Page 1

nº.52 - ANO V

M a i o 2 01 8

INDISPENSÁVEL COMO VOCÊ

Mulheres, médicas e mães

Elas ajudam outras mulheres na realização do sonho da maternidade RECEITA DO CHEF Torta doce de café com chantilly para encantar paladares no almoço do dia das mães

EM CLIMA DE COPA DO MUNDO A troca de figurinhas do álbum da Copa 2018 vira sensação entre crianças e adultos

ACROYOGA Diversas técnicas e posturas com movimentos acrobáticos proporcionam bem estar aos praticantes


ÍNDICE Dicas

36

CAPA

46 FLORICULTURA 48 CASA E LIMPEZA 50 PET 52 CABELO E BELEZA 54 SUSTENTÁVEL 56 SAÚDE & NUTRIÇÃO 58 VINHOS & VINHOS 56 VIDA SAUDÁVEL

16

28

Colunas

No Líder

Receitas

62 ONCOLOGIA 64 NEUROLOGIA 66 ODONTOLOGIA

12 GIRO LÍDER 14 EM DESTAQUE 16 CAMPANHA

Doação de leite materno

Matéria 26 ATIVIDADE FÍSICA

24 Receita do Chef

Saúde 18 FAZ BEM

Acroyoga

28 ENTREVISTA

Fibras

Jayme Matarazzo

20

32

+ NUTRIÇÃO Nutrientes extras

COPA Em clima de Copa

36 PET

Natação para cães

68 DIREITO & CONSUMO 70 ARQUITETURA & DECORAÇÃO

44 Receita do Cliente

22 SUPER FEIRA Morango


EDITORIAL Nesta edição, uma homenagem especial às mães e profissionais que se dividem para que outras mulheres vivam a maternidade. Na Floricultura, saiba como cultivar a Tulipa. Demos uma volta no Líder Doca para homenagear as mães. Para o almoço do segundo domingo de maio, que tal a Receita do Chef: Torta doce de café com chantilly, ou a Receita do cliente: Escondidinho fit? Faça e se delicie. E falando em maternidade, a FarmaLíder abraçou a campanha pelo aleitamento materno. Já entramos em clima de Copa do Mundo na febre da troca de figurinhas do álbum. Os animais também podem entrar em forma na Natação para cães. Conheça os benefícios da Acroyoga. Aprenda também dicas para cozinhar. E mais, as 7 dicas de como armazenar comida na geladeira. Você sabe o que define o mundo Geek? O ator Jaime Matarazzo conversou com a Líder pra falar da carreira e de projetos. Temos ainda + Nutrição com a Dra Alianne Rodrigues e o + Saúde, Faz Bem: Fibras. E a Super Feira: Morango. Não deixe de ler nossas dicas.

EXPEDIENTE COLABORADORES* ANALISTA DE MARKETING

EDITORA RESPONSÁVEL

ASSISTENTE DE MARKETING

EDITORA-CHEFE

Andreza Brito

Priscilla Castro SRTE/PA 1324

Natália Correa Bárbara Blanco

REPORTAGENS

Bianca Teixeira - DRT 2794/PA

Christiane Araújo

Silene Simão

FOTOGRAFIAS

ASSISTENTE COMERCIAL

REVISÃO Mariana Castro

FALE COM A GENTE A Revista Líder é feita para você, por isso queremos que comente, dê sugestões, tire dúvidas e diga que assuntos quer ver na Revista Líder. Se quiser participar da revista entre em contato com a gente!

Fones: 40081419 | 40081381 E-mail: revistadolider@gmail.com SIGA O LÍDER

/adegalider /lidersupermercado

Diagramação

Dheremi Vale Tony Mattos FOTO CAPA

Bianca Viégas IMPRESSÃO

Gráfica Halley @adegalider @lidersupermercados

(91) 33536268

PROJETO GRÁFICO

Dheremi Vale

* Todos os textos são de inteira responsabilidade dos autores. Editora Versátil Comunicação é responsável pela publicação e criação de identidade visual.

Hermes Junior

Roselle Oliveira Viviane Souza

Oncologia – Paula Sampaio Neurologia– Vanessa Chimiti Odontologia– Khaled Badarane Direito & Consumo – Orimar Rodrigues Arquitetura – Débora Leite Rodrigues

Edição 52 - Ano V - Maio 2018 Editora: Versátil Comunicação Razão Social: Christiane A. Santos CNPJ: 34.915.157/0001-69 R. dos Pariquis, 3001 sala 204 Ed. Village Medical Center Cremação • Belém-Pará Cep: 66.040-320 • Fone: (91) 3353-6268 Distribuição: Gratuita

Tiragem: 30.000 exemplares

Validade das ofertas Líder e FarmaLíder de 05/05 a 31/05/2018


PARTICIPAÇÃO DO LEITOR # r e v i s t a d o l i d e r

nº.51 - ANO V

INDISPENSÁVEL COMO VOCÊ

A b r i l 2 01 8

MANDIOCA , A RAINHA BRASILEIRA Dela vem os principais alimentos da mesa do paraense

PET TERAPIA Animais ajudam no tratamento para diversos tipos de doenças

RECEITA DA CASA Bom-bocado de macaxeira, doce típico português, ganha ares paraenses no Líder Castanheira

LOUCAS POR BATOM Elas querem todas as cores do produto de beleza número 1 de beleza

EDIÇÃO 51

Monique B Freitas “Lambendo os beiços!”

Suely Ataide Ataide “Vou buscar a minha!!!!!”

Via Facebook

Rosemary Souza “O pão caseiro da Augusto Montenegro é muito gostoso!” Gabriele Miranda Moraes “Acabei de chegar do Líder Icoaraci e já garanti o pão do dia.”

Carmem Silvia “Vou todas as terças.” DjTico Souza De Belém “Muito bom!”

Dione Santos “O melhor pão da cidade!”

Quer aparecer na Revista do Líder? Marque sua publicação nas redes sociais com a #revistadolider e saia na nossa próxima edição! 4008-1419 / 4008-1381

FALE COM A GENTE A Revista Líder é feita para você, por isso queremos que comente, dê sugestões, tire dúvidas e diga que assuntos quer ver na Revista Líder. Se quiser participar da revista entre em contato com a gente!

revistadolider@gmail.com

SIGA O LÍDER /lidersupermercado

@supermercadoslider


NO LÍDER

REVISTA LÍDER

| 12 |

MAIO 2018

 Hermes Junior

GIRO NO

BRUNA RANIERI

Corretora de imóveis

MARIA ANTÔNIA RANIERI

Estudante

Neste mês especial do dia das mães, demos um Giro pelos corredores da Doca e descobrimos lindas histórias de companheirismo e parcerias.

“Gosto muito de sair com a minha mãe, pois ela faz muitas brincadeiras e é alegre. Quando viemos ao supermercado, ela sempre compra chocolate pra mim.”

SILVIA HABER

Comerciante

MARIA VICTÓRIA HABER

Estudante

“Gosto muito da mamãe, mesmo ela cortando algumas guloseimas que gosto de comer e comprar quando venho ao supermercado. Brincadeira! Somos muito parceiras.”

PRISCILA LIMA CARDOSO

Universitária

PAOLA LIMA

Estudante

“Eu sempre acompanho a minha mãe, ela é minha amiga, lutou muito por mim. É meu exemplo, meu espelho e minha heroína.”

MARIA DO CARMO PINHEIRO

Aposentada

YRAMAYA ROCHA

Empresária

“Maria é uma das minhas 5 mães, ela é minha tia-mãe. Estamos sempre juntas, somos companheiras. Para onde uma for, todas vão. Nunca estamos sozinhas.”


| 13 |

MAIO 2018

RAQUEL COSTA

Contadora

BENJAMIN COSTA

Estudante

“Eu sempre venho no supermercado com a minha mãe. Adoro pilotar o carrinho com ela, é um passeio bem legal.”

SYNTHIA COSTA

Empresária

MARIA CLARA COSTA

Estudante

“Somos mãe e filha parceiras, sempre saímos juntas. Gostamos muito da companhia uma da outra.”

ADRIANO LEITE

Propagandista

JANAÍNA LEMOS

Assistente social

JORDAN LEMOS

Estudante

“Gostamos de vir ao supermercado juntos. Aproveitamos para estarmos mais próximos, comprar guloseimas. Somos sempre parceiros.”

MÁRCIA LIMA

Professora

JOÃO MARCOS RIBEIRO

Estudante

FELIPE RIBEIRO

Estudante

OTÁVIO RIBEIRO

Professor

“Sempre andamos assim, juntos. Ela é muito companheira. Nossa mãe é só amor e tranquilidade.”

NO LÍDER

REVISTA LÍDER


NO LÍDER

REVISTA LÍDER

| 14 |

MAIO 2018

EM DESTAQUE  Hermes Junior

PELA PÁSCOA Para comemorar a Páscoa, o Grupo Líder convidou o grupo de teatro Aldeato, de Canudos, para apresentar o espetáculo Paixão de Cristo no Auditório Jerônimo Rodrigues no escritório central do grupo. O evento reuniu funcionários, diretores e convidados. Além da peça, o público presente pôde ainda conferir uma exposição dos figurinos e de parte da cenografia do espetáculo. O Grupo Líder é apoiador do espetáculo.

VINHO NO LÍDER O Festival de Queijos e Vinhos teve mais uma edição nas lojas do Líder. Nossos clientes puderam fazer degustação de vários tipos e lugares do mundo. Foi uma semana bem agradável e que vem se consolidando no calendário de atividades do Grupo. Durante uma semana, a seção de queijos e vinhos do supermercado ficou repleta de promoções. Mais uma boa oportunidade para você! Fique ligado para as próximas datas e endereços.

FESTIVAL DA PADARIA Caiu no gosto dos clientes o 1ª Festival da Padaria. Durante uma semana, de 9 a 15 de Abril, as lojas venderam deliciosos e variados tipos de pães, bolos e salgadinhos com um preço bem em conta. Quem não conhecia teve a chance de provar de tudo um pouco e assim saber o que repetir numa próxima ida ao Líder. Agora, é só aguardar as próximas novidades.


NO LÍDER

REVISTA LÍDER

| 16 |

MAIO 2018

CAMPANHA  Bianca Teixeira  Hermes Junior

FARMALÍDER ABRAÇA CAMPANHA DE DOAÇÃO DE LEITE MATERNO Unidades da farmácia têm pontos de coleta para frascos de vidro e informação sobre a importância da doação de leite materno para a Maternidade Santa Casa de Misericórdia do Pará.

A

FarmaLíder iniciou uma campanha, que segue até o fim do mês de maio, de incentivo à doação de leite materno. As 20 unidades do Grupo, incluindo a da cidade de Marabá, têm ponto de apoio para receber frascos de vidros com tampa que depois serão encaminhados às mães doadoras que estão amamentando. A iniciativa é para comemorar o dia mundial de doação de leite materno, dia 19 de maio. “Nossas doações caíram muito ultimamente e esta parceria será oportuna para melhorarmos os índices de doação de frascos e de leite materno”, acredita a coordenadora do Banco de Leite da Santa Casa, Cynara Souza.

Criado em 1987, o Banco de Leite da Santa Casa do Pará é um dos maiores do país. Responsável pela promoção de ações destinadas a incentivar o aleitamento materno, e ainda pela coleta, processamento, controle de qualidade e distribuição do excedente de leite humano das doadoras, incluindo mães de recém-nascidos, que por algum problema, não podem mamar.


COMO DOAR FRASCOS DE VIDRO? 01

. Escolha um frasco de vidro com tampa plástica, pode ser de café solúvel ou maionese;

02

. Lave com água e sabão, enxaguando bem;

03

. Em seguida, coloque a tampa e o vidro em uma panela e cubra com água, deixando ferver por 15 minutos;

04 05

| 17 |

NO LÍDER

REVISTA LÍDER

MAIO 2018

19 de maio

Dia Mundial de Doação de Leite Materno

. Deixe secar em um pano limpo. Não enxugue; . A partir daí já pode ser usado. Doe em um local de coleta.

COMO A MÃE DEVE ARMAZENAR O LEITE COLETADO PARA DOAÇÃO? 01

. Anote a data e hora em que realizou a coleta. Guarde o frasco fechado no congelador ou freezer da sua casa;

02

. Se o frasco não estiver cheio, complete-o na próxima ordenha. Use outro frasco para realizar a coleta e complete no que já estava congelado;

03

. O frasco com leite congelado deve ser coletado pelo banco de leite humano antes de completar 10 dias da primeira coleta.

Hoje a Santa Casa possui 170 leitos para bebês e a maioria precisa muito dessas doações. Os motivos são vários, entre eles: prematuridade, por não conseguirem mamar, por enfermidade das mães ou não produção de leite materno. Mas independente deles, essas crianças aguardam para serem salvas. E para isso, contam com a ajuda de outras mães, verdadeiras heroínas, para continuarem lutando pela vida. Por mês, são cadastradas, em média, cerca de 300 a 400 mulheres para doação de leite materno, mas esse número está reduzido. Em janeiro deste ano, apenas 148 lactantes fizeram doações, o que não supre a necessidade da maior maternidade pública do Pará. ■ Saiba mais sobre doação de leite materno Para doar, ligue: 4009-2311


SAÚDE

REVISTA LÍDER

FAZ BEM

| 18 |

MAIO 2018

FIBRAS

Alimentos ricos em fibras aumentam a saciedade e ajudam a emagrecer. E estão em alimentos de origem vegetal. São importantes para o nosso organismo pois melhoram o funcionamento do intestino, ajudam a controlar os níveis de glicose no sangue e do colesterol e ainda aceleram o processo de eliminação de substâncias tóxicas. Abaixo, os dez melhores alimentos ricos em fibras:

Amêndoas

Abacate

12,5 G

6,7 G

Batata doce

Alcachofra

2,5 G

5,4 G

Ervilha 8,3 G

Framboesa 6,5 G

Pera 3,1 G

Aveia 10,6 G

Chocolate amargo 10,9 G (cacau 70 a 95%)

Lentilha 7,9 G

**Quantidade referente a porção de 100 g


REVISTA LÍDER

SAÚDE

| 20 |

MAIO 2018

+ NUTRIÇÃO por Alianne Rodrigues ▪ CRM-PA 8739

NUTRIENTES EXTRAS, SUPLEMENTOS QUE AJUDAM NO RENDIMENTO ESPORTIVO

Diariamente somos bombardeados com tantos fitoterápicos novos no mercado e suas promessas milagrosas. O fato é que faz sempre necessário ter o senso crítico e procurar um bom profissional que busque as evidências científicas para o uso de tais produtos que, algumas vezes, causam maior impacto no bolso.

L

istamos aqui cinco suplementos que estão em um estudo científico atual. Sabemos que o fato de treinar já é um importante modulador da resposta adaptativa no homem e quando falamos de treino aeróbico ou intervalado, as evidências atuais mostram uma importante relação com melhora no metabolismo humano. Ou seja, nem sempre é necessário suplementar, inicialmente trabalhar com a alimentação e o treino já irão causar um impacto positivo na saúde, composição corporal e performance. Embora os suplementos ainda sejam parte integrante da rotina diária de atletas de elite, há uma mudança crescente nas prioridades, com muitos atletas adotando agora uma abordagem de “alimento em primeiro lugar”. Dado o risco de contaminação do suplemento e o potencial de falha.

ENTÃO, TOME NOTA:

• Creatina

Encontrado naturalmente no musculo esquelético e na carne proveniente da dieta, quando suplementado potencializa ganho de massa muscular no período de 4 semanas. Tem benefícios na população idosa inclusive, a que tem grande risco de sarcopenia, perda de massa muscular e equilíbrio. Sempre associado a exercício físico.

Alianne Rodrigues CRM PA 8738. RQE em Nutrologia n 3873. Médica Nutróloga com Título de especialista ABRAN e BRASPEN Coordenadora Terapia Nutricional Hospital Adventista de Belém


| 21 |

SAÚDE

REVISTA LÍDER

MAIO 2018

• Vitamina D

Muito tem se estudado a respeito, no ultimo Congresso Europeu de Terapia Nutricional inclusive foi relatado a interferência da vitamina D na síntese de massa muscular em atletas. Inclusive eles citaram um ponto de corte de 50 nmol/l, entretanto, este assunto provoca grandes debates científicos. Acompanhar os níveis de vitamina D, cálcio, fazem parte da rotina de avaliação Nutrológica de atletas.

• Whey protein

É prático para consumir no dia a dia frenético e permite alcançar as necessidades de proteína diária. No pós treino uma dose de proteína hidrolisada aumenta as chances de ganho de musculo, pois é rica em leucina que está dentro da via de sinalização da mTORC.

• Cafeína

Recurso ergogênico principalmente para modadidades de endurance, entretanto em altas doses traz riscos à saúde. Deve sempre ser individualizado seu uso. Atenção especial a produtos prontos e aos energéticos, inclusive o Colégio Americano de Medicina do Esporte lançou uma nota recente alertando sobre os riscos dos energéticos associados a treinos e bebida alcoólica. Procurar um bom profissional é mais seguro.

• Antioxidantes

Quando falamos em esporte, ainda não há consenso sobre o uso. Os trabalhos são conflitantes e a recomendação atual é de não fazer uso. Uma boa alimentação rica em legumes e frutas que possuem polifenóis e vitaminas, no lugar de mega doses de vitaminas encapsuladas, deve ser estimulada em atletas, sejam eles recreativos ou não.


SAÚDE

REVISTA LÍDER

SUPER FEIRA

MORANGO

Fruta originária da Europa, apreciada e cultivada em quase todo o mundo. Vai bem in natura, em sobremesas, drinks e até saladas.

1

É uma fruta de baixa caloria, apenas 38 calorias por 100 gramas, por isso é ótima para incluir na dieta. Uma dica para quem quer perder peso comendo frutas: troque dois kiwis pequenos por 10 morangos. Você estará trocando cerca de 74 calorias por 60.

2 3

O morango é rico em vitaminas C, A, E, B5 e B6. Por ser rico em vitamina C, ajuda na produção de colágeno, que faz bem para a pele, e ainda fortalece o sistema imunológico.

Tem minerais como: cálcio, potássio, ferro, selênio e magnésio. Morango também é rico em f lavonoides, um agente antioxidante que ajuda no rejuvenescimento do organismo.

| 22 |

MAIO 2018


| 23 |

SUPER FEIRA

REVISTA LÍDER

MAIO 2018

4 5

É uma fruta com boa quantidade de fibra, por isso auxilia no bom funcionamento do intestino e da digestão. A fruta ajuda ainda a reduzir a pressão sanguínea.

Para aproveitar bem os nutrientes da fruta evite cortá-la. Alguns ingredientes, principalmente a vitamina C, são sensíveis à luz e ao oxigênio.

6 7

Os morangos cultivados em processo agrícola tradicional costumam concentrar agrotóxicos. Portanto, antes de consumi-los é importante fazer uma boa higienização da fruta. Se possível, prefira consumir morangos orgânicos, pois são livres de agrotóxicos e pesticidas.

Auxilia na digestão e reduz a pressão sanguínea


RECEITA

REVISTA LÍDER

| 24 |

MAIO 2018

RECEITA DO CHEF  Hermes Junior

Por

Aline Carneiro Chef

Para este mês especial, a receita do chef é uma dica de sobremesa para encantar paladares no almoço do dia das mães. Quem assina é a doceira Aline Carneiro que está à frente do atelier de doces Bom Bucado

Tortade café com doce chantilly Ingredientes PARA A MASSA: • 250 g de farinha de trigo (sem fermento) • 140 g de manteiga gelada • 1 colher de chá de açúcar vanille •100 g de açúcar impalpável • 1 gema grande • 10 ml de água

PARA A MOUSSE DE CAFÉ: • 2 colheres de sopa de gelatina incolor • 1/4 xícara de chá de água • 1 caixa de leite condensado • 1 caixa de creme de leite • 2 colheres sopa de chocolate em pó 50% de cacau

• 2 colheres de sopa de café solúvel • 1/2 xícara de chá de leite • 2 colheres de sopa de licor de café • 300 ml de chantilly batido em ponto médio • 4 colheres de leite em pó para bater o chantilly


| 25 |

RECEITA

REVISTA LÍDER

MAIO 2018

Modo de preparo da massa Em uma vasilha, coloque o trigo e o açúcar impalpável, depois mexa somente com as pontas dos dedos. Em seguida, coloque a manteiga e amasse bem até ficar bem integrada com a massa. Acrescente a água com a gema e o açúcar vanille. Amasse tudo com as pontas dos dedos até ficar uma bola de massa. Feito isso, encoste o resto da mão até ficar toda integrada à massa. Enrole em um papel filme e leve para a geladeira por 40 minutos para depois esticar a massa com um rolo em uma forma de fundo removível.

Modo de preparo da mousse Hidrate a gelatina na água e derreta no microondas. No liquidificador, coloque a gelatina já hidratada, o leite condensado, o creme de leite e o chocolate em pó e bata bem. Dissolva o café solúvel no leite e incorpore o licor. Adicione na mistura do liquidificador batendo até ficar cremoso. Bata separadamente o chantilly com um pouquinho de leite até um ponto médio. Acrescente a mistura que estava no liquidificador de café com um foyer com bastante cuidado.

Montagem

Monte a massa, acrescente a mousse e cubra com chantilly. Leve à geladeira e sirva quando estiver consistente.


MATÉRIA

REVISTA LÍDER

| 26 |

MAIO 2018

ATIVIDADE FÍSICA  Bianca Teixeira  Arquivo

ACROYOGA

A fusão de diversas técnicas e posturas com movimentos acrobáticos ajuda na promoção do bem estar e do relaxamento ao mesmo tempo em que provoca movimentos e definições ao corpo.

A

prática milenar da yoga ganhou variações nos movimentos oriundas de técnicas circenses e da dança. A chamada Acroyoga é uma atividade feita para agregar pessoas. Heloá Rodrigues Assunção, 23 anos, é professora de circo. Ela resolveu investir na modalidade para inovar com os alunos. “Sou especialista em acrobacias no tecido, por isso vim atrás de coisas novas para ajudar os alunos”, diz. No primeiro contato que teve com os novos exercícios, a professora conta que não sentiu muita dificuldade, pelo contrário, achou até que fosse mais difícil. Para ela, a concentração é o grande segredo desta técnica. A principal diferença entre yoga e acroyoga é que para esta última são necessários pelo menos três praticantes para a execução da postura: um que faz a base, o voador e o anjo, que é de fundamental importância para que a prática seja segura e eficaz. Já na yoga tradicional, o aluno realiza as posturas de forma


| 27 |

MATÉRIA

REVISTA LÍDER

MAIO 2018

#FicaDica

Na Acroyoga, existem algumas restrições: pessoas com problemas na coluna, lesões musculares graves e com problemas cardíacos devem evitar a prática. individual, com o professor orientando e fazendo os ajustes. Tanto na yoga quanto na acroyoga, é preciso coordenar a respiração e estar com o corpo ativo para realizar os movimentos. Há duas principais escolas que iniciaram esse movimento, uma dos Estados Unidos e outra do Canadá. No Brasil, a modalidade começou a ganhar mais adeptos a partir de 2009, através da escola Acrobrasil. Em Belém, desde maio do ano passado que alguns espaços oferecem aulas regulares. O carioca Danilo Carneiro, 36, é professor na AcroBrasil, uma organização que ensina Acroyoga no país. Para ele, a atividade vem engatinhando ainda, aos poucos as pessoas estão tomando gosto pela novidade. Segundo o professor, a técnica é muito benéfica ao corpo e à mente. “A atividade traz todos os benefícios da yoga em si e de qualquer exercício físico. Se praticado com frequência, ajuda ainda a modelar corpo”, pontua.

“A atividade traz todos os benefícios da yoga em si e de qualquer exercício físico. Se praticado com frequência, ajuda ainda a modelar corpo”

A professora de Acroyoga e empresária Myriam Góes, 43, explica que as aulas são recomendadas para quem quiser praticar uma atividade física intensa e divertida. “Promove uma interação muito grande entre os participantes. O cuidado, a gentileza, o carinho com o parceiro acabam proporcionando uma aproximação maior entre os praticantes e um respeito muito grande entre as pessoas. Isso se reflete na relação, porque os alunos precisam executar os três papéis (base, voador e anjo) na montagem da postura. Você acaba se colocando no lugar do outro e entendendo a dificuldade que se enfrenta para chegar lá. Além disso, a conquista da postura gera uma sensação tão grande de realização que é muito natural

Promove uma interação muito grande entre os participantes. O cuidado, a gentileza, o carinho com o parceiro acabam proporcionando uma aproximação maior entre os praticantes e um respeito muito grande entre as pessoas.” - Myriam Góes, professora de Acroyoga e empresária

que as pessoas vibrem juntas. Esse é o maior benefício da prática, o bem estar”, acredita. A atividade proporciona ainda fortalecimento muscular, flexibilidade, concentração, além de ter um aspecto psicológico muito importante, pois é preciso superar o medo, confiar e cuidar do parceiro e desenvolver a capacidade de comunicação e trabalho em equipe. Para o êxito do exercício, o aluno tem que estar focado na aula, deligar-se de tudo. E um dos princípios dessa metodologia é ser cordial e gentil com o seu parceiro. É uma atividade bastante lúdica, as pessoas se exercitam e se divertem ao mesmo tempo. ■


MATÉRIA

REVISTA LÍDER

| 28 |

MAIO 2018

ENTREVISTA  Bianca Teixeira  Chico Cerchiaro

JAYME MATARAZZO: ARTE NO DNA

O ator já foi de mocinho a vilão. Neto e filho de artistas, o caminho na vida do jovem não poderia ser diferente. Aos 32 anos, ele encerrou mais um papel nas telinhas e já se prepara para novos projetos, fora e dentro da TV. Confira mais no bate papo abaixo:

Revista Líder: Com vários personagens "do bem" na carreira, ao interpretar um vilão você se entusiasmou em quais sentidos? Jaime Matarazzo: É um mergulho numa nova experiência como ator, que eu estava esperando e querendo. Minha missão foi fazer um vilão com muitos temperos. Tentando dar um lado doce e de menino educado com muitas doses de imprevisibilidade e desconfiança. Um vilão que apresenta uma esperança de bondade com a mesma frequência que mostra seu perigo e maldade. Me diverti nessa busca. Ele foi complexo, mas foi delicioso de desvendar. Com certeza um dos personagens mais imprevisíveis da trama. Ele podia ir para vários lados. Sua inteligência e coragem lhe permitiram ter muitos planos na manga. Um presente para qualquer ator. Revista Líder: Seu pai, Jayme Monjardim, é diretor de novela. Mesmo que ele não esteja dirigindo a obra onde você esteja trabalhando (o que não foi o caso de “Tempo de Amar”), tem um feedback do trabalho? Uma troca de ideias, opiniões? Jaime Matarazzo: Eu acompanho meu pai trabalhando desde que sou criança. Conheço bem seu jeito de trabalho, sua forma de dirigir e conduzir um projeto e tenho enorme admiração, orgulho e respeito por tudo isso. Nossa adaptação de trabalho juntos se deu de forma muito rápida e leve. Ele é um grande incentivador,


Eu acompanho meu pai trabalhando desde que sou criança. Conheço bem seu jeito de trabalho, sua forma de dirigir e conduzir um projeto e tenho enorme admiração, orgulho e respeito por tudo isso.” – Jayme Matarazzo sobre o pai, Jayme Monjardim

motivador e consegue fazer com que todos estejam mergulhados e para fazer um baita trabalho. Revista Líder: Qual sua avaliação desses anos de carreira? O que mais você curtiu fazer nesses anos e o que ainda deseja? Jaime Matarazzo: Tive bons papéis, participei de trabalhos incríveis, com pessoas maravilhosas, só tenho que agradecer. Tenho vontade de produzir projetos que eu gosto no cinema e no teatro, apresentar programas, rádio também me fascina. Revista Líder: Você tem vontade de inverter os papéis e ser diretor? Jaime Matarazzo: Tenho vontade de fazer várias coisas… produzir projetos que eu gosto no cinema e no teatro, apresentar programas, dirigir…. No momento estou aproveitando os bons personagens que estão aparecendo. Acho que estou com uma idade em que personagens bons se enquadram num perfil mais parecido com o meu… tenho que aproveitar… é uma época produtiva.

| 29 |

MAIO 2018

MATÉRIA

REVISTA LÍDER


MATÉRIA

REVISTA LÍDER

| 30 |

MAIO 2018

ENTREVISTA  Bianca Teixeira  Chico Cerchiaro

Foto: Globo/João Miguel Júnior)

Revista Líder: Que recordações você guarda da cantora Maysa, sua avó paterna? A minissérie foi sua estreia na tv. Jaime Matarazzo: Foi como se abríssemos um baú cheio de memórias e histórias da minha própria história. Foi riquíssimo poder mergulhar nesse mundo tão íntimo. Foi tão esquisito quanto fascinante. E acredito que esse mergulho tão sensível e profundo foi determinante na minha escolha por investir na carreira e aceitar novos desafios. Descobri ali que ser ator é transformar nossas próprias experiências e leituras em

arte na forma de histórias encenadas e revividas. Revista Líder: Quais são seus planos agora depois da novela? Jaime Matarazzo: Estou com um projeto de um site de viagens com dicas, fotos, informações. Eram muitos os pedidos de amigos feitos a mim e minha esposa do que fazer, que achamos ali um jeito de, não só estender nossas viagens, como um lugar para compartilhar boas dicas do que se ver mundo a fora. No segundo semestre deve estar no ar. E estarei na minissérie, “Aracy, o anjo de Hamburgo”, de Mario Teixeira. É só aguardar! ■

O ator interpretou pela primeira vez um vilão na novela “Tempo de Amar” da Rede Globo


MATÉRIA

REVISTA LÍDER

| 32 |

MAIO 2018

COPA  Bianca Teixeira  Hermes Junior

EM CLIMA DE COPA DO MUNDO Já começou o burburinho em torno do maior campeonato de futebol do planeta e o álbum de figurinhas da Copa do Mundo 2018 virou sensação entre crianças e adultos. Por todo canto tem gente colecionando os astros das seleções mundiais e querendo trocar as famosas “figurinhas repetidas”. Aycha e Arthur Nunes dividem a paixão por álbuns da Copa de Mundo

A

ycha e o filho Arthur Nunes têm uma paixão antiga por álbuns da Copa de Mundo. Tudo começou em 2014, ano da primeira experiência do Arthur como torcedor da Seleção Brasileira. Os pais compraram o álbum para que a coleção servisse como um registro deste momento da vida do menino.


| 33 |

MATÉRIA

REVISTA LÍDER

MAIO 2018

Aos seis anos, o Arthur, que já se interessa por jogos de futebol, demonstrou também interesse em colecionar o álbum. Era tudo o que eu queria, porque eu já estava doida pra comprar.” - Aycha Nunes

“Apesar de o Arthur participar dos momentos da colagem das figurinhas e de algumas vezes ter saído conosco para trocar as repetidas, o álbum foi muito mais curtido por nós adultos, do que por ele que era criança. Este ano, porém, o cenário é completamente diferente. Aos seis anos, o Arthur, que já se interessa por jogos de futebol, demonstrou também interesse em colecionar o álbum. Era tudo o que eu queria, porque eu já estava doida pra comprar”, confessa. Para o Arthur, este será o primeiro álbum verdadeiramente colecionado e curtido. E a mãe está revivendo a brincadeira. “Participamos de encontros de trocas e levo as repetidas pro trabalho pra trocar com os meus colegas”, diz. Aderir ao álbum da Copa é um momento de terapia. É possível não só ficar informado sobre as seleções e os jogadores como também interagir com as pessoas, sair um pouco do mundo

Mônica Tuma comemora ver o filho Felipe trocar o vídeo game e o celular pelas figurinhas da Copa do Mundo 2018

ONDE TEM CLUBE DA TROCA? Praça Brasil: todo domingo, a partir das 9h Livraria Saraiva Espaço Azulino

virtual. A comerciante Mônica Tuma, 49 anos, está toda empolgada porque o filho Felipe, 12 anos, saiu um pouco do vídeo game e do celular para interagir na vida real. O álbum da Copa do Mundo 2018 é o terceiro da coleção do menino. “Acho que é uma brincadeira saudável, é uma curtição. Eu o incentivo bastante a participar desse tipo de coisa”, fala. Aycha, Arthur, Mônica e Felipe se unem a milhares de colecionadores pelo país que estão afoitos por figurinhas novas. O movimento é tão grande que já existem na cidade clubes para a troca. Nos fins de semana, por exemplo, é comum ver praças e bancas de revistas bem movimentadas. São os fãs de futebol e


MATÉRIA

REVISTA LÍDER

| 34 |

MAIO 2018

COPA  Bianca Teixeira  Hermes Junior

#FicaaDica O álbum conta com um total de 682 figurinhas adesivas Deste total, 50 serão os adesivos especiais, os cobiçados 'brilhantes' que, historicamente, incluem os emblemas das seleções participantes, a bola oficial, o troféu da Copa do Mundo, o mascote e o logotipo oficiais dessa edição. Um único pacotinho tem cinco adesivos. O álbum tem 80 páginas.

Abel Nascimento desde 2002 coleciona álbum de figurinha

colecionadores que se reúnem com o intuito de trocar idéias e, claro, figurinhas. A prática de colecionar álbum não tem idade. Abel Nascimento tem 27 anos e desde 2002 investe em figurinhas. Ele conta que chega a gastar cerca de R$ 100,00 por mês comprando os pacotes. “Vale o investimento para completar o álbum”, diz. Há quase 50 anos, os álbuns de figurinhas da Copa do Mundo viraram febre mundial. É uma tradição dos boleiros desde 1970. As falas de “tenho, tenho, quero”, referência às coleções de adesivos, estão nos pátios das escolas, entre vizinhos, familiares e até em grupos de redes sociais: entre os fanáticos por futebol, a meta final sempre foi completar seus álbuns de figurinhas. ■


MATÉRIA

CAPA  Bianca Teixeira  Bianca Viégas

REVISTA LÍDER

| 36 |

MAIO 2018


| 37 |

MAIO 2018

Elas ajudam várias mulheres na realização do sonho da maternidade. Conheça as histórias de algumas médicas e mães que têm motivo de sobra para comemorar o segundo domingo de maio.

MATÉRIA

REVISTA LÍDER


MATÉRIA

REVISTA LÍDER

| 38 |

MAIO 2018

CAPA  Bianca Teixeira  Bianca Viégas

Foto: Júnior Lima

H

á 16 anos, Danielle Carvalho, 43, trabalha no centro cirúrgico com a missão de realizar sonhos. Ela é médica ginecologista e obstetra. Em meio à profissão, é mãe de João Victor Carvalho, 18 anos, e Pedro Henrique Carvalho, 15 anos, e ela confessa que nunca parou para contar quantos partos já fez nesse tempo, mas, com certeza, não foram poucas as vezes em que ajudou muitas mulheres a se tornarem mãe. Ajudar a dar à luz foi algo que sempre encantou a médica. “Poder trazer novas vidas ao mundo, além do mais, cuidar da saúde feminina é muito prazeroso, pois nós, mulheres, precisamos de pessoas sensíveis e que entendam todas as inúmeras transformações que nosso organismo passa, em todas as fases da vida.

E quem melhor para entender o corpo e a alma feminina do que outra mulher?”, acredita Danielle. Foram esses os motivos que levaram a universitária Ingrid Espíndola, 26 anos, a escolher Danielle como médica para acompanhá-la no parto da primeira filha, Ana Paula, de 9 meses. Como mãe de primeira viagem, a estudante tinha muitas dúvidas e a insegurança natural do momento. “Sempre falo: a dra. Danielle foi um anjo na vida da minha filha e na minha. Digo à minha mãe que minha filha veio ao mundo pelas mãos de uma mulher maravilhosa. Além de médica, é mãe, é esposa, é uma mulher linda. Ela consegue ser tudo isso e ainda mais. Ela é o verdadeiro retrato da mulher moderna”, pontua, emocionada, a jovem mamãe.

Ingrid Espíndola diz que escolheu a dedo a médica Danielle Carvalho para acompanhá-la no parto da primeira filha, Ana Paula, de 9 meses


A missão de ajudar mulheres a se tornarem mães começou há 20 anos na vida da médica Patrícia Arruda, 44. Ela conta que teve o primeiro contato com a obstetrícia no segundo ano do curso de medicina, no Hospital Guadalupe, onde estagiou durante todo o curso. Esse contato foi amor à primeira vista, desde o primeiro parto que viu, ainda muito jovem, com 17 anos de idade, já na faculdade. “Fiquei extremamente emocionada ao ver aquele bebê nascendo e a felicidade de uma mãe ao pegá-lo no colo me contagiou. Naquele momento, pensei e decidi que era o que queria fazer na minha vida”, relembra.

| 39 |

MAIO 2018

MATÉRIA

REVISTA LÍDER

É uma grande felicidade cada vez que sou responsável em proporcionar a alegria intensa em uma mãe e uma família inteira. Mesmo após esses 20 anos fazendo partos, ainda sinto forte esse sentimento de trazer crianças ao mundo e vibro com as minhas pacientes.” - Patrícia Arruda, obstetra e mãe de Lucas Gabriel e Matheus Vinícius

E a emoção do parto não veio só de ajudar outras mulheres, mas, principalmente, de se ajudar. Quando foi a vez de Patrícia se tornar mãe, ela realizou um desejo: ter parto normal. E assim teve os dois filhos: Lucas Gabriel, hoje com 19 anos, e Matheus Vinícius, com 15 anos. “Me sinto muito feliz e muito agradecida a cada paciente que tenho por me proporcionar um sentimento de realização pessoal e profissional. É uma grande felicidade cada vez que sou responsável por essa alegria intensa em uma mãe e uma família inteira. Mesmo após esses 20 anos fazendo partos, ainda sinto forte esse sentimento de trazer crianças ao mundo e vibro com as minhas pacientes”, emociona-se, Patrícia.


MATÉRIA

REVISTA LÍDER

| 40 |

MAIO 2018

CAPA  Bianca Teixeira  Bianca Viégas

É uma ligação forte que pode virar amizade no momento do parto. A advogada Laís Montenegro Souza, 35 anos, tem três filhos. Em todas as gestações, a médica Cynthia Lins Pereira, 43, esteve presente de alguma forma. “Do primeiro, ela fez todo pré-natal, mas como não somos de Belém, resolvi tê-lo na minha cidade, Natal, no Rio Grande do Norte. Já o segundo e a terceira ela fez o pré-natal e o parto. Ela é um superprofissional! Se tivesse 10 filhos teria com ela, mas como fechei a fábrica não tem mais perigo”, brinca Laís. Cynthia é médica ginecologista e obstetra desde 1998. A profissão entrou na vida dela meio sem querer. Ela não entrou na faculdade achando que seria obstetra, mas cardiologista ou anestesista, porém no segundo ano do curso foi convidada por um tio, que era médico e fazia plantão de obstetrícia no Hospital Beneficente Portuguesa em Belém, para fazer estágio na maternidade. Ali permaneceu até o final da faculdade, sempre estagiando na ala materna. Quando se deu conta já era obstetra. Com tantos anos na medicina, Cynthia não consegue dimensionar a quantidade de histórias e finais felizes que já passaram pelas suas mãos.

A médica sempre teve uma boa relação com as pacientes, mas percebeu que o olhar e o sentimento em relação às grávidas mudou muito depois que ela viveu essa mesma experiência da maternidade. “Hoje, consigo entender aquele turbilhão de sentimentos, como amor, medo, dúvidas e tantos outros que a mulher vivencia durante a gestação e pós-parto. Me emociono mais, dou alguns conselhos, dicas. Durante a consulta de pré-natal, adoro saber qual o tema do enxoval, qual será o nome do bebê, qual a expectativa desta mulher para essa nova experiência”, diz. Cynthia é mãe de Arthur com 8 anos e Ana Laura com 6. Laís concorda com a médica. Nos três momentos que passaram juntas, a advogada conseguiu perceber essa mudança na relação. “Ela é mãe também, já passou por esses momentos como paciente, então ela nos entende perfeitamente”, pontua. Para a advogada, partos são momentos únicos.

Cada filho, cada parto, cada nascimento é mágico. É muito importante e emocionante para os pais, é naquela hora que se conhece aquele bebezinho pessoalmente e a equipe médica faz parte de tudo isso. Afinal foi quem te acompanhou e que teve todo o cuidado para que nada desse errado, para que o tesouro maior da vida viesse bem e com saúde. Assistir à grávida é sempre muito especial. São tantas inseguranças e tantas dúvidas, que é impossível não aprofundar a relação médico e paciente, que, por vezes, se transforma em amizade duradoura. O que essas mulheres têm em comum, além do fato de serem mães, é o sentimento de gratidão. Ser grato é ter o dom de reconhecer uma emoção por saber que uma pessoa fez uma boa ação, um auxílio, em favor de outra. Gratidão é uma espécie de dívida, é querer retribuir a outra pessoa por ter feito algo muito benéfico para ela. E nessa vida, temos uma dívida eterna de gratidão para com elas, nossas mães. ■


Sua MĂŁe merece um Castanheira de presente.

castanheirashopping.com.br /castanheirashopping @CastanheiraShop @castanheirashop


MATÉRIA

REVISTA LÍDER

| 42 |

MAIO 2018

PET  Bianca Teixeira  Hermes Junior

NATAÇÃO PARA CÃES Assim como acontece com os humanos, a atividade física é uma aliada na busca por uma vida mais equilibrada, saudável e feliz também para o animal. Muitos tutores estão proporcionando aos seus bichinhos importantes momentos de lazer. A recompensa tem sido sensacional.

T

Tony, da raça Dachshund de 9 anos, é praticante de natação

Foto: Divulgação/CORA

ony, um cãozinho da raça Dachshund de 9 anos, mais parece um peixe quando cai na piscina. O filho peludo da empresária Sheila Martins, 55 anos, é praticante de natação. Ela conta que adora quando o animal tem o dia cheio de atividades, pois ajuda a controlar a adrenalina dele. “Sem contar que o exercício ajuda até na sociabilidade com outros cachorros e pessoas”, pontua. Não é só para humanos que a atividade física faz bem à saúde. No mundo animal ela é muito importante, tanto como recreação quanto como reabilitação. Animais agitados, ansiosos, com distúrbios comportamentais são beneficiados com essa atividade que diminui os níveis de estresse e melhora a resistência física. “Além disso, uma das vantagens da natação em relação às caminhadas está na ausência de impacto com o solo, fazendo das patadas na água um excelente aliado na fisioterapia e reabilitação de animais com problemas articulares”, explica a veterinária Marina Brito.

A natação ajuda também no condicionamento físico, na melhora da respiração e auxilia na perda de peso. Sem contar que em dias quentes é uma excelente alternativa para refrescar os pets. É importante ressaltar que nem todos os cães nascem sabendo nadar. Isso acontece somente com algumas raças, como Golden Retrivier e Labrador, que são naturalmente aptas a nadar. Cachorros das raças Pug, Boxer e Bulldog, os famosos "caras amassadas" vão encontrar mais dificuldades em lidar com a água, mas nada que o treino não resolva.


ALERTA Nem todos os cães nascem sabendo nadar

| 43 |

MAIO 2018

MATÉRIA

REVISTA LÍDER

O principal objetivo é deixar o pet ativo, por isso brincamos muito. Alguns dão trabalho, outros são mais tranquilos”

- Leonardo Costa é treinador físico de cães

Leonardo Costa é treinador físico de cães e todos os dias têm o prazer de desfrutar da companhia dos cães na piscina.

Leonardo Costa, 24, é treinador físico de cães. Ele trabalha em um petshop da cidade e todos os dias têm o prazer de desfrutar da companhia dos cães na piscina. “O principal objetivo é deixar o pet ativo, por isso brincamos muito. Alguns dão trabalho, outros são mais tranquilos”, diz. A piscina, a praia ou o lago são lugares perfeitos para se passar grandes momentos com o animal. Se você não estiver seguro, coloque um colete salva-vidas para cães para evitar qualquer acidente. Comece devagar. A ideia é que o animal se acostume com a água. Faça em locais onde a temperatura seja amena. Não tente fazer isso em tempo frio.

OS BENEFÍCIOS DA NATAÇÃO E OS CUIDADOS NECESSÁRIOS A segurança é o que importa Ajuda a perder peso Melhora as articulações Melhora os movimentos É um grande treino completo Auxilia na recuperação de lesões É uma diversão garantida Melhora a socialização

Dentro da água, sempre acompanhe o seu animal de estimação. Você poderá levar um brinquedo para tentar fazê-lo nadar sozinho. Jogue-os na água, a fim de fazê-lo ir atrás. Por fim, se seu pet nunca esteve em uma piscina antes, pode ser que se sinta inseguro. É importante que você não o force e passe confiança pra ele. Assim que ele relaxar, vocês dois podem desfrutar de mais uma atividade prazerosa juntos! ■


RECEITA

REVISTA LÍDER

| 44 |

MAIO 2018

RECEITA DO CLIENTE  Hermes Junior

Por

Bianca Chamma

Algumas receitas têm combinações que mais parecem relação de mãe e filho. A receita de escondidinho fit desta edição foi uma herança que a advogada Bianca Gusmão Chamma aprendeu com a mãe. Mas para que ficasse menos calórica, ela mesma fez algumas adaptações. Confira!

Escondidinho

fit

Ingredientes • 150 g de macaxeira • 150 g de batata doce • 300 g de peito de frango desfiado • 1 ovo • 50 g de castanha-do-pará • Cebolinha a gosto • Cebola picada a gosto • 1 copo de requeijão light


| 45 |

MAIO 2018

Modo de Preparo Na panela de pressão, coloque a macaxeira para amolecer e amasse tipo purê. Da mesma forma proceda com a batata doce. Reserve. Depois de cozinhar o peito de frango, desfie em pedaços bem pequenos. Misture com a cebola picada, previamente frita, e com a cebolinha.

Montagem Unte o refratário de vidro com uma pincelada de óleo de coco ou manteiga ghee. Coloque a primeira camada de purê, já previamente misturado com macaxeira e batata doce com o requeijão. Ficará um purê não muito grosso. A segunda camada é a de frango desfiado já misturado com a cebolinha e a cebola frita. A terceira camada é igual à primeira para cobrir o escondidinho. Por fim, bata um ovo no garfo e despeje sobre a última camada. Salpique por cima a castanha-do-pará já triturada no liquidificador. Leve ao forno por 30 minutos. Agora está pronto para servir. Esta porção rende para seis pessoas.

RECEITA

REVISTA LÍDER


DICA FLORICULTURA por MISLENE FONSECA

REVISTA LÍDER

| 46 |

MAIO 2018

Supervisora da Floricultura do Líder

Tulipa

As encantadoras tulipas, conhecidas em todo o mundo, deixam qualquer ambiente mais agradável, moderno e bonito. Aprenda a tê-las em casa. A tulipa precisa de um ambiente fresco, arejado e onde entre luz indireta do sol, mas ela precisa estar longe das correntes de vento. O clima e o solo do Brasil nem sempre são os preferidos das tulipas, originárias de lugares mais frios como China, Turquia e

Holanda, mas é possível cuidar delas. Num país tropical como o nosso as tulipas precisam de um cuidado a mais como uma pedrinha de gelo no início da manhã e outro no fim da tarde, perto do seu substrato, local onde a raiz se desenvolve Ela deve ser regada diariamente,

pois precisa que a terra esteja úmida. Cuidado para não encharcar, pois isso pode contribuir para a proliferação de micro-organismos danosos à planta. Retire sempre folhas e flores murchas para a saúde dela. A adubação deve ser feita pelo menos duas vezes por ano.


DICA

| 48 |

REVISTA LÍDER

MAIO 2018

 CASA E LIMPEZA

COLARINHO

É um local da camisa que acumula muito suor e gordura. Antes da lavagem deixe de molho a camisa por uma hora em água com detergente neutro. Depois esfregue. Se precisar, use uma escova de dente velha para remover melhor a sujeira. Depois lave normalmente.

REMOVER COLA

Cola de alta fixação pode ser um perigo em contato com a pele. Mas é possível removê-la com água morna e sabão em pó. Aqueça a água sem deixar ferver, misture um pouco de sabão em pó e deixe a pele de molho por alguns minutos e depois comece a remover a cola com cuidado. Caso não saia com facilidade, mantenha a pele de molho até remover toda a cola.

TOALHAS CONSERVADAS

Para que durem sempre cheirosas e macias, os cuidados começam na separação das toalhas de outras peças de roupa. E nada de misturar as brancas com as coloridas. Também não encha demais a máquina de lavar, pois o excesso de peso dificulta a lavagem. Opte, sem exagero, por sabão líquido ou dissolva o sabão em pó em água antes da lavagem.


DICA

REVISTA LÍDER

| 50 |

MAIO 2018

PET

CRIAS

A gestação canina dura em média 2 meses e neste período, o proprietário deve cuidar da saúde de sua cadela e se preparar para receber os filhotes que exigem atenção. A maior parte dos cuidados é dada pela própria mãe. Mas é importante dar suporte a ela. O dono deve observar a temperatura do local, se os filhotes estão mamando a cada duas horas e se todos estão se alimentando. Caso algo fuja o normal, chame um médico veterinário de sua confiança.

VACINAÇÃO

Todo animal de estimação está sujeito a bactérias e doenças virais, por isso a vacinação é necessária. Quando nascem, cães e gatos precisam passar por consulta veterinária para as primeiras imunizações. Ao longo da vida deles, mantenha o cartão de vacinação atualizado.

DENTIÇÃO

Os gatos mudam os dentes à medida que vão crescendo. É muito parecido com o que acontece com os seres humanos. Eles ganham os dentes de leite a partir da terceira semana de vida, a troca vem por volta do 4º ao 5º mês e se estende até o 7º. Essa mudança é lenta mesmo. Esses dentes permanecem até o fim da vida dos gatos, por isso, fazer a higiene é fundamental para a saúde deles.


DICA

REVISTA LÍDER

| 52 |

MAIO 2018

 CABELO E BELEZA

CÍLIOS

Os cílios postiços estão cada vez mais presentes nas produções de maquiagem. E a retirada deles deve ser cuidadosa para poupar a pálpebra e não danificar o acessório. Use um cotonete para aplicar demaquilante no local. Faça movimentos leves de “vai e vem” nos olhos onde está colado o cílio. Depois comece a retirar com calma até ele sair inteiro. E pronto.

UNHAS

As unhas descamarem não é normal. Esse problema pode ter diversas causas desde o estresse até a má alimentação ou mesmo a exposição excessiva à água e a produtos de limpeza. Procure um médico para o diagnóstico certo.

LAVAGEM DO ROSTO

A lavagem do rosto é um cuidado diário necessário em todas as idades. Mas quantas vezes devemos lavar o rosto? De acordo com os dermatologistas, o ideal é pela manhã e também à noite, antes de dormir. Use sabonetes adequados ao seu tipo de pele para prevenir impurezas e garantir a saúde do rosto.


DICA

REVISTA LÍDER

| 54 |

MAIO 2018

 SUSTENTÁVEL

CADA LIXO NO SEU LUGAR

Muitos locais já adotam as lixeiras de coleta seletiva para diferenciar o lixo. Mas nem todos seguem a orientação. Lembre que cada cor recebe um tipo de lixo. Faça o certo, colabore. • Azul – papel e papelão • Vermelho – plástico • Verde – vidro • Amarelo – Metal • Preto – Madeira • Laranja – resíduos perigosos • Branco – resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde • Roxo – resíduos radioativos • Marrom – resíduos orgânicos • Cinza – resíduos em geral, não recicláveis, contaminados ou não, que não são possíveis separar.

CONSUMO

O consumo consciente ganha cada dia mais força. Antes de sair às compras para comprar roupas, dê uma olhada no seu armário. Mantenha-o arrumado para facilitar ter à vista todas as peças. Uma blusa sem botão, uma calça descosturada... essas peças podem voltar ao uso com um simples reparo. Pense bem!

LONDRES X GARRAFAS PLÁSTICAS

A prefeitura de Londres, na Inglaterra, decidiu pôr fim ao excesso de garrafas plásticas. Para isso, 20 bebedouros públicos serão instalados até o início do verão europeu em pontos turísticos. Neste projeto, empresas também vão disponibilizar água da torneira por meio de instalações em 5 áreas da cidade. Uma ótima iniciativa que pretende tirar de circulação 10 milhões de garrafas plásticas por ano.


DICA

REVISTA LÍDER

| 56 |

MAIO 2018

 SAÚDE E NUTRIÇÃO

FAÇA A ESCOLHA CERTA

Troque uma tapioca por uma crepioca. Ou seja, em vez de usar 3 a 4 colheres de goma, use apenas uma e adicione um ou dois ovos. Bata e prepare em frigideira antiaderente. TAPIOCA Índice glicêmico alto Pouco valor nutricional

X

CREPIOCA Rico em proteínas Dá mais saciedade

FARINHA DE BERINJELA

Ela mantém as propriedades nutricionais do vegetal e, segundo estudos, o consumo regular ajuda no emagrecimento e reduz os níveis de gorduras no sangue como colesterol e triglicerídeos. Antes de incluir em sua dieta, consulte um nutricionista.

VOCÊ SABIA?

O vinagre de maçã possui uma série de benefícios para a saúde. Ele contribui para o emagrecimento, conta com ação antioxidante, protege o fígado, previne o diabetes, câimbras, tem ação diurética e melhora as articulações e a digestão.


DICA

REVISTA LÍDER

| 58 |

MAIO 2018

Vinhos & Vinhos

TEMPERATURA

Ao servir o vinho, saiba qual a temperatura adequada para que o sabor e aroma sejam percebidos plenamente. TEMPERATURAS DE SERVIÇO

Espumantes

Brancos

Brancos doces

Rosés

Tintos leves

Tintos encorpados

Fortificados

6°C

6°C a 12°C

6°C

8°C

14°C a 16º C

16°C a 18°C

16°C a 18°C

VINHO NOVO OU VELHO?

Você já deve ter ouvido que quanto mais velho, melhor é o vinho. Mas saiba que essa não é uma regra. A maior parte da produção é para consumo imediato. São safras mais recentes (de até cinco anos), frutados, macios, fáceis de beber. Uma parcela bem pequena de vinhos é feita para envelhecer, como os famosos Barolo, Brunello de Montalcino ou um Pinot Noir de um grande produtor da Borgonha. São vinhos bem caros e que precisam de um longo tempo de amadurecimento para atingir seu ápice. Esses vinhos encarecem com o passar dos anos. Para beber com amigos e a família aposte nos vinhos mais jovens sem medo de ser feliz.

EM PÉ OU DEITADO?

O vinho pode sofrer alterações de acordo com o local onde é guardado. A posição de guardar ainda gera polêmica entre muitos especialistas. Quando as garrafas são guardadas de maneira vertical, as rolhas sofrem com o ressecamento. Por isso, a maneira mais adequada para armazenar suas garrafas de vinho é na posição horizontal. É nesta posição que as rolhas se mantem em contato com o vinho, ficam hidratadas e inibem a entrada de ar nas garrafas, que oxidariam a bebida, afetando sua cor, sabor e aroma.


DICA

REVISTA LÍDER

| 60 |

MAIO 2018

 VIDA SAUDÁVEL

VIDA!

Para viver melhor, adote posturas positivas. Faça um elogia sincero por dia. Procure mais qualidades que defeitos nas pessoas. Ofereça ajuda sem que alguém peça E coloque-se no lugar do outro.

MANTEIGA GHEE

Vem sendo recomendada para uma dieta saudável por seus benefícios como: rica em antioxidante e em vitamina A, é livre de toxinas e de fácil digestão.

BENEFÍCIOS DE PEDALAR

Combate o estresse Emagrece Melhora o sono Reduz o colesterol Melhora a respiração Não polui o meio ambiente Melhora o trânsito


COLUNA

REVISTA LÍDER

| 62 |

MAIO 2018

ONCOLOGIA por Drª. Paula Sampaio ▪ CRM 7772

APLICAÇÃO DO LASER NA DERMATOLOGIA Paula Sampaio Oncologista Clínica

Especialista em Oncologia Clínica pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP) – SP. Pós-Graduada em Oncologia Clínica pelo Hospital Israelita Albert Einstein – SP. Mestranda em Oncologia e Ciências Médicas - UFPA.

Estava começando a escrever esse artigo quando duas reportagens na televisão me chamaram a atenção. A primeira destacava uma nova lei, que atribui à Polícia Federal a responsabilidade de investigar as covardes agressões virtuais sofridas por mulheres e a outra mostrava que a renda das brasileiras, em 2017, foi 22,5% menor do que a dos brasileiros, comparando profissionais que exercem as mesmas funções. Violência contra a mulher e discriminação de gênero no mercado de trabalho são problemas históricos. É claro que a minha geração já testemunhou avanços, mas sabemos que ainda há um caminho longo pela frente. Depois de assistir ao telejornal, resolvi mudar o começo desse artigo para dar ênfase ao seguinte: Lenta ou rapidamente, mudam os hábitos, as cabeças, as leis, o mundo. Hoje, a maioria das coisas muda em uma velocidade tão grande que eu concordo com o que ouvi outro dia do filósofo Mário Sergio Cortella. Em vez de 25 anos, podemos dizer que, atualmente, a cada 10 anos temos uma nova geração. Acontece, minha amiga, que uma coisa não vai mudar nunca. O funcionamento do nosso

MATERNIDADE E CÂNCER organismo. Por isso, temos que fazer o melhor ajuste possível entre o relógio biológico e o ritmo da vida moderna, onde as mulheres querem primeiro se firmar no mercado de trabalho para depois ter filhos. É fato que doenças ligadas à menstruação, que antes eram raras, agora são frequentes. As mulheres que engravidam pela primeira vez após os 30 anos e as que não amamentam têm até quatro vezes mais risco de ter câncer de mama. Como não faz sentido remar contra a maré da vida no século XXI, o que temos que fazer é destacar ainda mais a importância da prevenção. As mulheres que se encaixam no perfil resumido acima precisam ser ainda mais disciplinadas com seus exames periódicos. Siga rigorosamente as recomendações do mastologista e do ginecologista! E quando o câncer surpreende antes mesmo de a mulher decidir ser mãe? Ter a fertilidade comprometida é um dos medos que assombram quem recebe esse diagnóstico. O sonho da maternidade pode ser adiado ou, em alguns casos, interrompido, mas é importante saber que nem

todo câncer é um impedimento para engravidar. Em muitos casos é possível preservar a fertilidade. Tudo vai depender do tipo de tumor, do estágio em que a doença é descoberta, dos progressos no tratamento. O tratamento foi bem sucedido e a mulher quer engravidar. É possível? Claro que sim. De seis meses a dois anos é o tempo médio de espera para engravidar, após o tratamento. A “quarentena” depende das condições da paciente. Em uma situação ideal, não se deve fazer radioterapia durante a gravidez e a quimioterapia não pode ocorrer nos primeiros três meses. Mas e se a gestação acontecer durante ou logo após o tratamento contra o câncer? A equipe médica, que nesses casos deve ser multidisciplinar, vai traçar novos rumos para o tratamento, objetivando preservar a saúde da mãe e do filho. Uma das boas notícias é que pesquisas científicas já comprovaram que uma gestação não aumenta as chances de recidiva da doença ou de aparecimento de outros tipos de câncer. Com a ajuda da medicina, renovemos a certeza de que filhos são a renovação da vida.


COLUNA

REVISTA LÍDER

| 64 |

MAIO 2018

NEUROLOGIA por Vanessa Chimiti ▪ CRM 6380

Vanessa Chimiti Neurocirurgiã

Especializada em dores crônicas Pós-graduação em Cuidados ao Paciente com Dor no Hospital Sírio Libanês – SP Graduação no curso de Termografia Médica da FMUSP Membro da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor – SBED, e da Sociedade Brasileira dos Médicos Intervencionistas em Dor – SOBRAMID

Muitos fãs de Lady Gaga, acostumados a vê-la cantando e dançando, com aqueles figurinos extravagantes, ficaram surpresos quando a artista anunciou o cancelamento de sua participação no Rock in Rio, no ano passado, por causa de fortes dores no corpo. Mas não foi a primeira vez que Gaga cancelou uma apresentação por conta de crises de fibromialgia. E ela está longe de ser a única a sofrer com essa síndrome, que atinge entre 2 e 3% da população brasileira. Ou seja, mais de 2 milhões de brasileiros. Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, não existe ainda uma única causa conhecida para a fibromialgia. Os estudos mais recentes mostram que os pacientes apresentam uma sensibilidade muito maior à dor e, mesmo sem causa aparente, o sofrimento é real. A doença geralmente aparece entre 30 e 60 anos, mas pode atingir também crianças e adolescentes. Afeta de 8 a 10 vezes mais as mulheres do que os homens. A dor funciona como um alarme de incêndio no corpo. Indica onde devemos ir para apagar o fogo.

FIBROMIALGIA Na fibromialgia é diferente. Não há fogo nenhum, esse alarme dispara sem necessidade. Na verdade, seria como se o cérebro das pessoas com fibromialgia estivesse com um termostato ou um botão de volume desregulado, que ativasse todo o sistema nervoso para fazer a pessoa sentir mais dor. Dessa maneira, áreas com funcionamento inadequado no cérebro fazem com que qualquer estímulo doloroso seja aumentado de intensidade. Os pacientes podem apresentar dor no corpo todo, principalmente na musculatura. Junto com a dor vêm outros sintomas: fadiga (cansaço), sono não reparador (a pessoa acorda cansada) e outros sintomas, como alterações de memória e atenção, ansiedade, depressão e alterações intestinais. Uma característica é a grande sensibilidade ao toque e à compressão da musculatura pelo examinador ou por outras pessoas. Até um abraço pode ser doloroso. Assim, como não há um exame específico para o diagnóstico da síndrome, a fibromialgia também não possui um tra-

tamento exato. O médico precisa entender bem o que acontece com o paciente com dor crônica e, a partir daí, definir o tratamento adequado. Para que

o “termostato” do paciente seja melhor avaliado, o exame de Termografia pode ajudar. A Termografia é uma avaliação que mostra as áreas com problemas, que estão mais quentes ou mais frias. Um aparelho ultrassensível que capta calor, por imagem térmica infravermelha. Essa imagem documenta a região de dor, facilitando que o médico entenda o que está acontecendo com o paciente com dor crônica. A partir daí, pode ser dado o direcionamento para o tratamento adequado. Na prática, o equipamento ‘lê’ a temperatura e cria um ‘mapa da dor’, onde o X não marca a descoberta do tesouro, mas o caminho para o tratamento. A fibromialgia não tem cura, mas ninguém precisa sentir dor o tempo todo. É possível dar ao paciente qualidade de vida, baseada na melhora e controle dos sintomas, com alívio da dor.


COLUNA

REVISTA LÍDER

| 66 |

MAIO 2018

ODONTOLOGIA por Dr Khaled Badarane ▪ CRO-PA: 2950 • www.odontoglim.com.br

Dr Khaled Badarane Periodontista

Halitose é uma condição anormal do hálito onde este se altera de forma desagradável tanto para si como para outras pessoas com as quais se relaciona. O termo halitose vem do latim, onde a palavra “halitu” significa ar expirado e o sufixo “osi” que dizer: uma alteração. Portanto, o cheiro desagradável do hálito no ar expelido pelos pulmões, boca e narinas é que constitui a halitose. Estima-se que aproximadamente 30% da população brasileira sofra com este problema, o que representa cerca de 50 milhões de pessoas. A halitose não é uma doença, mas pode ser sinal de que existe algum desequilíbrio no organismo. O odor é percebido através de odorivetores (pequenas partículas que se dispersam pelo ar), que são capazes de sensibilizar as células olfativas no nariz. Algumas vezes a halitose pode ser fisiológica como no jejum prolongado, no hálito da manhã e em dietas inadequadas. Existem diversas causas de halitose e em geral elas de associam, podendo ser multifatorial. A maioria tem origem na boca, como as doenças periodontais (doenças de gengiva), cáries, restos alimentares que se acumulam no dorso da língua (saburra lingual), higiene bucal deficiente e mau funcio-

SORRIA E DIGA ADEUS AO MAU HÁLITO namento das glândulas salivares com redução da produção de saliva. A saliva tem um papel importante na halitose, assim, quando temos uma quantidade menor de saliva na boca temos uma condição mais favorável para o individuo desenvolver halitose. Por esse motivo que encontramos uma halitose mais severa pela manhã quando acordamos, pois à noite temos uma baixa salivação ou uma redução no fluxo salivar.A halitose pode ter ainda origens extra bucais como as doenças de origem otorrinolaringológicas como rinites, amigdalites, sinusites, faringites e outras, além de doenças sistêmicas como diabetes, problemas renais e hepáticos. O mau hálito pode provocar sérios problemas sócio emocionais, podendo levar ao isolamento social, dificuldade em estabelecer relações afetivas, queda da autoestima, insegurança profissional e até mesmo depressão. A halitose vem despertando elevado interesse entre os profissionais de saúde e pesquisadores, causando um grande avanço na descoberta de tratamentos e desenvolvimento de pesquisas na área em questão, especialmente no desenvolvimento de equipamentos e produtos específicos para medir determinados odores e

para auxiliar no controle, prevenção e tratamento da halitose. Atualmente a halitose pode ser tratada e acompanhada por profissionais de forma segura e trazendo ótimos resultados. Portanto, em caso de suspeita de halitose, consulte um cirurgião dentista, para que seja traçado um plano de tratamento adequado. Mau hálito tem solução!

Algumas dicas importantes: • Realize adequada higiene bucal, incluído a limpeza da língua. • Consulte o dentista pelo menos duas vezes ao ano para prevenir problemas dentários e gengivais. • Consulte um médico e realize check-up pelo menos uma vez ao ano • Evite jejum prolongado, tente alimentar-se a cada 3 horas. • Evite alimentos com odor forte ou que contenham enxofre em sua composição (alho, cebola, brócolis, couve, repolho), alimentos gordurosos e ricos em proteínas. • Evite consumo de álcool e fumo em excesso. • Beba bastante água.


COLUNA DIREITO E CONSUMO

▪ OAB/PA 21.348

REVISTA LÍDER

por Orimar Rodrigues Jr.

| 68 |

MAIO 2018

Orimar Rodrigues Jr. Advogado

Diretor Jurídico do Shopping Castanheira Advogado Grupo Líder Pós-graduado em Direito Contratual na PUC-SP

RECLAMAÇÕES EM REDES SOCIAIS: TENHA CUIDADO O consumidor, como se sabe, é vulnerável perante os fornecedores/ empresas devido ao desequilíbrio encontrado na relação jurídica entre as partes, seja por falta de conhecimento como em um contrato abusivo ou pela diferença no poderio econômico. Por isso, o Código de Defesa do Consumidor foi criado para acabar com esta diferença e resguardar os direitos do consumidor, em busca de uma relação mais justa e correta.e uma relação mais justa e correta. Ocorre que nem sempre o consumidor será tratado de maneira vulnerável nesta relação pois, como em toda relação, algum lado pode errar, e nem sempre será a empresa.

Por isso, alguns requisitos devem ser respeitados e neste ponto é que o consumidor deve ficar bem atento. A internet possibilitou ao consumidor o acesso mais rápido às informações. Com isso, a difusão de opiniões sobre determinada empresa ou produto entre os consumidores, sejam elas boas ou ruins, ficaram mais rápidas e eficazes. Essas informações chegam através de sites das empresas ou por vários sites de reclamações na internet, além das redes sociais como o Twitter, Instagram e Facebook. Destarte, o consumidor deve ficar ciente que não pode escrever tudo que tem vontade, pois se a sua opinião for ofensiva à empresa ou a algum funcionário e até mesmo ao dono, o consumidor fica passível a responder civilmente e criminalmente. No âmbito cível, por exemplo, já há condenações por danos morais no valor de R$ 9.000,00 (nove mil reais) a favor das empresas, além de o consu-

midor ser obrigado a retirar o post ofensivo da rede social ou do site. O que deve ficar claro é que a reclamação do consumidor não é punida, pois reclamação é diferente de ofensa. A livre manifestação é um direito do consumidor, que sempre deve ter limites. Portanto, o consumidor tem direitos e deveres, devendo ficar atento sobre as palavras a serem usadas na internet, ao modo que fará essa reclamação, evitando linguagem inadequada e o uso de acusações sem provas, pois isto pode pesar contra o consumi- dor, fazendo com que a reclamação se torne ineficaz.


COLUNA ARQUITETURA E DECORAÇÃO por Débora Leite Rodrigues

REVISTA LÍDER

| 70 |

MAIO 2018

▪ CAU 123021-2 CREA 10563D  deboraleiterodrigues@uol.com.br

DECORAÇÃO PARA A TERCEIRA IDADE Débora Leite Rodrigues Arquiteta

É importante ter um olhar mais minucioso quando decoramos espaços que tenham pessoas idosas. Embora a terceira idade faça sempre questão de manter sua independência, a atenção sempre deve existir. Alguns cuidados no dia a dia dos idosos são necessários e passam pela mobilidade e segurança na rotina da casa. Algumas dicas como iluminação adequada, móveis bem posicionados e evitar peças soltas são fundamentais para manter a segurança. Veja algumas dicas de como tornar a casa dos idosos mais protegida e confortável:

A iluminação deve sempre ser fundamental, é importante deixar sempre uma luz acessa durante a noite para facilitar a locomoção. Piso antiderrapante é essencial para diminuir a possibilidade de escorregões e quedas. Nas paredes, evite texturas e volumes para evitar acidentes.

são fundamentais no box banho, vaso sanitário e pia. Na cozinha, o ideal é deixar tudo o que precisam a mão, evitando que eles subam em cadeiras ou bancos. Faça o mesmo com o restante dos armários, colocando o que mais utilizam em prateleiras mais baixas. A disposição dos móveis deve sempre assegurar a mobilidade e segurança, decoração com poucos móveis facilita a circulação. Evite cama tipo box, porque são altas e dificultam a hora de deitar para os idosos. Não use tapetes escorregadios. Nos banheiros, as barras de segurança


PARA QUEM EXIGE O MELHOR A Cerpa Prime é uma homenagem aos amantes de cerveja, feita para os paladares mais exigentes. A pureza do malte, o aroma e o sabor combinados com técnicas Européias consagradas e toda tradição de uma empresa que produz alta qualidade desde 1966, trazem ao mercado uma cerveja premium desenvolvida para surpreender-lhe. A Cerpa Prime é a perfeita harmonia entre os melhores maltes, lúpulos importados e a mais pura água da Amazônia. Uma cerveja de alta qualidade, pensada em cada detalhe para conquistar você.

Revista Líder 52  
Revista Líder 52  
Advertisement