Issuu on Google+

Folha da Mulher

O espaço feito para você.

SAÚDE - MODA - BELEZA - ESTÉTICA - ATIVIDADE FÍSICA - CASA - FAMÍLIA - TRABALHO - BEM-ESTAR - CULINÁRIA - PETS - ARTE E CULTURA - TURISMO www.folhadamulher.com.br

www.facebook.com/folhadamulher

www.twitter.com/folhadamulher

Ano 2 – Edição 19 – Campo Largo - Setembro 2012

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Flores em você

Aproveite a primavera para deixar sua casa e sua vida mais colorida página 3


Folha da Mulher

2

CRÔNICA

EDITORIAL Ah... os encantos da primavera! Uma estação cheia de vida e alegria, conhecida pelo desabrochar das flores e a renovação das cores do mundo. Que tal trazer um pouco do que a natureza tem a oferecer para dentro da sua vida? É nesse clima que a Folha da Mulher chega, repleta de dicas para você sentir-se cada vez melhor e mais linda. Nesta edição de setembro, o destaque fica para a matéria de capa, da página 3, que convida você a levar a primavera para dentro da sua casa, deixando-a mais bonita e agradável; além de ser um ótimo período para cuidar da saúde. Em Beleza confira quais são as últimas tendências para suas unhas. Muitas pulseiras juntas, roupas coloridas e fluorescentes são as dicas que você encontra nos editoriais de Moda. Descubra os encantos da capital chilena em Turismo. Acompanhe também dicas exclusivas para cuidar da saúde do seu pet, e deli-

Sofia Ricciardi Jorge Johni Pablo

ciosas e saudáveis receitas inspiradas na estação das flores. E claro, leia o jornal do início ao fim, pois cada página foi feita com muito carinho para você. Agradecemos a todos os colaboradores que ajudaram na elaboração dessa edição e principalmente a você, leitora fiel, que sempre acompanha a Folha. Todo mês o objetivo desse jornal é levar um conteúdo agradável, interessante e útil para você e toda sua família. Continue participando, sugerindo matérias e divulgando a Folha, pois a Folha é um espaço feito para você. Boa leitura e até a próxima!

A primavera é, com certeza, a estação mais colorida do ano. As árvores enchem de flores com as mais variadas cores e tamanhos. Um convite para quem quer inovar na decoração da casa e trazer a primavera para dentro da sala de estar. Para entrar no clima dessa estação tão esperada, a Folha da Mulher traz uma reportagem especial sobre como deixar sua casa com a cara da estação. A dentista Luciana Kayser Miranda é a nossa entrevistada, que representa todas as mulheres de Campo Largo que adoram a estação. Casada há dois anos, Luciana confessa que essa é sua estação favorita. “Acho a primavera uma estação deliciosa. O clima favorece o alto astral e a disposição”. Quando não está no consultório, Luciana gosta de de estar com a família e amigos, ler e fazer atividades físicas, além de receber pessoas em sua casa. “Ultimamente, eu mesma tenho preparado os arranjos de flores. Eles nunca faltam na minha casa”. Fotografia: Set Photostudio Produção: Fiorella (Rua Centenário, 2000, Centro)

EXPEDIENTE redacao@folhadamulher.com.br Fale com a Folha da Mulher: contato@folhadamulher.com.br Web e Redes Sociais: www.folhadamulher.com.br www.twitter.com/folhadamulher www.facebook.com/folhadamulher Impressão: Editora O Estado do Paraná - Curitiba Tiragem: 6.000 exemplares Periodicidade: Mensal Distribuição: Gratuita e dirigida Pontos de Distribuição:

Estudante de jornalismo

Felipe Giacomin

CAPA DO MÊS

O Jornal Folha da Mulher é uma publicação da JF Comunicação Editorial Ltda, CNPJ 13.479.089/0001-62. Fundado em 11 de março de 2011. Sócio-Diretores: Johni Pablo johni@folhadamulher.com.br Felipe Giacomin felipe@folhadamulher.com.br Jornalista Responsável: Caroline Bosi Beatriz Jornalismo e Edição: Felipe Giacomin Projeto Gráfico e Diagramação: Johni Pablo Jornalismo, matérias e releases:

Campo Largo - Setembro 2012

Salões de beleza e estética, lojas de moda e confecção, comércio em geral, clínicas, academias, além todos os anunciantes dessa edição. Os artigos e matérias assinadas contidas nessa edição são de responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião da Direção do jornal Folha da Mulher. Para anunciar comercial@folhadamulher.com.br (41) 9208-6879 (VIVO) (41) 9833-1034 (TIM)

www.sofisticadablog.com.br sofia.ricciardi@yahoo.com.br

Primavera particular

N

unca consegui plantar algo, nem mesmo feijão no algodão quando estava na escola. Mas, sempre gostei de jardim, não sei se é por que eu sempre morei em casas com quintal ou por que minha mãe sempre gostou de mexer com isso. Na nossa casa, já tivemos limão, laranja, maracujá, framboesa, amora e até abóbora. Agora, morando sozinha, resolvi me adaptar ao compacto espaço e cuidar de umas plantinhas em uma jardineira na janela mesmo. Fui lá na floricultura da esquina, procurei fazer cara de quem entendia alguma coisa e resisti ao bom e velho cactos para comprar alguma planta descente. Entre adubo, um bocado de terra, algumas mudas e instrumentos, a conta doeu no bolso, mas a ideia me deixava tão contente, que pouco me importei com os algarismos. Catei minhas sacolinhas e fui para o cafofo. Fiz tudo antes do meu namorado chegar do trabalho. O bendito tinha enfiado uma ideia na cabeça de que o primeiro passo para um casal ter um filho eram plantas, depois cachorros e, por fim, uma criança. O que significa que tudo isso já deixava o rapaz tremendo as pernas. No entanto, eu ainda não tinha cogitado a possibilidade de alimentar alguma relação maternal

com as plantas e, portanto, queria apenas cuidar de algumas flores na janela para analisar o tempo através de suas pétalas quando não tivesse mais nada muito interessante para fazer. Enfim, queria ter algo para me preocupar que não fosse concreto, objeto, eletrônico, sem vida própria. Cansei de celulares, computadores, iPad, máquina fotográfica! Eu só queria algo que funcionasse, ou, como neste caso, vivesse de alguma forma que não dependesse de mim, ou de algum comando que eu desse. Funcionou. Coloquei um pouco de verde no mundo e descobri que não somente a minha jardineira não dependia de mim completamente, como eu também dependia das mesmas coisas que ela: um pouco mais de sol, um pouco menos de poluição. Descobri, principalmente, o poder da primavera e o que ela é capaz de causar na gente. É uma mistura de alegria com descanso, de calorzinho com barulho de chuva, tudo isso com a essência deliciosa das flores da minha janela. Me apaixonei. Já faz alguns anos que estou com elas por lá, cuido bem que é para me redimir dos feijões em algodão que não deram certo na infância, mas sabe qual é a melhor parte dessa história? Até hoje, ainda não quis ter nenhum cachorro, muito menos filho.


Folha da Mulher

Campo Largo - Setembro 2012

3

CAPA Caroline Bosi Beatriz

Jornalista

carolbosi@gmail.com

Deixe a primavera entrar em sua casa e na sua vida

Aproveite a estação mais colorida do ano para redecorar a casa e praticar exercícios

A

primavera está chegando! Saem os casacos e cores mais sóbrias, típicas do inverno, e entram os vestidos e roupas leves e coloridas. Mas não são somente as roupas que mudam

com a chegada da nova estação. Nossa casa também sente o reflexo dos dias mais quentes: deixamos as janelas abertas para o ar fresco entrar e aproveitamos para redecorar a casa, aproveitando o que é mais típico da estação: as flores. A estação é a preferida da dentista Luciana Kayser Miranda. “Acho a primavera uma estação deliciosa. O clima favorece o alto astral e a disposição”. Não há uma época do ano específica para cultivar plantas, mas a primavera costuma ser a mais procurada para quem quer um ar mais caseiro e natural para a casa. Nas

floriculturas, as plantas mais procuradas para interiores são as palmeiras ou lírio da paz. Já as flores mais procuradas são as orquídeas e demais flores em vaso.

te charmoso ou a garrafa de vinho bonita que não temos coragem de jogar fora.

Decorando sua casa

Além do cuidado com as plantas e flores, a primavera também é a época ideal para retomar a prática de atividades físicas, que foi deixada de lado por conta do friozinho do inverno. “Pratico atividade física o ano todo, mas é claro que nesta época, é mais gostoso fazer esportes. Faço natação, musculação e pilates”, conta Luciana. As temperaturas mais elevadas e dias mais longos (principalmente com a chegada do horário de verão) são grandes incentivos para quem quer começar a fazer exercícios físicos. Mas é a proximidade com o verão que leva muitas pessoas a buscar as academias na primavera. Mas se você é daquelas que treme só de pensar em se matricular numa academia, a Folha da Mulher traz algumas dicas: convide alguém para caminhadas e corridas pelos parques, coloque um fone com músicas preferidas, tire o pó da bicicleta, faça trilhas e yoga. Aproveite o melhor da estação para renovar suas energias!

Com a primavera o colorido das flores fica irresistível. Para quem deseja entrar no clima da estação, a aposta são as flores e cores. Nada mais bonito que um belo arranjo para enfeitar a mesa do jantar na hora de receber visitas ou simplesmente para dar um toque de delicadeza a sua decoração, seja ela em casa ou em eventos. Luciana adora receber família e amigos em casa. Para isso, sempre arruma a casa com um carinho a mais. “Uso louças mais bonitas, velas, toalhas, guardanapos e jogos americanos reservados para essas ocasiões. Ultimamente, eu mesma tenho preparado os arranjos de flores. Eles nunca faltam na minha casa”, diz. Na hora de decorar, a criatividade é o que importa. Uma dica é usar recipientes variados para acomodar os arranjos. Podem ser desde vasos de porcelana, cristal ou barro, até aquele vidro de azei-

Cuidando da sua saúde


Folha da Mulher

4

Campo Largo - Setembro 2012

MODA Suliane Vieira

Estudante de Design e Moda

suliane@folhadamulher.com.br

www.biscoitofashion.com

Cores ao invés de flores Para fugir dos florais, clichê da primavera, abuse das cores fluorescentes

S

Imagens: reprodução e divulgação.

etembro é marcado pelo início da primavera e, por isso, conhecido como o mês mais florido do ano, aquele em que é possível ver flores em todos os lugares. A moda, para não ficar de fora, geralmente o acompanha trazendo milhares de opções de estampas florais. Pois bem, esse ano tudo muda. Não que as estampas florais tenham sido extintas, mas a super tendência do momento, são as cores fluorescentes. Não se assuste, inicialmente pode parecer um “déjà vu”, isso porque os anos 90 foram tomados por essa moda e também já há dois anos ela tenta entrar no mundo fashion novamente. Depois de muita resistência finalmente conseguiu ganhar o gosto e o coração das mulheres. As cores fluorescentes podem ser encontradas de detalhes a peças inteiras, de sapatos a acessórios (maxi colares e clutches são ótimas opções), vale tudo, só não vale ficar de fora. E, apesar delas ainda ‘assustarem’ muitas pessoas, algumas lojas já lançaram suas coleções de primavera/verão ou então o preview da coleção e apostaram nessa trend. É impos-

investimento apenas de primavera, no verão o neon laranja, pink e principalmente, o lima, continuarão reinando absolutos. E daí, aproveitando o super bronzeado, será a hora de investir nos biquínis e óculos escuros com lentes nessas cores, um tanto quanto ousado demais, mas ainda dá tempo de se acostumar e se apaixonar pelo ‘brilho’ dessas cores. Porém, se você é do tipo que não consegue sair por aí chamando muita atenção e mesmo com o tempo acha que não vai se acostumar, não significa que não vai poder aderir ao fluorescente. Tente usar essa cor em tons pastéis. Estranho? Sim, mas existe. Garanto que vai te deixar na moda e bem mais discreta.

sível não vê-las nas vitrines. Então a falta de opção não será desculpa

para ficar de fora. Agora, calma, esse não é um

Dica Uma pele bronzeada – respeitando seu limite e usando protetor – e uma peça de cor mais neutra, como branco, preto e/ou nude, podem ser suas super aliadas na hora de compor um look fluorescente sem cair no ridículo e parecer uma canetinha marca-texto. Então vá e não tenha medo, arrisque... seja a cor da primavera!


Folha da Mulher

Campo Largo - Setembro 2012

MODA

Mulher MIX Thais Maistrovicz Alves Empresária

contato@rosamix.com.br

5

(41) 3032.2807

www.facebook.com/RosaMixBijoux

Pulseirismo

V

ocê já ouviu falar em ‘Pulseirismo’? Essa palavra surgiu a pouco tempo no vocabulário da moda e o termo significa usar várias pulseiras juntas. O pulseirismo não tem muita regra, nem limites. A ideia é misturar cores, texturas, materiais, espessuras e estilos. Inclusive a

Quanto mais, melhor!

mistura de banhos está super em alta. Você pode misturar dourado com prata, pode ser uma pulseira fininha e a outra grossa, uma de metal e a outra de crochê, coloridas ou neutras, tanto faz, é só usar a criatividade e o bom gosto. Outra dica é abusar do estilo hi-lo, que é misturar peças mais sofisticadas com peças simples, de

estilos opostos. A mistura de pulseiras com relógio também cria uma ótima composição. O pulseirismo pode ser usado tanto no dia quanto a noite, dependendo da ocasião. A noite é possível abusar mais dos brilhos e criar uma produção mais carregada. É possível, ainda, misturar com

anéis, brincos e colares. Mas, na dúvida, carregue mais nas pulseiras e opte por complementos mais discretos. Os acessórios, em geral, têm o poder de sofisticar qualquer look. Um look básico pode ficar muito mais interessante com mix de pulseiras. E se o look já está sofisticado, você pode incrementá-lo ainda mais com o pulseirismo.

Rua XV de novembro, 2100, loja 5 (próx. a Pernambucanas) www.rosamix.com.br


Folha da Mulher

6

Campo Largo - Setembro 2012

MODA Moda acessível e exclusiva

INFORME PUBLICITÁRIO

Atrevida chega a Campo Largo trazendo inovação e os melhores preços da cidade

U

ma loja moderna que valoriza a exclusividade e qualidade em suas peças, e o mais importante: aliada a preços acessíveis à população. Assim é a Atrevida, loja feminina inaugurada no dia 9 de junho deste ano em Campo Largo. A Atrevida surgiu da necessidade do município por uma loja especializada em roupas exclusivas. Foi a partir disso, que as irmãs Cristiane Aparecida Gaideski e Adriane Gaideski resolveram mudar totalmente de profissões. De técnica em agropecuária e tecnóloga em estética para empresárias do ramo de confecção,

combinando inovação e exclusividades a melhores preços. O nome surgiu literalmente do verbo “atrever-se”, ou seja, atreva-se , seja você mesma, exclusiva, autêntica e atrevida. “As mulheres, principalmente as adolescentes, precisavam ir até Curitiba quando queriam uma peça de roupa mais moderna e fashion”, afirma Adriane, destacando que o bom atendimento e a valorização das clientes, independente de raça, cor ou status social, são as chaves do sucesso da loja. Além da moda feminina para adolescentes e adultos, a loja pos-

sui também uma coleção especial para crianças de 0 a 3 anos. “Viajamos toda semana em busca de novidades e sempre estamos atentas à qualidade das peças adquiridas para oferecer sempre o melhor às nossas clientes, além disso, trazemos também encomendas desde peças diferenciadas para determinados eventos como também tamanhos especiais valorizando ainda mais as clientes em sua essência”, afirma Adriane. Em todas as estações do ano, a Atrevida traz o que há de mais moderno e fashion para suas clientes estarem sempre na

moda. As vitrines já estampam as tendências da primavera-verão 2012 e 2013. “As estampas de bichos, como onça e zebra, além do tropicalismo e temas florais continuam em alta, o mullet está em quase todas as peças, o curto na frente e longo atrás, poderá ser visto desde as blusas, camisas até as saias e vestidos, deixando as peças mais elegantes”, afirma Cristiane. Outra tendência para a próxima estação são as rendas, que começaram ano passado e prometem estar presentes em diferentes tipos de peças, além das saias e vestidos longos. A grande aposta

para a primavera são as camisas em tecidos mais leves, cores vibrantes com transparências que podem ser usadas em qualquer ocasião, inclusive nas noites de balada. A loja ainda possui uma sessão especial com roupas para balada e festas, as preferidas das jovens que gostam de estar sempre na moda. Aproveite o início da primavera para renovar seu guarda-roupa e venha conhecer a loja. A Atrevida fica na Rua Marechal Deodoro, 589, no Centro de Campo Largo. O telefone para contato é (41) 3032-6607.


Campo Largo - Setembro 2012

Folha da Mulher

Charme

COM A PALAVRA GLADIS CHEMIN MIRÓ

Olá queridas (os) leitores. Você está recebendo mais uma edição da Folha da Mulher feita com carinho para você. Estou sempre aprimorando a coluna Charme para apresentar coisas legais e interessantes. Neste mês, trago a história da talentosa fotógrafa Ana Knapki, um exemplo de sucesso no segmento. Espero que gostem! Beijos.

COM A PALAVRA ANA KNAPKI A paixão pela fotografia começou aos vinte anos, onde fiz meu primeiro book, vi o quanto tinha facilidade de fotografar e o quanto aquilo pra mim era prazeroso. A partir daí comecei a trabalhar como promoter de eventos. Essa área exigia sempre material atualizado, fotos recentes, de vários estilos e como isso não era uma dificulade para mim, amava ter que atualizá-los. Fiquei quatro anos trabalhando com isso, sendo convidada muitas vezes por grandes nomes da fotografia pra fazer parte dos portfólios deles, eu sempre admirava aquela arte e aquele momento certo que eles tinham pra fotografar, isso começou a despertar o interesse de estar do outro lado das câmeras.

Com 24 anos comprei a minha primeira máquina profissional e comecei a buscar e estudar sobre essa área. Como a fotografia, em que você aprende cada vez mais na prática do que na teoria, eu fui em busca disso. Convidei minha melhor amiga e minha cunhada pra serem minhas modelos, pegamos vários figurinos, e como fiz curso profissional de maquiagem levei tudo o que tinha para auxiliá-las na produção. Fizemos fotos externas, ficaram simplesmente fantásticas. Depois disso fiz a divulgação e não parei mais... Todo dia aparecem pessoas de várias idades, que viram alguns trabalhos meus com interesse em ensaios. Hoje estou certa, que a fotografia faz parte de mim, estou sempre em

busca de aprimoramentos, materiais novos, conto muito com o auxílio e o apoio do meu marido e dos meus pais. De todos os meios de expressão, a fotografia é o único que fixa para sempre o instante preciso e transitório. Nós, fotógrafos, lidamos com coisas que estão continuamente desaparecendo e, uma vez desaparecidas, não há mecanismo no mundo capaz de fazê-las voltar outra vez. Não podemos revelar ou copiar uma memória. “Fotografia é a poesia dos olhos, traduzida na essência das emoções.” Michelle Ramos

Contatos: • Telefones: 3393.2093 e 9944.3198 • E-mail: ana_knapki@hotmail.com • Facebook: Fotógrafa Ana Knapki

7

Gladis Chemin Miró Federada a FEBRACOS charme@folhadamulher.com.br


Folha da Mulher

8

Campo Largo - Setembro 2012

SUA CASA

Projetando

por Florença - Ambientes Projetados

Organizando sua vida

Definições básicas sobre o MDP

M

DP é a abreviação de Medium Density Particleboard ou Painel de Partículas de Média Densidade. O MDP é um painel de madeira industrializada, assim como o aglomerado, o MDF e o OSB. O MDP é especialmente indicado para a produção de móveis residenciais e comerciais de linhas retas, que não exijam usinagens em baixo relevo, entalhes ou cantos arredondados. O MDP é resultado do uso intensivo de tecnologia de prensas contínuas, de modernos classificadores de partículas e complexos softwares de controle de processo, associado à utilização de resinas de última geração e madeira de florestas plantadas. Por isso, o MDP pertence a uma nova geração de Painéis de Partículas de Média Densidade com características superiores e totalmente distintas dos painéis de madeira aglomerada de antigamente. Características - Alta densidade das camadas superficiais, assegurando um acabamento superior nos processos de impressão, pintura e revestimentos. - Homogeneidade e grande uniformidade das partículas das camadas externas e internas. - Propriedades mecânicas superiores: melhor resistência ao arrancamento de parafuso, menor

absorção de umidade e empenamento. - Utilização de resinas especiais de última geração. - Utilização de madeiras selecionadas provenientes de florestas plantadas, econômica eecologicamente sustentáveis. A diferença entre o MDPe o MDF A principal diferença entre MDP e o MDF é que no painel de MDP são utilizadas partículas de madeira em camadas, ficando as mais finas na superfície e as mais delgadas no miolo, já no MDF, por sua vez, aglutinam-se fibras de madeira. Porém, ambos são classificados como Painéis de Madeira de Média Densidade. Um produto excelente para o meio ambiente O MDP é um produto ecologicamente correto que não utiliza madeiras da Amazônia ou da Mata Atlântica em sua fabricação, mas sim, madeiras provenientes de florestas plantadas, econômica e ecologicamente sustentáveis. No Brasil, as espécies mais comuns utilizadas para produção do MDP são o pínus e o eucalipto. A utilização de madeira oriunda de áreas de reflorestamentos manejadas de forma ambientalmente correta, socialmente justa e economicamente viável é reconhecida por Selos Verdes outorgados por certificados internacionais.

Av. Vereador Arlindo Chemin - nº 95, sala 4 - Centro - Campo Largo/PR 41 3292.1000 | www.florencaprojetados.com.br

aline@vovodolar.com.br

Siga-nos no Facebook e no Twitter www.facebook.com/vovodolar | www.twitter.com/vovodolar

Invista e mude seu ponto de vista

Pequenas atitudes a partir da sua casa trazem grandes mudanças

N

o mundo em que vivemos... vemos e ouvimos o tempo todo coisas que não queremos para o nosso cotidiano, mas simplesmente apenas olhamos e comentamos. No Brasil... políticos roubam, fazem tremendas falcatruas, voltam atrás na ficha limpa, olham para os outros políticos e ainda tem a coragem de falar mal e criticar, fingindo não terem nada a ver com isso e montando um teatro que nós apenas assistimos e não fazemos nada. Em nosso estado... considerado o terceiro mais violento do Brasil, estamos cercados de injustiças e crises com as autoridades que foram eleitas para nos dar saúde e segurança e continuamos apenas reclamando nos bastidores e não conseguimos mudar nada. Campo Largo... vive uma época de preparo para as eleições e mais uma vez apenas ficamos olhando aqueles que se levantam para serem os nossos líderes por quatro anos. Pessoas que podem mudar para melhor ou pior a rotina de nosso dia, mas não nos envolvemos porque achamos que não tem nada a

Imagem: reprodução.

ver conosco. Reclamamos das ruas esburacadas, das geladeiras sumidas, da falta de retorno da BR, da falta de placas de sinalização, mas não oficializamos nossas reclamações aos órgãos competentes, porque não temos nada com isso e pode trazer trabalho desnecessário. Sua casa... passa por grandes dificuldades de relacionamento; falta de diálogo com os filhos; brigas entre o casal; falta de fidelidade; problemas financeiros; excesso de informatização, mas sem nenhuma comunicação relacional; não tem horário para nada; uma desorgani-

zação total, mas mudanças vão te tirar da zona de conforto e você apenas faz de conta que não está vendo nada. Leia novamente este último parágrafo e pense: Posso continuar dizendo que não tenho nada a ver com isso? Quero dizer, prezado leitor, que se você não mudar a sua casa, que é de sua total responsabilidade, não vai adiantar se vestir bem para sair ou ter um carro do ano; ou frequentar a melhor academia e estar em eventos sociais; ou tentar viver de lembranças de um passado que era cheio de esperança. Nada disso vai mudar seu presente e nem seu futuro. Invista em sua casa e faça dela um LAR. Invista na vida das pessoas que te amam e elas vão fazer de você uma pessoa que merece ser honrada. Invista em seus filhos e todos nós teremos a certeza de um futuro melhor. Invista em honra, dignidade, idoneidade, justiça, honestidade e transforme seu lar para poder mudar Campo Largo, nosso estado, o Brasil e o mundo. Invista e mude!


Folha da Mulher

Campo Largo - Setembro 2012

9

ATIVIDADE FÍSICA INFORME PUBLICITÁRIO

Caroline Bosi Beatriz

Jornalista

carolbosi@gmail.com

Novas aulas e ritmos

Unica Fitness inova em sua grade de aulas e faz lançamento para alunos

M

uita música, diversão e malhação marcaram o lançamento das novas aulas de ginástica da Unica Fitness. Entre os dias 28 e 31 de agosto, os alunos da academia puderam conhecer as novidades e tendências de exercícios que prometem queimar as tão indesejadas gordurinhas e deixar o corpo mais definido. Entre as novidades estão as aulas de Body Pump, Sh’bam, Step, Power Jump e Body Mix. Os eventos de lançamento são realizados com o objetivo de atualização e renovação das aulas de ginástica. Periodicamente, os professores são submetidos a treinamentos e atualizações técnicas, passando por testes de capacidade física e conhecimento dos exercícios

da modalidade que pratica. Após passar pelo treinamento, o professor está apto a atualizar a aula, levando novas coreografias e músicas para sala de ginástica. “Essa sensação de novidade faz com que todos fiquem ansiosos enquanto aguardam a chegada do dia do lançamento”, diz a professora Mariana Ferreira Schiebelbein. O tema de lançamento deste ano foi “Preto e Branco”. Todos que participaram das aulas e que estavam com roupas pretas e brancas concorreram a brindes da academia. Segundo a professora, a atividade física é importante para pessoas de qualquer idade, pois proporciona inúmeros benefícios à saúde. “Entre os principais benefícios destacam-

-se a melhora do condicionamento físico e postura, controle da pressão arterial, aumento da resistência de ossos, articulações e músculos, e melhorias no sistema imunológico e circulação sanguínea”, diz Mariana, ressaltando que a prática de exercícios também aumenta a autoestima por melhorar a imagem corporal e diminuir a depressão. Conheça as aulas Body Pump: através do treinamento de força e resistência, melhora da postura e define músculos. Power Jump: é um programa de ginástica em grupo que utiliza o mini-trampolim como equipamento para realizar o trabalho cardiovascular. É caracterizado por movimentos de execução simples

e motivadores e nos fazem sentir como crianças pulando em uma superfície elástica. Sh’bam: aula de dança, com passos simples e modernos, que não requerem nenhuma prática anterior na dança. A trilha sonora traz hits super populares remixados, desde “What a Feeling”, sucessos de Lady Gaga, Black Eyed Peas e Beyoncé, até ícones latinos como “Rythm of the night”. Step: aula com coreografia desenvolvida com o auxílio de uma plataforma juntamente com trabalho abdominal. Executa-se, continuamente, coreografias com subidas e descidas em diferentes direções, de uma plataforma (step) de aproximadamente 20 cm de altura, ao som de música.


Folha da Mulher

10

Campo Largo - Setembro 2012

PETS Dra Kátia Schmidt Médica Veterinária

kalufems@yahoo.com.br

(41) 3393.3623 | 3292.2158

Alergia em cães e gatos Doenças alérgicas aumentam na primavera

D

a mesma forma que os humanos, os cães e gatos são frequentemente acometidos por doenças alérgicas. Estima-se que entre 25 a 30% de todos os cães sofrem de alguma doença alérgica. Em um país de clima tropical como o nosso, os alérgenos (substância capaz de desencadear uma reação alérgica) mais importantes são os fungos e bolores, seguidos

de inalantes encontrados dentro das casas, tais como: lã, algodão, juta, sisal, fumaça de tabaco, carpete e gramas das mais variadas. Na região Sul do país, o alérgeno mais destacado é o pólen das árvores. Os alimentos são responsáveis por aproximadamente 10% dos casos de alergias. As alergias tem um forte componente genético e ambiental. Nem sempre filhotes de pais alér-

gicos vão desenvolver alergias, mas a probabilidade existe e é bem elevada, embora o fator ambiental também seja responsável pelo desenvolvimento das alergias. É muito frequente encontrarmos proprietários de cães alérgicos também serem alérgicos. Isto tem uma relação direta onde o animal e o proprietário vivem. As alergias não têm cura. Elas podem ser controladas através de vacinas específicas, também conhecidas como imunoterapia, que consiste em injetar no animal, de maneira gradativa, concentrações crescentes das substâncias, as quais o animal é sensível. Pode ser feito também o controle das doenças de pele que normalmente estão associadas às alergias. Muita coceira, vermelhidão e descamação na pele, com lesões provocadas pelas unhas do bicho e infecções são os sintomas mais frequentemente encontrados nos animais alérgicos. Os animais, quando se coçam com as patas ou com a boca, abrem pequenas fissuras na pele, por onde entram

bactérias. Estas bactérias se reproduzem nas camadas internas da pele, causando lesões, algumas delas bastante graves. Para o cuidado das alergias, o mais conveniente é ter o acompanhamento de um veterinário, capaz de receitar os produtos ou

medicamento que deve-se administrar ao cão. Estes podem ser desde xampus específicos a medicamentos para alergias ou crises graves. O veterinário também é essencial para analisar a fundo o animal e assim determinar a natureza da alergia e poder tratá-lo.


Folha da Mulher

Campo Largo - Setembro 2012

11

BELEZA Caroline Bosi Beatriz

Jornalista

carolbosi@gmail.com

Unhas decoradas: sinônimo de beleza e criatividade Cuidar das unhas nunca esteve tão na moda. Confira dicas e tendências

F

oi-se o tempo que uma ou duas camadas de esmalte e um pouco de brilho eram suficientes para deixar as unhas bonitas. Hoje, a moda são as unhas decoradas, que nunca estiveram tão em alta entre as tendências de beleza. Desde as tradicionais francesinha e espanhola (muito pedidas por noivas), até as mais ousadas com cores vibrantes, bolinhas e estampas de bicho, as unhas decoradas fazem a mão de crianças, adolescentes e adultas. A manicure e decoradora de unhas do Salão Marly de Campo Largo, Mariana da Silva Izaias acredita que as unhas decoradas vieram mesmo para ficar. “Em cada estação, temos um modelo que se destaca mais. As tendências de agora são as estampas de oncinha, mas as de bolinha também fazem bastante sucesso”, diz a manicure, lembrando que com a chegada da primavera, as flores devem voltar para as unhas. O público infantil e adolescente é o que mais procura as unhas decoradas. “As meninas adoram as decorações com lacinhos e desenhos animados”, diz Mariana.

Materiais diferenciados Fazer uma unha decorada não é um bicho de sete cabeças. A dificuldade vai depender da quantidade de detalhes que você quiser. Antes de fazer a decoração, é necessário lixar bem as unhas e tirar as cutículas, para que o acabamento fique perfeito. “Os materiais que mais usamos para decorar são as tintas de tecido acrilex, pincel, palito e gliter”, afirma a manicure, explicando que a decoração pode ser feita usando qualquer tipo e cor de

esmalte. Para o efeito durar por mais tempo, Mariana dá a dica: “Depois da decoração pronta, passamos um extra brilho ou esmalte com gliter”. Os cuidados com a manutenção são os mesmo com qualquer tipo de esmalte: evitar usar produtos de limpeza e que possuam abrasivos sem luvas.

Tendências A palavra do momento quan-

do se trata de unhas é inovar. Por isso, deixe de lado aquele esmalte simples e arrisque fazer uma decoração mais ousada. Para te ajudar na escolha, a Folha da Mulher separou algumas tendências que vão estar nas unhas das mulheres nas próximas estações. Para o segundo semestre de 2012 e início de 2013, as unhas devem trazer um estilo mais forte, com a decoração metalizada, marcada pela continuidade dos esmaltes craquelados. Mas as tendências para a próxima estação também abrem espaço para os estilos mais delicados, como as flores e desenhos feitos com a base em renda. Outra tendência que vai estar bem presente na próxima estação é a unha degradê, que pode ser feita com várias cores, usando tons sobre tons da mesma cor ou de cores diferentes. Outro destaque é a inglesinha, que é a famosa francesinha de forma diferenciada. Dá para combinar os mais diferentes tipos e cores de esmaltes, transformando uma técnica em várias formas de uso.


Folha da Mulher

12

Campo Largo - Setembro 2012

ARTE & CULTURA

Sugestões de Livros

Eva Andreassa Soares

por Livraria e Revistaria do Zeca

Professora de Música

COMO CONSTRUIR UM CASAMENTO DURADOURO

(41) 3032-3605

Rua Centenário, 2535

evaandsoares@gmail.com / duettoescolademusica@gmail.com

(Ruth e Elmer L. Towns) Autoajuda - 224 págs.

Na Bíblia, há ricas histórias de casais que passaram por árduas dificuldades e ultrapassaram grandes obstáculos. A experiência de 12 deles é compartilhada e em cada capítulo, é discutido problema conjugal específico. Cada capítulo é comentado por um casal especialista em relacionamento, reconhecido internacionalmente. Ao fim de cada capítulo, há exercícios e um diário para ajudá-lo a assimilar esses conceitos e a aplicar essas técnicas que vão melhorar seu relacionamento conjugal. O CASAMENTO (Nicholas Sparks) Romance (Literatura Estrangeira) - 128 págs.

Após quase 30 anos de casamento, Wilson Lewis é obrigado a encarar uma dolorosa verdade: sua esposa, Jane, parece ter deixado de amá-lo, e ele é o único culpado disso. Viciado em trabalho, Wilson costumava passar mais tempo no escritório do que com a família. Além disso, nunca conseguiu ser. Diante da incapacidade do marido de expressar suas emoções, Jane começa a duvidar de que tenha feito a escolha certa ao se casar com ele. Wilson, porém, sente que seu amor pela esposa só cresceu ao longo dos anos. Agora que seu relacionamento está ameaçado, ele vai fazer o que for necessário para se tornar o homem que Jane sempre desejou que ele fosse. A LINGUAGEM CORPORAL DO AMOR (Allan e Barbara Pease) - Autoajuda - 128 págs.

Grande parte da nossa interação com o sexo oposto é feita por meio de gestos e posturas capazes de informar se nosso parceiro ou pretendente está mesmo interessado ou louco para dar o fora. Assim, aprender a ler a linguagem corporal é o primeiro passo para transformar nossa vida amorosa. Divertido e direto, este livro revela os segredos das mensagens corporais e nos ajuda a identificar sinais de atração, mentira, tédio, desejo, irritação e interesse demonstrados pelas pessoas com quem nos relacionamos.

Setembro As vozes da primavera

...E

Imagem divulgação: Duetto

lá, de mansinho, vem chegando setembro... derrama no ar o cheiro bom da esperança, aquieta nosso coração depois de um agosto que parece não ter fim! Anuncia uma primavera, que almejamos, seja rodeada de muitas cores e sons, e dias mais longos e noites amenas... Penso em Strauss, o grande compositor austríaco, de mais de 500 peças em forma de valsas, marchas e polkas espalhadas pelos seus 74 anos de vida. Quando escreveu a famosa “vozes da primavera”, lá em meados de 1883, estaria como nós, ansioso por dias mais coloridos e alegres? Vinha certamente daqueles invernos castigantes que a Europa vive, mas trazia no coração a esperança de ouvir vozes de alento... Que flores estariam desabrochando nessa Áustria de tantos e tantos anos atrás? Estaria vivendo um grande amor rodeado de paisagens magnifícas e estonteantes? Certeza que seus dias eram calmos e serenos, pois só assim poderia ter escrito com tamanha sensibilidade e sabedoria. Em tempo algum, de paz ou de guerra, alguém ousou imaginar que nossos dias seriam tão atarefados e

quão pouco tempo caberia a cada um de nós para ouvir as vozes da primavera... vozes que podem falar de paz e calmaria, vozes que podem curar nosso corpo cansado e nossa alma atordoada, vozes que através das cores das sua flores poderiam amenizar nossas dores e angústias. A primavera pode ter a voz que cada um de nós quiser: pode ser a voz angustiada de quem olha em

volta e não vê o desabrochar das flores; pode ter a voz estridente de quem ouve mais a novela do que a voz do filho a lhe contar do seu dia; a voz cansada de quem só lamenta o que não tem ao invés de aproveitar o que a vida lhe oferece de melhor... Nossa primavera também pode ter a voz macia da mãe que conta histórias, a voz suave do pai que acalenta seu filho, a voz doce dos apaixonados, a voz do ancião, cheia de experiência e conselhos... Qual será a voz da sua primavera? Em alguns desses dias, mais quentes, claros e coloridos, deixe-se abandonar em uma rede qualquer, ouça uma boa música, sinta o cheiro do ar e veja, de olhos fechados e espírito entregue, as flores da sua infância... lembre como a rosa tinha perfume, o cravo era vermelho como sangue, as trepadeiras corriam livres pelas cercas e floreciam muito... lá, atrás das trepadeiras, ainda está nossa casinha branca de janelas azuis! Sim, nosso sonho de dias serenos ainda existe e as “Vozes da Primavera” podem ecoar nos nossos corações como bálsamo...


Campo Largo - Setembro 2012

Folha da Mulher

13


Folha da Mulher

14

Campo Largo - Setembro 2012

COZINHA & CIA Giovanni Pangrácio

contato@giovannipangracio.com.br

41 3292.1527

Chef de Cozinha

»Palavra do Chef Olá pessoal! Mas o tempo passa rápido, não é mesmo? E já estamos

chegando perto da primavera, a estação das flores, das tardes quentes e das noites agradáveis. Como eu gosto de estar em sintonia com as estações na cozinha,

»Receitas do Chef

Para começar, um prato da culinária que leva o nome da estação: Arroz Primavera.

vou deixar a coluna farta de receitas deliciosas para que vocês enfeitem a mesa e deslumbrem seus convidados! Antes disso, eu gostaria de agra-

tes. Adicione então o arroz e vá mexendo sempre até ele se tornar translúcido. Coloque a couve e a água, tempere, agite a panela de modo que o arroz fique no fundo. Tampe, deixe cozinhar em fogo baixo, sem mexer durante 15 minutos. Apague o fogo e deixe tampado por 10 minutos para cozinhar com a água dos legumes. Fica uma delícia! Para quem está preocupado com a forma, tem um prato muito gostoso que eu aprecio preparar em festas e recepções: a Salada Primavera.

|| Ingredientes - 1 xícara de arroz carolino - 1 xícara de água - Couve coração - 2 cenoras cortadas - 3 dentes de alho - 1 folha de louro - 100g de chouriço - 100g de bacon ou entremeada salgada - 1 lata de salsichas - Azeite - Sal e pimenta preta || Modo de preparo Num fundo de azeite refogue a cenoura e os alhos em pedaços. Junte então as carnes e o louro, deixe cozinhar por alguns instan-

|| Ingredientes - 1 pé de alface lisa - 1 maço de agrião - 1 unidade de tomate em tiras - 1 unidade de ovo cozido

decer ao pessoal que tem comparecido na Toca do Jacaré. Ainda falta a visita de alguns, e esse clima será propício para aproveitar o domingo em meio à natureza. Espero vocês!

- 1 pepino em tiras - 1 cenoura ralada - 1 chuchu em tiras - Azeite - Vinagre branco - Sal - Pimenta do reino branca || Modo de preparo Misture todos os ingredientes numa travessa, e deixe os temperos separados. Um bom molho para salada é o de mostarda com mel. || Ingredientes - 3 colheres de sopa cheias de maionese - 1 colher de sopa de mostarda - 1 colher de sobremesa de mel - 1 colher de sobremesa de vinagre de vinho branco - 2 colheres de sopa de azeite de oliva


Folha da Mulher

Campo Largo - Setembro 2012

15

SAÚDE Fabiana Küster

Farmacêutica e Bioquímica, especialista em Farmacologia, Homeopatia e Farmácia Magistral – CRF PR 13976

kuster.fabiana@gmail.com

(41) 3292.5388

Homeopatia Tudo o que você sempre quis saber

A

homeopatia, uma especialidade médica antiga, ainda gera muita incompreensão na maioria das pessoas. A ciência é muitas vezes confundida com a fitoterapia, que consiste na utilização de plantas medicinais no tratamento de doenças. A medicina possui duas correntes terapêuticas, fundamentadas no princípio dos contrários e no princípio dos semelhantes. Em consequência do princípio dos contrários, surgiu a chamada “alopatia”, modalidade mais conhecida e exercida nos países ocidentais, e a própria fitoterapia, que busca suprimir os sintomas das doenças com substâncias que atuam “contrariamente” aos mesmos (ex: antiinflamatório para a inflamação, antiácido para a acidez, antidepressivo para a depressão, antitérmico para a febre, etc.), Baseando-se no princípio dos semelhantes, em 1796 o médico alemão Samuel Hahnemann criou a homeopatia (tratamento através de substâncias que causam sintomas “semelhantes” aos da doença). Contrariamente ao que se pensa, a homeopatia é um sistema científico definido, com uma metodologia de pesquisa própria, reproduzidas ao longo dos séculos. Reconhecida pela OMS e pe-

los órgãos de classe, a homeopatia deve ser exercida exclusivamente por profissional médico especialista, e seus medicamentos produzidos em farmácias

série de sintomas (mentais, gerais e físicos), que devem ser semelhantes aos sintomas do indivíduo doente, para conseguir trazê-lo

homeopáticas onde exista um farmacêutico homeopata. Cada medicamento homeopático experimentado nos indivíduos humanos (sadios) provoca uma

de volta ao estado de saúde. Em vista disso, torna-se indispensável o conhecimento dos sinais e sintomas objetivos e subjetivos do paciente, a fim de poder encontrar o medicamento que mais se lhe asse-

melhe. É por isso que o médico homeopata se interessa por particularidades individuais, considerado estranho por quem não entenda o modelo homeopático. O médico homeopata deverá encontrar um medicamento que seja capaz de estimular o organismo a reagir contra a sua enfermidade. Este ponto talvez seja a grande chave do tratamento homeopático, pois cada medicamento é escolhido e produzido exclusivamente para cada paciente, ao contrário dos medicamentos alopáticos, que servem em todos os indivíduos para a mesma finalidade. Em vista do grau de complexidade do ser humano, o tratamento pode ser mais ou menos demorado, considerando-se também a gravidade e a duração da enfermidade. Os medicamentos homeopáticos são preparados a partir de substâncias extraídas da natureza, provenientes dos reinos mineral, vegetal ou animal. Existem atualmente pouquíssimos representantes desta classe de medicamentos disponíveis para serem adquiridos prontos, em farmácias homeopáticas. Na grande maioria, o medicamento é preparado pela farmácia através de receituário médico.


16

Folha da Mulher

Campo Largo - Setembro 2012

TURISMO Ana Carolina Braga Stallbaum Turismóloga

carolina@evidenciaturismo.com.br (41) 3393-4549 / 8425-9921 www.evidenciaturismo.com.br

Santiago: cultura, história e modernidade Mês de setembro é ideal para viajar, já que as temperaturas não estão tão baixas e é possível aproveitar a neve na Cordilheira

S

antiago, capital do Chile, com certeza é uma cidade muito charmosa, bastante histórica, e com uma gastronomia excelente até no mais simplório restaurante, além de inúmeras opções para a noite. Muitas pessoas acabam passando pouco tempo na capital chilena, e geralmente só estão de passagem para chegar ao litoral ou seguir para as estações de esqui. Mas quem reservar um tempo a mais na cidade não vai se arrepender. É muito fácil se hospedar em Santiago e passar o dia nas proximidades, já que a capital está a apenas 130 quilômetros do litoral deslumbrante de Viña del Mar e muito próxima das estações de esqui, sendo a Valle Nevado e a Portillo as principais. Um passeio imperdível é o circuito das vinícolas no Vale do Maipo e Aconcágua. Não é preciso ser um enólogo experiente para saber a qualidade das uvas plantadas no

Chile. Nas proximidades de Santiago, as produtoras mais famosas são a Concha y Toro, a Santa Rita e a Undurraga. Uma dica é visitar um de seus parques, localizados em geral em montes, que são chamados de cerros, e de onde é possível ter uma bela vista. O Parque Metropolitano de Santiago também chamado de Cerro San Cristóbal possui o melhor mirante da cidade, além de possuir teleféricos, um zoológico, um jardim japonês e no seu ponto mais alto, a famosa escultura “A Virgem”. O centro de Santiago possui prédios antigos muito bonitos, com diversos estilos arquitetônicos e muitas histórias para contar. Na Praça da Cidadania está o Palácio de La Moneda, sede do governo do Chile e palco de acontecimentos importantes como o suicídio de Salvador Allende e a instauração do regime militar de Augusto Pinochet.

Recentemente foi inaugurado no mesmo lugar o Centro Cultural La Moneda, um espaço com arquitetura futurista que abriga exposições permanentes e temporárias. Na mesma região está localizado o Museu Chileno de Arte Pré-Colombiana, considerado um dos melhores do mundo sobre esse tipo de cultura. A Plaza de Armas, praça central da cidade onde está localizada a Catedral Metropolitana, é também palco para diversos encontros da população, onde é possível ver todo o tipo de pessoa e algumas atrações, o que não difere muito do centro das cidades grandes do Brasil. Aproveite o mês de setembro para conhecer Santiago. As temperaturas não estão mais tão baixas e é possível conhecer a neve na cordilheira. O período, considerado de baixa temporada, garante preços mais acessíveis para quem gosta de viajar.


Folha da Mulher - Campo Largo - 19ª edição - Setembro - 2012