Page 1

EB1/PE Dr. Clemente Tavares

NºXX

Março 2008

Concurso de Máscaras! Taça da Prevenção Rodoviária!

Ortografíadas!

Olá amiguinhos! Já estão aí as férias da Páscoa e mais uma vez podes contar com o nosso Jornalinho para te ajudar a passar o tempo! Aproveita o tempo livre, lê as notícias da escola e diverte-te com os passatempos, as curiosidades. Fica também a conhecer os trabalhos realizados pelos alunos da nossa escola durante este período. Boas férias e uma Santa Páscoa!


Notícias da nossa Escola…………………………………………………………………………………………………………………….

3

Projecto EcoEco-Escolas……………………………………………………………………………………………………………………………

7

A importância da sÁrvore…………………...……………………………………………………………………………………….. 7 Dia Mundial da Árvore…………………….……………………………………………………………………………………………

8

EcoEco-Trabalhos……………………………………………………..…………………………………………………………………………..

9

Os Nossos Trabalhos………………………………………………………………………………………………………………………….. 1010- 36 Cantinho das Leituras………………………………………………………………………………………………………………………… 37 Culinária………………………………………………………………………………………………………………………………………………

39

Informática………………………………………………………………………………………………………………………………………….

40

Jogomat………………………………………………………………………………………………………………………………………………

42

Cantinho do Inglês…………………………………………………………………………………………………………………………….

43

Estuda Brincando……………………………………………………………………………………………………………………………….

4545-48

Ficha Técnica Coordenação e Montagem: Victor Vieira Colaboração: Pessoal docente e alunos da escola Apoio: Junta da Freguesia de Gaula Tiragem: 50 exemplares


I Taça Escolar de Prevenção Rodoviária

Maria Isabel 3.ºano Ida ao circo No dia 4 de Janeiro os alunos da nossa escola foram ao Circo, no Porto Novo! Foi um dia muito divertido e cheio de alegria para todas as crianças e para os professores. As entradas foram oferecidas pela Câmara Municipal de Santa Cruz. Os nossos mais sinceros agradecimentos

Prova Prática da Taça escolar de Prevenção Rodoviária

A nossa escola participou, pela 2.ª vez consecutiva, na Taça Escolar Educação Rodoviária. A Taça Escolar de Educação Rodoviária é uma iniciativa da Divisão de Projectos Extracurriculares da DRE e pretende sensibilizar os alunos, enquanto utentes da via pública, para a necessidade de respeitar as regras e os sinais de trânsito vigentes, desenvolvendo-lhes uma verdadeira consciência cívica e sentido de responsabilidade. Todos os alunos das turmas do 3.º e 4.º anos de escolaridade participaram numa acção de sensibilização promovida pelo instrutor responsável da Escola de Condução de Santa Cruz - Senhor Alberto Aguiar. Esta acção de sensibilização realizou se no dia 11 de Janeiro, pelas 11horas, na biblioteca da nossa escola e teve como principal objectivo dar a conhecer algumas das regras e sinais existentes na via pública. No dia 16 de Janeiro, pelas 17 horas os alunos realizaram uma prova escrita onde tiveram a oportunidade de aplicar os conhecimentos adquiridos sobre o tema. No dia 18 de Janeiro, pelas 10 horas, realizou-se no campo de futebol da nossa escola a prova prática. Os alunos participantes no concurso, tiveram a oportunidade de realizar alguns exercícios de destreza, obstáculos, respeitando a sinalização vertical/horizontal existente no percurso, bem como, as suas capacidades de domínio da bicicleta. Participaram nesta actividade 15 alunos do 3.º e 4.º ano de escolaridade da nossa escola, orientados pelos os professores António Saldanha e Victor Vieira. Os alunos que no conjunto das duas provas realizadas obtiveram melhores resultados foram: Tiago João Felizardo Alves (efectivo) e Pedro Matos Neto (suplente), ambos alunos do 4.º ano de escolaridade. O aluno Tiago João Felizardo Alves representará o Concelho de Santa Cruz na Final Regional a realizar-se no dia 21 de Abril.


Concurso MINImat e MINIbio 2008 Os alunos do 3º e 4º Anos de Escolaridade da nossa escola participaram nos Concursos MINImat 2008, destinados aos alunos do 3º e 4º Anos de Escolaridade e MINIbio destinado aos alunos do 4º Ano de Escolaridade. A Final Concelhia destas Competições decorreu no dia 4 de Março, na EB1/PE da Nazaré – Funchal e contou com a presença de alunos de 8 escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico do Concelho de Santa Cruz. A nossa escola foi representada por 20 alunos, 6 alunos do 3º Ano de Escolaridade e 14 alunos do 4º Ano de Escolaridade. Os alunos Joana Cristina e Pedro Neto do 4º Ano classificaram-se em 1º Lugar no Concurso MINImat pelo que estão apurados para a Final Regional que irá decorrer no próximo dia 8 de Abril na EB1/PE de Boliqueime - Funchal. Esta mesma equipa obteve o 3º lugar no Concurso MINIbio, pelo que ficou igualmente apurada para a Final Regional. Parabéns a todos os alunos que participaram nesta Competição e que tão brilhantemente representaram a nossa escola.

Final de Concelhia do Concurso de Ortografiadas

Happy Valentine’s Festejámos o dia de S. Valentim! Decorámos corações coloridos e celebrámos o dia da amizade. Também recebemos um postal da Escola do Pedregal! A nossa escola “amiga” e os alunos de inglês dedicaram-nos rimas e poemas de amizade. Concurso Regional Ortografíadas Os alunos do 3º e 4º Anos de Escolaridade da nossa escola participaram no Concurso Regional Ortografíadas, organizado pela Direcção Regional de Educação – através da Divisão de Projectos Extracurriculares. Numa primeira fase deste Concurso, realizada a nível de escola, foram apurados os dois alunos que obtiveram melhor classificação numa prova de ortografia, para representarem a nossa escola, na segunda fase deste Concurso – a Final Concelhia. A Final Concelhia deste Concurso decorreu na nossa escola, no passado dia 25 de Janeiro e contou com a participação de quatro alunos, dois alunos da nossa escola e dois alunos da EB1/PE das Figueirinhas – Caniço. Após a realização da Final Concelhia o aluno Nuno Daniel Franco Sobrinho da EB1/ PE das Figueirinhas e a aluna Joana Cristina Correia Nunes da nossa escola foram os alunos apurados para representar o nosso Concelho, na Final Regional, a realizar-se no mês de Abril na Universidade da Madeira. Parabéns a todos os participantes nesta iniciativa.


Concurso de máscaras! A

equipa responsável pela celebração

do

“Carnaval”, em conjunto com as educadoras, os colegas das curriculares e a professora de Expressão Plástica, organizaram junto dos alunos do 1º Ciclo e do Pré-escolar, um concurso de máscaras criadas pelos alunos, com a ajuda dos pais, recorrendo à reutilização de materiais. Esta actividade foi bem recebida pelos alunos e contou com uma boa participação dos encarregados de educação. Os trabalhos estavam excelentes e o concurso foi um sucesso. O desfile foi apreciado pelo júri que decidiu premiar as máscaras mais criativas e com recurso exclusivo a materiais de desperdício. Parabéns a todos os participantes!

O desfile de Carnaval

Carnaval é tempo de brincadeiras, de fantasias e de muita alegria! Quisemos partilhar estes sentimentos com a comunidade envolvente e, como vem sendo hábito, desfilámos pela nossa freguesia e divertimo-nos imenso!


Modalidades colectivas No dia 7 de Março, os alunos do 3º Ano de

Durante o segundo período os alunos Escolaridade da nossa escola participaram no “Dia do 3.º e 4.º anos participaram em várias das Experiências”, promovido pelo Núcleo de modalidades colectivas: Estágio de Ciências Físico-Químicas, da Escola Básica e Secundária de Santa Cruz. Este Núcleo de Estágio, orientado pela Senhora Professora Sónia Barreto, preparou várias experiências muito engraçadas, que os alunos tiveram a oportunidade de presenciar. Uma vez mais agradecemos o convite, feito à nossa escola, pela Senhora Professora Sónia Barreto. Agradecemos também ao Núcleo de Estágio de Ciências Físico-Químicas, da Escola Básica e Secundária de Santa Cruz pelos momentos divertidos, interessantes e agradáveis que proporcionaram aos nossos alunos.

14/01/08 - Futebol - Campo de Futebol de Machico 21/01/08 - Andebol - Campo de Futebol de Machico 26/02/08 - Basquetebol - Campo de Futebol de Machico 07/03/08 - Voleibol - Pavilhão de Santa Cruz


A Importância das Árvores As árvores são seres vivos que habitam no Planeta Terra. As árvores são muito importantes porque transformam o Dióxido de Carbono em Oxigénio, que todos nós precisamos para viver. As árvores dão-nos muitas coisas importantes para a nossa vida diária. Elas dão-nos as matérias-primas que são usadas para fabricar muitos dos produtos que usamos. As árvores são extremamente importantes porque seguram os terrenos das encostas das montanhas, evitando a erosão dos solos, as derrocadas e a modificação das paisagens naturais. Muitas árvores protegem as culturas agrícolas dos ventos fortes. As árvores são essenciais à vida no Planeta Terra por isso devem ser respeitadas e tratadas com muito carinho por todos nós. Texto Colectivo dos Alunos do 4º ano de Escolaridade

A Árvore As árvores são importantes porque elas dão-nos muitas coisas, elas dão-nos resina, dãonos a madeira, sombra, oxigénio, frutos, cortiça … As árvores enfeitam os jardins, as ruas, os campos, as encostas, as montanhas, os planaltos pelo que tornam a Natureza mais bela. Existem árvores de folha caduca e árvores de folha persistente. As árvores de folha caduca perdem todas as suas folhas quando chega o Outono, pelo que passam o Inverno completamente despidas, enquanto que as árvores de folha persistente não perdem todas as suas folhas e não ficam totalmente despidas. As árvores são muito importantes pelo que devemos respeitá-las e preservá-las.


A Árvore No dia 21 de Março festejamos o Dia Mundial da Árvore e da Floresta. Um pouco por todo o Mundo este dia é assinalado de muitas maneiras diferentes. Aqui na nossa terra nós costumamos plantar árvores para assinalar este dia, pois só plantando árvores podemos garantir que elas continuem a existir. As árvores são muito importantes porque elas dão-nos muitas coisas, que precisamos para viver. Elas dão-nos a madeira, a resina, a cortiça, a sombra e renovam o nosso oxigénio. As árvores tornam a Natureza mais bela! Jéssica Carina – 4º Ano

Dia 21 de Março – Dia Mundial da Árvore

No dia 21 de Março comemoramos o Dia Mundial da Árvore e da Floresta. Todos os anos na minha escola costumamos assinalar este dia, com exposições, concursos, palestras, arranjo dos jardins e plantação de árvores. Este ano não faremos muitas actividades relacionadas com a árvore porque estamos em período de férias da Páscoa, mas nós iremos com a nossa professora ao CICNA – Núcleo dos Dragoeiros, participar nas actividades programadas pelo Parque Natural da Madeira, para assinalar esta data. Nós levaremos alguns trabalhos realizados pelos alunos das várias turmas da nossa escola e em troca receberemos alguns prémios de participação na iniciativa.

Pedro Silva – 4º Ano


.

.

Kevin 4.ยบ Ano

Laura 4.ยบ Ano

Mariana 4.ยบ Ano


Visita “A Passo de Burro” No dia 31 de Janeiro os alunos do Pré-escolar da nossa escola realizaram um passeio ao Parque Ecológico do Funchal “A Passo de Burro”. Todas as crianças e adultos pentearam e fizeram um passeio de burro pela quinta. No final ainda tivemos tempo de brincar no parque e num carro antigo dos Bombeiros. Foi um dia diferente, muito interessante e divertido.

“Este burro é meiguinho”

“Que fixe!”

“Não temos esta ponte na escola!”

“Eu quero ser o condutor!”


Páscoa é...alegria...ovos recheados de chocolate...coelhos coloridos... Uma festa para a criançada!

Os trabalhos aqui expostos lembram as vivências dos alunos na Páscoa. Alunos do 1.º Ano

Laura Bernarda 1.º Ano

Loduvina 1.º Ano

Carolina Moniz 1.º Ano

Luís Lucas 1.º Ano


A segurança na estrada Quadras construídas pelos alunos do 2º Ano Turma A Os sinais de trânsito Ensinam o caminho Meninos e meninas Vamos devagarinho. Cristina

Caminho sempre nos passeios E olho para todos os lados Para passar na passadeira Não posso ir de olhos tapados. Catarina

Há três cores nos sinais Num semáforo a piscar Mas só quando está verde É que podemos atravessar. Paulo

Triângulo vermelho é perigo Rectangular azul informação Circular vermelho proibido Condutor, conduza com precaução. Ema

Quando o sinal estiver vermelho Convém esperares Poderás não chegar a velho Se tu avançares. Daniela

O sinal vermelho é perigo Para todo o peão Caminha sempre no passeio Não vá passar um camião. Francisca

O sinal está verde Já podes avançar Mesmo assim tem cuidado Quando fores atravessar. Carolina

Os sinais de trânsito São muito teus amigos Respeita-os sempre Para não correres perigos. Henrique

O incêndio O Afonso encontrou uma caixa de fósforos. Ele levou os fósforos para a sala e acendeu um por um. Quando olhou à volta, reparou que as coisas estavam a arder. Desde esse dia, ele aprendeu que não se deve brincar com os fósforos. Paulo 2.ºA


O incêndio Trabalho realizado pelos alunos do 2º Ano Turma A Era uma vez um menino que queria tocar no fogo. Um dia estava sozinho em casa e resolveu acender os fósforos para brincar. Foi acendendo fósforos e jogando para o chão, por toda a casa e ia pegando fogo nas cortinas sem ele ver. Os vizinhos viram o fumo a sair da janela e resolveram telefonar para os bombeiros. Quando o carro dos bombeiros chegou, o menino estava muito assustado mas eles conseguiram salvá-lo e apagar o fogo rapidamente. Cristina 2.ºA

Era uma vez um menino chamado Paulo que não sabia o que era os fósforos. Um dia o seu amigo Leandro deu-lhe uma caixa de fósforos e ele levou-a para casa, pensado que era um brinquedo. Abriu a caixa, riscou um fósforo e logo acendeu uma chama. A mãe chamou-o à atenção: -Não deves brincar com fósforos, porque pode provocar incêndios. O Paulo respondeu: - Nunca mais mexo em fósforos. ( Daniela 2.ºA


Coelhinho da Páscoa Quadras elaboradas pelos alunos do 2º Ano turma A Coelhinho da Páscoa Esconde os ovinhos Os meninos procuram Lá nos lindos ninhos

Coelhinho da Páscoa És bonzinho para mim Traz ovos e bombons Coisinhas assim.

Henrique

Daniela Coelhinho da Páscoa Não te esqueças de mim TrazTraz-me muitos ovos Deixa no meu jardim.

Coelhinho da Páscoa Trazes fantasia Ovos enfeitados De amor e alegria.

Ema

Diogo Coelhinho da Páscoa Vem me visitar Traz um ovo gigante Para eu deliciar.

Coelhinho da Páscoa TrazTraz-me um ovinho Pois todos os anos AgradeçoAgradeço-te com carinho

Carolina

Catarina

Palavras relacionadas com a :

Ana Cristina 2..º A

P Á S C O A

- Paz; pintainho - Água-benta; amor - Sacrifício; sofrimento - Coelho,; círio; cordeiro; cruz; chocolates - Oferta; ovos - Alegria, amêndoas, Aleluia.

Sentimentos relacionados com a Páscoa: - Alegria; - Amor; - Felicidade; - Paz; - Partilha;

- Oferta; - Doação; - Sacrifício; - Sofrimento; - Comício.


Carolina 2.ยบ A

Francisca 2.ยบ A

Catarina 2.ยบ A

Henrique2.ยบ A


A Páscoa A Páscoa é uma festa muito importante. (Angelique)) Na Páscoa comemos ovos de chocolate e amêndoas de todas as cores. (Kátia) Na semana santa jogamos ao jogo do balamente. (Leandro)) A minha avó coze tremoços. (Mário) Jogamos ao pião na altura da Páscoa. (Tiago) Vamos à missa porque Jesus ressuscitou. (Mariana) No domingo de Páscoa as famílias juntamjuntam-se. (Lucas) Na minha casa, a minha mãe faz ao almoço cabrito assado. (Filipe) Gosto da festa da Páscoa porque tenho férias. (Olena)

Frases elaboradas por alguns alunos do 2º B

A Páscoa na minha escola Na minha escola, festejamos a Páscoa com grande entusiasmo. Fazemos trabalhos com pinturas e colagens para decorarmos a escola. Cada menino constrói um cesto com material reciclado, para colocar amêndoas e ovinhos que a senhora Directora compra para nos oferecer. No ano passado fizemos uma gincana que foi dirigida pelo professor António. Também na aula de música cantámos a canção “Coelhinho da Páscoa”. Gostamos muito da Páscoa.

Texto elaborado pelos alunos do 2º ano B


Canção “Coelhinho da Páscoa Coelhinho da Páscoa Que trazes p’ra mim? Um ovo, dois ovos, Três ovos, assim Lala, lala, lalalala Coelhinho da Páscoa Que cor eles têm? Azul, amarelo Vermelho também Lala, lala, lalalala Coelhinho da Páscoa Com quem vais dançar? Com esta menina que sabe cantar Lala, lala, lalalala Coelhinho da Páscoa Que lhe vais oferecer Um saco de amêndoas P’ra ela comer Lala, lala, lalalala

Esta canção pode ser dramatizada, através de um jogo: diálogo com o coelho. Trabalho recolhido pelos alunos do 2º B

Angelique 2.º B


Duarte 2.ยบB

Olena2.ยบB

Ronaldo 2.ยบB


O Circo No dia 4 de Janeiro de 2008, todas as turmas da nossa escola foram ao Circo Claudius- Circus. Este circo estava instalado no Parque de Diversões do Porto Novo, em Gaula. O espectáculo começou com a actuação dos tigres de Bengala e o seu domador. Seguidamente, pudemos assistir a vários exercícios de malabarismo. Depois do malabarista, rimos muito com o número do Palhaço Maestro. Neste espectáculo apareceram muitos animais: póneis, uma lama, um camelo, dois burros e um hipopótamo gigante. Ficámos todos maravilhados por ver estes animais de perto. Para finalizar, apareceram dois palhaços que fizeram coisas muito engraçadas. Nós divertimo-nos muito no Circo e gostaríamos de voltar para o ano. Turma do 3º.ºano

O desfile de máscaras No dia 31 de Janeiro de 2008 houve um desfile de máscaras, feitas por nós e com a ajuda dos nossos pais, a partir de materiais de desgaste. A minha máscara foi feita com cartão e com pinturas e ficou com a forma de uma múmia. Os meus colegas também levaram máscaras muito giras. A do Michael, por exemplo, foi feita com lãs, papéis de bombons, cartão e algodão. Enfim, todos fizeram as suas máscaras com muita imaginação e usando materiais variados. Os elementos do júri eram muito simpáticos e foram muito justos porque a decisão não era nada fácil! A máscara vencedora da turma do 3º ano foi a da minha colega Carolina. Eu acho que a decisão foi justa pois ela usou muito material e construiu uma máscara muito original. Gostei muito do desfile e acho que todos mereciam ganhar porque todos se empenharam muito.

Luís Carlos 3.º ano


O desfile de máscaras No dia 31 de Janeiro realizou-se um desfile de máscaras na minha escola. Eu gostei muito de ver esse desfile com máscaras de vários modelos e com enfeites variados, onde foram usados diversos materiais de desperdício. Podíamos ver máscaras com lãs, rolhas, tampas de água, caricas, copos de iogurte, com pinturas engraçadas, enfim, de vários feitios e tamanhos, mas todas muito bonitas. Este desfile foi organizado pelas professoras e realizou-se no turno da manhã. Foi muito engraçado assistir a este desfile, onde todos os alunos puderam mostrar as máscaras que fizeram com a ajuda dos pais. No final, foram entregues certificados a todos os alunos participantes e um prémio para a máscara vencedora de cada turma. Não foi nada fácil escolher os vencedores porque todas as máscaras estavam muito bem feitas. Pedro Henrique 3.º Ano

O desfile de máscaras No dia 31 de Janeiro, realizou-se um desfile de máscaras na nossa escola. Não foi um desfile de máscaras qualquer, foi um desfile de máscaras feitas com materiais de desperdício. A minha turma esperou pela sua vez para iniciar o desfile e participar, mostrando a todos os presentes, as máscaras que tinham feito em casa, com a ajuda dos pais. Um dos meus colegas ficou doente nesse dia e apesar de ter feito a máscara, não pôde participar porque não estava presente. Foi uma pena! Foi uma festa divertida e eu sei que valeu a pena ter tanto trabalho, pois as máscaras estavam todas lindas! João Pedro 3.º Ano


Carolina 3.º Ano

Florentino 3.º Ano

João Tiago 3.º Ano

Cátia 3.º Ano

João Daniel 3.º Ano

Michael 3.º Ano


O desfile de Carnaval No dia 1 de Fevereiro de 2008, fizemos um desfile de Carnaval na minha escola. Eu vim disfarçada de Chinesa e trouxe também um chapéu de chinesa que a minha mãe comprou e um leque oferecido por uma amiga da minha mãe. Acho que o meu disfarce era muito bonito! Depois de estarmos durante algum tempo na escola brincando e tirando fotografias, fomos lanchar e logo de seguida deu-se início ao desfile. Todas as turmas se organizaram e ao som de música de Carnaval, desfilámos pelos arredores da escola. Passámos pelo Cemitério, pela Padaria, pela Igreja e também perto da Serragem. Estavam muitas pessoas a assistir ao desfile, principalmente os familiares das crianças, que puderam ver muitos fatos diferentes, muita alegria e muita cor. Este dia foi como sempre, muito especial! Maria Isabel 3.º Ano

O desfile de Carnaval No dia 1 de Fevereiro de 2008, houve um desfile de Carnaval, organizado pelas professoras da minha escola A minha mãe comprou-me um fato de índio e ajudo-me no disfarce. Todos os meninos e meninas da minha escola participaram neste desfile, percorrendo algumas ruas de Gaula, usando lindas máscaras e fatos maravilhosos. Muitas pessoas foram assistir ao desfile. Como os meus pais não puderam estar presentes, a minha avó fez questão de lá estar e eu fiquei muito feliz! Ao fim da manhã e após o desfile, pudemos saborear um fantástico lanche com sumo, malassadas e mel. Foi uma manhã bem passada e todos se divertiram muito, tanto as crianças como os adultos. Luís Carlos 3.º Ano


Carolina 3.ยบ Ano

Laura 3.ยบ Ano

Hugo 3.ยบ Ano


O desfile de Carnaval No dia 1 de Fevereiro todos os alunos foram para escola com os seus fatos e máscaras de Carnaval. Os disfarces eram muito variados e bonitos. Havia Capuchinhos Vermelhos, Bruxas, Punks, Ninjas, Polícias, Militares, Super-Homens, Mágicos, Palhaços, Cowboys, Piratas, Chinesas, Gatos e até, imaginem só, Diabos! O melhor acontecimento do dia foi o passeio que demos pelos arredores da escola. Apesar de estar um dia frio, muitas pessoas foram assistir ao nosso desfile. O lanche também foi especial: malassadas com mel e sumo. Estava muito saboroso! Neste dia também pudemos regressar a casa mais cedo e continuar na brincadeira. Florentino 3.º Ano

O desfile de Carnaval No dia 1 de Fevereiro, realizou-se um desfile de Carnaval na minha escola. Eu disfarcei-me de Super-Homem e os meus colegas também trouxeram os seus disfarces muito bonitos. O Hugo disfarçou-se de Polícia, o Nuno de Ninja, a Maria Isabel de Chinesa, enfim, todos os meus colegas trouxeram os mais variados disfarces e estavam todos muito bem. Desfilámos por algumas ruas de Gaula, ao som de música de Carnaval e eu pude jogar confetis, serpentinas e disparei um tubo de onde saíram muitos papelinhos de várias cores. Estavam muitas pessoas a assistir, principalmente, familiares que também nos atiraram confetis e serpentinas. Quando chegámos á escola esperava-nos um lanche fantástico composto por malassadas e mel. Este foi sem dúvida um grande dia! Michael 3º.º Ano


Cristina Gouveia 3.º Ano

Maria Daniela 3.º Ano

Cristina Silva 3.º Ano

Luís Carlos 3.º Ano


A F Í S I C O Q U Í M I C A É D I V E R T I D A

No dia 7 de Março de 2008, pelas 14:30, os alunos da turma do 3º ano da EB1/PE Dr. Clemente Tavares participaram numa actividade muito especial. Foi com muito entusiasmo e curiosidade que se dirigiram, juntamente com os seus professores, à Escola Básica e Secundária de Santa Cruz onde foram convidados para assistir e participar nas experiências de Físico-Química. As crianças foram recebidas com muita simpatia pelos professores responsáveis pela actividade, que puseram em prática várias experiências interessantes, às quais os alunos puderam assistir e também participar. Eram todas muito interessantes, destacando-se as experiências do Vulcão, o Fogo de Artifício, a Mensagem Secreta, o Pega Monstro, entre outras. Para finalizar, todos receberam um certificado de participação, acompanhado por um balão e um bombom. Foi também distribuído por cada aluno a “receita” de cada experiência para que as possam experimentar em casa. Mas atenção, não se esqueçam que o ingrediente principal é sempre a presença de um adulto. Boas experiências! Os alunos do 3.º Ano de Escolaridade da EB1/PE Dr. Clemente Tavares – Gaula


O Dia Mundial da Árvore e da Floresta O Dia Mundial da Árvore é festejado no dia 21 de Março um pouco por todo o Mundo. Na minha escola costumamos fazer muitas actividades relacionadas com a árvore e costumamos plantar árvores, para assinalar este dia. Este ano, isso não será possível porque o Dia Mundial da Árvore acontece nas Férias da Páscoa, mas a nossa professora disse-nos que iremos ao CICNA – Núcleo dos Dragoeiros, participar numa iniciativa do Parque Natural da Madeira para assinalar este dia. Todas as turmas da nossa escola estão a preparar trabalhos para levarmos para o CICNA e em troca receberemos alguns prémios. Esta será uma maneira diferente de assinalarmos este dia. Os alunos do 4.º Ano de Escolaridade

Um dia de chuva Quando está chuva fico triste porque não posso ir para a rua brincar, por isso tenho de ficar dentro de casa. Ás vezes, fico na cama quentinho a ouvir a chuva cair lá fora o que é muito agradável. O meu irmão vai ter comigo ao meu quarto porque ele gosta de ouvir histórias e eu leio-as para ele. Geralmente, quando está chuva, vejo televisão e brinco com o meu irmão mas é não é muito divertido porque não podemos correr e saltar dentro de casa. Quando está chuva a minha mãe e o meu pai deixam-me ir ao computador jogar para eu não ficar aborrecido. Apesar de não poder sair para a rua eu gosto dos dias de chuva. Kevin – 44-º Ano


Um dia de chuva Estávamos no Inverno. A manhã estava escura e lá fora estava muito vento e frio. Como era sábado e não havia aulas eu deixei-me ficar na cama mais um pouco. A minha mãe já se tinha levantado e já tinha começado a arrumar a casa, como sempre faz aos sábados. De repente começou uma chuva tão forte e eu como gosto muito de ver a chuva cair, corri para a janela para poder ver melhor. Apetecia-me sair para ir brincar na água mas eu bem sabia que a minha mãe não ia deixar porque ia ficar doente e continuei a olhar para a rua, através da janela da sala. As minhas irmãs entretanto acordaram, levantaram-se e foram ter comigo à sala. Foi então que resolvemos ver televisão uma vez que não podíamos ir para a rua, depois fizemos os trabalhos de casa e estudámos. À tarde ajudámos a minha mãe a arrumar os nossos quartos e fomos à catequese. Eu gostei muito deste dia porque foi um dia diferente!

A Páscoa em Portugal É nesta altura do ano, que um pouco por todo o nosso país limpam - se muito bem as casas, pintam-se (ou caiam, nas zonas onde que isso é habitual) e prepara - se tudo pois irá passar o Compasso, a Visita Pascal ou as Insígnias do Espírito Santo, como se chama aqui na Madeira, que é a ida do padre, a cada casa para abençoar (e benzer) os lares e as pessoas que lá vivem. Esta tradição está ligada à Ressurreição de Cristo e à celebração da Vida pelo que é muito vivida e respeitada por todos os cristãos. Tradicionalmente, em Portugal Continental, para além das amêndoas (porque parecem ovos pequeninos) e dos ovos (símbolo da vida), existe o pão-de-ló e os folares que se oferecem às crianças (especialmente pelos padrinhos). Antes da Páscoa, na Quaresma, o tempo é de jejum - evita-se comer carne e a ementa das sextas-feiras deve ser peixe por respeito a todo o sofrimento de Jesus, pois foi numa sexta-feira que foi crucificado e morreu. No Domingo de Páscoa celebra – se a festa da Ressurreição de Jesus.

Cont.


A Páscoa em Portugal Aqui na nossa terra, as pessoas juntam-se para recolher verduras e flores, para construírem o tapete de flores, onde irá passar a procissão no Domingo de Páscoa. Após a procissão há uma missa. Um pouco por toda a nossa ilha é costume celebrar-se a Semana Santa (a semana em que Jesus foi preso, julgado e condenado) com procissões de velas, à noite, e celebrações eucarísticas, que atraem muitas pessoas. Em algumas paróquias, da Madeira fazem-se representações teatrais (populares) que envolvem muitas pessoas e atraem muitos visitantes a essas localidades.

A Páscoa no Mundo A Páscoa é assinalada um pouco por todo o Mundo. Na China, o "Ching-Ming" é uma festividade que ocorre na altura da Páscoa, onde são visitados os túmulos dos que partiram e feitas ofertas, na forma de refeições e doces, para que estes fiquem satisfeitos com os seus descendentes. Na Europa Central os festejos remontam aos antigos rituais pagãos do início da Primavera. A tradição da Páscoa inclui a oferta de amêndoas e a decoração de ovos cozidos com os quais são presenteados os familiares e amigos mais próximos, no dia de Páscoa. Também são feitas brincadeiras com ovos da Páscoa como, rolá-los ladeira abaixo, onde será vencedor aquele ovo que conseguir chegar mais longe sem partir. Na Europa do Leste (Ucrânia, Estónia, Lituânia e Rússia) faz-se a decoração de ovos com os quais se presenteiam os amigos e os parentes. A tradição diz que se as crianças forem bem comportadas deixam na noite anterior ao Domingo de Páscoa um boné de tecido num lugar escondido, e o coelho deixará doces e ovos coloridos nesses "ninhos". Nos Estados Unidos da América a brincadeira mais tradicional, desta quadra é a "caça ao ovo". Os ovos de chocolate são escondidos pelo quintal ou pela casa para serem descobertos pelas crianças na manhã de Páscoa. Em algumas cidades a "caça ao ovo" é um evento da comunidade e é usada uma praça pública existente para esconder os ovinhos. No Brasil e na América Latina as crianças montam os seus próprios ninhos de Páscoa, feitos de vime, madeira ou papelão, e enchem-nos de palha ou papel picado.e ovinhos na Os ninhos são deixados num certo sítio para o coelhinho colocar doces madrugada de Páscoa.


A Páscoa na minha terra Na minha terra as pessoas vivem a Páscoa com alguma intensidade. As igrejas, das duas paróquias da minha freguesia, enchem – se de fieis para participarem nas cerimónias religiosas desta quadra. Na Quinta – feira Santa realiza-se a cerimónia do lava-pés. Esta é uma cerimónia que simboliza a última refeição, feita em conjunto, pelos apóstolos e Jesus Cristo. Na Sexta – feira Santa relembramos a morte de Jesus Cristo, por isso neste dia as pessoas vestem-se de preto, em sinal de luto, para participarem nas cerimónias religiosas. No Domingo de Páscoa festejamos a Ressurreição de Jesus Cristo. Neste dia, as pessoas colhem verduras e flores para construírem tapetes de flores, onde irá passar a procissão. As famílias unem-se para festejar a Ressurreição de Jesus. Trocam-se Ovos de Páscoa e Amêndoas entre os familiares e amigos. Em muitas casas madeirenses é tradição comer-se cabrito no Domingo de Páscoa. Como nesta altura não há aulas nós aproveitamos para descansar e para preparar as nossas casas para a visita das Insígnias do Espírito Santo, que acontecem nas semanas posteriores à Páscoa. Pedro Camilo – 4.º Ano

A Páscoa na minha terra A Páscoa na minha terra é muito celebrada pelos cristãos. Na 5ª feira Santa há uma missa onde o Sr. Padre lava os pés aos doze apóstolos (meninos) tentando reviver e relembrar a última ceia de Jesus. Na 6ªfeira Santa pelas 15h:00m há uma missa onde os cristãos rezam por Jesus, que morreu crucificado na cruz para nos salvar. No Domingo de Páscoa algumas pessoas juntam-se e fazem um tapete com musgo e flores por onde passa a procissão ao som dos cânticos religiosos: - “Ressuscitou! - Aleluia! Aleluia!” Neste dia as famílias juntam-se para festejarem a Ressurreição de Jesus e as crianças saboreiam os gigantes ovos de chocolate e as amêndoas. Nos oito Domingos que se seguem à Páscoa realiza-se, na nossa paróquia, a Visita Pascal ou a Visita das Insígnias do Espírito Santo. A Páscoa na minha terra é uma época muito vivida. Joana Nunes - 4.ºano


Elsa 4.º Ano

Kevin 4.º Ano

Jássica 4.º Ano

Joana 4.º Ano

João Diogo 4.º Ano

Mariana 4.º Ano


O que é a Páscoa? Muito antes de ser uma festa cristã, o que se celebrava no momento da Páscoa era o anúncio do fim do Inverno e a chegada da Primavera. Festejava-se o renascer da Natureza. Para os antigos, festejar a Primavera sempre representou a alegria da passagem de um tempo escuro e triste para um tempo iluminado e colorido na Natureza. A palavra “Páscoa” vem do hebreu “pessah” e significa passagem, mudança, refere-se ao êxodo (saída) do Egipto de Moisés e dos hebreus, depois de serem escravos durante 400 anos. Os povos antigos comemoravam a chegada da Primavera decorando ovos. O costume de decorar e oferecer ovos como presente na Páscoa surgiu em Inglaterra, no Século X. O rei Eduardo I de Inglaterra tinha o hábito de banhar ovos em ouro e ofereciaos aos seus amigos e aliados pois acreditava que receber ovos pintados trazia boa sorte, fertilidade, amor e fortuna. Ainda hoje mantemos viva a tradição de oferecer, nesta quadra, ovos e amêndoas aos nossos familiares e amigos. Os alunos do 4º Ano de Escolaridade

Laura 4.º Ano


Daniela 4.º Ano

Origem do Dia do Pai O Dia do Pai tem origem na antiga Babilónia, há mais de 4 mil anos onde um jovem chamado Elmesu Moldou esculpiu em argila o primeiro cartão, no qual desejava sorte, saúde e longa vida a seu pai. A criação de um dia de homenagem aos pais terá acontecido nos Estados Unidos quando Sonora Luise pretendia um dia especial para homenagear o seu pai, William Smart, um vetereno da Guerra Civil que ficou viúvo quando a sua esposa deu à luz ao seu sexto filho. O interesse pela data difundiu-se da cidade de Spokane para todo o Estado de Washington e daí tornou-se uma festa nacional. Em 1972, o presidente americano Richard Nixon oficializou o Dia do Pai. Em Portugal o Dia do Pai celebra-se a 19 de Março, o Dia dedicado a São José, pai de Jesus. O Dia do Pai, embora festejado em datas diferentes, constitui uma homenagem aos pais de todo o mundo. Para comemorar este dia, não percas a oportunidade de homenagear aquele que tem sido para ti: O Melhor Pai do Mundo!


O Meu Pai O Meu Pai é o meu melhor amigo. Ele chama-se Eugénio. O Meu Pai gosta muito de ver futebol. Os seus Clubes de Futebol preferidos são o Benfica e o Marítimo. Na minha casa quando estes dois clubes de futebol jogam e ganham nós fazemos uma festa para festejarmos a vitória. O meu pai é professor de Físico-Química e dá aulas no Funchal. Actualmente ele é o Presidente do Clube Sport Juventude de Gaula. Foi o meu pai que me ensinou a jogar futebol e a andar de bicicleta. Foi graças a ele que eu pude participar na Taça de Prevenção Rodoviária. Foi o meu pai que me ofereceu a minha Nintendo DS e foi ele que me ensinou a jogar. O Meu Pai é o melhor Pai do Mundo! Pedro Camilo – 4.º Ano

O Meu Pai O meu pai tem 44 anos e chama-se Ernesto Freitas Nunes. O meu pai tem olhos castanhos, não é muito alto e é magro. O meu pai trabalha na Empresa de Cervejas da Madeira, há já algum tempo. O meu pai gosta muito de mim, das minhas irmãs e da minha mãe. Ele gosta de sair connosco ao fim de semana. Ele adora levar-nos a passear para conhecermos coisas novas. Ele gosta muito de passear à beira mar e de observar as ondas a ir e voltar. O meu pai é muito meigo, carinhoso e ajuda-me a fazer os trabalhos de casa e a compreender melhor os conteúdos. Ele adora Matemática por isso ajuda-me muito nesta disciplina. O meu pai dá-me bons conselhos e gosta que me comporte bem na escola, na catequese e em todos os sítios. O meu pai gosta muito do Benfica e do Marítimo e adora jogar às cartas. Eu gosto muito do meu Pai! Mariana – 4.º Ano


O Meu Pai O Meu Pai chama-se Filipe e tem 41 anos. Ele é alto, moreno e tem olhos castanhos. O seu Clube de Futebol preferido é o Benfica. O meu pai gosta de todo o tipo de comida saudável e também gosta muito de ouvir música. Ele vai comigo ao Parque Infantil, ao jardim, dar passeios de carro e a pé… O Meu Pai é divertido, amigo, carinhoso, trabalhador. O Meu Pai tem um Volkswagem Pólo de sete lugares: dois à frente, três no meio e dois atrás. O Meu Pai ajuda-me quando tenho dificuldades nos trabalhos de casa e noutras ocasiões. As vezes o meu pai aborrece-se comigo quando faço asneiras, mas continuo a gostar muito dele porque ele só me quer bem. Eu adoro o Meu Pai! Joana Cristina – 4.º Ano

O Meu Pai O Meu Pai chama-se: José Flávio Freitas Pantaleão e tem 31 anos. O meu pai é muito carinhoso e muito meu amigo. Ele tem olhos castanhos, cabelo preto, é alto e moreno. O seu Clube de Futebol preferido é o Futebol Clube do Porto. O meu pai gosta muito de esparguete à bolonhesa, milho frito e massa. O que eu mais gosto de fazer com o meu pai é jogar às cartas, dar passeios, jogar computador e ouvir música. O meu pai tem um Peugeot 206 cinzento, de 5 lugares com leitor de CDs. O meu trabalha num restaurante em Londres e gosta muito que eu vá passar as férias com ele. Eu gosto muito do meu pai porque ele dá-me tudo o que preciso. O meu pai é muito importante para mim! João Diogo – 4.º Ano


Elsa 4.º Ano

Joana 4.º Ano

Kevin 4.º Ano

Marina 4.º Ano

Jéssica 4.º Ano

JLaura 4.º Ano


Contos Tradicionais Corre, corre, cabacinha corre! Era uma vez uma velhinha que vivia só, na sua casinha da aldeia. Certo dia, recebeu uma carta da sua neta, que vivia numa terra distante. A carta trazialhe uma grande alegria –a neta ia casar-se e convidava a avozinha para assistir ao seu casamento. Tão contente ficou que imediatamente se pôs a caminho para não chegar atrasada. Depois de ter andado alguns quilómetros, surgiu à sua frente um grande lobo que lhe disse numa voz rouca:

-Ai, velhinha, que eu como-te! -Ai, não me comas, que eu estou muito magrinha. Vou ao casamento da minha neta e, quando de lá voltar, já venho mais gordinha! -Está bem na volta cá te espero! - respondeu o lobo e deixou-a seguir caminho. Lá mais adiante, surgiu-lhe na frente um urso, que, pousando-lhe as patas nos ombros, lhe disse ao ouvido:

-Ai, velhinha, que eu como-te! -Ai, não me comas, que eu estou muito magrinha. Vou ao casamento da minha neta e, quando de lá voltar, já venho mais gordinha! Tal como o lobo, o urso achou que a velhinha tinha razão e deixou-a seguir viagem, dizendo:

-Está bem na volta cá te espero! Já quase no fim da viagem, uma terceira fera apareceu à velhinha – era um leão.

-Ai, velhinha, que eu como-te! -Ai, não me comas, que eu estou muito magrinha. Vou ao casamento da minha neta e, quando de lá voltar, já venho mais gordinha! O leão também acho que era melhor esperar que ela voltasse mais gordinha. Então disse-lhe: -Está bem na volta cá te espero! Muito assustada a velhinha continuou o seu caminho até que chegou, por fim a casa da neta. Contou tudo o que lhe acontecera e a neta aclamou-a dizendo que não haveria problema nenhum. O casamento foi muito bonito e a velhinha estava muito feliz. Mas, quando se decidiu a voltar para a sua casa, começou a ficar com muito medo. A neta correu ao quintal, cortou a cabacinha maior e mais redondinha que lá tinha abriu-lhe uma pequena porta e a velhinha entrou nela. A neta voltou a fechar a cabacinha.


Então a viagem começou quando a cabacinha e a velhinha rebolavam estrada fora. A certa altura passaram ao pé do leão, que perguntou:

- Oh cabacinha não viste para aí uma velhinha? A certa altura passaram ao pé do leão, que perguntou:

- Oh cabacinha não viste para aí uma velhinha? A velhinha de dentro da cabacinha respondeu:

Não vi velhinha, nem velhão Corre ,corre cabacinha Corre ,corre cabeção!!! O leão fez cara de admirado! A cabacinha continuou rebolando pela estrada fora. Um pouco mais à frente estava o urso, esperando. Este resolveu perguntar:

-Oh cabacinha não viste para aí uma velhinha? De dentro da cabacinha, a mesma voz respondeu:

Não vi velhinha, nem velhão Corre ,corre cabacinha Corre ,corre cabeção!!! A cabacinha continuou rebolando, rebolando, sempre a toda a pressa. O urso não percebeu nada do que via e ouvia… Mais perto de casa estava o lobo esfomeado. Ao ver a cabacinha perguntou-lhe:-

Oh cabacinha não viste para aí uma velhinha? De dentro da cabacinha a voz da velhinha fez-se ouvir:

Não vi velhinha, nem velhão Corre ,corre cabacinha Corre ,corre cabeção!!! O lobo pulou de raiva. Finalmente a nossa velhinha chegou a casa. Não havia mais perigos. Pela estrada for a tinham ficado, enganados, os seus três inimigos. A cabacinha salvara-lhe a vida.

Fim!!!


Folar da Páscoa! Se quiserem experimentar a delicia de um folar feito pelas vossas próprias mãos (tem outro sabor, não é?!), aqui fica a receita...

Ingredientes - 250 g de manteiga ou de margarina; - 5 colheres de café de erva doce em pó; - 40 g de fermento de padeiro em pó; - 150g de açúcar; - 3 colheres de sobremesa de canela; - 2 colheres de sobremesa de mel - Raspa de 2 limões; - 1 cálice de vinho do porto; - 3 colheres de café de sal fino; - 7,5 dl de leite; - ovos cozidos com casca de cebola (a gosto); - 1,5 kg de farinha;

Preparação ►Junta-se a farinha com o fermento de padeiro, amassa-se com os ovos, o açúcar e o leite até se obter uma massa muito leve, bem arejada, mas com bastante corpo. ►Adiciona-se depois a margarina derretida, o sal, a erva-doce, a canela, o mel, a raspa dos limões e o vinho do porto. Amassa-se até a massa se desprender das mãos e do alguidar. ►Cobre-se com um pano e envolve-se o alguidar num cobertor. Deixa-se levedar durante 2 a 5 horas em sítio aquecido (o tempo de crescimento depende da temperatura ambiente). ►Depois divide-se a massa em bolas. Achata-se um pouco e colocam-se sobre ela um ou mais ovos cozidos, conforme o tamanho da massa. Prendem-se os ovos com algumas tirinhas de massa. Pincela-se com gema de ovo e leva-se a cozer em forno quente (cerca de 150 ºC).


Eis alguns desenhos dos alunos feitos nas aulas de informática:

Francisco Pré A— A—Animal Favorito

Diogo e Carolina 2..º A— A—Páscoa

Nuno 3.º Ano— Ano— dia do Pai

Lucas 1.º Ano— Ano—A minha Família

Bibiana 2..º B— B—Páscoa

Joana 4.º Ano— Ano—A Minha Família


Não te esqueças de visitar a nossa página da Internet :

http://escolas.madeira--edu.pt/eb1pectavares http://escolas.madeira Podes entrar no Blog da escola e deixar um comentário aos trabalhos lá expostos: http://clementetavares.blogspot.com Aproveita e espreita também o Blog de inglês onde te podes divertir com os jogos online e deixar um comentário. http://edulegamesgang.blogspot.com As turmas do 3.º e 4.º anos também têm um blog não deixes de consultáconsultá-lo em: http://clementetavares3ano.blogspot.com http://clementetavares4ano.blogspot.com


Jogo das Tabuadas – x2, x3, x4, x5


ProponhoProponho-te que completes as palavras cruzadas, tendo em atenção os tens conhecimentos!!!!


Mais um desafio !!!

VĂŞ se consegues!!!!


BO Fร‰R AS Um IAS!!! aP รก Fel scoa iz!! !

O Amadis  

Jornal 2.º Período

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you