aroldo Murá

Copel vai investir R$ 629 mi para reforçar a rede elétrica

SEGUROS E LIXO, OS R$ MILHÕES QUE ESTÃO EM JOGO A coleta e destinação do lixo de Curitiba e os seguros da Municipalidade estão na mira de empresas e, também, de alguns palpiteiros que estariam prontos a “auxiliar” a administração da cidade a decidir sobre essas futuras/ próximas cotações/ concorrências. Página A6

Edital na Página 00

A Copel vai investir R$ 629,6 milhões somente em distribuição de energia no Paraná em 2017. O montante inclui obras de ampliação e modernização da rede elétrica, com novas subestações e linhas de transmissão que vão beneficiar a população de todas as regiões do Estado. Estes empreendimentos associam automação e telecomunicações para tornar a rede mais robusta e evitar desligamentos. Geral A2

“Os investimentos são consistentes, um trabalho competente da Sanepar, que terá grande impacto na região”, afirmou o governador

O governador Beto Richa entregou na sexta-feira a primeira etapa das obras de ampliação do sistema de esgoto sanitário dos municípios de Matinhos e Pontal do Paraná, no LitoPublicação de 01Mais edital ral do Estado. desomente. 6 mil famílias são beneficiadas. As obras integram um programa de investimento de R$ 250 milhões e que garantirá 25 mil novas ligações. É o maior programa de saneamento já realizado no Litoral.

Comerciantes de Manaus relatam queda no movimento após mortes em presídios A Avenida Marechal, em Manaus - essencialmente comercial, com lojas, restaurantes populares e camelôs - parece cheia para qualquer visitante desavisado. Segundo alguns comerciantes, no entanto, o movimento caiu em razão do medo da violência após as mortes em presídios e fugas de detentos.

Geral A2

Editais Página Editais na na Página A5 00 Acesse a edição digital

Editais nas Páginas 00 e 00

Colégio Marista Santa Maria completa 92 anos

Publicação de mais de 01 edital na mesma página. Em 15 de janeiro de 1925 nascia em Curitiba o Colégio Marista Santa Maria, desde então, oferece educação de qualidade às turmas da Educação Infantil ao Ensino Médio. Atendendo mais de 3 mil alunos atualmente, orgulha-se de transmitir valores que duram para a vida toda e passam de geração a geração. O ex-aluno e atual professor de Ciências Biológicas no Ensino Médio do Colégio Marista Santa Maria, Cassiano Calluf, conta sua experiência de fazer parte dessa história. Negócios A6

Nacional A4

Registro Positivo Contribuições da Fiocruz à sociedade serão foco da nova presidente, Nísia Trindade Os planos de administração da primeira mulher a ocupar o cargo de presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em 116 anos de história da instituição já estão traçados. Inicialmente, Nísia Trindade quer botar em prática os dez

pontos que sustentaram a sua campanha à presidência da Fiocruz, em novembro de 2016, e que a levaram ao primeiro lugar, com 59,7% dos votos. Segundo Nísia, os temas abordados durante a campanha envolvem, entre outros pontos,

Publicação de mais de 01 edital em páginas distintas.

Central de Atendimento: 41 3333.9800 / e-mail: pauta@induscom.com.br

a defesa do Sistema Único de Saúde [SUS], do sistema de ciência e tecnologia aplicado ao desenvolvimento sustentável, a todo o recurso ao campo da vigilância em saúde, da pesquisa transnacional, da atenção com qualidade.


GERAL

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de janeiro de 2017 | A2

EDITORIAL coluna@induscom.com.br

Ano sombrio O ano passado foi terrível para a economia brasileira e mundial. E, apesar de uma leve melhora que já começou a ser vislumbrada, o ano de 2017 poderá ser tão sombrio como 2016. De acordo com projeção divulgada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), a taxa mundial de desemprego continuará subindo neste ano. O novo relatório divulgado pela organização estima que haverá um aumento de 3,4 milhões de pessoas desempregadas. A previsão é que o número de pessoas desempregadas no mundo inteiro chegue a aproximadamente 201 milhões. São números assustadores que revelam o tamanho gigantesco da crise econômica. Esta situação não tem outra causa senão a recessão, que provocará, segundo a OIT, um aumento no número de desempregados brasileiros para 13,6 milhões, contra os 12,4 milhões registrados em 2016. A taxa de desemprego no Brasil passará dos atuais 11,5% para 12,4%, o que representa um aumento de mais de um milhão de desempregados em 2017. Diante de um caos tão grande, o governo tem a obrigação de fazer seu papel – e fazer bem feito.

Previsão do tempo Fonte: www.simepar.br..

30° Máx.: 16° Mín.:

Dia se inicia com temperaturas amenas ao amanhecer no sul e leste do Paraná. Mas a presença do Sol e as poucas nuvens favorecem para uma rápida elevação das temperaturas, não só nessas regiões, mas também em todos os setores do Estado. Há baixa probabilidade para eventos de chuva, que devem ocorrer de forma isolada durante o decorrer da tarde.

R$ 250 MILHÕES

Richa entrega obras a 6 mil famílias do Litoral Governador entregou a primeira etapa das obras de ampliação do sistema de esgoto sanitário de Matinhos e Pontal do Paraná

O

governador Beto Richa entregou na sexta-feira a primeira etapa das obras de ampliação do sistema de esgoto sanitário dos municípios de Matinhos e Pontal do Paraná, no Litoral do Estado. Mais de 6 mil famílias são beneficiadas. As obras integram um programa de investimento de R$ 250 milhões e que garantirá 25 mil novas ligações. É o maior programa de saneamento já realizado no Litoral. “Os investimentos são consistentes, um trabalho competente da Sanepar, que terá grande impacto na região”, afirmou o governador. Junto com o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, Richa vistoriou as obras de construção da estação elevatória de esgoto Beltrami, em Pontal do Paraná. Em Matinhos, eles visitaram a Cantina da Nena, imóvel que recebeu a ligação de esgoto número 6.000. A lanchonete funciona desde 1996 e só agora conta com rede de esgotamento sanitário. Araci Unfireed, proprietária do imóvel, disse que a ligação do esgoto na rede, além de mais conforto e saúde, representa também economia no negócio. “Tínhamos de prever na nossa contabilidade

“O planejamento da Sanepar no Litoral tem dado muito certo. Saneamento é qualidade de vida e saúde. Muitos governantes não gostam de fazer este tipo de obra porque são enterradas, não aparecem, e os recursos são vultuosos”, disse Richa o custo com o caminhão limpa fossa, que é alto. Agora a gente vai conseguir até melhorar o lucro”, disse ela. ELEVAR ÍNDICES O programa de investimentos da Sanepar no Litoral, de R$ 250 milhões, inclui a construção de 29 estações elevatórias de esgoto,

500 mil metros de rede coletora e 25 mil ligações de esgoto. As obras serão concluídas no fim de 2018. Nesta primeira fase foram investidos R$ 70 milhões. O governador ressaltou que, concluído o programa, a cobertura de saneamento de Matinhos vai pular de 52% para 85% da população, e a de Pontal vai triplicar, de 26% para 75%. No

País, 40% do esgoto é tratado; na região Sul o índice é de 44%. “O planejamento da Sanepar no Litoral tem dado muito certo. Saneamento é qualidade de vida e saúde. Muitos governantes não gostam de fazer este tipo de obra porque são enterradas, não aparecem, e os recursos são vultuosos”, disse Richa.

Arte: Roque Sponholz..

Nova diretoria da Cohab é apresentada aos funcionários

Colônia de férias no Museu Oscar Niemeyer começa amanhã

A nova diretoria da Cohab foi apresentada na sexta-feira. O diretorpresidente nomeado pelo prefeito Rafael Greca é José Lupion Neto, que tem vasta experiência no setor público. Já presidiu as Centrais de Abastecimento do Paraná (Ceasa), o Instituto Curitiba de Saúde (ICS) e o conselho de administração da Compagas. “Nas empresas públicas em que estive à frente, o sucesso do trabalho sempre esteve ligado ao comprometimento dos funcionários. Aqui não será diferente, os desafios são muitos, mas com criatividade e união de esforços vamos conseguir superá-los”, afirma Lupion Neto.

O Museu Oscar Niemeyer abre a 9ª edição da Colônia de Férias que acontecerá em duas etapas: a primeira entre os dias 17 e 20; e a segunda entre 24 e 27, sempre das 14h às 17h30. Podem participar crianças de 6 a 11 anos. As inscrições podem ser feitas na bilheteria do Museu, de terça a domingo, das 10h às 18h. São 70 vagas por dia. A inscrição tem o custo diário de R$ 75 por criança, ou R$ 270 pelo pacote semanal. Este valor inclui despesas como materiais usados nas oficinas práticas, aventais e sacolas personalizadas entregues a cada criança, além de um lanche.

COMBATE EFETIVO

Programa Família Paranaense entra na guerra contra o Aedes aegypti Começou esta semana uma ação educativa do programa Família Paranaense, da Secretaria estadual da Família e Desenvolvimento Social, contra o Aedes aegypti, mosquito que transmite a dengue, zika e chikungunya. A iniciativa conta com o apoio técnico das secretarias estaduais da Saúde e da Educação.

Para atingir de forma mais efetiva as famílias que moram em áreas de risco, portanto mais vulneráveis ao mosquito, foi desenvolvido um kit didático interativo e com forte apelo visual. Os kits foram entregues semana passada aos escritórios regionais da Secretaria e já começaram a chegar à maioria dos

562 Cras (Centros de Referência de Assistência Social) de todo o Estado. A expectativa é que a ação cubra os 399 municípios paranaenses. Além de chegar às mais de 250 mil famílias já atendidas ou em atendimento pelo programa Família Paranaense, os materiais poderão ser usados para outras

PARANÁ

paraná em ação

Copel vai investir R$ 629 mi para reforçar a rede elétrica

Justiça visita cidades que receberão programa

EXPEDIENTE

Diário Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976

Filiado ao Sindejor | Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas do Paraná

Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

Tiragem e circulação auditadas por EXECUTIVE AUDITORES INDEPENDENTES BRASÍLIA

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br

RIO DE JANEIRO

Grp Representações e Propaganda

Ltda. Avenida Graça Aranha, 145 - 9º Andar - Parte Centro - Rio de Janeiro RJ - 20.030.003 Email: grp@grpprop.com.br Telefone: 21 2524.2457 Fax: 21 2262.0130

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

ações educativas junto à comunidade e em parceria com as unidades municipais de Saúde e Educação. Para a coordenadora do Família Paranaense, Letícia Reis, o combate ao mosquito requer a disseminação ampla de informação e a atuação integrada entre o poder público e a sociedade.

Montante inclui obras de ampliação e modernização da rede elétrica, com novas subestações e linhas de transmissão que vão beneficiar a população de todas as regiões do Estado A Copel vai investir R$ 629,6 milhões somente em distribuição de energia no Paraná em 2017. O montante inclui obras de ampliação e modernização da rede elétrica, com novas subestações e linhas de transmissão que vão beneficiar a população de todas as regiões do Estado. Estes empreendimentos associam automação e telecomunicações para tornar a rede mais robusta e evitar desli-

gamentos. Um dos destaques é a Subestação Colombo, que está sendo construída na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O empreendimento, que será conectado às subestações Almirante Tamandaré e Rio Branco do Sul por linhas em tensão de 138 mil volts, totaliza R$ 28,7 milhões e vai reforçar ainda mais a qualidade do fornecimento de energia de

toda RMC. No noroeste, para a construção da subestação São Pedro do Ivaí e de duas linhas que vão ligála às subestações Barbosa Ferraz e Mandaguari, a Copel vai aplicar R$ 34,3 milhões. Na região norte, a subestação Cambé soma R$ 17,5 milhões junto com uma linha que vai conectá-la a unidades em Londrina e Rolândia. Para reforçar o fornecimento

A coordenação do Programa Paraná em Ação, da Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, iniciou as visitas técnicas nos municípios onde vão acontecer as feiras de serviços neste ano. Nesta semana, foram realizadas visitas técnicas no município de Irati e em Guarapuava onde será realizado o primeiro evento do ano, nos dias 2 e 3 de fevereiro. A equipe esteve também na prefeitura de Paranaguá, onde a feira será realizada dias 22, 23 e 24 de março, pela primeira vez no Litoral Durante as reuniões a coordenadora do Paraná em Ação, Maria Gorete Brotti, ressaltou importância de organizar a feira de cidadania nos municípios. “Estamos organizando a feira de serviços para que possamos levar variados serviços que beneficiem e oportunizem a população. Os serviços que serão oferecidos são totalmente gratuitos para que o cidadão possa receber todo tipo de atendimento necessário”, destaca Maria Gorete.


economia

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de janeiro de 2017 | A3

VENDAS AO EXTERIOR

Agronegócio participa mais das exportações

Inflação entre idosos fecha 2016 em 6,07%, abaixo da média global

A abertura de novos mercados impulsionou as exportações do agronegócio paranaense no ano passado, contribuindo para dar sustentação à balança comercial do Estado Arquivo / SECS

A inflação para as pessoas da terceira idade fechou 2016 com alta acumulada de 6,07%, resultado menor do que a inflação acumulada para a totalidade do país (IPC-BR), que foi de 6,18%

A soja em grão continua como líder de exportação, ao lado da carne de frango. No ano passado, no estado, foram exportados 7,97 milhões de toneladas de soja, volume 2,5% acima do ano anterior (2015)

A

participação na receita das exportações do agronegócio do Paraná na balança comercial brasileira aumentou de 13,19% em 2015 para 13,54% no ano de 2016. A abertura de novos mercados impulsionou as exportações do agronegócio paranaense no ano passado, contribuindo para dar sustentação à balança comercial do Estado. Os produtos do agronegócio são os que mais pesam na balança comercial do Estado, correspondendo a 75% de todas as exportações paranaenses realizadas no ano passado. Apesar do aumento da participação do agronegócio paranaense em relação ao brasileiro no ano de 2016 e forte participação no resultado final da balança comercial, houve redução em volume e receita do agro paranaense, mas em menor proporção do que a ocorrida no brasileiro. Enquanto no âmbito nacional a queda na receita foi de 3,73%, na estadual a redução foi de apenas 1,2%. Já em relação ao volume, o recuo nas exportações brasileiras foi de 2,68%, enquanto que no Paraná foi de 2,36%. CHUVAS Vários fatores contribuíram para a redução das exportações do agronegócio paranaense, sendo o principal deles a perda de 5 milhões de toneladas de milho e soja por causa do excesso de chuvas na colheita da safra 2015-2016. Os dois produtos deixaram de circular no Estado na forma de grãos, carnes e derivados, refletindo nas exportações do agronegócio paranaense. A variação do câmbio também influenciou no resultado final do faturamento. A receita do agronegócio paranaense, em 2016, atingiu US$ 11,5 bilhões, cerca de US$ 140 milhões a menos que no ano anterior, quando o faturamento atingiu US$ 11,64 bilhões. Produtos como soja e carne de frango continuam na liderança das exportações, mas no ano passado, o aumento das exportações de açúcar e de carne suína foram os principais destaques que influenciaram no aumento das exportações do Paraná. Para o secretário da Agricultura Norberto Anacleto Ortigara, o desempenho poderia ter sido melhor, no entanto, clima, economia instável, câmbio com oscilações e o recuo nos preços das commodities foram os principais fatores que influenciaram na balança comercial do estado e do país. “Esperamos um cenário melhor para 2017 diante da expec-

tativa de uma safra de primavera/verão de 23,1 milhões de toneladas, aproximadamente 15% superior a obtida na temporada passada e que está próxima de ser consolidada com a intensificação da colheita que está em fase inicial. Isso anima o setor produtivo, dá um fôlego maior aos produtores e a indústria da carne de frango, que trabalharam com margens apertadas em 2016”, disse Ortigara. O diretor do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria da Agricultura e Abastecimento, Francisco Carlos Simioni, explica que o carro-chefe das exportações paranaenses ainda são os produtos do agronegócio. “Em 2016, apesar das influências da política brasileira que atingiram setores vitais da economia, os produtores rurais paranaenses continuaram investindo em tecnologia, em insumos de base como uma adubação bem feita e no uso de máquinas e recursos modernos, caminhando para uma agricultura moderna, de precisão no Estado”, ressaltou. SOJA LIDERA A soja em grão continua como líder de exportação, ao lado da carne de frango. No ano passado, no estado, foram exportados 7,97 milhões de toneladas de soja, volume 2,5% acima do ano anterior (2015). Apesar do aumento na exportação, a receita foi menor por causa da variação do dólar. Em 2016, a receita acumulada com a exportação de soja foi de US$ 2,95 bilhões, que corresponde a uma queda de cerca de US$ 500 milhões em relação ao ano anterior, quando o valor das exportações da oleaginosa atingiu um total de US$ 3 bilhões. Segundo o economista do Deral, Marcelo Garrido, o câmbio variou muito durante todo o ano de 2016, o que influenciou no resultado final. O principal destino da soja paranaense foi a China, que importou 89,2% de todo o volume embarcado, correspondendo a 7,11 milhões de toneladas enviadas para aquele País. Outros países como Tailândia, Taiwan, Paquistão e Rússia também compraram a soja paranaense. Em contraponto à soja, o milho - que se destacou na pauta de exportações em 2015 -, teve queda de cerca de 50% no volume exportado no ano passado. Em 2016, o Paraná exportou apenas 1,84 milhão de toneladas de milho em grão, praticamente a metade do ano anterior (2015), quando foram exportados 3,64

milhões de toneladas. A receita caiu na mesma proporção. Segundo Edmar Wardensk Gervásio, responsável técnico estadual pela área de milho no Deral, o faturamento com as exportações de milho atingiram US$ 305 milhões no ano passado, contra US$ 608 milhões em 2015. Em 2016, o Paraná e o Brasil tiveram queda na produção de milho por causa de problemas climáticos. A redução da oferta do produto provocou forte aquecimento da demanda e elevação dos preços no mercado doméstico, o que contribuiu para reduzir as exportações. “A prioridade foi garantir o abastecimento do mercado interno”, explicou. Os principais destinos do milho paranaense foram o Vietnã, que comprou 22% do total exportado, seguido do Japão, com participação de 17,3% e do Irã, que comprou 10,7% do volume de milho exportado. AÇÚCAR A exportação paranaense de açúcar em 2016 foi de 2,6 milhões de toneladas, o que apresenta um aumento de 12,3% comparativamente a 2015. Assim a participação dessa commoditie na balança comercial do Paraná atingiu 5,9% do total das exportações paranaenses. A receita aumentou 13,3%, com o ingresso de US$ 898,7 milhões, apesar do preço do açúcar estar estabilizado a US$ 336 a tonelada no mercado externo. Segundo o economista do Deral, Dizonei Zampieri, a redução da oferta do açúcar originário da Índia, o segundo maior exportador de açúcar do mundo, abriu brechas para exportação do açúcar paranaense e brasileiro. A índia perdeu produção com dois anos seguidos de falta de chuvas e com isso não pôde atender a demanda internacional. O Paraná é o terceiro estado exportador de açúcar e os principais destinos do açúcar brasileiro são a Rússia, China, Egito e Emirados Árabes. CARNE SUÍNA CRESCE A exportação de carne suína foi a que mais cresceu no volume de exportação de carnes paranaenses. Em 2016, o Paraná exportou quase 94 mil toneladas, 45,5% de aumento em relação ao volume exportado em 2015, quando foram exportadas 65 mil toneladas do produto. De acordo com os dados Agrostat/Secex, a receita subiu 33%, passando de US$ 148 milhões em 2015 para US$

197 milhões em 2016. Cerca de 50% do volume exportado foi para Hong-Kong, seguido do Uruguai, que comprou 17,1% do volume de exportações e da Argentina, que ficou com 10,1% das exportações. O Paraná foi o terceiro estado que mais exportou carne suína no País, com 13% de participação nas exportações brasileiras deste item. Em 2016, o Brasil contou com a abertura do mercado chinês para alavancar as exportações. Ainda de acordo com a Secex, o Brasil aumentou em 32,8% no volume e em 16,3% na receita obtida com as exportações de carne suína. O principal mercado para a carne suína brasileira continua sendo a Rússia, com 34% de participação, seguido de Hong-Kong, com 22,8%. Mas só a China, que voltou a comprar do Brasil no ano passado, comprou o equivalente a 12,2% do volume exportado. CARNE BOVINA As exportações de carne bovina do Paraná tiveram um desempenho mais tímido em 2016, mas em ascensão, com a entrada do Irã comprando carne in natura paranaense. O Estado exportou um total de 30.625 toneladas no ano passado, um aumento de 29% sobre as exportações do ano anterior, cujo volume foi 23,7 mil toneladas. A receita aumentou 39%, passando de US$ 77,4 milhões em 2015 para US$ 107,5 milhões em 2016. Segundo o médico veterinário do Deral, Fábio Mezzadri, só o Irã aumentou em 235% o volume de compras de carne bovina, com a queda das restrições para compra de carne in natura do Paraná. Outros principais destinos foram Hong-Kong, Chile e Rússia. FRANGO O Paraná continua sendo o maior produtor e maior exportador de carne de frango, apesar da ligeira queda no preço do produto no mercado internacional. Em 2016, as exportações de frango aumentaram 4% em volume, mas tiveram queda de 2,12% na receita de acordo com os dados do Agrostat/Secex e o Sindicarne-PR. O Estado exportou 1,5 milhão de toneladas de carnes de frango, contra 1,48 milhão de toneladas exportadas no ano anterior. A receita caiu de US$ 2,36 bilhões, em 2015, para US$ 2,31 bilhões no ano passado. Os principais destinos do frango paranaense são a Arábia Saudita, China, Emirados Árabes e Japão.

O Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i), que mede a variação da cesta de consumo de famílias majoritariamente compostas por indivíduos com mais de 60 anos de idade, registrou no quarto trimestre de 2016 variação de 0,93%. Com o resultado, a inflação para as pessoas da terceira idade fechou 2016 com alta acumulada de 6,07%, resultado menor do que a inflação acumulada para a totalidade do país (IPC-BR), que foi de 6,18%. Os dados relativos ao Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade foram divulgados na sexta-feira, no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV). Indicam que, na passagem do terceiro trimestre de 2016 para o quarto trimestre, a taxa do IPC-3i acusou alta de 0,26 ponto percentual, passando de 0,67% para 0,93%. Segundo a FGV, seis das oito classes de despesa componentes do índice registraram alta em suas taxas de variação. A principal contribuição partiu do grupo Transportes, cuja taxa foi de 0,22% para

2,37%. O item que mais influenciou o comportamento dessa classe de despesa foi gasolina, que variou 3,28%, no quarto trimestre, depois de ter fechado com deflação (inflação negativa) de -1,79% no período anterior. Contribuíram também para a alta da inflação entre um período e outro os grupos Alimentação (de -0,22% para 0,31%), Educação, Leitura e Recreação (1,34% para 2,66%), Despesas Diversas (0,39% para 1,54%), Comunicação (0,52% para 1,03%) e Vestuário (0,31% para 0,75%). Em contrapartida, apenas o grupo Habitação anotou queda de preços entre os dois trimestres, ao passar de 0,72% para uma inflação negativa de 0,16%, influenciado pelo item tarifa de eletricidade residencial, que foi de -2,69% para -6,25%. Já o grupo Saúde e Cuidados Pessoais repetiu a taxa de variação da última apuração: 1,82%. As principais influências em sentido ascendente e descendente partiram dos itens salão de beleza (0,90% para 2,48%) e artigos de higiene e cuidado pessoal (2,76% para 1,85%), respectivamente.

Atividade econômica medida pelo IBC-Br sobe 0,2% em novembro

A atividade econômica teve variação positiva após quatro meses consecutivos de retração, segundo dados divulgados na sexta-feira pelo Banco Central (BC). O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período) cresceu 0,2%, em novembro, comparado a outubro. Na comparação entre novembro de 2016 e novembro de 2015, houve queda de 2%. No ano acumulado do ano, o IBC-Br acusa queda de 4,59% e, em 12 meses encerrados em novembro, retração de 4,76%, nos dados sem ajuste.

O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio, serviços e agropecuária, além do volume de impostos. Mas o indicador oficial sobre o desempenho da economia é o Produto Interno Bruto (PIB), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O PIB é a soma de todas as riquezas produzidas pelo país.

CNI: Faturamento da indústria cresce 4,5% A indústria brasileira registrou aumento de 4,5% no faturamento real e de 0,7% nas horas trabalhadas em novembro na comparação com outubro. As informações foram divulgadas na sextafeira, em Brasília, na pesquisa Indicadores Industriais, da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os dados são dessazonalizados, ou seja, ajustados para o período em que foram coletados. Os indicadores relativos ao mercado de trabalho, no entanto, continuaram a observar queda. O indicador do emprego recuou 0,3% na comparação com outubro, enquanto a massa salarial

real caiu 2,1% e o rendimento médio real, 1,5% para o mesmo período. A utilização da capacidade instalada ficou em 76,6%, apenas 0,1 ponto percentual acima do piso da série histórica. Para a CNI, os números de novembro não sinalizam recuperação da atividade industrial. A entidade destacou na pesquisa que “a comparação anual dos indicadores continua a mostrar quedas expressivas”. O faturamento real, por exemplo, recuou 9,9% e as horas trabalhadas caíram 5,5% em novembro de 2016 na comparação com o mesmo mês de 2015.


nacional

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de janeiro de 2017 | A4

Operação investiga suposto esquema de fraude na Caixa

Ministério da Agricultura

A Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Cui Bono para investigar suposto esquema de fraude na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal no período entre 2011 e 2013. Sete mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em São Paulo, no DF, na Bahia e no Paraná. Segundo a PF, o suposto esquema contava com a participação, no período, do então vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal, do vice-presidente de Gestão de Ativos do banco e de um servidor da instituição cujo cargo não foi divulgado, além de empresários e dirigentes de empresas dos ramos de frigoríficos, de concessionárias de administração de rodovias, de empreendimentos imobiliários e de um operador do mercado financeiro. Entre março de 2011 e dezembro de 2013, a vice-presidência de Pessoa Jurídica da instituição era ocupada pelo político Geddel Vieira Lima (PMDB). Ministro da Integração Nacional entre 2007 e 2010, no segundo governo Lula, Geddel voltou ao governo em maio de 2016 como ministro-chefe da Secretaria de Governo na gestão do presidente Michel Temer. O político deixou o cargo em novembro do ano passado, por suspeita de ter atuado para beneficiar uma construtora na Bahia. A acusação motivou a Comissão de Ética Pública da Presidência da República a abrir procedimento para apurar a conduta ética do ex-ministro.

O montante ficou 1,8% abaixo do registrado em 2015. Tanto a pecuária quanto as lavouras contribuíram para a queda

Valor da produção agropecuária encerra 2016 em R$ 527,9 bilhões O

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou que o valor bruto da produção agropecuária encerrou 2016 em R$ 527,9 bilhões. O montante ficou 1,8% abaixo do registrado em 2015. Tanto a pecuária quanto as lavouras contribuíram para a queda. O valor da produção para a pecuária caiu 3,2% e para as lavouras 1%, segundo o ministério. Na pecuária, as carnes bovina ( queda de 5,6%), suína (10,7%) e o leite (7,8%) foram afetados pelos preços mais baixos. Nas lavouras, houve retração no valor da produção de produtos como o tomate (47,9%), mamona (41%), fumo (29,1%), uva (13,4%), cacau (14,7%), algodão (12,1%), amendoim (11,3%), cebola (11,3%) e arroz (9,5%).

Para o coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do ministério, José Garcia Gasques, o aspecto mais marcante de 2016 foram as secas, que afetaram as atividades principalmente no Cerrado e no Nordeste. Por região, o Sul liderou o valor da produção, com R$ 155,78 bilhões, seguido pelo Sudeste, R$ 145,61 bilhões, Centro-Oeste, R$ 145,38 bilhões, Nordeste, R$ 42,44 bilhões, e finalmente, Norte, onde a produção somou R$ 32, 15 bilhões. Pela primeira vez em quatro anos, o faturamento do Sudeste superou o do Centro-Oeste. José Garcia Gasques atribuiu a mudança ao bom desempenho de Minas Gerais com o café no ano passado.

O valor da produção para a pecuária caiu 3,2% e para as lavouras 1%, segundo o ministério

Comerciantes de Manaus relatam queda no movimento após mortes em presídios A Avenida Marechal, em Manaus - essencialmente comercial, com lojas, restaurantes populares e camelôs - parece cheia para qualquer visitante desavisado. Segundo alguns comerciantes, no entanto, o movimento caiu em razão do medo da violência após as mortes em presídios e fugas de

detentos. Vanda de Souza, 54 anos, tem um comércio no local e costumava fechar às 19h30, mas tem mudado de hábito e voltado para casa cerca de duas horas mais cedo. “Tem que ir mais cedo para casa. Eu ia às 7h, 7h30; agora estou indo às 17h, 17h30. Até as lojas

estão fechando um pouco mais cedo. Um motivo é a queda do movimento e outro é por estar perigoso demais”. Por volta das 13h, o número de lojas abertas e, principalmente, de camelôs na rua dá a impressão de comércio cheio, mas a dona de uma banca de revistas do local,

Aldenice Barbosa, 66 anos, confirma a queda no movimento. “Não mudei minha rotina, não mudei nada. Mas mudou o movimento, caiu muito”. Segundo ela, na última sexta-feira (6) correu entre os comerciantes a notícia de que um arrastão ocorria na região. Muitas lojas fecharam as portas, seguidas

por Aldenice, mas ela não confirma o arrastão . “Disseram que ia ter arrastão, aí eu fechei, porque não tinha nenhuma loja aberta, não tinha ninguém na rua. Mas não vi nada”. Cíntia Soares, 36 anos, vende sorvete em casquinha na rua do centro de Manaus.


Diário Indústria&Comércio

Curitiba, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de janeiro de 2017 | A5 13/01/2017

3º OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E 15º TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS Município e Comarca de CURITIBA, Estado PARANÁ Bel. Mônica Maria Guimarães de Macedo Dalla Vecchia Registradora Designada

publicidade legal :: 700002771594 - e-Proc ::

SÚMULA DE REQUERIMENTO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO QUALY QUÍMICA LTDA torna público que requereu à Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba a Licença de Operação para fabricação de produtos de limpeza e polimento situada à Rua das Carmelitas, nº 1846, Bairro Boqueirão, Curitiba – Paraná.

Faço saber que pretendem se casar: 1- RAFAEL MOREIRA DA SILVA e ÉRIKA QUERONAI CARDOSO Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei no prazo de 15 (quinze) dias. CURITIBA, 16 DE JANEIRO DE 2017

1º Ofício do registro Civil 13º Tabelionato Leão Bel. Ricardo Augusto de Leão - Oficial Trav. Nestor de Castro, 271 - CEP 80.020-120 Centro - Curitiba - PR

Disponibilizado no D.E.: 09/01/2017 Prazo do edital: 20/02/2017

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 4ª Vara Federal de Curitiba

HOLDING FINAXIS S.A.

Av. Anita Garibaldi, 888, 4º andar - Bairro: Cabral - CEP: 80540-400 - Fone: (41)3210-1761 - www.jfpr.jus.br - Email: prctb04@jfpr.jus.br

CNPJ/MF nº 09.492.128/0001-94 - NIRE 41.300.074.259 Edital de Convocação Ficam os Srs. acionistas da HOLDING FINAXIS S.A., com sede na Cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Rua Pasteur nº 463, 11º andar, Água Verde, CEP 80.250-104, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 09.492.128/0001-94, com seus atos constitutivos registrados perante a Junta Comercial do Estado do Paraná (“JUCEPAR”) sob o NIRE 41.300.074.259 (“Companhia”), convocados para a Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 20 (vinte) de janeiro de 2017, às 13 horas, na sede social da Companhia, para deliberar sobre a seguinte ordem do dia: (i) eleição de novo membro para compor a Diretoria da Companhia. Curitiba, PR, 10 de janeiro de 2017 Maria Cláudia Beldi Muniz Falcão - Diretora-Presidente

EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 5036544-74.2015.4.04.7000/PR EXEQUENTE: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF EXECUTADO: ALINE MIDORI HAJI URA EXECUTADO: RICARDO YOSHINORI URA EXECUTADO: RIAL COMERCIO DE RACOES LTDA - ME

EDITAL Nº 700002771594

EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem casar-se:

CITAÇÃO

PREFEITURA DE FAZENDA RIO GRANDE ESTADO DO PARANÁ

1 - JONATHAN BAUER DE ALMEIDA PEREIRA e ANA CAROLINA PEREIRA. 2 - MÁRIO FRANCESCO VALENTINO CORRÊA CAVACIOCCHI e MARILIA RODRIGUES TRUITE. 3 - BRUNO ZUNKIEWICZ e GISLENA DE CASTRO VAZ.

PRAZO: 20 (VINTE) DIAS

CHAMADA PÚBLICA Nº. 001/2013 O DR MARCOS ROBERTO ARAÚJO DOS SANTOS, JUIZ FEDERAL DA CREDENCIAMENTO DE MÉDICOS 4ª VARA DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA, SEÇÃO JUDICIÁRIA DO MEDIANTE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARANÁ, NA FORMA DA LEI, ETC.... Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de A Comissão Permanente de Licitações da Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Gran15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de, Estado do Paraná, no uso de suas prerrogativas legais, realiza chamada púF A Z S A B E R aos que o presente edital virem ou dele conhecimento de costume. blica para o Credenciamento de Médicos, mediante contrato de prestação de tiverem, que por este Juízo Federal e Secretaria respectiva, tramita o processo de Execução de serviços, para usuários do Sistema Único de Saúde de Fazenda Rio Grande CURITIBA, 16 DE janeiro DE 2017 Título Extrajudicial acima referido, cujo objeto é a citação de ALINE MIDORI HAJI URA e oriundos das Unidades e Serviços de Saúde do Município. Qualquer empresa ou RICARDO YOSHINORI URA, em nome próprio e como representante legal de RIAL pessoa física, que cumpra com os objetos, condições, restrições critérios e exigênCOMERCIO DE RACOES LTDA, para o pagamento do débito à exeqüente. cias presentes no edital, que demonstre interesse em credenciar-se, poderá fazê-lo protocolando o pedido informando interesse na forma estabelecida neste instrumento, Fica, por este meio, C I T A D O ALINE MIDORI HAJI URA, CPF SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA PRÉVIA acompanhado dos documentos exigidos para a participação no Credenciamento – 227.454.128-09, brasileira, casada, empresária e RICARDO YOSHINORI URA, CPF Chamada Pública 001/2013 no Protocolo Geral da Prefeitura de Fazenda Rio Grande, QUALY QUÍMICA LTDA torna público que recebeu da Secretaria Municipal 130.735.298-70, brasileiro, casado, empresário, em nome próprio e como representantes situada na rua Jacarandá n.º 300, Bairro Nações, neste município. O Edital completo do Meio Ambiente de Curitiba a Licença Prévia, LP 16000058, válida até legais de RIAL COMERCIO DE RACOES LTDA, CNPJ nº 04.768.095/0001-49, por da presente Chamada Pública permanecerá à disposição dos interessados – eis que 15/03/2017, para fabricação de produtos de limpeza e polimento situada à esta(em) em lugar incerto e não sabido, para que pague(m), no prazo de 03 (três) dias, a Chamada Pública é permanentemente aberta, durante a vigência dos contratos – no endereço http://www.fazendariogrande.pr.gov.br e na Secretaria Municipal de contados após decorrido o prazo do presente edital, R$ 72.640,51 (setenta e dois mil, Rua das Carmelitas, nº 1846, Bairro Boqueirão, Curitiba – Paraná. Administração – Setor de Licitações. seiscentos e quarenta reais e cinquenta e um centavos), válido para julho de 2015, a ser .Fazenda Rio Grande/PR, 11 de Janeiro de 2017. devidamente corrigido até a data do efetivo pagamento, sob pena de penhora ou arresto, em Luiz Rafael Lopes tantos bens quantos bastem para garantia da dívida, e para que, querendo, apresente embargos :: 700002771467 - e-Proc :: https://eproc.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=minuta_impri... Presidente da Comissão Permanente de Licitações BANCO FINAXIS S.A. no prazo de 15 (quinze) dias, independentemente de segurança do juízo, tudo em

CNPJ/MF nº 11.758.741/0001-52 - NIRE 41.300.079.358 Edital de Convocação para Assembleia Geral Extraordinária Ficam os senhores acionistas do BANCO FINAXIS S.A., com sede na Cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Rua Pasteur, nº 463, 11º andar, Água Verde, CEP 80.250-104, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 11.758.741/0001-52, com seus atos constitutivos registrados perante a Junta Comercial do Estado do Paraná sob o NIRE 41.300.079.358 (“Companhia”), convocados para se reunir em Assembleia Geral Extraordinária, que será realizada, em primeira convocação, no dia 20 (vinte) de janeiro de 2017, às 11 horas, na sede social da Companhia, para deliberar sobre a seguinte ordem do dia: (i) eleição de novo membro para a Diretoria Executiva; (ii) alteração do Estatuto quanto as normas relativas à constituição e funcionamento do componente organizacional de ouvidoria, nos da legislação em vigor. Curitiba, PR, 10 de janeiro de 2017 Maria Cláudia Beldi Muniz Falcão - Diretora-Presidente

conformidade com os termos do processo de execução (art. 827 e ss, do CPC/2015), e despachos.

Ao valor exeqüendo devem ser acrescentados os honorários advocatícios, fixados em 10% sobre o valor da dívida, sendo esta verba honorária reduzida pela metade, em caso de integral pagamento no prazo de três dias, contados da citação.

Disponibilizado no D.E.: 09/01/2017 Prazo do edital: 20/02/2017

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 4ª Vara Federal de Curitiba

No prazo para embargos, reconhecendo o crédito do exeqüente e comprovando o depósito de 30% (trinta por cento) do valor em execução, inclusive custas e honorários de advogado, poderá(o) o(a)(s) executado(a)(s) requerer seja(m) admitido(a)(s) a pagar o restante em até 6 (seis) parcelas mensais, acrescidas de correção monetária e juros de 1% (um Av. Anita Garibaldi, 888, 4º andar - Bairro: Cabral - CEP: 80540-400 - Fone: (41)3210-1761 - www.jfpr.jus.br - Email: 13/01/2017 :: 700002771594 - e-Proc :: por cento) ao mês, conforme Art. 916 do CPC/2015. prctb04@jfpr.jus.br Será nomeado curador especial (Defensoria Pública) no caso de revelia (art. https://eproc.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=minuta_imprimir&acao_origem=acessar_documento&hash=66504c6af5ee566d8606320d9d08dbbc 257, IV do CPC). CUMPRIMENTO DE SENTENÇA Nº 5040495-76.2015.4.04.7000/PR

GREENCRED Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Médicos, Demais Categorias Afins e Professores de Ensino Superior de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral CNPJ / MF 02.347.114/0001-38 EXEQUENTE: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF EXPEDIDO nesta cidade de Curitiba, Paraná, aos treze dias do mês de EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE EXECUTADO: LIA ORIETA MELLO ARAUJO dezembro de dois mil e dezesseis (13.12.2016). Eu, ____________, Léa Maria Otani, ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EXECUTADO: PLASTIFORT SERVICOS LTDA - EPP Diretora de Secretaria da 4ª Vara Federal, conferi e assino. O Diretor Presidente da GREENCRED - Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Médicos, Demais Categorias Afins e Professores de Ensino Superior de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral, no uso das atribuições que lhe confere o art. n° 25 do Estatuto EDITAL Nº 700002771467 Social, convoca os senhores cooperados a reunirem-se em AssembléiaGeral Ordinária, Documento eletrônico assinado por MARCOS ROBERTO ARAUJO DOS SANTOS, Juiz Federal, na forma do artigo a ser realizada no dia 20 de fevereiro de 2017, nas dependências do Bourbon Curitiba 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 de março de 2010. A conferência da autenticidade do documento está disponível no endereço eletrônico Hotel & Tower, à Rua Cândido Lopes, 102 – Centro, nesta Capital (por absoluta falta INTIMAÇÃO http://www.trf4.jus.br/trf4/processos/verifica.php, mediante o preenchimento do código verificador 700002771594v7 e de espaço na Sede Social da Cooperativa) às 18:00 horas em primeira convocação, com do código CRC 88b63ea1. 2/3 dos cooperados; às 19:00 horas em segunda convocação, com metade mais 01 (um) PRAZO: 20 (VINTE) DIAS dos cooperados; e às 20:00 horas em terceira e última convocação, com presença de no Informações adicionais da assinatura: mínimo 10 (dez) cooperados, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: Signatário (a): MARCOS ROBERTO ARAUJO DOS SANTOS O DR MARCOS ROBERTO ARAÚJO DOS SANTOS, JUIZ FEDERAL DA 4ª Pauta da Assembléia Geral Ordinária: Data e Hora: 14/12/2016 14:19:41 VARA DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA, SEÇÃO JUDICIÁRIA DO i) Eleição dos membros do Conselho de Administração, com mandato até a PARANÁ, NA FORMA DA LEI, ETC.... A.G.O./2021; 5036544-74.2015.4.04.7000 700002771594 .V7 CBL© CBL ii) Eleição dos membros do Conselho Fiscal para o exercício de 2017, com o mandato F A Z S A B E R aos que o presente edital virem ou dele conhecimento até a A.G.O./2018; tiverem, que por este Juízo Federal e Secretaria respectiva, tramita o processo de iii) Deliberar sobre a prestação de contas do exercício de 2016; Cumprimento de Sentença acima referido, no qual objetiva-se a intimação do executado LIA iv) Deliberar sobre a destinação das sobras do primeiro e segundo semestre de ORIETA MELLO ARAUJO, em nome próprio e como representante legal de PLASTIFORT 2016; SERVICOS LTDA, para que efetue o pagamento do débito, no prazo de 15 dias, sob pena de v) Fixação do valor dos honorarios da Administração da Cooperativa, e da cédula de ser acrescida no montante da condenação multa no percentual de 10%, conforme disposto no presença para os integrantes dos Conselhos de Administração e Fiscal; artigo 523, §1º do CPC/2015. vi) Apresentação do Programa de Trabalho da cooperativa para o ano de 2017; vii) Apresentação do Plano de Metas da cooperativa para o ano 2017; Fica, por este meio, I N T I M A D A, LIA ORIETA MELLO ARAUJO, Número de cooperados nesta data: 1.143 cooperados. CPF 376.418.919-34, brasileira, viúva, empresária, em nome próprio e como representante Curitiba, 10 de janeiro de 2017 legal de PLASTIFORT SERVICOS LTDA, CNPJ nº 11.771.234/0001-59, por estar em Dr. Elie Lebbos Dr. Sidon Mendes de Oliveira Dr. José Mauricio Frehse lugar incerto e não sabido, para que efetue o pagamento do seu débito, no prazo de 15 Diretor Presidente Diretor Financeiro Diretor Administrativo dias, no valor de R$ 233.068,68 (duzentos e trinta e três mil, sessenta e oito reais e sessenta e Visto: oito centavos), válida para junho de 2015, sob pena de ser acrescida no montante da Dr. Everson Alberge Buchi condenação multa no percentual de 10%, conforme disposto no artigo 523, §1º do CPC/2015. Coordenador da Comissão Eleitoral :: 700002771467 - e-Proc :: https://eproc.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=minuta_impri...

1/2

SUSTENTABILIDADE

Walmart oferece descontos a quem usar sacolas retornáveis

Será nomeado curador especial (Defensoria Pública) no caso de revelia (art. 257, IV do CPC). PREFEITURA DE FAZENDA RIO GRANDE ESTADO DO PARANÁ

EXPEDIDO nesta cidade de Curitiba, Paraná, aos treze dias do mês de dezembro de dois mil e dezesseis (13.12.2016). Eu, ____________, Léa Maria Otani, Diretora de Secretaria da 4ª Vara Federal, conferi e assino.

CHAMADA PÚBLICA Nº. 002/2014 CREDENCIAMENTO DE CLÍNICAS VETERINÁRIAS, ATRAVÉS DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS A Comissão Permanente de Licitações da Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande, Estado do Paraná, no uso de suas prerrogativas legais, realiza a chamada pública para Contratação de Clínicas Veterinárias para prestação de serviços de Esterilização em cães e gatos do Município de Fazenda Rio Grande. Qualquer empresa ou pessoa física, que cumpra com os objetos, condições, restrições critérios e exigências presentes no edital, que demonstre interesse em credenciar-se, poderá de 2 fazê-lo protocolando o pedido informando interesse, acompanhado dos 1documentos exigidos para a participação no Credenciamento – Chamada Pública 002/2014 no Protocolo Geral da Prefeitura de Fazenda Rio Grande, situada na Rua Jacarandá n.º 300, Bairro Nações, neste município. O Edital completo da presente Chamada Pública permanecerá à disposição dos interessados – eis que a Chamada Pública é permanentemente aberta, durante a vigência dos contratos – no endereço http:// www.fazendariogrande.pr.gov.br e na Secretaria Municipal de Administração – Setor de Licitações. .Fazenda Rio Grande/PR, 18 de Novembro de 2016. Carlos Henrique Reis dos Santos Presidente da Comissão Permanente de Licitações

SAÚDE

Maternidade de Curitiba comemora 200 mil partos Ao completar seus 200 mil partos, a Mater Dei de Curitiba, maternidade que mais realiza partos pelo SUS no Paraná, irá celebrar de uma maneira muito especial: o bebê número 200 mil e sua mãe serão presenteados com uma festa e alguns mimos, entre eles uma roupinha personalizada e buquê de flores. O nascimento histórico deve acontecer nos próximos dias.

UFPR

Nessa data importante, o quarto também será decorado com balões e um bolo completará o momento. “Comemorar nossos 200 mil partos significa glorificar a vida de milhares de crianças que tivemos a honra de ajudar a nascer, de novas famílias que se formaram, da esperança que nasce a cada dia”, diz Ir. Iracema Vujanski, diretora da Mater Dei.

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Documento eletrônico assinado por MARCOS ARAUJO DOS SANTOS, Juiz Federal, na forma do artigo SeçãoROBERTO Judiciária do Paraná 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 de março de 2010. A 4ª Vara Federal de Curitiba conferência da autenticidade do documento está disponível no endereço eletrônico http://www.trf4.jus.br/trf4/processos /verifica.php, mediante o preenchimento do código verificador 700002771467v6 e do código CRC 0100436b. Informações adicionais da assinatura:

5040495-76.2015.4.04.7000 Signatário (a): MARCOS ROBERTO ARAUJO DOS SANTOS

700002771467 .V6 CBL© CBL

Data e Hora: 14/12/2016 14:19:50

5040495-76.2015.4.04.7000

700002771467 .V6 CBL© CBL

Fomentar ações capazes de educar os consumidores sobre consumo consciente e descarte correto de produtos faz parte das estratégias de sustentabilidade do Walmart Brasil. Dentro deste pilar, a empresa mantém o Programa 06/01/2017 12:57 “Cliente Consciente Merece

Desconto” nos supermercados e hipermercados da rede (Walmart, Big, Hiper Bompreço, Nacional, Mercadorama, Bompreço e TodoDia). Ele oferece descontos financeiros para os clientes que optam pela não utilização de sacolas plásticas descartáveis.

5ª edição

São José dos Pinhais sediará Congresso Paranaense de Cidades Digitais

https://eproc.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=minuta_imprimir&acao_origem=acessar_documento&hash=66504c6af5ee566d8606320d9d08dbbc

O diretor da Rede Cidade Digital (RCD), José Marinho, e o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico de São José dos Pinhais, Rafael Rueda Muhlmann, assinaram na quinta-feira o termo de cooperação para realização do 5º Congresso Paranaense de Cidades Digitais, marcado para os dias 23 e 24 de novembro. O evento é o maior do gênero voltado para pequenos e médios municípios e visa estimular in-

vestimentos nas Tecnologias da Informação e Comunicação no aprimoramento dos serviços públicos, aproximando gestores das novas tecnologias e do setor privado interessado nesse mercado. As inscrições, gratuitas para servidores públicos, devem ser abertas em breve. Em 2016, representantes de mais de 100 localidades participaram da quarta edição do evento realizada em Maringá, em novembro. O objetivo do Congresso é abordar

iniciativas, modelos, políticas públicas, linhas de financiamentos, serviços de mercado e fornecer subsídios a gestores interessados em planejar e implantar projetos na área visando o desenvolvimento socioeconômico dos municípios por meio da tecnologia. Para o diretor da RCD, José Marinho, São José dos Pinhais desponta no que se trata de investimentos na linha das cidades digitais e inteligentes. O município, localizado na Região Metropolitana

de Curitiba e com cerca de 300 mil habitantes, possui uma fábrica própria de software e uma diretoria de TI para pensar e desenvolver soluções para administração, como o projeto Farmácia Popular Municipal, proposta inédita no país e que reduziu custos e melhorou o atendimento à população. A iniciativa também foi homenageada durante o 4º Congresso Paranaense de Cidades Digitais com o título de Projeto Inovador 2016.

OPORTUNIDADE

Bom Jesus conquista 14 primeiros lugares

Foz do Iguaçu recebe o curso Cozinhas do Mundo da Le Cordon Bleu em março

Na quinta-feira, o Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (UFPR) divulgou o resultado do vestibular 2016/2017. Os alunos do Colégio Bom Jesus conquistaram 14 primeiros lugares, mas outros tantos Feras puderam comemorar a aprovação no vestibular mais concorrido do Paraná. A UFPR está ofertando cerca de 6 mil vagas para 120 cursos.

Em grande estilo, o Centro de Capacitação Sindhotéis, em parceria com a Uniamerica, disponibiliza as inscrições para a segunda turma do Curso Cozinhas do Mundo, ministrado pelos mais renomados chef’s da Le Cordon Bleu – a mais prestigiada escola de gastronomia do mundo. A Le Cordon Bleu foi fundada em Paris em 1985, sendo reconhecida atualmente como a mais renomada instituição de ensino

2 de 2

“Olhar a lista de aprovados e identificar o grande número de Feras que estarão cursando a Federal do Paraná e outras tantas universidades, neste ano é um momento muito especial. Nós cuidamos dos mínimos detalhes da educação dos nossos alunos, por isso é tão gratificante acompanhar todas as conquistas”, observa a gerente pedagógica do Bom Jesus, Giselli Hümmelgen.

06/01/2017 12:57

na área de gastronomia a nível mundial. Presente em diversos países, buscando nos melhores mercados internacionais e nacionais a profissionalização de práticas gastronômicas, para profissionais da gastronomia, cozinheiros profissionais e amadores. Essa parceria de sucesso formou em dezembro de 2016 a primeira turma do curso. Foram cinco meses de formação, numa turma composta de alunos brasi-

leiros, argentinos e paraguaios, que aprenderam técnicas de excelência das cozinhas mais importantes do planeta, como a francesa, italiana, mediterrânea, asiática e peruana. Cozinhas do Mundo pode ser realizado por profissionais e amadores e permite aos alunos apreciar sabores, aromas e ter contato com a alta gastronomia, conhecendo as receitas mais clássicas da gastronomia mundial. O curso, com certificado da Le

Cordon Bleu, permitirá ao aluno atuar sobre as exigências do mercado mundial, conhecer normas nacionais e internacionais para manipulação de alimentos, realizar as principais receitas de cada cozinha e ter domínio de técnicas de produção dos mais sofisticados pratos de uma gastronomia de alto nível. As inscrições estão abertas e são apenas 18 vagas. As aulas começam em março.

2/2


negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de janeiro de 2017 | A6

CURITIBA

Pátio Batel promove “Férias na Floresta” Atração promete encantar crianças com fantasias, contação de história e atividades manuais

Aroldo Murá G. Haygert Contato com o jornalista: aroldo@cienciaefe.org.br

"Solo Criado" poderá gerar sede desse centro de notáveis

Ernani Buchmann, Darci Piana, Ricardo Pasquini, Nilson Monteiro e Dante Mendonça

Local funcionará entre 18 de janeiro e 12 de fevereiro, atendendo das 12h às 20h

A

partir do dia 18 de janeiro, crianças de até 12 anos estão convidadas a viver tardes de muita diversão no Pátio Batel. O shopping irá montar no piso L1 um cenário que simula uma floresta. Durante a temporada de “Férias na Floresta”, que conta com o patrocínio da rede Bourbon Hotéis e Resorts, haverá três oficinas com diferentes temas e períodos, permitindo que os pequenos possam voltar mais vezes e aproveitar ainda

mais a programação. Entre os dias 18 a 26 de janeiro acontece o “Floresta Encantada”; entre os dias 27 de janeiro ao dia 02 de fevereiro a “Floresta Pré-histórica”; e entre 03 e 12 de fevereiro a “Floresta Selvagem”. Logo na entrada, as crianças serão convidadas a trabalhar com a imaginação vestindo fantasias temáticas durante o tempo em que estiverem nas oficinas. Além de participarem de uma contação de história,

os pequenos também farão atividades manuais que variam de acordo com o tema e irão desenvolver fantoches de palitos, dedoches e balões temáticos que poderão ser levados para casa. A agenda do “Férias na Floresta” vai até o dia 12 de fevereiro, atendendo entre 12h e 20h. As atividades são indicadas para crianças de até 12 anos e menores de 03 deverão estar acompanhadas de um responsável. A entrada é gratuita.

SALÃO

Inspira+ revela 900 materiais inovadores O Inspiramais-Salão de Design e Inovação de Componentes da América Latina, que antecipa pesquisas, referências e matérias-primas para fabricantes calçadistas, agora integra a cadeia têxtil e vai apresentar mais de 900 materiais inovadores para o verão 2018. Agendado em São Paulo, nesta segunda dia 16 e terça-feira, espera superar os mais de dois milhões de dólares em negócios obtidos na última edição com a presença de compradores latino-americanos, europeus e dos Estados Unidos. Os realizadores do evento, Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e ArtefatosAssintecal e Centro das Indús-

trias de Curtumes do Brasil, fizeram parceria com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção-Abit, visando desenvolver juntos projetos que beneficiem e fortaleçam a indústria da moda, unindo a expertise de dois diferentes setores – componentes e o têxtil. Assim, o 15º Inspiramais, nessa inédita integração das indústrias confeccionista e calçadista do país, oferecerá espaço exclusivo para os expositores têxteis e o projeto + Estampa amplia para seis estúdios de estamparia. Sob a coordenação do consultor do Núcleo de Design da Assintecal, Lucius Vilar, buscam traços e desenhos inovadores os estúdios Capim

Puro (São Paulo/SP), Icertain (Bragança Paulista/SP), Dash Studio (Balneário Camboriú/ SC), Oficina Lamparina (Santana de Parnaíba/SP), Graphique (Campinas/SP) e Textrend (Rio de Janeiro/RJ). Os visitantes, ou seja, profissionais da indústria ligada à produção de moda brasileira, como calçadista, de acessórios, couros, têxtil, joalheria, móveis e artefatos, além dos mais de 900 lançamentos de matérias-primas para o verão 2018, encontrarão criações de 18 curtumes para o inverno 2018. O couro, aliás, está mais adiantado em relação aos demais componentes do setor coureiro-calçadista. “O Inspiramais é o mo-

EDUCAÇÃO

Colégio Marista Santa Maria completa 92 anos Em 15 de janeiro de 1925 nascia em Curitiba o Colégio Marista Santa Maria, desde então, oferece educação de qualidade às turmas da Educação Infantil ao Ensino Médio. Atendendo mais de 3 mil alunos atualmente, orgulha-se de transmitir valores que duram para a vida toda e passam de geração a geração. O ex-aluno e atual professor de Ciências Biológicas no Ensino Médio do Colégio Marista Santa Maria, Cassiano Calluf, conta sua experiência de fazer parte dessa história. Ele entrou no Colégio Marista em 1987, na antiga 8° série (hoje 9° ano Ensino Fundamental 2), se formou em 1990, e, além de lecionar aulas no colégio desde 2003, também é pai de 3 alunos: Antonella (2° ano do Fundamental 1); Sophia (6º ano Fundamental 2) e Caio Augusto (9º ano

Fundamental 2). “No Santa vivi os meus melhores anos de Colégio. Lembro de atividades que fazíamos naquela época, como o “Dia do Parque”; a turma toda almoçava no antigo Parque Santa Maria, que hoje é chamado de “Recanto Marista”, e jogávamos futebol no período da tarde. Foi uma grande emoção voltar à instituição depois de muitos anos e, ainda, como professor. Rever alguns dos meus professores foi realmente muito especial”, relembra Cassiano. O Colégio Marista Santa Maria há nove décadas forma gerações e oferece uma educação pautada na excelência acadêmica e nos valores institucionais. De acordo com Everson Caleff Ramos, diretor geral do Colégio Marista Santa Maria, o Santa Maria é conhecido e reconhecido em Curitiba por

ser uma escola tradicional sem ser tradicionalista. “Tradicional porque somos fiéis aos valores, aos princípios e a uma filosofia institucional que, em 2017, completa 200 anos de história. Mas também somos conhecidos pela inovação, por uma pedagogia de vanguarda e por uma proposta pedagógica consistente e que prepara o aluno para todas as provas da vida”, explica. Ele conta, ainda, que no ano passado foi procurado por um ex-aluno, que estudou a educação básica inteira no Colégio e saiu há 59 anos. “Além dele, seus filhos estudaram aqui e hoje seus netos são alunos do Santa. Uma coisa é certa: o Santa Maria sempre marcou e continua marcando profundamente quem passou e passa por aqui”, destaca Everson Caleff Ramos, diretor geral do Colégio Marista Santa Maria.

Alguns leitores me perguntam o porquê de eu dedicar expressiva cobertura aos atos e à história da Academia Paranaense de Letras (APL). Para esses indagadores, a APL seria "um centro de beletrismo que anda na contramão de nosso tempo" – dizem. De saída, para eliminar quaisquer suspeitas, afirmo: não sou candidato à Academia, nunca fui, embora tenha sido convidado por vários acadêmicos a concorrer a uma das cadeiras da casa. Um desses inconformados leitores é antropóloga ligada à UFPR, e a quem respondi direto: "Por isso mesmo, porque há muita gente esclarecida, como você, mas mal informada, que ainda vê a Academia dessa forma..."

BELETRISMO Faz anos que a APL deixou de ser um reduto de beletrismo. Acho mesmo que a entrada na Academia de nomes como o jurista René Dotti; o crítico de artes e ex-presidente da OAB-PR, Eduardo Rocha Virmond; o professor Belmiro Valverde Jobim Castor (in memoriam); o cronista de Curitiba, Ernani Buchmann; os jornalistas

Nilson Monteiro (também romancista); Adherbal Fortes Sá Junior, poeta que cantou Curitiba na peça "Cidade sem Portas"; e Dante Mendonça (outro especial conhecedor de Curitiba e da alma curitibana) – marcou essa passagem. Hoje a APL caminha para se consolidar como um centro de notáveis, assim como toma o mesmo rumo a Academia Brasileira de Letras (ABL). Os acadêmicos Darci Piana, empresário de porte e muita representatividade; e o professor e médico Ricardo Pasquini, não seria parte dessa especial seleção de homens e mulheres especiais hoje na APL.

COM ERNANI Não exagero, a Academia Paranaense de Letras (APL), sob a presidência de um consumado mestre da política cultural – Ernani Buchmann – caminha para, de alguma forma, tentar ser nossa Academie de France. Vai se firmando como centro de notáveis personalidades da vida paranaense, a começar pela ex-presidente, Chloris Casagrande Justen, perfeitamente ajustada a esse propósito, até como "sinal dos tempos": ela é uma nonagenária de invejável

inserção no mundo presente. Ernani dá um novo "approach" aos projetos de valorização da APL. No momento, por exemplo, concentra-se – com apoio de outros imortais – para ver transformado em realidade o projeto de fazer o Belvedere do Alto São Francisco beneficiar-se da Lei do Solo Criado. Se aprovado projeto (em parte, dependerá o assunto da decisão de outro imortal, o prefeito Greca de Macedo, acho eu), a Academia poderá partir para o seu mais ambicioso projeto, o da construção de sua sede própria. Composta por bom percentual de gente prática, como o secretário de Estado Flávio Arns, a APL vai fazendo papel supletivo ao do poder público em tarefas importantíssimas. Uma delas é o trabalho denominado de "Academia Paranaense de Letras vai à Escola", cujo alvo é "saturar" o ensino básico com informações e análises da História do Paraná. Nessa missão conta com o apoio das academias de letras de cidades diversas do Estado. Mas não se pode esquecer: o Belvedere do Alto do São Francisco vai sediar o chamado "Observatório da Cultura do Paraná", cujo nome é autoexplicativo.

SEGUROS DA PREFEITURA E LIXO MILIONÁRIOS A Prefeitura pode estar com a caixa baixa. Mas já há muitas corporações de olho grande, em torno de pelo menos dois enormes projetos da municipalidade, envolvendo muitos R$ milhões. Um, o da concorrência para a exploração da coleta do lixo da cidade. O outro, o dos seguros da Municipalidade. Dizem línguas afiadas que nos dois casos já haveria "diligentes auxiliares" – assessores sem cargos formais – do prefeito Greca de Macedo atuando com "muita diligência". Com pressa, que é sabidamente inimiga da perfeição. É possível até que tal "diligência" tenha se ampliado em decorrência da hospitalização do prefeito, e "auxiliares" assumindo posições de comando real no Palácio 29 de Março.

Caminhão de lixo de Curitiba

Comando real, isso mesmo. O que deve significar o "muita diligên-

cia", não se sabe exatamente. A expressão, é certo, permite todo tipo de ilações.

A IMAGEM DA VEREADORA A vereadora de Foz do Iguaçu, + (PTN), foi presa em 15 de dezembro do ano passado, acusada pela Polícia Federal de receber um 'mensalinho' em troca de voto favorável a projetos do Executivo. O caso ganhou repercussão porque Anice não foi a única. Doze dos 15 vereadores da Câmara Municipal foram presos sob a mesma acusação.

POSSE E NULIDADE O que ganhou repercussão, no entanto, não foi a sua prisão, corriqueira e, de certa forma, banalizada pelo Petrolão. Foi sua posse, autorizada pela Justiça e oficializada por funcionários do legislativo municipal, na quinta-feira (12). Ainda que, horas depois, o ato tenha sido dado como nulo pela presidência da Câmara, a imagem é a que fica. E fala muito sobre o Brasil. MORAL Certamente há um descompasso entre o Direito e o ético, o moral, em nosso país. Anice fez o juramento como representante de um eleitorado que ela mesmo refuga ao selar acordos espúrios em troca de benefícios pecuniários. O que assombra é que a vereadora, privada da liberdade por incorrer em ilícito, ganhe na Justiça o direito de sair da prisão, tomar posse e a ela retornar sem ser cerceada pelo dispositivo legal.

Das grades à posse em Foz do Iguaçu

TENTÁCULOS CURTOS Há leis à mancheia nesse país. Leis que são modificadas a granel. Leis que transbordam nos escaninhos das repartições. Leis que ditam o impensável. Nenhuma delas, contudo, alcança o político naquilo que deveria ser o seu bilhete de entrada na vida pública: a reputação ilibada e a probidade. Os casos estão aí, em todo o país, para quem quiser ver. O problema é que quando se trata de políticos, os tentáculos do Direito e da Justiça se fazem curtos e os tornam inalcançáveis. UM PLANO DE SEGURANÇA SEM NOVIDADE O governo Michel Temer reagiu ao mas-

sacre de presos no Amazonas e em Roraima com um Plano de Segurança Nacional. Não é propriamente uma novidade. Como lembrou Elio Gaspari, em sua coluna, os governos FHC, Lula e Dilma anunciaram estratégias semelhantes que guardavam até o mesmo nome, mas com efeitos pífios.

LAVA JATO O que surpreende, no entanto, é a pressa do ministro Alexandre de Matos (Justiça) em alertar o público espectador de que o plano não vislumbra qualquer concessão de benefício aos presos da Lava Jato. NOTA À IMPRENSA "Não se prevê nenhuma medida que possa beneficiar presos provisórios pela prática de crimes de corrupção contra a administração pública, inclusive na Operação Lava Jato", diz o ministro em comunicado divulgado aos jornais. NAS REDES O esclarecimento foi uma resposta ao procurador do Ministério Público Federal e coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dalagnol, que afirmou, nas redes sociais, que a "medida anunciada pelo ministro da Justiça pode colocar os presos da Lava Jato em liberdade. Todos!".

Protestos na Câmara de Foz do Iguaçu

PIZZA? Antes que se esclarecesse o malentendido ou se corrigisse o erro da declaração apressada, ao menos um político da oposição – a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB – AM) – comemorou a possibilidade Lava Jato acabar, deprimente, em uma quarta de feira de cinzas do país. Tal como um pierrô abandonado.

O VÍDEO DA NOITE DE LANÇAMENTO DO “VOZES DO PARANÁ 8” Confira o registro em vídeo da noite de lançamento de "Vozes do Paraná 8", no dia 6 de outubro, feito pelo memorialista Wasyl Stuparyk: https://www.youtube.com/watch?v=cJ87fnupplY https://www.facebook.com/aroldomuraghaygert


geral

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, domingo e segunda-feira, 15 e 16 de janeiro de 2017 | A7

Fábio Campana fabio.campana@gmail.com

Deus queira que apareçam outros companheiros, nós temos um ano inteiro pela frente. ” Lula torcendo para que outros nomes do partido apareçam e tenham forças para concorrer à presidência.

Macunaíma exulta Aqui, na terrinha, corre a confusa agitação em torno de candidaturas ao governo do Paraná. Osmar Dias, a única certeza e disparado na frente em todas as pesquisas, vive a rotina dos top stars. O assédio nem sempre confortável da rapaziada que quer pegar uma beirada em sua canoa. Inclusive Requião, que faz de conta que quer ser candidato a governador para arrumar quem possa lhe ajudar a ser candidato ao Senado com um mínimo de chance de reeleição. Os outros polos de atração são Cida Borghetti e Ratinho Junior, que navegam em mar de dúvidas. De resto, as alianças na política nativa se aproximam de obsceno troca-troca de parceiros. Espetáculo de viés circense, consideradas as péssimas intenções dos candidatos, que o povo aprendeu a repudiar. Os acordos de 2016 já não valem. Aliados das eleições anteriores agora estão em trincheiras opostas e os adversários se juntam no mesmo barco. Sem contar os que vão sendo eliminados pela Lava Jato, que colocou a céu aberto o esgoto da política. Os ensaios de conchavos de cúpula mostram que, para estar no poder, nossos políticos fazem qualquer acerto. Por trás do jogo de dissimulações prevalece o vale-tudo. O poder merece tamanha desfaçatez porque proporciona a oportunidade de fazer todo tipo de negócio, como vemos nas

Não vai rolar O presidente Michel Temer não aceitou a sugestão da criação de um novo ministério que cuidaria somente de segurança pública. Na justificativa, disse que um novo ministério geraria mais custos ao governo e sua intenção é economizar, não gastar, o que foi visto como uma boa resposta. E ainda acrescentou que o Plano Nacional de Segurança, discutido na última semana, será posto como uma das prioridades do Governo e que acredita que realmente o ministério da Justiça tenha força para colocá-lo em prática. Se perceber que o ministério da Justiça não dá conta, volta atrás e cria o ministério.

revelações da Lava Jato. O poder é uma maravilha. Dá-se emprego aos de casa e aos do auditório, socorrem-se os apaniguados, distribuem-se propinas a rodo, erguem-se novas fortunas com dinheiro da corrupção. Assim se desenrola a vida de um estadista tupiniquim. Vida boa. Marcada apenas pela preocupação de ficar no trono pelo maior prazo possível. Na política nativa, o espírito macunaímico é uma praga pior que a maria-sem-vergonha. Chamam a isso de bom senso. E lá vêm os mestres do pragmatismo a recomendar os entendimentos mais incríveis entre políticos que pareciam, ainda ontem, antípodas, inimigos irreconciliáveis pelas divergências ideológicas e de métodos. Qual o que. Na geleia macunaímica, vinga o populismo, o poder é mafioso e a mídia, incluída a da internet, é a sua ferramenta. (Sem contar que Macunaíma não tem ideologia, está em todos os lugares.) Todos sabemos que as mazelas da política são antigas, mas nunca, antes, foram expostas em tamanha profundidade. Desse processo vão sobrar poucos para continuar na história. E quem não tem culpa no cartório toma o máximo de cuidados para não se deixar contaminar pelas pragas de nossa época, a dengue, a Chikungunya, a aids e os políticos de ficha suja na mira do Sergio Moro.

em sua campanha, tem a sua disposição, sem custo nenhum, o jatinho particular do deputado Alfredo Kaefer (PTB-RS), considerado um dos mais ricos da Casa.

Correndo a atrás Rogério Rosso (PSD-DF), candidato à presidência da Câmara, também está correndo atrás de votos. Passando outro dia por Ivan Valente, líder do PSOL na Casa, falou: “Gostaria de contar com o apoio de vocês. O PSOL é uma grife”. Ivan apenas sorriu. O que Rosso não sabe é que o PSOL também poderá lançar um candidato à presidência da Câmara.

Um voto garantido

Em oito meses de governo o presidente Michel Temer já assinou 40 medidas provisórias. Ele superará Dilma Rousseff com 22 e Lula com 25. Só não supera Fernando Henrique Cardoso que firmou 48.

Mesmo ainda não tendo assumido publicamente sua candidatura à reeleição da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e já tem um voto garantindo, dado pelo deputado Fábio Farias (PSD-RN). A ordem partiu do pai do governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, que não gostou nem um pouco da atitude de Rogério Rosso (PSD-DF), que lançou sua candidatura sem mesmo consultar o partido.

Três ex-ministros da Justiça Tarso Genro, da gestão de Lula, José Eduardo Cardoso e Eugênio Aragão, da gestão de Dilma Rousseff, assinaram um documento pedindo que o atual ministro, Alexandre de Moraes renuncie ao cargo. Para os ex-ministros seria um ato de grandeza e que acreditam que Alexandre não tem competência suficiente para ser ministro após as rebeliões que aconteceram no inicio deste ano. Analistas políticos avaliam que esta atitude fortalece ainda mais Moraes.

Ninguém fica sabendo Dados da Policia Civil de Brasília apontaram que nos 10 primeiros dias de 2017, dezenove pessoas foram assassinadas na capital, ou seja, quase duas mortes por dia. São números que poucos ficam sabendo e se na capital brasileira é assim, outras cidades com mais população sofrem exponencialmente.

Sugestão antiga

Fortalecendo

Amigos de longa data, o presidente Michel Temer e o ministro das Relações Exteriores, José Serra, lembraram que a criação de um ministério muito parecido com o sugerido pelos deputados (segurança pública), foi assunto em 2002 quando Serra era candidato a presidência, sugerido pelo próprio Temer. Só que o tucano concorda com o peemedebista que agora não está na hora de criar nada devido a situação econômica do país. “Na atual conjuntura, seria descabido”.

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, virá ao Brasil para se encontrar com Michel Temer. Entre muitos assuntos, o principal será o Mercosul que, para ambos, precisa ser revitalizado e fortalecido.

Muita gente na fila Uma fila de candidatos a delatores aguarda a oficialização dos acordos de delação premiada e leniência fechados entre a Odebrecht e procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato. Todas as tratativas para novos acordos de colaboração premiada estão suspensas, desde dezembro. A lista de candidatos a delator que já iniciaram conversas com advogados reúne o ex-diretor da Petrobrás Renato Duque, o marqueteiro do PT João Santana, o lobista Adir Assad, executivos das empreiteiras Mendes Júnior, Galvão Engenharia, Delta e EIT. São acusados de corrupção, lavagem de dinheiro e outros crimes financeiros que buscam uma redução de pena, nos processos do juiz federal Sérgio Moro, em Curitiba – onde estão os casos de alvos sem foro privilegiado. Candidatos a virarem réusconfessos e colaboradores das investigações, em troca do benefício.

Ajuda O candidato à presidência da Câmara, Jovair Arantes (PTB-GO), larga na frente. Além de conseguir arrecadar cerca de R$ 100 mil para usar

Não interfere O presidente Michel Temer ficou bravo com o presidente do Solidariedade, Paulinho da Força, que afirmou com todas as letras que o Governo apoia a reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na Câmara, e que a Casa não precisa de um candidato do Governo. Temer ligou para Paulinho falando mais uma vez que não tem candidato e que não vai interferir na eleição e pediu para que retransmitisse o recado aos seus aliados que tem a mesma opinião.

Não gostou O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) não gostou nem um pouco do tema da escola de samba carioca Imperatriz Lepoldinense. O samba-enredo Xingu, o clamor que vem da floresta, que critica o agronegócio, e ele acredita que isso possa prejudicar a economia brasileira. Caiado quis discutir isso no Senado, mas, até agora, ninguém deu muita atenção, não.

Fraudes, fraudes

Recorde

Pedido de renúncia

aparece sentado no colo de Dilma. A ex-presidente é quatro anos mais velha do que Azevedo.

O mesmo nome Os brasileiros (ricos) que viajam para Washington, nos Estados Unidos, estão reclamando do vídeo que saúda em português e pedem que a administração do aeroporto Dulles retire o conteúdo. Engana-se quem pensa que o vídeo ofende aos brasileiros. O pedido de retirada é porque o personagem da saudação chama-se Renan, o que faz associação ao presidente do Senado, Renan Calheiros. Pelo que parece, este seleto grupo não reconhece que outros brasileiros honram o mesmo nome.

Partido grande O PTN – Partido Trabalhista Nacional – não quer mais ser incluído na classe dos partidos nanicos. Segundo a sigla, um partido que tem 15 deputados não pode mais se enquadrar neste grupo. O PTN tem mais deputados do que o PV, PCdoB e PPS que não são tachados de nanicos.

Amigos na infância Otávio Azevedo, ex-presidente da Andrade Gutierrez, tinha ótimas relações com o governo de Lula, assim como ao de Dilma Rousseff. O que quase ninguém sabe é que Otávio e Dilma se conheceram na infância. As duas famílias eram bem próximas, quando ambos eram crianças em Belo Horizonte (MG). Dizem que Otávio tem até uma foto em que

Um esquema de fraudes na liberação de créditos junto à Caixa Econômica Federal que teria ocorrido pelo menos entre 2011 e 2013, no governo Dilma Rousseff, é alvo de uma operação da Polícia Federal desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (13). Policiais fazem buscas e apreensões em endereços residenciais e comerciais no Distrito Federal, Bahia Paraná e São Paulo. As 7 medidas foram determinadas pelo Juiz da 10ª Vara da Justiça Federal no DF. Segundo a PF, o esquema seria composto pelo então vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal, Geddel Vieira Lima, pelo vicepresidente de Gestão de Ativos, além de um servidor da CEF, empresários e dirigentes de empresas dos ramos de frigoríficos, de concessionárias de administração de rodovias, de empreendimentos imobiliários, além de um operador do mercado financeiro.

Gravatas novas Um dos candidatos à presidência da Câmara está gastando dedos em ligações para pedir votos, já que não sobrou verba para viajar pelo país. Como muitos deputados ainda estão fora do país, curtindo o recesso parlamentar, no telefonema, acaba pedindo uma gravata de presente. Pelo que se vê, o candidato pode não ganhar a eleição, mas vai renovar o estoque de gravatas este ano.

Será que vai? Desde 2002 a prefeitura do Rio de Janeiro promove em seu auditório cultos evangélicos, todas as terças-feiras. Só que agora, com o prefeito-bispo eleito, vários cartazes de divulgação dos cultos foram espalhados pela sede. E a pergunta que ronda os corredores do Palácio da Cidade é se Crivella irá participar de algum.

Acentuando a crise A crise interna do PT parece cada vez maior. O motivo são as eleições na Câmara e no Senado. Os petistas mais antigos não aceitam o apoio aos candidatos, supostamente opositores do partido. Apoiar Rodrigo Maia (DEM-RJ), que julgam candidato do Governo, é totalmente inaceitável. Segundo Carlos Árabe, secretário do PT, o apoio à Jovair Arantes (PTB-GO), relator do impeachment, é considerado quase um crime. “É indigno e imoral o líder do PT botar o pé no ato desse candidato golpista”. Os petistas mais fervorosos também não concordam com o apoio da sigla ao único candidato do Senado até agora Eunício Oliveira (PMDB), o que para eles, é aderir ao “golpe”.

Se for necessário O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva participou do 29º Encontro Estadual do MST – Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – na Bahia. Defendeu a antecipação da eleição para outubro deste ano, dizendo que não era vergonha nenhuma, a população querer um novo presidente quando bem entenderem. Ele disse ainda que só será candidato a presidência da República se for realmente necessário e que está torcendo para que o PT volte a ser forte e outro nome surja para o pleito presidencial. “Eu nunca mais vou dizer: “eu vou voltar”, vou dizer ‘nós voltaremos a governar este país’”.

Não tem coragem O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), ainda não sabe se concorrerá ao governo de Goiás ou à pre-

sidência, mas afirmou, durante sua passagem pela Bahia, no qual participou da tradicional lavagem da escadaria da Igreja de N.S. do Bonfim, que Lula não tem mais tanta popularidade quanto pensa. “Lula não tem a coragem de andar em um estado do Nordeste, no meio do povo, nem de fazer essa caminhada ao Bonfim. Isso mostra que ele não tem popularidade para chegar tão fácil à presidência”.

Moderno A tradicional lavagem da escada do N.S do Bonfim, em Salvador, se modernizou. Para atender todos os fieis e turistas que acompanham a tradição, além da tradicional feira de artesanato nas proximidades, também foram colocados alguns Food Trucks para matar a fome dos presentes. Muita música também fez parte da renovação.

Sem remuneração O jornalista e ex-atleta Bruno Chateaubriand, 41 anos, foi nomeado o novo presidente da Federação de Ginástica do Rio. Em entrevista fez questão de ressaltar que não será remunerado, irá mesmo trabalhar por amor ao esporte.

Estranha condição Há tempos o Rio de Janeiro vem pedindo socorro ao Planalto para tentar tirar o estado da crise em que está afundada. Parte do socorro virá de um consórcio de bancos liderados pelo Banco do Brasil. Caixa Econômica e Bradesco também fazem parte do consórcio que deve liberar cerca de R$ 3 bilhões ao estado. Uma das condições para este socorro, impostas por Henrique Meirelles, ministro da Fazenda, é a privatização da Cadae – Companhia Estadual de Águas e Esgoto do Rio de Janeiro.

Peregrinação O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, irá fazer uma verdadeira peregrinação nos Estados que decretaram calamidade ou colapso financeiro. Depois de resolver pessoalmente o endividamento do Rio de Janeiro a próxima parada é no Rio Grande do Sul e posteriormente, Minas Gerais. Acordos semelhantes aos firmados com o Rio serão sugeridos ao estado gaúcho e mineiro. Depois Meirelles irá aos estados do Norte, Nordeste e Centro-oeste.

Passando a bola A UERJ – Universidade do Estado está quase fechando as portas. A universidade que está sob o comando do Governo, não tem dinheiro para quase nada. O Governo estuda privatizar a universidade ou passá-la para a União com a esperança de salvá-la.

Outra comitiva Se Rodrigo Maia (DEM-RJ) vem a São Paulo, na próxima segunda-feira, com uma pequena comitiva de 10 deputados, Jovair Arantes (PTB-GO) também não vem sozinho. Junto com Jovair, na conversa com o governador, Geraldo Alckmin, estará o deputado estadual Campos Machado e o ex-deputado Roberto Jefferson, que poderá se candidatar a deputado federal nas próximas eleições por São Paulo.

O sistema penitenciário do Brasil não tem nenhuma política de recuperação da pessoa. Pelo contrário, é voltado para piorar a vida dele. “ Lula, que governou o país oito anos, elegeu e reelegeu Dilma

Diário Indústria&Comércio - 16 de janeiro de 2017  

jornal, economia, curitiba, parana, brasil, negocios, bovespa, financas, aroldo mura, pedro washington, ayrton baptista, eliseu tisato, wal...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you